Edição 221

Page 1

®

Santa Cruz do Rio Pardo | Ano VIII | Edição 221 | 25 de dezembro de 2021 | DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Comércio aquece com vendas para festividades de fim de ano Pág. 03

Política finaliza o ano de maneira conturbada e grupos estremecidos 13º para agentes políticos, pagamento do Fundeb e demissões na saúde foram pauta Paixão por fotografia levou santa-cruzense a conhecer diversas celebridades

Pág. 04

Artista plástica local se destaca com obras no exterior

Pág. 02

Pág. 10

FESTAS

SAÚDE

MULHER

CULTURA

ECONOMIA

ABUSO

É possível se alimentar bem durante festas de fim de ano?

Campanha ‘Dezembro Laranja’ busca prevenir câncer de pele

Menopausa precoce acomete 1% das mulheres, mas assusta

Lançamento de curta metragem encanta santa-cruzenses

Quem recebe 13º deve se programar para utilizar da melhor forma

“Stealthing” pode ser enquadrado como crime no Brasil

Pág. 06

Pág. 07

Pág. 07

Pág. 10

Pág. 12

Pág. 13


2

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

CULTURA

Paixão por fotografia levou santa-cruzense a conhecer diversas celebridades Thaís Balielo

jornalismo@jornalatual.info

Amor pela arte de congelar instantes nasceu com avô e seguiu na família

A fotógrafa Rebeca Ribeiro é natural de Santa Cruz do Rio Pardo. A fotografia entrou em sua vida desde criança, neta de Luiz Barbosa, um dos primeiros fotógrafos da cidade, e com o pai e tio que sempre tiveram a fotografia como hobby, Rebeca cresceu neste meio. Começando como brincadeira, depois como bico, a fotografia foi entrando em sua vida até virar sua profissão e abrir portas para conhecer muitas pessoas como o ex-jogador Cafú, o cantor Gilberto Gil, o automobilista Cacá Bueno, além de diversos atores, atrizes, bandas, chefes de cozinha, empresários, filósofos, palestrantes e muitos outros. Rebeca tem uma empresa de fotografia corporativa junto do marido Jacoob, quem, aliás, conheceu através da fotografia em 2017. Através da empresa que realiza coberturas fotográficas de grandes eventos corporativos e que costuma conhecer artistas que participam, seja dando palestras, ou se apresen-

tando de alguma forma. O início da fotografia na família foi então com o avô que era fotógrafo autônomo com uma Olimpia pen 35mm. Ele fazia fotos de aniversários e casamentos, mas fazia os antigos monóculos. “Os monóculos ele fazia finais de semana nas fazendas da região que tinham colônias. Enchia um filme de 35 poses, que para slides dobraram as poses, fazia em média 70 slides. Meu pai ia pra São Paulo para revelar os slides, comprava um cento de caixinhas de monóculos, em casa meus tios e avó cortavam os slidezinhos encaixava na tampa fundo do monóculo e no domingo seguinte iam entregar e tirar mais fotos”, conta. Vendo toda essa movimentação e ouvindo as histórias do avô, Rebeca foi entrando neste mundo, começou com uma máquina ainda das de filme, depois uma digital compacta, até chegar em uma digital moderna e profissional. Ela traba-

Expediente Contatos

lhava em uma loja de roupas na cidade e fotografava aniversários de amigos e parentes como um bico. Até que fotografou o casamento de uma amiga e decidiu se dedicar a profissão. Em 2011 se mudou para São Paulo para estudar teatro, mas percebeu que o que estava realmente a sustentando eram os freelas de fotografias e outros trabalhos, então foi entrando no mundo dos eventos. “Eu me encantei por poder fotografar livremente, diversificar, me apaixonei e larguei tudo para investir nesta área”, conta. Em 2017 conheceu seu atual marido através da fotografia, ele já tinha experiência no mundo coorporativo e juntos resolveram montar uma empresa. Além da cobertura fotográfica, eles oferecem outros serviços como foto instantânea, monóculo, toten retrô, diversas coisas divertidas para festas. Estes eventos de convenções ou treinamentos costumam ter festa no último dia

* A

Atual Comunicação, através do impresso Jornal Atual não

Rebeca se emocionou quando conheceu Gilberto Gil. Foto: Arquivo Pessoal

e é quando Rebeca conhece muitas bandas e cantores, uma delas que ela gostou de conhecer por ser fã foi a banda Skank. Ela conta que não tem muitas fotos com os famosos que cruza seu caminho nestes eventos, pois não gosta muito de tietar. Então ela tira fotos quando realmente conversa com a pessoa e cria algum tipo de relação. Isso aconteceu quando conheceu o cantor Gilberto Gil. Ela conta que não sabia de sua presença no evento que estava, pois os organizadores não costumavam revelar antes. “Quando vi que seria ele, cheguei a me

empresa

(14) 3372-0679 | (14) 99779-1273 Av. Tiradentes, 360 - 3°andar - sl 31

se responsabiliza pelo conteúdo dos

Email jornalatual@jornalatual.info

cadas, que são de inteira e exclusiva

espaços publicitários e colunas publiresponsabilidade de seus autores.

EDITOR CHEFE Renan Alves MTB: 76.398/SP

JORNALISTA Thaís Balielo MTB 46.761/SP FOTOGRAFIA Pedro Figueira MTB 65.709/SP

emocionar. Precisei ir para um canto afastado para não perceberem meus olhos marejados. Quase não acreditei quando ainda tive oportunidade de conversar com ele. As canções de Gilberto Gil fazem parte da minha vida. Tive que me conter para não chorar enquanto conversava com ele. Tem música dele que canto para melhorar quando estou em alguma situação ruim. Então foi realmente muito emocionante este encontro. Ainda ele estava com um filho dele que estava com um bebê e acabei me envolvendo na conversa sobre família, sobre crianças, me senti conversando com um vizinho de bairro, foi surreal”, conta. O jogador Cafú, ex-capitão da seleção brasileira, Rebeca conta que também foram encontros marcantes e chegaram a estreitar relações, juntamente de seu marido, pois muitas das festas foram realizadas na casa do ex-jogador. “Ele é uma pessoa incrível, de uma humildade gi-

DESIGNER Giovanna Mendonça Sônego ASSESSORIA JURÍDICA Carlos Henrique R. Nascimento OAB/SP 328.529

gante e muito receptivo”, revela. Rebeca comentou que um evento que costuma cobrir chamado TEDx São Paulo foi onde conheceu mais artistas e celebridades. A atriz Marina Rui Barbosa, o Gilberto Gil, palestrantes Leandro Carnal, Sabrina Sato, Rodrigo Faro, foram alguns. Rebeca e o marido sofreram durante a pandemia com a paralização dos eventos presenciais, mas adaptaram seus serviços e conseguiram manter o serviço com opções virtuais. “Foi um choque, estávamos com um ano praticamente de agenda completa e foi tudo cancelado. Mas tivemos que nos adaptar a situação, então buscamos recursos dentro da fotografia. No final de 2020 já começou o retorno de alguns eventos e sempre dentro de rigorosos protocolos e testes de covid antes e depois do trabalho. Até agora ainda somos testados nos eventos que estamos fazendo”, relata.

