Page 1


Editorial Prezados irmãos de fé e caros leitores, um novo ano se inicia e por uma caminhada cheia de prosperidade, força, superação e paz, rogamos a Zambi e a Todos os Orixás!

mes em nossos valores e princípios de seres hu-

garra para alcançarmos nossos objetivos. Orixá de uma flecha só, ou seja, divino Orixá possuidor de flecha sempre certeira, Caçador por Natureza, pedimos encarecidamente que então

manos do Bem, sempre tendo como alicerce a fé verdadeira, a perseverança e amor em nossos corações.

Que os espíritos de luz mediante nossas preces e

nos transmita a sua energia vibrante, iluminada e

O Jornal Aldeia de Caboclos deseja a todos um

nossa profunda fé, possam nos guiar, proteger e

incomensurável para superarmos todas as adver-

maravilhoso ano de 2015!

nos dar a serenidade necessária para enfrentar-

sidades, bem como para apresentarmos, após as-

mos as duras batalhas do dia-a-dia e o peso das

síduo e competente trabalho, com alegria e satis-

energias negativas que porventura sejam lançadas

fação, os louros da vitória conquistada por meio de

em nossa direção.

atos leais, honestos e dignos, aos que dependem

Que Oxossi, esse nosso Grande Orixá de força, luz, de providência e da afirmação ultrapositiva, irradie aos nossos corpos e mentes: saúde, coragem e

de nós, aos que vibram por nós e a nós mesmos,

Que Oxalá ilumine o caminho de todos nós! Salve a Umbanda, que é amor e caridade, Salve Zambi! Alexandros Barros Xenoktistakis

tornando reais os nossos mais preciosos sonhos. Que atinjamos o que desejamos nos mantendo fir-

TE EXPEDIEN els B. Xenoktistakis g n E r: radini to e Dir Daniel Co kis : e rt A e d Direção enoktista ngels B. X rgo / Redator: E res: Adriano Cama o d ra o b Cola inares e Ronaldo L Xenoktistakis arros s ro xandros B le Alexand A : a ic d Jurí 182.106 Assessoria – OAB/SP caboclos.com.br is k a st ti k o iade Xen rnal@alde jo : to ta n co

PREVISÃO BARALHO CIGANO Cartas: Livros - Jardim - Nuvens Amor - Momento de reflexão com relação ao seu comportamento com a pessoa amada. Saiba respeitar o silêncio da outra pessoa, e use do mesmo para uma auto-reflexão. Seja ponderado em suas atitudes e principalmente no que se refere a opiniões e comunicação de forma geral. Período mais sensível emocionalmente falando, cuidado com atitudes impulsivas e com carência afetiva. Seja você mesmo, independente de qualquer situação. Para quem está sozinho é momento de se livrar das mágoas do passado e recomeçar. Profissional e Financeiro - Convites ou propostas de trabalho chegarão até você, podendo assim trazer um certo conflito. Situações que envolvem papéis ou documentações ou até mesmo processos de justiça, tendem nesse período começarem a caminhar. Coloque seus novos projetos em andamento, acredite em seu potencial e aproveite para ir atrás daquele curso ou aperfeiçoamento profissional que você tem estado adiando. Organização e estudos são palavras chaves nesse momento. Saúde - Momento de cuidar da alma e do corpo. Relaxar a mente para organizar as idéias. Período de cuidado para algumas pessoas com a parte respiratória. Vigie seus pensamentos. CAROL AMORIM CONSULTA DE TARO E BARALHO CIGANO- ONLINE OU PRESENCIAL fones: 11 23694241 ou 999226794 ou whatsapp 947393263 Atendimento com hora marcada e totalmente personalizado. PREVISÃO 2015 - Agende agora mesmo! CAROLINA AMORIM- ATENDIMENTO COM HORA MARCADA. f: 11-23694241 ou 999226794 ou whatsapp 947393262


página 4

Ano 5 número 42

Foto: Divulgação

Artigo

Por Diamantino Fernandes Trindade & Ronaldo Antonio Linares

OXÓSSI – O GRANDE CAÇADOR DE ALMAS Oxóssi era irmão de Ogum e de Exu, todos os três, filhos de Yemanjá. Exu era indisciplinado e insolente com sua mãe e por isso ela o mandou embora. Os outros dois filhos se conduziam melhor. Ogum trabalhava no campo e Oxóssi caçava na floresta das vizinhanças, de modo que a casa estava sempre abastecida de produtos agrícolas e de caça. Yemanjá, no entanto, andava inquieta e resolveu consultar um babalaô. Este lhe aconselhou proibir que Oxóssi saísse à caça, pois arriscava se a encontrar Ossain, aquele que detinha o poder das plantas e que vivia nas profundezas da floresta. Oxóssi ficaria exposto a um feitiço de Ossain para obrigá lo a permanecer em sua companhia. Yemanjá exigiu, então, que Oxóssi renunciasse à suas atividades de caçador. Este, porém, de personalidade forte e independente, continuou suas incursões à floresta. Ele partia com outros caçadores, e como sempre faziam, uma vez chegados junto a uma grande árvore (irókò) separavam se, prosseguindo isoladamente, e voltavam a encontrar se no fim do dia e no mesmo lugar. Certa tarde, Oxóssi não voltou para o reencontro, nem respondeu aos apelos dos outros caçadores. Ele havia encontrado Ossain e este dera lhe para beber uma poção onde foram maceradas certas folhas, como o amúnimúyè que significa “apossar se de uma pessoa e de sua inteligência”, o que provocou em Oxóssi uma amnésia. Ele não sabia mais quem era, nem onde morava. Ficou, então, vivendo na mata com Ossain, como predissera o babalaô. Ogum, inquieto com a ausência do irmão, partiu à

