Page 1

Sem Pediatra

alznorte.com.br

6 de Abril de 2018

Crianças que forem na UPH da Zona Norte não serão mais atendidas por pediatras

Pág. 05

433

Sorocaba | 06 de Abril de 2018 | Nº - Ano 13 www.jornalznorte.com.br - Distribuição GRATUITA

Onda de Assaltos Onda de assaltos aterroriza comerciantes da avenida Itavuvu

Em sete dias, Urbes aplica 111 multas de trânsito por videomonitoramento e arrecadação pode superar R$ 15 mil Pág. 04

Pág. 06

Clínica Oral Sin é referência em implantes e próteses dentárias Pág. 08


www.jornalznorte.com.br

2

Sorocaba, 06 de Abril de 2018

Irineu Toledo (PRP) tenta defender Peneirando férias de Crespo e, mais uma vez, o Sol é derrotado na Câmara

Editorial

M

udanças, em alguns casos, não são bem vindas. E na edição desta semana do Jornal Z Norte, destacamos uma que pode causar transtornos à população, principalmente da Zona Norte. Isso porque a Prefeitura de Sorocaba informa que, a partir de sábado (7), a Unidade Pré-Hospitalar (UPH) da Zona Norte não terá mais nenhum profissional pediatra, mas vai continuar atendendo crianças, com clínicos gerais. A justificativa é que na UPH Zona Oeste a procura por pediatras é maior. O atendimento infantil naquela unidade foi requisitado pelos munícipes e uma promessa de campanha. É bem verdade que ele não vai parar, mas ao que tudo indica, com esta atitude, a Prefeitura está resolvendo um problema e, ao mesmo tempo, criando outro. Sabemos que a Prefeitura não contrata novos médicos há algum tempo e, ao acumular todo o atendimento para clínicos gerais, a demora no auxílio pode demorar ainda mais. Já diz o ditado que não se deve tentar tampar o sol com uma peneira. Pois bem. Resta saber com qual intensidade este problema vai acabar “queimando” não só o prefeito José Crespo (DEM) mas, principalmente, nossa população. Jornal Z Norte

EXPEDIENTE www.jornalznorte.com.br

A Voz da Zona Norte!

EDIÇÃO SEMANAL A.A. Alves Editora ME - CNPJ: 11.391.242/0001-70 Av. Itavuvu, 3373 - Piso L2 - Lj 2067 (Shop. Cidade) - Jd. Santa Cecília - Cep: 18078-005 Sorocaba/SP

Jornalista Responsável Guilherme Maganhato - MTB 81565/SP

Guilherme Maganhato guilherme@grupozcomunica.com.br

O

vereador pastor Irineu Toledo (PRP), nomeado líder do Executivo na Câmara, sofreu mais uma derrota ao tentar defender projetos do governo José Crespo (DEM). Perdeu quando foi discutida a concessão da Arena Multiuso; têm dificuldade em articular a possível terceirização de Unidades Pré-Hospitalares (UPHs) e, na sessão da última quinta-feira (5), perdeu novamente, ao defender projeto que daria direito ao prefeito e à vice-prefeita Jaqueline Coutinho (PTB) terem férias de 30 dias remuneradas. O pastor demonstrou irritação com a negativa dos colegas parlamentares. “Pare de falar meu nome!” A irritação de Irineu aconteceu porque o vereador Francisco Martinez (PSDB) manifestou-se contra o projeto. “A partir do momento em que ele [Crespo] faz um decreto que até o ponto facultativo é descontado do servidor, como eu voto um projeto desses?”, questionou o tucano. Em dado momento da discussão, Irineu afirmou que “quando chega um projeto aqui, ele [Martinez] nem fala comigo, e liga direto lá [na Prefeitura]. Dependendo do tom da conversa, o projeto flui aqui”, acusou o parlamentar. O tucano se irritou com a afirmação e, exaltado, ordenou que o pastor não falasse mais o nome dele. “Essa é uma acusação grave. Eu não tenho ligação direta lá dentro. Se tivesse, seria o líder”. Questionado, Martinez não quis comentar o comportamento do vereador na Casa. “Acho desumano isso. Talvez ele tenha me interpretado mal, porque como presidente da Comissão de Justiça, quando um projeto recebe parecer inconstitucional, eu ligo para o autor do projeto, e não me furtaria fazer isso com o prefeito. Eu até acho que deveria ter ligação direta com ele”, afirma. O presidente da Casa, vereador Rodrigo Manga (DEM), optou por cortar os microfones dos parlamentares, para evitar outras ofensas, e acelerou a votação do projeto.

