Page 1

O Celeiro

O Celeiro

1

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

QUINTA-FEIRA, 12 de Outubro de 2017 . Campos Novos, SC . Ano XXV - R$ 4,00 , EDIÇÃO 1500

www.jornalceleiro.com.br

Mais de 31 mil

atendimentos em 9 meses

Prefeito estuda implantar ambulatório para desafogar plantão do Hospital Dr. José Athanázio.

uSaúde A banalização do diagnóstico da depressão e a necessidade de qualidade de vida. >Pág. 11

uPágs. 06 e 07

u“O Celeiro da Cultura” Campos Novos é palco da maior demonstração de fé em Nossa Senhora Aparecida. >CADERNO

uAgronegócio Crise reduziu consumo de carne e afetou diretamente a pecuária. >Pág. 27


2

Cotidiano

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

Editorial 40ª Romaria de Nossa Senhora Aparecida Campos Novos é palco mais uma vez nesta quinta-feira, 12 de outubro, de uma das maiores demonstrações de fé em Nossa Senhora Aparecida. Aos milhares, os romeiros, devotos, fiéis da mãe de Jesus marcam presença em mais uma romaria em honra à Nossa Senhora Aparecida, neste ano em sua Quadragésima Edição. Com 25 anos de profissão completados em setembro deste ano de 2017, em todos, sem exceção, dediquei espaço especial à cobertura da Romaria de Nossa Aparecida durante o mês de outubro. Quando se programa uma cobertura jornalística, logo a preocupação, é em levar ao ouvinte, leitor e mais recentemente ao internauta, todas as informações possíveis sobre o evento, que sejam úteis a fim de contribuir da melhor maneira para a sua realização e também em levar uma informação precisa e de qualidade. Mas nas romarias em honra a Nossa Senhora Aparecida, para mim, foi muito mais do que isso. Desde o meu primeiro trabalho de cobertura, o que vi e vivi deixaram marcas na minha memória e no meu coração. No contato com romeiros, devotos da mãe de Jesus, por tantas vezes me emocionei com relatos das graças alcançadas pela interseção de Nossa Senhora Aparecida. A cada romaria, mais e mais pedidos e agradecimentos. Pedidos pela cura de doenças e tantos outros, dos mais simples aos mais complexos. Não importa qual é a angústia, a dor, o sofrimento, são dezenas de testemunhos de quem recorre à mãe, que nunca desampara quem a procura. Agradecimentos de quem não mede esforços e

se desloca a pé de outras cidades, do interior de Campos Novos, movidos pela sua fé e pelo amor que só Nossa Senhora Aparecida é capaz de despertar em nossos corações. Os gestos no ato de pagar promessas, do caminhar descalços, de carregar uma imagem de Maria nos braços, em levar os filhos vestidos de anjo, todos os anos me surpreendem e enchem meu coração de esperança. A forma como povo se identifica com Nossa Senhora Aparecida é realmente uma referência de mãe. Mesmo no extremo sofrimento, os devotos da Mãe Aparecida sempre confiam, porque sabem que serão aliviados. Em um dos tantos depoimentos coletados durante o acompanhamento da Romaria em Campos Novos, uma frase de uma romeira ficou em minha memória. “Nunca se ouviu dizer que alguém tenha feito um pedido a Nossa Senhora e não tenha sido atendido”. O que eu vi e testemunhei em tantos relatos e depoimentos colhidos durante 25 anos de cobertura da Romaria de Nossa Senhora Aparecida em Campos Novos em 12 de Outubro, é um misto de amor, emoção, fé e devoção. Devotos que vem para louvar, agradecer e pedir novas graças à mãe de Jesus a cada ano em maior número. Explicar? Não! Testemunhar sim! Porque é lá durante essa caminhada de uma hora e alguns minutos que a fé e o amor andam lado a lado.

Por Antônia Claudete Martins - Editora Chefe

Programe-se:

Coluna de Moda Por: Bethania Marin Nº 116 Contatos em redes sociais: Instagram: @bethania_marin, Blog: www.bethaniamarin.com, E-mail: contato@bethaniamarin.com, Facebook:https://www.facebook.com/sitebethaniamarin.

4 tendências de acessórios Para a próxima temporada, prepare-se para acessórios com muito luxo, glamour e nada de minimalismo! As grifes já fizeram suas apostas, e as passarelas estavam repletas de tendências super estilosas para aproveitarmos. Nada melhor que deixar a produção mais cool com acessórios modernos e diferentes! 1.Pérolas: As pérolas ganharam um highlight e estão vindo totalmente renovadas: maiores, modernas e com outras pedras. O resultado é uma composição sofisticada e descolada ao mesmo tempo!

2.Maxi Brinco: Os maxi brincos de pedras bem brilhantes são a aposta da estação! As argolas continuam com tudo, e cada vez maiores!

3.Hand Bracelet: Aposta da Gucci e da Louis Vuitton, os braceletes estão com cara nova! Maxi, com pedras e várias correntes, para o dia e à noite. Alguns modelos vão até os dedos, e você também pode usar mais de um:

4.Piercing: Para quem não tem coragem de furar, o piercing falso é uma ótima aposta. Não para de aparecer no street style, e também no red carpet. Um acessório versátil e para quem gosta de ousar na produção!

uOutubro Rosa A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Campos Novos convida todos a prestigiarem a programação do “Outubro Rosa”: Dia: 12/10 Participação na Festa Senhora Aparecida praça de alimentação (box 12). Dia: 18/10 Noite Cor de Rosa, na Associação da Copercampos às 19hs00 e conversa com Dr Fernando Martins e psicóloga Marileia Ramos da Silva. Ingresso 1 kg de alimento não perecível. Dia: 21/10 Dia de Saúde nos PSF. Dia: 25/10 Caminhada com abraço a Praça Lauro Muller/ saída em frente à Casa da Cultura 15h30 com a participação da Fanfarra de Abdon Batista. Dia: 26/10 Encerramento do Outubro Rosa com missa no Santuário De Aparecida com Padre Fabricio. Participe!

Divulgue seu evento aqui: oceleirocomercial@gmail.com Jornal

O CELEIRO

Fundado em 25 de Junho de 1992 CNPJ: 12.188.377/0001-03 Caixa Postal: 96 CEP: 89620-000 - Campos Novos/SC Redação: redacaooceleiro@gmail.com Comercial: oceleirocomercial@gmail.com Financeiro: oceleirofinanceiro@gmail.com Skype: jornaloceleiro - Facebook: OCeleiro.cn Edição Digital/Issu: http://issuu.com/jornaloceleiro

EXPEDIENTE

CIRCULAÇÃO

Diretor: Alexandre Alvadi Di Domenico Editora Chefe: Antonia Claudete Martins - 0002305SC Repórter: Bruna Fagundes Assinaturas: Ana Carolina Pereira Diagramação/Arte: Wilhiam Rodolfo Peretti Fechamento da edição: às terças-feiras à tarde

Abdon Batista, Brunópolis, Campos Novos, Celso Ramos, Ibiam, Monte Carlo, Vargem e Zortéa.

Impressão: Gráfica Araucária/Lages-SC Tiragem: 1.500/Exemplares/Semana

O Celeiro

Fone: (49) 3541-0597

As colunas e artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião do jornal.

Associado à Associação Catarinense de Jornais Periodicidade Verificada pela Abrajori Brasília (ACJ) Associação Empresarial, Rural e Cultural Camponovense(Acircan) Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

Publicidade

3


4

Comunidade

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

O Celeiro

Curtas

Dia da Criança: Campanha da PM arrecada cerca de 700 brinquedos em Campos Novos Foto: Bruna Fagundes/O Celeiro

“Crianças felizes não tem preço”. Palavras do Comandante da Terceira Companhia da Polícia Militar de Campos Novos, Capitão Rodrigo Pedroso, durante entrega dos brinquedos em creches de Campos Novos, em campanha realizada alusiva à passagem do Dia da Criança. Foram arrecadados na campanha cerca de 700 brinquedos. A entrega ocorreu na quarta-feira, 11, contemplando crianças dos Centros de Educação Infantil Eliete Teixeira Lopes, Padre Armando de Costa, Jubileu de Prata e Marilene Rupp Bagatini. A entrega foi realizada por Poli-

ciais Militares e o intuito foi atender crianças carentes do município. “Os policiais militares agradecem, de antemão, a valorosa contribuição de toda a comunidade camponovense, que não mediu esforços nesta ajuda solidária. Não há preço que pague ver o semblante de uma criança diante do recebimento de um brinquedo. Com toda a certeza nossas crianças estarão mais felizes neste dia. As 08h30min as viaturas da Polícia Militar saíram em comboio para a entrega dos brinquedos. Abraço a todos. Parabéns às nossas crianças camponovenses”, cumprimentou Capitão Rodrigo Pedroso.

Polícia Civil deflagra “Operação Rescaldo 2”

Assine “O Celeiro” (49) 3541.0597

Na manhã de quarta-feira, 11, por volta das 06h00min, 50 Policiais Civis saíram às ruas das cidades de Campos Novos, Capinzal, Balneário Camboriú e Joinville, para cumprir 09 mandados de prisão (em desfavor de 08 homens e 01 mulher) e, 09 mandados de busca e apreensão. A “Operação Rescaldo 2” é resultado da continuidade das investigações relacionadas ao tráfico de drogas, associação ao tráfico e participação em uma organização criminosa, que culminaram na “Operação Rescaldo”, deflagrada no dia 29 de setembro, em que a Polícia Civil cumpriu 16 mandados de prisão e 14 mandados de busca e apreensão. Os alvos da operação de quartafeira, participavam da organização criminosa responsável pela venda, armazenamento e distribuição de cocaína, maconha e crack em diversas cidades do Meio-Oes-

Foto: Divulgação/Polícia Civil

te do Estado de Santa Catarina. Entre os homens com mandado de prisão expedido há um taxista, que tinha como atribuição o transporte das drogas, bem como 02 grandes fornecedores de drogas da organização criminosa, sendo um de Joinville e outro de Campos Novos. Nesta operação de quarta-feira, 8 pessoas foram presas, sendo em Campos Novos, 4 homens e uma mulher, duas em Capinzal e uma em Joinville.


O Celeiro

Variedades

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

5

Coluna Semanal

Nossa História em Fotos Foto: Benito Zandoná

Direito

Fabrício Carvalho Advogado – OAB/SC 15.269 Especialista em Direito Ambiental

Condomínio Fechado

Foto de uma das primeiras romarias. Na foto dona Lígia com a imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Receita da Semana Cuscuz à Paulista

Ingredientes u1/2 xícara (chá) de óleo u10 tomates (sendo 8 sem pele e sem sementes picados e 2 em rodelas para decoração); u2 pimentões picados em quadrinhos pequenos (verde e vermelho); u1 lata de palmito; u3 ovos cozidos; u2 latas de filé de sardinha; u1 lata de ervilha; u4 colheres (sopa) de salsa picada; u6 tabletes de caldo de galinha; u4 xícaras (chá) de farinha de milho; u2 colheres (sopa) de farinha de mandioca; u1 pimenta vermelha picada (ou molho de pimenta).

