__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

“É O POVO QUEM VAI GANHAR COM ESSES NOVOS ASSESSORES” Marquinho Dornelas (PDT- foto) defendeu projeto que cria mais 16 cargos de assessores na Câmara. Parecer jurídico atesta ilegalidade da proposta e vereadores recuam. Página 3.

DESDE 1984 FUNDADOR: MÁRCIO PASSOS

48(0/È6$%(248(',=

Ano 37 - Edição 2622- R$1,00

26 de fevereiro a 4 de março de 2021

Região tem 276 mortos após um ano das primeiras suspeitas de Covid Municípios somam mais de 20 mil casos da doença No próximo domingo, 28, completa-se um ano do primeiro caso suspeito de coronavírus em João

Monlevade e o município chegou nesta semana a 89 mortes provocadas pela doença. Somados, os

casos nas 17 cidades da região ultrapassam os 20 mil registros e o número de vítimas fatais é 276. Cidades

da região já começaram a vacinar idosos, mas ainda a imunização é lenta, devido à disponibilidade de

vacinas. Através da Asso- será criado um comitê reciação dos Municípios da gional para enfrentamento Microrregião do Médio da covid na região. Página 3 Rio Piracicaba (Amepi),

Comitê regional contra coronavírus Página 3

Areão fechado para retirada de lixo Dindão/AcomPMJM

RASTRO de lixo e entulhos tomam conta de área ambiental Erivelton Braz

PRESIDENTE da Amepi, Fernando Rolla, defende integração regional contra Covid-19 no Médio Piracicaba

Acessos de veículos ao Parque Municipal do Areão estão suspensos para a retirada de lixo e

entulho no local. A medida integra os estudos para revitalização do Areão, que sofre com

abandono e muita sujeira. O parque, criado com o objetivo de ser uma área de educação ambiental e lazer para a cidade, virou um bota fora: Lixo de todo tipo é encontrado no lugar – sejam restos de cons-

truções, pias, sofás e outros móveis, inúmeras carcaças de televisores e de eletrodomésticos, lixo domiciliar, restos de podas, capinas e até animais mortos. Segundo a Prefeitura, o fechamento não atingirá todos os

acessos, sendo mantida aberta a ligação do bairro Satélite com o bairro de Lourdes. “Entretanto, caso continue sendo jogado lixo nessas áreas, todo Areão será fechado para trânsito de veículos”, diz nota da Prefeitura.

VOLTA ÀS AULAS

QUADRA da Escola Cônego José Higino de Freitas

Acom/PMJM

As aulas na rede municipal de ensino começam na segunda-feira (1) de forma online. Enquanto isso, alguns prédios escolares, fechados há um ano, estão deteriorados. Confira entrevista com a secretária de Educação, Maria do Sagrado Coração Rodrigues. Página 3.


26 de fevereiro a 4 de março de 2021

2 Opinião

EDITORIAL

CHARGE

Vacinação segue protocolos A maioria da população quer vacina e a quer em abundância. Vacina para todos os grupos, seja o de idosos, de professores, de pessoas com comorbidades. A questão chave é uma só: falta vacina para os brasileiros. Enquanto se discute qual grupo deveria receber primeiro, fecha-se os olhos para uma demanda muito mais ampla: a da falta de empenho do governo federal para a compra dos imunizantes. O Brasil entrou atrasado na fila da vacina. Infelizmente. O avanço na vacinação depende essencialmente de uma política nacional interessada, inteligente e capaz de cumprir o dever do Estado de assegurar a saúde à população. Isso, porque Prefeituras seguem protocolos para vacinação, justamente, elaborados pelo Ministério da Saúde, que definiu a ordem de prioridade para a imunização. Estados e municípios têm autonomia, dentro de cada fase dos grupos prioritários, para montar seu próprio esquema de vacinação e dar vazão à fila de acordo com as características de sua população, demandas específicas de cada região e doses disponibilizadas. E é justamente aí que está o

gargalo: faltam doses disponibilizadas para vacinar a todos, problema que assola não só João Monlevade, mas todos os municípios do país. Porém, em João Monlevade, até o momento, 73% dos trabalhadores da saúde foram imunizados, além de todos os idosos moradores de asilos, idosos acima de 90 anos e todos os deficientes institucionalizados. Nesta semana, começou a vacinação de idosos acamados com idades entre 80 e 90 anos, e também os pacientes desta faixa etária que fazem hemodiálise. Mas ainda falta vacina. E só o governo federal pode liberá-las e resolver essa situação. Não adianta mudar grupos prioritários se ainda vai faltar vacina. Notícia boa é que, nesta semana, o país deu mais um passo na imunização contra a Covid-19 com a aprovação definitiva da vacina da Pfizer pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A distribuição, agora, depende da vontade do governo federal de adquirir as doses, o que ainda não está definido. Que esse impasse seja resolvido o quanto antes e que a vacina chegue logo a todos.

Volta ao passado (*) BRENO EUSTÁQUIO DA SILVA Essa semana, tive um sonho inusitado. Por algum motivo desconhecido, ele começou na Praça Domingos Silvério, onde tinha (não sei se ainda tem) o famoso Ponto Fiscal da Enscon. A praça não estava como está hoje. Era um grande aglomerado de pessoas e carros subindo e descendo as avenidas Getúlio Vargas e Wilson Alvarenga. Chamou-me a atenção os sinais de trânsito em frente ao Hotel Central Palace. A avenida Gentil Bicalho não existia. Olhei um pouco mais ao meu redor procurando entender o que acontecia. É que eu tinha tido a oportunidade de voltar algumas décadas na minha vida. O mais curioso é que, neste sonho, eu estava com minha aparência de meia idade de agora: adulto e me lembrava de tudo. Era como se a vida me dessa a chance de voltar ao passado para rever situações, pessoas e locais que não existem mais. Comecei a descer a Wilson Alvarenga e fui encontrando com rostos conhecidos da cidade. Meus amigos, atualmente adultos, eram crianças. Os idosos de hoje, adultos vigorosos. Fui até a praça do Lindinho e lá vi um grupo de jovens reunidos. Eram os meus amigos do Centro Educacional. Eles costumavam se reunir lá quando as aulas terminavam mais cedo. Cheguei perto e ouvi uma conversa angustiante sobre o futuro: “será que as coisas dariam certo?”, perguntavam uns aos outros. Dei um sorriso e tentei chegar perto para avisar que sim. Um deles se tornaria um renomado engenheiro. A outra, uma psicóloga de sucesso. Outros três seriam professores de universidades públicas no Nordeste, de Minas e do Rio de Janeiro. Eles me olharam incrédulos, questionando com o olhar: “quem seria esse doido, metido a vidente falando com tanta precisão sobre nossas vidas?”. Saí dali e continuei a caminhada. Um jovem parou sua bicicleta ao meu lado e perguntou as horas. Reconheci imediatamente aquela criança, que estudou comigo desde os tempos de Rúmia Maluf. “São onze e meia”, respondi. Ele disse: “preciso correr para casa. Minha mãe ficará brava se eu atrasar pro almoço”. Saiu sem se despedir me deixando trêmulo. É que aquele menino morreria num acidente de trânsito na BR-381 uma década depois. Minha vontade era sair correndo e avisar: “Ei garoto, aproveite bem sua breve vida”. Mas não deu tempo. Continuei a caminhar até o Centro Educacional. Parei sobre aquela escola verde e branca com tijolos laranja. A aula da manhã tinha acabado de acabar. Vi crianças correndo, brincando de pique. Entre elas, um professor olhava pensativo para o nada. Meu coração apertou ao rever aquela expressão cansada, que nunca tinha percebido durante o tempo em que havia sido aluno dele. O inconfundível cigarro estava em suas mãos. O amarelo da nicoti-

na ressaltava em seus bigodes brancos. Perguntei a ele se estava tudo bem. Ele respondeu que sim. Mas eu sabia que não. É que aquele professor talentoso, que me ensinou leis e fenômenos dos quais jamais esqueci, sucumbiria ao vício do álcool e se mataria alguns anos mais tarde. Uma pena. Fiquei aflito tentando encontrar uma forma de salvá-lo. Mas eu não poderia mudar o passado. Atravessei a avenida correndo antes que o sinal de trânsito abrisse. É que avistei vindo ao longe o ônibus da linha 22. Seria minha chance de voltar ao Satélite, bairro onde cresci. Pouco antes de entrar no ônibus, chamou-me a atenção uma Brasília vermelha que vinha bem devagar. Era meu saudoso vô. Minha saudosa vó, ao lado. Ela me olhou com aqueles olhos verdes inconfundíveis. Acenou um tchau e um belo sorriso. Chorei de saudade. Dentro do ônibus, mais saudade. Muita gente que já não estava mais entre nós. Todos sorrindo e conversando, carregando sacolas de compras. A meninada fazia a tradicional bagunça do fundão. Desci um ponto antes para rever o campo de terra vermelha onde ocorriam não só as partidas de futebol, mas também quermesses e quadrilhas. Pelo horário, o campo estava vazio, mas eu estava cheio das lembranças. Dei a volta para ver Monlevade do alto. A cidade crescia, mas não tinha muitos prédios. O Areão ainda muito degradado era apenas rocha e argila rosa. O vento que batia em meu rosto trazia o aroma dos tempos de outrora. Decidi entrar na rua Fortaleza. O banquinho onde os papos ocorriam ainda estava ali na porta da casa de Creuza. Nos muros, ainda estavam os ferros que usávamos como suporte para colocar uma corda de varal que usávamos como rede para as partidas de vôlei e de peteca. Os quintais estavam inundados de árvores com frutas que amávamos compartilhar. Mais uns passos à frente, eis que chego à humilde casa onde cresci. Ainda de poucos cômodos e não tão grande quanto agora. Do portão, revi Lesse, minha vira latas caramelo, meu primeiro grande amor animal. Também pude ver minha mãe com uma toca na cabeça. Ela ouvia a Rádio Globo e cantava alguns sucessos populares. Na garagem, o Chevette marrom caramelo do meu pai. Acho que ele não estava ali. Deveria estar trabalhando fora da cidade. Virando a esquina, vinham três crianças. Saltitantes. Sujas de terra vermelha. Verdadeiros pés de pomba, como diria meu tio Edmar. Eram eu e meus dois irmãos. Minha mãe na porta nos manda entrar para tomar café. Na mesa, pão com manteiga e um mimo: ovo com farinha de mandioca temperados com caldo Knorr. Para beber, um copo de chá mate quentinho. Depois, ver TV. Acordei sem ter a oportunidade de conversar comigo mesmo. Enxuguei as lágrimas e fiz uma oração para agradecer a Deus. Tive uma infância muito feliz.

Acordei sem ter a oportunidade de conversar comigo mesmo. Enxuguei as lágrimas e fiz uma oração para agradecer a Deus. Tive uma infância muito feliz.