sua procura, encontrando o nas profundezas da floresta. Ele o trouxe de volta, mas Yemanjá não quis mais receber o filho desobediente. Ogum, revoltado pela intransigência materna, recusou se a continuar em casa (é por isso que o lugar consagrado a Ogum está sempre instalado ao ar livre). Oxóssi voltou para a companhia de Ossain e Yemanjá, desesperada por ter perdido seus filhos, transformou se em um rio, chamado Ògún (não confundir com Ogum, o Orixá).

Embora hoje o sincretismo São Sebastião-Oxóssi seja aceito em quase todo Brasil, no passado e em lugares menos permeáveis, ainda se sincretiza Oxóssi com Omulu Abadian. Em alguns dos candomblés da Bahia, sincretiza se Oxóssi com São Jorge. Em Cuba, Oxóssi é cultuado com São Norberto, santo nascido em Xanten, na Alemanha, pelo ano de 1080 e, falecido em 1134 em Magdeburgo, cidade da qual era Arcebispo.

A imposição da cultura branca ao negro recém-escravizado no Brasil, a obrigatoriedade de aceitação de santos católicos que em nada se assemelhavam aos seus Orixás de origem, levaram o ingênuo escravo a procurar pontos de concordância entre os seus principais Orixás africanos e os santos cultuados pelos católicos.

Ossain, o Orixá das folhas, é cultuado como Orixá à parte no Candomblé e não tem equivalência na Umbanda, pois é absorvido pelas características de Oxóssi. Na Bahia, Ossain é sincretizado ora com Santo Expedito, ora com Santa Luzia, em função de tratar se de um Orixá meta meta ou seja, parte do tempo masculino, parte do tempo feminino.

Quando vemos a imagem de São Sebastião, vemos um homem seminu (caboclo?) amarrado a um tronco de árvore (mata?) crivado de flechas (índios?). A única diferença destoante é um capacete romano geralmente depositado aos pés da imagem. O negro africano necessitava esconder seu otá (pedra sagrada) na base de uma imagem que, de alguma forma lhe lembrasse o Orixá deixado na África, e, quem usa flechas, vive e na mata, conhece cada animal e os caça com auxílio do arco e flecha, é Oxossi. Consequentemente, o antigo centurião romano era o que mais se aproximava fisicamente do homem que vivia da caça e, por extensão, do próprio índio brasileiro (pouca roupa, arco, flecha e mata).

Pierre Verger nos diz que Ossain é a divindade das plantas medicinais e litúrgicas. O nome das plantas, a sua utilização e as palavras (ofò), cuja força desperta seus poderes, são os elementos mais secretos do ritual no culto aos deuses yoruba. O símbolo de Ossain é uma haste de ferro, tendo, na extremidade superior, um pássaro forjado; esta haste é cercada por seis outras dirigidas em leque para o alto. Oxossi é o Orixá da mata e, por extensão, de todas as formas de vida que nela existem ou seja a caça, as folhas, as flores silvestres etc. É o mais simplório e honesto de to¬dos os Orixás. Mais recentemente, é representado com um chapéu de abas largas e de couro e é tido como o propiciador


página 6

Ano 5 número 42 de boa caça. Para que se tenha ideia da importância do Orixá, deve¬mos lembrar que no passado, a caça era a única forma de proteína animal que chegava com mais frequência à mingua¬da mesa do brasileiro. Tanto isto é fato, que a grande maio¬ria já foi extinta e outras, apesar do clima exuberante, encontram se em fase de extinção em função da perseguição indiscriminada dos caçadores. Oxóssi é ainda o patrono da agricultura, sendo o prote¬tor das colheitas fartas. Em função da sua ligação direta com a natureza, podemos dizer que é também o protetor da eco¬logia, sendo da sua responsabilidade o bem estar da fauna e da flora. O elemento de Oxóssi é o ar. O seu domínio são as matas, os animais silvestres, a caça e a agricultura. O metal consagrado a Oxóssi é o cobre. Suas flores são as palmas e a erva doce é sua erva sagrada. O dia consagrado a esse Orixá é sexta-feira. Na Umbanda, a cor predominante, na maioria dos terreiros, é verde, por sua ligação com a mata. Na Umbanda Esotérica sua cor é o azul. No Candomblé, as cores de Oxóssi variam desde o verde-claro até o azul, nos vários tons. As roupas de Oxóssi no Candomblé são, geralmente, estampados bastante gritantes. Para os banhos relativos à Oxóssi podem ser usa-

