Issuu on Google+

A sua realização é a nossa satisfação! EDIÇÃO Nº 492 ❚ Ano 10 ❚ De 26 de maio a 01 de junho de 2013 ❚ Edição Nacional e Ilhas ❚ Jornal de distribuição gratuita ❚ 56.000 exemplares

Siga-nos no facebook!

bem-estar... pág. 14

Viva mais e melhor ■ O que comemos

Diretor: João Filipe

não só influencia o nosso bem-estar e contribui para nos mantermos saudáveis, mas também nos ajuda a viver melhor e durante mais anos

D.R.

f o l h a d e p o r t u g a l . p t TEMA CAPA... págs. 06/07

Destino: Beira Litoral

portugal... pág. 09

Comboios ajudam economia

D.R.

■ Apenas duas horas de comboio vão separar Porto e Vigo, um investimento que aposta nas linhas ferroviárias como motor de desenvolvimento

economia... pág. 11

Vinho português em alta pelo Mundo ■ Os vinhos portugueses têm ganho prémios um pouco por todo o Mundo, sendo muito apreciados em países cujos mercados eram muito fechados

D.R.

reportagem... pág. 12

Trabalho infantil na agricultura

D.R.

■ Esta semana deixamos-lhe algumas sugestões para que possa gozar as suas férias na Beira Litoral. Serras, castelos e praias são algumas das atrações que pode descobrir nesta região

D.R.

D.R.

D.R.

■ Segundo um relatório da FAO, 60% das crianças que trabalha fá-lo na agricultura e muitas com apenas cinco anos já tomam conta de rebanhos


02

em foco ///

BRINCOS DE GINA LOLLOBRIGIDA LEILOADOS POR 2,39M$

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

folhadeportugal.pt

ED ZURGA/EPA

editorial João Filipe Diretor

Um bom país

P

ortugal é um país muito bom, mas que está a passar a pior crise da sua longa História. Na verdade, este não é um fenómeno novo, bastando fazermos uma breve análise histórica para conseguirmos perceber que, realmente, o grande problema é da estrutura do próprio país e, principalmente, da mentalidade. Quando Portugal estava a viver num regime de monarquia já existia um grande problema de défice público. Na época, acusavam a casa real de gastos desnecessários, que comprometiam a estabilidade do reino. Este foi um dos motivos que levou o nosso país a investir nos Descobrimentos e os defensores da República advogavam que era necessário mudar para estabilizar o país. Mudou-se, mas os problemas continuaram! Chegámos ao ponto de existir um governo que tinha um ministro das Finanças que vinha da área do ensino académico de Coimbra, o professor Oliveira Salazar, o qual até conseguiu estancar o défice público. Devido a este feito inédito, o professor foi ganhando preponderância ano após ano no seio do governo, chegando a presidente do Conselho, o que originou um regime de ditadura. Mas, apesar das contas públicas estarem em ordem, muito por não existir um Estado Social, a opressão e a falta de oportunidades eram muitas. Com a Revolução dos Cravos nasceu a esperança de termos um país mais justo e próspero. No fundo, esta era a promessa do regime democrático e, passados todos estes anos, temos um país muito melhor, principalmente porque temos liberdade, mas os problemas das finanças públicas continuam. Estamos a viver tempos muito complicados, uma vez que, apesar da forte austeridade, as contas públicas são “teimosas” e não querem entrar na ordem. No entanto, o nosso país tem muitos encantos, começando logo pelas suas gentes, um povo afável, acolhedor e bem disposto. Temos também muito motivos de interesse, lugares históricos, praias, enfim, somos um país, apesar de tudo, tranquilo. Temos uma gastronomia maravilhosa e uma indústria vinícola muito apreciada. Afinal, temos muitas potencialidades, mas precisamos de pessoas capazes de comandar este barco e agora, tal como na era dos Descobrimentos, chegou a hora de dar novos mundos ao mundo. Tenha uma boa leitura!

semflash...

E

DESTRUIÇÃO EM OKLAHOMA:Ao amanhecer, novas nuvens de tempestade formam-se sobre um bairro destruído em Moore. Um violento tornado, com ventos que atingiram os 320km por hora e de 3,2km de diâmetro, semeou a destruição num percurso de 12km entre Moore e Newcastle, nos arredores de Oklahoma

D.R.

“Os médicos removeram-me a tiroide e, desde essa altura, tenho

de tomar medicação todos os dias. Faço tudo o que os médicos mandam e faço análises ao sangue com frequência. E posso dizer que, nos últimos 10 anos, não tive nenhum problema” SOFIA VERGARA, CARAS.SAPO.PT

D.R. D.R.

D.R.

“As pessoas esperam muito dela

porque a acompanharam a vida inteira, desde criança. Ela está pronta para crescer e expressar-se, e eu apoio-a [Miley Cyrus]” SNOOP DOGG [ATUALMENTE CONHECIDO POR SNOOP LION], MTV

“Quero ter mais

filhos. Penso que a minha filha precisa de companhia” BEYONCÉ, ABC NEWS

“Cada fado é

um fado da minha vida”

D.R.

CUCA ROSETA, MULHER.SAPO.PT

“Nós [Kim Kardashian e Kanye West] vivemos vidas diferentes, mas eu adoro ser uma pessoa aberta. É assim que sempre tenho sido e isso nunca vai mudar”

“Limito-me a viver a minha vida. Adoro o meu corpo. Foi o corpo que Deus me deu!” KATE UPTON, VOGUE USA

KIM KARDASHIAN, CARAS.SAPO.PT D.R.

PUB

FOLHA DE PORTUGAL ALAMEDA D. AFONSO HENRIQUES, Nº 35 (ANTIGO CINEMA IMPÉRIO) 1000-123 LISBOA TEL: 210 300 971 FAX: 210 300 999

Diretor: João Filipe jf.d@folhadeportugal.pt Secretariado: Cláudia Pereira Editor: IURD Redação: Carla Vaz e Isabel Barbosa Assistente de Redação: Joana Oliveira Copydesk: Carla Vaz Paginação: Eliane Rosa, Bárbara Domingos e Paulo Cabral Correio do Leitor / Publicidade geral@folhadeportugal.pt

FOLHA DE PORTUGAL Título registado no ERC com o nº 125046 Propriedade: IURD Sede administrativa: Praceta Professor Francisco Gentil, nº 3 - Póvoa de Santo Adrião - Lisboa NIPC: 592001679 Periodicidade: Semanal Impressão: Rafik Comunicação e Imagem Unipessoal, Lda. - Sítio da Bemposta, nº 1, 1A e1B, Longo da Vila - Mafra Tiragem: 56.000 exemplares Depósito Legal: 322699/11 Distribuição: Gratuita Circulação: Portugal Continental e Ilhas A FOLHA DE PORTUGAL NÃO SE RESPONSABILIZA NEM PELAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NAS CARTAS DOS LEITORES, POIS ELAS NÃO EMITEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL, NEM PELA AUTENTICIDADE DOS ANÚNCIOS PUBLICADOS


s

03

ete dias /// 30 MILHÕES DE CRIANÇAS EM EXTREMA DIFICULDADE

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

folhadeportugal.pt

Dia Mundial da Criança -

Muitas crianças continuam a sofrer com maus-tratos, doenças, fome e discriminação

D.R.

DIREITOS

D.R.

■ Ao criarem o Dia

Esta data foi comemorada pela primeira vez em 1950 e pretende reforçar a luta pelos direitos dos mais pequenos, de forma a que todos tenham um vida digna e feliz

A

pós a 2ª Guerra Mundial, em 1945, diversos países da Europa, do Médio Oriente e da China entraram em crise, não conseguindo oferecer boas condições de vida para os seus cidadãos. As crianças desses países viviam muito mal, pois não havia comida, escola ou as mínimas condições para uma vida saudável. Em muitos casos, os próprios progenitores retiravam os filhos

da escola e colocavam-nos a trabalhar. Em 1946, um grupo de países da Organização das Nações Unidas (ONU) decidiu começar a tentar solucionar o problema, tendo nascido assim a UNICEF. Contudo, nem todos os países do Mundo estavam interessados nos direitos da criança. Por isso, em 1950, a Federação Democrática Internacional das Mulheres propôs às Nações Unidas

que fosse criado um dia dedicado exclusivamente às crianças de todo o Mundo. Data que foi comemorada, pela primeira vez, logo a 01 de junho desse mesmo ano.

Direitos das crianças no papel A 20 de novembro de 1959, dezenas de países que faziam parte da ONU aprovaram a “Declaração dos Direitos da

Dia Mundial da Energia

Dicas de poupança ➜Mantenha as luzes e os equipamentos elétricos ligados somente quando for necessário; ➜Opte pelos transportes públicos ou por andar a pé; ➜Calafete portas e janelas e isole

paredes, tetos e pavimentos; ➜Antes de comprar um novo eletrodoméstico, verifique a etiqueta energética e escolha o que apresentar menor consumo de energia; ➜Troqueaslâmpadasincandescentes por economizadoras; ➜Desligue os equipamentos elétricos no botão e não no comando; ➜Abra a porta do frigorífico somente quando for necessário e seja o mais rápido/a possível; ➜Não tenha os aparelhos de climatização ligados com as portas e as janelas abertas; ➜Faça a separação dos diferentes tipos

de resíduos; ➜Ligue as máquinas de lavar apenas quando estiverem cheias e a baixa temperatura.

D.R.

■ Comemorada anualmente a 29 de maio, desde 1981, numa iniciativa da Direção-Geral de Energia, esta data pretende sensibilizar as pessoas e os líderes mundiais para a necessidade de poupança de energia e para a promoção das energias renováveis, mais amigas do ambiente, em substituição das energias fósseis, altamente poluentes e prejudiciais para a vida na Terra.

Criança”, uma lista de 10 princípios que, ao serem cumpridos, podem oferecer a todas crianças do Mundo uma vida digna e feliz. Em 1989, quando a “Declaração” fez 30 anos, a ONU aprovou a “Convenção sobre os Direitos da Criança”, um documento mais abrangente que contém um conjunto de leis para a proteção dos mais pequenos.

Mundial da Criança, os estados-membros das Nações Unidas reconheceram às crianças, independentemente da raça, cor, sexo, religião e origem nacional ou social o direito a: ➜ afeto, amor e compreensão; ➜ alimentação adequada; ➜ cuidados médicos; ➜ educação gratuita; ➜ proteção contra todas as formas de exploração; ➜ crescer num clima de paz e fraternidade universais.

Dia Mundial SEM TABACO ■ O consumo de tabaco é uma das principais causas de doença e mortalidade prematura em todo o Mundo, por isso, esta data visa alertar a população para os malefícios do tabaco e sensibilizar para a necessidade de proteger as pessoas do tabagismo passivo. Anualmente, a epidemia global do tabaco tira a vida a perto de 6 milhões de pessoas, das quais mais de 600 mil são não fumadores, que morrem por causa da exposição aos efeitos nocivos do tabaco. Em 2030, a Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, se nada for feito, esta epidemia irá matar mais de 8 milhões de pessoas por ano. O Dia Mundial sem Tabaco tem, então, como

objetivo contribuir para proteger as gerações presentes e futuras, não apenas destas consequências devastadoras para a saúde, mas também da destruição social, ambiental e económica causada pela utilização do tabaco e da exposição ao tabaco. “Proibir o patrocínio, promoção e publicidade do tabaco” foi o lema escolhido pela OMS para a campanha do Dia Mundial sem Tabaco em 2013. Afinal, segundo a OMS, as estatísticas demonstram que a proibição da publicidade ao tabaco é uma das formas de baixo custo mais eficientes que existem para reduzir o consumo do tabaco.


04

sete dias ///

PORTUGUÊS É A 5ª LÍNGUA MAIS USADA NA WEB

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

folhadeportugal.pt

aconteceu

marcas

Mais de um milhão procura emprego na net

do

26/05/1896 É publicado o primeiro índice Dow Jones, com o valor 40.94, com base nas cotações de onze empresas cotadas na Bolsa de Nova Iorque.

27/05/1911

De acordo com dados da Marktest, mais de um milhão de pessoas usam a Internet para procurar emprego

-

D.R.

