Page 1

6 outubro, novembro e dezembro de 2011 ano 1

Deus ouve o choro Mulheres e crianças em situação de vulnerabilidade social, o que a Bíblia diz? Página 3

Pequenos artistas, um grande público e muita emoção Crianças do projeto A Alegria na Cidade Refúgio fazem apresentação em evento cultural na ABBA... PAG 3

2

Campeã da Superliga visita projeto na Vila Verde

2 4

7ª Feira de presentes

Crianças visitam o bosque temático da Volvo


EDITORIAL

Um ano desafiador, mas de muitas conquistas Colaboradores, parceiros, investidores e um time de voluntários, todos envolvidos com um único objetivo: fazer o bem e ajudar o próximo. Com esse espirito fraternal a ABBAPS avançou bastante neste ano, desenvolvendo diversas ações diferenciadas e trazendo – em especial para as crianças da Vila Verde que participam do projeto A Alegria na Cidade Refugio – novas experiências,

AGENDA 11/10

oportunidades e muitos sorrisos. O conteúdo que você encontrará nesta edição do jornal retrata um pouco mais do trabalho realizado pela instituição. Nosso desejo com este conteúdo é motiva-lo a se engajar nesta causa nobre, e participar dos projetos da ABBAPS, seja como investidor, como voluntário ou como promotor dos projetos e das ideias.

Campeã de Voleibol visita projeto social na Vila Verde

Dia das crianças no projeto.

15/10 Palestra de Prevenção ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

26/11 Feira de Presentes.

03/12 Feira de Presentes.

11/12 Festa de Encerramento.

18/12 Natal no Projeto.

A campeã da Superliga Feminina de Voleibol 2011, a curitibana Roberta Ratzke, fez no mês de maio uma visita a sede do projeto A Alegria na Cidade Refugio na Vila Verde no CIC, e contou as crianças um pouco do seu exemplo de vida e da sua bem sucedida carreira como esportista.

“Acho importante poder compartilhar com a garotada os mesmos sonhos que já tive um dia, ou seja, de ser uma atleta de vôlei e ao mesmo tempo poder dividir com eles as alegrias, tristezas e os valores que o esporte proporciona”, conta ela em entrevista ao Instituto Compartilhar.

Expediente: O Notícias ABBAPS é um veículo de comunicação da ABBAPS, instituição sem fins lucrativos que há oito anos desenvolve projetos na área social. Projeto gráfico e diagramação: José R. Krasucki (MTB 7145) Colaboração editorial: Celina Verde, Eliandro Viana, Guilherme Riograndino, José Roberto Krasucki e Juliano Fernandes.

2

Participe da ABBAPS. Seja um voluntário. Informações (41) 3019-4649.


COLUNA ESPECIAL A partir desta edição do jornal Notícias ABBA|PS com a colaboração do Pastor Eliandro Viana, publicaremos uma série de colunas falando a respeito de mulheres e crianças em situação de vulnerabilidade social. Leia abaixo o primeiro texto e acompanhe nas próximas edições a continuação.

Deus ouve o choro Uma reflexão Bíblica sobre Deus e o cuidado com mulheres e crianças em situação de vulnerabilidade social

Eliandro Viana,

Parte 1

Não há nada mais desolador do que ver alguém sofrendo e não poder fazer nada. Um dos piores sentimentos é o de impotência em face do sofrimento de alguém. Qual foi a sua reação quando ouviu uma pessoa chorando pela última vez? O que acontece com você diante do choro de dor e desespero de alguém? É triste não é? Vejamos uma parte da história de uma mãe e seu filho narrada no texto bíblico de Gênesis capítulo 21, versos 14 à 18. 14. Na manhã seguinte, Abraão pegou alguns pães e uma vasilha de couro cheia d’água, entregou-os a Hagar e, tendo-os colocado nos ombros dela, despediu-a com o menino. Ela se pôs a caminho e ficou vagando pelo deserto de Berseba. 15. Quando acabou a água da vasilha, ela deixou o menino debaixo de um arbusto. 16. e foi sentar-se perto dali, à distância de um tiro de flecha, porque pensou: “Não posso ver o menino

36 anos, casado com Carla

morrer”. Sentada ali perto, começou a chorar. 17. Deus ouviu o choro do menino, e o anjo de Deus, do céu, chamou Hagar e lhe disse: “O que a aflige, Hagar? Não tenha medo; Deus ouviu o menino chorar, lá onde você o deixou. 18. Levante o menino e tome-o pela mão, porque dele farei um grande povo. 19. Então Deus lhe abriu os olhos, e ela viu uma fonte. Foi até lá, encheu de água a vasilha e deu de beber ao menino. Uma história dramática, uma situação que traz conseqüências até hoje no Oriente Médio entre os descendentes de Isaque e os de Ismael. Penso que todo o conflito existente por aquelas bandas tem como ponto de partida na história desta mãe e desta criança. Quero me ater principalmente à situação de vulnerabilidade a que foram expostas mãe e filho. Olhando para os nossos dias vamos encontrar muitas mães e filhos em situações parecidas. Não são poucas as instituições filantrópicas que prestam atendimento a mulheres e crianças vitimizadas como foram Hagar e Ismael. Continua na

