Page 1

Z Norte Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013 | Nº 189 - Ano 7 www.jornalznorte.com.br - Distribuição GRATUITA

www.jornalznorte.com.br

Z

aqui a sua edição on-line, Sorocaba | 01 àVeja 07 de Fevereiro de 2013 usando seu Celular ou Tablet

ou pelo site: www.jornalznorte.com.br


Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 Ă 07 de Fevereiro de 2013

Z


Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Norte Norte Ginástica no Parque Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013 | Nº 189 - Ano 7 www.jornalznorte.com.br - Distribuição GRATUITA

Z

Veja aqui a sua edição on-line, usando seu Celular ou Tablet

ou pelo site: www.jornalznorte.com.br

Atividades físicas no Parque da Formosa completam um ano reunindo mais de 150 participantes

Paço Municipal não possui Alvará de Funcionamento Página 03

Campanha de Carnaval 2013 Página 08

Página 19


Z Norte

2

Sem Alvará de Funcionamento “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”... Em coletiva de imprensa para tratar do primeiro mês de trabalho à frente da Prefeitura de Sorocaba, o prefeito Antonio Carlos Pannunzio comentou, sobre prováveis irregularidades em prédios públicos municipais. De acordo com o prefeito, há registros de que alguns imóveis não possuem documentos necessários ao seu funcionamento, inclusive o Paço Municipal, que não possui alvará de funcionamento e nem brigada de incêndio. Um absurdo que deve ser urgentemente resolvido!!! O programa Ginástica no Parque, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Esporte (Semes), completou um ano de atividades no Parque da Formosa, na Vila formosa, nesta última segunda-feira (28). Somente no Parque da Formosa mais de 150 pessoas se reúnem todas as segundas, quartas e sextas-feiras para participar das atividades oferecidas por professores de educação física e monitores da Semes. É ginástica gratuita na

EXPEDIENTE

Norte

www.jornalznorte.com.br Eleito o Melhor Jornal de Bairro de Sorocaba Concurso Jornalístico e Publicitario da Prefeitura Municipal de Sorocaba nos anos de 2010/2011 Muito mais Jornal

3 edições por mês

Z

A.A. Alves Editora ME CNPJ: 11.391.242/0001-70

Novo escritório: Avenida Itavuvu, 1541 Jd. Maria Antônia Prado Cep: 18076-005 Sorocaba/SP

Diretoria

Fernando de Araujo Silva fernando@jornalznorte.com.br cel (15) 7813.9934 ID NEXTEL: 113*51640 Angela Aparecida Alves angela@jornalznorte.com.br cel (15) 7813.1444 ID NEXTEL: 113*2714 MSN fernandoarau@hotmail.com gezinha_ge@hotmail.com

diretoria@jornalznorte.com.br redacao@jornalznorte.com.br comercial@jornalznorte.com.br musa@jornalznorte.com.br leitor@jornalznorte.com.br

(15) 3418.5285

comercial@jornalznorte.com.br As matérias e artigos assinados não representam necessariamente a opinião desse jornal, sendo de inteira responsabilidade dos seus autores

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z

Charge da Edição

nossa Zona Norte, no maior parque da cidade. Vamos participar!!! No caderno de Informática, falamos dos QR Code, que é um código de barras em 2D que pode ser escaneado pela maioria dos aparelhos celulares e tablets que tenham câmera fotográfica. Esse código, após a decodificação, passa a ser um trecho de texto, um link que irá redirecionar o acesso ao conteúdo publicado em algum site. E mais uma vez o Jornal Z Norte inova e implanta essa nova tecnologia nas suas edições. Baixe o aplicativo no seu celular ou tablet e veja o que tem no nosso QR Code. Tenham todos uma ótima leitura!!! Equipe Jornal Z Norte

Pannunzio reúne Secretariado para discutir sobre a Dengue

Foto: Zaqueu Proença/PMS

O

prefeito Antonio Carlos Pannunzio convocou seu secretariado para uma reunião na manhã desta última terça-feira (29) para implementar e discutir ações de combate à dengue em Sorocaba, em razão do atual cenário da doença na cidade. O encontro foi realizado em seu gabinete, que fica no sexto andar do Palácio dos Tropeiros. Desde o início do ano, a Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES) vem realizando reuniões com representantes das áreas de Vigilância em Saúde, Urgência e Emergência e da Atenção Básica sobre o enfrentamento da dengue no município. Além do alerta feito pela Seção de Controle de Zoonoses sobre o resultado da nova Avaliação de Densidade Larvária (ADL) - levantamento que aponta a infestação do Aedes aegypti (mosquito transmissor da doença) no município -, na qual a cidade está em situação de risco para uma possível epidemia, o número de casos confirmados de dengue em 2013 em Sorocaba já é maior, se comparado ao mesmo período dos anos anteriores (2012, 2011 e 2010). “Diante do atual cenário da dengue em nossa cidade, infelizmente não muito otimista, entendo que é fundamental que todas as secretarias municipais estejam envolvidas no enfrentamento da dengue em Sorocaba. Desta maneira, adiantei a reunião do secretariado em alguns dias para podermos debater esse assunto tão importante de saúde pública”, comenta Pannunzio. O secretário municipal da Saúde, Armando Raggio, convidou representantes das áreas de Vigilância em Saúde e Urgência e Emergência para participar da reunião. Raggio expôs o panorama geral da dengue e a equipe fez uma apresentação técnica da doença aos demais secretários. Além de falar sobre a prevenção, os sintomas e tratamento da dengue, a equipe da SES mostrou

a distribuição do casos confirmados neste ano por regiões da cidade. No final da reunião, Pannunzio afirmou que a dengue é a prioridade da administra-

ção municipal neste momento. O prefeito cobrou dos secretários uma atenção redobrada aos próprios municipais e ações efetivas para o controle da doença na cidade.


