Issuu on Google+

20 de janeiro de 2012 // Sexta-feira // Semanário // Prémio Gazeta Imprensa Regional 2010

Dia dos Namorados Faça um pequeno vídeo com a sua declaração de amor e habilite-se a uma massagem para dois Pag.59

76 www.regiaodeleiria.pt

Ofertas de emprego nesta edição

Farmácias Classificados Necrologia Signos

1 euro (IVA 6% incluído) // Diretor Francisco Rebelo dos Santos // Diretora Executiva Patrícia Duarte // Ano LXXVII // N.º 3905

Inovação Agricultores fintam cadeias de distribuição

Pág. 47 Pág. 51 Pág. 53 Pág. 62

PORTE PAGO

REGIÃO IA DE LEIR o. rat mais ba ó Agora s 1 euro

Foto: Joaquim Dâmaso

Pág.23

Um grupo de produtores de Alcobaça propõe-se entregar diretamente ao consumidor frutas, verduras e ervas aromáticas. O projeto, designado Dona Horta, foi revelado esta semana em Leiria

Saúde pública Ratazanas assustam escola da Gândara Pág.10

Eletricidade Fatura sobe 30% para as empresas Pág.22

Conferência Autarcas e população juntos pela Linha do Oeste Pág.26

Turismo 21 praias do distrito concorrem às 7 Maravilhas Pág.8

Educação Escola rica versus escola pobre Pág.6 Duas escolas partilham a mesma rua e sortes diferentes. Uma é o resultado dos 80 milhões de euros gastos na renovação de sete escolas no distrito. Outra é o exemplo dos estabelecimentos que sobrevivem com orçamento apertado


Voz da Região A pergunta da semana Editorial

Se o Turismo de Leiria-Fátima for extinto, a região perde ou ganha?

Ainda apanhamos o comboio? decisão de suprimir o serviço de passageiros na Linha do Oeste, a norte de Caldas da Rainha, já provocou o impensável. Além de ter unido autarcas de diferentes partidos, conseguiu que uma Câmara encomendasse um estudo sobre a Linha, propusesse medidas de redução de custos e de aumento da quota de mercado e mobilizasse outros municípios para custear o transporte de ligação às estações de caminho-de-ferro. É obra. Também não se esperava que esta decisão levantasse tanta poeira relativamente à gestão da CP e da REFER. O diagnóstico que a Câmara de Caldas encomendou pôs a descoberto erros graves de gestão pelos quais nunca ninguém foi responsabilizado. O assunto vai ao Parlamento, os argumentos são fortes e há esperanças num volte-face. Se o Governo se mantiver irredutível, a conclusão a tirar é só uma: “há uma estratégia de desmantelamento da ferrovia”, como diz o deputado Bruno Dias, necessária “para pagar uma rede de autoestradas”, como referiu o vice-presidente da Câmara de Óbidos. É pena que a região só agora tenha começado a correr para não perder este comboio, que é de pessoas e mercadorias na sua aceção direta, mas de progresso e desenvolvimento numa leitura mais profunda. Oxalá vá a tempo. Patrícia Duarte

Perde 79%

A

Diretora executiva

Ganha 21%

Nota: Os resultados apurados não têm qualquer valor científico, não correspondendo a qualquer sondagem ou estudo de opinião, ilustrando apenas a preferência de quem respondeu à nossa questão no site do REGIÃO DE LEIRIA na internet: www.regiaodeleiria.pt. Resultados até às 18 horas de quarta-feira passada.

Todos os direitos reservados. Interdita a reprodução, mesmo que parcial, de textos, fotografias ou ilustrações sob quaisquer meios, e para quaisquer fins, mesmo que comerciais.

2

Com a extinção do polo de Turismo Leiria-Fátima pode haver perdas, Tudo depende onde vai ser integrada. Se for investido mais na promoção da região, penso que não iremos perder. Pode-se ganhar em larga medida. Sou da opinião que seja integrada em Lisboa. A região poderá ganhar com isso, terá de se reajustar à situação atual. José Frazão, sócio-gerente do

dos hotéis Estrela de Fátima e Cruz Alta, Fátima

hotel Mestre Afonso Domingues, Batalha

Cartas dos Leitores Estado de rutura

Rua da Paz ficou esquecida

Os vários debates sobre a crise a que tenho assistido focam um leque de soluções paliativas e desviam habilmente o olhar do cerne deste complexo problema. Complexo pelos seus ramais de sinuosas consequências, mas tendencialmente simples (embora utópica) a cada passo dado rumo a montante. A estratégia de se tentar incutir um misto de otimismo e orgulho nacional, mais ou menos forçados, leva à seguinte questão: Anseia-se pelo aumento de produtividade, mas a que preço? Saturando o país de betão? Exaurindo o planeta? Prevê-se que neste século, 20% da população ativa seja suficiente para manter a atividade económica mundial. Assim sendo, a causa prima desta atual decadência social a nível global é, a meu ver, a reprodução descontrolada que passou em 81 anos de dois para sete mil milhões. Será um fenómeno de insensatez, ou será que o maior grau de higienização somado à descoberta de certas vacinas e medicamentos no séc. XX, serviu de catalisador para romper a névoa de ilusão sobre a verdadeira índole desta Humanidade, que poderia

Fale connosco Sede: Rua D. Carlos I, 2-4 Apartado 102, 2415-405 Leiria-Gare Telefone: 244 819 950 | Fax: 244 828 905 Site: www.regiaodeleiria.pt Email: clubedoleitor@regiaodeleiria.pt SMS: 962 108 739 Deve sempre incluir o seu nome, localidade e contacto. O REGIÃO DE LEIRIA reserva-se o direito de selecionar e eventualmente reduzir os originais.

Se a região ficar integrada em Lisboa e Vale do Tejo e se esse organismo ficar com as competências de promoção interna e externa, e desde que sejam salvaguardadas as especificidades dos produtos turísticos, e no caso especial da nossa região do turismo religioso, pode ser um caminho para resolver a situação atual das entidades regionais e dos polos. Pedro Pereira, sócio-gerente

Diretor: Francisco Rebelo dos Santos (C.P. TE nº 421) francisco.santos@regiaodeleiria.pt Diretora Executiva: Patrícia Duarte (C.P. nº 2913) patricia.duarte@regiaodeleiria.pt Redação: Carlos S. Almeida (C.P. nº 2830), Cláudio Garcia (C.P. nº 5104), Manuel Leiria (C.P. nº 4159), Marina Guerra (C.P. nº 8516), Martine Rainho (C.P. nº 2609) e Paula Sofia Luz (C.P. nº 2579) Fotografia: Joaquim Dâmaso (C.P. nº 5613). Correspondentes locais: Armindo Vieira (C.P. nº 6771), Artur Ledesma (C.P. nº 2140) e Sandra Mesquita Ferreira (C.P. nº 8858) redaccao@regiaodeleiria.pt

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

ainda subsistir na mente de alguns? As consequências desta derrapagem que afetará todos são: a perda da dignidade individual; a competição sem escrúpulos e a grave distorção de referências; o incremento da mais velha fonte de controlo – O medo; o déspota labioso que apraz ao compadrio para “encaixar” o incapaz; o consumismo deste “homem-massa” [Ortega y Gasset]; a crueldade para com o reino animal em que milhões nascem predestinados às barbáries dos assassinatos diários para satisfação dos instintos carnívoros, os instintos das pessoas sensíveis, segundo Sophia. A Humanidade faz continuamente o mal e espera como retorno, receber o bem. O ritmo de crescimento populacional é exponencial e dentro de alguns anos, à crise económica se acumulará inevitavelmente a crise das matérias-primas. E não é preciso ser-se um catedrático para se profetizar que até ao racionamento dos bens alimentares e derivados energéticos será apenas uma questão de tempo.

A rua da Paz, na Estação, Leiria, encontra-se com o asfalto cheio de imperfeições e encontrava-se até hoje (10/01/2012) toda esburacada. A solução para esses buracos foi a famosa operação tapa-buraco com brita pintada de alcatrão. Os carros que alisem os montes de brita que deixaram para os tapar e levem uma boa parte agarrada aos mesmos. A situação ainda se vai tornar pior quando chover, as águas levarem o resto da brita e aumentarem os buracos em tamanho e quantidade. Isto é o que acontece todos os anos nesta rua, esquecida pela Junta de Freguesia. Um dia antes das últimas eleições para a Junta, ainda andavam a alcatroar as ruas envolventes, ficou esquecida a rua da Paz. Porque será? Os moradores não pagam os impostos como os outros? Ou as eleições deveriam ter sido um dia depois para que desse tempo e chegasse o alcatrão a esta rua. Será que vamos ter que esperar até às próximas eleições para termos a rua alcatroada? Ana Ferreira

João Pereira, Leiria

Cronistas: Adérito Araújo, Ana Bonifácio Andrea Sousa, António José Laranjeira, Cláudia Oliveira, Cláudio de Jesus, Cláudio Tereso, Domingos Carvalho, Edgar de Carvalho, Elsa Rodrigues, Francisco Figueiredo, Helena Vasconcelos, Hugo Ferreira, João Borges Lourenço, João Fernandes Thomaz, João Santos, João Melo Alvim, Joaquim Ruivo, Manuel Portugal, Nuno Reis, Patrícia Martins e Rui Melo Biscaia Departamento Comercial: Diretora Alda Moreira alda.moreira@regiaodeleiria.pt // publicidade@regiaodeleiria.pt Gestores de Cliente: Iris Serrador, João Agrela (Coordenação), Lúcia Alves, Margarida Cordeiro, Maria do Carmo Rebelo e Sandra Nicolau. Departamento Gráfico: Cristina Silva (Coordenação) Paginação Vítor Pedrosa. Projeto Gráfico: Nick Mrozowski Impressão: Imprejornal, S.A.

Estação - Leiria

Distribuição: Vasp Tiragem média: 15.000 exemplares por edição Contactos: Rua D. Carlos I, 2-4 Apartado 102 - 2415-405 Leiria-Gare Telefone: 244 819 950 - Fax: 244 828 905 www.regiaodeleiria.pt

Linha do Assinante Tel.: 808 201 933 assinaturas@regiaodeleiria.pt Propriedade: Empresa Jornalística Região de Leiria, Lda. Contribuinte Nº 500 096 805; Capital Social 250.000 euros; Detentores de mais de 10% do capital: Sojormedia, SGPS, António Barroca Rodrigues e Joaquim Barroca Rodrigues. Depósito Legal Nº 44 731 - 91. Título registado no ICS sob o nº 100 512. Gerência: Ângela Gil e Francisco Rebelo dos Santos

Departamento Financeiro: Ângela Gil (Direcção), Catarina Branquinho, Gabriela Alves e Patrícia Santos info@lenacomunicacao.pt Departamento de Marketing: Susana Santos (Coordenação) marketing@lenacomunicacao.pt Departamento de Recursos Humanos: Sónia Vieira (Coordenação) drh@lenacomunicacao.pt Departamento de Sistemas de Informação: Hugo Monteiro dsi@lenacomunicacao.pt Unidade de Projetos: Lúcia Silva (Direção) projectos@lenacomunicacao.pt Membro de: Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação Associação Portuguesa de Imprensa


regiaodeleiria.pt

SMS 962 108 739 Envie-nos as suas opiniões por SMS para o número de telemóvel 962 108 739. A mensagem deve incluir o nome e a localidade, sendo publicada na edição seguinte. É que a sua opinião… conta!

Se o Turismo de Leiria-Fátima for extinto, obviamente que a região perde. Perde em termos de notoriedade. Mas também será positivo se compararmos com a imagem deixada nos últimos anos enquanto trabalhou de forma autónoma. Acácio Mendes diretor do Hotel das Termas de Monte Real

Claro que perde. Deixamos de ter pessoas em Leiria para tratar das questões ligadas ao turismo e ao lazer. A entidade que de algum modo geria a situação, embora não tivesse capacidade para fazer o que devia, era melhor do que não ter ninguém. O Turismo está a ser relegado para um plano de desinteresse, para o lugar de “lixo”, de que é também exemplo o aumento do IVA neste sector. Fernando Real, sócio-gerente

Pergunta da próxima semana Concorda que os trabalhadores assíduos percam os três dias de férias suplementares a que tinham direito?

“Gostava de mandar aqui um pedido ou apelo para as entidades competentes sobre um caso já referido no vosso jornal (rua Serpa Pinto). Quando abrem a rua? Ou terá que morrer alguém primeiro?” PATOS, Leiria

do Tromba Rija, Leiria

Foto-denúncia

Está no site e não encontra na edição impressa Artigo de opinião de Fernando Gonçalves, ex-diretor do Centro Distrital da Segurança Social de Leiria, sobre a maçonaria e religião

Comentários na net “É quase tão plausível como FDP ser financeiro de Portugal...” Telmo Fonseca, via Facebook, sobre a notícia “Perder’ Fátima é oportunidade para ganhar aviação civil em Monte Real, defende Raul Castro”

“Perde com toda a certeza. A união com o Turismo do Oeste ou mesmo com a do Centro não me chocaria (... ) Tudo isto para dizer que a junção com o Turismo de Lisboa seria pouco proveitosa. Lisboa pensa em Lisboa e nada mais, basta tentar perceber um pouco o porquê de Monte Real não ter aviação civil...” Mika Antunes, via Facebook, em resposta à Pergunta da Semana

“Um dia de motivação contagiante!” Miguel das Neves, via Facebook, sobre a notícia “Roca mostra processo de fabrico em videoclip musical (vídeo)”

Os cinco artigos mais lidos 01 “Conversas Improváveis” transmitidas em ecrã gigante no Mercado de Santana 02 Roca mostra processo de fabrico em videoclip musical 03 Sporting - Inter de Milão em Leiria dia 25 de janeiro

Leiria Os moradores da rua de Dublin, na Quinta do Bispo, Marrazes, queixam-se há meses do buraco que foi “crescendo” num terreno próximo dos prédios, onde passa um coletor. Há duas semanas, caiu mais uma barreira de terra, alertou uma moradora. Na passada semana, a Câmara de Leiria anunciou finalmente o arranque das “obras nas infraestruturas enterradas, com a reconstrução do talude e sistema de drenagem pluvial”. Os trabalhos vão durar 90 dias.

Aprenda connosco o novo acordo ortográfico Maiúsculas e minúsculas A generalidade dos vocábulos da língua escreve-se com minúsculas, como é sabido. Essa regra geral passa a abranger também: 1. nomes dos dias da semana, meses e estações do ano (domingo, segunda-feira; janeiro; outono);

2. palavras fulano, beltrano, sicrano; 3. designação, por extenso, dos pontos cardeais e colaterais (norte, nordeste, sul, sudoeste); mas mantêm-se as maiúsculas nas suas abreviaturas (N, NE, S, SW) ou quando designam toda uma região (o Norte, por “a parte norte de Portugal”). A maiúscula usa-se, como antes, nos nomes próprios de pessoas, lugares, instituições, festividades (José;

Parceiros; Universidade de Coimbra; Natal, Todos os Santos) e em siglas, símbolos ou abreviaturas de uso universal ou convencionado (NATO, UNICEF; Ag – símbolo q. da prata; V. Ex.ª). Mas há casos em que a maiúscula inicial passa a ser facultativa (próximo número). António Gordo

04 Ratos na Escola Secundária Afonso Lopes Vieira 05 Funcionárias acusam empresa de burla

Retificação Na rubrica Pergunta da Semana, publicada na última edição, o REGIÃO DE LEIRIA identificou erradamente Susana Almeida como presidente da delegação de Leiria da Associação Portuguesa de Defesa do Consumidor. Na verdade, preside à delegação da Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC). À visada e aos leitores, deixamos um pedido de desculpas.

Professor

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

3


Visto 14.01.2012 Vieira de Leiria No Pavilhão Municipal de Vieira de Leiria, a noite de magia sobre rodas, marcou a Gala de Abertura da Associação de Patinagem de Leiria. Foi a oportunidade para conferir o trabalho das diversas associações do distrito. Os smurfs, a Barbie ou o musical cheio de brilhantina “Greace”, foram alguns dos temas que preencheram o imaginário dos números apresentados. A cor e o ritmo foram reis, entusiasmando o público que encheu o pavilhão. Veja mais imagens na fotogaleria publicada na internet em www.regiaodeleiria.pt Foto: Sérgio Claro 4

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012


Região

Notícias desta semana

06 Escolas. Os contrastes entre os investimentos de milhões e os orçamentos de tostões

16 Burla. Tribunal julga em fevereiro contabilista suspeito de desvio de um milhão de euros

25 Paixão. Novo hotel, com 86 quartos, promete noites de requinte na cidade de Leiria

46 Saúde. Pombalenses avançam com a criação de portal especializado na internet

12 Pedrógão. Nova capela na praia do concelho de Leiria quer suavizar efeitos da sazonalidade

18 Desporto. Escaladores de Leiria lançam petição para pressionar autarquia a colocar em uso parede do Parque Radical

44 Famílias. Testemunhos de quem insiste em contrariar a baixa taxa de natalidade

56 Cultura. Figueiró dos Vinhos investe um milhão de euros em Museu Municipal que potencia a antiga casa de José Malhoa

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

5


Panorama

Há uns meses, alunos de outras escolas vizitaram a nossa escola. E ouvi-os dizer: ‘isto sim é uma escola’. É evidente que as condições melhoradas podem fazer com que os alunos tenham mais gosto em ir às aulas”

01

Isabel Teodósio presidente da associação de pais da Escola Secundária Engº Calazans Duarte

Ensino A escola “vizinha” é melhor do que a minha Contraste Na Marinha Grande, duas escolas vivem paredes meias: uma exibe os dotes da intervenção milionária e outra tenta sobreviver. O desafio é mesmo não descobrir as diferenças

6

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

03

04

Cesário Silva, diretor da Escola Secundária Calazans Duarte, ainda está a arrumar a casa. Já lá vão cerca de 500 dias desde que o novo rosto do estabelecimento de ensino é uma realidade quotidiana. Mas a escola ainda cheira a novo. Na história daquele estabelecimento de ensino há claramente um antes e um depois da intervenção da Parque Escolar. Durante três décadas, os pavilhões préfabricados foram uma realidade. Agora a escola atingiu o patamar da excelência, à semelhança do que sucedeu em outras sete escolas no distrito e várias dezenas no país. Quando abriu portas, renovada, em setembro de 2010, “The Fame”, de Lady Gaga trepava os tops e era, pela certa, o sucesso que ecoava nos leitores de mp3 dos alunos que atravessavam os portões. Título certeiro, a “fama”

valeu-lhe um incremento no número de alunos, na ordem dos 7% ao ano, revela Cesário Silva. Do outro lado da rua, na Escola Básica 2/3 Guilherme Stephens, casa-mãe do agrupamento com o mesmo nome, vive-se no antes, espera-se por um depois. No essencial, as instalações estão iguais às que nasceram em 1978, altura em que “Stayin’ Alive”, dos Bee Gees, fazia furor. Não nos walkman dos alunos de então. Esse haveria de ser inventado no ano seguinte. Mas a música da sobrevivência ainda é o refrão diário desta escola. Uma das muitas que, para já, passaram ao lado do programa de modernização. Na Calazans Duarte, há um sistema inteligente de climatização. Na Guilherme Stephens, sempre que se ligam os aquecedores elétricos para aquecer as salas, reza-se para que o quadro não “vá abaixo”. E se chove, há infiltrações garantidas. Quando chega a

Carlos S. Almeida

05

hora de almoço, servir as quase 500 refeições diárias no refeitório da escola sede do agrupamento, é um exercício complicado: há apenas 90 lugares e o intervalo para almoçar não estica. Na Calazans, para além de um refeitório renovado e arejado, há uma cozinha pedagógica destinada à formação na arte da culinária. Na “nova” secundária, o espaço exterior é arranjado, ajardinado e aprazível. Na escola batizada com o nome do nobre inglês responsável pela introdução da indústria vidreira na cidade, o piso de alcatrão é fonte de acidentes em quedas inevitáveis. A estrela da Parque Escolar na Marinha Grande conta agora com um auditório multiusos, com uma bancada retrátil. Na vizinha do lado, o espaço multiusos foi construído há 14 anos “com o esforço da comunidade educativa”, explica a direção da escola. Abriga os alunos nos dias de chuva e as atividades comple-


Região // Panorama

01 Espaços amplos e renova02 dos na Escola Secundária Eng. Calazans Duarte, contrastam com o recreio com piso perigoso na EB 2/3 Guilherme Stephens 03 Refeitório arejado versus 06 cantina exígua 04 Salas de aula devidamen08 te climatizadas rivalizam com aquecimento à mercê dos caprichos da velha instalação elétrica 05 Biblioteca “paga” pela 07 Parque Escolar vizinha da congénere melhorada com mobiliário sobrante de outras escolas Fotos: Joaquim Dâmaso 02

O facto de a escola estar paredes meias com um estabelecimento de ensino intervencionado e melhorado, pode fazer com que existam crianças que queiram alterar o meio escolar atual por um com melhores condições, como é lógico” Paula Rosa presidente da associação de pais da Escola EB 2/3 Guilherme Stephens

06

07

08

mentares, como teatro, por exemplo. O rol de diferenças nas duas escolas é extenso. Não cabe nestas páginas. Tão extenso quanto a dualidade de condições que afeta a rede escolar do país e da região. Em Leiria, a intervenção que revolucionou as secundárias Francisco Rodrigues Lobo e Domingos Sequeira, contrasta igualmente com a da Escola Secundária Afonso Lopes Vieira que, já fez saber a sua direção, vive “uma situação dramática”. Aguarda pelas obras urgentes de requalificação, programadas para a terceira fase de intervenção da Parque Escolar que teima em não chegar. “Os nossos alunos merecem. Também merecem”. A frase que facilmente poderia servir de argumento à escola da Gândara, Leiria, é da direção da Guilherme Stephens. Não se alonga em comentários sobre a dualidade de realidades ao nível das infraestruturas. Prefere antes

sublinhar que “como em qualquer escola deste país, temos alunos com excelente aproveitamento, e outros com piores resultados. Mas isso deve-se a outros fatores”. Cesário Silva também alinha nesta análise. “As escolas que não foram intervencionadas, podem ter a aspiração de ver reunidas as condições que outras têm. Mas temos escolas que com menos condições conseguem bons resultados”. Contudo, na escola ao lado, as telhas são do tempo dos Bee Gees. A Associação de Pais e Encarregados de Educação (APEE) da Guilherme Stephens alerta: “temos crianças durante 11 anos em ambientes com telhados de amianto”. Já Isabel Teodósio, presidente da APEE da Calazans Duarte, admite que as novas instalações e o aumento da oferta formativa estão a fazer a diferença. A escola ganhou “fama” e proveito. carlos.almeida @regiaodeleiria.pt

N.ºs

Sete escolas custaram 81,2 milhões de euros

Obras de milhões para as escolas 1,3 Nos dados que apresentou ao Parlamento em março de 2010, a Parque Escolar falava em 1,3 mil milhões de euros gastos 81 As escolas já intervencionadas no distrito custaram 81,2 milhões de euros 1,4 Os projetos de arquitetura das escolas do distrito custaram 1,4 milhões de euros 1,6 A fiscalização e segurança das obras no distrito custou 1,6 milhões 11

No total a Parque Escolar previa remodelar 11 escolas no distrito

Há um número gordo que sintetiza o esforço financeiro do Programa de Modernização do Parque Escolar Destinado ao Ensino Secundário. Em 2010 tinham sido gastos 1,3 mil milhões de euros. Desta fatia, 81 milhões de euros foram gastos no distrito de Leiria. Sete escolas secundárias foram já contempladas neste programa: Inês de Castro (Alcobaça), Bombarral, Rafael Bordalo Pinheiro (Caldas da Rainha), Domingos Sequeira (Leiria) Francisco Rodrigues Lobo (Leiria), Engº Calazans Duarte (Marinha Grande) e Pombal. Quanto custou a intervenção em cada uma das escolas? A pergunta, colocada pelo REGIÃO DE LEIRIA à Parque Escolar – em-

presa responsável pelas intervenções – ficou sem resposta. Ainda assim, é possível perceber alguns aspetos do esforço envolvido, levando em conta os relatórios publicados pela empresa no seu sítio da internet. É aí que surge o montante global despendido no distrito: 81,2 milhões de euros. Um valor a que se podem somar 577 mil euros, referentes à fase três do programa. A verba terá sido direcionada para projetos, pois no terreno continuam por avançar as obras programadas para as secundárias da Batalha, Dr. Pascoal de Melo (Ansião) e Afonso Lopes Vieira (Leiria). Não há indicações sobre o arranque das obras: o Governo suspendeu os concursos da Parque Escolar.

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

7


Região // Panorama

01

02

03

04

05

Estas 21 praias do distrito são ou não uma maravilha? A beleza natural, a tradição piscatória, a paisagem serrana, as dunas, o charme aristocrático, o surf, o isolamento selvagem, a identidade cultural, a tranquilidade das águas. Cada uma das praias da região candidatas ao concurso 7 Maravilhas apresenta argumentos de peso. Há 327 concorrentes a nível nacional e já ontem, quintafeira, surgiu a primeira triagem. As 21 finalistas serão votadas pelo público a partir de Maio

8

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

08

06

07

01 Município intimamente ligado ao mar, Peniche sugere sete praias. A reserva natural da ilha da Berlenga (na foto), mas também Cova de Alfarroba (dunas), Almagreira (selvagem), Supertubos (uso desportivo) e as praias urbanas do Baleal, Consolação e Gamboa

04 A praia fluvial de Fragas de S. Simão, escondida entre rochas no concelho de Figueiró dos Vinhos, é um lugar de convívio com a natureza. Ideal para um mergulho, um piquenique ou mesmo a prática de desportos radicais. Também concorre a praia fluvial de Ana de Aviz

02 Por muitos considerada a mais típica de Portugal, a praia da Nazaré, com a sua cultura piscatória bem viva, concorre ao lado da praia do Norte, agora famosa devido às ondas gigantes que atraíram o surfista Garrett McNamara

05 Cercada por hortas, propriedade dos habitantes da aldeia, a praia fluvial do Mosteiro, no concelho de Pedrógão Grande, tem uma pequena cascata, extensos relvados e boas sombras. É banhada pela ribeira de Pera

03 A única praia do concelho de Leiria, no Pedrógão, também entra nestas contas. Cercada por mata nacional, é conhecida pela marginal, pelo festival da sardinha e pelo andebol de praia

06 São Pedro de Moel, a praia favorita do escritor Afonso Lopes Vieira, no concelho da Marinha Grande, tem resistido à pressão urbanística. Mantém o charme aristocrático e ainda é um destino de férias para muitos lisboetas

09

07 A praia do Osso da Baleia, no concelho de Pombal, já ostenta o galardão de praia dourada, atribuído a areais singulares, quase selvagens, com reduzidas infraestruturas. Protegida por dunas, sobressai pelo isolamento e beleza natural 08 A baía de S. Martinho do Porto é uma das praias mais tradicionais de Portugal. Ótima para crianças e famílias. O concelho de Alcobaça também propõe Paredes de Vitória, Vale Furado e Gralha 09 A oitenta quilómetros do mar, há ondas. É na praia das Rocas, um complexo artificial, no concelho de Castanheira de Pera, que aproveita as águas da ribeira de Pera e a paisagem da Serra da Lousã. O concelho candidata ainda a praia fluvial do Poço de Corga


20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

9


Região // Panorama

P&R José Morcela “Não existe uma praga, mas uma atividade anormal nos esgotos”

Segundo o responsável da Ambipraga, de Leiria, a situação detetada na escola estará controlada

A situação registada na Secundária Afonso Lopes Vieira estará já controlada Foto de arquivo

Ratos na escola Afonso Lopes Vieira alertam para situação “natural” A denúncia de uma “praga de ratazanas” na Secundária Afonso Lopes Vieira alertou a comunidade para um problema que não é tão invulgar quanto isso nas zonas urbanas

Martine Rainho O aparecimento de ratazanas na Escola Secundária Afonso Lopes Vieira, na Gândara dos Olivais, Leiria, alertou, na passada semana, a comunidade escolar. A situação terá sido desencadeada pela limpeza dos coletores internos durante as férias de Natal. Após o avistamento de alguns roedores em duas casas de banho num bloco da escola e de outros indícios num anexo do refeitório, no início do ano letivo, Pedro Biscaia, diretor, afirma ter de imediato contactado os serviços de uma empresa especializada, a delegação de Saúde Pública e a Câmara de Leiria. Em declarações ao REGIÃO DE LEIRIA, Pedro Biscaia rejeitou liminarmente o “epíteto de praga”, denunciada anonimamente, e referiu terem sido tomadas as medidas recomendadas. “Estamos atentos ao problema”, afirmou, garantindo não

10

haver vestígios de roedores no refeitório. “Está-se a fazer a monitorização duas vezes por dia”, acrescentou ainda, convicto de “não haver razão para alarmismos”. Contactado esta semana, Jorge Costa, autoridade de Saúde Pública de Leiria, adiantou que “a situação está em vias de ser ultrapassada”. Numa vistoria ao local, que incluiu a cantina, “não encontrámos nada”, acrescentou. “Qualquer armazém de alimentos está sujeito a isto”, admitiu ainda o responsável, considerando que não sendo “normal”, é “natural”. Isabel Gonçalves, vereadora do pelouro do Ambiente, confirmou, por sua vez, a intervenção da autarquia com a colocação do produto indicado em várias caixas de visita do sistema de coletores públicos situadas na zona da escola. A situação não é porém de todo invulgar, segundo a au-

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

tarca, referindo que a Câmara é muitas vezes solicitada para ações de desratização, havendo registo de casos em vários pontos da cidade. “É muito aleatório. Temos uma equipa na divisão do Ambiente para ir, prontamente, a qualquer local. É uma ação muito rápida e eficaz”, sustenta Isabel Gonçalves.

Medidas preventivas O controlo de uma infestação é porém um processo complexo. “Há que considerar vários fatores relacionados com a espécie em causa, tais como biologia, ciclo de vida e reprodutivo, hábitos alimentares, clima, meio ambiente, para então se definir

Os roedores procuram abrigo e alimentos. Eliminar as potenciais fontes de alimentação e pontos de acesso podem evitar a sua instalação e multiplicação. Em caso de dúvidas, procure ajuda especializada

uma estratégia de atuação, implementá-la e monitorizar os seus resultados”, explica José Morcela, responsável da empresa Ambipraga. E a intervenção não termina com o controlo da situação. “É importante promover medidas preventivas, que reduzam a probabilidade de situações idênticas voltarem a acontecer”, defende, alertando para o facto de todos os locais com “condições favoráveis de abrigo e de acesso aos alimentos” serem suscetíveis ao aparecimento de roedores. Quanto às causas, podem ser diversas pois “existe uma grande variedade de situações que, individualmente ou quando combinadas, podem ser decisivas”. Ainda assim, podem ser tomadas algumas medidas de prevenção. “Identificar e eliminar as potenciais zonas de refúgio, o acesso a fontes de alimentação e os pontos que podem servir de entrada aos locais que pretendemos proteger” poderão “não evitar o seu aparecimento, mas evitam de certeza a sua instalação e consequente multiplicação”, sublinha José Morcela. martine.rainho @regiaodeleiria.pt

No caso da Escola Secundária Afonso Lopes Vieira (ESALV), pode falar-se em praga de ratazanas? Não existe uma praga na escola, há sim indícios que apontam para a existência de uma atividade anormal circunscrita ao sistema de esgotos. Quando é que se pode falar em praga? Quando uma determinada população de qualquer espécie de ser vivo aumenta de forma excessiva, provocando desestabilização no meio ambiente. Temos casos de praga na zona de Leiria? Onde? Que eu tenha conhecimento não, embora existam alguns locais em que, por vários motivos e em determinadas alturas do ano, se observa maior atividade de algumas espécies. A que se deve a situação registada na ESALV? Na minha opinião, ao facto de o sistema de esgotos ter sido intervencionado para limpeza, tendo tido um impacto desestabilizador na população de ratazanas que habitualmente aí existe. Nos locais onde inicialmente se registou atividade a situação está controlada, mas no sistema de esgotos o controlo é mais moroso, pois estamos a falar de uma rede com ligação a outros esgotos, sendo talvez necessário mais uma semana para que a situação fique totalmente resolvida.


