Issuu on Google+

5ª Edição

Distribuição gratuita - Venda proibida

Junho/Julho de 2013

1

Jornal Mulher

www.jornalmulheritatiba.com.br

Arte à laser

Mulheres são decisivas na compra de um imóvel

É

fato comprovado em todas as classes sociais: quem dá a última palavra na compra de um imóvel é a mulher. Entre as da classe C, a que mais cresce na compra de imóveis, além de elas escolherem, são taxativas, priorizando o lazer em família. Confira mais em Comportamento. P-3

Precisão do corte à laser transforma placas de acrílico e de mdf em detalhadas obras de arte. Criatividade e tecnologia garantem peças personalizadas para sua casa, escritório, chácara... Mais em Decoração. P – 15.

Na hora de viajar mala é tão importante quanto destino

Vitamina D - A melhor amiga da pele Depois de participar de um congresso de dermatologia na Califórnia, a médica Rosemary Matos traz ao Jornal Mulher as últimas novidades sobre a íntima relação entre a “vitamina do Sol” e o câncer de pele. Saúde. P – 7.

Painéis de PVC De deck para TV a revestimento decorativo de paredes. Conheça toda a versatilidade do PVC. Decoração. P-13

Sua Casa em boas mãos Artesanato atrai cada vez mais alunas em busca de criar peças únicas para decoração da casa. O bom e velho curso de corte e costura também tem sua clientela fiel, que hoje investe na produção de roupas exclusivas. P - 31

Malas, bolsas e mochilas de viagem extrapolaram vocação e se tornaram item de moda. Veja os lançamentos e tendências de cores para as férias na página 11. Moda.

Num click! 80% de mulheres ouvidas numa pesquisa em cinco regiões do Brasil já compraram online, e vem dobrando o volume do consumo via rede. O que elas mais compram? Está na P-3. Comportamento.


Jornal Mulher

Expediente

2

Editorial

É nelas o nosso foco desta edição. Seja entre as que conquistaram o poder econômico para escolher uma casa para sua família, seja entre aquelas que são beneficiárias dos programas sociais do governo brasileiro, o poder de decisão delas está em alta. Nesta edição, vemos mulheres que fazem uma reflexão sobre o papel da mãe ante a seu estilo de vida e de trabalho. É imperdível o texto da articulista Priscilla de Sá e a dica de leitura que traz o relato da médica e psicanalista Betty Milan em “Carta ao Filho”. Destaque ainda para mulheres empreendedoras, como a Jaira, que de tão conhecida virou sinônimo de sua loja, a Costura & Cia. Tem dedo e tom feminino a entrevista com a dermatologista Dra. Rose, que traz novidades sobre a saúde da pele. Assim, mais uma vez, confirmamos nossa vocação, um jornal de alma feminina, mas com temas que falam a todos os leitores. Para ajudar nessa interação, o Jornal Mulher lançou sua página no Facebook. Que tal curtir?

Diretor Geral Marketing - Planejamento - Estratégia Edgar Ueda edgar@portalimoveisecia.com Jornalista Responsável Mari Carla Giroろ MTb 33262/SP jornalismo@jornalmulheritatiba.com.br Design e Diagramação Mondeluz - Design & Performance Direção de Arte Diego Machado arte@mondeluz.com.br Design Gráfico Bruna Casetta bruna@mondeluz.com.br Gestão Financeira Henrique Duduch Michele Goto Publicidade e Marketing Edgar Ueda

Assessoria Jurídica Dra. Fátima da Silva Barros OAB/SP 275.253 Executivos de Venda Cláudio Cruz claudio@portalimoveisecia.com

Mulheres decisivas!

Mari Carla Giro - Jornalista

Seções

Comportamento 4 A classe C vai ás compras! Mulheres deste segmento decidem a compra de imóveis e impulsionam vendas online

Saúde 7 Pele vitaminada contra o câncer de pele: a melhor prevenção, diz a

dermatologista do Hospital Itatiba Rosemary Matos

Pais & Filhos 8 A hora de apresentar novos alimentos a seu filho Moda & Beleza 9 Tradição + tecnologia fazem perder peso sem passar fome 11 Malas, bolsas e mochilas de viagem: tendências em tempos de

Esther Karina esther@portalimoveisecia.com

férias

Juliana Oliveira comercial@revistaimoveisecia.com.br

Bem Estar 12 Quem explica essa vontade incontrolável de doces?

Sérgio Santos sergio@mondeluz.com.br

Decoração 13 Painéis de PVC: até 40% de economia com efeito de madeira 14 Bazar Permanente destaca arte da cidade 15 O corte à laser é o novo aliado de quem busca objetos exclusivos!

Luis Franchin luis@mondeluz.com.br Colaboradores nesta edição Priscilla de Sá Dra. Rosemary Matos Facebook: Jornal Mulher Itatiba Tiragem 5.000 exemplares Periodicidade Bimestral

Festas & Casamentos 20 Cerimônia comunitária abre inscrições. Veja como participar Economia 22 Novas leis garantem mais benefícios para gestantes em aviso

prévio e para mulheres com câncer de mama em tratamento pelo SUS

Livros 24 Nesta edição, o desabafo de uma mãe veterana e relatos de su-

peração em duas obras indispensáveis na leitura de férias

Anuncie: 11- 4594-1952 Rua Comendador Franco, 650 Centro - Itatiba - SP Distribuição Gratuíta Itatiba e Morungaba Locais: Condomínios, comércios, panfletagem e mala direta

Eventos 25 Confira a cobertura de duas festas: lançamento da ExpoNegó-

cios 2013 e inauguração da nova loja da Toldos Itatiba 26 ExpoNegócios 2013: Feira terá atrações para toda família e se prepara para receber 12 mil pessoas em 3 dias

Sua Casa 31 Como o artesanato pode mudar um hábito e um ambiente Perfil 32 A projetista Camila Frare


Jornal Mulher

3


Jornal Mulher

4

Mulher da classe C quer casa para família Até 42% das pessoas desse segmento planejam se mudar em um ano; Mulheres batem o martelo nas escolhas, que priorizam lazer, em especial, das crianças

O

Foto: Shutterstock.com

fazer melhorias em casa. Essa tendência atual demonstra que as pessoas estão mais preocupadas em passar tempo de qualidade dentro de suas residências e procuram lugares que tenham todos os pré-requisitos para que seu cotidiano seja mais facilitado e confortável. Também mostra que dificuldades, como morar longe do trabalho ou ter dificuldades de convivência com vizinhos, estão motivando mais mudanças de residência do que alguns anos atrás. “A classe C brasileira, que prioriza morar bem, quer uma casa maior, mais bem estruturada e decorada, com mobília na cozinha, quarto e sala com espaço para lazer”, diz Sheila Salina, analista sênior de Estilos de Vida da Mintel. Mesmo entre os que não desejam comprar um imóvel, ou que já têm um, reformas não estão descartadas, pelo contrário. 21% deles afirmaram que pretendem gastar dinheiro com suas casas num curto espaço de tempo.

crescimento exponencial da classe C tem feito com que suas famílias procurem lares de acordo com suas expectativas, e, segundo pesquisa divulgada no começo de junho, quem dá o norte para as compras é a mulher, que pensa no futuro dos filhos e no conformo da família antes de tudo. O estudo, realizado pela multinacional de pesquisa de mercado Mintel, revela que 37% dos brasileiros pertencentes a esse grupo pretendem mudar ou comprar uma casa dentro de um ano. E esse número cresce para 42% quando o grupo entre 35 e 44 anos é analisado. A casa é o centro de lazer para a família brasileira de classe média, especialmente se ela tem crianças. 43% dos respondentes da classe C dizem que planejam gastar dinheiro com suas casas no prazo de um ano. Além disso, muitos desses adultos procuram por atividades de lazer que são mais acessíveis e envolvem todos os membros da família, explicando a popularidade de assistir TV e

Com informações do Consumidor Moderno

Consumidoras dobram volume de compras online Sapatos, bolsas e acessórios são os itens mais comprados pelas mulheres na rede

O

Foto: Shutterstock.com

mercado virtual já conquistou nada menos que 80% das mulheres. Isso segundo a pesquisa E-commerce de Moda no Brasil, realizada em fevereiro último pela e.Bricks Digital. Segundo a empresa, foram ouvidas 1.700 pessoas, entre 18 e 55 anos, das cinco regiões do país. A amostra principal foi composta por 65% de mulheres. De acordo com a pesquisa, 80% das mulheres e 83% dos homens entrevistados já

Fone 4538 6088 45344962

PAISAGISMO FLORES

www.innovapaisagismo.com.br

e mail: contato@innovapaisagismo.com.br

Avenida Marechal Castelo Branco 525 B. Engenho

realizaram alguma compra online. Quando o assunto é moda, 35% das mulheres entrevistadas já compraram roupas e 38% já compraram sapatos, bolsas e acessórios pela internet, um aumento de 50% com relação aos resultados da pesquisa de 2011. A evolução positiva é creditada aos preços competivivos oferecidos pelos canais online – às vezes mais baratos que os da mesma loja em versão física, ao aumento da confiança nos sistemas de pagamento e também a entrada de novos usuários de internet da classe C.

CONTROLADAS Dentre as entrevistas, 39% fizeram a primeira compra online de moda nos seis meses anteriores à pesquisa. Quando comparado o ticket médio, a pesquisa revela que os homens gastam mais que as mulheres, R$ 163 contra R$ 148. Dos compradores online, 63% das mulheres e 65% dos homens compram roupas online pelo menos duas vezes ao ano. O interesse pelo assunto também cresceu nos últimos 18 meses: na pesquisa de 2011, 22% das mulheres afirmaram não se interessar por moda; em 2013, esse percentual caiu para 14%.


Jornal Mulher

Comportamento

5

Mulheres do Bolsa Família gastam mais com alimentos Pesquisa sugere que se beneficiários principais fossem homens, gastos seriam mais ‘egoistas’

A

s mulheres, beneficiárias nominais do Bolsa Família, pensam mais em seus dependentes, revertendo boa parte do dinheiro para compra de alimentos. Essa é a conclusão a que os pesquisadores Walquiria Domingues Leão Rego e Alexandre Pinzani chegaram depois de ouvir, entre 2006 e 2011, 150 mulheres cadastradas no Bolsa Família, nas regiões mais empobrecidas do país: Vale do Jequitinhonha (MG), sertão e litoral de Alagoas, interior do Piauí e do Ma-

ranhão, periferias de São Luís e do Recife. Cada mulher foi entrevistada mais de uma vez, de modo que foi possível verificar as mudanças que experimentaram durante o período. O resultado está no livro ‘Vozes do Bolsa Família’, lançado pela Editora Unesp, que aponta: as mulheres ouvidas na pesquisa em geral gastam prioritariamente com alimentos, em especial para as crianças. Uma delas informa que pode comprar, finalmente, um inalador para um filho que sofre de crises asmáticas. Os beneficiários experimentam certo

grau de liberdade e autonomia, segundo os autores, porque podem escolher a forma de empregar o dinheiro, e ganham dignidade perante os demais membros da comunidade porque se tornam confiáveis. Leão Rego e Pinzani constataram que o programa de transferência de renda produz impactos sociais significativos nas vidas das beneficiárias. Os efeitos decorrem do fato do benefício ser em dinheiro, o que implica em liberdade e responsabilidade quanto ao uso, aprendizado de planejamento de gastos e ganhos de dignidade.

Mãos masculinas/ Se o dinheiro fosse entregue aos homens, sugere parte das entrevistadas, poderia ser utilizado de modo mais egoísta. Talvez por isso, a quase totalidade aprova o fato do benefício ser entregue a elas, e não a eles. Mesmo reconhecendo o valor do benefício, as mulheres ouvidas pelos pesquisadores disseram almejar muito mais do que uma renda mínima proveniente de um programa governamental: todas as entrevistadas afirmaram que gostariam mesmo é de ter trabalho regular e carteira assinada.

Namoro tem mais chances de engrenar entre pessoas bem sucedidas Para mais de 70% das mulheres, homem com condição financeira estável é ‘melhor partido’

E

m tempos de relações instáveis, mulheres e homens procuram cada vez mais pontos fortes para apostar num novo relacionamento. Mais elas que eles, segundo aponta pesquisa divulgada em maio pelo site de relacionamento ParPerfeito. O site realizou uma pesquisa com 1.100 pessoas que estão em seus cadastros para saber até onde a condição financeira influencia na hora de tornar a paquera em um relacionamento sério. Ao questionar homens e mulheres se o fato de ser bem-sucedido era um pré-requisito para iniciar um namoro, a enquete revelou que para elas essa é uma questão mais importante do que para eles. Para 74% das mulheres, o fato de o homem que lhe interessa estar bem financeiramente pesa na hora de investir no relacionamento. Entre os homens, este pré-requisito

é determinante para 51% deles. O que é ser bem sucedido para os entrevistados? Tanto homens quanto mulheres concordam: o parceiro (a) receber entre R$ 7 mil e R$ 14 mil mensais. Mas houve os que dissessem que ser bem sucedido era ter salário acima de R$ 25 mil/mês. Foram 11% das mulheres e 7% dos homens. Ao serem questionados sobre o que representa ter um relacionamento sério com alguém que tenha uma boa condição financeira, os homens se dividem quase que, praticamente, em três respostas: 37% dizem que significa “segurança no relacionamento”, 32% escolheu a opção “estabilidade financeira” e 31% votou em “vida social agitada”. Já a ala feminina se dividiu assim: 41% delas acreditam que um homem bem-sucedido representa “estabilidade financeira”, 40% dizem que traz “segurança financeira” e 19% escolheraram a opção “vida social agitada”.

Foto: Shutterstock.com


Jornal Mulher

Comportamento

6

Um bebê ou um MBA?

Carreira x filhos: um novo olhar sobre um velho dilema

“P

adecer no paraíso” é a primeira opção de busca que o Google oferece quando digitamos “ser mãe é”, na barra de pesquisa. Este fenômeno online apenas reproduz a visão da maternidade como martírio, que, lamentavelmente, ainda impera offline. E como acreditar no contrário se basta anunciar uma gravidez que, em simultâneo aos parabéns, vêm as recomendações: “aproveite para dormir/comer/trabalhar/namorar/ fazer-qualquer-coisa-boa-por-você agora, porque depois que o bebê nascer, vai ser impossível…”? Uma nova geração de mulheres, contudo, tem se encarregado de provar que a experiência de criar filhos não apenas não limita o sucesso, como traz ganhos concretos ao currículo. A pesquisadora Ann Crittenden apresenta em seu Liderança começa em casa (Editora Versus), diversos casos de mulheres que se tornaram melhores profissionais depois de serem mães. Na minha prática orientando mulheres, observo que, se encarados com uma atitude positiva, os desafios que maternidade apresenta ajudam a desenvolver as principais competências de liderança:

Delegar A dificuldade em conciliar carreira e filhos vem da teimosia em gravar nossa assinatura nas mínimas tarefas. A partir do momento que abrimos mão da fantasia da polivalência, podemos encarar a creche, a babá e até a sogra como nossas parceiras de trabalho. Este exercício nos liberta de um dos vícios que mais atrasam a ascensão profissional feminina nas empresas: o microgerenciamento. Ao delegar mais, saímos do operacional para assumir o estratégico. Engajar Muitas mulheres em cargos de liderança querem enfrentar as crises sozinhas e, a fim de blindar os colaboradores, acabam por afastá-los. Pense em como devemos agir diante de um

naquele momento e cumprirmos nossa promessa mais tarde, teremos crianças que sabem adiar recompensas e que confiam em nossa palavra. A estratégia também funciona no ambiente de trabalho: prover uma visão clara da situação e acenar com uma perspectiva animadora aumentam o comprometimento da equipe. Empreender Autonomia, flexibilidade de horários e ganhos ilimitados são ofertas tentadoras para as mulheres que são ou querem ser mães. Por isso, é cada vez maior o número delas à frente de empresas, especialmente franquias. As soluções que implementamos na logística

Toque de coach: A segunda opção do Google para “ser mãe é” corresponde a “uma dádiva de Deus”. Se hoje você tem dúvida sobre o impacto da maternidade sobre a sua carreira, convido a considerar esta definição filho que pede um doce fora de hora ou um brinquedo fora do orçamento. Se dissermos o porquê de sua vontade não poder ser satisfeita

doméstica treinam a criatividade não só de quem decide montar o próprio negócio, como de quem precisa inovar constantemente na

Por Priscila de Sá empresa em que trabalha. Recentemente, uma marca de fraldas revolucionou o mercado a partir da ideia de uma gestora que percebeu a necessidade de melhorar o produto que usava em seu filho. Negociar Alguém disse que “se você já repartiu um frango no almoço de domingo e todos ficaram felizes, então você é uma líder”. Onde mais podemos lapidar o talento de criar situações em que todos saiam ganhando, senão em casa? Resolver uma briga entre as gêmeas pelo último confeito cor-de-rosa do saquinho nos gabarita a lidar com as colegas que se engalfinham por uma promoção. Sem contar que, depois de acalmar o caçula que quer porque quer agora, fica bem mais fácil renegociar prazos com um chefe mimado… Priscilla de Sá é mãe do Pedro e atua como coach e palestrante em liderança feminina


7

Jornal Mulher

Saúde

Pele vitaminada!

Vitamina D é a mais importante aliada contra o câncer de pele; Saiba como potencializar a sua

Foto: Shutterstock.com

O

câncer de pele, corresponde a 25% de todos os casos de câncer registrados no país, sendo um dos mais frequentes, segundo o Inca – Instituto Nacional de Câncer. Apesar de seus altos percentuais de cura, se detectado precocemente, o melanoma – a forma mais radical da doença, que acomete 4% dos doentes - é uma fantasma para muitas mulheres e não é difícil entender porque: um tumor maligno de pele causa dor física e alto impacto estético. Na luta pela preservação da saúde cutânea, a vitamina D é reconhecidamente a maior aliada, como acaba de ficar mais uma vez comprovado em um recente congresso dermatológico na Califórnia, Estados Unidos, do qual a médica dermatologista dra. Rosemary Matos participou. JM - Uma das grandes questões debatidas no congresso norte-americano foi a relação entre câncer de pele e a vitamina D. Quais as conclusões a que a medicina chegou sobre esta dupla? RM - A vitamina D, ou vitamina do Sol, está completamente ligada ao câncer de pele. De acordo com dados recentes, a exposição solar está correlacionada a um prognóstico favorável no aumento da taxa de sobrevivência no caso de várias doenças, incluindo o melanoma maligno. Isso significa que quanto mais se expõe ao Sol, no horário certo, há uma melhora na concentração da vitamina D, que depende dessa luz para ser sintetizada, o que resulta em melhor saúde. O congresso trouxe ainda grandes conhecimentos principalmente na área científica em relação a vitamina D, e também ao vitiligo. JM - O fato de as pessoas não estarem mais se expondo ao sol matinal tem então relação com a maior incidência do câncer de pele? RM - 90% da vitamina D é formada na pele, através do Sol. Estudos estão sendo levantados e mostram uma importante correlação entre malignidade dos canceres e a falta do Sol matinal. Ficar 15 minutos de manhãzinha, até umas 9 horas, exposto ao Sol, sem protetor, é o ideal para garantir

a saúde da pele. Depois desse horário, só com protetor solar, que deve ser reaplicado a cada duas horas. JM -Tomar complementos vitamínicos ajuda a evitar a doença? RM - Desde que necessários, os complementos podem ajudar sim, mas para checar quando eles são necessários, é preciso passar por uma consulta especializada. Caso isso não seja feito, e os complementos comecem a ser consumidos, corre-se mais riscos do que se tem benefícios. JM - Cosméticos que afirmam ser enriquecidos com a vitamina D realmente são confiáveis para a saúde da pele? Qual é a orientação médica sobre seu uso? RM - Existem vários deles no mercado, muitos enriquecidos com as vitaminas E, A, C e ácido hialurônico, entre outros, mas para que funcionem, precisamos saber qual o tipo de pele do paciente e qual sua real necessidade. Só o médico pode fazer isso. O que é consenso é que o protetor solar deve ser adotado em todos casos. JM - Em resumo, o que é necessário para se ter uma pele bonita, sadia e com menos chances de desenvolver câncer? RM - Uma vida saudável, a diminuição do estress e do consumo de álcool (se possível, aliás, nenhum), o tabagismo zero, a utilização de cremes prescritos, beber muita água e ter alimen-

tação saudável. O uso de produtos específicos para cada paciente, como o protetor solar, também é imprescindível. JM - As mulheres são, geralmente, mais diagnosticadas com a doença pois buscam mais os médicos. Os homens, porém, sofrem na mesma proporção com a doença? Quais são os grupos de risco, para cada um dos sexos?

RM – No Brasil, de fato os casos entre mulheres são mais conhecidos pois elas se consultam mais. Os homens se consultam menos e têm mais dificuldades em aderir ao uso de cremes e filtros. Já sobre os grupos de risco, os maiores no país são aqueles com pele e olhos claros, além da genética e da exposição solar excessiva sem a devida proteção.


Jornal Mulher

Pais & Filhos

8

Como introduzir um alimento novo na dieta da criança?

U

Participar do processo de cultivo pode reduzir rejeição das crianças a alimentos novos

ma das grandes dificuldades relatadas pelos pais em consultas pediátricas é a difícil aceitação de novos alimentos por grande parte delas. Muitas são as estratégias utilizadas nessas tentativas, a maioria inadequadas: forçar, deixar passar fome, transformar a hora da refeição na “hora do horror”... “Em todas as situações que envolvem novidades para crianças (que não seja brincar) é importante entender e ‘trazer a criança para dentro do processo’. Essa atitude pode modificar esse panorama de forma significativa”, recomenda o pediatra Moises Chencinski. “Levar a criança à feira ou ao mercado, deixar que ela toque, cheire, experimente cada alimento pode trazer resultados excelentes”, diz o médico. Alguns estudos recentes apontaram uma iniciativa na escola que, apesar de algumas restrições econômicas, educacionais e sociais, pode ser um primeiro passo no caminho da alimentação saudável na infância. Pesquisadores australianos encontraram um maior interesse em experimentar novos alimentos entre crianças do ensino elementar que plantaram, colheram e cozinharam dentro de uma programação orientada de jardinagem e

de culinária na escola. O estudo comparativo foi publicado no Journal of Nutrition Education and Behavior, analisando seis escolas com programa de jardinagem e culinária com outras seis que tinham jardins nos pátios escolares, mas sem uma programação específica. Os dados foram colhidos de 764 crianças com idades entre 8 e 12 anos e 562 pais em 12 escolas australianas. O impacto do programa foi avaliado durante um período de dois anos e meio. O programa previa que em toda semana do período letivo, as crianças passariam de 45 a 60 minutos em uma aula de jardinagem e 90 minutos em uma aula de culinária. A intenção seria observar o impacto dessas aulas na vontade das crianças experimentarem novas comidas, na sua capacidade de descrever as refeições e na alimentação saudável desses dois grupos. Um especialista em jardinagem orientou a plantação de uma grande gama de vegetais (coentro, cebolinha, acelga e frutas incluindo morango e pêra). Um culinarista acompanhava a elaboração de almoços usando ervas frescas e os produtos colhidos na horta escolar.

Para quem deseja rejuvenescer sem fazer uso de métodos invasivos

As crianças preparavam, cozinhavam e compartilhavam os alimentos novos com seus colegas de classe semanalmente. Durante essas refeições, elas eram estimuladas a experimentar alimentos novos em pratos tradicionais como massas, saladas e tortas, mas sem nenhuma pressão. Além disso, esses temas foram incluídos no currículo escolar para que as crianças medissem as plantas e avaliassem seu crescimento, escrevessem sobre o tempo que passavam nos jardins (como tarefa das aulas de inglês) e aprendessem a identificar as plantas nas aulas de ciências. Os resultados das pesquisas mostraram uma diferença significativa nos relatos das crianças, dos pais, dos professores e na vontade de experimentar novos alimentos no grupo submetido ao programa, estendendo sua influência na qualidade (lanches mais saudáveis trazidos de casa e melhores opções no almoço), mas não na quantidade da refeição. O estudo concluiu que esse programa pode ser uma forma de fazer as crianças compreenderem melhor de onde chegam os alimentos que eles comem, além de despertar habilidades de jardinagem e de arte culinária.


9

Jornal Mulher

A arte de perder peso sem passar fome

F

ome ou vontade de comer? O eterno embate entre a necessidade e a gula é um dos terrores entre as mulheres que querem emagrecer. A boa e velha acupuntura, quem diria, agora também é uma aliada neste processo de equilíbrio da ingestão de alimentos. Reconhecida auxiliadora em tratamentos de saúde, a acupuntura regula “ a vontade de comer” do paciente. Não há como se controlar a fome, visto que ela é apenas um aviso de que o organismo necessita de energia para se manter. Porém, segundo o especialista Artidônio José dos Reis, há pontos de acupuntura em que se faz a regulagem do apetite, que nada mais é que a vontade de comer além daquilo que seu corpo realmente necessita. Outro problema muito comum em pessoas com excesso de peso é a constipação (prisão de ventre constante). A acupuntura reeduca o sistema intestinal a realizar evacuações constantes, acelerando o metabolismo, colaborando assim na depuração corporal. A compulsão é outro problema, e ainda mais grave que o apetite voraz. O comedor compulsivo não só tem prazer em comer excessivamente, como também se sente culpado ao término de sua alimentação. É o tipo de caso que durante anos foi tratado exclusivamente em clínicas especializadas, mas que agora a acupuntura traz uma nova proposta para minimizar seus sintomas. O comedor compulsivo é um “viciado em comer”, e deve ser tratado de forma um pouco mais delicada. “Todo obeso quer perder em dias o que ganhou em anos. E se não for dessa maneira, ele acha que não vai funcionar e que também não vale a pena. O obeso vive ansioso, dorme mal por ter a mente agitada e come excessivamente como se a comida fosse acabar a qualquer momento”, diz Reis. Um dos pontos principais deste tratamento com acupuntura é resgatar a qualidade do sono do paciente, bem como a sua capacidade de relaxar mesmo em situações adversas. “A acupuntura age nos centros reguladores da ansiedade como que um bálsamo calmante”, completa o terapeuta.

Com o tratamento, os níveis de ansiedade se mantém sob controle, o que permite ao paciente controlar sua alimentação de forma saudável e até mesmo seguir sua dieta com algum rigor. A acupuntura “cerca o dragão” da obesidade, ou, como diz Reis, “atua onde medicamento nenhum consegue chegar”. A medicina chinesa trata a obesidade não como uma doença ou uma casualidade, mas sim como um distúrbio, um conjunto de sintomas que devem ser verificados caso a caso, de forma personalizada, visando não só o emagrecimento do paciente, mas também uma grande melhora em sua qualidade de vida. Para quem tem aversão às agulhas da acupuntura, há opções como sua versão via laser, ou ainda a eletroacupuntura, ou mesmo procedimentos como fitoterapia, ventosa, moxa e aurículoterapia, que trazem os mesmos resultados. “Até crianças são tratadas com segurança e com ótimos resultados!”, elucida o acupunturista. YIN e YANG De acordo com a tradição chinesa, a técnica da acupuntura é capaz de ajustar o equilíbrio yin e yang dos canais energéticos do corpo, também chamados de meridianos, estimulando a liberação de substâncias químicas que alteram o sistema nervoso, trazendo efeitos em todo o corpo e promovendo o equilíbrio do organismo. A acupuntura também pode tratar o stress, ansiedade, depressão, dores em geral, torcicolos, problemas respiratórios, alergias, distúrbios emocionais, constipação intestinal, enxaquecas, entre outras queixas. A acupuntura também atua de forma importante na área estética e na região facial atua melhorando o tônus da pele como um lifting natural - ativando a circulação sanguínea, linfática e energética da pele, amenizando rugas e marcas de expressão, diminuindo o tecido adiposo localizado, promovendo um rejuvenescimento e potencializando o viço da pele. Além de todos esses benefícios, o terapeuta ressalta que é importante fazer uma avaliação correta e com cautela. Assim, independente da técnica, os resultados serão positivos logo nas primeiras sessões.

Serviço O Espaço Personalité, liderado pela massoterapeuta Lunna Peres e pela esteticista Laiz Petraglia, foca o bem-estar e a beleza oferecendo opções de massagens terapêuticas para dor e relaxamento, além de estética facial e corporal; O mix de serviços inclui as tradicionais limpeza de pele, tratamento antiacne e manchas, exclusiva massagem rejuvenescedora facial, depilação masculina e feminina e design de sobrancelha. Há ainda a lipogessoterapia, a massagem turbinada, o clareamento de axilas e virilhas, e também a curiosa talassoterapia, um detox orgânico feito a base de algas. Para presentear há a opção do Cartão Presente, para oferecer a alguém especial os tratamentos oferecidos pela clínica. Rua Castro Alves, nº 13 - Vila Sta. Teresinha - Itatiba SP | (11) 4538-4303. Agende uma avaliação! Nossa equipe está esperando por você!

Fotos: Divulgação/ Espaço Personalité

Como a técnica milenar da acupuntura aliada à tecnologia ajuda a ficar de bem com a balança

Potencializar o bem estar Conforme vai conquistando a perda de peso, a mulher pode aproveitar sua nova amiga, a acupuntura, para potenciar sua beleza, tornando ainda maior o bem estar. Ao aplicar a técnica no rosto, por exemplo, promove a homeostase orgânica e os resultados são duradouros, uma espécie de “plástica natural” que não altera a expressão facial e é menos agressiva à pele e aos tecidos. “Além de ser mais acessível financeiramente”, ressalta o terapeuta. “No consultório, faço uso da laser-acupuntura, eletroterapia sem agulha, talassoterapia (algas vermelhas liofilizadas) e o resultado é perceptível logo na primeira sessão. Outro benefício da acupuntura e das ervas chinesas, isoladamente ou em combinação, é proporcionar excelentes resultados na tensão pré-menstrual ou TPM, regulando o ciclo menstrual, diminuindo cólicas, amenizando os sintomas durante o período e melhorando a qualidade de vida da paciente. Com base em meus atendimentos, posso afirmar que, é raro um caso que não possa ser resolvido. O importante é a disciplina nas aplicações”, relata o terapeuta, que garante: a melhora pode ser observada após um mês de tratamento. *Com a colaboração de Artidônio José dos Reis, especialista em acupuntura, tratamento para obesidade, fitoterapia chinesa, formado em laser-acupuntura e estética pela Associação Brasileira de Acupuntura Estética.


Jornal Mulher

Moda & Beleza

10

N

ão é só na literatura feminina que os tais dos tons de cinza andam na moda. A pedida para as unhas de inverno são os tons mais escuros, tendendo às nuances acinzentadas e prata. Em tons e texturas diversas do outono-inverno passado, as marcas de esmaltes apostam nas releituras dos cinzas. Em acabamentos com alto brilho ou pendendo ao escuro e ao esverdeado, o “cinza de frio” nas unhas também tem sua versão clarinha. Esses extremos são as pedidas da estação. Os metalizados também garantem presença nas mãos, com lançamentos da Ris-

qué e da Granado, sim, aquela marca de talcos que recentemente passou a investir na seara da beleza das pontas dos dedos. Segundo os fabricantes e blogs de moda em esmaltes, o cinza veio como tendência já premeditada para esta estação. Com 15 meses de antecedência, as empresas recebem livros – os bureaus de moda – com tons e texturas em tecidos que serão tendências nas próximas estações. É por meio deles que nascem as coleções, adaptadas a modismos temporários. No Brasil é comum novelas lançarem moda. Para ficar com unhas modernas, vale ver o que está nas telinhas.

Fotos: Divulgação

Cinza está nas ‘unhas tendência’ de inverno


Moda & Beleza

Jornal Mulher

11

Faça as malas (certas!) e boa viagem

C

Mais que funcionais, malas e bolsas de viagem ultrapassam a linha do prático e se tornam acessórios de moda

om as férias de julho aí, muita gente já está pensando em fazer as malas. E o mercado está repleto de novidades. “As cores vibrantes são cada vez mais tendência, porque, num aeroporto, por exemplo, são mais fáceis de identificar e serem localizadas”, garante Marlon Rogério Artero, proprietário da Farus Bolsas, loja com unidades em Itatiba e em Barueri. Devido ao aumento cada vez maior de viajantes com acesso às passagens de avião, ter agilidade na hora de pegar as malas na esteira de vagagem poupa muita dor de cabeça. “Malas escuras são mais fáceis de perder, porque são as mais comuns. Calcula-se que 70% das extraviadas são dessa cor”, revela. E, nesta época de férias, o risco é maior. “Chegam a 10% do total as malas extraviadas durante férias”. Pink, laranja, verde, vermelho e roxo são algumas das cores em que apostar. Malas temáticas também estão em alta: inspiradas na Copa do Mundo, nas marcas ligadas ao MMA, e nos personagens infantis que as crianças adoram, como Patati e Patatá e a boneca Barbie. Há frasqueiras também para os pequenos, que podem facilmente serem aproveitadas como lancheiras na volta às aulas, uma vez que são térmicas e conservam os alimentos. Para quem vai de avião, vale a dica: há diferença de peso e estilo entre a mala que será despachada, a mala de bordo e a mala de mão. As malas tradicionais, grandes, devem ser despachadas no checkin. O peso máximo delas deve ser checado com a agência de viagem ou a companhia aérea, pois varia de acordo com o destino, ficando entre 23kg e 32 kg. A mala de bordo não pode pesar mais que 5 kg, não ultrapassando os 115 cm x 20 cm. Há opção também por frasqueiras, que, com design

arredondado, são fáceis de carregar. Entre as que serão despachadas, dê preferência as de modelo 360º. Isso significa que suas rodinhas se movimentam em todas as direções, o que permite uma melhor mobilidade. Se terá que transportar algo frágil, a melhor mala é a de fibra, ou polietileno, que, resistente, protege com segurança aparelhos como notebook. Para tirar todas as dúvidas sobre bagagens, visite o site da Anac (www.anac.gov.br )

Estilos e idades

Crianças amam o colorido, e a variedade de estampas em malas e mochilas espanta. Modelos modernos trazem, além das usuais e fundamentais rodinhas para deslizamento e equilíbrio de peso, alças, para serem facilmente acomodadas nas costas, se for a preferência dos pequenos. Com o suporte das rodinhas, os modelos ideais comportam até 12kg. Já para os adolescentes, principalmente meninos, cores arrojadas, como a combinação entre amarelo e preto são a tendência. Modelos que unem alças e carrinho podem suportar até 18 kg. Para aventureiros, a pedida são as “mochilas de trilha”, adequadas a quem caminha e explora seus destinos à pé. Nela cabem até 63 litros de bagagem, divididos em seus diversos compartimentos. Impermeável e com base estrutura, ajuda a enfrentar chuva e terrenos irregulares, além de vir com uma pochete removível acoplada.

Modelo para Meninas Sacola de Viagem

Antes de escolher o destino, saiba qual é a mala ideal para você

Modelo com rodas para Meninas Mala de Viagem de Fibra

Versátil e compatível

Para quem viaja de carro ou ônibus, as sacolas de viagem são as melhores companheiras. O especialista explica o porquê: “Elas são maleáveis e se acomodam melhor no porta-malas, aproveitando o espaço”, diz Marlon. Esses modelos de sacola suportam até 20 kg, o suficiente para atender as necessidades de duas pessoas durante três dias.

Serviço

Bolsas, malas, mochilas e sacolas das melhores marcas, e também fabricação própria Rua Dr. Jorge Tibiriçá, 156, (a rua do shopping), Centro, Itatiba | SP Atende de segunda a sexta-feira, entre 9h 1 18h e aos sábados, das 9h às 16h. (11) 4487-2940 | Facebook: www.facebook.com/FarusBolsasepp

Modelo Juvenil

Mala de viagem com rodas 360 graus

Modelo de mochila com rodas Frasqueira

Fotos: Divulgação


Jornal Mulher

12

Necessidade feminina por doces pode ser sinal de estresse, não de gula

O

pecado da gula agora poderá ser perdoado. Pesquisa da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto apontou recentemente que a fissura tipicamente feminina por doces tem uma causa: estresse. Segundo o estudo, mulheres estressadas têm sete vezes mais chances de desenvolver a Dependência de Substâncias Doces (DSD) que também é conhecida como fissura por alimentos doces. A amostra do estudo foi composta por 31 mulheres com estresse e 26 mulheres sem estresse. A maioria das mulheres com DSD afirmou que come doces para se sentirem melhor (ou para mudar o estado de humor); já constatou que precisam de quantidades de doces cada vez maiores; sentem algum sintoma na ausência de doces; sempre consomem doces mais do que pretendiam; ficam horas pensando em como adquirir doces; já reduziram atividades diárias ou de lazer para ficar ingerindo doces; e continuam consumindo estes produtos mesmo sabendo das possíveis consequências à saúde. Em relação à análise da ingestão média diária

de açúcares, não houve diferença estatística entre as mulheres com e sem estresse. No entanto, as mulheres com estresse afirmaram que sentem mais vontade de comer doces. Os níveis de leptina, hormônio que em grandes níveis estimula o consumo de produtos ricos em açúcares, também foram significativamente mais altos entre as dependentes de doces. E, como era de se esperar, mulheres estressadas apresentam circunferência da cintura maior do que as não estressadas. O estudo foi realizado por uma mestranda do Departamento de Nutrição e Metabolismo da FMRP. Perfil da mulher estressada/ Com pouco estudo, baixa renda sócio-econômica, presença de problemas conjugais e insatisfação com o ambiente de trabalho. Esse é o perfil da mulher estressada portadora da Dependência de Substâncias Doces (DSD), informa o estudo, para o qual foram selecionadas 57 mulheres saudáveis de 20 a 45 anos e com o Índice de Massa Corporal (IMC) na faixa de sobrepeso. * Com informações da Agência USP, via site Consumidor Moderno

Foto: Shutterstock.com

Dependência de Substâncias Doces (DSD) tem causas identificadas em estudo


13

Jornal Mulher

Decoração

Painéis de PVC são coringa na decoração Seja como forro, revestimento de parede ou mesmo fundo para TV’s de plasma, material é versátil, fácil de instalar e custa até 40% menos do que a madeira

E

le é o novo queridinho

em PVC têm a vantagem de não pre-

do revestimento deco-

cisar de pintura ou aplicação de pro-

rativo prático e com

dutos de proteção específica – além

custo benefício atrati-

de não abaular, como é comum na

vo: o painel de PVC caiu no gosto de

matéria prima natural.

quem busca beleza

Versáteis, po-

e novos materiais.

dem ser usados

Sem

contar

que

pode chegar a custar até 40% menos do que a madeira. Feito do plástico (que é composto por cloreto de sódio, o sal marinho, e eteno, um derivado de petróleo) e com acabamento amadeirado, o uso deste

R$ 130. É a diferença média de preço de material num um painel de 3 metros de comprimento x 1,2 m de altura. Enquanto um em madeira nobre sai por cerca de R$ 330, o de PVC madeirado custa R$ 200

revestimento

ainda como cabeceiras de cama, faixas decorativas, divisões e outros. A escolha da cor, em geral, é feita pensando em contrastar com as demais do ambiente, o

que

grande

garante destaque

ao conjunto, con-

vai do forro – onde já é mais tradicio-

ferido personalidade. E, quando se

nal – ao acabamento de paredes e em

enjoar do tom, basta aplicar sobre o

decks para Tv’s, aqueles painéis que

revestimento uma nova cor com o

emolduram as finas telas dos aparelhos

uso de tinta vinílica.

com tecnologia Led ou plasma. O material, um plástico versátil

Simples assim

e de grande durabilidade, também é

A instalação deste tipo de revesti-

indicado para ocultar imperfeições,

mento é rápida e não produz sujeira

irregularidades e infiltrações em pa-

pesada, como uma quebra de parede,

redes, já que ele, em si, não mofa ou

saída antes usada para mudar a cara do

exala odores (por ser de material não

ambiente. A manutenção também é

orgânico, é imune a cupins e fungos).

um paraíso de praticidade: detergente

Além de mais sustentável do que os

neutro e um balde de água deixam no-

painéis de madeira natural, os feitos

vos os painéis de PVC.

Serviço Painéis e divisórias em PVC, drywall, persianas, simulador de forro em ambientes, etc. Produtos e acessórios são licenciados e têm selo NBR, ISO e ABNT. Atende também São Paulo e Grande São Paulo, litoral norte e sul e Rio de Janeiro. Rua Raul Ribeiro da Fonseca, 35, bairro Nova Itatiba, Itatiba - SP Telefones: (11) 4534-3467 ; (11) 9 7195-8231 Vivo ou (11) 9 8168 9246 Vivo Telefone para a região de Campinas: (19) 9639-6911 Fotos: Divulgação


Jornal Mulher

Decoração

14

Bazar Permanente une solidariedade à beleza Espaço é boa pedida em objetos e itens de decoração feitos por artesãos voluntários de Itatiba

“Segundo a organização,

diversos produtos à venda são encontrados com preços abaixo do mercado

Foto: Divulgação Prefeitura de Itatiba

D

ecorar a casa valorizando artistas locais e ainda ajudando a comunidade. Esta é proposta do Bazar Permanente ‘Arte Solidária’, ponto onde se encontram panos de prato, bordados, artesanatos em madeira como caixas, patchwork, produtos em feltro e reciclagem. Aberto em março pelo Fundo Social de Solidariedade de Itatiba, o bazar agrega peças confeccionados por alunos dos cursos de artesanato oferecidos pela municipalidade. A organização informa que diversos produtos à venda são encontrados com preços abaixo do mercado. Parte da renda obtida com a venda será utilizada para a reposição de materiais para as aulas de artesanato que acontecem durante todo o ano, com a finalidade de também iniciar a produção de peças para o Bazar Solidário de Natal que acontece no final do ano, contribuindo com a Campanha Natal Solidário, realizada todos os anos pela Prefeitura. O Bazar Permanente está no Centro de Capacitação Solidária – Unidade Centro (Praça XV de Novembro, nº 1, Centro), a antiga Prefeitura. Funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h e atende pelo telefone (11) 4534-3310.


Jornal Mulher

Decoração

15

Corte à laser traduz criatividade em peças Arte em Telas cria Italaser, unidade que produz peças personalizadas em acrílico e mdf de receita, porta-chaves, scrapbooks e pequenas estatuetas. Para quem gosta de artesanato, é ainda uma terapia. Um dos maiores sucessos de vendas, as letras decorativas avulsas podem ser encontradas a R$ 0,40, com 2 cm de tamanho. Convite O corte à laser, delicado e preciso, também pode ser aproveitado para a criação de peças em papel ou tecido. No papel, seus desenhos se transformam em convites, agendas, capas de cadernos e cartonados. No tecido, a técnica dá forma com praticidade e rapidez a desenhos que, se cortados à mão, levariam muito mais tempo para ficarem prontos. Beatles, os maiores A Italaser recriou o quarteto de Liverpool. Peças sombreadas, em tamanho próximo ao natural, recriaram a cena clássica da travessia da rua Abbey Road, com a silhueta de cada um dos Fab Four. Foram as maiores peças já encomendadas, exclusivamente para compor a cenografia de uma festa, em março último. O barquinho A menor peça criada pela Italaser foi uma janela de barco, para uma réplica em miniatura, com incríveis 9 milímetros! Tamanha precisão atraiu o ramo imobiliário, que não raro encomenda à empresa maquetes de futuros empreendimentos.

Fotos: Divulgação Arte Telas

U

ma mandala em acrílico com 1001 milimétricos detalhes? Tem. A placa de boas-vindas ao bebê com letras encapadas em tecido? Tem também. Um arabesco para pendurar na parede? Lá está! Tudo isso e mais o que a imaginação ditar, e as máquinas de corte à laser da Italaser, recém lançada unidade de personalização da Arte Telas Brasil, conseguirem dar forma. Por meio da tecnologia, o material é marcado, desenhado e cortado, resultando em fino acabamento. E a gama é ampla: tudo o que a imaginação mandar, a partir de milímetros até peças no tamanho máximo de 90cm por 1,20m, tudo é possível de ser criado. O uso das peças vai, também, da criatividade dos criadores. Há os que usem letras avulsas para montar painéis de identificação comercial, mas a grande maioria atendida pela Italaser aplica a tecnologia mesmo é para criar peças de decoração. A técnica do corte personalizado à laser faz sucesso entre futuras mamães, que customizam o quarto dos bebês com seus nomes e personagens do mundo infantil. A base das peças é mdf ou acrílico, depende da finalidade e do efeito que se quer causar. Para quem não tem um projeto na cabeça, a loja se encarrega de dar uma ajudazinha: vende peças prontas, que podem ser ‘cruas’ – para o cliente personalizar como quiser, pintando ou colando tecidos e papéis, ou mesmo peças já prontas, caso de cadernos

Serviço Arte Telas Brasil Mais de 200 tipos de papel para decoupage e scrapbook, barras adesivas para parede, tecidos e acessórios para artesanato. Aulas e workshops de patchwork, pintura em tela, bonecas de pano, arte francesa, entre outras. www.artetelasbrasil.com.br | Facebook: Arte Telas Brasil Av. 29 de Abril, 439 C, Centro-Itatiba-SP Telefone: 11 4487-7573

Italaser Cortes especiais, mais de 200 modelos de molduras – fabricação própria, telas, espelhos, gravação em vidro. Av. Campinas, 120, Vila Brasileira-Itatiba-SP| Facebook: Italaser Recortes


Jornal Mulher

16


Jornal Mulher

17


Jornal Mulher

18


Jornal Mulher

19


Jornal Mulher

20

Festas & Casamentos

Casamento comunitário marca inscrições para julho

C

asais de Itatiba que desejarem participar da 5ª edição do Casamento Comunitário devem marcar o dia 13 de julho, um sábado, na agenda. É nesta data que serão feitas as inscrições para o evento deste ano. Elas ocorrerão das 8h às 17h, na Secretaria de Ação Social, Trabalho e Renda, localizada (avenida Marechal Castelo Branco, n°677, Bairro do Engenho). É necessária a presença de apenas uma das partes interessadas, o homem ou a mulher, para efetivar o interesse, segundo a Prefeitura de Itatiba, que organiza o casamento. Os casais interessados deverão levar: RG, CPF, comprovante de endereço, carteira de trabalho e último holerite de cada um dos noivos.As pessoas que não possuírem comprovantes de renda deverão preencher uma declaração na qual consta ser autônomo ou não possuir rendimento fixo. Durante o cadastro também será preenchido um formulário de declaração de baixa renda e outro para os casais que optarem por casar também no religioso. Mais informações pelo telefone (11) 4524-0747.

Amor conjunto Iniciado em 2009 na cidade, o Casamento Comunitário uniu 77 casais. Destes, 32 casaram-se também no religioso católico, 12 no religioso evangélico e 33 optaram por casar somente no civil. Em 2010, na segunda edição, foram 150 inscritos e um total de 120 casamentos realizados, com 61 casais participando também do religioso católico, 12 do religioso evangélico e 47 somente no civil. Na terceira edição do Casamento Comunitário, em 2011, foram feitas 109 inscrições e realizados 70 casamentos, sendo que 24 casais casaram-se no religioso católico, 14 no religioso evangélico e 32 somente no civil. Ano passado, na quarta edição, foram 66 casais, sendo 23 casais unidos somente no civil, 29 no religioso católico e 14 no religioso evangélico. Foto: Shutterstock.com


Jornal Mulher

21


Jornal Mulher

22

Agora é lei: gestantes em aviso prévio têm estabilidade Norma está em vigor desde 17 de maio, aprovada pela presidenta Dilma Rousseff

G

estantes que cumprem aviso prévio podem respirar mais aliviadas: desde maio é lei em todo país que elas tenham estabilidade garantida durante o aviso prévio, inclusive nos casos do indenizado (quando a trabalhadora está recebendo salário mais não tem a obrigatoriedade de comparecer ao trabalho). A presidenta Dilma Rousseff sancionou a lei que garante o emprego às futuras mamães que estão nessa condição trabalhista. Em setembro de 2012, o TST (Tribunal Superior do Trabalho) mudou a redação de uma súmula que tratava do assunto e passou a garantir à empregada gestante o direito à estabilidade provisória prevista constitucionalmente, mesmo na hipótese de admissão mediante contrato por tempo

determinado. Em março último, os ministros condenaram uma empresa por dispensar uma funcionária gestante após o fim de seu contrato de experiência. Segundo a Justiça, a gestante deverá ser reintegrada às funções e receberá os salários correspondentes ao período em que ela ficou fora da empresa. Em outro julgamento ocorrido no início deste ano, o TST entendeu que a mulher que engravida durante o aviso prévio tem direito à estabilidade provisória no emprego. No caso julgado, a trabalhadora conseguiu o direito a receber o pagamento dos salários e demais direitos correspondentes ao período. O texto da norma, na íntegra, pode ser consultado no Diário Oficial da União, de 17 de maio. *Com informações da Agência Brasil e TST

Economia

Mulher tem direito à cirurgia reparadora de mama via SUS

Reconstrução de mama será efetuada no mesmo momento em que for realizada a cirurgia para retirada do tumor; lei foi aprovada em abril

A

lei que obriga a cirurgia reparadora do câncer de mama se tornou realidade em abril. A regulamentação da obrigatoriedade da cirurgia plástica reparadora da mama pelo Sistema Único de Saúde (SUS) nos casos de mutilação decorrentes de tratamento de câncer (Lei nº 12.802) foi publicada no Diário Oficial da União de 25 de abril último. De acordo com o texto, quando houver condição técnica, a reconstrução será efetuada no mesmo momento em que for realizada a cirurgia para retirada do câncer. No caso de impossibilidade de reconstrução imediata, a paciente será encaminhada para acompanhamento e terá garantida a realização da cirurgia imediatamente após alcançar as condições clínicas requeridas. A nova Lei altera a de nº 9.797, em vigor desde 6 de maio de 1999. Para o secretário de Atenção à Saúde, Helvécio Magalhães, a medida reforça o que já vem sendo praticado no SUS, com

base em orientações do Ministério da Saúde. “O procedimento de recuperação mamária pós-mastectomia já é oferecido pela rede pública de saúde. Cabe à equipe médica avaliar se é possível realizar os dois procedimentos no mesmo ato cirúrgico. A decisão é tomada com base em diversos fatores, entre eles, a condição da área afetada para evitar infecção ou rejeição da prótese”, explica o secretário. O país conta hoje com 181 serviços de saúde credenciados e habilitados pelo Ministério da Saúde para realizar a cirurgia reparadora. ATENDIMENTO/ Em 2012 foram realizadas pelo SUS 1.394 cirurgias reparadoras de mama, 50 a mais que no ano anterior. O valor investido nesses procedimentos, no período, somou R$ 1.158.937,91. Os valores aplicados na atenção oncológica englobam cirurgias, radioterapia e quimioterapia. *Com informações da Secom – Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República


Jornal Mulher

23


Jornal Mulher

24

“Não siga só o caminho que está à sua frente”, é o recado de ‘Tudo é Possível”

T

“Tudo é Possível” Autor: Allan Percy Editora Sextante

udo é possível nos permite conhecer algumas proezas, de quem estava nas profundezas do desespero, para que nos orientem e sirvam de inspiração. A obra reúne exemplos de superação de personalidades como Coco Chanel, Bruce Lee, Walt Disney, Bill Gates, Dan Brown, Steve Jobs ... Além disso, apresenta lições atemporais de grandes nomes como Confúcio e Buda, contos da sabedoria universal e textos sobre a origem de ícones comerciais do nosso tempo, como CocaCola, Amazon e YouTube. A partir desses relatos, Allan Percy – o

mesmo autor de “Nietzche para Estressados” - convida a refletir sobre as possibilidades que a vida nos oferece diariamente. Por meio de cada pequena ou grande ação, somos nós que escolhemos o caminho a seguir. Se ele nos levará à felicidade e ao sucesso, ou se permaneceremos na mesmice, vai depender apenas do que fizermos hoje. “Se tantas pessoas foram capazes de superar imensas dificuldades, nenhum problema é realmente insolúvel, nenhum sonho é irrealizável. Basta ter coragem e se deixar guiar pela fé inabalável. Se elas conseguiram, você também consegue”, essa é a frase que resume o espírito pelo qual se pauta o livro.

Autora de mais de 20 obras literárias, a médica e psicanalista Betty Milan, de 68 anos, relata em “Carta ao Filho”, num texto de autorreflexão, um balanço de seus erros e acertos como mãe. A origem da obra não foi das mais prosaicas: para se reaproximar e reinventar a relação com o filho, Mathias, de 30 anos, com quem se desentendeu e ficou rompida por cerca de seis meses, ela se pôs a escrever cartas imaginárias ao herdeiro. O resultado é esta obra, uma compilação voltada às mães, para quem a autora costuma dizer que errar também é normal entre quem têm filhos e que as falhas podem ser revertidas.

Confissões de uma mãe

A

“Carta ao Filho” Autor: Betty Milan Editora: Record

utora de mais de 20

o filho, Mathias, de 30 anos, com quem

obras literárias, a médica

se desentendeu e ficou rompida por

e

Betty

cerca de seis meses, ela se pôs a escrever

anos,

cartas imaginárias ao herdeiro. O

relata em “Carta ao Filho”, num texto

resultado é esta obra, uma compilação

de autorreflexão, um balanço de seus

voltada às mães, para quem a autora

erros e acertos como mãe. A origem da

costuma dizer que errar também é

obra não foi das mais prosaicas: para se

normal entre quem têm filhos e que as

reaproximar e reinventar a relação com

falhas podem ser revertidas.

psicanalista

Milan,

de

68

“Texto de autorreflexão traz balanço dos erros e acertos na criação de um filho por uma mãe nada convencional”


Jornal Mulher

Eventos

25

Meeting – Lançamento Exponegócios 2013

U

m animado coquetel reuniu colaboradores, expositores, imprensa e apoiadores da ExpoNegócios 2013, lançada oficialmente no dia 23 de maio. O encontrou ocorreu num dos salões de festa do Hotel Vila D’Angelo, teve entrega de brindes aos expositores, show musical acústico e uma prévia dos negócios que movimentarão a Expo, de 9 a 11 de agosto, em Itatiba. Confira a cobertura completa, com centenas de fotos, no site: http://www.exponegociositatiba.com.br/ index.php/galeria/meeting-expo-negocios-maio-2013

N

Nova Loja Toldos Itatiba

um churrasco para convidados, a Toldos Itatiba inaugurou novas instalações no último dia 1º de junho. Em seu novo ponto, na avenida Romeu Augusto Rela, no Bairro do Engenho, recebeu amigos e parceiros na comemoração.

Fotos: Edson Foto


Jornal Mulher

Eventos

26

Exponegócios 2013 se prepara para receber 12 mil pessoas Entre 9 e 11 de agosto, maior feira multisetorial da região terá atrações para toda família

é o Feirão do Imóvel ExpoNegócios, que trará preços especiais e benefícios de compra durante os três dias da feira. Ainda no segmento imobiliário, o público vai conhecer a inovadora casa container, montada a partir das unidades de armazenagem com tecnologia da Ethos Construtora e Incorporadora. Esse é só um dos focos da sustentabilidade que permeia a ExpoNegócios desde sua criação. Estão previstas ações ambientais e práticas sustentáveis em toda a programação do evento, como a coleta e destinação correta de material reciclável. Prêmios também estão previstos: serão mais de R$ 50 mil em presentes e vales especiais sorteados nos três dias da feira. Os visitantes da ExpoNegócios 2013 terão ainda praça de alimentação variada, playground e estacionamento gratuitos.

Arte para todos As apresentações artísticas são um dos motivos do sucesso de público da ExpoNegócios. Para este ano já estão confirmados shows com as presenças dos sertanejos Hugo Henrique, o “Mini Luan Santana” e Vanessa Passos, do reality show musical “Mulheres que brilham” do programa de Raul Gil no SBT. O pequeno Hugo Henrique, de 7 anos, já dividiu o palco com Cristiano Araújo e foi finalista de um concurso musical liderado Raul Gil. Já Vanessa se apresentou no Palco Rancho da Vox, num dos maiores rodeios do Brasil, em Americana/SP. Outras atrações musicais serão anunciadas. No palco dedicado à arte, haverá ainda apresentações lúdicas e performances. Oportunidades Com foco na geração de negócios, a

feira terá expositores de vários segmentos de produtos e serviços, muitos apresentando novidades. O visitante tem então a oportunidade de adquiri-los em primeira mão, com preços diferenciados. No total, a maior feira multisetorial da região já conta com 97% dos estandes vendidos e projeta movimentar no mínimo R$ 3 milhões, R$ 1 mi a mais do que o total de negócios gerados na sua estreia, em 2012. A ExpoNegócios 2013, uma realização da Wow! Eventos, empresa do Grupo Ueda & Duduch, tem o patrocínio de On Telecon, Anhanguera, Megagem Grupos Geradores, Maxim Design e Impressão, Central Vison, Gusto Della Massa, Ethos Construtora e Incorporadora e Issho Imóveis, além de contar com o apoio da Prefeitura de Itatiba, que estará presente com estandes no evento.

Fotos: Edson Foto

A

ExpoNegócios 2013 se prepara para atrair público de 12 mil pessoas, um incremento de 4 mil participações em relação ao público total de 2012, de 8 mil pessoas. A segunda edição, marcada para os dias 9, 10 e 11 de agosto próximo, na sede social do Itatiba Esporte Clube, terá entrada gratuita, e foi lançada com festa num coquetel para 200 pessoas, em 23 de maio, no Hotel Vila D’Angelo (veja cobertura na página ao lado). Nesta edição, a ExpoNegócios terá mais de 15 palestras de motivação, liderança, vendas, marketing, empregabilidade, qualidade de vida, coaching, e desenvolvimento pessoal e profissional. Novidade, neste ano os participantes das palestras receberão certificados. Outra grande novidade para este ano


Jornal Mulher

27


Jornal Mulher

28


Jornal Mulher

29


Jornal Mulher

30


31

Jornal Mulher

Sua Casa

Muito mais que artesanato

Cursos de corte e costura e de artesanato têm vagas disputadas, alunas interessadas e criatividade para espalhar por toda a casa

O

botão que cai, a barra que descostura e a aquela cortina que pode ser incrementada. Muitas mulheres já perceberam que não precisam ser exímias costureiras para terem uma casa mais bonita. Os cursos de artesanato da Costura & Cia, a conhecidíssima Loja da Jaira, comprovam: das mais de 100 alunas, 56 lotam o curso de corte e costura, sendo que 95% delas querem aprender ou aprimorar técnicas de linhas, agulhas e tesouras. “Apesar de formarmos costureiras aptas a trabalhar na área, a grande maioria vem para o curso para costurar para si mesma, para família e para sua casa”, explica Jaira de Santana Passos Coletti, dona da loja que virou sinônimo de seu nome e sua simpatia nestes 18 anos em que ela lidera o comércio. Meninas a partir de 12 anos também estão entre as que têm aulas nas máquinas de costura, e buscam no curso uma introdução ao mundo da moda, já que algumas planejam seguir carreira no estilismo. Ajustes e consertos em roupas próprias são populares, mas ficam em segundo plano ante o mundo de possibilidades criativas trazidas não só pelo corte e costura. Há as mulheres que preferem não se

meter entre linhas e agulhas – para estas a loja oferece o serviço de ‘sos costureira’, responsável por nada menos do que 30% do movimento da Costura & Cia – e se voltam para o artesanato como uma forma de terapia. Opção não falta. “Hoje mantemos cursos de bordado e trançado com fitas, ponto cruz, ponto russo, macramê, vagonite, crochê, tricô, tear, patchwork – o tradicional e o embutido, patch apliqué, trabalhos com feltro, decoupage (tecido e em madeira), de bonecas, pintura em tela, tecido e madeira”, enumera Jaira, que destaca o curioso curso de hardanger, um ponto feito no tecido a partir de sua própria linha desfiada. “Como as classes são abertas para novas alunas o ano todo – cada uma é orientada individualmente e no seu tempo - temos muitas que buscam no artesanato uma terapia. Os trabalhos manuais são ótimos para isso. Prova é que temos pelo menos 6 alunas que estão com a gente desde que abrimos os cursos, há 14 anos!”, celebra.

Pura lã

De olho nas baixas temperaturas do inverno que está chegando, a Loja da Jaira reforçou com novidades os estoques de lã. Cores tendência e acessórios para produ-

Costura & Cia. / Loja da Jaira Serviço completo de troca de zíper, ajustes, consertos e barras (inclusive originais em jeans) em roupas. Tudo em aviamentos e materiais para artesanato Personalização com bordado eletrônico em peças avulsas, de toalhas a uniformes. Relógios personalizados Cursos diariamente e aos sábados pela manhã. Idade mínima de 10 anos. Consulte horário diretamente na loja. Rua Rangel Pestana, 125, Centro, Itatiba – SP - (11) 4524-4564

Fotos: Esther Karina

Serviço


Jornal Mulher

J

Perfil

Projetista Camila Frare

do cliente e trabalhando o módulo ovem e repleta de boas e sua estrutura, se permite o empiideias em arquitetura, a lhamento, o deslocamento do conprojetista Camila Frare, de têiner, além de diversos encaixes. 24 anos, aposta na Morare Nessa comparação, é como brincar Arquitetura para viabilizar de Lego! casas e escritórios que equilibram JM - Projetos com os móducusto, benefício e inovação. Uma los de contêiner se aplicam a das principais é a casa contêiner, qualquer tipo de terreno? novidade que faz sucesso no exteCF – Sim. Eles rior e será apresenpodem se adaptar tada, com projeto exclusivo criado por As possibilidades em qualquer terreno, desde que seja feita ela, na ExpoNegóe Design que o uma estrutura básica cios 2013, marcada para o mês de agoscontainer oferece para mantê-los no nível desejado. to no Itatiba Esporfazem com que JM - Como fica te Clube. o conforto denNa ocasião, a muitas pessoas, tro de um módulo unidade originalfuturos moradores desses, em espemente utilizada para transporte marítimo ou empreendedores cial em relação à temperatura? será transformada dispositinum espaço comer- mudem de idéia ao Quais vos arquitetônicos cial, permitindo que conhecerem todo o podem ser usados se tenha a real noção seu potencial para garantir, por de como seria seu exemplo, o conforreaproveitamento to térmico? na prática. Natural CF - A temperatura é controlada de Morungaba, Camila atua em Itatia partir dos revestimentos e abertuba e região – além de Paulínia e Braras utilizados no projeto. Escolher gança Paulista - e tem projetos em o melhor revestimento, e fazer um estudos de viabilidade nas cidades de projeto adequado às necessidades Araguaína, no Tocantins e Goiânia, de quem habitará ou trabalhará capital do estado de Goiás. nesse contêiner, garantem todo o JM - Qual a maior vantagem conforto. das casas e comércios contêiJM - Alguns escritórios de ner? São realmente práticas? grandes empresas, até terem CF - As casas /comércio em suas sedes fixas construídas, contêiner são vantajosos para quem adotam contêineres. É uma tenprocura rapidez e design arrojado. dência? A praticidade é interessante, pois CF - Sim, é uma tendência que você trabalha com módulos e, litevem ganhando mercado nos últiralmente, encaixa neles suas necesmos anos. Ainda existe uma cersidades. Os diferenciais estão em ta resistência quanto ao uso do como você reveste e cria a divisão contêiner, mas as possibilidades e do espaço neste módulo. Seus usos design que ele oferece fazem com são vastos e chamam a atenção, em que muitas pessoas, futuros moraespecial , pela apelo sustentável, de dores ou empreendedores, mudem reaproveitamento consciente. de ideia ao conhecerem todo seu JM - Para que perfil de públipotencial. A utilização de contêico os projetos habitacionais com neres em quiosques, pequenas locontêiner são ideais? Qual é o jas e plantões de venda é prática, tamanho m��dio? tendo como sua principal carateCF - Não existe um perfil indirística o deslocamento da unidacado. Existe sim o planejamento de para qualquer outro lugar com para o contêiner suprir as necessimuita facilidade. dades de cada um. Seguindo o estilo

32


Jornal Mulher Itatiba 5ª edição - Junho/Julho de 2013