IMPRESSÃO GrafiPress Circulação regional Distribuição Gratuita

/jornalatual


3

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

ECONOMIA

Apesar de “salgado” preço da ceia não deve afastar consumidores Thaís Balielo

jornalismo@jornalatual.info

Mercados estão confiantes nas vendas com volta das festividades em família

Pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) aponta que o preço dos itens da cesta de Natal cresceu em média 11,8% no estado de São Paulo na comparação com o ano passado. Segundo a Fipe, a cesta que custava R$ 309,86 em 2020, neste ano não sai por menos de R$ 346,41. Apesar de o aumento ter sido sentido pelos consumidores, os empresários afirmam que as vendas não devem cair, pois as pessoas estão retomando as festividades familiares este ano e a ceia irá ocorrer, mesmo com alguns itens mais caros. O empresário Lourival Botelho disse estar confian-

te nas vendas para as festas. “Chega final de ano e o pessoal acaba comprando, pode mudar algum produto por outro mais barato, mas compra. Estamos vendendo muita cesta de Natal, mas vende muitas frutas, e aves para a ceia”, conta. Botelho informa que, entre os itens típicos natalinos, os panetones tiveram aumento entre 15 e 18%, as carnes entre 15 e 20 por cento, os espumantes subiram aproximadamente 15 por cento e outros 20% das castanhas. A empresária Bianca Botelho Camarinha Queiroz Vuolo está confiante em um aumento nas vendas. “Percebemos que as pessoas estão

mais animadas e esperançosas para um Natal em família! Estão se reunindo e se programando para receber amigos e familiares, diferente do ano passado. Acredito que este ano as pessoas se

reunirão mais, haverá mais confraternizações. Os produtos de Natal têm tido grande procura”, diz. As cestas natalinas também têm sido muito vendidas como opção de presente

para amigos, colaboradores ou familiares. Bianca explica que as carnes são os produtos com mais reajuste, porém lembrou que os valores já vêm de alta por questões do quadro econômico atual. Ela não acredita que tenha havido aumento específico por conta das festas. Como economizar na ceia de Natal

Mesmo com reajuste, produtos natalinos ainda são bem procurados. Foto: Pedro Figueira.

Com a alta da inflação, os itens de Natal estão mais caros. Por isso, é importante ter em mente algumas substituições na hora de montar a mesa. Uma das opções é tentar integrar a sua mesa a opção suína, com a baixa do lom-

bo e pernil, -0,53% e -9,76%. Inovar nas receitas também deve ser uma atividade vista com bons olhos, talvez as receitas tradicionais possam ser utilizadas em um momento de menor inflação. O peru e o chester são aves caras que podem ser substituídas pelo frango, o que se torna bem mais barato, investir no tempero e na apresentação fará toda a diferença. O cação é um peixe que pode substituir o bacalhau, enquanto as sementes de abóbora e melão torradas podem substituir as castanhas para um Natal menos caro diante desse momento de crise.


4

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

POLÍTICA

Política finaliza o ano de maneira conturbada e grupos estremecidos Da Redação

13º para agentes políticos, pagamento do Fundeb e demissões na saúde foram pauta

Vereadores rejeitam proposta de 13º para agentes políticos

criar uma lei municipal para isso. Agora a questão que fica é a regularidade deste pagamento aos secretários sem a lei municipal amparando. Apenas Lourival Heitor, Fernando Bitencourt e Marco Valantieri foram favoráveis.

jornalismo@jornalatual.info

O prefeito Diego Singolani (PSD) sofreu provavelmente seu primeiro revés político na última sessão ordinária do ano. O executivo enviou na quinta-feira, 16, um projeto para pagamento de 13º e terço de férias para agentes políticos, ou seja, secretários, prefeito e vice-prefeito. Com a repercussão negativa sobre o tema e já com diversos vereadores da base sendo contrários a aprovação, minutos antes do início da sessão o líder de governo informou que haveria uma emenda para retirar prefeito e vice da lei. No entanto, a manobra não mudou o voto dos 10 vereadores que foram contrários. A justificativa do líder de governo é que o projeto apenas regulamentaria uma situação que já ocorre, pois os secretários recebem estes pagamentos há mais de 10 anos. Existe uma decisão do STF que dá amparo legal a este pagamento aos secretários, inclusive a prefeito, vice e vereadores, porém, é preciso

Juninho queria proibir Rodeio e Carnaval e foi contra título Outra parte polêmica da sessão foram os projetos de Juninho Souza proibindo a realização da Festa de Peão e do Carnaval em Santa Cruz do Rio Pardo como forma de prevenir contágio de Covid-19. A grande contradição é que o vereador, durante a fase crítica da pandemia, queria proibir o executivo de seguir o Plano São Paulo e abrir o comércio na fase vermelha, quis retomar jogos de futebol, reabertura de buffet infantil, bares, restaurantes, entre outras atividades que estavam proibidas na época. Juninho foi o único que votou favorável a proibição. A maioria dos vereadores utilizou os microfones para falar sobre o assunto. As falas foram praticamente

unanimes em lembrar que o executivo irá proibir as festas caso a situação epidemiológica se agrave e que proibir agora não teria nexo, já que a situação está mais tranquila, inclusive com eventos pela cidade e a praça lotada todas as noites. O clima também esquentou quando o vereador Lourival apresentou a proposta de título de cidadã santa-cruzense para a secretária de saúde Anelise Leitão. Apesar de ser natural do Sul, ela mora na cidade há muitos anos, inclusive cidade onde constituiu família e onde seus filhos nasceram. Os vereadores foram favoráveis e não economizaram elogios a secretária e ao bom trabalho que realiza.

Juninho também elogiou a secretária, mas disse não ser o momento de dar título para político. Sessão extraordinária resolve impasse do Fundeb Na quinta-feira, 23, ocorreu uma sessão extraordinária na Câmara Municipal para votar a questão do rateio do Fundeb que havia sido adiado na sessão ordinária de segunda-feira. O adiamento havia se dado para aguardar uma lei federal que está para sansão presidencial. No entanto, uma emenda ao projeto de lei municipal engloba a situação da lei federal, sendo sancionada ou não. A lei federal aprovada no Senado e pelos Deputados inclui no pagamento do

Niltinho, da base governista, usou tribuna para criticar falta de explicação do prefeito. | Foto: Pedro Figueira

rateio do Fundeb todos os profissionais de dentro da educação. Assim que esta lei for sancionada, Santa Cruz estará de acordo legalmente com a emenda feita ao projeto municipal. Basicamente a emenda substitui o artigo que versa sobre quem tem direito a receber, passando a valer a regra da lei do Fundeb (portanto valerá o que for sancionado, ou fica como está se o presidente não sancionar). O vereador Juninho Souza foi contrário à emenda, pois disse ser uma jogada política para tirar a credibilidade de sua emenda. O parlamentar propôs uma emenda explicitando que todos têm direito a receber. Porém, como foi explicado na sessão esta emenda não teria amparo legal caso o presidente não sancione as novas regras. Esta emeda teve os votos favoráveis de Juninho e Paulo Pinhata. Fernando Bitencourt falou, se direcionando as merendeiras que estavam no plenário, que a emenda que aprovaram irá dar mais força a elas, pois estão mais amparadas hoje que ontem.

