Page 1

OCELEIRO

OCELEIRO

1

www.jornalceleiro.com.br

18 de Janeiro de 2018

Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018 - R$ 3,00

Ano XXVI EDIÇÃO 1512 Campos Novos, SC

www.jornalceleiro.com.br

Saúde

COOCAM 25 ANOS

Campanha Janeiro Branco: “Quem cuida da mente, cuida da vida”. Páginas 06 e 07 POLÍTICA

Confira entrevista do primeiro ano de mandato com Prefeito Zancanaro. Páginas 8 e 9 Agronegócio

Colhendo resultado dos esforços semeados, Cooperativa Agropecuária Camponovense completa 25 anos de fundação nesta sexta. uPágs. 18 e 19

Lançamento de nova campanha contra pirataria de sementes marca inauguração da sede da APROSESC em Campos Novos. Página 17


2

www.jornalceleiro.com.br

18 de Janeiro de 2018

OCELEIRO

Diretor: Alexandre Alvadi Di Domenico Editora chefe, Jornalista: Antonia Claudete Martins Registro profissional 0006220/SC Repórter: Bruna Regina Fagundes Assinaturas: Ana Carolina Pereira Diagramação/Arte: Wilhiam Rodolfo Peretti

www.jornalceleiro.com.br Associado à Associação Catarinense de Jornais Periodicidade Verificada pela Abrajori Brasília (ACJ) Associação Empresarial, Rural e Cultural Camponovense(Acircan) Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Impressão: Gráfica Araucária/Lages-SC Tiragem: 1.500/Exemplares/Semana

Fundado em 25 de Junho de 1992 CNPJ: 12.188.377/0001-03 Caixa Postal: 96 CEP: 89620-000 - Campos Novos/SC Redação: redacaooceleiro@gmail.com Comercial: oceleirocomercial@gmail.com Financeiro: oceleirofinanceiro@gmail.com Skype: jornaloceleiro - Facebook: OCeleiro.cn Edição Digital/Issu: http://issuu.com/jornaloceleiro

As colunas e artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião do jornal.

Fechamento da edição: Às terças-feiras à tarde

Fone: (49) 3541-0597

Circulação: Abdon Batista, Brunópolis, Campos Novos, Celso Ramos, Ibiam, Monte Carlo, Vargem e Zortéa.

Editorial

Sem tabus para a saúde mental Por Antônia Claudete Martins Editora Chefe O Núcleo de Psicologia de Campos Novos (Nupsy) está sensibilizando a população em defesa da saúde mental emocional, aderindo à Campanha Janeiro Branco. A campanha é importante à medida que alerta para a necessidade das pessoas cuidarem de sua saúde mental e seu emocional. Embora muito se tenha avançado na área da psicologia, infelizmente, a saúde mental ainda é cercada de muito tabu. A maioria das pessoas ainda resiste ao tratamento psicológico, questão cultural em função do isolamento com que pessoas com transtornos mentais já foram submetidas ao longo da história da medi-

cina. A humanização dos atendimentos se deve aos profissionais psicólogos que estão prontos a nos auxiliar sempre que necessário a ter uma melhor qualidade de vida, quando encontramos ao longo da nossa caminhada dificuldades emocionais e desenvolvemos transtornos como ansiedade e depressão, tão comuns nos dias de hoje. Quando falamos em saúde do corpo, todos aceitam o cuidado preventivo. Mas o cuidado preventivo com a mente? Esse também é necessário, para que possamos reduzir o impacto diário em nossa vida emocional. E quem nunca se lamentou um dia ou outro que o estresse, os problemas financeiros, familiares, as inseguranças e

os medos estão interferindo diretamente em sua qualidade de vida? Parece mais

Coluna de Moda

do que justo que cuidemos daquilo que controla todo o nosso corpo, pois o corpo pode estar bem, mas se a cabeça vai mal, nossa condição de vida se torna um peso. Então deixemos os tabus de lado, afinal cuidar das emoções não é coisa de louco não. Nesse mês, a proposta é que se fale sobre saúde mental e emocional, que se promova a prevenção. Profissionais da psicologia e psiquiatria estão prontos a nos auxiliar a compreender essa ideia é oferecer um acompanhamento adequado. Conhecer a si mesmo é importante para lidarmos e compreendermos a forma como reagimos ao mundo. Como diz o slogan da campanha Janeiro Branco: “Quem cuida da mente, cuida da vida”!

Nº 127

Aposta para 2018: saia plissada! A saia plissada é aquela peça que acompanha o guarda-roupa feminino durante muito tempo, e como qualquer outra tendência, sempre ganhando um high light e chegando ao street style cada vez mais estilosa, com diferentes comprimentos e tecidos. A saia plissada também é versátil e a peçachave de vários looks, combinando com t-shirt até jaqueta de couro. Você pode montar uma produção despojada usando tênis, ou até mesmo uma mais glam para à noite, com salto! O tecido metalizado também está em alta, aparecendo frequentemente nos modelos plissados. Inspire-se:

Por: Bethania Marin Contatos em redes sociais: Instagram: @bethania_marin, Blog: www.bethaniamarin.com, E-mail: contato@bethaniamarin.com, Facebook:https://www.facebook.com/sitebethaniamarin.

AGENDA: Divulgue seu evento aqui: oceleirocomercial@gmail.com

Material Escolar

Assinatura Especial

Biriba

> A loja “Só Trekos” informa a todos

O Jornal O Celeiro está com novos

O Circo Teatro Biriba está finalizando

que está comercializando Material

preços pra assinaturas novas do

sua temporada em Campos Novos.

Escolar com os melhores preços:

semanário. Assine “O Celeiro”

O circo deve ficar no município até o

pastas, cadernos, réguas, papelaria e

semestralmente, anualmente e

dia 28 de Janeiro. Aproveite e leve a

muito mais. Também fazemos

mensalmente. Entre em contato

família! Ingressos à

recargas de tonner.

conosco. (49) 3541.0597

R$ 10,00, criança e R$ 20,00 adulto.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

18 de Janeiro de 2018

Publicidade

3


4

www.jornalceleiro.com.br

18 de Janeiro de 2018

CURTAS

Faesc apela para pagamento da contribuição sindical rural O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) José Zeferino Pedrozo fez um apelo para que os produtores recolham a contribuição sindical rural do exercício de 2018. A reforma da legislação trabalhista aprovada em 2017, entre outras mudanças, tornou facultativo – e não mais obrigatório – o pagamento do imposto sindical, também chamado de contribuição sindical. Entretanto, enfatiza o dirigente, esse é um dos poucos tributos cuja arrecadação beneficiava diretamente e com 100% do produto arrecadado a categoria que o recolhia. O Ministério do Trabalho & Emprego fica com 10% (no caso dos trabalhadores) ou 20% (no caso dos empregadores); o restante é distribuído para a estrutura sindical respectiva. No dia 31 deste mês de janeiro, os produtores rurais, pessoas jurídicas que possuem imóvel rural, com ou sem empregados e/ou empreendem, a qual-

José Zeferino Pedroso

quer título, atividade econômica rural, enquadrados como empresários ou empregadores rurais podem realizar o pagamento das Guias de Recolhimento da Contribuição Sindical Rural, referente ao exercício de 2018. O presidente da FAESC observa que as guias foram emitidas com base nas informações prestadas pelos contribuintes nas Declarações do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR), repassadas à CNA pela Secretaria da Receita Federal do Brasil (SRFB).

Programa de Conservação da APP premia famílias rurais Cinco moradores lindeiros ao reservatório da Usina Hidrelétrica Campos Novos receberam recursos por desenvolver ações em defesa APP (Área de Preservação Permanente). Em solenidade realizada no mês de dezembro, no Centro de Eventos Multiuso no município de Abdon Batista, a ENERCAN premiou os agricultores que implementaram medidas mais efetivas de proteção e preservação do meio ambiente, como proteção de matas ciliares, nascentes e mananciais de água, recuperação de áreas degradadas, implantação de reserva legal na propriedade, manutenção de cercas para proteção da APP, registro no CAR (Cadastro Ambiental Rural) e outras. Ao todo, a empresa repassou R$ 17 mil aos vencedores. Criado com o objetivo de reconhecer e valorizar os moradores lindeiros que adotam boas práticas de proteção ao meio ambiente, o Programa de Conservação da APP quer fortalecer a conscientização ambiental e premiar agricultores que efetivamente ajudam a proteger a mata ciliar e, assim, contribuem para a manutenção da biodiversidade. Em sua sexta edição, o programa registrou 139 inscrições, número 12% maior do que em 2016, quando 124

agricultores participaram, o que comprova a boa aceitação da ideia de preservar a natureza. Outro aspecto importante é redução expressiva do número de ocorrências indevidas registradas na APP, que vão desde pequenas agressões ao meio ambiente até a prática de queimadas, desmatamento e construções irregulares. Antes do lançamento do programa, em 2012, o número de registros chegava próximo a 100, como nos anos de 2009 e 2010, quando foram notificadas 92 e 94 ocorrências, respectivamente. Nos últimos quatro últimos anos, a soma de ocorrências registradas foi de apenas 37, o que equivale a uma média pouco maior do que nove ocorrências anuais. E o melhor é que o número vem reduzindo a cada ano. Em 2017, por exemplo, foram apenas seis ocorrências. Vencedores do Programa de Conservação da APP: 1º lugar (R$ 8 mil): Osni Supi – Celso Ramos; 2º lugar (R$ 4 mil): Nilson Martinelli – Celso Ramos; 3º lugar (R$ 2,5 mil): Rogério Rosa – Abdon Batista; 4º lugar (R$ 1,5 mil): Gilson Antônio Bortoli – Abdon Batista; 5º lugar (R$ 1 mil): Nelcy Canani Dutra – Anita Garibaldi.