das as seguintes ervas: sabugueiro, folhas da jurema, malva-cheirosa, malvaísco, dracena. Oxóssi representa a pureza das matas. Seus filhos são honestos, desinteressados, altruístas e espontâneos. A principal característica dos seus filhos é a honestidade: nunca esperam recompensa daquilo que fazem espontaneamente. Os filhos de Oxóssi têm um grande inconveniente: são inconstantes, não persistentes, seja qual for o motivo. Com muita frequência, após lutarem por um ideal, às vezes, às vésperas de consegui-lo, desistem para uma nova ideia. Geralmente, reúnem qualidades que são muito importantes. Se alguém está doente, ele é aquele que vai várias vezes visitar a pessoa, ver como está passando, interessa-se pelo bem-estar dos outros, sempre com muita atenção. Dão-se muito bem com pessoas de qualquer faixa de idade. Sentem-se mais à vontade em ambientes mais descontraídos, não gostam de andar muito presos em roupas sociais, não se sentem bem em cerimônias muito formais. São dados a ter vida muito singela; não são dados a luxo e tem verdadeira repulsão a tudo o que chama atenção. Adoram andar, gostam do ar livre, não gostam de ficar em ambientes fechados ou escuros. São muito complacentes com a aquisição de bens materiais, sendo

muito desligados de tudo aquilo que se refira a luxo. O filho de Oxóssi costuma mudar de atividade com relativa facilidade, mas há possibilidade de lançar raízes em algum campo de negócio. São tão profundos e seguros, que jamais mudam. O chefe de família filho de Oxóssi é um tanto desligado do lar; não que ele não se interesse pelos problemas familiares, mas prefere ser servido do que servir. A mulher filha de Oxóssi tende a não ser muito boa dona de casa. Gosta das coisas bem-feitas, mas não de fazer; gosta das coisas em ordem, mas prefere mandar que outros façam. A saudação à Oxóssi é Okê arô! Significa: autoridade, o rei que fala mais alto ou salve o rei que é aquele que fala mais alto; Salve o grande Caçador. Nos aspectos externos, populares, Oxóssi é o caçador de animais. Nos aspectos internos, esotéricos e profundos, Oxóssi é o caçador de almas desgarradas da senda maior. Saravá Oxóssi! Saravá Mae Yemanjá! Diamantino Fernandes Trindade Doutor em Educação pela PUC-SP Sacerdote da Cabana de Pai Benguela Ronaldo Antonio Linares Presidente da Fed. Umbandista do Grande ABC


página 8

Ano 5 número 42

Foto: Divulgação

Umbanda Legal por Valéria Siqueira

ANO-NOVO...SERÁ? Começo desejando a todos um 2015 com menos promessas passageiras e mais atitudes duradouras; se de boas intenções o inferno está cheio, com certeza de promessas também está...

Considero a hipocrisia um dos piores defeitos que um ser humano pode ter. Jesus Cristo, justificadamente, abominava os hipócritas; e eles são, realmente, uma escória na espiritualidade.

Falando nisso, é muito comum as chamadas resoluções de ano-novo, onde se determina os objetivos para o ano que se inicia.

Mas voltando ao assunto, faça uma análise do seu ano como umbandista...o que você ofereceu a seus Orixás e guias? Quantas oferendas, quantas orações? Quanto de seu precioso tempo foi dedicado a Deus e ao sagrado?

Mas eu tenho uma proposta diferente: que tal iniciar o ano fazendo um balanço das suas realizações no ano que passou? Você foi um bom filho, um bom pai, um bom amigo? Você foi um bom empregado, um bom pagador, um bom cidadão? Foi gentil no trânsito? Você foi um bom umbandista? A Umbanda traz esclarecimento, e tem sim a ver com tudo isso; quando você entende a mensagem da Umbanda, compreende que tudo o que você faz denuncia quem você é de fato. De nada adianta se fazer de prestativo no terreiro, e não ajudar em nada em casa; se fazer de santo no terreiro e ser grosseiro e mal-educado com seus familiares; dar bons conselhos quando está incorporado, mas não segui-los em sua própria vida.

Quanto você colaborou com seu terreiro, o lugar onde seus Orixás e guias escolheram para se manifestar? Quantas fofocas você evitou? Que tipos de conhecimento buscou? O que você aprendeu sobre sua religião? Sua ausência foi notada no terreiro, sentiram sua falta? Se as respostas a estas perguntas foram negativas, ou se você simplesmente não sabe, pare um instante. Pense nos motivos que o levaram a querer se tornar umbandista. Pense no que você espera da Umbanda, e o que ela pode esperar de você. Ponha-se por um momento no lugar de seus pais Orixás, de seus guias, e pergunte-se se eles têm algum motivo para se orgulhar de você.


página 9

Ano 5 número 42 Os Orixás são pedacinhos de Deus; eles estão em Deus e Deus está neles. Quando você incorpora, está recebendo algo divino, um presente. Você faz os preceitos antes da gira? Ou finge que faz? Você sorri quando seu íntimo se corrói de ciúmes ou inveja de seu irmão? Você lança olhares para o irmão que você “acha” que tem algo contra você? Se você age assim, não faz a menor diferença o que você. Acha...simplesmente porque você está indo na contramão do destino de um umbandista – a evolução.

No outro dia o homem volta, arrependido, para pedir perdão, e Buda diz que não há o que perdoar, porque o homem que deu o tapa não é mais o mesmo, nem o que levou... Esse irmão, que você supõe que tem algo contra você, te conhece? Você se conhece? Na sua reflexão, você pode se surpreender, em constatar quanto tempo perdeu; na infinita misericórdia divina, temos a eternidade para aprender, para evoluir, mas todos queremos paz de espírito agora, e não daqui há séculos.

