Page 1

ano 50

dezembro de 2013

nº 571

Maxi Rubber lança linha de polimento

Lixas acompanham o desenvolvimento do mercado imobiliário e automotivo

Artesp realiza evento de premiação aos melhores do setor de tintas

A Maxi Rubber acaba de lançar uma linha

Tanto as oficinas de repintura automotiva,

A 19ª edição do Prêmio Artesp, realizada no

completa que atende as etapas do processo

quanto o mercado imobiliário estão cada vez

HSBC em São Paulo (SP) marcou a 7ª vitória

de polimento de veículos; com quatro soluções

mais primando pelo ganho de produtividade e

de Mario Urso, da Maxi Rubber, como Melhor

formuladas para reativar o brilho da pintura ou

pela limpeza do ambiente de trabalho. O foco

Profissional - Complementos e Acessórios

repintura. A série compreende: Maxi CORTE,

é a melhoria da performance. Neste ritmo

Automotivos - Vale ressaltar que este profis-

Maxi LUSTRO, Maxi BRILHO...

08

caminha o mercado de lixas ...

12

sional já teve 12 indicações ao Prêmio...

30


EDITORIAL

Chegamos a mais um final de ano. Não foi e não está sendo fácil para o mercado enfrentar alguns fatores como a inflação pressionada e a alta do dólar que causam impacto forte nas matérias-primas importadas das tintas e o fraco crescimento do país, mas como esperado, o segundo semestre ganha sempre aquele fôlego e a movimentação torna-se mais positiva diante da ampliação do mercado consumidor de tintas, já que vemos cada vez mais pessoas querendo melhorar seus imóveis, além dos investimentos em habitação e infraestrutura que rondam o Brasil. A capacitação de mão de obra também segue intensa e ajuda a

alavancar as vendas. Entretanto, dependemos do que irá acontecer com a macroeconomia e as decisões políticas para 2014, lembrando que será ano de Copa e eleição. Mas sempre confiantes! Enquanto aguardamos a virada do ano e os próximos capítulos da economia, divulgamos nesta edição as ações que as empresas prepararam neste final de 2013. A Irajá, por exemplo, acaba de estender a embalagem quadrada metálica de 14 litros - inicialmente lançadas na linha de texturas e massas - para as tintas acrílicas das categorias standard e econômica. A Eucatex lança seu Epóxi Base Água; a Iquine anuncia mudanças no reposicionamento de sua marca; a Roloflex apresenta um novo rolo de lã e a Maxi Rubber chega com uma nova linha de polimento. Em novembro, o Jornal do Pintor marcou presença na Sema Show, em Las Vegas, nos

Estados Unidos. O evento é palco de diversos lançamentos de inúmeras marcas automotivas e nosso diretor Francis Louis Morrell Júnior participou da exposição na companhia de profissionais da Maxi Rubber e também de diversos lojistas de todo o Brasil. O mercado de lixas também é pautado na edição. Consultamos alguns fabricantes do acessório e divulgamos novidades. A tecnologia digital a favor das revendas de tintas é destaque com os softwares desenvolvidos pela Max Scalla e pela BBF Informática. Confira! Não deixe também de ver os ganhadores do Prêmio Artesp 2013 em várias categorias; alguns detalhes da compra da Dissoltex feita pela Brasilux; e a participação da PPG Refinish na Casa Cor. Ainda tem a inauguração do Prolata Reciclagem que visa reciclar embalagens de aço pós-consumo (latas de tintas) e muito mais notícias que chegaram à

Foto: Douglas Moreira

fabricantes driblam os desafios rumo a 2014

nossa redação no último mês. Desejamos a todos os fabricantes de tintas e aos nossos leitores um Feliz Natal e próspero Ano Novo! Até 2014!

... >> Artigo << ...............................................................................................................................................................

Melhor do que o esperado Por Reinaldo Pedro Correa, presidente do SINCOMAVI Esse ano não será lembrado como um período de vacas magras. No entanto, também não ficará na memória dos comerciantes por sua abundância. Na verdade, o desempenho do começo de 2013 se mostrou bem aquém das expectativas e projeções. Vários setores tiveram performance abaixo do esperado no primeiro semestre, como as lojas de tintas e de material de construção. Motivos para tais resultados não faltaram: queda na confiança dos empresários, contas públicas com números desfavo-

ráveis, aumento de preços e da taxa de juros, elevação na inadimplência e desconfiança do consumidor em relação às condições gerais da economia. Muitos apontavam já em agosto que o ano estaria irremediavelmente perdido. O cenário começou a se mostrar mais favorável, ou melhor, menos apocalíptico a partir de meados de setembro. As medidas adotadas pelo Governo Federal nos meses anteriores para o controle da inflação e na variação da taxa do dólar começaram a dar os primeiros resultados. O ânimo retornou aos poucos, a taxa de desemprego se manteve estável e um movimento tímido nas vendas deu o ar da graça. Hoje, a expectativa de todos é que o varejo encerre 2013 com um crescimento entre 2% e 3%. O setor de tintas e material de construção deve superar essa média e alcançar os 5%.

Para 2014, existe uma grande dificuldade em realizar qualquer tipo de previsão. Além dos altos e baixos já tradicionais da economia brasileira, dois pontos podem influir favoravelmente ou não no desempenho do mercado: Copa do Mundo e Eleições. Com o poder de despertar paixões, esses temas contam com a capacidade de mobilizar as massas, elevar a confiança e despertar um movimento positivo. Por outro lado, existe a possibilidade da mobilização das massas se desdobrar em manifestações, o que certamente redundará em pontos de venda fechados, vandalismo, queda no otimismo e nas vendas. Apesar de muitas dessas passeatas serem reconhecidamente justas, o impacto para o caixa das empresas sempre é negativo. De uma maneira geral, o ano que vem não deve diferir muito de 2013. Por

um lado, o crédito e o emprego possuem a capacidade de sustentar trajetórias de crescimento, mas como não existe uma expectativa muito positiva em relação ao Produto Interno Bruto, os números tendem a ser apenas um pouco melhores. Infelizmente, sem as medidas solicitadas há anos pelo empresariado, como redução na carga tributária, combate à corrupção e investimentos em infraestrutura, o melhor que pode ocorrer é isso.

. .. >> Ação < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ..........................................................................................

EXPEDIENTE

O novo hospital do GRAACC abriu as portas no mês de novembro muito mais colorido. O projeto “Tudo de cor para você”, da Tintas Coral, passou por lá pintando com 29 cores e 20 mil litros de tinta todo o edifício que acaba de ser inaugurado. Desta vez, o padrinho escolhido para a ação foi o ator Reynaldo

Foto: Divulgação

“Tudo de cor para você” no GRAAC tem Reynaldo Gianecchini como padrinho

Reynaldo Gianecchini com voluntários do projeto “Tudo de cor pra você” no GRAACC

Gianecchini, que também atuou como mestre de cerimônia da entrega do projeto e dos diplomas dos 32 colaboradores da instituição que receberam treinamento de pintura da Tintas Coral. “O novo prédio do GRAACC é um importante passo para o tratamento do câncer no Brasil. Ter um ambiente colorido

ajuda a deixar o hospital mais humano e acolhedor”, afirmou Gianecchini durante a cerimônia. Além do ator, participaram do evento Vilson Trintinaglia, diretor de vendas da Tintas Coral; Sergio Amoroso, presidente do GRAACC; e Rogério Moraes, representante da C&C, parceira do projeto.

Fundador: F. L. Morrell •18-03-1927 •23-10-2001 | Diretor Comercial: Francis Louis Morrell Júnior | Diretora Executiva: Francely Morrell | Projeto Gráfico: Kinthos Criação e Design | Colaboradores: Gabriela Lozasso (Mtb. 26.667) e Sandra Scigliano (Mtb. 25.798) | Publicidade: Carlos Alberto Cunha e Patrícia Cordeiro | Representantes: Rovenda - Repres. Poderoso (Aracaju/SE) Tel.: (79) 3254-5627/Fax: (79) 3211-3266 |Flexa Representações (Maceió/AL) Tel.: (82) 355-6112/Fax: (82) 3032-1339 | A. F. Gusmão (Belo Horizonte/MG) Telefax: (31) 3496-0738 | Edição mensal Ano 50 - Dezembro/13 - nº 571 - As opiniões dos artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. Dispensada da emissão de documentação fiscal, conforme pedido de Regime Especial Protocolo 2.346/91 de 04/07/91. Não é permitida a reprodução de maté­rias, no todo ou em parte, sem prévia autorização e citação da fonte. “JORNAL DO PINTOR” é marca registrada pela MORRELL EDITORA TÉCNICA desde 1962 e sua utilização, sem autorização, é vedada em qualquer forma.

2 • DEZemBRO_2013

JORNAL DO PINTOR ONLINE Mais uma novidade! Agora você conta com um link direto para o Jornal do Pintor Online, para isso, baixe um leitor de QR Code em seu celular ou tablet, fotografe o código ao lado e boa leitura!

Administração, Redação e Publicidade: Rua Filomena Parmigiani Fiorda, 140 Santo Amaro | Cep: 04756-130 - São Paulo/SP Tel: (11) 5645-0505 | Fax: (11) 5645-0509

jp@jornaldopintor.com.br www.jornaldopintor.com.br facebook.com/jornaldopintor twitter.com/jornaldopintor

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 3


. .. >> L a nça me n to < < . . . . . . . . . . . . . ....................

Eucatex lança Epóxi Base Água

4 • DEZemBRO_2013

Projeto Anjos do Futsal é vencedor do Prêmio Ser Humano 2013 Premiação reconhece empresas que contribuem para a prática de gestão de pessoas Foto: Divulgação

Indicado para ambientes úmidos, como banheiros, cozinhas e lavanderias, o Eucatex Epóxi Base Água chega para completar a linha de produtos das Tintas Eucatex. Ideal para locais que necessitam de limpeza constante, a tinta de acabamento brilhante possui alta durabilidade, baixo odor e ação antimofo. O produto foi desenvolvido especialmente para a aplicação em azulejos, pastilhas, vidros, metais, madeiras, pisos de cimento novo e queimado, bem como para superfícies de alvenaria. “O Eucatex Epóxi Base Água é menos agressivo ao meio ambiente, pois pode ser diluído com água limpa e tem um índice baixo de compostos orgânicos voláteis, já que dispensa solventes quí-

... >> Prêmi o << .........................................

micos”, explica Gregorio Bastos, coordenador de produto das Tintas Eucatex. Outra vantagem do novo produto é o tempo de secagem que, em média, é de quatro horas, diferentemente da versão à base de solvente, cujo tempo de cura pode chegar a 48 horas. O Eucatex Epóxi Base Água chega ao mercado em duas opções de embalagens: 900 ml e 3,6 litros, nas cores amarelo, laranja, vermelho, verde, azul, preto, cinza escuro, cinza e branco. Além disso, está disponível também no E-Colors, o sistema tintométrico da Eucatex, composto por mais de 5.000 opções de cores.

O projeto Anjos do Futsal, da Anjo Tintas, foi o vencedor do Prêmio Ser Humano 2013, na categoria Projetos Socioambientais, promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-SC). Esta premiação tem como objetivo reconhecer as organizações que realizaram contribuições relevantes para a evolução da prática de gestão de pessoas, visando promover o desenvolvimento humano e das organizações. Há 12 anos em atividade, o Anjos do Futsal atualmente conta com 840 garotos envolvidos e participando em 20 nú-

cleos, em 15 municípios que são: Criciú­ ma, Forquilhinha, Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Cocal do Sul, Içara, Lauro Müller, Meleiro, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Orleans, Sombrio, Treviso, Turvo e Urussanga. O objetivo deste projeto é afastar crianças e adolescentes da violência e das drogas, ensinar as técnicas do futebol de salão, incentivar a prática desse esporte e colaborar na formação dos cidadãos. O projeto já formou vários atletas que atuam hoje em equipes no exterior e também em times brasileiros.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 5


. .. >> E m nota < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ....................

... >> Lançamento << .................................

