Page 1

FUNDADOR: J.C. GUTIERREZ DIRETORA RESPONSÁVEL: ACÁCIA GUTIERREZ

1 A 7 DE SETEMBRO DE 2017 Ano XVII * Nº 674

AV. MARIA LUIZA AMERICANO, Nº 947 TELEFONES: 2748-0418 / 2749-0663 rededejornaisleste@terra.com.br

Divulgação

Itaquera tem Bandeira

P

or iniciativa do itaquerense Prof. Dr. Marco A. Stanojev Pereira, com o apoio da ACEMI – Associação dos Comerciantes, Empresários e Moradores de Itaquera, sob a presidência do empresário Francisco Roldan Pereira, foi criada e oficializada pelo projeto Lei nº. 16.596 de 15 de Dezembro de 2016, a bandeira e os escudos dos quatro distritos que compõem o bairro de Itaquera. Página 5

*Cervejas *Vinhos *Espetinhos *Bebibas diversas

Disk Entrega

(11)

R$

2741-1884

39 ,90 Jantar


2

Itaquera em Notícias

Anuncie: 2748-0418

EDITORIAL

PONTO DE VISTA

Meritocracia em questão As discussões mais acaloradas em torno de defender ideologias e atitudes de direita ou esquerda, conservadoras ou anárquicas, e todas as suas vertentes e possibilidades, colocam em xeque qual o sistema que traz chance e presenteia o mérito às pessoas. De fato, esquerdistas afirmam é que é preciso reequilibrar o senso de justiça em um país tão desigual, direitistas afirmam que políticas assistenciais não devolvem o mérito, mas contamina uma geração inteira de pessoas beneficiadas por recursos públicos e que afogam o país ainda mais em dívidas impagáveis. Até aqui

nada surpreende e, longe de chegarmos a uma conclusão, é sabido que nenhum regime é perfeito e nenhum totalmente desastroso. Em muitas dessas conversas, sejam em redes sociais, em salas de aula, em grupos de intelectuais ou no bar, o termo meritocracia (ter direito ao mérito) é classificado como critério para definir qual o sistema mais justo. Bem, conservadores acusam de que a estratégia da esquerda é contra o mérito, a esquerda acusa a direita de que não há mérito algum em colocar para competir pessoas com origens tão diferentes. Notório é o fato de que a meritocracia puramente conceituada não

ARTIGO

pode ser considerada viável. Não há mérito em nascer em um ambiente de milionários, como não há demérito, ou seja, falta de mérito, em nascer em um ambiente pobre. Simplesmente este conceito de meritocracia está ultrapassado, pois a forma de se medir o quanto um cidadão poderá atingir voos em sua vida é peculiar a cada um. Descartado o mérito como dividendo de opiniões, é preciso pensarmos em novas formas de questionar regimes políticos e conceitos a serem traçados. Que se abram as mentes e se escrevam as novas páginas da política nacional. Humberto Pinho da Silva

A influência da casa paterna

Disse o grande pedagogo Ribeiro Sanches, na “ Cartas Sobre Educação da Mocidade”, que: “ O povo não faz boas nem más ações, que por costume e por imitação.” E disse bem: somos o que somos porque vivemos em determinada época, influenciados pelo que ouvimos e vemos; movidos pelas atitudes e comportamentos, que presenciamos ao longo da vida, mormente na infância. Em “ Psychologie de l’Opinion et de la propagande politique” – Paris, 1927 – Jules Rassak, confirma o que assevero: “ As impressões recebidas na casa paterna, a recordação da sua maneira de viver, das suas opiniões e dos seus atos, subsistem no subconsciente e exercem influência sobre o estado consciente. “ Mesmo as pequenas impressões sentidas, os acontecimentos insignificantes, as peças de teatro, as leituras etc., não são esquecidas, persistem no subsolo da nossa alma, e

influenciam a nossa vontade e o nosso pensamento.” Essa influência, é – apesar dos malefícios da globalização, – notória, se compararmos a sensibilidade de vários povos. É essa influência, que faz, que povos, que vivem em territórios ricos, vegetem numa quase miséria, enquanto outros, que habitam em terras pobres, prosperem. Recordo, que, quando o ciclismo estava na berra, e os operários deslocavam-se de bicicleta – em meados dos anos cinquenta, – ver pelotões de trabalhadores, subirem a avenida da minha terra, em competição. Todos queriam ser: Camisola Amarela! E o mesmo acontece com a “ vocação” de muitos adolescentes, durante o Campeonato Mundial de Futebol. Todos desejam ser jogadores! Basta dizerem que está na moda: o ioiô, e todas as crianças querem ter um. Recordo a coqueluche do hola-hupe, do cubo mágico, da pulseira magnética…e presentemente

POLÍTICA

do pokémon go. Dizem: estar na moda, e isso basta para que todos comprem; para que todos usem. Até na literatura, e na música o “fenómeno” acontece! O livro é vendido, não pelo valor da obra ou utilidade; mas, devido à eficiente propaganda; e o mesmo sucede à música. Concluindo: se temos a sociedade que temos, é devido à educação que transmitimos aos filhos; às escolas que temos; e a conceitos que inculcamos às crianças, desde o berço. Como queremos sociedade mais justa, se todos – ou quase todos, – damos o mau exemplo de obter tudo com o “ jeitinho”; se corrompemos, o semelhante, com dinheiro; e as nossas condutas são deploráveis! Os jovens, são, em regra, a educação que recebem, como disse Rassak. “ As impressões recebidas na casa paterna… influenciam a nossa vontade e o nosso pensamento.” Júlio César Cardoso

A democracia não pode degenerar em anarquia

Assistimos, na tribuna do Congresso Nacional, ao revezamento de parlamentares da esquerda festiva, que empregaram o seu tempo para protestar contra a convocação das Forças Armadas para pôr ordem em Brasília, onde baderneiros de tendências nitidamente esquerdistas desembarcaram para subverter a ordem e atacar de forma covarde os prédios públicos, pondo em risco a vida de pessoas. O que houve na capital federal foi a desmoralização da democracia, patrocinada pelos anarquistas dos partidos de esquerdas, que não engoliram até hoje o impeachment constitucional da incompetente, e agora implicada na Lava-Jato e JBS, Dilma Rousseff. Assim, a transgressão das regras democracia por manifestantes baderneiros não encontra razoabilidade no espírito democrático de nação civilizada. O direito democrático de se manifestar de forma civilizada tem amparo em nossa Constituição. Agora, a ação anárquica daqueles que subvertem a ordem e partem para a agressão de cidadãos e dos bens públicos deve ser repelida não só com a veemência da lei, mas também com o emprego moderado do aparato militar.