Talvez a maior conquista da evolução seja a paz de espírito. Deixar de enxergar no outro um inimigo em potencial e passar a vê-lo como um ser em evolução, com erros e acertos, é um desafio diário.

O que importa não é o que os outros pensam, mas o que você sabe e realiza em busca do seu próprio destino. Veja o que você gostaria de ter feito e não fez, e retome o que for importante, mesmo que tenha que começar do zero.

Há uma passagem onde Buda é agredido por um homem, com um soco, Buda vira para ele e pergunta: e agora? O homem fica sem reação, e os companheiros de Buda ensaiam revidar.

Plante suas sementes de modo que o mundo colha bons frutos, não plante somente para você, plante para todos.

Buda os repreende e diz: Ele pode ter ouvido alguma coisa sobre mim de alguém, pode ter formado uma ideia, uma noção a meu respeito. Ele não bateu em mim; ele bateu nessa noção, nessa ideia a meu respeito; porque ele não me conhece...

Caso contrário, comece hoje mesmo a mudar sua história. Se quer um futuro diferente, mude seu presente.

ção limpo e alma lavada. Se relacione com seus irmãos desarmado, com boa vontade, com boas intenções. Se não tiver algo bom para dizer sobre alguém, cale-se e lembre-se: você não o conhece... Não importa em que época estamos, natal, ano-novo, dia dos pais; o que importa é renovar em nós mesmos e naqueles que nos rodeiam sentimentos nobres e atitudes altruístas; trabalhamos, corremos, pagamos contas, o tempo passa, a juventude passa, a vida passa, e as pessoas fazendo resoluções de ano-novo...que provavelmente nem irão cumprir. Façamos resoluções de vida, da vida que queremos e das pessoas que queremos ser. A evolução não é um presente, mas sim uma conquista, Axé!

Por Mãe Valéria Siqueira

Se após essa reflexão você estiver contente consigo mesmo e com suas realizações, parabéns.

Se relacione com a Umbanda com olhos puros, cora-

Terreiro de Umbanda Pai Oxóssi, Caboclo 7 Flechas e Mestre Zé Pilintra

Críticas e sugestões: t.u.paioxossi@hotmail.com


página 10

Ano 5 número 42

Foto: Divulgação

Ervas na Aldeia por Adriano Camargo

UMBANDA E A ATUALIDADE Salve sagrados irmãozinhos e irmãzinhas nas ervas, no amor de Mamãe Natureza e de nossos Sagrados Orixás!

nós, nosso curador interno, nosso manancial de forças pouco percebidas por nós nos momentos difíceis.

Um excelente 2015 pra todos nós. Que as bênçãos divinas possam moram em todos os corações!

É religião motivadora - Eu nunca vi, e tenho certeza que em terreiros sérios, trabalhando dentro dos ditames da Lei Divina, nunca foi visto um guia espiritual chegando cansado, sem "pique" para trabalhar, reclamando do trânsito... nunca vimos um caboclo frouxo, com medo do trabalho do dia, ou um preto-velho ranzinza, sem uma palavra amiga, e que não queira abraçar alguém que, de repente, precisaria naquele momento somente daquele abraço.

Peço licença aos editores para nesse mês, falar um pouco sobre a Umbanda e a atualidade. Na próxima edição, muitas informações e novidades sobre ervas. Há uma preocupação generalizada em relação a vários assuntos recentes. Falta de água, violência, terrorismo, uma anunciada crise recessiva na nossa economia, aumento de preços, desemprego, etc., etc., etc. Então... como a Umbanda pode nos ajudar? Falo da Umbanda claro, pois afinal é a minha, a nossa amada religião, porto seguro onde aportamos nossa Fé, nossa religiosidade. Mas serve para toda e qualquer religião que se preste à transformação do ser humano para o bem, que se coloque, em nome de Pai Criador, como um portal vivo para que nos sintamos seguros e tenhamos motivos para continuar. Umbanda... ah, a Umbanda! E como se fala dessa religião, não é? Várias opiniões, várias formas de vê-la, cada segmento dando a sua entonação, seu toque pessoal, e porque não cada pessoa dando à "sua" Umbanda, a forma de si. Vejo muitos irmãos com seus discursos acalorados, pregando, isso mesmo, pregando uma Umbanda única, uma tradição peculiar e individual, a partir do seu próprio ponto de vista, criticando os cursos, as inovações, as formas de enxergar o mesmo, praticar o mesmo, sendo o mesmo, mas diferente - e aceitando os novos tempos, a tecnologia, as inovações e o novo padrão de pensamento critico ao qual somos convidados a aceitar já há algumas décadas. Umbanda ainda é Amor e Caridade! Ainda é o Caboclo das 7 Encruzilhadas e suas máximas: Manifestação do Espírito para a Caridade... Com os mais sábios aprenderemos, aos menos sábios procuraremos levar o conhecimento e a nenhum rejeitaremos... A Umbanda é religião de magia, de transformação: ninguém usa magia para ficar como está! Nos servimos dos poderes realizadores, a força da transformação para mudar algo, transformar para o bem, sair de estados caóticos, doenças, desarmonias, despertando o melhor em

