Page 1

OCELEIRO

OCELEIRO

1

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2018 - R$ 3,00

Um adeus com ares de missão cumprida

Ano XXVI EDIÇÃO 1516 Campos Novos, SC

www.jornalceleiro.com.br

Saúde

Ortopedista e traumatologista esclarece sobre como o peso das mochilas pode causar riscos à saúde. Página 7 Comunidade

Moradora relata aparecimento de escorpião e fiscal sanitário orienta para prevenção.

Agronegócio

A poucos dias de deixar o governo, Raimundo Colombo fala dos desafios e conquistas frente ao executivo catarinense. uPágs. 08 e 09

Tecnologia ao alcance do produtor. 6º Dia de Campo Copermap é sucesso. Página 19

Imagem: Divulgação

Página 11


OC

2 OCELEIRO www.jornalceleiro.com.br

Diretor: Alexandre Alvadi Di Domenico Editora chefe, Jornalista: Antonia Claudete Martins Registro profissional 0006220/SC Repórter: Paula Contilio Assinaturas: Ana Carolina Pereira Diagramação/Arte: Wilhiam Rodolfo Peretti

Associado à Associação Catarinense de Jornais Periodicidade Verificada pela Abrajori Brasília (ACJ) Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Associação Empresarial, Rural e Cultural Camponovense(Acircan) Membro da Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina (Adjori)

Impressão: Gráfica Araucária/Lages-SC Tiragem: 1.500/Exemplares/Semana

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018 Fundado em 25 de Junho de 1992 CNPJ: 12.188.377/0001-03 Caixa Postal: 96 CEP: 89620-000 - Campos Novos/SC Redação: redacaooceleiro@gmail.com Comercial: oceleirocomercial@gmail.com Financeiro: oceleirofinanceiro@gmail.com Skype: jornaloceleiro - Facebook: OCeleiro.cn Edição Digital/Issu: http://issuu.com/jornaloceleiro

As colunas e artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião do jornal.

Fechamento da edição: Às terças-feiras à tarde

Fone: (49) 3541-0597

Circulação: Abdon Batista, Brunópolis, Campos Novos, Celso Ramos, Ibiam, Monte Carlo, Vargem e Zortéa.

Editorial Chamados a cultivar uma cultura de PAZ Por Antônia Claudete Martins Editora Chefe A Campanha da Fraternidade 2018 trata da Superação da Violência, um tema atual, pertinente e que merece nossa atenção. As estatísticas da violência nos mostram que é preciso assumir o compromisso por uma cultural de PAZ. Um compromisso que não compete somente à segurança púbica, mas a todos nós, sociedade brasileira. Conforme o IPEA, apesar de possuir menos de 3% da população mundial, o Brasil responde por quase 13% dos assassinatos do planeta. Em 2014 foram 59.627 mortes. O texto base da Campanha da Fraternidade diz que é preciso ver a realidade da violência. Neste sentido faz uma ressalva que tendo suas residências guardadas por cercas elétricas, guaritas e vigias, cada vez mais as pessoas se isolam e sentem nisso uma falsa

sensação de segurança. O outro é afastado. Mantêm-se distância não só do inimigo, mas também dos possíveis amigos, como os vizinhos. Eis aí um dos maiores desafios contemporâneos no campo da segurança pública: garantir que as políticas públicas tenham em vista o aumento da solidariedade entre as pessoas, ao invés de enclausurá-las, criando empecilhos ou mesmo impedindo relações interpessoais humanizadas. O texto base também alerta para as diversas faces da violência. Conforme o documento, no mapa da violência 2016 constata-se que morrem muito mais pessoas negras que brancas. Isso pode ser verificado nos homicídios cometidos contra jovens. Em 2011 houve quase 28.000 assassinatos de jovens. Destes, quase 20.000 vítimas eram compostas por jovens negros. As vítimas mulheres também são significativas na violência. Em 2013 houve 4.762 assassinatos de mulheres, o que sig-

nifica 13 mulheres mortas por dia no Brasil naquele ano. Numa lista de 83 países, o Brasil ocupa a quinta posição entre as nações que mais assassinam mulheres. O que é mais preocupante é que grande parte destes assassinatos acontecem no âmbito doméstico. A pobreza – miséria, na verdade – é uma das piores formas de violência que uma criança pode enfrentar. É desta camada da população que os traficantes de pessoas encontram suas vítimas para a exploração sexual, comércio de órgãos, pornografia infantil, tornando o ser humano numa mercadoria. Outra face da violência do Brasil atual é o narcotráfico, aponta o texto base. Os barões internacionais do tráfico são poupados. Pobres, negros e usuários das drogas são presos e jogados em prisões que jamais vão recuperá-los por não ser esta a preocupação central. Os presídios e cadeias brasileiros estão com superlotação de pequenos

Coluna de Moda

traficantes com idade entre 18 e 29 anos, cuja maioria não completou o ensino fundamental. Quase 70% das mulheres presas no Brasil estão nos cárceres por conta do tráfico de drogas. O documento ressalva ainda que infelizmente o Brasil não tem uma política pública eficaz de combate às drogas porque não há promoção de emprego, cultura, educação e lazer para adolescentes e jovens são elementos vitais para este combate. Em outro trecho a sociedade é convidada a promover a cultura da diálogo e da PAZ, conforme o Concílio Vaticano II que diz: “Para edificar a paz é preciso eliminar as causas das discórdias entre os homens, que são as que alimentam as guerras e, sobretudo, as injustiças. Muitas delas provêm das excessivas desigualdades econômicas e do atraso em lhes dar os remédios necessários. Outras nascem do espírito de dominação e do desprezo pelas pessoas” (GS n. 83).

Nº 131

Roupas para mulheres baixinhas: a nova aposta do mercado! Sabemos que na indústria as peças são feitas em um tamanho comum e vão sendo reduzidas com o pensamento de que servirão para todos os tamanhos. Mas isso nem sempre é o que realmente acontece. Quem nunca foi em busca de uma peça já sabendo que teria que fazer algum ajuste? É o que ocorre frequentemente com quem é baixinha. E foi pensando nisso que algumas novas empresas estão fabricando peças somente para quem tem menos de 1,65m, para que a roupa sirva completamente e não precise de ajustes! É o caso da marca Petite, de Nova York. Nela, você encontra tamanhos P, PP, e ainda o PPP. E o melhor de tudo: peças super estilosas e que não deixam o conforto de lado.

AGENDA: Divulgue seu evento aqui: oceleirocomercial@gmail.com

Por: Bethania Marin Contatos em redes sociais: Instagram: @bethania_marin, Blog: www.bethaniamarin.com, E-mail: contato@bethaniamarin.com, Facebook:https://www.facebook.com/sitebethaniamarin.

Material Escolar

FARM

Publicidade

> A loja “Trekos” informa a todos que está comercializando Material Escolar com os melhores preços: pastas, cadernos, réguas, papelaria e muito mais. Também fazemos

Gustavo Mioto se apresenta na Farm Club em Campos Novos, Dia 07 de abril às 23h. CAMAROTES DISPONIVEIS: 49 999071991, 49 989009339, 49 991886368.

O Jornal O Celeiro está com um promocional no ramo publicitário. Anunciando no contrato simples trimestral o anunciante ganha uma reportagem gratuita. Entre em contato conosco e anuncie: (49) 3541.0597.

recargas de tonners.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

Publicidade

3


OC

4

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

CURTAS Ivo Moreira é reeleito para oitava gestão como presidente do Sindicampos

Segunda chamada para ACTs é realizada na rede municipal de ensino

Foi realizada no sábado, 10, na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, a eleição da nova diretoria do Sindicampos. Com chapa única e tendo como candidato Ivo Moreira, atual presidente, a votação era SIM ou NÃO. A eleição aconteceu durante a tarde com comparecimento de 305 associados. Dos 305 votantes, foram 283 votos SIM, 21 votos NÃO e um voto em branco. Ivo Moreira foi reeleito para a sua oitava gestão frente ao Sindicampos. Conforme o sindicalista, uma das suas prioridades no próximo mandato, em que tomará posse no dia 10 de março, é a busca junto à Administração Municipal, pela implantação de um plano de saúde aos servidores públicos municipais. Diretoria executiva eleita: Presidente: Ivo Moreira; Vice-presidente - Silmara Capistrano Deluca; Secretárias: Ana Paula Bortoli e Eliane Lopes; Tesoureiros: Wilmar Martins e Adelar Pinto. A gestão será de dois anos.

A Secretaria Municipal de Educação publicou na quinta-feira, 08, nota de esclarecimento no portal da prefeitura de Campos Novos informando que a chamada realizada pelo edital 001/2018 (relativa ao processo seletivo edital 001/2017), que aconteceu na última semana, 06 e 07 de fevereiro, preencheu apenas 84% das vagas oferecidas, restando pendentes 16% das vagas. Um novo edital foi lançado (002/2018), de convocação para escolha de vagas de 2ª chamada do processo seletivo de professores para contratação em caráter temporário. A segunda chamada aconteceu no sábado, 10 de fevereiro, no auditório da Secretaria Municipal de Educação (antigo prédio da Unoesc), a partir das 08h, no Bairro Senhor Bom Jesus. A Secretaria ressaltou na nota que conforme programação interna que detém e autonomia, as vagas foram oferecidas de acordo com a demanda apurada.

