Page 1

R$ 1,00

www.jornaldasalagoas.com.br

Alagoas, 14 de abril | Ano 1 | Nº 006 | 2019

É HORA DA DECISÃO FABRÍCIO MELO

JORNALISTA LUÍS VILAR ESTREIA COLUNA NO JA Página 6 FABRÍCIO MELO

CSA E CRB FAZEM DUELO PARA DECIDIR QUEM SERÁ O CAMPEÃO DE ALAGOAS Torcidas dos dois maiores times de Alagoas vivem a expectativa de que as redes balancem desta vez

CSA e CRB fazem neste domingo, a partir das 16h, a primeira partida Final do Alagoano. O mando de campo é do Azulão que, neste caso, tem direito a 70% das vagas no estádio. O árbitro gaúcho Anderson Daronco comanda a partida.

No estádio, a segurança será feita por quase 500 homens da Polícia Militar. As duas torcidas esperam que os times sigam a escrita e façam um jogo aberto, com muitos gols, uma vez que os últimos clássicos ficaram no 0 a 0. Página 9

Rui Palmeira e servidores entram em acordo e Câmara vai devolver projeto ao Executivo O encontro da última sexta-feira entre o prefeito Rui Palmeira e representantes dos

servidores públicos municipais rendeu mais do que se esperava. Avançou-se para um entendi-

Cacá Diégues é o novo imortal Cineasta alagoano assume a cadeira nº 7, na Academia Brasileira de Letras (ABL). Página 12

mento e Rui Palmeira concordou em suspender os projetos de lei que alteram o Plano de Cargos, FABRÍCIO MELO

CONFEITEIROS INVESTEM NA OFERTA DE OVOS ARTESANAIS Página 3

ambulantes precisam se cadastrar para vender peixes Página 3

Carreiras e Salários (PCCS). Mais de 17 sindicatos estiveram na reunião. Página 10

Empreender com inovação A jornalista Elisana Tenório faz as suas compras. Ela trouxe para Maceió o personal shopper. Página 12

Avianca faz cancelamento de 180 voos até quarta-feira Página 12


14 de abril

2

2019

OPINIÃO EDITORIAL

Se preparar para trabalhar É hora de trabalhar. Todos os dias, o Sine do Município do Estado oferece vagas de trabalho nas mais variadas profissões. Em geral, são ocupação que exigem o mínimo de formação profissional. Razão pela qual, além de oferecer o posto de trabalho, tam-

Jobson Pedrosa Diagramação

Para anunciar: (82) 3028.2050 CNPJ: 33.009.776/0001-21 Endereço: Rua Barão de Penedo, 36 Edifício Delmiro Gouveia, Sala 205 - Centro CEP 57.020-340 Maceió - Alagoas E-mails: redacao@jornaldasalagoas.com.br comercial@jornaldasalagoas.com.br

Site: www.jornaldasalagoas.com.br

candidato a colaborador, experiência na profissão. Nos órgãos que trabalham com esse desembaraço para abrir o caminho para o emprego uma grande dificuldade encontrada está na questão da “falta”. Seja a falta de experiência ou a falta de qualificação profissional.

ção profissional.

pensar apenas em ganhar dinheiro de qual-

oferecidas para os desempregados em Alações e supermercados estão na relação dos maiores estabelecimentos com abertura de postos de trabalho.

Deraldo Francisco Editor Geral

empregador exige, além da qualificação do

Neste caso, quem quer trabalhar não deve

goas. Restaurantes, lanchonetes, panificaJorge Luiz Borges Tinoco Diretor Executivo

Em todas as vagas oferecidas, o futuro

bém são oferecidos cursos para qualifica-

O comércio se destaca no número de vagas

EXPEDIENTE

oferecem melhores salários.

CENA URBANA

quer forma, mas deve se planejar para buscar uma qualificação que lhe deixe em condições de competir com outros candidatos. O verdadeiro é que, em Alagoas e em Maceió, vive-se um momento diferente daquele que encerrou o ano passado, com o crescimento do número de desempregados e a falta de

Mas há vagas ainda na indústria. No en-

perspectiva está aos poucos se transforman-

tanto, este setor é mais exigente quanto à

do em esperança. Desta forma, é hora se

qualificação profissional. As vagas são em

qualificar para estar apto às oportunidades de

menor número mas, em compensação,

emprego. As portas estão se abrindo.

Moradores do Alto do Céu, no Mutange, e parte de Bebedouro, estão recebendo a visita de servidores da Prefeitura de Maceió. Está sendo feito um levantamento da população dessas regiões, bem como das condições dos imóveis em que essas pessoas moram.

ARTIGO | Adriana Martins Silva*

Qual é o problema de amamentar os filhos em locais públicos? O Senado Federal aprovou o projeto de lei que veda o constrangimento a mães que amamentem em público. Pelo texto, atitudes voltadas a segregar, discriminar, reprimir ou constranger mãe e filho no ato da amamentação serão consideradas como ilícito civil e a pena para quem proibir a amamentação é de multa com valor não inferior a dois salários mínimos. Alimentar os filhos em lugares públicos, sejam eles de natureza estatal ou privada, como praças, pontos de ônibus, restaurantes, centros de compra ou supermercados, não deveria causar espanto ou qualquer constrangimento. Em síntese, se o espaço

ou estabelecimento permitir o livre trânsito de pessoas, está liberada a amamentação. É preciso entender que a amamentação é um direito da criança e da mulher que assume a responsabilidade grandiosa de propiciar o desenvolvimento sadio e afetivo do seu filho. Amamentar é um processo natural que deveria ser entendido como um ato essencialmente necessário para a sobrevivência da raça humana. O que é estranho, na verdade, é a necessidade de existir uma lei para garantir esse direito à mulher e à criança. O médico Clécio Lucena, presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia - Regional Minas Gerais,

afirma que “a amamentação é uma das mais importantes formas de estabelecimento de vínculo entre mãe e bebê”. Segundo ele, o puerpério (pós-parto) é uma fase difícil para a mulher e o aleitamento pode interferir positivamente para diminuir efeitos psicológicos negativos que podem aparecer com o início da maternidade. A frase do sociólogo Betinho que ficou mundialmente conhecida “quem tem fome tem pressa” expressa a necessidade de a sociedade se atentar cada vez mais para a sensibilidade de reconhecer que mais de 54 milhões de brasileiros, quase um terço da popula-

ção do país, não têm comida no prato. Isso gera um estímulo ainda maior para a implementação de uma lei que garanta a amamentação livre, sem que esse ato cause constrangimento e proibição em locais públicos ou até mesmo punição. É preciso entender que a amamentação não é um ato mecânico. É uma decisão. E é no exercício desses direitos e garantias constitucionais que se inicia o processo de decisão a ser construído na gestação e que perdurará pelos primeiros meses de vida da criança. Por isso é preciso persistência, força de vontade e apoio de toda a sociedade, afinal, “quem tem fome tem pressa”.

* É professora de Direito de Família do Centro Universitário Internacional Uninter


14 de abril

2019

3

MACEIÓ COM A CHEGADA | do feriado, procura pela opção personalizada aumenta a produção e as vendas para os microempreendedores

Confeiteiros investem na oferta de ovos artesanais para faturar durante a Páscoa Carol Amorim Estagiária

A chegada da Páscoa, além de relembrar o propósito cristão de renascimento, também é remetida aos ovos de chocolate. As variedades da guloseima podem ser encontradas nas sessões de supermercados, mas também de forma artesanal, através dos pequenos empreendedores do ramo da confeitaria, que nesta época do ano, veem seus pedidos aumentarem significativamente. Segundo estudo, a intenção de compra para o doce subiu, em comparação ao ano passado.

Fabrício Melo

H

á cerca de um ano a cozinheira Gisele Lopes se dedica integralmente ao ramo da gastronomia e a venda dos doces é o item principal da sua renda fixa. Antes disso, ela trabalhava em um emprego formal, mas após ser dispensada da atividade, passou a sustentar a casa e sua filha com a venda de bolos, tortas, salgados e, durante a Páscoa, com os ovos artesanais de chocolate. Entre os recheios mais pedidos, Gisele revelou que o brigadeiro gourmet com nutela e o recheio de baba de moça são os mais procurados. Além dos sabores específicos, ela contou que o ovo de colher é o preferido dos clientes. Ela acredita que a apresentação do doce e a disposição de muito recheio agrada mais do que o ovo de Páscoa tradicional. Ao comparar também o valor dos dois produtos, ela avalia que o de colher é mais vantajoso por ter uma baixa variação de preço em relação ao ovo tradicional. O doce de colher é cobrado a partir de R$30 e o tradicional tem o valor estimado a partir de R$25. Esses valores corres-

Guloseimas artesanais Gisele Lopes tem garantido a renda familiar com os ovos de Páscoa

pondem aos ovos que pesam 100 gramas. A s s i m c o m o G i s e le , Mayanna Amorim também encontrou nos doces sua vocação. Em 2013 ela conseguiu montar o seu negócio, com especialidade em doces e bolos para casamentos e na chocolataria, e em 2015, após também ser dispensada de um emprego formal, optou por se dedicar

exclusivamente à gastronomia. “Antes os doces eram a minha segunda renda. Ainda nessa época, comecei a cursar gastronomia e depois investi cada vez mais na minha formação e produção”, explicou. Para se diferenciar no mercado, Mayanna optou por trabalhar com o chocolate belga. Apesar do produto ser mais caro, ela revela que o sabor é diferenciado dos encontrados normalmente. Além disso, no período de Páscoa ela também costuma oferecer

novas opções de lembranças para os clientes. Este ano, por exemplo, o chocolate de rubi foi o escolhido por ela. “Mais caro que o chocolate belga, o de rubi é produzido com amêndoas que sofrem uma espécie de mutação natural e que por isso influencia na cor rosa do chocolate, feito com a especiaria”, revelou. Apesar do material sofisticado que a empreendedora utiliza, seus produtos agregam diferentes preços e podem ser encontrados a partir de R$10. Como opção além dos ovos, ela oferece barras recheadas. Para o feriado cristão deste ano, o Instituto Fecomércio de Estudo, Pesquisa e Desenvolvimento do Estado de Alagoas (Fecomércio AL) realizou pesquisa de intenção de compras e avaliou que os ovos artesanais estão sendo cogitados por 14,6% dos entrevistados, contra 9% do ano passado.A avaliação também apontou que os ovos industrializados caíram na intenção de compra. Em 2018, 90,8% dos entrevistados tendiam a comprar a variedade,neste ano apenas 61,2%.

Venda de peixes só com autorização da Semscs Thiago Luiz Estagiário

O

s ambulantes interessados em comercializar, de forma legal, peixes e crustáceos durante a Semana Santa deve realizar cadastro na sede da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), o órgão é responsável pelo ordenamento e pela organização do comércio ambulante. O prazo para pedir

a autorização já está aberto e vai até a terça-feira. Os locais disponibilizados pelo Município para esta atividade é em frente à Balança de Peixe do Jaraguá e o entorno da Praça da Faculdade. De acordo com o coordenador geral de Controle de Atividade no Espaço Público e de Processos Especiais da Semscs, Felipe Davino, os locais ocupados pelos ambulantes serão estabelecidos pelo órgão e deverão ser respeita-

dos. “A Secretaria vai definir as áreas específicas para que eles comercializarem seus produtos durante o período , por isso, devem ficar dentro do espaço demarcado e autorizados para trabalhar”, explica. A fiscalização da Semscs atuará justamente com o objetivo de garantir que os comerciantes esejam no local correto e exercendo o trabalho cumprindo as normas de Postura. Aqueles que estiverem em desobediência às

exigências feitas pela Secretaria, como atuar em locais não permitidos, ou que não estiverem autorizados para trabalhar, poderão ter seus equipamentos e produtos apreendidos pelos fiscais. O coordenador da Vigilância Sanitária de Maceió, Nelson Menezes, disse que a fiscalização já começou a vistoriar supermercados e feiras que possuem endereço fixo e que durante a Semana Santa, as atividades vão conti-

nuar no mesmo caminho. Ele afirmou que o órgão “não tem perna” para desenvolver ações específicas para o comércio ambulante, já que voltará suas atenções para os estabelecimentos fixos, como os supermercados e as balanças. Para se cadastrar, os trabalhadores precisam comparecer à sede da Semscs, no Jaraguá, munido de RG, CPF, comprovante de residência e duas fotos 3x4.


14 de abril

4

2019

ALAGOAS PREFEITO | quer união de todos os servidores para reduzir o crescimento da folha de gastos da municipalidade ano a ano

Palmeira se reúne com sindicatos e retira os projetos que visam ajustes nas contas Delane Barros Repórter

A reunião entre os sindicatos que representam os servidores públicos e o prefeito Rui Palmeira (PSDB), no final da tarde da sexta-feira, apresentou um saldo positivo. Palmeira ouviu os argumentos dos sindicalistas e prometeu requerer da Câmara Municipal a devolução dos dois projetos de lei que alteram o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e o Estatuto dos Servidores.

Marco Antônio/Secom Maceió

O

prefeito argumentou que a folha salarial cresce 3,5% ao ano e é preciso encontrar formas de reduzir essa majoração anual. “Conversamos civilizadamente, entendi o apelo dos servidores e já conversei com o presidente da Câmara para retirar os projetos. Na próxima segunda, irei formalizar a solicitação ao presidente Kelmann Vieira”, explicou o prefeito. “Mas é preciso um esforço de todos para reduzir o crescimento da folha ano a ano”, complementou Rui Palmeira. A reunião contou com a participação de 17 sindicatos, que representam os diversos segmentos do serviço público municipal. O presidente do Sindicato dos Servidores da Prefeitura (Sindspref), Sidney Lopes, disse que o movimento sindical irá realizar os estudos e apresentar a proposta formal. O objetivo é apontar os pontos de gordura nas contas públicas e que

Sine tem mais de 100 vagas de emprego Ascom Semtabes Agência

P Conciliação Prefeito e representante de servidores durante reunião pacífica

podem ser cortados, a fim de preservar os direitos adquiridos dos servidores. “A reunião foi positiva e iremos apresentar uma proposta ao prefeito com os pontos de redução de gastos”, disse Lopes. Nova reunião deverá acontecer após o feriado da Semana Santa, na qual os sindicatos irão apresentar suas propostas e que deverão

ser analisadas pelas equipes econômica e de gestão do município. Com uma queda em 2018 de R$ 68 milhões nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), e já tendo atingido o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a Prefeitura de Maceió registra um crescimento anual de 3,5% na folha salarial e é, segundo o Tesouro Nacional, a terceira capital brasileira que mais gasta com pagamento de pessoal.

Vereadores aguardam informações da Braskem

A

Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal de Maceió que investiga as responsabilidades pelas possíveis causas das rachaduras nos imóveis do Pinheiro, Mutange e Bebedouro, terá uma semana decisiva em suas atividades nesta semana. Os vereadores querem saber até que ponto a empresa Braskem é responsável pelos danos registrados na região. Na última reunião do grupo, no dia 4, foram ouvidos representantes da empresa e definido prazo de cinco dias úteis para a apresentação das respostas, que terminou na última sexta-feira. Através da assessoria de

comunicação, a Braskem informou apenas que deverá encaminhar “brevemente” os documentos com as respostas aos vereadores, sem estabelecer uma data. O presidente da comissão, vereador Francisco Sales (PPL), disse que vai aguardar as respostas para definir os próximos passos da CEI. “Todos os membros da CEI estão empenhados em buscar respostas para sociedade, principalmente para os bairros afetados por esse problema geológico. Já ouvimos os representantes da Braskem e vamos cobrar deles as informações técnicas. Os moradores do Pinheiro, Mutange e Bebe-

douro estão aflitos por informações que possam nortear suas vidas, que ficaram paralisadas diante de toda essa situação”, afirmou. Os vereadores querem saber a quantidade de poços desativados de 2016 até agora na região; quais permanecem em atividade; o impacto provocado pelo aumento do nível da lagoa; o impacto disso nas atividades da empresa e no solo da região; prazo para a paralisação dos poços, entre outros. Na última reunião da CEI, os representantes da Braskem informaram que só haverá manifestação da empresa sobre as medidas a serem adotadas nos bairros atingidos

pelas rachaduras após o laudo da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM). Os técnicos da empresa prometem para o dia 30 desse mês a apresentação desse laudo. Ainda durante a reunião da comissão, veiculou-se a possibilidade de solicitar através dos órgãos competentes a suspensão das atividades da Braskem. O advogado da empresa, Bruno Maia Souto, alertou para os impactos provocados na cadeia do plástico em Alagoas, caso isso ocorra. O diretor industrial de Vinículos, Álvaro César de Almeida, disse que a empresa tem todo o interesse em encontrar uma solução para o problema.

ara quem está a procura de emprego, o Sine Maceió está com 128 vagas disponíveis para o mercado de trabalho para preenchimento imediato, nas áreas de telemarketing, saúde, cozinha e técnico em eletrônica. O comércio se destaca no número de vagas oferecidas para os desempregados em Alagoas, mas também há vagas na indústria. Há uma vaga disponível para técnico em Eletrônica; sete para técnico de enfermagem; três para auxiliar de enfermagem; uma para consultor de vendas externas; duas para cabeleireiro; duas para chapeiro; uma para técnico de manutenção de equipamentos de informática; uma para analista de Suporte; uma para marceneiro; uma para projetista de móveis; uma para técnico em eletrônica; uma para cozinheiro; uma para auxiliar de cozinha; uma para Cumim; além de 100 vagas para Operador de Telemarketing. Os interessados devem comparecer ao posto de atendimento do Sine portando os seguintes documentos originais: Carteiras de Identidade (RG) e de Trabalho (CTPS), CPF, PIS, comprovante de residência, currículo atualizado e certificados de curso, caso tenha feito. O Sine Maceió funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, no 2º piso do Shopping Popular, no Centro da cidade.


14 de abril

2019

5

BRASIL PRESIDENTE | defendeu “um preço justo” para o combustível e quer ser convencido pela estatal sobre a necessidade do reajuste

Após pressão de Bolsonaro, Petrobras volta atrás no reajuste do óleo diesel Reuters Agência

A Petrobras voltou atrás em um reajuste do diesel nas refinarias após pressão do presidente Jair Bolsonaro, que defendeu na sexta-feira “um preço justo” para o combustível e disse que quer ser convencido pela estatal sobre a necessidade do aumento.

O

movimento da Petrobras, na noite de quinta-feira, levanta preocupações no mercado sobre possíveis intervenções do governo em suas políticas de preços, que poderiam prejudicar a recuperação financeira da petroleira, ao mesmo tempo em que mostra preocupação do governo federal com eventual nova greve dos caminhoneiros. A Petrobras anunciou na quinta-feira, alta de 5,7% no valor do diesel para a última sexta-feira, mas à noite anulou a decisão e manteve a cotação em 2,1432 reais por litro, praticada desde 22 de março. Uma fonte palaciana disse que Bolsonaro ligou para

o presidente-executivo da Petrobras, Roberto Castello Branco, para pedir reajuste menor, enquanto a Petrobras justificou a decisão dizendo que revisitou sua posição de hedge e avaliou, com o fechamento do mercado, que havia “margem para espaçar mais alguns dias” o reajuste. Na sexta-feira, Bolsonaro disse a jornalistas que convocou a diretoria da Petrobras a prestar esclarecimentos sobre o preço do diesel em reunião agendada para a próxima terça-feira. “Convoquei todos da Petrobras para me esclarecerem por que 5,7% de reajuste quando a inflação projetada para 2019 está abaixo de 5%.

Só isso, mais nada. Se me convencerem, tudo bem. Se não me convencerem, nós vamos dar a resposta adequada para vocês”, afirmou o presidente, após participar da inauguração de um aeroporto em Macapá. A política de preços da Petrobras não tem relação com a inflação —a estatal tem perseguido paridade com as cotações internacionais, o que na prática significa acompanhar fatores como o preço do barril do petróleo Brent e o câmbio. O peso do diesel no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), utilizado pelo governo para balizar a meta de inflação, é pouco expressivo,

embora possa impactar indiretamente preços de alimentos, de frete e de transporte público. Mas o custo do combustível tem gerado forte insatisfação entre caminhoneiros, lembrando episódio de maio do ano passado, quando uma greve da categoria gerou caos no país e culminou na saída do então CEO da Petrobras, Pedro Parente, em meio a críticas à política de preços da companhia. “Estou preocupado também com o transporte de carga no Brasil, com os caminhoneiros”, disse Bolsonaro. “Nós queremos um preço justo para o óleo diesel”, acrescentou.

Rio de Janeiro: três prédios devem ser demolidos

P

elo menos três edifícios serão demolidos n a co mu n i d ade d a Muzema, no Rio de Janeiro, onde dois prédios desabaram na última sexta-feira. De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação do Rio de Janeiro, outros imóveis passarão por vistoria e podem ter o mesmo destino. “Esses prédios não oferecem segurança às pessoas porque foram construídos sem licenciamento. Não há ART, que é a anotação de responsabilidade técnica. Não tem engenheiro responsável”, disse o secretário municipal de Infraestrutura e Habitação, Sebastião Bruno, durante visita ao local do desabamento nesta tarde. Os três edifícios que serão demolidos estão interditados pela Defesa Civil estadual. Dois deles passam por um trabalho de escoramento, para

Precariedade Imóveis não tinham ART nem ofereciam segurança aos moradores

que não desabem durante os trabalhos de buscas por vítimas. “São os que ficam logo à direita e à esquerda dos blocos que desabaram. Com a queda, houve uma carga sobre a estrutura desses dois prédios”, diz Sebastião. Segundo o secretário, os edifícios que caíram foram construídos em uma área de preservação ambiental. “A prefeitura vem travando uma batalha desde 2005. A

gente interdita e eles continuam trabalhando. A gente embarga, tapuma, eles arrancam o tapume e continuam trabalhando. A última interdição foi em novembro do ano passado”. Há dois dias, a 20ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio decidiu manter uma liminar que impedia a demolição de um prédio no Condomínio Figueiras do Itanhangá, na Muzema. A Procuradoria-

-Geral do Município tinha apresentado um recurso para derrubar a liminar. Segundo a prefeitura, a decisão não era relacionada com nenhum dos dois prédios que desabou hoje pela manhã. Entretanto, os dois prédios estavam interditados desde novembro de 2018 pela Secretaria Municipal de Urbanismo e em fevereiro deste ano pela Defesa Civil. Em sua decisão, a desembargadora Marilia de Castro Neves Vieira relata que o laudo de vistoria e os editais de embargo da obra e de demolição foram datados de 29 de novembro. A desembargadora diz ainda que “a edificação de um edifício que conta com quatro andares, possuindo em cada um deles, quatro aparta-

mentos de frente, não se faz de um dia para outro, devendo levar cerca de um ano, no mínimo, para tanto”. Segundo a prefeitura, sete prédios do condomínio estão em processo administrativo para interdição. E em quatro casos, os moradores recorreram para impedir a demolição. ALUGUEL SOCIAL O secretário municipal de Infraestrutura e Habitação do Rio diz que as famílias desalojadas receberão inicialmente o aluguel social, benefício financeiro concedido pela prefeitura. Também de acordo com o secretário, o prefeito Marcelo Crivella vai solicitar recursos ao governo federal para construir unidades do Minha Casa Minha Vida para o posterior reassentamento. Ainda não sabe quantas são essas famílias.


6

14 de abril

2019

GERAL COLUNA DO VILAR - por Luíz Vilar

PDT e Renan Filho O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB) tem a obrigação – em nome da transparência que diz ter o atual governo – de esclarecer o que se passou na Agência Reguladora dos Serviços Públicos de Alagoas (Arsal) em seu primeiro governo. Há denúncias em contratos, acusações de farras de diárias e o fato de a Agência ter fechado 2018 pedindo socorro financeiro ao Executivo. O PDT, que comandava a Agência, diz que é tudo fruto do passado e que os erros foram das gestões anteriores. Detalhe: a gestão anterior da Arsal também se deu no primeiro governo de Renan Filho. É para esclarecer, governador! E aí, quem for podre que se quebre...

Inversão da lógica

Paulo Guedes acerta! O ministro Paulo Guedes acertou o discurso no encontro com prefeitos ao falar da necessidade urgente de inverter a lógica do pacto federativo, ficando menos dinheiro em Brasília e mais verbas para Estados e municípios, que é onde as pessoas

moram. O país precisa de descentralização de poder e recursos. O raciocínio de Guedes está correto e espero que assim seja na prática. Inverter o pacto federativo fará com que os prefeitos não fiquem mais de pires na mão em Brasília. Essa é uma

cobrança feita pelo alagoano Tavares Bastos desde 1861. Infelizmente, hoje, Tavares Bastos se resume a ser o patrono da Assembleia Legislativa de Alagoas. Cá pra nós, uma triste homenagem diante da qualidade questionável do nosso parlamento.

Ronaldo Lessa O vídeo do ex-deputado federal Ronaldo Lessa (PDT), no qual se explica para seus correligionários, mostra bem o que é o jogo da velha articulação política do “toma lá da cá”. Não há critério técnico. Tudo é a influência com base no poder acumulado. Como Lessa perdeu as eleições, deixa de ter mais de 80 cargos no governo para acomodar os seus e passa a ter menos fatias do bolo. Entretanto, foi agraciado com a pasta da Agricultura ainda que o destrambelho da Arsal não tenha sido esclarecido.

Danilo Gentili e a liberdade Qualquer pessoa – independente de ser político ou não – tem todo o direito de se sentir ofendido e processar quem quer que seja. Agora, ter razão é outra história. Danilo Gentili atacou a deputada petista (isso já diz muita coisa!) Maria do Rosário por esta recorrer ao aparato estatal no sentido de intimidá-lo após uma piada. A ironia, o sarcasmo e o humor salvam. Eles ridicularizam quem se acha o “monopólio das virtudes” em suas revoltas seletivas. Espanta-me é a Justiça acolher tal coisa em decisão estapafúrdia que sequer permite pena alternativa em caso de pequena monta. É sim uma ameaça à liberdade de expressão! Ameaça grave que tem origem nas visões ideológicas autoritárias.

Jó Pereira “AMIGO DO AMIGO DO MEU PAI” De acordo com a Revista Crusoé, o “amigo do amigo do meu pai” – entre os apelidos da lista da Odebrecht – é o ministro do STF, Dias Toffoli. O amigo em si é o condenado Lula (PT). Se verdade for, coloca Toffoli na mira da Lava Jato e amplia a concepção das influências do estamento burocrático em que vivemos. Entenda por estamento burocrático, o poder que emana do povo, mas que – por conta do jogo – contra ele é exercido para manter as benesses dos poderosos. Eis aí algo sobre o que Toffoli tem que falar. Como perguntar não ofende, “o amigo do amigo do pai dele”, é mesmo o senhor, ministro?

SENADO FEDERAL E OS CELULARES O espírito “legisferante” do nosso tempo faz com que os políticos pensem que são nossas babás ou que achem que gastam melhor o nosso dinheiro que nós mesmos. O Senado, na falta do que fazer, aprovou medida que obriga a você receber um celular reserva enquanto o seu estiver no conserto. É que não há assuntos importantes no país, não é mesmo? Em regra, todo parlamentar que vive a apresentar projeto de lei de qualquer jeito não passa de um populista imbecil. O Brasil precisa é de menos leis e de mais políticos que se dêem o respeito que cobram.

A deputada estadual Jó Pereira (MDB) trabalha para alçar voos maiores. Há quem diga que quer ser senadora em futuro breve. Para isso, quer ser independente. Tem dito que não é vermelha nem é azul. Porém, com seu grupo político entrando de cabeça na administração estadual, é hora de perceber o reflexo disso em seu comportamento na ALE. Até aqui, ela já deu algumas “pancadas” no Executivo.


14 de abril

2019

7

ECONOMIA JORNALISTA | Elisana Tenório “faz a feira” de quem não tem tempo e explora um mercado novo e interessante em Maceió

Personal Shopper: empreendedorismo e atividade nova, além de muito “curiosa” Erika Messias Estagiária

A correria do dia a dia estressa e às vezes nos faz reclamar dos mínimos afazeres, principalmente aqueles que envolvem cuidados com a casa ou apenas um cuidado: manter a dispensa cheia. Uma nova “onda” empreendedora, intitulada de Personal Shopper, vem tornando a rotina doméstica de maceioenses mais prática e ajudando quem precisa de uma mãozinha na hora das compras do mês. Personal Shopper é um termo em inglês que significa “comprador pessoal”, o que na prática seria alguém que faz compras para outras pessoas e essa profissão pode servir principalmente para áreas, como consulta de estilo e vestimenta. Foi vivenciando algo parecido com isso que, Elisana Tenório decidiu experimentar seguir a carreira, que de acordo com ela, em cidades grandes é um serviço muito utilizado e comum.

Fabrício Melo

“E

u queria trabalhar com algo prático e que envolvesse tecnologia, então quando viajei para São Paulo me deparei com o serviço de personal e passei a estudar sobre o ramo. Lá, as pessoas usam muitos aplicativos que ajudam a facilitar o dia a dia, e assim que utilizei o serviço vi uma oportunidade de possivelmente ter um negócio próprio”, explica O ramo é pouco conhecido na cidade, mas funciona da seguinte forma: o cliente faz uma lista com os nomes e as marcas dos produtos que deseja comprar. Envia tudo pelo aplicativo de mensagens, WhatsApp e informa qual o estabelecimento onde as compras devem ser

feitas. Do supermercado, os produtos seguem direto para o endereço escolhido, devidamente embalados. Elisana é formada em Jornalismo, mas a empresa fez cortes de funcionários

e ela acabou sendo demitida. No entanto, ela viu no Personal shopper uma nova maneira de se manter no mercado. Além disso, a jornalista pensa em montar uma franquia e trabalhar apenas

Lista no celular e as compras no carrinho de supermercado

com serviços online, pois a tendência do momento, é a facilidade tecnológica que essa função tem. “Ainda estou me ambientando nessa área, na verdade estou em fase de treinamento. Eu tinha uma consultoria e trabalhava em uma empresa, na qual fui desligada e a partir disso quis algo meu, trabalhar por conta própria. A ideia de prestar esse serviço é muito interessante, já que atualmente existem vários seguimentos dessa área, como personal de estilo, educação física”, fala.

Comprador pessoal é para facilitar a vida agitada Um detalhe muito import a nte p a r a q u e E l i s a n a embarcasse nesse ramo foi justamente algo que faz muita gente reclamar, a falta de tempo. Além disso, a iniciante personal também notou que a ideia pode ser uma ótima pedida para idosos que moram sozinhos ou estão muito debilitados para saírem de casa. “Quando iniciei meus treinamentos, meu público alvo foi formado exatamente por pessoas que trabalham fora, sem tempo de ir para um supermercado. Mas a partir daí, eu descobri que é possível estender isso para a terceira idade, assim muitos filhos que não moram com seus pais, porém estão sempre preocupados com o bem-estar deles, poderiam usufruir dos serviços prestados por mim enquanto compradora pessoal”, sugere.

É nessa situação que algumas pessoas já começam a procurar os serviços de Elisana. A enfermeira, Zenira Araújo que o diga. Plantões durante a madrugada, hospital cheio e muitos pacientes para atender fizeram com que ela recorresse à personal. A facilidade e a confiança mostradas pelo serviço, são considerados os melhores requisitos para ela. Mesmo não sendo algo muito comum, ela acredita que essa modalidade irá crescer na cidade e espera continuar usufruindo dessa pequena ajuda. “Fiquei muito feliz quando soube que tinha alguém em Maceió realizando esse tipo de trabalho. Por sempre estar no hospital nos dois horários, era uma luta ter um tempo para ir ao supermercado e eu não conseguia ficar horas em uma fila esperando. Posso dizer que é ótimo, e

não pretendo jamais parar de fazer minhas listas, comprar sem transtornos e não sentir aquela preocupação de não ter tempo para ir às compras”, declara COMODIDADE Zenira conheceu o trabalho de Elisana através de outras amigas em grupos e redes sociais. Mas, também em uma viagem. Ela conheceu, gostou e por diversas vezes estava usando aplicativos disponibilizados na internet. Além dessa comodidade com a compra de seus alimentos, ela aguarda a expansão dessa atividade em outros setores. “Mesmo muita gente ainda não sabendo que existe essa facilidade por aqui, eu espero que outros serviços sejam prestados. Imagina poder ter alguém que você confia te ajudando a comprar várias

outras coisas? Eu espero poder encontrar outros serviços, principalmente para remédios e outros utensílios”, comenta. Elisana ainda está implementando seus trabalhos nessa nova profissão e seus serviços como compradora funcionam de segunda à sexta, das 9h às 21h, apenas para moradores dos bairros da Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca e Mangabeiras, em Maceió. Para obter o serviço de personal shopper, com ela, o cliente paga R$ 10,00 de taxa de entrega, mais R$ 1,00 por produto, e recebe toda a mercadoria em seu endereço. A entrega é feita com, no mínimo, cinco produtos. Os valores das compras são informados por WhatsApp e o pagamento deve ser feito por transferência bancária ou em espécie.


8

14 de abril

2019

ESPORTES REVELADO NO CRB | atleta alagoano vira ‘boneco’ de jogo de futebol do game da Fifa após certar contrato com clube europeu

Maxwell: da terra batida aos campos do futebol europeu e do videogame Thiago Luiz Estagiário

Emaxwell Souza de Lima, ou simplesmente Maxwell. Jogador de futebol profissional. Posição: atacante. O atleta, de 24 anos, foi revelado pelo Clube de Regatas Brasil (CRB). Atualmente defende o Kalmar, da Suécia. Por conta do acerto com o time sueco, ele já tem seu ‘boneco’ incluído na edição 2019 do game da Fifa. Ao se ver na tela do jogo de videogame, o alagoano disse ter realizado mais um sonho e que ficou muito feliz. Antes de chegar ao futebol europeu, ele rodou por clubes de diferentes regiões do Brasil. Conquistou os títulos de campeão Alagoano, pelo Galo, e do Potiguar, pelo ABCRN. Levou o ResendeRJ de volta à elite do Carioca, em 2018. Neste ano,ainda pelo time do Rio, chegou até as finais da competição daquele estado. Apesar da eliminação, o jovem ainda está na disputa da artilharia do Carioca, e só pode ser ultrapassado pelo atacante Gabigol, do Flamengo.

C

om a boa passagem pelo futebol do Rio, veio uma proposta da Europa que atraiu Maxwell e o fez optar pelo clima mais frio da Suécia. O alagoano assinou contrato com o Kalmar FF, clube que carrega o mesmo nome da cidade. Antes de acertar contrato

com o Kalmar, Maxwell tinha recebido uma proposta do Botafogo-RJ, que sinalizou para uma possível contratação. Mas não se concretizou por, segundo Maxwell, questões contratuais. Sobre a ida ao Fogão, o atacante disse que ficou feliz com a proposta. “Eu vi como uma forma de reco-

nhecimento do meu trabalho e poder ter a chance de jogar por um grande clube da Série A é o sonho de todo garoto e para mim não é diferente. A proposta me motivou a continuar trabalhando, mas não deixou tirar o foco do clube que estava defendendo”, disse Maxwell. Divulgação

Atacante Maxwell brilha nos campos do futebol europeu defendendo as cores do Kalmar

Alagoano também brilha no game Fifa Quando criança, o atleta gostava de jogar videogames e principalmente os games de futebol, como os mais famosos Pro Evolution Soccer (PES) e Fifa. Pelo acerto com o time sueco, na edição 2019 do Fifa, Maxwell já tem seu ‘boneco’ incluído no jogo e podendo ser usado pelos usuários do game. Ao se ver na tela de um videogame, o atacante disse ter realizado mais um sonho e que ficou muito feliz. A repercussão foi grande nas redes sociais. Amigos e fãs compartilharam os

momentos do personagem Maxwell no game e a esposa dele, Lyndice Gomes, publicou um vídeo mostrando a emoção do atacante ao se ver pela primeira vez inserido num jogo que é febre mundial. Continuando o bom momento dentro de campo, o alagoano estreou com gol na Suécia, e no segundo jogo balançou a rede duas vezes e deu a assistência para o terceiro gol. Apesar de viver dias maravilhosos, ele faz questão de lembrar o ‘Suel’ [apelido de infância],

que tem conquistado coisas importantes, mas garantiu que não deixa a essência humilde de lado. Dá para confirmar isso quando o atacante está de férias e faz questão de voltar ao Prado, bairro que foi criado, jogar futevôlei e sair com os amigos de infância. “O menino humilde continua o mesmo. Olhar para trás e ver tudo o que passei e ver também onde cheguei, é muito gratificante. Fico feliz e agradeço demais a Deus por ser tão fiel em minha vida”, disse Maxwell.

Do calor do futebol carioca ao frio europeu Sobre a chegada no clube, ele diz que foi bem recebido, ficou satisfeito com a paciência que os companheiros de equipe o tratam, principalmente com o idioma falado, e destacou que isso é “primordial para a adaptação”. Além disso, no elenco existem ainda outros dois brasileiros que facilitam o convívio do alagoano. Adaptação difícil é ao clima gelado de Kalmar, por se tratar de uma mudança extrema. Do calor escaldante do Rio de Janeiro ao frio da Suécia que chega a temperaturas negativas. Maxwell está morando com a esposa e com o filho, Benjamin, de 2 anos, e garante que a família também está se adaptando ao fuso-horário e ambiente sueco. O jovem atacante falou, durante a entrevista, várias vezes, que está vivendo um sonho. Jogar na Europa, estar nas telas de videogames, morar fora do país de origem. Apesar de tanta coisa boa acontecendo, ele garante que mantém os pés no chão e lembrou a importância da educação que recebeu dos pais para não abandonar seus sonhos. “Vim de família humilde, com pais batalhadores que sempre lutaram muito para não deixar faltar nada para mim e meus irmãos, que sempre me apoiaram nesse sonho e nunca me deixaram desistir dele”, disse o atacante. Feliz, mas não satisfeito, ele disse que ainda espera que aconteça muita coisa na carreira e alcance “lugares maiores”. Maxwell aproveitou para mandar um recado: “Nunca percam a fé em Deus, nunca pensem em desistir”.


14 de abril

2019

9

ESPORTES FINAL DO ALAGOANO | Azulão e Galo se enfrentam às 16h deste domingo (14), no Rei Pelé, pelo jogo de ida

Ascom/CSA

CSA x CRB: 1ª cena do último ato Ascom/CSA

Marcelo Alves

CSA x CRB: duelo dos Marcelos

Repórter

O Campeonato Alagoano chega ao último ato. A primeira cena do duelo final entre CSA e CRB será às 16h deste domingo (14). O estádio Rei Pelé é o local do espetáculo. O público formado pelas torcidas do Azulão e do Galo promete lotar as arquibancadas. Foram 15 mil ingressos colocados à venda. Os jogadores, atores principais, estão prontos para subir no palco, na peça conhecida como “Clássico das Multidões”.

A A sorte foi lançada: CSA e CRB fazem o primeiro duelo da final neste domingo (14) no Rei Pelé

O

espetáculo da final ocorre em duas apresentações. Ou seja, a decisão do título do Estadual é disputada em dois jogos: o de ida e o da volta. No primeiro duelo, o mandante é o CSA. No segundo jogo, o mando de campo é do CRB. O técnico Marcelo Cabo rege o elenco do CSA. Já pelo lado do CRB, a batuta fica com o treinador Marcelo Chamusca. O duelo dos

Marcelos deve ser um espetáculo à parte. O comandante do Azulão assumiu o time no ano passado. O segundo chegou à equipe do Galo no meio da semana passada e não teve muito tempo para incorporar seu estilo. O enredo deste espetáculo fica por conta dos jogadores. CSA X CRB: PROVÁVEIS ESCALAÇÕES: CSA: João Carlos; Apodi,

“Pequenos” lucram com os “grandes”

O

s clubes de menor expressão, tidos como “pequenos” saíram no lucro nos duelos como mandantes contra CRB e CSA. O que Jaciobá, Murici, Coruripe e Dimensão Capela lucraram somente nos jogos com Galo e com o Azulão foi superior a junção de todo o dinheiro que eles ganharam nos jogos com outros clubes. Já a renda do jogo CRB 0 x 0 CSA foi duas vezes superior a soma de todas as bilheterias arrecadas pelos outros adversários. Este Clássico das Multidões gerou R$ 223.922,00. E a soma total das receitas das partidas dos outros clubes foi de R$ 102.183,00 - exceto valores contra os times azulino e regatiano.

O CEO foi o único que não teve a chance de encarar o CSA e o CRB para encher os cofres. O Jaciobá teve a renda de R$ 5.435.00 contra o CRB. Valor superior aos R$ 4.770,00, que é a soma dos valores arrecadados contra o CEO (R$ 2.220,00) e o Murici (R$ 2.550,00). Contra o CRB também, o Murici obteve R$ 20.840,00. Este valor é cerca de seis vezes maior que os R$ 3.909,00 obtidos na soma das bilheterias nos duelos com o CEO (R$ 2.129,00) e Dimensão Capela (R$ 1.780,00).

Diferente dos outros “pequenos”, o Coruripe fez quatro jogos em casa. No jogo contra o CSA, o Hulk teve a renda de R$ 16.110,00. Quantia menor que os R$ 14.290,00 referente à junção dos valores dos jogos contra Dimensão (R$ 3.530,00), Jaciobá (R$ 6.030,00) e Murici (R$ 4.730,00). O Dimensão fez três jogos, sendo que um foi disputado com portões fechados. Na partida feita contra o CSA, a renda foi de R$ 39.975,00. E o outro jogo disputado contra o Jaciobá foi de apenas R$ 2.280,00. (M.A.)

Gerson (Ronaldo Alves), Luciano Castan e Rafinha; Dawhan e Bruno Ramires; Manga Escobar, Matheus Sávio e Didira; Patrick Fabiano (Cassiano). Técnico Marcelo Cabo. CRB: Edson Maden; Júnior, Guilherme, Edson Henrique, Igor; Claudinei, Dirceu Lucas; Felipe Menezes, Wiliam Barbio, Mailson e Victor Rangel. Técnico Marcelo Chamusca.

final entre CSA e CRB traz um capítulo à parte: o duelo entre os técnicos homônimos. Um pode promover uma chamuscada no confronto. O outro tem a chance de poder ser visto como um verdadeiro comandante. Marcelo Chamusca, do Galo, fará sua estreia neste duelo. Marcelo Cabo, do Azulão, já tem experiência neste clássico. No duelo dos Marcelos, o treinador regatiano tem crédito por ser novato e mesmo perdendo o título, continua; o azulino não está com tanto crédito assim, pois segue na pressão.

SEM ARRODEIO | Ascom/CSA

Revanche com o Botafogo-PB As meninas do CSA podem vingar os “meninos”. CSA x Bota-PB, dia 20, no Brasileiro. Ascom/ASA

ASA com confiança - 1 Para eliminar qualquer desconfiança, o ASA fará dois amistosos. O adversário é o Confiança.

ASA com confiança - 2 Um é contra o Confiança de Arapiraca, na quinta (18). O outro é o de Sergipe; dia 20.

Ascom/ASA


14 de abril

10

2019

CULTURA TEMÁTICA | das três produções gira em torno das desigualdades sociais e desrespeito às populações tradicionais e históricas

Mostra Territórios Hostis traz três filmes fora do circuito comercial Com enredos bastante expressivos a Mostra CineSesc: Territórios Hostis apresenta filmes, entre brasileiros e estrangeiros, que abordam temas sobre as desigualdades sociais e o desrespeito às populações tradicionais e históricas.

Martírio Produção nacional de 2016 é um dos escolhidos para a mostra

A

Mostra acontece nas unidades do Sesc Centro e Arapiraca e o melhor, a entrada é franca. De acordo com a instituição, o objetivo da Mostra CineSesc é promover a difusão cinematográfica que não chega no circuito comercial de exibição, além de incitar debates e estimular a visão crítica dos espectadores. Amanhã, às 17h, e na terça-feira, às 12h30, será exibido o longa Martírio, no Teatro Jofre Soares, Sesc Centro. Rua Barão de Alagoas, 229, Centro de Maceió. O filme é uma produção nacional, de 2016, com duração de 160 minutos e classificação indicativa de 12 anos. A direção é de Vincent Carelli e Ernesto de Carvalho e Tita. A história é uma análise da violência sofrida pelo grupo Guarani Kaiowá, uma das maiores populações indígenas do Brasil nos dias

de hoje e que habita as terras do centro-oeste brasileiro, entrando constantemente em conflito com as forças de repressão e opressão organizadas pelos latifundiários, pecuaristas e fazendeiros locais, que desejam exterminar os índios e tomar as terras para si. VIDA NOVA Na terça-feira, é a vez dos arapiraquenses participarem da mostra. Será exibido Futuro Perfeito, às 19h30, no Teatro Hermeto Pascoal,

à Rua Manoel Francisco Cazuza, bairro Santa Edwiges. O filme é uma produção argentina, também de 2016, com 65 minutos de duração e classificação livre. Dirigido por Nele Wohlat, tem no elenco os atores Nahuel Perez Biscayart, Xiaobin Zhang, Saroj Kumar Malik. A produção conta a história de Xiaobin, uma jovem chinesa de 17 anos e que está perdida em um mundo novo. Após se mudar para a Argentina sem falar nenhuma palavra em espanhol, ela busca um

rumo para seu futuro. Poucos dias depois de sua chegada, novos caminhos já vinham sendo traçados: ela já tinha um novo nome, Beatriz, e um emprego em um supermercado chinês. Ao se matricular em uma escola de línguas, a jovem vai aos poucos aprendendo novas palavras, ao mesmo tempo em que seu futuro é delineado. O público de Maceió terá a oportunidade de assistir Futuro Perfeito no Sesc Centro no próximo dia 24, às 12h30.

Também do dia 24, às 19h30, em Arapiraca será a exibição do filme Fátima, uma produção franco-canadense, de 2015, com duração de 79 minutos e cl a s s i f ic aç ão i nd ic at iva de 10 anos. A direção é de Philippe Faucon e tem no elenco os atores Soria Zeroual, Zita Hanrot, Ke n z a No a h A ï c h e . No enredo, Fátima cria sozinha as duas filhas: Souad, de 15 anos, adolescente rebelde; e Ne s r i n e , de 1 8 a n o s , começando os estudos de medicina. Ela não fala bem francês, o que frustra sua comunicação com as filhas, mas ainda assim ambas são a razão para que ela siga em frente. Um dia, em seu emprego como empregada doméstica, ela cai de uma escada. Convalescendo, escreve em árabe tudo o que nunca conseguiu dizer às filhas em francês.


14 de abril

2019

11

SOCIEDADE ESPALHAÍ - por Elzlane Santos

500 quinquilhões Sim! Uma mulher, jovem e cientista, Katie Bouman foi quem liderou o desenvolvimento do algoritmo que possibilitou a captura da imagem que ganhou o mundo esta semana. A primeira imagem real do Buraco Negro que fica a uma distância de 500 quinquilhões de quilômetros da Terra.

Manifesto emocionante

Meu lugar “Lugar que transpirava jazz, blues e música clássica, regado sempre a cervejas e vinho e muita inspiração artística”. Foi assim que o

artista plástico Diego Barros descreveu seu primeiro ateliê, de onde foi obrigado a sair por conta dos recentes acontecimentos no bairro do

Pinheiro. Diego fez o manifesto em seu perfil @diego. iam no Instagram. Vale a leitura do texto emocionado.

DIGITAL l Sonia Onuki é a nova sensação da internet entre os que buscam conteúdo sobre Constelação Familiar. A psicóloga vem produzindo vídeos constantemente e ganha seguidores a cada dia. Entre um vídeo e outro ela ainda se dedica a escrever o seu mais novo livro, que será lançado ainda este ano por uma grande editora.

Em alta

Chegou longe Rízia Cerqueira foi a alagoana a chegar mais longe na corrida pelo prêmio milionário do reality show Big Brother Brasil que terminou esta semana. A jornalista foi a 12ª eliminada, no penúltimo paredão da edição e saiu sob elogios do apresentador Tiago Leifert, apesar dos “vôos” que deu nas votações.

DEBUT 1 Duda Guimarães participou da sua primeira semana de moda como influenciadora digital e tratou logo de fazer o registro com ninguém menos que Ronaldo Fraga, um dos maiores ícones da moda do Brasil e diretor criativo do Minas Trend.

DEBUT 2 Quem também estreou no Minas Trend foi a jornalista Gilka Mafra, que fez sua primeira cobertura pela tela do celular. Ela, que foi âncora de TV por mais de 20 anos, agora se aventura em novos formatos e se diz MUITO FELIZ!

MASTER CHEF Quem aporta na cidade neste final de semana é o Chef curitibano André Pionteke, um dos destaques do reality Master Chef Profissionais. André vem a convite de outro participante do reality, o Chef Paulo Quintella, do restaurante Aratu.

MILÃO l Quem também esteve no Salão de Desing de Milão foi Luciana Amaral, que conferiu as novidades e tendências para aplicar em seus eventos de luxo em Maceió.


12

14 de abril

2019

ÚLTIMAS PASSAGENS AÉREAS | para vários destinos nacionais deixaram de ser vendidos; informações estão disponíveis no site da companhia

Anac suspende matrícula de dez aviões e Avianca cancela 180 voos até 4ª feira Agência Brasil

A companhia aérea Avianca Brasil informou o cancelamento de voos começando do sábado, perfazendo um total de 180 até o dia 17 de abril, de acordo com informações disponíveis no site da empresa. Segundo a Avianca, a decisão visa minimizar o impacto na operação com o arresto de diversas aeronaves.

C

om isso, a empresa deixará de vender passagens para diversas localidades como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Navegantes (SC), Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Vitória (ES), João Pessoa (PB), Aracaju (SE), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), Recife (PE), Belém (PA) e Porto Alegre (RS). Na sexta-feira, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou o cancelamento da matrícula de dez aviões da empresa, atendendo a uma decisão judicial. "Além de dar cumprimento à decisão, a Anac mantém a fiscalização da atuação da empresa diante dos passageiros e segue acompanhando a execução das ações para a

Segurança Companhia atende decisão judicial de readequação da malha aérea

readequação da malha aérea e a manutenção da segurança das operações, além de determinar a interrupção das vendas dos voos impactados", informou a agência reguladora. A Anac disse que também está em contato com a Secretaria Nacional do Consumidor

(Senacon) e outros órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (SNDC) e recomenda que os passageiros fiquem atentos aos comunicados que a Avianca deve fazer sobre a situação dos voos e que, em caso de dúvida, busquem informações no site

da companhia aérea ou pelos canais de atendimento telefônico, eletrônico ou presencial. "Em caso de cancelamento ou de alteração do voo por iniciativa da Avianca, o passageiro deve ter os seus direitos respeitados, que estão disponíveis para consulta no portal da Anac na internet ou da página Passageiro Digital, especialmente desenvolvida para dispositivos móveis", disse a Anac. Em recuperação judicial, a Avianca acumula dívidas de mais de R$ 1 bilhão. No último dia 5, a assembleia de credores aprovou o plano de recuperação judicial em uma reunião que durou mais de sete horas.

Em discurso na ABL, Cacá Diegues alerta para tempos de polarização Guito Moreto / Agência O Globo

mesmo o de fundir o cinema e a poesia, disse Carneiro. "Por mais que a realidade seja sua parceira, seu tempo é sempre o tempo da utopia”, finalizou ele.

O Globo

com Agência Brasil

U

m Petit Trianon lotado assistiu na noite da sexta-feira a posse do cineasta Cacá Diegues, na cadeira 7 da Academia Brasileira de Letras (ABL). Eleito em agosto do ano passado, ele sucede, agora oficialmente, ao também cineasta Nelson Pereira dos Santos, morto em abril de 2018. Cacá é um artista que "capturou parte essencial do imaginário brasileiro com seu espírito irônico e plural", discursou o presidente da ABL Marco Lucchesi. Em seu discurso de posse, Cacá falou do seu início no Cinema Novo, movimento que ele define como "a chegada do modernismo no cinema". A sua geração, lembrou o cineasta, queria não apenas fazer um cinema para a nação, mas

Cacá Diegues discursa em cerimônia que o confirmou como imortal da ABL

também uma nação de cinema. "Agora, os tempos são outros", disse o cineasta alagoano. "Temos sofrido um vendaval de paixões polarizadas e histéricas. Há um desejo latente de valorizar a vulgaridade e o homem dito 'normal', aquele que só reproduz os piores valores de nossa ignorância, sem sonhos nem fantasias, num horizonte sombrio e sem surpresas. A criação,

hoje, corre o risco de se tornar prisioneira dessa consagração da platitude, onde o único valor reconhecido e respeitado é o da morte elevada a uma desimportância consagradora”, defendeu. Finalizando a solenidade, o acadêmico Geraldo Carneiro disse que Cacá se destacou como um cineasta capaz de juntar cinema e poesia. "Mas parece que seu destino é

CINEMA A maioria dos filmes de Diegues foi selecionada por grandes festivais internacionais, como Cannes, Veneza, Berlim, Nova York e Toronto, e exibida comercialmente na Europa, nos Estados Unidos e na América Latina, o que o torna um dos cineastas brasileiros mais conhecidos no mundo. O filme mais recente, O Grande Circo Místico, baseado em poesia de Jorge de Lima, é o décimo oitavo de sua filmografia e traz de novo à cena o realismo mágico, contando a história de cinco gerações de uma família circense, dona do circo. Foi casado com a cantora Nara Leão, da qual se sepa-

rou em 1977, e com quem teve dois filhos: Isabel e Francisco. Desde 1981, é casado com a produtora de cinema Renata Almeida Magalhães, com quem teve a filha Flora. Cacá Diegues venceu dez concorrentes: Conceição Evaristo, Pedro Corrêa do Lago, Raul de Taunay, Remilson Soares Candeia, Francisco Regis Frota Araújo, Placidino Guerrieri Brigagão, Raquel Naveira, José Itamar Abreu Costa, José Carlos Gentili e Evangelina de Oliveira. Dos atuais 39 membros da ABL, apenas cinco são mulheres. Os ocupantes anteriores da cadeira 7 foram: Valentim Magalhães, fundador, que escolheu como patrono o poeta Castro Alves; seguindo-se Euclides da Cunha, Afrânio Peixoto, Afonso Pena Júnior, Hermes Lima, Pontes de Miranda, Dinah Silveira de Queiroz e Sergio Corrêa da Costa.

Profile for Jornal das Alagoas

Jornal das Alagoas - Edição Número 6  

Edição publicada no dia 14 de Abril de 2019. Jornal das Alagoas é um veículo de comunicação com circulação diária.

Jornal das Alagoas - Edição Número 6  

Edição publicada no dia 14 de Abril de 2019. Jornal das Alagoas é um veículo de comunicação com circulação diária.

Advertisement