18 de Janeiro de 2018 OCELEIROCOLUNISTAS

Variedades

www.jornalceleiro.com.br

VIVER

5

Nossa História em Fotos

Camilo Dorneles Palestrantre Motivacional, Comunicador e Orador camilodorneles@hotmail.com

Foto: Acervo Benito Zandoná

Você já sorriu hoje? “A bagunça sempre começa com um sorriso, jogados pelo canto da boca”! Com esta bela frase, a qual chamou muito a atenção, quero iniciar este ano de 2018, da melhor forma possível, e é claro, sorrindo. Sorrir faz bem para o corpo e para a alma, massageia seu ego e te deixa mais confiante e alegre, em busca de seus ideais e objetivos. Estudos comprovam quatro tópicos, relevantes, nos quais te fazem ver a importância de um “simples” sorriso. Sorrir faz bem à mente e ao corpo: especialistas afirmam que o sorriso traz benefícios à mente e ao corpo, auxiliam o bom funcionamento dos músculos faciais e abdominais, além dos sistemas respiratórios, cardiovasculares e imunológicos. O sorriso ajuda eliminar tensões: O sorriso é, comprovadamente, uma das maneiras mais eficientes de se comunicar. De acordo com uma pesquisa realizada em 2007 pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a comunicação entre os seres humanos acontece 93% de forma não verbal e somente 7% verbal. O estudo mostrou ainda que, ao sorrir, aproximadamente 17 músculos são trabalhados ao mesmo tempo, relaxando o corpo de tensões. Sorrir melhora a qualidade de vida: Segundo a psicóloga Ana Lúcia da Silva, do Departamento de Pacientes Graves do Hospital Albert Einsten, o riso é benéfico durante o tratamento de doenças mais graves, pois altera o estado emocional que causa bem-estar e melhora a qualidade de vida. Sorrir aumenta a atividade no organismo: Um estudo divulgado em 2006 pela Escola de Medicina da Universidade Loma Linda, na Califórnia (EUA), aponta que o riso aumenta a produção e a atividade no organismo das células NK (do inglês, Natural Killers), responsáveis por destruir vírus e até tumores presentes no organismo. E mais: o sorriso vem sendo utilizado como recurso de humanização no cuidado de pacientes em hospitais do mundo todo. Com isto deixo claro e comprovado, o importante efeito de que o sorriso pode causar na vida da pessoa. Isto alimenta sua autoestima, seu comportamento se destaca dentre os demais e faz com que seu empenho perante atividades diárias tenha mais destaque. Os valores da vida moderna são inúmeros, e dentre eles existe esta importante qualidade que é o bom humor, pois cá entre nós, trabalhar ou até mesmo conviver com uma pessoa mal humorada, deixa até você com um aspecto mais negativo e desgastante. Existem algumas causas determinantes que afetam o humor da pessoa, 10% são as circunstâncias da vida, isto é, acontecimentos felizes ou não, 50% é genética e 40% são as atividades intencionais. Entre estas atividades estão ser otimista, focar nas metas pessoais, cultivar relação com outras pessoas, práticas espirituais e ações relacionadas com o corpo. Deixo aqui algumas dicas em destaque, do quanto o sorriso pode modificar seu plano diário, e até mesmo, o quanto ele influencia em suas decisões e relacionamentos, sejam no âmbito familiar ou profissional. Com esta primeira coluna de 2018, deixo minha reflexão, com a qual iniciaremos este ano com o pé direito, dobrando os joelhos, agradecendo ao criador, reclamando menos e é claro, sorrindo mais. Vem cá, você já sorriu hoje ?

Sessões de Cinema VIDEIRA - Videira Shoping

LAGES - Arcoíris Marrocos

uO Extraordinário 2D - Dub. Todos os Dias às 21h00; uJumanji:Bem Vindo á Selva 3D - Dub. Qui.Seg.Ter.Qua.às 16h15 e 21h20; Sáb. Dom. às 16h15 e 21h10; uJumanji:Bem Vindo á Selva 2D - Dub. Qui.Seg.Ter.Qua. e Sáb. Dom. às 18h40; Sexta às 16h15; uJumanji:Bem Vindo á Selva 2D - Leg. Sex. às 21h10; uTouro Ferdinando 2D - Dub. Todos os Dias às 15h00 e 17h00; uTouro Ferdinando 3D - Dub. Todos os Dias às 14h15 e 19h00;

uO Touro Ferdinando - Dub. 2D Quarta às 15h00; uExtraordinário - 2D - Dub. Quarta às 17h30; uJumanji: Bem-vindo à selva - 2D - Dub. Quarta às 20h30; FRAIBURGO - Grupo Cine

uJumanji: Bem-vindo à selva - Dub. Sex. Sáb. Dom. Seg. Ter. e Qua. às 18h50; uJumanji: Bem-vindo à selva - 3D - Dub. Sex. Sáb. Dom. Seg. Ter. e Qua. às 21h15; uO Touro Ferdinando - Dub. Quartas às 14h50; uO Touro Ferdinando - 3D - Dub. Quartas às 14h50;

*O jornal “O Celeiro” não é responsável pelas mudanças no calendário de horários de todos os cinemas citados, portanto estes horários ainda podem sofrer alterações.

1945 - 1º Time Duque de Caxias - Alcino Silva, Neno, Quincas Hauen, Prof. Edi, Epaminondas Fernandes, Franklin Pereira, Atílio Caliari, Dr. Jan, Nino Basco e João Maria Pintor.

Receita da Semana Mousse de Maracujá

Ingredientes u2 caixas de gelatina de maracujá u2 xícaras de água quente u1/2 xícara de suco de maracujá u2 xícaras de leite de vaca u1 lata de leite condensado u1 lata de creme de leite sem soro

Modo de Preparo Prepare a gelatina com a água quente; Depois é só bater todos os ingredientes no liquidificador e colocar numa travessa para gelar.

*Fonte: TudoGostoso.com.br

Dica de Leitura Uma Pergunta por Dia Potter Style Todos os dias criamos uma imensa quantidade de registros em celulares, redes sociais e aplicativos. No entanto, quase nunca temos o hábito de retornar a eles. Às vezes podem parecer só besteiras, mas quantos desses relatos não mostrariam nosso crescimento e nossas mudanças em todos esses anos? Uma pergunta por dia convida você a registrar suas respostas a uma variedade de questões, das mais simples às mais complicadas, como “Para onde você quer fazer sua próxima viagem?” ou “Escreva a primeira linha da sua autobiografia”. Em cada página há espaço para cinco respostas, uma por ano, ao longo de cinco anos. Com o passar do tempo, quando voltar a um dia já anotado, o dono do diário encontrará seus pensamentos anteriores, num exercício divertido e construtivo de recordar e refletir. Depois das primeiras páginas fica impossível parar, e as possibilidades são infinitas: comece agora mesmo, não importa que dia é hoje; responda sozinho, com o melhor amigo ou com um grupo inteiro de amigos; um casal pode registrar junto suas respostas, cada um em seu livro ou num livro só. Respondendo, relendo, guardando para si ou compartilhando, a brincadeira funciona como uma verdadeira cápsula do tempo - termine um ano, inicie outro e redescubra a cada página um novo eu.

*Fonte: Livraria Cultura


6

www.jornalceleiro.com.br

Saúde

18 de Janeiro de 2018

Janeiro Branco: “Quem cuida da mente, cuida da vida” financeiros, espaços sociais e iniciativas socioculturais empenhadas(os) em valorizar e em atender as demandas individuais e coletivas , direta ou indiretamente relacionadas aos universos da Saúde Mental. Ana Julia também destacou a contribuição da psicologia para melhorar a saúde mental. “A sobrecarga emocional e cognitiva da sociedade aumenta a necessidade de contarmos com bons profissionais da área da saúde, ajudando as pessoas na gestão da sua saúde mental. O mundo tem pedido isso e nós psicólogos nos propusemos a atender este chamado. Isso se chama psicoeducação e a nossa campanha nasceu por amor à humanidade, senso de responsabilidade social, de dever profissional e para com a solidariedade humanística”.

Núcleo de Psicólogas de Campos Novos realiza ações da campanha no município. A Campanha Janeiro Branco é dedicada a colocar os temas da Saúde Mental e Emocional em máxima evidência no mundo em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade. Incentivada por psicólogos, profissionais da saúde e todos os grupos que acreditam na experiência de uma Saúde Mental e Emocional de qualidade, desde então vem se espalhando e levando a toda população mensagens sobre o assunto. Em Campos Novos o Núcleo de Psicólogia (Nupsy), da Associação Empresarial (Acircan), está desenvolvendo ações de sensibilização e promoveu na última terça-feira, 16, uma coletiva de imprensa como abertura da campanha. O objetivo é falar sobre Saúde Mental e levar a toda a população a importância do tema. A coletiva contou com a participação das psicólogas Flavia Dorold, coordenadora do Nupsy, Ana Julia Chiochetta, coordenadora da Campanha Janeiro Branco e Dayse Layanne. Conforme Ana Julia Chiocheta,

a Campanha Janeiro Branco foi idealizada pelo Psicólogo Leonardo Abrahão em Minas Gerais, tendo sua primeira edição em 2014. “É uma campanha nova, mas que merece muita atenção. O assunto é pouco discutido pela sociedade e há muito tabu em torno do tema. Hoje a campanha já conta com colaboradores em diversas cidades do Brasil e a cada ano mais pessoas aderem e ajudam. Por esses motivos deci-

dimos falar sobre o assunto por meio do Núcleo de Psicologia”. Com o slogan “Quem cuida da mente, cuida da vida”, a campanha se propõe a criar uma Cultura da Saúde Mental. A ideia é sensibilizar as mídias, as instituições sociais, públicas e privadas, e os poderes constituídos, públicos e privados, em relação à importância de projetos estratégicos, políticas públicas, recursos

Por que janeiro e por que a cor branca? A psicóloga Dayse Layanne reforçou os objetivos da campanha, que além de efetivar ações efetivas em prol da saúde mental, também aproveita a simbologia do início do ano, um mês que representa o recomeço. “É uma campanha de-


OCELEIRO dicada a convidar as pessoas a pensarem sobre suas vidas, a qualidade dos seus relacionamentos e o quanto elas conhecem sobre si mesmas. A escolha do mês de janeiro foi estratégica, a virada de ano é um momento em que as pessoas refletem sobre tudo o que fizeram durante o ano e se planejam para o próximo. É um momento introspectivo, em que as pessoas têm a sensação de um novo começo, um novo estilo de vida. Os idealizadores da campanha quiseram aproveitar este clima para que as pessoas comecem o ano também pensando em saúde mental”. Já o branco é a cor a partir da qual toda outra cor pode aparecer, se destacar, existir e acontecer como um projeto, como uma possibilidade, assim como a partir de uma folha ou um quadro em branco, em que qualquer história pode ser escrita ou reescrita. A cor branca nos possibilita qualquer ideia, qualquer criação, qualquer ousadia, qualquer realização. O Branco possibilita inícios e reinícios, partidas e convites à criatividade. “A campanha janeiro branco pode ajudar o mundo a ser bem melhor”, destacou a psicóloga.

