Page 1

EXEMPLAR

HAUER BOQUEIRÃO ALTO BOQUEIRÃO XAXIM UBERABA GUABIROTUBA

Foto: Divulgação

A crítica social do Circo Urbano

Foto: Ricardo Dias

GRÁTIS

2ª quinzena de agosto de 2015

CIRCULAÇÃO

Ano 9 – Edição Nº 151

®

EDIÇÃO QUINZENAL

Espetáculo em cartaz no Villa Hauer Cultural mistura teatro, dança e circo para replicar o cotidiano das pessoas no meio urbano

Pág. 05

Foto: Assessoria CMC

Tradição em comércio têxtil

Projeto de Lei pretende transformar a Rua Bley Zornig em Pólo Têxtil de Curitiba

Pág. 15

Foto: Divulgação

Eleições

Em outubro população vai às urnas para escolher os conselheiros tutelares de Curitiba

Pág. 26

Mais de R$ 1,3 trilhão em tributos Mesmo valor foi arrecado com 16 dias de antecedência em relação ao ano passado. Para se ter ideia, com o dinheiro seria possível construir 14.238.363 km de redes de esgoto. Pág. 17


2

Edição quinzenal

EDITORIAL

A Câmara e o avalista de Tancredo Em 20 de maio de 2015, a “Folha de S.Paulo” publicava no “Contratempo”, por título “O avalista de Tancredo”, o testemunho de um tempo parlamentar. Transcrevo: “O ex-deputado Genival Tourinho, que exerceu mandatos entre 1975 e 1983 pelo MDB mineiro, decidiu escrever um livro comparando o estilo de vida dos parlamentares de sua geração com os dos atuais. - Quanto mais recordo mais fico indignado! Ele conta que, no meio do mês, perto do dia 15, era comum que os colegas da Câmara formassem filas em uma agência da Caixa Econômica Federal para pegar um empréstimo para segurar o resto do período. - Nesses casos, nós trocávamos avais de operações. Eu cansei de pedir ao colega Tancredo Neves que fosse meu avalista. E eu o avalizava quando ele precisava!” Advogado e excelente parlamentar Genival Tourinho, no livro que escreve na sua querida Belo Horizonte, demonstrará que a Câmara nunca foi, ao longo da sua história, um clube de privilégios e mordomias. Quando era no Rio de Janeiro, os deputados não tinham gabinetes privativos, o mesmo ocorrendo nos primeiros anos em Brasília. Além do subsídio mensal, existia a verba de transporte, representada por 4 passagens aéreas de Brasília até a capital do estado que re-

presentava. Tinha direito de contratar 3 funcionários. Igualmente ao apartamento funcional para residência. Tudo isso mudou a partir de 1991, quando a mesa da Câmara promoveu “reforma administrativa” alargando benefícios que se estendem até hoje. Penduricalhos foram introduzidos com verbas variadas e podendo contratar até 27 funcionários. O estilo da representação mudou e não foi para melhor. O legislativo coleciona “déficit” de credibilidade. Não por acaso alguns dos parlamentares que introduziram o “reformismo” eram egressos da Comissão de Orçamento. Recordo que aprovada a Constituição, certo dia o presidente da Câmara, o saudoso Ulysses Guimarães deu-me uma missão: integrar a Comissão de Orçamento. Ex-presidente da Comissão de Economia da Câmara e um dos vice-presidentes, ao lado de Jarbas Vasconcellos e José Fogaça, da executiva nacional do PMDB, atendi a convocação. Sábio e experiente, Ulysses Guimarães desconfiava do que acontecia na Comissão. Nela fiquei por 15 dias, renunciando em seguida e relatando ao presidente da Câmara o que lá ocorria: um grupo de parlamentares eram fiéis subordinados aos interesses das grandes empreiteiras nacionais. Dois anos depois, (já não era deputado) o escândalo dos “Anões do Orçamento” chocou o Brasil levando a cassação do mandato

de alguns dos seus membros. Um deles justificou com cinismo que o seu enorme patrimônio originara-se de ter dezenas de vezes ganho na loteria esportiva. Hoje a “Operação Lava Jato”, com competência elenca relação de homens públicos, investidos de mandato, operando como despachante de grandes empreiteiras e auferindo vantagens na escala de milhões. Os parlamentares sérios e vocacionados a servir (e não servir-se) pagam um preço elevado e injusto quando vê a credibilidade da representação popular ser atropelada pelos espertos que compram o mandato e usam a imunidade parlamentar para incorporar patrimônio ilícito. Nos próximos meses, o Supremo Tribunal Federal, através o ministro Teori Zavascki, relator do processo que envolve os políticos envolvidos na “Lava Jato”, poderá escrever e definir um novo tempo na vida política brasileira, banindo da vida pública os “sepulcros caiados.” A rigor, a indignação em nome da sua geração externada pelo antigo colega de parlamento e estimado amigo Genival Tourinho, invade hoje a alma de todos os brasileiros éticos e decentes. Não é mais aceitável conviver com a filosofia do “é dando que se recebe”. Mandato é dicionarizado: “Poderes políticos outorgados pelo povo a um cidadão por meio do voto.” Quem faz uso dessa outorga para levar vantagens pessoais,

acumulando privilégios e mercadejando a consciência, é um energúmeno de fácil tradução: um malandro da pior espécie. Os fatos elencados justificam o desencanto e afastamento da vida pública de figuras vocacionadas a servir ao Estado e ao País. Infelizmente, sem profunda reforma política e institucional, será impossível mudar essa realidade. A crise de representatividade é real. Foto: Ângelo Rigon

*Hélio Duque é doutor em Ciências, área econômica, pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Foi Deputado Federal (1978-1991). É autor de vários livros sobre a economia brasileira.

Diretor geral e redator chefe: Ricardo A. Dias (DRT-PR 5504) | Departamento financeiro: Thays de Freitas Dias Comercial: Leticia Richter | Marketing: Thaline Bastos | Reportagem: Raphaella Caçapava Diagramação: Rodrigo A. Romani (DRT-PR 7756) | Assessoria jurídica: Ricardo Vinhas Villanueva | Logística: Rapidex Entregas Rápidas Av. Marechal Floriano Peixoto, 5261 – Sala 2 – Hauer – CEP 80.010-130 – Curitiba PR Fone: 41 3039.2986 | pauta@jornaldocomerciohauer.com.br | www.jornaldocomerciohauer.com.br

Por Hélio Duque*

9

ANOS

As matérias assinadas não expressam, necessariamente, a opinião deste jornal. Proibida a reprodução total ou parcial de textos ou imagens, produzidas por esta editora, sem autorização prévia e citação completa da fonte, sob pena de sanções legais.


Edição quinzenal

EU ANUNCIO! Aqui, você encontra a opinião do empresariado local sobre as vantagens de anunciar no Jornal do Comércio Hauer.

A minha escolha em anunciar meus empreendimentos no Jornal do Comércio Hauer se deve primeiro pela transparência dos diretores e pelo potencial do JCH. Depois os resultados são excelentes, nós realmente conseguimos aproximar nossas marcas dos nossos clientes.

OPINIÃO

OBSERVATÓRIO DA MANCHETE Espaço dedicado exclusivamente a notícias positivistas. Reflexões e alfinetadas sobre manchetes que foram destaque na imprensa.

:: Por Ricardo Dias ricardodias@jornaldocomerciohauer.com.br

:: Supermercados são o maior perigo para compras compulsivas (www.bemparana.com.br) “Com certeza a manchete vem de encontro com a realidade. Principalmente quando se esta com fome. No meu caso, minha compulsividade por doces é a questão. Sempre sou atraído e acabo caindo na tentação e compro aquelas coisinhas gostosas, chocolates e guloseimas que são propositalmente posicionadas nos corredores dos caixas. Mérito de quem pensou estrategicamente na posição dos itens ou culpa daqueles que, assim como eu, não resistem a um docinho, salgadinho ou até mesmo a promoções de pague 2 e leve 3.”

:: Pequenos, mas independentes (www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania) “Sim, acho que as crianças com liberdade de escolha tendem a ser mais independentes e seguras. É claro que tudo isso deve ter critérios, precisamos estimular as crianças, isso traz confiança e sensação de responsabilidade. Deixar que preparem o pão ou então esquentar o leite no café da manhã são tarefas cotidianas que serve como estímulo e dão segurança para futuras atividades com maior grau de importância. Importante frisar que tarefas que oferecem perigo não aumenta a concentração, pelo contrário isso apenas aumenta o nível de estresse na “piazada”. Nas escolas professores e pedagogos são agentes fundamentais neste processo de liberdade e responsabilidade que que envolve a vida de alunos mais independentes. Atividades em grupo e mais confiança no “taco” dos pequenos, tanto na escola quanto em casa, são fatores cruciais para o grito de independência infantil.”

Norberto Lorenzi (Beto)

Proprietário dos Restaurantes Braseiro e Braseirinho

Já conhece a nossa fanpage?

