Issuu on Google+

Escola Secundária Dom Egas Moniz / Lugar do Paço / 4660-223 Resende Telef.: 254 870160 / Fax: 254 870169 / Email: esegasmoniz@mail.telepac.pt

Número 30 Abril de 2011

Dom Egas Escola Secundária Dom Egas Moniz - Resende

O Dom Egas deseja a toda a Comunidade Educativa UMA BOA PÁSCOA!!!


Índice 03

Editorial

04

Palestra sobre Bullying

05

Simulacro de evacuação

06

Encontro Formativo

07

Parlamento dos Jovens

08

Seminário Nacional Eco-Escolas

Ficha Técnica

Propriedade 09

Congresso de Animação

10

Diário do PIEF-CEF de Geriatria

11

Seminário Nacional Mais Sucesso

12

Workshop EPIS

13

Empreendedorismo

14

Projecto SeguraNet

15

IV Jornadas de Filosofia

Escola Secundária Dom Egas Moniz - Resende

Direcção Clube do Jornal Escolar

Elaboração Paulo Sequeira, António Loureiro, Fernando Vieira, Arminda Lemos e Pedro Ferreira

Clube do Jornal Alunos do 3.º Ciclo, Ensino Secundário e Educação e Formação de Adultos (EFA)

Fotos das Turmas 3.º Ciclo

16

Parlamento Europeu dos Jovens

Colaboradores 17

Concurso Miss e Mister Escola

18

Plano Nacional de Leitura

19

Ficha Técnica

Comunidade Escolar

Tiragem 700 exemplares

Distribuição Gratuita

Capa: Elaborada pela Turma do 10.º B (Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial), com base no a, b, c da Escola...

Impressão Escola Secundária Dom Egas Moniz - Resende


N. 30 / Abril de 2011

Semana da Leitura 2011

A Professora, Arminda Lemos

21 a

25 .

03 .

2011

A poesia está em todos nós

S

entido poético, audição poética, pensamento poético, visão poética… todos temos em geral, embora a maioria de nós não consiga aperceber-se. Foi com a ideia de tentar acordar essa capacidade adormecida que se programaram para o dia 21 de Março, duas sessões de poesia, na biblioteca da escola, magistralmente dinamizadas pela nossa convidada Andreia Macedo. Sendo uma animadora por excelência, presenteounos com obras de especial encanto e significado imortal de autores intemporais. Imparável, permitiu-nos beber versos e prosas servidos numa cascata enérgica quase mágica. Foram vários os alunos poetizados, entre os quais os 11.º D e 10.º B. A avaliar pelas suas expressões, ouso acreditar que não tenha sido em vão este nobre e deleitoso gesto. A Professora, Orísia Olhero Macedo

08 .

O

04 . 2

011

18 .

011 0 3. 2

D

ecorreu, no dia 18 de Março, mais uma vez, na nossa escola, o Canguru Matemático sem Fronteiras. Durante 90 minutos alunos do 3.º ciclo e do secundário resolveram uma prova “de raciocínio lógico” de acordo com o seu ano de escolaridade. Este é o maior concurso de Matemática do mundo, conta com a participação de cerca de 6 milhões de estudantes de 46 países e tem por objectivo estimular o gosto e o estudo da disciplina. O grupo de Matemática considera que esta actividade decorreu de uma forma bastante positiva, uma vez que, a adesão e o interesse dos alunos foram muito satisfatórios. Esta motivou, até, alguns alunos que demonstram receio da disciplina de Matemática. Os resultados serão divulgados na primeira semana do 3.º Período.

O FC Porto na Escola

oral (leitura expressiva e de argumentação). O Jornal Dom Egas deseja-lhes, desde já, boas leituras, fazendo votos para que esse dia seja, acima de tudo, um momento de festa e de convívio. Aqui fica o registo dos nossos concorrentes: Cândido Truta, do 8.º B, Márcia Almeida, do 8.º C, Ricardo Almeida, do 9.º B, Manuel Veloso, do 10.º A, André Veloso, do 11.º A, e João Macedo, do 12.º B.

~ Auto de consignaçao

E

stamos todos conscientes de quanto é difícil o propósito de conciliar diferentes vontades, quanto é difícil animar gentes desmotivadas, como é esgotante voltar sempre ao início para explicar um teorema não compreendido, como arrelia não ver cumpridas as normas colectivamente estabelecidas… Como é difícil ensinar! E aprender, será assim tão difícil? O conhecimento que hoje em dia decide as relações de poder entre estados e entre pessoas é em si um valor e a sua aquisição uma constante em toda a vida. É por isso que na agenda Europeia a aprendizagem ao longo da vida foi e será cada vez mais um objectivo estratégico. A ambição de ser é variável de indivíduo para indivíduo, de aluno para aluno, de trabalhador para trabalhador. Podemos aspirar a ser melhores alunos, professores, pais, filhos, amigos, cidadãos? Podemos aspirar a ser os melhores em alguma coisa? Do que realmente gostamos que nos empolga e motiva a procurar cada vez mais? A aprendizagem que as respostas determinam implicam que cada um dê um salto da facilidade para a dificuldade, da espontaneidade para o trabalhoso, da insensibilidade para a gratificação… se dê à vida um sentido de pertença, partilha e compromisso. Apesar de “O saber não ocupar espaço” seria bom que lhe reservássemos espaço para crescer cada vez mais em nós. Vamos entrar em obras para termos uma Escola com muito melhores condições. Que cada pedra, seja a primeira pedra, seja um novo propósito de nos comprometermos com um estado mais evoluído de ser, de estar, de fazer, de relacionar. Terá que ser um compromisso com um futuro melhor!

C

omo já é habitual, a rubrica clubista volta a estar presente nestas últimas páginas do Jornal Dom Egas.Desta vez é o FC Porto, praticamente campeão nacional da Liga Zon Sagres, que se encontra em destaque. Para os que não sabem, a Escola recebe a revista “Dragões”, a revista mensal que retrata as actividades do clube azul e branco, que é gentilmente cedida a BEgas pelo Professor Duarte de Matemática. O gosto por este clube é partilhado, também, pelo Director da Escola e por muitos professores, alunos e funcionários que se mostram orgulhosos por serem adeptos deste clube campeão. …E não te esqueças, se és um dragão, de aparecer na Biblioteca e consulta as últimas notícias do teu clube na revista “Dragões”. João Pereira, 9.º C

Concurso Nacional de Leitura

dia 08 de Abril foi o dia escolhido para a realização da 2.ª fase do Concurso Nacional de Leitura, da responsabilidade da DGLB em articulação com as bibliotecas distritais, a ter lugar na Biblioteca Municipal de Moimenta Da Beira. Os livros seleccionados para a Fase Distrital do CNL 2011 - Moimenta da Beira recaíram nas “Viagens de Gulliver”de Jonathan Swift e a “Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho” de Mário Carvalho para o 3.º Ciclo do Ensino Básico; para o Ensino Secundário a escolha incidiu em “Um escritor confessa-se” de Aquilino Ribeiro e “A sombra do que fomos” de Luís Sepúlveda. Os seis alunos/concorrentes da nossa escola, três do 3º Ciclo do Ensino Básico e três do Ensino Secundário, estarão presentes no referido evento e, certamente, vão ter uma prestação muito boa nas provas do concurso: escrita e

18 Dom Egas

EDITORIAL

Canguru Matemático

E

steve patente na BEgas, de 21 a 25 de Março, a semana da leitura. Na segunda-feira, dia 21 de Março, foi comemorado o Dia da Poesia, houve uma sessão de poesia na BEgas, pelas 10h, nomeadamente declamação de poesias, no âmbito do Projecto “Diz-se poesia para acordar”, pela Dra Andreia Macedo para as turmas do 10.º B, 10.º C e 11.º D, e às 14h para as turmas do 7.º B, 7.º D e 12.º A. Foram declamadas poesias de António Gedeão, Fernando Pessoa, Manuel da Fonseca, Manuel Bandeira, Carlos Drumond de Andrade, etc.. Para que a poesia se tornasse verdadeiramente doce, houve a actividade “rebuçados com poesia”, que consistiu em ler um poema e comer um rebuçado.