www.jornalceleiro.com.br

Saúde

18 de Janeiro de 2018

7 Foto: Bruna Fagundes/O Celeiro

Saúde mental: um estado de bem estar A coordenadora do Nupsy, psicóloga Flavia Darold afirma que cuidar da saúde mental e do bem estar de cada um, deve ser um compromisso assumido por todas as pessoas de janeiro a janeiro. “Essa campanha já existe no Brasil e no mundo e nosso convite principal aqui é que de janeiro a janeiro a gente possa levar aos cidadãos de Campos Novos, o quanto é importante cuidar da mente e da vida. Assim como a saúde física, a saúde mental é tão importante quanto, é um estado de bem estar. Cada indivíduo precisa reconhecer suas habilidades, lidar com o estresse do dia a dia e também poder trabalhar e contribuir com a comunidade”. Porém, com o ritmo acelerado vivenciado por muitos indivíduos desenvolvem transtornos de saúde mental, como ansiedade e depressão, que necessitam de diagnóstico e tratamento adequados. Para quem quer ter uma saúde mental em dia, Flavia deixou algumas dicas. “Cuidar de si é muito importante, que

Veúculos da imprensa camponovense marcaram presença no evento

Dayse Layanne, Ana Julia Chiocheta e Flavia Darold possamos desenvolver atividades que nos deem prazer, conhecer e conectar nossas emoções também é fundamental e valorizar as pequenas conquistas, estabelecendo metas e mudanças que sejam realistas. Resumindo tudo, cuidar do nosso corpo, da nossa mente e das nossas emoções”. Além de levar os objetivos da campanha por meio da mídia local, o Nupsy confeccionou 50 cata-ventos, a serem entregues a pessoas e instituições. “O cata-vento simboliza muito movimento, então para obtermos saúde mental e promover mudanças, precisamos nos movimentar. Então quem estiver lendo que pense em qual parte da sua vida este movimento é necessário”, ressaltou a coordenadora do Núcleo. Cada cata-vento contém uma frase. O que foi entregue a reportagem

do Jornal O Celeiro diz: “Quem cuida da mente, cuida da humanidade”.

Sobre o Nupsy O Núcleo de Psicologia da Acircan (Nupsy) foi fundado em 2013 e tem como principal objetivo fortalecer a classe dos psicólogos, com reconhecimento da administração local, como do Conselho Regional de Psicologia da AMPLASC. A mais recente conquista é a participação do Fórum das Entidades da Psicologia Catarinense (Fepsic). O Núcleo desenvolve campanhas de prevenção em planejamento anual, cursos da área e áreas afins e rodas de conversas junto com o Conselho Regional de Psicologia. 19 profissionais já passaram pelo Nupsy que em 2018 conta com a participação de cinco psicólogas.


8

www.jornalceleiro.com.br

Política

18 de Janeiro de 2018

Primeiro ano de mandato Foto: Jornal O Celeiro

Prefeito Silvio Alexandre Zancanaro diz que cumpriu 72% do plano de governo previsto para o primeiro ano de mandato. Para 2018, a realização do concurso da educação e início da entrega de medicamentos em casa para idosos estão entre as ações anunciadas. O prefeito Silvio Alexandre Zancanaro recebeu a reportagem do Jornal O Celeiro na segunda-feira, 15, para falar sobre o primeiro ano de mandato da gestão 2017/2020. Como anunciou nas redes sociais, o prefeito reforçou que cumpriu 72% do que estava previsto em seu plano de governo em relação ao primeiro ano de sua administração. “Foi um ano de muito aprendizado em que posso destacar o comprometimento principalmente dos secretários e diretores, servidores contratados e efetivos, para que as ações começassem a ser desenvolvidas. Infelizmente pegamos uma prefeitura sem projetos para serem executados a curto e longo prazo e tivemos que começar do zero. Os 72% que nós realizamos se tratam do plano de governo apresentado nas eleições, muitas

Silvio Alexandre Zancanaro, Prefeito de Campos Novos

ações já começaram a ser executadas e outras estão em fase embrionária. Nós tentamos em 2017 seguir em todas as áreas. Em todas as secretarias foram efetivadas ações, destacando como fator positivo esta interligação entre as pastas, pensando no cidadão e no crescimento do município”. Para Zancanaro o ano de 2017 foi positivo e de muito aprendizado. “Um ano de muito aprendizado, mas também de muito crescimento”. Ouvir a população camponovense foi uma das ações destacadas por Zancanaro por meio de ações

como a Segunda-feira com o prefeito e Prefeitura nos bairros, projetos a serem mantidos ao longo da administração.

Mais incentivo ao esporte de base No esporte, entre as ações citadas pelo prefeito, estão a retomada e reformulação dos Jogos Escolares Camponovenses (JECAM), com competições aos finais de semana a fim de não prejudicar o calendário escolar, ampliação do número de modalidades atendidas pelas escolinhas com mais de 11 modalidades e mais de 1.100 crianças participando. “O esporte voltou a ser praticado em Campos Novos com destaques estadual, nacional e até sul-americano”, afirmou, citando também competições esportivas e de integração entre os bairros e comunidades e realização de campeonatos no interior.

Creche 12 meses e projeto de uma nova creche Sobre a Creche 12 meses o prefeito foi questionado se será ampliado

atendendo alguns dias em dezembro e fevereiro, que correspondem aos períodos após o término e antes do início do ano letivo, além das duas semanas de recesso de julho. Conforme Zancanaro, o formato a ser adotado em 2019, será o mesmo deste ano, ou seja, durante o mês de janeiro. “O calendário letivo vai até quase o término de dezembro e nós precisamos romper alguns contratos e fazer avaliações e as escolas precisam fazer seus planejamentos. E como é somente uma semana em dezembro antes das festividades natalinas não se justificaria fazer este investimento. É um projeto que teve início lá em 2017, com lançamento de edital de inscrição e que teve uma ótima aceitação pelos pais, com avaliações muito positivas. Queremos ampliar as vagas de acordo com a procura dos pais. Em julho são somente duas semanas de férias e lembramos aqui a importância das crianças passarem um período com os seus pais”, declarou o prefeito. O Jornal O Celeiro também perguntou ao prefeito sobre a construção da Nova Creche, projeto que a princípio seria no Bairro Senhor Bom Jesus. O compromisso está mantido reafirmou Zancanaro, porém ainda depende de área, já que o pedido de doação ao estado de parte da área do Henrique Rupp Junior ainda não foi votado na Assembleia Legislativa. Junto ao Ministério da Educação já existe uma projeto cadastrado comprovando a necessidade da abertura de mais vagas em creches em Campos Novos. “Porém nós precisamos do terreno para que seja liberada a construção de uma nova creche. O compromisso se mantém, no entanto, não saindo o terreno do estado, eu não posso garantir que será no Bairro Senhor Bom Jesus. Pode ser em outro local, principal-


OCELEIRO mente analisando a demanda do Bairro São Sebastião, onde nós precisamos de uma creche adequada com bons padrões também naquela área”. Quanto ao concurso do magistério municipal, o prefeito confirmou para este ano de 2018. A intenção é lançar o edital até a metade do ano. Na educação, Zancanaro citou ainda a implantação do sistema Positivo em 2017, com material entregue aos alunos da educação infantil e que será ampliado em 2018 para estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental e ainda a disponibilidade de aulas gratuitas de informática aos professores dento da ação de capacitação continuada aos professores.

Novo projeto para mudança de gestão no hospital será enviado à Câmara Foi confirmado pelo prefeito Zancanaro que o projeto 4.013 de novembro de 2017, que tratava da qualificação de entidades sem fins lucrativos como organizações sociais no âmbito do município de Campos Novos foi retirado do legislativo e reformulado prevendo somente o atendimento no âmbito da Fundação Hospitalar Dr. José Athanázio. O novo projeto será encaminhado em 02 de fevereiro à Câmara. Zancanaro acredita que administrado por uma Organização Social (OS), a longo prazo se reduza o repasse de recursos do município à Fundação Hospitalar. “A longo prazo não tenho dúvida, isso foi demonstrado por indicadores do Tribunal de Contas que encaminhou uma pesquisa em que dos 20 hospitais pesquisados, os 6 primeiros colocados estão sendo administrados por organizações sociais. O repasse público ainda permanece, mas vem numa decrescente. Onde você coloca especialistas gerando fontes para a fundação hospitalar, cada vez mais o poder público poderá investir em outros benefícios. Hoje a Fundação Hospitalar representa quase 10% da receita líquida. É uma alternativa, porque não adianta empurrarmos com a barriga”. Se aprovado na Câmara, imediatamente o edital será lançado para participação das organizações interessadas no

www.jornalceleiro.com.br

Política

18 de Janeiro de 2018 processo. Conforme o prefeito, 4 organizações já demonstraram interesse, localizadas no Vale do Itajaí, Joinville e Florianópolis. Quanto ao hospital, o prefeito destacou ainda a remodelação, padronização e uniformização dos atendimentos executados hoje por técnicos, com as devidas licenças concedidas, com inscrição e aprovação junto ao Conselho Municipal de Saúde e em análise no Conselho Estadual, da destinação de verba mensal ao município para 20 leitos de retaguarda a fim de que pacientes que fazem cirurgias em outras cidades, possam se recuperar em Campos Novos. O atendimento de mais um plantonista com a implantação do ambulatório no antigo PAM, no horário das 18 às 22h, é outra conquista citada pelo prefeito, medida que segundo o administrador desafogou o plantão da Fundação Hospitalar, criando já uma sensibilização da população para uma futura instalação do Protocolo de Manchester na instituição de saúde. Quanto ao projeto da nova ala do hospital, o prefeito declarou que é uma busca de longo prazo. A nova unidade de saúde no Bairro Nossa Senhora de Lourdes, é outro compromisso do prefeito, que foi reafirmado. “Se mantém o comprometimento, temos a sinalização de dois deputados estaduais que estarão nos ajudando com emendas impositivas. Na área da saúde da mesma forma o deputado Gabriel Ribeiro já sinalizou com outra emenda impositiva para aquisição de novos veículos”. Ainda na saúde, o prefeito Silvio Alexandre Zancanaro comemora o que chamou de “Várias conquistas em 2017, com um grande saldo qualitativo”. Entre outras ações citadas está a implantação de um sistema de interligação entre todas as unidades de atendimento da saúde e hospital, que deve ser expandido aos laboratórios e clínicas de imagem. Trata-se de um banco de dados com informações de todos os usuários da saúde pública, com uma gestão efetiva destes atendimentos. Zerar as filas de exames de imagem e de cirurgias de cataratas por meio de emendas parlamentares do Deputado João Rodrigues são outras conquistas citadas pelo prefeito,

além da readequação do espaço da unidade de saúde do Bairro São Sebastião. Com a introdução do novo sistema de banco de dados, Silvio Alexandre Zancanaro anuncia para este ano de 2018, o início da entrega de medicamentos em casa para pessoas acima de 60 anos. “Isso também está previsto no plano de governo e nós vamos começar os testes em um posto de saúde, para depois ampliarmos gradativamente. Não vou dar datas, nem prazos para início, mas começa em 2018, dentro de um planejamento da saúde”. Quanto às filas em algumas unidades de saúde da família, prefeito Zancanaro acredita que com uma maior sensibilização da população e o novo sistema de gestão que vem sendo implantado seja possível uma maior otimização nos atendimentos. De acordo com dados da saúde, em 2017 foram mais de 100 mil consultas entre todas as unidades de saúde e o Hospital Dr. José Athanázio, duas vezes mais o número de habitantes de Campos Novos. Também neste ano deve iniciar efetivamente o Programa Saúde do Trabalhador, lançado em 2017. Uma van está sendo adaptada para levar o atendimento às empresas interessadas.