Ed. 674 * 1 a 7 de setembro de 2017

Deste modo, causa perplexidade que parlamentares e sectários de partidos de esquerda venham de forma hipócrita e demagógica defender os baderneiros e condenar a convocação das Forças Armadas, fazendo conotações rasteiras ao período do governo militar. Jamais Brasília foi palco de tamanha selvageria, tendo os seus prédios públicos danificados e saqueados por bandos de militantes vermelhos, que não respeitam o Estado Democrático de Direito. Não se pode aceitar que a democracia degenere em anarquia. As Forças Armadas têm que ser acionadas sempre que o país ficar incontrolável, como se encontrava Brasília, em 24/05/2017. E é pena que o pusilânime governo Temer tenha se acovardado diante das críticas sofridas, mormente pelos sectários esquerdistas e resolvido recuar, mandando suspender a presença das Forças Armadas nas ruas de Brasília. O Brasil continuará ingovernável se não houver uma ampla reforma política já, para que esteja em vigor nas próximas eleições gerais, em outubro de 2018, e na qual os interesses maiores do Brasil, da sociedade enfim, prevale-

çam em relação aos interesses políticos. Sem uma ampla reforma política, o Brasil permanecerá mergulhado em crises política, social e econômica, que atrapalham a retomada do crescimento e a volta dos empregos, que hoje representam quatorze milhões de desempregados. Portanto, antes de se pensar em eleição direta intempestiva, dever-se-ia preocupar com a reforma política já, que contemplasse, entre outras coisas, por exemplo, para as eleições de 2018, a candidatura somente de gente nova – nem os atuais e nem os ex-políticos -, a revisão constitucional para (1) a extinção da reeleição, dos privilégios de foros e da prerrogativa de o presidente da República indicar os ministros dos tribunais superiores (STF,STJ,TST,TSE,STM), os quais deveriam ser pinçados dos próprios quadros do Judiciário e submetidos à aprovação do Senado; (2) a instituição do voto facultativo, do sistema distrital puro de eleição e da candidatura avulsa sem vinculação partidária; e (3) para a redução drástica de partidos políticos e da quantidade de parlamentares no inchado Congresso Nacional e nos demais legislativos.

Pedro Cardoso da Costa

Um mandato literalmente perdido O Brasil já estava na UTI quando os candidatos Aécio Neves e Dilma Rousseff se degladiavam para assumirem a Presidência da República, cada um prometendo mais do que o outro fazer deste país o mais desenvolvido do mundo. A presidente, apenas com a continuidade do céu de brigadeiro em que se encontrava o país em suas mãos; o outro, após a permanência dela por dois mandatos. Dilma Rousseff levou a melhor. O primeiro poste de Lula continuaria fincado. Como profetizara, fez o diabo e se reelegeu. Nem tomou posse direito e começaram as denúncias de abusos e a corrida pelo impeachment. Caiu. Mas, antes, o país ficou parado por quase dois anos nesse processo para se livrar de uma presidenta, que entrará para a história pela incapacidade de articular uma frase coerente e racional com mais de três palavras. Enquanto iam crescendo as chances de cair, os seus fiéis aliados de outrora iam se afastando. O mais fervoroso articulador de sua queda, por motivos óbvios, foi o seu vice-presidente, de cuja fidelidade fora antes muito enaltecida por ela mesma. Alçado constitucional-

mente presidente, Michel Temer não respirou. Vice de um poste não poderia ser lá essas coisas. Primeiro, alguns dos seus ministros e auxiliares começaram a cair como pedras de dominó. Tornaram-se frequentes as “relotações” da Presidência da República para a Penitenciária da Papuda. Uma denúncia atrás da outra, por óbvio não demoraria chegar ao próprio Presidente. O empresário Joesley Batista jogou a pá de cal, com a gravação de como se preside a República brasileira. Daí em diante não se falou mais de outra coisa. O presidente da República conseguiu o ineditismo de, no exercício do mandato, ser denunciado por crime comum pela Procuradoria Geral da República. Para se defender, o presidente foi à “feira” em Brasília. Já eram conhecidas a da madrugada em São Paulo e do Saara no Rio de Janeiro. Nelas, os produtos são de segunda, na de Brasília, talvez de terceira. Lá se vendem e se compram deputados federais, que já são pagos pela população por um trabalho que não realizam. O pagamento vem em forma de emendas parlamentares “impositivas”; pelos malfadados cargos comissionados para

OPINIÃO

apaniguados e outros meios similares. Por enquanto, as grandes realizações presidenciais foram tapar a visão das entradas dos palácios com jarros enormes de plantas e colocar misturador de voz nos ambientes internos. Afinal não se pode saber quem entra nos palácios presidenciais na alta madrugada e, muito menos, o que conversam. Não por acaso, entram empresários e saem bandidos. Explica-se: no início das justificativas da conversa com Joesley Batista se dizia que o presidente recebia todo mundo na Presidência, sem agenda, sem hora marcada. Estava de portas abertas. Não entrava quem não queria. Depois da gravação, a “feira” de Brasília percebeu que o presidente recebera um “bandido” e não um empresário. E mais dois anos se vão sem nenhuma obra relevante. Existe apenas uma reiterada tentativa de denegrir a imagem da Polícia Federal, da Justiça Federal e do Ministério Público Federal, instituições que ainda trazem alento aos brasileiros pelos relevantes serviços prestados à Nação, especialmente contra essa casta que pretende continuar dilapidando o país impunemente. João Baptista Herkenhoff

13 de agosto, Dia do Encarcerado Gosto muito das expressões populares. Exprimem idéias que, às vezes, seria extremamente difícil traduzir em linguagem acadêmica. Para definir uma tarefa impossível há duas expressões que dão a medida da criatividade do falar comum: “enxugar gelo” e “dar nó em pingo d’água”. Multiplicar prisões, cada vez mais modernas, cada vez capazes de abrigar maior quantidade de presos é “enxugar gelo”. Aumentar a severidade das penas, prender cada vez maior número de transgressores da lei ou supostos transgressores da lei é “dar nó em pingo d’água”. Diante dessas afirmações poderá o leitor indagar, perplexo: mas então o que fazer? Deixar a população à mercê dos bandidos? Soltar os presos e encarcerar os moradores em suas casas ou apartamentos? Nada disso. O dilema colocado é um sofisma. A reflexão sobre o tema é bastante oportuna no Dia do Encarcerado ou em data próxima. Construir prisões e mais prisões, agigantar a população carcerária é até pior que enxugar gelo porque não se trata apenas de um caminho ineficaz. Na verdade, colocar multidões de indivíduos na prisão contribui para aumentar a criminalidade porque a prisão gera o crime. O encarceramento deve ficar restrito a réus de comprovada periculosidade. Milhares de pessoas que estão, neste 13 de agosto, atrás das grades, deviam estar em liberdade. Os presos realmente perigosos constituem pequena parcela da população carcerária. O que há é muito preconceito, discriminação, estigma injusto, percepção da gravidade dos

