Page 1

CIRCULAÇÃO: Abaeté, Biquinhas, Belo Horizonte, Curvelo, Felixlândia, João Pinheiro, Morada Nova de Minas, Paineiras, Pompéu, São Gonçalo do Abaeté e Três Marias.

www.jornalburiti.com.br

INFORMAÇÃO COM QUALIDADE E PROFISSIONALISMO

ANO 04 - NÚMERO 46 - 22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO /2011

Proteja as Veredas!

Criatividade foi o destaque da Semana do Meio Ambiente em Três Marias Foto: Welison Lourenço - Comunicação/PMTM

PÁGINA 06

O potencial do Gás descoberto em Mor Moraada No Novva de Mina Minass Foto: Wellington Pedro/Imprensa MG

PÁGINA 03

Estagiárias de Serviço Social desenvolvem projeto ória da qualida de de vida na ccooper ooper dass Maria Mariass qualidade ooperaativ tivaa V ititória PÁGINA 03

A Convívio, Associação de Convívio com portadores de Câncer do Centro de Minas Gerais, está em campanha com o slogan “ De tijolo em tijolo construindo o Instituto do Câncer”, para atendimento a pacientes de Curvelo e toda região. O projeto tem como objetivo primordial, suprir a carência em atendimento oncológico de todo o Centro de Minas. O ator da nossa terra, Ângelo Antônio, abraçou a campanha, emprestando sua representatividade como artista para chamar a atenção de empresas e pessoas físicas para

a importância deste projeto. “Qualquer um pode doar e assim contribuir para a realização do sonho em atendimento a pacientes com câncer de nossa região”, diz o ator. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, são esperados cerca de 1700 novos casos de câncer por ano na região. O Instituto do Câncer será para atender a todos, e, gratuitamente, através do Sistema Único de Saúde (SUS). Desta forma, será reduzida de forma significativa, a fila de pacientes que se deslocam para a Capital em busca de tratamento. Cerca de R$ 4 milhões precisam ser investidos para construir e equipar o Instituto do Câncer. Convívio e Você, uma união pela Vida. Ligue: 38 3721-3399


2

E DITORIAL

DO MÊS

I MAGEM

Plantão médico

Endereço: Rua Pernambuco, 180 A - Centro Três Marias (MG) - CEP: 39205-000 Tel: (38) 3754-1237 jornalburiti@gmail.com Para anunciar ligue: (38) 3754-1237 ou 99997649 CNPJ: 05.459.023/0001-82 Impressão: Fumarc "Uma publicação da Speed Produções & Eventos Ltda." "Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores." O JORNAL BURITI autoriza a reprodução das reportagens desde que citada a fonte.

22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO/2011

FOTO: Welison Lourenço FOTO: Paulo Emilio/JBT FOTO: Paulo Emilio/JBT

FOTO: Paulo Emilio/JBT

Nosso amigo Mário Rosário Guimarães em mais uma romaria da Sociedade São Vicente de Paula em Aparecida (SP)

Prefeito de Três Marias “Bem-te-vi”; Nivaldo (Ger. Banco do Brasil), Fernado Rezende (Ger. Votorantim Metais) e o Secretário de Turismo de Três Marias Elias de Assis na inauguração do Centro de Artesanato

Parte da equipe dos projetos da Secretaria Municipal de Assistência e Promoção Social (Semaps) marcam presença na “Festa da Roça” na Coopmarias.

A jornalista Sabrina Braga, colunista do Jornal Buriti e Dally Batista Coelho, gestora do Circuito Turístico Lago de Três Marias – Turlago presentes no “Arraiá do IEBG”

Depósit tr ar em oper aç ão nos pr Depósitoo Murici de devve en entr trar operaç ação próóximos dia diass O Gerente Geral da Votorantim Metais, Fernando Rezende anunciou que no dia 1º de junho foi inaugurado o Depósito Murici. Para ele trata-se de um importante passo na história do município de Três Marias. “Até o início de julho estaremos transportando todo o material para dentro do depósito Murici”, afirmou. O Depósito Murici receberá os resíduos da operação industrial da empresa no município de Três Marias (MG) e todo o passivo depositado nas antigas barragens. O novo depósito terá 980 mil m² de área, e permitirá a recu-

peração das barragens Velha, inoperante desde 2002, e Lavagem, em operação. Informações do gerente de Segurança, Meio Ambiente e Sistema de Gestão do Negócio Zinco da Votorantim Metais, Ricardo Barbosa “oinvestimento da empresa em ações de recuperação e preservação ambiental na unidade de Três Marias chega a R$ 211 milhões” O depósito foi construído a 5 km do rio São Francisco. O revestimento é composto por diversas camadas de impermeabilização contendo solo compactado, argila e geomembrana (manta sintética). As tecnologias de revestimento e impermeabilização em-

pregadas são referência mundial em tecnologia e segurança e atendem todas as legislações pertinentes à construção.

Vista área do Depósito Murici em Três Marias (MG)

FOTO: Fidens.com.br

Diretor de Jornalismo: Paulo Emílio Torga Bellardini Jornalista Responsável: Paulo Emílio Torga Bellardini - MG07665JP Proj. Gráfico e Editoração: Clebiane A. de Lima

FOTO: Mário Rosário/divulgação

O Jornal Buriti reverencia o bom trabalho prestado pelas assistentes sociais de Três Marias, Gisele e Claudete.

E XPEDIENTE Jornal Buriti

FOTO: Paulo Emilio/JBT

Equipe de Futsal Masculino Módulo II de Três Marias que apresentou um bom futebol durante a etapa Microrregional dos Jogos Escolares de Minas Gerais – Jemg 2011, realizada em Três Marias.

FOTO: Welison Lourenço

O programa Fantástico da Rede Globo mostrou, no domingo (19/11), uma reportagem sobre a fraude nos plantões médicos, num hospital de Sorocaba, interior paulista. Médicos que recebiam grandes remunerações, mas nunca colocaram os pés nos hospitais em que supostamente davam plantões. Assinavam ou falsificavam folhas de ponto, como se estivessem prestando seus serviços àquela comunidade. A boa reportagem investigativa causou indignação em vários segmentos da sociedade e aí vem a questão: Será que situação semelhante pode acontecer em outros hospitais do país? Sabemos que os médicos são muito bem remunerados e que os plantões rendem boas quantias a estes profissionais da saúde. No entanto, é preciso cobrar bons serviços à população e exigir que os horários sejam cumpridos e respeitados nos hospitais, postos de saúde e clínicas médicas. Hoje, muitas fraudes tem sido descobertas na área da medicina. Diplomas e CRMs falsos, clínicas clandestinas e até esquemas absurdos como este exibido pelo Fantástico. Naquele mesmo domingo, o programa Repórter Record mostrava os graves e irreparáveis erros cometidos pelos cirurgiões plásticos. Pacientes que pagaram caro, na ânsia de corrigir questões estéticas, tiveram suas partes deformadas e hoje sofrem com problemas de depressão ou baixa auto-estima. É claro que a maior parte é composta por ótimos profissionais. Trata-se de uma profissão que lida com a vida e a saúde das pessoas. E como a maioria das classes deste país, os médicos também não estão longe dos “picaretas”, oportunistas e amadores. Assusta o fato de pagarmos por serviços de qualidade e em troca termos péssimos atendimentos. Como se não bastasse, recebermos notícias estarrecedoras como estas. É preciso cobrar, fiscalizar e denunciar qualquer tipo de irregularidade ou ação que possa frustrar nossas expectativas. Não só no âmbito da saúde, mas da educação, transporte e diversos outros segmentos sociais. Afinal, pagamos impostos pra quê?