Assim que houver a sansão do presidente já poderão receber. “Estão querendo enganar vocês com leis que não terão efeito”, diz. Outras duas emendas foram aprovadas, uma de Fernando Bitencourt que inclui profissionais readaptados, e outra de Cristiano Miranda apenas com correções textuais em um artigo do projeto de lei municipal. Em todas as votações deste tema a vereadora Mariana Fernandes se absteve do voto. Como ela é monitora de creche, se absteve de votar para não legislar em causa própria. Manifestação na prefeitura Na quarta-feira, 22, alguns profissionais de saúde fizeram uma manifestação na porta da Prefeitura. Vários profissionais estão sendo demitidos por conta de uma decisão judicial que julgou erros no sistema de contratação destes cargos. No entanto, eles não estão recebendo multas rescisórias e nem acessando o seguro desemprego como lhes havia sido prometido, o que tem causado revolta.


5

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

Em 2021 celebramos 60 anos de amor e sabor com você. Seu apoio nos inspirou a ir além das adversidades. E agora estamos em mais um Natal na sua mesa, compartilhando momentos saborosos com sua família. Como é bom estar em meio a esse clima de confraternização! Reencontrar pessoas que amamos, encher nossos corações de esperança por dias melhores. Passar o Natal com você é o melhor presente que poderíamos ter. E nós desejamos que essa data seja cheia de luz e paz para todos da sua casa.

Feliz Natal!


6

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

ALIMENTAÇÃO

SEU DIREITO DE TRÂNSITO

É possível se alimentar bem durante festas de fim de ano? Thaís Balielo

jornalismo@jornalatual.info

Nutricionista dá dicas de como aproveitar sem sair do equilíbrio

O período entre natal e ano novo é sem dúvida, uma das épocas mais festivas do ano, devido às confraternizações de empresas, reuniões entre amigos, família e, como toda boa festa, a comida está presente. Para algumas pessoas que buscam o emagrecimento ou a manutenção de peso saudável há uma preocupação em relação ao consumo, visto que essa época é marcada por uma ampla variedade de preparações e bebidas palatáveis e calóricas. A nutricionista Isadora Giacon falou com a reportagem sobre como aproveitar as festas sem sair muito da alimentação equilibrada. “É normal sairmos da nossa rotina alimentar em dias festivos e não há problema em comer preparações que nos agradam mais, porém é preciso haver consciência quanto a quantidade. Uma dica para evitar os excessos é ter prazer com cada escolha que for comer, saboreando e mastigando bem os alimentos, não comendo com pressa, assim favorece-

mos uma melhor digestão e saciedade”, indica. Isadora lembra ainda que não será uma refeição ou um período curto de tempo que vai prejudicar o processo de emagrecimento. No entanto, ela aconselha a realizar escolhas mais saudáveis, mesmo em dias festivos, para manter a qualidade da alimentação e evitar os excessos com preparações mais calóricas. Outra dica importante que a nutricionista passou é evitar pular refeições esperando o momento da festa, ou seja, não comer com a intenção de economizar calorias no dia. “É aconselhável alimentar-se conforme o planejamento/rotina de cada pessoa e fazer um lanche saudável antes da festa/ jantar, assim evita-se chegar com fome e correr o risco de comer além do necessário, além disso, é ideal manter um adequado consumo de água no decorrer do dia”, diz. Na hora do jantar ela indica começar por um prato de salada para ajudar na saciedade. Escolher acompa-

nhamentos mais leves como arroz com legumes, batatas cozidas ou assadas, saladas cruas ou legumes cozidos. Dar preferência aos molhos feitos com iogurte, limão ou molhos à base de frutas. Usar temperos naturais nas preparações como as ervas aromáticas, cebola, alho, tomate, pimentão e preferir as frutas da época para compor as saladas e sobremesas. Para reduzir o consumo de bebidas adoçadas e refrigerantes, pode optar por sucos naturais de frutas e água com ou sem gás e saborizada. Entre as opções de carnes, preferir os assados ou grelhados. Optar pelas carnes magras, como peru, outras aves, bovino ou até peixe assado. Tender e pernil são carnes que contém mais gordura, portanto o consumo deve ser moderado. Isadora alertou ainda sobre o consumo exagerado de bebidas alcoólicas. O álcool possui sete quilocalorias por grama, portanto quanto maior o teor alcoólico maior serão as calorias da bebida.

Ela aconselha a não exagerar, e sempre associar o consumo com água. “É comum comermos preparações diferentes e em quantidades um pouco a mais do costume em dias de comemorações, mas não por isso precisamos nos sentir culpados ou achar que vai favorecer o ganho de peso. A alimentação saudável não se resume a uma só refeição. Após o período de festas, basta voltar à rotina alimentar comendo de forma equilibrada e saudável”, argumenta.

Isadora aconselha a equilibrar alimentos saudáveis com as festas. Foto: Pedro Figueira

JULIANO HENRIQUE PAULINO DO MONTE Advogado Especialista em Direito de Trânsito | OAB/SP n° 427.504 julianomonteadv@gmail.com

Veículos irregulares não serão guinchados de imediato! Isso vale para todas as infrações? Publicada em 21 de outubro deste ano a Lei 14.229/21, que trouxe novas alterações ao CTB. Dentre as alterações que já estão em vigor, está a flexibilização na remoção ao pátio de veículos irregulares. Muito comemorada e com ampla divulgação em diversas redes sociais, até mesmo por parte da mídia, que chegou a difundir, equivocadamente, a flexibilização nos casos de licenciamento vencido, se faz necessário esclarecer que nem todas as infrações foram “contempladas” pela alteração da lei. Apenas as infrações que não tragam riscos ao trânsito, cujo veículo apresente condições de segurança para circulação, não se dará a remoção. Com exceção do licenciamento em atraso, e do transporte “clandestino” de pessoas ou bens, cuja vedação está expressa na lei (art. 271, § 9º-B). Com essa alteração, o proprietário terá 15 dias para providenciar a regularização da infração constatada e apresentar o veículo para vistoria. Isso não quer dizer que o agente deixará de lavrar o auto de infração. O procedimento

será o mesmo, apenas será substituída a remoção do veículo pelo recolhimento do CLA, e a observação em sistema para que o veículo seja submetido à vistoria no prazo legal. Não sendo o veículo vistoriado no prazo, será inserida no sistema PRODESP a restrição para licenciamento, transferência e circulação. Infrações como uma placa ilegível, com o lacre rompido ou características alteradas, que antes eram passíveis de remoção imediata, são exemplos de infrações que hoje permite a liberação do veículo. Já as infrações, cuja circulação traga riscos à segurança do trânsito, como pneus lisos, lâmpadas queimadas ou para-brisa trincado, terão a remoção imediata, quando não sanada no local. Importante destacar que, para as infrações de estacionamento proibido pela sinalização, cujo condutor se dispuser a retirar o veículo, já não caberá mais a remoção nem mesmo se o veículo estiver sobre o guincho, cabendo apenas a lavratura do auto de infração, sob pena do agente responder por abuso de autoridade.