Vemos sim Caboclos aguerridos, mesmo que seu médium naquele dia não esteja cem por cento bem. Pretos Velhos com toda sua sabedoria e carinho por nós, seres humanos devedores do Amor Divino. Exus e Pombagiras em seus arquétipos de força, liberdade, determinação, vitalidade, estímulo. Crianças alegres, brincalhonas, transmitindo a potência da pureza. Enfim, isso é Umbanda! Uma religião Divina que transforma pela sua simples presença, basta que prestemos a atenção. A Determinação dos Caboclos, a Sabedoria dos Pretos Velhos, a Alegria e Pureza das Crianças, a maleabilidade dos Baianos, a força e garra de Exu, a feminilidade e liberdade de Pombagira, e todas as manifestações que trazem em si, no arquétipo, na sua imagem, uma mensagem. A Umbanda não tem personalismo nas suas manifestações. Os guias espirituais não estão nem um pouco preocupados com seus nomes humanos, da última, ou últimas encarnações, de quem foram ou que feitos executaram por aqui. É a força da corporação, da falange! Como num batalhão, o soldado responde como um soldado, ou no grau da sua patente. E pode ter certeza, já dominaram o ego de tal forma que isso não os incomoda em nada! Seus nomes simbólicos transmitem a força e o campo de atuação das suas especialidades. Não são lições em exemplo para aprendermos? Pois é, vejo que essa é uma das formas que a Umbanda pode nos ajudar nesses momentos de dúvidas e ajustes necessários. Muito além do pronto socorro espiritual, muito além da procura no momento do desespero. Confiar, acreditar, depositar a fé, pequena ou grande, afinal, os Sagrados Mestres da Umbanda fazem de uma pequena semente, árvore frondosa.

Se você é médium, coloque sua mediunidade a serviço do Criador servindo ao semelhante, além de, e isso serve a todos os freqüentadores ou simpatizantes: faça sua parte, aceitando a transformação, os exemplos, e colocando-os de forma prática em sua vida, no dia a dia mesmo. Aos críticos, aceitem as transformações que o próprio tempo traz a todos nós, e a todas as estruturas, de forma inevitável. Não percam suas raízes, mas não deixem de crescer. Crescer com coerência, com bom senso. A tecnologia, redes sociais, etc. são uma ferramenta poderosa quando usada para o bem. Eu particularmente não quero ver "entidades" dando consultas pela internet, ou supostos pais de santo ensinando magias "toscas" de amarração em nome da Umbanda, o que afinal passa bem longe da religião séria, tradicional na sua essência de Amor e Caridade, mas livre e aberta à sua própria evolução através dos seus praticantes. Assim, a Umbanda pode nos ajudar! Umbanda no terreiro. Umbanda na minha e na sua família. Umbanda no nosso trabalho. Umbanda filosofia da minha vida! A Umbanda já nos ajuda, mesmo sem a gente perceber. Afinal, somos todos Umbanda! Agradeço de coração aos irmãozinhos do Jornal Aldeia de Caboclos pelo trabalho crescente e pelo espaço cedido aos nossos pitacos religiosos e sobre as ervas. Mandem suas mensagens com críticas e sugestões para as próximas edições dessa coluna. Gratidão sempre! Umbanda pra frente! Umbanda sempre! Adriano Camargo, o Erveiro Adriano Camargo é babalaô sacerdote de Umbanda, dirigente do Templo Escola de umbanda Ventos de Aruanda em São Bernardo do Campo - SP; é autor do livro Rituais com Ervas - Banhos, defumações e benzimentos, e ministra vários cursos e palestras.

Adriano Camargo / Erveiro da Jurema adriano@ervasdajurema.com.br www.facebook.com\adrianoerveiro www.facebook.com\erveiro


a fé na moda Vestuário, moda , decoração para umbandistas, candomblecistas e artigos religiosos.

www.casua.com.br atendimento@casua.com.br Telefone (11) 2729-5707 R:Visconde de Inhomerim,688 Mooca - SP CEP:03120-001

http://umbandaeucurto.com/


página 12

Ano 5 número 42 www.erveiro.com.br

Parlamentar do PTN-SP lança o Diário de uma Deputada Federal para, de forma transparente, narrar o cotidiano parlamentar

A deputada federal Renata Abreu (PTN-SP) inicia seu mandato na Câmara com uma inovação: o blog Diário de uma Deputada Federal (www.diariodeumadeputadafederal.com. br). A iniciativa objetiva compartilhar com seus quase 90 mil eleitores, como também com todos os simpatizantes da parlamentar, o cotidiano no Congresso, desmistificando a máxima que deputado não trabalha ou que somente se dedica à missão alguns dias por semana. Já na primeira postagem, Renata detalha o que foram as 48 horas até a eleição da presidência da Câmara, com reuniões de líderes, correria contra o relógio para protocolar o bloco Renovação, no qual PTN e mais sete partidos são representados por deputados de primeira legislatura, e o clima tenso da

votação da mesa diretora da Casa. A proposta do blog é ser o mais transparente possível, oferecendo aos seguidores seu empenho diário no exercício do mandato, seu posicionamento em questões relevantes do Congresso, suas alegrias, conquistas, seus aborrecimentos, frustrações e a saudade de casa, principalmente, dos filhos pequenos que ficaram na Capital paulista. Enfim, o cotidiano de uma deputada que, após protestar nas ruas por mudanças na política nacional, decidiu que gritar apenas não bastava, se candidatou, conquistou a confiança do eleitorado e hoje representa os interesses da população não só de São Paulo, mas de todo o Brasil, em busca de uma nova Nação, voltada em prol do bem-estar de todos.


