__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Empresas que investem na Junior Achievement Brasil

www.jabrasil.org.br

Fazendo a Diferença

|

Junior Achievement Brasil

|

13ª Edição – 2015/2016

EDIÇÃO ESPECIAL – 13ª Edição – 2015/2016

Empresas que enxergam longe investem na Junior Achievement. Invista você também! Capa_Fazendo a Diferença Ed13 imagem.indd 1

JUNIOR ACHIEVEMENT TRANSFORMANDO JOVENS EM EMPREENDEDORES SUSTENTABILIDADE Empresas investem em projetos que mostram aos jovens a importância da sustentabilidade: do equilíbrio entre os resultados econômico, social e ambiental.

LIDERANÇA Empresários falam sobre a importância da ética e da educação empreendedora para o País.

TECNOLOGIA Dell Brasil e Linx, líder em software de gestão para o varejo, apoiam o aumento do nível de inovação do Programa Miniempresa.

28/09/2015 14:59:24


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT RIO GRANDE DO NORTE Mantenedores

Apoiadores

FAZENDO A DIFERENร‡A

Capa_Fazendo a Diferenรงa Ed13 imagem.indd 2

123 28/09/2015 15:00:03


Estes são os resultados de 2014 da Rede Junior Achievement no Brasil Participações Voluntárias

Horas Doadas*

702

911

6.661

45

122

142

1.076

13

6

16

16

376

5.636

221

86

96

192

1.248

Introdução ao Mundo dos Negócios

23.893

892

302

751

980

7.153

Nosso Mundo

8.299

291

96

181

226

1.673

Empreendedores Climáticos

1.392

60

20

29

53

352

Mais do que Dinheiro

1.379

53

15

52

54

480

Aprender a Empreender no Meio Ambiente

1.844

67

27

73

79

809

Economia Pessoal

37.359

1.321

443

1.238

1.555

19.754

As Vantagens de permanecer na Escola

76.023

2.580

547

1.800

2.393

17.365

Empresa em Ação

2.603

96

23

66

70

1.071

Atitude pelo Planeta

21.086

785

284

680

872

7.272

Mercado Internacional

305

12

4

16

19

181

Finanças Pessoais

6.974

270

146

185

325

2.180

Habilidades para o Sucesso

6.765

237

90

354

377

3.701

Meu Dinheiro, Meu Negócio

1.385

56

15

62

70

536

Miniempresa

13.558

540

465

2.180

2.271

126.858

505

23

22

66

66

2.568

Mese - Management and Economics Simulation Exercise

5.079

50

55

37

44

331

Vamos falar de Ética

41.432

1.493

438

1.267

1.758

12.591

Empresário-Sombra por um Dia

1.878

-

-

1.644

1.721

13.768

Conectado com o Amanhã

4.591

150

53

155

216

1.728

HP SIR

1.091

14

5

16

16

-

871

-

-

52

60

-

6.560

-

-

106

104

-

336.374

11.591

2.324

11.946

14.590

229.731

Programas

Alunos

Nosso Planeta, Nossa Casa

62.919

2.252

683

Nossa Comunidade

2.602

115

345

Nossa Região

Nossos Recursos

Liderança Comunitária

Nº de Associados ao Nexa – Núcleo de Ex-Achievers Eventos organizados pelo Nexa – Foco: formação de jovens TOTAL GERAL

Turmas Escolas Voluntários

229.731 = R$ 48.013.779,00 doados em horas executivas* *Considerando o valor/hora médio de executivos no Brasil – R$ 209,00/hora. Fonte: IBCO – Instituto Brasileiro de Consultores de Organizações, no link: http://www.administradores.com.br/noticias/negocios/consultor-senior-recebe-no-brasil-em-media-r-20900-por-hora-aponta-pesquisa/54407/

FAZENDO A DIFERENÇA

Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 3

3

30/09/2015 15:13:22


Estas são as projeções para 2015 da Rede Junior Achievement no Brasil Participações Voluntárias

Horas Doadas*

798

834

6.540

35

149

159

1.242

2

1

2

2

47

12.043

441

105

255

440

2.965

Introdução ao Mundo dos Negócios

26.746

897

301

884

1.017

7.711

Nosso Mundo

9.507

329

103

263

289

2.228

Empreendedores Climáticos

2.173

84

30

86

96

738

Mais do que Dinheiro

1.562

61

24

126

130

1.200

Aprender a Empreender no Meio Ambiente

3.110

123

44

132

150

1.512

Economia Pessoal

36.974

1.265

415

1.377

1.543

20.228,5

As Vantagens de permanecer na Escola

83.234

2.756

603

2.791

3.104

23.854

1.982

77

28

79

84

1.270,5

30.461

1.108

335

725

967

7.977

162

5

3

3

4

37

Finanças Pessoais

3.085

106

39

136

157

1.193

Habilidades para o Sucesso

4.315

152

67

248

252

2.508

Meu Dinheiro, Meu Negócio

4.920

196

52

234

234

448

Miniempresa

14.928

546

512

2.291

2.305

128.961

806

40

35

88

88

3.432

Mese - Management and Economics Simulation Exercise

3.640

252

108

74

100

830

Vamos falar de Ética

41.127

1.426

424

973

1.148

8.629

Empresário-Sombra por um Dia

2.213

-

-

2.176

2.214

17.712

Conectado com o Amanhã

5.921

220

76

262

277

2.216

Nº de Associados ao Nexa – Núcleo de Ex-Achievers

1.439

-

-

130

85

-

Eventos organizados pelo Nexa – Foco: formação de jovens

3.838

-

-

126

61

-

399.865

13.713

3.094

14.408

15.740

243.479

Programas

Alunos

Nosso Planeta, Nossa Casa

103.194

3.546

930

2.435

81

50

Nossa Região

Nossa Comunidade Nossos Recursos

Empresa em Ação Atitude pelo Planeta Mercado Internacional

Liderança Comunitária

TOTAL GERAL

Turmas Escolas Voluntários

243.479 = R$ 50.887.111,00 doados em horas executivas* *Considerando o valor/hora médio de executivos no Brasil – R$ 209,00/hora. Fonte: IBCO – Instituto Brasileiro de Consultores de Organizações, no link: http://www.administradores.com.br/noticias/negocios/consultor-senior-recebe-no-brasil-em-media-r-20900-por-hora-aponta-pesquisa/54407/

4

Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 4

FAZENDO A DIFERENÇA

30/09/2015 15:14:16


Estes são os números acumulados da Rede Junior Achievement no Brasil Fundação Unidades

Alunos

Escolas

Voluntários

Mantenedores*

1983

Junior Achievement São Paulo

322.108

2.059

18.935

35

1994

Junior Achievement Rio Grande do Sul

874.663

6.583

22.527

36

1997

Junior Achievement Santa Catarina

414.016

2.302

15.081

54

1999

Junior Achievement Rio de Janeiro

247.216

1.311

13.088

36

2001

Junior Achievement Bahia

68.191

314

3.423

15

2001

Junior Achievement Espírito Santo

184.366

968

9.195

41

2002

Junior Achievement Amazonas

183.248

952

2.654

23

2002

Junior Achievement Goiás

132.225

650

8.044

52

2003

Junior Achievement Paraná

608.400

3.669

13.460

26

2003

Junior Achievement Amapá

35.014

286

2.394

29

2003

Junior Achievement Pernambuco

103.863

546

5.354

16

2003

Junior Achievement Piauí

52.096

483

2.569

24

2003

Junior Achievement Minas Gerais

182.750

1.377

10.395

51

2003

Junior Achievement Roraima

103.499

417

1.268

16

2004

Junior Achievement Acre

9.896

89

460

3

2004

Junior Achievement Distrito Federal

114.580

466

3.007

23

2004

Junior Achievement Maranhão

32.084

204

1.743

14

2004

Junior Achievement Paraíba

27.256

150

1.326

8

2005

Junior Achievement Alagoas

50.230

162

1.529

23

2005

Junior Achievement Ceará

35.547

283

1.950

25

2005

Junior Achievement Pará

68.027

238

2.151

14

2005

Junior Achievement Sergipe

11.120

59

529

8

2005

Junior Achievement Rondônia

16.390

110

473

9

2005

Junior Achievement Tocantins

63.377

238

1.562

10

2005

Junior Achievement Mato Grosso

23.699

191

1.415

16

2005

Junior Achievement Mato Grosso do Sul

34.062

201

1.249

34

2005

Junior Achievement Rio Grande do Norte

54.434

284

1.879

20

Programas realizados antes da Fundação JA Estadual

8.486

39

498

-

4.060.843

-

148.158

661

TOTAL *Mantenedores / Parceiros / Apoiadores **Os números de 2015 são projeções.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 5

5 30/09/2015 15:15:14


Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 6

3.094

2013

2.108

2013

2015*

2015*

2014

2012

2.129

2012

2.324

2011

2.262

2011

2014

2010

2.362

2009

1.740

2009

2010

2008

1.701

14.408

11.946

12.469

13.334

11.473

13.343

10.886

11.703

10.582

2015*

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

2000

84 a 99

399.865

336.374

383.114

323.924

337.044

396.296

297.852

315.796

249.887

213.097

161.511

143.857

106.649

98.166

92.629

75.828

128.954

Alunos

2008

2007

8.910

7.637

6.431

4.278

Voluntários

1.472

2006

2005

2004

2003

1.985

2.400

1.752

4.621

Total 4.060.843

2007

1.834

1.306

1.194

914

2002

2001

2000

84 a 99

Total 148.158

2006

2005

392

506

288

740

Escolas**

2004

2003

2002

2001

2000

84 a 99

Números acumulados Rede Junior Achievement no Brasil

*Os números de 2015 são projeções. **O somatório das escolas é anual; as escolas se repetem na aplicação de alguns programas.

30/09/2015 15:16:02


Sumário 9 10 12 14 17 20 26 28 30 31 33 35 36 38 40 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 58 59 60 67 69 72 74 77 82 88 92 95 99

Editorial Palavras dos Presidentes entes Institucional Programas Internacional Empresários que enxergam xergam longe Projeto Nacional Delll Projeto Nacional Linxx Projeto Nacional Alcoa oa Especial Startups Entrevista Especial – Sidnei Oliveira Projeto Nacional Ultragaz ragaz Projeto Nacional Sebrae brae Projeto Nacional Gerdau rdau Especial Sustentabilidade idade Projeto Nacional KPMG MG Projeto Nacional GE Projeto Nacional Suzano zano Projeto Nacional Instituto tituto Cyrela Projetos Nacionais HSBC e AT&T Projeto Nacional John hn Deere Projeto Nacional TNT T Projetos Nacionais Caterpillar e MasterCard Projetos Nacionais MetLife e ADP Projetos Nacionais Baxter e NEORIS Projetos Nacionais Instituto nstituto GBarbosa e Logicalis Novos Projetos JA Américas / JA Worldwide Projeto Especial CIEE-RS E-RS Projetos Especiais Especial Especial Nexa Especial Nexa – Artigo go Renato Colomby Pesquisa Nacional Rede Junior Achievement ement Voluntariado que faz a diferença Ações Institucionais fortalecem a Junior Achievement pelo Brasil Programa Miniempresa: esa: abrindo portas para o sucesso! Empreendedorismo na prática Eu acredito, eu invisto to na educação empreendedora! Balanço Patrimonial e Demonstrações Financeiras de 2014 Empresas que enxergam rgam longe

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 7

7 30/09/2015 15:16:03


CONSELHO JUNIOR ACHIEVEMENT BRASIL Conselho de Fundadores André Loiferman Construtora Brasília Guaíba Bolivar Baldisserotto Moura Jayme Sirotsky Grupo RBS Jorge Gerdau Johannpeter Grupo Gerdau Raul Rosenthal Ladeira de Matos M2 Participações Sergio Carvalho Ancar Ivanhoe Conselho Consultivo Presidente Jorge Gerdau Johannpeter Grupo Gerdau Adriana Machado GE Antônio Carlos Valente Silva Telefônica Aron Zylberman Instituto Cyrela Carlos Alberto Griner Suzano Papel e Celulose Fábio Colletti Barbosa Fabio Schwartzman Klabin Luis Gonçalves Dell José Claudio dos Santos Sebrae Nacional Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho Sebrae Nacional Pedro Melo KPMG Comitê de Branding Nizan Guanaes Grupo ABC Conselho Diretor Presidente Marcelo Baptista Carvalho Ancar Ivanhoe André Loiferman Construtora Brasília Guaíba Beatriz Johannpeter Instituto Gerdau Janete Ana Ribeiro Vaz Laboratório Sabin Ulisses Tapajós Neto Ação Investimentos

Conselho Fiscal Rodrigo Moreira de Capistrano Ronaldo Veirano João Carlos Silveiro Diretora Superintendente Wilma Resende Araujo Santos Auditoria Externa PricewaterhouseCoopers – PwC Conselho de Presidentes Michael J. Morrell Deloitte – JASP Carlos Olivera Santa Cruz Bemis – JASP Péricles Druck Grupo Habitasul – JARS Cristiane Steigleder Steigleder Consultoria – JARS Sérgio Roberto Arruda Senai-SC – JASC Ricardo Kuerten Dutra Orcali – JASC Marcelo Carvalho Ancar Ivanhoe – JARJ Mariana Carvalho Oliveira Ancar Ivanhoe – JARJ Aldo Ramon Brito de Almeida Movimenta Salvador – JABA Rodrigo Barbosa Paolilo Mariposa Boulevard 161 – JABA Maely Guilherme Botelho Coelho Maely Arte e Publicidade Ltda. – JAES Eduarda Buaiz Grupo Buaiz – JAES Ulisses Tapajós Neto Ação Investimentos – JAAM Peter Kermanar Masa Flextronics – JAAM Alessandra Louza Flamboyant – JAGO Rodney Leandro Guardia Mapah Auditores – JAGO Sueli Roveda Campagnolo Sistema FIEP – JAPR Roberto Lindermann Netz Gerdau – JAPR Jaime Domingues Nunes Domestilar Ltda. – JAAP Marco Antônio de Araújo Silva Supermercado Santa Lúcia – JAAP Paulo Sales Acumuladores Moura S.A. – JAPE Frederico Almeida Citi – JAPE Francisco Valdeci de Sousa Cavalcante Fecomércio/Sesc/Senac-PI – JAPI João Claudino Fernandes Júnior Claudino S.A. – JAPI

EXPEDIENTE A Revista Fazendo a Diferença é uma publicação da Junior Achievement Brasil, com 10 mil exemplares. Rua D. Pedro II, 861 – 10º andar – Sala 1002 – Bairro Higienópolis – CEP 90550-142 – Porto Alegre – Rio Grande do Sul Coordenação, Edição e Produção Editorial: Vanessa Siviero – MTB RS 832844179 Redação: Marianne de Oliveira Santiago Projeto Gráfico e Diagramação: Imagine Design Revisão: Giovana Colle Cauduro e Katine Walmrath

Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 8

Eugênio Pacelli Mattar Localiza – JAMG Flávio Roscoe Colortextil – JAMG Almecir de Freitas Camara Sesi-RR – JARR Luiz Coelho de Brito Grupo LB – JARR Fábio Ricardo Leite Uninorte – JAAC Antonio José Brandão Via Verde Shopping – JAAC Janete Vaz Laboratórios Sabin – JADF Luciana Barbosa Salomão Memora – JADF Marco Moura FIEMA – JAMA Marcus Frazão Gerdau – JAMA Messias Oliveira Guimarães Filho Metalúrgica Fortex – JAPB Luciano Piquet da Cruz Paraí – JAPB Alberto Cabús FIEA – JAAL Rodrigo Vilar Maciel Gerdau – JAAL Patriciana Queirós Rodrigues Farmácias Pague Menos – JACE Igor Queiroz Barroso Grupo Edson Queiroz – JACE Robson Santos Pereira FERSEG – JASE Diego Cabral Ferreira da Costa Best Western Hotel – JASE Neuza Yamada Y. Yamada S.A. – JAPA Ivanildo Pereira de Pontes FIEPA – JAPA Cláudio George Mendonça Sebrae/MS – JAMS Julião Flaves Gauna Gráfica Pontual – JAMS Renato Del Cistia Elétrica Serpal – JAMT Fernando Martins Fonseca Reis Célere Agrisciences – JAMT Cley Muniz Refrigerante Dydyo – JARO Cezar Zoghbi Imobiliária Zoghbi – JARO João Hélio Costa da Cunha Cavalcanti Junior Sebrae/RN – JARN Antônio Augusto Medeiros de Carvalho Vaz CDL Natal – JARN Henrique Anselmo Soares da Silva G6 – JATO Carlos Wagno Maciel Milhomem Instituto Brasil Empreendedor – JATO

Acesse o site da JA Brasil: www.jabrasil.org.br

Siga a Junior Achievement: facebook.com/jabrasil twitter.com/jabrasil instagram.com/jabrasil youtube.com/juniorachievementbr

05/10/2015 13:08:03


INSTITUCIONAL

Editorial Há 21 anos, comecei a trabalhar na Junior Achievement, instituição criada para mobilizar e inspirar jovens para o empreendedorismo. Logo, percebi a sua grande potência de transformar o futuro ao formar cidadãos éticos, corajosos, donos de seus destinos e conscientes de sua responsabilidade com o social, o econômico e o ambiental. Virou paixão. Hoje, aos 82 anos de idade, percebo, com orgulho e um forte sentimento de realização, uma linda trajetória repleta de gente entusiasmada que construiu uma Organização sólida e capaz de segurar o nome da Junior Achievement em todo o Brasil. Nossos resultados são muito significativos, quando comparados com o universo dos países em que a Organização atua. Além dos números que apresentamos, o Brasil tem sido um modelo de gestão e de inovação para toda a Rede mundial. Isso é o resultado de um trabalho sério, intenso e apaixonado de lideranças, empresas, voluntários, escolas, educadores, famílias, alunos e uma equipe profissional e dedicada nos seus escritórios, que vêm aplicando e gerindo programas de forma contínua, dentro das melhores práticas de gestão e com iniciativas inovadoras. Apesar da evolução e dos resultados alcançados, o objetivo de aumentar o impacto dos programas para um número ainda maior de jovens tem sido o grande desafio. Os 4 milhões de jovens já favorecidos representam muito pouco diante do enorme contingente de alunos nas escolas brasileiras. Representam, também, muito pouco diante da enorme capacidade transformadora que os programas exercem nos jovens.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 9

Em nossa trajetória, milhares de depoimentos de estudantes, de educadores e de familiares destacam a transformação positiva e concreta que estes estudantes que participam da Junior Achievement obtêm em suas vidas. São estímulos constantes ao nosso permanente esforço para superar os objetivos de crescimento. Cada vez mais, renovamos a convicção de estarmos mobilizados para a missão da Junior Achievement. O Brasil é um país com potencial empreendedor. Ser empreendedor é assumir riscos, é perseguir oportunidades, é gerar renda e desenvolvimento. Precisamos continuar com o nosso trabalho árduo e enérgico. O empresário sabe da importância da educação empreendedora nas escolas e percebe que a Junior Achievement é investimento e solução para formar jovens com noção exata de cidadania e ética. O objetivo de crescer exige foco, disciplina, energia e capacidade de mobilização das equipes, espalhadas em cada um dos Estados brasileiros. E estamos trabalhando muito. Mas precisamos de você – empresário e voluntário, para acelerar. Vamos juntos fazer um futuro melhor! Desejo a todos uma boa leitura! Wilma Resende Araujo Santos Diretora Superintendente Junior Achievement Brasil

9 30/09/2015 15:16:08


Palavra do Presidente A prosperidade de uma sociedade é resultado de sua atitude empreendedora e de sua capacidade de inovação. A formação de jovens inovadores e empreendedores é, portanto, fundamental para o desenvolvimento do Brasil, pois eles serão os principais agentes sociais de nossa nação. O movimento Junior Achievement, há 32 anos no Brasil, tem contribuído de forma significativa para a construção de um País melhor. Nessas três décadas de atuação no Brasil, já introduziu o conceito do empreendedorismo a quatro milhões de jovens do Ensino Médio e envolveu cerca de 150 mil voluntários com essa causa, promovendo um ciclo virtuoso de transferência de conhecimento, experiências e solidariedade. Os inúmeros programas desenvolvidos pela entidade formam cidadãos preparados para assumir desafios e responsabilidades em um mundo cada vez mais competitivo. Por meio da Junior Achievement, o espírito empreendedor é despertado nos estudantes, que aprendem desde o início de sua formação, dentro das escolas, a ter uma visão clara do mundo dos negócios, o que os prepara para ingressar num mercado de trabalho globalizado e com uma competição cada vez mais acirrada. Os programas da Junior Achievement também atuam de forma importante na disseminação do conceito de trabalho voluntário, que é, sem dúvida, uma forma importantíssima de transmissão de conhecimento a esses jovens. Os resultados alcançados pela Junior Achievement são excelentes, mas um País

10 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 10

Ivson Miranda

INSTITUCIONAL

como o Brasil, que possui diversos contextos regionais, ainda tem um longo caminho a percorrer na melhoria da educação. As atitudes que fazem a diferença para a nação crescer vão desde as pequenas ações do dia a dia de cada um de nós às grandes decisões governamentais. Acredito que a Junior Achievement tem ferramentas importantes para apoiar o enorme desafio de formar novos líderes comprometidos com o desenvolvimento sustentável e com os valores da democracia. Agradeço a todos que já participaram, de forma direta ou indireta, do movimento Junior Achievement e os convido a continuar apoiando essa causa, mobilizando novos adeptos, para seguirmos nossa longa trajetória de melhoria da educação e construção de um Brasil melhor.

Jorge Gerdau Johannpeter Presidente do Conselho Consultivo Junior Achievement Brasil

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:16:08


INSTITUCIONAL

Palavra do Presidente O ano de 2015 confirma a evolução da Junior Achievement. Ao longo do primeiro semestre, demos continuidade aos encontros com os Conselhos Diretores das 27 Unidades Estaduais, quando aprofundamos os principais desafios das regiões. Os encontros, com a presença dos Presidentes de Conselho e dos Executivos no mesmo fórum, reforçaram o necessário alinhamento de expectativas e compartilhamento das melhores práticas. Concluí que temos em nossa Rede um conjunto de líderes, que levantam a bandeira do protagonismo empreendedor juvenil em todo o Brasil. Um tema levantado na reunião foi a situação pela qual o País está passando. Devemos olhar esta crise como uma oportunidade. Mais do que nunca, percebe-se a importância de investir no empreendedorismo. A Junior Achievement planta a semente do empreendedorismo há quase 100 anos em todo o mundo. Aplicar a “metodologia Aprender-Fazendo” para ampliar a capacidade dos jovens de enxergarem oportunidades dentro de qualquer ambiente é o nosso maior desafio. O que esses jovens vivenciam, principalmente no Programa Miniempresa, sintetiza etapas importantes do que irão vivenciar na vida profissional, seja em um ambiente de crescimento acelerado ou num ambiente mais desafiador como o que agora vivemos. Estamos cumprindo um papel relevante para a sociedade, criando espaços para que talentos sejam destacados e o empreendedorismo seja desenvolvido já no ambiente escolar. A mensagem que desejamos transmitir para a comunidade empresarial é que temos um programa, que materializa esse desafio de inspirar e preparar jovens com capacida-

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 11

de empreendedora. É um programa de custo-benefício absolutamente compensador e que tem resultado em muitos cases de sucesso. Temos a consciência de que ainda há um longo caminho a ser percorrido no Brasil de hoje, assim como a consciência do que desejamos para o nosso futuro. Num mundo em enorme transformação, sabemos da necessidade dos empreendedores, definindo seus próprios caminhos, operando com ética e com propósito. É nisso que estamos investindo, é nisso que acreditamos e é por isso que convidamos outros empresários a investirem junto conosco na Junior Achievement. Por fim, deixo para os jovens uma mensagem de esperança, para que acreditem na sua capacidade, acreditem na força do empreendedorismo. Nosso País é maravilhoso e oferece oportunidades para quem quer trabalhar, para quem quer produzir e para quem quer empreender. Vamos juntos, em frente! Marcelo Carvalho Presidente do Conselho Diretor Junior Achievement Brasil

11 30/09/2015 15:16:08


INSTITUCIONAL

A JUNIOR ACHIEVEMENT O sucesso da Junior Achievement é resultado da sinergia e da dedicação de todas as partes envolvidas: empresas, escolas, educadores, alunos e famílias, tendo como principal vínculo entre eles os voluntários

Fundada em 1919, nos Estados Unidos, a Junior Achievement é a maior e mais antiga organização de educação prática em negócios, economia e empreendedorismo do mundo. Está presente em 120 países e, no Brasil, possui unidades em todos os Estados e no Distrito Federal. Trata-se de uma associação educativa sem fins lucrativos, mantida pela iniciativa privada, cujo objetivo é despertar o espírito empreendedor nos jovens, ainda na escola, estimulando o seu desenvolvimento pessoal, proporcionando uma visão clara do mundo dos negócios e facilitando o acesso ao mercado de trabalho.

12 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 12

É através de programas educativos aplicados por voluntários corporativos em escolas públicas e privadas e de ações mantidas por pequenas, médias e grandes empresas que os jovens estudantes brasileiros se beneficiam. No Brasil, 4 milhões de alunos já foram beneficiados, através da participação de 150 mil voluntários. Globalmente, 10 milhões de jovens ao ano participam dos programas da Junior Achievement, consolidando a formação de uma cultura empreendedora ao redor do mundo, dentro de uma perspectiva ética e responsável.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:16:08


VALORES

FILOSOFIA

A vida é um caminho, não um destino, e você é o arquiteto do seu caminho.

MISSÃO

Inspirar e preparar jovens, despertando seu espírito empreendedor para serem bem sucedidos na sociedade e em uma economia globalizada, transformando-os em cidadãos qualificados e realizados, que possam contribuir positivamente para o desenvolvimento sustentável do Brasil.

VISÃO

Em 2020, 10 milhões de jovens inspirados e preparados para serem bem sucedidos na sociedade e em uma economia globalizada.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 13

Integridade Ética Perseverança Coragem Sensibilidade Sustentabilidade Criatividade Pertencimento Paixão

OBJETIVOS

Que os jovens compreendam: O valor da perseverança, A importância de objetivos claros, A necessidade de assumir riscos, O compromisso com a sustentabilidade, Que a riqueza se cria, Que a honestidade rende dividendos, Que a ética é um fundamento inalienável, Que não basta apenas sonhar, mas que é preciso fazer acontecer.

1313 30/09/2015 15:16:12


INSTITUCIONAL

Sustentabilidade

Programas da Junior Achievement no Brasil

Ensino Fundamental

Nosso Planeta, Nossa Casa

Nossos Recursos

Conscientiza os jovens sobre a importância do desenvolvimento sustentável e do consumo consciente. Os alunos aprendem sobre a importância da preservação do meio ambiente e sobre seu compromisso com a responsabilidade socioambiental.

Os alunos realizam um empreendimento econômico que contempla a geração de riqueza e a preservação dos recursos humanos, naturais e de capital. O Programa mostra aos alunos a importância da preservação dos recursos naturais para alcançar um desenvolvimento sustentável.

Anos: 4° ao 9° ano / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

Ensino Fundamental

Empreendedores Climáticos

Aprender a Empreender no Meio Ambiente

Desenvolve nos alunos o entendimento sobre as mudanças climáticas, que têm origem a partir das ações dos seres humanos. O objetivo é inspirar responsabilidade e cooperação, ambas necessárias para impulsionar hábitos de desenvolvimento sustentável.