7

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

SAÚDE

Campanha ‘Dezembro Laranja’ busca prevenir câncer de pele Thaís Balielo

jornalismo@jornalatual.info

Câncer de pele corresponde a 27% de todos os tumores malignos no Brasil

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove o Dezembro Laranja desde 2014, que é uma iniciativa que faz parte da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele. São realizadas diferentes ações em parceria com instituições públicas e privadas para informar a população sobre as principais formas de prevenção do câncer de pele e a procurar um médico especializado para diagnóstico e tratamento. A dermatologista Ana Lúcia Beltrame falou com o Atual sobre o tema. Atual – A campanha Dezembro Laranja ajuda as pessoas a lembrarem de se preocupar mais com os cuidados da pele, principalmente no verão? Ana Lúcia – Sim, com essas campanhas, houve um aumento no diagnóstico da doença, mostrando que elas são muito importantes e esclarecedoras para a população. Dessa maneira, as pessoas têm se conscientizado mais dos riscos do câncer de pele e da sua prevenção, pois moramos num país de clima quente e de intensa radiação solar na maioria das regiões, reforçando a necessidade do uso do filtro solar regular, e também de roupas de prote-

ção, chapéus e óculos de sol, além da observação de lesões na pele que podem ser um possível câncer de pele, aumentando os cuidados com a pele. Atual – Quais os maiores riscos da exposição constante ao sol? Ana Lúcia – A exposição solar constante ou exagerada e desprotegida ao longo da vida leva a um acúmulo da radiação ultravioleta na pele, com formação de sardas, manchas, rugas, envelhecimento precoce, e aliados aos episódios de queimadura solar, podem levar principalmente à formação ou aparecimento do câncer de pele. Com a exposição solar, qualquer pessoa pode desenvolver um câncer de pele. Por isso, é preciso prestar a atenção em pintas que crescem, manchas que aumentam, sinais que se modificam ou feridas que não cicatrizam pois podem revelar o câncer de pele. Atual – O câncer de pele acontece em um número bem expressivo na população. Quais os tipos mais comuns? Ana Lúcia – O câncer da pele é o tipo da doença mais incidente no Brasil, com cerca de 180 mil novos casos ao

ano. O câncer de pele mais comum é o Carcinoma basocelular (correspondendo a 70% dos casos). Com menos frequência ocorre o Carcinoma espinocelular e o Melanoma, que é o mais grave. Atual – As pessoas lembram mais do protetor no verão, quando vão à praia ou piscina, mas o cuidado deveria ser diário, isso ocorre? Ana Lúcia – As estatísticas da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele mostram que o brasileiro ainda não se protege adequadamente do sol, pois cerca de 60% da população brasileira ainda não usa nenhum tipo de proteção solar no dia-a-dia, e sim apenas quando estão na praia ou piscina. Também acham que o protetor solar só deve ser usado no verão, mas na verdade cada vez mais se comprova que o uso diário e regular do filtro solar traz muitos benefícios para a pele, com a prevenção do aparecimento de manchas, rugas e do próprio envelhecimento precoce, pois sabemos que a radiação solar tem um efeito acumulativo na pele. Também não interfere na absorção de vitamina D e deve ser aplicado inclusive no inverno, pois protege contra o

Ana Lúcia lembra que é um câncer evitável com os cuidados adequados.| Foto: Thaís Balielo

frio e vento, que ressecam a pele. Atual – Quais as chances de cura do câncer de pele? Ana Lúcia – O diagnóstico precoce do câncer de pele é fundamental, pois são altos os percentuais de cura se diagnosticados e tratados no início, podendo chegar a mais de 90%, mesmo nos casos de melanoma. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), os números de câncer de pele no Brasil são preocupantes. A doença corresponde a 27% de todos os tumores malignos no país, sendo os carcinomas basocelular e espinocelular (não melanoma) responsáveis por 177 mil novos casos da doença por ano.

Menopausa precoce acomete 1% das mulheres, mas assusta Thaís Balielo

Muitas mulheres temem a menopausa e seus sintomas desagradáveis

O termo “menopausa” ainda é motivo de preocupação para muitas mulheres. Em diversas situações, é considerado um marco pejorativo que representaria o fim da vida útil da mulher, classificando-a como “idosa” e, frequentemente, vem acompanhado de diversos sintomas desagradáveis como fogachos (calores), irritabilidade, insônia, ressecamento, redução da libido, entre outros. Recentemente a apresentadora Angélica falou em entrevista que teve os primeiros

sintomas da menopausa aos 43 e que demorou a procurar ajuda com hormônios por medo, mas se arrependeu. O médico ginecologista Lucas Tosi falou sobre o assunto com a reportagem. Ele explicou que, diferente dos homens (que estão sempre produzindo espermatozóides), as mulheres nascem com uma quantidade específica de óvulos (cerca de 1 milhão) e vão perdendo diversos deles, mensalmente, até não haver mais óvulos disponíveis para a ocorrência da ovulação (e, consequentemente, a presença da menstruação – afinal, se a mulher não ovula, ela não menstrua). Assim, o nome dado a esse último ciclo menstrual é Menopausa. Ela costuma ocorrer, em média, dos 45 aos 55 anos e seu diagnóstico é essencialmente clínico, corresponden-

jornalismo@jornalatual.info

Lucas explica que terapias hormonais são muito utilizadas para controle dos sintomas. | Foto: Thaís Balielo

do a um período de 12 meses sem menstruação, sem a utilização de medicações hormonais. “Importante diferenciarmos de Climatério, que é o período que antecede a menopausa e, apesar de identificarmos sintomas semelhantes nessa fase, a mulher ainda possui óvulos e, mesmo que de forma irregular, ainda menstrua”, diz. Lucas explicou que a Menopausa Precoce é aquela que ocorre antes dos 40 anos e acomete cerca de 1% das mulheres. A ocorrência não se correlaciona diretamente com a idade da primeira menstruação, mas apresenta relação com a idade com que a mãe e as irmãs entraram na menopausa. Segundo o médico, há fatores que podem antecipar a menopausa discretamente como: fumo, diabetes, doenças autoimunes e genéticas, entre outros. Além

disso, também pode ter causas externas como a retirada cirúrgica dos ovários, radiação e quimioterapia. “O período entre os primeiros sintomas até a instalação definitiva da menopausa pode variar para cada mulher, levando meses ou anos e, apesar dos sintomas serem frequentes, algumas mulheres não sentem nenhuma mudança significativa. O tratamento é extremamente individualizado e amplo, abrangendo hábitos de vida em geral até o uso de medicações, com ou sem hormônios e deve ser iniciado precocemente. Apesar de ainda existir certo preconceito, as terapias de reposição hormonal são muito utilizadas e representam importante ferramenta para o controle satisfatório dos sintomas, podendo ser iniciadas logo no início dos mesmos”, garante.