(*) BRENO EUSTÁQUIO DA SILVA é professor universitário

A Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021 (*) PADRE MARCO JOSÉ, PADRE ANDERSON FERREIRA E DIACONO GERALDO LUCIANO

"QUE TODOS SEJAM UM, ASSIM COMO TU, PAI, ESTÁS EM MIM E EU EM TI" Neste ano, o tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica é “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor” e o lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade”, extraído da carta de São Paulo aos Efésios, capítulo 2, versículo 14. Realizada pela CNBB todos os anos no tempo da Quaresma, período de 40 dias que antecede a Páscoa, a Campanha da Fraternidade de 2021 é promovida de forma ecumênica, ou seja, em parceria entre várias Igrejas Cristãs. A CFE 2021 quer convidar os cristãos e pessoas de boa vontade a pensarem, avaliarem e identificarem caminhos para a superação das polarizações e das violências que marcam o mundo atual. Tudo isso através do diálogo amoroso e do testemunho da unidade na diversidade, inspirados e inspiradas no amor de Cristo. A unidade é um sinal de amor para os seres humanos, possível somente diante da presença de Deus. Jesus declara a unidade entre Ele e o Pai como inspiração para todo gênero humano construir a unidade com Deus, a partir da fé, resultando no amor entre todos nós. Cremos que nenhuma das Campanhas da Fraternidade nestes 56 anos teve 100% da aprovação da sociedade, pois os temas refletidos são para que nos posicionemos ou a favor de Cristo e de seu Reino ou contra. Todos sabemos que tem muita gente que está contente com a vida que leva, sem nenhuma preocupação com a conversão e com o seguimento do Deus de Jesus Cristo. Diante da polêmica que se levanta sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica nos perguntamos: este ou aquele grupo que gera polê-

micas é um grupo grande ou um grupo pequeno que faz bastante barulho e quase não participa da Vida Eclesial da comunidade a que pertence? É importante lembrar que estas poucas pessoas, todos os anos, procuram polemizar as Campanhas da Fraternidade, sem olhar todo bem que ela faz, reduzindo-se a buscar erros e defeitos que possam existir. A preocupação deste grupo pequeno é com a lei ou com a Misericórdia? É um grupo cristão de verdade ou é apenas um grupo que dificulta a unidade e comunhão na Paróquia? Participa mesmo ou busca só os seus interesses? A Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2021 chama a todos, para crescermos na unidade e no diálogo fraterno. Vamos apoiar, participar e assumir como um dom de Deus para este tempo polarizado e difícil em que estamos vivendo. E que as Igrejas nos ajudem a sermos cada dia mais cristãos autênticos. Numa sociedade em que se verifica a deterioração da ética, a exacerbação do individualismo sem conteúdo e a autorreferencialidade, o enfraquecimento dos valores espirituais e do sentido de responsabilidade, se impõe a necessidade de espaços de diálogo para superação dessas situações, sobretudo para resgatar a importância de Deus no convívio social e da dignidade do outro. Em Jesus Cristo que é a nossa paz, que derrubando os murros da separação, fez uma unidade do que era dividido, busquemos e promovamos o diálogo e a colaboração entre cristãos de diferentes igrejas: vivendo a fraternidade e lutando por justiça social.

Este ou aquele grupo que gera polêmicas é um grupo grande ou um grupo pequeno que faz bastante barulho e quase não participa da Vida Eclesial da comunidade a que pertence?

COXIA Imoral Vereadores de Monlevade propuseram, na semana passada, projeto de Lei que cria mais 16 cargos de assessoria para atender aos parlamentares. Cada um já possui um assessor, inclusive o presidente. Se aprovado, cada vereador teria dois assessores, que custariam aos cofres públicos, mais de R$1 milhão por ano. Em tempos de pandemia e de dificuldades financeiras, a medida soa descabida e imoral.

Ilegal Após entrar para a leitura e antes mesmo da análise de comissões competentes, o procurador jurídico da Câmara disse que a medida é ilegal, já que fere Lei que não permite criação de cargos em virtude da pandemia e que vigora até 31 de dezembro deste ano. O parecer jurídico caiu como luva, já que o projeto recebeu sonoras críticas da maioria da população.

Enquete Enquete do Jornal A Notícia sobre o assunto apontou que 92% dos entrevistados foram contra o projeto. Além do jornal, nas redes sociais, grande parte dos usuários criticaram o projeto de criação de mais assessores para atender os vereadores do município.

Contra Vale lembrar que 10 vereadores assinaram o pedido, mas cinco não aderiram ao projeto: Bruno Cabeção (Avante), Tonhão (Cidadania), Gustavo Prandini (PTB), Percival Machado (PDT) e Thiago Titó (PDT). Informações de bastidores dão conta que Andrea da Saúde (PTB), apesar de ter assinado a favor, na hora de votar, seria contrária à medida.

Defesa Nesta semana, o vereador Marquinho Dornelas (PDT) defendeu veementemente a criação dos assessores, mesmo sendo a medida ilegal e imoral. Ele insistiu na necessidade da contratação e comparou Monlevade com outras cidades que possuem mais assessores que aqui, como Itabira e Ipatinga.

Convenceu Enquanto isso, o presidente do partido de Dornelas, o médico Railton Franklin, é ferrenho crítico da proposta e já declarou publicamente que conversaria com os vereadores do PDT a votarem contra. Pelo visto, não conseguiu convencer Marquinho Dornelas que segue firme

na defesa do projeto. Dornelas ainda disse que a Câmara vai deixar de investigar R$240 milhões no município, já que estaria pouco estruturada sem os novos assessores. Ora, não foi para isso que foram eleitos os 15 representantes do povo?

Acredita Pelo tom de alguns vereadores que defendem a medida, a proposta deverá ser apresentada novamente em momento oportuno, quando os entes públicos estiveram aptos a contratar novamente. Alguém duvida que esse projeto volte à pauta no ano que vem?

Charge Repercutiu muito uma charge publicada nas redes sociais em alusão à proposta de se criar mais 16 cargos de assessores parlamentares na Câmara de Monlevade. O desenho, assinado por 'Capissoba', traz um close das partes íntimas de uma mulher com os dizeres: 'Opa, quero ser assesssora da Câmara'. 'Se rolar, o pau vai comer'. A Câmara reagiu com nota de repúdio, aprovação também de Moção de Repúdio contra o autor e representação junto à 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil. A veiculação da charge foi considerada uma violência contra as servidoras da Câmara de João Monlevade.

Tribuna A presidente da Associação Mulheres em Ação de João Monlevade (AMA-JM), Elivânia Felícia Braz, usou a Tribuna Popular da Câmara nesta semana e abordou o assunto. Ela parabenizou a Câmara Municipal pelas tomadas de medidas imediatas ao caso e destacou que a AMA-JM também emitiu nota de repúdio contra a violência sofrida, no mesmo dia da publicação da charge. Além disso, Elivânia classificou a charge de machista e uma afronta a todas as mulheres.

Expressão Procurado, o chargista Carlos Coelho, o Capissoba, disse que usou sua liberdade de expressão e que não quis depreciar ninguém. Ele reiterou que o seu desenho é uma charge comum, semelhante a muitas que circulam pela internet. Ele assinala ainda que não mencionou nomes ou especifi cou a qual Câmara se referia o desenho.

4XHPOrVDEHRTXHGL] Diretora Geral: Maria Cecília A. Passos Registro profissional: MG07860JP

Editor: Erivelton Braz Assistente: João Vítor Simão Diagramação e Arte: Julieta Bittencourt Gráfica Nina: Guilherme Bessa e Sanzio Miranda Impressão: Editora Gráfica Nina Publicado desde 1984 - Propriedade da empresa A Notícia Regional Ltda. Circulação: João Monlevade e região Av. Rodrigues Alves, nº 78, República, João Monlevade/MG

(*) TEXTO ESCRITO POR PADRE MARCO JOSÉ, PADRE ANDERSON FERREIRA E DIAC. GERALDO LUCIANO DA PARÓUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO


Geral 3

26 de fevereiro a 4 de março de 2021

Monlevade completa um ano de casos suspeitos de Covid com quase 90 mortos REGIÃO TEM 276 MORTOS E MAIS DE 20 MIL CASOS CONFIRMADOS Foi em 28 de fevereiro de 2020. João Monlevade começava a investigar a sua primeira suspeita de uma doença pouco conhecida, surgida na China e que causava pânico na Europa: o coronavírus. A vítima em questão era uma mulher que acabava de retornar da Itália, país que veria seu sistema de saúde entrar em colapso nas semanas seguintes, e apresentou alguns sintomas. Ela ficou MUNICÍPIO

em quarentena e teve a contaminação descartada alguns dias depois, mas o fantasma da Covid-19 mudaria os rumos da região, do estado, do Brasil e do mundo. Após a explosão de casos, foram decretos de confinamento e liberação, fechamento e abertura do comércio, protestos, prejuízos, críticas, denúncias, montagem de andar especial no hospital Margarida, um Hospital de Campanha que não CASOS CONFIRMADOS

MORTES

Alvinópolis

294

Barão de Cocais

1.570

4 13

Bela Vista de Minas

381

10

Bom Jesus do Amparo

93

4

Catas Altas

179

2

Dionísio

248

7

Dom Silvério

119

4

Itabira

8.774

75

João Monlevade

4.006

89

Nova Era

642

18

Rio Piracicaba

846

12

Santa Bárbara

1.243

11

Santa Maria de Itabira

405

8

São Domingos do Prata

351

7

São Gonçalo do Rio Abaixo

680

7

São José do Goiabal

191

4

Sem-Peixe

53

TOTAL

20.075

1 276

Fontes: Boletins epidemiologicos das Prefeituras e Governo do Estado

chegou a ser usado, reuniões, protocolos, início de vacinação e, passado um ano, ainda restam muitas dúvidas quanto ao futuro. A primeira infecção pelo coronavírus em João Monlevade foi confirmada em 7 de abril de 2020, e a primeira morte em 12 de julho. No entanto, o que há de concreto, são as inúmeras vítimas da doença na região. As 17 cidades do Médio Piracicaba somam 276 óbitos causados pela Covid-19, entre as 20.071 ocorrências da doença na região, número superior à população de Nova Era, estimada no ano passado em 17.551 habitantes. João Monlevade acumulava, até o fechamento desta edição, na noite de ontem (25), 4.006 casos confirmados da Covid-19, com 89 pessoas mortas com a doença, além de outra em investigação. Segundo o prefeito Laércio Ribeiro (PT), o que mais tem assustado é a quantidade de óbitos registrados. Em janeiro, por exemplo, foram 27 mortes provocadas pela Covid-19. Fevereiro ainda não terminou e o município já confirma 21 mortos. Preocupa, principalmente, a morte de idosos. Dos 89 óbitos, cerca de 80 foram de pacientes acima de 60 anos na cidade. Além desses, oito eram pacientes de hemodiálise. Para a médica intensivista

do CTI do Hospital Margaria, Maria Eugênia Tótola, a mortalidade está em alta em virtude da situação de como os contaminados chegam à casa de saúde. “Nossa mortalidade por Covid-19 anda alta na cidade e só subindo. Querem saber uma das causas? Os pacientes já estão chegando ao hospital em fase avançada, com os pulmões muitas vezes extremamente acometidos, sem chance para tratamento eficaz no tempo certo. Fiquem atentos a seus sintomas e aos de seus familiares: não esperem ficar com falta de ar para procurar ajuda médica adequada”, alertou.