Acesse e conheça nosso conteúdo virtual: facebook.com/jornaldocomerciohauer

3

:: Dia da Nacional da Kombi reúne 150 veículos em Curitiba (Gazeta do Povo) “É incrível a popularidade da Kombi, prova disso foi o encontro que aconteceu neste final, antecipando as comemorações pelo Dia Nacional da Kombi, comemorado em 02 de setembro. O evento contou 150 automóveis, algumas delas vieram de outros estados. No total, passaram 187 Kombis pelo evento e mais de 900 pessoas. De acordo com os organizadores a cada ano o encontro reúne mais amantes do veículo. A Kombi foi fabricada ininterruptamente no Brasil de meados de 1956 até 18 de dezembro de 2013, quando por força de um decreto, os carros a partir de 2014, deveriam ser dotados de freio tipo ABS e possuir air-bag frontal duplo (para o condutor e passageiro do banco dianteiro). É considerada a precursora das vans de passageiros e carga. Saudosa Kombi, todos tem uma história envolvendo este clássico veículo”.


4

Edição quinzenal

BAIRRO

Padre Moreira recebe Título de Cidadão Honorário de Curitiba Através de uma proposição do vereador Geovane Fernandes o padre recebeu homenagem na Câmara Municipal de Curitiba Foto: Divulgação

Por Camila Moreira | jornalista

No último dia 19 o padre Dirley Veloso Moreira recebeu o Título de Cidadão Honorário de Curitiba, proposto pelo vereador Geovane Fernandes, o qual foi aprovado em plenário, por unanimidade, em fevereiro de 2015. A honraria foi entregue durante sessão solene no plenário da Câmara Municipal de Curitiba e contou com a presença do prefeito Gustavo Fruet; do Comandante do 5º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado do Exército Brasileiro, Coronel Moisés da Paixão Junior; Paula Tavares, representando o deputado estadual Ney Leprevost; a diretora do Centro de Educação Infantil Professora Tereza Matsumoto, Alice Korelo e demais autoridades. O vereador Geovane proferiu a leitura da biografia do Padre Moreira, como é conhecido, destacou sua atuação na igreja católica de Curitiba, na coordenação do Clero

Diocesano, na direção espiritual no Seminário São João Maria Vianney e no conselho econômico

da Mitra. Além disso, também ressaltou seu trabalho na apresentação do programa “Crescendo na

Fé”, transmitido às terças-feiras pela rádio Evangelizar. “Reformou todas as quatro capelas da paróquia, deixando-as com a dignidade de receber seus fiéis. Seu grande desafio de amor é fazer da Paróquia São Francisco de Assis um Santuário em Curitiba”, desta maneira o vereador destacou o trabalho do Padre Moreira na comunidade de São Francisco de Assis. Padre Moreira proferiu seu discurso em agradecimento ao título que lhe fora concedido, destacou os papeis da igreja e do poder público em trabalhar pelo bem-estar social. “Ser padre é viver a vocação do amor, amar a todos como Jesus amou. O poder público deve ter compromisso com o reino, como a igreja tem, oferecer saúde, educação, segurança ao cidadão é um dever do Estado”, ressaltou padre Moreira. Logo após, Padre Moreira recebeu o carinho dos amigos e dos paroquianos presentes, os quais chamou de segunda família, a qual Deus lhe concedeu.


Edição quinzenal

BAIRRO

5

Circo urbano: uma crítica à correria das grandes cidades Foto: Elenize Dezgeniski

Villa Hauer Cultural recebe o espetáculo que mistura teatro, dança e circo para replicar o cotidiano das pessoas no meio urbano O espetáculo Circo Urbano traz um recorte do dia a dia numa grande cidade. Do amanhecer ao anoitecer, a montagem traz intervenções das mais simples como parar num semáforo, as mais tumultuadas. Aos poucos o retrato do contexto urbano é montado, os encontros, os centros movimentados, o dia e a rua, as pressões do trabalho, a exaustão, o tédio, o transporte e o descanso. A peça está em cartaz até o dia 20 de setembro, no Villa Hauer Cultural. “Nossa proposta é fazer uma crítica social a convivência nas metrópoles. As pessoas estão tão atarefadas que não param para refletir. Falta tempo para o olhar humano. A ideia é que as pessoas passem a perceber isso e desfrutem mais do dia a dia, tenham mais respeito, e

mais paciência”, conta Luthy Milano, integrante do elenco. Dos transeuntes na rua às pessoas com dificuldades, o espetáculo vai retratar os diferentes tipos de pessoas que se encontram nas ruas das cidades e como elas interagem. E tudo isso sem utilizar uma única palavra. Para contar essa história à ferramenta são os corpos dos artistas, suas ferramentas, jogos de luzes e a coreografia construída para fazer o espectador embarcar nesse contexto. Habilidades circenses foram introduzidas como tecido acrobático, slackline (corda bamba) artística, a lira acrobática, o trapézio, mastro chinês, acrobacia de solo e palhaço. “Foi uma criação coletiva para unirmos todas essas técnicas numa história poética e crítica”, explica Luthy.

Circo Urbano – De 22 de agosto a 20 de setembro. De terça a sexta-feira – às 15h | exclusivo para escolas municipais. Gratuito. Sábados e domingos – às 17h | aberto ao público. R$ 20,00 inteira | R$ 10,00 meia entrada. Duração: 50 min. Classificação livre.

Local: Vila Hauer Cultural End.: Rua Bom Jesus de Iguape, 2121 Fones: (41) 9119-3390 / 9876-3596 Página: circourban.blogspot.com.br Facebook: facebook.com/Circourban


6

Edição quinzenal

EDUCAÇÃO

Enem, um passaporte para ingressar na faculdade Conseguir uma boa nota no exame pode garantir ao candidato bolsas de até 100% nos cursos superiores Há poucos meses para a conclusão de mais um ano letivo, os jovens estudantes do ensino médio estão ansiosos para dar o pontapé inicial à nova fase de sua vida, a tão sonhada graduação. Mas antes de conquistar uma vaga na faculdade é preciso comprometimento e muita disciplina para se preparar para uma etapa importantíssima, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é o que afirma Hamilton Bertassoni, coordenador pedagógico do Ensino Médio do Colégio Erasto Gaertner. “Dependendo da nota alcançada no exame, o estudante pode garantir uma vaga nas milhares de instituições públicas e privadas de ensino superior do país, que aderiram ao programa federal”, explica Bertassoni. O Enem foi criado em 1998 para verificar a qualidade geral do ensino médio, mas com o passar dos tem-

Intercâmbio estudantil A importância do Enem não se encerra com o ingresso no bacharelado. O exame é etapa obrigatória para os universitários que desejam fazer graduação e pósgraduação no exterior por meio do programa federal Ciências sem Fronteiras. Além do domínio de língua estrangeira, os candidatos são avaliados no processo seletivo de acordo com o desempenho acadêmico. Os estudantes que obtiveram nota superior a 600 pontos no Enem têm preferência ao intercâmbio. No site do programa – www.cienciasemfronteiras.gov.br – os interessados podem conferir os países que têm recebido estudantes brasileiros e os cursos ofertados. A Universidade de Coimbra, em Portugal, também passou a aceitar as notas do Enem – obtidas entre 2011 e 2013 – em seu processo seletivo. A nota do exame dispensa os candidatos das provas oficiais portuguesas.

Foto: Divulgação

Ir bem no Enem pode garantir acesso mais rápido e fácil para a sonhada graduação.

pos, se tornou um passaporte para o ensino superior já que a nota obtida no exame pode ser utilizada de diversas maneiras: para o Programa Universidade para Todos (Prouni) e Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para o acesso direto à universidade – sem a necessidade de fazer a prova de vestibular –, ou para complementar a pontuação do vestibular, para a solicitação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Desde que foi criado, o número de inscritos no exame cresceu 400%, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC). Em 1998, foram quase 158 mil inscritos. Já em 2014, o número ultrapassou os 8,7 milhões. Como utilizar o Enem para conseguir uma vaga na faculdade? Por meio do Prouni, o estudante pode ganhar bolsas de estudo, parciais e integrais, em faculdades privadas. O processo é gratuito e basta o candidato utilizar sua nota do Enem para saber se será contemplado com bolsa de 50% ou 100%. O estudante que quer ter

mais chances de conseguir uma vaga precisa ter feito o exame no ano anterior e ter obtido pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação. Quanto maior a nota, maiores as chances de se conseguir uma bolsa do Prouni. As inscrições para o programa acontecem duas vezes por ano, no primeiro e segundo semestre, e podem ser feitas no site www.prouniremanescentes.mec. gov.br. O Prouni prioriza estudantes com renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos. Já o Sistema de Seleção Unificada, criado em 2009 com intuito de democratizar as oportunidades de concorrência às vagas federais de ensino superior, oferece vagas exclusivas para universidades públicas e não há limites de renda para participar. Diferentemente do Prouni, o Sisu não exige nota mínima nas provas do Enem. Basta ter realizado o exame no ano anterior e não ter zerado na redação. As inscrições para o sistema de seleção também não são cobradas e acontecem no primeiro e segundo semestre do ano. Podem ser feitas no site www.sisu.mec.gov.br. Caso o estudante não opte pelo Prouni ou Sisu, é possível usar a nota do Enem para ingressar ime-

