Page 1

13 MAR

ANO 10 Nº 2399 „ TERÇA-FEIRA „ DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

2018

CONVERSA DE PESCADOR Com a proximidade da semana santa brasilienses se movimentam na busca pelo prato símbolo da data. A produção da iguaria tem crescimento nacional. Desde 2017, a Secretaria da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural – SEAGRI, promove cursos de cultivo de peixes, visto que os brasilienses consomem mais peixes que a produção local consegue atender. PÁGINA 7

A RECEITA NÃO Começou o período de entrega da DIRPF – Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda 2018, ano base 2017 – e, com isso, o medo por parte dos contribuintes de caírem na malha fina. A preocupação de evitar de cair na "peneira" da Receita Federal deve ser grande, pois em 2017 foram 747.500 contribuintes que ficaram nessa situação.

PERDOA PÁGINA 4

BANCOS DE LEITE CLAMAM POR DOAÇÕES

UMA FALCATRUA A CADA 16,6 SEGUNDOS

O leite humano coletado pela Secretaria de Saúde tem sido em quantidade abaixo do esperado. Essencial para a recuperação do quadro clínico de crianças internadas em unidades de Neonatologia, a pasta faz um alerta para que as mulheres que amamentam sejam doadoras.

Levantamento feito pelo Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude mostra que em janeiro de 2018, foram registradas no Brasil 161.097 tentativas, representando uma alta de 7,1% em relação a dezembro de 2017. Golpistas podem estar lançando mão do estímulo ao consumo de crédito.

PÁGINA 3

PÁGINA 7

AÇÃO SUSTENTÁVEL BEM-VINDA Distrito Federal ganha programa de descarte correto de lâmpadas de uso doméstico. A iniciativa já conta com 13 locais para realizar a entrega das peças, que englobam as de tipos fluorescentes compactas e tubulares, de vapor de mercúrio, sódio ou metálico e luz mista. PÁGINA 7

SEMANA COMEÇA COM PARALISAÇÃO Muitas agências dos Correios funcionam normalmente no Distrito Federal apesar da greve de servidores iniciada ontem (12), em todo o país. Ainda não há balanço da paralisação, mas a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), dá conta de que a adesão é maior no setor de entrega, onde estão concentrados os carteiros. PÁGINA 3

Valter Luís


2

J T E R Ç A - F E I R A ,

13

DE MARÇO DE

2018

acional N Fernando Frazão/Agência Brasil

Fraude em benefícios rurais

Corrupção, o mal do brasileiro O presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, afirmou ontem que a “propensão à corrupção” é uma “chaga brasileira”. Ao participar da abertura do evento Ouvidoria 3.0, ele destacou a importância das denúncias feitas às ou-

vidorias para o combate à corrupção no Brasil. Como exemplo, Rabello de Castro citou o próprio BNDES, cuja ouvidoria recebe inúmeras denúncias sobre a atuação do banco. “As denúncias têm grau de apuração extremamente elevado. O BNDES se orgulha de processar respostas em, no máximo, três

R$190 milhões em apoio a venezuelanos

Próximos de acordo definitivo

O governo federal publicou na Edição do Diário Oficial da União desta segunda-feira (12), uma Medida Provisória (MP) que destina crédito de R$190 milhões em auxílio a ações humanitárias em prol dos milhares de venezuelanos que chegaram a Roraima. A MP foi assinada pelo presidente Michel Temer na sexta-feira (9). O crédito foi concedido em caráter extraordinário e será repassado ao Ministério da Defesa para custear medidas de assistência emergencial e acolhimento humanitário. Roraima vem recebendo desde 2015 devido à crise social, política e econômica, cidadãos venezuelanos que buscam no Brasil melhores condições de sobrevivência.

O presidente Michel Temer disse hoje (11) que após 19 anos de tratativas, o Mercosul e a União Europeia estão próximos de fechar um acordo “em definitivo”. Ele participou no (11) da cerimônia de posse do presidente eleito do Chile, Sebastián Piñera, em Valparaíso. Segundo Temer, ainda faltam alguns pontos para resolver e fechar um tratado de livre comércio com os europeus. O Mercosul busca diminuir as barreiras tarifárias para produtos como grãos e

ALO

alimentos, dos quais são grandes exportadores. “Temos alguns pequenos pontos para ainda resolver, mas os chanceleres da União Europeia e do Mercosul vão se reunir muito proximamente. Eu acho que, depois de 19 anos, foi isso que eu e o Macri concordamos. Nós talvez fechemos, em definitivo, o acordo Mercosul e União Europeia”, disse o presidente, após ter se reunido com o presidente da Argentina, Maurício Macri.

R$ 1,25 mi em pesquisa „ O Ministério da Educação investirá R$ 1,25 milhão no projeto “Pesquisa clínica e básica no âmbito das doenças gastro-hepáticas crônicas”, do Instituto do Fígado e de Transplantes de Pernambuco (IFP) e da Universidade de Pernambuco (UPE). O anúncio foi feito pelo ministro Mendonça Filho, na manhã de ontem, juntamente com representantes da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), autarquia vinculada ao MEC, na sede do IFP, no Recife.

BRASÍLIA

JORNAL

dias úteis, quando, na lei, temos até 10 dias. No campo das denúncias, temos tido um sucesso bastante grande na elucidação de vários casos.”, disse. Promovido pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União, o evento Ouvidoria 3.0 vai até amanhã (13) na sede do BNDES, no centro do Rio.