Ensino Fundamental

Anos: 5° e 6° anos / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

Ano: 5° ano / Capacitação: 3h30min / Aplicação: 20h/aula

Desenvolve nos alunos a consciência sobre seu relacionamento com o meio ambiente e gera, dessa forma, agentes de mudança com uma atitude de participação ativa e de compromisso com sua comunidade e seu entorno.

Ensino Fundamental

Ano: 7° ano / Capacitação: 3h30min / Aplicação: 7h/aula

Atitude pelo Planeta Apresenta e desenvolve conceitos relacionados ao desenvolvimento sustentável e à sustentabilidade. Fornece condições para que os participantes possam refletir criticamente sobre os problemas socioambientais contemporâneos. Ano: Ensino Médio / Capacitação: 3h / Aplicação: 6h/aula

Preparação para o Mercado de Trabalho

Ensino Médio

Nosso Mundo

Introdução ao Mundo dos Negócios

Apresenta os aspectos fundamentais do comércio internacional, visualizando o papel das trocas internacionais. Os jovens aprendem que a maioria dos países são economicamente independentes.

Ensino Fundamental

Ano: 7° ano / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

14 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 14

Apresenta aos jovens noções sobre economia de mercado e as funções básicas de uma empresa, além de possibilitar que os alunos desenvolvam um plano de carreira.

Ensino Fundamental

Ano: 6° ano / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:16:32


INSTITUCIONAL Vamos falar de Ética

As Vantagens de permanecer na Escola

Leva aos jovens reflexões sobre uma conduta ética em suas vidas profissional e pessoal, contribuindo para a compreensão de seu papel como cidadãos. Os jovens desenvolvem o senso crítico sobre a consequência das atitudes de cada um. Discute-se o custo da falta de ética para o nosso País.

Mostra aos alunos a importância de continuar estudando, integrando conceitos de empregabilidade, educação e qualificação. Apresenta aos alunos os benefícios dos estudos através de cinco momentos.

Ensino Fundamental

Ensino Médio

Anos: 8° e 9° anos / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

Ensino Médio

Ano: Ensino Médio / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

Mercado Internacional

Habilidades para o Sucesso

Fornece informações práticas sobre os aspectos-chave da economia global, o que move o comércio internacional e como o comércio influencia o dia a dia das pessoas. Os objetivos de aprendizado mostram os conhecimentos e habilidades que os alunos irão adquirir ao longo do Programa.

Atende os alunos do Ensino Médio proporcionando aulas envolventes, academicamente enriquecedoras, e práticas de preparação para o mercado de trabalho e perspectivas de carreira. São sete encontros conduzidos por um voluntário do mundo empresarial. Os principais objetivos de cada aula mostram as habilidades e o conhecimento que os alunos irão adquirir ao longo do Programa.

Ano: Ensino Médio / Capacitação: 3h / Aplicação: 7h/aula

Ensino Médio

Ano: Ensino Médio / Capacitação: 3h / Aplicação: 7h/aula

Empresário-Sombra por um Dia

Conectado com o Amanhã Possibilita aos alunos um momento de reflexão sobre seu futuro e preparação para o mercado de trabalho. Oferece perspectivas de carreiras e informações sobre quais são as competências comportamentais desejadas no mercado de trabalho. Ano: Ensino Médio / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

Empreendedorismo

Ensino Médio

Ensino Fundamental

Ensino Fundamental

Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 15

Ensino Médio

Ano: Ensino Médio / Aplicação: 8h/aula

Nossa Comunidade

Nossa Região

Examina as responsabilidades e oportunidades disponíveis, fornecendo informações práticas sobre as empresas e as ocupações possíveis de serem encontradas dentro de uma comunidade.

Leva os jovens a refletir sobre os recursos necessários para os negócios e sobre o planejamento de negócios baseado em recursos. Além disso, mostra a importância do fluxo de caixa e como calcular lucro e prejuízo.

Ano: 3° ano / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

Ensino Fundamental

Ano: 5° ano / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

Empresa em Ação

Miniempresa

Estimula os jovens a entender as principais características do sistema econômico e sua influência nos negócios, mostrando as responsabilidades sociais de um negócio e o papel do governo na economia.

Proporciona uma experiência prática em negócios através da organização e da operação de uma empresa. É desenvolvido em 15 semanas, nas escolas. Os estudantes aprendem conceitos de livre iniciativa, mercado, comercialização e produção.

Ano: 9° ano / Capacitação: 3h30min / Aplicação: 12h/aula

FAZENDO A DIFERENÇA

Proporciona aos jovens a oportunidade de conhecer o dia a dia de um empresário. Durante um dia, estudantes acompanham os passos de um empresário ou executivo em sua jornada de trabalho.

Ensino Médio

Anos: 2° e 3° anos / Capacitação: 3h30min / Aplicação: 52h30min

15 30/09/2015 15:16:36


INSTITUCIONAL Globe

Ajuda os estudantes a desenvolver conhecimentos e aptidões que lhes permitam destacar-se em suas comunidades. Apresenta conceitos de terceiro setor, projetos sociais e liderança. O Programa é desenvolvido em 12 jornadas semanais, realizadas dentro das escolas.

Os estudantes constituem uma empresa, através da qual irão importar e exportar produtos para um grupo de jovens de outro país. O Globe – Global Learning of the Business Enterprise tem a duração de 21 semanas.

Anos: 2° e 3° anos / Capacitação: 3h / Aplicação: 36h

Educação Financeira

Ensino Médio

Liderança Comunitária

Ensino Fundamental

Ensino Médio

Anos: 2° e 3° anos / Capacitação: 3h / Aplicação: 42h

Mais do que Dinheiro

Economia Pessoal

Os alunos são encorajados a utilizar alternativas inovadoras de aprendizado sobre planejamento financeiro, enquanto exploram e aumentam suas aspirações profissionais.

Estimula o jovem a descobrir seu potencial e a explorar opções de carreira, como conseguir um emprego e o valor da educação.

Anos: 5° ao 7° ano / Capacitação: 3h / Aplicação: 6h/aula

Ensino Fundamental

Ano: 8° ano / Capacitação: 3h30min / Aplicação: 10h/aula

Meu Dinheiro, Meu Negócio

Finanças Pessoais Introduz a importância de se tomar sábias decisões financeiras. Demonstra o valor do planejamento, o estabelecimento de metas e a importância de se tomar decisões dentro do contexto das finanças pessoais.

Ensino Médio

Ano: Ensino Médio / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

Ensino Médio

Ano: Ensino Médio / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

Ajuda os alunos do Ensino Médio a desenvolverem suas habilidades para lidar com o dinheiro, bem como seu pensamento analítico, a comunicação pessoal, o planejamento e a escrita. Estimula a conscientização da importância de ampliarem seus conhecimentos em finanças e a se prepararem para enfrentar os obstáculos proporcionados pela busca de uma vida financeira saudável.

Mese Jogo que possibilita aos jovens operar suas próprias empresas em um ambiente que reproduz o mercado de negócios. Formam-se equipes que recebem relatórios com as tendências de mercado, o desempenho dos concorrentes e as variáveis de custos e preços.

Ensino Médio e Superior

Anos: Ensino Médio e Superior / Capacitação: 3h / Aplicação: 5h/aula

16 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 16

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:16:42


INTERNACIONAL

Junior Achievement: descobrindo potenciais

Junior Achievement: potencial unlocked

A paixão é onipresente em toda a Junior Achievement. Isso é o que tenho aprendido ao longo das últimas seis semanas desde o meu início oficial como Presidente & CEO da JA Worldwide. Tive o prazer de vivenciar essa paixão toda vez que encontrei pessoas da Rede Global da Junior Achievement, podendo observar o trabalho dessas pessoas. É claro que estamos fazendo um grande trabalho no mundo todo; trabalho que tem um impacto transformador sobre as mais de 10 milhões de vidas de jovens que participam dos programas a cada ano. Acredito que temos uma oportunidade para nos destacarmos ainda mais e aumentarmos o papel que a Junior Achievement desempenha no desenvolvimento da educação dos estudantes. Estamos no lugar certo e na hora certa! Iniciei a minha carreira há quase 20 anos, no Banco Mundial. Naquela época, a maioria dos funcionários estava envolvido no financiamento de estradas e barragens como um meio para apoiar o crescimento econômico. Hoje, os economistas do Banco Mundial perceberam que investir na construção de habilidades dos jovens é um elemento crítico para acelerar o crescimento econômico. O trabalho da Junior Achievement Brasil em educação para o empreendedorismo é considerável, já tendo beneficiado mais de 4 milhões de estudantes, em todos os Estados brasileiros, através de seus programas. O empreendedorismo é cada vez mais reconhecido como um caminho significativo para a resolução do problema global do desemprego dos jovens. Com um crescimento impressionante de 18% ao ano, em 2014, a Junior Achievement Brasil chegou a 336.374 jovens com a participação de mais de 12.000 voluntários em todas as mais de duas mil escolas parceiras. Eu acredito que a Junior Achievement tem a oportunidade de ser líder em ensino híbrido. Ne-

Passion is ubiquitous across JA. This is what I have come to learn over the past six weeks since my official start as JA Worldwide President & CEO. I have had the pleasure of experiencing this passion every time I meet a JA person from around our broad global network or observe JA in action regardless of geography. It is clear that we are doing tremendous work around the world; work that has a transformative impact on the more than 10 million young lives we reach every year. And I believe that we have an opportunity to further excel and enhance the role we play in youth education development. We are in the right place at the right time. I started my career at the World Bank almost 20 years ago. At that time, most of the staff at the Bank was engaged in financing roads and dams as a means to support economic growth. Today, the economists at the World Bank have come to realize that investing in entrepreneur-

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 17

Asheesh Advani – CEO da JA Worldwide

17 30/09/2015 15:16:45


INTERNACIONAL ship and youth skill building is a critical element of accelerating economic growth. JA Brazil’s work in entrepreneurship education is substantial, having reached more than 4 million students through their entrepreneurship-focused programs across all the Brazilian states. Entrepreneurship is increasingly being recognized as a significant path to tackling the global youth unemployment problem. With an impressive 18% year over year growth, last year JA Brazil reached 336,374 young people through more than 12,000 volunteers across 2,000 schools. I also believe that JA has an opportunity to be a leader in blended learning. No other organization has the potential to be a global delivery channel for the latest innovations in educational technology. JA is in over 100 countries and already has trusted relationships with teachers, schools, and volunteers in hundreds of thousands of schools and communities. We have an obligation to improve our understanding and our usage of technology at JA. I believe our students, our funders and our volunteers expect us to be proactively investigating this area. Therefore, I would like to accelerate the process of learning what we are already doing across our network and developing a framework to ensure that we can innovate locally and cooperate globally to claim a leadership stake in blended learning. Finally, the JA alumni community around the world is massive and we need to understand how we can best support them, how we can collaborate to better understand JA’s long term impact as well as how we can extend our ability to nurture entrepreneurial solutions that can intricate global challenges. We have over 100 million alumni; if we were a school, we would have one of Junior Achievement Worldwide referenda a alta capacitação da the largest alumni organizaJunior Achievement Brasil na operação dos programas no País. nhuma outra organização tem o potencial para ser um canal de entrega global para as últimas inovações em tecnologia educacional. A Organização está em mais de 100 países e já possui um relacionamento confiável com professores, escolas e voluntários em centenas de milhares de escolas e comunidades. Temos a obrigação de melhorar a nossa compreensão e o uso da tecnologia na Junior Achievement. Acredito que nossos alunos, parceiros e voluntários esperam que sejamos pró-ativos nessa área. Portanto, eu gostaria de acelerar o processo de aprendizado sobre o que já estamos fazendo em toda a nossa rede e desenvolver um enquadramento para garantir que possamos inovar localmente e cooperar globalmente para reivindicar uma participação de liderança no ensino híbrido. Finalmente, a comunidade JA Alumni (Nexa) em todo o mundo é enorme e nós precisamos entender como podemos apoiá-los melhor para compreender o impacto da Junior Achievement no longo prazo, assim como a forma como podemos estender a nossa capacidade de nutrir soluções empresariais que podem solucionar os intrincados desafios globais. Temos mais de 100 milhões de alunos; se fôssemos uma escola, teríamos uma das maiores organizações de ex-alunos do mundo! Muitos de nossos alunos se

18 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 18

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:16:46


INTERNACIONAL organizaram de formas sofisticadas para apoiarem uns aos outros no cultivo do espírito empreendedor, compartilhando cases de sucesso e melhores práticas, identificando acesso a recursos e financiamento e desenvolvendo uma rede de pares alinhados, que celebram a inovação. Estamos explorando caminhos para identificar nossos alunos no mundo todo, conectar os grupos de jovens organizados em todas as regiões onde a Junior Achievement está presente e incentivar a partilha de suas jornadas pelo mundo afora. Estou animado sobre o que esta organização tem realizado, o seu potencial e as oportunidades que estão diante de nós, mas acima de tudo estou animado ao ver a paixão com a qual Junior Achievement impulsiona e abastece as mudanças. Estamos no lugar certo na hora certa! Obrigado, Junior Achievement Brasil, por sua dedicação e paixão com a missão da Organização. Estou ansioso por trabalhar com vocês!

tions in the world! Many of our alumni have organized themselves in a sophisticated ways to support each other in cultivating the entrepreneurial spirit, sharing successes and best practices, identifying access to resources and financing, and developing a network of like-minded peers who celebrate innovation. We are exploring avenues to identify our alumni around the world, connect the organized alumni groups across the JA regions and encourage the sharing of their diverse journeys worldwide. I am excited about what this organization has accomplished, its potential and the opportunities that lay before us, but most of all, I am excited about the passion with which JA drives forward and fuels change. We are in the right place at the right time. Thank you JA Brazil for your dedication and passion to the JA mission and I look forward to working with you. Asheesh Advani CEO – JA Worldwide

Premiações recebidas pela Junior Achievement Brasil da JA Worldwide 2014 Entrepreneurial Award – Concedido pela Fundação MetLife, por representar a abordagem inovadora e empreendedora no desenvolvimento de programas que ensinam os jovens a controlar suas finanças.

1999 e 2008 Growth Award – Prêmio de Crescimento concedido a Junior Achievement Brasil.

1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014

2001 e 2009 Bata Lifetime Achievement Award – Wilma Resende Araujo Santos, Diretora Superintendente Nacional, conquista a maior honraria concedida a um indivíduo membro da Rede Junior Achievement no mundo. Clique e baixe a última edição do Relatório Anual da Junior Achievement Worldwide, com resultados da Organização no mundo todo e cases de sucesso.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 19

19 30/09/2015 15:16:46


ESPECIAL

Empresários que enxergam longe O trabalho da Junior Achievement somente é possível pela participação e entusiasmo de empresários brasileiros que acreditam na importância de estarem conectados a uma organização que transforma jovens em empreendedores. Nas próxi-

mas páginas, você vai ler frases valiosas sobre empreendedorismo, voluntariado e educação. O nosso agradecimento especial para estes e tantos outros empresários que fazem parte da história da Junior Achievement no Brasil.

A Junior Achievement é o que há de melhor no Brasil. Trabalhamos neste projeto com muito entusiasmo. Mobilizamos empresários, voluntários, professores e jovens, com uma relação custo-benefício das melhores. Jorge Gerdau Johannpeter Conselheiro-Fundador e Presidente do Conselho Consultivo da Junior Achievement Brasil

A Junior Achievement tem a melhor metodologia disponível para os estudantes. Através dos programas, levamos o acesso a conhecimentos que não estão inseridos na grade curricular. Marcelo Carvalho Copresidente da Ancar Ivanhoe | Presidente do Conselho Diretor da Junior Achievement Brasil

Contribuir na formação dos líderes do futuro é o nosso papel, o nosso legado. São esses jovens que darão continuidade à construção do nosso País e dos negócios que gerimos hoje. Pedro Melo Presidente da KPMG Brasil | Conselheiro da Junior Achievement Brasil

Queremos não apenas um mundo melhor para os nossos filhos mas, principalmente, filhos melhores para o mundo. Podemos ajudar estimulando temas importantes como o empreendedorismo e a sustentabilidade.

Fábio Barbosa Conselheiro da Junior Achievement Brasil

20 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 20

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:16:46


ESPECIAL É muito bom saber que estamos construindo o futuro. Ao olhar para os jovens que participam do Programa Miniempresa, temos a certeza de que o futuro será melhor que o nosso presente. Luiz Barretto Diretor-Presidente do Sebrae Nacional | Conselheiro da Junior Achievement Brasil

A Junior Achievement é um projeto com resultados extremamente gratificantes para alguém como eu, que pode participar do desenvolvimento do movimento de lideranças no Brasil.

Bolivar Moura Conselheiro-Fundador da Junior Achievement Brasil

Desenvolver um projeto em parceria com a Junior Achievement, integrando colaboradores voluntários, escolas e empresa, é fundamental para um processo de desenvolvimento local, que fortalece o nosso compromisso com a educação brasileira. Carlos Alberto Griner Diretor Executivo de Recursos Humanos da Suzano Papel e Celulose | Conselheiro da Junior Achievement Brasil

O trabalho voluntário é essencial para manter e melhorar o clima organizacional.

Aron Zylberman Diretor do Instituto Cyrela | Conselheiro da Junior Achievement Brasil

Não há resposta à crise que não seja pelo trabalho. Isso é um clichê e uma verdade. E trabalhar do jeito que as circunstâncias impõem: mais consciente, mais alerta, mais ágil, ainda mais frugal, tomando as medidas duras e as medidas necessárias. Nizan Guanaes Sócio-Fundador do Grupo ABC | Comitê de Branding da Junior Achievement Brasil

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 21

21 30/09/2015 15:16:47


ESPECIAL O voluntariado é uma missão, é uma resposta do empreendedor. Aquilo que nós aprendemos temos que multiplicar, e o Brasil de hoje precisa muito de pessoas que se dediquem ao trabalho voluntário.

Janete Vaz Presidente dos Laboratórios Sabin | Conselheira da Junior Achievement Brasil

Fazer parte da Junior Achievement me gratifica muito, principalmente ao ver como esse movimento provocou mudanças reais na cultura do Rio Grande do Sul e de todo o País. Ricardo Felizzola Presidente do Conselho de Administração da Altus | Conselheiro da Junior Achievement Rio Grande do Sul

A Junior Achievement é um instrumento de formação e de estímulo aos jovens, para que desenvolvam a sua capacidade de empreender. Esse é um programa complementar da educação formal e fico orgulhoso em dizer que estamos desenvolvendo lideranças há mais de 30 anos no Brasil. Péricles Druck Presidente do Grupo Habitasul | Conselheiro-Fundador da Junior Achievement no Rio Grande do Sul

Foi um grande aprendizado poder consolidar a Rede Junior Achievement em todo o Brasil. Implantamos esse programa e o colocamos à disposição de toda uma geração de jovens, com um aprendizado grande, contínuo e permanente. André Loiferman Presidente da Brasília-Guaíba | Conselheiro-Fundador da Junior Achievement no Rio Grande do Sul

O empresário não só deve trabalhar para melhorar a qualificação dos seus funcionários, mas também assumir responsabilidade pelos avanços na educação brasileira. O empresário precisa “sair da sua casa” e integrar-se a esse processo, pois senão ele estará prejudicando o seu próprio negócio. Carlos Biedermann Conselheiro-Fundador da Junior Achievement no Rio Grande do Sul

22 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 22

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:16:52


ESPECIAL Os jovens devem sempre manter aquela vontade de aprender, a curiosidade para descobrir coisas novas. Os desafios parecem grandes, mas depois eles se tornam pequenos e nós nos aprontamos para novos desafios. Adriana Machado Conselheira da Junior Achievement Brasil

Fiquei impressionado com a repercussão que pequenas ações podem ter nas escolhas da vida de quem precisa. Daniel Baring Gerente de Mercado da Ultragaz | Voluntário no Maranhão

A tecnologia serve para acelerar o processo de aprendizado, por isso, reforço a importância do apoio de empresas em projetos como a Junior Achievement, que estimulam a inovação e o empreendedorismo entre os jovens. Luis Gonçalves Presidente da Dell Brasil | Conselheiro da Junior Achievement Brasil

Treinar os jovens para o empreendedorismo é uma das funções que nos cabe desempenhar em nosso País para o rumo do crescimento sustentado. Investir na educação fará com que as recompensas individuais e coletivas apareçam. Jayme Sirotsky Conselheiro-Fundador da Junior Achievement Brasil

Fiquei encantado com a possibilidade de contribuir para a capacitação da futura geração. Com a redução da capacidade de geração de empregos no nosso País, é preciso dar aos jovens a capacidade empreendedora de desenvolver seu próprio negócio. Ulisses Tapajós Conselheiro da Junior Achievement Brasil

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 23

23 30/09/2015 15:16:54


ESPECIAL

O objetivo de levar à escola o conceito de empreendedorismo, utilizando um método amplamente testado através dos anos e em tantos países, é o que faz a diferença entre tudo aquilo que já vi e de que participei. Sérgio Carvalho Conselheiro-Fundador da Junior Achievement Brasil

Celebrar o trabalho da Junior Achievement no Brasil é celebrar o voluntariado. Os voluntários, todos engajados, motivando o empreendedorismo, são algo muito importante para o crescimento do nosso País. Beatriz Johannpeter Conselheira da Junior Achievement Brasil

É aqui, com a Junior Achievement, que nós estamos plantando a semente do empreendedorismo. É aqui que estamos contribuindo de forma a apostar no futuro do nosso País, através do empreendedorismo. José Cláudio dos Santos Diretor de Administração e Finanças do Sebrae Nacional | Conselheiro da Junior Achievement Brasil

A parceria com a Junior Achievement está alinhada aos valores de Empreendedorismo e Sustentabilidade da Linx, além de conseguirmos mobilizar nossos colaboradores para o trabalho voluntário e formar futuros empreendedores para o Brasil. Alberto Menache Diretor-Presidente da Linx

O trabalho da Junior Achievement é espetacular. Vamos lá, vamos fazer a diferença no futuro do País. Raul Rosenthal Conselheiro-Fundador da Junior Achievement Brasil

24 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 24

FAZENDO A DIFERENÇA 05/10/2015 13:08:51


TECNOLOGIA

Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo de mãos dadas com a educação Alunos do Programa Miniempresa estão participando de projetos inovadores e sendo incentivados, ainda na escola, a buscar soluções através da tecnologia para os seus negócios. Conheça algumas dessas iniciativas pelo Brasil! FFAZENDO AZENDO A DDIFERENÇA IFERRENÇ ENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 25

25 25 30/09/2015 15:17:00


TECNOLOGIA

Catalisador de mudanças Com equipamentos de última geração e voluntários engajados, a Dell vem estimulando a transformação de jovens estudantes em empreendedores

A Dell vem sendo uma parceira importante da Junior Achievement no desenvolvimento do voluntariado corporativo. Através da participação voluntária de 75 colaboradores da empresa no Rio Grande do Sul e em São Paulo, 758 alunos foram beneficiados, ao longo de 2014 e 2015, através dos programas As Vantagens de permanecer na Escola e Miniempresa. Gustavo Barbato, Consultor de Cybersegurança da Dell, é um dos colaboradores que vestiu a camisa do voluntariado. “Não há nada melhor que atuar nas categorias de base para tornarmos uma crença realidade, pois os jovens de hoje são os adultos de amanhã. Adultos es-

26 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 26

ses que poderão fazer a diferença na sociedade, ainda mais se forem bem guiados e tiverem pessoas em quem se espelhar”, declara Gustavo, que foi adviser da Real Dreams S.A./E, miniempresa do Colégio Estadual Francisco Antônio Vieira Caldas Júnior, de Porto Alegre, selecionada para o Prêmio Miniempresa, em Brasília. Assim como Gustavo, muitos outros colaboradores da empresa utilizaram, em sala de aula, computadores e tablets da Dell para facilitar o ensinamento sobre o mundo dos negócios. Além disso, todas as informações das miniempresas foram armazenadas em servidores da Dell, instalados na Junior Achievement.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:04


TECNOLOGIA Sonha em trabalhar em uma empresa de tecnologia? Veja as dicas do Presidente da Dell Brasil, Luis Gonçalves:

Para trabalhar no setor de tecnologia como um todo é preciso muita disposição para aprender. É preciso, também, ter disposição de errar. Isso choca e impacta principalmente aqueles que chegam com a vontade de fazer certo, mas é preciso reconhecer publicamente o erro. Por fim, é necessário perseverar, levar adiante um plano ou uma ideia que, no início, pode não resultar em nada, mas no longo prazo vai dar retorno. Esses são os atributos que nós buscamos e fomentamos nos jovens para que mantenham empresas como a Dell na liderança no mercado.”

Celebrando resultados Para celebrar a trajetória empreendedora de 51 estudantes que participaram do Programa Miniempresa na cidade de Hortolândia/SP, a Junior Achievement e a Dell realizaram a Formatura de Miniempresas 2015. “Para a Dell, é muito importante engajar nossos colaboradores a participar deste tipo de iniciativa. O Relatório de Responsabilidade Social da Dell apontou que 78% dos colaboradores da empresa, no Brasil, participa-

ram de iniciativas de benefício social, sendo voluntários nas atividades propostas pela empresa, como é o caso da parceria com a Junior Achievement Brasil, ou em sua vida pessoal”, explica Claudionor Silva, Diretor Executivo de Operações da empresa. O Programa Miniempresa foi aplicado nas escolas Doutor Honorino Fabbri e Pastor Roberto Rodrigues de Azevedo pelos colaboradores da Dell.

Confira, também, a Pílula de Empreendedorismo de Luis Gonçalves falando sobre como a Dell incentiva a tecnologia e a inovação entre seus colaboradores:

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 27

27 30/09/2015 15:17:05


TECNOLOGIA

Linx investe na evolução do Miniempresa O projeto ganhou novas ferramentas tecnológicas para auxiliar no desenvolvimento de estudantes, além da criação de um site para conectar empreendedores e ideias de negócios

Voluntários da Linx participam de treinamento em São Paulo

A Linx, líder em software de gestão para o varejo, e a Junior Achievement firmaram parceria para renovar e evoluir o Programa Miniempresa. Considerado o “carro-chefe” da Organização, o Miniempresa será aplicado em escolas públicas do País neste segundo semestre e contará com uma ferramenta digital de gestão e uma comunidade virtual para os estudantes atuais do Programa e ex-alunos, o Conexa. A Linx é a financiadora exclusiva do projeto, cuja nova versão será aplicada em 17 turmas e beneficiará aproximadamente 400 jovens de São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Pernambuco e Minas Gerais entre 2015 e 2016.

28 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 28

“A parceria Linx e Junior Achievement está alinhada com a visão de sustentabilidade e com os valores da empresa. Um projeto como o Miniempresa trará uma importante contribuição na diferença que esperamos fazer na formação dos mais jovens. Acreditamos que formar profissionais com uma visão de empreendedorismo trará bons frutos para a formação de líderes empresariais e corporativos que poderão olhar a organização de uma forma 360°, ampliando a sua capacidade de contribuição à instituição em que estiverem trabalhando”, afirma Flávio Menezes, Diretor de Marketing e RH da Linx. Segundo Flávio, os voluntários têm apresentado grande satisfação em fazer parte do

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:07


TECNOLOGIA

O mercado de tecnologia no Brasil, principalmente o de software, ainda é relativamente novo – quando observamos outros países –, portanto, é um local com muito espaço para ideias e oportunidades. Se você tem uma ideia e ela é inovadora, siga em frente, há um mercado muito expressivo para ser desenvolvido.” Flávio Menezes Diretor de Marketing e RH da Linx Programa. “A possibilidade de dividir o conhecimento com os jovens e receber tanto respeito, atenção e carinho é o grande diferencial da iniciativa. O maior incentivo compartilhado com os colaboradores é a possibilidade de fazer parte de uma ação com impacto social relevante”, finaliza, com satisfação.