diatamente em instituições privadas de todo o Brasil. Normalmente, se consegue uma vaga tendo feito o exame a partir de 2010 – período em que o formato do Enem foi modificado. No entanto, é importante se atentar às regras, que variam entre as universidades. Algumas exigem notas mínimas nas questões objetivas e redação, outras basta não ter zerado em nenhuma das provas. Uma outra forma para ingressar no ensino superior com a nota do Enem, é utilizá-la como complemento à pontuação do vestibular. Algumas universidades públicas aceitam essa alternativa, mas também é importante o estudante se informar com instituição que deseja ingressar para entender o processo seletivo. Outra possibilidade é solicitar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). É obrigatório, desde 2011, ter feito o Enem para firmar contratos pelo Fies e não há restrições relativas à média do candidato obtida no exame. O estudante pode ter mais informações sobre o financiamento no site www.fiesselecao.mec.gov.br. Além disso, o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica também é uma oportunidade para quem deseja fazer cursos técnicos oferecidos em instituições públicas e privadas.

Certificação do ensino médio Pessoas maiores de 18 anos, que não concluíram o ensino médio, podem conseguir a certificação por meio do Enem. Para a emissão do diploma, a pontuação mínima é de 450 pontos em cada uma das áreas do conhecimento e 500 pontos na redação. Para entender melhor como funciona o processo de certificação, acesse www.portal.inep. gov.br/web/enem/certificacao


Edição quinzenal

C O L É G I O

ERASTO GAERTNER

PARABÉNS ALUNOS E ALUNAS!

COLÉGIO ERASTO GAERTNER

É HEXA MELHOR NOTA DO ENEM NA REGIÃO

MAIS UMA VEZ

O ERASTO PROVANDO QUE É O

MELHOR COLÉGIO DA REGIÃO!

7


Edição quinzenal

EDUCAÇÃO

9

A hora certa para fazer um MBA Escolher uma pós-graduação neste formato pode ajudar a consolidar a carreira profissional Que a concorrência por uma vaga de emprego está cada vez maior e o mercado cada vez mais exigente, nós já sabemos. Mas quais são os diferenciais que tornam os concorrentes mais eficazes e destacados no processo de seleção? Para essas perguntas, existe uma série de respostas como área de atua-

ção, formação e ambições pessoais. Agora, se a sua área for de administração ou se você quiser ocupar posições de gestão, um MBA é um dos diferenciais que podem consolidar sua carreira. Foi o caso de Joaquim Pacheco Santos – que hoje atua como Development Team Leader (líder de equi-

Mas, o que é MBA?

Como fazer?

Do inglês, a sigla MBA significa Master in Business Administration, é um curso em nível de pós-graduação, geralmente para a área de administração. Apesar do nome “master”, ele não é um mestrado, mesmo contendo algumas de suas características. O MBA também é visto como uma possibilidade de troca de rede de contatos, isso acontece porque, muitas vezes, o aluno que quer cursar um MBA já é um profissional com posição consolidada no mercado de trabalho, com bom histórico de graduação e boa experiência, mesmo porque a análise de currículos é um critério de seleção usado pelas instituições. Apesar de geralmente voltado para área de negócios e finanças, existem cursos de MBA para áreas como comunicação e saúde, mas em oferta menor no mercado.

O primeiro passo é escolher uma instituição e pesquisar sobre seus processos seletivos. Fique atento as datas e as exigências de ingresso que varia de uma instituição para outra. As aulas acontecem, geralmente, duas vezes por semana. Em geral, os cursos MBA são pagos, tanto em instituições particulares quanto em públicas. A cobrança em universidades federais e estaduais ocorre porque esse tipo de curso é considerado “não regular” como pós-graduação ou doutorado. “Não regular” quer dizer que o curso possui características distintas daquelas de ensino, pesquisa e extensão voltadas à formação de cientistas, comuns a cursos universitários “regulares”.

pe de desenvolvimento) no HSBC Bank Brasil – e cursou o MBA Executivo em Gestão de Projetos (Embap) em dezembro de 2013, na ESIC Business & Marketing School – instituição presente em vários países, como Brasil, Europa, EUA, Canadá, Índia e outros e que foi eleita a 12ª melhor escola de negócios do mundo pela Revista América Economia. “O curso me preparou para os desafios profissionais, não apenas na área de Gerenciamento de Projetos, que era meu objetivo ao ingressar no curso, mas me proporcionou aprendizado, que me levou a conquistar o cargo de coordenador de equipe de uma das áreas de Tec-

nologia da Informação e responsável por manter sistemas críticos da instituição. Agora estou mais preparado para planejamento de carreira e crescimento profissional”, comentou. Para Joaquim saber escolher a instituição de ensino faz toda diferença no resultado final. “Antes de ingressar na Esic, realizei uma pesquisa de mercado e constatei que a instituição possuía a melhor estrutura, um excelente corpo docente e oferece muitas oportunidades de experiências internacionais. A instituição está muito bem preparada para atender pessoas com deficiência física e outras diferenças”, acrescentou.

“Fazer um MBA me proporcionou aprendizado e me ajudou a conquistar o cargo de coordenador de equipe de uma das áreas de Tecnologia da Informação e responsável por manter sistemas críticos da instituição. Escolher uma boa instituição de ensino foi decisivo para fechar com sucesso essa jornada.” Joaquim Pacheco Santos


10

Edição quinzenal

GERAL

JBA Imóveis participa da feira da Ademi De 26 e 30 de agosto, imobiliária irá ofertar mais de dois mil imóveis A JBA Imóveis estará presente na feira imobiliária da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário no Estado do Paraná (Ademi-PR) 2015, que ocorrerá entre os dias 26 e 30 de agosto no Expo Renault Barigui, em Curitiba. Nesta edição, a JBA irá ofertar 2.370 imóveis, sendo 2.031 novos e 339 usados. Dentre as unidades oferecidas no estande da JBA, o visitante encontrará desde os produtos do programa Minha Casa, Minha Vida até as construções de alto padrão. Além de apartamentos, casas e terrenos, o cliente poderá conhecer também sobre as ofertas de sobrados em condomínios fechados que oferecem salão de festas, espaço fitness e sala de jogos com o valor médio de R$ 270 mil. O diretor-geral da JBA, Ilso Gonçalves, afirma que os clientes que visitarem a feira terão facilidades no ato da compra porque poderão tirar dúvidas, fazer negociações na hora e aproveitar as diversas promoções da imobiliária. “Estamos contando com 80 construtores parceiros que estão fazendo grandes descontos”, diz. Gonçalves reafirma ainda que diante das dificuldades de restrição do crédito no mercado, várias construtoras vinculadas à JBA estão fazendo o parcelamento direto em até 60 vezes e oferecendo grandes oportunidades aos futuros moradores. “Hoje, o comprador procura por imóveis na faixa de R$ 300 mil, com baixa taxa de condomínio e cus-

A JBA Imóveis Com 22 anos no ramo imobiliário de Curitiba e região, a JBA conta atualmente com quatro sedes físicas mais a loja online, e, além de vendas, a imobiliária presta assessoria aos construtores desde o projeto ao acabamento. “O cliente que compra nossos imóveis, adquire produtos de segurança e qualidade”, conclui Gonçalves. A feira A Feira de Imóveis da Ademi está em sua 24ª edição, e neste ano, a expectativa é de que 20 mil pessoas passem pelo local durante os cinco dias do evento. Os visitantes encontrarão algumas atrações culturais como espaço para crianças, Food Trucks e palestras com dicas de negócios e decoração.

to de vida. No evento, por meio do contato direto, podemos fidelizar o cliente após a feira”, aponta. A imobiliária contará com 50 corretores de plantão altamente preparados se revezando entre os dias da mostra. O cliente que visitar o estande da JBA, poderá obter informações para uma decisão mais rápida e também adquirir um brinde exclusivo.

Serviço Feira de Imóveis da Ademi/PR 2015 Datas e horários: 26 a 28/8 (das 16 às 22 horas); 29/8 (das 10h às 22h) e 30/8 (das 10h às 17h). Local: Expo Renault Barigui – Parque Barigui (Rodovia do Café – km zero – BR 277). Informações: www.ademipr.com.br/feira2015 Entrada gratuita. Texto por Robson Leandro


Edição quinzenal

11


12

Edição quinzenal

POLÍTICA

Proposta proíbe publicidade em escolas de educação básica Foto: Divulgação

Projeto de lei, se aprovado, pretende proteger as crianças do consumismo exagerado incentivado pelas campanhas publicitárias

Disposto a combater os abusos no campo da propaganda dirigida aos menores, o deputado federal Luciano Ducci (PSB) apresentou o projeto de lei para proibir a qualquer estabelecimento de ensino da educação básica, público ou privado, veicular publicidade para a divulgação de produtos, serviços, marcas ou empresas, independentemente do suporte, mídia ou do meio utilizado. Esta proposta altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

Para Ducci é preciso preservar as crianças da cultura do consumismo exagerado pregado pelas campanhas publicitárias.