Diretoria Fernando de Araujo Silva fernando@jornalznorte.com.br cel (15) 98128.7921 Angela Aparecida Alves angela@jornalznorte.com.br cel (15) 98144.9091 As matérias e artigos assinados não representam necessariamente a opinião desse jornal, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores

(15) 3418.5285

comercial@jornalznorte.com.br redacao@jornalznorte.com.br Tiragem: 20 mil exemplares

Rejeitado De acordo com o regimento interno da Câmara, um Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município (PELOM), como este apresentado por Crespo, precisa ser aprovado ou rejeitado por dois terços dos vereadores (ou seja, 14 votos). A votação foi expressivamente contrária: 17 votos contra e um a favor – apenas o de Irineu (Manga, como presidente, não vota, e Renan Santos, do PCdoB, estava ausente). Como a proposta foi rejeitada em primeira discussão, a regra é que não seja votada uma segunda vez, como acontece em Projetos de Lei comuns.


RĂ PIDAS

www.jornalznorte.com.br Sorocaba, 06 de Abril de 2018

3


4

www.jornalznorte.com.br Sorocaba, 06 de Abril de 2018

Em sete dias, Urbes aplica 111 multas de trânsito por videomonitoramento e arrecadação pode superar R$ 15 mil Guilherme Maganhato guilherme@grupozcomunica.com.br

E

las voltaram: as 67 câmeras de videomonitoramento, antes usadas para flagrar pessoas cometendo possíveis crimes, desde a última quinta-feira (29), também estão sendo utilizadas para aplicar multas a motoristas. E, de acordo com a Urbes – Trânsito e Transportes, já foram aplicadas, até a última quarta-feira (4), 111 multas que, se forem pagas, somam o valor de R$ 15.591,34. De acordo com os números apresentados pela autarquia, foram 44 infrações de proibido estacionar, cinco de proibido parar e estacionar, 21 por estacionar em calçada, 13 por estacionar irregularmente em marca de canalização, cinco por parar sobre faixa de pedestre, três por uso do celular, doze pelo não uso do cinto de segurança, três por ultrapassagem de veículo parado, e uma por excesso de passageiro, transitar em local e horário não permitido, transitar na contramão, parar em ponto de ônibus e pane seca. Voltou atrás Anteriormente, a Prefeitura de Sorocaba havia informado de que faria um trabalho de

conscientização e educação no trânsito, antes de voltar a aplicar as multas, mas não foi o que aconteceu. Na tarde do dia 29, a Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom) divulgou nota informando que, por causa da determinação judicial, as multas já deveriam começar a serem aplicadas. O retorno da fiscalização por câmeras surpreendeu principalmente a Câmara. Na ocasião, o vereador Irineu Toledo (PRP), que é líder do Executivo na Casa, demonstrou surpresa com a atitude. “Eu acho que tem que ser o seu sim, sim, e o seu não, não. Agora, se a Prefeitura quer isso, então seria preciso fazer uma reunião”. Já Francisco Martinez lembrou que havia sugerido, quando defendia seu projeto no ano passado, que as câmeras fossem usadas de forma mais didática. “Era melhor que fossem dadas advertências antes da multa”, ressaltou. Isso porque, em dezembro do ano passado, quando o prefeito José Crespo (DEM) publicou um decreto em que regulamentava a fiscalização através das câmeras e logo depois, o vereador Francisco Martinez (PSDB) apresentou um Projeto de Lei (PL) para que a fiscalização não continuasse. O PL foi aprovado e enviado para sanção do prefeito,