VACINAS Enquanto isso, a cobertura da primeira dose da vacina entre trabalhadores de Saúde, idosos em instituições de longa permanência, pessoas com deficiência institucionalizadas e idosos com 90 anos já foi realizada nos municípios conforme protocolos do Ministério da Saúde. Na quarta-feira (24), a Secretaria Municipal de Saúde de Monlevade, por meio da Vigilância em Saúde (Visa), começou a vacinar contra o coronavírus os acamados com idades entre 80 e 89 anos já cadastrados e também os pacientes desta faixa etária que fazem hemodiálise. Segundo a Prefei-

Amepi propõe comitê regional para enfrentar vírus A Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Piracicaba (Amepi) vai criar um Comitê Regional para enfrentamento da Covid-19. A ideia é discutir o alto número de contaminação nas cidades da região e elaborar medidas e ações conjuntas a serem adotadas por todos os municípios. O assunto já tinha sido pauta de reunião no início do ano e voltou à tona durante a primeira reunião ordinária da entidade neste ano, realizada ontem (25), na sede da Amepi. O presidente da Amepi e prefeito de São Domingos do Prata, Fernando

Rolla (Avante), propôs um novo encontro na próxima segunda-feira (1), entre prefeitos e secretários de Saúde para tratar de medidas coletivas entre todas as cidades para conter a transmissão entre os municípios. Entre essas, está a criação de um plano emergencial de ação, vacinação, compra de vacinas e protocolos de volta às aulas. O secretário de governo de Itabira, Gabriel Quintão, mostrou-se preocupado com a situação do município. Segundo ele, Itabira teve 75 casos registrados apenas na quarta-feira (24). “O índice de transmissão saltou de

0,84 a 1,1 em uma semana. Isso significa que 100 pessoas transmitem para outras 111 pessoas, o que é muito alto”, disse. Ele também se mostrou preocupado com a ocupação dos leitos hospitalares na cidade. Segundo o secretário, a cidade está com 76% de ocupação em UTIs e 54,5% de ocupação em enfermaria. Desses, 65% dos leitos são ocupados por pacientes de cidades vizinhas. O vice-prefeito de João Monlevade, Fabrício Lopes (Avante), propôs a criação de barreiras sanitárias nos municípios e sugeriu que a Amepi

foque todos os esforços para combater a pandemia, principalmente, evitando a circulação do vírus entre os municípios. Segundo Fernando Rolla, os municípios devem definir medidas semelhantes para o enfrentamento da doença, respeitando as particularidades de cada uma das cidades. “Trabalhando em conjunto, com uma integração regional, podemos achar caminhos para combater a Covid nas cidades do Médio Piracicaba. Todos devem caminhar juntos nesse enfrentamento", destacou.

Vereadores recuam e suspendem projeto que cria 16 cargos ALÉM DE REPERCUSSÃO NEGATIVA, PARECER JURÍDICO APONTA ILEGALIDADE DA PROPOSIÇÃO

Os vereadores de João Monlevade decidiram suspender o projeto de lei nº 1.160/2021, que propõe a criação de 16 novas vagas para o cargo de Assessor Parlamentar, dentre esses, um de Assessor Especial da Presidência. A proposta foi lida na semana passada e rendeu muita repercussão negativa nas redes sociais e foi manchete da última edição do jornal. Duas enquetes do A Notícia apontaram rejeição de 92% e 88,3%. Ex-presidentes da Casa, Djalma Bastos (PSD) e Guilherme Nasser (MDB) foram contra, assim como o presidente do PDT, Railton Franklin. Eles classificaram a medida como

descabida. Em reunião na segunda-feira (22), os vereadores debateram o assunto após parecer jurídico MARCOS da Casa aponDornelas detar a ilegalidade fende projeto do projeto. De que cria mais acordo com o cargos na Câmara art. 8º da Lei Complementar João Vitor Simão nº173, que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento à Covid-19, a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios afetados pela calamidade pública decorrente da pandemia ficam proibidos, até 31 de dezembro de 2021, de criar cargo, emprego ou função que implique aumento de despesa. Segundo a Câmara, a proposição, de iniciativa da Mesa Diretora, atendia a uma demanda já sinalizada por alguns vereadores quanto à necessidade de melhorar a infraestrutura nos gabinetes e, por consequência, o atendimento à população. O Legislativo Monlevadense ainda compara como justificativa, o número de assessores em outras cidades. “Em Itabira há dois assessores

parlamentares por vereador. Já em Coronel Fabriciano são três servidores por gabinete. Em Timóteo, cada vereador conta com quatro assessores e em Ipatinga são oito servidores para cada parlamentar", argumenta o Legislativo. Ainda conforme a Câmara, embora a matéria conte com o apoio da maioria dos vereadores (10 dos 15), a medida não será objeto de deliberação neste momento, diante da previsão contida na Lei Complementar n° 173/2020.

DEFESA O assunto teve repercussão na Câmara nesta semana com defesas veladas de Belmar Diniz (PT) e Doró da Saúde (PSD). No entanto, Marcos Dornelas (PDT) foi o mais contundente ao defender a contratação dos auxiliares. Ele alegou que o Legislativo não faz uso de toda a remessa financeira a que tem direito, e precisa estar estruturado para fazer um bom trabalho: “Estamos focando em R$800 mil, mas esquecendo-nos de fiscalizar R$240 milhões”, referindo-se ao Orçamento da Prefeitura e às despesas das novas contratações. Ele também apontou para vários ca-

sos de corrupção pelo Brasil no uso dos recursos para o combate à Covid-19 como sustentáculo para sua defesa, e ainda pontificou: “É o povo quem vai ganhar com essa contratação”. Em outro momento, Dornelas voltou a defender a admissão dos auxiliares, citando o caso de Ipatinga, que contrata oito assessores por gabinete: “Não é à toa o desenvolvimento de Ipatinga e a infra-estrutura, muito melhor que João Monlevade. Precisamos de atenção com o povo”. Já Belmar Diniz alegou que “todas as mudanças causam resistência”, citando a construção do anexo à Câmara Municipal, em 2012, ou a transmissão das sessões pela internet, a partir de 2018. Ele também relembrou que o Legislativo fornece apoio a diversos órgãos e entidades públicas, mencionando a emissão de carteiras de identidade. Diniz também interpelou os críticos dos parlamentares a interagirem mais na tomada de decisões, citando como exemplo a Comissão de Participação Popular. Doró da Saúde disse que, no ano que vem, quando a pandemia passar, os vereadores “estarão cientes daquilo que farão”.

tura, os acamados serão vacinados em domicílio enquanto os pacientes renais serão vacinados no setor de hemodiálise no Hospital Margarida. A data para o início da vacinação

dos demais idosos desta faixa etária ainda não foi definida pelo Governo Estadual. Até o momento, Monlevade vacinou 2.873 pessoas. Desses, 918 já tomaram a segunda dose.

Entrevista:

Maria do Sagrado Coração de Jesus Rodrigues, secretária de Educação

“Por enquanto aulas voltam no sistema online” As aulas na rede municipal de ensino recomeçam na próxima segunda-feira (1). Por enquanto, o retorno será de forma online, conforme definido por Grupo Especial de Trabalho na semana passada. A Notícia entrevistou a secretária Municipal de Educação, Maria do Sagrado Coração de Jesus Rodrigues sobre esse assunto. Confira: A rede municipal só deve voltar após vacinação dos professores? Por enquanto estão acordadas as aulas no sistema online. Já as diretrizes da Secretaria Estadual de Educação emitidas na quarta-feira (24), durante coletiva em Belo Horizonte, ainda não foram discutidas com o Grupo Especial de Trabalho em João Monlevade. As escolas estão adaptadas para receber os alunos? As equipes gestoras das escolas fizeram comitês em cada unidade escolar e cada um tinha representatividade de pais, alunos, funcionários enfim, comunidade escolar. O que foi diagnosticado está sendo efetivado. A Secretaria de Educação está se organizando para essas adaptações necessárias. Há um plano sanitário para retorno das aulas? Como ele será aplicado? A equipe pedagógica com o grupo especial de trabalho vão se reunir para alinhar o que veio do Governo Estadual. (Na última quarta-feira, 24, o governo de Minas definiu um protocolo para a volta às aulas na rede estadual, a partir do dia 8 de março, em sistema híbrido). Qual é a atual situação dos prédios escolares de João Monlevade fechados há um ano? Os prédios estiveram fechados para as aulas presenciais. Porém, as secretarias das unidades escolares funcionavam em algumas instituições de ensino. Infelizmente encontramos alguns prédios em situação muito precária. Há anos que não recebiam manutenções. Problemas de rede elétrica e hidráulica, outros com infiltrações, problemas no telhado, pintura. Essa situação precisa ser resolvida, para quando retornarmos ao presencial, podermos receber bem os nossos alunos. Inclusive alguns prédios já estão passando por reformas. (o prefeito) Dr. Laércio tem buscado urgência na solução. Demandará muito trabalho e recursos para solucionar esses danos. A Prefeitura alerta para os riscos de volta às aulas, devido à idade dos professores. Diante disso, há possibilidade de contratação de professores em faixa etária fora do risco? Há possibilidade de haver uma escala de revezamento de professores entre o ensino virtual e presencial futuramente. Ou até mesmo de haver contratações. Há recursos do governo federal para este fim? Sim. Há uma verba do Governo Federal, chamado “Programa Dinheiro Direto na Escola - PDDE” que é encaminhada à caixa escolar das escolas. Ano passado, foi encaminhado um valor extra Chamado PDDE Emergencial, para tratar do combate a Covid-19. No entanto, esses recursos só são suficientes para compra de alguns poucos insumos. A demanda por reformas e produtos de limpeza e proteção é muito maior o que os recursos recebidos. A comissão especial ou grupo de trabalho tem a participação de membros da sociedade civil? Pais, representantes de educação que querem a volta, representantes dos direitos das crianças como assistentes sociais do judiciário ou Ministério Público? O Grupo Especial de Trabalho foi criado pelo decreto 12/2021 e possui representantes de várias secretarias como Assistência Social, Planejamento, Saúde, Educação, bem como representantes da rede particular de ensino, municipal, Superintendência Regional de Ensino. Todos esses representantes, com certeza, querem a volta dos alunos as escolas. A discussão que está em pauta é o retorno com segurança e com responsabilidade prezando pela valorização de todas as vidas. A Prefeitura pretende ampliar o debate? Quando será a próxima reunião do grupo? A próxima reunião será no dia 3 de março e esse grupo já foi ampliado em relação a sua representatividade inicial.


