Page 1


EDITORIAL

Foto: E3 Fotografia

De casa nova e com notícias para levantar a arquibancada

Chegamos ao mês dos jogos da Copa do Mundo e colocamos em campo as notícias que fazem o mercado vibrar. A primeira delas é que a editora está de casa nova, como havíamos noticiado na edição passada. Mudamos de endereço e inauguramos nossa sede no bairro do Morumbi, em São Paulo

(SP). Essa mudança vem agregar mais motivação para nosso time que, nesta edição, escalou a pauta de Stain com os produtos que penetram nas fibras da madeira sem formar filme, realçando os desenhos naturais deste tipo de substrato. Em jogo também segue a pauta dos Rolos e Pincéis que estão em constante evolução para agilizar cada vez mais o trabalho do pintor e melhorar o acabamento da pintura. Pra fazer o meio de campo, estão as revendas Bela Tintas, Tintomax e Varejão Tintas que divulgam suas atuações no mercado. Sem desfalques, a Montana anuncia

novo coordenador de marketing e novo gerente comercial. Pela criatividade e habilidade em inovar, a Coral destaca seu pioneirismo com o produto Rende Muito - O Original, e inclusive ressalta que foi a responsável pela criação dessa categoria no setor de tintas. Já a Castor faz a sua aposta sendo a primeira a lançar uma bandeja de pintura 100% biodegradável no mercado nacional. Nesta estratégia de ataque contra os malefícios ambientais também entra a Kröten ao lançar uma tinta mineral isenta de compostos orgânicos voláteis (VOC). Entre a defesa e o ataque, a Suvinil dá algumas dicas de como transformar os ambientes da casa para essa ocasião de jogos da Copa; a Hidracor reformula seu

es­m alte sintético, e a Vedacit apre­senta as novas cores das Fitas Multiuso Autoadesivas. A turma do segmento automotivo integra a zaga trazendo novidades em produtos como a linha de reparo rápido Skyfast da Skylack; o protetor contra batida de pedra da Sherwin-Williams; o novo sistema tintométrico e linha de produtos ACS Evolution da PPG, entre outros. Ainda nesta partida, o leitor confere os dribles e gols de outras empresas como God Mix, Tintas Real, Axalta, Ibratin e Wanda. E na prorrogação seguem Brasilux e Cetec.

Boa leitura!

. .. >> Re fo r mu l aç ão < < . . . . . . . . . .................................................................................................

Hidracor reformula seu esmalte Hidra + Agora com silicone, produto promete maior durabilidade, praticidade e melhor acabamento

EXPEDIENTE

O Hidra +, esmalte sintético fabricado pela Hidra­ cor, acaba de ganhar uma nova formulação, agora com silicone. De acordo com a empresa, este compo­ nente garante mais durabilidade e praticidade, para uma aplicação com um resultado ainda melhor. Além disso, a adição do silicone nas fórmulas promove um maior nivelamento do esmalte, favorecendo a aplica­ bilidade. Ele ainda ajuda a minimizar o “tac”, auxilian­

do na secagem final do produto. “Ouvir o mercado é uma das atividades básicas de toda empresa que de­ seja garantir a sustentabilidade do negócio ao longo do tempo. Portanto, é a partir da escuta das conside­ rações dos clientes que a Hidracor busca sempre in­ crementar a qualidade e os diferenciais de seus pro­ dutos”, afirma Mário Matos, supervisor de mídia e co­ municação da Hidracor.

Fundador: F. L. Morrell •18-03-1927 •23-10-2001 | Diretor Comercial: Francis Louis Morrell Júnior | Diretora Executiva: Francely Morrell | Projeto Gráfico: Kinthos Criação e Design | Colaboradores: Gabriela Lozasso (Mtb. 26.667) e Sandra Scigliano (Mtb. 25.798) | Publicidade: Carlos Alberto Cunha e Patrícia Cordeiro | Representantes: Rovenda - Repres. Poderoso (Aracaju/SE) Tel.: (79) 3254-5627/Fax: (79) 3211-3266 |Flexa Representações (Maceió/AL) Tel.: (82) 355-6112/Fax: (82) 3032-1339 | A. F. Gusmão (Belo Horizonte/MG) Telefax: (31) 3496-0738 | Edição mensal Ano 50 - Junho/14 - nº 577 - As opiniões dos artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. Dispensada da emissão de documentação fiscal, conforme pedido de Regime Especial Protocolo 2.346/91 de 04/07/91. Não é permitida a reprodução de maté­rias, no todo ou em parte, sem prévia autorização e citação da fonte. “JORNAL DO PINTOR” é marca registrada pela MORRELL EDITORA TÉCNICA desde 1962 e sua utilização, sem autorização, é vedada em qualquer forma.

2 • junho_2014

JORNAL DO PINTOR ONLINE Mais uma novidade! Agora você conta com um link direto para o Jornal do Pintor Online, para isso, baixe um leitor de QR Code em seu celular ou tablet, fotografe o código ao lado e boa leitura!

Administração, Redação e Publicidade: Av. Giovanni Gronchi, 6195 - Conj. 1807 | Morumbi | 05724-003 - São Paulo/SP Tel: (11) 5645-0505 jp@jornaldopintor.com.br | www.jornaldopintor.com.br

facebook.com/jornaldopintor

twitter.com/jornaldopintor /jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 3


. .. >> Re e stru t u r aç ão < < . . . . . . .................................................................................................

Montana anuncia alteração de executivos na área comercial e de marketing Rafael Ferreira assume a gerência comercial da Montana e Michel Sentinelo fica em seu lugar na área de marketing No mês de maio, Rafael Ferreira, que está na Mon­ tana Química há mais de 12 anos, deixou a Gerência de Marketing e Comunicação e assumiu a Gerência Co­ mercial da divisão Revenda e Construção da empresa. Em seu lugar, como coordenador de marketing, entrou Michel Sentinelo, profissional com experiência de qua­ se dez anos na área de tintas em duas multinacionais, além de ter atuado também no segmento de fast food. Formado em designer com especialização em mar­ keting, Sentinelo pretende manter a alta qualidade e dinâmica do trabalho exercido por Rafael na área de marketing e, nesta primeira etapa, fortalecerá ainda mais o foco de atuação nas revendas. Este trabalho segue alinhado com a área comercial gerenciada ago­ ra por Rafael que passa a ter muitos desafios, entre eles, o de ampliar a carteira de clientes e tornar mais rápido o giro de produtos nos pontos de vendas. “Au­ mentar as vendas não significa apenas vender mais, mas sim, ajudar o cliente no processo de venda, o que signi­fica orientar, treinar, posicionar e aumentar o nú­ mero de produtos. Para isso buscaremos ferramentas com a visão di­ ferenciada de ter o cliente como nosso parceiro nas vendas dos produtos. Participar junto com ele do pro­ cesso para aumentar as vendas”, explica Ferreira ao lembrar que, a experiência de seis anos na área técni­ ca e mais seis anos em marketing, lhe ajudou a enten­

4 • junho_2014

Rafael Ferreira que passou a ser gerente comercial, e Michel Sentinelo, novo coordenador de marketing da Montana: objetivo com foco no aumento de vendas.

der tanto de produto quanto de ferramentas que pos­ sam auxiliar o lojista no giro de seu estoque. “Acredito que as ferramentas do comercial aliadas a estas duas outras ações resultam numa parceria de sucesso”. Para Ferreira, a experiência que Sentinelo teve na área de tintas se torna fundamental para atingir o ob­ jetivo da área de marketing. “Ele traz conhecimentos

e conceitos de sua trajetória profissional que alinha­ dos aos nossos desejos é bastante positivo”. Para Sentinelo, estar na Montana é o recomeço de sua atuação na área de tintas. “Trago bagagem e ama­ durecimento profissional que certamente irão contri­ buir com a liberdade que a empresa proporciona para realizar um trabalho diferenciado no mercado”.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 5


.. . >> Ti nta a n t i c or r os i va < < .................................................................................................

AkzoNobel apresenta estudo inovador no campo de tintas e revestimentos anticorrosivos durante Intercorr 2014 Evento internacional de corrosão contou com a participação e patrocínio da International Paint, marca da AkzoNobel para tintas marítimas, de proteção industrial e embarcações de passeio A AkzoNobel participou como patro­ cinadora ouro do Intercorr 2014. O even­ to, considerado referência no merca­ do de corrosão, aconteceu em Fortale­ za (CE) de 19 a 23 de maio. Por meio da International Paint, a companhia reali­ zou uma palestra sobre inovações em soluções anticorrosivas para o merca­ do de tintas e revestimentos industriais. De acordo com Eider Santos, químico de pesquisa & desenvolvimento e Ara­ riboia Martins, gerente técnico de pro­ tective coatings, ambos da AkzoNobel, o Intercorr foi palco de um grande deba­ te a respeito do perfil de rugosidade em prática hoje no Brasil. “Dentre as con­ clusões desse encontro podemos desta­ car que a norma que controla esse pa­ râmetro ABNT NBR 7348 de prepara­ ção de superfície é muito antiga em sua concepção e não acompanhou a evolu­ ção das tintas no que diz respeito à es­ pessura. Portanto, precisa ser revista”, afirma Martins.

6 • junho_2014

Palestra da AkzoNobel durante a Intercorr

A palestra desenvolvida e apresen­ tada pela International Paint forneceu dados experimentais sólidos para nu­ trir tal discussão. Segundo os técnicos, o trabalho utilizou quatro abrasivos di­

ferentes separadamente (granalhas de aço angulares e esféricas) no preparo de superfícies de aço encontradas em refinarias, plataformas, navios, dentre ou­tros, para avaliar o desempenho de

distintos esquemas de pintura aplica­ dos sobre eles, todos constituídos de tin­tas epóxi (foram oito tintas ao todo). A avaliação do desempenho, que foi feita por meio de testes cíclicos de la­ boratório, incluíram, por exemplo, cho­ ques térmicos no revestimento que, em alguns casos, apresentou variação de temperatura de 40ºC para - 20ºC. “Os resultados mostraram que as grana­ lhas angulares são melhores do que as esféricas para extrair o máximo de de­ sempenho dos esquemas de pintura e que perfis de 75 a 100 micrometros são ideais para os revestimentos testados”, explica Santos. Além da discussão a respeito do te­ ma, o evento, que teve a apresentação de mais de 200 trabalhos, também con­ firmou a tendência do mercado de tin­ tas de se trabalhar com revestimentos de altos sólidos e com menor emissão de solventes - mais amigos do meio am­ biente e dos pintores.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 7


. .. >> E q ui pa m en to < < . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Axalta consolida tecnologia de cores de repintura com a venda de 30 mil espectrofotômetros Dispositivo de medição de cor digital é usado por clientes para correspondência de cores A Axalta Coating Systems registrou a venda de seu 30.000º espectrofotômetro na última década, de­ monstrando o compromisso global da empresa para fornecer tecnologia de combinação de cores inovado­ ras para seus clientes. A venda, feita para um cliente na Europa, foi marcada em uma cerimônia com a fa­ bricante BYK-Gardner, na sede da empresa em Colô­ nia, na Alemanha. Introduzido em outubro de 2004, o dispositivo portá­ til de medição de cor digital oferece aos pintores a opor­ tunidade de alcançar a combinação perfeita de cores de forma rápida, confiável e eficiente. Muitas das pa­ tentes de medição de cor digital da Axalta são incor­ poradas nestes dispositivos. Devido à tecnologia por trás do dispositivo, que mede as cores precisamente, o risco de custos com retrabalho para os pintores de­ vido a uma má correspondência de cor pode ser bas­ tante reduzido. Durante a cerimônia, Sascha Bodtke, gerente de marketing de cores da Axalta para a Europa, Oriente Médio e África disse que “colocar nossos clientes em primeiro lugar nos permitiu entender o papel que essa tecnologia poderia desempenhar para tornar o traba­ lho dos pintores mais fácil. Essa visão habilitou a Axal­ ta a se tornar um líder global de cores. Fomos a pri­

8 • junho_2014

meira companhia a oferecer esse tipo de capacidade de combinação de cores tão ampla. O fato de a Axalta ter che­ gado a marca de 30 mil espectrofotô­ metros digitais vendidos destaca a im­ portância de os pintores acharem ra­ pidamente e de forma precisa a com­ binação de cores”, diz. Em conjunto com avançado softwa­ re e bancos de dados de cores de cada marca, essas ferramentas digitais tor­ naram-se uma parte valiosa do traba­ lho de repintura moderna. Elas podem acelerar o processo de reparação e, as­ sim, ajudar as oficinas a ser modernas e eficientes em seu trabalho. O espectrofotômetro é colocado no veículo perto da área danificada, onde é realizada a leitura das cores por três ângulos. Os dispositivos de segunda geração também medem os efeitos da pintura, assim como a cor. Uma vez que o dispositivo está conectado a um computador, o soft­ ware de cores utiliza essas leituras para encontrar a melhor fórmula de cor correspondente. Se a cor é di­

ferente da fórmula padrão, o software ajusta automa­ ticamente a fórmula para fornecer aos pintores a cor correspondente mais próxima possível.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 9


. .. >> S ta i n < < .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ...........................................................................................