N. 30 / Abril de 2011

O Director, António Alberto R. Miranda de Carvalho

O

nosso tempo, caracterizado por mudanças constantes e velozes, traz desafios para o professor e estimula-o a repensar continuamente a sua prática pois em todas as circunstâncias o professor marca decisivamente a personalidade de cada um dos seus alunos, não só pela palavra mas também pelo exemplo. Ensinar não é só instruir, mas também educar e a educação precisa de ser partilhada com a família, pois como diz o ditado popular “Quem dá o pão, dá a educação”. A família deve esforçar-se por estar presente em todos os momentos da vida dos seus filhos. Presença que implica envolvimento, comprometimento e colaboração. Deve estar atenta a dificuldades não só cognitivas, mas também comportamentais. Educar não é uma tarefa fácil mas se a escola e a família conseguirem estabelecer um acordo na forma como irão educar, muitos dos conflitos hoje observados na sala de aula serão paulatinamente superados. A família e a escola devem estar em completa sintonia nas suas atitudes, já que os seus objectivos são os mesmos. Devem compartilhar de um mesmo ideal, pois só assim realmente estarão formando e educando, superando conflitos e dificuldades que tanto vêm angustiando os professores, os pais e os próprios alunos. Feliz Páscoa a todos! A Presidente do Conselho Geral, Gina Antas

21 .

03. 2

011

N

o passado dia 21 de Março, decorreu no polivalente da Escola Secundária Dom Egas Moniz, em Resende, a assinatura do auto de consignação do plano de requalificação e remodelação da Escola, numa cerimónia que contou com a presença de várias individualidades, nomeadamente do Presidente da Câmara Municipal de Resende, Engenheiro António Borges, do Governador Civil de Viseu, Dr. Miguel Ginestal, da Directora Regional Adjunta da Educação do Norte, Dr.ª Ema Gonçalo e do Director da Escola Secundária, Dr. António Alberto Ramalho Miranda de Carvalho. Todos os oradores foram unânimes em considerar que a requalificação da Escola Secundária vai contribuir para uma melhor qualidade de ensino, uma vez “que é pela educação que nós temos o desenvolvimento, a qualificação e o progresso das nossas terras”, conforme frisou a Directora Regional Adjunta da Educação do Norte. O projecto desenvolvido pela Parque Escolar prevê as seguintes intervenções: 33 salas de aula e 4 laboratórios totalmente equipados com novo mobiliário e equipamento especifico; todas as salas serão equipadas com vídeo projector; uma oficina de Electricidade e Electrónica equipada de acordo com as novas exigências curriculares; novo espaço para curso de Termalismo, com 1 espaço para aulas teóricas e 1 espaço para aulas práticas; equipamento informático ao abrigo do plano tecnológico; biblioteca totalmente nova e equipada; criação de espaços de uso informal para os alunos, complementado por bancada retráctil com capacidade para 200 lugares, permitindo uma flexibilidade do espaço, não só para uso da escola como para a abertura à comunidade; criação de auditório com capacidade para 90 lugares; recuperação do pavilhão desportivo existente, com a execução de novos balneários e espaço de Termalismo e campos desportivos exteriores, com pista de atletismo com caixa de saltos e circuito de manutenção. É de realçar a forte aposta do Presidente da Câmara Municipal de Resende na requalificação e modernização dos equipamentos escolares do concelho, cujo objectivo primordial é dotar o concelho de um modelo de ensino qualificado capaz de responder às exigências da sociedade actual.

Dom Egas 3


N. 30 / Abril de 2011

N. 30 / Abril de 2011

Turma do 7.º Aº - Ano Lectivo 2010/2011

Oh stôra! O Pi está nas rodas

O

Pi está nos testos das panelas, nas latas de sumo e nas rodas de bicicleta! Foi o que puderam constatar os visitantes da exposição “O Pi”, levada a cabo pelo Departamento de Matemática no dia 14 de Março. A escola acordou com um enorme faixa “14 de Março - Dia Mundial do Pi”. Não podíamos deixar passar em branco um dia tão importante como este e, por isso mesmo, deitamos mãos à obra e toca a mobilizar a escola para construir um “Pi no chão”, que os alunos da turma do 2.º A - CEF se prontificaram a construir. Os alunos tiveram oportunidade de reconstruir os dígitos do Pi, colando-os no chão do polivalente da Escola Dom Egas Moniz. A comunidade escolar foi convidada a visitar a exposição na qual admiraram, entre outros, uma escultura gigantesca representativa do Pi, e riram com alguns cartoons do Pi, bem como compreenderam o valor do Pi, pela experimentação. A professora Silvie Caldeira é da opinião de que “foram atingidos os objectivos” e alguns alunos comentaram “Oh professora!!! Afinal o Pi está escondido nas rodas”.

Oh Prof! O que é IST...?

A

maioria dos alunos desconhecia o que são as Infecções Sexualmente Transmissíveis. Os alunos do 7.º C tiveram oportunidade de participar numa actividade de divulgação das doenças sexualmente transmissíveis, criando um cartaz de divulgação: É URGENTE MUDAR! A professora Silvie Caldeira deixa um apelo a todos os pais: “Participem na educação dos seus filhos, não só na formação académica (notas escolares), mas também na formação interpessoal e social. Devem participar em todas as iniciativas organizadas pela e para a comunidade, pois estas só visam o desenvolvimento saudável dos vosso filhos. Olho à minha volta e vejo jovens a destruírem-se com bebidas, tabaco e drogas. É muito pior do que levar um tiro, já que este só se sente, praticamente, no momento. Com as drogas, bebidas e tabaco, a destruição é mais lenta, demorada e mais dolorosa. Pais não desistam! Nunca!”

Recordar a Festa de Natal

N

o passado dia 17 de Dezembro de 2010, realizouse na Escola Secundária Dom Egas Moniz, a tradicional Festa de Natal. A Festa constou de actividades diversificadas, tais como: contos e canções de Natal, música variada,

17 .

12 . 2

010

danças, teatro, etc. Alunos e professores confraternizaram à hora do almoço, saboreando o prato tradicional de batata cozida com tronchuda e bacalhau, num ambiente de são convívio. O Jornal Dom Egas endereça um bem haja a todos pelo maravilhoso espectáculo que nos proporcionaram.

12 .

011 03. 2

D

Uma noite de glamour

ecorreu no dia 12 de Março, no Polivalente da Escola, pelas 21,30H, um desfile de moda, denominado “Concurso Miss e Mister Escola”, dinamizado pelos alunos finalistas da Secundária. Este concurso, integrado no Plano de Actividades dos finalistas, era aguardado com expectativa pela comunidade escolar. Como sabemos, a moda varia de cultura para cultura, de época para época, depende das preferências de cada um, mas está sempre presente em qualquer local. No entanto, o mundo da moda é

14 .

