__MAIN_TEXT__

Page 1

Organização Sorocabana de Ensino (OSE)

jornalznorte.com.br

ba, 25 de Outubro de 2019

completou 95 anos na última terça-feira (22)

Pág. 06

512

E o comércio? Sorocaba | 25 de Outubro de 2019 | Nº - Ano 14 www.jornalznorte.com.br - Distribuição GRATUITA

A dois meses do Natal, empresários da Itavuvu temem quedas no faturamento por conta das obras do BRT

Vereador Vitão do Cachorrão denuncia rachaduras no prédio da escola municipal Leda Therezinha Borghesi Rodrigues; Prefeitura nega Pág. 10 riscos para estudantes

Págs. 04 e 05

Vereador Rodrigo Manga bate boca com munícipe durante sessão da Câmara Municipal Pág. 02


RÁPIDAS

www.jornalznorte.com.br

2

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019

Editorial

Vai ter Natal?

N

esta edição do Jornal Z Norte, nós trazemos em destaque – mais uma vez- um problema recorrente dos empresários e comerciantes da região da avenida Itavuvu, as obras de implantação do Bus Rapid Transit (BRT). Às vésperas do Natal, a preocupação com as vendas no fim de ano já toma conta das discussões entre os comerciantes. Com o avanço das obras, novos estabelecimentos começam a sentir os impactos causados pelas interdições temporárias das faixas de tráfego da avenida. Sem muitas conquistas, o grupo de empresários sorocabano ganhou mais um nome de peso nas cobranças contra a Prefeitura Municipal e a Concessionária BRT Sorocaba, o proprietário da rede de lojas de varejo Havan. Luciano Hang se une ao grupo e promete fomentar as discussões, mas em um cenário de falta de resoluções, o catarinense já disparou, que se precisar vai fazer como Nero “tocar fogo na cidade.”

Jornal Z Norte

EXPEDIENTE www.jornalznorte.com.br

A Voz da Zona Norte!

EDIÇÃO SEMANAL Fernando de Araujo Silva Publicidade CNPJ: 07.179.812/0001-95 Av. Itavuvu, 3373 - Piso L2 - Lj 2067 (Shop. Cidade) - Jd. Santa Cecília - Cep: 18078-005 Sorocaba/SP

Diretoria

Fernando de Araujo Silva fernando@jornalznorte.com.br cel (15) 98128.7921 Angela Aparecida Alves angela@jornalznorte.com.br cel (15) 98144.9091 As matérias e artigos assinados não representam necessariamente a opinião desse jornal, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores

(15) 3418.5285

comercial@jornalznorte.com.br redacao@jornalznorte.com.br Tiragem: 20 mil exemplares

Vereador Rodrigo Manga bate boca com munícipe durante sessão da Câmara Municipal Wesley Gonsalves

wesley@grupozcomunica.com.br

julho de 2020.

O

vereador Rodrigo Manga (DEM) encaminhou, na última sexta-feira (22), uma emenda ao orçamento 2020 pedindo que a verba pública da Secretaria da Cultura, inclusive prevista para o custeio do Carnaval, fosse remanejada para a pasta custear despesas da pasta de saúde. A ideia do parlamentar de remanejar cerca de R$ 500 mil não foi muito bem recebida por pessoas que acompanhavam a sessão. Por conta da sugestão, o parlamentar acabou se envolvendo em um bate boca com um munícipe que acompanhava os trabalhos do poder legislativo. Rubinho da Gaviões da Fiel acusou Manga de ser populista e disparou, “Você vai acabar com o carnaval? Tudo bem, mas a gente não vê melhorar o carnaval. Ele está fazendo populismo, está fazendo campanha faltando um ano para as eleições de 2020,“ finalizou o munícipe. #Manga2020? Às vésperas do ano eleitoral, alguns pré-candidatos aos poderes executivo e legislativo já começam a se movimentar pela cidade. Um dos possíveis nomes para concorrer ao Palácio dos Tropeiros o nome do vereador Rodrigo Manga já aparece até em páginas de Facebook. Questionada, a assessoria de imprensa do parlamentar negou que seja autora das publicações veiculadas na página. Segundo divulgado, a iniciativa deve ter partido de algum apoiador do vereador. Vale lembrar que de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral, a propaganda eleitoral fora de época pode ser considerada uma ilegalidade. Os anúncios referentes a campanha de cada candidato só podem ser veiculadas a partir de 5 de