Roloflex lança Rolo para pintura Superlã 5

O espaço da empresa no evento surpreendeu por sua riqueza de detalhes, que vão desde paredes feitas de latas de tinta à combinação de objetos de decoração com o leque de cores do Hidracores

Com novos cabos anatômicos e design mais confortável, o novo rolo possui lã 100% natural com altura de 05 mm sendo indicado para pintura em esmalte, verniz, epóxi, laca e stain

Fotos: Divulgação

Hidracor é premiada na Casa Cor Ceará 2013

A Hidracor anuncia que a Galeria da Cores, ambiente da empresa na Casa Cor Ceará 2013, foi eleita pelos visitantes e arquitetos convidados como o espaço mais criativo do evento. Seu projeto foi desenvolvido pela arquiteta Rosalinda Pinheiro, que teve como desafio representar a Hidracor e a essência de suas cores, usando elementos de arquitetura, decoração e arte. O espaço surpreendeu os visitantes por sua irreverência, criatividade e riqueza de detalhes, que

6 • DEZemBRO_2013

vão desde paredes feitas de latas de tinta à combinação de objetos de decoração com o leque de cores do Hidracores, sistema tintométrico da empresa. Rosalinda transformou o ambiente em uma verdadeira galeria de artes, onde os visitantes são instigados a conhecer não apenas os objetos que o compõe, mas também um pouco mais da história da Hidracor, seus produtos e a seriedade do trabalho desenvolvido por seus profissionais.

A mais recente novidade da Roloflex é o Rolo para Pintura Superlã 5 que possui novo cabo anatômico e design mais confortável. Fabricado em lã de carneiro natural aveludada com 5 mm de altura, ele proporciona fino acabamento em superfícies lisas e semirrugosas. A fabricante admite que a extremidade do rolo é exclusiva no mercado nacional, pois a lã envolve toda lateral do rolo, favorecendo o acabamento da pintura. “Esse rolo segue uma tendência mundial e é exclusivo no mercado brasileiro”, diz Roberto Bernal, supervisor na-

cional de vendas da Roloflex, ao destacar que o acessório é produzido em uma nova máquina adquirida recentemente pela empresa. Bernal garante que o novo rolo oferece benefícios para o pintor como maior conforto na empunhadura, melhor qualidade no acabamento e, por ser em lã natural aveludada, pode ser utilizado em vários tipos de tintas como esmalte, epóxi, verniz e stain. O Rolo para Pintura Superlã 5 está disponível nos tamanhos 05, 10 e 15 cm, e já pode ser encontrado nas melhores lojas e home centers do Brasil.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 7


. .. >> Auto mot ivo < < . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Maxi Rubber lança linha de polimento A empresa apresenta quatro novos produtos que reativam o brilho na pintura ou repintura de veículos A Maxi Rubber acaba de lançar uma linha completa que atende as etapas do processo de polimento de veículos; com quatro soluções formuladas para reativar o brilho da pintura ou repintura. A série compreende: Maxi CORTE, Maxi LUSTRO, Maxi BRILHO e a Cera Automotiva Maxi Rubber. Todos são à base água, exceto a cera; e a fabricante assegura que o sistema não mancha partes plásticas e borrachas. O Maxi CORTE é uma massa para polir (1Kg) utilizada para eliminar riscos de lixa, pequenos arranhões e desgaste na pintura. A aplicação pode ser manual ou com politriz, neste último caso é indicado o uso da Maxi Boina Dupla Face Branca e Maxi Boina Dupla Face Amarela. O produto pode ser utilizado em lixamento (lixa grão 1200 à 5.000) no processo de repintura; para pequenos riscos e arranhões em pintura original; e na pintura desgastada (na repintura e/ou pintura). Já o Maxi LUSTRO é um líquido lustrador (500 ml) desenvolvido para eliminar hologramas, riscos superficiais e desgas-

8 • DEZemBRO_2013

te de pintura. Sua aplicação pode ser manual ou por meio de politriz, onde o ideal é usar boina de espuma macia.Utilizar o produto no caso de hologramas (marcas de boina) na repintura; riscos leves (marcas de pano) em pintura original; e em pintura desgastada tanto em pintura como em repintura. Outra solução é o Maxi BRILHO, líquido finalizador (500 ml) para eliminar microrriscos e intensificar o brilho da pintura. Sua aplicação também pode ser manual e, se for com politriz, usar a boina de espuma macia. Ele intensifica o brilho da repintura e após a lavagem em pintura original. O processo ainda conta com a Cera Automotiva Maxi Rubber (200 g) que busca realçar o brilho da pintura e promover proteção resistente e durável a pintura. A aplicação é manual e deve-se utilizar aplicador de espuma e remover o excesso com pano de microfibra. Utilizado para dar brilho na repintura (aplicar somente após 30 dias) e proteção na pintura original.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 9


. .. >> Aq ui si ção < < . . . . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Brasilux Tintas adquire a Dissoltex Indústria Química A compra da Dissoltex não irá alterar o portfólio de produtos da Brasilux Tintas. A empresa continuará independente por enquanto, atuando no mercado de tintas industriais e técnicas, além de produtos para o tratamento de couro pectativa é que a transação também reflita nas exportações do grupo, que devem se expandir com a mesma seriedade e compromissos característicos da empresa. Inicialmente, a compra da Dissoltex não irá alterar o portfólio de produtos da Brasilux Tintas. O novo empreendimento continuará independente por enquanto, atuando no mercado de tintas industriais e técnicas e no de produtos para o tratamento de couro. A ideia é reverter à troca de experiências e a sinergia entre as duas fábricas em benefícios dos clientes Brasilux e Dissoltex. Fotos: Divulgação

A direção da Brasilux Tintas anunciou a aquisição da empresa Dissoltex Indústria Química, tradicional fabricante de tintas, vernizes, solventes e produtos para couro com mais de 40 anos de mercado. O negócio, fechado na última semana do mês de outubro e que não terá o valor divulgado, mostra a força da empresa matonense nestas duas décadas de história. Com a aquisição, a Brasilux coloca-se de vez como uma das grandes indústrias do setor de tintas e abre novos e importantes horizontes, consolidando ainda mais a presença da marca no mercado nacional. A ex-

10 • DEZemBRO_2013

Sobre a Dissoltex Sediada em São Carlos, interior de São Paulo, a Dissoltex Indústria Química foi fundada com o objetivo de oferecer alta tecnologia, qualidade e tradição em tintas, vernizes, solventes e produtos para o tratamento de couro. Com mais de 40 anos de mercado, a empresa possui moderno e amplo parque fabril, além de um portfólio abrangente. Através de parcerias com os melhores fornecedores do Brasil, a empresa sempre garantiu a qualidade das matérias-primas utilizadas em seus produtos. Em conjunto com um cuidadoso processo de fabricação, a Dissoltex destaca-se por ser atuante e compromissada com a sustentabilidade econômica, ambiental e social, que lhe garantiu o ISO 9001 (assim como a Brasilux Tintas).

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 11


. .. >> L i x a s a u tom ot iva s e i m o bi li ári as < < ............................................................................

Lixas acompanham o desenvolvimento do mercado imobiliário e automotivo Consumidores e profissionais estão cada vez mais exigentes

Tanto as oficinas de repintura automotiva, quanto o mercado imobiliário estão cada vez mais primando pelo ganho de produtividade e pela limpeza do ambiente de trabalho. O foco é a melhoria da performance. Neste ritmo caminha o mercado de lixas - tanto as utilizadas nas oficinas automotivas, quanto nas paredes para a preparação da pintura e lixamento de superfícies em geral. De acordo com Jorge Arruda, diretor técnico comercial da Mirka, em todos os mercados o lixamento sem pó está em evolução. “As empresas procuram aumentar a produtividade trabalhando em ambientes limpos e preservando o colaborador. Por outro lado, para esta evolução, o que está contribuindo é o crescimento de lixamento à seco deixando o balde de lado na oficina”, afirma. Segundo ele, na linha imobiliária é cada vez maior a procura pelo aumento de produtividade utilizando equipamentos  e discos maiores, fugindo das tradicionais folhas no processo de lixamento antes da aplicação do acabamento. Esta é a opinião também de Adalberto Purper, sócio da Purplex. Ele complementa, dizendo que cada vez mais será necessário o uso de ferramentas que facilitem, melhorem o acabamento e a produtividade dos pintores, nos mais diversos segmentos. “O lixamento à seco hoje é uma realidade, porém muitos ainda não conhecem ou são resistentes ao uso”, explica R. Bigal, gerente nacional de vendas e marketing da Roberlo do Brasil. Ele ainda ressalta o uso incorreto das lixas, como por exemplo utilizar a lixa à seco, na 12 • DEZemBRO_2013

água. “Mostrar como usar e atingir todos os usuários é o nosso maior desafio”, completa. Além do consumidor, existe também a preocupação com o usuário do produto. Wagner Machado, do marketing da Doble A cita a preocupação da empresa com as necessidades e requerimentos do profissional da área de repintura automotiva. “Queremos levar até eles produtos que agregam valor ao seu trabalho e que proporcione redução do custo total no processo de reparação. Ligia Trevisan Martins Orlandi, engenheira de produtos da Norton, ressalta que o mercado de lixas é dinâmico e necessita de novos produtos que contribuam para melhorar a performance e agilizar os processos de pintura ou repintura. “Temos como desafio acompanhar a velocidade com que esses mercados evoluem”, afirma. Gabriel Barreiros, gerente de marketing da Lixas Tatu finaliza dizendo que a estética está em alta neste mercado e junto a ele os materiais para preparo das superfícies devem se aperfeiçoar garantindo um bom resultado final. Confira os produtos disponíveis no mercado. Os destaques da Atlas dentro do segmento de lixas são os modelos: Lixa Madeira/Massa (ref. 10); Lixa Ferro (ref. 20) e Lixa D´Água (ref. 30). A primeira é indicada para madeira e massas de diversas granulações, para preparação e acabamento fino. A Lixa Ferro é específica para a remoção de áreas oxidadas e para a preparação da pintura. E a Lixa D´Água é indicada pra aca-

bamento fino. Seu uso é feito com água para evitar danos à superfície a ser trabalhada. Estes produtos vêm em embalagens com 25 folhas. A Atlas ainda destaca a Lixa Limp (ref. 90/40). Trata-se de uma fibra abrasiva ondulada, lavável, que lixa e limpa ao mesmo tempo. De acordo com a empresa, o produto exige menos esforço físico, em função de seu formato ondulado e de sua flexibilidade. É ideal para lixar e limpar grades, metais planos e madei-

ra e seu verso é feito com um tecido macio e confortável, que protege as mãos. Disponível em embalagem com doze peças. Os outros modelos de fibras disponíveis são os de referência 90/10 e 90/20, indicadas para média abrasão e uso em lixadeiras e diferenciando-se uma da outra pelo tamanho. Finalmente a Esponja Abrasiva (ref. 50) é indicada para acabamento em superfícies de alvenaria, madeira e metal. A Doble A possui em seu portfólio uma linha com/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 13


. .. >> L i x a s a u tom ot iva s e i m o bi li ári as < < ............................................................................ mm / 70 x 198 mm / 115 x 230 mm e discos de 3”, 5”, 6” e 225 mm. Suas vantagens são o lixamento sem pó e a alta durabilidade. Já o sistema de preparação de superfícies após lixamento apresenta os discos Abralon, que prometem eliminar riscos de lixa e estão disponíveis nos grãos P 600 / 1000 / 2000 / 3000 e 4000. Os produtos aumentam a produtividade e a redução ou a eliminação do reprocesso, já que o funcionário o faz corretamente na primeira vez. Na parte de equipamentos, a Mirka oferece lixa-

pleta de abrasivos indicados para repintura automotiva e imobiliária. Dentro da sua linha de produtos padronizados, a empresa oferece: Lixa Ferro, Lixa D´Água, Lixa à Seco, Lixa Massa, Discos de Fibra e Discos Flap, entre outros.

deiras pneumáticas de 77 mm(3”) / 125 mm(5”) / 150 mm(6”); lixadeiras elétricas de 125mm e 150 mm e ainda uma lixadeira pra teto de 225 mm (8”). A Norton possui lixas para os segmentos automotivo e imobiliário. Para o automotivo a empresa dispõe de dois tipos de lixamento: à seco e úmido. O processo que mais se destaca é o lixamento à seco, pois promete uma melhor qualidade do trabalho, além da redução no tempo de lixamento com o consequente aumento de produtividade, quando se opta por utilizar máquinas orbitais. Outras vantagens: a eliminação do tempo de secagem, o que torna os ambientes das oficinas mais limpos e higiênicos e a diminuição da probabilidade de oxidação da peça recuperada, evitando a formação de pontos de ferrugem. O lixamento úmido, quando utilizado incorretamente, pode ocasionar defeitos futuros na peça trabalhada. Os produtos destacados são: Lixa D’água T216 (úmido): produzida a partir de um exclusivo sistema de resinas e de um papel azul altamente impermeável e flexível, alia-

A Mirka possui abrasivos de alta tecnologia para os segmentos de repintura automotiva e linha imobiliária onde em ambos os casos o processo de lixamento pode ser efetuado da maneira tradicional ou totalmente sem pó, com produtos e equipamentos. A empresa possui a patente no sistema de lixamento em tela na linha Autonet e Abranet, tanto em tiras para tacos aspirados, quanto em discos para lixadeiras. Os produtos são: Sistema Autonet para lixamento no metal, massas e primers nos tamanhos em tiras pequenas (70 x 125

14 • DEZemBRO_2013

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 15


. .. >> L i x a s a u tom ot iva s e i m o bi li ári as < < ............................................................................ dos aos grãos com excelente poder de corte e acabamento, sendo que este produto se destina ao lixamento de superfícies metálicas e de materiais compostos como massas plásticas, massas rápidas e primers. A Lixa No-fil A275 (seco) é produzida com grãos de óxido de alumínio tratado, papel resistente e camada de No-fil antiempastante, que reduz a impregnação de material no abrasivo, aumentando sua vida útil. A lixa A275 promove o melhor rendimento e acabamento para o lixamento a seco. No segmento de lixas voltadas para uso e aplicação na construção civil (pintura imobiliária), a Norton tem como carro chefe uma linha para lixamentos manuais que inclui as lixas: Ferro - K246, para aplicação em metais em geral, preparação de superfícies, limpeza e remoção de ferrugem e remoção de tinta velha; Massa – A257 para paredes, remoção de resíduos de massa, tintas e vernizes, nivelamento de superfícies e acabamento de massa fina e corrida; Madeira – A237 para o desbaste e acabamento de superfícies de madeira em geral, e preparação para pintura e/ou aplicação de vernizes; NoFil – A219, para o lixamento de vernizes, seladoras, pinturas e laca (lixa antiempastante); Lixa D’água T223: lixa d’água (impermeável) com papel resistente proporcionando excelente durabilidade e acabamento fino e a Folha Assoalho (lixas S411/S422), que são folhas de lixas reforçadas para lixamento de tacos e pisos, na aplicação de raspagem de tacos em geral e assoalhos, desde o desbaste até o acabamento. A Indústria de Lixadores Purper produz uma linha

16 • DEZemBRO_2013

completa de lixadores e tacos manuais para os segmentos automotivo, imobiliário, moveleiro e industrial. A empresa disponibiliza ao mercado os mais diversos tipos, marcas e tamanhos de lixas folha, em rolo ou lixas com velcro, e nos mais diversos sistemas de lixamento. Os produtos que levam a marca Purplex, segundo a empresa, oferecem qualidade e prometem uma maior produtividade do operador. superfina e microfina. Dentro de seu portfólio de produtos, a Lixas Tatu destaca a Lixa d’Água Hidrolix. Tradicional no lixamento automotivo, é desenvolvida sobre papel impermeabilizante resistente à água, promete excelente rendimento para todo tipo de massa acrílica e fácil remoção de resíduos. Para finalização da pintura e polimento, utiliza-se a partir do grão 1.200 superfinos.

Para o segmento imobiliário existem lixadores para reboco, massas, grades, janelas tipo venezianas e decks de piscinas, entre outros. Eles são fabricados com a possibilidade de usar o cabo extensor para trabalhos em tetos ou lugares de difícil acesso. A Roberlo Brasil oferece ao mercado lixas automotivas de nome comercial Gova Blue. O modelo RD62 são lixas em folhas à seco; RW77 são as lixas d´água; a RS56 é uma caixa display com pedaços de lixas picotadas, para um corte mais fácil para o uso. A empresa ainda disponibiliza Esponjas Abrasivas, com quatro tipos de abrasividade: média, fina,

Outros produtos da linha: Lixa Madeira (para uso manual e em lixadeiras); Lixa Seladora GKSEL (para acabamento em superfície de madeira após a aplicação da seladora); Lixa Ferro e Lixa Metal Aço Trionite (ambas para ferro, aço, metais e massa plástica); Lixa Massa Trionite (eficiente na remoção de tintas e acabamentos para pinturas residenciais) e a Lixa D´Água.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 17


. .. >> Nov i da d e < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Irajá lança embalagem de 14 litros para as tintas acrílicas standard e econômica Novidade possibilita atender o consumidor que precisa pintar uma área menor, investindo menos na pintura e evitando a sobra do produto Desde 2011, a Irajá vem passando por uma série de mudanças, atravessando um processo de profissionalização e redefinição do seu modelo de negócios, a fim de conquistar patamares maiores dentro do mercado brasileiro de tintas decorativas. Foram realizados diversos investimentos desde então em equipamentos, processos e também em recursos humanos. Em reportagem anterior do Jornal do Pintor, o leitor pode conhecer a nova identidade da empresa, que tem mais de 60 anos de atividade. As embalagens também fazem parte de toda esta reestruturação. Desde o mês de setembro, a empresa vem apresentando ao mercado novidades em suas latas e a mais recente é a embalagem quadrada metálica de 14 litros. Disponíveis inicialmente na linha de texturas e massas, elas agora chegam para reforçar as tintas acrílicas das categorias standard e econômica, até en-

18 • DEZemBRO_2013

tão comercializadas somente em lata (18 litros) e galão (3,6 litros). De acordo com Fabio Gomes, diretor comercial da Irajá, os principais atributos deste lançamento são: o fácil manuseio, transporte e armazenagem pelo tamanho e peso reduzidos, conteúdo adequado para a pintura de áreas menores, evita investimentos desnecessários e ar-

mazenamento de sobras de tinta e, além disso, uma embalagem de 14 litros oferece um custo por litro substancialmente menor do que o galão. Vale ressaltar que o rendimento e a cobertura da tinta acrílica standard nesta nova embalagem, permite pintar uma área maior se comparada com a utilização de uma tinta acrílica econômica convencional, em

uma embalagem de 18 litros. “Portanto, estamos gerando melhor qualidade, com menor custo por metro quadrado”, comenta Carlos Paulo Kroschinsky Jr., diretor executivo da Irajá. Continuando com o seu processo de expansão, a Irajá está construindo uma nova fábrica, prevista para começar a funcionar até o final deste ano.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 19


. .. >> I novação < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . ..................................................................................................

Iquine lança campanha publicitária com novo posicionamento de marca Empresa pretende aproximar a marca de seus consumidores A Iquine, atenta às tendências e demandas do mercado, acaba de anunciar seu novo conceito de marca e campanha publicitária, com abrangência nacional, que tem como objetivo apresentar a nova fase da empresa. Dentro deste conceito de renovação visual de marca, a agência Herbert Perman Design desenvolveu a atualização de toda identidade visual da Iquine, englobando um reestudo da sua marca e de suas embalagens, deixando-as muito mais modernas, dinâmicas e atraentes

20 • DEZemBRO_2013

nos pontos de vendas. A agência deixou as embalagens mais claras e autoexplicativas, destacando os principais atributos do produto, informações de interesse do consumidor e características técnicas. Já para a campanha publicitária, a Iquine incentivou sua agência de publicidade MMS Comunicação a utilizar a ousadia e a criatividade para desenvolver a reformulação de sua marca de forma vibrante e bem humorada, aproximando-a de seus consumidores. Des-

sa forma, foi criada a campanha publicitária “Cores para sacudir a sua vida”. O filme mostra a história de pessoas deprimidas e sem perspectivas que passam pela experiência de “sacudir a lata” e mudar suas posturas perante a vida, começando com a aparência e seguindo para a renovação do astral de suas casas, com o uso das cores da Iquine. A campanha conta com plataformas on-line e off-line, filmes de 30 segundos, ações nas redes sociais - com posts editoriais nas principais fun pages de humor do Brasil e versões dos filmes para o Youtube, patrocínios de programas de rádio, outbus, backbus, mídias alternativas, ações nos pontos de vendas, além de mídias impressas e ações

para públicos-alvo (arquitetos, representantes, pintores). Segundo o Diretor de Vendas e Mar­ keting da Iquine, Alan Souza, a empresa quer ser vista como uma marca que incentiva a criatividade dos consumidores e os encoraja a serem ousados, a mudar suas posturas e ambientes. “A ideia da campanha é associar a expe­ riência com a marca Iquine a uma nova visão de mundo, que começa quando o consumidor eleva sua autoestima e sacode a sua vida”, afirma.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 21


. .. >> P a r c e r i a < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . ..................................................................................................

Sotintas, 26 anos de tradição no mercado de Fortaleza (CE)

Com cinco lojas distribuídas pela cidade de Fortaleza (CE), a Sotintas completa 26 anos no mercado e atua com destaque no segmento de tintas automotivas. Construída em sociedade pelos irmãos Raimundo, Victor e Martônio Paz, a rede é a nova parceira da AkzoNobel, divisão de repintura automotiva, responsável pelas marcas Wanda e Sikkens. Hoje, com mais de 130 colaboradores, a Sotintas investe no desenvolvimento e no crescimento profissional de sua equipe, sempre motivada e comprometida com o sucesso da empresa.  Com forte reputação entre seus clientes, e contando com a confiança dos profissionais do setor, a Sotintas aposta na qualidade dos produtos AkzoNobel e nos treinamentos oferecidos pela empresa para capacitar seu pessoal a fim de oferecer as melhores soluções aos clientes. “Ficamos muito satisfeitos com todo o suporte oferecido pela AkzoNobel. A convenção de vendas realizada especialmente para apresentar os novos

22 • DEZemBRO_2013

Foto: Divulgação

A rede é a nova parceira da AkzoNobel, divisão de repintura automotiva, e aposta na qualidade dos produtos das marcas Wanda e Sikkens, assim como nos treinamentos oferecidos pela empresa para capacitar sua equipe

produtos aos colaboradores foi excelente. Temos certeza de que será uma parceria de sucesso” comenta Raimundo Paz, sócio-diretor da Sotintas. A parceria, que se iniciou há apenas três meses, já traz resultados positivos: “Podemos medir a reação positiva dos clientes tanto no balcão como nos que possuem contrato conosco. E já temos um campeão de vendas: o Verniz Wanda Tech 4100”, celebra Victor Paz, sócio-­ diretor da Sotintas.   Fortalecimento O projeto desenvolvido pela AkzoNobel para a Sotintas tem a propos-

ta de fortalecer as marcas Wanda e Sikkens em Fortaleza e, com isso, divulgar a Sotintas como novo distribuidor da AkzoNobel. Para tanto, nos primeiros 30 dias da parceria, várias ações de incentivo foram realizadas, tais como blitz no ponto de venda com a presença da Wandinha, garota-propaganda da marca, nas cinco lojas da cidade, e mais de 15 encontros com os pintores, totalizando a participação de mais de 1000 profissionais. As equipes técnica e comercial uniram forças e investiram fortemente na instalação dos sistemas tintométricos, resultando em várias oficinas com o sistema Wanda e Sikkens funcionando, inclusive com sistema base água Autowave.   A presença da ColorWan, carro oficina da Marca Wanda, também fez sucesso na região junto às oficinas, demonstrando aos pintores o portfólio completo da linha Wanda, novidades e vantagens na utilização da marca.  “Para a AkzoNobel é muito impor-

tante ter um distribuidor como a Sotintas, bem estruturado, com ótimo relacionamento com os clientes e equipe motivada e envolvida com o projeto. Esta conquista faz parte da estratégia de crescimento da AkzoNobel para os próximos anos, através da nossa equipe cada vez mais comprometida com nossos objetivos” comenta Sérgio Munhoz, diretor de vendas Brasil do segmento de repintura automotiva da AkzoNobel. Em 2014, a Tintas Wanda completará 80 anos de atuação no mercado nacional. Presente em mais de 60 países, a marca oferece grande número de fórmulas do mercado e uma completa linha de soluções para repintura automotiva. A Sikkens, por sua vez, é parceira tecnológica da McLaren e fornecedora exclusiva das tintas que dão cor e velocidade tanto aos seus carros de corrida como os de passeio, buscando oferecer a mais alta tecnologia, soluções e suporte para o dia a dia dos profissionais de repintura.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 23


. .. >> Arti g o << . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ..............................................................................................

O pintor deve ser competente e habilidoso A profissão de pintor imobiliário foi das que mais evoluiu nos últimos anos. Há espaço para avançar ainda mais Por Rafael Ferreira, Gerente de Marketing e Comunicação da Montana Química S.A. No processo evolutivo de seu trabalho, muitos pintores de qualidade conquistaram e consolidaram uma clientela exigente. Alguns até criaram empresas de pintura e algumas vezes tornaram-­ se donos de lojas de tintas. Muitas vezes as empresas contratam outros pintores para tocar as obras. Um dos fatores do sucesso desses profissionais, além do básico que é a habilidade para pintar, está na atenção a outros requisitos importantes na execução do trabalho, mas que nem sempre têm ligação direta com a pintura. A primeira impressão é a que fica. Para começar, a apresentação adequada do profissional deve ser com vestuário e visual simples e limpo. O passo seguinte é fazer o orçamento, que deve ser rigoroso e correto, para que nenhuma das partes amargue um prejuízo. Para sair-se bem nas contas, o profissional

24 • DEZemBRO_2013

deve avaliar muito bem seus custos com mão de obra, produtos e ferramentas. Outra dica importante é quanto à maneira de conduzir a obra. O pintor profissional deve estar sempre consciente de que é um prestador de serviço, seja ele pessoa física ou jurídica. Muitas vezes o serviço deverá ser feito na casa que é a moradia do cliente, com a presença das pessoas que vivem debaixo daquele teto. Este tipo de situação faz toda a diferença e exigirá jogo de cintura do profissional. Quanto mais “invisível”, melhor. Isto é, o pintor deve ser discreto e alterar menos possível a rotina da casa enquanto trabalha. A limpeza também é item de extrema relevância. Ou seja, tanto durante o trabalho, quanto ao final da obra, o local deve estar sempre limpo. Deve-se tomar todo o cuidado com os móveis e o chão, que devem ser protegidos com uma lona ou mesmo removidos do local, se for o caso. Por fim, mas não menos importante, é a recomendação de que o profissional procure conquistar a confian-

ça do cliente. Para isso é necessária muita seriedade no trato com as pessoas. O melhor é criar regras comuns com o morador, perguntando a ele sobre suas preferências e condutas que considera adequadas. Quanto menos

conflito, melhor será o serviço prestado. Estabelecido o diferencial da confiança, o cliente fará com naturalidade a propaganda boca-a-boca. Com isto, o pintor poderá ganhar novos clientes nos arredores.

/jornaldopintor


/jornaldopintor

2013_DEZemBRO â&#x20AC;˘ 25


. .. >> Co nq ui s ta < < . . . . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Axalta é premiada como fornecedora da Tata Marcopolo com melhor desempenho

A Axalta Coating Systems recebeu da Tata Marcopolo Motors Ltd, uma joint venture entre Tata Motors e a brasileira Marcopolo S.A. com sede na Índia, o Prêmio de Fornecedora com Melhor Desempenho. Com uma produção diária que atinge quase 70 ônibus durante seu período de pico, a Tata Marcopolo tornou-se uma das principais fabricantes de ônibus da Ásia. Este é o terceiro ano consecutivo em que a empresa seleciona a Axalta Coating Systems para seu prestigiado prêmio entre um grupo de fornecedores, reconhecendo o compromisso da Axalta com a oferta de soluções de revestimentos consistentes e de alto desempenho. “Estamos muito orgulhosos por receber esse prestigiado prêmio”, explica Vinay Rajadhyaksha, diretor administrativo da Axalta Coating Systems Índia Pvt Limi­ ted. “Esse é um reconhecimento da estreita colaboração entre a Tata Marcopolo e nossa equipe. Esperamos poder fortalecer nossa parceria de sucesso, oferecendo serviços de destaque e inovadores que apoiem o crescimento da Tata Marcopolo”. O prêmio foi baseado em parâmetros de segurança, entrega, qualidade, custo e serviços. De acordo com Vinay K. Pathak, CEO da Tata Marcopolo, foi um grande prazer conceder esse prêmio para a equipe da Axalta. “O prêmio mostra nosso apreço pelos serviços de

26 • DEZemBRO_2013

Foto: Divulgação

O compromisso da Axalta com a oferta de soluções de revestimentos consistentes e de alto desempenho é reconhecido na premiação

Kishore Kotekar, gerente de negócios da solução de Revestimentos Industriais da Axalta Coating Systems (à esquerda), e Amit Kumar, gerente de área da Axalta Coating Systems (à direita) recebendo o prêmio de V. G. Prasad, chefe da FBV – Tata Motors (ao centro)

alta qualidade da Axalta que tem nos ajudado a ampliar nossa competitividade no mercado”, comenta. A Axalta é fornecedora exclusiva de revestimentos para Tata Marcopolo desde 2008. Dois sistemas da Axalta, em particular, contribuíram para o recebimento desse prêmio. De acordo com a área de comunicação da Axalta, o sistema de pintura úmido sobre úmido da

companhia viabilizou o aumento de produção da Tata Marcopolo em mais de cinco vezes, oferecendo maior produtividade e economia de energia. Além disso, os valiosos programas de engenharia da Axalta têm ajudado a aprimorar a linha de produção da Tata Marcopolo, elevando as competências dos funcionários e reduzindo custos.

/jornaldopintor


. .. >> A p o i o < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ...........................................................................................

PPG Refinish participa da Casa Cor Campinas 2013

Fotos: Divulgação

A empresa patrocinou o ambiente “Garagem” que contou com a utilização de produtos consagrados da marca de repintura automotiva

A PPG Refinish participou como fornecedora oficial da quinta edição da Casa Cor Campinas, que aconteceu de 18 de setembro a 03 de novembro, em Campinas (SP). A empresa patrocinou o ambiente “Garagem”, projetado pelos arquitetos Herbert Faustino e Maxwell Geraldi. No local, foram utilizados produtos da marca de repintura automotiva como o Delfleet e a tecnologia do

/jornaldopintor

Sistema Envirobase High Performance (base água). O espaço “Garagem” foi projetado seguindo todo um conceito criado para o evento. No caso, representava a garagem de um milionário fanático por carros antigos, onde ele os reforma e guarda. Ela conta com toques e detalhes especiais para complementar o conceito de excentricidade e diferenciação, tais

como: uma mesa feita com a frente de uma caminhonete, com uma caveira em pé atrás; placas de carros de diversas partes do mundo coladas na parede; um kart fixado na parede; um frigobar “disfarçado” de armário de ferramentas; uma bomba de gasolina antiga, adaptada para ser uma adega de vinhos e, é claro, dois carros e uma moto reformados e que impressionaram os visitantes. O Delfleet possui uma ampla gama de acabamentos e sua linha compreende produtos especialmente desenvolvidos para veículos comerciais e pertencentes ao serviço de transporte público. A empresa garante que a facilidade de aplicação e a performance estão acima das necessidades de todos os tipos de clientes no que diz respeito a versatilidade, flexibilidade, durabilidade e facilidade de aplicação. O Envirobase High Performance representa a quarta geração de tinta à base água desenvolvida pela PPG. Possui tecnologia antissedimentação que proporciona maior estabilidade, melhor fideli-

dade de cor, maior cobertura, tornando o sistema mais produtivo. “É um grande evento, com uma ótima reputação, o que vem de encontro com a imagem que buscamos para a nossa empresa. Além disso, foi uma ótima oportunidade para encontrar nossos clientes fora do ambiente de trabalho, mostrar novidades e diferentes usos de nossos produtos. Com isso conseguimos atrair não só o público que gosta de arquitetura e construção, mas também os apaixonados por carro e reparação”, assinala Jéssica da Cunha Ferreira, da área de comunicação da PPG Refinish.

2013_DEZemBRO • 27


. .. >> Re c i c l ag e m d e l ata s < < ................................................................................................

Inaugurado o 1º centro de reciclagem da Associação Prolata Local tem capacidade para receber e reciclar até duas mil toneladas de embalagens e aço pós-consumo por mês. Toda a sucata entregue ao Prolata Reciclagem será remunerada No final do mês de outubro, a Associação Prolata Reciclagem – uma instituição sem fins lucrativos que visa reciclar embalagens de aço pós-consumo – foi inaugurada na zona norte de São Paulo (SP). O centro modelo contou com o apoio de 15 empresas do setor e ainda tem como parceira a Abrafati (Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas). O espaço, que contou com um investimento de R$ 1 milhão, tem capacidade para receber e reciclar até duas mil toneladas de embalagens e aço pós-consumo por mês. Quando chegam, as embalagens são classificadas, prensadas e enviadas para as siderúrgicas, que transformam este material em novas chapas metálicas, para a reutilização. José Maria Granço, presidente da Associação, diz que este centro é o primeiro do Brasil a trabalhar formalmente dentro das normas da PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos). “A ideia do Prolata é conscientizar a população

28 • DEZemBRO_2013

“Ele funciona como um facilitador ao sistema de logística reversa convencional. Os consumidores podem levar as embalagens de aço pós-consumo direto para os centros ou para cooperativas e sucateiros parceiros do programa. Já o lojista precisa aderir ao programa através da Associação, para poder participar”, diz Thais Fagury, gerente executiva da Abeaço.

sobre reciclagem deste tipo de embalagem, estimular a coleta e o descarte seletivo”, explica. As 15 empresas que fazem parte da Associação Prolata participam também da Abeaço (Associação Brasileira de Embalagem de Aço) que, como associada honorária, ajuda com sua experiência no desenvolvimento das atividades do Prolata. O centro Prolata Reciclagem ocupa uma área de 500 m2 e é equipado com balança eletrônica e prensa hidráulica de alta capacidade. Outros centros serão criados nas cidades sede da Copa do Mundo e serão autossuficientes, ou seja, as fontes de recursos para manutenção serão obtidas com a venda dos materiais reciclados e atividades desenvolvidas junto à população. Todos os centros serão vinculados às siderúrgicas, que garantirão a compra do material. Remuneração Toda a sucata entregue ao Prolata

Reciclagem será remunerada. Os consumidores ou cooperativas de catadores, hotéis, restaurantes, lojas, condomínios e clubes ou qualquer outro interessado, serão remunerados pelo preço definido com base no valor geral de mercado vigente. Pessoas físicas terão o seu CPF cadastrado e acumularão pontos, que poderão ser trocados por quantia em dinheiro, doados ou ainda podem optar por cursos profissionalizantes que serão ministrados nos centros modelos da Prolata. As cooperativas devem se cadastrar no centro para receber o pagamento de acordo com o período estabelecido. Elas ainda receberão treinamento sobre todas as etapas da reciclagem de latas de aço. São dicas de como manejar e processar o material e ainda saberão como é a destinação para as siderúrgicas. Mais informações podem ser obtidas no site da Associação Prolata Reciclagem: www.prolata.com.br

/jornaldopintor


... >> Simulador de ambientes << .............................

BBF Informática apresenta o Simulador de Ambientes BBF-Fenix Este avançado software de simulação por imagem utiliza imagens reais nas simulações A BBF Informática oferece o BBF Fenix um avançado software de simulação por imagem que faz a simulação de ambientes para os segmentos de pintura imobiliária, arquitetura, decoração, paisagismo, materiais de construção, acessórios automotivos, fábricas de cerâmica e revestimentos, fábricas e revendas de móveis. Com ele é possível simular pinturas, texturas, móveis, telhados, cerâmicas, pisos, revestimentos, gramados, plantas, portas, janelas e muito mais. A empresa garante ser um software completo e independente, que carrega seu próprio editor de imagens. De acordo com o diretor da BBF Informática, Mauro Luiz Fratini, o grande diferencial deste simulador é a utilização de imagens reais na simulação, podendo estas imagens estarem contidas em bibliotecas de imagens ou até mesmo em fotos registradas por câmeras digitais comuns, desta forma, as possi­ bilidades de simulações são praticamente infinitas. “A vantagem deste simulador é que o lojista pode sair na frente de seus concorrentes, pois ele poderá simular as cores da obra antes mesmo dela estar pronta”, destaca Fratini, ao exemplificar: “se a casa que vai ter a cor simulada ainda não tem janelas ou portas co-

locadas, ele poderá simular as aberturas e, em seguida, simular a pintura já com a obra ‘pronta’”. Conforme conta Fratini, hoje a evolução na área de informática é cada vez mais rápida, tanto em software “programas” como em hardware “equipamentos”, o que torna possível simulações cada vez mais reais e em um tempo de produção muito mais curto, permitindo que o lojista ofereça um atendimento diferenciado e uma atenção especial a cada cliente, resultando em mais vendas e maior fidelização dos clientes. “O desafio é unir características importantes ao bom atendimento, qualidade e agilidade, permitindo que as simulações sejam feitas em um menor tempo possível sem perder a qualidade, o que é indispensável à satisfação tanto para quem vende, quanto de quem compra”, finaliza.

... >> Restauração << ....................................................

Foto: Divulgação

Sherwin-Williams faz restauração da pintura do teatro de Caruaru

O Teatro João Lyra Filho, de Carua­ ru/PE, recebeu pintura nova. O serviço foi oferecido pela Sherwin-Williams que admite ter forte atuação no Nordeste. No início do ano, a companhia também restaurou a pintura do Casarão e da estátua do Padre Cícero em Juazeiro do Norte/CE. O trabalho foi feito pelos participantes de um workshop gratuito realizado pela Sherwin-Williams em parceria com a Assartic (Associação dos Artistas /jornaldopintor

de Caruaru). A iniciativa é um misto de ação social e valorização dos patrimônios brasileiros. “Ao mesmo tempo em que oferecemos às pessoas a oportunidade de aprender um novo ofício, restauramos um bem público, e isso nos deixa muito orgulhosos”, diz David Ivy Jr., diretor de marketing da Sherwin-Williams. Para a restauração da pintura foram usadas tintas e complementos das linhas Metalatex, Novacor e Kem Tone. Os produtos foram fornecidos pela loja própria da Sherwin-Williams em Carua­ ru, localizada na Av. Manoel de Freitas, 51 - Maurício de Nassau. O treinamento teve início no dia 5 de novembro, e a ação de pintura começou no dia 7 de novembro. 2013_DEZemBRO • 29


. .. >> P r e mi aç ão < < . . . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Artesp realiza evento de premiação aos melhores do setor de tintas

Foto: Divulgação

Revendedores votaram nos seus favoritos, em 41 categorias Em 21 de novembro, a Artesp (Associação dos Revendedores de Tintas do Estado de São Paulo) realizou a 19ª edição do Prêmio Artesp, no HSBC em São Paulo (SP). Mais de 750 pessoas compareceram ao evento, entre lojistas, fabricantes de toda a cadeia de tintas e seus complementos. Foram 41 categorias premiadas, que incluem todos os produtos do segmento disponíveis no mercado, além de reconhecimentos e homenagens aos profissionais. Os lojistas de tintas tam-

Melhor Política Comercial Linha Imobiliária Ouro: Coral - Akzo Nobel e Basf – Suvinil Prata: Lukscolor Melhor Política Comercial Linha Automotiva Ouro: Sherwin-Williams - Lazzuril Prata: Basf – Glasurit e Akzo Nobel – Wanda Melhor Atendimento e Logística Linha Imobiliária Ouro: Basf – Suvinil Prata: Coral - Akzo Nobel

Tintas Standard Linha Imobiliária Ouro: Basf – Suvinil e Coral - Akzo Nobel Prata: Sherwin-Williams Tintas Premium Linha Imobiliária Ouro: Basf – Suvinil Prata: Coral - Akzo Nobel Esmalte à Base de Água Ouro: Basf – Suvinil Prata: Coral - Akzo Nobel Esmalte Sintético Solvente Linha Imobiliária Ouro: Coral - Akzo Nobel Prata: Basf – Suvinil

bém escolheram as melhores políticas comerciais das linhas imobiliária e automotiva, melhor atendimento e logística e o melhor marketing, que incluiu também o mercado de complementos e acessórios automotivos. Conheça os finalistas a seguir. Vale ressaltar que em algumas categorias as empresas empataram na primeira ou segunda posição. A Artesp explica que isso aconteceu quando a diferença entre elas ficou em menos de 1%. Confira:

Ouro: Atlas Prata: Tigre Fitas Adesivas Ouro: 3M Prata: Adere Lixas e Abrasivos Ouro: Norton Prata: 3M Polidores Ouro: 3M Prata: Pérola Thinner Automotivo Ouro: Anjo Prata: Sherwin-Williams – Lazzuril

Melhor Atendimento e Logística Linha Automotiva Ouro: Sherwin-Williams - Lazzuril Prata: Basf – Glasurit

Tintas para Piso Ouro: Basf – Suvinil e Sherwin-Williams Prata: Coral - Akzo Nobel

Melhor Marketing - Linha Imobiliária Ouro: Basf – Suvinil Prata: Coral - Akzo Nobel

Spray Ouro: Colorgin Prata: Lukscolor e Basf – Suvinil

Melhor Marketing – Linha Automotiva Ouro: Sherwin-Williams - Lazzuril Prata: Maxi Rubber

Resina Base Solvente Ouro: Hydronorth Prata: Lukscolor e Basf – Suvinil

Melhor Marketing - Complementos e Acessórios Automotivos Ouro: Maxi Rubber Prata: Sherwin-Williams - Lazzuril

Resina à Base de Água Linha Imobiliária Ouro: Hydronorth Prata: Basf – Suvinil

Sistema Tintométrico Imobiliário Ouro: Basf – Suvinil Prata: Coral - Akzo Nobel

Impermeabilizante (exceto resinas) Ouro: Otto Baumgart Prata: Hydronorth

Sistema Tintométrico Automotivo de Alta Tecnologia Ouro: Sherwin-Williams - Lazzuril Prata: Sikkens e Axalta

Stain Ouro: Sayerlack e Montana Prata: Sparlack

Linha Imobiliária - Destaque Vendedores/Representantes Pedro José Barbosa - Sherwin-Williams e Jean Paul – Atlas

Preservativo de Madeira Ouro: Montana Prata: Sayerlack

Complementos e Acessórios Imobiliários - Melhor Profissional Jean Paul – Atlas

Verniz Linha Imobiliária Ouro: Coral - Akzo Nobel Prata: Basf – Suvinil

Linha Automotiva - Destaque Gerentes/ Supervisores/Diretores Juares Munhoz Correa – Skylack

Rolos e Pincéis

Linha Automotiva - Destaque

Sistema Tintométrico Automotivo Tradicional Ouro: Sherwin-Williams - Lazzuril Prata: Basf – Glasurit Tintas Econômicas da Linha Imobiliária Ouro: Basf – Suvinil e Coral - Akzo Nobel Prata: Sherwin-Williams 30 • DEZemBRO_2013

Complementos Automotivos Ouro: Maxi Rubber Prata: Sherwin-Williams - Lazzuril Tinta Automotiva Cores Prontas de Fábrica Ouro: Sherwin-Williams – Lazzuril Prata: Brazilian Embalagem de Tinta considerando qualidade, praticidade, manuseio e segurança Brasilata Linha Imobiliária - Destaque Gerentes/ Supervisores/Diretores José Roberto Júnior - Coral - Akzo Nobel

Vendedores/Representantes Wagner Mansur - Sherwin-Williams – Lazzuril Complementos e Acessórios Automotivos - Melhor Profissional Mario Urso - Maxi Rubber - Vale ressaltar que este profissional já teve 14 indicações ao Prêmio Artesp. Esta foi a 7ª vez que Urso sagrou-se campeão. Indústria que Valoriza e Respeita as Revendas de Tintas Ouro: Coral - Akzo Nobel Prata: Lukscolor Reconhecimento Artesp pela contribuição efetiva ao setor tinteiro Gerson Bachiega Pedro - Qualyvinil Presidente Vilson Tintinaglia - Akzo Nobel Diretor Comercial Eduardo Castro - Akzo Nobel Gerência São Paulo Sergio Munhoz - Wanda - Akzo Nobel Diretor América Latina Gregorio Bastos Alencar - Eucatex Gerente de Marketing Dilson Ferreira - Abrafati Presidente Executivo Antonio Carlos Lacerda - Abrafati Presidente do Conselho Abrafati Rafael Ferreira - Montana Gerente de Marketing Joaquim Carlos - Sherwin-Williams Gerente de Vendas São Paulo Tiago Eleno - Brasilata Gerente de Marketing Maria Cristina Potomati Fiuza - Lukscolor - Diretora Presidente Maurício Galhardi - Pincéis Atlas Gerente de Vendas São Paulo Reconhecimento Artesp por 55 anos de atividade no setor Waldemar Samuel Lazzuri - Skylack – Presidente Reconhecimento Artesp pelo crescimento da empresa em 2013 Wimpel Equipamentos e Tintas Real /jornaldopintor


. .. >> S e ma sh ow 2 0 1 3 < < . . . . . . . . .................................................................................................

Jornal do Pintor vai a feira automotiva em Las Vegas Sema Show é o maior evento automobilístico do mundo e traz inúmeras novidades aos seus mais de 100 mil visitantes Anualmente acontece em Las Vegas, nos Estados Unidos, o Sema Show. O evento, o maior do mundo, é palco de diversos lançamentos de inúmeras marcas automotivas, em diferentes segmentos: repintura, tuning, customização, novos modelos, acessórios, peças e serviços, entre outros. O Jornal do Pintor esteve presente neste evento, na companhia de profissionais da Maxi Rubber e também de diversos lojistas de todo o Brasil, Bolívia e Paraguai. Participaram do evento, como expositores, os principais fabricantes de tintas, complementos e acessórios automotivos, tais como: Sherwin- Williams, AkzoNobel, Axalta, 3M, Evercoat, Meguiars e Mirka.

Alexandro Sako – Maxi Rubber; Daniel Garbelini – Distribuidora Garbelini - Bauru; Dauto Santos - Dauto Tintas - Brasília; Denis Bertoloto – Armazém das Cores – São João da Boa vista; Denis Rodrigues – JLC Tintas – São Paulo; Douglas Sako – Maxi Rubber; Evandro Azevedo – Representante Maxi Rubber – Ribeirão Preto; Francis Louis Morrell Júnior – Diretor do Jornal do Pintor; Jefferson Bocalon – Técnico da Maxi Rubber; João Rodrigues – Central das Tintas – São Paulo; Jorge Carvalho – Representante Maxi Rubber - Campinas; José Geraldo – Riacho Tintas – Brasília; Kazuo Matsui – Auto Shine; Leones Mariano – Leo Tintas – São Paulo; Luiz Gonçalo – Auto Cores – Curitiba; Marcos Santos – Representante Maxi Rubber - Curitiba; Marcus Carvalho - Representante Maxi Rubber Sorocaba; Marcus Vinicius – Baratão das tintas – Santos; Marra – MR Distribuidora – Brasília; Nenê – Nenê Tintas – São Paulo; Reinaldo Silva – Técnico Maxi Rubber; Roberto Carlos – Representante Maxi Rubber – Bauru; Robson Marqui – Tamandaré Tintas – Indaiatuba; Rogério Aquino – Gama Cor Tintas – São Paulo; Rolando Camacho – Crecer – Bolívia; Rolando Rivas – Lazzu – Paraguai; Ronaldo Sambinelli - Tintas Sambinelli – São Paulo; Mario Urso – representante Maxi Rubber – São Paulo; Vinicius Mariano – Leo Tintas – São Paulo; Wagner Pereira – Representante Maxi Rubber – São Paulo; Wlamir Loureiro – Comercial BW – ABC

Sergio R. Munhoz, Diretor de vendas Repintura Automotiva e Ozinei Oazzin Manzano, gerente regional de vendas /jornaldopintor

AkzoNobel/Wanda A AkzoNobel esteve mais uma vez presente no Sema Show. A empresa exibiu o carro de passeio 14C Spider da McLaren (parceira tecnológica) , pintado com o mesmo sistema vendido no Brasil para repintura automotiva: tinta base d’água Autowave e o verniz Autoclear Plus HS, ambos da marca Sik­ kens (linha premium). Além disso, foi exposto também todo o sistema Wanda, incluindo um carro com pintura base d’água, disponível no mercado americano devido a legislação do país. A marca Wanda, que é fabricada 100% no Brasil, atualmente é comercializada em 80 países, entre eles Austrália, Rússia, Europa e Estados Unidos. De acordo com Sérgio Munhoz, diretor de vendas - repintura automotiva da AkzoNobel, a marca (que completa 80 anos em 2014) está indo

Estande da Meguiars com as novidades em Polimentos Automotivos, distribuídos no Brasil pela Maxi Rubber

muito bem em vendas globalmente. “A Sikkens já é uma marca consolidada e a Wanda vem crescendo no mercado americano, como uma marca que saiu do Brasil para o mundo”. Foi apresentado também durante o evento o Sticker Fix: um adesivo para mascarar pequenas imperfeições, já pintado na cor do veículo, seguindo o processo de repintura tradicional. De acordo com Munhoz, a empresa apresentou diversas novidades que pretende lançar no próximo ano no mercado brasileiro. “Como exemplo, o verniz LV Exclusive: produto que, quando exposto ao calor, tem a propriedade de autorregeneração, corrigindo pequenos riscos superficiais no veículo.”, explica o diretor. 2013_DEZemBRO • 31


. .. >> Re fo r ma < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .........................................................................................

Fim de ano é o momento ideal para realizar reformas no lar O planejamento da reforma no último trimestre é essencial para evitar desperdício e gastos desnecessários na obra reforma tenha o resultado esperado. Negociar o preço fechado do serviço é uma boa medida para garantir que a obra seja concluída no período estipulado e evitar possíveis desentendimentos e surpresas financeiras que extrapolem o orçamento; • Materiais de construção. Alinhar custo x benefício na hora de escolher os materiais de construção é uma tarefa comum quando se planeja uma reforma. A escolha pelo produto é muito importante para evitar complicações e dores de cabeça no futuro. “Em média, uma família

serão utilizados. Para evitar o desperdício e o gasto desnecessário, vale contar com a ajuda do pedreiro ou do profissional responsável pela obra para elaborar a lista de materiais e realizar a metragem do espaço que passará por reforma. Hoje em dia, também já é possível obter a quantidade específica de materiais de construção utilizados na obra por meio de aplicativos, que ajudam o consumidor a calcular, por exemplo, a quantidade necessária de pisos, revestimentos e tintas. Fotos: Divulgação

Muitas pessoas esperam o fim do ano para realizar a reforma do lar, já que existem inúmeros fatores que contribuem positivamente para isso: o 13º terceiro salário, a preparação das festividades de natal e réveillon, além das férias. Além disso, tipicamente é o momento do ano em que dificilmente chove, o que é ideal também para as reformas em ambientes externos. A simples troca da cor de um espaço ou até mesmo de um canto da casa já alegra o ambiente. O arquiteto César Augusto Pasquini, consultor da Telhanorte, rede especialista em construção e reforma, dá dicas para a melhor realização de reformas, sem estresse e com planejamento. • Prioridade nos reparos das instalações básicas. Inicialmente, é necessário delimitar o tipo de reforma que será realizada. As estruturas básicas da casa, como a parte hidráulica e elétrica, são prioridades neste momento. Deixar esta tarefa para o fim da reforma poderá danificar tudo o que foi feito e atrasar a conclusão da obra. Após o reparo das instalações básicas, ficará mais fácil realizar mudanças no acabamento, como a troca de pisos, revestimentos ou uma nova pintura; • Mão de obra. A presença de profissionais qualificados e de confiança para realizar o serviço é essencial para que a

realiza apena duas grandes reformas na vida. Para dar longevidade à reforma rea­ lizada, vale a pena investir em produtos de qualidade”, enfatiza César. Também convém levar em consideração se o material se adequa às metragens do espaço e se está em sinergia com a decoração; • Orçamentos e cálculos de materiais. Outro ponto importante a ser considerado na reforma é o cálculo da metragem e a quantidade de produtos, que

Pintando a casa Quando a reforma chega à renovação das paredes da casa, existem diversas opções de cores, que irão embelezar ainda mais o ambiente. Daí surge a dúvida: qual cor usar? De acordo com o diretor da Argalit Raphael Cassaro Machado, para a escolha correta da cor, é importante saber qual o uso do ambiente: sala de estar, jantar, cozinha, quarto. Já em uma empresa existe a re-

cepção, sala de reunião ou banheiro. Outro ponto de destaque é harmonizar as cores das paredes com os móveis e demais objetos de decoração, aliado ao gosto de quem usa o espaço. Ele dá algumas dicas: - Os tons pastéis e neutros (branco, bege e as variações de cinza e marrom) trazem elegância e dão a sensação de ampliar o ambiente. São cores para quem não quer ousar muito e prefere dar o colorido nos detalhes da decoração; - As cores frias, como o lilás e as tonalidades de azul, têm o poder de deixar o ambiente mais tranquilo; são ideais para os quartos; - As cores quentes, a exemplo do vermelho e laranja, tornam o ambiente acolhedor e aquecido. São indicados para locais de encontros como salas e cozinhas, mas em pequenas doses, como em uma parede; - As tonalidades vibrantes, como o amarelo, o laranja, o verde limão combinam com o clima tropical e dão um toque descontraído mesmo em ambientes de maior seriedade; Portanto, analise bem as cartelas de cores e escolha as suas tonalidades preferidas, defina os materiais necessários e de qualidade, contrate uma boa mão de obra e boa reforma!

... >> Tecnologia de gestão - lojas de tintas << ..................................................................................................

Max Scalla destaca o sistema Control Shop O software oferece soluções completas e integração com mais de 50 sistemas e tintometria do mercado, sendo ideal para a gestão de lojas de tintas O sistema Control Shop, desenvolvido e comercializado pela Max Scalla, possui integração com os principais sistemas de tintometria do mercado. São 52 máquinas integradas de diversos fabricantes (como Shotcolor G2 - Coral; Colorpro – AkzoNobel; Lazzumix Windows – Lazzuril; SW Color – Sherwin-Williams; Farben Mix – Tintas Farben; Selfcolor – Suvinil; Advance – Advance; Color Quick – DuPont Performence Coatings; Brasimix – Brasilux; Colormix – Tintas Brazilian; Lukscolor – Lukscolor; Starmix – Starquimica, entre muitos outros) capazes de comportar o livro de fórmulas e suas variações, a criação de fórmulas personalizadas para cada cliente, etc.; efetuando o correto cálculo do preço de venda e a margem de lucratividade de cada tinta elaborada, baixando a correta quantidade de bases e pigmentos utilizados na composição das fórmulas. “Desta maneira o lojista sabe exatamente quanto possui de pigmentos em 32 • DEZemBRO_2013

estoque, além do real lucro obtido nas vendas, podendo ainda saber quanto cada máquina representa de participação no faturamento total”, constata o gerente de marketing da empresa, Anderson Kondraciszyn ao apontar uma outra grande vantagem: a geração dos relatórios de consumo (litragem) por máquina que, conforme cita, ajudam muito no momento da compra destas bases e pigmentos.

Segundo a Max Scalla o sistema oferece soluções completas, práticas e eficientes, sempre adequadas às necessidades do cliente. Garante fácil e rápida assimilação; integração com sistemas tintométricos, contábeis, bancários, TEF e de consulta de crédito e inadimplência. Além disso, assegura agilidade operacional e rapidez na emissão de documentos e relatórios; módulos e soluções inovadoras interligadas entre si, gera centenas de relatórios e gráficos, assim como banco de dados robusto e eficiente. E quando questionado sobre a evolução destas tecnologias no Brasil, Kondraciszyn comenta: “Acreditamos que um próximo passo seria a inclusão de simuladores de cores e vendas nos sites de lojas virtuais (e-commerce), permitindo que o consumidor final escolha a cor de sua tinta baseado num catálogo virtual”. “O desafio, neste caso, consiste justamente na correta reprodução da cor no ecrã (monitor) dos PCs e Tablets”, conclui. /jornaldopintor


. .. >> C o re s < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ....................................................................................

Cores da Suvinil para 2014 transmitem simplicidade, ousadia e personalidade

O azul Curaçau Blue é a cor do ano para a Suvinil, marca de tintas imobiliárias da BASF, em 2014. A tonalidade limpa e iluminada desse tom, que evoca os sentimentos de compreensão e pertencimento, faz parte do estudo anual de tendências, apresentado este ano sob o tema comportamental Voz, que transmite a sintonia entre as cores e a vida das pessoas. As 33 cores selecionadas para 2014 foram divididas em três temas: Pulsante (envolve tanto os tons mais fechados e densos, das famílias dos azuis e dos verdes, como as nuances vibrantes encontradas entre os violetas, os vermelhos, os laranjas e os amarelos), Elementar (composto por tons de amarelos, laranjas, vermelhos, marrons e neutros, que remetem à natureza, e tonalidades claras e fechadas de violetas, azuis e verdes) e Plural (pluralidade de nuances dentro das famílias de co-

Fotos: Divulgação Suvinil

O azul Curaçau Blue é a escolha da marca para o próximo ano. Sob a expressão Voz, os temas Pulsante, Elementar e Plural reúnem as 33 tonalidades que, segundo a empresa, serão tendência em 2014

res dos verdes, dos amarelos e dos azuis). Cada paleta de cor inspira a transformação de lugares simples em ambientes que traduzam a personalidade e o mo-

mento da vida das pessoas. “Como marca líder no mercado brasileiro, a Suvinil está atenta às tendências, ao comportamento de seus consumidores e à evolução do mercado. O estudo de cores 2014 reflete o entendimento da marca a respeito da personalidade e estilo dos nossos clientes”, afirma Andreas Gietl, vice-presidente de Tintas Imobiliárias e Repintura Automotiva da BASF para América do Sul. As pesquisas de tendências anuais da Suvinil têm como base estudos comportamentais e estéticos, realizados dentro e fora do Brasil. “A partir do amplo conhecimento da cultura brasileira e de seus consumidores, a marca cria mensagens locais e as transforma nas cores que serão tendências ano a ano”, ressalta Daniela Tavares, diretora de marketing de Suvinil.

Suvinil lança novo aplicativo para iPad Para ampliar ainda mais a interação com os consumidores e arquitetos, a Suvinil apresenta o Crie Suvinil, a nova plataforma para iPad da marca. O aplicativo traz dicas, fotos e funcionalidades para inspirar a escolha das cores na hora de decorar os ambientes. O app permite a

/jornaldopintor

simulação de 1,5 mil opções de cores da marca em ambientes reais e a possibilidade de saber como cada uma ficará com a incidência da luz natural, de diferentes lâmpadas e até mesmo das sombras específicas dos ambientes. A ferramenta também traz dicas de ten-

dências e testes de combinações de cores em um mesmo espaço. O aplicativo é gratuito e está disponível para download na Appstore. A marca também conta com o aplicativo Suvinil Cores, desenvolvido para smartphones que possuem o sistema IOS e Android.

2013_DEZemBRO • 33


G U I A

34 • DEZemBRO_2013

DE

P ROD U T O S

&

S ER V I Ç O S

/jornaldopintor


ONDE COMPRAR BEM higienópolis

santana

ipiranga

são mateus

artur alvin

butantã

Butantã

A loja mais completa de São Paulo

Central Televendas [11] 3746-3450

TUDO PARA A PINTURA DE SUA CASA E CARRO Rua Silva Bueno, 1.949 - Tel. 2914-0955 Av. Paes de Barros, 3.354 - Tel. 2274-1433 Via Anchieta, 1.200 - Tel. 2914-6800 www.comapitintas.com.br

Vl. Sonia

vila formosa

Av. Prof. Francisco Morato, 3777 - (11) 3746-3450

Butantã

Rua Camargo, 99 - (11) 3819-5000

Jabaquara

Av. Jabaquara, 1863 - (11) 5587-1000

Osasco

Av. dos Autonomistas, 413 - (11) 3743-4000

www.tintasfamosas.com.br caxingui

/jornaldopintor

pirituba

2013_DEZemBRO • 35


ONDE COMPRAR BEM zona leste

BAURU/sp

Boituva/SP

Santo André/SP

Tintas das melhores marcas, com o melhor preço para o acabamento de sua construção. (15) (15)

3363-1303 3363-1304

www.jctintas.com.br Av. Mário Pedro Vercellino, 362 - Centro

piracicaba/SP

itajaí/sc

tintas e artigos para pintura em geral

[47]

tintajai@brturbo.com.br

Rua Alfredo Eicke, 114 Barra do Rio

piracicaba/SP

ZONA SUL

rio de janeiro/rj

A Casa Do Ramo Que Mais Barato Vende Especializada em Tintas para Automóveis e Construção • Vernizes • Esmaltes • Solventes • Pincéis, etc. Entregas Rápidas

r. Joaquim Floriano 442 - Itaim Bibi - 3074-9840 Av. Prestes Maia 635 - Centro - 3228-3611 Av. Morumbi 8281 - Brooklin - 5531-7112 R. Domingos de Moraes 749 - Vl. Mariana - 5081-7330 R. Rui Barbosa 226 - Bela Vista - 3253-0123 Av. Rangel Pestana 1400 - Brás - 3313-2418

Matriz: Av. Dom Hélder Câmara, 7721 (antiga Suburbana) Piedade - Rio De Janeiro/RJ PABX (21) 2597.2644 Fax (21) 2596.8010 Filial: R. Barão de Ipanema, 43 - Loja A Copacabana - Rio De Janeiro/RJ / PABX (21) 2235.2910 e-mail: mar@mardastintas.com.br | www.mardastintas.com.br

Santo André/SP

barueri/sp

tintas automotivas • imobiliárias • industriais • artesanato e afins

rio de janeiro/rj

Pensou em Pintar, venha para ...

Tintas Automotivas, Frota, Hospitalar, Imobiliária, Industriais e Acessórios em geral

Sistemas:Selfcolor - Coral - Lukscolor - Lazzuril [automotiva] Matriz: Rua da Prata, 652 - Jd. dos Camargos/Barueri Fone/Fax [11] 2543-6131 - sulamerica.tintas@terra.com.br Filial: Av. Independência 4911 Éden - Sorocaba/SP Fone [15] 3325-2523/3739 - Fax [15] 3325-3354 sulamericatintas@superig.com.br

av. dom helder câmara, 9440 - Cascadura - RJ tel.: [21] 2599-2606 | fax: [21] 2593-6122 www.colorimetria.com.br e-mail: colorimetria@colorimetria.com. br

Aqui não fazemos só tinta. Fazemos também amizade!!!

anuncie aqui

Para anunciar nesta seção sua loja pagará somente

R$ 190,00 por mês e receberá 25 exemplares do Ligue para: (11) 5645.0505 36 • DEZemBRO_2013

/jornaldopintor


BOLSA DE SERVIÇO DA rePINTURA automotiva - 2013 Esses valores são sugestivos podendo variar de região para região e não incluem montagem, desmontagem, parte elétrica e tapeçaria

SUGESTÃO BÁSICA DE ORÇAMENTO PARA REPINTURA AUTOMOTIVA:

esmalte sintético - 2013 CAPÔ

esmalte poliuretano - 2013

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

192,25

226,60

260,64

PEÇA NOVA

282,98

339,36

396,81

PEÇA RECUPERADA

226,60

260,64

294,68

PEÇA RECUPERADA

319,15

372,34

430,85

PARA-LAMA

CAPÔ

PARA-LAMA 90,43

113,30

136,17

PEÇA NOVA

158,51

192,55

226,60

113,60

136,17

170,21

PEÇA RECUPERADA

192,55

226,60

260,64

90,64

113,30

136,17

PEÇA NOVA

206,38

238,30

271,28

PEÇA RECUPERADA

113,30

136,17

170,21

PEÇA RECUPERADA

238,30

271,28

306,38

TETO

204,26

226,60

282,98

TETO

339,36

396,81

430,85

TRASEIRA COMPLETA

339,36

396,81

453,19

TRASEIRA COMPLETA

680,85

792,55

906,38

FRENTE COMPLETA

396,81

453,19

510,64

FRENTE COMPLETA

792,55

906,38

1.019,15

1.132,98

1.359,57

1.702,13

2.039,36

2.719,15

3.172,34

PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

LATERAL TRASEIRA PEÇA NOVA

PINTURA TOTAL

LATERAL TRASEIRA

PINTURA TOTAL

base poliéster - 2013 CAPÔ

base água - 2013

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

282,98

339,36

396,81

PEÇA NOVA

510,64

565,96

623,40

PEÇA RECUPERADA

319,15

372,34

430,85

PEÇA RECUPERADA

510,64

565,96

623,40

PEÇA NOVA

158,51

192,55

226,60

PEÇA NOVA

453,19

510,64

565,96

PEÇA RECUPERADA

192,55

226,60

260,64

PEÇA RECUPERADA

453,19

510,64

565,96

PARA-LAMA

CAPÔ

PARALAMA

LATERAL TRASEIRA

LATERAL TRASEIRA

PEÇA NOVA

204,26

237,23

271,28

PEÇA NOVA

565,96

623,40

680,85

PEÇA RECUPERADA

238,30

271,28

306,38

PEÇA RECUPERADA

565,96

623,40

680,85

TETO

339,36

396,81

430,85

TETO

680,85

0,00

0,00

TRASEIRA COMPLETA

680,85

792,55

906,38

TRASEIRA COMPLETA

680,85

680,85

680,85

792,55

906,38

1.019,15

FRENTE COMPLETA

1.132,98

1.359,57

1.702,13

2.039,36

2.719,15

3.172,34

PINTURA TOTAL

4.531,91

5.664,89

6.808,51

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

90,64

113,30

136,17

FRENTE COMPLETA PINTURA TOTAL

laca nitrocelulose - 2013 CAPÔ PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

192,55

226,60

260,64

PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

113,30

136,17

170,21

TETO

204,26

226,60

282,98

TRASEIRA COMPLETA

339,36

396,81

453,19

FRENTE COMPLETA

396,81

453,19

510,64

1.132,98

1.359,57

1.600,00

226,60

260,64

294,68

90,43

113,30

136,17

113,30

136,17

170,21

PARA-LAMA PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

LATERAL TRASEIRA

PINTURA TOTAL

JP Diverte VERDADES SEM FRESCURA: “É dando... que se engravida”. “Quem ri por último... é loira”. “Alegria de pobre... é impossível”. “Gato escaldado... morre, porra!”. “Quem espera... fica de saco cheio”. “Os últimos... serão desclassificados”. “Se Maomé não vai à montanha... é porque ele se mandou pra praia”. “A esperança... E a sogra são as últimas que morrem”. /jornaldopintor

“Quem dá aos pobres... cria o filho sozinha”. “Depois da tempestade... vem a gripe”. “Quem cedo madruga... fica com sono o dia inteiro”. # Dois loucos estavam há 10 anos no hospício. O diretor resolveu fazer um teste: se provassem que estavam normais, poderiam ir para casa. Ele levou os dois a uma farmácia e pediu para fingirem que eram cliente e balconista.

O louco que era cliente bateu a mão no balcão e disse: - Me vê cinco pães! O outro respondeu: - Você trouxe os cascos? Eles ficaram mais 10 anos no hospício.

R.: Aquecem em 15 segundos.

Qual a semelhança entre o homem e o caracol? R.: Ambos babam e se arrastam. E ainda pensam que a casa é deles.

#

#

VERDADE SOBRE HOMENS (na visão das Mulheres) Qual a semelhança entre o homem e o microondas?

Por que não existe um homem inteligente, sensível e bonito ao mesmo tempo? R.: Porque seria mulher.

#

2013_DEZemBRO • 37


BOLSA DE SERVIÇO DA PINTURA - 2013 PREÇOS BASEADOS EM CUSTO TOTAL FINAL APURADO

PLANILHA DE COTAÇÃO

(Mão-de-obra, leis sociais, faturamento, tintas, massas ou

Acima de 3 metros Nível A: Andaime

m² = Metro quadrado

vernizes em geral, ferramentas e equipamentos gerais,

Acima de 6 metros Nível B: Cadeira Suspensa

ml - Metro linear

inclusive balancins, etc), com responsabilidade total de

Acima de 6 metros Nível C: Balancim Manual

m = Metro

PINTURA PRONTA.

Acima de 6 metros Nível D: Balancim Elétrico

S/B - Semibrilho

CONCRETO OU TIJOLO APARENTE Silicone base de água............................................................................................................................................. 11,66 m2 Silicone base solvente..............................................................................................................................................17,47 m2 Verniz acrílico base de água....................................................................................................................................13,64 m2 Verniz acrílico base de solvente...............................................................................................................................21,06 m2 Verniz poliuretano monocomponente..................................................................................................................... 25,74 m2

fundos e restaurações Descascamento de Superfície até 3 m.....................................................................................................................0,39m² Descascamento de Superfície acima de 3 m......................................................................Nível A...........................0,49m² Descascamento de Superfície acima de 6 m...................................................................... Nível B...........................0,66m² Descascamento de Superfície acima de 6 m...................................................................... Nível C........................... 0,76m² Descascamento de Superfície acima de 6 m......................................................................Nível D...........................0,88m² Aplicação de Fundo Preparador até 3 m................................................................................................................. 14,28m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 3 m..................................................................Nível A..........................15,06m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 6 m.................................................................. Nível B...........................15,91m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 6 m.................................................................. Nível C.......................... 16,32m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 6 m..................................................................Nível D..........................18,07m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante até 3 m....................................................................................................... 17,11m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 3 m......................................................Nível A.......................... 17,90m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 6 m...................................................... Nível B..........................18,69m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 6 m...................................................... Nível C..........................19,49m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 6 m......................................................Nível D......................... 20,28m² Restauração de Fissuras até 3 m.............................................................................................................................. 1 ,02ml Restauração de Fissuras acima de 3 m..............................................................................Nível A............................ 1 ,36ml Restauração de Fissuras acima de 6 m.............................................................................. Nível B............................ 1 ,64ml Restauração de Fissuras acima de 6 m.............................................................................. Nível C............................ 1 ,98ml Restauração de Fissuras acima de 6 m..............................................................................Nível D............................2,32ml Restauração de Trincas de Massa até 3 m............................................................................................................... 3,51ml Restauração de Trincas de Massa acima de 3 m ..............................................................Nível A............................3,97ml Restauração de Trincas de Massa acima de 6 m .............................................................. Nível B............................4,76ml Restauração de Trincas de Massa acima de 6 m............................................................... Nível C........................... 5,55ml Restauração de Trincas de Massa acima de 6 m...............................................................Nível D........................... 5,89ml Restauração de Trincas de Alvenaria até 3 m...........................................................................................................5,83ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 3 m..........................................................Nível A........................... 6,46ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 6 m.......................................................... Nível B............................7,02ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 6 m.......................................................... Nível C............................ 7,82ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 6 m..........................................................Nível D............................8,27ml Execução de Emboço até 3 m................................................................................................................................... 5,78m² Execução de Emboço acima de 3 m ..................................................................................Nível A............................ 7,14m² Execução de Emboço acima de 6 m .................................................................................. Nível B........................... 7,99m² Execução de Emboço acima de 6 m................................................................................... Nível C...........................8,95m² Execução de Emboço acima de 6 m...................................................................................Nível D........................... 9,52m²

pintura interna - TETOS E PAREDES Látex PVA simples c/fundo uniformizante - sobre emboço........................................................................................ 7,33 m2 Látex PVA c/massa corrida padrão comercial - sobre emboço ou gesso..................................................................10,28 m2 Látex PVA c/massa corrida padrão luxo e retoques c/iluminação farta no local sobre emboço ou gesso.............................................................................................................................13,59 m2 Látex PVA c/massa corrida padrão luxo e retoques sobre emboço ou gesso c/acabamento final em verniz sobre látex (liquibrilho).............................................................................................14,10 m2 Só massa corrida para receber papel de parede sobre emboço..............................................................................6,45 m2 Óleo simples c/faixa sinalizada para barras de garagem...................................................................................... 17,00 m2 Óleo c/massa corrida e faixas sinalizadas para barras de garagem......................................................................19,67 m2 Esmalte acetinado c/massa corrida sobre emboço fino padrão luxo......................................................................21,05 m2 Esmalte automotivo tipo laca brilhante c/massa corrida........................................................................................46,06 m2 Quantil ou similar sobre fundo látex simples..........................................................................................................14,98 m2 Quantil ou similar sobre massa corrida e fundo látex............................................................................................ 20,44 m2 Epóxi bicomponente simples.................................................................................................................................... 47,31 m2 Epóxi bicomponente c/massa corrida adequada....................................................................................................63,94 m2 Poliuretano bicomponente simples......................................................................................................................... 48,85 m2 Poliuretano bicomponente c/massa corrida adequada........................................................................................... 70,31 m2 Borracha clorada simples........................................................................................................................................ 35,87 m2 Textura - Externa | Interna............................................................................................................................ 17,10 | 21,57 m2 Pátina......................................................................................................................................................... 25,38 | 31,72 m2 Pintura Manchada....................................................................................................................................... 10,15 | 16,50 m2 Aplicação de Massa PVA até 3 m............................................................................................................................. 4,76m² Aplicação de Massa PVA acima de 3 m ........................................................................... Nível A............................ 5,47m² Aplicação de Massa PVA acima de 6 m ............................................................................Nível B............................ 6,32m² Aplicação de Gesso sobre Emboço até 3 m...............................................................................................................5,01m² Aplicação de Gesso sobre Emboço acima de 3 m............................................................ Nível A............................ 5,78m² Aplicação de Gesso sobre Emboço acima de 6 m.............................................................Nível B............................6,78m² Aplicação de Massa Única até 3 m......................................................................................................................... 20,39m² Aplicação de Massa Única acima de 3 m ........................................................................ Nível A.......................... 20,73m² 38 • DEZemBRO_2013