Calixto Viana, graduou-se em Teologia pelo Seminário Vale da Benção em São Paulo, onde também se especializou em Ministérios e Ação Social. Aperfeiçoou-se em Gestão no Terceiro Setor pelo SENAC/SP. Há mais de 10 anos tem servido como pastor e gestor de projetos sociais. Atualmente é Pastor Sênior da Comunidade Cristã Água Viva no Hauer em Curitiba, é Diretor Administrativo da ONG Recanto Esperança, Presidente da RESAL – Rede Solidária de Alimentos. Também é integrante do Grupo Gestor da Rede Evangélica Paranaense de Ação Social e nela Coordena no Paraná a Campanha de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes desenvolvida pela Rede Evangélica Nacional de Ação Social. Saiba mais www.aguaviva.com.br www.recantoesperanca.org.br www.resal-curitiba.blogspot.com www.repas.org.br www.renas.org.br

próxima edição.

Pequenos artistas, um grande público e muita emoção Mais de 2 mil pessoas assistiram e se emocionaram com a apresentação realizada pelas crianças atendidas pelo projeto Cidade Refúgio. Esse evento cultural aconteceu no mês de setembro na sede da Comunhão Cristã ABBA de Curitiba e contou com o apoio do Instituto Robert Bosch, que cedeu um ônibus para transporte dos participantes, e do auxilio dos voluntários da ABBAPS, que além de organizarem os ensaios também coordenaram toda a apresentação e cuidaram das crianças. “A timidez, o nervosismo de enfrentar

um grande público, e a superação. Foi uma experiência sem igual que cada criança levará com ela para sempre.” Relata o monitor social, JULIANO FERNANDES. Ao final da apresentação o público contagiado pela alegria e espontaneidade dos pequenos artistas aplaudiu com euforia o espetáculo, completa Fernandes.

participam do projeto. No inicio da semana a equipe já contabilizava 57 conversões.

O exemplo positivo vivido pelas 14 crianças que estiveram no evento e o posicionamento espontâneo delas em se manifestar para aceitar Jesus publicamente refletiu nas demais que

Conheça mais a respeito da instituição e seus projetos, acesse: www.abbaps.org

3


PROJETOS

Crianças visitam bosque temático Uma forma divertida e alegre para aprender a preservar o meio ambiente

Em setembro as crianças do projeto A Alegria na Cidade Refugio visitaram o bosque temático da Volvo. O passeio contou com o apoio da empresa Rimatur que cedeu o ônibus para transportar de 54 crianças, mais os professores e monitores, e do IPCC (Instituto Pró Cidadania) que ofertou o lanche e mediou a visita. O bosque possui cerca 200 mil m² de área e faz parte do Centro Volvo Ambiental.

Seja um

voluntájeritoo! deste pro

Os visitantes tiveram a oportunidade de participar de provas práticas, jogos interativos e muitas brincadeiras, sempre relacionadas com temas ambientais. Orientados por um instrutor ambiental, de forma diferenciada e divertida assuntos como sustentabilidade, preservação do meio ambiente, reciclagem, economia de água, extinção de espécies, biomas e outros assuntos foram abordados. É gratificante constatar o quanto faz bem a essas crianças saírem da sua rotina e presenciarem algo novo, descreve o monitor

social, JULIANO FERNANDES. Algumas crianças nos chamam a atenção ao dizer que nunca tinham entrado em um ônibus com banheiro e televisão, completa ele. No desembarque no projeto as crianças receberam lembranças produzidas artesanalmente pelas professoras, funcionários e voluntários da Instituição. Felicidade garantida - o que criança realmente gosta - mais guloseimas.

Obtenha maiores informações deste e de outros projetos pelo fone 41 3019-4649 ou envie um e-mail no endereço cap.recursos@abbaps.org e ajude a ABBAPS a levar mais esperança.

Colabore com um projeto de Deus Colabore com os projetos da ABBAPS fazendo sua doação e deduzindo o valor do seu imposto de renda (pessoa física até 6%) ou da sua empresa (pessoa jurídica até 1%). Doar é fácil, siga os três passos abaixo e participe.

1

Acesse o site da ABBAPS e clique no banner intitulado “Criança quer futuro. Não quer esmola”. Selecione a opção “Clique para doar”.

2

Preencha seus dados e indique a ABBAPS como entidade receptora.

3

Conforme indicado no site, imprimia a guia. Ela poderá ser paga na rede bancária.

Mais informações através do telefone 41 3019-4649 ou através do site www.abbaps.org.

NOSSOS PARCEIROS

4

A via do contribuinte autenticada é documento de dedução do IR, por isso, guarde-a.

Jornal Notícias ABBAPS - Edição 6  

Jornal Notícias ABBAPS - Edição 6

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you