Planejando ações de prevenção O Conselho Municipal Antidrogras (COMAD) juntamente com os instrutores do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), se reuniram na manhã de sexta-feira (09) com o prefeito Silvio Alexandre Zancanaro, ocasião em que foi apresentado o planejamento para o ano de 2018. O empenho e a união de esforços entre COMAD e PROERD tem garantido ações efetivas de prevenção junto à comunidade e desta forma, como aconteceu em 2017, para este ano as entidades e a administração renovaram a parceria buscando prevenir o uso de drogas, problemática que afeta crianças e jovens em Campos Novos.

Decreto dá prazo até dezembro para adequação de piscinas em SC Hotéis, clubes, condomínios residenciais e outros estabelecimentos que possuem piscinas têm até dezembro deste ano para se adequarem às novas regras de segurança. O Corpo de Bombeiros Militar expediu decreto normativo obrigando a instalação de sistema antisucção em piscinas residenciais multifamiliares ou coletivas no estado. A instalação de dispositivos de segurança em piscinas já estava prevista em lei aprovada pela Assembleia Legislativa em 2015. A norma exige que os locais tenham ralo Anti-apriosionamento e sistema de desligamento automático de bomba. A medida foi proposta pelo deputado licenciado Valmir Comin (PP). Quem descumprir a regra poderá responder por grave risco e a edificação poder ser interditada parcial ou totalmente.


15 de Fevereiro de 2018 OCELEIROCOLUNISTAS

Variedades

www.jornalceleiro.com.br

EVOLUIR

5

Nossa História em Fotos

Magna Regina Tessaro Barp - Coach Integral Sistêmica, Escritora e Palestrante Contato: magnartb@gmail.com

Foto: Acervo Benito Zandoná

Os segredos das pessoas bem-sucedidas Quantas vezes você se pegou perguntando por que uma pessoa tem tanta sorte enquanto você tem tanto azar? Como pode? O seu vizinho andar num carrão daqueles e você, que trabalha o dobro, andando nesse carrinho velho? Como pode algumas pessoas serem amadas e procuradas e você se sentindo tão insignificante, sem graça e até odiado? Você já parou para pensar o que você faria se descobrisse o segredo dos vencedores? Como você seria se prosperasse? Você acha que todos nasceram saudáveis, prósperos e bem-sucedidos? Não, você sabe que não! Poucos herdaram muitos bens. A maioria nasceu pobre e sem nenhum recurso. Mas porque alguns prosperam e outros não? Por que alguns avançam e outros regridem? Porque uns que nasceram mais pobres do que você, estão realizados e felizes; por que você não tem a mesma sorte? Vou revelar o primeiro segredo: eles não tiveram mais sorte do que você e nem tiveram as condições que você teve. Eles tiveram sim, foi um coach; algumas vezes pago, outras vezes gratuito. Para alguns, o coach era a própria mãe ou um professor, outros, contrataram mais tarde. Mas eles encontraram dentro de si as forças para colocar em prática o que seus coachs orientaram. Quem fracassa é porque muitas vezes perde o rumo e não consegue perceber sozinho que suas fraturas emocionais estão expostas, sangrando e machucando a si e aos outros. Quem fracassa, é porque se deixa abater pelas emoções, se vitimiza. Não por culpa sua, mas por crenças criadas desde a infância. Quem fracassa, vive dentro de uma bolha da sua verdade e sequer imagina que a sua verdade, não é a verdade do mundo, que a sua verdade pode ser uma grande mentira inventada para não sentir a dor de ser fracassado. Quem fracassa, conta historinhas para se manter vivo. Se bebe, conta a historinha que bebe para se alegrar; se tem barriga saliente, conta a historinha que tem calo sexual, se é infeliz no casamento, conta a historinha de que o outro precisa mudar, se ... conta que.... e assim segue contando historinhas. Identificar para eliminar essas causas de fracasso, traçar uma rota de ação e saber exatamente onde quer chegar é o que o coaching pode te ajudar a fazer e esse é o segredo das pessoas bem sucedidas.

Foto da decada de 60- Carnaval Infantil de rua - Rei Momo Suhay Assad e Rainha Marlene de Negri.

Bombom de travessa Ingredientes u 250g de chocolate ao leite; u 250g de chocolate meio amargo; u 2 latas de leite condensado; u 2 latas de creme de leite; u 2 colheres de margarina; u 2 caixas de morango;

Modo de Preparo Colocar as latas de leite condensado em uma panela com a manteiga e fazer uma massa como um brigadeiro mole; Colocar em uma travessa, e por cima deste brigadeiro mole colocar os morangos cortados ao meio; Reserve para fazer a cobertura; Para fazer a cobertura, rale o chocolate ao leite e meio amargo e misture o creme de leite; Misturar e colocar no microondas durante 1 minuto; Retirar e mexer; Colocar de novo no microondas por mais 1 minuto; Despejar a cobertura por cima dos morangos e levar à geladeira, coberta por papel filme. *Fonte: TudoGostoso.com.br

Dica de Leitura Fogo e Fúria: Por dentro da Casa Branca de Trump Michael Wolff Com extraordinário acesso aos assuntos da Casa Branca, o jornalista Michael Wolff revela os bastidores do governo de Donald Trump, o presidente americano mais controverso da história. Graças ao contato privilegiado com o primeiro escalão do governo do país mais rico do mundo, o autor pinta um quadro assustador de despreparo, desorganização, assédios, vaidades e guerra contra a mídia (acusada de fabricar as fake news), contra o Partido Democrata e até contra o conservador Partido Republicano, do próprio presidente. Com base em mais de duzentas entrevistas, Wolff apresenta com riqueza de detalhes revelações

*Fonte: Livraria Cultura

Receita da Semana

Sessões de Cinema VIDEIRA - Videira Shoping

LAGES - Arcoíris Marrocos

uMaze Runer:A Cura Mortal 3D - Dub. Todos os Dias às 18h45; uTouro Ferdinando 2D - Dub. Todos os dias às 14h30; uPaddington 2 - 2D - Dub. Todos os dias às 16h30; uSobrenatural: A Última Chave 2D - Dub. Todos os dias às 21h30; uCinquenta Tons de Liberdade - 2D - Dub. Qui. Se. Ter. Qua. às 14h40, 16h50, 19h05 e 21h20; Sáb e Dom. às 14h40, 16h50, 19h05 e 21h20; uCinquenta Tons de Liberdade - Dub. Sex. às 14h40, 16h50 e 19h05; uCinquenta Tons de Liberdade - 2D - Leg. Sex. às 21h20;

uCinquenta Tons de Liberdade - 2D - Dub. Quarta às 15h00, 17h30 e 20h30;

FRAIBURGO - Grupo Cine uCinquenta Tons de Liberdade - Dub. Qui. Sáb. Dom. Seg. Ter. e Qua. às 19h00 e 21h20; Sex. às 19h00; uCinquenta Tons de Liberdade - Leg. Sex. às 21h20; uViva: A Vida é uma Festa - 3D - Dub. Qui. Sex. Seg. Ter. e Qua. às 16h45; Sáb. Dom. s 14h40 e 16h45;

*O jornal “O Celeiro” não é responsável pelas mudanças no calendário de horários de todos os cinemas citados, portanto estes horários ainda podem sofrer alterações.


6

Publicidade

OC

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Saúde

15 de Fevereiro de 2018

7

Volta às aulas: Postura e peso Imagens: Divulgação

Ortopedista e traumatologista Mateus Franceshi Dallanora, fala sobre como o peso das mochilas pode causar riscos à saúde. Com a volta às aulas se aproximando, uma das maiores preocupações com os jovens e crianças é qual o peso ideal para carregar em uma mochila. Em entrevista, Dr. Mateus Franceshi Dallanora que é ortopedista e traumatologista deu algumas dicas do que fazer para evitar os possíveis danos ao corpo e como corrigir a postura. O cuidado com o peso excessivo é muito importante, a musculatura da Foto: Paula Contilio/O Celeiro

Dr. Mateus Franceshi Dallanora

criança é mais fraca que a musculatura de um adulto, porque estão em fase de crescimento. “Geralmente não irá acontecer um problema ósseo, nem uma alteração estrutural, mas vai começar a forçar a musculatura sem necessidade. O ideal é que elas carreguem sempre 10% de seu próprio peso nas costas”. Sempre que possível reduzir para que não se torne um malefício à saúde, balancear o peso também é indicado, caso a criança possa deixar alguma parte de seu material na escola, ao contrário é indicado que cadernos e livros sejam levados ao colo equilibrando o peso total. Não existe uma mochila ideal, sempre que o assunto é peso tentamos dar um “jeitinho” com a mochila de rodinhas ou atravessada no ombro. O Dr. alerta “A mochila ideal é aquela que a criança se adapte melhor, sem dúvida. Mas a mochila de dois apoios nas costas tem uma melhor fixação na cintura”. A mochila de rodinhas resulta sim em menos esforço na coluna, porém, caso seja pequena, obriga a criança a pender a postura para um lado ou outro já é prejudicial. Pode resultar em uma torção no punho ou uma tendinite no ombro. A mochila atravessada no ombro pode resultar em uma lesão de contratura muscular na coluna. Sempre aconselhável que a criança esteja com a postura reta e acompanhar o tamanho da mochila com o seu crescimento. Notar quanto a criança pesa e quanto ela consegue carregar. A reclamação de peso no primeiro momento deve ser sempre atendida, pois acostumar com sobrecarga após algum tempo pode aumentar o desconforto e provocar dores mais intensas.

crescer com dores nas costas e contraturas musculares”.