02. 2

011

mundo heterogéneo, complexo e exigente! Tudo o que está na moda é o que está a dar, logo, é imitado ao pormenor. Constata-se que a moda tem vindo a imperar na sociedade actual! Este concurso foi um sucesso! Houve uma aposta na criatividade e na originalidade, uma fuga à banalidade e à rotina. A plateia manifestou todo o seu entusiasmo. A actividade foi muito aplaudida por todos os presentes. Foi um momento único, uma noite diferente, podemos mesmo dizer, uma noite de glamour!

A Professora, Silvie Caldeira

Palestra sobre Bullying

N

o dia 5 de Janeiro de 2011, no âmbito do Projecto de Educação para a Saúde e Parlamento dos Jovens, realizou-se uma palestra dinamizada pelas mediadoras do Projecto EPIS, intitulada Bullying, para os alunos do 7.º A, 7.º E, 8.º B e 9.º C. A Dra. Fátima Soares explicitou o conceito de violência em meio escolar e

4 Dom Egas

05 .

0 2. 2

011

referiu algumas das manifestações do Bullying e do cyberbullying, os sinais de alerta e as consequências. Os alunos manifestaram interesse e revelaram que conhecem situações de Bullying na nossa escola. Por isso vamos estar atentos. As Professoras, Célia Sequeira e Delfina Veloso

Turma do 9.º Dº - Ano Lectivo 2010/2011 Dom Egas 17


N. 30 / Abril de 2011

N. 30 / Abril de 2011

Turma do 9.º Cº - Ano Lectivo 2010/2011 05 .

01. 2

Visita`a Lipor

011

A

~ de objectos Reutilizaçao

D

,

Parlamento Europeu dos Jovens

Visita aos idosos

N

0 11 .

3 . 20

11

N

o dia 11 de Março de 2011, os alunos do 12.º D dirigiram-se à Santa Casa da Misericórdia de Resende, para visitarem os idosos, aí dinamizando uma actividade através da utilização de bolas pequenas. A ideia da realização da actividade partiu de uma aluna aquando da participação na conferência “Educação física na terceira idade”, organizada pelo Município de Resende, no dia 11 de Setembro de 2010. (...) O principal dinamizador da actividade foi o aluno Pedro Cardoso, pois vai incluí-la no desenvolvimento da sua prova de aptidão profissional para conclusão do 12.º ano e do curso profissional que frequenta. (...) Estes jogos tiveram como principal finalidade, através da dinâmica de grupo, contribuir para que os idosos interagissem solidariamente de forma a adquirirem confiança mútua. A actividade serviu, também, para estimular a comunicação que é tão importante para a sobrevivência do Homem, em especial para o idoso, para que mantenha as suas relações sociais, evitando assim a carência afectiva e emocional. Muitas vezes os idosos estão juntos, comem juntos, mas não comunicam. (...)

~

os dias 11 e 12 de Março, os alunos Dylan Pinto, Luís Faustino, Nuno Faustino, Luís Silva, André Veloso, José Magalhães, Miguel Santos e Joaquim Dias, com a colaboração da Professora Patrícia Pinto, participaram na XVI Sessão Regional do Parlamento de Jovens, uma iniciativa que decorreu na Escola Secundária dos Carvalhos. Ao longo do primeiro dia, com a ajuda de um monitor, prepararam uma moção sobre o tema dos “Direitos Humanos na China” e, no segundo dia, após pernoitaram no Lar Juvenil dos Carvalhos, apresentaram a sua moção num parlamento ficcionado mas com procedimentos semelhantes ao Parlamento Europeu. Apresentaram também discursos de defesa e de ataque às outras moções apresentadas. A língua utilizada nesta actividade foi o Inglês. Tratou-se de uma experiência nova, mas à qual os alunos aderiram com expectativa e entusiasmo. Todos os alunos apresentaram competências de

12 .

03 . 2

T

011

colaboração inter e intra grupal e atitudes positivas perante si mesmos e os outros. Esta actividade alertou os alunos para a pertinência do domínio do Inglês na actualidade. Por outro lado, os alunos tiveram uma experiência de completa autonomia perante os professores no desempenho de uma tarefa o que é fulcral para a preparação para a vida activa. O contacto com alunos de outras escolas e a estimulação da capacidade dos alunos se adaptarem a diferentes contextos, parece ainda ser bastante importante na descoberta dos percursos vocacionais.

1 11 a

2.0

3.2

011

Corta-Mato 2010/2011

al como nos anos anteriores, os nossos alunos participaram no Corta-Mato Municipal (42 alunos), no Corta-Mato CLDE, Fase 2, Regional (40 alunos) e no Corta-Mato Nacional, no dia 12 de Março, com a Equipa de Juvenis Feminino (Ana Monteiro - 9.º C, Cátia Pinto - 10.º C,

e acordo com o previsto na planificação do projecto EcoEscolas, realizou-se no dia 5 de Janeiro de 2011, uma exposição temática subordinada aos temas: “Reutilização de objectos “ e “Reutilização de objectos de plástico”. A actividade foi desenvolvida no âmbito da disciplina de Educação Tecnológica, pelos alunos das turmas A e C do 9.º ano de escolaridade, e pelos alunos das turmas A, B, C, D e E do 7.º ano de escolaridade. Os objectivos da actividade passaram por sensibilizar a Comunidade Educativa para a reutilização de objectos, desenvolver a melhoria no desempenho ambiental e promover a atitude e cultura

empreendedoras consideradas críticas na educação das novas gerações, contribuindo para o desenvolvimento sustentado de Portugal. A exposição contou com vários objectos construídos a partir da reutilização de restos de materiais nomeadamente cordas e plásticos. Os alunos reuniram previamente vários objectos de plástico (garrafas, garrafões, caixas de telemóveis) e deram-lhes uma nova utilidade, decorando alguns desses trabalhos com restos de cordas e tecidos. A actividade realizada teve grande importância na medida em que fomentou na Comunidade Escolar a adopção de comportamentos ambientais sustentáveis.

Plano de segurança da Escola

N

o passado dia 2 de Fevereiro d e 2 0 11 , d e c o r r e u u m simulacro de evacuação da Escola, com o objectivo de sensibilizar a comunidade escolar para a necessidade de conhecer e rotinar procedimentos de autoprotecção a adoptar por alunos, professores e funcionários em caso de

02 .

02 . 2

011

acidente. Foi também uma forma de coresponsabilizar toda a população escolar para o cumprimento das normas de segurança emitidas numa comunicação da Direcção da Escola. O local de concentração da comunidade educativa foi o campo de jogos, tendo a saída sido efectuada num tempo muito aceitável.

turma do Curso de Educação e Formação de Jardinagem e Espaços Verdes, 1.º B, realizou, no dia 12 de Janeiro, uma visita de estudo guiada ao Centro de Compostagem na Lipor, em Bagim do Monte. O centro Lipor é uma entidade responsável pela gestão de resíduos sólidos urbanos do Grande Porto. Os alunos tiveram oportunidade de conhecer e valorizar o processo de compostagem, aprender que o processo seu processo se consegue através da recolha e tratamento da fracção orgânica dos resíduos, para produção de fertilizantes com fins de uso agrícola e de jardinagem. Os alunos visitaram a Horta da Formiga, Centro de Compostagem Caseira, que é um espaço que permite demonstrar o que é a compostagem, quais as suas vantagens e diferentes usos. Desta forma, os alunos foram instruídos e sensibilizados para a realização de compostagem caseira. Os alunos mostraram-se atentos e muito satisfeitos com a visita, pois viajar é apreender! A Equipa Dinamizadora, Cristina Cavaleiro e Sandra Ferreira

12 .