Por não formar filme, os stains são de fácil manutenção e aplicação

Os stains têm como principal dife­ rença em relação aos vernizes o fato de penetrar nas fibras da madeira sem for­ mar filme, realçando os desenhos natu­ rais deste tipo de substrato. “Por conta disso, o produto oferece uma fácil apli­ cação, durabilidade e fácil manutenção e repintura das madeiras, proporcionando proteção efetiva, principalmente no caso de uso no ambiente externo, protegen­ do contra fungos e algas, raios solares e chuva, que causam envelhecimento e desbotamento”, explica William Sarai­ va, gerente de produtos da Lukscolor. Conforme a norma ABNT NBR 11.702 (referente a tintas para edificações não industriais), os stains são classificados em duas categorias: preservativos e decorativos. Os preservativos têm como principal função a proteção fungicida. Por conta disso, deve manter um registro junto ao Ibama (Instituto Brasi­ leiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e, portanto, pode estampar em suas embalagens a infor­ mação de que oferece este tipo de pro­ teção comprovada. A segunda catego­ ria é a dos stains decorativos, que não oferecem proteção fungicida compro­ vada, dispensando assim o registro ci­ tado. Rafael Ferreira, gerente de re­ venda & construção da Montana afir­ ma que atualmente é perceptível um melhor entendimento dos consumido­ res, arquitetos e profissionais de pin­ tura imobiliária quanto às vantagens do uso da madeira na construção civil, em comparação com outros materiais. “Além do impacto positivo do ponto de vista ecológico e ambiental, estetica­ mente a madeira tem uma beleza na­ tural única, que torna cada obra exclu­ 10 • junho_2014

siva. Este é um diferencial importante em relação a qualquer outro substra­ to”, diz ele. “A linha de produtos para madeira está em alta e tem sido vista nas decorações de diversos ambientes tanto em pisos como em paredes”, con­ corda Ricardo Cappra, coordenador de marketing da PPG. Outro fator importante citado por Ferreira, da Montana, é o crescente uso de madeira de reflorestamento na construção civil brasileira, especial­ mente pinus e eucalipto com tratamento em autoclave. “Isto tudo estimula e aju­ da a manter em alta o consumo de pro­ dutos para acabamento de madeiras, a exemplo do stain”, conclui. “O consumi­ dor que aprecia o aspecto natural des­ te tipo de substrato já vem percebendo a vantagem do stain em relação aos outros produtos”, ressalta Karina Mo­ naco, gerente de produto da Suvinil. Tamara Goes, gerente de produto da marca Sparlack/Tintas Coral comple­ menta dizendo que o mercado deve-se voltar cada vez mais para as soluções sustentáveis e para produtos que au­ mentem a eficiência e a produtividade. Apesar destas percepções positivas, Gregório Bastos, coordenador de pro­ duto da Eucatex aponta como o princi­ pal obstáculo do mercado de stains a falta de informação a respeito do pro­ duto. “De qualquer forma estamos fa­ lando de um segmento em evolução”, afirma. “Sim, os stains estão ganhando cada vez mais mercado por seu acaba­ mento e facilidade de aplicação e ma­ nutenção. Entendo que o mercado está em constante crescimento e temos boas perspectivas”, acredita o diretor geral da Sayerlack, Marcelo Cenacchi.

A aposta de crescimento é unâni­ me entre todos os entrevistados, já que a construção civil tem crescido nos úl­ timos anos e o mercado de materiais de construção acompanha esse ritmo. “Apesar de uma pequena queda em abril, estamos cumprindo nossas metas e presenciando mais uma alta de pro­ dutos, incluindo o stain”, finaliza Thia­ go Tavares, do departamento de mar­ keting da Luztol. Confira as principais marcas de stains do mercado. O Fungoff Pró-madeira Stain está sendo lançado pela Brasilux/Dissol­ tex. De acordo com Russen Diniz, do departamento de compras, ele possui uma função ecológica de preservar a madeira, embelezando-a ou protegen­ do-a. “O Fungoff é hidrofugante deixan­ do a área aplicada flexível e resistente, além de desviar e refletir a radiação UV. Ele também não forma filme e, portanto, não descasca. Além disso, não goteja e resiste há vários anos ao intemperismo”, garante Diniz.

O Fungoff é aplicado com rolo, trin­ cha ou pano (boneca) e, no caso de uma nova aplicação, não é necessário o uso de lixa, apenas é preciso lavar a superfície.

O produto apresenta-se nas cores cristal, natural, branco, cerejeira, cedro, mog­ no, canela, carvalho, imbuia e nogueira. O Eucatex Stain é um produto da ca­ tegoria premium que promete alta per­ formance e máxima tecnologia no tra­ tamento e proteção de madeiras novas, externas e internas. De acordo com Gre­ gório Bastos, coordenador de produto, o stain é hidrorrepelente e penetra nas fibras da madeira sem formar filme, o que impede possíveis trincas, descas­

camentos ou aparecimento de bolhas. É indicado para a proteção e decoração de casas de madeira, portas, janelas, lambris, decks e madeiras decorativas em geral. “O stain no acabamento ace­ tinado valoriza ainda mais os veios na­ turais da madeira e, em conjunto com o filtro solar presente na composição, ga­ rante inigualável durabilidade”, diz Bas­ tos. Ele está disponível nas opções na­ tural, mogno e imbuia. O Stain Premiun Plus Lukscolor pro­ tege e embeleza portas, janelas, lam­ bris, esquadrias, casas de madeira, mó­ veis para piscina e jardins, além de ma­ deiras decorativas em geral, em am­ /jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 11


. .. >> S ta i n < < .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ...........................................................................................

bientes externos e internos. “Este pro­ duto é um impregnante que atribui à madeira um acabamento transparen­ te e acetinado”, explica William Sarai­ va, gerente de produtos. O stain pene­ tra nas fibras da madeira, sem formar filme, realçando seus veios e desenhos naturais, conferindo proteção e evitan­ do falhas como formação de bolhas, trincas e descascamento. É um produ­ to com ação fungicida (antimofo), repe­ lente à água e de grande resistência às ações do tempo. Está disponível na ver­ são natural e nas cores mogno, imbuia, nogueira, cedro, canela e ipê. O Stain Luztol, segundo Thiago Tava­ res do departamento de marketing, de­ sempenha a função de preservar e man­ ter as condições naturais da madeira em perfeita condições, deixando-a protegida por muito mais tempo. “O produto apre­ senta um rendimento superior aos ver­ nizes conhecidos de mercado, porque não forma filme na superfície e é fácil de aplicar. Esta, aliás, é uma das van­ tagens principais na repintura. Neste caso, é preciso somente lixar e limpar as impurezas”, explica.

De acordo com Rafael Ferreira, ge­ rente de revenda & construção da Mon­ tana, a empresa foi pioneira ao lançar o conceito de “stain” no mercado bra­ sileiro há mais de 30 anos. Ao longo do tempo foram lançadas novas versões do produto, para atender a demanda de consumidores e profissionais. A linha de stains preservativos da Montana é com­ posta pelos produtos Osmocolor, apre­ sentados em três versões. A primeira é a Clear, em três tonalidades incolores: UV Glass, Transparente e Natural UV Gold. A segunda versão é a Semitrans­ parente, apresentada em sete cores de madeiras naturais com destaque para o Castanho UV Deck, formulado especial­ mente para áreas com decks de madei­ ra, mas podendo ser aplicado em qual­ quer outro sistema de pintura sobre ma­ deira. A terceira é a Cores Sólidas, que disponibiliza oito opções indicadas para quem quer pintar a madeira, mas sem abrir mão das características originais

mantendo sua textura e relevos origi­ nais. “Toda a linha de stains da Monta­ na possui em sua formulação a prote­ ção fungicida e registro no Ibama, rece­ bendo a classificação de “stain preser­ vativo para madeira”, explica Ferreira. Ainda de acordo com o gerente, me­ recem destaque entre os stains a baixa formação de filme e a facilidade de ma­ nutenção e repintura. Não há necessi­ dade de remoção completa da aplicação anterior do produto, basta um lixamen­ to leve, seguido de limpeza superficial com pano limpo para a nova aplicação, seguindo sempre as recomendações do fabricante impressas na embalagem. A PPG disponibiliza ao mercado o Majestic Stain. Segundo Ricardo Cap­ pra, coordenador de marketing, trata-­ se de um revestimento impregnante e impermeabilizante das fibras da ma­

O Stain ainda contribui para um me­ lhor rendimento e menor desperdício na aplicação. Além disso, o produto pos­ sui em sua formulação aditivos capa­ zes de proteger a madeira contra umi­ dade, repele a água e age contra a ação de fungos e bactérias que contribuem com desgaste da madeira. O Stain Lu­ ztol está disponível em quatro cores: se­ mitransparente, imbuia, mogno e ipê. 12 • junho_2014

deira, que oferece alto padrão de quali­ dade e uma excelente resistência, com tripla proteção UV. Além disso, o produ­ to não forma película ou filme, realçan­ do intensamente a madeira e conferindo textura acetinada com toque sedoso. O Majestic Stain é indicado também para a proteção e embelezamento de madei­ ras em portas, janelas, esquadrias, for­ ros e móveis, entre outros. Na versão in­ color deve ser considerado como prote­ ção temporária em exteriores. A Sayerlack tem uma linha comple­ ta de stains base solvente e seu mais recente lançamento foi o Polisten Ac­ qua, que possui a tecnologia base água “aquaris”. Trata-se de um stain de ex­ celente performance com durabilidade de até três anos. Segundo Sibelia Vito Moreno, do departamento de marke­ ting, por ser base água, o produto não tem cheiro e seca mais rápido, sendo dois diferenciais relevantes para o pro­ fissional que o aplica. Como um stain, penetra na madeira sem formar filme, protegendo e ressaltando o desenho de seus veios através de opções coloridas (castanheira, mogno inglês e imbuia) ou realçando sua beleza com a opção na­ tural. O Polisten Acqua ainda oferece ultrabloqueador solar (uma tecnologia exclusiva da Sayerlack que protege ain­ da mais a madeira contra os raios so­ lares) e é hidrorrepelente, favorecendo seu uso em áreas externas, sendo indi­ cado também para decks e madeiras em geral (portas, janelas, pergolados, por­ tões, forros, etc).

A marca Sparlack, da AkzoNobel, oferece a linha Stain Plus que é compos­ ta por dois produtos, o Stain Plus tradi­ cional e o Stain Plus base água. O Stain Plus possui uma nova fórmula, que ofere­ ce alta repelência à água, além do acaba­ mento que mantém mais aparente o re­ levo natural da madeira, proporcionando mais beleza à superfície. “O produto foi desenvolvido a partir de diversos estudos e pesquisas de novas tecnologias, que fa­ cilitam o processo de proteção, prolon­ gando a vida da madeira”, ressalta Ta­ mara Goes, gerente de produto da mar­

ca Sparlack. São cinco opções de cores prontas: transparente, natural, imbuia, mogno e ipê, além de mais 27 cores por meio do sistema tintométrico. O produto é indicado para portas, janelas, decks e móveis de jardim e pode ser encontrado em todas as regiões do Brasil.

Já o Stain Plus Base Água apresenta um desempenho diferenciado, de acor­ do com Tamara. Ele possui dupla pro­ teção contra fungos e bolor, forma uma película resistente à chuva após 30 mi­ nutos da aplicação, torna-se sem chei­ ro após 1 hora e ainda preserva e real­ ça a beleza dos veios da madeira. Pronto para o uso, o Stain Plus Base Água pos­ sui acabamento acetinado premium e, como o próprio nome já diz, é um pro­ duto à base de água que contribui para a preservação do meio ambiente, por meio do baixo teor residual de voláteis orgâ­ nicos (VOC). Indicado para portas, jane­ las, decks e móveis de jardim, ele pode ser encontrado em todas as regiões do Brasil e está disponível em quatro cores prontas: natural, imbuia, mogno e ipê, além de 25 tons personalizados. “O Suvinil Stain Impregnante pos­ sui uma fórmula que penetra profun­ damente, protegendo a superfície con­ tra fungos, raios solares e também da água que causa envelhecimento e des­ botamento, além de evitar rachaduras, trincas e a formação de bolhas no aca­ bamento”, explica a gerente de produ­

to Karina Mônaco. O produto é indica­ do para portas, janelas, decks de pisci­ na, casas/fachadas de madeiras, esqua­ drias, lambris, forros e móveis, apresen­ ta fácil aplicação e possui acabamento acetinado, deixando os veios da madei­ ra aparentes. /jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 13


. .. >> L oja < < . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ..........................................................................................