Durante a Cavalgada rumo ao Morro da Garça em 2009, o fotógrafo da Prefeitura Welison Lourenço registrou um belo momento, dentre muitos, neste trajeto de Andrequicé ao Morro. No local conhecido por Capelinha, o pôr do sol entre a vegetação típica do cerrado mineiro. Cenário perfeito para os cavaleiros e amazonas descansarem e prosseguir viagem no dia seguinte. Na próxima edição do JORNAL BURITI vamos mostrar mais imagens sobre a cavalgada deste ano.


3

Estagiárias do curso de Serviço Social desenvolvem projeto “Qualidade de Vida” na Cooperativa Vitória das Marias FOTOS: Paulo Emílio/JBT

Representantes dos programas sociais da Semaps marcam presença na "Festa na Roça"

No dia 17/06 (sexta), aconteceu na Cooperativa Vitória das Marias (Coopmarias) a “Festa na Roça”. Numa bela tarde de outono, a sede da Cooperativa ficou enfeitada com adereços típicos de uma festa junina. Foi servido um delicioso caldo de carne, feijão tropeiro e canjica, tudo preparado pelas cooperadas da instituição. “Festa na Roça” fez parte de um trabalho de três estagiárias do curso de Serviço Social. Cíntia Correia da Silva, Maria Geni Fernandes e Viviane Aparecida da Silva e Carvalho. O projeto desenvolvido pelas estagiárias recebeu o nome de “Qualidade de V ida”, voltado para as mulheres encaminhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) em situação de vulnerabilidade sócio-econômica. As estagiárias realizaram uma pesquisa dentro da cooperativa e iden-

tificaram três pontos a serem trabalhados com as cooperadas. Auto-estima, saúde e lazer. “Para trabalhar a autoestima conseguimos viabilizar palestras de um psicólogo e acompanhamento para as mulheres da cooperativa”,

ressalta Viviane Aparecida. Para trabalhar a saúde são realizadas atividades de ginástica laboral. “Em nossa pesquisa, as cooperadas reclamaram muito de movimentos repetitivos com os braços na preparação de alimentos, portanto conseguimos um educador físico para trabalhar com elas a questão de alongamentos e ginástica laboral”, comenta Cíntia Correia. A estratégia para o lazer foi a realização da “Festa na Roça”, que reuniu familiares das trabalhadoras da cooperativa num ambiente típico, agradável e aconchegante. O projeto “Qualidade de Vida” foi supervisionado pela Assistente Social e Coordenadora da Cooperativa Vitória das Marias, Patrícia Alencar. Ela elogiou o trabalho das estagiárias e destacou o apoio da Secretaria Municipal de Assistência e Promoção Social (Semaps). “O projeto trouxe mais alegria e motivação para nossas cooperadas, foi muito bom trabalhar ao lado destas estagiárias”, comenta. De acordo com Patrícia, a Coopmarias hoje está

Sede da Cooperativa Vitória das Marias foi decorada com ornamentos típicos de uma festa na roça como atividade de lazer do projeto Qualidade de Vida

pronta para atender à demanda por lanches para eventos e empresas em toda região. As cooperadas também se mostraram satisfeitas com o projeto e valorizam a união dentro da Vitória das Marias. “Adoramos trabalhar aqui, somos uma família. A cooperativa nos trouxe novas esperanças e estamos super animadas”, diz Rosângela que está na instituição desde o começo, em 2003. A cooperativa passou por momentos de dificuldades mas, segundo Patrícia Alencar, hoje a situação está bem melhor. “Temos veículo próprio, trabalhamos com vários produtos e parcerias de grande importância para nosso desenvolvimento”, afirma. As estagiárias do curso de Serviço Social, responsáveis pelo projeto “Qualidade de Vida” cumpriram uma grande missão. Dentro dos três eixos propostos, conquistaram os objetivos e foram além. O projeto terá sequência e a família da Cooperativa Vitória das Marias ganhou mais um aliado.

Estagiárias responsáveis pelo programa Qualidade de Vida com a Coordenadora Patrícia Alencar

Go vernador anuncia pot encial de gás enc on trado em Morada No va de Mina s FOTO: Wellington Pedro/Imprensa MG

O governador Antonio Anastasia anunciou, na quarta feira (22/06), no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, o potencial de produção do gás natural encontrado no município de Morada Nova de Minas,naregiãoCentraldoEstado.Osestudosapontam para um volume estimado entre 176,5 bilhões e 194,6 bilhões de metros cúbicos de gás natural, o que representa uma capacidade de produção para 25 anos. A expectativa é que a produção do gás se inicie em dois anos. O governador Antonio Anastasia afirmou que a economia mineira será ainda mais alavancada com a descoberta feita pelo Consórcio Cebasf,lideradopelaCompanhiadeDesenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), empresa vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede).

Paulo, estados que têm no petróleo e no gás uma importante fonte de receita. “Isso é uma verdadeira revolução econômica. Aqui, passamos a ter a confirmação absoluta que a reserva de gás da bacia do São Francisco é economicamente viável. Sinaliza que teremos em Minas Gerais, felizmente, uma outra grande indústria, que é a indústria do gás, numa região do Estado que ainda sofre com muitos fatores de desigualdade”, reiterou o governador de Minas Gerais. O gás está localizado numa área com extensão aproximada de 400 km², de um total de 2.918 km² do Bloco 132. Estão em curso os estudos para estabelecer o valor da reserva e a forma mais adequada e econômica de produção e utilização do gás. O insumo pode ser destinado ao uso industrial, residencial e veicular, além da produção de energia (por meio de termelétricas) e de fertilizantes.

REVOLUÇÃO NOVAS PESQUISAS O governador Antonio Anastasia ressaltou que o potencial de produção de gás natural no Estado significará uma revolução econômica, a exemplo do que ocorreu no Rio de Janeiro e São

A Codemig participou também em consórcio, ao lado da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e parceiros privados, da 10ª Roda-

da de Licitação da Agência Nacional do Petróleo (ANP)emdezembrode2008efoivencedorapara os Blocos 104, 114, 120 e 127. Os trabalhos de pesquisa se iniciaram no mês de julho de 2010 e o encerramento do primeiro período exploratório está previsto para julho de 2013. O Bloco 114 situa-se principalmente no município de Pirapora, no Norte de Minas, e o Bloco104 no município de Ibiaí, também no Norte do Estado. O bloco 120 situa-se principalmente no município de Buritizeiro, no Norte de Minas, e o bloco 127 principalmente no município de Três Marias, na região Central do Estado.

HISTÓRICO A perfuração do poço em Morada Nova de Minas, a 280 quilômetros de Belo Horizonte, começou em julho de 2010 e a descoberta, em setembro do mesmo ano, foi feita na profundidade de 1.440 metros com queima de gás natural na superfície em teste de formação. O reservatório encontrado é do modelo não convencional, tecnicamente conhe-

cido por “tight gás”, que é o gás natural contido em rochas. A descoberta foi feita pelo Consórcio Cebasf, responsável pelo Bloco SF-T-132, que reúne a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), com 49% de participação, a Orteng Equipamentos e Sistemas (30%), a Delp Engenharia (11%) e a Imetame (10%). Foram investidos R$ 10 milhões nas pesquisas. A Codemig tem participação em mais quatro blocos na Bacia do São Francisco, sendo dois blocos vizinhos ao bloco onde foi realizada a descoberta. Fonte: Agencia Minas

22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO/2011


4

Arraiá do IEBG se consolida como uma das melhores festas juninas da cidade FOTOS: Paulo Emílio/JBT

Quadrilha dos alunos da educação infantil. Alegria contagiante que tomou conta da Praça de Eventos JK. As crianças deram um show

No sábado (18/06) aconteceu mais uma tradicional festa junina em Três Marias. O Arraiá do IEBG – Instituto Educacional Barreiro Grande. Mais uma vez, a festança levou um grande número de pessoas a Praça de Eventos JK. A decoração, preparada pela equipe do Instituto, proporcionou um ambiente agradável e característico, com barraquinhas de comidas típicas, bebidas, jogos e brincadeiras. O público se divertiu com as quadrilhas, organizadas pelas professoras do IEBG com direito a cortejo de noivos e apresentação de uma das quadrilhas vencedoras do “Arraiá de Belô”. Os pais dos alunos acompanharam a dança dos seus filhos bem de perto, registrando como podiam os melhores momentos da quadrilha. A festa seguiu animada e confirma sua tradição na cidade em épocas de festas juninas.

Diretora Thaís com parte da equipe do IEBG que ajudou a organizar a festa que ainda teve jogos como pescaria e presença dos "Tubarões do Velho Chico"

A Arte de Contar Histórias

Contadores de Estórias Manuelzão

Em todas as culturas, os sábios, os mestres, os líderes religiosos sempre utilizaram e utilizam-se das histórias para fundamentarem suas lições. As histórias são metáforas das verdadeiras mensagens a serem absorvidas. As histórias encorajam, alertam, acalmam, despertam, distraem, divertem e emocionam. Porém, a forma de contar, a entonação certa às palavras, é que conduz e seduz à história. Daí o surgimento da Arte de Contar Histórias. A Arte de Contar Histórias é uma das pioneiras desde o surgimento da humanidade, os homens se reuniam entorno das fogueiras e relatavam suas aventuras, este ritual era parte do processo para registrar, de alguma forma, suas memórias. 22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO/2011

Os africanos buscam sentido para a existência da natureza e seus elementos, cada bicho, cada árvore, os elementos do céu, o sol, a lua, as estrelas, tudo tem uma história própria do significado de sua presença. Os hindus necessitam das histórias para explicar a nossa própria presença, não uma, mas várias vezes, e em diversas formas de vida, aqui na terra. É preciso das histórias para domar a alma humana. Os indígenas narram sua própria existência e o surgimento de tudo através de relatos ingênuos, porém, cobertos de sensibilidade. Os chineses e japoneses encantam a humanidade com suas lições milenares de aprendizado e sabedoria.

Cristo comoveu os homens com a sabedoria contemporânea de suas parábolas, para fundamentar uma das doutrinas mais conhecidas e seguidas no mundo. Xerazade se valeu das histórias para salvar sua vida e levar seu carrasco a redenção. Joana Xaviel , personagem de Guimarães Rosa, no livro Manuelzão e Miguilim, da novela “Uma Estória de Amor Festa de Manuelzão”, possuía as estórias para seduzir e ser aceita, “se remoçando beleza aos repentes, uma endemônio de jeito por formosura.” A avó acalma o neto contando uma história que o transporta para um mundo de fantasia. As lições do pai a seu filho são melhores absorvidas, através da narração de uma história. Os professores conduzem seus alunos relatando de forma contextualizada seus ensinamentos. E assim, as histórias fazem parte do nosso cotidiano. A arte de contar histórias é a arte de conduzir vidas.

POR BÁRBARA MELGAÇO

Alunos-atletas se preparam para próxima etapa dos Jogos Escolares de Minas Gerais A Etapa Regional dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) na região norte será realizada nos dias 27/06 a 02/07 na cidade de Bocaiúva, cerca de 350 Km de Três Marias. De acordo com o representante dos jogos em Três Marias, Waldney Magela da Silva, a modalidade de atletismo será disputada em Montes Claros, nas instalações da Unimontes. A cidade sede, Bocaiúva disponibilizará o transporte para Montes Claros. Waldiney Magella também informa que as disputas do xadrez acontecem nos dias 29 e 30 de junho (quarta e quinta-feira) e o atletismo 30/06 e 01/07 (quinta e sexta-feira). A delegação de Três Marias, composta de aproximadamente 75 integrantes, saiu às 12 horas do dia 27/06/2011 – segunda-feira (após o almoço) do ponto de ônibus em frente o Centro de Convenções da SEMEC. Todos compareceram no local de saída com antecedência para o embarque. O percurso começou em Três Marias, passando por Curvelo, Corinto até Bocaiúva. “É importante que os alunos atletas participantes levem documentos e autorização dos pais”, completa Waldiney.


5

NOSSA V IVA !

LÍNGUA... P ÓS - G R A D U A D O EM L Í N G U A PORTUGUESA PELA FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE SETE LAGOAS – MG BACHAREL EM D IREITO PELA UNIFEMM DE S ETE LAGOAS - MG

FÁBIO NASCIMENTO J ESUINO

Cães continuam soltos nas ruas da cidade FOTO: Paulo Emílio/JBT

fabiojes@yahoo.com.br Blog:

fabiojes-palavrassentimentos.blogspot.com

Que bom estar de volta, prezado leitor! Apresentarei nesta edição algumas dicas importantes para o emprego correto de algumas palavras e ou expressões cotidianas que podem nos induzir a inadequações linguísticas. Espero que elas possam lhe ajudar a melhorar sua capacidade de comunicação. Vou me valer de exemplos para que a informação possa ser o mais didática possível. 1. O GOL FOI MARCADO ATRAVÉS DE RONALDINHO. O emprego de ATRAVÉS indica "direção oblíqua", ou seja, uma interpretação literal nos levaria a imaginar alguém chutando a bola e esta atravessando o jogador Ronaldinho, já que a utilização da palavra citada sugere atravessar algum obstáculo. Então, o mais simples seria dizer: O GOL FOI MARCADO POR RONALDINHO. 2. ...LUCAS, CAPÍTULO DÉCIMO QUINTO, VERSÍCULOS DOIS E TRÊS. De um a dez, usamos numerais ordinais (primeiro, segundo, terceiro...) para designar capítulos, séculos, reis, papas,etc. De onze em diante empregamos numerais cardinais (um, dois, três...). Corrigindo, portanto a frase acima, ela deve ficar assim: LUCAS, CAP. QUINZE, VERSÍCULOS SEGUNDO E TERCEIRO. 3. TRÊS MARIAS, 1(UM) JUNHO DE 2011. Nas datas, nunca se diz que hoje é, ou que tal coisa aconteceu no dia 1(um) de qualquer mês). O correto será utilizar o ordinal para o primeiro dia do mês. A partir daí usamos o numeral cardinal: HOJE É DIA 1º DE JUNHO DE 2011; HOJE SÃO DOIS DE JUNHO DE 2011. 4. COMPLETEI 18 ANOS ONTEM, PORTANTO, AGORA JÁ SOU DE MAIOR. Se escrevemos ou falamos: o menino é bonito, a menina é feliz, etc, devemos escrever ou falar: AGORA JÁ SOU MAIOR (e não de menor). 5. LÁ EM CASA SOMOS EM CINCO. Lá em casa vocês são em bonitos, são em felizes? Creio que não se fala assim por lá, então seja simples e apenas diga: LÁ EM CASA SOMOS CINCO PESSOAS. 6. COM AQUELE RAIO QUEIMOU O FUZIL LÁ DE SUA CASA. Tome cuidado, porque se a polícia souber que você tem um fuzil em sua casa, certamente terá grandes problemas com a justiça. COM AQUELE RAIO QUEIMOU O FUSÍVEL LÁ DE SUA CASA (é a forma adequada), já que fusível é um dispositivo de segurança que protege a instalação elétrica de sua residência e fusil é um tipo de arma de fogo. 7. MEU TIME GANHOU TRÊS TROFÉIS O ANO PASSADO! Como o plural de ANEL É ANÉIS, DE PASTEL é PASTÉIS, então o plural de TROFÉU também deveria ser TROFÉIS e o de CHAPÉU, CHAPÉIS. Embora tenha uma certa lógica já que na pronúncia não há diferença entre o L e o U finais, a forma adequada é MEU TIME GANHOU TRÊS TROFÉUS O ANO PASSADO! Despeço-me, prezado leitor, me sentindo dois, já que estou levando um pouco de você comigo e para você tiro todos os CHAPÉUS. Um grande e afetuoso abraço!

É cada vez maior o número de cães perambulando pelas ruas da cidade. Problema está longe de ser resolvido

Mesmo com a manifestação de vários comerciantes e moradores de Três Marias, o problema dos animais perambulando pelas ruas do município continua a incomodar, e muito. Um dos defensores da esterilização de cães e gatos é o comerciante Armando Lúcio, O proprietário de um Bar e Lanchonete na cidade. Armando já enviou uma sugestão à câmara municipal e ao poder executivo, mas, segundo ele, não obteve resultados. “Sequer uma resposta” , questiona. Uma cena comum, desagradável e perigosa que merece atenção especial das autoridades públicas. Tem dias que é possível ver mais cachorros

andando pelas ruas do que pessoas. São muitos, de vários tipos e tamanhos, que oferecem certo risco à população. Podem transmitir doenças, atacar crianças e idosos, se reproduzirem sem qualquer tipo de controle, além de revirar o lixo de várias casas da cidade. A causa defendida pelo comerciante Armando Lúcio é mais do que justa e necessária. É preciso encontrar urgente uma solução para o problema. Vários municípios tem adotado medidas mais rigorosas contra animais em vias públicas. As alternativas são muitas: disque denúncia, esterilização e aplicação das penas previstas na Lei Fe-

deral nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, cujo capítulo V; Art. 32 diz: “ Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa. Sabemos que muitos desses animais são abandonados e a fiscalização deve ser tão rigorosa quanto qualquer outro crime. Os donos e proprietários de animais também devem agir com mais atenção, não deixá-los soltos nas ruas e colocar focinheira em cães ferozes é uma medida fácil de tomar, basta atitude. O que não podemos mais é conviver com esta situação desagradável no município.

INTERNET BANDA LARGA É AQUI!

TEL:. (38)) 3754-2660

www.3mne t.c om.br .3mnet.c t.com.br RUA VÁRZEA DA PALMA, 153 SALA 3 CENTRO SUPORTE TÉCNICO: 3754-2878

22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO/2011


6

Esporte e criatividade marcam a Semana do Meio Ambiente em Três Marias A Semana do Meio Ambiente 2011 em Três Marias foi marcada pela criatividade dos alunos e professores durante a passeata “Paz pelas Água”, realizada no dia 04/06 (sábado), data em que é

comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. A concentração da passeata começou por volta das 8h na Avenida Santos Dumont, no centro da cidade. A forte participação das escolas do

município mostrou, mais uma vez, o bom trabalho desenvolvido pelos professores na questão ambiental. A passeata foi um show de cores, mensagens e coreografias (veja imagens). O secre-

FOTOS: Welison Lourenço/comunicação PMTM

tário municipal de Meio Ambiente, Roberto Carlos Rodrigues agradeceu a participação das escolas e as empresas do município que providenciaram palestras com temas de interesse ambiental. O ciclo de palestras fechou as atividades da Semana do Meio Ambiente no município. As palestras aconteceram no Centro de Convenções da Semec, antigo TMTC. Foram abordados temas como defensivos agrícolas, queimadas, biodiversidade, o ciclo da água na Copasa, consumo consciente e coleta seletiva. Além da passeata “Paz pela Água” e do ciclo de palestras, outra atividade que chamou a atenção foi a Maratona Ecológica, que entra no seu segundo ano consecutivo. “Neste ano, mudamos o trajeto, que teve como cenário a bela represa de Três Marias. O número de participantes também melhorou, achamos que esta maratona ainda vai crescer muito em termos de estrutura e participação”, comenta Roberto Carlos Rodrigues. Se o objetivo da semana do meio ambiente foi sensibilizar a população, quem acompanhou as atividades, com certeza, se comoveu pela participação dos alunos ou o empenho dos maratonistas, dois pontos que mereceram destaque neste ano.

Vencedores da 2ª Maratona Ecológica

Aluna representa a água com os peixes

A mãe terra encantou a todos pela bela mensagem que trouxe

Batuque legal: Grupo Iukerê de Diamantina em parceria com o Instituto Opará

Esta turma exibiu girassóis trazendo mensagem de esperança

Esta escola mostrou as regiões do Brasil e objetos feitos com tampinha de garrafa pet

Alunos da Apae durante a passeata “Paz pela Água”

Artesãos de Largamar exibem trabalho com pneus

Reciclagem: Roupa feita com papel jornal

22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO/2011

Criatividade: Aluno se fantasia de planeta Terra poluído


7

Eventos do mês incluem apresentações no exterior e Semana do Meio Ambiente SEMINÁRIO NA BOLÍVIA

O mês de junho, quando é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente (5 /06) foi marcado por uma série de eventos com a participação do Programa Peixe Vivo da Cemig para promover a discussão do tema e a educação ambiental. As iniciativas foram oportunidades para a troca de experiência e difusão de informações sobre os trabalhos de preservação das bacias hidrográficas, além de um momento para incentivar ações com a participação da comunidade.

CIGRÉ PARAGUAI O Programa Peixe Vivo foi um dos temas abordados no XIV ERIAC (Encontro Regional Ibero-americano do CIGRÉ), realizado no Paraguai, durante os dias 29 de maio e 02 de junho. Há 24 anos, o encontro reúne representantes da América Latina para discutirem os desafios na geração e produção de energia elétrica no continente. Na edição, surgiram propostas sobre novas tecnologias, soluções de problemas cotidianos e troca de experiências, em geral. O trabalho socioambiental do Peixe Vivo foi apresentado, incluindo iniciativas como o Projeto Versol, a peça teatral “Os Olhos do Surubim Rei” e o Guia do Pescador. A Cemig também participou com os trabalhos sobre monitoramento de qualidade da água no Vale do Jequitinhonha e ações de prevenção contra o mexilhão dourado.

MÊS DO MEIO AMBIENTE Desde 4 de junho, vários eventos foram realizados em todo o estado para discutir questões que merecem a atenção e envolvimento de todos: a preservação das bacias hidrográficas do estado. A Cemig apóia algumas dessas iniciativas, inclusive em parceria com seus programas socioambientais.

Apresentação do Programa Peixe Vivo no Seminário

No âmbito do Programa Peixe Vivo, a Empresa apresentou o projeto “Pescadores do Saber”, realizado em parceria com a Ufla, durante a Semana do Meio Ambiente de Lavras, no Sul de Minas. O projeto, que promove atividades lúdicas e experiências para induzir o aluno a refletir sobre as questões que envolvem a preservação do meio ambiente, foi apresentado em um estande na região central do município. Em Três Marias, a população participou ativamente, de 3 a 10 de junho, na Semana organizada pela Prefeitura Municipal, com apoio da Cemig. O evento, que nesse ano abordou a necessidade da participação e da consciência de todos sobre o papel de cada um no contexto da sustentabilidade, promoveu o plantio de mudas, maratona e blitz ecológica, gincana e diversos trabalhos envolvendo estudantes e lideranças. O encerramento incluiu um ciclo de palestras com a apresentação de práticas exitosas realizadas por empresas e órgãos públicos.

Outro evento realizado com o apoio da Cemig em Três Marias foi o I Seminário de Educação Ambiental do Alto Médio Rio São Francisco, organizado pelo Coletivo Jovem de Três Marias, com a participação de representantes dos municípios de Buritizeiro, Pirapora, Várzea da Palma e Ibiaí.

O seminário “Construcción de Centrales Hidroeléctricas y Mitigación de Impactos Socio Ambientales: Experiencias Internacionales”, promovido e coordenado pelo Grupo de Estudo do Setor de Energia Elétrica da UFRJ, Banco Mundial e CAF (Corporación Andina de Fomento) foi realizado na sede da CAF, nos días 9 e 10 de junho, em La Paz, capital da Bolívia. O objetivo foi apresentar para o governo boliviano e setores industriais, a partir de iniciativa da embaixada brasileira na Bolívia, as práticas de mitigação ambiental desenvolvidas no Brasil, além de discutir o potencial hidrelétrico do país. Algumas empresas nacionais foram convidadas a apresentar cases de programas ambientais considerados como referência, como o trabalho realizado pela Cemig no âmbito do Programa Peixe Vivo.

SEMINÁRIO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E OS LIMITES DO CRESCIMENTO O Seminário, promoção conjunta da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - Semad e da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Artesanato de Minas Gerais reuniu, em Belo Horizonte, autoridades de todo o país para discutir crescimento e desenvolvimento sustentável. O evento realizado no dia 6 de junho, na Cidade Administrativa, evidenciou as melhores práticas sustentáveis dos setores público, privado e da sociedade civil, incluindo as ações socioambientais do Programa Peixe Vivo.

Participantes do seminário reunidos no centro de La Paz em passeio oferecido pela embaixatriz do Brasil na Bolívia.

PEIXAMENTOS Junho também é o mês em que a Cemig encerra a safra de soltura de peixes 2010-2011. Os dois últimos eventos foram realizados no dia 10, em Almenara, no Rio Jequitinhonha, durante a Semana do Meio Ambiente organizada pela prefeitura local, e no dia 16, no município de Prata, no Triângulo Mineiro.

Comunidade é orientada sobre operação e segurança de usinas A Cemig iniciou, no final de maio, o ciclo de apresentações do Plano de Integração, que tem como objetivo explicar para a população os procedimentos operativos e de segurança adotados nas usinas da Empresa. O primeiro evento do ano foi realizado na Usina de Peti, no município de São Gonçalo do Rio Abaixo. Além de lideranças locais e autoridades, participaram do primeiro encontro representantes das cidades de Santa Bárbara, João Monlevade, Itabira e Nova Era. O Plano de Integração, que acontece desde 2005, busca uma aproximação da Cemig com comunidades das áreas de influência das usinas que sofrem com períodos de secas prolongadas ou cheias intensas, num relacionamento focado no esclarecimento da população. Os ribeirinhos também são informados a respeito do trabalho realizado em parceria

com a Defesa Civil, Polícia Militar de Minas Gerais e Corpo de Bombeiros. Os eventos procuram integrar a sociedade com os empreendimentos de geração de energia, informando sobre os procedimentos operativos das usinas da Empresa, os trabalhos envolvendo a segurança de barragens, as ações ambientais realizadas em cada região e as ações do Programa Peixe Vivo da Cemig para a preservação das espécies nativas. Para o engenheiro de Planejamento do Sistema Elétrico da Cemig, Marcos Geraldo de Castro, o Plano de Integração representa uma oportunidade de troca de informações com a população. “Operamos o reservatório não só para a geração de energia elétrica, mas em função dos usos múltiplos da água e prevenção de enchentes. Repassamos também conceitos básicos sobre bacia e hidrologia operacional.”

Nesse ano foi incluída na programação uma palestra sobre a importância das previsões meteorológicas para o planejamento de ações nas hidrelétricas. Essa apresentação será realizada pela equipe do centro de climatologia MG Tempo Cemig. Além da UHE Peti, o Plano de Integração vai atender às usinas de Marmelos, Joasal, Paciência, Cajuru, Poço Fundo, Anil, Rio de Pedras, Irapé, Três Marias, Queimado, Sá Carvalho, Rosal, Igarapava, Jaguara e Volta Grande.

TRÊS MARIAS Após o evento em Juiz de Fora, no dia 21 de junho, sobre o trabalho nas usinas de Marmelos, Joasal e Paciência, o Plano de Integração chega a Três Marias. Dois encontros no Centro de Educação Permanente Engenheiro

Mário Bhering, nos dias 28 e 29 de junho, apresentarão os procedimentos operativos da Usina de Três Marias, que completa 49 anos em junho, para garantir o múltiplo uso de seu reservatório, atendendo às demandas ambientais, de geração de energia, navegação, irrigação, abastecimento humano, dentre outras. Na região, foi criado um sistema de informações pela Cemig em parceria com pescadores e ribeirinhos das margens do São Francisco, entre Três Marias e Ibiaí, que vem funcionando desde 2007. Os moradores são avisados antes de cada vertimento da usina de Três Marias por uma rede de contatos localizada estrategicamente ao longo desse trecho. A iniciativa tem funcionado bem, permitindo que os moradores tomem providências para evitar prejuízos mais significativos nos períodos chuvosos.

22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO/2011


8

FALA

SÉRIO! A NTÔNIO J ORGE R ETTENMAIER

Três Marias agora tem Centro de Comercialização do Artesanato

ajrs010@gmail.com

A sabedoria de um prego Certa vez conversava com um velho amigo, velho na idade e na amizade também. Tão velho nas duas que sempre tinha uma lição de vida param contar. Ele pregava dois pedaços de madeira, e quando um prego entortava, ele o guardava em uma latinha separada ao lado dele. Não tentava desentortá-lo e nem o jogava fora, como muitos fazem. E aquele guardar de pregos tortos, chamou minha intenção e aguçou minha curiosidade. Ouvi então de que vinte por cento dos pregos que havia no pacote, sempre entortavam, e se pareciam com as pessoas que conhecíamos em nossa vida. E de que nada adiantavam reclamações, porque aquilo, afinal de contas, era a coisa mais natural, e assim, devia ser também encarado com a máxima naturalidade. Segundo ele, quando o carpinteiro molha a ponta do prego com sua saliva, tem como única razão de ser, facilitar a penetração na madeira, fazer com que ela inche e depois ao voltar ao normal, se molde com firmeza em torno do prego. Nunca me preocupei em saber se é real esta hipótese, mas passei a observar depois, que todo bom carpinteiro, antes de bater o prego na madeira, passava a ponta em sua saliva, e dificilmente eles entortavam. Pelo sim, pelo não... Mas e o hábito de guardar os pregos tortos, se de nada adiantaria reclamar? Seria mais fácil, logo dispensá-los e jogá-los fora. Pelo menos era assim que eu via a coisa. Mas ele, não. Com voz calma, lembrou que como nos pacotes de pregos, a vida da gente também tem vinte por cento de pessoas que por um motivo ou outro se entortam conosco. Mas sendo assim, se uma pessoa é como um prego que pode se entortar, também seria mais fácil dispensá-la, eliminála de nossos arquivos, de nossas vidas. Ouvi então que um prego torto, se o dispensarmos, jogarmos em qualquer lugar, deixarmos no chão, mais cedo ou mais tarde, poderemos acabar pisando nele, o encontrando de novo. Jogado fora, estará pior ainda de quando entortou em nossa primeira vez, enferrujado. E assim lembrou ele, se pisarmos neste prego e ainda enferrujado, fará um mal maior do que quando entortou. Então, é melhor mesmo guardá-lo, para não se ter o risco de no futuro nele pisar e sair machucado. Guardado e vigiado, não terá no futuro, o perigo do passado. ANTONIO JORGE RETTENMAIER, ESCRITOR, CRONISTA E PALESTRANTE, MEMBRO DA AGEI, ASSOCIAÇÃO GAÚCHA DOS ESCRITORES INDEPENDENTES. ESTA COLUNA ESTÁ EM MAIS DE OITENTA JORNAIS IMPRESSOS E ELETRÔNICOS DO BRASIL E EXTERIOR. NO

YOU TUBE ACESSE A FALA SÉRIO! EM VÍDEO ATRAVÉS DO AJORGEFALASERIO.

22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO/2011

FOTOS: Paulo Emílio/JBT

Os artesãos de Três Marias agora podem comemorar. O Centro de Comercialização do Artesanato está em funcionamento e já conta com diversos produtos que revelam o belo trabalho de vários artesãos do município. O centro recebeu apoio da Votorantim Metais, do Banco do Brasil e da Prefeitura Municipal de Três Marias. Outra homenageada por esta conquista foi a vereadora Thaís Kênia Castelo Branco. "Fiquei muito emocionada com o trabalho dos artesãos e feliz por ser escolhida a madrinha deste grupo", comenta a vereadora. Durante a inauguração do Centro de Artesanato o público conferiu trabalhos feitos a partir de diversas matérias primas, desde sucata até material mais refinado. Uma bela exposição de artes que está pronta para comercialização. Durante a solenidade de inauguração, o público também acompanhou a bela apresentação do coral da Votorantim Metais, regido pelo maestro Afrânio Lacerda. O Gerente Geral da Votorantim Metais, Fernando Rezende considera mais um importante passo rumo ao desenvolvimento profissional do município. "São projetos que a Votorantim está sempre apoiando, esta é a nossa linha de desenvolvimento para a nossa comunidade", ressalta. Fernando também teceu elogios ao município de Três Marias, "Temos que deixar de ser egoístas e mostrar estas maravilhas para todo o Brasil", comenta. O prefeito "Bem-te-vi" considera o local apropriado para o funcionamento do Centro de Artesanato. "Aqui, às margens da BR040 o movimento é constante e o Centro vai funcionar ao lado da Cooperativa V itória das Marias, estamos lutando para revitalizar este importante trecho rodoviário em nossa cidade", declara. A presidente da Associação dos Artesãos de Três Marias, Idalma Pedroso se demonstrou satisfeita com o novo local destinado aos profissionais do artesanato. "Há muito tempo sonhamos com este espaço, uma caminha de dez anos, com muito trabalho, coragem e perseverança", afirma. Idalma diz que o Centro de Artesanato é um espaço para divulgar a diversidade da cultural local, além de se transformar numa referência turística na região. Segundo Idalma Pedroso, o Centro vai funcionar todos os dias e serão feitas várias oficinas para produção do artesanato. A Associação dos Artesãos de Três Marias possui hoje 39 afiliados. Com a inauguração deste espaço para comercialização dos produtos, a presidente espera que este número aumente.

Momento da inauguração do Centro de Comercialização do Artesanato local

Variedade e Criatividade: Produtos expostos no Centro de Artesanato


9

Duplicação e asfaltamento de avenidas mudam a cara da cidade e melhoram o trânsito

Av. Geraldo Rodrigues dos Santos

Desde que assumiu a atual gestão em 2009, o Prefeito Adair Divino da Silva, Bem-ti-vi, que já havia iniciado uma série de asfaltamentos e recapeamentos no seu primeiro mandato, se comprometeu a continuar os trabalhos iniciados e inaugurar outros. A Avenida Geraldo Rodrigues dos Santos, que dá acesso aos bairros DNER, Satélite e Cemig, e a Avenida Santos Dumont, que liga o centro da cidade ao Aeroporto e

ao Jardim dos Pescadores, receberam atenção especial. A Avenida Santos Dumont teve suas obras iniciadas em 2010 e já foram concluídas 3 etapas das obras de alargamento e asfaltamento da avenida, totalizando 6.290 m² de extensão trabalhada, de acordo com informações do Chefe de Gabinete Railson Eustáquio Araújo. Já as obras da Avenida Geraldo Rodrigues dos Santos foram iniciadas no

segundo semestre do ano passado e, de acordo com o Prefeito Adair Divino da Silva, a obra era esperada pela população, pois é um trajeto muito utilizado e que interliga diversos bairros. "Não falta muito para terminarmos esta obra que é muito importante para acidade". Inicialmente trafegável em via única, a Avenida Geraldo Rodrigues dos Santos foi duplicada e recebeu um canteiro central. Para concluir a duplicação está sendo feito todo um trabalho de infraestrutura, para captação de águas pluviais, a fim de concluir a elevação da pista, sem risco de alagamentos ou desmoronamentos futuros. Ainda serão construídas duas rotatórias segundo o Secretário Municipal de Obras e Serviços Urbanos, Antônio Pedro de Oliveira. "A avenida vai receber duas rotatórias, uma na entrada do Bairro Novo Horizonte, cruzamento com Rua Sucupira e outra no ponto que dá acesso ao Bairro Joaquim de Lima, no encontro com a Avenida Camilo Jose de Freitas." Tanto a Avenida Santos Dumont Av. Santos Dumont

quanto a Avenida Geraldo Rodrigues dos Santos compõem o grupo de vias públicas que, de acordo com o Convênio 460/2010, seriam asfaltadas. Além das avenidas citadas, que estão em fase final, já foram concluídos os asfaltamentos das ruas São Judas Tadeu e Santa Filomena, no São Geraldo; Avenida B, Ruas 9 e 02, no Jardim dos Pescadores; Ruas WG, W10 e W15 no Chico Alexandre; Ruas Uruguai e Divisória no Bairro Serra Verde; Ruas Bolívia, México e Colômbia, no Metalúrgico. "Com esses asfaltamentos totalizamos mais de 46 mil m² de ruas e avenidas asfaltadas. Essa ação é a prova de mais um compromisso assumido", ressalta o prefeito Bem-ti-vi.

22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO/2011


10

22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO/2011


11

ENTRE ELAS S ABRINA B RAGA JORNALISTA

buritientreelas@yahoo.com.br

Alergia alimentar tardia... será? Então pessoal, um assunto que está sempre em voga principalmente rondando o universo feminino, além de moda e tendências em estética, é sem dúvida a questão nutricional. Telejornais, revistas, websites, programas dos mais variados sempre acabam tratando direta ou indiretamente de nutrição. Sabemos que para prolongarmos nossa vida e vivermos melhor, temos que nos alimentar adequadamente e praticar exercícios físicos não é mesmo? Mas e quando o que você ingere, achando que está fazendo um bem ao seu organismo pode na verdade comprometer sua saúde em algum aspecto? A Nutricionista Renata Merlino é uma mulher jovem e linda que infelizmente não conheço pessoalmente, mas acompanho o trabalho dela através do site www.inteligêncianutricional.com.br . E todos os posts, sem dúvida são de grande valia, acessem e comprovem. Pois bem, foi através do que ela escreveu sobre Alergia Alimentar Tardia que pude prestar atenção em minha alimentação e perceber que sim, eu estava consumindo alimentos que me causavam algum tipo de reação. Mas o que é essa alergia? Explicando em linhas gerais é como se você comesse um determinado alimento agora, mas só em algumas horas ou mesmo dias as reações alérgicas provocadas por esse alimento aparecessem. Uai, mas e aí? Como saber o que causou a alergia? Nós, leigos, quando acometidos por alguma reação alérgica ou sintoma inesperado, enumerados o que comemos no máximo, nas últimas 24 horas não é mesmo? E ainda temos a mania de associar nossa condição a pessoas que comeram o mesmo alimento, tipo: “Nossa, não estou me sentindo bem, será algo que comi? Ah, mas não pode ser, fulano comeu a mesma coisa e está bem”. Baseado nessa dificuldade em identificarmos os agentes causadores e nos relatos que atendia em seu consultório de pacientes com intolerância alimentar foi que Renata decidiu estudar mais sobre Nutrição Clínica Funcional. Essa não é a especialidade dela, mas o interesse serviu para que ela desse o start para testes sobre as Dietas de Eliminação proposta por uma empresa de consultoria nutricional com o respaldo científico do The Institute For Functional Medicine e do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional fundado em 2004. De acordo com Renata Merlino, o método de eliminação dietética é muito preciso quando a questão é a identificação das sensibilidades alimentares dos in-

divíduos. As dietas restritivas que permitem identificar os possíveis alergênicos que ela testou foram extraídas do livro Nutrição Clínica Funcional da VP Editora. “Listei uma série de sintomas que podem ser oriundos de uma alergia alimentar e sugiro que, se a pessoa se identificar com os sintomas ou alguns deles, deve prestar muita atenção nos alimentos que consome”, enfatiza a nutricionista. Os principais sintomas das alergias tardias são: refluxo esofágico, azia, gastrite; acne, seborréia; doença celíaca; constipação intestinal crônica; síndrome do intestino irritável; eczemas, dermatites; queda de cabelo, unhas frágeis; sinusite, otite, rinite, asma; distúrbio de ansiedade (dificilmente quem é ansioso não tem rinite também); síndrome do pânico, depressão; distúrbio de atenção e concentração; lúpus; artrite, dores articulares; diabetes tipo 2; cefaléias, enxaquecas; esclerose múltipla. A própria Renata testou as dietas por 21 dias, começando no dia 15 de junho. Os resultados? Palavras dela: CONCLUSÕES GERAIS DAS DIETAS Eu achei esse estilo de dieta extremamente interessante para as pessoas que são intolerantes a vários dos alimentos eliminados. Pude perceber que a maioria de nós tem problemas relacionados a alguns deles inclusive eu. Mesmo com a última dieta permitindo comer peixes e ovos ou quantias pequenas de outras carnes, eu não consegui mais pegar pedaços grandes de carnes e às vezes, nem mesmo comi. Com isso, notei mudanças incríveis no meu corpo que foram: • Alta redução de irritabilidade e ansiedade; • Alta, alta mesmo redução de acne no rosto e corpo, não tive nada!!! • Alta redução de percentual de gordura especialmente na barriga. Agora vou ter que ganhar um pesinho, fiquei magrela rsrsrsrs; • Não tive nenhuma cólica intestinal que era muito comum para mim, inclusive no período pré-menstrual; • Dormi bem e não tive sono de dia; • Meu intestino funcionou todos os dias, o que também não era comum. Enfim, essas são algumas mudanças que eu senti, mas tenho certeza que pessoas com mais problemas de saúde do que eu podem desfrutar de mais mudanças ainda. Elas foram bem drásticas, o que é compatível com a dieta. Ou seja, grandes mudanças envolvem atitudes mais drásticas mesmo. Achei super válido e muitos dos hábitos que aprendi com essa dieta vão continuar com certeza na minha vida.

As dietas: Dieta de Eliminação – Dois estágios Dieta de Eliminação 1 – Isenta de leite, ovos e trigo Permitidos Evitar Proteínas de origem Ovelha, frango, peru, porco, gado Leite de vaca, ovos Animal Proteínas de origem Bebida à base de soja, soja, vegetal lentilhas, amendoim, outros feijões Grãos e Batata inglesa, batata doce, inhame, arroz, Outros amidos tapioca, milho, aveia, centeio, cevada Trigo Vegetais Todos os vegetais Frutas Todas as frutas e sucos Açúcares Açúcar de cana, xarope de milho Óleos e gorduras Todos os óleos e margarinas sem leite Manteigas e margarinas com leite Outros Sal e todos os temperos

Dieta de Eliminação 2 – Restrita Proteínas de origem Animal Proteínas de origem Vegetal Grãos e outros amidos Vegetais Frutas Açúcares Óleos e gorduras Outros

Permitidos ovelha

Evitar Todas as outras proteínas de origem animal: gado, peixes, ovos, frangos e leite de vaca Bebida à base de soja, soja, feijões, lentilhas, amendoim, todas as oleaginosas Trigo, aveia, milho, cevada, centeio Milho, ervilhas, tomate

-

Batata inglesa, batata doce, inhame, arroz, tapioca Todos os vegetais, exceto milho, tomate, ervilhas Todas as frutas e sucos, exceto Frutas cítricas, morango frutas cítricas e morango Açúcar de cana Xarope de milho Óleo de girassol, arroz, coco, oliva Manteiga, margarina, óleo de soja, Gergelim óleo de milho, óleo de amendoim Sal, pimenta, extrato de baunilha, Chocolate, café, chás, colas e Todos os temperos, fermento químico Outros refrigerantes, bebidas alcoólicas, amido de milho

Dieta de Eliminação Modificada Grupo de Alimento Leite e derivados Principais fontes de carboidratos Carnes/ Leguminosas Verduras Sementes oleaginosas Gorduras e óleos Açúcares Bebidas

Evitar Todos os laticínios de vaca, cabra ou ovelha

Permitidos Substitutos do leite, bebida à base de soja, de arroz, amêndoas

Trigo, aveia, centeio, cevada, malte, milho Conforme avaliação individual, carnes habitualmente consumidas, embutidos E leguminosas mais consumidas Tomate Amendoins, pistaches e castanha do Brasil

Arroz, batata doce, batata inglesa, polvilho, aipim Peixes do mar, ovos, feijões, ervilha partida, lentilhas, grãos de bico, soja Todas as demais Amêndoa, castanha de caju, linhaça, noz, pecã, gergelim, semente de abóbora, semente de girassol, noz comum Margarina, manteiga, molhos prontos Óleos refinados: canola, soja, Arroz; não refinados: oliva, Gergelim, linhaça e os demais Açúcar refinado ou mascavo, mel, xarope de milho e adoçantes artificiais stévia e frutose Café, chá preto, chá de mate, Chá da Índia, álcool, refrigerantes, cacau Água, sucos de frutas, outros chás

POR RENATA MERLINO CONSULTAS: RUA ARNALDO RICARDO MONTEIRO, 71JD MARINGÁ – SÃO JOSÉ DOS CAMPOS/SP - TEL: (12) 3941-4392

ORAÇÃO À NOSSA QUERIDA MÃE NOSSA SENHORA APARECIDA Querida mãe Nossa Senhora Aparecida Vós que nos amais e nos guiais todos os dias Vós que sois a mais bela das mães, a que eu amo com todo o coração, eu vos peço mais uma vez que me ajudais a alcançar esta graça, por mais dura que seja. Sei que vós me ajudareis e acompanhareis sempre até na hora da minha morte. Amém. Rezar um Pai Nosso, uma Ave Maria, 3dias seguidos essa oração, que alcançarás a graça Por mais difícil que ela seja e mandar publicar em caso extremo. Faz-se a oração às 3 horas por graças alcançadas.

22 DE JUNHO/2011 A 22 DE JULHO/2011


JORNAL BURITI EDI046  

Jornal Buriti, edicao 046 junho/julho 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you