0 2. 2

011

Andreia Dias e Márcia Lamego - 11.º D). Para todos os participantes o público reconhecimento pelo empenho demonstrado na participação. Parabéns!!! O Coordenador do Desporto Escolar, Alfredo Ferreira

A Directora de Curso, Célia Sequeira

Turma do 7.º Bº - Ano Lectivo 2010/2011 16 Dom Egas

Dom Egas 5


N. 30 / Abril de 2011

N. 30 / Abril de 2011

Turma do 7.º Cº - Ano Lectivo 2010/2011

Visita ao Parque Biológico de Gaia

02 .

0 3. 2

011

N

o passado dia 2 de Março a turma do 8.º E, PIEF Escolar, realizou mais uma visita de estudo ao Parque Biológico de Gaia. Neste sentido saímos da escola por volta das 09:15h todos muito animados na companhia da nossa Directora de Turma, Professora Conceição Gomes, e da Técnica de Intervenção Local, Dra. Isa Cardoso. Chegamos ao famoso parque, que todos queríamos conhecer, por volta das

10:30h. Tivemos a oportunidade de contactar bem de perto com a natureza e quase todo o tipo de animais. Percorremos cerca de 3 km a pé sempre a desfrutar de paisagens fantásticas e a realizar registos fotográficos para mais tarde recordar. Estávamos já próximos da hora do almoço quando terminamos a visita e nos dirigimos para o centro comercial Dolce Vita para desfrutar de um almoço em “família”. No final ainda houve um tempinho para passearmos pelas lojas e fazer algumas comprinhas. Por volta das 15:00h saímos em direcção à nossa “escolinha”, tendo chegado por volta das 16h. Não poderíamos deixar de agradecer à Câmara Municipal o facto de nos ter concedido o transporte gratuito que nos possibilitou realizar esta maravilhosa visita de estudo. Para acederem às actividades realizadas nesta turma aconselhamos a visitarem o nosso blogue: piefescolarresende.blogspot.com.

IV Jornadas de Filosofia 10 .

011 03 . 2

N

o âmbito das IV Jornadas de Filosofia, realizou-se no dia 10 de Março, na Escola Secundária Dom Egas Moniz, uma palestra, subordinada ao tema “A Pedagogia para a inclusão”, realizada pelo Professor Dr.º António Vinhal, do Instituto Piaget, dinamizada pelo Grupo de Filosofia e destinada aos alunos do 10.º, 11.º e 12.º anos. Tratou-se de um evento muito interessante, no qual o orador referiu a importância da orientação vocacional e a integração na vida profissional. O orador, salientou, ainda, que é “tradicionalmente a pedagogia centrava-se nos conteúdos, hoje em dia o importante não são os conteúdos, mas sim os alunos, capazes de aceitar os desafios e as responsabilidades que a vida lhe impõe”. (…) Em seguida, houve um debate, onde os jovens demonstraram as suas preocupações no que concerne às escolhas profissionais, perspectivas de emprego e integração no mercado de trabalho. Por vezes, constata-se que esta questão da orientação profissional é tratada com uma certa ligeireza, sem objectivos previamente definidos. Ora tal não deve suceder, os jovens devem reflectir sobre as suas escolhas e manifestarem a sua capacidade de iniciativa e espírito de inovação. Iniciativas como esta são profícuas, dado o interesse demonstrado pelos presentes, devido à pertinência da problemática abordada, em consonância com o escalão etário dos alunos, num momento em que é relevante ponderar sobre as opções que devem fazer. Não devemos esquecer também o que o orador conseguiu cativar todos, com a sua palestra, estabelecendo um clima de empatia e diálogo que nos levam a uma maior reflexão e consequente procura do saber.

de Língua Portuguesa e Matemática ºº º Uma visita `a Feira Encontro

N

o dia 20 de Janeiro os alunos da turma 1A, CEF de Práticas TécnicoComerciais, acompanhados pela professora de Stocks e Merchandising, deslocaram-se pelas 10.15 horas à feira quinzenal de Resende, com o objectivo de observarem a forma de atendimento dos feirantes, os produtos comercializados, a forma como estão arrumados, etc. Os alunos entrevistaram três feirantes que, com muita simpatia, responderam às perguntas que lhes foram feitas Todos eles testemunharam que aprenderam com os seus pais a prática da actividade comercial, adquirem os produtos a vários fornecedores e levantam-se cerca das 5 horas, pois vivem longe de Resende.(...) Explicaram que a quebra dos seus rendimentos se deve ao facto da falta de poder de compra dos consumidores e, sobretudo, à diminuição da população resendense. (…) Os alunos verificaram que os produtos do mesmo género estavam localizados na mesma rua e bem arrumados em bancas adequadas, alguns produtos encontravam-se bem embalados, dada a maior probabilidade de se estragarem. Todos gostaram da visita e julgaram-na proveitosa.

N

o dia 17 de Janeiro, decorreu na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, o 2.º Encontro Formativo de Língua Portuguesa e Matemática destinado aos docentes das escolas que aderiram ao Programa Mais Sucesso Tipologia Fénix e do qual a nossa escola faz parte, através do Projecto +Cincos. No sentido de dar continuidade à formação para os docentes das turmas Fénix, de Língua Portuguesa e de Matemática, que foi iniciada no dia 25 de Outubro, na Fundação de Serralves no Porto, ocorreu o 2.º Encontro Formativo, desta vez alargado a todos os docentes das referidas áreas que nele quisessem participar. Assim sendo, o Representante de Matemática, professor Eduardo Pinto e as docentes daquela área disciplinar, professoras Sandra Pinto, Sara Ribeiro e Carla Campos Faria continuaram com a sua participação na Acção de Formação: “Experiência Matemática ”, com a Dr.ª Berta Alves e a Representante de Língua Portuguesa, professora Rosa Almeida, na Acção de Formação: “Competências de

17 .

011 0 1. 2

Visita a Santiago de Compostela

escrita e leitura NPPEB 2011/2012”, dinamizada pelo Dr. Vilas Boas. No que concerne ao Director, professor António Miranda de Carvalho, à Coordenadora de Directores de Turma, professora Emília Fonseca e à Coordenadora do Projecto +Cincos, professora Berta Santos, participaram na Acção de Formação: “Fundamentos de Coaching Educativo”, dinamizada pelo Dr. José Luís Gonçalves, docente da Universidade Católica e Director da Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti. O 3.º Encontro Formativo Fénix decorreu no dia 25 de Março, na Escola Secundária Avelar Brotero, em Coimbra.

~ fotobiográfica Exposiçao

17 a

21 .

01 .

N

o dia 10 de Março de 2011, no âmbito da disciplina Comunicar em Espanhol, os alunos da Turma 10.º C do Curso Profissional Técnico de Turismo Ambiental e Rural fizeram uma visita ao nosso país vizinho, Espanha. Esta visita a Santiago de Compostela dinamizada pelos docentes de Comunicar em Espanhol e Inglês, pretendeu que os alunos fomentassem o interesse pela língua e cultura espanhola, ficassem sensibilizados para o conhecimento de aspectos da cultura espanhola e conhecessem uma cidade com fortes tradições culturais e religiosas. Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o património histórico monumental de Santiago de Compostela ao serviço de um guia oficial, Manuel Ruzo, o que facilitou a visita em si. O guia intérprete utilizou sempre nas suas informações o idioma castellano.

10 .

0 3. 2

011

A visita consistia num percurso a pé pela famosa praza do Obradoiro (centro monumental de Santiago de Compostela), Catedral de Santiago (considerada a mais relevante construção histórica da cidade), pelo centro histórico e pelo Parque da Alameda (considerado o principal jardim urbano de Santiago de Compostela).