Alô Brasília Comunicação Ltda. CNPJ: 09612937/0001-92 Matriz: Setor de Autarquias Sul (SAUS), Quadra 5, Bloco K, nº 17, Ed. Ok Office Tower, 13º andar. Asa Sul, Brasília, DF - CEP: 70.070-050 Telefone: 3335-9200 comercial@alo.com.br

ALO

A Polícia Federal (PF) deflagrou ontem a Operação Terra Prometida, que investiga um esquema de fraude de aposentadorias de trabalhadores rurais. Pela manhã, mais de 80 policiais federais cumprem 24 mandados judiciais, sendo três de prisões temporárias e 21 de busca e apreensão, nos municípios alagoanos de Delmiro Gouveia, Água Branca e Canapi. O grupo criminoso teria acarretado um prejuízo de mais de R$ 500 mil aos cofres públicos por meio de 21 benefícios obtidos de maneira fraudulenta. A estimativa é que esse valor chegue a mais de R$ 2 milhões quando acrescido do material apreendido na manhã de ontem. A ação é um trabalho conjunto com a Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda e o Ministério Público Federal. Os crimes atingem, segundo nota da PF, benefícios relacionados a aposentadorias concedidas por idade.

Charge

Valter Luís

R$ 52 milhões, nesta quarta „ A Mega Sena voltou a acumular. No concurso 2.021, sorteado na noite do último sábado (10), em Palmeira dos Índios, Alagoas, saíram as dezenas 7, 14. 32, 37, 40 e 60. A quina teve 101 acertadores e pagará a cada um R$ 35.079,74. Com 6.982 acertadores, a quadra pagará a cada um prêmio de R$ 724,93. Para o próximo concurso, cujo sorteio será quarta-feira (14), o prêmio está estimado em R$ 52 milhões.

Segurança é prioridade na Câmara e no Senado „ Prioridade do Congresso, os projetos na área de segurança devem dominar a pauta da semana. No Senado, entre as três propostas que estão prontas para votação hoje (13) no plenário está o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 8/2016, que endurece de um terço à metade o tempo da prisão, a pena por feminicídio nos casos em que esse crime for praticado em descumprimento de medida protetiva de urgência prevista na Lei Maria da Penha. Se o delito for praticado contra pessoa com doença degenerativa ou que cause vulnerabilidade, ou se for cometido na presença física ou virtual de descendente ou de ascendente da vítima, a pena também será aumentada.

Reforma pode ir mais adiante O deputado federal Arthur Maia (PPSBA), relator da Reforma da Previdência na Câmara, disse ontem acreditar que o próximo governo terá capital político suficiente para aprovar a reforma, mas previu que ela será mais profunda do que a que está em discussão. Maia participou do seminário Reforma da Previdência: uma reflexão necessária, na Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro. Na opinião do parlamentar, o próximo governo terá condições políticas de fazer uma

DIREÇÃO

EDITOR-CHEFE

PRESIDENTE Hélio Queiroz

Hélio Queiroz

COORDENADOR DE REDAÇÃO

DIRETOR EXECUTIVO Guilherme Queiroz

Fernando Lackman

SUBEDITOR Luis Xavier

DIRETOR REGIONAL - RJ / SP

Marianno de Azeredo Santos / marianno@gmx.com.br

reforma mais dura e aprovará um projeto diferente do que consta no parecer em discussão na Câmara dos Deputados, assinado por ele. “Certamente, se fará outra reforma. Ao meu ver, será uma reforma mais dura e muito mais profunda”, disse ele, que acrescentou: “O novo presidente eleito entra com todo o capital político para adotar as medidas que sejam necessárias. Não importa qual seja o viés ideológico de quem se eleja, tenho convicção de que será uma reforma muito mais profunda que a que consta no meu parecer.” Marcelo Camargo/Agência Brasil

Paulo Rabello de Castro destacou, em evento, importância das ouvidorias no combate à corrupção

BRASÍLIA

www.alo.com.br

JORNAL

“Certamente, se fará outra reforma.”


3

J T E R Ç A - F E I R A ,

13

DE MARÇO DE

2018

www.alo.com.br BRASÍLIA

JORNAL

ALO

istrito Federal D

Divulgação PMVR

#BoraVencer com inscrições abertas

Primeiro dia de greve dos Correios não fecha agências

foco nas disciplinas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e do vestibular da Universidade de Brasília, está com inscrições abertas para aulas no primeiro semestre de 2018. São mil vagas na Asa Norte (manhã), na Asa Sul (manhã, tarde e noite), no Gama (manhã e tarde), no Guará (manhã e tarde), em Planaltina (tarde), em Samambaia (manhã e tarde) e em Taguatinga (tarde e noite). As inscrições devem ser feitas até 22 de março pelo site da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude (crianca.df.gov.br/) Podem se inscrever pessoas de 15 a 29 anos. O preenchimento das vagas segue critérios de vulnerabilidade social, com preferência para estudantes da rede pública de ensino.

Oferta de radioterapia será duplicada „ As vagas de radioterapia

para pacientes com câncer serão duplicadas na rede pública de saúde do Distrito Federal. A capacidade de atendimentos será ampliada de aproximadamente 150 para 294 vagas por mês. A ação permitirá, em seis meses, zerar a fila da terapia, que já foi reduzida nesta gestão de mil para cerca de 300 pessoas, queda de 70%. Com isso, a intenção da pasta é que a partir de agosto todos os pacientes sejam atendidos em até 60 dias. A previsão é de que o Instituto Hospital de Base eleve o número de vagas de 25 para 60 após a contratação de novos técnicos nos próximos dias. Já o Hospital Universitário ganhará um médico de radioterapia cedido pela Secretaria de Saúde e passará a ter 40 vagas por mês, e não mais 25.

O leite doado entre janeiro e 30 de novembro, foi suficiente para alimentar 9.676 bebês.