Modo de Preparo Forre o fundo e as laterais de uma forma para pudim ou bolo, com rodelas (ou tiras) de parte do palmito, rodelas de tomate para decoração, algumas rodelas dos ovos e com alguns filés de sardinha; Aqueça o óleo, junte os tomates picados, os pimentões e refogue; Junte o restante do palmito picado, dos ovos e dos filés de sardinha, a ervilha escorrida e a salsa; Acrescente os tabletes de caldo de galinha, junte quatro xícaras (chá) de água fervente, mexa bem e deixa ferver; Misture a farinha de milho e a mandioca e polvilhe sobre o refogado, aos poucos mexendo bem até incorporarem completamente; Distribua a massa na forma preparada, apertando ligeiramente; Vire o cuscuz Fonte: Tudo Gostoso sobre um prato e sirva;

Como Fazer

Dica de Leitura

PROPÓSITO: A Coragem de ser quem somos Sri Prem Baba

Até julho do corrente ano não havia lei federal que disciplinasse a constituição de “condomínio fechado” no Brasil. Para tanto, nem por isso não existiam, visto que, é público e notório a existência de milhares deles por todo o País. Senão objeto de termo de “permissão de uso” que alguns municípios formalizavam, depois da aprovação de um loteamento. Ou seja, num primeiro momento era aprovado como loteamente e, posteriormente, os já moradores deste loteamento firmavam com o Poder Publico Municipal termos neste sentido, “fechando” o espaço. Contudo, em que pese a crítica de alguns doutrinadores quanto a este procedimento administrativo, certo é que existem por todo o Brasil. Uma outra forma de constituição do que se acostumou denominar – “loteamentos integrados, loteamentos em condomínio, loteamentos fechados, condomínio horizontal, condomínio deitado, condomínio de lotes e tantos outros”, seria o mais usual e acertado do ponto de vista jurídico, que é através de lei especial Municipal. Referida postura (criação de lei municipal para condomínios fechados) é a mais acertada, especialmente depois que o próprio STF – Supremo Tribunal Federal -, ao julgar uma ação em que o Ministério Público propôs – se insurgindo contra a constituição de condomínio por lei municipal -, ainda antes da criação da atual autorização legislativa, reconhecendo que os municípios podem legislar quanto a este assunto. Mas esta definição do STF, logicamente, não se deu sem um fundamento jurídico e até mesmo de fato, pois é evidente, como já prelecionou Bobbio, para quem “os direitos do homem, por mais fundamentais que sejam, são direitos históricos, ou seja, nascidos de certas circunstâncias”, ou por que não dizer, de certas necessidades, sobretudo pelo que os Romanos já alertavam: “O direito nasce dos fatos”. Assim é que o inciso I do art. 30 da Constituição Federal disciplina: “Compete aos Municípios legislar sobre assuntos de interesse local”. E isso jamais se pode confundir, esta autorização legislativa, com a figura de quem pode apresentar projeto de lei neste sentido, que, diga-se, desde já, não é de exclusividade do Prefeito, pois não se encontra no rol de iniciativa que lhe são expressamente previstas, visto que, o direito urbanístico – e aqui se tratando do parcelamento, uso e ocupação do solo urbano -, pode ter iniciativa legislava diversa do ordenador final do executivo municipal. Atenta-se para o fato que, em se tratando de Plano Diretor, a iniciativa aí é do Prefeito, pois disposto em lei que assim seja. Retomando o comentário supra, no sentido de que o STF em sede de repercussão geral, já havia “autorizado” que leis municipais tratem dos seus interesses locais, especificamente no que tange a constituição de condomínios fechados, antes da criação da Lei 13.465/17, em vigor desde julho deste ano, dando “vida” ao art. 1.358-A do Código Civil aduzindo que: “Pode haver, em terrenos, partes designadas de lotes que são propriedade exclusiva e partes que são propriedade comum dos condôminos. § 1º A fração ideal de cada condômino poderá ser proporcional à área do solo de cada unidade autônoma, ao respectivo potencial construtivo ou a outros critérios indicados no ato de instituição. § 2º Aplica-se, no que couber, ao condomínio de lotes o disposto sobre condomínio edilício neste Capítulo, respeitada a legislação urbanística. § 3º Para fins de incorporação imobiliária, a implantação de toda a infraestrutura ficará a cargo do empreendedor” Razão pela qual ainda permanece a possibilidade de o Município criar lei específica, suplementando, completando, legislando sobre a sua realidade, desde que, evidentemente não conflita com o que trata o artigo acima citado que, como se percebe, é por demais genérico e isso leva crer que não é por acaso isso, pois deixa a cargo do interesse municipal regularizar a sua ordem, levando em conta a sua realidade local, pois resta claro, também, que a lei federal não poderia disciplinar, de forma totalmente detalhada, realidades tão distintas, como é a nossa, brasileira. Desta feita o município não só pode, como deve legislar buscando adequar o seu parcelamento do solo, buscando sempre o interesse coletivo, dotado de razoabilidade e bom senso, não ferindo princípios máximos da constituição federal e também não indo contra o que a legislação federal já disciplinou.

Sessões de Cinema

Em Propósito, Sri Prem Baba expande o diálogo amoroso a que sempre se propôs, abordando temas que têm a ver com os anseios mais íntimos do ser humano. Aqui o leitor vai vislumbrar o horizonte de um trajeto precioso que o levará ao interior de si mesmo. Quando chegar ao seu destino, encontrará o Propósito de sua existência. Essa viagem será vigorosa, transformadora e única, mas poderá ser realizada com serenidade.

VIDEIRA - Videira Shoping uSono Mortal - 2D - Dub. Todos os dias às 20h30; uLego Nijago - 2D - Dub. Todos os dias às 14h45 e 16h45; uPica Pau - O Filme - 2D - Dub. Todos os dias às 15h00, 17h00 e 19h00; uKingsman: O Circulo Dourado - 2D - Dub. Qui. Seg. Ter. Qua. Sáb. e Dom. às 21h00; Todos os dias às 18h50; uLego Nijago - 2D - Leg. Todos os dias às 21h00; Fonte: Editora Cultura

LAGES - Arcoíris Marrocos uBlade Runner 2049 - Dub. 2D Quarta às 20h30. uPica Pau: O Filme - Dub. 2D Quarta às 15h00 e 17h30. FRAIBURGO - Grupo Cine uKingsman: O Circulo Dourado. 3D - Dub. Qui. Sex. Sáb. Dom. Seg. Ter. Qua. às 18h10 uKingsman: O Circulo Dourado - Dub. Qui. Sex. Sáb. Dom. Seg. Ter. Qua. às 21h00, uLego Ninjago: O Filme - 3D. Dub. Qui. Sex. Sáb. Dom. Seg. Ter. Qua. às 14h10 uLego Ninjago: O Filme - Dub. Qui. Sex. Sáb. Dom. Seg. Ter. Qua. às 16h10


6

Saúde

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

O Celeiro

Prefeito estuda implantar ambulatório para desafogar plantão do Hospital Foto: Jornal O Celeiro

O número de atendimentos no plantão médico da Fundação Hospitalar Dr. José Athanázio chegou a quase 32 mil em 9 meses. Reduzir a procura pelo atendimento no plantão do Hospital Dr. José Athanázio é uma demanda antiga em Campos Novos. De janeiro a setembro deste ano de 2017, foram registrados 31.727 atendimentos na emergência da instituição de saúde. O número é considerado elevado pelo novo administrador geral do Hospital Atilano Junk Laffin. “A demanda é bastante grande, nós finalizamos os números até setembro com mais de 31 mil atendimentos. É um número que nos assusta, esse volume é muito grande se tomarmos em consideração a população de Campos Novos. Fora o que ainda é feito de atendimento nos postinhos, é uma demanda muito grande de pacientes”. Grande parte dos atendimentos é considerada de consultas eletivas, que po-

deriam ter sido atendidas nas Estratégias de Saúde da Família, observou o administrador, enfatizando que não há defasagem de profissionais médicos no plantão. “As escalas de plantões estão elaboradas e nós temos os médicos de sobreaviso nas especialidades e efetivamente quando em se tratando de uma emergência, é questão Foto: Bruna Fagunes/O Celeiro

Atilano Junk Laffin

de minutos para que o profissional necessário se faça presente e consiga realizar o atendimento, não temos uma defasagem

nesta questão. Na verdade é uma questão cultural ainda da população de estar buscando atendimento hospitalar quan-


O Celeiro

do não é uma emergência. Grande parte dos atendimentos é de consulta eletiva e o tempo de espera em relação aos casos que atendemos no hospital o tempo de espera é curto e quando ocorre de se estender é porque realmente estamos atendendo uma emergência”. A sensibilização da população para que procure o hospital somente em casos de emergência é considerada uma alternativa pela administração da Fundação Hospitalar. “Tivemos casos aqui pitorescos, por exemplo, uma paciente que teve três atendimentos em 12 horas. É uma situação complicada, é cultural mesmo. Para um futuro próximo planejamos uma campanha de conscientização da população sobre em que casos e quando procurar a emergência do hospital”. A coordenadora de enfermagem do Hospital Dr. José Athanázio, Maria Lidia Moraes, observa que mesmo considerando nesta demanda pacientes dos municípios da região da Amplasc, em que a instituição é referência, o número de atendimentos em Campos Novos ainda é elevado. “É muito baixa a procura pelos de-

Maria Lidia Moraes

Saúde

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017 mais municípios perto da demanda aqui de Campos Novos. Em recente levantamento que fizemos, a maior procura pelo atendimento na emergência do hospital é de pacientes do Bairro Aparecida. Isso justifica que por mais que se tenha lá um ambulatório até às 10 horas da noite, aquele posto de saúde abrange uma área maior do que é preconizado pelo Ministério da Saúde, porque abrange outros bairros ali. E dos municípios da Amplasc, o que mais recebemos encaminhamentos é de Vargem. Essa é uma estimativa que fizemos manualmente, porque ainda estamos em processo de informatização”. Maria Lidia também entende que uma campanha de sensibilização é alternativa viável.

Atendimento ambulatorial em estudo Tanto o administrador geral da Fundação Hospitalar Dr. José Athanázio, quanto a coordenadora de enfermagem, entendem que o atendimento ambulatorial também poderia ser uma alternativa viável para desafogar o plantão do hospital, desde que funcione fora da instituição de saúde. A reportagem do Jornal O Celeiro conversou a respeito do planejamento da administração municipal em relação a esta demanda com o prefeito Silvio Alexandre Zancanaro. O prefeito confirmou que está sendo avaliada possibilidade do atendimento ambulatorial fora do hospital. Para isso, no entanto, há necessidade de estudo, já que além da estrutura física, também tem que haver disponibilidade de profissionais. “Devido ao elevado número de consultas e não de emergências que ocorrem no porta aberta, estamos verificando o horário de pico, para que ocorra uma possibilidade de criarmos uma alter-

Fotos: Bruna Fagunes/O Celeiro

Alexandre Zancanaro

nativa de atendimento próximo ao hospital. Tirarmos do hospital para justamente as pessoas que procurarem simplesmente para realizar uma consulta ou fazer um pré diagnóstico possam ser atendidas. Nos primeiros números levantados tivemos a informação que 90% das pessoas que procuram o plantão são de atendimentos eletivos. Seria um atendimento ambulatorial que envolveria uma estrutura e uma demanda de pessoas, que estamos analisando de que forma estaríamos instalando”. A princípio se estuda a possibilidade desse atendimento alternativo acontecer na Unidade Básica de Saúde Central (PAM). “Primeiro nós temos que identificar os horários de pico e criar esta alternativa ambulatorial, que a princípio vai ser no PAM, porque com a saída do Cras do Edilamar Salvador, estamos pensando em levar as especialidades para aquela unidade e no PAM vai sobrar alguns espaços que poderemos aproveitar, mesmo que seja no contraturno. Porém, não é apenas abrir as portas, tem que ter uma pessoa responsável e todos os profissionais médi-

7

cos. Tem que ser eficaz e eficiente, tem que funcionar”, reforçou Zancanaro. Outras possibilidades também estão sendo avaliadas, uma delas é a classificação de risco no atendimento da emergência, o chamado protocolo de Manchester. “Tivemos uma reunião com a direção clínica e administrativa do hospital, justamente para analisar as possibilidades, entre elas a de colocar um segundo médico presencial ou criarmos esse mecanismo diferenciado do plantonista. O que já melhoramos nesta gestão é um plantão de sobreaviso, que é chamado em caso de emergência, que desde fevereiro está à disposição. Precisamos fazer com que o protocolo de Manchester seja implantado e para isso vai haver uma reeducação comportamental das pessoas que chegam, vai ocorrer uma triagem e realmente o tempo de espera será de acordo com a classificação de risco. É um protocolo estudado em nível mundial e que por falta de equipe técnica ainda não conseguimos implantar em Campos Novos”, concluiu prefeito Zancanaro. O Protocolo de Manchester classifica os doentes por cores, após uma triagem baseada em sintomas, de forma a representar a gravidade do quadro e o tempo de espera para cada paciente. Pulseiras coloridas sinalizam a gravidade do quadro: vermelho para emergência com atendimento imediato, laranja para muito urgente com tempo de espera de 10 minutos, amarelo para urgente em que os pacientes precisam de atendimento rápido, mas podem aguardar com até 50 minutos, verde para casos pouco urgentes em que os pacientes podem aguardar atendimento ou serem encaminhados para outros serviços de saúde e azul para não urgente, em que os pacientes podem aguardar atendimento ou serem encaminhados para outros serviços de saúde.


8

Saúde

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

O Celeiro

Atendimento por enfermeiros (as) para requisitar exames na atenção básica foi retomado Decisão liminar da Justiça Federal havia suspendido esta atribuição e os serviços tinham sido suspensos no início da semana nas unidades de saúde de Campos Novos. Nota divulgada pelas entidades da saúde em defesa das atribuições da enfermagem na saúde pública foi lançada. Em reunião realizada ainda na tarde de segunda-feira, 09, em Florianópolis, os representantes do Conselho Regional de Enfermagem (Coren/SC), Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS), da Gerência de Atenção Básica (GEABS) da Secretaria de Estado da Saúde e das secretarias municipais de saúde de Florianópolis, Palhoça, São Pedro de Alcântara e Tijucas, debateram as questões acerca da decisão que impedia os profissionais de Enfermagem de requisitar exames na atenção básica dos serviços públicos de saúde. A atividade foi proibida na semana passada pelo juiz da 20ª Vara da Justiça Federal de Brasília em ação promovida pelo Conselho Federal de

Medicina (CFM) e que provocou impacto no atendimento no SUS. As entidades lançaram uma nota de esclarecimento conjunta para reiterar que as(os) enfermeiras(os) podem continuar solicitando exames e realizando todas atividades previstas em seus protocolos definidos pelos municípios ou Estado. No Portal do Coren/SC, a presidente do conselho Helga Bresciani, destacou que para a manutenção da qualidade da Atenção Básica é essencial que haja um trabalho conjunto entre os integrantes das equipes de saúde. “Já sofremos outras tentativas de derrubar nossas prerrogativas em 2000 e em 2002. Essas atividades são conquistas da profissão há mais de 20 anos”, disse. A conselheira do Coren/SC, Angela Blatt Ortiga, salientou que é preciso ter uma conduta única para garantir o bom serviço à população, que é o grande interesse do serviço público. O diretor executivo do Cosems, Geraldo Azzolini, e o assessor técnico Diogo Demarchi Silva, defenderam a posição de que para mudar alguma coisa será preciso que o Ministério da Saúde, que foi

o órgão notificado, se posicione para depois os entes federados possam definir o que será feito. “Enquanto isso não ocorre, nada muda, portanto devemos continuar orientando o atendimento e as consultas de Enfermagem como determinam os protocolos de cada Secretaria Municipal”, disse Diogo.IMG_7657 O diretor de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis (SMS), o médico Nulvio Lermen Junior, também concordou e disse que vai manter o trabalho como está, até porque, “Não há como trabalhar e manter os serviços de qualidade se não tiver essa parceria”. A conselheira do Coren/ SC, Elizimara Siqueira Ferreira, da SMS de Florianópolis, mostrou números que comprovam a importância das consultas de Enfermagem na atenção básica. “Cerca de metade dos atendimentos realizados nos últimos dois anos nos postos de saúde de Florianópolis, ou seja, 237 mil, foram feitos em consultas de Enfermagem. Cerca de 70% dos pacientes com tuberculose foram atendidas pela Enfermagem, entre

outros testes como os de HIV, Sifílis e preventivo de câncer de colo de útero que hoje são solicitados pela Enfermagem”, relatou Elizimara. Em Campos Novos os atendimentos pelos enfermeiros como testes rápidos e coleta para exames preventivos haviam sido suspensos na segunda-feira, como anunciou a Secretária Municipal de Saúde Sandra Rosar Bresola. Na noite de terça-feira, a Secretária informou que o atendimento já havia sido retomado normalmente, com base na nota emitida pelas entidades de saúde no estado.

Entenda a decisão liminar O Conselho Federal de Medicina entrou com uma ação contra a União questionando o exercício profissional do enfermeiro, sua capacidade de solicitar exames no contexto da Atenção Básica, e o juiz federal concedeu na última semana, uma liminar favorável e assim suspendeu esta atribuição que até então era realizada por esses profissionais, que também não mais poderão avaliar os resultados.

Nota emitida Em nota emitida na segunda-feira COREN/SC COSEMS/SC GEABS/ SES/SC, afirmam: “Diante da decisão liminar nº 1006566-69.2017.4.013400, movida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), no processo que suspende “parcialmente a Portaria nº 2.488 de 2011” e que busca restringir a atuação consolidada dos profissionais de Enfermagem, impedindo a possibilidade de requisição de exames por Enfermeiras(os), a Justiça concedeu ao Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) o ingresso no processo movido pelo CFM contra a União. O Cofen apresentou pedido de reconsideração ao juiz para salvaguardar o atendimento de Enfermagem à população. Cabe ressaltar que a Portaria nº 2.436/2017 revogou a nº 2.488/2011 e manteve no texto as mesmas atribuições relacionadas ao papel da(o) Enfermeira(o) na atenção básica, ou seja, neste momento as prerrogativas legais quanto à solicitação de exames pelas(os) Enfermeiras(os) estão mantidas. As ações privativas do enfermeiro estão normatizadas na Lei do Exercício Profissional (Lei 7.498/1986) que autoriza a realização de “Consulta de Enfermagem”, conforme estabelecido em programas de saúde e em rotinas aprovadas pelas instituições de saúde federais, estaduais e municipais e que estão em vigor, não havendo qualquer impedimento ético ou legal para tal. Ademais, salientamos que até o momento o Ministério da Saúde, que é o formulador da política do Sistema Único de Saúde e o réu da ação, não se posicionou contrário à continuidade das ações desempenhadas de forma rotineira pelos profissionais de Enfermagem, nem mesmo notificou os entes federativos, estados e municípios. Ressaltamos que as orientações contidas nesta nota são válidas para o momento e até que novas orientações se apliquem. Reforçamos que as entidades representativas Coren/SC, Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS) e da Gerência de Atenção Básica (GEABS) da Secretaria de Estado da Saúde permanecem atentos e acompanhando as definições acerca da ação. Solicitamos que todos os profissionais de saúde esclareçam à população sobre os fatos em andamento, na defesa da Atenção Básica de qualidade, acreditando que o diálogo entre todos os envolvidos é a melhor saída para a melhoria do cuidado aos usuários do Sistema Único de Saúde”.


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

Saúde

9

Hospital Dr. José Athánasio inaugura reforma e humanização da ala pediátrica Fotos: Bruna Fagundes/O Celeiro

Foi realizada na manhã de segunda-feira (09), na Fundação Hospitalar Dr. José Athanázio em Campos Novos, inauguração do projeto de reforma e humanização da ala pediátrica. O local recebeu melhorias na pintura com desenhos lúdicos nas paredes. A Solenidade reuniu autoridades, funcionários do hospital e apoiadores do projeto, que teve objetivo de oferecer mais conforto e alegria às crianças. “Um dia emocionante. Com muita alegria na semana da criança reinauguramos hoje a Pediatria. Ambiente agradável para atender as nossas crianças que venham necessitar de atendimento. Nosso agradecimento de coração ao “Clube de Mães” pelo trabalho maravilhoso,

Arquiteta Gabriela Baby e o pintor Odair, pela dedicação. Essa revitalização se deve também a contribuição de algumas empresas, parcerias público-privadas que vão beneficiar toda a comunidade”, enfatiza o prefeito Silvio Alexandre Zancanaro. O diretor do Hospital, Atilano Junk Laffin, agradeceu o trabalho desenvolvido pelo grupo. “Todos aqui do Hospital agradecem e parabenizam este lindo trabalho, que além de deixar nossa pediatria mais bonita traz tranquilidade e alegria para as crianças que aqui ficam internadas”, ressalta. A expectativa do poder público é que a iniciativa seja implementada em outros setores do hospital.


10

Opinião/Variedades

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

Bauer e Merísio Senador Paulo Bauer (PSDB) levou o ministro da Saúde, Ricardo Barros, para Chapecó na última sexta-feira. A viagem tinha como meta fazer o ministro conhecer as demandas do Hospital Regional do Oeste, que atende mais de 1 milhão de pessoas em toda a região. Barros confirmou que um novo edital para a construção da casamata para os equipamentos de radioterapia será publicado no próximo dia 18. O senador, por sua vez, entregou empenho de R$ 200 mil para custeio da unidade e outros R$ 500 mil para o Hospital da Criança. À noite, prestigiaram a abertura da Efapi. Mas o fato político mais significativo pode ter ocorrido no retorno de Bauer à Florianópolis, no fim da manhã de sábado. Ele ganhou uma carona do deputado estadual Gelson Merísio (PSD). Em um voo fretado, tiveram ao menos uma hora para conversar. Difícil acreditar que não trataram da eleição de 2018. Ambos almejam disputar o governo e não escondem que um não tem qualquer restrição ao outro. Bauer, porém, reafirma diariamente que o PSDB não abre mão de ser cabeça de chapa.

O Celeiro

A morte do reitor

Jucesc Digital Na quarta-feira, dia 11 de outubro, às 14h, na sede da Junta Comercial do Estado, ocorreu o Lançamento do Programa JUCESC Digital. Este programa, que parte da diretriz dada pelo Governador Raimundo Colombo, compreende um conjunto de ações voltadas à simplificação de procedimentos para quem pretende abrir uma empresa ou realizar outros atos relacionados com o registro mercantil.

Agilidade Atualmente, para se abrir um processo na Junta Comercial o usuário precisa reunir uma série de documentos, coletar assinaturas dos sócios, e dar entrada em protocolo em um dos cinquenta e sete balcões das unidades administrativas da Junta Comercial espalhadas pelo Estado.

Frase “O Mauro vai combater o bom combate, que é o que o Luiz Henrique também fazia. Ele já demonstra sua capacidade e coragem com uma trajetória de realizações e hoje enfrentando os líderes nacionais que não nos representam.” Ivete Appel da Silveira, ex-primeira-dama do Estado, no evento do PMDB Mulher durante o fim de semana.

A cada dia que passa, fica mais claro ainda que houve excessos na prisão e toda a condução do processo do falecido reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier, o Cao. Inclusive com vários analistas nacionais indo nesta linha. Correções de rumo precisam ser feitas sim. Mas isso não pode ser usado, de forma covarde, para atacar a Lava-Jato.

Berlinda Ontem também estava prevista a leitura do relatório de outro tucano (com péssima repercussão), deputado Bonifácio de Andrada, que provavelmente iria ser no sentido de inocentar Michel Temer da segunda denúncia de Janot (organização criminosa e obstrução de Justiça). Ainda na terça, estava na pauta da segunda turma do STF um dos processos que envolvem o notório Renan Calheiros, que pode acordar nesta quarta-feira como o mais novo réu da Lava Jato.

Sesi em Xanxerê De encher os olhos a unidade do Sesi, entidade que integra a Fiesc, inaugurada esta semana em Xanxerê. Instalações com mais de 800 metros quadrados e investimentos de R$ 3 milhões. Qualificação disponível para trabalhadores e comunidade em geral.

Com a Adjori você fala com todo o Estado

www.adjorisc.com.br twitter.com/adjorisc

facebook.com/Adjorisc

(48) 3298-7979

~~~~~~~~~~~~~~~~HORÓSCOPO SEMANAL~~~~~~~~~~~~~~~~ Áries

20/03 a 20/04 Esta semana terá dados muito objetivos para tomar decisões importantes na sua vida. Tente fazê-lo sem pessimismo ou dramatismo. No plano profissional e material: Semana de muito trabalho e alguma dispersão, planeje passos e atividades com muito rigor. Pode ter bastantes preocupações do foro economico.

Touro 21/04 a 20/05 Tenha em conta os efeitos das suas atitudes, em particular no plano material. Tendência a novos equilíbrios. No plano profissional e material: Será bastante solicitado e as possibilidades de ganho estão associadas à capacidade de resposta. Privilegie os acordos por forma escrita. Algumas divergências poderão iniciar uma batalha judicial.

Gêmeos 21/05 a 20/06 A conjuntura é de energias muito fortes por vezes desajustadas, motivo pelo qual devem ser muito bem doseadas. Insista em alguns propósitos, mas não deixe de ouvir o que têm para lhe dizer. No plano profissional e material: Esta semana tende a esquecimentos que podem complicar o desempenho das suas atividades, mantenha-se atento.

Câncer 21/06 a 21/07 A atual conjuntura refere que atitudes imaturas são possíveis e reações primárias também. Não siga instintos, reflita e estude a melhor maneira de se fazer compreender.No plano afetivo: Não arranje conflitos por saídas ou pequenos divertimentos do seu companheiro. De uma maneira geral, a vida sentimental está tensa.

Leão 21/07 a 22/08 A conjuntura define uma semana movimentada e exigente, pode contar com desafios, mas terá capacidade e meios para superar as dificuldades que possam surgir. No final da semana o saldo das suas atuações será positivo. No plano afetivo: É aconselhável que estabeleça um rumo e metas e não altere os seus propósitos, sobretudo não dê ouvidos a comentários.

Fonte: http://www.portalangels.com/

Sagitário 22/11 a 21/12 A atual conjuntura simboliza a transformação que destrói as coisas, embora confira a probabilidade de serem reconstruídas de formas diferentes. Passará por dificuldades súbitas para as quais não encontrará saída imediata. No plano afetivo: As relações serão de grande intensidade passional. Expectativa face ao desfecho de assuntos pessoais.

Virgem

Capricórnio

23/07 a 22/09

22/12 a 20/01

Semana de equilíbrio e moderação, verá concluídas algumas tarefas e obrigações que vinham pesando há algum tempo. Estabilidade e serenidade são as grandes conquistas do momento. No plano afetivo: Estão favorecidos os relacionamentos formalizados já que sentirá mais tranquilo e seguro. Pautará os seus comportamentos nas ligações mais recentes.

Libra 23/09 a 22/10 Esta semana haverá uma alteração de planos, independentemente ou não da sua vontade. A conjuntura vai levá-lo a um reajustamento de estratégias, tendo em conta novos fatos que surgirão na sua vida. No plano profissional e material: Tendência a realizações importantes neste domínio, que poderão inclusive servir de trampolim para novas esferas de ação.

Escorpião 23/10 a 21/11 A conjuntura propicia uma semana de mudanças globais desde que conduza a sua vida aproveitando oportunidades e não se prendendo a pormenores. Esta semana deve ser mais rápido do que é habitual. No plano profissional e material: A semana não é uniforme e inicia-se com alguns impasses ou mesmo quebras de motivação ou criatividade.

Semana muito construtiva, a conjuntura é promissora em termos de capacidade criativa, revelando momentos de exceção para se fazer escutar e apoiar. Momento favorável à conquista de novas posições. No plano afetivo: Boa disposição e vontade de transmitir essa sensação aos que o rodeiam, no amor atravessa um período forte e radioso.

Aquário 21/01 a 18/02 A conjuntura traz influências luminosas perspectivando que não lhe serão colocados obstáculos fortes ou inultrapassáveis. Tem todas as condições para fazer a sua vida evoluir. No plano afetivo: A vida amorosa promete ser muito emocionante e positiva, quer nas relações de longa data quer em situações mais recentes.

Peixes 19/02 a 19/03 sta semana para Peixes tudo tende a correr bem ou, pelo menos, os problemas serão minimizados, dada a sua inspiração para os enfrentar. No plano afetivo: Terá bons resultados neste setor não devendo recear dar prova dos seus sentimentos. A conjuntura permite seguir impulsos e saber em cada momento como atuar.


O Celeiro

Saúde

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

11

A banalização do diagnóstico da depressão e a necessidade de qualidade de vida Foto: Antonia Claudete Martins/O Celeiro

Psicóloga afirma que grande parte de pacientes que chegam aos consultórios de psicologia não se enquadram no diagnóstico de depressão e alerta para a importância de priorizar a qualidade de vida. A depressão é a quarta principal causa de incapacitação em todo o mundo e, de acordo com projeções da Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2030 ela será o mal mais prevalente do planeta, à frente de câncer e de algumas doenças infecciosas. A depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo, segundo dados divulgados pela OMS em fevereiro deste ano, referentes a 2015. Em 10 anos, de 2005 a 2015, esse número cresceu 18,4%. A prevalência do transtorno na população mundial é de 4,4%. Já no Brasil, 5,8% da população sofre com esse problema, que afeta um total de 11,5 milhões de brasileiros. Segundo os dados da OMS, o Brasil é o país com maior prevalência de depressão da América Latina e o segundo com maior prevalência nas Américas, ficando atrás somente dos Estados Unidos, que têm 5,9% de depressivos. É indiscutível que nas últimas décadas houve um aumento considerável na detecção de casos de depressão. Para a psicóloga da Secretaria de Saúde de Campos Novos e integrante do Nú-

cleo de Psicologia (Nupsy), Ana Cristina Pedroso, é preciso refletir, porém, sobre a banalização do diagnóstico da doença e suas consequências para as pessoas que são diagnosticadas, sem necessariamente se enquadrarem num caso de transtorno depressivo maior. “Na verdade a gente recebe muito encaminhamento de depressão, nem todos são diagnósticos reais, porque realmente a depressão tem um aumento crescente de casos, não tem idade certa, mas o diagnóstico foi muito banalizado. Então hoje, por exemplo, a gente recebe pacientes que estão passando por um processo de luto, que é lento, demorado e que chega com um diagnóstico de depressão, porém, embora os sintomas sejam parecidos, são casos diferentes”. Outro exemplo citado pela psicóloga são casos de ansiedade na adolescência. “Tenho pacientes que chegam com casos de ansiedade, que é comum e inclusive recebo vários adolescentes com transtorno de ansiedade e que vem com diagnóstico de depressão. Para encaminhar o médico coloca ali como um transtorno depressivo, mas nem sempre se enquadram”. Ana Cristina Pedroso salienta que o diagnóstico de transtorno depressivo tem critérios bem definidos a serem considerados pelos profissionais médicos. “Depressão tem critérios bem definidos para ser diagnosticada e em se tratando do transtorno os casos são tratados. Casos

SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO E EM EMPRESAS DE SERVIÇOS CONTÁBEIS DE JOAÇABA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA - EDITAL DE CONVOCAÇÃO Pelo presente edital, ficam convocados todos os trabalhadores pertencentes à categoria profissional dos Empregados no Comércio Varejista e Atacadista, e Cooperativas, associados ou não associados ao Sindicato dos Empregados no Comércio e em Empresas de Serviços Contábeis de Joaçaba, dos municípios de Campos Novos, Vargem, Zortéa, Abdon Batista, Brunópolis, Monte Carlo, Celso Ramos, Anita Garibaldi e Ibian, para comparecerem à ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÀRIA, nos seguintes dias, locais e horários, inclusive em sessões itinerantes pelos municípios da base territorial: - Dia 27/10/2017, em Campos Novos no Auditório da CDL Câmara de Dirigentes Lojista de Campos Novos, sito a rua: Coronel Pedro Carlos, 974 - Campos Novos, às 20h00min em primeira convocação, com 2/3 dos convocados e, às 20h30min em segunda convocação, com qualquer número de presentes; Dia 24/11/2017, em Monte Carlo no Auditório da CDL Câmara de Dirigentes Lojista de Monte Carlo, sito a rua: Domingos Rigo, 270 - Monte Carlo, às 19h00min em primeira convocação, com 2/3 dos convocados e, às 19h30min em segunda convocação, com qualquer número de presentes; Dia 29/11/2017, em Anita Garibaldi no Auditório da O CASA de Anita Garibaldi, sito a rua: Pedro Zampieri,171 - Centro - Anita Garibaldi, às 19h00min em primeira convocação, com 2/3 dos convocados e, às 19h30min em segunda convocação, com qualquer número de presentes; Para discutir e deliberar sobre a seguinte ORDEM DO DIA: 1º - CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO: discussão e aprovação das normas da Convenção Coletiva de Trabalho a ser firmada com Entidades Sindicais Patronais respectivas, para o período de 2018. 2º - DISSÍDIO COLETIVO: no caso de insucesso nas negociações da Convenção Coletiva de Trabalho, poderes para a Diretoria requerer a instauração de Dissídio Coletivo perante a Justiça do Trabalho. Poderes para realizar acordos, em juízo ou fora dele. 3º - CONTRIBUIÇÃO NEGOCIAL – Discussão e deliberação sobre contribuição negocial a ser aprovada livre e democraticamente, pelos trabalhadores associados e não associados, cumprindo a prerrogativa da Assembleia Geral dos Trabalhadores de estabelecer contribuições conforme art. 513, alínea “e”, c/c art. 462 e 545 ambos da CLT e inciso V do art. 8º da Constituição Federal de 1988. As deliberações serão adotadas por escrutínio secreto e a assembleia será realizada nos termos do artigo 524, letra “e” e artigo 612 da CLT. Joaçaba (SC), 05 de Outubro de 2017. Edson Paulo Damin - Presidente

Ana Cristina Pedroso

mais leves são tratados por meio da Secretaria de Saúde, casos mais graves quando envolvem idealização suicida ou tentativa de suicídio, são encaminhados para o Caps ou um profissional de saúde mental para que o tratamento seja adequado com a devida medicação. Os casos que chegam e constatamos como depressão em duas ou três sessões de terapia, a medicação é associada”.

Sintomas devem ser observados A psicóloga Ana Cristina Pedroso alertou também para os sintomas de depressão que devem ser observados. “Tem um tempo mínimo de sintomas que são de duas semanas e tem que apresentar mudanças no funcionamento do dia a dia, mudanças de rotinas que sejam perceptíveis”. Entre os sintomas da depressão estão: Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia; Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas; Diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis; Desinteresse, falta de motivação e apatia; Falta de vontade e indecisão; Sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio; Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte. A pessoa pode desejar morrer, planejar uma forma de morrer ou tentar suicídio. Pode ainda apresentar uma interpretação distorcida e negativa da realidade, que tudo é visto sob a ótica depressiva,

um tom “cinzento” para si, os outros e o seu mundo, tem dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento. Pode apresentar também diminuição da libido e do desempenho sexual (pode até manter atividade sexual, mas sem a conotação prazerosa habitual). Pode ter perda ou aumento do apetite e do peso, insônia (dificuldade de conciliar o sono, múltiplos despertares ou sensação de sono muito superficial), despertar matinal precoce (geralmente duas horas antes do horário habitual) ou, menos frequentemente, aumento do sono (dorme demais e mesmo assim fica com sono a maior parte do tempo). A depressão pode se manifestar ainda com dores e outros sintomas físicos não justificados por problemas médicos, como dores de barriga, má digestão, azia, diarreia, constipação, flatulência, tensão na nuca e nos ombros, dor de cabeça ou no corpo, sensação de corpo pesado ou de pressão no peito, entre outros.

Fatores de risco e prevenção A tristeza é um sentimento comum ao ser humano, assim como a felicidade e sensação de bem estar. Nem sempre a tristeza está ligada à depressão e pode estar presente em processos de luto, perda de pessoas significativas, perda de emprego, fim de um relacionamento, diagnóstico de doença grave em ente querido, entre outros. Nestes casos, é mais que natural que a pessoa sinta-se triste e tenha um tempo para compreender a situação e se reestruturar. Alguns fatores de risco e de prevenção para a depressão também foram comentados pela psicóloga Ana. “A tendência da gente precisar dar conta do mundo em pouco tempo. Você acaba lidando com a frustração porque não se tem tempo para fazer as coisas bem feitas, não consegue aproveitar da forma como deveria. Muitas vezes não sobra tempo para o lazer, que deveria ser uma prioridade. Questões da alimentação e exercício físico são muito importantes e a pessoa muitas vezes na rotina se obriga a deixar isso como se fosse um extra e vai aparecendo a doença. A depressão não tem uma causa específica, um motivo claro, simplesmente vai acontecendo, mas acredito que muito que vem da rotina da gente, do dia a dia e acaba gerando o transtorno. É preciso priorizar os cuidados consigo mesmo e não banalizar a vida. É muito mais difícil que a pessoa fique doente tendo uma vida equilibrada”, alertou a profissional.


12

Educação

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

O Celeiro

Projeto Escola no Campo 2017 está na reta final. Foto: Divulgação/Coocam

Dia do Teatro já foi realizado e na próxima semana acontecem as avaliações nas escolas participantes. O encerramento será dia 09 de novembro, em Campos Novos. A 14ª edição do Projeto Escola no Campo, evento de conscientização e educação ambiental realizado pela Cooperativa Agropecuária Camponovense (Coocam) e a Multinacional Syngenta, com apoio da Fundação Abrinq, está acontecendo na região de Campos Novos. Em 2017 são mais de 500 alunos participantes – de 4º, 5º e 6º anos do Ensino Fundamental de quinze escolas do interior, de sete municípios de abrangência da Coocam. A 14ª edição iniciou no mês de junho e encerra no mês de novembro. Durante esse período diversas atividades extracurriculares estão sendo realizadas pelos alunos com orientação dos profissionais das escolas e a participação dos pais. A iniciativa é voltada para melhorias na saúde, segurança alimentar, agricultura, entre outras áreas. De acordo com Cristiane Moro, coordenadora do Projeto, as ações estão sendo cumpridas em todas as escolas. Hortas escolares, com plantio de verduras de forma sustentável e corretamente ecológica e palestras, com a participação dos pais e trabalhos em sala de aula, como complemento nas disciplinas curriculares, são exemplos de atividades desempenhadas neste ano. “Notamos que todos os municípios que aceitaram nosso convite para a 14ª edição, abraçaram a causa e estão muito dedicados ao Projeto”. Em 2017 a Fundação Abrinq reformulou todo o material didático, acres-

Na opinião do prefeito de Lebon Régis, Douglas Mello, o Projeto faz a diferença na vida das pessoas do município, especialmente das crianças. “Estamos participando do Projeto desde 2005 e é notável o quanto as pessoas estão mais conscientes da importância da preservação do meio em que vivemos. Parabéns Coocam e Syngenta pelo belo trabalho desenvolvido em nossas comunidades”, disse o prefeito. Em 2017, os municípios de Campos Novos, Celso Ramos, Fraiburgo, Ibiam, Lebon Régis, São Cristovão do Sul e Zortéa estão participando do Escola no Campo.

Avaliações

centando novas temáticas com ênfase nas questões dos direitos e cidadania dos alunos. O Projeto leva educação ambiental de qualidade, abordando temas como sustentabilidade e trabalho infantil. Com auxílio do material didático os alunos estão desenvolvendo atividades práticas e teóricas, refletindo avanços para um mundo melhor e mais sustentável.

Dia do teatro Na última semana Cristiane Moro, juntamente com a equipe do Grupo Teatral Piliquinha visitaram os municípios participantes do Projeto Escola no Campo, levando para as crianças a peça de teatro "A menina que desenhava". Baseada na obra literária de Márcia Hazin, a peça percorre caminhos de uma cidade em busca de cores e sorrisos. A protagonista do enredo mostra que é possível uma cidade crescer e progredir sem destruir o meio ambiente. De acordo com a coorde-

Participe da Romaria de Nossa Senhora Aparecida dia 12 de outubro, Aparecida em Fé 40 anos, no Santuário Nossa Senhora Aparecida , Campos Novos -SC. Participe da grandiosa festa em honra Nossa Senhora Aparecida, na Capela Aparecidinha, Fazenda Aparecida. Dia 14 de janeiro 2018, com santa missa ás 10 hrs, ao meio dia suculento churrasco, com saladas, cucas , bolos e bebidas em geral, a tarde o tradicional “Encontro Dos Gaiteiros”.

nadora do Projeto, o Dia do Teatro é um incentivo aos alunos, mostrando o quanto é importante contribuir com o meio ambiente. “A peça teatral mostrou às crianças o quanto o mundo pode ser mais colorido e mais bonito e, para isso, as boas atitudes e ações conscientes fazem a diferença”, enfatiza. Cristiane ressalta ainda a importância do trabalho coletivo, observando que autoridades dos municípios visitados estão acompanhando o Projeto Escola no Campo. No Dia do Teatro ela pode perceber a grandiosidade e amplitude do Projeto nas comunidades inseridas. “Além dos profissionais e alunos, nós temos a presença de prefeitos, secretárias de educação e representantes de secretarias de agricultura. Estamos vendo que as autoridades apoiam e também notam essa mudança que o projeto leva nas comunidades. Não é um projeto somente de escolas é um projeto de municípios”, orgulha-se.

A próxima etapa acontece ainda nesse mês de outubro, com as avaliações dos alunos e das escolas. “Neste dia estaremos contabilizando o que cada escola fez, as mudanças obtidas e também estaremos aplicando o voo do conhecimento, um teste para os alunos sobre a apostila. Estaremos avaliando o que eles conseguiram aprender com o Projeto”, explica Cristiane. No dia 09 de novembro acontece a formatura dos alunos, com a entrega do certificado de Agentes Ambientais, tornando-os multiplicadores de bons exemplos e cidadãos conscientes sobre a importância de preservar o meio ambiente. Nesta data acontecem as apresentações culturais e premiações das escolas com maior pontuação geral e alunos destaques nos Concursos de desenhos e frases. Um dia de confraternização e comemoração. Desde 2003, mais de oito mil crianças e adolescentes de escolas do interior, onde a Coocam atua, já foram diplomadas. *Com informações Asessoria de Comunicação Coocam.


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

O Celeiro

13

da Cultura

Ano 2 - Edição: 63, Campos Novos, Quinta-feira, 12 de Outubro de 2017

Um espetáculo de inclusão social e

promoção cultural


O Celeiro da Cultura 14

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

O Celeiro

Um espetáculo de inclusão social e promoção cultural

Foto: Bruna Fagundes/O Celeiro

Sem fins lucrativos e apoiadores fixos, o Coral e Orquestra Sinfônica de Lages se apresentaram em Campos Novos e encantaram o público presente. Com um repertório repleto de emoção, encantamento, poesia, brilhantismo e verdadeiras apresentações de gala, o Coral & Orquestra Sinfônica de Lages conta com 76 integrantes com idade entre

16 e 81 anos e atua há 10 anos, com um repertório eclético que vai de encontro ao público. Regida pelo Maestro Joed Jaffer Ferreira de Mello, a Orquestra Sinfônica de Lages iniciou suas atividades em 2008 com os primeiros encontros e ensaios até a realização do Concerto de Inauguração que ocorreu no mês outubro daquele ano. "A ideia teve seu ponto inicial quando fui morar na cidade de Lages no ano de 2007,

Imagem meramente ilustrativa.

concretizando a idade em 2008 com ensaios tanto orquestra e coral, bem como o concerto de inauguração", lembra o maestro. Ao longo dos últimos anos o grupo se apresentou em várias festividades e acontecimentos culturais, como Encontro de Corais, Festa do Pinhão, Noites Culturais, Concertos Natalinos e também em outros municípios no estado de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. "A Orquestra

* Último ano da Educação Infantil.

FISK CAMPOS NOVOS | Tel.: 3541-2930 | Rua Duque de Caxias, 151

Sinfônica de Lages vêm trabalhando no sentido de ampliar e redimensionar a arte musical no município e região com trabalhos de inclusão social, sociabilização e promoção cultural, além de descobrir talentos ocultos inseridos na sociedade", ressalta Joed Jaffer Ferreira de Mello. De acordo com Maestro Joed, junto à Orquestra foi criada a Associação Orquestra Sinfônica Músicos Voluntários de Lages dando maior agilidade e credibi-


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017 QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

lidade com a diretoria e componentes. Além da Orquestra a Associação conta também com um grupo de Canto Coral Misto (quatro vozes). Atualmente conta com 37 componentes (Orquestra) e 37 componentes (Coral), trabalhando voluntariamente e divulgando a arte musical. “Por ser uma Associação de Músicos diferenciada das demais, sem vínculos, a orquestra vem buscando junto às empresas e órgãos públicos apoio para suprir suas necessidades não só de seus integrantes, bem como para manutenção do instrumental e a divulgação de eventos para comunidade em geral. Não possuímos nenhum patrocínio fixo. Para os concertos Itinerantes que estão ocorrendo em 2017, nosso principal incentivador e patrocinador é a ENERCAN", comenta o Maestro. O objetivo é levar a música instrumental a todos os públicos. "Nosso principal objetivo é oportunizar a música instrumental e canto coral para todos de forma gratuita. Além de trabalhar na formação de plateia atendendo também pontos como a inclusão social e sociabilização. Junto à Associação possuímos a Escola de Música da Orquestra Sinfônica atendendo a todos com aulas particulares e bolsas para àqueles que não possuem condições financeiras para aprender um instrumento musical. Nossos alunos iniciam com a idade mínima de 02 anos, não havendo idade máxima, basta apenas querer e estar ali para aprender e desenvolver seu talento", finalizou Joed Jaffer Ferreira de Mello. Em Campos Novos o Coral e Orquestra Sinfônica de Lages se apresentou na noite de sábado, 07 de outubro no Clube Sete de Setembro pelo Concerto Lemniscata, “A Música no Infinito”. A abertura do evento ficou por conta do projeto Lapidando Talentos, com apresentação da Orquestra Sanfoclássica, sob coordenação dos professores Rafael Fachin, Ismael Pacheco e Maurício Castelli. O projeto da Orquestra tem o patrocínio da ENERCAN - Campos Novos Energia S.A e produção cultural do Instituto Humaniza atendendo 80 crianças. Já a Orquestra Sinfônica de Lages envolveu o público ao som da música erudita nos ritmos que foram desde a clássico, o MPB e a música gaúcha.

15 O Celeiro da Cultura Fotos: Bruna Fagundes/O Celeiro


16

evento, que marca profundamente a preparação espiritual. E neste dia 12, é uma verdadeira multidão que nos encanta e emociona. É um momento de piedade popular, devoção e ação de graças. Campos Novos reúne a maior concentração de devotos em um único dia, aproximando-se, assemelhando-se ao que acontece lá em Aparecida, São Paulo, neste dia 12 de outubro”. Maria foi a primeira discípula de Jesus e nos chama sempre a praticar o amor e a fé em Jesus Cristo. “Deus a escolheu para ser essa pessoa tão importante na vida cristã, é a primeira discípula de Jesus, para que também nós nos tornemos discípulos e discípulas de Jesus, que traz a nós a essência do amor e da misericórdia de Deus”, afirmou Dom Mario, que desde 2011 tem acompanhado a romaria em Campos Novos. Uma grande estrutura foi preparada para acolher os milhares de romeiros em Campos Novos para 40ª Romaria ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida, praticamente triplicando a população do município. Perto de 500 voluntários contribuíram para que a grandiosidade do evento religioso, principal referência de fé à Virgem Maria em todo o Sul do Brasil.

Foto: Felipe Götz/Romaria 2014

“Uma referência de mãe, uma ligação de fé, de amor, de respeito, de carinho, de manifestação forte no coração do nosso povo brasileiro. Todos tem um apreço especial a Nossa Senhora Aparecida, porque ela toca os nossos corações. Ela é mãe e nunca desampara seus filhos e filhas”. As palavras são do Bispo Diocesano Dom Mario Marquez e refletem a identificação dos milhares de romeiros que se deslocaram a Campos Novos neste dia 12 de outubro, para render homenagens a Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Mais uma vez Campos Novos é palco de uma das maiores demonstrações de fé e devoção à Virgem Maria neste evento que se assemelha à romaria nacional de Aparecida, destacou o Bispo Diocesano. Milhares de fiéis rendem graças à mãe de Jesus, agradecem e renovam seus pedidos por uma vida mais digna. “A romaria de Campos Novos é o que mais reúne fiéis em um único local em Santa Catarina, considerada a romaria de Santa Catarina no sentido de maior aglomeração no dia de Nossa Senhora Aparecida. Tenho percebido que a devoção a Nossa Senhora Aparecida tem aumentado a cada ano em Campos Novos e em particular a novena que é celebrada em preparação ao

O Celeiro O Celeiro da Cultura

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

Bispo Dom Mario Marquez

300 anos de bênçãos Neste mês também celebramos o tricentenário do milagroso encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nas águas do Rio Paraíba do Sul. Ainda hoje, na celebração dos 300 anos de bênçãos, é certo que Nossa Senhora da Conceição Aparecida, continua, como nas Bodas de Caná, a repetir a seu Filho o que cada brasileiro (a) mais precisa. E Ele, certamente, a atende. Já a nós ela pede: “Fazei tudo

o que ele vos disser”. Para celebrar o tricentenário, desde o ano passado replicas da imagem da mãe peregrina percorrem as dioceses do Brasil. “Então a imagem percorreu todas as paróquias e algumas comunidades da nossa Diocese e a imagem que nós recebemos permaneceu na Diocese e está na Catedral de Joaçaba. É uma replica da imagem de Nossa Senhora Aparecida”, concluiu o bispo.


O Celeiro

Publicidade

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

I N S T I T U T O

13 17


14 18

Educação

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

O Celeiro

Campos Novos de tantas belezas Fotos: Divulgação/Centro Educacional Potencial

Conhecer os distritos de Campos Novos vem deixando maravilhados educandos do Centro Educacional Potencial Campos Novos, que completou 136 anos em 2017, é de uma história surpreendente, de personagens diversos - índios, europeus, migrantes, refugiados da Guerra do Contestado, tropeiros, quilombolas que ajudaram a construir o seu perfil multicultural e de diversidade étnica. Elevado à categoria de município em 1881, hoje destaca-se nacionalmente na produção de grãos, geração de tecnologia, exportação de conhecimento em agricultura e pecuária, além de ser berço de camponovenses que alçaram voos longos e ganham o mundo fazendo a diferença. Tendo como limites geográficos os municípios de Erval Velho, Ibiam e Monte Carlo ao Norte; o Estado do Rio Grande do Sul, Celso Ramos e Anita Garibaldi ao Sul; Vargem, Brunópolis e Abdon Batista a Leste; Capinzal, Zortéa, Ouro, Herval d’Oeste e Lacerdópolis a Oeste, Campos Novos surpreende por sua extensão. Além do 1º distrito (sede), Campos Novos em seu extenso território, tem outros sete distritos: Espinilho, Dal Pai, Guarani, Ibicuí, Bela Vista, Encruzilhada e Barra do Leão, os quais encantam por suas belezas naturais e marcos históricos, apontando para a necessidade de explorá-los turisticamente de forma sustentável, a fim de que se preserve a história, a cultura de pequenos agrupamentos, além de garantir renda e desenvolvimento para essas comunidades. Não por acaso, os distritos foram escolhidos como objeto de estudo da turma do 3º

ano do Ensino Fundamental I, do Centro Educacional Potencial, neste que é o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, no qual a escola desenvolve o Projeto Anual “Desbravar para conhecer, desenvolver sem destruir”. A educadora Cristiane Machado, com o auxílio da educadora auxiliar Marieli de Melo, vem cautelosamente estudando a história, a geografia e o perfil sócio, político e cultural do município e seus distritos desde o primeiro semestre, de forma que se aborde a temática do projeto anual, turismo sustentável, transversalmente dentro das diferentes disciplinas conseguindo proporcionar aos educandos uma percepção das potencialidades turísticas de diferentes localidades, bem como o desenvolvimento de habilidades de observação, análise, registro, incentivando o desbravamento consciente, responsável e engajado. A primeira saída de campo foi ao distrito de Dal Pai. No dia 22 de setembro, as descobertas foram muitas e iniciaram na Linha Boa Esperança, com uma visitação à Empresa Coperboa, ocasião em que o Presidente dessa Cooperativa, Nei Remi Rigo, proporcionou uma vivência de turismo técnico-científico, já que as crianças tiveram acesso a conhecimento gerado ali, assim como saberes relacionados ao setor primário, estrutura física necessária para análise e armazenamento de sementes e a história da empresa. Dali, partiram para a Escola de Ensino Fundamental Rafael Dal Pai, onde foram recepcionados pela Diretora Raquel Foscarini e as educadoras Jaqueline Ribeiro, pedagoga responsável pelo 3º ano do Ensino Fundamental I, e Risoní Dias,

educadora física daquela escola e também do Centro Educacional Potencial, as quais, com as crianças do 3º ano, haviam preparado uma linda apresentação para favorecer a interação entre as duas turmas e criar uma atmosfera de amizade e respeito, já que passariam a tarde toda juntos conhecendo vários pontos do distrito de Dal Pai: a Igreja, as casas, o que restou da antiga madeireira, além da linda cachoeira que é, sem dúvida, um belo cartão postal da localidade, com um potencial turístico inegável. Outro distrito já desbravado foi o de Ibicuí. Na última quinta-feira, 5 de outubro, os educandos do 3º ano partiram em busca de conhecimento sobre essa localidade. Primeiramente, conheceram a Escola de Educação Básica José Faria Neto, onde, recepcionados por todos os educandos de lá, puderam apreciar momentos lindos com muita música, canto e alegria. Um verdadeiro evento foi pensado com muito carinho pela Diretora Cristiane Padilha, a educadora Maria Mafalda Cassaniga, do 3º ano, e todo o grupo de educadores. Isso garantiu aos pequenos do Potencial vivenciar um pouco da dinâmica de outra escola. Em seguida, acompanhados pelo Sr. Alfredo Antunes, uma liderança do distrito, visitaram a Capela Santa Catarina, desceram as famosas escadarias e chegaram ao Centro de Educação Infantil Municipal Professora Audete Paz Antunes, antiga Creche Cebolinha. Lá, a responsável por fazer germinar o sonho de uma creche no Ibicuí, nos idos anos 80, Cleuza Padilha Valandro, contou muitas histórias que valeriam um livro. Depois, as crianças foram calorosamente recepcionadas na empresa Iguaçu Celulose, Pa-

pel S.A. pela analista de recursos humanos Daniela Morais, a colaboradora de muitos anos Rose Mari Reginatto e o gerente industrial, Roberto de Costa, os quais gentilmente falaram sobre o histórico da empresa, seu papel no desenvolvimento do distrito e sobre sua produção. Todos ficaram encantados com tantas máquinas, movimento e velocidade na geração de papel ao conhecer a linha de produção. Terminada a visitação, partiram para uma linda cachoeira as proximidades; fizeram um piquenique, correram, brincaram e apreciaram a tranquilidade daquela clareira no meio da mata nativa. Por fim, seguiram viagem, fizeram uma parada rápida no Pesque-Pague São Jorge, lugar belíssimo, e pararam na propriedade de Oilson e Vera Wagner, os quais ajudaram a fechar o dia com chave de ouro, com um lanche delicioso embaixo das árvores, à beira de um grande lago, ao som relaxante de folhas se movendo, animais em seu habitat natural e muita paz. Para a educadora Cristiane, cada passeio é uma emoção nova que vai surgindo no peito, com as crianças amadurecendo e crescendo em contato com o novo, valorizando os novos amigos, aprendendo o porquê de se preservar ao conhecer, de deixar apenas pegadas, nada mais que pegadas. Ideia consonante com a da gestora do Projeto Anual, Nazira Mansur Elias, a qual, por acompanhar cada um dos passeios, afirma a certeza de que, a cada ação, nascem novas pessoas dessas vivências transformadoras. E torce para que, em cada criança, germine a semente plantada agora, para que, no futuro, os investimentos em turismo sustentável sejam uma bela realidade!


O Celeiro

RCN - 439 Edição de Outubro 2017 Semana II

15 19

Notícias

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

rcn@adjorisc.com.br

adjorisc adjori

SC

A notícia que você lê aqui, mais de 800 mil pessoas também leem em toda Santa Catarina

ENTREVISTA: JULIO CESAR MARCELLINO JR., PRESIDENTE DA JUCESC

“Este momento consolida uma virada de época” A abertura de empresas catarinenses ficará mais simplificada e o trâmite passará a durar a metade do tempo, com o lançamento da versão digital da Junta Comercial do Estado de Santa Catarina (Jucesc). Confira a entrevista com o presidente da Junta sobre o assunto Rede Catarinense de Notícias - A Junta Comercial do Estado de Santa Catarina tem 124 anos e 2017 marca uma grande revolução no trabalho de vocês. O senhor poderia falar um pouco mais sobre isso? Julio Cesar Marcellino Jr. – De fato, na Junta Comercial, vivemos um momento especial. A gente está, agora, em vias de implantação no novo programa Jucesc Digital, pensada e idealizada pelo governador Raimundo Colombo, para simplificar e facilitar a vida de quem empreende em Santa Catarina. A Jucesc Digital consiste em transformar o operacional para a abertura de uma empresa. Hoje, para alguém abrir uma empresa, precisa juntar uma série de documentos comprobatórios e ir até um dos 57 balcões da junta espalhados pelo Estado, abrir o processo, ter a sua tramitação e esperar a resposta que, de

MURICI BALBINOT

regra, se dava por meio de papel. A partir da Junta Digital isso não será mais necessário. Será possível abrir o seu negócio a partir de casa, do escritório, bastando que o interessado tenha acesso à internet e computador e que tenha o assinador digital (ou assinatura digital, ou certificação digital), que hoje em dia pode-se conseguir com muita facilidade, a baixo custo, em empresas e entidades. RCN - Quanto tempo levava esse processo e quanto tempo passará a levar? Marcellino – Atualmente, o processo todo, em via de papel, presencial, envolve uma tramitação de nove etapas, desde o protocolo, distribuição, análise, cadastro, expedição e arquivamento final. Com a Junta Digital, a gente compacta isso para praticamente três etapas: então, hoje, na Junta Comercial, uma

empresa de baixa complexidade leva em torno de duas horas para ser aberta. De alta complexidade, até 48 horas. Com a Junta Digital, tivemos uma redução de 50% do tempo. Agora, uma empresa de baixa complexidade – o que compreende 90% dos negócios catarinenses – pode ser aberta em uma hora. RCN – É um novo momento para a Jucesc... Marcellino - Novamente somos pioneiros dando essa virada de era, nessa nova fase digital. Com a Junta Digital, com a compactação de setores, com a economia que teremos internamente com essa nova ferramenta, gradativamente também conseguiremos oferecer benefício financeiro com a redução do custeio dessas taxas. Inclusive num futuro breve, muitos serviços poderão ser oferecidos até mesmo sem custo ao usuário.

Certificação para o turismo Florianópolis vai receber em outubro e novembro a 1ª Certificação Tourqual, plataforma inédita de avaliação da qualidade dos serviços e experiências turísticas. O curso serve para capacitar profissionais liberais, consultores e pessoas interessadas em atuar com o protocolo em todo o país. A certificação será realizada nos dias 20 e 21 de outubro e 10 e 11 de novembro, na Fecomércio/SC, com carga horária de 30 horas, sob a coordenação do professor Tiago Savi Mondo, criador da ferramenta. A Federação é a operadora oficial do Tourqual e utiliza o protocolo desde 2016. A plataforma já foi utilizada em eventos como as Olimpíadas Rio 2016, Oktoberfest e Festa do Pinhão, locais como Jardim Botânico de Curitiba, Beto Carrero World, Mercado Público de Florianópolis, entre outras 40 organizações.

Federações empresariais de Santa Catarina lançam manifesto pelas reformas O Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (COFEM) lançou o “Manifesto do Setor Produtivo de Santa Catarina por um Novo Brasil”. O texto do documento destaca que em meio à mais longa e profunda recessão da história recente do País, associada à crise sem precedentes no campo político, ético e social, a credibilidade dos Poderes constituídos encontra-se profundamente abalada. O COFEM é composto pela FIESC, FECOMÉRCIO, FAESC, FETRANCESC, FACISC, FAMPESC e FCDL.

SENAI oferece 7,3 mil vagas em cursos

FIESC apoia Certificação Social da Alesc

O SENAI/SC tem inscrições abertas para 7,3 mil vagas em cursos técnicos, superiores de tecnologia e ensino médio, em 42 cidades de SC. Levantamento do SENAI mostra que 80% dos egressos de seus cursos técnicos estão empregados poucos meses depois. Informações pelo site www.sc.senai.br/cursos.