no entanto, como a propositura não foi sancionada nem vetada, ela voltou para a Câmara, e o presidente da Câmara, vereador Rodrigo Manga (DEM), sancionou e publicou a lei. À época, segundo os vereadores, o prefeito teria afirmado que não ingressaria na Justiça. Educação Mesmo com o retorno da fiscalização, a Prefeitura informou que está realizando um trabalho de educação no trânsito. De acordo com a nota, “o material educativo distribuído visa à conscientização dos

motoristas da importância do respeito a diversas normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Nesta sexta-feira (6), a ação ocorrerá pela manhã, a partir das 9h, na Praça Dom Tadeu Strunck e depois seguirá para outros pontos nesta sequência: Praça Lions, avenida 9 de Julho, avenida Juscelino Kubistchek com a avenida Barão de Tatuí e avenida Juscelino Kubistchek com a avenida Comendador Pereira da Silva”. As multas aplicadas até o dia 4 ainda não foram processadas, por isso nenhuma delas foi paga ou contestada.


www.jornalznorte.com.br Sorocaba, 06 de Abril de 2018

Crianças que forem na UPH da Zona Norte

5

não serão mais atendidas por pediatras Guilherme Maganhato guilherme@grupozcomunica.com.br

A

partir do próximo sábado (7), a Unidade Pré-Hospitalar (UPH) da Zona Norte não contará mais com nenhum médico pediatra. Mesmo assim, segundo a Secretaria de Saúde (SES), o atendimento infantil continuará na unidade, mas com clínicos gerais. A medida é temporária, mas a Prefeitura não informou até quando isso deve acontecer. O retorno do atendimento pediátrico na unidade foi uma promessa de campanha do José Crespo (DEM), que foi cumprida em fevereiro do ano passado. Segundo informações da SES, em março, foram realizados cerca de dez mil atendimentos pediátricos, sendo 3.991 consultas na UPH Zona Norte, e 6.328 na Zona Oeste, o que justificaria a mudança. No entanto, segundo a nota enviada, o atendimento “porta aberta” para crianças continuarão os mesmos na cidade, nas três Unidades Pré-Hospitalares (UPHs) Zona Oeste, Zona Leste e Zona Norte; a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Éden e os Pronto Atendimentos (PAs) Laranjeiras, São Guilherme e Brigadeiro Tobias. “O que muda é que agora a UPH Zona Norte fará o atendimento pediátrico com clínicos gerais, assim como já é feito nos PAs Laranjeiras, São

Guilherme e Brigadeiro Tobias. Em casos com maior urgência e necessidade, a criança que passar pelo primeiro atendimento na Zona Norte será transferida à Zona Oeste, por locomoção de um veículo da Prefeitura, conforme necessidade do munícipe”. Ainda segundo a nota, após a recuperação do paciente, o transporte fará a viagem de volta até a unidade de origem. A SES também afirma que a maior porcentagem pela procura do atendimento infantil acontece na região Oeste da cidade. Reunião Segundo informações, ainda, uma equipe da Prefeitura esteve na Câmara nesta quintafeira (5), em reunião com o presidente Rodrigo Manga (DEM), para explicar a motivação das mudanças. Ausente por estar em um compromisso em São Paulo, o presidente da comissão de Saúde da Casa, Renan Santos (PCdoB), ficou surpreso com a medida.“É um absurdo e um retrocesso. Já brigamos muito para que pudesse voltar o atendimento infantil na UPH da Zona Norte, e agora de novo”, lamenta. Está marcada, inclusive, para o próximo dia 11, uma audiência pública, em que uma equipe da Prefeitura deverá apresentar novas mudanças no sistema de Saúde da cidade.