2011

A Professora, Benilde Rodrigues

20 .

01

1 . 20 1

N

o mês de Janeiro do presente ano, realizaram-se novas eleições presidenciais em Portugal. É altura de escolher o futuro, sem deixar esquecer o passado… Foi neste contexto que se realizou uma exposição fotobiográfica dedicada aos Presidentes da República da nossa Democracia (desde o 25 de Abril aos nossos dias). Spínola, Costa Gomes, Eanes, Soares, Sampaio e Cavaco foram

os nomeados ou eleitos pelo povo português para representantes máximos da nação e garantes da estabilidade e do cumprimento da Constituição da República. Esta exposição teve como objectivo elucidar a comunidade educativa em geral, sobre os pormenores menos públicos, mais pessoais da vida de cada um deles. Realizou-se na semana de 17 a 21 de Janeiro de 2011 e suscitou o interesse generalizado da comunidade.

Turmas do 9.º Bº - Ano Lectivo 2010/2011 6 Dom Egas

Dom Egas 15


N. 30 / Abril de 2011

N. 30 / Abril de 2011

Turma do 9.º Aº - Ano Lectivo 2010/2011 Para além dos deputados das listas, todos os alunos da escola foram chamados a participar nas eleições e, numa sessão conjunta de Básico e Secundário, no dia 24 de Janeiro, a Escola teve o privilégio de contar com a participação do Sr. Deputado Professor Paulo Barradas, ao qual os alunos fizeram várias perguntas esclarecidas por este. (...) Estão disponíveis mais informações sobre o Parlamento dos Jovens no site: http://parlamentodosjovenscampanhaeleit o r . b l o g s p o t . c o m e http://app.parlamento.pt/webjovem2011/in dex.html João Pereira, 9.º C

~ 24 .

011 01 . 2

Dia de S. Valentim

~ da ` criminalidade informática Projecto Comenius Prevençao

D

urante os meses de Janeiro e Fevereiro, procedeu-se a elaboração de um logótipo e de jornal de parede, relativos ao projecto multilateral Comenius que está a ser desenvolvido na nossa Escola, patrocinado pela União Europeia, no âmbito do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida, e financiado pela Agência Nacional PROALV com o montante de 22 mil euros. Dando cumprimento ao que ficou calendarizado no “meeting” de Sevilha, a elaboração do logótipo e do jornal de parede foram dinamizadas, respectivamente, pelas professoras Delfina Veloso e Gina Antas, em colaboração com alunos das turmas a que leccionam. Na última semana de Fevereiro, procedeu-se a exposição do Jornal de Parede no Polivalente da Escola Secundária Dom Egas Moniz, disponível para consulta de toda a Comunidade Escolar. O logótipo elaborado pelos nossos alunos irá concorrer com os logótipos que irão também ser apresentados pelos demais parceiros do projecto. A decisão do vencedor ocorrerá próximo “meeting” em Konya (Turquia), a realizar de 13 a 17 de Abril do corrente ano.

N

o dia 28 de Fevereiro de 2011, pelas 10h:00min, decorreu no Polivalente da nossa Escola uma acção de sensibilização sobre “Prevenção da Criminalidade Informática Contra Crianças e Jovens”. Esta enquadrou-se no âmbito do projecto “SeguraNet”, o qual tem por objectivo promover uma utilização esclarecida, crítica e segura da Internet, quer pelas crianças e jovens quer pelas famílias, trabalhadores e cidadãos, em geral. Neste contexto, a nossa escola em colaboração com a Direcção Regional de Educação do Norte e a Polícia Judiciária da Divisão do Porto promoveram a acção de sensibilização supracitada, a qual foi tendencialmente orientada para alunos e encarregados de educação. (…) Como estratégia de sensibilização para uma prática de navegação mais segura, o Coordenador da Equipa PTE, em articulação com os professores do grupo 550 Informática, e os alunos do Curso de Profissional de Informática, distribuíram pelas diversas turmas um folheto informativo, no qual se promove a segurança dos sistemas informáticos, bem como a protecção da identidade pessoal. (…)

de Fev.

2011

0 28 .

11 2. 20

O Professor, Rui Costa

Visita `as termas de S. Vicente

N

e Jan.

A Internet é, por excelência, uma ferramenta indispensável para um cidadão do século XXI. No entanto, é essencial ter um especial cuidado quando se navega, atendendo a que numa rede como esta, se fica susceptível “a pessoas mal intencionadas”, a software malicioso e a conteúdos indesejados. Por este motivo, é fundamental o diálogo aberto com pais, professores e outros agentes educativos sobre as experiências que os mais jovens têm quando navegam, no sentido de lhes permitir efectuar um acompanhamento atento, o qual lhes possibilite o esclarecimento de dúvidas e/ou receios, em tempo útil.

o dia 4 de Março de 2011, os alunos do 10.º D, 11.º E e 12.º D visitaram as instalações das termas de S. Vicente. Estas termas tratam problemas de ossos e vias respiratórias. Na ocasião os alunos visualizaram a piscina termal, estufa de vapor à coluna, duche circular, duche de cachão e agulheta, duche Vichy, vapor aos membros, banheira de hidromassagem. As termas dispõem também de

04 .

03 . 2

O

~

Parlamento dos Jovens

O

Parlamento dos Jovens voltou a fazer parte das actividades de enriquecimento curricular da Escola Secundária Dom Egas Moniz, orientado pelas professoras Delfina Veloso e Emília Fonseca. Este programa, que a Assembleia da República organiza, com o Instituto Português da Juventude, tem por objectivo promover a educação para a cidadania e o interesse dos jovens pela participação cívica e pelo debate de temas de actualidade. Este ano, a temática para os alunos do Básico foi a “Violência em Meio Escolar” e para o Secundário “Que Futuro Para a Educação?”. Desde o início do 2.º Período os alunos interessados tiveram de desempenhar o papel de deputados, desenvolver uma campanha eleitoral e participar numa sessão plenária onde foram debatidas as

medidas propostas pelas listas. As listas concorrentes afixaram cartazes no recinto escolar e fizeram campanha eleitoral, perante os alunos eleitores, entre os dias 3 e 10 de Janeiro de 2011. As eleições foram no dia 14 de Janeiro. A Sessão Escolar do Básico decorreu no dia 19 e a do Secundário no dia 21. Os deputados das listas trabalharam as medidas que foram propostas nas Sessões Distritais do Básico, no dia 28 de Março, e do Secundário, no dia 29 de Março. Recordese que nas Sessões Distritais reúnem-se os “deputados” que representam as escolas de cada distrito, para aprovar as recomendações a submeter à Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens e eleger os “deputados” que os irão representar nesta Sessão.

passado mês de Fevereiro ficou marcado pelo Dia do S. Valentim e, como não poderia deixar de ser, entre os dias 7 e 11, decorreu no nosso polivalente uma espécie de Feira do Dia dos Namorados, com pulseiras, colares, anéis e pregadeiras e, junto dos mesmos, uma caixa/urna onde cada pessoa poderia colocar uma carta para a sua pessoa amada, mais tarde entregue pela turma organizadora da Feira. Por iniciativa própria e com bastante sucesso, por sinal, a turma resolveu, também, fazer um cabaz com produtos alusivos à data e vender rifas, com vista, a ser mais uma pequena ajuda para a sua viagem de finalistas.

07 a

0 11 .

