Issuu on Google+


400 anos de São Luís: o que há para comemorar? Jhonatan Almada (organizador) Analice Silva Menezes Anderson Santu’s Artur Miranda Cunha Deborah Mesquita Sousa Emércia Emilly Carvalho de Sousa Ildenilde Marques Luís Almeida de Carvalho Maria Kerolyny Matheus Sanches Maykon Dielle Abreu Rodrigues Neydiane Sousa Patrícia Mendonça Raquel Silva Lima Salenna Bianca Amaral Silva

São Luís 2012


ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CENTRO DE ENSINO MENINO JESUS DE PRAGA Direção Francisca Cardoso de Lima Diretora Geral Maria das Neves dos S. Almeida Diretora Adjunta Supervisão Pedagógica Maria do Socorro Cardoso Danielle Cristina Teles Silva Colegiado Escolar Alexandra Santos da Silva (Representante Estudantil) João Victor Santos Costa (Representante Estudantil) Antônia Pereira Setúbal Bezerra (Representante dos Funcionários) Maria Cristina Lima (Representante dos Funcionários) José Raimundo Pereira de Souza Junior (Representante dos Professores) Jhonatan Uelson Pereira Sousa de Almada (Representante dos Professores) Getúlio Roosevelt Costa Lago (Representante dos Pais) Maria de Fátima C. Diniz (Representante dos Pais)

Ficha Catalográfica Responsável: Denise Dayse da Conceição Santana Barros. CRB 13 – 548/06 A11178 400 anos de São Luís: o que há para comemorar? / Jhonatan Almada [Org.]. – São Luís: Centro de Ensino Menino Jesus de Praga, 2012. 32 p.: il.

1. Concurso escolar 2. São Luís – 400 anos I. Título CDU 371.384”400”(812.1)

CDU 502.17:628.4(812.1)


SUMÁRIO

APRESENTAÇÃO ...................................................................................... 5 DESENHO................................................................................................... 8 MÚSICA......................................................................................................11 POESIA ...................................................................................................... 14 REDAÇÃO ................................................................................................ 22 EDITAL DO CONCURSO ..................................................................... 29


5

APRESENTAÇÃO

O presente livro é resultado de concurso realizado no âmbito do Centro de Ensino Menino Jesus de Praga, escola de ensino médio da rede pública do Estado do Maranhão. Atentos ao contexto de comemoração dos 400 anos de São Luís, buscamos incentivar a produção intelectual e artística dos estudantes, propondo um concurso e um tema que orientasse essa produção. O tema escolhido foi “400 anos de São Luís: o que há comemorar?”. A questão visou incentivar a reflexão crítica por parte dos estudantes em relação ao contexto atual que permeia essa comemoração do quarto centenário da cidade. O concurso integrou o projeto “São Luís, navegando pelos 400 anos de sua herança histórico-cultural” da escola. O projeto, além do concurso, contou com um Festival Cultural e uma Gincana Cultural, atividades que mobilizaram todos os três turnos da escola e a maioria dos estudantes entre os meses de junho e setembro de 2012. A organização e coordenação do evento foram compartilhadas entre Gestoras, Coordenadoras Pedagógicas, Professores e Professoras e os próprios estudantes. As modalidades que os estudantes poderiam competir no aludido concurso foram as seguintes: desenho, música, poesia e redação. A seguir detalhamos de forma sintética cada um dos trabalhos que integram a presente publicação. Na modalidade desenho foi premiado em 1º lugar, o estudante Luís Almeida com um quadro da Praça Maria Aragão. Em 2º lugar foi premiado o estudante Arthur Miranda Cunha com um desenho da Estátua dos Pescadores. Observamos que o desenho dos estudantes se deteve em uma dimensão concreta da cidade de São Luís, tentando capturar uma realidade material do lugar. A Praça Maria Aragão carrega um forte simbolismo por dois motivos. Ser o único projeto urbanístico do arquiteto Oscar Niemeyer no nordeste.