Medidas preventivas

Postura em sala de aula Jovens e crianças passam em torno de 4 horas sentados em sala de aula. Muitos se queixam de dores nas costas, na base da coluna. Dr. Mateus ainda explica: “Muitas das queixas de dores nas costas não é causada por lesão, mas principalmente por questão postural”. Muitos adolescentes e crianças vão ao ortopedista se queixando de dores e após todas as verificações é comum o diagnóstico resultar em postura incorreta e falta de exercício. “Uma postura adequada, uma mochila com peso adequado é o que vai evitar que essa criança venha a

Já que em torno de 60% de atendimentos em prontos socorros e hospitais são atendimentos ortopédicos, algumas medidas preventivas podem ser tomadas em relação ao peso e postura. Contrabalancear o peso entre colo e costas, se houver na escola ou curso um armário onde a criança possa manter guardados os livros mais pesados, se não houver necessidade de levar todo material, deixar em casa. Explicar e corrigir quando a criança senta “deitada” na cadeira, em cima de uma perna, sem apoio nas costas. “Claro que não dá para generalizar e dizer que todos os problemas nas costas são devido a essas atitudes, mas se conseguir realizar essas pequenas prevenções ajuda a criança evoluir melhor, não deixe de praticar esportes e em consequência resulta numa maior evolução no colégio, maior concentração nas aulas e previne problemas no crescimento”.


8

Notícias/RCN On Line

OC

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

Um adeus com ares de missão cumprida Foto: Murici Balbinot/AdoriSC

A poucos dias de deixar o governo, após sete anos, Raimundo Colombo fala sobre os desafios e conquistas frente ao Executivo, além dos planos para o futuro. Para ele, maior legado foi entregar Santa Catarina com as contas em dia e como um dos melhores estados da federação para se investir e para se viver. Confira O governador Raimundo Colombo tem usado, nos últimos dias, os poucos momentos de folga para recolher objetos pessoais e organizar sua saída da Casa D’Agronômica, residência oficial do governo de Santa Catarina que ele ocupa desde 2011, quando iniciou seu primeiro mandato. A edificação em estilo colonial, inaugurada em 1954, localizada no bairro Agronômica, em Florianópolis, serviu para receber autoridades, imprensa, eventos do governo, durante os cerca de sete anos da gestão do pessedista lageano de 63 anos. Agora, será iniciado o processo de transição do cargo para o vice-governador Eduardo Pinho Moreira, que assumirá o governo a partir do dia 16 deste mês, quando Colombo sairá de licença para cuidar da saúde, colocada algumas

vezes em segundo plano durante a gestão, como ele mesmo diz, e para fazer um curso no exterior. Posteriormente, Colombo entrará na disputa por uma vaga no Senado, em meio a uma eleição imprevisível, como classificou, preocupado com a falta de confiança do eleitor, cada vez mais desacreditado das instituições políticas. Colombo enfrentou momentos de turbulência, como no caso das declarações dos executivos da Odebrecht e da JBS, em abril e maio de 2017. A onda de atentados praticados por grupos criminosos também tumultuou a gestão, provocando noites de insônia ao governador e principalmente à equipe ligada à Secretaria de Segurança Pública. Paralelo a isso, Santa Catarina permaneceu no topo de indicadores invejados por outros Estados, como na geração de emprego. Reflexo do equilíbrio fiscal, concretizado depois de uma iniciativa que deu à Colombo status de protagonista nacional na revisão da dívida pública dos Estados com a União. Um movimento interno que partiu do então secretário de Fazenda, Antonio Gavazzoni, mas que inicialmente não mereceu muita expectativa do chefe do Executivo. “Ninguém

Raimundo Colombo acreditava”, disse o governador, num tom de quem revela que a medida por pouco não deixou de ser levada adiante. Em entrevista à Rede Catarinense de Notícias (RCN), Raimundo Colombo fala sobre essas e outras questões que moldaram a sua gestão, iniciada em 2011 e que será encerrada em abril, com a renúncia formal ao cargo de governador. Rede Catarinense de Notícias Como está sendo conduzida a transição do cargo para o vice Eduardo Pinho Moreira? Raimundo Colombo - Eu fiz um curso sobre desenvolvimento pessoal na Espanha e já cumpri algumas etapas. Agora eu devo finalizar. Também tem um evento de turismo que o governo federal solicitou que eu participasse, que trata da atração de investimentos e de turistas para o Brasil e que vai ser no mês de março. Então, tenho esses dois compromissos, ainda, antes de construir um cenário político para poder ser candidato ao Senado. RCN - O senhor sairá de licença, mas assumirá novamente em algum momento para formalizar a renúncia, em abril? Colombo - Não. A Lei de Responsabilidade Fiscal impõe um compromisso muito grande para quem assume os dois últimos quadrimestres. A partir de 1º de maio o governo não pode fazer quase nada em função dessa lei. Só pode gastar o que arrecada e só tem condições de fazer convênios e contratos que vão até dezembro.

Mas isso corrige um problema que existia no passado, que era deixar dívidas para o novo governante. Se a pessoa assumir no dia 7 de abril, praticamente não tem mais tempo pra nada. Eu acho que é meu dever fazer uma transição pacífica, harmoniosa. O ideal é até mesmo que os catarinenses nem percebam que houve mudanças, que a estrutura continue prestando serviços normalmente. RCN - O que o senhor considera mais importante, um legado da administração Colombo? Colombo - A coisa que eu considero mais importante é o equilíbrio fiscal e as ações em relação à crise. Eu sinto que a maioria dos catarinenses hoje diz que o nosso Estado está muito bem, que é um Estado melhor que os outros. É o que teve o maior crescimento do PIB. Mesmo sendo um Estado pequeno, com apenas 3,5 % da população do Brasil, foi o que mais gerou empregos em 2017 em termos absolutos. Ou seja, Santa Catarina tem excelentes números. Esse é o aspecto mais positivo, além do que foi o Estado que teve o melhor resultado perante a crise. Eu acho fantástico. O governo não aumentou impostos, pelo contrário, baixou, deu continuidade às obras, fez o pagamento dos salários em dia, manteve todos os serviços públicos. A crise aqui foi menos grave, pois Santa Catarina foi o último Estado a entrar nela e o primeiro a sair. RCN – Que medidas foram mais eficazes para que isso fosse possí-


OCELEIRO vel? Colombo - Em um determinado momento, depois que assumimos o governo, a receita começou a cair e as despesas estavam aumentando. As pessoas precisavam mais Educação, mais Saúde. De um lado aumentavam os custos e de outro caía a receita. Todos os Estados foram no caminho de aumentar impostos, quebrar contratos ou retirar incentivos fiscais. A primeira das medidas foi a renegociação das dívidas. Ninguém acreditava, foi uma briga forte com o governo federal. O trâmite foi judicializado, mas a nossa tese acabou prevalecendo. Uma grande vitória. Isso foi fundamental. Segundo ponto: fizemos muitos ajustes internos. Demissões, fechamentos de empresas do governo, exclusão de contratos. Cortamos tudo o que podíamos de custeio, e hoje isso é menor do que há cinco anos. A terceira medida foi a Reforma da Previdência, que teve um impacto muito significativo. O resto foi a gestão do dia a dia. Um período de sacrifício. Agora começou a melhorar. Em dezembro tivemos uma receita recorde. Janeiro “explodiu” e tivemos um crescimento extraordinário. Em fevereiro tudo indica que também será muito alto [o crescimento]. É isso que os indicadores nos mostram. RCN - A renegociação da dívida foi um momento de protagonismo catarinense que acabou criando um movimento também nos outros Estados. Como foi encabeçar essa reivindicação nacional? Colombo - A Secretaria da Fazenda apresentou a questão como sendo possível, mas, sinceramente, ninguém acreditava. Aí começamos a fazer a negociação com o governo federal, mas logo a gente percebeu que não conseguiríamos. A ação decisiva foi ter a coragem de ingressar na Justiça e fazer um trabalho de informação juntamente com todos os ministros, demonstrando para eles que aquele juro era extorsivo e totalmente impraticável. Quando a gente percebeu que sozinhos não conseguiríamos, formamos um grupo de governadores e começamos a articular. No início foram sete. A partir daí a coisa começou a “deslanchar”. RCN - Segurança pública é considerada uma área de extrema relevância para o governo. Santa Catarina passou por atentados, que geraram situações de pânico para a população. Isso serviu para repensar ações nessa área, ou mes-