crimes segundo a ideologia da classe dominante. O ladrãozinho deve ir para a cadeia, o banqueiro desonesto merece as homenagens da lei. Se essa política de prender a torto e a direito continuar, em futuro próximo os presos perigosos poderão alcançar um percentual assombroso. Não digo isso de oitiva. Fui juiz criminal durante muitos anos. Quando me refiro a essa vivência profissional, os que se opõem a minhas teses podem retrucar que fui juiz em outra época. Sim, fui juiz em outra época, mas os problemas enfrentados não me parecem tão diferentes hoje. Machado de Assis, num conto magistral (O alienista), narra a história de um médico, Dr. Simão Bacamarte, que funda a Casa Verde para internar doentes mentais. Começa internando pessoas realmente enfermas mas que estavam sendo muito bem cuidadas em sua própria casa. Depois vai internando, um a um, os indivíduos que ele supunha loucos. Acaba internando quase toda a cidade. Ainda não estamos neste ponto de encarcerar culpados e inocentes aos milhões, ressalvando uns poucos indivíduos para livrá-los da Casa Verde. Mas a verdade é que se prende demais. No Brasil chega-se ao absurdo de existir (na prática, não na lei) a chamada “prisão correcional” (prisão por tempo inferior a 24 horas), como se a prisão pudesse corrigir. A Polícia aprisiona e a Justiça com muita facilidade chancela as prisões, com apoio da opinião pública, equivocada na sua ideia de que está protegida contra a violência, se as cadeias estiverem lotadas. O que acontece é exatamente o oposto. O batedor de

carteira, que é preso hoje, não furtará nos próximos dias ou meses. Estará fora de circulação, como se diz, mas quando sair da prisão daqui a um ano terá aprendido que assaltar com uma arma na mão tem mais eficiência que bater carteira. Lembro-me de um batedor de carteira que interroguei. Desculpando-se do que fizera, ele disse que não bateu a carteira propriamente. A carteira estava caindo do bolso da vítima, que viajava de ônibus sentado no banco vizinho ao dele. Ele apenas, segundo suas palavras, recolheu a carteira que ia cair no chão. Eu o coloquei em liberdade, dando-lhe muitos conselhos e advertindo-o no sentido de que não “recolhesse” mais nenhuma carteira na vida. Era jovem, tinha um futuro pela frente, sua Mãe, presente na audiência, era viúva e estava sofrendo demais com a prisão dele. Pesquisas científicas levadas a efeito em diversos países, inclusive no Brasil, concluem pela ineficácia da pena restritiva de liberdade como instrumento de ressocialização. Ressocializar segredando traz em si uma contradição. Por este motivo, modernamente, tem-se como assente que um elenco de alternativas deve reduzir o aprisionamento aos casos extremos. Mas, de qualquer forma, se o Estado prende (ainda que minimamente), o Estado tem o dever de perseguir o objetivo ressocializador, levado a efeito quer durante o tempo de prisão, quer depois da soltura do sentenciado. O “itinerário de volta”, após o cumprimento da pena, é um duro caminho que o ex-preso só tem chance de percorrer com êxito se tiver o amparo de instituições e pessoas que o ajudem.

Rede de Jornais Leste Ltda. CNPJ 03.939.099/0001-80 Circulação: São Paulo - SP

Diretora Responsável: Acácia Gutierrez MTb 35.004 Fundador: José Carlos Gutierrez Diretora Administrativa: Mª J.de Lima Gutierrez Redação e Reportagem: Acácia Gutierrez e Moacyr Minerbo. Diagramação e Arte: Daniela Lima Deptº Jurídico: Antonio Luiz L. do A. Furlam

Colaboradores: Julio César Cardoso, Pedro Cardoso da Costa, Humberto Pinho da Silva, João Baptista Herkenhoff e Luiz Rodrigues Redação: av. Maria Luiza Americano, nº 947 - Jardim Nª Srª do Carmo - Cep: 08275-001 -São Paulo - SP Fone: (11) 2748-0418/2749-0663. E-mail: rededejornaisleste@terra.com.br Impressão: Gráfica Pana Fone: 3209-3538

Nossa equipe de Vendas é formada por profissionais autônomos e freelancer que trabalham por edição e com isso não possuem nenhum vínculo empregatício com nossa empresa. As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do jornal, sendo de inteira responsabilidade de quem as subscrevem. Os nomes dos colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa - Filiado à Ajorleste - Associação dos Jornais da Zona Leste, AJORB - Associação de Jornais de Bairro de São Paulo e à Rede de Jornais Leste Ltda.


Itaquera em Notícias

Ed. 674 * 1 a 7 de setembro de 2017

Anuncie: 2748-0418

PÁGINA DA FAMÍLIA PÁGINA DA FAMÍLIA PÁGINA DA FAMÍLIA PÁGINA DA FAMÍLIA PÁGINA DA FAMÍLIA HORÓSCOPO

Touro - 21/04 a 20/05 Lá atrás você deixou várias pontas soltas que, agora, voltam a fustigar. Considerar que isso seja uma punição é um erro, pois, legitimaria suas queixas, que são perda de tempo. Amarre tudo e siga em frente.

Andermad

Cardi B, a nova sensação do rap americano Divulgação

Áries - 21/03 a 20/04 Voltam a ser colocadas sobre a mesa as questões que pareciam ter avançado, mas que não foram devidamente absorvidas pelas pessoas que deveriam se ocupar delas. Não será perda de tempo rever tudo e planejar melhor.