6

www.jornalznorte.com.br Sorocaba, 06 de Abril de 2018

Onda de assaltos aterroriza comerciantes da avenida Itavuvu Guilherme Maganhato guilherme@grupozcomunica.com.br

C

omerciantes da avenida Itavuvu, na altura dos bairros jardim Maria Antonia Prado e Jardim Maria Eugênia, estão temendo por uma onda de assaltos a mão armada que vêm acontecendo nos bairros. Na última terça-feira (3), dois comércios sofreram assalto: um supermercado, por volta das 12h, e uma farmácia a 100 metros de distância, por volta das 19h. Nos dois casos, o meliante estava armado e agiu sozinho. No supermercado, vestindo uma camiseta vermelha um boné preto, um funcionário conta que ele entrou no estabelecimento, andou em corredores por alguns minutos e tentou sair, quando fez o assalto. “Ele já é conhecido aqui, porque já foi pego furtando produtos. Quando ele ia saindo, eu questionei o que ele tinha na perna”, conta um funcionário. Foi neste momento em que o homem mostrou a arma. “Eu pensei: ele não é muito novo, então não vai conseguir me pegar, por isso saí correndo. O valor que ele levou foi insignificante, porque nossos caixas só ficam com troco, justamente por isso”, ressalta. Cerca de cinco pessoas presenciaram a ação, entre funcionários e clientes. Um boletim de ocorrência foi registrado.“No dia em que isso aconteceu, nós vimos várias viaturas rondando por aqui, mas depois, não”. Segunda ação O segundo assalto aconteceu em uma farmácia próxima, também foi presenciado por clientes. Segundo o relato de um funcionário, o assaltante entrou com arma em punho e foi

direto para o caixa.“Em dez dias, ele assaltou a farmácia três vezes. A primeira foi no sábado retrasado (23), por volta das 15h. No domingo (29) foi umas 14h e na terça-feira (3), às 19h”, lembra. Na primeira ação, de acordo com o funcionário, foram levados R$ 150, na segunda R$ 300 e na terceira, R$ 800. “Ele não leva nada pessoal, mas é agressivo. Na segunda vez, chegou a segurar e chacoalhar o braço de uma funcionária. Nas duas primeiras, ele entrou, se fingiu de cliente e depois mostrava a arma, mas na última, já entrou com ela em punho”, conta. Neste caso, um boletim de ocorrência foi registrado para as duas primeiras ações, mas outro deve ser elaborado. “Nas três vezes nós chamamos a polícia, vieram policiais diferentes, e todos falaram que conhecem o autor dos crimes, mas que ele não foi preso por não ter o flagrante. Me disseram que ele fez 15 assaltos, nos últimos 12 dias”. Outros casos Inseguros, comerciantes da região estão se comunicando, inclusive por WhatsApp, para avisar de possíveis roubos. A informação que ronda entre eles, inclusive, é que o mesmo assaltante praticou o crime em outras duas farmácias e uma loja de cosméticos. Em um dos estabelecimentos, a funcionária relata que o crime aconteceu duas vezes: nos dias 20 e 25 de março.“Ele entra, pede um remédio e quando chega no caixa, mostra a arma e anuncia o assalto. E a gente vê ele passando várias vezes aqui na avenida”. Na primeira vez, foram levados R$ 160, e na segunda, R$ 130. “Ele fez terror psicológico, ameaçou matar todo mun-

do, praticamente agrediu uma funcionária. Ela estava chorando, muito assustada”. Nos três casos ouvidos pela reportagem, para evitar novas ações, além do funcionamento contínuo das câmeras, seguranças à paisana armados devem ser contratados. “A gente se sente bem vulnerável. Queríamos mais policiamento aqui na região, porque a gente não vê muita viatura passando”. Resposta Questionada, a Secretaria de Segurança Pública do governo do Estado, responsável pelas polícias Militar e Civil, informou, por meio de nota, que o autor foi identificado pela equipe de investigação do 8º DP, pela prática de 17 roubos a estabelecimentos comerciais da