Fortalecimento da Agricultura Familiar O fortalecimento da agricultura familiar também foi destacado por Zancanaro, observando que mais de 50% dos itens da merenda vem do setor, dinheiro que permanece em Campos Novos. A manutenção e melhorias das estradas, aquisições de novos equipamentos por meio de emendas parlamentares e outras ações voltadas à zona rural numa parceria entre a secretaria de agricultura e de meio ambiente e secretaria de obras e urbanismo, garantiram já em 2017, um salto em qualidade de vida, disse Zancanaro. Outro projeto confirmado são as feiras itinerantes, que serão fortalecidas com a aquisição de trailers. “Resgatamos as feiras de produtos orgânicos e fomos até o Ministério da Agricultura com a proposta de realizar essas feiras em trailers, uma iniciativa inédita. Tanto que recebemos o comunicado que para 2018 foi criada uma

9

nova rubrica colocando e levando essas ideias. Só que não esperamos o ministério, em 2017 já fizemos a licitação e estamos adquirindo 7 trailers que estão sendo confeccionados com infraestrutura completa para as feiras itinerantes, não somente no centro, mas nos bairros e comunidades da zona rural”. Quanto à problemática crescente em relação aos animais de rua em Campos Novos, o prefeito entende que há necessidade de um planejamento desde que em parceria entre poder púbico e sociedade, com ações efetivas de controle populacional e de sensibilização da comunidade.

Retomada da Expo Campos A Retomada da ExpoCampos em 2017, foi citada com um marco pelo prefeito, reforçando a parceria com CDL, Acircan e Sindicato Rural. Zancanaro reforça também que o objetivo primeiro do evento é o desenvolvimento econômico, tanto no agronegócio quanto nas áreas de indústria e comércio, citando inclusão da ExpoCampos no calendário nacional de eventos do Ministério do Turismo. A feira está entre os 5 eventos catarinenses cadastrados. A reformulação da festa de aniversário de Campos Novos também foi citada, trazendo para a sociedade uma programação prioritariamente voltada à população camponovense. A definição da programação dos dois eventos já está em andamento para 2018. A estrutura montada na Romaria de Aparecida em 2017 voltada ao comércio ambulante possibilitando que a programação religiosa não fosse prejudicada foi outra ação considerada importante e com boa aceitação pela comunidade, afirmou Zancanaro. Na segurança, foi citado a implementação de um convênio com o Estado para o aumento de efetivo da Polícia Civil e Militar, com o reestudo do convênio de segurança e trânsito. No social, o prefeito reconhece a demanda na habitação, mas avalia que para atender a este déficit no município, é preciso planejamento e recursos externos para estudar um formato visando a construção de novas moradias.


10

www.jornalceleiro.com.br

Economia

18 de Janeiro de 2018

Contribuintes em dia com IPTU terão desconto maior no imposto em 2018 Foto: Arquivo/O Celeiro

Imposto teve reajuste relativo ao INPC entre novembro de 2016 e outubro de 2017. O Secretário de finanças da prefeitura de Campos Novos, Dari Scaraboto, informou na última semana, em coletiva de imprensa que os carnês de IPTU (Imposto Predial, Territorial e Urbano), devem começar a ser emitidos e distribuídos a partir desta segunda quinzena de janeiro. Os carnês também serão emitidos pela internet. A estimativa é da emissão de 17 mil carnês em 2018, com incremento em relação ao ano passado. Haverá mudanças na forma de cobrança, informou Dari, com desconto maior aos contribuintes que pagaram em dia o imposto nos últimos 5 anos. “Estamos propondo algumas alterações em relação aos anos anteriores. O contribuinte que pagou os últimos 5 anos em dia o seu IPTU terá maior desconto. Já aquele contribuinte que pagou 4 anos e em algum ano ele atrasou, o desconto será menor, seria 16% e assim regressivamente até o

pagamento de uma única vez, com desconto de 10%, igualmente aos novos cadastrados, loteamentos e assim por diante. O desconto maior é uma forma de valorizar quem sempre paga em dia”, esclareceu Dari Scaraboto. O carnê com pagamento em parcela única vence em 9 de março, assim como a primeira parcela, no caso de quem irá optar pelo parcelamento do imposto. A correção do IPTU de 2018 ficou em 1,83%, informou o secretário. “Este ano temos um reajuste em função do INPC (índice Nacional de Preços ao Consumidor) do período de novembro de 2016 a

outubro de 2017, o índice calculado neste período foi de 1,83%, que será a correção do IPTU em 2018 a ser pago”. Já o ISS (Imposto Sobre Serviços) com cota única vence em 28 de fevereiro, podendo também ser parcelado em três vezes, com pagamento da primeira parcela na mesma data. O alvará de funcionamento também tem vencimento em 28 de fevereiro em cota única. O secretário ressaltou a importância dos contribuintes pagarem seus impostos em dia, o que retornará em melhorias executadas pelo poder público no município, que beneficiam diretamente

aos próprios cidadãos. “É importante que os contribuintes paguem em dia, é um recurso próprio que pode ser investido em melhoria e tenho certeza que estamos fazendo todo o possível para fazer economia e fazer com que esses recursos rendam o máximo possível. Às vezes reclamam que a calçada não está bem feita, que a rua tem um buraco, mas tudo isso demanda recurso para que o poder público faça as melhorias necessárias. O IPTU é uma das melhores arrecadações em que a comunidade pode contribuir para receber o retorno em melhorias proporcionadas pelo poder público municipal”, concluiu Dari.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

CELEIRO 18 de Janeiro de 2018

DA CULTURA

Edição: 73, Campos Novos, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

11


12CELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Noticias

DA CULTURA

QUINTA-FEIRA, DE2018 JANEIRO DE 2018 18 de Janeiro18de

Circo Teatro Biribinha é sinônimo de humor e alegria ro Biriba

Fotos: Divulgação/ Teat

Há pelos 16 anos o público de Campos Novos não recebia as apresentações teatrais do Circo Teatro Biriba. A lacuna foi desfeita no dia 15 de dezembro com temporada que deve seguir até o dia 28 de janeiro no município. Com 47 anos de história no país, o circo já teve quatro “Biribas”. O primeiro foi o seu fundador, Geraldo Passos, que aos 35 anos de idade decidiu apostar na vida de ator em um palco italiano sob uma grande lona. A estreia aconteceu na cidade de Tangará, onde Geraldo fez sucesso como Biriba por 21 anos. Depois de adoecer e falecer, quem passou a interpretar o palhaço que dá nome ao circo foi o filho, Geraldo Santos, conhecido também como Biriba. Em seguida, com a saída do filho para a criação do próprio teatro, quem passou a levar a alegria ao público foi o neto mais velho de Geraldo Passos, Franco Adriano, chamado de Biribinha. Em entrevista ao jornal O Celeiro, Franco Adriano Passos Rosa, conhecido por todos como Biribinha, conta que a inspiração vem do berço. “Quando a gente nasce em meio circense, vamos nutrindo a vontade desde criança de ir para o palco ou para o picadeiro, no nosso caso é palco e quando eu era criança eu vendia pipoca

e via meu avô se apresentar. Sempre sonhei em um dia ser como ele, mas, também não esperava que fosse tão cedo. Eu comecei a fazer palhaço com 18 anos, eu esperava iniciar com uns 25, mas aconteceu bem antes e assim fazer o palhaço naquela época foi a realização de um sonho, porque eu via meu avô fazendo e dizia um dia eu vou fazer também. Então faz 26 anos que eu faço palhaço nas peças de teatro, eu não me vejo fazendo outra coisa. Se eu parar de ser palhaço e sair do circo, vai me dar uma depressão e eu vou morrer”, conta Biribinha com um sorriso aberto. A maior inspiração de Biribinha foi seu avô Geraldo Passos conhecido por Biriba, que no início era imitado em tudo pelo neto. “Meu avô não chegou a ver minha performance no palco, pois faleceu antes, eu nunca cheguei falar pra ele sobre o fato de querer ser palhaço, até porque eu nunca imaginei que eu poderia substituir ele pela admiração que eu tinha mas quando eu iniciei eu imitava ele em tudo”. Depois de muito aprender com as características de Biriba, Franco Adriano desenvolveu personalidade e características próprias do personagem. “No início eu brincava de fazer teatro, pois o palhaço é a cara da companhia, as pessoas vão lá ver o palhaço, tem os demais integrantes, mas todos estão esperando o palhaço. Claro que o trabalho de todos é importante, sem

Horóscopo Semanal Áries

20/03 a 20/04 As oportunidades de mudança a nível profissional poderão oferecer uma nova paz ao seu espírito. No plano afetivo: Poderá se sentir fortemente motivado e predisposto à mudança. Seja mais firme nas suas decisões e tente não adiar aquilo que sabe que um dia tem de acontecer. É preciso romper para renascer. Não receie pelo futuro, mantenha a sua auto-estima no auge.

Touro 21/04 a 20/05 Poderá se sentir isolado na sua vida afetiva, faça um esforço para superar este estado de alma. No plano afetivo: Terá a sensação de um certo marasmo na sua vida. Tudo avança, mas de forma muito lenta, contrária aos seus desejos. Confira maior importância aos sentimentos que nutre pela pessoa amada e deixe-se embalar nas suas emoções de forma positiva.

Gêmeos

21/05 a 20/06

A pressão que irá sentir nestes dias será extremamente forte e deverá fazer um esforço para se auto-controlar. No plano afetivo: Os astros não estão favoráveis. Não se manifeste, tome uma atitude extremamente discreta. O seu nervosismo pode levá-lo a discussões inúteis e sem fundamento. Reflita sobre os sentimentos que os outros possam nutrir por você.