Opinião Quilómetro 130 Os SMAS Leiria (parte II)

O meu diário

(Des)arrumar ideias Educar para a cultura

Cláudio de Jesus

Patrícia Martins

Engenheiro do Ambiente

Animadora Cultural

claudiojesus2012@gmail.com

patriciafrmartins@gmail.com

Parabéns

Vista direita Dizer e não fazer

Helena Vasconcelos H

Domingos Carvalho

Médica

Membro da Assembleia Municipal de Leiria

hml.vasconcelos@gmail.com asc

domjcarvalho@gmail.com

o meu último artigo aludi à crescente falta de motivação vivida nos SMAS Leiria. E fi-lo na perfeita convicção de que reestruturando e reorganizando aqueles serviços, é possível convertê-los numa instituição de referência da região. Que me recorde nos últimos anos, o único facto verdadeiramente digno de registo relativamente aos SMAS Leiria foi a entrada em funcionamento do novo laboratório de controlo de qualidade da água - por sinal dos melhores do país. Esperava-se mais de uma entidade gestora dos serviços de água e saneamento de um concelho com cerca de 130.000 habitantes. E por essa razão, parece-me no mínimo precipitada a intenção do executivo municipal de avançar para um processo de privatização daqueles serviços. Explicando melhor, no essencial o que falta é motivação dos colaboradores. E isso consegue-se com uma liderança forte, que mesmo em tempos de crise consiga extrair o melhor de cada um. Com uma equipa motivada, os indicadores de desempenho melhoram, a produtividade aumenta e os resultados aparecem. Penso que o executivo municipal deveria começar por reestruturar e reorganizar os SMAS Leiria, antes de pensar na sua entrega a privados. Se não o fizer, estará a vender em saldo um serviço que é essencial à população. E os leirienses ficarão a perder com a troca do público para o privado.

N

á em pleno século XXI, quem não reconheça mérito aos trabalhadores da cultura e das artes subvalorizando o papel dos intermediários culturais na educação e formação de sujeitos sensíveis, informados e detentores de pensamento crítico. Há quem considere pouco válida a introdução de atividades de sensibilização artística, ou opine que os animadores e mediadores culturais apenas servem para quebrar regras que anos de disciplina levaram a construir, e há ainda os que defendem que as atividades lúdicas e artísticas devem acontecer fora da escola. Há também hoje o reverso da medalha. Escolas e pessoas que apostam em profissionais da cultura que não só formam, como motivam o gosto pela participação na atividade cultural, estimulam a criatividade e dotam de ferramentas para ver o mundo de outra forma. Que ajudam a construir as canas de pesca do pensamento criativo , sem descurar regras e valores humanos. Que sugerem o respeito pelo trabalho artístico, e pelo próximo, e incutem modos de estar em salas de espetáculo, exposições ou situações diárias. Profissionais recebidos com sorrisos rasgados pelas crianças, que mesmo meses e anos volvidos, reconhecem e apontam as actividades realizadas. Bem-hajam, porque continuam a acreditar na cultura como um património que permanece no tempo e deixa marcas impossíveis de apagar.

H

udo o que me vai acontecendo de bom na vida quase nada foi programado. No outro dia, num destes colóquios sobre coisas que não sabemos fazer mas gostávamos, onde o tema era gestão do tempo, o formador ensinava que para não perdermos tempo com desvios do caminho, devíamos escrever numa folha de papel onde queríamos estar dentro de 5 e 10 anos. Desta forma era só perseguir o sonho para que se concretizasse. Tretas, pensei eu. Como se neste mundo fosse só escrever no papel para que tudo fosse aí parar. Então e o FMI, a Troika e sei lá que mais, não têm uma palavra no assunto? As coisas mais bonitas da minha vida que não programei foram os meus filhos. Nenhum deles obedeceu a uma vontade escrita num papelinho nem tão pouco um desejo formulado à meia-noite de qualquer réveillon. Simplesmente aconteceram. Quando apareceram nunca era a altura ideal, ou porque ia ter exame ou porque ia mudar de hospital ou porque não tinha dinheiro. Mas o milagre de uma vida sempre superou ninharias e tudo se voltava para essa nova vida de forma que passasse a ser o centro do universo. Esta semana a minha filha do meio completa 18 anos e olhando para trás consigo enternecer-me com a vida. Passaram a correr estes anos sempre com demasiado trabalho mas ainda assim com algum tempo para desfrutar com eles. Nem sempre consegui

T

pôr em prática os papelinhos e muitas vezes risquei o que lá tinha escrito. Uma das lições que tive da vida, é que quase nunca o que ambicionamos tem assim tanto valor e só quando perdemos uma coisa que achamos básica e certa, conseguimos escalonar prioridades. A Rita é uma criatura maravilhosa, equilibrada como eu gostaria de ser, sensata e organizada como eu ambicionava. Desde pequena colaborou comigo nas tarefas e organização doméstica e supervisionou a educação do mais novo. Verificava se os trabalhos estavam feitos, se a mochila estava arranjada e se tinha tomado banho. Continua a terminar o jantar (sempre a refilar), a ajudar no voluntariado e a acalmar os irmãos. Claro que nem tudo são rosas e que muitas vezes ainda me passa pela cabeça dar-lhe uma palmada e outras coisas que não é aqui o local, nem a hora para revelar. Muitos diriam que tínhamos feito um bom trabalho, eu apenas digo que até agora a vida me foi favorável. Parabéns Rita!

As coisas mais bonitas da minha vida que não programei foram os meus filhos. Nenhum deles obedeceu a uma vontade escrita num papelinho nem tão pouco a um desejo formulado à meianoite de qualquer réveillon

ão consigo não falar do assunto Catroga. A nomeação foi ou não “soprada” por alguém? Chineses e demais acionistas da EDP não precisam que ninguém lhes sopre os nomes que todos sabemos poderem ter peso nas decisões que afetem o futuro da empresa. Eu, governante, sopraria nomes a quem pudesse dizer não… Por aí estamos conversados. A EDP suporta todos estes custos e mordomias porque beneficia de um monopólio encapotado! Deve ser difícil determinar o preço a que se tem que vender o KW… E compatibilizar esses custos com a tremenda concorrência que dá cabo do mercado. Mas concorrência é para quem tem pouca qualidade e é impreparado… O preço é o que tiver que ser, ponto final! Como o curriculum de Catroga demonstra. Sempre trabalhou em empresas a operar em mercados altamente concorrenciais… CUF, Quimigal, Sapec, Finantia, etc… Não suportei o comentário sobre a acumulação da “pensão” de reforma (?) de 10.000€ com o seu ordenado. Ter o papel que este senhor teve no programa de governo e no acompanhamento das negociações com a Troika e não perceber que não há dinheiro para estas situações? Deveria, ao menos, sobrar-lhe o decoro e não falar disso. Quanto mais atirá-lo à cara de tantos que mal sobrevivem. Urge acabar, para todos, com reformas precoces e definir um teto no seu montante. É uma opção que a descapitalização da Segurança Social deveria obrigar a reter.

N

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

11


Aqui perto Leiria

As obras arrancaram há um ano mas não é certo quando vão terminar

Nova capela na praia do Pedrógão sem fim à vista Carlos S. Almeida Um novo templo religioso está a surgir na praia do Pedrógão. Por lá, a sazonalidade faz-se sentir de muitas formas. Também na religião: “no

verão, a capela que temos é pequena e por vezes é o caos, o espaço é limitado e não há onde estacionar”, explica Eugénio Fernandes, membro da comissão que organiza as festas que ajudam a angariar

fundos para a obra que arrancou no início do ano passado. Vagarosamente, ao ritmo das verbas disponíveis. “Começou com o dinheiro que tínhamos”. Cerca de 300 mil euros depois, a obra vê-se,

mas está longe de terminada. Está a cerca de 200 mil euros, números redondos, de chegar ao fim da primeira fase, isto é, de estar telhada e devidamente fechada. Para além do espaço de culto católico, há ainda a valência de catequese e de centro de convívio que se pretende aí implementar. Quando? “Como as coisas estão, é complicado de prever”, diz este responsável. A obra tem progredido ao sabor da boa vontade da população e do trabalho da comissão que gere o processo. “Temos feito festas, noites de fados, peditórios, entre outras iniciativas”, revela Eugénio Fernandes. É certo que já contaram com o apoio do Santuário de Fátima, da Junta do Coimbrão e até da Câmara de Leiria. Mas há mais para terminar do que obra feita. No Carnaval, será de esperar que a comissão de festas volte a puxar pela imaginação e desencante uma iniciativa que ajude a fé local a vencer os dissabores da sazonalidade. Tudo indica que no próximo verão, contudo, a nova capela seja apenas mais um ponto que preenche os passeios dos veraneantes. carlos.almeida @regiaodeleiria.pt

12

01

02

03

04

05

06

01 Mário Soares esteve em Leiria, no passado sábado para apresentar o seu livro “Um político assumese - Ensaio autobiográfico, político e biológico”. 02 Luciano Almeida apresenta hoje, sexta-feira, na Livraria Arquivo o seu livro “Educação Superior e Desenvolvimento - Um estudo prospectivo do ensino superior em Portugal”. Às 19 horas. 03 Lurdes Machado, vereadora da Câmara de Leiria, perdeu para Lino Pereira o pelouro dos Espaços Verdes que passou a integrar a Divisão de Manutenção e Conservação.

Feira de Maio decorre nas duas margens

A Feira de Maio terá este ano um novo desenho, mais circular. Embora com o mesmo número de diversões e expositores, o certame irá estender-se à outra margem do rio Lis, confirmou ao REGIÃO DE LEIRIA Isabel Gonçalves, vereadora responsável. Os divertimentos deverão manterse na margem direita do rio, na zona da Nova Leiria - onde ficará também o dormitório -, enquanto os expositores e restaurantes irão ocupar parte do estacionamento junto ao estádio, libertando o da Nova Leiria. Segundo a vereadora, “existem atrativos de um lado e do outro” e pontes de ligação suficientes para promover a circulação de pessoas sem criar uma divisão.

A mexer

04 Samuel Duarte, da freguesia de Amor, Leiria, foi um dos vencedores do concurso “A Revolta do Bacalhau”. Distinguiu-se na categoria Rápida com um “Pastel de bacalhau da Noruega em grão”.

Visto

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

Leiria O Teatro Miguel Franco foi pequeno para a argúcia do comentário político de Marcelo Rebelo de Sousa e a ironia humorista de Ricardo Araújo Pereira. A Conversa Improvável, de dia 13, organizada pela revista Invest, deverá regressar em fevereiro. Com outros improváveis Foto: Revista Invest / José Luís Jorge

05 Mário Cerol, comandante dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça, é o novo presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Leiria. A tomada de posse decorreu dia 8. 06 A consultora APS, de Ana Paula Santos, promove em Leiria um curso sobre as novas leis do trabalho. É uma formação de sete horas que decorre em meados de fevereiro.


Região // Aqui perto

Alcobaça

Movimento quer S. Martinho nas Caldas Artur Ledesma

Explosões na pedreira de calcário têm suscitado queixas dos moradores Foto: Joaquim Dâmaso

Fábrica da Maceira garante rebentamentos dentro dos limites do sismógrafo e o acesso aos dados nele recolhidos”. Os rebentamentos são efetuados “de acordo com os procedimentos técnicos recomendados para minimizar o impacto sonoro e vibratório dos mesmos, cumprindo-se os valores-limite previstos na legislação”, garante ainda, referindo existir um plano de monitorização regular das explosões e a realização de medições pontuais junto a habitações. MR

A aquisição de um novo sismógrafo para “monitorização sistemática dos apenas dois rebentamentos que efetua em média por semana”, na pedreira de calcário da Fábrica Maceira-Liz, é uma das medidas que a Secil/CMP Cimentos Maceira e Pataias pretende concretizar para atestar o cumprimento da legislação nesta matéria. A notícia foi avançada pela empresa ao REGIÃO DE LEIRIA na sequência de queixas

apresentadas por moradores do lugar de Venda, Maceira, devido à intensidade das cargas explosivas. Segundo Nuno Maia Silva, do departamento de comunicação da Secil/CMP, a empresa pretende ainda analisar com a Comissão de Acompanhamento Ambiental da Fábrica “a melhor implementação de um conjunto de procedimentos de controlo, como por exemplo a comunicação prévia do horário dos rebentamentos, a localização

Lançado centro de línguas gratuito

Agente da PSP diz que disparo foi acidental

A Associação Fazer Avançar (AFA) lançou na passada semana o Leiria Language Exchange, que permite a qualquer pessoa aprender ou desenvolver uma língua estrangeira gratuitamente. De cariz social, o projeto assenta na “partilha de conhecimentos, onde o aluno de uma língua pode ser o professor de outra”, explica Raul Testa, vice-presidente da AFA, sedeada nas Galerias Lena. Para participar, basta inscrever-se no site www.fazer-avancar. com e indicar a língua que gostaria de aprender, a língua que poderia ensinar e/ou a disponibilidade para o fazer.

O Tribunal de Leiria começou segunda-feira a julgar o agente da PSP acusado de matar, em 2008, um suspeito de assalto, num disparo que o arguido diz ter sido acidental, noticiou a agência Lusa. Segundo o agente da PSP, no dia 15 de março, estava a fazer patrulha com um colega quando foi informado de que teria de se deslocar a uma antiga fábrica de plásticos em Gândara dos Olivais, por suspeita de assalto. Ao entrar

no armazém, cruzou-se “com dois vultos”, que fugiram de imediato. “Fomos [o agente e o colega] atrás deles e gritei: ‘Polícia, parem, parem’. Depois, disparei um tiro para o ar”, contou o arguido. O agente acrescentou que voltou a pedir para pararem e assegurou que os suspeitos nunca obedeceram à ordem policial. “Ia em passo de corrida quando me desequilibrei para a frente e baixei um pouco a arma, que disparou”, disse.

A pretensão do movimento “S. Martinho para Caldas da Rainha” em mudar de concelho já não é nova, mas agora quer aproveitar a discussão sobre a reforma administrativa para acentuar o desejo de mudança. Segundo um abaixo-assinado a decorrer na vila, o movimento liderado por António Costa considera que o momento é a última oportunidade para sair do concelho de Alcobaça e integrar o de Caldas da Rainha. A intenção, segundo o movimento, é conseguir recolher mais de quatro mil assinaturas para entregar na Assembleia da República e levar aquele órgão a agendar a discussão daquela matéria. Na origem do pedido está uma forte ligação de S. Martinho do Porto a Caldas da Rainha nos mais diversos sectores, e o afastamento do concelho de Alcobaça. Trabalho, economia, saúde, educação, cultura, desporto e tempos livres são, entre outras, as razões defendidas pelo movimento para a ligação a Caldas da Rainha. A estas razões acresce ainda a falta de transportes públicos para a sede do concelho, que se agravará

A permanência no concelho de Alcobaça poderá implicar a perda do estatuto de sede de freguesia e a sua agregação a Alfeizerão, e a mudança para Caldas da Rainha permite novas soluções para a manutenção da autonomia local” António Costa, do movimento “S. Martinho para Caldas” se for extinto o serviço de passageiros na Linha do Oeste a partir de Caldas da Rainha para norte. O abaixo-assinado refere ainda que a manutenção no concelho de Alcobaça poderá conduzir à extinção da freguesia e à sua agregação a Alfeizerão, razão pela qual o movimento considera ser esta a melhor oportunidade para mudar de concelho. artur.ledesma @regiaodeleiria.pt

Artesãos querem espaço para trabalhar ao vivo Criada em outubro do ano passado, a Associação de Artesanato e Ofícios Tradicionais de Alcobaça (AAOTA) quer agora uma sede para a coletividade, que sirva também de espaço para dar formação. O pedido foi feito pela presidente da associação, Lúcia Duarte, no decorrer da última reunião da Câmara Municipal. “Há muita gente à nossa procura”, disse a dirigente, que pretende usar o espaço

a ceder pela autarquia para “fazer artesanato ao vivo”. O chefe do executivo, Paulo Inácio, disse estar “à procura de uma solução”, que tem “já uma boa hipótese, mas falta ver se ela se concretiza”. Um dos locais, segundo o autarca, poderia ser o futuro Parque de Negócios. Constituída a 31 de outubro, a AAOTA funciona, provisoriamente, na sede das juntas de freguesia de Aljubarrota e São Vicente. AL

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

13


Região // Aqui perto

Nazaré

Marinha Grande

Carnaval da Nazaré já tem reis e mote

TUMG ganha quase nove mil passageiros

Tribunal julga rede de traficantes

Artur Ledesma

O número de passageiros transportados pela TUMGTransportes Urbanos da Marinha Grande, cresceu 7,4% no primeiro semestre do ano passado, quando comparado com igual período de 2010. Estes números são revelados no Relatório e Contas da empresa referente ao primeiro semestre do ano passado. Os dados compreendem apenas os passageiros das linhas azul e verde e revelam um crescimento de 8.735 passageiros nos primeiros seis meses do ano passado. Com mais 9,8%, a linha azul reforçou a sua popularidade. Contudo, com 53% dos passageiros, a linha verde cresceu 5,4% e manteve a liderança. Em média, estas duas linhas transportaram 21.084 passageiros por mês. O relatório permite ainda perceber que, no bolo total da receita gerada pelos títulos de transporte, 60% resulta da venda do bilhete de transporte a bordo (49%) do autocarro

Os 14 arguidos suspeitos de criarem uma rede de venda de droga começam a ser julgados, dia 6 de fevereiro, no Tribunal da Marinha Grande. Os arguidos são acusados pelo Ministério Público dos crimes de tráfico de estupefacientes, associação criminosa e detenção de arma proibida. O despacho de acusação do Ministério Público refere que, entre abril de 2009 e julho de 2010, oito dos arguidos se uniram “voluntariamente para cooperar e originar um grupo”, com o objetivo de comprar e vender cocaína, heroína e canábis. O grupo terá ainda criado redes locais de distribuição em Porto de Mós e Marinha Grande. De acordo com a acusação, os arguidos terão igualmente realizado a venda direta de droga a “consumidores e pequenos traficantes em Leiria, Nazaré, Alcoentre, Porto de Mós, Marinha Grande e Albufeira”.

“Carnaval 2012 ca crise é pu pescôce” é o mote para o Entrudo da Nazaré deste ano. A decisão foi tomada no decorrer de uma reunião dos grupos, que elegeu também o rei e a rainha. A escolha recaiu sobre Eduardo Hespanhol e Maria Ascensão Codinha, dois nazarenos já bem conhecidos das lides carnavalescas. Os novos reis recebem o testemunho, como manda a tradição, no próximo dia 3 de fevereiro, Dia de São Brás, na tradicional romaria ao monte de São Bartolomeu, considerado o início oficial do Carnaval da Nazaré e onde aparecem os primeiros mascarados. Agora, falta apenas a escolha da Marcha Geral, cujo concurso está a decorrer até 25 de janeiro. A letra e música deve ser originais e conter a expressão “Carnaval 2012 ca crise é pu pescôce”.

250 euros é o valor do prémio a atribuir este ano à marcha vencedora do Carnaval da Nazaré

Entretanto, as salas de baile das coletividades estão já a preparar a respetiva decoração. Primeiro são os bailes de máscaras, mas logo a seguir chegam os bailes “a caminho do Carnaval”. No pavilhão da “Bonarte”, dezenas de grupos preparam já os carros alegóricos para os desfiles de domingo e terça-feira de Carnaval. artur.ledesma @regiaodeleiria.pt

Incêndio em garagem provoca prejuízos

Tradição da Festa das Chouriças está de volta

Prejuízos avultados em três viaturas foi o resultado de um incêndio numa garagem, no passado domingo, na Urbanização Areal, Nazaré. O alerta aos bombeiros foi dado por volta das 19h30, mas os voluntários tiveram alguma dificuldade em entrar na garagem coletiva, onde o incêndio reduziu a cinzas um dos carros. “Havia pouca visibilidade devido ao fumo”, frisou o comandante dos bombeiros da Nazaré, João Paulo Estrelinha. O incêndio, ainda sem causa determinada, provocou diversos estragos na própria garagem.

A vila de Valado dos Frades, Nazaré, promove entre hoje, sexta-feira, e domingo, as tradicionais “Festas das Chouriças”, em honra do padroeiro da vila, S. Sebastião. O dia do Santo comemora-se hoje, com uma missa solene, mas o ponto alto das festividades é no domingo com uma procissão onde, além dos andores, se integra o cortejo de oferendas com as “afamadas chouriças”. As festividades incluem ainda um programa de animação com música popular, folclore, e gastronomia. No domingo à tarde, o destaque vai para o palco onde são vendidas (arrematadas) as chouriças oferecidas no cortejo.

14

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

Visto

34,5 A venda de bilhetes e de passes para circular nos autocarros das linha verde e azul da TUMG, representou 34,5% dos custos totais de exploração da empresa no primeiro semestre de 2011

e da aquisição do bilhete prépago. Desta forma, os diferentes passes sociais – geral, jovem e sénior – contribuem com cerca de 40% da receita tarifária que rondou os 57 mil euros nos primeiros seis meses de 2011. No total, a receita tarifária apenas cobre cerca de um terço do custo total de exploração da TUMG no primeiro semestre e que rondou os 164 mil euros. CSA

Marinha Grande A revolta dos operários da indústria vidreira da Marinha Grande, a 18 de Janeiro de 1934, foi recordado por alunos de expressão dramática do 8.º C da Escola Básica 2/3 Guilherme Stephens. Foi no último sábado, dia 14, no âmbito das comemorações da efeméride, na cidade vidreira. Foto: Câmara da Marinha Grande


Região // Aqui perto

Porto de Mós

Alunos da EB1 preferem ficção

Trio amoroso marca o regresso do cinema a Porto de Mós

Cineteatro foi alvo de diversas obras de beneficiação Foto: Joaquim Dâmaso Jacob Black, Kristen Stewart e Robert Pattinson, protagonistas do filme “O amanhecer”, deverão chegar na noite de hoje, sexta-feira, ao ecrã do Cineteatro de Porto de

Mós. Esta história de amor passada no universo dos vampiros, marca o ressuscitar das sessões regulares de cinema na vila. O regresso das películas acontece depois de uma

interrupção de largos meses durante a qual se realizaram obras de reabilitação da sala e foi renegociado o contrato de exploração do cinema. As más condições da sala, a crise

e a concorrência, “sugaram” espetadores. Será possível reclamar, da morte latente, o hábito cinéfilo no concelho? Albino Januário, vice-presidente da Câmara, admite que não é certo que a exploração do cinema seja viável no atual contexto. Deixa para já o voto de confiança no modelo encontrado para retomar as projeções. Sextas, sábados, domingos e segundas-feiras serão os dias de abertura do cinema, com sessões às 21h30, sendo que o domingo terá, também, matiné. João Almeida, sócio-gerente da empresa Cine-Portomosense, adianta que a atividade “é viável”. Afinal, “Porto de Mós tem hábitos de cinema, mas sabemos que não podemos contar com lotações esgotadas”. O empresário está confiante que com as obras realizadas e com alguns ajustes, pode dar continuidade à atividade que o seu avô introduziu na vila há meio século. CSA

A ficção leva larga vantagem nas preferências de leitura dos alunos da Escola Básica 1 de Porto de Mós. Isso mesmo pode ser percebido pelos dados dos primeiros dois meses de atividade da unidade de biblioteca da escola. Em funcionamento desde outubro do ano passado, a biblioteca conta com uma média de seis requisições para leitura domiciliária, por dia. De acordo com o balanço publicado no blogue da biblioteca (http://lermos.net) “foram requisitados pelos alunos, para leitura domiciliária, 360 títulos, sendo 298 de ficção e 62 de não ficção”. A biblioteca funciona, durante o intervalo da manhã, às segundas, terças, quartas e sextas-feiras. Durante este período letivo, a biblioteca “vai avançar com a informatização dos seus serviços, utilizando um programa de gestão documental”, acrescentam os seus responsáveis. PUBLICIDADE

Aprender a fazer bolos em Mira de Aire

A Escola Profissional de Decoração Artística de Bolos vai avançar com uma sala de formação em Mira de Aire, no número 99 da rua General Humberto Delgado. A formação terá início dia 28 de janeiro, com o Curso Base da Decoração Método Wilton e Nível 1 e 2 – princípios básicos da decoração de bolos, avança a escola em comunicado. O novo espaço de formação junta-se às salas já existentes em Lisboa, Porto e Portimão. A escola garante que os formandos contarão com um certificado de formação no fi nal do curso. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 244 441019.

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

15


Região // Aqui perto

Batalha

GNR apanha casal que roubou idosa em casa Um casal de Palmela foi detido na Batalha depois de ter roubado 500 euros a uma idosa. O plano que parecia ter tudo para resultar, acabou por sair gorado. A presença de elementos da GNR nas proximidades acabou por deitar por terra as intenções do jovem casal. Tudo se passou na quarta-feira, dia 11, pelas 15h30. Foram os próprios elementos da GNR que se aperceberam que um casal suspeito estava a abordar uma idosa na sua residência, na Batalha. A idosa, com 80 anos de idade, confirmou aos elementos da força policial que a dupla suspeita – com idades de 28 e 29 anos – lhe tinha pedido para encher um

garrafão de água. Uma vez no interior da casa, aproveitaram um momento de distração da idosa e “furtaram 500 euros em numerário que estariam guardados num objeto de decoração”, avança aquela força policial em comunicado. A GNR abordou o casal que entretanto fugira numa viatura automóvel. Foi nessa altura que os elementos da guarda encontraram o dinheiro furtado à idosa momentos antes. Presentes a tribunal, aos elementos do casal foi imposta a medida de coação de termo de identidade e residência enquanto prossegue o inquérito deste caso, acrescenta ainda a informação divulgada pela GNR.

Caso Contibatalha chega a tribunal em fevereiro Um ano depois de conhecida a acusação e quase três anos depois se ter tornado público de o desvio de cerca de um milhão de euros, o caso “Contibatalha” chega a tribunal. A empresa e o seu sócio-gerente, Rui Trovão , começam a ser julgados a 13 de fevereiro. O contabilista, ex-vereador na Câmara da Batalha e ex-dirigente do clube de futebol União de Leiria, será confrontado com o rol de crimes de que é acusado. Rui Trovão, e a própria empresa foram acusados em fevereiro do ano passado, pelo Ministério Público de Porto de Mós, da autoria de 34 crimes de abuso de confiança, nas formas simples, agravada e continuada, quatro crimes

34 Ascende a mais de um milhão de euros o montante total das verbas destinadas a pagamentos à Segurança Social e ao Fisco e que terão sido desviadas pela empresa de contabilidade. O sócio-gerente, Rui Trovão é acusado da autoria de 34 crimes

de falsificação de documento, simples e agravado, e um crime de peculato na forma continuada. O coletivo de juízes do Tribunal de Porto de Mós terá de decidir quanto à culpa do ex-contabilista na-

tural da Batalha, nesta extensa lista de crimes que se calcula tenha resultado na apropriação indevida de verbas que totalizam mais de um milhão de euros. Este montante resulta de vários pagamentos destinados à Segurança Social e ao Fisco, que 34 empresas e uma associação entregaram Contibatalha. Definitivamente de fora do rol de acusados está um ex-funcionário da empresa. Um dos lesados chegou mesmo a requerer a abertura da instrução, visando assegurar a pronúncia do exfuncionário. Contudo, o tribunal manteve a acusação tal como tinha sido elaborada pelo Ministério Público, afastando o ex-funcionário do banco dos réus. CSA PUBLICIDADE

16

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012


Região // Aqui perto

Figueiró dos Vinhos

Bombeiros sem capacidade de resposta para tantos pedidos É uma exceção no panorama dos bombeiros voluntários portugueses. Em Figueiró dos Vinhos, o número de serviços de transporte de doentes duplicou no último ano, deixando a corporação “no limite” da sua capacidade. Numa altura em que o novo presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Soares, alerta para a existência de associações de bombeiros em falência técnica devido aos cortes no transporte em ambulâncias de doentes não urgentes, em Figueiró dos Vinhos, equaciona-se a contratação de bombeiros e a aquisição de viaturas. Em 2010, a corporação realizou 1787 transportes de doentes não urgentes. Mas, a

1200 pessoas são sócias da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Figueiró dos Vinhos. No ano passado, requisitaram mais de três mil serviços relacionados com o transporte de doentes não urgentes

Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Figueiró dos Vinhos, Filipe Silva. A proibição dos táxis transportarem doentes pode explicar o aumento da procura, mas os “preços vantajosos” (as reduções neste serviço já chegaram aos 40%, mas fixaram-se agora nos 25%) praticados pela associação são também determinantes, nota o responsável.

20 de dezembro do ano passado, já tinham sido registados 3.095 serviços do género. “Já fomos obrigados a enviar serviços para corporações vizinhas”, revela à Lusa o presidente da Associação

Pombal

Detido com mais de duas mil doses de haxixe

Castelo abre em junho com Kátia Guerreiro

Um homem de 32 anos foi detido na Guia, na posse de haxixe em quantidade suficiente para mais de duas mil doses individuais. A GNR localizou o indivíduo na sequência de “uma atitude suspeita que desencadeou a investigação”, que já decorria desde julho. O suspeito, de nacionalidade marroquina, foi surpreendido à porta de casa, na noite de 11 de janeiro. A droga estava escondida no carro, que foi apreendido na sequência da investigação. As autoridades procederam também a buscas em casa do alegado traficante, onde apreenderam cinco telemóveis, um GPS, um martelo pneumático, uma máquina fotográfica e 1400 euros em dinheiro. SMF

Sandra Mesquita Ferreira O castelo de Pombal deverá abrir ao público – já com cara renovada, depois de terminadas as obras de requalificação – “no máximo” em junho. A partir de então, e até 15 de outubro, o espaço terá animação quase permanente. Um dos destaques do programa, que ainda está a ser delineado, é um concerto de Kátia Guerreiro, a 10 de junho. A abertura do monumento ao público deverá coincidir com as comemorações dos 500 anos do foral manuelino, que decorrem entre os dias 1 e 3 de junho. Mas o município vai tentar abrir o castelo aos visitantes “o mais cedo

120 dias é o período previsto de execução das obras no castelo de Pombal. Porém, o município não deverá cumprir o prazo, uma vez que foram encontrados vestígios arqueológicos no decorrer dos trabalhos

possível”, ainda em junho. A conclusão das obras está dependente da autorização do IGESPAR, uma vez que foram encontrados “fragmentos cerâmicos”, que estão a ser analisados “para se determinar a

época” a que pertencem. O município está a aguardar ordens para avançar com a construção de um edifício no interior das muralhas. A cafetaria do castelo – que já estava em funcionamento – foi, entretanto, encerrada. No verão, foram detetadas falhas no ar condicionado e a Câmara optou por corrigir o problema nos meses de menor afluência, explica a mesma fonte. Prevê-se que o espaço reabra na primeira semana de fevereiro. sandra.ferreira @regiaodeleiria.pt

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

17


Desporto

Inaugurada em 2007, a parede de escalada está interdita desde abril de 2009 Foto: Joaquim Dâmaso

Escalada Esta parede continua a ser um muro de lamentações Polémica Uma das conquistas de Leiria com o Polis está fechada há três anos por motivos de segurança. A Câmara não tem dinheiro para o arranjo da parede de escalada. Há quem diga que a autarquia está traumatizada Manuel Leiria Ninguém sobe a parede de escalada de Leiria desde 2009. Um parecer da Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada (FPME) apontou falhas à segurança do equipamento e a Câmara de Leiria vedou-lhe o acesso. Desde então, ninguém pode utilizála, lamentam escaladores e clubes da região, à beira de um ataque de nervos. Porque a torre está a apodrecer e porque a autarquia prometeu uma solução ao fim de 2011 e não a encontrou. Na semana passada, foi lançada uma petição online a pedir a “reabertura da parede de escalada no Skate Park de Leiria”. “Em poucos

18

dias tenho 200 assinaturas”, conta Nuno Santos, praticante da modalidade e autor do documento. “Quero ver como a lista cresce para apresentar a petição ao senhor presidente da Câmara de Leiria, a demonstrar o desagrado da comunidade escaladora”. Esse desagrado cresce com as explicações oficiais. O vereador da Juventude, Gonçalo Lopes, explica que, “na atual conjuntura financeira, se torna de difícil concretização” a intervenção proposta pela FPME na torre de escalada. “Atinge um montante financeiro elevado”, aproximadamente 50 mil euros, acrescenta. Nuno Santos considera o valor “impossível”: “Tive

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

acesso ao relatório da FPME e aponta falhas no pavimento e proteção das arestas da parede. Uma obra dessas não custa 50 mil euros”. Nuno Santos estranha o custo de reparação da estrutura, que “custou cerca de 60 mil euros”. “O Polis não concluiu a obra e daí as falhas que a federação aponta”. A Câmara de Leiria desconhece o preço da construção. Para o escalador, que integra a direção do Núcleo de Espeleologia de Leiria, clube que faz formação na área, a indefinição é justificada por um “trauma” da autarquia. “Há uns anos houve um acidente com uma outra parede de escalada, que chegou a tribunal e resultou numa série de complicações. Desde então, a atitude da Câmara mudou. Não quer ser responsável por aquela infraestrutura”, aponta Nuno Santos. Do lado da autarquia, Gonçalo Lopes avança que se está a promover “novos

50 mil euros é quanto a Câmara de Leiria diz custar a reparação da parede de escalada do Parque Radical de Leiria. “Impossível”, defende Nuno Santos, escalador e dirigente do Núcleo de Espeleologia de Leiria, lembrando que a construção da estrutura custou pouco mais que isso, “cerca de 60 mil euros”. A autarquia, quase cinco anos depois da inauguração da parede de escalada, incluída no LeiriaPolis, desconhece quanto custou

estudos e levantamentos, de forma a tentar reduzir o valor total de obra, sem menosprezar quer a qualidade dos equipamentos quer a segurança dos utilizadores”. Mas Nuno Santos diz que basta replicar o que é feito noutros locais do país e no estrangeiro. “Há outras infraestruturas daquelas em Portugal, abertas ao público, em que se coloca lá uma informação a dizer que é um desporto perigoso e que a autarquia não se responsabiliza pelos acidentes, juntamente com informação sobre onde se pode obter formação em escalada”. Uma solução como esta, sublinha, faz com que cada escalador utilize o equipamento “por sua conta e risco”. “No skate park que está ao lado, se alguém cair e se magoar, também não é a Câmara que se responsabiliza”. manuel.leiria @regiaodeleiria.pt


Região // Desporto

Mira de Aire recebe fase final de juniores de andebol

Operário vence Piedense na III divisão de voleibol

Jogo grande na Taça de Portugal feminina de futebol

Gaeirense com vitória importante na Proliga

Juve Lis, 1º Maio, Académica e CAIC disputam neste domingo em Mira de Aire, concelho de Porto de Mós, a fase final especial de juniores masculinos, em andebol. Os jogos têm lugar no Pavilhão Desportivo de Mira de Aire, às 15 horas (Académica - CAIC) e 16h30 (Juve Lis - 1º Maio).