região. A prisão preventiva do autor foi requisitada e o suposto autor dos crimes foi detido na noite da última quinta-feira (5), e deverá ser reconhecido pelas vítimas. “A Polícia Militar acrescenta que realiza policiamento ostensivo e preventivo na avenida Itavuvu por meio dos programas de Radio Patrulhamento, Força Tática, Ronda Escolar, ROCAM e Policiamento Comunitário”, informa a nota enviada. Segundo dados da própria polícia, o 8º DP realizou, no primeiro bimestre deste ano, a prisão de 71 criminosos, recuperou 41 veículos e apreendeu 17 armas de fogo. Já a Secretaria de Segurança e Defesa Civil (SESDEC), responsável pela Guarda Civil Municipal, não se pronunciou sobre o assunto até o fechamento desta reportagem.


www.jornalznorte.com.br Sorocaba, 06 de Abril de 2018

7


8

www.jornalznorte.com.br

Clínica Oral Sin Sorocaba, 06 de Abril de 2018

é referência em implantes e próteses dentárias Guilherme Maganhato guilherme@grupozcomunica.com.br

S

orocaba conta com uma unidade da maior rede de implantes dentários do Brasil, a Oral Sin, que também acabou de chegar a Indaiatuba. Com sede em Londrina (PR), a franquia é especializada em implantes dentários, próteses e cirurgias com e sem sedação. Com 140 unidades espalhadas estrategicamente pelo país, a empresa é formada por um corpo clínico composto de mestres, doutores e professores especializados em implantodontia e prótese, ortodontia, endodontia e cirurgia, preparados para oferecer um tratamento de altíssima qualidade, com atendimento humanizado, e o melhor, ao alcance de todos. Segundo o sócio-proprietário da Oral Sin, Dr Caio Guarnieri, o objetivo do trabalho é devolver a alegria e a qualidade de vida a uma grande parcela de brasileiros que sofrem com a falta de um ou mais dentes, e tem acesso a alta tecno-

logia e a profissionais qualificados para oferecer um atendimento humanizado e acessível. “A falta de dentes é um problema que atinge uma parcela significativa de pessoas, causando transtornos físicos e psicológicos e nosso objetivo é realizar o sonho de devolver o sorriso e a função mastigatória a estes brasileiros”, frisa o especialista. “A população com mais de 60 anos, 40% não tem nenhum dente na boca e, dentro dessa faixa, 60% são mulheres”. Implantes dentários Para amenizar o problema da falta de dentição, muitos pacientes optam pelo uso das antigas dentaduras, muitas vezes por desconhecer as vantagens e facilidades do uso dos implantes dentários. O doutor Caio explica que os implantes são suportes ou pinos de titânio, muito parecidos com um pequeno parafuso, posicionados cirurgicamente no osso maxilar e mandibular abaixo da gengiva.

O objetivo é substituir as raízes dentárias, devolvendo a função e a estética dos dentes naturais. A principal diferença entre o implante e a dentadura é a forma de fixação. A prótese sobre o implante, por ser fixada integrada à gengiva, oferece maior segurança, estabilidade, aumenta a potência mastigatória, melhora a alimentação e até a autoestima. “É muito gratificante poder transformar a vida das pessoas através disso. Quem faz esse tratamento recupera 100% da função mastigatória. Eu tenho paciente que senta aqui e chora, porque cantava na igreja, por exemplo, e hoje não consegue mais. E com o implante, isso é possível”. Os implantes são confeccionados de maneira exclusiva e personalizada para cada paciente, de acordo com a necessidade de cada caso. “A missão é tornar acessível esse tipo de tratamento, pois temos um formato de atendimento diferenciado. A ‘Dona Maria’ é o nosso ouro aqui dentro”. Sem medo Outro problema que afeta grande parte da população é o medo de ir ao dentista. Muitos pacientes relatam que até o barulho do motor dos aparelhos utilizados durante as consultas causa pânico. Para amenizar esse trauma, a Oral Sin traz para o mercado o sistema de seda-

