Page 1

Distribuição Gratuita Novo Hamburgo Edição 92 - Ano VII

7 a 18 de novembro de 2019

Novo Hamburgo recebe a primeira virada cultural No final de semana dia 9 e 10, o município será palco de comemoração, cultura, arte e gastronomia. A Virada Cultural vai movimentar o comércio da cidade no fim de semana. Artistas locais também darão o show.

Moradores do bairro Primavera reforçam o pedido por segurança Pág 7

Feevale realiza oficina sobre reaproveitamento de resíduos sólidos Pág 3 Sul Beleza traz programação para atualizar profissionais da área de Estética Pág 6


2

2

Novembro de 2019

Jornal O Viaduto setembro de 2019

Jornal O Viaduto

Coluna Opinião Diálogos com o Coluna Facebook.com/oViaduto

Com: Vitor Luis Gatelli

Setembro Amarelo Professoar! Paranóia vgatelli@terra.com.br

Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio Prof.como Dr. Pedro Giehl (assim temos asRoque campanhas outubro rosa e novembro azul), iniciada em ...E SE UM DIA EU MORRER Rodembuch 2015. Estabelecer este mês para uma Fernando iniciativa do CVV, Professor e Pesquisador de Gestão eesta finalidade foiLuís Se um dia eu morrer (centro de valorização a vida Liberato ), com envolvimento dos médicos através do Empreendedorismo da Fundação É porque não ajudei o pobre Conselho Fedral de Medicina o (CFM) e dos psiquiatras através da associação É porque não conversei, ou conversei demai brasileira de psiquiatria. É porque não levantei, ou levantei demais. O mês de setembro foi escolhido para a campanha porque, desde 2003 o dia 10 de setembro é o dia mundial de prevenção ao suicídio. Talvez porque eu ri muito e não chorei A ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e Ou talvez porque eu chorei e soube fazer rir. divulgar o tema alertando a população sobre a importância de sua discussão. Se um dia eu morrer, No Brasil o suicídio já é considerado um problema de saúde pública e sua Levo comigo o conhecimento Neste contexto, muitos encontraram oportunidades para muito afirmarentre as suas ocorrência tem aumentado jovens. E já se começa a falar deste Pois depois de um bom tempo, muitos transtornos possíveis, mas O conhecimento de nunca ter conhecido verdades como as mais verdadeiras ou as pelo únicas válidas, têm dificuldades assunto, numero demas ocorrências entre os policiais. necessários, inaugura-se o novo bairro Centro da nossa cidade. Mais O que é amar sem esperar troca, Os números preocupantes. Voce viu o fantástico no ultimo domingo? em sustentá-las na realidade. Profissionais da fé são afirmam que a verdade está Policiais e seusde problemas foi o tópico Da minha de ano emparte, obras,outro mas dia, ficou muito bonito e, com todos O que é dar semcerteza, querer vamos receber. na sua religião. Estaria nos mistérios e dogmas crença, revelados peloapresentado. seu palestra poracreditar um grupo de Jovens, o eEJU (encontro de orgulho, receber festejar com muito mais lindo, moderno, Se umum diaCentro eu morrer, deus, que tudo vê, tudo criou e assisti tudo fazuma funcionar. Porpromovida isso, caberia jovens universitarios), evento chamado ideia é promover e não investigar. Profissionais da política afirmam queum a verdade estaria na café e razão, com cuja acessibilidade e muito bomÉ gosto de já quem fez. porque nãooconheço meu pai reflexão sobre temas da atualidade. ideologia do seu partido. Mas, quando se olha com alguma atenção, vê-se que Ou porque meu filho já não me conhece. Naquele dia, o palestrante foi o coordenador de saúde mental do hospital eles não têm, desconhecem ou não seguem ideologia nenhuma. Seus discursos Importante o trabalho “artístico” dososhomens de lajota Talvez eu não tenha que, conhecido. geral de Novo Hamburgo, e, entre outras coisas, mencionou o fatosalientar de que por e suas práticas têm apenas as estratégias de disputa pelo poder. Razão pela em lajota, construíram com muito carinho, cada cantinho do nosso novo mês, são quinze tentativas de suicídio atendidas no hospital geral, sem qual, a maioria dos políticos e seus partidosaquelas têm ficado cada veznas maisUPAS parecimencionar atendidas 24 horas, tentativas Centro. nem tão graves Se um dia eu morrer... dos. Profissionais do mercado afirmam que a verdade está sem na meritocracia (no método) resolvidas internaçãodahospitalar. Vidas são salvas pela É porque nunca SOUBE VIVER! concorrência, porque na lei da intervenção oferta e da procura estaria estabelecida que rápida de amigos, vizinhos,o familiares. Vamos inaugura-lo portanto. tem validade e o que não tem. Mas,Segundo ao se verificar, logo se vêmundial a exclusão soa organização da saúde, no mundo, o suicídio é a terceira Me deparei esta semana com este texto q causa de de morte jovens a 29 anos e a sétima causa de morte de cial que isso gera e a intensão que se tem levarentre os que podemdeao15 consumo. Uma grande re-inauguração do nosso Centro merece uma grande livro “Aperitivo Poético”. Cheguei a conclusã crianças entreabsolutas 10 e 14 anos de idade. Assustador não?. Por outro lado, estão os descrentes nas verdades baseadas em crenças e comemoração sim, com da nunca. nossa cidade e, porque não, com que A OMS também afirma que o suicídio em 90 porcento dosartistas ideologias, mas confiantes nas verdades estabelecidas pelo esclarecimento racionaltem prevenção uma grande atração nacional, Nando Reis. duas vezes ao ano faço um “ casos. Curioso, ate porque por quinze anos acompanhamos grupo de jovens na Ao menos e científico. Dentre estes me incluo, modestamente. Entende-se que a verdade sobre nossa paroquia, tenho procurado saber mais sobre isto. E, ai vao algumas saúde. Como vai meu “corpicho” como vai m as coisas, a vida e o mundo podem estar difundidas em várias áreas e campos do considerações; frases que se escuta como definitivas sobreuma o assunto. Criou-se grande polêmica com o cache pago Pan à Nando, síndrome de Peter (Sim,cerca porque que conhecimento humano. Por isso, é necessário usar de metodologias de pesquisa, Equivocadas na verdade. Veja: de 120 mil Reais. Um grande músico, qual se souisso fã incondicional por jovem,do como já fosse possível!!). capazes de dialogar e conectar as partes e, ao mesmo tempo, separar as falsidades e “As pessoas, que, ameaçam se matar, estão apenas querendo chamar a atenção”. belas letras, principalmente, e Todos que vainós, ser lembrado por muito tempo de viver p todos acho, gostariam enganos. Neste sentido, é importante saber diferenciar o que são fatos e realidades, Falso, pois a pessoa pode sim estar passando por um período di�cil de sua vida e estar daquilo que são as versões e as percepções. Os fatos são ocorrências ou coisas na cidade. coisas boas (Só as boas!) coisas que a vid solicitando ajuda. Toda e qualquer ameaça de suicídio deve ser levada a sério. reais que existem ou acontecem. As realidades se caracterizam por serem os fatos mas daí vem o médico e te diz: - “vamos faze “O suicídio acontece sem aviso”. Falso. Apesar de muitos pensarem ser um mais os contextos onde eles existem ou acontecem. Fatos e realidades tendem a Salgado o valor? Sim, mas cada um nósestá tem tudo o seu valor, e, espero prá verdese bem?” Pronto já bate ato impulsivo, isso nem sempre é verdade. Muitas pessoas pensam em suicídio ser objetivos e podem ser claramente vistos e entendidos por quem os investiga que os artistas locais que se apresentarão da ‘Virada constantemente. pressão foidentro prás cucuias e oCultural” Rivotril pegou. com atenção, metodologia e honestidade. as versões as maneiras como osseu sofrimento Além Já disso, muitossão suicidas comunicam sejamdiariamente respeitados ae outras muito bemCaraca, pagos, assim como O que me e se um diaNando. eu morrer. fatos e as realidades são contadas,pessoas. na forma escrita ou falada. As versões trazem, intriga e que me deixa um poucoTodos chateado, é que são somente osémesmos vamos. O problema quando e como. “O suicídio com os outros.” Falso. O suicídio pode ocorrer com em seu conteúdo, as percepções de quem conta e,sóaoacontece mesmo tempo, influenciam a serem contratados. Os amigos da Rainha, ou quero os amigos de um dos não/ Já sacou onde chegar? Ainda quaisquer pessoas que estejam em umasalto grau de sofrimento. Aqui vale a percepção de quem recebe a informação. Nas percepções estão contidas ases da Rainha, Pontoacarimbado, e carimbado, e o médico Aproveite vida com intensidade... lembrar que o sofrimento independe delentes dinheiro, classe social, etc… sempre tem o Cartão crenças, as convicções, os interesses e as ideologias, que funcionam como carimbado… com minha saúde, eu tenho mais o que fazer pessoa que tentou suicídio uma vez, não voltará a tentar.” com que as pessoas veem o mundo “Uma e as realidades. Por isso, as cometer versões podem Falso. Se um dia eu morrer.... ser mentiras travestidas de verdades, serem fragmentos de verdade ou a verdade Na verdade, as tentativas de suicídio são um indicadorAlguns, de que ocomo suicídio pode eu, se queixam sim. Nãonunca são sequer lembrados, É porque soube viver! falta nua e crua. Por isso, ao receber uma versão, é importante ver a credibilidade realmente ocorrer. de respeito pelo nosso trabalho. da fonte, a coerência da narrativa e Também se há interesses obscuros ou falsificação da suicídio na imprensa pode, de é comum escutar que abordar OBS.: Graças a Deus estou muito bem de sa realidade nela. Ou seja, perguntaralguma se é verdade ouaumentar mentira emosforma deno verdade. forma, casos local onde a noticia é divulgada. Acredito Elogios feitos, críticas feitas, fica a pergunta: R$ 120 mil para Nando A verdade nua e crua não precisaque de roupagem maquiagem. Ela está na aproé precisooufalar corretamente sobre o assunto, de modo a conscientizar a Reisinadequadas (baita músico) vir fazer um show de uma hora e meia tem. R$ 15 ximação máxima da explicaçãopopulação dos fatos e edas realidades como elas são. Ouinformações quem sabe assim evitar que circulem mil para se fazerdeumsaúde Festival de Esquetes Teatrais, Estadual, com 25 seja, a versão mais verdadeira é aquela mais fielmente o que existe por ai que e aumentem os explicita preconceitos relacionados aos problemas mental. na realidade e suas potencialidades, sem as maquiagens das crenças, ideologias, grupos – 13 de Novo Hamburgo, com cinco dias de apresentações, sindicato trabalho, comerciários,reunindo palavras stress, interesses ou outras roupagens queNo a mentira podeonde usar para parecerdos verdade. milcomo pessoas de público...Ah, aí não tem! síndrome do pânico, crise de ansiedade, depressão, fazem parte do nosso A pesquisa como ferramenta pedagógica nas escolas permite formar crianças e são decorrentes de da assaltos, vendas, excesso de jovens investigadores críticos dascotidiano realidades ee perseguidores inquietos verdade pressão porBom, daí é brincadeira! jornada. Como ajudar? Primeiro não ser preconceituoso. Com a palavra, e das oportunidades de transformar o mundo e as realidades. É isso que tentamos psicólogos, psiquiatras e cada um dos profissionais capazes de falar sobre fazer a mais de 50 anos na Fundação Em tempo! Estamos chegando a 1.050 dias do nosso Teatro Paschoal saúdeLiberato mental.e parte desse resultado pode ser visto mais uma vez na Mostratec deste ano. É aamarelo. nossa forma contribuir para de modo mais enfatico sobre estas Setembro Um de mês para refletir Carlos Magno fechado! Haja paciência! tornar a vida e o mundo mais compreendidos questões. e melhores para todos.

Verdades Mentirosas e Mentiras Verdadeiras (parte 2)

De Nando a Fernando

Expediente Expediente Direção: Juliane Lopes Jornalista Responsável: Juliane Lopes DRT 19.192 Comercial: Evando Pedroso Diagramador/Arte Finalista: Welintom Flôr

Direção: Contato Publicitário: Juliane Lopes oviaduto@pedrosoeassociados. Jornalista Responsável: com Juliane Lopes DRT 19.192 Telefone: (51) 99268.2098 Editor: (Juliane) Rocha DRT 10.746 Christiano (51) 98238-3882 (Pedroso) Comercial: Evando Pedroso Tiragem: Expectativa de 4.000

leitores

Contato Publicitário:

Ooviaduto@pedrosoeassociados.com conteúdo geral dos artigos e crônicas publicados nesta edição Telefone: (51) 99268.2098 (Juliane)são (51)98238.3882 (Pedroso) de total e inteira responsabilidade expectativa de 4.000 Leitores deTiragem: seus autores, não se vinculando Colunistas: Carlos Ramone Kreuz - Vitor Luis Gatelli necessariamente à linha Rodembuch editorial e Luís Fernando deste jornal.

Gostou desse espaço?

Anuncie Aqui! Se você viu, seu cliente TAMBÉM VERÁ!


Jornal O Viaduto

Novembro de 2019

Facebook.com/oViaduto

3

Aprovado tratamento diferenciado a micro e pequenas empresas em licitações municipais

A

Câmara de Novo Hamburgo voltou a aprovar por unanimidade nesta segunda-feira, 28, o Substitutivo nº 6/2019, apresentado pelo vereador Raul Cassel (MDB), que estabelece regras no âmbito municipal para garantir tratamento diferenciado e simplificado às empresas de micro e pequeno porte nas contratações públicas de bens, obras e serviços. Integralmente reformulada por emenda assinada pelo próprio autor, a proposição ainda terá sua redação final apreciada nesta quarta, 30, antes de ser encaminhada para análise do Poder Executivo. Conforme o texto da emenda, o substitutivo ao Projeto de Lei nº 39/2019 incluirá cinco artigos na Lei Municipal nº 2.020/2009, que versa sobre a mesma

Foto: Tatiane Lopes/CMNH

temática. O autor ressalta que a proposta atende ao que dispõe a Lei Complementar Federal nº 123/2006 quanto à adoção de medidas que concretizem esse favorecimento, promovendo o desenvolvimento econômico e ampliando a eficiência das políticas

públicas e o incentivo à inovação tecnológica. Um dos tópicos da matéria legislativa determina que os processos licitatórios do Município exijam dos concorrentes a subcontratação de empresas de micro e pequeno porte em até 40%

do valor total do certame. Os editais, porém, poderão facultar à vencedora o parcelamento em limites superiores. A subcontratação não será exigida quando não for vantajosa à Administração. Já para a aquisição de bens de natureza divisível, deverá

ser reservado até 25% do valor estimado do certame para a contratação de micro e pequenas empresas, identificando lote exclusivo. Para todos os casos, há a exceção pontuada pela Lei Complementar nº 123/2006 de que contratações públicas de até R$ 80 mil devam ser exclusivamente destinadas à participação das empresas de menor porte. Além das subcontratações e reservas de cota, o Município também deverá instituir e manter atualizado cadastro de micro e pequenas empresas locais e regionais, de forma a contribuir para a ampla participação nos processos licitatórios. As instituições localizadas em Novo Hamburgo e em cidades do Vale do Sinos terão prioridade de contratação ante as demais empresas de menor porte, sendo aceitas propostas até o limite de

10% do melhor preço válido. A medida não se aplica caso não haja ao menos três potenciais competidores capazes de atender ao edital na região. A principal diferença acrescida pela emenda está na preferência de contratação, como critério de desempate, para micro e pequenas empresas em processos licitatórios que adotem julgamento por menor preço, maior desconto ou técnica e preço. Serão consideradas empatadas propostas até uma margem de 10% do melhor lance – na modalidade por pregão, o intervalo estabelecido é de 5%. Com isso, será permitida a apresentação de novo preço inferior ao valor vencedor do certame. Se sancionada pela prefeita Fátima Daudt, a lei proveniente entrará em vigor 120 dias após sua publicação.

Segunda edição do Seminário de Desenvolvimento Econômico debaterá tecnologia e inovação nos dias 12 e 13

C

om inscrições gratuitas e uma gama de assuntos envolvendo exportação, tecnologias para a criação de negócios, desburocratização e turismo, o Seminário de Desenvolvimento Econômico de Novo Hamburgo retoma nos dias 12 e 13 de novembro o debate sobre novas alternativas de crescimento e a cidade almejada para os próximos anos. Essas questões serão tratadas em meio à preparação para o centenário do Município. O lema Inovação e Empreendedorismo Rumo à Nova Economia norteará as atividades realizadas, das 8h30 às 18h, nas sedes do Legislativo hamburguense e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-NH). Segunda edição do Seminário de Desenvolvimento Econômico debaterá tecnologia e inovação nos dias 12 e 13 Conduzido pelo Parlamento, por meio da Comissão de Competitividade, Economia, Finanças, Orçamento e Planejamento (Cofin) e da Escola do Legislativo, e por mais 13 entidades, o

evento terá agora formato diferenciado. Nesta edição, a intenção dos organizadores é propiciar ferramentas, por meio da realização de oficinas – novidade deste ano –, para ajudar a formação de lideranças e empresários. O público deixará de ser passivo e terá a oportunidade de ampliar habilidades e pensar caminhos para a retomada da economia. Com vagas limitadas, as inscrições podem ser feitas pelo link bit.ly/FormulariodoSeminario. Um dos idealizadores da proposta, o vereador Enio Brizola (PT), presidente da Cofin, apontou que o Seminário ganhará novos contornos, pois ultrapassará a questão das cadeias produtivas – especialmente a do calçado e sua reestruturação, assunto amplamente debatido na primeira edição – e se debruçará sobre novos rumos para a economia local. Programação No dia 12, a palestra que abre os trabalhos será "Nova economia", ministrada por Igor Drews, consultor e parceiro de negócios da StartSe, e mediada por Marco

Aurélio Passini, professor da Faculdade IENH. Na sequência, o Comitê de Governança Empreendedora de Novo Hamburgo (Avança), representado pelo presidente André da Rocha, pela vice-presidente Roberta Greenfield e pela coordenadora Angela Passos, e o vice-presidente de Inovação e Tecnologia da ACI-NH/CB/EV, Robinson Klein, abordarão temas como

educação empreendedora, ecossistema de inovação e desburocratização. Na parte da tarde, a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Paraskevi Bessa-Rodrigues, e gerente da Região Sinos, Caí e Paranhana do Sebrae, Marco Copetti, tratarão sobre parcerias estratégicas para o desenvolvimento. O case do

Feevale Techpark e do Hub One será trazido ao público na sequência pela painelista Daiana Monzon, diretora de Inovação da instituição de ensino. No evento, será debatida também experiência adotada pelo poder público em Santa Catarina. Sob o título "Boas práticas de inovação no âmbito municipal", a secretária de Desenvolvimento Econômico de Palhoça, Anna Paula

Heiderscheidt, enumerará as medidas implantadas durante sua gestão. Após os três cases, a Comissão de Finanças da Câmara, composta pelos vereadores Enio Brizola, Gerson Peteffi (MDB) e Nor Boeno (PT), acompanhada pelo diretor-executivo da Fundação Liberato, Ramon Hans, mediará os debates junto ao público. A partir das 16h, o CEO da Cigam, Robinson Klein, e o presidente da Fish TV, Luiz Motta, relatarão ao público o que tornou os cases de suas empresas bem-sucedidos. A mediação será realizada pelo presidente-executivo do IBTeC, Paulo Griebeler. No segundo dia, serão realizadas cinco oficinas, que abordarão ferramentas para exportação; inovação e empreendedorismo social; soft skills; tecnologias e inovações para o desenvolvimento de negócios; e bioprocessos e biotecnologia, com foco nas cervejarias artesanais. Para o encerramento, está programada ainda uma visita técnica ao Hub One, com transporte gratuito disponibilizado pela organização do evento.


4

Jornal O Viaduto

Novembro de 2019

Facebook.com/oViaduto

Primeira Virada Cultura comemora revitalizaç

C

24 horas de programação trará a população para atrações g

omo tem de ser. A população tomará conta da praça que no sábado, 9 e domingo, 10, será palco de comemoração, cultura e arte. Para entregar à comunidade um lugar totalmente revitalizado e modernizado, a Prefeitura prepara uma grande festa na Praça do Imigrante. A primeira Virada Cultural de Novo Hamburgo, capitaneada pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), mobilizará a comunidade durante mais de 24 horas de atrações gratuitas, sendo que das 41 apresentações, 33 são de pessoas ligadas à cidade. O ponto alto será no domingo, com o show nacional de Nando Reis, a partir das 19h. Mas, tudo começa na manhã de sábado, às 10h, com a alegria do teatro da Caravana Belessa (confira programação completa abaixo). A partir daí, a festa será para todas as gerações, integrando famílias e amigos na promoção da convivência em espaço público. Além disso, a população contará com mostra audiovisual, literatura e espetáculos de dança, além de um espaço dedicado à gastronomia. O evento também é um chamado para as pessoas ocuparem, experimentarem e redescobrirem os ambientes, as texturas e as vivências no cenário urbano, bem como fomentarem importantes reflexões para a vida urbana, tais como a utilização e a acessibilidade do espaço público, o respeito a pluralidade e a diversidade, presentes em

nossa cidade. “É um momento importante da cidade. Temos nosso centro revitalizado, a Praça do Imigrante retornando para a comunidade e a cultura proporcionando uma jornada de mais de 24h de apresentações de artistas que entregarão para o público

hamburguense um momento ímpar para a história da cidade”, afirma o secretário da Cultura, Ralfe Cardoso, reforçando que a Virada Cultural é um evento que oferece atrações culturais para pessoas de todas as faixas etárias, classes sociais e gostos que ocupam, ao mesmo tempo, a mesma

região Om concur dará em inscriçõ traparti realizaç


Jornal O Viaduto

Novembro de 2019

Facebook.com/oViaduto

al de Novo Hamburgo ção da área central

gratuitas na Praça do Imigrante neste fim de semana Fotos: Lu Freitas/PMNH

Confira a programação:

da cidade. município, em breve, realizará um rso público e a empresa contratada m contrapartida um percentual das ões dos candidatos. Parte desta conida, será utilizada para financiar a ção da Virada Cultural. Foto: Jorge Bispo/Divulgação

Sábado | 9 de novembro 10h – Intervenção cênica - Caravana Bellessa | Palco Principal (Praça do Imigrante) 10h às 22h - Exposição do Projeto de Comunicação Cidadã e Audiovisual – Projeto de Prevenção à Violência - PMDI | Casa das Artes 10h às 00h – Foto da Hora | Foto Clube | Casa das Artes 10h às 19h – Troca-Troca da Biblioteca Pública Municipal Machado de Assis | Praça do Imigrante 10h às 22h - Exposição Rumo à Eternidade, de Guido Liesenfeld | Espaço Cultural Albano Hartz 11h – Aula de Ritmos – SMEL | Palco Principal (Praça do Imigrante) 12h – Apresentação musical - voz e violão – Luca Boni | Palco Principal (Praça do Imigrante) 13h – Apresentação de dança - danças urbanas - Age Movement | Palco Principal (Praça do Imigrante) 14h – Apresentação musical - As Tubas I Palco Principal (Praça do Imigrante) 15h – Apresentação musical - Gabi Nogueira | Palco Principal (Praça do Imigrante) 15h - Oficina de danças urbanas - Age Moviment | Calçadão Osvaldo Cruz 16h – Apresentação teatral - MIRA – Grupo de Pernas Pro Ar | Praça do Imigrante 17h – Apresentação musical - Uncle George Blues Palco Principal (Praça do Imigrante) 18h – Batalha de Beatbox | Calçadão Osvaldo Cruz 18h30 – Apresentação musical Kid Cegonha Palco Principal (Praça do Imigrante) 20h – Slam | Calçadão Osvaldo Cruz 20h30 – Concerto - Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo e Banda The Dogs | Palco Principal (Praça do Imigrante) 22h às 00h – Mesa redonda sobre Literatura Fantástica com Dré Santos e Gustavo Mello

8h – Apresentação de danças tradicionalistas - Invernada mirim, juvenil e grupo de chula – CTG Porteira Velha | Palco Principal (Praça do Imigrante) 8h às 10h – Passeio Histórico – Centro | Palco Principal (Praça do Imigrante) 9h às 19h - Exposição Rumo à Eternidade, de Guido Liesenfeld | Espaço Cultural Albano Hartz 10h – Apresentação musical tradicionalista – César Oliveira & Rogério Melo | Palco Principal (Praça do Imigrante) 10h às 19h – Troca-Troca da Biblioteca Pública Municipal Machado de Assis | Palco Principal (Praça do Imigrante) 10h às 22h - Exposição do Projeto de Comunicação cidadã e audiovisual – Projeto de Prevenção à Violência – PMDI | Casa das Artes 10h30 – Oficina aberta de Biodanza | Calçadão Osvaldo Cruz 11h – Oficina de bolha de sabão – Cia Fita Crepe | Palco Principal (Praça do Imigrante) 14h - Apresentação musical – GrooVI | Palco Principal (Praça do Imigrante) 15h – Apresentação musical – Two Step Flow | Palco Principal (Praça do Imigrante) 15h – Apresentação teatral - A Criança que Salvou o Mundo – Cia Entre Linhas | Praça do Imigrante 15h30 – Espetáculo teatral - A Bailarina Perneta – Cia Fita Crepe | Casa das Artes 15h às 17h – Passeio Histórico – Centro | Palco Principal (Praça do Imigrante) 16h - Apresentação musical - 50 Tons de Pretas | Palco Principal (Praça do Imigrante) 16h - Oficina aberta de Biodanza | Calçadão Osvaldo Cruz 17h - Apresentação musical – Rumbá | Palco Principal (Praça do Imigrante) 17h – Apresentação teatral - As Aventuras do Fusca a Vela – Grupo UEBA | Praça do Imigrante 19h – Apresentação musical Nando Reis | Palco Principal (Praça do Imigrante)

Czekster e mediação de Simone Saueressig | Casa das Artes

EXTRAS: Plein Air Painting, com Associação de Artistas Plásticos de Novo Hamburgo Xadrez Gigante – SMEL

00h às 7h – Oficina de produção textual com Duda Falcão - Criativo e Fantástico e prática audiovisual Conjuradores | Casa das Artes 00h às 7h – Mesas de RPG com mestres convidados e mesas abertas (necessário trazer dados e sua equipe) Taverneiros | Casa das Artes Domingo I 10 de novembro 1h às 18h – Foto da Hora | Foto Clube | Casa das Artes

SERVIÇO: VIRADA CULTURAL DE NOVO HAMBURGO Data: 9 e 10 de Novembro Horário: Das 10h do dia 9 de novembro, até às 21h do dia 10 de de novembro Local: Praça do Imigrante Evento Gratuito

5

Ghedale Saitovitch Advogado OAB-RS 13316

Meu nome é GHEDALE Saitovitch. Muitos dos quantos vão ler este artigo já me conhecem ou ouviram falar de mim. Dedico-me há mais de 40 anos a esta área de atividade , pois eu mesmo quando jovem, fui representante comercial e vim para o Sul contratado pela empresa Evadin, então importadora e distribuidora exclusiva do linha Mitsubishi – Som e Imagem – tendo trabalhado como representante há aproximadamente 26 anos. Escrevi, sobre o tema para várias revistas, tendo um Livro publicado. Enfim, interesso-me em colaborar com esta operosa classe. Também por muitos anos fui advogado no Core, sempre na intenção de trazer uma plena colaboração para o representante comercial. Saibam que a Lei que os protege é a Lei 4.886/65 com as modificações e complementações da Lei 8420-/92. O que me leva a escolher este tema, neste jornal é a vontade de orientar os muitos representantes comerciais que residem neste área do Vale dos Sinos, num intenso trabalho de superação a fim de trazer colaborações aos inevitáveis problemas advindos da relação de representação, bem como, e porque não, às representadas que, com seu tirocínio e desprendimento, colocam seus capitais sempre em risco para que nossa pátria possa progredir. É de suma importância que se entenda bem a presente lei do representante de sorte a torná-la mais compreensível, resultando daí o mínimo de dubiedades, facilitando o acordo “inter-partes” e/ou facilitando o árduo trabalho de nossos juízes. Quanto mais perfeita for a interpretação da lei, tanto mais fácil o trabalho dos advogados em definirem com clareza suas posições trazendo como consequência natural uma mais justa sentença, que em última análise é o que se busca. Considerando-se a complexidade dos problemas que surgem do dia a dia desse trabalho, considerando-se tratar-se uma Lei que apresenta dubiedades e contradições, considerando-se, ainda, a existência de uma absoluta maioria de contratos de representações mal redigidos, com grande quantidade de cláusulas que, inclusive, contrariam frontalmente a lei, tornando-se, dessa forma, cláusulas ilegais, deve-se, ao lado dos fatos concretos, das jurisprudências, e dos entendimentos doutrinários, analisar artigo por artigo, pois, somente então é que se poderá assinar o contrato. Esta recomendação, hoje em dia, é da máxima importância, pois com a entrada em vigor do “Novo Código de Processo Civil”, as dificuldades para o representante aumentaram muito, uma vez que retira do juiz a possibilidade de julgar pela forma mais racional, uma vez que deixa claro que se, no momento de assinar o contrato de representação o representante concordou com as cláusulas existentes, esta sua assinatura faz com que todas as cláusulas existentes sejam rigorosamente cumpridas, não dando margem à interpretações e/ou outros fatores passíveis de análises. Que sirva esta primeira “dica” para que o prezado representante perceba a importância de não assinar contrato com cláusula que venha a prejudicar quando do momento da rescisão. Até o próximo.


6

Jornal O Viaduto

Novembro de 2019

Facebook.com/oViaduto

Sul Beleza traz programação para atualizar profissionais da área de Estética Segunda edição do Integra – Congresso Master de Estética Integrada acontecerá no sábado (9), na Fenac, em Novo Hamburgo/RS

Fotos: Diego Soares/Talenttare

N

os dias 9, 10 e 11 de novembro, a Sul Beleza – Feira Profissional de Beleza, Cabelos, Estética e Bem-estar reunirá profissionais e estudantes do setor na Fenac, em Novo Hamburgo/RS. A feira oferecerá uma programação de conteúdo para diversas áreas do setor, como a de Estética. Já no primeiro dia, sábado (9), acontecerá a segunda edição do Integra – Congresso Master de Estética Integrada, das 13 às 19 horas, com palestras voltadas exclusivamente a esse público,

reunindo temáticas atuais, como: ozonioterapia na estética, micropigmentação paramédica, ILIB transdérmica, expert peel peelings baseados em evidências científicas, como potencializar os resultados das ondas de choques nas disfunções estéticas corporais. Um dos temas abordados durante o Integra será a palestra “Blefarolifiting com Jato de Plasma Retração de Flacidez de Pálpebras”, com Lilian Scarpin, fisioterapeuta pós-graduada em Dermato Funcional. Para potencializar os resultados, Lilian

criou uma técnica exclusiva para retração de pele na região das pálpebras com o uso do Jato de Plasma. “Esta técnica reduz significativamente as intercorrências e os sintomas pós-procedimento, visando resultados rápidos em um curto espaço de tempo”, pontua a profissional. O Integra é organizado pela Fenac, Associação Nacional de Estética e Cosmética do RS (ANEC-RS) e Sindicato dos Salões de Barbeiros, Cabeleireiros, Institutos de Beleza e Similares no RS (SINCA/RS). A feira ainda conta com outros espaços de conhecimento que contemplarão a área. No Espaço Profissional, ocorrerá a palestra e o talkshow sobre “Micropigmentação Labial com demonstração na prática”, com Brenda Terra, no domingo (10), a partir da 11 horas. Reconhecida nacionalmente como uma das 10 profissionais mais inovadoras do Brasil, Brenda se destaca pela excelência em seus cursos e serviços. É fundadora e CEO da BT Academy&Clinic, cursa Biomedicina e possui diversas especializações na área. Neste mesmo

dia e espaço, a partir das 14h30min, acontecerá a palestra “Despigmentação a laser e micropigmentação corretiva avançada, com demonstração ao vivo em modelo”. A atividade será ministrada por Janaína Campiol, master em micropigmentação avançada e especializada em tratamentos de despigmentação e PMU Recover e sócia-proprietária da Rosa Pink, maior centro de formação de profissionais em micropigmentação do Sul do país. A programação completa da Sul Beleza pode ser conferida no site da

feira: www.sulbeleza.com. br/programacao, onde também é possível verificar

quais atividades exigem inscrição prévia e o valor de investimento.

Sobre a feira - A Sul Beleza acontece de 09 a 11 de novembro, das 10 às 20 horas, nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo/RS. Com entrada gratuita, a feira é destinada aos profissionais e estudantes do setor, mediante credenciamento através do site www.sulbeleza.com.br, sendo proibida a entrada de menores de 14 anos. O evento busca aproximar todos os segmentos e trazer novidades sobre diferentes áreas do setor de beleza: cabelos, estética, barbearia, higiene pessoal, perfumaria, cosméticos, bem-estar e afins, gerando negócios e promovendo conhecimento qualificado. A feira é realizada pela Fenac em parceria com o Sindicato dos Salões de Barbeiros, Cabeleireiros, Institutos de Beleza e Similares no RS (SINCA/RS), conta com patrocínio: VERO e apoio da Prefeitura de Novo Hamburgo.

Fotos: Calangusfotografia Fone: 51 99546 - 1546


Jornal O Viaduto

Novembro de 2019

Facebook.com/oViaduto

7

Após novo caso de estupro, moradores do bairro Primavera reforçam pedido por segurança

U

ma jovem de 24 anos, grávida de cinco meses, registrou ter sido vítima de estupro após ser abordada por um homem enquanto andava pela Passarela Osvaldo Kaiser na manhã do sábado dia 5 de outubro. A ocorrência reavivou um antigo problema enfrentado pelos moradores do entorno. A travessia sobre a BR-116, ligando o bairro Primavera à região central da cidade, tem sido objeto recorrente de reivindicações por melhores condições de segurança. Cons-

ternada, a presidente da Associação de Moradores do bairro, Juliane Lopes, subiu à tribuna na segunda-feira, dia 7 de outubro para reforçar o pedido por ações efetivas de enfrentamento à violência. Juliane já havia comparecido à Câmara em diferentes momentos para expor suas reivindicações, desde reuniões de comissões permanentes até sessões plenárias. Em outubro de 2018, ela inclusive já havia se manifestado após outro crime sexual cometido no local. Com faixas, cartazes, roupas

e rostos pintados, moradores endossaram o coro por câmeras de monitoramento, manejo regular da vegetação e ações de policiamento. “Aquela área realmente é do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). Sabemos que é responsabilidade da União. Mas as moças que são atacadas pertencem à nossa cidade, às nossas famílias. Tudo o que uma gestante passa, seu bebê sente. E essa moça tem que aguentar firme, porque o bebê está em sua barriga”, lamentou.

Foto: Tatiane Lopes/CMNH


8

Novembro de 2019

Jornal O Viaduto Facebook.com/oViaduto

Profile for Jornal O Viaduto

Edição 92 - Jornal O Viaduto  

Edição 92 - Jornal O Viaduto  

Advertisement