1,1 milhões de portugueses recorreram à Internet para procurar anúncios de emprego

■ A empresa de estudos de mercado concluiu que, ao longo de 2012, 1,1 milhões de pessoas residentes no continente recorreram aos serviços online para procurar anúncios de emprego. Tendo este recurso sido utilizado, especialmente, por pessoas com idades entre os 18 e os 34 anos. Nesta faixa etária 32,4 por cento dos internautas recorreu à Internet para pesquisar ofertas de emprego. Já entre os 25 e os 34 anos, a percentagem de utilizadores de Internet que fez uso dos meios online para procurar emprego rondou os 30,9 por cento. Os dados do Bareme Internet da

É aprovado o primeiro Código da Estrada, em Portugal.

28/05/1884 Abre o Jardim Zoológico de Lisboa.

Marktest mostraram ainda que as pessoas com empregos na área do comércio e serviços, administrativos e quadros médios superiores são as que mais recorrem à net para procurar emprego. Já a nível regional, o grande Porto surge em primeiro lugar, com 18,7 por cento dos que responderam afirmativamente à pesquisa a viverem nesta região. O total de 1,1 milhões representou um crescimento de 13 por cento face ao ano anterior, altura em que o número de pessoas a procurar emprego online se fixava nos 982 mil.

29/05/1953 O cume do Monte Evereste é atingido pela primeira vez, pelos alpinistas Edmond Hillary, da Nova Zelândia, e Tenzing Norgay, do Nepal. D.R.

30/05/1911 1ªedição das 500 milhas de Indianápolis. A prova atrai mais de 80 D.R. mil espetadores e é vencida por Ray Harroun, com uma velocidade média de 120 km/h.

Fonte: tek.sapo.pt

31/05/1819

a descoberta

D.R.

números ❚ A ONU já veio apelar aos governos de diversos países para que apostem em fortes políticas de acesso a métodos de planeamento familiar, visto prever-se que numa década a população mundial tenha mais mil milhões de pessoas a juntar aos 7 mil milhões atuais e os recursos do planeta começam já a escassear.

8 em 100

❚ Cerca de oito em cada 100 doentes internados nas unidades de cuidados continuados de saúde contraíram infeções durante os tratamentos, em 2012, concluiu um estudo elaborado no âmbito do Programa Nacional de Controlo de Infeção. Ainda segundo o mesmo estudo, a taxa de prevalência foi de 8,1 por cento no ano passado.

■ De acordo com investigadores britânicos, beber um copo antes de ir para a cama poderá ajudar a adormecer mais depressa, no entanto, os efeitos do álcool no sangue, mesmo que seja em pequenas quantidades, perturbam a qualidade do sono. Para além de abreviar o espaço de tempo do

primeiro sono, o álcool conduz a um sono profundo mais rápido, banindo um dos períodos mais satisfatórios e benéficos do sono, em que ocorrem os sonhos. Ainda segundo o estudo do Centro de Sono de Londres, o álcool, quando consumido em exagero ou de forma

❚ O número de tribunais judiciais em Portugal passou de 208 em 1972 para 327 em 2011, de acordo com dados da Pordata, mas, durante o mesmo período, os processos pendentes cresceram quase 10 vezes. Entre 1972 e 2011, o número de processos pendentes nos tribunais judiciais portugueses passou de 175.484 para 1.703.011.

D.R.

01/06/1968 Morre a autora e pedagoga Helen Keller, precursora do ensino para cegos.

D.R.

frequente, pode provocar insónias. Por isso, torna-se importante ser “cauteloso” no que toca à ingestão de bebidas alcoólicas de forma regular, ainda que de forma moderada, alertou Irshaad Ebrahim, coautor do estudo publicado na revista Alcoholism: Clinical & Experimental Research, à BBC.

1,3 biliões

10 vezes

D.R.

-

Se decidir beber, o melhor será esperar entre hora e meia a duas horas para se deitar

Nasce o poeta norte-americano Walt Whitman, autor de “Leaves of Grass”.

D.R.

Beber antes de dormir afeta o sono

1.000M

temp

❚ Anualmente a União Europeia desperdiça metade dos alimentos produzidos. “O desperdício atualmente representa um terço de toda a alimentação que os seres humanos produzem, o que significa 1,3 biliões de toneladas por ano segundo a FAO”, explicou o eurodeputado Nuno Melo. *Com Lusa


05

sete dias

Estacionamento

❚ O Metro de Lisboa estará encerrado no dia 30 de maio, devido a uma greve de 24 horas, avançou a Federação dos Sindicatos dos Transportes. O motivo apontado foi a falta de uma resposta concreta às questões apresentadas pelas organizações de trabalhadores.

❚ Os residentes de Lisboa vão poder estacionar na zona onde moram e numa outra contígua, a partir de 24 de maio, mediante a solicitação de novo dístico. Atualmente, há mais dísticos de residentes do que lugares disponíveis e divisões de zonas na mesma rua.

a sua carreira

700

IVA com atraso D.R.

A PSP de S. João da Madeira apreendeu 700 doses de haxixe e deteve três pessoas por suspeita de tráfico de estupefacientes e posse ilegal de armas. Apreenderam ainda material ligado ao consumo e tráfico de droga.

❚ O ministro da Saúde admitiu compensar as farmácias, se estas contribuírem com o aumento da quota dos medicamentos genéricos. Paulo Macedo afirmou que a prioridade do ministério é garantir o acesso aos cuida*COM LUSA dos de saúde.

ciência

4 coisas sobre carreira que vais aprender depois da faculdade

“Cura” para cabelos brancos O tratamento foi desenvolvido depois de descoberta a causa do aparecimento dos cabelos brancos ■ Um grupo de cientistas anunciou ter descoberto uma forma de “curar” cabelos grisalhos ou brancos com a ajuda de um medicamento. Os investigadores chegaram ao tratamento depois de descobrirem, em 2009, a causa do aparecimento dos cabelos brancos, um processo de envelhecimento conhecido como “stress oxidativo”. À medida que o ser humano envelhece, o cabelo acumula peróxido de hidrogénio (que em solução aquosa é conhecido comercialmente como água oxigenada), um descolorante que tira a cor natural do cabelo. O tratamento descoberto pelos investigadores da universidade de Bradford, na Grã-Bretanha, e da universidade de Greifswald, na Alemanha, consegue remover esse peróxido de hidrogénio, avançou a BBC. A equipa de cientistas testou o tratamento num grupo de pacientes com vitiligo, uma doença cutânea

D.R.

post-it

GREVE DO METRO

D.R.

A

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

caraterizada pelo desaparecimento da pigmentação da pele. Os investigadores descobriram que a droga, chamada pseudocatalase, quando modificada, é

capaz de repigmentar a pele e os cílios de pacientes com vitiligo. “Durante gerações, foram produzidos vários remédios para tentar esconder os cabelos grisalhos, mas agora, pela primeira vez, um tratamento real foi desenvolvido para atacar a raiz do problema”, explicou Gerald Weissmann, editor da revista Faseb, onde foi publicado o estudo. FONTE: SAUDE.SAPO.PT

D.R.

Com o fim da faculdade surgem muitas dúvidas sobre o mercado de trabalho que te podem deixar confuso/a. Deixamos-te aqui algumas sugestões que te podem ajudar ■ À medida que os anos vão passando, os estudantes são expostos a várias opções de carreira em áreas completamente diferentes do curso escolhido. Enquanto trabalhamos para desenvolver competências nos campos em que estamos interessados em seguir, esquecemo-nos de nos focar no mercado de trabalho. Se acabaste de te formar, verifica algumas coisas sobre a carreira que o teu diploma universitário não te ensina. 1. Não estás limitado/a à tua formação académica Existem muitos profissionais que se formaram num curso e que hoje

Estágio é essencial para fazer a transição entre os dois mundos trabalham noutras áreas. Se tens competências que podem ser aproveitadas em outras áreas de atuação, chegou a hora

de aumentares a tua experiência e o teu campo de atuação. 2. Existem novas opções de trabalho Com o surgir de novas áreas de atuação, existem vários trabalhos disponíveis no teu campo dos quais nunca ouviste falar. Se tens formação em letras, já deves ter considerado a carreira académica, mesmo assim ainda tens a opção de trabalhar com tradutor, por exemplo. 3. Criar uma rede de contactos A faculdade é o melhor lugar para desenvolveres a tua rede de networking. Isso vai garantir melhores oportunidades de empregoeoaumentodosrelacionamentos com outros profissionais. 4. A faculdade não te prepara para o mercado de trabalho Podes até estudar a teoria dos professores, mas se não colocares isso em prática com um estágio, não estarás preparado/a para o mercado de trabalho. FONTE: UNIVERSIA PORTUGAL

pelo mundo SÍRIA

Refugiados ❚ Mais de 1,5 milhões de sírios abandonaram o seu país, devido ao conflito entre os rebeldes e as forças do regime, segundo dados das Nações Unidas. Cerca de 250.000 sírios registam-se junto de grupos humanitários todos os meses. Muitos sírios têm saído do país desde março de 2011, quando teve início a guerra civil que já matou mais de 90.000 pessoas.

VOCÊ FAZ A NOTÍCIA leitor @ folhadeportugal.pt

EUA

Transtorno mental ❚ Cerca de vinte por cento dos menores norte-americanos, entre os 3 e os 17 anos, sofrem de um transtorno mental, como ansiedade, depressão ou défice de atenção, revelou um inquérito das autoridades federais da saúde pública norte-americanas. Os primeiros sinais aparecem, normalmente, na infância, apesar de os problemas surgirem na *COM LUSA adolescência.

Cascais... AlexandraSantos

Com o verão aí à porta, os passeios à beira da praia já começam a apetecer. A linha de Cascais tem um paredão bastante convidativo, de cerca de 3km, entre S. João do Estoril e Cascais

Mande-nos a sua opinião sobre algo que leu no nosso jornal ou qualquer outro tema. Ou mande as suas fotos comentadas por si. Envie a sua foto ou comentário para: leitor@folhadeportugal.pt OS SEUS COMENTÁRIOS

10 Perguntas a... Celso Zucatelli “É preciso desarmar o nosso coração” “Adoro ver-te no programa ‘Hoje em Dia’, ao lado de Edu Guedes e Cris Flores”. ALICE SAMUEL IN FOLHADEPORTUGAL.PT


06

TEMA CAPA ///

A BEIRA LITORAL POSSUI 38 CONCELHOS

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

folhadeportugal.pt

Rio de Aveiro

Aveiro

D.R.

D.R.

■..A paisagem desta zona é Igreja de Jesus, Capela do Senhor das dominada pela Ria de Aveiro e Barrocas, Capela de S. Gonçalinho e pela bacia hidrográfica do Vouga. Igreja das Carmelitas, entre outros. Para norte, o relevo torna-se mais O Museu de Aveiro , Museu da acidentado, subindo às Serras do Caramulo e da Arada. O litoral é arenoso, com uma paisagem típica da zona lagunar e com um cordão de dunas que separam as águas calmas da Ria de Aveiro, onde é possível ver os coloridos barcos moliceiros, das águas bravas do oceano Atlântico. A Ria e a Reserva Natural das Dunas de São Jacinto são Aldeia de Drave pontos de interesse que nenhum visitante deve deixar de conhecer. Caldeiradas de enguias, raia em República e o Museu de Caça e Pesca molho de pitão, enguias de escabeche fazem as delícias culturais. e espetadas de mexilhão fazem Para ficar, poderá encontrar as delícias da mesa aveirense. Nos alojamento para todos os gostos: doces, os ovos-moles são reis e um desde o Hotel As Américas, passando pelo Afonso V e pelo Hotel Imperial, até às Pensões Beira, Santa Joana e Estrela e ainda pelo Albergue da Juventude de Aveiro. Para os mais aventureiros, poderão ainda optar pelos Parques de Campismo Orbitur ou Municipal de Aveiro. Arouca Nas redondezas não deixe de visitar Arouca, dos símbolos de Aveiro. com o seu mosteiro e o conjunto Os barcos moliceiros, uma megalítico, Espinho, Santa Maria da embarcação destinada à recolha e Feira, Oliveira de Azeméis ou Vale transporte de moliço que cresce no de Cambra. As praias fluviais Os barcos moliceiros da Paradinha, Areinho, estão à disposição dos Janarda, Meitriz, Vau e turistas que desejem Espiunca convidam a fazer passeios guiados um mergulho em tempo de temperaturas mais leito da Ria de Aveiro, estão agora à elevadas. Em Espinho encontrará um disposição dos turistas que desejem imponente casino para os amantes do fazer passeios guiados. jogo e ainda o mais antigo campo de Como património a visitar, há a golfe da Península Ibérica.

