Page 1

Curso introdutório de Agrofloresta com foco em hortaliças: Guia de implementação Pedro e João pedroalgarcia123@gmail.com joaonabao@gmail.com www.borapermaculturar.wordpress.com


Introdução Para auxiliar na continuidade do trabalho de transição agroecológica da fazenda Nova Aurora - CENA montamos este material. Nossa idéia é a de que ele sirva como uma memória de alguns dos detalhes que aprendemos durante o curso introdutório em dezembro de 2016. Que este seja mais um passo rumo ao Cuidado com a terra e com as pessoas, assim como de gerar abundância e felicidade para todos da CENA. Com gratidão e carinho, Pedro e João.

Para saber mais sobre agroecologia e agricultura sintrópica sugerimos o vídeo Da horta à floresta da Agenda Gotsch. E como material de apoio para a caminhada agroecológica e mais detalhes, a apostila e vídeo-aula de implementação de SAF com produção de hortaliças da Cooperafloresta.


1. Escolha uma รกrea


2. Planeje a horta (SAF)

Na foto aula teórica do curso ministrado pelo Engº Agrônomo Pedro Garcia na fazenda da missão CENA. Neste momento devemos decidir o que desejamos plantar. Quais madeiras e frutos e se durante o crescimento das árvores cultivaremos adubação verde, roças e/ou hortas. Pensar nos ciclos de colheita e manejo de acordo com o modelo (ver anexo).


3. Cerque a área se necessário

Neste caso, o fizemos para evitar que os animais da fazenda (vacas e cavalos) comam nossa produção.


4. Afofe a terra

Pode ser feito com trator, tratorito, carro de boi ou na enxada, com cerca de 30 cm de profundidade. A altura do canteiro influenciarรก na perda de รกgua e nutrientes (ver item 9.). No caso, os canteiros sรฃo mais elevados pela maior proximidade com o lenรงol freรกtico e o risco de alagamento.


5. Monte os canteiros

Os canteiro devem ter 1 metro de largura (ajuda no dimensionamento da produção) e 40 cm de altura (quando em áreas alagadiças ou impossibilidade pelo equipamento utilizado). O comprimento deve variar de acordo com o tamanho da área cultivada. As ruas entre os canteiros devem ter 2030cm de largura.


6. Remineralização do solo (rochagem) e adubação

A remineralização do solo deve ser feita uma única vez na primeira montagem dos canteiros. Preferencialmente pó de rocha (200g/m2) + cinzas + Yoorin Master (100g/m2). Como alternativa ao pó de rocha pode ser utilizado o calcário agrícola ou farinha de osso para a correção da acidez do solo, sabendo que estes dois não contém a diversidade de macro e micro nutrientes do pó de rocha. A adubação deve ser feita sempre que um canteiro for renovado. Pode-se utilizar bokashi (200 a 400g/m2) ou esterco


7. Virar levemente o canteiro

Revire levemente o solo e mantenha os canteiros com as bordas mais elevadas que o centro (forma de ninho), sendo essa técnica aconselhada em casos que não há irrigação.

Figura do livro Agrofloresta, aprendendo a produzir com a natureza


8. Plante as mudas de grande porte conforme o planejamento

O ideal é o plantio antes da cobertura do solo pois, uma vez que misturarmos a terra com a palha no momento de cavar os berços, nunca mais conseguiremos separá-las. . Para aproveitar o espaço e proteger as mudas do Sol (viveiro natural), escolha sementes da sua preferência e de ciclo rápido como o milho, feijão, abóbora, mandioca, girassol, crotalaria, feijão-de-porco etc.


9. Coloque a palhada nos canteiros

Adicionar palha, matéria orgânica morta, folhas secas ou material triturado. Quanto mais triturado os materiais estiverem, melhor. Nessa etapa, é necessário a cobertura total dos canteiros (incluindo as laterais). Áreas descobertas tendem a secar mais rápido e serão mais facilmente colonizadas por plantas espontâneas (daninhas)


10. Plantio (roça e horta)

Plante as sementes, mudinhas e manivas de acordo com o planejamento. (ver anexo para modelos) Use um “chucho” (pedaço de pau) ou os dedos para abrir os berços e para apertar a terra ao redor das mudas


12. Cubra os caminhos (A)

Colocar pedaços de bananeira, troncos ou galhos no caminho entre os canteiros ( na ausência destes, passe para 12.B)


12. Cubra os caminhos (B)

Cobrir os caminhos entre os canteiros com palhada


13. Cuidar: rega e manejo

Regar sempre que necessário pela manhã e tarde e escolher o que crescer e o que cortar. (vista do SAF recém implantado).


… e Bora Agroflorestar!


ANEXO 1 – Formas de plantio e modelos de consórcios nos mapas de canteiro


Dispersão ecológica florestal A floresta tem andares! EMERGENTE (10-20%)

ALTO (40-60%)

MEDIO (40-80%) BAIXO (40-80%)

Os canteiros são planejados respeitando a dinâmica ecológica de nichos e ciclos (espaço e tempo). Cada canteiro terá plantas em diferentes estratos e com tempo de colheita distintos. Portanto, o segredo dos consórcios é pensar no tempo que cada planta demora pra crescer, qual espaço ela ocupa e a qual estrato ela pertence!


Canteiro para árvores: banana, madeira e frutíferas

Símbolo

Espécies

Tempo para colheita

Espaçamento

Informação extra

Frutíferas como cambuci, limão, grumixama, araça, caqui , mexerica, laranja, cabeludinha

3 anos

4 m entre cada semelhante

árvores maiores (ex.jaca) aumentar o espaçamento

bananeiras

1,5 anos

4 m entre cada semelhante

plantar a “batata” - ver detalhes no anexo

eucalipto

5 a 7 anos

2 m entre cada semelhante

poda anual, mantendo o caule reto

mandioca

9 meses

se possível a cada metro

plantar de estaca e usa-la como viveiro para outras sementes

adubação verde (milho+feijões+girasol,...)

de 3 a 18 meses

ao longo do canteiro

plantar ao redor das mudas para proteção


Canteiro para árvores: banana, eucalipto e frutíferas Duas manivas de mandiocas opostas formam um microclima ideal para a propagação de árvores plantadas por sementes (na foto mudas de Jussara). Jogar diversas sementes de diversos estratos (placenta) para depois escolher qual muda irá crescer no local.

Após plantar, cortar as folhas na metade para diminuir a perda de água e predação de formigas


Canteiro para árvores: banana, eucalipto e frutíferas

Nas fotos, o plantio e o crescimento das espécies agrícolas que formarão um microclima ideal para a proteção da muda de árvore. As espécies variam de acordo com o desejo e a disponibilidade de sementes do produtor.


Canteiro para árvores: plantio banana Cortar em diagonal (45 graus) da base da bananeira (batata) do lado em que a muda estava colada na mãe.

Verificar se as mudas possuem broca. Quando houver, retirar com a ponta do facão como um dentista retirando cárie. Às vezes a broca é muito profunda e a muda deve ser descartada.

Plantar em forma de anzol, com a parte que estava grudada a mãe para cima e a ponta para o lado (onde nascerá o primeiro cacho)


Canteiro para árvores: Manejo banana Ao lado, após o corte da banana, com o facão abrindo o “copinho” na base. O princípio desse manejo é retirar a região da planta que naturalmente apodrecerá para evitar a perda de vitalidade ocasionado por um tecido em degeneração. Abaixo dois copinho recém feitos. O copinho auxilia a acumular água, evitando a entrada da broca e a rebrota da planta.

Após colher o cacho de banana, cortar a “árvore” e usá-la como biomassa no SAF. Para evitar doenças (como a broca), fazer um corte em forma de copinho na altura da base (batata)


Canteiro para roça: milho e feijão

Símbolo

Espécies

Tempo para colheita

Espaçamento

informação

milho ou quiabo

90 a 120 dias

100 cm

plantar 4 sementes por berço junto com feijão ou ervilha

feijões

90 dias

35 cm

plantar de semente espaçado

mandioca + gengibre ou açafrão

9 meses (mandioca) 12 meses (gengibre)

100 cm

plantar o gengibre oposto à maniva


Canteiro para roça: milho e feijão

Abrir com o facão (corte virado para o lado contrário ao da mão que semeia) e colocar as sementes (4 de milho e 2 de feijão) Canteiro com 3 semanas de idade


Canteiro para hortaliças: folhas e frutos

Símbolo

Espécies

Tempo para colheita

Espaçamento

Informação extra

Tomate, berinjela, jiló ...

120 dias

100 cm entre cada semelhante

plantar de muda, amarrar guia e podar

couve, couve-flor, brócolis

65 a 90 dias

80 cm entre cada semelhante

plantar muda

alface, almerão, alcega, chicória ...

45 a 60 dias

35 cm entre cada semelhante

plantar muda

rúcula, agrião, rabanete ...

25 a 35 dias

25 cm entre cada semelhante

plantar muda

inhame

90 a 120 dias

100 cm entre cada semelhante

plantar a “batata” com o olho para baixo como na banana


Canteiro para hortaliças: folhas e frutos

Canteiro com 3 semanas

No plantio das mudas, apertar a terra por baixo (como que com um beliscão de mão cheia) para as raízes encostarem no solo. Evitar de empurrar o solo de cima para baixo. Após o plantio, juntar a palha ao redor para não deixar exposto nenhuma parte do solo.


Canteiro para raízes: beterraba e rabanete

Símbolo

Espécies

Tempo para colheita

Espaçamento (cm)

informação extra

Beterraba ou cenoura

90 dias

15

plantar de semente e desbastar

rabanete ou nabo

25 dias

15

plantar de semente espaçado

couve, brócolis, couve-flôr

90 a 120 dias

100

plantar de muda

milho ou quiabo +feijão

90 a 120 dias

100

plantar no meio da palhada


Canteiro para raĂ­zes: beterraba e rabanete

Palmo e meio de palha onde a cada metro serĂĄ plantado milho (4 sementes) e couve

Linha onde serĂĄ polvilhada a semente de beterraba e rabanetes para futuro desbaste

Saf horta floresta implementacao  

Material de apoio do curso de agrofloresta ministrado na fazenda Nova Aurora - CENA

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you