Câncer

21/06 a 21/07

Não se preocupe demasiado com o futuro deixando de viver o dia -a-dia. Seja controlado e viva feliz. No plano profissional e material: Procure não negociar nem tomar decisões importantes, pois poderão tentar ludibriá-lo através de falsas promessas. Faça um esforço para manter a sua saúde financeira, porém não acredite no dinheiro fácil.

Fonte: http://www.portalangels.com/

Leão 21/07 a 22/08 Os conhecimentos adquiridos no passado serão particularmente úteis se pretender iniciar um novo projeto profissional. No plano profissional e material: Serão dias bons em termos economicos, porém há que fazer atenção nos novos investimentos. Poderá fazer planos para uma viagem longa, onde trabalho e prazer podem se conjugar perfeitamente.

Virgem

23/07 a 22/09 As suas convicções podem levá-lo a atingir os seus objetivos se associados à serenidade com que aborda as questões. No plano profissional e material: Se tiver feito um esforço e se dedicou ao seu trabalho toda a atenção devida, este é o momento para aceitar novos desafios. Poderá ser proposta uma nova tarefa com um crescendo de responsabilidade e vantagem monetária.

Libra 23/09 a 22/10 Faça escolhas sobre quem deve ou não acompanhar os seus dias. A superficialidade dos relacionamentos deverá ser banida. No plano afetivo: Se por natureza confia demais nas pessoas, tenha cuidado para não acreditar demais. São de prever conflitos ou rupturas que não são as mais desejadas. Se ocorrem pensamentos de infidelidade, pense duas vezes.

Escorpião 23/10 a 21/11 Os seus amigos manifestarão todo o carinho e simpatia que nutrem pela sua pessoa. No plano afetivo: Cultive o diálogo ameno e apaziguador com o ser que partilha a sua vida se deseja que a sua relação evolua. Poderá contar com muitas alegrias proporcionadas por amigos de longa data. O são convívio será primordial neste período.

Sagitário 22/11 a 21/12 Se procura a sua alma gêmea, terá excelentes condições para a concretização de um encontro com perspectivas futuras. No plano afetivo: O seu poder de sedução está no auge. Vai sentir-se admirado e desejado. Ponha de lado preconceitos ou outros condicionalismos e tente iniciar novos relacionamentos. Dê a conhecer a sua faceta romântica.

Capricórnio 22/12 a 20/01 Seja paciente, os seus desejos necessitam de algum tempo para obter a sua concretização. No plano profissional e material: Seja prudente o quanto baste, nos passos que dá e na forma como avança para atingir as suas metas. Invista naquilo que parece sólido e não em meras especulações. Não corra riscos desnecessários, poupe dinheiro e energias.

Aquário 21/01 a 18/02

Procure refletir um pouco antes de entrar em ação ou discutir as suas ideias. No plano profissional e material: Conheça todas as potencialidades que existem em si próprio. Deve explorá-las e associá-las ao seu poder de concentração. Sempre que critiquem o seu trabalho, passe por cima desses comentários e siga em frente.

Peixes 19/02 a 19/03 O otimismo fará parte do seu dia-a-dia. Estabeleça prioridades na sua vida e siga em frente de acordo com as suas decisões. No plano profissional e material: Faça um esforço para estabelecer uma maior e melhor comunicação entre os seus colegas e superiores. Poderá assim sem grande dificuldade apresentar as suas ideias e chegar a consensos favoráveis ao cotidiano profissional.


OCELEIRO eles não haveria espetáculo. Mas muitas vezes as pessoas vão para ver o Biribinha ou o palhaço em si. Quando eu comecei a fazer o palhaço eu estava brincando, eu não sentia o peso que carregava com esse personagem, com o passar do tempo foi vindo maior responsabilidade, mas daí eu já estava acostumado”, conta Adriano. Hoje a equipe está composta por 14 pessoas na cidade de Campos Novos, pois tem 3 teatros Biriba em Santa Catarina. A vida no teatro é muito mais fácil que na época de Biriba, pois eram outros tempos, era o início de um trabalho, de uma jornada. “Hoje é legal, a gente tem o reconhecimento de preservar o nome do avô. Na parte da residência atualmente temos trailers confortáveis, bem diferente das barracas de quando eu era criança, mas cada vez que aumenta o conforto, aumen-

www.jornalceleiro.com.br

QUINTA-FEIRA, JANEIRO 2018 18 18 deDE Janeiro deDE 2018

PublicidadeCELEIRO

13

DA CULTURA

Fotos: Divulgação/ Teatro Biriba

ta o compromisso, a despesa e você tem que cobrir isso com a bilheteria e a gente só continua tendo público se tiver um bom espetáculo”, ressalta Biribinha. Nossa reportagem questionou ainda o por que um palhaço no teatro. “Ah, essa pergunta seria mais certa para meu avô, pois foi dele a ideia, mas acredito que assim, no interior de São Paulo, que é de onde meu avô veio e também a maioria das companhias de teatro, usavam o caipira como personagem engraçado da história. Mas talvez o caipira não teria o apelo que o palhaço tem e meu avô quando começou a montar o teatro dele, pensou em não fazer caipira, até por que ele era negro e não teria uma maquiagem de caipira que pegasse e ficasse bem em seu rosto. Então ele resolveu fazer palhaço. Até porque o palhaço tem uma aceitação maior, tudo

é uma questão cultural, o palhaço é uma figura universalizada, você pode falar da forma que falar e ninguém te leva a mal”. A companhia nesse ano sempre teve casa lotada. “Dessa vez tudo se encaixou, na hora da locação do terreno o dono havia conhecido meu avô. Na prefeitura também fui conversar com o prefeito, ele contou que uma vez meu avô maquiou ele de palhaço para uma brincadeira na escola. Então o teatro tem uma grande história aqui. Hoje eu vejo que não errei em querer voltar para cá, está sendo da maneira como eu imaginava”, finalizou Adriano.

A Comissão e Festeiros da Capela São Sebastião, Bairro São Sebastião, Campos Novos ,convida o povo em geral para a tradicional festa em Honra São Sebastião domingo dia 21 de janeiro 2018, com tríduos e bênçãos especiais com missa ás 17:30 hrs. E domingo procissão e benção de carros ás 10h30min e vendas de churrasco, assados, bolos , cucas e bebidas em geral. Convidamos para grandioso baile no Galpão Criolo dia 09 de fevereiro de 2018 ,animado pelos Monarcas com início ás 22 hrs,promoção Galpão Criolo. O Rótary Club Campos Novos, Casa Da Amizade e AMA, convidam o povo em geral para um grandioso Bingão, dia 03 de março de 2018, no salão paroquial com ótima premiação.


CELEIRO 14

Comunidade

www.jornalceleiro.com.br

QUINTA-FEIRA, DE2018 JANEIRO DE 2018 18 de Janeiro18de

DA CULTURA

Em busca de novos horizontes Foto: Arquivo/O Celeiro

Superintendente da Fundação Cultural Camponovense informa que o objetivo para o ano que se inicia é dobrar o número de crianças participantes dos projetos culturais. O ano de 2017 para os projetos da Fundação Cultural Camponovense e Biblioteca Municipal apresentou bons resultados, afirma a Superintendente Marli Becker. Com o último ano encerrado com 366 alunos participando dos projetos oferecidos, a intenção para 2018 é dobrar o número de participantes. Este ano o objetivo segundo a responsável pela pasta, é ampliar todos os projetos, com data prevista de inscrições para novos membros a partir de 1º de fevereiro e início das atividades em 19 de fevereiro. De acordo com Marli Becker, a Fundação Cultural e a Biblioteca estão com novos projetos para serem aplicados em 2018. Entre as ações, a Superintendente cita a aprovação do Ministério da Cultura para criação da Companhia Municipal de Música. "É um projeto muito grande. Vamos criar a Companhia Municipal de Música, onde faremos a aquisição de instrumentos, roupas, enfim, iremos montar uma orquestra com nossos alunos de música. Esse projeto abrange também os grupos que estão nas escolas e bairros através do Programa Novo Mais Educação, onde nossa intenção é ter essa companhia municipal com todos esses projetos”, salienta Marli. A participação da iniciativa privada nos projetos culturais também foi ressaltada por Marli Becker. "Foram buscadas muitas parcerias para os demais projetos com a iniciativa privada, através

Foto: Bruna Fagundes/O Celeiro

Marli Becker

de renúncia fiscal, outros projetos são financiados pela prefeitura por meio da contratação de professores que aconte-

ce agora no final de janeiro. Esse ano, a fundação irá oferecer além do que já era oferecido no ano passado, aula de canto infantil, piano e danças tradicionalistas gaúchas". A novidade para 2018 é que haverá ampliação dos projetos culturais, abrangendo bairros e comunidades da zona rural. Em Dal Pai, Ibicuí e Encruzilhada haverá aulas de música e dança. A princípio as comunidades rurais irão contar com aulas de violão, acordeom e danças. A expectativa de acordo com Marli Becker é também formar novas turmas para algumas atividades, como a dança de rua, que terá a modalidade mirim, além do grupo juvenil que se prepara com três novas coreografias, uma inclusive será para o clip de Simão Wolf, um dos professores da Fundação Cultural. “A iniciativa de expansão para a comunidade rural, foi

vista como necessidade, pois apenas quem mora aqui na cidade tinha acesso aos nossos projetos. E como nós percebemos que tanto a música quanto a dança fazem transformações incríveis nas crianças, queremos chegar lá no interior também. A gente vê a vontade deles de participar, porém a distância aqui da cidade, para vir acaba se tornando um empecilho”, explica Marli Becker, informando ainda que outro público a ser atendido é o que frequenta o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, onde a princípio serão oferecidas aulas de teclado. Além da Companhia Municipal de Música, a intenção da Fundação Cultural é também criar a Companhia Municipal de Teatro, projeto em andamento no Ministério da Cultura e a Companhia Municipal de Dança, que ainda será cadastrado.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Saúde

18 de Janeiro de 2018

11 15

Calendário de Vacinação 2018 tem alterações Vigilância Epidemiológica informa sobre principais mudanças. Já está disponível no site da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) - www.dive. sc.gov.br - o Calendário de Vacinação da Rede Pública de Santa Catarina para 2018, contendo as mudanças anunciadas pelo Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (PNI/MS). Entre as principais mudanças estão a aplicação da vacina contra a febre amarela para crianças com 9 meses. A dose será aplicada em crianças nascidas a partir do ano de 2017, residentes em todo o território catarinense. Além de Santa Catarina, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e Bahia também terão essa mudança. Em relação à vacina contra a varicela, o Ministério da Saúde passa a disponibilizar a segunda dose para crianças de 4 até 6 anos de idade (6 anos, 11 meses e 29 dias). A vacinação nesta faixa etária busca aumentar a proteção do grupo alvo, prevenindo a ocorrência de surtos da doença, especialmente em creches e escolas. A primeira dose da varicela é aplicada aos 15 meses de idade.

Outra alteração no calendário é a vacina meningocócica C conjugada para adolescentes de 11 a 14 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias). Para este grupo, será aplicado um reforço ou a dose única, conforme situação vacinal encontrada. Essa mudança proporcionará proteção direta impedindo o risco de doença para os grupos etários, alcançando, ainda, o efeito protetor da imunidade, que estende a proteção de pessoas não vacinadas. “A expectativa é ampliar a proteção das crianças e adolescentes, além de diminuir o estado de portador, protegendo também a população de outras faixas etárias, diminuindo assim a população suscetível a essas doenças”, afirma Vanessa Vieira da Silva, a gerente de imunização da DIVE/SC. A disponibilidade das vacinas segue as recomendações do calendário e a situação vacinal encontrada para crianças, adolescentes e adultos. A imunização oferece total proteção contra as doenças, que pode ter curta duração ou evoluir para formas graves e levar até mesmo à morte. As vacinas são gratuitas e estão disponíveis nas salas de vacinação das unidades de saúde pública de Santa Catarina.


12 16

www.jornalceleiro.com.br

Notícias

18 de Janeiro de 2018 RCN - 453 Edição de Janeiro 2018 Semana III

rcn@adjorisc.com.br

adjorisc adjori

SC

A notícia que você lê aqui, mais de 800 mil pessoas também leem em toda Santa Catarina

ENTREVISTA: MARCIO PORT, VICE-PRESIDENTE DA CENTRAL SICREDI SUL/SUDESTE

“Santa Catarina cresceu o dobro da média nacional” Em entrevista à Rede Catarinense de Notícias, o vice-presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste fala sobre o cooperativismo de crédito em expansão em todo o país

Rede Catarinense de Notícias – Falando um pouco do nosso contexto econômico, mesmo em meio à crise, o Sicredi manteve um crescimento de cerca de 15%. A que se deve isso? Marcio Port - Eu diria que tem vários fatores. Um deles é que o Sicredi é muito forte em cidades pequenas, que mesmo durante a crise cresceram mais do que os grandes municípios. Muito do que puxa a economia nacional são os grandes municípios e o Sicredi está menos exposto a isso, pois a economia dos municípios pequenos continua bastante ativa. As pessoas, no interior, estão mais preocupadas em trabalhar, em inovar, apesar do que acontece no país. RCN - O Sicredi também é bem mais próximo do seu cooperado do que os bancos privados de seus clientes... Port – Até o fato de o Si-

credi estar situado, em sua maior parte, em pequenos municípios e não em grandes metrópoles, faz com que a proximidade entre as pessoas seja maior. Nos municípios pequenos as pessoas se conhecem, e o próprio Sicredi acaba potencializando estas características locais. Algumas localidades têm uma vocação muito forte para o turismo, outras para o agronegócio, algumas para a indústria, comécio, serviços... O Sicredi é formado, hoje, por 116 cooperativas no país e cada uma delas conhece muito bem a realidade local. Isso eleva o percentual de crescimento do Sicredi a patamares bem maiores do que o de bancos privados. Especialmente em SC, o crescimento médio do Sicerdi foi de 30%. Muito porque está em fase de expansão, mas mesmo assim é muito bom. A média do Sicredi é de 15%. SC cresceu o dobro da média nacional. RCN – A gente sabe que a aceitação das cooperativas de crédito nas cidades pequenas é grande. Como tem sido o crescimento nas cidades maiores? Port - O percentual também tem sido bom, próximo dos 15% da média nacional.

Mas como a entrada em grandes centros é mais recente, ainda representa pouco no total do Sicredi. RCN - O senhor acha o fato de os moradores das grandes cidades conhecerem pouco sobre o funcionamento das cooperativas de crédito contribui para a não adesão ao sistema? Port - Este é justamente um dos nossos grandes desafios. Não saber o que é uma cooperativa faz com que as pessoas busquem um banco tradicional. A lógica do cooperativismo é justamente fazermos, nós mesmos, aquilo que o banco cobraria mais caro para fazer por nós. RCN – Sobre o crescimento em SC, qual é a previsão de expansão para 2018? Port - Hoje são 105 pontos de atendimento de 16 cooperativas, em 27% dos municípios catarinenses. A intenção é expandir ainda mais. RCN – O Senado acabou de aprovar um decreto de lei que permite que prefeituras movimentem cifras por meio de cooperativas de crédito. Como isso vai refletir para o cooperativismo de crédito? Port - Naqueles municípios em que não há bancos, ape-

DIVULGAÇÃO

Port destaca a importância de valorizar peculiaridades locais nas cooperativas de crédito, as prefeituras se viam obrigadas a movimentar os valores em municípios vizinhos. Com isso, o funcionalismo acabava recebendo a folha de pagamento lá, onde também acabava fazendo compras de

mercado, vestuário etc. Isso também esvazia a economia do município de origem. É difícil mensurar se quem terá o maior benefício com este projeto de lei serão os municípios, as cooperativas de crédito ou a comunidade.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

18 de Janeiro de 2018

Publicidade

13 17


14 18

www.jornalceleiro.com.br

Notícias

18 de Janeiro de 2018 RCN - 450 Edição de Dezembro 2017 Semana V

rcn@adjorisc.com.br

adjorisc adjori

SC

A notícia que você lê aqui, mais de 800 mil pessoas também leem em toda Santa Catarina

ENTREVISTA: GLAUCO JOSÉ CÔRTE, PRESIDENTE DA FIESC

“Santa Catarina está se destacando como Estado inovador” Presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Côrte fala sobre investimentos, apoio do setor público e infraestrutura

Rede Catarinense de Notícias - Mesmo com números positivos na economia brasileira, a taxa de investimento ainda é baixa. Como fazer para retomar o crescimento? Côrte - Nessa questão da queda de investimentos, sobretudo nos últimos anos, tivemos uma participação da operação Lava-Jato. As principais empreiteiras do Brasil estiveram envolvidas. Então houve uma retração. Muitas obras foram prejudicadas. Nós temos aqui na Fiesc um monitoramento das obras estaduais e federais e 60% das obras estão paradas ou com seu cronograma comprometido. Bom, mas há recurso no mercado internacional para investir no Brasil. O que nós precisamos são regras claras, taxas de retorno atraentes, que o governo anterior parou com as concessões porque as taxas de retorno não atraia investidores. O investidor quer uma taxa razoável para ter lucro e segurança jurídica. Nós alteramos muito as regras. Nós temos que rapidamente lançar os editais das grandes obras rodoviárias, de rodovias estaduais e de aeroportos… por que não aeroportos regionais passarem por um processo de concessão? Quem ganhou a concessão aqui em Florianópolis prevê um investimento de R$ 500 milhões e isso

muda a face do nosso aeroporto e dinamiza a nossa economia. Quantos milhares de empregos serão criados? RCN - A Federação tem discutido bastante a questão da infraestrutura, principalmente em rodovias... Côrte - Está provado de que nem o governo estadual nem o governo federal têm recursos suficientes para atender esta área. O governo estadual está fazendo investimentos, algo em torno de R$ 5 bi a R$ 10 bi. Mas isso é claramente insuficiente, isto é o que nós precisamos investir a cada ano só para manter as rodovias. A saída é concessão, privatização e parcerias público-privadas, e com cobrança de pedágios. RCN - A inflação caiu devido à diminuição da renda das famílias? Côrte - O fato é que a renda das famílias caiu por causa da inflação alta e dos juros elevados e mesmo depois que houve essa queda, a inflação não caiu. Ela começou a cair depois que o novo governo começou a implantar medidas na área de ajuste fiscal. E, concomitante a isso, a renda elevou-se, mas não afetou a inflação justamente porque aí sim o governo conseguiu implementar políticas. O Fundo de Garantia injetou R$ 70 bi e os alimentos não subiram. Isto é ajuste fiscal. Um dos grandes responsáveis pela alta da inflação são os gastos do governo. RCN - A queda nos juros tem proporcionado aumento do investimento? Côrte - Durante muito tempo no país, o juro alto era fator de captação de recurso, mas hoje,

em todo o mundo, os juros são muito baixos, em alguns casos até negativos. Então um juro real de 3% ou 4% é muito atraente para o investidor externo. O investidor sabe que não pode colocar todo o seu dinheiro na especulação porque o risco é muito grande, todos os ovos na mesma cesta… então ele diversifica e nada melhor do que investimento, ainda mais em um país com a potencialidade que a gente tem. RCN - Como tem sido a relação entre o governo e a indústria, em Santa Catarina? Côrte - Nós sempre tivemos uma relação próxima com o governo e a partir do programa de desenvolvimento da indústria sentiu-se a necessidade de centralizarmos as informações para atração de investimentos. Nosso modelo é inédito, é o único que tem uma parceria público-privada porque, em outros estados, normalmente é estatal. Nós criamos então a Investe SC, agência de captação de investimentos. O Estado não precisou criar um emprego público e atende aqui na Fiesc para informações técnicas. Isso está funcionando. RCN - O que faz o investidor escolher Santa Catarina? Côrte - Nós mostramos as vantagens que nós podemos oferecer. Nós temos terras disponíveis. São Paulo hoje é difícil, Rio é difícil. Nós temos. Nós temos uma estrutura industrial forte e exportadora. Nós temos trabalhador qualificado, precisamos melhorar, mas em termos de Brasil nós estamos um pouco acima da média. E existe uma relação muito próxima com o setor público, que facilita.

DIVULGAÇÃO

Dirigente defende a concessão para aeroportos regionais

Retomada sinaliza 2018 promissor, mas desafios estruturais permanecem Após um período de incertezas nos planos político e econômico, o crescimento de um conjunto de indicadores ao longo do ano sinaliza para um 2018 promissor, avalia a FIESC. Contudo, a entidade ressalta que a continuidade das reformas estruturais e a eleição representam fatores determinantes para consolidar a recuperação econômica. De janeiro a outubro, as vendas industriais aumentaram 2%, a produção do setor ampliou-se em 4,1% e a indústria de transformação gerou 29 mil novos postos de trabalho.