Sé Velha de Coimbra

Indústria, pe lazer na Bei

A boa situação geográfica desta região, juntamente com a boa acessibilidade a Lisboa e ao Porto, proporcionam à Beira Litoral um desenvolvimento significativo tanto da atividade industrial, como do comércio e do turismo REDAÇÃO

A

Beira Litoral confina com as regiões do Douro Litoral a norte, Beira Alta e Beira Baixa a leste, Ribatejo e Estremadura a sul e a oeste o Atlântico, ocupando uma ampla faixa litoral do centro de Portugal. A agricultura e a pecuária continuam a ser importantes no tecido económico regional e a floresta representa um dos principais recursos das áreas rurais, enquanto que a pesca se destaca junto ao mar. Na gastronomia, podemos encontrar várias iguarias que nos podem ajudar a escolher esta região como destino de férias. Assim, a Beira Litoral apresenta nos seus pratos típicos, o leitão (sobretudo da Anadia e da Bairrada), os buchos recheados e a chanfana de borrego. A

caldeirada de enguias, as bolas de bacalhau e de sardinha completam o menu e os ovos moles e o arroz doce terminam a ementa. Ao longo do território, os monumentos vão refletindo a História do nosso país. Destaca-se o românico do início da nação evidente na Sé Velha de Coimbra, os exemplos de arte rupestre do distrito

D.R.

D.R.

D.R.

Praia Fluvial do Vau

Beira Litoral

antigas da Europa, a universidade de Coimbra. Além de servida por uma excelente rede rodoviária, a Beira Litoral beneficia da circulação intensa da principal linha férrea portuguesa, possuindo A Beira Litoral apresenta duas famosas fontes de águas nos seus pratos típicos, o medicinais, Luso e Curia, leitão, os buchos recheados uma floresta de grande e a chanfana de borrego renome, o Buçaco, e uma das praias mais concorridas de Aveiro e as ruínas romanas de do país, a Figueira da Foz. Fundos rurais Conímbriga. Para além disso, é nesta e painéis de montanhas e altas árvores região que se encontra a mais antiga convidam ao campismo, às caminhadas universidade portuguesa e uma das mais e ao descanso.


07

tema capa

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

Coimbra

A aldeia de Piódão é considerada uma das mais bonitas do país

pesca e eira Litoral

do país. Ainda no distrito de Coimbra encontramos uma das zonas de praia mais procuradas de Portugal, a Figueira daFoz, considerada a “Rainha da Costa de Prata”, tem no turismo um dos principais recursos económicos. Aqui encontrará também um dos maiores casinos de Portugal. Góis, Lousã e Montemor-o-Velho conciliam a paisagem verdejante, as águas límpidas do rio Ceira, que são frequentadas no verão por milhares de turistas e residentes, a montanha e um

D.R.

forte legado patrimonial. Em Góis faça um circuito Todo-o-Terreno, na Lousã não deixe de visitar as aldeias do Candal, Casal Novo ou Cerdeira e em Montemor-o-Velho visite o castelo e prove um pastel de Tentúgal ou uma barriga de freira. Para dormir, experimente a romântica Quinta das Lágrimas ou o Tivoli Coimbra, a residencial Casa Branca ou a Infante D. Henrique, a hospedaria Flor de Coimbra ou a Pousada da Juventude de Coimbra. Tem ainda ao seu dispor o Parque Municipal de Campismo de Coimbra.

Montemor-o-Velho

■ Viseu é o único distrito português que não faz fronteira nem com o mar, nem com Espanha. É também um dos distritos mais montanhosos do país, integrando os maciços das serras da Lapa, Leomil, Caramulo, Gralheira e Montemuro. O Dólmen de Areita, em S. João da Pesqueira, a sepultura préhistórica com cerca de 5.000 anos, o Castro, a Capela e Adro de Nossa

do Dão e de Lafões. Para os ficar a conhecer, nada melhor do que um passeio pelas casas, quintas e adegas da Rota do Vinho do Dão. A gastronomia tradicional desta região é outro dos seus principais atrativos. Caldo verde, sopa da Beira, rancho à moda de Viseu, arroz da Gralheira assado e trutas do Paiva são alguns dos pratos típicos. Para além disso, encontrará os enchidos, o presunto, o pão de centeio e Viseu é terra de cultivo a broa de milho. Para adoçar de vinha, dando vida aos a ementa: doces de ovos, famosos vinhos do Dão e leite creme e papas doces de Lafões de milho. Armamar, Carregal do Senhora da Guia, em S. Pedro Sal, Cinfães e Castro Daire são três do Sul, fazem parte do grande vilas pitorescas e bonitas que vale a número de monumentos nacionais pena visitar. do distrito. Já Lamego é um dos mais Viseu é também terra de cultivo de importantes centros urbanos daquela vinha, dando vida aos famosos vinhos região. A arquitetura religiosa tem

aqui bastante expressão, sendo esta uma das mais antigas dioceses do país. Em setembro, a cidade vive intensamente a celebração da romaria à sua padroeira, Nossa Senhora dos Remédios, com procissões, desfiles, folclore, fogo de artifício, bombos e bandas de música que levam festa às ruas da cidade. Programas de lazer e desporto ao ar livre, como a pesca ou canoagem

Lamego

D.R.

D.R.

Viseu Serra do Caramulo nas águas dos rios Douro, Varosa e Balsemão, também têm lugar. Em Santa Comba Dão, por sua vez, respira-se História, não fosse esta famosa por ser a terra natal do ditador português António de Oliveira Salazar. Penedono é considerada uma das mais belas vilas portuguesas, na qual domina uma paisagem cheia de contrastes fortes e impressionantes, de onde se destaca o seu castelo, erguido no século XI. São Pedro do Sul é uma cidade conhecida pelas suas termas, cujas águas minero-medicinais já eram usadas pelos romanos devido aos seus poderes curativos.

Paradormir locais não lhe faltarão, desde o Hotel Avenida, à Albergaria José Alberto, passando pela Residencial Bela Vista e pela Pensão Rossio Parque. Encontrará também várias quintas de turismo rural e ainda a Pousada da Juventude de Viseu.

D.R.

D.R.

património que caminha lado a lado com a beleza da vila, dona de um invejável centro histórico. À sua volta encontram-se pequenas aldeias serranas típicas que vale a pena conhecer, entre as quais Vila Cova de Alva, Benfeita ou Piódão, uma das mais bonitas aldeias

D.R.

Jardim da Manga são também locais de passagem obrigatória, assim como o bonito Jardim Botânico e o espaço da universidade de Coimbra. A tradição académica da cidade, com a animação das famosas repúblicas, presente também nos bares e nas ruas da cidade antiga, assim como o típico Fado de Coimbra, prevalecem até hoje com a mesma força e importância cultural. Nas redondezas, Arganil apresenta vestígios de ocupação romana de tempos bastante remotos, um

D.R.

■ Coimbra é a principal cidade do centro de Portugal e uma das mais históricas. Banhada pelo rio Mondego, possui um património riquíssimo. Passou pelas mãos dos Celtas, dos Romanos, dos Visigodos e ainda dos Muçulmanos, antes da sua reconquista definitiva. Monumentos como a Sé Velha e as Igrejas de São Tiago, São Salvador e Santa Cruz, com os túmulos dos primeiros reis de Portugal, transportam-nos para o início da nação portuguesa. Os bonitos conventos de Santa-Claraa-Velha e Santa-Clara-a-Nova, onde D. Inês de Castro terá sido apunhalada até à morte, o Mosteiro de Celas ou o

Figueira da Foz

Viseu


08

portugal ///

OS PEÕES REPRESENTAM 22% DAS MORTES NAS ESTRADAS

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

folhadeportugal.pt

Estradas continuam inseguras para quem anda a pé De acordo com a ACAM, mais de 600 peões morrem ou ficam gravemente feridos, anualmente, em Portugal, defendendo esta instituição a constituição de um provedor do peão e do ciclista TIAGO PETINGA/LUSA

D.R.

❙270Demilacordo com a Organização Mundial de Saúde, mais de peões perdem a vida todos os anos no Mundo CARLA VAZ ■ cv.r@folhadeportugal.pt

U

m número significativo dos acidentes com peões acontece em zonas urbanas e muitos em passadeiras, afetando sobretudo crianças, jovens e idosos. “Chamámos a atenção da Direção-Geral de Saúde, e outras entidades, para a necessidade de se fazer qualquer coisa”, adiantou o presidente da Associação de Cidadãos Auto Mobilizados (ACAM), Manuel João Ramos. “O Governo está mais preocupado com outras coisas”, lamentou o dirigente, para quem o Estado devia atuar de forma ativa na prevenção rodoviária.

Crianças peão Um quarto das vítimas de sinistralidade rodoviária no Mundo são peões, tornando-se assim urgente melhorar as condições de segurança dos peões, promovendo ações e medidas necessárias para os proteger e contribuir ainda para o cumprimento do objetivo

da Década de Ação para a Segurança no Trânsito 2011-2020, de salvar cinco milhões de vidas. A Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI) já veio chamar a atenção para o número de acidentes que acontecem diariamente com crianças peão. Em Portugal, em 2010 e 2011, foram atropeladas 2.460 crianças, sendo a faixa etária dos 10 aos 14 anos a mais afetada. Estes números, disponibilizados pela Autoridade

Em média, ocorrem três acidentes por dia com crianças em Portugal Nacional de Segurança Rodoviária, indicam que, em média, ocorrem três acidentes por dia com crianças.

Medidas urgentes “Portugal tem de assumir um compromissomaissériocomaresolução do problema dos atropelamentos com

D.R.

crianças e adolescentes”, alertou a presidente da APSI. Para tal, tornam-se fundamentais medidas para aumentar a segurança dos peões, tais como a introdução de leis que obriguem à redução da velocidade nas zonas residenciais e perto de estabelecimentos de ensino e a criação de legislação que responsabilize o condutor, no caso de acidentes que envolvam crianças e adolescentes, colocando o ónus da prova no condutor. Sendo também aconselhado o apoio aos esforços de alteração das normas europeias para o design dos veículos, de modo a diminuir o risco de lesões nos peões. Outras medidas ainda foram propostas no âmbito do Plano de Ação para a Segurança Infantil, tais como a intensificação da fiscalização no espaço peri-escolar e a identificação, análise e disseminação dos princípios e boas práticas para o projeto e construção de redes viárias e pedonais seguras à volta dos estabelecimentos educativos e zonas residenciais. *Com Lusa

Porque é mais fácil atropelar uma criança? ❚ Segundo a presidente da APSI, “por não serem adultos em ponto pequeno, as crianças e os adolescentes são especialmente vulneráveis quando andam a pé. Tal deve-se às suas caraterísticas – físicas, cognitivas, percetivas, comportamentais e emocionais – que são tão específicas e distintas das dos adultos”. “As crianças são mais baixas, o que reduz a sua capacidade de ver o espaço e o movimento dos diferentes utilizadores e impede, muitas vezes, que sejam vistas pelos condutores. Um carro parado em cima de uma passadeira, um autocarro em segunda fila, um marco de correio ou uma árvore mal localizados podem esconder uma criança e torná-la ‘invisível’ para quem se desloca de carro ou mota”, explica Sandra Nascimento. A presidente da APSI relembra ainda que “as crianças andam mais devagar e demoram mais tempo a fazer determinados percursos, como por exemplo, a atravessar a rua. De um momento para o outro e sem ninguém esperar, largam a mão e voltam para trás ou correm para o meio da estrada, o que é um comportamento natural e previsível”. A mesma esclarece que “os conhecimentos, as capacidades e experiência das crianças e adolescentes não são os mesmos que os dos adultos, assim como a sua capacidade de avaliar o risco. Por esta razão não conseguem reagir da mesma forma a situações tão complexas como as geradas pelo trânsito automóvel”. *Com Lusa