O presidente da FIESC, Glauco José Côrte, assinou na Alesc protocolo de intenções que firma cooperação técnica e cultural para a execução de ações do Programa Certificação de Responsabilidade Social - Troféu Destaque SC. A iniciativa, é coordenada por uma comissão mista, composta por 15 entidades.

Assessoria de Imprensa FIESC: f (48) 3231 4670 w www.fiesc.com.br


16 20

Comunidade

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

O Celeiro

Mulher Viver Sem Violência Parcerias levam orientações e ações para prevenção e combate à violência contra a mulher em Campos Novos. Com o terceiro encontro realizado no último dia 27 de dezembro, numa iniciativa da Secretaria Municipal de Assistência Social, está sendo desenvolvido junto às mulheres da zona rural de Campos Novos, o Programa Mulher Viver Sem Violência. De origem do Governo do Estado, o programa vem sendo implementado no município, levando ações e orientações que visam prevenção e o combate à violência contra a mulher, tendo a parceria das Secretarias de Saúde, Agricultura e

do Esporte e Lazer, Centro de Referência em Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), Rede Feminina de Combate ao Câncer e das Polícias Civil e Militar, por meio de uma policial militar e da psicóloga policial civil. As mulheres que participam recebem esclarecimentos sobre as diversas formas de violência praticada contra a mulher, além de terem acesso a atividades físicas, aferição de pressão arterial e encaminhamentos médicos e odontológicos. A Secretária de Assistência Social, Celina Cassiano, informa que os encontros acontecem no período da tarde nas comunidades. Ela ressalta que a iniciativa surge da grande demanda de casos

de violência contra a mulher em Campos Novos. Na cidade, foi criado o Programa Flor de Lis, com o mesmo foco de prevenção e combate. “Visualizando esta demanda que nós temos em Campos Novos, principalmente aos finais de semana, sempre se noticiam casos de violência contra a mulher. Então a nossa preocupação é constante, tanto que nós estamos buscando ações conjuntas em várias áreas, uma delas é o Grupo Flor de Lis, coordenado pelo Creas e o Programa Viver Sem Violência que acontece no interior do município. Então nós aproveitamos o pontapé do estado que acendeu para nós este alerta”. Celina Cassiano enfatiza que por meio de uma conversa, as mulheres são esclarecidas sobre as formas de violência

no intuito de encorajá-las a quebrar este ciclo, além de fortalecer os vínculos familiares. “Ás vezes a mulher acha que a violência é apenas física, com tapas, socos e ela não entende que existe uma violência psicólogica, que pode se configurar no ato do homem não deixa-la sair de casa, no fato de segurar a remuneração da mulher, pois todos sabem que as mulheres rurais também são autossuficientes, vendem artesanato, compotas e ainda atuam na atividade rural. Então por meio do Cras estamos levando essas informações sobre o que consiste a violência contra a mulher. Também tentamos emponderar a mulher para que ela saia do ciclo de violência, porque muitas não querem se separar do marido, então neste sentido fortalecemos

TESTE TESTE TESTE TESTE TESTE TESTE TESTE TESTE


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

Celina Cassiano

os laços familiares, orientamos e se a família desejar permanecer junta, damos o acompanhamento necessário”. Já as polícias civil e militar buscam nos encontros aproximar mais as instituições da comunidade, para que as mulheres se sintam seguras em denunciar qualquer tipo de violência que por ventura sejam vítimas. “O ideal é que as mulheres saiam do ciclo de violência, se imponham em seus relacionamentos e fiquem num grau de igualdade com seus companheiros”, concluiu Secretária Celina. O próximo e último encontro do ano do Programa Mulher Viver Sem Violência acontece na comunidade do São Francisco, a partir das 14hs, em 19 de outubro. A ação será permanente, com 5 a 6 encontros anuais.

de violência doméstica praticada contra a mulher em Campos Novos neste ano de 2017. A Polícia Militar registrou em 2017 145 ocorrências, sendo 39 com a prisão do agressor em flagrante, em outras 106 o agressor se evadiu. Em 2016, no mesmo período, foram registradas 101 ocorrências, com 56 agressores presos em flagrante e 46 que se evadiram. Dos 39 agressores presos em flagrante, o maior número de prisões, 15, aconteceu entre as 18 e 23hs, seguido de 14 prisões entre as 12 e às 17hs, 6 prisões entre às 06 e às 11hs e 4 entre a 00h e 05hs da madrugada. Em relação aos dias da semana, se verificou que o maior número das prisões em flagrante ocorreu no domingo e na quarta-feira, com 23,08%. O maior número de agressores que se evadiu também se concentra no domingo, com 20,75%, seguido do sábado, com 18,87%. Já o horário com maior número de ocorrências de agressores que se evadiram, somando 48, foi das 18 às 23hs. O maior número de ocorrências tanto de agressores presos em flagrante quanto dos que se evadiram foram registradas na residência

Os números da violência contra a mulher em Campos Novos Nossa reportagem levantou junto às Polícias Civil e Militar as ocorrências

Luis Eduardo Machado Cordova

1º Baile Kerb no clube Aqua Camponovense organizado pelo Grupo amigos do Fandango e Comunidade Luterana, no dia 14 de Outubro com inicio as 22:00h animado pela Banda Arenhart. Venda de mesas com Lucimar 98864-3516 e Vera 98806-3440 e 35441023. Participe!

Comunidade das vítimas. Na DPCAMI (Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso), foram instaurados 44 inquéritos policiais em 2017 de lesões corporais contra a mulher, 33 ocorrências de ameaças, 2 casos de estupro, uma tentativa de estupro, um homicídio consumado, duas tentativas de homicídio, um sequestro de uma menina, 6 vias de fato e 9 procedimentos de crime contra a honra (injúria, calúnia e difamação). Quanto aos registros de ameaça, o Delegado responsável pela DPCAMI, Luis Eduardo Machado Cordova, acredita que o número é superior superando 100 casos no ano, tendo em vista que neste crime há possibilidade de desistência da mulher do registro da ocorrência. “O principal número de casos de violência contra a mulher na DPCAMI, diz respeito a lesões, ameaças e crimes contra a honra. Reforçando que o crime de ameaça é em maior número, porém, em muitos casos a mulher prefere que o procedimento não seja instaurado”, esclareceu o delegado. Delegado Luis Eduardo esclarece também que a parceria estabelecida com o Creas para acompanhamento das mulheres vítimas de violência, tem como foco principal o restabelecimento familiar. “O objetivo é sempre restabelecer a estrutura familiar, a harmonia dentro do lar, porque a parte criminal com encaminhamento do inquérito policial para o fórum ocasiona as consequências criminais ao agressor, mas o abalo ocasionado na família só com acompanhamento social posterior para minimizar”. O Delegado alertou também para a necessidade da mulher agredida fazer o exame de corpo de delito junto ao Instituto Geral de Perícias, a fim de facilitar a materialidade da agressão e punição do agressor. A psicóloga policial civil, Barba-

17 21 Fotos: Bruna Fagundes/O Celeiro

Barbara Redante

ra Redante, esclarece que os boletins de ocorrência são registrados na própria DPCAMI, onde as mulheres são acolhidas e ouvidas, com encaminhamento posterior ao Creas para acompanhamento, a fim de cessar o ciclo da violência. A psicóloga relata que na maioria dos casos de agressão, já existe um histórico de violência praticado contra a mulher. “A maioria das mulheres são dependentes financeiramente do marido, tem uma estima muito baixa, numa visão que não vão conseguir sair deste ciclo. Às vezes há histórico de violência na família de origem e elas acham normal a mulher ser agredida. É bem difícil que o registro na delegacia seja da primeira agressão, geralmente já vem de um ciclo. Além da violência física, há muitos casos de violência psicológica”. Barbara Redante relata também que grande parte das agressões está relacionada ao alcoolismo. A psicóloga reforçou ainda a importância da prática da violência ser denunciada. A denúncia pode ser feita por meio do telefone 181 ou na própria DPCAMI.


18 22

Geral

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

O Celeiro

Definida para 11 de novembro eleição da nova diretoria do Sindicampos Assembleia foi realizada na última semana e ato democrático deve garantir uma eleição tranquila. A Assembleia Geral realizada na noite de quinta-feira (05), reuniu aproximadamente 400 Associados do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindicampos), no Centro Comunitário do Conjunto Habitacional Morada do Sol. Durante o encontro ficou definida para o próximo dia 11 de novembro das 10h às 16h na sede do sindicato, a eleição para escolha da nova diretoria da entidade sindical que representa a classe. A assembleia foi convocada devido à necessidade da sua realização, tendo em vista que não há qualquer decisão judicial que mantenha a diretoria 2015/2017, com mandato encerrado, à frente do Sindicato. De acordo com Pedro Ribas, advogado do candidato Edmilson de Lima, a eleição da nova diretoria convocada anteriormente em junho pela diretoria 2015/2017, foi suspensa pelo juiz da 2ª área cível da Comarca de Campos Novos, Juliano Schneider de Souza, que deferiu mandado de segurança impetrado na épo-

ca por Edemilson de Lima, candidato da chapa número 2, inscrita para disputar a eleição que ocorreria em 24 de junho. A chapa 1, era encabeçada por Ivo Moreira, que concorre à reeleição para mais uma gestão frente ao Sindicato. “Agora vamos ter a eleição mais democrática possível. Acredito que dessa vez foi respeitado o que prevê o estatuto e com base nisso e com um consenso das duas chapas, ambas aceitaram data horário ficou tudo ajustado hoje aqui perante todos associados acredito que não haja nenhuma restrição judicial ou extrajudicial que impeça a nova eleição”, ressaltou o advogado Pedro Ribas. Já para Mayck Fagundes, advogado do candidato Ivo Moreira, o que prevaleceu durante a Assembleia, foi a democracia. “O que houve aqui foi o êxito da democracia, essa avaliação que eu faço é independentemente dos questionamentos que um ou outro candidato teve durante todo esse período que passou, cada um tem as suas razões. Nós viemos e muito felizmente por intermédio de um acordo tudo se resolveu e não propriamente por uma deliberação imposta por ninguém. Que vença o melhor, o voto é que vai decidir qual é o destino a ser dado para o Sin-

Fotos: Bruna Fagundes/O Celeiro

Ivo Moreira

Edemilson de Lima

dicampos” enfatizou Mayck. O candidato Ivo Moreira assumiu que houve falhas do último edital e destacou que se eleito irá para o seu oitavo mandato, em que seguirá atuando em defesa dos servidores públicos. “Peço desculpas pelo atrapalho que teve nessa eleição porque como eu já falei em outras oportunidades, a eleição eu queria, eu tinha marcado. Não foi culpa minha por isso peço desculpas aos servidores nossos, colegas de trabalho. O nosso trabalho em prol do servidor, nosso colega sabe que é sério e honesto. Se eleito irei continuar defendendo o direito aos servidores públicos. Eu não tenho compro-

misso com ninguém, tenho compromisso com os servidores públicos e ação social e é isso que eu vou continuar fazendo”, salientou Ivo. Na oportunidade o candidato Edmilson de Lima enfatizou que se for eleito estará trabalhando para oferecer um plano de saúde aos associados. “A primeira coisa que a gente quer fazer e que vem há tempos se arrastando é um plano de saúde que a gente não tem, hoje são cerca de 1.065 associados. Então temos direito ao plano de saúde, ao invés de estar investindo em benfeitorias. Temos que ter algo que venha a beneficiar a saúde e a qualidade de vida dos nossos sócios”, destacou Edemilson.

Assine “O Celeiro” (49) 3541.0597


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

Administração Municipal entrega compensação financeira aos produtores rurais

Abdon Batista

19 23

Administração investe R$ 364 mil em caminhão caçamba novo e implementos agrícolas Fotos: Divulgação/PMAB

O prefeito Lucimar Antônio Salmoria, assinou no dia 28 de setembro com a Caixa Econômica Federal, importante contrato de repasse, de emenda parlamentar do Deputado Federal Valdir Colatto, no valor de R$ 250 mil e mais uma contrapartida de R$ 114 mil do município para aquisição de um caminhão caçamba novo e também implementos agrícolas. “Colocaremos as novas aquisições à disposição das associações do interior do nosso município e por consequência a disposição dos nossos agricultores, isso representa uma articulação positiva e que de fato nas nossas articulações junto aos deputados