8

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

INFORMATIVO Sorteio de Natal da ACE será no dia 29 de dezembro Cibele Martins

O sorteio da Campanha de 2021 da ACE Santa Cruz com o tema ‘ACE Com Você, Natal dos Sonhos’ segue até o dia 28 de dezembro. Como ocorre nos dois últimos anos, todo o processo de participação do consumidor e sorteio no final do ano acontece de forma online. O sorteio será no dia 29 de dezembro, também online, com transmissão online

através do Facebook da ACE- https://www.facebook.com/acesantacruz, às 20 horas. No total serão R$ 20 mil distribuídos em vale compras. Serão um vale compras de R$ 5 mil, dois vale compras de R$ 3 mil, dois vale compras de R$ 2 mil e cinco vale compras de R$ 1 mil. Para quem ainda não participou, dá tempo. Após realizar suas compras, o consumidor deve solicitar o seu cupom nas lojas participantes e ca-

nará das 9 horas às 14 horas. Na segunda-feira, pós-Natal (27 de dezembro) e pós Réveillon (3 de dezembro) o horário será das 13 horas às 18 horas. A ACE orienta a todos que saírem as compras ou a passeio nas ruas do comércio e na Praça Deputado Leônidas Camarinha, para que sigam todas as medidas de segurança como uso de Horários máscara, álcool gel e práNo dia 31 de dezem- tica do distanciamento bro o comércio funcio- social. dastrar o código no site www.acecomvocenataldossonhos.com.br. Mais de 100 empresas participam da campanha. Como diferencial, nesse ano, para os consumidores, o trenzinho da ACE, que circulou por todo o comércio até quinta-feira (23\12). As atrações musicais em parceria com a prefeitura também foram um sucesso.

Atrações como Eliel Lima animaram os consumidores

Comércio permaneceu com horário de atendimento noturno durante dez dias

Cibele e Carlinhos alegraram a noite do dia 20 de dezembro no comércio

Casinha do Papai Noel fez alegria das crianças

Criança abraça o Papai Noel durante visita à casinha

Colaboradoras da ACE, Flavia e Patrícia recepcionam as crianças na Casa do Papai Noel

Jean Freitas foi a primeira atração na abertura do comércio

Primas em foto com o Papai Noel após ganharem balas

Papai Noel foi atração das crianças nas ruas Euclides da Cunha e Conselheiro Dantas


9

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

ECONOMIA

EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Comércio está feliz com a volta do movimento e das vendas de Natal Thaís Balielo

jornalismo@jornalatual.info

Aumento nas vendas é realidade para maioria dos lojistas

Os comerciantes de Santa Cruz do Rio Pardo têm sentido um aquecimento nas vendas desde o início de dezembro, que aumentou nesta última semana antes do Natal. O presidente da Associação Comercial, Artur Araújo, salientou que o mês começou bem, mesmo prejudicado com alguns dias de chuva. “Os lojistas em geral estão com expectativas positivas nas vendas”, garante. Araújo revela uma recente pesquisa desenvolvida pela Associação Comercial de São Paulo em que 41% dos comerciantes acreditam em elevação nas vendas, enquanto 22% que acredita em um movimento igual o realizado no ano passado. “O Natal continua sendo o melhor período para o varejo, representando, em média, 11% do faturamento das empresas, mas diante da pandemia existente, deve ultrapassar 15% do faturamento neste ano”, pondera. Proprietária de uma loja de roupas, Terezinha da Silva

Sene, diz que as ruas não estão ficando tão lotadas, mas que quem sai é para comprar. “Percebo que não vão só para passear, quem está nas ruas do comércio está comprando. Vendo muito presente e também roupas para a família ou uso pessoal”, diz. Andreia Augusto, funcionária de uma loja de chinelos, afirmou que o movimento cresceu muito nesta última semana. “Pessoal está vindo comprar muito presente para amigo secreto e também presente para o Natal. Ainda não é o mesmo que antes da pandemia, mas já melhorou do último ano”, diz. Proprietária de loja de roupa, Andreia de Fátima Covolan Camargo, disse que as vendas estão superando as expectativas. “Está todo mundo feliz, querendo gastar, passear. As famílias voltaram a festejar. Pessoal está comprando tanto roupa para uso pessoal, quanto para presente, temos muitas opções”, garante. Proprietária de uma loja

de chocolates, Patrícia Camilo, fez um balanço esta semana e já notou um aumento de 18% nas vendas em relação a 2020. “É o Natal de fim de pandemia, todo mundo agradecendo, se reunindo, festejando. Este ano acreditamos nisso e compramos mais que 2020 e as vendas estão ótimas. Meu pedido foi baseado no que pedi em 2019 e pelo o que estamos vendo não vai ter sobra”, afirma. O comerciante Jeferson Cardoso afirma que as vendas estão dentro do esperado. Não há aglomeração ou mui-

to movimento na rua, mas as pessoas estão comprando. Como possui sua loja na rua Euclides da Cunha, tradicionalmente com movimento menor durante a noite que na rua Conselheiro Dantas, a reportagem questionou se a programação da ACE com atrações musicais também na Euclides tem ajudado. “Acho que não mudou muita coisa. É difícil competir com a praça que tem food truck, brinquedos para as crianças e a música. Só ter a música parece não resolver muito”, lamenta.