Z

E

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z Norte

Sem Alvará de Funcionamento

m coletiva de imprensa para tratar do primeiro mês de trabalho à frente da Prefeitura de Sorocaba, o prefeito Antonio Carlos Pannunzio comentou, na tarde desta quinta-feira (31), sobre prováveis irregularidade em prédios públicos municipais. De acordo com o prefeito, há registros

de que alguns imóveis não possuem documentos necessários ao seu funcionamento. Neste sentido, as secretarias que compõem sua gestão estão fazendo um levantamento de próprios sob suas responsabilidades, a fim de delinear o retrato desta situação para, a partir daí, se

3

Foto: Mario ChavesPMS

adequar todo e qualquer imóvel público ou a serviço da Prefeitura. Da parte da Secretaria de Segurança Comunitária (Sesco), que fiscaliza a parte documental dos estabelecimentos, uma solicitação foi feita ao comando do Corpo de Bombeiros de Sorocaba, no início desta semana, para emissão de um relatório

acerca da situação dos Autos de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), que trata da segurança dos imóveis. Entre os prédios públicos, o prefeito Antônio Carlos Pannunzio afirmou que o prédio onde funciona o poder executivo municipal, não possui alvará de funcionamento e nem brigada de incêndio.


4

Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Ginástica no Parque

Z

Atividades físicas no Parque da Formosa completam um ano reunindo mais de 150 participantes

O

programa Ginástica no Parque, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Esporte (Semes), completou um ano de atividades no Parque da Formosa, na Vila formosa, nesta segunda-feira (28). A data foi lembrada durante visita ao local pelo secretário de Esportes,

Francisco Moko Yabiku, onde ele conversou com os participantes das atividades e professores que coordenam as aulas. Outros dois parques de Sorocaba também contam com o programa (Parque das Águas, no Jardim Abaeté; e o parque “Maestro Nilson Lombardi”, no Jardim Ipiranga),

que a médio prazo será implantado pela Semes em outros locais, conforme disse Yabiku. “Estamos estudando a possibilidade inclusive de desenvolver atividades de ginástica na praça Coronel Fernando Prestes, no Centro, e até mesmo nos terminais de ônibus”, comentou. Somente no Parque da Formosa mais de 150 pessoas se reúnem todas as segundas, quartas e sextas-feiras para participar das atividades oferecidas por professores de educação física e monitores da Semes. Outras 100 frequentam o Parque das Águas, enquanto pelo menos 60 se exercitam no Ipiranga, durante esses três dias da semana. A programação desenvolvida nos parques inclui alongamento, exercícios localizados, orientação de caminhada, relaxamento,

atividades lúdicas e ginástica oriental. Entre os participantes estão jovens a partir dos 15 anos de idade, homens, mulheres e idosos. Nos três parques as aulas acontecem sempre em dois períodos, das 7h às 9h e das 17h às 19h. Mais recentemente a Semes passou a desenvolver atividades também aos sábados, entre 8h e 10h, atendendo solicitação dos próprios integrantes do programa. Para participar não há necessidade de inscrição prévia, bastando apenas comparecer aos parques. As pessoas devem preencher um formulário simples, no qual os professores pedem algumas informações sobre as condições de saúde para eventual orientação no momento da prática do exercício físico.

Foto:s: Angela Alves/Jornal Z Norte


Z

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 Ă 07 de Fevereiro de 2013

Z Norte


6

Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z

Prefeitura conta com 17 obras de creches em andamento

E

ntre construção de novos prédios, reformas, ampliações e adaptações, a Prefeitura de Sorocaba conta com 17 obras de creches em andamento. Ao todo, são 35 obras relacionadas à educação previstas para serem entregues até o início do segundo semestre. Algumas das obras estão praticamente concluídas ou em fase final, como as dos Centros de Educação Infantil (CEI) do Parque São Bento e do Jardim Pacaembu. Entre fevereiro e julho, outras 15 creches serão entregues gradativamente, envolvendo as que estão sendo construídas em parceria com o governo federal ou com recursos próprios do município. Conforme destaca a secretária municipal da Educação, Dulcina Guimarães Rolim, desde os primeiros dias de janeiro foram intensificados os trabalhos em conjunto com a Secretaria de Obras e Serviços para que essas unidades entrem em funcionamento o mais rápido possível, minimizando o deficit de vagas nas creches. “São prédios que vão gerar uma média de 120 vagas cada”, revela. Para Dulcina Guimarães Rolim, o desafio da Secretaria da Educação não se constitui em apenas construir creches e encontrar vagas para as crianças na rede municipal. “Nossa preocupação vai além do espaço. As creches fazem parte do contexto educacional. É nelas que a criança irá desenvolver as

Foto: Zaqueu Proença/PMS

primeiras habilidades e capacidades, que a tornará capaz de desempenhar seu papel de aluno no futuro”, explica. As unidades construídas em parceria com o governo federal irão beneficiar as comunidades Ana Paula Eleutério (previsão de entrega em março), Aparecidinha (julho), Éden (abril), Jardim Califórnia (abril), Jardim Tropical (abril), Nova Ipanema (abril), Jardim São Guilherme (maio), Horto Florestal (junho), Santa Esmeralda (fevereiro) e Sorocaba Park (maio). As creches que estão sendo construídas com recursos municipais atenderão as crianças dos bairros Jardim Novo Mundo (entrega março/13), Wanel Ville (março), Jardim Piazza di Roma (maio), Parque São Bento (maio) e Jardim Nova Esperança (fevereiro). A Prefeitura também trabalha na ampliação da capacidade dos Centros de Educação Infantil (CEI), do Jardim Ipiranga (entrega em fevereiro), Vila Barão (junho), Parque São Bento (janeiro), Jardim Matilde Gavin (junho), Jardim Pacaembu (fevereiro). Além das unidades que atendem a demanda da educação infantil, a secretária da Educação destaca ainda as obras em andamento para construção de unidades voltadas ao ensino fundamental. Em parceria com o governo estadual são cinco unidades que beneficiarão estudantes do Éden, Ipanema Ville, Santa Bárbara, Santa

Esmeralda e Vila Barão.Todas elas com previsão de entrega entre março e junho. Mais obras Também voltadas ao ensino fundamental a Prefeitura constrói com recursos municipais outras quatro unidades que irão atender a demanda dos bairros Parque Santa Esmeralda, Brigadeiro Tobias, Recreio dos Sorocabanos e o novo prédio da EM “João Francisco Rosa”, da Vila Guilherme. Os bairros do Éden, Herbert de Souza e Jardim Rodrigo, estão sendo contemplados

ainda com prédios da Oficina do Saber, que deverão ser entregues entre abril e junho. Conforme o Plano de Metas da Educação Nacional, até 2020 os municípios brasileiros devem atender 100% das crianças em idade de frequentar a creche. No caso de Sorocaba esse índice está bem próximo de ser atingido, embora a secretária lembre que esse trabalho é continuo. “Muitas famílias chegam de outras cidades, assim como nasce um grande número de crianças em Sorocaba. Logo, a demanda será permanente”, conclui.


Z

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z Norte

Parte integrante da edição nº 189 do Jornal Z Norte 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Citroën inicia Test Drive do DS5 na Oscar Freire

O

s primeiros test drives do Citroën DS5, modelo pertencente à linha de luxo DS, estão sendo feitos em um local à altura de sua sofisticação: no espaço-conceito da montadora francesa, localizado na Rua Oscar Freire, 1.009, em São Paulo. “Depois do grande sucesso do test-drive do DS3, os visitantes poderão ter a experiência de conhecer de perto o DS5. Queremos proporcionar a nossos clientes todo o prazer ao dirigir o modelo”, explica Cléa Tiepo, gerente de Marketing da Citroën do Brasil. O Citroën Experience Centre funciona de segunda a domingo, das 10 às 20 horas, e

aos feriados, das 12 às 19 horas. Citroën DS5 O Citroën DS5 é uma ousada mistura de cupê, station wagon e minivan. Nas concessionárias desde dezembro do ano passado, o modelo é completíssimo e traz, de série, mais de 10 itens de segurança e conforto. Entram no pacote de equipamentos botão de ignição, freio de estacionamento comandado por botão, ar-condicionado automático e digital de duas zonas, tela de 7 polegadas com câmera de ré integrada, central multimídia com GPS, CD Player com MP3 e entradas USB e auxiliar, Bluetooth e, ainda, banco do motorista com massagea-

dor. Para quem gosta de acelerar, o motor 1.6 THP agrada: ele rende até 165 cavalos e 24,5 kgfm de torque. O câmbio é automático de seis marchas, com opção de trocas

manuais. O modelo pode ser encontrado nas concessionárias Notre Dame, em Sorocaba e Itu.


8

A

Z Norte Z “Antes da Primeira, Pense na Saideira”

Campanha de Carnaval 2013 da Urbes – Trânsito e Transportes percorreu na noite desta última quarta-feira (30) três bares da cidade. Com a frase “Antes da primeira, pense na saideira” a Urbes faz um alerta sobre os perigos de se combinar a ingestão do álcool com a direção. A iniciativa conta o apoio para a divulgação de rádios, TVs, jornais. A campanha também está presente em dois pontos da Avenida Dom Aguirre, em busdoors e na espera telefônica da Urbes. A equipe da Urbes, juntamente com uma trupe teatral, também percorrerá bares, lojas de conveniência, almoços e encontros dos blocos, escolas de samba, clubes de lazer e terminais de ônibus urbanos com o objetivo de abordar o público para a conscientização da importância do assunto de uma forma lúdica e divertida. Por tradição, as festividades do Carnaval estão associadas à ingestão exacerbada de bebida alcoólica, principalmente por jovens. Por conta disso, Urbes e Prefeitura

www.jornalznorte.com.br

Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

propõem uma ação em que a tomada de decisão entre beber no Carnaval e não dirigir ou ser passageiro do motorista alcoolizado seja parte do planejamento do folião como estratégia de vida e despertar da consciência. A esmagadora maioria de consumidores de bebidas alcoólicas no Carnaval são jovens. Neste momento, a bebida funciona como um catalisador da grande emoção em que o jovem busca mergulhar. A bebida funciona afrouxando a noção da sensibilidade que o indivíduo ainda mantém a respeito dos sinais de alerta. O jovem alterado pela bebida, juntamente com seu grupo, sente-se corajoso, conquistador, torna-se audacioso, imprudente e, na maioria das vezes, irresponsável. Dirigir após a ingestão alcoólica é uma consequência originada por estes fatores. A abordagem da campanha será realizada em bares, terminais do transporte coletivo e bailes de carnaval da cidade, com ações direcionadas através de interações teatrais e distribuição de folhetos educati-

vos. Também serão distribuídos bafômetros descartáveis para que as pessoas possam

testar a eficácia com equipamento medindo seu grau alcóolico.

As intervenções acontecem até dia 12 de fevereiro de 2013 nos seguintes locais: 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19. 20. Parque 21. 22.

Bar do Argentino Bar do Sogro Bar Pé na Areia Berlin Costelaria Botequim do Bonel Botequim do Bozó Butiquim da Carne Cathedral Bar Cervejaria Burgmam Clube de Campo de Sorocaba Crocodillo Bar Espetinho Bar Estação da Picanha Expresso Sorocabano Happy Beer Nosso Bar Ipanema Clube Lanchonete Shogum Mandala Choperia Nigth Dog Bar Peixaria Casa Grande Central Peixaria Casa Grande Wanel Ville Salomé Bar

23. 24. 25. 26. 27. 28.

Serginho’s Bar Terminal Santo Antonio Terminal São Paulo Urbes Campolim Urbes Chile Venda Dona Noêmia

Blocos, escolas de samba e demais veiculações: 1. Recreol 2. Boca a Boca 3. Mandala 4. Quilombinho 5. Depois a gente se vira 6. Cocó 7. Presidente Cativeiro e da Liga 8. Carinhoso do Nova Esperança 9. Show Brasil 10. Império do Parque das Águas 11. Gaviões da Fiel 12. 28 de Setembro 13. Estrela da Vila 14. Planeta Negro


Z

www.jornalznorte.com.br

Z Norte Entenda o que são os ‘QR

9

Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Código pode ser escaneado pela maioria dos celulares e Tablets.

C

ada vez mais presente em ações de marketing, os QR Codes ainda se parecem mais com um enigma do que com um meio de transmitir rapidamente informações a dispositivos móveis. Mas o que é, afinal, um QR Code? É um código de barras em 2D que pode ser escaneado pela maioria dos aparelhos celulares e tablets que tenham câmera fotográfica. Esse código, após a decodi-

Codes’ Veja aqui a sua edição on-line, usando seu Celular ou Tablet

ficação, passa a ser um trecho de texto, um link que irá redirecionar o acesso ao conteúdo publicado em algum site. Esse tipo de codificação permite que possam ser armazenada uma quantidade significativa de caracteres: Numéricos: 7.089 Alfa-numérico: 4.296 Binário (8 bits): 2.953 Kanji/Kana (alfabeto japonês): 1.817

ou pelo site: www.jornalznorte.com.br

Inicialmente criado pela empresa japonesa Denso-Wave em 1994 para identificar peças na indústria automobilística, desde 2003 é usado para adicionar dados a telefones celulares através da câmera fotográfica. Os “QR Codes” estão sendo usados em muitas revistas, campanhas publicitárias e até em games.

Como faço para instalar o aplicativo no Tablet ou Celular?

E mais uma vez o Jornal Z Norte também inova...e a partir dessa edição já adicionou o seu próprio QR Code... baixe o aplicativo no seu celular ou tablet e veja o que tem no nosso QR Code.

Na maioria dos celulares com Sistema Android, podemos acessar a Play Store ou Google Play e procurar pelo aplicativo QR Droid. Aplicativo gratuito de instalação fácil e rápida que vai auxiliar na leitura dos códigos.


Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z

Parte integrante da edição nº 189 do Jornal Z Norte 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Material Escolar já está sendo enviado às escolas municipais Materiais que serão utilizados pelos alunos de educação infantil e ensino fundamental, da rede municipal de Ensino, já estão sendo enviados às escolas pelas empresas vencedoras do processo licitatório. A distribuição dos materiais é prevista pela Lei municipal 8542/2008, beneficiando

aproximadamente 30 mil estudantes da rede municipal, matriculados na educação infantil e ensino fundamental. A previsão da Secretaria municipal da Educação (Sedu) é a de que no início das aulas, em 4 de fevereiro, o material necessário já esteja à disposição das crianças. Na EM “Quinzinho de Barros”, da Vila Hortência, onde estudam 500 alunos do 1° ao 5º ano, o material começou a chegar já no início do mês. Vale destacar que parte desse material os alunos poderão levar para casa ou portar na mochila, enquanto que outra parte permanecerá na escola para uso do próprio estudante em sala de

Foto: PMS

aula. A lei prevê o fornecimento do material aos alunos da rede municipal de ensino, da educação infantil e do ensino fundamental, cuja renda familiar não ultrapasse três salários mínimos. No entanto, a Prefeitura de Sorocaba ampliou o benefício a todos os estudantes dessas séries. Apontador, lápis, cadernos, tesoura, giz

de cera, régua, envelope plástico, borracha e tinta guache são alguns dos itens que os alunos irão receber. “Nossa preocupação é a de oferecer o material necessário para que os alunos possam iniciar o ano letivo sem problemas. E isso será atendido”, ressaltou a secretária da Educação, Dulcina Guimarães Rolim.


Z

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 Ă 07 de Fevereiro de 2013

Z Norte


Z Norte

12

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z

Na FACENS, em vez de trote, alunos são recebidos com conhecimento extra e atividades de cultura e esporte Há 9 anos a FACENS agregou aulas extras, cultura e esporte na programação para recepção dos calouros. Neste ano, mais uma vez, a FACENS oferece atividades culturais e esportivas no Mês Zero, que apresenta uma programação especial para receber os alunos novatos e cuja principal atração são os estudos da Matemática. Nas aulas de reforço oferecidas nos períodos da manhã e noite os novos alunos revêem conteúdos importantes, preparandose para ter o melhor aproveitamento possível nos cursos escolhidos. É uma espécie de aquecimento para o início das aulas regulares e resulta dos esforços de uma grande equipe formada por professores, monitores e funcionários, contando com o apoio da coordenação e direção da FACENS. As atividades tiveram início no dia 14 de janeiro e se estendem até 7 de fevereiro. A programação completa inclui, aulas, palestras, apresentação de projetos acadêmicos, reunião com coordenadores, atividades esportivas e recreativas. A atividade cultural fica por conta da apresentação da orquestra “Empresas em Concerto”, com o maestro Jonicler Real, um dos pontos altos da programação. Aberta à comunidade, a apresentação da orquestra será no dia 6 de fevereiro, às 19h30, no campus da FACENS e utilizará a música para ilustrar de forma lúdica a importância da formação profissional e do trabalho em equipe numa empresa. A solidariedade também será exercida,

pois o ingresso para a apresentação será a doação de um livro ou 1 kg de alimento, depois destinados à instituição assistencial Pastoral do Menor, atuante em Sorocaba. No evento do ano passado, foram arrecadados 385 quilos de alimento e 143 livros. A participação no Mês Zero é livre, mas costuma ter bom público. “Esse ano estamos com um número ainda maior de alunos participantes, em relação ao ano passado. Os calouros já estão inclusive utilizando o e-mail fornecido pela faculdade, assim como o Laboratório de Informática e os livros da biblioteca. Esta iniciativa é um diferencial da FACENS e reflete positivamente no desempenho do aluno”, comenta o professor Alex Jbelle, coordenador do Mês Zero.

Foto: Divulgação

Apresentação Orquestra “Empresas em Concerto” DATA: 06/02/2013 HORÁRIO: 19h30 LOCAL: Ginásio da FACENS ENTRADA: 1 kg de alimento ou 1 livro

www.jornalznorte.com.br


Z

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 Ă 07 de Fevereiro de 2013

Z Norte


14

E

Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Expansão da Unesp

m cerimônia realizada no Paço Municipal, na manhã desta última terça-feira (29), o prefeito Antonio Carlos Pannunzio e o reitor da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Júlio César Durigan, assinaram o termo de doação de área para expansão do campus em Sorocaba. O terreno de 2.089 m2, anexo à área da Uni-

versidade, foi desapropriado pela Prefeitura, com aprovação da Câmara de Vereadores. O prefeito ressaltou que é muito importante que a Unesp amplie suas instalações em Sorocaba, em função da demanda sempre crescente. “Ampliar não apenas para atender os jovens sorocabanos que querem estudar, mas também toda a região. E essa

ampliação deverá incluir o número de cursos que oferece a nossa gente”, afirmou. Antonio Carlos Pannunzio lembrou ainda que conhece boa parte dos 24 campi da Unesp no Estado e que o de Sorocaba é o que concentra a grande perspectiva na área de engenharia e de exatas. “Estamos ampliando a área, pouco, mas já representa um aumento. E estamos pensando em outra área de grande dimensões para que atenda a perspectiva de crescimento de que todos nós almejamos para nossa região”, concluiu o prefeito. Já o reitor Júlio César Durigan afirmou que esta terça-feira é um dia importante, porque marca mais um passo para o avanço na Unesp em Sorocaba. “É essencial podermos contar com o apoio das prefeituras nesse processo de expansão da Unesp. Principalmente com relação a áreas para poder ampliar, porque nossa unidade precisa crescer para atender melhor a demanda local, regional”, disse. Durigan revelou que na conversa com o prefeito Antonio Carlos Pannunzio, além do uso da área cedida, foi abordada a perspec-

Z

Fotos: Zaqueu Proença/PMS

tiva de crescimento da Unesp em Sorocaba. “Vamos estudar uma área maior, ao lado do Parque Tecnológico, para que possamos transferir para lá a nossa estrutura e cedermos à Prefeitura o espaço e a estrutura do Alto da Boa Vista. E ai, certamente criaremos novos cursos de graduação e pós-graduação, principalmente na área de engenharia”, revelou. Além do prefeito e o reitor Júlio César Durigan, também participaram da solenidade o secretário municipal de Negócios Jurídicos, Anésio Aparecido de Lima, Antonio Cesar Germano Martins e Alexandre da Silva Simões, respectivamente coordenador executivo e professor, do campus Sorocaba da Unesp.


Z

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 Ă 07 de Fevereiro de 2013

Z Norte


16

Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z

Mais de 1 milhão de cirurgias plásticas são realizadas por ano no Brasil De acordo com o médico sorocabano Eduardo Vilas Boas Braga, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o aumento no número desses procedimentos pode ser explicado pelo bom momento econômico do Brasil Estudos da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), em conjunto com a International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS), constataram que, em 2011, o Brasil realizou 905.124 cirurgias plásticas.

Ônibus da Mulher continua na Policlínica até o dia 15

O

Ônibus da Mulher, unidade móvel de saúde da Prefeitura de Sorocaba , continua, até dia 15 de fevereiro, realizando seus atendimentos de rotina no pátio da Policlínica Municipal de Especialidades “Dr. Edward Maluf”, que fica no Jardim Santa Rosália. Os atendimentos serão feitos de segun-

da a sexta-feira, sempre das 9h às 16h. Não é preciso agendar horário para ter acesso aos serviços oferecidos na unidade: basta comparecer ao local indicado e levar o Cartão do SUS. A Policlínica Municipal fica na Avenida Senador Roberto Simonsen, 987.

Tudo indica que, no ano seguinte, o patamar poderá ser superior a um milhão de procedimentos. Segundo a SBCP, a novidade é que a lipoaspiração voltou a ser a cirurgia plástica mais realizada no Brasil – seus números chegaram a 211.108 procedimentos. A cirurgia de prótese de mama é a segunda mais procurada em território nacional, com 148.962 operações, e a mamoplastia é a terceira, com 131.377 cirurgias.

De acordo com o médico Eduardo Vilas Boas Braga, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o aumento pode ser explicado pelo bom momento econômico do Brasil. “O maior acesso da população às cirurgias plásticas e aos bons profissionais, além de aspectos culturais e físicos de um país tropical e o culto à beleza, são fatores que podem ter influenciado diretamente no resultado da pesquisa.” Foto: Zaqueu Proença/PMS


Z

17 Z Norte Sorocaba encontra-se em risco para o surgimento de novos casos de dengue

www.jornalznorte.com.br

Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Avaliação de Densidade Larvária (ADL) realizada em janeiro aponta que a infestação do mosquito Aedes aegypti está alta em toda a cidade. Desde o início do ano até o dia 25, já são 23 casos confirmados da doença. A Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES), por meio da Área da Vigilância em Saúde, divulgou nesta última segunda-feira (28), juntamente com o segundo boletim que mostra a situação epidemiológica da dengue no município, o resultado da Avaliação de Densidade Larvária (ADL) realizada pela Seção de Controle de Zoonoses neste mês. Conforme o previsto pela SES no início do ano, o levantamento aponta que a infestação do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, está em estado de risco na maior parte da cidade. A ADL mostra que o índice larvário de seis das nove áreas da cidade, delimitadas pela seção para o planejamento de ações de combate e controle da doença, ficou acima de 3,9 pontos, classificação considerada como de risco pelo Ministério da Saúde. O índice geral do município ficou em 4,9. A ADL tem como objetivo quantificar o número de criadouros do mosquito transmissor da dengue, com a presença de larvas em imóveis da cidade. O estudo é preconizado pelo Ministério da Saúde para os municípios brasileiros considerados prioritários nas ações de combate à den-

gue. Além disso, a ADL também integra o trabalho de monitoramento realizado pela Prefeitura, para avaliar o risco e direcionar o trabalho de controle do Aedes aegypti em Sorocaba. Novos casos A Vigilância Epidemiológica (VE) confirmou, também na tarde desta segundafeira (28), 14 novos casos de dengue em Sorocaba. Os diagnósticos positivos foram registrados na cidade entre os dias 19 e 25 de janeiro: assim, em 2013, são 23 casos de dengue confirmados no município. Deste total, dez são autóctones e 13 são importados. Ainda de acordo com o boletim divulgado pela VE nesta segunda-feira, há casos de dengue registrados em praticamente toda a cidade. As regiões que compreendem bairros como o Wanel Ville, Vila Barão, Jardim Simus, Vila Helena, Parque Vitória Régia e Parque das Laranjeiras, por exemplo, são as que concentram o maior número de casos. A VE informa que todas as ações de con-

trole continuam sendo intensificadas nas regiões que apresentam casos de dengue, para tentar conter o avanço da doença na cidade. A SES pede o apoio da população no combate ao mosquito transmissor: é ne-

cessário cada cidadão ficar atento em sua casa e em seu local de trabalho, eliminando todos os materiais que possam acumular água e se tornarem criadouros do Aedes aegypti.


18

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z Norte

Rotary Club

O

Rotary Internacional foi a primeira organização de clubes prestadores de serviços a ser criada. Os mais de 1,2 milhão de voluntários associados ao Rotary Clubs emprestam seu tempo e talentos em consonância com a máxima rotária de “Dar de Si Antes de Pensar em Si” Durante toda a história, o Rotary Internacional tem colaborado com as Nações Unidas, entidades governamentais e organizações sem fins lucrativos para aprimorar as condições de vida da humanidade. O maior exemplo dessa cooperação se evidencia no Programa Pólio Plus, programa prioritário do Rotary que visa a erradicação global da poliomielite. Trabalhando com o Unicef, Centro Norte-Americano de Controle e Prevenção de Doenças, e Organização Mundial da Saúde, o Rotary contribuiu mais de 600 milhões de dólares e inúmeras horas de serviços voluntários para imunizar mais de dois bilhões de crianças contra essa doença que causa deformações físicas e frequentemente a morte de suas vítimas. Projetos humanitários são realizados com o apoio da Fundação Rotária do Rotary Internacional através de programas de Subsídios Humanitários que possibilitam a rotarianos aumentar seu apoio a projetos que atendem ás necessidades de comunidades com ênfases nas áreas de: Paz e prevenção/resolução de conflitos; Prevenção e tratamento de doenças; Recursos hídricos e saneamento; Saúde materno-infantil; Educação Básica e Alfabetização e Desenvolvimento Econômico e Comunitário. Graças ao Programa de Subsidio Distrital Simplificado que apoia atividades humanitárias locais ou internacionais os RC de Sorocaba-Centenário e o RC de Sorocaba-Aeroporto (em formação), puderam, realizar eventos de captação de recursos e com os fundos arrecadados participar deste programa, adquirindo e doando 112 filtros de cerâmica a famílias cadastradas e atendidas pela Pastoral da Criança de Sorocaba. Esta doação teve, como objetivo principal, prevenir doenças decorrentes do consumo de água imprópria para tanto. Os RC de Sorocaba-Centenário e Sorocaba-Aeroporto em formação agradecem a todos os que colaboraram para que este projeto tenha sido concluído com sucesso e na oportunidade, convidam a todos que se identificam com os serviços voluntários para que façam parte do novo clube em formação que se reúne todas as segundasfeiras, ás 20h00, na Avenida Ipanema, 2168.

www.jornalznorte.com.br

Social

Angela Alves

Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

angela@jornalznorte.com.br

Mazé Goya e Seiko Goya

RC de Sorocaba - Centenário

RC de Sorocaba - Aeroporto (Em Formação)

Entrega dos Filtros

Z


Z

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z Norte

Incêndio em Santa Maria: País não está preparado para prevenir tragédias

Catástrofe que vitimou mais de 200 pessoas obriga reavaliação da política pública de prevenção de acidentes

M

esmo correndo o risco de não primar pela sutileza começo esta minha conversa com os leitores do Jornal Z Norte recorrendo a uma frase ainda hoje bastante usada no interior: “depois que a vaca foge, não adianta fechar a porteira”. Sim, refiro-me à tragédia ocorrida na madrugada de domingo 27, no município de Santa Maria, Rio Grande do Sul, quando 234 pessoas morreram por conta do incêndio havido numa boate local. Praticamente tudo o que podia ser dito a respeito do evento o foi, mas, neste caso, falar e propor a reflexão nunca serão demais. A catástrofe que nos abalou a todos escancarou uma realidade da qual muitos tinham conhecimento, ou deveriam ter pelo menos, até por ser quase óbvia: o Brasil não sabe gerenciar e trabalhar ações

preventivas no campo da segurança e, quase sempre, só combate os efeitos dos problemas, relegando as causas a plano secundário. Não é preciso ser especialista para se chegar a certas conclusões. Aqui mesmo em Sorocaba, tivemos, recentemente, exemplo bastante emblemático quando a parede da fábrica Santo Antonio desabou. Técnicos e profissionais ouvidos pela imprensa foram unânimes em reconhecer que a estrutura ruiu porque dela foi retirado o telhado cujo peso a sustentava. Ora, uma parede com dez metros de altura solta, localizada em área de tráfego intenso, sujeita a trepidação tanto interna (por conta do uso de britadeiras) quanto externamente (em razão da passagem de veículos), um período em que o tempo apresentava-se instável, com vendavais, praticamente pediria para cair.

Da mesma forma, uma casa noturna projetada para acomodar perto de 700 pessoas, que organiza uma festa que reúne quase que o dobro dessa capacidade de lotação, que permite que uma banda se apresente fazendo uso de artifício pirotécnico, que não possui equipamentos de segurança (extintores, no caso) em condições de uso e que conta com uma única porta de acesso e funcionários despreparados, não pode ser apontada como referência em se tratando de prevenção. Para teóricos que analisaram o ocorrido, teria havido “a pior somatória de fatores” capaz de determinar uma tragédia de tamanha proporção. Sim, isso de fato aconteceu. Mas essa “soma” pode, também, ser resultado do descaso. Ninguém, claro, espera que algo tão grave aconteça; quem

19

DR. RONALDO BORGES

OABSP - 79.448 CONTATO: ronaldo@ronaldoborges.adv.br

detém margem de conhecimento técnico, no entanto, seria, sim, capaz de avaliar os riscos ali existentes. Sobra que o episódio Santa Maria entra para a história como o segundo maior incêndio já registrado no país. Que seja, principalmente, o que mude o curso da visão das autoridades e de todos. Punir os responsáveis apontados é, evidentemente, uma necessidade até de ordem institucional; reavaliar a política pública de segurança praticada pela Defesa Civil e pelos setores de fiscalização no país (em todo o país, cabe destacar), aí incluída a vistoria em casas de show, templos religiosos, estádios (daqui a pouco teremos a Copa do Mundo) e espaços de grande concentração de público é uma obrigação urgente. Para ontem.


Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z

Parte integrante da edição nº 189 do Jornal Z Norte 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Instituto da Construção

Chega a Sorocaba o para formar mão de obra capacitada para o setor A notícia da última década para construtoras, empresas e aqueles que estão construindo ou reformando suas casas: o problema crônico de falta de profissionais qualificados no setor da construção civil está com os dias contatos em Sorocaba e região. Acaba de chegar à cidade o Instituto da Construção, o primeiro centro de ensino profissionalizante para a construção civil do Brasil, já com 46 unidades espalhadas pelo país, sendo 13 em funcionamento e 33 em inauguração. A iniciativa de abrir uma franquia em Sorocaba, contam os quatro sócios, engenheiro Marcos Fialho, Célio Silva, Eri Campos e Gedeão Campos, partiu da enorme demanda existente. A escassez é tanta que, atualmente, a remuneração média mensal de um pedreiro assentador de bloco gira em torno de R$ 5 mil, na região, e o de mestre de obras chega a R$ 12 mil. No entanto, explicam os diretores, não basta atender a demanda reprimida, colocando centenas de trabalhadores no mercado. Todos sabem que a mão de obra existente, além de escassa, é mal avaliada. É neste sentido que a franquia Instituto da Construção de Sorocaba vai atuar, conferindo a esses profissionais, além do conhecimento teórico e prático, noções de qualidade, segurança e meio ambiente. A missão da escola, frisam os sócios, é, acima de tudo, transformar a vida desses trabalhadores, oferecendo-lhes melhores oportunidades. Os cursos possuem dois módulos, sendo um de formação geral e outro de conhecimentos específicos. “No primeiro, são transmitidos ensinamentos sobre redução do desperdício de materiais e os impactos econômicos e na natureza, matemática aplicada à obra, normas de segurança e, até mesmo, organização financeira. Já, no módulo específico, além das aulas teóricas, metade da carga horária é destinada às aulas práticas em laboratórios especializados, o que já é um diferencial de mercado”, dizem os diretores, que também destacam a qualidade do material apostilado, de fácil leitura e com ilustrações.

Os cursos são de rápida duração, totalizando de 4,5 meses a 7,5 meses, dependendo do curso escolhido, e ministrados apenas uma vez por semana, o que permite que o trabalhador exerça suas tarefas profissionais, normalmente. O centro de ensino em Sorocaba oferece os cursos de: mestre de obras, pedreiro assentador e revestidor, instalador hidráulico, eletricista instalador residencial, pedreiro azulejista, pintor de obras e gesso acartonado. O valor médio é de onze parcelas de R$ 199, sendo que o preço promocional para os três primeiros meses da escola na cidade é R$ 159, a mensalidade. A unidade em Sorocaba é uma das maiores do Brasil, com capacidade para até mil alunos. Os sócios do Instituto da Construção de Sorocaba contam que indústrias, Prefeituras, formandos em engenharia e casais que estão construindo suas residências já os procuraram para a realização dos cursos. “As empresas precisam de mão de obra qualificada, assim como as Prefeituras querem oferecer a qualificação necessária para o primeiro emprego. Por sua vez, os futuros engenheiros não recebem os conhecimentos práticos de uma obra na faculdade e as famílias que estão construindo querem acompanhar os trabalhos e saber se o que está sendo feito é correto”, afirmam. Mudança de paradigma Há não mais que dez anos, quando se poderia imaginar que um professor de matemática abandonaria suas aulas na rede pública de ensino para transmitir nações de cálculo e proporções a pedreiros e outros profissionais da construção civil? Isso é, hoje, uma realidade. O professor de matemática Maurício Giaconia, de 42 anos, deixou as aulas para os alunos do Ensino Fundamental e Médio nas escolas estaduais para ensinar nos cursos profissionalizantes do Instituto da Construção de Sorocaba. “Nunca poderia imaginar que isso, um dia, iria acontecer. Mas, como consumidor, sabia da demanda por profissionais qualificados nessa área. Tenho certeza de que essa parte teórica, com linguagem focada para o segmento, irá

complementar a prática e que os profissionais da construção serão alunos interessados, aproveitando bem o tempo em sala de aula”, fala o professor Maurício. Orgulho de ser pedreiro Outra mudança de paradigma pode ser observada, atualmente, por meio do exemplo de vida do mestre de obras e professor do Instituto da Construção de Sorocaba, Gilberto Batista, de 59 anos. Ele, que trabalha no setor da construção civil há mais de 30 anos, passou por todo o tipo de tarefa em uma obra e viveu os altos e baixos do segmento nesse período, nunca pensou recomendar a mesma carreira a um de seus filhos, mas foi o que aconteceu. “Hoje, tenho orgulho do que faço e acredito que as pessoas estão perdendo o preconceito em relação aos profissionais da construção civil. Uma escola profissionalizante, como essa, também irá ajudar na conscientização dos trabalhadores sobre sua importância e na diminuição da discriminação pela sociedade”. O Instituto da Construção de Sorocaba está

SUPER

DESCONTOS!