Tintomax inaugura um novo conceito de loja de tintas em Joinville (SC) Entre as novidades, está o “Canto da Madeira”, um espaço onde o cliente pode encontrar uma ampla gama de produtos e soluções para madeira. A Montana Química responsabilizou-se por toda a construção do deck

Fachada da Mega Loja Tintomax, inaugurada em Joinville (SC)

A Tintomax Comércio de Tintas man­ tém uma dinâmica rede de lojas e cen­ tro de distribuição próprio. A novida­ de agora é a inauguração da Mega Loja Tintomax. A mais nova e moderna re­ venda veio juntar-se às outras quatro que integram a rede em Joinville (SC), além da loja na cidade de São Francis­ co do Sul (SC). Segundo o proprietário da empre­

14 • junho_2014

sa, Max Adriano Kögler, desde sempre a Tintomax busca vínculos de amiza­ de e parceria com os pintores profis­ sionais da região onde atua. “Procura­ mos estabelecer com eles uma relação de confiança, para poderem contar co­ nosco no que precisarem. Temos o Max Clube Fidelidade, um clube de vanta­ gens no qual o pintor acumula pontos e pode trocá-los por prêmios e produ­

Espaço da Montana Química dentro da loja

tos.” A filosofia da Tintomax, no rela­ to de Max, que a princípio parece um paradoxo, na verdade é uma estraté­ gia. “Quando a Tintomax foi inaugura­ da, a ideia era abrir ‘uma loja de tin­ tas que não vendesse tintas’. Por isso, nós vendemos soluções para os nos­ sos clientes oferecendo bom atendi­ mento, comprometimento e agilidade. Abrimos agora a Mega Loja, que tem

um conceito totalmente diferente das outras lojas de tintas da cidade. Fize­ mos isso para virar referência na re­ gião”, explica. Um atrativo importante na Mega Lo­ja Tintomax é o “Canto da Madeira”, um espaço onde o cliente pode encon­ trar uma ampla gama de produtos e so­ luções para madeira, conta Max. “Foi construído um deck na área de espe­ ra dos clientes. Ele é bem grande e to­ dos os que precisam esperar por mer­ cadorias, ou querem tomar um cafezi­ nho, param lá. A Montana Química res­ ponsabilizou-se por toda a construção do deck. Nós também já fizemos essa parceria em outras duas lojas”. Para o futuro, a aposta é em cresci­ mento. “Após a abertura da Mega Loja, com a visibilidade alcançada, esperamos crescer em torno de 30%. Estamos vi­ vendo neste momento o ‘bolsão’ imobi­ liário, que é muito bom para o comércio de tintas. Trata-se de uma oportunidade única no mercado local e, como tal, de­ verá ser aproveitada da melhor forma”, conclui Max.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 15


. .. >> D e co r aç ão < < . . . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Ibratin leva à 2ª Mostra Artefacto Preview Brasília novidades em revestimentos especiais Empresa está presente em 25 ambientes de arquitetos renomados com sua linha de produtos e revestimentos texturizados A Ibratin participa da 2ª Mostra Ar­ tefacto Preview, em Brasília (DF). A pro­ posta dessa edição, que teve início no dia 28 de abril, é de que cada arquiteto se inspire em uma personalidade famosa para criar e apresentar seu ambiente. O evento tem duração de um ano. A empresa segue presente em 25 ambientes, mostrando seus produtos ao lado de profissionais renomados. Den­ tre os produtos da marca presentes na mostra estão: o Divina Massa Corrida, o Permalit Cristallini, o Selador Permalit

16 • junho_2014

Fundo, Divina Latex Interno, Permacryl Acetinado e o Effeti. A Linha Effeti é um revestimento decorativo acrílico hidror­ repelente que promete alta resistência e durabilidade, sendo perfeito para fa­ chadas e ambiente interno. Este produ­ to apresenta como característica final, escamas finas, dando um toque rústico ao ambiente. Já o Effeti Line possui nu­ ances douradas que dão um toque de luxo ao local. O Divina Látex Interno é uma tinta acrílica com acabamento fosco, ideal para áreas internas. O Di­ vina Massa Corrida é uma massa niveladora. O Per­ macryl Acetinado é a tin­ ta premium que pode ser usada em alvenaria, rebo­ co, concreto e massa cor­ rida ou massa acrílica. Seu uso é interno e externo. O Permalit Cristallini é uma textura decorativa acrílica hidrorrepelente para fa­ chadas e ambiente inter­

no. Este produto possui diversas varia­ ções granulométricas, como fino, médio e máximo. Todas as texturas da Ibratin já vêm pigmentadas na cor escolhida. Já o Permalit Fundo é um selador pig­ mentado, base para alguns dos reves­ timentos texturados da marca em exte­ riores e interiores.

“A participação da Ibratin na Mostra é algo do qual nos orgulhamos, pois de­ monstrar nossos produtos através de ar­ quitetos renomados na capital do país é resultado de todos os nossos esforços e da qualidade do que oferecemos”, afir­ ma Dijan Barros, gerente de vendas e marketing da Ibratin.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 17


. .. >> Ro lo s e Pin c é i s < < . . . . . . . . .................................................................................................

A atualização e a procura por novas tendências im­ pulsionam o segmento de rolos e pincéis à inovação, qualidade, eficiência, bom desempenho e sustentabi­ lidade. Conforme comenta Guilherme Fehlberg Go­ mes, da área de marketing da Pincéis Atlas, a bus­ ca por melhorias e inovações em produtos neste seg­ mento é constante, visto que isso é que dá destaque às marcas. “O mercado é muito competitivo e os prin­ cipais desafios hoje é justamente se manter inovador para ser percebido como líder e entregar cada vez mais qualidade ao mercado, profissionais e usuários do nos­ so ramo”, ressalta. A substituição de materiais, como os rolos de mi­ crofibra e poliamida, e novos tecidos, são exemplos da evolução deste setor. “A poliamida e a microfibra são excelentes tecidos para pintura que, ao poucos, vão ganhando a preferência dos pintores brasileiros”, co­ menta Roberto Bernal, gerente nacional de vendas da Roloflex, sem deixar de mencionar que existe ainda o desafio de ter rolos de qualidade com preços cada vez mais competitivos. “Muitas empresas abrem mão da qualidade, devido ao preço, e isso vem piorando bas­ tante a qualidade dos produtos no mercado. Nossa em­ presa tem comprometimento com a qualidade e não entra nessa briga de preços”, atenta. Para o gerente de marketing da Pincéis Tigre, Adilson Roberto Violante, a grande inovação no mer­ cado brasileiro foi o desenvolvimento dos pincéis e ro­ los de origem sintéticas. “Temos uma linha comple­ ta de rolos para os mais diversos tipos de superfícies e tintas, podemos desenvolver lã de alta performan­ ce para o acabamento mais fino, até as lãs mais altas para preenchimento em superfícies rugosas. A linha de pincéis não fica atrás, os de filamentos sintéticos são desenvolvidos para as tintas base água e de sol­ ventes, sendo recomendados para paredes, madeiras e metais”, justifica Violante ao destacar que são pro­ dutos que proporcionam alto acabamento, excelente controle de traço, durabilidade e facilidade de limpe­ za, características importantes e que fazem a diferen­ ça nos rolos e pincéis. Os conceitos de sustentabilidade – da matéria-pri­ 18 • junho_2014

ma ao produto final – também estão inseridos no seg­ mento. A Castor acaba de lançar um rolo, cuja man­ ta tem certificação de origem e reciclagem. Inclusive, o cabo do produto é fabricado com matérias-primas recicláveis, procedimento sustentável que, segundo a diretora da empresa, Cristina Czarlinski, é aplicado em toda linha de rolos de pintura. Daniel Pereira Coutinho, coordenador de produ­ tos do segmento de Pintura Imobiliária da Condor, acredita que toda essa evolução nos acessórios de pintura vem sendo acompanhada de perto pelo con­ sumidor brasileiro ao buscar qualidade e preço justo. E para ele, o mercado está aquecido, embora não es­ teja na velocidade esperada. “Nossa aposta é que haja crescimento”, diz. Conheça agora alguns lançamentos em rolos e pin­ céis disponíveis no mercado nacional. A Pincéis Atlas lançou no mercado a linha Profi­ max que compreende super rolos com maior diâme­ tro, prometendo mais rendimento. Guilherme Fehlberg Gomes, da área de marketing, explica que com diâme­ tro de 46 mm, estes rolos oferecem 25% mais rendi­ mento do que os rolos de diâmetro convencional, de­ vido ao seu maior tubo. Os rolos Profimax são ideais para pinturas de grandes superfícies, pois retêm mais tinta e não necessitam de tantas recargas, e estão dis­

poníveis em três modelos: MaxiLã, AntiGota, Extra e o Garfo que foi especialmente desenvolvido para a linha. Produzido com lã natural de 25 mm, o rolo Pro­ fimax MaxiLã (ref. AT328/46) possui uma densidade que a fabricante admite ser superior e que lhe confe­ re excelente rendimento e cobertura. Em sua fabrica­ ção, conta com o tratamento SuperWash, que evita o embaraçamento da lã, conferindo melhor desempe­ nho e durabilidade nas pinturas em superfícies rugo­ sas e semirrugosas. O Rolo Profimax AntiGota (ref. AT321/46) é produzi­ do em poliamida tramada em tecido. Ideal para super­ fícies lisas, com tintas à base de água ou solvente. Se­ gundo Gomes, possui superior capacidade de retenção de tinta e cobertura e, devido a isso, reduz os respin­ gos. As vantagens que lhe são apontadas: fibras tran­ çadas são melhores para reter e aplicar a tinta na su­ perfície; não solta pêlos durante a pintura, proporcio­ na uma cobertura rápida e sem respingos. O Rolo Profimax Extra (ref. AT322/46) é feito com pele de carneiro Merino australiano com lã extralon­ ga e densa. Por proporcionar uma grande capacida­ de de retenção de tinta, é recomendado para pinturas com tintas látex, acrílico, PVA, óleo e esmalte em pa­ redes externas rugosas ou texturizadas. Para o diâmetro exclusivo de 46 mm destes rolos Profimax, a Atlas desenvolveu um garfo especial, mais resistente e com muito mais ergonomia e conforto para a hora de pintar. O garfo Profimax (ref. AT546/23) é com­ patível somente com os rolos Atlas Profimax. A Pincéis Atlas também apresenta o novo Rolo Bra­ sileirinho (ref. AT2014). Com manta de 9 mm e largura de 23 cm, oferece boa cobertura e rendimento, devido a sua manta antirrespingos que, por ser mais baixa, é ideal para a pintura de paredes lisas. Ampliando o portfólio de trinchas sintéticas, a em­ presa lançou a Trincha Dupla Sintética DuplaTek (ref. AT415). Com as medidas de ½, ¾, 1, 1½, 2, 2½, 3 e 4 polegadas, a Atlas considera o produto uma inovação em trinchas para o mercado nacional. DuplaTek pos­ sui cerdas sintéticas maciças apontadas quimicamente em formato de estrela, o que proporciona maior capa­ /jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 19


. .. >> Ro lo s e Pin c é i s < < . . . . . . . . ................................................................................................. cidade de retenção de tinta. Cerdas sintéticas comuns, por serem muito lisas, deixam a tinta escorrer, ofere­ cendo baixa capacidade de retenção de tinta. O Pad (Ref. AT750/70 e AT750/35) para recortes e acabamento em pintura da Atlas é uma ferramenta para arremates em cantos, aberturas, rodapés e mar­ cos de portas e janelas. Gomes afirma que a lã sintéti­ ca proporciona um ótimo acabamento, e os rodízios um alinhamento perfeito da pintura. O pad é indicado para todos os tipos de tintas quando aplicadas em superfí­ cies lisas e conectável à linha de prolongadores Atlas. A Castor lança a linha “Eco Lã” de Rolos para Pin­ tura da Castor que está disponível no mercado em três tamanhos: de 23 cm, 15 cm e 9 cm. A manta des­ tes rolos tem cor esverdeada e, segundo a fabricante, é extremamente macia e não respinga na aplicação. “Sua qualidade é a mesma que caracteriza toda linha de produtos da Castor. Entre as vantagens, estão gran­ de absorção da tinta, deslizamento suave com cober­ tura uniforme e ótimo acabamento”, aponta a diretora da empresa, Cristina Czarlinski.

A manta Eco Lã da Castor tem certificação de ori­ gem e reciclagem. Como todos os rolos de pintura da linha da marca, estes também são fabricados pelo pro­ cesso de termofusão, ou seja, a manta é fundida ao tubo pelo calor, sem o emprego de colas ou resinas, tor­ nando os rolos extremamente resistentes e duráveis. O cabo na cor verde é fabricado com matérias-pri­ mas recicláveis, procedimento sustentável aplicado em toda linha de rolos de pintura. O Rolo Eco Lã no tamanho de 23 cm com pêlo de 13 mm de altura é indicado para pinturas em superfícies semirrugosas e lisas com tintas Látex PVA e Acrílica, à base de água. Já os menores, de 15 cm e 9 cm, têm pêlo de 8 mm de altura e são adequados para pinturas em superfícies lisas. Recentemente, a Pincéis Compel lançou o Rolo de Lã Legítima pele de Carneiro 23 cm e as Trinchas de Cerdas Gris Sintéticas. O novo rolo é ideal para pintu­ ra em paredes extremamente rugosas, semirrugosas e

20 • junho_2014

texturas, e indicado para aplicação de látex, PVA e tin­ ta acrílica à base de água. De acordo com Luiz Sergio Bonatti, diretor de marketing, é um produto que apre­ senta boa absorção e retenção da tinta, além de exce­ lente acabamento. A altura da lã é de 25 mm. A nova Trincha de Cerdas Gris Sintética é voltada para pintura em metais, paredes, madeira, entre ou­ tros; e por ser considerada multiuso é indicada para to­ dos os tipos de tintas e vernizes. A fabricante assegura cobertura uniforme e ótimo acabamento. A linha de rolos de espuma Condor ref. 983 e 976 com 5 cm, 9 cm, 15 cm, passaram por inovações com o aumento do diâmetro, aprimorando assim a resistên­ cia, aparência e o rendimento dos produtos.

Outra novidade são as trinchas com filamento 100% sintético, ideais para acabamentos finos. Uma delas é a Trincha 711 que, segundo Daniel Pereira Coutinho, co­ ordenador de produtos do segmento de Pintura Imobi­ liária da Condor, oferece maior resistência e ótimo aca­ bamento, sendo ideal para “recortes” e indicada para uso com vernizes e stain. “As pontas plumadas garan­ tem acabamento superior e o filamento ondulado pro­ porciona mais rendimento que sintéticas comuns”, ex­ plica Coutinho ao destacar também a Trincha 724 que tem as mesmas características, porém, é indicada para uso com tinta óleo e esmalte sintético. De acordo com o coordenador, a Condor Pincéis superou as expectativas no ano passado e investiu em novas tecnologias para ganhar velocidade no proces­ so produtivo e melhorar ainda mais a qualidade da li­ nha de produtos. A linha Roloflex tem alguns rolos mais recentes como o rolo Superlã 5 desenvolvido para pintura que apresenta novo cabo. Fabricado com 100% de lã natural aveludada, está disponível nos tamanhos 5, 10 e 15 cm, sendo indicado para pintura em esmalte, verniz, epóxi,

laca e stain em superfícies lisas. Outro lançamento é o rolo Multiuso Mini. Ele tam­ bém possui novo cabo e suas hastes são cromadas e com lateral fechada proporcionando, segundo a fabri­ cante, melhor acabamento e evitando marcas na pin­ tura. Disponível nos tamanhos 5, 10 e 15 cm, é uma ferramenta indicada para pintura acrílica, esmalte, látex, epóxi em superfícies lisas e rugosas, e prome­ te não respingar. Segundo Roberto Bernal, gerente nacional de ven­ das, os investimentos mais atuais da Roloflex estão concentrados na área produtiva, no parque fabril. “Ad­ quirimos novas máquinas de produção para os ro­ los de lã que aumentarão a capacidade produtiva em 80%”, revela. A Pincéis Tigre destaca os pincéis de cabo “anzol”, que fizeram bastante sucesso durante a Feicon 2014, bem como, os rolos para textura infantil e o rolo de mi­ crofibra. O primeiro, conhecidos como pincéis de cabo de “anzol”, é a linha de trinchas 695, 696, 697 da famí­ lia 69X que está de cara nova, agora com diferente de­ sign, maior e mais robusto, para um perfeito acaba­ mento. Conforme explica o gerente de marketing, Adil­ son Roberto Violante, as trinchas tiveram o formato dos seus cabos revitalizados, com exclusivo design. “Ago­ ra é possível também pendurá-las em latas de tintas e caçambas, além de facilitar a arrumação nos gan­ chos dos expositores”. Além dos tradicionais rolos para texturas já conhe­ cidos da marca, a empresa reforça a linha com mais dois lançamentos: os Rolos Kids de Textura (Meninos e Meninas) para efeitos infantis. “Vai ficar mais fácil de­ corar o ambiente para a criançada, deixando mais ale­ gre e divertido”, diz Violante.

O outro produto destacado é o Rolo de Microfibra para Paredes ref. 1338-23. Comercializado no tama­ nho 23 cm, ele é produzido em microfibra com altu­ ra de lã de 19 mm, sendo ideal para paredes ásperas e rugosas aplicadas com tinta látex e acrílicas. Nes­ te produto, a fabricante destaca o desempenho similar à pele de carneiro e, em breve, este modelo também será apresentado nos tamanhos de 9 e 15 cm para uso em áreas menores.   “Estamos fazendo grandes investimentos na automação dos processos. Já contávamos com a automação na linha de rolos de lã e  investimos, re­ centemente, na automação dos pincéis imobiliários, sempre no intuito de melhorar os processos e pro­ dutos. Todos os esforços são dedicados neste senti­ do: oferecer o melhor produto do mercado”, enfatiza o gerente de marketing. /jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 21


. .. >> L a nça me n to < < . . . . . . . . . . . . . .......................

God Mix aumenta seu portfólio de produtos Empresa lança acrílico premium e dobra capacidade de produção De olho no futuro e sempre pensan­ do em aumentar o seu portfólio de pro­ dutos, a God Mix acaba de dobrar a sua capacidade de produção fabril. Anterior­ mente produzindo seis mil galões por dia, a empresa agora passa a fabricar, 12 mil galões por dia. “Paralelamente a este processo estávamos desenvolven­ do, desde o ano passado, o nosso mais recente lançamento: o God Mix Acrílico Premium”, explica o proprietário Ale­ xandre Santos Godinho. Segundo ele, trata-se de uma tin­ ta de performance, desenvolvida com matérias-primas de alta tecnologia, que proporcionam um acabamento fos­ co aveludado, rendimento extra, grande poder de cobertura, excelente resistên­ cia a intemperismo, baixo odor e ainda conta com suave perfume. “Temos co­ mo foco principal o desenvolvimento de produtos de qualidade e sentimos a ne­ cessidade de lançar esta tinta, devido ao grande sucesso de toda a nossa linha de

22 • junho_2014

produtos”, complementa. A God Mix já acumula seis anos de atividades e, de acordo com Godinho, a empresa cresceu 37% no primeiro tri­ mestre deste ano: “são números que temos que comemorar”, diz. Com o lançamento do God Mix Acrí­ lico Premium, a empresa espera conso­ lidar ainda mais a sua marca no merca­ do. Para o segundo semestre outros dois produtos serão lançados no mercado.

... > > E lei ta << ..............................................

Tintas Wanda apresenta sua nova garota-propaganda A Tintas Wanda anunciou a vencedora do concurso Nova Wandinha 2014: Lucila Aubin foi eleita a nova garota-propaganda da marca e vem para reforçar o time que, ao longo de 80 anos de trajetória, conquistou a preferência dos profissionais do merca­ do de repintura automotiva, conforme afir­ ma a fabricante. Durante anos, a garota-propaganda “Wandinha” tem representado a marca com muita seriedade, comprometimento e sim­ patia. E dando continuidade a este traba­ lho, a empresa desenvolveu um hotsite es­ pecialmente para o concurso, com um bre­ ve perfil de quatro candidatas. Quem esco­ lheu a nova Wandinha foram os clientes e pintores do mercado automotivo. A partir de agora, Lucila estampará to­ dos os materiais impressos e eletrônicos referentes à marca, além de participar de encontros com pintores em todo o Brasil e de visitas a oficinas e revendas de tintas. Conheça mais sobre a nova Wandinha: Cidade natal: São Paulo - SP Comida preferida: Italiana Time de futebol: Corinthians Hobbie: Ouvir música

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 23


. .. >>Suste nta bi l i da d e < < . . . . . .......................

Kröten lança tinta elaborada com insumos naturais

A Kröten, com fábrica situada em Po­ merode (SC), lança a Kröten Ecotin­tas. Trata-se de uma tinta mineral isenta de compostos orgânicos volá­teis (VOC), que não usa derivados de petróleo e, con­ forme cita o gerente comercial da mar­ ca, Elton Bussolo Gomes, é sem chei­ ro e oferece excelente poder de cober­ tura e acabamento fosco, sendo ideal para casas e apartamentos. “Sua alca­ linidade natural lhe confere um efeito desinfeccionante, ideal para consultó­

24 • junho_2014

rios médicos e ambientes residenciais”, acrescenta. Por não causar danos a saúde, Go­ mes relata que o ambiente pintado pode ser habitado imediatamente após a se­ cagem. É uma tinta que pode ser apli­ cada em zonas úmidas, pois mantém a superfície respirável e resiste a fungos, algas e bactérias. Além disso, a fabri­ cante atesta que não forma bolhas e não descasca, por que não retém a umidade, porém, bloqueia a entrada de água. Ou­ tro detalhe apontado é que, por não ser inflamável, é perfeita para rotas de fuga e saídas de emergência. “Pela facilidade do uso, pode ser uti­ lizada por qualquer profissional de pin­ tura, sendo empregadas as mesmas fer­ ramentas de uma tinta acrílica conven­ cional, porém com uma relação perfei­ ta de custo x benefício proporcionan­ do maior durabilidade da tinta”, decla­ ra o gerente. Fornecido em embalagem de 25 kg com rendimento de até 150 m2 por de­ mão, o produto é indicado para áreas ex­ ternas e internas.

... > > R eparaç ão autom otiva << ...................

Skylack lança sua linha de reparo rápido A Skylack Tintas e Vernizes acaba de lançar mais uma novidade: a linha de re­ paro rápido Skyfast. Tratam-se de pro­ dutos de alta performance e secagem ultrarrápida, segundo a empresa, vol­ tados para pequenos reparos automo­ tivos. Com a novidade, um pequeno con­ serto pode ser realizado - desde a apli­ cação do primer ao polimento -, em até quatro horas. De acordo com a Skylack, o objeti­ vo em lançar esta linha é agregar valor às oficinas. A ideia é que a oficina pos­ sa receber e entregar o carro no mesmo dia, facilitando assim a vida do cliente, além de poder ganhar espaço na oficina. A linha Skyfast conta com os seguin­ tes produtos: Primer Skyfast HS Cin­ za 4:1 RR100 - possui secagem ultrar­ rápida e alto rendimento, é indicado no preparo de superfícies ferrosas, plásti­ cos devidamente preparados com a Se­ ladora para Plásticos Skylack e super­ fícies não ferrosas, com o uso do Wash Primer Fundo Fosfatizante 550, e ain­ da sobre a Massa Poliéster K7, para to­ dos os tipos de acabamento. O produ­ to possui alto teor de sólidos, excelen­ te poder de enchimento e fácil lixamen­

to. Boa aderência e dureza. Uma carac­ terística interessante deste primer é a sua secagem: ao ar, ele seca em ape­ nas uma hora e meia. O Primer Skyfast HS Cinza 4:1 RR100 utilizado com o Aditivo Skyfast RR500 torna‐se ainda mais rápido com rela­ ção à secagem. O tempo para lixamen­ to é reduzido para apenas 25 minutos. Outro produto que compõe a linha é o Verniz Skyfast HS 5:1 RR200 - um pro­ duto de alta performance, pois apresen­ ta alto teor de sólidos e alta resistência às intempéries. Possui excelente reten­ ção de brilho e como principal caracte­ rística da linha, oferece secagem mui­ to rápida: em apenas 90 minutos ao ar, estando pronto para o polimento.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 25


.. . >> Ani v e rsá r io < < . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Bela Tintas comemora aniversário com encontro de fornecedores Evento aconteceu na loja de Santo André (SP) No dia 9 de maio, a Bela Tintas reali­ zou o 2º Encontro de Fornecedores e co­ memorou os sete anos da filial de San­ to André, no ABC Paulista. Cerca de 350 pintores e empresários da região compareceram ao evento, que contou com a participação de importan­ tes fabricantes de tintas. Foram monta­ dos pequenos estandes na área da loja e lá os fabricantes apresentavam e de­ monstravam os seus produtos para os visitantes. Segundo Solange Gonçalves Barreto, gerente da unidade, o público era bastante interessado e pôde confe­ rir cada um dos produtos expostos, so­ lucionando dúvidas e também ganhan­ do diversos brindes.

26 • junho_2014

Solange Barreto, gerente da loja de Santo André; Mauro Rosas, cliente e Castor Garcia Papa, proprietário da rede Bela Tintas e Casa da Pintura

A Bela Tintas, que já tem mais de 20 anos de existência, possui outras nove lojas, espalhadas pelo Estado de São Paulo: Mauá (matriz), Diadema, São Bernardo, São José dos Campos e Ja­ careí. Com a aquisição da loja A Casa da Pintura e, mais recentemente, da A Esquina das Tintas, o grupo ficou ain­ da mais forte, oferecendo um mix de produtos ainda maior e disponibilizan­ do cerca de 20 veículos para a agilida­ de nas entregas. “Visamos o bom aten­ dimento aos clientes, buscamos inovar e oferecer treinamentos aos nossos funcionários. Essa é a marca do nosso sucesso” finaliza o proprietário Castor Garcia Papa.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 27


.. . >> Co pa d o m u n d o < < . . . . . . . . . .................................................................................................

Pinte a casa para reunir a família e os amigos durante os jogos do mundial de futebol

No mês de junho os brasileiros têm um motivo especial para reunir paren­ tes e amigos em casa: os jogos do cam­ peonato mundial de futebol. Para en­ trar no clima da torcida pela seleção, a Suvinil, marca de tintas imobiliárias da BASF, apresenta algumas dicas de como transformar os ambientes da casa para essa ocasião. O tema Plural, do estudo de ten­ dências da Suvinil, apresenta uma pa­ leta bem brasileira, composta exclusi­ vamente por tons de azul, amarelo e verde. Ana Kreutzer, designer de cores da marca, explica que “uma composi­ ção de nuances mais luminosas des­ sas cores, como o azul Curaçau Blue, o verde Pau-Brasil e o amarelo Quin­ dim, criam uma atmosfera mais leve e fluida em comparação com as tonali­ dades originais da bandeira”. A brasili­ dade está presente, mas de forma dis­ creta e harmoniosa, trazendo alto-as­ tral para dentro de casa. Para os que possuem um perfil mais

28 • junho_2014

Fotos: Divulgação

Suvinil dá a dica: renove a energia dos ambientes com cores que refletem brasilidade para torcer pela seleção

clássico, mas também desejam trazer as cores da bandeira para um dos am­ bientes da casa, vale neutralizar a pa­ rede principal com a cor cinza Inox, ou com um tom suave de azul acinzenta­ do, como o da cor Chuva de Prata. Para completar o ambiente, a dica é investir

em uma parede de destaque em tom de verde denso e profundo como o Arau­ cária. Composições como esta, além de acolhedoras, despertam segurança e sofisticação. “Apostar em novas cores é uma óti­ ma opção para uma transformação de

impacto. Uma simples pincelada de tinta é capaz de mudar completamen­ te um ambiente e estimular diferentes emoções na decoração da casa. Deter­ minados tons alegram, enquanto outros acalmam, permitindo renovação emo­ cional e de humor”, explica Ana.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 29


. .. >>Inte r ne t < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .......................

Agora com página no Instagram, Brasilux aumenta suas plataformas nas redes sociais Presente nas redes sociais desde 2013, a Brasilux Tintas está ampliando suas plataformas de atuação na web e agora também está no Instagram. De­ pois de marcar presença no Facebook, Flickr e YouTube, a marca chega a fa­ mosa mídia de fotografias, filtros e pe­

quenos vídeos para smartphones, dan­ do seguimento a sua estratégia de se aproximar plenamente de clientes, ad­ miradores e representantes via internet. Por meio do endereço www.insta­

30 • junho_2014

gram.com/brasilux_tintas, caso for acompanhar pelo navegador do com­ putador, ou pelo username - @brasi­ lux_tintas, para seguir e acompanhar as postagens pelo celular, a conta da em­ presa na rede social adota a mesma ten­ dência das outras plataformas e apos­ ta em muitas cores e fatos inspirados no dia a dia, como datas comemorativas. No ar há pouco tempo, o Instagram da Brasilux Tintas já reúne bom núme­ro de seguidores e há a expectativa de cres­ cimento orgânico dentro dos próximos meses. Com atua­ lizações diárias, a conta pode ser aces­ sada de maneira rápida e fácil. Os ou­ tros meios de seguir a marca são: www. facebook.com/brasiluxtintas, www.fli­ ckr.com/brasiluxtintas e www.youtube. com/brasiluxtintas.

... > > A ç ão s o c ial << .....................................

Tintas Real faz homenagem às mães A empresa promoveu evento em parceria com a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Aracília, em Guarulhos (SP)

Luyne Moraes, da Tintas Real, entrega rosa para gestante de gêmeas, com data provável do parto para junho

Em 08 de maio, a Tintas Real promo­ veu na UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro Aracília, que pertence ao mu­ nicípio de Guarulhos (SP) e está próximo a unidade fabril da empresa, uma ação em homenagem as mães. Em parceria com a equipe da UBS, a Tintas Real fez toda a decoração do evento, colaborando com as atividades realizadas e, ao final, todas as participantes receberam rosas com uma linda mensagem. O objetivo da fabricante de tintas foi homenagear todas as mães, retri­ buindo a dedicação e o amor de cada uma delas. Segundo Luyne Moraes, do departamento de marketing da Tintas

Mães na entrada da UBS

Real, o evento teve uma ótima reper­ cussão. “Tivemos vários retornos po­ sitivos das mães que estavam presen­ tes, muitas elogiaram a participação da Tintas Real, gostaram das rosas, da decoração e das outras atividades realizadas”, declara Luyne ao desta­ car que escutou, inclusive, pedidos pa­ra repetir a ação no ano que vem: “Queremos agradecer a participação das Tintas Real na comemoração do dia das mães e, contamos com a em­ presa nos próximos eventos”, disse a enfermeira Maria Auxiliadora (Dora), enfermeira da USF (Unidade de Saú­ de da Família) de Aracília.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 31


.. . >> Re v e nda < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Grupo Varejão Tintas celebra 25 anos com 10 lojas de varejo A rede, que há 18 anos comercializa a marca Tintas Real, possui unidades nas regiões do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Litoral Sul, tendo incorporado recentemente a loja Tintas Vertical que fica em São José dos Campos (SP) O Grupo Varejão Tintas foi fundado em 1989 com uma pequena loja em São José dos Campos (SP). Seu sócio fundador foi Marcelo Nogueira Dittrich que, na época, tinha 20 anos de idade. Desde então, o cresci­ mento da empresa foi constante com a expansão da rede, modernização das lojas e diversificação de ope­ rações. “Somos hoje um Grupo com 10 lojas de varejo atuando em todo o Vale do Paraíba, Litoral Norte e Li­ toral Sul. Nestes 25 anos, nos tornamos referência no mercado de tintas e complementos de pintura, com re­ petidos destaques em rankings especializados”, conta Dittrich, ao lembrar que, em 2013, no ranking da Ana­ maco, grupo São Paulo-interior e litoral, a rede obte­ ve a 53° colocação.

A rede atua no comércio e distribuição de tintas imo­ biliárias, sendo de característica multimarca. Tendo in­ corporado recentemente a loja Tintas Vertical que fica em São José dos Campos (SP), ainda projeta abrir mais duas lojas em cidades onde ainda não tem participação.

32 • junho_2014

De acordo com Dittrich, que comanda os negócios ao lado de Ulysses Pagliaro, o Grupo busca sempre a inovação e tem consciência da responsabilidade social e ambiental. “Introduzimos as resinas e tintas esmal­ te à base de água, estamos eliminando o uso de co­ pos descartáveis, incentivamos a reciclagem de em­ balagens e apoiamos atividades regionais beneficen­ tes e esportivas”. O Varejão Tintas comercializa a marca Tintas Real há 18 anos, ou seja, desde a sua fundação. “É de extrema importância a parceria com a Tintas Real, pois além de nos propiciar vender seus produtos de alta qualidade, deixando rentabilidade; nos faz acreditar que ainda existe fabricante parceiro, e não simplesmente uma relação de “números”, destaca o fundador. Segundo ele, o Grupo conta hoje com os melhores sistemas de preparação de tintas, totalmente compu­ tadorizados, capazes de reproduzir mais de 10 mil co­ res ou ainda criar cores personalizadas. Possui tam­ bém o colorímetro digital, aparelho que faz a leitura da cor de objetos ou superfícies e devolve a referência da tonalidade para preparar a tinta, ampliando as possi­ bilidades de decoração, além de facilitar a repintura. A rede ainda promete oferecer grande variedade de pro­ dutos e marcas e uma frota de entregas que garante a agilidade necessária. A cada semana introduz novi­

dades em seu catálogo, contando hoje com mais de 3 mil itens em estoque. Dispõe de atendimento especia­ lizado e em domicílio para consumidores, construto­ ras e empresas, com total apoio e orientação técnica. Periodicamente, são realizados treinamentos para os funcionários em parceria com fornecedores e tam­ bém palestras técnicas para pintores, arquitetos, de­ coradores e consumidores, mantendo sintonia com as tendências e novidades do mercado. “Prezamos muito nossos valores que são éti­ ca, profissionalismo, responsabilidade e dedicação ao cliente. Eles norteiam nossas ações e definem a personalidade do Grupo Varejão Tintas, sendo a base de nosso sucesso em todos esses 25 anos”, fi­ naliza Dittrich.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 33


.. . >> Arti g o < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ..............................................................................................

O lojista que circulava Numa referência ao genial escritor Malba Tahan, cuja obra intitulada “O homem que calculava” ensinou muitos jovens a gostar de matemática, o título deste artigo pretende estimular lojistas a gostar mais de circular e interagir nos seus pontos de venda Por Rafael Ferreira, Gerente Comercial da Montana Química S.A. A vida de um empresário de loja de tintas é normalmente muito atribulada. Se for dono de uma rede, a coisa fica ainda mais complicada. Atividades diá­ rias de administração, reuniões, nego­ ciações, fornecedores e clientes conso­ mem cada minuto. Porém, apesar do es­ forço e das exigências no dia a dia, o em­ presário deve estar sempre pronto para os desafios. Afinal, a sabedoria contida no dito popular segundo o qual “o olho do dono é que engorda o gado” vale tam­ bém para o lojista. Há bons exemplos de donos de redes de lojas que se preocupam em ter ex­ celente relacionamento com suas equi­ pes de vendas. Esses empresários en­ tram de bom grado no corpo a corpo em cada loja, pois sabem que o retorno é compensador. Nesses contatos regu­ lares passam a entender que seus cola­ boradores, como os balconistas e profis­ sionais de telemarketing, não são má­ quinas. Têm necessidades que vão des­

34 • junho_2014

de o aspecto pessoal, até demandas por treinamento específico sobre uma nova linha de produtos, aspectos de atendi­ mento ou de vendas. Essa proximidade com as pessoas faz com que o dono seja um forte aliado de sua equipe. Isso contribui para o desen­ volvimento das vendas e diminui a rotati­ vidade do pessoal. O bom relacionamen­ to permite ao lojista entender melhor a região em que atua para, com isso, bus­ car a qualificação adequada de seus pro­ fissionais que estarão capacitados não só para melhorar as vendas, mas para trabalhar com produtos de maior valor agregado, fator de ampliação da lucrati­ vidade. O equilíbrio entre equipe de ven­ das e empresa produz sinergia. Leva o estímulo comercial àquela que é a por­ ta de entrada do consumidor na loja de tintas: o balcão de atendimento. É ge­ ralmente o balconista quem escancara essa porta com as melhores boas-vin­ das ao cliente.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 35


.. . >> L a nça men to < < . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Vedacit lança fitas multiuso autoadesivas coloridas Originalmente em cor alumínio, o mercado passa a contar agora com as opções branco, terracota e cinza. A empresa também apresenta novas Mantas Asfálticas em diferentes tipos e espessura A Vedacit lança novas cores para as Fitas Multiuso Autoadesivas com o ob­ jetivo de proporcionar ao consumidor ainda mais eficiência e versatilidade nas obras. Segundo a fabricante, o produto apresenta excelente aderência a vários substratos. Originalmente em cor alumínio, o mercado passa a contar agora com as opções branco, terracota e cinza, para que possam combinar com os diferen­ tes locais de aplicação. Por utilizar po­ lietileno como estruturante central, o produto tem mais resistência e serve

36 • junho_2014

pa­ra vedar rapidamente goteiras e in­ filtrações. Já sua cobertura superficial de alumínio flexível protege a constru­ ção dos raios solares. Fácil e rápido de aplicar, as membra­ nas asfálticas impermeáveis podem ser utilizadas ainda para vedação de telhas metálicas, fibrocimento e concreto; ru­ fos, calhas; parafusos de fixação de te­ lhas; dutos de ventilação e ar condicio­ nado; reparos em carrocerias de cami­ nhões-baú e furgões. O produto deve ser cortado na medi­ da desejada e aplicado em superfícies

limpas, secas e isentas de pó. Caso se­ jam porosas, devem ser preparadas com duas demãos de Primer Manta ou Pri­ mer Eco, com secagem de quatro a seis horas antes da colagem da fita. Novas opções de mantas asfálticas A Vedacit também traz novidades ao setor com o lançamento de Mantas As­ fálticas em diferentes tipos e espes­ sura, para proporcionar ao consumi­ dor ainda mais eficiência e versatilida­ de nas obras. A empresa apresenta ao mercado mantas com opções de tamanhos (Po­ liéster tipo II, III, IV, versões 3 e 4 mm) e de acabamentos (Manta Asfáltica em Polietileno, Manta Asfáltica Ardosia­ da e Manta Asfáltica Areia). Além dis­ so, disponibiliza ao varejo a Manta As­ fáltica em Fibra de Vidro, uma novida­ de na categoria. Por serem elaboradas com asfalto modificado com polímeros e armadas com estruturantes especiais, as man­ tas da marca prometem ser flexíveis e

possuir grande capacidade de alonga­ mento, com boa resistência à tração, à punção e ao rasgamento, gerando total impermeabilidade às estruturas. Dife­ renciadas pelo tipo e campo de aplica­ ção, podem ser encontradas nas ver­ sões Alumínio, Poliéster, Polietileno, Transitável e agora também em Fibra de Vidro.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 37


. .. >> P i o ne i ri s m o < < . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Rende Muito foi a primeira tinta de alto rendimento lançada no mercado, e ocupa posição de destaque Com esse produto, a Coral introduziu o conceito de alta diluição e maior rendimento e, desde então, celebra a grande aceitação dos consumidores e a liderança em vendas O compromisso em buscar sempre a inovação como forma de atender às expectativas dos consumidores e profissionais do mercado de tintas, faz a Coral sair na frente com produtos diferenciados. Um dos maiores exemplos disso foi o lançamento do Rende Muito, que segundo a empresa foi a primeira tinta de alto rendi­ mento lançada no Brasil. A evolução deste produto começa no final da década de 90 e início de 2000 com a linha Coralatex. Para se diferenciar das tintas standard convencionais, a Co­ ral desenvolveu em 2003 o Coralatex Turbo, uma tinta com cobertura superior que, após ser reformulada, foi relançada em 2006 com rendimento 20% maior. Con­ tudo, em 2008 ocorreu a impactante mudança: o pro­ duto foi intitulado Rende Muito e sua fórmula permi­ tia diluição de até 50% em água, chamando a atenção do consumidor para o benefício de maior rendimento e do melhor custo x benefício. Um ano depois, em 2009, o Rende Muito aumentou a possibilidade de diluição para até 60% - atributo destacado pela primeira vez na lata da tinta - com a vantagem de pintar até 380 m2. “Foi um grande avanço tecnológico. Até então, não

Evolução do Rende Muito até chegar a sua fórmula atual

Benito Berretta, diretor de marketing, e Henrique Striker, gerente de marketing de produtos, ambos da Tintas Coral

se falava em tinta com esse rendimento, até porque não existia nenhum produto com este tipo de desem­ penho. A Coral foi pioneira na tecnologia e criou essa categoria no mercado”, enfatiza Benito Berretta, dire­ tor de marketing da Tintas Coral. Fórmula que deu certo Em 2011, o mercado se deparou com a maior ino­ vação da linha, cuja fórmula é um sucesso: o Rende

Muito com 30% mais cobertura em relação à fórmula anterior, diluição de até 80% e a capacidade de pintar até 500 m2 por demão com a lata de 18 litros. Hoje, esse produto é conhecido como “Rende Muito - O Original” justamente para destacar seu pioneirismo. Conforme cita Henrique Striker, gerente de marke­ ting de produtos da Tintas Coral, é uma tinta altamente concentrada, que apresenta excelente poder de cober­ tura e baixo respingamento. Além disso, se apresenta como solução sustentável já que uma lata de Rende Muito equivale a quase duas latas de tinta convencio­ nal. “Significa geração menor de energia no processo de fabricação, quantidade menor de matérias-primas, embalagens, transporte e menos resíduos”, constata. Striker também afirma que, apesar de estar inserida na categoria standard, é uma tinta reconhecida, pelo valor percebido por profissionais de pintura e consu­ midores como uma tinta premium e até pela vantagem de preço, como a melhor e mais eficiente tinta de alto rendimento do mercado, sendo a única que possui ca­ racterísticas de tinta premium. Segundo Berretta, com todos estes atributos o pro­ duto é líder de vendas. “Desde seu surgimento, em 2003, o Rende Muito cresceu quatro vezes mais que o mercado. A lata de 18 litros na cor branca é a mais ven­ dida da AkzoNobel no Brasil e no mundo inteiro”, de­ clara o diretor ao lembrar que foi uma tecnologia de­ senvolvida localmente com o suporte internacional da multinacional holandesa, e hoje é exportada para Eu­ ropa, China e Índia. Rende Muito - O Original é indicado para inte­ rior e exterior, disponível na versão acrílico no aca­ bamento fosco, em lata de 18 e 3,6 litros, com um leque de 27 cores prontas e mais de 1.000 cores no sistema tintométrico da Coral e é encontrado em to­ das as lojas especializadas em tintas e homecenters de todo o Brasil.  

.. . >> Nov i da d e < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Sherwin-Williams Divisão Automotiva lança Protetor Contra Batida de Pedra Base Solvente A Sherwin-Williams Divisão Automotiva, acompa­ nhando as tendências do mercado de repintura, desen­ volveu o BP200 - Protetor Contra Batida de Pedra Base Solvente. O produto foi desenvolvido para uma aplica­ ção ágil e secagem mais rápida. Sua tampa é adaptá­ vel à pistola e facilita a aplicação do produto. Ele é indicado a todos que desejam um acabamento similar a textura original do veículo e que tenha seca­ gem rápida. De acordo com a empresa, o acabamen­ to e a textura do BP200 são baseados na linha origi­ nal, assegurando a qualidade do resultado final e com ótima resistência ao impacto de pedras. Este produ­ to é indicado para pinturas de partes do veículo sujei­ tas a batidas de pedra e impregnação de graxa e re­ 38 • junho_2014

síduos de asfalto, como o para-lama, saias laterais e partes inferiores. O BP200 está disponível para comercialização em unidades de 900 ml e possui excelente resistência ao intemperismo (corrosão), lavagens e pulverizações com querosene, detergentes, óleo diesel, gasolina, graxas e lubrificantes. A Sherwin-Williams Divisão Automotiva, também desenvolveu uma pistola especialmente para a utili­ zação do BP200. Ela possui um pescador de tinta com inclinação para evitar desperdícios e sobras de produ­ to na lata. Sua versatilidade permite também a sua uti­ lização com o Emborrachamento Base Água, além de ser um produto 100% produzido no Brasil. /jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 39


. .. >> L a nça me n to < < . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

PPG Industries traz novidades para o segmento automotivo Linha ACS Evolution conta com sistema tintométrico, verniz, primer, massa de polir e poliéster A PPG Industries, por meio de sua divisão Automotive Refinish, anunciou o lançamento de novos produtos para complementar a já reconhecida linha ACS. O novo sistema tintométrico ACS Evolution foi desenvolvido para facilitar e simplificar a preparação das cores, au­ mentar a produtividade, a fidelidade e a cobertura, o que torna o sistema mais amigável, com o lançamento de 16 no­ vos concentrados, que são: sete reduzi­ dos, cujos principais benefícios são fá­ cil pesagem, melhor fidelidade de cor, mais amigáveis e facilidade no acerto da cor; quatro concentrados metálicos para melhor acerto de cores metálicas e perolizadas, cujos principais atributos são superior fidelidade de cor, alto po­ der de cobertura, fácil pesagem e melhor custo x benefício; um concentrado pre­ to azulado: preto intenso com tonalida­

de azulada e de forte tingimento; quatro novos concentrados de efeito que acom­ panham as tendências das montadoras em novas cores, cujos principais benefí­ cios são maior fidelidade de cor e acom­ panhamento das tendências de mercado. Outros lançamentos da linha ACS Evolution são o Verniz 2:1 Alto Sólidos e o Primer 4:1 Alto Sólidos. O primeiro se destaca, segundo a PPG, por superior retenção de brilho, fácil aplicação, se­ cagem rápida, alta resistência e catáli­ se 2:1. Já o Primer 4:1 Alto Sólidos tem como principais características supe­ rior enchimento, lixamento macio e se­ cagem rápida. A PPG também está lançando na marca ACS Evolution os produtos Mas­ sa de Polir nº 2 Base Água e a Massa

Poliés­ter Evolution. A Massa de Polir foi especialmente desenvolvida para poli­ mento de todos os tipos de pintura, re­ pinturas e retoques. É indicada para po­ limento final de veículos automotivos, o que proporciona mais produtividade, me­ lhor acabamento, brilho, rendimento e custo x benefício. Já a Massa Poliéster Evolution conta com fórmula especial de fácil lixamen­ to e é indicada para a correção de defei­ tos de superfícies e reparação de peque­ nas e grandes irregularidades de subs­ tratos automotivos, com facilidade. Com boa aderência à maioria dos substratos metálicos, alumínios e galvanizados, a Massa Poliéster Evolution tem secagem rápida e proporciona melhores resulta­ dos e maior produtividade. Nova Linha Premium Outra novidade que a PPG está lan­ çando no mercado brasileiro é a linha de produtos Shop-Line, exclusiva para dis­ tribuidores Platinum da empresa, que conta com um Verniz 2:1 e um Primer 4:1. Esses produtos destacam-se pelo custo x benefício, uma vez que é uma li­ nha de alta tecnologia e conta com a ga­

rantia total PPG. O Verniz PU HS Shop-­ Line 2:1 possui alto teor de sólidos, su­ perior retenção de brilho e catálise 2:1, o que proporciona maior facilidade de mis­ tura e aplicação. O Primer PU HS Shop-­ Line 4:1 tem melhor poder de enchi­ mento, secagem rápida, fácil aplicação e lixamento. “Como a maior empresa de tintas e revestimentos do mundo e com 40 anos de atuação no Brasil, esses lan­ çamentos apenas reforçam a posição da PPG no mercado nacional. Tudo isso sem deixarmos de nos preocupar com o meio ambiente e a questão da susten­ tabilidade”, afirma Carlos Olivera Santa Cruz, diretor-presidente da PPG Indus­ trial do Brasil.

.. . >> S uste nta bil ida d e < < . . . . .................................................................................................

Castor lança bandeja de pintura biodegradável Alinhada com a tendência do uso de produtos sustentáveis, a empresa apresenta a inovadora bandeja 100% biodegradável que se decompõe mais rápido na natureza, minimizando os impactos ao meio ambiente A Castor tem investido constantemen­ te no desenvolvimento e aprimoramento de seus produtos para oferecer ao mercado pro­ dutos com novas versões e derivações que contemplem a sustentabilidade. Este com­ promisso é destacado com o lançamento da bandeja para pintura 100% biodegradá­ vel que já é tendência na Europa e nos Esta­ dos Unidos. Fabricada com polpa de papel reciclado moldado, essa bandeja é uma grande novi­ dade no mercado nacional e uma opção para consumidores conscientes que desejam pre­ servar os recursos naturais do planeta. Por ser biodegradável, é um produto que, ao ser descartado, irá se decompor pela ação de agentes biológicos naturais de maneira 40 • junho_2014

mais rápida na natureza, evitando com que o meio ambiente seja contaminado. Conforme explica Cristina Czarlinski, di­ retora da Castor, o fato de ser um produto biodegradável não altera a sua função, re­ sistência e eficácia. “A nova bandeja propor­ ciona ótimo desempenho e funcionalidade para o acondicionamento de todo tipo de tin­ ta e, se após o uso, for devidamente limpa, poderá ser reutilizada outras vezes”, conta. Cristina relata que para a empresa, um de­ senvolvimento sustentável para ser alcança­ do depende de planejamento e do reconheci­ mento de que os recursos naturais são finitos. “Isso nos obriga a repensar em um desenvol­ vimento econômico que sempre leve em con­ ta a preservação do meio ambiente”. /jornaldopintor


. .. >> Ina ug ur aç ão < < . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Cetec Equipamentos inaugura novo escritório comercial A Cetec Equipamentos, em­ presa especializada em pin­ tura eletrostática a pó, líqui­ da e airless, acaba de inaugu­ rar seu novo escritório comer­ cial, no bairro do Morumbi, em São Paulo. A empresa decidiu separar a parte comercial das instalações da fábrica, que con­ tinua no mesmo endereço, e in­ vestiu em uma nova estrutura comercial afim de concentrar melhor os setores, modernizar suas instalações e seguir man­ tendo os objetivos da empresa.

G U I A

/jornaldopintor

Com aparatos de última tecnologia, o novo prédio co­ mercial, que se localiza na Avenida Giovanni Gronchi, 6195, conjunto 1716, conta com o que existe de melhor, seja nas salas de vídeo confe­ rência, elevadores inteligen­ tes, estacionamento coberto com vários níveis, coffee room, entre muitos outros atributos que trazem conforto e um am­ biente altamente estimulante para funcionários, clientes e stakeholders.

D E

P R O D U T O S

&

S E R V I Ç O S

2014_junho • 41


ONDE COMPRAR BEM butantã

higienópolis

vila formosa

BAURU/sp

Butantã

zona leste

caxingui

pirituba

ZONA SUL

ipiranga

TUDO PARA A PINTURA DE SUA CASA E CARRO r. Joaquim Floriano 442 - Itaim Bibi - 3074-9840 Av. Prestes Maia 635 - Centro - 3228-3611 Av. Morumbi 8281 - Brooklin - 5531-7112 R. Domingos de Moraes 749 - Vl. Mariana - 5081-7330 R. Rui Barbosa 226 - Bela Vista - 3253-0123 Av. Rangel Pestana 1400 - Brás - 3313-2418

Rua Silva Bueno, 1.949 - Tel. 2914-0955 Av. Paes de Barros, 3.354 - Tel. 2274-1433 Via Anchieta, 1.200 - Tel. 2914-6800 www.comapitintas.com.br anuncie aqui

Para anunciar nesta seção sua loja pagará somente

R$ 203,00 por mês e receberá 25 exemplares do Ligue para: (11) 5645.0505 42 • junho_2014

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2014_junho â&#x20AC;˘ 43


ONDE COMPRAR BEM barueri/sp

piracicaba/SP

Santo André/SP

tintas automotivas • imobiliárias • industriais • artesanato e afins

Sistemas:Selfcolor - Coral - Lukscolor - Lazzuril [automotiva] Matriz: Rua da Prata, 652 - Jd. dos Camargos/Barueri Fone/Fax [11] 2543-6131 -sulamerica.tintas@terra.com.br “Em Sorocaba: atendimento externo por Sergio M. Souza Tel. [15] 3325-2523 Nextel ID 9*72914 [11] 7895-0512” sulamerica.filial@terra.com.br

Boituva/SP

Santo André/SP

rio de janeiro/rj

A Casa Do Ramo Que Mais Barato Vende Especializada em Tintas para Automóveis e Construção • Vernizes • Esmaltes • Solventes • Pincéis, etc.

Tintas das melhores marcas, com o melhor preço para o acabamento de sua construção. (15) (15)

Entregas Rápidas

Matriz: Av. Dom Hélder Câmara, 7721 (antiga Suburbana) Piedade - Rio De Janeiro/RJ PABX (21) 2597.2644 Fax (21) 2596.8010 Filial: R. Barão de Ipanema, 43 - Loja A Copacabana - Rio De Janeiro/RJ / PABX (21) 2235.2910 e-mail: mar@mardastintas.com.br | www.mardastintas.com.br

3363-1303 3363-1304

www.jctintas.com.br Av. Mário Pedro Vercellino, 362 - Centro

piracicaba/SP

itajaí/sc

tintas e artigos para pintura em geral

[47]

tintajai@brturbo.com.br

Rua Alfredo Eicke, 114 Barra do Rio

44 • junho_2014

rio de janeiro/rj

Pensou em Pintar, venha para ...

Tintas Automotivas, Frota, Hospitalar, Imobiliária, Industriais e Acessórios em geral av. dom helder câmara, 9440 - Cascadura - RJ tel.: [21] 2599-2606 | fax: [21] 2593-6122 www.colorimetria.com.br e-mail: colorimetria@colorimetria.com. br

Aqui não fazemos só tinta. Fazemos também amizade!!!

/jornaldopintor


BOLSA DE SERVIÇO DA rePINTURA automotiva - 2014 Esses valores são sugestivos podendo variar de região para região e não incluem montagem, desmontagem, parte elétrica e tapeçaria

SUGESTÃO BÁSICA DE ORÇAMENTO PARA REPINTURA AUTOMOTIVA:

esmalte sintético - 2014 CAPÔ

esmalte poliuretano - 2014

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

204.84

241,06

277,27

PEÇA NOVA

301,04

361,02

396,81

PEÇA RECUPERADA

241,06

277,27

313,49

PEÇA RECUPERADA

339,52

396,11

430,85

PARA-LAMA

CAPÔ

PARA-LAMA 96,20

120,53

144,86

PEÇA NOVA

168,63

204,84

241,06

120,53

144,86

181,08

PEÇA RECUPERADA

204,84

241,06

277,27

96,42

120,53

144,86

PEÇA NOVA

219,56

253,51

288,59

PEÇA RECUPERADA

120,53

144,86

181,08

PEÇA RECUPERADA

253,51

288,59

325,94

TETO

217,29

241,06

301,04

TETO

361,02

422,14

458,35

TRASEIRA COMPLETA

361,02

422,14

482,12

TRASEIRA COMPLETA

724,31

843,14

964,24

FRENTE COMPLETA

422,14

482,12

543,23

FRENTE COMPLETA

843,14

964,24

1.084,20

1.205,30

1.446,36

1.810,77

2.169,53

2.892,71

3.374,83

PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

LATERAL TRASEIRA PEÇA NOVA

PINTURA TOTAL

LATERAL TRASEIRA

PINTURA TOTAL

base poliéster - 2014 CAPÔ

base água - 2014

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

301,04

361,02

422,14

PEÇA NOVA

543,23

602,08

663,20

PEÇA RECUPERADA

339,52

396,11

458,35

PEÇA RECUPERADA

543,23

602,08

663,20

PEÇA NOVA

168,63

204,84

241,06

PEÇA NOVA

482,12

543,23

602,08

PEÇA RECUPERADA

204,84

241,06

277,27

PEÇA RECUPERADA

482,12

543,23

602,08

PARA-LAMA

CAPÔ

PARALAMA

LATERAL TRASEIRA

LATERAL TRASEIRA

PEÇA NOVA

217,29

252,38

288,59

PEÇA NOVA

602,08

663,20

724,31

PEÇA RECUPERADA

253,51

288,59

325,94

PEÇA RECUPERADA

602,08

663,20

724,31

TETO

361,02

422,14

458,35

TETO

724,31

0,00

0,00

TRASEIRA COMPLETA

724,31

843,14

964,24

TRASEIRA COMPLETA

724,31

724,31

724,31

843,14

964,24

1.084,20

FRENTE COMPLETA

1.205,30

1.446,36

1.810,77

2.169,53

2.892,71

3.374,83

PINTURA TOTAL

4.821,19

6.026,48

7.243,10

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

96,42

120,53

144,86

FRENTE COMPLETA PINTURA TOTAL

laca nitrocelulose - 2014 CAPÔ PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

204,84

241,06

277,27

PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

120,53

144,86

181,08

TETO

217,29

241,06

301,04

TRASEIRA COMPLETA

361,02

422,14

482,12

FRENTE COMPLETA

422,14

482,12

543,23

1.205,30

1.446,36

1.810,77

241,06

277,27

313,49

96,20

120,53

144,86

120,53

144,86

181,08

PARA-LAMA PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

LATERAL TRASEIRA

PINTURA TOTAL

JP Diverte A professora de geografia per­ guntou ao Joãozinho: - Você sabe o nome de um país, onde as crianças andam descalças, vivem sem roupa e não vão à escola? - Deixa eu ver...Só pode ser Pa­ raíso! # Uma garota completamente nua entra num bar e pede um uísque. O barman prepara a bebida e ao passar-lhe o copo, debruça-se so­ /jornaldopintor

bre o balcão para observá-la. A garota fica irritada: - O que foi? Nunca viu uma mulher nua? - Claro que vi. Mas só por curiosi­ dade, de onde a senhorita vai tirar o di­ nheiro para pagar a conta? # Um senhor está andando pela rua, quando vê uma mulher passeando com um seio para fora da blusa. Educada­ mente, ele se aproxima e diz:

- Queira me desculpar, mas não pude deixar de reparar que a senhorita está com um dos seios para fora da blusa... - Meu Deus! Esqueci a criança no ônibus! # - Meus parabéns, diz o tio ao sobri­ nho que vai se casar no dia seguinte. - Tenho certeza de que daqui a al­ guns anos, você lembrará o dia de hoje como o dia mais feliz da sua vida! - Mas eu só estou casando amanhã,

responde o sobrinho. - Pois é, explica o tio. É exatamente isso que eu quis dizer! # O médico batendo no peito do pa­ ciente: - Pode ficar tranqüilo, vou ti­ rar essa sua inchação em uma se­ mana... - Essa não, doutor. Essa é a mi­ nha carteira. 2014_junho • 45


BOLSA DE SERVIÇO DA PINTURA - 2014 PREÇOS BASEADOS EM CUSTO TOTAL FINAL APURADO

PLANILHA DE COTAÇÃO

(Mão de obra, leis sociais, faturamento, tintas, massas

Acima de 3 metros Nível A: Andaime

m² = Metro quadrado

ou vernizes em geral, ferramentas e equipamentos gerais,

Acima de 6 metros Nível B: Cadeira Suspensa

ml - Metro linear

inclusive balancins, etc), com responsabilidade total de

Acima de 6 metros Nível C: Balancim Manual

m = Metro

PINTURA PRONTA.

Acima de 6 metros Nível D: Balancim Elétrico

S/B - Semibrilho

CONCRETO OU TIJOLO APARENTE Silicone base de água............................................................................................................................................. 12,40 m2 Silicone base solvente............................................................................................................................................. 18,58 m2 Verniz acrílico base de água..................................................................................................................................... 14,51 m2 Verniz acrílico base de solvente............................................................................................................................... 22,41 m2 Verniz poliuretano monocomponente..................................................................................................................... 27,39 m2

fundos e restaurações Descascamento de Superfície até 3 m..................................................................................................................... 0,42m² Descascamento de Superfície acima de 3 m......................................................................Nível A........................... 0,52m² Descascamento de Superfície acima de 6 m...................................................................... Nível B...........................0,70m² Descascamento de Superfície acima de 6 m...................................................................... Nível C...........................0,80m² Descascamento de Superfície acima de 6 m......................................................................Nível D...........................0,94m² Aplicação de Fundo Preparador até 3 m..................................................................................................................15,19m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 3 m..................................................................Nível A..........................16,03m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 6 m.................................................................. Nível B..........................16,93m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 6 m.................................................................. Nível C.......................... 17,36m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 6 m..................................................................Nível D.......................... 19,23m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante até 3 m..................................................................................................... 18,20m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 3 m......................................................Nível A..........................19,05m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 6 m...................................................... Nível B..........................19,88m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 6 m...................................................... Nível C......................... 20,73m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 6 m......................................................Nível D.......................... 21,57m² Restauração de Fissuras até 3 m.............................................................................................................................. 1 ,09ml Restauração de Fissuras acima de 3 m..............................................................................Nível A............................ 1 ,45ml Restauração de Fissuras acima de 6 m.............................................................................. Nível B.............................1 ,74ml Restauração de Fissuras acima de 6 m.............................................................................. Nível C............................. 2,1 1ml Restauração de Fissuras acima de 6 m..............................................................................Nível D............................2,47ml Restauração de Trincas de Massa até 3 m...............................................................................................................3,73ml Restauração de Trincas de Massa acima de 3 m ..............................................................Nível A............................4,22ml Restauração de Trincas de Massa acima de 6 m .............................................................. Nível B........................... 5,06ml Restauração de Trincas de Massa acima de 6 m............................................................... Nível C............................ 5,91ml Restauração de Trincas de Massa acima de 6 m...............................................................Nível D............................6,27ml Restauração de Trincas de Alvenaria até 3 m.......................................................................................................... 6,20ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 3 m..........................................................Nível A........................... 6,87ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 6 m.......................................................... Nível B............................ 7,47ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 6 m.......................................................... Nível C............................8,32ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 6 m..........................................................Nível D........................... 8,79ml Execução de Emboço até 3 m....................................................................................................................................6,1 5m² Execução de Emboço acima de 3 m ..................................................................................Nível A........................... 7,59m² Execução de Emboço acima de 6 m .................................................................................. Nível B...........................8,50m² Execução de Emboço acima de 6 m................................................................................... Nível C........................... 9,52m² Execução de Emboço acima de 6 m...................................................................................Nível D...........................1 0,13m²

pintura interna - TETOS E PAREDES Látex PVA simples c/fundo uniformizante - sobre emboço........................................................................................ 7,80 m2 Látex PVA c/massa corrida padrão comercial - sobre emboço ou gesso..................................................................10,93 m2 Látex PVA c/massa corrida padrão luxo e retoques c/iluminação farta no local sobre emboço ou gesso............................................................................................................................. 14,45 m2 Látex PVA c/massa corrida padrão luxo e retoques sobre emboço ou gesso c/acabamento final em verniz sobre látex (liquibrilho)........................................................................................... 15,00 m2 Só massa corrida para receber papel de parede sobre emboço..............................................................................6,86 m2 Óleo simples c/faixa sinalizada para barras de garagem......................................................................................18,09 m2 Óleo c/massa corrida e faixas sinalizadas para barras de garagem.....................................................................20,93 m2 Esmalte acetinado c/massa corrida sobre emboço fino padrão luxo..................................................................... 22,40 m2 Esmalte automotivo tipo laca brilhante c/massa corrida........................................................................................49,00 m2 Quantil ou similar sobre fundo látex simples..........................................................................................................15,93 m2 Quantil ou similar sobre massa corrida e fundo látex............................................................................................. 21,74 m2 Epóxi bicomponente simples................................................................................................................................... 50,33 m2 Epóxi bicomponente c/massa corrida adequada....................................................................................................68,02 m2 Poliuretano bicomponente simples..........................................................................................................................51,97 m2 Poliuretano bicomponente c/massa corrida adequada.......................................................................................... 74,80 m2 Borracha clorada simples......................................................................................................................................... 38,16 m2 Textura - Externa | Interna...........................................................................................................................18,19 | 22,95 m2 Pátina........................................................................................................................................................ 27,00 | 33,75 m2 Pintura Manchada....................................................................................................................................... 10,80 | 17,55 m2 Aplicação de Massa PVA até 3 m.............................................................................................................................5,06m² Aplicação de Massa PVA acima de 3 m ........................................................................... Nível A............................ 5,82m² Aplicação de Massa PVA acima de 6 m ............................................................................Nível B............................ 6,72m² Aplicação de Gesso sobre Emboço até 3 m.............................................................................................................. 5,33m² Aplicação de Gesso sobre Emboço acima de 3 m............................................................ Nível A.............................6,15m² Aplicação de Gesso sobre Emboço acima de 6 m.............................................................Nível B............................. 7,21m² Aplicação de Massa Única até 3 m.......................................................................................................................... 21,70m² Aplicação de Massa Única acima de 3 m ........................................................................ Nível A..........................22,06m² 46 • junho_2014