26 de fevereiro a 4 de março de 2021

4 Região

São Gonçalo cria material didático próprio para a rede municipal de ensino Devido ao ensino remoto provocado pela Pandemia do Coronavírus, a Prefeitura de São Gonçalo do Rio Abaixo, por meio da Secretaria Municipal de Educação, está elaborando todo o planejamento e a criação do material didático e pedagógico da rede municipal de ensino: o Plano de Estudo Tutorado (PET). Segundo a Prefeitura, ao longo de 2020, a Secretaria utilizou o PET fornecido pelo Estado. A ideia de criar um material próprio surgiu por esforços da equipe pedagógica da Secretaria, com a intenção de padronizar o ensino remoto no município, levando as mesmas atividades para todas as escolas da rede, atendendo as especificidades de toda a comunidade escolar. O PET consiste em apostilas de orientação de estudo e atividades por etapas da educação infantil e ano de escolaridade (Educação Infantil 1 e 2 e 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental). Os conteúdos são baseados no Currículo Referência de Minas Gerais (CRMG)

estarem na linha de frente da produção dos materiais e no acompanhamento da realização dessas atividades pelos alunos. E o envolvimento dos pais nesse processo de ensino e aprendizagem é de extrema importância para amenizar as perdas provocadas pelo ensino remoto”, afirmou.

ENSINO HÍBRIDO EM PAUTA

Acom/PMSGRA

PLANO é elaborado com participação de todos os professores e equipe pedagógica

e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para que os alunos e os professores trabalhem ao longo do período de isolamento social. Ainda conforme a Prefeitura, cada município tem autono-

mia para produzir seu próprio PET, desde que sejam atendidas as exigências da Secretaria Estadual de Educação. No caso de São Gonçalo, ele é elaborado com a participação de todos os professores e equipe pedagó-

gica, que dividem suas tarefas entre a criação do plano e o atendimento aos alunos no período de aula, através de grupos de whatsapp. O material está pronto e já sendo distribuído aos alunos.

Para a secretária de Educação, Lucinda Imaculada de Barcelos Santos, o resultado é fruto do comprometimento e trabalho em equipe. “Quero destacar o empenho e a disponibilidade dos professores por

Na tarde de terça-feira (23), a equipe da Secretaria de Educação e diretores da rede municipal se reuniram na Escola Municipal Manoel Gonçalves Moreira, onde começaram a discutir a possibilidade de funcionamento do ensino híbrido no município. Caso isso se concretize, a Prefeitura deve fornecer kits de higiene e prevenção contra o novo Coronavírus a todos os alunos. O ensino híbrido é a modalidade de ensino que combina práticas presenciais e remotas, por meio do uso de ferramentas digitais, evitando assim aglomerações nas escolas.

Tragédia em Santa Maria de Itabira deixa Câmara de São Gonçalo aprova projeto de seis mortos e mais de cem desalojados Cidade vizinha viveu pior enchente de sua história

crédito para obras

AcomCMSGRA

REUNIÃO aprovou 47 indicações e projeto de crédito para obras

Reprodução

ENCHENTES levaram destruição à cidade de Santa Maria de Itabira, que recebeu visita e apoio do governador Romeu Zema

Santa Maria de Itabira vai demorar a se recuperar dos estragos provocados pelo temporal que caiu sobre a cidade na madrugada de domingo (21). As fortes chuvas causaram enchentes e deslizamentos mataram seis pessoas soterradas e deixaram mais de uma centena de desalojados. A cidade é cortada ao meio pelo ribeirão Jirau, que se encontra com o rio do Tanque, que transbordou, foi para a rodovia MG-129 e a cidade ficou ilhada. A lama invadiu diversos imóveis e moradores foram resgatadas. A cheia inundou bairros como Lambari, Barra, Conselho e Poção, o mais atingido, com 129 famílias desalojadas. Até quarta-feira (24), 79 pessoas continuavam desabrigadas. Elas foram acolhidas na Escola Municipal Trajano Procópio e Escola Estadual Agenor Guerra. Na área, o deslizamento de um barranco soterrou várias casas. Um pontilhão foi destruído pela correnteza, e outros dois tiveram a estrutura danificada, permitindo somente a passagem de veículos pequenos. O Hospital Padre Estevam e o posto de saúde do Centro santa-mariense foram inundados. Um hospital de campanha improvisado foi montado dentro da matriz Nossa Senhora do Rosário para ajudar no socorro aos feridos, onde uma equipe médica fica 24 horas. A MGC-120, que liga Santa Maria de Itabira a Itabira, teve cinco pontos de bloqueio, a eletricidade e parte da telefonia no município foi cortada e 30 doses da vacina contra a Covid-19 foram perdidas. As vítimas, segundo o chefe da Defesa de Gabinete e também da Defesa Civil, Eduardo Martins, são: José Aparecido Bento, de 39 anos, morador do bairro Poção; Wilma Procópio Martins de Alvaren-

ga, de 42 anos, moradora da zona rural; Nivaldo Vieira Gonçalves, idade não divulgada, morador do bairro Poção; Magda Vieira Gonçalves, idade não divulgada, moradora do bairro Poção; Marilene Vieira Gonçalves, idade não divulgada, moradora do bairro Poção e Bruce Denner Gonçalves, de apenas 5 anos, também morador do bairro Poção. Segundo Eduardo, as vítimas foram identificadas por populares. A comunidade quilombola do Barro Preto foi uma das mais afetadas da área rural de Santa Maria de Itabira, ficando praticamente isolada. Sem ônibus do transporte público, pois a estrada de terra e calçamentos foram destruídos por enxurradas, apenas veículos 4x4 conseguem vencer o trecho. O fluxo de mantimentos e água é lento e inconstante para quem perdeu cobertores, colchões e depende de ajuda.

TRABALHO DE RECONSTRUÇÃO Equipes do Corpo de Bombeiros Militar deslocaram-se na primeira hora da inundação, inclusive com uma unidade aérea, totalizando cerca de 50 homens. A Polícia Militar e a Polícia Civil também enviaram pessoal para auxiliar nas buscas e no reconhecimento das vítimas. Um gabinete de crise foi montado, e cerca de 120 pessoas participam da força-tarefa de resgate e auxílio aos afetados. O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), esteve em Santa Maria de Itabira no domingo (21) para avaliar os estragos. Zema caminhou por áreas atingidas e conversou com os moradores, além de autorizar doações e ajuda humanitária.

SOLIDARIEDADE EM TODA PARTE Santa Maria não está sozinha. A cidade está sendo reorganizada com a ajuda de empresários, prefeitos de cidades vizinhas e moradores do município. “A Vale está ajudando, vários empresários, prefeitos da região estão ajudando com máquinas, caminhão, pessoal. Sem falar os bombeiros e a Defesa Civil, que estão atuando aqui. Há uma solidariedade muito grande das pessoas na região", afirma o prefeito Reinaldo das Dores (PSD) . O prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage (PSB), acompanhado de parte da equipe do seu governo, esteve em Santa Maria por duas vezes e tem oferecido todo o apoio, com máquinas, profissionais e secretários à disposição da cidade vizinha. Os deputados estaduais Tito Torres (PSDB) e Bernardo Mucida (PSB), que representam a região na Assemblei Legislativa de Minas Gerais, estiveram em Santa Maria de Itabira e prestaram apoio e levaram solidariedade. Os dois lamentaram a situação e pediram ajuda para quem perdeu tudo. Mucida pediu ao governador que priorize a vacinação contra a Covid-19 das famílias desalojadas. Segundo o prefeito Reinaldo, que também teve a casa inundada, o prejuízo do município é estimado em R$10 milhões. Mas ainda, segundo ele, não foram computados todos os prejuízos “Foram ruas e muitas estruturas danificadas, as pontes e não temos sequer ainda os levantamentos da zona rural”, afirmou.

Os vereadores de São Gonçalo do Rio Abaixo aprovaram, por unanimidade, em sua última reunião ordinária, o Projeto de Lei Nº 001/2021, que autoriza o Executivo Municipal a abrir crédito especial ao orçamento em vigor, para a execução das obras do Posto do Corpo de Bombeiros, do Trevo na BR 381, da pavimentação da estrada que liga São Gonçalo à Santa Bárbara e das reformas das escolas. A aprovação do projeto ocorreu após a votação realizada pelas Comissões Permanentes da Câmara Municipal de São Gonçalo do Rio Abaixo. Na reunião na última semana, foram apresentados também mais dois Projetos de Lei, de autoria do Executivo: o Projeto de Lei Nº 002/2021 autoriza o Executivo Municipal a abrir crédito especial a orçamento em vigor para as ações de enfrentamento ao Covid-19, e o Projeto de Lei Nº 003/2021, que autoriza a cessão de servidores públicos municipais ao municí-

pio de Barão de Cocais (MG). Ambos foram encaminhados às Comissões Permanentes competentes para análise e votação. A reunião ordinária contou com a presença de todos os vereadores, sendo que três deles discursaram na bancada antes da leitura dos projetos de lei. Ao todo, foram apresentadas 47 indicações, demandando em sua maioria, o recapeamento do asfalto e calçamento em determinadas localidades, melhorias da rede elétrica e da iluminação das ruas, reformas de escolas, criação de mais PSFs e outras ações voltadas à saúde. Todas as indicações foram aprovadas por oito votos, e o extrato completo está disponível no site oficial da Câmara de São Gonçalo. O acesso ao Auditório da Câmara foi restrito aos vereadores e funcionários da Casa, devido às medidas de segurança contra a propagação do Coronavírus. A reunião foi transmitida ao vivo à população pelas redes sociais.

Parceria com a Caixa para acompanhamento de obras O secretário municipal de Obras de São Gonçalo do Rio Abaixo, Eduardo José Quaresma, representou o prefeito Raimundo Nonato Barcelos (Nozinho) em reunião com o gerente executivo de governo da Caixa Econômica Federal, Roberval Salvador Oliveira. O assunto do encontro foi a série de serviços oferecidos pela Caixa de acompanhamento e fiscalização para a modernização da gestão pública. Entre os serviços oferecidos para assessoria e auxílio

aos municípios estão: acompanhamento de obras; análise e assessoria em projetos e empreendimentos; assessoria e consultoria em engenharia de custos; oficinas presenciais de capacitação; prestação de contas; e vistoria técnica. De acordo com Quaresma, a intenção da Prefeitura é dar transparência e conformidade (Compliance) às obras realizadas pelo município, de acordo com as normas de engenharia e legislação pertinente.


Geral 5

26 de fevereiro a 4 de março de 2021

Em novo decreto, prefeito promete resolver novela dos permissionários de Avaliação de Bens (NBR 14.653) e com as custas processuais e administrativas. “A intenção é que tenha um valor justo. Para isso, estamos adotando um sistema de valoração de quantificação do valor dos imóveis que é adotado no Brasil inteiro”, argumentou Hugo. O pagamento poderá ser efetuado em 40 parcelas ou com desconto de 5% a vista e os permissionários terão que aderir aos programas municipais de geração de emprego para contribuir para o desenvolvimento do fomento da economia local.