Bancos de leite humano precisam de mais doações O leite humano coletado pela Secretaria de Saúde tem sido em quantidade abaixo do esperado. Essencial para a recuperação do quadro clínico de crianças internadas em unidades de Neonatologia, a pasta faz um alerta para que as mulheres que amamentam sejam doadoras. Mensalmente, cerca

de 200 crianças internadas nos hospitais da rede, em especial as UTIs, recebem o alimento. Isso equivale a uma demanda média de 50 litros de leite pasteurizado por dia. Nos dois primeiros meses do ano foram coletados 2,5 mil litros, entretanto, a demanda tem sido crescente. Para doar, as mulheres possuem três ca-

Muitas agências dos Correios funcionam normalmente no Distrito Federal apesar da greve iniciada ontem (12) por servidores da empresa em todo o país. A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) informou que ainda não há balanço da paralisação, mas disse que a adesão é maior no setor de entrega, onde estão concentrado os carteiros. Entre outras reivindicações, a categoria são contra as mudanças no plano de saúde da empresa, que preveem o pagamento das mensalidades pelos funcionários e a re-

tirada de dependentes dos contratos. “Além disso, o benefício poderá ser reajustado conforme a idade, chegando a mensalidades acima de R$ 900”, informou a Fentect, em nota, ressaltando que o salário médio dos trabalhadores dos Correios é de R$ 1,6 mil, “o pior salário entre empresas públicas e estatais”. Em nota, os Correios afirmam reconhecer que a greve é um direito do trabalhador, porém a empresa “entende o movimento atual como injustificado e ilegal, pois não houve descumprimento de qualquer cláusula do acordo coletivo de trabalho da categoria”. Elza Fiúza/Agência Brasil

„ O #BoraVencer Intensivão, com

nais de acesso: pela central telefônica 160, opção 4; pelo aplicativo Amamenta Brasília – disponível gratuitamente nas lojas virtuais; e pelo site amamentabrasilia.saude. df.gov.br. Após o contato do Banco de Leite, uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal irá à casa da doadora.

Projeto no Pipiripau será destaque no Fórum Mundial

Atenção primária do DF é elogiada em encontro da Saúde

„ O trabalho de recuperação de mananciais,

„ A conversão do modelo de atenção primária do

executado pelo programa Produtor de Água no Pipiripau, em parceria com agricultores da região, vai ganhar destaque no 8º Fórum Mundial da Água, que ocorre em Brasília de 18 a 23 de março. Além da apresentação das ações, será lançado um livro que narra a história da iniciativa. Como parte do evento, também estão sendo arrecadadas doações para plantio de mudas nas margens do córrego. Os congressistas poderão participar das mesas sobre o projeto, encabeçadas por parceiros como a Agência Nacional de Águas (ANA) e a Universidade de Brasília (UnB). Também será lançado um livro, em inglês e português, que detalha a criação e desenvolvimento do programa, editado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Sanemanto Básico do DF (Adasa).

Distrito Federal para Estratégia Saúde da Família (Converte) foi considerado um projeto ousado e de sucesso segundo os participantes do 1º Encontro Distrital para Fortalecimento da Atenção Básica, realizado pelo Ministério da Saúde, em parceria com a Coordenação de Atenção Primária à Saúde do DF. “Estamos acompanhando no DF a experiência de conversão das equipes em Estratégia Saúde da Família. E, neste encontro, foi possível discutirmos, juntos, sobre essa transição, além de propiciar sua divulgação para outros estados e municípios, em uma perspectiva de cooperação horizontal”, disse a coordenadora substituta de Atenção Básica do Ministério da Saúde, Érika Almeida, colocando a equipe técnica da pasta à disposição do Governo de Brasília para buscar formas de garantir a continuidade do projeto para os próximos governos.

Financiamento eleitoral é tema de palestra Acontece amanhã em Brasília, às 14h30, o seminário “Financiamento Eleitoral”. O evento vai ser no Auditório Auditório Miguel Seabra Fagundes, no Centro Cultural Evandro Lins e Silva, no edifício da OAB, em Brasília (DF). Financiamento de campanhas eleitorais e o uso de crowdfunding nas eleições de 2018 são alguns dos temas que serão abordados. A organização é do

Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) e pretende debater como os partidos e candidatos financiarão as campanhas de 2018. Esta é a primeira vez que campanhas majoritárias não poderão contar com financiamento privado. Com vagas limitadas, as inscrições devem confirmadas pelo e-mail eventosmcce@gmail.com ou pelo telefone (61)21939746/9646.

Cine Brasília recebe documentário de João de Deus

Após decisão do TCDF, Novacap cancela provas de concurso público

„ O Cine Brasília vai receber amanhã (14), às 20h30, o documentário João

„ Em respeito à decisão do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF), a Companhia Urbanizadora da

de Deus, o silêncio é uma prece. A sessão especial terá entrada franca. A obra de 83 minutos narra a história do médium João de Deus e do trabalho feito na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, Goiás. O lugar é considerado o maior hospital espiritual da América Latina. Durante a sessão, estarão presentes o protagonista, a roteirista, Edna Gomes, e o diretor do filme, Candé Salles, que durante cinco anos registrou o dia a dia do médium. O filme, de 2017, tem classificativa indicativa de 16 anos.

Nova Capital do Brasil (Novacap) cancelou as provas do concurso público que seriam aplicadas no próximo domingo (18), até que a Corte tome decisão em relação ao certame. O cancelamento será publicado no Diário Oficial do Distrito Federal na próxima semana. O tribunal pediu a suspensão das provas até que sejam dadas mais informações sobre a viabilidade do valor da taxa de inscrição. A Novacap foi comunicada da decisão na sexta-feira (9) e tem o prazo de cinco dias para encaminhar à Corte as explicações da contratada sobre os custos do processo seletivo. Tão logo o tribunal avalie e se manifeste pela liberação do concurso, a Novacap publicará novo cronograma de etapas da seleção.