O Sport Operário Marinhense voltou à vitórias no fim de semana, derrotando o Clube Recreativo Piedense por 3-1 (25-16/25-14/23-25/ e 25/14). Depois desta jornada, a formação da Marinha Grande mantém o quarto lugar. Na próxima jornada, o Operário visita a Escola Filipa de Lencastre.

A equipa de futebol feminino da Amieirinha, Marinha Grande, “Os Belenenses”, vai receber o detentor da Taça de Portugal, 1º Dezembro, nos quartos-de-final do troféu. “Os Belenenses” disputam a Promoção, enquanto o 1º Dezembro é do Nacional. O jogo disputa-se dia 21 de fevereiro.

Era quase decisivo na luta pela fuga à despromoção e o Gaeirense Basket não desiludiu. No Pavilhão de Óbidos, venceu o Clube Desportivo da Póvoa por 83-72 e, à décida jornada, deixou o adversário no último lugar. O Gaeirense está em 11º, empatado com duas equipas.

Vidigalense domina distritais de atletismo A Juventude Vidigalense (JV) confirmou o domínio nos campeonatos distritais de Leiria de atletismo. Na Expocentro, em Pombal, o clube conquistou os triunfos por equipas em masculinos e femininos. Entre os homens, o domnínio foi enorme, triunfando a JV com 199 a mais que o segundo classificado, Arneirense. O Vermoil encerrou o pódio. Com mais de cem pontos de vantagem sobre o Clube de Atletismo da Marinha Grande - Imosonho, a JV ganhou em femininos. O Arneirense ficou em terceiro lugar.

Campeões Individuais Femininos Sónia Marques (JV, 60 m, Comp. e Triplo), Sara Martins (JV, 200 m e 400 m), Micaela Lopes (JV, 800 m e 1.500 m), Catarina Carvalho (CAMG-I, 3.000 m), Verónika Zhukova (JV, 60 m B), Marisa Paulino (CAMG, 3.000 m Marcha), Andreia Monteiro (CAMG, Altura), Lídia Alberto (JV, Vara), Juliana Pereira (JV, Peso), Joana Santos, Nídia Reis, Maria Santos e Micaela Lopes (JV, 4x400 m). Masculinos Artur Koshchuk (JV, 60 m e Comp.), Bruno Gualberto (JV, 200 m), Diogo Santos (JV, 400 m), João Leal (JV, 800 m), Ricardo Fernandes (JV, 1.500 m), Nataniel Lopes (JV, 3.000 m), Ricardo Mendes (JV, 60 m B e Altura), Bruno Pedro (Casais Vento, 5.000 m Marcha), George Silva (JV, Vara), João Alexandre (JV, Triplo), Adriano Lopes (JV, Peso), Bruno Gualberto, Ivanildo Barreto, Natalino Miranda e Wilson Martins (JV, 4x400 m)

A mexer

01

02

03

04

05

06

01 John Ogu, o reforço da União de Leiria, foi decisivo no empate (2-2) na Madeira, frente ao Nacional: o nigeriano marcou o primeiro golo e sofreu a grande penalidade que originou o segundo. Foi o primeiro ponto fora conquistado por Manuel Cajuda. A União de Leiria continua em 15º lugar na Liga. 02 Gottardi, guarda-redes da União de Leiria, está lesionado. Já não defrontou o Nacional (Oblak, emprestado pelo Benfica, foi titular), e deve estar de “baixa” nos próximos dois meses.

Visto

Cumeira, Porto de Mós O lema da prova é “Quem não cair não é atleta!”. Talvez por isso, os 248 atletas que cortaram a meta (dos 254 inscritos) chegaram ao fim do Cross Laminha com um sorriso nos lábios e muita lama no corpo. Foi o início do 1º Circuito Pedestre Trilhos do Calcário. Os vencedoras foram Marco Bernardo (Vila Real) e Carina Matias (CA Barreira)

Sporting Esperanças dos “leões” defrontam Inter de Milão em Leiria É uma oportunidade privilegiada para ver futuros craques do Sporting e do futebol português e logo num jogo com um adversário de craveira. Quarta-feira, o Estádio Municipal de Leiria recebe o Sporting - Inter de Milão, a contar para os quartos-de-final do Torneio NextGen Series, uma competição que envolve 16 das equipas do mundo com maior potencial. A equipa júnior do Spor-

ting, treinada por Ricardo Sá Pinto - que regressa a Leiria onde foi adjunto na época passada -, chega a esta fase da competição depois de ter ganho o Grupo 2. Agora enfrenta o Inter de Milão, segundo do Grupo 4. Nos “leões” será possível ver evoluir valores como João Mário, Tiago Ilori, Betinho, Bruma ou o nazareno Ricardo Esgaio. Os quartos-de-final são

disputados a uma “mão”, com o jogo entre “leões” e milanenses agendado para 25 de janeiro, pelas 19h30, no Estádio Magalhães Pessoa, em Leiria. Os bilhetes custam 2 euros, com os sócios do Sporting e os menores de 14 anos a terem direito a entrada livre. A fase final da competição, que juntará quatro equipas, decorrerá em Londres, no mês de março.

03 Diogo Rosado, futebolista de 21 anos, natural de Peniche, foi transferido do Sporting para o Génova, de Itália, de acordo com o site MaisFutebol. 04 Paulo Duarte, ex-jogador e treinador da União de Leiria, começa amanhã, sábado, a participação na CAN. O técnico é o selecionador do Burkina-Faso. 05 Mário Cruz deixou de ser administrador da SAD da União de Leiria, por razões que o próprio não especificou. Ainda não é conhecido o substituto. 06 Alves Barbosa, Joaquim Andrade, Celestino de Oliveira e Herculano de Oliveira são alguns dos convidados da 10ª Bênção Nacional dos Ciclistas, que acontece em Fátima dia 12 de fevereiro. A organização é da União de Ciclismo de Leiria.

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

19


Região // Desporto

Oxigénio

Classificações Futebol e modalidades Pousaflores - Ilha

Futebol

I Divisão Distrital - Sul

Liga 15ª jornada P. Ferreira Feirense Benfica FC Porto Nacional Olhanense Académica Sp. Braga

13º Passeio BTT Bomcar É já tradição a Bomcar juntar clientes e amigos, convidando-os, por uma manhã, a trocar o volante pelo guiador das bicicletas. Domingo é esse dia, com a realização do 13º Passeio de BTT, que arranca às 9 horas das instalações da Bomcar, na Barosa, Leiria, podendo os participantes optar por percursos de 25 ou 57 quilómetros. As inscrições podem ser feitas no local e são gratuitas.

1 Benfica 2 FC Porto 3 Sp. Braga 4 Sporting 5 Marítimo 6 V. Guimarães 7 Académica 8 Olhanense 9 Beira-Mar 10 Gil Vicente 11 Nacional 12 Feirense 13 Rio Ave 14 V. Setúbal 15 U. Leiria 16 P. Ferreira

Meeting de Orientação do Centro Começou a contagem decrescente para a 13ª edição do Meeting de Orientação do Centro, que este ano tem lugar no Pinhal do Rei, dias 25 e 26 de feveiro. Estão já inscritos 260 atletas, oriundos de 16 países. Informações e inscrições: www.coc.pt.

Passeio solidário às Pedras Negras Um donativo (em géneros) para a Loja Social da Marinha Grande serve de inscrição para este passeio às Pedras Negras, aos seus pinheiros bravos serpente e também ao Farol do Penedo da Saudade. Dia 28 de janeiro, às 14h30. Inscrição grátis: eleonora.nunes @cm-mgrande.pt PUBLICIDADE

Válido a partir de 1 de Outubro 2011

Campanha LowCost Cartões a partir de

Cardio Fitness Musculação STEP

17€

Localizada Ritmos Tai –Training

GAP ABS Along. Ritmos Latinos Super Local FitBall * Todos os nossos cartões permitem fazer todas as modalidades

Rua da Cooperativa – S.Romão (Junto ao ISLA e Smas)

20

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

1 0 4 2 2 2 0 2

Marítimo Gil Vicente Vit. Setúbal Rio Ave U. Leiria Beira-Mar Guimarães Sporting

J

V

E

D GM-GS P

15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15

12 11 9 8 7 6 5 4 4 3 4 3 4 3 4 2

3 4 4 4 5 2 3 5 4 7 4 6 2 5 1 3

0 0 2 3 3 7 7 6 7 5 7 6 9 7 10 10

15ª jornada (22.01.12) Académica - U. Leiria Beira-Mar - Marítimo Nacional- Feirense P. Ferreira - V. Setúbal Sp. Braga - Rio Ave FC Porto - V. Guimarães Benfica - Gil Vicente Olhanense - Sporting

1 0 1 0 2 1 2 1

38-12 34-8 28-14 27-14 21-18 21-16 18-20 17-20 13-12 13-23 14-26 11-20 13-21 11-24 16-29 14-32

39 37 31 28 26 20 18 17 16 16 16 15 14 14 13 9

6ª, 20h15 Sáb, 20h30 Dom, 16h Dom, 16h Dom, 16h15 Dom, 18h15 Dom, 20h15 Seg, 20h15

11ª jornada Vidreiros Juncalense Gaeirense Maceirinha Pilado Folgou: Unidos

1 SL Marinha 2 Outeirense 3 Gaeirense 4 Juncalense 5 Pilado 6 Vidreiros 7 Praia da Vieira 8 Maceirinha 9 Santo Amaro 10 Unidos 11 Nadadouro

1 Alq. Serra 2 Guiense 3 Pataiense 4 Nazarenos 5 Portomosense 6 Atouguiense 7 GRAP/Pousos 8 SCL Marrazes 9 Alvaiázere 10 Avelarense 11 Vieirense 12 Fig. Vinhos 13 Biblioteca 14 Meirinhas 15 Ansião 16 Pedroguense

Alvaiázere 2 GRAP/Pousos 0 Nazarenos 2 Atouguiense 1 Pataiense 2 Avelarense 4 Portomosense 0 Guiense 4

J

V

E

D GM-GS P

13 13 13 13 13 13 13 13 13 13 13 13 13 13 13 13

11 8 7 7 7 7 7 4 4 4 3 3 2 2 1 1

1 3 4 4 3 3 1 4 3 3 6 3 5 5 3 1

1 2 2 2 3 3 5 5 6 6 4 7 6 6 9 11

34 27 25 25 24 24 22 16 15 15 15 12 11 11 6 4

14ª jornada (22.01.12) Avelarense - Figueiró dos Vinhos GRAP/Pousos - Vieirense SCL Marrazes - Atouguiense Portomosense - Pedroguense Alvaiázere - Ansião Pataiense - Biblioteca Guiense - Alqueidão da Serra Nazarenos - Meirinhas I Divisão Distrital - Norte 11ª jornada Motor Clube Caseirinhos Ranha Mata. Mourisq. ARCUDA Pelariga

1 Moita do Boi 2 Pelariga 3 Pousaflores 4 Alegre e Unido 5 Boavista 6 Motor Clube 7 Mata Mourisq. 8 Ranha 9 Cast. Pera 10 ARCUDA 11 Caseirinhos 12 Ilha

0 0 2 2 3 7

Pousaflores Alegre e Unido Boavista Moita do Boi Castanheira Pera Ilha

J

V

E

D GM-GS P

11 11 11 10 11 11 11 11 11 10 11 11

9 8 8 7 6 5 3 4 3 2 2 1

1 2 1 0 0 1 4 1 0 2 0 2

1 1 2 3 5 5 4 6 8 6 9 8

12ª jornada (22.01.12) ARCUDA - Pelariga Mata Mourisq. - Cast. de Pêra Ranha - Moita do Boi Caseirinhos - Boavista Motor Clube - Alegre e Unido

28-9 45-12 30-11 14-12 22-15 20-17 18-13 20-27 12-28 14-24 7-44 9-27

SL Marinha Nadadouro Santo Amaro Praia da Vieira Outeirense

3 0 1 1 1

J

V

E

D GM-GS P

10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10

9 6 6 6 5 4 4 3 2 1 1

1 3 2 8 1 2 1 2 2 1 1

0 1 2 4 4 4 5 5 6 8 8

28-7 19-11 20-13 16-7 15-9 13-13 11-21 14-16 11-14 16-28 6-28

28 21 20 18 16 14 13 11 8 4 4

3 3 1 4 1 1

28 26 25 21 18 16 13 13 9 8 6 5

J

V

E

D GM-GS P

1 Casal Velho 11 2 Olho Marinho 11 3 CB Pombal 11 4 Caranguejeira 11 5 S. Bento/Arrabal 11 6 Pocariça 11 7 Igreja Velha 11 8 CB C. Rainha 11 9 Arnal 11 10 HC Turquel 11 11 Planalto 11 12 Sp. Estrada 11

9 7 7 6 5 5 5 4 3 3 1 0

2 1 1 1 3 2 2 1 3 2 2 2

0 3 3 4 3 4 4 6 5 6 8 9

J

V

E

D GM-GS P

1 Académica 2 U. Leiria 3 Castelo Branco 4 SCL Marrazes 5 CADE 6 Marinhense 7 Fátima 8 Sp. Covilhã 9 U. Tomar 10 Naval 11 Eirense 12 Sp. Pombal

19 19 19 19 19 19 19 19 19 19 19 19

16 14 9 8 7 5 6 6 5 5 2 3

2 3 4 6 7 8 5 4 6 4 6 1

1 2 6 5 5 6 8 9 8 10 11 15

U. Tomar 2 Fátima 1 Sp. Covilhã 1 Sp. Pombal CADE 1 SCL Marrazes 0

60-10 45-10 39-29 28-20 25-18 32-24 14-30 21-30 25-35 17-32 8-31 13-58

0

50 45 31 30 28 23 23 22 21 19 12 10

20ª jornada (22.01.12) Fátima - U. Tomar Sp. Covilhã - Eirense Sp. Pombal - Marinhense CADE - Académica SCL Marrazes - U. Leiria Naval - Castelo Brancos

3 11 2 5 2

Vialonga Oliveira Hospital Entroncamento Alcobacense Micaelense

9 4 7 4 8

J

V

E

D GM-GS P

8 5 5 5 4 4 3 1 1 0

0 2 0 1 1 0 0 0 0 0

0 1 3 1 2 2 5 7 7 8

50-22 76-27 44-36 52-20 49-30 36-20 31-54 21-73 33-47 18-79

24 17 15 16 13 12 9 3 3 0

9ª jornada (28.01.12) Arazede- Sp. Marinhense Vialonga - Stella Maris Oliveira Hospital - Lourinhã Entroncamento - AC Sismaria Alcobacense - Micaelense

Andebol III Divisão Seniores Masc. - Zona Centro 13ª jornada 20 km Almeirim SIR 1º Maio Académica Albicastrense

III Divisão Nacional - Série C

3 8 2 2 2 2 3

Vila Verde Caldas SC Prodeco Ribeira Frades Mendiga Mata Boa Esperança

J

V

E

D GM-GS P

10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10 10

8 7 7 6 6 5 5 4 3 2 2 2 2 1

0 1 1 2 1 3 1 0 2 3 3 2 0 1

2 2 2 2 3 2 4 6 5 5 5 6 8 8

43-31 41-27 48-35 36-28 43-33 34-33 40-29 37-39 25-40 33-40 26-38 34-44 33 45 31-42

3 4 3 3 5 4 6

24 22 22 20 19 18 16 12 11 9 9 8 6 4

11ª jornada (21.01.12) Prodeco - MTBA Ribeira Frades - Conforlimpa Ext. Benedita - Eléctrico Caldas SC - Boa Esperança Vila Verde - União de Leiria Mata - Sp. Covilhã/UBI Mendiga - Vilaverdense I Divisão Honra Masculinos

5 2 5 4 1

29 22 22 19 18 17 17 17 12 11 5 2

1 AC Sismaria 8 2 Alcobacense 8 3 Lourinhã 8 4 Entroncamento 7 5 Vialonga 7 6 Micaelense 6 7 Stella Maris 8 8 AF Arazede 8 9 Oliv. Hospital 8 10 Sp. Marinhense 8

Futsal

11ª jornada Planalto Arnal Casal Velho CB Pombal CB C. Rainha

50-22 49-34 40-29 34-36 36-27 39-34 47-47 31-38 34-37 40-51 27-47 24-49

12ª jornada (21.01.12) Planalto - Pocariça Sp. Estrada - Igreja Velha Casal Velho- S. Bento/Arrabal CB Pombal - Caranguejeira CB C. Rainha - Olho Marinho HC Turquel - Arnal

8ª jornada Sp. Marinhense Stella Maris Lourinhã AC Sismaria Arazede

1 1 1 10 1 0

1 União de Leiria 2 Mata 3 Boa Esperança 4 Vila Verde 5 Mendiga 6 Ribeira Frades 7 Eléctrico 8 Caldas SC 9 Conforlimpa 10 Prodeco 11 MTBA 12 Vilaverdense 13 Ext. Benedita 14 Sp. Covilhã/UBI

8 3

III Divisão Nac. Masculinos - Zona Centro

19ª jornada Castelo Branco Eirense Marinhense Académica U. Leiria Naval

10ª jornada Conforlimpa Ext. Benedita Sp. Covilhã/UBI MTBA União de Leiria Eléctrico Vilaverdense

5 Igreja Velha 2 Gaeirense

Hóquei em patins

II Divisão Nacional Iniciados - Série D

4 3 0 0 1 2 0 4

43-9 37-15 31-14 16-9 29-12 35-28 15-18 21-21 19-22 18-22 18-19 19-31 14-24 15-27 13-32 14-54

3 4 2 2 1

12ª jornada (22.01.12) Pilado - Praia da Vieira Maceirinha - Santo Amaro Gaeirense - Nadadouro Juncalense - SL Marinha Vidreiros - Unidos Folga: Outeirense

Honra Distrital 13ª jornada Biblioteca Alq. Serra Fig. Vinhos Meirinhas SCL Marrazes Pedroguense Vieirense Ansião

HC Turquel Concha Azul

Sp. Estrada Caranguejeira Pocariça Olho Marinho S. Bento/Arrabal

3 4 5 6 3

1 2 3 4 5 6 7 8 9

Ac. Viseu Ílhavo Samora Correia Académica Juve Lis Batalha AC Albicastrense SIR 1º Maio 20KM Almeirim

19 26 26 31

Samora Correia Juve Lis Ílhavo Académico Viseu

28 29 25 29

J

V

E

D GM-GS P

12 12 11 12 11 11 11 12 12

8 8 7 7 6 6 5 4 0

0 0 1 0 1 0 0 0 0

4 4 3 5 4 5 6 8 12

347-311 28 326-268 28 317-269 26 305-294 26 311-282 24 274-27623 296-297 21 299-31620 231-393 12

14ª jornada (21.01.12) Ac. Viseu - Batalha AC Ílhavo - Albicastrense Juve Lis - Académica Samora Correia - SIR 1º Maio I Divisão Nacional de Seniores Femininos 2ª jornada Col. João Barros 31 Leça Gil Eanes 37 Maiastars B JAC - Alcanena 21 Juve Lis

1 João Barros 2 Madeira SAD 3 CS Madeira 4 Juve Lis 5 Gil Eanes 6 Alavarium 7 Col. Gaia 8 JAC - Alcanena 9 Maiastars B 10 Leça

16 17 25

J

V

E

D GM-GS P

2 2 2 2 1 2 2 2 2 1

2 2 2 2 1 0 0 0 0 0

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

0 0 0 0 0 2 2 2 2 1

3ª jornada (21.01.12) Leça - Madeira SAD Maiastars B - CS Madeira Col Gaia - Col. João Barros Juve Lis - Gil Eanes Alavarium - JAC - Alcanena

62-33 66- 50 60-47 46-38 37-17 51-65 46-61 38-56 34-58 16-31

6 6 6 6 3 2 2 2 2 1


Região // Desporto

P&R Filipe Loureiro “Dragon Force é uma oportunidade única”

Duas jogadoras do Turquel preparam Mundial

Pombal recebe nacional de juniores em atletismo

Futebol de rua em Leiria e Marinha Grande

Leiria e norte do distrito recebem Rallye de Inverno

Sofia Vicente e Alice Vicente, do Turquel, foram convocadas para a seleção nacional de hóquei em patins, que prepara a participação no mundial feminino. As duas atletas concentram-se no Luso com a equipa nacional, no estágio que decorre entre os dias 21 e 23 deste mês.

A Expocentro, em Pombal recebe neste fim de semana o campeonato nacional de juniores de atletismo. Amanhã, sábado, as provas começam às 16 horas e decorrem até cerca das 19 horas. Domingo, a competição arranca às 9h30 e termina por volta das 13 horas.

Os jogos de rua continuam no Largo da Estação, em Leiria: hoje, sexta, há mais um fim de tarde com futebol, a partir das 19 horas. Na Marinha Grande, amanhã, sábado, às 10 horas, junto ao Campo da Portela tem lugar o 1º Encontro de Futebol de Rua, para petizes da Associação de Futebol de Leiria.

Amanhã, sábado, há desporto automóvel na região, com a realização do Rallye de Inverno. A 1ª Secção arranca às 13h30, no Kartódromo de Leiria. Depois segue, até à noite, por Ansião, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, até terminar novamente, às 22h40, no kartódromo. PUBLICIDADE

O responsável do Cool Park, em Cortes, Leiria, explica o acordo com a escola do FC Porto para um programa de férias em março Em que consiste o protocolo entre FC Porto e Cool Park? É uma oportunidade única de ter a escola de formação da equipa portuguesa com melhor palmarés nacional e internacional. Desafiámos a escola de formação do FC Porto, Dragon Force, para um programa em Leiria. Será um campo de férias na Páscoa, entre 26 e 31 de março. Além da atividade desportiva, as áreas de lazer e estudo estão em destaque, tal como uma visita de autocarro ao Estádio do Dragão e Vitalis Park, sede do Dragon Force. O Dragon Force está muito entusiasmado com a oportunidade e o Cool Park acredita no sucesso da iniciativa. Quem pode participar? Este campo de férias é pensado para crianças a partir dos 6 anos, não tendo ainda indicação do limite máximo em termos de idade. Uma das grandes preocupações do Cool Park foi abrir esta iniciativa a crianças de todo o país, criando parcerias com empresas locais para permitir a famílias fora do distrito terem preços especiais em estadia, por exemplo. Esta parceria envolve outras realizações no futuro? Não ficou nada definido. No entanto, a segunda visita ao Cool Park por parte dos representantes do Dragon Force permite-nos encarar com otimismo não só uma possível repetição de um campo de férias, como a realização de um evento Dragon Force de âmbito nacional.

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

21


Mercado

Uma das medidas previstas no acordo assinado anteontem em concertação social visa apoiar os desempregados que aceitem trabalho com remuneração inferior ao subsídio de desemprego que estão a auferir. Observando determinados limites, vão poder acumular o novo salário com 50% do subsídio de desemprego, nos primeiros seis meses. E 25% nos seis meses seguintes. Trata-se de um mecanismo que alivia a despesa da Segurança Social com cada desempregado e conforme está escrito no documento - pode facilitar o regresso ao mercado de trabalho. No entanto, dado que os agentes económicos se movem com base em incentivos, constitui também um estímulo à desvalorização salarial. E, no limite, ao próprio despedimento. Neste ponto, o acordo da concertação social concorre para baixar os custos do trabalho: justamente o objetivo de ideias como a redução da taxa social única e da meia hora suplementar, entretanto abandonadas. Cláudio Garcia

22

Eletricidade Subida de 30% preocupa empresários Críticas Associações industriais garantem que não é possível refletir no preço dos produtos e serviços mais um aumento dos custos de produção

Cláudio Garcia Como refletir, no preço dos produtos e serviços, a escalada dos principais fatores de produção? É a pergunta que todos os gestores fazem face ao agravamento da fatura da eletricidade desde o passado dia 1 de janeiro. Além das críticas ao preço da energia, há quem acuse o Estado de se financiar através das empresas, por via da retenção do IVA, cuja taxa sobe de 6% para 23%. Uma nota da Associação Portuguesa da Indústria de Cerâmica (APICER) denuncia que a subida da eletricidade, mais o acréscimo de 17% no IVA e uma nova taxa de um euro por MWh, desaguam num aumento médio global de 36%. Também a Associação Empresarial da Região de Leiria (NERLEI) fez as contas e confirma que algumas empresas “podem vir a sofrer agravamentos de 30%”. Além da energia, as faturas incluem outras tarifas e impostos. A NERLEI manifesta “preocupação com os aumentos da energia elétrica na sequência da publicação das tarifas e preços de venda finais, pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, no passado dia 15/12/2011”. Diz a associação que “esta alteração veio trazer variações de custo deste fator de produção insuportáveis e, sobretudo, desfavoráveis face a outros países da União Europeia e,

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

para a maioria das situações, não devidamente repercutíveis nos preços dos produtos ou dos serviços finais”. Pela voz do vice-presidente Marcelo Sousa, da Matceramica, em Fátima, uma das maiores fábricas portuguesas de faiança, a APICER afina pelo mesmo diapasão: “Com estes aumentos, estaremos já no domínio do absurdo, pelo que também as empresas têm direito a pedir “deixemnos trabalhar” ou, por outras palavras, “deixem-nos exportar”. O gestor sublinha que o IVA, apesar de reembolsável – ainda que ao fim de meses – “não deixa de ser mais um encargo para a depauperada tesouraria das empresas que precisam de conseguir meios para pagar primeiro e receber mais tarde”. No sector dos rolamentos, o diretor geral da Schaeffler, em Caldas da Rainha, salienta que só o aluguer das redes da EDP para transporte da energia sofre um aumento de 38%. “Como é possível andar a pedir ao país sacrifícios?”, questiona. Na cristalaria, a fatura energética chega com um custo adicional, o gás natural, que desde o ano passado já trepou 30%, de acordo com o gerente da Ifavidro, Abílio Louro, no concelho de Alcobaça, para quem “as margens” das empresas “andam esmagadas há muito tempo” e os empresários estão agora “sujeitos a cortar os dedos”. Também a cerâmica sofre

Iconografia: Sara Gerardo

Perspetiva Trabalho mais barato

150 as contas são da APICER: uma empresa que tenha gastos energéticos de 150 mil euros por mês passa a pagar mais 25 mil euros por fatura só devido ao agravamento do IVA. Se só receber o reembolso do Estado ao fim de seis meses, significa que precisa de aumentar o seu fundo de maneio em 150 mil euros para suportar o imposto durante esse período

os efeitos da dependência do gás natural. E a diretora geral da Umbelino Monteiro, em Pombal, reconhece que o agravamento da fatura energética “acaba por comprometer os resultados ao fim do ano e faz com que em alguns mercados [haja] dificuldades em concorrer”. Ou seja, os ganhos de competitividade e produtividade, em vez de gerarem lucros adicionais, são absorvidos. O Governo promete reagir e prepara-se para apresentar no final do mês um plano estratégico para o sector. O objetivo é obrigar os produtores de eletricidade a baixar os custos. claudio.garcia @regiaodeleiria.pt


Região // Mercado

Credores dão segunda oportunidade à fábrica de porcelanas Bonvida A reativação da fábrica de porcelanas Bonvida, na Batalha, que parou a produção em setembro, ainda é possível. Na passada terça-feira, a assembleia de credores incumbiu o administrador de insolvência de elaborar um plano, conforme pretendiam os trabalhadores, tendo sido rejeitada a liquidação da atividade. “Ganhou-se esta batalha e agora há que trabalhar no

sentido de fazer um bom plano de recuperação da empresa”, comenta Jorge Vicente, do Sindicato da Cerâmica da Região Centro. No entanto, para Eduardo Jordão, que geriu a unidade industrial nos últimos anos, a Bonvida “não tem viabilidade”, pois faltalhe património para o passivo acumulado. Segundo dados apresentados no Tribunal do Comércio de Lisboa, durante a au-

diência, o ativo da empresa ascende a cinco mil euros. Não será proprietária das instalações nem dos equipamentos fabris. Só o plano de insolvência a elaborar nos próximos dois meses, com vista a desenhar um possível cenário de viabilização, implica o pagamento de 15 mil euros ao administrador nomeado pelo tribunal. Ao todo, as dívidas ascendem a quatro milhões

de euros. Incluem salários e subsídios dos trabalhadores, pagamentos a fornecedores, créditos bancários e contribuições para a Segurança Social. Jorge Vicente acredita que é possível retomar a laboração, dando como argumento a existência de dois potenciais investidores e de quatro milhões de peças em armazém. Dos 168 trabalhadores da Bonvida, 20 a 30 já rescindiram.