SESI lança nova marca para FIESC e Fecomércio realizam rede de farmácias encontro com contadores O SESI/SC lançou em dezembro o processo de reposicionamento da sua rede de farmácias, que começa cobrindo 32 das 76 unidades espalhadas pelo Estado. O presidente da FIESC, Glauco José Côrte, destacou que a comunicação da nova marca farmaSesi valoriza a atuação social das entidades da FIESC.

A modernização das leis trabalhistas, o impacto das tecnologias na profissão contábil e o sistema eSocial foram temas de encontro com contadores promovido em dezembro pela FIESC e pela Fecomércio. O evento reuniu profissionais de todo o Estado com o apoio do CRC/SC, da Fecontesc e do Sescon.

Assessoria de Imprensa FIESC: f (48) 3231 4670 w www.fiesc.com.br


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Comunidade

18 de Janeiro de 2018

15 19

Realizada eleição da Associação Invernada dos Negros Foto: Divulgação/Simpatia FM

Edson Lopes de Lima Camargo é reconduzido à presidência. Foram realizadas no domingo, 14 de janeiro, as eleições para a escolha da nova diretoria da Associação dos Remanescentes do Quilombo Invernada dos Negros de Campos Novos. Com uma votação movimentada, porém tranquila, o processo teve o acompanhamento da Polícia Militar de Campos Novos e o PPT (Pelotão de Patrulhamento Tático) de Herval D’ Oeste. A votação aconteceu entre às 09h e 17h no Salão Comunitário da comunidade da Corredeira com mais de 900 votantes. Três chapas concorreram e o resultado foi o seguinte: - Chapa 1 – Presidente eleito: Edson Lopes de Lima Camargo – 414 votos; Chapa 2: Teco Lima – 379 votos; Chapa 3: Pardal – José Wilmar de Mattos – 86 votos; Brancos e Nulos: 32; Totalizando 911 votantes. Edson Lopes de Lima Camargo foi reconduzido ao cargo para mais dois anos. Ele destacou o resultado como positivo para a comunidade, informando que a busca por políticas públicas em prol da comunidade da Invernada dos Negros

onde já estão residindo cerca de 100 famílias, é uma das suas prioridades. “Se Deus quiser vamos ter muito mais famílias morando lá dentro e seguimos atrás dos nossos direitos, exigindo dos órgãos públicos competentes políticas púbicas em prol da nossa comunidade. Foi a maior eleição dentro da Invernada dos Negros e a gente vê que o povo está participando”. Na entrevista concedida à Rádio Simpatia FM e disponibilizada ao Jornal O Celeiro, Edson Lopes de Lima Camargo relatou que ainda aguarda a prestação de contas da gestão anterior, especialmente sobre o plantio de soja. “Onde está o valor econômico que esta soja trouxe? Pois, para a comunidade infelizmente, financei-

ramente não trouxe nada. Trouxe muita dívida, assumimos com em torno de R$ 700 mil e graças a Deus hoje a maioria destas contas estão saudadas”, afirmou Edson, observando que a eleição foi orquestrada pela antiga diretoria. “Eles tentaram de um tudo, pessoas que nunca a comunidade conheceu estavam lá votando. Mas a comunidade é forte, é unida e vai prevalecer o coletivo que nós trabalhamos. Nos sentimos emocionados por cada voto recebido”. As cerca de 100 famílias que estão morando na comunidade, representam em torno de 1000 hectares de terra. “A gente está hoje com em torno de mil hectares de terra e conforme as terras vêm

DESDE 2011, FORAM CONTRATADOS MAIS DE

9.300

chegando para a associação já automaticamente os quilombolas fazem a devida ocupação, desenvolvendo para cada um a seu modo, desde que as famílias não priorizem o agronegócio, o uso indiscriminado de defensivos agrícolas, priorizando a comunidade como um todo”, declarou. A eleição do último domingo também contou com a presença da representante do Movimento Negro Unificado Maria Lourdes Mina (Lurdinha) que acompanhou e coordenou a eleição. Na oportunidade ela informou que já existem 19 comunidades Quilombolas Certificadas e a comunidade de Campos Novos abriu os caminhos, pois foi “a primeira a receber titulo parcial do seu território e a meta é conseguir o título dos oito mil hectares que é de direito”, disse ela. Lurdinha também destacou a grande participação da comunidade no pleito. “A vitória do Edson, da chapa que ele compõe, mostra que comunidade quer exercer seu direito que é legítimo de ocupar as suas terras e mais uma vez ficou confirmado que a comunidade não quer grandes eventos em suas terras e influência de grandes empresas. O que a comunidade quer é produzir em seu próprio território”. Fonte: Simpatia FM

APENAS EM 2017, FORMAMOS MAIS DE 1.100 POLICIAIS: O MAIOR NÚMERO ATÉ HOJE.

Investir e acreditar sempre mais é a nossa melhor forma de resolver os problemas. Mas sabemos que ainda há muito a ser feito na Segurança Pública.

PROFISSIONAIS.

190 181 193 POLÍCIA MILITAR

DISQUE DENÚNCIA

CORPO DE BOMBEIROS


16 20

www.jornalceleiro.com.br

Opinião

18 de Janeiro de 2018

MDB X PSD As dúvidas vão se dissipando com o decorrer dos dias do ano eleitoral. Raimundo Colombo está determinado a renunciar ao governo do Estado na primeira semana de abril. Faltam mais de dois meses e meio. Mas a transição já está a todo vapor. Ontem, iniciou-se a segunda quinzena de janeiro. O vice-governador, Eduardo Moreira, que responderá interinamente em fevereiro e talvez até em março, pôs mãos à obra para montar sua equipe. Respaldado, é bem verdade, pelo próprio Colombo. Os nomes do governo que se avizinha, contudo, são todos ligados a Moreira e ao seu MDB. O vice já deixou muito claro: não quer saber de nomes pessedistas em seu período à frente do Executivo estadual, uma vez confirmada sua efetivação, o que ocorreria a partir de abril. Mais uma vez, evidencia-se a finíssima sintonia entre governador e vice quando o assunto é a transição e também as composições com vistas ao pleito de outubro. Quando a conversa abrange o presidente estadual do PSD, Gelson Merisio, o cenário muda radicalmente. O clima é de azedume total. Do pessidista em relação ao MDB e vice-versa.

Desembarque

Suinocultura

Contexto que levou dirigente do PSD a examinar a possibilidade de encaminhar a renúncia coletiva de todos os correligionários que ocupam cargos estaduais antes mesmo da renúncia de Raimundo Colombo. Mas reunido ontem com os colegas de bancada, decidiram restringir aos integrantes do primeiro escalão, quando sacramentada a renúncia de Colombo, se efetivamente ocorrer. As bancadas do PP, PSB, PDT e Podemos, além de outras alinhadas ao projeto eleitoral de Gelson Merísio, podem seguir o mesmo caminho. Os ocupantes dos demais escalões da máquina estadual permaneceriam, até porque o mandato de Colombo e Moreira só termina em dezembro. Mas, naturalmente, consumada a renúncia, o vice uma vez efetivado poderia desalojá-los. Aí seria uma decisão unilateral.

O deputado estadual Altair Silva (Progressistas) participou da solenidade de posse da diretoria da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS). Na cerimônia, realizada no Centro de Eventos de Concórdia, Losivanio Luiz de Lorenzi e os demais membros diretores foram empossados para a gestão 2018-2022. A atual diretoria cumpre o segundo mandato consecutivo à frente da entidade.

Rio das Antas Promotoria de Justiça verificou que houve plágio em 18 das 20 questões na prova de um dos processos seletivos realizados pelo município de Rio das Antas. Novas provas serão aplicadas no dia 28 deste mês. O município foi obrigado a anular as provas dos processos seletivos 11, 12 e 13/20017.

Com a Adjori você fala com todo o Estado

www.adjorisc.com.br twitter.com/adjorisc

CONCESSÃO DE LICENÇA AMBIENTAL DE OPERAÇÃO

facebook.com/Adjorisc

(48) 3298-7979

CONCESSÃO DE LICENÇA AMBIENTAL Licença Ambiental de Prévia

TRÊS LEÕES PARTICIPAÇÕES S/A, Pessoa Jurídica, CNPJ 20.121.332/0001-31, torna público que recebeu da Fundação do Meio Ambiente (FATMA) a Licença Ambiental de Operação LAO para produção de energia hidrelétrica na PCH BARRA DO LEÃO, localizada no Rio Leão, município de Campos Novos - SC. Luciano Quadros - Diretor Rua: Felipe Schmidt, 458, Centro 88010-001 – Florianópolis Santa Catarina Fone: + 55 48 3216 1700 E-mail: fatma@fatma.sc.gov.br URL: www.fatma.sc.gov.br

Cris Participações e Administração de Bens Ltda, torna público que recebeu da Fundação do Meio Ambiente (FATMA), a Licença Prévia para a construção da CGH Ponte Caída, localizada no Rio Butiazinho, entre os municípios de Brunópolis e Monte Carlo, estado de Santa Catarina.

Rua: Felipe Schmidt, 458, Centro 88010-001 – Florianópolis Santa Catarina Fone: + 55 48 3216 1700 E-mail: fatma@fatma.sc.gov.br URL: www.fatma.sc.gov.br

Grandiosa festa em honra a São Sebastião na comunidade de Toldo, na Vargem, no dia 21/01/2018. Com a seguinte programação: 10:00 hs: Santa Missa; 12:00 hs: Churrasco e venda de bebidas em geral; 14:30 hs: Matine com animação do grupo ‘’Os Vaneiraços.’’ Grandiosa festa na comunidade de Cristo Rei – Campos Novos, no dia 04/02/2018. Com a seguinte programação: 10:00 hs: Culto; 12:00 hs: Churrasco e bebidas em geral; 14:30 hs: Matine com animação do grupo ‘’Os sessentões de Concordia.’’ Os organizadores convidam a todos para festa em Honra a Nossa Srª de Lourdes, a realizar-se no dia 11/02/2018 com a seguinte programação: 10:30 hs: Santa Missa; 12:00 hs: Churrasco e venda de bebidas em geral.; Também convidam a todos para a novena a realizar-se de 02 a 10 de fevereiro, com início as 19:00hs.


