Page 1

BOM DIA

SEXTA-FEIRA 29 DE MARÇO - 2018 | R$ 1,00

Edição: 4.195 - Ano XX - Fechamento: 17h20 - www.bomdiaonline.com

Chuvas causam R$5 milhões de prejuizos Maria Tereza Bicalho / Acom AMJM

A Câmara Municipal realizou na última quinta-feira, 22, audiência pública para discutir os danos causados pelas chuvas que atingiram João Monlevade nos últimos meses. Página 3

ARCELORMITTAL

Prêmio propõe reflexão sobre reduzir, reutilizar e reciclar Página 5

Queda de energia em Catas Altas: Após denuncias Cemig se manifesta

Após denúncia, Cemig informou os motivos que levaram à queda de energia na cidade. Pag. 6


sexta-feira, 29 de março de 2018

BOM DIA

opinião

2. EXPEDIENTE

BOM DIA • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial:

OFF LINE

comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Thiago Titó (Giro) Marcos Martino (Cenários / Médio Pira) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Geraldo Magela Gonçalves (Dindão) - (31) 9965-4503 Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. FUNDADO EM JULHO DE 1998

Bom Dia Comunicação Ltda - ME. FUNDADORES: Geraldo Magela Gonçalves João Bosco Roneyjober Alves Andrade CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com

ENQUANTO ISSO, AQUELES DOIS AMIGOS CAMINHAVAM EM BUSCA DE UMA FAMOSA CACHOEIRA... - E aí, Bocão? Estamos perto? - Sim. Fica por aqui. - E como estão as coisas? Menos estressado? - As coisas estão bem melhores depois que voltei a usar um celular desses véio que só liga e recebe. - O que? Mas vai ficar fora do whatsapp , facebook e instagram? - Esse trem escraviza a gente. - Ah...eu não acho...fico online 24 horas. - Eu não quero saber mais. Esse trem tira o foco da gente... - Isso é verdade...ah... mas ajuda também...por exemplo quando você está numa fila. Você pega seu celular, vê seus grupos, suas curtidas... - Mas e o lixo? - Que lixo? - Uai...ódio político... xingando esquerda, direita...esse trem é muito chato. - Piores são aquelas correntes...aqueles textos que dizem que se vc não compartilhar pra 100 pessoas vai acontecer uma desgraça na sua vida. - Que isso! Pior é o marketing das tvs a cabo, colchões, planos de doença, um monte de remédios pra levantar a moral. - É mesmo! - Pois então? Não é melhor ficar off line?

Projeto Esquinas de Minas

Maurício Gasperini é o próximo convidado de Aggeu Marques

- Eu não sei se consigo. Tem o lado bom também. - Mas que lado bom? - Uai...hoje ninguém mais fica sozinho. - Como assim? - Vc leva seus amigos com vc pra onde vai. Conversa com eles. Manda fotos. Também pode trabalhar online. O celular virou um escritório. - Ah...mas aí é que está o problema. É tudo virtual. Você não vê as pessoas. Nada substitui a presença, o olho no olho. - Ah...tem muita coisa que preciso resolver pela internet mesmo. Presencial só quando for realmente necessário. - Aqui...estamos chegando? - Veja ai no seu smartphone...deve ter GPS né? O como chegar da google... - Para com isso, sô. Aqui não tem sinal...estamos perdidos então?

- De jeito nenhum. Vou te ensinar uma coisa. Feche os olhos. - Não vem bom bobeira não. Fechei...e aí... - O que está ouvindo? - Uhn...som de passarim...cachorros latindo...e som de água corrente...um rio. - Tá vendo? Você se conectou e ficou online com a natureza... - Puxa velho...gostei...e vamos nos desconectar do mundo...uhúuu!!! - Você vai voltar outra pessoa. - Isso mesmo. E vou ter muitas fotos pra postar no Instagram... MARCOS MARTINO PRODUÇÕES (031) - 988151041 marcos.martino@gmail. com http://marcosmartino. wix.com/marcosmartino