O parlamentar destaca que, apesar de o país hoje possuir legislação mais protetiva, as crianças e ado-

lescentes continuam como alvo preferencial das campanhas publicitárias. “Em 2013, o Conar, Conselho

Nacional de Autorregulamentação Publicitária, deu passo importante ao proibir o merchandising em programas infantis” ressaltou o deputado. “A propaganda também não pode difundir o medo nas crianças, expô-la a situações perigosas ou simular constrangimento por não poder consumir o produto ou serviço anunciado.” Para o deputado, é preciso por a salvo o ambiente escolar, cuja missão é viabilizar o pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o mercado de trabalho. “A presente proposta visa resguardar nossos educandos do consumismo exagerado incentivado pelas campanhas publicitárias, a fim de garantir uma educação realmente emancipadora, e não alienante, das nossas crianças e adolescentes da educação básica”, completou Ducci.


Edição quinzenal

EMPREGOS

13

Paraná tem o terceiro maior salário médio do país Atrás de São Paulo e Distrito Federal, paranaenses em média R$ 2.061 Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua trimestral, apontou que o Paraná tem o terceiro maior salário médio do país. No segundo trimestre de 2015, os trabalhadores paranaenses receberam, em média, R$ 2.061. O valor ficou atrás apenas do que foi pago em São Paulo (R$ 2.494) e Distrito Federal (R$ 3.555). De acordo com o IBGE, o paranaense recebe 9,5% a mais do que a média nacional, que é R$ 1.882. O levantamento da PNAD Contínua

considera o rendimento médio real (já descontada a inflação) dos trabalhadores ocupados com mais de 14 anos. Em relação ao primeiro trimestre do ano, o salário médio no Paraná registrou um avanço real de 1,7%. Segundo o diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), Julio Takeshi Suzuki Junior, a diversificação da economia do Estado, com a instalação de novas indústrias nos últimos quatro anos, tem influência no pagamento de salários mais altos, já que tradicionalmente o setor industrial exige maior qualificação e paga salários maiores. “O que chama a atenção é que o Paraná está à frente de Estados como Rio de Janeiro, que tem uma participação grande do setor público na geração de emprego. O aden-

Paraná é o quarto estado com a menor taxa de desemprego A pesquisa do IBGE mostra, também, que o Paraná é o quarto estado com a menor taxa de desemprego no país. De acordo com o levantamento, a taxa de desocupação no Paraná, no segundo trimestre, ficou em 6,2%. No país a média foi de 8,3%, a maior desde que o levantamento passou a ser feito, em 2012. O resultado coloca o Paraná à frente de estados importantes na geração de emprego, como São Paulo e Rio de Janeiro. Empatados com o Paraná estão os estados do Mato

Grosso e Mato Grosso do Sul. De acordo com a pesquisa, o setor de comércio apresentou a maior concentração de trabalhadores, no Paraná, no segundo trimestre. Em seguida estão os setores da indústria e da administração pública. Juntos, eles representam 52,07% do pessoal ocupado. No comparativo com o mesmo período de 2014, o setor do comércio apresentou o maior crescimento no número de trabalhadores, passando de 1,08 milhão para 1,09 milhão.

Foto: Arnaldo Alves

samento econômico nas últimas décadas provocou esse crescimento dos salários”, diz. O Rio de Janeiro tem salário médio de R$ 2.046, Santa Catarina de R$ 2.033 e o Rio Grande do Sul de R$ 2.017. Mínimo Regional O rendimento maior no Estado é puxado também pelo crescimento da agroindústria no interior e do salário mínimo regional – que hoje é o maior do País. O mínimo regional do Paraná teve um reajuste de 8,8% em maio desse ano e passou a variar de R$ 1.032,02 a R$ 1.192,45. O valor é válido para categorias profissionais que não têm convenção nem acordo coletivo de trabalho.

Segundo o IBGE paranaenses recebem 9,5% a mais do que a média nacional, o que coloca o Estado no terceiro lugar do ranking com o salário médio mais alto do país.

Nesse grupo estão trabalhadores nas atividades agropecuárias, florestais e da pesca, serviços administrativos, empregados em serviços, vendedores do comércio e trabalhadores de reparação e manutenção, além de profissionais da produção de bens e serviços industriais. Estima-se que 1,5 milhão de pessoas sejam influenciadas direta ou indiretamente pelo piso regional. Ele serve como referência para reajustes também de outras categorias, o que ajuda a puxar para cima o rendimento médio.


Edição quinzenal

15

BAIRRO

Projeto de Lei pretende transformar a Rua Doutor Bley Zornig em Pólo Têxtil de Curitiba

No final de julho o vereador Mestre Pop apresentou o Projeto de Lei nº 005.00157.2015 na Câmara Municipal de Curitiba, que transforma a rua Doutor Bley Zornig, no bairro Boqueirão, em Pólo Têxtil das Malhas da capital. O objetivo do projeto é fortalecer a tradição de produção e comércio de tecidos e aviamentos, além de gerar mais empregos e renda para o bairro, que tem como característica a produção e o comércio de malhas, fortalecendo a vocação produtiva, além de poder contribuir para o desenvolvimento do município. A expectativa dos comerciantes é que o local possa se tornar um atrativo para quem procura este tipo de produto na capital, caso o projeto se-

Foto: Assessoria CMC

O autor do projeto, vereador Mestre Pop, acredita que a Lei irá atrair mais consumidores para a localidade, além de que a região receberá mais investimentos da Prefeitura

Carlos Essenfelder, além da implantação de remanso (nº 044.11878.2015), que visa atender uma reivindicação antiga dos comerciantes, que diariamente enfrentam dificuldades para estacionar os veículos devido a falta de espaço seguro para manobras. A implantação de remanso facilitaria o tráfego e a transição de pedestres, evitando congestionamentos e acidentes, principalmente nos horários que o trânsito se torna mais intenso. Foto: Divulgação

ja aprovado. Além disso, pode atrair turistas, assim como outras cidades que já são destino certo de consumidores de malhas em todo o país. “Acredito que o projeto trará investimentos para esta região, que beneficiarão o comércio local, assim como os moradores do entorno. Além disso, toda a cidade ganha tendo um destino de compras que irá girar a economia neste setor”, explicou o vereador Mestre Pop. Segundo o parlamentar, muitos curitibanos não sabem que a rua Doutor Bley Zornig é referência na produção e comércio de te-

cidos e aviamento e isso deve mudar. O projeto ainda vai tramitar pelas comissões da Câmara Municipal de Curitiba e se aprovado em plenário vai para a sanção do Prefeito Gustavo Fruet, que pode aprovar ou vetar a Lei. Caso seja vetada, ainda passa por segunda votação em plenário na Casa de Leis, para então, entrar em vigor. Independente da aprovação do projeto, o vereador Mestre Pop fez alguns requerimentos solicitando melhorias na iluminação pública (nº 044.11877.2015) na rua Bly Zornig entre as rua Mal. Floriano Peixoto e

“O projeto irá atrair mais pessoas para o comércio local e também fará mais pressão nos órgãos públicos, para que promovam melhorias significativas na região”, vereador Mestre Pop, autor do Projeto de Lei.

Conseg do Boqueirão convoca eleições Para se candidatar, entre outros requisitos, é preciso ter idade mínima de 18 anos e ser voluntário O Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do Boqueirão abre edital para reativação da entidade no bairro. Dentre os objetivos do Conselho estão: integrar a comunidade com as autoridades policiais, com as ações que resultem na melhoria da qualidade de vida da população; propor às autoridades as definições de prioridade na Segurança Pública na sua região; articular a comunidade visando à prevenção e a solução de problemas ambientais e Sociais; fazer com que a comunidade interaja com as unidades policiais tendo em vista a resolução de seus problemas. Após eleito, o mandato será de dois anos. Confira o edital completo.

