Issuu on Google+

JORNAL DE ARARAQUARA

Márcia Lia faz falta na Câmara  A

M E L H O R

Ed. Nº 1.034 - Araraquara, 16 e 17 de fevereiro de 2013

F O T O G R A F I A

D A

www.jornaldeararaquara.com.br

S E M A N A 

Diretor: Geraldo Polezze

R$ 2,00

Prefeito Marcelo tem a (quase) totalidade dos vereadores (editorial). Página 2

Deputado Massafera e prefeito Marcelo conseguem agenda com o governador Alckmin ao visitar “Palácio dos Bandeirantes”.

P Administração Marcelo Barbieri:

Tribunal de Contas faz várias ressalvas P

restação de contas de Araraquara, de 2010, foi aprovada com ressalvas. Relatório está no Palacete “Vereador Carlos A. Manco” para consulta. Entre ressalvas, eventuais falhas que os vereadores terão de analisar: contratação de advogados para compensação do INSS, mesmo tendo 20 profissionais contratados (TCE pede novo processo para avaliar gasto advocatício de R$ 3,5 milhões); irregularidades nas peças de planejamento que prejudicam acompanhamento da execução orçamentária; taxa de mortalidade de pessoas acima de 60 anos, maior do que a estadual; notas do Ideb abai-

xo da média da rede estadual; divergência de dados informados pela prefeitura e os apurados em balancetes armazenados no sistema; contratação de empresa terceirizada para cuidar da segurança mesmo tendo Guarda Civil; despesas com terceirização de serviços na saúde em valor superior à média da região; pagamento de complementação salarial a servidores aposentados e pensionistas sem regime de previdência e horas extras em desacordo com a CLT. A maioria qualificada de vereadores vai propiciar a aprovação, mesmo com ressalvas do TCE, sem dor de cabeça para o chefe do Executivo.

10ª Agência do BB

Inauguração da Agência Estilo, presente em apenas 120 das 5.600 cidades brasileiras, funciona à Avenida Bento de Abreu, na Fonte Luminosa. Presença do vicepresidente Paulo Ricci. Prefeito Marcelo que destacou o BB como “o grande parceiro de Araraquara”. O deputado Edinho Silva enfatizou o grande momento

vivido. O deputado Roberto Massafera aplaudiu o BB na economia da “Morada do Sol”. Paulo Ricci afirmou que o BB sempre acreditou no potencial da cidade. Acrescentou que o Banco do Brasil vai administrar o Fundo Nacional de Aviação Civil que destinará recursos para a modernização do “Bartholomeu de Gusmão”.

Desatando a fita do BB: prefeito Marcelo, diretor Paulo Ricci, deputado Massafera e deputado Edinho Silva.

refeito Marcelo Barbieri e deputado estadual Roberto Massafera se encontraram, nesta semana, com Geraldo Alckmin liberar recursos para obras do Gigantão e construção dos novos acessos à empresa Randon. O Gigantão está com 80% da recuperação concluídos e a prefeitura inicia reforma interna. A abertura da licitação já foi autorizada e a verba de R$ 1 milhão será liberada pelo governador por meio da emenda do deputado Massafera. O governador Alckmin reafirmou a construção dos acessos à empresa Randon que comprou uma área de mais de 1 milhão de m2 próximo ao Jardim das Hortênsias para a instalação de uma fábrica de vagões e semirreboques canavieiros. As obras incluem três acessos que juntos possuem 14 km de extensão. “Esse investimento vai transformar o Hortênsias em uma das regiões mais favoráveis à geração de emprego e renda” afirmou o prefeito Marcelo. A Randon vai investir R$ 500 milhões na fábrica em Araraquara que deve gerar cerca de 2 mil empregos diretos.

Fatec

Marcelo e Massafera trataram com Alckmin sobre Superdelegacia em Araraquara que vai unir os quatro DPs (Distritos Policiais), a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) e o plantão policial. Somente a DIG e a Dise não serão transferidas. A Delegacia Agrupada vai funcionar na Av. Padre Francisco Sales Colturato (av. 36), onde funcionava a Vara da Infância, Juventude e Idoso que voltou ao Fórum. A construção da uma unidade da Fatec foi discutida e será construída em área doada pela Prefeitura. “Já realizamos reunião com a diretoria da Fatec e agora estamos definindo a área para iniciar a construção o mais rápido possível”, afirmou Massafera. Os cursos de graduação tecnológica em Araraquara foram definidos: Análise e Desenvolvimento de Sistemas; Gestão Empresarial; e Produção Mecânica.

Bom domingo, sem Horário de Verão


02

SÁBADO E DOMINGO 16 E 17 DE FEVEREIRO DE 2013

Paralisação

Os Vigilantes em Serviço de Segurança reivindicam pagamento de adicional de periculosidade de 30% sobre o salário, de acordo com lei sancionada em dezembro pela presidente Dilma. A adesão de Araraquara inexiste até agora.

Dívida

SCPC (Sistema Central de Proteção ao Crédito) que mede o nível de inadimplência pelo número de inclusões de débitos no Sistema, encerrou 2012 com queda de 12% em Araraquara.

Inauguração

O prefeito Marcelo Barbieri recebeu em seu gabinete Paulo Luiz Fuza, superintendente regional de Varejo do Banco do Brasil, e José Manoel Dias Guimarães, gerente local da Agência Estilo do BB inaugurada à Avenida Bento de Abreu, na Fonte Luminosa.

Lei Seca

Tolerância Zero surtiu efeito em motoristas que evitam combinar bebida e direção. O fato foi comprovado pelo tenente Nelson Carrijo: “Muitos já estão se conscientizando. Durante a saída do Clube Náutico, por exemplo, vimos muitas mulheres dirigindo no lugar de seus maridos, elas não haviam bebido. Essa mudança é importante”, afirma.

Calmaria

Com apenas cinco ocorrências de embriaguez ao volante nas 18 cidades que compõem o 13º Batalhão da Polícia Militar, a região teve um Carnaval mais calmo que em 2012. Outras ocorrências corriqueiras compuseram o feriado.

Editorial

A

OPINIÃO

Márcia faz falta

ex-vereadora tinha conhecimento geral e achou que poderia ser prefeita. Faltou logística e, em busca da notoriedade, cacifou a “merenda estragada” que restou aprovada e premiada pelo Governo Federal. Um troféu justificadamente recebido com muita festa pelo prefeito Marcelo. Mas, a Márcia Lia, por bater numa tecla desacreditada (ainda mais que o povo sabia que era uma jogada meramente eleitoral), acabou contaminando todo o seu discurso e as urnas não foram favoráveis. Ela faz falta, no entanto, para esclarecer comentários de bastidores, tais como: a) todos os assessores, ocupantes de cargos em comissão, têm qualificação técnica e todo o conjunto, numericamente agigantado, era necessário de verdade? b) As publicações oficiais precisam ter a dimensão e a maneira de se colocar o texto na página esbanjando espaço regiamente pago pelos pagadores de impostos? c) terrenos da prefeitura estão com mato, mas, a turma de fiscais continua metendo o lápis nos proprietários particulares que raspam o tacho para tentar pagar multas elevadíssimas. Alguns não conseguem e esperam o bom senso dos vereadores no sentido de colocar número mais próximo da realidade vivida. d) Os vereadores aprovaram a lei de terreno com mato e eventual incêndio (nem sempre iniciado pelo proprietário), mas, sabem como o povo está fazen-

U

Edinho Silva (*)

m novo Brasil começou a ser esculpido a partir da consolidação do Partido dos Trabalhadores na cena política nacional. O PT representou um marco na cultura política brasileira. Um partido que se inspirou na democracia, no aprofundamento dos valores democráticos, tanto internamente, como na relação com a sociedade. Neste ano, quando comemoramos 33 anos de existência e 10 anos à frente do Governo Federal, as lutas do passado e do presente sedimentam conquistas e projetam o país que queremos. Fincamos nossas bandeiras contra as fronteiras da desigualdade, do preconceito e de todas as formas de injustiças. Olhamos de frente para nossas fraquezas e as transformamos em matrizes da nossa força. Tiramos e estamos tirando milhões de brasileiros da pobreza extrema, da falta de acesso a bens de consumo básicos, da falta de acesso à educação, da descrença no futuro. Não é e nem nunca foi uma tarefa fácil vencer os desafios

refeito Marcelo entregou ao deputado estadual Roberto Massafera ofício solicitando alterar a finalidade do prédio da avenida Padre Francisco Sales Colturato (avenida 36). O objetivo é formalizar a instalação da Delegacia Agrupada no prédio da avenida 36, que vai unir os quatro DPs (Distritos Policiais), a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) e o plantão policial. Somente a DIG e a Dise não serão transferidas para o novo endereço. A Vara da Infância e Juventude e do Idoso, que fun-

Surpresa

do para pagar as multas desproporcionais, fora da realidade, cujo recurso jamais encontra respaldo nos julgadores municipais? e) Cidade suja e com muito mato, quem vai reclamar com o prefeito em nome do povo? f) Impermeabilização da cidade, até quando será jogada água na calha da Via Expressa? g) Poluição visual de Araraquara atinge lamentável incidência. Até quando os vereadores ficarão no silêncio diante da falta de ação do Executivo? h) Até as praças públicas são invadidas por faixas de publicidade. Como isso é possível? Prefeito e vereadores, a voz do povo está sufocada e o Ministério Público esperando ser acionado. i) A mobilidade urbana está péssima, quando será apresentado um plano diretor com as tendências mais fortes, em que pese a verba pouco robusta? j) Árvores são podadas e o proprietário multado. A responsabilidade, como no passado com outros prefeitos, não é do município? Então deixa de fazer a lição de casa e ainda multa vítimas do crescimento natural da arborização? Têm outras indagações, adiada por falta de espaço. O que a população precisa saber é simples: a quem interessa uma Câmara de Vereadores, praticamente a totalidade, dizendo amém, sendo mero departamento de aprovação às mensagens e atos do prefeito, o chefe do Executivo? A quem interessa e qual o preço pago pelo povo?

PT: 33 anos

como os que estamos vencendo. O PT venceu o preconceito e todos os dias vence o ódio de setores da sociedade que buscam desqualificá-lo enquanto instrumento de luta do povo brasileiro. Superamos barreiras de toda sorte que saltam à frente dos avanços que queremos implementar; aprendemos com os erros, seguimos adiante mostrando como se rompem preconceitos e vícios históricos. Sem enfrentamentos improdutivos, mas firmes no propósito dos resultados que queremos. O nosso maior feito foi eleger um operário, um retirante nordestino órfão de pai vivo, um sobrevivente, Presidente da República. Um líder que já é o maior presidente da nossa história e um dos maiores líderes políticos do mundo. O Governo Lula inovou nas políticas públicas, com a força de projetos como o Bolsa Família – para citar um - provocando uma profunda mudança na vida do povo. O enfrentamento à crise econômica internacional com estímulo aos investimentos e com o Estado brasileiro atuando no comba-

Superdelegacia P

JORNAL DE ARARAQUARA www.jornaldeararaquara.com.br

cionava local, já voltou para o Fórum “Juiz Macedo couto”. Segundo o ofício, a alteração do decreto é necessária para ter início os procedimentos de adequação física do prédio que vai contribuir para a melhoria dos serviços de segurança em Araraquara. A unificação das delegacias em um mesmo local foi articulada pelo delegado seccional Fernando Giaretta e pelo prefeito Marcelo, com o apoio do deputado Massafera. "A Superdelegacia trará benefícios para a população e para os policiais que trabalharão

te a exclusão fez do Brasil modelo para o mundo, tanto em crescimento econômico, como em desenvolvimento humano. Mas os avanços continuaram e foi o PT quem propôs ao país uma mulher para a Presidência da República. A eleição de Dilma Rousseff quebrou mais um paradigma, desta vez o do machismo, ou, a da incredulidade na capacidade da mulher. Se antes um operário sem diploma universitário havia mostrado do que um trabalhador era capaz, em 2010 elegemos a primeira mulher ao posto maior do Palácio do Planalto. E Dilma seguiu nos avanços sociais e econômicos do Governo Lula. Manteve-se firme à frente dos rumos do país impondo um ritmo administrativo próprio, desenvolvendo suas características de um novo governo que aprofunda o mesmo projeto. O Governo Dilma implementa também os sonhos que nortearam o Partido dos Trabalhadores por todas essas décadas. E seguimos desenvolvendo nosso projeto, aprendemos a compor coalizão, fazendo política com muito diálogo com os

diferentes, com incansáveis argumentações sobre o que queremos e aonde precisamos chegar para nos consolidarmos enquanto nação. Respeitamos divergências sem abrir mão dos ideais, dos nossos sonhos sonhados por muitos que vieram antes de nós. Sonhos que muitas vezes custaram a vida de companheiras e de companheiros num passado não tão distante. Portanto, temos muito o que comemorar. O PT é um partido em transformação, que se moderniza e se atualiza junto com um Brasil em profunda transformação. Renovamo-nos a cada reunião, a cada plenária, a cada Congresso. Transformamo-nos a cada novo desafio colocado para a sociedade brasileira. Mas, a base de todas nossas ações na conjuntura será sempre a mesma: a construção de uma sociedade que vivencie os valores socialistas, que radicalize a democracia em todas as suas dimensões. (*) É Presidente do PT do estado de São Paulo e deputado estadual.