Auxílio-aluguel Indo ao encontro da iniciativa da colega de trabalho, o presidente do poder legislativo, Fernando Dini (MDB), protocolou na Câmara um projeto que pretendia instituir no município o auxílio-aluguel destinado às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. A concessão do benefício, seria de até R$ 700 por mês, com validade de seis meses, podendo ser prorrogado. Por conta do vício de iniciativa – que neste caso, é responsabilidade do poder executivo- o projeto foi retirado de pauta. Contudo, ao Z Norte Dini adiantou que deve enviar a discussão sobre a iniciativa até a prefeita Jaqueline Coutinho (PDT), para que o município dê andamento na medida de proteção as mulheres. Prevenção Por iniciativa da vereadora Fernanda Garcia (PSOL), Câmara Municipal de Sorocaba promoveu, na última quarta-feira, 23, durante todo o dia, o Seminário “Prevenção da Violência Doméstica através da Saúde da Família”. Com três mesas de discussões, o encontro debateu a rede de proteção à mulher e o combate à violência, incluindo a apresentação de um projeto de lei que utiliza a estratégia de saúde da família para prevenir e identificar a violência doméstica.


www.jornalznorte.com.br

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019

3


4

www.jornalznorte.com.br

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019

CAPA

A dois meses do Natal, empresários da Itavuvu temem quedas no faturamento por conta das obras do BRT Wesley Gonsalves

wesley@grupozcomunica.com.br

F

altando dois meses para a chegada do Natal, os comerciantes da avenida Itavuvu se questionam como serão as vendas do período de festas de fim de ano, isso porque este ano há um diferencial, as obras de implantação do sistema Bus Rapid Transit (BRT) que vem causando uma série de impactos na economia local. De acordo com concessionária que administra o BRT Sorocaba, as obras em uma das vias mais importantes da Zona Norte -que foram iniciadas há mais de um ano- só serão finalizadas em março de 2020. Para a professora de economia, Mabel Diz Marques, a execução de projetos como do novo sistema de transporte público podem abalar a economia local. “Obras estruturantes, tais como o do BRT exige o bloqueio de acesso a determinadas áreas da região da obra, com isso muitos consumidores buscam reduzir o acesso a essas áreas devido os congestionamentos e transtornos de mobilidade e acessibilidade do entorno da obra. Por sua vez, tais implicações refletirão no volume de vendas no comércio local, nas quais sofrerão impactos significativos e extremamente negativos,” enfatiza a especialista. Preocupados com a situação, um grupo de comerciantes já começa a se organizar para tentar solucionar os problemas com as obras na avenida. Entre eles, o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, com filial na zona norte de Sorocaba. O catarinense se uniu a outros comerciantes em um grupo de Whatsapp para discutir medidas que evitem as quedas no faturamento das lojas da região. Em entrevista ao Jornal Z Norte, Hang afirmou que teme que os impactos do BRT acabem “matando” o comércio local. “Eu já vi esse filme antes, eu sou uma das pessoas que estão na avenida da FEB em Várzea Grande, no Mato Grosso. Lá o poder público disse que instalaria o VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos). Na época, eles começaram as obras e não terminaram. A incompetência do poder público faz com que eles comecem em tudo quanto é canto e não acabam. Eles começam em todos os lugares, não tendo tempo suficiente para acabar

e assim destroem toda a iniciativa privada. Se acontecer em Sorocaba o que aconteceu em Várzea Grande, a avenida Itavuvu vai fechar quase toda e jamais vai voltar a ser o que era,” disparou o empresário. Segundo divulgou, o catarinense tomou conhecimento do problema que afeta sua filial em Sorocaba após receber um telefonema de outro comerciante da região. “Eu recebi ligações de um empresário que já demitiu quase 40 funcionários, ele me falou que em breve as obras chegariam até a minha loja. Ninguém aguenta mais, nós tivemos quedas assustadoras nas vendas. Nós estamos sentindo as quedas vertiginosas, isso porque estamos nos melhores meses de venda que são outubro, novembro e dezembro,” relatou o comerciante. Ao Z Norte, Hang adiantou que visitaria Sorocaba nessa sexta-feira (25) para se reunir com outros empresários e também com representantes do poder público da cidade. Sobre as acusações de demora na execução do projeto, a Urbes Trânsito e Transporte divulgou que tem tentado amenizar os problemas referentes ao tráfego na região. “Desde o início das obras, a Urbes vem adotando medidas para amenizar os impactos causados pelas obras do BRT em toda a cidade. O compromisso solicitado pela Urbes à concessionária é que libere o mais rápido possível os trechos

em obras, reforçando a segurança dos trabalhadores e a garantia do serviço bem executado. Também foi solicitado ao consórcio que priorizasse os cuidados aos pedestres, para

que a circulação a pé não fosse prejudicada, bem como possibilitando a melhor fluidez da via enquanto ocorrerem as obras,” garantiu, em nota, a empresa de transporte.

