Issuu on Google+

Segunda-feira

Ano XV w NATAL-RN,

25 DE JUNHO DE 2012 w Nº 4.373

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

> SUCESSÃO EM NATAL

Luiz Almir descarta candidatura e aliados de Micarla migram para outros partidos DEPUTADO

DISSE QUE CONVITE PARA COMANDAR CHAPA DA COLIGAÇÃO PP, PMN, PTN E PV FOI MUITO HONROSO, MAS QUE ENTRE VAIDADE E RAZÃO FICARÁ COM A RAZÃO. PREFEITA ANUNCIARÁ SEU POSICIONAMENTO AINDA HOJE POLÍTICA 3 Heracles Dantas

> CARLOS EDUARDO E WILMA

Agnelo afirma que “tudo é permitido” depois que Lula se abraçou com Maluf POLÍTICA 3

> SANTA MARIA

Três mulheres mortas e 9 servidores do IFPE feridos em acidente na BR-304 CIDADE 10

> MANHÃ DE CHUVA...

Pontos de alagamentos são encontrados em todos os bairros da capital potiguar CIDADE 8

Na Mor Gouveia, motoristas enfrentam verdadeiras lagoas. Segundo comerciantes, basta meia hora de chuva forte para que avenida fique alagada

Wellington Rocha

> GREVES

> SEM JÚNIOR XUXA

Mobilização de professores federais é a mais forte dos últimos anos

Treinador do América tem até sexta-feira para encontrar novo camisa 10

CIDADE 9

ESPORTE 15

> EDUCAÇÃO PÚBLICA

Diretoria do Sinte reassume para “valorizar professores” Fátima Cardoso, que comanda o sindicato há 6 anos, tomou posse hoje ressaltando que a união dos profissionais é essencial na luta

CIDADE 6

Marcos A. de Sá

Alex Medeiros

Daniela Freire

Vicente Serejo

Rubens Lemos F.

Página 7

Página 11

Página 12

Página 13

Página 16

w Presidente da CNDL revela, w Mais de 20 anos após o Aqui em Natal, temer pelo insucesso Agora, a TV aberta adota de da Copa do Mundo no Brasil. vez o mundo cão.

w Wilma concorda com Carlos Eduardo: “Mas eu acho que vice é vice mesmo!”.

w A escolha que fez a guerreira virar um pêndulo entre o comodismo e a esperteza.

w A Itália quando entra de patinho feio em qualquer campeonato, acaba de cisne.

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Ailton Salviano Guto de Castro Jahyr Navarro Anísio Marinho Neto Ana Luíza Rabelo Spencer Milton Duarte de Araujo OPINIÃO - Página 2

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,07 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,13 R$ 2,07

Euro x real Poupança Taxa Selic

R$ 2,59 0,50% 8,5%

E-MAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 25 de junho de 2012

AILTON SALVIANO, geólogo e jornalista (ailton@digi.com.br)

Amancio

Segunda-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

A Rio+20, o guizo e o gato Em um velho livro de leitura adotado no antigo curso primário dos anos 1950, havia uma fábula que além de iniciar o aluno no hábito de ler, continha uma mensagem de fundo moral que poderia ser usada como exemplo no nosso dia-a-dia. Esta reminiscência veio-me à memória quando li na imprensa nestes últimos dias, os resultados da Assembleia Mundial Rio+20. A fábula a que me refiro foi escrita no século 17 pelo francês La Fontaine. Dizia respeito a uma assembleia realizada pelos ratos com o objetivo de traçar uma estratégia para livrar-se de um inimigo natural, um certo gato chamado Rodilardus. Em meio à discussão, surgiu uma ideia considerada por todos brilhante - colocar um guizo (palavra original do livro; hoje usamse sino, campainha, sineta) no pescoço do gato. O ato era simples e aparentemente de resultado perfeito. Quando o gato se aproximasse dos ratos, o sinal sonoro emitido pelo guizo seria percebido por todos, dando tempo suficiente para fugirem. Aprovada por unanimidade, a ideia, a priori, tida como perfeita, passou em seguida a ser praticamente inexequível quando um dos ratos perguntou: "Quem vai botar o guizo no pescoço do gato?" Há muito tornada de domínio público, esta história foi reescrita em muitos países. Aqui no Brasil, Monteiro Lobato escreveu algo com muita semelhança contando a história do gato Farofino. Ao longo desses trezentos anos foi tomada para criticar ou satirizar muitas atividades humanas. Tem sua mensagem moral traduzida em muitas máximas como: "dizer é fácil, fazer é que são elas" ou "há muita diferença entre a aparência e a realidade" ou ainda, "na prática, a teoria é difícil" etc.

Artigo

A assembleia dos ratos também é associada a muitas reuniões que os humanos fazem nos dias de hoje com muito alarde e no final tornam-se improdutivas. Conhecendo essa fábula desde a infância e vendo os primeiros resultados da Rio+20, não pude deixar de fazer esta comparação. Na discussão da pauta para a elaboração do texto final da Rio+20 foi sugerido que países ricos e em desenvolvimento deveriam suprir com recursos os países pobres para manter sustentáveis as suas atividades. Apesar da excelente ideia, semelhante àquela da assembleia do guizo no gato, nenhum país concordou com o desembolso. Provavelmente, o tema será rediscutido em outra oportunidade. Tudo isto sem falar que muitos desses temas já tinham sido discutidos à exaustão na reunião Eco1992 acontecida no Rio de Janeiro. Com muitas incoerências e incertezas a Rio+20 frustrou muita gente. Para complicar a tomada de decisões desta assembleia por parte dos dirigentes, surgiu nos últimos meses, uma corrente de renomados cientistas de vários países que discordam de muitos paradigmas ambientais estabelecidos pelos ecologistas. Entre essas discordâncias estão o propalado aquecimento global, o aumento do nível dos oceanos e algumas populações de animais no caminho da extinção. Os contestadores dessas reuniões acreditam que essas milionárias festas ecológicas nada resolvem e muito do que lá se discute é mais uma questão política que científica. Para por em prática o tal desenvolvimento sustentável há necessariamente, um elevado custo e até agora ninguém se propôs a bancar essa conta. E assim, continuam os periódicos banquetes ecológicos.

GUTO DE CASTRO, escritor (gutodecastro_rn@hotmail.com)

A Rio+20 e a desconstrução do mundo A Rio+20 terminou sem deixar muito claro o futuro que queremos. Para a Cúpula dos Povos o documento é um retrocesso em relação à Eco-92 e repete o falido roteiro de falsas soluções defendidas pelos mesmos atores que provocaram a crise global. Na verdade, tudo na Terra, no Cosmo vive um eterno ciclo. A Terra gira em torno do Sol, a Lua efetua o seu eterno curso ao redor da Terra, e aqui na miserável condição humana repetimos os mesmos movimentos de Adão e Eva rumo ao Apocalipse, o caos final. Realizamos o mesmo ciclo. Quando amanhece, tomamos café, vamos ao trabalho, escola e de lá seguimos no período da noite para o doce lar. Realizamos esse movimento no campo e na cidade, há milhares de anos, sem produzir absolutamente nada de louvável que mude esse ciclo, essa rotina angustiante. Ora, Roma mandou na Terra no período antigo, os novos romanos hoje

Artigo

são os americanos que tenderão a perder o poderio diante da grandeza chinesa. Mas, no fundo são apenas ciclos do poder dentro da própria Terra que se repetem e continuarão a se repetir até o final dos séculos amém, sem grandes novidades, ou acidentes de percurso. Pois, somos impotentes no curso do Universo. Não temos auto-consciência e muito menos mecanismos de auto-organização para que os fins sejam diferentes de tudo que já foi escrito e vivido repetidamente. O Universo caminha para sua desconstrução, como um dia começou a ser construído, e lamentavelmente, não podemos fazer nada. Esperar que a Rio+20 fosse produzir algo extraordinário para salvar esse planeta, dentro do Cosmo é uma ilusão. Uma doce ilusão para o mundo lúdico dos ambientalistas e tecnocratas de plantão. O problema é mais complexo e precisa de uma intervenção do grande agente do Cosmo, Deus.

ANA LUÍZA RABELO SPENCER, advogada (rabelospencer@ymail.com)

Eu tenho a Força e que a Força esteja com você! São duas sentenças que nos remetem de imediato ao entretenimento. A primeira é do príncipe Adan, quando se transformava no invencível He-man, e a segunda tornou-se célebre pelo seu uso e constante repetição nos filmes de Guerra nas Estrelas. Tudo não passaria de brincadeira, de dizeres tolos, se não fossem objetos de atenção e comparação. O que se deseja passar com essa "Força"? É apenas o sentido físico ou vai além disso? Em minha (astronáutica) visão, a "Força" é uma soma de muitos sentimentos, é a junção de coragem, de fé e de segurança. A "Força" é o caminho do poder e da realização pessoal. É a energia que move nossas ações e alicerça nossos pensamentos. É você e o seu potencial. Força também podem ser sentimentos, como o amor e o perdão. Pode ser mola, como o entusiasmo e o encanto. Pode ser esperança, como a vida, a noite e o dia. Força é a capacidade humana de superar a si próprio sem descrer de si ou do ser superior que nos ampara. Força é energia, e energia é matéria. Por isso que há muito já se diz que querer é poder. O universo, regido por suas próprias regras, nos ensina e nos dá diversas chances de aprender, de evoluir e "passar de ano". E, por sua infinita generosidade, nos dá oportunidades de errar e errar de novo, até aprendermos a lição e que ela permaneça gravada em nossa alma, sem "colas", sem "decoreba". Algumas vezes erramos e enxer-

gamos na "Força" o medo. E o medo pode nos consumir, nos possuir e nos destruir. Medo é o oposto de fé, nos faz dar as costas àquilo que damos mais importância, nos faz tomar decisões precipitadas, errar os passos da dança da vida e deixa de lembrança o fel do arrependimento e da culpa. Mas é importante saber que o medo faz parte do que nós somos, do nosso ser primitivo e inseguro, do nosso lado descrente e sem fé. Faz-nos andar para trás, faznos imaginar monstros no escuro e impede nosso aprendizado. Para se conhecer por inteiro, é preciso conhecer os próprios medos e enfrentá-los e superá-los, pois o medo é a involução, se formos dominados por ele. Não importa no quê ou em quem você acredita, desde que saiba que existe uma Força maior, um maestro, que toma conta de nós, nos protege, nos ensina e nos perdoa. Não importa o que você fez, mas o que fará de hoje em diante. Nada, que não seja amor, importa. Ao contrário do medo, o amor, a generosidade e a perseverança são lanternas que nos guiam na escuridão dos segredos da vida e do futuro. Eles são a fé e a segurança tão almejada por todos. Eles são o corrimão, os professores. Quem se cerca destes sentimentos estará para sempre amparado, estará a salvo dos males e perigos. Estará imune a tudo, até o medo torna-se "café pequeno". Como disse Santo Agostinho, "a medida do amor é amar sem medida". E sendo assim: que a Força esteja com todos nós, sempre!

ANÍSIO MARINHO NETO, 1º procurador de Justiça Criminal, professor e membro da ALEJURN e do IHGRN (anisiomarinho@hotmail.com)

Quinto constitucional

Artigo

MILTON DUARTE DE ARAUJO, empresário e advogado

No caminho do vento, um furacão de benefícios Pode-se viver apenas de brisa? No fenômeno do vento, não importa que sua direção seja proveniente de esquerda, de direita ou do centro; o que vai importar será a intensidade da nossa velocidade para evitarmos a turbulência futura que esse fenômeno possa provocar se não soubermos implementar os mecanismos que possam transformar as expectativas de benefícios em uma realidade de vida melhor. Falo dos benefícios que a geração de energia eólica possa trazer em decorrência de o Estado estar no olho do furacão. Mas é preciso esclarecer que não é o empreendedor o vilão da visão equivocada de que um parque eólico traz poucos benefícios à população. O empreendedor faz a parte dele, sujeito ainda às consequências e efeitos paralelos das fases de desenvolvimento e implantação de seus projetos. Ademais, até que se tenha acendida a primeira luz proveniente da geração do seu parque eólico, os riscos se configuram cada vez mais elevados. Imagine você que uma obra em andamento pode ser paralisada se o empreendedor não tiver uma licença que o autorize a remover um enxame de abelha (Licença para Invertebrados) porventura no meio do caminho dos aerogeradores. É preciso entender sistemicamente a cadeia energética, para sim, buscar um conceito de quem está de fato com a culpa neste processo. Até chegar no "medidor de consumo de energia" instalado na sua residência ou no seu estabelecimento, a energia brasileira sofre uma majoração de até quinhentos por cento do seu valor inicial de geração. É fato que nos últimos leilões de energia eólica, a média do valor do produto negociado (megawatt hora) foi próxima de cem reais, enquanto que nos deparamos com uma cobrança de cinquenta centavos por quilowatt hora na nossa famosa "conta de luz", o que equivale a quinhentos reais o megawatt hora consumido. E como e por que isso ocorre? Bom, é preciso saber que no Brasil o contexto sistêmico da energia compreende três pilares: geração, transmissão e distribuição. O parque eólico se enquadra na geração. Quem está enquadrado na transmissão, tem a competência para levar a energia gerada no parque, em alta tensão, até os pontos de distribuição (subestações), onde o agente distribuidor rebaixa essa energia para média e baixa tensão, levando-a até o consumidor final (residencial e industrial). Ressalte-se que em todas as fases há a intervenção do governo federal na outorga da concessão (capacidade) para que o agente possa explorar

Artigo

a sua atividade. Aatividade dos agentes nesse processo é a nobre substituição constitucional das atividades da União em prover a energia a todos com maior agilidade, qualidade e, sobretudo dento de uma modicidade tarifária. Ocorre que a majoração do valor inicial da energia gerada até o consumidor final salta aos olhos, e isto nos faz refletir sobre o que esperamos da geração de energia eólica em nosso Estado. Antes, porém, é preciso desmistificar os efeitos pirotécnicos prolatados diariamente e efusivamente por analistas, de que o Rio Grande do Norte tem independência energética, ou seja, de que é auto-suficiente na geração de energia. Esse conceito [auto-suficiência] gera equívocos na população, pois traz o entendimento de independência, quando na realidade não é isso que ocorre. É preciso que exista consumo e só aí poderíamos adequadamente e responsavelmente utilizar a ideia de ser auto-suficiente em energia. Ademais, a partir disso poderíamos dar elasticidade ao show agregando outras palavras de impacto como sustentabilidade e responsabilidade social. Dos 2.000 megawatts que serão instalados até 2013 no Estado do Rio Grande do Norte, contratualmente aqui "poucas lâmpadas" serão acesas proveniente dessa energia, pois dos demandadores da distribuição de energia (aquela que faz chegar até a sua residência) todos estão nos grandes centros. Pequena cota foi adquirida pela distribuidora local. Isto é uma leitura de que o Estado está estagnado e que não precisamos de mais energia do que a existente para atender a indústria, comércio, residências. E isto é um grande problema, pois é do consumo que obriga o fato gerador do tributo sobre o uso da energia, e que uma vez arrecadado pelo Estado poderá custear os investimentos e os consequentes benefícios à população. É nesse ponto que conclamamos a refletir. Se não há um aquecimento na indústria, comércio, serviços que impulsione a geração de emprego que demande um maior consumo de longo prazo, o que de fato podemos fazer quanto aos benefícios almejados provenientes da geração de energia eólica? Criar um novo imposto? Não nos parece salutar dentro da premissa política de equidade de renda estabelecida pelos governos. Ora é preciso que se adentre ao contexto sistêmico para tentar buscar o espaço que é devido ao Rio Grande do Norte decorrente do status de ser o maior parque gerador de energia limpa da América do Sul a partir de 2013, sem, contudo afrontar o

Pacto Federativo e unicidade da República. O Rio Grande do Norte a partir de 2013 vai fazer com que seja evitado o lançamento de seis milhões e quinhentas mil toneladas de gás carbono na atmosfera entre outros gases nocivos, e isto é um bom motivo para mostrar que estamos fazendo a nossa parte, todavia é preciso que se tenha uma contrapartida para esta contribuição para a humanidade. Decerto que os grandes compradores de crédito de carbono na atualidade amargam uma recessão (Europa afundada em crises sequenciais; Japão em reconstrução) e os Estados Unidos sequer ratificaram o protocolo de Kioto, portanto, não será ele a comprar o que não lhe faz sentido. Voltando ao fulcro do nosso tema, o contexto sistêmico da energia faz com que a energia eólica saia de um patamar de cem reais por megawatt gerado podendo chegar a nossas casas e estabelecimentos num patamar de quinhentos reais o megawatt. Isto ocorre porque dentro desse percurso existe os "Encargos Setoriais do Setor Energético". Esse contexto abrange as siglas: CCC; RGR; TFSEE; CDE; ESS; PROINFA; P&D; ONS; CFURH; Royalties de Iatipu. Mesmo exaustivo e cansativo ao leitor é preciso que entenda superficialmente essas siglas: CCC: Conta de Consumo de Combustíveis - Subsidiar a geração térmica, principalmente na Região Norte (Sistemas Isolados); RGR: Reserva Global de Reversão - Indenizar ativos vinculados à concessão e fomentar a expansão do setor elétrico; TFSEE: Taxa de Fiscalização de Serviços de Energia Elétrica Prover recursos para o funcionamento da ANEEL; CDE: Conta de Desenvolvimento Energético - Propiciar o desenvolvimento energético a partir de Fontes Alternativas; promover a universalização do serviço de energia; subsidiar as tarifas da subclasse residencial de baixa renda; ESS: Encargos de Serviços do Sistema - Subsidiar a manutenção da confiabilidade e estabilidade do Sistema Elétrico Interligado Nacional; PROINFA: Subsidiar as Fontes Alternativas de Energia; P&D: Pesquisa e Desenvolvimento e Eficiência Energética - Promover pesquisas científicas e tecnológicas relacionadas a eletricidade e ao uso sustentável de recursos naturais; ONS: Operador Nacional do Sistema - Prover recursos para o funcionamento do ONS; CFURH: Compensação Financeira pelo Uso de Recursos Hídricos - Compensar financeiramente o uso da água e terras produtivas para fins de energia elétrica; Royalties de Itaipu: Pagar a energia gerada de acordo com o tratado Brasil / Paraguai.

JAHYR NAVARRO, médico (jahyrnavarro@gmail.com)

Lembrando compulsões, vícios e hábitos O homem é um animal diferente. Não porque raciocina, ri ou chora, mas porque é o único que tem consciência de sua morte. Por esta razão, é o único ansioso e também o único que mata sua companheira. Se tem um sistema nervoso mais elaborado e capacidades que os outros não possuem, encontra-se no entanto, menos apto à sua sobrevivência logo após o nascimento. Uma criança – por exemplo – não consegue prover sozinha sua alimentação, nem as necessidades básicas para sua existência. Já a maioria dos animais é autossuficiente ao nascer. O homem cresce, torna-se adulto e convivendo no mesmo ambiente social de seus semelhantes, alguns apresentam distúrbios de conduta ou transtorno obsessivo compulsivo, conhecido como TOC. A superproteção ou a carência afetiva, além de outras neuroses, levam o individuo à angustia, ser agressivo ou portador de uma declarada timidez. É na infância que se instala a "bomba relógio" que um dia vai explodir lá na frente. O que forma uma mente sadia é o equilíbrio do organismo com o meio ambiente em que vive a criatura. No Grande Ponto do meu tempo, a gente se divertia analisando o comportamento das pessoas que ali se reuniam em grupos isolados, e de outras tantas, que utilizavam aquela via de acesso a outros setores da região. Lembro de um homem atarracado ainda não chegado à meia idade, de terno branco e gravata azul, que todos os dias precisamente às dezoito horas, se postava na esquina das ruas Princesa Isabel com a João Pessoa onde depois de certificar-se que não estava sendo observado

cuspia três vezes no mesmo lugar. Dali, seguia célere para a parada do bonde com destino ao Alecrim com uma fisionomia tranquila, traduzida pela sensação de alívio de quem tivesse tirado um enorme peso de suas costas. Sem saber que estava sendo seguido, tomava o bonde e ao chegar ao final da linha, repetia o mesmo ritual em frente ao relógio da praça Gentil Ferreira. Lembro também de um amigo – já falecido – que tinha o prazer mórbido de vestir defuntos. Ficava tão excitado quando realizava esse trabalho que se transformava numa pessoa diferente. Confessava abertamente que "dobrava os encantos" quando se deparava com o cadáver de uma pessoa conhecida. Não sei se quem o vestiu pela ultima vez possuía esse mesmo prazer doentio. Há uma pessoa no meu circulo de amizade que só sai de uma residência, edifício, etc., pela mesma porta que entrou. No bar de sua predileção há um poste ao lado, que ele contorna três vezes antes de entrar, quando se servirá de uma dose de whisky no copo que permanecerá no mesmo lugar na mesa onde foi colocado pela primeira vez, embora tantas vezes seja usado. Tenho um amigo que reside em Mossoró, mas que viveu uma grande parte de sua vida aqui em Natal. Quando deseja viajar para esta cidade, só o faz numa terça-feira e só retorna numa quinta-feira. Não há força no mundo que o obrigue a passar pela rua Ponciano Barbosa - antiga travessa Extremoz que fica entre o colégio Imaculada Conceição e o hospital infantil Varela Santiago. Utilizar a via Costeira em qualquer situação,

mesmo de olhos fechados? – Nem pensar. Durante cinquenta anos assistiu a missa na mesma igreja, entrando e saindo pela mesma porta e sentando no mesmo banco ao lado de nove companheiros. Hoje, só restam a igreja, o banco, ele e suas lembranças. Esses distúrbios como as compulsões, vícios e hábitos, são encontrados facilmente no meio em que vivemos. Quem não tem uma neurose por mais leve que seja? As pessoas amigas que possuem compulsões, nós precisamos delas com suas compulsões. Sem esses penduricalhos, ficam sem rosto, cor e identificação. Tenho um colega que só bebe nos bares em dois copos. No dia em que não fizer isto em minha frente, torna-se para mim uma pessoa comum com as mesmas limitações das outras. Eu, pelo menos, não posso ver uma cruz que faço logo o "pelo sinal". Pode ser nas igrejas, em frente aos cemitérios, nas estradas ou em qualquer lugar a qualquer hora. Se não fizer o "pelo sinal", penso logo que alguma coisa de ruim acontecerá comigo. Também – sem isso – ficaria parecido com as pessoas "certinhas", sem defeitos, numa complicada equação de costumes. Mas, a maior mania que sinto é viver com intensidade os dias que ainda me restam e preservar as amizades que conquistei nesse longo percurso de vida. Não tenho mais o tempo suficiente para fazer novas amizades no modelo das que construí. Perdi algumas pelo caminho - é verdade -, mas por motivos plenamente justificados. Comparo essas perdas com as pétalas de uma rosa que ao despetalassem, perdem a fragrância, razão primordial de sua importância.

Do grau mais elevado de sua supremacia a Constituição Federal de 1988, no seu art.94, prevê que um quinto das vagas nos Tribunais Regionais Federais, nos Tribunais de Justiça dos Estados, e do DF e Territórios serão ocupados por membros do Ministério Público, com mais de dez anos de carreira, e de Advogados de notório saber jurídico e de reputação ilibada, com mais de dez anos de efetiva atividade profissional, indicados em lista sêxtupla pelos órgãos de representação das respectivas classes. Tal disposição constitucional tem por medida mitigar a composição dos Tribunais, oxigenando-se com a cultura jurídica advinda dos demais operadores do Direito que não integram o quadro de magistrados de carreira (juízes). Assim, temos que a operação para se chegar à composição de Tribunais cujo número de vagas é múltiplo de cinco é fundamentalmente matemática, sendo para isto a divisão do total de lugares por cinco, obtendo-se um resultado absoluto. Por exemplo, no caso do Tribunal de Justiça do RN, que desde 1997 tem quinze lugares, dividindo-se este número por um quinto, chegaremos ao número de três vagas destinadas aos membros do MP e aos Advogados, alternativa e sucessivamente. Sendo que no caso do RN, antes das quinze vagas, portanto anterior a 1997, tínhamos onze vagas, e assim uma vaga era do MP e a outra da OAB, com o aumento para quinze, em face de que a OAB havia feita a última indicação, coube ao MP naquela época fazer a indicação da terceira vaga. Agora com a recente aposentadoria do ocupante, oriundo do MP, anteriormente a 1997, o Tribunal de Justiça decidiu por maioria (10x2 - vencido a Presidente e outro membro) que esta vaga, por critério de alternância e sucessivamente, será de preenchimento dos quadros da OAB. A matéria foi estudada pela assessoria do PGJ, que a levou em Sessão Ordinária do Colégio de Procuradores de Justiça, no dia 21/06/2012, que decidiu encerrar a discussão e não mais questionar o critério adotado pelo Tribunal, por entender que a vaga agora é mesmo da OAB. O problema transcende a operação matemática quando, por exemplo, ad argumentandum, se no futuro, ocorrer da composição do Tribunal não ser número múltiplo de cinco, como seria a hipótese do TJRN aumentar para vinte e quatro. Dividindo-se este número por cinco, obteremos como resultado quatro inteiros e oito décimos. Se se tratasse de operação matemática obviamente que quatro inteiros e oito décimos não conferiam cinco lugares inteiros, porém, quatro inteiros e oito décimos estão mais próximos de cinco inteiros do que de quatro inteiros, sendo mais lógico, mais justo, o acréscimo de dois décimos para o complemento dos cinco inteiros do que a subtração de oito décimos para o arredondamento inferior em quatro inteiros. Não resta dúvida, a questão é de interpretação de norma jurídica e, a bem da boa aplicação do Direito, o recurso aos princípios gerais, norteadores da hermenêutica jurídica, se mostra indeclinável. Por eles, o direito objetivamente expresso na norma prevalece sobre o direito que dela decorre de forma implícita. O art. 94 conferiu explicitamente um quinto dos lugares nos Tribunais suso citados ao MP e a OAB, e, somente por via oblíqua, chega-se á conclusão de que os outros quatro quinto de vagas destinamse a Juízes de carreira da terceira entrância, que ascendem aos lugares através da promoção por antiguidade e por merecimento, alternadamente. Acolhendo o princípio interpretativo citado, adicionado àquele que determina que o juiz deve, atender os fins a que se destinam as normas (a mitigação dos Tribunais com a composição de membros originários de outras carreiras jurídicas), o Colendo STF tem, já sem qualquer divergência, assentado a tese do arredondamento da fração acima, conferindo o lugar ao denominado "quinto constitucional". Finalmente impende observar que tão logo a Nobre Classe dos Advogados do RN encaminhe a lista sêxtupla, o Tribunal de Justiça formará lista tríplice enviando-a ao Poder Executivo, que, nos vinte dias subsequentes, escolherá um de seus integrantes para ser o mais novo Desembargador do Tribunal de Justiça (art.94, parágrafo único, CF). Resta-nos, portanto torcer para que os Advogados candidatos se pautem pelo preenchimento dos requisitos do cargo, além de serem possuidores de curriculum vitae invejável e de uma ética profissional acima de qualquer suspeita, além de que os eleitores para este pleito tenham a perfeita noção do voto que vão sufragar nas urnas livres da OAB. Imperioso, ainda afirmar, que após esta nomeação pelo Poder Executivo, a próxima vaga do quinto constitucional impreterivelmente será do MP, e assim teremos, nós membros da Instituição, a oportunidade de indicar a lista sêxtupla meritória.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Dessana Araújo Élida Mercês João Ricardo Correia EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Gabriel Negreiros EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 - Assinaturas: (84) 3221-5058 ramal 214 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Segunda-feira

Natal, 25 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 3

Almir recusa Prefeitura: “Meu coração está pedindo para eu ser vereador” EX-DEPUTADO

NÃO ACEITA SER CANDIDATO A PREFEITO :

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

O ex-deputado estadual Luiz Almir (PV) retirou a candidatura dele à prefeitura de Natal, zerando as articulações da prefeita Micarla de Sousa (PV) que na última sextafeira havia renunciado à possibilidade de disputar a reeleição e havia indicado Almir como substituto. Esta manhã, Luiz Almir desistiu de ser candidato, afirmando que "entre a vaidade e a razão", ficou com esta última. "Meu coração está pedindo para eu ser vereador", afirmou. Enquanto Luiz Almir desistia de concorrer à Prefeitura de Natal, dois partidos que dialogavam com a prefeita Micarla e eram tidos como certos para integrar a coligação do PV, o PSC e o PMN, anunciaram apoio à pré-candidatura do deputado estadual Hermano Morais, do PMDB. O PSC indicou o vereador Osório Jácome como vice na chapa do peemedebista. Com a desistência do PSC e PMN

“ENTRE

A VAIDADE E A RAZÃO, FIQUEI COM A RAZÃO” Wellington Rocha

em apoio ao PV, restaram PP e PTN como aliados do PV. Até o fechamento desta edição, a prefeita Micarla de Sousa, presidente estadual do Partido Verde, encontrava-se reunida em sua residência com auxiliares próximos e aliados políticos, como o vice-prefeito Paulinho Freire (PP) e o presidente da Câmara, Edivan Martins (PV). Ela estuda qual será a saída para o grupo. Uma entrevista está agendada para as 16h desta segunda-feira, no Hotel Pestana, para o comunicado da posição oficial. A convenção do PV será no próximo sábado, dia 30, e haveria tempo para uma solução. ALMIR Em contato com o Jornal de Hoje, Luiz Almir disse que amanheceu esta segunda-feira candidato a vereador. Ele disse que não tinha tempo de fazer pesquisas para avaliar sua aceitação popular, e disse que tomou a decisão de manter a candidatura para a Câmara de Vereadores

Luiz Almir ouviu familiares e amigos e decidiu não trocar candidatura de vereador pela de prefeito: “Definição é ser vereador” em andanças pelos arraiás e ouvindo a família e alguns amigos. "Recebi um convite muito hon-

roso. Pedi a Deus que iluminasse meu coração. A definição nesse momento é ser vereador", afirmou,

acrescentando que já comunicou essa decisão a lideranças do PV e ao presidente do diretório do PTN em

Natal, Sérgio Pinheiro, que seria seu candidato a vice-prefeito. Até o fechamento desta edição Luiz Almir aguardava um telefonema da prefeita Micarla de Sousa para ir ao encontro dela pessoalmente comunicar a decisão. "Fui convidado na sexta-feira para formar uma coligação com PP, PMN, PTN e PV. No sábado discutimos isso, e hoje ficaram de decidir. Só que hoje acordei com vontade de ser vereador. Entre a vaidade e a razão fico com a razão". O deputado também salientou as dificuldades que poderia enfrentar como candidato a um cargo majoritário. "Não tenho recursos, fazer campanha dependendo dos outros é muito ruim", afirmou. Além disso, ele colocou a profissão de radialista e apresentador de TV como empecilho. "Como vereador, eu fico em rádio e TV, que é o que eu amo fazer. Mas se for prefeito eu terei que deixar. Então essa é minha posição agora, às 11h20 da manhã. Não sei se posso mudar", disse.

> COMPARAÇÃO DE PAI

Agnelo justifica união de Carlos Eduardo com Wilma: “Depois que Lula se abraçou com Maluf, tudo é permitido” O deputado estadual Agnelo Alves (PDT) disse que após a aliança do PT com o PP em São Paulo, que selou o apoio do deputado federal Paulo Maluf à candidatura do ex-ministro Fernando Haddad (PT), "tudo é permitido" em política. A declaração do deputado foi dada no último sábado, para justificar a aliança entre o précandidato do PDT a prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, e a ex-governadora Wilma de Faria (PSB). A comparação de Wilma com Maluf foi feita momentos antes da convenção do PDT que homologou a candidatura de Carlos Eduardo, no Palácio dos Esportes. Instado a justificar a aliança entre Carlos e Wilma, Agnelo declarou: "Depois que Lula fez as pazes com Maluf, se abraçou com Maluf para

obter o apoio de Maluf, tudo em política é permitido. Tudo em política está permitido", disse e repetiu o deputado. Agnelo disse ainda que a reprovação das contas de Carlos Eduardo Câmara Municipal de Natal não será impedimento para a candidatura do pedetista. Segundo ele, a prestação foi aprovada pelo Tribunal de Contas do Estado e a rejeição no Poder Legislativo foi política. "Carlos Eduardo teve as contas aprovadas pelo TCE. A Câmara Municipal, em dois processos fora do conteúdo da prestação de contas, entendeu politicamente de desaprovar. Isso é um problema da Câmara que a Justiça toma conta". CHAPA FORTE O deputado estadual afirmou ainda que a entrada da ex-gover-

nadora Wilma de Faria na chapa fortaleceu a candidatura de Carlos Eduardo Alves. Isso acontece, segundo Agnelo, porque os dois foram os mais bem aceitos pela população. "Foram os dois, segundo as pesquisas, mais queridos pelos eleitores. Na hora que os dois se uniram, essa chapa passou a ser de forte, muito forte, para ser superforte", avalia. Sobre a desistência da prefeita de Natal, Micarla de Sousa (PV), de disputar a reeleição, o pedetista preferiu a indiferença. "Tanto faz como tanto fez. Tanto faz ser seis como meia dúzia. Não adianta, nem contribui, nem descontribui", ironizou. Indagado ainda sobre a possível candidatura de Luiz Almir pelo PV, Agnelo também escolheu não opinar. "Não é meu partido nem tenho contato, nem posso opinar".

Heracles Dantas

Agnelo Alves já foi aliado e adversário de Wilma de Faria, mas acredita que ex-governadora fortalece chapa de Carlos Eduardo

Divulgação

> LITERALMENTE PURO SANGUE

Em Montanhas, mãe é candidata a prefeita e tem o filho como seu vice

Otêmia é candidata a prefeita e tem o filho Algaci como seu companheiro de chapa

Uma chapa mais "purosangue", impossível: em Montanhas, a ex-prefeita Otêmia Maria, do PSD, vai disputar o retorno a Prefeitura tendo o filho, Algaci Januário, também do PSD, como candidato a vice. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, quando a pré-candidata teve o nome homologado pelo partido.

Na convenção, inclusive, o vice-governador Robinson Faria e a deputada Gesane Marinho, ambos do PSD, e Poti Júnior, do PMDB, estiveram presentes. A chapa apesar de ser formada por pré-candidatos de um mesmo partido - e de uma mesma família - vai ser composta também por PTB, PHS, PDT, DEM, PMN e PRB.

Para quem questiona a legalidade da situação, a Constituição Federal permite que mãe e filho sejam candidatos em uma mesma chapa. GUAMARÉ O caso em questão não é bem uma novidade. Em 2008, Mozaniel Rodrigues (filho) e João Pedro

Filho (pai), ganharam a eleição, respectivamente, como prefeito e vice. Contudo, devido a situação de inelegibilidade de João Pedro, a vitória acabou sendo cassada pela Justiça Eleitoral e não por pai e filho integrarem a chapa. Mozaniel, inclusive, deve ser novamente candidato a prefeito. Dessa vez, sem o pai como seu candidato a vice.

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS RENÚNCIA A prefeita Micarla de Sousa chega à semana final das convenções partidárias recebendo a recusa de Luiz Almir para ser seu substituto como candidato do PV à Prefeitura de Natal. Nunca imaginou que aquela campanha vitoriosa de 2008 terminaria dessa forma, sem condições de ser candidata, mesmo com a tal da 'máquina' na mão. CONFIANÇA Micarla repeliu todas as tentativas racionais de aliados que queriam que ela renunciasse ao mandato naquele momento em que passou por crises de saúde. Não admitiu deixar o mandato nem para Paulinho Freire e nem para Edivan Martins, dois aliados que não mereceram sua confiança.

tuliolemosjh@gmail.com / www.tuliolemos.com.br / @tuliolemosrn

INSISTÊNCIA A prefeita ouviu mais bajuladores do que conselheiros racionais e terminou diante de um impasse em que a única capital administrada pelo PV não tem candidato por ausência de nomes. Caso tivesse renunciado ao mandato, assumiria Paulinho Freire, nome novo que teria força para mudar o quadro de indefinição que perdurava diante do eleitorado. APELO Luiz Almir foi convidado para ser o 'salvador da pátria' perdida. Há cerca de três meses, o seresteiro havia se pronunciado na 96 FM, praticamente se oferecendo para ser o candidato do PV em lugar da prefeita. Foi censurado por bajuladores da Bor-

boleta. Agora, aos 45 do segundo tempo, é chamado para 'tapar buraco' e não aceita. Um amigo de Luiz Almir aconselhou: "Se fosse bom, ela não chamaria você". PASSADO Em 2004, Micarla se aliou a Carlos Eduardo para derrotar Luiz Almir, que foi candidato a prefeito e quase vence a eleição, o que não ocorreu por força da então governadora Wilma de Faria. Em 2012, Micarla busca Luiz Almir para se salvar da vitória de Carlos Eduardo e Wilma. CANDIDATOS Sherloquinho diz que o candidato do PT devia ser Rivaldo Fernandes ou Kalazans Bezerra. Será que um deles aceitaria?

SEGUNDO TURNO Numa eleição em que os atuais candidatos são muito parecidos, sem um diferencial explícito e sem um apelo mais popular que faça o eleitorado 'balançar', Luiz Almir poderia até não vencer, mas certamente garantiria a realização do segundo turno e deixaria a campanha 'mais animada' pelo estilo 'supersincero'. FORROZEIRO O senador e ministro Garibaldi Filho foi homenageado na festa dos 22 anos do INSS, realizada na noite da última sexta-feira. Com a mulher, Dona Denise, o pai de Waltinho dançou muito forró ao som da banda Los Manos. Simpático e solícito, Garibaldi foi a todas as mesas, onde foi chamado para tirar muitas fotografias.

AMOR E TRAIÇÃO A chapa Carlos Eduardo/Wilma de Faria foi imediatamente 'batizada' por Luiz Almir, como a chapa Tufão e Carminha, o casal protagonista da novela Avenida Brasil. Na trama das 9 da Globo, Tufão e Carminha é um casal aparentemente amoroso, que se atura e se trai. Segundo Sherloquinho, a amorosa Wilma teria pensado, em meio a tão caloroso e falso abraço: "Tufão, quer dizer, Carlos pensa que eu to acreditando nesse falso amor de eleição. Ele pensa que eu esqueci o que ele fez com 'meu povo' e que nem votou em mim para o Senado. To só esperando a Justiça cassar essa liminar pra eu dar o troco". O sorridente Carlos Eduardo pensa alto: "Minha Carminha, quer dizer, Wilminha, você não tinha pra onde ir, teve que cair em meus braços mesmo. Fique tranqüila que eu vou nomear 'seu povo' todo quando assumir a Prefeitura, mas não esqueça: Vice é vice".


4 O Jornal de HOJE

Política

Natal, 25 de junho de 2012

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br JOAQUIM PINHEIRO - INTERINO - jtpinheiro@bol.com.br

Comentário de abertura Não se sabe ao certo quais foram as razões e argumentos que levaram a ex-governadora Wilma de Faria a decidir pela sua participação na campanha eleitoral deste ano na condição de candidata a vice-prefeita de Natal. Wilma é uma política hábil e competente que projeta fatos políticos anos à frente como se tivesse o poder de adivinhar. Assim é a maioria dos políticos de sucesso nessa atividade considerada uma arte difícil e complicada. A ex-governadora que é inquestionavelmente uma política vencedora deve ter analisado bastante antes da decisão que deixou muita gente surpresa. Foram dias de apreensão, especulações e até frustrações para alguns que queriam vê-la candidata à prefeita ou preservada para 2014. Mas, Wilma não pode errar. Neste momento ela agiu com racionalidade, já que as chances de sucesso eleitoral são grandes diante da atual situação de superioridade nas pesquisas do candidato do PDT Carlos Eduardo. Eleita vice-prefeita Wilma de Faria ficará com mandato e no exercício de um cargo que permitirá liberdade para ela viajar todo o Rio Grande do Norte reconstruindo sua vida pública interrompida com o insucesso eleitoral para o senado em 2010. Mais: nesses próximos dois anos a ex-governadora estará na mídia na condição de vice-prefeita da capital, presidente de um partido e líder oposicionista, desenvolvendo um trabalho de reestruturação e interiorização do seu partido, o PSB, com vistas às eleições estaduais de 2014 quando estará novamente habilitada para disputar uma vaga na Câmara Federal, no senado ou até mesmo no governo do Estado. Este deve ter sido o raciocínio wilmista.

Mossoroense na ONU A deputada Sandra Rosado, do PSB, encontra-se hoje Nova Iorque participando da cerimônia de entrega do prêmio das Nações Unidas para o Serviço Público. Evento acontecerá na sede da ONU. A deputada Sandra Rosado foi convidada pelo governador de Pernambuco Eduardo Campos que será agraciado pelo seu modelo de gestão pública no Estado, "Todos por Pernambuco".

AVISO AOS NAVEGANTES DOS MARES do português correto e atualizado: os brasileiros terão até final do ano para por em prática as novas regras gramaticais. Ainda tem muitos - que se consideram gênios da escrita - usando termos inadequados à nova realidade do idioma.

(

PERGUNTAR NÃO PAGA IMPOSTO CURIOSIDADE APENAS Alguém duvida que Lula da Silva será candidato à Presidência da República nas eleições de 2014?

LEITURA DINÂMICA w Em caso de vitória do candidato do PDT, Carlos Eduardo é tido como certo o retorno ao governo municipal dos seguintes nomes: Andrea Ramalho, Aparecida França, Bosco Pinheiro, Virgínia Ferreira, Elequicina Santos, Justina Iva, Vilma Sampaio, Raniere Barbosa, João Felipe e Fernando Bezerril. Com indicação de Wilma de Faria devem retornar Paulo César Medeiros, Damião Pitta e Graça Motta. w "Política em atos e fatos" é titulo do livro de autoria do jornalista/escritor João Batista Machado que será autografado no próximo dia 4 de julho a partir das 18 horas na Academia Norterio-grandense de Letras. É uma coletânea de artigos abordando temas relativos ao momento político nacional. w O candidato à vice-prefeito na chapa com Gilson Moura vai pagar três multas por prática considerada ilícita. Detalhe: quem denunciou Epifânio Bezerra foi o próprio Gilson Moura que hoje estão "acoloiados" negando todos os princípios de coerência e gratidão. O

povo saberá julgar no momento oportuno. w Justiça seja feita. É uma tentativa válida da governadora Rosalba Ciarlini a terceirização da saúde no Estado. Existem determinados setores que devem mesmo ser gerenciados pela iniciativa privada. A saúde é um dever do Estado, mas diante das dificuldades no setor qualquer alternativa que venha a melhorar o atendimento à população deve ser tentada. w O ex-prefeito Kerginaldo Pinheiro decidiu disputar mandato de vereador nas eleições deste ano. É uma forma de despreendimento político e de ajudar na reeleição da prefeita Edinha Pinheiro. w A população de Monte Alegre está apavorada com a violência. Apelam à governadora para que ela aumente o efetivo policial. Afirmam que o município está sendo discriminado por Rosalba Ciarlini por ter uma prefeita de oposição eleitora do vice-governador Robson Faria. w Para refletir: "Seja a mudança que você quer ver no mundo." Dalai Lama.

)

Segunda-feira

Promotor aponta “jogo de cartas marcadas” no contrato de R$ 15 milhões para Hospital da Mulher SEGUNDO FLÁVIO CÔRTE, SESAP

ACERTOU COM EMPRESA ANTES DE TUDO Arquivo

CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP/RN) apontou indícios de que o Governo do Estado, na verdade, já tinha escolhido e contratado a Associação Marca para que ela administrasse o Hospital da Mulher antes mesmo de anunciar que não haveria tempo de realizar licitação e a contratação teria que ser feito de forma emergencial. Ou seja: foi tudo "um jogo de cartas marcadas". Pelo menos, foi isso que afirmou o promotor Flávio Côrte, da 1ª Promotoria de Justiça de Mossoró e autor da ação que pede na Justiça a anulação da parceria firmada entre os dois - com duração de seis meses e valor mínimo de R$ 15,8 milhões. Valor mínimo porque, segundo o promotor, a Associação Marca já se revelou que havia surgido "necessidades não contempladas no orçamento inicial apresentado ao Estado, a exemplo de gastos com a aquisição de leitos, uma vez que teria sido estimada a implantação de 33 leitos, mas, na verdade, vieram a ser instalados 50 leitos". Segundo o promotor, "isso torna ainda mais patente que o açodamento do Poder Público na implantação do Hospital da Mulher de Mossoró poderá causar incontáveis prejuízos ao erário, uma vez que a Administração provocou a prestação de um serviço sem os devidos planejamentos orçamentários e de execução". Vale ressaltar que, apesar da Assembleia Legislativa ter aprovado, na semana passada, a Lei que regulamenta a fórmula de firmação de parceria para as Organiza-

Governadora Rosalba Ciarlini vai ter que responder questionamentos do MP ções da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), em fevereiro deste ano, quando esta parceria em questão foi firmada, o Rio Grande do Norte não tinha tão regulamentação específica. "Apesar da aparente regularidade dos trâmites legais para a seleção de entidade parceira, o que se verificou, na prática, foi a realização de um ato flagrantemente ilegal e imoral por parte da Administração Pública Estadual, uma vez que a existência de processo administrativo não passou de mera formalidade vazia, porquanto o gestor público já havia concretizado, no mundo dos fatos, a escolha da OSCIP responsável pela gestão do Hospital da Mulher em total dissonância com os ditames legais", apontou o promotor. A "assessoria jurídica da Sesap preocupava-se em fazer um parecer quando, em verdade, a Associação Marca já tinha sido escolhida e in-

clusive já firmara contrato de aluguel do prédio onde funciona hoje o Hospital, sendo referido contrato datado de 01 de fevereiro de 2012", conforme revelou Flávio Côrte. Para demonstrar isso, entre outros exemplos, o promotor mostra que a Associação Marca respondeu ao convite recebido pelo então secretário Domício Arruda, em dia (2 de fevereiro), mas um dia antes, "estranhamente", já havia firmado contrato de locação do prédio onde funciona o Hospital da Mulher, bem como de prestação de serviços de supervisão, reforma e adequação da unidade hospitalar. "Mais absurdamente, informou a entidade parceira que ainda em dezembro de 2011, foram realizadas algumas cotações de preços de materiais e equipamentos para o Hospital da Mulher, tendo em vista que tão logo receberam a proposta de apresentação do modelo de gestão para o referido hospital, foi ini-

ciado contato com os fornecedores para levantamento de custos dos equipamentos", revelou. Dessa forma, segundo Flávio Côrte, "houve, no mínimo, uma inversão lógica na cronologia dos fatos, pois antes mesmo do secretário de saúde elaborar despacho alegando a situação de emergência em que se encontrava a atenção à saúde o município de Mossoró e ter afirmado que ainda não havia sido selecionada a entidade responsável pela gestão do Hospital da Mulher, assim como de a Associação Marca responder ao convite que lhe foi dirigido, esta já havia, de fato, sido escolhida para administrar o Hospital, tanto é que firmou os contratos necessários à consecução de suas atividades, especialmente aluguel do prédio onde funcionaria o Hospital. Tratava-se, na verdade, de um jogo de cartas marcadas, sendo a lisura da Administração ao firmar termo de parceria com entidade do terceiro setor apenas aparente, pois as tratativas que antecederam a sua celebração se deram inarredavelmente ao arrepio da lei". É importante ressaltar que, conforme ajustado no termo de parceria, o Estado do Rio Grande do Norte se comprometeu a repassar à Associação Marca Para Promoção de Serviços, no período de seis meses, a quantia total de R$ 15.806.075,91, para fazer funcionar a estrutura hospitalar, sendo este valor distribuído da seguinte forma: R$ 2.543.515,00, para aquisição de equipamentos para a unidade de saúde, R$ 90.000,00, para a climatização do nosocômio, R$ 218.838,56, correspondente aos custos de readaptação predial.

Promotor pede que Governo do Estado reassuma saúde e convoque aprovados O promotor de Justiça da 1ª Promotoria de Mossoró, Flávio Côrte, não ficou apenas no pedido de anulação do contrato com a Associação Marca. Na verdade, inclusive, esse foi apenas um dos pedidos formalizados à Justiça com a formalização da Ação Civil Pública de número 000856137.2012.8.20.0106, que tramita na Vara da Fazenda Pública de Mossoró. Dentre outras ações, o MP quer o Estado reassumindo a prestação de serviços da Saúde no Hospital da Mulher e a convocação dos aprovados no último concurso público. Para justificar o pedido de anulação da parceria, o promotor justifica que na época da assinatura dela, havia a "inexistência de lei estadual que estabeleça o processo de qualificação de entidades privadas como organizações da sociedade civil de interesse público, bem como pela ausência de realização do devido procedimento licitatório, nos moldes da lei nº 8.666/93 e pela previsão ile-

gal de terceirização de mão-de-obra em atividade-fim". Por isso, inclusive, o Estado deve "se abster de firmar termos de parceria com entidades privadas sem fins lucrativos antes que seja normatizada, em âmbito estadual, a qualificação de tais entidades como organizações da sociedade civil de interesse público, bem como a observar as normas de licitação previstas na Lei nº 8.666/93 para seleção de entidade parceira". Contudo, isso foi formalizado, segundo o Governo do Estado, com a aprovação (na semana passada) pela Assembleia Legislativa do projeto de Lei para essas formas de parceria. O MP quer ainda que a Justiça condene o Estado a "convocar e nomear imediatamente, em quantidade suficiente para completar as escalas do Hospital da Mulher, os candidatos aprovados no último certame realizado pela Sesap, considerando a proximidade do termo do prazo

de validade do certame (expira em 24/06/2012)". Além disso, o Governo ficaria responsável também por "promover o treinamento dos servidores nomeados a fim de que possam substituir o pessoal irregularmente contratado pela Associação Marca Para Promoção de Serviços para prestar serviços no Hospital da Mulher de Mossoró, devendo tal substituição ser concluída até 29 de agosto de 2012, a fim de garantir a continuidade do serviço público". Dessa forma, o Estado fica condenado a "reassumir a prestação do serviço público de saúde à população no Hospital da Mulher, objeto de repasse à Associação Marca, em prazo a ser fixado por Vossa Excelência, que se sugere de 80 (oitenta) dias, - lapso temporal que se harmoniza com o termo final da contratação emergencial, sem prorrogação -, a fim de assegurar a continuidade dos serviços, cessando, ao

final desse prazo, os repasses de recursos financeiros a essa entidade". Para futuras parcerias, por sinal, o Estado ficaria condenado à submeter a imediata apreciação do Conselho Estadual de Saúde, bem como a se abster de firmar novos termos de parceria sem a prévia aprovação dos mesmos pelo Conselho Estadual de Saúde. Isso, vale lembrar, foi um dos problemas que ocorreram nessa parceria. Caso o Estado venha a ser condenado, mas não cumpra as determinações, vai ter que pagar uma multa diária em desfavor do Erário Público Estadual no valor de R$ 10.000,00, além de multa diária pessoal ao Gestor Estadual do SUS, Maria das Dores Bulamarqui de Lima, ou quem vier lhe suceder no curso da ação (no caso, o agora secretário Isaú Gerino), no valor de R$ 1.000,00, como forma de coerção para obtenção do resultado específico pretendido.

Aprovação de Lei que regulamenta parceria de Oscip causou polêmica na Assembleia AAssembleia Legislativa aprovou na última quinta-feira o projeto de Lei enviado pelo Governo do Estado que regulamenta a assinatura de parcerias com Organizações Sociais, as chamadas Oscip's, e isso causou polêmica. No lado oposicionista, o deputado estadual Fernando Mineiro, do PT, apontou que a gestão Rosalba Ciarlini estava "escancarando a porta para a terceirização". O deputado Fábio Dantas, do PHS e também da base oposicionista na AL, vê a aprovação de outra forma. Ele afirmou que votou favorável ao projeto por entender que é preciso buscar alternativas para melhorar o atendimento à população. Entretanto, defende que o Governo faça licitação pública para dar mais transparência aos atos administrativos da administração estadual. "Nada impede que seja feita licitação", disse ele, lembrando que

Wellington Rocha

Fábio Dantas quer que Governo busque alternativas para melhorar atendimento essa competência será do próprio governo e não da Assembleia Legislativa. Segundo Fábio Dantas, a Assembleia Legislativa aprovou um

novo modelo que deve ser testado para se saber a sua eficácia. Ele cita como iniciativa exitosa o PROUNI, por exemplo, que é um programa público exercido pela iniciativa pri-

vada no setor educacional. Ele esclarece que a Assembleia Legislativa aprovou uma lei que já existe e que é válida como uma experiência na tentativa de buscar alternativas visando melhorar o atendimento à população, principalmente no Walfredo Gurgel onde existe uma crise sem precedente na história daquela instituição hospitalar. "Todas as alternativas têm que ser buscadas. Quanto vale uma vida?", questiona o deputado do PHS. O projeto de lei complementar das Organizações Sociais foi aprovado nesta última quinta-feira na Assembleia Legislativa permitirá que o Governo do Estado contrate entidades privadas para gerir serviços públicos de saúde, educação e cultura sem licitação pública. A matéria aprovada altera a redação da Lei Complementar estadual número 271/2004. (JP)


Política

Segunda-feira

Natal, 25 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 5

Robinson Faria: “Vou topar a parada e serei candidato a governador em 2014” NOME

DO VICE- GOVERNADOR ESTÁ SENDO LANÇADO DURANTE CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS NO INTERIOR DO

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O vice-governador Robinson Faria, líder do PSD no Estado, anunciou que será candidato ao Governo do Estado nas eleições de 2014. "Vou topar a parada e serei candidato a governador, e o Agreste terá pela primeira vez um candidato a governador. Prepare-se prefeita Edinha para percorrer o Rio Grande do Norte na nossa campanha eleitoral. Estou visitando vários municípios prestigiando as convenções e agora estou em Monte das Gameleiras ao lado de uma prefeita que fez uma revolução na administração municipal e hoje é considerada a melhor prefeita do Rio Grande do Norte", disse o vicegovernador que estava acompan-

hado pelo deputado federal Fábio Faria e pela deputada Gesane Marinho. "O povo vai dar o voto da gratidão porque Monte das Gameleiras entrou na geografia e no roteiro turístico do Estado", disse Robinson Faria, prevendo que em razão do trabalho desenvolvido, a prefeita Edinha Pinheiro terá a maior vitória da história de Monte das Gameleiras. LANÇAMENTO DO NOME O nome de Robinson Faria, líder do PSD no Estado está sendo lançado para o governo em todo o Rio Grande do Norte. O movimento em defesa da candidatura do vice-governador foi intensificado e externado durante discursos feitos nas convenções do seu par-

tido e legendas aliadas realizadas no final de semana. Em Monte das Gameleiras a prefeita Edinha Pinheiro, que teve seu nome homologado para reeleição, afirmou que Robinson Faria é o nome apresentado pelo partido para disputar o Governo do Estado nas eleições de 2014. A prefeita reconheceu as dificuldades que tem enfrentado em razão de ter recebido uma prefeitura destruída, mas com ajuda de muitos que acreditaram nela está superando os problemas. Para sua reeleição a prefeita destacou o apoio do ex-prefeito Kerginaldo Pinheiro, do presidente da Câmara Municipal, vereador Gutemberg Pinheiro, do atual vice-prefeito e do candidato a vice-prefeito, além dos demais vereadores da sua base política. (JP)

RN Divulgação

Durante convenção para reeleição de Edinha Pinheiro, Robinson Faria assumiu candidatura à sucessão de Rosalba Ciarlini

Líderes partidários participam de convenções em todo o Estado Os principais líderes do Estado, senadores Garibaldi Filho (PMDB), José Agripino (DEM), Paulo Davim (PV), vice-governador Robinson Faria, presidente do PSD e Wilma de Faria, líder do PSB destinaram o final de semana para participar das convenções municipais dos seus partidos e legendas aliadas em todo o

Rio Grande do norte. Presentes também às convenções estiveram os deputados federais e deputados estaduais. Na oportunidade foram homologados e apresentados ao eleitorado os nomes dos candidatos a prefeito e vereador que disputarão as eleições municipais deste ano. O prazo para realização das con-

venções concedido pela Justiça Eleitoral termina no próximo dia 30. O senador Garibaldi Filho, líder do PMDB no Estado, esteve em alguns municípios acompanhado do deputado Walter Alves, entre eles, Acari, Jundiá, Espírito Santo, neste último prestigiando as candidaturas de Chico Araújo e Fernando Teix-

eira, ambos do PMDB. Chico Araújo é peemedebista histórico e encontrase bem posicionado nas pesquisas de opinião pública. O deputado peemedebista foi a Olho D´água dos Borges apoiar as candidaturas de Breno Queiroga e Maria Helena, os dois também do PMDB. São José de Campestre e Eloy de Souza foram

visitadas pelo deputado Walter Alves para apoiar Zequinha Borges, candidato a prefeito do PMDB e Kerginaldo, também do PMDB. "O bom momento que vive o PMDB com Garibaldi Filho ministro do governo Dilma e Henrique líder nacional do partido está tendo resultados positivos no Estado com lideranças

importantes decidindo por candidaturas próprias em vários municípios do Rio Grande do Norte. Walter Alves projeta que o PMDB deverá eleger mais de 60 prefeitos nas eleições municipais deste ano. "Estamos bem posicionados e pretendemos ampliar nossa representatividade em todo o Estado", disse o deputado Walter Alves. (JP)

> CHAPA PURO SANGUE

PT homologa candidatura de Mineiro: “Natal merece algo mais que apenas voltar ao passado” O PT homologou neste domingo a chapa Fernando Mineiro e Carlos Alberto à Prefeitura do Natal. O evento, realizado na Assembleia Legislativa, contou com a presença da deputada federal Fátima Bezerra, do representante do partido na Câmara Municipal de Natal Fernando Lucena, do presidente do diretório estadual Eraldo Paiva e de membros da executiva municipal da legenda. Em seu discurso, Mineiro agradeceu à militância e afirmou que a convenção marcava "o inicio de uma nova caminhada e de um novo ciclo no processo eleitoral de Natal". Num discurso voltado contra a chapa Carlos Eduardo/ Wilma de Faria, ele afirmou estar convencido de que "a cidade merece algo mais que apenas voltar ao passado". Além disso, ele criticou a gestão da prefeita Micarla de Sousa (PV). "É quase unanimidade na cidade a rejeição a atual administração e o sentimento de mudanças profundas. Natal pode mais que voltar ao passado, mesmo reconhecendo que o passado é um pouco melhor que o presente. É fundamental oferecer à cidade a oportunidade de avançar e não apenas retroceder", discursou. Ao lado de Fátima Bezerra, Fer-

nando Lucena, Eraldo Paiva e Carlos Medeiros, Fernando Mineiro afirmou que o "caos" vivido em Natal "não se instalou do dia para a noite", mas "é consequência do imediatismo que marcou as gestões públicas da nossa cidade". Para ele, é necessário "lançar as bases para pensar no desenvolvimento da cidade a curto e médio prazos". Segundo Mineiro, seu plano de governo será focado na saúde, educação, mobilidade urbana, infraestrutura, uso e ocupação do solo, drenagem e saneamento, segurança e turismo. Além disso, ele criticou a precariedade da orla urbana, o descaso com o Rio Potengi e a falta de planejamento para o bairro do Alecrim e para a Zona Norte como "espaço fundamental de vida e moradia das pessoas". "Esses são os temas que me movem e orientam o debate político que vamos fazer. Foi para debater esses assuntos que decidimos disputar essa eleição", disse, acrescentando que o plano de governo a ser apresentado pelo PT apresenta uma série de iniciativas visando dar resposta a essas demandas. Mineiro convocou a militância petista que lotou o auditório da Assembleia Legislativa a ir às ruas, percorrer todos os bairros da cidade

Vlademir Alexandre/Divulgação

Mineiro, entre líderes petistas e a militãncia: “Vamos chamar os candidatos para o debate sobre alternativas para a cidade” e disputar a opinião das pessoas. Ele destacou, ainda, que a candidatura petista em Natal está articulada com o governo federal da presidenta Dilma Rousseff e com o legado do ex-presidente Lula. "Temos que articular Natal com o processo de desenvolvimento nacional. Natal está de costas para o que vem acontecendo no Brasil.

Enganam-se aqueles que pensam que o processo eleitoral está resolvido em Natal. Vamos chamar os demais candidatos para o debate sobre as alternativas para a cidade", declarou.

FÁTIMA BEZERRA

A deputada federal Fátima Bezerra, coordenadora-geral da cam-

panha de Mineiro, avaliou como "favorável" o cenário à candidatura petista em Natal. Ela ponderou que, enquanto a administração do PV em Natal e a gestão do DEM no RN sofrem o desgaste da reprovação popular, o governo federal comandado pelo PT é aprovado pelos natalenses e potiguares. Para Fátima, "o maior trunfo"

do PT nessa eleição "é o nosso candidato". "Ele [Mineiro] é o mais respeitado, mais competente e mais preparado. É quem conhece melhor essa cidade, seus problemas e as soluções necessárias. Com esse perfil, Mineiro vai qualificar o debate sobre a cidade". A deputada elogiou a escolha do vice, Carlos Alberto Medeiros, dizendo que ele "qualifica a chapa [petista] e fortalece política e eleitoralmente nossa luta". Ela também fez uma convocação aos petistas para se engajarem numa "campanha militante e solidária", disse que Natal vai "corrigir o equívoco que cometeu na eleição passada" e reafirmou sua confiança na ida de Mineiro ao segundo turno da eleição. Em tom emocionado, Fátima relembrou as últimas disputas do PT em Natal e, dirigindo-se a Mineiro, disse que a candidatura dele "representa a continuidade do sonho e da luta do PT de governar Natal". "Eu quero caminhar nas ruas de Natal com Mineiro, Carlos Alberto e nosso time de vereadores e veadoras. Felizmente, Mineiro, nós podemos andar de cabeça erguida, porque temos uma história de quem nunca envergonhou o povo de Natal e do RN", completou.

> SEM COMUNICAÇÃO

PMN anuncia Osório vice de Hermano Morais e provoca crise O presidente decide e as lideranças opinam. Contudo, no caso do Partido da Mobilização Nacional (PMN), as lideranças nem isso fazem. Pelo menos, não no que diz respeito à atuação do partido na sucessão em Natal. Isso, porque na manhã desta segunda-feira, o presidente municipal do PMN, Jacob Jácome, confirmou o apoio a candidatura do deputado estadual Hermano Morais, do PMDB. E, para isso, não consultou os deputados estaduais do partido, Ricardo Motta e Raimundo Fernandes, duas lideranças partidárias no Rio Grande do Norte. "Tomei conhecimento deste assunto pela imprensa. Não fui consultado ou comunicado. Tanto eu quanto o deputado Raimundo Fernandes, com quem conversei pela manhã. Minha assessoria registrou ligações telefônicas do presidente do PMN quando o fato já tinha se tornado público. Considero o dep-

utado Hermano Morais, um grande amigo e candidato, mas a decisão tomada pelo presidente do PMN foi pessoal", afirmou o deputado Ricardo Motta por meio de sua assessoria de imprensa. Talvez, inclusive, se tivesse sido consultado, o deputado estadual tivesse dado uma opinião diferente. Até porque quando o DEM oficializou o apoio PSDB do pré-candidato a prefeito e deputado federal, Rogério Marinho, Ricardo Motta anunciou que iria conversar com o partido e, também, oficializar o apoio. "Enquanto correligionário da gestão Estadual, gostaria de externar meu desejo pessoal para deliberarmos no futuro e estarmos juntos", afirmou o deputado Ricardo Motta no evento realizado no dia 1º de junho. Presidente da Assembleia Legislativa e membro do Conselho Político do Governo do Estado, Motta deixou claro na ocasião que

Arquivo

Osório Jácome era aliado de Micarla, mas vai ser candidato a vice de Hermano era "solidário" à candidatura de Rogério Marinho e que aquele era "o pontapé inicial de uma vitória que se vislumbra". PSC E PMN Porém, apesar da decisão ter sido tomada sem a opinião das lid-

eranças partidárias, ela tem sim uma justificativa - familiar - para ter sido tomada. Jacob Jácome é filho de Antonio Jácome, que é irmão do vereador Osório Jácome, do PSC, e que foi anunciado como o vice de Hermano Morais na chapa do PMDB. Além disso, confirma a in-

tenção dos peemedebistas de buscar um vice com perfil religioso, visto que Osório também é ligado à religião: é pastor auxiliar da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Vale lembrar que o nome anterior ao dele cotado para ocupar o cargo foi o de padre Antônio Nunes, indicado pelo PR. É importante ressaltar que essa decisão não levou apenas a uma insatisfação de Ricardo Motta por ele preferir Rogério Marinho. O apoio ao PMDB pode levar, ainda, a um cisma dentro da atual gestão municipal. Afinal, o PMN apoia a administração da prefeita Micarla de Sousa. Osório Jácome, inclusive, é vereador agora porque entrou na vaga de Heráclito Noé, que se tornou secretário do Gabinete Civil municipal. Tanto é assim que, tão logo a decisão foi anunciada, o presidente estadual do PMN, Antônio Jácome (pai de Jacob e irmão de Osório), enviou uma carta para Micarla de

Sousa confirmando o posicionamento. "Gostaria de comunicar a decisão do PSC de indicar o nome de Osório como vice de Hermano Morais, quero ressaltar que não tive nenhuma participação nesta articulação, em função desse fato e da conveniência da coligação na proporcional com o PSDC, o PMN municipal decidiu se coligar ao PMDB", esclareceu. Antônio Jácome ainda afirma que gostaria "muito de retribuir os gestos que você (Micarla) teve comigo em sua gestão. Deus é minha testemunha que estava pronto para lhe apoiar, inclusive, contrariando a orientação do governo". Por fim, o presidente estadual ainda afirmou: "quanto aos nomes indicados por mim, fique a vontade para exonerá-los ou para aproveitá-los administrativa e politicamente" e que ficou "muito feliz em ter ouvido que você vai estudar para ser Pastora".


6 O Jornal de HOJE

Natal, 25 de junho de 2012

Cidade

Segunda-feira

Diretoria do Sinte assume com proposta de melhorar a qualidade do ensino no Estado HÁ

SEIS ANOS À FRENTE DO

SINDICATO, FÁTIMA CARDOSO

FOI REELEITA PARA UM MANDATO DE MAIS TRÊS ANOS Fotos: Wellington Rocha

JULIANA MANZANO JULIANA.MANZANO@HOTMAIL.COM

Com a proposta de dar continuidade à luta de valorização do professor e melhorar a qualidade do ensino no Estado, a nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte/RN) tomou posse nesta manhã, na sede do sindicato. A diretoria foi eleita com a maioria de 56% dos votos válidos, o que representa 6.455 votos dos mais de 12 mil filiados que compareceram as urnas. Já há seis anos à frente do sindicato e eleita para coordená-lo por mais três, Fátima Cardoso vê com dificuldade a luta em defesa da Educação e afirma que o diálogo com os gestores públicos precisa estar presente. "Temos lutado muito para melhorar a Educação nestes últimos seis anos. E para isso, contamos com uma categoria unida, zelosa pelo seu nome e temos que prezar pelo patrimônio cultural, educativo, político e material que estamos construindo", diz a coordenadora geral do Sinte/RN, que compõe a diretoria juntamente com outros 27 membros, sendo 13 deles, novatos. Segundo Fátima Cardoso, a gestão irá priorizar três pontos principais que são a melhoria dos salários e da qualidade da Educação. "Os salários dos nossos professores ainda estão muito aquém da média nacional. Enquanto na maioria dos estados, o salário é de R$ 3 mil, aqui é de R$ 1,4 mil. Além da falta de in-

Fátima Cardoso ressalta que apesar da reeleilção, quase a metada da chapa foi revonada. Além disso, destacou os desafios do Sindicato de garantir melhoria dos salários e a qualidade da Educação no RN vestimento, este é um dos fatores que contribui para a má qualidade do ensino na rede pública potiguar. Precisamos reverter este quadro e tirar o RN do lugar de lanterninha da Educação", explica a sindicalista, que diz conhecer bem a situação dos professores já que sempre atuou em sala de aula paralelamente à coordenação do sindicato.

Fátima critica a omissão das administrações públicas. "Falta investimento e valorização salarial. Os profissionais precisam trabalhar três turnos em busca de dignidade. Desde 2000, o Estado tem péssimos resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), nós atentamos para isso, buscamos soluções e o Governo não

toma medidas", completa afirmando que o diferencial do sindicato é apresentar as críticas, mas também apresentar as propostas. O incremento ao patrimônio material do sindicato também é outra bandeira defendida por Fátima. Segundo ela, o Sinte/RN possui atualmente uma quantidade significativa de sócios que gira em

torno dos 30 mil. A renda mensal do órgão é de R$ 300 mil, segundo ela, oriunda da contribuição destes filiados. "Esta renda é dividida para 17 organismos regionais e 87 núcleos municipais. Isto significa que ampliamos muito a nossa abrangência e queremos ampliar ainda mais", conclui Fátima. A chapa 2 recebeu 3.440 votos

e a Chapa 3 obteve 1.626. Os votos nulos somaram-se 304, enquanto que os brancos, 146, e os inválidos, 408. Ao todo 12.379 filiados compareceram as urnas. A chapa eleita dedicou a vitória a Canindé Silva, dirigente do Sindicato e componente da chapa vitoriosa, que morreu em acidente de carro, durante a campanha.

> UERN

Secretário de Estado desmarca reunião com grevistas Divulgação

José Aldenir

O impasse entre o Governo do Rio Grande do Norte e a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) para a resolução da greve dos docentes e técnicos administrativos da universidade, que já dura desde o dia 3 de maio, teve mais um capítulo desgastante. A categoria pleiteia o cumprimento do acordo feito com o Governo do Estado em setembro de 2011, que estabelecia o reajuste de 10,65% divididos em três anos, com pagamento de 10,65% para o último mês de abril de 2012, 7,43% em abril de 2013 e 7,43% em abril de 2014. A audiência pública para discutir o tema, realizada na última quinta-feira (21), na Assembleia Legislativa, acabou sem nenhum desfecho concreto, apenas uma possibilidade de reunião com o Governo do Estado para esta segunda-feira, mas que também não aconteceu. Segundo o presidente da Associação dos Docentes da UERN (ADUERN), Flaubert Torquato, há omissão por parte do Governo do Estado em resolver a questão. "Exigimos mais respeito, a greve na UERN está sendo tratada por parte do Governo de forma negligente. É preciso que seja estabelecido um prazo para a apresentação de uma proposta concreta. Achamos que teríamos esta proposta numa reunião nesta

Secretário de Planejamento, Alber Nóbrega, alegou que “compromissos inadiáveis” o impediram de confirmar o encontro desta manhã. Este tinha sido o único resultado concreto da audiência pública realizada na AL segunda, mas não houve confirmação do secretário Alber Nóbrega (Secretário Estadual de Planejamento e Recursos Humanos), que alegou compromissos inadiáveis. Estamos aguardando o retorno". Ainda de acordo com Flaubert Torquato, na audiência pública da quinta-feira foi reforçado pelo Pró-

Reitor de Administração da UERN, Severino Neto, que existe orçamento para o pagamento do reajuste. "Ficou claro que o Governo tem recursos para conceder o reajuste, há disponibilidade orçamentária. Também foi mostrado que o impacto na folha do Estado será de 0,09%. Não existe impedimento

legal é o Governo que não autoriza. Temos urgência na apresentação da nova proposta e, dependendo dela, se pudermos vamos antecipar o final da greve". Flaubert destacou que em quase dois meses de paralisação são muitos os prejuízos causados pelo movimento, como o prolongamento do

semestre e do período dos cursos, como também a ampliação do horário de trabalho dos professores e técnicos para os sábados e para as férias, além dos danos causados aos alunos. A última proposta do Governo é encaminhar para a Assembleia Legislativa o projeto de lei ajustan-

do os salários dos professores e técnicos administrativos da UERN condicionando o início do pagamento quando o Estado sair do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. As duas categorias não aceitaram a proposta, alegando que não há garantias concretas para o pagamento.

> SEM PAGAMENTO

Paralisação dos terceizados da saúde começa amanhã

Wellington Rocha

Funcionários da empresa JMT Service que prestam serviço ao Governo do Estado podem paralisar as atividades a partir de amanhã. De acordo com o presidente do Sindicato de Profissionais de Enfermagem do Rio Grande do Norte (Sipern), Domingos Ferreira, na última sexta-feira (22), em assembleia realizada no município de Santo Antônio, a categoria decidiu à unanimidade pela greve, caso não sejam pagos os salários atrasados, que segundo o sindicato, em alguns casos, a inadimplência completa três meses. Também na última sexta-feira, os terceirizados realizaram uma paralisação de advertência. "Publicamos o edital na sexta, saiu em jornais no sábado e estamos aguardando o período de 72 horas para deflagrar a greve. A JMT diz que o Governo não pagou e o Governo diz que já. Caso não sejam

pagos os atrasados e as férias vencidas a partir de amanhã cerca de 800 pessoas, entre maqueiros, pessoal de cozinha, higienização hospitalar e auxiliares de cozinha e cozinheiros vão paralisar as atividades". Ainda segundo Domingos Fer-

Jonas Alves explica que atrasos nos repasses nos anos de 2010, 2011 e alguns valores de 2012, a JMT ficou semlastro financeiro

reira, oito trabalhadores ainda não receberam o salário de setembro de 2011 e 100 terceirizados da empresa Safe estão com férias vencidas. "Também se não for pago até quar-

ta-feira haverá paralisação" afirmou. O presidente do Sipern ainda reforçou que o sindicato entrou com um liminar pedindo o bloqueio da conta da empresa JMT para que os trabalhadores sejam pagos. Caso a greve aconteça serão interrompidos os serviços de maqueiros, pessoal de cozinha, higienização hospitalar, auxiliares de cozinha e cozinheiros em municípios como Parnamirim, Macaíba, Currais Novos, São José de Mipibu, Assu e Santo Antônio. "Aonde tiver hospital regional vai ter greve". De acordo com o diretor comercial da empresa JMT, Jonas Alves, devido aos atrasos nos repasses do Governo nos anos de 2010, 2011 e alguns valores de 2012, a empresa ficou sem lastro financeiro. "Apenas o salário do mês de maio está atrasado e ainda hoje será pago", garantiu.

Presidente do Sipern, Domingos Ferreira, explica que greve atingirá os serviços de apoio em todos os hospitais do Estado


Economia

Segunda-feira

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

administracao@jornaldehoje.com.br

Presidente da CNDL revela temer pelo insucesso da Copa do Mundo no Brasil n Durante visita a Natal para acertar detalhes da organização da 53ª. Convenção Nacional do Comércio Lojista, evento que trará perto de seis mil convencionais ao Centro de Convenções de Ponta Negra em novembro próximo, o presidente da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), Roque Pellizzaro, se disse "temeroso" quanto a um fiasco brasileiro na Copa do Mundo de 2014. n Ele não se referia ao desempenho da nossa seleção de futebol na disputa da taça da Fifa, mas à falta de infraestrutura das doze capitais estaduais do país (incluída Natal) que serão sedes e subsedes dos jogos. n Em entrevista ao "Jornal das Seis", da rádio FM96, na noite da última sexta-feira, Pellizzaro considerou altamente improvável que até junho de 2014 o governo federal consiga ampliar e modernizar os principais aeroportos brasileiros - que se acham todos funcionando precariamente e dando provas constantes de incapacidade para atender ao volume atual de voos domésticos para que eles possam suportar a avalanche de voos internacionais que ocorrerá no período da Copa. n No seu ponto de vista, também será quase impossível que as redes hoteleiras de cidades como o Rio de Janeiro e outras onde ocorrerão as disputas sejam ampliadas e possam atender ao aumento da procura dos turistas que virão de todos os continentes. n Por fim, o líder empresarial do comércio varejista brasileiro considerou que, com exceção das obras de construção dos estádios, só existe muita conversa e quase nenhuma ação governamental, no que se refere às providências para a Copa do Mundo. Vale e Pacific Hydro investem 650 mi no RN n Matéria do jornal "Valor Econômico" da última sexta-feira anuncia que o Rio Grande do Norte receberá mais dois parques eólicos operados pela mineradora Vale em parceria com empresa australiana Pacific Hydro. n O investimento para construção dos parques será de R$ 650 milhões, para uma capacidade instalada total de aproximadamente 140 megawatts. n O acordo entre as duas empresas já foi assinado semana passada no Rio de Janeiro, pelo presidente da Vale, Murilo Ferreira, e pelo principal executivo da Pacific Hydro, Rob Grant, na presença do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e da primeira ministra da Austrália, Julia Gillard, que se achava em visita ao Brasil, participando da Rio+20. n Com licença ambiental de instalação já liberada, os parques estão previstos para iniciar operação em 2014. O objetivo do empreendimento é que a energia produzida venha a ser consumida integralmente pela Vale durante os próximos 20 anos. Emparn prevê chuvas no Agreste e Litoral nSegundo comunicado da Gerência de Meteorologia da Emparn (Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte), as condições de umidade e vento têm mantido a regularidade das chuvas nos últimos dias em boa parte do território potiguar, especialmente nos municípios do Litoral Leste e da Região Agreste, o

Fazenda de camarão do RN citada como exemplo de sustentabilidade na Rio+20 n A Primar - fazenda de aquicultura orgânica localizada no município de Tibau do Sul, sob a supervisão do biólogo marinho Alexandre Alter Wainberg - foi mostrada durante uma palestra no "4th Agriculture and Rural Development Day", dentro da Rio+20 (evento promovido semana passada no Rio de Janeiro pela Organização das Nações Unidas para tratar da questão mundial do desenvolvimento sustentável) como um projeto pioneiro na adoção de medidas efetivas de proteção ao meio ambiente. n O autor da palestra foi o professor Wagner Valente. Entre os que se encontravam no auditório estava o ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella. Representou a Primar na ocasião a empresária Marcia Kafensztok, que participou dos debates sobre o futuro da carcinicultura no Brasil. IFRN iniciou hoje as inscrições do curso "Educação para o Trabalho" n O Campus Natal-Central do IFRN (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnológica do Rio Grande do Norte), por meio de sua Diretoria de Extensão, iniciou hoje e prosseguirá até o próximo sábado (dia 30) as inscrições gratuitas (e abertas à comunidade externa) para o curso "Educação para o Trabalho: Diálogos para uma Prática Profissional e Cidadã", que oferecerá 40 vagas. n O curso terá por objetivo discutir o trabalho e suas relações com a educação e a sociedade, incluindo pontos como os direitos trabalhistas, a empregabilidade e as profissões em destaque no mercado atualmente. n Com 40 horas de duração, o curso começará no dia 3 de julho. As aulas serão ministradas no Núcleo de Incubação Tecnológica (NIT), às terças e quintas-feiras, das 17:00 às 19:00 horas. As inscrições devem ser feitas na Diretoria de Extensão do IFRN, das 14:00 às 19:00 horas.

que deve continuar acontecendo nesta última semana de junho. n Leia, na íntegra, o que informa a assessoria de imprensa da Emparn: n "Após um final de semana onde o sol predominou em todo o Estado, a semana começa com a incidência de chuvas moderadas sobre a faixa litorânea leste e municípios do agreste. A boa condição de umidade e vento, proporcionado pelas boas condições do oceano Atlântico sul, tem mantido a regularidade das chuvas sobre a região e, de acordo com a climatologia, as chuvas estão ocorrendo de forma normal, tanto no volume ocorrido, quanto no período, com chuvas concentradas mais durante as madrugadas e início das manhãs. n "Segundo o gerente de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot, a formação dessas chuvas, originadas a partir de instabilidades de origem oceânica, tem características bem definidas como o período de duração e a intensidade. Normalmente as chuvas se apresentam mais fortes se o sistema começa atuar durante a madrugada, pois recebe incremento do sistema de brisa, mais evidente durante o início das manhãs. Quanto à duração do sistema, normalmente a concentração das chuvas mais fortes ocorre entre as primeiras 8 horas da atuação do sistema, diminuindo na medida em que se desloca em direção ao interior e na medida em que o tempo passa. n "Conforme as condições analisadas através das imagens de

satélite e dos modelos de previsão do tempo, a última semana de junho será com ocorrência de chuvas praticamente em todos os dias, concentradas durante o período noturno (madrugada) e início das manhãs." n Caso se confirmem, as precipitações pluviométricas nesse período deverão favorecer à próxima safra de cana-de-açúcar, ao mesmo tempo em que ajudarão na formação de pastagem nas propriedades rurais que dedicadas à criação de gado. Adarn inicia Programa de Capacitação em Compras n Será iniciado amanhã (prosseguindo na quarta-feira), o primeiro módulo do "Programa de Capacitação em Gestão de Compras e Negociação" promovido pela Adarn (Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Rio Grande do Norte). n Com o tema "Gestão de Compras", as primeiras aulas serão ministradas pela professora Maria Valéria de Araújo, a partir das 18:30 horas. n O curso tem o objetivo de capacitar executivos e assistentes na área de suprimento para atuarem nas negociações das empresas com seus fornecedores. n Em turmas de 30 pessoas, os profissionais irão aprender como se posicionar antes, durante e depois das negociações, com intuito de melhorar a vantagem competitiva das empresas. n A previsão é de que os módulos se estendam até o mês de setembro. As inscrições, ao custo de apenas R$ 50,00, ainda podem ser feitas.

Natal, 25 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 7

Crédito demais encarece os imóveis, diz Álvaro Barreto QUEM

SOFRE, NO FIM DAS CONTAS, É O CONSUMIDOR Heracles Dantas

MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

O presidente da Companhia Hipotecária Brasileira (CHB), Álvaro Barreto, alertou hoje que o "descasamento entre o valor do crédito e o valor da garantia pode se tornar um grande problema para um mercado imobiliário em franca expansão como Natal, que já pratica preços de R$ 7 mil o metro quadrado em suas áreas mais valorizadas. "Toda a vez que os ‘lobbies’ de incorporadores e construtores arrancam do Governo Federal novas vantagens na concessão de crédito, na semana seguinte isso já se reflete no aumento do metro quadrado construído", avaliou Barreto, que preside uma companhia especializada em soluções financeiras para pessoas físicas, pequenos e médios empresários. Desde a eclosão da crise imobiliária americana, em 2008, Barreto já sustentava que o Brasil deveria aprender com a lição e dosar melhor sua política de crédito ao consumidor. "No setor imobiliário, esse patamar jamais poderia ultrapassar a casa dos 70%, uma vez que uma série de custos agregados ao valor da compra acaba encarecendo o preço dos imóveis”, analisou. Álvaro Barreto também comentou o resultado da reunião do BIS - Basel Committee on Banking Supervision, que é o banco central dos bancos centrais -, neste fim de semana na Basiléia, Suíça, na qual o Brasil foi duramente criticado pela forma de conduzir sua política de concessão de crédito. O relatório do BIS comenta, por exemplo, que o Brasil já vive uma "desaceleração acentuada" e precisará agir com urgência para mudar de rota. E levanta a hipótese de que o endividamento no País já estaria em nível perigoso, com riscos até de um boom imobiliário com repercussões ne-

Álvaro Barreto: Brasil deveria dosar melhor sua política de crédito ao consumidor gativas no futuro. A crítica é extensiva a todos os países emergentes. Para Álvaro Barreto, com décadas de experiência no mercado financeiro e hipotecário, a concessão de crédito deixa de ser

Toda a vez que lobbies arrancam mais crédito do governo, o preço do metro quadrado sobe na semana seguinte

uma vantagem quando se transforma no encarecimento do produto imobiliário. "Hoje, no cenário de crescimento quase descontrolado do custeio do Estado, na medida em que se pode encontrar

servidores aposentados recebendo por produtividade, é hora de parar e pensar se não estamos mesmo inflando uma bolha para o futuro", acrescentou. Segundo o BIS, o Brasil registrou em três anos a quinta maior expansão em créditos do mundo. Para Álvaro Barreto, basta apenas olhar para o atual endividamento via crédito consignado para "entender até que ponto esse problema chegou ". O relatório do BIS constata, ainda, que os preços de imóveis no Brasil quase dobraram desde a crise do subprime (marca pelo excesso de crédito de risco concedido nos EUA). Casos como o do Rio de Janeiro, com mais de 100% de aumento, e de São Paulo com incremento de 80% são destacados pelo BIS, além da situação em Pequim e Xangai mencionados pelo estudo.

> SANEAMENTO

Obras da Caern no litoral Sul têm impacto no turismo O Estado já tem uma data para entregar o sistema de esgotamento de Pium, Cotovelo e Pirangi. Hoje, o pagamento de uma fatura em atraso de fornecedor indicou que o Estado pretende quitar sua contrapartida calculada em R$ 3,8 milhões. A previsão é outubro próximo. A obra, orçada em R$ 25 milhões e que tem um grande interesse turístico para o RN, pois vai acabar com as placas de "imprópria para o banho", contou com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com R$ 15 milhões; do Ministério do Turismo com R$ 5 milhões e do Governo do RN com outros R$ 5 milhões. A decisão de concluir a obra, que atingirá uma população de

30 mil pessoas, mas tem reflexos importantes sobre o turismo como um todo no litoral Sul, dependia da abertura do orçamento estadual, em março. Os pagamentos em atraso da contrapartida ainda demoraram mais de três meses para começarem a ser feitos. O JH não teve acesso às contas da contrapartida, mas informações colhidas com fontes do Governo indicaram que dos R$ 3,8 milhões restantes do compromisso inicial de R$ 5 milhões, algo em torno de R$ 3,2 milhões ainda precisarão ser pagos. Com 74 quilômetros de rede coletora, dos quais 37 já foram implantados, o Sistema de Esgotamento Sanitário de Pium, Cotovelo e Pirangi terá ainda 13

quilômetros de emissários de recalque, dos quais três quilômetros estão assentados. Além de sete estações elevatórias, que vão proporcionar condições para a execução de 6.600 ligações domiciliares, serão feitas estação de tratamento, composta por três lagoas de estabilização unidades de coagulação, floculação e flotação; casa de química, desidratação de lodo através de leitor de secagem; edifício de cloração e câmara. Com a obra concluída, a água captada dos esgotos terá um nível de tratamento terciário, o que significa dizer que voltará mais limpa para o rio Pirangi, de onde foi obtida. Essa foi a exigência da Promotoria do Meio Ambiente feita a Caern, que queria um tratamento menos sofisticado. Heracles Dantas

Sistema de esgotamento de Pium, Cotovelo e Pirangi vão acabar com a restrição do banho nas praias


8 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 25 de junho de 2012

Segunda-feira

Chuva resulta em diversos pontos de alagamento na capital DE

ACORDO COM A PREVISÃO DA

A última semana do mês de junho começou com muita chuva no litoral potiguar e na capital foram encontrados vários pontos de alagamento. Na zona Sul de Natal, o bairro de Capim Macio, que possui um dos metros quadrados mais caros da cidade, é um dos prejudicados com a chuva. Localizada entre uma faculdade particular e um centro comercial, a rua Neuza Farache, por exemplo, ainda não conta com calçamento e por ser de barro, a chuva causa enormes transtornos já que a extensão da via fica repleta de lama, buracos e 'lagoas'. Motorista de uma residência localizada nesta rua, Jonas Nasser conta que a drenagem da via já foi realizada, porém, a pavimentação vem sendo prometida pelo poder público há mais de três anos. "Quanto mais chove, mais a água cava a areia e os buracos surgem. Quando os alunos da faculdade estacionam seus carros dos dois lados da via é ainda mais complicado porque temos que passar pelo meio da rua, que é justamente onde afunda", conta o motorista. Na avenida da Integração, a lagoa localizada por trás da concessionária Ford Salinas transbordou novamente. Segundo o mecânico Josias Rodrigues, esta não é uma lagoa de captação e, portanto, não suporta grande densidade pluviométrica. "Aqui nesta lagoa não tem nenhuma bomba de sucção, é apenas um sumidouro de água. Então, quando chove muito, ela enche facilmente e transborda para a avenida que fica intransitável. Com a chuva de ontem, ela já ficou próximo do limite e se continuar cho-

EMPARN,

PRECIPITAÇÕES SERÃO REGISTRADAS NO LITORAL AO LONGO DA SEMANA Fotos: Herácles Dantas

A única boca de lobo da rua Padre Ramalho, na Cidade da Esperança, não tem condições de garantir o escoamento da água. Na avenida da Integração, lagoa de sucção volta a transbordar e invadir via vendo pode transbordar", diz o mecânico. Ainda na zona Sul, o problema da rua Dr. José Gonçalves, no bairro de Lagoa Nova, é recorrente, principalmente no trecho que cruza a rua Poti Nóbrega, onde se forma uma grande lagoa. "Esta rua é muito esburacada e com a água encobrindo os buracos é melhor não arriscar e não passar por dentro da lagoa que se forma", adverte o morador Francisco das Chagas Nascimento.

Já na zona Oeste, os moradores e comerciantes do bairro de Cidade da Esperança também reclamam dos transtornos causados pela forte chuva. Proprietário de um bar na avenida Adolfo Gordo, José Custódio relata que a via costuma ficar inundada mesmo com chuva fraca. O comerciante, que mora na rua lateral ao seu comércio, lembra ainda que esta é mais uma em que os veículos ficam impedidos de trafegar. "Aqui na Adolfo Gordo fica com muita água, mas nunca

chegou a entrar no meu bar. Já na rua onde eu moro [rua Padre Ramalho] e na travessa próxima fica com mais de um metro de água", informa explicando que a água da rua principal desce para a rua Padre Ramalho, que possui apenas uma boca de lobo, sendo insuficiente para a demanda". Cerca de 100 metros após o estabelecimento, no movimentado cruzamento da rua Adolfo Gordo com a avenida Mor Gouveia, a situação é ainda pior. A grande quan-

tidade de carros que passa pelo local e o 'medo' dos motoristas de enfrentar a água acumulada pioram o trânsito que nos horários de pico chega a se tornar caótico. "Basta chover forte por meia hora que a rua fica assim. Logo depois, os carros começam a enguiçar e aqui se torna um caos. Além disso, um pouco mais a frente tem um bueiro que fica escondido pela água e costuma furar os pneus dos carros que passam por lá", diz o frentista do posto de gasolina, Samuel

Tavares, lembrando que o movimento do local também é menor neste período. De acordo com informações do setor de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), através das imagens de satélite e dos modelos de previsão do tempo, o litoral terá ocorrência de chuvas praticamente em todos os dias desta semana, sendo estas concentradas principalmente durante as madrugadas e início das manhãs.

> HOSPITAL MEMORIAL

Prefeitura descumpre acordo judicial e atrasa repasse Desde o dia 30 de maio, o convênio entre a Prefeitura de Natal e o Hospital Memorial está atrasado. Segundo o diretor geral do Hospital, Francisco Gomes, a Prefeitura ainda não fez o repasse do convênio referente às cirurgias eletivas ortopédicas realizadas no mês de abril. No entanto, o diretor disse que, pelo menos por enquanto, o atraso ainda não compromete a realização das cirurgias. O atraso do dia 30 é referente ao atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), feito pelo Ministério da Saúde ao Município. No dia 15 de junho, venceu outra parcela do repasse, este de responsabilidade, 60% do Governo do Estado e 40% da Prefeitura de Natal. A diretoria do Hospital não quis informar o montante da dívida. "No próximo dia 30 de junho, já vai vencer a parcela de repasse do SUS referente ao atendimento do SUS do mês de maio, sem que tenha sido paga, ainda a de abril. O atraso no repasse ainda não tem comprometido o funcionamento do hospital e nem o atendimento a população, mas nós que somos sacrificados e como atendemos 90% do SUS, dependemos quase que exclusivamente desses repasses da Prefeitura de Natal", explicou. De acordo com o diretor do Memorial, Francisco Gomes, a Prefeitura, ao não realizar o repasse na data prevista, está descumprindo uma decisão judicial. "Há uma decisão judicial, que surgiu por reco-

Wellington Rocha

Hospital Memorial realiza 400 cirurgias e três mil atendimentos por mês. Desses, cerca de 90% são de pacientes do SUS mendação do Ministério Público, de que o Município teria que realizar o repasse nos dias 15 e 30 de cada mês, mas isso não vem acontecendo ao longo dos meses. Eles não cumprem a decisão e somos obrigados a acionar a Justiça para fazer o bloqueio das contas, uma postura antipática, que não gostamos de adotar, mas quando necessário, não podemos deixar de tomar

as providências cabíveis", disse. O Hospital Memorial realiza cerca de 20 cirurgias por dia e mantêm 60 pacientes internados. "A maior parte desta demanda é do setor público", complementa. "Não tenho como manter esta estrutura sem pagar fornecedores e funcionários, por isso não conseguiremos conviver por muito tempo com esta irregularidade no pagamento", en-

cerra. Por mês, são realizadas cerca de 400 cirurgias e mais de 3 mil atendimentos ambulatoriais. O convênio é custeado com verbas municipal, estadual e recursos provenientes do Ministério da Saúde, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Trata-se de uma parceria para a realização de cirurgias eletivas na área de ortopedia. Desta forma, o primeiro aten-

dimento é realizado pelo Hospital Walfredo Gurgel, para estabilizar o paciente vítima de trauma e, após esta estabilização, a cirurgia de correção, quando necessária, é de responsabilidade da rede conveniada. No entanto, o Walfredo Gurgel não tem conseguido, na maioria das vezes, realizar este primeiro atendimento. "A situação do Walfredo Gurgel está bastante complicada e as pessoas estão buscando o primeiro atendimento, que é o atendimento ambulatorial diretamente no Memorial. Não podemos deixar de atender, mas isso tem, em determinados momentos, sobrecarregado o atendimento ambulatorial. Hoje, por exemplo, não temos mais vagas. Tínhamos duas, mas já foi solicitada e preenchida. Sempre que somos solicitamos fazemos o possível para aliviar a situação do Walfredo Gurgel, que sabemos que está complicada, mas não podemos absorver toda a demanda. Não temos estrutura para isso e nem somos responsável", disse o diretor do Memorial, Francisco Gomes. A dona de casa Tatiana Nascimento sofreu uma queda na manhã deste domingo (24) e procurou o atendimento no Walfredo Gurgel, sem sucesso, com fortes dores na coluna, no pescoço e, suspeitando de uma fratura na perna. "No Walfredo, se você não chegar morto ou para morrer você não é atendido. Esperei por horas e mesmo com muita dor não fui

atendida. Fui informada que poderia ser atendida aqui no Memorial e estou esperando há mais de uma hora e meia e nada até então", afirmou Tatiana. Na manhã desta segunda-feira (25), 37 pacientes aguardavam no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, a transferência para um dos hospitais conveniados, Hospital Médico Cirúrgico e Hospital Memorial. Nos corredores, a realidade ainda é a mesma. 71 pacientes estão sendo atendidos em macas nos corredores do Walfredo Gurgel. A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde de Natal informou que o repasse referente ao mês de abril, que era para ser feito dia 30 de maio já foi realizado, desde a semana passada. O repasse referente ao dia 15 de junho, que é de responsabilidade do Estado e do Município, a assessoria informou que estão aguardando o repasse do município e do Estado, por meio do Orçamento Geral do Município (OGM) e Orçamento Geral do Estado (OGE). Em relação ao próximo pagamento, que vence no dia 30 de junho, a assessoria informou que hoje que o hospital enviou a documentação referente ao atendimento do mês de maio. As notas fiscais serão vistas, certificadas, empenhadas e liquidadas, para em seguida serem encaminhadas a Controladoria Geral do Município (CGM) para efetuar o pagamento.

CMYK


Cidade

Segunda-feira

Natal, 25 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 9

Herácles Dantas

José Aldenir

Na contramão do movimento nacional, os professores da UFRN decidiram, em plebiscito, não aderir à paralisação. No IFRN, professores e técnicos-administrativos aprovaram a greve que culminou na suspensão das atividades em 16 campi no RN

Greves param instituições de ensino superior PROFESSORES DE MAIS DE 50 UNIVERSIDADES DO BRASIL AINDA AGUARDAM UMA CONTRAPROPOSTA DO GOVERNO FEDERAL FERNANDA SOUZA FERNANDASOUZAJH@GMAIL.COM

A greve dos professores federais já pode ser considerada um dos mais fortes movimentos da categoria nos últimos anos. Desde o último dia 17 de maio, 55 universidades federais aderiram à paralisação realizando diversas manifestações em todo o País, como passeatas e carreatas. O movimento também ganhou força com a adesão dos técnico-administrativos e grupos de estudantes de universidades filiadas à Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras (Fasubra) e dos servidores da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe), que mobilizou a adesão de 54 Instituições Federais de Ensino (IFE). No Rio Grande do Norte, o Sinasefe aderiu à greve no dia 21 de junho, atingindo 16 campi, incluindo o de Educação à Distância. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte não aderiu ao movimento, após a realização de um plebiscito promovido pela Associação dos Docentes da UFRN (Adurn). De acordo com Almir Menezes Filho, dirigente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), as reivindicações da categoria giram em torno de dois objetivos básicos que são a reestruturação da Carreira; e melhores condições de trabalho nas universidades federais. "Não somos contra a expan-

são das universidades, mas acreditamos que deve ser feita com qualidade. Através do Reuni (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais) aumentaram os cursos, mas o número de professores e a qualidade não acompanharam este crescimento. Também faltam bibliotecas, laboratórios, pesquisa. A nossa luta vai além da questão do salário. Queremos que os estudantes tenham acesso a uma universidade de qualidade", afirmou. Em se tratando do âmbito local, segundo Almir Menezes, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) vive uma reali-

Ainda segundo o dirigente do Andes, desde 2010 o Governo não apresenta uma proposta concreta sobre as principais reivindicações da categoria. "Só em julho de 2011, quando saímos da greve, o Governo assinou um acordo através do qual foi concedido o aumento de 4%, mas o GT de Carreira prometido até 31 de março não aconteceu. O Governo não apresenta nada de concreto e não podemos negociar em cima de uma proposta vazia. Mesmo com a falta de negociação, o comando de greve continua cada vez mais forte e conta com a adesão crescente de estudantes. Eles estão se conscientizando que é melhor perder meses

‘ ’ Não somos contra a expansão das universidades, mas acreditamos que deve ser feita com qualidade. ALMIR MENEZES FILHO ANDES

dade não tão conhecida por boa parte da população. "Faltam cadeiras em salas de aula em alguns cursos, como o de Serviço Social, alguns alunos esperam até uma hora e meia para pegar o transporte interno, que também não dá conta do número de estudantes, e falta estacionamento. No Campus Central há muitos prédios antigos e alguns são alugados".

de ensino, ao invés de ter um diploma vazio". Institutos Federais O professor de mecânica do IFRN Júlio Alves Hermínio tem uma longa história com a instituição. Aos 12 anos já era estudante da Escola Industrial de Natal (hoje o Campus Cidade Alta) e desde 1982 atua como docente. "Infelizmente noto a decadência do ensi-

no como um todo. As facilidades de ingresso ao ensino superior, por mais que sejam justas, pode privilegiar este acesso em detrimento da qualidade. O aluno já chega ao Ensino Médio precisando fazer uma reciclagem e na graduação também. O IFEs não podem resolver 80% dos problemas do Brasil na área de Educação. Temos que ter uma política definida para cada instituição. A ideia do Reuni, Prouni, é bem intencionada, mas o problema é a execução". Júlio Alves ainda reforçou que boa parte dos servidores do Campus Natal Central, que é referência para os outros IFEs do Estado, é formada por ex-alunos. "Este quadro, inclusive do interior, é de muita gente formada aqui dentro e que mesmo sobrecarregados de atividades, levam a instituição à frente". Também segundo o professor, nos últimos anos a precarização do ensino está levando os docentes ao desencantamento "A precariedade na formação acadêmica, mas nem tanto nas federais, aliado aos baixos salários, faz com que os docentes se sintam menos atraídos pela carreira. As ofertas para Ciência e Tecnologia são bem superiores. Sei que a maioria dos professores, principalmente os mais antigos, não queria entrar em greve, mas a assembleia realizada pelo sindicato aprovou o movimento". Para a estudante do curso de Mineração do IFRN Nayara Magno, boa parte dos alunos não apoia diretamente o movimento. "Acho que foi um erro a greve no

Herácles Dantas

Júlio Alves : ‘A ideia do Reuni é bem intencionada, mas o problema é a execução’ ano passado, que até nos pegou de surpresa. Este ano, mais de 50 universidades aderiram, o movimento está organizado. Pela sociedade a greve é justa, porque a luta é por um ensino federal de qualidade e

sei que o IFRN é uma referência, mas que pode se perder ao longo do tempo, se não houver luta. Mas para os alunos e principalmente aqueles que estão concluindo os prejuízos são muitos".

Entenda a pauta de reivindicações dos docentes Tendo como referência a pauta da Campanha 2012 dos professores federais, aprovada no 31º Congresso do Sindicato Nacional e já protocolada junto aos órgãos do Governo desde fevereiro, os docentes reivindicam a reestruturação da carreira - prevista no acordo firmado em 2011 e ainda não cumprido pelo Governo Federal. A categoria também pleiteia carreira única com incorporação das gratificações em 13 níveis remuneratórios, variação de 5% entre níveis a partir do piso para regime de 20 horas correspondente ao salário mínimo do Dieese (atualmente calculado em R$ 2.329,35), e percentuais de acréscimo relativos à titulação e ao regime de trabalho. Os professores ainda querem a valorização e melhoria das condições de trabalho dos docentes nas Universidades e Institutos Federais e atendimento das reivindicações específicas de cada instituição, a partir das pautas de elaboradas localmente. GREVE DA UERN A greve dos professores e técnicos administrativos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) deflagrada no último dia 3 de maio, continua

sem nenhum avanço na negociação para o fim do movimento. As duas categorias entraram em greve depois que o Governo do Estado descumpriu um acordo firmado com a Associação dos Docentes da UERN (ADUERN) e com o Sindicato dos Técnicos Administrativos da UERN (SINTAUERN), em setembro de 2011. O acordado estabelecia um reajuste escalonado em três anos: 10,65% em abril de 2012; 7,43% em abril de 2013; e 7,43% em abril de 2014. A primeira parcela do aumento que deveria ser paga no mês de abril deste ano, conforme estabelecido em acordo, não foi liberada, o que causou descontentamento por parte das categorias que compõem a Universidade e motivou a atual greve. O Governo alega não poder conceder o reajuste prometido por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal, mas se compromete a encaminhar para a Assembleia Legislativa o projeto de lei ajustando os salários dos professores e técnicos administrativos da UERN, condicionando o início do pagamento quando o Estado sair do limite prudencial. A proposta foi prontamente rejeitada pelos grevistas,

que não viram garantias concretas para o pagamento. Já no dia 9 de maio, a ADUERN enviou resposta à proposta do Governo e afirmou que havendo o pagamento em maio, retroativo a abril, a categoria voltaria às atividades acadêmicas. Mas segundo a ADUERN, a categoria não obteve resposta por parte do Governo, que por sua vez, ameaçou cortar os salários dos grevistas, caso eles não voltassem com suas atividades e judicializou o movimento paredista, solicitando ao Tribunal de Justiça, em caráter de liminar, a ilegalidade e abusividade da greve. No dia 30 de maio, a Desembargadora Sulamita Pacheco decidiu pela legalidade da greve, tendo em vista a comprovação da existência de um acordo que foi firmado em setembro do ano passado, após 106 dias de greve. Já no último dia 13 de junho, o Tribunal de Justiça (TJ/RN) publicou o acórdão no qual negou provimento, por unanimidade do Pleno, ao Agravo Regimental interposto pelo Governo do Estado para tentar reverter à decisão da desembargadora convocada Sulamita Pacheco que determinou a legalidade da greve. Vanessa Cristina Romão Oli-

Herácles Dantas

Greve na UERN começou em 3 de maio e, por causa disso, nem mesmo o primeiro semestre de 2012 foi iniciado veira, estudante do 6º período do curso de Direito da UERN, contou que já contabiliza vários prejuízos com a paralisação. "Muitos estágios pedem que o curso esteja em dia. Eu mesma já perdi

a inscrição de um concurso, porque exigiu que eu tivesse cursando o 6º período para quando assumisse estivesse no 7º. Está muito complicado para a gente e pensei até em sair da UERN.

Quero me formar mas não tenho previsão e sabe-se lá se não vai ter outra greve. Vejo muitos estudantes irem às ruas fazer protesto e pouco professor mobilizado, mas a greve não é nossa".


10 O Jornal de HOJE

Natal, 25 de junho de 2012

Cidade

Segunda-feira

Soldado PM é morto e dois ficam feridos ROBERTO ALVES DE FREITAS, SEGUNDO O CORONEL ARAÚJO, RESPONDIA A PROCESSO E SERIA EXPULSO DA CORPORAÇÃO José Aldenir

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

Um policial militar foi executado com vários disparos de arma de fogo quando chegava a uma festa junina no bairro das Quintas, Zona Oeste de Natal, ontem à noite. Mais dois policiais que estavam no local também foram atingidos por tiros e foram socorridos. De acordo com o Comando Geral da Polícia Militar, a vítima, que estava de folga, seria expulsa da corporação por conduta irregular. Conforme a Polícia Civil, o soldado Roberto Alves de Freitas, 37 anos, estava em uma festa junina com a mulher e após deixá-la em casa, decidiu retornar ao local, quando foi surpreendido pelos disparos de arma de fogo. Ele estacionava o veículo, na esquina das ruas Mário Negócio e Professor Feliciano do Nascimento, quando ouviu os primeiros disparos. Assustado, o soldado ainda tentou se esconder dentro do veículo, mas foi atingido várias vezes nas costas, não resistiu e morreu no local. Outros dois policiais militares que estavam de plantão no Hospital Giselda Trigueiro, no bairro das Quintas, ainda correram para socorrer Roberto Alves, mas, ao se aproximarem do carro do colega, também foram atingidos por disparos de arma de fogo. Jair Edson de Lima foi ferido em uma das mãos, nos ombros e na boca; já Luiz Eduardo da Cunha levou um tiro no maxilar. Os dois foram socorridos por pessoas que estavam na festa e levados para o Hospital Walfredo Gurgel, onde pas-

Soldado deixou a mulher em casa e retornou à rua onde acontecia a festa, quando foi abordado e baleado fatalmente saram por procedimentos médicos para a retirada das balas. Eles estão internados em estado regular e não correm risco de morte. Até o momento, não se sabe o que pode ter motivado o assassinato de Roberto Alves de Freitas, que estava na Polícia Militar desde o ano de 1997, e ainda as tentativas de homicídio contra os dois policiais militares, que chegaram ao local pouco tempo depois da morte do colega de farda. VÍTIMA RESPONDIA A PROCESSO O comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, revelou hoje

pela manhã que o soldado Roberto Alves de Freitas deveria ser expulso da PM nas próximas semanas. Ele respondia a processo administrativo e criminal por envolvimento com grupos de extermínio e por ter sido flagrado usando o cartão de crédito roubado de um juiz de direito, em 2000. "Ele foi autuado em flagrante usando este cartão roubado em um posto de combustível há alguns anos, quando estava abastecendo seu veículo e também era investigado por participação em grupos de extermínio. Os processos estão quase concluídos e a sua expulsão da Polícia Militar do Rio Grande do Norte era praticamente certa, quan-

do fomos surpreendidos com a notícia de sua morte", explicou o comandante da PM. Ele disse que, como o assassinato de Roberto Alves de Freitas ocorreu quando a vítima estava de folga, o crime não pode ser comparado a um homicídio de um policial militar em serviço, por exemplo. "Ele estava de folga, em um local suspeito e, levando em consideração o seu histórico, não podemos fazer tal comparação. Apesar disso, houve um crime e o caso será investigado como outro qualquer", afirmou. O comandante da PM falou ainda que a corporação irá investigar também o que os dois policiais militares feridos ontem à noite es-

tavam fazendo no local do crime, já que eles estavam de plantão no Hospital Giselda Trigueiro e não poderiam ter largado o posto. Os soldados Jair Edson de Lima e Luiz Eduardo da Cunha foram atingidos por disparos de arma de fogo quando se aproximavam do carro em que a vítima estava. "A missão deles naquele dia era no hospital, não na rua e mais em uma festa junina. Eles nunca poderiam ter abandonado o posto original, até porque havia outros policiais militares na região para atender à ocorrência. Queremos saber o motivo que os fez irem até lá, se eles sabiam muito bem que não podiam sair de onde estavam", disse o comandante. SEGUNDO CRIME ENVOLVENDO PMS EM MENOS DE UM MÊS Este é o segundo homicídio envolvendo soldados da PM este mês. O último aconteceu na madrugada do dia 2, quando uma confusão em uma festa junina terminou com um policial militar morto, um baleado e outro preso, em uma casa de shows na zona Norte de Natal. O conflito começou após uma discussão entre os soldados Adriano Feliciano e Jamilton Pereira, que teriam se desentendido após um deles ter revistado um familiar do outro. Durante a festa junina, os dois soldados se encontraram e se estranharam novamente. A discussão acabou virando agressão física entre os policiais militares, até o momento em que Jamilton teria puxado uma pistola e atirado contra Adriano. A bala atravessou o corpo da vítima e

atingiu de raspão um outro soldado, identificado como Márcio Albuquerque, que tentava separar a briga entre os envolvidos. Na ocasião, os dois envolvidos também estavam de folga, o que segundo o comandante da PM, coronel Araújo, não pode ser relacionado a um crime envolvendo policiais em serviço. "Eles são pessoas comuns, mas devem ter a consciência de sua responsabilidade perante a sociedade, mesmo de folga", comentou. EM SP, SETE PMS MORTOS EM 12 DIAS Enquanto os crimes de homicídios relacionados a policiais militares no Rio Grande do Norte ocorreram em dias de folga dos envolvidos, em São Paulo, muitos morrem durante serviço. Nos últimos 12 dias, sete policiais já foram assassinados na capital paulista, todos mortos por bandidos. A última morte foi registrada durante a madrugada de hoje, quando um policial à paisana tentou evitar um assalto a um estabelecimento comercial na Praia Grande (distante 71km da Capital) e foi assassinado com vários tiros por quatro homens, que fugiram em duas motocicletas. Para o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, os ataques são uma resposta aos trabalhos repressivos da PM local. A suspeita é que as mortes dos policiais militares estejam ocorrendo como forma de retaliação da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), contra uma operação da Rota paulistana que matou seis bandidos em maio passado.

> BURACO NA PISTA

Três mulheres morrem em colisão na BR-304 Canindé Soares/Divulgação

Um acidente envolvendo um microônibus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) e um Fiat Siena causou a morte de três mulheres e ferimentos leves em outras nove, na BR-304, próximo ao município de Santa Maria. Um buraco na pista por ter sido o motivo da colisão, que deixou o carro em que o trio estava completamente destruído. Os feridos foram atendidos em um hospital de São Paulo do Potengi e liberados em seguida. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o microônibus transportava servidores do IFPE para a cidade de Fortaleza, no Ceará, e o motorista do veículo, identificado como Gerlândio Ferreira, ainda

tentou evitar o acidente, sem sucesso. Já o Siena, em que estavam as três mulheres, retornava de Assu, no Oeste Potiguar, com destino a cidade de Macaíba, quando ficou desgovernado e bateu de frente no microônibus. Gerlândio relatou à Polícia Civil que seguia normalmente quando percebeu que o Siena começou a fazer movimento de zigue-zague, invadiu a pista contrária, rodou e atingiu o veículo do IFPE. Ele disse que, ao perceber que iria acontecer um acidente, ainda tentou puxar o microônibus para o acostamento, para evitar o impacto, mas não conseguiu. No acidente, o motorista machucou uma das mãos e uma perna. As três mulheres que seguiam

Automóvel Siena ficou destruído e lataria foi cortada para a retirada dos corpos no Siena eram: Rafaela Daiane Florêncio Maia, 24 anos, que dirigia o

veículo; Graziela Elis de Medeiros, 26 anos e Karla Jussara de Oli-

veira Silva, 28 anos. Conforme a PRF, a causa provável do acidente pode ter sido um buraco na pista, somado à alta velocidade. Possivelmente, a condutora do Siena tentou desviar da fenda e acabou perdendo o controle do veículo. O impacto entre os veículos foi tão forte que o Siena praticamente entrou embaixo do microônibus, ficando conpletamente retorcido; apenas a parte de trás do carro ficou inteira. As três mulheres morreram na hora e seus corpos ficaram presos entre as ferragens. Para retirá-los de dentro do que sobrou do carro, foi preciso recortar a lataria. Dentro do microônibus, que teve a frente destruída com a violência da batida, os oito passagei-

ros e o motorista tiveram ferimentos leves e foram todos encaminhados para um hospital de São Paulo do Potengi, onde foram atendidos e liberados em seguida. O motorista do IFPE compareceu ontem à noite na Delegacia de Plantão da Zona Sul, no bairro da Candelária, em Natal. Ele disse que seguia para Fortaleza, onde os servidores iriam fazer um curso. Entretanto, após o acidente, eles foram atendidos e encaminhados para um hotel em Natal, de onde retornariam para Recife, possivelmente hoje. Os corpos das vítimas foram levados para o prédio do Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep), no bairro da Ribeira, onde passaram por necropsia.

> PERIGO À SOCIEDADE

Sete presos fogem da Cadeia Pública de Mossoró Sete presos da Cadeia Pública de Mossoró, no Oeste potiguar, fugiram após abrir um buraco em uma das celas da unidade prisional, durante a madrugada. Entre os fugitivos, há acusados de homicídio, tráfico de drogas e assaltos à mão armada. Policiais militares estão fazendo buscas em toda a região próxima à cadeia e na zona rural do município, tentando recapturar os foragidos. De acordo com a direção da

Cadeia Juiz Onofre de Souza, os presos abriram um buraco de 55 centímetros quadrados na cela de número cinco, que dá acesso a um matagal existente por trás do prédio público. Eles escaparam sem chamar a atenção dos agentes penitenciários que estavam de plantão no momento da fuga e que só perceberam a evasão depois. Os fugitivos são: Tiago Alexandre Rodrigues, 18 anos, condenado pelo assassinato do empre-

sário Genildo Figueiredo de Sá, ocorrido em dezembro passado; Rafael Bezerra Fernandes, o "Preá"; Márcio Nogueira da Silva, o "Léo" e Diogo Rodrigues de Oliveira, os três por tráfico de drogas; Patrick do Nascimento Patrício, o "Peteca"; Aldecir Martins de Lima e José Railson Meres da Penha, os três acusados de assalto a mão armada. Esta é a terceira fuga registrada no Rio Grande do Norte nos úl-

timos quatro dias. Na sexta-feira da semana passada, oito presos do Núcleo de Custódia da Polícia Civil, no bairro de Cidade da Esperança, em Natal, conseguiram escapar durante a madrugada, após serrarem uma grade da única cela improvisada no local. No dia seguinte, mais dois presos conseguiram fugir pelo mesmo buraco na grade, que era "tampado" pelo corpo de um preso, algemado no local.

HOMICÍDIOS Além do policial militar assassinado quando chegava a uma festa junina nas Quintas, foram registrados outros sete homicídios neste final de semana, na Região Metropolitana de Natal. Uma das vítimas, identificado como Marcos Antônio Gomes da Silva, 26 anos, foi morto na frente da esposa no loteamento Nova Jerusalém, Zona Norte da cidade, na madrugada de ontem.

De acordo com informações da Polícia Militar, o casal estava em uma festa quando a vítima teria se desentendido com dois homens que, após a discussão, perseguiram Marcos e o executaram com dois tiros na cabeça e um nas costas. Eles chegaram a segurar a vítima para que ele não tentasse fugir. Depois do crime, os bandidos fugiram tomando rumo ignorado. Marcos já tinha cumprido pena por homicídio.


Cidade

Segunda-feira

Natal, 25 de junho de 2012

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

O SOM DO ATRASO

A Folha registra hoje que o presidente do STF, Carlos Ayres Britto, enviou ofício ao ministro Ricardo Lewandowski cobrando a devolução ainda hoje da revisão do processo do mensalão do PT, cujo julgamento precisa começar no dia 1º de agosto.

ONDAS DO RÁDIO

Em Sampa, o PCdoB tende a aceitar compor a vice na chapa de Fernando Haddad (PT) e quer em troca uma aliança no segundo turno de Porto Alegre, onde a sua candidata Manuela D'Ávila tem como vice um "camarada" do PSD de Gilberto Kassab.

Há vinte anos, o mercado de rádio FM em Natal fez muxoxo, os comunicólogos elaboraram críticas quando o então senador Carlos Alberto de Sousa abriu a 95 FM com uma programação que remetia aos seus tempos de audiência no dial do rádio AM.

A VOLTA

Mundo cão quantificado O formato já tem maioridade no Brasil, mas até bem pouco tempo não fazia parte da cartilha de jornalismo de alguns veículos que primam pelo conteúdo e pela informação qualificada. O noticiário de violência e do grotesco nivelou por baixo a imprensa nacional. Foi numa segunda-feira de maio de 1991 que o faro comercial de Sílvio Santos botou no ar o programa "Aqui Agora", um simulacro de telejornal destacando as misérias das cidades e tornando fato universal alguns reles assaltos e até brigas de marido e mulher. O tom periférico das ocorrências na tela do SBT gerou críticas da concorrência e rejeição dos ideólogos da comunicação social. Qualquer desavença entre vizinhos, entre comerciantes e clientes, ganhava ar de fato relevante com direito a reportagens teatrais. Foi lá, intercedendo por consumidores lesados (nos dois sentidos) que o repórter Celso Russomano ganhou musculatura eleitoral e entrou na política. Ele faria escola pelo Brasil afora com centenas de vereadores e deputados oriundos da telinha da TV. Quando o "Aqui Agora" entrava no ar exibindo seu extenso slogan, "Um jornal vibrante, uma arma do povo, que mostra na TV a vida como ela é", as redações do "verdadeiro" jornalismo tremiam, de asco pelo conteúdo e de raiva pelo Ibope. Passados vinte e um anos da estreia do programa que acabou sendo pioneiro no uso do gerador de caracteres (hoje tão comum nos telejornais do horário nobre e dos canais de notícias 24 horas) - vemos toda a imprensa brasileira aderindo ao seu formato. A prioridade aos fatos violentos chegou a tal ponto que a TV Globo inventou um comentarista de misérias, o ex-policial Rodrigo Pimentel que fala sobre guerra de quadrilhas e queda de barranco com uma pose de quem está analisando a crise na Europa.

No primeiro aniversário do "Aqui Agora", em 1992, lembro dos comentários irados sobre a exagerada cobertura da chacina do Carandiru, estampada no vídeo durante semanas. Hoje, o sisudo e qualificado Jornal Nacional faz o mesmo com um crime passional. A mídia fez uma nojenta e perigosa opção pela audiência a troco de tudo, transformando em assunto nacional qualquer arrombamento de farmácia em Goiás, capotagem de ônibus em Minas, estupro no Pará, briga de irmãos na Bahia ou incêndio no Rio de Janeiro. Quando eu era menino nas Quintas, testemunhava por dia meia dúzia de acidentes de trânsito na Avenida Mário Negócio, ouvia conversas sobre brigas de faca, furtos na feira da rua Pedro Novoa, fuga de presos na 7ª Delegacia, e nada saía no rádio ou no jornal. Temas policiais eram exclusivos do programa "Patrulha da Cidade", na Rádio Cabugi, que com o talento dos seus apresentadores conseguia suavizar o fato violento com interpretações de radioteatro que acabavam provocando gargalhadas nos ouvintes. Fico me perguntando o que é que o povo do Brasil tem a ver com a tragédia da prostituta que casou com o japa endinheirado e depois lhe cortou em pedaços? Por que a nação precisa saber que um táxi entrou debaixo de um caminhão numa via de São Paulo? Todo jornalista ouviu nos tempos de estudante algum professor explicando a importância de um fato na analogia surreal do homem mordendo o cachorro. A TV aberta de hoje levou a figuração ao extremo fazendo da violência e do grotesco o cerne do jornalismo. Trocou a esgrima do boxe pelo empalamento do MMA. Viva o Silvio Santos de agora com suas adolescentes colegas de trabalho. (AM)

MENSALÃO

Quase perfeito, não fosse tardio, o editorial da Folha de S. Paulo dessa segunda-feira sobre o indefectível programa radiofônico "A Voz do Brasil", no ar contaminando os ouvidos do país desde 1935 quando meu avô comprou seu primeiro rádio na Paraíba.

SOPA DE LETRAS

FORÇA OCULTA

Agora, em pleno século XXI, algumas emissoras de frequência FM em Natal investem numa programação cada vez mais caracterizada no formato AM, reduzindo o tempo musical e enxertando noticiário, bate-papo, prestação de serviço e futebol ao vivo.

Aliás, segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a aliança entre PCdoB e PSD na capital gaúcha levou os comunistas a retirarem das peças publicitárias da convenção os símbolos da foice e do martelo. Terá sido imposição do prefeito paulistano?

SERIADOS

É O PMDB

A TV Mix, sintonizada via Cabo Natal nos canais 49 (analógico) e 149 (digital), está exibindo semanalmente os seriados clássicos da década de 1960 "Perdidos no Espaço", "A Feiticeira", "Jeannie é um Gênio", "Zorro" e "Viagem ao Fundo do Mar".

O partido dominado pela família Alves seguirá apostando as fichas em Hermano Morais, mas só enquanto sua candidatura se revelar viável. Do contrário, a debandada para Carlos Eduardo será lenta, gradual e segura, como a democratização de Geisel.

PUBLICIDADE

MÚSICA

O Ministério Público precisa ficar de olhos abertos nos imbróglios ocorrendo no processo da licitação publicitária do governo estadual, onde recursos administrativos impetrados podem revelar que os problemas estão além de erros no edital.

Amanhã, às 20h, o professor de trombone da Escola de Música da UFRN, Klênio Barros, se apresenta no auditório da instituição com o show "Em Segredos", lançando seu primeiro CD, que estará disponível ao preço de R$ 10,00. A entrada é gratuita.

UNGUENTO PRA CRISE No sábado, a vitória da seleção de futebol com dois gols de Xabi Alonso, que completava 100 jogos; no domingo, um show espetacular de Fernando Alonso no GP de Valência de F1. E sem falar das glórias de Rafael Nadal. O esporte ainda vai levantar a Espanha com a moeda do amor próprio.

João Ricardo Correia jornalistajoaoricardocorreia@gmail.com / joaoricardocorreia@yahoo.com.br / Twitter: @joaoricardorn

PROERD 2 O Proerd atua em 46 municípios do Rio Grande do Norte, tem um efetivo de 116 policiais e alcançou a marca de 300 mil crianças atendidas. O evento contará com participações das Bandas Geração Proerd, Grafith, cantora Marina Elali, palhaço Fininho, Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Companhia ed Policiamento com Cães, teatro das Absolutas, fanfarras do interior do RN, Comando Alfa, Banda de Música da PM e militares da Aeronáutica do grupamento de helicópteros. PROERD 3 A Assembleia Legislativa do Estado homenageará o Proerd no dia 28, quinta-feira, às 9 horas, em uma sessão solene, no Plenário Deputado Clóvis Motta. Parabéns à tenentecoronel PM Margarida Brandão Fernandes de Araújo e a todos os integrantes do Programa, pela dedicação e profissionalismo que dedicam à causa. ALERTA Nas férias escolares, observe bem os locais que serão frequentados por seus filhos, que ficarão longe das escolas. Cuidado com a segurança nunca é demais.

Heracles Dantas

ESPÍRITAS A Comissão Regional Espírita de Natal promoverá no domingo, 1º de julho, com entrada franca, o Primeiro Encontro Saúde e Espiritualidade, no Espaço Cuxá, por trás do Hotel Residence, das 9 às 13 horas. Os temas em discussão serão: “Espiritualidade e saúde no cotidiano: uma tafrefa possível?”, “Transtornos emocionais e espiritualidade: um caminho em direção ao ser”, “Espiritualidade: caminho para a autorrealização e a felicidade”. ESPÍRITAS 2 Os facilitadores do evento serão: Jomar Morais (jornalista, foi editor nas revistas "Veja", "Exame", "Istoé" e "Superinteressante", professor na Universidade de São Paulo e autor do livro "Viver - Outro Olhar Sobre o Amor, a Dor e o Prazer"), José Ramos Coelho (doutor em psicologia, filósofo e multiartista, professor da UFRN e autor do livro "A Tragicomédia da Medicalização: a Psiquiatria e a Morte do Sujeito"”, Marlos Alves Bezerra (graduação em Psicologia UFRN. Mestrado e doutorado em Ciências Sociais pela UFRN. Professor do Departamento de Psicologia na UFRN, na área de Psiclogia e Práticas em Saúde) e Carlos Henrique Souza Cruz (psicólogo, teólogo, Mestre em Psicologia Social (UFRJ). pósgraduado em Psicologia Jurídica (UERJ) e, em arteterapia (UFRN)”. Formação em Constelações Sistêmicas Familiares) TRANSPORTE Falta planejamento para promover cidades sustentáveis. Essa é a opinião da doutora em Decanato de Extensão da Universidade de Brasília (UnB), Maria Rosa Ravelli de Abreu, que participou da audiência pública da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, que debate os 10 anos do Estatuto das Cidades, hoje. Segundo a Agência Senado, para Rosa falta consciência das autoridades para promover transporte público de qualidade. Conforme informou, a mobilidade urbana é uma necessidade diária, e fundamental para qualidade de vida. De acordo com a doutora, a solução é investir em um transporte coletivo eficiente, confortável e rápido, que seja melhor que o automóvel. VACINAÇÃO Balanço do Ministério da Saúde divulgado quinta-feira indica que mais de 10 milhões de crianças em todo País já foram vacinadas contra a paralisia infantil. O contingente de imunizados representa 71,3% do total na faixa etária de zero a menores de cinco anos. A meta é vacinar, pelo menos, 95% dos 14,1 milhões de crianças, o que totaliza 13,5 milhões. A campanha segue até o próximo dia 6 de julho.

De virar a cabeça PV sem Luiz Almir: “E agora, que faço eu da vida sem você?”

PROERD Os dez anos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência serão comemorados no próximo dia 30, às 17 horas, no estádio Frasqueirão, em Natal, quando também haverá solenidade de formatura dos alunos atendidos no primeiro semestre.

Mascote corujando Em meio aos operários e materiais de construção na obra da Cidade da Criança, uma “coruja buraqueira” observa tudo. Ela já virou uma espécie de mascote e está acostumada com a movimentação. À noite, voa pra lá e pra cá, procurando saber quando será inaugurado o equipamento fechado na gestão de Wilma de Faria.


12 O Jornal de HOJE

Natal, 25 de junho de 2012

Cidade

Segunda-feira

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br w VICE É VICE MESMO Presidente estadual do PSB, a exgovernadora Wilma de Faria não está preocupada ou incomodada com o fato de ser "apenas vice" de Carlos Eduardo. Ela sabe que, caso sejam eleitos para a Prefeitura de Natal, os dois terão atribuições bem distintas. >>> Pelo menos foi o que ela afirmou hoje em entrevista ao Jornal da Cidade, na 94 FM. "Vou ajudar, me envolver, em vários setores, sim, mas o comando será dele (Carlos Eduardo)", enfatizou. >>> Questionada sobre a famosa frase do ex-prefeito sobre a sua então vice-prefeita Micarla de Sousa, quando disse, em 2004 que, em recado para a atual gestora, que "vice é vice", Wilma concordou com o seu aliado. "Mas eu acho que vice é vice mesmo! Tenho amadurecimento para isso. Não vou me preocupar em comandar. O meu comando hoje é no partido (PSB). Vou esperar ser convocada", disparou. >>> Pelo visto, o entrosamento com o pedetista é total! w CONFIANÇA... Ainda em entrevista ao Jornal da Cidade, a socialista disse que não cogita a possibilidade de que Carlos Eduardo tenha a candidatura impedida pela Justiça - devido à reprovação das contas 2008 pela Câmara Municipal de Natal - e de, nesse caso, ser a candidata a prefeita da capital. >>> "Estamos tranquilos. Tenho certeza que a Justiça vai dar ganho de causa a ele. Acho que a Justiça já deu o primeiro passo", opinou. w NÚMEROS QUE PESAM Para a líder pessebista, que analisa o quadro sucessório nos municípios do RN favorável à oposição ao Governo Rosado, a desistência da atual prefeita de Natal, Micarla de Sousa, em concorrer à reeleição se deve ao fato de ela ter tido até agora uma alta desaprovação da população. w MUDOU DA NOITE PARA O DIA E depois de ter acertado com a cúpula verde, em reunião neste sábado na residência da prefeita Micarla de Sousa, que seria o candidato a prefeito da capital pelo PV, o ex-deputado e radialista Luiz Almir surpreendeu - como já fizeram nessa pré-campanha a própria Micarla e Wilma de Faria. >>> Em seu programa de rádio, na 96FM, Almir disse que não teria condição financeira para bancar a campanha, embora tenha recebido garantia de estrutura pelos micarlistas. >>> Disse que será candidato a vereador mesmo. "Ele já estava até prometendo lá na Zona Norte calçar rua e duplicar", comentou um aliado surpreso. >>> Ele não quer trocar, digamos, o certo pelo duvidoso? w OUTRO VERDE COTADO Hoje, a turma verde passou a manhã tentando convencer Luiz Almir e ao mesmo tempo procurando um nome para substituí-lo. >>> Cogitou-se apostar no vereador Edivan Martins, o presidente da Câmara Municipal de Natal. Que já disse que o seu projeto é a reeleição de vereador. >>> Até o fechamento desta edição, tudo ainda estava incerto dentro do Partido Verde...

MÆrlio Forte

Joªo Neto

Deputad Gustavo Carvalho, secretário estadual de Comunicação Alexandre Mulatinho e o advogado Ézio Costa no Arraiá Prá Lá de Dez Na convenção do PDT, que homologou a candidatura de Carlos Eduardo à Prefeitura de Natal, o vice-governador Robinson Faria - com adesivo gigante do partido do ex-prefeito colado na camisa - posou sorridente ao lado do presidente nacional da legenda, Carlos Lupi

MÆrlio Forte

DeSaboya.com

Casal Múcio e Camilinha Cascudo curtindo festejos juninos ao lado da herdeira Cecília

Como sempre, o deputado Paulo Wagner provocando gargalhadas nos colegas. Dessa vez, na convenção que homologou a candidatura do deputado Gilson Moura a prefeito de Parnamirim, o sendor José Agripino e o deputado João Maia não resistiram às brincadeiras do verde Mulheresnofds

w RAPIDEZ DA NET O Twitter há tempos se tornou ferramenta muito utilizada pelos políticos candidatos nas eleições deste ano. >>> Para fazer campanha, contar das ações políticas ou administrativas, e até para anunciar apoios e os tão aguardados candidatos a vice de algumas chapas... >>> Pois bem, hoje pela manhã, o deputado federal Henrique Alves, presidente estadual do PMDB, deu um furo pela rede social. Confirmou o nome que comporá a chapa peemedebista encabeçada pelo deputado estadual Hermano Morais: Osório Jácome. >>> "Vereador Osório, do PSC, pelo trabalho que realiza e por representar o importante segmento evangélico, será o candidato a Vice-Prefeito de Hermano", escreveu Henrique.

wREITORAEM PORTUGAL Reitora da UFRN, a professora Ângela Cruz estará viajando a Portugal no próximo dia 29. >>> Em terras lusitanas, visitará universidades. E em Coimbra, assinará termo de cooperação entre a UFRN e aquela velha academia. >>> Lá também participará de solenidades envolvendo alunos de Natal que participam de programas de intercâmbio.

w UMA BATALHA VENCIDA. AINDA FALTA A GUERRA... O líder do PMDB não escondeu a alegria em ter o gigante segmento evangélico ao lado de seu candidato, numa boa articulação junto com o deputado estadual Antônio Jácome, irmão de Osório. >>> E revelou, também pelo Twitter, que o PMN, que andava ali pelas candidaturas do PV e PSDB, desembarcou mesmo no time de Hermano e Henrique. "PSC e PMN anunciam hoje apoio a Hermano Moraes. Completam sete partidos que assumirão a campanha. Parabéns a Hermano pela condução vitoriosa!", disse Henrique. w SEM AVISO Logo, veio a reação da outra banda do PMN. >>> O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta, mais ligado ao grupo rosalbista, que apoia a candidatura tucana de Rogério Marinho, enviou mensagem à imprensa afirmando ter sido pego de surpresa com a decisão, contando que não foi consultado. >>> "Tomei conhecimento deste assunto pela imprensa. Não fui consultado ou comunicado. Tanto eu quanto o deputado Raimundo Fernandes, com quem conversei hoje pela manhã. Minha assessoria registrou ligações telefônicas do presidente do PMN quando o fato já tinha se tornado público. Considero o deputado Hermano Morais, um grande amigo e candidato, mas a decisão tomada pelo presidente do PMN foi pessoal", reclamou Motta. w AMOR NO TT Mas não é só para fazer política que o Twitter serve para os políticos da Terrinha... >>> Há quem utilize a ferramenta também para fazer declarações de amor. >>> Como a deputada federal e líder do PSB na Câmara Federal Sandra Rosado, que acompanha o presidente nacional do PSB, governador de Pernambuco Eduardo Campos, à sede da ONU, em Nova Yorque (o pessebista recebeu hoje pela manhã o Prêmio das Nações Unidas para o Serviço Público). >>> Para o esposo, o ex-deputado federal Laíre Rosado, ela escreveu: "Mais uma vez na ONU. Saudades de você".

w PÉSSIMO GOSTO O marketing da campanha de José Serra à Prefeitura de São Paulo não poderia ter escolhido pior. >>> A 'música' "Eu quero tchu, eu quero tcha" terá versão elaborada para o jingle da campanha tucana.

w GIRO PELO TWITTER... ...do colunista deste JH Alex Medeiros: "Qualquer nome do PV de Natal, fora Micarla, terá menos votos do que o PT";

Fause Haten na SPFW

...do deputado e candidato a prefeito de Natal Fernando Mineiro: "Na posse da nova diretoria do SINTE-RN. Categoria referendou o trabalho da direção. Sucesso e luta".


Cidade

Segunda-feira

Natal, 25 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w AVISO - I É apenas de 18% a vantagem da deputada Larissa Rosado sobre a adversária Cláudia Regina. Para tirar a diferença e fixar um clima de disputa basta levá-la a perder nove pontos. Luta em Mossoró vai ser dura. w ALIÁS - II Por falar em pesquisa o desgaste da governadora Rosalba Ciarlini chegou a Mossoró onde passou a ter a desaprovação de 48%. É muito para quem sempre foi imbatível como prefeita com 80% de aprovação. w JUÍZO - I Desta vez a ala radical do PSB teve juízo e não caiu no erro de expulsar os vereadores Adenúbio Melo e o bispo Francisco de Assis. Os pessebistas ainda lembram o erro que foi expulsão de Rogério Marinho. w DEPOIS - II O fechamento da questão não foi um fato público. Tudo aconteceu na madrugada do dia do julgamento quando a ex-governadora Wilma de Faria decidiu renunciar à candidatura para apoiar Carlos Eduardo. w VILÃO - I O camarão não é vilão. A matéria de capa de Veja, baseada em dados científicos, mostra que tem 0,1% de gordura saturada; 0,2% de poli-insaturada; 0.1% de gordura monoinsaturada e zero de gordura trans. w QUADRO - II O quadro mostra que tem menos gordura do que o salmão, frango, picanha sem capa de gordura e lombo de porco. E muito menos ainda do que requeijão, mussarela, queijo branco e chocolate com e sem leite. w MORTOS O ministro Garibaldi Filho na cabeça da quarta página do Valor, sexta-feira, sobre as novas regras para as pensões da previdência por morte. Pelo visto nem os mortos terão paz na modernidade previdenciária.

O

Wilma e o pêndulo

sábio Alberto Dines, até hoje com seu grande talento brilhando na mesma intensidade, numa daquelas suas lições, ensinou que o jornalismo vive de verdades e verossimilhanças. A frase, se não é uma assertiva moldável a tudo, serve quando nada para testar a modelagem da retórica política quando cai na superfície da opinião pública. Isto explica, algumas vezes, o desapontamento dos que imaginam persuadir como se o marketing promovesse o milagre de fazer-se capaz de revogar a consciência crítica. A lição de Dines talvez seja a única explicação para o gesto da ex-governadora Wilma de Faria. Diante de dois caminhos naturais - ser candidata ou apoiar Carlos Eduardo Alves liderando a oposição - preferiu um terceiro, antinatural, daí não ter provado a ninguém a humildade do gesto: ser candidata a vice e cair num movimento pendular que faz sua imagem oscilar entre a decadência de não mais ser uma guerreira ou no jogo oportunista de quem espera a queda do candidato a prefeito nas malhas da Justiça. Sofre a cobrança sem ter saída, afinal de contas, não foi apenas uma estrela entre astros menores ao longo de vinte anos de mandatos executivos - três de prefeita e dois de governadora. Seu novo papel de coadjuvante não encontra autenticidade, a não ser como manifestação silenciosa e sem plausibilidade de quem teme alguma coisa. Ou, e tanto pior, de quem quer surfar na onda de prestígio do ex-prefeito na busca de espaço ou de tê-lo ao seu lado se amanhã se tornar inelegível com suas contas desaprovadas. Acontece que a ex-governadora não é uma estrela cadente, como no cinema. Ela se fez símbolo, uma guerreira de luta nas condições mais adversas. E é esta guerreira que hoje aceita ser vice em nome de uma humildade que claramente se percebe ser artificial. A menos que agora se queira inventar também aqui onde já inventamos o herói a favor sacrificado por se manter sempre ao lado do poder a vida inteira, a figura melancólica da guerreira humilde, tudo quanto um símbolo de luta não pode ser.

Uma configuração teria sido ser candidata por nada temer, ou apoiar Carlos Eduardo na condição plena de líder da oposição. Outra é ser apenas uma vice a tagarelar nos quatro cantos do Estado, sem ser condutora das lutas da oposição em Natal, Mossoró e Parnamirim, os três maiores eleitorados urbanos. Como ser líder e intérprete pedindo votos para ser a vice-prefeita de Natal, sem assumir a velha ousadia de manter a resistência nesta hora histórica contra aqueles que quiseram derrotá-la e destruí-la de vez? Claro que os beneficiados - o maior deles, naturalmente, é o exprefeito Carlos Eduardo na sua candidatura - entoarão suas vozes no coro a cantar a sua humildade inútil e artificial. Todos, menos a ex-governadora. No íntimo, ela sabe que seu gesto a tornou menor a partir de agora. Virou uma simples coadjuvante, prisioneira de um gabinete e exposta, 24 horas por dia, a intrigas que facilmente vicejarão como vicejaram quando era governadora. E tudo para ser deputada federal ou sonhar com o Senado. A ex-governadora hoje só tem olhos para a vitória da oposição em Natal, Mossoró e Parnamirim. Ela sabe que há uma perspectiva real de ser candidata ao Senado sem precisar enfrentar Garibaldi Filho e José Agripino. E que se o deputado Henrique Alves for eleito presidente da Câmara buscará reeleição como um caminho lógico para um segundo mandato à frente da Câmara, como permite a lei. Se ao final de tudo Garibaldi Filho não fizer como fez quando da vitória de Micarla de Sousa: todos menos Wilma. É pena que termine assim, num pêndulo entre oportunismo e esperteza, a história política de uma guerreira como foi a exgovernadora. Sem atender, na hora mais dramática, a maior convocação de sua vida pública que seria liderar a oposição, sem pedir emprego. Por destinação histórica. Buscando nas ruas a justiça que os seus adversários lhe negaram duramente, abrindo chagas tão dolorosas na dignidade de sua própria família. Fechou-se um ciclo. Só resta tentar salvar um mandato de deputada ou senadora.

População já pode exigir teste antes de transfusão de sangue infecção, o HIV não é identificado pelo ELISA. No caso da hepatite C (HCV), esse período aumenta para 60 dias. Com o NAT, esse número cai para 7 dias (redução de 50%) no caso do HIV, e para 11 dias (redução de 72%) para o HCV. "Não existe transfusão de sangue 100% segura", enfatiza o médico hematologista José Francisco Marques, que dirige a defesa de classe da Associação Brasileira de Hematologia e de Hemoterapia (ABHH). Ele cita que a cada 640 mil transfusões, uma pessoa acaba vítima da transmissão de uma nova doença. Ao se utilizar o NAT, essa ocorrência recua para um caso a cada dois milhões de transfusões. Em Natal para ministrar palestra durante o F��rum de Hemoterapia da ABHH, o hematologista relata que quando ocorre transmissão de doença numa transfusão, o médico é quem leva a culpa. "Se a população ficar ciente de que o teste NAT pode e deve ser exigido, caso o plano de saúde não cumpra, será o responsável jurídico. Se o médico recomenda o NAT, isso mostra que ele fez tudo o possível

para evitar a transmissão da doença", diz ele. Cada teste custa em média R$ 180 reais, o que representa somente 0,5% dos gastos das operadoras de saúde. Ainda segundo José Francisco, a ANS recomenda que em toda transfusão, é preciso realizar o NAT. Dos 109 participantes do Fórum, apenas 25 são médicos. Os demais são de áreas ligadas à saúde, como técnicos e assistentes de laboratório, enfermeiros e técnicos de enfermagem e biólogos. Há mais de 10 anos a Associação luta para que o Governo institua o NAT como obrigatório. Para isso, a instituição tem se utilizado de três instrumentos: ações civis públicas nos Ministérios Públicos de alguns estados e na esfera federal, desde 2010. Em unidades federativas como São Paulo e Goiás, a obrigatoriedade do NAT já está valendo para a rede pública de saúde. Outra ferramenta usada pela ABHH é a conscientização. "Queremos conscientizar sobre os riscos profissionais dos envolvidos e também mostrar que é possível reduzir os casos de transmissão de HIV e hepatite". José Aldenir

Durante o fórum, profissionais da área da saúde discutiram formas de evitar contaminação dos pacientes nas transfusões

w ESTILO A deputada Fátima Bezerra deixou o petismo de lado e ficou só petista. É grande, e sem intolerância, a sua mobilidade nas convenções do interior. Num eficiente processo de estadualização de sua liderança. w PRESSÃO - I É grande a pressão do senador e ministro Garibaldi Filho ao exigir do governo uma explicação para a ausência da agência Criola entre as cinco vencedoras da concorrência da publicidade governamental. w SILÊNCIO - II A pressão foi denunciada pela colunista Daniela Freire, deste JH, e recebida em silêncio pelo governo que também precisará justificar a seleção de agências sem qualquer experiência na área governamental. w ALIÁS - III O retrato que vai ficar da concorrência é de um inegável e inescapável amadorismo que revela uma total falta de autonomia para julgar. Suas vísceras estão expostas e da forma mais desgastante possível. Feio. w ESPANTO Silvio Caldas, desembargador aposentado do TRT e boêmio desde a juventude, ficou espantado com a sofisticação dos vibradores. Menino, vibrador no Recife de sua infância era só o torcedor do Sport Club. w AULA De poesia do poeta Fabrício Carpinejar sem cair naquele lugar-comum dos intelectuais conterrâneos nas suas falas: 'A poesia está nos quadrinhos, na Bíblia, no rock, na bula do remédio, na etiqueta do sutiã'.

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

apronianocfs@hotmail.com

Comandante do 3o Distrito Naval visita o terminal salineiro de Areia Branca

EXAMES DE HEPATITE E DSTS SERÃO OBRIGATÓRIOS NO PAÍS Uma transfusão de sangue pode salvar vidas. Mas também piorá-las, transmitindo ao receptor novas doenças ainda sem cura encontrada pela Medicina. As mais comuns que são repassadas por meio de transfusão são hepatites B e C, Sífilis, Doença de Chagas e a Aids. Engana-se quem pensa que isso só acontece no âmbito da saúde pública. No setor privado, o número de transmissões de doenças por meio da hemoterapia é praticamente o mesmo. Para aumentar a segurança do procedimento, a melhor saída é a realização do Teste de Ácido Nucléico (NAT), que detecta se o doador foi infectado recentemente por hepatite ou HIV. Hoje, os exames são feitos pelo método ELISA, o mais comum para detecção de anticorpos contra vírus e outros microorganismos que podem infectar o sangue. Nesta técnica, são identificados os anticorpos que o organismo procura se defender produzindo anticorpos e são estes que o teste Elisa revela. Apesar de deter uma acurácia de 99,7%, o ELISA possui uma séria lacuna: a chamada 'janela imunológica'. Durante os primeiros 22 dias de

w PETISMO Na mesma edição, na sexta-página, quatro mostra que o PT malufista perdeu seu favoritismo na maioria das capitais brasileiras. A menos que venha a ser lucrativo reunir, na mesma mesa, petistas e malufistas.

NATAL Navio Leblon Lagoa Carioca Lagoa Paranaense CMA-CGM Platon Marfret Guyane Marlin CMA-CGM Homere

Bandeira Brasil Brasil Brasil United King França Libéria Inglaterra

Elka Aristótenes

Libéria

Alexandria

Grécia

Agência Seamaster W. Sons W. Sons CMA-CGM W. Sons Petrobras CMA-CGM

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto 30/06 04/07 07/07

Destino Guamaré(RN) --Vigo/ESP Vigo/ESP Belém(PA) Vigo/ESP

Carga Em Operação Em Operação Em Operação Contêineres Contêineres -Contêineres

Descarga Draga ----Combustível --

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Petrobras

28/06

Salvador(BA)

Óleo cru

- -Reem Island

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN

Dia 25 26

A. Marítima 02/07

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 14:08 0.5 20:36 2.0 02:24 0.6 08:56 2.0

Santos (SP)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

Sal

Cheia

--

FASES DA LUA (04/06 - 08:12h)

Minguante

(11/06 - 07:41h)

Nova

(19/06 - 12:02h)

Crescente

(27/06 - 00:30h)


14 O Jornal de HOJE

Natal, 25 de junho de 2012

Cidade

Segunda-feira

Gastronomia Hospitalar: um novo desafio para os hospitais, um novo serviço aos pacientes GASTRÓLOGOS DEFENDEM QUE ALIMENTAÇÃO PODE AUXILIAR NO ESTADO EMOCIONAL E NA RECUPERAÇÃO DE PACIENTES Fotos: José Aldenir

ROBERTO CAMPELLO REPÓRTER

Se internar em um hospital era sinônimo de alimentação regrada e sem gosto. No entanto, nos últimos anos, os hospitais que procuram qualidade em alimentação e atendimento ao cliente, aliam a Dietoterapia à Gastronomia, uma combinação acrescida de satisfação da clientela, que hoje é chamada de Gastronomia Hospitalar.Todavia, a Gastronomia Hospitalar torna-se um grande desafio, por ter o objetivo de atender à diferentes necessidades nutricionais dos clientes com restrições de alimentos ou nutrientes de acordo com sua patologia, tabus e preferências alimentares, sem contudo perder o equilíbrio nutricional. Em março deste ano, a Universidade Potiguar (UnP) lançou a pósgraduação em Gastronomia Hospital em virtude da necessidade do mercado. Hoje a turma com 23 alunos já está no quatro módulo e a expectativa é que no próximo semestre uma nova turma seja formada. A coordenadora da pós-graduação, professora Jussele Lourenço da Silva Santiago conta que o curso é pioneiro no Nordeste e que o mercado é promissor.A pós-graduação em Gastronomia Hospitalar também busca

Na cozinha experimental, alunos aprendem a aliar sabor, restrições dos pacientes e prescrições médicas nos alimentos preparados

Ana Carolina nem terminou a faculdade de Gastronomia e já cursa especialização

capacitar seus alunos para o desenvolvimento de alimentos saudáveis e saborosos, que atendam as exigências terapêuticas, que assegurem

ca a coordenadora da pós-graduação. No Sudeste, a gastronomia hospitalar já é consolidada e está presente nos principais hospitais, como o Sírio Libanês, Albert Einstein, mas no Recife também já encontramos hospitais com essa prática já consolidada. "Quando eu visualizei que já chegou no Nordeste o serviço, mas que em Natal ainda está fraco, verificamos que realmente é devido a falta de profissionais. tanto que os hospitais que pretendem implantar passam por consultorias de profissionais de fora para implantar o serviço, pois ainda não há profissionais qualificados no RN", afirmou Jussele Lourenço. A professora conta que no Rio Grande do Norte, alguns hospitais, como o Hospital do Coração e o São Lucas, já praticam a Gastronomia Hospitalar, mas de forma bem discreta, embora já se perceba a preocupação dos hospitais nesse sentido, por já existir uma concorrência. Jussele Lourenço reconhece que ainda há o preconceito e o velho conceito de que cozinheiro é aquela pessoa que gosta de cozinhar e não necessariamente tenha alguma formação. "Infelizmente, ainda encontramos muito isso nos hospitais. Às vezes, os cozinheiros não têm nem o nível médio completo, mas essa realidade, pouco a pouco vem mudando, pois já observamos que a demanda que está saindo do curso de gastronomia já estão preocupado em se especializar e diversos nutricionistas que trabalham nos hospitais também. Sabemos que para implantar preciso de uma equipe para colocar em prática. A equipe é formada pela nutricionista, cozinheiro e chefe. Eu tendo essa tríade já consigo implantar a gastronomia hospitalar. A nutricionista levanta a demanda e precisa do chefe de cozinha para elaborar um cardápio que atenda aquela necessidade", explica a professora. Durante os 18 meses de duração da pós-graduação, o aluno tanto aprende a parte de gestão hospitalar, como o conhecimento especifico da gastronomia e da nutrição. "Aliamos a teoria e prática para que o aluno consiga vivenciar de forma mais real.Trabalhamos a hospitalidade, a hotelaria, a parte de gestão para poder entrar na prática da gastronomia hospitalar. Tanto na parte gerencial, como na parte prática.O aluno dispõe de uma estrutura de quatro cozinhas peda-

satisfação e promovam a recuperação da saúde. "Hoje a gente encontra a oferta dos serviços ainda um pouco precá-

rio no que diz respeito a hotelaria hospitalar, a gastronomia hospitalar, muitas vez por falta de profissionais qualificados. Eu fiz uma varredura no Nordeste eu não encontrei nenhuma pós-graduação que remetesse e qualificasse nossos profissionais no diz respeito a esse serviço, pois hoje o cliente (paciente) estão cada vez mais exigentes. Quando ele procura um serviço no hospital, ele quer um local que lhe dê conforto, que lhe dê um bem estar, segurança e muitas vezes, o que aconteça é que os clientes tem que adequar aos serviços, não o contrário. Pra ter um bom resultado é importante que a gente conheça as necessidades do paciente, tanto as fisiológicas, como as de bem estar", afirma a professora. Os profissionais da área de alimentação de hospital, que tem o padrão de Gastronomia Hospitalar, preservam as características sensoriais e organolépticas dos alimentos, sendo que existe a restrição de sal, substância essa que confere sabor aos alimentos quando substituído por ervas finas e secas; aprimora a melhoria do alimento, tanto em sabor quanto em qualidade, por serem substâncias antioxidantes, que quando consumidas corretamente podem prevenir algumas doenças. Os cardápios incluem diferentes preparações e ainda sugerem opções a preferências e tabus alimentares. "Trabalhamos a individualidade, trabalhamos as aversões, as suas preferencias e o seu cotidiano e levar uma alimentação que faz parte do seu cotidiano e de repente, por conta de sua patologia, ele terá que ser adaptado, por alguma restrição. Mas trabalhamos a aparência, o sabor, a textura, fazendo que adicione elementos, ou alimentos que faça com que tenha uma prevenção e ate um tratamento mais rápido. Precisamos fazer a harmonização de todos os fatores, sempre focando na segurança, que é imprescindível", explicou a professora Jussele Lourenço. Os clientes hospitalares procuram a unidade para atenuar a dor ou tratar doenças. Nesse universo de atendimento médico e atenção à saúde, o cardápio incorpora momentos de "alegria". A relação positiva entre o momento de alimentação e a realidade individual do mundo social extra-hospitalar pode promover ações sinérgicas ao tratamento medicamentoso. O valor de uma alimentação semelhante ao dia a dia de cada indivíduo, tornando-o ao seu mundo, pode minimizar o sofrimento e alicerçar bases positivas à terapêutica. A Gastronomia Hospitalar tornase importante na motivação emocional e, contudo, está relacionado ao cliente melhor recuperado e mais satisfeito com o serviço.. "Hoje eu enquanto cliente preciso de um hospital que eu me sinta bem acolhida, já que já tem os problemas fisiológicos da doença, então é muito mais fácil eu me adaptar o tratamento onde eu tenha um local onde a hospitalidade agradável. Uma coisa é dizer que o paciente tem uma restrição, outra coisa é eu adaptar isso aos hábitos alimentares do paciente. Fica mais fácil de aderir e fica mais fácil a eficácia do tratamento. Além de tirar a imagem de que a comida de hospital é ruim", expli-

gógica e entendemos que supra a necessidade de qualquer gastronomia", conta a professora. Ela conta que após a formação, os profissionais facilmente serão absorvidos pelo mercado de trabalho. "Daqui a um ano e meio a primeira turma se forma, e o mercado já está absorvendo esses profissionais. Já temos alunos da graduação que já está conseguindo a inserção nesse mercado e com o profissional mais capacitado e mais habilitado, especificamente para o ramo, acredito que a absorção do mercado seja mais rápida", conta Jussele Lourenço. A primeira turma é formada quase 50% de gastrônomo e 50% de nutricionista. "Consigo aliar os dois profissionais que são importantíssimos para implantar esse serviço. O nutricionista diz você pode comer isso e isso, dai o gastrônomo entra para transformar aquela limitação em algo mais saboroso", destacou a professora. Ana Carolina Linhares está se formando na graduação de Gastronomia, mas já ingressou na pósgraduação de Gastronomia Hospitalar. Ela, que já trabalha na área com alimentos com restrição conta que é importante manter o vinculo com a academia, na busca, cada vez maior, por qualificação profissional. "Continuar na academia é muito importante, pois quanto mais nos especializamos, mais agregamos valor enquanto profissionais. Além disso, é importante estarmos sempre atualizados e nos reciclando", disse a estudante. Em relação a pós-graduação de Gastronomia Hospitalar, Ana Carolina Linhares disse que dá uma visão macro da gestão hospitalar. "Mesmo com pouco tempo, a pósgraduação já mostra uma gama de possibilidades em que podemos atuar. Passamos a ter um conhecimento mais amplo, não apenas de gastronomia, de nutrição, como também de gestão hospitalar", disse. Como exemplo de uma opção de gastronomia que pode ser servido no ambiente hospitalar, Ana Carolina Linhares citou o Biffum oriental com camarões ao perfume de gergelim. "Respeitando as possíveis restrições alimentares, esse é um prato que poderia facilmente ser incluído na Gastronomia Hospitalar, já que não contém glúten", afirmou a professora e coordenadora do curso de pós-graduação em Gastronomia Hospitalar, Jussele Lourenço.


Esporte

Segunda-feira

Natal, 25 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 15

Fotos: Wellington Rocha

EMPATE E CRESCIMENTO NÃO MAS

FOI UM JOGO ESPLENDOROSO, NEM O FUTEBOL DE CATEGORIA EXTRA.

ABC VAI SE ENCONTRANDO EM CAMPO E BUSCANDO BONS RESULTADOS NA SÉRIE B. O EMPATE COM O GUARANI, EM CAMPINAS, TRAZ MAIS UM PONTO PARA NATAL E ANIMA O TÉCNICO MÁRCIO GOIANO AOS POUCOS O

Depois de uma longa seca, Adriano Pardal vive bom momento e mais uma vez é decisivo pelo ABC. Foi dele o gol de empate diante do Guarani-SP

Uma vitória vale 3 pontos. Empate apenas um. Quando a partida é fora de casa o resultado de empate, geralmente, é considerado positivo. No caso de Guarani e ABC, disputado no último sábado, em Campinas-SP, podemos dizer que foi suficiente para garantir a tranquilidade na casa alvinegra para prosseguir trabalhando em busca de melhores resultados. Com dois jogos consecutivos fora de casa, sendo o segundo a ser disputado na próxima sextafeira em Alagoas, o técnico Márcio Goiano citou a necessidade de sempre pontuar na casa dos adversários. "Fizemos um bom jogo. Sofremos um gol logo no início, onde acho que deveríamos ter começado com um pouco mais de atenção, mas logo depois crescemos, fomos para cima e criamos diversas chances de marcar. Não conse-

guimos a igualdade no primeiro tempo, mas voltamos mais ligados na segunda etapa, mexemos no time e chegamos ao gol. Acredito que foi um bom resultado, já que pontuamos fora de casa, contra uma boa equipe. O resultado vai se tornar ainda melhor se conseguirmos um resultado positivo contra o ASA, na próxima rodada", explicou o treinador. O falta de atenção que o treinador se refere diz respeito ao gols sofrido pelo ABC logo nos intantes iniciais, quando o time perdeu a bola no meio campo e provocou o contra-ataque do Guarani. Para azar do goleiro Andrey, o chute do meia Kleiton Domingues desviou no zagueiro Eduardo e o tirou completamente da jogada. O ABC teve a chance de empatar ainda no primeiro tempo, mas o centroavante Ander-

son Costa desperdiçou completamente sozinho o belo cruzamento de Raul. No segundo tempo as coisas melhoram para o ABC. O time mostrava evolução principalmente em relação a troca de passes e posse de bola. Criava poucas oportunidades e sentia falta de atacantes mais efetivos. Até que em certo momento Adriano Pardal recebe bom passe de Joelso, que tinha entrado na segunda etapa, e empata o jogo para o alvinegro potiguar. Depois disso, foi só esperar o apito final. "Jogamos melhor, tivemos várias chances de marcar no 1º tempo. Acho que merecíamos a vitória. O empate fora acabou sendo bastante positivo. Num campeonato longo e difícil como esse, é importante estar sempre pontuando", disse o autor do gol alvinegro, Adriano Pardal.

O treinador alvinegro, Márcio Goiano, aprovou o rendimento, mas diz que o time não pode se iludir e cobra mais envolvimento O empate leva o ABC aos nove pontos conquistados em sete rodadas disputadas, ocupando agora a 11ª colocação. Para o técnico Márcio Goiano ainda há muito o que evoluir e espera que na próxima rodada, mais uma vez fora de casa, o time possa repetir o desempenho com mais eficiência. "Não podemos nos iludir. Temos que ser conscientes que ainda precisamos melhorar algumas coisas. Estamos no caminho certo, trabalhando e ainda vamos crescer na competição. Agora vamos focar nossas atenções para o ASA. Sabemos que será outro jogo complicado, mas vamos com o pensamento de conseguir um bom resultado. A Série B é assim, sempre temos que pensar em estar pontuando se quisermos algo a mais e vamos em busca disso", finalizou o treinador.

> AMÉRICA

EM BUSCA DO NOVO CAMISA 10 Essa vai ser a tônica dos treinamentos do América para esta semana. Na próxima sexta-feira, dia 29, o alvirrubro enfrenta o Guarani-SP no estádio Nazarenão, em Goianinha. Sem Júnior Xuxa, que deixou o time para jogar nos Emirados Árabes, o técnico Roberto Fernandes terá a semana inteira para trabalhar e encontrar o substituto ideal. O que não faltam são opções, porém, todas elas pouco testadas, o que torna ainda mais importante o trabalho do grupo durante toda a semana. Thiago Galhardo e Raphael Augusto são os principais concorrentes para a posição. Porém, não está descartada a mudança tática com a utilização de Norberto no setor de criação e a inserção de um novo ala direita. Em busca do nome mais eficiente o América realizou no último sábado um amistoso com a

equipe do Visão Celeste, que participará da segunda divisão do Campeonato Potiguar. A goleada por 5 a 0, com gols de Isac (2), Thiago Galhardo, Jorge Felipe e Soares, deu a oportunidade a Roberto Fernandes de testar diversas situações. No primeiro tempo, o treinador colocou em campo a seguinte formação: Galatto; Walber, Bruno Costa, Jorge Felipe e Bruno; Douglas, Ewerton, Raphael Augusto e Thiago Galhardo; Isac e Juninho Silva. E foi com este time que o América marcou os quatro primeiros gols da partida. Na etapa complementar, o técnico rubro colocou em campo o time com uma formação diferente: Thiago Schmidt; Walber, Zé Antônio, Bruno Costa e Bruno; Michel, Richardson, André Silva e Josy; Juninho Silva e Soares. Até a sexta-feira, dia do próxi-

mo desafio pela Sério B, estão previstos seis treinamentos para o grupo principal. A reapresentação aconteceu hoje pela manhã no CT Abílio Medeiros. Os treinos hoje acontecem em dois períodos. Na terça tem treino apenas no período da tarde. Na quarta-feira mais uma vez dia cheio para os atletas, que realizam na quinta-feira a tarde o último trabalho antes de enfrentar o Guarani-SP. A situação na tabela garante uma tranquilidade extra ao América. Com 16 pontos ganhos o time é o vice-líder da competição. A liderança bateu na trave, já que o Criciúma só marcou o gol que deu a liderança aos catarinenses aos 47 do segundo tempo diante do Ipatinga. O América já abriu cinco pontos em relação ao primeiro time fora do G4 e nove para o primeiro que figura na zona de rebaixamento.

Thiago Galhardo e Raphael Augusto são meias e disputam a vaga de Xuxa. Norberto é mais uma opção para a equipe

Gabriel Negreiros GABRIEL NEGREIROS - gabrielnegreiros@gmail.com - twitter: @gabrielnegreiro BOA VANTAGEM Após a disputa da sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o América tem muito o que comemorar. Apesar do time ter perdido a liderança provisória após os jogos do sábado, a vantagem ampla na tabela já faz diferença em relação aos rivais. Com 16 pontos ganhos, o América já conseguiu abrir cinco de vantagem para o primeiro clube fora do G4, o Boa Esporte, que soma 11. Para os mais negativistas, que pensam em manutenção na Série B, a vantagem ainda é maior. São nove pontos de diferença para o primeiro na zona de rebaixamento, o Guarani-SP, coincidentemente o próximo adversário. Uma vantagem conquistada com méritos e que precisar ser aproveitada. A maior preocupação agora é encontrar um substituto para Junior Xuxa, que mesmo não fazendo um bom Campeonato Potiguar fazia uma excelente

Série B. A solução pode estar em casa, mas em campo ainda não conhecemos. RESULTADO POSITIVO O ABC não fez um jogo estupendo, mesmo assim considero que o time potiguar mereceu a vitória contra o Guarani. O empate não foi um mau resultado, porém, pelo que os times apresentaram, penso que o ABC merecia melhor sorte. Aliás, não posso falar em falta de sorte após o atacante Anderson Costa perder um gol como aquele. Cruzamento perfeito, sem goleiro, sem marcação, só escorar de cabeça. Ele mete o "cucuruto" na bola e isola uma excelente oportunidade. Isso não é falta de sorte. Impressionante mesmo é ver como a entrada dos dois laterais, Renatinho e Pedro, melhoraram o ABC. Mesmo com ambos ainda longe da melhor forma. Aos poucos o alvinegro vai se encontrando, mas

precisa mesmo é encontrar um atacante! SÉRIE A Não sei se é impressão minha, mas não consigo ver ninguém empolgado com a Série A do Campeonato Brasileiro. Ninguém comenta os jogos, os times escalando reservas. Talvez seja apenas eu, mas a competição parece estar congelada. Talvez após a Libertadores, Olimpíadas, Eurocopa... Alguém note que o "Brasileirão" começou. MEDICINA ESPORTIVA O médico Roberto Vital vai participar do International German Championships Swimming 2012 - na cidade de Berlim, na Alemanha, como médico da Delegação Brasileira, que acontece de hoje até 02 de julho. UFC Boas lutas no UFC de Belo

Horizonte. Porém, meu destaque vai para o momento de vive Wanderley Silva. É impressionante como a potência física diminuiu com o passar dos anos. O "Cachorro Louco" já não é mais tão louco quanto antes. Depois de fazer história no Pride e de inúmeras conquistas no UFC, parece estar chegando ao fim o cartel baseado em grandes vitórias. Mesmo assim, considero que o árbitro poderia ter encerrado o combate quando Wanderley praticamente apagou o oponente. BEBETO E RONALDO O ataque da Copa do Mundo de 1998, Bebeto e Ronaldo, estará amanhã em Natal, mas não para falar de futebol. É a visita do Comitê Organizador Local ao Arena das Dunas. Eles vêm acompanhando o secretário da Fifa, Jérôme Valcke. O horário da coletiva ainda não foi definido.

PisandonaBola AMÂNCIO amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Natal, 15 de junho de 2012

Esporte

Segunda-feira

Fotos: Divulgação

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Azzurra

Ronaldinho Gaúcho marcou seu primeiro gol com a camisa do Atlético

Na vitória do Cruzeiro diante do Vasco, Montillo quebrou um jejum de 13 jogos

Liderança mineira CRUZEIRO E ATLÉTICO MINEIRO VENCEM NA RODADA E OCUPAM AS DUAS PRIMEIRAS POSIÇÕES NA CLASSIFICAÇÃO GERAL DO CAMPEONATO BRASILEIRO O ano de 2011 foi horrível para o futebol mineiro. Cruzeiro e Atlético brigaram contra o rebaixamento até as rodadas finais do Campeonato Brasileiro e acabaram ficando sem nem mesmo uma vaga na Copa Sul-Americana. Para completar, o América segurou a lanterna durante boa parte do torneio e acabou rebaixado, com a penúltima posição da tabela. Uma temporada depois, porém, o momento é completamente diferente. Cruzeiro e Atlético têm um início impecável no começo do Brasileirão e dominam a ponta da competição. Para melhorar ainda mais, o América tam-

bém vem bem na Série B e é o atual terceiro colocado. Líder do Brasileiro com 14 pontos em seis jogos, o Cruzeiro até não teve um começo de ano tão tranquilo, mas se achou sob o comando do contestado Celso Roth. Neste final de semana o time passou pelo Vasco da Gama em pleno São Januário, vencendo por 3 a 1. Contra o Vasco o meia-atacante Montillo quebrou um jejum de 13 jogos sem marcar gols. O meia do Cruzeiro não balançava as redes desde a partida contra o Boa Esporte, no dia 31 de março, pelo Campeonato Mineiro.

"É sempre muito bom fazer gols, ainda mais em um jogo importante como este, valendo a liderança. Também dei uma assistência para um gol. Acho que o time se acertou em campo. Entramos ligados e com humildade, sabendo que ainda não conquistamos nada. Isto faz com que os resultados dentro do campo sejam bons", avaliou o meia cruzeirense. Do outro lado, o Atlético-MG vem com um ano um pouco mais tranquilo que o rival. O time alvinegro perdeu apenas duas vezes em 2012. O problema é que uma destas derrotas quase acabou custando o emprego de Cuca, após a eliminação

frente ao Goiás nas oitavas de final da Copa do Brasil. O contestado treinador, porém, foi mantido, levantou o título estadual e agora começa o Brasileiro com 13 pontos em seis partidas. O Galo goleou nesta rodada por 5 a 1 a equipe do Náutico. "Faz dois anos que a torcida do Atlético vem sofrendo. Agora queremos a casa cheia todo jogo. Queremos essa pressão todo jogo para encurralar o adversário. Com a força desse torcedor, vai ser difícil parar a gente", disse Ronaldinho logo após a goleada contra o Náutico, também no sábado.

> CLÁSSICO

Titulares do Palmeiras perdem para reservas do Corinthians O Corinthians precisou da inspiração de um atacante reserva para conquistar sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, diante das arquibancadas esvaziadas do Estádio do Pacaembu, o time do técnico Tite virou para cima do Palmeiras e venceu por 2 a 1. O clássico foi válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, justamente no momento em que os dois times se concentram em suas finais paralelas ao torneio. Com dois golaços, Romarinho comandou a virada dos reservas do Timão sobre os titulares do Palmeiras, no Pacaembu. Foi a primeira vitória alvinegra no Campeonato Brasileiro. O Verdão segue sem vencer e caiu para a lanterna, com dois pontos. "Não tem explicação. É muita felicidade. Espero dar continuidade ao trabalho. Ainda falta muito, foi só um jogo. Uma vitória diante do Palmeiras é mais gostosa, mas ainda temos muitos jogos pela

Com um gol em cada tempo, Romarinho decidiu clássico com Palmeiras frente", disse eufórico o atacante Romarinho. Insatisfeito com o futebol mostrado pelo Palmeiras no clássico deste domingo, contra o Corinthians, no estádio do Pacaembu, o técnico Luiz Felipe Scolari foi na contramão dos jogadores e disse que o cansaço provocado pela partida da última quinta-feira,

contra o Grêmio, não pode ser apontada como vilão pelo fraco futebol apresentado. "Nós precisamos mudar isso. Em todos os jogos contra o Palmeiras, eles entram como se fosse uma final de campeonato e nós, para disputar um jogo. Não mostramos o empenho de outros jogos. Basta ver o que esse mesmo

time do Corinthians jogou em outras partidas e o que jogou hoje. É clássico e isso faz a diferença. Em um clássico como esse, pode ser time fraldinha ou dente de leite que não importa. Hoje foi um dia em que nada deu certo. Quem tinha obrigação de sair para o jogo era o Palmeiras e fizemos isso. Depois, com a vantagem, não soubemos nos defender corretamente, como fizemos em outras partidas e isso nos custou o resultado", disse Felipão. O Corinthians, agora, se concentra na final inédita da Copa Libertadores da América: nesta quarta-feira, faz o jogo de ida contra o Boca Juniors em Buenos Aires. Já o Palmeiras ainda tem dez dias até começar a decidir a Copa do Brasil diante do Coritiba. Pelo Brasileirão, o time de Parque São Jorge teve seu jogo adiado com o Botafogo para 11 de julho; o clube alviverde recebe o Figueirense no outro fim de semana.

> GRÊMIO 2 X 0 FLAMENGO

O pênalti cobrado por Pirlo, da Itália, comprovou que se pode jogar futebol a sério brincando como menino. O cabeludo, veterano do título mundial de 2006, domou o jogo e as suas mechas de rapaz nascido em Flero, região da Lombárdia. A Itália merecia ter vencido a Inglaterra com a bola em jogo. Pirlo encestou sua cobrança ao estilo dos sábios. Um jogo terminado em 0x0 pode ser muito melhor que uma pelada de compadres de final 8x1 ou 7x2. Itália e Inglaterra não construíram qualquer épico, mas a superioridade da Azzurra só não foi 100% graças à belíssima defesa do goleiro Buffon logo no início da partida. A Itália quando entra de patinho feio em qualquer campeonato, acaba de cisne. Ou chegando aos melhores pontos do lago, aos cantos da contemplação ou dos mergulhos indescritíveis. Brasileiros de minha época renegam a Itália pela vitória sobre a maravilhosa seleção de Telê Santana em 1982, sem dúvida a última sinfônica nacional. A Itália venceu um jogaço naquele 5 de julho no Estádio Sarriá em Barcelona. Seu técnico, Enzo Bearzot, contava com um ótimo time a começar do veteraníssimo goleiro Dino Zoff, aos 41 anos de idade naquele jogo. Bearzot escalou a Itália que tinha Scirea na defesa, Gentile caçando Zico, Cabrini, um mago na lateral-esquerda, Tardelli e Antognioni brilhando no meio-campo, Conti e Graziani pelas pontas e o matador Paolo Rossi. Brasileiro não entende é que Bearzot não convocou nem escalou Valdir Peres de goleiro quando Telê esnobou dois muito melhores: Raul do Flamengo e Leão, do Grêmio. Pacheco não aceita é que Bearzot não levou Serginho Chulapa e nem deixou Roberto Dinamite assistindo à derrota das cadeiras, até fora do banco de reservas. >>> Para quem gosta de comparar futebol à vinditta siciliana, em 1994, Romário tratou de botar feijoada na pizza deles. Roberto Baggio, que cresceu em Caldógno, pequenina cidade, copiando cobranças de falta batidas por Zico no Maracanã, chutou aos céus norte-americanos o tetra para felicidade nossa. Antes, teve até a grotesca "vitória moral" de 1978, em que o time todo torto de Cláudio Coutinho terminou invicto a Copa do Mundo e com um patético terceiro lugar após vencer a Itália de 2x1, de virada, golaços de Nelinho e do saudoso Dirceuzinho. Moral porque o Peru entregou seu jogo a Argentina e eliminou o Brasil. A classificação da Itália permite aos apaixonados por futebol mais do que pela força do sectarismo ufanista, a chance de acompanhar, olhos vidrados, a um reencontro entre as duas escolas que sempre dominaram a Europa. Itália e Alemanha conservam a tradição dos primeiros tempos, juntas, conquistaram sete Copas do Mundo e travaram um dos mais emocionantes duelos de todos os tempos: A semifinal da Copa do Mundo de 1970. A Itália ganhou de 4x3 um jogo cheio de sobressaltos e mudanças no placar e garantiu seu lugar na decisão no Estádio Azteca, quando tomou, aí, sim, o grande samba lelê ludopédico: Aquele desfile de 4x1 que a Escola Passista de Pelé, Rivellino, Gerson, Tostão e Jairzinho comandou em na Cidade do México, fazendo voar sombreiros ao mundo. Itália x Alemanha quer dizer uma semifinal para o acervo do futebol. Sempre é assim quando gigantes se enfrentam, desde Matar ou Morrer, com Gary Cooper de solitário xerife no faroeste ancestral e mais inesquecível pela beleza de Grace Kelly. Itália x Alemanha será um jogão. A Inglaterra se fechou com uma Suiça, retrancada e covarde, um filmeco de terror, seria presa fácil para o mais forte time até agora, o chucrute.Espanha x Portugal, outro pega. Falta-lhe o charme flamenco de 2008 e 2010, mas a Espanha é melhor. DESMONTE O desmonte do Flamengo é o retrato do caos do futeboleco brasileiro. A revolta da torcida rubro-negra é geral e nas redes sociais o território livre virou Faixa de Gaza de xingamentos e ofensas à diretorias e ao decadente Joel Santana. TATARAVÔ Joel Santana, aqui em Natal, Joel Natalino, vigoroso zagueiro do América nos anos de 1976 até 1979, sempre foi um motivador de time. Até eu seria campeão num Vasco com Romário e Geovani, no Fluminense de Renato Gaúcho, no Flamengo de Sávio, no Botafogo de quando Túlio enganava. ACABOU De prancheta na mão e inglês de circo, Papai Joel acabou. O Flamengo está vivendo, agora, o que o Vasco passou nos estertores do tempo de Eurico Miranda. Sim, a nadadora Patrícia Amorim é a Eurica da Gávea.

Grêmio reage: técnico Joel Santana afirma que Flamengo “vai chegar”

CANSOU Já o Vasco, meu time no Rio de Janeiro, cansou de ser chamado de vice. Estava em primeiro lugar e resolveu cair logo pra terceiro que é para não conviver com gozação. Nada de vice-líder. Tomou 3x1 e um passeio, em casa, do Cruzeiro.

Eliminado pelo Palmeiras na semifinal da Copa do Brasil na quinta-feira, o Grêmio não demorou a reagir e bateu o Flamengo por 2 a 0 neste domingo pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Após a partida, o técnico do time gaúcho, Vanderlei Luxemburgo, comemorou a importante vitória e destacou a recuperação de seus comandados. "O time teve propriedade, não se intimidou ou se acovardou. Porque

MÁ VONTADE Certidão de Nascimento para mim nunca foi requisito para jogador de futebol. Sou contra reservas de mercado. Quem é bom, se garante. Mas o pobre do nativo Erivelton do ABC foi desarmado, o atacante do Guarani passeou como se estivesse no centro de Natal num domingo, chutou, a bola desviou no beque

após uma derrota, dá um pouco de insegurança. O time jogou tranquilo e chamou o jogo. Eu sou bem tranquilo com a montagem do time. Entendemos o que é inerente ao futebol", analisou. O treinador gremista também comemorou o bom desempenho da dupla de ataque formada por Kleber e Marcelo Moreno. "Os atacantes se movimentaram e buscaram bastante espaço. Inco-

modaram os zagueiros e conseguiram cansar eles. O Kleber e o Marcelo Moreno são importantes nessa movimentação. Cansam os zagueiros, como fizeram hoje. Foram muito importantes", disse. A derrota parece não ter assustado o técnico do Flamengo, Joel Santana. Mesmo ciente de que o time esteve abaixo do esperado, o treinador fez questão de elogiar seus comandados e disse acreditar que o

clube carioca ainda vai brigar pelo título brasileiro nesta temporada. "O Flamengo vai chegar na briga. Não é que gostamos da derrota aqui, mas não é nenhuma vergonha. Os dois pontos que perdemos contra o Internacional dentro de casa é que estão dando a diferença, senão estaríamos encostados nos líderes. Mas, em dezembro, podem me cobrar. Vamos chegar", afirmou.

Eduardo e entrou. PASSE ERRADO A começar do narrador do Sportv e com pinceladas potiguares, vozes cegas disseram que Erivélton havia dado um passe errado, o que a imagem desmentiu como uma prova de júri popular. RESULTADO O ABC conseguiu um empate razoável, apresentou progressos, mas sentiu a perda de Raul no meio. Renatinho Potiguar melhorou, está entrando no ritmo. Mas a pontuação não é segura, ainda que o tempo seja longo para terminar o campeonato. AMÉRICA O América, com o bom índice de vitórias no início da Série B, garantiu saldo, o que sempre é decisivo no final, seja para o acesso ou para a degola. Se o Guarani jogar o que jogou sábado e o América repetir uma das três primeiras partidas, pode sair goleada rubra no Nazarenão. CELSO, SURRÃO Celso Teixeira, o linguarudo ex-técnico do América chegou a Cuiabá(MT) cheio de banca. Abriu a Série D comandando o Mixto, o sofrido e mais querido time de Mato Grosso. O Mixto tomou 3x1 de virada. Do Sampaio Correia. Do também examericano Flávio Araújo. MEMÓRIA No dia 25 de junho de 1978, a Argentina vencia a Holanda por 2x0 na prorrogação(1x1) nos 90 minutos e conquistava a Copa do Mundo no Estádio Monumental de Nuñez. Mário Kempes foi o herói do Mundial.


Cultura

Segunda-feira

Natal, 25 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 17

Fotos: Divulgação

DANIELA PACHECO EDITORA DE CULTURA

“Quando, aos treze anos, vi uma apresentação da Orquestra Sinfônica de Cruzeta diante da igrejinha da cidade achei mágico. Uma coisa quase irreal. Naquele momento não imaginei que poderia fazer parte daquilo. Era uma coisa tão distante para um garoto que como muitos outros estava destinado quando terminar os estudos ter que ir trabalhar na padaria ou no mercadinho”, lembra Klênio Barros. Logo cedo, o músico decidiu compor a trilha sonora da sua vida. Com determinação saiu da cidade onde morava para fazer um curso profissionalizante na capital. Anos depois, já em Natal, fez faculdade de Música e especialização em Práticas Interpretativas do século XX e XXI também pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. E, agora está de malas prontas para cursar o seu Mestrado em Música em Portugal. E, nesta terça-feira, dia 26, às 20h, no auditório Onofre Lopes da Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, com entrada gratuita, lança seu primeiro Cd de Música Instrumental Potiguar intitulado de “Klênio Barros em Segredo”, com 11 faixas autorais e conta ainda com participações especiais de músicos, como: Jubileu Filho, Manoca Barreto, Júnior Primata, Sergio Groove e muitos outros. O trombonista Klênio Barros concedeu uma entrevista para O JORNAL DE HOJE onde contou um pouco sobre a sua história, sonhos e música. Confira!

TROMBONISTA

de CRUZETA lança CD NESTA

O JORNAL DE HOJE – Como e quando decidiu se dedicara música? Klênio Barros - O contato que tive na infância com a música era o que ouvia no rádio ou na TV. Meu pai e minha mãe eram artesãos e todo dia antes de ir para aula eles ligavam o rádio que passava moda de viola, forró, xote, músicas de Luiz Gonzaga e Dominguinhos, entre outros. Aos treze anos conheci a Orquestra Sinfônica de Cruzeta na festa da padroeira o que me deixou sem ação diante da beleza que era aquela apresentação diante da igreja. E, o que mais me impressionou naquele dia foi o trombone.

pouco sobre o Cd “Klênio Barros em segredo”? Klênio Barros - Klênio Barros em segredo. São onze musicas totalmente autorais e de música instrumental potiguar. As minhas influencias são Bossa Nova, Polca, Samba, Choro, Maxixe, enfim, músicas brasileiras. Onde tive participações muito especiais de grandes nomes da música do RN, como: Jubileu Filho, Manoca Barreto, Júnior Primata, Sergio Groove e muitos outros. O JORNAL DE HOJE – Porque esse título? Klênio Barros – Acho que decidi colocar esse tema talvez porque tem uma faixa do disco chamado “Segredos” e essa música tem muito haver com sentimentos. Retrata momentos que decidi revelar através da música. Mas, nas composições dos discos preferi di-

O JORNALDE HOJE – E, se você não fosse músico o que seria? Klênio Barros - Se eu não fosse músico eu acho que seria musico. Eu respiro música. Na verdade, nem me lembro ter sido outra coisa se não músico. Acho que se um dia eu não puder mais tocar trombone continuarei trilhando o caminho das notas musicais.

O JORNAL DE HOJE – O que levou você escolher se dedicar ao trombone? Klênio Barros - Me instigava ver aquele instrumento que trocava as notas através de um vai e vem da vara. Achava aquilo mágico.

(26), KLÊNIO BARROS APRESENTA OBRA AUTORAL ONOFRE LOPES DA ESCOLA DE MÚSICA DA UFRN

O JORNAL DE HOJE – Quem plantou a semente de que você poderia ser um músico e romper barreiras? Klênio Barros - Foi Maestro Bembém Dantas que é bastante reconhecido e admirado aqui no Rio Grande do Norte com que conheci de fato o que era música e aprendi a tocar. Sem contar que ele, é uma pessoa que luta muito pelas bandas de música do estado. Porque fez e faz muita diferença na vida de muita gente. E, foi ele que plantou essa semente de que poderíamos mudar a nossa história através da música. Porque geralmente quando a gente termina os estudos. O emprego que se consegue é na padaria ou no mercadinho. O que não deixa de bom. Mas, o maestro Bembém Dantas plantou a semente que o nosso universo poderia ser bem maior através das notas musicais.

O JORNAL DE HOJE – Conte um pouco sobre a sua trajetória? Klênio Barros - Eu sai de Cruzeta com 15 anos estava terminando o 2° grau. Porque passe num curso profissionalizante na Escola de Música da UFRN. Fiquei vindo duas vezes a Natal para as aulas. Quando fiz o vestibular para Música e passei. Aí vim morar de vez. Me formei em 2009 e logo depois fiz uma especialização em Práticas Interpretativas do século XX e XXI também pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atualmente é Professor Substituto de Trombone e Tuba da Escola de Música da UFRN no Período de 2010.2 a 2012.1, como também é integrante do Quarteto de Trombones da EMUFRN, Big Band Jerimum Jazz, Boa ideia Trio, Grupo Nosso Choro, Tocandira. O JORNAL DE HOJE – Fale um

Cultura HOJE DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com

com Dani Pacheco

MUSEU ITINERANTE O Museu Itinerante Ultragaz segue viagem e chega a Natal com a exposição Reciclagem na Arte, aberta à visitação de 26 a 29 de junho, das 8 às 17h, na Pinacoteca, com entrada gratuita. Sob curadoria de Jacob Klintowitz, a exposição tem o objetivo de despertar a reflexão sobre a valorização da vida e do desenvolvimento sociocultural das comunidades, além de chamar atenção para a necessidade da preservação ambiental e do desenvolvimento sustentável. São 40 reproduções de obras de arte de 12 importantes artistas brasileiros, que apresentam múltiplos aspectos sobre a reciclagem. Cada um a seu estilo, os artistas celebram a vida e a necessidade de cuidar do presente e do legado às futuras gerações, a partir da transformação de materiais que pareciam sem valor no contexto das obras de arte. O Museu Itinerante Ultragaz passará por 12 cidades de nove Estados, levando arte e cultura a crianças e adolescentes de escolas e instituições públicas. Os visitantes poderão participar ainda do concurso cultural Reciclagem na Arte, que tem o objetivo de estimular a produção de obras dos próprios alunos e realizar exposições nas escolas. Para inscrever os trabalhos, basta acessar o site: www.museuitineranteultragaz.com.br.

50 ANOS DE POESIA O escritor Nei Leandro de Castro celebrará 50 anos de poesia e 25 de idade no próximo dia 5 de julho na Pinacoteca do Estado (Palácio da Cultura). O autor virá do Rio de Janeiro especialmente para a ocasião e para encontrar os amigos, autografando este que é um dos livros mais belos que a editora Jovens Escribas lançou em sua história.

CONCURSO DE CONTOS A Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – BUNKYO abriu inscrições para o I Concurso Bunkyo de Contos, cujo tema é o encontro entre as culturas japonesa e brasileira. Com o objetivo de incentivar a criação literária, fomentar a expressão da rica experiência humana decorrente do encontro das culturas brasileira e japonesa e ainda, revelar talentos. Os contos, com até 12 mil toques (incluindo espaços) devem ser inéditos e escritos em português, sendo que cada autor pode participar com até três contos. As inscrições, gratuitas, podem ser feitas até o dia 30 de setembro de 2012 pelo site www.bunkyo.bunkyonet.org.br onde estão disponíveis o regulamento e a ficha de inscrição.

O JORNAL DE HOJE – E, o que significa musica para você? Klênio Barros - Musica para mim é sentimento. O musico pode até tocar muito bem. Mas, o máximo nesta arte é quando consegue tocar o publico. O JORNALDE HOJE – Depois do lançamento do Cd, quais são seus próximos projetos? Klênio Barros - Agora a minha meta é fazer o meu mestrado. Fui selecionado para fazer o Mestrado em Música em Portugal. Porque acho que a música, como a arte em si, o estudo tem que acontecer até o fim da vida. Ainda estou na luta para conseguir ir. O curso começa em setembro e ainda não o viabilizei economicamente. Para conseguir o visto tenho que mostrar que tenho uma renda satisfatória. E, um dos intuitos do show de lançamento que acontece amanhã com entrada gratuita é que estarei disponibilizando alguns CDs para serem vendidos e assim começar o processo de realização deste sonho.

TERÇA- FEIRA

NO AUDITÓRIO

versificar e dar mais ênfase aos ritmos nordestinos.

FRASE DA SEMANA “Viver é isto: ficar se equilibrando o tempo todo, entre escolhas e consequências.” (Jean – Paul Sartre - filósofo, escritor e crítico francês).

CAFÉ LITERÁRIO Nesta terça-feira, dia 26, acontece o Café Literário às 19h, na Livraria Nobel (Avenida Salgado Filho). O encontro será mediado por Thiago Gonzaga, autor do Blog "101 Livros do RN" e contará com a participação dos escritores: o Marcos Medeiros, Manoel Onofre Júnior, e Ciduca Barros que lançará seu novo livro “Minha Gente Engraçada Do Seridó”.

CONFIRMADO Desde dezembro a cantora Maria Rita (foto) vem trabalhando no show em homenagem a Elis Regina. Fez uma vasta pesquisa de repertório, trabalhou com sua banda nos arranjos durante um mês, pensou roteiro, figurino, cenário - e, enfim, o espetáculo estreou em março. E, será apresentado na capital potiguar no dia 15 de julho, no Teatro Riachuelo. CMYK


18 O Jornal de HOJE

Cultura

Natal, 25 de junho de 2012

Segunda-feira

Canal 1

BATE-REBATE w A data do debate para o primeiro turno na TV Gazeta, está préagendado para o dia 24 de setembro, uma segunda-feira. A mediadora será Maria Lydia w O encontro entre os políticos será realizado no teatro da Fundação Cásper Líbero, com capacidade para 320 convidados. w Mesmo em se tratando de um evento da Record, o “SBT Repórter” de hoje mostra os preparativos dos atletas brasileiros para a Olimpíada. Apresentação de César Filho. w Os atores Iran Malfitano e Iran Rocha, além dos garotos Henrique Ramiro e João Vitor Silva, também estão confirmados no elenco de “José – De Escravo a Governador”, na Record. w O diretor Alexandre Avancini di-

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery

Novelas vivem num mundo diferente do nosso Novela tem coisas engraçadas. Verifica-se, por parte de seus autores, que mesmo podendo se utilizar de determinadas prerrogativas, existe a preocupação de se aproximar cada vez mais da realidade. Alguns, se valendo da experiência de muitos anos, atingem este objetivo com facilidade, outros nem tanto, embora a maioria deles ainda não revele se importar com certos detalhes, bastante importantes do lado de cá. A segurança, entre eles. É impossível lembrar quantas foram as vezes que as personagens da Débora Bloch e Camila Morgado já invadiram o apartamento da Carolina Ferraz em “Avenida Brasil”. Sempre passaram pelo porteiro do prédio e jamais foram anunciadas pelo interfone. Ao contrário, entram sem bater e nunca encontraram a porta fechada. Nas últimas duas semanas isso aconteceu, por baixo, quatro ou cinco vezes. Chave, por exemplo, é uma palavra que não existe. Nos tempos de agora, no Rio, São Paulo ou qualquer outro grande centro, ninguém mais facilita desse jeito. O perigo mora ao lado. O mundo que vivem as novelas com toda certeza não é o nosso.

>> TV - TUDO w PRIMEIRA NOTÍCIA Ainda no dia de hoje, a alta direção da Rede TV! deve bater o martelo e anunciar a mudança definitiva do “Saturday Night Live” - a exibição do programa inédito - para as noites de sábado. A apresentação de uma reprise, neste último fim de semana, já serviu como teste.

Divulgação

w C´EST FINI “A Fátima que você conhece, de um jeito que você nunca viu” este é o conceito da campanha publicitária do programa “Encontro com Fátima Bernardes”, que estreia na manhã desta segunda-feira, na Globo. O anúncio começou a ser veiculado ontem. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

VISITA AO RONNIE VON Matheus Nachtergaele gravou o “Todo Seu” na semana passada, falando do seu começo no teatro e o trabalho que vem desempenho nos tempos atuais, na televisão e no cinema. Vai quinta-feira ao ar.

w SEGUNDA NOTÍCIA O contrato da Hebe Camargo com a Rede TV! termina em dezembro. Até agora, como aqui já foi dito, ninguém conversou sobre renovação. O fato diferente é que Silvio Santos teria revelado a amigos muito próximos o seu desejo de ter a apresentadora de volta no SBT. w JOGANDO NO LIXO Novela é um brinquedo caro. Dificilmente o custo de um capítulo sair por menos de 250 ou 300 mil reais. Para a direção da Record, ao que parece, isso é só um detalhe. Na quinta-feira, a exibição de “Máscaras” se iniciou por volta da meia-noite. Uma pena.

vulgou na semana passada nomes de vários atores que não passaram nos testes para integrar o elenco da minissérie. w Esse pessoal fica, agora, na expectativa de um convite para a nova novela da emissora, escrita por Gisele Joras. w O programa “Conexão Repórter”, do Roberto Cabrini, só neste ano, contabilizando todas as suas apresentações, ficou 2h18 em primeiro lugar. w O SBT está providenciando a troca das suas ilhas de edição do departamento de jornalismo. Não era sem tempo. w “A galope”, mostrando a relação entre os brasileiros e equinos, é a nova série de reportagens do “Jornal da Band”, a partir de hoje.

w ANIVERSÁRIO - 1 No dia 28, quinta-feira agora, a Record - Rio Grande do Sul completa 5 anos. Antes era TV Guaíba. Uma festa vai acontecer no Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre. O diretor Fábio Tucilho vai recepcionar vários convidados, entre eles Celso Freitas, Fabiana Scaranzi, Marcos Humel, Renata Dominguez, Gugu e Ana Hickmann. w ANIVERSÁRIO - 2 O “Agora é Tarde”, do Danilo Gentili, na Band, também chega ao seu primeiro aniversário na quinta-feira e um programa especial está sendo armado para a ocasião. Entre outras surpresas, um vetê vai simular como seria o “Agora é Tarde” na antiguidade. Volta no tempo. w TROCA DE COMANDO Américo Martins, superintendente de Esporte e Jornalismo da Rede TV!, saiu de férias na última sexta-feira. Durante a sua ausência, Asdrubal Figueiró vai tocar os trabalhos dos dois departamentos.

w PERTINENTE Os mais observadores, levando em consideração os primeiros capítulos de “Gabriela” exibidos na última semana, notaram semelhanças no tipo composto pelo Antonio Fagundes para o Coronel Ramiro Bastos com o falecido senador baiano, Antonio Carlos Magalhães. Só o jeito de falar está um pouquinho diferente.

HORÓSCOPO Áries 21/03 a 20/04 A partir de hoje o planeta do compromisso e da responsabilidade segue rápido e firme no diplomático signo de Libra, e privilegiado pela posição fortalecida garante bons acordos e alianças para você formar e firmar até outubro próximo.

Leão 22/07 a 22/08 Uma boa época para engatar um curso ou retomar aquele blog que anda esquecido! Comece a semana caprichando na comunicação, porque além de se expressar de um modo mais consistente e equilibrado, você tem muito que dizer.

Sagitário 21/11 a 21/12 Pode contar com planos de futuro que se provaram sólidos, confiáveis, assim como amigos que lhe dão a estrutura necessária pra seguir adiante. Saturno age agora a favor destas amizades solidas e límpidas. Reforce sua rede de amigos.

Touro 21/04 a 20/05 Se você andava assim, assim com certas medidas que precisam ser tomadas em relação a sua saúde, pode esperar mais segurança e equilíbrio para ir na direção certa. Implemente as medidas necessárias. Trabalhos e tarefas andam, enfim!

Virgem 23/08 a 22/09 Finalmente a área financeira traz boas noticias! Todos os esforços anteriores que fez, para criar uma base mais segura e confiável, começarão a dar resultados palpáveis. Se você analisou e corrigiu erros, fique certo de obter mais equilíbrio ai.

Capricórnio 22/12 a 21/01 Seu planeta regente Saturno finalmente passa a andar direto em Libra, o signo da harmonia e do equilíbrio. Isto representa a retomada de responsabilidades e de funções de trabalho, ou sociais, mas apenas as que são relevantes em seu presente.

Gêmeos 21/05 a 20/06 A boa novidade deste início de semana fica por conta de Saturno, o planeta dos limites, que finalmente se movimenta direto num signo irmão do seu, Libra. Ai, flui a favor da boa aplicação de seus conhecimentos e experiências.

Libra 23/09 a 22/10 Saturno em seu signo passa a se movimentar direto hoje. Em abril último ele retrogradou, representando um período de reavaliação profunda de interesses e de orientação pessoal. A partir de agora, seu julgamento está mais apurado.

Aquário 21/01 a 19/02 Você tem a boa noticia de que seu regente Saturno estará vibrando a favor da concretização de muitos sonhos. Até mesmo uma retomada espiritual pode ser possível, ou uma viagem impor tante possa se realizar. Estruture-se para isto.

Câncer 21/06 a 21/07 Assuntos relacionados a imóveis, como compra, venda, aluguel, ou mesmo deslocamentos de cidade estavam em compasso de espera, pois havia necessidade de uma avaliação profunda do seu propósito. Agora tudo abre e se resolverá.

Escorpião 23/10 a 21/11 Um longo período de finalizações, términos, em que a sensação de estar solitário e distante do mundo pode ter sido intensa. O tempo urge, e você tem de se livrar mais rápido do que o prende ao passado. Comece agora, de verdade.

Peixes 20/02 a 20/03 Clima astral positivo para você - os projetos de trabalho de um sócio finalmente andam, os recursos que tem com o seu parceiro ou cônjuge podem entrar no computo de um projeto em comum. É hora de se livrar do que não seja essencial!

23:00 (Sáb) CINEMARK 5 – Hora:12:25 / 15:00

CINEMARK 6 - Hora:12:00 / 17:25

CINEMA MADAGASCAR 3 - (Livre) MOVIECOM 1 – Hora:13:40 / 15:40 / 17:40 / 19:40 / 21:40 MOVIECOM 3 – Hora:14:45 / 19:00 MOVIECOM 6 – Hora:14:40 / 19:25 CINEMARK 3 - Hora:12:10 / 14:15 / 16:20 / 18:30 / 20:40 CINEMARK 7 - Hora:13:35 HOMENS DE PRETO 3 - (10 Anos) MOVIECOM 2 – Hora:19:20 OS VINGADORES - (12 Anos) MOVIECOM 2 – Hora:16:30 BRANCA DE NEVE E O CAÇADOR (12 Anos) MOVIECOM 2 – Hora:21:35 CINEMARK 5 - Hora:17:40; Hora:

E AÍ, COMEU? - (14 Anos) MOVIECOM 3 - Hora:16:50 / 21:05 MOVIECOM 4 - Hora:13:40 / 15:45 / 17:50 / 19:55 / 22:00 CINEMARK 1 – Hora:13:10 / 15:50 / 18:20 / 20:50; Hora: 23:15 (Sáb) CINEMARK 2 - Hora:11:25 / 13:50 / 16:30 / 19:05 / 21:30; Hora: 00:00 (Sáb) PROMETHEUS - (14 Anos) MOVIECOM 5 – Hora:15:20 / 18:00 / 20:40 MOVIECOM 6 - Hora:16:45 /21:30 CINEMARK 6 – Hora:14:40 / 20:00; Hora:22:40 (Sáb)

Divulgação

SOMBRAS DA NOITE - (14 Anos) MOVIECOM 7 - Hora:14:50 / 17:10 / 21:50 CINEMARK 4 - Hora:11:40 / 14:30 / 16:55 / 19:25 / 21:50; Hora: 00:15 (Sáb) PRECISAMOS FALAR SOBRE O KEVIN - (16 Anos) CINEMARK 5 - Hora:20:20 (Ter e Qui) OBS: A aprogramação pode ser alterada sem prévio aviso. Favor consultar o cinema para confirmar o filme do dia.

Cena do filme “Precisamos falar sobre o Kevin”


Cidade

Segunda-feira

Natal, 25 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 19

Jogos da Juventude Escolar reúnem 3 mil alunos ATÉ 8 DE JULHO, ESTUDANTES DE TODAS AS REGIÕES DO ESTADO DISPUTAM PARTIDAS EM DIFERENTES MODALIDADES Os Jogos da Juventude Escolar 2012, abertos quarta-feira passada, seguem em ritmo acelerado. Nesta etapa final, que acontecerá até 8 de julho, participam das competições três mil alunos de 135 escolas de todas as regiões do Rio Grande do Norte. De acordo com informações da Secretaria de Estado do Esporte e do Lazer (Seel), promotora dos Jogos da Juventude Escolar do RN, os alunos e atletas vindos do interior estão recebendo apoio na hospedagem e alimentação, no Caic Lagoa Nova, além de todos os competidores terem à disposição atendimento médico de urgência durante as competições. O coordenador de esportes do Complexo Educacional Contemporâneo, Manoel Modesto, acredita no bom resultado das equipes na competição. "Temos a maior delegação dos Jogos, com atletas de natação, voleibol, voleibol de areia, ciclismo, judô, taekwondo, basquete e handebol. Normalmente classificamos atletas em categorias como natação, judô, ciclismo, voleibol, basquete e taekwondo. O professor de vôlei João Fontes elencou vários benefícios da prática esportiva para os alunos. "A questão da socialização, as amizades e os benefícios fí-

sicos são os principais, mas não dispensamos a sinergia entre a prática do esporte e o rendimento escolar, acompanhamos de perto. Na época de provas, por exemplo, não é obrigatória a presença dos alunos, para não prejudicar a rotina de estudo e o desempenho nos exames", disse. Segundo João Fontes, os Jogos da Juventude Escolar 2012 servem como vitrine para os atletas que visam ter uma carreira profissional. "Acredito que é uma vitrine sim, principalmente para categoria sub-17. Após esta seletiva no RN, os representes do estado, desta categoria, vão ao Mato Grosso do Sul e lá técnicos da seleção brasileira vão estar de olho nos atletas. É uma ótima oportunidade". Ana Beatriz, 11 anos, é atleta de vôlei e desde o ano passado se dedica ao esporte. "Na escola, sempre gostei de educação física e agora estou treinando o vôlei. Dedico o meu tempo livre ao esporte, que já faz parte da minha vida. No vôlei tenho feito várias amizades e também me acho mai ágil. Meu grupo treinou bastante e estamos com boa expectativa para a competição. Tem até torcida organizada". A auxiliar administrativa Daliana Barros estava acompanhando um dos jogos de vôlei e contou que é preciso um incentivo

Wellington Rocha

Atletas que vêm do interior estão recebendo apoio de hospedagem e alimentação no Caic Lagoa Nova e atendimento médico de urgência também é oferecido maior ao esporte no Estado. "Fundamentalmente, o esporte está ligado à socialização e quando há o equilíbrio com as atividades na escola, tudo melhora. Competição, disciplina, respeito aos horários influenciam positivamente no

rendimento das provas. Mas acredito que deveria haver mais competições e não só Jogos Internos e Jerns. Há falta de incentivo do Governo em relação às práticas esportivas, que tiram os jovens da droga e do mundo do crime".

> MAIS RACIONAL

Ex-ateu palestra mundo afora sobre a conversão que o levou ao cristianismo Um homem que era ateu resolveu ser cristão através de estudos, comprovando ser mais racional acreditar no cristianismo do que no ateísmo. Assim é o professor, advogado e filósofo Tassos Lycurgo, 36 anos, que vem fazendo palestras em vários países sobre o tema. No sábado passado, em Natal, ele falou no I Fórum Cristão do RN. Tassos conta que teve uma conversão intelectual, pois era ateu e estudava o ateísmo quando passou a ler o cristianismo, viu ser mais racional, com evidências que podem sustentar o que é dito e que "a Bíblia é o livro mais confiável já produzido na humanidade, sobre qualquer critério que se observe". Ele se converteu há dez anos e há dois faz estas palestras pelo mundo. Não cobra nada para palestrar, no entanto em alguns locais os organizadores cobram entrada para cobrir o custeio da viagem dele, bem como para ajudar as igrejas. Fala para público católico e evangélico. Nas palestras, ele fala como ser cristão em busca da verdade, fazendo aumentar a auto-estima dos jovens, principalmente, quando entram numa universidade e são bombardeados com ideias ateístas. "A fé se sustenta racionalmente", ensina. Para comprovar esta teoria, Tassos lembra que, no século XIX, os cientistas diziam que o universo nunca tinha tido um começo. A Bíblia já dizia que havia um começo e que Deus havia o feito. No século seguinte, os cientistas passaram a acreditar que o universo teve começo. Outro tema estudado por ele é a ressurreição de Cristo. Os judeus não acreditam nisto, mas os relatos são interessantes e comprobatórios. "Observe que nos tempos de Jesus a mulher não tinha opinião, o que era dito por uma mulher não se levava a sério. Pois bem, Jesus apareceu primeiro para mulheres. Depois todos os demais apóstolos, exceto João, morreram defendendo sua fé, com a certeza da ressurreição. Ora, se os apóstolos tivessem sumido com o corpo de Cristo não iriam morrer defendendo uma mentira, alguém teria contado alguma coisa. Por ser real eles acreditaram e morreram por isto", diz. "O cristianismo é a única religião do mundo que afirma que Deus vai até você. Nas outras, tem regras ou pilares que a pessoa deve passar até chegar a Deus", conta o professor. Falando sobre alguns temas, ele explicou determinados fatos.

Divulgação

Advogado e filósofo Tassos Lycurgo: “Cristianismo é a única religião do mundo que afirma que Deus vai até você” DEUS "Deus é único e são três seres, o Pai, Jesus e o Espírito Santo, formando uma trindade única. Muita gente não entende isto, então cito o exemplo. Você junta à melodia, a harmonia e o ritmo e tem uma única música, com três elementos. O elétron, o neutro e o próton, formam o átomo, três elementos formando um só, assim se entende o Deus". CÉU E INFERNO Sobre céu e inferno, o professor Lycurgo sugere que converse com um padre ou um pastor, mas garante que existe tanto o céu, como o inferno. "Satanás existe, é Lúcifer o anjo que se rebelou. Para ele não há salvação. Nós (seres humanos) fomos criados acima dos anjos, a imagem e semelhança de Deus e todos nós podemos ser salvos com o nosso livre arbítrio, que é um pressuposto do amor", afir-

ma, acrescentando: "Ninguém força ninguém a gostar de outra pessoa, nós temos a opção de gostar de quem quisermos, daí o nosso livre arbítrio". SALVAÇÃO "Uma pessoa para ser salva precisa de duas coisas: crer com todo o coração na existência de Deus e afirmar que Cristo é o Senhor. O arrependimento dos erros ajuda na salvação desde que a pessoa seja sincera, crendo em Deus. Assim Hitler (Adolf Hitler 18891945) pode ter sido salvo se tiver se arrependido segundos antes de morrer. Ele não precisou ter praticado a caridade, e sim ter o arrependimento sincero. O padrão de moralidade é alto quando Deus habita dentro de você", conta o professor. Ainda sobre salvação, Tassos Lycurgo informa que as pessoas boas fazem boas obras, mas o fato

de fazer boas obras nem sempre demonstra que a pessoa é boa. "Exemplificando isto, se a pessoa faz boas obras tentando chegar a Deus não vai conseguir, pois a bondade tem que ser natural, não basta só à caridade e sim a naturalidade das ações também", afirma. IGREJA "Não é a igreja que salva, e sim as duas coisas que falei (acima). Deus não salva por igreja e sim pelo coração de cada um. No entanto, as pessoas devem ir a uma igreja que tem a Bíblia como fundamento, porque vivenciará o amor de seus irmãos. Sempre recomendo que se vá a uma igreja, pode ser católica ou evangélica", adianta. O professor Tassos Lycurgo afirma que quem desejar saber mais do que ele fala e como se converteu pela racionalidade é só acessar o site: www.defesadafe.org.

CASA PARA CLINICA, ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA OU EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇOS Aluga-se no bairro de Lagoa Nova, perto de tudo, a pouco mais de 100 metros da Av. Salgado Filho, em rua sem problema de estacionamento, uma casa com 500 m2 de área construída servindo para fins comerciais. R$ 4 mil. Tratar direto com o proprietário pelo tel. 9981-9395.


20 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 25 de junho de 2012

Érika Nesi

Segunda-feira

Moda & Atitude

erikamnesi@hotmail.com

Ah, quer saber...

Novidades internacionais O shopping JK Iguatemi, que ganhou destaque por trazer cerca de 30 grifes inéditas ao Brasil, foi inaugurado às 15h da ultima sextafeira, sem festividades. No entanto, segundo as assessorias de imprensa da Topshop, Sephora e Miu Miu, ainda não há previsão para a aberturas das lojas das marcas.

Casa Cor A casa Cor em São Paulo está sendo o destino principal para quem tem ido para a Terra da Garoa. Tanto arquitetos, como simples admiradores da arte têm lotado os ambientes bacanas do evento. Ontem quem esteve por lá foram as empresárias Emanuelle Ovídio e Gabrielle Cahu, que está na terra pra fazer pedidos para a Collezione. t

t

t

t

t

Edição limitada Wober Jr, Alex Padang e Gustavo Carvalho

Cláudio Porpino e Luis Sérgio Barreto

t

Um novo Luiz Sergio Barreto Quem olha pra Luis Sérgio Barreto quase que não o reconhece! Bem mais magro, ele já desfila com visual de pelo menos 20 anos mais moço. Agora a torcida é que o querido Cláudio Porpino se submeta ao mesmo procedimento, que vem mudando a vida de muita gente. t

t

Modelo aviador Para comemorar os seus 75 anos, a Ray-Ban criou uma linha de óculos de sol aviator com edição limitada.

t

Falando nisso... Quem também anda com muitos quilos a menos é o querido Neto Brasil. Com sucesso absoluto, hoje o Braza, como é carinhosamente chamado pelos amigos, é outra pessoa. Quem está adorando é a querida Suzana Brasil. t

t

Clenio Maciel em big table no Dom Vinicios

Suzana e Neto Brasil

t

t

t

Marcelo Bulhões em idade nova

Marcelo Bulhões e Sideco Fonseca

Renata e Luzi Bezerra

Emanuelle Ovidio na Casa Cor

Odete Guerra e Zelinha de Paula

Sábado, 23/06 também foi o dia de comemorar a idade nova de Marcelo Bulhões, que recebeu muitos amigos na granja na Reta Tabajara com um churrasco que rendeu até altas horas da noite, tudo supervisionado pela musa Ana Tonelli. t

t

t

Top Shop, Miu Miu e Sephora só inaugurarão em julhho As lojas da Topshop, Miu Miu e Sephora do shopping JK Iguatemi não foram inauguradas nesta sexta-feira, quando o estabelecimento foi aberto ao público, de acordo com informações das assessorias de imprensa das marcas. t

t

t

t

Imprensa américa se confunde Segundo o colunista Bruno Astuto, a imprensa internacional cometeu um erro ao afirmar que o camarim de Jennifer Lopez foi roubado durante sua passagem por São Paulo, no Pop Music Festival, nesse fim de semana. Diferente do noticiado, o roubo aconteceu na última quinta-feira (21), em Buenos Aires, Argentina, quando o ladrão surrupiou itens pessoais da estrela, além de uma bolsa com o passaporte do empresário da cantora, o que causou o atraso de sua vinda ao país. t

t

t

Shows no Brasil A matéria também conta como a artista estava toda trabalhada no brilho e supersexy, abusando do rebolado na apresentação na Arena Anhembi. Em tempo: J-Lo desembarcou no Rio de Janeiro na tarde desse domingo (24), ao lado do namorado, Casper Smart, e dos gêmeos Emme e Max, de 4 anos. Ela se apresentará nesta quarta-feira (27), no HSBC Arena, no Rio, e logo depois embarca para Fortaleza (30), e Recife (1º de julho).

t

Abertura prorrogada A inauguração do novo shopping, que fica no cruzamento entre as avenidas Juscelino Kubitscheck e Nações Unidas, em São Paulo, estava marcada para o dia 19 de abril. No entanto, devido à não conclusão de obras exigidas para aliviar o trânsito na região, a abertura do estabelecimento foi proibida por liminar concedida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

t

Os icônicos óculos aparecem com a armação mais fina e as lentes amarelas. Sensíveis à luz, escurecem dependendo do brilho e da temperatura para dar mais conforto e elegância. Batizados de ambermatic, eles já se encontram à venda em lojas e revendedores selecionados.

O vocalista da banda Uskaravelho, que tem como vocalista Clenio Maciel, formou uma big table no último sábado no Dom Vinícios com os amigos para comemorar a idade nova do cantor. t

t

Ícone fashion

Uskaravelho

t

t

Fátima Serejo e Maria das Graças Queiroz

Jarbas Bezerra e Onofre Neto Até amanhã!


Flip25/06/2012