Etapas do Projeto A primeira etapa terá como foco a atualização do Miniempresa, com quatro temas: modelagem de negócio, a fim de fornecer ferramentas para estruturá-lo; concepção do produto, para direcionar a necessidade do usuário; agregação de valor do produto no mercado, para abordar a criação de diferenciais competitivos; e sistema de gestão, para proporcionar a análise e tomada de decisão, a partir de indicadores do negócio. A segunda etapa propõe a formação do Conexa, comunidade virtual dedicada aos alunos que passam pelo Programa e integram o Nexa.

Acesse o Conexa e conecte a sua ideia com empreendedores de todo o Brasil.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 29

Com o Conexa, os jovens permanecerão interligados e terão acesso a oportunidades de empreendedorismo. Essa plataforma também oferecerá conteúdo educacional de empreendedorismo, orientação para a criação de empresas e de startups e o acompanhamento do aluno no acesso ao mercado de trabalho. O Concurso Ideia de Negócios, terceira etapa do projeto, é uma competição nacional, em que estudantes desenvolverão uma ideia de negócio voltada à tecnologia, que será avaliada por jurados do mundo empreendedor. Durante o concurso, os estudantes utilizarão ferramentas inovadoras, como o Canvas Business Model e o Design Thinking, além da consultoria de mentores voluntários para desenvolverem suas ideias. A quarta e última etapa do projeto concentra-se na expansão e consolidação do Miniempresa by Linx, para que ainda mais jovens possam ser beneficiados no País e desenvolvam habilidades empreendedoras que possam transformar suas vidas.

Quer saber mais sobre o Concurso Ideia de Negócios? Acesse o site e conheça todas as informações.

29 30/09/2015 15:17:08


TECNOLOGIA

Incentivando carreiras de sucesso Colaboradores da Alcoa levam o tema empreendedorismo e STEM para estudantes de quatro Estados brasileiros Depois do sucesso da parceria estadual, a Alcoa expandiu, em 2014, a parceria com a Junior Achievement no Brasil. Em 2014, com o apoio do Instituto Alcoa, a Junior Achievement beneficiou 170 alunos do Ensino Médio através dos programas Habilidades para o Sucesso, Miniempresa e Montando a sua Carreira, com foco em STEM. Os programas foram aplicados em São Luís/MA, São Paulo/SP, Itapissuma/PE e Tubarão/SC. Em 2015, o projeto beneficiará 250 alunos em São Paulo/SP, Utinga/SP, Juruti/PA, Itapissuma/PE, Poços de Caldas/MG, Tubarão/ SC e São Luís/MA, com os programas Miniempresa, Habilidades para o Sucesso e Montando a sua Carreira. A colaboradora da Alcoa em São Luís/MA, Michelle Costa, acredita que ser voluntário da educação contribui para o desenvolvimento dos estudantes e do profissional: “Dividir nosso co-

Jovens de Pernambuco são beneficiados pelo Projeto Alcoa

nhecimento é uma forma de ajudar a construir um futuro melhor para a sociedade”. Confira a página 7 do Relatório da Alcoa Foundation, mostrando o trabalho desenvolvido no Brasil sobre o tema STEM:

Alcoa incentiva os jovens a pensarem em tecnologia! O Programa Montando a sua Carreira é uma iniciativa da Junior Achievement e da Alcoa Foundation que visa aprimorar a educação STEM – sigla, em Inglês, para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática – para alunos dos Ensinos Fundamental e Médio. Jovens espalhados pelo Brasil, França, México, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos estão sendo beneficiados através do Programa, que possui três atividades interativas focadas nas habilidades STEM.

30 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 30

“A parceria da Alcoa Foundation com a Junior Achievement está ajudando os jovens a imaginarem um novo caminho para seu futuro”, disse Esra Ozer, Presidente da Alcoa Foundation. “Acreditamos que, ao apresentar aos alunos programas vinculados às carreiras STEM, eles desenvolverão as habilidades necessárias para serem bem sucedidos.” Pesquisas indicam que 85% a 95% dos empregos irão exigir habilidades vinculadas a Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática em 2020.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:11


TECNOLOGIA

Empreendedorismo acelerado O modelo de startups tem sido cada vez mais visado por empreendedores que querem tirar suas ideias do papel. Mas quais os principais desafios que esses jovens profissionais enfrentam? Confira algumas histórias de empreendedores que estão batalhando para conquistar seus sonhos Imagine uma ideia inovadora que tem tudo para dar certo. Agora, imagine um empreendedor, corajoso e com muita vontade de fazer diferente. Imagine também todas as dificuldades que esse empreendedor vai enfrentar para que o seu negócio decole. Os desafios não são poucos, mas o modelo atual de startups vem dando uma chance para muitas pessoas. O empreendedor, consultor e escritor Bruno Perin atua no fomento do empreendedorismo e do conceito de startups no País. “Eu sigo a linha do Eric Ries, que acredita primeiramente que startups lidam com incertezas, no momento em que houver certezas sobre aquela ideia, não é uma startup”, explica. Segundo Bruno, apesar das startups estarem provocando uma revolução no Brasil, a grande maioria dos empreendedores ainda precisa se aprofundar no assunto, e ainda há pouco conteúdo realmente qualificado sobre isso. Apesar de não existir uma receita pronta para criar empresas lucrativas e perenes e de faltarem informações, há grandes e bons modelos daquelas que cresceram após terem iniciado seu caminho como startups. Veja o caso do AirBnB e do Easy Taxi, que estão mudando as regras do consumo dos setores hoteleiro e de transporte. O empreendedor que quer iniciar neste modelo de negócio tem, hoje, diversas oportunidades em aceleradoras e com investidores-anjo. Eventos como a Campus Party, promovido mundialmente pela Telefônica e outros parceiros, podem ser a porta de entrada para novos negócios. Mas é na escola, com programas de empreendedorismo, que a semente pode ser plantada.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 31

A Junior Achievement tem tornado milhões de jovens brasileiros que saem da escola mais preparados para o mercado de trabalho. Conforme a pesquisa com egressos do Programa (ver na página 70), uma a cada quatro pessoas que passam pelo Miniempresa abrem o seu próprio negócio.

Eles fazem acontecer! E você? Já teve uma ideia inovadora? Tem vontade de empreender sem medo de errar? Conheça algumas histórias de empreendedores que a Junior Achievement conheceu pela Campus Party e que fizeram acontecer! A empreendedora Samira Almeida trabalhou por mais de 10 anos no mercado editorial, com

Samira e o sócio em ação na StoryMax

31 30/09/2015 15:17:11


TECNOLOGIA

O projeto de João Santiago, o Dá Pra Ir?, contribui com o tema acessibilidade e foi destaque na Campus Party

livros e revistas. Com pensamento inovador, ela viu uma oportunidade no mercado de livros digitais para crianças, editados em tablets e smartphones, e fundou, junto com seu sócio, Fernando Tangi, a StoryMax. “Nós percebemos que as editoras tradicionais não estavam aproveitando as possibilidades da mídia nova para propor narrativas que fossem mais atraentes e engajadoras”, comenta ela. E foi com esse propósito, de fazer a leitura de livros ser aproveitada ao máximo, que a StoryMax começou a experimentar tipos diferentes de livros. “Nem sabíamos, mas estávamos criando nosso MVP – Minimum Viable Product (Produto Viável Mínimo), que acabou se tornando um case, porque foi baixando no mundo todo. Hoje nossos principais clientes são escolas nos Estados Unidos”, conta Samira, com orgulho. Já Guilherme Lopes, sócio do canal Aprenda e Empreenda, tem um público cativo no Brasil. Como biólogo, ele faz uma analogia entre o mundo das startups e a própria natureza: “Qualquer nova espécie será testada e selecionada pela natureza, assim como uma Startup (uma nova ideia) será selecionada e testada pelo ecossistema empreendedor”. Segundo ele, o Aprenda e Empreenda, iniciativa premiada na Maratona de Negócios Campus Party, é um Instituto de Ensino de Empreende-

32 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 32

dorismo. “Possuímos um canal no YouTube para disseminar esse conhecimento, e os cursos para que possamos ensinar com profundidade e gerar transformação”, explica o jovem empreendedor. A partir de agora, Guilherme e a equipe do Aprenda e Empreenda querem estruturar a plataforma de ensino para que possam fazer os cursos dentro de Universidades e Comunidades. “Para cada pessoa que fizer nosso curso, uma pessoa de comunidade pobre receberá também. Levaremos mentoria e agências de microcrédito para tirar oportunidades de negócio do papel. Temos outros planos, mas contamos mais para frente”, comenta. No campo social, uma iniciativa que fez sucesso na Campus Party foi o Dá Pra Ir?, do empreendedor João Santiago. A ideia surgiu quando o jovem, que é deficiente físico, quis ir a um bar e ficou com medo por não saber se o local dispunha das condições necessárias ao seu acesso. O Dá Pra Ir? oferece as informações sobre recursos de acessibilidade, seguindo as normas e leis brasileiras. Retirando os locais do Foursquare e Google Place, a pessoa verificará o nível de acessibilidade, listas das regiões mais acessíveis da cidade e informações sobre direitos e deveres. “Eu acredito que toda startup que se propõe a tentar mudar a sociedade, gerar debates e reflexões sobre o que é necessário mudar na sociedade atual, pode ser classificada como social, e é justamente isto o que o Dá Pra Ir? se propõe a fazer, mostrar que há locais que não são acessíveis a deficientes e fazer com que este assunto seja debatido”, afirma João, para em seguida complementar: “Estamos gerando debates sobre a acessibilidade e inclusão de deficientes, e esperamos que haja a conscientização tanto da sociedade quanto de empresas”. Quer ler as entrevistas completas? Acesse jabrasil.org.br ou curta o nosso facebook/jabrasil.

Acesse o Canal do Aprenda e Empreenda:

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:13


ESPECIAL

Mentoria para o Sucesso Estamos vivendo um apagão de talentos no Brasil? Como podemos desenvolver lideranças desde cedo? Conversamos com Sidnei Oliveira, consultor, autor e palestrante, expert em Conflitos de Gerações, Geração Y e Z e mentoria sobre o assunto. Sidnei é autor de vários livros sobre Liderança e de best-sellers da série Geração Y e acaba de lançar a publicação “Mentoria – Elevando a maturidade e desempenho dos jovens”. Confira a entrevista a seguir.

Fazendo a Diferença - O que é, na sua opinião, ser empreendedor e, mais especificamente, ter espírito empreendedor? Sidnei Oliveira - Eu atribuo a palavra empreendedorismo a uma atitude de identificar problemas e oportunidades e trabalhar para diminuir ou resolver o problema ou aproveitar uma oportunidade. Então ter um espírito empreendedor pressupõe justamente uma atitude que busque melhorar o status quo das coisas, fazendo o usufruto dessa atitude. FD - Você acredita que estamos vivendo um apagão de talentos no Brasil? SO - Eu acredito que sim, pois temos um problema bastante forte de não desenvolvimento de lideranças desde a infância. Eu imagino que, por todas as circunstâncias que a sociedade passou nos últimos 20 anos, nós vimos uma alteração no modelo de formação de liderança, que era um modelo muito mais lúdico, muito mais centrado nas atividades que as crianças adotavam desde cedo. FD - Você teve um mentor na sua vida? Ele o ajudou na sua trajetória?

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 33

SO - Eu tive dezenas de bons mentores. Inclusive, há pouco eu perdi um deles. Faleceu Içami Tiba, que foi um mentor muito querido, muito próximo. Nós perdemos mentores, mas eles deixam marcas na gente, e justamente por isso acredito tanto na mentoria, e a tenho exercido com centenas de jovens. FD - Você tem convidado outras pessoas a sentirem que são responsáveis também por essa nova geração? SO - Sim, esse tem sido o meu mantra. A mentoria é uma prioridade na recepção dos gestores de um modo geral. É importante mostrar aos mais veteranos a responsabilidade que eles têm diante dessa geração. Sinto que protegemos demais essas duas gerações mais jovens, e agora precisamos fazer o papel de mentores, ou seja,

33 30/09/2015 15:17:13


ESPECIAL sair um pouco de cena, ficar perto, mas deixar eles seguirem adiante. FD - A Geração Y está no seu melhor momento, basta ter paciência, principalmente com os veteranos. Por que a Geração Y é tão afobada? O que eles precisam aprender com os veteranos? Como gerenciar esse relacionamento? SO - Todo o jovem é afobado, de qualquer geração, não só o da Geração Y. Mas o que está acontecendo é que a tecnologia dá uma sensação de estado presente contínuo, de tal maneira que ampliou a sensação de ansiedade. Eles já são aflitos por terminar uma etapa e nem sabem o que vem pela frente. É com isso que temos que lidar. Às vezes esse jovem precisa cair, pois se ele desenvolver “cicatrizes”, vai amadurecer. O que eu identifico no jovem de hoje é falta de maturidade, ou seja, falta “cicatriz” pra ele. FD - E você acha que essa situação só vai piorar com a Geração Z? SO - Isso, a Geração Z, eu diria que a gente está com mestrado em deixar jovem protegido, então ainda vamos ter que trabalhar muito isso no futuro, deixando os jovens ganharem as próprias cicatrizes. FD - Em relação à questão da crise atual pela qual o Brasil está passando, é um momento de oportunidade para empreendedores? SO – Toda crise tem a sua oportunidade. Já vivemos crises anteriormente, que o jovem da geração Y e da Z nunca viveu. Essa crise de agora é muito séria, mas não foi a mais séria pela qual passamos. Vejo que é uma oportunidade enorme de aprender e descobrir, com isso, que a vida não é uma tranquilidade ou o vento a favor sempre. Aqueles que percebem isso com mais rapidez começam a demonstrar o talento para navegar pela crise.

um antisserviço para si mesmo. Uma das dicas que dou é: preste atenção na vida on-line, pois a vida virtual é tão relevante quanto a vida real. Você precisa prestar atenção no que posta, no que curte, no tipo de navegação que faz e qual o tipo de movimento que é feito em uma direção. Algumas redes sociais são mais focadas na vida profissional, como o LinkedIn, então tenho recomendado que o jovem faça uma exploração muito grande dessa rede. O Facebook também pode ser usado para demonstrar um pouco do seu próprio estilo de vida, coisas que você curte, em que grupos que você está alinhado. FD - Como empreendedor, o que você diria para aquela pessoa que está pensando em largar tudo e abrir o seu próprio negócio? SO - Nunca largue tudo sem ter um plano muito sólido na outra ponta. Eu já empreendi alguns negócios, mas não abandonei o meu emprego, e isso exigiu de mim mais trabalho, mais resiliência e direcionamento de recursos do meu salário para o meu próprio negócio. Isso pressupõe um planejamento estratégico muito grande. O empreendimento vai exigir do empreendedor muito mais que qualquer emprego que eventualmente ele tenha, e essa exigência é o preço que se paga para ter o próprio negócio. Determinação, persistência e resiliência são recursos que você tem que ter antes de pensar em empreender.

FD - Como as redes sociais podem ajudar o profissional? SO - Nós estamos em um tempo no qual não utilizar a tecnologia que está disponível é quase

34 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 34

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:14


PROJETOS NACIONAIS

Junior Achievement e Ultragaz: 5 anos de incentivo à educação empreendedora Empresa envolvida e voluntários engajados são as marcas registradas da Ultragaz, que acredita e investe nas futuras lideranças do nosso País “É gratificante perceber que nossas experiências podem valer de aprendizado para outros e que, de alguma forma, podemos ser referência para pessoas antes desconhecidas por nós”, afirma, com alegria, Whebister Benfica Nascimento, voluntário da Ultragaz no Espírito Santo. É com esse sentimento, de dever cumprido, que os colaboradores da Ultragaz definem a participação, como voluntários, nos programas da Junior Achievement. A parceria, que completa 5 anos de sucesso em 2015, é fortalecida através do engajamento e atuação dos envolvidos e gera resultados positivos a cada aplicação. Nesse período, mais de 4 mil estudantes da rede pública de ensino foram preparados para o mundo dos negócios. A Ultragaz também faz parte do quadro de empresas mantenedoras dos Estados de São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Ceará, Pernambuco, Bahia, Paraná, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Sergipe. Como mantenedora institucional nesses 12 Estados, a Ultragaz beneficia, diretamente, mais de 330 mil jovens a cada ano, assinando os resultados da Junior Achievement no Brasil. “Fiquei impressionado com a repercussão que pequenas ações podem ter nas escolhas da vida de quem precisa”, afirma, com satisfação, Daniel Baring, Gerente de Mercado e voluntário da Ultragaz em São Luís do Maranhão.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 35

Voluntários engajados no Espírito Santo

Com a palavra, os voluntários: “Eu posso dizer que o voluntariado é uma via de mão dupla, pois quando você entra nesse ‘caminho’, você se surpreende com a quantidade de coisas boas que recebe na vida. Ainda que você entre pensando em doar, acabamos por receber mais do que doamos.” Cristina Gomes Voluntária da Ultragaz em Pernambuco

“Fazer o trabalho de voluntariado foi uma experiência inesquecível, aprendi muito com os adolescentes. Pretendo participar mais vezes com certeza.” Renan da Silva Voluntário da Ultragaz em Canoas/RS

Para saber mais entre em contato pelo e-mail sustentabilidade@ultragaz.com.br

35 30/09/2015 15:17:15


PROJETOS NACIONAIS

Wilma Resende Araujo Santos, Mirela Malvestiti e a Miniempresa campeã de 2014

Formando empreendedores de sucesso A parceria Sebrae e Junior Achievement vem formando jovens empreendedores nos 27 Estados e promovendo a integração de miniempresários em todo o Brasil A Junior Achievement possui uma ampla experiência em promover a integração entre a classe empresarial e a comunidade escolar, estimulando nas empresas a responsabilidade social, nos empresários o voluntariado e nos jovens estudantes o espírito empreendedor. O ensino prático sobre negócios e economia é respaldado por uma metodologia universal e de eficácia comprovada. Através da parceria com o Sebrae, firmada em 2013 pelos Presidentes Luiz Barretto e Jorge Gerdau Johannpeter, a Junior Achievement vem

36 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 36

trabalhando, com os estudantes, temas atuais sobre o mundo dos negócios, seus benefícios e suas complexidades. É a maneira de contribuir para o desenvolvimento dos jovens e torná-los mais preparados para o mercado de trabalho. Desde 2013, a parceria promoveu, em sala de aula, através de dois programas de empreendedorismo, o Miniempresa e o Economia Pessoal, a aplicação de temas atuais, que mostram aos jovens o mundo competitivo dos negócios. Em 2013, 19.018 estudantes foram beneficiados em todo o País e, em 2014, 20.468 es-

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:16


PROJETOS NACIONAIS tudantes foram beneficiados pela parceria. Até o final de 2015, estima-se que mais 21 mil jovens sejam beneficiados.

Prêmio Miniempresa reconhece as melhores iniciativas de jovens estudantes empreendedores do Brasil Com a sua 2ª edição realizada em 2014, na sede do Sebrae, em Brasília, o Prêmio Miniempresa reconheceu a melhor miniempresa do Brasil. Com uma carteira impermeável, produzida a partir de material reciclado de garrafa PET, a miniempresa gaúcha LEV S.A./E conquistou o prêmio de melhor miniempresa do Brasil em 2014. A miniempresa destacou-se em critérios como viabilidade de mercado, desenvolvimento do produto e estratégias de marketing. Em segundo lugar, ficou a Unbox, do Colégio Positivo, de Curitiba/PR, que desenvolveu uma caixa retrátil para óculos, que pode funcionar também como carteira. Em terceiro, ficou a miniempresa Batt Móvel, do Sesi Gama, de Brasília/DF, que criou um carregador de bateria sustentável. Como prêmios destaque sustentabilidade, inovação e qualidade foram reconhecidas, respectivamente, as miniempresas Coco Planet (SP), com porta-coisas reciclável, Batt Móvel (DF) e a IFSCiente (SC), que criou uma prancheta dobrável.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 37

Finalistas reunidos na sede do Sebrae Nacional

Sobre a Final Os vencedores foram anunciados pela gerente de Capacitação Empresarial do Sebrae Nacional, Mirela Malvestiti, e pela Diretora Superintendente da Junior Achievement Brasil, Wilma Resende Araujo Santos. “Quem quiser continuar com a experiência empreendedora, o importante é seguir com o processo de aprendizado. O Sebrae tem uma série de cursos e consultorias para ajudar nesse processo”, afirmou Mirela. “Vocês são todos vencedores”, reforçou Wilma, com alegria. A Junior Achievement agradece aos jurados do Prêmio Miniempresa 2014: Alexandre Fernandes | Bruno Falcão Rodrigues | Cleoni Vera Tomazela Pereira | Cristina Monteiro de Queiroz | Daniel Camelo | Flavio Petry | Lídia Henrique do Nascimento | Marcelo Quinan | Nilma Lima Limeira Pereira | Renato Castelo

Com a palavra, nossos jovens: “Gostaria de agradecer à Junior Achievement e ao Sebrae, que tornaram esse evento possível. Foi graças a vocês que ganhei novos amigos, aprendi sobre venda, empreendedorismo, marketing e muitas outras coisas.” Miguel Philippi – Achiever de Santa Catarina “Foram dias de muita aprendizagem e conhecimento. Foi uma experiência única que levaremos para sempre.” Luana Oliveira – Achiever do Amazonas “A saudade já está grande. Foram, sem dúvida, os quatro melhores dias da minha vida.” Kathleen Haydu – Achiever de São Paulo

37 30/09/2015 15:17:18


PROJETOS NACIONAIS

Celebrando o Voluntariado Corporativo A Gerdau é parceira da educação empreendedora no País desde 1994, com a participação de voluntários engajados pelo Brasil A Gerdau acredita e investe na educação empreendedora de jovens há mais de 20 anos no Brasil. A parceria de sucesso beneficiou, somente em 2014, cerca de 14 mil estudantes com a participação de 603 voluntários corporativos. Em 2015, a expectativa é que mais de 14 mil jovens sejam beneficiados em 27 Estados, com a participação de voluntários da empresa em todo o País. O objetivo da Gerdau é auxiliar no processo de melhoria da qualidade da educação brasileira, disponibilizando recursos financeiros para esse

fim. Outro aspecto relevante do projeto para o Instituto Gerdau é o estímulo ao voluntariado corporativo entre os seus colaboradores, que sempre se destacam pelo envolvimento e paixão pela causa do empreendedorismo. Nosso Planeta, Nossa Casa, Introdução ao Mundo dos Negócios, As Vantagens de permanecer na Escola, Miniempresa, Vamos falar de Ética e Empresário-Sombra por um Dia foram os projetos escolhidos para desenvolvimento durante 2015.

Para a Junior Achievement, ética é conduta que se desenvolve cedo, ainda no Ensino Médio, por meio de conceitos e, principalmente, exemplos.” Voluntários e Sombras da Gerdau na Bahia

Alunos e voluntários em Belém do Pará

38 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 38

Renato Gasparetto Diretor Corporativo de Assuntos Institucionais, Comunicação e de Responsabilidade Social da Gerdau

Sombras do Nexa-GO conhecem o dia a dia dos colaboradores da Gerdau

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:21


Entrega de certificados do Programa As Vantagens de permanecer na Escola, na Escola 4º Centenário, no Rio Grande do Norte

Veja a palavra de Voluntários e Alunos que participam do Projeto: “Ter a oportunidade de participar do Programa Empresário-Sombra por um Dia foi uma experiência incrível e inovadora, eu pude expandir meus horizontes, tirar dúvidas e conhecer um pouco da rotina de um profissional.” Stéfany Fonseca – Aluna e Gerente-Geral do Nexa Goiás “Eu achei o Programa muito legal, pois fala sobre a importância do planeta Terra e do meio ambiente e de como devemos cuidar dele. Tudo que vocês ensinaram podem ter certeza que vou levar para minha vida toda.” Geslayne Rodriguês Meireles – Aluna da EEEFM Antônio Engracio da Silva, do Espírito Santo “Fico muito feliz em poder participar dos programas da Junior Achievement, através dos quais podemos levar aos alunos conhecimento e também despertá-los para o futuro, que só pode ser construído por eles mesmos.” Flaviane Martins B. Camargo – Voluntária da Gerdau no Espírito Santo “Os projetos da Junior Achievement são muito importantes, estratégicos e bem reconhecidos pela comunidade. Através da metodologia e da força de nossos voluntários, estamos tendo a oportunidade de mudar o mundo. Tem sido simplesmente fantástico e orgulho imenso de fazer parte da Junior Achievement!” Flávio Santos Pereira – Voluntário da Gerdau em Barão dos Cocais/MG “Foi um dia muito gratificante, no qual aprendi que posso fazer a diferença na vida dos jovens, pude aprender e passar conhecimentos sobre o nosso planeta, consegui tirar dúvidas e entender o quanto é importante a aplicação de projetos como este, que busca conscientizar e formar cidadãos com uma consciência melhor.” David Amaral – Voluntário da Gerdau no Pará “O conceito de sustentabilidade deve começar pelo modo de ver a vida à sua volta, ou seja, o voluntário deve se doar sempre em prol da comunidade, do próximo. Pois quer seja o bem material acumulado pela forma do seu trabalho ou conhecimento adquirido, se firma com ele, mas se retransmite ou repassa aos seus pares, isso o torna sustentável, como uma fonte inesgotável de matéria-prima.” Leopoldo Dias – Voluntário da Gerdau no Pará

Beatriz Johannpeter fala sobre a importância do voluntariado corporativo:

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 39

Jorge Gerdau Johannpeter fala sobre a importância do trabalho da Junior Achievement:

39 30/09/2015 15:17:23


SUSTENTABILIDADE

Um futuro melhor para todos Através da parceria com empresas e com a atuação de voluntários e do Nexa, o Projeto Sustentabilidade vem transformando o pensamento de comunidades em todo o Brasil

40 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 40

FAZENDOO A DIFEERENÇA 30/09/2015 15:17:24


SUSTENTABILIDADE Desenvolvido em 2008 pela Junior Achievement, em parceria com a Gerdau, Oi e Santander, o Projeto Sustentabilidade foi criado a partir do desafio de conscientizar os jovens sobre a importância do desenvolvimento sustentável e do consumo consciente. Além da inserção do conteúdo em todos os programas da Junior Achievement (ver quadro abaixo), o projeto promove, desde então, um grande engajamento de empresas, voluntários, pais, professores e da comunidade em geral. Nas duas primeiras fases do projeto, foram criados dois programas, o Nosso Planeta, Nossa Casa, para estudantes de Ensino Fundamental, e o Atitude pelo Planeta, com foco no Ensino Médio, programas que estão na grade da Junior Achievement e que fazem um enorme sucesso até hoje. Contando com a participação de voluntários e de professores capacitados pela Junior Achievement, os programas promovem, através de abordagem lúdica e atrativa, discussões direcionadas às consequências geradas pelos desequilíbrios ambientais e sociais que atravessamos hoje. Participando dos programas, os alunos refletem sobre as atitudes do nosso cotidiano e discutem sobre ações positivas que podem ser

Sabemos que os problemas de hoje, no mundo, foram causados pelas gerações anteriores e atuais. Nós criamos um modelo de desenvolvimento que se mostrou inadequado para as próximas gerações.” Fábio Barbosa Conselheiro da Junior Achievement Brasil

adotadas. Essa conscientização faz com que os jovens entendam a importância da preservação do meio ambiente e o compromisso que têm com a responsabilidade socioambiental. Segundo Fábio Barbosa, grande incentivador da educação empreendedora com responsabilidade socioambiental e um dos apoiadores do projeto, os esforços de educação para a sustentabilidade vão gerar mudanças fundamentais para o nosso País. “Sabemos que os problemas de hoje, no mundo, foram causados pelas gerações anteriores e atuais. Nós criamos um modelo de desenvolvimento que se mostrou inadequado para as próximas gerações”, explica.

Projeto Sustentabilidade Fase 1

Fase 2

Fase 3

Fase 4

Programa Nosso Planeta, Nossa Casa

Programa Atitude pelo Planeta

Inserção do conteúdo Sustentabilidade nos programas da Junior Achievement

Engajamento do Nexa – Núcleo de Ex-Achievers

Ensino Fudamental

Ensino Médio

Guia do Professor

Guia do Voluntário

Professor

Voluntário

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 41

Voluntário

41 30/09/2015 15:17:26


SUSTENTABILIDADE

Barbosa acredita que os líderes e profissionais que estão emergindo serão os responsáveis por promover a transição de modelos e que, para isso, é muito importante que se preocupem, desde já, com as questões socioambientais. “Nossas escolhas como sociedade nos trouxeram até aqui. Importante, agora, é ver como fazer novas escolhas para o que vem pela frente. Há muitas oportunidades no campo dos negócios sustentáveis e vale a pena prestar atenção nisso com olhar empreendedor”, reflete Barbosa. Outro empresário que acredita e apoia a questão da sustentabilidade na sua empresa é Pedro Melo, Presidente da KPMG Brasil. O Atitude pelo Planeta é um dos programas aplicados, nacionalmente, por voluntários bastante engajados.

42 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 42

“Cuidar do planeta é cuidar da vida e do lugar que nos dá as condições de realizarmos todo o nosso potencial. Esse Programa está totalmente alinhado ao nosso compromisso global com o meio ambiente”, explica Melo. Ele conta que a KPMG assumiu a responsabilidade de

monitorar e reduzir a sua pegada de carbono global (formada por gases de efeito estufa, principais causadores das mudanças climáticas), de usar conscientemente os recursos naturais do planeta e de contribuir para a conscientização sobre esses te-

Número de alunos beneficiados por Programa – 2003/2015* Programas

TOTAL

As Vantagens de permanecer na Escola

802.082

Introdução ao Mundo dos Negócios

530.560

Economia Pessoal

470.424

Nosso Planeta, Nossa Casa

487.928

Vamos falar de Ética

301.565

Miniempresa

172.810

Atitude pelo Planeta

185.996 *Os resultados de 2015 estão projetados.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:26


SUSTENTABILIDADE mas perante os colaboradores, os clientes e as comunidades. “Como prestadores de serviços que somos, a KPMG mantém vários Centros de Excelência Globais em uma diversidade de assuntos importantes para o nosso planeta, como Energia, Química, Mineração, Governança, Serviços Públicos, Sustentabilidade, entre outros. Falando especificamente do Centro de Excelência em Sustentabilidade, este contribui para pesquisas, estudos e desenvolvimento de serviços que podem ajudar nossos clientes a enfrentar os grandes desafios ambientais que nos afetam ou afetarão, ou mesmo a enxergar oportunidades advindas desses desafios”, conta Melo, com satisfação, para, em seguida, concluir: “Portan-

to, o Atitude pelo Planeta é um programa que complementa toda essa nossa gestão e atua de forma transversal porque, ao mesmo tempo em que leva os assuntos da sustentabilidade para as escolas públicas das 17 comunidades no Brasil alcançadas pela ação da KPMG, nos ajuda a complementar o conhecimento dos nossos profissionais sobre o assunto”. Para Melo, o Atitude pelo Planeta “é um programa completo, que demonstra os impactos das decisões do dia a dia de forma muito clara, repleto de informações atualizadas, trazendo o conceito da sustentabilidade de forma equilibrada, compreendendo as questões ambientais, econômicas, sociais, do exercício da cidadania e de governança de forma sistêmica”.

Objetivos do Projeto Sustentabilidade da Junior Achievement: Fornecer condições para que os participantes possam refletir criticamente sobre os problemas socioambientais contemporâneos. Promover a compreensão de que todos somos dependentes dos recursos naturais do planeta, portanto, estes devem ser preservados. Incentivar a valorização da vida, não somente a vida humana, divulgando o valor e a importância da biodiversidade. Contribuir para a conscientização da importância do desenvolvimento sustentável e da sustentabilidade. Auxiliar na compreensão das relações sistêmicas existentes entre as causas, consequências e demais efeitos das questões ambientais sobre a nossa civilização. Estimular os alunos para que intervenham positivamente sobre a realidade.

Empresas que apoiam os programas de Sustentabilidade da Junior Achievement:

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 43

43 30/09/2015 15:17:27


PROJETOS NACIONAIS

Crescimento que se reflete no futuro O Projeto Nacional KPMG é fortalecido, a cada ano, através da participação dos colaboradores e incentivo da própria empresa, que preza pelo voluntariado corporativo Parceira da Junior Achievement Brasil há 5 anos, a KPMG incentiva seus colaboradores a entrarem em sala de aula e disseminarem a cultura empreendedora dentro das escolas. Os resultados desse estímulo são profissionais comprometidos e um número elevado de estudantes beneficiados. Através de programas como Introdução ao Mundo dos Negócios, As Vantagens de permanecer na Escola, Economia Pessoal, Vamos falar de Ética, Atitude pelo Planeta, Habilidades para o Sucesso e Miniempresa, jovens e profissionais trocam experiências e se desenvolvem como cidadãos. “A experiência de voluntariado me proporcionou a oportunidade de sair do meu próprio universo para ter contato com o universo do próximo, sendo mais tocante ainda por envolver crianças nas quais é depositada a esperança de serem a geração futura que fará a diferença”, comenta a colaboradora e voluntária da KPMG, Ana Assis. Rebeca Bandeira, 16 anos, de Recife, é uma delas. A jovem reconhece a importância da educação e o quanto isso se reflete no seu futuro

2011 2012

2010 Projeto realizado em 4 Estados com a participação de 65 colaboradores da KPMG. 418 alunos beneficiados.

44 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 44

Projeto realizado em 9 Estados com a participação de 97 colaboradores da KPMG. 1.553 alunos beneficiados.

Programas aplicados em 10 Estados com a participação de 115 voluntários da KPMG. 1.141 alunos beneficiados.

Voluntários da KPMG aplicam o Atitude pelo Planeta para jovens de Joinville/SC

próximo: “Gostei de falar sobre a importância dos estudos, tenho amigos que já desistiram de estudar e, hoje, estão sofrendo as consequências. Sem esforço, não vamos ter sucesso na vida”. O crescimento da participação de voluntários também é notável. De 65 colaboradores no ano de 2010, para 190 em 2015, e a empresa comemora os resultados!

Confira a Pílula de Empreendedorismo de Pedro Melo, Presidente da KPMG Brasil, com dicas valiosas de sucesso para os jovens.

2013 Programas realizados em 11 Estados com a participação de 107 voluntários da KPMG. 1.315 alunos beneficiados.

2014 Programas realizados em 12 Estados com a participação de 136 voluntários da KPMG. 1.372 alunos beneficiados.

2015 Programas realizados em 13 Estados com a participação de 190 voluntários da KPMG. 1.375 alunos beneficiados.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:28


PROJETOS NACIONAIS

Transformando a realidade de jovens talentos Colaboradores da GE realizam programas de educação empreendedora e contribuem para a formação de jovens estudantes

Encerramento do Programa As Vantagens de permanecer na Escola em Petrópolis, no Rio de Janeiro

Através do engajamento dos voluntários para transformar jovens em futuros líderes, 793 mil estudantes já foram beneficiados pelos programas da Junior Achievement em 10 anos de parceria com a GE no mundo. A parceria de sucesso com a GE Foundation é promovida, anualmente, em 75 escritórios da Junior Achievement de 37 países mundo afora e já envolveu, desde o início, 42.200 voluntários da empresa. Desenvolvimento profissional, autoconhecimento, habilidades de liderança e foco em resultados são palavras-chave no vocabulário de quem passou ou passa pelos programas de empreendedorismo. A cada atividade aplicada, alunos e voluntários são transformados e tornam-se cidadãos confiantes e prontos para transformar positivamente a comunidade local. O acúmulo de resultados positivos fortalece ainda mais a parceria de sucesso com a GE Foun-

Confira o depoimento do Presidente da GE no Brasil, Gilberto Peralta, sobre como a GE incentiva a inovação entre os seus colaboradores:

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 45

dation. Somente em 2015, 870 estudantes da rede pública de ensino de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Ceará passaram pelos programas, que contaram com a participação de 175 voluntários.

Com a palavra, os voluntários: “O voluntariado gera simpatia mútua e aproximação natural entre os participantes e os voluntários.” Wanderson Guerra – Colaborador da GE em Contagem/MG

“Fiquei maravilhada com a dedicação e o carinho de todos: voluntários, crianças e administração da escola.” Elisângela Eide da Silva Santos – Colaboradora da GE em Belo Horizonte/MG

“Foi maravilhoso realizar este trabalho junto a estas crianças que nos viram com respeito e admiração.” Alex Ruggiero – Colaborador da GE em São Paulo “Foi um momento de troca de energias boas com todos e autoconhecimento!” Patrícia Colucci – Colaboradora da GE em São Paulo

45 30/09/2015 15:17:29


PROJETOS NACIONAIS

Projeto Suzano completa 7 anos de bons resultados Parceria Nacional é fortalecida a cada ano, gerando resultados positivos na vida de estudantes de três Estados brasileiros

Estudantes de Mucuri/BA produzem luminária de sisal que foi indicada ao Prêmio Miniempresa

Neste ano, a parceria de sucesso entre a Suzano Papel e Celulose e a Junior Achievement completa 7 anos. O projeto nacional já beneficiou, desde 2009, cerca de 3 mil alunos de escolas públicas da Bahia, Maranhão e São Paulo – Estados em que a Suzano possui operações. Durante esse período, 380 colaboradores aplicaram, de forma voluntária, os programas

O empreendedorismo é hoje uma das importantes alavancas do processo de transformação cultural da Suzano. E a parceria com a Junior Achievement nos permite extrapolar o ambiente da empresa e reforçar esse nosso valor além das nossas fronteiras. O nosso programa de voluntariado leva esse conceito para a sala de aula, promovendo uma rica troca de experiências dos nossos colaboradores com as comunidades onde atuamos.” Carlos Alberto Griner Diretor Executivo de Recursos Humanos da Suzano Papel e Celulose | Conselheiro da Junior Achievement Brasil

46 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 46

As Vantagens de permanecer na Escola, Introdução ao Mundo dos Negócios, Vamos falar de Ética, Empresário-Sombra por um Dia, Miniempresa, Habilidades para o Sucesso e Atitude pelo Planeta. Através da metodologia desenvolvida pela Junior Achievement, e de suas próprias experiências, os voluntários puderam contribuir para o desenvolvimento dos jovens, combatendo a evasão escolar e tornando-os mais preparados para o mercado de trabalho. No ano de 2014, a turma-piloto do Programa Miniempresa, que seria um “teste”, acabou se tornando uma grande case de sucesso. A luminária de sisal ganhou não somente a comunidade local, mas também o Brasil. A miniempresa Art’s Luminar, de Mucuri/BA, participou do Prêmio Miniempresa, em Brasília, ao lado de mais 29 miniempresas do País. Outro diferencial nesta turma de Miniempresa foi o sucesso na mobilização dos voluntários. Enquanto nas miniempresas “tradicionais” as turmas são realizadas através da participação de 4 voluntários, a Art’s Luminar funcionou com 22 voluntários. Para o ano de 2015, o Projeto Nacional Suzano tem como meta contemplar cerca de 550 alunos, através da participação de aproximadamente 100 voluntários da empresa.

Confira a Pílula de Empreendedorismo de Carlos Alberto Griner, Diretor Executivo de RH da Suzano, falando sobre a importância do voluntariado:

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:30


PROJETOS NACIONAIS

Por um futuro empreendedor Voluntários da Cyrela assumem a sala de aula e contribuem para a formação de jovens estudantes

Estudantes de Pernambuco durante aplicação do Programa Habilidades para o Sucesso

De 2011 a 2014, a parceria entre a Junior Achievement e o Instituto Cyrela beneficiou 2.499 estudantes espalhados por 8 Estados brasileiros: Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Através dos conteúdos abordados nos programas, a parceria contribui para a preparação de jovens para o mundo dos negócios, além de

estreitar a relação entre educação e empregabilidade. São formados cidadãos mais confiantes e qualificados para enfrentar os desafios do mercado de trabalho. “Consegui me conhecer melhor, minhas inclinações, interesses e vocação. Através do Programa, pude enxergar o mercado de trabalho, quais suas demandas e necessidades. Quero me tornar uma profissional que atenda a essas necessidades com competência”, comenta Jaqueline Anjos, estudante de São Paulo, que participou da aplicação do Habilidades para o Sucesso. A parceria visa promover o voluntariado corporativo, contribuindo não apenas para o despertar do espírito empreendedor nos jovens, mas também para o desenvolvimento dos profissionais. Os colaboradores da Cyrela, protagonistas desse projeto, vestem a camisa do voluntariado e compartilham suas experiências de vida com quem está em sala de aula. Mais de 200 voluntários contribuíram para um futuro empreendedor através da parceria nacional.

Com a palavra, os voluntários: “Participar de uma ação como esta é mais do que ter oportunidade de dar carinho e atenção às crianças, é sentir-se ativamente participando da formação de um futuro melhor para todos. O trabalho do voluntário é plantar sementes!” Gabriela Barroso – Voluntária da Cyrela no Rio de Janeiro “Eu jamais imaginava voltar à escola que eu estudei, na condição de voluntária. O programa HPS me possibilitou isso e eu até me emocionei no primeiro dia. Eu, na época em que estudei lá, também não tinha muita perspectiva de futuro. Agora, poder voltar lá e compartilhar que dá para sonhar, que dá para conseguir, que é possível vencer no mercado de trabalho, foi muito gratificante.” Marcela Lopes – Voluntária da Cyrela no Maranhão “Quisera todos tivéssemos a oportunidade de receber essas informações nos tempos de escola. Todos deveriam doar um pouco do seu tempo para voluntariado. O maior ganho é sempre nosso, de quem doa seu tempo e um pouco do que sabe.” Patrice Rosseti – Voluntária da Cyrela no Pará

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 47

47 30/09/2015 15:17:31


PROJETOS NACIONAIS

De olho no futuro A parceria de sucesso da Junior Achievement com o HSBC vem mostrando aos estudantes a importância da educação Consolidada no Brasil e no restante do mundo, a parceria com o HSBC tem como objetivo trabalhar com os estudantes os temas educação financeira, combate à evasão escolar e preparação para o mercado de trabalho. Voluntários do HSBC entram em sala de aula para mostrar aos estudantes a importância de tomar decisões financeiras conscientes, estimulando a aprendizagem e conhecimento sobre suas habilidades pessoais, e a relação com o trabalho, contribuindo para a formação dos jovens. Em 2015, o projeto Mais do que Dinheiro envolveu 118

voluntários, que aplicaram o Programa para 1.425 alunos. Ainda este ano, também será realizado o projeto Future First no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.

Voluntários do HSBC em sala de aula no Paraná

Número de alunos beneficiados ao longo dos anos

1.115

1.175

1.160

2011

2012

2013

1.307

1.425

2014

2015

868 591 2009

2010

Estimulando habilidades nos jovens O Projeto da AT&T de 2014 levou o Programa Habilidades para o Sucesso, focado em preparação para o mercado de trabalho, para estudantes do Ensino Médio. Ao todo, 488 alunos de São Paulo (Capital e Campinas) e de Minas Gerais (Belo Horizonte) foram beneficiados pela ação. “Gostaria de salientar que foi de muito agrado a participação e crescimento intelec-

48 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 48

tual da aprendizagem que foi passada aos nossos alunos, incentivando cada vez mais o conhecimento do mercado de trabalho, e os esclarecimentos que essas parcerias podem oferecer são de muita importância para o crescimento intelectual”, afirmou, com satisfação, Odair Querido, Coordenador da Escola Estadual Orosimbo Maia, de Campinas, beneficiada pelo projeto.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:32


PROJETOS NACIONAIS

Compromisso com o futuro Através da parceria com a John Deere, o voluntariado corporativo é fortalecido e, principalmente, contribui para a formação de estudantes do Rio Grande do Sul, São Paulo e Goiás.

Alunos e voluntários da John Deere em Horizontina

Promover o voluntariado corporativo e contribuir para despertar o espírito empreendedor nos jovens são os propósitos da parceria entre a Junior Achievement e a John Deere. Por mais um ano, o projeto nacional irá rodar em quatro cidades brasileiras em que a John Deere atua. O projeto beneficiou, em 2015, mais de 300 estudantes em Horizontina/RS, Montenegro/RS, Indaiatuba/SP e Catalão/GO.

Os programas As Vantagens de permanecer na Escola, Finanças Pessoais e Empresário-Sombra por um Dia foram aplicados pelos colaboradores da John Deere com a participação de mais de 60 voluntários da empresa. Eline Barros, colaboradora da John Deere em Catalão/GO, afirma que compartilhar parte do seu tempo é gratificante: “Ser voluntário é poder partilhar nosso tempo, compartilhar conhecimento, doar alegrias e ver sorrisos de gratidão. A experiência sempre será única e inesquecível”. Para os jovens, participar de programas que provocam o crescimento pessoal e que ampliam o olhar sobre o mercado de trabalho é imprescindível. “Foi um enorme diferencial no rumo que minha vida irá tomar, vendo de perto o que é ser um engenheiro e a sua importância dentro da empresa, pude tirar todas as minhas dúvidas e, definitivamente, saber qual profissão eu realmente irei seguir”, comenta Maycon Moura, aluno do Empresário-Sombra por um Dia, na John Deere de Indaiatuba/SP.

Recebendo Sombras na John Deere “O projeto possibilitou uma troca de experiências, não somente para os estudantes que chegaram aqui com diversas expectativas, mas também para nós, profissionais da John Deere, que, por um dia, tivemos que mostrar e compartilhar a nossa rotina diária com estes jovens curiosos, alegres e cheios de energia.” Moira Pinto Voluntária da John Deere no RS “Receber a jovem Natani e ter a sua companhia ao longo da jornada de trabalho foi uma experiência muito gratificante. Ela mencionou o seu interesse em estudar Relações Internacionais, então demonstrei como são realizadas as teleconferências com colegas de vários países das Américas, Europa e Ásia. Essa oportunidade a ajudou a confirmar seu objetivo de estudos e futura carreira profissional.” Joni Thonnigs Voluntário da John Deere no RS

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 49

49 30/09/2015 15:17:33


PROJETOS NACIONAIS

Investindo na educação dos jovens TNT firma parceria com a Junior Achievement e apresenta a importância dos estudos para jovens de 13 Estados ciso estudar, ter um objetivo e persistir para alcançar esse objetivo. Nosso futuro só depende de nós mesmos”, comenta Aghatta Ailyn, que participou da aplicação em Goiânia. Já Giovana Morais, da Escola Municipal Leonardo Sadra, em Goiânia, afirma que o As Vantagens de permanecer na Escola “ajudou a mudar o ponto de vista em relação à escola e ao futuro. Me fez ter mais interesse nos estudos, agora eu estou mais animada com a escola”.

Natalie e Jaqueline foram voluntárias em Santa Catarina

Através da parceria com a TNT, a Junior Achievement trabalha, junto aos jovens estudantes, o combate à evasão escolar. O Programa As Vantagens de permanecer na Escola está sendo aplicado, neste ano, em 13 Estados brasileiros: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Pará, Distrito Federal, Ceará, Espírito Santo, Amazonas, Rio de Janeiro e Goiás. O projeto leva aos jovens a reflexão sobre atitudes do cotidiano e sobre ações positivas que possam ser adotadas em uma trajetória empreendedora. Além disso, mostra aos jovens a importância do valor da ética e da preservação do meio ambiente. Os colaboradores da TNT entraram em sala de aula e apresentaram aos jovens a importância dos estudos. Para os estudantes, o resultado é positivo. “Aprendi que para um ter futuro melhor eu pre-

50 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 50

Alunos de São Paulo em sala de aula

Voluntários da TNT em São Paulo

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:33


PROJETOS NACIONAIS

Jovens conectados com o mercado de trabalho Voluntários da Caterpillar Brasil falam com os alunos sobre as competências esperadas pelas empresas na hora das contratações Possibilitar aos alunos um momento de reflexão sobre seu futuro e preparação para o mercado de trabalho são os objetivos do Conectado com o Amanhã, da Junior Achievement. Em 2015, a Caterpillar levará o Programa, através de seus voluntários, para cerca de 700 jovens do Senai em três cidades: Piracicaba/SP, Campo Largo/PR e Belo Horizonte/MG. Para o voluntário Marco Antonio Quatrini, da Caterpillar Brasil, em Piracicaba, a experiência foi tão boa que ele quer repetir a dose. “Gostaria muito de voltar a ser voluntário caso venham a ocorrer novas oportunidades, pois achei o Projeto de extrema importância para todos nós”, comentou. Os alunos, que aprenderam sobre as competências comportamentais desejadas no merca-

do de trabalho, também acharam a experiência proveitosa. “A atividade foi positiva para todos, pois tratamos de assuntos que nos ajudarão no futuro e de que precisamos muito”, afirmou Yuri D. Claudino, aluno do Senai em Piracicaba. Já para Francine Anholeto Gomes, estudante técnica de qualidade, o Programa “proporcionou um maior interesse na área industrial e melhor qualificação para ingressar no ramo”. Para o Senai, o resultado também valeu a pena. Segundo a orientadora educacional Walquiria Somaio Pelarigo, “este tipo de intervenção com os alunos amplia a visão e o conceito de trabalho, possibilitando o desenvolvimento de áreas não apenas de cunho técnico mas também das relações interpessoais”.

MasterCard aposta no empoderamento das mulheres Projeto da MasterCard contribuirá para o empoderamento de mulheres da América Latina A MasterCard firmou parceria com a Junior Achievement para levar o Programa Mulheres Empreendedoras para cerca de 600 mulheres do Brasil, Peru e México. O projeto terá o seu primeiro período de implementação em 2015 e 2016 nas cidades de Minas Gerais (Brasil), Lima (Peru) e Cidade do México (México). O programa Mulheres Empreendedoras, desenvolvido pela Junior Achievement em parceria com a Citi Foundation, é voltado

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 51

para mulheres entre 18 e 25 anos, em situação de vulnerabilidade. As participantes recebem um treinamento e são avaliadas por uma comissão de mulheres para um possível acesso a microcrédito, que servirá para melhorar seus negócios e contribuir para a geração de renda nas comunidades. Cada País envolverá, também, uma organização de microfinanças que trabalhará lado a lado ao longo de todo o processo.

51 30/09/2015 15:17:35


PROJETOS NACIONAIS

Educação Financeira na prática Voluntários da MetLife trabalharam conceitos sobre o uso consciente do dinheiro com jovens de São Paulo

Com a palavra, os voluntários: Voluntários da EE Aristides de Castro

Voluntários da EE Profa. Maria Petrollina

Com o objetivo de contribuir para a formação de alunos da Rede Pública nos Ensinos Fundamental e Médio, complementando o currículo básico com conceitos de educação financeira, a Junior Achievement e a MetLife uniram esforços para levar o Programa Economia Pessoal a 413 alunos de duas escolas de São Paulo, com a participação de 18 voluntários da empresa.

“Tenho muito orgulho em fazer parte destes voluntários e agradeço à MetLife por nos proporcionar esta oportunidade.” Eduardo Kobayashi “Ser voluntária deste projeto é simplesmente fantástico, uma experiência única e inenarrável saber que dois dias dedicados a fazer o bem podem mudar a vida de alguns alunos e a minha.” Jéssica Corrêa “No momento em que li a carta da aluna Ana Carolina (‘Com vocês pude decidir o curso que pretendo fazer e me ensinaram coisas que vou levar por toda a minha vida’), senti e sei que fiz a diferença na vida dela. Isso não tem preço.” Suellen Portugal Santos

ADP investe em Projeto-Piloto no Rio Grande do Sul Parceira mundial da Junior Achievement, a ADP firmou uma parceria nacional para realizar um projeto-piloto na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Voluntários da empresa entrarão em sala de aula para aplicar dois programas de empreendedorismo jovem: Economia Pessoal e Habilidades para o Sucesso. As instituições e escolas beneficiadas pelo projeto serão a AFASO – Associação Famílias em Solidariedade (Child Care) e a Escola Estadual de Educação Básica Fernando Gomes.

52 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 52

Voluntários da ADP participam de sensibilização em Porto Alegre

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:35


PROJETOS NACIONAIS

Projeto Baxter promove empreendedorismo e educação Colaboradores da empresa mostram aos jovens, em sala de aula, a importância da educação para um futuro de sucesso O sentimento de satisfação dos voluntários da Baxter, empresa global da área de saúde, é percebido não só em sala de aula, mas também pelo retorno positivo após as aplicações dos programas. “Quando aceitamos o desafio, vamos predispostos a compartilhar conhecimento com os estudantes, mas o mais surpreendente sempre, é avaliar o quanto cada um de nós aprende após essa experiência”, conta Patricia Prospero, voluntária da Baxter. Para o colaborador Leonil Rosa, “algo que me chamou atenção foi ao final da aula, uma das alunas nos disse que era o segundo dia que ela foi à escola depois de voltar das férias de julho.

Colaboradores da Baxter na Escola Estadual Manoel da Fonseca em Itupeva/SP

Ela contou que já havia decidido sair da escola, mas que depois que participou das atividades, continuaria os estudos”. Além do Brasil, Colômbia, Guatemala, México, Porto Rico, Estados Unidos e Panamá também foram beneficiados pela parceria global, em 2014, que levou temas do mundo dos negócios a mais de 2 mil jovens.

Sombras do sucesso Estudantes de São Paulo participam do Programa Empresário-Sombra por um Dia e acompanham rotina dos colaboradores da NEORIS Anualmente, a parceria internacional entre a Junior Achievement e a NEORIS dissemina a cultura empreendedora e contribui para o de-

Alunos e Voluntários da Neoris, em São Paulo

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 53

senvolvimento de estudantes durante a Semana Global do Empreendedorismo, iniciativa mundial encabeçada pela Endeavor. Em 2014, quatro países foram contemplados com a aplicação do Programa Empresário-Sombra por um Dia. No Brasil, cinco estudantes com interesse nas áreas de tecnologia e negócios, do ITB Brasílio Flores de Azevedo, em São Paulo, tiveram a oportunidade de participar de uma reunião com o Presidente da empresa, além de uma videoconferência com o CEO da NEORIS. Os estudantes também acompanharam diversas atividades junto aos colaboradores da empresa, que atuaram como voluntários durante a realização do Programa.

53 30/09/2015 15:17:38


PROJETOS NACIONAIS

Junior Achievement e Instituto GBarbosa: uma parceria de sucesso Consolidada desde 2013, parceria é ampliada para 4 Estados brasileiros Parceiro da Junior Achievement no Sergipe, desde 2013, o Instituto GBarbosa tem expandido, a cada ano, o envolvimento com os programas de educação empreendedora no País. Atualmente, além de Sergipe, estudantes de Alagoas, Bahia e Ceará são beneficiados com a parceria. O projeto contemplará, até o final de 2015, 25 turmas do Programa Nosso Planeta, Nossa Casa, beneficiando mais de 600 alunos. Os protagonistas dessa parceria são os próprios colaboradores do grupo, que atuam como voluntários em sala de aula. Neste ano, a expectativa é que mais de 100 colaboradores envolvam-se nas aplicações.

Com a palavra, os voluntários: “É muito bom poder compartilhar um pouco da nossa vivência com essas crianças. Elas tentam compreender o que estamos passando e respeitam o momento.” Abraão Oliveira – Maceió/AL “Sempre me identifiquei com trabalhos voluntários. Ajudar o próximo, contribuir de alguma forma com a educação desses jovens faz um bem enorme para a minha vida. Sou um exemplo de que a educação pode transformar.” Damião Cruz – Salvador/BA

Sombras do empreendedorismo Projeto Logicalis Latin America beneficiou jovens do Brasil, Argentina, Colômbia e Peru

Os jovens “sombras” e os voluntários, em São Paulo

A parceria entre a Junior Achievement e a Logicalis Latin America, provedora de serviços e soluções de tecnologia da informação e comunicação da América Latina, dissemina a educação empreendedora para jovens do Brasil, Argentina, Colômbia e Peru.

54 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 54

Através do Programa Empresário-Sombra por um Dia, os estudantes vivenciam na prática o mundo dos negócios. Os “sombras” têm a oportunidade de seguir os passos de um empresário, na sua jornada de trabalho, desde a leitura dos jornais pela manhã, às reuniões de negócios, visitas a clientes e tarefas rotineiras. O projeto, realizado simultaneamente nos 4 países, beneficiou, em setembro de 2014, 18 alunos de 6 cidades latino-americanas: Barueri, Bogotá, Buenos Aires, Lima, Rio de Janeiro e São Paulo.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:40


NOVOS PROJETOS – JA AMÉRICAS / JA WORLDWIDE

SAP Em parceria com a SAP – líder mundial em software empresarial e serviços relacionados com software, o Programa Habilidades para o Sucesso será aplicado para aproximadamente 30 estudantes de São Paulo em um projeto experimental que contará com a participação dos colaboradores da empresa, que atuarão de forma voluntária na aplicação. Essa experiência contribuirá para o levantamento de insights que deverão nortear a construção de uma ferramenta virtual, na próxima edição do Projeto, que complementará o aprendizado dos jovens que forem beneficiados pelo Programa. Ao longo das aplicações das sete aulas do Programa Habilidades para o Sucesso, especialistas voluntários da SAP realizarão um trabalho com alunos, voluntários, representantes de escolas e gestores, a fim de identificar as principais necessidades dos alunos do Ensino Médio frente ao desafio de ingressar e permanecer no mercado de trabalho.

Franklin Templeton Pelo 2º ano consecutivo, a Junior Achievement Brasil foi beneficiada pela parceria firmada entre a JA Worldwide e a Franklin Templeton, líder global na gestão de ativos, servindo a clientes em mais de 150 países. Estudantes do Instituto GMK, de São Paulo, serão beneficiados com o Programa Economia Pessoal.

Bank of Tokyo O projeto de parceria da Junior Achievement com o Bank of Tokyo-Mitsubishi UFJ, instituição financeira com sede no Japão que resulta de diversas fusões e incorporações de instituições financeiras, reconhecida no Japão e no mundo, levará o Programa Finanças Pessoais para estudantes de São Paulo.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 55

Através da parceria nacional com a Junior Achievement, a instituição semeará o empreendedorismo dentro das escolas, trabalhando também com o assunto educação financeira. Voluntários da instituição mostrarão aos jovens a importância de cuidar do seu dinheiro e do de sua família.

55 30/09/2015 15:17:41


PROJETOS ESPECIAIS

Aproximando jovens e o mundo do trabalho A parceria Junior Achievement e CIEE-RS completa, neste ano, 6 anos preparando estudantes para o mercado de trabalho

Alunos de miniempresas gaúchas participam do Conectado com o Amanhã

Através do Programa Conectado com o Amanhã, a Junior Achievement e o CIEE-RS preparam jovens do Ensino Médio para o mercado de trabalho. O Programa mostra o funcionamento do mercado de trabalho, as opções de carreiras, a relação entre educação e salário e o papel dos líderes nas organizações. Realizado há 6 anos, o Programa capacita e estimula a prática profisional e o desenvolvi-

Luiz Carlos Eymael, Denise Casagrande, Paulo Amorim, Wilma Resende Araujo Santos e Cláudio Bins

mento social e pessoal dos jovens através de atividades lúdicas e dinâmicas. Até o final de 2015 a parceria beneficiará cerca de mil alunos. A parceria entre o CIEE-RS e a Junior Achievement vai além da aplicação de programas. Há 6 anos, ambas as organizações promovem eventos de destaque em Porto Alegre. A 5ª edição do Colóquio, em 2014, contou com a participação de Nizan Guanaes, sócio-fundador

O incentivo ao empreendedorismo jovem, um dos objetivos do Programa Conectado com o Amanhã, é um dos exemplos da sólida parceria das duas instituições, que têm em comum o fortalecimento do protagonismo juvenil e da cidadania.” Luiz Carlos Eymael Superintendente do CIEE-RS

56 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 56

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:41


PROJETOS ESPECIAIS É fundamental colocar as crianças a escreverem, desde pequenas, em códigos.” Nizan, Duda e Wilma com a galera do Nexa

do Grupo ABC – maior grupo de comunicação do Brasil. Com o tema “O Brasil precisa de jovens transformadores”, Nizan palestrou para mais de 400 pessoas, que lotaram o Teatro CIEE-RS. Nizan incentivou a plateia a ter “paixão” pelo que faz: “Não é dinheiro que traz felicidade, é a felicidade que traz dinheiro”. O público interagiu com o palestrante enviando perguntas via Twitter para o Presidente do Grupo RBS, Eduardo Sirotsky Melzer, moderador do Colóquio. O empresário Ricardo Vontobel, Presidente da Vonpar, foi o entrevistador. José Paulo Soares Martins foi o apresentador do evento. Antes de subir ao palco, Nizan participou de um bate-papo com ex-achievers, que tiveram a oportunidade de receber dicas para se tornarem empreendedores de sucesso. “Vocês têm que ir além”, afirmou Nizan. Já neste ano, a 5ª edição do Café com RH também foi um sucesso, reunindo lideranças de Recursos Humanos para discutir assuntos da

Nizan Guanaes

área. Denise Casagrande e Paulo Amorim foram os convidados para tratar do tema “Mudar ou mudar, eis a questão!”. Denise Casagrande é Psicóloga, mestre em Gestão Empresarial e doutoranda em Administração, com 30 anos de experiência como executiva em multinacionais como Gerdau, Suzano e Santher. Paulo Amorim é especializado em Recursos Humanos e Mestre em Administração, com mais de 32 anos de atuação na área de Gestão de Pessoas/RH e com passagem por empresas como Coca-Cola, Gerdau e Dell. É Sócio da Amorim Desenvolvimento de Pessoas e Organizações. A Diretora Superintendente Nacional, Wilma Resende Araujo Santos, e o Superintendente Executivo do CIEE-RS, Luiz Carlos Eymael, foram os responsáveis pela abertura do evento, dando as boas-vindas aos participantes. O Gestor de Relações Institucionais do CIEE-RS, Cláudio Inácio Bins, foi o mediador do bate-papo com os convidados.

A parceria entre CIEE-RS e a Junior Achievement reforça nosso compromisso em desenvolver habilidades importantes nos jovens para que possam enfrentar os desafios da inserção no mundo do trabalho.” Cláudio Inácio Bins Gestor de Relações Institucionais do CIEE-RS Confira as Pílulas de Empreendedorismo: Denise Casagrande Como se destacar no mercado de trabalho atual? Como criar um bom currículo?

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 57

Paulo Amorim

O que um profissional precisa fazer para ser considerado qualificado no mercado atual?

Nizan Guanaes

Quais as diferenças entre o mercado de trabalho de ontem e de hoje?

57 30/09/2015 15:17:45


PROJETOS ESPECIAIS

Empresas Apoiadoras American Airlines A American Airlines, através de uma parceria mundial, está apoiando a Junior Achievement Brasil com vouchers de milhas aéreas, que possibilitarão a realização de projetos e eventos nacionais da Organização.

PwC Presente no Brasil desde 1915, a PwC é um network global de firmas separadas e independentes, que trabalham de forma integrada na

prestação de serviços de Assessoria Tributária e Empresarial e de Auditoria. Executam, anualmente, o trabalho de auditoria das Demonstrações Financeiras da Junior Achievement Brasil, contruindo ainda mais com a transparência da Organização e apoiando na adoção das melhores práticas contábeis e de governança.

Planalto A Planalto apoia, anualmente, o Nexa Nacional, disponibilizando o ônibus para o transporte da delegação brasileira para o FIE – Fórum Internacional de Empreendedores, em Códoba, na Argentina. O ônibus permanece à disposição dos jovens durante uma semana de atividades voltadas ao empreendedorismo.

Veirano A Veirano Advogados é responsável pelos registros das marcas dos programas, logotipos, eventos e outros bens institucionais da Junior Achievement no Brasil. Fundada em 1972, por Ronaldo Veirano, Conselheiro da Junior Achievement Brasil, a Veirano é, hoje, um dos maiores escritórios de advocacia do Brasil e da América Latina.

IBM A IBM, líder em soluções completas de TI, está apoiando a Junior Achievement Brasil em um trabalho estratégico sob a coordenação de Alcely Barroso, executiva de Cidadania Corporativa da IBM Brasil. “A IBM se orgulha da parceria com a Junior Achievement do Brasil, pois essa união de esforços trará um enorme benefício para a sociedade. As equipes da IBM e da JA Brasil revisitaram o Plano Estratégico e apontaram melhorias. Já a

58 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 58

equipe de Marketing Digital mostrou o melhor caminho para a Junior Achievement ampliar sua eficiência na comunicação com o público envolvido na causa, fortalecendo sua marca no mercado. Ficamos felizes com o trabalho realizado em colaboração e animados em ver que as recomendações estão sendo aplicadas”, afirma Alcely.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:48


ESPECIAL

Agradecimentos! Sedes Junior Achievement Brasil Ao longo dos anos, empresários visionários apoiaram a Junior Achievement Brasil, cedendo espaços importantes para a realização das atividades da Organização no País. Nosso agradecimento especial à Federasul, primeira sede da Organização Nacional e atual sede da Junior Achievement Rio Grande do Sul; ao Sinduscon-RS, sede Nacional da Junior Achievement até 2008; e ao CIEE-RS, nossa sede atual, por todo o apoio dos Presidentes Sérgio Silveira Saraiva e Otto Walther Beiser, do Superintendente Executivo Luis Carlos Eymael, do Gestor de Relações Institucionais Cláudio Inácio Bins e do Conselho e Diretoria da entidade.

Voluntariado O Voluntariado foi ferramenta fundamental para o resultado impactante de milhares de alunos. Nosso agradecimento especial a todos os incansáveis voluntários, que, como o Martins, estão sempre engajados nas atividades da Junior Achievement.

Uma das melhores contribuições para a educação dos jovens é proporcionar-lhes a participação nos programas da Junior Achievement. Estruturados para formar e incentivar jovens a definirem seus caminhos pessoais e profissionais, com base em uma cidadania fundamentada na ética e na sustentabilidade, esses programas reúnem uma pedagogia estruturada e resultados transformadores. Uma das melhores contribuições que empresários e empresas podem dar para a sociedade é investir na Junior Achievement. Por um lado, apoiam jovens para que possam participar da melhor escola de empresários e de cidadãos. Por outro lado, ao incentivarem o trabalho voluntário dos seus colaboradores, promovem mais consciência social e cooperação. Ser um voluntário da Junior Achievement é motivo de muito orgulho e satisfação.” José Paulo Soares Martins Voluntário da Junior Achievement Brasil

Homenagem Nossa homenagem especial a João Carlos Silveiro (1933-2015), Conselheiro Fiscal da Junior Achievement Brasil, pela sua participação e engajamento ao longo dos anos.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 59

59 30/09/2015 15:17:48


ESPECIAL NEXA

1996 Fundação do Nexa – Núcleo de Ex-Achievers no Rio Grande do Sul / Primeira delegação brasileira no FIE Córdoba Realização da 1ª Miniempresa em Porto Alegre

1994

2009

2004

1ª Edição do Findinexa Brasil, no Piauí

Expansão da Junior Achievement e do Nexa pelo Brasil Fundação do Nexa Rio de Janeiro

2000

Fundação dos Nexas Paraná, Piauí e Minas Gerais

2005

Nexa: capacitando futuros empreendedores O Núcleo de Ex-Achievers, fundado em 1996, busca fortalecer o contato dos jovens com a Junior Achievement, contribuindo, ativamente, para a formação de novos empreendedores De maneira despretensiosa, apenas com o objetivo de permitir que ex-participantes do Programa Miniempresa pudessem manter o vínculo com a Junior Achievement, assim nascia, há 19 anos, o Nexa – Núcleo de Ex-Achievers. O Núcleo, que iniciou suas atividades em 1996, com a participação de 18 ex-achievers, hoje, conta com aproximadamente mil jovens envolvidos em 23 Estados brasileiros. Formado por jovens que decidiram continuar em contato com o empreendedorismo, o Nexa possibilita o crescimento pessoal e oportuniza ao ex-achiever novas experiências, informações e contatos que podem servir como base para sua futura vida profissional. Buscando qualificar-se para enfrentar o mercado de trabalho e o mundo dos negócios, os

60 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 60

jovens desenvolvem desde seus conhecimentos a respeito de como uma organização funciona e informações do mundo corporativo até o desen-

Os primeiros associados do Nexa no Brasil e a Superintendente Wilma Resende Araujo Santos

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:50


ESPECIAL NEXA 2011 Maior delegação de associados do Nexa no FIE Córdoba, com 75 integrantes / Primeira edição do PDCN – Programa de Desenvolvimento e Capacitação do Nexa Nova expansão do Nexa no Brasil / 1ª Edição do CSN – Concurso Sustentabilidade Nexa

2010

2015 2013 Findinexa Brasil completa 5 anos Primeira edição do Projeto Changing Lives - iniciativa global sobre empreendedorismo para Jovens

Pela primeira vez, o PDCN foi realizado em São Paulo, reunindo 21 Núcleos

Criação da equipe de coordenadores do Nexa Nacional

2014

2012

volvimento de características pessoais, como a oratória, a liderança e o trabalho em grupo. Quando o grupo de estudantes gaúchos, liderado pela ex-achiever Carolina Werle, decidiu fundar o Núcleo, não imaginavam que a ideia ganharia força pelo Brasil. A proposta, que continua a mesma, hoje, é aperfeiçoada com inúmeras ati-

FIE – Fórum Internacional de Empreendedores O FIE é um evento para os jovens empreendedores do mundo, que ocorre desde 1998 em Tanti, arredores de Córdoba, e reúne mais de 600 pessoas com idades entre 16 e 23 anos vindas de mais de 15 países. O Fórum possibilita aos jovens se integrarem, inter-relacionarem e descobrirem os seus potenciais para aprender, melhorar e atuar na transformação da comunidade em que vivem. Em 2015, o FIE foi realizado entre os dias 11 e 16 de maio.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 61

vidades de engajamento e inspiração para fazer dos jovens empreendedores do futuro. Além dos projetos locais e independentes, os membros do Nexa em todo o País participam, ao longo do ano, de atividades nacionais e internacionais voltadas para o desenvolvimento do espírito empreendedor.

Changing Lives

O Changing Lives é uma campanha global de conscientização de jovens, que visa difundir conhecimentos sobre empreendedorismo. A visão desse projeto é inspirar, engajar e transformar a vida de alunos no Brasil. A ideia é incentivar jovens que fazem parte do Nexa, acompanhados de empreendedores (empresários), a voltar para a escola e inspirar outros alunos, compartilhando suas trajetórias. Em 2014, mais de 3 mil alunos foram beneficiados pelo projeto.

61 30/09/2015 15:17:51


ESPECIAL NEXA CSN – Concurso Sustentabilidade Nexa O CSN tem como proposta desenvolver projetos para impulsionar a sustentabilidade em micro e pequenas empresas. A busca de soluções vai da consultoria/ capacitação à implementação da ação. Com o objetivo de usufruir do espírito de liderança dos jovens que já passaram pelos programas da Junior Achievement, e que atualmente fazem parte do Nexa, a ideia é transformá-los em agentes multiplicadores da temática da sustentabilidade. Em 2014, o CSN teve dois ciclos. No primeiro ciclo, o destaque foi para o Nexa Pará, pelo projeto Eco Pesca, já no segundo ciclo, o destaque foi para o Nexa Ponta Grossa/PR, pelo projeto Nexarea.

Semana Global do Empreendedorismo A SGE – Semana Global do Empreendedorismo é um movimento global, criado pela Endeavor, que inspira, conecta e capacita jovens e adultos. A Junior Achievement, como organização parceira da iniciativa, envolve o Nexa na organização de atividades que estimulam os jovens a tirarem suas ideias do papel. A Semana Global é realizada em mais de 100 países, com o objetivo de disseminar a cultura empreendedora, estimulando o desenvolvimento econômico das regiões, do País e do mundo. Em 2014, o envolvimento do Nexa na SGE beneficiou mais de 850 pessoas, através de 54 ações.

Findinexa Brasil O Findinexa Brasil é um evento para jovens empreendedores, desenvolvido pela Junior Achievement do Piauí, que acontece na cidade de Luís Correia, litoral piauiense. O evento conta com a participação de mais de 300 jovens, de 16 a 23 anos, vindos de todo o País e da América Latina. O encontro tem como objetivo promover o conhecimento, turismo, diversão e integração entre os participantes. Em 2015, o Findinexa Brasil será realizado entre os dias 11 a 16 de outubro.

Com a expansão do Núcleo pelo Brasil, algumas necessidades para alavancar as ações do Nexa e, consequentemente, potencializar o desenvolvimento dessa Rede Nacional foram identificadas. Junto às Unidades Estaduais da Junior Achievement, bem como dos Núcleos de Ex-Achievers, uma proposta de formar equipes de coordenadores regionais e de áreas foi definida.

62 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 62

A escolha dos jovens para o novo desafio foi realizada através de pesquisas entre os Núcleos para identificar lideranças, avaliar os resultados de cada gestão, além do relacionamento com os executivos dessas Unidades. Os coordenadores selecionados são responsáveis por organizar, orientar e coordenar o trabalho desenvolvido pelo Nexa, assim como auxiliar as Unidades da Junior Achievement no envolvimento com os Núcleos.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:51


ESPECIAL NEXA Os membros escolhidos para a Coordenação do Nexa Nacional foram:

Coordenadora Região Sul e Sudeste: Brenda Santos

Coordenadora Região Norte: Caroline Calderaro

Coordenadora de Projetos: Morgana Levandoski

Coordenador Região CentroOeste: Gustavo Lourenço

Coordenador Região Nordeste: Erik Lima

Coordenador de Comunicação: Miguel Das Mercês

Coordenador de Eventos: João Zaffari

Programa de Desenvolvimento Nacional do Nexa reúne jovens de 20 Estados Realizado há 5 anos, o PDCN – Programa de Desenvolvimento e Capacitação do Nexa, reúne líderes dos Núcleos para atividades de alinhamento e troca de experiências. A edição de 2015 foi realizada em São Paulo e contou com a participação de 44 Gerentes Estaduais Líderes do Nexa – Núcleo de Ex-Achievers estiveram reunidos em São Paulo para mais uma edição do Programa de Desenvolvimento e Capacitação do Nexa – PDCN. O encontro nacional, realizado no MAM – Museu de Arte Moderna, reuniu ex-achievers, empresários e mentores para alinhar práticas, discutir processos, planejar ações e trocar experiências para a atuação do Nexa no Brasil. Ao todo, 44 jovens, que atuam de maneira voluntária como Gerentes de seus Núcleos em

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 63

Jovens do Nexa reunidos em SP para o encontro nacional

20 Estados brasileiros, participaram do evento. O Doutor em Comunicação e palestrante Dado Schneider promoveu um animado “Warm Up” e, no decorrer do dia, apresentou a sua palestra que tem surpreendido os brasileiros: “O Mundo Muda. A Palestra Muda”.

63 30/09/2015 15:17:51


ESPECIAL NEXA Um bate-papo, com o propósito de discutir o valor do Nexa também foi realizado, e contou com a participação dos ex-achievers “dinossauros”. Paulo Boneff (Instituto Gerdau), Romeu Grass de Medeiros (Sul Vistos), Marcelo Nonohay (MGN Consultoria), Rafael Severo (Trend Investimentos) e Rodrigo Gruner (GVT) se uniram a Dado Schneider para,

juntos, compartilharem experiências com os atuais gerentes, o que deixou o bate-papo ainda mais enriquecido. Durante o Programa, diversas atividades em grupos foram realizadas com o propósito de aproximar os Núcleos, além de contribuir para o desenvolvimento e aprimoramento dos projetos de cada Estado.

O que os jovens dizem sobre o PDCN: “Essa foi a minha segunda vez no PDCN, e o mais legal do evento são as infindas trocas de experiência, o networking, os debates, a busca de melhorias para o Nexa e, principalmente, o salto de entusiasmo que nos dá de voltar para os nossos Estados e fazer tudo acontecer. É sempre uma ótima experiência!” Camila Machado – Nexa Tocantins “Quando entramos em contato com jovens de interesses em comum, podemos elaborar diversas linhas de pensamento e, assim, contribuir para a evolução de nossos conhecimentos. No PDCN, tive a oportunidade de analisar problemas por ângulos diferentes e, assim, ter uma visão mais ampla sobre as possíveis soluções, o que aumenta a possibilidade de êxito.” Marcos Antônio Ferreira – Nexa Amapá “O momento vivido em São Paulo repercutirá na minha vida profissional positivamente, já que a organização do evento criou momentos em que foi possível uma intensa troca de conhecimentos e ricos momentos de discussões.” Italo Henrique Oliveira Santana – Nexa Alagoas “Depois do PDCN, tive a certeza de que eu podia fazer as coisas acontecerem no Nexa do meu Estado. Bastava colocar minhas ideias no papel, pedir conselhos e sugestões de outros gerentes e, principalmente, colocar em prática o planejado. Voltei do PDCN querendo fazer as coisas acontecerem.” Filipe Lopes Leocádio – Nexa Rio Grande do Norte “Participar do PDCN foi uma experiência única, o conhecimento adquirido, a troca de experiências com outros jovens e o envolvimento com novas culturas me estimularam ainda mais pela busca de meus objetivos. Foi um passo a mais para um futuro em que desejo ter muito sucesso.” Waleska Queiroz – Nexa Pará “O PDCN é importante para o crescimento do Núcleo e para que todos possam alinhar ideias e se preparar para contribuir no seu Estado, além de desenvolver a liderança em cada participante e capacitá-los para disseminar o empreendedorismo.” Khimberlly Sena – Nexa Amazonas

Resultado de um ciclo de aprendizado O envolvimento dos jovens com o Nexa possibilita uma rede de contatos que se mantém e é fortalecida ao longo dos anos. Prova disso é o trabalho iniciado pelos ex-achievers “dinossauros” – profissionais já estabelecidos no mercado de trabalho, no grupo JA Alumni.

64 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 64

Desde o primeiro semestre de 2015, o grupo de empreendedores que participou da fundação e solidificação do Nexa do Rio Grande do Sul reúne-se para contribuir para o desenvolvimento de novos empreendedores, bem como retribuir o conhecimento adquirido através da Junior Achievement. Além disso, o JA Alumni busca formar um grupo de troca de experiências e networking.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:53


ESPECIAL NEXA

Vitrine Nexa

Rafael Severo, Samira Almeida e Dado Schneider deram dicas preciosas para os Núcleos

Durante o PDCN 2015, os Gerentes dos Núcleos Estaduais receberam a oportunidade de apresentar seus cases de sucesso na atividade “Na Vitrine”. Cada projeto recebeu um feedback dos mentores Samira Almeida, da StoryMax, Rafael Severo, da Trend Incorporações, e Dado Schneider. A atividade tinha como principal objetivo fazer com que os projetos fossem aprimorados, continuados e até mesmo expandidos para outros Estados. Conheça alguns projetos apresentados:

Nexa Mato Grosso do Sul – Inspira

Nexa Minas Gerais – Desafio Nexa

O Inspira é um evento para jovens que sonham em transformar o mundo com sua criatividade, sabedoria e personalidade. Organizado pelos integrantes do Núcleo de Ex-Achievers do Mato Grosso do Sul, o intuito desse evento é levar aos jovens conhecimentos e a experiência de empreendedores. Através de atividades acadêmicas, competitivas e recreativas, os participantes do Inspira Brasil aprendem fazendo e ouvindo histórias empreendedoras contadas pelos próprios protagonistas.

O Desafio Nexa é uma competição entre as miniempresas e tem como objetivo desenvolver o espírito empreendedor nos achievers e promover uma relação direta com o Nexa. O Desafio ajuda a valorizar a experiência dos alunos durante o Programa Miniempresa, além de facilitar o acompanhamento desses alunos. Possibilita, também, uma avaliação individual para que, futuramente, sejam sensibilizados a participarem do Nexa. O Desafio conta com atividades como Interminiempresas, Feira de Miniempresas, atividade solidária, desafio de criatividade e uma atividade surpresa.

Nexa Ponta Grossa/PR – Nexação O evento tem por objetivo promover o empreendedorismo, conhecimento, trabalho em equipe, diversão e alegria, além de mostrar um pouco da proposta do que é o Nexa para os jovens, as oportunidades, competências e aprendizados que quem participa pode adquirir. Durante o evento, os jovens participam de palestras, gincanas e competições para desenvolver competências que poderão servir para suas vidas pessoais e profissionais.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 65

65 30/09/2015 15:17:54


ESPECIAL NEXA

Nexa Rio de Janeiro – Papo Reto

Nexa Rio Grande do Sul – Conselho

Capacitar associados e amigos do Núcleo de forma dinâmica e eficaz, utilizando espaços diferentes da comum sala de aula, sempre com descontração e linguagem apropriada para a faixa etária do grupo. O Papo Reto conta com a colaboração voluntária de pessoas de diversas áreas profissionais que passam conhecimentos, experiências, ensinamentos, dicas, entre outros. As seções acontecem 2 vezes por mês, sempre nos fins de semana.

O Nexa-RS estabeleceu um Conselho formado por Ex-Achievers que já passaram pelo Núcleo, com o objetivo de intensificar a vivência empreendedora e qualificar os eventos, utilizando networking e know-how. Além disso, os Conselheiros podem atuar como mentores dos Gerentes do Núcleo, avaliando indicadores de gestão e trabalhando na criação de novas lideranças dentro do Núcleo.

Nexa News Nexa Ceará busca fortalecer o empreendedorismo nos jovens Desde a inauguração do Nexa-CE, em setembro de 2014, o Núcleo vem desenvolvendo atividades de integração e capacitação para seus associados. O evento de lançamento contou com a participação do empresário e Conselheiro da Junior Achievement Ceará Igor Queiroz Barroso. O empreendedor falou sobre a trajetória profissional e destacou a importância dos estudos e da formação empreendedora desde cedo. Ana Lúcia Coelho, Diretora Executiva da Junior Achievement Ceará, também falou sobre as excelentes expectativas em relação ao Núcleo.

Igor Queiroz Barroso palestra para os jovens do Nexa-CE

1.010 Maneiras de Comprar um Livro Sem Dinheiro

O projeto foi um sucesso em Goiás

66 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 66

Através da venda de livros em que o preço é a realização de uma atividade, a ação “1.010 Maneiras de Comprar um Livro Sem Dinheiro” procura incentivar a leitura e o consumo consciente, além de gerar resultados positivos para a sociedade. Para cada obra é estipulada uma ação que simbolize boas práticas e atitudes positivas. O projeto foi realizado pela primeira vez no Brasil pelo Nexa do Pará, sendo expandido para Tocantins, Amapá e Goiás. As obras são arrecadadas através das doações de empresas parceiras e da comunidade em geral.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:54


ESPECIAL NEXA

Um Caminho de Sucesso construído e em construção Do contato ao contágio, das influência na vida, um pouco de Liderança e Empreendedorismo Meu primeiro contato foi no Programa Miniempresa, mas o contágio se deu realmente no Nexa. Senti fortemente os efeitos quando começaram as influências em minhas escolhas. Contudo, a comprovação se deu em um exame de sangue, ao invés das plaquetas, estavam lá os triângulos com a filosofia da Junior Achievement. Passei pelo Programa Miniempresa no primeiro semestre de 2005, foi uma experiência ímpar. Era novo na escola e, em um primeiro momento, vi como a oportunidade de socialização naquele novo ambiente. Não desconfiava que seria tão novo. Era completamente diferente das disciplinas aprendidas na escola tradicional. Era realmente uma vivência, uma imersão em uma realidade distante, mas que seria tão próxima logo adiante: o Mundo dos Negócios. Nesse primeiro contato com a Junior Achievement, já pude compreender a importância da metodologia Aprender-Fazendo. Pois é realmente isso que acontece! Foi na Miniempresa Vidrart Grub-Grub S.A./E do Colégio Paula Soares, em Porto Alegre, que, para minha surpresa, fui escolhido o Presidente daquele grupo de “acionistas” e esse foi meu primeiro contato com o tema Liderança. Aprendi na pele os desafios de um líder, sorri e chorei, ensinei e aprendi, liderei e fui liderado. Dali, passei a estreitar a relação com a Junior Achievement Rio Grande do Sul. A convite de um dos meus advisers, fiz um processo seletivo para orador do Programa. Imagina que iriam me escolher para falar para mais de 2 mil pessoas no imponente Teatro da FIERGS?! Aconteceu. Mais um desafio! E, ao final do discurso, vi um homem em pé, aplaudindo na mesa central do palco. Não sabendo que não podia, quebrei o

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 67

protocolo, me aproximando e cumprimentando a mesa. Era Ricardo Felizzola, então Presidente da Junior Achievement Rio Grande do Sul. Recebi um elogio pela oratória e um novo convite: me aproximar ainda mais daquela que seria a organização em que passaria os próximos anos da minha vida. Fui picado de vez pelo mosquitinho inquieto da Junior Achievement. Em setembro de 2005, comecei na JA Rio Grande do Sul, voluntariamente, como apoio administrativo dos gestores de programas. Minha primeira atividade foi contatar – incansavelmente – voluntários e convidá-los a fazer parte do Programa As Vantagens de permanecer na Escola. Logo, fui convidado a estagiar na JA Rio Grande do Sul. Iniciei como digitador e passei por diversos setores. Depois, fui contratado e, em

Renato Colomby

67 30/09/2015 15:17:58


ESPECIAL NEXA uma das minhas últimas atividades, fui designado Gestor de Projetos Especiais, sendo responsável pelo voluntariado da Junior Achievement Rio Grande do Sul e de alguns programas específicos, entre eles o VPE! Além das atividades como colaborador da Instituição, nunca deixei de atuar como voluntário nos diversos programas, em especial no Miniempresa, como Adviser Júnior, e também como Gerente de RH do Nexa, em 2006. No Nexa, sinceramente, me sentia diferente dos demais. Quem sabe, por ter vindo de uma escola pública e pensar que não tinha as mesmas oportunidades dos outros. Mas, aos poucos, fui percebendo que era eu o arquiteto do meu caminho. E foi ali que recebi um dos maiores e melhores desafios da minha vida: ser Gerente-Geral do Nexa. Em 2007, tinha apenas 17 anos e, em minha cabeça, uma enorme responsabilidade. Também estava terminando o Ensino Médio e junto à pressão de escolher uma graduação, fazer um vestibular e, claro, ser aprovado. Mas queria me dedicar 100% ao novo desafio e, por isso, resolvi não prestar vestibular naquele ano. Minha escolha foi fazer um Técnico em Gestão e assim ter, em um tempo mais curto, uma formação que me auxiliasse em minha nova função. Não me arrependo nem um pouco! Foi nesse espaço que mergulhei, me conheci e descobri o remédio para meus problemas. Vim de uma família que teve dinheiro, perdeu tudo e então não pude viver os anos áureos dos meus pais. Sempre estudei em escola pública. Mas sabia que precisava fazer algo para mudar a situação e fazer a diferença. Ao finalizar minha gestão, em 2007, no Nexa e estar concluindo o Técnico, decidi arriscar fazer um vestibular em uma das mais concorridas universidades do meu Estado. E passei na Ufrgs! Posso dizer que foi nos desafios propostos pelo Miniempresa, pelo Nexa e por ter trabalhado internamente na Junior Achievement que fui aprendendo a confiar mais em mim, no meu potencial, na minha capacidade empreendedora e a ter a confiança de que o sucesso em meus objetivos dependia mais de meu esforço do que

68 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 68

E foi ali que recebi um dos maiores e melhores desafios da minha vida: ser Gerente Geral do Nexa.” dos demais. Formei-me em Administração de Empresas, e sabe qual foi o tema de meu trabalho de conclusão de curso? Estratégias de Gestão de Pessoas em Organizações do Terceiro Setor: práticas de atração, seleção e retenção de voluntários em instituições, incluindo a Junior Achievement. Nesse período, as amizades iniciadas no Nexa foram fortalecidas e hoje esse networking é central em minha biografia. São todos contaminados por essa filosofia que melhorou nossas vidas. No início da faculdade, após sair da JARS, comecei a trabalhar em uma empresa como vendedor, recebi algumas promoções, passando a supervisor, coordenador, diretor e sócio da companhia. Tive a satisfação de auxiliar na abertura de diversas outras empresas, gerando mais de 100 empregos diretos. Fui descobrindo, no decorrer dessa trajetória, que a Junior Achievement tinha me transmitido mais uma paixão: a sala de aula. A felicidade que tenho ao estar nessa atmosfera influenciou em minha decisão de me especializar em Gestão de Pessoas através de um Mestrado Acadêmico. E sabe onde eu faço? Na Ufrgs. E sabe qual meu tema de pesquisa? Liderança. Sim! Ficou essa sede de entender melhor como se dá esse processo. E sabe que é impossível entrar em uma aula e não citar a Junior Achievement e seu poder de transformação!? É nosso papel continuar a contagiar os jovens desse País. Eu sei que consegui, somente observando um sintoma: o brilho nos olhos! Se perceber esse efeito, pode fazer o exame de sangue, afinal, o triângulo da Junior Achievement já estará ali, mesmo que incubado, e já não há mais antídoto! Obrigado, Junior Achievement! Renato Colomby Ex-Achiever

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:17:59


PESQUISA NACIONAL

Ex-achievers que empreendem... As entrevistas com ex-alunos do Miniempresa comprovam que o Programa incentiva jovens a abrirem seu próprio negócio FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 69

69 30/09/2015 15:17:59


PESQUISA NACIONAL

Pesquisa Nacional de Egressos Pelo 3° ano consecutivo, a Junior Achievement Brasil realizou a sua Pesquisa Nacional de Egressos, com ex-alunos do Programa Miniempresa. A pesquisa tem como objetivo resgatar ex-achievers que estão no mercado de trabalho e identificar a trajetória empreendedora desses jovens. Em 2015, foram cole-

tados dados de 205 ex-alunos, de 10 Estados brasileiros. Ao todo, 28% dos respondentes abriu seu próprio negócio após participar do Programa, essa taxa é superior à taxa de empreendedorismo nacional*, que está na casa dos 17% (entre jovens de 18 a 24 anos).

Caracterização da Amostra (Estados) O ex-achiever é...

SC (9%)

Consciente

Diferenciado

Quase metade já fez trabalho voluntário

35% tem renda superior a 3 salários mínimos 61% está trabalhando

Estudioso

Precoce

23% pretende ter o Ensino Superior Completo 77% pretende ter algum tipo de Pós-Graduação

47% começou a vida profissional antes dos 18 anos

SP (1%) AL (7%)

RS (7%) ES (20%)

RJ (18%)

PA (4%) MT (3%) MG (4%)

GO (26%)

Nossos ex-alunos Um em cada quatro

abriu um negócio após a sua participação no Miniempresa

Geram empregos

Empresas com 1 a 5 funcionários | Folha de pagamento de mais de R$ 6.000,00 | Geram 5 empregos indiretos

Criam riqueza

Empresas com faturamento anual médio de R$ 36.911,76 | Rendimento médio do empreendedor: R$ 5.271,43

*Fonte: Pesquisa GEM 2014, acessada no link: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/estudos_pesquisas/Pesquisa-GEM-2014,detalhe,45

70 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 70

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:03


PESQUISA NACIONAL

Voluntariado: uma questão de escolha! Ao entrar em sala de aula, milhares de voluntários da educação estão contribuindo para formar uma geração mais preparada para os desafios do futuro. E as pesquisas comprovam: quem é voluntário uma vez quer repetir a dose! O interesse em ajudar o próximo sem receber nada em troca, a não ser a sensação de bem-estar e de contribuição para a sociedade, não é algo novo e só vem crescendo, tanto no Brasil quanto no restante do mundo. Para a Junior Achievement, o trabalho voluntário é um dos pilares de atuação da Organização e os voluntários terminam a experiência satisfeitos por terem ajudado a transformar jovens em empreendedores. “O voluntário é um doador de tempo, de conhecimento, de história de vida. O voluntariado passou a ser ferramenta fundamental ao dar vida às mais nobres aspirações da humanidade”, declara a Superintendente Nacional, Wilma Resende Araujo Santos.

E quem atua como voluntário não se arrepende! Segundo pesquisa nacional da Junior Achievement, divulgada em 2015, realizada com 222 voluntários de 17 Estados, além da satisfação em ajudar o próximo, vale a pena retornar para a sala de aula. Ao todo, 99,55% dizem que indicariam a Junior Achievement para seus amigos e parentes. Para aqueles que nunca viveram a experiência de ser voluntário, Wilma deixa um recado: “Torne-se voluntário da educação. É bonita esta tarefa de mostrar ao jovem a importância de estudar e dar-lhe segurança para investir em sua própria vida, descobrindo seus sonhos, seu potencial e os desafios a serem encarados para a construção do seu futuro”.

O voluntário Junior Achievement 83,48% estão satisfeitos com os conceitos abordados pelos programas

38% dos voluntários estão

99,55% dos voluntários

99,55% indicariam a Junior

gostaram da experiência de ser voluntário da Junior Achievement

repetindo a dose

Achievement para seus amigos e parentes

97,73% pretendem continuar participando da Junior Achievement

Se você já é voluntário da Junior Achievement, entre em nosso grupo do Facebook e fortaleça a Rede. Se você deseja se tornar um, entre também e tire suas dúvidas.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 71

71 30/09/2015 15:18:03


REDE JUNIOR ACHIEVEMENT

Rede fortalecida Ao longo de 2015, a Rede da Junior Achievement esteve reunida para discutir práticas e alinhar estratégias para o desenvolvimento da Organização no País Os Grupos de Desenvolvimento Gerencial – GDGs e as Reuniões Regionais de Presidentes de Conselhos – RRCs têm como objetivo criar um espaço para o debate de temas comuns às regiões, os desafios enfrentados e, também, para compartilhar estratégias que promovam o desenvolvimento da Organização. As RRCs abordaram temas como Governança Corporativa e Sustentabilidade Financeira, já os GDGs versaram sobre Projetos do Plano de

Desenvolvimento da Rede, como: Captação de Recursos, Avaliação de Desempenho, Saija, entre outros. Captação de Recursos foi o tema principal trabalhado entre Presidentes e Executivos, na segunda parte das RRCs. O objetivo foi discutir e encontrar caminhos para mudanças do cenário atual, visando à sustentabilidade financeira das Unidades Estaduais. As RRCs foram acompanhadas pelo Presidente do Conselho Diretor da Junior Achievement Brasil, Marcelo Carvalho.

Confira as datas dos encontros regionais deste ano: GDG E RRC SUL E SUDESTE Data: 07 e 08 de maio de 2015 Local: Porto Alegre – Recepcionados por Péricles Druck, Presidente do Grupo Habitasul e do Conselho Consultivo da Junior Achievement Rio Grande do Sul Participantes: Aristides Newton (JAMG), Carlos Santa Cruz (JASP), Catarina Lutero (JAMG), Cibele Lara (JASP), Cristiane Steigleder (JARS), Daniel Fernandes (JARS), Elaine Lima (JAES), Evandro Badin (JASC), Laura Mariani da Silva Telles (JARJ), Mariana Carvalho (JARJ), Péricles Druck (JARS) e Roberto Netz (JAPR)

GDG E RRC NORDESTE Data: 28 e 29 de maio de 2015 Local: Fortaleza – Recepcionados por Igor Queiroz Barroso, Presidente do Conselho Consultivo da Junior Achievement Ceará Participantes: Ana Lúcia Coelho (JACE), Breno Machado (JASE), Conceição Barbosa (JAPB), Frederico Almeida (JAPE), Gilberto Bagaiolo (JAPE), Hélio Maia (JAMA), Igor Queiroz Barroso (JACE), Junara Camargo (JAAL), Luciana Barreto (JABA), Luciano Piquet (JAPB), Patriciana de Queirós Rodrigues (JACE) e Rodrigo Paolilo (JABA)

72 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 72

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:03


REDE JUNIOR ACHIEVEMENT

GDG E RRC CENTRO-OESTE E NORTE Data: 25 e 26 de junho de 2015 Local: Goiânia – Recepcionados por Rodney Guardia, Presidente do Conselho Diretor da Junior Achievement Goiás Participantes: Alessandra Louza (JAGO), Ana Macedo (JAAP), Cezar Zoghbi (JARO), Enoque do Carmo (JARO), Grivalda Alves da Silva (JARR), Henrique Anselmo da Silva (JATO), Luciana Salomão (JADF), Luiz Brito (JARR), Marisa Brandão (JAGO), Nayara Cruz (JAAM), Neuza Yamada (JAPA), Ocirema Figueiredo (JAPA), Olívia Rauter (JADF), Ricardo Ferreira Bruno (JARO), Rodney Guardia (JAGO)

Encontro Nacional de Gestores - ENG Em junho, foi realizada a segunda edição do Encontro Nacional de Gestores. O evento tem como objetivo promover a troca de informações e experiências entre a Rede, visando à qualificação e alinhamento dos Gestores que atuam na operação da Junior Achievement. Estiveram presentes os gestores Patrícia Macedo (JAAL),

Micael Monteiro e Nazaré da Silva (JAAP), Rafael Augusto (JACE), Angela Miranda (JADF), Fabiana Magri (JAES), Carla Nascimento, Dayane Correa, Diego Alberto, Ester Britto, Paula Lucas e Ulisses Panta (JAGO), Brenda Santos e Maria Silva (JAMG), Izabel de Souza (JAPA), André Campelo e Olga Lucena (JAPE), Elizângela Cha-

ves (JAPI), Carolina Trindade e Gilciléia Colaço (JAPR), Andreia Moletta e Keila Billato (JARJ), Tamires Cordeiro (JARS), Bruno Porcidonio (JASC) e Camila Machado (JATO).

Programa de Desenvolvimento Gerencial e Integração – PDGI Foi realizado, em julho, o Programa de Desenvolvimento Gerencial e Integração. O encontro reuniu Executivos das Unidades Estaduais no Hotel Il Campanario, em Jurerê Internacional/SC, e contou com o apoio do Grupo Habitasul, lide-

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 73

rado pelo empresário e Conselheiro da JA Rio Grande do Sul, Péricles Druck. O evento permeou temas como tendências educacionais, interação com os públicos e interface entre as Unidades. Tiago Maluta, da Fundação Lemmann, compartilhou o que está se debatendo globalmente sobre educação e alguns projetos da Fundação. O economista Oswaldo de Oliveira levou a sua teoria sobre Redes Horizontalizadas e propôs uma nova forma de enxergar as organizações. Para encerrar as

palestras, o convidado foi Ricardo Dornelles, fundador da Casa de Mediação da OAB/RS. Um painel, com líderes empresariais, também foi promovido. Participaram Amélia Malheiros (Hering), Ciro Aimbiré (Kuerten Distribuidora), Mauricio Perin (InfoTV), Ricardo Kuerten (Orcali), Sergio Arruda (ADM S/A), Juliana Sales (Outback), Topazio Silveira Neto (Flex Contact), Andrea Druck (Grupo Habitasul), José Roberto Pereira (Tintão), Mauricio Pauletti (Senai-SC) e Soraya Tonelli (Sebrae-SC).

73 30/09/2015 15:18:05


PELO BRASIL

AL - ES - PB - MA - PR

Voluntariado que faz a diferença Histórias como a de Eduardo, Jucyanne, Yuri, Marieli e Nathália são inspiradoras e mostram que o voluntariado é apaixonante Ser voluntário da educação empreendedora traz benefícios não só para os alunos, mas também para os próprios voluntários. Em meio a tarefas rotineiras, dedicar algumas horas e, principalmente, compartilhar experiências não são tarefas fáceis, porém os ganhos são recompensadores. Satisfação pessoal, desenvolvimento da oratória, habilidades e competências são apenas alguns benefícios ao atuar como voluntário. Enxergar que com pequenas atitudes é possível ser um agente de transformação incentiva os profissionais a fazerem a diferença, também, em suas próprias vidas. Os resultados palpáveis motivam ainda mais os voluntários, é o caso de Eduardo Tabosa, do Espírito Santo: “A cada participação como voluntário nos programas da Junior Achievement me sinto um cidadão diferente. Tão ou mais importante quanto entrar numa sala de aula para explorar os conteúdos tratados nos programas

e compartilhar experiências vividas ao longo de minha carreira profissional, é a grata satisfação de estar sempre aprendendo algo mais, com aqueles jovens que, algumas vezes, estão ali sem perspectivas concretas para o futuro”, comenta o colaborador da Gerdau. Ao lidar com jovens de classes sociais, culturas e visões distintas, o voluntário encontra a oportunidade de crescimento e aprendizado. Colaborar na formação de jovens empreendedores, não só voltados para a questão empresarial, mas também comprometidos com o desenvolvimento sustentável da sociedade, é o que motiva Eduardo. “Ser voluntário me proporciona a oportunidade de participar diretamente nessa formação empreendedora. Eu acredito nesta parceria, eu visto a camisa e abraço esta causa!”, define o voluntário. Os colaboradores da Ultragaz de São Luís, no Maranhão, também vestiram a camisa do vo-

Yuri Lins

Ed ua

rdo Tabosa

Marieli Cândido

74 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 74

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:06


AL - ES - PB - MA - PR luntariado e perceberam que é possível levar o empreendedorismo aos jovens, dentro da sala de aula. Segundo Jucyanne Lira, colaboradora da Ultragaz, que também aplicou o Programa As Vantagens de permanecer na Escola, a experiência foi desafiadora mas, ao mesmo tempo, gratificante. “Para nós, que no cotidiano não temos esse trato com alunos em sala de aula, foi desafiador conseguir manter a atenção e poder trabalhar os conteúdos. Porém, juntos conseguimos, e pude perceber o quanto foi importante para os alunos. Ao vê-los sorrindo e agradecendo durante a entrega dos certificados pude perceber que valeu muito a pena”, relata. No ano de 2008, no Estado de Alagoas, Yuri Lins também foi impactado com o Programa As Vantagens de permanecer na Escola e escolheu seguir um caminho de sucesso. Como forma de agradecimento e retribuição, em 2014, iniciou uma atividade voluntária como adviser do Miniempresa no Instituto Federal de Alagoas. A paixão por voluntariar e o reconhecimento da importância de ser um agente de transformação fizeram com que, novamente, Yuri entrasse em sala de aula. Desta vez, como colaborador da Gerdau e estudante de Engenharia Civil, aplicou

Jucyanne Lira

a a Lim Natháli

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 75

PELO BRASIL

para alunos da Escola José da Silveira Camerino o Programa que transformou o seu caminho, o Vantagens de permanecer na Escola.

O voluntariado na construção de caminhos A experiência do voluntariado em sala de aula é, sem dúvida, transformadora. E não são apenas os alunos que podem dar esse testemunho. Os voluntários também relatam o impacto em suas vidas a partir da troca de conhecimento e, principalmente, experiências. Marieli Cândido, no ano de 2004, participou como achiever do Programa Miniempresa na Paraíba. O envolvimento dos profissionais em sala de aula foi uma referência marcante para a jovem estudante. “Olhava para meus advisers e pensava que um dia gostaria de ser igual a eles”, garante. Para ela, trabalhar em equipe, liderar pessoas com contextos diversos, encontrar obstáculos e saber como contorná-los foram os maiores legados que essa experiência lhe proporcionou. A estudante de Administração Nathália Lima, junto com seus colegas, inscreveu-se como voluntária do Programa Miniempresa. Na Paraíba, orientou, por 15 jornadas, os miniempresários. O resultado do trabalho desenvolvido na escola por Nathália foi participar, junto dos estudantes, da competição nacional Prêmio Miniempresa, em Brasília. Para Nathália, ser voluntária a fez perceber que ensinar também é aprender em cada situação: “O convívio com os jovens, voluntários, empresários e empreendedores me adicionou um conhecimento riquíssimo, tanto como profissional quanto como pessoa. Posso dizer que sou melhor após ser voluntária do Miniempresa”. Marieli e Nathália, que fizeram caminhos diferentes até chegarem a Junior Achievement, têm em comum a marca do voluntariado em suas vidas e, hoje, somam mais uma coincidência: são apaixonadas pela Junior Achievement.

75 30/09/2015 15:18:08


PELO BRASIL

AL - ES - PB - MA - PR

Programa Miniempresa é aprimorado com o auxílio de voluntários Com o objetivo de valorizar e aperfeiçoar o Programa Miniempresa, a Junior Achievement do Paraná implantou um formato inovador para engajar voluntários. “Criamos o Grupo de Trabalho da Miniempresa, com 7 voluntários especialmente selecionados e que já possuem um trabalho a longo prazo com o Programa, atuação no mercado de trabalho e afinidade com a unidade”, esclarece a Gerente de Operações, Carolina Chueire. O Grupo de Treinamento é responsável por contribuir na criação de mudanças e estratégias para o desenvolvimento do Programa Miniempresa no Paraná.

O Voluntariado Corporativo A Junior Achievement é especializada em levar para empresas soluções em voluntariado corporativo. Conheça algumas etapas do processo.

1. Diagnóstico: Legitima as escolhas que serão feitas no projeto.

4. Avaliação e Monitoramento: Medir o impacto do projeto.

76 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 76

2. Planejamento: O quê? Por quê? Por quem? Onde? Como? Quando? Quanto?

5. Reconhecimento: Certificar e agradecer ao voluntário pela sua dedicação.

3. Comunicação: Informar para formar e formar para transformar.

Quer saber mais? Acesse jabrasil.org.br e clique em Participe! FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:09


BA - GO - MS - RS - SC - SP - SE

PELO BRASIL

Ações Institucionais fortalecem a Junior Achievement pelo Brasil Além dos tradicionais eventos que a Junior Achievement promove em seu calendário anual, como Treinamentos, Gincanas, Feiras e Formaturas de Miniempresas, ao longo do ano, também são promovidas diversas ações para empresá-

rios, voluntários e os estudantes beneficiados pelos programas da Organização. Confira, nas próximas páginas, algumas das ações realizadas na Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

RIO GRANDE DO SUL

JA Rio Grande do Sul celebra 20 anos de atuação e 1 milhão de alunos beneficiados no Estado

Péricles Druck, Jorge Gerdau, André Loiferman, Cristiane Steigleder e Wilma Araujo Santos recepcionam os convidados no Theatro São Pedro

A Junior Achievement do Rio Grande do Sul celebrou, no final de 2014, com uma grande festa, os 20 anos de atuação junto a escolas públicas e privadas do Estado. O trabalho da Associação tem levado aos jovens o conhecimento e a prática do empreendedorismo, envolvendo estudantes, pais, educadores, empresários, Associações Co-

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 77

merciais e voluntários da capital e do interior do Estado. A comemoração foi realizada no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, reunindo cerca de 300 convidados e personagens fundamentais na trajetória da Organização. A celebração foi ocasião, também, para o lançamento do livro comemorativo dos 20 anos da JA Rio Grande

do Sul: “A Vida é Um Caminho – Trajetórias Empreendedoras”, com depoimentos e dando destaque à participação das empresas aliadas ao projeto. Há relatos de mais de 70 pessoas que, hoje e no passado, participam como achievers dos programas da Junior Achievement no Estado, trazendo o impacto dessa experiência. A edição

77 30/09/2015 15:18:16


PELO BRASIL

BA - GO - MS - RS - SC - SP - SE

vem com fotos, ilustrações e uma linha do tempo registrando os principais avanços conquistados desde a década de 1990. Durante a solenidade, foram homenageados os fundadores da JA Rio Grande do Sul, representados pelo empresário e Conselheiro-Fundador da Junior Achievement, Jorge Gerdau Johannpeter, pelo Presidente do Grupo Habitasul e do Conselho Consultivo da JA Rio Grande do Sul, Péricles Druck, pelo Conselheiro-Fundador André Loiferman, pela Superintendente Wilma Resende Araujo Santos e pela Presidente do Conselho Diretor, Cristiane Steigleder.

Da comemoração também participaram nomes importantes para a história da Associação no Estado, como Bolivar Moura, Carlos Biedermann, Rodrigo Vontobel, Ricardo Felizzola, Beatriz Johannpeter, Maria Elena Johannpeter, Renato Gasparetto, Eduardo Marty (fundador da Junior Achievement Argentina), José Paulo Soares Martins e a líder do Theatro São Pedro, Eva Sopher. A festa contou com a participação da Orquestra de Câmara do Theatro, que apresentou as peças “As Quatro Estações Portenhas”, de Astor Piazzolla (1921-1992), compositor argen-

BAHIA

Junior Achievement Bahia e Colégio Raphael Serravalle comemoram 10 anos de parceria Através da união entre a Organização e a escola, jovens são desenvolvidos em relação a empreendedorismo, responsabilidade, foco, ética e moral A parceria entre o Colégio Estadual Raphael Serravalle e a Junior Achievement Bahia completou, em 2015, 10 anos. Para comemorar a data uma confraternização foi realizada, reunindo ex-achievers, advisers, pais, colaboradores da escola e amigos. A celebração aconteceu na própria escola e contou com a participação do Presidente do Conselho Consultivo da JA Bahia, Aldo Ramon, que destacou o quanto a Associação possui um “legado incrível por plantar nas escolas a semente do em-

78 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 78

tino reconhecido pela leitura inovadora do tango, e “Bachianas Brasileiras nº IV”, do brasileiro Heitor Villa-Lobos (18871959). Ao piano, a convidada especial foi a renomada solista gaúcha Olinda Allessandrini. E as celebrações continuam em 2015, quando a JA Rio Grande do Sul comemora 1 milhão de jovens beneficiados no Estado, com participação em 30 programas de educação empreendedora. Baixe o livro “Trajetórias Empreendedoras”:

preendedorismo”. O Presidente também aproveitou a oportunidade para parabenizar a escola por ter acolhido os projetos da Junior Achievement, comentando que para obter êxito nos projetos é fundamental a parceria da escola como um todo. A Coordenadora da escola, Simone Magalhães, salienta que os programas contribuem para uma mudança de comportamento nos alunos, gerando mais responsabilidade aos mesmos, ainda na escola. Amanda Melo, 17 anos, foi achiever no Colégio Raphael Serravalle quando estava no 2° ano do Ensino Médio e, segundo a estudante, “foi fácil identificar no Programa uma oportunidade de crescimento pessoal e profissional”. Ao participar do Programa Miniempresa, a jovem optou por seguir os estudos na área de Administração de Empresas, principalmente por acreditar que uma atitude empreendedora é uma questão de escolha. Amanda ressalta que a parceria da Junior Achievement Bahia com o Colégio Serravalle foi imprescindível para o desenvolvimento do projeto, uma vez que a escola deu todo o suporte para o sucesso da atividade.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:18


BA - GO - MS - RS - SC - SP - SE

PELO BRASIL

SÃO PAULO

Junior Achievement São Paulo e Instituto ATÁ promovem o Cocktail Brasil Empreendedor Líderes empresariais e executivos de São Paulo reuniram-se no Cocktail Brasil Empreendedor, evento realizado no restaurante Dalva e Dito, fruto da parceria entre a Junior Achievement do Estado e o Instituto ATÁ. Durante o Cocktail, a Junior Achievement São Paulo apresentou seus projetos e missão de despertar o espírito empreendedor nos jovens, ainda na escola. O trabalho da entidade foi apresentado aos convidados através da fala do Conselheiro da JA São Paulo, Amadeo Comin, do voluntário e Presidente da Alpargatas, Márcio Utsch, do Presidente do Conselho Diretor e Presidente da PPG, Carlos Santa Cruz, e do Conselheiro, ex-achiever e hoje Sócio-Fundador da Egali Intercâmbios, Guilherme Reischl. Todos comentaram a importância de investir e acreditar na educação como ferramenta de mudança na vida dos jovens e os resultados positivos que os projetos da JA São Paulo têm apresentado. O Instituto ATÁ foi criado em 2012 por um grupo de lideranças da sociedade civil e do mundo empresarial. Alex Atala, chef de cozinha e membro do Instituto, falou sobre o trabalho que tem como foco aproximar o saber do comer, o comer do cozinhar, o cozinhar do produzir, o produzir do ambiente.

MATO GROSSO DO SUL

Junior Achievement impactou mais de 30 mil jovens no Mato Grosso do Sul Unidade Estadual celebra uma década de trabalho e traça planos para os próximos 10 anos FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 79

Carlos Santa Cruz e o chef Alex Atala

Em 2005, a Junior Achievement chegou no Mato Grosso do Sul e foi acolhida pelo Sebrae/MS, iniciando suas atividades na capital, Campo Grande. Nos primeiros anos, o principal trabalho foi o de implantar a visão de educação empreendedora, sensibilizando empresários e influenciadores e recrutando e capacitando voluntários. Com o tempo, a Junior Achievement Mato Grosso do Sul foi crescendo e mostrando sua importância para a sociedade, tanto educadora quanto civil.

79 30/09/2015 15:18:18


PELO BRASIL

BA - GO - MS - RS - SC - SP - SE

Hoje, a JA Mato Grosso do Sul está presente, além de na capital, em cinco cidades, levando os programas para jovens de Corumbá, Dourados, Três Lagoas, Naviraí e Aparecida de Taboado, através da parceria com as escolas do Sesi. Para a Diretora Executiva, Lucilene Couto, a instituição contribui com a inserção da cultura local do voluntariado. “A visão da Junior Achievement impactou centenas de pessoas que doaram seu tempo e disposição. Elas receberam treinamento e responderam com o engajamento, tornando-se multiplicadoras dessa ideia”, explica. Na história dos 10 anos, Lucilene busca motivação para a próxima década e pretende ampliar de 6 mil para 10 mil alunos atendidos por ano, até o final de 2015. “Saber que faço parte dessa história só me motiva a ir em frente, pois acredito e tenho paixão pelo meu trabalho e pelo empreendedorismo, e saber que jovens são impactados e transformados nos faz vibrar a cada dia”, finaliza.

10 ANOS DE JA MATO GROSSO DO SUL EM NÚMEROS 30 mil

jovens impactados

300

voluntários envolvidos

80

escolas parceiras

30

empresas parceiras

“Há 10 anos participo, não apenas como empresário, mas também como cidadão, envolvendo a minha família no projeto. Ver os resultados nos motiva a sensibilizar empresários para criar uma corrente do bem. Estamos certos de que o caminho para uma sociedade mais justa é valorizar a educação, o trabalho e a competência.” Julião Gaúna

Presidente do Conselho Diretor | Junior Achievement Mato Grosso do Sul

SANTA CATARINA

Gustavo Kuerten apadrinha jovens do Programa Miniempresa O tenista tricampeão de Roland Garros, Gustavo Kuerten, foi o empreendedor convidado para a formatura do Programa Miniempresa da Junior Achievement Santa Catarina. Os achievers celebraram a conclusão das jornadas em uma grande cerimônia, realizada no Teatro Pedro Ivo. Durante a formatura, Guga Kuerten falou sobre sua carreira, empreendedorismo e também respondeu às perguntas formuladas pelos estudantes. Aproximadamente mil pessoas estiveram presentes na solenidade.

80 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 80

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:19


BA - GO - MS - RS - SC - SP - SE “Foi um privilégio para todos contar com a presença deste grande esportista na formatura. Guga é uma pessoa do bem, sempre carismático e atencioso, nos relatou suas experiências de vida, de superação, perseverança e, sobretudo, da importância da família e dos valores”,

PELO BRASIL

comenta Evandro Badin, Diretor Executivo da JA Santa Catarina. Em 2014, a JA Santa Catarina formou 53,7 mil jovens, através dos programas sobre ética, sustentabilidade e empreendedorismo. Ao todo, 29 miniempresas foram implantadas no Estado.

SERGIPE

Miniempresas são destaque na Feira de Sergipe A 15ª edição da Feira de Sergipe proporcionou aos miniempresários a oportunidade de comercializarem seus produtos aos visitantes. Organizada pelo Sebrae local, a feira, realizada na orla de Aracaju, recebeu a visita de muitos turistas, que levaram os produtos para diversos Estados do País. O evento tem como objetivo estimular e valorizar a cultura sergipana com destaque para o

artesanato, folclore, músicas, comidas típicas e pequenos negócios. As miniempresas Pet Bonecas, New Art e Decoup’Art expuseram seus produtos durante os 15 dias de feira. A experiência permitiu aos jovens empresários conhecerem e participarem de um evento de grande porte, além de interagirem com outros empresários que estavam na feira.

GOIÁS

Janete Vaz é a convidada especial do Café com RH em Goiás A segunda edição do Café com RH, realizado pela Junior Achievement Goiás, contou com uma participação mais do que especial. A Presidente do Conselho de Administração do Grupo Sabin e Conselheira da Junior Achievement Brasil, Janete Vaz, levou a sua experiência como uma das grandes empresárias brasileiras para os convidados da entidade. O encontro foi realizado no dia 06 de abril, no Castro’s Park Hotel. Janete Vaz falou sobre sua trajetória empreendedora e também sobre o seu trabalho como Conselheira da Junior Achievement, incentivando os convidados a se envolverem com a educação empreendedora no Estado. Durante o evento, as equipes de recursos humanos e comunicação das organizações apoiadoras da JA Goiás participaram de um bate-papo sobre as experiências de voluntariado. O Café é uma oportunidade para a realização de benchmarking entre as empresas, ou seja, uma chance para que os profissionais conheçam a

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 81

forma como cada empresa trabalha, internamente, os projetos da Junior Achievement Goiás. Na ocasião, a Associação também ofereceu o Certificado de Voluntariado Coorporativo às empresas parceiras que tiveram maior número de voluntários, atenderam mais alunos e doaram mais horas aos projetos. O Café com RH surgiu no Rio Grande do Sul, através de uma parceria da Junior Achievement Brasil com o CIEE-RS e está se expandindo pelo País.

Janete (ao centro) com os convidados do Café com RH

81 30/09/2015 15:18:22


PELO BRASIL

CE - DF - ES - GO - MT - PA - PE - RJ - RN - SC

Programa Miniempresa: abrindo portas para o sucesso! Nas próximas páginas você vai ler histórias de jovens que tiveram as suas vidas transformadas pelo empreendedorismo, enchendo a Junior Achievement de orgulho pelas suas trajetórias de sucesso Com apenas 17 anos, o goiano Danilo Maropo pode se considerar um empreendedor. Ao participar do Programa Miniempresa, em 2013, decidiu, no ano seguinte, dar continuidade à Chocolates Marromlate – empresa iniciada durante o Programa. A ideia de comercializar bombons surgiu a partir da pouca variedade na lancheria da escola. Após uma pesquisa de mercado, o grupo de miniempresários decidiu criar uma empresa especializada na produção de bombons recheados. Com o encerramento do Programa, Danilo percebeu uma oportunidade de negócio a ser levada adiante. Em menos de um ano no mercado e com uma funcionária, a Chocolate Marromlate já atendia à escola de Danilo, mercearias e panificadoras do bairro. O estudante recorda que o investimento inicial foi de R$ 200,00 e que ele esperava recuperar esse investimento após três meses de trabalho. No entanto, ao final do prazo previsto

Danilo teve uma surpresa positiva: o negócio havia rendido cerca de 10 vezes mais. “Chegávamos a vender até 200 bombons por dia”, explica o empresário. A empresa de bombons chegou a atingir o rendimento de R$ 4.000,00 por mês. Para se dedicar aos estudos, Danilo passou a trabalhar apenas sob encomendas, mudando a estratégia de negócio. Mas ele garante que é por um breve período. “No início, é um pouco complicado, mas pretendo abrir minha loja em breve e, inclusive, legalizá-la pelo MEI – MicroEmpreendedor Individual.” No Pará, o jovem João Moura, de 17 anos, adquiriu conhecimentos importantes com o Miniempresa. Como Presidente da EcoIdeas S.A./E, despertou para uma visão clara do mundo profissional. Para João, o maior desafio foi aprender a lidar com os obstáculos que o empreendedor enfrenta. O aprendizado adquirido fez com que João estimu-

A Junior Achievement abriu minha mente para entender todos os setores dentro de uma empresa, me deu base para desenvolver minhas habilidades e, principalmente, me sentir mais confiante.” Danilo Maropo Empreendedor de Goiás

82 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 82

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:24


CE - DF - ES - GO - MT - PA - PE - RJ - RN - SC lasse a mãe a reabrir o próprio negócio, uma tão sonhada doceria. Segundo Joanice Moura, mãe do ex-achiever, “o modo de ação e os aprendizados que o João compartilhava se refletiam em trocas de ideias no dia a dia, resultando em orientações e planejamentos. Tive que reaprender, de maneira séria, organizada e determinada pela parceria com o meu filho, o que resultou em acréscimo não só de ideias, mas também de lucros”. Atualmente, o “Cantinho da Jô” tem se destacado, com mais visibilidade e credibilidade, recebendo, inclusive, encomendas de Estados vizinhos. Juntos, mãe e filho conseguiram reerguer o negócio da família. “Sou imensamente grato e feliz por ter conseguido ajudar minha mãe, em seu próprio negócio, com os aprendizados que tive durante o Miniempresa”, declara João. Ao proporcionar uma experiência completa do mundo dos negócios, o Miniempresa contribui significativamente para o desenvolvimento pessoal e profissional dos jovens brasileiros e também de suas famílias. Outro exemplo de mãe satisfeita com o amadurecimento da filha é visto no Nordeste do País. Em Pernambuco, a pedagoga Maria Cristiane Ribeiro, ao saber da participação da filha Myllena no Programa Miniempresa, imaginava que seria apenas mais uma atividade escolar, porém, foi surpreendida pelos resultados positivos. “Foi completamente enriquecedor para a

PELO BRASIL

vida profissional dela. A Myllena amadureceu muito durante a atividade, foi produtivo e enriquecedor para a vida da minha filha”, comenta a mãe, cheia de orgulho. De forma surpreendente e cheia de carinho, Maria Cristiane emocionou os colaboradores da Junior Achievement com uma carta de agradecimento escrita à mão. Veja a mensagem, no final da página. E a nova Myllena já tem seus planos traçados: abrir um escritório de Engenharia Civil. “Quero me formar em Engenharia e abrir minha empresa, onde poderei colocar em prática os conhecimentos que adquiri no Programa”, comenta. A jovem empreendedora acredita que participar do Miniempresa lhe proporcionou um aprendizado rico e determinante para suas escolhas: “Foi uma oportunidade única, aprendi a trabalhar em equipe, ter mais responsabilidade nos meus projetos pessoais e escolares, ser solidária, organizada e, principalmente, ter coragem para encarar novos desafios”. Participar do Programa Miniempresa também é como um trampolim para a carreira profissional dos jovens. O ex-achiever Pedro Bruno Reis, de 18 anos, desenvolveu aptidões profissionais e, atualmente, foi promovido de estagiário a colaborador. O jovem cearense aprendeu a identificar suas dificuldades e superá-las, além de trabalhar em equipe de forma organizada. Como Presidente da mi-

Eu, mãe de Myllena, estou muito feliz pois, através da miniempresa, ela atribui mais responsabilidade e desempenho nas suas atividades escolares e da própria miniempresa, suas notas melhoraram, pois com o projeto ela também soube se organizar melhor tanto em casa como na escola. O projeto é muito bom para ela e mostra, também, uma visão para o futuro. Muito obrigada a todos que organizaram este projeto, e sucesso para todos os jovens.” Myllena Ribeiro Empreendedora de Pernambuco

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 83

83 30/09/2015 15:18:25


PELO BRASIL

CE - DF - ES - GO - MT - PA - PE - RJ - RN - SC

niempresa, despertou para a liderança e para o saber ouvir. A oportunidade de ingressar no mercado de trabalho surgiu durante a Formatura de Miniempresas, quando o empresário Igor Queiroz Barroso convidou seis alunos da Escola Estadual de Educação Profissional Onélio Porto para estagiar no Grupo Edson Queiroz. Pedro foi um deles. Após cinco meses de estágio, o jovem teve seu trabalho reconhecido e, hoje, faz parte do quadro de funcionários do Grupo. “Aquele dia marcou uma nova fase para mim. Graças à minha experiência no Programa Miniempresa, hoje, posso dizer que trabalho em um dos grupos empresariais mais consolidados do meu Estado”, comenta Pedro. Os novos caminhos, fases e desafios são encarados de forma diferenciada por quem faz o Miniempresa. O Programa semeia o espírito empreendedor e incentiva os jovens a saírem da zona de conforto para alcançarem o sucesso através do próprio esforço. Planejamento também é uma palavra presente na vida dos achievers, e não podia ser diferente com a Jéssica Serafim. No ano de 2007, durante o Ensino Médio, a estudante de Santa Catarina, por muito pouco não ficou de fora da turma do Miniempresa. “Não passei no processo seletivo do projeto no meu colégio, mas tinha tanta vontade de participar que procurei os respon-

Pedro Bruno Reis Empreendedor do Ceará sáveis e me coloquei à disposição, caso algum aluno desistisse. E realmente alguém desistiu, e a vaga era minha”, recorda Jéssica. No decorrer das jornadas, a ex-achiever, atuando como Diretora de Produção, aproveitou cada oportunidade, cada desafio. Com uma “bagagem inestimável”, como citado por ela mesma, se tornou mais preparada e motivada para encarar o mercado empreendedor. Durante uma viagem, a ex-achiever e o noivo, João Victor, resolveram jantar em uma lanchonete, e foi aí que o plano de abrir uma hamburgueria nasceu. “Gostamos tanto do local que começamos a conversar sobre abrir um negócio semelhante em Florianópolis. Compartilhamos muitas ideias, mas sabíamos que precisávamos de pesquisa e estudo para aprofundá-las”, comenta Jéssica. A pesquisa de campo foi feita tanto em Santa Catarina como fora do Estado. A cada novo restaurante o casal analisava todo o processo, desde a chegada ao local até o pagamento da conta: “A visita a estes lugares abriu muito nossas mentes e conseguimos juntar os aspectos

Meus maiores aprendizados foram em relação ao trabalho em equipe, aprender como liderar pessoas para que as mesmas caminhem na direção do mesmo objetivo.” Jéssica Serafim Empreendedora de Santa Catarina

84 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 84

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:25


CE - DF - ES - GO - MT - PA - PE - RJ - RN - SC que mais chamaram a atenção nestes locais à nossa ideia inicial, criando-se, assim, o primeiro plano de negócios do restaurante”. O projeto do Cine Burger começava a ganhar forma e a missão já estava definida: “Desenvolver uma hamburgueria gourmet com o tema cinema, agregando sabores a um cardápio diferenciado”, relata Jéssica. Estudantes de Administração, Jéssica e o noivo elaboraram o primeiro plano de negócio durante uma disciplina da faculdade. O trabalho obteve nota máxima, mas estava distante da realidade, por se tratar de um alto investimento. A partir do projeto formatado e da vontade de colocá-lo em prática, a família de João, proprietária de uma rede de locadoras de Santa Catarina, resolveu apostar no negócio. “Para começar, o Cine Burger foi formatado como tele-entrega. Durante esse processo de construção, adaptamos o primeiro plano de negócios do restaurante físico para o modelo delivery”, comenta a ex-achiever. O novo projeto foi, inclusive, vencedor na categoria serviços do 4º Concurso

PELO BRASIL

Planos de Negócio para Universitários, promovido pelo Sebrae local. Em novembro de 2012, a primeira loja física do Cine Burger foi inaugurada em Florianópolis. Atualmente, é possível degustar os hambúrgueres que levam nomes de filmes na cidade de São José, região metropolitana da capital catarinense. E os planos dos jovens empreendedores não param por aí, o sistema de franquias do Cine Burger está em processo de formatação. Com entusiasmo, Jéssica revela que pretende expandir a empresa nos próximos anos, por meio do franchising: “Inicialmente, gostaríamos de expandir pelo Estado de Santa Catarina, após adquirir experiência com lojas franqueadas próximas, o desejo da empresa é atravessar as fronteiras do Sul do Brasil”. Confira a Pílula de Empreendedorismo com o empresário Igor Queiroz Barroso:

Histórias de Sucesso Danilo Moreira Ex-achiever no Espírito Santo No Espírito Santo, Danilo Moreira foi transformado após participar do Programa Miniempresa. A partir do envolvimento durante as jornadas, o jovem abriu seus horizontes sobre o futuro profissional. “Eu pensava em ingressar na faculdade de Engenharia Mecânica, mas acabei me apaixonando pela área da comunicação. Minha descoberta para o marketing, mais especificamente, também

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 85

se deu ao longo das jornadas de trabalho e com os conselhos dos voluntários”, comenta. O engajamento de Danilo, de seus colegas e também dos voluntários resultou em uma miniempresa forte, que bateu recordes de arrecadação e crescimento. E os resultados não pararam por aí. “Ao término do Programa, tive a oportunidade de iniciar minha carreira profissional como estagiário na Junior Achievement Espírito Santo. Atualmente, trabalho com o que gosto, com o que tenho voca-

ção, e tudo isso devo à Organização, que através do Programa Miniempresa me proporcionou viver essa experiência que mudou minha carreira profissional”, afirma o jovem empreendedor.

85 30/09/2015 15:18:26


PELO BRASIL

CE - DF - ES - GO - MT - PA - PE - RJ - RN - SC

Leonardo Medeiros Ex-achiever no Rio de Janeiro O carioca Leonardo Medeiros conheceu a Junior Achievement através do Programa Miniempresa. Como Presidente da EcoCart S.A./E, viu sua vida ser transformada a cada jornada. A miniempresa, liderada por ele,

Joelson Oliveira Silva Ex-achiever no Mato Grosso Joelson Oliveira Silva, do Mato Grosso, iniciou sua carreira empreendedora no Programa Miniempresa. Para ele, “participar do Programa era uma novidade, e a sensação de idealizar uma empresa era o máximo”. Após participar do Miniempresa, Joelson entrou para o Núcleo de Ex-Achievers. Nesse período, conheceu outros jovens que entendiam, como ele, que “para ter resultados diferentes era necessário fazer algo diferente”. A participação no Nexa levou o jovem para o encontro nacional de ex-achievers, o Fin-

86 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 86

ficou entre as 10 melhores eleitas na competição nacional. Leonardo foi o responsável por formar a equipe que ficou com o 2º lugar no Torneio Nacional de MESE do Nexa – Núcleo de Ex-Achievers e representou a Junior Achievement Rio de Janeiro no Prêmio Miniempresa, realizado em Brasília. Atualmente, o jovem desenvolve aplicativos e atua como Gerente de Comunicação no Nexa-RJ. Ele também é o responsável pela retomada do Núcleo, que, em menos de um ano, triplicou seu número de associados.

“Sempre tive interesse em ter meu próprio negócio e sempre fui um menino muito curioso e ousado. O fato de poder ter minhas próprias responsabilidades, meu espaço, um sonho grande, me cativou muito. E foi isso que me fez participar, desde que conheci a Junior Achievement, a quem agradeço por todas as oportunidades. Hoje, posso dizer que quero ser um empreendedor de sucesso no que tenho aptidão: tecnologia e programação, com muitas ideias que possam ajudar as pessoas”, declara Leonardo.

dinexa Brasil, onde conheceu pessoas de outros Estados, com sotaques e culturas diferentes, mas com algo em comum: o empreendedorismo. Através do seu envolvimento com as atividades da Junior Achievement Mato Grosso, Joelson foi convidado a trabalhar na Elétrica Serpal, uma das mantenedoras da Organização no Estado. O ex-achiever acredita que “a Junior Achievement ajudou a ter uma visão além dos muros da escola, ela surgiu no lugar e momento certos”. Atualmente, Joelson atua na controladoria da Agro Ferragens Luizão, também mantenedora da JA Mato Grosso.

“Me considero o resultado do trabalho desenvolvido por voluntários e empresários que se uniram à Junior Achievement para que nós, jovens, nos tornemos os atores principais. Num futuro bem próximo, pretendo voltar a este projeto, não mais como aluno, mas, sim, como mantenedor, possibilitando que outros jovens tenham acesso às mesmas informações que tive.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:26


CE - DF - ES - GO - MT - PA - PE - RJ - RN - SC

PELO BRASIL

Miniempresários do Distrito Federal inovam na criação do produto Estudantes do Sesi Distrito Federal participaram, em 2014, do Programa Miniempresa. A cada jornada, os desafios foram inúmeros, principalmente pela inovação do produto: um carregador de bateria de celular alimentado pela roda de bicicleta. Com energia limpa e inovação, os estudantes buscaram orientação junto aos professores do Senai para que o produto atingisse um bom nível de qualidade. Na competição nacional de miniempresas, o Batt Móvel S.A./E conquistou o Prêmio Inovação e se classificou em 3º lugar no ranking geral. “Chegar ao Prêmio Nacional não foi fácil. A falta de tempo e alguns conhecimentos necessários foram obstáculos no caminho, mas não o suficiente para que nos parasse, afinal tínhamos um foco”, comenta Sara Teixeira, diretora da Batt Móvel S.A./E.

Buscando inovar a metodologia do Programa Miniempresa, a Junior Achievement Distrito Federal tem aplicado a dinâmica da Jornada Zero, em que se busca firmar o conceito de identificação de problemas e uma forma de solução em relação à escolha dos produtos. Outro aspecto é o de introduzir o conceito de Responsabilidade Social.

A empresária Janete Vaz com os jovens da Batt Móvel

Startup de sucesso No Rio Grande do Norte, os ex-achievers Anderson Sales e Alessandro dos Anjos decidiram levar adiante os conhecimentos adquiridos no Programa Miniempresa e, hoje, buscam solidificar o próprio negócio. O Primo Nerd é uma startup pré-incubada na ITNC – Incubadora do Instituto Federal do Rio Gran-

Anderson e Alessandro, os fundadores do Primo Nerd

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 87

de do Norte. “Atualmente, temos o IFRN como nosso case, onde trabalhamos com um público fechado a fim de testar e construir aos poucos o Primo Nerd”, comenta Anderson. Ainda em fase de experimentação, o aplicativo conecta estudantes com habilidades diferentes para criar uma rede de colaboração, na qual, por meio da “gamification”, os alunos são estimulados a manter uma rotina de estudos e colaborarem para o aprendizado dos seus colegas. “Nosso diferencial está em oferecer às escolas versões personalizadas, que estimulam os alunos por meio de rankings e desafios e podem melhorar a comunicação com os jovens, utilizando a interação com outras redes sociais, fortalecendo a marca da escola e engajando seus alunos”, explica Anderson.

87 30/09/2015 15:18:27


PELO BRASIL

AP - DF - ES - PI - RJ - TO

Empreendedorismo na prática Conheça a história de empreendedores que participaram do Miniempresa e trilharam caminhos de sucesso

Acreditar que tudo é possível é lema para quem quer empreender. O ator e produtor cultural Bernardo Schlegel é um exemplo disso, proprietário da Botão Cultural, nunca levou a sério quando seus colegas diziam que não seria possível conciliar a arte com o mundo corporativo. “Lidar com adversidades foi uma das lições que aprendi durante o Miniempresa”, recorda o ex-achiever. Bernardo atuou como diretor de produção na miniempresa Conchavo S.A/E, no ano de 2004, para ele, “o grande valor do Programa é descobrir que, antes de saber o que é empreender, temos que saber o que é lidar com pessoas, gerenciar expectativas, destacar e reconhecer habilidades, e tantas outras questões que são de ordem mais subjetiva”. Formado em Publicidade e Propaganda e Artes Cênicas, o ex-achiever sempre visualizou, com clareza, o caminho que desejava seguir. O empreendedor esclarece que o mercado teatral é complicado, a minoria dos recém-formados consegue se firmar com trabalhos no segmento cultural, e dessa minoria alguns trabalham apenas com atuação. Grande parte dos profissionais partem para a produção, que é o segmento mais rentável. Seguindo essa classificação, Bernardo optou por fazer os dois. Atualmente a Botão Cultural trabalha com produção teatral, oferecendo, também, alguns serviços ao segmento corporativo. Ela funciona como um ponto de convergência entre os segmentos cultural e corporativo, atuando com captação de recursos para projetos culturais e oferece serviços de treinamento e coaching para executivos. “É uma mistura inovadora, pois até hoje não encontrei outra empresa que

88 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 88

Bernardo Schlegel Empreendedor do Rio de Janeiro trabalhe com a mesma proposta, corremos atrás de uma especialização e criamos uma ferramenta nova para o setor corporativo”, comenta Bernardo. Inovar significa estar à frente em um mercado totalmente competitivo, e unir inovação com sustentabilidade é resultado garantido. Seguindo essa linha de estratégia, em Teresina, no Piauí, a ex-achiever Émille Cristhine resgatou o sonho de infância e montou uma loja de roupas dentro de contêineres reciclados. “Lembro que desde criancinha eu dizia para os meus pais: Um dia eu quero ter uma loja linda!”, recorda a jovem. Em 2005, a jovem teve seu primeiro contato com o empreendedorismo através da Junior Achievement: “Recebi uma carga de conhecimento e amadurecimento graças ao Programa Miniempresa”. Ao encerrar o Ensino Médio, Émille ingressou na faculdade de Ciências Contábeis, mas percebeu que a escolha não a com-

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:30


AP - DF - ES - PI - RJ - TO

PELO BRASIL

Daniel Dutra Andrino Empreendedor de Brasília

pletava, pois a sua verdadeira paixão era moda. “Passados dois anos do curso de Contábeis, larguei tudo e decidi ir atrás do meu sonho. Entrei na faculdade de Moda!”, explica. Após dois anos e meio de muito aprendizado, Émille não se deu por satisfeita e engatou uma pós-graduação: “Sonhei, estudei e lutei bastante. Com o apoio e incentivo dos meus pais, realizei meu sonho e abri a loja Twiggy”. Além de comercializar roupas e acessórios femininos, a ex-achiever oferece a suas clientes serviços de beleza como maquiagem e penteado e consultoria de imagem pessoal. “A Junior Achievement me ensinou a sonhar cada vez mais e a lutar pelos meus objetivos

Émille Cristhine Empreendedora do Piauí

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 89

com honestidade e clareza. Hoje retribuo sendo voluntária, e o meu objetivo é continuar até velhinha, vai ser tipo uma herança de mãe para filhos”, comenta a jovem empreendedora. Com o mesmo desejo de empreender, o jovem Daniel Dutra Andrino, do Distrito Federal, participou do Programa Miniempresa em 2006. Após concluir o Ensino Médio, optou por seguir os estudos no curso de Ciência da Computação. Atualmente, o ex-achiever está em processo de conclusão do mestrado em Administração no Rio de Janeiro. “Acho que a Miniempresa teve como principal papel o de me apresentar um pouco o mundo empreendedor, principalmente porque ele é muito pouco discutido em Brasília”, relata Daniel. A ideia de ter seu próprio negócio, que o Programa Miniempresa plantou, começou a germinar e ele e mais um sócio criaram a empresa Nutz, que produz pasta de amendoim. “Nós percebemos que de um lado existem alimentos gostosos porém altamente industrializados, cheios de açúcares, conservantes e outros ingredientes artificiais. De outro lado, alimentos saudáveis, mas que geralmente não são muito saborosos. A proposta da pasta de amendoim Nutz é de ser um alimento saudável e que também dê o prazer da comida gostosa”, explica Andrino.

89 30/09/2015 15:18:31


PELO BRASIL

AP - DF - ES - PI - RJ - TO

Ivete Paganini Empreendedora do Espírito Santo

A pasta Nutz está sendo vendida para algumas lojas de produtos naturais (principalmente no Rio de Janeiro) e negociada com distribuidores e com uma rede de supermercados: “A aceitação do produto pelos clientes finais também tem sido ótima e estamos recebendo muitos feedbacks positivos”. Com a precaução de empreendedores que planejam e estudam bem o mercado, Andrino e o sócio também estão fazendo um teste de mercado, para avaliar o seu potencial e a adequação do modelo de negócios. Com os resultados dessa avaliação decidirão sobre futuros investimentos e possibilidade de ampliação.

No Espírito Santo, Ivete Paganini, desde a adolescência, também almejava se tornar uma profissional ligada aos negócios e ao mesmo tempo mudar a realidade social das pessoas menos favorecidas. Aos 15 anos de idade, ela participou do Programa Miniempresa, o qual “foi a oportunidade que definiu minha vida profissional”, comenta Ivete. Após o término do Programa, Ivete não deixou de lado o mundo dos negócios e entrou para o Nexa – Núcleo de Ex-Achievers. Paralelo à função de presidente do Núcleo, foi convidada a participar como estagiária no setor administrativo da Junior Achievement Espírito Santo. Devido ao bom desempenho, foi contratada e promovida a Gestora dos Programas para Ensino Fundamental. “Foram quatro anos de muitos desafios e aprendizados. Nesta função apliquei na prática os conhecimentos da sala de aula, pois era estudante de Administração e desenvolvi minhas habilidades para realizar treinamentos, fazer captação de voluntários, executar planejamentos estratégicos, planos de custos, entre outras atividades”, lembra a ex-achiever. Com a faculdade concluída, Ivete recebeu um novo desafio na Junior Achievement: ser Gestora Administrativo-Financeira da organização. “Pude cuidar, bem de perto, do relacionamento com os mantenedores e daí surgiu a oportunidade de alçar voos”, recorda. Atualmente, ela trabalha como Coordenadora de Programas e Projetos do Instituto Sincades,

O empreendedorismo é o que nos move, a vontade é o que faz acontecer, e o resultado é para quem busca tornar os seus objetivos realidade.” Ana Macedo Executiva da JA Amapá

90 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 90

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:33


AP - DF - ES - PI - RJ - TO empresa mantenedora da JA Espírito Santo, desde 2009. O fato de sair do time da JAES não significa que o vínculo encerrou: “Coordeno, internamente, o trabalho em parceria com a Junior Achievement Espírito Santo e trabalho com projetos culturais e sociais. Nesta entidade dei continuidade ao meu propósito e o sonho passou a ser uma realidade”. Além de plantar a semente do empreendedorismo nos jovens, a Junior Achievement participa do crescimento dos seus alunos. No Amapá, em 2009, Ana Macedo participou do Programa Miniempresa e foi eleita Diretora de Marketing da miniempresa Doce Sonho S.A./E. A vontade de permanecer conectada

PELO BRASIL

com o empreendedorismo fez com que ela entrasse para o Nexa. No período, participou de atividades como cursos de qualificação, treinamentos e ações sociais. Ana tinha gosto por contribuir com os projetos da Junior Achievement Amapá e se dedicava imensamente ao voluntariado. No ano de 2012, aos 18 anos, iniciou a vida acadêmica no curso de Publicidade e Propaganda. Junto com o novo desafio de estudos, Ana Macedo recebeu o convite para assumir a Gestão de Programas do Ensino Fundamental da JAAP. Após dois anos à frente dos projetos voltados para os jovens, e pela dedicação e competência, Ana assumiu a gerência da organização.

Histórias de Sucesso No final da década de 90, no interior do Rio Grande do Sul, Junior Grigs viu entrar pela porta da sala de aula a oportunidade para aprender mais sobre o mundo dos negócios. Sem dúvidas da escolha, ele aceitou participar do Programa Miniempresa. Como Diretor de Marketing da Fantinele S.A./E, ele afirma que “foi um dos maiores aprendizados da minha vida”. Atualmente, Junior está desbravando uma das regiões do Tocantins através do associativismo. A Associação Planalto, onde trabalha, é um grupo de plantadores que produz soja na cidade de Campos Lindos. No ano de 2014, casualmente passando pelas ruas de Palmas, Grigs viu a logomarca da Junior Achievement estampada em uma sala comercial. Sem hesitar, parou o carro e foi até lá. “Naquele momento tive um sentimento de retribuir a grande oportunidade que recebi quando adolescente.” Após uma longa conversa, Junior apresentou o projeto para os diretores da Associação Planalto, e o mesmo foi acolhido. Dessa forma se iniciou o trabalho para viabilizar a primeira turma de Miniempresa. “Correu tudo bem, e hoje

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 91

Junior Grigs Empreendedor de Tocantins estamos aqui em Campos Lindos, município que foi considerado o mais pobre do Brasil no Censo de 2000, preparando jovens em duas miniempresas para mudar ainda mais a realidade do município”, conta, orgulhoso, o ex-achiever. Além do Programa Miniempresa, a Junior Achievement Tocantins está aplicando os programas Economia Pessoal, Nosso Planeta, Nossa Casa e Introdução ao Mundo dos Negócios, na cidade de Campos Lindos.

91 01/10/2015 08:46:38


CE - ES - MG - RJ - SP

Eu acredito, eu invisto na educação empreendedora!

ric

ian

irós Que e ad

Rodrigues

Pa t

PELO BRASIL

“A Junior Achievement é a melhor coisa que aconteceu no Brasil.” A frase, dita com empolgação pelo Presidente da Junior Achievement Brasil, Jorge Gerdau Johannpeter, reflete o entusiasmo dos empresários que acreditam na educação empreendedora como ferramenta de formação de líderes para o futuro do nosso País. Nas próximas páginas você vai conferir depoimentos daqueles que estão engajados na causa do empreendedorismo e plantam, diariamente, essa semente na vida de milhares de jovens Brasil afora. É um orgulho e uma satisfação para a Junior Achievement tê-los ao nosso lado nesta trajetória!

Impactando o futuro de jovens brasileiros Cerca de 700 empresas que enxergam longe são responsáveis pela transformação de jovens em empreendedores nos 27 Estados Paralelo ao trabalho desenvolvido pela Junior Achievement com seus alunos e voluntários, existem cerca de 700 empresas e empresários que apostam no empreendedorismo jovem pelo Brasil. Eles enxergam longe, acreditam no poder de transformação da educação empreendedora e investem no trabalho da organização em seus Estados. Em Minas Gerais, Eugênio Mattar, sócio-fundador e CEO da Localiza Rent a Car e Presidente do Conselho Consultivo da unidade mineira da Junior Achievement, acredita que investir em projetos educacionais contribui para “estimular a cidadania e o empreendedorismo no Brasil,

92 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 92

formando profissionais mais qualificados para o mercado de trabalho”. A empresa, solidificada no mercado de locação de veículos há mais de 40 anos, uniu forças com a Junior Achievement Minas Gerais e atua como mantenedora desde a fundação desta. O fato de que, no cenário atual da educação brasileira, poucas escolas ofereçam aos estudantes disciplinas impactantes para o futuro profissional fortalece em Eugênio uma vontade de mudar essa realidade: “Ao levar o empreendedorismo às escolas, a capacidade dos jovens de empreender novas ideias e colocá-las em prática é desenvolvida, além de agregar crescimento pessoal. Acima de tudo, qualificam-se esses novos profissionais para o mercado de trabalho, com uma visão clara do mundo dos negócios”. No Espírito Santo, com uma reflexão semelhante, Leticia Lindenberg, Diretora de Desenvolvimento Institucional da Rede Gazeta e Diretora da Junior Achievement, complementa que “a proximidade com a organização nos faz perceber a importância de levar o conhecimento específico para os jovens que estão a um passo do mercado de trabalho”. A Rede Gazeta está presente como mantenedora da unidade capixaba desde a sua fundação.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:35


Eu

M nio

atta

r

CE - ES - MG - RJ - SP

PELO BRASIL

Leticia Lindenberg

Ma r

Mais do que financiadores da Junior Achievement, esses empresários percebem o quanto suas próprias atitudes podem transformar a realidade dos jovens. Eles vestem a camisa do voluntariado e dividem suas experiências profissionais com os alunos, dentro e fora da sala de aula. A Rede Gazeta, através do engajamento de seus colaboradores, realiza o Programa Empresário-Sombra por um Dia, que tem como objetivo apresentar aos jovens uma visão realista do mundo do trabalho. “É muito gratificante perceber o entusiasmo dos alunos com os programas aplicados. O dia do Empresário-Sombra, por exemplo, movimenta a nossa empresa e, assim como os alunos, os voluntários também se sentem gratificados com a oportunidade de dividir conhecimento e experiência”, salienta Leticia Lindenberg. Atuar na outra ponta também foi a escolha de Marcelo Luiz Ferreira, sócio da KPMG – empresa que investe com a Junior Achievement no Brasil. Marcelo resolveu “botar a mão na massa” e encarar a sala de aula, ele fez parte da equipe de voluntários que aplicaram o Programa As Vantagens de permanecer na Escola para cerca de 300 alunos do Colégio Estadual Infante Dom Henrique, no Rio de Janeiro. “Colaboro com a Junior Achievement há muito tempo, pois acredito que seus projetos educativos têm grande poder transformador, um impacto muito positivo na vida dos jovens. Essa crença também me levou a uma vontade de doar algo mais do que dinheiro. Ir para a sala

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 93

ian aC arva lho

de aula é muito enriquecedor, com certeza vou repetir”, conta Marcelo. Com o mesmo entusiasmo, Mariana Carvalho, Diretora do Grupo Ancar Ivanhoe e Presidente do Conselho Diretor da Junior Achievement do Rio de Janeiro, considera a organização “um dos melhores programas de empreendedorismo do mundo”. Envolvida com a Junior Achievement praticamente desde a fundação da unidade carioca, Mariana acredita que a educação empreendedora “gera valor para todos – estudantes, familiares, voluntários, instituições de ensino, parceiros e apoiadores”. Para Patriciana de Queirós Rodrigues, Presidente do Conselho Consultivo da Junior Achievement Ceará e Diretora da Rede de Farmácias Pague Menos, é um “orgulho e satisfação poder ajudar a desenvolver o espírito empreendedor dos jovens cearenses”. Segundo a empresária, “nós somos uma empresa sedenta por um Brasil de economia forte e consolidada e, quando encontramos uma ferramenta com a estrutura e metodologia da Junior Achievement, que ajuda a canalizar toda a criatividade e força de nossos jovens para ações empreendedoras, não podemos ficar alheios”. Ela afirma que o empresário tem um papel que é o de agente motivador, inspirador e financiador desse despertar junto aos jovens brasileiros. A empresária teve a oportunidade de vivenciar uma experiência como voluntária no Miniempresa junto a uma escola pública com jovens em estado de risco. “Criamos uma padaria, por uma necessidade identificada por eles

93 30/09/2015 15:18:36


PELO BRASIL

CE - ES - MG - RJ - SP

mesmos na região em que moravam. Cada encontro era uma grande alegria, ganhavam eles em conhecimentos e em perceber que todos são capazes de realizar um empreendimento”. Para ela, o voluntário também ganha com a experiência, pois se sente motivado com a esperança de um futuro melhor para todos.

Por fim, Patriciana faz um chamado: “Convidamos todos os empresários a conhecerem um pouco mais da filosofia e metodologia da Junior Achievement para que possam fazer parte dessa história que está transformando a vida de muitos jovens e suas famílias. Venham e juntem-se a nós”.

Empresários falando de ética! O encontro de empresários com estudantes para falar de ética é um sucesso e continua sendo desenvolvido, anualmente, em São Paulo O Programa Vamos falar de Ética leva aos jovens uma reflexão sobre os benefícios de uma conduta ética em sua vida pessoal e profissional, contribuindo para a melhor compreensão de seu papel como cidadãos. Na edição especial do Programa, em São Paulo, executivos, presidentes e diretores de empresas entram em sala de aula para abordar o tema com os jovens. O projeto foi acolhido pela ETEC Prof. André Bogasian, em Osasco, e aplicado para todas as suas turmas de 1º e 2º anos do Ensino Médio. Ao todo, 250 alunos participaram do projeto, que foi possível através do patrocínio da Fundação Telefônica Vivo. Os 16 voluntários assumiram a sala de aula e proporcionaram aos alunos um mo-

94 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 94

mento diferente de aprendizado. Para a aluna Stephany Teodoro, do 1º ano, falar sobre ética contribuirá para suas decisões futuras: “Achei interessante focarmos sobre pensar a longo prazo e encontrarmos princípios que vamos seguir ao longo da vida”. Cada voluntário trouxe para dentro da sala sua experiência e isso ajudou os jovens a pensarem no futuro. “Estar em sala com essa garotada é uma intervenção pontual poderosa, pois coloca profissionais, exemplos de atuação ética e responsável, diante dos jovens. Em tempos tão conturbados, isso reforça que não há atalhos para o sucesso e que não existe jeito certo de fazer a coisa errada”, comenta Américo Mattar, da Fundação Telefônica Vivo, voluntário no projeto.

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:37


INSTITUCIONAL

Balanço Patrimonial e Demonstrações Financeiras de 2014 Apresentamos, a seguir, os principais quadros contábeis das demonstrações financeiras da Junior Achievement Brasil, referentes aos exercícios findos em 31 de dezembro de 2014

Balanços patrimoniais em 31 de dezembro (em reais) Ativo Circulante Caixa e equivalentes de caixa Valores a receber Não circulante Imobilizado Intangível Total do ativo

Passivo e patrimônio líquido Circulante Obrigações trabalhistas e sociais a recolher Obrigações tributárias a recolher Provisão para repasses Receitas diferidas Provisão para repasse – Sebrae Não circulante Provisão para repasse – Sebrae Patrimônio líquido Ajustes de avaliação patrimonial Superavit (deficit) acumulados Total do passivo e do patrimônio líquido

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 95

2014

2013

968.646 58.906 1.027.552

875.404 2.645 878.049

31.449 11.574 43.023

53.328 11.574 64.902

1.070.575

942.951

2014

2013

91.502 16.106 406.276 260.016 773.900

69.636 19.400 22.740 442.438 3.006 557.220

454.105 454.105

-

(157.430) (157.430)

6.494 379.237 385.731

1.070.575

942.951

95 30/09/2015 15:18:38


INSTITUCIONAL

Demonstrações do resultado Exercícios findos em 31 de dezembro (em reais) 2014

2013

Receita das atividades

6.857.959

5.890.509

Custos das atividades

(6.523.927)

(5.409.962)

334.032

480.547

(968.256)

(852.054)

(968.256)

(852.054)

(634.224)

(371.507)

Despesas financeiras

(4.409)

(5.728)

Receitas financeiras

95.472

53.557

91.063

47.829

(543.161)

(323.678)

Resultado bruto Receitas (despesas) operacionais Despesas gerais, administrativas e promocionais

Resultado operacional

Receitas financeiras líquidas Deficit do exercício

Demonstrações das mutações do patrimônio líquido (em reais) Superavit (deficit) acumulados

Ajuste de avaliação patrimonial

Total

698.186

11.223

709.409

4.729

(4.729)

-

(323.678)

-

(323.678)

Total do resultado do exercício

(318.949)

(4.729)

(323.678)

Em 31 de dezembro de 2013

379.237

6.494

385.731

6.494

(6.494)

-

(543.161)

-

(543.161)

Total do resultado do exercício

(536.667)

(6.494)

(543.161)

Em 31 de dezembro de 2014

(157.430)

-

(157.430)

Em 31 de dezembro de 2012 Realização do ajuste de avaliação do ativo imobilizado ao custo atribuído pela depreciação Deficit do exercício

Realização do ajuste de avaliação do ativo imobilizado ao custo atribuído pela depreciação Deficit do exercício

96 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 96

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:38


INSTITUCIONAL 2014

2013

(543.161)

(323.678)

-

5.685

21.879

19.961

21.879

25.646

(56.261)

697.363

(56.200)

700.008

(61)

(2.645)

656.748

79.512

Obrigações trabalhistas e sociais a recolher

21.865

3.894

Obrigações tributárias a recolher

(3.294)

8.833

Provisão para repasses

383.536

(172.145)

(442.438)

321.547

711.116

(82.617)

93.242

478.843

-

(7.851)

-

(7.851)

Aumento de caixa e equivalentes de caixa

93.242

470.992

Caixa e equivalentes de caixa no início do exercício

875.404

404.412

Caixa e equivalentes de caixa no final do exercício

968.646

875.404

93.242

470.992

Fluxos de caixa das atividades operacionais Deficit do exercício Ajustes para reconciliar o superavit (deficit) do exercício para o caixa provido pelas atividades operacionais Impairment de imobilizado Depreciação

Redução (aumento) nos ativos Valores a receber Outros ativos Aumento (redução) nos passivos

Receitas diferidas Outros passivos Caixa líquido proveniente das atividades operacionais Fluxos de caixa das atividades de investimentos Aquisições de ativo imobilizado e intangível Caixa líquido aplicado nas atividades de investimentos

Aumento de caixa e equivalentes de caixa

Carlos Gobert de Oliveira – Contador – CRCRS 43.049 As Demonstrações Financeiras completas do exercício findo em 31 de dezembro de 2014, acompanhadas do relatório de auditoria emitido pela PricewaterhouseCoopers Auditores Independentes em 27 de maio de 2015, estão à disposição no site da Junior Achievement Brasil.

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 97

97 30/09/2015 15:18:38


EMPRESÁRIOS DE SUCESSO SABEM ENXERGAR O AMANHÃ! A Junior Achievement é uma organização com 96 anos e atuação em 120 países, unindo lideranças para inspirar e estimular jovens para um empreendedorismo transformador. No Brasil,

Considero muito importante os jovens compreenderem que a vida é um caminho, e não um destino e, principalmente, que cada indivíduo é o arquiteto do seu caminho.

4 milhões de estudantes já vivenciaram essa

Wilma Resende Araujo Santos

fantástica experiência.

Diretora Superintendente Junior Achievement Brasil

www.jabrasil.org.br

facebook.com/jabrasil

apoia essa causa

98 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 98

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:38


Empresas que enxergam longe Vire a página e conheça as 676 empresas mantenedoras da Junior Achievement no Brasil. São organizações que acreditam e investem na educação empreendedora, ajudando na formação de líderes para o nosso País. Estas empresas valorizam o empreendedorismo que promove a transformação de jovens, que cria oportunidades, que gera riqueza e que mostra aos estudantes a importância de ter coragem para assumir riscos. É do investimento destas empresas que resultará um Brasil mais desenvolvido, mais ético e com mais oportunidades para todos! Em nome de todos os jovens e famílias beneficiadas, o nosso muito obrigado a todos os empresários de hoje que sabem enxergar o amanhã!

FFAZENDO AZENDO A DDIFERENÇA IFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 99

99 99 30/09/2015 15:18:41


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT SÃO PAULO Mantenedores Master

Mantenedores

Mantenedores Nacionais

Apoiadores

Auditor independente

100 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 100

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:43


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT RIO GRANDE DO SUL Mantenedores Diamante

Mantenedores Ouro

Mantenedores Prata

Mantenedores Bronze

Apoiadores

FAZENDO A DIFERENร‡A Revista Fazendo a Diferenรงa 2015.indd 101

101 30/09/2015 15:18:44


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT SANTA CATARINA Mantenedores Master

Mantenedores

102 Revista Fazendo a Diferenรงa 2015.indd 102

FAZENDO A DIFERENร‡A 30/09/2015 15:18:44


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT RIO DE JANEIRO Mantenedores Diamante

Mantenedores Ouro

Mantenedores Prata

Mantenedores Bronze

Parceiros

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 103

Apoio Técnico

103 30/09/2015 15:18:45


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT BAHIA Mantenedores

Parceiros

Apoiadores

Projetos nacionais

104 Revista Fazendo a Diferenรงa 2015.indd 104

FAZENDO A DIFERENร‡A 30/09/2015 15:18:45


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT ESPÍRITO SANTO Mantenedores

Projetos ES 2015

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 105

105 30/09/2015 15:18:45


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT AMAZONAS Mantenedores

Apoiadores

106 Revista Fazendo a Diferenรงa 2015.indd 106

FAZENDO A DIFERENร‡A 30/09/2015 15:18:46


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT PARANÁ Mantenedores

Apoiadores

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 107

107 30/09/2015 15:18:46


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT GOIÁS Mantenedores Ouro

Mantenedores Prata

Mantenedores Bronze

ADMINISTRAÇÃO

Apoiadores

108 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 108

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:49


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT PERNAMBUCO Mantenedores

Apoiadores

Parceiros

Projetos Nacionais

FAZENDO A DIFERENร‡A Revista Fazendo a Diferenรงa 2015.indd 109

109 30/09/2015 15:18:49


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT MINAS GERAIS Mantenedores Diamante

Mantenedores Ouro

110 Revista Fazendo a Diferenรงa 2015.indd 110

FAZENDO A DIFERENร‡A 30/09/2015 15:18:50


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT PIAUÍ Mantenedores

Apoiadores

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 111

111 30/09/2015 15:18:50


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT RORAIMA Mantenedores

Apoiadores

112 Revista Fazendo a Diferenรงa 2015.indd 112

FAZENDO A DIFERENร‡A 30/09/2015 15:18:54


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT AMAPÁ Mantenedores

Apoiadores

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 113

113 30/09/2015 15:18:54


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT ACRE Mantenedores

Parceiros

EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT MARANHÃO Mantenedores

Apoiadores

114 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 114

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:54


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT DISTRITO FEDERAL Mantenedores

Projetos Nacionais

Apoiadores

FAZENDO A DIFERENร‡A Revista Fazendo a Diferenรงa 2015.indd 115

115 30/09/2015 15:18:54


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT PARAÍBA Mantenedores

EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT TOCANTINS Mantenedores

Parceiros

116 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 116

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:54


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT ALAGOAS Mantenedores

Apoiadores

Patrocínio Especial

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 117

117 30/09/2015 15:18:55


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT CEARÁ Mantenedores

Projetos Especiais

Apoiadores

PADETEC PARQUE DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

118 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 118

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:55


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT SERGIPE Mantenedores

Apoiadores

EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT RONDÔNIA Mantenedores

Parceiro

FAZENDO A DIFERENÇA Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 119

119 30/09/2015 15:18:55


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT MATO GROSSO DO SUL Mantenedores

Patrocinador

Apoiadores

120 Revista Fazendo a Diferenรงa 2015.indd 120

FAZENDO A DIFERENร‡A 30/09/2015 15:18:55


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT MATO GROSSO Mantenedores Rondonรณpolis/MT

Mantenedores Cuiabรก/MT Mantenedores Ouro

Mantenedores Prata

FAZENDO A DIFERENร‡A Revista Fazendo a Diferenรงa 2015.indd 121

121 30/09/2015 15:18:55


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT PARÁ Mantenedores

Apoiadores

Patrocinador Especial

122 Revista Fazendo a Diferença 2015.indd 122

FAZENDO A DIFERENÇA 30/09/2015 15:18:56


EMPRESAS MANTENEDORAS JUNIOR ACHIEVEMENT RIO GRANDE DO NORTE Mantenedores

Apoiadores

FAZENDO A DIFERENร‡A

Capa_Fazendo a Diferenรงa Ed13 imagem.indd 2

123 28/09/2015 15:00:03


Empresas que investem na Junior Achievement Brasil

www.jabrasil.org.br

Fazendo a Diferença

|

Junior Achievement Brasil

|

13ª Edição – 2015/2016

EDIÇÃO ESPECIAL – 13ª Edição – 2015/2016

Empresas que enxergam longe investem na Junior Achievement. Invista você também! Capa_Fazendo a Diferença Ed13 imagem.indd 1

JUNIOR ACHIEVEMENT TRANSFORMANDO JOVENS EM EMPREENDEDORES SUSTENTABILIDADE Empresas investem em projetos que mostram aos jovens a importância da sustentabilidade: do equilíbrio entre os resultados econômico, social e ambiental.

LIDERANÇA Empresários falam sobre a importância da ética e da educação empreendedora para o País.

TECNOLOGIA Dell Brasil e Linx, líder em software de gestão para o varejo, apoiam o aumento do nível de inovação do Programa Miniempresa.

28/09/2015 14:59:24

Profile for Junior Achievement Brasil

Relatório Fazendo a Diferença - 2015/2016  

No relatório da Junior Achievement você encontra cases de sucesso de todo o Brasil, que demonstram o poder da educação empreendedora na tran...

Relatório Fazendo a Diferença - 2015/2016  

No relatório da Junior Achievement você encontra cases de sucesso de todo o Brasil, que demonstram o poder da educação empreendedora na tran...

Profile for jabrasil
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded