__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1


Freddie For A Day Brazil - 2016 em setembro na capital paulista

Criado em 2010, o Freddie For a Day tem como objetivo arrecadar fundos para instituições parceiras da "The Mercury Phoenix Trust" na luta para combater a AIDS e ao mesmo tempo homenagear o eterno frontman do Queen, Freddie Mercury. A edição Brasileira, que é administrada e organizada por Alba Cassia, conhecida entre os fãs do Queen como Lady Taylor e Lucas Marques, sempre contou com shows de grandes artistas nacionais, além do apoio especial dos remanescentes do Queen, Brian May e Roger Taylor, além de amigos e familiares de Mercury. A organização do evento promete uma grande festa, não somente para os fãs de Queen, mas para os fãs de rock and roll em geral. Nas redes sociais, as ações e homenagens a Mercury estão sendo movimentadas com as as hashtags #ffad70 e #ffadbrazil70.

04 SET

2016 2015

"Começamos a trabalhar cedo para o evento deste ano. Freddie faria 70 anos de idade, então temos que fazer uma grande comemoração pra ele. Quando era vivo, ele costumava dar inesquecíveis festas em seus aniversários, então, celebraremos com muito amor e alegria. E também, prestaremos nosso tributo a ele, já que está completando 25 anos que nos deixou. Os fãs do Brasil inteiro podem se movimentar e prestar suas homenagens nas redes sociais, usando as hashtags #ffad70 e #ffadbrazill70, explica Alba Cássia. organizadora do FFAD Brazil.

O que é o "Freddie For A Day"? "Freddie For a Day" é o evento que celebra a vida e obra de Freddie Mercury. A data foi criada para envolver o público de uma maneira divertida para lembrar um dos nossos maiores artistas. Mas por trás do evento, existe o propósito sincero de angariar fundos para apoiar o trabalho contínuo de combate ao HIV a nível mundial através da "The Mercury Phoenix Trust", a organização de caridade em combate ao HIV criada em memória de Freddie após a sua morte, que completa 25 anos em novembro deste ano. O Evento oficial ocorre anualmente em diversos países, nesse ano, em nosso país, o Freddie For a Day Brazil 2016, acontece em setembro na capital paulista. O evento será realizado em 04 de setembro, na íconica casa de shows, Manifesto Rock Bar, em São Paulo. Prepare-se, porque para esse ano, os organizadores, prometem que será ainda mais emocionante, pois celebrará o aniversário de 70 anos de Freddie Mercury e relembrará os 25 anos de sua passagem.

Manifesto Rock Bar

18h00HS R. Iguatemi, 36 - Itaim Bibi, São Paulo - SP Telefone: (11) 3168 9595 - Reservas e informações de segunda a sexta das 10:00 às 19:00 Sábado das 14:00 às 18 horas (11) 2574 5756 - Durante o funcionamento da casa.


EE

Início de Tudo - Formação do Smile

m 1968, os amigos de escola Brian May que era guitarrista e Tim Staffell, baixista e cantor, decidiram formar uma banda. Como não conheciam um baterista, anunciaram no "Imperial College", em Londres, em busca de um, mas que teria de ser ao estilo "Ginger Baker" e "Mitch Mitchell". Roger Taylor que era estudante de odontologia, respondeu ao anúncio e embora seu perfil estivesse mais próximo de "Keith Moon". Mesmo assim, sua batida impressionou Brian e tim, sendo integrado ao conjunto que foi batizado por "Smile". Estudante na "Ealing Art College", Tim tornou-se amigo de Farrokh Bulsara, conhecido com o apelido de "Freddie". Bulsara sentia que seus gostos eram compatíveis com os da "Smile", tornando-se um grande fã da banda. Intimamente Freddie sentia crescer sua vontade em se tornar o vocalista deles. Na época, Freddie saíra de outros grupos em que participava. Em 1969, por exemplo, fundou a "Ibex", depois nomeada "Wreckage", mas que não durou muito tempo. Integrou também o "Sour Milk Sea". Porém, um dos maiores problemas para Freddie, é que, nos conjuntos em que fazia parte, lhe era exigido cantar blues, no entanto, suas influências eram bem mais ecléticas. Ainda em 1969, Bulsara foi apresentado por Tim a Roger e Brian. O seu estilo "glam", foi considerado peculiar pelos instrumentistas, e embora o considerassem afeminado por pintar as unhas, sua personalidade imperativa era tida como cativante e agradável. Mais tarde, com o cantor morando próximo, facilitou para que os demais o conhecesse melhor, principalmente em relação às suas habilidades de canto e piano.

06

Ao final de 1970, após Staffell ter deixado o "Smile" para se integrar a banda "Humpy Bong", Farrokh foi efetivado como vocalista substituto na "Smile". Freddie incentivou os remanescentes a mudar o nome do grupo para Queen. May e Taylor tinham "The Rich Kids" e"The Grand Dance" como opções e não tiveram muita simpatia em relação à sugestão feita pelo vocalista. Quando questionado a respeito do nome, Bulsara afirmou: "É um nome muito forte, universal e imediato", além de seu teor aristocrático". A ideia acabou sendo a definitiva.

Imperial College of Ciences and Technology, London, 1970


QR Code - Smile & Queen Doing All Right

Em abril de 1970, Farrokh Bulsara se juntou ao guitarrista Brian May e ao baterista Roger Taylor, que tinha sido anteriormente a banda Smile. Apesar das reservas de outros membros e sua gestão inicial, Freddie sugeriu o nome de "Rainha" para a nova banda. Dizendo mais tarde: "com certeza eu estava ciente das conotaçþes homossexuais, mas isso era apenas uma faceta dela".

07


John Deacon é o Escolhido para a Formação Final do Queen

C C

omo Freddie era pianista, o Queen precisava de um baixista. Roger Taylor sugeriu "Mike Grose" ex-membro do "Reaction" que além de ser um bom músico, tinha tocado antes com a Smile. Na época que Mike recebeu o convite, ele trabalhava num clube chamado "PJ" em Truro. Ao aceitar o convite, o baixista, mudou-se para Londres com uma van, recebendo depois, outro convite para se tornar um membro. Durante este tempo, Mike testemunhou muitos atritos entre Roger e Freddie. Segundo ele, algo semelhante acontecia anteriormente entre Staffell e Roger, porém com Freddie as discussões eram mais fortes. Naqueles tempos, os quatro dividiam um quarto com mais duas mulheres que moravam ali também. Os principais temas dos debates consistiam na liderança do quarteto, e embora Roger e Freddie fossem mais incisivos neste aspecto, o vocalista se sobressaía. Grose disse: "Freddie era o homem das ideias. Ele tinha grandes planos". Após duas apresentações, Mike não fez mais parte da formação. Mesmo acreditando que a banda tivesse potencial para se tornar um sucesso e ignorando os apelos para que não saísse, cansado e impaciente, o baixista decidiu-se por sair. O trio tocou brevemente com vários baixistas, mas nenhum se encaixava com a química do Queen. Um deles foi "Barry Mitchell", que mesmo tendo uma boa re-

08

lação com os demais integrantes, não se identificava com o som do grupo, querendo tocar algo mais melancólico. "Mary Austin", namorada de Freddie, também amiga de Barry, tentou sem sucesso convencê-lo a ficar. Mais tarde surgiu, "Douglas Bogie", um jovem de 17 anos que tentou a vaga, mas sua performance explosiva no palco do primeiro show, foi considerada horrível e traumatizante para Freddie. Frustrado, e como forma de esnobar o vocalista, Douglas se demitiu. Sua personalidade também altiva, era um dos principais empecilhos. O choque de egos entre os dois era fácil. Para o trio, o ideal era um músico que se encaixasse no estereótipo que cerca os baixistas: quieto, reservado e anônimo. Após várias audições mal sucedidas, Roger e Brian em uma discoteca, conheceram John Deacon. Deacon, era instrumentista e cursava eletrônica no Imperial College. Ao saber que o grupo precisava de um baixista, por através de um amigo, pôde conhecer os integrantes do Queen. Numa audição, a banda solicitou que John tocasse "Son and Daughter", uma canção recentemente criada. A performance perfeccionista do instrumentista surpreendeu a todos, e sua postura foi considerada como queriam: quieta. Nesta época, a exemplo dos membros anteriores, o baixista testemunhava discussões entre os três, e quando era questionado, preferia manter-se quieto, o que de certa forma, neutralizava o choque dos demais.


QR Code, Son and Daughter Letra & Tradução by Jottaelle

09


M M

1971–74 As Primeiras Gravações e Criação do Símbolo

esmo com a formação oficial completa, a banda passou a desanimar, sobretudo por questões financeiras. No outono de 1971, Roger Taylor se matriculou no curso de biologia numa escola politécnica localizada ao norte de Londres. Brian May passou a lecionar e ao mesmo tempo, deu inicio a procura de magnatas da música, patrocínios e outras formas de divulgar o trabalho, no entanto, os empresários mostravam-se sem interesse. Foi por através de um amigo "Terry Yeadon", que trabalhava em um novo estúdio "De Lane Lea" em Wembley, que a banda encontrou a oportunidade de gravar seu primeiro trabalho. As instalações precisavam de testes no isolamento de som, e era necessário que um conjunto de rock fizesse experimentos ali. O Queen foi escolhido, e naquele espaço, gravaram uma fita demo com cinco canções: "Liar", "Keep Yourself Alive", "The Night Comes Down", "Great King Rat" e "Jesus". Mais tarde enviaram o material para várias gravadoras, que não se interessaram fazendo comparações pejorativas ao Led Zeppelin.

10

Foi com o selo "Charisma Records", que receberam sua primeira proposta, sendo recusada pelo grupo. Foi nessa época e inspirado no verso "Mother Mercury, look what they've done to me", da canção "My Fair King" e numa referência à Mercúrio, mensageiro dos deuses na mitologia grega, que Freddie decidiu-se por mudar o sobrenome para "Mercury". Além disto e na qualidade de desenhista, combinou os signos do zodíaco dos quatro integrantes, criando o símbolo da banda. Desenhado em 1972 o logo é tão clássico como a própria banda. O esboço representa "realeza e elegância". Carrega uma estreita semelhança ao brasão Royal British, dando-lhe uma aparência real. A forma destaca todos os aspectos da identidade da banda. Os dois leões representam os signos de Taylor e Deacon. A coroa ao meio significa "realeza". O caranguejo representa o signo de câncer de May. As duas fadas, representam virgem, o signo de Mercury. Acima de tudo, temos uma fênix, a ave clássica da mitologia grega que simboliza "imortalidade, ressurreição e vida após a morte!"


Nos últimos meses daquele ano, a banda estava satisfeita por ainda ter permissão de utilizar as instalações do estúdio. Nessa época o quarteto pôde conhecer "Roy Thomas Baker", engenheiro de audio e futuro produtor musical de alguns discos do Queen. Mais tarde, o empresário "Norman Sheffield", co-proprietário do "Trident Studios", ouviu a fita demo gravada e, embora inicialmente não tenha demonstrado interesse, foi após ter assistido a uma apresentação do Queen, que mudou de ideia contratando a banda para o seu selo. Desde então, passou a gerenciar: gravação, produção, gestão e direitos autorais. Com produção de Thomas e John Anthony, o esperado álbum de estreia, atrasava pela falta de horários livres, sendo gravado em madrugadas caóticas. Certo dia, David Bowie, que gravava um projeto ali, terminou seu trabalho mais cedo, possibilitando ao Queen mais tempo para sua obra. Durante as sessões, Anthony ficou doente, e se ausentou, com isto, Roy assumiu por completo a produção. Era consenso entre os membros de que o disco ficou pronto tarde demais. Para eles, as faixas já soavam ultrapassadas. Nesses tempos, John e Roger terminavam seus estudos no ensino superior. No entanto, Deacon continuou estudando, resolvendo ingressar no mestrado.

QR Code Keep Yourself Alive

QR Code Jesus

11


A A

pesar do controle da Trident, mesmo antes de lançar o disco John Anthony prosseguia procurando gravadoras que se interessassem pelo material do Queen. Depois de várias recusas e audições fracassadas, Anthony conseguiu, através de um executivo, uma audição da fita demo na "EMI Records", que buscava novidades no mercado musical. Interessados, disseram em telegrama: "Não faça nada até que você tenha falado comigo. Eu quero essa banda na minha gravadora."No entanto, a Trident considerou a proposta muito baixa, fazendo com que após várias negociações a banda fosse contratada num valor próximo a 400.000 libras esterlinas. Em 6 de julho de 1973, foi lançado o primeiro single: "Keep Yourself Alive". Apesar do potencial visto pelos produtores e o próprio grupo, a música passou despercebida pelo público, não entrando em nenhuma parada.

O álbum passou a ser distribuído dias depois, com a frase: sem sintetizadores! que apareceria também, nos próximos trabalhos. Segundo Baker, o trabalho do grupo com as harmonias e os overdubs, era grande demais para algum desinformado dizer que aquela sonoridade foi produzida com o auxílio de um teclado. Outra preocupação de todos, sobretudo por parte de Freddie, era quanto à estética e vestimenta dos integrantes. Embora a banda tenha aderido ao estilo "glam" muitos anos antes, o sucesso de artistas e bandas tal qual David Bowie e Sweet, aliado ao lançamento tardio do primeiro single, fez com que o conjunto parecesse soar oportunista e pouco inovador. Seu futuro, no entanto era mais incerto ainda, e Mercury, o único que não tinha um plano alternativo, ficava apreensivo. Aos poucos e através de publicidade e seu desempenho no palco, o quarteto atrairia um público heterogêneo, composto por diferentes faixas etárias.

Deus! Espero que esta banda decole. Eu não sei o que vou fazer se isso não acontecer. Eu não quero acabar trabalhando em um estúdio de arte... — Freddie Mercury em conversa com Chris Smith.

Qr Code Keep Yourself Alive Letra & Tradução by Jottaelle

12


A banda tornou a incluir a frase "sem sintetizadores!" no encarte do álbum, uma ideia de May, já que muitos ouvintes iriam confundir os elaborados multi-canais e efeitos processados pela guitarra e os vocais com sintetizadores. Para divulgar o lançamento de Queen, a EMI decidiu que o Queen abriria todos os shows na turnê da banda glam rock "Mott the Hoople". Ao longo das apresentações, a banda principal tornou-se cada vez mais desinteressante em detrimento do desempenho positivo do grupo novato. Isso causou revolta aos integrantes do Mott the Hoople, que queixaramse à gravadora, que recusou-se a tirá-los e escolher outra banda. "Morgan Fisher", no entanto, afirmou que a apresentação do Queen dividia opiniões, e que tentavam impressionar o público a todo custo. Apesar dessas discordâncias, a relação de ambos os grupos, após a turnê, se manteve amistosa. "Queen" é o álbum de estreia com o mesmo nome da banda. Foi lançado em julho de 1973 contendo "Keep Yourself Alive" e "Liar", os primeiros singles da banda. Foi gravado no Trident Studios e De Lane Lea Music Centre, em Londres, com produção de Roy Baker, John Anthony e o próprio Queen. O álbum foi influenciado pelo Rock progressivo, Hard Rock e Heavy Metal e abrange temas como folclore "My Fairy King" e religião "Jesus". Mercury compôs cinco das dez faixas, Brian May compôs quatro, incluindo "Doing All Right", que foi co-escrito pelo band-mate da banda Smile, Tim Staffell. Roger Taylor compôs e cantou "Modern Times Rock'n'Roll". A última música do álbum é uma pequena versão instrumental de "Seven Seas of Rhye".

QR Code, Doing All Right Letra & Tradução by Jottaelle

QR Code, Seven Seas of Rhye Letra & Tradução by Jottaelle

13


14


EE

m agosto, a banda voltou ao Trident Studios com o objetivo de gravar um segundo trabalho. Desta vez, insistiram para que fosse de dia e com Roy Thomas Baker. Brian May, como coprodutor passou a por em execução uma ideia de utilizar sua guitarra para emular outros instrumentos ou efeitos sonoros. Dessa sua ideia, surgiram faixas como "Procession" e "Father to Son".

QR Code, Father To Son

QR Code, Procession

QR Code, Seven Seas of Rhye Letra & Tradução by Jottaelle

Cumprindo a regra, sem sintetizadores, os membros do Queen utilizaram um piano, um órgão hammond, sinos tubulares, castanholas e uma harmonia de seis partes. O álbum foi gravado em uma mesa de dezesseis canais e o produtor ficou satisfeito com o resultado da obra: "Os Queen eram implacáveis. Eles tinham milhões de ideias. No final, o título, "Queen II", era a única coisa simples no álbum. A capa, elaborada por "Mick Rock" e inspirada no filme "Shanghai Express", com os quatro sob um fundo escuro, seria utilizada em clipes futuros. As avaliações para o Queen II foram mistas, com várias comparações de seu som a outras bandas de Rock. Roger Taylor recorda-se de ouvir novamente o álbum e após leitura das críticas, concordou que a mídia especializada tinha razão em arguns artigos. Resenhas pós contemporâneas tendem a ser mais positivas. A "All Music" definiu o álbum como um disco mais rico, obscuro e estranho do que seu antecessor, caminhando rumo a um som cada vez mais poderoso. Em fevereiro de 1974, pelo fato do single de David Bowie, "Rebel Rebel" não ter ficado pronto. A banda Queen foi convidada para participar do "Top of the Pops". Assim, o grupo gravou uma versão de "Seven Seas of Rhye", que foi executada no programa. A divulgação deu certo e foi a primeira música da banda que entrou nas paradas. Tornando-se atração principal. Com isto, a agenda cheia e o tempo cada vez mais escasso, fez com que John Deacon, tomasse a decisão de abandonar o seu mestrado. 15


D D

urante um dos shows de Queen II, Brian May começou a sentir fortes dores no braço. Após diagnóstico, o guitarrista descobriu que tinha contraído gangrena em decorrência de ter tomado uma injeção com uma agulha não esterilizada. Mesmo assim, enquanto o quadro estava tratável, o músico continuou a apresentando-se. A banda iniciou sua primeira turnê nos Estados Unidos, mas ocorreu uma série de problemas neste período. Após alguns eventos, viajaram para Boston. No hotel, pela manhã, May acordou e mal podia se mover. Quando olhou-se ao espelho, notou que a sua pele estava amarelada, eram sinais de hepatite. A rotina intensa e a má alimentação, deixou o sistema imunológico do músico mais fraco do que já estava. Por isso, o grupo cancelou o restante da turnê, retornando à Inglaterra, onde Brian ficou internado por seis semanas. Enquanto May estava internado, John, Roger e Freddie discutiam ideias para um próximo álbum, o qual já tinha sido comunicado à imprensa. Mais tarde, May diagnosticado com uma úlcera duodenal, existente desde sua adolescência, por conta, ficou hospitalizado por mais tempo, e neste ínterim, apesar de escrever músicas, temia ser substituído. Ocasionalmente, Ocasionalmente,Freddie Freddieoovisitava visitava ee para para suprir suprir a sua falta, Deacon assumiu as guitarras, enquanto os demais produziram harmonias vocais e overdubs. Assim que teve alta, passou a trabalhar no material, que tinha como proposta, ser musicalmente mais acessível em relação ao Queen II. Com a produção de Thomas Baker e colaboração de Mike Stone, foi produzido "Sheer Heart Attack", álbum lançado ao final de 1974. Para divulgação, foi lançado um single duplo, composto por "Killer Queen" e "Flick of the Wrist", porém a primeira fez mais sucesso, alcançando o segundo lugar nas paradas do Reino Unido. O bom desempenho animou a banda, que passou realmente a acreditar no sucesso.

QR Code, Killer Queen Programa - Top Of The Pops, 1974 Foi Foiem emSheer SheerHeart HeartAttack Attackque queDeacon Deacon estreiou estreiou como compositor, participando em "Misfire" e "Stone Cold Crazy". A partir de então, sempre haveria alguma obra do baixista em álbuns do Queen. Ainda, nesta época, a banda gravou dois shows no Teatro Rainbow, que só foram oficialmente lançados em 2014.

QR Code, Queen Misfire

16

Stone Cold Crazy, Live at the Rainbow

QR Code Flick of the Wrist & Lily of the Valey Letra & Tradução by Jottaelle


17


EE

1975–77

Sucesso Mundial

ntre o final de 1974 e o início de 1975, a vida pessoal de todos os integrantes ia mal. A começar por John Deacon, que estava prestes a casar-se e precisava de dinheiro; Freddie Mercury dividia um pequeno apartamento com a sua namorada Mary Austin, usando o seu piano como cabeceira para a cama. Para Brian May, era ainda pior, tinha um quarto mofado e com cheiro de peixe podre e sem abastecimento de água para dividir com a sua namorada. Porconta contadisso, disso,aaEMI EMIcontratou contratou oo advogado advogado "Jim Por Beach" para analisar o contrato da banda com a Trident. Na época, foi lançado o single "Now I'm Here", e no dia seguinte Deacon casou-se com Veronica Tetzlaff, ex-co lega de escola a qual namorava há anos e estava grávida do seu primeiro filho, Robert. Após a lua de mel, o baixista juntou-se aos demais membros para fazer a turnê de divulgação de Sheer Heart Attack em território norte americano, com o Kansas abrindo os shows. No entanto, foi um fracasso, sobretudo devido a problemas vocais que Freddie teve durante a divulgação.

Depois, foram ao Japão, onde tiveram uma boa recepção. Roger Taylor em choque, disse que viu uma espécie de "beatlemania" quando esteve lá, mas a realidade de pobreza em que viviam em seu país era bem diferente. A banda estava insatisfeita com a Trident, pois, para "Norman Sheffield" o lucro que deram não era suficiente para cobrir o valor que investiram no Queen. Em resposta, escolheram "John Reid", que era agente do cantor "Elton John". Assim, com o novo gerente em sua carreira, em agosto daquele ano, o Queen assinou um acordo com a Trident, que custou uma multa rescisória e direito sobre um por cento dos "royalties" dos próximos seis discos. Sob comando da EMI, começaram os ensaios para o próximo trabalho, formulando as primeiras canções individualmente em sete estúdios diferentes. Uma delas foi "Bohemian Rhapsody", que ficaria nove semanas no topo das paradas do Reino Unido, e projetaria o grupo mundialmente.

QR Code Bohemian Rhapsody Letra & Tradução by Jottaelle

Entretanto, a canção, de estrutura longa e complexa, utilizava-se de muitos vocais, e acabou custando muito caro. Freddie a queria como single, e quase todos estavam de acordo, exceto Deacon, que estava temeroso quanto a duração. A EMI teve reação semelhante, mas acabou cedendo à pressão e lançou. O medo do Queen era que o trabalho fosse um fracasso, e caso ocorresse não teria outra alternativa a não ser encerrar as atividades e pagar as dívidas. Todavia, assim como o single, o álbum recebeu boas avaliações da crítica e vendeu milhões de cópias. Além de "Bohemian Rhapsody", a banda lançou "You're My Best Friend", em um compacto e realizou uma turnê internacional bem sucedida.

QR Code, You're My Best Friend Letra & Tradução by Jottaelle

QR Code, Now I’m Here 18

"You're My Best Friend" foi composta por John Deacon em homenagem a sua esposa. Na canção o baixista toca piano elétrico, já que Mercury não gosta do som do instrumento e por isso não o toca. A partir do baixo, o som especial deste piano tem um papel proeminente na canção.


QR Code, Love of my Life Versão de Estúdio

19


A A

Day at the Races foi o primeiro álbum sem Thomas Baker como produtor. Para o Queen, era importante que passassem pelo desafio de criar um novo trabalho de sucesso de forma mais independente.

Quando foi lançado, soou como uma sequela de "A Night at the Opera", com um tom maior de melancolia, principalmente em "Long Away" e "Drowse", enquanto o single "Tie Your Mother Down", com "Somebody to Love" se tornaram seus principais hits. Nas apresentações para divulgação, o comportamento de Freddie Mercury estava cada vez mais errático. Fato que já incomodava sua ex-noiva e fazia com que muitos à distância, o considerassem como uma pessoa fútil e tolo. Em um dos shows, o cantor quase foi preso por desacato à autoridade, mas notando que poderia parar na prisão, retrocedeu em sua atitude. Por conta desse episódio, seu relacionamento com David Minns acabou durante a turnê.

QR Code Tie Your Mother Down

20


QR Code, Somebody to Love Letra & Tradução by Jottaelle

QR Code Long Away

QR Code Drowse

21


N News of the World

22


QR Code, Spread Your Wings Letra & Tradução by Jottaelle

QR Code, It’s Late Letra & Tradução by Jottaelle

QR Code, We Are The Champions Letra & Tradução by Jottaelle

A cada novo álbum, o lado comercial do Queen soaQR Code, We Will Rock You Letra & Tradução by Jottaelle

23


1978–80 Transição Musical

D QR Code, Fat Bottomed Girls Letra & Tradução by Jottaelle

24


QR Code, Don’t Stop Me Now Letra & Tradução by Jottaelle

QR Code In Only Seven Days

QR Code, Bicycle Race Letra & Tradução by Jottaelle

25


Aa

EMI queria que o Queen lançasse um álbum ao vivo, e embora o grupo não ter gostado muito da ideia pelo medo das canções perderem o impacto que possuem no estúdio, lançaram "Live Killers" em 1979, em um projeto duplo. É o primeiro álbum ao vivo da banda. O disco foi gravado durante a turnê de Jazz, e é conhecido por

26

fazer uma espécie de retrospectiva das principais canções do Queen durante a década de 70. O álbum recebeu críticas mistas. A revista "Rolling Stone", por exemplo, criticou e fez destaque quanto ao fato da execução para a canção "Bohemian Rhapsody" não ter sido feita por completo no disco.


"We Will Rock You" "Let Me Entertain You" "Death On Two Legs" "Killer Queen" "Bicycle Race" "I'm In Love With My Car" "Get Down, Make Love" "You're My Best Friend" "Now I'm Here" "Dreamers Ball" "Love Of My Life" "'39" "Keep Yourself Alive" "Don't Stop Me Now" "Spread Your Wings" "Brighton Rock" "Bohemian Rhapsody" "Tie Your Mother Down" "Sheer Heart Attack" "We Are The Champions" "God Save The Queen"

QR Code, Teo Torriatte ‘Let Us Cling Together’ Letra & Tradução by Jottaelle 27


EE

m 1979, a Queen comprou o "Mountain Studios". Na época, começaram a trabalhar com o produtor musical "Reinhold Mack" de forma despretensiosa em outro espaço de gravação, sem pretensões maiores de produzir um novo álbum. Mas, durante um banho, Freddie teve uma ideia para uma nova música, de título "Crazy Little Thing Called Love". Diferentemente de outros hits, a faixa possuía uma estrutura simples, tendência que se refletiu em grande parte do trabalho que estava surgindo. QR Code, Crazy Little Thing Called Love Letra & Tradução by Jottaelle

Ainda em 1979, o quarteto trabalhou em mais três canções: "Coming Soon", "Sail Away, Sweet Sister" e "Save Me". O método de trabalho de Reinhold Mack era inverso aos dos integrantes. O produtor sugeriu que fizessem um registro mais direto e simples, e a falha de Jazz se mostrou como uma 28

QR Code Sail Away, Sweet Sister boa justificativa para que a mudança fosse implementada. Os resultados foram imediatos, como o single" Crazy Little Thing Called Love" alcançando o topo das paradas dos Estados Unidos e atraindo um público mais jovem às apresentações do Queen. Na mesma época, ocorreu a Crazy Tour, que tinha como proposta fazer os shows em locais pequenos, promovendo assim uma maior aproximação e inteiração entre o grupo e seus fãs. Uma ideia "louca", de onde veio o nome da digressão, que conteve uma parceria do Queen com Paul McCartney, dos então extintos " The Beatles". Os shows, em seu geral, foram bem sucedidos.


Mountain Studios inicialmente estava localizado em Montreux, dentro do Montreux Casino. Atualmente está em Attalens, Suíça. De 1978 até 1995 pertenceu ao Queen, posteriormente tornouse propriedade do produtor musical David Richards. Vários artistas gravaram discos e compuseram músicas no estúdio: AC/DC, David Bowie, Yes, Rick Wakeman, entre outros. QR Code, Mountain Studios Montreux, Suiça 29


A grande mudança que cerca The Game, além da simplicidade, é o fato que pela primeira vez incluíram o uso de sintetizadores. Taylor comprou um "Oberheim OB-X" para ser utilizado em suas composições para o álbum, sendo aproveitado em outras faixas. No entanto, seu uso foi mínimo e, em maior parte, o trabalho ainda continha muitos elementos antigos do Queen. Tais ações geraram impacto direto na mídia especializada. A Rolling Stone, o definiu como um projeto humilde, e a Allmusic como a melhor obra da banda depois de "A Night at the Opera". A turnê americana do álbum começou em Vancouver, e, nesta época, Freddie passou a usar o cabelo mais curto e deixou um bigode espesso crescer, o que desagradou muitos fãs, que jogavam lâminas de barbear no palco.

E E

m fevereiro de 1980, os membros do Queen voltaram ao estúdio para concluírem o disco, que até aquele momento, foi o que levou o maior tempo na história da banda à ser produzido. Os maiores desentendimentos eram entre Reinhold o produtor e Brian May, que queria gravar as guitarras da mesma forma que sempre fez e ameaçou deixar o conjunto várias vezes. Relutante a aderir a um padrão mais simples, o instrumentista cedeu em alguns momentos.

QR Code Need Your Loving Tonight

Enquanto isso, John Deacon, apelidado de "avestruz" por Freddie devido sua quietude, trabalhava em silêncio nas duas composições que tinha para o álbum: "Need Your Loving Tonight" e a música que futuramente se tornaria um dos maiores sucessos de "The Game", "Another One Bites the Dust". Inicialmente a canção não tinha a simpatia de nenhum dos demais integrantes da banda, mas acabou caindo no gosto de todos, principalmente de Freddie. Mais tarde, Michael Jackson sugeriu à eles, que fosse lançada como single. Com efeito, se tornou o maior sucesso do Queen nos EUA, liderando paradas de música "Disco e Soul".

QR Code Another One Bites the Dust 30


— Roger Taylor sobre The Game: "Para mim, o Queen estava funcionando bem neste momento. The Game foi muito melhor do que Jazz. Nossa composição estava muito melhor".

QR Code, Save-me Letra & Tradução by Jottaelle

31


A A

1981–82 Aumento das Intrigas

inda em 1980, o Queen foi convidado pelo diretor "Mike Hodges" para produzir uma trilha sonora para o filme de ficção científica "Flash Gordon". Aceitaram e foi gravado uma série de faixas e grande parte delas instrumentais. No repertório dos shows, no entanto, executavam "Flash", que foi lançada como single e "The Hero". Para divulgação, estiveram no Brasil, no estádio do Morumbi, em São Paulo e em outros países da

América Latina, como a Argentina. A banda desejava se apresentar também no estádio do Maracanã, mas não conseguiram autorização. Foi a primeira vez que os integrantes do Queen, entraram em estúdio para produzir toda a trilha sonora de um filme para o cinema.

QR Code, ‘Flash’ and ‘The Hero’ Letra & Tradução by Jottaelle

QR Code In The Space Capsule

32


33


Queen GREATEST HITS

34


EE

m 1981, Freddie e John foram para o Mountain Studios, de propriedade do Queen, para trabalhar em algumas músicas novas. Juntos, escreveram "Cool Cat".

QR Code Cool Cat

Nesta época, o cantor David Bowie estava gravando, e foi convidado a fazer vocais de apoio na canção. Mas o artista não gostou do resultado e pediu para que não fosse utilizado. No entanto, num dia de ensaios do quarteto, David os convidou a criar uma música juntos. De um riff de baixo, com contribuições majoritárias de Freddie Mercury e David Bowie, surgiu "Under Pressure". O single se tornou um sucesso e marca a única parceria do conjunto com algum outro cantor. Nesta época também foi lançado o álbum "Greatest Hits", a primeira coletânea dos maiores sucessos da banda.

QR Code, ‘Under Pressure’ Letra & Tradução by Jottaelle

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17.

"Bohemian Rhapsody" de A Night at the Opera, 1975 "Another One Bites the Dust" de The Game, 1980 "Killer Queen" de Sheer Heart Attack, 1974 "Fat Bottomed Girls" de Jazz, 1978 "Bicycle Race" de Jazz, 1978 "You're My Best Friend" de A Night at the Opera, 1975 "Don't Stop Me Now" de Jazz, 1978 "Save Me" de The Game, 1980 "Crazy Little Thing Called Love" de The Game, 1980 "Somebody to Love" de A Day at the Races, 1976 "Now I'm Here" de Sheer Heart Attack, 1974 "Good Old-Fashioned Lover Boy" de A Day at the Races, 1976 "Play the Game" de The Game, 1980 "Flash" de Flash Gordon, 1980 "Seven Seas of Rhye" de Queen II, 1974 "We Will Rock You" de News of the World, 1977 "We Are the Champions" de News of the World, 1977

QR Code, You're my Best Friend Letra & Tradução by Jottaelle

35


A a

inda em 1981, a banda foi realizar mais uma série de shows na América do Sul, mas, diferentemente da primeira vez, ocorreu uma série de problemas que, no final, custaram cerca de um milhão de dólares para o Queen. Foi um baque para todo o grupo, que decidiu se concentrar em um novo trabalho, "Hot Space". Freddie acreditava que quanto menos guitarras, melhor, o que deixou Brian irritado. As sessões de gravação eram em horários irregulares, e enquanto Brian se embriagava, Freddie consumia cocaína. John Deacon ficou desapontado com o desempenho do guitarrista em suas músicas, fato que abriu espaço aos primeiros atritos entre os dois. No entanto, em relação aos demais, Deacon estava com os ânimos mais calmos.

QR Code, Body Language

Quando o single "Body Language" foi lançado, Brian May ficou preocupado, achava que as composições de Freddie Mercury estavam cada vez mais implicitamente "gays" e em sua visão, era mais importante compor sobre temas universais que fariam um maior número de pessoas a se identificarem. As canções do álbum Hot Space, distantes do rock, não obtiveram a mesma aceitação do projeto anterior. Enquanto as influências musicais tendiam a favor de Freddie e John. Brian e Roger criticavam duramente a mudança de sonoridade. Algumas delas no arranjo ao vivo, tornaram as faixas mais atraentes, mas não o suficiente para empolgar o público. Ao mesmo tempo, Hot Space seguia mal nas paradas de sucesso.

QR Code, Las Palabras de Amor Letra & Tradução by Jottaelle

36

Entre os shows, Freddie Mercury, que tinha um estilo de vida dissonante aos demais, estava cansado de turnês, e em muitos momentos demonstrava-se extremamente irritado. Alguns relatos dizem que Mercury estava cada vez mais cercado por pessoas interesseiras e controladoras, principalmente seus amantes. Nesta época, a banda trabalhou com os músicos "Morgan Fisher" e "Fred Mandel" para tocar teclado nas apresentações. Mandel esteve até o fim da digressão, sentiu a pressão na qual estava envolvido. Após a divulgação, os Queen se separaram para um momento de férias.


"Hot Space" foi lançado em maio de 1982 e marcou uma notável mudança da direção de trabalhos anteriores. Foi empregado muitos elementos diferentes no disco: "Música Pop, R&B e Dance Music", a banda foi parcialmente influenciada pelo sucesso de 1980 com a canção "Another One Bites the Dust". Fazendo com que o álbum fosse menos popular entre os fãs que preferiam o estilo do rock tradicional que era automaticamente associado a banda. Esta fase é marcada pela inclusão definitiva de sintetizadores e de bateria eletrônica nos álbuns e turnês. Um estilo bem diferente ao adotado nos anos 70.

QR Code, Put Out The Fire Letra & Tradução by Jottaelle

37


E E

1983–87 Atritos e Polêmicas

m 1983, quase todos os integrantes do Queen concentraram-se em projetos paralelos. Brian May gravou e lançou "Star Fleet Project" com a participação de "Eddie Van Halen", e trabalhou como produtor musical em alguns álbuns. Freddie Mercury divulgou "Love Kills" como parte da trilha sonora do filme Metropolis, que estava sendo relançado. A faixa havia surgido nas sessões de "The Game" e encontrava-se inacabada. Roger Taylor, em 1981 foi o primeiro a lançar um trabalho solo, "Fun in Space" e estava preparando o seu sucessor que seria: "Strange Frontier". Deacon foi o único a não produzir algo, pois acreditava que não havia nada a fazer no meio musical que não fosse o Queen. Concentrou-se no nascimento de seu quarto filho, Joshua. Em entrevistas, devido as várias atividades de materiais solo, o grupo era questionado se estavam se separando. Freddie Mercury, por exemplo, dizia que não, era apenas uma pausa temporária que acontecia.

Naquele ano, John Deacon se reuniu com um diretor de vídeo que queria que o Queen produzisse uma trilha sonora. Em nome da banda, Deacon aceitou, e com os demais passaram a trabalhar em novas canções. No entanto, a ideia evoluiu para um álbum quando o diretor afirmou que não tinha recursos para investir no material. Com o material já escrito, os integrantes foram selecionar as faixas para o álbum "The Works". As músicas de Roger Taylor não agradou a nenhum deles. Mercury disse para o baterista trabalhar em uma faixa nova, sob risco de ficar sem canções no álbum. Assim, Taylor começou a escrever "Radio Ga Ga", que mais tarde tornaria-se seu maior sucesso autoral na carreira do Queen.

QR Code Radio Ga Ga

No entanto, o relacionamento entre eles era tenso; Freddie Mercury aceitou gravar apenas por questões contratuais, pois estava desmotivado e esquivo, animando-se somente tempos depois. Devido o extremo fracasso de "Hot Space",era consenso de que era necessário produzir um material condizente com a identidade já construída pelo Queen. Brian May investiu em mais peso em sua guitarra, flertando com o "Heavy Metal" em "Hammer to Fall":

QR Code, Hammer To Fall Letra & Tradução by Jottaelle

Freddie Mercury criava baladas típicas como "It's a Hard Life". John Deacon, mais uma vez produzia seu material quieto, mas que seria um dos principais hits do Queen, "I Want to Break Free". Ao fim das contas, e uma série de atritos, o quarteto tinha o pensamento de que o grupo era mais importante, ideia que os manteve unidos.

QR Code I Want To Break Free

38


THE WORKS

QR Code, It’s a Hard Life Letra & Tradução by Jottaelle

E

m 1983, quase todos os integrantes do Queen concentraram-se em projetos paralelos. Brian May gravou e lançou "Star Fleet Project" com a participação de "Eddie Van Halen", e trabalhou como produtor musical em alguns álbuns. Freddie Mercury divulgou "Love Kills" como parte da trilha sonora do filme Metropolis, que estava sendo relançado. A faixa havia surgido nas sessões de "The Game" e encontrava-se inacabada. Roger Taylor, em 1981 foi o primeiro a lançar um trabalho solo, "Fun in Space" e estava preparando o seu sucessor que seria: "Strange Frontier". Deacon foi o único a não produzir algo, pois acreditava que não havia nada a fazer no meio musical que não fosse o Queen. Concentrou-se no nascimento de seu quarto filho, Joshua.

Em entrevistas, devido as várias atividades de materiais solo, o grupo era questionado se estavam se separando. Freddie Mercury, por exemplo, dizia que não, era apenas uma pausa temporária que acontecia. Naquele ano, John Deacon se reuniu com um diretor de vídeo que queria que o Queen produzisse uma trilha sonora. Em nome da banda, Deacon aceitou, e com os demais passaram a trabalhar em novas canções. No entanto, a ideia evoluiu para um álbum quando o diretor afirmou que não tinha recursos para investir no material. Com o material já escrito, os integrantes foram selecionar as faixas para o álbum "The Works". As músicas de Roger Taylor não agradou a nenhum deles. MerQr Code Thank God It's Christmas

39


E N

m janeiro de 1985, o Queen voltou ao Brasil para participar da primeira edição do Rock in Rio, ocorrida na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. A apresentação reuniu cerca de 300 mil pessoas e foi extremamente positiva para a banda. No repertório o público pode ouvir faixas de todas as fases do Queen "Love Of My Life" cantada por grande parte pelo público, foi um dos momentos mais marcantes do Festival.

QR Code, Love of my Life Letra & Tradução by Jottaelle

Este foi o primeiro evento de um dos maiores festivais de Rock'n Roll do mundo, ocorrido em 11 de janeiro de 1985 na antiga Cidade do Rock, localizada em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O Festival durou 10 dias com um total de 1 milhão e 380 mil espectadores. Segundo o idealizador do festival, o brasileiro Roberto Medina, foram gastos cerca de onze milhões de dólares na organização do evento para contratação das seguintes apresentações:

11 de janeiro - 270 mil pessoas Queen Iron Maiden Whitesnake Baby Consuelo e Pepeu Gomes Erasmo Carlos Ney Matogrosso O Whitesnake foi uma adição de última hora para substituir o Def Leppard, que cancelou após um acidente com o baterista Rick Allen. 12 de janeiro - 250 mil pessoas George Benson James Taylor Al Jarreau Gilberto Gil Elba Ramalho Ivan Lins 13 de janeiro - 110 mil pessoas Rod Stewart Nina Hagen The Go-Go's Blitz Lulu Santos Os Paralamas do Sucesso

40

14 de janeiro - 30 mil pessoas James Taylor George Benson Alceu Valença Moraes Moreira 16 de janeiro - 180 mil pessoas Rod Stewart Ozzy Osbourne Rita Lee Moraes Moreira Os Paralamas do Sucesso 17 de janeiro - 70 mil pessoas Yes Al Jarreau Elba Ramalho Alceu Valença 18 de janeiro - 250 mil pessoas Queen The Go-Go's The B-52's Lulu Santos Eduardo Dusek Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens 19 de janeiro - 280 mil pessoas AC/DC Scorpions Ozzy Osbourne Whitesnake Erasmo Carlos Baby Consuelo e Pepeu Gomes 20 de janeiro - 200 mil pessoas Yes The B-52's Nina Hagen Blitz Gilberto Gil Barão Vermelho


41


42


A A

má situação do Queen perante a imprensa e o público começou a mudar quando "Bob Geldof" convidou-os a participar de um evento beneficente chamado "Live Aid". O grupo viu ali, uma oportunidade de se redimir, no entanto, alguns fatos os incomodaram como apresentarem-se durante o dia, e ter vários outros artistas e bandas tocando na mesma data: David Bowie, Roger Daltry do The Who, Phil Collins, Elton John e U2 eram alguns deles. Paul McCartney, por exemplo, retornava aos palcos pela primeira vez após a morte de John Lennon. Mesmo com esses impasses, aceitaram o desafio e. nos vinte minutos de apresentação, concentraram-se em apresentar suas principais canções: "Bohemian Rhapsody"; "Radio Ga Ga", lembrada por palmas em uníssono; "Hammer to Fall", "Crazy Little Think Called Love", "We Will Rock You", "We Are the Champions" e "Is this World We Created?".

A apresentação, ocorreu às 18 horas no estádio de Wembley e foi considerada a mais memorável de todo o evento, melhorando a imagem da banda que, renovada, retomaria seu ânimo. O "Live Aid" foi realizado em 13 de julho de 1985. Foi organizado por "Bob Geldof" e "Midge Ure" com o objetivo de arrecadar fundos em prol dos famintos da Etiópia. Os concertos aconteceram no "Wembley Stadium" em Londres, com uma platéia de aproximadamente 82.000 pessoas e no "John F. Kennedy Stadium", na Filadélfia com aproximada-mente 99.000 pessoas. Alguns artistas apresentaram-se também em Sydney, Moscou e Japão. Foi uma das maiores transmissões em larga escala por satélite e de televisão de todos os tempos. Estima-se que 1,5 bilhão de pessoas, em mais de 100 países, tenham assistido as apresentações ao vivo.

QR Code - Queen Is this the world we created? Letra & Tradução by Jottaelle

43


II

mpulsionados pelo sucesso do Live Aid, o grupo se reuniu ainda em 1985 para compor e gravar novas músicas. A canção "One Vision" de Roger Taylor, foi adaptada pelos demais, que também ganharam créditos. Ao mesmo tempo, receberam um convite para criarem uma trilha sonora para o filme "Highlander", do qual surgiu "Who Wants to Live Forever", de autoria de Brian May; e "One Year of Love", de John Deacon. Ambas contendo um arranjo de cordas criado por "Michael Kamen", músico que trabalhara anteriormente com o "Pink Floyd em "The Wall" e "The Final Cut". Mas a imprensa ainda requentava os efeitos da apresentação na África do Sul, fato que levou o Queen a doar os royalties de um de seus singles para a ajuda humanitária do Live Aid.

One Vision

One Year Of Love

44

HIGHLANDER Who Whants to Live Forever by Jottaelle aRTE dIGITAL


45


M M

r. Bad Guy é o álbum de estreia na carreira solo de Freddie Mercury. Foi lançado em 1985, durante o período de hiato nas gravações do Queen. O álbum contêm onze músicas, todas escritas por Mercury e dedicado ao seu gato "Jerry e também ao Tom, Oscar e Tiffany, e a todos os amantes de gatos ao redor do universo". A canção "Living On My Own" foi relançada em 1993 numa forma remixada por "No More Brothers", enquanto as canções "Made In Heaven" e "I Was Born To Love You", foram retrabalhadas pelos três membros remanescentes do Queen e incluídas no álbum "Made In Heaven". QR Code - Freddie Mercury Living On My Own

46

QR Code - Freddie Mercury I Was Born To Love You

Na mesma época, o relacionamento de Freddie com o cabeleireiro irlandês "Jim Hutton" começou a se desenvolver, e por sua vez, o namoro com a atriz Barbara Valentin, que havia durado muitos anos, terminou. Ao mesmo tempo, uma nova doença, divulgada preconceituosamente pelos tablóides como "peste gay", começava a se espalhar. Alguns amigos de Freddie Mercury começaram a morrer, e embora ainda não fosse portador da doença, muitos à sua volta a contraíram. Ao contrário do que se poderia presumir, Freddie não aumentou os cuidados na sua atividade sexual.


QR Code - Queen Freddie Mercury & Michael Jackson There Must be More to Life Than This

FREDDIE MERCURY Mr. Bad Guy Lado 1 1. "Let's Turn It On" 2. "Made In Heaven" 3. "I Was Born To Love You" 4. "Foolin' Around" 5. "Your Kind Of Lover" Lado 2 6. "Mr. Bad Guy" 7. "Man Made Paradise" 8. "There Must Be More Life Than This" 9. "Living On My Own" 10. "My Love Is Dangerous" 11. "Love Me Like There's No Tomorrow"

47


E E

m 1986, após a trilha sonora ser concluída, o Queen passou a gravar o álbum. Brian e Roger gravariam algumas canções no "Mountain Studios", com o produtor "David Richards". Enquanto Mack faria o mesmo com Freddie e John no "Musicland". O trabalho individualizado, evidenciado como um problema desde o ábum "Jazz", retornou em "A Kind of Magic". O trabalho se saiu mal nas paradas norte-americanas, e recebeu críticas, em grande parte negativas. A turnê de divulgação contava com uma estrutura complexa e o maior palco na carreira do grupo. Com a chegada dos quarenta anos, os nódulos vocais, tabagismo e um estilo de vida pouco saudável, tais circunstâncias exigiam bem mais do vocalista que embora alegan-

A Kind of Magic

48

do cansasso de turnês, ainda conseguia realizar as apresentações. O final da digressão foi em agosto, em Knebworth Park, que reuniu cerca de 200 mil pessoas. Nesta época, Deacon teve crises imprevisíveis. Em especial no show em Knebworth, onde quebrou seu instrumento e o amplificador, numa atitude que nem o próprio músico conseguiu explicar. A "Magic Tour" foi a última turnê e representa as últimas apresentações de Freddie Mercury e John Deacon juntos ao Queen. No ano seguinte, o vocalista seria diagnosticado com o vírus da AIDS e o baixista participaria apenas dos projetos de estúdio, se aposentando após a morte de Freddie Mercury.

Friends Will be Friends


49


1988-91 Últimos Anos de Freddie

A

o fim da turnê de "A Kind of Magic", Brian Roger Taylor decidiu fundar uma nova banda, May começou a trabalhar em um futuro ál- chamada "The Cross" e John Deacon fez gravações com bum solo. Freddie Mercury fez o mesmo, "Elton John e Cozy Powell", fundando um grupo, chalançando o single "The Great Pretender". mado "The Immortals", que lançou apenas um single. Em janeiro de 1988, o grupo se reuniu em Londres para definir que, a partir dali, todo o futuro reQR Code, Freddie Mercury pertório inédito do Queen seria creditado a todos, indeThe Great Pretender pendentemente de seus reais compositores, assim evitariam decisões guiadas pelo ego ou ganância. Assim, Após uma série de elogios e aproximações, os quatro trabalhariam juntos novamente no estúdio. Freddie Mercury produziria um disco com o título de Nesses dias, Freddie Mercury se desdobrava "Barcelona" em dueto com a cantora de ópera da qual entre as sessões do futuro álbum com as gravações de era fã "Montserrat Caballé". Os dois planejavam canta- Barcelona, enquanto, oficialmente não se pronunciava rem juntos na estreia dos Jogos Olímpicos em 1992. acerca de sua doença para os colegas de trabalho. No Entretanto, entre os meses de abril e maio de 1987, o vo- entanto, em certo momento os músicos já sabiam, com calista foi diagnosticado com o vírus da AIDS, fato que exceção do produtor "David Richards", que imaginava bagunçou todos os seus planos, mantendo a princípio o que o cantor estivesse com câncer. quadro em segredo.

50


"Barcelona" é o segundo e último álbum de estúdio de Freddie Mercury. Foi lançado em 1988 e conta com a participação de "Montserrat Caballé", cantora lírica espanhola. Freddie sempre sonhou em gravar um disco de ópera com Montserrat, fato que tornou-se realidade em 1988, e até hoje é um dos encontros musicais mais bem sucedidos do cantor. "How Can I Go On" encantou o mundo.

QR Code, How Can I Go On Letra & Tradução by Jottaelle

51


52


B B

rian May passava por uma vida pessoal cada vez mais traumática e apresentava sintomas de depressão. Assumiu publicamente o relacionamento com "Anita Dobson". Separou-se da esposa e de seus filhos e em junho de 1988 perdeu seu pai. No entanto, há participação intensa de May no álbum. "I Want It All", o primeiro single do "The Miracle" que tornou-se um dos maiores sucessos do Queen. QR Code, I Want it All Letra & Tradução by Jottaelle

"The Miracle", estreou no primeiro lugar nas paradas do Reino Unido, e nos Estados Unidos teve um desempenho regular, embora bastante superior à "A Kind of Magic". A mídia especializada, em geral teve opiniões mistas a positivas, sendo considerado um trabalho mais orientado ao "Rock" que a banda fazia anteriormente. Sobre o projeto, Taylor considerou que "era facilmente o melhor álbum do Queen em dez anos". Ao lançar o single "I Want It All" em abril de 1989, a banda anunciou que não fariam turnê do álbum. Freddie justificou dizendo que queria quebrar o ciclo que faziam desde o início da carreira. Os clipes gravados para as faixas do álbum, foram mais complexos do que os anteriores, utilizaram vários recursos para quediminuísse diminuísseoofoco focoem em Freddie. Freddie. váriosrecursosparaque Nestes, o cantor deixou a barba crescer, ajudando a esconder os sinais do "Sarcoma de Kaposi" em sua pele. Para o vídeo de "The Miracle", o quarteto teve a ideia de contratar atores mirins para atuar, com o gru-

po, aparecendo apenas no final do clipe. Mercury nas imagens, pareceu mais envelhecido e fraco do que na última turnê. Brian e Roger ficaram responsáveis pela promoção do trabalho, e negaram os boatos sobre uma possível doença de seu intérprete.

QR Code The Miracle Meses depois ao lançamento de "The Miracle", Mercury voltou sozinho ao Montreux Studios para produzir novas músicas. Foi nessa época que o cantor em uma reunião formal revelou aos colegas ser portador da doença. O diagnóstico entristeceu e devastou todos os membros do Queen, que se dispuseram pelo pouco tempo de vida que o cantor ainda poderia ter, a trabalhar num futuro álbum. Mercury exigiu que não contassem a ninguém acerca do vírus, fato que fez a banda criar uma espécie de escudo protetor sob o vocalista. O repertório conteve algumas músicas que sobraram do disco "Barcelona" e canções que estavam destinadas ao futuro trabalho solo de Brian May. As gravações, no início foram intensas, durando semanas ininterruptas. No entanto, quando o Queen foi receber a premiação do "Brit Awards", Freddie Mercury estava numa aparência mais diferente ainda. Com uma roupa folgada, cabelo ralo e parecendo pálido e cansado, apenas agradeceu, enquanto Brian May fez o discurso. O ocorrido só fez aumentar as especulações de que o vocalista estava doente, tendo sido essa, a sua última aparição pública. 53


54


OO

single "Innuendo" foi lançado em janeiro de 1991 e, em decorrência do estado frágil de Freddie Mercury, a banda resolveu fazer apenas um clipe com ilustrações. As ações para preservar o silêncio do vocalista, costumeiramente eram questionadas pela imprensa, mas os músicos sempre negavam tudo. O álbum que foi distribuído no início daquele ano, teve a mesma recepção obtida em "The Miracle", diferenciando-se pelo fato de a mídia especializada destacar que as letras estavam mais sérias e reflexivas. Nas divulgações públicas do trabalho, apenas Brian May e Roger Taylor participavam, e a falta de Deacon e Mercury era sempre notada. O clipe "These Are the Days of Our Lives" evidenciou ao público a fraqueza de Freddie, que mal podia se mover, por causa de uma lesão no pé. "Innuendo" foi recebido como o álbum mais triste feito pelo Queen. E assim como ocorreu em "The Miracle", a autoria de todas as faixas aparecem como sendo apenas de Queen, exceto em "All God's People", creditada ao Queen e Mike Moran. Isso porque, a canção havia sido iniciada durante as gravações do álbum solo de Mercury, "Barcelona", no qual Mike Moran ajudou-o na composição das canções. "I Can't Live With You", ganhou uma nova versão no álbum Queen Rocks, lançado em 1997. These Are The Days Of Our Lives Letra & Tradução by Jottaelle

55


E E

m seus últimos tempos, Freddie preferiu cercarse de pessoas nas quais confiava, como a exnoiva Mary Austin, seu namorado Jim Hutton, também diagnosticado como sendo soropositivo, Mike Moran, Dave Clark, e seu motorista Terry Giddings. Temeroso acerca dos efeitos que haveriam assumindo a doença, Freddie pensou ser a melhor hora para o seu pronunciamento. O estigma da AIDS como sendo uma doença gay tinha diminuído, mas sua principal preocupação, estava no impacto que causaria às famílias de amigos próximos, principalmente aos companheiros de banda. O comunicado foi divulgado um dia antes de sua morte. Seu funeral ocorreu em Londres três dias depois,

assistido por trinta e cinco pessoas, incluindo a família de Freddie, os membros e o empresário da banda, Mary Austin, Jim Hutton e poucas outras pessoas. Seu corpo foi cremado no Cemitério de Kensal Green, e suas cinzas foram entregues a sua ex-noiva, sendo que apenas ela, os familiares de Freddie e os membros do Queen sabem onde foram depositadas, e nunca revelaram seu paradeiro. Mary foi a inspiração para a canção "Love of My Life", e de acordo com declarações do cantor, seria Mary acima de tudo, o seu verdadeiro amor. Seu testamento, renderia muitas surpresas, pois grande parte ficou para ela "o amor de sua vida".

Em 25 de novembro de 1992, foi inaugurada em Montreux, na Suíça, cidade adotada por Mercury como seu segundo lar, uma estátua em homenagem à ele. Estiveram presentes: Brian May, Roger Taylor, a cantora Montserrat Caballé, seus pais Jer e Bomi Bulsara e sua irmã Kashmira Bulsara.

56


“ Seguindo a enorme comoção da mídia nas últimas duas semanas, eu gostaria de confirmar que fui testado como soro positivo e tenho AIDS. Eu senti que era melhor manter isso privado até agora para proteger a mim e àqueles ao meu redor. No entanto, chegou a hora de meus amigos e meus fãs saberem a verdade, e espero que todos se juntem a mim e aos meus médicos na luta contra essa terrível doença. Minha privacidade sempre foi importante para mim e sou famoso por minha falta de entrevistas, por favor, entendam que essa política continuará.” — Freddie Mercury

The Show Must Go On Letra & Tradução by Jottaelle

57


1991–97 Homenagens e Aposentadoria de John Deacon

A A

ntes de falecer, Freddie brincou com Brian May, dizendo que sua morte faria bem para o Queen, comercialmente falando. O guitarrista lançou "Driven by You" como o primeiro single de sua carreira solo, obtendo boas posições nas paradas. Entretanto, o Brian May estava em depressão nervosa, e quase se suicidou. Na mesma época, "Bohemian Rhapsody" foi relançada, e alcançou o primeiro lugar nas paradas, vendendo mais de um milhão de cópias. Com coletâneas, as vendas do Queen aumentaram exponencialmente após a morte de seu vocalista. Entretanto, o trio remanescente não sabia como continuar. John Deacon, convencido de sua aposentadoria, estava aguardando o nascimento do quinto filho, Luke, mas também demonstrava sintomas de depressão. Brian May investiria numa carreira solo sem grandes êxitos, enquanto Roger Taylor lançaria mais um projeto da "The Cross", posteriormente retornando aos

58

trabalhos como cantor com o politizado Happiness? Segundo o baterista, "pensei em minha fase de vida em que eu poderia muito bem escrever sobre algo em que eu acreditava, que tinha significado. Você não pode escre-er canções pop, toda a sua vida". Em 20 de abril de 1992, foi realizado o "The Freddie Mercury Tribute Concert", um Show Tributo que reuniu várias bandas e artistas famosos. O evento foi realizado no estádio de Wembley, em Londres com músicos como David Bowie, George Michael, Annie Lennox, Elton John, Liza Minnelli, Robert Plant, Roger Daltrey, Tony Iommi e bandas como Def Leppard, Extreme, Guns N' Roses e Metallica, juntos com os integrantes remanescentes do Queen, para tocarem os maiores sucessos da banda. A iniciativa foi tomada para arrecadar fundos para a "Mercury Phoenix Trust", uma fundação que tem como objetivo, lutar contra a AIDS.


59


E N

m 20 de Abril de 1992, várias bandas de Rock que faziam sucesso naquela época reuniramse no Estádio de Wembley em Londres para prestarem tributo à Freddie Mercury, falecido no dia 24 de Novembro de 1991. O objetivo do concerto foi celebrar a vida, os sonhos e o trabalho do lendário vocalista. Todo os lucros do evento foram revertidos em apoio a fundação "Mercury Phoenix Trust". O Concerto foi transmitido pela TV em mais de 76 países do mundo. No Wembley, 72.000 pessoas acompanharam ao vivo, vibrando e emocionando-se juntamente com os membros do Queen: Brian May, John Deacon e Roger Taylor. Vários artistas que se encontravam nos tops, participaram como: Extreme, Metallica, Guns n' Roses, Def Leppard e amigos de Mercury: David Bowie, Annie Lennox, George Michael e Elton John. As celebridades cantaram vários clássicos do Queen como: Bohemian Rhapsody, I Want To Break Free, Tie Your MotherDown, Under Pressure, We Will Rock You, We Are the Champions, entre outros. O Evento foi registado em DVD e CD duplo. Momentos marcantes não faltaram, como no medley da banda Extreme, executando com perfeição, clássicos do Queen, com um show a parte do vocalista Gary Cherone.

QR Code - Medley Extreme

60

O discurso de Elizabeth Taylor também foi marcante! Vale lembrar que o telão no estádio, entre as atrações, mostravam imagens de Freddie Mercury ao vivo ou nos bastidores, algo que comovia muito e apertava ainda mais a saudade. Brian May, Roger Taylor e John Deacon entraram em ação com vários convidados e muitas dessas participações foram sensacionais. Quem não se lembra de "I Want It All" cantada pelo vocalista "Roger Daltrey" do "The Who" e o guitarrista "Tony Iommi" do "Black Sabbath"? I Want It All - Queen, Roger Daltrey & Tony Iommi E poder assistir May apresentar Tony Iommi e juntos tocarem "Heaven and Hell" e "Stone Cold Crazy" com "James Hetfield do Metallica" nos vocais? Stone Cold Crazy - Queen, Tony Iommi & James Hetfield


Who Wants To Live Forever Queen & Seal Esse certamente foi um dos momentos brilhantes da noite. Principalmente pela letra da música"Who Wants To Live Forever", com Seal nos vocais. Agora a canção "Under Pressure", interpretada por David Bowie, que gravou a música originalmente e em dueto com a cantora "Annie Lennox", trouxe muita intensidade ao show.

Under Pressure - Queen, David Bowie & Annie Lennox

O vocalista "George Michael", mostrou uma extrema habilidade ao cantar "Somebody to Love". Agora a interpretação e execução de "Bohemian Rhapsody", por "Elton John" e "Axl Rose" do "Guns n' Roses, foi um dos momentos mais aplaudidos da noite.

Somebody to Love Queen & George Micheal

Bohemian Rhapsody Queen, Elton John & Axl Rose

O palco literalmente pegou fogo com a apresentação de "Joe Elliot" vocalista do "Def Leppard" e "Slash" guitarrista do "Guns n' Roses" quando juntos tocaram "Tie Your Mother Down".

Tie Your Mother Down Queen, Joe Elliot & Slash

As músicas que fecharam essa brilhante homenagem foram "We Will Rock You" com "Axl Rose",

We Will Rock You Queen & Axl Rose

e "We Are The Champions" com a grande amiga de Freddie Mercury, "Liza Minnelli", que ao final, contou com a presença de todos os convidados e juntos cantaram o refrão da canção. Um encerramento grandioso para uma homenagem magnífica. Este show foi lançado em vídeo em 1992 e em DVD Duplo no ano de 2002, comemorando os 10 anos do Tributo. We Are the Champions Queen & Liza Minnelli

61


P P

ouco tempo após o lançamento do álbum Innuendo, Freddie Mercury deixou claro que apesar de sua saúde estar muito frágil, queria continuar gravando. Assim, três canções novas foram feitas: "A Winter's Tale", "You Don't Fool Me" e "Mother Love"; essa última seria a última gravação de Mercury, realizada em 22 de maio de 1991.

QR Code A Winter's Tale

62

QR Code You Don't Fool Me

QR Code Mother Love

Em 1993, John Deacon, Brian May e Roger Taylor se reuniram para trabalhar nas últimas canções deixadas por Freddie, mas eram insuficientes para completar um álbum. O trio procurou em todos os arquivos do Queen por canções para compor o projeto. A produção seguiu-se de 1994 até 1995. Com várias discordâncias acerca da obra, os membros demoravam para chegar a um consenso. Assim, "Made in Heaven" foi lançado no final de 1995, como forma de cumprir um dos últimos desejos de Freddie, que era o lançamento deste projeto. Sendo esse também, o último álbum inédito do Queen.


No One But You ‘Only The Good Die Young’ Letra & Tradução by Jottaelle Arte Digital

63


Continuação do Queen sem Freddie Mercury & John Deacon

E E

m 2001, a banda foi incluída no "Rock and Roll Hall of Fame", mas apenas Roger Taylor e Brian May apareceram. Nesta mesma época, a dupla gravou "We Are the Champions" com "Robbie Williams" para o musical "We Will Rock You". A participação se tornou célebre pelos comentários negativos de John Deacon ao jornal "The Sun", onde afirmou estar satisfeito por não ser envolver na gravação “Eu não queria estar envolvido nisso e estou feliz. Ouvi o que eles fizeram e é um lixo. É uma das maiores músicas já escritas, mas acho que eles a destruíram. Eu não quero ser rude, mas Robbie Williams não é Freddie Mercury. Freddie nunca será substituído, e certamente não por ele.” Em novembro de 2003, Brian e Roger participaram do "46664", evento ocorrido no antigo "Green Point Stadium", na Cidade do Cabo. Foi organizado por "Nelson Mandela" com o objetivo de aumentar a sensibilidade da população sobre AIDS na África do Sul.

Queen + Paul Rogers Em meados de 2005, Brian May e Roger Taylor junto com Paul Rodgers, fundaram o grupo Queen + Paul Rodgers, que realizou várias turnês em alguns continentes do mundo. Alguns álbuns ao vivo, como "Return of the Champions", foram lançados. "The Cosmos Rocks", em 2008, foi o que obteve maior destaque, embora com várias críticas negativas. Em 2009, a parceria teve seu fim. O ex-Queen John Deacon, não se opôs à reunião, 64

m

a

s


E assim, Chega ao Fim a Saga da Maior Banda de Hard Rock de Todos os Tempos!!! 65


Apoio Cultural

Adquira o seu Book através do código de indicação de Lady Taylor, e ganhe 2 páginas Personalizadas para o seu momento Queen

10% do valor, será revertido em apoio ao Freddie For A Day Brazil - 2016

Álbum digital 50 Reais Álbum formato revista Capa em Papel couchê 150gr. Miolo em Papel Couchê 90 gr - brilho acabamento c/ dois grampos

145

Reais

Álbum com capa dura Papel Supremo 300 gr - Laminação Fosca Miolo em Papel Couchê 150 gr - brilho Acabamento c/ Holt Melt

180

Reais

Plano de Indicação 10% 10%

para vendas Diretas para vendas Indiretas

Não fique de fora reserve já o seu! /groups/jottaelle

Q

e u


n e e

r e v

re o F

a e ck r b o so d r s! o d har po a m tr de te a s FI ES s u RA Õ G UÇ . il da s o O C AD OS m an o E IS u D . TR ÍD S b d . b r o l IA OS E V TO is! F t O T D F a Á io e RA N E G E D ÊS m a d O IM O N o m BI PO R C UR uit E D

Q

T

e

m

ra fo u! le e d se ael o t e u q e já jot fi v s/ r ão se up N re ro /g

Código de Indicação

0

0

1

2

7

6


Profile for Jottaelle Arte Digital

Queen Forever  

Álbum ilustrado contando a história da maior banda de Hard Rock de todos os tempos!!!

Queen Forever  

Álbum ilustrado contando a história da maior banda de Hard Rock de todos os tempos!!!

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded