Page 1

20 Anos

EDIÇÃO Nº 1051

SÁBADO, 24 DE ABRIL DE 2010

Circ ulaç ão: Região do Alt o Jac uí - R$ 2 ,5 0

Chuva melhora condições para a agricultura Última precipitação havia ocorrido dia 3: apenas 10 mm. Insignificantes 5 mm incidiram sobre o município dia 23/3

O

Culturas de inverno já começaram ser implantadas

município de Ibirubá não registrava chuvas a cerca de 20 dias. As condições do período foram semelhantes às do ano passado, com temperaturas mais altas , dias de grande insolação e ainda pouquíssimas precipitações . Mas a chuva voltou com força total esta sem ana. Começou terça-fei ra e se manteve constante até quinta, com um volume acumulado de mais de 100 milímetros. Por um l ado as condi ções até ent ão foram posi tivas, poss ibi lit ando a evolução da col hei ta das cul turas de verão, especialmente da soja - j á concl uída. No cas o do mi lho ainda rest a uma pequena área, onde não foi poss ível realizar a colhei ta de forma mecanizada. De acordo com Oneide Kum m, chefe do escritório da Emat er de Ibirubá, as condições cli máticas pela ausênci a de chuva dificult am a i mplantação e o des envolviment o

inicial de pas tagens, provocando atras os na im plant ação e no c icl o da s forrageiras. A chuva da última semana foi considerada favorável, permitindo uma melhor condição de umidade do solo. A falta desta já era s entida em algumas regiões, prejudicando es pecialmente o des envolvimento de lavouras de milho, plantado a partir de janeiro, e impedindo, de certa forma, a semeadura de pastagens de inverno. A previsão é de mais chuva para o domingo (10mm) e segunda-feira (85mm), segundo a empres a de met eorologia Climatempo. Já o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do INPE (Instituto Nacional de Pesquis as Es paciais) prevê para Ibirubá pancadas de chuva neste domingo e tempo nublado com pancadas na segunda-feira, com temperatura em declínio nos próximos dias.

Ibifest é novidade para Quinze assina contrato a Feira de Vestuário de novo Posto de Saúde Oportunidades de negócios e lazer a partir do dia 30 Começa na próxima sexta-feira, 30, a Feira do Vestuário 2010 de Ibirubá, que este ano terá t ambém a 1ª Ibifest. A programação se es tende até domingo (2 de maio) no Lar Evangélico. A Feira do Vestuário é promovida pela Ass ociação Comercial, Industrial, Prest ação de Serviços e Agropecuária de Ibirubá (Acis a), com apoio da Prefeitura. Participarão 23 expositores . Já começa a ser montada toda a infraestrutura, também externa, para a feira. A novidade des ta edição é a 1ª Ibifest, que terá shows diários sob um lonão que abrigará também praça de alimentação e brinquedos para as crianças.

Na manhã de quinta-feira o Prefeito de Quinze de Novembro, Clair Kuhn, assinou o contrato que autoriza o início das obras da nova Unidade Básica de S aúde, que terá uma área de 178,43 m². O investimento será de R$ 197.477,32, dos quais R$ 160 mil vêm da S ecretaria Estadual de Saúde do Estado, conforme Termo de Cooperação assi nado em novembro de 2009. Os R$ 37.477,32 restantes são a contraparti da do Município. 100424 Ibirubá.p65

1

26/4/2010, 08:41

O trabalho deve ser concluído em 8 meses pela empresa P aulo e Luis Muller Engenharia Ltda., vencedora da licitação realizada no início deste mê s. A unida de de sa úde se rá construída na rua Frederico Merg, perto da Sociedade Hospitalar Quinze de Novembro. O novo posto proporcionará melhoria da qualidade dos serviços oferecidos, devido à ampliação do espaço para atendimento e à modernização dos equipamentos.


OPINIÃO

2

Sábado, 24 de abril de 2010

A esperança e o preconceito: as três batalhas de 2010 A campanha de 2010 não é ape nas uma , ma s pe lo menos tr ês gra ndes batalhas c om binadas. Um a disputa política, dos que apóiam as c onquista s do governo Lula c ontra aqueles que sempre as ata caram e agora se esquivam de dizer o que pensam e o que repre se ntam . Um a disputa e conôm ica, dos que defendem o prota gonismo br asileiro e sabem da impor tâ nc ia central do esta do na sustenta ção do cre sc im ento, c ontra os que quer em eletrocutar nossa s chance s de desenvolvim ento com a proposta de "choque de ge stão" e de esvaziame nto do papel do e stado. Fina lm ente , uma disputa ideológica entre, de um la do, a espera nç a de um país mais justo, igualitá rio e sem m edo de ser fe liz, contra, do outro lado, a indústria da dissem inaç ão de preconce itos. Na disputa polític a, a popularidade do presidente Lula criou uma ba rreira que a oposiçã o pr efer e contornar do que conf rontar . Serr a nã o quer apare cer como aquilo que ele r ealmente é : o anti-Lula. O mesmo anti-Lula que ele próprio foi e m 2002 e que Alckmin fez a s veze s, em 2006. Daí a te nta tiva de posar c om o “pósLula”. A oposiçã o ir á para a campanha na ve rgonhosa condição de fingir que não é oposição, que concorda com o que se mpr e atacou, que quer me lhorar o que tentou, a todo o custo, de struir. Os eternos adeptos da ideia de que o Brasil nã o pode, nã o dá c onta e nã o c onsegue, agor a, e mpunham o discurso de que o B rasil pode mais. Dia nte do fa to de que algué m pr ecisa assumir o im popula r ataque ao gover no e a o pre side nte, para alvejar a candida tura gover nista, surgira m duas fr entes. A ma is aberta e declarada é realizada pela imprensa mais tr adicional, a que te m r e la ç õe s or gâ ni ca s c om o gr a nde empresa ria do brasileiro e com uma elite política que a ela é c om ercialme nte afiliada. Na â nsia de c onseguir , contr a Dilma, o que nã o conse guiu e m 2006 contra Lula, e sta impr ensa tomou par a si a ta refa de tentar derrotar ambos. Pa ra ta nto, te m envere da do em um pa dr ão a utoritário que significa um r etrocesso cla ro até se com pa rado a seu comporta mento na époc a da ditadur a. Naque la é poca , a ditadura era a justif ica tiva de suas manchetes. Hoje , não.

S e não fosse pe la democra cia e pela m ídia r egional e alternativa, a situação ser ia igua l à vivida quando era mais fácil ter notícia s f idedignas a pa rtir da imprensa internacional do que pela grande im pr ensa brasileira. Um e xemplo: o tratam ento da do à participaç ão do presidente Lula na cúpula nuc le ar em Washington. Dois dos m ais tra dicionais jornais bra sileiros (Esta dã o e F olha) deram manchetes idênticas (“Obama ignora Lula...”), numa pr ova não de telepatia , m as de a ntipatia . Um editorial ( “O Globo”, 14/4) chegou a dizer que “ Lula isola Bra sil na questão nuclear ”. Se c ontássem os apenas com esse s jor na is, teríamos que a pe la r à Re uter s, a o Wall Stree t Journal, ao F inancial Times ou à For eign Polic y par a saberm os que a China mudou de posiçã o por influê nc ia do Bra sil e de clarou of ic ia lm ente sua opção pelo diálogo c om Te erã. Seria de mais pedir que se re pr oduzisse, por e xe mplo, o destaque dado à cúpula dos BRI Cs, que no jornal Financial Tim es e na r evista Economist foram bem maiores do que o conf er ido à c úpula de Washington. Até hoje, porém , o fato de nosso país estar ga lgando a posição de polo dinâ mico da e conomia mundia l, de modo a celera do, é visto com desdém pelos que não a creditam que o Br asil pode ma is. A questã o nuclear te ve a prefe rência porque c ai como um a luva à te ntativa de tr azer pa ra 2010 a questã o do te rrorismo, a lé m de dem onstra r a relaçã o que existe entre as cam pa nhas a nti-Dilma, dec lar adas e mascaradas. A questão do te rrorismo é um curioso espanta lho invoc ado pelos próprios c or vos ( pa ra usar uma im agem a pr opriada ao lacer dismo que continua vivo na dir eita br asileira e e m pa rte de sua imprensa). A difere nça sobejame nte conhecida e rec onhecida e ntre guerrilha e te rrorismo e o f ato de que os gr upos ar mados brasile ir os se mpre se posicionar am c ontra o terr or ismo como f or ma de luta polític a sã o esquecidos. Durante a ditadur a, os grupos arm ados era m acusados de ter roristas pela me sm a linha dura que ar quitetava explodir um gasoduto no R io e bombas no R iocentro para inventar ter ror istas que, de fato, não existiam. A parte da im pr ensa que, por c onta própria, reedita o a utorita rism o faz jus ao

título de “jornalismo linha dura ”. No c ampo da política ec onômica, a batalha será igualme nte ferr enha e desigual, apesar dos fe itos extraordiná rios de Lula. Se u governo é de fa to o primeiro na história do P aís a conseguir combinar cre scimento econômico, estabilidade (política e ec onômica) e r eduç ão das de sigualdades. Se gundo estudos, o B rasil conseguiu avançar em ter mos sociais em r itmo ma is ac elera do do que o alcançado pe lo esta do de bem estar social e ur opeu e m seus anos dourados. Me sm o isso não tem sido sufic ie nte pa ra abala r a aposta de a lguns setores da elite econôm ic a de que a princ ipal ta refa a se r c um pr ida é a de torna r o Br asil o país com o estado mais acanhado dentr e os BRI Cs. Sã o os que quere m o Br asil mira ndo o Chile , e nã o a China , em termos ec onômicos. Par a a lguns, que sempre tratara m o Brasil c om o um custo em sua planilha, não importa o tamanho do país, e sim o ta manho de suas e mpresas. O que se vê até o momento não é na da diante do que ainda está por vir, da do o espírito de “ é agora ou nunca” da direita em sua crise de abstinência. Os ataques declarados são am enos diante da guerra suja que tem sido travada via inte rnet, por me rcenár ios apócrifos que disse minam mensagens prec onceituosas. Dilm a é “ acusada” de não ter marido, de não ter me stra do, de não ter sido pa rlamentar. As pior es a cusa ções não sã o sobre o que ela fez,

Ar let e Sampaio*

mas sobre o que ela não f ez. As m ais sórdidas são comprova da s m entira s, como a de ter sido terrorista. Simone de Be auvoir disse que “a ide ologia da dir eita é o m edo”. O medo f oi o gra nde adversário de toda s as cam pa nhas de Lula, e e le foi vencido em duas, de ntr e cinco. De sta ve z, o f ato de Lula ser governo de sfaz gra nde par te das ame aça s que a nte s insuflavam o tem or entre os setores popula res. O gra nde adversário dessa cam panha nã o é ma is o m edo; tampouco é S err a, c andida to de poucas a lia nç as , se m pr ogr a m a e que e sc on de se u oposicionismo no arm ário. O gr ande adversário sã o os que estão por tr ás do tucanato e o utiliza m como re curso político de um a gue rra elitista, prec once ituosa, autor itá ria e desigual. A oposiçã o cometeu o ato falho de de clarar que “o pa ís não te m dono”, mostra ndo que ainda r aciocina como na época em que vendeu grande par te do patrimônio público e tratou o Bra sil como terr a de ninguém. Mas, por sorte, o país te m dono, sim . É o povo br asileiro. E, mais uma vez, é apena s com ele que conta remos qua ndo outubro vier. Arlete S ampa io é médica, fo i vice-g overna dor a do DF (19 95-1 99 8), dep utada dis tr ital (2 003 20 06) e s ecretária-execu tiva d o Min is tér io d o Des envo lvimen to S ocial, na ges tão d e Pa tr us An an ias ( 20 07 -2 00 9).

MemóriaV MemóriaViva iva

Correção Há de s e retificar legenda de matéria veiculada semana pass ada (página 4) sobre o aeroporto e o lixo clandestino na Rua Júlio Rosa. O text o diz que “foi feito ni vel amento e aberta vala para dificultar a passagem de veículos”, mas se refere à Rua Júlio Rosa, não ao aeroporto, como press uposto.

Equipe feminina de futsal São José, Campeã do Municipal em 1999

Coluna do Élbio el.bito@yahoo.com.br

Por que a depressão Es ses r emédios, quando comprados, atacam apenas as conseqüências sem atingir as caus as, e atacando sempre as consequências dos nossos atos pouco vigilantes , nos per mitimos o culto da inconse quência constante. Ou s eja, esses r emédios atacam a “dor de cabeça”, mas não tr aba lham a ca usa ps ic oló gica do de s te m per o temperamental, do or gulho, da inveja, do desamor, que às vezes a produz. Ao nos acostumarmos, a má administr ação das próprias forças espirituais, através de desajustes tempor ários, provocam no corpo certos tipos de doenças. Mais fácil ser á sempr e comprar um remédio, tomá-lo, e administrar a dor ou o desajuste momentâneo do que refor mar o íntimo de nós próprios, tentando dominar a conduta indesejável e equivocada que nos leva a exigir tudo de todos e, quando nada re cebemos, explodimos em rebeldia e r evolta histéricas. Todos os remédios ajudam, mas não resolvem. Afinal, a causa de muitos males situa-se fora do corp o perecível 100424 Ibirubá.p65

2

J.L. PUBLICIDADES LTDA.. CGC/MF 93.393.783/0001- 00 CGC/ICMS 064/0031110 Registrada sob nº 02 Livro B, fl. 1 e 2 no Cartório de Registr o Civil de Pessoas Jurídicas/Ibirubá

(parte 3 de 4)

e não há remédio te rreno que nos atinja o es pírito. Somente a reforma e o melhoramento íntimos hão de produzir o necessár io ajuste vibratório cessando, aí sim, os efeitos danosos já que as causas foram devidamente combatidas. Assim se proces sa a vida ter rena, queir amos ou não, percebamos ou não. Somos todos algozes de nós mesmos, porquanto tornamos vítimas do sis tema de valor es vigentes. A depressão é apenas um dos muitos painéis que nos invadem a alma quando dela não cuidamos com o mínimo de zelo no campo da s abedor ia exis tencial. Desis tir de administrar as próprias forças existências é transfer ência indevida da soberania que devemos exerce r sobre o noss o própr io destino. A or ação, a vigilância, a insistência da postura amorosa, do muito dar ou do algo dar e do nada exigir ou pouco exigir. Espíri to Enéas recebido p elo médium Jan Val Ellam (continua... ) 26/4/2010, 08:41

Ibirubá: Rua Ser afim Fagundes, 1084 Fone: ( 54) 3324-1723/1718 E-mail: visao@jor nalvr .com.br Tapera: Rua Duque de Caxias, 460 Fone: ( 54) 3385-2925 E-mail: jintegra@gmail.com Circ ulaçã o se ma nal aos sáb ado se m Ib irub á, Qui nze de Novemb ro e Fortale za do s Valo s. Os ca derno s Socia l e Cl assifica dos ci rculam ta mb ém em Tapera , Sel bach , La goa d os Trê sC antos, Vi cto r Grae ff e Col orad o. Impress ão: Cia . d e Arte - Ijuí/RS. Rep resentan te co me rcial e m Porto Ale gre: Pereira d e Souza & Ci a. L tda . Exempl ar avu lso: R$ 2,50 Tir age m: 2 .0 00 e xempla res Jorn al fi lia do à Adjo ri Co nceitos assi nado s não tradu zem necessari amente a o pini ão do jo rnal e são d e in te ira re sponsa bil ida de d e seus a utores. Primeira edição e m 2 9/03/198 9 Circ ulaç ão ininterr upta desde 15 /0 4/1990 Dire tor r esponsá vel: Gustav o Br enner


GERAL

3

Sábado, 24 de abril de 2010

Estado forma 3.552 novos policiais militares gional da Brigada de Cruz Al ta confirmou que serão envia dos efe ti vos para toda a região, mas o núm ero não foi precisado ai nda. Durante s eis mes es de inst rução e trei nam ent o nos diferentes Com andos Regionais de Pol iciamento Ost ensivo do Rio Grande do Sul, os novos soldados ti veram curso de 1.100 horas /aul a. A capacitação

O Governo do Estado prossegui u durante es ta semana com a form atura de 3.552 novos policiai s mil itares, o maior conti ngente i ncluí do na Brigada Mil itar de uma única vez. Realizadas em 36 locais do Rio Grande do Sul, de forma descentralizada, as formaturas acontecem des de o dia 16 passado e encerram dia 24. O Comando Re-

abrangeu também m at érias curriculares com o Soci ol ogia, Antropologia, Psi cologia e Viti mologia, bem como conteúdos teóricos e prát icos , com foco na técni ca poli ci al m ilit ar e na legis lação aplicada à função. A inclusão dos 3.552 novos policiais militares é meta defini da e alcançada pela gove rnadora Yeda

Crusius, por meio do projeto de Recomposição dos Efet ivos da Segurança, do P rogram a Es t rut ur ant e C i dadã o S e guro (www.estruturantes.rs.gov.br). O efetivo representa um acréscimo de 17% no atual quadro de servidores da BM e a mel horia na prestação de s erviços de segurança públi ca a os gaúchos .

Agricultores intensificam colheitas no RS Al ém da safra da soja, há vári as cul turas que es tão na época da c ol heit a e da com ercial ização. Segundo téc ni cos da Emat er/Ascar, os produtores es tão sat isfeit os com os números obt idos. O m ilho, por exemplo, avançou 8% durante a semana. Desta manei ra a cul tura el eva para 67% o total da área já ceifada, com estatí stica de 10% à frente da m édia. As boa s condi ç ões m e t eor ol ógi ca s verificadas t êm fei to com que os trabal hos de campo transcorram de maneira tranquila. Porém, os agricult ores ai nda priori zam a soj a e deixam de produzir o mi lho. Conforme o inform at ivo conjuntural da Emater, as lavouras do tarde mant êm os rendim entos e demonst ram fortes i ndí cios que a produtividade m édia estadual poss a s er elevada. O desenvolvimento do feijão da segunda safra pros segue normalmente, com evolução favorável em todas as fases . Este grão apresenta um percentual de 25% do tot al a ser colhido, com tendência de saldos posi tivos. Os produtores de arroz já alcançam 70% da área, ao cont rário do que ocorre no m omento quanto às demais culturas. Ness e cas o ainda s e percebe o atras o na evolução das pl antações , com cerca de 9% delas em fase de enchi mento de grãos, quando na m édia deveria ser 2%. Es sa si tuação deriva das dificul dades enfrentadas pelos orizicultores na época da i mpl antação das lavouras,

muitas delas semeadas no fim do perí odo recomendado. Nessas , o potencial produtivo apresentado t em si do menor que aquelas s em eadas em tem po hábil. Nessa época ini ci a a s eara de aipim na Serra que, de manei ra geral, est á com bons rendim entos e qual idade na produção. Em alguns pontos, onde a concent ração de umi dade é mai or, as raízes demonstram pequenas anomalias.

Material da Rota das Terras será reformulado Na última segunda-feira (19) o Consórci o de Des en v o lv i m en t o Int ermunici pa l do Alt o Jacuí (Com aja) teve m ai s um encontro em Ibirubá. O objetivo foi avaliar o turis mo no Alto Jacuí e iniciar o t r aba l ho de reconfiguração do mat eri-

100424 Ibirubá.p65

al de divulgação da rota turís tica da regi ão. Di scutiu-s e t am bém a participação no Salão Brasil ei ro de Turismo, que acontecerá de 26 a 30 de maio, em São Paulo, importante para a di vulgação da Rot a das Terras, a 11ª Rot a Turí stica do Rio Grande do Sul.

3

26/4/2010, 08:41

Brasil sediará a maior conferência mundial antidrogas O Rio de Janeiro recebe entre os dias 27 e 29 de abril a International Drug Enforcement Conference (IDEC), a maior conferência mundial ant idrogas, que contará com a participação de representantes de cerca de 90 países. O evento é organizado pela Polícia Federal e pela Drug Enforce me nt Administration (DEA), a agência antidrogas dos Estados Unidos. A IDEC é realizada anualmente, e pela terceira vez acontece no Brasil. A IDEC tem por objetivo a discussão de te-

mas relativos ao combate ao tráfi co transnacional de drogas, assim como out ros r el at ivos à criminalidade organizada e à segurança pública, com foco especial na cooperação policial internacional. Part iciparão do evento o Ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto; o governador do RJ, Sérgio Cabral; o Diretor Geral da PF, Luiz Fernando Corrêa; a Admi ni st ra dora da DEA, Michele Leonhart; o s ecretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltram e, além de outras autoridades.


IBIRUBÁ

4

Sábado, 24 de abril de 2010

Coopeagri realiza reunião com associados A Velhinha dos Canteiros Em certa cidade do inter ior do Brasil, os canteir os da maior ia das casas eram repletos de lindas flor es. Quem chegava ao local percebia logo essa beleza. Nessa cidade mor ava a famosa “ Velhinha dos Canteiros” . Essa senhora pr estava um ser viço inestimável à comunidade. Todos os moradores usavam sua sabedor ia e bom gosto para melhorar os seus jardins residenciais. A velhinha chegava e já ia logo dizendo: - Neste jar dim os gerânios precisam ser colocados sob a janela. Aquele copo de leite aí na fr ente mudado para trás das margar idas. As r oseiras precisam de adubo e poda para dar rosas cheirosas e bonitas. Aquela orquídea não vai dar flor nunca, pois ela pr ecisa de sombra, não de sol. Assim vai acabar mor rendo”. E os proprietários anotavam tudo o que ela dizia e começavam as mudanças no dia seguinte. Ninguém questionava o conselho da “ Velhinha dos Canteiros” , mesmo que à primeira vista pudesse parecer absurdo. Os mais novos já iam gravando o veredicto da senhora para não perder nada. Toda a cidade sabia que se algum detalhe não ficasse bom era porque o “ Dono” do canteiro não havia seguido as indicações detalhe por detalhe. Alguns achavam que a senhora tinha feito curso de jardinagem na Europa. O utr os acr editavam que tinha apenas o dom de ar rumar os canteiros, pois ela conseguia imaginar como os canteir os ficariam depois de pr ontos. E esse dom lhe permitia saber de que forma as flor es poderiam ser cultivadas. Cer to dia chegou a essa cidade um estr angeiro excêntrico que escolher a o local para passar os últimos anos de sua vida. Er a muito rico e queria fazer a melhor casa da cidade par a poder receber os seus amigos e organizar festas. Contratou arquitetos conhecidos inter nacionalmente para fazer o pr ojeto da casa. Ficou sabendo da “Velhinha dos Canteiros” e de sua fama na cidade e mandou chamá-la. Q uando ela chegou, foi logo perguntando: - Onde estão os canteir os par a eu colocar os defeitos? - Os canteir os estão nos projetos dos arquitetos. Quer o que a senhora projete o melhor e mais bonito canteir o de toda a cidade. - O senhor vai me desculpar , mas eu não faço isso. O senhor faz seus canteiros, planta o que achar que fica melhor. E depois me chama para eu colocar os defeitos. Pois é exatamente isso que eu faço, coloco defeito nos canteiros dos outros. Como o senhor já deve ter notado, a minha casa é a única que não tem canteir o, pois eu não sei fazer, apenas colocar defeitos... Q uantas vezes nos deparamos com pessoas que são “ Velhinhas dos Canteiros”? Não fazem nada, mas colocam defeitos e r eclamam do que fazemos. E o pior, quantas vezes nós não fazemos nada e colocamos defeito no que os outros constr uír am? É fácil r eclamar do que foi realizado, o difícil é fazer . Qualquer um pode ser a “ Velhinha dos Canteir os”... (Álvaro Laranjeira Teixeira, abril/2008)

Pastor Gelson Araújo Mor eira Rua Reinoldo Bratz, 911- Fone: 3324- 4193. E- MAIL : espacoespe rancaibiruba@ho tmail. com

Cultos: Quartas-feiras (20h), sextas-feiras (15h) e Domingos às 19h30mi n

Nosso tempo é limitado A morte é mais universal que a vida; todo mundo morre, mas nem todo mundo vive. ( Alam Sachs) Seu tempo na ter ra é limitado. Isso é um fato, por mais que es ta idéia o per turbe. Não importa que m você é , qual s ua idade , qual o gr au de se u s uces so ou onde vive : a mortalidade continua sendo gr ande nivelador . A cada tic-tac do relógio um momento da vida fica para trás. Seus dias estão contados e cada um que passa vai e mbor a par a se mpr e. Aceitar que nosso tempo na ter ra é limitado tem o incrível pode r de nos libertar. Se você soubess e que te m ape nas um mês par a viver o que mudaria? Com cer teza muitas coisas, s uas prioridades iriam mudar, iria valorizar cada se gundo, daria mais valor para as pess oas do que par a cois as mater iais, procur aria pes soas par a per doar e pedir pe rdão e principalmente buscaria mais a pr esença de Deus. De ixo uma pe rgunta par a você r efletir , já que s abemos que o nosso tem po é lim itado, por que não come çar a fazer es sas coisas desde já? Com certeza s ere mos melhor es pais, am igos, patrões , em pre gados, enfim, s ere mos pess oas melhor es. Se todo mundo tivess e esse e ntendimento, com cer teza o mundo seria nem difer ente. Pense nisso.

100424 Ibirubá.p65

4

A diretoria da Cooperativa de Pequenos Agricultores de Ibirubá Ltda./Coopeagri realizou na última quinta-feira, 22 uma reunião com seus associados. O objetivo principal do encontro foi expor os trabalhos da cooperativa e apres entar novas propostas para a negociação de sementes de inverno, principalmente trigo. Foi feito um demonstrativo do uso e benefícios da utilização do adubo orgânico e organomineral da Ferticel , de Santa Catarina. Para isso, os associados contaram com a presença do representante da empres a, engenheiro Vanderlei Enderle, que colocou sobre a importância da aplicação dos produt os e o resultado esperado. Vander lei explanou principais benefícios com o us o do adubo orgânico

Mais insegurança para os municipários Relatório do TCE

“II – Não obstante, há de se destacar o noticiado nos autos: a) acerca da inércia do administrador quanto ao atendimento de informações r elevantes ao exame da equipe de audit ori a (Requi sição de Documentos acostada à fl. 118), b) no que tange à inexigência de documentos atinentes ao concurso público r ealiz ado pela auditada...” Um apontamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE) serviu est a semana para levar mais dúvida aos servidores contratados pelo Municí pio de Ibirubá via concurso pú-

blico. O TCE considera irregular a identificação com o nome e número da inscrição de cada candidato nos cartões de res post as do concurso realizado em 2008. Segundo o relatório do TCE, em algum momento a esclarecer (se na atual administração ou na anterior), não foi atendida solicitação de informações quanto ao relatório da Auditoria Ordinária de Admissões do TCE. Uma decisão desfavorável resultaria na negativa de regi stro das 19 admiss ões advindas daquele concurso. Em outras palavras, se for essa a decis ão, os servidores serão exonerados, o que é vis to como uma possibi lidade bastan-

te remota. No último ano da gestão de Mauri Heinrich (PMDB) - no caso, 2008 - foi contratada a Fundação para Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH), órgão do governo do estado respons ável por praticamente todos os concursos promovidos pelos órgãos estaduais, inclusive do Poder Judiciário, para apli cação de concurso públi co para prover vagas em várias áreas da administração. Há poucos dias essa mesma Fundação foi responsável pela realização do concurso de Ofici al de Justiça, por exemplo. “É um a empresa com pres unção de fé públ ica.

O apontament o em questão diz respei to apenas ao fato de constar o nome dos candidatos na grade de res pos tas, o que a Fundação de Recursos Humanos cons idera norm al , j á que agiu da mesm a forma em vários outros concursos”, dis se um t écnico que preferiu não se identi fi car. O próximo pas so será fazer a defesa do município. Todos os s ervidores já foram colocados a par da si tuação. O Executivo tem prazos que começam a vencer dia 4 para a defesa. O pri meiro concurso público da adm inis tração anterior, em 2002, foi totalm ent e aprovado pel o TCE.

Vereador questiona gastos da Prefeitura de Tapera Durant e a s em ana o vereador Adelar Gatt o (PT) questi onou a Prefei tura a res peit o de com pras feitas fora do município. Segundo el e, no fi nal do ano de 2009 alguns empres ári os denunci aram que as aquis ições realizadas pel a municipalidade estariam sendo fei tas em maior percentual em outras cidades . Outra queixa dos comerciantes foi de que algumas vezes el es nem parti cipavam das l icitações . Com base na reclamação dos empres ári os, Adelar solicit ou no Pedi do de Informação n° 004/ 2009 que o Executi vo Municipal envias se cópias dos empenhos pagos a pess oas físi cas e jurí dicas de outros municípi os no mês de novembro de 2009. O prefei to m unicipal Ireneu Ort h enviou ofício com uma sist ematização de dados, com os números e o nome das em presas de fora grifados. O doc um ento foi protocol ado na C as a Legisl ativa no di a 18/02/ 2010. A partir dess e m omento o vereador fez uma anál ise dos dados e chegou à conclus ão que o percentual des tas compras chega a 51,92%

26/4/2010, 08:41

em novembro de 2009. Adel ar informou ainda que dia 5 fez um novo pedido de informação s oli citando a relação dos empenhos pagos a pessoas físi cas e j urídicas de outros municípios ent re dezembro de 2009 a março de 2010. A partir dess es novos dados fará a comparação com os anteriores para então chegar a uma conclusão sobre o assunt o. Conforme o secretário Municipal da Fazenda e Planejamento de Tapera, Ivan André Moesch, as compras de maiores valores s ão feitas sempre através de licitações. Estas são públicas e divulgadas na imprensa, sendo possível que qualquer empresa do ramo participe da licitação. “Porém, se os empresários de outros municípios vencerem a concorrência, será com eles que a Prefeitura efetuará a negociação”. Ivan falou ainda que “as ordens do prefeito municipal são de sempre dar preferência às empresas locais. Mas, quando não tiver disponível o serviço ou o produto na cidade, será necessário buscá-lo fora”.


IBIRUBÁ

5

Sábado, 24 de abril de 2010

Comunidade de Itaíba prepara dia 30 festa dos seus 40 anos

O

s preparat ivos para a comemoração dos 40 Anos da Fazenda Itaíba, no dia 30 de maio, es tão s endo int ensi fi cados com confirmações de vári as autoridades que fizeram parte da his tória da comunidade, informou Adolfo Schnei der, int egrante da comis são que prepara os festej os. Es tá sendo aguardado para a festa o prefeit o de Uruguai ana, Sanchotene Felice, que s erá homenageado. Em 1968 ele assi nou a des apropri ação da Fazenda It aíba para o as sent amento das famíl ias desalojadas pela Barragem do Passo Real , quando coordenador regional do IBRA, hoje Ins tituto Nacional de Col oni zação e Reforma Agrária (INCRA). Prefeit os e ex-prefeitos de Ibirubá e Santa B árbara do Sul já confirmaram presença, além de deputados es taduais e federais e a tentati va de trazer o presi dent e Luiz Inácio Lula da Silva para a fes ta. Quant o à vi nda do Pres idente os organizadores sabem que será muito difícil cons eguir es paço em s ua agenda, embora não Imagem da localidade de Fazenda Itaíba disponibilizada pelo Google Earth es teja descartada ainda. Entre as várias hom enagens que serão realizadas no dia es tá previs to o pl antio de árvores em memória aos moradores j á falecidos, exibição de um documentário sobre a Fazenda It aíba e outras atrações. (J oão Bati sta)

Pedágio demonstra solidariedade da comunidade Várias enti dades de Ibirubá colaboraram na sexta-feira, 16, com um pedágio em benefício ao Lar do Idoso Aconchego. A Cas a funciona legalmente desde março de 2004 e desde junho de 2008 está ins talada no atual endereço. Tem capacidade de as sis tir 24 i dosos e hoje cont a com 19 internos. O pedágio coordena-

100424 Ibirubá.p65

do por Normél ia M üller teve grande participação da comuni dade e a arrecadação s urpreendeu a comissão organi zadora. “A comunidade respondeu aos trabalhos des envolvi dos e apresentados pela ent idade, e ainda auxil ia quando se trata das necess idades para t er uma cas a e cuidados com os idosos como o Lar Aconchego tem”, afi r-

5

mou. Normélia agradeceu a partici pação de t odos os colaboradores e da comuni dade ibirubens e. A atividade transcorreu durante todo o dia, das 8h às 17h, s em pausa ao mei o-dia. Em s eis postos de arrecadação foram somados R$ 5.634,42, o que result ou em um dos maiores pedági os da entidade em ci nco anos. “Re-

s ul tado sati sfat ório que s e deve a partici pação e colaboração da comuni dade, através da at enção a os vol unt á ri o s qu e a uxil i ar am ”, com ple t a Normélia. O recurso foi deposi t ado e serão analis adas quais as principais neces s idades da enti dade, para i nvesti -lo da mel hor form a pos sível.

26/4/2010, 08:41

Comunidade Católica tem nova Irmã à frente das atividades Irmã Lori Seger vai para o interior do Acre

A

pós nove anos de serviços prest ados para a Comunidade Católica de Ibirubá, a Irmã Lori Seger deixou o cargo de coordenadora dos grupos de catequese e demais atividades realizadas na Paróquia. Ela vai assumir, já no início do próximo mês, uma nova frente miss ionária no interior do estado do Acre, em plena Amazônia. Através de diál ogo ent re as Irmãs que integram a Congregação define-se onde cada uma delas vai atuar. Assim, desde a última semana as atividades da Paróquia de Ibirubá passaram para a responsabilidade da Irmã Maria Danieli, que vem com larga experiência na Paróquia de Passo Fundo, também no campo da cateques e e outros setores da Igreja.

Ir mã Mar ia Danieli vem da Paróquia de Passo Fundo


IBIRUBÁ

6

Sábado, 24 de abril de 2010

Rotary Club de Ibirubá comemora 20 anos O

s 21 integrantes do Rotary Club comemoraram os 20 anos da entidade em Ibirubá com um jantar festivo terça-feira, 20, no Salão de Festas Kaderli. O clube pertence ao Dis trito 4660 e atualmente o presidente é Carlos Medeiros. O Rotary é um clube de serviço onde o princípio básico é a ajuda da comunidade como um todo e tem participado ativamente dos chamados da sociedade. O governador do Distrito, Olandino Roberto, es teve presente à ocasião, quando foram relembradas as atividades mais importantes des envolvidas pelo Rotary. Entre elas, ainda no início de sua formação, a construção do prédio da CRT (Companhia Riograndense de Telecomunicações) e a implantação de receptores de quatro emis soras de TV, com perfeito sinal. O jantar foi momento de confraternização entre os fundadores, membros e convi dados. História - Em 3 de abril de 1990 foi form ado um grupo com uma filosofia baseada na verdade, justiça, amizade e benefício para todos. Era o Rotary Club de Ibirubá, que

teve à frente com o primeiro pres idente Marcos Luiz Eidt. Uma das atividades mais conhecidas e tradicionais do grupo, que conta hoje com 21 integrantes é a Pernada Rotariana. O Rotary também concede o Prêmio de Reconhecimento Nacional para pessoas que se des tacam na sociedade.