FIQUE POR DENTRO

Gêmeos - 21/05 a 20/06 Nada é seguro, nunca foi, porém, de tempos em tempos é preciso encontrar um lugar consistente para descansar e se dedicar a imaginar que a vida possa ser mais simples do que ela é. Isso não é fugir, isso é descansar. Câncer - 21/06 a 21/07 Algumas manobras mais eficientes poderão ser feitas para garantir maior segurança e tornar mais dinâmicos seus recursos. A movimentação será preferível a você se deixar convencer pelo medo e deixar tudo parado. Leão - 22/07 a 22/08 A bola volta aos seus pés e isso requererá flexibilidade extra de sua parte. Nada de descanso, nada de você se acomodar no panorama conquistado, procure aceitar que o jogo está em andamento e que você é protagonista. Virgem - 23/08 a 22/09 Seria impossível evitar conflitos e nem seria sábio adotar essa postura, o único que seria aceitável é você evitar que os conflitos degringolem em discórdias inúteis e contraproducentes. Discussões são necessárias. Libra - 23/09 a 22/10 Há pessoas que não apenas estão dispostas a ajudar, mas que também servirão aos seus propósitos. Porém, elas podem passar em brancas nuvens se você não tomar a atitude de se aproximar a elas. Você precisa dessa colaboração. Escorpião - 23/10 a 21/11 Modificar sua estratégia seria uma forma de dinamizar os acontecimentos em curso. Talvez isso não seja fácil, principalmente pela sua teimosia, mas a voz interior é inequívoca, há coisas que precisam ser mudadas.

Uma canção recentemente se tornou o novo hino das ruas dos EUA, se trata do Hit “Bodak Yellow” que recentemente entrou no TOP 3 dos Charts da Billboard Hot 100, algo que não acontece com uma Rapper feminina já há alguns anos, desde a faixa “Anaconda” de Nicki Minaj. Dona de “Bodak Yellow” é Belcalis Almanzar, mais conhecida como Cardi B, a Rapper começou sua carreira como stripper, mas depois de chamar atenção em um programa na VH1 com vídeos reflexivos e engraçados, ela decidiu se aventurar no Hip Hop em novembro de 2015. Depois de lançar diversas faixas e alguns EP’S, em Fevereiro 2017, Cardi B

assinou um contrato com a Atlantic Records e dando mais um passo adiante em sua carreira. Em 16 de junho de 2017, a Atlantic Records lançou o primeiro single comercial de Cardi B, intitulado “Bodak Yellow”, no mesmo mês, revelou-se que Cardi B ficaria na capa da edição de Summer Music da Fader de julho / agosto de 2017. E no dia 18 de julho de 2017, Cardi B performou pela primeira vez a faixa “Bodak Yellow” no The Wendy Williams Show, onde também foi entrevistada por Williams, que perguntou de onde surgiu seu apelido, Cardi B respondeu que foi inspirada na bebida destilada Bacardi.

Capricórnio - 22/12 a 20/01 Curiosidades que não foram satisfeitas no passado continuam a instigar sua mente e emoções para que você lhes dê atenção. Experimentar é necessário, cuidando para não provocar distúrbios irreversíveis. Aquário - 21/01 a 19/02 Haverá a oportunidade de voltar a discutir alguns assuntos que você imaginou resolvidos, mas que se evidenciarão no sentido contrário. Não pense que isso seja perda de tempo, servirá para fazer ajustes necessários. Peixes - 20/02 a 20/03 Há questões que precisam ser discutidas, pois, mesmo que isso levante o fantasma de conflitos que você preferiria evitar, ainda assim há necessidade de esclarecimento que não pode ser deixada de lado. É para todos.

CULINÁRIA SAUDÁVEL

Divulgação

Suco Detox Vermelho

MODO DE PREPARO Corte a melância bem vermelha em pedaços pequenos, esprema os limões e corte um pedaço do tamanho da ponta do dedinho , tudo no liquidificador Bata tudo durante uns 4 minutos

QUER GANHAR UM LIVRO? É FÁCIL!!! VENHA EM NOSSA REDAÇÃO DE TERÇA E QUARTA E RETIRE O SEU OU LIGUE E RESERVE: 2748-0418

L

EIA UM BREVE ESTUDO DO PODER

Autor: Marco A.Stanojev Pereira Editora: Sagitarius Um ensaio sobre os aspectos do Poder em vários campos, como a política, a religião, na sala de aula, nas finanças, enfim, um estudo de sociologia de um tema muito vasto.

A FALSA REPÚBLICA

Sagitário - 22/11 a 21/12 Repensar tudo, esta seria a melhor atitude. Porém, há várias coisas em andamento e talvez não haja tanto tempo disponível para repensar. Não importa, procure fazer o necessário e aproveitar o tempo livre.

INGREDIENTES 1 melancia pequena; 2 limões tahiti; gengibre a gosto.

3

VENDE-SE Valor R$ 250 mil. Aptº 2dorms. Av. Guilhermina, 423 - Praia Grande Próximo a Praça das Bandeiras - Ed. Mar Del Rei Tratar com Alice – (11) 98641-8705

Restaurante Talismã Almoço e Marmitex Entrega em domicílio. Fone: 2724-5779/Cel: 96644-6355 Rua Carapanã, 104 - Jd. Sta. Teresinha

Autor: Almir Pazzianotto Pinto Editora: Anjo O livro A Falsa República, de Almir Pazzianotto, reúne artigos publicados nos últimos dois anos, nos quais Pazzianotto analisa a conjuntura política, defende a reforma trabalhista, critica o PT, a quem responsabiliza pela crise em que se encontra o País. São textos curtos, objetivos, escritos com a autoridade de quem foi advogado de sindicatos, deputado estadual pelo MDB e PMDB durante o regime militar, Secretário do Trabalho do Governo Franco Montoro, Ministro do Trabalho nomeado por Tancredo Neves, e ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), onde exerceu os cargos de Corregedor-Geral, Vice-Presidente e Presidente. Vale a pena ler. O leitor conhecerá textos duros, polêmicos, informados pela preocupação de desnudar a realidade e apontar caminhos para o combate ao desemprego. O lançamento acontecerá na Livraria Cultura Av. Paulista, 2.073, (Conjunto Nacional) Dia 28 de setembro a partir de 19h

DOSSIÊ AS GALVÃO: 70 ANOS DE ESTRADA Autor: Maikel Monteiro Editora: InVerso “A dupla As Galvão, pioneiras da “moda caipira”, comemora 70 anos de carreira com o lançamento de sua biografia, o livro “Dossiê As Galvão: 70 anos de estrada”, escrita por Maikel Monteiro e publicada pela editora InVerso. Monteiro dedica 23 anos de sua vida à pesquisa sobre As Galvão e há 10 anos ouviu delas que ele tinha que ser o autor do livro de memórias da dupla”.