João Monlevade – Após o sucesso na abertura do Projeto Esquinas de Minas, quando Aggeu Marques recebeu, no Espaço Alegrete, o cantor e compositor Paulinho Pedra Azul, ocorrido dia 10 de março, agora será a vez do ex-Rádio Táxi, Maurício Gasperini. Reconhecido nacionalmente pelo pop rock dos anos 70, Maurício se destacou com o hit Eva, regravado dezenas de vezes por inúmeras bandas e cantores pelo território nacional. Essa próxima edição acontecerá dia 14 de abril a partir das 16 horas, quando Maurício estará dando aquela canja no show do Aggeu Marques, cantando seus principais sucessos e claro o hit “Eva”. Os ingressos são limitados e estarão sendo vendidos antecipadamente em breve e algumas promoções deverão acontecer, basta ficar ligado na programação. Quem for ao evento, que começará a partir das 16 horas, poderá saborear o chopp Backer, um dos melhores do Brasil, além de cerveja gelada e tira-gosto no ponto. Além da atração principal, a Casa terá ainda o show de abertura da banda Capitão Caverna Acústico, que agradou em cheio durante apresentação de lançamento do projeto. O Espaço Alegrete fica a rua Ricardo Leite, 123, Carneirinhos, João Monlevade (ao lado do ponto de táxi).

Agora será a vez do ex-Rádio Táxi, Maurício Gasperini


BOM DIA

sexta-feira, 29 de março de 2018

cidade

3.

Prejuízos causados pelas chuvas em Monlevade devem chegar a R$5 milhões Informação foi repassada pelo Executivo em audiência pública na Câmara Municipal João Monlevade - A Câmara Municipal realizou na última quinta-feira, 22, audiência pública para discutir os danos causados pelas chuvas que atingiram João Monlevade nos últimos meses. A reunião foi solicitada pelo vereador Gentil Bicalho (PT) e cidadãos compareceram em grande número. Na ocasião, o Executivo informou que os prejuízos provocados pelas chuvas no município devem chegar a R$5 milhões. Até o momento, a Prefeitura investiu quase R$1 milhão em obras de recuperação, sem contar os custos com mão de obra própria. Os números foram apresentados pelo assessor de Comunicação do Executivo, Will Jony Nogueira Gomes, que também exibiu imagens de alguns dos pontos mais críticos da cidade após as fortes

Fotos: Maria Tereza Bicalho/Acom CMJM

Os números foram apresentados pelo assessor de Comunicação do Executivo, Will Jony Nogueira Gomes

chuvas. Will informou, ainda, que a Prefeitura já decretou situação de emergência junto aos governos estadual e federal com o objetivo de

“...problema não consegue ser solucionado a curto prazo”

obter recursos para a realização das obras de recuperação dos pontos afetados, contudo, ainda não obteve retorno. Além do assessor de Comunicação, também esteve presente grande parte do secretariado da prefeita Simone Carvalho (PSDB), incluindo o vice-prefeito Fabrício Lopes (MDB), assim como os secretários Damião Teodoro de Castro (Obras); Rivaldo de Brito (Serviços Urbanos); Fernanda Ávila (Meio Ambiente); Nádia Cota Guimarães (Assistência Social); Tiago Torres Duarte (Fazenda); Teotino Damasceno Filho (Educação); Elisângela Almeida (Planejamento); Racíbia Alves (Jurídico) e o coordenador da Defesa Civil, Marcelo Silva. A audiência ainda contou com a presença dos vereadores Leles Pontes

(PRB), Pastor Carlinhos (MDB), Cláudio Cebolinha (PTB), Guilherme Nasser, Sinval Dias (ambos do PSDB), Thiago Titó (PDT), Fábio da Prohetel (PP) e Belmar Diniz (PT). O presidente da Casa, Djalma Bastos (PSD), e o vereador Revetrie Teixeira (MDB), estavam participando de um seminário em Belo Horizonte. De acordo com o secretário de Obras, Damião Teodoro, a Prefeitura está engajada em resolver os problemas emergenciais causados pelas chuvas. Damião disse que foram detectados cerca de 100 pontos em todo o município que precisam de reparos. Entre os principais, estão a cratera que se abriu no fim da avenida Rodrigues Alves, no bairro República, e uma erosão em grande parte da rua