Folha

Centro de Ajuda Págs. 4i/5i

Págs. 6i/7i

O MEU MILAGRE

NACIONAL

Qual é o seu tipo de vida?

iur d.pt

CEDIDAS

Suplemento jornal FOLHA DE PORTUGAL ■ Nº 492 ■ DOMINGO, 26 de maio a 01 de junho de 2013

Caminhada da Família

Foi no início deste mês que a Praça Arco da Amizade dos Povos, em Kiev, recebeu o “Dia dos Milagres”, um evento organizado pelo Centro de Ajuda da Ucrânia, que reuniu mais de 1.200 pessoas

Dia de transformação na UCRÂNIA CARLA VAZ ■ cv.r@folhadeportugal.pt

N ❙

A Praça do Arco da Amizade ficou pequena para tamanha manifestação de fé

Pastores fizeram uma oração ao pé da cruz pela família

o início do evento, pessoas que um dia chegaram ao CdA com as suas vidas totalmente destruídas, relataram como tudo se transformou, depois de aprenderem a colocar a sua fé em prática. Depois disso, o pastor Gilcimar Taborda, responsável pelo trabalho de evangelização no país, determinou os milagres, a cura, as mudanças na família e na vida sentimental, a libertação de todos os males, na vida de todos os presentes. E Deus mostrou o seu poder, pois, inúmeros milagres aconteceram. Muitas pessoas afirmaram terem sido curadas, como foi o caso de Larisa, que estava há um ano numa cadeira de rodas, sem poder andar, e que, após a oração, se levantou e andou. Também um homem que, há oito anos, caminhava com a ajuda de duas bengalas, no momento da oração, começou a andar sem elas. Já outra mulher que com muito esforço, devido

às dores, conseguiu chegar ao evento, depois da oração, foi curada do problema que tinha nas pernas e começou a correr de tanta alegria. Ainda outra mulher que há mais de um ano sentia dores no joelho e que já tinha feito de tudo para ficar boa, mas não tinha visto nada acontecer, depois da oração, foi até capaz de saltar.

passou a mensagem de que Jesus está vivo e de que Ele quer não somente curar cada pessoa e fazer milagres na sua vida, mas, acima de tudo, salvar a sua alma e dar-lhe paz. Mas enquanto a pessoa viver longe d’Ele e fizer apenas o que quer, continuará a colher os frutos das suas ações. Pois, cada um colhe o que planta. “Mas não importa o que você tenha feito de Enquanto a pessoa errado, pois se hoje sinceramente se viver longe de Jesus e arrepender dos seus pecados, pedir fizer apenas o que quer, perdão a Deus e, a partir deste dia, começar a semear a boa semente, continuará a colher os frutos das suas ações Jesus vai perdoá-lo/a”, salientou o orador. Colhemos o que plantamos Perto do final do evento, a Força Jovem Após os pedidos de oração dos presentes Europa apresentou uma peça de teatro, terem sido recolhidos, todos os pastores subordinada ao tema da Salvação, no presentes fizeram uma oração ao pé da decorrer da qual muitos, puderam rever cruz pela família. Afinal, foi Jesus, na cruz, as suas vidas. Para finalizar o evento, o que disse, há mais de dois mil anos, “está orador chamou à frente todos aqueles consumado”. Querendo isso dizer que o que, por sua livre e espontânea vontade, ser humano tem a vitória sobre todas as se queriam arrepender, de forma sincera, doenças, problemas, maldições... dos seus pecados e mudar o seu modo No decorrer do evento, o responsável de viver.


2i

folha centro de ajuda

/ história de superação

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

visite-nos em iurd.pt

Sem dinheiro para alimentar os filhos Tal como muitas outras pessoas, Manuela Pereira veio de África com uma mão à frente e outra atrás. No início pediu um teto a familiares para não dormir na rua, mas quando teve que sair a única casa que conseguiu arranjar era, afinal, uma barraca JOÃO FILIPE

aconteceu comigo!

REDAÇÃO

E

stive em África e quando cheguei aqui não tinha casa, não tinha nada! Tive que pedir à família para me acolher e, depois, acabei por ir viver para uma barraca porque não tinha condições financeiras para mais do que isso. Foi uma situação que durou cerca de seis anos”, conta. Também ao nível da saúde, a vida não lhe sorria, pois Manuela era uma pessoa muito doente. “Ia trabalhar e, quando chegava à hora de almoço, tinha que sair porque não aguentava com dores de cabeça, que eram constantes. Eram dores horríveis que davam comigo em doida e os médicos não conseguiam descobrir a causa, dizendo que era do sistema nervoso”. As noites eram passadas em claro, pois todos os dias tinha insónias e não conseguia dormir, até que chegou mesmo a tentar o suicídio. “A minha vida não melhorava e eu já estava mesmo no fundo do poço. Peguei numa embalagem de comprimidos e tomei. Quando dei por mim estava deitada numa cama do hospital de Santa Maria, tiveram que me fazer uma lavagem ao estômago e quase não sobrevivia”, explica. “Tinha dois filhos e não tinha como os sustentar, nem tinha dinheiro para lhes dar de comer. Tinha constantemente que pedir dinheiro emprestado a familiares, dinheiro esse que nunca chegava a devolver porque não conseguia. Entretanto, o meu pai sofreu um acidente e tive que ir dar sangue. Nessa altura, sentia-me muito cansada e tinha uma cor de

pele muito esquisita... E, quando fui dar sangue, descobriram que eu tinha hepatite B”, afirma.

A chegada ao Centro de Ajuda Através da revista Maria e de alguns programas de rádio, conheceu o trabalho do Centro de Ajuda. Foi a uma reunião e foi-lhe apresentada a Campanha de Israel. “As pessoas pensam que no Centro de Ajuda só nos ajudam por interesse, porque querem o nosso dinheiro, mas eu não tinha dinheiro nenhum, não tinha mesmo nada, e ainda assim ajudaram-me”, garante. Para gerar o sacrifício voluntário da Campanha foi vender roupas, até roupas de cama, a pessoas que conhecia e que

podiam comprar. “O sacrifício custou-me sacrifício voluntário em prol da sua cura. muito e doeu porque, naquela altura, não Mas as mudanças não ficaram por aí... tinha mesmo nada! Mas dele resultou a “A minha vida hoje está muito melhor! minha cura da hepatite B e a felicidade Fiquei viúva aos 47 anos, depois, os meus que encheu a minha vida depois da cura filhos casaram e eu decidi que tinha que foi muito maior. Tive seguir em frente que fazer um exame “Tinha dois filhos e com a minha vida. ao fígado, quando não tinha dinheiro Fiz a Campanha de fui buscar o resultado nem para lhes dar Israel de novo para de comer” era positivo, a rua era Deus me ajudar toda minha de tão a encontrar um contente que estava. Foi uma alegria muito homem bom para mim e também este grande!”, partilha. meu pedido foi atendido. Estamos casados há nove anos e eu e o meu marido damoVida nova -nos muito bem. Vivia numa barraca, Os problemas passaram e hoje Manuela tinha que pedir dinheiro emprestado para garante que a sua vida está muito melhor comer e hoje em dia em vez de uma casa e que valeu a pena ter ido ao Centro tenho três. Estou feliz!”. de Ajuda e ter aceitado participar no Manuela Pereira, Pontinha

TODAS AS SEMANAS, IRÁ ACOMPANHAR, AQUI, HISTÓRIAS EMOCIONANTES E DRAMÁTICAS DE QUEM ENFRENTOU E VENCEU DESAFIOS


folha centro de ajuda

3i

/ reflexão

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

visite-nos em iurd.pt

mensagem bispo

Edir Macedo

O CENTRO DE AJUDA NÃO COBRA PARA D

Visão perdida ❚ realizar casamentos ❚ realizar batizados (adultos) ❚ dar aconselhamento

matrimonial ❚ aconselhar e acompanhar indivíduos toxicodependentes ❚ aconselhamento pastoral ❚ participar na Santa Ceia ❚ a realização da unção com óleo ❚ visitas ao domicílio ❚ visitas a doentes no hospital ❚ visitas a presidiários ❚ distribuição de cestas básicas às famílias carenciadas ❚ distribuição de bens (roupas, mobílias, eletrodomésticos, etc.) a pessoas carenciadas ❚ acolher o Instituto Português do Sangue nas suas instalações para a doação de sangue ❚ ajudar a manter o Lar de Idosos Universal ❚ a apresentação de crianças (não batiza crianças, somente adultos) ❚ participar no grupo de jovens "Força Jovem" ❚ a realização de orações ❚ a entrada nas igrejas e participação nos cultos ❚ a participação em concentrações, em locais como: Coliseu dos Recreios, Pavilhão Rosa Mota, estádios, Pavilhão Atlântico, etc. ❚ ajudar a manter a Sociedade “Pestallozi” (presta assistência aos portadores da síndrome de Down) ❚ manter a Fazenda Nova Canaã

❚ a realização de cursos

informáticos ❚ aconselhar e apoiar na escolha de uma carreira profissional ❚ atendimento telefónico 24 horas ❚ apoio a mulheres vítimas de abusos ❚ apoio e aconselhamento a indivíduos dependentes alcoólicos ❚ visitas a lares de terceira idade ❚ dar alimento aos sem-abrigo ❚ apoio em catástrofes ❚ a realização de atividades lúdicas e desportivas com os jovens ❚ aconselhamento e campanhas na prevenção do HIV ❚ transporte de pessoas com dificuldades de locomoção ❚ estacionamento no parque da Igreja ❚ estudos Bíblicos realizados ❚ entrada e participação no maior Congresso Financeiro do País ❚ realização de funerais ❚ distribuição do Óleo Santo de Israel ❚ cursos de Teologia (IBURD) ❚ milagres que acontecem em todos os Centros de Ajuda espalhados pelo Mundo. Só ensina às pessoas a VERDADE. O dízimo, como também as ofertas, são mandamentos bíblicos.

Sacrificando diariamente pelo seu ideal!

O

s deficientes naturais de visão física não têm ideia da beleza da Natureza e estão acostumados com a ausência de luz. Mas quando alguém perde a visão física é mais cruel acostumar-se com a escuridão. Pior mesmo é quando se perde a visão espiritual. Muitas pessoas que trabalharam comigo lado a lado, comeram do mesmo prato, foram iluminadas, provaram o dom celestial, tornaram-se participantes do Espírito Santo (Hebreus 6.4) e relaxaram na fé, acabaram por perder a visão espiritual. Tal perda têm-lhes custado a Salvação das suas almas. Ainda ontem, ao conversar com um colega de ministério, surgiu esse assunto. Ele mostrou-me fotos recentes da família de um daqueles cegos por opção. Semblante caído, rosto pálido, sem brilho, sem força, sem expressão, sem vida... A sua esposa, antes tão bonita, tão alegre e tão cheia de vida, agora expressava dor e tristeza. Na foto familiar, nenhum membro esboçava qualquer alegria, como seria o normal. Tristeza e pesar tentaram-se apossar de mim. Porém, raciocinando de acordo com a Palavra de Deus, concluí: o que

poderia fazer para além de orar por eles? Quando se perde a visão espiritual perde-se a vida. E os demais que compõem aquela família tendem a cair no mesmo buraco sem Luz. Aconteceu com Israel no passado, tal acontece com muitos cristãos no presente. Israel trocou a sua Glória pela corrupção espiritual e moral. Muitos oficiais de igrejas evangélicas também têm trocado a sua Salvação pelas ofertas deste mundo. Fazer o quê? Cada um tem o poder nas mãos para escolher a quem servir. Deus não interfere na escolha de ninguém, porém, está sempre pronto para apoiar os que querem retornar a Ele. Tanto Zacarias quanto Malaquias serviram de instrumentos do Espírito Santo para advertir Israel naqueles dias. “... Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Tornai-vos para mim, diz o SENHOR dos Exércitos, e eu me tornarei para vós outros, diz o SENHOR dos Exércitos” (Zacarias 1.3). “Desde os dias de vossos pais, vos desviastes dos meus estatutos e não os guardastes; tornai-vos para mim, e eu me tornarei para vós outros, diz o SENHOR dos Exércitos...” (Malaquias 3.7). Que Deus abençoe a todos.

