Issuu on Google+

pub

1 MAR a 14 MAR

2013 Ano XIV | Nº 317 Bi-Mensal | Sai às Sextas Director: Artur Bacelar

apenas 0,70 € IVA incluído

\\ prémio

PUB

www.maiahoje.pt

maiahoje jornal regional de grande informação

Organização Mundial de Saúde

Maia distinguida como “Cidade Amiga das Pessoas Idosas” A candidatura surgiu da parceria entre a Maia e a Associação Vencer o Tempo que permitiu o desenvolvimento de um conjunto de atividades e a preparação da referida candidatura. p. 03

\\ política

workshop temática canina debatida no Hipódromo de Silva Escura

JS elege militantes maiatos para cargos distritais e nacionais

p.05

\\ solidariedade

Socialis realiza hoje espectáculo comemorativo do 12º aniversário

p.06

\\ serviços

Norsecur é aposta na área seguradora

p.09

\\ desporto

Castêlo da Maia Ginásio clube festejou 40 anos p. 8 e 9 pub

p.11

\\ desporto

Águas Santas na final da Taça de Andebol e MaiaBasket na “final 8” em Basquete

p.12


02

sexta-feira 01 de março de 2013

Página dois editorial \\ artur bace|ar director

Grândola Vila Morena A pergunta coloca-se: Como é que alguém no seu perfeito juízo, pretende chamar fascista àqueles que não deixam falar? Sabendo que cerca de 75% da população não lhes liga patavina, o que é que pretendem estes alegados indignados? Os 15 minutos de fama televisivos? Acabar como qualquer revolucionário de ponte ou concorrente de Big Brother na cadeia por tráfico de droga? Já vimos que esta “malta” gosta de democraticamente se manifestar atirando pedras, insultando, impedindo a liberdade de expressão como se fosse a um concerto, até porque está na moda e os bilhetes só são acessíveis a esta “classe”, mas alguém lhes havia de explicar que para se dizer que não se deve cumprir com o memorando da Troika deve haver alternativas e que essas passam pelo Estado que somos todos nós que temos que pagar. Isto é como um cobertor. Quando

tapamos a cabeça o pano destapa os pés e alguém tem que decidir onde se vai destapar. É essa a função do governo. Alternativas, credíveis, há apenas uma, a do partido da oposição, mas não me parece que o senhor Seguro, que esteve calado durante o governo de Sócrates, tenha capacidade para governar seja o que for. A terminar, esteve publicado no blog do Clube dos Pensadores a identificação (com fotos e tudo) de uma das principais “indignadas” que interromperam o discurso de Relvas. Afinal as “manifs” expontâneas têm nome. Ao que parece a inocente senhora alegadamente faz parte de uma organização do PCP. Haja vergonha e saber perder eleições, democraticamente... mas isso é uma coisa a que estamos já habituados no PCP. Lamentavelmente, os colegas jornalistas que até têm capacidade de investigar, nada fazem por isso a não ser que o assunto seja governo. A pergunta final é se alguém tinha dúvidas da manifesta antidemocracia destes “democratas” e já agora: Alguém tem alternativas? Credíveis?

maiahoje

o seu jornal, em sua casa, com 40% de desconto Recorte e envie o cupão para a seguinte morada: JORNAL MAIA HOJE - Rua dos Altos, Ed. Arcada, n.º 18 • 4470-235 ou através do Fax 22 406 21 25

"

boletim de assinaturas

maiahoje

SIM, desejo ser assinante do JORNAL MAIA HOJE por um período de: 1 ano ou 24 números - 10 Euros

2 anos ou 48 números - 20 Euros

APROVEITE A CAMPANHA DA ASSINATURA ANUAL + DE

40% DE DESCONTO NO PREÇO DE CAPA

Envio Cheque ou V. Postal Nº . no valor de

VERSÃO MOBILE (as notícias na palma da mão)

m.maiahoje.pt

euros, do Banco

Nome Data de Nascimento

Naturalidade

Morada Profissão

Código Postal

Telefone

Telemóvel

\\ DIÁRIO do CONCELHO ( entre 03/02/2013 e 26/02/2013) DATA ................ENTIDADE(S) ADJUDICANTE(S) ........................................................NTIDADE(S) ADJUDICATÁRIA(S) ....................................OBJETO DO CONTRATO ..............................................................................................PRAZO .................PREÇO 3-02-2013 .........CÂMARA DOS SOLICITADORES ........................................................TECMAIA .......................................................................CEDÊNCIA DE SALAS DE AULA REALIZAÇÃO 3.º ESTÁGIO DE AGENTES EXECUÇÃO. .....120 .............11.277,00 € 18-02-2013 .......MAIAMBIENTE, E.M. ........................................................................RARI - CONSTRUÇÕES...................................................DISTRIBUIÇÃO PORTA-A-PORTA E A INSTRUMENTAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE ............................................. ........................................................................................................................................................................................................................DEPOSIÇÃO RESÍDUOS (CONTENTORES E SACOS), ZONA 3 CONCELHO DA MAIA.........70 .............69.750,00 € 20-02-2013 .......MAIAMBIENTE, E.M. ........................................................................BEMIFO, PUBLICIDADE..................................................ALUGUER DE SEIS (OUTDOOR) NO ÂMBITO DO PROJETO ECOPONTO EM CASA, .............................................. ........................................................................................................................................................................................................................PELO PERÍODO DE CINCO MESES .................................................................................153 ............12.000,00 € 21-02-2013 .......MUNICÍPIO DA MAIA ........................................................................PEDRO MIGUEL S. FERREIRA.........................................CONTRATAÇÃO AVENÇA DE UM AGENTE DE INFORMAÇÃO DE TRÁFEGO AÉREO (AITA), ................................... ........................................................................................................................................................................................................................OPERADOR AFIS, AERODROMO MUNICIPAL DE VILAR DE LUZ, PERIODO 12 MESES ....365 ............13.596,00 € 21-02-2013 .......MUNICÍPIO DA MAIA ........................................................................DECOTIRSO - DECORAÇÕES ..........................................FORNECIMENTO E MONTAGEM DE DIVISÓRIAS EXECUTADAS POR UMA ESTRUTURA ..................................... ........................................................................................................................................................................................................................EM ALUMINIO LACADO, VIDROS INCOLORES, PAINEIS DUPLOS PORTAS E ISOLAMENTOS. ............................. ........................................................................................................................................................................................................................FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DE ESTANTES..............................................................30 ...............3.613,25 € 22-02-2013 .......MUNICÍPIO DA MAIA ........................................................................SONIA MARIA P.M. SOUSA DIAS ...................................CONTRATO DE AVENÇA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE APOIO JURÍDICO, ............................................. ........................................................................................................................................................................................................................PELO PERÍODO DE DOZE MESES ..................................................................................365 ............16.477,44 € 22-02-2013 .......MUNICÍPIO DA MAIA ........................................................................SOLTRÁFEGO ................................................................INSTALAÇÃO SEMAFÓRICA DO ENTRONCAMENTO DA RUA DE JOAQUIM DA SILVA .......................................... ........................................................................................................................................................................................................................LESSA COM A RUA 5 DE OUTUBRO, NA FREGUESIA DE GUEIFÃES.................................30 .............17.782,85 € 22-02-2013 .......MUNICÍPIO DA MAIA ........................................................................MATRIZ - CONSTRUÇÕES ..............................................REPARAÇÕES DE CARÁTER URGENTE NA EB1 DOS MOUTIDOS, ÁGUAS SANTAS ..........30.............34.256,20 € 22-02-2013 .......MUNICÍPIO DA MAIA ........................................................................IVO RIBEIRO .................................................................PEQUENAS REPARAÇÕES NAS HABITAÇÕES OCUPADAS POR IDOSOS SEM .................................................... ........................................................................................................................................................................................................................RETAGUARDA FAMILIAR, PESSOAS COM DEFICIÊNCIA AGREGADOS CARENCIADOS....365 ............17.280,00 € 25-02-2013 .......MUNICÍPIO DA MAIA ........................................................................COSTEIRA - ENGENHARIA..............................................REABILITAÇÃO DA FACHADA E OBRAS COMPLEMENTARES DO EDIFÍCIO DO CENTRO ...................................... ........................................................................................................................................................................................................................ESCOLAR D. MANUEL II, NA FREGUESIA DE VERMOIM ..................................................30 .............60.041,30 € 25-02-2013 .......MUNICÍPIO DA MAIA ........................................................................SISTELMAR - CONSTRUÇOES ........................................REQUALIFICAÇÃO DOS CAMINHOS PEDONAIS EXISTENTES NA URBANIZAÇÃO................................................. ........................................................................................................................................................................................................................DESIGNADA POR IMO XXI NA FREGUESIA DE S. PEDRO DE AVIOSO, NO ALDEAMENTO ................................... ........................................................................................................................................................................................................................DE PARADA NA FREGUESIA DE ÁGUAS SANTAS E N ......................................................60.............36.338,00 € 25-02-2013 .......MUNICÍPIO DA MAIA ........................................................................MARTA A. M. SAMPAIO .................................................AVENÇA DE UMA NUTRICIONISTA PARA GABINETE SAÚDE, PERÍODO DE 12 MESES....365 ............13.020,00 € 25-02-2013 .......MUNICÍPIO DA MAIA ........................................................................CENT. MEDICINA DAS GUARDEIRAS ..............................MEDICINA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL, POR 12 MESES, ................................................................ ........................................................................................................................................................................................................................RENOVÁVEL ATÉ AO MÁXIMO DE 36 MESES. ..............................................................1095 ...........70.200,00 € 26-02-2013 .......SMEAS MAIA....................................................................................CONCEPT IMAGE ..........................................................AQUISIÇÃO DE PAPEL CARTA A4 (80GRS), COM LOGOTIPO DOS SMEAS MAIA E ............................................. ........................................................................................................................................................................................................................CERTIFICADO (MOD 032.1) ...........................................................................................365..............9.300,00 € 26-02-2013 .......SMEAS MAIA....................................................................................SNF/AMBIENTAGUA......................................................AQUISIÇÃO DE POLIELETRÓLITO AMBIFLOC DW 3271..................................................365 ............29.190,00 € pub


sexta-feira 01 de março de 2013

maiahoje SOLIDARIEDADE

Sociedade

Vários serviços num só local

\\ Opinião

Inaugurados Serviços de Apoio ao Cidadão A Junta de Freguesia da Maia inaugurou, no passado dia 19 de Fevereiro, as instalações onde vão funcionar os Serviços de Apoio ao Cidadão.

Estes novos serviços situam-se na Rua Padre António, nº 306 e contam com vários gabinetes destinados ao cidadão e ao apoio social,

03

nomeadamente: Gabinete de Psicologia, Gabinete de Atendimento Integrado Local (GAIL), Banco de Apoio Alimentar e Serviços Admi-

Orlando Leal

nistrativos da Junta de Fregusia. As instalações foram cedidas pela Câmara Municipal.