Caxambu, no bairro de Lourdes. Para o reparo de pontos menos críticos, serão contratadas empresas para a realização dos serviços. “Infelizmente, não temos como resolver tudo de uma vez. Estamos empenhados em atender a todos, mas precisamos dar prioridade às situações mais graves”, declarou o secretário. Já o vice-prefeito Fabrício Lopes comentou a respeito das constantes enchentes que afetam as avenidas Wilson Alvarenga e Getúlio Vargas. Segundo Fabrício, o problema não consegue ser solucionado a curto prazo, pois precisaria de uma avaliação mais detalhada a fim de se evitar novas inundações. Ele lembrou que grandes capitais como Belo Horizonte também passam pelo mesmo problema e

também não conseguem resolvê-lo. “Sabemos que esse é um problema antigo em Monlevade, mas estamos engajados em buscar soluções que minimizem os estragos provocados pelas chuvas. A Prefeitura está comprometida em realizar os reparos necessários e atender toda a população afetada”, concluiu. Para o vereador Gentil Bicalho, autor da audiência pública, a discussão foi extremamente positiva. “Acredito que o Executivo conseguiu apresentar as ações que estão sendo tomadas a fim de reparar os danos causados, assim como a população, que expôs os problemas enfrentados em diversos pontos da cidade. Agora, vamos acompanhar como estão as obras realizadas pela Prefeitura e contabilizar os estragos”, afirmou.


BOM DIA

sexta-feira, 29 de março de 2018

cidade

4.

Vereadores Djalma Bastos e Revetrie Teixeira são condecorados com “Medalha Alferes Tiradentes” Geral - O presidente da Câmara de João Monlevade, Djalma Bastos (PSD), e o vereador Revetrie Silva Teixeira (MDB) foram condecorados com a “Medalha Alferes Tiradentes”. A honraria foi entregue durante sessão solene de encerramento do 124º Seminário Brasileiro de Prefeitos, Vice-Prefeitos, Vereadores, Procuradores Jurídicos, Controladores Internos, Secretários e Assessores Municipais. O evento ocorreu no auditório do Espaço de Eventos The One Business, em Belo Horizonte, nos últimos dias 22 e 23. Além de Djalma e Revetrie, o vereador Guilherme Nasser (PSDB) também ficou entre os parlamentares mais atuantes no município por meio de pesquisa realizada pelo Instituto Tiradentes. O levantamento foi realizado pelo sistema SENTIO, via telefone, cujo software garante segurança em relação às enquetes de opinião realizada em vários municípios. A análise levou em conta a aceitação pública dos vereadores da cidade e foi feita no período de 18 de janeiro a 20 de fevereiro. O presidente Djalma Bastos foi lembrado 134 vezes durante a enquete e recebeu a medalha de ouro. Guilherme Nasser teve 119 votos e ficou com a prata. Já o vereador Revetrie Teixeira, que está em seu primeiro mandato, foi agraciado com a medalha de

Divulgação

Os vereadores Revetrie Teixeira e Djalma Bastos de Monlevade e Tarcísio Bertoldo, de Rio Piracicaba, durante premiação

bronze, tendo recebido 107 votos. A Medalha Alferes Tiradentes é conferida somente após criteriosa seleção de parlamentares com aprovação na mencionada pesquisa e que possuam ilibada idoneidade moral e relevantes serviços prestados à comunidade. Para Revetrie, esse reconhecimento só aumenta a responsabilidade de buscar o melhor para Monlevade. “Sinto-me honrado em receber essa medalha e vou trabalhar cada vez mais em prol da população. Quero ser lembrado sempre por desenvolver um bom trabalho”, declarou. Por sua vez, o presidente Djalma Bastos disse: “O maior reconhecimento do nosso trabalho vem do cidadão. Se recebemos essa honraria, é porque estamos contribuindo para o desenvol-

vimento de Monlevade e devemos seguir nesse caminho”. Revetrie Teixeira e Djalma Bastos junto ao presidente da Câmara de Rio Piracicaba, Tarcísio Bertoldo, ao receberem a Medalha Alferes Tiradentes Tarcísio Bertoldo representa Rio Piracicaba em premiação O Instituto Tiradentes também premiou políticos de Rio Piracicaba, quando durante pesquisa levantou a preferência do piracicabense pelos vereadores Tarcísio Bertoldo, José Ronaldo e Tayrone Guimarães. O vereador Tarcísio Bertoldo, presidente da Casa Legislativa piracicabense, foi escolhido como mais atuante na cidade, recebendo o Colar de

Ouro durante evento de premiação. Os vereadores José Ronaldo ficou com o Colar de Prata e Tyrone Guimarães com o Colar de Bronze.

Administração de Catas Altas obtém quase 80% de aprovação Já a administração atual de Catas Altas conquistou

um alto índice de aprovação segundo pesquisa do Instituto Tiradentes. Os resultados, segundo o instituto, mostraram que 78% dos catas-altenses consideram o atual mandato liderado pelo prefeito José Alves Parreira como ótimo e bom. Diante disso José Alves Parreira recebeu o Colar de Ouro das mãos do diretor do Instituto Tiradentes, José Castro. Nesta edição, além de prefeitos, também foram condecorados os secretários mais atuantes e que se destacaram nos municípios no critério atuação executiva. De Catas Altas, receberam medalhas: secretário de Serviços Urbanos, Obras e Viação, Sidiney Alves Parreira (Colar de Ouro), secretária de Educação, Renata Soares (Colar de Prata) e secretária de Saúde, Maria Tereza Hosken (Colar de Bronze).


BOM DIA

sexta-feira, 29 de março de 2018

Conecte Já

cidade

(31) 3851-0475 Av. Getúlio Vargas, 4.906

5.

www.internetsuper.com.br

Prêmio ArcelorMittal inicia atividades em 2018 Projeto propõe uma reflexão sobre os 3Rs reduzir, reutilizar e reciclar Arquivo BD

O tema deste ano é “Meio ambiente e ciência: reduzir, reutilizar e reciclar – os 3 Rs no meu dia a dia

Geral - O Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente retomou suas atividades e chega à 27ª edição em 2018. A novidade deste ano é a escolha do tema “Meio ambiente e ciência: reduzir, reutilizar e reciclar – os

3 Rs no meu dia a dia”. A preocupação com a destinação do lixo, a importância da economia circular e a implementação de soluções ambientalmente corretas são algumas questões na pauta que motivaram a

definição pelo assunto. Cerca de 228 mil kits educativos foram produzidos para distribuição às escolas participantes e os educadores vão ser qualificados nos meses de março e abril. Voltado para alunos e edu-

cadores, o projeto visa estimular a experimentação científica. A expectativa é que mais de 300 escolas públicas e particulares se envolvam no projeto. As instituições de ensino estão localizadas em 32 municípios de Minas Gerais,

São Paulo, Espírito Santo, Bahia e Santa Catarina. “Além da consolidação do seu modelo por projeto de ciências, o concurso tem o desafio de alcançar a cada ano uma maior participação da comunidade escolar. Acredito que a meta será atingida em função do tema estar relacionado ao cotidiano das pessoas. A reutilização do lixo e a reciclagem são questões que ganham cada vez mais destaque no Brasil”, aponta Leonardo Gloor, diretor-presidente da Fundação ArcelorMittal. Muitas das escolas que participam estão inseridas em localidades onde a coleta seletiva não é uma realidade. Diante disso, ganha mais importância trabalhar o conceito da redução do consumo e da economia circular. Ao trabalhar a questão na sala de aula, o Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente 2018 pretende envolver estudantes e professores sobre a importância do tema no cotidiano do aluno, estimular a curiosidade, o trabalho em equipe e a

experimentação. O assunto ainda está em consonância com a atuação da empresa, que é adepta à economia circular. Em linhas gerais, a proposta é que os resíduos gerados pela produção de uma indústria sirvam de matéria-prima reciclada para ela própria ou para outras. No caso da ArcelorMittal, 9% de sucata gerada pela empresa é reutilizada na fabricação de um novo aço. Projeto O projeto é realizado em parceria com as Secretarias Municipais e Estaduais de Educação e Meio Ambiente e com as unidades locais da ArcelorMittal e Belgo Bekaert. A edição do Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente no ano passado registrou aumento de 14% no número de alunos participantes e de 5% no total de escolas, em relação a 2016. No total, foram inscritos 425 projetos. Em 2017, 32 cidades participaram e foram beneficiadas cerca de 88 mil pessoas.

Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente faz parceria com grupo “Trilhando Catas Altas” Catas Altas - A secretaria de Agricultura e Meio Ambiente firmou uma parceria com grupo “Trilhando Catas Altas” para ajudar na promoção e desenvolvimento do turismo

ecológico no município. O grupo é composto por agentes turísticos que se formaram no último dia 28 de fevereiro na primeira turma do curso de formação de agente de turismo rural, promovido

pela Prefeitura em parceria com o Senar. Com a parceria, os novos guias irão acompanhar as atividades e as ações desenvolvidas pela secretaria que precisem da condução de pessoas.