RECURSOS

Kátia Passos/Acom PMJM

PREFEITO, vice e equipe sinalizam resolução de antiga demanda envolvendo permissonários

O prefeito de João Monlevade, Laércio Ribeiro (PT), apresentou na terça-feira (23), a empresários e vereadores, um novo decreto que promete resolver a novela das permissões de uso de imóveis e áreas municipais em João Monlevade, que se arrasta há 16 anos. O decreto 25/2021, já assinado pelo chefe do Executivo, revoga o anterior, assinado pela ex-prefeita Simone Carvalho (PTB) e busca alternativas para a questão. O procurador geral do município, Hugo Lázaro Marques Martins, expôs uma síntese do Decreto. O documento, segundo ele, leva em consideração as demandas dos permissionários, o compromisso com o bem coletivo, com a coisa pública e com a Lei de Regularização Fundiária de Interesse Específico (Reurb-E). “O Decreto foi construído junto com os permissionários, de forma coletiva, com ponderação, razoabilidade e proporcionalidade, para ser algo bom para ambas as

partes”, pontuou o procurador. Na apresentação, o procurador ressaltou que a regulamentação envolve um problema social, que precisa ser resolvido. “Em média, 600 empregos diretos são mantidos pelos permissionários, o que representa 3% da economia da cidade. É nossa obrigação resolver essa questão, pois temos como meta geração e proteção do emprego e desenvolvimento econômico social”, destacou. Ao todo, 77 imóveis encontram-se sobre domínio e posse de empresas da área privada e não têm a devida regulamentação. Conforme a Prefeitura, o novo Decreto prescreve uma nova diretriz de regulamentação dos procedimentos para a regulamentação das áreas dos permissionários. De acordo com o documento, tem direito a ingressar no programa do Reurb-E quem comprovar que tem o domínio da área até 22/12/2016, nos termos do artigo 98 da Lei 13.465/2017.

Todo permissionário terá um processo administrativo próprio para análise do seu caso individualmente. Aquele que manifestar interesse em aderir, deve apresentar a documentação que consta no Decreto e uma comissão, formada por servidores públicos efetivos e membros da sociedade civil com atividade na área imobiliária, vai definir os valores e analisar caso a caso para verificar se cumprem as regras para a regularização.

VALORES E PAGAMENTOS O valor a ser pago seguirá critérios alinhados ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado pelo governo anterior com o Ministério Público que prevê 25% de indenização coletiva correspondente ao período em que os permissionários possuem a posse do bem, em consonância com a Norma Técnica

Prefeitura deve fiscalizar serviço de iluminação pública

O valor arrecadado será destinado ao investimento no próprio patrimônio do município. Segundo o procurador geral, futuramente será regulamentada essa destinação. A Lei de Responsabilidade Fiscal prescreve que recursos dessa natureza não podem ser destinados a gastos correntes, custeio da máquina e pessoal. O prefeito Laércio Ribeiro adiantou que a intenção é que os recursos sejam destinados à recuperação de imóveis, em es-

pecial na área da saúde; Distrito Industrial, para o desenvolvimento econômico; e Parque do Areão.

DIÁLOGO O advogado dos permissionários, Gabriel Magno Souza Pimenta, destacou que o novo processo começou diferente. “Não chegou nada imposto, só de ter esse momento do Executivo apresentando para o Legislativo e permissionários uma proposta de solução já dá para perceber a diferença. Estamos diante uma oportunidade única”, afirmou. O permissionário Heverton de Moura Azevedo, representante da Hermendiesel, lembrou que desde 2010 eles estão lutando para resolver os impasses e que só agora foi possível chegar num acordo. “Cada hora nessa caminhada houve um empecilho. O que mudou foi o diálogo dessa administração que, desde o início nos procurou para se inteirarem do que estava acontecendo e quais os caminhos possíveis para solução” afirmou. O empresário agradeceu ao prefeito Laércio, ao vice Fa-

brício e aos vereadores pelo diálogo produtivo. Outro que elogiou a iniciativa foi o empresário Ramon Charles Martins, representante da RCM Locação de Máquinas. Ele contou que participou de várias reuniões junto à prefeitura para definição das propostas. “Não dá para pedir só o que é a favor nosso. Chegamos a um consenso. Só da gente estar conseguindo resolver, já é um ganho para todo mundo”, assegurou. O prefeito também reafirmou compromisso com a pauta logo no início da gestão. “É gratificante participar de um momento tão importante para nossa cidade. Fico envaidecido dessa situação estar sendo decidida rapidamente, em menos de dois meses de governo”, enfatizou Laércio. O vice-prefeito, Fabrício Lopes (Avante), afirmou que dar um retorno rápido aos empresários era uma das prioridades iniciais do governo. “Uma semana após as eleições nós fizemos contato para saber quais eram as necessidades e hoje nós estamos aqui trazendo uma proposta efetiva de solução”, ressaltou.

Inscrições para o Processo Seletivo da Uemg terminam hoje Termina hoje (26), o prazo de inscrição no Processo Seletivo próprio da Uemg (Enem anos anteriores). Nesta modalidade, a seleção considera as notas das últimas três edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018 a 2020). Estão sendo ofertadas 4.612 vagas em cursos de bacharelado, licenciatura e de tecnologia, em 16 cidades do Estado de Minas Gerais. Muitos candidatos que se cadastraram na plataforma, ainda não concluíram a inscrição. De acordo com a pró-Reitora de Graduação, professora Michelle Gonçalves Rodri-

gues, o candidato precisa estar atento para concluir todas as etapas do processo. “Após realizar o cadastro inicial, que é aquele que o candidato ou a candidata informa os dados básicos, é preciso escolher a unidade, o curso e informar a modalidade, se é ampla concorrência ou inclusão regional ou, ainda, se a opção do candidato será por concorrer a uma das vagas do Programa de Reserva (Procan)”, detalhou Michelle. Esta etapa do processo não pode ser editada posteriormente. Ainda durante o processo de inscrição, caso o candida-

to opte pelas modalidades de inclusão regional ou alguma categoria de cotas do programa de ações afirmativas, é preciso enviar a documentação exigida no edital. Por último, é preciso preencher o formulário socioeconômico. Mais informações: www. uemg.br/ingresso2021 ou acesse o QR Code.

Por conta de chuvas, Defesa Civil reforça atenção em Monlevade Cintia Araújo Tavares/AcomCMJM

REUNIÃO na Câmara debateu iluminação pública em Monlevade

Reclamações referentes ao serviço de iluminação pública nas cidades, assim como atraso no atendimento de chamados e troca de lâmpadas, devem ser fiscalizadas pelas prefeituras. A informação é da secretária executiva do Consórcio Intermunicipal Multissetorial do Médio Piracicaba (Consmepi), Christiane Linhares Vale. Segundo ela, apesar do serviço de troca de lâmpadas ser prestado pela empresa Quarck, que venceu a licitação para atender as cidades consorciadas na região, desde outubro, o gestor do contrato em cada município é a própria Prefeitura. O assunto foi pauta de reunião entre os vereadores de Monlevade e representantes do Consmepi. A demora no atendimento aos chamados de manutenção e, em especial, de trocas de lâmpadas, também foi muito questionado pelos vereadores no encontro. Os legisladores citaram como exemplo que eles pró-

prios já abriram chamados para trocas de lâmpadas por meio do telefone 0800 666 2001, canal criado exclusivamente para isto. Contudo, passados mais de 20 dias, alguns pedidos não foram atendidos. Novamente, foi reforçado pelo Consmepi a responsabilidade da Prefeitura em zelar pelo cumprimento do mandato. Além disso, Christiane deixou claro que a única forma do Consmepi acompanhar mensalmente os atendimentos feitos pela Quarck Engenharia é com o chamado aberto via 0800. “De outra forma foge ao nosso controle”, explicou. Outro ponto abordado durante a reunião é que a Quarck recebe o valor de R$3,30 fixo por mês referente a cada poste de iluminação, independente de quantas vezes seja necessária a manutenção do ponto. Diante disso, foi questionado pelos vereadores se a modernização da iluminação pública, a partir da troca de luminárias

para lâmpadas de led, não poderia ser revertida em economia para os cofres públicos e consequentemente, para a população. Contudo, foi explicado pelos representantes do Consmepi que o valor é definido a partir de licitação. Assim, é necessário novo certame para as modificações pertinentes ao preço acordado. A reunião foi em atendimento a um requerimento assinado por Thiago Titó (PDT), Fernando Linhares (DEM), Revetrie Teixeira (MDB), Bruno Cabeção (Avante), Belmar Diniz (PT) e Tonhão (Cidadania). Participaram do encontro, o presidente Gustavo Maciel (Podemos), Pastor Lieberth (DEM), Rael Alves (PSDB), Andréa da Saúde (PTB), Dr. Presunto (PDT), Marquinho Dornelas (PDT), Leles Pontes (Republicanos) e Doró da Saúde (PSD).

AcomPMJM

DEFESA Civil monitora rio Piracicaba

A Defesa Civil de João Monlevade redobrou a atenção nas áreas mais vulneráveis às fortes chuvas dos últimos dias. Segundo o coordenador do órgão municipal, Edemir Alves da Silva, as áreas de risco na cidade são acompanhadas de perto e passam por mapeamento. “Estamos fazendo algumas vistorias e orientando os moradores como devem agir em caso de algum problema. A Defesa

Civil Municipal funciona 24 horas e estamos a postos para atender à população", afirmou. As fortes chuvas do último fim de semana, que castigaram de maneira particular a cidade de Santa Maria de Itabira, também se fizeram sentir em João Monlevade. No bairro Santa Cecília, um muro caiu, e um barranco cedeu no bairro Pedreira. A Prefeitura também foi chamada aos bairros José Elói e

Industrial, e recebeu um pedido de poda no bairro Satélite. O vice-prefeito, Fabrício Lopes (Avante), esteve no bairro Santa Cruz a pedido de moradores, e os tranquilizou sobre o nível das águas do rio Piracicaba, que seguem nos parâmetros normais. Em caso de qualquer emergência, a Defesa Civil pode ser acionada 24 horas por dia pelo telefone (31) 98766-4008.