Ano 5 número 42

página 13


! s a c s e r F s a v r E s o m e T

k o o b e c a f o s s o Curta n no a g i c o d a s a c / .com k o o b e c a f . w w

w

Estacionamento amplo. Entregamos em domicilio

ABRIMOS S DIA TODOS OS ira De 2ª à 6ª Fe Das 8 às 20h 9h 9 às 1 s a D o d a b á S Feriados Domingos e 14h Das 10 ás

R

M T

ATACADO E VAREJO

LO Pr LO V


e s a p u o R e d o ã ç o m o r P r e Sup Tecidos Africanos A D N A B M U E D JA O L R O H L E M E R IO A AM E CANDOMBLÉ DO BRASIL

no

peça s eu Parcelamos cartão em até FIDELIDAD E e g s o r u a nhe 6x s/ j descon tos

h os

5 1 0 2 m e s o h n iro. o s s eu tro do seu terre

s e z i l a e R

cadoria r e m : o m n o c e d io o c rar seu negó ou até mesm t o is r in ir a m b d u a e a s r a o p n , mos suporte e na sua cidade c e s r o s fe o io , g 0 li e ,0 r 0 s 0 o artig de 2.0 . 2649-2065 g : e ir e d t in n r is a o ja d F p lo n o a .a a n h .. u c s o o r n e ls e t a o m n Mo suporte de ções com Cig nho do seu b a o a m m m r s a e t fo o m In d é . t " a io ja c e ó lo g próprio ne Temos "kits layout de loja u , e s a d o n d e v o n e o d d s r o e ç pre r, 653 ie sonho e a s is u b e r s o r C a z e que saem mais, li g a r e o r e a G ê . .: Eng o ajuda voc MEGA LOJA 3: - Av A Casa do Cigan a (11) 2649-2065

r, 1009 ie is b r o C e g r o e G LOJA 1: - Av.: Eng.ô Jabaquara (11) 4323-3055 Próximo do Metr vant Kissajikian, 745 LOJA 2: - Av.: Yer Shop. Interlagos (11)2503-6310 V.Joanisa-Próx ao

quar

í Jaba Em Frente ao Assa

BR

WWW.CA

. M O C . O N A SADOCIG


página 18

Ano 5 número 42

Foto: Divulgação

Falando de Umbanda Pai Ronaldo Linares

C

om o dia de Oxossi, não poderíamos deixar de falar sobre o fenômeno da superpopulação do planeta. Em todos os lugares que nos encontramos estamos cercados de pessoas, muitas pessoas: nos bancos, nós consultórios, nos ônibus, no trânsito, nos parques, nas estradas, supermercados, enfim. Antigamente na época de férias aproveitávamos para fazer coisas que o dia-a-dia não permite e encontrávamos parques va-

zios, o centro da cidade pacato e pouco trânsito. Hoje, as estradas ficam tão congestionadas que literalmente param devido a massa de pessoas que vão embora das metrópoles e ainda assim, quando fazemos um passeio, vamos ao cinema, etc, encontramos filas enormes como se fosse um dia normal. O curioso é que isso deveria ser motivo de conhecer cada vez mais pessoas, fazer cada vez mais amizades, ficar cada vez mais próximos uns dos outros, mas, infelizmente, ocorre que cada vez estamos mais distantes. Há cada vez mais pessoas ao nosso redor e cada vez menos vida.

COMO SACERDOTES, SER MELHOR É NOSSO DEVER! caça e da pesca, sendo seus instrumentos de culto o arco e flecha. Nada mais ligado às origens humanas do que uma vida sem utilização de eletricidade, máquinas e as facilidades da vida moderna. Oxossi é o significa a expansão de limites no seu campo de atuação, sendo a caça apenas uma comparação para explicar a busca de conhecimento, ou seja, é como se ao acertar seu alvo atingisse o conhecimento. Nas antigas tribos africanas era tarefa do caçador (aquele que penetrava na mata saindo fora da aldeia), trazer a caça e as folhas medicinais. Além disso, eram também responsáveis por localizar os melhores locais para a tribo mudar futuramente, ou ainda, iniciar uma nova roça. Esse é o sentido puro da busca do conhecimento.

Quem assistiu ao filme "Melhor Impossível" (com Jack Nicholson e Helen Hunt) ouviu aquela frase: "Você me faz querer ser alguém melhor". Esse é o tipo de declaração que nos faz parar e pensar em como estamos vivendo e como estamos administrando nosso poder do livre arbítrio. Será que estamos utilizando adequadamente? Já pensou que dividir a vida com alguém é um dos grandes fatores da mudança do ser humano? Cada pessoa faz as coisas ao seu modo, mas, tudo o que fazemos, de alguma forma, acarreta diferenças na vida do outro.

