Page 1

UM JORNAL QUE QUESTIONA ANO VII - Nº 91 - Agosto de 2013 - DISTRIBUIÇÃO DIRECIONADA - 5000 EXEMPLARES - R$1,00

Superfaturamento de Notas Fiscais em Felixlândia

Vereador Otacílio denuncia Betão e Alex ao Ministério Público da Comarca

Página 03

Curvelo completa 181 anos de emancipação político administrativa

Renovação da concessão do serviço de água e esgoto com a COPASA: “Curvelo nunca fez e nem vai fazer um negócio tão ruim”, afirma Dr. Valério

Irmã Therezinha Madureira e Heriberto Bicalho recebem o Título de Cidadania Honorária Matéria completa nas páginas 10 e 11

Página 05

Autódromo Internacional é confirmado com assinatura de Protocolo entre Governo de Minas e BEMC Página 07

Com o coração repleto de gratidão a São Geraldo agradecemos a presença dos padres redentoristas entre nós.

Oitava de São Geraldo começa no dia 24 Veja a programação completa na pág. 08

Pe. Mário Ferreira Gonçalves completa 90 anos de vida Pág. 12


“E agora?” - Página 02 - Agosto de 2013 - Edição 91

GLÓRIA AO GALO! Afonso Guerra-Baião Se me faltam engenho e arte, não vou escrever um poema épico, mas uma pequena crônica para celebrar a grande conquista do Galo. Para isso vou me valer dos versos com que Luís de Camões saudou os feitos dos heróis lusitanos: “Cesse tudo o que a antiga musa canta, que outro valor mais alto se alevanta”. Vou recorrer à frase imortal com que Roberto Drummond sintetizou a alma atleticana: “Se houver uma camisa alvinegra pendurada num varal, a torcida do Atlético torce contra o vento”. Vou me inspirar na prosa criativa de Aníbal Machado que, com o apelido de Pingo, marcou o primeiro gol oficial do Clube Atlético Mineiro, há 105 anos. Valho-me dos versos com que Vicente Motta celebrou a nação atleticana, no Hino do Galo: “Nós somos do Clube Atlético Mineiro, jogamos com muita raça e amor” – essa nação, essa massa, cujo destino é “vencer, vencer, vencer”, mas nunca com facilidade, sempre precisando – e como – “lutar, lutar, lutar”! Homenageio todos os craques da história gloriosa do Atlético, na pessoa de um grande mestre do futebol brasileiro, falecido no dia dessa con-

quista da Taça Libertadores: Djalma Santos, que nunca vestiu nosso manto sagrado, mas que, num momento crucial dessa final contra o Olímpia, desceu ao Mineirão e deu uma rasteira no Tanque Ferreira, quando nossa defesa estava de guarda baixa e corria o risco de levar um golpe fatal. Não vou falar das defesas de Vítor, da firmeza de Leonardo Silva, da liderança de Réver, da categoria de Gilberto Silva, da criatividade de Marcos Rocha, da responsabilidade tática de Michel, da raça de Richarlison, da dedicação de Júnior César, do espírito guerreiro de Pierre, do dinamismo de Donizete, do apurado jogo de Josué, da versatilidade de Rosiney, da técnica de Guilherme, da história de superação de Ronaldinho, do brilho de Tardelli, da competência de Jô, da força de Alecsandro nem da boa estrela que ilumina o profissionalismo de Cuca - vou homenagear a todos numa cena que reúne dois pequenos gigantes: Luan, correndo do banco de reservas para socorrer Bernard, abatido por pancadas e por câimbras, num exemplo do companheirismo, do espírito de grupo que iluminou o Galo neste roteiro vitorioso. Resumo a energia e a criatividade da nação atleticana, na paráfrase que marcou essa campanha: “Yes, we CAM!”. E viva o Clube Atlético Mineiro, o campeão de todas as Américas!

Francisco José de Paiva Netto é jornalista, radialista e escritor. - paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com Fraternalmente sauda- corpo humano em seu aspecto integral, proclamos a chegada ao Brasil do mando-o como a morada do Espírito enquanto papa Francisco, reconhecido reencarnado. (...) exemplo de humanidade. Ele A Terra é um Educandário Divino onde se esvem para a Jornada Mundial praiam as nobres lições de Jesus, o Catedrático da Juventude (Rio 2013). O Celeste. A grande reforma dessa Universidade Sujovem é o futuro no presente! blime é superior ao Renascimento que se deu na Ao ser eleito bispo de Roma, como gosta de Europa, anteriormente preparado pelos muçulser citado, na sua nobre modéstia, o argentino manos, que foram, na Antiguidade histórica, busBergoglio escolheu o nome do poverello de Assis, car a sabedoria esquecida dos gregos. No Francisco, que, por sinal, é o patrono da Legião da Ocidente, surgiram figuras luminares, a exemplo Boa Vontade. de Da Vinci, Michelangelo, Cellini, Raffaello, GioPortanto, é com satisfação que vemos nele vanni Picco della Mirandola, Pietro Pomponazzi. propósito similar de vida do santo protetor da Na- Esses, entre outros, entraram na História como tureza, na sua preocupação com os pobres. Com ilustres destaques do Renascimento, movimento Jesus, o Cristo Ecumênico, aprendemos que o artístico, literário e científico (do qual Galileu GaAmor Divino é a perfeita ordem que direciona a lilei é expoente), que floresceu no Velho Contisociedade para tempos melhores, de respeito às nente durante o período que corresponde à Baixa diferentes culturas e etnias do planeta que nos Idade Média e o início da Era Moderna, do século abriga. 14 ao 16. O Universalismo, uma das principais caA perseverança dos jovens na militância do racterísticas da época renascentista, considera Bem só pode trazer benefícios às comunidades. que o indivíduo deve desenvolver todas as áreas Por isso, a recomendação evangélica de Jesus, o do conhecimento. Profeta Divino — “amai-vos uns aos outros como Mas a consciência que há de brilhar no Eu vos amei”, João, 13:34 —, deve iluminar cons- mundo é muito mais que isso! É a nova Ressurreitantemente a agenda dos que vivem e trabalham ção do Cristo e de todos aqueles que se comprapela Caridade — sinônimo de Amor — e pela Paz. zem no verdadeiro Bem que de Deus desce a este orbe. Trata-se do definitivo Renascimento do EsRENASCIMENTO DO ESPÍRITO DIVINO pírito Divino, a beneficiar cada criatura e toda a E para saudar o Dia da Caridade, 19/7, em sua sociedade ansiosa de Luz, mesmo quando não o elevada abrangência, apresento-lhes alguns tre- percebam. chos de meu livro “Reflexões da Alma”, no qual Depositemos nossa Fé Realizante no Poder afirmo que — a Boa Nova de Nosso Senhor Jesus Celestial, na vida e no progresso. Enfim, manteCristo é a mais diligente dialética, sempre realiza- nhamos o ânimo, confiando na habilidade do ser dora e atual — por mais que passe o tempo —, humano e de seu Espírito Eterno. Com respeito e porquanto fraterna e generosa. Fala ao coração, esperança devemos motivá-lo. Batalhemos, pois, não somente ao cérebro, sustentando-os na “Paz de forma incessante — como propunha Alziro que o mundo não lhes pode dar” (Evangelho se- Zarur (1914-1979), no seu “Poema da Amizade” gundo João, 14:27). Daí a capacidade de curá-los, — para, “mesmo assim de rastros, tentar trazer o tendo como ponto de partida a mente. Cuida do paraíso à Terra”.

Educação de pais e filhos É sempre válido trazermos à pauta a imprescindível influência da família na educação das crianças. O dr. Alessandro Vianna, psicólogo clínico, abordou o tema no programa "Educação em Debate", da Super Rede Boa Vontade de Rádio. Ele incentiva o hábito de pais e filhos jantarem juntos, um bom momento para se inteirarem das situações enfrentadas no dia. "Isso vai ser extremamente interessante, até para as crianças terem um equilíbrio emocional, e os pais de certa forma acabam tendo o controle da situação.

Umas e outras...Umas e outras...Umas e outras... Eduardo Costa, na foto com Geraldo Heleno, é sem dúvida nenhuma um dos maiores nomes da musicalidade atual. Tem tudo o que um bom artista precisa: simpatia, carisma , repertório de primeira linha e voz maviosa. Sempre muito receptivo para conosco (jornal "E agora? ") desde o começo de sua vitoriosa carreira, merece todo nosso reconhecimento e apreço. A Câmara Municipal de Curvelo realizou, no dia 25 de julho, Audiência Pública que tratou da cobrança da taxa de esgoto em Curvelo, tendo como convidado especial Daniel Aguiar, chefe interino de departamento da COPASA em Montes Claros. A Casa Legislativa realizou a audiência com o propósito de apresentar à comunidade curvelana mais informações e promover ampla discussão sobre os percentuais cobrados pela empresa, visando a sanar esta questão em definitivo. A Liga Curvelana de Desportos, realizou, no dia 28/07, a final do Campeonato Curvelano Amador de 2013, no Estádio Lúcio Souza Cruz, no bairro Bom Jesus, com partida entre as equipes do Clube Social Bom Jesus e Associação Atlética Aliança. O evento contou com a participação de vários desportistas e amantes do futebol. Cumprimentamos Evane da Silva Gonzaga, presidente LCD e seus diretores por mais esta realização de sucesso.

Se o que você mais queria já passou ou não chegou, o que realmente importa não é o amanhã e sim o agora! Aprendemos muito com a vida, ao mesmo tempo que a vida nos ensina a aprender. www.fernandolapolli.com.br

Só haverá um problema sem solução caso não tente resolvê-lo.

"(...) Quando a criança está num ambiente onde existe harmonia, amor, qualidade, orientação, respeito, compreensão — olha que não estou falando nada de tão complexo assim —, ela vai ser um adulto seguro, equilibrado, um profissional extremamente correto, que vai produzir bem, que vai ganhar um bom salário. É o segredo do sucesso. Costumo dizer para os pais que não há milagres nesse quesito da educação nem sorte; existe a ação. E quanto mais nos organizarmos,

dermos bons exemplos, equilibrarmos uma rotina, essa criança vai ter sucesso, sim. Uma família harmoniosa, filhos felizes com muita qualidade de vida. E, se os pais perceberem que não há harmonia, têm que procurar ajuda, não é só colocar os filhos para serem ajudados, para uma terapia, os pais também precisam de ajuda". E completou o clínico: "Nada vai ser mudado sem uma grande boa vontade e empenho. Então, se percebemos que existe algo errado, vamos nos levantar do sofá, da comodidade, e nos movimentar. Não adianta só apontar o dedo para o outro ou delegar responsabilidades, na hora de educar os filhos, a psicólogos e pedagogos. Não é assim que funciona, a família é a grande referência, portanto, temos que agir". De fato, dr. Alessandro. É a partir dos núcleos familiares que se resolvem, por extensão, até os maiores conflitos. Família pacificada não faz a guerra!


“E agora?” - Página 03 - Agosto de 2013 - Edição 91

Ministério Público investiga denúncias de irregularidades envolvendo a Câmara e prefeitura de Felixlândia “O prefeito e seu filho estão lesando o nosso município com o não recolhimento do IPVA. Isso é um absurdo, uma falta de respeito com a população felixlandense” Fotos: arquvivo

tar com a oferta de patrocinadores interessados nas transmissões das reuniões, o vereador estaria tendo dificuldade em convencer o presidente. “Aproveito esta entrevista para apelar ao presidente Genemi Pinto Barbosa (PTN) para que volte com a transmissão das reuniões, a fim de que a comunidade acompanhe as nossas atividades. Sou oposição a praticas erradas e maléficas ao povo. A população deve acompanhar a atuação de seu representante e cobrar desempenho na fiscalização e na legislação. Todos os projetos que são bons para a cidade eu aprovo e apoio. O nosso compromisso é com todos os felixlandenses. A população pode e deve contribuir com opiniões, informações e cobranças”, conclamou.

O que poderia ser um fato corriqueiro, tornou-se notório no município de Felixlândia... Trata-se da concessão irregular de uma placa de táxi, pela Prefeitura Municipal, a um morador ilustre. O beneficiado seria Marcos Paulo de Campos, filho do próprio prefeito Humberto Alves Campos (PSDB), o Betão. Como é sabido de todos, os taxistas são isentos da taxa de Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – IPVA, adquirindo os veículos desconto na compra. De acordo com o vereador Otacílio Guimarães de Oliveira (PR), o jovem proprietário da placa OPM 6267 nunca foi taxista. “O prefeito e seu filho estão lesando o nosso município com o não recolhimento do IPVA. Isso é um absurdo, uma falta de respeito com a população felixlandense”, acusa. O veículo teria sido comprado à vista, em uma concessionária de Curvelo, e emplacado no dia 21/03/13, conforme documentação. O vereador manifestou-se na Câmara com pedido de informação ao prefeito e denunciou o fato ao Ministério Público – MP, em junho último.

Combustível Ainda de acordo com o vereador, o abastecimento dos carros da prefeitura estaria sendo feito diariamente, no Auto Posto JK, no distrito de São José do Buriti, distante da sede do município 40 km, causando prejuízo grande para o erário uma vez que, existe 01 posto no centro e mais 04 postos há 02 km da cidade. “De janeiro para cá, já foram gastos neste posto duzentos e sete mil reais”, apontou.

Participação popular nas atividades do Legislativo “A comunidade felixlandense está desacreditada das atividades políticas desenvolvidas por seus representantes na Câmara e Prefeitura Municipal. A cidade não é difícil de administrar, precisamos muito que a população compareça às reuniões da Casa e acompanhe a nossa atuação, enquanto representantes legais eleitos e empossados para o exercício da função”. Otacílio reclamou da não transmissão das reuniões, via Rádio Antena 10 FM, em que a população, tanto urbana quanto rural, tinham acesso as informações e deliberações de interesse comum. As reuniões da edilidade não estariam sendo transmitidas, devido à falta de recursos financeiros e contas a pagar encontradas pela nova mesa diretora. Apesar de já con-

Superfaturamento de Notas A administração do ex-presidente e atual vereador Alex Quadros de Moura (PMDB) está sendo questionada na Justiça, a pedido do entrevistado, tendo em vista as contas e balancetes apresentados pela gestão anterior. “Pasmem os senhores! Encontrei uma nota de pintura externa da Câmara, no valor de R$ 7.000,00; computadores adquiridos com valores acima dos praticados pelo mercado e altos gastos com combustível, inclusive com a compra de óleo diesel, sendo que o veículo oficial é movido a gasolina. Gostaria muito que fosse feita uma auditoria interna e que fosse passado um pente fino nas contas da Casa, pois sei que isso é apenas a ponta do iceberg”, desabafou. Ainda de acordo com Otacílio, o carro da edilidade apesar de ter passado por manutenções recentes, encontra-se com o motor fundindo há cerca de 6 meses.

Silêncio sepulcral Apesar de ter assinado aproximadamente 40 requerimentos de janeiro para cá, Otacílio não obteve do presidente resposta de nenhum deles, sendo necessária a intervenção do Ministério Público da Comarca para que as informações possam ser liberadas e, com isso, garantido a ele e ao seus pares o direito de legislar e fiscalizar os atos e ações do Executivo. “Infelizmente o prefeito Betão é um administrador ausente. Não tem nenhuma hora em que ele é procurado na prefeitura e é encontrado. Está sempre viajando ou em sua fazenda, em São José do Buriti. Ele é mais ausente do que presente”, reclamou. Alguns funcionários ligados à área da educação, teriam sido pagos pela atual administração, através de sorteio, sendo que o 13º salário de dezembro 2012 e férias de vários outros estariam pendentes. Reconheceu as dívidas herdadas pela administração anterior, mas salientou que o prefeito encontrou vários convênios em vias de liberação de recursos financeiros e de veículos e que parte deles foram perdidos por falta de contrapartida da municipalidade e de documentações necessárias exigidas por lei. Outras informações a respeito da receita do município podem ser acessadas através do site da transparência: www.felixlandia.mg.org.br, ou, pessoalmente, no gabinete do vereador que funciona de segunda à sexta-feira, das 12:00 às 18:00, na Câmara Municipal. Reforma das quadras dos bairros Ribeirão do Bagre e Bu-

ritis, iluminação e calçamento do bairro Pioneiro, diminuição da taxa de IPTU e limpeza de fossas, implantação de sinalização e redutores de velocidades estão entre as últimas reivindicações do vereador Otacílio Guimarães feitas ao prefeito Betão. Veja o teor das denúncias encaminhadas ao Ministério Público da Comarca de Curvelo, nos dias 18 e 27 de junho, 05 de julho e 1º de agosto de 2013 pelo vereador Otacílio Guimarães contra Alex Quadros de Moura, ex-presidente da Câmara e atual vereador; e contra o prefeito Humberto Alves Campos, o “Betão”: ALEX – Superfaturamento na compra de KIT de vidro elétrico para as 04 portas do veículo da Câmara, junto a empresa em Curvelo, no valor de R$ 1.449,00, no ano de 2012, sendo que o mesmo KIT é hoje comercializado pela empresa ao custo de R$ 790,00; aquisição de materiais de informática e pagamento, sem o devido procedimento licitatório às empresas: TECHBRAZ TÉCNICA E INF. LTDA., no valor de R$ 7.900,20; à INFORFELIX INFORMÁTICA LTDA., no valor de R$ 5.460,00, pela aquisição de 01 aparelho microcomputador e 01 impressora; à INFORFELIXNET pela prestação de serviço de cabeamento e criação de servidor, no valor de R$ 6.420,00, sendo que deste total, R$ 4.320,00 não foram especificados no corpo da Nota Fiscal; à INOVARTI SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA LTDA., referente a serviços de configurações nos computadores da Câmara, no valor R$ 7.900,00; à INSTRUMENTO MUSICAIS E ÁUDIO PROFISSIONAL LTDA. - EMPÓRIO INSTRUMENTOS MUSICAIS, no valor de R$ 3.499,00, referentes à aquisição de 04 microfones; contratação irregular de pessoa física para o serviço de pintura externa do prédio da Câmara, ao custo de R$ 7.000,00; e contratação, sem concurso público de dois parentes com mais de 50% de gratificação; pagamento de buffet em sua residência para recepcionar um deputado estadual, no valor R$ 899,50; abastecimento de óleo diesel, no valor de RS 5.600,00, sendo que Câmara Municipal possui apenas um veículo Volkswagen Fox 1.0 movido a gasolina. Ainda segundo as denúncias, a empresa EXPRESSO NOSSA SENHORA DA PIEDADE LTDA., transporta doentes através de uma Van, utilizando óleo diesel como combustível, sendo de propriedade do sogro do vereador Alex. De acordo com os requerimentos assinados pelo vereador Otacílio Guimarães que pedem o afastamento e a cassação imediata do vereador Alex Quadros de Moura, as Notas Fiscais teriam sido sobrevalorizadas em mais de 300%, se comparadas aos valores de mercado. Ainda segundo as denúncias protocoladas no MP, Alex Quadros de Moura, teria sido beneficiado com uma linha de Van para o transporte de pacientes carentes, cujo itinerário seria Felixlândia a Diamantina e vice versa, durante a gestão 2010/2012, ocasião na qual exercia o cargo de presidente da edilidade, em troca de apoio político a administração anterior. O presidente Genemi Pinto Barbosa ficou impossibilitado de cumprir indicação aprovada por unanimidade pelos vereadores,

para que fizesse uma auditoria, de autoria do vereador Otacílio Guimarães, inconformado com a situação encontrada nos balancetes, sob a alegação de que a Câmara não possui condições financeiras, uma vez que, o ex-presidente Alex Quadros de Moura, havia deixado muitas dívidas, o que inviabilizaria o pagamento de tal auditoria. “A impressora adquirida ao custo de R$ 690,00 é comercializada a R$ 199,00 no comércio formal. De igual forma, foi pago pelo microfone o valor de R$ 440,00 quando seu preço original é de apenas R$ 121,00 e um computador de R$ 790,00 foi pago pela Câmara por R$ 1890,00. As cópias das Notas Fiscais pertinentes a essas e outras compras estão no meu site vereadorotacilinho.com.br e no meu gabinete”, contou indignado. BETÃO – Contra o prefeito Humberto Alves Campos, o “Betão”, pesam inúmeras denúncias de irregularidades, malversação do dinheiro público e corrupção, merecendo destaque, a utilização do valor de R$ 39.000,21 para perfuração de um único poço artesiano, na comunidade da Marmelada, através de convênio firmado com a Secretaria de Desenvolvimento Regional e Política Urbana do Estado de Minas Gerais. De acordo com os requerimentos, o valor seria suficiente para perfurar no mínimo 03 poços. A aquisição de uniformes, no valor de R$ 77.687,90 e kits escolares, no valor de R$ 73.030,00, com valores bem acima do mercado, através da empresa DPI DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS DE INFORMÁTICA LTDA. EPP. também é objeto de questionamento na Justiça. Apesar de contar com 02 veículos próprios para recolhimento do lixo, a administração atual teria feito uma licitação na calada da noite, isto é, sem o conhecimento público para escolha da empresa MARAPELU CONSTRUTORA E EMPREENDIMENTOS LTDA., de Belo Horizonte; que desde janeiro último, recebe R$ 46.950,00/mês o que totalizará ao final de 04 anos o valor de R$ 2.253,600,00 em desfavor do município. “É um absurdo o que o prefeito vem fazendo com a população de Felixlândia ao contratar caminhão de lixo nesse valor”, disse inconformado. O ônibus de propriedade do senhor José Carlos Bernardo Gomes estaria em precárias condições de uso e os alunos estariam correndo sério risco de vida. “É sabido que um veículo de transporte escolar não pode ter mais do que dez anos de uso e, que é pior, a administração anterior deixou mais de 10 ônibus já caracterizados para o transporte escolar vindos do Ministério da Educação, caso que nos leva a estranhar a contratação de outros veículos para tal fim”, questionou. “Infelizmente até o presente momento, o prefeito Betão não efetuou o pagamento referente a dezembro de 2012 e 13º salário de vários funcionários, colocando-os em grandes dificuldades financeiras. Em contra partida, contrata bandas de fora a preços altíssimos quando poderia valorizar os artistas locais e regionais a preços bem mais acessíveis. Não sou contra a cultura, sou contra o desperdício do dinheiro público. Uma cidade muda, NÃO muda”, sentenciou.


“E agora?” - Página 04 - Agosto de 2013 - Edição 91

MINHA CELA Prezados leitores: bem anos atrás andei publicando na nossa revista mensal (a de São Geraldo, hoje reduzida a seu ALMANAQUE anual), pequenos artigos sobre a vida espiritual, a vida interior. Em geral, nossos irmãos e irmãs fiéis tem “devoção” (até mais devoções) a Deus, a Jesus Cristo, a Nossa Senhora, a São José e aos demais santos (as) de sua preferência. É, sim, um passo bom para conservar a fé e alcançar as graças que desejamos e, possivelmente, assim santificar-se procurando imitá-los. Porém, isso não é a perfeição desejável. Ela é bem mais. É tender, dia por dia, pela prática geral das virtudes, à santidade - obrigação batismal nossa. É um exercício mesmo. Ginástica espiritual (como a ginastica corporal que fazemos para ter um corpo sadio e esbelto). Chama-se “ascética” (Quando se alcança mais elevado de “união em

Deus”, passa a chamar-se “mística”. É possível poder alcança-la? Possível é pela correspondência fiel às graças de Deus, mas isso é “um dom Dele” gratuito). Meu intento, porém, com a série de artigos, “é despertar o conhecimento, o interesse e a procura naquele (a) que aspira à perfeição de sua fé e do amor a Deus, no viver diário da vida até a morte e merecer a salvação eterna – a meta final e única do nosso existir”. Não é privilégio essa vida só dos padres e freiras, não. É obrigação de todos nós, criaturas humanas, como lembra São Francisco de Sales. Obrigação batismal, como lembrei acima. Oremos ao Espírito Santo – nosso santificador - para ir nos ajudando. Pe. Mário Ferreira Gonçalves – C.Ss.R.

Obra Social São Geraldo informa

O projeto Construir o Amanhã, da Obra Social São Geraldo, chega ao final do primeiro semestre do ano de 2013 fa-

zendo a sua avaliação. Estamos à sombra do Santuário Basílica de São Geraldo e cientes da responsabilidade de prolongar nossos trabalhos sociais em que (as) devotos (as) de São Geraldo acreditam e colaboram com gestos de agradecimentos a Deus pelas graças alcançadas, por intercessão do glorioso São Geraldo. Os Trabalhos da Assistência Social foram realizados com discernimento, objetividade e qualidade, fruto da dedicação de uma equipe que não mede esforços para alcançar bons resultados. As atividades do projeto Construir o Amanhã foram bem programas e pedagogicamente bem aplicadas pelos colaboradores(as). As crianças assimilaram com facilidade a proposta do aprendizado criativo, se dedicaram aos exercícios dando sentido às ações oferecidas pelas oficinas. Professoras de diversas escolas que atendem nossas crianças elogiam o investimento do projeto na formação das crianças, ao perceberam seu desenvolvimento nas tarefas escolares. Muitos pais já agradeceram o projeto por acolher os seus (as) filhos (as) e estar colaborando tanto na sua formação. A socialização das crianças dentro do projeto é encantadora, é de fato um sinal do Construir O segundo semestre se inicia e as atividades da Obra Social São Geraldo continuam a serem executadas em toda sua efetividade. Com o reinício do período escolar as atividades do Projeto Construir o Amanhã retomam suas oficinas, recebendo mais 22 crianças. Com o desenrolar do primeiro semestre surgiu à possibilidade de estarmos atendendo mais crianças, então foram realizadas no mês de junho as inscrições para o segundo semestre. Nossa alegria de poder estar aumentando a capacidade de atendimento é imensa, pois é a certeza de que nossas ações estão sendo efetivadas de maneira coesa e responsável, para assim atendermos uma gama maior da população. As oficinas de informática e manicure/pedicure realizadas no Projeto Profissionalizar e Incluir também receberam novos usuários e, com

o Amanhã. A cada momento somos surpreendidos (as) com posturas e iniciativas que nos alegram. Isto é sem dúvida o sonho e a realização de todo bom educador (a) e o objetivo que todo projeto social quer alcançar –“Um crescimento saudável nas diversas áreas da vida de uma criança”. Para o segundo semestre, o projeto Construir o Amanhã estará ampliando sua capacidade de atendimento e receberá mais 20 crianças. Os trabalhos realizados nas oficinas do Projeto Profissionalizar e Incluir também chega ao final desse semestre com a certeza de ter cumprido o seu papel inclusivo e capacitante na comunidade curvelana. Concluíram os cursos de Informática, Informática para Deficientes Visuais e Auditivos, Manicure/pedicure, Cabeleireiro e Braille cerca de 140 usuários que podem, a partir das atividades apreendidas na Obra Social São Geraldo, transformar sua realidade e se incluir no mercado de trabalho. Agradecemos a Deus a oportunidade de estarmos construindo esse Projeto Social, a todos que acreditam e caminham com ele, aos que colaboram como parceiros, ao apoio da Prefeitura Municipal de Curvelo e às famílias que estão conosco cumprindo a missão de fazermos bons cristãos e cidadãos para trabalhar na construção de um mundo melhor. “Em Cristo é Copiosa a Redenção”.

Histórias

da

PMMG

UM BATALHÃO E A MORTE DE SEU COMANDANTE Sargento Raimundo de Oliveira O 7º Batalhão de Polícia Militar, sediado na encantadora cidade de Bom Despacho, centro-oeste mineiro, onde foi instalado pelo Decreto 9.969, no dia 19 de junho de 1931, foi conhecido em nosso meio por suas várias denominações, dentre elas: “Machado de Prata”, “Batalhão de Pescadores”, “Batalhão-dos-Compadres”, Oriundo dessa cidade, saíram vários oficiais que exerceram cargos de alta confiança na Gloriosa Milícia de Tiradentes. Dentre eles, três comandantes gerais, os coronéis: José Geraldo de Oliveira (30/03/1962 a 11/02/1966), Jair Cançado Coutinho (22/11/1980 a 17/03/1983) e José Braga Júnior (17/03/1987 a 07/10/1988). Quando do conturbado movimento revolucionário de 1932, esta unidade com seus componentes fez frente ao chamado dever em defesa do Estado de Minas. Nela se destacou o grande comandante coronel Fulgêncio de Souza Santos, que, mostrando coragem que é própria do soldado mineiro, frente à batalha, no entardecer do dia 30 de julho, num sábado fatídico, recebeu um tiro de fuzil, que o atingindo no abdômen. Neste momento, dentro da trincheira, onde os soldados José Forte Coutinho, Manoel Esteves do Sacramento e Augusto Figueira, todos do 7º Batalhão viram quando o coronel se agachou, permanecendo naquela posição. Os três combatentes foram junto a ele e perguntado, se estava ferido, o mesmo respondeu com a mão no abdômen: “sim” e pedindo para não alarmar a tropa. Naquele instante, chegou o tenente Santos Ferreira Cavalcante, juntamente com os demais companheiros carregando o coronel, até um ângulo morto do terreno. Depois com outros soldados foi transportado em padiola até Manacá, despedindo-se dos policiais, apertando-lhes as mãos e soltando duas lágrimas. Foi levado às pressas, pelo Padre Alfredo Kobal, capelão das tropas em operação naquele setor, para o “Trem-Hospital”. Verificada a gravidade do ferimento, foi conduzido à Santa Casa de Passa Quatro - MG, onde foi operado e assistido por dois ilustres médicos: capitão Dr. Juscelino Kubitschek de Oliveira e Dr. Lucídio Avelar. Mas a forte hemorragia externa e interna impedia que a cirurgia apresentasse resultados satisfatórios. Por volta da meia-noite do mesmo dia, o coronel Fulgêncio já agonizando, pediu ao

enfermeiro que entregasse seus pertences ao seu filho, tenente Saul, e lhe desse um forte abraço como despedida. Após ser espiritualmente assistido pelo padre Kobal, que lhe ministrou os últimos sacramentos, entregou sua alma ao Pai Eterno, aquele bravo oficial que veio ao mundo no dia 1º de janeiro de 1886, na hospitaleira cidade de Januária (MG), denominada “terra do sol”, hoje sede do 30º BPM; tendo ingressado no 3º Batalhão da Brigada Policial de Minas Gerais em 1902, na imponente e histórica Diamantina. Hoje seu corpo repousa no cemitério de Passa Quatro com mais 12 comandados do 7º Batalhão, somando o cabalístico número de 13 mortos, desta gloriosa unidade que um dia ele comandou e que, em quantidade de combatentes mortos, só perdeu para o 1º Batalhão da PMMG/BH, que teve 17 nesta jornada. Hoje temos uma medalha que leva seu nome para condecorar aqueles que merecidamente honram a nossa instituição. Creio eu que, lá do seio de Abraão, esses verdadeiros heróis do “Machado de Prata” estão ouvindo a sua canção guerreira: “Valentes Fiéis Soldados Do Sétimo Batalhão, Trazemos, desassombrados, Deus, Pátria no coração.”

Cel. Fulgêncio de Souza Santos (09/07/1932 a 01/08/1932)

ANUNCIE CONOSCO E FAÇA BONS NEGÓCIOS (38) 3721-5055 / 9861-5218

A ar-

Pe. Antônio Luiz de Oliveira – C.Ss.r. Diretor Obra Social São Geraldo a parceria recém-firmada com o SENAC, em breve teremos novas oficinas do PRONATEC para incluir e capacitar a população curvelana para o mercado de trabalho e para a vida. Iniciamos o semestre com projetos novos e grandes expectativas de poder, através do trabalho que vem sendo realizado, contribuir para a formação de cidadãos críticos e participativos, imbuídos do Carisma Redentorista e inspirados em São Geraldo, levando o amor de Deus a quem DELE necessita. “Serei pobre em fazer a minha vontade, e rico em buscar a tua.” (São Geraldo Majela)

Geralda Luciene dos Santos Assistente Social – Coordenadora Congregação Redentorista – Obra Social São Geraldo

UM JORNAL QUE QUESTIONA

EXPEDIENTE G.M.A. PRODUÇÕES E EVENTOS LTDA. CNPJ: 04.930.180/0001-61 - INSC. EST.: Isento INSC. MUN.: 1281-5 Endereço Avenida Dom Pedro II, 742, 2º andar, Centro - Curvelo-MG – CEP: 35790-000 Fone: (38) 3721-5055 / 9861-5218 E-mails: jornal_e_agora@yahoo.com.br radialistageraldomagela@hotmail.com

Buscando o reino de Deus e a sua justiça, ninguém corre o risco de se materializar.

Diretores: Geraldo Magela de Abreu e Roberto de Abreu

Reportagens: Geraldo Magela de Abreu Diagramação: Jornal “E agora?” Copydesk: Afonso Guerra-Baião Departamento Jurídico: Cynara Costa Oliveira - OAB/MG 121.402 Departamento Comercial: Marcelo Calisto Tiragem: 5.000 exemplares Os artigos assinados não expressam necessariamente a opinião do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores

Nós lhe desejamos, caros Romeiros, amor, alegria e paz.


“E agora?” - Página 05 - Agosto de 2013 - Edição 91

Plano Diretor de Curvelo: ficção ou realidade?

Renovação da concessão do serviço de água e esgoto com a COPASA: “Curvelo nunca fez e nem vai fazer um negócio tão ruim”, afirma Dr. Valério Valério Diniz Mourthé (foto) é engenheiro civil, formado pela PUC/Minas, em 1976. Filho de Antônio Mourthé Sampaio e de Francisca Diniz Mourthé, a dona Chiquinha. Tem como irmãos Tereza, Pacífico, Afonso e Antônio. É casado com Viviane Diniz Mourthé, com quem tem os filhos Thiago, administrador de empresa; Lilian, arquiteta; Lucas, formado em telecomunicações; e Matheus, estudante de engenharia civil, na PUC Minas. Como profissional da engenharia, por muitos anos foi diretor de obras da Construtora Diniz Mourthé, executando centenas de obras no estado de Minas Gerais, formando muita mão de obra, inclusive trabalhando no Pará e Maranhão, pela Diniz Mourthé, contratada da Companhia Vale do Rio Doce, dentre outras empresas. Foi secretário municipal de Obras, no go-

Em suas considerações iniciais cumprimentou os profissionais da imprensa e os demais convidados, salientando a importância do Projeto Personalidades de Expressão para a sociedade curvelana e regional. Colocou-se à disposição do entrevistador e dos demais jornalistas para responder os questionamentos que se fizessem necessários. Dentre os principais assuntos abordados com Dr. Valério, merecem destaque: o Plano Diretor e seus entraves, a concessão dos serviços de água e esgoto com a COPASA, a importância da Engenharia como instrumento de desenvolvimento e a nova realidade política do Brasil. “A engenharia é a ciência, a arte e a profissão de adquirir e de aplicar os conhecimentos matemáticos, técnicos e científicos na criação, aperfeiçoamento e implementação de utilidades, tais como materiais, estruturas, máquinas, aparelhos, sistemas ou processos, que realizem uma determinada função ou objetivo tendo como base três ciências: a matemática, a física e a química. A primeira escola de Engenharia no Brasil foi a Academia Militar da Corte, datada de outubro de 1832. Tudo o que acontece passa pela Engenharia em todos os seguimentos da sociedade”. Sua vocação para a área da Engenharia é fruto da motivação familiar, de forma especial de sua mãe e do irmão Dr. Afonso Mourthé, também engenheiro. Declarou-se realizado com a profissão que abraçou de corpo, alma e coração. “Parafraseando meu pai eu digo: nunca perca a oportunidade de ser útil”. De acordo com o entrevistado, na região de Curvelo, por ser pouco industrializada, os principais campos de atuação dos profissionais estão concentrados na engenharia civil, elétrica, mecânica, química e ambiental. Os engenheiros, arquitetos e agrônomos são representados na região central através da Associação Centro Mineira dos Profissionais de Engenharia, Arquitetura e Agronomia – ACENTOPEA – que, segundo Dr. Valério, ainda engatinha, dado o desinteresse de alguns associados que, por razões diversas, não participam ativamente das atividades desenvolvidas. Dr. Valério presidiu a entidade nos últimos 02 anos, oficializando-a junto ao Conselho Regional e Engenharia e Arquitetura – CREA - e fazendo-a mais representativa junto aos órgãos públicos e grupos de serviços da comunidade. Apesar das dificuldades em aglutinar os profissionais, aumentou o número de associados e tentou implantar projetos já testados e aprovados em outros municípios de Minas. Envolvido com as causas de interesse comum, abraçou a discussão em torno do Plano Diretor de Curvelo, objeto de diversos questionamentos políticos e jurídicos quando encerrou sua participação falando pela entidade para que tivesse mais liberdade para expressar suas opiniões e com isso não comprometesse a entidade que representava. Admitiu os avanços da Engenharia, sobretudo, na área da informática, com o advento da internet e com a evolução e propagação do conhecimento. “A Engenharia é promotora do progresso e do desenvolvimento”, comemorou.

Por uma questão de ordem Dr. Valério Mourthé reclamou da omissão e indiferença da população com relação as decisões que são tomadas por seus representantes nos poderes Legislativo e Executivo. “O jurídico da Câmara e da Prefeitura sempre souberam que o Plano Diretor de Curvelo nunca esteve regulamentado. Da forma que foi feito, ao invés de alavancar o progresso e desenvolvimento do

verno Dr. Sebastião. Hoje, é responsável técnico da Construtora HENGEF e atua na área de engenharia como profissional autônomo. Em Curvelo seus últimos trabalhos foram a construção do Edifício SOL, reforma e ampliação do prédio da Caixa Econômica Federal. Além de exercer sua profissão de engenheiro, está se dedicando também às causas de interesse do povo de Curvelo, lutando em favor da regulamentação do Plano Diretor e, agora, em posição de solidariedade à Câmara Municipal, está atuando como técnico em defesa dos consumidores de água, tratando do convênio de Concessão entre o município e a COPASA. Confira a síntese da entrevista concedida ao projeto Personalidades de Expressão, no último dia 01, quinta-feira, na redação deste tabloide.

município, passou a travá-lo prejudicando soHumberto da Lubricenter e Revibretudo os menos favorecidos”. Declarou que são do Contrato com a Copasa viu com estranheza a decisão tomada pelo proDr. Valério negou a afirmativa de que a Câmotor Dr. Cláudio de Paula Costa, do Ministério mara é submissa à Prefeitura, apesar do prefeito Público da Comarca de Curvelo, arquivando decontar com 12 vereadores em sua base. Reclanúncia que contradizia o impedimento da consmou da falta de receptividade a seus questionatrução de 484 imóveis, no valor 100 mil reais mentos pelo vereador Humberto da Lubricenter, cada, no Condomínio dos Borges, totalizando 48 líder do prefeito, quando de seu pronunciamilhões de reais, ratificada pelo corpo técnico mento acerca da COPASA, na Tribuna da edilimunicipal. Na tentativa de se fazer ouvir, ocupou dade, criticando seu despreparo para o exercício por diversas vezes a Tribuna Livre da Câmara da função em detrimento dos interesses da poMunicipal de Curvelo, apontando “diversos despulação. “Infelizcalabros” no “O contrato de concessão firmado entre o municí- mente não existe Plano Diretor e escola de formapedindo aos ve- pio de Curvelo e a COPASA, é uniliteral, firmado sem ção para vereareadores e ao critérios para resguardar os interesses do município. dor, como prefeito Maurí- Não aconteceu estudo técnico-financeiro adequado, acontece com as lio Guimarães a no qual deveriam ter sido levadas em conta projeções. demais profisrevisão do É lesivo ao município e não suportará estudo aprofun- sões/funções. A mesmo. A Lei Câmara existe de Uso e Ocu- dado, estudo este que, com certeza, fará com que possa para fiscalizar as pação do Solo perfeitamente ser rescindido, pelos abusos de seu conações do prefeito nunca teria sido teúdo e por estar lesando o que é público. Perfeitae o vereador Humregulamentada, mente poderá ser demonstrado a prática de má fé e berto o defende desta forma es- irresponsabilidade com a coisa pública” de uma forma que tariam vigentes dá a entender que as leis anteriores ao fatídico Plano. Enumerou a ele é muito mais Executivo do que Legislativo”. burocracia existente no serviço público, o que Defendendo a isenção dos poderes e qualificadificulta a efetivação e aplicação das leis existenção dos representantes da população no parlates. Afiançou que vários foram os prejuízos mento. “Se o prefeito tem boas intensões e está amargados pela construtora Terra a Teto e que imbuído em fazer o melhor para a população a prefeitura de Curvelo deverá ser questionada não precisa de ter maioria na Câmara, pois o na Justiça. O fato foi denunciado na promotoria próprio povo notará as boas práticas”, obsere arquivado sob a alegação que a área pertivou. Classificou o convênio de concessão dos nente ao Condomínio do Borges é restrita à preserviços de água e esgoto, celebrado entre a servação ambiental, de acordo com o Plano prefeitura de Curvelo e a COPASA, no ano de Diretor. Segundo Dr. Valério, o Loteamento Pri2006 como absurdamente maléfico para a pomavera, em condições similares foi considerado pulação. “Curvelo nunca fez e nem vai fazer um pertinente pelo MP, sob alegação de que o Plano negócio tão ruim”. Elogiou a qualidade da água Diretor não está regulamentado. “Tenho em e a capacidade técnica da empresa e de seus remãos dois inquéritos, um arquivando e falando presentantes regionais, apesar de ser contrário que o Plano Diretor pode impedir o Condomínio às cláusulas e condições contratuais da renovados Borges e outro também arquivando, porém ção da concessão, válida para os próximos 30 dizendo que o Loteamento Primavera está ceranos. Apresentou exemplos de cidades como tinho, e que o Plano Diretor não é aplicável”, Guanhães (MG) em que a prefeitura, através de comparou. Os dois inquéritos foram encaminhauma autarquia, administra o próprio sistema de dos ao Conselho Superior dos Promotores tendo água e esgoto, aplicando tarifas 3 vezes abaixo em vista as incoerências dos dois pareceres. Dedas aplicadas pela COPASA. Distribuiu tabela fendeu a não aprovação da PEC 37 que tirava pocomparativa do Sistema Autônomo de Água e deres investigativos do MP. Esquivou-se de Esgoto – SAAE, de Guanhães - e o da COPASA, responder se acreditava na existência de má fé informando que o representante da COPASA, em entre o MP, Câmara e Prefeitura no episódio. Liaudiência pública, no dia 25/07, na Câmara Mumitou-se a dizer que acredita na existência de nicipal, alegou que a agência de Curvelo é muito forças ocultas que puxam Curvelo para baixo e rentável e, por essa razão, é uma das que ajucom isso travam seu desenvolvimento, saliendam a manter o funcionamento da rede nas citando a necessidade de que haja a independêndades deficitárias. A COPASA afirma que seus cia imediata dos poderes. “Verdades não preços são regulados pela Agência Reguladora existem duas”. Admitiu que se sente sozinho na de Serviços de Abastecimento de Água e de Esluta, mas que não se desanima e que os fatos gotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais em questão são de interesse da coletividade. In– ARSAE. “O contrato de concessão firmado formou que nunca foi filiado a partido político entre o município de Curvelo e a COPASA, é uninem candidato a cargo eletivo, não tem pretenliteral, firmado sem critérios para resguardar sões políticas e nada pessoal contra quem quer os interesses do município. Não aconteceu esque seja. “Convoco o nosso prefeito para que tudo técnico-financeiro adequado, no qual deseja o nosso Neymar. Maurílio é uma pessoa na veriam ter sido levadas em conta projeções. É qual eu não votei, na última eleição, apesar de lesivo ao município e não suportará estudo ser meu primo. Não concordei com a forma aprofundado, estudo este que, com certeza, como ele fez política durante o governo do Dr. fará com que possa perfeitamente ser rescinJosé Maria. Maurílio tem que dar certo pois, dido, pelos abusos de seu conteúdo e por estar dando certo, quem ganha é Curvelo. Ele podelesando o que é público. Perfeitamente poderá ria ter como referência o Papa Francisco, que é ser demonstrado a prática de má fé e irresponuma pessoa humilde, pois é isso que falta nele. sabilidade com a coisa pública”, apontou. SuNão vou recuar... Não vou mudar minha posgestionou que o nome do contrato de concessão tura, vou procurar sempre me controlar, manseja trocado para contrato de doação uma vez ter a linha, a elegância. Temos que crescer com que, o município de Curvelo não teve nenhuma argumento e com o debate construtivo. Tudo vantagem com a sua assinatura. Informou que que eu puder fazer para ajudar Maurílio eu o Curvelo possui 85 mil consumidores e um farei, embora saiba que dificilmente ele irá me enorme manancial de água de boa qualidade. utilizar. Se a imprensa tiver a coragem que eu Fez comparativo de um contrato celebrado entre estou tendo, e passar a exercer o seu verdao Clube Atlético Mineiro e o Shopping Diamond deiro papel, já será um grande avanço”. Mall, e do Contrato de concessão, firmado entre

o município e a COPASA, explicando suas minúcias. Lembrou que a empresa, ao final dos 30 anos, será dona de toda rede de água e esgoto, apesar de não ter gasto nenhum tostão para adquiri-la, uma vez o cidadão é quem arca com os gastos para a implantação da mesma. Propôs a formação de uma comissão composta por profissionais abalizados das áreas de Direito e de Engenharia para rever as cláusulas pétreas do contrato, tendo em vista a grande injustiça social que o povo de Curvelo vem sofrendo com a elevação das taxas de 2006 para cá.

Realidade política “Curvelo, Minas e o Brasil vivem um novo momento político, através das manifestações e demandas populares. Se tiver algum tipo de manifestação pesada contra a COPASA, isso dará força para os vereadores. Muitas pessoas estão prejudicadas com as altas taxas aplicadas e, com isso estão abrindo mão de comprar alimentos e cumprir outros compromissos financeiros”, alertou. Reconheceu que a edilidade comprou uma briga, ao convocar a Audiência Pública para debater o assunto e, com isso, oportunizar para que a comunidade pudesse se manifestar e entender mais e melhor sobre o assunto, mesmo sabendo do desinteresse coletivo e falta de participação das pessoas nas decisões que são tomadas em seu nome. “Havendo boa vontade e interesse político, é possível construir e reconstruir uma nova realidade social e cultural em nossa sociedade a partir de iniciativas populares. A sociedade civil pode contribuir para reaver as cláusulas e condições do Plano Diretor e do contrato de concessão do serviço de água e esgoto com a COPASA. Essa causa não é minha, mas sim de toda a comunidade. Gostaria muito que o prefeito Maurílio, como nossa maior liderança e liguista que é, abrisse mais seu coração, como nos recomenda o Papa Francisco e, juntamente com sua base, resolvesse essas pendências a bem da sociedade. Torço pelo governo dele porque o sucesso dele é o sucesso do nosso povo”, lembrou, convicto. Informou que a Copasa, apesar de ser uma empresa de economia mista, não presta as informações públicas a que o cidadão tem direito por lei. Admitiu que se contrapor ao sistema político não é tarefa fácil e que vem sofrendo as naturais retaliações por parte de pessoas com as quais até bem pouco tempo tinha grande convivência. Falou a respeito de sua saída da Secretaria Municipal de Obras, no governo Dr. Sebastião Nagib Salomão Filho, motivada pelas chamadas “forças ocultas”, tendo em vista o bom trabalho que estava prestando e a fidelidade que mantinha ao então mandatário. Em suas considerações finais, externou sua esperança de ver revistas as cláusulas contratuais com a Copasa e o destravamento definitivo do Plano Diretor. Colocou-se à disposição de todos através de seus telefones e e-mails e agradeceu a boa acolhida de todos os presentes. Agradeceu a presença e atenção de todos e pediu apoio “a causa que é de todos”. Estiveram presentes e fizeram inúmeras questionamentos os representantes dos jornais “Centro de Minas”, “Folha de Curvelo”, “Central Notícias” e “Top Gol” e a Rádio Comunitária FM; Dr. Josias, ex-delegado regional de Policia Civil, professor Henrique Gutfraind, vereador à Câmara Municipal; Henrique da HENGEF, ex-viceprefeito de Curvelo, Raimundo Beiçola, presidente da Associação dos Aposentados da Praça Benedito Valadares; Rubens Silvério da Silva, presidente do Conselho Municipal de Saúde de Curvelo; Maria Virginia do Nascimento, ex-presidenta do S.S.P.M., e Sargento Raimundo de Oliveira, historiador da PMMG; além de dezenas de outros.


“E agora?” - Página 06 - Agosto de 2013 - Edição 91

DEPUTADO SÁVIO SOUZA CRUZ LIBERA VERBA PARA HOSPITAL IMACULADA CONCEIÇÃO O deputado estadual Sávio Souza Cruz (foto), visitou o Hospital Santo Antônio, no dia 09/08, acompanhado de lideranças locais. Sávio visitou as instalações do hospital, ao qual ele vem ajudando através de indicação de emenda parlamentar. Em recente oportunidade, Sávio destinou R$ 130 mil para o Hospital Santo Antônio. Este ano o deputado já destinou recursos de suas emendas para o Hospital Imaculada Conceição, para serem utilizados em custeio. A Irmã Therezinha, que dirige o Hospital, disse que “foi a melhor coisa que nos aconteceu, porque o que a gente mais precisa e é mais difícil de conseguir, são as verbas para custeio. Estamos

extremamente felizes e gratos ao deputado por essa ajuda”. Preocupado com a saúde pública de Curvelo, Sávio instalou um escritório político no município, equipado com um veículo, que será de suma importância para dar suporte no atendimento à saúde dos curvelanos. Curvelo tem uma demanda grande na área da saúde, já que atende também a vários municípios da região.

A união e o amor Romeiros, não se compram em O amor é a fonte lugar nenhum, é da realização plena preciso construílos.Romeiros, sejam do Cristão. Sejam bem vindos! bem vindos!

PLENÁRIA SETORIAIS DE SAÚDE E CIDADANIA O Conselho Municipal de Saúde cumprindo o seu papel de controle social, em uma iniciativa inédita realizou oito plenárias setoriais, abrangendo todos os bairros e comunidades rurais, para esclarecimentos a população a respeito do SUS e do Controle Social, ouvindo as reivindicações do povo e estimulando a presença na II Plenária Municipal de Saúde Centenas de pessoas participaram opinaram e exerceram a sua cidadania Abaixo algumas das propostas aprovadas nas plenárias setoriais que irão à apreciação na Plenária Municipal de Saúde e posteriormente incluídas no Plano Municipal de Saúde: 2014/2017 • Instalar Central de marcação de Consultas e exames especializados •Instalar o CAPS, CEO, SAMU, Saúde do homem, Hiperdia, Rede mais vida, Geração Saúde, Aliança pela vida •Cobertura de 100% ESF, PACS no Município •Reduzir em 20% as mortes decorrentes de Câncer •Aumentar em 30% o numero de exames e de consultas especializadas •Dotar as unidades de ESF de médico, dentista, enfermeiro, auxiliar de enfermagem, auxiliar de serviços gerais, auxiliar administrativo, agentes de saúde e técnico de saúde bucal – medicamentos, material de limpeza, equipamentos e higiene e todos os demais insumos para executar os procedimentos •Melhorar o funcionamento do PA (Pronto Atendimento) conforme Resolução do CMS Nº8/2012 •Colocar em funcionamento a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) •Realizar programas e campanhas e educação em saúde •Incentivar as atividades físicas para Saúde através das academias públicas com monitores • Que a porta de entrada do SUS seja feita pelas UBS, ESF, e PAM (Pronto Atendimento Municipal) • Criar casa de apoio em Curvelo para

pessoas das comunidades rurais • Dotar todas as pequenas comunidades rurais de unidades de atendimento a saúde semelhante à de Roça do Brejo • Instalar unidade móvel de saúde. • Proporcionar melhorias de condições de trabalho aos agentes de saúde da Zona Rural (Transporte, EPI, Protetor solar,uniforme, etc.) • Adequar às unidades de ESF as necessidades do seu pleno funcionamento (reforma construção, adaptação, etc.) • Implantar esgoto tratado em 100% na cidade e reduzir a taxa de esgoto • Implantar o Parque Municipal da Biquinha • Melhorar o transporte coletivo em Curvelo, mais horário e melhores veículos • Dotar as calçadas do mesmo cuidado com as ruas, sem buracos, cimentadas e com acessibilidade • Criar ciclovias na cidade Mesa Diretora: Presidente: Rubens Silvério da Silva, Vice Presidente: Juscelino Silva, 1ª secretária: Rossana Tônia Gomes Souto Fargnoli, 2ª secretária: Cleidinéia de Oliveira Gonçalves Endereço: Av.Gentil de Matos, nº415,Tibira,Curvelo (MG) Cep: 35790000Mandato:2011/2013 - Telefone (38)37217911 – e-mail:conselhocurvelo@yaroo.com.br Comparativo despesas saúde-2012 Receitas do Município de Curvelo R$101.751.751.47(15,28%) Receitas de Impostos Vinculados a Saúde R$55.314.450,54 (28.12%) Gastos totais Saúde R$34.950.550,45 Transferência da UNIÃO p/município R$16.034.464,29 (45,88%) Transferência do ESTADO p/município R$3.213.155,61 (9,19%) Outras receitas do SUS R$147.022,85 (0,42%) Despesas próprias do município R$15.555.907,70 (44,51%) Fonte: SIOPS Contato rubens.silverio@oi.com.br

INFECÇÃO URINÁRIA A infecção urinária também chamada de infecção do trato urinário (ITU) representa a infecção mais comum no ser humano principalmente entre as mulheres dos 20 aos 40 anos e grávidas. Já os homens sofrem mais na infância e após os 55 anos. A ITU é caracterizada pela presença de micro-organismos na urina. Na maioria dos casos ela é de origem bacteriana, sendo a bactéria Escherichia coli responsável por aproximadamente 80% dos casos. Os principais sinais e sintomas da ITU são: dor e ardência ao urinar, vontade frequente e urgente de urinar, dificuldade para iniciar a micção, urina com mau odor e coloração alterada e febre. O diagnóstico é feito com base nos sinais e sintomas apresentados pelo paciente, juntamente com os exames de urina rotina e urocultura que podem ser realizados no laboratório de análises clínicas. O tratamento é feito através de antibióticos, sendo este escolhido geralmente de acordo com o resultado da urocultura. É de extrema importância que o tratamento seja realizado por completo, seguindo as orientações médicas para evitar complicações. Beber água é de fundamental importância para prevenir estas infecções, pois ajuda a manter os rins ativos, com fluxo de urina normal e saudável. Victor Martins Rocha Biomédico e Pós Graduado em Análises Clínicas e Toxicológicas pela UFMG

Romeiros, Que o Espírito Sejam bem vindos Santo ilumine nossa a Curvelo. Faça-se caminhada. a voante de Deus Romeiro, Curvelo para que permaneo acolhe de braços çamos nos corações abertos. de Jesus e de Maria.

Avenida Deputado Renato Azeredo, 28, Bela Vista - Curvelo/MG


“E agora?” - Página 07 - Agosto de 2013 - Edição 91

O bullying nas escolas Com Deus temos um futuro melhor Quando Deus resgata uma pessoa ou uma família, Ele não quer que fiquemos presos ao passado com saudades e lembranças. Tem gente que se transforma em estátua de sal porque fica ligado ao passado e não acredita que Deus tem o melhor para ele. Deus nos tira do passado porque Ele tem coisa muito melhor para nos proporcionar no futuro. Lembre-se que mesmo que o passado tenha sido maravilhoso, não devemos ter saudade daquele tempo. Devemos usá-lo como aprendizado e com isso, nos tornarmos mais sábios. Existe esperança para todos aqueles que voltam para a presença de Deus, não importa as maldições do passado porque Deus é maravilhoso e sempre faz o bem a nossa vida! “O caminho de Deus é perfeito, e a palavra

do Senhor é provada; e é o escudo de todos os que nele confiam”. 2Samuel 22:31 Deus sabe que quando estivermos passando por alguma situação de crise, Sua Palavra será acionada e nos dará vida nova, porque Ele quer a nossa felicidade! Acredite mais em Deus e no seu poder porque a Sua palavra traz bênçãos e renova a vida. A depressão, o vício, a solidão, entre tantas outras coisas que nos deixam tristes e com problemas, só acontecem quando não temos fé, quando não acreditamos que Deus é o nosso pai e quer nos ajudar. Basta, apenas, acreditar e querer! Quando fazemos isso, tudo se resolve e a felicidade envolve o nosso ser nos tornando mais felizes e nos motivando a continuar na caminhada da vida!

Nossos Cultos Culto da Família: domingo as 19:00h Culto da Vitória: quarta-feira as 19:30h Quebra de Maldições: quinta-feira as 19:30h Arena Jovem: sábado as 19:30h Novo endereço!

Rua João Pizani, nº 13, Bairro Centro, Curvelo – MG Contatos: sntcentrominas@gmail.com ou www.facebook.com/snt.curvelo Dúvidas? Pergunte ao Pastor! www.curveloonline.com.br/pergunteaopastor

Antenados com os conflitos atuais que permeiam as relações interpessoais, o Colégio Franciscano Santo Antônio recebeu no dia 28 de junho o defensor público Adalberto Pelli para esclarecer e enriquecer nosso conhecimento sobre o “bullying”. Alunos do 6º ano ao 3º ano participaram deste momento que foi, de forma descontraída, direcionado por Adalberto, estabelecendo uma relação de familiaridade com os alunos. Foi esclarecido o que realmente caracteriza o “bullying”, diferenciando os tipos que podem ocorrer e exemplificando com situações reais. Baseado no Código Penal este crime pode render penas severas, mesmo não havendo legislação própria para tal crime. A experiência relatada, através de exemplos para nossos alunos, ultrapassou o tema, despertando o interesse por saber um pouco mais sobre a profissão, qual o caminho a percorrer para ser um defensor pú-

blico. Foi uma manhã de válidos conselhos e orientações, não só referentes ao tema inicial da palestra, mas à postura que um aluno deve ter diante do ambiente escolar, considerando que só ele levará realmente os frutos do esforço que fizerem agora para conseguirem seu melhor.

Autódromo Internacional é confirmado com assinatura de Protocolo entre Governo de Minas e BEMC Coisas da Cultura

Maria Ernestina M. Barbosa Membro fundador da Academia Cordisburguense de Letras Guimarães Rosa - Patrono: Castro Alves - Cadeira: 06

Diversão No céu A lua Brilhava Na Rua O Bumbo Batia E na praça A meninada Brincava No bumba Meu boi Palhaços De Graça

Faziam Pirraça E todos riam

Brincando de poesia O homem passou correndo e todo mundo aplaudiu. Ninguém viu o porquê da correria. Mas, ele corria corria para ver Maria.

Salão (38) 9944-4779 da Letícia Av. Dep. Renato Azeredo, 827A - Vila de Lourdes - Curvelo

Complexo esportivo é o mais novo investimento que chega a Minas Gerais Curvelo deverá sediar um dos maiores e mais modernos complexos esportivos a motor da América Latina. Com a previsão de gerar 900 empregos diretos e 2.700 indiretos, o investimento de R$ 60 milhões acaba de ser confirmado pelo Brasil Esporte Motor Clube (Bemc), que na tarde dessa quarta-feira (7), assinou protocolo de intenção com o Governo de Minas Gerais, por meio do Instituto de Desenvolvimento Integrado (INDI), órgão vinculado àSecretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDE). Durante a assinatura do protocolo, o presidente do Bemc, Flávio Maurício Garcia Bergmann, explicou que se trata de uma associação privada com o objetivo de difundir o motociclismo e sua prática através de campeonatos e competições. “Estamos formando uma sociedade de propósito específico (SPE) que abrigará os investidores que são empresas privadas, pessoas físicas e jurídicas e atletas. Na primeira fase serão construídas as pistas e um condomínio residencial”, explicou. O empreendimento, no entanto, irá além da implantação de um complexo motociclístico e automobilístico. Flávio Bergmann informou que o projeto é composto de um autódromo internacional, de pistas off road, pista de kart, centros de lazer, turismo, comércio e indústria. “Queremos também atrair para o entorno empresas interessadas em investir em Minas em diversos setores, que vão de equipamentos de segurança para motociclistas a cervejaria e tubos e conexões”, destacou. O projeto, que ocupará uma área de três mi-

lhões de metros quadrados entre os municípios de Curvelo e Corinto, prevê ainda a construção de hotéis e de uma multiarena para shows e eventos gerais, além de uma pista para helicópteros. A 170 quilômetros de Belo Horizonte, o autódromo de Curvelo pretende ter a pista mais larga do Brasil e suprir a falta de pistas do país. Atualmente o Brasil tem 12 autódromos públicos, três privados e dois circuitos, um em São Paulo e outro em Salvador. O complexo, que poderá ser usado tanto para lazer quanto para competições de alto rendimento, como moto GP, terá pistas de asfalto e terra, para motoCross, enduro, kartódromo, área para minicross e deverá ser concluído em 2015. Fonte: http://www.leonardobarros.com/2013/08/autodromo-internacional-em-curvelo-e.html

À esquerda, o vice-presidente do INDI, Maurício Cecílio, e à direita, o Presidente do Brasil Esporte Moto Clube, Flávio Bergmann


“E agora?” - Página 08 - Agosto de 2013 - Edição 91

Romeiros, Pobre daquele que confia no mundo e não em Deus.Boas vindas e feliz estadia em Curvelo.

Espírito Santo, ilumine os caminhos dos Romeiros e devotos de São Geraldo.

Envia teu Espírito Senhor, e renova a face da terra. Seja bem vindo a “terra de São Geraldo”.

Romeiro amigo, Bendito seja a Deus pela vida de São Geraldo.Boas vindas!

Tecturbodiesel Av. Bias Fortes, 1157 Curvelo / MG

Tel: 3722-6649

Curiosidades sobre a vida de São Geraldo Você sabia? Os missionários redentoristas pregaram mônio que atormentava a

Romeiros e devotos, Romeiro, seja bem Por Deus devemos vindo a Curvelo. O fazer a vontade de arriscar o sangue e a Deus exige que se própria vida, pois a utilizem todos os tacausa é de Deus. lentos.

missão em Curvelo em 1904, ano da canonização de São Geraldo. Dois anos depois, no dia 18 de setembro de 1906, vieram os iniciadores da presença redentorista no centro geográfico de Minas Gerais. Eram os Padres Tiago Boomaars, José Goosens e o Ir. Filipe Winter, trazendo no coração o desejo de espalhar pelo sertão mineiro a devoção a São Geraldo Majela. Uma novena de 6 a 15 de outubro preparou a primeira festa de São Geraldo em Curvelo. No dia 22 de março de 1912 deuse início à construção do Santuário de São Geraldo. A revista “O Santuário de São Geraldo” (suspensa atualmente) já começara a ser publicada em 1911. A igreja foi inaugurada em 1919 e recebeu o título de basílica por Paulo VI, no dia 30 de abril de 1966. Esta igreja foi a primeira, no mundo, a ser dedicada a São Geraldo. As festas em honra a São Geraldo: Anualmente, os devotos de São Geraldo não medem esforços para vir até a Basílica agradecer a Deus pelas inúmeras graças e milagres alcançados por intercessão do irmão redentorista. A “Oitava de São Geraldo”, realizada sempre do último sábado de agosto ao primeiro domingo de setembro, conta com a presença de romeiros vindos das mais diversas partes do país. Milagre do pãozinho branco: Quando menino, a família de Geraldo passava por muitas necessidades. Ao sair para brincar, o próprio Menino Jesus levava para ele um pãozinho branco, que era dividido com suas irmãs e seus pais. Milagre da chave: Geraldo perdeu uma chave importante dentro de um poço. Foi seu amigo Menino Jesus que o ajudou novamente. Tomou a imagem em suas mãos e pediu: "Vá buscar para mim". Logo em seguida, desceu a imagem pelo poço. Quando puxou de volta, lá estava a chave na mão do Menino Jesus. Jovem é liberta: Geraldo expulsou um de-

uma jovem. Dom da Fortaleza: Revestido do dom da Fortaleza com grande intensidade, Geraldo conseguiu superar as tentações do mundo. Salvando um cavalo: Geraldo impediu que um cavalo caísse de um precipício. Geraldo converte pecador: O Santo recebeu de Deus um dom de tomar ciência dos pecados das pessoas. Com isso ele os ajudava a fazerem uma boa confissão e se libertarem do mal. Santíssima Trindade socorre Geraldo de um tormento do demônio: Considerando-se muito esperto, o demônio atormentou Geraldo, ameaçando afogá-lo no rio, quando seguia em uma noite chuvosa por meio de uma floresta. Geraldo ordenou ao demônio, em nome da Santíssima Trindade, que em vez disso, o ajudasse a sair daquele lugar... o encardido não teve escolha! Compaixão: Auxílio no poço de Foggia. Geraldo multiplica os pães: São vários os relatos de milagres em que São Geraldo multiplicou pães, obtendo alimento aos pobres de seu tempo. Seguindo o Mestre: Certo dia, andou sobre as águas para levar um barco de pescadores entre as ondas tempestuosas até a segurança da praia. Geraldo caminhou sobre as águas, como o Mestre Jesus Cristo. São Miguel dá a Comunhão para o menino Geraldo: Geraldo preparou-se para a Comunhão, e a desejava ardentemente. O Padre, desconhecendo seu coração, achou que ele era muito novo para comungar. Geraldo ficou muito desapontado e foi reclamar para São Miguel, nas suas orações. Já em casa, à noite, São Miguel veio em seu socorro e deu a Comunhão para o pequeno Santo.

Romeiro, Confiemos no SeNão se deixe espan- nhor e rezemos muito; tar pelas dificuldaaquilo que não podedes. A certeza da mos fazer, faça-o presença de Maria permite vencer qual- Ele.Romeiro,sinta-se quer obstáculo. em casa...


“E agora?” - Página 09 - Agosto de 2013 - Edição 91

Por Aílton Trindade (Risonho) curvelofutebolamador@yahoo.com.br

Bom Jesus é o campeão amador 2013 O Clube Social Bom Jesus sagrou-se o grande campeão do futebol amador curvelano 2013, graças ao empenho de toda diretoria que montou um time forte e com muita determinação em busca desta importante conquista, que foi muito comemorada por toda comunidade do bairro do mesmo nome do time. É de se destacar também o desempenho do time do Aliança, que por 2 anos consecutivos chegou a final, demonstrando ser mesmo um time competitivo em ambos ficando como vice do campeonato. O jogo final foi marcado pelo equilíbrio e a determinação tática dentro de campo. E a decisão só terminou na cobranças de penalidades com a vitória do Bom Jesus por 4 X 3 sobre o Aliança.

Taça BH de Futebol Júnior Aconteceu nesta 5ª feira (15) no Estádio Salvo Filho (Campo do Curvelo) a abertura da XXIX Taça BH de Juniores. De acordo com o incentivador deste importante projeto, o presidente do Curvelo Esporte Clube, Ernesto Ricardo, “a expectativa é muito grande por parte dos organizadores deste importante evento esportivo que é a segunda maior competição desta categoria ficando atrás somente da Taça São Paulo, e que seja realizada com o mesmo brilhantismo de anos anteriores”, concluiu. Com relação ao time de Curvelo, o Campeonato Mineiro serviu muito como experiência, o clube passou por uma grande reformulação, trocando toda comissão técnica, e investiu muito na contratação de novos jogadores para reforçar o elenco para jogar com grandes clubes do futebol brasileiro. (Veja tabela). Apoio Jornal “E agora?”. Resultado 1ª Rodada América TO/MG Goiás Curvelo

2 2 0

X X X

1 1 1

Desportivo Minas Vasco Santos

Ernesto Ricardo presidente do Curvelo E. C., sempre participando de grandes eventos

ANUNCIE CONOSCO E PRESTIGIE O ESPORTE Time do Aliança vice-campeão por 2 anos consecutivos. Dalton, Thiago, Erick, Jhones, Tiago Ribeiro, Risadinha, Marcel Filipe, Fernando, Grafite, Mateus Pedra, Fernadinho, Filipe.

(38) 9914-8409

1ª RODADA (15/08) América x Desportivo Minas – 16:30 Goiás x Vasco – 19:00 Curvelo x Santos – 21:30 2ª RODADA (17/08) Vasco x América/TO – 15:30 Santos x Desportivo Minas – 18:00 Curvelo x Goiás – 20:30 3ª RODADA (19/08) América/TO x Goiás – 16:30

Atletas de Curvelo participam da Copa Internacional de Montain Bike Uma delegação de atletas de Curvelo, composta por integrantes dos Amantes da Magrela e da Equipe Radical Bike, com o apoio do Departamento de Esportes da Prefeitura de Curvelo, participaram no último dia 17 de agosto da Copa Internacional de Montain bike, realizada na cidade de Congonha-MG. Entre morros, rios, estradas de terra, trilhas, e muitas subidas e descidas, nossos atletas bem representaram nossa cidade, demonstrando que em Curvelo os praticantes do MTB também são fortes. Os atletas Paulo Henrique da Radical Bike e e seu companheiro Jorge Monteiro, alcançaram a 2ª colocação na categoria duplas. A delegação curvelana foi integrada pelos atletas, Paulo Henrique, Denis Silva, Sampaio, Jorge Luis, Valério Macena, Bruno Ribas, Vinicius Ireno, Braulio Matoso, Marcos Coura, Lucas Faria, Leonardo Dias, Evaldo Santos, Pedro Henrique, Fernando Henrique, Elder Simões, Mauricio Costa. Nossos parabéns para os integrantes dos Amantes da Magrela e Radical Bike, e, sobretudo para os atletas Paulo Henrique e Jorge Luis.

Vasco x Santos – 19:00 Curvelo x Desportivo Minas – 21:30 4ª RODADA (21/08) Desportivo Minas x Vasco – 16:30 Santos x Goiás – 19:00 Curvelo x América – 21:30 5ª RODADA (23/08) Goiás x Desportivo Minas – 13:30 Santos x América – 16:00 Curvelo x Vasco – 18:30


“E agora?” - Página 10 - Agosto de 2013 - Edição 91

Câmara Municipal comemora os 181 anos de emancipação político administrativa de Curvelo A solenidade em comemoração ao Dia do Legislativo, entrega de Título de Cidadania Honorária e introdução de retrato na Galeria dos Presidentes aconteceu no último dia 02, sextafeira, às 20:00, no Plenário da Câmara Municipal de Curvelo. Ocuparam lugar de destaque na mesa: vereadores Geraldo Moreira da Costa Filho, vice-presidente, e Edmilson Dutra da Silva, secretário; Maurílio Soares Guimarães, prefeito; Marcos Dupim Mattoso, vice-prefeito; Dr. José Alves Viana, conselheiro do Tribunal de Contas de Minas Gerais; e Saulo Clementino Martins Filho, presidente da edilidade no biênio 2011/2012. Estiveram presentes os seguintes vereadores: Duarte Severino Gomes, Gerson Roberto de Oliveira, Gustavo das Neves Fernandes, Guerino Cardoso de Oliveira, Humberto Freire Pereira, José Ernesto Marinho, José Rafael Costa, Laudimir Rodrigues, Maria Doriléia da Silva, Pastor Julimar Marques da Rocha e professor Henrique Duarte Gutfraind. Os vereadores José Ernesto, José Rafael e Julimar Marques introduziram no plenário os homenageados Irmã Therezinha Madureira Gonçalves, Heriberto Bicalho Martins e Dr. Mário Cézar Dayrell Magalhães. Em seguida, houve a execução do Hino Nacional Brasileiro. De acordo com o presidente da edilidade, vereador Reinaldo Xavier Guimarães, a Casa Legislativa comemora os 181 anos de Emancipação Político Administrativa do Município de Curvelo, que se deu com a instalação da Câmara Municipal, na data de 30 de julho de 1832. “Procederemos a outorga de Títulos de Cidadania Honorária de Curvelo, conforme Decretos aprovados com o voto unânime dos senhores vereadores, cuja distinção recai em nomes de pessoas que trabalharam com afinco

e contribuíram para o desenvolvimento de nossa Curvelo. Pessoas que têm o respeito e a admiração de todos os curvelanos, cujo reconhecimento esta Casa Legislativa tem a alegria de oficializar, através a outorga dos Títulos”, salientou.

Reconhecimento Saulo Clementino exerceu dois mandatos como vereador, tendo exercido a presidência no período de 01 de janeiro de 2011 a 31 de dezembro de 2012. Irmã Therezinha Madureira Gonçalves, Heriberto Bicalho Martins e Dr. Mário Cézar Dayrell Magalhães, receberam das mãos dos autores dos projetos, vereadores Reinaldo Xavier Guimarães, Humberto Freire Pereira e Duarte Severino Gomes, respectivamente, o Título de Cidadania Honorária de Curvelo.

Pronunciamentos Em nome dos homenageados, discursou Irmã Therezinha Madureira, atual diretora do Hospital Imaculada Conceição; a saudação coube ao prefeito municipal, Maurílio Soares Guimarães; e em nome da edilidade, pronunciou o vereador Edmilson Dutra da Silva.

Homenagens O Hospital Imaculada Conceição prestou homenagem aos novos cidadãos curvelanos, através dos funcionários Dra. Marilia Dupim Mattoso, Eliane Fernandes Ferreira e Irmã Clara de Resende Pinto. Cecília Diniz representou o Hospital Santo Antônio durante as homenagens.

E agora doutora? PRINCÍPIOS QUE NORTEIAM A FAMÍLIA NOS DIAS DE HOJE

As famílias contemporâneas possuem princípios norteadores, os quais proclamam a necessidade de valorizar a família e seus membros, incluindo o reconhecimento da filiação sócio-afetiva, uma vez que a hegemonia da consangüinidade vem sendo mitigada desde a promulgação da Carta Magna de 1988. Vejamos: PRINCÍPIO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA: O Princípio da Dignidade da Pessoa Humana é o fundamento precípuo da nossa Constituição Federal de 1988, o qual deve obrigatoriamente ser respeitado em todas as relações jurídicas, sejam elas públicas ou privadas, estando aqui incluídas as relações familiares; PRINCÍPIO DA IGUALDADE ABSOLUTA DE DIREITOS ENTRE OS FILHOS: A Carta Política de 1988 quando da instituição do artigo 227, §6º, extinguiu por completo qualquer tipo de privilégio e/ou prioridade proveniente da origem da filiação, aduzindo, para tanto, que até mesmo a filiação decorrente da adoção deverá ser respeitada. PRINCÍPIO DA AFETIVIDADE: O princípio da afetividade está estampado na Constituição Federal de 1988, onde prevê respectivamente, o reconhecimento da comunidade composta pelos pais e seus ascendentes, incluindo-se aí os filhos adotivos, como sendo uma entidade familiar constitucionalmente protegida, da mesma forma que a família matrimonializada; o direito à convivência familiar como prioridade absoluta da criança e do adolescente; o instituto jurídico da adoção, como escolha afetiva, vedando qualquer tipo de discriminação a essa espécie de filiação; e a igualdade absoluta de direitos entre os filhos, independentemente de sua origem; PRINCÍPIO DA SOLIDARIEDADE FAMILIAR: trata-se da afeição e respeito de um membro da entidade familiar pelo outro devem ser desenvolvidos objetivando o máximo de estreitamento das relações entre os cônjuges e os parentes. A afeição e respeito são vetores que indicam o dever de cooperação mútua entre os membros da famí-

lia e entre os parentes, para fins de assistência imaterial (afeto) e material (alimentos, educação, lazer). PRINCÍPIO DA PROTEÇÃO INTEGRAL À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE: Crianças e adolescentes são sujeitos especiais porque pessoas em desenvolvimento. O reconhecimento da criança e do adolescente como sujeitos de direitos, a serem protegidos pelo Estado, pela sociedade e pela família com prioridade absoluta, como expresso no art. 227, da Constituição Federal, implica a compreensão de que a expressão de todo o seu potencial quando pessoas adultas, maduras, tem como precondição absoluta o atendimento de suas necessidades enquanto pessoas em desenvolvimento. PRINCÍPIO DO MELHOR INTERESSE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE: A aplicação do princípio do melhor interesse da criança e do adolescente efetivamente se dará, sempre, pautado em um caso concreto; onde, o operador do direito, hermeneuticamente e volitivamente, o aplicará atendendo a determinação da Carta Magna brasileira e os demais diplomas infraconstitucionais que protegem o menor em sua totalidade. PRINCÍPIO DA PATERNIDADE RESPONSÁVEL: A Convenção Sobre os Direitos da Criança, de 1989, ratificada pelo Brasil em 24 de setembro de 1990, dispõe que toda criança terá direito, na medida do possível, de conhecer seus pais e de ser cuidada por eles. Assim, a Paternidade Responsável deve ser exercida desde a concepção do filho, a fim de que o pai, seja ele biológico ou afetivo, responsabilize-se pelas obrigações e direitos daí advindos. Tal princípio possui estreita ligação com o princípio da dignidade da pessoa humana e com o planejamento familiar, o qual deve ser exercido de forma igualmente responsável. Cynara Costa de Oliveira OAB/MG 121.402

Das montanhas das Gerais para Curvelo

“Minha vida se resume às atividades ligadas ao Hospital Imaculada Conceição, 24 horas por dia, 7 dias por semana” Heriberto Bicalho Martins é farmacêutico e bioquímico, graduado pela Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP, com especialização em Farmácia Hospitalar. Filho de Iolanda Bicalho Martins e Paulo Martins Pedra, é natural de Araponga, na Zona da Mata Mineira, tem 04 irmãos, dentre os quais, Dr. Helder Bicalho, médico psiquiatra que atende em Curvelo. Casou-se com a curvelana Lívia Araújo Mota Martins com quem tem dois filhos: Rodrigo e Isabela, “sua razão de viver”. Sua carreira profissional teve início na década de 1990 quando residia em Paraíso/Tocantins, vindo a adotar Curvelo em março de 1992, como sua terra de coração. Em 1997, realizou intercâmbio de Grupo de estudos Rotariano, na Argentina. É voluntário no Asilo da Velhice Desamparada de Curvelo e Vila Vicentina. Apesar dos muitos compromissos diários, parou por alguns minutos para conceder entrevista exclusiva ao “E agora?”, ocasião na qual falou do seu apreço por Curvelo e sua gente. Veja na reportagem de Geraldo Magela...

Adaptação em solo curvelano Heriberto Bicalho reconheceu as dificuldades inicialmente apresentadas com sua transferência do Tocantins para Curvelo, sobretudo no tocante ao clima, estrutura social diferente e falta de parentes e amigos, na convivência diária. “A vida inteira eu quis trabalhar na área da saúde, por influência familiar, pois minha tia é farmacêutica bioquímica formada em Ouro Preto e foi para mim exemplo e referência profissional. A adaptação aqui foi difícil. O curvelano é fechado para receber as pessoas de fora, mas quando se abre, o coração é grande. Tenho orgulho em dizer que os curvelanos foram muito generosos e acolhedores para comigo. Curvelo abriu suas portas para mim e me trata como filho”, comemorou. Dentre os muitos trabalhos realizados pelo entrevistado merecem destaque, a criação da Farmácia Hospitalar e o Banco de Sangue (HEMOMINAS) que incrementou os serviços prestados pelo Hospital Imaculada Conceição – HIC, nos campos da urgência e emergência. Funcionário público municipal desde o ano de 1996, foi secretário municipal de Saúde, de janeiro a julho de 2009 e membro efetivo do Conselho Municipal de Saúde, em diversos mandatos. É responsável técnico pela Farmácia e Laboratório do HIC e membro do Grupo Gestor. Cursa Master of Business Administration - MBA em Gestão de Serviços de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas – FGV. De acordo com Heriberto, a experiência vivenciada entre ele e o HIC tem sido proveitosa e gratificante ao longo das duas últimas décadas. “Cheguei em Curvelo com um diploma e uma sacolinha de roupa debaixo do braço. Construí minha vida aqui, apesar de não ser rico. Sou oriundo de uma família simples, minha mãe é pedagoga e meu pai já falecido era agricultor”. Funcionário expe-

riente, conhece como poucos a área física e estrutura administrativa, mantendo bom vínculo com os médicos e demais funcionários que prestam seus serviços ao HIC. Admitiu que as primeiras oportunidades profissionais foram dadas pelas religiosas Filhas da Caridade São Vicente de Paulo e demais administradores. “Trabalhamos em equipe, na qual todos nós somos importantes desde a faxineira ao médico. Estou especializando-me para contribuir ainda mais com o hospital que me acolheu ao longo dos últimos anos. Meu mérito é também dos funcionários e colegas de trabalho”, pontou.

Título de Cidadania Honorária Manifestou seu contentamento em se tornar cidadão curvelano. “Sinto-me agradecido pelo reconhecimento unânime da edilidade, de forma especial ao vereador Humberto Freire, autor do projeto de indicação. Minha responsabilidade e compromisso com o município aumentam a partir de agora, no sentido de ajudar em seu desenvolvimento e progresso”, afiançou. Humilde, colou em dúvida seu merecimento ao receber tão importante honraria. Além de ser responsável técnico pela farmácia do hospital, estão sob seus cuidados 25 funcionários que prestam os serviços de análises clínicas, anatomia patológica, exames hematológicos, bioquímicos, urinários, parasitológicos e hormonais. Colocou-se à disposição de todos que precisam de informações e orientações, no laboratório do Hospital Imaculada Conceição, localizado na Av. Timbiras, 590, bairro Tibira, onde atua das das 06:30 às 18:00/21:00, diariamente, ou ainda através dos telefones (38) 37218525 e 3721-2111. “Espero poder contribuir e retribuir cada vez mais com esse voto de confiança dado pela Câmara Municipal de Curvelo”, concluiu.


“E agora?” - Página 11 - Agosto de 2013 - Edição 91

53 anos de vida religiosa e de dedicação ao próximo “Fiz-me Irmã por amor e opção a Deus”

Por Geraldo Magela/da redação

Irmã Therezinha Madureira Gonçalves é filha de Edythe Madureira Gonçalves e Raul Gonçalves, graduada em Ciências Exatas, pós-graduada em saúde hospitalar, tendo outros cursos na área Administrativa de Educação e Saúde. Pertence à Companhia das Filhas da Caridade São Vicente de Paulo desde 1960, portanto, já são 53 anos de vida consagrada a Deus. Natural do Serro (MG), é de família genuinamente católica da qual recebeu os primeiros ensinamentos da vida cristã. Durante entrevista concedida a este tabloide, relembrou, com saudade, sua caminhada no Brasil e no exterior e os inúmeros trabalhos voltados às comunidades mais carentes. “Meu pai era um vicentino fervoroso e com ele aprendi o gosto de servir o outro, sobretudo, os mais pobres e os mais humildes. Foi um incen-

Trajetória vocacional O dia 13 de julho de 1959 ficará para sempre marcado em sua memória, pois nesta data saiu do Serro para fazer o postulado em Petrópolis (RJ); de janeiro 1960 a julho 1961, fez o noviciado, no Rio de Janeiro (RJ); em 12 de julho 1961 foi enviada em missão para o Colégio Nossa Senhora das Brotas de Entre Rios de Minas (MG), onde lecionava e catequizava as crianças e jovens. Neste período, iniciou seus estudos de Ciências Exatas, na Faculdade de São João del Rey (MG). Em 1975 foi transferida para Belo Vale (MG), onde permaneceu durante 04 anos, desenvolvendo trabalhos voltados para as comunidades carentes, realizando ações concretas na melhoria e qualidade de vida das pessoas. Depois foi enviada a Itanhandu e, em seguida, para o Colégio Nossa Senhora das Dores, em Diamantina (MG), onde permaneceu 7 anos. De volta ao Serro, sua terra natal, permaneceu durante 03 anos, sendo transferida para Mariana (MG) onde morou pouco menos de 3 anos, sendo então nomeada Conselheira e Secretária da Província de Belo Horizonte (MG), função que exerceu durante aproximadamente 03 anos. Nomeada Provincial das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, seus compromissos foram então redobrados, uma vez que, a Província contava com 264 Irmãs em casas espalhadas por Minas, Goiás e Tocantins, permanecendo no cargo por 09 anos, quando foi enviada para Trindade (GO) para cuidar de crianças e doentes excepcionais, permanecendo ali apenas 1 ano. Por determinação da Superiora Geral, fora enviada para Moçambique, na África onde ficou durante 03 anos e meio. “Fiz um trabalho gratificante e fiquei muito feliz com aquele povo pobre, so-

frido, com uma cultura completamente diferente da nossa. A grande dificuldade foi a língua, uma vez que, existem 16 dialetos (línguas locais), cada grupo fala uma língua diferente. Foi um período muito rico na minha vida, senão, o mais importante. Aprendi demais, inclusive esta questão de hospital e prestação de serviços hospitalares é herança de lá”, salienta. Retornando de Moçambique, veio para Curvelo com a missão de cuidar das Irmãs idosas. 02 meses se passaram e foi então nomeada diretora do HIC, cargo que exerce até os dias atuais.

Estrutura organizacional do hospital Elogiou a estrutura administrativa do Hospital Imaculada Conceição e o corpo de funcionários, que classificou como competente e comprometido com o bem comum.“Gosto muito de Curvelo pois aqui tenho fortes laços de amizades, as pessoas são carinhosas, alegres e receptivas. Meu pai aposentou-se aqui”. Confidenciou que na juventude sonhou em ser médica e mais tarde enfermeira e hoje se vê realizada cuidando dos doentes e auxiliando os mais necessitados de assistência física e espiritual. “Nós precisamos de mais pessoas na área da saúde do que na educação, uma vez que, asnecessidades da saúde são infinitamente maiores. Sinto falta de não ter sido enfermeira para cuidar diretamente dos pacientes. Em Moçambique tive que fazer vários procedimentos de enfermagem, porque não tinha profissionais que o fizesse”, desabafou.

Parcerias público-privadas Aproveitou a oportunidade para agradecer o apoio do Governo do Estado, através dos re-

tivador da minha decisão de servir a Cristo e a Igreja”, relata. De acordo com Irmã Therezinha, sua rotina diária era a mesma de qualquer jovem naquela idade: estudava, participava dos eventos sociais e frequentava as promoções da sociedade serrana. Irmã Helena Gomes, do colégio em que cursava Magistério, fora responsável por lhe dar as primeiras orientações para o ingresso na Comunidade. “Toda vida gostei muito de rezar. Levantava pela manhã e rezava na companhia de Maria do Carmo, funcionária da minha casa e com a qual participava diariamente da Santa Missa. Foi uma pessoa que indiretamente me influenciou muito. Meu nome foi escolhido por meus pais dada a devoção que tinham por Santa Therezinha do Menino Jesus”, conta.

passes financeiros do Programa de Fortalecimento dos Hospitais – Pro-Hosp e a doação da máquina de hemodiálise pelos Rotarys Clubes de Curvelo. Comemorou os avanços conquistados com a implantação do Serviço de Nutrição Dietética – SND, reforma dos pavilhões São José e Tia Catarina e construção do Centro de Terapia Intensiva - CTI adulto e aquisição de um tomógrafo e de uma máquina de mamografia digital. Estão em fase final de construção a Unidade de Terapia Intensiva - UTI neonatal e o Centro de Parto Normal. Ressaltou a importância das emendas parlamentares que possibilitaram a melhoria da infraestrutura do Hospital, nos últimos anos. “A saúde é cara e os repasses financeiros dos diferentes governos são insuficientes para a boa prestação de serviço”, observou. Esclareceu que vem encontrando boa receptividade dos profissionais médicos, e esse bom acolhimento tem se traduzido em resultados efetivos e satisfatórios para todos. Avaliou como gratificante a experiência acumulada ao longo dos últimos 04 anos como administradora do Hospital. De acordo com a Irmã Therezinha, não é possível cuidar da saúde sem a efetiva participação dos médicos. “O respeito entre nós administradores, médicos e funcionários é reciproco”. Destacou os bons trabalhos desenvolvidos por todos: as Irmãs de Comunidade,os funcionários, de forma especial por Rossana Fargnoli, Heriberto Bicalho e Nuely Ribeiro aos quais classificou como braço direito da administração. “Tirei na loteria sem ganhar nenhum tostão”, brincou.

Cidadã curvelana

Rios de Minas (MG), Medalha do Sesquicentenário de Instalação da Vila Diamantinense, Moção de Congratulações da Câmara Municipal de Mariana; Mérito Radiofônico Dalva de Oliveira e Mérito da Saúde 2009 e 2013 pelo Conselho Municipal de Saúde de Curvelo. Confessou sua surpresa ao ser indicada para receber o Título de Cidadania Honorária de Curvelo, atribuindo a indicação ao bom coração dos curvelanos e de seus representantes na Câmara Municipal. ‘‘Fiz-me Irmã por amor e opção a Deus. Gosto de todos, do povo, dos políticos e não faço acepção de pessoas e eles também, ao que parece, me aceitam muito bem. Estou feliz por ter sido lembrada, continuarei desenvolvendo os meus trabalhos com carinho e amor”.

Irmandade A irmandade das Filhas da Caridade São Vicente de Paulo, em Curvelo, conta hoje com 48 Irmãs, sendo 36 doentes e ou idosas e 12 em plena atividade, divididas em duas comunidades distintas. Está sendo construída, anexa, ao hospital, uma residência para as Irmãs que aqui se encontram e outras que,certamente, virão.. Informou que novas vocações religiosas vêm surgindo e que gradativamente os quadros estão se renovando. Além das atividades administrativas, Irmã Therezinha realiza visitas aos pacientes internados, presta apoio e incentivo em diversas atividades pastorais e tem grande empenho participativo na organização e criação do Instituto do Câncer. “Sempre fui muito feliz. Gosto de tudo aquilo que faço, pois faço com amor doando o melhor de mim”, concluiu.

Entre os títulos e condecorações que possuí estão: Título de Cidadã Entreriana, de Entre

Jornada Mundial da Juventude 2013 e Temporada de Óperas do Teatro Municipal de São Paulo Foi realizada no Rio de Janeiro, em julho passado, a Jornada Mundial da Juventude 2013. Foi realmente incrível ver cerca de 3 milhões de pessoas em Copacabana, celebrando a Eucaristia, renovando o mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, na Missa de Envio. Não apenas essa Missa, bem como toda a semana da Jornada realizada, ficará marcada de maneira muito positiva na memória do Brasil, quando milhares de cristãos do mundo inteiro se reuniram, numa mesma cidade, para escutar a Palavra de Deus e para se alimentar do Corpo de Cristo, na Eucaristia. Tivemos o privilégio de receber a visita do sucessor do apóstolo Pedro, o Papa Francisco, que anunciou com grande humildade e gigantesco carinho o Evangelho de Jesus Cristo, para nossa gente e para peregrinos de diversas nações. Foram muitos os ensinamentos de grande sabedoria e palavras muito abençoadas, ensinadas à luz do Evangelho, e de tudo o que foi pregado, destaco o seguinte, muito abordado pelo Papa Francisco, na Missa de Envio: uma vez que somos discípulos de Jesus, temos uma responsabilidade. A responsabilidade de sermos todos missionários, a responsabilidade de evangelizar todo Planeta Terra, não apenas com nossas palavras, mas, sobretudo, com nossas vidas e nossos atos. Sobre o Papa Francisco, especificamente, destaco sua simplicidade e humildade, impressionantes de tão grandiosas que são. Dos Papas que tive a oportunidade de acompanhar, acho que em cada um deles tivemos carismas e dons especiais. Em João Paulo II, víamos o carisma da comunicação, grande habilidade e capacidade de ser um grande Evangelizador no mundo inteiro, anunciando o Evangelho nas mais variadas línguas, além do carisma da juventude muito presente nele. Em Bento XVI tínhamos, sem dúvida, o carisma da “Academia”, o carisma da sabedoria e inteligência. De fato, Bento XVI era um intelectual em sua essência, professor universitário, autor de diversos livros e publicações, dons colocados a serviço do Cristo. No Papa Francisco, por sua vez, a gente vê claramente o carisma da simplicidade e humil-

dade, de maneira muito grandiosa. Está realmente fascinante e empolgante a programação da temporada de Óperas do Teatro Municipal de São Paulo, neste segundo semestre de 2013. Serão 4 grandes espetáculos, grandes histórias e enredos, de grandes personagens, escritos por grandes autores. A ópera é uma espécie de teatro, porém é um teatro cantado, e cantado de forma lírica. Na primeira ópera apresentada no semestre, no Teatro Municipal de São Paulo, teremos “Aida”, uma das óperas mais famosas de todos os tempos, que imortalizou a história dos grandes conflitos entre o Egito e a Etiópia. Essa ópera conta a história de Radamés, um jovem capitão da guarda do faraó que é escolhido pela deusa Ísis para comandar o exército egípcio na guerra contra os etíopes, cujo rei ameaçava invadir Tebas. O jovem soldado é apaixonado por Aida, que é escrava de Amneris, filha do faraó, a qual, por sua vez, ama Radamés. Embora ninguém na corte o saiba, Aida também é uma princesa, pois é a filha aprisionada de Amonasro, rei da Etiópia. Ao perceber o amor correspondido de Radamés por Aida, Amneris se enche de ciúmes. Quando o guerreiro é designado para comandar as tropas egípcias, o coração de Aida se divide entre o amor que sente por ele e o amor por sua pátria. “Aida”, uma ópera italiana, foi escrita por Giuseppe Verdi. Verdi representa para a ópera o mesmo que Pelé representa para o futebol: o maior, o melhor. Depois das apresentações de “Aida”, teremos a ópera “Don Giovanni”, que conta as aventuras malucas de Don Giovanni, um libertino que acumula tantas conquistas quanto confusões, seduz muitas donzelas, prometendo casamento, mas depois acaba as abandonando. Essa ópera é escrita por ninguém mais, ninguém menos que Wolfgang Amadeus Mozart, que dispensa apresentações. Depois de “Don Giovanni” serão apresentadas duas pequenas óperas, uma brasileira e uma italiana: “Jupyra”, escrita por Francisdo Braga e “Cavalleria Rusticana”, escrita por Pietro Mascagni. Nas duas histórias, a tragédia e a morte são fruto de relações amorosas escusas, do ódio e da vingança. Em “Jupyra”, o pano de fundo é uma vila no interior de Minas Gerais. Em “Cavalleria Rus-

ticana”, num povoado da região italiana da Sicília. A jovem índia Jupyra ama Carlito, que só tem olhos para Rosália. Quem ama Jupyra é Quirino, que afirma que fará tudo pela amada. Na trama italiana, Turiddu tem um caso com Lola, mulher do ciumento Alfio. Santuzza faz de tudo para salvar o amado Turiddu, mas um duelo porá fim ao caso de traição. Por fim, teremos a ópera italiana “La Bohème”, escrita por Giacomo Puccini. Essa ópera se passa em Paris, mas aqui não se veem nobres, revolucionários ou palácios. O sótão onde moram jovens e pobretões artistas e as ruas da periferia da cidade acolhem os personagens. O poeta Rodolfo conhece e se interessa pela bela Mimi, uma florista que já demonstra os primeiros sinais da tuberculose. Esta relação é entremeada pelas histórias quotidianas dos colegas de quarto de Rodolfo: um pintor, um filósofo e um músico. Ingressos para essas óperas, que serão apresentadas no Tetro Municipal de São Paulo, podem ser adquiridos no site do mesmo. Podem ser adquiridos ingressos para espetáculos isolados, mas também podem ser adquiridos os pacotes, incluindo todas as apresentações. Esperamos grandes e memoráveis interpretações!