4

Itaquera em Notícias

Anuncie: 2748-0418

GIRO NOS BAIRROS

GIRO NOS BAIRROS

André Smith vence 1º Concurso de Stand-Up Comedy

Ed. 674 * 1 a 7 de setembro de 2017

GIRO NOS BAIRROS

GIRO NOS BAIRROS

Eu adoto no CCZ

Conheça o novo site de adoção de animais do Centro de Controle de Zoonoses

Divulgação

Divulgação

Em uma disputa acirrada e emocionante, o 1º Concurso de Stand-Up Comedy do Shopping Metrô Itaquera elegeu o paulistano André Smith como o grande vencedor da disputa na noite desta terça-feira na Praça de Alimentação do centro de compras. O campeão disputou a final ao lado de Douglas Bittencourt, Juliano Bezerra e Eduardo Cavalca e levou para casa o valor de R$ 3.000 para ser usado exclusivamente nas lojas do Shopping Metrô Itaquera. Não compre, adote animais que lutam pela “Fiquei muito feliz ao concorrer ao sobrevivência, como os mascotes do Centro de Zoonoses lado dos meus amigos. Já fizemos shows, trocamos piadas, escrevemos textos juntos, qualquer Já está no ar o site de adoção. Com ele é esperado que os animais tenham mais visibilidade, um que ganhasse, eu ficaria feliz”, afirma André. aumentando assim as chances de que todos consigam um lar digno. Paulistano, André tem 25 anos e cresceu no bairro de Paraíso. Fã do ator Will Smith, André Para adotar um dos mascotes compareça ao CCZ – Rua Santa Eulália, 86 - Santana, de Luiz Camargo das Graças deixou de lado o nome de batismo e adotou o sobrenome do ídolo segunda a sexta-feira das 9h às 17h e aos sábados das 9h às 15h, exceto feriados. Documenpara se lançar no mercado artístico. tos necessários: CPF, RG, comprovante de residência e taxa municipal referente à adoção no No universo de stand-up comedy desde o ano passado, André tem como espelho o humovalor de R$ 23,00 (dinheiro). Não esqueça rista Thiago Ventura, além de outros nomes da caixa de transporte própria para animais de destaque do cenário nacional como Guto (para adoção de gatos), ou e de coleira e guia Andrade, Afonso Padilha, Paulinho Serra e (para adoção de cães). Telefone: 3397-8900 Jansen Serra, alguns com os quais já teve a / 3397-8992. oportunidade de dividir o palco. Adote um animal e em troca receba uma As seletivas do concurso foram realizadas doação de amor incondicional. Nossos anidurante todas as terças-feiras de agosto. O mais estão aguardando: http://euadotonoccz. evento contou com júri formado por nomes prefeitura.sp.gov.br/ consagrados do humor, como Nany People, Não compre um animal, ADOTE no CCZ. Jefferson Farias, Matheus Ceará, Batoré, Renato Tortorelli e Rafael Carvalho que avaliaram criatividade, desenvoltura e carisma RECLAMAÇÃO dos candidatos. O humorista e locutor Zé Moradores de bairro no Américo foi o mestre de cerimônias. Shopping Metrô Itaquera extremo da Zona Leste de SP Inaugurado em 2007, o Shopping Metrô andam quase meia hora para Itaquera, administrado pela rede Ancar Ivapegar ônibus nhoe, é a principal referência comercial na Jacinto Reyes, prefeito regional e Mario China, diretor da ONG União Bem Estar, posam com as Zona Leste de São Paulo. Com localização Moradores do Jardim Novo Horizonte, equipes do gabinete da Prefeitura Regional e da ONG privilegiada, está instalado em um bairro com também conhecido como Colônia, bairro aproximadamente 520 mil habitantes e possui do extremo da Zona Leste de São Paulo, No dia 30 de agosto a Prefeitura Regio- de Qualidade de Vida (ABQV) o Agosto seus acessos interligados à estação do Metrô reclamam que a Prefeitura não quer colocar nal de Itaquera recebeu alguns voluntários Violeta é uma iniciativa que visa expandir Corinthians-Itaquera, CPTM, Terminal Urbaum ônibus que ligue a região com a avenida do Agosto Violeta que explicaram sobre o o alcance da Lei 13.47/2017 que institui o no, ETEC e Arena Corinthians. mais próxima. Para pegar o ônibus é preciso movimento para os servidores. Eles dis- Dia Nacional do Perdão em 30 de agosto. O O empreendimento também é conhecido caminhar cerca de 30 minutos até a Avenida tribuíram panfletos, broxes e adesivos em objetivo é propor o perdão como instrumenpor sediar o maior Poupa Tempo da capital Jacu Pêssego. SPTrans diz que bairro tem todas as salas. O prefeito regional, Jacinto to de tolerância entre as pessoas. Essa paz paulista. muita subida e descida para receber ônibus. Reyes e do chefe de gabinete, Douglas Bus- produz bem-estar na vida pessoal, familiar caratto, deram apoio à inciativa e posaram e profissional. Isso é demonstrado pela medicina integrativa e por diversos relatos de para fotos. O movimento foi criado pela ONG Ins- pessoas que melhoraram a qualidade de vida tituto Ives Ota e pela Associação Brasileira por meio dessa prática. Divulgação

Agosto Violeta na sede da Regional Itaquera

4ª edição do Programa Faça Seu Bairro Lindo

Divulgação

71° Grupo Escoteiro Minuano participa do MC Dia Feliz

Atividades para os catadores de materiais recicláveis

Desta vez o mutirão de serviços foi na Praça Santo Arsênio em Vila Formosa

Divulgação

chefes, pais e mães, todos do Minuano, compraram o Big Mac e incentivaram outras pessoas na loja a comprar também o Big Mac, explicando a importância da compra do Big Mac e dessa forma ajudando a Tucca que uma Associação que ajuda no tratamento a crianças com câncer, e também fizemos a venda de produtos da Tucca na loja do Mc Donald’s.

Durante a reunião do Conselho Regional de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz (CADES) na Supervisão de Vigilância em Saúde, foram apresentadas as demandas colhidas no bairro pelos conselheiros. Em destaque, a Larissa Faria Rosa, agente de promoção ambiental do Programa Ambientes Verdes e Saudáveis (PAVS) elencou 17 pontos viciados de entulho no Jd. Fanganielo, local onde fica situada a UBS no qual ela trabalha. Ainda, Larissa falou sobre um projeto que visa oferecer aos catadores de materiais recicláveis: consultas, exames de rotina, palestras para abordar a importância deste trabalho por eles desenvolvido, e a importância de cuidados de saúde para não se contaminar com o lixo. Após a apresentação a secretária e conselheira do CADES, Roseli Alves dos Santos, já apontou algumas atividades e ações para desenvolver o projeto apresentado, e ficou marcado para a próxima reunião o amadurecimento do projeto “Semana dos catadores” . Se você ficou interessado e quer participar e contribuir com seu projeto ou endossar o CADES com sua participação, venha na próxima reunião do CADES que está marcada para o dia 21/09/2017, anote em sua agenda!