Aplicação de Massa Única acima de 6 m .........................................................................Nível B...........................21,64m² Aplicação de Textura até 3 m................................................................................................................................... 13,82m² Aplicação de Textura acima de 3 m ................................................................................ Nível A...........................14,79m² Aplicação de Textura acima de 6 m .................................................................................Nível B...........................15,40m² Aplicação de Textura Tipo Rústica até 3 m...............................................................................................................18,45m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 3 m ............................................................. Nível A............................19,71m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m ..............................................................Nível B.......................... 20,53m² Látex PVA sobre Massa até 3 m................................................................................................................................8,95m² Látex PVA sobre Massa acima de 3 m ............................................................................. Nível A............................8,95m² Látex PVA sobre Massa acima de 6 m ..............................................................................Nível B........................... 10,10m² Látex PVA sobre Massa Única até 3 m......................................................................................................................9,86m² Látex PVA sobre Massa Única acima de 3 m ................................................................... Nível A............................10,14m² Látex PVA sobre Massa Única acima de 6 m ....................................................................Nível B..............................11,11m² Látex PVA sobre Gesso até 3 m............................................................................................................................... 10,77m² Látex PVA sobre Gesso acima de 3 m ............................................................................. Nível A............................ 11,15m² Látex PVA sobre Gesso acima de 6 m ..............................................................................Nível B............................ 12,21m² Látex PVA sobre Textura até 3 m...............................................................................................................................11,84m² Látex PVA sobre Textura acima de 3 m ............................................................................ Nível A...........................12,26m² Látex PVA sobre Textura acima de 6 m .............................................................................Nível B........................... 13,43m² Látex Acrílico Fosco sobre Gesso até 3 m............................................................................................................... 16,66m² Látex Acrílico Fosco sobre Gesso acima de 3 m ............................................................... Nível A............................ 17,61m² Látex Acrílico Fosco sobre Gesso acima de 6 m ...............................................................Nível B...........................18,55m² Látex Acrílico S/B sobre Gesso até 3 m................................................................................................................... 18,33m² Látex Acrílico S/B sobre Gesso acima de 3 m .................................................................. Nível A...........................19,39m² Látex Acrílico S/B sobre Gesso acima de 6 m ...................................................................Nível B..........................20,39m²

pintura EXTERNA Látex PVA tipo interior/exterior até 6m alt................................................................................................................. 7,09m2 Látex acrílico c/fundo uniformizante de textura até 6m alt....................................................................................... 14,26m2 Idem acima de 6m alt...............................................................................................................................................19,84m2 Textura acrílica c/calafetação e látex acrílico............................................................................................................17,87m2 Aplicação de Massa Acrílica até 3 m....................................................................................................................... 15,40m². Aplicação de Massa Acrílica acima de 3 m ...................................................................... Nível A........................... 16,09m² Aplicação de Massa Acrílica acima de 6 m .......................................................................Nível B........................... 16,66m² Aplicação de Massa Acrílica acima de 6 m........................................................................Nível C........................... 28,72m² Aplicação de Massa Acrílica acima de 6 m....................................................................... Nível D............................18,47m² Aplicação de Massa Única até 3 m............................................................................................................................. 17,11m² Aplicação de Massa Única acima de 3 m ........................................................................ Nível A............................17,90m² Aplicação de Massa Única acima de 6 m .........................................................................Nível B........................... 18,59m² Aplicação de Massa Única acima de 6 m..........................................................................Nível C............................19,32m² Aplicação de Massa Única acima de 6 m......................................................................... Nível D............................20,51m² Aplicação de Textura Acrílica até 3 m....................................................................................................................... 15,40m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 3 m ..................................................................... Nível A............................16,43m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 6 m ......................................................................Nível B.............................. 17,11m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 6 m.......................................................................Nível C........................... 18,59m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 6 m...................................................................... Nível D...........................20,28m² Aplicação de Textura Tipo Rústica até 3 m............................................................................................................... 18,49m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 3 m ............................................................. Nível A........................... 19,62m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m ..............................................................Nível B...........................20,53m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m...............................................................Nível C...........................22,30m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m.............................................................. Nível D...........................25,69m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica até 3 m.................................................................................................... 15,86m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 3 m .................................................. Nível A............................16,77m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 6 m ...................................................Nível B............................ 17,67m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 6 m....................................................Nível C............................ 18,18m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 6 m................................................... Nível D............................ 19,15m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única até 3 m.......................................................................................................16,88m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 3 m .................................................... Nível A............................ 17,33m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 6 m .....................................................Nível B............................ 18,18m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 6 m......................................................Nível C........................... 19,03m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 6 m..................................................... Nível D............................19,37m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura até 3 m.................................................................................................................. 17,11m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 3 m ............................................................. Nível A............................17,90m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 6 m ..............................................................Nível B........................... 18,69m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 6 m...............................................................Nível C........................... 19,49m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 6 m.............................................................. Nível D...........................20,28m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica até 3 m........................................................................................................ 17,46m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 3 m ..................................................... Nível A............................18,48m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 6 m ......................................................Nível B............................19,43m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 6 m.......................................................Nível C.......................... 20,00m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 6 m...................................................... Nível D........................... 21,09m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única até 3 m......................................................................................................... 18,59m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 3 m ....................................................... Nível A.............................19,71m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 6 m.........................................................Nível B.......................... 20,00m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 6 m.........................................................Nível C.......................... 20,96m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 6 m........................................................ Nível D............................21,30m² /jornaldopintor


BOLSA DE SERVIÇO DA PINTURA - 2013 Látex Acrílico S/B sobre Textura até 3 m....................................................................................................................18,81m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 3 m.................................................................. Nível A.............................19,71m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 6 m..................................................................Nível B...........................20,56m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 6 m..................................................................Nível C.............................21,41m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 6 m................................................................. Nível D........................... 22,32m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente até 3 m...................................................................................................... 15,86m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 3 m .................................................... Nível A............................16,77m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 6 m .....................................................Nível B............................ 17,67m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 6 m......................................................Nível C............................ 18,18m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 6 m..................................................... Nível D............................ 19,15m² Látex Acrílico sobre Piso............................................................................................................................................ 13,37m² Látex Acrílico sobre Piso (Faixas de Demarcação)...................................................................................................... 6,12ml

SUPERFÍCIES METÁLICAS Só repintura em esmalte, grafite ou alumínio........................................................................................................... 14,82m2 Desoxidação esmalte, grafite ou alumínio c/fundo zarcão....................................................................................... 19,37m2 Idem c/fundo especial - galvanizados ou alumínio................................................................................................... 21,80m2 Esmalte, grafite ou alumínio em perfis, cantoneiras, batentes e tubulações aparentes até 4”........................................................................................................................................................ 7,49m2 Idem calhas ou rufos...................................................................................................................................................7,77m2 Esmalte grafite ou alumínio com massa automotiva................................................................................................ 32,06m2 Tratamento, zarcão e epóxi bicomponente e acabamento....................................................................................... 72,17m2

REGRAS DE MEDIÇÃO Venezianas: multiplicar por 3. Vitrô basculante: multiplicar o vão por 3. Vitrô não-basculante e janelas: multiplicar por 2. Grade: multiplicar por 3. Caiação interna ou externam borracha clorada ou epóxi: não descontar vãos até 4,00 m2. Para vãos superiores a 4,00 m2 deduzir apenas o que exceder a este valor. Têmpera de gesso, cola, têmpera lavável e látex: não descontar vãos de até 2,00 m2. Para vãos superiores a 2,00 m2 deduzir apenas o que exceder a este valor. Espaletas, faixas, vigas e molduras isoladas com largura de até 40 cm., são medidas por metro linear e cobradas a razão de 50% dos preços unitários por m2. Caixilhos de ferro, ferragens pesadas: multiplicar a área do vão-luz por 2.

MAPA DE CÁLCULO DE DILUIÇÃO, Nº DE DEMÃOS E RENDIMENTO DAS TINTAS

TIPO DE TINTAS

SOLVENTES

SUPERFÍCIES DE MADEIRA Óleo sem massa - obras populares.......................................................................................................................... 13,83m Idem rodapés............................................................................................................................................................. 3,95m Idem beirais até 60 cms. larg. madeira à vista.......................................................................................................... 11,82m2 Verniz poliuretano tipo naval - obras populares.......................................................................................................15,98m2 Idem rodapés............................................................................................................................................................. 7,34m Idem beirais até 60 cms. larg. madeira à vista......................................................................................................... 12,23m2 Esmalte acetinado c/massa corrida padrão comercial.............................................................................................. 21,53m2 Idem rodapés............................................................................................................................................................. 8,88m Esmalte acetinado c/massa corrida a óleo padrão luxo........................................................................................... 25,61m2 Idem rodapés...............................................................................................................................................................11,11m Esmalte automotivo alto brilho c/massa corrida adequada e lixa d’água................................................................. 7,21m2 Idem rodapés........................................................................................................................................................... 32,98m Laqueação, acabamento pome em pó.................................................................................................................... 78,40m2 Lustração natural c/cera a boneca padrão comercial............................................................................................... 20,21m2 Lustração natural c/goma laca padrão luxo............................................................................................................ 29,86m2 2

diversos Caiação até 3 m.........................................................................................................................................................4,84m² Caiação acima de 3 m ...................................................................................................... Nível A..............................5,13m² Caiação acima de 6 m ......................................................................................................Nível B.............................5,44m² Caiação acima de 6 m....................................................................................................... Nível C..............................5,71m² Caiação acima de 6 m...................................................................................................... Nível D............................ 5,99m² Verniz Filtro Solar Marítimo..................................................................................................................................... 36,60m² Esmalte Sintético........................................................................................................................................................ 8,27m² Barrado de Garagem em Esmalte Sintético.............................................................................................................45,07m² Pintura de Tubulação e Corrimão em Esmalte Sintético............................................................................................ 33,53ml

fachadas Lavagem Externa com Hidrojateamento até 3 m.........................................................................................................1,19m2 Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 3 m..................................................... Nível A..............................1,87m² Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 6 m......................................................Nível B.............................2,45m² Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 6 m......................................................Nível C..............................2,71m² Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 6 m..................................................... Nível D............................. 3,37m² Instalação de Tela Fachadeiro..................................................................................................................................5,78m² Bandeja Nível A........................................................................................................................................................ 51,89ml Bandeja Suspensa acima de 3 m............................................................................................................................. 86,45ml

/jornaldopintor

Estrutura metálicas planas: multiplicar a área de projeção horizontal por 2. Estruturas metálicas ou de madeira em arco: aumentar 30% a área de projeção horizontal e multiplicar por 2. Estruturas metálicas: multiplicar a área do vão-luz por 2. Elementos vazados: multiplicar a área por 5. Terças e elementos de sustentação de telhas: multiplicar a área de projeção horizontal por 2. Esquadrias de madeira: Portas ou janelas-guilhotina com batentes: multiplicar a área do vão-luz por 3. Portas ou janelas-guilhotina sem batentes: multiplicar a área do vão-luz por 2. Caixilhos com venezianas: multiplicar a área do vão-luz por 5.

Líquido Base PVA Incolor Líquido Base Acrílico Incolor Líquido Impermeabilizante a Óleo Selador Pigmentado PVA Selador Pigmentado Acrílico Primer a Óleo para Madeiras Primer Surfacer Zarcão Comum Fundos Anticorrosivos Sintéticos Zarcão Preparado tipo Petrobras Zarcão Borracha Clorada Zarcão Epóxi Catalisado Cromato de Zinco Primer Epóxi Catalisado Óxido Primer Epóxi Catalisado Branco Primer para Galvanizados Massa PVA e Acrílica Super Extra Massa a Óleo e Sintéticas Massa Epóxi Catalisada Massa para Madeira Tinta Látex PVA Super Extra Tinta Látex PVA 2ª Linha Tinta Acrílica 100% Super Extra Tinta a Óleo Fosca Tinta a Óleo Brilho Super Extra Esmalte Sintético Brilho Super Extra Esmalte Sintético Semibrilho Super Tinta Grafite Super Extra Tinta Alumínio Super Extra Esmalte Epóxi Brilhante Catalisado Esmalte Epóxi Semibrilho Catalisado Esmalte Poliuretano Catalisado Esmalte Borracha Clorada Tinta Demarcação Borracha Clorada Tinta Cerâmica Super Extra Stain Semitransparente para Madeira Stain Cores Sólidas para Madeira Verniz Copal Brilhante Verniz Marítimo Brilhante Verniz Seda Sintético Semibrilho Verniz Epóxi Catalisado Verniz Poliuretano Catalisado Verniz Premium Duplo Filtro para Madeira

Água Água Aguarrás Água Água Aguarrás Thinner Aguarrás Aguarrás Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás Água Aguarrás Solvente próprio Água Água Água Água Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Solvente próprio Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás

DILUIÇÃO Trincha

Rolo

Pistola

Nº de Demãos

Rend. p/ Demão

15% 30% 20% 10% 10%

50 a 100% 15% 40% até 30% até 20% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% 10% 15% 10% até 15% até 15% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% 10% 20% 20% 20% 25% 20% 20% 5%

10 a 20% 20% 20% 30% 20% 20% 40% 40% 20% 20% 20% 20% 20% 20% até 25% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 30% 20% 30% 30% 30% 30% 30% 30% 10%

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 3 3 4 finas 3 3 3 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 3 2 3 3 3 2 2 3

30 m2 30 m2 30 m2 25 m2 25 m2 25 m2 25 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 50-70 m2 50-70 m2 50-70 m2 08-12 m2 5 m2 5 m2 14--15 m2 30-35 m2 25-30 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 25-30 m2 25-30 m2 18 m2 70 m2 50 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30 m2

10% 10% 30% 30% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 15% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 15% 15% 15% 20% 15% 15% -

- Os rendimentos apontados são válidos para a embalagem: galão 3,6 litros. - O rendimento real, dependendo do método de aplicação preparo de superfícies e condições de trabalho.

2013_DEZemBRO • 39


JP #571  

Jornal do Pintor - Edição de Dezembro 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you