Comerciantes esperam liberação de duas vias na Itavuvu para aumentar faturamento

E

os impactos econômicos atingiram os comerciantes locais. O dono da loja de doces Dijos, Eliezer Dijos, comentou sobre a queda no faturamento. O proprietário explicou que o termômetro já foi sentido em outubro. “Uma das principais datas para nós foi o dia das crianças e nós sentimos muito a queda no faturamento que foi de 40% em relação ao ano passado. Para o final do ano, a gente já diminuiu as compras, porque a expectativa de vendas é péssima,” lamentou o comerciante. De acordo com Dijos, quem também sentiu a queda nas vendas foi o quadro de funcionários. “Nós tivemos que dispensar um dos nossos estoquistas. Nessa mesma época do ano passado nós aumentamos em 20%, foram quatro novos funcionários. Para o natal nós não temos pretensão de contratar mais ninguém, infelizmente,” desabafou o proprietário.

A proprietária de uma loja que vende bolos caseiros na avenida Itavuvu, Thelma Gonçalves, foi uma das empresárias afetadas pela implantação do novo sistema de trânsito. “A gente teve uma queda de pelo menos 20% no faturamento. Nós só não sentimos mais os efeitos porque aqui na nossa unidade nós temos estacionamento, o que ajuda bastante. Mas nossos vizinhos que não tem esse privilégio, esses sim foram muito mais atingidos,” alegou. Thelma declarou que a preocupação neste momento são as vendas para o natal e reveillon deste ano. “Nesse período a gente sempre tem um aumento nos lucros. Eu acredito que essa obra não vai atrapalhar, eu espero que as vias sejam liberadas. Por enquanto o pessoal fica meio retraído por conta do trânsito, mas acho que logo eles se acostumam e voltam a consumir na avenida Itavuvu,” previu.


CAPA

www.jornalznorte.com.br

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019

5

Quedas nas vendas podem afetar arrecadação municipal de Sorocaba Wesley Gonsalves

wesley@grupozcomunica.com.br

E

os problemas causados por possíveis quedas no faturamento podem acabar reverberando negativamente também nas contas públicas. Para professora de economia Mabel Diz Marques, a diminuição nas vendas e nos postos de trabalho vai afetar a arrecadação do município e aumentar a crise orçamentária. “Como as receitas da prefeitura são provenientes, sobretudo, da arrecadação dos Impostos e uma vez ocorrendo uma queda do faturamento, e por consequência da dinâmica econômica isso impactará fortemente na receita orçamentária da prefeitura, que conforme apresentada pela própria prefeitura já encontra-se em crise, com um déficit superior a R$ 95 milhões de reais em outubro de 2019, e este cenário tende a piorar,” analisou a especialista. Falta de comunicação Reclamação recorrente, a falta de comunicação da Prefeitura Municipal e da Concessionária BRT Sorocaba tem incomodado os empresários da região da avenida Itavuvu. Com lojas em outros pontos com obras

previstas para começar em breve, Eliezer Dijos, teme que a situação vivida na zona norte se repita pela cidade. “Eu tenho uma unidade na General Carneiro, minha preocupação é sofrer por lá o que eu estou sofrendo aqui. Nós já estamos montando um grupo de empresários para tentar evitar esse cenário lá na zona leste,” adiantou. Quanto a falta de comunicação, a responsável pelo trânsito nega que haja problemas na divulgação de informações sobre o projeto. “Não existe falta de comunicação. O sistema BRT tem sido amplamente divulgado e, assim que estiver definida a ordem de serviço do Corredor Oeste, os comerciantes vão ser chamados para conhecer o projeto desse eixo e discutir as fases da obra, assim como foi feito com os comerciantes e lojistas da Av. Itavuvu,” declarou, em Nota, a Urbes. Fim das obras De acordo com a concessionária que administra as obras de implantação do ônibus rápido, o trecho da Itavuvu só deve ficar pronto em março de 2020, e todo o sistema só entra em execução no fim do mesmo ano.