Teatro infantil Dr. Botica chega a SP

O público da Zona Leste acaba de ganhar um novíssimo espaço de lazer com diversão e arte para adultos e, principalmente, para crianças. O Teatro Dr. Botica vai abrir suas portas para o público no Shopping Metrô Tatuapé, dia 9 de setembro, com o espetáculo “As aventuras do Dr. Botica“, da Cia Giramundo. Os ingressos custam R$ 25. A peça fica em cartaz até 29 de outubro, aos sábados e domingos, às 16h. Antes, o teatro recebe convidados nos dias 2 e 3 de setembro. Como é o novo teatro? Com capacidade para 253 lugares, a programação é totalmente voltada para a família, que vai de espetáculos a oficinas, ciclo de debates, palestras, festivais, oficinas, papo com educadores, lançamentos de livros e leituras de peças. Onde: Shopping Metrô Tatuapé – Rua Domingos Agostim, s/n, Cidade Mãe do Céu - São Paulo. Informações: (11) 2090-7400. Divulgação

No dia 26 de agosto as equipes da Prefeitura Regional Aricanduva/Formosa/Carrão No dia 26 de agosto o 71º Grupo Escoteiro lideradas por Luiz Carlos Frigerio Prefeito Minuano participou do MC Dia Feliz, na loja Regional, realizaram a quarta edição do do Mc Donald’s na Av. Itaquera 3001. Programa Faça Seu Bairro Lindo. O 71° Grupo Escoteiro Minuano, fica O evento é na verdade um grande mutirão localizado na Av. Waldemar Tietz, 1154, atide serviços, tais como limpeza e lavagem, vidades aos sábados, das 14 às 17h, crianças pintura de guias, muretas e de faixas de a partir de 6 anos e meio. Nossos lobinhos, pedestre, serviço de tapa-buraco, corte de lobinas, escoteiros, escoteiras, seniors, guias, mato, manutenção das áreas de lazer e equipamentos, campanhas sociais de arrecadação de agasalhos e lixos eletrônicos, que posteriormente serão reciclados, entre outras atividades culturais. Só para se ter uma ideia, neste dia das 8:00 da manhã às 13:00 horas foram removidas 7600 Kg de inservíveis pelo cata bagulho, 5.400 kg de lixo nas ruas do entorno e 4.700 km de guias pintadas e capinadas. Durante o evento a comunidade participou em peso, com apresentações culturais como Grupo Trapiche de Capoeira Mestre Ricardo, Coral da Igreja Presbiteriana Independente de Vila Formosa e o famoso Coral da Associação Amigos Para Sempre, que entoaram belas canções. A Defesa Civil de Aricanduva, instaslou-se na Praça com uma imensa barraca, onde os presentes tiveram um treinamento básico de atendimento à vítimas de desmaios, convulsões, parada cardíaca em adultos e crianças, além de manobras para desobstrução de engasgamento em bebês. Também houve a parceria de empresas regionais, que ajudaram a melhorar o espaço verde de mais de 4000² metros. Foram elas: Naccor Tintas e Materiais para Construção; Panificadora Canarinho; Prisma Comunicação Visual; Cafer Comercial; Comercial Francys e Center Vida Nova – Materiais para Construção. Neste dia também participaram da mega ação a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego – GCM – Guarda Civil Metropolitana – Inspetoria Regional Aricanduva – Zoonoses – CRAS Formosa – Centro de Referência e Assistência Social e Defesa Civil de Aricanduva. O Programa Faça Seu Bairro Lindo, vem crescendo na região e cada vez mais a população vem aderindo a ideia de cuidar do seu bairro o que para a Cidade é muito bom, pois todos tem a possibilidade de participar ativamente Fazemos aqui um convite à todos, das ações da Prefeitura e no caso Aricanduva o participem dos próximos eventos e venham que não falta é trabalho realizado em conjunto juntos conosco fazer Seu Bairro Mais Lindo! com a comunidade.


Itaquera em Notícias

Ed. 674 * 1 a 7 de setembro de 2017

COMUNIDADE

Anuncie: 2748-0418

5

Itaquera tem Bandeira

Francisco Rodrigues Seckler e, também, buscando através de um extensa e profunda pesquisa paleográfica, biográfica e bibliográfica dos fatos ocorridos em meados de 1644 quando da cessão por carta da sesmaria das terras que formava o Sitio da Casa Pintada ao português Antônio da Cunha de Abreu, como bônus por ter combatido na esquadra que expulsou do Brasil os invasores holandeses e franceses, e que constituiria mais tarde o Bairro de Itaquera. O Prof. Dr. Marco Antônio foi mais longe em suas pesquisas, tendo como fonte de informações uma farta documentação na Torre

do Tombo de Lisboa e na Universidade de Lisboa, entre os anos de 2009 à 2014, o que lhe propiciou material

suficiente para compor as Grandes Armas do Bairro de Itaquera, também chamado de Selo e que reúne toda a

história do local retratado, as Pequenas Armas que tem a representação resumida dos componentes de sua

Grandes Armas do Distrito de Itaquera

Pequenas Armas do Distrito de Itaquera

Escudo de Armas do Distrito de José Bonifácio

Escudo de Armas do Distrito do Parque do Carmo

Escudo de Armas do Distrito da Cidade Líder

Divulgação

Divulgação

Por iniciativa do itaquerense Prof. Dr. Marco A. Stanojev Pereira, com o apoio da ACEMI – Associação dos Comerciantes, Empresários e Moradores de Itaquera, sob a presidência do empresário Francisco Roldan Pereira, foi criada e oficializada pelo projeto Lei nº. 16.596 de 15 de Dezembro de 2016, a bandeira e os escudos dos quatro distritos que compõem o bairro de Itaquera. Embasado em uma criteriosa pesquisa, a partir de um levantamento histórico sobre a vida do empreendedor e primeiro Prefeito Regional de Itaquera no princípio do Século passado, o coronel

Bandeira do Distrito de Itaquera

Dr. Marco Antonio Stanojev Pereira e Francisco Roldan Pereira (Chinito)

história e sua Bandeira, que é assim descrita: esquartelada de verde e amarelo, representando as cores nacionais, um losango branco que representa ao mesmo tempo a riqueza e a paz, com quatro estrelas azuis em seus vértices, representando estas últimas os distritos que formam Itaquera. Dentro do losango as Pequenas Armas de Itaquera. Mais informações sobre a Bandeira de Itaquera, na ACEMI - Associação dos Comerciantes, Empresários e Moradores de Itaquera.