Projeto Dona Horta chegou esta semana a Leiria e promete produtos mais frescos e melhores preços Foto: Joaquim Dâmaso

Agricultores do Bárrio inovam para levar a horta à cidade Cláudio Garcia Diretamente do campo para o consumidor – é o projeto Dona Horta, que esta semana chegou a Leiria. Aproveitando a internet, este movimento de pequenos agricultores do Bárrio, Alcobaça, propõe fornecer a cidade com frutas, verduras e ervas aromáticas. Sem passar pelo mercado, hipermercado ou qualquer outro intermediário. Arménio Antunes, Carlos Malhó, José Pires, Daniel Soares e António Lopes são os produtores que dão corpo à marca Dona Horta, coordenada por Celeste Soares e Célia Madeira. Estão a lançar a semente de um

novo modelo de distribuição alimentar. Mais saudável, justo e sustentável, acreditam. As encomendas são feitas no site, por telefone ou e-mail e eles garantem as entregas num local combinado. Os cabazes custam 7,5 e 10 euros, conforme o tamanho. Contêm produtos da época suficientes para confecionar sopas, saladas e refeições completas durante uma semana. Tudo resultado de produção integrada (isto é, sem químicos, sempre que possível). Ao prescindirem de intermediários, contornam as grandes superfícies e dizem conseguir oferecer melhores preços, além de reduzirem o tempo entre a colheita e o

consumo. “Esta ideia surgiu para valorizar os produtos da nossa região e para que o consumidor passasse a ter produtos frescos”, refere Daniel Soares. Estavam com quebras de 50% nas vendas e sujeitos a receitas “que não cobrem as despesas”, dadas “as margens de lucro muito elevadas” dos intermediários, frisa Arménio Antunes. Com o modelo Dona Horta, querem proteger a agricultura local, tradicional e sustentável. E aproximar as pessoas da terra, para que conheçam quem – e como – cultiva a comida que lhes chega à mesa todos os dias. claudio.garcia @regiaodeleiria.pt

Como funciona Encomendas No site www.donahorta.com, por telefone ou via e-mail Cabazes Contêm fruta, verduras e ervas aromáticas para uma semana. Tamanho médio (seis a oito variedades para uma a duas pessoas) ou grande (oito a dez variedades para três a quatro pessoas). Custam 7,5 e 10 euros. Os produtos são definidos pela Dona Horta, mas é possível substituir alguns Entregas Às quintas-feiras, das 17h30 às 19h30, junto à NERLEI. Também em Alcobaça e no Bárrio

Opinião Aprender em tempo de crise

estes tempos em que todos os debates sobre a crise giram em torno da economia e das finanças, parece ser consensual que sem crescimento económico não haverá forma de sairmos do buraco. Quando se coloca a questão de conseguir esse crescimento económico as receitas divergem. O mais espantoso é que só muito raramente têm acesso ao espaço mediático as vozes daqueles que, não tendo receitas milagrosas, vêm lembrar uma coisa simples e que, infelizmente, parece estar a perder-se. O futuro de um país constróise através de uma aposta contínua na qualificação dos seus cidadãos e na promoção dos valores do trabalho, esforço, dedicação, empenho, sacrifício. Ao nível europeu importa relembrar as conclusões da cimeira de Lisboa, onde os estados-membros definiram a aprendizagem ao longo da vida como um objetivo estratégico. Tal como proclamavam as orientações saídas dessa cimeira, o objetivo comum é (esperamos que não tenha sido abandonado) construir uma Europa onde todos tenham a oportunidade de desenvolver plenamente as respetivas potencialidades, sentindo que podem dar um contributo válido e que pertencem a um projeto de futuro. Para isso é necessário encontrar o equilíbrio financeiro, não como um fim em si mesmo, mas como forma de viabilizar o projeto europeu assente na sociedade do conhecimento e cumprir dois dos objetivos da aprendizagem ao longo da vida: promover a cidadania ativa e fomentar a empregabilidade.

N

Domingos Martinho Docente do ISLA

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

23


Região // Mercado

Lena Construções avança com fusão

Mapridec inaugura loja em Leiria

Urban Obras quer facilitar reabilitação

Cinco novos concursos QREN

No quadro da reorganização interna do Grupo Lena, a Lena Engenharia e Construções vai incorporar três empresas do seu universo: a Civilena, a Lena Construções Atlântico e a Lena Engenharia e Construções Madeira, que representam 350 milhões de euros em faturação agregada.

Decorreu ontem a inauguração da loja Mapridec em Leiria, na avenida Anzebino Cruz Saraiva. A empresa presta serviços na área da pastelaria, padaria e restauração, fornecendo matérias-primas, decoração alimentar, utensílios e embalagens. Também organiza ações de formação.

A marca Urban Obras propõe realizar todo o tipo de obras de reabilitação, recuperação e manutenção, desde o projeto e licenciamento até à execução e decoração do espaço. A empresa instalou uma unidade em Leiria, na freguesia de Marrazes, gerida por Hugo Resende.

Estão abertos até 2 de Abril cinco novos concursos QREN de incentivos às empresas. Destinam-se a apoiar investimentos relacionados com propriedade industrial, investigação, inovação em territórios de baixa densidade, aquisição de serviços de I&D e criação de núcleos de I&D.

A mexer

01

02

03

04

05

06

P&R Humberto Marques “Pressupostos do estudo estão errados”

01 O jornalista Joaquim Vieira apresenta amanhã, em Leiria, o livro “Só um milagre nos salva”, no qual desenha o diagnóstico e a solução para a crise portuguesa com a ajuda de Medina Carreira, Henrique Neto, Augusto Mateus, José Silva Lopes e Miguel Beleza, entre outros. A sessão na Fnac do LeiriaShopping começa às 21h30. 02 Carlos Conceição, administrador das empresas Publicenso e Liz Online, é o novo diretor de marketing do Grupo Lena, substituindo Pedro Carvalho, agora designado responsável pelo desenvolvimento internacional.

O vice-presidente da Câmara de Óbidos diz que o papel dos municípios evoluiu

Óbidos é um município que desperdiça recursos? O melhor exemplo é o investimento de 12 milhões de euros em complexos escolares e o que estamos a fazer em captação de investimento, empresas e qualidade de vida. Mais: reduzimos de 9,3 para 5,5 milhões a dívida a fornecedores. Se a Câmara gerisse mal, não teria esta liberdade. Temos cerca de 729 euros de investimento por munícipe, contra 230 que é a média da região. Falta eficiência ao estudo? Os pressupostos estão obsoletos porque se baseiam nos quatro eixos que definem o modelo clássico das câmaras dos anos 80: estradas, equipamentos, água e saneamento. Hoje aquilo que cabe às autarquias é criar um modelo de geração de riqueza e depois redistribuir em conforto social. Os pressupostos estão errados porque pegam no total da despesa e a concentram nestes quatro eixos, incluindo despesa de outras áreas, como a área social, que é 60% da despesa corrente de Óbidos.

24

Estudo destaca o bom desempenho da autarquia de Peniche Foto de arquivo: Joaquim Dâmaso

Apenas cinco câmaras municipais consideradas eficientes na região Cláudio Garcia Apenas cinco das 17 câmaras municipais da região são consideradas eficientes num estudo do Instituto Superior Técnico que compara a despesa com o serviço prestado à população. Peniche é o município melhor classificado, seguindo-se Leiria, Batalha, Ourém e Pombal. Os restantes recebem nota negativa. Óbidos ocupa mesmo o penúltimo lugar a nível nacional. O documento – dissertação de mestrado de Miguel Simão Santos – conclui que as câmaras podem manter a quantidade de serviços prestados com uma redução média de 26% nos recursos

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

financeiros e humanos. Desde que trabalhem melhor. Só 41 municípios são considerados eficientes no país. A metodologia relaciona a despesa corrente (sem salários), as despesas de capital e o número de trabalhadores com a extensão da rede viária municipal, o total de estabelecimentos de cultura, educação e desporto, os resíduos recolhidos, a água distribuída e o saneamento. Na análise, referente a 2009, os concelhos do interior e de menor densidade populacional tendem a ser menos eficientes. Para António Correia, presidente da Câmara de Peniche, “a gestão do município foi considerada po-

sitiva”. No entanto, salienta, “cada vez mais os municípios têm substituído a administração central na resolução de problemas”. Daí a preocupação: “Saber se vamos conseguir manter os mesmos níveis de eficiência tendo em conta as limitações que se vão acentuar”. O autor do estudo, Miguel Simão Santos, nota que se trata de um trabalho académico, quantitativo. Explica que as pequenas autarquias não conseguem economias de escala. E reconhece que a própria legislação “contribui para introduzir alguma ineficiência na atividade municipal”. claudio.garcia @regiaodeleiria.pt

03 O banco BPI em mudanças na Marinha Grande: Carla Tocha assume a gerência do balcão da avenida Vítor Gallo, enquanto Marta Figueiredo fica com igual cargo na avenida Henriques Vareda. 04 A empresa Everglee, de Paulo Coelho, presta serviços de consultoria e fornece soluções na área das tecnologias de informação. Acaba de nascer no Parque Tecnológico de Óbidos. 05 O próximo Encontro de Empresários de Ourém tem o economista João César das Neves como orador. Realiza-se a 10 de fevereiro, em Fátima. 06 O administrador da TJ Moldes, João Faustino, foi indicado presidente substituto da CEFAMOL até às eleições em Março, em virtude do falecimento de Leonel Costa.


Região // Mercado

As suites do Hotel Requinte, na zona de Sintra, que inspira a unidade de Leiria

Novo hotel promete noites com requinte em Leiria São 86 camas na Cova das Faias. O promotor gere em Sintra uma unidade semelhante que oferece garagem com acesso direto, sex shop e suites com jacuzzi, bolas de espelhos e varões

Cláudio Garcia Garagem privativa com porta automática e acesso direto, sex shop e snack bar aberto 24 horas – são características essenciais do Motel Requinte, na zona de Sintra, cuja página na internet promete “discrição, higiene e simpatia” para “momentos inesquecíveis”. Um empreendimento semelhante está em vias de nascer na cidade de Leiria, na zona industrial de Cova das Faias, existindo já parecer positivo da câmara municipal e de outros organismos públicos quanto ao pedido de informação prévia apresentado pelo promotor, a sociedade hoteleira Requinte 2. O projeto prevê um edifício

com 39 quartos duplos, três suites e um quarto adaptado a pessoas com mobilidade reduzida, num total de 86 camas. Uma visita ao site do Motel Requinte, na Abrunheira, Sintra, permite espreitar o interior da unidade e respetivas suites, com preços diários que variam entre 42,5 e 225 euros. Numa decoração em que predominam as cores quentes e a iluminação indireta, sobressaem as bolas de espelhos, as camas redondas, os palcos com varão, as imagens eróticas e os jacuzzis. A empresa também publicita uma bebida de boas-vindas e “variados serviços para garantir o bem estar” dos clientes. Apesar

das tentativas do REGIÃO DE LEIRIA, não foi possível saber junto dos promotores qual a data provável para início das obras nem o montante do investimento. No concelho de Leiria, estão em fase mais adiantada outras duas novas unidades hoteleiras. É o caso do Hotel Caribe, na Azóia, com 17 quartos e abertura prevista para o mês de junho. Junto à rotunda da Almoinha Grande, continua em construção o Hotel Hotbom, cujo projeto contempla 70 quartos. Um levantamento efetuado pelo nosso jornal em setembro passado identificou nove hotéis a nascer na região, valendo cerca de 500 novos quartos, nos concelhos de Leiria, Porto de Mós, Peniche e Óbidos, além de outros 13 em diferentes etapas de licenciamento nos municípios de Alcobaça, Ansião, Alvaiázere e Marinha Grande. claudio.garcia @regiaodeleiria.pt

Reforma do turismo separa Fátima de Leiria

Avança campo de golfe em S. Martinho do Porto

Está confirmado: é extinta a Entidade Regional de Turismo de Leiria-Fátima (bem como a sua congénere no Oeste) e os municípios que a compõem são distribuídos por dois novos organismos. Fátima fica com Lisboa e Vale do Tejo, enquanto Leiria, Marinha Grande, Porto de Mós, Batalha e Pombal são sujeitos à tutela do Turismo do Centro. A decisão, de que o REGIÃO DE LEIRIA deu conta na edição anterior, continua a colher críticas dos presidentes de câmara da região, preocupados com a possível perda de notoriedade dos produtos turísticos locais. A separação de Fátima é outro ponto de discórdia: a Associação Empresarial da Região de Leiria (NERLEI) defende mesmo que os seis municípios deveriam ficar com Lisboa. O Governo anunciou na segunda-feira passada a criação de cinco novas regiões de turismo com base nas unidades territoriais NUT II (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve), que passam a concentrar a promoção interna e externa. Desaparecem 16 estruturas criadas em 2008. A secretária de Estado Cecília Meireles diz que a reforma visa acabar com a sobreposição de funções e as ineficiências do anterior modelo. De acordo com a agência Lusa, o quadro legislativo que vai suportar esta reorganização deve estar pronto até março ou abril, de maneira a que as direções instaladoras possam começar a trabalhar ainda no primeiro semestre do ano. O número de dirigentes das cinco novas entidades fica limitado a três e só um pode ser remunerado, quando antes eram possíveis equipas de cinco a sete elementos, três dos quais a receber vencimento. O modelo de financiamento não está definido, mas prevê uma componente fixa e outra variável. Os privados vão ter maior participação e poder de decisão, algo que Miguel Sousinha, antigo presidente do Turismo de Leiria-Fátima e atualmente administrador na Lena Turismo, considera “um fator positivo”.

Artur Ledesma A instalação de um campo de golfe em S. Martinho do Porto, no concelho de Alcobaça, já tem parecer favorável, mas a notificação não chegou ainda à autarquia, que sabe da decisão de forma informal. Este é um processo antigo, inserido no Plano de Pormenor do Núcleo de Desenvolvimento Turístico de S. Martinho do Porto. A aprovação segue-se a vários anos de negociações com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR), devido à localização do terreno para a instalação do campo de golfe num espaço dentro da Reserva Ecológica Nacional. O projeto para o campo de golfe está avaliado em 2,5 milhões de euros, inclui ainda uma zona residencial turística, à semelhança de outros empreendimentos na região Oeste, e faz parte de um conjunto de investimentos anunciados pelo executivo municipal de Alcobaça, numa conferência de imprensa, nos últimos dias de 2011. O campo terá um total de 18 buracos e a sua aprovação ficou a dever-se ao facto de o projeto ter sido considerado de “interesse para a região”. Com esta aprovação, estão criadas as condições para que a autarquia possa introduzir aquele projeto no Plano Diretor Municipal, atualmente em fase de revisão e que se prevê que possa entrar em discussão pública no final deste primeiro trimestre de 2012. O Plano de Pormenor do Núcleo de Desenvolvimento Turístico de S. Martinho do Porto data de 2006 e foi aprovado, por maioria, na Assembleia Municipal, em abril do ano passado. Ainda no sector do turismo, mais atrasado está o processo para a implantação de outro campo de golfe, em Pataias, também dependente do parecer favorável da CCDR de Lisboa e Vale do Tejo. artur.ledesma @regiaodeleiria.pt

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

25


Conferência

“Há uma estratégia de desmantelamento da ferrovia” Debate A supressão do serviço de passageiros a norte de Caldas da Rainha levou o REGIÃO DE LEIRIA a promover uma conferência sobre a Linha do Oeste. Autarcas, deputados e outras figuras de proa não faltaram ao debate Patrícia Duarte A Assembleia da República será a próxima paragem do estudo de Nelson de Oliveira, o engenheiro civil a quem a Câmara de Caldas da Rainha encomendou um diagnóstico da Linha do Oeste e a apresentação de propostas de fácil implementação, para aumento da quota de mercado e redução dos custos de exploração. O estudo já foi apresentado em Leiria a um conjunto de entidades, mas o deputado do PCP Bruno Dias quer que o documento viaje agora até à comissão parlamentar de economia e obras públicas para que se contribua “com melhor informação e conhecimento para

26

a discussão”. Bruno Dias é eleito pelo distrito de Setúbal, mas fez questão de estar presente na conferência “O Futuro da Linha do Oeste” promovida pelo REGIÃO DE LEIRIA, no passado dia 14, no quartel dos Bombeiros de S. Martinho do Porto. O encontro foi moderado por Carlos Cipriano, jornalista da Gazeta das Caldas, teve como oradores o autor do estudo Nelson de Oliveira e o investigador Gilberto Gomes, e reuniu, a um sábado de manhã, mais de uma dezena de autarcas, incluindo os de Coimbra e Figueira da Foz, quatro deputados eleitos por Leiria, responsáveis por associações cívicas e entidades ligadas ao turismo, à in-

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

dústria, ao comércio, e muitos cidadãos. Quanto a cadeiras vazias, foram notadas as de alguns autarcas cujos municípios são atravessados pela Linha, nomeadamente Marinha Grande e Bombarral. Por ocupar ficaram também os lugares da CP e da REFER, que declinaram o convite, e do secretário de Estado dos Transportes que não quis estar presente por considerar que o estudo ainda não se encontra concluído. A falta de comparência do secretário de Estado passou incólume, mas a ausência das empresas que gerem e exploram o caminho-de-ferro em Portugal foi mencionada em várias intervenções. E acabou por sê-lo, sobretudo, devido ao estudo “Impulso 2008” feito para a CP por uma empresa suíça, e ao qual Nelson de Oliveira faz menção no diagnóstico que traçou. Em 2008, o estudo da empresa suíça defendia, por exemplo, o aumento do número de via-

Nós hoje estamos a chorar lágrimas de crocodilo. Pergunto há quantos anos os senhores autarcas não andam de comboio?” Gilberto Gomes Investigador e estudioso da história dos transportes ferroviários

O sistema ferroviário é como um rio. A Linha do Norte é o grande rio, as outras são os afluentes. Se se secam os afluentes, o grande rio também vai diminuir o caudal” Nelson de Oliveira autor do estudo sobre a Linha do Oeste


Conferência REGIÃO DE LEIRIA // O futuro da Linha do Oeste

O que disseram os autarcas

01

02

03

04

05

06

07

08

09

02

01 Paulo Inácio , presidente da Câmara de Alcobaça, salientou que o que se exige em relação à Linha do Oeste “não é o outro mundo”, apenas que se pare para pensar e olhe para os problemas como uma oportunidade de desenvolvimento regional. 01

03

01 Gilberto Gomes e Nelson de Oliveira foram os oradores. O jornalista Carlos Cipriano moderou o encontro 02 A ausência da CP, da REFER e do secretário de Estado foi assinalada 03 Após a conferência, alguns presidentes de Câmara almoçaram juntos em S. Martilnho do Porto

N.ºs Características da Linha do Oeste 197

quilómetros é a extensão da Linha do Oeste

21

estações intermédias e 22 apeadeiros

120

quilómetros é a velocidade máxima possível na linha

Fotos: Joaquim Dâmaso

gens, nos dois sentidos, entre Leiria e Coimbra, concluindo que, “apesar do aumento do percurso de comboios, globalmente os custos de exploração decresceriam pela melhor utilização dos meios de produção”. A recomendação nunca chegou a ser adotada e viajou rumo a parte incerta com muitas outras medidas que, para o deputado socialdemocrata Paulo Batista, não foram implementadas “por incompetência, má-fé ou inabilidade”. A descoordenação de horários, lembrou, “é conhecida há muitos anos”. Os erros de gestão que o estudo de Nelson de Oliveira pôs em evidência surpreenderam Bruno Dias: “se muitas das soluções aqui apontadas já eram do conhecimento do poder central, há pelo menos três anos, e podiam ter sido desenvolvidas, então há explicações a dar”. Também Rui Raposo, da Comissão para a Defesa da Linha do Oeste, referiu que há razões para “a

responsabilização de quem geriu o bem público”. Para o deputado do PCP estes erros de gestão corroboram “uma estratégia de desmantelamento da ferrovia em Portugal”. Os autarcas presentes no encontro confiam que a decisão em relação à Linha do Oeste não é definitiva. Acreditam que a ligação de alguns elementos do Governo à região possa determinar outro rumo para aquela linha ferroviária e têm esperança que o Governo seja sensível ao diagnóstico e às medidas propostas por Nelson de Oliveira. Referindo-se à CP e à REFER, Gilberto Gomes sublinhou que “o diálogo não vai ser fácil, com empresas que, não sendo já monopólios, continuam a ter uma leitura imperial e são fechadas”, mas está convencido de que pode “haver bons resultados se a região estiver unida”. patricia.duarte @regiaodeleiria.pt

97,4 quilómetros/hora é a velocidade média entre Cacém e Torres Vedras 108,4 quilómetros/hora é a velocidade média no troço Torres VedrasFigueira da Foz 27,3 por cento da população abrangida pela Linha do Oeste residia até dois quilómetros da linha, segundo dados da REFER de 2001 100 metros é a distância a que a estação de S. Martinho se encontra da praia

02 Fernando Costa, presidente da Câmara de Caldas da Rainha, propôs aos colegas autarcas um sistema de passes, financiado em parte pelos municípios, de modo a incentivar a utilização do comboio. 03 João Ataíde, presidente da Câmara da Figueira da Foz, comprometeu-se a apoiar a ligação a Coimbra se com isso a Linha “ganhar valor acrescido”. 04 Barbosa de Melo, presidente da Câmara de Coimbra, sublinhou que o corte do serviço de passageiros a norte de Caldas virá limitar a voz e a capacidade de afirmação da região Centro. 05 Narciso Mota, presidente da Câmara de Pombal, lembrou a incoerência entre os projetos desenvolvidos para o TGV e a decisão de encerrar a Linha do Oeste. 06 Raul Castro, presidente da Câmara de Leiria, salientou o agravamento da qualidade ambiental com a pressão automóvel, uma vez que a cidade tem excelentes acessibilidades rodoviárias. 07 Jorge Barroso, presidente da Câmara da Nazaré, afirmou-se disponível para agilizar a ligação rodoviária entre Nazaré e Valado dos Frandes, localidade onde se encontra a estação mais próxima. 08 Humberto da Silva Marques, vice-presidente da Câmara de Óbidos, referindo-se aos erros administrativos identificados pelo estudo de Nelson de Oliveira afirmou que talvez fossem necessários “para pagar uma rede de autoestradas”. 09 António José Correia, presidente da Câmara de Peniche, mostrou-se particularmente satisfeito pela união de autarcas de diferentes partidos em torno da defesa da Linha do Oeste. Está confiante de que esta é uma causa ganha pelas pessoas que o distrito tem no Governo.

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

27


Conferência REGIÃO DE LEIRIA // O futuro da Linha do Oeste

Razões para manter a Linha Zona densamente povoada A zona servida pela Linha tem uma população total residente de 1,2 milhões de habitantes, tem elevadas taxas de crescimento e grande atratividade turística e económica Ligação a Coimbra Apesar de pouco explorada, a ligação a Coimbra surge como uma vantagem pelo elevado fluxo de mobilidade que esta cidade regista. A manter-se o serviço, este seria um ponto a melhorar Caminho-de-ferro central Contrariamente ao que acontece em muitas zonas do país, na Linha do Oeste, uma boa parte das localidades tem uma estação no centro

Os pressupostos em que o Governo fundamenta a sua decisão são errados, referiram vários intervenientes da conferência

Linha do Oeste era uma das mais promissoras Tem tudo para correr bem. Sempre teve. A região Oeste possui argumentos mais do que suficientes para justificar o transporte ferroviário e, no entanto, este foi sempre um negócio deficitário

Aquando da construção, a Linha do Oeste era “uma das mais promissoras para tráfego quer de passageiros quer de mercadorias”, referiu o investigador Gilberto Gomes durante a sua intervenção. “Quem a projetou”, prosseguiu, “sabia que ia ser uma linha em que não se colocavam problemas de rentabilidade”. É que a região Oeste parecia ter tudo o que era necessário: população, turismo para as praias da Nazaré, S. Martinho e Figueira da Foz, utentes para o hospital das Caldas e um leque variado de atividades agrícolas e industriais. Sendo verdade que o negócio ferroviário nunca foi o transporte, mas a construção, a verdade é que, “ao longo destes anos não se produziram esses resultados” e agora há que “arranjar soluções para reinventar o caminho-de-ferro”, referiu Gilberto Gomes. Os resultados atuais são, de facto, muito diferentes

28

daqueles que foram perspetivados, mas não podem, no entender de Nelson de Oliveira, “ser utilizados para avaliar a viabilidade do serviço ferroviário”. O mesmo pensa Paulo Batista. O deputado do PSD considera que a decisão do Governo de suprimir o serviço de passageiros de Caldas para norte está errada porque se baseou num estudo errado feito pela CP. E o que mostra esse estudo? Uma série de lacunas que levam Domingos Carvalho, membro da Assembleia Municipal de Leiria, a manifestar-se favorável à supressão do serviço e a ser a única voz dissonante na conferência promovida pelo REGIÃO DE LEIRIA: “tenho de saudar a decisão do Governo de encerrar esta Linha do Oeste, com os horários que tem, com o serviço que presta, com o tempo que pratica e com os preços que cobra”. E se as medidas propos-

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

tas por Nelson de Oliveira forem adotadas e houver um reinvestimento na Linha, mantém-se favorável à decisão do Governo, perguntou Carlos Cipriano. “A pergunta que eu ponho”, respondeu Domingos Carvalho, “é esta: será que é possível fazer essas alterações? É que não acredito como é que não foram feitas até agora”. Um dos objetivos do estudo encomendado a Nelson de Oliveira pela Câmara de Caldas era demonstrar que “a baixa procura se deve a deficiente política comercial do operador ao longo dos anos”. Para o autor do estudo, esse dado ficou demonstrado. Bem como um outro, o de que existe mercado de mobilidade: “isso está claro quando se constrói a A8, a A17 e a A15”. Do trabalho desenvolvido por Nelson de Oliveira podem ser extraídos vários argumentos capazes de segurar a Linha do Oeste (ver texto ao lado), assim como um rol de oportunidades. À cabeça está o aumento tendencial do custo dos combustíveis, mas a questão ambiental também foi. PD

Importante para o turismo Segundo dados do INE, cerca de 300 mil pessoas ficaram hospedadas, na região Oeste, em 2010. Se o projeto do aeroporto de Monte Real avançar, esse pode também ser um argumento a favor da manutenção da Linha Integração na restante rede Contrariamente a todas as outras em que o serviço vai ser encerrado, a Linha do Oeste está integrada de forma plena na restante rede ferroviária Infraestrutura em boas condições As características técnicas do troço em análise são favoráveis. A infraestrutura encontra-se genericamente em boas condições e sem limitações significativas

Com esta Linha do Oeste não me parece que faça sentido estarmos a gastar mais de dois milhões de euros por ano para a sua manutenção” Domingos Carvalho Membro da Assembleia Municipal de Leiria

Competitiva no tempo Para algumas localidades, como S. Martinho do Porto, continua a ser mais rápido ir de comboio. O sistema ferroviário está quase sempre entre o autocarro (o mais lento) e o automóvel (o mais rápido) Competitiva no preço A aplicação da tarifa social que predomina na Linha do Oeste, torna os preços mais acessíveis Sinergias com rede viária A região possui uma boa rede viária. A adequada coordenação do sistema ferroviário com os transportes coletivos rodoviários urbanos e interurbanos, é um ponto a explorar e que pode aumentar o número de utilizadores da Linha do Oeste


20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

29


30

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012


20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

31


32

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012


20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

33


34

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012


20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

35


36

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012


Emprego & Formação

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

37


Região // Emprego & Formação

CENTRO DE EMPREGO DE LEIRIA PROFISSÃO

LOCALIDADE

Nº OFERTA

Técnico de Vendas - Com experiência na área de vendas

Leiria

587797194/ 798343/798057/797980

Coordenador de Vendas - 12º Ano Marketing/Idioma-Russo e Inglês. Web

Leiria

587796838

Mecânico Automóveis - Com experiência/diagnóstico Electrónico

Leiria

587796965

Serralheiro Civil - Saber soldar e interpretar desenho

Batalha

587795950

Serralheiro Civil - Saber soldar e interpretar desenho

Leiria

587798320

Medidor Orçamentista - Com experiência

Batalha

587796766

Eletricista de redes - Com experiência

Leiria

587790210

Oficial de Bancada - Com experiência

Batalha

587793647

Engenheiro Mecânico - Para elaboração de desenho

Leiria

587798037

Pombal

795540

Oficial de Bancada - Com experiência/Acabamentos

Leiria

793242

Desenhador 2De 3D - Com experiência. Autocad - Inglês e Espanhol

Leiria

797299

Tec. Instalador Fotovoltaico - Com Conhec. Área de energias renováveis

Leiria

796502

Batalha

785929

Jardineiro/a - Com conhecimentos de sistema de rega

Fresador CNC - Comando heidnein Engº Mecânico - 2 Anos de Experiência Orçamentos e Acomp. obra

Leiria

797196

Maceira

793234

Leiria

789757

Oper de Electroerosão - Com Experiência

Marinha Grande

587793803

Técnico de Vendas

Marinha Grande

587795123

Serralheiro Mecânico - Técnico de Manutenção com Conhecimentos de Mecânica, Pneumática e Soldadura

Marinha Grande

587796643

Desenhador Projetista - Experiência Mínima de 5 Anos

Marinha Grande

587797057

Fresador - Trabalho em Série dos Metais - CNC com Exp. de 2 Anos na Função e Conhec. de Comandos Fanuc

Marinha Grande

587797682

Op. CNC - Moldes Emp. Doméstica - Domínio Língua chinesa CENTRO DE EMPREGO DA MARINHA GRANDE

Oper de Máq de Mold - Matérias Plásticas - Operador de Injeção com Experiência

Marinha Grande

587797839

Professor do Ensino Básico (2º e 3º Ciclos) Secundário - Professor de Matemática ou Fisico-Química

Marinha Grande

587797907

Técnico de Vendas - Pref. com Experiência (Telecomunicações) para Serviço de Vendas a Particulares

Marinha Grande

587797988

Desenhador Modelista Industrial - Com Conhecimentos Autocad 2D

Marinha Grande

587797998

Condutor de Máquina de Escavação - Exp. de Condutor Manobrador de Máquinas Retroescavadora e Giratórias

Marinha Grande

587798183

Polidor de Met (Oper. de Máq. de Pol. Metais) - Pref. com Exp. em Polimento de Moldes

Marinha Grande

587798221

Torneiro Mecânico - Torneiro Mecânico com Experiência ou com Conhecimentos

Marinha Grande

587798510

CENTRO DE EMPREGO DE ALCOBAÇA Outros Agentes Comerciais - Trabalho por Objetivos

Alcobaça, São Martinho, Benedita e Nazaré

587744245

Desenhadores de Moldes - Com Conhecimento de Poengineer, Mastercam e Top.