Galardoados e Grândolados…

DISTINÇÃO

Resultado da parceria entre a Maia e Associação Vencer o Tempo

Maia “Cidade Amiga das Pessoas Idosas” Organização Mundial de Saúde declarou, no passado dia 16 de Janeiro, a cidade da Maia como Cidade Amiga das Pessoas Idosas. A OMS reuniu, no passado dia 13 e 14 de Janeiro, em Genebra, Suiça, para discutir as possibilidades futuras para a melhoria das práticas de saúde. No âmbito dessa conferência, a organização emitiu um relatório, no passado dia 16 de Janeiro, que deu resposta afirmativa à candidatura do Município da Maia  a Cidade Amiga das Pessoas Idosas. Esta candidatura resultou da parceria de dois anos entre a Maia e a Vencer o Tempo - Associação para a Educação e Prevenção da Saúde - e permitiu o  desenvolvimento de um conjunto de atividades e a preparação da referida candidatura. pub

Desde a década de 90 que a Maia tem tido em conta as necessidades especificas das pessoas idosas ao promover, em total parceria

com as Juntas de Freguesia e as Entidades Solidárias e Coletividades do Concelho, actividades que abrangem o lazer, a actividade fí-

sica, o encontro inter-geracional e a cultura. 

Decorreu no passado fim de semana a cerimónia de entrega dos Oscares que serviu, mais uma vez para distinguir, de acordo com a academia os melhores do ano no que concerne à sétima arte. Foi provavelmente uma das cerimónias com maior conotação política, desde logo com a nomeação de três filmes que retratavam 3 presidências americanas: Lincon, que retratava o próprio presidente; Argo que retrata o acontecido na Presidência Carter aquando a revolução iraniana e da invasão da Embaixada Americana em Teerão e o plano de fuga de 6 funcionários que tinham escapado antes de serem feitos reféns, e finalmente 00.30 – Hora negra que relata a captura de Bin Laden já na presidência Obama. Como se não bastasse a temática, a própria entrega do galardão foi feita não por alguém da academia, mas pela primeira-dama dos Estados Unidos, Michele Obama, o que ainda aumentou esta conotação. Não sendo eu um especialista de cinema, mas gostando de ver bons filmes devo deixar a minha nota pessoal que, independentemente do mérito de quem esteve por trás destas produções, provavelmente as escolhas foram em parte impulsionadas pela conotação política e pela americanização patente nestas películas. Mas se pela academia americana os melhores são galardoados, por na política portuguesa os governantes têm vindo a ser “grandolados”, sendo a canção de Zeca Afonso, que foi uma das senhas da revolução, novamente utilizada como forma de protesto, tendo sido repetida sempre que há uma aparição pública de um membro do Governo, dentro ou fora do país. Claro que em democracia não se deve nem pode calar um manifestante, mas também estes não poderão impedir um governante, ou qualquer outro cidadão de se exprimirem, pelo que alguns episódios que se passaram nos últimos dias deverão ser considerados lamentáveis, principalmente quando não foi permitido ao governante usar da palavra, e, ainda mais grave por se tratar de um movimento político de esquerda organizado e com responsáveis e funcionários dos partidos que se tentam passar por movimentos naturais da sociedade. Certamente esta “moda” irá durar enquanto for notícia esvaindose no tempo ou sendo substituída por outra forma de protesto mais original ou temporariamente mais mediática, sendo qua a sua duração será tanto menor quanto menor importância dada pelos governantes “grandolados”…


04

\\ Ângulo Recto António Neto

O Desemprego!..

Os últimos dados da taxa de desemprego do INE demonstram o sentido em que as políticas de austeridade do governo de direita têm conduzido Portugal. Há quem afirme, com hipocrisia “o desemprego tira-me o sono” esquecendo as suas responsabilidades políticas pela situação de recessão e empobrecimento do País. Segundo os dados recentemente divulgados pelo INE a taxa de desemprego atinge os 16,9% e mais de 920 mil pessoas, sabendo-se que os dados reais apontam para mais de 1 milhão e 475 mil pessoas, o que corresponde a cerca de um quarto da população activa. São números preocupantes e que não podem deixar indiferente as causas que os determinam. A agravar estes indicadores, o desemprego dos jovens até aos 35 anos corresponde a 46% e o desemprego de longa duração – mais de dois anos – cresceu 33% no último ano. A situação torna-se dramática quando apenas cerca de 27% do número real de desempregados recebe uma das prestações de subsídio de desemprego. Ficam sem sono por tratarem esta problemática com insensatez e insensibilidade pois não nos podemos esquecer que, em Maio do ano passado, o primeiro-ministro afirmava, sem o mínimo de respeito pela dignidade das pessoas, que “ o desemprego não tem de ser encarado como negativo e pode ser uma oportunidade para mudar de vida”. Mudaram o discurso, tal foi a onda de indignação, mas não mudaram a lógica política que não consegue acertar nas previsões falhando em todos os indicadores. O nosso Concelho não fica à margem desta dura realidade e não podemos ignorar o encerramento recente de muitas empresas como a Finex Tech, Izibuilld e de muitas pequenas e médias lojas do comércio e restauração. A insensibilidade fica evidenciada com a diminuição da protecção social no desemprego quer através da diminuição do tempo de duração da sua atribuição, da redução do valor da prestação de 10% ao fim de 180 dias seguidos de concessão e a introdução de um corte de 6% a partir deste ano. O subsídio de desemprego é um direito elementar que decorre das prestações do trabalho e visa assegurar o mínimo de dignidade e sustento durante determinado período de tempo. Quando os desempregados mais precisam de ver assegurado o seu direito à protecção social no desemprego, os ditos “sensíveis” e que “ficam sem sono” reduziram e continuam a tentar reduzir as prestações sociais. Como dizia Saramago “ Dizer não ao Desemprego é mais que um dever ético, um imperativo moral.” ANTÓNIO NETO Técnico Superior Acção Jurídica/Formador (Não escreve ao abrigo do novo acordo ortográfico) pub

sexta-feira 01 de março de 2013

Sociedade POLÍTICA

maiahoje

Clube dos Pensadores com sessão atribulada

Miguel Relvas foi o convidado «Peçam-nos os resultados no fim do mandato», afirmou o ministro, durante o debate no Clube dos Pensadores, que decorreu num hotel em Vila Nova de Gaia. Relvas disse que «os problemas de Portugal têm que ser vistos de uma forma global» e que os portugueses devem «acreditar que em 2015 Portugal estará melhor que aquilo que está hoje». Em 2015, no final do mandato, «os portugueses poderão optar», insistiu o ministro. «Não fomos nós que pusemos Portugal na bancarrota», afirmou Miguel Relvas no debate, dedicado ao “Momento Político”. Instado a esclarecer o que é a refundação do Estado, explicou que «a questão não está na refundação, mas na redefinição das funções do Estado». O debate ficou marcado por alguns incidentes, com participantes a interromper frequentemente o discurso e as respostas de Relvas. Logo no início o ministro foi interrompido por protestos de cerca de duas dezenas de pessoas, que cantaram “Grândola Vila Morena” e exigiram a sua demissão. «25 de Abril sempre! Fascistas nunca mais», «gatunos» e «demissão», eram as palavras de ordem dos manifestantes, interrompendo, o discurso de Miguel Relvas, que falava há cinco minutos.

JS

O ministro ainda tentou dirigirse aos manifestantes, mas a sua voz foi abafada pelos protestos. «Podemos cantar todos», disse Miguel Relvas, sempre sorridente, tentando ainda entoar algumas passagens da canção de José Afonso. «Nestas circunstâncias (estas manifestações) não me desencorajam, não tenho qualquer tipo de preconceito», afirmou após os primeiros protestos, que, no entanto, continuaram a marcar o evento. «Este debate é o mais difícil que fiz na minha vida», reconheceu Joaquim Jorge, fundador do Clube dos Pensadores. «Não vim aqui para ser julgado, a minha vida é clara», afirmou o ministro-adjunto, acrescentando não ter nada a esconder e que «quem está nestas funções tem de estar aberto a críticas». «Sou uma pessoa íntegra, frisou». Joaquim Jorge compreende que haja indignação e protestos mas depende como e onde. «Esta forma de protesto cantando uma canção de Abril é interessante e desarmante, porém seguir-se insultos e palavras obscenas só dá trunfos aos outros e quem fica mal é quem as profere. Sou completamente a favor que se proteste e que se diga o que está mal mas com argumentos e in-

teligência. Esta forma de protesto está-se a banalizar e não atinge os objectivos pretendidos». Por outro lado, Joaquim Jorge não aceita que se aproveitem deste formato único do Clube em que cada um pode perguntar o que muito bem entender sem censura ou algo combinado previamente. «Liberdade implica responsabilidade.  Foi lamentável, o insulto e interromperem uma sessão feita para os cidadãos e sociedade civil. Sempre fui a favor do contraditório e pontos de vista diferentes e perguntas difíceis», disse o fundador

do Clube dos Pensadores que considera que «ao fazerem o que fizeram não atacaram Miguel Relvas, mas a mim, ao Clube e todo o trabalho que tenho feito em prol da cidadania e da participação cívica ao longo deste quase 7 anos». Com lotação esgotada, estiveram presentes no debate Hermínio Loureiro presidente da CMOA, Agostinho Branquinho exdeputado, António Tavares, provedor da Santa Casa de Misericórdia do Porto, Virgílio Macedo presidente da distrital do PSD/Porto, entre outros.

XII Convenção Distrital da JS Porto

JS elege militantes maiatos para órgãos distritais e nacionais Juventude Socialista elegeu, nas últimas semanas, oito militantes maiatos para cargos políticos nacionais e distritais Na XII Convenção Distrital da JS Porto, realizada no final do passado mês de Janeiro na Trofa, foram eleitos para cargos distritais a atual presidente da JS Maia, Ana Leite, eleita como Presidente da Mesa da Comissão Política Distrital da Juventude Socialista, Pedro Soares, Cristiana Carvalho, João M. Torres e Ana Rocha como Comissários Políticos Federativos e ainda João Ferreira Monteiro, eleito na lista de repre-

sentantes à Comissão de Jurisdição. Já na Assembleia Geral da Associação Nacional de Jovens Autarcas Socialistas, realizada no passado dia 3 de Fevereiro em Guimarães, foi Pedro Soares a ser eleito para o Conselho Geral da ANJAS, e Rui Moreira, para o Conselho Fiscal. A presidente da jota maiata, Ana Leite, afirma que este desempenho «reflete o reconhecimento de todo o afincado trabalho, empenho e dedicação» e acrescenta ainda que «a JS Maia é um exemplo a nível nacional. Um exemplo de preserverança e dedicação às

causas do socialismo democrático». Para além dos jovens militantes maiatos destaca-se a eleição de Tiago Barbosa Ribeiro para líder do secretariado federativo e de Marco Ferreira, novo Presidente da Assembleia Geral da ANJAS. João Torres lidera lista do PS A Comissão Política Concelhia do PS Maia sufragou, na noite de ontem, o nome do Secretário-Geral da Juventude Socialista, João Torres, como candidato à presidência da Assembleia Municipal da Maia.

Após a aprovação do nome do candidato à Câmara, Ricardo Bexiga, o órgão concelhio sufragou o nome do Secretário-Geral da Juventude Socialista para liderar a lista do PS à Assembleia Municipal, obtendo 47 votos a favor e cinco votos em branco. Eleito, em Novembro do ano passado, líder da JS, João Torres tem 26 anos e é licenciado em Engenharia Civil. Gabinete do Presidente da Federação Distrital do Porto


sexta-feira 01 de março de 2013

maiahoje RELIGIÃO

Publicidade

05

Vila de Moreira da Maia

Senhor dos Passos Realizou-se no passado Domingo a Procissão do Senhor dos Passos em Moreira da

INICIATIVA

Maia. A procissão, que percorreu as ruas da freguesia, começou

no Mosteiro do Divino Salvador de Moreira , local onde também viria a acabar.

O momento mais marcante é o tradicional sermão do encontro, momento ao qual assi-

stiram centenas de pessoas, junto ao supracitado Mosteiro. Luís Filipe Azevedo

Com um História à Mesa

Carnaval no Clube Unesco da Maia

No passado dia 9 de Fevereiro o Clube Unesco da Maia celebrou o Carnaval com a realização de um jantar e baile. Foram ao todo 70 associados e simpatizantes que conviveram alegremente num evento sadio e divertido. No jantar o presidente do clube proferiu  a seguinte comunicação: “Ridendo castigat more” (Juvenal). É a rir que se atacam os vícios. A prática deste e doutros tipos de riso, a diversão, o uso  e  abuso de costumes, defeitos e  vícios morais e sociais datam de tempos.

EDUCAÇÃO

São ritos intemporais onde cabem diabos, caretos, máscaras, figuras que reenviam para um imaginário de libertação e de religiosidade. Para poder estar livre e entrar em áreas habitualmente proibidas era preciso ocultar o rosto. Usando a máscara e o vestuário típico de outras classes. As máscaras provavelmente, remontam à representação da cabeça de animais em ritos primitivos, quando ou o objeto em si ou a personagem que o usava representavam algum misterioso poder.

Ela é possivelmente o mais simbólico elemento de linguagem cênica através dos tempos. Disfarce utilizado para cobrir a face, escondendo a identidade, com diversos propósitos: lúdicos como nos bailes de máscaras, no carnaval,religiosos, artísticos ou de natureza prática (máscaras de proteção). É neste contexto de liberdade, ou libertinagem, de válvula de escape que se insere o Carnaval, o adeus à carne, segundo a etimologia latina (carne vale.) O adeus à carne caracteriza-se por um  conjunto de  cortejos, desfiles, bailes (de máscaras) e de alguns excessos, de sabor orgiástico. Paira no espírito a conveniência de  desfrutar generosamente  dos prazeres antes  de sofrer (oficialmente) as penitências quaresmais. Originário da Grécia em meados do século 6º antes de Cristo foi adotada pelo cristianismo  nos fins do século 6º depois de Cristo. Antecede a Quaresma, tempo de penitência. As práticas carnavalescas aparecem durante as festividades de Baco (Deus do vinho). Eram as bacanais onde todos bebiam, cantavam, dançavam e usavam máscaras, feitas de folhas de parreira, na convicção

que Dionísio (Baco) estaria presente entre as pessoas. Também em Roma com as  saturnais ou festas populares orgiásticas em que, por exemplo, os escravos se vestiam de senhores  e podiam repreendê-los dos seus defeitos e vícios (Mas, se abusavam e fossem descobertos mais tarde, poderiam ser castigados). Era a festa em que reina o impudor, a orgia, o festim dos libertinos, ou seja, o tempo de todos os excessos. Várias vezes proibida s, várias vezes legalizadas, foram  teimosamente chegando  ate´ aos nossos tempos via commedia dell’arte e outros processos, como os entremezes, contradanças, etc. A commedia dell’arte, forma de teatro popular, com personagens– tipo, como Arlequim, Colombina, Pierrot, Pantaleão, Mata-mouros, etc. visa representar de modo divertido os costumes, os defeitos, os vícios sociais. E essas práticas continuam vivas. O baile final foi muito animado e prolongou-se pela noite dentro. E com o seu fim  chegou o fim de mais um evento do clube.

ana da Família já passou pelas Escolas EB1/JI de Gestalinho, Centro Escolar de Gueifães, EB1/JI de Sta. Cristina, EB1 da Granja, EB1/JI de Currais, EB1/JI

de Ferreiró, EB1/JI da Maia, EB1/JI da Giesta, EB1/JI de Moutidos, EB1/Mt. Calvário, JI de Barroso, JI de Barroso e EB1/JI da Prozela.

Levar a família à escola

Semana da Família Deste o dia 25 de Fevereiro até hoje, dia 1 de Março, pais, encarregados de educação e outros familiares são convidados a participar em qualquer

CONFERÊNCIA

uma das actividades que o aluno frequente (AEC, SARF e CAF), de acordo com o horário do aluno. Desde que começou, a Sem-

Hoje, último dia, a iniciativa passa pelas escolas EB1/JI de Pedras Rubras e EB1/JI do Paço.

Dinamizada por jovens militantes do PSD

Blog “Psicolaranja” em conferência na Maia Na passada sexta-feira, dia 15 de Fevereiro, decorreu no auditório da Junta de Freguesia de Vermoim uma conferência-debate dinamizada pelo Blog “Psicolaranja”, em parceria com a estrutura concelhia da JSD Maia. O blog “Psicolaranja” é dinamizado por jovens militantes e simpatizantes do PSD e da JSD, que já participaram na Universidade de Verão do PSD/JSD. O vice-presidente da JSD Maia, Pedro Miguel Carvalho é um dos “psicóticos” de

serviço. O tema da conferência “Liberais a sério - 14544 horas de Governo em análise” contou com uma sala repleta e uma plateia jovem e interessada em perceber, até que ponto, um governo liderado por um partido social-democrata tem tido uma atuação liberal, do ponto de vista económico e social. Os oradores principais da iniciativa foram dois liberais assumidos. Ricardo Campelo de Magalhães, economista e consul-

tor, e André Azevedo Alves, professor da Universidade Católica do Porto e doutorado em Ciência Política. A conferência foi mais uma oportunidade que contribuiu para a formação política e o desenvolvimento do espírito crítico dos militantes e simpatizantes da JSD e não só, uma vez que a iniciativa foi aberta a pessoas de todos os quadrantes políticos. Durante o debate foram analisados criticamente algumas medi-

das do governo e abordou-se a (in) compatibilidade dos ideais do liberalismo económico com uma política social-democrata, ficando em evidência duas visões contrastantes que existem, atualmente, no PSD. Marco Correia, presidente da JSD Maia, destacou a qualidade do evento, a discussão e reflexão que proporcionou e, ainda, a elevada participação, num dia de forte “concorrência”, com a vinda do Primeiro-Ministro, Pedro Passos

Coelho, ao Porto e, com o jogo de futebol entre o FC Porto e o BeiraMar. O presidente da JSD Maia destacou, ainda, a opção do blog “Psicolaranja” em realizar uma iniciativa sua, na Maia, sinal de que o trabalho e a competência da JSD Maia merecem o reconhecimento bem para lá das fronteiras do município maiato.


06

sexta-feira 01 de março de 2013

Sociedade

\\ Opinião Nelson Ferraz

as previsões de Gaspar o homem tem de certeza jeito para alguma coisa talvez por exemplo para equilibrar palitos nos dentes de um garfo sujo construir foguetões com tentáculos de polvo vadio forrar gavetas com sardinhas de conserva em tomate estudar o hálito nocturno das melgas das lulas e dos mabecos selvagens calcular a velocidade exacta das ventanias repentinas nos socalcos oblíquos das penínsulas ibéricas colocar betume nas vidraças rectangulares das casas dos gafanhotos germânicos o homem tem de certeza jeito para alguma coisa talvez por exemplo para descrever a linguística metafórica das lesmas teimosas compreender a urgência fusiforme dos girassóis e das torneiras pacientes explicar a conveniência filosófica do ateísmo das formigas aldeãs … ou coisas semelhantes o homem tem de certeza jeito para alguma coisa mas porquê ministro das finanças? alguém o quereria para contabilista?

EFEMÉRIDE

Espetáculo realiza-se hoje no Fórum da Maia

AMBIENTE

3Eur. «É um dia muito especial, pois desde há 12 anos que cultivamos sorrisos e promovemos a felicidade, desde o berço, de muitas famílias maiatas». A SOCIALIS é uma IPSS reconhecida de Utilidade Pública e que trabalha várias valências, a saber:CAV- Centro de Apoio à Vida, que acompanha jovens grávidas, mães e seus bebés, assim como as respetivas famílias, uma Casa de Acolhimento para mães adolescen-

tes e seus bebés, CLAII- Centro Local de Apoio à Integração do Imigrante, um CATL/Centro de Estudos para jovens até aos 30 anos e Creche Sweepy para bebés entre os 4 meses e 3 anos de idade. A instituição entrega diariamente cabazes de alimentos a famílias carenciadas. As verbas angariadas no Espetáculo de 1 de Março destinam- se a apoiar todas estas valências e respetivas atividades.

Aumentar a marca é o objectivo para 2013

Lipor reduz os resíduos em Aterro Sanitário Em 2012, menos de 1% dos resíduos da Lipor foram colocados no Aterro Sanitário. Empenhada em cumprir os objectivos nacionais e comunitários de limitar ao máximo a deposição

de resíduos em Aterro Sanitário, a LIPOR, em 2012, apenas colocou naquela Infraestrutura 0,26% dos seus resíduos sólidos. Ao considerar o resíduo como um recurso, a LIPOR promove ao

máximo a valorização multimaterial e a orgânica, onde atingiu indicadores muito interessantes e que pretende ampliar em 2013.

CASOS DE POLÍCIA

“Folião” deu-se mal em Currais Na passada sexta-feira, dia 22, cerca das 13.30 horas, um veículo de marca BMW, modelo serie 3, de cor cinzenta e matricula já identificada pela polícia, aproximou-se e «com uma máquina que atirava bombinhas», segundo contava uma criança, arremessou para dentro daquela instituição de ensino cerca de 8 engenhos pirotécnicos. Segundo fonte policial ao Maiahoje «o assunto estará já bem refe-

\\ AVISOS

renciado, com dados concretos, a ser analisado, bons desenvolvimentos e em vias de ser resolvido. 17 Detidos O Comando Metropolitano do Porto, no decurso da sua atividade operacional de prevenção e combate à criminalidade de forma a garantir a segurança dos cidadãos, no período compreendido entre as 7 horas do dia 25 de Fevereiro e as 7

Nos termos do número 3 do artigo 173º do Código Civil, e do artigo 21º dos Estatutos do Ginásio Clube da Maia, vem o associado abaixo identificado, no pleno gozo dos seus direitos, requerer a convocação de Assembleia Geral Extraordinária, para o dia 15 do mês Março do ano de dois mil e treze, pelas 19 horas, na sede do clube, com a seguinte ordem de trabalhos: 1- Analisar a situação actual do Ginásio Clube da Maia, decorrente das acções judiciais em curso.

Ginásio Clube da Maia Convocatória Assembleia Geral Extraordinária pub

\\ Opinião

Socialis festeja 12º Aniversário A SOCIALIS - IPSS completou no passado dia 22 de Fevereiro, 12 anos de existência. A data vai ser assinalada e comemorada com um espetáculo de música e em palco vão estar dois Coros Vocais: os Ensemble Vocal Notas Soltas e o Grupo Sol Maior. O concerto decorre hoje, no Grande Auditório do Fórum da Maia, com início às 21:30h. A entrada, de acordo com a Socialis, é «simbólica para a elevada qualidade dos participantes», é de

2- Deliberar sobre a anulação de todas as deliberações sociais e, designadamente das deliberações do Presidente da Mesa da Assembleia Geral, posteriores à Assembleia Geral Extraordinária de vinte de Outubro de dois mil e doze.

do dia 26 de Fevereiro, na sua área de jurisdição procedeu à detenção de 17 (dezassete) cidadãos pela prática de diversos ilícitos criminais, destacando-se a detenção de um individuo de 25 anos de idade, estudante e residente na Maia, na Feira de Santana alegadamente com haxixe para cerca de 35 doses individuais.

4- Deliberar sobre a eleição de Comissão Administrativa Provisória, com funções de gestão e preparação de acto eleitoral, sua coordenação, funcionamento, duração e extinção. 5- Deliberar sobre a actualização da lista de Associados Efectivos Ordinários, nos termos estatutários. 6- Deliberar sobre a convocação de Assembleia Geral Extraordinária Eleitoral. Nos termos do artigo 173º nº3 do Código Civil, reservam-se os associados subscritores do presente requerimento o direito a efectuar tal convocação. O Associado Subscritor José Fernando Alves Feijó, sócio nº. 689

3- Deliberar sobre a destituição imediata de todos os órgãos sociais em funções.

maiahoje

JORNAL MAIAHOJE - EDIÇÃO 317 - 1 DE MARÇO DE 2013

Joaquim Jorge

Liberdade de reunião vs manifestação O direito de manifestação assim como o direito de reunião está consagrado na Constituição. Porém o que se passou esta segunda-feira no Clube dos Pensadores faz pensar e reflectir... Há o direito de reunião que é o que acontece habitualmente no Clube dos Pensadores, que o faz periodicamente, de uma forma livre, aberta, plural e transversal à sociedade. Porém esse direito, no fundo, foi violado pelo direito de manifestação. De uma forma vincada o direito de reunião colidiu com o direito de manifestação. De uma forma nítida houve competição e conflito de interesses, com dois direitos fundamentais dos cidadãos: direito de reunião e direito de manifestação. O que se passou no Clube dos Pensadores, foi o facto de querer-se pelo direito de manifestação, com um excesso de liberdade de expressão, procurar silenciar alguém com quem não se concorda e concomitantemente impedir um grupo de cidadãos de ouvir alguém que os manifestantes não gostam e detestam. Não nos podemos esquecer e devemos salientar que muitos que assistiram a esse debate não gostam e detestam o Ministro, mas predispuseram-se para o ouvir, procurando, de outra, forma, o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, em função da metodologia seguia no Clube dos Pensadores: aproveitar o amplo período concedido à assistência, em que cada pessoa tem como regra: 2 minutos de intervenção com direito a uma pergunta. Este método baseia-se na premissa de procurar estabelecer alguma ordem nas intervenções e dar oportunidade ao maior número de pessoas poderem intervir. A liberdade de expressão não pode impedir outros de se exprimirem e tornar-se uma agressão a outros valores. A liberdade de expressão não se impõe silenciando os outros. O que aconteceu no Clube dos Pensadores foi uma tentativa de boicote e não parece ser um bom princípio, porque permite a partir daí, tudo. Por outro lado insinuar, que um grupo de cidadãos ao convidar um Ministro para explicar o que o seu governo está a fazer ou vai fazer, apesar de polémico e controverso, é feito para se ter notoriedade, também colide com o aproveitamento mediático dos manifestantes para fazerem eco da sua iniciativa. Não podemos acusar alguém de querer mediatismo porque convida um Ministro ou pessoa importante (aparentemente) e depois aproveitarmonos do que essa organização faz, para termos nós eco na imprensa. Mais ainda, tendo acesso livre e sem condições ao local da iniciativa. Joaquim Jorge


maiahoje SOLIDARIEDADE

sexta-feira 01 de março de 2013

Sociedade

Associação prepara ação em Leça do Balio

\\ Opinião

Didasan realizou primeira colheita do ano Nos passados dias 22 e 23 de fevereiro o didasan, Associação de Dinamizadores para a Dádiva de Sangue da Paróquia de Gueifães, organizou a primeira colheita do ano na freguesia de Gueifães. Compareceram à iniciativa 159 pessoas e dessas presenças foram efetua-

SAÚDE

das 122 colheitas de sangue, bem como, nove novos potenciais dadores de medula óssea. De salientar que o número de colheitas foi superior (em cerca de 15%) ao normal para a atividade da associação no período homólogo dos anos anteriores.

Finda a atividade começam agora os preparativos para nova colheita de sangue, desta vez no Centro Paroquial da freguesia de Leça do Balio (Matosinhos), no próximo dia 29 de Março. Esta é uma organização conjunta do didasan com os Escuteiros de Leça do Balio, uma

parceria que a Associação espera que prospere e sirva para divulgar pelos mais novos a relevância da dádiva de sangue como um ato de solidariedade para com o próximo.

Iniciativa da Associação Portuguesa de Urologia

Projeto sobre carcinomas da próstata vence Bolsa de Investigação O projeto apresentado por António Morais do IPO do Porto é o grande vencedor da Bolsa de Investigação Jaba Recordati Urologia 2012, cuja entrega será feita durante a realização do próximo Congresso da Associação Portuguesa de Urologia (APU), em Outubro de 2013.

pub

«Defining the oncogenic potential of GRPR overexpression in prostate carcinomas harboring ERG or ETV1 rearrangements and its role as therapy target» é o título do projeto vencedor da Bolsa JABA RECORDATI, no valor de oito mil euros. Os trabalhos realizados com o apoio da Bolsa devem ser obrigato-

riamente apresentados no congresso nacional e os resultados da investigação serão publicados na revista da APU (www.apurologia.pt). Fruto de uma iniciativa da APU em parceria com a Jaba Recordati, no seu compromisso para com a inovação, tem como principal obje-

07

tivo apoiar o desenvolvimento da Urologia na sua vertente de investigação. Um júri designado pelo Conselho Diretivo está encarregue da seleção dos projetos apresentados que se enquadram no campo da investigação em Urologia.

Mário Lopes

A Realidade Mikado O Mikado é um jogo de origem japonesa, composto por um conjunto de pauzinhos coloridos ligeiramente afiados nas extremidades. Resumidamente, o objectivo deste jogo consiste na habilidade em retirar cada pauzinho colorido do emaranhado de pauzinhos sem que os outros se movam, obtendo-se a pontuação em função das cores que cada pauzinho retirado ostenta. O Estado é uma organização colectiva multifuncional cujo objectivo supremo consiste na preservação da figura abstracta que é a Nação – conceito que abarca a existência de um povo, um território com fronteiras bem determinadas, uma lingua e cultura comums e um símbolo reconhecido, designado pela bandeira. Para tal, o Estado executa um conjunto de funções que, tal como os pauzinhos do Mikado, podem ter valores intrínsecos quantificáveis. No entanto e contrariamente ao Mikado, a quantificação pode sofrer oscilações em função das preferências políticas, normalmente influenciadas por grupos de pressão vulgarmente designados por lobbies. Por imperativos de vária ordem as sociedades devem, a cada momento, redefenir as funções do Estado, ajustando-as aos contextos que melhor sirvam os interesses da Nação, sem tabus. No entanto e tal como no Mikado, a tarefa é complexa e delicada, pois é extremamente dificil não mexer numa função ou em parte dela sem afectar outras ou as suas partes. Se a esta árdua tarefa adicionarmos obstáculos externos -que se podem traduzir em atitudes desconstrutivas por partes daqueles que perderão influência junto do poder em face das alterações a produzir nas funções de que actualmente fazem parte, directa ou indirectamente -, então poderemos afirmar que este jogo é de altíssimo risco e com enorme probabilidade de insucesso. Contudo, tal como um pauzinho de dois bicos do Mikado, deixar tudo na mesma é também passível de provocar danos consideráveis à Nação, tendo em conta a nossa histórica debilidade económica e financeira. Este é um jogo que deve envolver a participação de todos, pois de outro modo viveremos continuadamente subordinados às vontades, desejos e anseios de apenas alguns, aqueles que vão a jogo. Mário Lopes, Licenciado em Ciências Sociais, não escreve ao abrigo do novo acordo ortográfico.


08

sexta-feira 01 de março de 2013

Sociedade

maiahoje pub

\\ Opinião

WORKSHOP Ricardo Oliveira

Curiosidades!!! A promiscuidade que reina entre o tecido empresarial/ comercial e a politica tem sido sucessivamente alvo de análises ricamente deontológicas, éticas que sistematicamente ilibam moralmente todo e qualquer político de responsabilidades. Aliás, segundo as entidades contratadoras esta selecção eximia é feita pela valoração curricular e pela sua competência, sendo sempre descurado o eventual jogo de interesses que daí possa advir. O exemplo popular mais recente vem do nosso ex-primeiro ministro o sr. Sócrates, cuja consultadoria com uma empresa farmacêutica foi anunciada, mas há tantos outros casos... Há, no entanto, a relatar várias curiosidades. É curioso que tenha sido escolhido o Sr. Sócrates, partindo da sua experiência no ministério do Ambiente, ou pela sua liderança enquanto primeiro minsitro. Também é curioso que a empresa para a qual trabalha tenha interesses bem conhecidos em Portugal. É curioso que o seu cargo seja não remunerado, e ainda por cima lhe permita fazer viagens constantes para vários locais do mundo… Note o leitor que os dados anteriormente escritos constam de noticias divulgadas na imprensa nacional acessíveis a qualquer cidadão, até à data em que escrevo sem nenhuma correcção ou refutação!. É por estas curiosidades que o “povo” se farta de lideranças políticas, que não lhes reconhece competências, e pior que isso se começa a sentirse enganado e irritado. Parece que por uma minoria bem abastada, há uma maioria prejudicada. Esperemos que estes casos mais conhecidos não tenham imitação nas pequenas organizações, nomeadamente na Maia. Qual de nós gostaria de saber que há um conjunto de “chicos espertos” a beneficiar sem grande mérito ou trabalho, do esforço e sacrifício dos restantes!!! Numa coisa acredito, e nisso acalento a minha esperança… “A verdade é como o azeite, vem sempre ao de cima”. Ricardo Filipe Oliveira, Médico UL; Doc. Universitário UP; Lic Neurof. UP; Mestre Eng.Biomédica FEUP, não escreve ao abrigo do novo acordo ortográfico.

pub

Evento contou com 45 participantes

“Cães Perigosos… Donos Perigosos” Decorreu no passado dia 23 no Hipódromo Municipal, um Workshop intitulado “Cães Perigosos… Donos Perigosos”. O evento, que contou com 45 participantes, foi ministrado por Márcio Silva, com uma temática cada vez mais actual e que continua a suscitar inúmeras dúvidas e opi-

niões sobre se existem cães ou donos perigosas. Desde a psicologia canina e os vários tipos de comportamentos, foram ainda abordadas temáticas de treino de obediência e hierarquia em contexto familiar onde existam canídeos.

Da parte da manhã foi ainda ordor João Figueira, médico veterinário Municipal do Concelho Maiato, onde foram tiradas algumas dúvidas e dadas sugestões para possíveis situações de risco com os cães. Após o almoço foi feita uma avaliação individual e posteriormente em grupo por parte de Márcio Silva que aconselhou as diferentes situações comportamentais dos canídeos presentes, numa demonstração pratica perante pelo dono de cada cão. A organização, que esteve a cargo de Júlio Oliveira, teve o apoio da Vereação da C. M. da Maia pela pessoa de Hernâni Ribeiro, que mostrou todo o interesse em continuar a apoiar este tipo de iniciativas no Município. Júlio Oliveira começou por agradecer todo o apoio prontamente prestado pela C.M. da Maia, nomeadamente pelo Vereador Hernâni Ribeiro, que sempre «me deu todo o apoio neste tipo de iniciativas». O organizador afirma que cada vez mais é um orgulho realizar eventos no Município da Maia, por todo o carinho com que é recebido em cada ideia que é sugerida, relembrando que já está agendado o 2º Encontro Canino da Maia para os dias 18 e 19 de Maio. O Presidente da C.M. da Maia, Bragança Fernandes, felicitou telefonicamente e com a presença do seu assessor Rui Monteiro, Júlio Oliveira por mais um evento com a vertente canina. Joaquim Canário, Comissário da Polícia de Segurança Pública da Maia, apesar de não poder estar presente, foi contactando a organização durante o evento, para se inteirar e apoiar a iniciativa. Este Workshop teve ainda uma vertente solidária onde estiveram presentes as associações ASAAST – Santo Tirso, representada pela voluntária Sofia Carneiro e a Associação Cão Viver, representada pelos voluntários Ana Ceris e Rui, com uma vertente de recolha de donativos para a ajudar animal. A nível comercial estiveram presentes as empresas Friend’s House Petshop de Ricardo Ferreira e Carina Morais da Wonder Fun, ambas como apoiantes à iniciativa. Manuel Jorge Costa


maiahoje

sexta-feira 01 de março de 2013

Sociedade

09 pub

INAUGURAÇÃO

Nova agência de seguros em Águas Santas

\\ Opinião

Norsecur com novas instalações Foram inauguradas no passado dia 22 de Fevereiro as novas instalações da Norsecur - Mediadora de Seguros do Norte, sito na Rua de Parada, 75 em Águas Santas, Maia. A Norsecur que conta com 32 anos de existência, teve inicialmente como principal cliente a actual Cerealis, na altura a Amorim Lage, visando a mediação cativa dos seguros inerentes de uma empresa a laborar neste ramo.

Rosário Amorim, gerente da Norsecur, começou a trabalhar na empresa há cerca de 10 anos e teve como principal objectivo alargar a carteira de seguros para os colaboradores, familiares e amigos da Cerealis, numa maior abrangência que permitisse actualmente trabalhar com o público em geral e mais empresas, para além das actuais. Na inauguração, esteve presente o CEO da Liberty Seguros de Lisboa, assim

Rui Madureira

como o Padre da Vila de Milheirós, Luis Queirós, que abençoou este novo espaço. Para além de Agente da Liberty Seguros, a Norsecur é ainda parceira das Seguradoras Fidelidade Mundial e Tranquilidade. Actualmente a Norsecur conta com dois colaboradores, Rosário Amorim e Estrela Santos. Manuel Jorge Costa

O Fantas está de volta O Fantasporto está de regresso e os cinéfilos nortenhos começam desde já a esfregar as mãos para a festa que aí vem. Esta é já a 33ª edição do festival portuense, que foi considerado pela revista “Variety” um dos 25 maiores festivais de cinema do mundo e, sem surpresas, o maior de Portugal. Não se torna então difícil de entender o prestígio e a grandiosidade do Fantasporto, que muitos estrangeiros traz a estas bandas por esta altura do ano e que se torna ainda mais especial por ser um dos poucos festivais internacionais dedicados ao cinema fantástico. Ora, seria de esperar que um marco cultural desta envergadura fosse tratado com respeito e com dignidade por parte de quem controla os rumos do país. Porém, surpreendentemente ou não, a cada ano que passa os apoios tornam-se mais escassos e o festival fica cada vez mais perto de não se concretizar. Este ano esse cenário esteve mais próximo do que nunca de se tornar uma realidade. A pouco mais de dois meses do festival, ainda não era garantido que este fosse tomar forma. Felizmente, parcerias e apoios de última hora (muitos deles fornecidos por fãs acérrimos do festival que fizeram das tripas coração para evitar o seu trágico cancelamento) garantiram a realização de mais uma festa do cinema. E essa festa começa oficialmente a partir do dia de hoje, para gáudio dos cinéfilos em geral e dos amantes do fantástico em particular. Como sempre acontece no Fantasporto, há filmes e eventos paralelos para todos os gostos e feitios. Para além de “Mama” – obra produzida pelo visionário Guillermo del Toro, que terá honras de abertura do festival –, filmes como “Pietá” de Kim-Ki-Duk, “Ace Attorney” de Takashi Miike, “The Deep Blue Sea” de Terence Davies e “Robot & Frank” de Jake Schreier prometem fazer as delícias dos espectadores. E diversas conferências este ano dedicadas à literatura deixarão também a sua marca no festival, donde se destacam a conferência da Prof. Dr.ª Zulmira Santos sobre o estado da literatura portuguesa, a apresentação do novo livro de Beatriz Pacheco Pereira e, claro está, a apresentação do meu livro (“Abaddon”) às 18h do dia 7 de março. Razões não faltam para apoiar o Fantasporto e acarinhá-lo como se fosse nosso filho, portanto toca a rumar ao Teatro Rivoli e a aderir à festa do cinema! Rui Madureira, Escritor/Psicólogo pub


10 KARATÉ

sexta-feira 01 de março de 2013

Desporto Campeonato Regional Sénior em Nogueira

\\ Opinião

CK Maia conquista 10 pódios Decorreu no passado dia 16 de Fevereiro em Nogueira da Maia, o Campeonato Nacional Sénior fase Regional Norte e Centro Norte. O Clube de Karaté da Maia mais um vez esteve representado e procurava apurar a totalidade dos atletas inscritos, a fim de representar a Maia no Campeonato Nacional que se realizará no próximo mês na cidade de Loulé. Em grande plano estiveram os atletas Fábio Pinto que pelo

VOLEIBOL

primeiro ano participou no escalão Sénior e levou a melhor sobre os quatro adversários na categoria de +84Kg alcançando o Ouro, medalha essa que também foi alcançada pela atleta Renata Ferreira que conquistou o escalão -61Kg e Tânia Matos no escalão -50Kg. Em segundo lugar estiveram os atletas Ricardo Rocha que apenas perdeu na final pela margem mínima com o seu colega de equipa na categoria de +84Kg e Ana Almeida

que acabaria penalizada pelo contacto descontrolado ao nível da cara, acabando com o título de Vice-Campeã nos -68Kg. Em terceiro lugar ficariam, no escalão -67Kg, Gonçalo Pinto e Jonhatan Tales, na categoria de -75Kg Diogo Gonçalves e Catarina Santos nos -55Kg. Na prova de Kata em 3º Lugar apurou-se pela região Centro Norte Carla Jerónimo que apenas perderia para atleta de Aveiro. Apurado ainda no 5ºlugar esteve Ri-

Joaquim Armindo cardo Azevedo na categoria de 60Kg, apenas Fábio Ferreira acabaria afastado do Nacional com alguma infelicidade excedendo as faltas possíveis num combate. Nuno Moreira e Inês Rodrigues não participaram nesta prova uma vez que se encontravam dispensados pela Seleção nacional ficando diretamente apurados para a prova nacional.

Juniores Feminino

Gueifães vence SC Braga A formação de juniores feminino recebeu e venceu, no passado sábado, a equipa do SC Braga por 3-1. Num grande jogo de voleibol a equipa maiata demostrou uma boa atitude não permitindo, na fase inicial do jogo, que a formação bracarense tomasse conta do jogo, acabando assim por vencer o

pub

primeiro set por 25-21. No segundo set a equipa de Gueifães entrou determinada, no entanto, a meio do set foram cometidos alguns erros de ao nível da receção e a equipa da Maia não foi tão agressiva no serviço o que permitiu ao adversário jogar de forma mais rápida e conquistar assim o set por 17-25.

maiahoje

No terceiro set a equipa maiata entrou no jogo dando ao Braga a possibilidade de tomar conta do jogo, mas rapidamente o GDC Gueifães reverteu a situação vencendo o set por 25-20. No quarto set a formação maiata entrou determinada a vencer, ainda assim na parte final teve alguma dificuldade em fechar o jogo.

Chegando a alcançar uma vantagem de 6 pontos, o nervosismo fez com que fossem cometidos alguns erros que não foram suficientes para impedir que a formação de Gueifães vencesse a partida por 3-1.

CORDA QUE ESTICA O Primeiro-ministro de Portugal, Dr. Passos Coelho, referiu há dias que o seu “governo não exigirá mais do que é necessário para cumprir os objetivos sem que a corda esticada possa partir”. Refere ainda que irá existir um Guião elaborado pelo “defensor” do aumento das reformas, para os mais débeis (antes de ser poder, depois calou-se, isto é, esteve de acordo com todos os cortes…), sim, esse mesmo, o Dr. Paulo Portas, no sentido da reforma do chamado “Estado Social”, o que quererá dizer privatizar tudo, colocando todas as pessoas a pagar “forte e feio” para a saúde (se não tiverem dinheiro, não se tratam), educação (quanto mais analfabetos melhor) e segurança social (pois que paguem os seguros). Muito bem, estará aqui a reforma da sociedade, já agora podem fechar meia dúzia de prisões e tribunais e, ainda, uns hospitais que não dão lucro, assim haverá concorrência e economia global. Mas dizia que o Sr. Dr. Passos Coelho, que ainda não percebi o que fez na vida, refere que a partir de agora só vai exigir o necessário e a corda não irá partir. Infelizmente não conhece o nosso país, porque a corda já partiu, com mais de vinte por cento de desemprego, duzentos mil emigrantes, em dois anos, que saíram do país, alguns dos quais os contribuintes pagaram os seus estudos, e que vão valer à depauperada Alemanha e quejandos, será seriamente de perguntar onde vive o Sr. Primeiro-ministro, deve ser num Portugal, mas não este. É que o Sr. Dr. Coelho e o Sr. Dr. Portas esqueceram completamente o que disseram, e, nestes dias, dizem que foram “os outros”, mas quais “outros”? Sabem o que diz o nosso povo? Fala claramente dizendo “eles” já nos tiraram tudo, partiram a corda! “Eles” são os que nos governam, os mesmos que prometeram ao nosso povo subir as miseráveis reformas, que sem papas na língua andaram a apregoar que o “povo” não aguentava com o PEC IV, e que uma vez no governo isso não se passaria. A corda já esticou demais, e partiu, mais de um milhão no desemprego, e mais e mais. O nosso povo é civilizado, mas cuidado não brinquem com ele, porque este povo que vai “comendo e calando”, será o mesmo que se levantará numa só força, unidos como os dedos das mãos, diferentes, mas lutando por uma causa nobre: a sobrevivência do nosso país. A fome e o desespero em que se encontram os portugueses e as portuguesas não é para brincar aos discursos, podem os pedaços da corda bater na cara de quem está a puxar! Joaquim Armindo


maiahoje KICKBOXING

sexta-feira 01 de março de 2013

Desporto

Lifecombat

\\ Opinião

Segundo lugar no II Open José Pina No passado domingo a Escola de Kickboxing Lifecombat conquistou o segundo lugar por equipas no II Open José Pina, em Mirandela, com a sua equipa dos escalões mais jovens (cadetes, iniciados, juvenis e juniores). Eugénia Ponimasova, Sílvio Silva, Mário Daniel Martins, João Pereira, Rui Barbosa, Adriana Jesus, Pedro Martins, Hugo Jesus e Filipe Bacelo foram os atletas que estiveram presentes neste evento, sendo que sete destes jovens são alunos da parceria da Escola Lifecombat com a Cruz Vermelha Portuguesa. Com idades compreendidas entre os 8 e os 16 anos, estes jovens tiveram a sua

DESPORTO

primeira experiência na competição e «representaram a Escola Lifecombat com excelentes prestações nos seus combates», refere Nádia Barbosa, responsável da Lifecombat, que prosseguiu salientando que «estes jovens atletas têm apenas 3 meses de treino na modalidade de kickboxing, pois nenhum deles antes tivera nenhum contato com este desporto. Estamos no bom caminho para disputar com sucesso o campeonato regional que se irá realizar em Maio, visto que com a experiencia adquirida neste torneio serão ainda melhores atletas no futuro. A Lifecombat possui ainda mais jovens atletas que não puderam dar o contributo agora neste

torneio e que estão a ser preparados para poderem participar nos próximos eventos». A CVP Delegação da Trofa, no âmbito do Projecto TER Prevenção considera que «a parceria é uma mais-valia para todos os jovens do concelho, uma vez que possibilita a prática de desporto de forma gratuita e num local de proximidade. Esta integração num grupo desportivo melhora a capacidade dos mesmos em melhor gerirem as suas relações interpessoais, bem como faz com que percebam a importância do trabalho em grupo/equipa para aquisição de melhores e mais benéficos resultados. O facto de esta Equipa integrar os jovens em

Henrique Carvalho

atividades alargadas aos fins de semana, são uma forma saudável de estes jovens ocuparem os seus tempos livres em ambientes adequados ao seu desenvolvimento pessoal e social junto de modelos de referência». Para a Lifecombat esta «é uma parceria fundamental e que cumpre com todos os objectivos do nosso Projeto, cumprindo com um grande desejo de manter uma resposta prolongada no tempo desta parceria».

Histórico do Voleibol

Castelo da Maia Ginásio Clube festeja o 40º aniversário \\ CMGC celebrou, no passado dia 22, os seus 40 anos de história em cerimónia que reuniu atletas, treinadores, apoiantes e figuras históricas do clube. O início da história do voleibol castelense foi recordado através de uma cerimónia simbólica no Ginásio do CMGC e contou com a presença de várias figuras do clube e do Concelho, tais como o Presidente do Município, António Bragança Fernandes, o Presidente da Assembleia Municipal, Luciano Gomes, o Vereador do Pelouro do Desporto, Hernâni Ribeiro, o responsável do departamento, José Pedrosa, entre outros. A Federação Portuguesa de Voleibol fez-se representar através do Secretário Técnico, Teodemiro Carvalho. Atletas, sócios, equipa técnica, antigos presidentes e outros membros do clube também marcaram presença. O actual Presidente do Clube, Celestino Fonseca, abriu a cerimónia com um discurso onde salientou o «esforço, dedicação e empenho de todos aqueles que acompanharam e apoiaram o clube». Falou ainda da função social que o clube sempre desempenhou ao longo dos seus 40 anos, destacando a continuidade da actividade do clube muito graças à Câmara Municipal.

pub

11

Seguidamente, discursou Bragança Fernandes, agradecendo a todas as pessoas que contribuíram para a «grandeza do clube que tanto deu à cidade da Maia e que hoje conta com mais de 300 atle-

tas». Desejou «votos de muita saúde e muitas vitórias» e ofereceu uma estatueta como prenda de reconhecimento por todo o trabalho desenvolvido nos últimos 40 anos. Após os discursos, cantaram-se

os parabéns e cortou-se o bolo de aniversário que foi distribuído por todos os presentes. Ana Luísa Azevedo

Banalidades

Grândola Vila Morena, ao lado de outros ícones, é dos maiores símbolos do 25 de Abril de 1974. Ao longo dos anos passou a ser uma das músicas mais respeitadas do cancioneiro português, quer pelo que simboliza politicamente, quer pelo que recorda historicamente. Qualquer simbologia tem elevada apreciação quando é apresentada nos momentos certos e dignos, em acontecimentos apropriados como, comemorações, homenagens, celebrações. Lamentavelmente, na minha pobre opinião, ao ser cantada, pessimamente, em todos os sítios por onde passe governante, esta fabulosa música está a ficar completamente banalizada, aliás, como estão banalizados os protestos em que tem sido utilizada. Ainda encontrei alguma originalidade quando cantada de surpresa no parlamento aquando do último debate com o primeiro-ministro, mas o seu uso em todo e qualquer protesto está a cair no ridículo. Aquela “meia-dúzia” de “turistas” que têm tempo para percorrer todas as capelinhas onde pare membro do governo, tem demonstrado que nem conhecem bem a letra e muito menos a música, cantam mal e fora de tom. Não é por andarem sempre a “bater a mesma tecla” que o instrumento tocará melhor, fica é cada vez mais desafinado. Esta canção deve ser respeitada por todos. Banalizadas estão também as recandidaturas de autarcas em fim de ciclo a outros municípios ou freguesias. A simples troca de uma letra descaraterizou a lei na publicação e agora cada partido faz a leitura que lhe convém e, mais descaraterizada ficará se ao Tribunal Constitucional não for pedida uma aclaração de constitucionalidade. Banalizadas estão também as propostas da oposição, especialmente do PS, com os apelos que faz há mais de um ano sabendo que só agora poderão ser concretizados se… a Troika concordar!?. Banalizadas, espero que não fiquem certas instituições partidárias e sindicais com a colagem de certos grupos, com iniciativas menos corretas que alguns manifestantes levam a cabo provocando desacatos e com isso a legítima intervenção das forças de segurança. Se o protesto e manifestação de desagrado são um direito, o respeito pelos outros e seus bens é um dever que consta da mesma constituição. “Democracia não é demagogia”, nem “Liberdade é libertinagem…” Disse D. Manuel Martins! Banalizados ficam órgãos de informação com as notícias atiradas ao vento sem fundamento comprovado denegrindo entidades sem alguma acusação. Banalidade é a atitude de alguém condenado a retirar-se do cargo autárquico não e ter feito, ficando assim livre para concorrer em próximos atos eleitorais sem mácula. Estas, e mais umas tantas banalidades que estão a acontecer, levam ao corriqueiro e descaraterizam o direito democrático que todos devíamos respeitar… Vamos a encarar o futuro mais a sério! Vale?!. Henrique António Carvalho Março de 2013 Escreve ao abrigo do AO


12 \\ Opinião

Rogério Gonçalves

Vivemos numa época onde as medidas de austeridade e a canção mais ouvida (não é o Tony Carreira) é a “Grândola Vila Morena” que é dedicada aos nossos extremosos governantes e acabam por fazer parte dos nossos noticiários informativos. Sobre a nossa justiça temos casos e mais casos onde a incompetência dos magistrados dá azo a que muitos processos andem anos e anos até prescreverem por tanta morosidade. Tivemos mais recentemente a noticia que a justiça desportiva que anda de mãos dadas com a cível em termos de eficácia, acaba de deixar prescrever o caso do Boavista que tinha sido relegado para a segunda divisão de futebol. Não tarda nada outros processos como: face oculta, operação furacão, Isaltino Morais, Dias Loureiro, Macário Correia, Duarte Lima etc etc. o resultado vai ser o mesmo, é uma vergonha. Depois de ver casos e casos onde se alimentam páginas de jornais e revistas e depois o resultado final é sempre o mesmo eu pergunto: A justiça em Portugal já prescreveu? “Erramos ao esperar muito de quem não tem nada para oferecer”. O poder dos nossos autarcas é tão apetecível que nem mesmo quando os mesmos são indiciados em algum processo judicial e são condenados, dificilmente eles abandonam os cargos. Temos o caso mais recente do presidente da Câmara de Tavira que foi deputado do PSD o Sr. Macário Correia, que foi condenado e perdeu o mandato e mesmo assim não quer abandonar o cargo, mas isto é normal? Em Oeiras temos o caso de Isaltino Morais que é outro caso semelhante e enquanto a justiça o permite, é vê-lo a passear todo feliz e contente e a fazer inaugurações. Com este tipo de pessoas que começam e fazem da politica o seu objectivo de vida, facilmente podemos constatar que deixar a cadeira do poder é mesmo difícil e nem a justiça o faz pensar duas vezes. Uma sociedade só é democrática quando: - Ninguém for tão rico que não possa comprar ninguém; -ninguém for tão pobre que tenha de se vender a alguém.” Jean Jacques Rosseau Rogério Gonçalves pub

sexta-feira 01 de março de 2013

Desporto ANDEBOL

Vitória sobre o Marítimo

\\ Opinião

Águas Santas nos quatro finalistas da Taça Águas Santas, FC Porto, Sporting e Benfica são os quatro finalistas que irão disputar a Taça. Foi no passado Domingo que foram apuradas as equipas que irão lutar pela taça do andebol. Com a

BASQUETEBOL

vitória da equipa maiata sobre o Marítimo por 22-27, o Águas Santas Milaneza garantiu o seu lugar na Final-Four. A equipa do Sporting bateu o Madeira SAD por 35-20 enquanto a

equipa encarnada se afirmou contra o Passos Manuel com o resultado de 23-33. No final do dia, o FC Porto fechou com uma vitória por 20-28 ao ABC/UMinho, garantindo um lugar na disputa pela Taça.

Final 8 da Taça de Portugal

Maia Basket defronta Vitória A equipa de basquetebol do Vitória vai defrontar o Maia Basket no primeiro jogo da Final 8 da Taça de Portugal, que vai decorrer em Fafe, entre 14 e 17 de Março. O encontro com a formação maiata, referente aos quartos-de-final, está agendado para o dia 15 de Março, com início às 21 horas.

O vencedor do Vitória – Maia Basket, irá defrontar na eliminatória seguinte o vencedor do jogo Ovarense - Illiabum, partida que abrirá esta fase concentrada. A cidade de Fafe acolhe, uma vez mais, a Final 8 da Taça de Portugal, em parceria com a Federação Portuguesa de Basquetebol, Asso-

ciação de Basquetebol de Braga, Câmara Municipal de Fafe e CatchAwards. A prova vai decorrer entre os dias 14 e 17 de Março, e contará com as participações do Vitória, Algés, Maia Basket, Illiabum, Académica, Ovarense, Benfica e Sampaense Basket.

\\ Avisos ISABEL DUARTE Agente de Execução Cédula 2261

maiahoje

Rua de Ceuta nº 118 - 4º - s/29 4050-190 PORTO Telefone 222 002 432 fax: 222 002 547 e-mail: 2261@solicitador.net

TRIBUNAL JUDICIAL DA MAIA PROCESSO Nº 8032/11.7TBMAI EXECUÇÃO COMUM EXEQUENTE: NCG BANCO S.A. SUCURSAL EM PORTUGAL EXECUTADOS: MIGUEL PEREZ CURTO e MARIA EUGÉNIA MENENDEZ GONZALEZ VALOR DA EXECUÇÃO: 406 952,88€ CREDOR RECLAMANTE: MINISTÉRIO PUBUCO VALOR DA RCLAMAÇÀO: 1934,78€

JUÍZO DE EXECUÇÃO

Fernando Pedroso

UM VOO PARA UMA NOVA VIDA Um voo p’rá vida, um quarto vazio, Pesado silêncio, a porta fechada, Tivera um tesouro, e agora? Nada… Um quarto vazio, um triste arrepio! Vinte e sete anos com ternura e brio A esperada cavaqueira do dia, Voaras-me ó sorte de tão sã companhia Agora resta o ninho vazio e frio Tal como as aves tomam rumo ou tino Criadas, elas voam o seu destino, Mas meu velho coração cansa e mói Lei da natureza e nossa fraqueza Já eu provocara a mesma frieza Já longe eu soubera quanto isto dói… 20 de Fevereiro de 2013

PROC INTERNO N° 161/2011

ANUNCIO DE EDITAL DE VENDA Faz-se saber que, por ordem do Meritíssimo Juiz, nos autos supra identificados, foi designado o dia 11 de MARÇO de 2013, pelas 14,00 horas, no JUIZO DE EXECUÇÃO DO TRIBUNAL JUDICIAL DA MAIA, para a abertura de propostas em carta fechada, que sejam entregues até esse momento, na Secretaria do Tribunal, pelos interessados na compra dos seguintes bens: VERBA N° 1 - FRACÇÃO “BO” - HABITAÇÃO T1, no segundo andar esquerdo frente, com entrada pelo n° 150 da Rua Adelaide da Silva Pinto Aroso, MOREIRA, MAIA com LUGAR DE GARAGEM, inscrita na matriz predial urbana da freguesia de MOREIRA, concelho da MAIA sob o artigo 3989, e descrito na 1a Conservatória do Registo Predial da Maia sob o n° 2448/20011010, com o valor patrimonial de € 83.981,22 (ano 2012) • VALOR MINIMO DA VENDA € 68 936 (sessenta e oito mil novecentos e trinta e seis euros), correspondendo a 70% do valor base de € 98480 (noventa e oito mil quatrocentos e oitenta euros); VERBA N° 2 - - FRACÇÃO “O” - HABITAÇÃO T1, no terceiro andar direito traseiras, com entrada pelo n° 120 da Rua Adelaide da Silva Pinto Aroso, MOREIRA, MAIA com LUGAR DE GARAGEM, inscrita na matriz predial urbana da freguesia de MOREIRA, concelho da MAIA sob o artigo 3989 e descrito na 1ª Conservatória do Registo Predial da Maia sob o n° 2448/20011010, com o valor patrimonial de € 78.975,93 (ano 2012) •VALOR MÍNIMO DA VENDA € 68 948,60 (sessenta e oito mil novecentos e quarenta e oito euros e sessenta cêntimos), correspondendo a 70% do valor base de € 98498 (noventa e oito mil quatrocentos e noventa e oito euros); VERBA Nº 3 - FRACÇÃO “S” - HABITAÇÃO T1, no quarto andar direito traseiras, com entrada pelo n° 120 da Rua Adelaide da Silva Pinto Aroso, MOREIRA, MAIA com LUGAR DE GARAGEM, inscrita na matriz predial urbana da freguesia de MOREIRA, concelho da MAIA sob o artigo 3989, e descrito na 1ª Conservatória do Registo Predial da Maia sob o n° 2448/20011010, com o valor patrimonial de € 79.277,33 •VALOR MINIMO DA VENDA € 69 053,60 (sessenta e nove mil e cinquenta e três euros e sessenta cêntimos), correspondendo a 70% do valor base de € 98.648 (noventa e oito mil seiscentos e quarenta e oito euros); VERBA N° 4 - FRACÇÃO “W” - HABITAÇÃO T1, no quinto andar direito traseiras, com entrada pelo n° 120 da Rua Adelaide da Silva Pinto Aroso, MOREIRA, MAIA com LUGAR DE GARAGEM, inscrita na matriz predial urbana da freguesia de MOREIRA, concelho da MAIA sob o artigo 3989, e descrito na 1ª Conservatória do Registo Predial da Maia sob o n° 2448/20011010, com o valor patrimonial de € 76.287,38 •VALOR MINIMO DA VENDA € 69 249,60 (sessenta e nove mil duzentos e quarenta e nove euros e sessenta cêntimos), correspondendo a 70% do valor base de € 98928 (noventa e oito mil novecentos e vinte e oito euros). Os bens pertencem aos Executados MIGUEL PEREZ CURTO e MARIA EUGENIA MENENDEZ GONZALEZ. Só serão aceites propostas de preço superior ao valor da venda e acompanhadas, como caução, de cheque visado à ordem da Solicitadora de Execução, no montante correspondente a 5% do valor base do bem, ou garantia bancária no mesmo valor. É fiel depositário do bem, que o deve mostrar, a pedido, os Executados. A Solicitadora de Execução 2013-02-18 JORNAL MAIAHOJE - EDIÇÃO 317 - 1 DE MARÇO DE 2013

Abílio Fernando Dias Pedroso, não escreve ao abrigo do novo acordo ortográfico.


maiahoje

sexta-feira 01 de março de 2013

\\ Opinião

Desporto

13

VIAGENS

Borba: Alentejo e simpatia Tenho uma factura da água que não paguei. Pode o serviço ser-me cortado sem qualquer aviso? A prestação de um serviço público essencial não pode ser suspensa sem pré-aviso adequado, excluindo-se os casos fortuitos ou de força maior. Tratando-se de mora do utente, isto é, atraso no pagamento das facturas que implique a suspensão do serviço, o consumidor tem de ser advertido de tal facto, por escrito, devendo o aviso ser efectuado com dez dias de antecedência. Contudo, a Lei 10/2013 de 28 de Janeiro, vem alterar tal prazo. Assim, a partir do dia 28 de Abril de 2013, o aviso prévio de suspensão do serviço público essencial terá de respeitar uma antecedência mínima de vinte dias. O aviso prévio de suspensão do serviço deve conter a justificação do motivo da suspensão, menção aos meios que o consumidor tem ao seu dispor para evitar tal situação e para a retoma do serviço. A prestação do serviço público não pode ser suspensa por falta de pagamento de outro serviço, ainda que incluído na mesma factura, excepto se forem ambos funcionalmente indissociáveis. A Lei 10/2013 de 28 de Janeiro vem também introduzir uma alteração quando, em caso de litígio relacionado com um serviço público essencial as partes optem por recorrer à resolução extrajudicial de conflitos, suspendem-se, durante o seu decurso, os prazos de prescrição do direito ao recebimento do preço e de propositura de acção pelo prestador de serviços (em ambas as situações de seis meses). Marta Gil Jurista da DECO Para qualquer esclarecimento adicional, pode dirigir-se à DECO – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, Delegação Regional do Norte – Rua da Torrinha nº 228, H, 5º andar, 4050-610 Porto ou pelo endereço deco.norte@deco.pt pub

Quem se passeia pelo Alentejo, sabe que pode contar com beleza natural e a simpatia natural das suas gentes. Há tempos resolvi ir revisitar Borba. Esta cidade alentejana fica perto de Évora, Elvas e Monforte e é bem conhecida em todo o país pelos seus deliciosos vinhos. Sim, sou suspeita quando falo de vinho, em especial de vinho tinto. Não há nada melhor do que um copo de vinho tinto – alentejano, claro, me desculpem os leitores que possivelmente serão fãs dos vinhos do Douro ou mesmo do vinho verde – e um queijo, claro está, igualmente alentejano. Entra-se na cidade e logo se chega ao Largo dos Combatentes da Grande Guerra com um simpático jardinzinho ao centro e ladeado de antiquários. Do outro lado, so-

bressai uma antiga casa senhorial, muito bem arranjada. A porta de grade permite que espreitemos para o pátio da entrada, mas não nos deixa ver o poço que dá o nome à casa: Casa do Terreiro do Poço. Há aproximadamente 10 anos, Rita e João Cavaleiro Ferreira resolveram deixar a balbúrdia da capital e ir para o Alentejo. Compraram esta casa que têm vindo a arranjar com todo o amor e carinho. E como a casa com as suas 30 assoalhadas é muito grande para eles, abrem-na a quem passa por Borba. Referida no Inventário Artístico de Portugal pelas suas pinturas murais e frescos, a Casa do Terreiro do Poço é composta por três corpos principais ligados por escadas e varandas; é membro do Turismo de Habitação e muitas outras associações de pequenos hotéis de charme. Um lugar

fantástico para repousar e conhecer a região. Mas Borba, se bem que pequena, também tem muito que ver. Em 1217, durante a Reconquista, o rei D. Afonso II (1211-1223) tomou a povoação aos mouros, tendo doado estes domínios à Ordem de São Bento de Avis que construíram o castelo de planta quadrangular e com espessas muralhas em alvenaria de pedra, coroadas por merlões em estilo gótico. D. Dinis concedeulhe foral em 1305. Tem quatro igrejas dignas de serem visitadas, das quais realçamos a Igreja de São Bartolomeu, a igreja matriz, foi fundada em 1560 mas totalmente reconstruída em 1609. Nesta igreja, realçamos o teto pintado, com cenas da vida de São Bartolomeu, de cerca de 1630. No último quartel do século XVII, a

igreja foi revestida de azulejos de padrão de tapete. Em 1731, mestre entalhador Manuel Nunes da Silva, um dos mais importantes escultores do barroco alentejano enriqueceu a igreja com um retábulo em talha dourada. Meio século depois, a igreja voltou a ser alvo de um melhoramento com a construção da Capela do Santíssimo Sacramento donde sobressai uma belíssima tela de José de Sousa de Carvalho, filho da terra, que representa o “Triunfo do Santíssimo Sacramento”. No final do passeio por Borba, delicie-se com especialidades alentejanas na Taberna Real. E recolha a um dos quartos – todos diferentes - da Casa do Terreiro do Poço. M.Margarida Pereira-Müller


14

Publicidade

sexta-feira 1 de marรงo de 2013

maiahoje


maiahoje

sexta-feira 1 de março de 2013

\\ EMERGÊNCIAS NACIONAIS • SOS Número Nacional de Socorro............................................112 • Incêndios Florestais .......................................................................117 • Emergência Social (crianças, idosos, vitimas, s/abrigo)....144 • Intoxicações ...............................................................808 250 143 • Emergência Gás (EDP)............................................800 215 215

\\ EMERGÊNCIAS LOCAIS • Bombeiros Voluntários de Moreira...................22 942 10 02 • A. H. Bombeiros de Pedrouços...........................22 901 27 44 • PSP Maia (Esquadra Cidade)...............................22 947 96 90 • PSP Aeroporto Sá Carneiro (Esq. Segurança)22 948 26 93 • PSP Aeroporto Sá Carneiro (Esq. Trânsito).....22 948 26 93 • PSP Aeroporto Sá Carneiro (Es.Intervenção) 22 948 26 93 • PSP Águas Santas (Esquadra Vila).....................22 977 42 80 • PSP Maia (Divisão Policial)...................................22 978 51 90 • PSP Maia (Esquadra Trânsito) .............................22 978 51 90 • PSP Maia (Esquadra Interv. e Fiscalização) ....22 978 51 90 • GNR Maia (Posto Territorial da Maia) ...............22 986 74 30 • GNR Maia (Posto Fiscal de Pedras Rubras).....22 944 91 00 • GNR Maia (Posto Trânsito da Maia) ..................22 968 84 70 • Polícia Municipal Maia ..........................................22 940 86 00 • Protecção Civil (CM Maia) ....................................22 940 87 22 • Protecção Civil (CM Maia) Linha verde.............800 205 169 • Protecção Civil (Com. Distrital Op. Socorro)..22 619 76 50 • Cruz Vermelha Portuguesa (Núcleo Maia).....22 941 12 21

