Page 1

pub

Chegou o cartão 100% maiato que lhe vai dar descontos!

saiba mais na página 2

06JUN a 19JUN

2014 Ano XV | Nº 346 Bi-Mensal | Sai às Sextas Director: Artur Bacelar

apenas 0,70 € IVA incluído

\\

PUB

www.maiahoje.pt

maiahoje jornal regional de grande informação

religião Bispo do Porto visita a Maia

«A proximidade é o caminho necessário da Igreja que quero prosseguir» D. António Francisco dos Santos foi recebido pelo executivo nos Paços do Concelho. D. António apontou o «trabalho em comunhão com os leigos e com os consagrados» como forma de «fazer mais e melhor». p. 17

\\

\\ atletismo

andebol Juvenis do Águas Santas sagram-se campeões nacionais

Equipa feminina do Maia Atlético Clube vence Campeonato Nacional da segunda p. 14 divisão. \\ Jiu-Jitsu

Pedro Mello campeão p. 13 nacional. \\ kung

fu

Margarida Santos sagrou-se campeã do mundo em Vagos. p. 14

p. 12 pub


02 Cartão MH

sexta-feira 6 de Junho de 2014

maiahoje

Chegou o cartão que lhe traz descontos e ainda inúmeras vantagens! Seja assinante, adira já! 22 406 21 26

LOJAS E SERVIÇOS ADERENTES EM 2014/06/01 CATEGORIA......ADERENTE.........................MORADA .........................................................TELEFONE.VANTAGEM ARTES GRÁFICAS .........PUBLIREFERÊNCIA ....................................Rua Pedro Julião, 114 r/c..........................................................................224 062 126 ......15% em cartões de visita 10% em serviços gráficos ACT. LÚDICAS................ESPAÇO 2 ....................................................Av. António Santos Leite 452(junto McDonalds/Cepsa) ..............916 304 716 ...... oferta inscrição e 10% desconto mensalidade ANIMAL ...........................HUSSE - Aliment. p/cães e gatos.........Ao domicílio .................................................................................................918 325 442 ...... 15% desconto ANIMAL ...........................A LOJA DO GUI - Pet Shop.....................R. D. Afonso Henriques, 2406 - Corim - Águas Santas ...................936 550 935 ......15% acessórios e rações de cão e gato (>1,5Kg) ARTES ..............................TEXTURAS – Artes Decorativas............Travessa Dr.Augusto Martins,12-16 Maia...........................................919 417 006 ...... 20% desconto nos workshops, ao trazer um amigo ARTES...............................FUN TATTOO ..............................................Galeria Rosa dos Ventos, R. Do Viso, 79 - Lj.8 ....................................229 490 331 ...... 10% em qualquer serviço AUTOMÓVEIS ................IMPORFASE – Escapes.............................Rua do Outeiro, 15 - Z.Ind.Maia I Sector II Gemunde.....................229 410 780 ...... 36% desconto em todos os serviços AUTOMÓVEIS ................GOMES CAR WASH...................................Centro Comercial Plaza Piso -3 Maia....................................................912 216 882 ...... 30% em lavagem auto e 10% outros serviços AUTOMÓVEIS ................AUTO PNEUS MAIA ..................................Rua Dr.Joaquim Nogueira Santos, 836 Nogueira Maia .................229 608 317 ......10% desconto serviços mecânica e eletricista BEBIDAS ..........................GARRAFEIRA DO JOFRE..........................Praceta Artur Marques, 92 Maia ............................................................229 481 540 ...... 5% desconto em bebidas e 10% em acessórios CABELEIREIRO...............CHIPAMBO ..................................................Rua António Oliveira Braga nº105 Maia .............................................912 283 681 ...... 20% desconto em cabeleireiro e estética CABELEIREIRO...............ELISA MOURA ............................................Rua D. João IV, 263 Maia...........................................................................229 410 811 ......10% desconto no corte CRIANÇAS.......................DIDATIC – Jogos didácticos ..................Av. Visconde Barreiros, 108 Maia...........................................................223 210 835 ......10% em compras iguais ou superiores a 10 eur DECORAÇÃO .................MAIS CASA – Decoração/Prendas ......Rua Simão Bolivar, 253 Maia...................................................................229 443 485 ......10% em todas as compras DECORAÇÃO .................KADECOR - Low Cost Mobiliário .........Rua Frederico Ulrich, 2816 (Junto à Efacec) ......................................229 447 756 ......10% em todos os artigos DESPORTO......................RIBEIROS BIKE SHOP ................................Av,. Eng. José Afonso M Figueiredo, 42 (ao Maia Jardim).............229 426 418 ......10% desconto ESOTERISMO..................DOMÍNIO DA ALMA .................................Gaveto Tv. dos Loureiros com Alvaro Castelões, 2..........................224 944 060 ......10% em artigos ou serviços ENSINO ............................ESCOLA CONDUÇÃO OLIVEIRA ...........Av. D. Manuel II, 1148 ................................................................................229 485 798 ......10% desconto sobre preçario todas as categorias Carta ENSINO ............................EXPERTALENT – Centro de estudos ...Rua 5 de Outubro, 1809 Gueifães Maia ..............................................229 419 925 ......10% inscrição + 5% cursos intensivos de línguas ENSINO ............................ESCOLA DE CONDUÇÃO BOA NOVA..Rua D. Afonso Henriques, 4515, r/c......................................................229 725 577 ......7% desconto carta condução + oferta manual ENSINO ............................TURMA DOS CURIOSOS..........................Av. D. Manuel II, 958...................................................................................220 927 993 ......50%inscrição + 5% 3 primeiras mensalidades sala estudo FOTOGRAFIA .................EAFOTOCENTER ........................................Rua dos Altos, 18 – Edifício Arcada Maia............................................224 966 894 ......120 euros Book + 5 Euros passe + 10% serviços estúdio GINÁSIO ..........................BFREE fitness club ....................................Rua Augusto Simões, 822 Loja A...........................................................913 142 740 ......10% desconto qq modalidade B) pag. 6 meses oferta 2 GINÁSIO ..........................MAIA CLUB..................................................Av. Visconde Barreiros, 198 .....................................................................229 438 150 ......Isenção inscrição e 10% no cartão uniactividade INFORMÁTICA ...............SOS PC - M. AGUIAR.................................Centro Comercial Plaza - Espaço SOS PC ...........................................229 420 032 ......15% em Assistência Técnica INFORMÁTICA ...............GLOBALTECH.............................................."Rua Cerfil, 9 Maia ; C.C.Vivaci Maia 0.107" ........................................229 602 177 ......15% assist.técnica e reenchimento de tinteiros e toners INFORMÁTICA ...............PORTUGAL INTERACTIVO......................Praceta Almada Negreiros, 46 Maia .....................................................224 049 313 ......Website institucional com backoffice por 450 euros INFORMÁTICA ...............TINTEIROS POLVO.....................................Rua Viso,55 Maia .........................................................................................913 297 228 ......10% em tinteiros/toners recicl. e comp. 5% Assis.Técnica MODELISMO..................MARSIGOR...................................................Praceta Artur Marques, 80 Maia ............................................................229 489 483 ...... ver na loja OURIVESARIA ................BARCA D’OURO .........................................Parque Central, Maia Jardim, Gaia Jardim e Vivaci Maia...............229 480 196 ......10% desconto todos os artigos PAPELARIA/TABACOS .ATRATIVA PALAVRA ..................................Centro Comercial Plaza Piso -loja 21....................................................229 444 000 ......15% em Gift e Brindes + 10% em Papelaria RESTAURAÇÃO..............CERVEJARIA MAIOR .................................Parque Comercial, 14 – Lugar do Chiolo – Barca.............................229 415 507 ......10% desconto RESTAURAÇÃO..............REFÚGIO SUMPTUOSO...........................Av. D. Manuel II, 1169 Maia......................................................................912 772 547 ......8% refeições económicas e 15% restantes refeições RESTAURAÇÃO..............D. PERNIL – Taberna.................................Rua de Salgueiros, 1016 Nogueira Maia.............................................914 325 300 ......Oferta de uma sande de pernil na compra de outra RESTAURAÇÃO..............SAL E PIMENTA ..........................................Rua de Argentat 78( centro Maia junto R. Aug. Simões)...............229 442 784 ......5% desconto RESTAURAÇÃO..............CONTRADIÇÃO..........................................C.C. Vivaci loja 1.55 Moreira - Maia ......................................................229 481 103 ......10% desconto RESTAURAÇÃO..............TUTTO PER TUTTI .....................................C.C. Vivaci loja 1.100 Moreira - Maia....................................................229 481 104 ......10% desconto RESTAURAÇÃO..............DOCE TENTAÇÃO ......................................CC Vivaci Maia e CC Jumbo Maia ..........................................................914 789 139 ...... Menú Sumo de Laranja Natural + Torrada: 1,80Eur. RESTAURAÇÃO..............CASA DOS PROFITEROLES.....................Rua do Viso, 71 (100 mts PSP Maia)......................................................309 910 167 ......10% desconto em Bolos de Aniversário e Sobremesas ROUPA ACESSÓRIOS...MARIA MAIA – Lingerie ..........................Praça Dr. Vieira de Carvalho, 135 Maia ................................................229 448 196 ......10% desconto em artigos de lingerie ROUPA ACESSÓRIOS...A LOJA DO PAULO– Pijamas, Lingerie ...................................................e Homewear ................................................Rua 5 de Outubro, 1853 Gueifães (rotunda Lidl).............................224 965 473 ......10% desconto em qualquer compra e 20% em sedas ROUPA ACESSÓRIOS...ENCANTO- Noivas/festas .......................Rua Dr. Carlos Felgueiras 77 Lj 1 e 115................................................229 444 252 ......10% desconto ROUPA ACESSÓRIOS...ANAMATIS - Pronto-a-vestir..................Rua dos Altos, 10 ........................................................................................................................15% desconto em todos os artigos SAÚDE..............................PFARMAC – Parafarmácia ......................Rua Augusto Simões, 1442 Maia...........................................................229 423 013 ......10% excepto leites, fraldas, papas e medicamentos SAÚDE..............................ORTOPEDIA PORTUGAL .........................Av. D. Manuel II, 1164/1168 Maia..........................................................229 428 360 ......10% desconto em todos os artigos SAÚDE..............................SEARA DE LUZ - Ervanária/Dietética..Av. D. Manuel II, 1951 Maia......................................................................220 105 677 ......11% desconto SAÚDE..............................CLINILUZ ......................................................Av. Padre Manuel Alves Rego, 661 Maia.............................................220 944 153 ......Consultas 2 eur. Especiali.: 35 eur. Dentária desde 7,5 eur. SAÚDE..............................GOOPTICS – Centro Óptico...................Rua Fernando de Almeida, 108 – Vermoím (Maninhos) ..............................................10% desconto SAÚDE..............................PURAFIBRA – Supl. Desp./Ervanária...Rua de Fernando Almeida, 30 Vermoim - Maia ...............................938 771 832 ......15% desconto em todos os produtos SAÚDE..............................HAPPY & HEALTH EMOTIONS CLINIC.Av. Visconde Barreiros, 215 loja 4 Maia...............................................220 963 698 ......1ª sessão de Hipnose Clínica para Desintox. Tabágica ou ............... ................................................................................................................................................................................................................................................................ Banda Gástrica Mental - 20% desconto; Tratamentos de ............... ................................................................................................................................................................................................................................................................ Rosto e Corpo e Massagem Spa - 25% desconto SAÚDE..............................MULTIÓPTICAS - Multivista ...................Rua Augusto Simões, 1466 - Loja 8 ......................................................229 481 090 ......15% na compra de qualquer produto óptico SAÚDE..............................DENTALMOURA - Clínica Dentária .....Rua Manuel Gonçalves Lage, 930 (frente à Milaneza)...................224 003 704 ......Check up gratuito + 5% desconto em tratamentos SAÚDE..............................MEDICAL ÓPTICA......................................Rua D. Afonso Henriques, 4485 .............................................................229 742 688 ......30% desconto sobre tabela SERVIÇOS CASA............A CLÍNICA DA ROUPA.............................Tratamento de roupa ao domilício.......................................................916 086 910 ......8% desconto em todos os serviços e packs SERVIÇOS CASA............ROUPA FRESCA..........................................Vereda Alberto Pimenta, 8 Maia............................................................220 991 234 ......10% desconto lavandaria e 15% engomadoria SERVIÇOS CASA............SPA DA ROUPA...........................................Rua Dr. Joaquim Nogueira sos Santos, 246 - Lj.8.............................918 925 393 ...... 10% desconto SERVIÇOS GLOBAL ......CHAVES CORTE REAL...............................Rua José Rodrigues Silva Júnior, 477 Maia ........................................229 422 361 ......Serviço domiciliário: 20% deslocação e mão-de-obra SERVIÇOS GLOBAL ......DOREFAL – Quinagem e Calandra......Rua Cesário Verde, 50 – Silva Escura ....................................................229 441 136 ......5% em Corte Computorizado Jacto D’Água em Aço, ............... ................................................................................................................................................................................................................................................................ Acrílico, Pedra, Vidro, Plástico e outros materiais SERVIÇOS GLOBAL.......CHAVES ERMESINDE................................Rua Camilo Castelo Branco, 17 ..............................................................229 715 037 ......5% desconto TAKE-AWAY ....................SEGREDO DO TEMPERO .........................Rua Cons. Camp.Henriques, 31 (traseiras BP Lavrador) ...............917 744 038 ......Oferta 1 sopa na compra de ½ ou 1 dose VETERINÁRIA .................HVT – CASA DE SAÚDE ANIMAL..........Rua Poeta Tomás Ribeiro, 63 Trofa........................................................913 083 525 ......10% desconto em serviços veterinários ADESÕES E PROMOÇÕES VÁLIDAS À DATA DESTA PUBLICAÇÃO • TODAS AS OFERTAS NÃO SÃO ACUMULÁVEIS COM OUTRAS EVENTUAIS PROMOÇÕES TEMPORÁRIAS DO ADERENTE • CONSULTE AS CONDIÇÕES ESPECÍFICAS NO LOCAL • EM CASO DE DÚVIDA, RECUSA, OU OUTRO ASSUNTO DESTA TEMÁTICA, POR FAVOR CONTACTE O DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE CARTÕES DO NOSSO JORNAL.


maiahoje

sexta-feira 6 de Junho de 2014

editorial \\ artur bace|ar director

Como esperado, nas eleições europeias, os partidos do “arco” do governo tiveram um resultado fraco, bem abaixo do esperado. A CDU teve o esperado aumento e dos pequenos partidos, Marinho Pinto, com o MPT, sobressaiu obtendo a sua eleição e multiplicando por 10 a votação anterior. A grande desilusão veio de um partido, o BE, de onde se esperava um forte crescimento, mas que afinal provou ser melhor em manipular os média e redes sociais do que a obter resultados. Ou seja um valente cartão amarelo a todos, exceptuando-se a CDU e MPT, com a abstenção a atingir números recorde. Como as percentagens muitas vezes

INICIATIVA

Sociedade

não querem dizer nada, aqui ficam os números nacionais: VOTO: 2009 - 2014 INSCRITOS 9.683.925 – 9.702.035 (+18.110) VOTANTES 3.561.447 – 3.283.439 (-278.008) PSD+CDS 1.430.167 – 909.879 (-520.288) PS 946.818 – 1.033.110 (+86.292) CDU 379.787 – 416.435 (+36.648) BE 382.005 – 149.621 (-232.384) MPT 23.413 – 234.585 (+211.172) BRANCOS E NULOS 245.450 – 236.074 (-9.376)

2015 Ainda muito confuso Onde se esperava que houvesse divergência, na aliança PSD/CDS, houve afinal união com os partidos a falarem a uma só voz. Para 2015 não creio que esta coligação possa afastar os anos sofridos com a Troika. Por outro lado, para já, também não há alternativa credível o que torna a esta distância muito difícil um prognóstico. A ver vamos se a coligação se aguenta e se nesses partidos também não haverá guerrilha interna. No PS, a actual contestação à liderança, a prolongar-se, prejudicará a sua performance e num cenário que não era previsível há dois meses, poderá até não ganhar as eleições. Seguro já perdeu o carisma ganho e três anos de criação de imagem. A feroz luta intestina que o actual líder propõe a António Costa deverá também deixar as suas mazelas. Uma “tripla no totobola” que lá para o final do ano

03

poderá ficar melhor esclarecida. A CDU soube manter o seu discurso, fluido e que chega com facilidade às pessoas que estão a perder capacidade económica. O eleitorado é muito fiel e não deverá aumentar muito. A publicitação do seu programa de governo poderá ser-lhe fatal e a barreira dos 500.000 votos poder-se-á traduzir num pequeno aumento, que colocará o partido entre os 8 e 9%, insuficiente para ter peso num futuro cenário de coligação. O BE, com o seu discurso onde abunda a raiva, a arrogância e a exigência à laia de ordem, não convence os portugueses que queriam que este partido fosse uma espécie de CDU, mais moderna e dialogante, quase como que um fiel de balança. As declarações pós eleições tanto do actual líder como do ex-líder são um tiro nos pés. A bem da democracia, esperemos que tenham aprendido a lição e deixando de lado

a arrogância, mostrem um partido dialogante e capaz de fazer a diferença numa eventual coligação de esquerda. O seu futuro depende dessa capacidade que não se vislumbra com a actual direcção. A grande novidade, o novo “player” é o MPT de Marinho Pinto que em entrevista diz já não ser comunista mas sim defensor dos pobres e fracos, numa clara tentativa de ocupar o actual lugar do BE. Poderá ser bem sucedido, mas pesa contra ele o facto de ter de abandonar o cargo para o qual foi eleito e “jurara” cumprir na defesa do povo. Não sei como irá “descalçar esta bota” e se conseguirá colmatar esta falha. Em suma, tudo ainda muito enevoado para um palpite sobre o futuro político do país. No início do ano, já com orçamento a “rolar” tudo estará mais clarificado, mas não acredito que algum partido, per si, consiga formar governo.

objetivo a prevenção e combate à criminalidade assim como a fiscalização rodoviária e fiscalização de estabelecimentos de forma a promover o sentimento de segurança junto dos cidadãos. Das presentes operações desenvolvidas através do efectivo da 1.ª e 3.ª Divisões Policiais, Divisão da Maia e Divisão de Investigação Criminal, nas áreas das cidades

do Porto e Maia, resultaram 17 indivíduos detidos, sendo oito por condução sob o efeito de álcool, quatro por tráfico de estupefacientes, um por posse de arma proibida e quatro por mandado. Foram ainda fiscalizados 468 condutores e respectivas viaturas, sendo que todos os condutores foram submetidos ao teste de álcool no sangue.