J T E R Ç A - F E I R A ,

13

DE MARÇO DE

2018

BRASÍLIA

www.alo.com.br

JORNAL

ALO

special E

Para vencer o medo de errar U

ma das maiores preocupações que o contribuinte deve ter ao iniciar o processo de declaração do Imposto de Renda é não cair na malha fina. Para evitar esse tipo de dor de cabeça é importante realizar todo o processo com antecedência, garantindo que as informações são consistentes e verdadeiras. “O contribuinte realmente deve se preocupar em não cair na malha fina, pois essa se refere ao processo de verificação de inconsistências da declaração do imposto IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física), assim, caso o sistema da Receita Federal perceba alguma informação está errada, separa a declaração para uma análise mais apurada. E, caso perceba erros, chama o contribuinte para ajustes ou até mesmo inicia investigações e cobra de atrasados e multas”, explica o diretor executivo da Confirp Contabilidade Richard Domingos. A preocupação deve ser grande, pois apenas em

2017 foram 747.500 contribuintes que ficaram nessa situação, das 30.433.157 declarações entregues. COMO ACONTECE Segundo a Receita Federal, sempre que se verifica algum tipo de inconsistência após uma revisão sistemática de todas as declarações dos contribuintes. Ao encontrar a irregularidade, o órgão pode desvendar o erro internamente ou intimar que a pessoa apresente esclarecimentos. Assim, a malha fina é praticamente uma “peneira” para os processos de declarações que estão com pendências, impossibilitando a restituição. ANTECIPAÇÃO “Para evitar a malha fina, é interessante que o contribuinte inicie o quanto antes o processo de elaboração da declaração, pois poderá fazer com mais calma, buscando documentos que faltam e ajustando possíveis inconsistências”, recomenda o diretor da Confirp. A preocupação deve ser

grande, pois apenas em 2017 foram 747.500 contribuintes que ficaram nessa situação, das 30.433.157 declarações entregues. Veja quadro feito com dados da Receita Federal: COMO EVITAR De acordo com a advogada tributarista Rhuana Cesar, para não ser pego na malha fina é indispensável seguir os parâmetros, item por item, e sempre ter a documentação que suporte a informação preenchida. “Com as despesas de saúde, por exemplo, os valores declarados devem estar comprovados em recibos, e esses recibos precisam estar no nome da pessoa ou de seus dependentes”, comenta. EM MÃOS A especialista acrescenta ainda que algumas situações são as mais comuns para levar a declaração ao equívoco, “geralmente por erros de números ou vírgulas”. É preciso ter em mãos o informe de rendimentos que

a instituição financeira que fez os pagamentos do plano de previdência fornece, para saber o valor total a ser declarado. Ainda deve-se ter a informação de qual é a tabela que rege o modelo de tributação.

DADOS INICIAIS SOBRE DECLARAÇÕES – A Receita Federal recebeu 1.704.003 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física na primeira semana em que sistema está disponível. – Está obrigado a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis, em 2017, em valores superiores a R$ 28.559,70.

SEGUNDO A RECEITA FEDERAL, ESTES SÃO ALGUNS DOS PRINCIPAIS PONTOS QUE PODEM LEVAR O CONTRIBUINTE A CAIR NA MALHA FINA: - Não lançar na ficha de rendimento tributáveis, os rendimentos provenientes de previdências privadas, quando não optantes pelo plano regressivo de tributação; - Não lançar a pensão alimentícia recebida como rendimentos na ficha de rendimento tributáveis recebidos de pessoa física; - Não lançar rendimentos tributáveis, isentos ou tributados exclusivamente na fonte dos dependentes relacionados na declaração de imposto de renda; - Lançar valores na ficha de rendimentos tributáveis diferentes daqueles relacionados nos informes de rendimento [Rendimento tributável, Imposto Retido, etc]; - Lançar como na ficha de pagamentos efetuados na linha previdência complementar valores pagos a previdência privada do tipo VGBL, apenas PGBL é dedutível do imposto de renda; - Não informar o valor excedente aos R$ 751,74 recebidos referente parcela isenta da aposentadoria do contribuinte ou dependente que tenha mais de 65 anos na Ficha de rendimentos tributados; - Lançar valores de rendimentos tributados exclusivamente na fonte na ficha de rendimentos tributados; - Não preencher a ficha de ganhos de capital no caso de alienação de bens e direitos; - Não preencher a ficha de ganhos de renda variável se o contribuinte operou em bolsa de valores; - Deixar de relacionar na ficha de pagamentos efetuados os valores reembolsados pela assistência médica, seguro saúde ou outros, referente a despesa médica ou com saúde do contribuinte ou dependentes;

Reprodução da Internet

4


5

www.alo.com.br

13

DE MARÇO DE

2018

Marlene Galeazzi marlenegaleazzi@gmail.com

BRASÍLIA

JORNAL

J T E R Ç A - F E I R A ,

ALO

lash F

POSSE NO TST

Conceito

Foto: Paulo Lima/Divulgação

O ministro João Batista Brito Pereira acaba de ser empossado presidente do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho para o biênio 2018-2020. A sessão solene de posse, realizada no Plenário Ministro Arnaldo Süssekind, contou com a presença de presidente Michel Temer, muitas autoridades, expoentes do mundo jurídico e amigos. Foi das mais prestigiadas da temporada.