Aplicação de Massa Única acima de 6 m .........................................................................Nível B.......................... 23,02m² Aplicação de Textura até 3 m................................................................................................................................... 14,70m² Aplicação de Textura acima de 3 m ................................................................................ Nível A........................... 15,73m² Aplicação de Textura acima de 6 m .................................................................................Nível B...........................16,39m² Aplicação de Textura Tipo Rústica até 3 m...............................................................................................................19,62m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 3 m ............................................................. Nível A..........................20,97m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m ..............................................................Nível B...........................21,84m² Látex PVA sobre Massa até 3 m................................................................................................................................ 9,52m² Látex PVA sobre Massa acima de 3 m ............................................................................. Nível A............................9,52m² Látex PVA sobre Massa acima de 6 m ..............................................................................Nível B........................... 10,74m² Látex PVA sobre Massa Única até 3 m.................................................................................................................... 10,49m² Látex PVA sobre Massa Única acima de 3 m ................................................................... Nível A...........................10,79m² Látex PVA sobre Massa Única acima de 6 m ....................................................................Nível B............................11,82m² Látex PVA sobre Gesso até 3 m................................................................................................................................11,45m² Látex PVA sobre Gesso acima de 3 m ............................................................................. Nível A............................11,86m² Látex PVA sobre Gesso acima de 6 m ..............................................................................Nível B...........................12,99m² Látex PVA sobre Textura até 3 m..............................................................................................................................12,60m² Látex PVA sobre Textura acima de 3 m ............................................................................ Nível A...........................13,04m² Látex PVA sobre Textura acima de 6 m .............................................................................Nível B........................... 14,28m² Látex Acrílico Fosco sobre Gesso até 3 m.................................................................................................................17,72m² Látex Acrílico Fosco sobre Gesso acima de 3 m ............................................................... Nível A........................... 18,73m² Látex Acrílico Fosco sobre Gesso acima de 6 m ...............................................................Nível B........................... 19,74m² Látex Acrílico S/B sobre Gesso até 3 m...................................................................................................................19,50m² Látex Acrílico S/B sobre Gesso acima de 3 m .................................................................. Nível A..........................20,63m² Látex Acrílico S/B sobre Gesso acima de 6 m ...................................................................Nível B...........................21,70m²

pintura EXTERNA Látex PVA tipo interior/exterior até 6m alt................................................................................................................. 7,54m2 Látex acrílico c/fundo uniformizante de textura até 6m alt........................................................................................ 15,17m2 Idem acima de 6m alt................................................................................................................................................. 21,11m2 Textura acrílica c/calafetação e látex acrílico............................................................................................................19,01m2 Aplicação de Massa Acrílica até 3 m....................................................................................................................... 16,39m². Aplicação de Massa Acrílica acima de 3 m ...................................................................... Nível A.............................. 17,11m² Aplicação de Massa Acrílica acima de 6 m .......................................................................Nível B............................ 17,72m² Aplicação de Massa Acrílica acima de 6 m........................................................................Nível C.......................... 30,56m² Aplicação de Massa Acrílica acima de 6 m....................................................................... Nível D........................... 19,65m² Aplicação de Massa Única até 3 m...........................................................................................................................18,20m² Aplicação de Massa Única acima de 3 m ........................................................................ Nível A........................... 19,05m² Aplicação de Massa Única acima de 6 m .........................................................................Nível B............................19,77m² Aplicação de Massa Única acima de 6 m..........................................................................Nível C...........................20,55m² Aplicação de Massa Única acima de 6 m......................................................................... Nível D............................21,82m² Aplicação de Textura Acrílica até 3 m....................................................................................................................... 16,39m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 3 m ..................................................................... Nível A............................ 17,47m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 6 m ......................................................................Nível B............................18,20m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 6 m.......................................................................Nível C............................19,77m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 6 m...................................................................... Nível D............................21,57m² Aplicação de Textura Tipo Rústica até 3 m................................................................................................................19,67m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 3 m ............................................................. Nível A...........................20,87m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m ..............................................................Nível B............................21,84m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m...............................................................Nível C........................... 23,72m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m.............................................................. Nível D........................... 27,33m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica até 3 m.....................................................................................................16,87m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 3 m .................................................. Nível A............................ 17,84m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 6 m ...................................................Nível B........................... 18,80m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 6 m....................................................Nível C............................19,34m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 6 m................................................... Nível D...........................20,37m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única até 3 m.......................................................................................................17,96m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 3 m .................................................... Nível A............................18,44m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 6 m .....................................................Nível B............................19,34m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 6 m......................................................Nível C...........................20,25m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 6 m..................................................... Nível D............................20,61m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura até 3 m................................................................................................................18,20m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 3 m ............................................................. Nível A........................... 19,05m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 6 m ..............................................................Nível B............................19,88m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 6 m...............................................................Nível C...........................20,73m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 6 m.............................................................. Nível D............................21,57m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica até 3 m........................................................................................................18,57m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 3 m ..................................................... Nível A........................... 19,66m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 6 m ......................................................Nível B...........................20,67m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 6 m.......................................................Nível C............................21,28m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 6 m...................................................... Nível D........................... 22,43m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única até 3 m..........................................................................................................19,77m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 3 m ....................................................... Nível A...........................20,97m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 6 m.........................................................Nível B............................21,28m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 6 m.........................................................Nível C...........................22,30m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 6 m........................................................ Nível D...........................22,66m² /jornaldopintor


BOLSA DE SERVIÇO DA PINTURA - 2014 Látex Acrílico S/B sobre Textura até 3 m.................................................................................................................. 20,01m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 3 m.................................................................. Nível A...........................20,97m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 6 m..................................................................Nível B............................21,88m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 6 m..................................................................Nível C........................... 22,78m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 6 m................................................................. Nível D........................... 23,74m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente até 3 m.......................................................................................................16,87m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 3 m .................................................... Nível A............................ 17,84m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 6 m .....................................................Nível B........................... 18,80m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 6 m......................................................Nível C............................19,34m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 6 m..................................................... Nível D...........................20,37m² Látex Acrílico sobre Piso............................................................................................................................................ 14,23m² Látex Acrílico sobre Piso (Faixas de Demarcação)...................................................................................................... 6,51ml

SUPERFÍCIES METÁLICAS Só repintura em esmalte, grafite ou alumínio........................................................................................................... 15,77m2 Desoxidação esmalte, grafite ou alumínio c/fundo zarcão....................................................................................... 20,61m2 Idem c/fundo especial - galvanizados ou alumínio................................................................................................... 23,19m2 Esmalte, grafite ou alumínio em perfis, cantoneiras, batentes e tubulações aparentes até 4”........................................................................................................................................................ 7,97m2 Idem calhas ou rufos.................................................................................................................................................. 8,26m2 Esmalte grafite ou alumínio com massa automotiva.................................................................................................. 34,11m2 Tratamento, zarcão e epóxi bicomponente e acabamento...................................................................................... 76,78m2

REGRAS DE MEDIÇÃO Venezianas: multiplicar por 3. Vitrô basculante: multiplicar o vão por 3. Vitrô não-basculante e janelas: multiplicar por 2. Grade: multiplicar por 3. Caiação interna ou externam borracha clorada ou epóxi: não descontar vãos até 4,00 m2. Para vãos superiores a 4,00 m2 deduzir apenas o que exceder a este valor. Têmpera de gesso, cola, têmpera lavável e látex: não descontar vãos de até 2,00 m2. Para vãos superiores a 2,00 m2 deduzir apenas o que exceder a este valor. Espaletas, faixas, vigas e molduras isoladas com largura de até 40 cm., são medidas por metro linear e cobradas a razão de 50% dos preços unitários por m2. Caixilhos de ferro, ferragens pesadas: multiplicar a área do vão-luz por 2.

MAPA DE CÁLCULO DE DILUIÇÃO, Nº DE DEMÃOS E RENDIMENTO DAS TINTAS

TIPO DE TINTAS

SOLVENTES

SUPERFÍCIES DE MADEIRA Óleo sem massa - obras populares........................................................................................................................... 14,71m Idem rodapés............................................................................................................................................................. 4,20m Idem beirais até 60 cms. larg. madeira à vista......................................................................................................... 12,57m2 Verniz poliuretano tipo naval - obras populares....................................................................................................... 17,00m2 Idem rodapés.............................................................................................................................................................. 7,81m Idem beirais até 60 cms. larg. madeira à vista..........................................................................................................13,01m2 Esmalte acetinado c/massa corrida padrão comercial.............................................................................................. 22,91m2 Idem rodapés............................................................................................................................................................. 9,45m Esmalte acetinado c/massa corrida a óleo padrão luxo...........................................................................................27,34m2 Idem rodapés............................................................................................................................................................. 11,82m Esmalte automotivo alto brilho c/massa corrida adequada e lixa d’água................................................................ 7,67m2 Idem rodapés........................................................................................................................................................... 35,08m Laqueação, acabamento pome em pó..................................................................................................................... 83,41m2 Lustração natural c/cera a boneca padrão comercial...............................................................................................21,50m2 Lustração natural c/goma laca padrão luxo............................................................................................................. 31,77m2 2

diversos Caiação até 3 m......................................................................................................................................................... 5,15m² Caiação acima de 3 m ...................................................................................................... Nível A.............................5,45m² Caiação acima de 6 m ......................................................................................................Nível B.............................5,78m² Caiação acima de 6 m....................................................................................................... Nível C............................ 6,08m² Caiação acima de 6 m...................................................................................................... Nível D.............................6,37m² Verniz Filtro Solar Marítimo......................................................................................................................................38,93m² Esmalte Sintético........................................................................................................................................................8,79m² Barrado de Garagem em Esmalte Sintético............................................................................................................. 47,95m² Pintura de Tubulação e Corrimão em Esmalte Sintético............................................................................................ 35,67ml

fachadas Lavagem Externa com Hidrojateamento até 3 m........................................................................................................ 1,27m2 Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 3 m..................................................... Nível A............................. 1,99m² Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 6 m......................................................Nível B............................ 2,60m² Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 6 m......................................................Nível C.............................2,89m² Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 6 m..................................................... Nível D.............................3,59m² Instalação de Tela Fachadeiro.................................................................................................................................. 6,15m² Bandeja Nível A........................................................................................................................................................ 55,21ml Bandeja Suspensa acima de 3 m..............................................................................................................................91,96ml

/jornaldopintor

Estrutura metálicas planas: multiplicar a área de projeção horizontal por 2. Estruturas metálicas ou de madeira em arco: aumentar 30% a área de projeção horizontal e multiplicar por 2. Estruturas metálicas: multiplicar a área do vão-luz por 2. Elementos vazados: multiplicar a área por 5. Terças e elementos de sustentação de telhas: multiplicar a área de projeção horizontal por 2. Esquadrias de madeira: Portas ou janelas-guilhotina com batentes: multiplicar a área do vão-luz por 3. Portas ou janelas-guilhotina sem batentes: multiplicar a área do vão-luz por 2. Caixilhos com venezianas: multiplicar a área do vão-luz por 5.

Líquido Base PVA Incolor Líquido Base Acrílico Incolor Líquido Impermeabilizante a Óleo Selador Pigmentado PVA Selador Pigmentado Acrílico Primer a Óleo para Madeiras Primer Surfacer Zarcão Comum Fundos Anticorrosivos Sintéticos Zarcão Preparado tipo Petrobras Zarcão Borracha Clorada Zarcão Epóxi Catalisado Cromato de Zinco Primer Epóxi Catalisado Óxido Primer Epóxi Catalisado Branco Primer para Galvanizados Massa PVA e Acrílica Super Extra Massa a Óleo e Sintéticas Massa Epóxi Catalisada Massa para Madeira Tinta Látex PVA Super Extra Tinta Látex PVA 2ª Linha Tinta Acrílica 100% Super Extra Tinta a Óleo Fosca Tinta a Óleo Brilho Super Extra Esmalte Sintético Brilho Super Extra Esmalte Sintético Semibrilho Super Tinta Grafite Super Extra Tinta Alumínio Super Extra Esmalte Epóxi Brilhante Catalisado Esmalte Epóxi Semibrilho Catalisado Esmalte Poliuretano Catalisado Esmalte Borracha Clorada Tinta Demarcação Borracha Clorada Tinta Cerâmica Super Extra Stain Semitransparente para Madeira Stain Cores Sólidas para Madeira Verniz Copal Brilhante Verniz Marítimo Brilhante Verniz Seda Sintético Semibrilho Verniz Epóxi Catalisado Verniz Poliuretano Catalisado Verniz Premium Duplo Filtro para Madeira

Água Água Aguarrás Água Água Aguarrás Thinner Aguarrás Aguarrás Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás Água Aguarrás Solvente próprio Água Água Água Água Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Solvente próprio Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás

DILUIÇÃO Trincha

Rolo

Pistola

Nº de Demãos

Rend. p/ Demão

15% 30% 20% 10% 10%

50 a 100% 15% 40% até 30% até 20% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% 10% 15% 10% até 15% até 15% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% 10% 20% 20% 20% 25% 20% 20% 5%

10 a 20% 20% 20% 30% 20% 20% 40% 40% 20% 20% 20% 20% 20% 20% até 25% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 30% 20% 30% 30% 30% 30% 30% 30% 10%

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 3 3 4 finas 3 3 3 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 3 2 3 3 3 2 2 3

30 m2 30 m2 30 m2 25 m2 25 m2 25 m2 25 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 50-70 m2 50-70 m2 50-70 m2 08-12 m2 5 m2 5 m2 14--15 m2 30-35 m2 25-30 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 25-30 m2 25-30 m2 18 m2 70 m2 50 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30 m2

10% 10% 30% 30% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 15% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 15% 15% 15% 20% 15% 15% -

- Os rendimentos apontados são válidos para a embalagem: galão 3,6 litros. - O rendimento real, dependendo do método de aplicação preparo de superfícies e condições de trabalho.

2014_junho • 47


JP #577  

Jornal do Pintor - Edição de Junho 2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you