Explicando os fenômenos da Física para a comunidade As escolas Edmundo Roewer e Sinodal, em parceria com a Unijuí, promovem dias 5 e 6 de m aio, no Ginásio d e Esportes da Escola Sino dal, o projeto “Física para T odos”, uma exposição in ter ativa de experimentos de Física que visa oportunizar a manipulação e execução de equipamentos, demonstr ando princípios da Física. Pr ofessores e alunos da Univer sidade de Ijuí estarão monitorando os trabalhos e equipamentos. Coordenam o projeto a professora Ver a Lucia de Almeida Rius, de Ibir ubá, e o pr ofessor Hélio Bonad imann, da Unijuí.

100424 Ibirubá.p65

6

26/4/2010, 08:41

Carine Bittencourt lança CD “A voz de Deus” No mês de deze mbro C ari ne Bittencourt e colaboradores realizaram um almoço beneficente para o lançamento do seu CD, mas contrat empos i mpediram a iniciativa. Depois de quatro meses Carine lança agora seu trabalho, intitulado “A voz de Deus ” O trabalho conta com (amanhã, na Cas a 10 canções de Cultura, 18h). O show terá uma hora e meia de duração, quando a jovem vai apresentar as 10 canções do CD, duas de autoria das ibirubenses Sibele Trentini e Est er de Ol ivei ra. As demais são de outros vários autores. O event o terá entrada franca. O CD terá pre ço promocional de R$ 10,00. Carine é natural de Cachoeira do Sul, filha de João Celso Bitt encourt e Zenilda Machado Bittencourt, e reside em Ibirubá há quatro anos. Ela agradeceu seus patrocinadores: Sônia Rodrigues e Família, vereador Silves tre Rebelato e o taxista Leomar, assim como aos apoiadores em geral.


IBIRUBÁ

7

Sábado, 24 de abril de 2010

Comunidade Católica realiza a 1ª Eucaristia Foto Arte

O reinício da catequese deste ano deu-se em 17 de abril, com um encontro realizado no Saguão da Paróquia e salas de catequese. Participaram crianças entre 10 e 11 anos, que celebraram a 1ª Eucaristia no último domingo 18. Participou da primeira comunhão um grupo de 79 crianças , que nos próximos dias continuam nos encontros de catequese por um período de dois anos , em preparação à Crisma. “Os encontros de catequese continuam normalmente, com as mesmas atividades para aprofundar conheci ment os e fazer a experiência de como é bom seguir os

caminhos de Deus em comunidade”, afirma a coordenadora da catequese, Irmã Lori Seger. “Este momento é um pass o muit o importante na vida dos jovens, já que eles m esmos renovam as prom essas do Batis mo. É agora que el es aprendem que, ass im como se alim entam do pão de cada dia, precis am se al imentar periodicamente do Pão da Eucaris tia, Memória Viva da Vida, Pai xão, Mort e e Ressurreição de Jesus”, conclui a Irmã. “Porque El e mesmo disse: ‘Fazei ist o em memóri a de mim”.

Lar do Idoso recebe visita ilustre O Lar do Idoso Aconchego de Ibirubá recebeu na manhã da última terçafeira, 20, a visita de duas das suas sócias ilustres, a sócia benemérita Nerissa Lynar e a dra . Soni a Barufaldi. Nerissa entregou à direção e funcionários uma correspondência assinada pelas filhas do dr. Frederico B rown (Neris sa Lynar, Francine Brown, Charles Brown) e a neta Stephane B rown, doando ao Lar Aconchego o valor de R$ 16.225,57. Eles expressam a felicidade que sentem com o trabalho realizado pela instituição: “Cuidar com carinho daqueles da melhor idade é um trabalho árduo e digno, ao qual temos a alegria de recompensar”.

Participaram da atividade, alguns integrantes do Lions Clube, como o casal Nelson e Loiva Lauxen, ela

que é a presidente, o Dr. Eurico Araújo, Lurdes Petry, Ereni Mariotti e Ramão Soares, além da presidente do

Lar do Idoso, Norméli a Müller, coordenadora, enfermeira, técnica e demais funcionários e colaboradores.

Envie sua foto para: visao@jornalvr .com.br

100424 Ibirubá.p65

7

26/4/2010, 08:41


GERAL/REGIÃO

8

Aventureiro passa pela região Ibi rubá recebeu es ta semana a visita do ciclista Antônio R ogério do Nascimento, conhecido com o “Nego do Asfal to”. Natural de Corumbá (MS), Antônio tem 33 anos e há 18 viaja de bicicl eta. Já rodou cerca de 300 m il quilômetros e diz que ai nda restam m ais 300 m il, os quais deverão ser com-

pletados até 2016. O ciclista já passou por países como México, Bolívia, Venezuela, Colômbia e Peru. Por onde pas sa o aventureiro contata as Secretari as de Esportes e recebe m aterial para um arqui vo pes soal. Antôni o pass ou por Ibirubá vindo da região das Mis sões, a

cami nho de Pass o Fundo. Em breve s eu dest ino será Angola, na África, e depois Haiti, no Caribe. Conforme o ciclis ta, a aventura é res ult ado de uma promess a feita após saber que necessit aria fazer um duplo transpl ante, de rim e pulmão. Os órgãos foram doados pelo seu irmão.

Animal

Sábado, 24 de abril de 2010

Cuidado com as pulgas

Se o seu cachorro se coça demais, inspecione seu pelo para pesquisar a eventual presença de fezes de pulgas (encontradas em forma de pequenas bolinhas pretas). As pulgas se movimentam rapidamente, você poderá não vê-las. Neste caso, também o seu veterinário poderá recomendar um tratamento apropriado. No entanto, não se pode esquecer de que as pulgas e seus ovos podem sobreviver fora dos pelos do seu cachorro durante muitos meses. É importante tratar cuidadosamente da caminha, do carpete ou do piso de madeira.

Auxiliares de ensino participam de palestra Os auxiliares de ensino de rede municipal de Ibirubá tiveram uma atividade diferente quinta-feira, 22, na Câmara. A coordenadora de Educação Infantil, Carolina Schweig, promoveu uma palestra com a professora Traudi Schweig, que falou sobre afetividade e desenvolvimento da criança. O objetivo foi qualificar o trabalho dos auxiliares, enquanto profissionais , assim como repassar informações para a vi da pess oal, também m oti vando-as para o trabalho com as crianças.

Não recebeu o jornal?

Asfalto novo em Selbach

Entregador de Quinze de Novembro: (54) 9166-0639, Jonatan

Com o obje tivo de proporc ionar me lhores c ondiçõe s de tra fe gab ilidad e na Avenida 25 de Julho, em Selbach, 230 me tros da via fora m a sf altados. Após a c onclusã o da obra , na se mana passada , o trânsito foi libera do no loca l.

100424 Ibirubá.p65

8

26/4/2010, 08:41


QUINZE DE NOVEMBRO

9

Cartório eleitoral atende dia 28 em Quinze

A

121ª Zona Eleitoral informou esta semana que o Cartório Eleitoral fará atendimento aos eleitores de Quinze de Novembro dia 28, das 10h às 17h, na Câmara Municipal. A medida é necess ária em virtude do fechamento do cadastro da Justiça Eleitoral dia 5 de maio. Serão feit as operações de alis tamento, revisão de dados cadastrais e transferência de domicílio eleitoral. O eleitor deverá levar os seguintes documentos: 1) o título de eleitor, se o tiver, para as operações de revisão e transferência; 2) documento de identificação (carteira de identidade, certidão de nascimento ou certidão de casamento); 3) CPF, se o tiver; e 4) comprovante de residência em seu próprio nome ou em nome de seus pais.

Sobequin lança programa Nossas Famílias Mar cela Scheffler - A Ass oci ação Beneficente Qui nz e de Novem br o (Sobequin), at ravés da Prefeitura Municipal , realiza inúmeras ações envolvendo a comunidade em projetos soci ai s. Em uma reuni ão nes ta s egundafeira, dia 19, foi lançado o programa “Noss as Famílias ”, de senvolvido pel o Departament o de As sistênci a Soci al e Habitação e que agrega um conj unto de projetos voltados ao atendimento de toda a comunidade. Entre as princi pais ati vi dades es tá o desenvolvi m ent o de gr upos especi alizados na criação

de oficinas com ati vidades específicas para crianças e adolescent es. As mai s de 50 crianças atendidas pel a Sobequin são orientadas na realização de atividades manuais , recreati vas e culturais , recebendo tam bém orie nt ações sobre temas relevantes como s aúde, s exual idade, drogadi ção, ent re out ros. Para am pl iar as ações já real izadas, terão início as oficinas art íst icas de teatro e dança, m inistradas pela professora de Artes Cêni cas Patrí ci a Horbach. Est iveram part icipando da reuni ão o prefeito Cl ai r Kuhn, o gerente de

Todas as operações s ão grat uit as . No cas o de ausência às urnas , previamente à operação de revisão e t ransferência, o eleit or deverá quit ar, j unt o à insti tuição bancária ou casa lotérica, multa de R$ 3,50 por turno de votação em que dei xou de votar ou não jus tificou sua ausência. A multa de R$ 3,50 também deverá ser quitada em caso de ali stamento elei toral tardi o. As inform ações são da Chefe de Cartório da 121ª Zona Eleit oral, Ros aura Macagnan Viau.

cons truídas a partir de um cons tante di álogo com os pr efeit os e vereadore s, com a finalidade de fortalecer as potenci ali dades de cada município e melhorar a vi da daqueles que mais preci sam”, diz o petista. Pimenta afirma também que durante seu mandato parlamentar continuará s eu trabalho em bus ca de iniciativas que favoreçam o bem-estar das comunidades do Alt o Jacuí. Ibirubá - No iní ci o do ano, Pimenta já havia confi rmado o encam inhamento de uma emenda para a com unidade de Ibirubá, que será utilizada na reforma e clim at ização da Casa de Cultura. Em 2009, t ambém no muni c ípi o de Ibirubá, foram mais R$ 100 mil para a construção do calçament o no Di strito de Santo Antônio de Tri unfo.

3ª idade Terça-feira à tarde o Grupo de Idosos Alegria de Viver, de Santa Clara do Ingaí, promoveu seu tradi cional Baile da 3ª Idade com Chá dos Aniversariantes. Mais de 100 pessoas da localidade e também do Grupo de Idosos Renascer participaram. Foram escolhidas as Rainhas e Princesas da entidade, que serão coroadas no próximo baile do grupo, no final de maio. 100424 Ibirubá.p65

9

Desenvol vim ento Humano Jacques Güntzel, a diretora do Departament o de Assis tênci a Social Silvana Tomazi ni dos Reis, a profess ora Patrícia Horbach e os pais das crianças atendidas pe lo proj eto. Na oport unidade, o prefeito

salientou a importância do envolvi mento da famí lia no programa: “Para a continuidade do projet o, é fundamental o comprometimento dos pais, que devem acompanhar as reuniões e as demais atividades realizadas ”.

Reunião elege nova diretoria da Sobequin Em reunião nesta terça-feira, dia 20, a Associação Beneficente Quinze de Novembro es colheu a nova diretoria da entidade, que irá comandar os trabalhos até 2012. A presidente eleita é Ildegard Grave Prediger, e a vicepresidente, Rosel aine Rodrigues da Silva. A 1ª e 2ª secretárias são, respectivamente, Adriana Stolte e Marli Marx, e na tesouraria es tão Márcia Shultz e Leonilda Solf. Compondo o cons elho fiscal estão Luciana Pereira Watte, Eva Silveira e Vanderléia Brandeburg (titulares); e também Romilda Drehmer, Vanda Hubert e Loni Tiemann como s upl entes.

Pimenta anuncia R$ 100 mil para Fortaleza dos Valos Fabr ício Car bonel Com um mandato marcado pela forte atuação junto à comunidade do Alto do Jacuí, o deputado federal Paulo P imenta (PT-RS) anunciou mais uma leva de recursos para o município de Fortaleza dos Valos. Serão R$ 100 m il para a cidade, provenientes da cota de emendas parl amentares do peti sta. Esse recurso viabilizará a cons trução de um Centro para Idoso, uma das preocupações da administração muni cipal j á que a ci dade conta hoje com mais de 20% da população com i dade acima de 60 anos. O Centro terá capacidade para atender 240 idosos . “Noss o com promisso é bus car ainda mais o desenvolvimento das nos sas cidades gaúchas . Por iss o, todas nossas emendas s ão

Sábado, 24 de abril de 2010

Volta Gaúcha terá modernizado sistema de abastecimento de água Trinta famílias de Volta Gaúcha serão beneficiadas pelo contrato assinado terça-feira pelo prefeito Clair Kuhn com a empresa Água Viva Poços Art esianos, vencedora da licitação para execução dos serviços de engenharia e implantação de um sistema de água naquela localidade. O convênio foi firmado com a Secretaria Es tadual de Habitação, Saneamento e Desenvolvimento Urbano (Sehadur). O recurso oriundo do Programa Estadual de Abastecimento para pequenas comunidades (PESPC) foi garantido pelo então secretári o titular da Sehadur, deputado Marco Alba, que as sinou em dezembro de 2009 o convênio contemplando Quinze de Novembro. O valor da obra será de R$ 30.942,50, dos quais R$ 25 mil são do governo do estado e R$ 5.942,50 a contrapartida do Município.

Inagurado Laboratório de Informática da Escola Santa Clara Alunos do 1º ao 5º ano e da 6ª a 8ª séries do ensino fundamental terão aulas semanais de informática

A

través de recur sos do Minis tério da Educação (MEC) a Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Clara recebeu este mês equi pamentos para o laboratório de informática. O es paço foi inaugurado segunda-feira. Participaram do ato o prefeito Clair

Kuhn, o gerente de Desenvol vi m ent o Hum ano Jacques Güntzel, da secretária de Educação Maidi Schneider, presi dente da Câmara Erno Knack e membros da comunidade escolar. O termo de adesão ao P rogram a Nac ional de Informática na Educação 26/4/2010, 08:41

(Proi nfo) foi encaminhado pelo prefeito ano passado para obter recursos para a instalação do laboratório. O próximo passo é a instalação de internet via satélite. Na última s emana o Departament o de Educação recebeu os equipam ent os e aguarda a chegada de um profis sional responsável

pela empres a que fará a instalação. A sala de informática est á à disposição para que os alunos façam seus trabalhos escolares, em turno inverso às aulas, e também para a comunidade, conforme disponibilidade de horário (fone 3322-1101, ramal 2263).


QUINZE DE NOVEMBRO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Prefeitura Municipal de Quinze de Novembro A Prefeitura M unici pal de Quinze de Novembro/RS torna público, que estará realizando o seguinte processo licitatório: Tomada de Preços - TP 05/2010 - Contratação de serviços de engenharia com fornecimento de materiais visando a PAVIMENTAÇÃO POLIÉDRIA JUNTO A PER IMETR AL NORTE, localizado no Município de Quinze de Novembro. Abertura: 13/05/2010, às 9h. Mais informações e cópia do edital poderão ser obtidas na Prefeitura de Quinze de N ovembro/RS (Rua Gonçalves D ias, 87 5) , p el o fone /fax (5 4) 33 22 -1 051 , p el o si te w ww .p m1 5n ov.rs. gov.b r ou pel o e -m ai l juridico@pm15nov.rs.gov.br. CLA IR TOMÉ KUHN Prefeito Municipal

Informativo da Prefeitura de Quinze de Novembro Gabinete do Prefeito A Assessoria de Gabinete informa que o site da Prefeitura de Quinze de Novembro (www.pm15nov.rs.gov.br) está sendo atualizado com informações do município. A comunidade pode conferir, através do site, as principais notícias da administração municipal.

Departamento Municipal de Saúde O Departamento comunica que dos dias 24 de abril a sete de maio estará acontecendo a quarta etapa de vacinação contra a Gripe A. Estarão sendo imunizadas as pessoas com 60 anos ou mais portadores de doenças crônicas. Já dos dias 26 de abril a sete de maio as crianças entre seis meses e dois anos de idade devem comparecer junto à Unidade Básica de Saúde para receber a segunda dose da vacina.

Comunicado da Gerência Técnica A partir desta semana os contribuintes estarão recebendo, através do Correio, os carnês de cobrança do IPTU referente ao ano de 2010. Os tributos pagos até o dia 31 de maio terão 20% de desconto, já o pagamento até o dia 30 de junho possui desconto de 10%. O imposto ainda pode ser parcelado em até quatro vezes, com primeiro vencimento da parcela em 31 de julho, devendo o contribuinte comparecer junto à tesouraria para o parcelamento. O pagamento pode ser efetuado nas agências do Banrisul, nas lojas conveniadas do Sicredi e também na Tesouraria junto a Prefeitura Municipal.

Departamento de Agricultura, Pecuária, Indústria e Comércio MILHO - O pagamento das sementes de milho adquiridas pode ser efetuado junto à Tesouraria até o final de abril. Já os interessados em sementes de milho para a próxima safra podem fazer a encomenda junto ao Departamento de Agricultura. DECLARAÇÃO - O Posto da Inspetoria Veterinária do município comunica aos produtores que a declaração anual de animais deve ser fei ta o mais breve possível. Todas as espécies de animais devem constar na declaração. ALEVINOS - Produtores interessados em adquirir alevinos podem realizar e encomenda junto ao Departamento de Agricultura. A previsão de entrega é para o dia 12 de maio.

Departamento Municipal de Assistência Social e Habitação

A avaliação nutricional é uma condição para a continuidade do recebimento do Bolsa Família e deve ser realizada nas unidades de Saúde do municípi o seguindo o seguinte cronograma: - Unidade de Saúde Central: avaliação da nutricionista sempre na 1ª quarta-feira do mês - Unidade de Saúde de Santa Clara: até o dia 19 do mês; - Unidade de Saúde de Sede Aurora: qualquer dia do mês. A avaliação para o benefício deve ser realizada pelos seguintes membros: - Crianças de 0 a 2 anos: na residência pelas Agentes de Saúde; - Crianças e adolescentes de 2 a 17 anos: todos os meses; - Mulheres de 18 a 44 anos: a cada sem estre; - Gestantes: todos os meses. 100424 Ibirubá.p65

10

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

10

Sábado, 24 de abril de 2010

Beneficiários do PSH têm nova reunião Os be ne fici ári os do Programa de Subsídios à Habitação (PSH) participaram quinta-feira de mais uma reunião no audi tório da Prefeitura, uma conti nuidade das atividades do Projeto de Trabalho Técnico S oci al . Após o det alhamento das ações que estão s endo desenvol vidas a extensionista da Emater fez uma palestra sobre habitação e pai sagismo - s aneam ento na propriedade e embelezam ento de arredores.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Câmara de Vereadores de Quinze de Novembro Nas sessões ordinárias de 12 e 19 de abril os Vereadores reuniram-se para deliberar sobre o seguinte: 1) Discussão e votação do PL n° 1.612/2010, que autoriza o Executivo a celebrar convênio com a Associação Escol inha de Desportos de Quinze de N ovembro e dá outras providências. Aprovado por unanimidade. 2) Discussão e votação do PL n° 1.613/2010, que autoriza o Executivo a cel ebrar convênio com a Associação Banda Municipal 25 de Julho e dá outras providências. Aprovado por unanimidade. 3) D iscussão e votação do PL n° 1.614/2010, que altera a Lei Municipal 1.570/2009, que dispõe sobre a Política Municipal de Habitação de Interesse Social (POLHIS) e dá outras providências. Aprovado por unanimidade. 4) Discussão e votação do PL n° 1.615/2010, que autoriza a celebração de Termo de Doação de equipamentos de comunicação de dados e de Termo de Adesão vi sando adesão a serviço de comunicação multimídia para as escolas. Aprovado por unanimidade. 5) Discussão e votação da Indicação n° 856/2010, da Ver. NILVA LOPES MALDANER: Solicita que a Administração estude a possibilidade de retirar os canteiros laterais nas esquinas das Ruas Gonçalves Dias e Dona Etelvina e Rua Gonçal ves Dias com a Rua Edmundo Prante. Aprovado por unanimidade. 6) Discussão e votação da Indicação n° 857/2010, da Ver. NILVA LOPES MALDANER: Solicita que a Administração substitua as lixeiras em frente ao Mercado Progresso e de parada de ônibus na Rua Dona Etelvina. Aprovado por unanimidade. 7) Discussão e votação da Indicação n° 858/2010, do Ver. VITOR IVAN GÜN TZEL: Solicita que a Administração recolha galhos de roçadas realizadas às margens das estradas do interior do município. Aprovado por unanimidade. 8) Discussão e votação da Indicação n° 859/2010, do Ver. VITOR IVAN GÜN TZEL: Solicita que o Executivo recolha entulhos nas Ruas do Bairro Princesa. Aprovado por unanimidade. 9) Discussão e votação da Indicação n° 860/2010, do Ver. LAU DEN O EICKSTAEDT: Solicita que a Administração entre em contato com o órgão responsável para que sejam erguidos fios da rede telefônica na Rua Dona Etelvina, que dificultam o tráfego de caminhões carregados com máquinas agrícolas. Aprovado por unanimidade. 10) Discussão e votação da Indicação n° 861/2010, do Ver. LAUDENO EICKSTAEDT: Solicita que o Executivo estude a possibilidade de substituir a ponte de madeira por uma de concreto próximo à propriedade de Hélio Budke, localidade de Esquina Hetzel. Aprovado por unanimidade. 11) D iscussão e votação da Indicação n° 862/2010, de autoria do Ver. ELTON SCARSI: Solici ta que o Executivo estude a possibilidade de contratar um responsável pelo portão da EMEI Pequeno Polegar, controlando a entrada e saída dos alunos durante o horário de funcionamento da escola. Aprovado por unanimidade. 12) Discussão e votação da Indicação n° 863/2010, do Ver. GILMAR LUIZ GALERA: Sol icita a confecção de placa em homenagem à família de Matheus Schmidt, Secretário de Obras do Estado do RS entre 1991-1994, em reconheci mento pelo trabalho na Secretaria e pela construção do primeiro calçamento poliédrico no interior dos municípios do RS, entre Quinze de Novembro e Sede Aurora. Aprovado por unanimidade. 13) Leitura da Indicação n° 865/2010, do Ver. GILMAR LUIZ GALERA: Solicita que o Executivo adquira duas cadeiras 26/4/2010, 08:41

de rodas e dois pares de muletas para que fiquem disponíveis no Departamento da Assistência Social; 14) Leitura do Projeto de Lei n° 1.623/2010, o qual declara o Loteamento Habitatchê como Loteamento de fim social; 15) Leitura do PL n° 1.624/2010, o qual autoriza o Executivo a celebrar convênio com a Associação H ospitalar Quinze de Novembro visando transferi r recursos do Programa Solidariedade do Governo do Estado “A Nota É Minha” e dá outras providências; 16) Discussão e votação da Indicação n° 864/2010, do Ver. ELTON SC ARSI, que solicita ao Executivo a colocação de lixeira na localidade de Linha Prediger, na esquina do Travessão que segue para a localidade de Linha Jacuí, próxi mo à propriedade de Antônio Maldaner. Aprovado por unanimidade. 17) Discussão e votação do PL Legislativo n° 001/2010, que realiza revisão anual dos subsídios dos Vereadores da Câmara Municipal de Qui nze de N ovembro e insere alterações na Lei Municipal n° 1.404/2008. Aprovado por unanimidade. 18) Discussão e votação do PL Legislativo n° 002/2010, que realiza revisão anual dos subsídios do Prefeito e VicePrefeito de Quinze de Novembro. Aprovado por unanimidade. 19) Discussão e votação do PL Legislativo n° 003/2010, que realiza revisão anual da remuneração dos funcionários da Câmara de Vereadores de Quinze de Novembro. Aprovado por unanimidade. 20) Discussão e votação do PL Legislativo n° 004/2010, que i nsere alterações no artigo 2° da Lei Municipal n° 1.521/ 2009, que estabelece valores de bolsa auxílio para estagiários contratados pela Câmara de Vereadores. Aprovado por unanimidade. 21) Di scussão e votação do PL n° 1.617/2010, que ratifica aditivo ao contrato de repasse celebrado entre a União Federal (Ministério do Esporte, representado pela Caixa Econômi ca Federal) e o Município de Quinze de Novem bro, tendo por final idade a execução de melhorias em quadra poliesportiva coberta. Aprovado por unanimidade. 21) Discussão e votação do PL n° 1.618/2010, que autoriza o Executivo Municipal a celebrar Convênio com a União Universitária de Quinze de N ovembro (UN IQ). Aprovado por unanimidade. 22) D iscussão e votação do PL n° 1.619/2010, que ratifica convênio de cooper ação fi nancei ra que entr e si celebram o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem ( DAER) e o Município de Qui nze de Novembro, objetivando a execução de serviços de revestimento poliédrico na Perim etr al Norte, trecho entr e a VRS 324, no entroncam ento com o Bair ro Industri al e a saída para o distr ito de Santa Clar a do Ingaí. Aprovado por unanimidade. 23) Discussão e votação do PL Muni cipal n° 1.620/2010, que realiza r evisão geral da remuneração dos servi dores e empregados públicos, insere alterações em Leis Municipais e dá outras provi dências. Aprovado por unani midade. 24) Di scussã o e vo ta ção do PL Muni ci pal n° 1.621/ 2010, que abr e C rédito Supl ementar Especial objetivando a execu ção de se rvi ço s de revesti mento poli édrico na Per imetr al Norte. Aprovado por unani mi dade. 25) Di scussã o e vo ta ção do PL Muni ci pal n° 1.622/ 2010, que cria incentivo financeiro adicional para o Program a de Agentes C omu nitári as de Saúde. Aprovado por unanimi dade. ERNO ERNAN I KN AK Presidente do Legislativo


POLICIAL/ESPORT E

POLICIAL

ESPORTE

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

11

Sábado, 24 de abril de 2010

Posto Aurora é Bangu é campeão dos veteranos assaltado em Quinze Foto Arte

No último dia 17, sábado, o Post o Aurora de Quinze de Novembro foi alvo de as salto e roubo. O fato iniciou quando um Gol verde escuro chegou ao local, com um indivíduo que portava uma arma de fogo, tipo revólver. Havi a um segundo elemento no veí cul o, que participou somente como motorista. O Gol ia no sentido Quinze de Novembro a Ibirubá e o ass altante estava encapuzado. A ação durou apenas 5 minutos . Foi levado dinheiro, uma impres sora e 30 maços de cigarro.

Palestra na BM ressalta a autoestima

Ocorreu no galpão crioulo da Brigada Militar de Ibirubá na última terça-feira uma palestra para os jovens da Es coli nha de Futebol do Bairro Planalto. O encontro contou com jovens e adultos e teve como objetivo levantar a autoestima e promover a integração do grupo. A palestra foi minis trada por Carlos Heitor Dariz, que falou sobre o tema “Nossas es colhas”. Foram salientadas os caminhos de cada um, as atitudes, a valorização e as oportunidades. Carlos é de Caxias do Sul e reside há cerca de um ano em Ibirubá. É professor de qua li fi caç ão pr of is s ional em Ibirubá, Fortaleza dos Valos e Quinze de Novembro, trabalha em empresa comercial e envolve-se de forma ativa em um grupo de igreja. É formado em Ciências Contábeis pela UPF e pós-graduado em Psicologia Pastoral.

BRIGADA MILITAR FIN AL DE SEM ANA – A BM efetuou os segui ntes procedimentos no últim o final de semana: - Averiguação em uma casa notur na, na ERS 223, onde, segundo o proprietári o havia uma pessoa com uma arm a; - Averi guação na R ua João Franci sco Cam argo, Bai rro Jardim, onde uma pessoa tentou invadir uma residência; - Perturbação em um estabelecimento de ensino. A responsável informou que três menores entraram no local consumindo bebida alcoólica; - Recolheu ao depósito um veículo Ford Del Rey. Confeccionou duas autuações e um termo circunstanciado par a o condutor por di reção perigosa; - R eal izou regi stro de lesão corporal no Hospital Annes Dias causado por ar ma branca, fato que ocorreu em Fortaleza dos Valos; - Registro de fur to em um estabelecimento comercial na Rua Diniz Dias, Bai rro Odi la; - Acidente de trânsito com danos materiais na Rua Sete de Setembro, Centro, entre um Voyage e um Fiat

Siena; - Acidente de trânsito com danos materi ais na Rua Erica Kanitz, Bairro Aparecida, envolvendo um Gol e um D el R ey; - Acidente de trânsito com danos materiais na Rua Mauá, Bairro Planal to, entre um Corsa e um Fiat Uno. Dia 19 - Houve registro de acidente de trânsito com danos materiai s na Rua General C âmara (Centro). Dia 20 e 21 – A BM confecci onou bol etim de trânsito em acidente com danos materiais entre um Escort e um ônibus Agrale na Rua General Osório (Centro); atendeu também caso de atrope lam ento na Ru a Gener al Osório (Centro) - a vítima foi levada ao hospi tal; averiguação na Rua Arnol do Wolmeister (B. Chácar a) ; registro de ameaça na Rua Estrela (B. Floresta) e registro de furto em estabel ecimento com ercial na Rua Getúlio Vargas (Centro). Dia 22 – Foi confecci onado boletim para acidente com danos materiais na Rua Diniz Dias, entre um Uno e um Del Rey; e registro de furto em residência na Avenida Brasil, Bairro Planalto. Foi levado um aparel ho de DVD.

Emergência: Ligue 100424 Ibirubá.p65

11

190

Bangu venceu o finali sta Vila Nova por 2 gols

Depois de conhecer os campeões das categori as Pri ncipal e Aspirante do Ibirubense de Futebol de Campo 2010, o úl timo final de semana foi de fes ta tam bém na categoria Veteranos,

onde o B angu l evantou a taça. A final teve Bangu x Vila Nova, com placar de 2 x 0, gols de Onei e César. A equipe campeã entrou em campo com a vantagem de poder

perder por um gol de diferença. O Vila Nova então ficou em 2º lugar, seguido do Cristal e São José. O goleador do campeonat o foi o jogador Balaca e o goleiro menos vazado Beto Gardi no.

IEE Edmundo Roewer vence no futebol de campo dos Jergs A fase munici pal dos Jogos Es colares do RS (Jergs), modalidade Futebol de Campo (categorias Mi rim e Infantil), foi di sputada dias 16 e 19 no es tádi o Francis co Em ílio Trein. Participaram 145 atletas das escolas es taduai s de Ibirubá. O Insti tut o Edmundo Roewer venceu na categoria M irim, com a Edis on Quintana ficando em 2º e a Escola Florest a em 3º. A Edmundo R oewer venceu também na Infanti l (2º Fl oresta e 3º General Osório) Foram s eis jogos na categoria Mirim e 10 na Infantil, arbit rados pelos juízes da Liga Desportiva do Al to J acuí (LDAJ).

Asequin x Pirambu será uma das semifinais do futsete

Clarinha

Veteranos do Floresta

QUINZE – A 2ª fase do futs ete apresentou dia 18, no Pinho’s Park, Pirambú 1 x 0 Clarinha e Vet eranos do Florest a 3 x 11 Asequin. A rodada ficou trans ferida para o dia 27 devido à forte chuva. Porém, Pirambu e Asequin farão a primeira semifinal, que terá de outro lado o vencedor ent re os líderes das chaves D e E. Escoli nha – O Cam peonato Regional de Categori as de Bas e inicia neste sábado, no Pavilhão Evangélico. A Recreati va receberá a Asif de Ibi rubá. 26/4/2010, 08:41


A Receita Federal arrecadou um total recorde de R$ 59,416 bilhões em março, entre impostos, contribuições federais e as contribuições previdenciárias ao INSS. O aumento nominal foi de 10,97% sobre fevereiro e de 6,08% com relação a 2009.

JORNAL COM VISÃO DE FUTURO SÁBADO, 24 DE ABRIL DE 2010

Produtividade de soja tem boa média: Cotribá registra 47 sacas por hectare Vinícius Floss fala sobre os cuidados iniciais na implantação das culturas de inverno

I

niciada ainda em fevereiro, a colheita da soja foi concluída esta semana. Com uma área de 41.500 hectares de cultura impl ant ada e m Ibi rubá, a leguminos a teve boa produtividade. O clima também ajudou. De acordo com o agrônomo Vinícius Floss, da Cotribá, a média de produção fechou em 47 sacas/ha. Até a última terça-feira a coperativa ainda recebeu algumas cargas, mas a safra pode-se dar como concluída. Apenas na região de Cruz Alta ainda há pequena área que ai nda não foi colhida. A perspectiva da área com implantação das culturas de inverno deve ser a mesma do ano passado, apesar de àquela destinada ao trigo possivelmente diminuir devido a falta de garantia do preço. A áre a do cerea l s ob abrangência da Cotribá deve passar de 12.000 ha (2009) para 10.000 ha este ano em Ibirubá. Já as culturas de cevada e canola devem manter a mesma extensão: 600 ha e 2.000 ha, respectivamente. “É importante ressaltar a importância de fazer o plantio pre100424 Ibirubá.p65

12

ferencialmente em área de rotação de cultura para evitar as doenças do solo. O uso de sementes certificadas também é uma garantia a mais para que o produtor tenha sucesso na cultura, além de fazer uma boa dessecação da área antes do plantio”, explica Floss . Out ro fator fundamental para obter sucesso em todas as cult uras é o tratamento da semente, que deve s er feito com i nseticida eficiente para o controle, principalmente de pragas como coró e pulgão. Excepcionalmente na cultura da canola, Viní cius aponta que se deve fazer o uso de adubação com mais nitrogênio (N), fósforo (P) e também enxofre, que é fundamental. A Cotribá está trabalhando com a uréia Super N 33% com 12% de enxofre, que não evapora. A cooperativa disponibiliza também serviços de tratamento de semente na propriedade, após agendamento com o Setor de Sementes. Disponibiliza também troca-troca de semente de s oja até o dia 30, além de novidades para todas as culturas já na próxima semana. 26/4/2010, 08:41

A Caixa Federal está estudando oferecer planos de saúde para população de menor renda. A instituição acredita que o mercado tem grande potencial de crescimento com a inclusão de clientes que hoje não têm condições f inanceiras de pagar um plano.

VISAO ED 1051  

VISAO ED 1051

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you