Page 1

OCELEIRO

OCELEIRO

1

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018

Quinta-feira, 08 de Fevereiro de 2018 - R$ 3,00

Ano XXVI EDIÇÃO 1515 Campos Novos, SC

www.jornalceleiro.com.br

Subiu no ranking

Saúde

Câncer é a segunda maior causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos. Página 7 EDUCAÇÃO

Redução no número de vagas para A.C.Ts é questionada e Secretária Juvilde explica.

Página 12 Agronegócio

uPág. 15

Foto: Antonia Claudete Martins/O Celeiro

Campos Novos sobe duas posições e fica em 14º em retorno do ICMS para 2018.

Tecnologia à disposição do produtor: Cooperativas abrem calendário dos Dias de Campo. Páginas 18 e 19


OC

2 OCELEIRO www.jornalceleiro.com.br

Diretor: Alexandre Alvadi Di Domenico Editora chefe, Jornalista: Antonia Claudete Martins Registro profissional 0006220/SC Repórter: Paula Contilio Assinaturas: Ana Carolina Pereira Diagramação/Arte: Wilhiam Rodolfo Peretti

Associado à Associação Catarinense de Jornais Periodicidade Verificada pela Abrajori Brasília (ACJ) Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Associação Empresarial, Rural e Cultural Camponovense(Acircan) Membro da Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina (Adjori)

Impressão: Gráfica Araucária/Lages-SC Tiragem: 1.500/Exemplares/Semana

Circulação: Abdon Batista, Brunópolis, Campos Novos, Celso Ramos, Ibiam, Monte Carlo, Vargem e Zortéa.

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018 Fundado em 25 de Junho de 1992 CNPJ: 12.188.377/0001-03 Caixa Postal: 96 CEP: 89620-000 - Campos Novos/SC Redação: redacaooceleiro@gmail.com Comercial: oceleirocomercial@gmail.com Financeiro: oceleirofinanceiro@gmail.com Skype: jornaloceleiro - Facebook: OCeleiro.cn Edição Digital/Issu: http://issuu.com/jornaloceleiro

As colunas e artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião do jornal.

Fechamento da edição: Às terças-feiras à tarde

Fone: (49) 3541-0597

Editorial

Turismo integrado e regionalizado Por Antônia Claudete Martins Editora Chefe Os prefeitos da Associação dos Municípios do Planalto Sul de Santa Catarina (Amplasc), em busca da consolidação do turismo na região, decidiram unificar esforços para fomentar o setor de forma integrada. Para isso a consultoria será do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), que deu início na terçafeira, 06 de fevereiro à discussão sobre a elaboração dos planos municipais e também de um plano regional de turismo. A proposta é que cada município desenvolva um diagnóstico do que tem a oferecer por meio dos planos municipais, devidamente amparados legalmente, com aprovação das Câmaras de Vereadores.

Dentro do que cada município possa desenvolver de forma sustentável, ecológica, valorizando a cultura, tradição e costumes, a ideia é que todas as potencialidades levantadas sejam exploradas de maneira integrada na região da Amplasc, por meio de uma estrutura adequada aos turistas. A proposição vem ao encontro de uma demanda antiga, principalmente de Campos Novos, onde por vezes já foram tomadas iniciativas para exploração do setor, porém, de forma tímida. Não há dúvidas que a região tem um potencial turístico ímpar e tudo o que precisa está ao seu alcance, no entanto precisa ampliar a visão do turismo como empreendedorismo, profissionalizando o setor e maximizando a participação dos

diversos atores da cadeia produtiva do turismo na formação de produtos e serviços. Pensando regionalmente, num só planejamento e potencialidade, articulando as ações de forma integrada, talvez seja uma oportunidade para conjuntamente desenvolver o empreendedorismo e gerar mais renda e empregos, impulsionando o de-

Coluna de Moda

senvolvimento econômico da região, com foco na integração das potencialidades turísticas dos municípios. Diante da iniciativa percebe-se o esforço por parte dos gestores envolvidos em planejar o turismo de forma adequada, buscando a sustentabilidade econômica, social, cultural e ambiental da região. Pesquisas apontam que o turismo é uma atividade que fortalece a movimentação de divisas de uma determinada localidade por meio da circulação de visitantes, sendo considerada uma atividade com um potencial de impulsionar o desenvolvimento das regiões, que permite transformar os recursos naturais, culturais e históricos de uma região em potencialidades turísticas, acrescentando assim, um maior valor a esses recursos.

Nº 130

Livros de moda para você ler online Se você é fã de moda e história, vai adorar saber que um dos maiores museus do mundo disponibiliza gratuitamente icônicas publicações fashion. Você sabia que o Metropolitam Musem of Art, o famoso MET, em Nova York, possui um acervo incrível de publicações relacionadas as suas exposições de moda e, ainda, que ele está disponível online? Além de ler no próprio site, também é possível baixar a obra e guardá-la no seu celular ou tablet, tudo gratuitamente. Selecionamos algumas das mais interessantes nesta lista abaixo: Madame Grès (Richard Martin e Harold Koda) – A exposição foi em 1994, um ano após a morte de Germaine Émilie Krebs, a fundadora da ex-casa de alta-costura Madame Grès. A estilista, conhecida

por suas aberturas estratégicas em vestidos de gala, era uma das preferidas da Duquesa de Windsor, Greta Garbo e Jacqueline Kennedy. Christian Dior (Richard Martin e Harold Koda) – Acompanhe cronologicamente as criações de um dos maiores estilistas que já existiu, neste livro lançado 40 anos após o surgimento do New Look. Ilustrações, fotos dos extravagantes vestidos de festa, acessórios e detalhes de alfaiataria dividem espaço com um texto, mostrando a perspectiva cultural do trabalho de Christian Dior. Metropolitan Jewelry (McConnell, Sophie) – O imenso acervo de joias do MET transformado em livro. De peças pertencentes a civilizações antigas até exemplares contemporâneos fazem parte

desta belíssima obra, que fará você viajar no tempo através do trabalho de criações icônicas. La Belle Époque (Philippe Julian e Diana Vreeland) – Se você é fã deste período, não pode deixar de conferir o livro escrito por Philippe Julian, com ilustrações escolhidas pessoalmente pela eterna editora Diana Vreeland. A época, marcada por profundas transformações culturais é retratada através dos vestuários e figurinos. Outros títulos que valem o clique: The Imperial Style: Fashions of the Hapsburg Era / Infra-Apparel / Our New Clothes: Acquisitions of the 1990s / Fashions of the Hapsburg Era: Austria -Hungary / American Ingenuity: Sportswear, 1930s–1970s / Haute Couture.

Por: Bethania Marin Contatos em redes sociais: Instagram: @bethania_marin, Blog: www.bethaniamarin.com, E-mail: contato@bethaniamarin.com, Facebook:https://www.facebook.com/sitebethaniamarin.

Fonte: elle/abril

AGENDA: Divulgue seu evento aqui: oceleirocomercial@gmail.com

Material Escolar

Brechó Beneficente

> A loja “Trekos” informa a todos que

A APROVIDA (Associação de Proteção à Vida Animal), promove nos dias 11 e 12 de

está comercializando Material

fevereiro das 8h às 20h no Salão da Capela do Bairro Integração o Brechó em prol

Escolar com os melhores preços:

dos animais, compre roupas, sapatos, bijus, bolsas, objetos de decoração tudo com

pastas, cadernos, réguas, papelaria e

ótimos preços. Aceitamos doações até dia 10 de fevereiro. (as doações podem ser

muito mais. Também fazemos

deixadas no Pet Shop Bicho Mania.

recargas de tonners.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018

Publicidade

3


4

Publicidade

OC

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018


08 de Fevereiro de 2018 OCELEIROCOLUNISTAS Cuidados com Pets www.jornalceleiro.com.br

Variedades

5

Nossa História em Fotos

Alexandra Niec Médica Veretinária - CRMV/SC 5056 Veterinária da Clínica Bicho Mania

Foto: Acervo Benito Zandoná

Intoxicação por paracetamol O paracetamol é um fármaco com propriedades analgésicas e antipiréticas, comumente utilizado em pessoas. É relativamente barato e de fácil acesso numa farmácia, resultando em seu uso recorrente. Cada comprimido tem em média 500 mg. Sendo que a dose letal para um gato é de 50 a 60 mg por Kg, basta meio comprimido para matar um gato adulto de 4Kg e apenas um quarto para um gatinho. Porque não devo dar paracetamol ao meu gato? O paracetamol é metabolizado no fígado, sob a ajuda de várias enzimas. No sistema metabólico do gato, há uma deficiência numa destas enzimas, que leva à formação de metabolitos tóxicos. Consequentemente, estes metabolitos vão conduzir à destruição das células vermelhas sanguíneas, essenciais para a vida. O fígado é também afetado pela produção destes metabolitos. Uma das funções essenciais das células vermelhas é o transporte de oxigénio aos órgãos. Quando o animal não é socorrido prontamente, a privação de oxigénio prolongada pode conduzir à falência orgânica, sendo os órgãos mais afetados o fígado e o rim. Os sinais clínicos: Após ingestão, a sua absorção é bastante rápida e os primeiros sintomas podem surgir em 30 minutos: Cianose (mucosas de cor azulada), que denuncia falta de oxigenação; Depressão; Inchaço da face e membros; Aumento da frequência respiratória; Dificuldade em respirar; Temperatura baixa; Sangue na urina. Como ocorre esta intoxicação? Na maioria das vezes, ocorre por ingestão acidental do fármaco. Outras vezes, pela administração bem-intencionada dos proprietários, desconhecendo a sua toxicidade. Dei paracetamol ao meu gato. O que devo fazer? Se a administração ocorreu há menos de duas horas ainda pode provocar o vômito. Para tal, deve-se administrar uma solução de água oxigenada (partes iguais de água e água oxigenada). Em seguida deve levá-lo imediatamente a um veterinário. Se já se passaram mais de duas horas, o seu gato já deve provavelmente apresentar sintomas de intoxicação por isso deve ser assistido por um veterinário o mais rápido possível. Normalmente se houver uma resposta positiva ao tratamento o animal fica bem em 48 horas, sem sequelas no futuro. O que muitas vezes acontece é que quando nos chega o animal, passaram muitas horas desde a ingestão, podendo apresentar já lesões orgânicas decorrentes da privação de oxigénio e dos metabolitos tóxicos. Em cães o paracetamol raramente leva à morte, porém, em grandes doses pode levar ao coma e até ser fatal. Patrocínio:

1972 - Primeira turma de funcionários do Banco do Brasil de Campos Novos. Onde hoje é a Caixa Econômica

Receita da Semana Hambúrguer de Costela Caseiro

Ingredientes u1 kg de costela bovina moída; u1 cebola; usalsinha, cebolinha, orégano e manjericão a gosto; u1 pacote de creme de cebola; usal, pimenta-do-reino e páprica a gosto;

Modo de Preparo Retire a carne moída da geladeira pelo menos 30 minutos antes de começar o preparo. Em seguida, pique bem a cebola e o temperos, deixando-os bem pequenos. Em uma tigela grande, coloque a carne moída e acrescente os temperos. Com as mãos, misture bem até que eles tenham sido completamente incorporados. Por último, acrescente o creme de cebola, o sal e a pimenta-do-reino. Novamente, misture bem até que estejam bem distribuídos pela carne. O creme de cebola serve para dar liga à carne, além de dar um toque no sabor! Modele os hambúrgueres formando uma bolinha do tamanho da palma de sua mão. Se for congelar, conserve em saquinhos de plástico transparentes. Na hora de preparar, deixe pelo menos 30 minutos fora do congelador antes de fritar. Aqueça uma frigideira em fogo médio com um fio de azeite. Coloque os hambúrgueres para fritar, dourando dos dois lados. Para montar os sanduíches, você pode utilizar fatias de queijo ou queijo cremoso, salada de cebola, alface e tomate. Para os molhos, que tal fazer uma deliciosa maionese temperada? *Fonte: TudoGostoso.com.br

Dica de Leitura Mais Escuro: Cinquenta Tons Mais Escuros pelos olhos de Christian O relacionamento quente e sensual de Anastasia Steele e Christian Grey chega ao fim com muitas acusações e sofrimento, mas Grey não consegue tirar Ana da cabeça. Determinado a reconquistá-la, ele tenta suprimir seus desejos mais obscuros e sua necessidade de controle absoluto, e disposto a amar Ana nos termos estabelecidos por ela. Mas os horrores de sua infância ainda o assombram, e, como se não bastasse, o chefe manipulador de Ana, Jack Hyde, claramente a quer. Será que o terapeuta e confidente de Grey, Dr. Flynn, poderá ajudá-lo a enfrentar seus demônios? Ou será que a possessividade de Elena, sua sedutora, e a devoção perturbada de Leila, sua ex-submissa, vão arrastá-lo para o passado? E se Christian vai reconquistar Ana, será que um homem tão sombrio e cheio de problemas espera mesmo mantê-la?

*Fonte: Livraria Cultura

Sessões de Cinema VIDEIRA - Videira Shoping

LAGES - Arcoíris Marrocos

uMaze Runer:A Cura Mortal 2D - Dub. Todos os Dias às 17h30; uMaze Runer:A Cura Mortal 3D - Dub. Todos os dias às : 20h30; uTouro Ferdinando 2D - Dub. Todos os dias às 15h00; uPaddington 2 - 2D - Dub. Todos os dias às 14h45 e 19h10; uSobrenatural:A Última Chave 2D - Dub. Qui. Seg. Ter. Qua. Sáb. e Dom. às 17h00 e 21h20; Sexta às 17h00; Sobrenatural:A Última Chave 2D - Leg. Sexta às 21h20;

uSobrenatural: A Última Chave - Dub. 2D Quarta às 17h30; uMaze Runner: A Cura Mortal - 2D - Dub. Quarta às 20h30;

Quarta às 15h00; FRAIBURGO - Grupo Cine

uMaze Runner: A Cura Mortal - Dub. Sex. Sáb. Dom. Seg. Ter. e Qua. às 15h15; uMaze Runner: A Cura Mortal - 3D - Dub. Sex. Sáb. Dom. Seg. Ter. e Qua. às 20h30; uO Touro Ferdinando - 3D - Dub. Quartas às 18h10;

*O jornal “O Celeiro” não é responsável pelas mudanças no calendário de horários de todos os cinemas citados, portanto estes horários ainda podem sofrer alterações.


6

Publicidade

OC

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Saúde

08 de Fevereiro de 2018

7

Dia Mundial do Câncer Foto: Divulgação

Data foi lembrada no domingo e alerta para o crescente número de casos da doença em todo o mundo. Em Campos Novos pacientes são encaminhados para Joaçaba, município de referência em tratamento oncológico. Estimativas apontam que a cada ano são feitos 12 milhões de diagnósticos de câncer no mundo. Se considerarmos apenas o Brasil, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), foram registrados em torno de 600 mil novos casos em 2016 – em 2015, eram 520 mil. Considerando total global, a Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que uma grande parte dos casos está relacionada ao nosso modo de vida. E mais: a entidade destaca a perigosa relação entre hábitos pouco saudáveis da nova geração e o aumento nos índices de tumores entre jovens com menos de 30 anos. O câncer é segunda maior causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos no país, perdendo apenas para óbitos decorrentes de acidentes e violência. Entre 2009 e 2013, de acordo com os dados mais recentes fornecidos pelo INCA, 17.500 jovens brasileiros morreram em decorrência de tumores malignos. A jornalista Antonia Claudete Martins entrevistou o Dr. Ruggero Caron, oncologista clínico responsável pelo serviço de oncologia do Hospital Santa Terezinha e atendimento de quimioterapia da Unimed. O HU Santa Terezinha é referência para Campos Novos em TFD (Tratamento fora do domicílio), para encaminhamentos oncológicos e Lages é o município referência para radioterapia. Conforme dados repassados pelo setor de TFD de Campos Novos, em 2016 foram encaminhados 48 pacientes para oncologia em Joaçaba e 15 para radioterapia em Lages. Em 2017 foram 65 enca-

minhamentos para oncologia e 25 em radioterapia. Em janeiro de 2018 já são sete encaminhamentos em oncologia e dois para radioterapia. Confira a entrevista com o especialista: O Celeiro - Estimativas apontam que a cada ano são feitos 12 milhões de diagnósticos de câncer no mundo. Falando em região, tendo o HU Santa Terezinha como referência para vários municípios, entre eles Campos Novos, há um grande número de casos também? O serviço de oncologia do HUST atende pacientes de cerca de 55 municípios da nossa região, sendo que Concórdia, Caçador, Campos Novos, Videira e Curitibanos estão entre os maiores que nos encaminham pacientes. Não temos visto nenhuma desproporcionalidade significativa entre casos e número de habitantes no comparativo dos municípios. Campos Novos fica na média proporcional. Como Campos Novos é um dos maiores municípios, temos sim, um número significativo de pacientes nas diversas especialidades que o serviço oferece. O Celeiro - Quais são os tumores mais comuns? As nossas estatísticas não diferem muito em relação aos dados fornecidos nas Estimativas do INCA, ou seja, temos o câncer de pele não melanoma como o mais prevalente em ambos os sexos. Após vem por ordem, entre os homens, próstata, pulmão, intestino (colon e reto), estômago e boca/garganta. Já entre as mulheres temos mama, intestino (colon e reto), colo do útero, pulmão e tireóide. O Celeiro - Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), grande parte dos casos estão relacionados ao nosso modo de vida. O senhor concorda?