Edital de convocação para eleição do Conseg Boqueirão 1. Nos termos do Regulamento dos Consegs Paraná ficam convocadas eleições para a reativação do Conseg Boqueirão a funcionar no município de Curitiba, com mandato para o biênio 2016/2017, a contar a partir da data de posse e entrega da carta de Constituição. 2. A Presidência do processo eleitoral será exercida conjuntamente pelos membros natos do Conseg. 3. As chapas concorrentes deverão ser apresentadas por requerimento, protocolado junto á coordenação dos Consegs localizado na Rua Deputado Mario de Barros,

1290 – Centro Cívico. E-mail: conseg@sesp.pr.gov.br 4. As eleições ocorrerão no dia 02/09/2015 com início às 18h e término às 20h, duração de duas horas, na Rua da Cidadania do Carmo, Boqueirão, Curitiba. 5. Para se candidatar é necessário morar, trabalhar ou estudar no município de Curitiba, ser voluntário, ter idade mínima de 18 anos, ter conduta ilibada no conceito da comunidade que integra, não registrando antecedentes criminais, apresentando o devido atestado de certidão negativa. 6. Poderão votar e ser votados os membros das chapas participantes e a comunidade que por meio

de comprovante, residir, trabalhar ou estudar no município e ter idade mínima de 18 anos. Coordenação Estadual dos Consegs. Informações: (41) 3313-1984


Edição quinzenal

CAPA

17

Brasileiros já pagaram R$ 1,3 trilhão em tributos em 2015 Cálculos da ACSP mostram que com esse valor é possível construir 27 milhões postos policiais equipados e contratar 97,5 milhões de professores do ensino fundamental por ano Foto: Ricardo Dias

Num momento em que o Governo Federal pretende colocar em votação a criação de um novo imposto para atender o Sistema Único de Saúde (SUS), o impostômetro acaba de registrar o valor de R$ 1,3 trilhão pagos pelos brasileiros ao Governo em tributos. A marca foi alcançada 16 dias antes do que em 2014, ou seja, neste ano já se pagou mais aos governos municipais, estaduais e Federal do que no ano passado. A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) – uma das organizadoras do impostômetro – explica que a iniciativa é responsável por registrar os tributos pagos pelos contribuintes com a intenção de conscientizar a população sobre o quanto é arrecadado de tributos no Brasil. Desde 2005, quando os números começaram a ser registrados pela ACSP, os brasileiros já pagaram mais de R$ 14 trilhões. Com o montante arrecadado em 2015 é possível construir 14.238.363 km de redes de esgoto, mais de 16 mi de ambulâncias equipadas ou fornecer cestas básicas para toda a população brasileira por 21 meses, os cálculos são da própria ACSP. Dias trabalhados para pagar tributos No ano de 2015 o brasileiro trabalhou até o dia 31 de maio, ou seja, cinco meses inteiros, só para pagar tributos (impostos, taxas e contribuições) exigidos pelos governos. Se comparado a outros países o Brasil só fica atrás da Dinamarca, França, Suécia, Itália, Finlândia, Áustria e Noruega. Além da tributação incidente sobre os rendimentos (salários, honorários, etc.), formada, principalmente, pelo Imposto de Renda Pessoa Física, pela contribuição previdenciária (INSS, previdências oficiais) e pelas contribuições sindicais. O cidadão paga a tributação sobre o consumo – já inclusa no preço dos produtos e serviços – (PIS, COFINS, ICMS, IPI, ISS, etc) e também a tributação sobre o patrimônio (IPTU, IPVA, ITCMD, ITBI, ITR). Somado a isso ainda é preciso arcar com outras tributações, como taxas (limpeza pública, coleta de lixo, emissão de documentos) e contribuições (iluminação pública...).

Impostômetro atinge marca de R$ 1,3 trilhão 16 dias antes do que em 2014.


Edição quinzenal

OPINIÃO

19

O embate entre duas ideias Por José Pio Martins

O capitalismo tem defeitos? Tem, e muitos. Devemos nos conformar com seus defeitos? Não, não devemos. São essas duas perguntas e suas respostas que levam os autoproclamados “esquerdistas” a aderir ao socialismo, sob o argumento de que “se o capitalismo tem defeito e se não devemos nos conformar, então, cumpre destruí-lo e substituí-lo por outro sistema, o socialismo”. Até aí, há certo encadeamento lógico no raciocínio, e a solução seria correta se não fosse por um detalhe: o socialismo é muito pior, pois, além de não ter as qualidades do capitalismo, não conduz o povo ao bem-estar social e ainda acrescenta-lhe defeitos inaceitáveis. As principais qualidades do capitalismo são que (a) é o mais eficiente sistema de geração de riqueza e (b) é o único sistema compatível com três liberdades: a liberdade individual, a liberdade política e a liberdade econômica. Já os principais defeitos são os ciclos econômicos, que alternam períodos de expansão e períodos de recessão, e a desigualdade de renda entre as classes sociais. Mitigar ambos os defeitos, essa é a principal função do Estado. Os males do socialismo são (a)falta de liberdade individual, decorrente da

proibição à pessoa sobre a decisão do que fazer de sua vida e de apropriar-se dos frutos de seu trabalho, (b) eliminação da liberdade econômica, pela supressão do direito de empreender e do direito de propriedade, e (c) inexistência de liberdade política, pela proibição do direito de divergir e de escolher livremente os representantes do povo. Por seus defeitos, sobretudo o veto de o indivíduo empreender e deter propriedade com o próprio trabalho, o socialismo destrói o ímpeto produtivo, o espírito empreendedor e a capacidade inovadora do homem. O socialismo real nunca se mostrou capaz de gerar riqueza, sem o que a solução da pobreza torna-se inviável. A sociedade é algo complexo e o mercado resulta de bilhões de decisões diárias. Não há sistema de governo nem aparelho burocrático capaz de descobrir, item a item, o que produzir e quanto produzir, nem capaz de despertar o espírito de criação e inovação. O mercado, embora com defeitos, é o melhor instrumento inventado para prover o atendimento às necessidades e desejos da população. Tudo o que foi tentado de diferente não conseguiu eliminar os defeitos do mercado

e ainda acrescentou-se lhe defeitos novos, dos quais os piores são a escassez de produtos e as crises de abastecimento. Um pedaço de madeira, retirado de uma árvore, é um recurso escasso e finito. Decidir se deve virar uma mesa ou uma escultura não é tarefa para nenhum burocrata, mas para a livre manifestação da sociedade sob o sistema competitivo de preços. O mercado é um sistema de votação diária, no qual bilhões de operações são realizadas a cada hora entre compradores e vendedores, produtores e consumidores. A questão é simples: o socialismo – no qual não é permitido o direito de propriedade privada e tudo é produzido pelo Estado sob a gerência de funcionários e não de empreendedores – não é capaz de cumprir as complexas funções econômicas em um mundo de tanta complexidade. Ademais, o ser humano não é um anjo de bondade, antes é um animal racional movido a interesses e incentivos, que são os insumos da criação, da inovação e da disposição para correr riscos. Assim, no embate entre as duas ideias – a socialista e a capitalista –, o capitalismo revelou-se mais eficiente para resolver as questões econômicas

essenciais e promover a prosperidade material. Mitigar-lhe os defeitos (já que não é possível eliminá-los) é o grande desafio da sociedade e do Estado.

José Pio Martins, economista e reitor da Universidade Positivo


20

INVESTIMENTOS

Edição quinzenal

Gustavo Fruet assina ordem de serviço para novas obras de drenagem no Boqueirão A obra prevê a desobstrução de 1.778 metros de galerias de águas pluviais, na Rua João Batista Zagonel Pessoa, entre as ruas Francisco Derosso, Arthur Muller, David Town e Ribeirão dos Padilhas. Fotos: Cesar Brustolin/SMCS

O prefeito Gustavo Fruet assinou no dia 12 de agosto mais uma ordem de serviço para obras de drenagem e contenção de cheias, na região do Boqueirão. A assinatura ocorreu durante a realização da quarta consulta pública para elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2016. O encontro com a população foi realizado na Paróquia Nossa Senhora das Vitórias, no Boqueirão. Fruet observou que o investimento de R$ 1 milhão soma-se a outros realizados pela Prefeitura em obras de drenagem na região, entre elas, a limpeza de aproximadamente 7,3 mil metros de canais, rios e córregos em toda a Regional Boqueirão, que abrange quatros grandes bairros da região sul da cidade -- Boqueirão, Xaxim, Alto Boqueirão e Hauer -- e abriga em torno de 240 mil habitantes..

“Graças a estas obras, nós, pela primeira vez em muitos anos, não tivemos o registro de nenhuma família desabrigada na região por ocasião das últimas chuvas”, comentou Fruet. Outros investimentos Além das obras de drenagem, Gustavo Fruet destacou uma série de outras intervenções feitas pela Prefeitura na regional. Entre elas, o prefeito reforçou o investimento em educação e saúde, com as reformas de Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e a construção da unidade Fazenda Boqueirão II. Na área de saúde, foram revitalizadas cinco unidades e mais oito estão em execução de reformas. Com o prefeito No total, foram encaminhadas 93 sugestões às nove mesas dispo-

Gustavo Fruet recebe a Sra. Irma Ragalisky presidente do Clube de Mães Itamarati, durante a audiência pública da Regional Boqueirão para elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2016

níveis. Outras 1.165 questões foram depositadas nas urnas e 122.490 mil pessoas foram alcançadas nas mídias sociais (Twitter e Facebook). Durante as duas horas de consulta, o prefeito atendeu aos moradores pessoalmente. Alguns deles foram agradecer por pedidos já atendidos. Foi o caso de Júlio Maldonado, comerciante, dono de uma galeria de lojas, que teve resolvida uma demanda para a liberação de alvarás. “Fiz o pedido na consulta da LDO, em abril, para que fosse agilizada a liberação da indicação fiscal do imóvel. O pedido foi atendido e agora eu vim agradecer ao prefeito”, disse. Segundo ele, a resolução da questão beneficiou 60 pequenos lojistas que utilizam a galeria. “Às ve-

Augusto Meyer, administrador da Regional Boqueirão, prefeito Gustavo Fruet e o secretário de Governo, Ricardo Mac Donald Ghisi, durante a audiência pública

zes as pessoas dizem que não adianta comparecer às consultas, que não resolve nada. O meu caso mostra que adianta, sim, que dá certo e funciona”, declarou. O morador Paulo Roberto Natal também relata ter uma boa experiência nas consultas públicas, das quais é um frequentador assíduo. “No ano passado solicitamos a implantação de dois sinaleiros nas ruas Carlos de Laert e Bom Jesus de Iguape e fomos atendidos pela Prefeitura”, relata.