Marcelo entrega ofício ao deputado Massafera para formalizar instalação de uma Superdelegacia para atender melhor a comunidade.

integrados, com maior dinamismo no fluxo de informações e, consequentemente, a melhoria no atendimento", destaca Marcelo. Com o agrupamento das

delegacias, a Prefeitura de Araraquara irá economizar recursos, pois deixará de pagar o aluguel de todas as delegacias, exceto a seccional. (SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO)

A nova tarifa do transporte público municipal (R$ 2,90) entrou em vigor e causa reflexão: se comprar uma moto sai mais barato. Por isso, Araraquara é a capital das motos. Não região só Rio Claro cobra mais (R$ 3,00). Ribeirão Preto cobra os mesmos R$ 2,90. Multiplique por 4 e veja quanto custa a locomoção na cidade.

Unesp

Alunos da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Araraquara, coordenados pelos professores Rafael Alves Orsi e Roberto Carlos Miguel, participaram do Projeto Rondon em Aramari/BA. A operação 2 de Julho desenvolvida entre os dias 18 de janeiro e 3 de fevereiro tem como objetivo a integração social pela participação voluntária de estudantes de ensino superior das melhores universidades do País.

Páscoa

Mal acabou o Carnaval e vários setores do varejo já começam a pensar na Páscoa. Os supermercados de Araraquara se movimentam na montagem de expositores com ovos, gôndolas com bacalhau, queijos e azeites que também fazem parte.

Câmara

Por conta do feriado de carnaval, a Câmara de Araraquara não teve sessão. A reunião foi adiada para a próxima terça (19), juntamente com a sessão ordinária da semana.

JORNAL DE

ARARAQUARA

Publicação semanal da empresa “Jornal de Araraquara Ltda”. Editor: Geraldo Polezze - MTb 9.886 Registrado no Cartório Civil sob o nº 36.264 PABX:(0xx16) 3332-1002 End. Corresp.: Rua Ceará, 1063 Araraquara - SP. CEP 14810-165 Diretora Administrativa: Marilene Volpatti Home page: www.jornaldeararaquara.com.br e-mail: redacao@jornaldeararaquara.com.br Impressão: Jornal “O Liberal” de Americana


JORNAL DE ARARAQUARA www.jornaldeararaquara.com.br

+ Olívia Sgobbi Zavanella, 85 anos. Sepultada, dia 08, Cemitério S. Bento.

+ Madalena Batista Queiroz, 64 anos. Sepultada, dia 08, Cemitério São Bento.

+ Marize Dorsa Gullo, 81 anos. Sepultada, dia 08, Cemitério São Bento.

+ José Aparecido Nunes da Silva, 43 anos. Viúva Gilmara Regina Rabatini. Sepultado, dia 08, em Américo Brasiliense.

+ Leonice Mistrão Siqueira, 63 anos. Viúvo Eduardo Siqueira. Sepultada, dia 08, Cemitério São Bento.

+ Geraldo da Silveira Silva, 70 anos. Sepultado, dia 09, Cemitério S. Bento.

+ João Lucas Burkowski Justino, 1 mês e oito dias. Sepultado, dia 09, em Américo Brasiliense.

+ Milton do Amaral, 77 anos. Sepultado, dia 09, Cemitério São Bento.

+ Doroty Ferrara, 76 anos. Sepultada, dia 09, Cemitério São Bento.

+ Joanna Mauro Matulionis, 88 anos. Sepultada, dia 09, Cemitério S. Bento.

+ Sebastiana da Cunha Venâncio, 93 anos. Sepultada, dia 09, em Boa Esperança do Sul.

+ Eliza Leteri Braga, 84 anos. Viúvo Antonio Braga. Sepultada, dia 09, em Matão.

+ Therezinha da Silva Piedade, 80 anos. Viúvo Oclecides Teixeira da Piedade. Sepultada, dia 09, Cemitério das Cruzes.

+ Maria Dizena Martins Furtado, 74 anos. Sepultada, dia 10, Cemitério das Cruzes.

+ Eliseu da Silva Relho, 60 anos. Sepultado, dia 10, em Ibaté.

+ Lidia Rodrigues Martini, 93 anos. Sepultada, dia 10, em Matão.

+ Luiz Damito, 66 anos. Sepultado, dia 11, em Rincão.

+ Elizabete Ap. Benedito Luiz, 66 anos. Viúvo Antonio Luiz. Sepultada, dia 11, Cemitério São Bento.

+ Herminia Lavarize Chriscolin, 87 anos. Sepultada, dia 11, Cemitério da Ressurreição.

+ Guido Bolzan, 54 anos. Sepultado, dia 11, Cemitério São Bento.

Polícia investiga...

SÁBADO E DOMINGO 16 E 17 DE FEVEREIRO DE 2013

Promotor acusa. Quebrar essa sistemática fere a segurança jurídica do cidadão

U

Paulo D’Almeida (*)

ma campanha sórdida tem sido orquestrada por representantes do Ministério Público contra a PEC 37, de autoria do deputado Lourival Mendes (PTdoB -MA). A proposta mantém a polícia judiciária (Civil e Federal) como responsável pela investigação de crime comum (exceto militares), evitando que se instalem ditaduras inquisitoriais promovidas por outros organismos por meio de investigações criminais sem controle, sem prazo, sem acesso à defesa e carente de qualquer formalismo legal. Por falta de informação ou má-fé, entidades representantes do Ministério Público e alguns veículos de imprensa vêm tentando imputar a pecha de PEC da Impunidade e até PEC das organizações criminosas. Falsas acusações que são não apenas ofensivas à inteligência de todos aqueles que defendem a legalidade do processo judicial, mas especialmente a quem tem como missão defender quem tem a competência constitucional exatamente contraria a isso, que é a de combater o crime e a impunidade, como é o caso da ADEPOL. Porque é exatamente sobre isso que trata a PEC 37: do combate ao crime por meio de investigações sérias, isentas, que são o inicio de todo o processo persecutório. E a constituição é cla+ Luciana Aparecida Frontarolli, 38 anos. Sepultada, dia 12, Cemitério S. Bento.

+ Fernando Ramos Cardoso, 62 anos. Sepultado, dia 12, em Matão.

+ Arnaldo Bolito, 58 anos. Viúva Maria do Carmo Moninari Bolito. Sepultado, dia 12, em Rincão.

+ Valdir José Redondo, 56 anos. Viúva Oneide Rimondi Redondo. Sepultado, dia 13, Cemitério Parque dos Lírios.

+ Luciana Aparecida de Souza, 41 anos. Viúvo Luiz Carlos Lorencine. Sepultada, dia 13, em Américo Brasiliense.

+ Evangelista Ponchio, 76 anos. Sepultado, dia 12, Cemitério São Bento.

+ Altino Carvalho de Oliveira, 85 anos. Viúva Elvina Cardoso Oliveira. Sepultado, dia 13, Cemitério São Bento.

+ Natalina Goes Januario, 87 anos. Sepultada, dia 14, Cemitério São Bento.

+ Cristina Luzia Martins, 76 anos. Viúvo Martiniano Lins Crementino. Sepultada, dia 12, Cemitério das Cruzes.

+ Raul Ricco, 79 anos. Viúva Encarnação Alonso Ricco. Sepultado, dia 12, Cemitério das Cruzes.

+ José Luis Costa Ribeiro, 53 anos. Viúva Maria Inês Silva Ribeiro. Sepultado, dia 12, em Rincão.

+ Giselda Minguini, 66 anos. Sepultada, dia 13, Cemitério São Bento.

+ Emilia Domitilia Mandibringa, 95 anos. Sepultada, dia 15, em Motuca.

+ Izilda Donizete de Carvalho, 51 anos. Sepultada, dia 15, Cemitério Parque dos Lírios.

Às famílias enlutadas o pesar do J.A.

ra ao delimitar papéis de cada um neste processo: policia investiga, Ministério Público acusa, advogado defende e juiz julga. A Constituição Federal foi tachativa ao elencar as funções e competências do Ministério Público. Fazer investigação criminal não é uma delas. Assim, não cabe falar em perda de poder de investigação do Ministério Público, uma vez que ninguém perde o que não tem. A Emenda Constitucional não RETIRA nenhum poder do Ministério Público, porque, ao contrário do que vem proclamando seus representantes, não existe no ordenamento constitucional nenhuma norma expressa ou implícita que permita ao Ministério Público realizar investigação criminal. Ao contrário, a Constituição impede a atuação do MP ao dizer que a investigação criminal é privativa da Polícia Judiciária.

Outra mentira

Vem sendo alardeada pelo MP e alguns veículos de imprensa, a maioria, quero crer, por falta de conhecimento, é que a PEC impede outros órgãos de realizar processos de investigação administrativa no âmbito de suas atribuições, como é o caso das CPIs, da Receita Federal, Coaf, Tribunais de contas, Controladoria Geral da União etc. Isso não é verdade. A Proposta de Emenda à Constituição 37/2011, aprovada pela Comissão Especial da Câmara dos Deputados, em 21 de novembro apenas mantém a polícia judiciária (Civil e Federal) como responsável privativamente pela investigação de crime comum (exceto militares), como reza a Constituição. E isso, sem dúvida, é uma garantia aos direitos dos cidadãos, uma vez que a investigação criminal pela Polícia Judiciária tem regras definidas por lei, além de ser controlada pelo Ministério Público e pelo Judiciário. Por outro lado, na investigação criminal pelo Ministério Público não há regras, não existe controle, não há prazos, não há acesso à defesa e a atuação é arbitrária.

Produção de provas

Não foi sem motivo que o legislador deixou de permitir ao Ministério Público produção direta de prova. Investigar é esclarecer fatos a partir da produção de provas. O Ministério Público, no Brasil, é a instituição que acusa. Se o promotor investigar, como teremos o equilíbrio entre acusação e defesa, se toda a prova produzida foi feita pela acusação? Admitir que o promotor produza a prova é aceitar que essa prova seja produzida apenas no interesse da acusação. Em um sistema justo, as polícias civil ou federal, que não têm interesse na acusação ou na defesa, são aquelas que devem produzir a prova, por serem impar-

ciais e por conta desse necessário equilíbrio.

Isso posto

POLÍCIA JUDICIÁRIA investiga; PROMOTOR acusa; ADVOGADO defende; e JUIZ julga. Quebrar essa sistemática fere mortalmente a segurança jurídica do cidadão. Investigação realizada pelo MP fere direitos individuais.

Outra mentira

Vem sendo alardeada, a de que a Policia não tem estrutura para investigar. Se não, como teria realizado milhares de investigações ao longo dos últimos tempos, contra uns poucos casos pinçados pelo MP em razão do potencial midiático destes? Além do que, a solução para isso é aparelhar a Policia para que ela tenha mais condições de atuar. Ao invés de tentar burlar a ordem constitucional, melhor faria o MP se utilizasse a sua força, o seu prestígio e o seu poder em prol do fortalecimento das polícias e demais instituições de Estado. Outra falácia É a que a PEC reduziria o número de órgãos de fiscalização do Estado. Não é verdade! Como também não é verdade que PEC impede o trabalho cooperativo e integrado dos órgãos de investigação. Cooperação e integração não são sinônimo de invasão de competência. Quando cada um atua dentro dos seus limites legais, a Polícia Judiciária e o Ministério Público trabalham de forma integrada e cooperada. Entretanto, a Polícia Judiciária não está subordinada ao Ministério Público. O trabalho da Polícia Judiciária é isento e imparcial e está a serviço da elucidação dos fatos.

Ao contrário

Quando o Ministério Público, agindo à margem da lei, se aventura numa investigação criminal autônoma, quem agradece é a criminalidade organizada, pois estas investigações serão anuladas pela justiça. Isso, sim, gera insegurança jurídica e desorganiza o sistema de investigação criminal. O órgão responsável por ser o fiscal da lei, querer agir à margem da lei, invadindo a competência das Polícias Judiciárias. A argumentação que a PEC 37 é um atentado aos tratados internacionais assinados pelo Brasil é outra falácia. Os tratados internacionais ratificados pelo Brasil, entre eles a Convenção de Palermo (contra o crime organizado), a Convenção de Mérida (corrupção) e a Convenção das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional determinam tanto a participação do Ministério Público quanto da Polícia Judiciária. Entretanto a participação de cada um, assim como das de-

mais autoridades, está regulada no ordenamento jurídico pátrio que não contempla, repito, a investigação criminal autônoma produzida diretamente pelos membros do Ministério Público.

Cabe lembrar

Caso aprovada, a PEC 37 em nada afetará o salutar controle externo da atividade policial, exercido pelo Ministério Público. Desta forma, não se pode falar em PEC da impunidade, se ao Ministério Público compete fiscalizar o trabalho policial, complementá-lo por meio de requisição e prevenir eventuais omissões. Ao contrário, a PEC 37 é a PEC da Legalidade! (*) É Presidente da Associação de Delegados de Policia do Brasil

03

Agenda Sábado (16)

SESC - Contação de história – A história de Baba Yaga, Lubachtka e Snegurochka (A Donzela da Neve), às 14h na área de leitura. Grátis. Domingo (17)

SESC - Sotaque Paulista - a banda toca forró pé-deserra, às 16h na Convivência Interna. Grátis. - Teatrada - “ "BLUMEZOOF", o Hospital de Brinquedos com a Casa de Gioconda, às 16h. Grátis. Ingresso a partir das 9h30. Terça (19)

SESC - Até 28 de março - Exposição Araraquara Vista do Céu. Retratos da Passagem do Tempo. De terça a sexta, das 13h às 21h30; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h. Grátis. Agendamento de escolares pelo 3301-7500.

Cinema

Programação até 21 de Fevereiro

Meu Namorado é um Zumbi Moviecom 1: Legendado: Seg. à Sexta-feira, sessões às 16h50, 19h e 21h10. Sáb, Dom e Feriado, sessões às 14h40, 16h50, 19h e 21h10. Tainá 3 - A origem Moviecom 2: Nacional: Seg. à Sexta-feira, sessões às 17h20 e 19h10. Sáb, Dom e Feriado, sessões às 15h30, 17h20 e 19h10. Cine Lupo 3: Diariamente, sessões às 16h e 19h.

O Lado Bom da Vida Moviecom 2: Legendado: Seg. à Sexta-feira, sessão às 21h. Sáb, Dom e Feriado, sessão às 21h.

Django Livre Moviecom 3: Dublado: Seg. à Sexta-feira, sessão às 20h15. Sáb, Dom e Feriado, sessões às 17h e 20h15. Cine Lupo 2: Legendado: Diariamente, sessões às 16h e 21h. Detona Ralph Moviecom 3: Dublado: Seg. à Sexta-feira, sessão às 16h30. Sáb, Dom e Feriado, sessão às 14h45.

As Aventuras de Tadeo Moviecom 4 (3D) Dublado: Seg. à Sexta-feira, sessão às 15h40. Sáb, Dom e Feriado, sessões às 13h40 e 15h40.

João e Maria Caçadores de Bruxas Moviecom 4 (3D) Dublado: Seg. à Sexta-feira, sessões às 17h45 e 19h45. Sáb, Dom e Feriado, sessões às 17h45 e 19h45. Moviecom 4 (3D) Le-

gendado: Seg. à Sextafeira, sessão às 21h45. Sáb, Dom e Feriado, sessão às 21h45.

E agora, aonde vamos? Cine Lupo 3: Legendado: Diariamente, sessão às 21h15.

O Homem mais procurado do Mundo Cine Lupo 1: Legendado: Diariamente, sessão às 19h. Sammy: A grande fuga Cine Lupo 2 (3D): Dublado: Diariamente, sessão às 19h.

A Filha do Pai Cine Lupo 1: Legendado: Diariamente, sessões às 16h e 21h. Preços

- Moviecom: Seg, Ter e Quinta R$ 13,00 (inteira) e R$ 6,50 (meia). Quarta-feira - R$ 9,00 (inteira) e R$ 4,50 (meia). Sexta, sábado, domingo e feriado - R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia). Preços: 3D Seg, Ter, Quarta e Quinta R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia), Sex, Sábado, Domingo e Feriado R$ 19,00 (inteira) e R$ 9,50 (meia). Obs.: Segunda Maluca: R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia), exceto para filmes em 3D e feriados. - Cine Lupo: Segunda, Terça, Quinta, R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia). Sexta, Sábado e Domingo, R$ 14,00 (inteira) e R$ 7,00 (meia). Quarta-feira (exceto feriados) - Preço Único R$ 5,00. O jornal recebeu a programação diretamente dos promotores.


04

Alimentação SÁBADO E DOMINGO 16 E 17 DE FEVEREIRO DE 2013

Foto: Sérgio Pierri

JORNAL DE ARARAQUARA www.jornaldeararaquara.com.br

Paulo Tetti, Dana Fiorentino Bahis, Raquel de Paula e Ellyn Rosa.

O s eu filho ainda vai qui estudar a

Governador Alckmin lança programa “Alimentação Saudável”.

G

overnador Alckmin autorizou parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia para promover orientação a alunos e traçar perfil nutricional da rede estadual de ensino. O objetivo é conscientizar os alunos da rede estadual de ensino sobre a importância de boas práticas alimentares para melhor qualidade de vida. "Há um binômio inseparável, educação e saúde. Não há saúde sem bons hábitos", afirmou o governador. O propósito é aprimorar constantemente a alimentação oferecida aos alunos e incentivá-los a adotar atitudes voltadas à promoção da saúde. A ideia é que os estudantes compartilhem com suas famílias o conhecimento adquirido para também melhorar os hábitos alimentares em casa. Inicialmente, 92 mil estudantes serão beneficiados pela ação conjunta. A partir dos resultados o programa deverá ser estendido às demais unidades da rede. Por meio de videoconferências e orientações técnicas, a SBC capacitará uma equipe multidisciplinar de cada es-

cola que servirá como multiplicadora para a comunidade escolar a fim de promover hábitos saudáveis que previnam diabetes, hipertensão, altos níveis de colesterol e obesidade. A parceria também prevê um estudo para detalhar o perfil nutricional dos alunos. A avaliação vai aferir peso e altura e medir a circunferência abdominal de 13 mil jovens dessas escolas.

Doenças

“Como as doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte no mundo, a melhor estratégia para prevenção é educar as faixas jovens da população para uma vida saudável”, aponta Jadelson Andrade, presidente da SBC. Com os dados, a Secretaria da Educação e a entidade médica conseguirão mensurar como a iniciativa impacta a vida dos jovens, isto é, se houve redução do peso corporal e melhora na saúde após a implantação do programa. O resultado também permitirá conhecer o percentual de fatores de risco detectados nas crianças e nos adolescentes.

(Filmagens)

(Jornalista Tadeu Queiroz) Dia da Visibilidade Trans sugere a campanha “Olhe e veja além do preconceito - respeite as diferenças”, realizada pela Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania, responsável pela Coordenadoria da Diversidade Sexual. O Dia da Visibilidade Trans tem o objetivo de ressaltar a importância da diversidade e respeito para o Movimento Trans, representado por travestis, transexuais e transgêneros. Em Araraquara a campanha é marcada pela fixação de cartazes na Prefeitura e na Câmara Municipal, além de distribuição de folders informativos. Paulo Tetti, assessor de Políticas Públicas para a Diversidade Sexual, afirma que a maioria das pessoas transexuais ainda está lutando por algo básico: respeito. Pelo direito de andar livremente pelas ruas sem ser incomodado, apontado, discriminado e humilhado. “Esta data e de todos os dias. Ainda temos a discriminação e o preconceito e, assim, a transfobia (homofobia por travestis e transexuais) se torna a cada dia insustentável”, comenta Tetti, que planeja dar continuidade este ano às palestras educativas que ministrou em diversos locais o ano passado – empresas, ins-

O

s alunos da Uniara desenvolveram o estudo “Religiosidade, Espiritualidade e Religião em Contextos de Saúde – uma Revisão Bibliográfica”, sob orientação da coordenadora da graduação, Simoni de Cássia Haddad Penteado, e coorientação da professora do curso, Juliene de Cassia Leiva. O trabalho recebeu menção honrosa no VII Congresso de Iniciação Científica da instituição. O projeto consistiu em “analisar os trabalhos e pesquisas científicas realizadas sobre religião, e categorizálos de acordo com região, revistas e periódicos onde foram publicados, quais métodos foram utilizados, a formação dos pesquisadores e o públicoalvo”.

O trabalho teve início como conclusão de curso - TCC, em 2010 e, desde então, desenvolveram o projeto para que pudesse ser apresentado ao final da graduação, com as devidas orientações de professores. “Realizamos uma busca sistemática por meio de bibliotecas online, onde classificamos os artigos encontrados. Entre os resultados, um grande número de publicações e heterogeneidade na formação dos autores desde medicina até matemática e direito, evidenciando grande interesse pelo tema ‘religião’ em várias áreas, principalmente medicina, psicologia e enfermagem, sendo os profissionais dessa última área os que mais se destacaram em números de publicações”.

Municipal de Comunicação)

importância da

faixa 700 mHz

A

Menção honrosa

Garantia

Estado de São Paulo garante por lei o direito a travestis e transexuais de serem tratados pelo nome social em todos os órgãos públicos, por meio do Decreto Estadual n° 55.888, de 17 de março de 2010. Na sede da Assessoria da Diversidade, a maioria das travestis e transexuais, em seus depoimentos, disse que já sofreu algum tipo de violência na vida. "A população LGBT, principalmente as travestis e transexuais, não deve se calar e, quando se sentir descriminada, devem denunciar", incentiva Tetti. (Secretaria

TV digital

Dane Avanzi (*)

Ex-alunos da Uniara: Felipe Henrique de Oliveira, Hélton Luís e Lyse Moretti e Silva de Toledo.

tituições, escolas, hospitais, entre outros – abordando a temática do Movimento LGBT. Tratar travestis e transexuais pelo nome social é uma forma de garantir a sua dignidade humana e assegurar o pleno respeito às pessoas, independente de sua identidade de gênero. “Nome social é aquele com o qual a pessoa se identifica. É escolhido a partir de suas vivências e preferências. Muitos de nós temos apelidos e estes são respeitados, o que não costuma acontecer com as travestis e transexuais”.

faixa de 700 mHz tem sido objeto de grande controvérsia no âmbito da Anatel e Ministério das Comunicações. Embora o governo já tenha decidido que a faixa será destinada à TV digital, ainda não há uma estratégia definida e alinhada com as emissoras para a migração a esta nova tecnologia. Vale salientar que a migração implica para as emissoras em um alto investimento na substituição de todos seus equipamentos, transmissores, antenas (...). Por parte do consumidor, implica na compra de televisores digitais, que o governo federal estuda subsidiar o preço para população de baixa renda. O maior desafio é a acomodação de todos interessados - sendo que esse processo de substituição de equipamentos, denominado como “Limpeza do Espectro“, ainda é uma incógnita para todos. Quando começa? Qual o prazo para desativação do sinal analógico? Nada disso foi anunciado. O primeiro desafio do governo é alinhar com as emissoras um cronograma para ativação do sinal digital, havendo aqui uma dicotomia entre os grandes centros, que operam em VHF e as localidades rurais e pequenos municípios, que operam em UHF - realidades técnicas e socioeconômicas bem diferentes. Para que a transição ocorra sem subtrair da população esse sinal, a ativação do serviço por parte das emissoras, bem como a substituição dos aparelhos por

parte dos telespectadores deve ocorrer concomitantemente. Além da TV digital, a faixa de 700 mHz é a melhor, em termos técnicos, para outra aplicação importante, o 4G das operadoras de telefonia móvel, cuja demanda é altíssima e sinaliza que vai crescer exponencialmente nos próximos anos, não só no Brasil, mas mundialmente. A nova tecnologia implantada em 700 mHz, permitirá as torres proporcionar melhor qualidade em áreas maiores de território, otimizando a quantidade de infraestrutura. Ademais, outros serviços de natureza pública também necessitam da faixa para aprimoramento da qualidade. Refirome aqui a aplicações utilizadas pela segurança pública, como transmissão de dados em tempo real em alta resolução, soluções de gerenciamento de imagens e processamento de dados para empresas ferroviárias, companhias de engenharia de tráfego de grandes cidades... A sociedade brasileira espera que o governo federal tenha sensibilidade, em conjunto com outras pastas, como o Ministério da Justiça e o Ministério das Cidades de reservar uma quantidade razoável do espectro destinada às atividades responsáveis pelos relevantes serviços prestados pelo estado brasileiro. É a tecnologia a serviço do cidadão. (*) É advogado, empresário e presidente do Instituto Avanzi, ONG de Defesa do Consumidor de Telecomunicações.


Faltou segurança em Santa Lúcia

SÁBADO E DOMINGO 16 E 17 DE FEVEREIRO DE 2013

JORNAL DE ARARAQUARA www.jornaldeararaquara.com.br

A mesma alegria dos blocos e foliões, mas, a segurança não. Mulher foi atacada na festa

O

primeiro carnaval com o novo prefeito Trentim deixou a desejar. Só na segunda-feira, quando Américo Brasiliense desistiu de realizar o carnaval de rua devido à ocorrência fatal (jovem foi baleado), o público foi maior. Trentim já exerceu muitos mandatos, de vereador, presidente da Câmara e prefeito. Portanto, sabe que não poderia deixar de contratar serviço de segurança não só na praça, mas, especialmente no entorno da praça central. Ruas e avenidas transformadas em estacionamento necessitam de cuidado especial. Segurança no evento é es-

Pauta de S.L.

* Carnaval valeu pela ale-

gria do povo e organização dos blocos tradicionais de Santa Lúcia. Esses jovens sempre Nota 10. * Trentim anuncia verba para a festa de animais. Festa, com novos enfeites, numa época de vaca-magra... não sei não. * Deputado Roberto Massafera consegue R$ 150 mil para a população de Santa Lúcia. Especialmente para aplicação na infraestrutura da cidade: ruas, avenidas, rede de água e esgoto, dentre outros serviços públicos de interesse geral. * Pedrinho era vereador de Santa Lúcia e disputou a vereança em Américo Brasiliense. Como não ganhou uma cadeira ameriliense retornou para Santa Lúcia e procurou o seu amigo Trentim. Amigo e agora prefeito que teria ficado com a responsabilidade de “quebrar o galho”. Pedrinho, amigo bonzinho e “pau pra toda hora” está aguardando o apoio amigo. * Trentim não desmentiu a nota anterior, sobre sua candidatura à reeleição a prefeito de Santa Lúcia. Sim, falta muito tempo, mas, acontece que os políticos estão sempre um passo à frente. * Trentim quer ser prefeito de novo, mas, antes precisa (como foi dito) mostrar que tem gás para atender à demanda de Santa Lúcia. Esse será o maior cabo-eleitoral para a suposta campanha de reeleição. * Ex-prefeito Júnior já deixou bem claro: pode dizer que não fugirei da vontade do povo, se quiser ...sou candidato para lutar a favor da qualidade de vida de nossa gente. * Tem uma denúncia de que cidadão influente de Santa Lúcia teria usado mão-de-obra, contratada pela prefeitura, para limpeza de seu terreno particular. Vamos aguardar esclarecimento antes de outros detalhes e, eventualmente críticas sobre a tal mão de obra paga com dinheiro do povo. * Até a próxima semana e mande e-mail para esta página que fala sobre os bastidores de Santa Lúcia (redacao@jornaldeararaquara.com.br).

sencial para que a região continue prestigiando, fator de sucesso nos últimos anos. Isso todos sabemos e o eventual erro não deve ser repetido para que a boa fama de Santa Lúcia (paz geral, com elevado respeito) não seja atingida. Os integrantes de blocos e os demais que fizeram festa estão de parabéns. Deixaram alegria comandar as ações, com paz e fraternidade. Nota destoante foi a da mulher que, ao buscar seu carro estacionado nas proximidades da praça teria sido atacada conforme notícia estampada na imprensa diária de Araraquara (Tribuna).

A população de Santa Lúcia mostrou que sabe fazer festa, a alegria está na veia.

libera R$ 150 mil

Uma verba especial para a infraestrutura da “Terra das Palmeiras”.

Região mais forte

A

J.A.- Deputado estadual Massafera, o seu berço foi de ouro?

Massafera- Não foi de ouro, mas, eu tive minha mãe que supriu tudo. Meu pai morreu cedo e minha mãe trabalhou, sustentou a firma, montou uma loja e trabalhava até tarde da noite consertando roupa, atendendo clientes e, assim, pode educar e formar os três filhos: meu irmão Luiz Antonio já engenheiro formado e trabalhando,

Em disputa acirrada, a Mancha Araraquara garantiu o troféu de primeiro lugar, enquanto a Nação Quilombola ficou com o segundo no Carnaval-2013.

Passageiro

Deputado Massafera

notícia sobre retorno da ferrovia, com toda a sua força e influência social, deixa os moradores de Santa Lúcia numa felicidade só. Até quem não testemunhou a importância da ferrovia, de uns 20 ou 30 anos atrás, fica eufórico com a perspectiva de resgate ferroviário. Bom para Santa Lúcia, Américo Brasiliense, Rincão e Araraquara, além de todas as demais cidades da Região Central.

Campeã

05

e meu irmão mais novo, Carlos Eduardo, que na década de 70 estudava em São Paulo (Escola Politécnica) abandonou o curso para integrar movimento político e trabalhar em jornal. Depois ele voltou, prestou vestibular e se formou engenheiro em São Carlos. Também trabalha há 30 anos. Essa é uma luta de família, minha mãe fez cumprir a promessa do meu pai que os filhos seriam formados. J.A.- Dona Amália, sua mãe, uma lojista que lutou muito com a sua máquina, com as mãos habilidosas. Agora, como se sente tendo um filho-deputado? Massafera- No começo a Dona Amália era mãe, eu era filho da Dona Amália, o Luiz Antonio era filho da Dona Amália e o Carlos Eduardo também. Á medida que nós começamos a trabalhar, ela fechou a loja e passou a ser a mãe do Roberto, a mãe do Luiz

Cerca de 15 mil pessoas passaram pelo Terminal Rodoviário de Araraquara nos cinco dias de Carnaval. Aumento de 40% no movimento com destinos mais procurados: Rio de Janeiro e Baixada Santista.

Reformas

O Terminal Rodoviário está passando por melhorias para atender melhor aos passageiros. As reformas devem terminar em dois anos. Já pintaram o telhado e estão mexendo na parte elétrica e hidráulica. É prevista a colocação de um elevador e inutilização de uma das rampas.

I. Renda

Roberto Massafera luta pelo interesse do povo, ele que é povo e não nasceu em “berço de ouro”. Antonio, a mãe do Carlos Eduardo. Então houve uma inversão e daí para frente quando eu era prefeito ela era a mãe do prefeito; hoje ela é mãe do deputado. A mulher que nós respeitamos e amamos. J.A.- Qual a maneira de povo cobrar seu serviço como deputado?

Massafera- O povo tem uma noção exata do que faz o prefeito, do que faz o deputado e tenho prazer em falar de nossa luta procurando honrar o voto de confiança. Temos várias políticas em mente: a política educacional, a política de saúde, a política de transporte, enfim, há uma cobrança que eu acho correta.

(Do editor: na página 11 Massafera fala sobre a vitória

de Marcelo Barbieri na prefeitura de Araraquara).

Ouça a rádio

da cidade

Progresso 104,9 mHz

Todo início de ano vencem contas, muitas contas. Agora é a vez da Receita Federal. A partir de 1º de março começa a entrega da declaração do Imposto de Pessoa Física.

Renúncia

Os fiéis araraquarenses receberam com tristeza o anúncio da renúncia do Papa Bento XVI. A desistência será oficializada no próximo dia 28, as pessoas se dirigem às Igrejas para rezar pelo Papa.

Oficina

O Sebrae de Araraquara traz a oficina “Fluxo de Caixa”, voltada para empreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. O evento é gratuito e está marcado para o dia 19, das 18h às 22h, em sua sede.


06

F

SÁBADO E DOMINGO 16 E 17 DE FEVEREIRO DE 2013

Síndrome do etanol

João Baptista Galhardo

altando três dias para o mecânico “Vermeio”, filho do alemão açougueiro, se casar com Cláudia, da chácara do seu Bento, foi ele procurado pela Doutora Flávia, prima da noiva, jovem advogada que sem que lhe fosse pedido foi dizer para o nubente que diante da lei - seca recentemente instalada ele corria sérios riscos de ser encarcerado: - Tem esse apelido por causa da sua cor. É quase roxa. Acresce, ainda: você fala enrolado, troca as letras “s” e o “c” por “x”. Pronuncia Falávia e não Flávia. Vão passar a lua de mel em Santos. Se a Polícia abordar o veículo, sob sua direção, vai se convencer que você está bêbado. - Ora, não bebo nada no casamento... Se pedirem eu “axópro o bafômetro”. - Não adianta: a infração pode ser apurada mediante outras provas, como excitação, torpor, rubor da face, fala errada, etc. Todas essas características são notórias em você. Flávia, que antes fizera madureza, custeou o seu curso de advogada vendendo produtos de funerária e cemitério, como vasos, flores, carnês, epitáfios, santos de bronze. Depois que se formou se acha uma verdadeira exegeta (intérprete de leis). Justiça seja feita. Está se dando bem na profissão.

O policial se assustou com a cor avermelhada: excitação galopante? Vermeio foi dormir com a cabeça cheia das doidices ditas por Flávia. Realizado o casamento despediu-se dos convidados e de Kombi o casal partiu para a lua de mel. Minutos de estrada não deu outra. A Polícia mandou parar no acostamento. - Documentos? Foram apresentados. Quando dirigiram a lanterna para o seu rosto se assustaram com sua cor avermelhada e sua aparente excitação. Afinal acabara de se casar. - Não precisa de bafômetro.

Você está preso por dirigir embriagado. - “xeu xargento eu não bebi”. - Taí. Não consegue nem falar direito. Está com a língua adormecida. Repita comigo: “três pratos de trigo para três tigres tristes”. Ele nem tentou. Levaram para a Delegacia e daí para a Cadeia. A Cláudia, que ele carinhosamente sempre chamou de “Cráu” ficou no veículo vigiada por um militar. Na carceragem foi obrigado a ficar pelado. - “O que ‘voxeis’ vão ‘faxer’ comigo?” - Cala a boca. Vamos fazer o que se faz com todos os bêbados. Peladão foi levado para uma cela no fundo da cadeia e enquanto passava pelo corredor os detentos gritavam: “põe esse homem melancia comigo”. Colocaram o Vermeio embaixo do chuveiro. Quando a água fria caiu sobre suas costas, ele acordou. Sentou na cama e percebeu que tudo não passara de um pesadelo. Estava tudo bem. Porém chamou D. Zéza que organizaria a comilança na chácara e lhe passou algumas ordens. Na festa do casamento tinha coxinha, empada, barquete, mamão verde com palitos espetados com salsicha, queijo e picles, cuscuz. Nas bandejas com geléia de pinga, tinha a advertência: “só para quem veio a pé ou de bicicleta”. Da mesma forma as caipirinhas e cervejas. Bêbado de bicicleta ... PÓÓDE. Até o brinde de braços cruzados com a noiva, Vermeio tomou Ki Suco. Guaraná lhe causa flatulência. As coxinhas que comeu foram acompanhadas de garapa ou limonada. Nada de álcool. Era visível a sua preocupação diante da excitação, rubor do rosto e a fala enrolada. A mãe o aconselhou. Para você ficar calminho e não parecer excitado perante a polícia, vou fazer uns dois litros de chá de poejo, erva cidreira e camomila. Beba um pouco antes de sair e leva uma garrafa para tomar uns goles durante a viagem. Quase meia noite, viajaram de Kombi para Santos onde agendaram três dias numa pensão na praia do Gonzaga. Nos aposentos reservados, Claudinha correu para o banheiro a fim de colocar sua camisola branca transparente para agradar o ma-

EDITAL DE NOTIFICAÇÃO - Prazo de 20 dias. Processo nº0006510-35.2011.8.26.0037. O(A) Doutor(a) JOÃO BATTAUS NETO, MM. Juiz(a) de Direito da 1ª Vara Cível, do Foro de Araraquara, da Comarca de Araraquara, do Estado de São Paulo, na forma da Lei, etc. FAZ SABER a todos quanto o presente edital virem ou dele tomarem conhecimento, especialmente CELSO APARECIDO DA SILVA, que por este Juízo e Cartório se processam os autos de NOTIFICAÇÃO JUDICIAL (processo nº. 384/2011), promovida por COMPANHIA HABITACIONAL POPULAR BANDEIRANTE - “COHAB-BD” alegando na inicial o seguinte: “a Requerente construiu e comprometeu-se a vender ao Requerido o imóvel sito no Núcleo residencial Jd. Selmi Dei, 2ª Etapa, na Av. José Satkauskas, nº. 511, Araraquara/SP, mediante contrato particular de compra e venda celebrado em 30/11/1992 clausula contratual, prevê como motivo de rescisão do mesmo a falta de pagamento de 03 prestações consecutivas ou alternadas do preço de venda. Ocorre entretanto, que o referido contrato não está sendo cumprido, já que os Requeridos devem 159 (cento e cinqüenta e nove) prestações correspondentes aos meses ago./1999 à out./2012, somando seu débito, incluídos encargos contratuais e legais decorrentes da mora, na data de 05/12/2012 um total de R$ 73.090,84 (setenta e três mil, noventa reais e oitenta e quatro centavos). E constando dos autos que os Requeridos encontram-se em lugar incerto e não sabido, é expedido o presente edital, com prazo de 30 dias, em virtude do qual, fica o requerido CELSO APARECIDO DA SILVA devidamente NOTIFICADO para que no prazo de 30 dias purgue a mora, pagando suas prestações em débito, e também aquelas que venceram até a data do efetivo pagamento, acrescidas as custas desta Notificação e encargos contratuais e legais, devidamente atualizados, sob pena de constituição em mora e rescisão contratual, seguida da imediata retomada pela Requerente do imóvel referido na inicial, assim como as demais cominações legais e contratuais. Será o presente edital, por extrato, afixado e publicado na forma da Lei. Araraquara, 11 de janeiro de 2013.

rido. Para sua surpresa ele já estava dormindo. Apenas sem os sapatos. Sob o efeito do chá dormiu o dia inteiro. No jantar a mulher lhe aconselhou tomar uma caipirinha para se animar. - Não. Vou dirigir depois de amanhã.

Com o “chá da mamãe” o quase marido dormiu o dia inteiro. E voltou para a cama. E assim foi. Em todo esse tempo não deu um “créu” na Cráu, que voltou inteirinha para casa. Chegaram de manhã. Ele um tanto avexado foi direto para a oficina. Tinha carro para entregar naquele dia. Ela foi à procura da prima Doutora, que após o relato providenciou uma procuração: - Vamos pedir a anulação do casamento. Erro essencial de pessoa. O Vermeio não tem condição de arcar com o débito conjugal. Ele sofre de impotência coeundi. - Meu Deus prima o que é isso? - Seu marido é broxa. Com vinte e cinco anos... Tem paciência... Na hora do almoço a mher deu-lhe a notícia. - Mas Cráu... foi o chá da minha mãe. É temporário... Ela não quis saber. A ação foi proposta. Com a ameaça da lei seca de que alguém pode ser preso se dirigir depois de comer um bombom com licor, instalou-se na sociedade uma paranóia. Tem gente que não come mais pastel porque vai pinga na massa para ficar crocante. Eu mesmo fui ao Restaurante e comi uma bacalhoada com três copos duplos de suco de abacaxi com hortelã. O estômago virou um aquário. O bacalhau gostou tanto que ficou nadando uns quatro dias na barriga. Etanol! Etanol? “Etanóis” isto sim.

jbgalhardo@uol.com.br

Cidade

limpa, depende

de cada um

Dengue pode matar se não oferecer assistência médica rápida e eficiente.

JORNAL DE ARARAQUARA www.jornaldeararaquara.com.br

Bastidor es

Geraldo Polezze - jornalista -

Sempre é carnaval Republicado a pedidos

O

João Baptista Galhardo Carnaval brasileiro tem seu modelo no de Portugal, a princípio, passeatas públicas com brincadeiras de água, farinha de trigo. O Brasil introduziu confetes e serpentinas. Apitos na boca, pandeiros e reco-recos nas mãos. Era assim em Araraquara nos anos 1950. Os carros até a hora dos bailes nos salões subiam e desciam as Ruas 9 de Julho e São Bento, entre as Avenidas Brasil e Barroso. Era o corso (desfile de carros). As moças e jovens fantasiadas ou não, em pé nos veículos, saudando o povo que assistia acotovelado nas calçadas. Os salões lotavam. O Clube 22 de Agosto na Avenida Portugal, o Araraquarense na Rua São Bento, o Clube 27 de Outubro na Rua 9 de Julho e a Academia “A” do Samba na Avenida 15 de Novembro. O mais animado era o do Clube 22 de Agosto. Tanto é que muitos amigos meus, sócios do araraquarense fugiam da fraca animação daquele baile para o 22, onde, por não serem sócios, eram barrados pelo leal porteiro Panela. As modinhas daquele tempo ainda são as mais cantadas hoje: “Ai a bruxa vem aí/E não vem sozinha/Vem na base do saci/ Pula, pula, pula/ numa perna só/Vem largando brasa/No cachimbo da vovó...” “A canoa virou/Deixa virar/Por causa da menina/ Que não soube remar...”

“Mamãe eu quero/ mamãe eu quero/ Mamãe eu quero mamar/Me dá a chupeta/Me dá a Chupeta pro bebê não chorar...”; “Chiquita bacana...”; “Ô jardineira por que está tão triste/ Mas o que foi que aconteceu? Foi a Camélia...”; “Allah-La –Ô ...”; “Apareceu a Margarida...”; “Se você sincera Ô Aurora...”; “Chegou a turma do funil...”. O Rei Momo araraquarense por anos foi a figura simpática do sócio do Bar ao lado do Cine Odeon (depois Veneza, Igreja e Lojas Americanas, respectivamente) Chafik Lauand. Foi o único Rei Momo magro que eu conheci. De pequena estatura e franzino. Peso pena. De coroa e cetro improvisados visitava todos os clubes e entrava na folia: “Daqui eu não saio/ Daqui ninguém me tira...”; “Maria Candelária...”; “Meu Periquitinho verde tira a sorte...”; “Um Pierrô apaixonado que vivia...”; “Eu sou um pirata da perna de pau...”. Na época muitas lojas improvisavam o comércio do Carnaval. O principal e mais sortido de todos era o do Rosário, dono do salão (barbearia frente à Casa Barbieri). Tinha de tudo. A lança perfume não era proibida, mas ao alcance de poucos bolsos, inclusive do meu. Nos salões todos brincavam numa boa. Quem tinha espirrava a lança-perfume, de vidro ou metálica, no peito ou no bumbum das moças. Líquido gelado. No olho complicava, se cheirada entorpecia. No 22 os pais sentavam nas cadeiras encosta-

1

4

das nas paredes, vigiando as filhas quanto a eventuais esfrega-esfrega ou ousadia dos foliões para com elas. Cantores carnavalescos se revezavam ao microfone sob a batuta do Bonetti. Tico, Doca e Neco (meu amigo Manoel Teixeira). Faruk, Irma e Bento embora cantores dos saraus também davam seus pitacos nos falantes. No araraquarense Caduco dava conta do recado. Pico e Toco, como garçons do 22, faziam maratona olímpica para o atendimento do pedido de cada mesa. O cheiro da lança perfume misturado com o suor dos foliões deixava no ar a sensação mágica de levitação. Não havia pessoa feia. No festejo todos eram elegantes e atraentes. Aliás, fantasiado, maquiado, perfumado, cantando e de bom humor ninguém é feio. Terminado o baile todos procuravam um carrinho de cachorro-quente ou os pastéis deliciosos caprichados por uma família ali perto da Rua Calos Gomes com a Duque de Caxias. Além de o Carnaval ter a magia de embelezar os foliões, os tornava também cavalheiros e generosos: “Colombina, eu sou o teu Pierrô/ Reparte esse amor. Metade pra mim/ Metade pro teu Arlequim”. jbgalhardo@uol.com.br Carnaval de 2013

Os 10 tópicos

PREFEITO Marcelo administra tranquilamente, os vereadores em maioria qualificada (como diz o regimento) não dão trabalho, não pressionam.

POLUIÇÃO VISUAL está passando da conta. Se os vereadores não ligam, quem resolve?

2

PROMOTORIA precisa ser acionada, como diz “editorial” desta edição. Quem se habilita?

DIVISÃO no comando ocorreu bem antes da posse, segundo se informa nos bastidores. Por isso, os vereadores estão contentes...

3 PATRÃO com duas vertentes: o povo e o prefeito. Nem precisa adivinhar...

5

6

MÁGOA na geladeira, é costume do prefeito Marcelo. Isso não faz bem para a cidade...

7

MARCELO Barbieri fica constrangido quando é ins-

tado a falar bem do deputado Edinho.

8

EM QUEM você votou, na última eleição, para vereador?

9

GRUPO “REAGE Araraquara” deveria pensar na função do vereador e bater nas teclas importantes.

10

VEREADORES deveriam aproveitar este domingo para um exame de mandato: como estou agindo na defesa da população? Aos que chegaram até aqui OBRIGADO e bom final de semana.


JORNAL DE ARARAQUARA www.jornaldeararaquara.com.br

R$ 100 milhões

Sebrae

O Sebrae de Araraquara traz a palestra “Administração Competitiva: uma ferramenta estratégica”, voltada para empreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. O evento é gratuito e está marcado para terça-feira (19), das 10h às 12h, na sede do Sebrae, na Via Expressa. Fone: 3332-3590.

Transporte

Fevereiro marca o início do ano letivo escolar. Pais de alunos se preocupam com o transporte das crianças. De acordo com a gerente Denise Magrini, a lei diz que Araraquara tem de oferecer um veículo para cada 2.225 pessoas. Como a cidade tem hoje cerca de 12 mil habitantes, são necessários 96 veículos deste tipo.

Aumento

Ir até Matão ou estacionar no centro de Araraquara ficará mais caro a partir de 1º de Março, de acordo com decreto assinado pelo Prefeito Marcelo. O Pedágio vai para R$ 1,50 e a tarifa mínima da área Azul, a R$ 1.

Dela Coleta

do PAC N

Rua Alm. Tamandaré, 367 -

(16) 3336-6663 e 3336-8626

Avenida Cristovão Colombo, 614

(entre ruas 2 e 3) Araraquara - SP

Advogado

Obras do PAC Outra obra do PAC é a urbanização dos assentamentos precários no Jardim

Pizzas, salgados e bolos para festas, por Kg. Uma homenagem ao seu paladar

Ortodontista

Crosp - 12.234

ram montadas as seis vigas sobre a rodovia “Antônio Machado Sant’Anna”, no viaduto ferroviário de maior percurso da Estação do Ouro ao pátio e manobras: 92 metros de comprimento. Prefeitura, em parceria com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), reflorestaram o Parque Pinheirinho com 43 mil mudas de árvores nativas. A ação é relativa à supressão vegetal causada pelo impacto ambiental na área do pátio de Tutóia.

Panificadora Cristal

07

Profissional Dr. Roberto

Investimento o encontro nacional de Novos Prefeitos, em Brasília, o prefeito Marcelo Barbieri recebeu relatório dos investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em Araraquara que somam R$ 105,9 milhões. A maior obra do PAC, o contorno ferroviário, está 81% concluída e a previsão do governo federal é terminá-la até 31 de maio deste ano. “Entre 2011 e 2014, o aporte nos trilhos e viadutos atingiu R$ 78 milhões”, informa o prefeito que aguarda uma confirmação da presidente Dilma Rousseff para inaugurar o novo traçado de 8 quilômetros e o pátio de manobras em Tutóia. Na semana passada fo-

SÁBADO E DOMINGO 16 E 17 DE FEVEREIRO DE 2013

das Hortênsias e Adalberto Roxo incluindo pavimentação, galerias pluviais, drenagem, e serviços de saúde e educação. Nessas áreas o investimento é de R$ 7,1 milhões. Por conta da interligação da energia do Rio Madeira com a empresa Araraquara Transmissora de Energia o aporte em infraestrutura na subestação é de R$ 6,5 milhões. “A Prefeitura também participou, junto com outras empresas, da pavimentação da rodovia de acesso à subestação, na Bocaiúva 2”, observa o prefeito Marcelo. Além dos recursos do PAC, a concessionária Cymi Masa aplicou mais R$ 2,2 milhões na rodovia. (Fotos: Tetê Viviani)

Cartório

Registre o seu imóvel.

É questão de segurança.

(V. Xavier) - Fone:3332-3768

(Campanha do J.A.)

Dengue pode matar se não oferecer

assistência médica rápida e eficiente.

Benedito Teixeira Ferreira OAB 146023

Fone: (16) 3332-7115 - 8125-0636

Av. Espanha, 761 - Sala 11 - Centro - Araraquara e-mail: bferreira@oabsp.org.br

Galhardo Sociedade de Advogados OAB/SP 11.486

CIVIL - TRABALHISTA DIREITO IMOBILIÁRIO

Av. São Paulo, 735 Fonefax : (16) 3322-4506

CIRURGIA PEDIÁTRICA DR. CARLOS

FERNANDO CAMARGO CRM: 35.058

AV. BANDEIRANTES, 831

FONE: 3336-9381

ODONTOLOGIA INTEGRADA

Prevenção, Odontopediatria, Cirurgia Endodontia, Implantes, Prótese sobre Implantes

Drª Rosana Maria F. de Andrade Crosp 34622

Drª Sandra Fernandes de Andrade Crosp 43615

Rua Barão do Rio Branco - 1049 - 3332-0021

Oração ao Poderoso Santo Expedito Festa 19 de abril. Comemora-se todo dia 19. Se você está com algum PROBLEMA DE DIFÍCIL SOLUÇÃO e precisa de AJUDA URGENTE, peça esta ajuda a Santo Expedito que é o Santo dos Negócios que precisam de Pronta Solução e cuja invocação nunca é tardia. Oração - Meu Santo Expedido das causas justas e urgentes, socorrei-me nesta hora de aflição e desespero, intercedei por mim junto ao Nosso Senhor JESUS CRISTO! Vós que sois um Santo Guerreiro, Vós que sois o Santo dos Aflitos, Vós que sois o Santo dos Desesperados, Vós que sois o Santo das Causas Urgentes, protegei-me, ajudai-me, daí-me força, coragem e serenidade. Atendei ao meu pedido: “fazer o pedido”. Ajudai-me a superar estas horas difíceis, protegei-me de todos que possam me prejudicar, protegei a Minha Família, atendei ao meu pedido com urgência. Devolvei-me a paz e a tranqüilidade. Serei grato pelo resto de minha vida e levarei seu nome a todos que tem fé. Obrigado. Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e fazer o Sinal da Cruz.Em agradecimento, mandei publicar esta oração, para propagar os benefícios do grande Santo Expedito. (C.S.B.)

Carnaval do Náutico deixou saudades D

Após a grande festa na praia, programação será retomada neste fim de semana

epois do sucesso do carnaval na praia, o Clube Náutico terá programação movimentada neste fim de semana. O programa de recreação e lazer entra em cena com atividades para toda a família. A atração deste domingo (17) será o ‘Desafio Náutico’, com a coordenação da equi-

pe de professores da Academia do clube. A programação está prevista para começar às 9h. Haverá alongamento, caminhada, circuito na areia, aula de dança e relaxamento, entre outras novidades. O descontraído desafio nauticano tem como objetivo começar bem as atividades

do ano.

Show nos bares

Vale a pena conferir as atrações deste domingo. Céu da Boca

O grupo irá se apresentar no

bar da praia, a partir das 12h, com repertório recheado de sucessos da MPB. Emílio Carlos e banda

Show de versatilidade preparado para o bar da mata, com início às 15h. Boleros, forrós, sambas, músicas internacionais e clássicos dos anos 60 e 70 vão agitar a galera.

Esporte

A programação esportiva do Náutico prevê torneios hoje e amanhã. Confira.

Amanhã

Os associados que praticam o futebol no clube terão opções dos torneios do festival de verão (categorias ‘panela’, master e super master) e da ‘lousa competitiva’. No primeiro, os times foram sorteados ontem na secretaria do clube. Já as inscrições para os jogos da ‘lousa’ poderão ser feitas na hora – início às 9h. As emoções vão rolar também nos torneios de tênis, de bocha e de futsal (pré-mirim e mirim), a partir das 9h;

truco, às 13h; e basquete, com início programado para as 14h.

Campeonatos

O Náutico mantém abertas as inscrições para os primeiros campeonatos de futebol da temporada. O show de bola nauticano terá certames em nove categorias: pré-mirim, mirim, infantil, feminino, livre, veterano, master, super master e Quinta noturna. As inscrições poderão ser feitas até o dia 20 de março na secretaria do clube.

Hoje

Foliões lotaram a praia do Náutico nos três dias de carnaval

A bola vai rolar em mais um torneio de futebol Vem jogar comigo, a partir das 13h; simultaneamente ao ‘caldeirão’ de duplas de bocha. A partir das 14h, as emoções ficarão por conta da ‘lousa competitiva’ de simples/duplas de tênis.

Estrutura montada para o evento


Bom Dia!

Rita Mucio

Aos que trabalham com alegria dia após dia. No quesito alegria parabéns aos nauticanos.

Leonardo Basolli e Ingrid Fernandes

O casal Rubens Tositto Junior e Ana Maria recepciona a prefeita de Américo Brasiliense, Cleide Berti, no Clube Náutico.

Roberto Massafera e a esposa Cristina

O casal Fabiana e Humberto Figueiredo

Edinho Silva e a esposa Andrea

Eduarda Araújo e Rafaela Lopes

Nair e José Morena

Tiago Gomes e a namorada Piera Pedemonte

Leonardo Alvarenga, Vinícius Moura, Paula Couturato, Beatriz Paganini e Natália Coppini

Luana Caparelli, Claudia Santos e Leda Silveira Roberto de Abreu Barbosa e a esposa Gisele

Sidnei Cororatte e a esposa Joana


ANIVERSARIANTES

Bom Dia!

Rita Mucio

Na festa do povo, destaque às escolas de samba. No salão, Clube Araraquarense, e na praia o Clube Náutico. Fecham-se as cortinas de mais um espetáculo. Prefeito Marcelo Barbieri e vice Coca Ferraz acompanharam os desfiles marcados pela qualidade técnica, beleza e inovação.

Mancha ganhou aplauso e troféu de primeiro lugar.

As cinco escolas de samba mostraram determinação e força. As escolas de Araraquara são formadas por comunidades competentes.

Benê do Victório de Santi, Mancha Araraquara, Gaviões do Selmi-Dei, Unidos da Morada do Sol e Nação Quilombola fizeram bonito.

Desfile marcado pela alegria geral.

O público lotou as arquibancadas e torceu para a sua escola.

16- Carlos Alberto Chaman, Débora Cristina Lollato, José Bombardi, Antonio Sergio Trentim, José Luis Bezerra dos Anjos, Moysés Astorino, Humberto Elias Pessoa de Carvalho e Therezinha Dias Barbieri 17- José Roberto Placco Rodriguez, Mara Regina Gomes Laroca, Maurício Botelho Alves, Leda Maria Zenatti, Grasiela Caetano, Maria Ap. Leonardi Assumpção, Jacira da Silva Bernardes, Maurício Botelho Alves, Leatriz do Carmo Mazzeu e Jeanette Zanin 18- Fernando Affonso Giansante, Cristina Dahab Monteacutti, Maria José S. C. Rodrigues, Marcelo Fattori, Luis Thsuha Júnior e Ilda Scotton Sylvestre 19- Syberia Zaniolo, Ricardo Cusinato, Orivaldo Paulino Basegio, Clara Rodrigues Faria e Salma Maria Colombo Bermudez 20- Nivaldo Chade, Rui Athanázio Fernandes Lopes, Angelo Berti, Caetano Paschoal Milani, Renata Barreto Lordello e Valquiria Rodrigues Oliveira Velloso 21- José Barbieri Júnior, Márcia Huidobro, Tânia Aparecida dos Santos, Miguel Pierri, Marlene da Costa Tucci, Haroldo Franzin, José Anésio Pavão, Alberto Sadalla Filho, Manoel de Carvalho Soffner e Marcos César de Matos 22- Liliana Aufiero, Osvaldo Leme da Silva, José Roberto Sedenho, José Carlos Tadeu Abrita e Mauro Siguemori Shinzato 23- Deise Pasetto Falcão, Rosana Alves Pereira, Regina Helena Biancardi, Marcelo do Nascimento Posso, Sebastião Aparecido Mortari e Ademir de Souza Filho 24- Sérgio Roni Júnior, Biagio Morvillo, Laércio Piva, Carlos Alberto Tampellini, Wilson Abraão Saad, Augusto César Munhoz, José Luis Ladeira e Domingo Stuchi

As escolas apresentaram suas produções em até 50 minutos.

Até o ano que vem, quem sabe com escolas autônomas: sem esperar a verba pública, sem a “chapa-branca”.

N

Polezze-entrevista

este sábado (16), a partir das 12 horas, na TVARA (canal 31), Net (canal 15) e Site do J.A., a vida da Dra. Clara Pechmann Mendonça.

TVARA (canal 31); NET (canal 15) e SITE do J.A. (www.jornaldeararaquara.com.br)


Come-Ferro

Wilson

O

Silveira Luiz

jogo deste sábado (16), na Arena, entre Ferroviária e Comercial, o chamado "Come-Ferro", dos tempos em que esse encontro era chamado de clássico regional, é uma espécie de divisor de águas para a paciência do torcedor Afeano. Depois do zero a zero com a Lusa do Canindé, onde a Ferroviária mostrou bom futebol até o momento da conclusão, e da derrota (2 a 1) para o Capivariano, quando os grenás voltaram a desperdiçar chances e deixando frustrada a sua torcida, eis que surge o Comercial F.C. de Ribeirão Preto. Jogo marcado para às l8h30 deste sábado (16). Uma hora esquisita, no dia em que o horário brasileiro de verão termina à meia noite, promete muitas emoções. Tanto AFE como o Comercial precisam de resultados positivos para alavancar a campanha rumo à Divisão Principal do futebol paulista. Os fanáticos torcedores da AFE prometem apoiar o time até o último minuto. Um a zero já vale. Esse Campeonato é um dos mais difíceis de todos os tempos, e qualquer vitória dá 3 pontos e uma esperança maior. Vamos AFE, não faça o seu torcedor triste e desesperançado.

Secretaria envia formulários

A Secretaria de Esportes e Lazer/Fundesport/Araraquara já está encaminhando para as cidades integrantes da 5ª Região Esportiva, formulários para serem preenchidos com dados informativos sobre as modalidades em que cada Município deverá participar dos Jogos Regionais a partir de 17 de julho, em Araraquara.

JORNAL DE ARARAQUARA www.jornaldeararaquara.com.br

Bocha: reunião

Te s t e o s e u

é o limite

Atenção disputantes da Copa Araraquara. Na segundafeira (18), às 18h, haverá importante reunião na sede da LIBA-Liga Bochófila de Araraquara que fica no prédio das Piscinas da Arena da Fonte. Um dos assuntos mais importantes refere-se à mudança do dia da semana para realização das rodadas de bocha. Os Clubes poderão levar os ofícios, assinados pelo Presidente da Agremiação, solicitando participação na 20ª Copa Araraquara Interclubes de Duplas Masculinas de Bocha. Mais informações: Amaral 97881344.

Futebol Feminino

A equipe de futebol feminino da Ferroviária/Fundesport passa por constantes mudanças. Principalmente sobre a constituição de um time formado por especialistas em cada posição. Contando com uma das melhores estruturas do futebol feminino brasileiro, as comandadas de Douglas Onça têm essas "craques" em suas respectivas posições: Goleiras: Bruna, Luciana e Maike. Zagueiras: Bruninha, Géssica, Mônica e Tayla. Laterais: Paula, Daiane, Isa e Rilany. Meio-campistas: Beatriz, Carol Melhado, Liése, Érikinha, Rô e Thaísa. Atacantes: Adriane Nenê, Rafa, Nenê e Tábatha. Informações prestadas por Danilo Zero dos Santos, diretor de Futebol Feminino AFE/Fundesport.

Po r t u g u ê s n º 2 5 4

Terezinha Bellote Chaman (*)

Inclusão de alunos

No início de fevereiro, o Professor Adalberto do Carmo Grifoni, Gerente de Projetos Especiais da Secretaria de Esportes e Lazer de Araraquara, esteve na cidade de Resende (Rio de Janeiro), a fim de proferir palestra subordinada ao tema "A EDUCAÇÃO FÍSICA E O ESPORTE NO PROCESSO DE INCLUSÃO DE ALUNOS". Atendendo convite da Prefeitura de Resende, Grifoni ministrou oficina, baseada em vivência prática com os professores e monitores da rede municipal e da Secretaria de Esportes daquela cidade fluminense. O objetivo é oportunizar a

prática de atividades sugeridas aos alunos com deficiência, buscando a inclusão social e a melhoria do seu aspecto físico e motor, bem como melhor qualidade de vida. Mas a intenção maior é buscar a reflexão sobre a prática pedagógica e sobre as possibilidades de enriquecimento do cotidiano escolar com outros olhares no processo de inclusão de pessoas portadoras de deficiência. E através dessas oportunidades, possibilitar a descoberta de algum talento dentro da escola para assim fazer parte de equipes competitivas do município.

Regionais

Faltam 149 dias para início, em Araraquara, dos tradicionais Jogos Regionais.

Na Moldura

Anualmente a Equipe Cultura de Esportes, da Rádio Cultura Araraquara, premiava os melhores do ano em todas as modalidades. Aí está para a MOLDURA flagrante da entrega do cobi-

çado Troféu Cultura, do Professor Pelica para o "garotão" Lisandro Massao Kitamura (hoje escrivão de polícia da DIG Araraquara), 11 anos de idade, melhor do judô, em 1980.

(Apoio cultural: Paraty)

“Sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos” (1Jo 3,14)

Neste nosso primeiro encontro de 2013, recordamos o Ano da Fé e o Ano Jubilar. Jubilar não somente no sentido de “júbilo” (alegria), mas no sentido de um ano em que se recomeça, em que todas as ofensas são perdoadas e tudo é colocado em comum. Como podemos ler no Antigo Testamento, no ano do Jubileu, os judeus restituíam as terras, perdoavam-se reciprocamente e faziam as pazes com aqueles com os quais tinham tido discórdias; perdoavam tudo e recomeçavam. Pode ser que Deus nos ofereça este ano para fazer esse jubileu. Este deve ser um ano em que oferecemos e pedimos perdão, um perdão recíproco de todas as feridas que podemos ter causado uns aos outros. Declaremos oficialmente que faremos de tudo para vivermos melhor os nossos relacionamentos, juntos, aqui e em todos os lugares. Que seja o tempo em que, ajudados pela graça de Deus, exista essa misericórdia entre nós, dar e receber o perdão, recomeçando com esse pacto de amor recíproco, justamente quando o tema deste ano é dedicado ao amor ao irmão. Concretamente, isso significa muitas coisas: valorizar a ajuda de cada um, pequeno ou grande; reconhecer e aceitar os próprios limites e aqueles dos outros; ajudarmo-nos a dar tudo a DEUS, mas aquele “tudo” que cada um possui, que é diferente de um para outro, seja no plano espiritual, seja no plano humano. Significa ajudar-se realmente a atuar o desígnio de Deus. Para atuar concretamente o desígnio de Deus, devemos nos lembrar de seu maior mandamento. E qual é o Mandamento Novo de Jesus? “Amai-vos uns aos outros com eu vos amei.” E Jesus nos amou a ponto de dar a vida por todos nós e, portanto, se nós queremos viver concretamente este amor, devemos estar prontos a dar a própria vida para cada irmão. E dar a vida significa também experimentar a solidão, a incompreensão, as dificuldades de superar um problema, o apego às coisas terrenas, à vida, enfim tudo aquilo que de algum modo Jesus experimentou na cruz. Pedimos a Jesus que nos faça ser sua casa, nos faça sermos irmãos verdadeiros e que Ele, em nosso meio, passeie pelas estradas do mundo e construa tudo aquilo que Ele quer, tendo-nos como seus instrumentos. É um pedido imenso, forte, que só pode ser dirigido ao Onipotente. Com Lubich, meditemos: “Esta palavra de vida (1 Jo3, 14) nos abre perspectivas imensas. Ela nos impulsiona na divina aventura do amor cristão, que tem desdobramentos imprevisíveis. Antes de tudo nos lembra que num mundo como o nosso, onde se teoriza a luta, a lei do mais forte, do mais esperto, do mais inescrupuloso, e onde às vezes tudo parece paralisado pelo materialismo e pelo egoísmo, a resposta a ser dada é o amor ao próximo. É esse o remédio que pode curar o mundo. De fato, quando vivemos o mandamento do amor, não só a nossa vida se fortalece, mas tudo ao nosso redor sente a influência. É como uma onda de calor divino, que se irradia e se propaga, impregnando as relações entre as pessoas e entre os grupos, transformando aos poucos a sociedade. Sendo assim, vamos nos decidir! Todos nós temos sempre irmãos a serem amados em nome de Jesus. Permaneçamos fiéis a esse

amor. Ajudemos muitos a fazer o mesmo. Assim, experimentaremos em nossa alma o que significa a união com Deus. A nossa fé se reacenderá, as dúvidas desaparecerão, não saberemos mais o que é o tédio. A vida será plena, plena”. Claudemir e Sandra Dias - Movimento dos Focolares. Teste o seu Português

1 - A linguiça seca, curtida no fumeiro, chama-se: _________. a ( ) chouriço; b ( ) choriço; c ( ) xouriço; d ( ) xoriço.

2 - Prato feito com repolho picado e fermentado denomina-se: __________. a ( ) xucrute; b ( ) chucrutes; c ( ) chucrute; d ( ) xucrutes.

3 - Aquele camarada é um ____, um verdadeiro dedo duro. a ( ) caguete; b ( ) alcaguete; c ( ) cagueta.

4 - Em janeiro, os estudantes estão: ____________. a ( ) de férias; b ( ) em férias.

5 - Trata-se de um convite _____. Parto hoje mesmo para uma viagem ____________. a ( ) irecusável inter-continental; b ( ) inrecusável inter continental; c ( ) irrecusável intercontinental. 6 - Uma bisteca __________, um ovo frito e uma salada. Está pronta a refeição. a ( ) mal-passada; b ( ) malpassada; c ( ) mal passada; d ( ) mau passada.

7 - Era um barulho _________. Não se conseguia ouvir o que ele dizia. a ( ) pertubador; b ( ) perturbador.

8 - Nesse final de semana, comemos uma maravilhosa picanha na _________. a ( ) taboa; b ( ) táboa; c ( ) tauba; d ( ) tábua.

9 - Vou preparar uma sopa à base de ______________, em substituição à couve. a ( ) cumbuquira; b ( ) cambuquira; c ( ) cambaquira.

(*) Professora de Língua Portuguesa, com especialização em Linguística de Texto. Mestre em Comunicação pela UNESP de Bauru - SP, Doutoranda em Serviço Social pela UNESP de Franca SP, Jornalista e produtora do quadro “Teste o seu Português”, Programa Mestre-Cuca durante 14 anos na ex-Rede Mulher de TV e posteriormente CNT Central Nacional de Televisão. Até agosto/2012, no programa Delícias do “Chef ”, na TV Gazeta. Respostas: Resp 1.: a - A linguiça seca, curtida no fumeiro, chama-se: chouriço. Chouriço com ch. Resp 2.: c - Prato feito com repolho picado e fermentado denomina-se: chucrute. Resp 3.: a - b - c - Aquele camarada é um caguete / alcaguete / cagueta, um verdadeiro dedo duro. Caguete, alcaguete, cagueta = (delator) – pronuncie a letra u. OBS.: Alcaguete (do espanhol alcahuete) Resp 4.: a - b - Em janeiro, os estudantes estão: de férias / em férias. Férias = período destinado ao descanso. As duas expressões (de férias / em férias) têm o mesmo sentido. Resp 5.: c - Trata-se de um convite irrecusável. Parto hoje mesmo para uma viagem intercontinental. Irrecusável = que não se pode recusar, que não se pode rejeitar. Intercontinental = (relativo a dois ou mais continentes). Resp 6.: b - Uma bisteca malpassada, um ovo frito e uma salada. Está pronta a refeição. Malpassada = (adjetivo) diz-se da iguaria levada ao fogo por pouco tempo, de modo que não fique totalmente cozida ou frita. Resp 7.: b - Era um barulho perturbador. Não se conseguia ouvir o que ele dizia. Perturbador = (que atrapalha, que perturba, que estorva). Observe a letra r depois do u. Resp 8.: d - Nesse final de semana, comemos uma maravilhosa picanha na tábua. Não confunda com tabua ou taboa = erva de águas paradas e rasas. Resp 9.: b - Vou preparar uma sopa à base de cambuquira, em substituição à couve. Cambuquira = (broto da aboboreira).

10

SÁBADO E DOMINGO 16 E 17 DE FEVEREIRO DE 2013

OBS.: Colunista semanal dos jornais Diário do Grande ABC (SP) e Jornal de Araraquara (SP), Jornal Independente - Dois Córregos (SP), Tribuna do Norte - Natal (RN), Jornal de Nova Odessa (SP), Diário da Franca Franca (SP) e Diário de Sorocaba - Sorocaba (SP) - Jornal de Itatiba – Itatiba (SP) - O Liberal Regional - Araçatuba (SP) - Diário da Serra - Tangará da Serra (MT).

Laboratório de Análises Clínicas Dr. Arnaldo Buainaim S/C Ltda.

Análises Clínicas

Marcadores Tumorais

prolimplimpezaemgeral@gmail.com

Rua 3, nº 561 - Jd. Iedda - Tel: 3214-9920

Imunologia

Hematologia

Hormônios

Responsáveis: Dr. Arnaldo Buainaim Dr. Arnaldo Buainaim Jr. Rua Carlos Gomes, 1560 Fone: PABX (16) 3301-5599 Fax: (16)3322-5700

Posto de Coleta: Alameda Paulista, 1762 (Balão do Sesi) Fone: 3339-1230 - Fax: 3337-4506


Água de beber

A

Silneiton Favero (*)

água é fundamental, um insumo primordial em todos os processos produtivos e atividades humanas. Mas, antes disso, a água é parte de todos os organismos vivos no planeta e uma substância indissociável do funcionamento dos ecossistemas. Dessa forma, a qualidade e a disponibilidade desse recurso vital devem ser asseguradas para que as sociedades continuem a se desenvolver em seus capítulos sociais, econômicos e culturais. Ocorre que o cenário é de demandas múltiplas e crescentes em função das exigências típicas do crescimento econômico, da expansão demográfica e da mobilidade social. Os usos industriais, domésticos, comerciais, recreativos, agrícolas, energéticos e no transporte são concorrenciais. Ao mesmo tempo, diversos mananciais estão ameaçados ou degradados mediante os impactos desses usos. O atendimento pleno das necessidades mais básicas de água ainda está distante em muitos países. De fato, o Brasil possui a maior reserva hídrica e a segunda maior cobertura florestal do planeta, atributos que, em princípio, favorecem os recursos hídricos. As águas utilizadas nos variados processos e tipos de usos retornam aos rios, mares, solo e subsolo, dado o ciclo hidrológico. Contudo, não se pode falar que seja um recurso inesgotável, tampouco abundante em termos absolutos. Apenas 3% de toda a reserva hídrica do mundo são de água doce. Os mananciais estão distribuídos heterogeneamente entre os países e em suas regiões, por vezes distantes dos pontos de demanda. Os ecossistemas aquáticos acham-se sob estresse ambiental. O desmatamento impacta negativamente corpos hídricos. Os sistemas de captação, tratamento e distribuição ainda não são capazes de levar água a todos, além de enfrentarem sazonalidades, e nem todas as pessoas podem arcar com os custos da água tratada. Em termos relativos pode-se falar em escassez na abundância porque há questões de qualidade e acesso à água. Em tal quadro, o crescimento desejado da economia brasileira e a ampliação do comércio internacional continuarão a demandar mais água, energia e alimentos. Destaque-se que parte das exportações brasileiras é,

Apoio

Cultural

na prática, importação de externalidades ambientais hídricas negativas, pois os maiores importadores de commodities intensivas em água deixam de impactar seus próprios recursos hídricos. Portanto, a água condiciona a economia e a produção de modo bastante abrangente, consideração fundamental na abordagem da segurança hídrica em relação às seguranças energética e alimentar. Nesse sentido, é simplesmente urgente superar questões irresolutas da água, como o saneamento insuficiente e a ausência de manejo abrangente de resíduos sólidos, pois os efluentes e a interação das chuvas com o lixo urbano são problemas sérios. Restaurar e conservar as áreas de recarga mediante a recuperação da vegetação ciliar favorece os serviços ecossistêmicos prestados pela água. Os instrumentos legais e as soluções de engenharia devem ser acompanhados da melhora no resultado da gestão, de modo a promover o uso responsável da água, que incorpora aspectos de governança, de relevância dos ecossistemas aquáticos, de qualidade e quantidade e do acesso à água com vistas à sustentabilidade. O governo deve exercer a gestão eficiente da água e promover o uso responsável, elevando a qualidade da administração pública e da resposta à sociedade também nesse aspecto. As pessoas devem buscar saber a origem dos produtos que consomem e como foram produzidos, trazendo a realidade da água ao seu cotidiano. Os setores produtivos precisam compreender melhor o seu papel dentro da governança da água e utilizar os recursos hídricos com responsabilidade em seus processos, internalizando nos negócios os serviços prestados pela água. Os desafios amplificados que o Brasil enfrenta em matéria da conjugação desse contexto com as mudanças globais que já se avizinham - demográficas, econômicas, sociais e climáticas - impõem a segurança hídrica como item prioritário na agenda da sustentabilidade, pois somente assim se poderá assegurar a produção de alimentos e a geração de energia, tão essenciais ao desenvolvimento do país.

11

Carnaval de SÁBADO E DOMINGO 16 E 17 DE FEVEREIRO DE 2013

JORNAL DE ARARAQUARA www.jornaldeararaquara.com.br

Se o carnaval tivesse sido realizado no “Recinto de Eventos”, com todos os cuidados processuais de elevada segurança, o jovem teria conseguido preservar a sua vida? Na portaria, como sempre, a revista indispensável numa festa popular como, aliás, foi determinada pelo ex-prefeito Ademir Gouvêa.

A

festa carnavalesca de Américo infelizmente foi suspensa devido a uma briga onde foram disparados quatro tiros. Lamentavelmente fatais... No contexto dessa tristeza, a prefeita Cleide Berti Ginato determinou a suspensão da festa, nas imediações da Igreja de N.S. Aparecida, cortando o “barato” principalmente dos jovens que, como alternativa, se dirigiram a Santa Lúcia. Tanto que a segunda-feira, na bonita e hospitaleira “Terra das

Américo Brasiliense

foi suspenso

Palmeiras”, foi efetivamente “gorda”. Para as próximas festas populares espera-se um pouco mais de previsibilidade do Poder Público.

Populismo? Os vereadores de Américo resolveram, recentemente, somar esforços físicos para limpar a cidade. Muito lixo e entulho que estavam causando problema à coletividade foram removidos. Um fato inédito que merece reflexão.

Esse é o papel de um vereador? O que diz a Constituição Federal? A independência dos poderes como está sendo vivida? Cabe ao vereador fiscalizar o Executivo: ele está agindo bem na limpeza da cidade? “Enfim, os vereadores inauguraram uma maneira de pensar e agir que nos deixa preocupados. Ainda mais quando a democracia representativa é bastante discutida pela liderança de uma cidade”, diz o editor do J.A..

Massafera é companheiro leal

J.A.- Deputado Massafera apoiou a candidatura vitoriosa de Marcelo Barbieri?

Massafera- Ele tem sido um bom prefeito. O Marcelo tem trabalhado muito por Araraquara. No passado nós pagamos muito caro a nossa divisão: o Barbieri de um lado, o Coca do outro eu ali e fraquejamos permitindo a eleição até de candidatos que eram minoritários. A partir do instante que nós juntamos as nossas forças inclusive eu, o Barbieri, o Coca, a Edna garantimos a reeleição do Marcelo que está sendo um bom prefeito. Foi uma campanha disputada, de certa maneira difícil porque é mais fácil ser oposição, mas, lutamos, trabalhamos e o povo reconheceu. Aí está o Marcelo reeleito para quatro anos a fim de honrar Araraquara. E mereceu porque tem trabalhado muito. J.A.- Aprovação unânime de Dimas Ramalho no

Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Indicado pelo governador Geraldo Alckmin sentiu os efeitos do P.R.A. - Partido da Região de Araraquara, o espírito da somatória incluindo deputado Edinho Silva e prefeito Marcelo Barbieri.

Massafera- O Dimas já foi deputado estadual, deputado federal, foi secretário da Habitação no governo Covas, um agente público ético, com linha máxima de competência que sabe conviver com amigos e se compromete com a coisa pública. Dificilmente Dimas seria barrado, o nome dele na Assembleia Legislativa teve aprovação unânime. É um grande conselheiro do tribunal. Do editor: a reportagem do deputado Roberto Massafera, na íntegra, está no site do J.A. (www.jornaldeararaquara.com.br)

Deputado Massafera apoiou com extrema competência a candidatura de Marcelo Barbieri: prefeito de Araraquara pela segunda vez.

Doçura Pa n i f i c a d o r a

Cada dia mais gente feliz

Encomendas: 3392-4870 Parabéns aos aniversariantes

(*) É consultor sênior da Green Domus Desenvolvimento Sustentável www.informa midia.com.br

Fone: 3301-2299

Av. Dr. Leite de Moraes, 1066 - Vila Xavier - Araraquara

Site: www.tetonovo.com.br - e-mail tetonovo@tetonovo.com.br

16- Geovana Piragino, Sandra Salles O. Marques, Alan Rogério Stein, Melkis Zedeki Loreto e Dr. José Luiz Bezerra dos Anjos 17- Arthur Briganti Gini e Eduardo Fachinetti 18- Victor Nigro, Dimas Lucena e Samira de Andrade Araújo 19- Daniel Paulino

20- Isabel Spagnol e Eduardo Ginato 21- Adriana Ap. Chicone, Gabriela Romania Balbino e Daiana de Holanda e Silva 22- Tiago Rafael Bombo, Henrique Ferreira Motta e Talita Cristina de Souza 24- Elaine Cristina Pavão


12

SÁBADO E DOMINGO 16 E 17 DE FEVEREIRO DE 2013

JORNAL DE ARARAQUARA www.jornaldeararaquara.com.br

Artesãs

Mulheres se reuniram no Parque São Paulo com a vereadora Gabriela Palombo (PT), a fim de discutir ações para melhorar trabalho desenvolvido pelo grupo. A finalidade é profissionalizar as mulheres e viabilizar uma fonte de renda na implantação de uma Feira de Artesanato.

Queda

Uma árvore, plantada há 54 anos na escola “Narciso da Silva César”, na Avenida Bandeirantes, caiu por conta da chuva e ventania intensa. Ela estava tomada por cupins e atingiu três veículos.

Botulismo

O Serviço Especial de Saúde (SESA) encerrou a investigação sobre a causa do botulismo que levou uma contadora de 38 anos à morte, em Araraquara. A pesquisa não foi concluída porque o alimento consumido não teve amostra para análise. A internação por botulismo ocorre por consumo de alimento em conserva, principalmente palmito que esteve presente na torta de frango digerida.

Multa

A Cutrale, uma das maiores processadoras de suco de laranja do mundo, foi condenada a pagar R$ 500 mil por suposta discriminação a grávidas. Cabe recurso. A sentença da Justiça do Trabalho de Araraquara também processa a indústria pelo fato de trabalhadores terem de assinar um termo que autoriza desconto no salário quando ocorre danos a equipamentos de proteção - os chamados EPIs - e por multas de trânsito. A Cutrale não emitiu nota de esclarecimento.

BB

Com a nova unidade, localizada na Fonte Luminosa, o município conta com 10 agências do Banco do Brasil. Araraquara é sede de Superintendência Regional, órgão fundamental para os negócios e atendimento da região.

Mudou

Pais idosos:

na praia ou no asilo? Vanessa Cristina L.C. Ferreira da Palma e Ana Paula Almeida da Silva (*)

A

vida decorre em rápido lapso temporal, é breve a existência do ser humano. Por isso se torna essencial que as fases que o indivíduo atravessa sejam dignas. Na velhice, em especial (período de grande fragilidade), faz-se mistér maior amparo e proteção. Normas regulamentadoras e garantidoras de direitos ao ser humano mostram-se essenciais para que seja realmente digna esta fase da vida. Logo, os legisladores agiram e, diante da constante busca de maior proteção a esta minoria, deve se destacar a responsabilidade dos filhos e familiares para com os seus idosos. Destaquese que lhes prover as necessidades básicas tornou-se direito objetivando que a dignidade destas pessoas seja conservada, que a velhice seja mais tranquila e verdadeiramente mais humana. Nesse contexto, o estudo da responsabilização dos filhos e parentes ganha imenso destaque: a ausência dos filhos na velhice dos pais implica diretamente reparação, com fins de efetivação do amparo aos pais

em idade avançada e, assim, respeitando o princípio da dignidade da pessoa humana. A família é o primeiro ente de proteção dos idosos. A ela cabe assegurar uma gama vasta de direitos, dentre os quais o direito à vida. Como ressalta a Constituição Federal (CF): a dignidade do idoso deve ser defendida pelos familiares. Como dignidade é inerente à pessoa, o dever dos seus familiares é proporcionar as condições necessárias para que seja efetivada. Neste sentido, não basta sobreviver, é preciso viver. Para que haja uma longevidade sadia e digna deve-se considerar a importância do convívio familiar e do tratamento oferecido aos idosos neste lar.

Responsabilidade

Há de se ressaltar ainda que a Constituição Federal reafirma a responsabilização civil dos familiares, em especial dos filhos, no seu artigo 229, onde dita que a estes incide “o dever de ajudar e amparar os pais na velhice, carência ou enfermidade”. Deste modo, entende-se que a responsabilidade dos filhos para com os seus pais não se limita à velhice, podendo ser arguida no momento de carência ou mesmo enfermidade. Oportuno é mencionar a

Carnaval

responsabilização disposta no código civil brasileiro no âmbito alimentar, determinada nos artigos 1694 a 1699, estes que são utilizados para embasar eventual ação de alimentos pelo idoso em desfavor dos filhos que incorreram em abandono, visando à efetivação de seus direitos e promoção de uma vida digna. Há de se destacar especialmente o artigo 1696 quanto à reciprocidade na prestação de alimentos entre pais e filhos: “O direito à prestação de alimentos é recíproco entre pais e filhos, e extensivo a todos os ascendentes, recaindo a obrigação nos mais próximos em grau, uns em falta de outros”. Assim, os pais poderão reclamar pensão alimentícia ao filho, desde que este seja maior de idade, além de ter condições financeiras para suportar tal encargo; deve ser comprovada também a necessidade da ajuda dos filhos para a aquisição de alimentos. Porém, não apenas os filhos têm o dever para com os seus pais, mas netos também têm tal responsabilidade, bem como outros familiares, respeitando sempre a proximidade genealógica.

Apoio familiar

Deste modo, claro está que

na Constituição Federal e demais legislações há expressa disposição em relação a responsabilidade familiar, em especial dos filhos, no provimento e efetivação de direitos em prol dos seus pais quando idosos (período considerado de maior fragilidade do ser humano), se estes dos filhos precisarem. Além disso, o Código Civil mostra-se como relevante instrumento de proteção aos direitos essenciais aos idosos, utilizando para tanto a matéria referente à responsabilização civil, uma vez que por meio dela poderá o idoso pleitear perante o Estado indenização por danos morais sofridos decorrentes de abandono afetivo. Ademais, se em decorrência do abandono necessitar de auxilio material, financeiro, para prover sua subsistência poderá valer-se da matéria de direito alimentar prevista no mesmo Código. Por fim, o idoso poderá por meio do Poder Público suscitar ações que visam compensar os danos sofridos, embasadas na legislação exposta e, desse modo, fazer valer seus direitos em prol de uma vida digna e com qualidade. (*) São da UFMS Campus de Três Lagoas.

E

cesso e, com certeza, o melhor da nossa região. Agradeço ao prefeito Marcelo Barbieri que fez questão de que a festa se realizasse”, comentou Haddad. Mancha Araraquara venceu com o enredo “A água e o fogo no axé dos orixás e na beleza dos mitos”, composto por Araquém Petrus, voz de Caloi,

Saúde

A unidade de saúde “Dr. Renato Guimarães Bastos”, Cecap, voltou a atender após ter ficado fechada para reformas. O posto fica na Av. Major Antônio B. Trovatti, 347, funcionando das 7h30 às 16h30.

Motociclista

O final do Carnaval foi marcado por dois acidentes fatais no perímetro urbano de Araraquara. Em ambos os motociclistas deixaram a família de luto.

Raio-X

Mancha é campeã-2013

m disputa acirrada, a Mancha Araraquara garantiu o troféu de primeiro lugar enquanto a Nação Quilombola ficou com o segundo. O secretário Renato Haddad acompanhou a apuração, a exemplo das torcidas das cinco escolas. “O Carnaval de Araraquara foi um grande su-

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente atende em novo endereço: Av. Joaquim, 406, no Jardim Primavera. “O novo ambiente da Secretaria proporcionará melhorias nas condições de trabalho de toda a equipe e também atendimento à população”, destaca José dos Reis Santos Filho (PV).

Paulo, Adão, André e Aragão. Com nove alas e quatro carros alegóricos, sob a coordenação dos carnavalescos Vasco e Nivaldo Cassau, a escola apresentou alas das crianças, Oxumaré, Iemanjá, A Lua (baianas), Exu e Pomba Gira, O Sol (o astro rei), Xangô e poder do fogo. Juninho e Zezé, o Primei-

ro Casal de Mestre Sala e Porta Bandeira, levantou o público, assim como a Rainha da Bateria, Milena, a Madrinha Graziela e a Princesa Jéssica. Com a direção de Iago, Roginho, Ricardinho e Du, a bateria da Mancha Araraquara se destacou no Carnaval 2013. (Com assessoria de Tadeu Queiroz)

Acontece no próximo dia 21 o pregão presencial para aluguel de equipamento de raios-X para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Xavier. O valor máximo do contrato, previsto em edital, é de R$ 803,7 mil, pelo período de um ano. Além do aparelho a empresa vencedora deverá dar toda a manutenção, realizar troca quando necessário e manter número de funcionários suficiente para cobrir jornada individual de 96 horas mensais.


Jornal de Araraquara - ED. 1034 - 16 e 17 de Fevereiro de 2013