Cada vez mais vemos estudos mostrando que o câncer é uma doença multifatorial, que associados aumentam a possibilidade de desenvolver a doença. Os fatores ambientais e os hábitos ou costumes de uma população, certamente influenciam na formação do câncer. O exemplo mais difundido é o tabagismo, mas outros, como hábitos alimentares inadequados, alcoolismo, falta de atividade física, obesidade, fatores ocupacionais, são também apontados como agentes que contribuem para o surgimento da doença. O Celeiro - A entidade destaca ainda perigosa relação entre hábitos pouco saudáveis da nova geração e o aumento nos índices de tumores entre jovens com menos de 30 anos. Os diagnósticos nesta faixa etária na região são em menor ou maior número? Nesta faixa etária, o que temos visto nos últimos anos, que chamou a atenção da equipe médica, foi o aumento dos casos de câncer de mama em mulheres jovens. Mais uma vez, os hábitos alimentares e de estilo de vida, quando comparados com os de gerações anteriores, podem estar implicados nesta nova condição. Estudos epidemiológicos são necessários para melhor interpretação destas impressões, porém o apoio à pesquisa em nosso País é muito escasso, o que dificulta a obtenção de melhores dados. O Celeiro - O que pode ser feito em prevenção para frear as estatísticas crescentes ano a ano? Dois caminhos são importantes para diminuir a mortalidade desta doença. O primeiro é o da prevenção primária, ou seja, evitar à exposição aos fatores de risco conhecidos e adotar um modo de vida saudável. O segundo é a prevenção secundária e o diagnóstico precoce. Aqui os objetivos são de diagnosticar e tratar lesões pré-malignas (e assim evitar a evolução para cân-

Dr. Ruggero Caron cer) e diagnosticar tumores malignos em fase inicial, momento em que a chance de cura é muito maior. Claro que para melhorar o acesso aos exames preventivos e posteriores condutas se faz necessário um maior e melhor investimento em saúde, o que não vem ocorrendo em nosso País. O Celeiro - Orientações para uma vida saudável Doutor Ruggero. Em primeiro lugar, força de vontade! Não é fácil mudar hábitos de vida. O começo é difícil, mas na sequência as recompensas virão. Não fumar, manter uma alimentação saudável e equilibrada, manter peso adequado, praticar atividade física orientada, diminuir ou eliminar a ingestão de bebida alcoólica, evitar exposição solar entre 10h e 16h (adaptar no horário de verão), fazer os exames preventivos disponíveis na rede de saúde, vacinar meninos e meninas contra o HPV nas faixas etárias indicadas, são medidas de vida saudável que terão impacto na diminuição das chances de desenvolver câncer.


8

OC

Notícias

RCN - 456 Edição de Fevereiro 2018 Semana II

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018

rcn@adjorisc.com.br

adjorisc adjori

SC

A notícia que você lê aqui, mais de 800 mil pessoas também leem em toda Santa Catarina

ENTREVISTA: ARI NEUMANN, PRESIDENTE DO CREA/SC

DIVULGAÇÃO

“Foco é a valorização dos profissionais” Em entrevista à Rede Catarinense de Notícias, o presidente eleito do CREA/SC falou sobre as estratégias de gestão para o maior conselho profissional de Santa Catarina Rede Catarinense de Notícias - Com um mandato de três anos pela frente, o que o senhor planejou, o que senhor espera desse período? Ari Neumann - Nós estamos no início desta gestão e temos compromissos assumidos. Fui um candidato da situação, vou dar continuidade ao que vinha sendo feito, colocando o CREA/ SC como um dos melhores conselhos do Brasil. Temos uma responsabilidade grande de buscar fortalecer e valorizar a engenharia e a agronomia. Nós temos, em nosso conselho, muitas modalidades: são oito câmaras especializadas, promovendo mais de 330 títulos de profissionais. É um sistema complexo, que vai exigir toda nossa capacidade de articulação para trabalhar em harmonia. Vamos intensificar a comunicação com os profissionais, aprimorar a fiscalização do exercício profissional, buscar uma forma legal de apoiar as entidades de classe e instituições de ensino. Vamos manter transparência em todas as ações do conselho. Nosso sistema pode ser melhorado para que, cada vez mais, o acesso à informações seja facilitado. Vamos incrementar parcerias com órgãos públi-

cos, como Ministério Público, prefeituras, Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma). E com o nosso conselho federal, o Confea, queremos manter um relacionamento produtivo e integrador. Hoje, quem mantém o sistema são os profissionais. Temos que ter parcimônia nas ações, com austeridade para não desperdiçar recursos. RCN - De todas essas ações, tem alguma que seja prioritária, que haverá mais dedicação do CREA/SC? Neumann - O foco é a valorização dos profissionais que fazem parte do sistema. Também tem um trabalho mais interno, com as pessoas, que é dar condições de trabalho para os nossos empregados e os nossos 94 conselheiros regionais. A gente quer esses conselheiros sempre buscando o melhor para os profissionais. O CREA/SC não pode ser um estorvo, tem que ser um agregador. Esse vai ser o objetivo. RCN - Esse trabalho tem surtido efeito. O CREA/SC foi eleito o melhor CREA do Brasil… Neumann - Foram vários aspectos analisados pelo conselho federal e o CREA/SC atendeu a todos os quesitos de forma ra-

zoável, enquanto nenhum dos demais CREAs atendeu. Realmente nosso CREA tem bastante eficiência em sua atividade e tem condições de melhorar. As gestões anteriores prepararam o CREA/SC para avançar e ter melhorias. Por exemplo, faz tempo que o CREA/SC não realiza um concurso público para a área de informática, na qual tínhamos dificuldade. Com isso, nossa equipe de informática ficou bastante limitada. A administração anterior encontrou uma forma de contratação de analistas de sistemas de forma temporária. Isso permituiu e permitirá avanços na informatização, que dará tempo aos conselheiros para discutir outros assuntos importantes para a nossa área. RCN - Quanto à fiscalização, que é uma das principais atribuições do conselho, o que se pode esperar nesta gestão? Neumann - Temos procurado modernizar ela ao máximo. Mas o número de fiscais está aquém da necessidade. Como na questão da informática, também não conseguimos contratar fiscais. Com o tempo, os fiscais se aposentam ou saem da empresa. Então nós temos procurado suprir com a modernização. Veículos

Neumann também destacou os feitos da gestão anterior em condições adequadas e equipamentos, procurando aumentar a eficiência do trabalho. Precisamos dar resposta à sociedade quanto ao exercício profissional, para que as tarefas não sejam exercidas por leigos. Para suprir essa demanda, estão previstas fiscalizações de impacto: nós reunimos alguns fiscais para fazer um pente-fino em determinada região. Isso tem dado um resultado muito bom, mas nós precisamos encontrar uma forma de contratarmos mais fiscais. RCN - O CREA/SC atende um número vasto e diversificado de profissionais. O que fazer para conseguir atender todos? Neumann - A gente vai trabalhar pela harmonia. Os principais problemas são de

atribuições profissionais, então existe um trabalho de estudar a legislação, o que foi estudado, o histórico do curso envolvido. Ou também criar grupos de trabalho envolvendo as modalidades interessadas para que haja entendimento. RCN - Que mensagem o senhor deixaria para os profissionais? Neumann - Nós estamos pedindo um voto de confiança. Eu tenho bastante experiência no sistema. Fui chefe de gabinete do presidente Kita nas últimas duas gestões. Conheço as atividades. A gente vai fazer um esforço visando melhorar as condições do conselho para os profissionais, para valorizar todas as modalidades. É com isso que eu me comprometo.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Comunidade

08 de Fevereiro de 2018

9

Fraternidade e superação da violência: Em Cristo somos todos irmãos Igreja propõe ações concretas para a superação da violência na Campanha da Fraternidade 2018. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) inicia na quarta-feira de cinzas, 14, a Campanha da Fraternidade 2018, que traz como tema “Fraternidade e Superação da Violência e como lema “Em Cristo somos todos irmãos”. Em entrevista a jornalista Antonia Claudete Martins, o Bispo Diocesano Dom Mario Marquez nos contou sobre o objetivo que a Igreja deseja alcançar com um tema tão cotidiano e preocupante para a sociedade. O Celeiro - Dom Mario, o tema da Campanha da Fraternidade 2018 trata da superação violência, por que a escolha dessa temática? O tema se propõe a criar uma cultura de paz e de não violência. A violência tem sido causadora de tantos transtornos, de tantas situações na vida social atualmente. Desde a violência doméstica, principalmente contra a mulher; a violência carcerária,; a violência no campo, os conflitos de terra; a violência em relação aos povos indígenas, todas são realidades muito presentes. A violência migratória, por exemplo, das questões que vemos no mundo todo e também no nosso País, o imigrante tem uma dificuldade em relação a eles, de como a acolhê-los e tudo mais; além da violência infantil, ou juvenil. Quantas mortes de jovens em consequência das drogas, pela bebida, pela violência psicológica. Então tem

uma série de violências causadas pela sociedade e é necessário que se reflita, se busque soluções, formas de amenizar toda essa questão geral para criar uma sociedade de irmãos, por isso que o lema é Campanha da Fraternidade – Vós sois todos irmãos, ou seja, reconhecer que Deus é o criador, Deus é pai e nós somos filhos e filhas e devemos então nos respeitar como seres humanos, como irmãos e como cristãos. Essa então é a questão que está sendo usada em torno do tema. O lema é que nós possamos buscar e criar uma cultura de paz a partir inclusive das sagradas escrituras e do evangelho. O Celeiro - E o que propõe a Igreja, como ações concretas dentro da campanha da fraternidade que será lançada então na quarta-feira de cinzas? A Igreja propõe para nós cristãos e também para a sociedade, para cada uma destas violências que eu acabei de citar, algumas coisas: como fazer, como procurar amenizar e procurar ajudar as pessoas a serem menos violentas ou até extinguir qualquer tipo de violência em todas as áreas. O Celeiro - Faltam políticas públicas Dom Mário, para garantir a segurança em termos de combater ou superarar a violência? Não há dúvida de que a segurança pública também tem a sua missão, tem o seu compromisso de trabalhar com justiça e sanar ou inibir estas questões. Também são necessárias formas que a reação provo-