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

17 21

Agronegócio

18 de Janeiro de 2018

“A força do campo nasce da semente” Fotos: Bruna Fagundes/O Celeiro

APROSESC lança campanha em prol da semente legal durante inauguração de nova sede em Campos Novos. Na terça-feira, 16 de janeiro, a APROSESC (Associação dos Produtores de Sementes e Mudas do Estado de Santa Catarina) realizou cerimônia de inauguração de sua nova sede no município de Campos Novos. Os associados da entidade decidiram, em assembleia, transferir a sede da associação de Canoinhas para Campos Novos. De acordo com o presidente da APROSESC, Marcelo Carlos Fortes Ribeiro, a decisão foi tomada com a finalidade de aproximar a entidade dos produtores de semente de soja, que estão localizados principalmente nas regiões de Campos Novos, Xanxerê, Abelardo Luz e Chapecó. Fundada em 1975 em Xanxerê, a sede foi transferida posteriormente para o Norte do estado, em Canoinhas, principalmente pelo advento da cultura da batata. “Tinha uma cultura muito expressiva em batata semente na época em Canoinhas, porém a parte de sementes em geral das grandes culturas que somos especialistas em Campos Novos e também de mudas, ficaram bastante esquecidas neste período. A mudança começou com o advento da nova lei de semente entre 2006/2007, em que a APROSESC também deu início a sua revitalização com um olhar um pou-

co mais voltado às grandes culturas, como soja, feijão e trigo, ficando deslocada do centro de produção, que fica em de Campos Novos, Xanxerê, Abelardo Luz e Chapecó. Campos Novos, por exemplo, é o maior produtor de sementes de soja do estado, sendo a Copercampos a maior produtora de sementes do Brasil no ano que passou, em números. Então porque estar em Canoinhas? Na última assembleia foi decidida pela sede no Celeiro Catarinense”, considerou Marcelo, observando que a sede da Associação já está em funcionamento desde novembro do ano passado na Avenida JK.

dentro da produção de sementes. A grande bandeira da APROSESC hoje é que a semente não seja tratada como um insumo qualquer. A gente busca desenvolver a cadeia de produção de sementes dentro do estado de Santa Catarina”, afirmou Marcelo Carlos Fortes Ribeiro. É a segunda campanha realizada neste sentido pela Associação. Conforme Marcelo, 70% das sementes plantadas no estado são certificadas. “A nossa semente certificada tem uma taxa muito boa, hoje 70% da semente plantada em Santa Catarina é dentro do processo de certificação.

Combate à pirataria de sementes Durante o evento de inauguração da nova sede em Campos Novos na terça-feira, a APROSESC lançou a campanha “A força do campo nasce da semente”, que tem como principal objetivo combater o uso de sementes ilegais no estado. “Queremos instruir os agricultores sobre as vantagens do uso de sementes legais, com procedência, padrões de qualidade e fiscalização. Nossa intenção é mobilizar o público envolvido com a produção de sementes e o público em geral, quanto à necessidade de termos sementes de qualidade e dentro do processo de certificação. Nós buscamos a moralização do processo

Marcelo Carlos Fortes Ribeiro

VOCÊ DETERMINA SUA MANEIRA DE ESTAR SEGURO

FAÇA AGORA MESMO SUA COTAÇÃO

49 3533 8800 49 9 9149 1541

corretora@grupocarboni.com.br www.carboniiveco.com.br

Carboni Iveco. Rodovia SC 355. Km 55. Videira - SC

Somos um dos estados com a maior taxa de utilização de sementes no Brasil porque nós temos todos os produtores dentro do processo, todos são vinculados a uma cooperativa, fortalecendo o associativismo nesta visão que onde há união, existe retorno”. Já o Rio Grande do Sul, informa o presidente da APROSESC, a taxa de utilização de sementes é de apenas 30%, tendo em vista que a maioria dos produtores é independente. A APROSESC trabalha também com a formação técnica de seus associados, oferecendo capacitações como cursos voltados aos responsáveis técnicos a cada seis meses, mantendo atualizado quem está na linha de frente do processo. As capacitações também atendem quem atua nas Unidades de Beneficiamento de Sementes (UBS). E em breve a APROSESC divulga o padrão de qualidade de sementes no estado, resultado de uma pesquisa realizada nos últimos 5 anos. “Esse trabalho realizado juntamente com o CAV, mostrou que a nossa qualidade de sementes vem aumentando, juntamos dados de cinco anos e esse gráfico que foi gerado criou uma curva ascendente e nós temos um percentual de contribuição neste processo, porque viemos treinando o pessoal para que a cada dia consiga extrair o máximo de qualidade da lavoura e da semente, destacou ainda Marcelo.

Você pode reduzir e aumentar valores de acordo com sua necessidade.


18 22

Agronegócio

www.jornalceleiro.com.br

18 de Janeiro de 2018

#Coocam25anos Foto: Divulgação/Coocam

Colhendo resultado dos esforços semeados. Focada no crescimento e no desenvolvimento dos produtores agropecuários e das comunidades onde atua, a Coocam completa 25 anos em 2018, uma história de muitos esforços e resultados. Com programas e serviços diversificados é sinônimo de credibilidade e confiança. O início foi parecido como qualquer negócio, mas a dedicação de todos os associados envolvidos naquele novo projeto fez o grande diferencial. A Coocam iniciou suas atividades no setor de agronegócio no dia 21 de janeiro de 1993, a partir da experiência e iniciativa de um grupo de 48 produtores com visão além da realidade da época e com sonhos em comum. Nesta trajetória a Coocam cresceu e juntos também cresceram os associados, colaboradores e a comunidade dos municípios de atuação. Graças ao esforço de uma equipe formada por profissionais que trabalham evidenciando os pilares do cooperativismo, se tornou referência e uma das maiores cooperativas do estado de Santa Catarina. Uma verdadeira histó-

ria de cooperação.

Você sabia? A Coocam funcionou em sede provisória durante um ano, onde estavam instalados apenas os escritórios e não tinha qualquer unidade armazenadora própria. No entanto, sempre contou com a

participação de seus sócios para as tomada de decisões, fazendo com que grandes investimentos fossem feitos. Desta forma, o desenvolvimento foi rápido e próspero.

As conquistas Hoje além da matriz em Campos Novos (SC), a Coocam possui quatro

filiais distribuídas nos estados de Santa Catarina: Curitibanos e Lebon Regis; Rio Grande do Sul: Barracão e Mato Grosso: Ribeirão da Cascalheira. A Coocam possui uma estrutura completa: sede administrativa; armazéns graneleiros para cereais, grãos, insumos e sementes; loja agropecuária; assistência


OCELEIRO

www.jornalceleiro.com.br

Agronegócio

18 de Janeiro de 2018

19 23 Fotos: Arquivo/ O Cele

iro

técnica, unidade de produção de sementes; transportadora; fábrica de ração e a sede social dos colaboradores. Para deixar o produtor mais informado sobre as melhorias tecnológicas e mudanças do setor do agronegócio, a Coocam realiza Dias de Campo em todas as filiais. Através de projetos sociais e ambientais a Coocam investe em seus colaboradores, associados e na comunidade. A Semana do Campo Limpo é um grande exemplo de educação ambiental. O projeto Escola no Campo, em parceria com a Syngenta é a menina dos olhos da Coocam. Iniciou em 2003 e se tornou referência em todos os municípios em que a Coocam atua, sendo destaque no Brasil.

simpatizantes. Os participantes postarão selfies e um texto ilustrando sua história com a Coocam, usando a #coocam25anos.

Foto: Bruna Fagundes/O Celeiro

Comemoração A comemoração das bodas de pratas da Coocam acontecerá durante todo o ano, durante os eventos tradicionais da cooperativa. Os Dias de Campo abrem o calendário e acontecem no mês de fevereiro e março. Neste ano de 2018, além das filiais de Curitibanos (SC), Barracão (RS) e Lebon Regis (SC), a filial da Coocam de Ribeirão Cascalheira (MT) também realiza o evento.

Campanha comemora os 25 anos

Mensagem do Presidente

A Coocam lançou nesta semana uma Campanha em comemoração aos 25 anos de fundação. Usando o conceito “Colheita” e o tema “Colhendo resultado dos esforços semeados”, a cooperativa realizará diversas ações de marketing e de posicionamento da cooperativa e da comunidade com a Coocam. Nesta sexta-feira (19) os colaboradores e associados se reunirão no pátio da cooperativa para confraternizar e oficializar as comemorações. Será servido bolo e claro, um coro formado pelas vozes daqueles que fazem a história da Coocam, todos cantando parabéns! Durante o final de semana, as mídias digitais, Facebook e Instagram, serão um canal de comunicação direto entre a cooperativa, colaboradores, associados e

Para o presidente da Coocam, João Carlos Di Domenico, quando o mesmo ideal e o esforço de uma equipe são compartilhados, todos crescem. “A Coocam cresceu pelo trabalho, seriedade e competência! Com esse tripé e o comprometimento de inúmeras pessoas que contribuem ou mesmo daqueles que já fizeram parte da família Coocam, o resultado não teria como ser outro: desenvolvimento contínuo de todos”. O mercado empresarial ou rural é agressivo e concorrido, onde alguns não conseguem sobreviver, por isso, a Coocam incentiva seus colaboradores a buscar conhecimento e aperfeiçoamento profissional. Cerca de 40% do quadro de funcionários recebem

João Carlos Di Domenico

incentivos para cursar uma graduação ou especialização na área em que atuam, além de diversos cursos oferecidos na cooperativa. Outro exemplo de iniciativa da cooperativa são os projetos sociais realizados com empresas parceiras. “A Coocam fomenta negócios e pessoas, é um suporte, uma cooperativa de parcerias e de boas iniciativas”. João Carlos lembra ainda, que a partir da Coocam, outros empreendimentos foram idealizados, como o Condomínio Avícola Cascata (empresa de produção de ovos incubáveis com sede em Campos

Novos) e a Agropecuária Camponovense (Agrocam), empresa agrícola no Mato Grosso. “Somar para ser mais forte, esse é o símbolo da Coocam”. Na visão de João Carlos Di Domenico, a fundação da Coocam não foi apenas a realização de um sonho daqueles 48 produtores, mas, a formação de uma empresa que continua sonhando e querendo crescer ainda mais. “A Coocam realiza ações sociais, programas, serviços e acima de tudo é uma cooperativa que agrega valor e fomenta o agronegócio”, finaliza o presidente da Coocam. *Com informações assessoria de comunicação Coocam.


20 24

Publicidade

www.jornalceleiro.com.br

18 de Janeiro de 2018

1512  

Jornal O Celeiro, Edição 1512 de 18 de Janeiro de 2018

1512  

Jornal O Celeiro, Edição 1512 de 18 de Janeiro de 2018

Advertisement