22

Edição quinzenal

GERAL

FATOS MARCANTES NA HISTÓRIA

25 AGO

O adeus de Truman Capote Fotos: Divulgação

Em 25 de agosto de 1984, morre o escritor norte-americano Truman Capote. Juntamente com Tom Wolfe e Hunter S. Thompson, Capote instituiu o “new journalism” na década de 60. O estilo extinguia a objetividade e a neutralidade, aproximando-se da literatura. Sua principal obra foi “A sangue frio”, de 1966.

28 AGO

Impeachment de Collor No dia 28 de agosto de 1992, o processo de impeachment de Fernando Collor é aprovado pela Câmara dos Deputados. O primeiro governo eleito por voto direto desde 1960 durou de 15 de março de 1990 a 2 de outubro de 1992. O processo ocorreu após acusações de corrupção e da mobilização da sociedade.

29 AGO

Nasce Aleijadinho

No dia 29 de agosto de 1730, nasce o grande expoente do barroco no Brasil, Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. Aos 47 anos, o mais famoso escultor mineiro foi atacado por uma doença (não se sabe se sífilis, escorbuto ou reumatismo deformante) que o deixou aleijado, deformandolhe os pés e as mãos.

31 AGO

Morre a Princesa Diana No dia 31 de agosto de 1997, morre a princesa Diana (foto) e seu namorado, Dodi Al Fayed. Eles estavam em Paris e morreram em um acidente de automóvel. O motorista perdeu o controle da direção quando tentava fugir de fotógrafos. A morte da princesa provocou comoção em diversos países.


Edição quinzenal

EDUCAÇÃO

23

Senai Paraná é ouro no maior evento de educação profissional do mundo Foto: Divulgação

Dupla vencedora representou o Brasil na modalidade de Aquatronics A dupla Edvin Garcia, técnico em Eletrônica, e Francine Bucco, técnica em Meio Ambiente, representou o Paraná na apresentação da Aquatronics – nova modalidade da indústria, que une os conhecimentos técnicos da área de meio ambiente com a de automação industrial – e garantiram o ouro na WorldSkills: o maior evento de educação profissional do mundo. A competição reuniu 1,2 mil jovens de mais de 60 países que disputaram a medalha de ouro em 50 ocupações técnicas da indústria e do setor de serviços. O ouro foi concedido à dupla pela Festo – indústria alemã que é referência em inovação e tecnologia e foi a criadora da nova modalidade. Os brasileiros disputaram o primeiro lugar com competidores da Colômbia, Equador, África do Sul e Irã.

bioma regulado por computador são projetos que parecem complicados, mas que se tornam fáceis quando utilizamos certos recursos. Estas são pequenas amostras do trabalho desenvolvido pela modalidade que une os conhecimentos de meio ambiente e automação industrial.

Equipe do Senai Paraná foi a primeira colocada na modalidade que une os conhecimentos dos profissionais de meio ambiente e mecatrônica.

Para o professor do Senai Rodrigo Zawadzki, expert brasileiro da ocupação, a vitória é um reconhecimento do árduo treinamento dos competidores. “Realizamos um trabalho multidisciplinar intenso, que integrou os competidores com profissionais de diversas áreas do Senai: automação,

tratamento de água, química, manutenção, entre outras. Essa medalha é o resultado desse processo”, destaca. O que é Aquatronics? Automatizar a rega de um jardim, medir a qualidade da água de um aquário ou criar um pequeno

WorldSkills A competição simula desafios das profissões que devem ser cumpridos dentro dos padrões internacionais de qualidade. Os competidores devem demonstrar habilidades técnicas individuais e coletivas para realizar as tarefas específicas de cada uma das ocupações profissionais. Primeira vez na América Latina, a competição bienal já passou por Shizuoka, no Japão (2007), Calgary, no Canadá (2009), Londres, na Inglaterra (2011), e Leipzig, na Alemanha (2013). A próxima edição da WorldSkills acontecerá em AbuDhabi, nos Emirados Árabes, em 2017. Nesta edição, o evento ocupou 213 mil metros quadrados do Anhembi Parque, abrangendo Pavilhão de Exposições, Sambódromo e Palácio de Convenções.


24

Edição quinzenal

a Vivid l e n o rão a Cor oquei u B R . R

HISTÓRIA DA MINHA RUA Firmino Teixeira Batista nasceu no dia 5 de maio de 1834, na cidade de Ponta Grossa (PR), e faleceu em 22 de janeiro de 1903, em Palmas (PR). Tropeiro que, do Passo Fundo (RS), conduzia gado para Sorocaba (SP), fixou-se em Palmas. Foi presidente da Câmara da Vila do Senhor Bom Jesus dos Campos de Palmas. Recebeu a patente de Coronel Comandante Superior da Guarda Nacional de Palmas.

Imagem: Google


Edição quinzenal

ECONOMIA

25

Um banco comunitário para reduzir a pobreza Iniciativa sem fins lucrativos que tem como objetivo fomentar a economia local para a geração de trabalho e renda lança aplicativo para associados O Neurobanco – primeiro banco comunitário do Paraná – acaba de lançar mais uma novidade: um aplicativo que vai gerenciar as contas dos associados. O aplicativo funciona como de um banco convencional com acesso a conta corrente, transações diversas dentre elas: consulta a saldos e extratos, transferências, pagamentos e cobranças. “A partir de agora a moeda Neuro será apenas virtual. Essa é uma forma de evitar fraldes e de reduzir custos”, explica Thiago Müller Gramkow, agente de inclusão financeira. Para utilizar a ferramenta batizada de E-Neuro é preciso estar associado ao Neurobanco e baixar o aplicativo que está disponível gratuitamente apenas para celulares com sistema operacional Android. A partir de 14 de setembro, celulares com as plataformas Windows Phone e Apple também poderão utilizar o sistema. Um banco sem lucro Para boa parte das pessoas é difícil acreditar que um banco não tenha como objetivo principal o lucro. Mas, não no Neurobanco. Aqui o princípio básico é que uma empresa só cresce se a comunidade em que estiver inserida crescer junto. Por isso, um banco tem papel fundamental, reunindo empresários de atividades afins e oferecendo crédito facilitado. É com este pensamento que NeuroBanco reúne associados e não clientes. Estes passam a fazer parte do grupo com taxa de adesão e têm acesso a serviços como microcrédito, educação financeira e uma moeda so-

Inspiração O projeto foi inspirado pela iniciativa do pai do microcrédito e dos negócios sociais Muhammad Yunus, ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 2006. Yunus é o fundador do Grameen Bank e de outras 50 empresas em Bangladesh, a maior parte delas como negócios sociais.

cial própria para ser usada no comércio do Boqueirão, o Neuro. As operações feitas nessa nova moeda não têm juros e as que se mantiverem em real, terão juros abaixo do mercado. O nome da moeda é um o trocadilho descontraído com a moeda europeia, o Euro. “O nome é uma brincadeira de que todos nós temos neurônios para trocar, precisamos usar mais a cabeça”, descontraí Lutero Couto, coordenador do NeuroBanco. Como funciona? Para se associar ao Neurobanco é preciso pagar uma taxa de adesão: R$ 250,00 para pessoa física e entre R$ 350 e R$ 1mil para pessoa jurídica, conforme o porta da empresa. O valor é usado para manutenção dos serviços do banco. Para utilizar a nova ferramenta oferecida pelo banco comunitário basta instalar o aplicativo no celu-

Massas para:

lasanha, caneloni, rondelli, pastel, empadão, nhoque, macarrão, pirogue e panqueca “Disse Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai se não por mim”. João 14:6