O prefeito Lucimar Antônio Salmória e o Secretário Municipal de Agricultura Juliano Mecabô realizaram na última quinta-feira, 05, a entrega dos subsídios aos produtores rurais do município de Abdon Batista. Ao todo foram distribuídos 57 subsídios, sendo 26 no valor de R$ 400,00 que irão auxiliar na compra de câmara de aviários e fertilização de

solo e 31 no valor de R$ 250,00 subsídios para auxilio no frete do calcário. Segundo o prefeito Lucimar, de maneira direta os agricultores receberam parte do valor que eles ajudaram a arrecadar com seus impostos. "Assim nós vamos construindo uma alternativa viável de permanência do homem no campo . Estamos dando nossa parcela de contribuição", declarou.

federais se as nossas viagens à Brasília têm dado resultado, por que os recursos são para beneficiar nossa gente e melhorar as estruturas do nosso município”, enfatiza o prefeito Lucimar Salmória.

Grupo de Idosos participa de Missa no Santuário de Campos Novos O Grupo de Idosos Conviver de Abdon Batista participou na quinta-feira dia 05 de outubro, da Missa no Santuário de Nossa Senhora Aparecida em Campos Novos. O local é conhecido pelas grandes romarias que anualmente ocorrem, reunindo milhares de fiéis. Foi uma tarde de

muita emoção e fé. Na oportunidade o prefeito Lucimar Salmória acompanhou o grupo de visitantes. A viagem foi proporcionada pela Administração Municipal, por meio Secretaria Municipal de Assistência Social.


20 24

Informe Campos Novos

Unidade Odontológica do Sesc

A unidade já está instalada na Praça Arlindo Bess Bairro São Sebastião, em frente a rodoviária municipal e inicia os atendimentos gratuitos à população na terça-feira 17 de outubro de 2017. Todo e qualquer cidadão tem direito a atendimento e os agendamentos devem ocorrer nos postos de saúde do município, na própria Carreta do SESC ou pelo telefone 9 9980 0758. O Odonto SESC vai estar realizando atendimentos odontologicos na praça da rodoviária de segunda a sexta.

Campeonato Municipal Taça Sérgio Luzzi

A competição que contou com a participação de 8 equipes encerrou no sábado dia (07/10) na cancha do sitripel, com os seguintes resultado: >1° Clube 7A; >2° Clube 7B; >3° Coocam; >4° Pesque e Pague; O campeonato prestou homenagem ao já falecido Sérgio Luzzi que muito se destacou na modalidade participando de diversas competições a nível estadual, nacional e municipal.

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

O Celeiro

Responsabilidade Social

Alguns secretários, diretores e o vice-prefeito estiveram no dia (04/10) visitando a Usina Campos Novos agregando conhecimento em relação ao Programa de Responsabilidade Socioambiental. A equipe recebeu orientação quanto a elaboração e aprovação de projetos e a elaboração de novos projetos Orientações sobre execução e prestação de contas de projetos já aprovados.

Comemoração Dia do Professor

A Secretaria de Educação e seus parceiros promoveram no dia (06/10) um jantar alusivo ao dia do professor comemorado no próximo domingo dia (15). O evento aconteceu no Clube Sete de Setembro com a participação de profissionais das áreas do ensino infantil e fundamental, totalizando 392 presentes. A confraternização teve por objetivo valorizar cada vez mais esta classe. *Texto, Fotos e Informações: Assessoria de Imprensa/Prefeitura Municipal de Campos Novos


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

Celso Ramos

21 25

JECER é realizado em Celso Ramos Fotos: Divulgação/PMCR

A Prefeitura Municipal por meio da Secretaria Municipal de Educação, realizou no dia 09 de outubro os Jogos Escolares de Celso Ramos (JECER). Destinado aos alunos do ensino fundamental e médio do município, o evento ocorreu nas dependências do Ginásio de Esportes Cid Caesar de Almeida Pedroso e no Centro Comunitário Gasparino Muniz Correia, contando com as modalidades de voleibol e futsal. Atualmente o JECER se encontra em sua 5ª edição, sendo criado em 2012

por meio de uma parceria entre ENERCAN – Campos Novos Energia S.A. e Secretaria Municipal de Educação. Já neste ano de 2017, o evento foi realizado em comemoração ao Dia da Criança e objetivou proporcionar aos alunos a prática das modalidades de voleibol e futsal, de modo a viabilizar a formação integral por meio da prática esportiva. Conforme a equipe organizadora do evento, para os próximos anos, os jogos contarão também com as modalidades de basquetebol e handebol. Para as disputas esportivas da 5ª

edição do evento, as equipes participantes foram divididas nas seguintes categorias: Pré e 1º ano, 2º e 3º ano; 4º e 5º ano; 6º e 7º ano; 8º e 9º ano e Ensino Médio. Ao final das disputas, as equipes vencedoras receberam uma premiação advinda de recursos da Secretaria Municipal de Educação, composta por medalhas (ao 1º, 2º e 3º lugares) e troféus (ao 1º lugar). Também foi entregue uma medalha de participação aos alunos do Pré II, 1º e 2º ano. Para a Secretária Municipal de

Educação, Nilcéia Salette Spagnoli Pelozato, o evento foi um momento de alegria e diversão aos alunos, oportunidade uma integração social por meio do esporte, estimulando-os e potencializando o talento destes à prática do esporte de forma saudável. A Secretária deixou também um agradecimento à Administração Pública na pessoa do Prefeito Ondino, pelo apoio dado ao esporte e parabenizou o Coordenador de Educação Física, Anderson de Matia e a equipe de professores, que contribuíram para o evento acontecer.


22 26

Vargem

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

Epagri realiza reunião em Vargem para elaborar plano plurianual

O Celeiro

Nutricionista na saúde pública

Foto: Divulgação/PMV

Gestão e planejamento. Para executar e planejar as ações desenvolvidas, a Epagri está promovendo entre setembro e outubro reuniões participativas nos municípios para a elaboração do Plano Plurianual 2018 - 2021 (PPA). Em Vargem a reunião aconteceu na 4ª feira, 04 de outubro, com o Conselho Municipal de Desenvolvimento rural (CMDR) e demais agricultores interessados. Nas reuniões é apresentada a atual situação da agropecuária local, com análise

de alguns dados, como população rural, estrutura fundiária, número de estabelecimentos rurais, agricultura familiar, entre outros. O plano plurianual é construído conforme as necessidades de cada município. O encontro teve o objetivo de definir e priorizar as questões estratégicas para o desenvolvimento do meio rural nos próximos quatro anos, com uma visão mais longa de planejamento.

Equipe multidisciplinar da saúde em Vargem passa a contar com uma nova profissional na área de nutrição. A Nutricionista está prestando atendimento às quintas-feiras das 08 às 12hs e das 13 às 17hs e às sextas-feiras das 08 às 12hs. O atendimento é feito de forma individual com encaminhamento médico e em grupo. A profissional

acompanha o Grupo de Gestantes e o Grupo Estilo de Vida Saudável. Prover a assistência à saúde da população, por meio de orientações sobre uma alimentação equilibrada e saudável vem ao encontro do propósito da atenção básica, ligado ao bem-estar da população em muitos aspectos, tanto social como nutricional e em diversas outras áreas.


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017

Agronegócio

23 27

Crise reduziu consumo de carne e afetou diretamente a pecuária Fotos: Bruna Faundes/O Celeiro

um reprodutor puro”., considerou ainda o

Produtor avalia que dependência do mercado interno é grande e redução no consumo de carne impactou o setor. Num ano em que a pecuária de corte sofreu pressões de diversos lados, devido a uma série de fatores como o fraco consumo da proteína bovina, a operação Carne Fraca, a volta da cobrança do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural) e a delação dos sócios da JBS e sua controladora J&F, os produtores não desanimaram. Foi o que se viu nos eventos pecuários realizados na região, em que os negócios aconteceram mesmo em meio à crise. O produtor não descuidou dos investimentos em genética e entrou no segundo semestre com uma expectativa de melhoria no setor. Nossa reportagem visitou na última semana a Cabanha Ponche Verde, localizada no Distrito de Ibicuí, em Campos Novos/SC. Fundada em 1981 pelo Médico Veterinário Jair Noriler, a Cabanha dedica-se a criação de Charolês PO (Puro de Origem), com destaque na seleção da variedade mocha. Utiliza a Inseminação Artificial e TE (Transferência de Embriões). Na Ponche Verde também criam-se Ovinos Hampshire Down com destaque as linhagens neozelandesas Teviotdale Toropuke, importadas há 4 anos da Nova Zelândia. Também foi introduzida recentemente a linhagem argentina, além da criação de ovinos da Raça Crioula e venda de carneiros Prov III. A Cabanha comercializa reprodutores e matrizes de Charolês e Hampshire em exposições e feiras da região e diretamente na propriedade. O proprietário Jair Noriller, falou sobre a situação do setor pecuário, que na sua opinião, depende muito do mercado interno. “Estamos enfrentando algumas dificuldades nos últimos anos, principalmente devido à diminuição do consumo da carne no Brasil. A carne que nós produzimos, o boi que produzimos 80% é consumo interno, apenas 20% é expor-

Incentivo na aquisição de reprodutores

tado. As exportações tem um peso importante porque retornam em dólar, em moeda forte. Nós dependemos muito do mercado interno e com a crise dos últimos tempos e o desemprego, as pessoas passaram a consumir muito menos carne e isso impactou fortemente a pecuária, já que tínhamos um excesso de 7 milhões e duzentas mil cabeças antes da crise no mercado. Com a crise agravou muito mais isso”, avaliou Noriler. A tendência neste segundo semestre, porém, é de normalidade, afirmou o pecuarista, com o mercado em franca recuperação, o que deve repercutir na retomada da geração de emprego e renda. “Espero que o brasileiro tenha aumento no poder aquisitivo, que o pes-

soal recupere seus empregos e que volte a consumir, para que a gente possa voltar a produzir a pleno vapor e ter renda. A renda caiu muito na pecuária e os custos continuaram os mesmos e até subiram, os preços dos nossos produtos ficaram estagnados e até reduziram em alguns casos. Nós na Ponche Verde nos dedicamos à produção de genética, produzimos reprodutores e matrizes da raça charolesa e ovinos para reprodução, é a única propriedade que faz registro de ovinos em Campos Novos. Conquistamos um mercado bem amplo ao longo desses 36 anos e quase não tivemos problemas de venda dos nossos animais, mas a gente já nota alguma redução nos investimentos, as pessoas já pensam duas vezes em adquirir

Jair Noriller também avaliou de forma positiva Projeto de Apoio à Aquisição de Reprodutores Bovinos de Raças de Corte, que oferece financiamentos para que os produtores rurais possam investir no seu rebanho. O programa da Secretaria de Estado da Agricultura de Santa Catarina tem por objetivo aumentar a qualidade do rebanho catarinense, apostando no melhoramento genético dos bovinos. “Sem dúvida foi muito importante o lançamento deste programa pelo Governo do Estado. Nós mesmos aqui na Cabanha Ponche Verde vendemos de 4 a 5 animais financiados por meio deste programa. É um programa muito bom que incentiva o pequeno produtor a adquirir animais puros e melhorar sua genética”. Pelo programa, os produtores que tem uma renda de até R$ 360 mil por ano, podem financiar touros até R$ 20 mil e vão pagar isso para o nosso Fundo de Desenvolvimento Rural em até 5 anos, com juro zero.

Patagens recuperadas A estiagem que atingiu o estado entre os meses de agosto e setembro com 43 dias sem chuva na região, deu uma trégua e com o volume de precipitação registrado desde a semana passada, as pastagens estão recuperadas. Os prejuízos no entanto, já foram contabilizados pelos pecuaristas. “Os 43 dias de estiagem prejudicaram muito as pastagens, principalmente de aveia e azevém, que tiveram um atraso considerável. Registramos problemas inclusive de água onde secaram os bebedouros e tivemos que remanejar os animais para as beiras de rio, onde havia água. A consequência foi um atraso no gado que estava na engorda, nos animais de recria também, que representa prejuízos. A chuva já recuperou muito as pastagens e isso já um alento para os pecuaristas”, concluiu o produtor.


24 28

Publicidade

QUINTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO DE 2017t

O Celeiro

1500  

Jornal O Celeiro, Edição 1500 de 12 de outubro de 2017.