Imagem: Divulgação

que a mudança nas pessoas, na formação familiar, na formação religiosa, na formação psicológica. É toda a integração da pessoa para com mundo que a cerca, com relação ao meio social em que vive, bem como a questão interior de cada um. O Celeiro – A cultura de paz deve ser cultivada desde muito cedo no seio familiar e também nos outros meios de convivência social? O ajudar na estruturação familiar deve ser um aspecto a surgir primeiro na própria família, evitar formas de violência interna. E também a sociedade em seu convívio social deve proporcionar ambientes em que a violência seja dizimada, que não exista violência. Claro, isso é um objetivo, uma meta a ser alcançada. As gerações, as pessoas estão dependendo do estado de espírito que estão vivendo, então

às vezes nem conhecem a si próprias e algumas vezes reagem de forma violenta diante de algumas situações. O Celeiro - Muita intolerância não é Dom Mario? “Exato, vai pela intolerância, isso é um caminho que vem crescendo em alguns setores da vida social, religiosa e familiar. Então a preocupação da Igreja é para que nós possamos superar essa situação que o mundo tem provocado na vida através das pessoas para o próprio mundo.” O Celeiro - O que mais o senhor gostaria de deixar dito aos nossos leitores? Há uma série de oportunidades que podem ser exploradas neste sentido de superar a violência. Há também o texto base que trás estatísticas fiéis em cima do IBGE que é uma das pesquisas científicas do país, que nos dá um panorama da realidade onde a violência é mais intensa, um lugar ou outro, o nível e o tipo de violência. Estatísticas fornecidas pelo IBGE nortearam o material para a campanha da fraternidade, elaborando então o manual e todas essas informações e orientações. O texto base da Campanha da Fraternidade caracteriza a realidade, o que se deve fazer, com propostas efetivas para resolver ou ajudar a superar a violência. Como Bispo Diocesano agradeço a oportunidade de divulgação. Que Deus abençoe o trabalho deste veículo de comunicação, que o jornal seja também a forma de levar a reflexão aos leitores desse tema tão importante e tão presente no mundo atual.


10

OC

Geral

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018

Expocampos 2018 é lançada Feira de negócios está incluída no Calendário do Ministério do Turismo entre os cinco maiores eventos de Santa Catarina. Foi lançada na sexta-feira, 02, em coletiva de imprensa pela comissão central organizadora, a Expocampos 2018, que acontecerá nos dias 18, 19 e 20 de maio no Parque de Exposições Leônidas Rupp, mantendo a organização com a Administração Municipal, Acircan, CDL e Sindicato dos Produtores Rurais de Campos Novos. A programação artística contempla os seguintes shows: Dia 18 de maio (sexta-feira), show com Thiago Brava; Dia 19 de maio (sábado), show com Marcos & Belluti; Dia 20 de maio (domingo), show com Villa Baggage. O show do nativista com Luiz Marenco acontecerá no Sábado (19) com horário a ser definido. Outros três shows ainda deverão ser anunciados nos próximos dias, incluindo um para o público infantil. Nos próximos dias será encami-

nhado ao Poder Legislativo, o Projeto de Lei firmando a parceria entre as entidades e a administração municipal, nos mesmos moldes de 2017. A intenção é também instalar uma estrutura semelhante a que foi oferecida ao público ano passado, com áreas cobertas, devendo haver alteração na localização do palco principal. O palco alternativo para atrações locais e regionais permanecerá na praça de alimentação. Entre os pontos a serem revistos está o estacionamento. Foram anunciados ainda investimentos de R$ 295 mil em shows e R$ 150 mil na infraestrutura do parque, com a busca de recursos por meio de patrocínios. Neste sentido estão sendo oferecidos pacotes aos patrocinadores divididos em Diamante, Ouro, Prata e Bronze. A comercialização dos estandes da feira de indústria, comércio e turismo a exemplo do ano anterior, está sob a responsabilidade da CDL e Acircan com início das vendas na última sexta-feira e prioridade a empresários camponovenses nos primeiros dias de comercialização. Na área externa o valor dos estandes será

Foto: Antonia Claudete Martins/O Celeiro

a partir de R$ 10,00 o metro quadrado, preço único. Os estandes nos pavilhões estão sendo comercializados a partir de R$ 95,00 o metro quadrado para associados e a partir de R$ 128,00 reais o metro quadrado para não associados. As entidades também estão comercializando os espaços para a praça de alimentação. Para a agropecuária já estão abertas as inscrições para a 35ª Feira do

Terneiro (a) que devem ser realizadas na sede do Sindicato no centro de Campos Novos. Na exposição de animais a galpão já foram fechadas parcerias com as Associações Catarinenses de Angus, Charolês e Cimental. Os produtores que não fazem parte de associações também podem expor. A entrada no Parque de Exposição Leônidas Rupp será gratuita.

Horóscopo Semanal Áries

20/03 a 20/04 Poderão ocorrer oportunidades que lhe permitem evidenciar as suas qualidades profissionais. No plano profissional e material: Terá capacidade para enfrentar desafios. O êxito e os bons resultados só se conseguem com persistência e serenidade. Existe a possibilidade e entrada de dinheiro inesperado. Faça investimentos bem ponderados.

Touro 21/04 a 20/05 Com bom humor conseguirá ultrapassar intrigas e atitudes mesquinhas por parte de quem o rodeia profissionalmente. No plano profissional e material: Atraia as atenções sobre si. Não se queixe que não são dadas oportunidades, quando não expõe as suas ideias e as guarda no fundo da gaveta. Rodeie-se de todos os cuidados relativamente a novos investimentos.

Gêmeos

21/05 a 20/06

Algumas boas notícias poderão ajudá-lo a ultrapassar dificuldades pontuais. No plano profissional e material: O seu sentido prático pode fazer maravilhas no desenrolar das suas tarefas. Não leve sempre em boa conta tudo aquilo que dizem. Em termos financeiros será melhor analisar e refletir bem antes de entrar em ação.

Câncer

21/06 a 21/07

Os bons momentos vividos nesta semana serão fruto do empenho que imprime ao seu dia a dia. No plano afetivo: Não peça aos outros aquilo que não pode dar. Tente ser autocrítico e analise as situações com clareza. Terá a capacidade e a segurança necessárias para analisar as questões com maturidade. Procure dar-se mais sem querer receber contrapartidas.

Fonte: http://www.portalangels.com/

Leão 21/07 a 22/08 As suas relações afetivas vão situar-se preferencialmente no campo social. No plano afetivo: Se está só, são de prever aproximações e encontros escaldantes. O poder de sedução está no seu ponto alto e promoverá novos conhecimentos que despertam o seu lado aventureiro inato, prometendo grandes alegrias e paixões desenfreadas.

Virgem

23/07 a 22/09 Para se sentir em harmonia com o seu parceiro, reserve o fimde-semana apenas para ambos. No plano afetivo: Fortes oscilações na sua vida sentimental não permitem sentir-se na sua melhor forma, tornando difíceis algumas tomadas de decisão. Caso tenha filhos dedique algum do seu tempo e esteja atento às suas necessidades de afeto.

Libra 23/09 a 22/10 O amor e o dinheiro sorriem e há que aproveitar bem estes dias. No plano profissional e material: As agradáveis surpresas a que terá propensão durante esta semana poderão mudar o curso da sua vida profissional. Estão favorecidos os negócios e transações comerciais. Avizinha-se uma boa estabilidade financeira.

Escorpião 23/10 a 21/11 Terá todas as oportunidades para fazer valer as suas opiniões e ideias desde que respeite igualmente as dos outros. No plano profissional e material: Seja objetivo. Se os resultados que obtiver não forem aqueles que são desejados ou esperados, será bom ouvir as opiniões dos colegas que estejam diretamente envolvidos. Diga não ao crédito, trabalhe com dinheiro vivo.

Sagitário 22/11 a 21/12 Procure uma maior aproximação da pessoa amada para concretizar os seus desejos de harmonia amorosa. No plano profissional e material: Analise aquilo que decidiu anteriormente e considere a hipótese de mudar a sua decisão. Se ela se mostrar mais vantajosa, avance. Não tema as críticas que possam advir. Seja exigente consigo próprio e com os outros á sua volta.

Capricórnio 22/12 a 20/01 A partilha do bem-estar e harmonia que sente passará pelos prazeres da mesa. No plano afetivo: A semana será agitada em encontros sociais. Prepare-se para que as soluções dos seus problemas surjam nestes dias. Nem sempre serão aquilo que mais gostaria, porém se seguir a sua intuição terá ótimos resultados.

Aquário 21/01 a 18/02

O seu maior objetivo nestes dias será o de assegurar a estabilidade dos seus familiares ou amigos mais carenciados. No plano afetivo: Poderão surgir alguns problemas com um familiar mais idoso, porém vai se sentir um pouco agitado e sem energia para se dedicar à família. A predisposição para partilhar os seus problemas com o seu parceiro será nula. Faça um esforço.