Rua Anne Frank, 1659 - Hauer Fone: (41) 3076-5079 | massasictus@uol.com.br

lar. Na sequência, será necessário um cadastro inicial para habilitar o telefone a fazer as transações e consultas financeiras. Melhorar o mundo: começa aqui Para combater a pobreza os idealizadores do projeto escolheram a Vila Pantanal, localizada no Alto Boqueirão, para dar o ponta pé inicial a iniciativa. “Nessa região, 80% das pessoas não têm conta bancária. A moeda social não consulta SPC ou Serasa para conceder o crédito. Consulta gente da comunidade para saber se podemos emprestar o dinheiro para aquela pessoa, concedendo empréstimos a quem muitas vezes não tem nem endereço, mas pode empreender”, detalha Thiago. Os moradores desta região terão linhas de crédito de até R$ 15 mil por pessoa, sem juros e pagarão apenas uma taxa administrativa. Inicialmente, o banco vai atender

Em 1976, o Professor Yunus começou a fazer experiências com o fornecimento de pequenos empréstimos para os pobres sem as garantias e exigências tradicionais dos bancos comerciais. O projeto foi chamado de Grameen Bank e, mais tarde, em 1983, tornou-se um banco oficial para fornecer empréstimos aos pobres, principalmente mulheres na zona rural de Bangladesh. Hoje o Grameen Bank tem mais de 8,4 milhões de mutuários, 97% dos quais são mulheres, e desembolsa mais de 1,5 bilhões de dólares por ano. A ideia se espalhou por quase todos os países do mundo, incluindo países desenvolvidos e industrializados.

os bairros da regional Boqueirão, mais especificamente a Vila Pantanal. “Vamos fortalecer a economia da Vila Pantanal para promover o desenvolvimento social, implantando programas de geração de renda e emprego”, conta Thiago.


26

Edição quinzenal

Eleições para Conselho Tutelar movimentam o Boqueirão Regional foi a que apresentou o maior número de candidatos para as vagas de conselheiros em toda Curitiba No dia 4 de outubro a população está convocada para escolher os conselheiros tutelares de Curitiba para a gestão 2016-19. Na capital atuam 45 conselheiros tutelares, cinco em cada uma das nove regionais administrativas da cidade. A Regional Boqueirão foi que teve o maior número de candidatos inscritos, no total, 24 pessoas vão concorrer ao cargo. Atrás do Boqueirão vêm as regionais do Cajuru – com 22 candidatos; Bairro Novo e Boa Vista – com 19 candidatos cada; Pinheirinho e Santa Felicidade – com 16 cada; Portão – com 15 pretendentes; CIC – com 13; e Matriz – com 11. No total, 155 pessoas se inscreveram em toda Curitiba. Na regional Boqueirão a previsão é de que o candidato, para ser eleito, precise atingir no mínimo 400 votos, já no Cajuru, 500 e no Bairro Novo, 450. Dentre a função dos conselheiros está à de fiscalizar o funcionamento de todo o sistema de atendimento à população infanto-juvenil, além disso, eles também têm a atribuição fundamental de atender diretamente crianças e adolescentes em situação de risco pessoal, familiar ou social. Para a execução das medidas que aplica, o Conselho Tutelar pode requisitar os serviços públicos, como de saúde, educação, assistência social, entre outros. Além dos requisitos exigidos para inscrição, apenas os candidatos que concluírem um curso

Foto: Irene Roiko

Candidatos a Conselheiros Tutelares no Boqueirão:

Regional Boqueirão é que apresentou maior número de candidatos as vagas de conselheiros tutelares, ao todo são 24 concorrentes.

de capacitação sobre os direitos das crianças e adolescentes e forem aprovados em um teste de conhecimento específicos, a ser realizado pelo Município, poderão concorrer ao cargo de conselheiro tutelar. A avaliação será aplicada antes de outubro em data ainda a ser definida. O voto é secreto, direto, mas não obrigatório, por isso os candidatos vão ter que se desdobrar para convencer a população a participar do processo eleitoral. Porém, é indispensável o comparecimento de todos, visto que o órgão é o garantidor dos direitos de crianças e adolescentes e foi criado para agilizar o atendimen-

Imagens do Bairro - HAUER Cortina Viva No Boqueirão, na Rua Paulo Setúbal, próximo ao 20° Batalhão de Polícia Militar, a imagem curiosa chamou atenção da nossa equipe de reportagem. Os fios do poste estão totalmente envolvidos por folhas. Além da preocupação com o risco de choque, queda de luz e danificação da rede elétrica, a altura da folhagem já começa a prejudicar a visibilidade dos motoristas e a passagem dos pedestres, comprometendo a segurança de uma das ruas mais movimentadas da região. É sempre bom lembrar que os moradores podem fazer suas solicitações de melhoria pelo telefone 156.

to prestado à população infantojuvenil. Qualquer eleitor em dia com suas obrigações eleitorais da capital pode votar. É necessário, apenas, apresentar o Título de Eleitor, um documento oficial com foto, e se dirigir à regional correspondente. No caso do Boqueirão, eleitores dos bairros Hauer, Xaxim, Boqueirão e Alto Boqueirão, em apenas um local de votação a ser definido pela comissão eleitoral. Sobre o Conselho Tutelar O Conselho Tutelar é um órgão permanente e autônomo, sem jurisdição, encarregado pela sociedade

Adriana Rocio Tavares Svidnicki Ana Francisca Ramires Ana Korczak Angela Maria Ceabra Lopes Aramis Cordeiro Elizabete S. de Medeiros de Lara Elizabethe da Silva Perez Eloisa Selma Siqueira Lima Eunice Severina Martins Francisca Neta Virginio Santiago Hilda Cristina Silva De Souza Lia Mara Agapito de Almeida Luciana Lima de Carvalho Lucimara de Paula Cruz Bill Marcos Pontara Maria Amabele Moraes Maria Aparecida Walter Maria Elisete Santos Zimmermann Noeli Terezinha Camargo Fontoura Rafaela Halabura do Nascimento Rosany Maria da Silva Suerli Aparecida Nunez Tatiane Viergutz Vilmar Soares Constantino

de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, definidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O exercício das atribuições legais dos conselheiros não depende de autorização de ninguém - nem da prefeitura, nem da Justiça -, mas suas decisões podem ser revistas pelo Juiz da Infância e da Juventude.

Foto: Ricardo Dias


Edição quinzenal

SEGURANÇA

27

Cadeirinha para crianças será obrigatória nas vans escolares

Mesmo sob o protesto dos proprietários de veículos que fazem o transporte escolar das crianças até sete anos e meio, a obrigatoriedade da cadeirinha para este tipo de condução está mantida e começa a valer no dia 1° de fevereiro de 2016. A resolução 533 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) foi votada no dia 17 de junho deste ano. Para quem tem vans e outros veículos escolares o temor é que a nova exigência torne o valor do serviço inviável. “Eu não concordo. Na minha van, por exemplo, cabem 24 crianças, se eu tiver que colocar as cadeirinhas, só poderei levar 11. Então vamos preferir não pegar crianças dessa idade. Além disso, cada hora é uma mudança: primeiro temos que fazer o banco sob medida, depois colocar o cinto de três pontas, depois instalar uma câmera pa-

Foto: Agência Brasil

Lei que valia apenas para carros de passeio será estendida a outros tipos de transporte

ra marcha ré. Porque não sentam e definem tudo de uma vez?”, lamenta Sandra Gabardo, proprietária de transporte escolar. Segundo Alberto Angerami, diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e presidente do Contran, o motivo da mudança é que as crianças não ficam totalmente seguras apenas com o cinto de segurança. “É um instrumento inadequado, porque em uma colisão a criança pode ser facilmente deslocada”, diz. Angerami reforça que a medida foi adotada após uma série de testes que comprovam que a

cadeirinha é mais eficiente do que apenas o cinto.

ros de passeio, e não para transporte coletivo, como vans e ônibus, de aluguel, táxis e os demais com peso bruto superior a 3,5 t. Continuarão desobrigados de oferecer cadeirinha vans e ônibus que não sejam de transporte escolar e táxis. Quem descumprir a norma será multado em R$ 191,50 e perderá sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O veículo também será apreendido até que o proprietário cumpra as condições determinadas pelo Contran. Relembre as mudanças que deram o que falar:

Obrigatória Desde 2010, a legislação determina que crianças de até um ano devem ser transportadas no “bebêconforto”. Entre um e quatro anos, em cadeirinhas com encosto e cinto próprio. Dos quatro a sete anos e meio, devem ser utilizados os assentos de elevação que não possuem encosto, mas que ficam presos ao cinto de segurança. Até então, a regra valia para car-

- Obrigatoriedade do cinto de segurança para todos os ocupantes do carro; - Obrigatoriedade do bebê-conforto nos carros de passeio; - Estojo de primeiros-socorros nos carros, que acabou não se tornando obrigatório; - A obrigatoriedade do extintor ABC que já foi adiada pelo governo três vezes, mas também está causando dores de cabeça aos moradores.


AF 1719A .indd 1

26/06/15 12:18


E IAIS

Edição quinzenal

SAÚDE

Brownie rápido com ingredientes funcionais Fonte: Tatiane S. Lins Souza

Que tal uma receita alternativa de Brownie? Substitua a farinha de trigo por farelo de aveia, o achocolatado por cacau em pó, a margarina por óleo de coco, o açúcar branco por açúcar mascavo ou demerara e a calda por castanhas picadas e canela em pó.

Conheça alguns dos ingredientes que vão compor a versão saudável de Brownie: • CACAU: é rico em antioxidantes, pode ajudar a manter os bons níveis de colesterol, pode auxiliar a combater a inflamação, além de causar sensação de bem estar, pelo aumento na produção de serotonina. • CASTANHA DO PARÁ: oleaginosa rica em selênio - que exerce um papel essencial na proteção das células contra o envelhecimento precoce, além de estar envolvido na modulação do sistema imune. • AVEIA: Rica em fibras - contribui para o bom funcionamento intestinal (desde que associado ao consumo adequado de água), auxilia na redução do colesterol total (quando acompanhado de uma dieta balanceada), além promover saciedade.

Fique atento: os alimentos funcionais influenciam no bem-estar do indivíduo e oferecem benefícios adicionais, como prevenção de doenças, mas depende também de uma alimentação equilibrada e prática de exercícios físicos.

Ingredientes • ½ xícara de farelo de aveia • ½ xícara de cacau em pó • ¼ xícara de açúcar mascavo ou demerara (diabéticos devem substituir por adoçante culinário) • 1 colher de sopa de óleo de coco • ½ xícara de leite desnatado (ou leite de coco) • 2 castanhas do Pará picadas • Canela em pó a gosto

Modo de preparo Misture bem todos os ingredientes (exceto a canela) e leve ao micro-ondas, em recipiente de vidro específico, por 3 minutos. Polvilhe canela em pó e consuma em seguida (ainda morno). *Rende aproximadamente 4 pedaços.

MUAY THAI

MUAY THAI

JIU JITSU

JIU JITSU

TREINO FUNCIONAL

TREINO FUNCIONAL

WRESTLING MMA FEMININO MMA MASCULINO

41

4102-964 4

w w w.siammma.com.br

WRESTLING MMA FEMININO MMA MASCULINO

29


30

Edição quinzenal

1

2

LEGENDAS

4

5

1. 2. 3. 4. 5. 6.

3

6

O jornalista Ricardo Dias e Thays Dias do departamento financeiro do JCH, comemoraram aniversário em dose dupla, ele dia 22 e ela em 23 de agosto. Felicidades ao pequeno Nicolas Semchenchem L. Souza que comemorou aniversário em companhia de seus pais e familiares. Rossana Queiroz, proprietária do Restaurante O Caipira no Hauer, que comemorou aniversário nesta quinzena. Parabéns a bela empresária. Parabéns aos corredores da equipe Evolution Runners, Sidnei Teodoro de Araujo e Samuel Rodrigues que completaram mais um ano de vida. Os atletas Isaias Silva, corretor da JBA Imóveis e Ricardo Dias, diretor do JCH, após a conclusão da corrida de 21 quilômetros na Meia Maratona de Curitiba. Os judocas, pais e filho, Evandro e Daniel Moura durante o disputado Regional Sul de Judô.


Erro de (?): marca do registro "rúbrica"

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

© Revistas COQUETEL

Amistoso beneficente anual da Seção te- ONU, com Ronaldo mática de Acessório e Zidane um jornal de cabeça do nadador

Érbio (símbolo) Raul (?), autor do romance impressionista "O Ateneu"

Capacete medieval Afeto; carinho

Doença respiratória de Che Guevara

Úrsula Corberó, atriz e modelo espanhola

(?) guitar,

torneio de Gêmeos: Seu senso crítico e sua postura guitarra iobservadora ficam mais acentuadas. É immaginária portante o cuidado para não exigir demais de FertiAlexandre mesmo(a) ou mesmo de outras pessoas. lizante (?), atorside

"Império" O urso ártico cuide para (TV)Câncer: Nos relacionamentos, Espécienão de criar atritos com quem tem vínculo panqueca por causa de algumas manias, tanto comumafetivo no Nordeste suas quanto de seu par. Fraudar Leão: Cuide para não se portar de manei- Indica citação ra austera ou pouco flexível com algumas(latim) pessoas. Irmã; madre Alguns ajustes e esclarecimentos "Monstros são propensos em temas familiares e em O esmalte Enrico (?)", filme Caruso, de efeito questões materiais do lar. infantil tenor cromado

Tecido manual de sapatinhos de bebê Arte, em francês O acento de "café"

Cantora de "Tá Perdoado"

Cada janela aberta num único navegador Enfurecer Maldição; fase ruim

Cartãopostal de Porto Alegre

Virgem: Período especial para estudos, empenho em assuntos culturais e troca de informações no trabalho. Especiali-

Proteção do celular Local da happy hour

(?) guitar, torneio de guitarra imaginária Fertilizante O urso ártico

Alexandre (?), ator de "Império" (TV) Espécie de panqueca comum no Nordeste

dade de Laerte e Henfil

Separar (o feijão)

BANCO

Carlinhos Brown, percussionista

Preposição indicativa de limite

Escorpião: Período para paciência com alguns contratempos e com a lentidão para esclarecer temas profissionais. Proteção Sagitário: Atente-se para que desdo celular gastes Local da em função de sacrifícios dedihappy houra outras pessoas não impeçam cados

de cuidar mais de si mesmo(a). Separar (o feijão)

Capricórnio: Momento importante Carlinhos para esclarecimentos diante de amizaBrown, des, especialmente para que pequenas percusdiferençassionista de pensamento não sejam motivo para maiores atritos. Aquário: Questões que envolvam parcerias estarão positivas, mas recomendarão cuidado com diferenças e Preposição indicativa diplomacia nesses momentos. de limite

Arthur Peixes: Atente-se para não acumular Zanetti, mais atividades campeãodo que deve. Assuntos olímpico burocráticos associados à sua vida financeira tomarão atenção para soluções.

PA

C O N T R A

Arthur Zanetti, campeão olímpico Especialidade de Laerte e Henfil

GO

J O

3/aba — air — art — sic. 5/touca. 6/burlar. 7/tapioca. 8/metálico. 10/lago guaíba.

55

Solução T R E G R A F A D F A N E R G A P O M PE L A G N E R O N I T A P S O R O I L M E T A C A R

M IN A M I A S A T A S E L M R A I A O G U U R A D U I O C BU R S A L I C I C A

E N T D I O I U T I C O A R T I R A A I B C A B O A C R L A A T O A T U R

O B R E Z A PA

C O N T R A GO

J O

BANCO

fase ruim

O B R E Z A

"Monstros (?)", filme infantil

Libra: AtividadesCada e situações que aljaneterem sua rotinala aberta serão bem-vindas. num único Assuntos profissionais são propensos a navegador Enfurecer colocá-lo(a) de frente com novas tecnologias e relações. Maldição;

55

Solução

Fraudar Indica citação (latim) Irmã; madre O esmalte Enrico de efeito Caruso, cromado tenor

Tecido manual de sapatinhos de bebê

E N T D I O I U T I C O A R T I R A A I B C A B O A C R L A A T O A T U R

"Amigado com (?), casado é" (dito)

Úrsula Corberó, atriz e modelo espanhola

HORÓSCOPO QUINZENAL

Capacete Érbio medieval (símbolo) Afeto; Raul (?), carinho autor Áries: Momento é indicado para mo-Arte, em do romanCantora ce impresderação com de questões financeiras, bemfrancês "Tá sionista "O O acento Perdoado" como ações mais pontuais em negócios.de "café" Ateneu"

Touro: Momento propício para alguns desprendimentos. Momentos sociais diferentes serão mais frequentes, tanto com Cartãopostal novos de contatos profissionais, retomada de Porto amizades e diversões. Alegre

(?) Vilela, o Dr. Zóltan de "Pé na Cova" Anno Domini (abrev.) Programa dominical com Tadeu Schmidt (TV)

Doença respiratória de Che Guevara

M IN A M I A S A T A S E L M R A I A O G U U R A D U I O C BU R S A L I C I C A

(?) da Saúde: administra o programa Mais Médicos Autores (abrev.)

"Amigado com (?), casado é" (dito)

T R E G R A F A D F A N E R G A P O M PE L A G N E R O N I T A P S O R O I L M E T A C A R

Transtorno comum nas Atividade rotineira e rodovias Equipamento de naessencial durante vios que alerta sobre ao atleta feriadões rotas de colisão Erro de (?): marca do registro "rúbrica"

Anno Domini (abrev.) Programa dominical com Tadeu Schmidt (TV)

ENTRETENIMENTO

3/aba — air — art — sic. 5/touca. 6/burlar. 7/tapioca. 8/metálico. 10/lago guaíba.

www.coquetel.com.br

31

(?) Vilela, o Dr. Zóltan de "Pé na Cova"

Edição quinzenal


Jornal do Comércio Hauer - Edição nº 151  
Jornal do Comércio Hauer - Edição nº 151  
Advertisement