Estima-se um déficit de 250 mil trabalhadores no segmento no país e salários cresceram 30%, nos últimos três anos.

localizado na Rua Silvio Romero, 275, Jardim Paulistano. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3034-3255 ou pelo site: www.institutodaconstrucao.com.br. Quem é o Instituto da Construção? O Instituto da Construção foi fundado em 2011 pelo Diretor-Presidente, David Pinto, tornando-se a primeira franquia de ensino profissionalizante para construção civil do país. Hoje, já conta com 46 unidades, sendo 13 em funcionamento e 33 em inauguração. David é idealizador de outra franquia de sucesso do segmento, a Dr. Resolve, com mais de 500 unidades no Brasil. A missão do Instituto da Construção é capacitar profissionais para atuarem nos diversos segmentos da construção civil, com conceitos de qualidade, segurança e certificação. Mas, além disso, o centro de ensino quer transformar a vida desses trabalhadores, oferecendo-lhes novas oportunidades de crescimento profissional e pessoal.


21

O

Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Plano de Ação para Moradias

prefeito Antonio Carlos Pannunzio se reuniu nesta semana com o secretário da Habitação, Hélio Godoy, e diretores da pasta, na qual conheceu o plano de ação para o setor. No encontro foram passados números e metas a serem alcançados, após ser feito o planejamento estratégico da pasta para o período de 2013 a 2016. O fator em destaque ficou por conta da construção de novas moradias para a população de zero a três salários mínimos que, segundo o secretário, é, juntamente com a regularização fundiária e da qualidade na construção, as principais prioridades da secretaria. O prefeito estabeleceu como compro-

misso no plano de governo a construção de 5 mil casas. Com o anúncio da assinatura no último dia 17 de 2.560 moradias, a pasta tem como meta a ser alcançada o número de até 7 mil habitações até o final do governo, em dezembro de 2016. O número na regularização fundiária também deve aumentar e chegar próximo aos 8 mil dando assim toda a legalidade na documentação das moradias das pessoas que vivem em áreas, hoje, consideradas irregulares. Enaltecendo o dinamismo da Secretaria de Habitação (Sehab), Pannunzio afirmou que esse foi mais um passo para concretizar um de seus compromissos de campanha. “Assumimos o compromisso de construir pelo menos 5 mil unidades habitacionais para a população de baixa renda. Ainda em dezembro houve a assinatura de convênio para a construção de 2.560 moradias, depois fizemos o acerto final para a contrução de mais 2.160. Existe ainda o nosso compromisso de levar toda a infraestrutura para a região beneficiada”, afirmou. Segundo o secretário Hélio Godoy, “tudo

Z

Foto: /PMS

será possível, com as parcerias junto do governo federal, através da Caixa e com o governo do Estado, com o programa ‘Casa Paulista’ da Secretaria Estadual da Habitação”. O próximo passo, ainda segundo

Godoy, é avaliar a demanda que a construção das moradias irá gerar nas áreas de educação, transportes, entre outras, para que a Prefeitura esteja preparada para oferecer moradia de qualidade à população.


Z Norte

22

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 à 07 de Fevereiro de 2013

Z

Construções podem ganhar novo impulso no Brasil com legislação recém-aprovada

Em dezembro, a presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei nº 12.744, que normatiza os contratos de locação de imóveis comerciais sob encomenda (built to suit). A norma elimina de maneira definitiva os riscos jurídicos que travavam o uso, em larga escala, desse tipo de operação no Brasil por falta de segurança jurídica.

D

esde dezembro, os contratos Built to Suit já podem ser estabelecidos com ampla consistência jurídica. Esse tipo de instrumento permite que um imóvel seja locado mesmo antes de existir. “Trata-se de uma locação sob encomenda, na qual o locatário apresenta ao locador as

características necessárias do imóvel, que vão desde a sua localização até os projetos arquitetônicos, estruturais, hidráulicos e elétricos”, explica o advogado Jaime Rodrigues de Almeida Neto, do Escritório Almeida Neto e Campanati, de Sorocaba (SP). “Os contratos Built to Suit são celebra-

19

dos com um período de vigência longo, para que possa ocorrer o benefício mútuo para as duas partes.” A Lei 12.744, aprovada pela presidente Dilma, acrescentou o artigo 54-A à Lei de Locações, eliminando de maneira definitiva os riscos jurídicos que travavam o uso, em larga escala, desse tipo de operação no Brasil. “Faltava segurança jurídica aos investidores por conta da ausência de previsão legal”, pondera Jaime. As estimativas dos empresários da construção civil são de que o setor entre em um novo ciclo de crescimento. As operações denominadas Built to Suit vêm sendo utilizadas desde a última década no País, atraindo fundos e investidores ávidos por ativos de longo prazo. Conceitualmente, são operações em que o locador, a pedido e sob encomenda de uma locatária, compra um imóvel, projeta-o e, nele, constrói obras para atender as

necessidades específicas da locatária. Esta, por sua vez, se compromete a remunerá-lo por meio de um contrato de aluguel de longo prazo. “Normalmente, os prazos variam de oito a 15 anos”, conta o advogado Jaime de Almeida Neto. Um dos fatores de atratividade desse tipo de operação para as partes envolvidas é o fato de a usuária/locatária não imobilizar seus recursos financeiros para a aquisição do terreno e construção de suas instalações. Dentre várias particularidades desses contratos, duas sempre traziam grande insegurança jurídica até dezembro do ano passado: a que obrigava a usuária (locatária) a renunciar expressamente ao direito de pleitear a revisão dos aluguéis e a que impunha a ela uma multa contratual a título de prefixação de perdas e danos no valor igual ao número dos aluguéis vincendos em caso de desocupação antecipada.


Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 Ă 07 de Fevereiro de 2013

Z


Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 Ă 07 de Fevereiro de 2013

Z


Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 Ă 07 de Fevereiro de 2013

Z


Z Norte

www.jornalznorte.com.br Sorocaba | 01 Ă 07 de Fevereiro de 2013

Z

Jornal Z Norte - 189ª Edição (01 à 07/02/2013)  

Jornal com 3 edições por mês, distribuido gratuitamente na Zona Norte de Sorocaba. Edição de 01 à 07/02/2013. Visite nosso site: www.jornalz...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you