Então, voltando ao nosso assunto anterior, fico me questionando se não seria melhor voltarmos a viver (ainda que seja um pouquinho) no estilo antigo? Quando as pessoas conversavam pessoalmente e não apenas através da internet. Quando dispensávamos mais atenção ao que as pessoas tinham a dizer. Quando, ao sairmos para um passeio trazíamos novos amigos no coração e a sensação alegre de ter trocado informações importantes ou banais, porque o importante era estar com o outro. De forma alguma quero desprezar a tecnologia e os aparelhos que proporcionam uma vida prática, que nos permite encontrar pessoas tão distantes que seria impossível de outra forma, etc.

Você deve estar se perguntando o que tudo isso tem a ver com Oxossi. Bom, não é esse o Orixá da natureza, do que tem de mais primitivo no homem? O Orixá da

Amizades não são feitas ao acaso: ou escolhemos ou somos escolhidos; ou aprendemos ou ensinamos; ou ajudamos ou recebemos ajuda. A pessoas que entram

e saem de nossas vidas não são obra da coincidência, elas fazem parte do que chamamos Karma ( lei que ajusta efeito e causa, ou seja, aquilo que fazemos de bom ou ruim nos trará consequências nas próximas vidas. A lei do karma é imodificável e em várias religiões é chamada de "justiça celestial") Como sacerdotes, temos o dever mostrar às pessoas: • a necessidade do contato pessoal; • a necessidade de saber ouvir; • a necessidade da bondade e amor ao próximo; • a necessidade de sentir emoção acompanhado; • a necessidade de rir com o outro pessoalmente, não apenas através de uma tela; Em outras palavras, temos o dever de mostrar ao outro como ser melhor e a recompensa desse esforço é que também seremos melhor! Estamos nesse mundo de passagem, então vamos saudar Oxossi desbravando o futuro sempre acompanhados, pois isso é instigante e tentador. Lembre-se de que qualquer que seja o local e o meio de transporte a observação das experiências sempre dependerá de quem estiver ao nosso lado. OKÊ CABOCLO ! ! ! Maria Aparecida Linares comunicação FUGABC - SANU Santuário Nacional da Umbanda. www.santuariodaumbanda.com.br federacaoabc@terra.com.br www.facebook.com/ santuariodaumbanda.fugabc


Ano 5 número 42

página 19


página 20

Ano 5 número 42

Homenagem

QUERIDÍSSIMO E SAUDOSO SR. FERNANDO MARQUES DA SILVA A Família Aldeia de Caboclos e todos os médiuns do Templo de Umbanda Caboclo Sete Flechas e Baiano Severiano prestam suas homenagens ao queridíssimo e agora saudoso Sr. Fernando Marques da Silva. O Sr. Fernando Marques da Silva foi um exemplar Pai de Família, amigo e Dirigente Espiritual do Templo de Umbanda Caboclo Sete Flechas e Baiano Severiano, símbolo de honestidade, honradez, trabalho incansável e de um ser humano do Bem!

O estimado Sr. Fernando Marques da Silva faleceu em 29/12/2014 nesta capital aos 65 anos de idade. Seguiu sua missão espiritual desde os 18 anos de idade com extremo amor, ética e devoção aos Guias e Orixás, sempre zelando pela caridade ao próximo, agradecendo e louvando a Zambi e ao nosso Pai Oxalá. O saudoso e atuante Dirigente Espiritual era casado com a adorável Dona Ivone da Aldeia, Pai de Fernanda Marques Xenoktistakis (Fernanda da Aldeia), Patrícia Marques da Silva, Adriana Marques da Silva, Leandro

Marques da Silva e Rafael Marques da Silva, e Avô de Ingrid, Inara, Éderson, Yasmin, Lohana, Engels e Krystaly.

Ao querido e exemplar Pai de Família, Amigo e Dirigente Espiritual, Todo Carinho, Respeito e Eterno Amor de seus Familiares, Amigos e Filhos de Fé! Que Deus Ilumine sempre o vosso Espírito! Aldeia de Caboclos


página 22

Ano 5 número 42

Agenda

21

11º PROCISSÃO e LOUVAÇÂO AO ORIXÁ XANGÔ de Junho de 2015

20 de Setembro de 2015

6º FESTIVAL DE CURIMBA ALDEIA DE CABOCLOS "UM GRITO DE LIBERDADE"

15

6º SEMANA DA UMBANDA NA CIDADE DE SÃO PAULO de Novembro de 2015


página 24

Ano 5 número 42

Eventos

Matrimônio na Umbanda Momento de muita alegria e emoção, recebendo a bênção de Deus e de todos os Orixás. Amigos, familiares juntos em uma só sintonia cantando e encantando esse momento. Obrigado aos amigos da Aldeia de Caboclos, Pai Engels Xenoktistakis, mãe Ivone da Oxum e mãe Fernanda Xenoktistakis e a todos que de coração e amor fizeram com que este dia se tornasse inesquecível para mim e minha esposa Tati Vitoriano. Obrigado aos filhos de fé da casa de Xangô Boiadeiro e Pai João pela dedicação e carinho que tenho e tive de todos vocês. Muito axé na vida de todas essas pessoas que tão importantes são em minha vida e de minha esposa! Obrigado a todos! Danilo da Silva