6

Niemeyer foi o maior arquiteto da história do Brasil. E também por levar nome da maior liderança feminina da história política do Maranhão, Maria Aragão, médica e militante comunista que dedicou boa parte da sua vida a causa dos menos favorecidos e à luta política contra os conservadores locais. A Estátua dos Pescadores talvez seja um dos monumentos mais fotografados e utilizados nas propagandas governamentais sobre São Luís. A obra é do escultor Cordeiro do Maranhão e representa a importante contribuição dos pescadores, estes esquecidos pela história oficial, cujo trabalho nos permite comer o peixe nosso de cada dia. Na modalidade música foi premiado em 1º lugar, o estudante Anderson Santu’s, com “São Luís, meu lugar”. A estudante Salenna Bianca também foi destacada com a música “São Luís”. Os dois jovens compositores e intérpretes proporcionam uma melodiosa homenagem a São Luís, ao estilo de uma louvação moderna da cultura e da natureza que banha a cidade. Essa louvação é construída a partir das experiências contemplativas e vivenciais de cada em relação à cidade. A modalidade poesia traz seis poemas sobre São Luís. O primeiro “Percorrendo São Luís, há 400 anos”, de Matheus Sanches, é uma declaração de amor à cidade, destacando elementos de sua cultura, da política e da infraestrutura local. O poema “Cidade de Encantos”, de Deborah Mesquita Sousa é um bailado sobre as danças da cidade, em um movimento que percorre dos ritmos e sons ao mar. O poema “Ilha de Encantos”, de Raquel Silva Lima é um passeio por São Luís, uma caminhada que traz a memória o sentimento de quem é encantado com o lugar onde mora, encantamento que é contemplado pelo paladar e pelo olhar. “400 anos de São Luís: o que há para comemorar?”, de Analice Silva Menezes, lança um olhar contemplativo para responder à questão proposta. Por ela, o patrimônio arquitetônico, os sabores e a brisa já são motivos suficientes para uma comemoração. Neydiane Souza Santos, com “Belezas e Maravilhas”, encena a cidade como uma atriz que se prepara para uma estreia. A maquiagem são as belezas naturais e o patrimônio histórico. A interpretação é a cultura da cidade.


7

“Maravilhas e Encantos”, de Maria Kerolyny, afirma que apesar dos problemas e mesmo não sendo ludovicense, as características da população e da cidade são motivos suficientes para comemorarmos o 4º centenário de São Luís. A modalidade redação traz quatro trabalhos dos estudantes. A primeira que leva o nome do tema do concurso “400 anos de São Luís: o que há para comemorar?” foi escrita por Emércia Emily. Em tom crítico, a autora concorda com a riqueza histórica e cultural da cidade, porém evidencia que esse fato não pode omitir os graves problemas atuais que ocorrem em praticamente todas as políticas públicas e áreas de São Luís. A segunda redação é de Patrícia Mendonça, intitulada “São Luís é uma cidade bela”. A autora ressalta as belezas da cidade, porém se preocupa com sua má administração e a possibilidade de seus filhos não contemplarem essas belezas se esse descaso não mudar. A terceira redação é “São Luís 400 anos! O que há pra comemorar?, de Ildenilde Marques. A autora crítica que apesar dos motivos apresentados pela propaganda oficial, São Luís não é uma cidade justa e a maioria dos seus moradores não usufrui do mínimo necessário para uma vida confortável. Maikon Dielle Abreu Rodrigues escreveu a redação “Bens Favoráveis”. Seu texto exalta as belezas de São Luís e afirma que seus moradores, apesar dos problemas, preservam a capacidade de conviver, de partilhar. Em síntese, esse é o panorama da produção dos estudantes envolvidos no concurso e nas páginas que seguem, poderemos observar sua capacidade criadora evidenciada nos seus desenhos, músicas, poesias e redações. Apreciem!

Prof. Jhonatan Almada Organizador


8

Desenho


9

Praça Maria Aragão Tela

Luís Almeida de Carvalho Eu me chamo Luís Almeida de Carvalho, natural de São Luís, nasci em 17 de março de 1995. Tenho apenas um irmão e sou o filho mais novo de Luís Cláudio e Gracilourdes. Comecei a estudar aos 4 anos e nas escolas que estudei sempre me destaquei com os meus desenhos e logo então percebi que esse era um dos meus dons. A vontade de fazer com que os meus desenhos chegassem mais próximos da realidade foi crescendo, e essa vontade, foi me fazendo aprimorá-los através de revistas e imagens.


10

Estátua dos Pescadores Papel

Arthur Miranda Cunha Nascido em São Luís, no Maranhão, em 24 de março de 1995. Estudo na escola C. E. Menino Jesus de Praga, faço 3º ano do Ensino Médio, tenho como objetivo terminar meus estudos, fazer faculdade, assim construindo um futuro melhor para mim.


11

Música


12

São Luís meu lugar Tenho motivos para falar, aonde vou, do meu lugar; e apesar de alguns erros que precisamos melhorar; Eu tenho orgulho do meu lugar, outro igual não há São Luís aonde eu sou feliz, o lugar que eu sempre quis, Ilha do Amor, Atenas Brasileira, Ilha regueira repleta de beleza natural; E um mergulho sobre sua história, não nos sai mais da memória, lendas e mitos que vão além da nossa imaginação, terra de cultura e tradição; Ilha do Amor, Atenas Brasileira, Capital regueira, repleta de Beleza Abençoada por Deus bonita por natureza. Minha terra tem palmeiras onde canta o sabiá, as aves que aqui gorjeiam não gorjeiam como lá Gonçalves Dias, escritor e poeta, mais acima de tudo ludovicense.

Anderson Santu’s Sou Anderson de Jesus Ataíde dos Santos, mas hoje meu nome artístico é Anderson Santu’s. Desde os meus 14 anos, escrevia poemas mais vi que tudo mudaria depois que conheci uma garota especial que me fez mudar, pensei no que chamaria mais a atenção dela, tentei de tudo, tudo mesmo tanto que no ano passado participei de um festival, todos adoraram a minha música, foi uma experiência legal. Mas, enfim, em 2010, descobri que meu chamado era para cantar e compor claro minhas músicas.


13

São Luís

São Luís, a terra de encantos que embala os meus sonhos com um suave vento. Com o seu mar, contorna minha vida trazendo a alegria contida em sua história. Ilha que faz o meu amor se banhar no mar de suas belezas. na onda eu sinto a emoção que de nota em nota transforma-se em canção. É natural o seu olhar, que brilha quando a lua estende-se no céu só pra mostrar que faz parte da história. São Luís, a terra que contagia. São Luís, a terra da minha vida. São Luis, ilha do amor recheado com sabores.

Salenna Bianca Meu nome é Salenna Bianca Amaral Silva e estudo no C. E. Menino Jesus de Praga. Gosto de escrever pois é uma maneira interessante de passar uma ideia, porém, além disso, amo cantar porque é nisso que mais me identifico e onde me expresso bem melhor.


14

Poesia


15

Percorrendo São Luís, há 400 anos Expresso aqui o meu carinho Com toda a minha emoção A uma ilustre capital Que a amo de paixão Terra de gente guerreira Nossa Atenas Brasileira São Luís do Maranhão. E são exatos 4 séculos Que completa São Luís No dia 8 de setembro Sem ruga ou cicatriz Está cada vez mais bela E estando nos braços dela Sou verdadeiramente feliz Ela é muito acolhedora Pois não discrimina ninguém É adorável com seus filhos E com visitantes também Sinto saudade ali do centro Que ficou pros esquecimento Mas que quero tanto bem Nosso grande Bandeira Tribuzi E também Josué Montelo O poeta e grande amigo Manoel Bandeira de Melo Sem esquecer da eleição Que na passada administração Saiu Palácio e entrou Castelo Vamos lutar pra melhorar Pois o futuro está em mão A ansiedade só piora Vai devagar, não corre não E já que se falou em pressa Estão construindo a via expressa Pra São Luís do Maranhão


16

É pra falar de coisa boa Comemorar o aniversário Sair, brincar e festejar Pois é seu quarto centenário Muitas obras a tratar E muita história pra contar Pra não ficar dentro do armário E por fim vou concluir Mas outras, assim, irei cantar Minha terra tem palmeiras Onde canta o sabiá E não esqueça São Luís Que pra sempre irei te amar!

Matheus Sanches Sou estudante do 1º Ano do Ensino Médio (EJA), turno noturno, do C. E. Menino Jesus de Praga.


17

Cidade dos Encantos O dia chega vejo a beleza Na cidade de São Luís Que todo mundo diz Ilha dos amores Ouvimos os tambores Ao som da batucada Pra lá e pra cá Com o povo a dançar Se deixam levar Na Jamaica brasileira 400 anos de riqueza Brincadeiras de rodas Todo o povo se joga Declamando poesia Em seu dia-a-dia Falando da pureza Que na cidade reina Oh coisa maravilhosa Casarões, igrejas, fontes e fachadas Nos levam a tempo de outrora A cidade nos encanta Com suas lendas e danças Meu coração meus olhos brilham Ao saber que faço parte Dessa grande ilha Os rios e mares Nos levam a muitos lugares Que contam a história Da nossa cidade

Deborah Mesquita Sousa Tenho 17 anos, nascida em Anajatuba no dia 10 de setembro de 1994 na cidade de São Luís. Estudo na Escola Menino Jesus de Praga, faço o 3º ano do Ensino Médio, meu objetivo é entrar em uma faculdade e fazer Direito obtendo mais conhecimentos e garantindo o meu futuro.


18

Ilha da Cultura São Luís, cidade de muitos becos De culinária deliciosa como peixe seco Tu és premiada São Luís do Maranhão Com becos, cantares e festas de São João Ilha da “Jamaica brasileira” Linda é sua bandeira Ao olhar a paisagem sinto inspiração Para compor esse poema do fundo do coração Ilha dos amores e tambores; Povo formoso de muita beleza Muito encantadora a sua gentileza Venham ver essa cidade que esta a crescer; Tenho orgulho de morar nessa cidade Onde junto comigo mora a simplicidade

Raquel Silva Lima Sou Raquel Silva Lima, tenho 16 anos, nasci na cidade de São Luís do Maranhão no dia 13 de setembro de 1996. No momento resido na mesma cidade. Fiz ensino fundamental na U. E. Pedro Alvares Cabral. Sou uma estudante do 2º ano do Ensino Médio do C. E. Menino Jesus de Praga; tenho como hobby escrever poema, versos e lê-los. Gosto também de ler contos pela internet e em livros.


19

400 anos de São Luís: O que há para comemorar? Por seu belo conjunto arquitetônico, Foi declarada patrimônio cultural da Unesco Também considerada cidade dos azulejos Regozijo-me de ter uma cidade rica em amores De lendas, mistérios e sabores Tu és a cidade dos casarões Que faz meu coração palpitar de alegria Assim como sol surge todos os dias Na praia, onde posso sentir tua brisa. Nas suas igrejas posso admirar Suas pratarias e alvenarias Não posso esquecer de seus festejos, Juninos, carnavalescos Há tudo o que comemorar, Então vamos festejar Um novo centenário De São Luís do Maranhão Onde abriga um povo De grande coração.

Analice Silva Menezes Nasceu em Zuador, Presidente Vargas, Maranhão, em 28 de novembro de 1993 Atualmente reside em São Luís-MA e estuda no C. E. Menino Jesus de Praga. Filha de lavradores tem como alvo, concluir seus estudos para mudar essa realidade.


20

Belezas e Maravilhas Em cada brilho do sol, em bela noite de luar Em cada dia que passa, um sonho vou realizar Na terra que tanto amo, as belezas vou contemplar, para dar-me mil razões e muitos anos alcançar Vou chamar os estrangeiros para juntos comemorar. São Luís 400 anos é tudo que vou ganhar Já ganhei milhares de encantos basta apenas retocar, com muita gente bonita isso sei não vai faltar, pessoas cheias de charme para comigo brilhar é o Menino Jesus de Praga que presente sempre está Vamos passear nas praias e maravilhas fotografar, vamos dar um show nas praças e depois se deliciar com a culinária maranhense irresistível só em pensar Contracenando nos teatros um mundo que tanto sonhei, ser famoso por natureza dá até inveja eu sei Contando lendas e contos para dar um brilho no ar, mas também tenho verdades, senta aí que vou contar, sou maranhense de nascença por isso esse sorrisão sou feliz por esta ilha e pelos lindos 400centões Na certeza do que sou, conhecendo meu valor vou mostrar no coração minha vida e emoção, sou beleza, sou encanto, sou São Luís do Maranhão.

Neyduane Sousa Sou Neydiane Sousa tenho 18 anos e curso o 3º ano do Ensino Médio no C. E. Menino Jesus de Praga e como toda poesia, de forma direta, nessas poucas palavras, quero demonstrar o verdadeiro valor e encanto de São Luís.


21

Maravilhas e Encantos São Luís, cidade do reggae, dos azulejos, patrimônio da humanidade, ilha do amor. Lugar de belezas encantadoras, cidade hospedeira que é digna de muito valor. Aqui terra sem preconceito de pessoas alegres, humildes, encantadoras, que merecem respeito. Se não fossem alguns problemas poderia até ganhar a título de lugar perfeito. São Luís, cidade com seus problemas mais que não a impede ser amada e valorizada. Não sou ludovicense, mas por ti São Luís sou apaixonada. Estamos vivendo um momento de muita alegria esse mês de setembro é aniversário da nossa ilha e todos que, aqui estiverem são convidados a participar e contemplar essa maravilha. Nossa cidade está comemorando 400 anos, de muitas conquistas e realizações Não importa se tu és ludovicense ou não, que importa é que todos faremos parte desses quatrocentões. Cidade considerada Atenas Brasileira, patrimônio da humanidade, ilha do amor, do reggae e muito mais. Escrevi tudo isso simplesmente para te contemplar, minha cidade, e parabeniza-la por esses quatrocentões tão especiais.

Maria Kerolyny Sou estudante da 3ª série do ensino médio no C. E. Menino de Jesus de Praga. Nasci em Santa Quitéria do Maranhão. Vivo em São Luís desde os 9 anos de idade, hoje com 18 anos.


22

Redação


23

400 anos de São Luís: o que há para comemorar? Com a história que toda a capital gostaria de ter. Fundada por franceses, invadida por holandeses e colonizada por portugueses. Considerada a ilha do amor, patrimônio da humanidade, Atenas Brasileira, cidade do reggae, São Luís abrange belezas naturais admiráveis. Que bela ilha, rica em cultura e em beleza. Mas, de que adianta ter beleza se não é preservada? Para as autoridades com poder aquisitivo é mais fácil pôr nas praias placas de interdição do que procurar as cabíveis soluções para não poluí-las. Conclui-se que São Luís só tem beleza externa, porque interna só há descaso, descaso com a educação, saúde, segurança, trânsito, transporte público, etc. Apenas alguns pontos turísticos situados no centro que são preservados, mas vale ressaltar que São Luís não é composta somente desses pontos, mas sim, por vários outras partes que são esquecidas e não são levadas em conta, parte em que há cidadãos que não têm um direito básico à água. Cidadãos que ao trabalharem, passam por grande sufoco dentro de ônibus coletivos lotados, as escolas que são lugares para se educar estão tornando-se perigosas, um hospital que serve para cuidar da saúde tornase uma forma prejudicial pelo fato de não haver leito, e há pessoas que esperam meses para marcar consultas, imagine para marcar operações e cirurgias, muitos até morrem. Portanto, São Luís teve uma história brilhante em sua fundação, mas atualmente só é lembrado este fato histórico. Não há motivos para comemorar, pois não há uma história do hoje que possa ser lembrada com orgulho, amanhã.

Emércia Emilly Carvalho de Sousa Eu sou Emércia Emilly Carvalho de Sousa, curso a 3ª série do ensino médio na instituição Menino Jesus de Praga. Saber colocar o pensamento e a imaginação sobre um suporte de escrita,seja ele uma tela de computador ou uma folha de papel é


24

condição básica para o exercício de reflexão. Entretanto é necessário construir um acervo cultural. Isso acontece por meio da leitura, da reflexão e da observação da realidade. Por meio desta redação não foi destacado apenas fatos agradáveis, mas a realidade em que a nossa capital se encontra.


25

São Luís é uma cidade bela

São Luís é uma cidade bela onde canta o sabiá, cidade de artistas consagrados como: Alcione Nazaré, Catulo da Paixão, Artur Azevedo, e vários outros. Tais artistas receberam homenagens como: o elevado Alcione Nazaré, a estátua de Catulo da Paixão na Deodoro, o teatro Artur Azevedo. E assim essa bela cidade foi se consagrando a cada século. No dia 8 de setembro irá completar 400 anos. Como toda cidade ela também tem seus pontos fracos, mas em um momento feliz, acho que nem temos o direito de criticá-los, mas sim fazêla uma cidade melhor para se conviver e aprender. Cidade de artistas consagrados, que alguns desses, mesmos mortos ainda vivem em livros, em praças, ruas e ruelas, becos e vielas, azulejos e casarões. Os teatros, igrejas, fontes e feiras que jamais morreram. Nasci em um tempo não tão bom, onde sua administração não é mais levada a sério. O asfalto não dura nem uma chuva, os lixões estão cada vez mais constantes, enquanto a população esta a cada dia crescendo e com ela cresce o índice de pobreza, pois há falta de moradia. É tão ruim saber que, se isso continuar, meus filhos futuramente, não verão tamanha beleza. Parabéns São Luís, pelos seus 400 anos de Arte, Literatura, Arquitetura, Escultura, Cultura e História.

Patrícia Mendonça Meu nome é Patrícia Mendonça, tenho 16 anos, estou cursando o 1º ano do Ensino Médio, meu sonho é destruir as barreiras da dificuldade, terminar meus estudos, cursar uma boa faculdade, e poder calar a boca de quem só sabe nos criticar. “Falar é fácil, difícil é ser Eu”.


26

São Luís 400 anos! O que há pra comemorar? Existem alguns motivos que nos levam a querer comemorar, como por exemplo, sua fundação, o seu patrimônio histórico cultural e outros, mas, em minha opinião ainda assim são poucos. São Luís, por ser a 15ª cidade mais populosa do Brasil deveria estar muito mais evoluída, muito melhor, mas o que vemos nos dias atuais não é essa maravilha que muitas vezes vemos na TV. Na realidade o que mais se vê é o descaso com a população, a negligência dos nossos representantes, que só prometem, prometem e não fazem absolutamente nada, e as vezes nem percebem o que realmente a população necessita. Acabei percebendo que promessas, são o que são, promessas. Se pararmos para pensar iremos perceber que o que realmente São Luís precisa neste exato momento, são de representantes que se importem com as pessoas, porque o que mais se ouve dizer é que: eles vão construir mais escolas, hospitais, que vão asfaltar ruas etc. Porém o que eu nunca ouvi dizer é que eles vão construir um local para colocarem as pessoas desabrigadas que não tem um lar, um lugar para viver. Isso para mim é de máxima importância. O que adianta ter uma cidade bela, as ruas asfaltadas se o que mais interessa que é o cidadão, está praticamente destruído, sendo muitas vezes tratado como lixo. Eles não veem a real importância dessas pessoas. Eu lhes pergunto, adianta ter uma cidade bem cuidada, repleta de construções como shoppings e outros, se a maioria da população não poderá desfrutar dessa beleza? Melhor dizendo, desses benefícios? Não adianta nada. Essas pessoas que passam despercebidas tem um papel importante na sociedade, na verdade eu, você, nós somos a sociedade, independentemente se você é rico ou pobre, tem ou não tem, pode ou não pode, o que importa é que você é a sociedade. Eu ouvi uma frase dizendo assim: “Um dos maiores motivos pra se comemorar é essa sociedade justa que transformamos a cada dia”. Eu discordo, porque uma sociedade para ser justa tem que ser igualitária para todos e, infelizmente não é isso que vemos em nossa sociedade. Mas você pode mudar essa concepção, pode fazer a diferença, porque se você faz, você a transforma, você faz parte


27

dela, é claro que pode muda-la. Para chegar um momento que poderemos dizer: - Eu vivo em uma sociedade de uma cidade justa. Porque só depende de você muda-la, basta tomar a iniciativa, ser ousado, e talvez daqui a 2 ou 4 anos você irá olhar para trás e vai dizer: Realmente São Luís merece comemoração digna de uma cidade maravilhosa. Mas, enquanto isso não acontece, vamos nos contentar com o que temos, com o que somos e o que queremos ser. Porque você sendo diferente, faz a diferença e não muda somente sua história, mas de todos os que convivem com você, no mesmo lugar, no mesmo tempo, que tem os mesmos objetivos que é um dia transformar por completo essa nossa sociedade, basta somente uma iniciativa. Diante de tudo isso te pergunto, está disposto a enfrentar esses 400 anos como mais uma guerra a ser vencida, mas essa guerra não é contra potestades e principados, contra carne, nem sangue, e sim contra o preconceito, a discriminação, a negligência de muitos. Porém essa vitória só depende de uma coisa: coragem para seguir em frente. E só então poderemos olhar um para o outro e dizer: - Feliz 400 anos !!! Nossa cidade merece !!!

Ildenilde Marques Tem 16 anos é estudante defende muito seu ponto de vista, por ser uma adolescente gosta muito desse público. Acha que não existe gente mais divertida e mutante. Tem 8 irmãos e sua profissão no momento é estudar.


28

Bens favoráveis Afinal, o que há para ser comemorado em São Luís? Em uma cidade exuberante, onde a diversidade é intensiva, são inúmeros os motivos para se comemorar. Uma pequena ilha de lugares surpreendentes, a fauna enriquecedora e a flora gratificante, agradando a todos. Sendo patrimônio cultural, São Luís esconde muitos segredos em seu ponto central e outros mais em suas cercanias. Cidade repleta de maravilhas, lendas, pontos turísticos e um folclore variado de tradições e conhecimentos humanitários. Aqui você desperta ao amanhecer com os lindos cantos dos pássaros, dando-lhe em agradável humor no decorrer do dia. Lugar onde as pessoas interagem com o próximo, compartilhando momentos felizes, dando continuidade a um ciclo de paz. Dessa e outras formas destaca-se São Luís, uma fábrica de talentos e mais variados artistas ressaltando essa nossa linda cidade, pretendendo-se compartilhar o bem com as proximidades e aprimorando ainda mais às inúmeras qualidades. São Luís, cidade minha, sua e de todos nós!

Maykon Dielle Abreu Rodrigues Sou estudante do 3ª série do Ensino Médio no C. E. Menino Jesus de Praga. Nasci em Matinha, interior do Maranhão, vivo em São Luís e atualmente tenho 16 anos.


29

Edital do Concurso


30

ESTADO DO MARANHÃO CENTRO DE ENSINO MENINO JESUS DE PRAGA EDITAL Nº 01/2012 CONCURSO “NAVEGANDO NA HISTÓRIA DOS 400 ANOS DE SÃO LUÍS” O CENTRO DE ENSINO MENINO JESUS DE PRAGA, no uso de suas atribuições, por ocasião das comemorações do IV Centenário da Cidade de São Luís, torna público o Edital do Concurso “Navegando na História dos 400 anos de São Luís”, destinado aos estudantes do Ensino Médio nos turnos matutito, vespertino e noturno desta Escola. 1 DO OBJETIVO Premiar redações, poesias, músicas e desenhos dos estudantes do Ensino Médio do Centro de Ensino Menino Jesus de Praga, considerando o tema e os critérios estabelecidos neste Edital, incentivando e reconhecendo a inventividade, criatividade, originalidade e raciocínio. 2 DO TEMA Produção de redação com texto reflexivo, poesia, música (letra e melodia) ou desenho sobre o tema “400 anos de São Luís: o que há para comemorar?”, 3 DAS MODALIDADES 3.1 O Concurso terá quatro modalidades, nas quais os estudantes poderão se inscrever: 3.1.1 Redação, com texto reflexivo, em prosa, de no mínimo 20 (vinte) e no máximo 30 (trinta) linhas, escrita em 1 (uma) página de papel em pauta; 3,1.2 Poesia, com texto de no máximo 30 (trinta) linhas, escrita em 1 (uma) página de papel em pauta; 3.1.3 Música, com texto de no máximo 30 (trinta) linhas, escrita em 1 (uma) página de papel em pauta e 1 (um) CD gravado com a melodia; 3.1.4 Desenho (pintura, charge, cartoon, etc), apresentado em 1 (uma) página de papel A4 ou A3;


31

3.2 Todas as propostas de redação, poesia e música devem ser escritas de próprio punho, de forma legível, com caneta esferográfica preta ou azul, prezando pela apresentação e ausência de rasura. 4 DOS PARTICIPANTES Poderão participar deste concurso os estudantes regularmente matriculados no Ensino Médio do Centro de Ensino Menino Jesus de Praga, dos seus três turnos de funcionamento. 5 DA INSCRIÇÃO 5.1 O estudante deverá inscrever-se na Secretaria da escola no período de 01 de junho a 17 de agosto de 2012. 5.2 No ato de inscrição, o estudante receberá um número de identificação de sua proposta na modalidade a que estiver concorrendo. 5.3 O estudante poderá participar de até 2 (duas) modalidades. 5.4 Todas as inscrições devem ser individuais, entretanto, admitir-se-á inscrição de até 2 (dois) estudantes na modalidade música, subitem 3.1.3. 5.5 O Concurso premiará o 1º (primeiro), 2º (segundo) e 3º (terceiro) lugar, respectivamente, de cada uma das 4 (quatro) modalidades. 6 DA AVALIAÇÃO 6.1 Todos os trabalhos inscritos que atendam aos critérios deste Edital serão encaminhados para COMISSÃO JULGADORA. 6.2 A COMISSÃO JULGADORA será formada por professores (as) ou convidados (as) e sua composição será divulgada juntamente com a publicação dos resultados. 6.3 As decisões da COMISSÃO JULGADORA são finais e inapeláveis, salvo em caso de plágio comprovado. 6.4 A Coordenação do Concurso divulgará com antecedência a data de proclamação dos resultados e premiação. 6.5 Os critérios de avaliação são os seguintes: 6.5.1 Inventividade, criatividade e originalidade;


32

6.5.2 Adequação ao tema e a modalidade; 6.5.3 Nas redações, a presença de ideia central e ideias secundárias, com argumentação consistente; 6.5.4 Qualidade e diversidade de vocabulário; 6.5.5 Clareza e coesão; 6.5.6 Correção ortográfica, sintática e pontuação; 6.5.7 Organização do trabalho (legibilidade, parágrafos, ausência de rasuras, etc).

margens

regulares,

6.6 Cada critério referido no subitem 6.5, será pontuado de 0 a 5 (zero a cinco). 6.7 A classificação no concurso será estabelecida a partir da média final obtida nos critérios do subitem 6.5. 7 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 7.1 Os estudantes participantes, autores e responsáveis legais, no ato da inscrição, autorizam o Centro de Ensino Menino Jesus de Praga, em caráter gratuito e irrevogável, a utilizar os trabalhos produzidos no âmbito deste Concurso, em edição e publicação. 7.2 Os casos omissos serão analisados e resolvidos pela Coordenação do Concurso. São Luís, 21 de maio de 2012.


33


400 anos de São Luís: o que há para comemorar?