Martingança

587769956

Serralheiro de Bancada (Moldes) - Com 4 a 5 Anos de Trabalho em Indústria de Moldes

Martingança

587794350

Monitor de Gimno e Desportiva - Monitor de Ginásio na Área de Fitness e de Gestão Orlador Mecânico de Madeiras Ind. de Móveis - Com Experiência Ajudante Familiar - Com Experiência ou Form. Profissional

Alcobaça

587794524

Pataias

587795099

Sapeiros - Alfeizerão

587796879

Alcobaça

587798001

Aj. Familiar

Bombarral

587798294

Aj. Familiar

Óbidos

587797436

Caldas da Rainha

587797443

Peniche

587798353

Outros Agentes Comerciais - Venda Direta para Segmento Empresarial da Área Telecomunicações CENTRO DE EMPREGO DE CALDAS DA RAINHA

Carpinteiro de Tosco Carpinteiro de Tosco Cozinheiro

Caldas da Rainha

587798012

Cozinheiro

Bombarral

587798296

Peniche

587798278

Emp. Mesa Motorista de Veículos Pesados - Mercadorias

Bombarral

587797636

Motorista de Veículos Pesados - Mercadorias

Caldas da Rainha

587798347

Outros Carpinteiros

Caldas da Rainha

587794105

Outros Mecânicos e Ajustadores de Veículos de Motor

Caldas da Rainha

587794717

Peniche

587798267 / 587798273

Alvaiázere

587738704

Ansião

587787854

Pedrógão Grande

587788917

Pescador CENTRO DE EMPREGO DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS Serralheiro Civil - Com Experiência Profissional na Área Eletricista de Manut. de Equip. Indústria Outros Trabalhadores não Qualificados da Ind. Transformadora - Com ou sem Experiência Engenheiro Técnico Agrário - Produção Animal - Com ou sem Experiência

Ansião

587795177

Bate-Chapas de Veículos Automóveis - Experiência Profissional

Ansião

587795500

Eletricista Auto - Conhecimentos e Experiência em Eletricidade Auto

Pedrógão Grande

587796980

Mecânico de Automóveis - Salário de Acordo com a Experiência Revelada

Pedrógão Grande

587796982

38

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012


20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

39


Administração de condomínios Trabalho complexo exige experiência e capacidade negocial Negócio Confiança e transparência são qualidades fundamentais na gestão de condomínios. A oferta já é vasta, mas sem leis que protejam cada uma das partes é preciso saber como escolher

Jacinta Romão Administrar condomínios é trabalho para profissionais. O leque de problemas é tão vasto que ultrapassa as capacidades das administrações internas dos edifícios em que os condóminos se voluntariam para gerir as áreas comuns. Alguns recebem contrapartidas simbólicas como não pagar a quota, outros fazem-no a título gracioso. Mas, quer num quer noutro caso, não é a solução mais viável. As administrações estão a profissionalizar-se e o investimento na atividade começa a assumir volumes consideráveis. Ficar com o valor destinado a pagar a administração, entre cinco e oito euros mensais por fração, “não compensa os riscos assumidos por condóminos impreparados”, asseguram os empresários. Estes disponibilizam serviços a qualquer hora do dia e até aos fins de semana e fe-

40

riados, tendo em conta que é preciso “acorrer a situações de canos que se rompem, avarias em sistemas elétricos, portas que não se abrem”. O que “é preciso é saber escolher a melhor oferta entre o que existe de bom”, avisam, porque “ainda há exemplos de má prática”. Chamam, por isso, a atenção para preços demasiado baixos: 2,5 euros ou três ou quatro. Dizem que “com preços destes é impossível fazer um bom trabalho”. O incumprimento por parte dos proprietários das frações é um dos problemas graves que as administrações enfrentam, confirmam Marina Evangelista da Himagold, Maria do Rosário Costa da Behome, Rui Ribeiro da Fracção Zero, Pedro Borda da Loja do Condomínio e Susana Agostinho, advogada com escritório no Edifício 2000, que também administra condomínios. No distrito de Leiria há empresas com variados ní-

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

veis de oferta. Dedicam-se a áreas diferentes, tendo em comum a vertente da administração. Entre estas estão, na cidade de Leiria, a Himagold, situada na Rua Paulo VI. Fornece também trabalho de limpeza em residências e empresas. Criada em 2007, continua a crescer todos os anos, diz Marina Evangelista, proprietária. A Fracção Zero, junto à rotunda da Nova Leiria, pertence a Rui Ribeiro, profissional que está no mercado há cerca de oito anos. Conhece bem a realidade da região e do país e diz que “é um trabalho complexo e sem horários”. A Loja do Condomínio, um franchising em que Pedro e Gabriela Borda apostaram há sete anos, situa-se numa das ruas paralelas à avenida Marquês de Pombal. É uma empresa certificada na área da qualidade e fiscalizada pelo grupo que integra. Já a Behome, marca presença na avenida General Humberto Delgado, dispõe de mais duas lojas no país: uma em Pombal e outra em Cascais. Dedica-se exclusivamente à administração de condomínios e já chegou aos 400. Tem, por isso, algum peso no sector. Emprega 17 pessoas, entre elas,

Os proprietários devem exigir a abertura de uma conta própria para o condomínio e a negociação de condições vantajosas, incluindo a remuneração do dinheiro das quotas e do fundo comum de reserva”

O ideal seria ter sempre um condómino que se disponibilizasse para acompanhar a administração e assim saber tudo o que se passa de modo a tornar a relação entre as duas partes ainda mais transparente”

Maria do Rosário Costa

Marina Evangelista

Behome

Himagold

quadros médios e superiores nas áreas da Engenharia Civil, Gestão e Arquitetura. Nestas empresas, afiançam os proprietários, “as pessoas podem ter confiança”. Querem, no entanto, regulamentação urgente. Sentem,

há anos, “a concorrência desleal” de quem administra condomínios com uma estrutura de “vão de escada ou como complemento de rendimentos e acaba por prestar um mau serviço”. É um dos lamentos de Rui Ribeiro.


Boas práticas Conta bancária O condomínio deve dispor de conta bancária. De preferência que não cobre despesas de manutenção. Se possível com o dinheiro remunerado. Cobranças Manter cobranças atempadas e eficazes aos condóminos. Recorrer à cobrança coerciva em caso de incumprimento Título executivo Uma ata devidamente redigida e assinada serve de título executivo desde que tudo tenha sido apresentado à assembleia de condóminos. Vai

a tribunal e o solicitador faz a execução Seguros Os condóminos devem exigir seguro de responsabilidade civil à empresa que vão contratar e esta deve verificar a existência de seguros em cada fração

Disponibilidade Acompanhamento presencial na deslocação de outros profissionais para fazer reparações ou averiguações no prédio

Negociar Obter boas coberturas às seguradoras, assim como a todos os prestadores de serviços

Segurança Equipamento contra incêndios como extintores e sinalética devem estar conformes à lei. Sem isto as seguradoras não pagam. Manter limpeza regular de telhados e chaminés e vigilância dos edifícios

Vigilância Manter atenção permanente ao prédio e zelar pelos bens

Informação Dados constantes dos dossiês devem estar sempre acessí-

veis aos condóminos, tal como a conta bancária do condomínio Regulamento Aprovado conforme a lei e vontade dos condóminos Prazos Segundo a lei os prédios devem ser pintados, pelo menos de oito em oito anos Comércio Edifícios com estabelecimentos comerciais ou outros têm quotas diferentes. Se não tiverem acesso a garagens, escadas e outros espaços as con-

tas não são feitas apenas com base na permilagem. Pode ser usado este critério também em relação a algumas frações Culpas Aceitar a culpa da empresa anterior para problemas atuais é meio caminho andado para uma relação conflituosa. A culpa de quem esteve é aceite apenas em casos bem dentificados Dossiês Quando a empresa perde uma administração para outra ou a devolve aos condóminos deve passar os dossiês na íntegra. PUBLICIDADE

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

41


Região // Especial Administração de Condomínios

A face legal

“Um condomínio dá muito trabalho” A gestão externa cria um distanciamento face aos problemas entre condóminos e ajuda a administrar de forma mais correta. Coloca-se como mediadora em caso de conflitos e é capaz de negociar serviços mais baratos. A administração de condomínios continua a ser um mercado em expansão. Representa, por isso, uma oportunidade de negócio em que o investimento está a ser feito tanto por pequenos empresários, que fazem desta atividade o seu modo de vida, como por empresas de maior dimensão no ramo do imobiliário. Em todo o país, a grande maioria dos edifícios ainda é gerida por administrações internas em que os condóminos se revezam para administrar os bens comuns do prédio. É, todavia, uma prática que deixou de fazer sentido para Maria do Rosário Costa. Para a responsá-

vel pela Behome, como para a maioria dos empresários desta atividade, “as pessoas, por norma, não têm conhecimento das exigências legais”. Na maior parte dos casos, por “melhores que sejam as intenções”, refere Maria do Rosário, “as pessoas correm riscos ao desempenhar funções para as quais não estão preparadas”. No entanto, muito para lá da problemática legal, refere “os conflitos que existem, por exemplo, quando, de entre os condóminos, há os devedores que também administram”. “Até por questões de convivência devem entregar a administração a profissionais”, refere. São estes que podem encontrar melhores soluções a todos os níveis. Estão capacitados para negociar com as empresas fornecedoras de todo o tipo de serviços necessários à manutenção dos edifícios. São também eles que encontram a melhor oferta

das empresas seguradoras, entidades bancárias onde o dinheiro das quotas mensais e do fundo comum de reserva pode ser remunerado em vez de ficar parado. Um condomínio “dá muito trabalho e requer disponibilidade de tempo que muitos condóminos não têm”, refere Susana Agostinho, advogada. “Nós só estamos cá quando há problemas”, diz Rui Ribeiro da Fracção Zero, referindo-se “à ilusão das pessoas de que o que pagam é só para a administração”. “Não distinguem entre as verbas destinadas ao condomínio e o pagamento do trabalho. Nem reparam na disponibilidade permanente que é necessária, porque há sempre algum problema a resolver, de noite, de madrugada, nos feriados ou fins de semana”, explica, quando o valor mensal cobrado por fração se situa entre os cinco e os oito euros.

70 Cerca de 70 por cento dos edifícios em Portugal ainda é gerido por administração interna. São os condóminos, proprietários das frações, que se revezam e estabelecem as condições de comparticipação de cada um na preservação do património comum. As conclusões são de um estudo da responsabilidade da Loja do Condomínio, um franchising ibérico que já dispõe de 80 lojas no país e mais 30 em Espanha

Lei geral Decreto-lei n.º 268/94 de 25 de outubro. É uma das principais leis que regem a administração de condomínios Decreto-lei nº 38382 de 7 de agosto de 1951 - Regulamento Geral das Edificações Urbanas, artigo 9.º revogado pelo Decreto-lei n.º 177/2001 de 4 de junho Código Civil Artigos 1218 a 1438. São fundamentais Lei do ruído Decreto-lei n.º 9/2007, de 17 de janeiro Segurança Decreto-lei n.º 220/2008 de 12 de novembro. Engloba as disposições regulamentares de segurança contra incêndios, até então dispersas, aplicáveis a todo o tipo de edifícios e recintos

PUBLICIDADE

çã administra a m o c o it sfe Está insati seu condominio? do

o

s o n e t l u s Con

- Administração de condomínios

no distrito de Leiria - Efetuamos todo o tipo de limpezas - Comércio de produtos de limpeza

elhor Solução! m a s o m ta n se re p a s Nó Rua Paulo VI, Lt 5 r/c, C, Urb. Vale Mocho | 2410-147 Leiria geral@himogold.com | Tel. 967 715 843 | 915 481 128 | 244 821 753

42

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012


Região // Especial Administração de Condomínios

Lei protege os condóminos, não a propriedade Empresários que se dedicam à administração de condomínios clamam por leis que protejam a atividade e os próprios edifícios. Com a gestão entregue a curiosos, as propriedades correm sérios riscos A administração de condomínios é “terra de ninguém” no campo legal. A lei que existe está ultrapassada. Não evoluiu de modo a proteger a propriedade como acontecia quando foi feita. “As pessoas estão menos recetivas a zelar pelos seus próprios bens e ainda menos por aqueles que são comuns”, explica Susana Agostinho, advogada que também desenvolve atividade na área da administração de condomínios. Considera que “o condomínio não tem proteção se não estiver atribuído a uma gestão externa”. A experiência leva-a a afirmar que as pessoas se preocupam com a casa e esquecem que esta só está segura e cuidada

se as áreas comuns também estiverem. Maria do Rosário Costa, da Behome, tem uma opinião idêntica. Mas também as administrações estão desprotegidas por falta de lei que tutele a atividade. “Estamos sempre numa posição vulnerável face aos condóminos”, refere a advogada. Acontece que “a maior parte é devedora neste momento e não temos defesa contra a decisão de condóminos em assembleia”. A propósito, Susana Agostinho recorda um exemplo que lhe chegou. Num condomínio a maior parte dos proprietários era devedora. Então decidiram juntar-se e, contra aqueles que pagavam regular-

mente as prestações mensais, demitiram a administração. “Com a mesma ata suspenderam todas as ações judiciais que estavam em curso contra eles”, sublinha a advogada. Com este procedimento ficam por receber as quotas necessárias à manutenção do

Falta de capacidade de algumas empresas para contratar técnicos nas mais diversas áreas é um problema sério que afeta a credibilidade de quem entrou no mercado com seriedade

edifício e os honorários da administração demitida e foi eleito um dos condóminos do grupo de devedores. Em seu entender, “isto mostra que a propriedade está em risco”. Maria do Rosário Costa, empresária da Behome, manifesta opinião semelhante. Refere que “as pessoas se preocupam com a sua casa e da porta para fora esquecem que também são proprietárias”. “Atribuem pouca importância às áreas comuns”, conclui. Por outro lado, a regulação da atividade é considerada fundamental para “separar o trigo do joio”. Ainda há muita gente neste negócio que está mal assessorada, afirmam os empresários. “Continua a ha-

ver quem faça mau nome na praça e casos de administrações tão más que os condóminos voltam à administração interna”, diz Marina Evangelista da Himagold. Na ausência de normas, as empresas continuam a regerse por leis que consideram desatualizadas e dispersas que “chegam a ser prejudiciais”. Há cerca de três anos, recorda Maria do Rosário, a associação do sector - que “está parada” -, em conjunto com a DECO, apresentou um projeto de lei da autoria de professores da Universidade do Porto, mas o documento nem chegou a ser discutido no Parlamento. Desde então nada de novo se decidiu. PUBLICIDADE

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

43


Nós 01

Filhos Quando o número faz a diferença Testemunhos Com uma média de 1,32 filhos por mulher, Portugal é o segundo país da OCDE com natalidade mais baixa. Apesar da crise, quem tem mais filhos diz-se feliz

44

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

Martine Rainho A vivacidade da pequena Maria, de cinco anos, às nove da noite, não deixa dúvidas. Em casa da família Martins, residente em Gândara dos Olivais, Leiria, são raros os momentos de tédio... e poucos os de descanso. A rotina diária obriga os pais, Paulo, de 39 anos, e Maria de Luz, 42 anos, a uma ginástica quotidiana, quase sem pausas mas também sem queixas. Não podia ser de outro modo já que os três filhos - João, 12 anos, Diogo, 10, e Maria - foram desejados e planeados, contam-nos. Apesar da crise atual - do corte do abono à perda dos subsídios de férias e de Natal, do aumento dos preços à redução de ordenado -, já houve momentos mais difíceis, quando as crianças eram mais novas, quando Paulo mudou de emprego e trabalhou por turnos ou quando se ausentava em trabalho. Natu-

rais de Almada e de Águeda, respetivamente, Maria da Luz, professora do 1º ciclo, e Paulo, engenheiro na área da automação industrial, não puderam contar com o apoio das suas famílias. Valeramlhes ao longo dos anos a ajuda dos amigos e uma boa organização. Recordam a troca do carro por um monovolume porque não cabiam três cadeirinhas no banco de trás, as saídas atribuladas ao restaurante, ou o planeamento de estadias em hotéis onde os quartos são feitos à medida de um casal com dois filhos. Até há bem pouco tempo, despendiam cerca de 450 euros por mês em ocupação de tempos livres e almoços na escola. Hoje, Maria tem ballet depois da escola, o Diogo tem futebol, e o João tem inglês e vai aventurar-se na música. Maria da Luz está inscrita num ginásio, mas confessa que não tem ido por falta de tempo entre tanto vai-e-vem. Paulo

aproveita os fins de semana para passar mais tempo com os filhos, andar de bicicleta e cuidar do jardim. Desde o nascimento do João, terão apenas gozado um fim de semana a dois. E não vão ao cinema desde o Titanic. Opções que ambos assumem e que, afirmam, os fazem felizes.

Uma forma de estar Maria da Luz sempre quis ter três filhos, talvez por influência da avó, que tinha muitos irmãos e lhe contava histórias que a faziam rir até mais não. “Por que não ter cinco ou seis filhos? Podemos dar-lhes tudo o que precisam. Não é conversa feita. Os bens materiais, como a playstation, a wii, ou mesmo o berço e a cadeira de comer, só se compram uma vez”, defende. Paulo confirma: “Não é o aspeto material que conta. Temos talvez menos oportunidades de viajar, mas é um


PUBLICIDADE

Nós // Família

01 Em casa da família Martins, os momentos de tédio são raros. Nem a Maria, o João ou o Diogo têm o hábito de se refugiar no quarto. Gostam de estar juntos e com os pais, Paulo e Maria da Luz Foto:: Joaquim Dâmaso

02 Os cinco elementos da família Roberto partilham o interesse pelo atletismo e a orientação 03 Rui Roberto incutiu nos filhos o gosto pela atividade física 04 Maria do Rosário Barros acompanha a família nos treinos e nas provas 02

05 Pedro, 14 anos, é o mais velho dos três irmãos 06 Sara, 13 anos, tem tanta energia quanto os irmãos 07 André, 9 anos, segue as pisadas dos mais velhos

03

04

05

06

07

projeto de vida. É uma forma de estar. Sempre valorizámos o ter filhos”. “Nós somos privilegiados. Não falta o essencial. Se há dinheiro faz-se, se não há não se faz”, acrescenta Maria da Luz, embora admita que “falta sempre alguma coisa na despensa”. “Qualquer coisa é a triplicar”, desde os sapatos às consultas médicas e ao material escolar. Já para o vestuário, implementou-se um sistema de empréstimo entre amigos. A necessidade e o combate ao desperdício a isso obrigam, pois os apoios do Estado são poucos ou nenhuns. Mas tanto Paulo como Maria da Luz já não esperam grandes ajudas. Dizem ter já o bacharelato, a licenciatura e o mestrado no que toca à paternidade. E recomendam. “Não falta animação, nem tragédias. Mas é boa esta confusão, esta alegria”, revelam. martine.rainho @regiaodeleiria.pt

N.ºs Dados relativos a 2008 l47 mil agregados com três filhos engrossavam em 2008 o número de famílias numerosas em Portugal 25 mil famílias com quatro filhos constam desse mesmo registo 7,5 mil agregados com cinco filhos é o número que a Associação Portuguesa de Famílias Numerosas considera nesse ano 2

mil, era apenas este o número de famílias com seis ou mais filhos

1,37 é a média de filhos por mulher estimada em Portugal

Há dois desportos que os unem A chegada de um terceiro filho foi inesperada para a família Roberto. Rui, o pai, acredita contudo ser talvez hoje mais feliz com três filhos do que estaria com apenas dois. Moradores no Vale Sepal, Leiria, Rui, de 43 anos, técnico de contas, e Maria do Rosário, de 42, profissional na área da informática, trabalham juntos. Sem grandes ambições profissionais, preferem aproveitar um dia de cada vez, de forma tão saudável e ativa quanto possível. “Estamos na profissão de que gostamos, mas não temos ambições desmesuradas. É uma ferramenta para fazermos o que gostamos. Podíamos ter uma casa maior e um carro melhor, mas preferimos ter tempo para os filhos”, partilha Rui. Entre a escola e o trabalho, ele e a mulher gerem com os filhos - Pedro, de 14 anos, Sara, de 13, e André, de 9 - os afazeres diários de modo a

estarem disponíveis para treinar. Todos praticam atletismo a mãe e os filhos na Juventude Vidigalense e o pai no Clube de Atletismo da Barreira - e orientação. Atividades que os têm mantido unidos, mesmo ao fim de semana. E hoje, tudo já é mais fácil. As crianças são autónomas e ajudam nas tarefas da casa. “Procuramos incutir-lhes o sentido de responsabilidade e que sejam independentes”. Quanto à falta de apoios do Estado, Rui não se lamenta. “Cada um tem que fazer por si. Está difícil para toda a gente. Não temos que ter um tratamento especial”, considera. As despesas, no entanto, têm de ser bem geridas. Só em alimentação, gastam cerca de 700 euros por mês. Jantar fora é raro, mas as provas de orientação e de atletismo são sempre motivo de festa e de convívio.

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

45


Saúde Essenciais

no projeto por indisponibilidade profissional”, explica João Paulo. Para o desenvolvimento do portal, valeu-lhes os conhecimentos académicos na área: João é licenciado em engenharia informática, professor da área e webdesigner; Daniel atualmente estuda Gestão, mas já esteve ligado aos computadores.

Exercício em Óbidos contra a obesidade A associação de pais de A-dos-Negros e Gaeiras promove atividades físicas para os alunos às segundas e sextas-feiras, das 18 horas às 19h30, no pavilhão do Complexo do Alvito, e, aos fins de semana, atividades de exploração da natureza para toda a família. As inscrições já estão abertas.

Novos projetos na forja

Daniel Marques (à esquerda) e João Paulo Lopes lançam o novo portal no início do mês

Pombalenses criam “páginas amarelas” da saúde online Jovens debatem comportamentos “Jovens: estilos de vida e comportamentos” é o mote para a realização de um seminário, dia 27, na Casa da Música de Óbidos. Com dois painéis, um dedicado à saúde e outro à educação, o encontro está aberto a todos os interessados, mediante inscrição prévia, pelo telefone 262 955 569.

Campanha contra a violência doméstica

Sandra Mesquita Ferreira Quer ir a um médico especialista perto de casa, que tenha acordo com a sua seguradora, mas não sabe por onde começar a procurar? O “Portugal Saúde” pode ser a solução. Criado por dois pombalenses, o portal reúne informação sobre todas as áreas de saúde – médicos especializados, unidades públicas, clínicas privadas

“Uma só Saúde/Partilhas intermunicipais” é o tema do seminário a decorrer dia 26, no Centro Cultural Gonçalves Sapinho, na Benedita. O evento propõe uma reflexão sobre o trabalho desenvolvido na área da Saúde Pública. A participação é gratuita mediante inscrição prévia pelo telefone 262 580 879.

46

tal partiu de um dos quatro sócios da Visão Firme (um empresa com sede no Louriçal, Pombal), que se apercebeu da inexistência de um site que abrangesse “todas as áreas da saúde”. João Paulo Lopes, 35 anos, e Daniel Figueiredo Marques, 27, puseram mãos à obra e aproveitaram a oportunidade de negócio. “Os outros dois sócios não participaram ativamente

Ana Costa P&R “Há muito a fazer para um final de vida digno”

Nos últimos cinco anos, 176 mulheres morreram em Portugal vítimas de violência doméstica. “Quem usa a violência uma vez, tende a usar sempre. Não tenhas esperança. Liga 800 202 148/144.”, alerta a mensagem da campanha nacional contra a violência doméstica.

Seminário sobre saúde em Alcobaça

e farmácias. A consulta é rápida… e gratuita. Em www.portugalsaude. com, as pesquisas podem ser feitas por nome, especialidade ou diagnósticos efetuados. E em, poucos segundos, permitem descobrir moradas e contactos de unidades de saúde de todo o país. O site funciona como uma espécie de páginas amarelas online, mas mais completas. A ideia de criar o por-

Agora, os jovens querem ir mais longe. Com o Portugal Saúde a funcionar desde 8 de janeiro deste ano, o próximo passo é criar uma aplicação para telemóveis e tablets que permita aceder à informação reunida no portal. Os critérios de pesquisa no site deverão também, em breve, ser alvo de remodelação. O sistema de pesquisa será melhorado, de forma a apresentar, por exemplo “os melhores preços dos locais de venda de produtos farmacêuticos sem receita médica”, revela João Paulo Lopes. A criação de um sistema integrado de marcação de consultas e de uma linha telefónica de atendimento permanente, que disponibilize informações sobre “todos os serviços de saúde em Portugal” está também entre os projetos da empresa, adianta o responsável. sandra.ferreira @regiaodeleiria.pt

Natural de S. Simão de Litém, Pombal, Ana Costa é a primeira terapeuta ocupacional com mestrado em Cuidados Paliativos, pela Faculdade de Medicina do Porto

O que distingue os cuidados paliativos dos continuados? Os cuidados paliativos são cuidados específicos para os doentes que têm uma doença grave, progressiva e/ou incurável, tendo como objetivo fun-

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

damental a qualidade de vida do doente. Estes cuidados englobam controlo específico de sintomas e alívio do sofrimento, apoio ao doente e família, comunicação eficaz e trabalho em equipa. Este tipo de cuidados começou a ser divulgado lá fora, nos anos 60 por Cicely Saunders mas, só nos anos 90, efetivamente, chegou a Portugal. Nas restantes unidades de cuidados continuados encontra-se uma diversidade de problemas de saúde que, na sua maioria, não ameaçam a vida, destacando-se os cuidados geriátricos e os cuidados de reabilitação. Os cuidados paliativos exigem de facto mais trabalho de equipa e reuniões familiares com importantes tomadas de decisões.

Não existem cuidados paliativos na região. Onde pondera aplicar os conhecimentos adquiridos? Tenho-me debruçado na fundamentação teórica da inclusão da terapia ocupacional nos cuidados paliativos, com a intenção de, no futuro, regressar à prática nesta área e conciliar com o meu trabalho atual. Ainda há muito a fazer a nível da teoria. Não há, até ao momento, artigos publicados por um terapeuta português sobre a aplicação e intervenção da terapia ocupacional em cuidados paliativos. É necessário um ponto de partida, daí a minha tese estar em processo de publicação. O processo para a instalação

destas unidades arrasta-se. O que está a falhar? Fundamental é haver sensibilidade para esta área. Ainda há muita gente que crê que as unidades de convalescença de média e longa duração são mais importantes, pelo maior potencial reabilitativo. Embora as unidades de cuidados paliativos não se destinem apenas às pessoas que estão a morrer, mas também às pessoas que têm uma doença grave, que ameaça a vida, continua a ser dada prioridade aos doentes em fase terminal. Infelizmente ainda há muitos técnicos que afirmam “não há nada a fazer”, quando é precisamente “quando não há nada a fazer” que há muito a fazer para um final de vida digno. MR


Farmácias de serviço

808 24 24 24

Saúde 24 O número que liga à saúde Leiria 6ª 20 Sáb 21 Dom. 22 2ª 23 3ª 24 4ª 25 5ª 26 6ª 27 9 às 24h

Bombarral Vida Batista Central Tomaz Higiene Antunes Lis Oliveira Lis

R. Vale Grande, Lt 1 Lj A. Telheiro Lg. 5 Outubro, 33/4 Largo de Santana, 11 R. Prof. Alves Brito, Pousos R. Tenente Valadim, 29 R. Vale de Lobos, 30 - Guimarota R. Rego d’Água, 29, Gândara Av. 22 de Maio, 14 R. Rego d’Água, 29, Gândara

244 827 635 244 832 320 244 817 980 244 801 332 244 833 140 244 832 465 244 882 609 244 822 757 244 882 609

Marinha Grande 6ª 20 Sáb 21 Dom. 22 2ª 23 3ª 24 4ª 25 5ª 26 6ª 27

Central Roldão Moderna Duarte Santa Isabel Guardiano Central Roldão

Rosa Branco Santa Isabel Caldense Central Maldonado Rosa Perdigão

244 502 208 244 502 641 244 502 834 244 503 024 244 575 349 244 502 678 244 502 208 244 502 641

R. do Comércio, 29/33 R. Luís de Camões, 38 R. Luís de Camões, 38 R. do Comércio, 29/33 R. do Comércio, 48 R. Luís de Camões, 38 R. do Comércio, 29/33 R. do Comércio, 48

262 609 290 262 605 242 262 605 242 262 609 290 262 605 115 262 605 242 262 609 290 262 605 115

6ª 20 Sáb 21 Dom. 22 2ª 23 3ª 24 4ª 25 5ª 26 6ª 27

6ª 20 Sáb 21 Dom. 22 2ª 23 3ª 24 4ª 25 5ª 26 6ª 27

Fonseca Fátima Iriense Beato Nuno Dos Pastorinhos Fonseca Fátima Iriense

R. Principal de Fátima, nº29 R. Santo Agostinho, 6 R. Santa Isabel, Cova da Iria Av. Beato Nuno, 360 Cova da Iria Av. Beato Nuno, nº78 Bloco C R. Principal de Fátima, nº29 R. Santo Agostinho, 6 R. Santa Isabel, Cova da Iria

249 591 020 249 531 114 249 539 070 249 566 119 249 534 611 249 591 020 249 531 114 249 539 070

R. Dr. Brilhante, 18A R. Alexandre Herculano, 4/6 R. Alexandre Herculano, 23/25 Lg. 5 de Outubro, 4 R. Dr. Brilhante, 18A R. Alexandre Herculano, 4/6 R. Alexandre Herculano, 23/25 Lg. 5 de Outubro, 4

262 582 455 262 582 156 262 582 115 262 582 124 262 582 455 262 582 156 262 582 115 262 582 124

Alcobaça Leitão Verdasca Verdasca Verdasca Moderna Leitão Verdasca Moderna

Pç. Dr. Agostinho Alb. Almeida, 4 Praça da República, 26 Praça da República, 26 Praça da República, 26 Rua Alexandre Herculano, 8 Pç. Dr. Agostinho Alb. Almeida, 4 Pç. da República, 26 R. Alexandre Herculano, 8

249 542 120 249 542 228 249 542 228 249 542 228 249 542 212 249 542 120 249 542 228 249 542 212

Albergaria dos Doze

Av. 1º de Maio, 12, r/c A R. Almirante C. Reis, 25 Trav. do Salgueiro Praça 5 de Outubro, 7, r/c Praça da República, 15/16 R. Ten. Sangreman Henriques,12 Av. 1º de Maio, 12, r/c A R. Dr. Augusto S. Silva, 15

262 831 996 262 832 324 244 575 349 262 832 256 262 831 471 262 831 484 262 831 996 262 840 580

6ª-Dom. 20 - 22 2ª-6ª. 23 - 27

244 765 449 244 765 124

6ª 20 Sáb.-6ª 21 - 27

Batalha 6ª-Dom. 20 - 22 2ª-6ª. 23 - 27

Fátima

Franca Hipodérmia Hipodérmia Franca Miguel Hipodérmia Franca Miguel

Ourém

Largo 5 de Outubro,5 Av. Victor Gallo, 15 Av. Victor Gallo, 19 Rua das Portas Verdes,76 Trav. do Salgueiro Praceta Luís de Camões, 1 Largo 5 de Outubro,5 Av. Victor Gallo, 15

Caldas da Rainha 6ª 20 Sáb 21 Dom. 22 2ª 23 3ª 24 4ª 25 5ª 26 6ª 27

6ª 20 Sáb 21 Dom. 22 2ª 23 3ª 24 4ª 25 5ª 26 6ª 27

Santa Maria Albergariense

Correia Vidigal

Magalhães Campeão Bello Marques Epifânio Magalhães Campeão Bello Marques Epifânio

Nazaré R. Nova P. Igreja Velha

236 931 280 236 931 186

Figueiró dos Vinhos 6ª-Dom. 20 - 22 2ª-6ª. 22 - 27

6ª 20 Sáb 21 Dom. 22 2ª 23 3ª 24 4ª 25 5ª 26 6ª 27

R. Dr. José M. Simões, 2 e 4 Praça da República, 1 e 2

6ª-Dom. 20 - 22 2ª-5ª. 23 - 26 6ª 27

Ascenso Sousa Silvério

Rua Sub-Vila, 48 R. Mouz. Albuquerque, 22/30 Rua Adrião Batalha, 43

262 551 106 262 561 221 262 552 394

Paiva Barros

Largo do Cardal, 44 Largo das Almas, 1 e 3

236 212 013 236 212 037

Pombal 236 552 312 236 552 441

6ª-Dom. 20 - 22 2ª-6ª. 23 - 27

Mira de Aire Padrão Ferraz

R. D. Filipa de Lencastre Largo P. Paulo VI, 1

Mirense Central

R. G.Trindade, Inf.Henriq., Gaveto 244 440 213 R. Gen. Humberto Delgado, 268 244 440 237

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

47


Nós // Saúde

48

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012


Cantinho dos Bichos Campanha de adoção em Pombal Adotar um animal não é tão complicado quanto isso. Amanhã, sábado, a Ajudanimal, de Pombal, volta a promover uma campanha de adoção de animais junto ao tribunal de Pombal. A iniciativa decorre entre as 10 e as 18 horas. Ali poderá escolher o cão ou o gato que há muito espera por si e levá-lo para casa para lhe fazer companhia.