página 26

Ano 5 número 42

Amor ao Próximo

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA ALFA & OMEGA E A SEQUÊNCIA DE UM BELÍSSIMO TRABALHO No dia 20/12/14 realizamos mais uma vez uma linda festa, um dia muito especial para as crianças, mães e avós, enfim para todos nós. Pois, conseguimos dar a essas crianças momentos de alegria e assim tentar diminuir um pouco o sofrimento do seu dia a dia que não é fácil, muitas dessas crianças suas mães estão presas ou estão com suas avós, pois as mães perderam a guarda por uso de drogas. São famílias na sua grande maioria abaixo da linha da pobreza, suas moradias ainda são barracos onde moram muitas pessoas em pequenos cômodos, por isso a importância desse projeto, gostaríamos de fazer muito mais, mas infelizmente dependemos de doações

que muitas vezes não são fáceis de conseguir, pois muitas pessoas esbarram no preconceito de não querer ajudar uma instituição espírita, mas não desistimos, vamos lutar para que cada ano o número de crianças aumente e os benefícios a elas realizados.

tam levar um pouco de alivio e alegria as pessoas que necessitam e buscam ajuda, não adianta se solidarizar e não buscar uma ação para mudar tais condições, podemos fazer diferença, basta sair da nossa zona de conforto e colocarmos a mão na massa.

Foram apadrinhadas 1000 crianças com roupas, sapatos, brinquedos e cestas de natal, servimos a elas lanches e refrigerantes.

Pedimos a todos que reflitam e venham realizar e praticar algo em pro de nossos semelhantes, simples gestos podem mudar uma vida.

Ficamos felizes em poder contar com pessoas que não frequentam a nossa associação, mas que acreditaram em nosso trabalho e assim seguimos tentando conscientizar as pessoas que podemos e devemos nos doar em causas sociais que permi-

Agradecemos o empenho de todos os médiuns e frequentadores para realizarmos esse nosso edificante projeto.


umbanda@tendadeumbanda.org www.tendadeumbanda.org

ADVOCACIA

DR. ACÁCIO FERNANDO JOSÉ DRA. KELLI C.G.OLIVEIRA

CIVEL- TRABALHISTA - FAMILIA & SUCESSÕES USUCAPIÃO – TRIBUTÁRIO - EMPRESARIAL DIR. IMOBILIÁRIO - CONSUMIDOR REGULARIZAÇÃO DE VEÍCULOS SINISTRADOS JUNTO AO DETRAN Regularização de Templos Religiosos; Assessoria Jurídica completa; inclusive contra atos de intolerância e de discriminação de raça ou credo religioso.

TEL: (011) 2228-3032 CEL: (011) 9.5960-5141 (Tim) / 9.6188-6433 (Vivo) Email: oliveirajose.advogados@hotmail.com www.facebook.com/oliveirajoseadvogados

LUZ ESMERALDA L O

E S C

Cursos 2015 24/02 - MAGIA DIVINA DAS 7 CHAMAS ( GRAU DO FOGO) 25/02 - MAGIA DIVINA DOS 7 GÊNIOS 26/02 TEOLOGIA DE UMBANDA E E S M A R SAGRADA( PRESENCIAL) Atendimentos Gratuitos Todas as sextas feiras ás 20 hs (Culto Umbandista) Corrente médica do oriente (primeira segunda feira de cada mês ás 20 hs) Desenvolvimento medúnico todas as segundas feiras ás 20 hs

Nextel=78250655 id122*72459

Email-silvio.humberto@hotmail.com

D

A

L A

L U

Z

L

M

O

T E

Avenida Vila Ema, 3248- Vila Ema São Paulo/SP Tel.: 2604-5524

Anuncie conosco!

Templo Escola P

Temos o Curso da Magia Divina da 7 Chamas Sagradas

de Caboclos

R. Senador Roberto Simonsem, 641, Centro, São Caetano do Sul SP Fone: 11- 97372-8383

jornal@aldeiadecaboclos.com.br

e mail: luzesmeraldascs@yahoo.com.br SITE: http://www.luzesmeralda.com/

RUA ITIBERÊ DA CUNHA, 119 - VILA PRIMAVERA - SP - TEL(11) 2302-4306

FILIADO AUEESP

COMIDAS DE ORIXÁS, PADÊS E DESCARREGO COM ELEMENTOS FORMANDO TURMAS - ÚNICO ENCONTRO DATA 23/11/2014 DOMINGO - 15:00HS AS 18:00HS

TEOLOGIA DE UMBANDA SAGRADA FORMANDO TURMAS DATA INICIO - 24/01/2015 TODOS OS SÁBADOS - 10:00HS AS 12:00HS DURAÇÃO - 1 ANO

MAGIA DIVINA DAS SETE PEDRAS SAGRADAS MAGO INICIADOR Nº MI 585 FORMANDO TURMAS DATA INCICIO - 03/02/2015 TODAS AS TERÇAS-FEIRA - 20:00HS AS 22:00HS DURAÇÃO - 4 à 5 MESES

CURSOS MINISTRADOS PELO SACERDOTE DE UMBANDA - PAI ALEXANDRE GARCIA MAGO INICIADOR Nº MI 585

Jornal da Aldeia ed: 42  

Edição 42 ano 5 do Jornal Aldeia de Caboclos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you