NELSON DE MENEZES PEREIRA* *advogado, sócio do escritório Menezes Pereira Advogados Associados ] nelson@menezespereira.com.br PROJETO DO NOVO CÓDIGO COMERCIAL – A DEMORA DE SEMPRE

A Câmara dos Deputados analisa, desde 2011 – e, portanto, há sete anos -, o Projeto de Lei 1572/2011, que pretende instituir novo Código Comercial, contando 670 artigos. Como nada é tão ruim que não possa piorar, o Senado Federal resolveu também encetar, em 2013, a mesma pretensão, através do Projeto de Lei com nada menos de 1.103 artigos (PL 487/2013). Talvez até pareça curto espaço de tempo, se considerarmos que o Código Comercial vigente data do Brasil Império, datado de 25 de junho de 1850. O Código atual (se é que se pode considerar atual uma Lei com 168 anos), de tão defasado, ainda contém expressões como vigência após “sua publicação na Corte”, “Tribunais do Comércio na Capital do Império, nas Capitais das Províncias da Bahia e de Pernambuco”e proibição de se dar “em penhor comercial escravos”. Muitas vezes mutilado e outras tantas remendado, o Diploma Legal merece realmente um renovo. Juristas há que criticam o modelo codificado, outros que que o preferem, mas a necessidade de nova regulamentação é unânime. Mas a morosidade da atuação legislativa tem o incrível condão de fazer obsoletas normas que ainda nem foram aprovadas. Com efeito, os Projetos acima mencionados já se ressentem de desatualização, eis que o ritmo preguiçoso dos legisladores é atropelado pela velocidade sem freios da tecnologia e da evolução social. É que, além de revisitar a disciplina dos temas comercias mais vetustos, como a organização societária e o comércio marítimo, a legislação deve cuidar de objetos de recente criação, como o comércio e os títulos de crédito eletrônicos. Espera-se que, dos Projetos, já com centenas de emendas, não nasça um Código já defasado; lembrem-se os legisladores que o tempo não para. O conteúdo do artigo é responsabilidade de seu autor e não representa, necessariamente, a opinião deste jornal.

Ministro Brito Pereira entre os advogados Marcelo Feitosa e Estenio Campelo

Ministro Artur e Lilia Vidigal, Mônica e o Desembargador Cruz Macedo

Hallany Brito, Ministro João Noronha e Sheila Brito

As advogadas, Fabianne Fonseca, Mayara Noronha, Patrícia Lobo e Mônica Barros

Cláudia e Ministro Caputo Bastos e a Desembargadora Flávia Falcão

Guilherme e Estenio Campelo, Senador Garibaldi Alves Filho e Marcelo Feitosa

NIVER

SABORES DO BRASIL

„ Duas pessoas muito especiais, amigos queridos, ligados ao mundo da imprensa, hoje estão trocando de idade e festejando a vida rodeados por muito carinho: Fernando Lackman e Caio Barbieri. Cumprimentos da coluna com votos de saúde, vida longa e muitas alegrias.

„ Brasília recebe o Fórum Mundial da Água e para apresentar a diversidade da culinária brasileira para os mais 40 mil participantes, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-DF) vai promover, de 16 a 25 de março, o Festival Sabores do Brasil. Serão 24 bares e restaurantes nos mais diversos pontos da cidade oferecendo menus, petiscos ou pratos com valores com preços especiais.

COLECIONANDO DIPLOMAS „ Sexólogo, psicólogo e professor Mahmoud Baydoun, que foi iliminado do BBB18, vai se mudar para o norte do país. O moço que gosta de estrudar e levantar polêmicas foi aprovado no curso de Direito na Universidade Federal do Acre.

GOSSIP „ A guerra, até agora velada, entre blogueiras que disputam espaços nas festas das embaixadas, agora virou pública. A que não é convidada, sai falando cobras e lagartos das que foram. E os diplomatas, a maioria sequer falando o português ficam boiando no assunto.


6

J T E R Ç A - F E I R A ,

13

DE MARÇO DE

2018

www.alo.com.br

Sandro Gianelli BRASÍLIA

JORNAL

ALO

PSC na majoritária

O PSC-DF filiou a presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Brasília (SindSaúde-DF) Marli Rodrigues. O presidente do PSC, Zenóbio Rocha, pretende lançar Marli como pré-candidata ao Governo do Distrito Federal.

sandrogianelli@hotmail.com

Ons & Offs Demolição total A UnB divulgou um laudo afirmando que o melhor para o viaduto da Galeria dos Estados é a demolição completa e a construção de um novo viaduto. Técnicos da UnB enviaram um relatório completo para o GDF que afirmou nos últimos dias que não existe a necessidade de demolição. O relatório diz que a estrutura ao lado da que desabou também está comprometida.

ntrevista E

Sem fraude

Definitivo Zenóbio Rocha teve seu nome oficializado na Justiça Eleitoral como presidente do PSC no Distrito Federal. Zenóbio substitui o Pastor Daniel de Castro, que concorrerá a uma cadeira na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Justa homenagem O deputado federal Izalci Lucas (PSDB) recebeu a Ordem Nacional do Mérito Educativo, honraria concedida pelo Ministério da Educação com o objetivo de reconhecer personalidades nacionais e estrangeiras que tenham prestado excepcionais serviços à Educação. O reconhecimento foi pelo trabalho desenvolvido como presidente da comissão responsável pela reforma do ensino médio.

O Detran-DF pretende criar um banco de dados com a quilometragem dos carros. A informação estará disponível na internet logo após a vistoria do veículo. O prazo para o inicio da coleta de informações é a partir do segundo semestre de 2018. Com a quilometragem dos carros na base de dados do Detran, a ideia é que diminua as fraudes em relação ao uso dos veículos.

Abandono Os moradores de São Sebastião estão se sentindo abandonados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TREDF). O prédio do TRE na cidade foi fechado há dois anos. Os moradores de São Sebastião devem ir até o Na Hora da rodoviária do Plano Piloto para serem atendidos. A cidade possui mais de 60 mil eleitores.

Ganhou mais uma

Envie fotos da sua cidade, críticas, sugestões ou denúncias pelo WhatsApp (61) 98406-8683

ntorno E

O ex-governador Agnelo Queiroz (PT) foi inocentado pelos desembargadores do Tribunal de Justiça num caso de nepotismo. Agnelo responde a outros processos na Justiça, este não é o primeiro caso em que o ex-governador sai vitorioso. Aliados acreditam que Agnelo estará apto para disputar as eleições de 2018.