Natália Caseiro e Ana Paula Catarino com a Lya Foto: Joaquim Dâmaso

Há uma gata entre os livros da Domingos Sequeira Leiria Esta é uma história com final feliz. Lya foi recolhida no verão, num pinhal com uma ninhada. Em setembro, encontrou um lar na biblioteca da Secundária Domingos Sequeira

Martine Rainho Há provas, em Leiria, de que a expressão “rato de biblioteca” está ultrapassada. A conclusão não decorre de

um estudo científico mas de um caso apenas. O suficiente porém para atestar que “se há rato, há gato”. Lya é quem protagoniza esta história de afetos que

marca desde o início do ano a atividade da biblioteca da Escola Secundária Domingos Sequeira, em Leiria. “Não foi um acidente. Foi uma gata desejada e planeada”, revelam as docentes e “tutoras” Natália Caseiro e Ana Paula Catarino, que há muito alimentavam a ideia, talvez por existir “uma mística entre os gatos e os livros”. Mais do que animar o espaço, “Lya é um instrumento

Fale connosco Perdeu ou encontrou um animal de estimação? Tem uma história para partilhar connosco? Contactenos. Envie o seu texto e/ou foto, sem esquecer de incluir o seu nome, número de telefone e a localidade. Telefone: 244 819 950 Site: www.regiaodeleiria.pt Email: cantinhodosbichos @regiaodeleiria.pt

interessante de marketing”. “Há alunos que aqui vêm por causa dela”, contam. Mas não só. Lya já foi modelo fotográfico para uma exposição, e as suas “insónias noturnas” tema de concurso literário. Quanto ao nome, não foi escolhido por acaso. Foi também objeto de concurso com direito a júri. Natália Caseiro e Ana Paula Catarino, que alimentam e cuidam da gata de manhã, aos fins de semana e durante as férias, encontraram-na na Associação Protectora dos Animais da Marinha Grande (APAMG). Tinha sido recolhida num pinhal com crias. Terá cerca de ano e meio e está esterilizada. Não sai da biblioteca mas também não parece querer sair. A timidez das primeiras semanas deixou entretanto lugar a uma personalidade vivaça, curiosa e atrevida, Gosta de passar o dia a esgueirar-se entre os livros, correr atrás de um rato de peluche, saltar para o colo dos leitores ou descansar num duplex de cartão decorado a preceito, onde também “deixa” sugestões de leitura para os visitantes. Já as manhãs são habitualmente preenchidas à janela com vista para o Castelo e para o portão da escola, onde acompanha a chegada dos alunos e professores. martine.rainho @regiaodeleiria.pt

Perdidos & achados

01

02

03

04

05

06

01 Simão. Tenho cinco anos, um porte médio/grande e sou muito meigo e bom para guarda (912 533 778). 02 Lucky. Sou uma cadela preta, com 6 anos, estou esterilizada. Sou meiga e tenho muita energia (912 533 778). 03 Procura. Fui encontrada atropelada em frente ao LeiriaShopping. Procuro o meu dono porque não tenho microchip (912 533 778). 04 Tótó. Fui atropelado perto da Praia Velha, em S. Pedro de Moel Já fui operado e estou à espera de uma família que cuide de mim (914 580 925). 05 Pintas. Tenho três anos, estou esterilizada e sou um “doce” de cadelinha. Fui encontrada nas canas, atada com uma corda, perto da Associação Zoófila de Leiria (917 277 107). 06 Meiga. Tenho cerca de um ano, estou esterilizada e sou muito meiga. Fui entregue na AZL pelo meu dono (917 277 107). PUBLICIDADE

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

49


Casa

Galeria das Kazas - Mediação Imobiliária, Lda AMI: 4195

Cada agência é jurídica e financeiramente independente

TRIBUNAL DA RELAÇÃO DE COIMBRA 2ª Secção Rua da Sofia-Palácio da Justiça-3004-501 Coimbra 2ºAnúncio

POUSOS - Leiria Apartamento T3 c/ 115 m2, 1º andar, varanda da cozinha c/ churrasqueira, parqueamento e sotão. Mto bem localizado. Marque já a sua visita! VENDE 87.500,00€ www.century21.pt/0868-GK0718

MARRAZES - Leiria Apartamento T3 semi novo, equipado. Situado em zona calma, nas proximidades de comércio, a 5 min do centro da cidade. VENDE 80.000,00€ www.century21.pt/0868-GK0679

Mercado Nacional e Internacional Compra | Venda | Arrendamento

Arrendam-se

LOJAS, ARMAZÉNS & APARTAMENTOS, T1, T2 E T3 Desde os 200€ Fornecimento de informação sobre Porta 65. (IAJ)

CASAL DOS MATOS - Leiria Excelente moradia unifamiliar, c/ área útil de 462 m2, inserida num lote de 500m2, c/ jardim e churrasqueira, c/ aquecimento central. Em local de prestígio da cidade. C/ garagem p/ 6 carros. VENDIDO www.century21.pt/0868-GK0717

POUSOS - Leiria COMÉRCIO: Armazém com 152m2, com acesso a 2 salas/escritórios e 3 WC ARRENDA 650,00€ www.century21.pt/0868-GK0709

Galeria das Kazas - Mediação Imobiliária, Lda AMI: 4195

50

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

Cada agência é jurídica e financeiramente independente

Rua Porto de Mós, nº 43 r/c Urbanização Nova Leiria | 2415-396 LEIRIA Tel.: 244 822 618 Tlm: 910 253 903 | 910 253 936 fantasysquare@mail.telepac.pt www.fantasy-square.pt

Processo: 287/10.0YRCBR, Revisão/Confirmação de Sentença Estrangeira, n/referência: 3726501, data 29.11.2011, requerente: Maria Helena Pinheiro Bastos Leal, requerido: Vitor Manuel Ferreira Leal Nos autos acima identificados, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação do anúncio, citando: Requerido: Vitor Manuel Ferreira Leal, residente na Rue Pierre de Savoie, 17, ch-1680Romont, Suiça e quando viveu em Portugal na Rua Casal Amélia, nº 4, Casal do Arneiro 2440-012 Batalha, com última residência conhecida na morada indicada para, no prazo de 15 dias, decorrido que seja o dos éditos, deduzir oposição, querendo, à ação. Na falta de oposição, encontrando-se observados todos os requisitos exigidos pelas disposições combinadas dos artigos 1096º e 1101º do Código de Processo Civil, o Tribunal concederá a revisão e confirmará a sentença estrangeira revidenda nos termos do nº 1 do artigo 1094º do mesmo Código, para que produza os seus efeitos em Portugal. O pedido consiste no pedido de confirmação da sentença, proferida no Tribunal Civil de Romont, Suiça que decretou o divórcio entre a requerente e o requerido, tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando. Fica advertido de que é obrigatória a constituição de mandatário judicial. O Juiz Desembargador, Dr. Carlos Moreira O Oficial de Justiça, Maria de Lurdes Henriques Semanário REGIÃO DE LEIRIA, Edição nº 3905 de 20 de janeiro de 2012


Classificados PAVILHÃO industrial c/ 600 m2+ 2200 m2 de parque. Vidigal. Tel. 918732429. APARTAMENTO T1 mobilado, garagem e sótão, S. Romão, Leiria. Tel. 938510404.

ESPAÇO COMERCIAL Edifício Cristal (r/c e 1º andar), disponível junto à variante que liga Leiria à Marinha Grande (junto ao nó da A8 da Barosa). Total frente estrada. A área total é de 750 m2 (r/c e 1º andar). Bom Preço! O edifício possui um parque de estacionamento para cerca de 150 carros (sem custo adicional) e infraestruturas de apoio, restaurante, cantina bar e café. Tel.: 918 724 417 | 914 655 373

CRUZ D`AREIA

MORADIA GEMINADA Cozinha equipada, sala (40 m2), escritório, 3 quartos, terraço c/ churrasqueira, painéis solares I-303 NOVA

4 ASSOALHADAS Garagem privada, sótão, aquecimento central Excelente área I-99

MONTE DOS BARROS MARRAZES

CASAL DOS MATOS

LOTES PARA BLOCOS DE APARTAMENTOS Nº de fogos: 9 a 25 Grandes áreas Preços de Oportunidade

MARRAZES T1, T2 E T3 Cozinha equipada, garagem privada, aquecimento central, painéis solares, estores eléctricos Excelentes acabamentos

MORADIA EM BANDA C/ garagem, aspiração e aquecimento central, sistema de som, alarme, boas áreas Condomínio fechado I-186

CASAL ANDRINO 5 ASSOALHADAS ( DUPLEX ) cozinha equipada, 3 wc`s, garagem privada (2 carros), aquecimento central área: 160 m2 I-0039

T3 mobilado c/ gar. + T3 s/ mobília e c/ sótão, centro cidade. Tel. 244829880/918211399/ 914760839.

Arrenda-se

Imobiliário

Quartos

Arrenda-se

T0 mobilado e equipado. Bom estado. Leiria. Tel. 914258352.

2 QUARTOS mob. em apart. ind. centro Leiria. Tel. 962468078/ 244833497(9h às 21h.)

BARRACÃO 220 m2, em Pousos, Leiria. Tel. 934408195/933431125.

T1 Duplex equipado/ mobilado, c/ garagem individual. Tel. 932115190.

BARRACÃO 400 m2 escritório e WC. Parque grande, Azoia, Leiria. Tel. 919067617/244821567.

T1 mobilado c/garagem e sótão, excelente localização, S. Romão, Leiria. Tel. 938510404.

VIVENDA remodelada,4 quartos, parque e jardim, St. Eufémia. 250€. Tel. 966890489/918774863.

CASA pequena em Leiria, Rua das Flores, Guimarota. Tel. 962776623/ 966404189.

T1 mobilado c/varanda, decoração moderna, cama casal, cozi. equip. 300€. Tel 962903788.

T3 no Planalto, 2º andar, cozinha equipada, com lareira. Tel. 912479520.

T1 e T3 seminovos c/ coz. equipada e gar. fechada. Leiria. Tel. 917257857.

T1 mobilado, água e luz incluído na renda, arredores cidade. Tel. 962844807.

Trespassa-se

QUARTO ind. grande, pessoa só ou possibilidade partilha, c/ WC privativo, internet, jt. Mc’donalds / Hotel Ibis, Leiria. Tel. 968896827.

NAZARÉ

T3 duplex c/ terraço, boas áreas, lareira, aquecimento central, S. Romão (próximo do Campo de Ténis) .Tel. 962108782.

QUARTO a rapaz em Leiria, c/ todas as condições. Tel. 918945197/ 964658486. QUARTO ind. cavalheiro, todas serventias. Boas condições. Águas furtadas c/ WC e cozinha, 5 quartos. Tel. 916115101. QUARTOS c/ coz. e wc, mobil., estud./trabalhadores. Parceiros, Gândara. Tel. 916152964. QUARTOS ind. em apart. mobil. Guimarota, 120 € + despesas. Tel. 966886626.

CASA r/c, c/ 3 ass. , equipada/mobilada em R. St. António, Leiria. Tel. 916860769.

T1 mobilado/ equipado, Cruz da Areia, aquec. central, garagem. Tel. 932115190.

ESTÚDIO, T1 e T2 mobilados, remodelado, soalheiro, bem loc. Leiria. Tel. 963811226.

T1, mobilado/equipado, c/ garagem, centro cidade Leiria. Tel. 913544736.

LOJA na Nova Leiria, 45m2, c/ wc e despensa. Preço: 200 €. Tel. 913551242.

T2 c/ a. central, lareira, coz. equip. e gar. Marquês Pombal. Tel. 965580190.

LOJA/ escritório, junto à Praça Rodrigues Lobo, Leiria. Tel. 913235852.

T2 grande, ótimo estado, mobilado, Leiria. O próprio. Tel. 964068169. T2, T3 BARRACÃO 140 m2, p/ indústria ou armazém, R. Sto. António, Leiria. Tel. 914726486/244831810. T3 c/ coz. equip. sótão, 320€ Cruz da Areia, Leiria. Tel. 914653924/244613716.

T3 Pousos e T3 na Cruz da Areia, c/ lareira, garagem e sótão. Tel. 966063286.

Imobiliário

RESTAURANTE todo equipado, centro Leiria, preço muito baixo.Tel. 966480127.

Imobiliário Vende-se ALGARVE terreno paradisíaco projeto aprovado p/ conj. Hoteleiro, 1o hectares, vista mar, barato. O próprio. Tel. 919784142. APARTAMENTO T2 sótão, boas áreas, excelentes localização, 45.000€. Leiria. Tel. 913206006. CASA T3, habitável, c/ adega e forno, 880 m2 terreno, c/ árvores fruto. Z. Leiria. 49.000€. Tel. 964220999.

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

51


Nós // Classificados

OU ARRENDA-SE Moradia T2 mobilada, perto Cortes, c/pátio e espaço p/oficina ou outros. Tel. 244891331. TERRENO 480 m2 z. urbana, indi. const 0,5, zona Leiria, 23.000€. Tel.913165278. TERRENO urbano, 352 m2, com pomar, localizado no centro do Padrão, Pousos. Leiria. Tel. 914022357.

SENHORA procura horas de limpeza, casas, escritórios e condomínios; passar a ferro na própria casa ou ao domicílio. Tel. 938071526/244104980. ESTUDANTE de praticante de cabeleireiro em fase final do curso, procura estágio na região de Leiria -Fátima e part-time fim de semana. Favor contatar Tel. 913697990/ 244102466. SENHORA c/ experiência, recebe pessoa idosa p/ cuidar em ambiente familiar. Leiria. Tel. 917047029. SENHORA c/ exp cuida idosos, acamados ou não noite/dia ou limpezas. Tel. 968538001.

Oferece-se SENHORA doméstica procura limpeza ou passar a ferro. Tel. 916677057. CUIDO de pessoa idosa acamada, com experiência. Tel. 918945197. C/ 29 anos procuro ser prestável ao volante! Cat. B e C. Estou só, disposto a dedicação total. Tel. 912105642.

SRA. ucraniana c/ experiência procura horas de trabalho em café ou restaurante na cozinha ou no balcão e limpezas. Incluindo f. semana e feriados. Tel. 964083964.

SERVENTE construção civil e obras públicas. Região de Leiria, com alojamento. Tel. 927732803/ 966997886.

EXPLICAÇÕES Português 10€ / hora, c/ recibo, por licenciada em estudos portugueses. Tel. 912144635.

Precisa-se

EXPLICAÇÕES/ apoio escolar matemática, físico-química. Tel. 912045144.

PARCEIRO p/ pequena serralharia, s/ encargos, c/ equipamento, pequeno investimento. Tel. 912922443. AGÊNCIA acompanhantes de luxo procura meninas dos 18 aos 38 anos. (M/F) Ganhos elevados. Tel. 913208600. COZINHEIRA/o p/ restaurante português em França. Tel. 0033149606375/ 0617680439. PASTELEIRO/A c/ exp. p/ abertura de pastelaria. Caranguejeira. Tel. 917524272. PROCURA-SE artesão de calçado, c/ ou sem experiência. Tel. 966043497.

PROCURO trabalho de servente de construção civil, das 8.00 às 17.00, posso fazer horas extras. Norberto Elias. Tel. 917709176.

Diversos S í t i o d a s Be l g a s

Nova Leiria

C O N S U LTE - N O S

CO C O NSULTE-NOS N S U LT E -N

Serviços rápidos auto Mudas de óleo, filtro, pastillhas, etc.. Lavagens e Limpezas auto Serviços de pneumáticos (multi-marcas)

TEL. 244 812 072

FAX. FAX F AX. 244 812 823

Explicações EXPLICAÇÕES de Matemática 5º Ano - Ensino superior. Valor/hora: 5,00 Euros. Contacto: 911065349. EXPLICAÇÕES português, apoio escolar a 50€/mês; formações de coaching 100€ cada. Tel. 912144635.

FAZEM-SE traduções em Inglês e Alemão. Contactar Tel. 917301380. URGENTE procuro empreendedores para parceria de negócios. www.negocioxg.com

Diversos Geral DESAFIO perda peso Curso 12 semanas; Treinador Pessoal; Grupo Apoio; Formação Nutrição e Planos Alimentares. Vagas Limitadas. Info: Tel. 919303616/965063010. ANTIGUIDADES e colecionismo, compro moedas, selos, outros objetos.Tel.926521292. EMPRESA de construção civil, c/ alvará aceita trabalhos de recuperação e remodelação de vivendas e apartamentos. Orçamentos grátis. Tel.910811248. À ORIENTAL massagens, body, tântrica, entre outras. Tel.918269192/ 912863546. ESPAÇO Aimez-moi estilista de unhas/design. Formação unhas gel c/ produtos certificados. Venda de cosméticos. Massagens/tratamento de rosto/corpo. www. espaco-aimez-moi.pt Tel.914200580/244835721. MULTISERVIÇO pintor const. civil, pintura int/ext, pintura edifícios, lavagem de telhados, tetos falsos e divisórias, pavimento flutuante. Isolamento ext. térmico. Tel. 919839699/968435833. www.pintsoft.net

LENHA vendo de oliveira, eucalipto e pinho. Bom preço. Entrego ao domicilio. Tel. 910100982. CENTRO estética em Leiria, unhas gel 15€, depilações 12.50 €, manicure/pedicure 5€. Tel. 938994823. LIMPEZAS Chaminés, Algerozes (Caleiras) e Desentupimento esgotos. Tel.917179115. MASSAGEM relax de corpo inteiro. Discrição. Sigilo. Leiria. 910783323. MUDANÇAS, www. mudabom. Nacional/int. Desmontagem/montagem. Bom preço. Tel. 918237891/932847370.

3 Mensagens Anúncios sujeitos a confirmação do número de telefone

Rua D. Carlos I, 2-4 2415-405 Leiria-Gare Apartado 102 Tel. 244 819 950

52

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

DIVORCIADO 47 anos, pretende conhecer sra. 40 a 50 anos, p/futuro compromisso a dois. Tel. 910038230. DIVORCIADO pretende conhecer Sra. elegante até 45 anos p/ futuro compromisso a dois. Tel. 969114637. SENHOR 58 anos livre, procura senhora dos 40 aos 55 anos, livre. Tel. 918244475. SENHOR simples 52 anos, procura amiga para refazer a vida. Tel. 967216456.

MULTISERV 24. Serviços de limpeza, pedreiro, pintura, canalização, eletricidade, decoração, etc. Tel. 916340604/968033845. SEXSHOP online, afrodisíacos, potenciador, lubrificantes, óleo massagem, lingerie, roupas, vibradores, etc. Portes oferta a partir de 70€. www.desire-sexshop.com

Texto do anúncio

Veículos Vende-se JIPE Mercedes ML-270, CDI de 2001. Tel. 918732429. RENAULT Megane Previlege,Full Extras de 12/2002,1.5DCI,5P.Tel. 918829961.

2 Publicações

4 Publicações

COM DESTAQUE

€ 10,00 € 13,00 € 16,00 € 19,00

COMO ANUNCIAR

2 O cupão quadriculado deverá ser recortado e enviado em carta, ou entregue pessoalmente, com os respectivos valores, iniciando-se a publicação na edição imediatamente a seguir à sua receção.

Mensagens

a melhor opção

SUPERCLASSIFICADOS DA REGIÃO a maior e melhor audiência

1 Escrever o anúncio no cupão quadriculado. Cada letra deve ocupar um só quadrado. Deixar um espaço livre entre cada palavra.

Diversos

€ 16,00 € 19,00 € 22,00 € 25,00

NOME

Nº CONTRIBUINTE

MORADA

TELEFONE

CÓDIGO POSTAL

QUANTIA (EURO)

CHEQUE N.º

VALE POSTAL N.º

COM DESTAQUE

€ 15,00 € 19,50 € 24,00 € 28,50

€ 24,00 € 28,50 € 33,00 € 37,50

TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA NIB BPI Nº 0007 0524 00003400009 31 (ANEXAR COMPROVATIVO)

Indique a secção onde pretende ver publicado o seu anúncio

IMOBILIÁRIO EMPREGO

Arrenda-se Oferece-se

Compra-se Precisa-se

VEÍCULOS

Vende-se

Compra-se

DIVERSOS

Explicações

Mensagens

Trespassa-se

Geral

Vende-se


Falecimentos & agradecimentos

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

53


Nós // Memória

54

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012


Nós // Diversos

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

55


Cultura

Perspetiva Cultura no escuro

Domingo, final de tarde fria, ideal para uma sessão de cinema doméstico entre amigos. A plateia divide-se: parte quer um filme com Rowan Atkinson (o ator de “Mr. Bean”), outros preferem um título independente espanhol, divertido e negro, mas não mainstream, de Álex de la Iglesia. Impasse. O ambiente arrefece mais que o clima com ameaço de birra, até que avança a projeção de “La comunidad”. Valeu a pena a “negociação”, mas serve isto para ilustrar a raridade crescente que é encontrar alguém que faça opções culturais com base no desconhecido. Ou seja: que saia de casa por curiosidade pura, sem preferências e preconceitos pelo meio. Contudo, nem toda a Gália foi ocupada por romanos. Leio na “Visão” que em Inglaterra está a ter sucesso uma iniciativa chamada “Secret Cinema London”. Uma vez por mês, organizam-se sessões em que tudo é um mistério, desde o local (pode ser um estacionamento de hotel ou um cemitério) à data, passando, claro, pelo próprio filme (de ante-estreias de título alternativo a antigos clássicos). Talvez a cultura tenha de se vestir de mistério para reconquistar a sedução de outros tempos. Manuel Leiria

56

Figueiró dos Vinhos Herança de José Malhoa sublimada em museu Investimento No norte do distrito nasce um museu para lembrar a rica história de Figueiró dos Vinhos e atrair turistas e artistas para a paisagem que inspirou a pintura de José Malhoa

Manuel Leiria Depois de anos ao (quase) abandono, o ex-líbris de Figueiró dos Vinhos está a ganhar nova vida. A casa que José Malhoa habitou até ao final da vida - conhecida por “O Casulo” -, é um dos edifícios mais vistosos do distrito e está a ser profundamente remodelada. Mas o projeto não surge isolado: mesmo ao lado está a nascer o Museu Municipal de Figueiró dos Vinhos, investimento de quase um milhão de euros comparticipado por programas comunitários em 800 mil euros. Com inauguração prevista para junho, o Museu Municipal terá uma ligação física e conceptual ao “Casulo”, cuja recuperação custa 144 mil euros (60 por cento via PRODER). “Havia necessidade de requalificar aquele edifício, recuperando-o da degradação progressiva que foi sofrendo face à escassa utilização”, explica o presidente da Câmara de Figueiró dos Vinhos. Adquirido pela autarquia, está agora a ser revitalizado: “Foi residência do pintor José Malhoa, que ali pintou algumas das suas mais importantes obras”, recorda Rui Silva, que encara toda a intervenção como “uma aposta forte de Figueiró dos Vinhos no âmbito do desenvolvimento do potencial turístico”. Ligados e interligados, Museu Municipal e “O Casulo” vão funcionar como

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

Centro de Artes, com o qual se pretende atrair não só visitantes regulares mas também artistas. A população local é um público preferencial, sobretudo as escolas, “possibilitando manter viva a identidade cultural do concelho”, realça. Mas, acrescenta, “não menos importante é a capacidade de atração de visitantes, a integração em roteiros culturais”. E dá como exemplo a “Rota de Malhoa”, com as câmaras de Alpiarça e Caldas da Rainha e a “Casa dos Patudos”. O Centro de Artes também deseja ser sedutor para artistas de fora, que ali possam expor e até realizar os seus trabalhos.

Escola naturalista Ao concelho faz falta um espaço como o Museu Municipal, defende Rui Silva. Ali, vão ser preservados e valorizados “objetos, tradições, memórias dos usos e costumes, traços e elementos identificativos da história e da cultura figueiroenses”, explica o presidente da Câmara de Figueiró dos Vinhos. O autarca vê o turismo cultural como “um vetor de intervenção prioritária” e, assim, este museu era um investimento óbvio num concelho sem uma estrutura dessa natureza e com a oportunidade de candidatar o investimento ao QREN. “A expectativa da autarquia face a estes dois projetos é muito elevada, na justa medida da importância que ambos poderão ter para o de-

Malhoa em Figueiró

José Malhoa (Caldas da Rainha, 1855 - Figueiró dos Vinhos, 1933) mandou construir “O Casulo” em 1895. Apaixonado pela paisagem, foi aí que pintou muitas das cenas rurais que o celebrizaram. Apesar da degradação sofrida ao longo dos anos, o edifício projetado por Ernesto Reynaud é ainda símbolo da época de maior fulgor artístico e intelectual da vila

senvolvimento de Figueiró dos Vinhos”, assume Rui Silva. O autarca vê as raízes da escola naturalista, um legado de Malhoa em Figueiró dos Vinhos, como “base para o desenvolvimento do turismo cultural” no concelho. As novidades em torno do Museu Municipal e d’ “O Casulo” significam que, em Figueiró dos Vinhos, há vida para além da aposta na indústria, comércio e serviços. “A realidade atual impõe que as apostas não se centrem apenas no sector empresarial”, diz Rui Silva, que acredita ser a cultura também “catalisadora para a dinâmica dos concelhos do interior”. manuel.leiria @regiaodeleiria.pt


Nós // Cultura

m|i|mo inaugura “Zona Letal, Espaço Vital”

Museu do Freixial Bruno Santana estreia “Desalinhado” apresenta programa do 10º aniversário em Leiria

André Cepeda, Francisco Tropa, José Pedro Croft, Noronha da Costa ou Pedro Cabrita Reis são alguns dos artistas representados na nova exposição que o m|i|mo - Museu da Imagem em Movimento, de Leiria, inaugura amanhã, sábado, às 16 horas. A exposição, da coleção da Caixa Geral de Depósito, está patente até 14 de abril.

Num universo paralelo, dois homens partilham o mesmo destino. Unidos por doenças raras, tentam saber quem são e onde estão. É a história de “Desalinhado”, primeiro filme do leiriense Bruno Santana, que estreia domingo, às 21h30, no Teatro José Lúcio da Silva. Depois pode também ser visto no Teatro Miguel Franco.

A comemorar uma década, o Museu Etnográfico do Freixial, no Arrabal, Leiria, apresenta domingo, às 16 horas, o programa de comemorações, que vai preencher 2012. Na cerimónia, será revelado o calendário de atividades, a comissão e será ainda lançado um desafio à comunidade para a exposição Museu Inspir[ARTE].

A mexer

01

02

03

04

05

06

01

Agenda Espetáculos Quim e Zé

Revista

Os atores João Paulo Rodrigues e Pedro Alves (ou Quim Roscas e Zé Estacionâncio) estão hoje, sexta-feira, na Fnac Leiria para apresentar o DVD “Portugal Tal & Qual”, que semanalmente pretende fazer, na televisão, um retrato sociológico do país sem validade científica, mas com humor. Início às 21h30, com entrada livre.

O Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, mostra hoje, sextafeira, “Não há Euros p’ra ninguém”, espetáculo de revista à portuguesa que satiriza a falta de dinheiro e as diferenças sociais do país. Destaque para Octávio Matos, que neste trabalho é director de atores, encenador e também ator principal. Início às 21h30, bilhetes entre 12,5 e 15 euros.

Kevlar

Janeiras

A Demanda

Os Kevlar, banda rock formada por Bruno Leitão (voz), Tiago Cardoso (guitarra e voz), Luís Diogo (baixo) e Samuel Pedrosa (bateria) apresentam-se hoje, sexta-feira, ao vivo no novo espaço do grupo de teatro “O Nariz” (situado no Pátio do Jordão, rua Tenente Valadim, Leiria). O concerto começa às 22 horas. Bilhetes: 3 euros.

A tradição sai à rua em Mira de Aire, concelho de Porto de Mós, neste sábado. A animação vai tomar conta das ruas a partir das 19 horas de amanhã, com partida do Largo da Igreja e passagem por outros 13 sítios e localidades. Os Quarentões, que organizam as Janeiras de Mira de Aire, convidam todos a juntarem-se a esta festa de rua.

Divertimento garantido é a promessa do Teatro Amador de Pombal, que estreia amanhã “A Demanda”. A peça é uma adaptação do romance “A demanda de D. Fuas Bragatela”, de Paulo Moreiras, e tem encenação de Rui M. Silva. A estreia está marcada para este sábado, no Teatro-Cine de Pombal, às 21h30 (repete no dia 28, mesmo local e hora).

01 Pedro Macedo Tomás, de Castanheira de Pera, é um dos 12 finalistas do Festival da Canção 2012. Pedro Macedo passou um casting de 400 concorrentes. A final é a 10 de março, em Lisboa.

02

01 “O Casulo” (à esquerda) ganha um novo “vizinho” de linhas modernas, que irá rivalizar com o edifício desenhado por Ernesto Reynaud na paisagem urbana de Figueiró dos Vinhos. Nesta imagem virtual do projeto, percebe-se como a antiga casa de Malhoa e o museu estarão ligados também fisicamente 02 As obras de recuperação d’“O Casulo” estão avançadas. A intervenção custa cerca de 144 mil euros. Atrás, o Museu Municipal também avança em bom ritmo Foto: ML

Pedro Rodrigues

Jorge Palma apresenta novo disco “Com todo o respeito” é o título do novo disco de Jorge Palma, que está amanhã, sábado, em Leiria, para interpretar, a solo ao piano, as suas mais recentes músicas. O concerto, em registo íntimo, é no Teatro José Lúcio da Silva, a partir das 21h30. Os bilhetes custam 15 euros.

O guitarrista regressa a Leiria para interpretar hoje, sextafeira, um programa dedicado a clássicos de António Pinho Vargas. O músico, que cresceu e fez parte da formação no Orfeão de Leiria, atua no Teatro Miguel Franco a partir das 21h30, num concerto a favor da Casa do Professor, da delegação de Leiria da Associação de Solidariedade Social dos Professores. Entrada: 10 euros.

02 Adália Alberto, escultora de Leiria residente em Porto de Mós, estará representada na exposição “Arte Fantástica e Surrealismo 1”, patente a partir de 28 de janeiro na Casa Roque Gameiro, na Amadora. 03 Cláudia Cardoso e um grupo da Escola de Dança Staccato foram a França com uma comitiva da Câmara de Leiria, que visitou Toulouse. 04 Marciano está hoje, sextafeira, no restaurante Tuá Tuá, em Leiria, para apresentar, às 22 horas, “Os poemas humanos (en)cantados”. A noite será ainda de inauguração das exposições “Les 6 moments d’un amour”, de Miguel Reis, e “Humores e desamores”, do Festival Internacional Amadora BD 2011. 05 Margarida Fonseca Santos , escritora, está na manhã de amanhã, sábado, em Leiria, para orientar a oficina “Escrever para Crianças”, na livraria Arquivo. 06 Abel Fonseca Monteiro lança amanhã, sábado, o livro “Cronologia Geral da Marinha Grande e Suas Terras”. A Escola Guilherme Stephens, na Marinha Grande, acolhe a sessão, a partir das 15h30.

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

57


Guia Discos

Guia Exposições Kellerman Remixed Novo e-book de remisturas literárias

A FNAC sugere

Cantos da Babilónia Pedro Osório PVP: 12,99€

Pedro Osório presenteia-nos com peças, fundamentalmente para piano, baseadas em excertos de cantos tradicionais de lugares de todo o mundo. Um disco repleto de melodiosas combinações, de sons, vozes e lugares desconhecidos.

1 Julio Iglesias PVP: 16,99€

Com uma legião de fãs seguidoras do seu trabalho, Julio Iglésias regressa com uma retrospetiva de carreira. As canções foram regravadas em estúdio, com colocação de novos arranjos e voz. Romântico e irrepreensível.

Live From Paris (CD + DVD) Shakira PVP: 17,99 €

O disco que representa na perfeição a digressão de Sale El Sol. “Live from Paris” foi gravado na capital francesa este ano e inclui mais de hora e meia de sucessos de Shakira. Inclui imagens de ensaios, making of, entre muitos outros extras.