2.2

011

011

Técnicas de ORL (otorrinolaringologia). Na parte final da visita, foi visualizada, também, a nascente clássica que brota a 18,5º C e que será aquecida posteriormente. Esta visita pretendeu oferecer oportunidades de aprendizagem e desenvolvimento global e integrado dos jovens, pois é importante que os alunos conheçam locais onde possam vir a trabalhar no futuro, tendo em conta a formação que estão a ser sujeitos.

~

Turma do 7.º Dº - Ano Lectivo 2010/2011 14 Dom Egas

Dom Egas 7


N. 30 / Abril de 2011

N. 30 / Abril de 2011

Turma do 7.º Eº - Ano Lectivo 2010/2011

Águas termais

N

~

Continuamos a empreender... Estivemos lá...

P

N

os dias 4, 5 e 6 de Fevereiro d e c o r r e u n o Te a t r o Municipal, na Guarda, o Seminário Nacional de Eco-Escolas 2011 e a nossa Eco-Escola esteve presente. Este seminário contou com cerca de 400 participantes de todo o país, nomeadamente, professores coordenadores e colaboradores do programa Eco-Escolas, técnicos de município envolvidos no programa e profissionais ligados à educação ambiental para a sustentabilidade. Foram dias intensos de actividades, ao longo dos quais, a comunicação, a possibilidade de partilha de objectivos comuns e a troca de experiências foram privilegiadas. Durante o seminário decorreu a divulgação, por parte dos parceiros Eco-Escolas, de novos projectos e iniciativas relativas ao Eco-Escolas 2010/2011; foi fornecida informação específica relacionada com os temas (...). Participámos em workshops conducentes a um enriquecimento de estratégias em educação ambiental. A metodologia e as estratégias do programa Eco-Escolas foram debatidas, tendo sido favorecida a troca de experiências através da participação em fóruns e debates. As Professoras, Maria de Deus e Cláudia Pereira

04 a

06 .

2 02 .

La Chandeleur

C

om o objectivo de divulgar as tradições francesas e de desenvolver valores e atitudes de responsabilidade, cooperação, sociabilidade e convivência, o Grupo de Francês da nossa escola dinamizou, no passado dia 2 de Fevereiro, a actividade “La Chandeleur”. Para que a concretização desta actividade se tornasse possível, alunos e professoras de Francês empenharam-se e envolveram-se afincadamente na sua preparação, o que permitiu que os objectivos propostos tivessem sido atingidos. A comemoração da “Chandeleur” decorreu no polivalente da escola e consistiu na confecção de deliciosos crepes que toda a comunidade educativa teve oportunidade de saborear. Segundo a tradição, no dia 2 de Fevereiro, precisamente 40 dias após o

Desafios Matemáticos

011

O Professor, Paulo Trindade

8 Dom Egas

02 .

011 02 . 2

Natal, deve celebrar-se a “Chandeleur”, preparando os deliciosos crepes que depois serão partilhados com a família e com os amigos. Esta é a altura das sementeiras de Inverno e, como a próxima colheita estaria para breve, era utilizada a farinha que restava do ano anterior. A confecção dos crepes simbolizava, assim, a prosperidade do próximo ano agrícola e acreditava-se que, se não se fizessem crepes nesse dia, as colheitas de cereais seriam más. Foi uma actividade do agrado da comunidade escolar, junto da qual obteve um grande sucesso. Através dela pretendeu-se incentivar os alunos a participar nas tarefas propostas pela escola, desenvolvendo competências ao nível da integração e da cooperação.

elo segundo ano consecutivo a Escola Secundária volta a ter no seu plano anual de actividades o projecto de Educação para o Empreendedorismo. Este projecto, que visa educar os alunos para o cultivo de um espírito criativo e inovador e a construção de alicerces para um futuro com capacidade empreendedora, está nesta escola ligado ao fruto típico e referência de Resende: “A Cereja”. No âmbito deste tema, os alunos têm de desenvolver projectos, como é o caso do “Guloseimas de Resende”, dos alunos João Pereira e Manuel Macedo do 9.º C, que se baseia na projecção de uma loja de

artesanato, cultura, gastronomia e outros produtos típicos da região. À semelhança deste projecto muitos outros projectos criativos e inovadores estão em acção entre os quais destacamos “Jordampaul`s”, “Licorcer”, “Brinquedos de cereja”, “Ceranima”, “Cerresende (site)”, “Da produção de cerejas à sua comercialização”, “Fantoches”, “Gelocereja”, “Cerejas e caixinhas”, “Cereja Fashion”, “Bujigangas”, “Chery”, “Vasos enfeitados”, “Doce de Cereja”, “De Glamour”, “A cereja um produto cremoso”, “A reutilização de caroços”, “Acessórios em cereja”, “Tapetes em caroços”, “A cereja como decoração de caixas”, “Doce cereja”, “O jogo da glória” e “Puzzle de Cereja”. Existem também projectos que estão em continuação desde o ano anterior como é o caso do projecto “CERCAIXAS”, do aluno Fernando Vieira, do 9. ºC, que tem obtido grandes avanços. O coordenador e dinamizador do projecto é o Professor Adérito Lopes, entre muitos outros, contando com o apoio de várias entidades, nas quais se destaca a Câmara Municipal de Resende e Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Pode, também, aceda ao sitio do Guloseimas de Resende em: http://pneeguloseimasderesende.blogspot.com Boas ideias!!! João Pereira, 9.º C

o dia 25 de Fevereiro de 2011, os alunos do 12.º D assistiram a uma palestra intitulada “a importância das águas termais nas doenças do foro respiratório”. A sessão teve início com a apresentação de um testemunho de uma aquista que releva a importância da água termal para o tratamento de doenças do foro respiratório. (…) De seguida, a enfermeira Liliana, a exercer funções na Santa Casa da Misericórdia de Resende, apresentou o conceito de água termal e os dados estatísticos disponibilizados pela Associação de Termas de Portugal no que respeita à frequência dos aquistas por ano. (...) Recorde-se que as águas termais têm vários tipos de constituintes minerais, cada um deles indicado para o tratamento das mais diversas patologias. Os tratamentos pelas águas termais estão vocacionados para 3 vertentes: reabilitação, promoção de hábitos saudáveis e tratamento de doenças. As águas termais são utilizadas para diversos problemas: respiratórios, renais, digestivos, neurológicos.... (…) A sessão terminou com a apresentação de um kit de equipamentos para os tratamentos das vias respiratórias. A Directora do Curso, Célia Sequeira

25 .

02. 2

011

O Grupo de Francês

D

epois de uma cheia, três casais ficaram cercados de água e tiveram que fugir do hotel onde passavam férias, tendo utilizado um barco que não comportava mais de três pessoas de cada vez. Cada marido era tão ciumento que não permitia que a sua mulher permanecesse no barco, ou noutro lugar, com qualquer homem ou homens, a não ser que ele próprio estivesse presente. Encontra uma forma de pôr os casais a salvo, no menor número possível de travessias. Não é permitido nadar ou usar helicópteros!

~

Turma do 8.º Eº - Ano Lectivo 2010/2011 Dom Egas 13


N. 30 / Abril de 2011

N. 30 / Abril de 2011

Turma do 8.º Dº - Ano Lectivo 2010/2011 ^ Conferencia de Termalismo

N

~

0 11 . 10 a

25 .