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018 mo ampliar a estrutura? Colombo - Avançamos muito em segurança pública. O serviço de inteligência de Santa Catarina é hoje um dos mais bem equipados do Brasil. Aumentamos o efetivo. O sistema prisional também foi ampliado. Enfim, tivemos grandes conquistas na área e eu devo reconhecer e dar os parabéns à nossa equipe pelo belo trabalho realizado. Agora, não temos como esconder que a violência é cada vez maior. O problema é cada dia mais grave. Os desafios para o futuro serão maiores do que aqueles que nós temos hoje, e não dá para baixar a guarda. Ainda há muito por fazer, e esse trabalho precisa ser continuado. Essa é uma questão que não se resolve numa tomada de decisão. É uma caminhada de longo prazo. Considero que esse é um dos maiores desafios da sociedade brasileira. RCN - Investimentos de grandes empresas estão sendo anunciados para este ano em Santa Catarina. O que é possível adiantar a respeito disso para 2018? Colombo - Há uma procura junto ao governo para pleitear incentivos fiscais. Além disso, a busca de recursos para fazer investimentos junto aos bancos de fomento, como o BRDE, BNDES e Badesc. Nesse ano, até fevereiro, já tivemos um grande investimento anunciado em São Lourenço do Oeste, com a Kellogs/Parati, depois de um processo que foi disputado inclusive por outros países. Também tem a GM, com um investimento de quase R$ 2 bilhões para ampliação da planta industrial, em Joinville. Isso também foi o resultado de uma disputa com outros Estados. Em Lages, a Berneck anunciou um investimento de R$ 800 milhões. Em razão de uma cláusula de confidencialidade não posso revelar nomes, mas temos pelo menos outros 10 investimentos que estão em fase de conclusão de entendimentos técnicos com o governo, e que nos próximos dias deverão ser anunciados. RCN - Em 2017 surgiram as denúncias relacionadas à Odebrecht e logo em seguida as delações envolvendo seu nome em supostos esquemas de favorecimento da JBS. Possivelmente isso causou um dos momentos de maior turbulência para o governo. Como foi lidar com essas questões e enfrentar este momento? Colombo - Foi um dos momentos mais difíceis da minha vida. Duro mesmo,

Notícias/RCN On Line de muito sofrimento. Nunca imaginei que isso pudesse acontecer comigo. Mas é preciso ser forte, estar preparado para esclarecer a situação às pessoas. Fizemos uma defesa bastante robusta e que está na Justiça para análise. Fica claro que não vendemos nenhuma ação da Casan para a Odebrecht. Essa empresa nunca realizou nenhuma obra em Santa Catarina, não tem nenhum contrato, nunca recebeu nada. A questão da JBS era a legislação vigente. Eles fizeram doação para campanha de muitos políticos em Santa Catarina por meio dos partidos. O diretório Nacional do PSD recebeu uma doação, que transmitiu ao diretório estadual, que aportou na campanha, e isso está na prestação de contas. São dados oficiais. RCN - Isso acabou motivando alguns pedidos de impeachment junto à Assembleia Legislativa, juntamente com outras alegações. Esses movimentos causaram transtornos para a gestão? Alguma política de governo chegou a ser revista em função disso? Colombo - Eu sabia que se eu me abatesse eu iria trazer a crise para dentro do governo. Ao invés de nós cuidarmos da sociedade, nós teríamos que cuidar da crise. Então, eu precisava ser ainda mais forte do que eu normalmente era. Foi um desafio muito grande e é até hoje. Mas temos que enfrentar e eu tenho certeza que eu posso esclarecer isso. RCN - O perfil político do Raimundo Colombo passou por mudanças desde a entrada na gestão do Executivo, lá em 2011? Colombo - A gente aprende muito. Foi um período turbulento. É um furacão por dia (risos). Passamos pela maior crise da história do Brasil. E a crise tem várias faces, inclusive essa pessoal que nós falamos [caso Odebrecht e JBS]. Crise dos desafios da economia, da própria complexidade do serviço público, com a sociedade cada vez mais exigente. Então, esse período exigiu muito. Me dediquei muito à parte administrativa do governo, porque senão ficaríamos iguais à maioria dos outros Estados. Você sorri menos do que sorria, tem mais cabelos brancos do que tinha, você quase não conta mais piadas (risos). Tem menos amigos do que tinha, vive menos com os amigos que você tem. O trabalho é extremamente exigente. Chega uma hora que a melhor coisa é terminar a missão e passar para outro, pois as tuas forças também se esgotam. Não me arrependo de nada, não

9

estou triste com nada, mas tenho a consciência de que a hora é de recuperar energias, de recompor a saúde e se cuidar. Pensar um pouco em mim também. RCN - Algo que o senhor gostaria de ter feito e não conseguiu? Colombo - Tem muitas coisas que eu gostaria e que eu acho que poderia ter feito, mas que atrasou ou que não deu. Não foi por falta de luta. Nós batalhamos. Mas, claro, muitas coisas tiveram um ritmo bem mais lento do que eu desejava. Em 2010, quando eu me elegi, a economia, a arrecadação, estava crescendo 16% ao ano. Era um espetáculo. Depois de 2012 tudo piorou. Em vez de pensar em investir, só se pensava em pagar a folha e pagar os fornecedores para não atrasar os serviços. Olha a diferença que isso representa. Entrei pensando em investir e passei quase o governo inteiro buscando formas de pagar as contas e não atrasar salários, ou mesmo os serviços básicos. RCN - O senhor deixa o governo nesse momento com o objetivo de retornar ao Senado. O cenário político é conturbado. Como será a construção de uma candidatura num período que talvez seja o auge da descrença do eleitor nas instituições políticas? Colombo - A candidatura ao Senado é uma candidatura difícil. É uma eleição imprevisível para todos os cargos, todos os políticos. Há um desgaste muito grande, uma perda de confiança significativa. Eu sinto que eu devo ser candidato. RCN - Ainda que a instabilidade domine o contexto político, há sinalizações do que pode vir a acontecer em termos de alianças e acertos em Santa Catarina? Colombo - As alianças vão ocorrer em julho, agosto. Agora é um período em que todos os partidos vão tentar se fortalece, deixar todo mundo dar sua opinião, fazer seu debate, ocupar seu espaço. Se fortalecer dentro dos partidos e na sociedade. Lá na frente vai haver um caminho natural. As circunstâncias não estão totalmente claras ainda. A influência da eleição nacional também é muito forte. Agora é cada um fazer seu trabalho. Pela experiência que eu tenho, vai ter muita conversa, muita opinião, muita declaração, mas decisão efetiva, só mais adiante. *Entrevista e Informações: Rede Catarinense de Notícias (RCN On Line) Adjori - Assossiação dos Jornais do Interior de Santa Catarina


10

Opinião

Moreira Candidato Até o Carnaval, Eduardo Pinho Moreira movia-se nos bastidores como pré-candidato a governador neste ano. Mais precisamente à reeleição, já que assumirá definitivamente a caneta no começo de abril. A pretensão do vice começou a ficar clara ainda em 2017, quando ele também anunciou apoio ao projeto de Mauro Mariani, dando um gelo em Dário Berger e afastando-se do então queridinho Udo Döhler, que não tem trânsito partidário. Nestes movimentos do ano passado, já era possível observar que o vice-governador planejava cada passo. Tendo como objetivo ser o ungido do partido na convenção homologatória de agosto deste ano. Primeiro, arrumou a casa. Mauro Mariani segue no páreo, mas soube, desde o começo do 2018, quando Eduardo Moreira, Udo e Berger foram contra as prévias, que teria forte adversário interno. Prestes a assumir o governo nesta sexta-feira, 16, ainda de forma interina, mas já com autonomia, Moreira agora já não esconde mais o desejo de estar na cabeça de chapa. A um jornal da Capital, ele declarou o seguinte. “Não posso me excluir do processo político eleitoral de SC. Não posso. Eu estaria me penalizando.” Candidatíssimo. Agora também para fora de casa.

OC

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

Cinco meses

Ziriguidum

É o tempo que o quase governador Eduardo Moreira terá para mostrar serviço e se viabilizar definitivamente nas hostes do MDB. O emedebista montou uma equipe eminentemente técnica para o governo-tampão. Sinal de que estará no controle político das ações das pastas-chave do Executivo estadual.

Joaçaba já é consagrada pelo seu brilhante Carnaval. Mas o desfile do último sábado entrou para a história com um fato curioso da política catarinense. Pela primeira vez, a festa contou com a presença não só de um senador da República, mas também com um dos seus suplentes. Para surpresa de ambos, o senador Paulo Bauer (PSDB) e Athos de Almeida Lopes (MDB), que é seu segundo suplente, se encontraram antes do desfile da Escola de Samba Aliança.

No clima Entre risos e alegrias, Bauer e Ahtos recordaram várias histórias da campanha de 2010, na qual tiveram a parceria do hoje deputado federal Cesar Souza (PSD) como primeiro suplente. Ex-secretário de Agricultura, Lopes está, na prática, afastado da política. É militante do MDB e, de vez em quando, representa Bauer em compromissos no Meio-Oeste, quando o parlamentar não pode comparecer. Ambos sonham em estar unidos novamente em 2018. O dilema é que os respectivos partidos não abrem mão da cabeça de chapa para o governo.

Sinalização Na sexta-feira, o MDB fará grande festa para o ato simbólico de transferência do governo, em Florianópolis. Virá gente de todo o Estado. Mas o encontro também servirá para a turma do Manda Brasa afagar Raimundo Colombo, que será homenageado. O próprio governador tem dito, nos bastidores, que o PSD, seu partido, jamais faria uma festa de arromba como a que está sendo preparada para ele! Colombo não esconde o descontentamento com sua legenda.

Pulverização Secretário de Estado do Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan (PSDB) examina a possibilidade de disputar novamente uma vaga na Câmara Federal. Alguns grão-tucanos de SC acreditam que o partido pode eleger até três federais. Já tem Marco Tebaldi e Geovânia de Sá em Brasília. Na região de Pavan, Litoral Norte, há muitos pré-candidatos a deputado estadual, cenário que dificultará a vida de todos os pretendentes.

Com a Adjori você fala com todo o Estado

www.adjorisc.com.br twitter.com/adjorisc

facebook.com/Adjorisc

(48) 3298-7979

Horóscopo Semanal Áries

20/03 a 20/04 O amor poderá desviá-lo das suas obrigações profissionais. No plano afetivo: As manifestações de afeto e carinho serão uma constante na sua vida. Se tiver uma relação duradoura, esta conhecerá uma maior solidez ou uma transformação num sentido muito positivo. Entregue-se à pessoa eleita pelo seu coração.

Touro 21/04 a 20/05 Nada deixará ao acaso. Tudo será efetuado com ordem e regras bem precisas. No plano afetivo: O seu poder de sedução está no seu ponto alto, usufrua dele com inteligência, aproveite-o no dia-a-dia em seu benefício. Espera-o uma semana agitada onde deverá conviver, rever os seus amigos que já há muito não vê. Novas paixões podem surgir.

Gêmeos

21/05 a 20/06

Saberá ajustar energia e inteligência para conseguir os seus intentos profissionais. No plano afetivo: Vai requerer muita energia e muito dinamismo para poder confrontar com algumas situações desagradáveis. Atue com base no conhecimento concreto das mesmas e não em informações dadas a conhecer por terceiros.

Câncer

21/06 a 21/07

Seja paciente, os seus desejos necessitam de algum tempo para obter a sua concretização. No plano profissional e material: Seja prudente o quanto baste, nos passos que dá e na forma como avança para atingir as suas metas. Invista naquilo que parece sólido e não em meras especulações. Não corra riscos desnecessários, poupe dinheiro e energias.

Fonte: http://www.portalangels.com/

Leão 21/07 a 22/08 Faça escolhas sobre quem deve ou não acompanhar os seus dias. A superficialidade dos relacionamentos deverá ser banida. No plano profissional e material: Contenha os seus impulsos, pois poderá criar situações de conflito. Não está num período muito favorável para impor as suas ideias. Se as compras são uma forma de terapia, faça-as, mas se controle.

Virgem

23/07 a 22/09 As suas relações afetivas vão situar-se preferencialmente no campo social. No plano profissional e material: Poderá obter compensações dos projetos que tem vindo a desenvolver ultimamente. Alcançará o apoio financeiro necessário para a boa concretização de um projeto de instalação por conta própria.

Libra 23/09 a 22/10 A sua evolução profissional terá por base a experiência, mas também o empenho que demonstra. No plano afetivo: Não peça aos outros aquilo que não pode dar. Tente ser autocrítico e analise as situações com clareza. De forma tranquila e sem dramas, defina um pouco melhor os sentimentos que nutre pelo ser amado. Evite dessa forma as repetidas decepções.

Escorpião 23/10 a 21/11 Procure repousar e recarregar baterias para os tempos vindouros. No plano afetivo: Poderá se sentir desmotivado, habitado por uma baixa de vitalidade, as suas energias não permitirão sair e partir à conquista. Procure os mimos do ser que partilha a sua vida e em conjunto dedique-se a atividades caseiras que dão prazer.

Sagitário 22/11 a 21/12 Um sentimento de solidão poderá trazer alguma sombra aos seus dias, porém também poderá transportar a recordação de momentos felizes. No plano afetivo: Amor e compreensão mútuas estão na ordem do dia, viva a sua paixão intensamente. Os momentos do início de uma relação são momentos inesquecíveis. Partilhe essa alegria interior com a pessoa de quem mais gosta.

Capricórnio 22/12 a 20/01 Para uma boa evolução da sua relação afetiva, deverá agir com inteligência. No plano profissional e material: Terá uma semana próspera tanto em negociações como nos resultados que já esperava há algum tempo. Seja arrojado e corajoso em novos desafios. Embora a vida financeira esteja protegida, não abuse da sorte.

Aquário 21/01 a 18/02

A nível profissional viverá dias de luta constante na busca da orientação certa para atingir os seus objetivos. No plano profissional e material: Deverá colocar as suas metas pessoais e profissionais um pouco mais alto. Os comentários que possam tecer em torno das mesmas não deverão ser entendidos como negativos, mas sim, como sinais de que está no caminho certo.

Peixes 19/02 a 19/03 Para evoluir profissionalmente deverá explorar ao máximo a sua experiência e sabedoria. No plano profissional e material: Poderá instalar-se alguma rotina ou mesmo monotonia no campo profissional. Aproveite para dar asas à sua imaginação e construir algo de novo. No campo financeiro, tenha algum cuidado com gastos extra.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

Comunidade

11

Escorpiões causam dúvidas e medo em Campos Novos Moradora do Centro II relata aparecimento do aracnídeo e fiscal sanitário orienta para prevenção. Nos meses mais quentes e de grande umidade a população de muitos estados sofre com as aparições de diversos aracnídeos. Não sendo tão diferente em Campos Novos, fomos informados de aparições pelo Centro, lotes vazios e algumas residências também. Em contato com a Vigilância Sanitária, por meio do fiscal sanitário Mario Arthur Favretto, fomos informados que até o momento, apenas três ocorrências foram registradas, as espécies contém sim veneno, porém não são fatais e nem geram risco à saúde. As espécies encontradas foram

Bothriurus (Escorpião preto) e Tityus Costatus. Não há um primeiro socorro a se fazer. Mario explica que em caso de picada, a vítima deve lavar o local com água e se dirigir ao hospital mais próximo e de preferência com o animal em um vidro. O fiscal sanitário orienta que para prevenir o aparecimento do animal pode-se começar por limpar entulhos, lixos, britas que retém umidade, manter o quintal sempre limpo e livre de montes de folhas. “Para evitar a picada deste e dos demais animais peçonhentos deve-se sempre verificar bem os calçados, chacoalhar roupas dobradas no armário e até mesmo as estendidas no varal, vedar as brechas que ficam nas portas e janelas, afastar lenhas de paredes e podar a vegetação do jardim ou próximo às encostas também é aconse-

Foto: Divulgação/Internet

lhado”. Uma moradora do Bairro Centro ll relatou que já encontrou mais de 5 escorpiões. Um deles no banheiro da residência e todos os outros ao redor da casa. A mesma não pediu auxílio à Vigilância Sanitária e prontamente expulsou o aracnídeo. O mais indicado, porém, é entrar

em contato com os órgãos capacitados para a remoção sem risco. Caso seja constatado que o morador auxiliou a reprodução do animal no local por acumular lixos e entulhos, o mesmo terá um prazo para efetuar a limpeza do espaço. Caso não seja tomada nenhuma atitude do morador para com essa prevenção, o mesmo será multado e autuado.


12

Educação

OC

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

Calendário do ano letivo está sendo aberto hoje Foto: Paula Contilio/O Celeiro

Na região, mais de 5 mil alunos iniciam aulas nesta quinta-feira. Cerca de 501 mil estudantes da rede estadual iniciam as aulas nesta quinta-feira, 15. Em Campos Novos e demais sete municípios de abrangência da Gerência Regional de Educação (GERED), entre 5.300 a 5.400 alunos iniciam aulas hoje. Conforme o gerente regional de educação em exercício, Alaor Gotz, algumas escolas passam por reformas e em outras as melhorias já foram concluídas. Em três unidades as ordens de serviço foram assinadas em janeiro e preveem a reforma dos espaços, conforme anunciou a Agência de Desenvolvimento Regional (ADR). Uma delas é a EEB Deputado Augusto Bresola, de Vargem, que deve ter as obras finalizadas até o início de março. Com investimentos de R$ 19,5 mil reais por parte do Governo do Estado, as obras estão sendo executadas pela empresa Fermak Construtora e Incorporadora. A EEB Heriberto Hulse de Ibiam também passa por reformas. Com investimentos da ordem de R$ 59,3 mil as obras devem ser finalizadas até o final de março e estão sendo executadas pela Copag Construtora e Incorporadora. Em Campos Novos, a EEB Professora Antonia Correa Mendes do Distrito de Bela Vista também está recebendo investimentos. A empresa Copag Construtora e Incorporadora está executando deste meados de janeiro as obras de revitalização que contam com R$ 15,8 mil em investimentos. Conforme o secretário executivo da ADR Campos Novos, Jairo Luft o ano de 2018 começou com obras sendo executadas na região, e deve permanecer assim durante todo o ano. “Além das outras oito reformas nas unidades escolares que estão sendo realizadas na região, ainda estamos aguardando a licitação da nova unidade escolar da EEB José Faria Neto de Campos Novos, uma obra importante e necessária que levará uma unidade escolar com investimentos de mais de R$ 3,7 milhões de reais ao Distrito de Ibicuí, em Campos Novos”, explicou. A Agência de Desenvolvimento Regional de Campos Novos conta ainda com duas outras unidades escolares que devem receber reparos ainda no início de 2018. Uma delas é a EEF Augusto Carlos Stefanes do município

Alaor Gotz de Brunópolis, na qual estão previstos investimentos de R$ 136 mil reais. A outra é a EEB Professora Virginia Paulina da Silva Gonçalves, de Monte Carlo que conta com investimentos de R$ 545 mil por parte do Governo do Estado. As duas unidades tiveram as licitações iniciadas nos dias 18 e 19 de janeiro. Também segue em obras a E.E.B. Escola Gasparino Zorzi. Alaor Gotz desejou um bom início de ano letivo. “Queremos desejar a todos os nossos alunos um bom retorno dia 15, aos nossos professores também. Dizer aos pais que estamos disponíveis em todas as unidades escolares que por acaso vier no decorrer do ano letivo”. Desde a semana passada também ocorre a chamada pública de professores. Em todo o estado de Santa Catarina, mil professores e profissionais para a área administrativa das escolas foram efetivados no quadro do magistério estadual catarinense. Foram 600 professores do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) e do Ensino Médio e 400 profissionais para a área administrativa: Assistente de Educação, Supervisor Escolar, Administrador Escolar e Orientador Educacional. Os profissionais já iniciaram seu trabalho nas escolas e participaram das formações. Foi a primeira chamada do concurso público que é válido por 2 anos, prorrogável por mais 2. Desta forma, novos profissionais da educação devem ser chamados para ingressar no magistério estadual nos próximos anos.

O Rótary Club Campos Novos, Casa Da Amizade e AMA, convidam o povo em geral para um grandioso Bingão, dia 03 de março de 2018, no salão paroquial com ótima premiação. Participe. A Comunidade Santa Rita -Sarandi e o Pe.Alexandre de Nardi Biolchi, convidam você e sua família para a Festa em honra a Padroeira Santa Rita e em comemoração aos 10 anos de Ordenação Sacerdotal do Pe.Alexandre, dia 11 de março com missa ás 10h30,ás 12 hrs. Almoço (venda de churrasco, e serviço de cozinha) á tarde jogos e diversões.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Geral

15 de Fevereiro de 2018

13

Um convite à conversão Fotos: Paula Contilio/O Celeiro

Igreja Católica abriu nessa quarta-feira de cinzas (14), o período da Quaresma. “Mais uma vez vamos encontrar-nos com a Páscoa do Senhor! Todos os anos, com a finalidade de nos preparar para ela, Deus na sua providência oferece-nos a Quaresma, «sinal sacramental da nossa conversão», que anuncia e torna possível voltar ao Senhor de todo o coração e com toda a nossa vida”. A afirmação é parte da mensagem do Papa Francisco para a Quaresma de 2018, período de quarenta dias, que iniciou ontem (14), denominada quarta-feira de cinzas. O vigário da Paróquia São João Batista de Campos Novos, Padre Genuir Pieta reforça que a Quaresma é o tempo que celebra o Mistério Pascoal de Cristo, sua paixão, morte e ressurreição. “A Quaresma é a preparação para a Páscoa, são 40 dias em que a Igreja convoca os cristãos a preparar o maior evento religioso do ano, que é a Páscoa do Senhor, o centro da vida cristã. Não só se celebra paixão e morte, mas a ressurreição, que dá sentido a tudo”. A celebração das cinzas representa sinal de penitência e conversão. “Você veio do pó da terra e ao pó da terra irá voltar! Então não se deixe levar pelas vaidades passageiras, mas saiba que está a caminho de uma realidade nova. As cinzas é um gesto de humildade e penitência, justamente para receber o dom de Deus, a graça que o Cristo morto e ressuscitado vai trazer. Nesse tempo a Igreja faz grandes convites à conversão, retomar o caminho bom, mudar de direção, melhorar

nossas atitudes e nosso comportamento”, reforçou o sacerdote. No sentido da penitência, o período da Quaresma também estimula o jejum na quarta-feira de cinzas e sextafeira santa. Hoje o que a Igreja recomenda é o jejum da partilha. “A Igreja recomenda que este jejum seja mais no sentido de partilha, um gesto de dar para os necessitados aquilo que não é necessário para nós. Também fazer jejum de coisas supérfluas, de bebida alcóolica, diversões que não ajudam em nada na vida cristã e seguir no caminho de preparação da Páscoa, com espirito de penitência e oração”, reforçou Padre Genuir.

Campanha da Fraternidade também tem início

Genuir Pieta

Iniciado o período da Quaresma a Igreja também faz um convite à reflexão por meio da Campanha da Fraternidade, lançada neste período. Neste ano tem como tema “Fraternidade e Superação da Violência e como lema “Vós Sois Todos Irmãos”, (Mt 23,8). Padre Genuir Pieta afirma que que a campanha da Fraternidade nos convida a buscar a conversão, ou seja, a construir a fraternidade ou reconstruí-la sempre. “A superação da violência depende de cada um de nós. Pequenos gestos podem mudar nosso dia a dia e o de muitas outras pessoas. Vamos refletir juntos para descobrir o que está ao nosso alcance para vivermos uma vida pessoal fraterna e ter uma boa convivência com o próximo”.

Neste sentido o sacerdote compartilhou com nossos leitores sugestões que recebeu para superação da violência no dia a dia. “São dicas pessoais para uma vivência pacífica, pequenos gestos que, quando somados reforçam a decisão por uma cultura de paz: Buscar a justiça e jamais a vingança; Acolher o diferente; Ser reflexível; Ter paciência; Não corrigir para humilhar; Aceitar que o outro também erra; Aprender a pedir perdão; Evitar discutir assuntos que incitam à agressão; Dirigir defensivamente; Ser capaz de perder para não brigar; Controlar o próprio temperamento; Aceitar o conflito, nunca o confronto; Discordar com respeito e caridade; Evitar a maledicência; Não alimentar a ira; Criar um ambiente de paz; Não fazer com os outros aquilo que não gostaria que fizessem a você; Converter-se”!


14

OC

Cultura

Cultura gera futuro Foto: Antonia Claudete Martins/O Celeiro

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

#Parceria cultural Foto: Alessandra de Barros/Portal Éder Luiz

Fundação Cultural oferece novas oficinas culturais em 2018. A Fundação Cultural Camponovense está com inscrições abertas para novos projetos nas oficinas culturais nas modalidades de dança, música e canto. A partir deste ano, além das oficinas já ofertadas, serão oferecidas aulas de piano, flauta doce, sopro, canto infantil e danças ítalo-germânicas. As inscrições podem ser feitas na Biblioteca Pública Municipal Luiz Henrique da Silveira e na Fundação Cultural Camponovense. Nas modalidades de música o público alvo são crianças a partir dos 7 anos, adolescentes, adultos e idosos. Na modalidade de danças ítalo-germânicas o público a ser atendido são adultos e idosos. Os frequentadores deste grupo de dança vão integrar a Companhia Municipal de Dança, que será implantada neste ano, juntamente com o Grupo de Danças Urbanas, que já é oferecido pela Fundação. Há limite de vagas, informou a coordenadora de projetos da Biblioteca Pública, Roscely Scheffer Silva. “Tem limite de vagas em decorrência do quadro de professores, mas se a pessoa fizer a inscrição e não haver vaga disponível, ela fica na lista de espera e se houver desistência ou o aluno subir de nível, os inscritos são chamados de acordo com a ordem de inscrição”. As novas oficinas devem iniciar entre final de fevereiro e início de março. A partir deste ano, além do período diurno, as oficinas da Fundação Cultural serão oferecidas também à noite. Ao todo são 15

Marli Becker e Roscely Scheffer Silva oficinas culturais oferecidas pela Fundação entre dança, canto e música. Roscely reforçou os benefícios. “Ano passado fizemos uma pesquisa bem ampla para termos noção dos benefícios que as oficinas apresentam aos alunos que participam. Pudemos comprovar na prática que as oficinas culturais apresentam resultados muito positivos na vida do aluno, tanto na questão de conhecimento, desinibição, capacidade de expressão corporal e verbal, além da oportunidade de descobrir e desenvolver talentos. Os benefícios para os alunos são imensuráveis tanto culturais, como sociais, além de melhorarem seu desempenho em sala de aula. Com os idosos também há um benefício muito grande, se comparado com aqueles que ficam apenas em casa, tem uma diferença muito expressiva em saúde e qualidade de vida, além de ser um momento de lazer para todos. A Cultura gera futuro e beneficiamos todas as classes sociais”.

Escola de Samba Acadêmicos do Grande Vale teve ala de Campos Novos. Parceria com a Fundação Cultural Camponovense junto à Escola de Samba de Joaçaba, a Acadêmicos do Grande Vale, possibilitou uma ala de Campos Novos no domingo, 11, durante o desfile de carnaval. Conforme a Superintendente da Fundação Cultural, Marli Becker, a parceria é resultado da visibilidade do trabalho com as oficinas de teatro no município. Desta forma, Campos Novos participou com uma ala de mais de 50 foliões. “Foi mantido contato com a Fundação Cultural por meio do presidente da Escola de Samba nos sugerindo esta parceria, em virtude de acompanharem nosso trabalho em 2017 através das redes sociais, quando perceberam que o nosso teatro necessitava de investimento, principalmente de figurinos e por estarmos sempre trabalhando com parcerias, nos ofereceram mais esta. Então nós levamos

nossos alunos das aulas de dança, seus pais e a população camponovese no domingo e a escola em contrapartida nos cederão fantasias e figurinos no decorrer de 2018 para as mostras de teatro com os alunos da Fundação Cultural. A Rádio Simpatia FM também é nossa parceira nestas tratativas, apoiando a iniciativa”. A apresentação da Escola de Samba em Campos Novos, que estava prevista para segunda-feira, 12, foi cancelada devido aos danos causados às fantasias ocasionados pelas fortes chuvas durante o desfile em Joaçaba no domingo. Conforme Marli Becker a ideia é no futuro retomar os eventos de carnaval em Campos Novos. “Acredito que essa seja uma ideia para nós iniciarmos um trabalho para os próximos anos no sentido de reativar o nosso carnaval, que está relacionado diretamente com a cultura, pois ali se trabalha a dança, o teatro, a história, a literatura e a música. Temos que valorizar isso e o que se deixou de se fazer vamos tentar resgatar”.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Empresarial

15 de Fevereiro de 2018

15

A medida certa para sua economia Fotos: Paula Contilio/O Celeiro

Loja Ponto Econômico comemora com clientes 3 anos de funcionamento neste mês de fevereiro em Campos Novos. Vai construir ou reformar? A Ponto Econômico Materiais de Construção tem tudo que você precisa, do básico ao acabamento, com localização na Avenida JK, ao lado do Mercado Devilla. Entre seus diferenciais, a Ponto Econômico Materiais de Construção oferece atendimento de excelência, fidelização, agilidade na entrega, além de ótimas condições de pagamento. “A equipe preza muito o atendimento ao cliente, parceria com construtoras e construtores. Hoje disponibilizamos de quatro caminhões, caçambas e caminhonetas para agilidade na entrega”, destacou a gerência administrativa da loja.

Com materiais de ótima qualidade e tudo que há de novo no mercado para reforma ou construção, o objetivo é sempre atender em condições que caibam no bolso do consumidor. “Condições de pagamento temos crediário até 24 vezes, crediário até 12 vezes no cheque, trabalhamos com cartão de crédito e no pagamento à vista oferecemos ótimos descontos”, observou a responsável pelo setor financeiro Fabiana Mânica. A Ponto Econômico também oferece na Loja o correspondente bancário do Sicredi, para pagamento de contas no valor de até R$ 1.500,00 e está sendo buscada junto à instituição de crédito, uma linha de financiamento para construção. Junto à Caixa Econômica Federal, a loja é conveniada no Cartão ConstruCard, que viabiliza financiamento de habitação para adquirir materiais de construção.

A Ponto Econômico atende Campos Novos e todos os municípios da Região da Amplasc (Associação dos Municípios do Planalto Sul de Santa Catarina).

A comemoração Para comemorar os 3 anos de fundação em Campos Novos, a Ponto Econômico Materiais de Construção vai

oferecer um café da manhã especial aos clientes na quarta-feira, 21 de fevereiro, a partir das 08h, com sorteio de brindes e presença de representantes de marcas que a loja representa. 100 convites serão distribuídos. Além desta comemoração especial, durante todo o mês de fevereiro, a loja oferece descontos especiais em comemoração ao aniversário.

Os organizadores convidam a todos para participar de Torneio de Pesca, que acontecerá no dia 04/03/2018 no Pesque e Pague Braz Cardoso, no Ibicuí. Para maiores informações e para efetuar sua inscrição: na Top Sport, Lanchonete Serpa (falar com Gordo), ou nos telefones: 98826-1628 (Braz) ou 99984-4255 (Carmem).


16

Abdon Batista

OC

Confirmados os Shows Nacionais da festa dos 29 Anos de Abdon Batista Imagem: Divulgação/PMAB

A Comissão Central Organizadora (CCO) da Festa dos 29 Anos do Município de Abdon Batista, formada por secretários, assessores municipais e vereadores, confirmou na última semana os Shows Nacionais que estarão presentes na programação oficial do evento, que será realizado nos dias 20, 21 e 22 de abril no Parque Municipal de Eventos Eutímio Pucci Ceregatti com entrada franca todas as noites. A expectativa dos organizadores é grande e o 29º aniversário da cidade promete muita música, alegria e emoções. Entre as atrações estão Shows nacionais com Gabriel Valim no dia 20 de abril, a dupla Conrado &

Aleksandro no dia 21 e Michel Teló no dia 22, além da presença confirmada do Rodeio Country com a equipe César Paraná. Desde já o prefeito Lucimar Salmória, em nome da CCO, convida toda a população para acompanhar as festividades em comemoração ao aniversário de Abdon Batista. "Estamos preparando com muito carinho mais uma grande festa para o povo abdonense e visitantes. Podemos destacar que a programação é variada, por isso, nossas expectativas são as melhores e não temos dúvidas do sucesso do evento. Todos estão convidados a fazer parte deste importante momento. A Festa é para você!", enfatiza Lucimar.

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

Unidade Básica de Saúde de Abdon Batista não atende mais fora de expediente Notificação encaminhada pelo Conselho Regional de Enfermagem (COREN) à Secretaria Municipal de Saúde de Abdon Batista, determina que a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Município, não preste mais atendimentos fora do horário de expediente ou sem o acompanhamento de um profissional médico. De acordo com a enfermeira responsável, Gislaine Palavro, o descumprimento pode acarretar na suspensão das atividades das enfermeiras da UBS. “Não haverá mais o sobreaviso a partir das 17 horas durante a semana e nos finais de semana e feriados na UBS. O não cumprimento desta determinação ocorrerá em suspensão de todas as atividades das Enfermeiras na unidade de saúde. Contamos com a colaboração de todos os munícipes que estejam cientes de que não haverá mais o atendimento. A orientação em caso de urgência e emergência é procurar o hospital mais próximo que é Campos Novos”, explica. A Secretária de Saúde, Marizane Mecabo ressalta que o município conta somente uma unidade básica de saúde e não um pronto atendimento. “Por isso não podemos continuar realizando esses atendimentos. Contamos com profissional médico e toda uma equipe qualificada para que o

atendimento em horário de expediente. Então quem necessitar procure o atendimento de segunda a sexta-feira das 08h às 12h e das 13h às 17h. Pedimos a compreensão de toda a população pois é uma notificação do COREN e precisamos regularizar, até mesmo como forma de estar evitando algum problema com as nossas profissionais enfermeiras, relacionado ao atendimento que elas estavam fazendo pós expediente”, enfatiza. Já o prefeito Lucimar Antônio Salmoira salienta que a decisão do COREN atende ainda as competências profissionais entre médicos e enfermeiras. “Fomos notificados pelo COREN para que os serviços fora do expediente fossem cessados e teve também uma ação judicial discutindo as competências técnicas e profissionais entre o CFM - Conselho Federal de Medicina - que entrou com a ação judicial contra o COREN. Isso também veio a motivar ainda mais essa decisão que estamos tomando. Nos preocupamos muito com a saúde dos nossos munícipes, desejamos que seja de qualidade, não queremos que ninguém perca vida por falta de atendimento, mas nós também temos que respeitar os órgãos de classe que determinam e ditam normas e como temos uma unidade básica temos que acatar e cumprir essas determinações”, ressalta o prefeito.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

Esporte recebe kit de basquete

17

Vargem

Espalhador de calcário é entregue Fotos: Divulgação/PMV

Agricultores de Vargem serão beneficiados com espalhador de esterco sólido e de calcário. A Administração Municipal, por meio da prefeita Milena Becher que esteve na capital do estado, conseguiu junto à Se-

cretaria de Estado da Agricultura, viabilizar um espalhador de calcário para o município, uma importante conquista para a agricultura. O equipamento foi entregue na última semana.

Prefeita Milena cumpre agenda em Brasília O Departamento Municipal de Esporte de Vargem recebeu um kit de basquete, repassado pela Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte. O kit compreende bolas e tabelas. O material

esportivo vai auxiliar em competições e também vem ao encontro do projeto da nova escolinha de basquete que será oferecida pela Administração Municipal, por meio do Departamento de Esporte.

Ginásio Alberto Oneda é reformado e escolinhas serão ampliadas

A prefeita Milena Becher cumpre agenda em Brasília na próxima semana. Entre os compromissos agendados, a gestora participa de assembleia geral que acontecerá na terça-feira, dia 20 de fevereiro em Brasília. Traçar estratégias, afinar os discursos e estabelecer as prioridades para 2018 são os objetivos deste encontro municipalista que irá reunir prefeitos de todo o Brasil. No dia seguinte, a Associação organizará uma mobilização no Senado para tratar do trâmite final da aprovação

do PLC 315/2009 que aumenta em 44% os repasses da Compensação Financeira pela Utilização dos Recursos Hídricos (CFURH) destinados aos municípios. Ainda neste dia, também está prevista uma audiência na Casa Civil para debater as ações de fomento da produção de pescados nos lagos das usinas. Milena também tem agenda na Defesa Civil Nacional, FNDE (Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação), Ministério do Turismo e Ministério do Esporte, entre outros compromissos.