Bloqueio de bens

Proibição injustificada

O prefeito de Padre Bernardo, Francisco de Moura Teixeira Filho (Claudienio), teve bens bloqueados por suspeita de irregularidades em licitação. O Poder Judiciário determinou o bloqueio de bens no valor de R$ 1.953.240,00, pelo envolvimento em irregularidades na contratação de serviços de engenharia e topografia pela prefeitura.

A investigação confirmou a existência de grave restrição ao caráter competitivo do Pregão nº 45/17, que proibiu que empresas de fora do município participassem, sem apresentação de nenhuma justificativa pertinente, razoável ou plausível, em evidente preconceito quanto à origem, entre outros fatos.

Paulo Roque (NOVO) Advogado, jornalista e pré-candidato ao Senado.

Redução de custos Questionado sobre qual seria sua primeira ação, caso seja eleito senador, Paulo Roque afirmou que apresentará um Projeto de Emenda a Constituição (PEC) para reduzir, pela metade, os custos do Legislativo em todo o país. “O Legislativo está gastando de forma exagerada sem qualquer respeito a população que sofre com a falta de saneamento básico e filas nos hospitais”.

Defesa do consumidor Paulo Roque quer que o Brasil tenha mais concorrência, principalmente em relação aos bancos. “Hoje o Brasil é um dos países com os juros bancários mais altos do mundo”. Roque entende que a livre concorrência fará com que o mercado se reorganize e os juros caiam.

Independência Paulo é contra a indicação de cargos no Executivo, para ele, esse envolvimento é maléfico para o Brasil. Prova disso são as prisões e os escândalos de corrupção envolvendo políticos de diversos partidos. Seu partido, o NOVO, não aceita essa relação de toma lá, dá cá e nem que parlamentares assumam cargos no Executivo.

Sem carreirismo Paulo é contra a reeleição para todos os cargos eletivos. “Não podemos ter no Congresso Nacional parlamentares com 5 ou 6 mandatos. Isso é um absurdo completo. A política não é para se fazer carreira. A situação do país é muito grave, temos que ter responsabilidade para tirar o país desta crise”, finaliza.


7

J T E R Ç A - F E I R A ,

13

DE MARÇO DE

2018

Espaço Aberto

EDSON DE CASTRO Presidente do Sindivarejista

Verão ajuda o comércio Um reflexo do novo cenário da economia brasileira. As vendas de roupas de verão aumentaram 4% em janeiro e fevereiro no comércio do Distrito Federal. A causa: o calor com temperaturas superiores a 28 graus em alguns dias. No mesmo período em 2017, a expansão foi de 3%. O verão terminará dia 20 de março. O Sindicato do Comércio Varejista do DF atribui o aumento também à queda da inflação, o que elevou o poder de compra dos consumidores. Hoje, diante da nova realidade, está mais fácil comprar a prazo porque os juros e os preços caíram. O cenário ficou melhor para os consumidores e isso leva otimismo aos lojistas de todo o país. Empresários ouvidos pelo Sindivarejista dizem que, “desde o início do ano, o comércio, graças ao calor mesmo em dias de chuva, tem vendido mais roupas para o verão. É da cultura da mulher brasileira se vestir de forma atualizada e, por isso, ela compra roupas de acordo com a estação”. Outros revelam que “quem viajou para passar as férias de janeiro fora de Brasília comprou aqui roupas leves e isso movimentou a economia, gerou empregos e renda”. As lojas de departamento foram as que mais venderam aproveitando calor dos dois primeiros meses do ano. Os cartões de crédito responderam por 94% do faturamento do setor, o que significa que - quem utiliza essa modalidade de pagamento - quer, ao menos, 30 dias para pagar a primeira parcela. Lojistas torcem para que, mesmo com as águas de março, o calor continue para aumentar o faturamento do comércio. E para a páscoa, as vendas de ovos de chocolate devem aumentar 3% este ano no comércio do Distrito Federal contra 2% da páscoa de 2017. O domingo de páscoa será no dia 1º de abril. A redução dos juros e das taxas de inflação permite que muitos lojistas se mantenham otimistas. As lojas esperam vender no DF 1.600.000 ovos contra 1.400.000 do ano passado. Os preços variam entre R$ 5 e R$ 650. Em anos anteriores, os ovos mais caros custavam até R$ 980 porque continham acessórios como brinquedos e outros ovos menores em seu interior, o que encarecia os preços. Os ovos fabricados artesanalmente devem ter aumento de 15% na produção contra 12% do ano passado. As mulheres compram mais ovos de chocolate do que os homens. (Leia na íntegra no alo.com.br) O conteúdo do artigo é responsabilidade de seu autor e não representa, necessariamente, a opinião deste jornal.

BRASÍLIA

ALO

etor Produtivo S

Fraudes contra o consumidor crescem 7,1% em janeiro „ Levantamento feito pelo Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude mostra que em janeiro de 2018, foram registradas no Brasil 161.097 tentativas, representando uma alta de 7,1% em relação a dezembro de 2017. O número representa uma tentativa de fraude a cada 16,6 segundos. Já na comparação com janeiro de 2017 (161.355), o índice apresentou leve queda de 0,2%. Segundo os economistas da Serasa Experian, os golpistas podem estar apresentando o aquecimento do consumo ao crédito para aplicar fraudes. O setor de Serviços teve a maior representatividade (37,2%) no índice de janeiro de 2018, mas o maior crescimento no mês veio do segmento de bancos e financeiras, que representa 25,1% do total. A telefonia registrou participação de 30,5%, varejo 6,0% e os demais 1,2%.