Tour Of The Universe – Barcelona (2CD+2DVD) Depeche Mode PVP: 9,99€

A aclamada Tour Of The Universe viu Dave Gahan, Martin Gore e Andrew ‘Fletch’ Fletcher atuarem para cerca de 2,7 milhões de pessoas. O disco contém 21 temas gravados em duas noites esgotadas no Palau St Jordi, em Barcelona. Passe estes códigos no ponto de escuta FNAC e oiça o disco correspondente

58

Tonekos. António Elias Silva, leiriense de 54 anos, mostra no foyer do Teatro José Lúcio da Silva os seus desenhos de bonecos que retratam o sentido de humor do autor. Até 31 de janeiro. Irene Sá Vieira Natividade – Tapeçaria e pintura. Seis Tapeçarias que fazem parte do acervo da Casa Museu Vieira Natividade são vistas nesta exposição, assim como quase a totalidade da pintura, desenho e cerâmica. Na Galeria de Exposições Temporárias do Mosteiro de Alcobaça. Até 22 de janeiro. Sensibilidades 25. Fotografias de 25 fotógrafos da região na Galeria de Exposições Temporárias do Mosteiro de Alcobaça. Até 22 de janeiro de 2012. Território – Óbidos Comunidade Sustentável e Criativa. Uma reflexão para a concretização da estratégia de desenvolvimento definida para Óbidos, na galeria novaOgiva, em Óbidos, até 30 de janeiro. Todas as noites acordam o dia. Pintura de João Carlos Pereira na Biblioteca Municipal de Leiria. Até 30 de janeiro. Cake Design. No Chocolate Lounge, na Praça de Santa Maria, em Óbidos, estão em exposição os doze bolos criativos que participaram na Feira de Natal da FIL/Natalis. Até ao final de janeiro. James Joyce e António Mota. A Biblioteca Municipal da Nazaré apresenta durante janeiro duas exposições bibliográficas. Les 6 moments d’un amour + Humores e desamores. Duas exposições no restaurante Tuá Tuá, em Leiria, de pintura e ilustração de Miguel Reis, seleção do Festival Internacional Amadora BD 2011. Até 16 de fevereiro. O 18 de janeiro de 1934. No Museu Joaquim Correia, na Marinha Grande, é exibido um filme sobre a reconstituição histórica do 18 de Janeiro de 1934, realizada na Praça Stephens em 1998, por ocasião das comemorações dos 250 anos da indústria vidreira. Até 25 de fevereiro.

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

Quem disse que as remisturas só podem ser musicais? Paulo Kellerman pôs o conceito à prova no novo e-book “Kellerman Remixed”, que não é mais do que 15 textos do escritor leiriense revistos por outros escritores, músicos e até um ilustrador. Afinal, este novo e-book (oferecido no site do REGIÃO DE LEIRIA) resume a essência desta coleção que Kellerman tem produzido, em parcerias, desde 2009. “Baseiam-se sempre na minha colaboração com outros autores, de forma a que a sinergia criativa estabelecida seja estimulante para todos

Guia Livros

Top Americana 1º O céu Existe Mesmo Todd Burpo Lua de Papel

2 º Astrologia e Guia do Amor 2012 Paulo Cardoso Livros D’Hoje

3º Couseiro ou Memórias do Bispado de Leiria Desconhecido Textiverso

4º Dei-te o Melhor de Mim Nicholas Sparks Editoria Presença

5º Fumo Azul Nora Roberts Chá das Cinco

6º Lúcio Feteira Miguel Carvalho Quidnovi

os envolvidos e resulte em desafios interessantes”. Este “Kellerman Remixed” é uma revelação para o autor: “O resultado pareceu-me extraordinário. Permitiu-me descobrir novas dimensões das minhas estórias, perceber como outros criativos as percecionam; além disso, permitiu-me rir um pouco do meu trabalho, o que é sempre muito salutar e libertador”. As remisturas literárias resultaram tão bem que o autor admite repetir a experiência, “alargando a mais músicos e também a fotógrafos”. ML

Irmã Rosamund Lupton Civilização PVP: 15,90

Quando Beatrice recebe um telefonema frenético a meio do almoço de domingo e lhe dizem que a sua irmã mais nova, Tess, desapareceu, apanha o primeiro avião de regresso a Londres...

O Espelho Smurfante Peyo Asa PVP: 5,55€

Na escuridão do seu casebre, o terrível feiticeiro Gargamel consegue finalmente terminar a sua diabólica armadilha para capturar Smurfs: um espelho mágico que smurfa as pequenas criaturas azuis!

António Cova, António Martinho, David Teles Ferreira, Fernando José Rodrigues, Licínio Florêncio, Luís Mourão, Luísa Marques da Silva, Micael Sousa, Nélson Brites, Paulo Assim, Pedro Miguel, Sílvia Alves, Sílvio Silva, Simão Vieira e Wilson Gor participam em “Kellerman Remixed”. Descarregue em

regiaodeleiria.pt Mil Noites de Paixão Madeline Hunter Asa PVP: 16,90€

Lady Reyna é virtuosa e erudita, que preferia morrer a quebrar uma promessa. Ian de Guilford é um sensual mercenário, cujo temperamento fogoso lhe valeu a alcunha de Senhor das Mil Noites. Os Homens que Odeiam as Mulheres Stieg Larsson Oceanos PVP: 19,69€

O jornalista de economia Mikael Blomkvist precisa de uma pausa. Acabou de ser julgado por difamação ao financeiro Wennerstöm e condenado a três meses de prisão...

A Minha Cozinha Clara de Sousa

A Terra do Gelo Ulysses Moore

Livros D’Hoje PVP: 20,90€

Editorial Presença PVP: 10,99€

“Uma jornalista a publicar um livro de receitas? Sim... mas aqui a jornalista fica à porta. Aqui está a mulher e a mãe que, como tantas outras, tem refeições a fazer, tem família e amigos para receber e tem, sobretudo, uma grande paixão pela cozinha.

Nesta aventura, Jason, Julia, Anita e Rick regressam a Kilmore Cove e encontram à sua espera uma inquietante verdade: entre os habitantes da terra esconde-se um traidor. Alguém que nunca deixou de manobrar na sombra... PUBLICIDADE


20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

59


Guia Restaurantes Este guia está também disponível em www.regiaodeleiria.pt. Para a inclusão de novos restaurantes neste guia, consulte-nos através do telefone 244 819 950.

Batalha

Fátima

Mosteiro do Leitão Restaurante Especialidades Leitão, Polvo à Laranjeiro, Cabrito, Bife à Mosteiro Folga Não tem. Tel. 244767853/919006666. mosteirodoleitao@gmail.com - www.mosteirodoleitao.com Obs. Junto à Expo Salão Batalha. Restaurante Esplanada Dom Duarte Especialidades Tornedó à Chefe; Bacalhau Recheado (fim de semana); Arroz de Tamboril. Tel. 244766326. Pérola do Fétal Especialidades Arroz de Pato Escondido; Polvo à Lagareiro; Lombinhos de Cherne c/ Açorda de Marisco. Folga domingo ao jantar e 2ª feira. Tel. 244705689. Restaurante Piadussa Especialidades Chanfana (ao fim de semana); Naco na Pedra; Secretos de Porco Preto Ibérico; Feijoada de Gambas; Sopas de Bacalhau. Tel. 244703219. Restaurante Elsa e Filomena, Lda Especialidades Cozido à Portuguesa, Bacalhau Cozido c/ grão, Ensopado de Borrego e Pato no Forno. Sobremesa Doce de Bolacha. Folga Domingo. Tel. 244765324 - Santo Antão. Restaurante Vintage Uma seleção de pratos tradicionais portugueses e de inspiração nas melhores cozinhas europeias pode ser saboreada no conforto interior do nosso restaurante ou na esplanada em que o Mosteiro é o cenário de fundo. Localização Edifício do Hotel Mestre Afonso Domingues Folga domingo à noite. Tel 244765260 email hotel@mestreafonsodomingues.pt - www. hotel.mestreafonsodomingues.pt

O Ti Miguel - Restaurante Pizzaria Especialidades Pizzas, Lasanhas, Bife de Cavalo, Picanha, Bifinhos de Veado, Cabrito Assado, Peixe Fresco. Folga 4ª fª. Tel. 244741740 Loureira.

Bombarral Mãe d’água Especialidades Lasanha de Cherne; Medalhões de Garoupa; Filetes de Peixe Espada Preto; Arroz de Lingueirão Sobremesas Gelado à Casa; Petit Gâteau. Folga domingo ao jantar e 2ª feira. Tel. 262605408.

Caldas da Rainha Cais da Praia Especialidades Polvo à Lagareiro; Bife de Ervas Finas; Lulas à Cais da Praia; Polvo à Atlântico, Amêijoas à Bulhão Pato. Folga 2ª feira (exceto verão). Tel. 966528533 Obs. Pratos do dia ao almoço. geral@ caisdapraia.com - www.caisdapraia.com

Castanheira de Pera Hotel Lagar do Lago Especialidades Bacalhau à Lagareiro; Cabrito à Serrano; Polvo à Lagareiro; Bacalhau à Praia da Roca Folga 2ª feira Tel. 236430120. Obs. Praia Fluvial das Rocas; Salão de Festas (Casamentos, Batizados, Excursões) www.lagardolago.com. E-mail: hotel@lagardolago.com

Figueiró dos Vinhos Restaurante Toca do Mocho Especialidades Bacalhau à Toca; Arroz de Carqueja; Tarte de Requeijão; Arroz de Substância Folga 3ª feira Tel. 236553038. Obs. Pratos feitos na hora.

Leiria Restaurante Mistura de Sabores Pratos portugueses e brasileiros. Especialidades Maigret de pato, Bóbó de camarão, Moqueca de peixe. Bifes c/molhos especiais. Feijoada à Brasileira (por encomenda). Picanha à Brasileira. Diárias de 2ª a sábado (almoço) 5,50€ diária. Preços especiais para grupos. Aberto à hora de almoço ao domingo. Rua por trás C. Com. D. Dinis, 45, misturadesaborespt@gmail. com. Tel. 244821442. Restaurante Santos Cozinha contemporânea portuguesa. Especialidades 5ª feira Cozido à Portuguesa, 6ª feira Couscous, sábado jantar com música ao vivo. Folga domingo ao jantar e segunda-feira ao jantar. Vale Sepal. Tel. 244831405. Restaurante O Novo Areeiro Cozinha tradicional portuguesa. Diárias de 2ª a sábado. Take Away. Jantares de grupo. Tel. 244099051. Ponte da Pedra.

Restaurante Lenhite Especialidades Bacalhau à Lagareiro (2ª feira), Mão de Vaca, Feijoada, Dobrada (3ª feira), Cozido à Portuguesa (4ª feira) Pato no Forno e Frango no Churrasco (5ª feira) Picanha, Secretos e Arroz de Cabidela (6ª feira), grelhados mistos (sábado). Dia de folga ao domingo. Morada Marrazes. Tel. 244 111 340 Restaurante Aguarela Especialidades Rodízio à Brasileira, Francesinha à Aguarela, Moqueca de Camarão, Picanha com Alho. Folga à 4ª feira e sábados ao almoço. Pratos económicos e preços especiais para grupos. Morada Rua José Alves Correia da Silva, Leiria. Tel. 244 801 503 Restaurante “O Paulo” Especialidades Serviço de diárias. Ao sábado, cabrito no forno, cabidela de galo, bacalhau no forno c/ broa. Serviço grupos e batizados. Folga ao domingo. Morada Rua Campo de Tiro. Outeiro da Gândara. Tel. 244 881725 Restaurante LisBar Especialidades Bife à Casa, Dobrada c/ Feijão, Arroz de Polvo, Pato Assado, peixes frescos. Folga à 2ª feira. Rua Correia Mateus, 60. Tel. 244 832695 Restaurante Bentaviso Especialidades Cabrito Assado no Forno, Cozido à Portuguesa, Bacalhau com Migas, Grelhados Mistos. Folga 5ª feira Tel. 244827935.

A Grelha Restaurante Especialidades Grelhados Piso 2 - Buffet diário (de 2ª a 6ª feira - 8.50€ / Sábado 10,50€ / Domingo 11.50€. Piso 1 - preço de menu a partir de 10.50€ Piso 0 - Ementa diária a partir de 4.00€ n/encerra. Tel. 244828781. info@restaurantegrelha.com Restaurante O Côdea Especialidades Frango na cesta, Pratos fitness, Bacalhau à Gaspar e Grelhados “Especiais” de avestruz, cavalo, vaca, porco, Posta Mirandesa e Cozinha Nac./Internac. Obs. Esp. infantil c/ menus+brinde. Almoço semanal económico. Folga 2ª ao jantar/3ª todo o dia. Tel. 244815331/918853416. www.codea. com; GPS:Nº 39º 48.283.W 8º 52.802. Restaurante O Casarão (Azoia) Especialidades Migas Bacalhau na Côdea; Massinha de Robalo; Naco Vitela Mirandesa à Lagareiro; Lombo Pata Negra c/ Cilercas (Cogumelos Silvestres) e Migas à Alentejana Folga 2ª feira Tel. 244871080. info@ocasarao.pt; www.ocasarao.pt Preço médio refeição 22,50€ Restaurante “O Manel” Especialidades Peixes Frescos, Bacalhau e Carnes grelhados no carvão. Massas de Bacalhau e Arroz e Massa de Peixe. Carnes: Chuletón de Boi, Bifes na Frigideira, Iscas à Portuguesa. Rua Dr. Correia Mateus , 50, Leiria. Tel. 244832132 /939083416. Selva do Lena Especialidades Massa de Robalo; Peixe Frito; Cabrito à Selva; Bife à Casa. Folga 3ª feira. Tel. 244827708. Restaurante Churrasqueira “O Marreta” Especialidades Polvo à lagareiro, Arroz de Pato, Franguito Churrasco, Cabrito no Forno, Leitão Assado. Obs. Serviço de Take Away. Folga 2ª fª. Tel. 244 724 661 / 962 448 458. Ristorante - Italiano Babbo Santi Especialidades Fab. próprio de massas. Pratos em forno a lenha: Lasagne, Ravioli de mariscos al cartocwcio, etc... Rodízio de massas p/ grupos de 10 pessoas no mínimo. Sobremesas Doçaria tradicional Italiana (caseira), Tiramisu e Panna Cotta de chocolate, etc... Folga 4ª feira e domingo ao almoço. Tel. 244811276 Obs. Ambiente calmo e acolhedor. Restaurante O Sobreiro Especialidades Cabrito e borrego no forno, arroz de pato, feijoada de chocos, arroz de peixe, carne de porco à Alentejana, cozido à Portuguesa, etc... Sobremesas várias/caseiras. Folga domingo, sábados ao jantar. Tel. 244824388. Restaurante Saloon - Quinta do Paúl Especialidades Excelência do Serviço e da Cozinha Tradicional Folga Não tem. Tel. 244613438 info@quintadopaul.com, www.quintadopaul.com - Rest. Atrium: 2ª a 6ª fª ao almoço 9,60€; jantares dançantes 6ª e sábado, 15,00€; Domingos ao almoço, 20,00€. Churrasqueira D. Duarte Especialidades Frango e pato no churrasco Sobremesas Bolo de bolacha, entre outros. Folga 5ª fª. Obs. Serviço Take Away. Tel. 244824695 www.dduarte.com

Papadoc Especialidades Pizzas; Massas; Saltiboca à La Romana com Risotto; Bife da Vazia c/ vários molhos. Tel. 244837701 www.papadoccaffe.com Matilde Noca Especialidades Rosbife Grelhado c/ Camarões Salteados, Bacalhau na Telha, Bacalhau c/ Natas. Especial Sobremesas Farófias à moda da Noca; Delícia de Café (2º Prémio Chivas Regal Sobremesas Inéditas). Folga domingo. Tel. 244856073. Restaurante Ângulo Real Especialidades Robalo e Arroz malandrinho à Ângulo Real, Real Açorda e Arroz de mariscos, Enguias fritas de ensopado e grelhadas, Cabidelas do Avô Júnior e Cabrito à Monte Real. Dose económica: 4,50€. Dose de requinte: 5.80€ a 8.50€. Folga Não tem. Tel. 244611145. Restaurante O Vale Grande Especialidades Arroz do Mar, Massa de Robalo, Assadura Porco Preto, Cabrito no Forno Observações: Diárias 7.50 euros Folga 5ª à noite. Tel. 917780557/244872236. Azóia. Restaurante Vitor Padeiro (Serra de Porto Urso-Monte Real). Especialidades Leitão Assado à 3ª feira, Arroz de Cabidela à 4ª feira, Cozido à Portuguesa à 5ª feira ao domingo Leitão Assado e Bacalhau Variado. Preços especiais, totalmente remodelado. Tel. 244613263. Restaurante a Lareira Especialidades Lombo recheado no forno, Arroz Cabidela, Arroz Polvo, Grelhados Mistos Folga domingo Tel. 244822858 (Cruz D’Areia). Restaurante Chinês Xing Ge Especialidades gambas com piripiri na chapa, gambas de galinha frita, vaca com molho de ostras na chapa, galinha com castanhas. Ementa/almoço dias úteis/ preço 4,69 euros. Morada Urb. Almoinha Grande, lote 4, Nova Leiria (junto às bombas Repsol). Tel. 244 826 137. Restaurante “ O Pinheiro” Especialidades Massinha de Peixe, Bife à Pinheiro, Bacalhau à Casa, cozinha tradicional portuguesa. Refeições económicas a partir de 7,50 euros. Preços especiais para grupos. Folga domingo. Rua Cap. Mouzinho de Albuquerque. Tel. 244 823 841. Pizzeria Rossini Especialidades Cozinha italiana e portuguesa. Sugestões 2ª feira Polvo à Lagareiro, 3ª feira Bacalhau à Lagareiro, 4ª f Arroz de Pato, 5ª feira Cozido à Portuguesa, 6ª feira Bacalhau c/ Broa. 6.70€ diária (2ª a 6ª f), tudo incluído. Miguel Torga, Nova Leiria-Praça Nova. www.pizzeria-rossini.com Restaurante Gondesende Especialidades Comidas de confeção caseira. Rua do Município, Lote B1 – Leiria. Folga domingos e feriados. Tel. 244 812 140.

Tromba Rija Especialidades Degustação de mais de 150 sabores à descrição, em que o rei é o Bacalhau assado na brasa c/ batata a murro e migas Folga domingo e feriados ao jantar; 2ª fª todo o dia. Tel. 244852277 / 244855072. www.trombarija.com Preço médio refeição de semana, exceto 6ª feira ao jantar 29,50€; 6ª feira ao jantar, fins de semana e feriados 32,50€. Restaurante “O Mário” Especialidades Bacalhau Real; Espetadas de Robalo; Medalhão de vaca c/gambas; Espetada de lombinho c/gambas Folga 3ª fª. Tel. 244872238. Obs. Brogal - Parceiros. Restaurante Vitória Especialidades Diárias de segunda a sexta-feira, 7,00 € sem sobremesa, 7.50€ com sobremesa. Bacalhau à casa/Bacalhau à Lagareiro; Borrego à Padeiro; Bife à Casa; Francesinha; Sopa da Pedra; Folga Sábado à noite e Domingo todo o dia. Ponte das Mestras, Leiria. Tel. 244825609. Restaurante Yuriyd Nadya, Lda. Especialidades Restaurante Buffet comida mundial e típica do leste, saudável. Ambiente calmo. Avª Adelino Amaro da Costa, lt 20 loja C (Nova Leiria, frente à EDP). Folga à segunda-feira. Tel. 244837309/917871090. E-mail yuriykobyl-62@mail.ru

Ourém Boi Preto Rodízio Especialidades 13 variedades de carne selecionadas, 15 tipo de saladas, polvo, mexilhões, queijos e presunto + 10 pratos quentes. Obs. O verdadeiro rodízio, tudo por um único preço! Caipirinhas de frutas! Aniversários (grupos acima de 7 pessoas, aniversariante grátis). Tel. 249591900/919809158 www.boipreto.com

Pombal A Casa da Comida (Venda da Cruz) Especialidades Bacalhau da Casa da Comida, Lagarada de Bacalhau, Cozido à Portuguesa, Cabrito da Sicó, Churrasquinhos de Veado à Regedor. Sobremesas: 10 tipos de Doces Tradicionais Folga domingo ao jantar e 2ª feira (Exceto agosto). Preço médio/Pessoa: 10/15 euros Tel. 236211800 geral@acasadacomida.com , www.acasadacomida.com

Porto de Mós Adega do Luís Especialidades Pão caseiro em forno a lenha, morcela/chouriça caseiras, cabrito à Serrana (por encomenda), grelhados: porco preto, picanha... bacalhau c/ batata a murro e migas. Sobremesas (Caseiras) tarte de requeijão, tarte de pêra, etc... Folga 3ª fª Horário das 12 às 15 e das 19 às 22h. Tel. 964103287. A Gralha Especialidades Bacalhau à Gralha, Feijoada de Marisco, Cabrito assado no forno e Polvo à Serrana. Horário Semanal: 9 às 24h/ Fim de semana: 9 às 2h. Folga 3ª fª. Tel. 249841456/913466962. restaurant_ agralha@hotmail.com Obs. Estacionamento, espaço infantil e zonas de lazer.

PUBLICIDADE

Guia Discotecas e bares

60

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

Leiria

Ourém

Alibi Sábado, 21 Ladies party, com David Miks e dj Tha Silva. Beat Club Sábado, 21 Born a Lion ao vivo e Unknown Pleasure Night. Quinta, 26 Super Girl’s & Ladies Night. Cheers Sexta, 20 A música é da responsabilidade de D!Funk (Oliver N e João P). Feelings Sexta, 20 Special Ladies Night. Glam Sexta, 20 Laura’s Party, com djs William e Pedro Lothar. Os Filipes Sexta, 20 Ben Band ao vivo no bar do Terreiro. Sétimo Sexta, 20 Festa “Indie Chic”, com dj Bruno Cantanhede (Born a Lion). Suite Sexta, 20 Magic Beat Entertainment, com Marcus. Sábado, 21 FVodka Luxury Party, por Fashion TV. Texas Sexta, 20 Sonic Reverends ao vivo no bar de Barreiros, Amor. Taverna do Palaio Sexta, 20 Noite de jazz, servido ao jantar. The Club Sexta, 20 Broto Verbo. Sábado, 21 Ba’al dj set.

Arte Caffé Sábado, 21 Akunamatata ao vivo. Kayene Sábado, 21 Ladies Night.

Pombal Has Caffe Sexta, 20 Funkoff ao vivo. Palace Kiay Sábado, 21 Dj Kura na discoteca de Meirinhas.

Marinha Grande Fame Sábado, 21 Party Base, dj Rita Zukt. Ovelha Negra Sexta, 20 Dj Cenoura. Sábado, 21 Fly Trying do Be a DJ.

Alcobaça Armazém Sexta, 20 Dj Ariep & Diogo Menasso. Estremadura Sexta, 20 Noite de jazz escolhido pelos djs César Vasco, António Guerra, Rui Correia e José Alberto Vasco.

Caldas da Rainha Maratona Sexta, 20 Sr Ódiota convida Sem Abrigo (alternativo). Sábado, 21 Happiness Club #9 Broken vs El Gris (electronica).


Passatempos Palavras cruzadas

Scrabble 1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

A B C D

HORIZONTAIS: 1 - Óxido ou hidróxido de cálcio. Número que é sempre o mesmo, quer seja lido de diante para trás, ou de trás para diante. 2 - Planta apiácea conhecida por erva-doce. Gomo. 3 - Borda de vidro cortada obliquamente. Ramada. 4 - A unidade. Dissolvido. 5 - Bofetada. Do feitio de ovo. 6 - Acrónimo de Imposto sobre o Valor Acrescentado. Ovário dos peixes. Repercussão. 7 - Lugar que, à beira de um rio ou porto, serve para embarque e desembarque de pessoas e mercadorias. Sobrecarregar com ónus. 8 - Rir sem fazer ruído. Forma antiga de mim. 9 - Olfacto apurado dos cães. Asseado. 10 - Valentia. Jurássico inferior. 11 - Aromático. Cincho. VERTICAIS: 1 - Ação ou qualidade de cábula. Contr. da prep. de com o art. def. o. 2 Dava alma, vida. Vesícula que contém a bílis. 3 - Lírio. Que não é militar. 4 - Substância filamentosa segregada pela larva do sirgo. Tratamento dado às freiras. 5 - Entendido. Utensílio com que se junta e recolhe o dinheiro nas mesas de jogo. 6 - O espaço aéreo. Trabalho de agulha. Aqueles. 7 - Grande ave galinácea. O m. q. índigo. 8 - Congénito. Que é de bronze. 9 - Enternecer. Minha (ant.). 10 - Bago do cacho da videira. Alojar em tendas. 11 - Contr. da prep. a com o art. def. o. Ilustre, notável, que está na bem-aventurança eterna.

E

E1

F

X8

M1 I

N3

G

C2

T 1 R1 I

H

A1

A1

I

M1 E 1 S 1 T 1 I I

J

1

E1

1

1

E1

O1 D 2 O1 S 1 1

T1

Ç8 A 1

A1

N3

M1

O1

E1

I 1

S1 T 1 A1

K

N3

L

H4

N3

M

O1

T1 O1

N O

Ken & Ken

C 2 E 1 E 1 G4 L 2 O1 U 1 FÁCIL

DIFÍCIL

INSTRUÇÕES Utilize as letras para criar uma palavra. O objetivo é conseguir o maior número de pontos, utilizando as casas que dão mais pontos (multiplicar letra por 2 ou 3, multiplicar palavra por 2 ou 3). Utilize as letras que já estão no tabuleiro para os maximizar. Não são permitidos nomes próprios nem estrangeirismos. Mais de 24 pontos: Experiente; entre 15 e 24, Avançado; menos de 15, Promessa

Sudoku GRAU DE DIFICULDADE ((((( SOLUÇÕES: KEN&KEN

INSTRUÇÕES 1 O objectivo é preencher os quadrados utilizando números que completem as operações matemáticas. 2 Em módulo com cercadura, o mesmo número só pode ser utilizado uma vez. 3 Na categoria “fácil”, cada linha vertical ou horizontal deve ter os números de 1 a 4. 4 Na categoria “difícil”, em cada linha devem constar os números de 1 a 6, sem repetições.

Sudoku futebol

Jogos de sorte Domingo

13 - 14 - 21 - 27 - 39 + 6 - 8

1. Benfica - Vitória de Setúbal 2. Porto - Rio Ave 3. Académica - V.Guimarães 4. Nacional - U. Leiria 5. Feirense - Gil Vicente 6. Olhanense - Beira-Mar 7. Aves - Trofense 8. Leixões - Belenenses 9. Sp. Covilhã - Moreirense 10. Santa Clara - Naval * 11. Maiorca - Real Madrid 12. At. Madrid - Villarreal 13. AC Milan - Inter Super 14. Braga - Sporting M : 1

Totoloto - Sorteio 4/2012/ Sábado 10 - 14 - 37 - 41 - 49 + 3

Joker - Sorteio 3/2012/ Domingo 4690040

Euromilhões - Sorteio 5/2012 Terça-Feira

12 22 30 31 44 + 5 - 6

Totoloto - Sorteio 5/2012 Quarta-Feira

18 - 26 - 35 - 36 - 49 + 4

1 1 2 X X 1 1 X 2 X 2 1 2

* Jogos de Reserva 1 Santa Clara - Naval (Liga de Honra) (substitui o jogo Atlético - Oliveirense)

Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

1 - Complete jogo como um Sudoku clássico, com os algarismos de 1 a 6, uma bola e dois cartões de penalidade. 2 -Se conseguir ligar seis casas contendo os algarismos de 1 a 6 da bola até à baliza, marca golo. Só se pode deslocar horizontalmente e ou verticalmente e não pode entrar mais do que uma vez nas seis casas para chegar ao golo. Se descobrir caminhos diferentes da bola à baliza, uma mesma bola pode marcar vários golos para as duas equipas. A equipa A marca os golos na baliza da esquerda e a equipa B na da direita.

SOLUÇÕES: SUDOKU 9X9; SUDOKU FUTEBOL; PALAVRAS CRUZADAS

HORIZONTAIS: 1 - Cal, Capicua. 2 - Anis, Renovo. 3 - Bisel, Rama. 4 - Um, Diluto. 5 - Lapada, Oval. 6 - IVA, Ova, Eco. 7 - Cais, Onerar. 8 - Sorrir, Mi. 9 - Faro, Limpo. 10 - Denodo, Lias. 11 - Oloroso, Aro.

Totobola - Sorteio 3/2012

VERTICAIS: 1 - Cabulice, Do. 2 - Animava, Fel. 3 - Lis, Paisano. 4 - Seda, Soror. 5 - Lido, Rodo. 6 - Ar, Lavor, Os. 7 - Peru, Anil. 8 - Inato, Eril. 9 - Comover, Mia. 10 Uva, Acampar. 11 - Ao, Glorioso.

Euromilhões - Sorteio 4/2012 Sexta-Feira

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

61


Guia Cinemas Leiria Teatro José Lúcio da Silva 244 823 600 Desalinhado Inserido no 46º Aniversário do Teatro José Lúcio da Silva e no 5º aniversário de reabertura. Realizado por Bruno Santana, com André Matias, Cleopatra Morillo, Diogo Carvalho, Joana Martins, Nelson Januário, Rute Bastos e Rafaela Simão. M/18 anos. Domingo 22: 21:30. Teatro Miguel Franco 244 860 480 Desalinhado Inserido no 46º Aniversário do Teatro José Lúcio da Silva e no 5º aniversário de reabertura. M/18 anos. Segunda 23 e Terça 24: 21:30 e Quarta: 18h30 e 21h30. Cinema City 244 845 071 Os Descendentes M/12 anos. Sala 1. Sexta 20 a Quarta 25: 13h40(1), 16h05, 18h35, 21h40 e 00h05(2). Alvin E Os Esquilos 3 Realizado por Mike Mitchell. M/4 anos. Sala 2-K. Sexta 20 a Quarta 25: 11h35(1), 15h35a) e 19h35. Versão Portuguesa. A Hora Mais Negra 3D. Realizado por Chris Gorak, com Rachael Taylor, Emile Hirsch, Olivia Thirlby, Max Minghella, Joel Kinnaman. M/12 anos. Sala 2-K. Sexta 20 a Quarta 25: 13h35(1), 15h35b), 17h35, 21h50 e 23h50(2). Sherlock Holmes 2 Realizado por Guy Ritchie, com Robert Downey Jr., Jared Harris, Jude Law, Noomi Rapace, Rachel McAdams. M/12 anos. Sala 3. Sexta 20 a Quarta 25: 13h30(1), 16h10, 18h50, 21h35 e 00h15(2). Millenium 1: Os Homens que Odeiam as Mulheres (II) M/16 anos. Sala 4 - V. Sexta 20 a Quarta 25: 15h15, 18h20, 21h25 e 00h30(2). O Gato das Botas 3D. M/6 anos. Sala 5-L. Sexta 20 a Quarta 25: 11h30(1), 13h30(1), 15h30 e 19h30. Versão Portuguesa. O Rei Leão 3D. M/6 anos. Sala 5-L. Sexta 20 a Quarta 25: 17h30. Versão Portuguesa. Missão Impossivel 4 M/12 anos. Sala 5-L. Sexta 20 a Quarta 25: 21h45 e 00h25(2).

Guia Astrológico Alvin e os Esquilos 3: Naufragados Digital. M/4 anos. Sala 2. Sexta 20 a Quarta 25: 13h00, 14h50, 17h00 e 19h00. Versão Portuguesa. A Hora mais Negra 3D. M/12 anos. Sala 2. Sexta 20 a Quarta 25: 21h50 e 00h15*. O Gato das Botas 3D. M/6 anos. Sala 3. Sexta 20 a Quarta 25: 13h10, 15h10, 17h10 e 19h10. Versão Portuguesa. Justiça Digital. Realizado por Roger Donaldson, com Nicolas Cage, January Jones, Jennifer Carpenter, Guy Pearce, Xander Berkeley. M/12 anos. Sala 3. Sexta 20 a Quarta 25: 21h10 e 23h30*.

Gato das Botas 2D. M/6 anos. Sala 5. Sexta 20 a Quarta 25: 13h50. Versão Portuguesa.

Ano Novo, Vida Nova! M/12 anos. Sala 5. Sexta 20 a Quarta 25: 13h30, 15h50, 18h40, 21h15 e 23h50*.

Porto de Mós

Os Descendentes Realizado por Alexander Payne, com George Clooney, Judy Greer, Matthew Lillard, Shailene Woodley, Beau Bridges, Robert Forster. M/12 anos. Sala 6. Sexta 20 a Quarta 25: 13h20, 16h00, 18h50, 21h40 e 00h00*. Sherlock Holmes: Jogo de Sombras Digital. M/12 anos. Sala 7. Sexta 20 a Quarta 25: 12h55, 15h30, 18h30, 21h30 e 00h10*. FNAC LeiriaShopping Rango Realizado por Gore Verbinski. M/6 anos. Sábado 21: 17h00. Super 8 Realizado por Steven Spielberg e J.J. Abrams, com Joel Courtney, Jessica Tuck, Joel McKinnon Miller, Bruce Greenwood, Greg Grunberg. M/12 anos. Domingo 22: 17h00. O Código Base Realizado por Duncan Jones, com Jake Gyllenhaal, Michelle Monaghan, Vera Farmiga. M/16 anos. Segunda 23: 21h00. Autobiografia de Nicolae Ceausescu Realizado por Andrei Ujica. M/12 anos. Terça 24: 20h00. Documentário.