Organização a cargo do Agrupamento de Escolas Dr. Vieira de Carvalho

IV Feira Medieval de Moreira da Maia Decorreu entre os dias 30 de Maio e 1 de Junho a quarta edição da Feira Medieval de Moreira da Maia, organizada pelo Agrupamento Dr. Vieira de Carvalho. O início, na noite de sexta-feira, ficou marcado com a realização de teatros e rixas e um espectáculo de música e fogo. No sábado realizaram-se diversas actuações medievais com os alunos das escolas: EB1/JI do Lidador, de Crestins e de Pedras Rubras e Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho. No Domingo a animação continuou com as actuações das Escolas do 1º Ciclo EB1/JI da Guarda e Prozela e novamente da Escola Básica/Secundária Dr. Vieira de Carvalho. O espaço da feira estava preenchido com bancas de artesanato, tabernas com petiscos próprios da época e um espaço com exposição de aves. Os visitantes tiveram ainda a possibilidade de experimentar um passeio de charrete. Luís Filipe Azevedo \\ CASOS

DE POLÍCIA

Intercepção por suspeita de Furto de Veículo No dia 30 de Maio, pelas 03H40, na Rua Pedro Ivo, Maia, foi interceptado um homem, de 34 anos de idade, operário da construção civil e residente em Gondomar por agentes do efectivo da Esquadra de Águas Santas, da Divisão da Maia. Em serviço de patrulha-

%

mento na referida artéria, verificaram que o suspeito se encontrava junto de um veículo ligeiro e perante a presença policial, tentou colocar-se em fuga apeada. Interceptado, veio a verificar-se que um veículo ligeiro de passageiros que ali se encontrava estacionado, se encontrava aberto com uma “gazua” introduzida na sua ignição.

pub

x

17 Detenções em operações de prevenção criminal e Fiscalização rodoviária desenvolvidas nas cidades do Porto e Maia O Dispositivo da Polícia de Segurança Pública do Comando Metropolitano do Porto, no período compreendido entre as 17H00 do dia 30 de Maio e as 8H00 de 1 de Junho, realizou diversas operações policiais que tiveram como

x

16,80 14eur./ano ou 33,60 25eur./2 anos

NOME_____________________________________________

Sim, desejo ser assinante do jornal MaiaHoje pelo período de ___anos, automaticamente renováveis por igual periodo. Recebo também de oferta o Cartão de Descontos MH

MORADA__________________________________________

assinatura

TELEFONE______________ TELEMÓVEL_________________

Recorte e envie para: Jornal MaiaHoje - Rua dos Altos, 18 • 4470-235 Maia

COD POSTAL_______-____ LOCALIDADE_________________ CN____________EMAIL_______________________________


04

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Política \\ Ângulo Recto António Neto

O rescaldo das eleições europeias e outros factos!... O resultado das eleições europeias traduziu-se numa derrota histórica da direita e num claro sinal vermelho aos Partidos do arco da Troika. A direita não pode escamotear esse facto refugiando-se na elevada abstenção que espelha, tão só, uma forte descrença em relação à política que tem conduzido o País ao desastre. A CDU teve uma importante e significativa vitória nestas eleições fruto de um trabalho meritório no Parlamento Europeu e da sua coerência e firmeza em relação às políticas da Europa e da luta que travou contra a intervenção da troika. O BE teve uma forte derrota que impõe uma séria reflexão e que considero mesmo que só não foi mais pesada devido ao excelente trabalho de Marisa Matias no Parlamento Europeu e ao seu reconhecido empenho e clarividência na campanha eleitoral. Há ainda o registo para a eleição de Marinho Pinto fruto do mediatismo e populismo que também percorre o nosso País e que não pode deixar ninguém indiferente. Nos Países que foram sujeitos à ocupação da Troika e às políticas de austeridade (Portugal, Grécia e Irlanda) há clara rejeição dos Partidos que sustentaram as suas políticas de austeridade e empobrecimento e um objectivo reforço dos Partidos de esquerda. O caminho é árduo, mas as sementes estão lançadas tal como muitos de nós tinham a esperança que sucedesse. Nada há a esperar no quadro de uma maioria, um governo e um Presidente, que estão apostados na destruição das funções sociais do Estado, na entrega total de sectores e empresas estratégicas da nossa economia aos grandes grupos estrangeiros e pretende rasgar os alicerces fundamentais da Constituição da República Portugal. Os resultados dão força à luta contra os desideratos do Governo apoiado pelo actual Presidente da República, nomeadamente, o ataque programado contra um dos instrumentos fundamentais da democracia: a Segurança Social pública, solidária e universal. O nosso sistema previdencial (contributivo) e o sistema de protecção na cidadania desempenham um papel crucial na protecção económica e social das famílias e de coesão social e tem de ser defendido. Foi o voto de rejeição às políticas que têm conduzido ao aumento, a alta velocidade, da dívida pública portuguesa. A dívida pública agravou-se relativamente a 2013 em 7.053 milhões de euros, fixando-se em 220.684 milhões situando-se nos 132,4% do PIB no final do primeiro trimestre de 2014. Após a entrada da Troika e as medidas concertadas tomadas pelo seu governo (agora derrotado nas urnas) a dívida pública passou dos 97,4% para os 132,4% que já ultrapassa a meta estipulada no OGE para 2014 de 126,7% do PIB. Os desafios dos portugueses são muitos, os perigos são evidentes, mas a esperança renasce todos os dias. ANÓNIO NETO Técnico Superior Acção Jurídica/Formador (Não escreve ao abrigo do novo acordo ortográfico

maiahoje

Como votaram os maiatos para as Europeias FREGUESIA ELEIT. VOTA. BRAN. ÁG. SANTAS 22292 8830 403 CASTÊLO 15387 5414 320 CID. MAIA 33845 14271 772 FOLGOSA 2866 1218 67 MILHEIRÓS 3996 1732 88 MOREIRA 10564 4301 252 NOG. e S.E. 6737 2571 118 PEDROUÇOS 10068 4129 167 S. P. FINS 1659 693 36 V.N. TELHA 5037 2053 109 TOTAL 112451 45212 2332 PERCENT. 100% 40,21 5,16 ABSTENÇÃO 59,79%

AR

NUL. PS PND MPT MAS PANPOUS PTP L 278 2924 49 798 24 231 8 47 206 162 1634 40 471 24 100 8 29 121 463 3969 83 1461 57 371 9 67 384 46 347 15 113 6 18 0 4 26 58 613 10 140 11 32 3 8 35 144 1277 22 419 14 110 2 34 96 87 777 22 227 7 72 4 23 67 129 1386 20 330 10 99 8 15 73 23 193 5 57 0 20 0 3 13 74 641 9 195 4 46 3 6 37 1464 13761 275 4211 157 1099 45 236 1058 3,24 30,44 0,61 9,31 0,35 2,43 0,10 0,52 2,34

BE 572 306 915 53 95 239 170 248 32 98 2728 6,03

PCTP PPV PDA PNR PCP/PEV PSD/CDS PPM 161 30 12 39 1087 1920 41 88 13 7 16 362 1687 26 207 49 16 57 1298 4011 82 20 2 4 4 90 394 9 23 10 4 6 145 444 7 66 16 3 18 389 1178 22 42 7 2 12 183 731 20 77 13 1 12 584 937 20 10 3 0 3 56 237 2 45 7 4 11 214 536 14 739 150 53 178 4408 12075 243 1,63 0,33 0,12 0,39 9,75 26,71 0,54

Deputada Emília Santos questiona sobre a reforma dos Serviços de Atendimento Público

Mais eficiência e de melhor qualidade, em proximidade A propósito da reorganização de Serviços de Atendimento do Estado (SAE), no passado dia 3 de Junho, a deputada maiata do PSD, Emília Santos participou na audição ao Secretario de Estado da Administração Local. Para a deputada trata-se de «uma reforma audaz que vem no sentido de evitar o encerramento de repartições de finanças acordado com a Troika», sendo que na altura falava-se no encerramento de 50% das repartições de finanças, numa lógica de redução de despesa publica, exigida pela troika. Na sua intervenção a deputada congratula-se com a iniciativa «porque sabemos bem da importância de que esta se reveste para os cidadãos e para as empresas». O Secretário de Estado, na sua nota introdutória, fez algumas referências ao Programa Aproximar e muito em concreto a esta reorganização de serviços, entendendo a deputada que este assunto deve ser chamado novamente a debate «porque julgamos estar perante um programa sustentado em medidas capazes de atenuar os desequilíbrios e desigualdades sociais, económicas e territoriais que ainda persistem no País», diz. Emília Santos, diz que o PSD não tem dúvidas quanto a uma grande revisão dos SAE que vá no sentido de, por um lado, criar um serviço mais eficiente e de melhor qualidade e por outro lado, asse-

gurar uma maior proximidade dos serviços à população «não temos dúvidas que o modelo de reorganização dos serviços públicos que este Governo tem em cima da mesa responde a este desafio e apresenta soluções concretas», diz, acrescentando que é «um modelo inovador, assente numa progressiva integração ou concentração de serviços de atendimento num único espaço físico, ou seja aquilo a que chamam “condomínio de serviços” e que não são mais do que a expansão do actual modelo das Lojas do Cidadão, mas com mais valências e em maior número». A deputada clarifica dizendo que os equipamentos irão comportar serviços de atendimento do Estado (como os serviços de finanças, da segurança social e de emprego, entre outros), como também, serviços municipais ou de outras entidades privadas que prestem serviços de utilidade pública (como telecomunicações e correios), sublinhando que «esta solução evita o tão apregoado encerramento de repartições de finanças que tinha sido acordado com a troika e, assim, a população poderá continuar a contar com esta e outras valências», refere. Quanto ao número (e ainda no que diz respeito aos denominados “Condomínios de Serviços”), partindo das 34 Lojas do Cidadão actualmente existentes o Governo prepara-se para assegurar a cober-

tura de todos os Municípios do País e adicionalmente propõe uma rede complementar de postos de atendimento assistido, de pequena dimensão, a que chama de Espaços do Cidadão, onde a população poderá utilizar os portais de diferentes serviços públicos, com a ajuda de mediadores. Em complemento a esta rede física estática, estão ainda previstas duas soluções de mobilidade para chegar «onde a administração pública nunca chegou, como o “Programa Porta-a-Porta” «um projecto inovador pensado para territórios de média e baixa densidade populacional, que passa pela criação de redes de serviços públicos de transporte de passageiros, a pedido» e “Carrinhas do Cidadão” «um serviço periódico e rotativo pensado para territórios de muito baixa densidade - tipo espaços do cidadão móveis, que asseguram o acesso de todos os cidadãos, designadamente os de mobilidade reduzida, aos serviços públicos», justificando que «estamos, de facto, perante uma das mais decisivas reformas do Estado. Uma reforma que procura não deixar territórios sem cobertura de serviços de atendimento público, alargando, inclusivamente, a sua oferta. Esta é a verdade!», diz. O Governo está a trabalhar num programa de descentralização de competências para os municípios, freguesias e outras “entidades do terceiro sector”,

designadamente Instituições Particulares de Solidariedade Social, pelo que a deputada gostaria de ver esclarecidas algumas questões como a adesão dos Municípios, parceiros privilegiados neste programa; qual o modelo estratégico que foi encontrado para os contratos e que modelo financeiro subjacente? Pressupõe a partilha de custos ou, em algumas circunstâncias, o pagamento de rendas por parte do Estado? Há já projetos-piloto no terreno, em cada uma destas vertentes da estratégia, pelo que a deputada do PSD quer saber qual a avaliação que é feita destas soluções, designadamente quanto à adesão da população e quanto à participação das entidades locais e se podem inferir que estamos perante uma estratégia de reorganização de serviços eficaz sob o ponto de vista do cumprimento do objetivo da proximidade. A terminar a intervenção Emília Santos questionou quantos “Espaços do Cidadão” se prevê instalarem no País até 2015, na medida em que na última audição regimental o Ministro anunciou que havia financiamento para lançar 300 ainda este ano; qual o valor do investimento que está previsto para a concretização desta reforma, qual a avaliação que fazem do custo-benefício; quando é que está fechada a versão final do diploma e para quando a sua concretização efectiva no terreno?


maiahoje POLÍTICA

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Política

05

Jantar comício contou com cerca de duas mil pessoas

Aliança Portugal encerrou campanha na Maia A coligação Aliança Portugal (PSD/CDS-PP) encerrou a campanha às europeias com um jantar comício na Maia, no dia 23 de Maio. O evento contou com a presença de cerca de duas mil pessoas, entre elas, Pedro Passos Coelho, primeiro-ministro e líder socialdemocrata, Paulo Portas, presidente do CDS-PP e vice-primeiro-ministro, e os candidatos Paulo Rangel e Nuno Melo. Os ataques aos socialistas e a José Sócrates, mais ou menos explícitos, marcaram os discursos dos dois líderes partidários. Pedro Passos Coelho acusou o Partido Socialista (PS) de tentar fazer uma «espécie de plebiscito ao Governo» nestas eleições europeias para «conquistar o país» nas legislativas de 2015. «Os nossos opositores tentaram fazer uma espécie de plebiscito ao Governo. A tentação era muito grande, afinal de contas, pensam eles, as pessoas têm uma memória curta (…) e estão zangadas com a crise e, sobretudo, com o Governo e, se é assim, há que capitalizar nestas eleições a pensar nas próximas o descontentamento do país», disse. Já Paulo Portas defendeu que o PS actual «não é mudança, é passado», e que, contrariamente a Francisco Assis, número um da lista socialista, «nós não temos admiração por José Sócrates e temos, com toda a legitimidade, uma factura para lhe apresentar, uma factura

VISITA

de 78 mil milhões de euros, os estrangeiros da 'troika' cá dentro, o nosso querido país avaliado como lixo, o cofre vazio, a austeridade imposta pelos credores». «O país é que tem medo de Sócrates» As intervenções dos candidatos da Aliança Portugal centraram-se na ideia de um «passado doloroso» que «não pode ser repetido». «Depois deste esforço, depois de o pior já ter passado, depois de haver sinais positivos, queremos mesmo, regressar a 2011? Queremos ou não queremos andar em frente?", questionou Paulo Rangel, cabeça de lista. Nuno Melo, primeiro candidato do CDS-PP na lista de coligação, disse que o ex-primeiro ministro socialista teve uma «entrada de leão» na campanha e sublinhou que, apesar de Sócrates afirmar que não tem medo de nada, «muito menos da direita», «o país é que tem medo de Sócrates». «Rigor» e «sustentabilidade» No jantar comício de encerramento da campanha da Aliança Portugal às eleições europeias, Bragança Fernandes, presidente da Câmara Municipal da Maia, considerou que a candidatura da coligação PSD/CDS-PP foi a «única» que apresentou «propostas concretas

aos portugueses», numa campanha «séria e esclarecedora». O autarca anfitrião apontou ainda as semelhanças entre a governação municipal e a nacional. «Na Maia sabemos bem como é importante governar com rigor e como é importante a sustentabilidade das contas públicas. Em dez anos diminuímos à dívida da autarquia em 70 por cento». A Maia, acrescentou, é «a prova que é possível diminuir dívida e gerir com rigor sem diminuir a qualidade de vida e sem desamparar os mais necessitados. É isto que o governo de Portugal está a fazer e muito bem», concluiu. Rita Santos • Fotos: L.F.Azevedo

\\ Jean-Claude Juncker esteve na Maia Jean-Claude Juncker esteve no dia 17 de Maio na Maia onde visitou a Milaneza, empresa do Grupo Cerealis. Acompanhado pelos candidatos da coligação Aliança Portugal, Paulo Rangel e Nuno Melo, assistiu a uma apresentação sobre a empresa e visitou a mesma, conhecendo os produtos e todo o processo de produção.