DF ganha programa de descarte de lâmpadas

Brasília e o mercado de peixes REYNALDO RODRIGUES

A Páscoa se aproxima e junto com ela a semana santa. Para quem não sabe essa data é uma tradição religiosa católica que celebra a Paixão, a Morte e a ressurreição de Jesus Cristo. Como de costume o prato quase que unânime presente na mesa de muitos brasileiros é o peixe. Desde o ano passado a Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural – SEAGRI, tem se preocupado com a qualidade de produtos voltada para piscicultura, há exatamente um ano ela realizou um mini curso de "cultivo comercial de peixes em viveiros escavados", o curso CONFIRA OS LOCAIS ONDE O DESCARTE PODE SER REALIZADO teve objetivo de ensinar técnicas em geral da pisciCarrefour Taguatinga: QS 03 Rua 420, Área Especial, Lote 2 – cultura com licenciamento Águas Claras ambiental. Leroy Taguatinga: QS 3, Rua 420 Lote 4, Bloco B – Águas Claras Já neste ano a mesma Carrefour Brasília Norte: St. Terminal Norte, Lote J – Asa Norte Extra Brasília Norte: St. Terminal Norte, 716 S/N, Lote A – Asa Norte secretaria disponibilizou outro curso também de forLeroy Brasília Norte: SOF Norte, Área Especial, Conjunto A, Loja Nº ma gratuita onde os alunos 2 – Asa Norte aprenderam sobre criaExtra Ceilândia: QNM 11, Lote 6 S/N – Ceilândia ção de peixes para consuCarrefour Brasília Asa Sul: SCEE Sul, Lote B – Guará mo. A ideia surgiu depois Extra Park: SMAS, S/N – Trecho 3 Lote 5 – Guará de um levantamento reWalmart Brasília: Sia Quadra 5C Lote 256, S/N – Guará Extra SIA: SIA Trecho 12, Lote 105 – SIA SUL alizado em 2015, a pasta Leroy Brasília: SMAS, Trecho 3, Conjunto 5, Loja 1, Subsolo – St de apurou que os brasilienses Mult Ativ Sul consomem mais peixes que Makro Brasília: SIA Trecho 14, Lote 05, S/N – Zona Industrial Guará a produção local consegue DMS Reciclagem Ambiental: SDMC Quadra 5, Lotes 61 e 63 – atender. Para saber outras Ceilândia informações a respeito de „ O descarte em lixo comum das lâmpadas de uso doméstico pode causar graves problemas ambientais. Essas lâmpadas possuem componentes químicos que demandam lixo específico, mas grande parte da população desconhece o fato. Com o intuito de realizar a coleta, destinação ambientalmente correta e a descontaminação desses resíduos, começou a funcionar no Distrito Federal o programa Reciclus (Associação Brasileira para Gestão da Logística Reversa). A iniciativa é uma organização civil sem fins lucrativos. Fundada pelos principais produtores e importadores de lâmpadas, para atuar como Entidade Gestora do processo, seguindo um modelo de operação autossustentável. O programa engloba apenas lâmpadas de uso doméstico, dos tipos fluorescentes compactas e tubulares, de vapor de mercúrio, sódio ou metálico; e luz mista. A Reciclus implantou 13 pontos de entrega de lâmpadas pós-uso em todo o DF.

CNI e Apex-Brasil organizam missões para apoiar empresários „ Ao longo dos próximos dois meses, acontecem grandes eventos internacionais e a Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio da Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) organizam missões comerciais para apoiar empresários brasileiros interessados em participar de feiras e encontros de negócios.

vagas é necessário entrar em contato pelo telefone: (61) 3380-3112 Conversa de pescador A piscicultura nacional produziu 697 mil toneladas de peixes de cultivo em 2017. Esse resultado é 8% superior ao de 2016. A informação é da Associação Brasileira da Piscicultura e faz parte do anuário da piscicultura brasileira (edição 2018), publicada recentemente. A tilápia é a mais importante espécie de peixes cultivados do Brasil. Segundo levantamento da “Peixe BR”, a espécie representa 51,7% do mercado, com 357.639 toneladas em 2017. A segunda posição não é de uma espécie em si, mas de uma categoria de peixes: os nativos. De acordo com a pesquisa da associação, liderados pelo tambaqui os nativos representam 43,7% da produção brasileira: 302.235 toneladas. PONTO DE REFERÊNCIA Em Brasília é possível encontrar inúmeros locais com diversidade de peixes, dentre eles funcionando há quatro décadas, algumas bancas da Feira do Guará são referencias locais quando o assunto é peixaria. A família Ueda é o mais conhecido fornecedor de peixes e

frutos do mar frescos do local, a variedade de produtos expostos em seus balcões é inspiradora para quem gosta de cozinhar. O local fica aberto de quinta a domingo na própria Feira, no Guará. ESTIMATIVA DE VENDAS Os comerciantes brasilienses esperam um crescimento de 9,39% nas vendas da Páscoa em comparação com o mesmo período do ano passado. É o que revela a pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio, entre os dias 22 e 25 de janeiro, com 408 empresários de 11 segmentos. Em 2017, a estimativa de crescimento nas vendas foi de 1,44% para a data comemorativa. Neste ano, 26,5% dos lojistas apresentam expectativa de aumento de seus estoques para a Páscoa. Em 2017, apenas 17% dos lojistas esperavam aumentar o estoque, o que sugere uma Páscoa com maiores ofertas, aumentando assim a atratividade do consumidor. Os lojistas em 2018 esperam assim, em média, aumentar seus estoques em 4,10% em relação ao ano anterior, que registrou retração em 0,43%. A avaliação envolve produtos no geral, como peixes, chocolates e derivados.