Roupas para uso nas festas ou para presentear têm vendido bastante. Foto: Thaís Balielo

José Aparecido Sônego Ex-gerente do Banco do Brasil J.A.Sônego Consultoria e Assessoria sonegoja@gmail.com

Então é Natal 2021!!! Caro leitor (a), Chegamos ao final de mais um ano. Ano este marcado pelas incertezas provocadas pela continuidade da pandemia. Politicas restritivas impostas pelos governantes, com o propósito de conter o avanço do contágio, provocaram dificuldades financeiras às famílias. A política da “economia a gente vê depois”, ocasionaram a redução de postos de trabalho e também o ganho daqueles que dependiam da economia informal. Com os auxílios do governo, desoneração de folha de pagamento, bem como outras alternativas para evitar a redução de postos de trabalho, conseguimos passar pelo pior momento da pandemia e da economia. As dificuldades foram muitas, porém, na medida do possível, as ações serviram para amenizar a situação econômica. Hoje estamos com a pandemia dentro um certo controle, o número de casos de contágio e mortes estão reduzindo, o processo de vacinação avançando e também a imunização de rebanho estão ajudando na redução de casos graves. É certo, porém, que ainda vivemos uma pandemia e o receio de novas cepas

provocam incertezas, temos que continuar com os cuidados. Com a situação pandêmica controlada, as festas de final de ano, principalmente a comemoração do Natal deste ano, prometem voltar à normalidade, com as reuniões familiares e confraternizações no trabalho e com amigos. Porém, não podemos deixar a euforia das despesas com presentes, festas e compras impulsivas, afetar o controle financeiro. As despesas de fim de ano costumam trazer gastos as famílias. Isso devido as férias escolares, viagens e festas de fim de ano, trazem gastos com presentes dos amigos ocultos da família, do trabalho e dos de grupos amigos. É necessário um controle nas despesas, afinal, no início do ano vêm os gastos com matrículas escolares, material escolar, impostos como IPVA e IPTU. Não podemos deixar de comemorar o Natal, momento de confraternização familiar, sempre com os cuidados naturalmente exigidos pela pandemia, como também com o controle financeiro. Um Feliz e Santo Natal a todos!!! Que Jesus possa nascer na manjedoura do coração de todos!!


10

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

CIDADE

Artista plástica local se destaca internacionalmente Lançamento de curta Thaís Balielo encanta santa-cruzenses Bolsas de marca italiana utilizaram suas obras como estampas jornalismo@jornalatual.info

A artista plástica Renata Egreja, de seu ateliê em uma fazenda em Ipaussu, produz material que está se destacando no Brasil e no mundo. Ela recebeu o convite da marca italiana Salvatore Ferragamo para que suas pinturas estampem uma linha de bolsas. A linha especial desenvolvida para a América Latina tem ela representando o Brasil e outra artista mexicana. “Foi um desafio muito grande, porque foi a primeira vez que trabalhei com moda. Precisei adaptar minha linguagem para estes produtos. O trabalho começou no ano passado e o lançamento desta edição limitada foi

em outubro”, conta. Com família em Santa Cruz do Rio Pardo e Ipaussu, nasceu em São Paulo, mas passou a infância no interior, estudou em Santa Cruz, onde tem amizades até hoje. Ela conta que desde que tem memória de infância lembra-se de desenhar. Na hora de fazer faculdade acabou começando em publicidade, mas logo viu que não era o que queria. Foi então que migrou para artes plásticas na FAAP. Ao final do curso passou em um concurso de uma escola de arte em Paris onde concluiu seus estudos com bolsa do governo francês. Quando voltou ao Brasil, em

Renata busca a tranquilidade do interior para produzir sua obra. Foto: Arquivo Pessoal

2010, começou a trabalhar no circuito de artes plásticas contemporâneas, galerias, fazendo exposições, centros culturais. “No interior tem obras minhas no Museu de Arte Brasileira da FAAP, Museu de Arte de Ribeirão Preto, no Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba. Também no setor privado como SP Arte, Arte Rio, e feiras internacionais. Recentemente expus em Miami na Arte Week. Agora meu objetivo é a internacionalização da minha pintura”, revela. Renata afirma que tem uma ligação muito forte com a região. “Minhas telas recentes tem toda uma referência ao céu daqui, as cores do interior. Temos o por do sol mais bonito do Brasil. Escolhi voltar para cá para educar minhas filhas de 5 e 6 anos na nossa região. Meu marido está trabalhando por aqui também, o que facilita”, conta. Seu trabalho é bem diversificado, são telas de aquarela, pintura em óleo, pintura acrílica, tem costura, tem cerâmica. “É um trabalho multimeios onde coloco minha arte contemporânea”, diz.

Renata também está com a exposição “Em Volta do Tempo” na Pinacoteca Forum das Artes de Botucatu até o dia 31 de janeiro. A exposição acontece como resultado do prêmio de Artes Visuais do ProAC LAB 2020, incentivado pela Secretaria de Cultura e Econômia Criativa do Estado de São Paulo e Ministério da Cultura do Governo Federal. A mostra mescla trabalhos inéditos de Egreja, apresentando 5 telas grandes sobre tela e 10 aquarelas, além da instalação imersiva “Mesa Posta” (2021), que convida o espectador a mergulhar na obra e observá-la desta perspectiva, com cores e formas sugerindo sons e movimento, propondo um estado de encantamento. A exposição ocupa duas salas e o átrio da Pinacoteca, faz parte de um projeto que remete a experiência de retorno à terra natal. Lugar em que a artista cresceu e agora regressa com um olhar diferenciado. A exposição esta aberta para visitação de quarta a sexta-feira, das 9 às 17 horas, até o dia 31 de janeiro, com entrada gratuita.

Thaís Balielo

jornalismo@jornalatual.info

No último fim de semana aconteceram as apresentações do curta metragem “O bem sempre retorna” produzido pelo Centro Cultural Special Dog. A diretora do centro Juliana Manfrim afirma que as apresentações foram um sucesso e os 300 litros de leite arrecadados já estão sendo distribuídos para entidades. Cerca de 250 pessoas foram assistir na sexta-feira, outras 400 no sábado e um número parecido no domingo. “Marcou o nosso retorno às atividades presenciais. O feedback das pessoas foi muito bom. Muitos dizendo que o filme foi um presente para Santa Cruz do Rio Pardo. Além das cenas 100% gravadas na cidade. Apenas o pipoqueiro é um ator contratado, e a narração do ator Leo Medeiros, o restante do filme são todos da cidade. A trilha sonora foi feita exclusiva para o filme”, diz. O filme é sobre a aventu-

ra de três crianças que acabam despertando o espírito natalino de uma pequena cidade (Santa Cruz), ao criar uma ingênua surpresa para alegrar o velho pipoqueiro da escola, sem trabalho por causa da pandemia. “É um projeto que está todo na mesma linguagem, falando de coisas boas. Filme muito sensível, mostra várias cenas da cidade, tem cena com narração de rádio que usamos a voz de Eduardo Catalano, portanto buscamos eternizar algumas coisas da cidade como um presente para todos os moradores. O narrador Leo Medeiros veio para Santa Cruz e ficou encantado com a cidade”, revela.