“Temos um calendário com diversos eventos, como a semana do Meio Ambiente, Dia do Turismo Ecológico, Semana da Árvore, entre outros, que envolvem a participação de alunos e pessoas

da comunidade em trilhas, caminhadas e atividades ecológicas. Os guias poderão nos ajudar, acompanhando e guiando esse público. Além de contribuir com o desenvolvimento do turismo rural e ecológi-

co de Catas Altas, essa parceria vai ajudar no aperfeiçoamento destes novos agentes turísticos”, ressalta o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Reginaldo Nascimento.


BOM DIA

sexta-feira, 29 de março de 2018

cidade

6.

Cemig se manifesta sobre falta de energia em Catas Altas, prefeitura e Câmara se calam Catas Altas – Após veiculação de denúncias contra a concessionária de energia elétrica do estado, Cemig, sobre as constantes interrupções de energia na cidade, a empresa, em contato com o Bom Dia, informou os motivos que levaram à queda de energia na referida cidade. Segundo a Cemig, as ocorrências de falta de energia registradas na cidade de Catas Altas em março foram causadas pelas fortes tempestades que têm atingido a região durante o período. Árvores localizadas fora da faixa de proteção estabelecida tem prejudicado o fornecimento de energia na cidade. Ainda de acordo com a empresa, a alta incidência de raios em Catas Altas também afetou o fornecimento de energia no local. “Do dia 1º até o dia 20/03, a Cemig registrou 527 descargas atmosféricas na região do município, um aumento de mais de 350% em relação ao mesmo período do ano passado, que foi de 121 raios, informaram. A empresa informa, ainda, que está investindo na melhoria da rede elétrica do município e que este ano vai reforçar a rede de média tensão da cidade, instalando novos cabos de energia. “Esse reforço vai aumentar a qualidade da energia distribuída e diminuir os riscos de interrupção. Só nessas obras a concessionária está investindo cerca de R$ 350 mil reais na rede”, disseram.

Arquivo Bom Dia

Silêncio O Bom Dia enviou solicitação de informações às assessorias da Prefeitura de Catas Altas e da Câmara Municipal da cidade objetivando saber sobre quais as providências e ou ações que as instituições, responsáveis pela cidade, estariam desenvolvendo afim de buscarem soluções para os problemas que atingem não só a cadeia produtiva, mas toda população. Apesar de a solicitação ter sido feita na semana passada, com esticado prazo de resposta, as instituições preferiram o silêncio, não oferecendo nenhum posicionamento que a população espera e merece até o momento. Perdas e danos Já a Cemig, além de buscar esclarecer sobre a queda de energia ocorrida em março – enviou também informações sobre danos em equipamentos. Segundo a empresa, para danos em equipamentos eletrônicos, o cliente pode acionar a empresa via agência virtual (www.cemig.com.br), presencialmente em uma das agências de atendimento ou ainda pelo 116, em um prazo de até 90 dias após o dano. Nesse contato, o consumidor deve informar qual equipamento foi danificado, marca e modelo do produto e a data e a hora do ocorrido. Só quem pode fazer esse pedido é o próprio titular da conta de energia, e ele precisa ter em mãos uma fatura

Segundo a Cemig, as ocorrências de falta de energia registradas em março foram causadas pelas fortes tempestades

de energia, a carteira de identidade e o CPF. Segundo estabelece a Aneel, a Cemig tem até 15 dias para analisar se o dano do aparelho foi provocado em decorrência de um problema na rede da companhia e enviar carta-resposta ao cliente. Em caso po-

sitivo, o cliente deverá fazer o orçamento para o conserto do equipamento em uma oficina e encaminhá-lo para a Cemig. Após a análise e deferimento do orçamento, a Cemig tem 20 dias corridos para ressarcir o cliente por meio de depósito em conta ou o

conserto do aparelho. O cliente só deve consertar o aparelho após a autorização da Cemig, que poderá vistoriar o equipamento danificado. Ainda segundo estabelecem as normas da Aneel, a concessionária de energia deve ressarcir apenas danos de natureza elé-

trica em equipamentos, causados por problemas na rede da empresa e distribuição do município. Sobre perdas de produtos, faturamento e ou vendas por motivo da falta de energia, a empresa não havia se manifestado até o fechamento desta edição.