SAÚDE

Divulgação

Sala de recepção e triagem no 5º andar

Consultório de atendimento médico no 5º andar Divulgação

Divulgação

5º andar atendimento médico de Audiometria

6º andar na sala de exames complementares: Coleta de sangue e exames laboratoriais

6º andar na sala de exames complementares: ECG (Cardio), EEG (Encéfalo) e Espirometria

um médico, ( NR7 – Norma Reguladora 7 – PCMSO-Programa de Controle Médico da Saúde Ocupacional) . Empresas como a Giusti & Cia., Metalúrgica Vulcão, Vulcânia, Esteves, Fioruci, Tecnotubo, Biscoitos Dunga, Construleve, Metalúrgica Gazarra, Metalúrgica Oriente, Pozzeli, Vidros Santa Therezinha, Condor, Ox-fer, Stiroplast, Fujimek, Facas Helsten, etc. faziam parte da AIRI e prestigiaram o jovem médico paranaense, dando-lhe recursos para em 1994 fundar de direito e de fato a Coluço Serviços Médicos Ltda, (MEDIN –Medicina Integrada do Trabalho). Quando uma empresa, mostram as estatísticas, duram dois anos, a MEDIN após 40 anos de existência, hoje emprega em três unidades, Itaquera, Praça da República e Santo Amaro, cerca de 60 funcionários e colaboradores, ( médicos do tralho e outras especialidades, áudio-fonólogos, engenheiros, técnicos em segurança do trabalho, etc.), ocupando em sua sede em Itaquera três pavimentos do “ Work Center Itaquera”, na rua Américo Salvador Novelli, 154-fone: 2073-6281, oferecendo serviços exigidos pelas normas regulamentadoras (NRs) do Ministério do Trabalho e Emprego, em conformidade com as normas do INSS, da Secretaria de Relações do Trabalho, da Vigilância Sanitária e da CLT., disponibilizando ainda cursos e treinamento para o exercício e manutenção das normas,

além de exames médicos periódicos diretamente nas sedes das empresas contratantes. Também a elaboração , a implantação e gerenciamento de Programas de Engenharia de Segurança do Trabalho é matéria que garante o bem estar e a qualidade de vida dos trabalhadores, fornecidos por equipes capacitadas próprias que vai até a empresa contratante para efetuar todos os levantamentos necessários. A partir de outubro próximo, a MEDIN estará inaugurando um departamento odontológico para oferecer mais saúde para os funcionários das empresas contratantes, sob a orientação do odontólogo Dr. Marcos Lima de Carvalho, disponibilizando consultas e tratamentos “In company” , por meio de “vans especialmente” montadas com equipamentos de acordo com as exigências da ANVISA. Veja mais no site ; www.medin. com.br. Divulgação

O empresário e médico criador da Medin - Medicina Integrada Dr. João Carlos Coluço de Lima Divulgação

Ferreiras, com cerca de 700 funcionários dirigida por um competente administrador : Élvio Aliprandi, tornando-se seu amigo. Paralelo, também prestava serviços médicos a Amico, na época uma das maiores empresas de convênios. Corria o ano de 1977 e o Dr. Élvio, como lhe chamavam, aconselhou o jovem médico a radicar-se na Zona Leste e introduziu-o em uma associação de empresários, a AIRI-Associação das Indústrias da Região de Itaquera, onde passou a ganhar a simpatia e a confiança dos cerca de 80 empresários que na época compunham a associação. Por volta de 1980, o jovem Dr. João Carlos fez especialização em Segurança e Medicina do Trabalho, pois, instituída em Lei, toda empresa era obrigada a contratar

Divulgação

Um jovem médico formado em medicina pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, João Carlos Coluço de Lima, nascido em Itaporanga-PR, chegou na cidade de São Paulo nos anos 70 (formou-se em medicina em 1974) trazendo em sua mala algumas mudas de roupas e um diploma universitário e, em seu âmago, muita vontade de vencer na vida. Após fazer a obrigatória “residência médica” iniciou o exercício de sua profissão em clínicas particulares (CRM. Nº 23.220-SP) até ser contratado pela Organização Paulista de Assistência Médica, empresa voltada à convênios de assistência às empresa, como seu representante para a Zona Leste, onde foi atender uma das maiores empresas de Itaquera, a Metalúrgica Vulcão, empresa familiar dos

Divulgação

Medin – Medicina Integrada e uma história pra contar!

6º andar na salas de exames complementares: Acuidade Visual

PARABÉNS

Dia após dia, semana após semana, edição pós edição. O trabalho de se organizar tantas ideias, notícias, opiniões, retorno aos leitores, satisfazer os anunciantes com anúncios bem distribuídos, checar palavra por palavra, letra por letra de cada exemplar de um jornal, é tarefa para gente

corajosa, eficiente e com muita vontade! E é nessa levada que nossa equipe trabalha. Em especial, Daniela Teles, que há mais de uma década empresta seu tempo e dedicação para diagramação, gerenciamento de contatos, auxílio via e-mail, redes sociais e muito mais, bem como organização da

distribuição do Itaquera em Notícias e O Paulistano, ultrapassando todas as dificuldades, limitações, horas a fio de dedicação, noites em claro, tudo para que vocês leitores recebam ou peguem os exemplares em dia a cada semana. Além de tudo isso, administra o Grupo Pedala Itaquera, onde incentiva à

prática de esporte. É com muita honra que parabenizamos nossa querida Daniela Teles por mais um ano de vida, completado no dia 30 de agosto. Que Deus te abençoe e te ilumine enormemente por toda a sua trajetória! De seus queridos colegas e amigos do Itaquera em Notícias.

Gabriela Gomes

De todos os colegas e amigos do Itaquera em Notícias

30/08 - Daniela Teles


6

Anuncie: 2748-0418

Itaquera em Notícias

Ed. 674 * 1 a 7 de setembro de 2017

PASSEIO

Divulgação

Tradição e excelência sempre na Pastelândia

Planetário do Parque do Carmo leva espectadores à viagem espacial sem sair de Itaquera

estilo ítalo-brasileiro, a Pastelândia Jacu-Pêssego apresenta massas tradicionais, como também inovações, pois a Pastelândia, além de tudo, ouve todos os seus clientes e suas sugestões. Venha experimentar as delícias da Pastelândia, que está presente em diversos países, sendo uma das maiores e melhores lojas de fast food! Se você ainda não conhece, não sabe o que está perdendo. Se você já conhece, o que está esperando para fazer uma nova visitinha? Pastelândia Carrefour Pêssego Praça de Alimentação. Av. Jacu-Pêssego, 1.200 - Itaquera. Funciona de segunda a segunda das 8 às 22h. Aceita-se vários cartões de crédito e débito, inclusive os cartões Hipercard e Carrefour. Tel: 2522-9101.