Peixes 19/02 a 19/03 A boa reputação profissional que possui vai permitir voar mais alto. No plano afetivo: Se a sua relação está conhecendo momentos menos agraváveis, terá então oportunidade de poder relançar com base no diálogo a dois. As reconciliações anunciam-se ardentes. Os projetos de maternidade podem agora ter início.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Geral

08 de Fevereiro de 2018

11

Bem-estar animal Fotos: Antonia Claudete Martins/O Celeiro

Clínica do Curso de Medicina Veterinária da UNOESC prevê início das atividades na segunda quinzena de março. A Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC, Campus de Campos Novos, com a proposta de atender as demandas do curso de Medicina Veterinária e também da comunidade, prevê a instalação da Clínica Veterinária para atender animais de pequeno porte na segunda quinzena de março. A coordenadora da graduação, Médica Veterinária, Antonella Cordi explica que “um Hospital Veterinário tem que ter atendimento 24 horas e a universidade vai iniciar atendendo das 08h às 13hs, em meio período, por este motivo, inicialmente abriremos como clínica. À medida que aumentar o fluxo de clientes e serviços, nos adaptaremos, aumentando o horário e contratando mais profissionais especializados.” A coordenadora acredita que assim que se formar a primeira turma do curso de Medicina Veterinária, instalado em 2015, seja possível o início do funcionamento com status de hospital, dando oportunidade aos residentes. Mesmo com status de clínica, esclarece Antonella Cordi, vários serviços especializados serão ofertados no atendimento aos animais, como eletrocardiograma, ecocardiograma, radiografias, ultrassonografias, cirurgias, serviços odontológicos, entre outros. Antonella Cordi esclarece também que os preços a serem praticados pela Clínica Veterinária da UNOESC, serão os de mercado, observando que não serão oferecidas vacinas. “A nossa intenção não é competir com as clínicas veterinárias da

cidade, vamos praticar os preços de mercado, a base será a mesma. Não vamos oferecer as vacinas previstas no calendário de vacinação dos animais, pois as clínicas da cidade já suprem esta demanda.” A proposta é agregar, ressalta a coordenadora. Desta forma, convênios para os exames especializados serão oferecidos às clínicas locais e da região, assim como os exames laboratoriais. “Quatro laboratórios de prestação de serviços serão abertos ao público junto com a Clínica

Veterinária: Necropsia animal, Microbiologia, Parasitologia e Análises Clínicas com todos os exames de protocolo”. Para os exames de laboratório serão atendidos também animais de grande porte, explicou ainda Antonella, apenas os atendimentos veterinários serão direcionados a animais de pequeno porte no início das atividades. A perspectiva é que para os de grande porte, o atendimento veterinário já possa ser viabilizado no segundo semestre de 2018. A estrutura conta com um moderno centro cirúrgico e aparelhos de anestesia inalatória de última geração, UTI, ambulatórios, consultórios, sala de Raios X, entre outros.

Desenvolvimento regional e educação de excelência

Antonella Cordi

“Nosso foco principal é o aluno, o médico veterinário que será formado pela Unoesc, oferecendo à comunidade profissionais competentes através de uma educação de excelência, que visa não só a

formação técnica mas também humanista, cidadãos comprometidos com os problemas da comunidade na qual estarão inseridos”, disse a Médica Veterinária. Além disso, como a Unoesc é uma universidade comunitária, observou a coordenadora, existe o compromisso com o desenvolvimento regional, por este motivo, alguns dos serviços que serão oferecidos por meio do Curso de Medicina Veterinária é pensando exatamente no que a região necessita. “Nosso foco não é concorrência, mas o desenvolvimento regional, buscando diferenciais, conforme as demandas regionais”. Uma das demandas regionais, na qual a Universidade já está em tratativas inicias com a prefeitura de Campos Novos e outras da região, refere-se ao controle populacional de cães e gatos. “Em breve estaremos divulgando ações em parceria com as prefeituras, voltadas à esta questão” finaliza a professora e coordenadora Antonella Cordi.

Convidamos para grandioso baile no Galpão Criolo dia 09 de fevereiro de 2018 ,animado pelos Monarcas com início ás 22 hrs,promoção Galpão Criolo. O Rótary Club Campos Novos, Casa Da Amizade e AMA, convidam o povo em geral para um grandioso Bingão, dia 03 de março de 2018, no salão paroquial com ótima premiação. Participe. A Comunidade Santa Rita -Sarandi e o Pe.Alexandre de Nardi Biolchi, convidam você e sua família para a Festa em honra a Padroeira Santa Rita e em comemoração aos 10 anos de Ordenação Sacerdotal do Pe.Alexandre, dia 11 de março com missa ás 10h30,ás 12 hrs. Almoço (venda de churrasco, e serviço de cozinha) á tarde jogos e diversões.


12

Educação/Geral

OC

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018

Professores cobram mais vagas em escolha de A.C.Ts. na rede municipal de ensino Foto: Antonia Claudete Martins/O Celeiro

A escolha de vagas para professores que serão admitidos em caráter temporário na rede municipal de ensino para o ano letivo de 2018 em Campos Novos ocorreu na terça-feira, 06 e se estendeu até 4ª feira, 07, no auditório da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (antigo prédio da Unoesc), em todos os níveis de ensino. Para a escolha foi necessária apresentação pelos professores dos documentos originais do diploma de graduação ou documento equivalente e carteira de identidade. Os candidatos para a escolha de vagas foram os constantes na lista homologada ao final da prova seletiva, Edital 001/2017, conforme lista constante no anexo I. Houve uma grande reclamação dos profissionais da educação quanto à redução no número de vagas disponibilizadas nesta escolha, que foram de 198 somando todos os níveis de ensino. Conforme os professores, em 2017 quase o dobro de profissionais foram chamados. A secretária de educação Juvilde Padilha explicou que o número de vagas foi definido com base no reordenamento realizado no ano passado e em função do processo de lotação no final de dezembro de 2017. “Então colocando todos esses profissionais nas respectivas vagas aos quais já era de direito por conta dos concursos feitos nas décadas de 80, 90 e 2000 nós fizemos a efetivação e isso ocupou um número significativo de vagas e o reordenamento também de professores, que foi feito no início de 2017 e ao longo do ano. Para esta escolha foram 198 vagas envolvendo todos os níveis de ensino, lembrando que os anos iniciais é para a área rural”.

A secretária informou também sobre os critérios de classificação para escolha de vagas. “Trabalhamos com base no edital de 2017, está tudo previsto no documento. Dentro do que foi realizado no ano anterior por conta de alguns mandados de segurança, este ano fizemos um estudo e análise e estamos chamando pela classificação geral. Aquele profissional que é chamado e que se apresentou com diploma, certidão de colação de grau, declaração de conclusão de curso ou certidão de conclusão de curso, este profissional está apto à vaga dentro do curso de licenciatura me pedagogia. A gente tem consciência que vão sobrar profissionais, mas isso significa que teremos professores habilitados em nossas escolas. Significa também que há muitos candidatos para uma vaga e esses profissionais precisam se preparar para entrar na rede municipal de ensino de Campos Novos”, declarou Juvilde Padilha. A redução das vagas repercutiu no retorno dos trabalhos na Câmara de Vereadores, a secretária foi convocada a prestar esclarecimentos no dia 14 de fevereiro.

Municípios e AMPLASC iniciam planejamento integrado de turismo Em reunião na terça-feira, 06, na sede da Associação dos Municípios do Planalto Sul Catarinense (AMPLASC), foi iniciada a primeira atividade que definiu os membros do Comitê Executivo que junto ao SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) irá executar todos os planos e regimentos de turismo dos sete municípios filiados à associação. O encontro reúniu prefeitos da Amplasc e profissionais ligados aos setores de turismo de cada município. Conforme Flávia Didômenico, Diretoria de Inovação e Tecnologia (Analista de programas e projetos) do Senac, que coordenou o encontro em Campos Novos, nesta primeira reunião foi discutida a forma de construção dos planos municipais de turismo, o que cada um dos sete municípios pode oferecer. “São planos regional e municipais para que resultem em uma construção coletiva onde toda a comunidade também irá cooperar. Lembrando que a proposta é regional, mas todos terão suas leis municipais. Sendo assim, todo e qualquer projeto de Turismo e Cultura passará por aprovação pela Câmara dos Vereadores.

Infelizmente ainda não existe um Roteiro Regional que possa ser usado como pacote turístico, esse é um dos tópicos que também está sendo discutido, em que se unifica o turismo de forma mais eficaz e socioeconômica”. O calendário de turismo será anual e poderá contar com a ajuda até mesmo da população Camponovense e dos outros municípios que estão procurando também reconhecimento pelas trilhas, bailes de Prenda e costumes regionais que encontramos na região. O Prefeito de Campos Novos Silvio Alexandre Zancanaro, que irá tomar posse na Presidência da AMPLASC no próximo dia 15 de fevereiro, se manifestou sobre a proposta de desenvolver o turismo de forma integrada. “Já começando com um projeto tão grande e ambicioso que é profissionalizar o turismo em Campos Novos envolvendo nossos municípios vizinhos para crescer cada dia mais. O prazo para os planos transcorrerem será de aproximadamente 6 meses”. A contratação do Senac para a coordenação da elaboração dos planos de turismo foi feita de forma conjunta pelos municípios da Amplasc.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Política

08 de Fevereiro de 2018

13

Administração planejada e austera Mesmo com queda na arrecadação em 2017, Abdon Batista manteve investimentos. Administração projeta uma cidade para o futuro. Em ano marcado por dificuldades em 2017, a Administração Municipal driblou a crise, promoveu e está promovendo transformações em Abdon Batista. O município foi o que registrou a maior queda no Índice de Participação dos Municípios, parâmetro para o retorno de ICMS do estado, no cálculo definitivo divulgado em dezembro de 2017, com retorno para 2018. O momento de crise, porém, não impediu novos investimentos em Abdon Batista, nem foi motivo para paralisação de projetos em andamento. Com planejamento e austeridade na administração dos recursos públicos, o prefeito Lucimar Salmória promove transformações importantes na cidade de 2.617 habitantes. “Nós pautamos nossas ações em cima de um planejamento muito austero, condizente com a nossa realidade financeira e partindo de um volume de receitas que nós dispomos projetamos os investimentos a serem feitos, o que possibilita que nenhuma obra fique inacabada. Para todas as obras iniciadas, temos orçamento e dispomos do financeiro para bancá-las durante a sua execução”. Em 2016 a arrecadação foi de aproximadamente R$ 3,5 milhões de retorno de compensação financeira. Já em 2017 o repasse foi R$ 1,7 mi, uma queda significativa. Com redução de despesas e economia, o impacto financeiro negativo