Curta metragem eternizou cenários e personalidades de Santa Cruz.| Foto: Pedro Figueira


11

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

CRECI/SP 22.984-J CRECI/SP 22.984-J CRECI/SP 22.984-J

CLASSIFICADOS CLASSIFICADOS CLASSIFICADOS (14) 3372-2528 | (14) 3372-1790 (14) 3372-2528 | (14) 3372-1790

(14) 3372-2528 | (14) 3372-1790 (14) 9.9613-5228 | (14) 9.9743-9789

(14) Marechal 9.9613-5228 | (14) 435 9.9743-9789 Rua Bitencourt, | Cx. P. 112 (14) 9.9613-5228 | (14) 9.9743-9789 Rua Marechal Bitencourt, 435 | Cx. P. 112 Centro | Bitencourt, Santa Cruz do Pardo | SP Rua Marechal 435Rio | Cx. P. 112 Centro | Santa Cruz do Rio Pardo | SP contato@imobstatus.com.br www.imobstatus.com.br Centro | Santa|Cruz do Rio Pardo | SP

contato@imobstatus.com.br | www.imobstatus.com.br contato@imobstatus.com.br | www.imobstatus.com.br

ALUGA-SE - REF. 105 ALUGA-SE - REF. 5 ALUGA-SE - REF. 105

ALUGA-SE - REF. 511 ALUGA-SE - REF. 262 ALUGA-SE - REF. 511

ALUGA-SE - REF. 937

ALUGA-SE - REF. 558 ALUGA-SE - REF. 1281 ALUGA-SE - REF. 558

ALUGA-SE - REF. 1079 ALUGA-SE - REF. 1325 ALUGA-SE - REF. 1079

ALUGA-SE - REF 1241 ALUGA-SE - REF. 1326 ALUGA-SE - REF 1241

ALUGA-SE - REF. 1327

ALUGA-SE - REF. 1284 ALUGA-SE - REF. 1371 ALUGA-SE - REF. 1284

ALUGA-SE - REF. 1336 ALUGA-SE - REF. 1373 ALUGA-SE - REF. 1336

ALUGA-SE REF. 1361 ALUGA-SE REF. 1382 ALUGA-SE REF. 1361

ALUGA-SE REF. 1404

ALUGA-SE REF. 1362 ALUGA-SE REF. 1416 ALUGA-SE REF. 1362

ALUGA-SE REF. 1369 ALUGA-SE REF. 1417 ALUGA-SE REF. 1369

ALUGA-SE REF. 1371 ALUGA-SE REF. 1419 ALUGA-SE REF. 1371

ALUGA-SE REF. 1420

ALUG-SE REF. 1373 ALUGA-SE REF. 1428 ALUG-SE REF. 1373

VENDE-SE - REF. 790 ALUGA-SE REF. 1429 VENDE-SE - REF. 790

VENDE-SE - REF. 940 VENDE-SE - REF. 1350 VENDE-SE - REF. 940

VENDE-SE - REF. 1398

VENDE-SE - REF. 964 VENDE-SE - REF. 1403 VENDE-SE - REF. 964

VENDE-SE - REF. 1252 VENDE-SE - REF. 1407 VENDE-SE - REF. 1252

VENDE-SE - REF. 1253 VENDE-SE - REF. 1409 VENDE-SE - REF. 1253

VENDE-SE - REF. 1410

VENDE-SE - REF. 1270 VENDE-SE - REF. 1412 VENDE-SE - REF. 1270

VENDE-SE - REF. 1310 VENDE-SE - REF. 1413 VENDE-SE - REF. 1310

VENDE-SE - REF. 1320 VENDE-SE - REF. 1414 VENDE-SE - REF. 1320

VENDE-SE - REF. 1415

VENDE-SE - REF. 1339 VENDE-SE - REF. 1422 VENDE-SE - REF. 1339

VENDE-SE - REF. 1360 VENDE-SE - REF. 1423 VENDE-SE - REF. 1360

VENDE-SE - REF. 1372 VENDE-SE - REF. 1425 VENDE-SE - REF. 1372

VENDE-SE - REF. 1426

VENDE-SE - REF. 1374 VENDE-SE - REF. 1427 VENDE-SE - REF. 1374

QUER VER MAIS IMÓVEIS PARA QUER VER MAIS PARA QUER VER MAIS IMÓVEIS IMÓVEIS PARA ALUGAR APONTE A CÂMERA DE ALUGAR APONTE A CÂMERA DE ALUGAR APONTE A PARA CÂMERA DE SEU SMARTPHONE NOSSO SEU SMARTPHONE PARA SEU SMARTPHONE PARA NOSSO NOSSO QR-CODE E CONFIRA! QR-CODE QR-CODE E E CONFIRA! CONFIRA!

QUER VER MAIS IMÓVEIS PARA QUER VER IMÓVEIS PARA QUER VER MAIS MAIS IMÓVEIS PARA DE COMPRAR APONTE A CÂMERA COMPRAR APONTE DE COMPRAR APONTE A A CÂMERA CÂMERA DE SEU SMARTPHONE PARA NOSSO SEU SMARTPHONE PARA SEU SMARTPHONE PARA NOSSO NOSSO QR-CODE E CONFIRA! QR-CODE QR-CODE E E CONFIRA! CONFIRA!


12

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

FINANÇAS

COLUNA DO PATO

Quem recebe 13º deve se programar para utilizá-lo Thaís Balielo

jornalismo@jornalatual.info

Dinheiro pode ser usado para quitar dívidas e contas de início de ano

O valor extra do décimo terceiro salário, que normalmente é pago no fim do ano, entra nos planos dos trabalhadores antes mesmo de receber. Muitos utilizam para pagar alguma dívida ou até mesmo comprar os presentes de Natal. O consultor José Aparecido Sônego adverte sobre a importância de planejar o uso do 13º. Atual – Quem está empregado formalmente já recebeu o 13°, este dinheiro pode ser usado para comprar presentes, ou viagens, ou é preciso se resguardar para os gastos de início do ano? Sônego – Quem possui o emprego formal, regido pela CLT, tem garantido o 13° salário. O 13° é um ganho extra, a sua utilização vai depender do equilíbrio financeiro de cada indivíduo. Antes de utilizá-lo para as despesas como presentes e lazer, é preciso saldar,

amenizar ou negociar as dívidas, caso as tenha, para não iniciar o novo ano com pendências. Atual – Com a pandemia e crise econômica as pessoas vão conseguir usar 13° ainda como folga, para lazer, ou muitos devem utilizar para pagar dívidas? Sônego – Com a pandemia ninguém ficou imune as dificuldades econômicas, mesmo com os auxílios, incentivos e desoneração de folha de pagamento evitando demissões, todos nós sentimos as dificuldades. Os aposentados, por exemplo, tiveram o pagamento do 13° antecipado e, devido às circunstâncias, já até utilizaram para suprir as necessidades. Contudo, para aqueles que receberam agora o 13°, é preciso estabelecer prioridades para sua utilização. Como sugestão seria importante saldar primeiramente as dívidas

para posteriormente utilizá-lo para outros gastos. Atual – Para quem está no emprego informal, ou profissionais autônomos, o 13° não vem. Como essas pessoas devem se programar para os gastos de fim de ano e de janeiro? Sônego – A pandemia apresentou uma realidade que não conhecíamos, os chamados “invisíveis”, ou seja, os trabalhadores informais. Eles foram os que mais sofreram com as medidas restritivas impostas com o propósito de conter a pandemia. Eles não figuravam nas estatísticas de desempregados, só tivemos noção quando eles buscaram os auxílios. Tanto aqueles de emprego informal, como os profissionais liberais, já sabedores que não possuem o benefício do 13° salário, devem no decorrer do ano reservar uma parte dos ganhos para

despesas inesperadas e os gastos de início do ano. Atual – O recebimento do 13° pela população dá uma ajuda no aquecimento das vendas no comércio? Ajuda a recuperar as perdas destes últimos tempos com a pandemia? Sônego – Com certeza o recebimento do 13° salário deve ajudar no aquecimento das vendas. Como já comentamos, todos nós sentimos dificuldades econômicas provocadas pelas restrições impostas pela

pandemia. Alguns mais outros menos, os comerciantes foram uns do que mais sentiram. Mesmo com as alternativas como vendas por meios eletrônicos, delivery e aplicativos, não foram suficientes para suprir todas as despesas. Com a pandemia mais controlada, a volta dos atendimentos presenciais, as férias escolares e festas de final do ano, a injeção na economia do 13° salário ajudará na recuperação gradativa do comércio.