Quando se perde a visão espiritual perde-se a vida

PUB

Acessos oficiais do

bispo Macedo PELA RÁDIO DIARIAMENTE: 95.0 FM 23H ¢

curiosidades bíblicas

bispomacedo.com.br/blog youtube.com/obispomacedo

twitter.com/BispoMacedo facebook.com/BispoMacedo

Record FM 107.7 23h30 ¢ Liz FM 101.3 23H ¢ Gaia FM 95.5 23H ¢ IURDTV, diariamente, pelas 13h30 (hora de Lisboa)

A pesca nos tempos bíblicos

D.R.

(parte 1)

Uma atividade muito valorizada e presente na época de Jesus, com métodos que ainda são utilizados nos dias de hoje A pesca e o consumo de peixes são mencionados em diversas passagens bíblicas, inclusive em boa parte da vida terrena de Jesus. Para além dos antigos hebreus a praticarem em várias terras em que habitaram, a atividade também era realizada por outros povos referidos na Palavra Sagrada, tal como os egípcios e os gregos. ■

-

O nome da cidade de Magdala significa salga de peixes

Atualmente, mesmo com os avanços tecnológicos, tais como sonares que localizam os cardumes, alguns métodos dos tempos bíblicos ainda continuam a ser usados por pescadores de diversos países, tanto em água doce como salgada.

Mar da Galileia O Mar da Galileia era um dos maiores polos pesqueiros daqueles tempos, com vários e movimentados mercados de peixe fresco e salgado na vizinhança. Este mar na verdade era um grande lago e na era neotestamentária era rodeado de grandes cidades entremeadas por pequenas aldeias. Jesus encontrou entre os pescadores

dali alguns dos seus apóstolos, tais como Pedro e André, que com Tiago e João eram sócios de uma empresa de pesca nos moldes da época, segundo indícios históricos. “Caminhando junto ao mar da Galileia, viu os irmãosSimãoeAndré,quelançavam a rede ao mar, porque eram pescadores. Disse-lhes Jesus: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então, eles deixaram imediatamente as redes e o seguiram. Pouco mais adiante, viu Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam no barco consertando as redes. E logo os chamou. Deixando eles no barco a seu pai Zebedeu com os empregados, seguiram após Jesus” (Marcos 1.16-20).


4i

folha centro de ajuda

/ nacional

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

visite-nos em iurd.pt

Qual é o seu de vida? reunião /// O MEU MILAGRE/// 9H30

A nossa entrega, o que nós queremos e decidimos fazer com as nossas vidas, só a nós cabe decidir REDAÇÃO

R

espondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: se comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tendes vida em vós mesmos. Quem comer a minha carne e beber o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia” (João 6.53-54). Foi tomando como exemplo este versículo da Sagrada Escritura que o pastor Carlos Rocha iniciou a reunião “O Meu Milagre” do passado dia 19, na Sede Internacional da Europa do

Centro de Ajuda, em Chelas, explicando depois os três tipos de vida que podemos escolher ter. “O primeiro é a vida que todas as pessoas têm e que consiste no facto de estarmos vivos, mas nem por isso livres de sofrimento. As pessoas sofrem com doenças, são maltratadas, têm depressões, ou seja, estão vivas, mas carregam o sofrimento com elas e não têm vida em si”, explicou. “Um outro tipo de vida é quando a pessoa chega ao Centro de Ajuda, começa a exercitar a fé e a ver resultados, a cura, a prosperidade, liberta-se de vícios, enfim, começa a ter vida, isto é, além de estar viva começa a ter vida”, continuou o orador. “Há ainda um terceiro tipo de vida que é aquele de que Jesus nos fala e que consiste em ter vida em nós e ter a vida eterna”, disse. Ou seja, há aqueles que estão vivos, há aqueles que além de estarem vivos têm vida e veem o poder de Deus nas suas vidas, e ainda os que estão vivos e têm a vida eterna, a certeza

CdA São João do Estoril

da sua salvação. “Qual desses três tipos de vida você quer ter?”, questionou o pastor Carlos. “É você que decide o tipo de vida que quer ter, pois a decisão é de cada um de nós e é individual. Ninguém pode decidir por ninguém, nem Deus. A sua entrega e o que você faz é o que mostra o tipo de vida que quer ter”, afirmou.

causasse mau ambiente. Então, propôs-lhe que se separassem, acreditando que os bens que ele possuía chegavam para ele se tornar independente do seu tio”, narrou. “Disse Abrão a Ló: Não haja contenda entre mim e ti e entre os meus pastores e os teus pastores, porque somos parentes chegados. Acaso, não está diante de ti toda a terra? Peço-te que te apartes de mim; se fores para a Ver o invisível esquerda, irei para a direita; se fores “Tanto Abrão como Ló eram muito para a direita, irei para a esquerda” ricos, possuíam muitos bens. Até ao (Génesis 13.8-9). ponto em que ficou difícil os dois Ló quis as campinas do Jordão porque habitarem no mesmo espaço de terra e as viu e houve algo que despertou os seus isso criou discussões. E, no meio dessas sentimentos, a vontade de desfrutar daquilo que os seus olhos estavam "Quem tem a visão de a ver. “Levantou Ló os olhos e viu toda a campina do Jordão, que Deus, não espera que era toda bem regada (antes de aquilo que é mau se haver o SENHOR destruído separe dela, ela própria Sodoma e Gomorra), como o se separa" PR. CARLOS ROCHA jardim do SENHOR, como a discussões, Ló chegou ao pé do seu tio terra do Egito, como quem vai para Abrão e disse que os servos deles estavam Zoar. Então, Ló escolheu para si toda a discutir entre si e ele não queria que isso a campina do Jordão e partiu para o

CEDIDA

CARLOS PAREDES

Oriente; separaram-se um do outro” (Génesis 13.10-11). “Isso é o que o diabo mostra para todos, encarregando-se de mostrar coisas que despertam os nossos sentimentos, a nossa necessidade. Ninguém pode colocar a sua salvação em risco por causa de nada, nem de ninguém! Esta é a visão que têm as pessoas que são capazes de se separar das más amizades, de lutar contra o orgulho que há dentro delas... Quem tem a visão CEDIDA


5i

nacional

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

se algo está mal... ...mantenha-se bem!

u tipo

BISPO Júlio Freitas

Espírito do Senhor E

mbora os profetas e alguns reis de Israel tivessem recebido a unção de Deus, a vivência do Espírito em nós somente foi possível a partir da ascensão do Senhor Jesus. Durante o ministério terreno do Senhor Jesus, os Seus seguidores tinham experimentado apenas a presença do Jesus-Homem-de-Deus e Homem-de-Fé. Enquanto estavam na presença de Jesus, havia segurança, confiança e fé, mas quando Ele se ausentava da companhia dos discípulos, havia temor, dúvida e insegurança. Isso acontecia pelo simples facto de não terem ainda sido selados com o batismo do Espírito Santo, ou seja, não terem recebido o Espírito do Senhor. Em várias ocasiões, tais seguidores se mostraram débeis na fé e até covardes diante das circunstâncias. Mas, após ter o Senhor Jesus ressuscitado e soprado o Espírito Santo sobre eles, houve uma reviravolta nas suas vidas. Pedro, que até então tinha negado o Senhor Jesus três vezes, com medo dos judeus, tornou-se intrépido e corajoso para enfrentar até a morte na cruz de cabeça para baixo. Na verdade, o Espírito Santo é o substituto do Senhor Jesus e a Sua tarefa é convencer o mundo do pecado, da justiça e do juízo (João 16.8). É Ele o dirigente da Igreja do Senhor Jesus Cristo; é Ele quem revela o Senhor Jesus. Somente o Espírito Santo é capaz

de converter o ser humano ao Senhor Jesus. É Ele quem opera todos os frutos e todos os dons espirituais de Deus em nós, porque, uma vez habitando dentro de nós, torna possível que manifestemos o Seu caráter e o Seu poder diante da sociedade em que vivemos. O recebimento do batismo com o Espírito Santo é o selo da aliança com Deus. Quando a pessoa recebe o batismo com o Espírito Santo é como se ganhasse o diploma do curso que lhe dará o direito de exercer uma profissão. Assim acontece com os batizados com o Espírito Santo: eles passam a ter a condição espiritual para exercer o ministério da pregação do Evangelho do Senhor Jesus, expulsar os demónios, curar os doentes pela oração da fé, enfim, fazer exatamente o que o Senhor Jesus Cristo fez. O Espírito Santo não foi importante apenas para o Senhor Jesus, Ele é importante para todos quantos recebem a mesma unção que Ele recebeu. O Espírito Santo não estava mais presente com o Senhor Jesus que com os Seus verdadeiros seguidores batizados, não, pois também está escrito: “... porque Deus não dá o Espírito por medida” (João 3.34). O Espírito do Senhor é a Energia Eterna de Deus, a Sua Essência para a Sua Igreja pois, sem Ele, a Igreja é como um corpo sem vida ou como uma lâmpada apagada.

Deus é contigo e eu também!bispo Júlio Freitas / bispojulio.com PUB

de Deus, não espera que aquilo que é mau se separe dela, ela própria se separa”, esclareceu. “Habitou Abrão na terra de Canaã; e Ló, nas cidades da campina e ia armando as suas tendas até Sodoma. Ora, os homens de Sodoma eram maus egrandespecadorescontraoSENHOR” (Génesis 13.12-13). Por causa da visão espiritual, Abrão afastou-se do que era mau espiritualmente e foi para um

lugar onde aos olhos físicos não havia nada atraente, nada que chamasse a atenção. “Apesar de não ter nada que lhe garantisse o futuro, Abrão sabia que o facto de guardar a aliança dele com Deus lhe proporcionaria tudo o que ele precisava. Por isso, ele foi capaz de se afastar daquilo que os seus olhos físicos viam e que chamava a atenção”, disse o orador. “Isto é o que acontece dentro de cada

CdA Pontinha

um de nós. Ou somos Abrão ou Ló, isto é, ou nos deixamos atrair pelo que vemos e não nos conseguimos afastar daquilo, mesmo estando dentro do Centro de Ajuda, nos entregando a tudo aquilo que atrai e desperta os nossos sentimentos; ou, então, temos os olhos de Abrão e pensamos que nada daquilo que vemos nos atrai. As coisas do Espírito só atraem aqueles que conseguem ver o invisível, que é Deus”, concluiu.

5 DOMINGOS PELA VIDA COMPLETA DE 26 DE MAIO A 23 DE JUNHO

às 7H30 / 9H30 No CdA mais próximo de si!


6i

folha centro de ajuda

/ nacional

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

visite-nos em iurd.pt

Caminhada pela Família Pais e filhos ainda são a base de uma família na sociedade em que vivemos. É importante criar hábitos que promovam o convívio entre os membros da família e que se fortaleçam os laços entre eles CEDIDAS

REDAÇÃO

A

família é a célula-base que unifica toda a sociedade e, por esse motivo, na manhã do passado dia 11 de maio, o Parque da Quinta das Conchas encheu-se de famílias que quiseram aproveitar a ocasião para fortalecer os laços familiares, uma iniciativa organizada pelo Centro de Ajuda. Tão importante, e, ao mesmo tempo, tão menosprezada, a família mais do que um “porto de abrigo” tem sido também a origem de grande parte dos problemas que afetam as pessoas. Traumas, discussões, agressões e violência são algumas das questões que têm transformado a família numa fonte de desgraça, o oposto do objetivo para a qual foi criada.