Parque Aquático

foi absorvido pelo município sem paralisação dos investimentos. “Nós fizemos as duas coisas, procuramos na questão da queda da receita eliminar proporcionalmente as despesas e melhorar as receitas de outras fontes, como IPTU e ISS”. As obras de pavimentação urbana estão sendo retomadas neste mês de fevereiro visando concluir o trecho entre Abdon Batista e Santo Antonio, sequência no asfaltamento entre a Avenida 26 de Abril e Linha São Roque, além do projeto de pavimentação do acesso ao Parque de Eventos do município numa próxima etapa e gradativamente a pavimentação avança pelas demais ruas do município, com obras em andamento na Rua Fermino Rech. ”Então entre 2017 e 2018, nós queremos basicamente consolidar a pavimentação do nosso município. Na etapa que está por vir de pavimentação urbana devemos investir em torno de R$ 400 mil. Nós compramos o asfalto e fazemos a base, isso dá uma redução grande nos custos”, afirmou Lucimar. O prefeito ressaltou que as obras de infraestrutura já foram consolidadas e Abdon Batista com a implantação da rede de esgoto passa a ter a maior cobertura em saneamento básico de Santa Catarina, além das obras de drenagem pluvial, implantação da rede de água e construção dos passeios padrão e ciclovias, que já atende grande parte da cidade, com um trafego seguro para ciclistas e veículos. Aliada às obras de infraestrutura, a administração também pensou no embelezamento viabilizando o plantio de 400 pés de ipê, árvore símbolo de Abdon Batista.

Estação de Tratamento de Esgoto

Fotos: Divulgação/PMAB

é o Parque Aquático iniciado em 2017. A intenção depois de concluída a obra é passar a concessão à iniciativa privada. O investimento vai fomentar o turismo e gerar renda para o município e mais qualidade de vida, não só para Abdon Batista, mas para todos os municípios vizinhos. 100% do valor investido na construção do parque são recursos próprios do município, no valor de R$ 1,5 milhões.

Folha de pagamento enxuta Lucimar Salmória “Estamos construindo uma cidade dentro de todos os padrões de acessibilidade, sem esquecer do embelezamento”.

Projetos em andamento Para a implantação do saneamento básico a Administração de Abdon Batista investiu cerca de R$ 3.359.000,00. Está em construção a Estação de Tratamento de Esgoto, fechando o projeto no setor. Outra obra em andamento é a revitalização do Lajeado Demeneck, que contempla a construção de passeios com acessibilidade, área de lazer com iluminação e paisagismo. Nesta primeira etapa serão 300 metros de revitalização. Também em andamento a obra de construção da nova garagem da prefeitura, em que o município de Abdon Batista está investindo aproximadamente R$ 600 mil reais de recursos próprios. Destes, 338 mil reais na obra inicial do prédio e R$ 260 mil em mão de obra e materiais de acabamento. Outro grande empreendimento

Abdon Batista encerrou o ano de 2017 com índice de 39% da arrecadação em despesas com pessoal. “Quando muitos municípios estavam estrangulados com folha de pagamento, encerramos o ano consumindo 39% do que arrecadamos em folha de pagamento, o que nos dá um fôlego para todos os investimentos que estão sendo viabilizados. Conseguimos reduzir nosso número de funcionários em 2017 e estabilizamos”. A articulação na busca de recursos do Estado, União e iniciativa privada foi citada pelo prefeito como outra fonte de recursos para aumentar a receita do município. “São as articulações junto ao governo do estado, federal e iniciativa privada. Neste ano em parceria com a Enercan vamos colocar em funcionamento mais três escolinhas esportivas, futebol de campo, futebol de salão e de voleibol, masculino e feminino. A escolinha de futebol de campo é uma parceria entre o município, a Enercan e o Avaí, teremos uma escolinha do clube aqui e quem sabe projetarmos grandes talentos de Abdon Batista e região”, concluiu Lucimar.

Garagem da Prefeitura de Abdon Batista


14

Publicidade

OC

CHAMADA PÚBLICA n º 03/2018 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS NOVOS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Chamada Pública n.º 03/2017, para aquisição de gêneros alimentícios diretamente da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural conforme §1º do art.14 da Lei n.º 11.947/2009 e Resolução FNDE n.º 04/2015. A Prefeitura Municipal Campos Novos, pessoa jurídica de direito público, com sede à rua Expedicionário J.B de Almeida, nº 323, inscrita no CNPJ sob n.º 82.939.232/0001-74, representada neste ato pelo Prefeito Municipal, o Senhor Silvio Alexandre Zancanaro, no uso de suas prerrogativas legais e considerando o disposto no art.14, da Lei nº 11.947/2009 e na Resolução FNDE nº 04/2015, através da Secretaria Municipal de Educação, vem realizar Chamada Pública para aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural, destinado ao atendimento do Programa Nacional de Alimentação Escolar/ PENAE, no período de 12 meses. Os interessados (Grupos Formais, Informais ou Fornecedores Individuais) deverão apresentar a documentação para habilitação e Projeto de Venda no período de 09 de fevereiro de 2018 às 13:30 horas até o dia 26 de fevereiro de 2018 as 17:30, na sede da Prefeitura Municipal, localizada á rua Expedicionário Joao Batista de Almeida.

SILVIO ALEXANDRE ZANCANARO Prefeito Municipal

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Economia

08 de Fevereiro de 2018

15

Campos Novos sobe duas posições e fica em 14º em retorno do ICMS para 2018 O levantamento definitivo do Índice de Participação dos Municípios para retorno no ICMS em 2018 foi divulgado em dezembro pelo Estado. Campos Novos passou de 16º para 14º em retorno do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS), conforme aponta o Índice de Participação dos Municípios (IPM), divulgado pela Secretaria de Estado da Fazenda. O IPM é calculado anualmente pela Secretaria de Estado da Fazenda, que considera como principal critério o “Movimento Econômico” – também conhecido como “Valor Adicionado” (VA) – para compartilhar com os Municípios o ICMS recolhido pelo Estado. A lei regulamenta que o Governo do Estado deve repassar 25% da arrecadação de ICMS aos Municípios, sendo que 15% desse total são divididos igualmente entre os 295 Municípios e 85% são distribuídos de acordo com o VA. O índice foi calculado com base no Movimento Econômico de 2016, como informa Luciano Angonese, Secretário Executivo da Associação dos Municípios do Planalto Sul de Santa Catarina (AMPLASC). Em Campos Novos, levantamento feito entre 2006 a 2016, com retorno de ICMS entre os anos de 2008 a 2018, mostra que o município subiu de 31º no ranking em 2008 para 14º agora em 2018. Quando entrou em operação a Usina Campos Novos, a geração de energia impactou positivamente no movimento econômico do município. A evolução em 2018 foi de 10,72%, superando a média do Estado, informa Luciano Angonese. “O Estado

cresceu em torno de 8,1% e Campos Novos passou de 10% no crescimento. Isso é um fator positivo e tem haver com o crescimento econômico e geração de riqueza dentro do município. Campos Novos tem uma predominância de três áreas que geram riqueza: de geração de energia elétrica, das indústrias dos ramos metalomecânico, de beneficiamento, de alimentos e dos frigoríficos e naturalmente o segmento agropecuário. Os três tiveram incremento econômico para 2018 e isso fez com que no geral as atividades do município se sobressaíssem as do estado, com base nas riquezas geradas em 2016”. Conforme o Secretário Executivo, em 2006 a riqueza gerada em Campos Novos era de R$ 372 milhões e em 2016 foi R$ 2.099.993.663,37.

Demais municípios da AMPLASC O ranking das maiores quedas no Índice de Participação dos Municípios é liderado por Abdon Batista (-21,4%), efeito da contabilização dos resultados financeiros da empresa Rio Canoas Energia. Brunópolis ocupa a 215ª posição no retorno de ICMS, Celso Ramos se manteve na 291ª posição no ranking, Monte Carlos na 198ª, Vargem na 249ª e Zortéa está na 237ª posição. O ranking dos maiores crescimentos é liderado por Araquari uma evolução de 31,4%, Assim como no ano anterior, Joinville (8,6%), Itajaí (7,2%), Blumenau (4,8%) e Florianópolis (2,8%) terão as maiores participações ao longo do ano. No entanto, ressalta-se que dos quatro, apenas Itajaí não registrou queda

Foto: Antonia Claudete Martins/O Celeiro

Luciano Angonese no índice. Joinville teve queda de 5,2% em relação a 2017. Blumenau apresentou IPM 1,5% menor e Florianópolis 1,8% menor.