6

www.jornalznorte.com.br

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019

EDUCAÇÃO

Organização Sorocabana de Ensino (OSE) completou 95 anos na última terça-feira (22) Wesley Gonsalves

wesley@grupozcomunica.com.br

A

Organização Sorocabana de Ensino (OSE) desenvolve-se a partir de um diferencial que poucas instituições de ensino no Brasil possuem: tradição e uma rica história. Há 95 anos, no dia 22 de outubro de 1924, era fundada a Organização Sorocabana de Ensino. O tradicional colégio em Sorocaba iniciou as operações como Escola do Comércio de Sorocaba, sendo pioneira no que viria a ser modelo para várias Escolas do Comércio espalhadas pelo interior paulista. No ano de 1936 foi ampliada pelo Dr. Arthur Cyrillo Freire e Dona Tercilla B. Freire e em 1947 inaugura o curso Ginasial e passou a se chamar definitivamente Organização Sorocabana de Ensino – OSE. Na década de 40 o colégio funcionava em um majestoso casarão situado na esquina da Rua da Penha com a Cel. Benedito Pires – onde hoje se encontra o edifício residencial Dr. Arthur Cyrillo Freire. Com o crescimento da população de Sorocaba em 1958 foi inaugurado o novo prédio da OSE, na Rua da Penha, 620. No ano de 1962, com a forte demanda do setor químico, foi iniciado o curso Técnico em Química – pioneiro na região e hoje conta com quatro laboratórios totalmente equipados. A partir da década de 60, a OSE passou a ser dirigida pelos filhos de Dona Tercilla, o ex-deputado federal e cidadão sorocabano Prof. Arthur Fonseca, como Diretor Geral e seu irmão, o cidadão sorocabano e nome da Oficina do Saber do Parque Laranjeiras, Sr. Nelson Fonseca, como Diretor Financeiro. Na década de 70 a OSE já era estabelecida como o maior colégio particular de Sorocaba, contando com o curso de Magistério e também o de Técnico em Contabilidade. Entre as décadas de 80 e 90 o colégio passou a ser dirigido pela terceira geração da família. Nesse período, expandiu suas atividades com a construção de um novo colégio no bairro Campolim em meados da década de 80 e no final da década de 90 com uma unidade no bairro Santa Rosália. Hoje, esses colégios contam com administrações próprias e independentes.

Para o Diretor Geral da OSE COC, Luiz Francisco da Cunha Fonseca, “é uma satisfação ter o reconhecimento da população que procura pela tradição, ensino de qualidade e a preocupação com a cidadania desenvolvida no colégio.” A diretora pedagógica e coordenadora do Ensino Fundamental II, Viviane Ventura, destaca a característica pessoal e acolhedora do colégio: “Na OSE, os alunos são tratados como uma grande família. Existe o comprometimento pedagógico e humanitário, como por exemplo a gincana filantrópica, proporcionando um olhar diferenciado ao próximo.” As matrículas para 2020 estão abertas para o Ensino Fundamental I, de manhã e tarde, Ensino Fundamental II e Ensino Médio. Maiores informações no site www.osecoc.com.br


www.jornalznorte.com.br

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019

7


8

www.jornalznorte.com.br

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019

DESTAQUE

Soroped inaugura clínica de pediatria com proposta de atendimento humanizado para crianças em Sorocaba Wesley Gonsalves

wesley@grupozcomunica.com.br

I

naugurada na última segunda-feira (21), a clínica pediátrica Soroped chega a Sorocaba com a proposta de fugir do conceito clássico de ambiente médico cheio de paredes brancas. Em um consultório que remete ao fundo do mar cheio de personagens animados, a iniciativa de saúde pretende mais do que realizar consultas, mas também acolher os pequenos. Responsável pela clínica, a pediatra Ana Fonseca explica a importância de ter um ambiente acolhedor para o atendimento

das crianças. “A ideia é a gente fugir daquele conceito de clínica médica, a ideia aqui é a integração. A gente trabalha não só com a parte médica, que é o corpo, mas com a parte psíquica, a junção das duas na formação do indivíduo e no desenvolvimento das crianças,” ressalta a médica, que complementa, “aqui não tem paredes brancas com cortinas verdes, aqui nós temos um cenário para acolher essas crianças e deixá-las a vontade, pensando em desenvolver através dos nossos personagens.” Com a ajuda de personagens do fundo do mar como o golfinho, a tartaruga, o peixe beta, o cavalo marinho e a arraia, a clínica pediátrica vai tentar aproximar as discussões sobre os sentimentos entre pais e filhos. Além de consultas, a Soroped deve oferecer suporte psicológico para as famílias e também realizar exames de acompanhamento de pré-natal das mulheres grávidas. Para o médico pediatra Leandro da Fonseca, um dos diferenciais para as pacientes será o ultrassom 4D. “Com a evolução da tecnologia, a gente tem o 3D, então o 4D é a mesma coisa, só que nós conseguimos rebater essa imagem ao vivo para a pacien-