Fonte: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/the atromunicipal)

Igor Gabriel Álvares Rodrigues Assis


“E agora?” - Página 12 - Agosto de 2013 - Edição 91

Comemoração em dose dupla na Basílica de São Geraldo Pe. Mário Ferreira Gonçalves completa 90 anos dos quais 65 de vida consagrada e religiosa Belorizontino de nascimento e de família tradicionalmente católica, padre Mário Ferreira Gonçalves (foto), 90 anos, teve o primeiro contato com “o coração de Minas”, no longínquo ano de 1949, oficialmente, trabalhando nas Missões, e em 1954 veio definitivamente para cá, quando passou a residir no Santuário de São Geraldo. Tornou-se missionário redentorista, na companhia dos padres holandeses Alfredo Huiygens e Xavier. Sua Caminhada Missionária foi iniciada através das “Santas Missões”, realizadas no Norte de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, em 1953 preparando o aniversário dos 400 anos da cidade; de forma especial quando da preparação do Congresso Eucarístico de 1955, no Rio de Janeiro. No ano de 1956, passou a residir no Rio de Janeiro (RJ), na paróquia de Santo Afonso. Em 1957, apresentou-se lhe um problema renal que o deixou impossibilitado de exercer suas funções religiosas ficando afastado por 06 anos. Neste período, residiu na Casa de Retiros São José, em Belo Horizonte (MG). Foi para Congonhas (MG), onde estudou, lecionou, atuou como radialista e jornalista, e foi pároco entre os anos de 1970 a 1973. A partir 1974 assumiu o cargo de Coordenador Geral da Liga Católica Jesus, Maria e José, residindo na Igreja da Glória, em Juiz de Fora (MG). Realizou um vasto trabalho de reestruturação desta associação. Daí a sede da Confederação Nacional das Ligas Católicas, foi transferida de Juiz de Fora para Campos dos Goitacazes (RJ), onde permaneceu até outubro de 2001. Atualmente a Confederação Nacional das Ligas Católicas é coordenada pelo padre José Carlos Campos, e pretende, em futuro próximo, retornar à cidade de origem. Em entrevista exclusiva a “E agora?”, realizada na Basílica de São Geraldo, na companhia do padre Antônio Luis de Oliveira, ecônomo da Província; Pe. Mário falou de sua trajetória religiosa e dos principais trabalhos realizados.

O despertar vocacional “Deus foi me despertando para a vida consagrada e sacerdotal de forma gradativa. Meu pai era vicentino e liguista. Tornei-me coroinha na Igreja de São José. Fiz minha primeira comunhão na Igreja de Nossa Senhora das Dores. Aos 11 anos, fui para o Seminário J. S. Clemente Maria”. Do padre Alberto

Vieira de Araújo, autor do livro “Curvelo do Padre Corvello”; padre Mário recebeu o apelido carinhoso de “Barriguinha”, pois, na primeira semana de estadia no Seminário, sentia dores de barriga motivadas pela “sopa horrível” que era servida aos internos, mas brincou, muito mais pela “saudade”... Reconheceu, com naturalidade, as dificuldades e as tribulações enfrentadas ao longo de sua caminhada religiosa. “Se você é fiel nos primeiros 10 anos, – disse – já tem a garantia da perseverança vocacional. A gente é muito humano e sofre as tentações naturais da vida. Só não podemos fazer o que é proibido, respeitando já o voto de castidade que firmaria com Deus e com a Igreja”, observou. Com 65 anos de sacerdócio, relembrou os principais trabalhos e mudanças desenvolvidas pelos papas que antecederam o atual –Francisco, à frente da Igreja: João XXIII, Paulo VI, João Paulo I, João Paulo II e Bento XVI. Assistiu a coroação do papa João Paulo I e do II, em Roma em 1978, quando então passou um ano em Roma na oportunidade de uma “reciclagem teológica”.

Comunidade Redentorista ontem e hoje Padre Mário destacou a abertura ocorrida na Congregação do Santíssimo Redentor a partir do ano de 1870 e, principalmente, após o Concílio Vaticano II, com a realização dos Capítulos Gerais e com a atualização das Regras da Congregação de acordo com o Código de Direito Canônico também atualizado. Elogiou a atuação e determinação dos padres redentoristas Mathias, João, João Batista Smits, Luiz Weerdesfeiyn, Alberto Paseleloups, e do bispo Dom Muniz, na Barra, Bahia, para a Congregação. Questionado a respeito da receptividade dos curvelanos para com a Comunidade Redentorista e para com ele mesmo, externou seu amor pela cidade. “As pessoas me perguntam se eu gosto mais de Curvelo ou de Campos dos Goitacazes. O povo, em geral, é bom em toda a parte. Com uns ou outros nós temos mais ou menos facilidade. O sertanejo é meio demorado para se abrir, de falar, de ter confiança na gente, mas eu não tive dificuldade. Gosto muito do povo de Curvelo, que me acolhe de maneira muito especial”, comemorou. Padre Mário fez história ao permitir a entrada de mulheres no convento, em 1969, até então proibida, esclarecendo que a presença feminina deu um ar de modernidade e leveza ao ambiente... A mulher deu um caráter mais festivo, mais alegre ao Convento, apesar de inicialmente, ter sido incompreendido por alguns de seus pares. Esclareceu que, na comunidade Redentorista, os confrades têm ampla harmonia, liberdade para expressar seus pontos de vista e que todos vivem em harmonia como é o

desejo do próprio Deus. “Vamos ser sinceros também. A gente tem umas “briguinhas” de vez em quando... discussões naturais na defesa de um ponto de vista, de um pensamento, de uma sugestão que a gente dá para isso e para aquilo. Mas, como a gente é colega, não tem problema, não”. Afiançou que, no alto de seus 90 anos, permanece à disposição de seus superiores e da Igreja para servir a quem precisar e aonde for enviado ou necessário. “Na idade em que eu estou, fica mais fácil trabalhar ouvindo as confissões aqui mesmo na Basílica de São Geraldo do que andar daqui pra ali. Sinto-me bastante feliz e agradecido a Deus por atender a uma vontade íntima que eu tinha, que era de ficar por aqui mesmo em Curvelo até a minha morte”.

Comunicador por excelência Durante as Caminhadas Missionárias, Pe. Mário tomava sempre o cuidado de fazer as anotações de todos os fatos interessantes e típicos que ocorriam, fato que o levou a colaborar como colunista na revista “Perpétuo Socorro” e no jornal da “Liga Católica Jesus, Maria e José”, (ainda hoje existente). Além de relatar os fatos concretos, também entrevistava os fiéis. “Nosso povo sertanejo é bastante interessante. Por essa razão sempre tomava nota de tudo o que acontecia durante as Missões”, informou. “A vida interior e de procura da santidade, não é privilégio de padres e de freiras, não. Todos nós, como lembra São Francisco de Sales, devemos tender à perfeição, é uma obrigação batismal para nós”, concluiu. A partir desta edição, padre Mário passa a contribuir com este tabloide, assinando a coluna “Minha Cela”, em que tratará de assuntos ligados à vida espiritual, como sempre desejou.

História de vida - Pe. Mário Gonçalves, ladeado por Geraldo Magela e Pe. Antônio Luiz de Oliveira, durante entrevista

Concentração das Ligas Católicas Jesus, Maria e José Liguistas comemoram os 90 anos de Pe. Mário A concentração das Ligas Católicas Jesus, Maria e José, aconteceu no dia 21 de julho, na Obra Social São Geraldo (barraquinhas) e contou com aproximadamente 600 liguistas, oriundos das Federações de Montes Claros, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. “Na época da fundação da Liga Católica, o seu principal objetivo era levar homens, em especial os operários para serem evangelizados na Igreja. A Igreja era mais frequentada por mulheres. Atualmente, procuramos trazer os cristãos (homens, mulheres, jovens e crianças), para rezar e trabalhar dentro da própria comunidade e, assim exercer seu apostolado leigo, com as principais atividades: estudar a palavra de Deus por meio de cursos bíblicos, palestras e reuniões de formação, participar das missas e cursos ligados à Igreja (batismo, noivos, casais e outros), rezar terços em família e na comunidade, participar dos retiros espirituais (com reflexões, cânticos e orações), participar de romarias, visitas a orfanatos e asilos, prestar assistência educacional e filantrópicas a seus associados e familiares e participar na vida da Igreja buscando sempre uma pastoral de conjunto e em especial a Pastoral Operária e Familiar”, conta Marcos Flávio S. Sampaio (foto), presidente da Federação das Ligas Católicas Jesus, Maria e José da Arquidiocese de Diamantina. A Liga Católica de Curvelo conta com 200 integrantes e se reúne no segundo domingo de cada mês, às 10:00, no salão São Geraldo, anexo à Basílica e toda segunda terça-feira do mês é realizada a reza do terço. Marcos Flávio, avaliou

como positivo o trabalho realizado à frente da Federação das Ligas Católicas Jesus, Maria e José da Arquidiocese de Diamantina ao longo dos últimos seis anos, destacando a boa receptividade de seus pares e da Comunidade Redentorista que o acolheu, dando-lhe todo o suporte necessário. Curvelano da gema, é liguista há 25 anos e presidente da federação por dois mandatos consecutivos. Colocou-se à disposição de todos para outras informações, através do telefone (38) 9979-4640.

Marcando presença - Mais de 600 liguistas participam da concentração, na Obra Social São Geraldo

A Imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida estava na Arquidiocese de Diamantina desde o dia 25 de agosto de 2012 e percorreu aproximadamente 1.000 km, visitando paróquias e comunidades

A Liga Católica Jesus, Maria e José foi fundada pelo Capitão Henrique Belletable em 1844, em Liège, na Bélgica, sob a orientação dos padres redentoristas, para proporcionar aos homens um instrumento de prática real e mais consciente de sua fé religiosa e, com isso, atender ao bem das respectivas famílias. Foi aprovada pela autoridade episcopal e, em 1847, elevada pelo Papa Pio IX à categoria de arquiconfraria. Todas as Ligas que se fundavam, deviam agregar-se à SEDE PRIMÁRIA em Liège. Para facilitar a agregação canônica necessária, em vista dos Privilégios, foi obtido, pelo Breve Apostólico, em 14 de novembro de 1922, para o Brasil, uma sede que tivesse a mesma autoridade da Primária de Liège. Foi elevada à categoria de Primária a Liga de Santo Afonso, no Rio de Janeiro, com faculdade exclusiva de agregar todas as Ligas Católicas atuais e futuramente existentes no Brasil, cujo pedido deve ser formulado à Confederação Nacional. Chegou ao Brasil, em 1902, pelos Missionários Redentoristas Holandeses que, na cidade de Juiz de Fora – MG, fundaram a primeira Liga Católica. Também no Brasil, o movimento liguista se espalhou pelas principais cidades e tornou-se um importante instrumento de evangelizaçao das pessoas, atuante até os dias de hoje. A Confederação é composta de 24 federações e

tem aproximadamente 35 mil liguistas. De acordo com Laércio A. Reis (foto), presidente da Confederação Nacional das Ligas Católicas Jesus, Maria e José, a existência eclesiástica nacional das LIGAS no Brasil foi entregue aos padres redentoristas da Província do Rio de Janeiro. “A Confederação Nacional foi fundada em 1981, e teve inicialmente, sua sede no Rio de Janeiro (Igreja de Santo Afonso), em Juiz de Fora (Igreja de N. Senhora da Glória), de 1974 - 1988. E, a partir de 1988, encontrase em Campos dos Goytacazes (RJ), na Casa do Liguista. Cada Liga é autônoma e nos organizamos de acordo com o Estatuto-Padrão, salvaguardando-se sempre a competência da paróquia e da arquidiocese a que pertencemos. O Regimento Interno compete a cada Liga/Federação em particular, que procurarão não se afastar das orientações e das linhas de ação pastoral de sua paróquia e de sua arquidiocese, bem como das normas da Confederação Nacional”, explicou. Questionado a respeito do aniversário natalício e sacerdotal de Pe. Mário Gonçalves, assim se expressou: “Falar da Liga no Brasil é falar de padre Mário Gonçalves, carinhosamente chamado pelos liguistas como “Papa da Liga”, dada a sua importância e dedicação para o movimento, nas últimas 3 décadas. Nós viemos aqui na Basílica de São Geraldo agradecer a Deus pelo dom maravilhoso da vida a ele concedido. Trata-se de um exemplo de cristão para todos nós”, finalizou. Mineiro de Caeté, Laércio Reis é liguista há exatos 45 anos e presidente da Confederação pela segunda vez consecutiva.

Edição 91  

Edição 91 - Agosto 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you