Divulgação

A Pastelândia e sua equipe de colaboradores sempre estará pronta a atender com muito carinho todos os seus clientes. E não apenas os mais antigos, mas aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de conhecer o excelente trabalho dessa prestigiada equipe e suas delícias, como seus grelhados. O Chopp da Brahma, é uma ótima sugestão para acompanhar os salgados e seus pastéis especiais, além das opções doces. Em tempos de cuidados com a saúde, nada como ter a oportunidade de experimentar uma massa de pastel sem gordura trans, não é mesmo? A massa é feita artesanalmente, podemos dizer que as delícias oferecidas são feitas com o carinho dos melhores artesãos da culinária para você! No melhor

CIDADANIA

Inaugurado em 2005, o Planetário do Carmo tem um equipamento de altíssima qualidade, que leva os espectadores em uma viagem de sentidos pela galáxia. O planetário tem 1.750 m² e foi reaberto em 8 de maio de 2016 após passar por reformas e agora conta com o projetor Universarium VIII, com tecnologia de ponta, que reproduz imagens em uma cúpula com 20 metros de diâmetro. Esse é um equipamento de altíssima tecnologia, sem similar na América do Sul. Somente a Europa e Nova York têm o privilégio de desfrutar esse espetáculo que faz os visitantes realmente se sentirem perto do céu, do sol e até das constelações do Zodíaco. Além disso, são 41 projetores periféricos, 109 lentes e 9 mil fibras ópticas, que fazem projeção de estrelas, planetas, simulam eclipses e outros fenômenos cósmicos. A sala possui 230 lugares com cadeiras de diferentes inclinações, o que permite boa visão da cúpula a qualquer um. A sala tem ar condicionado e as apresentações duram aproximadamente 40 minutos. A diversão continua do lado de fora, atrás do planetário, onde há uma esplanada

cósmica, onde se localizam dois telescópios e outras atividades ligadas a astronomia são realizadas, como observação monitorada do céu. Além disso, periodicamente são realizadas palestras interessantíssimas, que discutem temas como a origem do universo ou até mesmo a possibilidade de vida fora do planeta Terra, para acompanhar sugerimos seguir a página do planetário no Facebook. Em grandes centros metropolitanos como São Paulo, em que a observação do céu é prejudicada pela poluição, nuvens e pela iluminação noturna, os planetários são uma ferramenta pedagógica indispensável para o ensino básico da Astronomia. A Via Láctea, os aglomerados estelares, as nebulosas e as galáxias são apresentadas com grande precisão de detalhes. É possível simular uma viagem espacial pelo Sistema Solar, eclipses, fases da Lua e outros fenômenos cósmicos. Também é possível saltar 3 mil anos para frente ou para trás no tempo com total correção astronômica, com projeção de estrelas, planetas, cometas, linhas de referência da esfera celeste, desenhos das constelações, cometas e

Divulgação

Que tal um passeio pelas estrelas? É possível fazer isso sem sair de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo

Horários: Quarta a domingo, das 9 às 17h - duração: 40 minutos Preços: Gratuito. Onde: Parque do Carmo – Av. Afonso Sampaio Souza, 951, Itaquera - São Paulo. Informações: (11) 2748-0010 www.ambiente.sp.gov.br

objetos do céu profundo. As sessões são realizadas as 10h, 12h, 15h e 17h aos sábados, domingos e feriados nos meses de março a junho e agosto a novembro. Em dezembro, janeiro, fevereiro e julho, ou seja, durante o período de férias, as sessões serão abertas ao público durante a semana, entre quarta e sexta. O planetário do Carmo é grátis, e podem entrar na sessão crianças a partir dos 5 anos (mediante apresentação de documento de identidade). As senhas para as exibições são distribuídas sempre uma hora antes das sessões. Eles também recebem passeios escolares,

mais informações sobre agendamento no (11) 2522-4669 ou pelo e-mail agendamentoescolarplanetariocarmo@ prefeitura.sp.gov.br. Tem atendimento preferencial: 11 senhas para pessoas com deficiência + 11 para acompanhantes, 4 locais para cadeirantes. 11 senhas para gestantes, obesos e idosos (mediante apresentação de documento de identidade) + 11 para acompanhantes. Todos os atendimentos prioritários têm direito a um acompanhante. Caso as vagas preferenciais não sejam preenchidas, as senhas serão distribuídas ao público 5 minutos antes da sessão.

Participação Privada (PP) da AutoLex Baterias

Divulgação

A Autolex está há mais de 35 anos no mercado de baterias automotivas! Quando começou a sua primeira loja na Rua São Teodoro na Vila Carmosina em Itaquera com dois funcionários, o paraibano Luiz Gonzaga Sobrinho já sonhava em ser o maior comerciante de baterias da Zona Leste. Hoje, seu sonho realizado com seis lojas em

O empresário Luiz Gonzaga Sobrinho com a diretoria e companheiros do Rotary Club Itaquera

AÇÃO SOCIAL

Divulgação

Mãos que ajudam a Maternidade e Dia Nacional da Saúde

Organizado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias por meio do Mãos que Ajudam, foi realizado a doação de sangue e de 65 kits no dia 05/08/2017, na maternidade pública e no Banco de Sangue do Hospital Santa Marcelina, região de Itaquera. Durante o evento, a diretoria do Hospital Santa Marcelina e demais parceiros acompanharam a diretora do hospital

rezando o Pai Nosso. Após, membros da Igreja, cantaram o hino “ Amai- vos uns aos outros”, de mãos dadas com a organização do hospital e a entrega foi realizada.

vários pontos da Zona Leste e um corpo de funcionários de 60 colaboradores, o empresário Luiz Gonzaga Sobrinho tem condições de manter uma praça, dando mostras a outros empresários “que também podem colaborar com a Gestão Dória” e, a escolhida, foi a que acomoda a única obra majestosa de arte de Itaquera: Praça Maica, mais conhecida

por praça do Rotary Itaquera, nas confluências das avenidas Oswaldo Vale Cordeiro com a Itaquera, ao lado da 66º DP Vale do Aricanduva. O monumento ali existente foi construído pelo Rotary Itaquera nos anos 80 e tem a engrenagem dentada, símbolo de uma das mais respeitadas instituições existentes em mais de 200 países do Mun-

do, sustentada ao alto por três homens representando o primeiro o trabalhador, o segundo o empresário e o terceiro o funcionário público. A partir do dia 1º de setembro de 2017, a praça se tornara mais exuberante com novo tratamento e coberta de flores e plantas, mais bonita de se ver graças a PP da Autolex e a PMSP Gestão Dória.

Jornal Itaquera em Notícias  

Edição 674