Reynaldo Rodrigues

www.alo.com.br

JORNAL


8

J T E R Ç A - F E I R A ,

13

DE MARÇO DE

2018

ntrevista E

Tathiane Araújo Secretária Nacional do Segmento LGBT

Por Redação

BRASÍLIA

www.alo.com.br

JORNAL

ALO

“O preconceito ainda é grande” Como é ser a primeira mulher trans que representará a pauta LGBT numa instância superior do partido? Tem dois vieses nessa questão. O primeiro é ter a responsabilidade de representar a pauta trans, que já é a mais sacrificada em termos de direitos, justamente por que a identidade de gênero é menos compreendida e causa grande exclusão social. Por outro lado, a grande responsabilidade de buscar o respeito e as mesmas conquistas que buscamos na sociedade também no campo partidário. Sou uma trans com experiência em outras instâncias que não tratam só da pauta da identidade de gênero. Sou conselheira nacional LGBT e presido, no meu estado, uma instituição LGBT local. Então tenho uma certa bagagem nessa representação, o que aumenta a minha responsabilidade no campo político partidário, sabendo que o PSB prega um socialismo com respeito às questões das minorias, com a propriedade de reconhecer o seu lugar nessa sociedade, que não é da exclusão, e sim do protagonismo.

T

athiane Araújo é a primeira mulher trans a fazer parte da direção nacional do PSB. Eleita secretária nacional do segmento LGBT do partido, no último final de semana, Tathiane ocupará um dos 43 assentos na Comissão Executiva Nacional. À frente da Secretaria, o principal desafio da socialista será sensibilizar deputados federais e senadores para a agenda LGBT e incentivar as gestões do PSB a formularem

Como você avalia o preconceito contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros no país e o que é preciso fazer para superá-lo? O preconceito ainda é grande. Há uma grande exclusão, principalmente no campo educacional. O LGBT é excluído em um momento crucial da sua adolescência, no âmbito da capacitação, que é desigual em comparação às pessoas heterossexuais. Há também um grande descompasso no mercado de trabalho, que muitas vezes é perverso e não compreende que a orientação e a identidade de gênero das pessoas em nada influi na sua capacidade de produção. Eu acredito que o Brasil ainda precisa avançar bastante em temos de conscientização. O machismo ainda impera. Como você avalia o momento atual de extremo conservadorismo no país, seja na política, na cultura, ou em outras áreas?

A lei que criminaliza o racismo, por exemplo, é um instrumento para se fazer justiça ao discriminado. O homofóbico, por sua vez, não é tratado com a seriedade que merece.”

Eu avalio que este momento que estamos vivenciando na política vem do sensacionalismo, da busca ativa por uma resposta imediata contra a violência, contra a falta de credibilidade na política. Então, as pessoas buscam o extremismo, e muita das vezes, irresponsavelmente, entregam o seu voto a um protesto não-racional. E aí o PSB aponta para um outro lado, para uma política madura, na qual você vê uma mulher trans ocupar um cargo diretivo em uma Executiva Nacional de um partido político de grande história e de grande valor para a política brasileira. A gente tem esperança em atitudes como essa e ações que venham trazer a pluralidade, as discussões e a representatividade de uma nova era, de um novo tempo, tanto na sociedade quanto na política. O que você achou da decisão do Tribunal Superior Eleitoral de permitir que candidatos transgêneros e travestis usem o nome social nas urnas e que tam-

políticas públicas voltadas para essa parcela da população. Tathiane integra o Conselho Nacional de Combate à Discriminação LGBT, órgão colegiado da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, e preside a Rede Trans, organização não-governamental que representa pessoas travestis, transexuais e homens trans do Brasil. Em entrevista disponibilizada ao Alô, ela fala um pouco sobre esse processo dentro da política.

bém seja considerado o gênero e não o sexo biológico para a cota prevista na Lei das Eleições? O TSE mostrou também avanço ao considerar a realidade onde você vê, a realidade em que o sexo biológico não deve ser imposto, e sim como você se reconhece na sociedade e como a sociedade lhe reconhece. Meu ser político em Aracaju é Tathiane, nunca foi o meu nome de registro, que eu tive a felicidade de alterá-lo em 2014. Mas vivi como fantasma muita das vezes de uma identidade, de um docu-

mento que trazia um nome que não condizia com a minha realidade, com a minha representatividade social. Então a sociedade me via como uma mulher Tathiane, e meu documento apresentava um nome que não trazia essa realidade. Eu acredito que essa decisão revela uma maturidade do TSE ao se adequar a uma nova realidade da sociedade. Qual a sua avaliação sobre a participação de LGBTs na política? Os partidos precisam dar mais apoio às pessoas LGBTs. Nós tamb é m precisa-

mos qualificar mais o discurso justamente nos segmentos, na atuação dos nossos secretários nos estados. Precisamos fazer do PSB referência na qualificação de candidaturas LGBTs. Temos exemplos de pessoas trans e de gays. No nosso partido mesmo temos o Maurício, no Mato Grosso. Ele é um dos que mais se destaca com propostas apresentadas na Câmara de sua cidade, mostrando que LGBT não discute só a ‘caixinha LGBT’, só para a população LGBT, não. Mauricio faz um trabalho excelente e vasto na questão social do Mato Grosso. Fora outros exemplos no Brasil que nos fazem pensar na hora de, talvez, ter uma mulher trans, uma mulher lésbica, uma cidadão bissexual, assumidamente, discutindo e sendo referência nessa pauta na Câmara Federal. O PSB matura para essa realidade. Qual a pauta prioritária no Congresso Nacional? A criminalização da homofobia, com certeza, pela simbologia e pressão que isso fará contra a violência praticada contra LGBTs. A lei que criminaliza o racismo, por exemplo, é um instrumento para se fazer justiça ao discriminado. O homofóbico, por sua vez, não é tratado com a seriedade que merece. Então seria um grande passo pois talvez a ausência de uma lei que criminaliza a homofobia seja o maior responsável pelo fato de o Brasil liderar os casos de assassinatos de LGBTs no mundo. E aí dá pra dizer que o Congresso tem as mãos um pouco sujas desse sangue.

Ter,13/03/2018  

Edição de Terça-feira, 13/03/2018, do Jornal Alô Brasília

Ter,13/03/2018  

Edição de Terça-feira, 13/03/2018, do Jornal Alô Brasília