Dra Ana Fonseca e Dr Leandro da Fonseca

te na televisão. Para a mãe é a formação do rostinho do bebê, mas para os médicos são várias avaliações sobre a saúde dele que são muito importantes,” ressalta o especialista. A clínica Soroped fica localizada na rua Bernardo Guimarães, nº 105, no Jardim Vergueiro. Quem quiser mais informações, a instituição pode entrar em contato pelos telefones (15) 99853-0300 e (15) 3411-2600.


FALTA DE Ă GUA

www.jornalznorte.com.br

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019

9


10

www.jornalznorte.com.br

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019

Vereador Vitão do Cachorrão denuncia rachaduras no prédio da escola municipal Leda Therezinha Borghesi Rodrigues; Prefeitura nega riscos para estudantes Wesley Gonsalves

wesley@grupozcomunica.com.br

A

Escola Municipal Leda Therezinha Borguesi Rodrigues, localizada no bairro Ipanema Ville, vem enfrentando problemas estruturais no prédio. Com o aparecimento de rachaduras nas paredes, mães e pais de alunos já se preocupam com a segurança das crianças. Por conta do ocorrido, o vereador Vitão do Cachorrão (MDB) visitou a unidade, na última terça-feira (22) para tomar conhecimento sobre o caso. “A situação aqui é grave, a gente não precisa ser engenheiro para ver. As janelas entortaram, o piso estourou e a dilatação aumenta cada vez mais,” destacou o parlamentar após uma visita a escola. Segundo o representante, os responsáveis pela unidade chegaram a contatar, no iní-

cio deste ano, a Prefeitura Municipal pedindo que os reparos fossem realizados. De acordo com relatos, a prefeitura teria informado que essa seria uma dilatação comum em prédios. “O engenheiro aprovou o laudo sem vir aqui na escola. São 900 crianças correndo risco de vida aqui na zona norte,” acusava Vitão. Karina Schenato é mãe de um dos alunos da instituição, e cobrou atitudes do poder público. “Prefeita favor dar atenção a escola Leda Therezinha Borghesi Rodri-

gues, a escola está com várias rachaduras profundas, tem lugar da escola que está cedendo, alguns alunos já foram mudados de sala correndo muito perigo” Karina. Questionada, a municipalidade esclareceu que as aulas não devem ser interrompidas por conta das trincas no prédio. A Secretaria de Educação alegou que não há riscos para os alunos. “Profissionais da Secretaria de Conservação, Serviço e Obra (SERPO) e da Defesa Civil estiveram nesta terça-feira (22) na unidade, a fim de avaliar a situação. De acordo com o laudo

da Serpo, há alguns pisos soltos e as trincas são referentes à junta de dilatação. O laudo aponta, ainda, que não há nenhum risco de desabamento,” divulgou em nota. Com a visita do vereador da zona norte na escola, um grupo de representantes da Secretaria de Defesa Civil de Sorocaba também compareceram ao local para esclarecer as dúvidas dos visitantes. A Secretaria de Educação informou que deve avaliar questões orçamentárias para solicitar uma reforma geral nos pisos da instituição.


www.jornalznorte.com.br

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019


www.jornalznorte.com.br

Sorocaba, 25 de Outubro de 2019

Profile for Fernando de Araujo Silva

Jornal Z Norte - 512ª Edição (25/10/2019)  

Jornal SEMANAL, distribuido toda sexta-feira, gratuitamente na Zona Norte de Sorocaba. Edição de 25/10/2019. Visite nosso site: www.jornalzn...

Jornal Z Norte - 512ª Edição (25/10/2019)  

Jornal SEMANAL, distribuido toda sexta-feira, gratuitamente na Zona Norte de Sorocaba. Edição de 25/10/2019. Visite nosso site: www.jornalzn...

Advertisement