Comparativo da arrecadação de janeiro nos anos de 2017 e 2018 na região Luciano Angonese também fez um comparativo das arrecadações de janeiro de 2017 e janeiro de 2018 nos municípios da AMPLASC. Em relação ao crescimento do estado, em retorno de ICMS, todos ficaram acima da média. “O Estado de Santa Catarina teve um incremento de R$ 42 milhões em arrecadação de ICMS em janeiro de 2018, comparado com janeiro de 2017, com um incremento de 10% a mais. Os municípios da AMPLASC cresceram acima da média do estado e arrecadaram 13,5% a mais do que janeiro de 2017, num valor absoluto conjunto de R$ 877 mil”. O maior impacto foi gerado pelo município de Campos Novos,

com incremento de R$ 735 mil a mais em 2018 em relação a janeiro de 2017, com aumento de 18,2%, ou seja, 8,1% acima da medida do estado. O município arrecadou em 2017 R$ 4.029.009,30 e R$ 4.764.239,60 em 2018. O saldo positivo se deve a dois fatores, explicou Luciano. “Primeiro é o crescimento do seu índice pela geração, mas também porque nós enquanto AMPLASC encontramos algumas inconsistências nas declarações de algumas empresas, não se trata sonegação, absolutamente, mas em relação à forma como se informava e que não estava contando no índice do município. A empresa gerava riqueza, pagava seus impostos de forma regular, porém, a maneira como declarava acabava não somando para o índice de retorno do ICMS. A correção destas inconsistências representa em torno de 3,5% a mais de arrecadação para Campos Novos, índice que não retornaria ao município. Numa previsão mais pessimista estimamos que essas correções representem R$ 1.600.000, 00 a mais de ICMS para Campos Novos em 2018, pela atuação desse trabalho do movimento econômico da AMPLASC”, concluiu Luciano Angonese.

Os organizadores convidam a todos para festa em Honra a Nossa Sr.ª de Lourdes, a realizar-se no dia 11/02/2018 com a seguinte programação: 10:30 hs: Santa Missa; 12:00 hs: Churrasco e venda de bebidas em geral. Também convidam a todos para a novena a realizar-se de 02 a 10 de fevereiro, com início as 19:00hs. Os organizadores convidam a todos para participar de Torneio de Pesca, que acontecerá no dia 04/03/2018 no Pesque e Pague Braz Cardoso, no Ibicuí. Para maiores informações e para efetuar sua inscrição: na Top Sport, Lanchonete Serpa (falar com Gordo), ou nos telefones: 98826-1628 (Braz) ou 99984-4255 (Carmem).


16

Abdon Batista

OC

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018

Obras na SC-284 em Abdon Batista devem iniciar em breve Já foi licitada e contratado neste início de semana o Consórcio CCK, constituído pelas empresas Alexandre Cladeira Eirelli e Claudio e Cia LTDA, que deve executar as obras de recuperação da SC-284, trecho que liga os municípios de Campos Novos e Abdon Batista.Com investimentos de mais de R$ 2,5 milhões por parte do Governo do Estado, as obras devem ser executadas num prazo de 90 dias a partir da entrega da ordem de serviço. Além do projeto da obra, a licitação prevê ainda a execução da contenção de talude no trecho e recuperação da pavimentação

Foto: Divulgação/PMAB

asfáltica dos mais de 250 metros. O trecho foi danificado com as chuvas intensas do início do mês de junho de 2017, quando a condição climática acometeu a região inclusive interditando a rodovia. A obra foi autorizada pela Defesa Civil nacional e posteriormente pela estadual no sentido da recuperação do trecho para normalização do acesso e garantia de segurança aos usuários da via. Segundo o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Campos Novos, Jairo Luft, a garantia do recurso se deu através de um com-

Aulas na rede municipal de Abdon Batista retornam dia 14 A Secretaria Municipal de Educação de Abdon Batista, comunica que as aulas no Centro Municipal de Ensino Luiz Zanchett ( 1º ao 5º ano) terão início dia 14 de fevereiro às 13h05min para os alunos que estudam no período vespertino e na quinta-feira dia 15, às 7h40min, para os alunos do período matutino. Comunica também, que na

quarta-feira dia 14 de fevereiro às 13h30min haverá reunião para os pais dos alunos da Creche Dona Tereza e Creche Tia Hilda, no auditório do centro municipal de ensino. O encontro é muito importante a presença de todos. As aulas nas creches terão início dia 15 de fevereiro, quinta-feira, às 7h40min no período da manhã e às 13h05min no período da tarde.

prometimento árduo da ADR Campos Novos e da municipalidade do município de Abdon Batista com a causa. “Nos engajamos fortemente em garantir a recuperação do trecho que é acesso único entre os municípios de Campos Novos e Abdon Batista. A velocidade com que o prefeito Lucimar Salmória pediu a declaração de emergência foi fundamental para o suces-

so da obra, que vai garantir segurança aos usuários do trecho e prevenir que novos problemas ocorram devido as chuvas intensas“, explicou. Dentro de poucos dias a descentralização do recurso para a ADR Campos Novos deve ser realizada, o que garante o início das obras. Informações: Prefeitura Municipal de Abbon Batista


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018

17

Vargem

Reconstrução de estradas segue em ritmo acelerado Fotos: Divulgação/PMV

Com mais de uma semana de clima seco, segue em ritmo acelerado a reconstrução das estradas e pontes em Vargem, após as chuvas intensas registradas em janeiro. Já foram recuperadas pontes nas comunidades de Morro do Dez e Mrodin levadas pelas águas e concluída a recuperação no trecho do Assentamento até a BR 282, entre outros pontos críticos. As pontes foram reconstruídas em madeira até que a Administração Municipal

viabilize recursos para a construção em concreto. Todos os esforços estão concentrados na recuperação das estradas e pontes a fim de garantir a trafegabilidade na Zona Rural com segurança e qualidade. “Houve avarias em todo o município, mas os pontos mais críticos já estão recuperados”, declarou o Secretário de Obras, Agostinho da Silva Passos (Chico Passos), que também informou sobre o planeja-

Tudo pronto para a volta às aulas em Vargem O calendário do ano letivo será aberto dia 15 de fevereiro na Rede Municipal de Ensino De acordo com o Secretário de Educação Luilson Sezar Gazzola, no dia 1º de fevereiro retornaram serventes, merendeiras e diretores e na segunda-feira, 05, os professores com capacitação e planejamento. Os kits de uniformes já foram licitados e a previsão de entrega é até final de fevereiro. “No mais tardar até final de fevereiro, com certeza, todos os alunos receberão gratuitamente o kit completo com duas camisetas, jaqueta, calça e um par de tênis, além das Apostilas da Positivo, que serão entregues aos alunos do pré-escolar e de primeiro ao quinto ano. É uma preocupação nossa e da prefeita Milena a qualidade de ensino, por isso também decidimos aderir ao Sistema Positivo”, destacou Secretário Sezar, observando que para aquisição das apostilas o investimento aproximado é de R$ 140 mil/ano e de R$ 68 mil nos kits de uniformes. A frota de veículos para o transporte escolar está em perfeitas condições, disse ainda o secretário. “Uma das grandes preocupações da Secretaria

Luilson Sezar Gazzola de Educação, juntamente com o responsável pela frota Ademar Cardoso é a qualidade e segurança. Os nossos ônibus vão rodar em perfeitas condições, com aquisição de pneus novos, reforma principal exigida pelo órgão que fiscaliza o transporte escolar de Santa Catarina”. Para os pais que ainda não matricularam seus filhos, basta procurar as escolas da Rede Municipal de Ensino.

mento da Secretaria para manter em dia os 700 quilômetros de estradas na Zona Rural do município. “São 700 quilômetros de estradas e damos prioridade onde há maior fluxo de linhas de leite, escoamento da produção, além do transporte escolar, porém, atendemos à todos de forma planejada e ágil”. A meta da Secretaria de Obras é em um curto espaço de tempo realizar

melhorias em todas as estradas da Zona Rural. “As obras incluem cascalhamento e alargamento, além de outras melhorias. Quero dizer aos nossos agricultores que estamos empenhados em atender da melhor maneira. Há casos pontuais que são mais complicados, como aconteceu na estrada do Assentamento, que acabou chovendo quando estávamos trabalhando na recuperação”.

Incentivo à agricultura Conhecedor das demandas dos produtores rurais de Vargem, o novo Secretário de Agricultura do Município, Marciano Rode, reforçou o objetivo da Administração Municipal em atender aos agricultores de forma a incentivar a agregação de renda e diversificar a produção, garantindo a permanência no campo. Marciano é produtor, extensionista rural da Epagri licenciado e reside há oito anos em Vargem. “A gente conhece o município inteiro, todos os cantos e demandas do interior, pelo trabalho como extensionista rural, o que nos possibilitou conhecer as necessidades dos nossos produtores. Penso que posso realizar um bom trabalho pelo fato de estar também do outro lado da moeda. Vamos atender bem aos agricultores”. A reativação do programa de inseminação artificial e o incentivo à melhoria de pastagens para incentivo à pecuária de leite e corte, estão entre as ações planejadas pelo novo secretário. “Queremos reativar o programa de inseminação artificial que é muito interessante no incentivo à pecuária de leite e de corte. O programa já existia a custo zero aos produtores e pretendemos retomar. Também pretendemos produzir mudas de pastagens para doar aos agricultores, o que vai baratear o custo

Marciano Rode de produção da pecuária de leite ou do bovino de corte. Temos a estufa na Secretaria da Agricultura e vamos voltar a produzir mudas frutíferas e de flores”, afirmou. A manutenção dos tratores também foi citada por Marciano, a fim de manter um atendimento de qualidade e sem interrupções aos produtores rurais, observando que a Secretaria de Agricultura está à disposição de todos, com atendimento das 07h às 13h.