Candidata europeia do PS esteve na Maia

Elisa Ferreira visitou Frulact em Gemunde \\

«Muitas empresas como esta ajudariam a ter uma economia nacional muito mais pujante do que aquela que temos»

No âmbito das eleições europeias, Elisa Ferreira, candidata do PS visitou, no passado dia 16 de Maio, a empresa do ramo alimentar Frulact, em Gemunde. A integrar o grupo estavam os vereadores Ricardo Bexiga e Sandra Lameiras, acompanhados do presidente da Concelhia, Marco Martins e o médico Jorge Catarino, figura prestigiada do PS maiato. A visita contemplou diversas áreas da empresa na qual tiveram a possibilidade de colocar perguntas que ajudaram a perceber o trabalho realizado na Frulact e os projectos nos quais está inserida. No final, Elisa Ferreira, disse ao MaiaHoje que «é muito importante reconhecermos aquilo que de bom se faz em Portugal e este é um exemplo, até porque, quando estamos a defender os interesses nacionais na Europa, temos

de conhecer os detalhes daquilo que interessa salvaguardar, aquilo que interessa proteger, aquilo que interessa abrir e para nós é muito importante este contacto. Aqui estamos no caso de uma empresa que inova numa área em que nós à partida diríamos que é tradicional, ou seja, transformar fruta em produtos alimentares é do mais elementar, do mais básico que se faz na vida dos europeus ao fazer compotas, ao fazer gelados, ao fazer aproveitamento de frutas e no entanto é uma industria de altíssima tecnologia. São 100 milhões de facturação anual, investimentos no exterior, em Marrocos, África do Sul, França, preparando agora um investimentos nos Estados Unidos. Assim aqui encontramos um exemplo daquilo que de bom se faz, com gente muito nova, onde 35% dos funcionários têm nível superior, até muitos doutorados e mestrandos com uma grande força de in-

vestigação numa área que registaríamos como tradicional. Esta sofisticação, esta capacidade de acrescentar valor e de competir, estamos a falar de

uma das quatro ou cinco grandes empresas europeias nesta área, interessa também valorizarmos e podemos até dizer que muitas como esta ajudariam

a ter uma economia nacional muito mais pujante do que aquela que temos». Luís Filipe Azevedo


06

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Sociedade \\ Opinião Joaquim Jorge

Notas António José Seguro quer primárias no PS aberto a todos os militantes mas também a simpatizantes. Há tempos escrevi sobre esta temática e tenho dúvidas e temores- Primárias nos partidos benefício da dúvida O caminho de António Costa não vai ser fácil e Seguro não se dá por vencido nem convencido. António José Seguro ao assumir a liderança no PS ficou refém dos acordos no aparelho partidário do PS e rapidamente esqueceu-se no que sempre falou - sociedade civil. O exemplo de Matosinhos foi marcante. Ao contrário, António Costa pode chegar à liderança do PS pela pressão da opinião pública e simpatizantes. Vamos ver como se fará a possibilidade de simpatizantes do PS poderem votar para o candidato a Primeiro- Ministro. Isso pode beneficiar António Costa mais bem aceite e preferido fora do partido que dentro do partido. O Governo perdeu as europeias em silêncio e este burburinho PS encobriu a falta de reacção pelo descalabro eleitoral com a pior votação de sempre. O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do governo. E provou à saciedade a desigualdade de tratamento excessiva dos funcionários públicos em relação aos outros funcionários e trabalhadores. Acho piada a todos do PS, ditos influentes: Mário Soares, e outros, adoptarem uma posição antes de saber o que pensam os militantes. Queria-me rir se o PS de novo escolhesse António José Seguro. Os partidos já não são portadores privilegiados de soluções e alternativas, e não podem pensar que monopolizam tudo na vida pública. Não tenho a certeza se António Costa se torna líder do PS possa ganhar as próximas eleições legislativas em 2015, aparecendo ligado a pessoas próximas de José Sócrates. Para quê um PS ligado ou próximo de José Sócrates? Os partidos políticos são vistos pelos portugueses, como parte do problema do que parte da solução. O modelo clássico de partido de inspiração religiosa como diz Gramsci e com muitos rituais e missas tem os dias contados.

POLÍTICA

Comissão Política Concelhia apela a António Seguro

PS Maia pede marcação de um Congresso Nacional A Comissão Política Concelhia (CPC) do Partido Socialista (PS) da Maia, reunida esta semana, aprovou, com apenas duas abstenções, uma Moção a apelar ao SecretárioGeral, António José Seguro «que seja capaz de protagonizar uma atitude que promova o debate interno e que seja por sua iniciativa que se marque, no mais curto prazo possível, o XX Congresso Nacional do Partido Socialista». Na Moção pode ler-se ainda que «os socialistas sentem hoje nos ombros a responsabilidade de se pronunciarem de forma aberta e democrática, em congresso, contribuindo para as escolhas que o

TECNOLOGIA

partido precisa de fazer. A natureza livre dos homens e mulheres do PS, sempre permitiram que este partido estivesse à altura de corresponder aos desafios e necessidades deste País, hoje não será diferente», lêse. Na reunião foram vários os membros da CPC a manifestarem publicamente o seu apoio a António Costa, entre os quais, o Presidente da Comissão Política Concelhia, Marco Duarte Martins, que referiu «António Costa é quem melhor está colocado para liderar o PS e devolver aos portugueses a confiança no partido e conseguir um resultado que permita a Portugal a estabili-

dade necessária para se fazerem as transformações governativas que tanto se pedem», acrescentando que «os eleitores não perceberão as lógicas partidárias caso o sinal do PS aponte para uma alternativa contrária. Se isso acontecer ficará esvaziada a possibilidade do PS vencer as próximas legislativas e o Partido sairá reduzido a um eleitorado fixo encolhido nas eleições de 2015», disse. Manifestaram ainda o apoio a António Costa os Vereadores do PS na autarquia da Maia, Jorge Catarino e Sandra Lameiras.

Parceria entre a CMM e ISEP

“Engenharia na Cidade” O Fórum da Maia recebeu, de 22 a 25 de Maio, uma mostra tecnológica interactiva, direccionada para alunos do 9º, 11º e 12º ano. O evento realizado pela Câmara Municipal da Maia, em parceria com o Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), teve como objectivos «explicar aos alunos em que consiste a Engenharia, quais os diferentes ramos ou especialidades em que está divida e quais as suas potencialidades como futura opção profissional», lê-se no comunicado. Interagir com um sistema de levitação que permite levantar objectos e manipulá-los no ar, construir

LIVRO

a ponte de esparguete mais resistente, aplicar modelos matemáticos em casos reais, utilizar aplicações (apps) diversas orientadas às redes sociais, lazer, serviços e domótica, participar em actividades para perceber a aplicabilidade da Física na

Segundo livro de Rui Madureira

“Depuração” Rui Madureira, escritor e psicólogo, lançou recentemente o seu segundo livro, intitulado “Depuração”. O livro encontra-se já disponível para download no site da Coolbooks ( www.coolbooks.pt) e no site da Wook (www.wook.pt ). Sinopse Depuração é uma obra original e surpreendente, onde nem tudo o que parece é. Em pleno auge da sua carreira literária, Diogo Novais muda-se para uma mansão centenária nos arredores da cidade do Porto com a noiva, Anabela. O casal vive feliz na sua nova casa e o futuro parece risonho. Porém, as sombras da tragédia deitam essa felicidade por

terra quando Anabela é encontrada sem vida no seu próprio quarto, envolta num mar de comprimidos. Sem a noiva a seu lado, Diogo entra numa espiral depressiva que o impede de prosseguir com a sua vida. Passa a viver isolado do mundo, incapaz de compreender as razões que terão levado Anabela a suicidar-se. Até que um conjunto de estranhos fenómenos começa a perturbar-lhe as noites de sono. No meio das sombras ouvem-se vozes fantasmagóricas, e enormes estrondos fazem estremecer a casa que não conseguira abandonar. Tratarse-á de uma entidade sobrenatural, saída dos infernos para o atormentar? Ou estará Diogo Novais a perder o juízo?

Engenharia, responder a desafios surpresa que ajudam a conhecer e a treinar características pessoais importantes para o sucesso profissional, foram algumas das experiências que encontraram os visitantes.

maiahoje

\\ Opinião Rui Madureira

Cultura para todos Não é novidade para ninguém que vivemos num país de desigualdades. A diferença salarial é das maiores da Europa. Há uma justiça para pobres e uma justiça para ricos. Uns vivem à grande e à francesa, enquanto outros farejam o solo em busca de migalhas. E, infelizmente, até a nível cultural parecem existir cidadãos de primeira e cidadãos de segunda. Portugal é, sem dúvida, um país de extremos. Um país regido por uma política centralista tão retrógrada quanto absurda, que faz com que determinados centros populacionais tenham acesso a tudo e mais alguma coisa, enquanto outros só têm acesso à luz e à água porque seria uma vergonha se não o tivessem em pleno século XXI. Estando diretamente relacionada com a qualidade de vida e com o enriquecimento cognitivo dos cidadãos, a cultura devia estar acessível a todos, de igual modo. Todos sabemos que as capitais de qualquer país são sempre favorecidas, quanto mais não seja por serem (geralmente) os maiores centros populacionais e, como tal, necessitarem de uma maior e melhor oferta. Mas uma coisa é ter mais oferta na capital; outra coisa é ter uma capital iluminada e o resto do país praticamente às escuras. É inadmissível que Lisboa tenha orçamento para realizar eventos como o Rock In Rio e a Feira do Livro ao mesmo tempo, enquanto cidades como Bragança não têm sequer condições para terem um mísero cinemazinho. Até o Porto, que é a segunda cidade do país, tem uma oferta cultural muito mais reduzida em virtude do orçamento infinitamente mais baixo e até as suas imagens de marca (como o Fantasporto e a Feira do Livro) já andam pelas ruas da amargura para realizarem os seus eventos anuais. Sabemos que as coisas funcionam desta maneira porque, verdade seja dita, os nossos governantes vivem todos em Lisboa e, portanto, a ausência de cultura no resto do país não os afeta minimamente. Mas se realmente somos todos portugueses, então todos deveríamos ter acesso às mesmas oportunidades, à mesma qualidade de vida. Caso contrário, ignorem-se os feitos de D. Afonso Henriques, forme-se a República Regional de Lisboa e permita-se que as restantes regiões se tornem autónomas para olharem pelos seus interesses e melhorarem as suas condições de vida. Rui Madureira, Escritor/Psicólogo

pub


maiahoje

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Sociedade

APOIO Associação vai receber diversos equipamentos

Bombeiros de Moreira da Maia com quatro novas viaturas Os Bombeiros de Moreira da Maia contam com quatro novas viaturas, uma ambulância e três para transporte de doentes, que foram inauguradas esta manhã no quartel dos Bombeiros em Moreira da Maia. Na cerimónia estiveram presentes, entre outros, Joaquim Azevedo, presidente da Junta de Vila Nova da Telha, Farinha Bastos, presidente da Junta de Moreira da Maia e António Bragança Fernandes, presidente da Câmara Municipal da Maia. No fim procedeu-se à bênção das quatro viaturas. Bragança Fernandes disse «estou ciente do vosso trabalho e tudo farei para vos ajudar pois sei que vão ajudar quem mais precisa». No final deu conta da aquisição de diverso material para os bombeiros: «conseguimos através do QREN e da Associação Nacional de Municípios, para que os bombeiros todos desta área metropolitana estejam devidamente equipados». A Associação vai receber diversos equipamentos como luvas, capacetes e botas fundamentais para o seu trabalho, o que «equivale a uma ajuda de cerca de 35 mil euros». Luís Filipe Azevedo

INICIATIVA

ANIMAIA – Family Fun

Mega Festival para as crianças na Maia Realizou-se nos dias 24 e 25 de Maio, no Parque Central da Maia, o Festival da Criança intitulado “Animaia – Family Fun” dedicado às crianças e às suas famílias. Esta actividade teve como objectivo proporcionar um fim-desemana de diversão aos mais novos e aos seus familiares, para esse efeito e ao longo de dois dias, todos os participantes tiveram ao seu dispor inúmeras actividades como, workshops de pintura, desenho, leitura e construção de papagaios de papel, demonstrações de radiomodelismo, uma Bibliobus (biblioteca itinerante), um teatro de fantoches e jogos de tabuleiro.

INICIATIVA

No que diz respeito a actividades mais dinâmicas este festival contou ainda com dois carroceis, três insufláveis, um desfile de mascotes do Zoo da Maia, Karts, aulas de Zumba e de Golfe, e passeios a cavalos. A animação de rua também esteve presente com a actuação de diversas academias de dança e de ginástica: Acro Clube da Maia e do Ginásio Clube da Maia. Para encerrar este festival durante a tarde de domingo foi dado um concerto gratuito com a actuação da banda X4U do programa televisivo Factor X. Luís FIlipe Azevedo

Com a colaboração da Câmara Municipal da Maia

1ª Mostra de Responsabilidade Social da Wipro Portugal A Wipro Portugal, em colaboração com a Câmara Municipal da Maia, realizou, no passado dia 30 de Maio, a 1ªMostra de Responsabilidade Social. O evento teve lugar junto ao edifício da Wipro, localizado no no Tecmaia - Parque de Ciência e Tecnologia da Maia. A iniciativa visou promover junto dos seus colaboradores e dos colaboradores das empresas sediadas no Tecmaia, as instituições de solidariedade do município e o trabalho por si desenvolvido, assim como, o de outras instituições sociais convidadas de diversos locais da área metropolitana do Porto como Vila do Conde, V.N. de Gaia e Porto.

Ana Miguel Vieira de Carvalho, vereadora da Acção Social da Câmara Municipal da Maia, abriu o evento com algumas palavras seguindo-se uma curta apresentação de todas as entidades presentes por parte dos representantes de cada uma delas. Durante a iniciativa, que contou com a presença de 25 instituições de solidariedade social, decorreu um fórum de boas práticas que teve como tema central a responsabilidade social nas empresas. “Phama”, banda musical de Vila do Conde, encerrou o evento com um concerto solidário. Luís Filipe Azevedo

07

\\ No fio da Pena Pedro Ferreira*

Ainda não havia resultados oficiais das eleições europeias, já se ouviam nos diversos canais televisivos análises das projecções e dos resultados. E para animar o tédio dos números, pudemos assistir a leituras com diversos matizes, múltiplas orientações e enquadramentos para todos os gostos. Uma autêntica explosão de criatividade. Na minha opinião, a ligeireza com que nas noites eleitorais se usam expressões como “vitória”, “sinal inequívoco”, “a vontade do povo”, “um novo rumo” e outras que por economia de espaço não citarei, influência negativamente a percepção global que os cidadãos, em termos gerais, têm da política e dos políticos. Não que eu pense que os políticos são todos iguais – esta é uma ideia perniciosa que apenas favorece os tradicionais partidos de poder – mas ninguém duvida que este tipo de linguagem de pau, tantas vezes usada sem a mais pequena ligação com a realidade, soa a uma falta de respeito pela inteligência e o bom senso de quem ouve. Se o leitor se der ao trabalho de faze uma não muito exaustiva pesquisa pela internet, concluirá que das 16 candidaturas portuguesas, pelo menos 9 falaram em vitória! Dos resultados globais, em termos europeus, há 2 aspectos a reter. Em primeiro lugar, conforme fui alertando nesta crónica durante os últimos meses, uma subida dos partidos de extrema-direita que provavelmente irão constituir um grupo parlamentar. Trata-se de mais um sinal de desagregação do modelo vigente de união que deverá merecer a reflexão de todos, sobretudo dos responsáveis políticos. As primeiras reacções dos senhores Juncker e Schulz, putativos candidatos à presidência da Comissão Europeia pelos principais grupos políticos europeus, foram, a meu ver, as piores possíveis. Ignoraram os resultados (como vêem, não é apenas em Portugal…), isto é, o crescimento não só dos que se opõem tout court à União Europeia como de outras forças políticas, sobretudo à esquerda, que defendem modelos alternativos de união, e indiciaram um rumo de unidade entre ambos os grupos – maioritários, é certo, mas ambos em declínio eleitoral – reforçando assim o caminho político actual. Um exemplo clássico da táctica da avestruz. O segundo aspecto a reter é a dimensão europeia da abstenção. Se aos abstencionistas somarmos todos os europeus que votaram para sancionar ou reforçar os seus governos, facilmente concluiremos que o desinteresse pelo Parlamento Europeu tem uma dimensão avassaladora. Entretanto, algumas lideranças europeias deram sinais de desacordo, naturalmente alinhadas com os seus resultados caseiros, o que poderá indiciar, ainda que timidamente, alguma dissonância com a ortodoxia federalista que tem sufocado a União Europeia. A ver vamos.


08

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Sociedade

“9ª Gala de Saúde Escolar” O Grande Auditório do Fórum da Maia/Centr’Arte acolhe no sábado, pelas 17h00, a nona gala de saúde escolar, relativa ao ano lectivo 2013/2014. Esta cerimónia, que decorre na “Maia Cidade Europeia do Desporto 2014” tem como objectivo premiar as escolas e os 250 alunos do ensino pré-primário e do primeiro ciclo pelos trabalhos desenvolvidos ao longo deste ano lectivo no âmbito do programa de Saúde Escolar. Nesta gala vão estar presentes diversas individualidades do Futebol Clube do Porto, embaixador do Programa de Saúde Escolar, o Chef Hernâni Ermida, padrinho do programa de educação alimentar, a estilista Katty Xiomara, madrinha do

“Quando já não estiveres...” programa de prevenção solar, a atleta olímpica Fernanda Ribeiro, madrinha do programa de educação postural e o vocalista do Grupo Per7ume Tozé, padrinho do programa de segurança alimentar.

A mostra que inclui desenhos, pinturas e trabalhos em madeira dos artistas maiatos é inaugurada no sábado, pelas 21h00. A exposição estará patente na Casa do Povo de Vermoim Maia (CPVM) até ao dia 15 de Junho, de segunda a sexta das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 18h30 e aos sábados, domingos e feriados das 15h00 às 20h00.

Victor Dias

Trompetista maiato vence concurso internacional e conquista lugar na Orquestra da ópera de Zurique O trompetista português, Marco Silva, de Nogueira da Maia, arrebatou recentemente a vaga que estava a concurso internacional, para integrar a Or-

Henrique Carvalho

O bailinho dos Antónios

Noites de Poesia de Vermoim

António Augusto Mandim e António Matos expõem na Casa do Povo de Vermoim

\\ Opinião

\\ Opinião

Maria Mamede vai apresentar, no próximo dia 14 de Junho, às 21h30, o seu novo livro de poesia intitulado “Quando já não estiveres...”. O evento terá lugar no G.D.M. Flor de Infesta, sito na Rua Padr Costa, 118, em S. Mamede Infesta. António M. Oliveira, professor, fará a apresentação da obra.

Realiza-se amanhã, na Escola Príncipe da Beira, sita no Largo do Terreiro em Gueifães, mais uma tertúlia poética organizada pela

questra da Ópera de Zurique, na Suíça. O jovem músico teve de disputar o lugar, competindo a nível internacional, com mais de 30 candidatos de alto perfil técnico e artístico, oriundos de vários países, acabando por deixar para trás, inclusive, um músico tarimbado que provinha do prestigiado Teatro de Ópera, “Alla Scala” de Milão. Marco Silva nasceu em Nogueira, na Maia em 1992. Ingressou no Conservatório de Música da Maia, em 2005, na classe do professor Hélder Magalhães. Em 2007, foi admitido na classe do professor Paulo Silva na ARTAVE, concluindo o Curso de Instrumentista de Sopro e Percussão, em 2009/2010. Frequentou Master-Classes com os professores Pierre Dutot, Stephen Mason, Kevin Wauldron, Manuel Campos, Rex Richardson, Frits Damrow, Mi-

Junta de Freguesia da Cidade da Maia e o Movimentum – Arte e Cultura. O tema da tertúlia é livre.

Desfile solidário na Casa do Povo de Vermoim O “FriendsProject” está a organizar um desfile solidário que se realiza amanhã, pelas 21h30, na Casa do Povo de Vermoim. A ideia partiu de Eva Pereira, Susana Mendes e Ivone Soares de Moura, três artesãs maiatas, que fazem parte do projecto, que aproveitam para apresentar os seus mais recentes trabalhos, ajudando quem mais precisa. A entrada para esta «noite de animação» custa um bem alimentar de primeira necessidade e reverte a favor da Conferência Vicentina de Vermoim.

O “FriendsProject” surgiu da união das três amigas que, apesar de terem cada uma a sua profissão, encontram no artesanato «uma forma de dar largas à imaginação e carregar as baterias para enfrentar o dia-a-dia». Das suas criações, destaque para os acessórios de moda (bijutaria, malas e carteiras), acessórios para noiva e para criança e customização de roupa.

chael Sachs, Giuliano Sommerhalder, Gabor Tarkovi, e ainda teve aulas privadas com Konradin Groth (ex-chefe de naipe da Orquestra Filarmónica de Berlim). Em Música de Câmara, trabalhou com os professores Kerry Turner, Helder Fernandes, David Silva, Hugo Assunção, Marc-André Dalbavie, entre outros. Frequentou também estágios de orquestras académicas, como Orquestra Aproarte, Orquestras Sinfónicas e de Sopros. Trabalhou com vários maestros, de entre os quais destaca, Cesário Costa, Ernst Schelle, Colin Metters, Alberto Roque, Vasco Pearce de Azevedo, David Afkham, Marc-André Dalbavie.

The West European Studio Orchestra e reforço na Orquestra de Opera Teatro Régio Torino, em Turim (Itália). Marco silva, é inequivocamente, exemplo categórico da afirmação que sustentei neste jornal, de que a Maia é uma terra de músicos muito talentosos. A prová-lo, está este feito que agora logrou alcançar, afirmando-se pela sua competência técnica e elevado perfil artístico, qualidades reconhecidas internacionalmente por uma das mais prestigiadas orquestras europeias residentes dos teatros de Ópera. Estou convicto, que todos os maiatos partilharão desta alegria que Marco Silva está por certo a viver, graças sobretudo ao seu talento intrínseco, mas também, devido em larga medida, ao seu profundo empenho e entrega ao estudo e aperfeiçoamento técnico. O seu exemplo, tem com toda a certeza, muito a ver com o ambiente familiar, musical e cultural, em que nasceu e cresceu, mas é igualmente um sinal de que o trabalho e, não raras vezes, os sacrifícios que se fazem em nome de um objetivo maior, ou mesmo de um sonho, tarde ou cedo, acabam por dar os seus frutos. Creio que o exemplo do Marco Silva, vai germinar e encontrar eco, noutros jovens músicos maiatos, igualmente portadores de grande talento e capacidade de trabalho. Jovens músicos, que sabem muito bem que este triunfo, é uma das metas de um percurso que se faz, com esforço, empenho e dedicação, ou se preferirmos, muito amor à Música… Mas para já, é Marco Silva que está de parabéns, sendo credor da nossa admiração e felicitações, na certeza que ainda havemos de ouvir falar de outras maravilhas, que vai conquistar, para a sua promissora carreira artística, e que a nós, maiatos, nos vão encher de orgulho.

Chegada ao “TOP” Apresentou-se a solo com a Orquestra Calouste Gulbenkian, em 2010. Trabalha, como reforço, com a Orquestra Gulbenkian e com a “The West European Studio Orchestra”. Esteve em 2012 e 2013 na lista de reforços na Ochestre de Jeunes de la Méditerranée (ProvenceAlpes-Côte d´zur). Já se apresentou em recitais em Portugal e no estrangeiro. Participou na estreia da Ópera “Aladino e a Lâmpada Mágica”. Em 2013, fez a estreia nacional da obra "Axiom" de MarcAndré Dalbavie. No concurso interno do Conservatório de Música da Maia, “Maestro Manuel Ivo Cruz”, arrebatou o 1º prémio na categoria B (Júnior). Em 2010, conquistou o 2º Prémio no Concurso Nacional “Terras de La-Sallette” na categoria Júnior e o 1º Prémio no Concurso “Prémio Jovens Músicos” (24º Edição), Nível Médio. Em 2011, obteve o 1º Prémio no Concurso Nacional “Terras de La-Sallete”, novamente na categoria Júnior e em 2012 foi distinguido com 1º Prémio no mesmo concurso, já na categoria sénior. Terminou a sua licenciatura em 2013, na Escola Superior de Música de Lisboa, com os professores Stephen Mason e David Burt (trompetistas na Orquestra Gulbenkian). É trompetista na

maiahoje

Victor Dias

Se a abstenção elegesse deputados, os eleitos seriam apenas 6 ou 7… Ainda assim, os dirigentes partidários ou cantaram vitória, ou fizeram das derrotas pequenas vitórias. É por isso que a política e os políticos estão desacreditados. No meio desta “salsada” há o MPT que elegeu dois deputados… Não admira, afinal o povo às vezes pensa nas alternativas. Talvez daqui se possa tirar algumas conclusões. Se os partidos na vez de encher o “saco de gatos” como diz Medina Carreira, distritalmente, fizessem primárias para referendar candidatos a deputados, talvez o grupo proposto pelo referendo fosse mais aceitável e, credível. Para tal havia que restruturar as leis a nível partidário e eleitoral, facilitando eleições diretas e pessoais. (Na freguesia de onde sou natural, a comissão de festas é eleita há muitas dezenas de anos de forma direta, ou seja: São propostos no mínimo trinta nomes, depois cada paroquiano escolhe cinco, feita a contagem, estão eleitos os nove mesários para três anos.) O mesmo podia acontecer em termos concelhios para um resultado distrital e proposta partidária a nível nacional!?. Passadas as galhardias eleitorais, não adianta muito gritar alto a pedir eleições antecipadas. Há partidos que tem pela frente muitos esclarecimentos e definições. Viram-se nomes em bicos de pé e a mandar “fogachada” para as nuvens, no jardim suou música tradicional, entraram bombos, ferrinhos e acordeonistas e, (começou o bailinho dos Antónios), inseguros de qual será o “santo mais popular” do “Bairro do Rato”. Do Palácio Ratom saíram meias inconstitucionalidades… Dá para repetir os cortes do ano passado e, talvez se evite grande aumento impostos!? Enquanto isto, o governo aprontou trabalho para os próximos tempos. Não me parece que o Presidente dissolva o parlamento com uma maioria estável em funções. E ninguém estará disposto a pagar a fatura de provocar uma crise governativa no momento em que tudo está calmo e sereno e sob elogios internacionais. A CDU, de peito cheio, fez o favor ao governo de propor uma (moção de confiança). Ou será que uma moção de censura derrotada não se transforma em moção de confiança?!. Já se deslumbra investimentos em novas empresas e industrias, em terminar obras suspensas, isentivos a comércio e serviços, turismo e agricultura, mar, navegação e, o desemprego vai baixar … Se houver juízo na coligação, teremos eleições lá para Julho ou Setembro de 2015 e, os resultados serão bem mais surpreendentes que estes… Nesta rusga antoniana, cheira-me a festim no PS, (enquanto o governo faz o retificativo) turras no BE, foguetes na CDU e MPT, fricções na coligação!? E, depois vamos a votos… Mas, estejamos atentos… Vai haver por aí muitos lamentos!?. Henrique António Carvalho Julho 2014 Escreve ao abrigo do AO


maiahoje

sexta-feira 6 de Junho de 2014

\\ Opinião Armindo Moutinho

Não apareceu um rosto mas apareceu uma fonte É verdade, na tiragem da segunda quinzena de Janeiro, deste jornal, foi publicado um artigo intitulado “À descoberta de um rosto”, que pretendia descobrir a origem de um boato que circulava na praça pública de que, a freguesia de barca, deixou um buraco financeiro e com pagamentos em dívida com os funcionários. Realmente não se conseguiu descobrir o rosto mas descobriu-se a fonte que deu origem aos comentários que surgiram na praça. Essa fonte que não tem só um rosto, tem cinco rostos e são conhecidos por executivo da junta de freguesia do Castelo da Maia que, inadvertidamente, se auto denunciou. Já se adivinhava que qualquer notícia ou boato deste tipo, só poderia vir da junta de freguesia mas como ninguém do executivo se disponibilizou, em assembleia de freguesia para desmentir o que se dizia cá fora, houve necessidade de publicar um artigo, para defender a integridade de carácter e a honra, do ex-executivo da freguesia de Barca. O “pecado” eram subsídios Afinal não se tratava de nenhum buraco financeiro nem da falta de qualquer cumprimento de obrigações para com os funcionários. O que realmente aconteceu foi que, a junta de freguesia de Barca atribuiu, como é normal acontecer todos os anos, e desde há muitos anos, subsídios de apoio a algumas instituições. Foi este, o grande pecado cometido pela junta de freguesia de Barca. Autarcas que fazem comentários destes, demonstram uma enorme infantilidade

\\ Opinião Virgílio Vale

Sinais de Contradição No momento em que escrevo, está a decorrer a visita do Papa Francisco aos países do Médio Oriente e as notícias que me chegam são de molde a deixar-me apreensivo, tendo em conta os sinais de contradição que essas novas significam. Em primeiro lugar o enorme significado que essa viagem está a ter nos diversos aspectos por que seja vista e apreciada. Para os católicos, tem um simbolismo de cariz mais apostólico e

pub

política, não se apercebendo, que estão a cuspir no seu próprio prato. Quem sabe gerir Não será um dos grandes deveres duma Autarquia, solidarizar-se com as Instituições, apoiando-as com a atribuição de um subsídio, maior ou menor, conhecendo as dificuldades por que passam, permanentemente, para dar apoio social, cultural, desportivo, humano, entre outros (claro que, só quem conhece a realidade destas Instituições sente a necessidade, a obrigação e o dever, de demonstrar a sua solidariedade através de algum apoio), principalmente aquelas que não têm fins lucrativos que são, não raras vezes, as principais forças vivas das terras, que promovem e divulgam, as instituições que representam e divulgam, a cultura das terras onde estão sedeadas, por vezes substituindo e fazendo-o muito melhor, do que as próprias autarquias A solidariedade nasce connosco Todos sabemos que ser solidário é um sentimento difícil de alimentar, até porque se trata de partilhar, de dar, de ajudar, enfim, de dividir com os outros, por vezes, o pouco que se tem. Acredito, sinceramente, que a solidariedade é um sentimento ou um gesto que tem o seu quê de hereditariedade. A divisão é realmente a mais difícil operação matemática de aprender, começa logo na escola primária, agora básica, onde facilmente aprendemos a somar, a multiplicar, não tanto a reduzir mas, a divisão, é a operação mais difícil de aprender. Portanto, se enquanto crianças já existe esta grande dificuldade em aprender as contas de dividir, em adultos, para muitas pessoas, ser solidário, ou seja, partilhar, dividir ou dar, é uma carga de trabalhos à qual muitos resistem e teimam em não aceitar. Falei nas crianças mas, todos sabemos que estas, enquanto tal, são os seres mais solidários do Mundo.

Sociedade razão de tudo isto ter acontecido e como se descobriu. Na ultima assembleia de freguesia do Castelo da Maia tinha como um dos pontos principais da “Ordem do dia” a discussão e votação das contas de gerência do ano de 2013, nesse relatório de gestão e prestação de contas, receitas e despesas, na sua descrição, aparece destacada uma informação a referir a freguesia de Barca, com total evidencia, porque é a única a que o texto se refere descrevendo valores, texto esse que passo a transcrever na integra: “04-transferências correntes. Neste agrupamento foram contabilizadas as importâncias entregues às instituições e associações da Freguesia para financiar as suas despesas correntes, sem que tal implique, por parte das entidades recebedoras, qualquer contraprestação directa para com a autarquia local. De referir que a maioria dos pagamentos efectuados nesta rubrica ocorreram no período de gestão (4026,50 Euros), sendo referentes à Freguesia de Barca. Perante isto, importa agora dizer qual foi o destino dado a este valor, que passo a descrever: - Subsídio atribuído à Associação de Pais das Escolas de Barca - 900Euros; - Subsídio atribuído para o Magusto das escolas de Barca - 250Euros; - Subsídio para a inscrição da Equipa de Futebol do Desportivo de Barca, na Associação de Futebol do Porto - 700Euros; - Subsídio atribuído para as Festas do Sr. da Sta. Cruz de Barca – 1.500Euros; - Pagamento de honorários à Associação de Ciclismo do Porto pela presença de controladores de Pista e de Meta, nas Provas de BTT oficiais integradas no BARCA RADICAL - 676,50Euros”.

A descriminação do “pecado” de Barca Este artigo tem como objectivo, agradecer a todos aqueles que me faziam chegar a informação sobre o que se dizia e, simultaneamente, informar todos os Maiatos e os Castelenses em particular, a

Solidariedade não chegou... depois das eleições Foi esta a imprevidência ou loucura, cometida pelo ex-executivo de Barca mas, deviam ter verificado que, pouco tempo antes, tinham sido atribuídos subsídios às Festas do Santo Ovídio do Castelo e à Juventude Barcarense, aliás, esta Instituição, a Associação de Pais das Escolas de Barca e a Conferência Vicentina de Barca, recebiam um subsídio bianual, o que significa que não receberam a segunda metade do subsídio, que aconte-

evangélico mas, enquanto homens e cidadãos deste mundo conturbado, somos obrigados a perceber que nela se contêm objectivos muito mais abrangentes porque antes disso, ou para isso se obter, será necessário preparar os caminhos do diálogo, do respeito mútuo e da compreensão cívica entre todos os intervenientes, a fim de que o destinatário da Mensagem possa disponibilizar-se mentalmente para a receber. De facto e pelo que nos é lícito perceber, o Papa Francisco persegue uma ideia de lutar pela paz para aquela região tão fustigada por guerras intermináveis e acontecimentos trágicos que dão resultados de morte, de fome e de miséria física e moral, impróprios para se imaginarem em pleno século XXI. Os horrores que acontecem na Síria e o conflito bélico interminável entre Palestinos e Judeus constituem-se como factores de desordem mundial a que seria bom pôr fim, para evitar que as desgraças se repitam indefinidamente. É pela Paz que o Papa Francisco resolveu visitar a Terra Santa, para que não continue a ser palco

de discórdias e se transforme em lugar de convivência, o mais fraterna possível. Para ele, trata-se dum encontro com irmãos porque todos somos homens e filhos do mesmo Pai, criados Sua imagem e semelhança, independentemente das ideias, da cor ou da religião professada. Pertencendo todos ao género humano, mal parece que continuemos a guerrear-nos por motivos religiosos, sendo incapazes de respeitar a crença do outro, no respeito pela liberdade de pensamento e de acção. Mas essa viagem, a par de muitas referências verbais já utilizadas por Sua santidade o Papa, relativamente a Judeus e Muçulmanos, têm constituído pedras no sapato do sucessor de Pedro, por parte de muitos que o deviam apoiar e se colocam na oposição mais ou menos velada a essas atitudes e palavras papais. De facto, segundo consta boca pequena, no Vaticano movimentam-se personalidades eclesiásticas fortemente oposicionistas a todos as atitudes do Papa Francisco em ordem modernização e lavagem de muitas gan-

ceria no final do ano. Para além destes subsídios, se o executivo do Castelo tiver a curiosidade de verificar os relatórios de contas dos anos anteriores, vai verificar que faltaram atribuir subsídios ao Sport Club Castêlo da Maia, Ginásio do Castêlo da Maia, APPACDM, Bom Porto, Causa da Criança, Socialis, Raríssimas, Bombeiros, Banco Alimentar, Legião da Boa Vontade, Vicentinos de Barca, Comissões de Festas de Barca e Sto. Ovídio do Castêlo, Confraria de Barca, Associação de Pais das Escolas de Barca, Juventude Barcarense e outras. Todos estes apoios aconteciam sempre e já há muitos anos. O ruído da solidariedade Era este o sentido de solidariedade do anterior executivo de Barca que sentia o dever de, com maior ou menor sacrifício, apoiar muitas instituições que diariamente lutam, graciosa e abnegadamente, para tentar dar algum bem-estar, qualidade de vida e alegria, àqueles que mais sofrem e que mais precisam do apoio dos outros. É de crer que, quando este executivo do Castêlo confirmar esta quantidade de apoios que era dado pela anterior junta de Barca, possa, surgir na praça pública, um ruído de fundo de que os autarcas de Barca eram uns esbanjadores dos dinheiros públicos mas, agora, já todos ficam a saber, se ouvirem qualquer coisa, o porquê. Porque eu, relativamente a este tipo de coisas, ponho aqui um ponto final. O saldo bancário é o importante Por fim, resta-me lamentar a falta de sensibilidade e sentido de solidariedade deste executivo, já demonstrado nesta passada quadra Natalícia e que não deu lugar a nenhum apoio a qualquer Instituição da freguesia ou de fora, mas também é compreensível porque, no final do ano, só haviam cerca de 80.000 euros de saldo, com dois meses e meio no desempenho de funções. Agora em Abril, com seis meses de desempenho, ainda só têm 126.000 euros de saldo, isto prova à evidência que não há dinheiro para apoiar nada nem ninguém, certo? Armindo Moutinho Membro independente da Assembleia de Freguesia do Castêlo

grenas que ele veio encontrar no seio dos moradores do palácio do vaticano, mais interessados no seu bem mundano e nos seus privilégios do que na observância dos princípios evangélicos e no respeito pela liberdade e vontade daquele que foi eleito para ser o paladino das verdades que Jesus veio propor para todos os crentes seguirem. Para esses arautos do conservadorismo doentio que se pressente nos corredores do Vaticano, torna-se intolerável que o Papa Francisco se atreva a falar e agir em ordem ao diálogo com os islamitas, acusando-o de pôr em prática uma Teologia relativista. Para esses próceres do enquistamento religioso, o comportamento papal está a ser abusivo e teme-se até pela vida do Papa, passível de muitas maquinações. É por isso que Francisco vive no hotel de Santa Marta, mais livre de movimentos e rodeado de muita gente que o observa e defende se for necessário. Virgílio do Vale

09 \\ Opinião Joaquim Armindo

PORTUGAL, A FLOR E A FOICE J. Rentes de Carvalho, um gaiense que vive na Holanda. Escreveu um livro importante publicado naquele país, em finais de novembro de 1975, agora traduzido para português em 2014. De nome “Portugal, A Flor e a Foice”, retrata de forma indelével o passado português até fins de 1975. A sua escrita fluída, acessível e dum retrato singular, escreve sobre o nosso país com uma realidade que fere, mas ao mesmo tempo inquiridora do nosso: “eu”; o livro é uma interrogativa medonha, que atravessa os tempos com o fio de uma navalha. Ao ler, não se pára, e a descoberta da política, dos intelectuais, dos políticos, dos militares, do estado novo e as oposições são clarões, que em nada branqueiam a substantividade do todo do querer coletivo. Não é um livro pessimista, mas real, dum otimismo promissor das penitências que haveremos de usar. A clareza com que descreve os factos é contundente, alguns de nós talvez preferíssemos que o não escrevesse, pela leveza da leitura, tão entroncada na verdade, que preferíamos ser mentira. Rentes de Carvalho não se insinua, nem constrói um romance, mas tem a verticalidade de escrever como uma criança, e verificar que o rei vai nu. Reparemos numa frase com que inicia o livro: “Mas quê? Em fins de 1975 as elites de agora são as mesmas de ontem, acrescentadas de uns poucos que, hábeis, subindo a tempo, ocuparam um lugar; diminuídas temporariamente da meia dúzia que, no estrangeiro, confortavelmente, aguarda melhores dias que muito certamente voltarão. Tal como na velha República de 1910, em que os ministros foram quinhentos, interessa ser ministro, garantir as benesses do amanhã”. Uma outra, tão evidente hoje, como quando escreveu o livro: “De um ponto de vista social, a emigração portuguesa constitui a manifestação de uma forma de escravidão que subsiste ainda hoje. De um ponto de vista ético, a emigração portuguesa significa a negação constante do direito mais elementar da pessoa: o direito à vida no próprio país. De um ponto de vista político, a emigração portuguesa supõe a renúncia à revolta.” Rentes, lê a situação portuguesa como ela é hoje, em todas as dimensões: também a clerical, de forma profunda e que dói, mas que constrói um futuro. Um livro obrigatório, por isso se deixa uma frase mais, para a sua leitura integral: “Mas acrescente-se o que os panegiristas sempre passaram por alto e o que os bajuladores nunca quiseram ver: orçamentos equilibrados graças à miséria atroz para quase todos, privilégios desmesurados para um pequeno grupo. Tudo isso em nome de Cristo, da Família e da Ordem, e de uma bizarra conceção da sociedade,…”. Joaquim Armindo Doutorando em Ecologia e Saúde Ambiental Mestre em Gestão da Qualidade Diácono da Diocese do Porto


10

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Sociedade

maiahoje

CAMINHADAS APPACDM, Santa Casa da Misericórdia e Mundos de Vida foram as instituições beneficiadas

Maia, palco de solidariedade Maior Caminhada do Pijama do Mundo

Caminhada solidária a favor da APPACDM As Juntas de Freguesia da Vila de Moreira e de Vila Nova da Telha realizaram, no dia 18 de Maio, uma caminhada solidária a favor da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Men-

tal (APPACDM) da Maia. Foram angariados 1750 euros, o equivalente à venda de 700 “tshirts”, que vão ajudar a instituição a finalizar a construção do lar residencial em Vila Nova da Telha, que

vai oferecer 24 vagas para internato, 30 para Centro de Actividades Ocupacionais (CAO) e 30 para serviço de apoio domiciliário. Rita Santos

Realizou-se no dia 1 de Junho a iniciativa solidária “A Maior Caminhada do Pijama do Mundo”. A Maia foi uma dos dez concelhos do norte do país onde decorreu, em simultâneo, o evento, com cerca de 16 participantes. Na Maia foram mais de 2 mil. No Dia Mundial da Criança, esta iniciativa teve como objectivo comemorar os 25 anos da Convenção Internacional dos Direitos da Criança. A caminhada, organizada pela

instituição Mundos de Vida, começou na Praça Dr. José Vieira de Carvalho, com Bragança Fernandes, Presidente da Câmara Municipal da Maia, a assinalar a partida. Centenas de pessoas, adultos e crianças, percorreram diversas artérias da cidade em pijama num ambiente de grande animação. O valor obtido reverterá a favor da instituição Mundos de Vida.

Deve ser consultado um especialista que, mediante a realização de um estudo analítico e após auscultação das queixas do paciente e a realização de um exame físico, irá dissipar as dúvidas. A análise sanguínea que dispensa a necessidade de jejum poderá ser complementarizada com um exame imagiológico que consiste na realização de uma ecografia tiroideia, um exame fácil, indolor e inócuo. Caso a suspeita se confirme não é motivo de preocupação pois o tratamento é simples e as melhorias vão ocorrer rapidamente, iniciando-se em média ao fim de uma semana de terapêutica. Este consiste no fornecimento ao organismo da hormona tiroideia em défice, devendo o fármaco ser ingerido em jejum, 20 minutos antes da primeira refeição do dia para otimizar a sua eficácia. A evolução clínica e a avaliação analítica determinarão o ajuste em termos de dosagem do fár-

maco. O hipotiroidismo é regra geral uma patologia crónica que exige seguimento ao longo da vida com reobservação anual ou, 2 vezes por ano. Podemos então dizer que o ganho ponderal pode ter por base uma alteração da função tiroideia mas não podemos estabelecer a existência de uma associação direta das duas patologias sem realizar um estudo cuidado. Acima de tudo não podemos nem devemos “ desculpabilizar” o paciente que tenta ilibar-se de uma “ auto-responsabilidade” como principal fator causal da sua situação de excesso ponderal, atribuindo as “culpas” à sua tiroide.

Luís Filipe Azevedo

Caminhada Santa Casa da Misericórdia da Maia Com partida da sede da Santa Casa da Misericórdia da Maia e chegada à Praça do Doutor José Vieira de Carvalho, onde decorreu uma aula de zumba e a largada de balões, realizou-se no passado dia 18 de Maio a Caminhada com que a Instituição iniciou as comemorações dos seus 60 anos de existência que completa neste ano de 2014. A iniciativa contou com cerca de dois mil participantes.

\\ Consultório Aberto Célia Silva Maio

Estou a engordar. Será da tiroide? Duas patologias muito frequentes na minha consulta são a doença tiroideia e a obesidade. As suas prevalências individuais são elevadas e podem associar-se sendo, por vezes, a primeira fator desencadeante/ agravante da segunda. Todavia na grande maioria dos casos a obesidade/excesso ponderal tem uma etiologia multifactorial. Nestas situações a disfunção tiroideia não é uma realidade, podendo afirmar-se pub

que a tiroide tem as “costas largas” pois o ganho de peso não se associa a nenhum problema desta glândula. Quando devemos então suspeitar da presença de hipotiroidismo (dita tiroide “ preguiçosa”) na presença de ganho ponderal? Excluída uma explicação lógica baseada nas alterações do estilo de vida, ou outro fator causal como a iatrogenia, (medicação da qual são exemplo a corticoterpaia e antidepressivos vários), devemos investigar a presença de patologia deste foro. O sexo é muito importante sendo que a patologia tiroideia é 10 vezes mais frequente na mulher, ou seja é mais provável que o hipotiroidismo esteja na base do ganho ponderal num paciente do sexo feminino. A existência de história familiar de patologia da tiroide também é um importante fator de suspeita, pois a coexistência de vários elementos atingidos na mesma família é grande. Assim, se na família há história de

doenças da tiroide o paciente tem mais razões para investigar como vai a saúde da sua. A associação com um conjunto de sintomas/sinais é fundamental para a suspeita do diagnóstico. Geralmente ocorrem simultaneamente outras queixas para as quais devemos estar atentos. O aumento da sensibilidade ao frio, a fadiga e/ou cansaço fácil, a sonolência marcada, a obstipação de novo, ou o agravamento desta situação são sintomas que habitualmente andam de mãos dadas. Outras queixas habituais são queda de cabelo, tornando-se este mais fino e quebradiço, pele seca e edemas “inchaço” de predomínio peri orbitário. Dores musculares ou formigueiros podem também estar presentes bem como alterações do período menstrual. Na presença de alguns destes sintomas é provável que a tiroide esteja a precisar de ajuda.

Dra. Paula Mendes Médica de Endocrinologia Hospital de Dia da Maia


maiahoje

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Sociedade

11 pub

FESTIVIDADE

Romeiros marcaram presença neste evento

Festa da Campa do Preto Decorreu entre os dias 29 de Maio e 1 de Junho a festa da Campa do Preto, em Gemunde. Diversas actividades marcaram as festividades, entre elas o Torneio Quadrangular, nas noites de sábado e domingo sessões de fogo-deartifício que foram presenciadas por milhares de pessoas e no domingo de manhã a lenda do Santo Preto cantada em fado. Com a presença António Silva Tiago, vice-presidente da Câmara da Maia, Luciano Gomes, presidente da Assembleia Municipal e António Bragança Fernandes, presidente da Câmara da Maia, Jaime Martins contou a história em fado acompanhado à guitarra e com os romeiros a rodearem o mausoléu e a escutarem em silêncio.

DESPORTO

SECAI Adventure Weekend

“Aldeia do Pontido” 2014 Realizou-se no fim de semana de 31 de Maio e 1 de Junho o 1º SECAI Adventure Weekend "Aldeia do Pontido" 2014 organizado pela SECAI Adventure Team. Este encontro serviu para apresentar oficialmente a todos os membros os novos equipamentos da equipa. Foram realizadas actividades como BTT (modalidade principal desta equipa), Qigong, Pilates, Bootcamp, canoagem e Caminhada. Sendo a Secai Adventure Team uma equipa com raízes familiares nem as crianças foram esquecidas. Estas contaram com a realização de diversos workshops ministrados por Maria Jose Duarte ( Artezé – Arte floral ). Todas as actividades desenvolvidas pretendem incentivar um estilo

de vida saudável em família e em total respeito pela natureza. A Secai Adventure Team agradece a todos os patrocinadores, Artezé – Arte floral, Gori Ibéria, Quinta do Comendador, Pedalar Bike Shop e Turismo de Fafe o apoio prestado durante a realização deste evento. A organização, orgulhosa do sucesso deste encontro, planeia já novas actividades que serão comunicadas brevemente. Poderão seguir as pedaladas desta equipa no Facebook na página SECAI Adventure Team. Vanessa do Bem (SECAI Adventure Team)

pub


12

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Desporto

\\ Opinião Rogério Gonçalves

Por vezes baixamos os braços e não fazemos o mínimo esforço para que as coisas mudem o que é uma pena. Vem isto a propósito do meu protesto com o Pingo Doce do C.C.Venepor ter chegado a bom porto, pois várias vezes protestei por email a comentar a minha indignação sobre a maneira como eu não tinha hipótese de tomar café dado que as mesas eram bastante altas. Hoje dia 21 de Maio fui chamado pelo gerente de loja a dar a boa notícia que a mesa já está disponível. É uma vitória para todos aqueles que tem a mobilidade reduzida, e por isso nunca desistam de lutar mesmo que a luta pareça muito difícil.

Rogério Gonçalves

ANDEBOL

maiahoje

Juvenis venceram Benfica por 26-18

Águas Santas é campeão nacional A equipa de Juvenis da Associação Atlética de Aguas Santas sagrouse, no passado fim-de-semana, Campeã Nacional ao derrotar em casa o SL Benfica por 26-18. Ao intervalo a equipa maiata já vencia por 13-09. A faltar uma jornada para terminar a Fase Final do Campeonato Nacional de Juvenis, o Aguas Santas já assegurou o Título Nacional. Na Fase Final participaram, para além do Aguas Santas, o SL Benfica, o ABC/UMinho e CF Madeira. Depois dos recentes títulos nacionais, nas últimas 4 épocas, em Iniciados e em Infantis, soma-se agora ao historial do clube um título no escalão de Juvenis.

\\ Maia Basket vence Final 4 da Taça Nacional Realizou-se nos dias 17 e 18 de Maio a Final 4 da Taça Nacional de Basquetebol, escalão Sub19 F, onde a equipa do Maia Basket Clube se sagrou vencedora. O MBC levou de vencida na meia final o Juventude B.C., equipa que jogava em casa. A final foi disputada com a equipa do União Sportiva dos Açores que tinha ganho ao NCR Valongo. As atletas Juliana Sousa, Sofia Figueiredo e Catarina Morais fizeram parte do cinco ideal. Este foi o primeiro grande trofeu ganho pelo setor feminino deste jovem clube maiato.

KARATE

Clube de Karate da Maia

Maiatos conquistam Sul de Espanha O Clube de Karate da Maia esteve presente no passado dia 31 de Maio no Torneio Internacional de Santa Pola, evento que se destaca dos demais por se realizar um local único, o Museu do Mar, um castelo no centro da cidade de Alicante. Os atletas do CK Maia não perderam a oportunidade de se deslocar ao sul da vizinha Espanha e conquistar cinco pódios neste evento que contou com a presença de 800 competidores que lutaram para conquistar o lugar mais alto do pódio. Em grande destaque estiveram, Nuno Moreira, Mariana Semblano e Luís Vandermuren que conquistaram o Ouro. Cátia Saraiva esteve na final sendo vice-campeã do torneio e Maria Guedes acabaria na 3ª posição. Carla Jerónimo e Diogo Monteiro acabariam por ficar às portas da medalha num 5º lugar. pub

Mariana Semblano realizou cinco katas de grande nível eliminando a concorrência sempre pelos parciais de 3-0. Maria Guedes perderia para a campeã do Mundo e alcançaria o 3ºLugar. Cátia Saraiva não conseguiu derrotar atleta da seleção espanhola na final acabando por arrecadar o 2ºLugar. Nuno Moreira e Luiz Vandermuren não deram hipótese à concorrência. Moreira realizaria sete combates e com o seu jogo de pernas levou os seus resultados sempre a scores elevados. O mesmo aconteceu com Vandermuren que seguiu o mesmo caminho do sénior e venceu os cinco encontros pelas margens máximas. As restante equipa composta por Carla Jerónimo, Fábio Pinto, Fábio Fernandes, Fábio Barbosa, Diogo Monteiro e Ricardo Coelho estiveram em bom plano no evento mas as me-

dalhas ficaram por terra. 3º lugar na Taça de Almeirim O CK Maia esteve presente no passado dia 1 de Junho na Taça Nacional de Almeirim que contou com a presença de inúmeros atletas nacionais que não perderam a oportunidade de ajudar as suas equipas a conquistar o título de equipa com mais prémios. Os maiatos deslocaram-se assim à região centro sul com o objectivo de fazer rodar um pouco mais alguns atletas com menos experiência. Mesmo assim os atletas conquistaram o terceiro lugar de equipas. Destaque para Emanuel Moreira, José Carlos e Pedro Carvalho que alcançaram o 1ºLugar. Na segunda posição acabaria Inês Silva, Ana Pereira e Jorge Real e com medalha de bronze terminaria Pedro Carvalho em

Kata, Diogo Biscaia, André Vila Chã. CKMaia Vence Torneio Internacional de Monção Monção recebeu o 3º Torneio Internacional que contou, este ano, com atletas da vizinha Espanha, França e Marrocos. O CKMaia fez deslocar dois autocarros para participar em massa

neste evento desportivo. A qualidade e a conquista acompanharam os jovens competidores que regressaram a casa com a bagagem carregada de prémios, foram mais de 30 subidas ao pódio acabando por receber o trofeu que será para muitos o melhor trofeu até hoje recebido.


maiahoje INICIATIVA

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Desporto

Programa Nacional de Desporto para Todos apresentado na Maia

13 \\ Opinião

«Queremos agitar Portugal de Norte a Sul»

Mário Lopes

\\

O programa arranca com 600 mil euros e pretende ser uma «ferramenta decisiva» para alcançar o objectivo de ter «uma população mais activa, com estilos de vida saudáveis e com qualidade de vida».

A Maia, Cidade Europeia do Desporto acolheu, no dia 19 de Maio, a cerimónia de apresentação do Programa Nacional de Desporto para Todos, uma iniciativa desenvolvida pelo Governo em estreita colaboração com diversos agentes desportivos. O evento contou com a presença de Emídio Guerreiro, secretário de Estado do Desporto e Juventude, que lembrou que «este programa fez parte das propostas eleitorais do partido que hoje está no poder» e reconheceu que «vem complementar a malha dos programas já existentes». «Já existem vários modos de financiamento e de dinamização ao nível do desporto, mas entendemos que era altura de dar um passo à frente e trazer mais pessoas à prática desportiva», disse. Assente em três pilares: o «desenvolvimento desportivo, a educação e formação, e a promoção da saúde», o Programa Nacional Desporto para Todos tem como objectivo principal a promoção da actividade desportiva direccionada para toda a população, enquanto instrumento essencial para o incremento da melhoria da qualidade de vida e da saúde de todos os cidadãos, bem como da sua cultura desportiva. Importa «promover uma maior cultura desportiva nacional, uma vez que 69 por cento dos portugueses não têm qualquer tipo de actividade física. Por isso, há que combater o sedentarismo; é preciso pôr as pessoas a mexer, é preciso informar sobre os benefícios do desporto e é preciso também utilizar o desporto, cada vez mais, como forma de inclusão e integração social», sublinhou Emídio Guerreiro. O secretário de Estado do Desporto e Juventude considerou ainda que o programa pode dar um «grande contributo para detecção de novos talentos». 2014 é, assim, o «ano zero», que

AMBIGUIDADE MILITANTE

arranca com 600 mil euros, e no qual «vamos procurar agitar Portugal de norte a sul», garantiu o secretário de Estado. As candidaturas para 2015 arrancam a 1 de Setembro. Iniciativa «arrojada» Bragança Fernandes louvou a escolha da Maia para a apresentação do programa. «Não havia melhor cidade para o fazer, não porque somos Cidade Europeia do Desporto, mas porque partilhamos esta visão do desporto para todos há muitos anos e temos um longo trabalho nessa área», justificou. O presidente da Câmara Municipal da Maia referiu que o desporto foi «sempre» encarado como «uma das prioridades da actividade municipal», pelo seu «importante papel no equilíbrio do ser humano», porque ser «um factor de união entre as pessoas», «um factor de aprendizagem de regras da vivência em comunidade», «um factor fundamental para a promoção

\\ Pedro Mello bi-campeão nacional de Jiu-Jitsu O atleta maiato Pedro Mello, patrocinado pelo Complexo Desportivo Pedras Rubras, sagrou-se, no passado dia 26 de Maio, bi-campeão nacional de JiuJitsu, em Lisboa. No próximo dia 14 de Junho participa no 2º Campeonato Luso-Galaico, que se realiza pela primeira vez no Porto.

pub

da saúde e de hábitos de vida saudável» e por ser, também, «um factor de desenvolvimento económico». Bragança Fernandes felicitou ainda o Governo pelo «arrojo» desta iniciativa. «Este é um momento importantíssimo para o futuro do país. Com este plano nacional o Governo demonstra que a actividade desportiva generalizada a toda a população é um meio fundamental para a promoção da qualidade de vida e para a saúde dos portugueses», elogiou. «Queremos que este ano marque a vida e a história do nosso município» O vereador com a pasta do Desporto, Hernâni Ribeiro, realçou o «investimento contínuo» que o município teve que fazer, desde a década de 80, para chegar à realidade desportiva actual. «O município que, na altura, tinha meia dúzia de campos de futebol pelados e um pavilhão polidesportivo, teve que fazer muitos anos de investimento contínuo no desporto para che-

PUB

gar à realidade que temos hoje». E foi esse investimento, assegurou, que motivou a candidatura da Maia a Cidade Europeia do Desporto, um título que se traduziu «no reconhecimento das boas práticas no que diz respeito às políticas desportivas municipais». Mas, para o vereador, o reconhecimento não é suficiente. «Queremos mais que este reconhecimento. Queremos que este ano marque a vida e a história do nosso município». Na sessão estiveram ainda presentes representantes de instituições que apresentaram exemplos de iniciativas e projectos em execução. «São boas práticas que já existem, mais ou menos consolidadas, mas que claramente se identificam e se enquadram no programa apresentado», disse Emídio Guerreiro. Rita Santos Fotos: Luís Filipe Azevedo

Nunca na nossa democracia o tema Tribunal Constitucional esteve tanto na ordem do dia como na actualidade. Mais do que julgar a qualidade das decisões que os juízes do Tribunal Constitucional proferem, os partidos perceberam que podiam obter dividendos políticos trazendo aquele órgão para o centro da arena política, tendo em conta as suas particulares características. De forma pragmática, o Tribunal Constitucional é um tribunal político, que elabora a maior parte das suas decisões com base nos diferentes princípios presentes no texto constitucional, cujas fronteiras de apreciação são definidas apenas e tão só pela interpretação que cada um dos seus membros efectua, num dado momento, o que garante que outro conjunto de membros possa decidir noutro momento de forma oposta, sem qualquer obrigatoriedade temporal que possibilite a cristalização das decisões, excepto a resultante da própria Lei. Contudo, estimado leitor, entendo que o problema que o país tem de resolver – e tem!-, não depende, nem da Constituição nem do Tribunal Constitucional, mas dos partidos políticos, designadamente dos seus dirigentes. Mais do que assistir a políticos que alteram radicalmente o seu discurso conforme estão na oposição ou a apoiar o governo, precisamos de certezas para legitimamente projectarmos o nosso futuro a médio e longo prazo. Entendo que esta necessidade é contrária ao jogo político, pois é no território da ambiguidade que se fabrica a demagogia, as promessas que nunca serão cumpridas e a certeza de que ninguém será julgado por isso. Creio que está mais que na hora de desenterrarmos a cabeça da areia e debatermos o que pode ou não ser feito, à luz da actual Constituição, bem como sobre aquilo que o povo quer e ao que ainda está disposto para o conseguir, sendo que já se percebeu que o discurso do crescimento económico não resulta, pois infelizmente não é decretável. Precisamos saber, por exemplo, se o Documento de Estratégia Orçamental (DEO) votado favoravelmente por PS/PSD/CDS é para cumprir e, principalmente, se os objectivos nele contidos são ou não constitucionais, especialmente as formas de os alcançar, já que não houve coragem para fazer o mesmo com o Memorando de Entendimento com a Troika. Enquanto persistirmos na ambiguidade só adiamos a resolução dos nossos problemas pelos nossos próprios meios, colocando-nos em condições para sofrermos mais terapias de choque, que serão dificilmente aceites pela inexistência de espaço social para as conter. Mário Lopes Licenciado em Ciências Sociais, não escreve ao abrigo do novo acordo ortográfico.


14

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Desporto KUNG FU

\\ Opinião

Atleta maiata sagra-se campeã do mundo

Margarida Santos conquista medalha de ouro

Fernando Pedroso

O Pavilhão Municipal de Vagos recebeu, entre os dias 11 a 13 de Abril, o 4º All Styles Martial Arts World Championship, prova que reuniu 3800 participantes de todo o mundo das diversas artes marciais e desportos de combate, como o Kempo, Karaté, Kung-Fu, Kickboxing, MMA, Taekwondo, Jujitsu, Boxe, Vietvodao, entre outras. A atleta maiata Margarida Santos brilhou mais uma vez, depois de ter passado as várias eliminatórias até às finais, vindo a obter a medalha de Ouro em Armas Hard e o título de Campeã do Mundo e ainda a medalha de Prata em Punhos Hard, sagrando-se também Vice- Cam-

O INDISPENSÁVEL Ser feliz é ter sorrisos, São condimentos precisos P’ra ter o indispensável Muito mais será demais Os metais são desleais De efeito desagradável Como o sal na comida Nem de menos nem demais O dinheiro escraviza a vida Faz alma doida e perdida E os grandes bem pequenos Atenta aos puros valores Escolhe o Senhor dos senhores Não queiras o deus dinheiro Dinheiro, vida tolhida Perdição da alma e vida O dinheiro é traiçoeiro

maiahoje

peã do Mundo nesta vertente. Margarida Santos, a competir agora pela Associação Juvenil Gzero Wushu no Porto, associação actual Campeã Nacional, notabilizou-se também neste evento obtendo o 1º lugar por equipas na prova Demo Show, com a melhor demonstração de artes marciais, arrecadando o Prize Money em disputa de 1000 USD. Margarida Santos participou também como treinadora pela primeira vez, iniciando a sua experiência na preparação do treino de crianças e jovens, incluindo as que participaram neste evento.

\\ Equipa feminina do Maia Atlético Clube venceu o Campeonato Nacional 2ª Divisão

Se sabes viver com pouco Vais-te rir do rico louco Atingiste o fim em vista Mostrando como é viver Com pouco é que é saber Saber é de cientista Bem pensada e comedida Assim deve ser a vida Assim nos foi ordenado, Cautela, não desiludas, Para melhor jamais mudas, Jamais serás condenado Não pensem que os gajos ricos Não têm vida com picos Não julguem que vivem bem, O excesso é inflamável A gula é imparável, Paz, não se compra… não têm! Vive sempre na esperança Como o fiel da balança Sê fiel e equilibrado, Verás que o que aqui diz É lição p’ra ser feliz Viver bem e sossegado Vem a morte, fica cá tudo Quanto mais rico, mais deixas, Levas silêncio, vais mudo, Levas de pau, um sobretudo E já nem sequer te queixas. 31 de Março de 2014

CICLISMO

\\ Ajude o Acro Clube da Maia O Acro Clube da Maia (ACM) tem seleccionado, para o Campeonato do Mundo Grupos de Idade de Ginástica Acrobática, 12 ginastas, e cinco para o Campeonato do Mundo de Sénior, totalizando 17 atletas. Estes dois eventos realizam-se em simultâneo, em Paris, em Julho próximo. Para a concretização deste sonho serão necessários 11.500 euros,

que o ACM não tem. Sem ajudas federativas para a realização desta participação internacional, embora estejam em representação das cores nacionais, temos que procurar outras formas de tornarmos real este sonho para todos estes miúdos. Todos estamos muito motivados para levar a efeito várias de iniciativas que, em conjunto, leve estes

ginastas a Paris. São 1575 kms, com um custo por quilómetro de +7,30Euros. Só será possível com a sua ajuda, por pequena que seja, será sempre de enorme importância, por isso desde já o agradecimento destes ginastas e de toda a colectividade. Caso pretenda ajudar, pode fazer um donativo no site www.gofundme.com/813wr0 ou para a

Luís Gomes conquista dois pódios

União Ciclista da Maia brilhou no Algarve No dia 23 de Maio realizou-se o 5º Challenge de Tavira. Numa prova disputada no centro de Tavira, o ciclista Luís Gomes foi o grande protagonista do dia ao bater-se com os ciclistas profissionais pela vitória. Luís Gomes alcançou também o 2º lugar numa prova em que saiu vencedor César Fonte (Rádio PopularBoavista) e Samuel Caldeira (OFM-Quinta da Lixa) foi 3º, tendo a equipa maiata sigo a 4ª classificada na classificação colectiva. 34º Troféu Alpendre No dia 24 de Maio realizou-se o 34º Troféu Alpendre, primeira prova da Taça Portugal Liberty Seguros.

Nesta prova o ciclista Nuno Meireles foi 19º na geral. Na classificação da Taça Portugal Sub-23 Luís Gomes foi 12º e na classificação Sub20 Pedro Seabra foi 8º. 2º Challenge de Loulé Decorreu no dia 25 Maio o 2º Challenge de Loulé. Nesta prova em sistema de circuito, Luís Gomes voltou a ser protagonista entre os melhores ciclistas do pelotão nacional alcançando o 3º lugar. Na classificação por equipas, a UC Maia alcançou o 3º lugar apenas batidos pelas equipas profissionais do LA/Antarte e do Louletano.

conta com o NIB004514414019194062354 e IBANPT500045144140191940. (caso pretenda recibo basta solicitar para o email acmaia.secretaria@gmail.com) Pode ainda divulgar pelos seus contactos do facebook e/ou de email. Divulgue massivamente, ajude á concretização deste sonho.


sexta-feira 6 de Junho de 2014

maiahoje TÉNIS DE MESA

Desporto

Torneio contou com 150 atletas representando 18 clubes

Diamantino Pinto vence 41º Torneio A actividade do Grupo Desportivo das Tintas CIN contínua em alta. Mais um torneio realizado, mais um título conquistado. O trabalho realizado é reconhecido por todos os amantes da modalidade nestas quatro décadas. Consolidar o estatuto de equipa de alto nível é objectivo desta formação maiata. Lucas Padrão, responsável pela secção desde a sua fundação, explica que as ambições do GD continuam as mesmas «fazer o melhor possível», disse. Dirigente, atleta e treinador, Lucas Padrão é um homem de profundas convicções, reconhecido por ter uma capacidade de trabalho notável, sendo a aposta no Ténis de Mesa uma consequência directa do gosto por uma modalidade na qual investiu uma boa parte da sua vida. Ao Maia Hoje na hora dos festejos não quis deixar de deixar um agradecimento à administração das tintas CIN «que ao longo deste caminho sempre nos

tem apoiado, tanto o Sr. Engº António Serrenho como Sr. Engº João Serrenho fãs da modalidade», lembrou. Os anteriores torneios foram realizados dentro do calendário do Inatel, este ano um projecto novo da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa, veio a mudar de organização, passando o mesmo a fazer parte do seu calendário como Master Ranking. Este ano voltou a organizar-se na Maia, no amplo Pavilhão Municipal da Maia, dado o apoio recebido por parte do pelouro do Desporto da Câmara, ao enquadrar o torneio na Capital Europeia do Desporto e da Associação de Ténis de Mesa do Porto. Este evento realizou-se no passado fim-de-semana e contava para o Ranking Master da Federação de Ténis de Mesa, e contou com a participação de 150 atletas em representação de 18 clubes. O relógio marcava 10 horas quando se deu o início do Torneio com a prova do 3º escalão. Tiago

Braga da equipa ACD Mariadeira a vencer Óscar Bacelar do mesmo clube. No segundo escalão Tiago Penedos da EDP de Lisboa, levou de vencida Hélder Santos do Orfeão de Valadares. No primeiro escalão Diamantino Pinto das Tintas Cin bateu o colega de equipa Vítor Pina. No final o vencedor do Torneio Diamantino Pinto disse ao Maiahoje estar contente com a vitória «Foi um torneio muito competitivo, no qual tive de dar o meu melhor para o conquistar. O Vítor é também um bom jogador, mas eu estou atravessar uma boa fase», acrescentando que «já é o segundo torneio que venço. Vou continuar a trabalhar para alcançar mais troféus. Este troféu também é dos meus colegas de equipa, pois sem a colaboração deles não era possível conquistar êxitos», disse.

Belmiro Barbosa

\\ Maiatos celebraram Dia Mundial da Criança Pela primeira vez, Nogueira e Silva Escura receberam mais de 350 atletas das regiões norte e centro de Portugal que se associaram à quarta e penúltima prova do Campeonato Open XCO Maia, Cidade Europeia do Desporto, 2014. «É um orgulho para a nossa freguesia receber um evento tão extraordinário, com tanta paixão pelo desporto. Ver todas estas crianças, todos estes jovens e adultos, em cima da bicicleta, é muito bom, porque estamos a criar hábitos saudáveis da prática desportiva. Contem, sempre, com Nogueira e Silva Escura», garante o José Sarmento, presidente de Junta. Joaquim Silva, com 62 anos, continua a somar vitórias em cima da bicicleta, sendo campeão de Masters D.

NATAÇÃO

Com 51 anos, Valentim Ferreira tem quatro vitórias em igual número de provas disputadas. Ao rubro está a competição dos Masters B. António Viana venceu e igualou Tiago Rocha, o campeão dos Maiatos em 2013. Segunda vitória para Viana, Rocha tem, também, dois triunfos. O Master A, Joaquim Silva, Maiatos-Reabnorte, está muito perto de sagrar-se campeão 2014. Em Elites, José Carneiro, de Paços de Ferreira, foi o mais forte, perante o infortúnio de Pedro Mota, que liderou grande parte da prova. Patrícia Ferreira tornou-se campeã a uma prova do fim, apesar do triunfo da aveirense Fátima Vida, líder do ranking XCO e XCM A.C. Porto.

pub

Clube de Natação da Maia

Catarina Pereira terceira classificada em Cadetes A Decorreu nos dias 24 e 25 de Maio, na Piscina Municipal de Felgueiras, o Torneio Nadador Completo para o grupo dos Cadetes, organizado pela Associação de Natação do Norte de Portugal (ANNP). No evento participaram 289 nadadores em representação de 21 clubes. Os cadetes A competiram em todas as provas de 100m de cada estilo e nos 200m estilos e os cadetes B em todas as provas de 50m de cada estilo e nos 100m estilos. O Clube de Natação da Maia fezse representar por 11 nadadores: Catarina Pereira, Inês Amaral, Inês Rocha e Mafalda Moreira (Cadetes A), Inês Moura, Joana Abreu, Matilde Cerqueira, Raquel Dias, Gonçalo Nogueira, Hugo Vaz e João Araújo (Cadetes B). Com 55 novos recordes pessoais, destaque para Catarina Pereira e Mafalda Moreira que alcançaram o 3º e 5º lugar em Cadetes A, sendo, assim, selecionadas para o estágio de captação técnica da FPN que se realiza a 5 de Julho em Baião.

Três pódios no Campeonato Nacional Master Decorreu em Portel, na marina de a Amieira, o campeonato nacional de masters de 1,5km, com 120 nadadores. Do CN Maia estiveram presentes oito nadadores: Carolina Silva, primeira a cruzar a meta e campeã nacional master A, Ana Oliveira, em

segundo lugar e campeã nacional master B, Rita Fougo, 3ª classificada master A, Rita Pereira 4ª no escalão A, Artur Rosa, sétimo no escalão C, João Malta, 5º no escalão B, Tiago Rodrigues, 5º classificado master A. João Ferreira não terminou a prova devido a problemas físicos.

15


16

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Publireportagem

BASKET ADAPTADO

maiahoje

Supertaça de Portugal de Basquetebol em Cadeira de Rodas

APD Sintra conquista Supertaça na Maia

Realizou-se no dia 31 de Maio, no Pavilhão Municipal de Nogueira da Maia, a “Supertaça de Portugal de Basquetebol em Cadeira de Rodas”. A APD-Braga, Campeã Nacional 2012/2013 e vencedora da Taça de Portugal em 2013 e a APD-Sintra, finalista vencida da última edição da Taça de Portugal disputaram o troféu num jogo inserido no projecto Maia, Cidade Europeia do Desporto 2014. A equipa de Sintra conquistou o troféu ao vencer a formação bracarense por 45-33.

A APD-Braga procurava ganhar este troféu pela primeira vez. Já a APDSintra conquistou doze Supertaças na sua história tendo conquistado a 13ª do seu palmarés. Neste jogo estiveram presentes diversos jogadores da Seleção Nacional como Sílvio Nogueira, Jorge Palmeira e Gabriel Costa atletas da APD-Braga e Pedro Gonçalves e João Cardoso da APD-Sintra. Luís Filipe Azevedo

\\ Equipas

APD Braga

APD Sintra

7 8 9 10 13 14 16 18 23 6

5 7 8 10 11 13 14 17 19

Costa F. Viera M. Gomes J. Azevedo A. Palmeira J. Ribeiro J. Antunes R. Mendes R. Nogueira S. Gonçalves J.

Cardoso J. Dias P. Levy I. Gonçalvez P. Delgado J. Lourenço R. Nicolau R. Fonseca P. Pires H.

Treinador Vieira R.

Treinador Gonçalves P.

Arbitro Gustavo Costa

Árbitro Auxiliar José Cardoso


maiahoje RELIGIÃO

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Publireportagem

17

Executivo municipal dá as boas-vindas ao prelado

«Esta experiência vai marcar o meu ministério episcopal» \\

D. António Francisco dos Santos, bispo do Porto, reuniu, na manhã de dia 29 de Maio, com os párocos e diáconos da Vigararia. À tarde foi recebido nos Paços do Concelho pelo executivo municipal.

No sentido de «partilha dos projectos em curso e de perspectivar um futuro que tem na proximidade entre os vários organismos das paróquias do concelho e a autarquia um dos vectores primordiais da acção diária, particularmente na área social», a Câmara Municipal da Maia preparou uma recepção oficial a D. António Francisco dos Santos. No «encontro informal» marcaram presença quase todos os membros do executivo que endereçaram mensagens de boasvindas ao bispo do Porto. No final da recepção, o prelado mostrou-se «feliz» e «grato» pelo convite que lhe foi feito pela autarquia e também por este ser «alargado» ao clero da Vigararia, que considerou ser um «testemunho novo». «Isto é inédito, é exemplar e pode ser paradigmático e pedagó-

gico para a forma de colaboração e de co-responsabilidade na missão entre a sociedade civil e a Igreja. Esta proximidade é o caminho necessário da Igreja, é o caminho que quero prosseguir», disse ao Maia Hoje. «Esta experiência é para mim muito dignificante e vai marcar o meu ministério episcopal», garantiu D. António Francisco dos Santos. O bispo do Porto esclareceu ainda que, na reunião com o clero vicarial, que antecedeu a recepção nos Paços do Concelho, foram «partilhados projectos de futuro e desenhadas prioridades para o caminho». «Foi um momento de conhecimento recíproco, um ponto de partida para que sintamos mais próximos, mais irmãos e mais co-responsáveis na missão», assinalou. Questionado sobre a realidade que a Vigararia da Maia enfrenta,

com a idade avançada de alguns presbíteros e a acumulação de paróquias por parte de outros, D. António apontou o «trabalho em comunhão com os leigos e com os consagrados» como forma de «fazer mais e melhor». Apesar de reconhecer que «todas as realidades têm necessidade de uma renovação contínua», o bispo do Porto lembrou que «as dificuldades nunca nos podem impedir de ver o valor e a capacidade que encontramos nos sacerdotes de todas as idades». «Não nos podemos esquecer do bem realizado e do trabalho feito, e mesmo os sacerdotes mais idosos têm de sentir que podem continuar a ser úteis», concluiu. Rita Santos Fotos: Luís Filipe Azevedo


18

sexta-feira 6 de Junho de 2014

Avisos

maiahoje

LUÍS MANUEL MOREIRA DE ALMEIDA NOTÁRIO - SANTA MARIA DA FEIRA

JUSTIFICAÇÃO NOTARIAL Rosa Maria de Sousa Santos, com o número de inscrição na Ordem dos Notários JUNTA DE FREGUESIA DA VILA DE MOREIRA - MAIA

26/1, aí publicitada em 31/01/2011, devidamente autorizada pelo Notário no concelho

CLUBE ACADÉMICO DE SANGEMIL Ao serviço da juventude Fundado em 30-09-1990

de Santa Maria da Feira, Lic. Luís Manuel

EDITAL

Moreira de Almeida, com Cartório à Rua Jornal Correio da Feira, n.º 5, 1.º direito, nesta

JOAQUIM ANTÓNIO FARINHA BAS-

cidade de Santa Maria da Feira, certifica,

TOS, Presidente da Junta de Freguesia da

para efeitos de publicação, que por escri-

Vila de Moreira, concelho da Maia: TORNA-SE PÚBLICO que tendo em

tura pública, lavrada em 28.05.2014, neste notário, a partir de folhas 106, do livro L – 188, em nome da “ASSOCIAÇÃO MUTUA-

vista a regularização da concessão do Ja-

LISTA DE MOREIRA DA MAIA E FREGUESIAS

zigo N.º 3, da Rua Sul (Parte Velha), do

CIRCUNVIZINHAS”, com sede na Rua Con-

cemitério Paroquial da Vila de Moreira. A

selheiro Luís Magalhães, n.º 214, freguesia

Junta de Freguesia, em sua reunião ordi-

de Moreira da Maia, concelho da Maia, ti-

nária de 20 de Maio de 2014, deliberou mandar publicar editais avisando os her-

tular do cartão de identificação de pessoa colectiva nº 501 195 521; - foram feitas as Que é dona, com exclusão de outrem,

tarem, no prazo de 60 dias, prova da sua

do prédio abaixo identificado, por estar na

legitimidade, sob pena de, não o fazendo,

posse dele por mais de 20 anos, invocando

mentalmente, provem tal legitimidade.

Ao abrigo do art. 19, nº2 dos Estatudos, convoco os Srs. Associados no pleno gozo dos seus direitos, a reunirem-se em Assembleia geral no próximo dia 13 de Junho de 2014 pelas 21.00H na n/ sede social, com a seguinte Ordem de Trabalhos :

seguintes declarações:

deiros daquela concessão para apresen-

só se considerarem aqueles que, docu-

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA CONVOCATÓRIA

a seu favor a usucapião: - Prédio urbano, constituído por habitação de dois pisos, com quintal, com a

Para que conste e produza os efeitos

área coberta de 98 m2 e a área descoberta

pretendidos, se publica este e outros de

de 297 m2, sito no lugar de Padrão, à Rua

igual teor que vão ser afixados nos luga-

Conselheiro Luís Magalhães, nº 214, fre-

res de estilo.

guesia de Moreira, concelho da Maia, a

1º Leitura da Ata da Assembleia anterior 2º Apresentação e Votação do Relatório e Contas e Parecer do Conselho Fiscal 3º Eleição dos Novos Corpos Sociais para o bienjo 2014/2016

confrontar do nascente com António FerJunta de Freguesia da Vila de Moreira, 20 de Maio de 2014

reira da Silva Santos, do poente com a Estrada Nacional, do norte com António Domingues Salgueiro e do sul com José de

O Presidente da Junta,

Oliveira, inscrito na matriz predial urbana sob o artigo 541 e omisso no registo.

(A)Joaquim António Farinha Bastos

CONVOCATÓRIA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA Ao abrigo do disposto nos Artigos 20º e 21º dos Estatutos do Ginásio Clube da Maia, convoco a Assembleia Geral Extraordinária, para o próximo dia 16 de Junho 2014, com início às 19.30 Horas, na sede do Ginásio, com a seguinte Ordem de Trabalhos: 1. Aprovação da alteração dos Estatutos do Clube; 2. Aprovação do Regulamento Eleitoral; 3. Aprovação do Regulamento Disciplinar; 4. Eleição da Comissão Eleitoral; 5. Deliberação sobre o agendamento para a realização da Assembleia Efectiva dos novos órgãos sociais do Clube. No caso de na hora marcada para o início da Assembleia Geral não estiverem presentes pelo menos 50%, mais um, dos Associados com direito a voto, a Assembleia reunirá com qualquer número de sócios, 30 minutos depois. OBS: Mais se informa que o Ginásio Clube da Maia, está em processo de recontagem e actualização do caderno de sócios que irá terminar no próximo dia 16 de Junho de 2014, levando-se em consideração apenas os sócios com quotas pagas até 31 de Dezembro de 2013. Maia e Ginásio Clube da Maia, 30 de Maio de 2014

Santa Maria da Feira, 28.05.2014 A colaboradora (Assinatura ilegívl)

JORNAL MAIAHOJE ED. 346 DE 06/06/2014

N.B.: Se a hora marcada não estiverem presentes o nº de associados previstos(art.21) a A.G funcionará 30 minutos mais tarde com o nº de associados presentes .

GINÁSIO CLUBE DA MAIA, Associação Complexo Municipal de Ginástica da Maia Rua Altino Coelho - 4470 - 233 Vermoim Maia Pessoa Colectiva: 505 141 515 ginásio.clube.maia@gmail.com - Telefone: 22 948 63 59

JORNAL MAIAHOJE ED. 346 DE 06/06/2014

Sangemil, 26 Maio de 2014 O presidente da AG Liberto Monteiro Silva

O Presidente da Comissão de Gestão Dr. Rui Joaquim Sereno Garcia Araújo

JORNAL MAIAHOJE ED. 346 DE 06/06/2014

JORNAL MAIAHOJE ED. 346 DE 06/06/2014

descubra o jornalista que há em si! Assistiu a algum evento ou facto de notícia?

geral@maiahoje.pt Acompanha a sua equipa e/ou colectividade?