Prefeitura de Catas Altas entrega na próxima semana uniformes para alunos da rede municipal Catas Altas - A Prefeitura de Catas Altas vai iniciar no próximo dia 2 de abril a entrega dos uniformes escolares para os 687 alunos da educação infantil a Educação de Jovens Adultos (EJA) na sede e no Morro D’Água Quente. Cada estudante vai receber um kit com-

posto por uma blusa de manga curta, uma blusa de manga comprida e um short-saia (meninas) ou um short (meninos). A entrega vai acontecer na Secretaria de Educação e na escola municipal João XXIII do Morro D’Água Quente das 08:30 às 10:30 horas e das 13 às 15:30 horas.

VAGA DE EMPREGO RCM CONTRATA PESSOAS PORTADORAS DE NECESSIDADES ESPECIAIS Interessados enviar currículo para o e-mail

pessoal1@rcmloc.com.br ou entregar diretamente na empresa. RCM Locação de Máquinas Ltda Av. Alberto Lima, 2554, Bairro Sion João Monlevade/MG Fone: (031) 3852-1234


BOM DIA

sexta-feira, 29 de março de 2018

cidade

7.

Delegacias de Polícia Civil são unificadas Bell Silva / O Popular

MOINHO AGRONEGÓCIO

Agentes impedem fuga de Presídio em Barão

Requerimento nº 0001/2018

Nova Era, 28 de março de 2018

Mudança de endereço vai unificar os serviços prestados pela Polícia Civil

João Monlevade – Objetivando unificar toda a Polícia Civil de João Monlevade em único endereço para atender a população de forma mais eficiente, o Delegado Regional Alberto Go-

mes Vieira, promoveu nesta quarta-feira, 28, a mudança de endereço da Delegacia de Plantão da Polícia Civil de João Monlevade. A Delegacia que ficava localizada a Rua Duque

de Caxias, 238, Bairro José Elói, passa a realizar os atendimentos à população à Rua Bernardino Brandão, 180, Bairro Rosário, próximo à Igreja Sagrado Coração de Jesus.

Barão de Cocais – Detentos de Barão de Cocais chegaram a furar um buraco na parede de uma das celas e por pouco não houve uma fuga em massa. Os agentes desconfiaram da fuga e realizaram vistoria nas celas. Em uma delas foi encontrado um buraco que dava acesso ao pátio interno da unidade, local onde poderia facilitar a fuga durante o final de semana. Todos os presos da cela danificada foram transferidos para outra cela, assim sendo frustrada fuga dos detentos.

O MOINHO AGRONEGÓCIO EIRELLE - ME, CNPJ: 12.846.593/0001-90, nome comercial FRIGORÃ, por determinação do Conselho Estadual de Política Ambiental – COPAM, torna público que solicitou, através do PROCESSO COPAM Nº. 00014/2011/004/2016, Licença de Operação Corretiva (LOC) de um matadouro

MOINHO AGRONEGÓCIO Cód. DN74/04, D-01.02-3, e de Atividade de Aquicultura Convencional e/ou Unidade

de pesca Esportiva tipo Pesque e Pague Cód. DN74/04, G-02.12.07, com localização na fazenda Moinho, SN, situada ás margens da rodovia MG129, zona Requerimento nº 0001/2018 rural de Nova Era/MG, CEP. 35.920-000.

Nova Era, 28 de março de 2018

O MOINHO AGRONEGÓCIOLília EIRELLE - ME, CNPJ: 12.846.593/0001-90, nome de Cássia C Quintão Representante legal comercial FRIGORÃ, por determinação do Conselho Estadual de Política Ambiental CPF: 697.434.526-72 – COPAM, torna público que solicitou, através do PROCESSO COPAM Nº. 00014/2011/004/2016, Licença de Operação Corretiva (LOC) de um matadouro Cód. DN74/04, D-01.02-3, e de Atividade de Aquicultura Convencional e/ou Unidade de pesca Esportiva tipo Pesque e Pague Cód. DN74/04, G-02.12.07, com localização na fazenda Moinho, SN, situada ás margens da rodovia MG129, zona rural de Nova Era/MG, CEP. 35.920-000.

Lília de Cássia C Quintão Representante legal CPF: 697.434.526-72 Estrada Fazenda Moinho, S/Nº – Zona Rural – Nova Era, MG – CEP. 35.920-000 frigora@frigora.com.br – 31.3861-5478/98894-2956

Estrada Fazenda Moinho, S/Nº – Zona Rural – Nova Era, MG – CEP. 35.920-000 frigora@frigora.com.br – 31.3861-5478/98894-2956


28_  
28_  
Advertisement