18

Agronegócio

OC

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018

Coocam realiza 1º Dia de Campo no Mato Grosso Fotos: Divulgação/Coocam

A grande participação dos produtores em busca de mais conhecimento marcou o evento da filial de Ribeirão Cascalheira. A região Centro-Oeste do Brasil é conhecida pela alta produtividade de grãos. Isso porque os produtores estão sempre atentos às novidades do mercado para aplicar nas lavouras. Porém, no município de Ribeirão Cascalheira, estado do Mato Grosso, não são comuns eventos parecidos com o Dia de Campo realizado no último final de semana, dia 03, pela Cooperativa Agropecuária Camponovense (Coocam). Como também não é comum ver cooperativas trabalhando em prol do coletivo. Lá os produtores buscam as novidades por conta própria e esse diferencial da Coocam torna-a não apenas dos cooperados, mas de inúmeros empresários do setor. “Unidos em prol do agronegócio”. Assim descreveu Jean Fabrício Fornara Lemos, gerente de compras da Coocam, falando sobre a organização do Dia de Campo e a participação dos convidados. Na opinião de Fabrício o evento de Ribeirão Cascalheira foi muito bem estruturado e os organizadores puderam mostrar aos produtores como são os formatos dos

eventos realizados nas demais filiais da Coocam. Esse foi o 1º Dia de Campo da Coocam no Mato Grosso. Cerca de 150 pessoas estiveram presentes, entre elas, autoridades locais, produtores e a comitiva da matriz da Coocam que durante toda a semana esteve visitando as Fazendas da Agrocam (Agropecuária de cooperados da Coocam no Mato Grosso), coordenada pelo produtor Alexandre Alvadi Di Domenico. O número de participantes foi excelente, considerando que as pequenas áreas produtoras naquela região do Brasil giram em torno de 200 hectares (ha), podendo ultrapassar 50 mil ha de terreno de um único produtor. A Coocam comemora o resultado do evento e acredita que está no caminho certo.

“Lá a realidade é diferente daqui do Sul, pois as áreas são extensas, sendo assim, as necessidades deles são muito diferentes das nossas com uma responsabilidade para adoção de tecnologia imensa, onde os produtores estão sempre querendo conquistar altas produtividades safra após safra. A Coocam já assimilou essa ideia deles e procurou atender a demanda nesse Dia de Campo, juntamente com as empresas parceiras”, ressaltou o vice-presidente da Coocam, Riscala Fadel Junior. Durante o evento foi servido bolo em comemoração aos 25 anos da Coocam. A Cooperativa Agropecuária Camponovense foi fundada dia 21 de janeiro de 1993 e a data está sendo lembrada durante todas as programações deste ano de 2018. O próximo Dia de Campo da Coocam acontece em Barracão, dia 17 de fevereiro. Troca de experiência Como a troca de experiência é um dos objetivos da Coocam, o modelo de gestão utilizado pelos produtores do Mato Grosso pode ser compartilhado na Região Sul. Eles trabalham em suas propriedades de forma profissional e controle eficiente considerando cada fator, seja administrativo ou financeiro. “Todos os produtores, indiferen-

te do tamanho de suas áreas de produção, são altamente qualificados e tem todos os custos e resultados. E isso é muito importante para as tomadas de decisões dentro da propriedade”, observou o presidente da Coocam, João Carlos Di Domenico. Em contra partida a região é carente de projetos sociais e modelos como Escola no Campo e Campo Limpo, são iniciativas que devem ser implantadas pela Coocam na região onde está essa filial, assim como acontece na matriz em Campos Novos (SC) e nas filiais de Barracão (RS), Curitibanos (SC) e Lebon Régis (SC). De acordo com João Carlos, o intercambio entre as regiões Sul e Centro-Oeste é um grande ganho. “Levamos o que temos de melhor aqui no Sul e vamos buscar lá no Centro-Oeste o que eles têm de melhor. Com certeza vamos colher muitos resultados com isso e proporcionar grandes lucros aos nossos produtores”. Os Programas sociais da Coocam devem começar no Mato Grosso ainda esse ano com o Projeto Escola no Campo. “Será um Programa piloto implantado em uma escola rural de Ribeirão Cascalheira”, compartilha João Carlos Di Domenico, presidente da Coocam. *Com informações assessoria de comunicação Coocam.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018

Agronegócio

19

23º Dia de Campo Copercampos É mais tecnologia, muito mais informação Fotos: Comunicação/Copercampos

Mais de 140 empresas apresentarão no evento, as melhores opções para produção de grãos, utilização eficiente de produtos e máquinas agrícolas, além do melhor em genética de bovinos, ovinos e suínos. Caracterizado como o evento catarinense que apresenta a mais alta tecnologia disponível no agronegócio, o 23º Dia de Campo Copercampos, desperta oportunidades aos agropecuaristas e visitantes. Realizado no Campo Demonstrativo da cooperativa, as margens da BR 282, em Campos Novos/SC, o evento acontece nos dias 27 e 28 de fevereiro e 1º de março. No Dia de Campo de 2018, você visitante terá a oportunidade de conferir novidades e soluções para as atividades na lavoura e pecuária, por exemplo. Com mais de 140 empresas expositoras, o 23º Dia de Campo Copercampos oportuniza o conhecimento para que o produtor rural possa produzir mais e obter rentabilidade no campo. O evento conta com patrocínio da Caixa, Unifertil, Bayer, Syngenta, Basf, Sicoob e Yara. A presença de pesquisadores em estandes de diversas empresas, além de palestras específicas para diferentes áreas, o evento da Copercampos tornou-se ao longo dos anos, o centro do conhecimento. Neste ano, a cooperativa trará debates e explanações sobre importantes temas presentes no cotidiano dos agropecuaristas, como palestra sobre “Manejo de mofo branco na soja”, com Ricardo Brustolin, palestra sobre “Suplementação de Bovinos de corte a pasto”, com Evandro Schonell,

e sobre “Variabilidade climática e seus impactos na produtividade da soja” com Paulo Cesar Sentelhas, por exemplo, além de palestra sobre “Cooperativismo”, com José Padilha, da Ocesc. Em 2018, as novidades do Dia de Campo estão ligadas também a genética de ponta na pecuária, com apresentação de animais de excelência na bovinocultura de leite, gado de corte, ovinocultura e suinocultura, onde se destaca o alto padrão genético dos suínos produzidos pela Copercampos em parceria com a Agroceres Pic. A área ainda conta com empresas de medicamentos veterinários. O espaço da pecuária conta com cerca de 20 cabanhas produtoras de animais, das raças Charolês, Angus, Simental, Jersey, Holandês, Hereford, por exemplo, e nas raças de ovinos são apresentados exemplares das raças Santa Inês, Crioula e Hampshire Down. No espaço de produção de grãos,

a Copercampos demonstra sementes com o mais alto padrão de vigor e germinação. São cultivares de soja, feijão, híbridos de milho e sorgo, além de pastagens que atraem o olhar dos produtores rurais que buscam produzir mais no campo. A tecnologia apresentada no Dia de Campo Copercampos, evento que recebe mais de 10 mil pessoas a cada edição, está presente nos estandes. Na área de máquinas e implementos agrícolas, especialmente, demonstra-se o potencial e a evolução do homem do campo da região, que conta com as mais modernas máquinas para ter sucesso na atividade. De acordo com o Diretor Presidente da Copercampos, Luiz Carlos Chiocca, o Dia de Campo é direcionado à transferência de novas tecnologias para a agricultura e pecuária. As vitrines são

conduzidas em condições de campo, conforme a recomendação técnica do Departamento Técnico da Copercampos ou das Instituições de Pesquisa. O visitante pode observar o comportamento das culturas de acordo com a tecnologia adotada. “Nosso objetivo é demonstrar as novidades e disponibilizar essas tecnologias e o conhecimento aos visitantes. Contamos com profissionais técnicos especializados em todos os estandes, para tirar dúvidas e levar informações aos produtores rurais e assim, sermos mais eficientes e obter rentabilidade em nossas atividades agropecuárias”, ressalta Chiocca. O Dia de Campo Copercampos de 2018 contará ainda com vitrines tecnologias conduzidas pelo Departamento Técnico da Copercampos, que apresentará diferentes trabalhos em soja e feijão, desde a implantação da Agricultura de Precisão, plantio em diferentes épocas e o trabalho de fertilidade de solo, conduzido a mais de 20 anos no campo, por exemplo. Além de tudo isso, o 23º Dia de Campo da Copercampos conta com promoções especiais para associados e clientes na área de insumos e loja da cooperativa; estandes de cooperativas de crédito e agências bancárias; expositores de veículos leves e pesados. Para produzir mais no campo, o conhecimento é essencial. Prestigie o Dia de Campo Copercampos, descubra oportunidades e faça o melhor na sua propriedade. *Informações: Comunicação/Copercampos


20

Publicidade

OC

www.jornalceleiro.com.br

08 de Fevereiro de 2018

1515  

Jornal O Celeiro, Edição 1515 de 08 de Fevereiro de 2018

1515  

Jornal O Celeiro, Edição 1515 de 08 de Fevereiro de 2018

Advertisement