COLABORE CONNOSCO

Faça-nos chegar as notícias/comentários e fotos, via internet para:

pub


maiahoje

sexta-feira 6 de Junho de 2014

\\ EMERGÊNCIAS NACIONAIS • SOS Número Nacional de Socorro............................................112 • Incêndios Florestais .......................................................................117 • Emergência Social (crianças, idosos, vitimas, s/abrigo)....144 • Intoxicações ...............................................................808 250 143 • Emergência Gás (EDP)............................................800 215 215

\\ EMERGÊNCIAS LOCAIS • Bombeiros Voluntários de Moreira...................22 942 10 02 • A. H. Bombeiros de Pedrouços...........................22 901 27 44 • PSP Maia (Esquadra Cidade)...............................22 947 96 90 • PSP Aeroporto Sá Carneiro (Esq. Segurança)22 948 26 93 • PSP Aeroporto Sá Carneiro (Esq. Trânsito).....22 948 26 93 • PSP Aeroporto Sá Carneiro (Es.Intervenção) 22 948 26 93 • PSP Águas Santas (Esquadra Vila).....................22 977 42 80 • PSP Maia (Divisão Policial)...................................22 978 51 90 • PSP Maia (Esquadra Trânsito) .............................22 978 51 90 • PSP Maia (Esquadra Interv. e Fiscalização) ....22 978 51 90 • GNR Maia (Posto Territorial da Maia) ...............22 986 74 30 • GNR Maia (Posto Fiscal de Pedras Rubras).....22 944 91 00 • GNR Maia (Posto Trânsito da Maia) ..................22 968 84 70 • Polícia Municipal Maia ..........................................22 940 86 00 • Protecção Civil (CM Maia) ....................................22 940 87 22 • Protecção Civil (CM Maia) Linha verde.............800 205 169 • Protecção Civil (Com. Distrital Op. Socorro)..22 619 76 50 • Cruz Vermelha Portuguesa (Núcleo Maia).....22 941 12 21

\\ LINHAS

SAÚDE NACIONAIS

• Saúde 24......................................................................808 242 424 • Saúde 24 (orientação pediátrica) .......................808 242 400 • Linha Saúde Cancro ................................................808 255 255 • Linha Saúde Sexualidade......................................808 222 003 • Linha Saúde SIDA.....................................................808 266 266 • Linha Saúde SOS Criança ......................................808 202 651 • Linha Saúde SOS Medicamento .........................800 222 444 • Linha Saúde SOS Grávida......................................808 201 139 • Linha Saúde SOS Droga ............................................................1414 • Linha Saúde Deixar de Fumar .............................808 208 888 • Informação a Vitimas Violência Doméstica.....800 202 148 • Linha APAV (Apoio à Vítima)..................................707200 077

\\ SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE LOCAIS • USF Alto da Maia (Águas Santas) ......................22 977 42 50 • USF Viver Mais (Castêlo Maia) ............................22 986 51 70 PUB • USF Saúde em Família (Pedrouços)..................22 977 47 10 • USF Pirâmides (Maia).............................................22 947 85 90 • USF Odisseia (Vermoim).......................................22 947 09 50 • USF Íris (Águas Santas)..........................................22 986 70 35 • USF Lidador (Gueifães) .........................................22 943 84 40 • USF Pedras Rubras (Moreira) ..............................22 943 14 70 • Extensão Saúde Nogueira (Nogueira).............22 961 77 10 • Extensão Saúde Milheirós (Milheirós) .............22 972 33 22 • Extensão Saúde Moreira (Moreira) ...................22 943 14 70 • Hospital S. João (Porto) ........................................22 551 21 00 • Hospital Pedro Hispano (Matosinhos) ............22 939 10 00 • Hospital Sto. Tirso (Sto.Tirso)................................252 830 700 • Hospital Joaquim Urbano (Porto).....................22 589 95 50 • Hospital N. Sra. Conceição (Valongo)..............22 422 00 19 • Hospital Sto. António (Porto) .............................22 207 75 00 • Hospital Maria Pia (Porto)....................................22 608 99 00 • Hospital Póvoa Varzim/V.Conde (P. Varzim)....252 690 600 • Hospital Magalhães Lemos (Porto) ..................22 619 24 00 • Inst.Port. Oncologia Francisco Gentil (Porto)22 508 40 00 • Unidade Alcoologia do Norte (Matosinhos) .22 004 50 60 • Centro Regional de Sangue (Porto) .................22 004 52 40

mh jornal regional de grande informação

EDITADO POR

Publireferência, Lda. REGISTADA NA 2ª CRPC MAIA CONTRIBUINTE NÚMERO 509 316 620

Depósito legal 147209/00 DGCS nº 123524 Tiragem 3.000 exemplares

DIRECTOR DA PUBLICAÇÃO: Artur Bacelar artur@maiahoje.pt COLABORADORES REDACTORES: Manuela Sá Bacelar TPJ CO711 manuela@maiahoje.pt Luís Filipe Azevedo, TPJ luis@maiahoje.pt Francisco José Bacelar, TPJ CO592 francisco@maiahoje.pt Rita Santos, TPJ E12 rita@maiahoje.pt Ana Luisa Azevedo, TPJ analuisa@maiahoje.pt

Úteis \\ SERVIÇOS UTILIDADE PÚBLICA NACIONAIS • Serviço Informações telefónicas PT . . . . . . . . . . . . . . . . . .1820 • Serviço Apoio a Clientes Optimus . . . . . . . . . . . . . . . . . .16103 • Serviço Apoio a Clientes TMN . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1696 • Serviço Apoio a Clientes Vodafone . . . . . . . . . . . . . . . . .16912 • Aut.omóvel Clube ACP (assistência) . . . . . . . .707 509 510 • Brisa Auto-estradas de Portugal . . . . . . . . . . . .808 508 508 • CP Combóios de Portugal . . . . . . . . . . . . . . . . . .808 208 208 • TAP Air Portugal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .707 205 700 • SEF Serv. Estrang. e Fronteiras (rede fixa) . . . .808 202 653 • SEF Serv. Estrang. e Fronteiras (rede móvel) .808 962 690 • Cartões Crédito American Express . . . . . . . . . .707 504 050 • Cartões Crédito Mastercard . . . . . . . . . . . . . . . .800 811 272 • Cartões Crédito Visa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .800 811 107 • EDP . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .800 506 506 • EDP (Comunicação de Avarias) . . . . . . . . . . . . .800 246 246

\\ SERVIÇOS UTILIDADE PÚBLICA LOCAL • Loja do Cidadão (Porto) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .707 241 107 • Posto de Atendimento ao Cidadão (Maia) . .22 948 24 62 • Cartório Notarial da Maia . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 943 98 10 • Cartório Notarial de Cláudia Barbas . . . . . . . .22 940 67 22 • Conservatória do Registo Civil (Maia) . . . . . .22 943 98 00 • Conservatória do Registo Predial . . . . . . . . . .22 943 62 80 • Conservatória do Registo Comercial . . . . . . .22 947 76 50 • Serviços de Finanças da Maia . . . . . . . . . . . . . .22 947 06 40 • Tribunal Judicial da Comarca da Maia . . . . . .22 941 90 73 • Tribunal do Trabalho da Comarca da Maia . .22 941 41 52 • Inst. Info. Apoio Form. Profissional (IAFE) . . .22 977 39 10 • Inst. Fomento Desenvolv. Económico . . . . . .22 942 70 26 • Centro de Emprego da Maia . . . . . . . . . . . . . . .22 943 27 00 • Segurança Social da Maia . . . . . . . . . . . . . . . . .22 947 10 90 • Com. Protecção Crianças e Jovens da Maia .22 949 03 33 • CTT Correios de Portugal (Gueifães) . . . . . . .22 016 55 12 • CTT Correios de Portugal (Moreira) . . . . . . . .22 947 84 00 • CTT Correios de Portugal (Vermoim) . . . . . . .22 943 95 30 • CTT Correios de Portugal (Águas Santas) . . .22 974 33 50 • CTT Correios de Portugal (Castêlo) . . . . . . . . .22 982 64 53 • CTT Correios de Portugal (Aeroporto) . . . . . .22 940 00 11 • Áeroporto Sá Carneiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 943 24 00 • Biblioteca Gulbenkian . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 948 34 72 • Consulado de Chipre (Maia) . . . . . . . . . . . . . . .22 902 38 68 • Consulado do Paquistão (Maia) . . . . . . . . . . . .22 947 93 21 • Lipor II (Central de Valorização Energética) 22 947 73 40 • Táxi Maia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 948 26 60

\\ MUNICIPIO DA

• Câmara Municipal da Maia (Central) . . . . . . .22 940 86 00 • Serviços Águas e Saneamento da Maia . . . . .22 943 08 00 • Aeródromo de Vilar de Luz . . . . . . . . . . . . . . . .22 968 73 22 • Forum da Maia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 940 86 43 • Forum Jovem da Maia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 947 81 20 • Gab. Apoio Defesa do Consumidor . . . . . . . .22 944 24 62 • E. M. Estacionamento da Maia . . . . . . . . . . . . .22 940 87 21 • Academia das Artes da Maia . . . . . . . . . . . . . . .22 940 86 43 • Linha Directa Ambiente . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 947 81 30 • Linha Verde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .800 202 639 • Casa do Alto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 905 95 20 • Canil Municipal da Maia . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 982 36 87 • Quinta da Gruta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 986 71 80 • Espaço Municipal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 943 80 30 • Loja da Juventude S. Pedro Fins . . . . . . . . . . .22 968 91 69 • TURISMO Maia Welcome Center . . . . . . . . . . .22 944 47 32 nota: Informação actualizada em 2011/10/01

CORRESPONDENTES: João Diogo (Brasil) Williams James Marinho (EUA) Ainhoa Carrasco Robles (Espanha) Catarina Almendra (Lisboa) CRONISTAS HABITUAIS: António Neto (política) Deco (defesa do consumidor) Fernando Pedroso (poesia)

\\ FARMÁCIAS Dia

06 07 08

09 10

11

12

13

14 15

16

PERM

Q

T

V

A

B

C

E

REF

-------------------------------------------------------------------------------------------

R

S

U

D

17 18 19 20 F

G

H

I

TURNO A AGRA - MILHEIRÓS TURNO B AEROPORTO - PEDRAS RUBRAS TURNO C LIMA COUTINHO - GUEIFÃES TURNO D SILVA ESCURA - FREJUFE TURNO E BASTOS - GUEIFÃES TURNO F GEMUNDE - CAMPA DO PRETO TURNO G ÁLVARO AGANTE - VERMOIM TURNO H CENTRAL - CATASSOL TURNO I MOREIRA BARROS - PARADA TURNO J ALIANÇA - VERMOIM TURNO K VILA NOVA DA TELHA - QUIRES TURNO L SOUSA BEIRÃO - MAIA TURNO M MARTINS DA COSTA - ÁGUAS SANTAS TURNO N BOM DESPACHO - MAIA TURNO O CASTÊLO - CASTÊLO DA MAIA TURNO P GRAMAXO- MOREIRA DA MAIA TURNO Q EUGÉNIA - PEDROUÇOS TURNO R NOVA DE ARDEGÃES - ARDEGÃES TURNO S LIDADOR - ARDEGÃES TURNO T ARAÚJO - NOGUEIRA TURNO U GUARDEIRAS - GUARDEIRAS TURNO V MAIA - ÁGUAS SANTAS

esta informação é patrocinada por:

Prop. e Dir. Técnica Dr. José Pedro M. Duran G. Dinis

De seg. a sex. das 9h00 às 21h00 • sáb. das 9h00 às 13h00

SERVIÇO PERMANENTE

MAIA

COLABORADORES FOTOGRAFIA: Ferreira Silva, TPJ CO 850 Edgar Alves, TPJ CO 708 Manuel Jorge Costa, TPJ CO 710

19

Joaquim Armindo (sociedade) Mário Lopes (sociedade) Nelson Azevedo Ferraz (sociedade) Orlando Leal (política) Pedro Ferreira (política) Ricardo Filipe Oliveira (sociedade) Rogério Gonçalves (sociedade) DESIGN / PAGINAÇÃO: Luís Filipe Azevedo DEPARTAMENTO COMERCIAL: António F Silva silva@maiahoje.pt

21 Junho Av. Padre Manuel Alves do Rêgo, 657 • 4470-330 Vermoim Tel. 22 944 08 86 • Fax 22 940 64 35

SEDE/ REDACÇÃO / D.COMERCIAL

Rua dos Altos, 18 4470 - 235 Maia Telefone 22 406 21 26 Fax. 22 406 21 25 IMPRESSÃO E EMBALAGEM: Empresa do Diário do Minho Braga

Os artigos de opinião são da responsabilidade de quem os assina, não reflectindo nem vinculando a opinião dos proprietários, editores, redacção, ou director do Jornal. A direcção de informação do Jornal é defensora da plena liberdade de expressão, reservando-se no entanto a não publicar artigos de opinião que prejudiquem deliberadamente a imagem e liberdade de outros. É política do Jornal o pluralismo e isenção nos assuntos tratados.

MEMBRO HONORÁRIO Corpo de Voluntários de Protecção Civil da Maia desde 24/11/2007


sexta-feira 6 de Junho de 2014

maiahoje INICIATIVA

A fechar

20

Milhares de pessoas participaram no evento

Maia brilhou com a Glow Run A andar ou a correr, milhares de pessoas participaram, no passado dia 24 de Maio, na Glow Run, que teve como objetivo incentivar a população para a prática desportiva. A Glow Run é uma prova que obedece a um conjunto de regras bastante peculiares: tem que ter uma distância de 5km, só poder ser disputada à noite, todos os participantes têm que estar pintados e equipados com acessórios brilhantes e florescentes, o vencedor não é quem chega em primeiro lugar mas sim o que for o mais iluminado, tem que haver sempre música ao longo do percurso, os atletas podem participar a correr, a andar, a dançar, a saltar e a rastejar. Ao fim da tarde, a Praça Dr. José Vieira de Carvalho começou a encher e à medida que a noite caía intensificava-se o brilho. O envento começou com o aquecimento, com música e dança, a anteceder a partida.

BASQUETEBOL

António Bragança Fernandes, presidente da Câmara Municipal da Maia esteve presente na corrida que começava e terminava junto à Câmara. Sem iluminação nas ruas, o brilho e animação dos participantes sobressaiu. Após a marcha-corrida deu-se a “Glow Party”, uma festa ao som da música de Dj’s convidados. Na praça foi também colocado um ecrã gigante através do qual foi possível acompanhar a final da Liga dos Campeões que teve lugar em Lisboa e pôs frente a frente o Atlético de Madrid e o Real Madrid, que é o novo campeão da Europa. A Glow Run foi também um evento solidário. Para além de a participação estar aberta a portadores de deficiência, parte das receitas beneficiarão a Associação Salvador. Luís Filipe Azevedo

Não somos perfeitos, mas somos muito especiais», disse Maliza Rodrigues

I Torneio Internacional de Formação A Juvemaia - Associação Cultural, Desportiva e Cívica vai realizar, nos dias 14 e 15 de Junho, no Pavilhão Municipal de Nogueira, a 1ª edição do Torneio de Basquetebol de Formação, nos escalões de sub. 14 e sub. 16, em masculinos e femininos. Uma iniciativa que pretende ser, «dentro

de poucos anos, uma referência dos grandes torneios de basquetebol que se realizam em Portugal», disse ao Maia Hoje Maliza Rodrigues, presidente da Juvemaia. Este evento, juntamente com 2ª edição do Torneio Internacional de Minibasquetebol, a decorrer nos dias

21 e 22 de Junho, no Pavilhão Municipal de Nogueira, constituem «desafios» para a associação, que os encara como «oportunidades» de «crescimento», tendo como fim a «realização dos objectivos». «Somos uma associação que está a crescer rapidamente, e temos que

nos acautelar contra a tentação de focar na quantidade em vez da qualidade. Temos um projecto com objectivos realistas, bem definidos, com treinadores e colaboradores competentes e dedicados para nos ajudar a alcançá-los», disse Maliza Rodrigues. «Necessitamos de criar uma

visão, onde o nome Juvemaia seja sinónimo de excelência, honra, integridade, com excepcional qualidade e competência. Não somos perfeitos – continuaremos sempre a trabalhar para melhorar – mas somos muito especiais», sublinhou a presidente da associação.

346  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you