Novas obras de asfalto em conclusão

O Ginásio Municipal Alberto Oneda de Vargem passou por várias melhorias. A estrutura recebeu pintura do piso e arquibancadas, entre outros serviços e está pronta para receber todos os alunos da escolinha de futsal e demais modalidades que passarão a ser oferecidas neste ano de 2018.

A intenção, conforme prefeita Milena Becher, é oferecer a partir deste ano além do futsal, escolinha de basquete, handebol e vôlei, para crianças e adolescentes de 07 a 17 anos de idade. A intenção é investir no esporte de base e também de rendimento. No ano de 2017 a escolinha de futsal atendeu a 120 crianças e adolescentes.

O projeto de pavimentação asfáltica está sendo executado com recursos do Fundo de Apoio aos Municípios (FUNDAM 1) e contempla as ruas Antônio de Araújo e Benjamin Margotti, projetos que foram aprovados em 2015 pelo BRDE. O convênio também contempla a construção dos passeios e sinalização das vias públicas. Para aprimorar ainda mais o

projeto e beneficiar a população, a Administração Municipal, por meio da prefeita Milena Becher, decidiu executar também a parte de esgoto e água fria, já deixando a infraestrutura pronta, o que não está incluso no convênio. As obras tiveram início no começo de novembro e na última quinta-feira, 09, estavam em andamento as obras de implantação da capa asfáltica.


18

Agronegócio

OC

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

Definida a programação do 23º Dia de Campo Copercampos Foto: Divulgação/Copercampos

para atender as solicitações dos visitantes. São debates que oportunizam o conhecimento tanto para lavoura, pecuária, clima e também sobre o cooperativismo, para reforçarmos a importância da união que move a Copercampos e seus cooperados.

Convidamos a todos a prestigiar o evento, visitar os estandes das mais de 140 empresas parceiras e tirar as dúvidas sobre a situação das propriedades. Nosso objetivo é de repassar conhecimento aos visitantes”, ressaltou.

Confira a programação: Evento terá palestras com temas sobre doenças da soja, bovinocultura de corte e impactos do clima, por exemplo. Mais de 140 empresas estão confirmadas no centro de conhecimentos do agronegócio. Nos dias 27 e 28 de fevereiro e 1º de março, o Campo Demonstrativo Copercampos, localizado às margens da BR 282, Km 347, em Campos Novos, se transforma. O espaço de pesquisa e validação de novas tecnologias para a agropecuária torna-se o centro do conhecimento sobre as atividades do agronegócio. Na 23ª edição do Dia de Campo Copercampos, mais de 140 empresas diretamente ligadas ao setor estarão expondo e revelando todas as qualidades existentes em seus produtos. São empresas de agroquímicos, sementes, medicamentos veteri-

nários, de pesquisa, bovinocultura de corte e leite, suinocultura, madeiras, instituições bancárias, prestadores de serviços, instituições de ensino, empresas de máquinas, equipamentos agrícolas e veículos que estão disponíveis para repassar o máximo de informações e realizar ótimos negócios. Durante os três dias, técnicos estarão disponíveis para apresentar as melhores soluções para as atividades agropecuárias. Com pesquisadores e palestrantes, a Copercampos busca difundir conhecimentos para gerar novas oportunidades e principalmente rentabilidade ao homem do campo. De acordo com o coordenador do evento, Engenheiro Agrônomo Fabrício Jardim Hennigen, a programação da 23ª edição do Dia de Campo busca atender todos os públicos. “Definimos uma programação de palestras, especialmente,

DIA 27 de fevereiro: >8 horas – Abertura dos portões - Visitação livre; >11 horas – Abertura Oficial - Local: Lona do restaurante; 12 horas – Almoço; >13h 30min – Palestra: Manejo Integrado do mofo branco na soja com Ricardo Brustolin, Eng. Agr. Mestre em fitopatologia pela UPF (Passo Fundo/RS), consultor agrícola desde 2006 em todo o Brasil, proprietário da RB Assessoria e Consultoria Agropecuária em Passo Fundo/RS - Local: Auditório em anexo a Lanchonete; >18 horas - Fechamento dos portões. DIA 28 de fevereiro: >8 horas – Abertura dos portões - Visitação livre; >10 horas – Palestra: Palestra: Manejo Integrado do mofo branco na soja com Ricardo Brustolin, Eng. Agr. Mestre em fitopatologia pela UPF (Passo Fundo/ RS), consultor agrícola desde 2006 em todo o Brasil, proprietário da RB Assessoria e Consultoria Agropecuária em Passo Fundo/RS - Local: Auditório em anexo a Lanchonete; 12 horas – Almoço; >13h 30min – Palestra: Suplementação de Bovinos de corte a pasto com Evandro Schonell, Zootecnista e Mestre em Nutrição Animal - Local: Auditório em anexo a Lanchonete; >18 horas - Fechamento dos portões; >19 horas – Jantar de Confraternização com empresas expositoras. DIA 01 de março: >8 horas – Abertura dos portões - Visitação livre; >10 horas – Palestra: Variabilidade climática e seus impactos na produtividade da soja com Paulo Cesar Sentelhas, Consultor e Doutor com especialização e doutorado em Agrometeorologia, com pós-doutorado no Canadá. Professor Associado da ESALQ/USP e Editor Chefe da Revista Scientia Agrícola da USP. - Local: Auditório anexo a Lanchonete; 12 horas – Almoço; >13h 30min – Palestra: “Cooperativismo” com José Almery Padilha, Coordenador de Serviços Técnicos da Ocesc/SC, Eng. Agr. Formado pela Fundação Faculdade de Agronomia Luiz Meneghel, Bandeirantes/PR, (Palestra direcionada para o JEC – Jovens Empreendedores Copercampos.) - Local: Auditório em anexo a Lanchonete; >17 horas – Fechamento dos portões e encerramento do evento. *Informações: Comunicação/Copercampos


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Agronegócio

15 de Fevereiro de 2018

19

Tecnologia ao alcance do produtor Fotos: Paula Contilio/O Celeiro

6º Dia de Campo Copermap é sucesso. A Cooperativa Múltipla de Agricultura e Pecuária – Copermap realizou na quinta-feira, 08, a 6ª edição do Dia de Campo. O tradicional evento é realizado ao lado da filial 02 da cooperativa, às margens da BR 470, km 286, em Brunópolis. Com 32 empresas parceiras expondo seus produtos e serviços, o evento recebeu cooperados, simpatizantes, visitantes e empresários do ramo e contou com palestras técnicas direcionadas às diferentes atividades do campo, buscando aproximar o agricultor das novas tecnologias disponíveis no mercado. Além de empresas de sementes, parceiros nas áreas de insumos, fertilizantes, máquinas agrícolas e veículos leves, cooperativa de crédito e empresas de pesquisa estiveram presentes. Durante a manhã o público feminino assistiu uma palestra motivacional com Salézio João de Souza. Às 15h outra palestra foi apresentada sobre "Tendências do mercado de Soja e Milho" com França

Júnior e às 16h uma pausa para versos e trovas com Luis Cordeiro dos Santos e Vilson Cardoso. Jailson dos Passos, diretor presidente da Copermap reforça a evolução da cooperativa. "Essa sexta edição lembra o que foi a Copermap há seis anos, quando produzíamos 60 a 65 sacas de soja por hecta-

re, 150 ou 180 sacas de milho por hectare. Seis anos se passaram e percebemos que a evolução do agronegócio anda junto conosco, porque hoje nós não queremos produzir 60 sacos, não podemos, nossas margens não cabem mais, nós precisamos produzir mais. Graças a encontros como esse do Dia de Campo, as tecnologias, as empresas parceiras trazendo inovações

para nossos produtores e associados, conseguimos produzir mais e esse é o intuito da cooperativa, esse é objetivo do Dia de Campo". O presidente também falou da representação da cooperativa na região. "Nosso próximo objetivo é inserir a pecuária mais presente, sabemos que Brunópolis tem esse setor e precisamos incentivar da mesma forma que incentivamos a agricultura e também temos nossa força dentro de Campos Novos, Vargem, São José do Cerrito, Monte Carlo e Curitibanos que nos ajuda e fortalece. Podemos fazer mais e melhor por todos. Aproveito para dizer que nosso crescimento se espelha na evolução do primeiro Dia de Campo em 2013, com a inauguração desta filial e em janeiro inauguramos a nossa terceira filial com uma loja agropecuária moderna na cidade de São José do Cerrito e nos próximos meses inauguraremos a quarta filial da cooperativa em Vargem para recebimento de grãos e isso é o exemplo que nós dá a Copermap. Acreditamos na região e buscaremos sempre beneficiar nossos agricultores e associados."


20

Publicidade

OC

www.jornalceleiro.com.br

15 de Fevereiro de 2018

1516  

Jornal O Celeiro, Edição 1516 de 15 de Fevereiro de 2018

1516  

Jornal O Celeiro, Edição 1516 de 15 de Fevereiro de 2018

Advertisement