Dr. Caio Guarnieri

ção consciente: enquanto o paciente estiver sedado, todos os seus reflexos são mantidos inalterados. O procedimento é acompanhado por um anestesista capacitado para monitorar todas as funções vitais do paciente. “Tudo é feito aqui, em um centro cirúrgico, com toda a estrutura necessária. Em alguns casos, a partir da extração, o paciente pode terminar todo o processo em 72 horas”, ressalta. Mais informações sobre a Oral Sin podem ser obtidas pelo site www.oralsinsorocaba.com.br ou pelo telefone 34421342.

Equipe Oral Sin


www.jornalznorte.com.br Sorocaba, 06 de Abril de 2018

9

Médicos da Santa Casa estão com salários de 2016 atrasados Guilherme Maganhato guilherme@grupozcomunica.com.br

M

édicos que atuam no hospital da Santa Casa de Misericórdia estão enfrentando problemas para receber os salários. Isto porque, de acordo com os denunciantes, além dos atrasos nos repasses da Prefeitura, parte dos salários de novembro de 2016, e o salário de dezembro de 2016, nunca foram pagos. Os denunciantes pediram para não serem identificados, com medo de represálias. No entanto, segundo informações, os salários estão sendo parcelados e as datas não são cumpridas. “A promessa era de pagamento nos dias 15 e 26, mas pagaram nos dias 22 e 29. A Santa Casa afirma que a Prefeitura não faz os repasses nas datas certas, e o setor financeiro tem que cobrar sempre”, afirma. Ainda segundo informações dos denunciantes, cerca de 300 profissionais estão sofrendo com o atraso desde 2016.“Já nos falaram que o valor total da dívida é de R$ 3 milhões. No ano passado, a Prefeitura tentou fazer um acordo, para parcelar esse pagamento em três vezes, com promessa de regularizar isso até agosto, mas até agora, nada”, explica.

Os médicos são contratados sob regime de Pessoa Jurídica (PJ) e emitem notas fiscais da prestação de serviços mas, segundo a denúncia, as notas devem ser emitidas antes da liberação do pagamento. “Nota emitida é imposto pago. Temos que arcar com Imposto Sobre Serviço (ISS), Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ), e vários outros impostos. Por ter ficado sem receber, precisei entrar no cheque especial, e os juros viram uma bola de neve”. Com a demora na resolução do problema, a intenção agora é que os médicos entrem na Justiça. “O nosso medo é não receber, porque esse salário ainda é proveniente da gestão anterior [da Prefeitura]. E ainda, se vir o pagamento, não vai ter os juros corrigidos, infelizmente”, ressalta o profissional que faz a denúncia.

Prefeitura nega A Prefeitura de Sorocaba negou o atraso nos repasses à Santa Casa, mas admitiu que as dívidas de 2016 ainda não foram quitadas. Em nota, a Secretaria de Saúde (SES) informou que as datas estabelecidas para o repasse são os dias 5, 15 e 25 de cada mês, e que a data é cumprida.

Ainda segundo a nota, são repassados R$ 6,95 milhões. Já sobre a pendência, a nota esclarece que a dívida “é do governo anterior e ocorreu no período em que a Santa Casa estava sob requisição da Prefeitura. Esse governo está empenhado em buscar uma solução para resolver essa situação, mas ainda não há previsão de data”, finaliza.