26 de fevereiro a 4 de março de 2021

6 Geral / Classificados

Professora monlevadense escreve livro que conta a morte para as crianças ANA PAULA Freitas publicou um livro para suavizar o assunto

Divulgação

1 IMÓVEIS Aluguel

APTO na av. Getúlio Vargas, em cima do Magazine Luiza, c/3 qtos (1 c/suíte), dependência. Bom p/ comércio. Tr. 987712900 _________________ APTO na av. Rodrigues Alves, bairro República, c/4 qtos (sendo 1 suíte c/banheira, 3 c/armários), banheiro social, sala p/2 ambientes, cozinha planejada, área de serviço c/armário, quarto c/banheiro, área de serviço c/ armário, 2 vagas de garagem. Tr. 3851-3596 PJ857 _________________ APTO na rua Guanabara, nº 209, bairro República, c/2 qtos, 2 banheiros, área de tanque e garagem. Tr. 99781-4345 _________________ APTO na rua Guanabara, 253, apt.106, bairro República. C/2 qtos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Tr. 3852-2048 _________________ APTO na rua Monte Santo, bairro Carneirinhos, c/3 qtos (1 suíte), banheiro social, sala conj. c/copa, cozinha, área de serviço, dependência c/banheiro, 2 vagas de garagem. Tr. 991960171 _________________ APTO na rua Santa Mônica, bairro José Elói, c/2 qtos, sala, cozinha, banheiro, área de serviço. R$400,00. Tr. Carlos 98681-8835 _________________ APTO na rua São Lucas, nº 55, atrás do Via 2000, c/3 qtos, 2 vagas de garagem, área p/ churrasco, quadra de peteca. Tr. 98771-2900 _________________ APTO na rua Timóteo, bairro Lucília, c/3 qtos, sala, cozinha, banheiro social, área de serviço, garagem, terraço. Tr. 3851-3596 PJ857 _________________ APTO no bairro Alvorada, c/3 qtos (suíte), sala p/2 ambientes, banheiro social, cozinha, área de serviço e garagem. Tr. 38515121 PJ3637 _________________ APTO no bairro Vale do Sol, rua Dona Clara, bloco 19, apt. 102, c/2 qtos, sala, cozinha e banheiro. Tr. Genivaldo 99589-0930 _________________ APTO no bairro Vale do Sol, c/3 qtos, sala, cozinha, área de serviço, banheiro social e garagem. Tr. 3851-5121 PJ3637 __________________ BARRACÃO na rua Richard,

nº 40, fundo com av. Getúlio Vargas 4.375, c/100m² livre, s/ divisória, 2 banheiros. Tr. 987712900 _________________ CASA na rua Alberto Sharlê, bairro Alvorada, c/3qtos, sala, copa, cozinha, banheiro social, área de serviço, alpendre. Parte inferior, c/ 1 qto, área de serviço e garagem. Tr. 3851-3596 PJ 857 _________________ CASA na rua Santa Mônica, bairro José Elói, c/sala, 2 qtos, cozinha, banheiro, área de serviço. R$400,00. Tr. Carlos (31) 98681-8835 _________________ CASA no bairro de Lourdes, c/3 qtos (sendo 3 suítes), sala visita, sala de jantar, banheiro social, cozinha, área de serviço interna e externa, 2 vagas de garagem e ponto comercial. Tr. 3851-5121 PJ3637 _________________ LOJA na av. Alberto Lima, 1977. Tr. 99918-5050 _________________ LOJA na rua Nereu Ramos, bairro de Lourdes c/ aprox. 44,00m²; 1 banheiro. Tr. 38513596 PJ 857 _________________ LOJA no bairro Santa Bárbara, c/aprox. 60m², banheiro. Tr. 3851-5121 PJ3637 _________________ QUITINETE atrás do EPA. Tr. 99781-4345/99602-6759 _________________ QUITINETE na av. Getúlio Vargas, c/1 qto, sala, cozinha e banheiro social. Tr. 3851-5121 PJ3637 _________________ QUITINETE na rua Guanabara, 209, República. Tr. 997814345/99602-6759 _________________ QUITINETE na rua José Rafael dos Santos, bairro Lucília, c/1 qto, sala, cozinha, banheiro, garagem p/moto. Tr. 3851-3596 PJ857 _________________ QUITINETE na rua Mumbica, bairro José Elói. Tr. Luzia 38524190/98010-4190 ___________________ QUITINETE na rua Olinda Dias Fernandes, bairro Santa Bárbara. Tr. Luzia 3852-4190/980104190 _________________ QUITINETE no bairro Carneirinhos, c/1 qto e banheiro. Tr. 3851-5121 PJ3637 _________________ QUITINETES (novas) na av. Getúlio Vargas, nº 4.375, bairro Carneirinhos. Tr. 98771-2900 _________________ QUITINETES (2) novas na rua do Andrade, bairro José Elói, c/ garagem. Tr. 3852-4190/980104190 _________________ RESTAURANTE montado, onde funcionava o Buteco da Vila, em frente à Funcec. Tr. 98771-2900 _________________ SALA na av: Getúlio Vargas, bairro Carneirinhos, c/ aprox. 30 metros, banheiro.Tr. 3851-3596 PJ 857 _________________ SALA na av. Wilson Alvarenga, c/banheiro e área de 35m². Tr. 3851-5121 PJ3637 _________________ SALA na av. Wilson Alvarenga, no edifício São Gonçalo. Tr. 3851-5121 PJ3637

A morte nunca é dos assuntos mais agradáveis. Há mesmo quem prefira nunca falar sobre o universal destino das gentes. Mas se falar sobre a morte com adultos nunca é fácil, é tarefa ainda mais árdua a se fazer com as crianças. Pensando nisso, a professora monlevadense Ana Paula Freitas, 44, publicou um livro para suavizar o assunto e trata-lo de maneira mais fácil com o público infantil. Ana Paula participa em um projeto de educação desenvolvido pela paulista Estante Mágica, que estimula a escrita de livros em parceria por mestres e alunos. Desde criança, ela sempre foi muito ligada à leitura, e percebeu a oportunidade de construção de uma obra que abordasse justamente o falecimento, mas com uma

2 IMÓVEIS Compra e Venda

APTO na rua Etelvino Rocha, bairro Vale do Sol, c/3 qtos (sendo 2 c/móveis planejados), banheiro, cozinha planejada, uma vaga na garagem. Tr. Mauro 99946-9636 _________________ APTO na rua Gomes Batista, 639, apt. 202, bairro Lourdes, c/2 qtos (c/armários), sala, cozinha, banheiro, área de serviço, 1 vaga de garagem. Tr. 985101759/98201-0840 _________________ APTO na rua Guanabara, nº 209, bairro República, c/2 qtos, 2 banheiros, área de tanque e garagem. Tr. 99781-4345 _________________ APTO no bairro Carneirinhos, c/3 qtos (sendo 1 suíte), sala, copa, cozinha, área de tanque, banheiro social, varanda, 1 vaga de garagem. Tr. 38513596 PJ857 _________________ APTO no bairro Teresópolis, c/3 qtos (sendo 1 suíte e 2 sacada), sala, cozinha, área de serviço, banheiro social, 2 vagas de garagem. Tr. 3851-3596 PJ 857. _________________ APTO no bairro Vale do Sol, c/3 qtos, sala, cozinha, área de serviço, banheiro social e garagem. Tr. 3851-5121 PJ3637 _________________ ÁREA no bairro Vale da Serra, medindo 13.000,00 m², c/ projeto aprovado e registro em cartório conforme matrícula de n°14.721. C/escritura. Tr. 38513596 PJ857 _________________ CASA em São Gonçalo do Rio Abaixo, c/2 qtos, toda murada. Aceita-se carro. R$120 mil. Tr. 97510-2426/99607-9699 _________________ CASA na av. Aeroporto, c/3 qtos (sendo 1 suíte), sala p/2 ambientes, banheiro social, cozinha planejada, área de serviço, área gourmet, garagem p/3 carros. Tr. 3851-5121 PJ3637 _________________ CASA em Capela Branca c/ 3 qtos, sala, banheiro social, cozinha, área c/ fogão a lenha, churrasqueira na varanda, quarto de despejo, piscina, quiosque, área de lazer, área de churrasco próximo a piscina com outro fogão a lenha, com mesa e bancos, pequeno quintal com pés de frutas, casa toda murada. Tr. 3851-3596 PJ 857. _________________

abordagem mais leve, pois, para ela, é cruel falar sobre a morte de maneira explícita. Daí surgiu “A Estrela que Somos e a Que Vamos nos Tornar”. Ana Paula baseou-se numa explicação que sempre ouviu quando criança sobre o destino das pessoas falecidas: “Sempre me disseram que, quando alguém morre, torna-se uma estrela”. A pandemia, que não poupou o mundo de imagens de agonia e morte, tornou-se mais uma razão para que o tema seja discutido com os pequenos: “Este é um momento delicado. Amanhã pode ser tarde”. Um dos objetivos da professora é estimular a leitura entre os pequenos, pois, em sua opinião, as crianças são o fruto do meio em que crescem, e

CASA na av. Isaac Cassimiro Gomes, nº 1667, Loanda. Tr. 3850-8405/98011-3482 _________________ CASA na av. W3, nº 125, bairro Loanda, c/3 qtos, sala, copa, cozinha, banheiro, área. Tr. Maria Francisca 38510793/99149-8115 _________________ CASA na rua Palmeiras, 178, bairro Alvorada, c/510m², 8 qts, 3 salas, 6 banheiros, sendo 3 suítes. Garagem p/2 carros. Área livre no lote de 150m². Aceita-se troca por apartamento em Monlevade ou Belo Horizonte, ou lote. Tr. 987652269 ___________________ CASA no bairro Loanda, ótima Oportunidade! Casa residencial com 3 qtos,( sendo 1 suíte), sala de visita, banheiro social, sala de jantar, cozinha planejada, área de serviço, varanda,quintal,2 vagas de garagem. 3851-3596 PJ 857. ___________________ CASA no bairro Paineiras c/2 pavimentos. 1º pav. c/sala p/2 ambientes, 1 quarto, banheiro social, copa, cozinha planejada c/bancada, lavanderia, área de serviço, quintal, piscina, área de festa, sauna, 5 vagas de garagem. 2º pav. c/3 qtos (sendo 1 suíte c/hidro e sacada, 1 c/closet, 1 c/varanda), banheiro social, sala de TV. Tr. 3851-3596 PJ857 _________________ CASA no bairro Paineiras, c/ área de 307m² e lote 388m², sendo frente de 14m e fundos área verde c/42m². Tr. 38515121 PJ3637 _________________ CASA no bairro República, c/4 qtos (sendo 1 c/suíte e 2 c/ armários planejados), cozinha grande, varanda, área de lavanderia no terraço, piscina e sauna. Dependência p/empregada c/banheiro, garagem p/3 carros. Tr. 98674-4388 _________________ CASA/GALPÃO no bairro Nossa Senhora da Conceição, área construída c/aprox. 327m², 2 lotes c/área total de 600m². Tr. 3851-5121 PJ3637 _________________ CHÁCARA em Bom Jesus do Amparo, Lago Azul, antigo Morro Redondo. C/7 qtos, 3 banheiros, 2000m². Tr. 996266721/99853-5985 _________________ CHÁCARA no bairro Boa Vista, c/casa, 1200m². Tr. 987040531 _________________ CHÁCARAS (4) de 5 mil metros cada em São Gonçalo do Rio Abaixo, perto da Porteira Amarela. Valor a combinar. Aceita-se carro. Tr. 38510102/98962-0102 _________________ LOJA, sobreloja e quintal na av. Alberto Lima, 1977. Área total de 714m². Tr. 99918-5050 _________________ LOTE na rua Castanheiras, bairro Sion, c/360m². Tr. 98758-0195 _________________ LOTE no bairro Cidade Nova, urbanizado, c/360m². Tr. 98758-0195 _________________ LOTE no bairro Cidade Nova, c/390m², na rua 38, quadra 19. R$100 mil. Tr. 98912-9665 _________________