Sônego acredita que 13º deve ajudar vendas no comércio. Foto: Thaís Balielo

ANTÔNIO ROBERTO DE PAULA

Uma prece ao Mestre Querido Mestre Jesus, Hoje estou aqui, para agradecer por tudo que estou passando, e tenho certeza de que estas olhando por mim; Agradeço pelas lutas que tenho que enfrentar diariamente; Agradeço pelos espinhos que tenho que transpor todos os dias; Sei que tudo o que está passando neste momento, me levará a melhorias dos meus sentimentos; Agradeço pelas dores da alma em que me encontro neste momento, porque é através destas que conseguirei forças para sanar as minhas sagas interiores; Agradeço pela minha família que me deste; Agradeço pela condição material que me deste; Agradeço pela oportunidade do aprendizado; Agradeço por seu meu fiel amigo de todas as horas; E principalmente agradeço pela oportunidade da vida. Que assim seja!


13

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

ABUSO

DIREITOS E IMÓVEIS

Ainda sem lei, “Stealthing” já pode ser enquadrado como crime no Brasil Thaís Balielo

jornalismo@jornalatual.info

Retirar preservativo sem o consentimento do parceiro pode ser violação sexual

Nem toda violência sexual é explícita. Ao contrário do que se imagina, as formas mais comuns de violência se confundem nas sutilezas. São comportamentos que podem parecer um mero deslize ou esquecimento, como o ato de tirar a camisinha sem avisar a parceria. Em outubro deste ano, o governador da Califórnia sancionou uma lei que proíbe remover a camisinha sem consentimento durante o sexo, e que torna

este gesto um delito civil de agressão sexual. No Brasil, a discussão ainda engatinha, mas especialistas dizem que é possível punir os agressores. O advogado Vinny Pelegrino explicou que “stealthing” é uma palavra da língua inglesa que, em tradução livre, significa “furtivo”, “dissimulado”. No Direito Penal, usa-se este termo para fazer referência à prática de retirar o preservativo durante a relação sexual, sem o conhecimen-

Vinny explica que ainda não existe legislação específica sobre “stealthing” no país. | Foto: Thaís Balielo

to ou consentimento do parceiro. No Brasil não existe uma lei específica para o “stealthing”, mas Vinny explicou que já há um entendimento de que pode caracterizar o crime de violação sexual mediante fraude, previsto no art. 215 do Código Penal, se cometido sem violência ou grave ameaça à vítima. “Esse crime pode ser cometido de várias formas e uma dela é o “stealthing”, uma vez que a vítima acreditava praticar relação íntima com alguém usando preservativo, quando, na verdade, este parceiro retirou o preservativo sem o consentimento da vítima e sem avisá-la sobre este fato. Por outro lado, se a vítima perceber que o autor do crime retirou a camisinha e decidir parar a atividade sexual, mas o parceiro continuar mesmo assim, empregando de violência ou

grave ameaça para tanto, configura-se o crime de estupro, previsto no art. 213 do Código Penal”, explica. O advogado salientou ainda que em qualquer dos casos, se da prática sexual decorrer o contágio de doença venérea diversa do HIV, a pena é aumentada de um sexto até a metade. Se a vítima for contaminada com o vírus do HIV, o responsável responde pelo crime de violação sexual mediante fraude ou estupro e também pelo crime de lesão corporal de natureza gravíssima, conforme precedentes do STJ. “É importante lembrar que esses são apenas os desdobramentos penais dessa prática, cabendo, ainda, condenação por danos morais e materiais à vítima, a depender do caso concreto. Não temos ainda julgados no âmbito penal ou uma situação consolidada sobre o tema”, diz.

Carlos Henrique Rodrigues Nascimento OAB/SP 328.529 Advogado pós graduado em Direito Imobiliário. chrn.nascimento@gmail.com

Coluna de Natal Colega leitor(a), como sempre acontece nas colunas que antecedem ao Natal, deixo o direito um pouco de lado e trago algumas poucas palavras, cujo objetivo é lhe fazer refletir. Já parou para pensar o porquê desta época ser tão maravilhosa? Por que as pessoas, em geral, ficam tão felizes e se abraçam mais? Por que a quantidade de sorrisos nos rostos é tão grande? Por que o amor ao próximo parece aumentar? Por quê? Acredito que seja pelo fato de que todos, unidos, comemoram o nascimento daquele que veio ao mundo para nós; daquele que era, que é e que há de vir; daquele que, de maneira incomparável, expressou o verdadeiro amor, dando a sua vida por você e por mim: Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador! Aproveitemos o empurrãozinho que esta época

nos dá e peçamos perdão a quem ferimos. Beijemos e abracemos nossos familiares e amigos. Amemos as pessoas e usemos as coisas, não o contrário. Digamos uma boa palavra a alguém, ainda que seja a um desconhecido, pois isso pode mudar o dia (talvez, a vida) dele(a). Valorizemos as pessoas enquanto estão aqui. Vivamos a vida de maneira que, quando chegarmos ao fim, possamos dizer, felizes: Valeu a pena! Que a paz de Jesus invada e tome conta do seu coração e do seu lar! Feliz Natal! Deus te abençoe. “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” (Isaías 9.6).


14

25 de dezembro de 2021 www.jornalatual.info

EVIDÊNCIA

Luís Felipe e José Roberto Amaro

Júlia Luiz Dalmati

Natal é família!

Augusto Vieira Vidor

Alegre-se pelos seus presentes, a presença daqueles que você ama e comemore com a família, mas não se esqueça de celebrar o nascimento do Menino Jesus, que veio trazer esperança ao mundo e aos nossos corações. Feliz Natal! Fotos: Andreia Fotografias

José Felipe Simão Giacon

Maria Helena Camargo Simão

Maria Luiza Pignata da Rocha

Dereck Henrique da Silva

Clara Cardoso Gazola

Maria Eduarda Basseto Terezan

Maria Luiza Gazola Pedroso

Helena Maria Dionizio Zilio

Mateus Belei Logullo


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.