10

www.jornalznorte.com.br Sorocaba, 06 de Abril de 2018

Por intermédio do Vereador Hudson Pessini, Prefeito Crespo e Grupo Sorocred

assinam protocolo para investimento de R$ 18 milhões e geração de 800 empregos

O

prefeito José Crespo assinou com o Grupo Sorocred, na tarde desta quinta-feira (5), mais um protocolo de intenções. O grupo vai investir R$ 18 milhões e pretende gerar 800 empregos diretos, além de outros 3 mil indiretos. Este é o resultado da transferência para Sorocaba de quatro empresas do grupo que estavam sediadas em Alphaville, na cidade Barueri. “A crise está passando e a economia tende a dar um salto. Nós acreditamos nisso e estamos apoiando investimentos como o de vocês. Todos são importantes, mas vocês estão

entre os maiores”, declarou o prefeito José Crespo aos diretores do Grupo Sorocred. As quatro empresas são: Alphamoney Promotora de Vendas Ltda, S@net Soluções e Serviços de Tecnologia Ltda, Sorocred Meios de Pagamento Ltda. e Scard Administradora de Cartões de Crédito Ltda. Apesar do termo assinado ser um protocolo de intenções, o fundador e sócio do Grupo Sorocred, Luiz Maciel de Lima Filho, enfatizou que já investiu milhões em um moderno data center, em dois potentes geradores de energia e em um departamento para tratamento de energia

elétrica, a fim de transferir as empresas para um imóvel no centro de Sorocaba, e por isso a mudança já está garantida. “(Essa estrutura) é o nosso coração, porque todas as transações são por meio eletrônico”, declarou. O vereador Hudson Pessini, presente à assinatura do protocolo de intenções, contou que é amigo do sócio-proprietário da Sorocred desde antes de o grupo existir, na década de 1980. No passado, quando a sede da Sorocred deixou Sorocaba, ele ficou incomodado com o fato de a empresa que leva o nome da cidade não estar sediada em Sorocaba. Desde 2017, então como vereador e com acesso ao prefeito José Crespo, assumiu o diálogo entre o grupo empresarial e o governo José Crespo, já que a empresa tinha a disposição de mudar de cidade, mas com outros municípios também em mente. Por fim, o vereador conseguiu estabelecer a ponte entre o empresário e o governo e a mudança foi viabilizada. O faturamento anual das empresas que vão funcionar em Sorocaba está estimado em R$ 1 bilhão, segundo o diretor jurídico e compliance do Grupo Sorocred, Marcelo Moreira de Souza. “Estamos inovando em tecnologias e temos um plano de negócios para que, nos próximos anos, cada uma dessas empresas invista a média de R$ 5 milhões ou R$ 6 milhões”, declarou o diretor. A seleção dos profissionais já está sendo feita no próprio prédio da empresa em Sorocaba,

à rua XV de Novembro, 45. O diretor jurídico lembrou ainda que, desde o início deste ano, a “joia da coroa”, a Sorocred Crédito, Financiamento e Investimento, já funciona em Sorocaba. As autorizações para a transferência das empresas foram solicitadas ao Banco Central e à Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp), com a expectativa de que as mudanças possam ocorrer neste mês. Também participaram da reunião onde ocorreu a assinatura do protocolo de intenções os secretários municipais: Eric Vieira (Gabinete Central), Robson Coivo (Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda), Eloy de Oliveira (Comunicação e Eventos) e o vereador Hudson Pessini. Também estava presente o advogado do Grupo Sorocred, Danilo Rossi, além dos demais diretores já citados.


www.jornalznorte.com.br Sorocaba, 06 de Abril de 2018


www.jornalznorte.com.br Sorocaba, 06 de Abril de 2018

Jornal Z Norte - 433ª Edição (06/04/2018)  

Jornal SEMANAL, distribuido toda sexta-feira, gratuitamente na Zona Norte de Sorocaba. Edição de 06/04/2018. Visite nosso site: www.jornalzn...

Jornal Z Norte - 433ª Edição (06/04/2018)  

Jornal SEMANAL, distribuido toda sexta-feira, gratuitamente na Zona Norte de Sorocaba. Edição de 06/04/2018. Visite nosso site: www.jornalzn...

Advertisement