LOTE no bairro Metalúrgico. Tr. c/Edna ou Daniel 3851-0102 _________________ LOTE no loteamento Parques do Vale, ao lado da Lagoa Silvana, em Ipatinga, c/área total de 376m², em área residencial. C/escritura. R$120.000,00. Somente interessados. Tr. José Luiz (31) 99963-0778 _________________ LOTES no bairro Sion, c/ área de 360m². Tr. 3851-5121 PJ3637 _________________ PONTO COMERCIAL na av. Alberto Lima, nº1977, loja, sub loja e quintal. Área 714m². Tr. 99918-5050 _________________ PRÉDIO de 3 andares na av. Cândido Dias, bairro Loanda, nº1513 (possui 3 aluguéis). Tr. Edmilson 97501-8265 _________________ QUITINETE toda mobiliada no bairro Rosário, rua Angelina Ponce Martins, c/quarto, sala, cozinha, banheiro, c/52m². R$160 mil. Tr. 98721-8650 _________________ QUITINETE em Carneirinhos, com suíte planejada, sala, cozinha planejada conjugada com área de serviço. 3851-3596 PJ 857 _________________ TERRENO c/7 hectares, casa colonial, ou chácaras. Na região de Abre Campo. Aceita-se troca no negócio. Tr. c/Edna ou Daniel 3851-0102 _________________ TERRENO em São Gonçalo do Rio Abaixo, c/2,5 hectares c/muita água de nascente. Tr. 97510-2426/99607-9699 _________________ TERRENO no bairro José Elói, c/190m². R$45 mil. Aceita-se moto ou carro de menor valor como parte do pagamento. Tr. 98721-8650

3 VEÍCULOS VENDE-SE Fiat Punto Sporting, 1.8, 2015/2016. 2º dono. Tr. (31) 99233-5021

um lar com pais que lêem terá filhos leitores. Ana Paula já lecionou nas escolas municipais Germim Loureiro (Vale do Sol) e Cicinha Moura Siman, no Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Luz aos Pequeninos, na Escola Estadual Luiz Prisco

de Braga, além de instituições em Nova Era e São Gonçalo do Rio Abaixo. “A Estrela que Somos e a que Vamos nos Tornar” é uma edição independente, e está disponível em versão impressa para venda direta pelos telefones (31) 3851-3170 e (31) 98847-8819.

Faz saber que pretendem se casar: REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE MINAS GERAIS Registro Civil das Pessoas Naturais Oficial Titular: Rosa Maria Bedetti Frade Tavares - Rua Brasília, n. 91, Lucília 35930-010 - João Monlevade - MG Edital de Fora- ANDRÉ VASCONCELOS FERREIRA, maior, Vendedor, residência Rua Anapólis, nº 258, Loanda, João Monlevade-MG, filho(a) de JOAO ANTÔNIO FERREIRA e FÁTIMA APARECIDA VASCONCELOS FERREIRA; e TALITA DOS SANTOS DIAS, maior, Auxiliar administrativo, residência Rua São João, nº 45, José Fernandes de Castro, São Domingos do Prata-MG, filho(a) de JOSÉ PAULO DIAS e VANDERLÉIA DAS GRAÇAS DOS SANTOS DIAS; 020154 - LUÍS GUSTAVO NAZARIO MOREIRA, maior, Motorista, residência Rua Cruzeiro do Sul, nº 340, Estrela Dalva, João Monlevade-MG, filho(a) de WARLEY APARECIDO MOREIRA e MARIA IVANIA NAZARIO MOREIRA; e GISELE DO CARMO FAGUNDES, maior, Bilheteira, residência Rua Estrela Guia, nº 213, Santa Cecília, João Monlevade-MG, filho(a) de SEBASTIÃO FAGUNDES e MARLENE DE JESUS EUSÉBIO FAGUNDES; 020155 - BRENO MACHADO DIAS, maior, Engenheiro Eletricista, residência Rua Juscelino Kubitschek, nº 426, República, João Monlevade-MG, filho(a) de ALESSANDRO HERCÍLIO DIAS e CRISTIANE ALESSANDRA MACHADO; e JOYCE ALANA SILVA CARVALHO COTA, maior, Engenheira de Produção, residência Rua Viçosa, nº 202, Belmonte, João Monlevade-MG, filho(a) de JÉSUS DO NASCIMENTO CARVALHO COTA e CLÁUDIA MARIA DA SILVA NASCIMENTO CARVALHO COTA; 020156 - GUSTTTAVO HENRIQUE VALADARES VIEIRA, maior, Ajudante de motorista, residência Rua Andrômeda, nº 37, Estrela Dalva, João Monlevade-MG, filho(a) de MANOEL VIEIRA e ANA MARIA VALADARES VIEIRA; e CRISLAINE MARGARIDA DO CARMO FAUSTINO, maior, Professora, residência Rua Andrômeda, nº 37, Estrela Dalva, João Monlevade-MG, filho(a) de GERALDO QUILISOSTE FAUSTINO e MARLENE MARGARIDA DO CARMO FAUSTINO; 020157 - CRISTIAN SANTOS DE ARAÚJO, maior, Prensista, residência Rua Santa Mônica, nº 64, José Elói, João Monlevade-MG, filho(a) de JOSÉ LUIZ DE ARAÚJO e GIZELE DOS SANTOS ARAÚJO; e CAROLINA DE CÁSSIA CARVALHO MAIA, maior, Engenheira Civil, residência Rua Abre Campo, nº 132, Rosário, João Monlevade-MG, filho(a) de DEIBLISON ANDERLLI MAIA e MARGARIDA DAS GRAÇAS CARVALHO MAIA; 020158 - GERALDO GOMES DA SILVA, maior, Pedreiro, residência Rua São Bernardino, nº 763, Apto 304, Bloco 6, Serra, João Monlevade-MG, filho(a) de DANIEL GOMES DA SILVA e HILDA EULÁLIA DA SILVA; e LUCIMAR APARECIDA DA SILVA, maior, Secretária, residência Rua Tiradentes, nº 41 A, José Elói, João Monlevade-MG, filho(a) de NADIR BENÍCIO DA SILVA e MARIA APARECIDA DA SILVA; 020159 - CARLOS HENRIQUE GUIMARÃES DE FREITAS, maior, Engenheiro de minas, residência Rua Hamacek, nº 63, Lucília, João Monlevade-MG, filho(a) de VICTOR HUGO DE PAULA FREITAS e MARIA ELIZABETH GUIMARÃES DE FREITAS; e FLÁVIA LAÍS DIAS OLIVEIRA, maior, Engenheira de minas, residência Rua Raquel Resende Greco, nº 205, Monsenhor Otaviano, Santo Antônio do Monte-MG, filho(a) de JOSÉ ANSELMO DE OLIVEIRA e REGINA ANTÔNIA DIAS OLIVEIRA; 020160 - MOISÉS FERREIRA SILVA, maior, Motorista, residência Rua Gata Sul, nº 793, Vera Cruz, João Monlevade-MG, filho(a) de MÁRIO ANTÔNIO SILVA e MARIA GERALDA SILVA; e ELINEIA FERNANDES DA LUZ, maior, Caixa, residência Rua Gata Sul, nº 793, Vera Cruz, João Monlevade-MG, filho(a) de EDIMARIO LEMES FERNANDES e EDNA APARECIDA DA LUZ FERNANDES; 020161 - MARCO TÚLIO DE SOUZA SILVEIRA, maior, Corretor, residência Rua Joana D´arc, nº 262, Apto 301, Alvorada, João Monlevade-MG, filho(a) de GERALDO NERES DA SILVEIRA e MARIA HELENA DE SOUZA SILVEIRA; e RONISE ARAÚJO ALVES, maior, Psicologa, residência Rua 29 de junho, nº 930 A, José Elói, João Monlevade-MG, filho(a) de LUIZ ALVES DOS SANTOS e ROSÂNGELA MARIA ARAÚJO; 020162 - LEANDRO JÚNIO DA FONSECA, maior, Pintor, residência Rua Mendes Pimentel, 190, Primeiro de Maio, João Monlevade-MG, filho(a) de ANDELSON FONSECA e CREUZA LUZIA DE LEMOS; e BRUNA BEATRIZ DO NASCIMENTO, maior, Confeiteira, residência Rua Dinorah Magalhães de Sá, 119, Planalto, João Monlevade-MG, filho(a) de PAULO FRANCISCO DO NASCIMENTO e SOLANGE BEATRIZ MORAES; 020163 - ERIVELTON DE PAULA SIQUEIRA, maior, Pedreiro de saneamento, residência Rua José Cassimiro, 129 B, Ipiranga, João Monlevade-MG, filho(a) de EVARISTO SIQUEIRA e EDITE MARIA SIQUEIRA; e GISLAINE DE ASSIS RODRIGUES, maior, Técnica em Química, residência Rua José Cassimiro, 129 B, Ipiranga, João Monlevade-MG, filho(a) de JOÃO RODRIGUES FILHO e EUNICE MARIA DE ASSIS RODRIGUES; 020164 - MAXIMILIANO TALLES PASCOAL LUCIANO, maior, Eletricista, residência Rua Noruega, 230 A, Cruzeiro Celeste, João Monlevade-MG, filho(a) de ARCANJO LUCIANO FILHO e REGINA CLÁUDIA PASCOAL LUCIANO; e BRUNA VANESSA SOUZA MARTINS, maior, Cabeleireira, residência Rua Noruega, 230 A, Cruzeiro Celeste, João Monlevade-MG, filho(a) de ALBERTO DE SOUZA MARTINS e MARIA DE FÁTIMA SOUZA MARTINS; 020165 - JÚNIOR GERALDO DA SILVA, maior, Autônomo, residência Rua Andes, 344, Promorar, João Monlevade-MG, filho(a) de JOSÉ MARCOS DA SILVA e ANTÔNIA DA CRUZ SILVA; e DÉBORA DA SILVA SOARES, maior, Auxiliar Administrativo, residência Rua Matipó, 667, Belmonte, João Monlevade-MG, filho(a) de JOSÉ DARI SOARES e NEIDE APARECIDA DA SILVA SOARES;

Os contraentes apresentaram os documentos exigidos pelo art.1525 do Código Civil Brasileiro. Se alguém souber de algum impedimento, que os impeçam de se casar, que o faça na forma da Lei: João Monlevade 25/02/2021 ROSA MARIA BEDETTI FRADE TAVARES Oficial do Registro Civil Cartosoft - Automação de Cartórios do Registro Civil | www.cartosoft.com.br


26 de fevereiro a 4 de março de 2021

PM prende duas em Nova Era por saquearem caminhão roubado Duas mulheres foram parar na cadeia na quarta-feira (24), em Nova Era, por saquearem parte da carga de um caminhão tombado. A Polícia Militar foi informada de que vários produtos provenientes de saque estavam em uma casa na rua Projetada, no bairro Nova Vila. Por volta das 7 horas, viaturas do 4º Pelotão, do CPM e de Bela Vista de Minas deslocaram-se até o local apontado na denúncia, encontrando duas mulheres, de 27 e 31 anos, que foram presas

em flagrante. Na casa, havia 40 pares de sapatos Molequinha, 22 da marca Sérgio’s, 20 da marca Beira Rio, nove da marca Spatifilus, dez da marca Activita e cinco da marca Rafarillo, que também tinha 10 pares de meias e dez cintos. Também foram apreendidos um par de sandálias e vinte pares de sapatilhas da marca Moleca, 21 pares de sandálias da marca Molequinha, 11 cartões (“chips”) para celulares da operadora

Tim, nove toalhas, duas torneiras com filtro, 231 balões metalizados e um pneu. A lista de capturas da PM continua com 36 registros de pressão, uma sacola com cinco roupas e 64 sacolas com uma peça de roupa cada, uma sacola com um pé de um calçado da marca Sérgio’s, um registro de gaveta, três torneiras, quatro cintos, 29 caixas de calçados da marca Moleca e 39 da marca Beira Rio.