\\ LINHAS

SAÚDE NACIONAIS

• Saúde 24......................................................................808 242 424 • Saúde 24 (orientação pediátrica) .......................808 242 400 • Linha Saúde Cancro ................................................808 255 255 • Linha Saúde Sexualidade......................................808 222 003 • Linha Saúde SIDA.....................................................808 266 266 • Linha Saúde SOS Criança ......................................808 202 651 • Linha Saúde SOS Medicamento .........................800 222 444 • Linha Saúde SOS Grávida......................................808 201 139 • Linha Saúde SOS Droga ............................................................1414 • Linha Saúde Deixar de Fumar .............................808 208 888 • Informação a Vitimas Violência Doméstica.....800 202 148 • Linha APAV (Apoio à Vítima)..................................707200 077

\\ SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE LOCAIS • USF Alto da Maia (Águas Santas) ......................22 977 42 50 • USF Viver Mais (Castêlo Maia) ............................22 986 51 70 • USF Saúde em Família (Pedrouços)..................22 977 47 10 • USF Pirâmides (Maia).............................................22 947 85 90 • USF Odisseia (Vermoim).......................................22 947 09 50 • USF Íris (Águas Santas)..........................................22 986 70 35 • USF Lidador (Gueifães) .........................................22 943 84 40 • USF Pedras Rubras (Moreira) ..............................22 943 14 70 • Extensão Saúde Nogueira (Nogueira).............22 961 77 10 • Extensão Saúde Milheirós (Milheirós) .............22 972 33 22 • Extensão Saúde Moreira (Moreira) ...................22 943 14 70 • Hospital S. João (Porto) ........................................22 551 21 00 • Hospital Pedro Hispano (Matosinhos) ............22 939 10 00 • Hospital Sto. Tirso (Sto.Tirso)................................252 830 700 • Hospital Joaquim Urbano (Porto).....................22 589 95 50 • Hospital N. Sra. Conceição (Valongo)..............22 422 00 19 • Hospital Sto. António (Porto) .............................22 207 75 00 • Hospital Maria Pia (Porto)....................................22 608 99 00 • Hospital Póvoa Varzim/V.Conde (P. Varzim)....252 690 600 • Hospital Magalhães Lemos (Porto) ..................22 619 24 00 • Inst.Port. Oncologia Francisco Gentil (Porto)22 508 40 00 • Unidade Alcoologia do Norte (Matosinhos) .22 004 50 60 • Centro Regional de Sangue (Porto) .................22 004 52 40

mh jornal regional de grande informação

EDITADO POR

Publireferência, Lda. REGISTADA NA 2ª CRPC MAIA CONTRIBUINTE NÚMERO 509 316 620

Depósito legal 147209/00 DGCS nº 123524 Tiragem 3.000 exemplares

DIRECTOR DA PUBLICAÇÃO: Artur Bacelar artur@maiahoje.pt COLABORADORES REDACTORES: Manuela Bacelar, TPJ CO 711 manuela@maiahoje.pt Luís Filipe Azevedo luis@maiahoje.pt Carlos Barrigana, TPJ 8037 carlos@maiahoje.pt Francisco José Bacelar, TPJ CO592 francisco@maiahoje.pt Rita Santos, TPJ rita@maiahoje.pt

Úteis \\ SERVIÇOS UTILIDADE PÚBLICA NACIONAIS • Serviço Informações telefónicas PT . . . . . . . . . . . . . . . . . .1820 • Serviço Apoio a Clientes Optimus . . . . . . . . . . . . . . . . . .16103 • Serviço Apoio a Clientes TMN . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1696 • Serviço Apoio a Clientes Vodafone . . . . . . . . . . . . . . . . .16912 • Aut.omóvel Clube ACP (assistência) . . . . . . . .707 509 510 • Brisa Auto-estradas de Portugal . . . . . . . . . . . .808 508 508 • CP Combóios de Portugal . . . . . . . . . . . . . . . . . .808 208 208 • TAP Air Portugal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .707 205 700 • SEF Serv. Estrang. e Fronteiras (rede fixa) . . . .808 202 653 • SEF Serv. Estrang. e Fronteiras (rede móvel) .808 962 690 • Cartões Crédito American Express . . . . . . . . . .707 504 050 • Cartões Crédito Mastercard . . . . . . . . . . . . . . . .800 811 272 • Cartões Crédito Visa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .800 811 107 • EDP . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .800 506 506 • EDP (Comunicação de Avarias) . . . . . . . . . . . . .800 246 246

\\ SERVIÇOS UTILIDADE PÚBLICA LOCAL • Loja do Cidadão (Porto) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .707 241 107 • Posto de Atendimento ao Cidadão (Maia) . .22 948 24 62 • Cartório Notarial da Maia . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 943 98 10 • Cartório Notarial de Cláudia Barbas . . . . . . . .22 940 67 22 • Conservatória do Registo Civil (Maia) . . . . . .22 943 98 00 • Conservatória do Registo Predial . . . . . . . . . .22 943 62 80 • Conservatória do Registo Comercial . . . . . . .22 947 76 50 • Serviços de Finanças da Maia . . . . . . . . . . . . . .22 947 06 40 • Tribunal Judicial da Comarca da Maia . . . . . .22 941 90 73 • Tribunal do Trabalho da Comarca da Maia . .22 941 41 52 • Inst. Info. Apoio Form. Profissional (IAFE) . . .22 977 39 10 • Inst. Fomento Desenvolv. Económico . . . . . .22 942 70 26 • Centro de Emprego da Maia . . . . . . . . . . . . . . .22 943 27 00 • Segurança Social da Maia . . . . . . . . . . . . . . . . .22 947 10 90 • Com. Protecção Crianças e Jovens da Maia .22 949 03 33 • CTT Correios de Portugal (Gueifães) . . . . . . .22 960 83 27 • CTT Correios de Portugal (Moreira) . . . . . . . .22 943 76 10 • CTT Correios de Portugal (Vermoim) . . . . . . .22 943 95 30 • CTT Correios de Portugal (Águas Santas) . . .22 974 33 50 • CTT Correios de Portugal (Castêlo) . . . . . . . . .22 986 66 00 • CTT Correios de Portugal (Aeroporto) . . . . . .22 940 00 11 • Áeroporto Sá Carneiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 943 24 00 • Biblioteca Gulbenkian . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 948 34 72 • Consulado de Chipre (Maia) . . . . . . . . . . . . . . .22 902 38 68 • Consulado do Paquistão (Maia) . . . . . . . . . . . .22 947 93 21 • Lipor II (Central de Valorização Energética) 22 947 73 40 • Táxi Maia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 948 26 60

\\ MUNICIPIO DA

• Câmara Municipal da Maia (Central) . . . . . . .22 940 86 00 • Serviços Águas e Saneamento da Maia . . . . .22 943 08 00 • Aeródromo de Vilar de Luz . . . . . . . . . . . . . . . .22 968 73 22 • Forum da Maia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 940 86 43 • Forum Jovem da Maia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 947 81 20 • Gab. Apoio Defesa do Consumidor . . . . . . . .22 944 24 62 • E. M. Estacionamento da Maia . . . . . . . . . . . . .22 940 87 21 • Academia das Artes da Maia . . . . . . . . . . . . . . .22 940 86 43 • Linha Directa Ambiente . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 947 81 30 • Linha Verde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .800 202 639 • Casa do Alto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 905 95 20 • Canil Municipal da Maia . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 982 36 87 • Quinta da Gruta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 986 71 80 • Espaço Municipal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .22 943 80 30 • Loja da Juventude S. Pedro Fins . . . . . . . . . . .22 968 91 69 • TURISMO Maia Welcome Center . . . . . . . . . . .22 944 47 32 nota: Informação actualizada em 2011/10/01

CORRESPONDENTES: João Diogo (Brasil) Williams James Marinho (EUA) Ainhoa Carrasco Robles (Espanha) Catarina Almendra (Lisboa)

\\ FARMÁCIAS Dia

01 02

PERM R REF

S

03 04 05 06 07 08 09 10 11

12 13

T

G

U

V

A

B

C

D

E

F

H

14

15

I

J

-------------------------------------------------------------------------------------------

TURNO A AGRA - MILHEIRÓS TURNO B AEROPORTO - PEDRAS RUBRAS TURNO C LIMA COUTINHO - GUEIFÃES TURNO D SILVA ESCURA - FREJUFE TURNO E BASTOS - GUEIFÃES TURNO F GEMUNDE - CAMPA DO PRETO TURNO G ÁLVARO AGANTE - VERMOIM TURNO H CENTRAL - CATASSOL TURNO I MOREIRA BARROS - PARADA TURNO J ALIANÇA - VERMOIM TURNO K VILA NOVA DA TELHA - QUIRES TURNO L SOUSA BEIRÃO - MAIA TURNO M MARTINS DA COSTA - ÁGUAS SANTAS TURNO N BOM DESPACHO - MAIA TURNO O CASTÊLO - CASTÊLO DA MAIA TURNO P GRAMAXO- MOREIRA DA MAIA TURNO Q EUGÉNIA - PEDROUÇOS TURNO R NOVA DE ARDEGÃES - ARDEGÃES TURNO S LIDADOR - ARDEGÃES TURNO T ARAÚJO - NOGUEIRA TURNO U GUARDEIRAS - GUARDEIRAS TURNO V MAIA - ÁGUAS SANTAS

esta informação é patrocinada por:

Prop. e Dir. Técnica Dr. José Pedro M. Duran G. Dinis

De seg. a sex. das 9h00 às 21h00 • sáb. das 9h00 às 13h00

SERVIÇO PERMANENTE

MAIA

COLABORADORES FOTOGRAFIA: António Caldeira, TPJ CO 707 Ferreira Silva, TPJ CO 850 Edgar Alves, TPJ CO 708 José Barbosa . TPJ CO 924 Manuel Jorge Costa, TPJ CO 710 Raúl Silva, TPJ CO 852

15

CRONISTAS HABITUAIS: António Neto (política) Deco (Defesa do Consumidor) Fernando Pedroso (poesia) Fordoc (A.N.J.Form. e Docentes) Mário Lopes (sociedade) Nelson Azevedo Ferraz (sociedade) Orlando Leal (política) Ricardo Filipe Oliveira (sociedade) Rogério Gonçalves (sociedade)

DESIGN / PAGINAÇÃO: Maxim Bukharov maxim@maiahoje.pt

15 MARÇO Av. Padre Manuel Alves do Rêgo, 657 • 4470-330 Vermoim Tel. 22 944 08 86 • Fax 22 940 64 35

DEPARTAMENTO COMERCIAL: Pedro Martins pedro@maiahoje.pt Ferreira Silva comercial@maiahoje.pt SEDE/ REDACÇÃO / D.COMERCIAL

Rua dos Altos, 18 4470 - 235 Maia Telefone 22 406 21 26 Fax. 22 406 21 25

IMPRESSÃO E EMBALAGEM: Empresa do Diário do Minho Braga Os artigos de opinião são da responsabilidade de quem os assina, não reflectindo nem vinculando a opinião dos proprietários, editores, redacção, ou director do Jornal. A direcção de informação do Jornal é defensora da plena liberdade de expressão, reservando-se no entanto a não publicar artigos de opinião que prejudiquem deliberadamente a imagem e liberdade de outros. É política do Jornal o pluralismo e isenção nos assuntos tratados. MEMBRO HONORÁRIO Corpo de Voluntários de Protecção Civil da Maia desde 24/11/2007



Edição nº317