Page 1

O CELEIRO

O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016 CAMPOS NOVOS, SC Ano XXIV - R$ 4,00 EDIÇÃO 1457

1

www.jornalceleiro.com.br

Dia Mundial de Luta contra a AIDS: Casos da doença registram aumento de 77% em três anos em Campos Novos. Págs. 06 e 07 #Política

Michuim da Coocam reúne

Mais com menos. Um governo criativo, técnico e com planejamento é a aposta da prefeita eleita de Vargem Milena Becher.

mais de 1.100 convidados

Pág. 19

#Geral

Págs. 10, 11 e 12

Foto: Divulgação/Coocam

Com boa carne, ótima conversa e fortalecimento das amizades e parcerias, evento comemorou resultados do agronegócio.

Superintendente a OCB destaca em Campos Novos, alcance do trabalho realizado pelas cooperativas catarinenses. Pág. 27


2

Cotidiano

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

Editorial Relações de amor e confiança X Sexo seguro Nesta quinta-feira, 1º de dezembro, é lembrado o Dia Mundial de Luta contra a AIDS, data em que a saúde chama atenção para a importância do sexo seguro. Técnicos ligados à área da saúde alertam que o uso do preservativo (camisinha), é a forma mais segura de evitar o contágio por doenças sexualmente transmissíveis, entre elas a AIDS. A atenção se volta também para a falta de preocupação quanto à adoção de medidas de proteção durante as relações sexuais, tendo em vista que quanto maior o número de parceiros, maior é o risco do contágio. Isso sem falar na relação de confiança que se estabelece entre marido e mulher e o preservativo é dispensado na intimidade. Afinal, sexo seguro também quer dizer amor, confiança e cuidado. Não menos importante neste contexto, a responsabilidade da família em preocupar-se desde cedo com a educação sexual dos filhos. Educação sexual envolve muito mais que indicar o uso do preservativo, implica em ensinar seu filho a respeitar seu corpo e a ter responsabilidade no ato sexual, tão banalizado nos dias de hoje. Abordar a sexualidade de forma aberta e responsável é quesito básico para levar os filhos a entenderem as influências que levam ao início da vida sexual cada vez mais cedo

e suas consequências, nem sempre tão prazerosas. O diálogo deve prevalecer e os pais devem orientar os filhos sobre o ato sexual, que além de prazer, envolve responsabilidade, sentimentos e afetividade. Cada vez mais nossas crianças se comportam como adultos, encolhendo a infância e tornando precoce demais a adolescência. Além do diálogo, as atitudes e os exemplos não passam despercebidos pelos filhos. Quando o despertar da sexualidade acontece, os pais podem contar ainda com ajuda profissional ou mesmo de um bom livro sobre o tema em questão. O importante é não ter vergonha da conversa ou constrangê-los. Mas para que esta relação de confiança se estabeleça é preciso que o tempo de cada um seja respeitado e que também os filhos sejam ouvidos. A falta de proteção e a tão confundida liberdade sexual tem levado ao aumento absurdo de doenças sexualmente transmissíveis. É preciso utilizar a camisinha em todas as relações sexuais para prevenir a infecção pelo HIV e, assim, também proteger-se contra a sífilis, hepatite e outras infecções sexualmente transmissíveis. Diminuir o número de parceiros sexuais é outra forma de prevenção. Ame-se e respeite seu corpo.

Coluna de Moda Por: Bethania Marin Nº 75 Contatos em redes sociais: Instagram: @bethania_marin, Blog: www.bethaniamarin.com, E-mail: contato@bethaniamarin.com, Facebook:https://www.facebook.com/sitebethaniamarin.

Os looks mais estilosos para o Natal Com as festividades de final de ano se aproximando, além de aproveitar com a família e os amigos, nada melhor que investir em looks diferentes e quem sabe tomar coragem para usar aquela peça que deu vontade o ano inteiro, e é claro, as tendências da temporada! Cores fortes, como vermelho, azul e dourado, combinam super bem com a noite de Natal. A aposta está em peças que tenham algo diferenciado, como recortes, transparência, estampa, detalhes que deixam o look mais sofisticado e elegante. O comprimento midi também está com tudo! E para algo mais informal, o tênis e o jeans formam uma ótima combinação! Para os looks masculinos, uma gravata estampada vai deixar a produção mais descontraída e ao mesmo tempo elegante. O xadrez também é aquela estampa que nunca sai de moda!

Por Antônia Claudete Martins - Editora Chefe do Jornal O Celeiro

Programe-se: uEdição Especial de Natal O Jornal O Celeiro, já está reservando espaços para homenagens de Natal na última edição do ano. Lembre de quem lembra de você e da sua empresa. durante o ano inteiro. Entre em contato conosco: (49) 3541-0597 - Orçamentos: oceleirocomercial@gmail. com.

uSolidariedade A Orcatéa está arrecadando brinquedos usados, com o objetivo de doar às crianças que não tem condições de comprar um brinquedo. Ajude e colabore com a “Campanha Fabrique Um Sorriso!” Faça sua parte! Doe! Recebimento na Orcatéa em frente à Câmara de Vereadores.

Divulgue seu evento! Envie um e-mail para: oceleirocomercial@gmail.com. Jornal

O CELEIRO

Fundado em 25 de Junho de 1992 CNPJ: 12.188.377/0001-03 Caixa Postal: 96 CEP: 89620-000 - Campos Novos/SC Redação: redacaooceleiro@gmail.com Comercial: oceleirocomercial@gmail.com Financeiro: oceleirofinanceiro@gmail.com Skype: jornaloceleiro - Facebook: OCeleiro.cn Edição Digital/Issu: http://issuu.com/jornaloceleiro

EXPEDIENTE

CIRCULAÇÃO

Diretor: Alexandre Alvadi Di Domenico Editora Chefe: Antonia Claudete Martins Jornalista: Felipe Götz - JP 03410 SC Assinaturas: Ana Carolina Pereira e Maiara Roncaglio Diagramação/Arte: Wilhiam Rodolfo Peretti Fechamento da edição: às terças-feiras à tarde

Abdon Batista, Brunópolis, Campos Novos, Celso Ramos, Ibiam, Monte Carlo, Vargem e Zortéa.

Impressão: Gráfica Araucária/Lages-SC Tiragem: 1.500/Exemplares/Semana

O Celeiro

Fone: (49) 3541-0597

As colunas e artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião do jornal.

Associado à Associação Catarinense de Jornais Periodicidade Verificada pela Abrajori Brasília (ACJ) Associação Empresarial, Rural e Cultural Camponovense(Acircan) Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

Publicidade

3


4

Curtas

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

O Celeiro

Curtas

Prazo de inscrição no Seletivo Especial da Unoesc termina neste sábado

As inscrições para o Seletivo Especial da Universidade do Oeste do Estado – UNOESC, terminam no sábado, 03 de dezembro. O processo é a forma de ingresso na universidade em que não há realização de provas. A seleção dos candidatos é feita pela média aritmética do histórico escolar do ensino médio. Para realizar a inscrição, basta acessar o site da Unoesc. O valor da taxa é o mesmo do ano passado, R$ 20,00. Para se inscrever é só preencher

o requerimento de inscrição e entregar na Secretaria Acadêmica ou no Protocolo da Unoesc, juntamente com o histórico escolar do ensino médio e o comprovante de pagamento da taxa de inscrição. Caso o candidato não tenha concluído a 3ª série do ensino médio, no ato da inscrição, ele poderá apresentar o histórico parcial, contendo as notas das 1ª e 2ª séries do ensino médio. A relação dos candidatos classificados será divulgada a partir do dia 12 de dezembro, no site da Unoesc.

Todos pelo Dudu As ações em prol de Luiz Eduardo Biazzi, o Dudu, continuam. No sábado, 03, haverá entrega da macarronada beneficente, a partir das 11h15min no Ginásio de Esportes da APAE. No mesmo dia e local, haverá também Show Bingo beneficente, a partir das 19hs com Evair do Som, Ricardo do Som e Julio Negão e Somalia.

As fichas custam R$ 20,00 e a cartela do Show Bingo está sendo vendida a R$ 5,00. As fichas da macarronada podem ser adquiridas com a mãe de Dudu, na APAE e Clínica Santa Clara, na Rua Coronel Farrapo, Centro. Já as cartelas para o Show Bingo podem ser adquiridas nos mesmos pontos e ainda no Cícero Cabeleireiro, no Bairro Aparecida.

Matrículas para alunos novos encerram amanhã na Rede Estadual de Ensino Alunos que quiserem estudar na rede pública estadual de Santa Catarina têm até esta sexta-feira, 02 de dezembro, para efetuar a matrícula. Para efetivar a matrícula, são necessários os seguintes documentos: Certidão de nascimento ou RG; Fotocópia do CPF (opcional aos alunos do Ensino Fundamental); Histórico escolar, a partir do 2º ano do Ensino Fundamental; Atestado de frequência em caso de transferência;

Cartão de vacina ou declaração dos pais e/ou responsáveis do aluno, assegurando estar em dia com as vacinas. Os critérios estabelecidos são o zoneamento, ou seja, garantir escola mais próxima da residência do aluno ou do trabalho dos pais e ainda, a data de corte, que é de alunos do 1º ano do Ensino Fundamental com seis anos completos até o dia 31 de março de 2017.

ENERCAN tem Licença Ambiental de Operação da Linha de Transmissão renovada A ENERCAN – Campos Novos Energia recebeu da Fundação do Meio Ambiente (FATMA), no dia 03 de novembro, a renovação da Licença Ambiental de Operação da Linha de Transmissão da Usina Hidrelétrica Campos Novos, com validade para o período de 96 meses. A Linha de Transmissão interliga a Usina Hidrelétrica Campos Novos até a Subestação da ELETROSUL, percorrendo um trecho de aproximadamente 13 quilômetros, onde a energia gerada pela Usina é conduzida em alta tensão até

a subestação localizada no município de Campos Novos, entrando assim no Sistema Interligado Nacional (SIN) e, a partir desta subestação, transmitida para as distribuidoras e consumidores. A ENERCAN possui a certificação NBR ISO 14001:2004 e OHSAS 18.001, que consolida o trabalho de gerenciamento dos riscos ambientais e de saúde e segurança entre outros itens ligados à gestão do reservatório, operação, manutenção, geração de energia e sistema de transmissão e subestação da Usina Hidrelétrica Campos Novos.


O Celeiro

Variedades

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

Nossa História em Fotos Acervo: Olinda Klein

5

Coluna Semanal

Crônicas Drialli Dalazen - Publicitária.

O dia que foi difícil escrever

Amanhecer em Campos Novos, na foto o sol da manhã é “segurado” pela imagem de São João Batista, padroeiro do município, batizando Jesus retratado como estátua no topo da igreja. Foto produzida por Fritz.

Receita da Semana Camarão à grega Ingredientes u1/2 kg de camarão rosa sem casca; u1 limão, pimenta do reino, sal; u2 cubos de caldo de camarão; u200 g de mussarela cortada em cubos de 2 cm; uÓleo para fritar; u2 ovos crus, 2 ovos cozidos; uFarinha de trigo, farinha de rosca; u2 xícaras de arroz; uAlho e cebola, 50 g de manteiga; u1 cenoura em cubos (cozida); u1 pimentão vermelho em cubos, 1 pimentão verde em cubos; u1 lata de ervilha (usei ervilhas frescas); uSalsinha e batata palha.

Comecei a escrever e as palavras não apareceram com facilidade, hoje (29/11/2016), só combina com o silêncio, a tristeza e o nó na garganta. Chapecoense queria subir cada vez mais, subiu tanto que chegou ao céu. Orgulho de Santa Catarina e do Brasil. Realmente é difícil acreditar que isso aconteceu. Chapecoense disputaria nessa quarta-feira a sua primeira final de um campeonato internacional, a Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, da Colômbia. Além da delegação do clube catarinense, viajavam jornalistas, convidados e a tripulação, formada por 9 profissionais. Era a viagem para um sonho, era uma viagem atrás de uma vitória, uma viagem sem volta. Que explicação esse tipo de acontecimento tem? Eu não sei, mas nos mostra a importância de vivermos bem o hoje. De darmos aquele abraço hoje, de visitarmos aquela pessoa querida hoje. Não temos garantias de “amanhãs”. Desde o início do dia os portais de notícia divulgavam várias informações, foi acompanhando esses sites que cheguei a página do Catraca Livre no Facebook, onde espantosamente encontrei posts que abordavam temas como: “como perder o medo de voar”, “passageiros filmam pânico em avião” entre outras atrocidades. Depois de sofrer várias críticas a página publicou uma nota em que dizia que seu dever era informar, divulgar informações relevantes. Se ganhar cliques à custa da dor alheia é informar, sensacionalismo mudou de nome. Explora-se a dor alheia em troca de cliques que são revertidos em dinheiro pelos sites. Não existe nada mais desprezível. Temos humanos sem humanidade, se desenvolvendo sem o mínimo de empatia. Se não quer ser como esse site, caso receba imagens do acidente, não compartilhe com seus contatos, apague. A dor dos amigos e da família deve ser respeitada. Para finalizar, vi outra frase que dizia o seguinte: pra sentir a dor das pessoas, não precisamos conhecê-las, basta ter coração e se colocar no lugar delas. Força Chape, seus esforços e exemplos jamais serão esquecidos.

Modo de Preparo Lave os camarões e tempere com limão, sal e pimenta-do-reino. Dissolva os cubos de camarão em 1 litro de água. Quando estiver fervendo, coloque os camarões. Após levantar fervura, cozinhe 2 minutos e escorra, reserve o caldo. Refogue o arroz com alho e cebola, a gosto, utilizando o caldo de camarão para o cozimento. Acrescente mais água se necessário. Reserve. Refogue na manteiga a cenoura, os pimentões e a ervilha: acrescente o arroz e misture delicadamente, junto com os 2 ovos cozidos e picados e a salsinha. Intercale em espetos de madeira 1 camarão e 1 cubo de mussarela, terminando com o camarão. Empane os espetinhos na farinha de trigo, nos 2 ovos batidos e na farinha de rosca. Frite em abundante óleo quente, até dourarem. Sirva acompanhado do Fonte: Tudogostoso.com.br arroz e de batata palha.

Dica de Leitura A Garota no Gelo (Robert Bryndza) A garota no gelo é o primeiro livro de Robert Bryndza publicado no Brasil e, também, seu primeiro romance policial. O autor começou sua carreira publicando a série de chick-lits protagonizada por Coco Pinchard, e estreou nos romances policiais com a história da detetive Erika Foster, que se tornou bestseller e ganhou outras duas continuações (The Night Stalker e Dark Water. Após um caso finalizado de maneira bastante traumática, Erika Foster foi afastada de suas funções como investigadora. Meses depois, quando a filha de uma importante figura política em Londres é encontrada morta sob um lago congelado, ela é chamada para assumir o caso, que pouco a pouco se mostra muito mais complexo do que inicialmente aparentava. Em A garota no gelo, Robert Bryndza soube inserir momentos de tensão e como despertar a curiosidade do leitor, aprofundando e complicando cada vez mais o caso a ser resolvido. Juntando uma boa premissa e uma protagonista machucada, ousada e muitas vezes injustiçada a uma escrita deliciosamente envolvente, criou os elementos básicos para fazer de seu thriller de estreia um livro, no mínimo, notável – e abriu as portas para fazer dele uma série de sucesso.

Sessões de Cinema

Fonte: Livraria Curitiba

VIDEIRA - Videira Shoping uAnimais Fantáticos e Onde Habitam 3D-Dub. Qui.Seg.Ter.Qua. às 15h00, 17h50 e 21h45; Sáb. Dom. às 15h00, 17h50 e 20h50; Todos os dias às 20h00. uAnimais Fantáticos e Onde Habitam 2D - Leg. Todos os Dias às 21h00; uAnimais Fantáticos e Onde Habitam 3D -Dub. Sexta às 20h45; uDoutor Estranho - 3D - Dub. Todos os Dias. às 17h30; uTrolls - 3D - Dub. Todos os Dias às 15h30;

LAGES - Arcoíris Marrocos uAnimais Fantásticos e Onde Habitam Quarta às 20h30;

FRAIBURGO - Grupo Cine uAnimais Fantásticos e Onde Habitam - 3D/Dub. Todos os dias exceto sexta às: 15h15, 18h05 e 21h00; uAnimais Fantásticos e Onde Habitam - Leg. Sexta às: 21h00;


6

Saúde

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

O Celeiro

Aumento de 77% no número de casos de AIDS em três anos em Campos Novos Foto: Antonia Claudete Martins/OCeleiro

Dia Mundial de Luta contra a AIDS é lembrado nesta quinta-feira, 1º de dezembro, com alerta para a falta de proteção e aumento da promiscuidade nas relações sexuais. A Vigilância Epidemiológica Municipal, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, informou nesta semana, que 103 doentes de AIDS estão sendo acompanhados em Campos Novos pela Saúde Pública. São 53 mulheres, 49 homens e uma criança de 5 anos de idade, portadores do vírus HIV. Conforme o Coordenador do Programa DST/AIDS da Secretaria Municipal de Saúde, médico Radamés Pereira de Mendonça, em 2013, quando iniciou na coordenação do programa, eram 23 casos de AIDS notificados no município e em acompanhamento, o que representa um aumento de 80 casos, ou seja, 77%. Nos últimos três anos, relatou o médico, pelo menos 15 óbitos foram registrados. Radamés manifesta preocupação com o aumento crescente no número de casos da doença no município. “Preocupa

tratamento, não tem cura, alertou o médico. “As informações são dadas, os veículos de comunicação exaustivamente apresentam campanhas de orientação, porém há uma dificuldade de entendimento da população sobre o que é a doença, o que é o tratamento e as consequências que são para o resto da vida. Fala-se muito que virou uma doença crônica, tem tratamento e as pessoas infelizmente não se cuidam. Tem tratamento, porém não tem cura”. O tratamento é contínuo, ou seja, para toda a vida e os portadores devem ministrar os medicamentos de forma correta. Existindo falhas no uso da medicação, os remédios tornam-se ineficazes aumentando o risco de ação das chamadas doenças oportunistas. Radamés Pereira de Mendonça

demais, é um número que está nos deixando de cabelo em pé, visto que em 2013 quando tive início no programa, tínhamos um número de 23 pacientes confirmados. Então para nós, que fazemos as três esferas da saúde em Campos Novos, vemos que

estão subjugando o que é a doença, que é sexualmente transmissível. As pessoas não se protegem mais, não está havendo preocupação”, lamentou. Não faltam informações quanto à gravidade da AIDS, que embora tenha

Fatores que contribuem para o aumento de casos A falta de educação sexual, falta de proteção e aumento da promiscuidade nas relações sexuais, são fatores que estão diretamente ligados ao aumento do número de casos de AIDS em Campos Novos,


O Celeiro

avaliou Radamés Pereira de Mendonça. “De 40 anos pra cá, a gente teve uma maior liberdade sexual e as pessoas tornaram-se promíscuas e essa promiscuidade contribuiu bastante no aumento das doenças sexualmente transmissíveis. É preocupante isso, essa liberdade e início da relação sexual sem orientação prévia, sem a educação sexual adequada, e quem deve orientar é a família, posto de saúde é secundário. Não existe uma conversa franca e direta dos pais com os filhos sobre este início de atividade sexual, isso é subjugado pelos pais hoje”.

7

Saúde

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

PREVENÇÃO

Imagens: Divulgação/Ministério da Saúde

A prevenção e o famoso “vacilei” Embora não existam métodos 100% seguros para evitar o contágio, o uso de camisinha e conhecer seu parceiro sexual, são algumas atitudes que reduzem consideravelmente o risco de contrair AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis. “Você evita muitas doenças com o uso do preservativo, porém, nenhum método anticoncepcional é 100% efetivo. A famosa camisinha não protege 100%, porque o produto pode ser de qualidade inferior e pode ser rompido durante o ato sexual. E quanto maior o número de parceiros, mais risco se tem de contrair doenças sexualmente transmissíveis, isto é matemática, quanto mais você está dentro do tiroteio, mais fácil de ser baleado”, esclareceu o médico. De acordo com Radamés, na faixa etária entre 15 e 25 anos, a média sobrepõe 20 parceiros sexuais, enquanto nas décadas de 50 a 70, este número chegava a no máximo 2 parceiros, entre a maioria das pessoas. O médico chama atenção ainda para o famoso “vacilei”, segundo

ele, bastante comum na prática sexual nos dias atuais. “Hoje o que mais acontece é o famoso “vacilei”, ou seja, eu saí para a festinha, ingeri bebida alcóolica, usei uma substância ilícita e no outro dia acordei com alguém. Não me protegi, não fiz uso adequado dos métodos de barreira e aí sim, você está com uma exposição maior”. O alerta vai também para outras doenças sexualmente transmissíveis, como hepatite B e sífilis, que podem ser mais agressivas e lesivas que a AIDS. Estas doenças podem gerar lesões irreversíveis. O crescente número

de casos de sífilis é outro fator preocupante em Campos Novos, com 74 notificações.

Testes rápidos O diagnóstico da infecção pelo HIV é feito por meio de testes, realizados a partir da coleta de uma amostra de sangue. Esses testes podem ser realizados em unidades básicas de saúde, em Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) e em laboratórios particulares. O teste rápido pode ser feito de forma anônima e gratuita. “O Ministério da Saúde adotou uma atitude eficaz com a realização dos testes rápidos nas unidades básicas de saúde. Hoje com este método de diagnóstico dentro da própria unidade, o paciente tem todo o apoio necessário. São feitos dentro da unidade básica os testes para as hepatites B e C, o VDRL que constata a presença de sífilis e de HIV”, reforçou.

Soro positivo e portadores de AIDS O coordenador do Programa DST/AIDS esclareceu ainda sobre a diferença entre soro positivo e portadores de AIDS. “O paciente pode ser soro positivo, ele tem o vírus do HIV, mas ele não gera o problema. O paciente que tem AIDS, ele já desenvolve as doenças oportunistas. O HIV são células que destroem nossas defesas. Quando ele é soro positivo, o paciente ainda tem o efetivo controle sobre seu organismo. Quando estas células se tornam oportunistas, o vírus cresce no organismo, desenvolvem a doença e uma simples amidalite pode se transformar de uma gota em uma tempestade, porque o organismo não tem defesa. Então existe um abismo muito grande entre soro positivo e AIDS. Tem pacientes que são soro positivos e nunca desenvolvem a AIDS, que é a síndrome”, finalizou o médico.


8

Geral

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

O Celeiro

Diretor do Samae presta contas Foto: Antonia Claudete Martins/OCeleiro

Relatório é apresentado à sociedade por meio dos veículos de comunicação e será entregue ao prefeito eleito Silvio Alexandre Zancanaro. O diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto – Samae de Campos Novos, Joel Fagundes, elaborou relatório de prestação de contas entre 2010 a 2016, período em que respondeu pela diretoria da autarquia. O documento está sendo divulgado por meio dos veículos de comunicação e também será destinado ao prefeito eleito Silvio Alexandre Zancanaro, no período de transição, que acontece a partir desta quinta-feira, 1º de dezembro. No documento constam investimentos e obras executados por setores, a grande maioria com recursos próprios do Samae, que segundo o diretor está superavitário e arrecada mensalmente entre R$ 680 a R$ 700 mil com a cobrança da tarifa de água e esgoto. Desse valor R$ 250 mil é o custo da folha de pagamento, mais encargos. A autarquia conta com 54 colaboradores.

Coordenadoria administrativa Neste setor, a autarquia investiu entre outros projetos, na aquisição de equipamentos nas áreas administrativa, técnica e de laboratório na Estação de Tratamento de Água – ETA, material de almoxarifado e escritório; capacitação de funcionários e Projetos Voltados à preservação do Meio Ambiente como: Projeto Óleo Vida – Parceria com a empresa Nutriseara, Projeto Campos Novos Sempre Verde – Parceria com a Baesa, eventos alusivos ao Dia Mundial da Água, Dia do Meio Ambiente e Dia da Árvore, elaboração e entrega de cartilhas educativas às crianças da rede pública e particular de ensino, visando à conscientização sobre a importância da Água e preservação do

Joel Fagundes, diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto – Samae

Meio Ambiente. “Então nós renovamos a frota e realizamos projetos na área do meio ambiente, como a destinação correta do óleo de cozinha, assim como eventos alusivos à preservação do Meio Ambiente. Desenvolvemos cartilhas educativas e adquirimos vários equipamentos, tudo isso com recursos do Samae”, afirmou Joel Fagundes. Foram adquiridas ainda retroescavadeira para agilizar o serviço e atender à demanda, máquina de cortar asfalto, facilitando o trabalho e diminuindo a quebra de área maior que o necessário e está em andamento a reforma da área técnica e fachada do SAMAE. “Estamos agora reformando a área técnica do Samae atrás do escritório e a parte da frente, que era uma necessidade a questão de acessibilidade. Tem a rampa de acessibilidade e ao lado do Samae terá duas vagas para portadores de necessidades especiais e mais duas vagas para o público em geral”, informou. Outros investimentos foram viabilizados no setor em segurança no traba-

lho e dos colaboradores e na área de vigilância eletrônica.

Abastecimento e rede de água Para garantir e melhorar o abastecimento de água junto à população camponovense, o Samae implantou a nova

estação de tratamento de água, com capacidade de 300m³ hora, reformou as casas de química dos distritos, sala de cloração da ETA, e duplicou em 2,5 km a rede adutora, entre outros investimentos, como na extensão de redes. “Nós investimos mais de 3 mil metros de extensão de rede nas áreas urbana e rural e entre 2010 e 2016, realizamos 1.885 ligações de água. Nós temos 10 mil e 600 economias de água e se for multiplicar entre 3 a 4 pessoas por residência, observamos que já passa de 38 mil o número de pessoas só na área urbana. Implantamos mais uma estação de água de tratamento, mais um reservatório de última geração e Campos Novos conta com duas redes adutoras e se ocorrer algum dano eventual, passa para a outra rede e a população não sofre com a falta de água”, informou Joel Fagundes. O novo reservatório adquirido em material de aço vitrificado, tem capacidade para 2 milhões de litros de água. Outro investimento foi a automação dos processos de tratamento de água e foram adquiridos um Caminhão Furgão para plantão e veículos para coleta de água, para o setor de água e para o setor de esgoto. Foto: Divulgação/Samae

Reservatório de água de Campos Novos, capacidade para 2 milhões de litros

É TEMPO DE CARBONI FIAT PALIO 2017 A PARTIR DE:

PALIO ATTRACTIVE 1.0 EVO FLEX 4P. ANO/MODELO 2016/2017. COR SÓLIDA. PREÇO À VISTA: R$ 38.690,00 OU FINANCIADO NA MODALIDADE CDC COM ENTRADA DE R$ 23.636,00 + 48X DE R$ 499,00 POR MÊS, SENDO A PRIMEIRA PARCELA EM 02/01/2017. TAXA DE JUROS DE 1,61% A.M. E CET DE 15,28% A.A. VALOR TOTAL COM FINANCIAMENTO: R$ 47.588,00. TAXA COM RETORNO 1

38.690,00

ou entrada+ 48x de R$ 499,00.

A CADA SERVIÇO OU TEST DRIVE REALIZADO NA CARBONI FIAT, NÓS VAMOS DOAR 1 KG DE ALIMENTO PARA ENTIDADES LOCAIS.


O Celeiro

Geral

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

Destino correto e tratamento de esgoto Neste setor, foi concluída a estação de tratamento de esgoto (Reator) Bacia B, na Rua Marechal Deodoro atendendo aproximadamente 2.300 famílias, instaladas redes coletoras e estação elevada em outros pontos da cidade, atendendo outras cerca de 150 família, além da construção da estação do Bairro Aparecida, entre outros investimentos. Com a construção da estação no Bairro Aparecida, Campos Novos passou a ter tratamento de esgoto em mais de 80% das residências urbanas. “Fizemos a estação de tratamento do Bairro Aparecida, próximo ao Loteamento Nova Zelândia com investimento aproximado de R$ 700 mil, beneficiando 2.300 famílias. Com este investimento Campos Novos passou a ter mais de 80% do esgoto tratado e quando efetivadas todas as ligações do Bairro Aparecida vai passar de 90%. E no restante das fossas é feita a limpeza com o caminhão e levado o dejeto à Estação de Tratamento para dar o destino correto também, então praticamente Campos Novos trata 100% do esgoto”, observou o diretor do Samae. Outro projeto viabilizado por meio do Samae, informou Joel Fagundes, que rendeu a seleção na premiação de prefeito empreendedor a Campos Novos,

foi o Projeto de Saneamento Rural, com tratamento natural de esgoto (zona de raízes), implantado na Escola Municipal no Distrito de Barra do Leão. O projeto está sendo expandido para outros pontos do município. “Fomos selecionados com este projeto na premiação prefeito empreendedor nesse ano, o protótipo foi na Barra do Leão e daquele surgiram os outros, que estão implantados pelo Samae nos loteamentos, é um projeto autossustentável e a gente também aplicou na estação de tratamento do Samae, é um sistema que não usa nada de energia e utiliza as plantas, não agredindo a natureza”. O Sistema de Tratamento de Zona de Raízes, beneficia hoje aproximadamente 700 famílias. Na Barra do Leão, todas as 128 residências da sede do distrito serão atendidas com esgoto. O total de ligações de esgoto realizadas soma no período da prestação de contas foi de 2.195.

Obras e projetos em andamento ou em estudo para execução Entre as obras em andamento, foi licitada na última segunda-feira, 28 de novembro, a construção do prédio do novo laboratório de análises de água e esgoto

Assine: Jornal O Celeiro - (49) 3541-0597

9 Foto: Divulgação/Samae

O Samae anunciou no início do mês de setembro, a conclusão das obras de redes coletoras de esgoto no Bairro Nossa Senhora de Aparecida, Loteamento Faedo, Loteamento Locatelli, Loteamento Spolt e Bairro São Cristóvão, totalizando aproximadamente 15km de redes.

com investimento previsto de R$ 579 mil. Os equipamentos para o funcionamento do laboratório já foram adquiridos pelo Samae e são de última geração, garantiu o diretor. Também em andamento, entre outros ações e investimentos, a elaboração das instruções normativas para novos Loteamentos, estudo da nova tarifa básica operacional pela Agência Reguladora

(Cisan), novo regulamento dos serviços, também em fase de estudos pela Agência Reguladora, reforma de todas as válvulas de lavagem de filtros da E.T.A, Projeto do Reservatório Aparecida, Projeto Reservatório E.T.A. - 1.500m³ e continuação rede de esgoto Rua Juvelino Fernandes da Silva, que está sendo executada atendendo a peculiaridade de cada residência, em função da rua estar em nível acima das casas.


10

Especial Michuim

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

O Celeiro

Michuim da Coocam reúne mais de 1.100 convidados Fotos: Divulgação/Coocam

Evento contou com boa carne, ótima conversa e fortalecimento das amizades e parcerias. Os amigos da Cooperativa Agropecuária Camponovense – Coocam, estiveram reunidos mais uma vez no tradicional Michuim, evento que busca fortalecer amizades, estreitar relações de negócios e parcerias. Em sua 23ª edição, o Michuim realizado no sábado, 26 de novembro, na Fazenda São João, em Campos Novos, contou com a presença de mais de 1.100 convidados, entre autoridades, parceiros de negócios, associados e amigos da cooperativa. Com o propósito de reunir aquelas pessoas que trabalham o ano inteiro na promoção e desenvolvimento do agronegócio, o Michuim da Coocam cumpriu mais uma vez seu objetivo. Com boa conversa, carne saborosa e ótima recepção, o evento deste ano contou com a presença de quatro deputados federais (Jorginho

Mello, Valdir Colatto, Ronaldo Benedet e Espiridião Amin), do secretário adjunto da Secretária de Agricultura do Estado, Airton Spies, que representou o governo

Baile na Associação Comunitária Morada do Sol no dia 02 de Dezembro com inicio as 23:00h animado pela Banda Enigma. Os festeiros e a Comissão da Capela Nossa Senhora de Lourdes, convida a todos para um grandioso Bingo a realizar-se no dia 03 de Dezembro com inicio as 20:00h no Salão do Bairro Premiação de R$2000,00. Participe! Grandioso Costelão na Capela Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos - Bairro Integração, no dia 04 de Dezembro a partir das 12:00h Valor R$ 30,00. Participe, desde já os organizadores agradecem a presença de todos. Faça do seu evento um sucesso. Contrate Bebidas Camponovense!

do estado, deputados estaduais Romildo Titon e Natalino Lázare, superintendente da OCB Renato Nobile, do Presidente da Faesc José Zeferino Pedroso, presidente

da Aresc Reno Caramori, além de prefeitos, vereadores e prefeitos eleitos de toda a região de atuação da cooperativa. Na solenidade oficial de abertura, o vice-presidente da Coocam, Riscala Fadel Júnior, ressaltou a importância da realização do evento. “Aqui vemos pessoas que não se vem o ano inteiro, que estão longe e podemos conversar, trocar um abraço, enfim, rever os amigos e poder reforçar os laços de amizade e parceria”, afirmou. O Presidente da Faesc, José Zeferino Pedroso (Zezo), lembrou da inauguração da Coocam, há 23 anos, e enalteceu o trabalho realizado pela cooperativa em reunir os amigos no Michuim. “Para mim é uma convocação vir aqui, porque tenho lembranças de quando inaugurou a Coocam e lá estava como deputado, e desde então, a Coocam, independe do momento que vive o agronegócio, a economia do Brasil, nestes anos todos, a Coocam reuniu seus amigos e é motivo de alegria


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016 Fotos: Divulgação/Coocam

estar aqui e desejo que a Coocam continue nessa trajetória de desenvolvimento e progresso e que possamos nos encontrar sempre no Michuim”, ressaltou Zezo.

Especial Michuim nefícios, criando valor e beneficia toda a população e temos que dar os parabéns a todos os agricultores por investir em tecnologia e fornecer produtos de qualidade para toda a sociedade”. O anfitrião da festa, Presidente

Deputado Federal Espiridião Amin

José Zeferino Pedroso (Zezo), Presidente da Faesc

O Superintendente da Organização das Cooperativas Brasileiras – OCB, Renato Nobile, enalteceu o trabalho realizado pelos associados e cooperativas do sul e da relação de confiança existente entre as pessoas. “Neste ano consegui estar aqui e ficamos felizes e estimulados, porque o Michuim é um momento de celebração do cooperativismo, que resgata os valores e princípios do cooperativismo. Este evento é a celebração da prática do cooperativismo diário. Estar aqui é revigorar nossa base, esse contato direto com os cooperados, presidentes das cooperativas, brindada com uma comida fantástica”. O deputado federal Espiridião Amin enalteceu os princípios cooperativistas no desenvolvimento do país. “Poder celebrar uma atividade que a flecha está virada pra cima, indicando crescimen-

to, é um motivo a mais para agradecer a Deus e aos princípios fundamentais no cooperativismo, que são da transparência, a solidariedade e a participação de todos no resultado. Um bom exemplo para o Brasil, para a sociedade, para a política e para o modo de gestão brasileiro. Por isso parabéns a Campos Novos, a região e a Coocam por dar exemplo de como desenvolver suas atividades cooperativistas”, lembrou Amin. O secretário adjunto da Secretaria de Agricultura, Airton Spies, representou o governador do Estado João Raimundo Colombo, e enalteceu o trabalho dos agricultores em desenvolver o agronegócio no estado. “Nós publicamos na semana passada o movimento econômico da produção e vimos que o agropecuário consegue remar contra a maré da crise. Santa Catarina continua a apostar na agropecuária e investe neste setor e o governador reforça sempre que a agricultura multiplica dinheiro e retorna em be-

Airton Spies Secretário Adjunto da Secretaria de Agricultura

da Coocam, João Carlos Di Domênico, reforçou a emoção de realizar o Michuim. “O Michuim além e ser tradicional, é emocionante pra nós, porque possibilita que temos algo palpável aquilo que sonhamos e queremos da nossa vida. Nós pre-

João Carlos Di Domênico, Presidente da Coocam

11

cisamos como homens do campo, ter um relacionamento simples, objetivo, prático e produtivo, e por isso do nosso slogan ‘Semeando Confiança”, porque confiança é a palavra chave. A confiança transmite clareza, objetividade, para fazer o produtor realmente confie na sua empresa cooperativa para poder crescer e ter momentos de felicidade e justiça social. Como é bom ver que o produtor cresceu, que está com os filhos na faculdade, que está pagando a faculdade. Isso é importante pra nós. Através do cooperativismo, conseguimos fazer a empresa Coocam crescer, nossos sócios crescerem tecnicamente, na área produtiva e econômica e evoluir como pessoas. Nós pregamos e acho que com muita eficiência que temos que fazer tudo com felicidade e confiança para ter sucesso. Agradecemos a todos que fazem o Michuim, aos parceiros e convidados, o nosso muito obrigado”, finalizou João Carlos. Participaram da festa, cooperativistas de todo país, principalmente dos três estados do Sul e de Mato Grosso, local onde a Coocam implantou nova filial no ano de 2015.


12

Especial Michuim

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

O Celeiro Fotos: Divulgação/Coocam

Participe do Bingão de Natal. Dia 10/12/2016 no Salão Paroquial de Campos Novos. Premiação R$ 2.000,00 valor cartela R$ 3,00 relalização Lions Clube Aliança. Convite almoço e torneio de pênaltis, Recanto Vista Azul, distrito de Bela Vista/Campos Novos dia 18/12/2016 com início ás 13 hs (dupla ou individual) com premiação:1º lugar: 1 boi 250kg,C 2º lugar: 1 ovelha, 3º lugar: 1 suino 50kg e 4º lugar: 1 suino 40kg., valor inscrição R$ 25,00. Almoço: Carne suína e de gado, pão, saladas R$20,00. Trazer talheres, haverá gaita e viola com os amigos.


O Celeiro

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016 LEI Nº 0550/2016 DE 26 DE OUTUBRO DE 2016

DISPÕE SOBRE AS DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO DA LEI ORÇAMENTÁRIA PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2017 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PAULO JOSÉ FRANCESCKI, PREFEITO MUNICIPAL DE ZORTÉA - ESTADO DE SANTA CATARINA, no uso de suas atribuições legais conferidas pela legislação em vigor, faz a saber a todos os habitantes deste Município, que a Câmara de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte Lei: I.DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O Orçamento do Município de ZORTÉA, para o exercício de 2017, será elaborado e executado observando as diretrizes, objetivos, prioridades e metas estabelecidas nesta lei, compreendendo: I -as metas fiscais II -as prioridades e metas da administração municipal; III -a estrutura e organização do orçamento; IV -as diretrizes para a elaboração e a execução do orçamento do Município; V -as disposições sobre dívida pública municipal; VI -as disposições sobre despesas com pessoal e seus encargos; VII -as disposições sobre alterações na legislação tributária; e VIII -as disposições gerais. II.DAS PRIORIDADES E METAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL Art. 2º As metas fiscais de receitas, despesas, resultado primário, nominal e montante da dívida pública para os exercícios de 2017, 2018 e 2019, de que trata o art. 4° da Lei Complementar n° 101/2000, são as identificadas nos Anexos desta lei: I -Demonstrativo I – Metas Anuais; II -Demonstrativo II – Demonstrativo da avaliação do cumprimento das metas fiscais do exercício anterior; III -Demonstrativo III – Metas Fiscais Anuais comparadas com as fixadas nos três exercícios anteriores; IV -Demonstrativo IV - Evolução do patrimônio líquido; V -Demonstrativo V - Origem e Aplicação dos recursos obtidos com a Alienação de Ativos; VI -Demonstrativo VI - Estimativa e Compensação da Renúncia de Receita; VII -Demonstrativo VII – Margem de Expansão das Despesas Obrigatórias de Caráter Continuado; VIII -Demonstrativo VIII – Prioridades e Metas; IX -Demonstrativo IX – Riscos Fiscais e Providências; X -Demonstrativo X – Priorização de Recursos para Obras em Andamento e Conservação do Patrimônio Público. XI -Anexo I - Memória de Cálculo das Metas Fiscais da Receita; XII -Anexo II - Memória de cálculo das Metas Fiscais da Despesa; XIII -Anexo III - Memória de cálculo das Metas Fiscais de Resultado Primário; XIV -Anexo IV - Memória de cálculo das Metas Fiscais de Resultado Nominal; XV -Anexo V - Memória de cálculo das Metas Fiscais de Montante da Dívida; Art. 3º As prioridades e metas da Administração Municipal para o exercício financeiro de 2017 são aquelas definidas e demonstradas nos Demonstrativos de que trata o art. 2° desta lei. Art. 4º Na elaboração da proposta orçamentária para 2017, o Poder Executivo poderá aumentar ou diminuir as metas estabelecidas nesta lei e identificadas no Demonstrativo VIII, a fim de compatibilizar a despesa orçada á receita estimada, de forma a preservar o equilíbrio das contas públicas. III-DA ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO DO ORÇAMENTO Art. 5º - Para efeito desta Lei, entende-se por: I -Programa, o instrumento de organização da ação governamental visando à concretização dos objetivos pretendidos; II -Ação, um instrumento de programação para alcançar o objetivo de um programa, denominado por projeto, atividade ou operação especial; III -atividade, um instrumento de programação para alcançar o objetivo de um programa, envolvendo um conjunto de operações que se realizam de modo contínuo e permanente, das quais resulta em produto necessário à manutenção da atuação governamental; IV -projeto, um instrumento de programação para alcançar o objetivo de um programa, envolvendo um conjunto de operações, limitadas no tempo, das quais resulta um produto que concorre para a expansão ou aperfeiçoamento da atuação governamental; V -operação especial, as despesas que não contribuem para a manutenção, expansão ou aperfeiçoamento das atuações de governo, das quais não resulta um produto, e não gera contraprestação direta sob a forma de bens e serviços; VI -unidade orçamentária, o menor nível da classificação institucional, agrupada em órgãos orçamentários, entendidos estes como os de maior nível da classificação institucional; VII -receita ordinária, aquelas previstas para ingressarem no caixa da unidade gestora de forma regular, seja pela competência de tributar e arrecadar, seja por determinação constitucional no partilhamento dos tributos de competência de outras esferas de governo; VIII -execução física, a autorização para que o contratado realize a obra, forneça o bem ou preste o serviço; IX -execução orçamentária, o empenho e a liquidação da despesa, inclusive sua inscrição em restos a pagar; X -execução financeira, o pagamento da despesa, inclusive dos restos a pagar já inscritos. § 1º Cada programa identificará as ações necessárias para atingir os seus objetivos, sob a forma de projetos, atividades ou operações especiais, e estas com identificação da Classificação Institucional, Funcional Programática, Categoria Econômica e indicação das fontes de financiamento na forma das Portarias STN nº 700/2014 e Conjunta STN/SOF nº 1/2014. § 2º -A categoria de programação de trata o art. 167, VI da Constituição Federal, serão identificadas por projetos, atividades ou operações especiais. Art. 6º O orçamento para o exercício financeiro de 2017 abrangerá os Poderes Legislativo e Executivo e seus Fundos, e será estruturado em conformidade com a configuração Organizacional da Prefeitura. § 1º Os orçamentos do Fundo Municipal de Assistência Social – FMAS e do Fundo Municipal da Infância e da Adolescência - FIA integrarão o orçamento do Poder Executivo como órgãos e unidades orçamentárias, respeitados na fixação de suas despesas aquelas estabelecidas na legislação em vigor. § 2º O orçamento do Fundo Municipal de Saúde – FMS integrará o orçamento do Poder Executivo como Unidade Gestora, respeitadas na fixação de suas despesas aquelas estabelecidas na legislação em vigor. Art. 7º A Lei Orçamentária para 2017 evidenciará as Receitas e Despesas de cada uma das Unidades Gestoras, identificadas com código da destinação dos recursos, especificando aquelas vinculadas aos Orçamentos Fiscal (F) e da Seguridade Social (S), desdobradas as despesas por função, sub-função, programa, projeto, atividade ou operações especiais e, quanto a sua natureza, por categoria econômica, grupo de natureza de despesa e modalidade de aplicação, tudo em conformidade com as Portarias MOG n° 42/1999, Interministerial nº 163/2001, Portaria STN nº 700/2014, e Portaria Conjunta STN/SOF nº 1/2014, na forma dos seguintes Anexos: I -Demonstrativo da receita e despesa, segundo as categorias econômicas (anexo 1 da Lei 4.320/64); II -Demonstrativo da receita, segundo as categorias econômicas (anexo 2 da Lei 4.320/64); III -Resumo geral da despesa, segundo as categorias econômicas (anexo 2 da Lei 4.320/64); IV -Demonstrativo da Despesa por Categoria Econômica, Grupos de Natureza de Despesa e Mo-

Publicações

13

dalidade de Aplicação em cada Unidade Orçamentária (anexo 3 da Lei 4.320/64); V -Programa de trabalho (anexo 6 da Lei 4.320/64); VI -Programa de Trabalho Consolidado (anexo 7, da Lei 4.320/64); VII -Demonstrativo da despesa por funções, sub-funções e programas, conforme o vínculo com os recursos (anexo 8 da Lei 4.320/64); VIII -Demonstrativo da despesa por órgãos e funções (anexo 9 da Lei 4.320/64); IX -Demonstrativo da evolução da receita por fontes (art. 12 da Lei de Responsabilidade Fiscal); X -Demonstrativo da estimativa e compensação da renúncia de receita (art. 14 da LRF); XI -Demonstrativo da margem de expansão das despesas obrigatórias de caráter continuado (art. 5º, II da LRF); XII -Demonstrativo da evolução da despesa no mínimo por categoria econômica (art. 22 da Lei 4.320/64); XIII -Demonstrativo dos riscos fiscais (art. 5º, III); XIV -Demonstrativo da origem e aplicação dos recursos derivados da alienação de bens e direitos que integram o patrimônio público (art. 44 da LRF); XV -Demonstrativo da apuração do resultado primário e nominal previstos (art. 4º, § 1º e 9º da LRF); XVI -Demonstrativo da origem e destinação dos recursos (art. 8° e 50, I da LRF). Parágrafo único -Para efeito desta lei, entende-se por Unidade Gestora Central, a Prefeitura, e por Unidade Gestora, as Entidades com Orçamento e Contabilidade própria. Art. 8º A mensagem de encaminhamento da proposta orçamentária para o exercício financeiro de 2017 conterá o disposto no inciso I, art. 22 da Lei 4.320/64. AS DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO E EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO Art. 9º Os Orçamentos para o exercício de 2017 e as suas execuções, obedecerão entre outros, ao princípio da transparência e do equilíbrio entre receitas e despesas em cada destinação, abrangendo os Poderes Legislativo e Executivo (art. 1º, § 1º, 4º, I, “a”, 50, I e 48 da LRF). Art. 10O Poder Legislativo Municipal terá como limites das despesas correntes e de capital o previsto no art. 29-A da Constituição Federal. Art. 11-Os estudos para definição dos Orçamentos da Receita para 2017 deverão observar os efeitos da alteração da legislação tributária, incentivos fiscais autorizados, a inflação do período, o crescimento econômico, a ampliação da base de cálculo dos tributos e a sua evolução nos últimos três exercícios (art. 12 da LRF). Art. 12 Se a receita estimada para 2017, comprovadamente, não atender ao disposto no artigo anterior quanto aos estudos e as estimativas, o Legislativo, quando da discussão da Proposta Orçamentária, poderá solicitar do Executivo Municipal a sua alteração e a conseqüente adequação do orçamento da despesa. Art. 13 Na execução do orçamento, verificado que o comportamento da receita ordinária poderá afetar o cumprimento das metas de resultados primário e nominal, os Poderes Legislativo e Executivo, de forma proporcional as suas dotações, adotarão o mecanismo da limitação de empenhos e movimentação financeira nos montantes necessários, observado a destinação de recursos, nas seguintes dotações abaixo (art. 9º da LRF): I -Contrapartida para projetos ou atividades vinculados a recursos oriundos de fontes extraordinárias como convênios, operações de crédito, alienação de ativos, desde que ainda não comprometidos; II -Obras em geral, desde que ainda não iniciadas, e aquisição de equipamentos, veículos e máquinas; III -Dotação para combustíveis destinada à frota de veículos dos setores de transportes, obras, serviços públicos e agricultura; e IV -Dotação para material de consumo e outros serviços de terceiros das diversas atividades. Parágrafo único -Na avaliação do cumprimento das metas bimestrais de arrecadação para implementação ou não do mecanismo da limitação de empenho e movimentação financeira, será considerado ainda o resultado financeiro apurado no Balanço Patrimonial do exercício anterior da Unidade Gestora, observada a vinculação da destinação de recursos. Art. 14 A compensação de que trata o artigo 17, § 2° da Lei Complementar n° 101/2000, quando da criação ou aumento de Despesas Obrigatórias de Caráter Continuado, poderá ser realizada a partir do aproveitamento da margem líquida de expansão prevista no Anexo XII da LOA, observado o limite das respectivas dotações e o limite de gastos estabelecidos na Lei de Responsabilidade Fiscal. (Art. 4º, § 2º da LRF) Art. 15 Constituem riscos fiscais capazes de afetar o equilíbrio das contas públicas do Município, aqueles constantes do Demonstrativo IX desta Lei (art. 4º, § 3º da LRF). § 1º Os riscos fiscais, caso se concretizem, serão atendidos com recursos da Reserva de Contingência e também, se houver, do excesso de arrecadação e do superávit financeiro do exercício de 2016. § 2º Sendo estes recursos insuficientes, o Executivo Municipal encaminhará Projeto de Lei a Câmara, propondo anulação de recursos ordinários alocados para investimentos, desde que não comprometidos. Art. 16 Os orçamentos para o exercício de 2017 destinarão recursos para a Reserva de Contingência, exclusivamente, de recursos da destinação “00” - Ordinários do orçamento fiscal e não superiores a 2% e não inferiores a 0,01% da Receita Corrente Líquida prevista para o mesmo exercício (art. 5º, III da LRF). § 1º Os recursos da Reserva de Contingência serão destinados ao atendimento de passivos contingentes e outros riscos e eventos fiscais imprevistos, e também para abertura de créditos adicionais suplementares ou especiais para despesas não orçadas ou orçadas a menor, conforme disposto na Portaria MPO nº 42/99, art. 5º, Portaria STN nº 163/2001, art. 8º e demonstrativo de riscos fiscais no Demonstrativo IX (art. 5º, III, “b” da LRF). § 2º -Os recursos da Reserva de Contingência destinados a riscos fiscais, caso estes não se concretizem até o dia 10 de dezembro de 2017, poderão, excepcionalmente, ser utilizados por ato do Chefe do Poder Executivo Municipal para abertura de créditos adicionais suplementares para reforço de dotações que se tornaram insuficientes. Art. 17-Os investimentos com duração superior a 12 (doze) meses só constarão da Lei Orçamentária Anual se contemplados no Plano Plurianual (art. 5º, § 5º da LRF). Art. 18- O Chefe do Poder Executivo Municipal estabelecerá até 30 dias após a publicação da Lei Orçamentária Anual: o desdobramento da receita prevista em metas bimestrais de arrecadação, a programação financeira das receitas e despesas e o cronograma de execução mensal para suas Unidades Gestoras, considerando nestas, eventuais déficits financeiros apurados nos Balanços Patrimoniais do exercício anterior, de forma a restabelecer o imediato equilíbrio de caixa (art. 8º, 9° e 13 da LRF). Art. 19-Os projetos e atividades priorizados na Lei Orçamentária para 2017 com dotações vinculadas a destinação de recursos oriundos de transferências voluntárias, operações de crédito, alienação de bens e outros, só serão executados e utilizados a qualquer título, se ocorrer ou estiver garantido o seu ingresso no fluxo de caixa, respeitado ainda o montante ingressado ou garantido (art. 8º, § único e 50, I da LRF). Parágrafo único -Os recursos oriundos de transferências voluntárias não previstos nos orçamentos da receita ou a apuração do excesso de arrecadação de que trata o art. 43, § 3º da Lei 4.320/64 será realizado em cada destinação de recursos para fins de abertura de créditos adicionais suplementares e especiais. Art. 20A renúncia de receita estimada para o exercício financeiro de 2017, constantes do Demonstrativo VI desta lei, não será considerada para efeito de cálculo do orçamento da receita (art. 4º, § 2º, V e 14, I da LRF). Art. 21-A transferência de recursos do Tesouro Municipal às entidades privadas, beneficiará somente aquelas de caráter educativo, assistencial, saúde, recreativo, cultural, esportivo, de cooperação técnica e voltadas para o fortalecimento do associativismo municipal e dependerá de autorização na própria lei orçamentária ou em lei específica (art. 4º, I, “f ” e 26 da LRF). Parágrafo único -As entidades beneficiadas com recursos do Tesouro Municipal deverão prestar


14

Publicações

contas no prazo que dispuser a legislação municipal, contados do recebimento do recurso, na forma estabelecida pelo serviço de contabilidade e controle interno (art. 70, parágrafo único da CF). Art. 22-Para efeito do disposto no Art. 16, § 3º da Lei de Responsabilidade Fiscal, são consideradas despesas irrelevantes, aquelas decorrentes da criação, expansão ou aperfeiçoamento da ação governamental que acarrete aumento da despesa, cujo montante no exercício financeiro de 2017, em cada evento, não exceda ao valor limite para dispensa de licitação, fixado no item I do art. 24 da Lei 8.666/93, devidamente atualizado (art. 16, § 3º da LRF). Art. 23-As obras em andamento e a conservação do patrimônio público terão prioridade sobre projetos novos na alocação de recursos orçamentários salvo projetos programados com recursos de transferências voluntárias e operações de crédito (art. 45 da LRF). Parágrafo único -As obras em andamento e os custos programados para conservação do patrimônio público estão demonstrados no Demonstrativo X desta lei (art. 45, parágrafo único da LRF). Art. 24-Despesas de competência de outros Entes da Federação só serão assumidas pela Administração Municipal quando firmados por convênios, acordos ou ajustes e previstos recursos na lei orçamentária (art. 62 da LRF). Art. 25-A previsão das receitas e a fixação das despesas serão orçadas para 2017 a preços correntes. Art. 26-A execução do orçamento da Despesa obedecerá, dentro de cada Projeto, Atividade ou Operações Especiais, a dotação fixada para cada Grupo de Natureza de Despesa/Modalidade de Aplicação, com apropriação dos gastos nos respectivos elementos de que trata a Portaria STN nº 163/2001. Parágrafo único -A transposição, o remanejamento ou a transferência de recursos de um Grupo de Natureza de Despesa/Modalidade de Aplicação para outro, dentro de cada Unidade Gestora, não poderá ultrapassar 25% do total da despesa e será autorizado por Lei e executado por Decreto (art. 167, VI da Constituição Federal combinado com art. 120, § 8º, I da Constituição Estadual). Art. 27-Durante a execução orçamentária de 2017, o Executivo Municipal, autorizado por lei, poderá incluir novos projetos, atividades ou operações especiais no orçamento das unidades gestoras na forma de crédito especial, desde que se enquadre nas prioridades para o exercício de 2017 e constantes desta lei (art. 167, I da CF). Art. 28-Além de observar as demais diretrizes estabelecidas nesta Lei, a alocação dos recursos na Lei Orçamentária e em seus créditos adicionais será feita de forma a propiciar o controle dos custos das ações e a avaliação dos resultados dos programas desenvolvidos pelo Poder Público Municipal, conforme trata a Lei de Responsabilidade Fiscal (art. 4º, I, “e” e 50, § 3º da LRF). Art. 29-Os programas priorizados por esta lei, extraídos do Plano Plurianual, e contemplados na Lei Orçamentária para 2017, serão desdobrados em metas quadrimestrais para avaliação permanente pelos responsáveis e em audiência pública na Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara até o final dos meses de maio, setembro e fevereiro, de modo a acompanhar o cumprimento dos seus objetivos, corrigir desvios, avaliar gastos e cumprimento das metas físicas estabelecidas (art. 4º, I, “e” e 9°, § 4° da LRF). Art. 30-Para fins do disposto no art. 165, § 8° da Constituição Federal, considera-se crédito suplementar a criação de Grupo de Natureza de Despesa em categoria de programação ou a elevação do crédito orçamentário fixado na Lei Orçamentária para cada Grupo de Natureza de Despesa/Modalidade de Aplicação, excluído deste último o remanejamento realizado dentro da mesma categoria de programação. DAS DISPOSIÇÕES SOBRE A DÍVIDA PÚBLICA MUNICIPAL Art. 31-A Lei Orçamentária de 2017 poderá conter autorização para contratação de Operações de Crédito para atendimento à Despesas de Capital, observado o limite de endividamento de 50% das receitas correntes líquidas apuradas até o segundo mês imediatamente anterior à assinatura do contrato, na forma estabelecida na LC 101/2000 (art.s 30, 31 e 32 da LRF). Art. 32 A contratação de operações de crédito dependerá de existência de prévia e expressa autorização para a contratação, no texto da lei orçamentária, em créditos adicionais ou lei específica (art. 32, § 1º, I da LRF). Art. 33 Ultrapassado o limite de endividamento, enquanto perdurar o excesso, o Poder Executivo obterá resultado primário necessário através da limitação de empenho e movimentação financeira nas dotações definidas no art. 13 desta lei. (art. 31, § 1º, II da LRF) DAS DISPOSIÇÕES SOBRE DESPESAS COM PESSOAL Art. 34 -O Executivo e o Legislativo Municipal, mediante lei autorizativa, poderão em 2017, criar cargos e funções, alterar a estrutura de carreiras, corrigir ou aumentar a remuneração dos servidores, conceder vantagens, admitir pessoal aprovado em concurso público ou em caráter temporário na forma da lei, observados os limites e as regras da Lei de Responsabilidade Fiscal (art. 169, § 1º, II da CF). § 1º -Os recursos para as despesas decorrentes destes atos deverão estar previstos na lei de orçamento para 2017 ou em créditos adicionais. § 2º -Nos casos de necessidade temporária, de excepcional interesse público, devidamente justificado pela autoridade competente, a Administração Municipal poderá autorizar a realização de horas extras pelos servidores quando as despesas com pessoal excederem a 95% do limite estabelecido no art. 20, III da Lei de Responsabilidade Fiscal (art. 22, § único, V da LRF). Art. 35-O Executivo Municipal adotará as seguintes medidas para reduzir as despesas com pessoal caso elas ultrapassem os limites estabelecidos na Lei de Responsabilidade Fiscal (art. 19 e 20 da LRF). I -eliminação de vantagens concedidas a servidores; II -eliminação das despesas com horas extras. III -exoneração de servidores ocupantes de cargo em comissão; IV -demissão de servidores admitidos em caráter temporário. Art. 36- Para efeito desta lei e registros contábeis, entende-se como terceirização de mão-de-obra referente substituição de servidores de que trata o art. 18, § 1º da LRF, a contratação de mão-de-obra cujas atividades ou funções guardem relação com atividades ou funções previstas no Plano de Cargos da Administração Municipal de Zortéa, ou ainda, atividades próprias da Administração Pública Municipal, desde que, em ambos os casos, não haja utilização de materiais ou equipamentos de propriedade do contratado ou de terceiros. Parágrafo único -Quando a contratação de mão-de-obra envolver também fornecimento de materiais ou utilização de equipamentos de propriedade do contratado ou de terceiros, por não caracterizar substituição de servidores, a despesa será classificada em outros elementos de despesa que não o “34 – outras despesas de pessoal decorrentes de contratos de terceirização”. DAS DISPOSIÇÕES SOBRE ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA Art. 37-O Executivo Municipal, autorizado em lei, poderá conceder ou ampliar benefício fiscal de natureza tributária com vistas a estimular o crescimento econômico, a geração de emprego e renda, ou beneficiar contribuintes integrantes de classes menos favorecidas, conceder anistia para estimular a cobrança da dívida ativa, devendo esses benefícios ser considerados nos cálculos do orçamento da receita e serem objeto de estudos do seu impacto orçamentário e financeiro no exercício em que iniciar sua vigência e nos dois subseqüentes (art. 14 da LRF). Parágrafo único -O Executivo Municipal, autorizado em Lei, poderá conceder benefício fiscal aos contribuintes que pagarem seus tributos em parcela única e/ou no prazo de vencimento, ou ainda em dia com suas obrigações tributárias, devendo, nestes casos, ser considerado nos cálculos do orçamento da receita. Art. 38-Os tributos lançados e não arrecadados, inscritos em dívida ativa, cujos custos para cobrança sejam superiores ao crédito tributário, poderão ser cancelados, mediante autorização em lei, não se constituindo como renúncia de receita para efeito do disposto no art. 14 da LRF (art. 14, § 3º da LRF). Art. 39-O ato que conceder ou ampliar incentivo, isenção ou benefício de natureza tributária

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

O Celeiro

ou financeira constante do Orçamento da Receita, somente entrará em vigor após adoção de medidas de compensação, seja por aumento da receita ou mediante cancelamento, pelo mesmo período, de despesas em valor equivalente (art. 14, § 2º da LRF). DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 40-O Executivo Municipal enviará a proposta orçamentária à Câmara Municipal no prazo estabelecido na Lei Orgânica do Município, que a apreciará e a devolverá para sanção até o dia 15/12/2016. § 1º -A Câmara Municipal não entrará em recesso enquanto não cumprir o disposto no caput deste artigo. § 2º -Se a lei orçamentária anual não for devolvida para sanção até o início do exercício financeiro de 2017, fica o Executivo Municipal autorizado a executar em cada mês, até 1/12 das dotações da proposta orçamentária encaminhada ao Poder Legislativo. Art. 41-Serão consideradas legais as despesas com multas e juros pelo eventual atraso no pagamento de compromissos assumidos, motivado por insuficiência de tesouraria, conforme disposto no art. 117 da Constituição do Estado de Santa Catarina. Art. 42-Os créditos especiais e extraordinários, abertos nos últimos quatro meses do exercício, poderão ser reabertos no exercício subseqüente, por ato do Chefe do Poder Executivo. Art. 43-O Executivo Municipal está autorizado a assinar convênios com o Governo Federal e Estadual através de seus órgãos da administração direta ou indireta para realização de obras ou serviços de competência do Município ou não, durante o exercício de 2017. Art. 44-Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Município de Zortéa/SC, em 26 de outubro de 2016. PAULO JOSÉ FRANCESCKI PREFEITO MUNICIPAL Registrada e publicada a presente Lei em 26 de outubro de 2016. AIQUES MARTIN ZAMPIERI SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS

LEI Nº 0549/2016 DE 26 DE DEZEMBRO DE 2016 ALTERA A LEI MUNICIPAL Nº 461/2013 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PAULO JOSÉ FRANCESCKI, PREFEITO MUNICIPAL DE ZORTÉA - ESTADO DE SANTA CATARINA, no uso de suas atribuições legais conferidas pela legislação em vigor, faz a saber a todos os habitantes deste Município, que a Câmara de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte Lei: Art. 1º Ficam alterados os Anexos I, II, III, IV, V, VI e VII da Lei Municipal nº 461/2013, de 22 de agosto de 2013, os quais passam a vigorar conforme os respectivos anexos desta Lei. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em contrário. Município de Zortéa/SC, em 26 de outubro de 2016. PAULO JOSÉ FRANCESCKI PREFEITO MUNICIPAL Registrada e publicada a presente Lei em 26 de outubro de 2016. AIQUES MARTIN ZAMPIERI SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS

LEI Nº 548/2016 DE 18 DE OUTUBRO DE 2016.- INSTITUI A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) E A ESCRITA FISCAL ELETRÔNICA NO ÂMBITO DA MUNICIPALIDADE, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PAULO JOSÉ FRANCESCKI, PREFEITO MUNICIPAL DE ZORTÉA – ESTADO DE SANTA CATARINA, no uso de suas atribuições e na forma da Lei Orgânica, faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara aprovou e ele sanciona a seguinte Lei: Art. 1º - Fica instituída, no âmbito deste município, a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e). Parágrafo Único – Considera-se Nota Fiscal de Serviço Eletrônica – NFS-e o documento emitido e armazenado eletronicamente por intermédio de sistema informatizado do Município, conforme definido em Decreto do Poder Executivo, com o objetivo de registrar as operações relativas à prestação de serviços de interesse fazendário em meio exclusivamente digital, com validade jurídica plena garantida por assinatura digital do emitente e autorização de uso fornecida pela Secretaria Municipal de Administração e Finanças antes da ocorrência do fato gerador. Art. 2º – No prazo de 30 (trinta) dias a contar da publicação da presente lei o Poder Executivo regulamentará mediante Decreto as normas relativas ao uso e emissão da NFS-e em todos os aspectos pertinentes, fixando cronograma para inicialização do seu uso, podendo estipular prazos diversos em face da natureza dos serviços e das circunstâncias locais que envolvem o exercício da respectiva atividade econômica. Parágrafo Primeiro – No prazo máximo de um ano a contar da publicação da regulamentação tratada no caput estará vedado o controle físico de notas fiscais no âmbito deste município, cabendo ao Poder Executivo adotar as providências necessárias ao cumprimento desta lei. Parágrafo segundo – Caso expressamente previsto em regulamento do Poder Executivo, os contribuintes não obrigados que optarem espontaneamente pela emissão da NFS-e, nos termos de eventual regulamentação a ser baixada pelo Poder Executivo, ficarão sujeitos aos dispositivos desta Lei e à sua regulamentação em caráter definitivo e irretratável. Art. 3º - Fica instituído o Livro Eletrônico de declaração mensal para lançamentos das bases tributáveis dos serviços prestados e tomados, com fim de apuração do ISSQN mensal do Município. Parágrafo Primeiro – Considera-se Livro Eletrônico o meio informatizado e disponibilizado ao público pelo Município para escrituração fiscal e declaração mensal do ISSQN decorrente de serviços prestados e tomados, e que sejam de interesse tributário e fiscalizatório do Município. Parágrafo segundo – as obrigações derivadas desta lei poderão se estender a terceiros, ainda que não ostentem a condição de tomador ou prestador de serviços, substituto tributário ou responsável pelo recolhimento de tributo. - Art. 4º - O Poder Executivo regulamentará, mediante Decreto no prazo de trinta dias, as normas relativas ao uso do Livro Eletrônico, com todos os aspectos a ele pertinentes. Parágrafo Único – Sem prejuízo das sanções elencadas nesta lei, o prestador ou tomador de serviços, ainda que imune ou isento, o substituto, responsável ou terceiro a que o regulamento imponha obrigações, ficará obrigado ao cumprimento das obrigações acessórias previstas no Decreto regulamentador e na legislação tributária em vigor, sob pena de incidir nas sanções previstas na legislação vigente, notadamente quando: I - Deixar de remeter à Secretaria de Finanças do Município o Livro Eletrônico no prazo determinado, independente do pagamento do imposto; II - Escriturar o Livro Eletrônico com omissões ou dados inverídicos. Art. 5º - Esta lei entra em vigor a partir da data de sua publicação. Zortéa – SC, 18 de outubro de 2016. - PAULO JOSÉ FRANCESCKI - PREFEITO MUNICIPAL Registrada e publicada a presente Lei em 18 de outubro de 2016. AÍQUES MARTIN ZAMPIERI SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS


O Celeiro

LEI Nº 0551/2016 DE 03 DE NOVEMBRO DE 2016. ANULA E SUPLEMENTA VERBAS DO ORÇAMENTO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ZORTÉA, FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE E DA CÂMARA DE VEREADORES E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PAULO JOSÉ FRANCESCKI, PREFEITO MUNICIPAL DE ZORTÉA, ESTADO DE SANTA CATARINA, no uso de suas atribuições, e na forma da Lei, faz saber a todos os habitantes deste Município que a Câmara de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte Lei: Artigo 1º - Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a efetuar a anulação total ou parcial de dotações orçamentárias do orçamento da Prefeitura Municipal de Zortéa, a seguir mencionadas, no valor total de R$ 229.980,00 (Duzentos e vinte e nove mil, novecentos e oitenta reais).

15

Publicações

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

Artigo 4º - Com os recursos da anulação objeto do Art. 3º, fica suplementada a seguinte dotação orçamentária, em sua modalidade de aplicação: Reduzido

Projeto/Atividade

Despesa

Fonte

Valor

006

2042 – Manutenção da Atenção Básica de Saúde

3390000 – Despesas de Custeio

00.02

10.000,00

TOTAL DE SUPLEMENTAÇÕES

10.000,00

Artigo 5º - Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a efetuar a anulação total ou parcial de dotações orçamentárias do orçamento da Câmara Municipal de Vereadores, a seguir mencionadas, no valor total de R$ 30.000,00 (Trinta mil reais).

Reduzido

Projeto/Atividade

Despesa

Fonte

Valor

010

2005 – Contribuição ao Corpo de Bombeiros

33500000 – Transf. a Instituição Privada

00.00

2.000,00

022

1003 – Aquisição de Equipamentos e Material Permanente – Ens. Fundam.

4490000 – Despesas de Capital

00.36

30.000,00

023

1005 - Construção, Ampliação e Reforma de Espaços Educ. – Educ Infantil

4490000 – Despesas de Capital

00.01

5.000,00

039

2015 – Ensino Profissionalizante

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

980,00

040

2016 – Ensino Superior

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

1.500,00

044

2018 – Alfabetização de Jovens e Adultos

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

500,00

052

2022 – Festividades Municipais

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

35.000,00

Reduzido

Projeto/Atividade

Despesa

Fonte

Valor

055

1007 – Construção, Ampliação e Reformas em Poços, Reservatórios

44900000 – Despesas de Capital

00.00

5.000,00

001

2001 – Manutenção das Atividades Legislativas

3190000 – Despesas de Custeio

00.00

30.000,00

055

1008 – Construção, Ampliação e Reformas Sist. Saneamento

44900000 – Despesas de Capital

00.00

5.000,00

073

2028 – Manutenção do Fundo Mun. De Habitação de Interesse Social

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

2.000,00

074

2029 - Manutenção da Diretoria de Ind. e Comércio, Turismo

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

10.000,00

077

2030 – Programas de Incentivo

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

45.000,00

080

1019 – Construção, Ampliação e Reforma de Esp. Esportivos

4490000 – Despesas de Capital

00.00

35.000,00

082

2032 – Manutenção da Diretoria de Esportes

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

20.000,00

083

0001 – Amortização e Encargos Da Divida Fundada

3290000 – Despesas de Custeio

00.00

1.000,00

085

0002 - Precatórios

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

1.000,00

088

1029 – Natal Sustentável

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

30.000,00

116

2041 – Manutenção do FIA

4490000 – Despesas de Custeio

00.00

1.000,00

TOTAL DE ANULAÇÕES

229.980,00

Artigo 2º - Com os recursos da anulação objeto do Art. 1º, fica suplementada a seguinte dotação orçamentária, em sua modalidade de aplicação: Reduzido

Projeto/Atividade

Despesa

Fonte

Valor

017

2008 – Contribuições a Entidades Municipalistas

3350000 – Despesas de Custeio

00.00

50.000,00

029

2011 – Manutenção do Ensino Fundamental

3390000 – Despesas de Custeio

00.01

9.980,00

036

2013 - Transporte Escolar

3390000 – Despesas de Custeio

36.00

30.000,00

063

2026 – Manutenção da Iluminação Pública

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

50.000,00

060

2025 – Manutenção da Diretoria de Meio Ambiente, Água e Esgoto

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

75.000,00

069

2027 – Manutenção do Departamento de Obras Públicas

3390000 – Despesas de Custeio

00.00

15.000,00

TOTAL DE SUPLEMENTAÇÕES

229.9680,00

Artigo 3º - Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a efetuar a anulação total ou parcial de dotações orçamentárias do orçamento do Fundo Municipal de Saúde, a seguir mencionadas, no valor total de R$ 10.000,00 (Dez mil reais). Reduzido

Projeto/Atividade

Despesa

Fonte

Valor

001

1021 – Construção, Ampliação e Reformas de Unidades de Saúde

3390000 – Despesas de Custeio

00.02

5.000,00

002

1021 – Construção, Ampliação e Reformas de Unidades de Saúde

4490000 – Despesas de Capital

00.02

5.000,00

TOTAL DE ANULAÇÕES

10.000,00

Reduzido

Projeto/Atividade

Despesa

Fonte

Valor

004

1025 – Aquisição de Imóvel e Construção da Câmara Vereadores

4490000 – Despesas de Capital

00.00

30.000,00

TOTAL DE ANULAÇÕES

30.000,00

Artigo 6º - Com os recursos da anulação objeto do Art. 3º, fica suplementada a seguinte dotação orçamentária, em sua modalidade de aplicação:

TOTAL DE SUPLEMENTAÇÕES

Artigo 7º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Zortéa - SC, 03 de novembro de 2016. PAULO JOSÉ FRANCESCKI PREFEITO MUNICIPAL Registrada e publicada a presente Lei em 03 de novembro de 2016. AIQUES MARTIN ZAMPIERI SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS

30.000,00


16

Notícias

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016 RCN - 394 Edição de Dezembro 2016 Semana I

rcn@adjorisc.com.br

A notícia que você lê aqui, mais de 800 mil pessoas também leem em toda Santa Catarina

#ForçaChape Perder um amigo é sempre doloroso, uma parte de nós parte junto. Um vazio permeia nossas mentes e nossos corações, mesmo que essa pessoa não faça parte do nosso círculo cotidiano. Ou que a conheçamos apenas através da fria tela de uma televisão, tablet ou smartphone. Na manhã de terça-feira, 29 de novembro, o Brasil amanheceu mais triste, mais cinza, mais gélido com a perda de amigos que todos aprenderam a admirar, respeitar e, porque não, amar. A tragédia com o avião que levava o time da Chapecoense rumo à sua primeira final internacional transformou a “euforia verde”, que tomou conta de Santa Catarina e também do país, num hiato daqueles difíceis de entender. Todos que estavam naquele voo rumavam ao auge, influenciados pela alegria que o time vinha proporcionando aos torcedores. Junto com o avião, caíram sonhos, caíram famílias, caíram projetos, caíram vidas. Esta partida nunca poderá ser vencida pelo Furacão do Oeste. O cartão vermelho aplicado pelo destino conduziu os jogadores a sair de cena rumo ao vestiário do infinito. E nós, enquanto torcedores, ficamos atônitos e nada podemos fazer, a não ser assistir, impassíveis, a despedida de pessoas

que honraram, com trabalho e dedicação, as cores que vestiam em suas camisas. Como não lembrar da defesa milagrosa do goleiro Danilo, nos últimos segundos da partida contra o San Lorenzo? Como esquecer de Cléber Santana e sua liderança dentro de campo? Como não continuar vibrando com Bruno Rangel e seu faro de artilheiro? E Caio Júnior, que deu uma cara de “time copeiro” à Chape? O que dizer ao filho de Thiaguinho, que nascerá sem conhecer o pai? Que ele foi um guerreiro e mostrou seu valor, dentro de campo e também fora dele. Pois é, vão-se os homens, ficam os mitos. À torcida, amigos, familiares, restam os momentos de euforia e de alegrias, muitos deles registrados horas antes da última viagem. Por falar em registrar momentos, não podemos esquecer dos profissionais da imprensa, colegas que cobriam, com grande orgulho, esta “onda verde” que tomou conta do Brasil: o furacão chamado Chapecoense. Também estamos em luto e nos solidarizamos, pois antes de profissionais, eles eram pais, filhos, maridos, sobrinhos, tios, amigos. Porém, em meio à tristeza que somos tomados ao escrever estas linhas, sabemos que eles deixam um legado de respeito e profissionalismo aos

que aqui ficam. Neste momento, todas as torcidas se unem pela dor e pela solidariedade. O Brasil, antes verde e amarelo, hoje se veste de verde e branco, com uma fita preta no coração. A Chapecoense entra para a história como o time mais querido, mais carismático e, quiçá, o maior do mundo. Na terça-feira, todos eram verdes, todos eram índios, todos eram Chape. O grito “é campeão”, que estava prestes a ecoar, quando o time conquistasse a América, ficará para sempre preso na garganta. Como postado nas redes sociais, em 2009, foi a Série D; em 2012, a Série C; em 2013, foi a vez da Série B. Em 2014, o acesso à Série A; em 2016, a final da Sul-Americana. Um time que não se cansava de subir, chegou ao céu. Um time que faz jus à letra de seu hino: “Ó glorioso verde que se expande. Entre os estados, tu és sempre um esplendor. Nas alegrias e nas horas mais difíceis. Meu furacão, tu és sempre um vencedor”. Dentre todos os desafios enfrentados ao longo destes 43 anos, este é, com certeza, o maior de todos. Mas como se trata da Chapecoense, o obstáculo será, mais uma vez, suplantado. O time do Oeste sai de cena, mas entra, eternamente, em nossos corações.

*Nesta semana em que o mundo parou para chorar as vítimas do acidente aéreo que vitimou a delegação da Chapecoense rumo à final da Copa Sul-Americana, a Rede Catarinense de Notícias (RCN), excepcionalmente, traz o editorial publicado pelo Jornal de Pomerode no dia 30 de novembro de 2016.

O Celeiro

adjorisc adjori

SC


O Celeiro

Política

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

17

Vereador Mancha reafirma compromissos com a população Fotos: Divulgação

Adavilson Telles reafirmou posição contrária à prática do nepotismo e defende ficha limpa nas contratações do poder público municipal. Vereador mais votado para a Câmara Municipal de Vereadores, com 1.546 votos, Adavilson Telles (Mancha), do PP, reafirmou em discurso na tribuna do legislativo, posição contrária à prática de nepotismo e também defendeu o cumprimento da lei da ficha limpa nas contratações do poder público municipal. Mancha recordou que a lei municipal do nepotismo foi amplamente discutida no legislativo, sendo por mais de uma vez, motivo de polêmica não só na Câmara, mas junto à comunidade camponovense. “Quero reafirmar o meu compromisso, principalmente com a questão do nepotismo, eu sou contrário, ajudei a aprovar as leis, fui fomentador da lei para vetar o nepotismo no município de Campos Novos. Lá em 2009, logo que eu assumi foi uma das maiores discussões deste parlamento e foi votado contra. Em 2011, veio uma meia sola da lei do nepotismo do prefeito Vilibaldo, que eu fiz três emendas e foram rejeitadas, porém, votamos o projeto, que era enganador. Em 2014 voltamos a debater o assunto e em 2015 apresentamos o projeto novamente, votamos favoráveis no primeiro turno e quando fomos ao segundo turno, a bancada do PMDB resolveu votar contra. E agora em 2016, prefeito Nelson Cruz enviou o projeto de acordo com a súmula, depois que o Ministério Público determinou e hoje é lei

Adavilson Telles (Mancha)

em Campos Novos, nepotismo não pode existir, de primeiro a terceiro lugar, primo, irmão cunhado, genro, não pode contratar. Eu vou ser sim o maior defensor e fiscalizador desta causa, estou reafirmando este compromisso aqui”, declarou Mancha. Mancha declarou também que tem sido cobrado nas ruas sobre sua postura quando assumirem os próximos gestores municipais. “Eu não compactuo com isso e não vou compactuar no futuro governo. Estou reafirmando este compromisso aqui porque tenho sido perguntado e questionado nas ruas e eu volto a reafirmar, defendo veementemente a lei do nepotismo”. Da mesma maneira, Mancha rea-

firma seu compromisso com a fiscalização da lei da ficha limpa na prefeitura. “Assim como defendo e fui autor do projeto de lei nesta casa, da lei da ficha limpa. Nós não podemos ter ficha suja na prefeitura, não aceitamos e não compactuamos e se tiver, serei o primeiro a criticar e a denunciar no Ministério Público”, reforçou o vereador.

Mais investimentos na habitação Vereador Mancha defendeu ainda um projeto mais arrojado do futuro governo no setor habitacional de Campos Novos. Ele acredita ser possível a construção de pelo menos 400 moradias nos próximos 4 anos. “Tem gente que acha que eu sou audacioso, mas defendo sim projeto para mais de 400 famílias no município de Campos Novos nos próximos 4 anos. É o meu sonho, eu acho que tem condições de

fazer. O prefeito Zanancaro prometeu 150 moradias, é muito pouco, nós temos que ser arrojados, temos que fazer mais, porque o problema da habitação atinge mais de duas mil famílias em Campos Novos e não é 150 que vai sanar alguma coisa. Então tem que ser arrojado, a administração tem que ser arrojada e eu confio plenamente no prefeito Zancanaro e no vice Marco, sei do compromisso que eles tem com a população e não tenho dúvida que não vão medir esforços para melhorar a situação da habitação. É inadmissível que não tenhamos um programa voltado à habitação, que atenda efetivamente as famílias e não o paliativo de reforma e banheirinho”. Emendas deverão ser propostas pelo vereador ao orçamento do município para 2017, a fim de viabilizar mais recursos e investimentos na habitação. O vereador defende e aposta em melhorias na saúde, setor considerado por ele prioritário e que carece de uma ação mais efetiva do que a desenvolvida pelo atual governo. “Eu compactuo e acho que dá para fazer uma saúde muito melhor do que está sendo feito. Não tenho dúvidas e acredito muito no potencial do próximo governo e nós vamos sim fazer um Campos Novos muito diferente do que aí está”.

Candidatura a Deputado Estadual Mancha também cogitou concorrer a uma vaga a deputado estadual em 2018, o que na prática representaria que o próximo mandato será o terceiro e último como vereador. A candidatura a deputado ainda está sendo estudada e a discussão será levada ao PP. Porém, a proposta seja como vereador ou deputado, é o de melhor atender a população.

Vende-se: Casa na Rua 15 de Novembro 512, em frente a Esquadrilhas de Ferro Campos, em Campos Novos. 04 quartos, 02 banheiros, 02 salas, 01 cozinha grande, área de serviço, garagem e churrasqueira para dois carros. Contato: (49) 3556.0252.


18

Comunidade

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

O Celeiro

Verão se aproxima e escorpiões começam a aparecer Foto: Felipe Götz/O Celeiro

Fiscal sanitário orienta população sobre procedimentos para eliminar possíveis criadouros. Embora não tenham sido identificadas espécies que podem ser consideradas letais em Campos Novos, o aparecimento de escorpiões já está preocupando a comunidade camponovense. Nos últimos dias foi encontrado o invertebrado no muro da Escola Henrique Rupp Júnior e o registro foi feito em rede social. O fato foi levado pela direção da escola junto à Vigilância Sanitária. Além desse registro, outros moradores também já acionaram o órgão informando sobre o aparecimento de escorpiões na cidade. O fiscal sanitário da Vigilância Sanitária Municipal, Mario Arthur Favretto, explica que com a proximidade do verão, é comum o aparecimento de invertebrados e insetos. “Geralmente agora no Foto: Antonia Claudete Martins/OCeleiro

Mario Arthur Favretto, fiscal sanitário da Vigilância Sanitária Municipal

verão com o aumento das temperaturas, aumenta o aparecimento de insetos e de invertebrados em geral, como os escorpiões, porque a temperatura do corpo deles varia conforme a temperatura do meio ambiente. Se a temperatura aumenta, há mais deslocamentos e fica mais fácil das pessoas encontrarem eles”, explicou. Com o risco maior do aparecimento de escorpiões e aranhas, também deve haver mais cuidados da população tanto no manuseio de roupas e calçados, como também da limpeza de seus terrenos. “As pessoas devem estar atentas com calçados e roupas e quando vão lidar no jardim devem utilizar luvas para prevenir picadas. Para evitar o aparecimento do escorpião, o que é recomendado é que as pessoas evitem deixar lixo ou restos de comida que vão atrair baratas e outros insetos, que servem de alimentos aos escorpiões. Também não devem deixar acumular entulhos, que servem de criadouros para os escorpiões se reproduzirem”, orientou Mario Arthur Favretto. Quanto à utilização de veneno, a recomendação é que o uso seja frequente, a fim de garantir a eliminação. Alguns moradores foram acompanhados pela Vigilância Sanitária em residências da cidade a fim de verificar se havia ou não infestação. “Esse mês tivemos alguns aparecimentos e acompanhamos os moradores em diversas residências a fim de verificar possível proliferação, mas constatamos que apenas em um imóvel o fato estava acontecendo, porque os

vizinhos já cuidavam. A gente recomenda que as pessoas matem o escorpião e entreguem à Vigilância Sanitária, para que a gente possa identificar se é uma espécie de interesse sanitário ou não”, esclareceu o fiscal sanitário. Os escorpiões identificadas em Campos Novos são das espécies bothriurus e tityus costatus, não letais. A picada causa dor intensa, mas não oferece risco de morte. No caso de espécies de interesse sanitário, explicou ainda Mario Favretto, deve ser desencadeado processo de busca ativa e eliminação de criadouros. O fiscal sanitário ressaltou ainda em que casos a Vigilância Sanitária atua. “As pessoas acham que o órgão público deve passar de casa em casa passando ve-

neno. Mas pela legislação, os moradores é que são responsáveis pelo seu imóvel. Se estiver aparecendo escorpiões na residência e o proprietário não está fazendo nada, pode ser considerado omisso. Ainda conforme as atribuições legais, o que se orienta é o controle mecânico desses animais peçonhentos, ou seja, eliminar os locais que estão servindo de criadouros e que servem de abrigos. As pessoas podem ligar para a Vigilância Sanitária e serem orientadas e no caso de lotes baldios, os proprietários podem ser notificados. Porém, só em casos de infestação ou epidemia, são desencadeadas ações que usam produtos químicos. Primeiro tem que haver a orientação e eliminação de criadouros para posterior uso de produtos químicos, que oferecem riscos às pessoas”, finalizou.


O Celeiro

19

Política

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

Mais com menos Um governo criativo, técnico e com planejamento é a aposta da prefeita eleita de Vargem Milena Becher. A nova realidade exige prefeitos mais criativos numa gestão transparente e bem planejada. A queda na receita dos municípios e a redução dos repasses pelos governos federal e estadual, apresenta um cenário desfavorável e cria uma série de desafios para os futuros prefeitos. “Fazer mais com menos”, foi a frase utilizada pela prefeita eleita de Vargem Milena Becher, resumindo sua intenção de investir no município de forma criativa e planejada, mesmo com a redução da arrecadação municipal. A estratégia já inicia pela formação da equipe de governo, que será aos poucos, começando pelos setores essenciais, como saúde e educação. “Nós já tivemos um pouco de dificuldade este ano, porque a barragem parou, então nós vamos ter que ver realmente as condições financeiras para fazer essas nomeações. As áreas prioritárias como saúde e educação com certeza estarão funcionando. Em todas as secretarias sempre haverá alguém de referência”. Todas as secretarias serão mantidas, afirmou Milena Becher, mas a máquina será enxugada, atendendo à nova realidade financeira do município, observou a prefeita eleita. “A máquina vai ser enxugada, não tem como manter nesta época de crise. Vai ser um mandato de criatividade,

fazer mais com menos. Utilizar o recurso de forma correta e responsável. Baixou a arrecadação, as pessoas tem menos poder de compra o que gera automaticamente menos impostos. A fatia que a União fica é muito desproporcional e a sobrecarga de responsabilidade tanto do Estado, quanto do Governo Federal, recai sobre o município. Eu vejo que é um desafio, os municípios conseguirem se manter e espero que seja revista a questão da divisão de recursos entre municípios, estados e União”, declarou. O município de Vargem mantém hoje as Secretarias de Educação, Obras, Agricultura, Assistência Social, Administração e de Saúde. Não fugindo aos critérios políticos, Milena também não pretende abrir mão dos critérios técnicos, ao nomear sua equipe de governo. Uma conversa está sendo mantida com os colaboradores da prefeitura de Vargem, a fim de conhecer a realidade do município e a partir daí, elaborar um diagnóstico que deve basear seu início de gestão. “Nós estamos num período de transição, conversamos já com várias pessoas, estou conversando com todos os colaboradores da prefeitura, efetivos e contratados. Com esta conversa será possível conhecer as dificuldades e o que está dando certo no município. A partir daí a gente vai fazer um diagnóstico e ver quem tem o perfil mesmo de gestão. Logicamente não vou deixar de olhar o lado político, porque nós temos a política que envolve

Foto: Antonia Claudete Martins/OCeleiro

Milena Becher

todo o processo administrativo público, mas a prioridade é técnica, as pessoas da área mesmo compondo a pasta a que lhe confere a profissão”, afirmou a prefeita eleita. Milena Becher ressaltou que não deve haver preocupação dos colaboradores, pois não trabalha com a chamada “política de perseguição”. “Quem quiser trabalhar será bem vindo, nós vamos estimular, motivar as pessoas para realmente produzirem mais”. A transição ocorre de maneira tranquila em Vargem. Segundo Milena Becher, o prefeito Nelson Gasperin Junior (Peixe), abriu as portas da prefeitura e tem

dado o suporte necessário e de uma maneira transparente. Entre os principais desafios e demandas citados pela prefeita eleita, estão manutenção da grande extensão de estradas no meio rural, condições adequadas para manter esta população no campo, produzindo e agregando renda, além da geração de mais empregos no meio urbano. Milena Andersen Lopes Becher (PR), é a primeira mulher eleita prefeita em Vargem e foi aprovada nas urnas por 1.616 eleitores. Eleita pela coligação “Vargem, o povo tem voz e vez”, dos partidos PR e PT, tem como vice Santelmo Rodrigues da Silva (PT).

Mais segurança para seu lar e sua empresa. SEGURO PATRIMONIAL Venha a uma agência do Sicoob e saiba mais. www.segurosicoob.com.br | Ouvidoria 0800 725 0996


20

Educação

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

O Celeiro

Faber-Castell apresenta Programa Escolar em Campos Novos Fotos: Wilhiam Peretti

Equipe Dipar

Foi apresentado na noite de terça-feira, 22, em Campos Novos, em evento realizado no Hotel Bebber, o Programa Escolar da Faber-Castell. O evento foi realizado no município, por meio da Papelaria Dipar, que há vários anos trabalha com a marca Faber-Castell. Desenvolvido há 20 anos pela Faber-Castell, o Programa Escolar, tem o compromisso de ajudar a escola brasileira a ser mais competente naquilo que traduz sua identidade, ou seja, colaborar para que todos os alunos sejam capazes de aprender, qualquer que seja a escola. O caminho encontrado para esse compromisso institucional foi investir na formação de professores e demais profissionais da área de educação que atuam na escola, através do Programa Escolar, conforme afirma a professora representante da empresa, Lourdes

Atiê. É a primeira vez que o evento é realizado em Campos Novos. “É a primeira vez que a gente está fazendo este evento aqui em Campos Novos e em Santa Catarina. O Programa Escolar existe há quase 20 anos, mas desde 2010 é que realizamos eventos presenciais como este promovido aqui no município. A gente reúne educadores, todos os profissionais que atuam na escola da educação infantil ao ensino médio, para discutir algum tema que está colocado socialmente e que de alguma forma atinge a escola. É o que está acontecendo na sociedade e fazendo uma panorâmica do que está acontece no mundo. Todo o ano tem um tema diferente e em 2016 o tema abordado trata das inovações que fazem sentido para a escola”. O Programa Escolar Faber-Cas-

tell consiste na disponibilização gratuita de um material temático voltado para professores da educação básica e na realização de workshops criativos e com educadores. O objetivo de todas essas ações é contribuir para o aperfeiçoamento profissional do educador, além de estimular atividades didáticas em sala de aula que tenham como essência a criatividade e a capacidade de pensar, sem perder de vista o compromisso com a aprendizagem de seus alunos. “E depois todos recebem um caderno pedagógico com todo o conteúdo, além do certificado e a Faber dá como brinde uma caixa de lápis de cor. Também temos a parte de oficinas para as discussões, visando avaliar mesmo quais inovações fazem sentido para a escola, quer dizer não basta copiar e equipar a escola se não existir um projeto pedagógico for-

Lourdes Atiê

te. A tecnologia sozinha não garante a inovação, é muito mais que um equipamento”, considerou ainda Lourdes Atiê. A valorização do professor está entre os principais alicerces do Programa Escolar. Todo o conteúdo dos workshops e das cartilhas segue os quatro Pilares Básicos da Educação propostos pela UNESCO. São conceitos fundamentais para o cidadão do século XXI e que devem ser estimulados na infância: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser. A proprietária da Dipar, Aldete Surdi Debastiani falou da contribuição do evento. “A Faber-Castell é um produto que a gente sempre teve na Dipar e todos procuram cada dia mais conhecer, porque sempre tem novidades. É um evento muito interessante que só trouxe benefícios”, afirmou.


O Celeiro

Política/Segurança

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

Diplomação dos eleitos na Sétima Zona está marcada para dia 13 A Justiça Eleitoral marcou para 13 de dezembro, às 15hs, no Clube Aqua Camponovense, a cerimônia de entrega pelo Juiz Eleitoral, dos certificados de Diplomação dos candidatos eleitos na Sétima Zona Eleitoral. Serão diplomados os candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores dos municípios de Campos Novos, Vargem, Zortéa e Brunópolis. Os suplentes deverão retirar seus diplomas on-line no site do Tribunal Regional Eleitoral – TRE. A Diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi

efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo. Nessa ocasião, ocorre a entrega dos diplomas, que são assinados, conforme o caso, pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ou da zona eleitoral. Segundo o Código Eleitoral (art. 215, parágrafo único), no diploma devem constar o nome do candidato, a indicação da legenda sob a qual concorreu, o cargo para o qual foi eleito ou a sua classificação como suplente, e, facultativamente, outros dados a critério do juiz ou do tribunal.

Representação contra prefeito, vice e vereador mais votado de Zortéa é julgada improcedente A Justiça Eleitoral da 7ª Zona julgou improcedente a representação da coligação “Zortéa Somos Todos Nós” (PP, PSD e PT) contra o prefeito eleito de Zortéa, Alcides Mantovani (PMDB), o vice-prefeito eleito Nelson Almeida (PR), o vereador mais votado João do Nascimento (Vortiado), do PCdoB, e contra João Sutil e Valderi Dolizete do Amaral. A denúncia apresentada foi por suposta compra de votos por meio da distribuição de combustível nas eleições de outubro, a qual foi derrubada pela coligação “Nossa Gente em Primeiro Lugar” – PMDB, PR, PSDB, PRB e PCdoB. A representação pedia também a investigação por suposto abuso do poder econômico, aplicação de multa e pedidos de cassação de diploma e registro dos três candidatos. A decisão do juiz eleitoral Reny Baptista Neto, foi proferida na

segunda-feira, 28, tendo em vista que o Ministério Público Eleitoral emitiu parecer contrário aos pedidos da coligação “Zortéa Somos Todos Nós”. Conforme a decisão da justiça eleitoral, foi constatado que um assessor de campanha da coligação que apresentou a denúncia, “contratou” um adolescente para que forjasse a suposta compra de votos e induzisse, posteriormente, a Justiça Eleitoral a erro com gravação ilícita da alegada “transação” da oferta de votos do próprio adolescente e de sua família. Em audiência as testemunhas da coligação não compareceram, tornando inviável o prosseguimento da ação, sendo julgada improcedente a representação. Com a decisão da Justiça Eleitoral fica afastada a possibilidade de impedimento para diplomação e posse do prefeito Alcides Mantovani, do vice Nelson Almeida e do vereador João do Nascimento.

CANAL EXTERNO PARA COMUNICAÇÃO DE DEMANDAS AMBIENTAIS A BRF Unidade de abate de suínos localizada na cidade de Campos Novos, possui um canal de comunicação ambiental. Este canal é aberto para a comunidade. Assuntos relacionados ao Meio Ambiente: comunicação de eventos ambientais, reclamações, sugestões e dúvidas. POR TELEFONE: (49)3541 7944 POR E-MAIL: handressa.oliveira@brfbr.com

21

Novo delegado assume DPCAMI de Campos Novos Foto: Felipe Götz/O Celeiro

Luís Eduardo Machado Córdova

A Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso – DPCAMI, de Campos Novos, conta, a partir desta quinta-feira, 1º de dezembro, com um novo delegado. Luís Eduardo Machado Córdova, natural de Lages, assumiu o cargo e responde pela DPCAMI, função que estava sendo exercida pelo Delegado Regional Tiago Reis. Luís Eduardo foi aprovado em concurso público em 2014 e participou da formação na Academia da Polícia Civil – Acadepol, em Florianópolis até o mês de novembro. O novo delegado já trabalhou em Campos Novos, como assistente do Promotor de Justiça Giancarlo Rosa Oliveira em 2014, e conhece a realidade do município. Segundo ele, o maior desafio é combater a criminalidade, principalmente relacionada à violência doméstica e tráfico de drogas. “Campos Novos, embora seja uma cidade considerada pequena, pos-

sui índices alarmantes de criminalidade, principalmente no que diz respeito ao tráfico de drogas. Na DPCAMI, tenho atribuições de proteção à criança, adolescente, mulher e idoso e, embora não se possa afirmar que a violência doméstica seja uma característica daqui da região, há muito casos, e isso é preocupante. Assim, a violência doméstica sempre exige um atendimento especial porque é um problema muito sensível que afeta diretamente a família, de modo que a Delegacia deve prestar um bom atendimento às pessoas vitimadas no âmbito doméstico e familiar”, destacou o novo delegado. A DPCAMI também tem a atribuição de apurar atos infracionais relacionados a crianças e adolescentes. “O eventual tráfico de drogas praticado por crianças e adolescentes é de competência da DPCAMI a apuração”, reforçou Luís. Na DPCAMI, atuam, juntamente com o novo delegado, uma psicóloga, um escrivão e uma estagiária.


22

Opinião/Variedades

O voo da chape Na terça-feira, 21 de novembro, tudo ficou menor. Menos importante e muito mais cinza. Estranho. Acidentes de avião acontecem com frequência, embora o meio de transporte seja um dos mais seguros. Mas a queda do jato que levava o bravo e guerreiro time da Chapecoense para a Colômbia, literalmente chocou o país. E boa parte da comunidade esportiva ao redor do planeta. O acidente é carregado de simbolismos. Time de cidade pequena, se considerado o contexto mundial recente, maravilhosamente bem administrado, com alma, mas principalmente que mobilizou o brio e o orgulho de Chapecó e região. A cidade e o time se confundiam. No fundo, muita gente Brasil afora já estava torcendo, de maneira disfarçada ou não, pela Associação Chapecoense de Futebol. Que tragédia. Que tristeza. Mas é preciso olhar para frente, levantar a cabeça e recomeçar. Foram incontáveis e incríveis as manifestações de apoio que o clube recebeu e ainda vai receber. Parafraseando Getúlio Vargas, este time histórico da Chape saiu da vida e entra para a história como eterno campeão da Sul Americana! E orgulhará Santa Catarina para sempre.

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

Escaparam Presidente da Assembleia, Gelson Merísio, e o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, estavam na lista de convidados do voo que levaria a delegação da Chapecoense e que caiu pouco antes de chegar a Medellín. Por motivos diferentes, não embarcaram. Merísio por compromissos no Parlamento estadual e Buligon para fazer um curso na cidade de São Paulo. O prefeito participou da edição especial do Bom Dia Brasil, da Rede Globo, na manhã de terça-feira.

Presidentes Presidente do Conselho Deliberativo da Chapecoense, o empresário Plínio de Nes Filho, o Maninho, também não embarcou e ficou fortemente emocionado diante das câmeras da Globo. Um dia realmente muito triste para o esporte mundial, especialmente para Santa Catarina. O presidente da Chapecoense, Sandro Paloro, que fez um trabalho notável, e o presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim de Pádua Peixoto, estão entre as vítimas fatais do acidente.

O Celeiro

Luto Raimundo Colombo e Michel Temer decretaram luto oficial de três dias em Santa Catarina e no Brasil.

Solidariedade Presidentes de alguns dos principais clubes assinaram nota na qual se comprometem a emprestar jogadores, gratuitamente, para a Chapecoense em 2017. E solicitaram à CBF que o clube não seja rebaixado pelas próximas três temporadas (17,18 e 19). Se a Confederação aceitar, o décimo sexto seria rebaixo caso a Chape termine entre os quatro últimos.

Gesto O Atlético Nacional da Colômbia sugeriu à Conmebol que a Chapecoense seja considerada campeã da Sul Americana de 2016.

Alô, alô Michel Temer ligou na terça-feira para Raimundo Colombo. Colocou quatro aviões à disposição das necessidades inerentes ao acidente trágico ocorrido na Colômbia, além de toda a estrutura do Itamaraty.

Milagres Impressionante o fato de cinco pessoas, entre eles três jogadores e um jornalista, terem sobrevivido à tragédia na Colômbia. O avião se partiu em três e deixou enorme rastro de destruição.

Com a Adjori você fala com todo o Estado

www.adjorisc.com.br twitter.com/adjorisc

facebook.com/Adjorisc

(48) 3298-7979

~~~~~~~~~~~~~~~~~~HORÓSCOPO SEMANAL~~~~~~~~~~~~~~~~~~ Áries

20/03 a 20/04 A conjuntura recomenda ponderação, mas nada de imobilismo ou demissão de responsabilidades. A linha da retaguarda é a que lhe convém de momento, mas mantendo sempre os olhos nos alvos que lhe interessam. No plano afetivo: Tem boas possibilidades, mas nem todas as iniciativas são de momento oportunas. Não se precipite a fazer mudanças.

Touro 21/04 a 20/05 Conjuntura muito auspiciosa, sentirá neste período uma energia interior muito forte que permitirá conduzir os acontecimentos da melhor forma. No plano afetivo: É hora de passar da palavra à ação, prepare momentos especiais e verá que todos os esforços darão os resultados merecidos. Uma nova luz ilumina este setor da sua vida promovendo uma semana positiva.

Gêmeos 21/05 a 20/06 A conjuntura traz esta semana compensações e benefícios que são inteiramente merecidos. Prepare com rigor novas atividades ou investimentos. No plano afetivo: Embora fatores condicionantes persistam na sua vida sentimental, o desaparecimento de alguns entraves é previsível. Uma anterior ligação ou atração pode renascer.

Câncer 21/06 a 21/07 A conjuntura alerta-o para estar atento a tudo o que se passa à sua volta, não tome nenhuma atitude sem antes refletir. No plano profissional e material: Podem surgir despesas inesperadas que deve tentar levar a cabo de forma faseada. Na saúde, tendência a algumas indisposições cujas causas deve analisar.

Leão 21/07 a 22/08 As solicitações e movimentações serão de várias ordens e dos mais diversos quadrantes, cabe à você gerir o seu tempo e selecionar as atividades mais interessantes e construtivas. No plano profissional e material: Podem surgir novas propostas profissionais que, em alguns casos, há muito eram desejadas, não há motivo para não aceitar novas responsabilidades ou desafios.

Fonte: http://www.portalangels.com/

Sagitário 22/11 a 21/12 Conjuntura com dificuldades gerais, há indícios de instabilidade geral, sobretudo se se deixar influenciar por ambientes ou pessoas. Tente seguir as suas ideias com coerência. No plano profissional e material: Deve ter o maior cuidado com os passos a dar, não cometa indiscrições e se o fizer redima-se prontamente. Oscilações na vida financeira vão ser fonte de preocupação.

Virgem

Capricórnio

23/07 a 22/09

22/12 a 20/01

Virgem estará muito receptivo e será um bom comunicador e ouvinte. Todas as suas atitudes darão bons resultados. No plano profissional e material: Poderão surgir contatos, informações ou respostas que trarão novas perspectivas de vida, tanto profissional como economica. Desenvolva projetos pessoais.

Libra 23/09 a 22/10 A conjuntura esta semana é muito dinâmica e pautada por bons resultados, pode aproveitar para fazer opções. As suas boas energias estão à vista e conseguirá grandes apoios para os seus projetos. No plano profissional e material: Fortes indícios de sucesso no plano profissional, ainda que este seja feito de pequenas metas.

Escorpião 23/10 a 21/11 Terá novas oportunidades que aliadas ao seu esforço e dedicação trarão grandes compensações. Entrará numa fase de vida ascendente. No plano profissional e material: Não se deixe intimidar por questões que no passado correram menos bem, seja ousado e arrisque em novos investimentos ou novas esferas profissionais.

Semana calma, de evoluções agradáveis, sem grandes contenciosos ou oposições. No plano afetivo: Está muito exigente e com dificuldade em adaptar-se a mudanças ou novos estados de vida, tente apelar a todo o bom senso e boa vontade para encontrar consensos e dar boas oportunidades a um relacionamento, sobretudo se for recente.

Aquário 21/01 a 18/02 A conjuntura confere fortes energias, capacidade de trabalho e persistência capazes de vencer obstáculos, derrubar adversários e obter vitórias saborosas. No plano afetivo: Neste plano impera a estabilidade, embora em algumas situações se sinta muito condicionado ou insatisfeito. a saúde, nos momentos chave irá revelar energias inesperadas e surpreendentes.

Peixes 19/02 a 19/03 A semana revela-se confusa para os nativos de Peixes que nem sempre se sentirão preparados para dar as respostas necessárias e eficazes aos acontecimentos. No plano afetivo: Não adie decisões, prolongar estados de dúvida e incerteza só vão prejudicar uma relação existente ou a sua estabilidade emocional.


O Celeiro

Região

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

23

Eleita nova diretoria da CDL Foi eleita no domingo, 27, a nova diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL de Campos Novos para a gestão 2017/2018. A eleição teve chapa única e o supermercadista Lucas Cesa foi eleito o novo presidente, tendo Altair Granzotto como vice. Também foram aprovadas na oportunidade, mudanças do Estatuto da Entidade. As alterações estatutárias são relacionadas à ampliação do leque da CDL para a realização de projetos culturais e filantrópicos, bem como a aceitação de novos ramos de atividade no quadro de associados. A nova diretoria tomará posse em fevereiro, com data ainda a ser confirmada. Confira como ficou composta a nova diretoria: Presidente – Lucas Cesa; Vice Presidente – Altair Granzotto; Diretora de SPC – Silvia Besen; Diretor Secretário – Reginaldo Del Castanhel; 1º Diretor Fi-

Foto: Divulgação/CDL

nanceiro – Silvio Kemer; 2º Diretor Financeiro – Alexandre Rossa Ribeiro; Diretora Comercial – Grazieli Lorenzoni; Diretoria Assessoria de Imprensa e Comunicação: Annie Binotto Murakami; Diretor Jurídico – Maike Fagundes; Diretores de Esportes: Luiz Carlos Recalcatti e Giovani

Iarrocheski; Diretora Aperfeiçoamento Profissional: Maria Eduarda Zoldan Arruda; Diretor de Inovação e Tecnologia: Marcos Giovani da Silva; Diretor de Eventos: Antonio Chiochetta; Diretora de Integração: Manoela Retori; Diretoras de Agronegócios: Sidreana da Silva e Leticia

Silveira; Diretor para assuntos tributários: Fernando Semin; Diretor de FCDL – José Valdomiro Pinheiro. Conselho Fiscal: Jandir Antonio Zonta; Zeide Gris e Vilmar Matté. Conselho Diretor: Dalva Bebber; Janio Pereira e Marlene Martins de Souza.

Abdon Batista

Grupo de Mulheres de Abdon Batista encerra mais um ano de atividades Os encontros de encerramento estão acontecendo em todas as comunidades em que as atividades foram realizadas ao longo do ano de 2016, com a participação de aproximadamente 230 mulheres. Nos últimos dias, as integrantes do Grupo de Mulheres das Comunidade de São Paulinho, São Roque e Arroio Bonito tiveram a oportunidade de apresentar seus trabalhos de bordados desenvolvidos durante o ano. Isto porque está sendo finalizada mais uma etapa de aprendizagem e produção de trabalhos manuais e encontros de confraternização, que serão realizados com todos os grupos, em cada uma das comunidades participantes. Quando possível o prefeito Lucimar Salmória se faz presente para ver de perto as belíssimas produções, desenvolvidas por meio do aprendizado da técnica da Tapeçaria, ensinado pelas facilitadoras Joceli Zanchett Corrêa (Joce), Valdete Ross e Terezinha Santin Bortoli.

Por meio deste trabalho foram confeccionados lindos tapetes, que serão utilizados para o uso próprio das bordadeiras e também comercializados em eventos do município. Um animado amigo secreto e um café de confraternização também marcam os encontros de encerramento. O Grupo de Mulheres de Abdon Batista foi criado em 2013 pela atual Administração Municipal. De início eram 18 mulheres e hoje o projeto conta com aproximadamente 230 participantes de todas as comunidades e sede do município. Este projeto é coordenado pela Administração Municipal, através da Secretaria de Assistência Social, sendo que a iniciativa tem por objetivo promover a auto -estima, os vínculos familiares e comunitários das participantes. Todo material para as atividades em grupo são fornecidos pela prefeitura. Assim, as integrantes aprendem diversas atividades sem nenhum custo. Para a senhora Marta Inês Santin, da comunidade de São Paulo, este período de

Fotos: Divulgação/PMCR

férias vai deixar saudades. “O encontro une as mulheres e é uma boa oportunidade de sair da rotina do dia a dia e participar de uma tarde de lazer e aprendizados. É muito produtivo e divertido, por isso não falto em nenhum encontro”, comentou a integrante do grupo deste

2013. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Assistência Social de Abdon Batista as atividades com o Grupo de Mulheres serão retomadas a partir do início do mês de fevereiro de 2017.

Apresentado o Plano Decenal dos Direitos das Crianças e Adolescentes O encontro para apresentação do Plano aconteceu na manhã da última quinta-feira (24), nas dependências do auditório do antigo Colégio Estadual. O Documento contém 151 páginas e foi elaborado por uma Comissão Intersetorial formada por integrantes da Secretaria Municipal de Assistência Social e CRAS em parceria com a comunidade e os órgãos que trabalham com as crianças e adolescentes do município, como

os conselhos municipais, Polícia Militar, instituições de ensino e outros. O Plano Decenal é uma normativa do Governo Federal e Estadual e especifica as ações e metas que serão desenvolvidas nos próximos dez anos para a garantia dos direitos e da qualidade de vida de crianças e jovens do município. O documento ainda precisa ser analisado e aprovado pela Câmara Municipal de Vereadores.


24

Zortéa

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

O Celeiro

CEI Estrela do Amanhã apresenta a Noite Literária Aconteceu na noite de quintafeira, 24 de novembro, nas dependências do auditório da Escola Horizonte, a Noite Literária promovida pelo Centro de Educação Infantil Estrela do Amanhã. O auditório ficou completamente lotado com o comparecimento de pais e familiares dos pequenos alunos que foram os protagonistas das apresentações. Foram aproximadamente duas horas de espetáculo, que neste ano fez uma homenagem ao Circo. Foi uma noite de fantasia. Sob suas tendas listradas de diversas cores uma experiência única foi revelada, um banquete para os sentidos, um lugar no qual é possível se perder em um labirinto de sonhos, vagar por um exuberante jardim de flores, assistir maravilhados a diversos palhacinhos atrapalhados e se envolver pelos deliciosos aromas que pairaram no ar, atraídos pela fantasia mágica que o circo nos traz. Por trás de todos os truques e encantos, havia seres de luz que tornaram a noite luminosa. À medida que espetáculo acontecia, o circo se projetou pelo mundo, as façanhas de magia ganharam novos e fantásticos contornos, com diversas histórias, contos, personagens e canções que despertaram em todos os presentes, a alegria de viver. A primeira apresentação ficou a

Fotos: Divulgação/PMZ

cargo dos palhacinhos do Berçário II, que chegaram para apresentar a música: “O Circo já chegou”! O Berçário I apresentou através de um vídeo a cantiga popular: “A linda rosa juvenil”, filmada e montada pelas professoras Luciana, Taís, Kariane e Sedinéia. Os alunos do Infantil II apresentaram uma adaptação da obra: “Dez na cama”, que foi lida, cantada, assistida e estudada em sala de aula. Os alunos Stephany, Diogo, Beatriz, Pietro, Joaquina, Vinicius e Maria, interpretaram a obra ensaiados pelas professoras Luciana e Mi-

riam. Dramatizando a história: “Fantasia” de Mary e Eliardo França, o Infantil II juntamente com as professoras Janete, Cristiane e Gracieli, fantasiados de animais encontraram adereços de palhaço. O Infantil III /2 teve trouxe a história: “Cachinhos dourados e os três ursos”, recontado por Ana Maria Machado. A história da curiosa menina de cachinhos dourados que encontra uma misteriosa casinha no bosque que ganha vida com os nossos personagens. Os alunos do infantil III, Es-

tevan, Gabriela, Davi, Ana Clara, Jean, Anita, Maisa, Amanda, Heloize, Maria, dramatizaram a literatura: “Chá das dez” de Celso Sisto, ensaiados pelas professoras Verônica, Fernanda, Julieli e Francieli. A turma do Infantil IV com lindos palhacinhos, ensaiados pelas professoras Carin e Raquel, apresentaram: “Quem roubou a alegria do palhaço?” Foi apresentada também a história dos “Três porquinhos”, com a turma do Infantil V, ensaiada pela professora Kariane. O infantil V, vespertino da professora Aurenita apresentou uma dramatização da história: “Branca de Neve e os Sete Anões. A Noite Literária proporcionou aos alunos um momento cultural, em que eles apresentam e vivenciam os conteúdos trabalhados em sala de aula. Os alunos do Centro de Educação Infantil Estrela do Amanhã deram brilho especial a esta noite. Foram textos ensaiados, coreografias, figurinos que contribuíram para este espetáculo surpreendente e encantador. A direção da escola agradeceu aos pais, amigos e familiares que compareceram ao evento dando ainda mais brilho e credibilidade ao grande show. Agradeceu também toda dedicação, amor e carinho dos professores e funcionários que fizeram a Noite Literária acontecer.


O Celeiro

Zortéa

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

25

Programação de Natal é aberta em Zortéa

Fotos: Divulgação/PMZ

Aconteceu na noite de sábado, 26 de novembro, na praça em frente à Prefeitura, a abertura da programação das festividades de Natal. O prefeito Paulo Francescki juntamente com a vice-prefeita Marcia Jung, secretários e diretores municipais estiveram presentes e entregaram a

chave da Cidade para o Papai Noel. Alguns pontos da cidade receberam os enfeites de Natal que são confeccionados a base de produtos reciclados, coletados na própria comunidade por meio de parceria com as escolas do município.

Há vários anos, todos os trabalhos são coordenados pela vice-prefeita Marcia Jung. A praça em frente à Prefeitura recebeu a maioria dos enfeites, que resultou numa decoração bela e atrativa. Estiveram presentes na abertura aproximadamente 800 pessoas, dentre

adultos e crianças, que além de receber o Papai Noel acompanharam várias atrações que estavam programadas para a noite. A realização da programação de Natal em Zortéa é uma parceria entre a administração Municipal, Lions Clube e Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL.

A dedicação e o amor à dança No último dia 12 de novembro aconteceu em Zortéa o tradicional Show Cultural. O Grupo de Dança Municipal teve participação com 16 coreografias, entre as modalidades folclóricas italianas, balés e danças urbanas. O grupo de dança em todas as suas categorias conta com mais de 100 bailarinos que vão desde as turmas baby até a terceira idade. Nas coreografias italianas foram apresentadas as mesmas da Noite Italiana deste ano, evento também tradicional no município de Zortéa. As três turmas de balé apresentaram coreografias com temas diferenciados, o que aumentou a expectativa do público. A turma baby class conta com 9 bailarinas e apresentou a coreografia ‘O Caderno”, fazendo uma metáfora da vida, assim como no caderno, quando erramos muito na vida, é preciso virar a página, recomeçar. Uma das turmas do balé intermediário apresentou a coreografia “Hogwarts” sobre Harry Potter, trazendo a magia e os mistérios do jovem bruxo. Nessa dança participaram 7 bailarinas. A segunda turma de balé intermediário apresentou a coreografia “Christmas Time”, falando sobre o Natal e foi uma das coreografias mais elogiadas da noite de apresentações. As 7 bailarinas mostraram muita delicadeza e leveza na coreografia. As turmas de danças urbanas também animaram e emocionaram a plateia presente no Show Cultural des-

te ano. A turma baby, trouxe a coreografia “Happy Birthday” sobre festa de aniversário com direito a cenário com bolo e tudo mais. Nove bailarinos participaram desta coreografia. A turma infantil trouxe a história de “Branca de Neve, uma coreografia muito esperada pelo público, pois os alunos conquistaram o 2º lugar no Festival Dança Catarina – etapa microrregional deste ano em Curitibanos. As alunas do grupo infanto-juvenil apresentaram a coreografia “Move It!”, mostrando a importância da dança em um mundo tão sedentário nos dias de hoje. E por fim, o grupo juvenil ficou responsável por toda a emoção da noite, ao apresentar a coreografia “Linha de Chegada”, contando a trajetória do nosso grande piloto Ayrton Senna. Coreografia esta, que fez a plateia chorar de emoção e de saudade ao lembrar das conquistas do querido Senna. “Linha de Chegada” também participou do festival Dança Catarina e se classificou em 2º lugar para participar da etapa Estadual, que acontecerá no próximo fim de semana em Itá. Os alunos estarão representando o município de Zortéa e também a escola Grupo Escolar Municipal Horizonte. O grupo de dança e a professora Josane Almeida, coreógrafa, agradecem a todos os organizadores e a cada pessoa envolvida para que o Show Cultural pudesse acontecer. Professora Josane Almeida é uma das grandes responsáveis pelo sucesso do Grupo de Dança em Zortéa, devido à sua dedicação e amor à dança. Nascida em

Josane Almeida

Capinzal, sempre morou em Zortéa. Tem 25 anos, cursou ensino fundamental na escola G.E.M. Horizonte, ensino médio na E.E.B. Major Cipriano Rodrigues de Almeida, graduada no curso de Magistério – Educação Infantil e Séries Iniciais pela escola Mater Dolorum, graduada em Educação Física pela UNOESC Campus de Joaçaba. Atualmente estuda na escola Grupo A.Z. Arte de Joinville/SC, cursando o curso Técnico em Dança, além de outros cursos de aperfeiçoamento na área da dança. Já trabalhou como manicure, ajudante de serviços gerais, secretária, vendedora e atendente. Aos 13 anos de idade, trabalhou como locutora de rádio aos fins de semana na Rádio Comunitária de Zortéa (antigas instalações). Começou a trabalhar como

funcionária pública no ano de 2011, como agente comunitária de saúde, cargo este, que recebeu certificado e troféu de agente de saúde destaque. Em 2012 trabalhou como professora de Educação Física na escola G.E.M. Horizonte. Em 2013 iniciou os trabalhos como professora do grupo de dança municipal, o qual ainda desenvolve as atividades no ano de 2016. Iniciou seu contato com a dança ainda muito nova, aos 9 anos de idade, participando de das aulas de dança do grupo de Zortéa, com a professora Marizete Susin. Foram quase 14 anos participando como dançarina nas aulas de dança italiana e danças de estilo livre. “Nos dias de hoje, sinto que tenho meu sonho realizado. Há quatro anos à frente dos trabalhos do grupo de dança, trabalhando com aquilo que mais amo, tendo a amizade e o carinho dos meus alunos e de suas famílias, sinto que recebi muito mais do que pedi. Graças a Deus somos um grupo unido e sempre obtivemos sucesso em nossas coreografias. Aprendemos juntos, um pouco mais a cada ensaio. É com muito amor e orgulho que levamos o nome do nosso querido município, em cada lugar a que somos convidados a nos apresentar. Tenho imensa gratidão por tudo e por todos, assim como, por cada oportunidade que recebemos para mostrar nossos trabalhos desenvolvidos durante cada ano. Nós somos a família Grupo de Dança Municipal de Zortéa”, afirmou a coreógrafa.


26

Agronegócio

O Celeiro

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

Agregação de valor Fotos: Divulgação/Copercampos

Para retribuir a dedicação dos associados na multiplicação de sementes de trigo e de soja, foi realizado o tradicional evento de distribuição da bonificação na quinta-feira dia 24 de novembro, no Salão Paroquial em Campos Novos.

Em 2016, a Copercampos, por meio do Programa de Bonificação de Sementes distribuiu cerca de R$ 8,7 milhões para 297 multiplicadores de soja e 25 multiplicadores de trigo. A Bonificação é um programa realizado desde 1997. É voltado aos associados multiplicadores de sementes de soja e trigo, sendo mais um diferencial da Copercampos na valorização do associa-

Associados multiplicadores de semente receberam Carta Bônus informado o valor da bonificação

do e do compromisso em produzir com qualidade, pois o emprego de alta tecnologia aplicada no campo traz resultados aos agricultores e também à cooperativa. De acordo com o Diretor Presidente da Copercampos, Luiz Carlos Chiocca, o Programa de Bonificação de

Sementes busca a valorização do associado multiplicador. “Para incentivar ainda mais o trabalho, a Bonificação de Sementes distribui anualmente um valor adicionado a cada saco de semente de soja e trigo produzido nas regiões de atuação da cooperativa”, enfatiza.

COTAÇÕES PRODUTO

QUINTA (24/11)

ATUAL

MILHO

R$ 36,00

R$ 38,50 (30/11)

+6,94%

SOJA

R$ 69,00

R$ 72,50 (30/11)

 

Copercampos distribuiu cerca de R$ 8,7 milhões na bonificação de sementes.

VARIAÇÃO

TRIGO

R$ 35,00

R$ 32,00 (30/11)

-8,57%

+5,07%

*Preços: Milho: Saca de Milho Seco - 60Kg. Soja: Em Grão - Saca de 60Kg. Trigo: Em Grão, nacional - Saca de 60Kg.

Fonte: Agrolink


O Celeiro

Geral

uQUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016

27

Cooperativismo participativo Foto: Divulgação/Coocam

Superintendente da OCB, Renato Nobile, participa do Michuim da Coocam e destaca trabalho realizado pelas cooperativas catarinenses. Durante o último final de semana, a Coocam realizou o 23º Michuim, e o Superintendente da Organização das Cooperativas Brasileiras – OCB, Renato Nobile prestigiou pela primeira vez o evento e enalteceu o trabalho sério realizado pelas cooperativas do estado de Santa Catarina. Segundo ele, a expressiva participação das pessoas no sistema no estado é resultado do compromisso coletivo e por estas pessoas entenderem que a cooperação é um caminho para o sucesso econômico e social. “O cooperativismo da região sul é fantástico e Santa Catarina é uma referência para nós, não só no Brasil, mas uma referência mundial de como fazer o processo. Na OCB temos uma diversidade grande de cooperativas até cultural, social e econômica, pelo tamanho também do país e nós, sempre que podemos, levamos essas boas práticas do cooperati-

vismo aqui de Santa Catarina para outras regiões, principalmente nas regiões mais carentes como do Norte e Nordeste, onde tem uma necessidade de um desenvolvimento maior do cooperativismo”, destacou. Renato destacou o envolvimento governamental no processo de desenvolvimento das cooperativas do estado. “Nos 13 ramos que temos, a prática do cooperativismo catarinense aliado a compreensão do poder público da importância do cooperativismo é diferenciado. Acompanhamos sempre o governo do estado, independente de qual governador esteja lá na cadeira, apoiando o desenvolvimento do cooperativismo. Isso é fantástico, é um desafio nosso e do poder público, de reconhecer a importância das cooperativas para o desenvolvimento da cidade, estado e do país”, afirmou Nobile. O crescimento das cooperativas de crédito, em relação às agências bancárias é diferenciado no país, e Renato ressalta que em todos os lugares, as pessoas vislumbram o sistema cooperativo como diferenciado. “Temos no Brasil afora,

Renato Nobile

560 municípios onde a única instituição financeira presente no município é uma Cooperativa de Crédito, então a pujança do cooperativismo, é expressivo. O crescimento que vem tendo o sistema é muito forte, a exemplo do que já tínhamos historicamente no meio rural, hoje temos um crescimento muito forte no meio urbano, nos grandes centros, nas capitais dos estados. Um exemplo é lá na capital federal, onde o cooperativismo de crédito está entrando muito forte e nós temos uma motivação muito grande e uma responsabilidade muito maior de atender a todos, relembrando os princípios cooperativis-

Seguro agrícola diferenciado O Diretor Geral da Sancor Seguros do Brasil, Leandro Poretti participou da 23ª edição do Michuim da Coocam e concedeu entrevista ao Jornal O Celeiro, além de fazer uma homenagem especial à Coocam, pela parceria nos trabalhos agrícolas. Leandro Poretti é argentino e dirige a Sancor no Brasil desde 2013, quando a empresa se instalou no país. Atuando nos países da Argentina, Uruguai, Paraguai e Brasil, a empresa tem foco de trabalho em desenvolver as regiões, em conjunto com cooperativas agrícolas. Com produtos exclusivos para produtores agrícolas e cooperativas, a Sancor Seguros atua na região de Campos Novos em parceria com a Sicoob Credicampos. Segundo Leandro Poretti, no

Brasil, os produtos Sancor são diferenciados, de acordo com a necessidade de cada região, pois hoje, a empresa atua no Sul do país e também no Centro-Oeste, que possui outras necessidades das daqui. “A Sancor pensa no produtor rural e na linha de seguros agrícolas, nós garantimos aquilo que o produtor espera em produtividade, não na produção média. O produtor agropecuário adquire serviços que se encaixam as suas necessidades, como para seca ou granizo, por exemplo”, informou. O diretor geral da Sancor destacou que a agricultura é uma das únicas atividades que se mantém estável no Brasil. “O país se consolidou como um dos maiores em exportação de alimentos e é o único que tem crescimento em área produtiva, então, o seguro agrícola tem acom-

panhado esse crescimento e possibilita estabilidade aos produtores”, reforçou. Na Argentina, a Sancor atua

tas”. O apoio da Ocesc e também da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina – Fecoagro, no desenvolvimento e crescimento das cooperativas é outro diferencial em Santa Catarina. Para Renato Nobile, os dois órgãos são altamente profissionais e realizam um trabalho exemplar. “O trabalho extremamente profissional da Ocesc e Sescoop e da Fecoagro são diferenciais. Elas são o elo de ligação do sistema direto com as cooperativas. Eu tive a oportunidade de presenciar uma reunião técnica comercial da Fecoagro, com a direção e o corpo técnico, e conferi o trabalho profissional realizado e a união das cooperativas. Eu como dirigente de cooperativa nunca consegui ver uma união dessas e nunca conseguimos comprar um saco de adubo junto com saco sementes e vi isso aqui. Essa união é fantástica e é importante reconhecer esse trabalho muito profissional, muito positivo da Fecoagro que fazem o desenvolvimento e dão orgulho ao cooperativismo catarinense”, finalizou.

Foto: Divulgação/Coocam

como cooperativa e na área de seguros agrícolas é a maior da América Latina. A Sancor tem sete filiais no país.


28

Publicidade

QUINTA-FEIRA, 01 DE DEZEMBRO DE 2016t

O Celeiro

1457  

Jornal O Celeiro, Edição 1457 de 01 de Dezembro de 2016.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you