Rapaz é assassinado no Estrela Dalva e PM apreende menor Um rapaz de 26 anos foi executado na madrugada de domingo (21) em João Monlevade. Segundo a Polícia, a vítima estava em um bar na rua Andrômeda, no bairro Estrela Dalva, quando, por volta das 4h15, um Volkswagen Gol passou em frente ao estabelecimento e em seguida voltou. Neste instante, um dos passageiros efetuou diversos tiros, que atingiram a vítima fatalmente. Os assassinos imediatamente fugiram no carro. Populares socorreram o rapaz ao Hospital Margarida,

mas restou aos médicos apenas constatar o óbito. Acionada, a Polícia Militar logo iniciou o rastreio, e foi informada de que o mesmo veículo teria passado em frente ao bar por várias vezes em alta velocidade e com os ocupantes disparando ao ar. Viaturas foram mobilizadas e logo encontraram e cercaram o Gol. Os passageiros abandonaram o carro na rua Marquês de Marialva e fugiram a pé. Os policiais conseguiram capturar um adolescente de 17 anos, que, em depoimento

prestado na presença de sua mãe, disse ser o proprietário do carro, adquirido na semana passada. Questionado se tinha envolvimento no homicídio ou se havia emprestado o automóvel a alguém, ele não respondeu. O carro tinha perfurações de bala no pára-brisa e no banco dianteiro do lado do passageiro, e foi removido para o pátio da Polícia Civil. Dois envolvidos no crime, ambos com 19 anos, já foram identificados e estão sendo procurados.

PM, PMRv e PRF evitam execução e apreendem R$26 mil em bebidas furtadas A união entre a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) resultou na apreensão de mais de 135 garrafas de bebida alcoólica em Nova Era. Os policiais foram informados de que um carro branco, com quatro ocupantes, estava saindo de Belo Horizonte com destino à região de João Monlevade para cobrar de uma mulher uma dívida relativa ao tráfico de drogas, tendo até a intenção de matá-la. Então, militares da 17ª Companhia de Polícia Militar Independente e da 1ª e da 12ª Companhia da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), além de policiais rodoviários federais, fizeram uma operação conjunta para deter o quarteto. O veículo foi abordado e interceptado no quilômetro 424 da BR-381, em Nova Era. Uma verificação revelou que o carro, um Chevrolet de placas QPM-9220, era clonado, e seu registro original continha uma indicação de roubo. A varredura também demonstrou que, pouco an-

Divulgação/PMMG

MAIS de uma centena de calçados foram apreendidos com saqueadoras

Detentos de Monlevade prestam Enem Nove detentos do presídio de João Monlevade prestaram na terça e quarta-feira (23 e 24) o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo o diretor da unidade, Melquíades Moreira, a prova é ofertada para presos de todos os regimes. Caso sejam aprovados, eles podem fazer o curso à distância ou presencialmente, desde que consigam uma autorização especial do juiz. O exame foi prestado em uma sala reservada, seguindo os protocolos de segurança para a Covid-19. Em todo o Brasil, mais de 46 mil presos realizaram a prova do Enem em suas unidades prisionais.

Divulgação

DETENTOS fazem provas no presídio de Monlevade

Com mandados em aberto, dupla acaba presa em Itabira

Divulgação/PMMG

POLICIAIS estiveram em quatro bairros para cumprir mandados

Divulgação/PMMG

BEBIDAS haviam sido furtadas de caminhão

tes de serem presos, os ocupantes haviam furtado uma carga de bebidas, avaliada em R$26.800,00. Foram apreendidas 93 garrafas de uísque Red Label, 11 de uísque Bell’s, 10 de uísque Bla-

ck Label, 6 de uísque Green Label, 13 de gim Gordon’s e duas de vodca Ciroc. O legítimo dono do veículo reconheceu dois dos ladrões que roubaram seu carro.

Após denúncia anônima, polícia prende homem com armas e munições calibre .20, sete munições de revólver calibre .32 e 19 cartuchos diversos deflagrados. O homem, que não teve a identidade divulgada, foi preso por posse ilegal de arma de fogo e encaminhado à delegacia de Polícia Civil. (Com informações itabiranet.com.br) Itabiranet.com.br

ARMAS e munições foram apreendidas pelos militares

A Polícia Miitar prendeu, na quarta-feira (24), um homem, de 49 anos, com armas e grande quantidade de munições na localidade de Boa Vista, zona rural de Barão de Cocais. Os militares chegaram ao local após receber denúncia anônima.

Polícia 7

No local apontado pelo denunciante, os militares encontraram duas armas de fogo, sendo uma espingarda, da marca Rossi, calibre .32 e um revólver, do mesmo calibre. Os militares apreenderam ainda 22 cartuchos de munição calibre .32, três de calibre .36, cinco de

Dois homens foram presos na manhã de quarta-feira (24) numa ação de cumprimento de mandados judiciais em Itabira. Policiais militares estiveram nos bairros Hamilton, Praia, Santa Ruth e Vila São Joaquim,

e prenderam dois homens, de 21 e 25 anos, por porte ilegal de arma, tráfico de drogas e associação criminosa. Foram apreendidas 12 buchas e um pé de maconha, um revólver calibre .38 com quatro balas,

uma pistola Taurus calibre .380 com oito munições, três telefones celulares e R$344,00 em dinheiro. A dupla e todo o material apreendido foram remetidos à Delegacia de Polícia Civil.

PM apreende 40 porções de maconha no Novo Cruzeiro A Polícia Militar apreendeu várias porções de maconha no último dia 18 no bairro Novo Cruzeiro, em João Monlevade. Por volta das 21h30, a Polícia Militar foi verificar uma denúncia de que um rapaz de 19 anos estaria usando a sua casa, na rua Marquês de Porto Seguro, para traficar drogas. No local, os policiais encontraram duas sacolas com porções grandes, um pote plástico com uma porção média e 37 porções pequenas de maconha. Também

Divulgação/PMMG

DENÚNCIA levou PMs a apreender a maconha

foram apreendidos uma lâmina de barbear, uma balança de precisão, um rolo de plástico-filme e

diversas embalagens para “geladinho”, usadas para acondicionar o tóxico.


26 de fevereiro a 4 de março de 2021

8 Geral

Mauri Torres é internado com Covid-19 O ex-deputado estadual e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG), Mauri Torres, foi internado nesta quarta-feira (24) no Hospital Madre Teresa, em Belo Horizonte, após ser diagnosticado com o coronavírus. Segundo familiares, seu estado de saúde é estável e Mau-

ri passa bem, mas os médicos optaram pelo recolhimento ao hospital como uma forma de prevenir qualquer possível complicação. Conforme o filho dele, o ex-prefeito Teófilo Torres, os médicos afirmaram que ele teve uma melhora significativa ontem (25). No entanto, ainda não tem previsão de quando deixa-

rá o hospital, embora esteja respondendo bem ao tratamento. Mauri Torres tem 70 anos e foi deputado estadual por seis mandatos, sempre tendo o Médio Piracicaba como base eleitoral. Filiado ao PSDB, foi um dos maiores cabos eleitorais de candidatos tucanos a prefeituras na região. Em 2011, foi escolhido con-

selheiro do Tribunal de Contas do Estado, órgão que presidiu entre 2019 e 2021. Na semana passada, ele deixou a presidência com legado de fortalecimento das ações pedagógicas, incentivo às boas práticas de gestão, inovação tecnológica e fortalecimento das atividades de controle externo.

Monlevade reforça apoio à Reforma Psiquiátrica

PIONEIRO, SÉSAMO É REFERÊNCIA NA LUTA ANTIMANICOMIAL O município de João Monlevade aderiu à defesa da Reforma Psiquiátrica Brasileira e do Sistema Único de Saúde (SUS). Nesta semana, o prefeito Laércio Ribeiro (PT) e o vice-prefeito Fabrício Lopes (Avante) endossaram carta direcionada a todos os prefeitos do país, elaborada para sensibilizar os gestores municipais contra o corte de recursos destinados as políticas antimanicomial. A redução dos repasses, tem resultado na desarticulação da rede de atenção psicossocial, que abrange os Centros de Atenção Psicossocial (Caps), tais como o Sésamo de João Monlevade. O prefeito Laércio Ribeiro recordou o compromisso de investir no Sésamo. “É um serviço que para nós é muito importante, porque fomos um dos primeiros municípios a implantá-lo, ainda na gestão do ex-prefeito Leonardo Diniz (PT). Por este motivo, João Monlevade tornou-se referência na luta antimanicomial”, salientou. Direcionado aos prefeitos de todo o país, o documento

Reprodução

MAURI está hospitalizado, mas passa bem

Sérgio Henrique - Acom PMJM

PREFEITO Laércio assina documento durante reunião no Sésamo

é uma iniciativa da Rede Nacional Internúcleos da Luta Antimanicomial (Renila), Fórum Mineiro de Saúde Mental, Associação dos Usuários dos Serviços de Saúde Mental de Minas Gerais (Asussam) e diversas entidades engajadas na luta antimanicomial. Ao entregar o documento, a coordenadora da Saúde Mental

do município, Eliana Bicalho, explicou que devido a diminuição dos recursos, a reforma psiquiátrica passa por um momento delicado. Desde 2011 que os Caps não recebem qualquer aumento financeiro nas verbas destinadas ao serviço. “No fim de 2020, o Ministério da Saúde propôs a revogação de mais de 100 portarias ministeriais sobre saúde mental e atenção psicossocial que causaria um grande retrocesso no setor. O ministério recuou após as manifestações de diversas entidades”, argumentou.

ATENDIMENTO Atualmente o Sésamo realiza uma média de 30 a 40 atendimentos diários e funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 18h. A equipe é formada por três psiquiatras, quatro psicólogos, um enfermeiro, um auxiliar administrativo, um vigia, um terapeuta ocupacional, dois farmacêuticos,

cinco técnicos em enfermagem e um motorista. O Sésamo atende casos graves em saúde mental, pacientes em crises e casos de urgência. São oferecidos atendimentos psicológicos e psiquiátricos, além de atendimento em domicílio, terapia ocupacional, enfermagem e cuidados farmacêuticos. Além do prefeito e do vice-prefeito, participaram da visita a secretária de Saúde, Mirellié Marcenes Santos e a primeira dama Rosângela Ribeiro.

Profile for jan regional

Edição 2622  

Edição 2622  

Advertisement