Ano Novo, Vida Nova! M/12 anos. Sala 6-S. Sexta 20 a Quarta 25: 19h45.

Cisne Negro Realizado por Darren Aronofsky, com Natalie Portman, Winona Ryder. M/16 anos. Quinta 26: 21h00.

Castello Lopes LeiriaShopping 244 845 870 Millennium 1 - Os Homens Que Odeiam as Mulheres (II) Realizado por David Fincher, com Daniel Craig, Rooney Mara, Christopher Plummer, Robin Wright, Goran Visnjic. M/16 anos. Sala 1. Sexta 20 a Quarta 25: 15h00, 18h10, 21h20 e 00h25*.

Os Descendentes M/12 anos. Sala 4. Sexta 20 a Quarta 25: 13h10, 15h45, 18h20, 21h20 e 23h55.

Missão Impossível: Operação Fantasma M/12 anos. Sala 5. Sexta 20 a Quarta 25: 15h20, 18h10, 21h00 e 23h50.

Blue Valentine - Só Tu e Eu Realizado por Derek Cianfrance, com Ryan Gosling, Michelle Williams, Faith Wladyka. M/16 anos. Quarta 25: 21h00.

Warrior Realizado por Gavin O’Connor, com Joel Edgerton, Tom Hardy, Nick Nolte, Jennifer Morrison M/12 anos. Sala 7. Sexta 20 a Quarta 25: 15h40, 18h30, 21h30 e 00h20(2).

Millenium 1: Homens Que Odeiam Mulheres (II) M/16 anos. Sala 3. Sexta 20 a Quarta 25: 13h40, 17h00, 21h00 e 00h20.

Missão Impossível: Operação Fantasma M/12 anos. Sala 4. Sexta 20 a Quarta 25: 12h50, 15h40, 18h20, 21h00 e 23h40*.

Tucker e Dale Contra o Mal (Lanterna Pedra) Realizado por Eli Craig, com Tyler Labine, Alan Tudyk, Katrina Bowden. M/16 anos. Sala 6-S. Sexta 20 a Quarta 25: 13h45(1), 15h45, 17h45, 22h00 e 00h00(2).

O Rei Leão 3D. Realizado por Roger Allers, Rob Minkoff. M/6 anos. Sala 7. Sexta 20 a Quarta 25: 11h40(1) e 13h40(1). Versão Portuguesa.

O Diário a Rum Realizado por Bruce Robinson, com Johnny Depp, Aaron Eckhart, Michael Rispoli, Richard Jenkins, Giovanni Ribisi, Amaury Nolasco. M/12Q anos. Sala 2. Sexta 20 a Quarta 25: 21h15 e 23h40.

Marinha Grande Biblioteca Municipal 244 573 322 A História de uma Abelha Realizado por Steve Hickner, Simon J. Smith. M/6 anos. Quarta 25: 15h30. Legendado.

Caldas da Rainha Vivacine Cinemas 262 840 197 Sherlock Holmes 2 M/12 anos. Sala 1. Sexta 20 a Quarta 25: 12h50, 15h35, 18h25, 21h10 e 00h00. Alvin 3 M/6 anos. Sala 2. Sexta 20 a Quarta 25: 13h30, 15h50 e 18h05. Versão Portuguesa.

Cine-Teatro A Saga Twilight: Amanhecer - Parte I Realizado por Bill Condon, com Robert Pattinson, Kristen Stewart, Michael Sheen, Dakota Fanning, Taylor Lautner, Anna Kendrick. M/12 anos. Sexta , Sábado e Segunda: 21h30 e Domingo: 16h30 e 21h30.

Ourém Museu Municipal - Casa do Administrador 919 585 003 O Pianista Ciclo de cinema - Roman Polanski. Realizado por Roman Polanski, com Adrien Brody, Thomas Kretschmann, Frank Finlay. M/12 anos. Sexta 20: 21h30. Entrada Livre.

Figueiró dos Vinhos Casa da Cultura 236 559 600 O Resgate do Soldado Ryan Realizado por Steven Spielberg, com Tom Hanks, Edward Burns, Tom Sizemore, Jeremy Davies, Vin Diesel, Giovanni Ribisi, Matt Damon. M/16 anos. Quinta 26: 21h30. Entrada Livre.

Carneiro (21/3 a 20/4) // Sentimentos negativos e depressivos não têm lugar na presente conjuntura. As relações tendem a evoluir ou surgir de forma mais natural e favorável. Os acontecimentos sucedem de forma positiva, podendo ser favorecidos por condições excecionais de atuação. Touro (21/4 a 21/5) // Boas influências no campo afetivo, mas

cabe-lhe um importante papel para combater situações negativas ou para mudar o que não lhe convém. Poderá aumentar encargos ou responsabilidades familiares. A semana permite-lhe marcar pontos e levar de vencida adversidades. Gémeos (22/5 a 21/6) // O futuro adivinha-se promissor, sobretudo se pugna pela estabilidade afetiva. É boa altura para assumir alguns erros; pedidos de desculpa serão entendidos como prova de personalidade. Ocorrências da vida profissional deverão ser encaradas com base em decisões rápidas. Caranguejo (22/6 a 22/7) // Este período é bastante positivo e

romântico, mas é bom que trate de viver o presente sem o espectro do passado ou sem fantasias quanto ao futuro. As perspetivas profissionais e económicas são boas, estando mais favorecido no domínio das ideias e dos projetos. Leão (23/7 a 23/8) // Boas perspetivas no amor, podendo le-

vá-lo a novos conhecimentos e relacionamentos. Não se autolimite; expresse o que sente e conquiste o que deseja. Os contactos profissionais e pessoais que efetuar neste período podem dar bons frutos e originar novas perspetivas laborais.

Ansião

Virgem (24/8 a 23/9) // O sector amoroso é o mais protegido

Centro Cultural de Ansião 236 670 200 / 236 670 209 O Gato das Botas Realizado por Chris Miller. M/6 anos. Sexta 20: 10h15 e 14h00, Sábado 21: 21h00 e Domingo 22: 15h30.

e aquele a que deve entregar-se mais a fundo. Novos amores prometem ser gratificantes; não se deixe levar por nenhum tipo de influências. Esta semana o êxito depende da atuação em tempo certo e da atenção que for prestando às evoluções.

Pombal Pombalcine 236 218 801 / 967 607 395 A Pele Onde eu Vivo Realizado por Pedro Almodóvar, com Antonio Banderas, Elena Anaya, Blanca Suárez. M/16 anos. Sexta 20, Sábado 21 e Segunda 23: 21h00 e Domingo 22: 16h00 e 21h00. Café Concerto Deixa-me Entrar Realizado por Matt Reeves, com Kodi Smit-McPhee, Chloe Moretz, Richard Jenkins. M/16 anos. Quinta 26: 21h30. (1)

Preço Reduzido - Só Exibe Sábado 21 e Domingo 22. (2) Só exibe Sextas, Sábados e vésperas de Feriado. (3) Sessão Válida Sexta 20 e Sábado 21. a) Só exibe Sábados, Domingos e Feriados. b) Não Exibe - Sábados, Domingos e Feriados.

Balança (24/9 a 23/10) // A conjuntura pronuncia uma evolução do plano amoroso num sentido que lhe é muito favorável. O seu horizonte sentimental tende a iluminar-se; encare a vida a dois com redobrado otimismo. Possibilidade de desenvolver projetos e encarar novas propostas. Escorpião (24/10 a 22/11) // Deve atuar com bastante cuidado e não deixar que posições materiais e o comodismo o impeçam de viver os seus verdadeiros sentimentos. Alguns sonhos poderão ruir. São previsíveis bons resultados profissionais, mas só serão alcançados com determinação. Sagitário (23/10 a 20/12) // Terá grande facilidade nos rela-

cionamentos, mas o momento não é propício para jogos, sentimentos ou comportamentos exuberantes. Tente conciliar desejos e modere as exigências. Esta semana manifesta-se vocacionado para a programação e alcance de metas.

Os Descendentes Realizado por Alexander Payne Com George Clooney, Judy Greer

Capricórnio (21/12 a 20/1) // A sua imagem transmite segu-

“The Descendants” é baseado no romance com o mesmo título escrito por Kaui Hart Hemmings e mostra-nos a história de um latifundiário que se tenta reconectar com as duas filhas depois da esposa sofrer um acidente de barco. Cinema City, Castello Lopes e Vivacine

rança, o que fará de si alvo de manifestações sentimentais. Um novo amor pode surgir. Esta semana poucos se atreverão ou serão capazes de lhe fazer sombra ou frente. Pode empreender novas atividades, fechar negócios e correr riscos. “Os Descendentes” Aquário (21/1 a 19/2) // No plano sentimental, tende a usufruir

Millennium 1 Realizado por David Fincher Com Daniel Craig, Rooney Mara

Warrior - Combate entre Irmãos Realizado por Gavin O’Connor Com Joel Edgerton, Tom Hardy, Nick Nolte

Mikael é um jornalista que tem passado a sua vida a denunciar a corrupção do mundo dos negócios na sua revista Millennium. Agora, tem um trabalho de um poderoso empresário, que nada tem a ver com escândalos financeiros... Cinema City, Castello Lopes e Vivacine

O filho mais novo de um ex-pugilista regressa à sua terra natal, para que o pai o treine de forma a combater num torneio. Uma situação que o vai colocar em rota de colisão com o seu irmão mais velho, que também participa no torneio. Cinema City

62

Região de Leiria — 20 janeiro, 2012

de momentos de grande intensidade. É importante que seja capaz de pôr de lado preconceitos ao encetar uma nova fase de vida. Nesta semana, os resultados tendem a ser proporcionais ao seu envolvimento e também aos riscos. Peixes (20/2 a 20/3) // Parece chegado o momento de fa-

zer ruturas relacionais; ou seja, não tente a todo o custo salvar o passado ou deixar rastos de esperança. Aguardam-no conflitos e ocorrências marcantes, que poderão acarretar perdas. Importantes passos para a estabilidade económica.


Guia Televisão Sexta

Sábado

Domingo

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

R T P 1

06:30 Bom Dia Portugal Programa Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Teletexto. Pag. 188 14:15 Vidas Em Jogo Teletexto. Pag. 188 15:15 O Direito De Nascer Teletexto. Pag. 188 16:00 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Direto 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal Teletexto. Pag. 188 21:00 Viagem Ao Centro Da Minha Terra 21:45 O Elo Mais Fraco 22:45 Nico À Noite 00:00 Número 23 (Filme) 02:00 Perdidos Ep.ºs (7) E (8) 03:30 Poder Paralelo Ep.ºs (218) E (219) 05:00 Televendas 06:05 Destinos.pt

06:30 Espaço Infantil 07:04 Brinca Comigo Pocoyo Galileu Nélia E César Banda Zig Zag Campeões, A Caminho Da Glória 08:00 Bom Dia Portugal Fim De Semana 11:00 Portugal Sem Fronteiras 13:00 Jornal Da Tarde Teletexto. Pag. 188 14:15 Top + 15:15 Guimarães 2012 - Tu Fazes Parte 18:00 Guimarães 2012 - Tu Fazes Parte Abertura Oficial 20:00 Telejornal Teletexto. Pag. 188 21:00 Voz Do Cidadão 21:15 A Voz De Portugal 3.ª Gala Em Direto 23:45 Herman 2012 00:45 Perseguição 01:30 Planeta Música 03:00 Janela Indiscreta Com Mário Augusto 03:45 Televendas 06:05 Destinos.pt

06:30 Espaço Infantil 07:04 Brinca Comigo 08:00 Bom Dia Portugal Fim De Semana 10:15 Eucaristia Dominical 11:20 Os Compadres Teletexto. Pag. 188 12:07 Bbc Terra Madagáscar, A Ilha Dos Assombros 13:00 Jornal Da Tarde Teletexto. Pag. 188 14:15 Cinco Sentidos 15:30 Nikita 16:15 O Cavaleiro Das Trevas (Filme) 19:00 Pai À Força Teletexto. Pag. 188 20:00 Telejornal 21:00 Estado De Graça 22:00 Velhos Amigos Teletexto. Pag. 188 22:45 Hora Da Sorte: Sorteio Do Joker 23:00 Ninja Assassino (Filme) Estreia 00:45 Mulheres À Beira De Um Ataque De Nervos (Filme) 03:15 Cinco Sentidos (R/) 04:15 Televendas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal Programa Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Teletexto. Pag. 188 14:15 Vidas Em Jogo 15:15 O Direito De Nascer Teletexto. Pag. 188 16:00 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Direto 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal Teletexto. Pag. 188 21:00 Programa A Designar 21:45 O Elo Mais Fraco 22:30 Prós E Contras 01:00 Euro 2012 - Magazine (Estreia) 01:30 Filme A Designar 03:15 Poder Paralelo Ep.ºs (220) E (221) 04:45 Televendas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal Programa Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Teletexto. Pag. 188 14:15 Vidas Em Jogo 15:15 O Direito De Nascer Teletexto. Pag. 188 16:00 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Direto 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal Teletexto. Pag. 188 21:00 30 Minutos 21:30 O Elo Mais Fraco 22:30 Planeta Gelado 23:30 E Depois Chegou O Amor (Filme) 01:30 Perdidos Ep.ºs (9) E (10) 03:00 Poder Paralelo Ep.ºs (222) E (223) 04:30 Televendas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal Programa Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Teletexto. Pag. 188 14:15 Vidas Em Jogo 15:15 O Direito De Nascer Teletexto. Pag. 188 16:00 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Direto 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal Teletexto. Pag. 188 21:00 Linha Da Frente Teletexto. Pag. 188 21:30 O Elo Mais Fraco 22:30 Memórias Do Portugal Futuro Teletexto. Pag. 188 23:30 Estranha Forma De Vida - Uma História Da Música Popular Portuguesa 00:00 A Porta No Chão (Filme) 02:00 Perdidos Ep.ºs (11) E (12) 03:30 Poder Paralelo Ep.ºs (224) E (225) 04:15 Televendas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal Programa Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Teletexto. Pag. 188 14:15 Vidas Em Jogo 15:15 O Direito De Nascer Teletexto. Pag. 188 16:00 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Direto 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal Teletexto. Pag. 188 21:00 Grande Entrevista 21:30 O Elo Mais Fraco 22:30 Barcelona, Cidade Neutral (Último) 23:30 Testemunhos De Sangue (Filme) 01:30 Perdidos Ep.ºs (13) E (14) 03:00 Poder Paralelo Ep.ºs (226), (227) E (228) 04:30 Televendas 06:05 Nós

R T P 2

07:00 Zig Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Iniciativa (R/) 15:45 Diário Câmara Clara 16:00 National Geographic (R/) Pelicanos: Nómadas Do Deserto 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé Dos Homens 18:30 Dois Homens E Meio 19:00 Consigo Teletexto. Pag. 188 19:30 A Entrevista De Maria Flor Pedroso 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic Encontros Perigosos 22:00 Hoje Teletexto. Pag. 188 22:30 Diário Câmara Clara 22:45 Clínica Privada 23:45 Burma Vj - Reportando De Um País Fechado (Doc) 00:30 Portugueses Pelo Mundo 01:00 Palcos GNR 30 Anos Voos Domésticos 02:30 Consigo (R/) 03:00 A Entrevista De Maria Flor Pedroso (R/) 05:00 Diário Câmara Clara 05:30 Sociedade Civil (R/)

07:00 Fórum África 07:30 África 7 Dias 08:00 Zig Zag 13:00 Em Busca Do Coração Da Harmonia (Filme Animação) 14:00 Parlamento 15:00 Desporto 2 19:00 Couto & Coutadas 19:30 Três Andamentos (R/) 20:00 Family Guy 20:30 A Noite Do Óscar 21:01 Bem-Vindo Ao Mundo Nano (Doc) 22:00 Hoje Teletexto. Pag. 188 22:37 Morrer Como Um Homem (Filme) 00:30 A Canção Da Terra (Filme) 02:30 Desporto 2 (R/) 06:30 A Noite Do Óscar (R/)

07:00 Mar De Letras 07:30 Áfric@Global 08:00 Músicas De África 09:00 Caminhos Copic 09:30 70x7 10:00 Nós 10:45 Zig Zag 13:15 Janela Indiscreta Com Mário Augusto 13:45 A Voz Do Cidadão Teletexto. Pag. 188 14:00 Desporto 2 19:00 A Conversa Dos Outros 19:30 Um Dia No Museu 20:00 Low Cost (R/) 20:30 Os Simpsons 21:00 Over Your Cities Grass Will Grow (Doc) 22:00 Hoje Teletexto. Pag. 188 22:30 Câmara Clara Estreia 00:00 Britcom Rev Gente Famosa 01:00 Onda-Curta Betty Adormecida Chernokids Mari Pepa Matatoro A Pequena Chama Telegraphics 01:40 Desporto 2 (R/) 06:40 Um Dia No Museu (R/)

07:00 Zig Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Biosfera (R/) 16:00 National Geographic Encontros Perigosos (R/) 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé Dos Homens 18:30 Dois Homens E Meio 19:00 Olhar O Mundo 19:30 Eurodeputados 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic Florença: A Cidade Escondida 21:30 A Hora Da Sorte 22:00 Hoje Teletexto. Pag. 188 22:40 Diário Câmara Clara 22:45 Românticos Desesperados 23:45 Dexter 00:30 Portugueses Pelo Mundo 01:15 Escola Das Artes Da Universidade Católica Do Porto - “Não Linear” 01:30 Nós (R/) 02:45 Olhar O Mundo (R/) 03:15 Eurodeputados (R/) 05:15 Diário Câmara Clara (R/) 05:30 Sociedade Civil (R/)

07:00 ZiG Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Consigo (R/) 15:45 Diário Câmara Clara (R/) 16:00 National Geographic Florença: A Cidade Escondida (R/) 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé Dos Homens 18:30 Dois Homens E Meio 19:00 Biosfera 19:45 Nativos Digitais 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic Excêntricos Do Mar 22:00 Hoje Teletexto. Pag. 188 22:37 Diário Câmara Clara 22:45 Anatomia De Grey 23:45 Bairro Alto 00:30 Portugueses Pelo Mundo 01:15 E:2 - Escola Superior De Comunicação Social 02:00 Câmara Clara (R/) 03:00 Biosfera (R/) 03:45 Nativos Digitais 05:15 Diário Câmara Clara (R/) 05:30 Sociedade Civil (R/)

07:00 Zig Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Olhar O Mundo (R/) 15:45 Diário Câmara Clara (R/) 16:00 National Geographic Excêntricos Do Mar (R/) 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé Dos Homens 18:30 Dois Homens E Meio 19:00 Universidade Aberta 19:30 Com Ciência 20:00 Zig Zag 20:30 Hóquei Em Patins Fcporto - Gulpilhares 22:00 Hoje Teletexto. Pag. 188 22:40 Diário Câmara Clara 22:45 Ossos 23:45 Janela Indiscreta Com Mário Augusto 00:30 Portugueses Pelo Mundo 01:30 Esec-Tv 02:00 Universidade Aberta (R/) 02:30 Com Ciência (R/) 03:00 Bairro Alto (R/) 05:15 Diário Câmara Clara (R/) 05:30 Sociedade Civil (R/)

07:00 Zig Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Universidade Aberta (R/) 15:45 Diário Câmara Clara (R/) 16:00 National Geographic Os Caçadores De Minhocas 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé Dos Homens 18:30 Dois Homens E Meio 19:00 A Conversa Dos Outros (R/) 19:30 Capital 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic Gold Runners 22:00 Hoje Teletexto. Pag. 188 22:40 Diário Câmara Clara 22:45 Sem Rasto 23:45 Deus Fartou-Se De Nós (Doc) 00:30 Portugueses Pelo Mundo 01:30 Capital (R/) 02:00 Janela Indiscreta Com Mário Augusto (R/) 05:15 Diário Câmara Clara (R/) 05:30 Sociedade Civil (R/)

S I C

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 08:00 SIC Boutique 09:00 Cartas Da Maya: O Dilema 10:00 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:30 Perfeito Coração 15:30 Boa Tarde 18:30 Morde E Assopra 20:00 Jornal Da Noite 21:30 Gosto Disto 22:30 Rosa Fogo 23:30 Insensato Coração 00:30 CSI Miami 01:30 Mentes Criminosas 02:15 Investigação Criminal

06:00 Etnias 06:45 LOL@SIC 08:15 Disney Kids 10:00 Rebelde Way 12:00 Nosso Mundo 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Alta Definição 14:45 E-Especial 15:30 Investigação Criminal 16:30 Investigação Criminal 17:15 Agente Dupla 18:00 Filme A Designar 20:00 Jornal Da Noite Perdidos E Achados 21:45 Dr. White 23:15 Até À Verdade 00:15 Filme A Designar 02:15 Investigação Criminal

06:45 LOL@SIC 08:15 Disney Kids 10:00 Rebelde Way 11:00 Lua Vermelha 12:00 Vida Selvagem 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Fama Show 14:45 Pan Am 15:45 Filme A Designar 18:00 Filme A Designar 20:00 Jornal Da Noite Grande Reportagem SIC 21:45 Ganha Num Minuto 23:45 Cenas Do Casamento 00:30 Filme A Designar 02:30 Investigação Criminal

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 08:00 SIC Boutique 09:00 Cartas Da Maya: O Dilema 10:00 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:30 Perfeito Coração 15:30 Boa Tarde 18:30 Morde E Assopra 20:00 Jornal Da Noite 21:30 Gosto Disto 22:30 Rosa Fogo 23:30 Insensato Coração 00:30 CSI Miami 01:30 Mentes Criminosas 02:15 O Maias

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 08:00 SIC Boutique 09:00 Cartas Da Maya: O Dilema 10:00 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:30 Perfeito Coração 15:30 Boa Tarde 18:30 Morde E Assopra 20:00 Jornal Da Noite 21:30 Gosto Disto 22:30 Rosa Fogo 23:30 Insensato Coração 00:30 CSI Miami 01:30 Mentes Criminosas 02:15 O Maias

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 08:00 SIC Boutique 09:00 Cartas Da Maya: O Dilema 10:00 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:30 Perfeito Coração 15:30 Boa Tarde 18:30 Morde E Assopra 20:00 Jornal Da Noite 21:30 Gosto Disto 22:30 Rosa Fogo 23:30 Insensato Coração 00:30 CSI Miami 01:30 EPT European Poker Tour 02:15 O Maias

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 08:00 SIC Boutique 09:00 Cartas Da Maya: O Dilema 10:00 Querida Júlia 13:00 Primeiro Jornal 14:30 Perfeito Coração 15:30 Boa Tarde 18:30 Morde E Assopra 20:00 Jornal Da Noite 21:30 Gosto Disto 22:30 Rosa Fogo 23:30 Insensato Coração 00:30 CSI Miami 01:30 Cartaz Cultural 02:15 O Maias

T V I

06:30 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:15 Ilha Dos Amores 15:15 A Tarde É Sua 17:30 Dá Cá Mais 5 18:30 Morangos Com Açúcar 19:00 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal das 8 21:15 Euromilhões 21:30 Doce Tentação 22:45 Remédio Santo 00:00 Anjo Meu 01:00 Depois Da Vida 02:00 North American Poker Tour 03:00 O Génio De Ted 03:30 Jardins Proibidos 04:30 Batanetes 04:45 Televendas 06:15 Batanetes

06:30 Animação 09:30 Hannah Montana 10:15 Inspector Max 13:00 Jornal Da Uma 14:00 Filme A Designar 15:30 O Santo (Filme) 16:00 Os Anjos Devem Estar Loucos (Filme) 17:45 Ao Ritmo Do Hip Hop (Filme) 20:00 Jornal Das 8 21:30 Doce Tentação 22:45 Remédio Santo 00:30 American Pie: A Corrida De Nudistas (Filme) 02:15 Aventura Num Natal (Filme) 03:45 Jardins Proibidos 04:45 Televendas 06:15 Batanetes

06:30 Animação 09:30 Inspector Max 11:00 Missa (Fátima) 12:30 Oitavo Dia 13:00 Jornal da Uma 14:00 Hawai: Força Especial 15:00 Terra Nova 16:00 Modelos Nada Corretos 18:00 Primeira Liga: F.C. Porto X Guimarães 20:15 Jornal das 8 21:45 Remédio Santo 23:00 Anjo Meu 00:45 Mais Futebol: Jornada, Casos, Fórum 02:15 O Génio De Ted II 02:45 Jardins Proibidos 04:30 Televendas 06:00 Todos Iguais

06:30 Diário da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:15 Ilha Dos Amores 15:00 A Tarde É Sua 17:30 Dá Cá Mais 5 18:30 Morangos Com Açúcar 19:00 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal das 8 21:30 Doce Tentação 22:30 Remédio Santo 23:30 Anjo Meu 00:30 O Rosto Da Mentira III 01:30 O Rosto Da Mentira 02:15 Jardins Proibidos 05:00 Televendas

06:30 Diário da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:15 Ilha Dos Amores 15:00 A Tarde É Sua 17:30 Dá Cá Mais 5 18:30 Morangos Com Açúcar 19:00 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal das 8 21:15 Euromilhões 21:30 Doce Tentação 22:30 Remédio Santo 23:30 Anjo Meu 00:30 Lei E Ordem: Intenções Criminosas 01:30 Castle II 02:15 Jardins Proibidos 05:00 Televendas

06:30 Diário da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:15 Ilha Dos Amores 15:00 A Tarde É Sua 17:30 Dá Cá Mais 5 18:30 Morangos Com Açúcar 19:00 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal das 8 21:30 Doce Tentação 22:30 Remédio Santo 23:30 Anjo Meu 00:30 Lei E Ordem: Intenções Criminosas 01:30 Castle II 02:15 Jardins Proibidos 05:00 Televendas

06:30 Diário da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:15 Ilha Dos Amores 15:00 A Tarde É Sua 17:30 Dá Cá Mais 5 18:30 Morangos Com Açúcar 19:00 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal das 8 21:30 Doce Tentação 22:30 Remédio Santo 23:30 Anjo Meu 00:15 Lei E Ordem: Intenções Criminosas 01:15 Castle II 02:00 Cartaz Das Artes 02:15 Jardins Proibidos 05:00 Televendas

20 janeiro, 2012 — Região de Leiria

63


s Bilhete a o ar grátis pulo de c espetá ilherme Gu Teresa Leiria em ar em

o ganh Veja com odeleiria.pt gia www.re

Francisco Figueiredo francisco.figueiredo@vodafone.pt

20.01.2012 Estrelas da semana

Há uma região que nos une Tiago Seco

HHHHH Celeste Soares, empresária. É um dos rostos do projeto Dona Horta, um grupo de agricultores de Alcobaça que está a fintar as grandes superfícies e a levar a produção local diretamente aos consumidores. (P.23)

Está-se bem no reino da Dinamarca, mas a comida... Manuel Leiria Porque a vida são dois dias e Tiago Seco não queria desperdiçar oito horas de um deles a fazer algo que não o satisfizesse, há quase dois anos fez as malas, despediu-se de Leiria e foi procurar o trabalho que desejava. Tiago encontrou emprego no reino da Dinamarca e atualmente vive na zona sul da capital, Copenhaga. Não que em Portugal falte que fazer no campo da segurança informática - pelo contrário -, mas, então, não encontrou oferta na sua área e partiu para o norte da Europa, onde descobriu um país que se revela surpreendente - sobretudo pelos dinamarqueses. “Uma das melhores coisas que descobri na Dinamarca foram, de facto, as pessoas”. Em Portugal cresceu a ouvir falar na “frieza” dos povos do norte europeu. Mas o que encontrou foi bem diferente: “Falo apenas pela Dinamarca, mas no meu dia a dia nunca experienciei isto, muito pelo contrário”. A maneira de ser dinamarquesa conquistou-o, sobretudo porque as pessoas são “bastante ami-

gáveis e prestáveis” e, também, muito diretas. “Fico com a ideia de que todas as relações interpessoais acabam por ser muito mais ‘horizontais’ que em Portugal - ambiente de trabalho incluído”. Esse contexto influencia, naturalmente, o quotidiano de Tiago Seco. “As pessoas acabam por ser muito mais relaxadas” e isso nota-se no ritmo da cidade, “muito pacata, tendo em conta que estamos a falar de uma capital”. Mais difícil é a adaptação à dieta dinamarquesa. “Sem dúvida nenhuma que aquilo de que sinto mais falta é da comida portuguesa”. Família e amigos fazem falta, mas é o estômago e a saciedade de Tiago que mais se ressentem. “Quanto à comida dinamarquesa, bom... Este país tem muita coisa boa, mas a comida definitivamente não é uma delas”. O plano inicial era ficar cinco anos no país. Mas “depois Portugal abriu falência”. “Ainda tenho três anos e pouco para ver o que acontece. Pode ser que o plano inicial se cumpra, pode ser que mude”. manuel.leiria@regiaodeleiria.pt

HHHHH João Paulo Lopes, mentor do portal Portugal Saúde. Criou, com Daniel Marques, um site que agrega informação útil sobre especialistas e serviços em todas as áreas da saúde. A partir de Pombal. (P.46)

HHHHH Gonçalo Lopes, vereador da Câmara de Leiria. Na polémica da parede de escalada a Câmara falhou a promessa de a reparar em 2011 e não sabe, sequer, quanto custou. (P.18) Fonte: www.meteo.pt

Tempo

sexta-feira

sábado

domingo

segunda-feira

terça-feira

quarta-feira

quinta-feira

Máxima 18º Mínima 2º

Máxima 16º Mínima 4º

Máxima14º Mínima 6º

Máxima 13º Mínima 5º

Máxima 13º Mínima 4º

Máxima 13º Mínima 7º

Máxima 10º Mínima 5º

Da Margem do Lis Concentradíssimos á muito, muito tempo, era a abertura da Base Aérea de Monte Real ao tráfego civil. Não foi… porque não. Há muito tempo, era o novo aeroporto de Lisboa na Ota. Não foi porque a localização era má (e não temos dinheiro nem para ali nem para outro sítio). Há algum tempo, era o TGV com estação em Leiria (e o “Arco do Oeste”, lembramse?). Também não foi porque não temos dinheiro. Há mais tempo ainda (muito mais tempo!) era a Linha do Oeste com comboios. Também não é porque não temos horários (nem comboios…). Tudo isto nos foi sucessivamente prometido, garantido, projetado, anunciado, reprometido, regarantido, reprojetado, reanunciado, a um ritmo mais ou menos quadrienal. A par (e antes, e depois e em vez de…) de tudo isto, que em conjunto ou separadamente muito contribuiria para o desenvolvimento e a projeção da região, fomos paulatinamente perdendo os (poucos) centros de (alguma) decisão que mantínhamos. Enquanto o discurso oficial elogiava e propagandeava a desconcentração, a descentralização e a proximidade, enquanto nos enchiam os ouvidos com (sucessivos) projetos de regionalização, os tais centros de decisão iam migrando para outras paragens. Que promoção Agora chegou a coerente pode vez do Turismo. Ao que se sabe (e ser feita de uma sabe-se ainda pouregião (...) com co), não só o Polo realidades tão de Leiria-Fátima será extinto, como o diversas? O que é concelho de Ourém “isso” de Centro? (e portanto Fátima) pode ser separado da restante região. Falhada a tentativa em 2008, concretiza-se agora... Em qualquer caso, com Ourém ou sem Ourém, o futuro afigura-se cheio de nuvens, como destacaram já alguns autarcas. Que promoção coerente pode ser feita de uma região que se estende (quase) entre as margens do Douro e do Tejo, entre o Atlântico e Espanha, com realidades tão diversas quanto as suas componentes territoriais? O que é “isso” de Centro? Pois é. Estamos (finalmente) concentradíssimos.

H


Região de Leiria 20 janeiro 2012