02 . 2

N

N

o dia 25 de Fevereiro de 2011, os alunos do 10.º D dirigiram-se à Santa Casa da Misericórdia de Resende para realizarem uma visita de estudo. Esta visita estava programada no plano anual de actividades da turma, no âmbito do programa curricular da disciplina de Saúde e termalismo. A guia da visita informou que a instituição tem cerca de 81 anos de existência, mas como lar, só funciona há cerca de 20 anos. No lar de idosos, cerca de 50% destes apresentam autonomia. A unidade de cuidados continuados dispõe de 10 camas e está aberta a utentes de todo o país. A instituição dispõe também da valência apoio domiciliário, que possibilita aos idosos usufruir, em suas casas, de higiene pessoal, da higiene da casa e de r e f e i ç õ e s . O s i d o s o s institucionalizados podem ingerir 5 refeições por dia. As refeições são feitas por dois turnos, uma vez que existem idosos com dependência total do cuidador. (…) Após as explicações da guia, os alunos interagiram com os idosos, tendo-lhes lido mensagens encorajadoras que prepararam nas aulas de saúde e termalismo. O contacto dos alunos com os idosos é muito importante na medida em que no futuro exercício da sua profissão, a classe etária com quem mais vão trabalhar é com a terceira idade. A Directora do Curso Célia Sequeira

011

Workshop EPIS

011

Visita`a Santa Casa

2.2

o dia 28 de Fevereiro a EPIS (Empresários pela Inclusão Social) promoveu, em Fátima, um Workshop dirigido a Directores de Escola e a Coordenadores do 3.º Ciclo, com objectivo de facilitar a transmissão de conhecimentos sobre algumas técnicas de intervenção em alunos de risco insucesso escolar. Pretendia-se que o encontro contribuísse para a divulgação da metodologia utilizada no âmbito dos projectos EPIS no que respeita à capacitação dos alunos para o sucesso escolar e, consequentemente, para uma melhor gestão dos Técnicos envolvidos. Este encontro teve mais de 130 participantes, de entre os quais se destacaram o Director da Escola Dom Egas Moniz, Prof. António Miranda de Carvalho, e a Coordenadora do 3.º ciclo, Prof. Emília Fonseca, que, com a respectiva presença, demonstraram, o interesse pelas actividades de promoção do sucesso escolar e, em concreto, o apoio ao projecto EPIS. O Workshop contou também com a

presença do Director Geral da EPIS, Eng. Diogo Simões Pereira, que procedeu à sessão abertura e com a especial colaboração dos Professores Catedráticos Carlos Fernandes da Silva, Daniel Rijo e José Manuel Canavarro. (...) Numa tentativa de melhor ilustrar a referida metodologia, os Professores Carlos Fernandes da Silva e Daniel Rijo abrilhantaram a tarde com a realização de um role play sobre a técnica da entrevista motivacional no contexto da mudança de comportamento e atitudes no espaço escolar, introduzindo desta forma o mote para o debate que finalizou a sessão.

28 .

02 . 2

011

Oficina EFA

D

e acordo com o convite feito à equipa pedagógica do curso EFA - NS 2010/2011,realizouse na Escola Profissional de Lamego ESCOPAL, no dia 3 de Março, uma oficina “EFA Reflexão e partilha de prática” que pretendeu reflectir sobre nas práticas e incidindo nos temas Mediação, Actividade Integradora e Avaliação. Os elementos da equipa pedagógica, em representação da

03 .

011 03 . 2

~ para o desenvolvimento Congresso de animaçao

O

s Cursos Profissionais de Animação Sociocultural, Psicossocial, Termalismo e Turismo Ambiental e Rural, da Escola Secundária Dom Egas Moniz, organizaram um congresso, denominado “Animação para o desenvolvimento”, que decorreu no Auditório Municipal de Resende, nos dias 10 e 11 de Fevereiro, com o objectivo de sensibilizar a comunidade para a importância da animação no desenvolvimento humano, pessoal, cultural, social, territorial e turístico. Os painéis temáticos foram os seguintes: “Desafios da Profissão, Regulação e Regulamentação do Exercício da Animação” (pela Prof.ª Cristina Correia, da Equipa Educativa de Apoio às Escolas DREN); “A Animação Cultural para o Desenvolvimento Turístico e Territorial” (por Eduardo Correia, do Teatro do Montemuro); A “Dramatização no Desenvolvimento Humano” Workshop

de Expressão Corporal (por Inês Correia, da Escola Secundária Dom Egas Moniz); “A importância da Animação dos Tempos Livres Campos de Férias” (pela Dra. Natália Mendes, do Instituto Português da Juventude); “A Animação Sociocultural em Portugal - passado, presente e futuro” (pelo Dr. Marcelino Sousa Lopes, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto D o u r o ) ; “ W o r k s h o p - Te r a p i a s expressivas” (por Inês Correia, da Escola Secundária Dom Egas Moniz); “Novos conceitos, novos produtos e novos mercados” (pela Dra. Suzan Fartaj, da Escola Secundária Dom Egas Moniz). De salientar a forma participada e animada como decorreu todo o congresso, assim como a pertinência e apresentação das temáticas, abordadas de uma forma clara e incentivadora, que abriram novos horizontes, em termos de actividades, para o trabalho futuro dos jovens técnicos.

o dia 11 de Fevereiro de 2011, realizou-se na nossa Escola uma conferência sobre termalismo, destinada aos alunos do Curso Profissional de Técnico de Termalismo (10.º D, 11.º E e 12.º D) e a uma turma do 11.º ano, que frequenta o mesmo curso, na Escola Secundária de Castro Daire. Os alunos do 12.º D apresentaram individualmente os temas da prova de aptidão profissional e apresentaram um trabalho em Powerpoint, no qual deram a conhecer o seu percurso escolar, desde o 10.º ano, com referência a todas as actividades desenvolvidas, estratégia utilizada, também, pelos alunos de Castro Daire. De seguida, teve lugar a palestra proferida pelo Dr. Brites sobre os benefícios das águas termais nas doenças do foro respiratório. Seguiu-se o almoço na cantina. Os trabalhos da tarde começaram com a apresentação de um Workshop de massagens, dinamizado pelos alunos do 12.º D. Imediatamente, realizou-se uma representação teatral, dinamizada por 4 alunos do 12.º D, no âmbito do módulo 12 da disciplina de saúde e termalismo. Às 15 horas realizou-se uma visita de estudo às termas de Arêgos para os alunos da Escola Secundária de Castro Daire. Enquanto esta visita se realizou, os alunos do Curso Profissional de Técnico de Termalismo da nossa escola foram ensaiar massagens.

01 .

02. 2

011

nossa Escola, trocaram experiências de organização pedagógica e partilha de episódios vividos. A responsável da Direcção Regional de Educação do Norte pelos cursos ENOp Adultos, Sandra Gonçalves, mostrou interesse em conhecer a realidade das escolas e dos agrupamentos aí presentes, tendo dividido os participantes em vários grupos de trabalho: mediação, actividade integradora e avaliação. Após a análise e debate das conclusões dos diversos grupos de trabalho, a responsável pelas ENOp Adultos agradeceu a presença de todos os participantes e disponibilizou-se a realizar novas acções no âmbito da Educação e Formação de Adultos.

Turma do 8.º Aº - Ano Lectivo 2010/2011 12 Dom Egas

Dom Egas 9


N. 30 / Abril de 2011

Diário do PIEF-CEF de Geriatria Comemoração do Dia Mundial do Doente!

N

Técnicos de Apoio Psicossocial em movimento

atractiva e activa, assim como desenvolveu o sentido de responsabilidade e autonomia dos alunos envolvidos neste projecto.

o dia 11 de Fevereiro, a Turma do 9.º D, PIEF-CEF de Geriatria, comemorou o Dia Mundial do Doente! A actividade teve como principal objectivo dar a conhecer a origem e a importância deste dia! Nas disciplinas técnicas do curso (PCPILC e PCPIIS) foram elaborados e afixados cartazes com informações e curiosidades sobre a temática! Foi criado um folheto com os Direitos e Deveres do Doente e distribuíram-se exemplares por todos os serviços e locais da escola. Para consultar o folheto com estas informações podem consultar o blogue da turma: piefgeriatria.blogspot.com.

o âmbito dos módulos de animação das disciplinas de PCPIIS e PCPILC do PIEFCEF de Geriatria, realizou-se uma actividade de animação e ocupação de tempos livres alusiva ao Carnaval! Com balões, jornais velhos e cola os alunos elaboraram máscaras de Carnaval que posteriormente decoraram de forma original e criativa. Cada um criou duas máscaras e decorou-as dentro da temática: “O bem e o Mal”.

Jogos de Animação para seniores!

Lembranças de Páscoa!

O

PIEF-CEF de Geriatria, nas aulas da disciplina de Prestação de Cuidados à Pessoa Idosa em Instituições de Saúde (PCPIIS), esteve envolvida na construção de jogos para animação. Com este trabalho pretendeuse criar os jogos mais comuns e habitualmente do conhecimento dos nossos seniores! No entanto, procurámos algumas particularidades: um tamanho mais confortável para pessoas com alguma perda visual, texturas e formas que estimulem a sensibilidade e, ainda, um aspecto original e apelativa! O objectivo final é testar/utilizar estes mesmos jogos com a população sénior em actividades futuras!

Construção de máscaras de carnaval!

N

2. 20

N

a sequência de um workshop de actividades circenses, nos dias 2 e 3 de Março, os alunos dos cursos Profissionais de Psicossocial e de Animação, prepararam, no dia 4, uma Festa de Carnaval. A turma Profissional de Técnicos de Apoio Psicossocial preparou uma série de partidas de carnaval, para todos quantos

Formaçao~ de assistentes operacionais

N

10 Dom Egas

nutrição, apesar de ainda ser parte integrante do primeiro bloco. A área final esteve dedicada à sistematização das aprendizagens aplicadas ao posto de trabalho enquadrando-se na área da qualidade alimentar. As principais

02

.0 a 04

3.2

011

Festa de carnaval

E

o período de tempo que decorreu entre a primeira quinzena de Fevereiro e a primeira quinzena de Março, os assistentes operacionais que trabalham na cantina e bufete participaram numa acção de formação sobre manipulação de alimentos que teve a duração de 10 horas. As 10 sessões estiveram agrupadas em três grandes áreas. As sessões de 1 a 3 estavam orientadas para a área da segurança alimentar. A sessão 4 serviu de interface entre esta e a área da

cartões para o dia dos namorados, uma pequena peça de teatro de fantoches, dança e jogos vários e o carnaval, com pinturas faciais, balões e palhaços. Tem sido uma experiência interessante que abre horizontes em termos profissionais e descobrir (ou não) algumas vocações ou futuras áreas de interesse.

A

nquadrado no módulo cinco “O Mundo Profissional”, a produção de um dicionário de imagens alusivo ao tópico “jobs” nas aulas de Inglês ao PIEF-CEF de Geriatria, facilitou a aquisição de vocabulário de forma

11

A

fim de consolidar conhecimentos e dinamizar o seu plano de acção, a turma Profissional de Técnicos de Apoio Psicossocial tem vindo a trabalhar com uma turma do Jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia, onde já celebrou o dia das emoções, com a elaboração de

turma do 9.º D, PIEF-CEF de Geriatria, encontra-se a realizar actividades de animação e ocupação de tempos livres e de lazer, no âmbito dos módulos de animação às disciplinas técnicas de Prestação de Cuidados à Pessoa Idosa em Lares e Centro de Dia e Prestação de Cuidados à Pessoa Idosa em Instituições de Saúde. Com o aproximar da Páscoa, elaborou-se pequenas e simbólicas lembranças, Coelhinhos da Páscoa com amêndoas, para oferecer aos utentes do CAO de Resende!

English Picture Dictionaries: Jobs!

0 11 .

N. 30 / Abril de 2011

e Fev.

d Mar.

e 20

11

estratégias utilizadas foram: exposição e dinâmicas de grupo. As formadoras convidadas para a dinamização das sessões (Dr.ª Marta Guimarães Técnica de Saúde Ambiental e a Enfermeira Marlene, ambas a trabalhar no Centro de Saúde de Resende) apoiaram-se no manual PA S S E ( P r o g r a m a A l i m e n t a ç ã o Saudável em Saúde Escolar) para ministrarem a formação. (…) A Coordenadora de Educação para a Saúde, Célia Sequeira

Alunos especiais...

se atraveram a entrar na Casa das Partidas e brindou os participantes com uma sessão de Karaoke para cantar, desafinar e espantar o stress dos testes intermédios. A turma de Animação animava e enchia de cor o polivalente com pinturas faciais, figuras várias em balões e jogos como a pesca e a pinhata. (...)

H

oje, mais do que nunca, devemos educar para a inclusão e respeitar os diferentes ritmos de aprendizagem. A escola como instituição tem que ser uma porta aberta para todos aqueles que procuram o conhecimento. Sendo assim, e indo de encontro a esta ideia, os alunos da Educação Especial trabalharam em parceria com a Biblioteca nos seguintes temas: Dia de Reis, Dia de S Valentim, Carnaval e Semana da Leitura. No Dia de Reis, foram lidos na Biblioteca contos alusivos a esta data. Relativamente ao dia de S. Valentim, os

18 .

0 2. 2

011

N

o dia 18 de Fevereiro, no Grande Auditório do ISCTE, em Lisboa, aconteceu mais um Seminário Nacional Mais Sucesso Tipologia Fénix, com a presença da Ministra da Educação, Isabel Alçada. A representar a nossa escola estiveram os professores Rosa Almeida, Duarte Correia, Sandra Pinto, Sara Ribeiro, Andrea Rego e Silvie Caldeira e a Coordenadora do Projecto +Cincos, Berta Santos. O Seminário Nacional Mais Sucesso Tipologia Fénix decorreu na presença de cerca de quatro centenas de professores, oriundos de todo o país, que tinham como objectivo principal assistir à conferência ministrada por António Nóvoa, Reitor da Universidade de Lisboa, assim como ao comentário dessa mesma conferência realizado por Joaquim Azevedo, da Universidade Católica. Na Sessão de Abertura estiveram presentes várias entidades, como o Reitor do ISCTE, Luís Recto; uma Representante da DGIDC, Paula Gabito; o Director da DREL, António Ve r d a s c a e a D i r e c t o r a d o Agrupamento de Campo Aberto, Beiriz, Luísa Moreira, Coordenadora do Projecto Fénix. (…) Os professores presentes tiveram oportunidade de intervir, interpelando a Ministra de Educação relativamente às implicações do número de alunos por turma no sucesso / insucesso dos mesmos e também e das implicações na prossecução destes projectos com a perda dos recursos necessários para a sua implementação. (…)

alunos elaboraram cartazes referentes ao tema, marcadores de livros e cartões com as respectivas quadras. Quanto ao Carnaval executaram trabalhos diversificados e procederam à decoração da Biblioteca. Na Semana da Leitura, participaram na pesquisa de frases sobre o livro e a leitura, assim como na elaboração de um cartaz alusivo à temática. Também participaram na actividade “Hora do conto”. Realizaram, ainda, trabalhos para comemorar o dia do Pai, assim como trabalhos diversificados. A Professora, Arminda Lemos

Dom Egas 11


Jornal Dom Egas 2P 2010_2011