Reatar laços perdidos Munidos de um Guia especialmente criado para a Caminhada da Família, com perguntas para fazer entre o casal, de pais para filhos e de filhos para pais, todos colocavam as questões delineadas para estabelecer o diálogo, orientado pela franqueza e pelo amor que unia os intervenientes. Pautada também pelos momentos de lazer, o ambiente que se recriou no decorrer da Caminhada foi bastante intenso, uma vez que se viam famílias verdadeiramente unidas pelo amor, alguns elementos a chorar de felicidade


folha centro de ajuda

7i

/ nacional

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

visite-nos em iurd.pt

Lisboa

CEDIDAS

Funchal

ou de arrependimento, e outros tantos abraçados pela harmonia que naquele preciso momento se recriava. Quem seguiu as orientações traçadas tirou os benefícios da Caminhada que se realizou um pouco por todo o país. Quem respondeu honestamente às questões tirou as suas próprias conclusões, reconhecendo onde deveria emendar-se e apercebendo-se de uma verdade incontornável: é impossível ser-se feliz a 100 por cento quando falta a harmonia familiar!

Funchal Centenas de pessoas aderiram à

Caminhada da Família no Funchal, percorrendo as diversas avenidas da cidade até ao Parque Santa Catarina. Todos percorreram juntos várias ruas do Funchal. em plena Festa das Flores, o que foi bonito, agradável e romântico para os casais. Todos se uniram neste propósito para que fosse expresso o verdadeiro significado de família. O convívio entre as mesmas foi notório, permitindo o diálogo e a troca de experiências entre os membros de cada uma. Este foi, sem dúvida, um dia marcante para todos os que ali estiveram presentes na companhia dos seus entes queridos. *Colaborou Nilza Vaz


8i

folha centro de ajuda

/ nacional

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

visite-nos em iurd.pt

NASCER DE NOVO

Palavra. Por esse motivo, mensalmente, centenas de pessoas são batizadas nos Centros de Ajuda de todo o país.

Deixar para trás uma vida centrada no “eu” e nas próprias vontades é o primeiro passo para quem quer abraçar uma nova existência

Mandamento A transformação exige uma entrega total e, como prova do seu despojamento, inúmeras pessoas decidiram assumir publicamente a sua fé em Jesus, tendo sido batizadas no Centro de Ajuda em Almada. Afinal, o batismo nas águas é um das

O batismo é uma das mais importantes decisões na vida do cristão

CARLA VAZ ■ cv.r@folhadeportugal.pt

F

omos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentreosmortospelaglóriadoPai,assim também andemos nós em novidade de vida” (Romanos 6.4). O batismo nas águas é uma das decisões mais importantes na vida de todo aquele que crê em Deus e vive de acordo com a Sua

mais importantes momentos na vida do cristão, não sendo um costume ou um ato religioso, mas sim um mandamento deixado por Cristo. Tendo, com certeza, este sido um dia inesquecível na vida de todas as pessoas que tomaram esta atitude de sepultar a “velha criatura” e de renascer para uma nova vida na presença de Jesus.

CEDIDAS

CENTROS deAJUDA em Portugal Continental e Ilhas GRANDE LISBOA

Póvoa Stº. Adrião

Rua General Alves Roçadas, nº 4

Benfica

Av. Gomes Pereira, nº 39A

Sede Internacional da Europa Rua Dr. José Espírito Santo, nº 36 - Chelas (próximo da estação de metro)

S. João do Estoril

Baixa da Banheira

Rio de Mouro

Montijo

Rua General Norton de Matos, nº 201

Setúbal

Av. Mouzinho de Albuquerque, nº 46

Rua Sacadura Cabral, nº 102C Calçada da Rinchoa, lt. B1

Torres Vedras

Edifício Choupal, bloco D, r/c

Estrada Nacional 11, nº 243 Rua da Indústria Corticeira, lt. 16E

S. J. da Madeira

Póvoa de Varzim

Viseu

Rua Vila Lusitana, nº 15 SUL

Portimão

Largo Comendador, nº 01

Avenida do Alentejo, nº 30, Quatro Caminhos

Amadora

Alhandra

Évora

Av. Comendador Abílio Seabra, entrada 7

Centro de Ajuda no Império

Caldas da Rainha

Rua Raul Proença, nº 25/27

NORTE

Rua Fernão Magalhães, nº 306

Almada

Matosinhos

CENTRO

Rua Dr. Brito Câmara, nº 33

Braga

Rua do Sota, nº 20

Coimbra

Açores / Ponta Delgada

Vila Nova de Gaia

Rua Capitão Mouzinho de Albuquerque, nº 105

Rua Heróis da Aviação, nº 2C

Santarém

Rua dos Combatentes, nº 10B

Cacém

Av. 23 de Julho, nº 14/ 16/18, Cova da Piedade

Mercês

Rua da Cordoaria, Qt. das Cordas, nº 42, Vale dos Gatos

Praceta da Fraternidade Universal, nº 28 A

Cruz de Pau

Av. São Sebastião (em frente ao cemitério dos Remédios)

Av. Villagarcia de Arosa, 1038

Av. Imaculada Conceição, 567

Rua da Rasa, nº 230

Paredes

Rio Tinto

Leiria

Rua Dr. João de Barros, nº 14

Rua Egas Moniz, nº 485

Av. D. Lourenço Peixinho, 181

Estrada Militar, s/n

Pontinha

Alameda D. Afonso Henriques, nº 35

Centro de Ajuda no Porto

Aveiro

Info: Aqui estão apenas apresentadas as nossas sedes regionais, mas existem mais de 110 Centros de Ajuda espalhados um pouco por todo o país. Para saber qual é o mais próximo de si vá a iurd.pt ou, então, ligue para a nossa linha amigo 24H.

Largo Gil Eanes, lt. A

Faro

Largo de São Sebastião, nº 10 ILHAS

Madeira / Funchal Rua da Boa Nova, nº 5


portugal ///

PORTO E VIGO VÃO TER LIGAÇÃO DIRETA

09 DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

folhadeportugal.pt

transportes

Comboios de diferentes épocas ajudam a economia portuguesa A

várias vozes de opiniões diferentes, sobre se se deve ou não apostar num investimento de tamanha envergadura, surgem outras apostas, mais pequenas, mas não menos importantes, na área ferroviária do país.

bdicar de uma ligação ferroviária pode prejudicar a economia de um país. A rapidez, comodidade e possibilidade de unir vários pontos com distâncias distintas fazem com que as Comboio direto entre Porto ligações de comboio sejam ainda hoje e Vigo imprescindíveis. As ligações de comboio diretas entre Em Portugal, a rede de caminhos de Porto e Vigo, que foram anunciadas no ferro desenvolveu-se tardiamente, mas final da última Cimeira Luso-Espanhola, ainda assim conseguiu-se espalhar por a 13 de maio, arrancam no próximo dia todo o território e hoje em dia assume as 01 de julho, avançou a Lusa, fruto de proporções que conhecemos, sendo que ao confirmação vinda de fonte oficial da longo dos anos parece ter vindo a perder CP. A mesma fonte acrescentou que os peso e importância. pormenores estão Assistimos a ser acertados A partir de 2016, à contínua e o tempo total de pelas empresas crescente utilização viagem entre o intervenientes dos automóveis Porto e Vigo será de no projeto, as particulares e portuguesas CP, uma hora e meia cada vez mais as responsável pelo autoestradas são mais necessárias do que serviço de transporte de passageiros, as linhas ferroviárias. Certo ou errado, o e Refer, encarregue da gestão da rede facto é que o comboio deixou de ser visto ferroviária, e as congéneres espanholas como um meio de transporte essencial e RENFE e ADIF, respetivamente. passou a ser secundário. Numa época em Fonte do ministério da Economia e do que a adoção ou não do TGV (comboio Emprego confirmou também, à Lusa, a de alta velocidade) em Portugal levanta previsão de duas ligações diárias diretas

-

Atualmente, o trajeto entre a cidade do Porto e Vigo leva cerca de três horas a realizar

D.R.

REDAÇÃO

em cada sentido, sendo que o objetivo é o de diminuir as mais de três horas de viagem atuais para cerca de duas horas. Já a partir de 2016, a fasquia aumenta e pretende-se que o tempo total de viagem entre o Porto e Vigo seja de uma hora e meia.

Atualmente, são efetuadas duas ligações diárias entre as duas maiores cidades do Norte de Portugal e da Galiza, as quais contam com 14 paragens pelo meio da viagem. Esta ligação será mantida e pretende-se, com a ligação direta, que haja uma melhoria do serviço internacional de

comboios que existe atualmente. Na XXVI Cimeira Luso-Espanhola, os dois países intervenientes assumiram ainda o compromisso de “agilizar os recursos disponíveis que permitiam finalizar a eletrificação de todo o trajeto até 2016”.

Comboio histórico regressa ao Douro -

D.R.

O comboio histórico liga Peso da Régua e o Tua

■ Entre 13 de julho e 05 de outubro, o comboio histórico vai percorrer os 46 quilómetros que ligam Peso da Régua e o Tua, no concelho de Carrazeda de Ansiães, numa viagem em que a paisagem predominante é o rio Douro e as vinhas, Património Mundial da UNESCO. Este ano, em vez da tradicional locomotiva vapor, os viajantes encontrarão uma composição a diesel, que vai permitir obter “custos inferiores aos da tração a vapor”, possibilitando “manter o produto ativo e potenciar a

sua continuidade futura de forma mais consistente e sustentada”, explicou o conselho de administração da CP, citado pela Lusa. Para além disso, devido não só a esta alteração como também à crise económica que se faz sentir em Portugal, a CP decidiu também reduzir o preço dos bilhetes de 45 para 35 euros.

Resultados negativos obrigam a alterações Ao longo dos anos, o comboio histórico tem tido resultados operacionais negativos, que a CP atribui “aos custos

A 13 de julho, a CP irá retomar as viagens de comboio histórico na Linha do Douro. Numa tentativa de reduzir os gastos com a locomotiva haverão algumas alterações de produção do comboio que lhe estão associados”. A receita tem chegado para cobrir os custos do funcionamento do comboio ao longo da época em que

Entre 2008 e 2012, os custos operacionais com o equipamento rondaram os 870 mil euros funciona, mas não consegue cobrir os custos de preparação da máquina no início de cada época, quando é

preciso fazer uma revisão geral a todo o equipamento. Entre 2008 e 2012, os custos operacionais com este equipamento rondaram os 870 mil euros, com um prejuízo para a CP de cerca de 370 mil euros. No final da época de viagens de 2011, a CP chegou a pensar no fim do comboio histórico do Douro, se não encontrasse parceiros para ajudar a financiar o serviço, mas acabou por optar por manter o serviço, devido à importância turística que representa para a região. Para tornar o produto sustentável, a

empresaqueradaptaralocomotivaavapor ao combustível diesel, abandonando assim o carvão, o que poderá acontecer já a partir de 2014. Para isso, está já a ser analisado o custo que a intervenção poderá representar, bem como as formas de apoio ao financiamento às quais a CP poderá recorrer. Segundo a CP, estão também a ser estudadas possibilidades de serem estabelecidas parcerias com diversas entidades, nomeadamente ligadas ao turismo e ao Douro, que possam contribuir para a sustentabilidade do comboio. rd


10

portugal ///

EM 2012 PAGOU-SE, EM MÉDIA, 10€ DE ÁGUA POR MÊS

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

folhadeportugal.pt

Um milhão de portugueses não tem água da rede pública

D.R.

sociedade

Em pleno século XXI, num país que pertence ao grupo dos ditos desenvolvidos, ainda há quem não tenha água da rede pública em casa. Os números ascendem a um milhão de portugueses REDAÇÃO

C

erca de 10 por cento da população portuguesa ainda não está ligada à rede pública de água, números avançados pelo presidente da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Saneamento (ERSAE) e divulgados pela Renascença. O presidente da ERSAE admite que uma das causas pela qual um milhão de portugueses não quer ter água da rede pública em casa é o aumento da fatura. “A questão do preço também tem o seu impacto e o aumento da fatura da água não ajuda a mobilizar as pessoas para se ligarem a essa rede”, afirmou Jaime Melo Baptista à Renascença, acrescentando que, tendo em conta os investimentos que têm sido feitos na rede pública, o valor da fatura da água em Portugal não é caro. Em 2012, os portugueses pagaram, em média, 10 euros por mês para ter água da rede pública em casa. Contudo, existem ainda as diferenças de preços que ocorrem entre os vários municípios do país e que, para Jaime Melo Baptista, são “inadmissíveis”.

Mais transparência Também a Quercus, associação

ambientalista, pede mais transparência no que diz respeito àquilo que acredita ser um quadro de privatização do setor, ainda que o ministério do Ambiente fale numa subconcessão do serviço. Carla Graça, coordenadora do grupo da Água na Quercus, exige esclarecimentos e lembra que o único dado conhecido é mesmo a disparidade de preços. “Fala-se no aumento das tarifas, mas não se fala mais nada. Pretendemos trazer este debate para o seio da sociedade civil e que isto seja, de facto, discutido de forma transparente e clara”, disse ao mesmo órgão de comunicação.

Investimento O concelho de Benavente apostou em investir num novo sistema de abastecimento de água, que vai abranger cerca de 30 mil consumidores. Três novas estações de tratamento de água (ETA), três reservatórios, três estações elevatórias, três novas captações e 23 quilómetros de condutas justificam um investimento de seis milhões de euros. Para além dos já referidos consumidores domésticos, as obras, financiadas por fundos comunitários e pela empresa Águas do Ribatejo, vão permitir abastecer também

D.R.

consumidores industriais de várias localidades do concelho de Benavente nomeadamente, Vale Tripeiro, Coutada Velha, Samora Correia, Porto Alto, Barrosa e Santo Estêvão. Segundo a Águas do Ribatejo, “este

Um milhão de portugueses não quer ter água da rede pública em casa por causa do preço é o maior investimento realizado no abastecimento de água na região, e as novas infraestruturas têm um horizonte temporal de 30 anos”, referiu a agência Lusa. Foram ainda requalificados sete reservatórios, a maioria dos quais com mais de 20 anos, e instalado um sistema de telegestão que permite o controlo à distância de situações anómalas, bem como respostas mais rápidas.

-

Em Benavente, um investimento num novo sistema de abastecimento de água vai abranger 30 mil consumidores

13 mil famílias deixaram de pagar créditos O número de famílias e empresas em incumprimento voltou a aumentar no primeiro trimestre de 2013 ■ Após uma fase de alguma estabilidade, o número de pessoas que não conseguem pagar os créditos voltou a aumentar nos primeiros três meses deste ano. Desde junho de 2012 que o número de clientes em incumprimento diminuiu durante um semestre, mas agora parece que a tendência se voltou a inverter. O forte aumento de impostos e,

D.R.

D.R.

consequentemente,ummenorrendimento disponível das famílias, pode justificar o facto de 13.355 clientes particulares terem deixado de pagar créditos, passando-se assim para um total de 692.603 famílias com prestações em atraso. No caso das empresas, o número de incumprimentos nunca foi tão elevado, atingindo já as 67.571, mais 2.560 empresas do que em dezembro de 2012. A Assembleia da República e o Banco de Portugal lançaram legislação para tentar travar o incumprimento bancário de empresas e famílias, estando, deste modo, os bancos obrigados, desde o

início deste ano, a apresentarem soluções de pagamento acessíveis aos seus clientes, bem como a detetarem precocemente situações de risco. No entanto, tendo em conta os dados divulgados pela Central de Responsabilidades de Crédito, estas medidas parecem não estar a ser

692.603 famílias com prestações em atraso suficientes para impedir novas entradas em incumprimento bancário. RD *COM ECONÓMICO


economia ///

11

100 MIL GARRAFAS PARA A RÚSSIA

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

folhadeportugal.pt

Exportação de vinho em plena força O vinho é um dos nossos melhores produtos, cuja qualidade é elogiada em todo o Mundo. Esta é uma das poucas indústrias portuguesas que ainda continua a crescer nas exportações

D.R.

referentes às importações. Na China, as dificuldades são outras, tratando-se do gosto dos consumidores somente pelos vinhos tintos e maduros. Na Europa também existem mercados que consomem os vinhos verdes da região de Felgueiras, a saber a Alemanha, a Noruega e a Suíça. Apesar de, segundo o presidente da CAF, a maioria da produção continuar a ser para o mercado nacional, a quota de mercado internacional tem vindo a subir. Esta cooperativa apresentado um equilíbrio financeiro em 2012, já que a sua faturação rondou os 2,6 milhões de euros, o que representa um volume de vendas de

JOÃO FILIPE ■ jf.d@folhadeportugal.pt

O

s vinhos portugueses estão a conquistar novos mercados, ou seja, as chamadas economias emergentes, como a China, o Brasil ou Angola, estão cada vez mais rendidas aos nossos vinhos. Em Portugal existem diversas qualidades de vinhos, em várias regiões, indo da produção dos vinhos tintos mais fortes, aos verdes e brancos de grande qualidade, contando-se ainda com os espumantes. A Cooperativa Agrícola de Felgueiras (CAF) tem uma produção de vinhos verdes, cujo principal destino é a Rússia, tendo as exportações para este mercado vindo a crescer cerca de 15 por cento e em 2012 a venda ultrapassou as

D.R.

100 mil unidades. O presidente da CAF declarou, à agência Lusa, que conta nos próximos três anos chegar às 500 mil garrafas, visto os consumidores russos serem grandes apreciadores dos vinhos brancos portugueses. Das marcas comercializadas pela CAF, que são três, os importadores russos preferem a mais cara. O presidente da CAF garantiu que a cooperativa que lidera, que já é a maior produtora de vinho verde do

país, está preparada para aumentar a sua produção, de forma a satisfazer a crescente procura dos seus vinhos.

Outros mercados Para além do mercado russo, também os EUA importam cerca de 150 mil garrafas anualmente. Já o Brasil e Angola têm-se revelado de difícil penetração, devido às burocracias

Os processos burocráticos em Angola e no Brasil dificultam a entrada dos vinhos lusos 6 milhões de euros. Na realidade, a indústria vinícola portuguesa continua a ser um dos motores das exportações portuguesas, tendo servido para o equilíbrio da balança comercial nacional.

D.R.

PUB


reportagem ///

12

CRIANÇAS PASTORAS COM APENAS 5 ANOS

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

folhadeportugal.pt

Maioria das crianças trabalhadoras está na agricultura Segundo um relatório, 60% das crianças que trabalha fá-lo na agricultura, sendo que com cinco anos já tomam conta de rebanhos

-

O trabalho infantil no pastoreio pode começar muito cedo, entre os cinco e os sete anos

D.R.

D.R.

CARLA VAZ ■ cv.r@folhadeportugal.pt

U

m relatório da agência das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) concluiu que pouco se conhece sobre o envolvimento das crianças na agricultura, visto a sua participação ser comum tanto cultural, como tradicionalmente. Apesar de reconhecer que a participação na agricultura pode ser um fator normal do crescimento, desde que em tarefas adequadas à idade, que não tenham riscos para a saúde e que não interfiram com o tempo necessário para estudar e brincar, a FAO sublinhou que muito do trabalho das crianças na pecuária pode ser classificado como trabalho infantil. “É provável que seja perigoso, que interfira com a educação da criança e que seja prejudicial à saúde e ao desenvolvimento físico, mental, espiritual, moral ou social”, refere o documento intitulado “Trabalho infantil na pecuária”.

D.R.

D.R.

Pecuária Baseado em pesquisa bibliográfica e na consulta junto de organizações e especialistas, o documento mencionou “uma série de estudos de caso” tratados em países específicos que demonstram que o trabalho infantil no pastoreio “pode começar muito cedo, entre os cinco e os sete anos”. Tendo a

A FAO diz que muito do trabalho das crianças na pecuária pode ser classificado como trabalho infantil FAO expressado uma “particular preocupação com o facto de algumas crianças serem traficadas dentro do país ou para outro país em atividades (forçadas) de pastoreio”. Variam bastante as condições de trabalho das crianças que pastoreiam o gado, adiantou ainda o relatório, segundo o qual algumas crianças podem fazê-lo algumas horas por semana sem deixar de frequentar a escola, mas outras passam dias seguidos naquela atividade, às

vezes longe de casa e sem qualquer possibilidade de escolaridade. “Em muitas situações, a natureza do trabalho das crianças na pecuária dificulta a frequência da escola formal e os riscos e as condições envolvidos tornam-no a pior forma de trabalho infantil”, explicou o relatório, o qual exemplificou com os riscos de doenças relacionadas com animais, problemas de saúde devido aos longos horários de trabalho em condições extremas ou o uso de químicos, para além dos fatores psicológicos associados ao medo dos castigos dos empregadores e ao sentimento de responsabilidade com o capital familiar.

Respeitar e proteger “A redução do trabalho infantil na agricultura não é apenas uma questão de direitos humanos, já que também contribui para promover a verdadeira sustentabilidade do desenvolvimento rural e da segurança alimentar”, declarou Jomo Sundaram, adjunto do diretor-geral do Departamento de Desenvolvimento Económico e Social da FAO. Para este responsável, “a crescente

importância da pecuária na agricultura significa que os esforços para reduzir o trabalho infantil devem concentrar-se, sobretudo, nos fatores que conduzem a trabalhos prejudiciais ou perigosos para as crianças e, ao mesmo tempo, devem respeitar e proteger os meios de subsistência das famílias rurais pobres”, sublinhou Sundaram. Um dos setores agrícolas de maior crescimento, a pecuária representa 40 por cento da economia agrícola e é uma fonte de rendimentos e de segurança alimentar para 70 por cento dos 880 milhões de pobres no mundo rural que vivem com menos de um dólar por dia, esclareceu a FAO. Por isso, a organização apela à academia que faça mais estudos sobre esta realidade e recomenda aos governos que apertem a malha legal para diminuir o trabalho infantil na pecuária. Já às associações de produtores, patrões e trabalhadores, a FAO pede empenhamento na sensibilização das populações e às empresas e multinacionais exige que garanta que não há crianças envolvidas em trabalho infantil nas suas cadeias de abastecimento. *Com Lusa


PUB


14

bem-estar ///

O FEIJÃO EVITA O DESENVOLVIMENTO DE CÉLULAS CANCERÍGENAS folhadeportugal.pt

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

Descubra os segredos para viver mais e melhor a sua vida prolongada. ➜Grãos e sementes: a fibra protege contra a diabetes, as doenças cardíacas, alguns tipos de cancro e a obesidade, podendo ainda diminuir o colesterol e controlar a pressão arterial. ➜Chá verde: uma bebida repleta de antioxidantes que auxiliam no melhor funcionamento do corpo. ➜Chocolate: os flavonoides presentes no cacau podem aumentar o seu tempo de vida. ➜Menos carne vermelha: o consumo diário conduz a uma drástica diminuição da idade média de vida. ➜Carne branca: quem come mais carne branca (frango e peru) apresenta menor risco de morte por ataque cardíaco. ➜Milho,feijão,carnedeporco,hortaliças

e frutas: presentes nas refeições diárias costa-riquenhas e que ajudam a ter o dobro de hipóteses de chegar aos 90 anos. ➜Salmão e atum: ricos em ómega-3, ajudam a combater inflamações perigosas que prejudicam o funcionamento do organismo.

os vegetais e o tofu, ajuda a controlar o peso e a aumentar a longevidade. ➜Comida mediterrânea: azeite, nozes, frutas, legumes, peixe e vinho tinto são responsáveis por corações mais saudáveis e ajudam a prevenir a doença de Alzheimer. ➜Comida nórdica: na famosa dieta escandinava, as refeições são compostas por repolho, pão, Nas mulheres, o consumo de alho reduz a centeio, raízes, farinha de aveia hipótese de desenvolver e peixe, elementos nutritivos cancro do colo do útero que podem ser benéficos para a qualidade de vida e a longevidade. ➜Alimentos orgânicos: têm mais ➜Comida caseira: um estudo da vitaminas e minerais do que os universidade de Cambridge revelou que alimentos normais. quem come comida caseira, no mínimo ➜Comida japonesa: cientistas defendem cinco vezes por semana, pode viver mais que a dieta japonesa, onde abunda o peixe, 10 anos. Fonte: site Idade Maior

-

Para quem sobreviveu a um ataque cardíaco, o consumo de chocolate, no mínimo, uma vez por semana, ajuda a aumentar em 44% as hipóteses de viver mais 8 anos

D.R.

PUB

BOLO DE CENOURA COM MORANGOS

F

CULINÁRIA

A

o longo dos tempos, muitos têm sido os cientistas que têm vindo a comprovar os benefícios para a saúde relacionados com a ingestão de determinados alimentos. Por isso, deixamos-lhe aqui algumas dicas para atingir uma maior longevidade: ➜Brócolos, uvas e salada: diversas investigações demonstraram que estes três alimentos ajudam a prolongar a vida. ➜Frutos vermelhos: aumentam a imunidade do organismo e diminuem o risco de perda cognitiva em pessoas idosas. ➜Alho: impede a formação de substâncias cancerígenas no corpo. ➜Azeite: protege a saúde cardíaca e o cérebro. ➜Couve e nabo: uma pesquisa descobriu que as mulheres que introduziam na sua dieta estes dois

alimentos apresentavam um risco de morte menor, se viessem a desenvolver cancro da mama. ➜Abacate: reduz os níveis de LDL, o mau colesterol, enquanto eleva o HDL, o colesterol normal. ➜Tomate: o licopeno presente na sua composição é um forte aliado na luta contra o cancro. ➜Feijão: observações feitas com idosos australianos, japoneses, suecos e gregos revelaram que as pessoas que comem 20g de feijão por dia tem mais oito por cento de hipóteses de verem

D.R.

CARLA VAZ ■ cv.r@folhadeportugal.pt

D.R.

Sempre se ouviu dizer que o que comemos influencia o nosso bem-estar e contribui para nos mantermos saudáveis. E se lhe dissermos que também o/a ajudará a viver melhor e durante mais anos?

Ingredientes:

Preparação: Numa tigela, colo-

—100g de cenoura ralada — 25g de amêndoa ralada/triturada — 1 ovo — 100g de açúcar — 1 colher de chá de gengibre em pó — 1 colher de chá de canela — 1 colher de chá de essência de baunilha — 1/2 colher de chá de fermento em pó — 1/2 colher de chá de bicarbonato — 75g de farinha —1/2dl de óleo de amendoim

que as amêndoas trituradas, a cenoura ralada, o ovo e o açúcar. Misture bem e junte o óleo.
Noutra tigela, envolva a farinha e o fermento com a canela, o gengibre, a baunilha e o bicarbonato.
Junte a mistura da farinha com a mistura da cenoura.
Unte uma forma com manteiga e pão ralado, acrescentando o recheio. Leve ao forno a 170ºC, durante 45 minutos.
 Para fazer a cobertura, coloque uma caçarola com todos os ingredientes em lume brando, mexendo sempre até engrossar.
Quando o bolo estiver pronto e frio, cubra-o com o chocolate ainda quente.
Decore com morangos.

Para a cobertura:

— 1/5 tablete de chocolate para culinária — 1 colher de sobremesa de manteiga — 2 colheres de sobremesa de açúcar — 6 colheres de sopa de leite


o

15

lhar feminino /// TENHA EM ATENÇÃO A HORA E O LOCAL

DOMINGO ■ 26 de maio de 2013

folhadeportugal.pt

D.R. D.R.

D.R.

D.R.

dia é dos noivos, por isso tente nunca chamar mais a atenção do que eles.

D.R.

O que usar num casamento?

-

D.R.

D.R.

D.R.

Maio e junho são assumidamente a altura dos casamentos e, como tal, surge uma grande preocupação: o que é que vai vestir?

REDAÇÃO

S

e o convite que recebeu não tem indicação do dress code, como por exemplo, black tie, white tie, formal ou informal, tente saber junto dos noivos quais serão as caraterísticas do evento. Deverá também sempre considerar e ter em atenção a hora e o local da cerimónia. Se for uma cerimónia informal, antes das cinco da tarde, deve optar por um vestido curto ou tailleur; se for formal, opte por um vestido de cocktail mais sofisticado e pode conjugar com chapéu e crónica

luvas. No caso de uma cerimónia depois dessa hora e se for um evento informal, deve optar por um vestido cocktail; se for formal ou black tie deverá ir de vestido comprido ou vestido cocktail mais sofisticado. Poderá também ser uma

ou comprido com cauda. Relativamente ao local, deverá ter em consideração se a cerimónia vai ter lugar numa igreja. Se for esse o caso, tente não ir com decotes profundos e procure ter os ombros e a zona do peito tapada.

Se for uma cerimónia informal, antes das cinco da tarde, deve optar por um vestido curto ou tailleur

A escolha do look: o mais importante é conhecer o seu corpo, realçar as partes que mais gosta e camuflar o que menos gosta, tendo sempre em consideração o seu estilo pessoal. Opte por um look sofisticado e não demasiado sexy, nem extravagante. O

cerimónia white tie ou ultra-formal, neste caso opte por um vestido de baile

Vivi Freitas

“A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro, um, a cada um segundo a sua própria capacidade...” palavra capacidade resume aptidão, que é a qualidade de estar apto, inclinado, disposto... Então, se eu me coloco à disposição, com certeza, encontrarei talentos que aprimorarei e me tornarei capaz. Perante a responsabilidade, um servo recebeu cinco talentos e saiu imediatamente. Isto só faz quem está disposto e tem objetivo, veja como uma oportunidade e tenha prazer em servir. Só não sai de imediato, aquele que pensa: “ai, vai custar-me muito; não sei; vou pensar como fazer...” Não! Ainda que erre, quem tem objetivos, sai para a descoberta! Quer desenvolver o talento. E esta disposição vai ao encontro do orgulho que a faz temer, da sua inibição. A pessoa disposta está pronta a encarar o desafio. Tanto aquele a quem foram dados cinco talentos, como dois, os multiplicaram. O que eu

tenho, vou multiplicar! À medida que nos dermos, vamos receber. “Mas o que recebera um, saindo, abriu uma cova e escondeu o dinheiro do seu senhor”. Acredita que vejo isto em muitas pessoas dentro da Igreja? Têm vergonha e medo de agir a sua fé. Os que receberam cinco ou dois talentos criam em si mesmos e que Deus lhes outorgou aquela responsabilidade. Já o que recebera um talento, não! Duvidou, achou que o seu senhor era mau, que cobrava muito. Tinha maus olhos para com o seu Senhor! Quando o servo está à disposição, não tem maus olhos para com o senhor, mas sente-se honrado por ter recebido os seus talentos. E, por conseguirmos multiplicar de imediato, a nossa capacidade aumenta.

Acessórios: os acessórios são ótimos para conseguir conjugar o mesmo vestido para diferentes cerimónias e eventos que tenha. No caso dos sapatos, escolha um modelo confortável, pois estará muitas horas em pé e, possivelmente, a dançar. Já em relação a colares, brincos, relógios e pulseiras, estes deverão ser de acordo com o estilo do vestido, o seu decote e o penteado que escolher. As echarpes são um acessório chave para casamentos, pois podem dar um toque mais glamoroso ao look, bem como protegem os ombros no caso de vestidos decotados e cai-cai (obrigatório no caso de uma cerimónia na igreja). Cabelos e maquilhagem: se tiver possibilidade, opte por um serviço profissional, para garantir um look perfeito até ao final da festa. Fonte: mulher.sapo.pt

visite: vivifreitas.me

Talentos(parte 2) “À medida que nos dermos, vamos receber”

Cores: em relação às cores, a regra nº1 é nunca utilizar branco, tradicionalmente é a cor da noiva. Se for uma cerimónia diurna, evite utilizar o preto, cores mais sombrias e brilhos. As echarpes são um acessório chave para casamentos

O servo fiel, para entrar no gozo do seu Senhor, é aquele que desenvolve, principalmente na sua parte espiritual. Quem quer que seja, se não desenvolve além do “fazer”, mesmo sendo bem remunerado no que faz, deixa a desejar... Esconde-se; tem medo, é tímido e covarde, sente-se incapaz de falar com outras pessoas, compara-se com os demais, quer dizer, não vive a fé! Quem vive pela fé, é justo para Deus. É aquele que sai imediatamente para negociar. Quem vive pelos sentimentos, nada faz além de pensar, ter maus olhos e basear-se nas emoções, que não lhe trazem nenhum benefício, mas que a mantêm aprisionada. E existe o tempo da colheita! O senhor daqueles servos ausentou-se, por um tempo... Perceba que Deus dá responsabilidades às pessoas, mas Ele não é severo. Simultaneamente, dá

um tempo para desenvolvermos. Somos nós que nos capacitamos e nos fazemos escolhidas, quando nos colocamos à Sua disposição, quando damos valor ao pedido do nosso Senhor. Desde que recebi o Espírito Santo, passei a ter um compromisso com Ele. E isto estava acima de qualquer desejo. O meu prazer não estava em satisfazer a minha vontade, mas a de Deus. E, à medida que me fui dando, também fui recebendo e conhecendo o meu Senhor. Quando O conheci como o Senhor bom, que quer o meu bem, eu investi n’Ele, e, hoje, o que conheço de Deus é magnífico! Muito além do dia em que fui batizada com o Espírito Santo. Há muitas pessoas que dizem: “quando era obreira, quando estava ativa na fé, mas fui esmorecendo...”. Isto porque não multiplicou o seu talento, não o desenvolveu, mas escondeu-o. Não se empenhou na valorização da sua alma. Quando se desenvolve a parte espiritual, automaticamente, todas as demais áreas da nossa vida, tendem a desenvolver.

Continua...


odestaque folhadeportugal.pt

Semana de 26 de maio a 02 de junho

Agenda

Siga-nos no facebook

Semanal

EDIÇÃO Nº 492 ■ DOMINGO, 26 de maio a 01 de junho de 2013

Estamos abertos 7 dias por semana, em 110 localidades espalhadas por todo o país e ilhas 

Tem somado fracasso atrás de fracasso? Vivido acomodado/a ao pouco que tem com medo de o perder? Acha que a sua sina é contar tostões?

(moradas na pág. 8i)

7 dias para mudar a sua vida!

Que tipo de vida tem sido a sua?

D

O MEU MILAGRE 7H30 / 9H30

Sessão do Desbloqueio - 15H Mulheres e Homens Sábios - 18H

2ª Conquistas Financeiras

Sucesso e desenvolvimento da sua empresa, casos na Justiça, pagamento de dívidas, desemprego, imigração...

Saúde Restaurada

Doenças, dores, problemas de saúde persistentes...

Cura 4ª Interior

Desenvolva a sua vida espiritual e força interior, através da leitura da Palavra de Deus...

Família e 5ª Casamento

D.R.

D.R.

Orientação para a resolução de conflitos familiares...

CARLA VAZ ■ cv.r@folhadeportugal.pt

C

ada vez mais pessoas têm respondido afirmativamente a estas questões, usando a crise como desculpa para a vida acomodada e, por vezes, até miserável que têm. Mas será

que a culpada é mesmo a crise financeira vivida atualmente? Não, porque mesmo que as dificuldades para conseguir arranjar trabalho ou ganhar um salário decente sejam maiores, nada é impossível para aquele que crê em Deus e, sobretudo em si mesmo.

Prosperidade Está desempregado/a? A sua família tem passado fome? Não tem dinheiro para pagar as

contas? Está a afundar-se num mar de dívidas? Se respondeu que sim, então, chegou o momento de agir e de colocar a sua fé em prática Agarre a oportunidapara que possa de de ter a vida vir a usufruir da com que sempre vida que Deus tem sonhou planeada para si.

Nos próximos domingos venha celebrar não a vida que já tem, mas sim aquela que quer ter! PUB

Limpeza 6ª Espiritual

Má sorte, maldições, energia negativa, insónia, pesadelos, inveja, bruxaria...

S

Terapia do Amor 19H

Problemas sentimentais, falta de diálogo no relacionamento, discussões...

Casos perdidos - 8H

Problemas que aos olhos humanos já não têm solução...

Força Jovem - 15H

Um encontro direcionado para os mais jovens...

REUNIÕES DE SEGUNDA A SEXTA 7H, 10H, 12H, 15H E 20H

(em todas temos disponível aconselhamento espiritual) SEDE INTERNACIONAL DA EUROPA - LISBOA Rua Dr. José Espírito Santo, nº 36 - Chelas (próximo da estação de metro) CENTRO DE AJUDA - PORTO Rua Egas Moniz, nº 485 - Porto Ou no centro de ajuda mais perto de si:

S erviço 24 horas


Folha de Portugal - Edição nº492