Page 1

REALIZAÇÕES 2016

1

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA ITA


2

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Praça Marechal Eduardo Gomes, 50 – Vila das Acácias CEP: 12.228-900 - São José dos Campos - SP www.ita.br comunicacao@ita.br

Ministro da Defesa Raul Jungmann Comandante da Aeronáutica Tenente-Brigadeiro Ar Nivaldo Luiz Rossato Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial Diretor Geral Tenente-Brigadeiro do Ar Antônio Carlos Egito do Amaral Instituto Tecnológico de Aeronáutica Reitor Professor Anderson Ribeiro Correia Vice-reitor Professor Cláudio Jorge Pinto Alves Chefe de Gabinete Coronel R1 Jorge Pagés Pró-Reitor de Graduação Prof. Carlos Henrique Costa Ribeiro Pró-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa Prof. Luiz Carlos Sandoval Góes Pró-Reitor de Extensão e Cooperação Prof. Ernesto Cordeiro Marujo Pró-Reitor de Administração Cel Av Romero da Costa Moreira

REALIZAÇÕES 2016


REALIZAÇÕES 2016

APRESENTAÇÃO Essa é a primeira edição do livro de realizações anual do ITA. É mais um documento para oferecer, de maneira consolidada e objetiva, as principais informações do ano anterior, fortalecendo o compromisso do ITA no que se diz respeito ao acesso a informação e práticas de comunicação pública. Nesta publicação, serão abordados os fatos mais relevantes no ano de 2016, bem como os principais avanços e conquistas em as diferentes frentes de atuação do ITA. São informações sobre ensino, pesquisa, extensão, cooperações entre outras. O Relatório Anual apresenta o resultado do trabalho coletivo de professores, servidores e alunos que aqui atuam. Portanto, todos os comentários, críticas e sugestões são valiosos e devem ser encaminhados para o e-mail: comunicacao@ita.br.

3


4

REALIZAÇÕES 2016


REALIZAÇÕES 2016

5

ÍNDICE

Palavra do Reitor................................................................................................. 07 O ITA........................................................................................................................ 08 ITA em Números.................................................................................................. 10 Projeção de Imagem.......................................................................................... 11 Vestibular............................................................................................................... 12 Graduação.......................................................................................................... 14 Divisão de Ciências Fundamentais........................................................... 16 Divisão de Engenharia Aeronáutica e Aeroespacial.......................... 17 Divisão de Engenharia Eletrônica............................................................. 18 Divisão de Engenharia Mecânica-Aeronáutica..................................... 19 Divisão de Engenharia Civil-Aeronáutica............................................... 20 Divisão de Engenharia de Computação................................................. 21 Pós-graduação..................................................................................................... 22 Projetos de Pesquisa com Apoio de Órgãos de Fomento.............. 24 Outros Projetos................................................................................................ 26 Destaques 2016................................................................................................... 28 Laboratórios......................................................................................................... 30 Relações Institucionais...................................................................................... 32 Extensão................................................................................................................. 34 Administração....................................................................................................... 36 Infraestrutura........................................................................................................ 38 Biblioteca........................................................................................................... 38 Obras.................................................................................................................... 39 Expanita.............................................................................................................. 40 Outras Contribuições......................................................................................... 42


6

REALIZAÇÕES 2016

Professor Anderson Ribeiro Correia Reitor


REALIZAÇÕES 2016

7

PALAVRA DO REITOR

A ideia de produzir este relatório começou quando promovemos uma reunião no final do ano de 2016, com o objetivo de apresentar uma retrospectiva do ano aos servidores e colaboradores do ITA. A coletânea de atividades surpreendeu e impressionou a todos com o grande número de atividades e iniciativas que pudemos concluir em 2016, mesmo sendo um ano de crise financeira em todo o país. Dentre as muitas realizações, iniciamos o ano inaugurando dois importantes laboratórios do ITA, o LCFT - Laboratório de Computação e Fenômenos de Transporte, com apoio da Petrobrás e o novo prédio do CCM - Centro de Competência em Manufatura, com apoio da FINEP e empresas. Avançamos bastante com a obra do novo prédio da Divisão de Ciências Fundamentais, chegando a mais de 80% de execução; ora, construir uma obra de 17.000 m², com o custo de mais de R$ 50 milhões em um ano de crise não é simples. Trabalhamos na solução de reforço do prédio da Ala Zero e na reforma e modernização (“retrofit”) de inúmeras salas e laboratórios. Inauguramos um espaço do ITA no Parque Tecnológico de São José dos Campos. Firmamos novos acordos internacionais. Lançamos cursos “on-line” do ITA e alcançamos mais de 50 países, agregando mais de 50 mil alunos. Concluímos a integração do ITASAT e atraímos a NASA para apoiar em futuros desenvolvimentos. Recebemos cerca de 400 visitantes internacionais e produzimos dezenas de eventos científicos. Continuamos elevando o nível de nossa produção científica, com o aumento da qualidade de nossa pós-graduação. Mantemos o nível de melhor escola de engenharia do Brasil, de acordo com as avaliações oficiais. Conseguimos apoio de empresas, órgãos de fomento, ministérios, Congresso Nacional e ex-alunos para manutenção da escola, sem contar o inestimável e sempre constante financiamento e apoio da Força Aérea Brasileira. Não me canso de acreditar no belíssimo futuro que teremos à frente, com apoio de nossos “stakeholders”, colaboradores, servidores e militares e a força da juventude de nossos alunos que nos impulsionam cada vez mais no alcance de nossas metas. Já estou ansioso para prepararmos o relatório de 2017. Ainda mais motivado para prepararmos o relatório de comemoração dos 70 anos do ITA, em 2020.


8

REALIZAÇÕES 2016

O ITA O ITA é um estabelecimento de educação e ensino superior e uma das organizações subordinadas ao Departamento de Ciência e Tecnologia Espacial (DCTA). Sua missão é a formação de profissionais de nível superior, nas especializações de interesse do Setor Aeroespacial e, em particular, do Comando da Aeronáutica, por meio da educação, ensino, pesquisa e extensão. Suas atividades estão galgadas na missão do ITA e promover o progresso da ciência e da tecnologia no campo aeroespacial. BREVE HISTÓRICO Embora o ano de nascimento do ITA seja 1950, sua história tem início anos antes, desde meados de abril de 1944, quando então, oficiais do Ministério

da Aeronáutica estiveram na cidade de São José dos Campos inspecionando o Campo de Aviação local, para verificar a possibilidade de nele se instalar. O ofício nº 44/0285 da prefeitura de São José dos Campos, relata a importância do empreendimento, considerado no gênero, o maior da América do Sul e o 3º do Mundo e a extraordinária influência que terá mesmo como fator de desenvolvimento e progresso para a região em que for localizado. O ITA foi idealizado pelo Marechal do Ar Casimiro Montenegro Filho, pioneiro do Correio Aéreo Nacional, Doutor Honoris Causa em Engenharia Aeronáutica pelo ITA, Homem dotado de forte otimismo e grande visão, a todos contagiava com seu espírito de brasilidade. Defendia a tese segundo

a qual, para se formar uma elite capaz de promover e apoiar uma política de desenvolvimento ampla das atividades aeronáuticas no país, haveria necessidade de se construir um grande Centro de ensino, pesquisa e desenvolvimento, que semearia os fundamentos para os progressos educacionais, científicos, tecnológicos e industriais do Brasil, no campo aeroespacial. Em maio de 1945, o professor norte-americano Richard Herbert Smith, licenciado do Massachusetts Institute of Technology (MIT), veio para o Brasil iniciar o estudo de organização de uma Escola de Engenharia Aeronáutica, sob os auspícios do Ministério da Aeronáutica, na pessoa do Coronel-Aviador Casimiro Montenegro Filho.


REALIZAÇÕES 2016

Em meados de agosto de 1945, havia sido completado o “Plano de Criação do Centro Técnico de Aeronáutica”, conhecido como “Plano Smith”. Em 26 de setembro de 1945, uma conferência realizada no Ministério da Educação, a convite do Instituto Brasileiro de Aeronáutica, tendo por título “ Brasil - futura potência aérea “ o Prof. Smith registra um resumo de observações e ideias acerca do tema escolhido. O Estado-Maior da Aeronáutica assim se manifestou: “O Plano...elaborado representa um grande passo para o desenvolvimento de uma aviação genuinamente nacional. Preconiza a criação de Escolas de Engenharia e de seus respectivos laboratórios, de alta qualidade..., nos diversos campos especializados... Detalha um plano progressivo de desenvolvimento de um Instituto de Pesquisas com todo seu equipamento, perfeitamente exequível, dada a maneira inteligente com que foi enquadrado dentro de nossas possibilidades... Este Estado-Maior está de pleno acordo com as ideias básicas do plano.” Em 1º de julho de 1947, já aprovado o Plano de Criação do Centro Técnico de Aeronáutica, sendo Prefeito Sanitário de São José dos Campos o Sr. Jorge Zarur, endereçou ele ao então Coronel Casimiro Montenegro Filho, o Ofício nº 88/0503/447 onde se lê: “Tenho a honra de comunicar a V.Exa. que esta Prefeitura põe à disposição do Ministério da Aeronáutica os terrenos de sua propriedade, abrangidos nos planos do Centro Técnico de Aeronáutica, os quais serão doados, para esse fim, ao Governo Federal, podendo, assim, ser dado início às respectivas obras.” Em 1950, o ITA foi a primeira unidade a se estabelecer no CTA, em São José dos Campos e a primeira menção legal específica, o Decreto nº 27.695, de 16/01/150, em cuja ementa se lê: “ Transforma em Curso Fundamental e Curso Profissional do Instituto Tecno-

9

lógico de Aeronáutica os atuais Cursos de Preparação e Curso de Formação de Engenheiros de Aeronáutica e dá outras providências”. O pioneirismo do “modelo do ITA” pode ser identificado, entre outros elementos: na dedicação exclusiva de alunos e professores, com os alunos habitando no Campus do DCTA; curso em período integral; conduta ética estudantil denominada Disciplina Consciente; existência do aconselhamento de alunos pelos professores; existência de um Departamento de Humanidades, o incentivo a práticas extracurriculares, culturais, desportivas e de integração além das de atividades extras de caráter técnico-científico.

MISSÃO Formar recursos humanos de nível superior e promover o progresso da ciência e da tecnologia no campo aeroespacial, especialmente nas áreas de interesse do COMAER, por meio da educação, ensino, pesquisa e extensão. VISÃO Manter nacionalmente e expandir internacionalmente o reconhecimento do ITA como referência de excelência no ensino, pesquisa e extensão, na área científico-tecnológica aeroespacial. VALORES O ITA, como instituição de educação e ensino superior, valoriza e pratica a disciplina consciente, a ética profissional, a postura crítica, a responsabilidade social, a valorização do ser humano e a formação integral do técnico e do cidadão.


10

REALIZAÇÕES 2016

ITA EM NÚMEROS Confira o desempenho do ITA em 2016:

VESTIBULAR

EFETIVOS

Inscritos 2016 para curso 2017

Professores e pesquisadores

12.484 inscritos

25,3%

mulheres

Civil C&T: 141 Civil Docentes: 159 Militar: 80 Instrutores: 4 Colaboradores: 10

LABORATÓRIOS Inaugurados em 2016: 2 Laboratórios acadêmicos: 60 Laboratórios de pesquisa: 18 Total: 78

Participações em Congressos: 114

PROJETOS

22

ALUNOS

769

Graduação

PUBLICAÇÕES

1771

Artigos em periódicos: 483 Artigos em conferências: 557 Livro e capítulo de livro: 31 Dissertação: 109 Tese: 62 Dissertação Mestrado Profissional: 54

Total Pós-graduação PÓS-GRADUAÇÃO Mestrado: 377 Mestrado Profissional: 302 Doutorado: 267 PG lato sensu: 169 Especiais: 656 ESTRANGEIROS 13 FAB Graduação: 105 Pós-graduação: 114

VISITANTES ESTRANGEIROS 283 visitantes 24 países

PRÊMIOS

6

ÁREA Patrimonial: 604.609,52m² Construída Incorporada: 57.127,81m²


REALIZAÇÕES 2016

11

PROJEÇÃO DE IMAGEM

IMPRENSA E CONTEÚDO 53 matérias geradas para o site do ITA e Intraer 54 solicitações de imprensa de todo o país* 15 releases disparados para a imprensa e publicados no site do ITA* 14 matérias na TV Vanguarda (Filiada Rede Globo)

RELAÇÕES PÚBLICAS Envolvimento em 26 eventos, sendo 8 cerimoniais Atendimento médio de 3 a 5 visitas ao mês Eventos e visitas institucionais: 77

DIVULGAÇÃO DO VESTIBULAR Participação em feiras: 10 Palestras externas: 30 Palestras escolares no ITA: 45

*dados de julho a dezembro de 2016


12

VES TIBU LAR

REALIZAÇÕES 2016


REALIZAÇÕES 2016

13

INSCRIÇÕES Número de candidatos inscritos 12.484 Número de candidatos optantes pela carreira militar 6.180 (49,5%) Número de candidatos não-optantes 4.549 (36,4%) Treineiros 1.755 (14,1%) Número de mulheres inscritas 3.163 (25,3%)

ESPECIALIDADE ESCOLHIDA NA INSCRIÇÃO Quanto à especialidade de engenharia escolhida em primeira opção, o número de candidatos foi de:

CURSO CANDIDATOS

Engenharia Aeroespacial 2.570 Engenharia Aeronáutica 2.957 Engenharia Civil-Aeronáutica 1.429 Engenharia de Computação 1.990 Engenharia Eletrônica 1.172 Engenharia Mecânica-Aeronáutica 2.366


14

REALIZAÇÕES 2016

GRA DUA ÇÃO


REALIZAÇÕES 2016

O projeto pedagógico institucional do ITA considera a formação integral do técnico e do cidadão, a permanente busca da excelência, o ensino de qualidade, o ambiente universitário, o foco no aluno e a escola experimental, como características fundamentais para o ensino. Os cursos de graduação são divididos em dois módulos: curso fundamental com dois anos de duração e curso profissional no período de três anos. Na graduação, o regime é seriado (ao contrário de regime de créditos, como acontece na pós-graduação), o ano letivo é dividido em dois semestres e as disciplinas são semestrais, mas há

15

uma razoável flexibilização de carga horária para inclusão de disciplinas eletivas e outras atividades de formação, cursadas em regime de horas-aula. O semestre letivo, por sua vez, é dividido em dois bimestres, separados por uma semana de recuperação, em que não há aulas. Após o segundo bimestre, duas semanas são reservadas exclusivamente para a realização dos exames. Todos os novos alunos, sem exceção, ingressam no 1º ano fundamental após terem sido aprovados e classificados em exame de escolaridade de um concurso de admissão. No 5º ano do curso, todos os alunos concluintes devem realizar e ter aprovado um Trabalho de

Entre as atividades realizadas pelos e para os estudantes de graduação no ITA em 2016, destacamos alguns projetos seguintes: PROJETO DE MODERNIZAÇÃO DO ENSINO DE ENGENHARIA O ITA vem trabalhando o para modernizar sua metodologia de ensino, buscando mudanças na formação de novos engenheiros e seus professores. As atividades práticas, por meio do desafio de suas habilidades técnicas, motoras, intelectuais e de criatividade para solução de problemas e para a inovação, tem o intuito de proporcionar maior motivação dos alunos para o desenvolvimento de projetos. Parte dos projetos desenvolvidos pelos alunos do curso de engenharia apresentam caráter interdisciplinar e têm contado com o

Graduação (TG) em engenharia. No curso fundamental, são apresentados os conteúdos básicos de um curso de engenharia: física, matemática, química, computação, humanidades, desenho, resistência dos materiais, fenômenos de transporte e etc. Já no curso profissional são apresentados os conteúdos profissionalizantes de formação geral e os conteúdos de formação específica do engenheiro. Os conteúdos específicos são aprofundamentos dos conteúdos profissionalizantes e outros, caracterizando as diferentes modalidades de engenharia.

apoio de professores, pesquisadores e laboratórios de diversas divisões não só do ITA, como também do IAE e do IEAv, oferecendo aos alunos uma visão mais ampla das possibilidades de atuação profissional. OFICINA DE FORMAÇÃO DOCENTE O Projeto de Formação Docente foi retomado no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em agosto de 2016, com objetivo de integrar professor e alunos em torno da atividade educativa. No segundo semestre de 2016, foram realizadas três oficinas, com palestra de convidado externo, compartilhamento de experiências de ensino de docentes do ITA, discussões sobre os perfis dos alunos do aluno e processo ensino-aprendizagem.

ITAEx A ITAEx é uma iniciativa dos alunos de graduação do ITA, liderada principalmente pela T61, mobilizados para apoiar financeiramente projetos na instituição, visando entusiasmar alunos e professores. A pauta de projetos é livre e são escolhidos semestralmente entre aqueles que os próprios professores e alunos do ITA apresentarem. A ITAEx tem o apoio do ITA e não substitui as ações formais estruturantes e de custeio providas pelo poder público.


16

REALIZAÇÕES 2016

DIVISÃO DE CIÊNCIAS FUNDAMENTAIS

O curso fundamental constitui os dois primeiros anos da formação em engenharia do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), com regime seriado e semestral e duração de quatro semestres. Os três anos seguintes dedicam-se ao curso profissional, que oferece especialização em Engenharia Aeronáutica, Aeroespacial, Eletrônica, Mecânica-Aeronáutica, Civil-Aeronáutica e Computação. A grade disciplinar do curso fundamental é formada pelo departamento de matemática, departamento de física, departamento de química, departamento de humanidades, divisão de ciência da computação e divisão de engenharia mecânica.

DADOS ENSINO FUNDAMENTAL GRADUAÇÃO 333 alunos VISITANTES ESTRANGEIROS 30 PROFESSORES 43 efetivos 1 voluntário 9 visitantes 3 RPAs


REALIZAÇÕES 2016

17

DIVISÃO DE ENGENHARIA AERONÁUTICA E AEROESPACIAL Os dois cursos têm, atualmente, 20 projetos em andamento, entre eles: • Infraestrutura para Engenharia Aeroespacial, Manufatura Aeronáutica e Energias Sustentáveis. • Tecnologias em Sistemas de Injeção para Propulsores Líquidos. • Ensaios de Fadiga e Resistência Residual em Painéis Aeronáuticos. • Aplicação de Compósitos em Asa Alongada. • CubeSat ITASAT.

Esta é a única divisão de ensino do ITA que responde por dois cursos, sendo eles: Engenharia Aeronáutica e Engenharia Aeroespacial. O curso de graduação em Engenharia Aeronáutica do ITA forma profissionais com profundos conhecimentos teóricos e práticos em projeto e construção de aeronaves. Ao longo dos cinco anos de formação, o aluno estuda aerodinâmica, estruturas, motores e turbinas, mecânica do voo, além de desenvolver projetos de aviões relacionados a estas áreas. Faz parte da divisão, o departamento de aerodinâmica do ITA e também o departamento de mecânica do voo. Este foi o primeiro ofertado pelo Instituto, tendo o seu início na antiga Escola Técnica do Exército, hoje o Instituto Militar de Engenharia (IME), em 1947. Depois, em 1950 foi instalada em São José dos Campos a atual Divisão de

Engenharia Aeronáutica. Já o curso de graduação em Engenharia Aeroespacial forma engenheiros com profundos conhecimentos em projeto e construção de sistemas aeroespaciais, como foguetes, veículos lançadores suborbitas, veículos espaciais e satélites. Faz parte da divisão, o departamento de sistemas aeroespaciais, com o projeto do nanossatélite ITASAT. O curso de Engenharia Aeroespacial no ITA foi criado em 2010, atendendo a necessidade de uma formação de profissionais na área aeroespacial em fluxo contínuo, bem como a de absorção desses profissionais nos organismos responsáveis pelo desenvolvimento das atividades técnicas do Programa Espacial, lotados atualmente no INPE (Instituo Nacional de Pesquisas Especiais) e no IAE (Instituto de Aeronáutica e Espaço), além dos seus parceiros e fornecedores do setor privado.

DADOS ENGENHARIA AERONÁUTICA GRADUAÇÃO 59 alunos VISITANTES ESTRANGEIROS 4 DADOS ENGENHARIA AEROESPACIAL GRADUAÇÃO 30 alunos


18

REALIZAÇÕES 2016

DIVISÃO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA

O curso de graduação em Engenharia Eletrônica do ITA foi criado em 1951, sendo o primeiro do Brasil. É um curso pleno de engenharia, em período integral, e permite que o aluno tenha atue em atividades de projeto e desenvolvimento de sistemas, equipamentos, processos e dispositivos no campo da eletrônica, destinando suas aplicações em computadores, automóveis, aviões, satélites, equipamentos médicos, entretenimento, comunicações, entre outras.

DADOS ENGENHARIA ELETRÔNICA GRADUAÇÃO 55 alunos PROFESSORES 26 professores 5 colaboradores 5 instrutores


REALIZAÇÕES 2016

19

DIVISÃO DE ENGENHARIA MECÂNICA-AERONÁUTICA

O ITA forma engenheiros, por meio do seu curso de graduação em Engenharia Mecânica-Aeronáutica, com habilidades semelhantes às de um engenheiro mecânico, porém, com foco em aplicações aeronáuticas. O profissional atua em aplicações mecânicas gerais, com requisitos exigentes das aplicações aeronáuticas. O curso tem enfoque em projetos de sistemas mecânicos e mecatrônicos, energia, materiais, processos e gestão industrial e financeira. A divisão de Engenharia Mecânica do ITA foi criada em 1962 e transformada em Engenharia Mecânica-Aeronáutica em 1975.

DADOS ENGENHARIA MECÂNICA-AERONÁUTICA GRADUAÇÃO 122 alunos PROFESSORES 26 Efetivos 22 Colaboradores 05 Instrutores 06 Efetivos (carreira C&T)


20

REALIZAÇÕES 2016

DIVISÃO DE ENGENHARIA CIVIL-AERONÁUTICA

O curso de Engenharia Civil-Aeronáutica do ITA atua diretamente em problemas de interesse do Comando da Aeronáutica. Sua habilitação é igual a de um engenheiro civil, porém, destacando-se em setores como planejamento e projeto de aeroportos, transporte aéreo, tráfego aéreo e infraestrutura associada (geotecnia, pavimentos, estruturas, hidráulica, elétrica e edificações).

DADO ENGENHARIA CIVIL-AERONÁUTICA GRADUAÇÃO 87 alunos PROFESSORES 18 efetivos


REALIZAÇÕES 2016

21

DIVISÃO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

O curso de graduação em Engenharia de Computação tem duração de 10 semestres, em período integral, sendo constituído de uma parte fundamental de ciências exatas, típica de um curso de engenharia e, uma parte diferenciada que explora a área de computação. O engenheiro de computação do ITA consegue atuar com hardwares e softwares. Atualmente, a graduação em Engenharia da Computação tem parceria com o projeto de mapeamento de competências tecnológicas do setor de petróleo, energia e gás com o CENPES (Centro de Pesquisa da Petrobras) e também, está sendo gerado um software com registro junto ao INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

DADOS ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO GRADUAÇÃO 151 alunos PROFESSORES 18 efetivos 6 visitantes


22

REALIZAÇÕES 2016

PÓSGRADUA ÇÃO O ITA oferece Mestrado e Doutorado em cinco Programas de Pós-Graduação, divididos em 22 áreas de concentração: ENGENHARIA AERONÁUTICA E MECÂNICA Mestrandos: 122 Doutorandos: 85 ENGENHARIA ELETRÔNICA E DE COMPUTAÇÃO Mestrandos: 91 Doutorandos: 54 FÍSICA Mestrandos: 38 Doutorandos: 34 ENGENHARIA DE INFRAESTRUTURA AERONÁUTICA Mestrandos: 43 Doutorandos: 26 CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS ESPACIAIS Mestrandos: 83 Doutorandos: 64


REALIZAÇÕES 2016

A pós-graduação do ITA se desdobra em inúmeras atividades. Confira a seguir algumas dessas importantes realizações no ano de 2016: Reestruturação do credenciamento de professores do programa Engenharia Aeronáutica e Mecânica (EAM) Uma das principais metas desta ação é elevar a nota do curso de 5 para 7 na avaliação CAPES. A atividade busca ainda trabalhar com um número de professores ideal para melhorar sempre a produtividade científica. Modificação da estrutura do programa Ciência e Tecnologia Espacial (CTE) Para esta ação, o ITA buscou professores que tivessem o perfil mais tecnológico, complementando o perfil dos professores EAM, que são mais acadêmicos e científicos. Reestruturação de área dos programas Algumas áreas afins tiveram uma fusão, com o objetivo de melhor adequação do programa de pós-graduação.

23

Programa de pós-graduação em Pesquisa Operacional (PPG-PO) em associação com Unifesp Este programa foi aprovado pela CAPES em 2015 e teve sua primeira turma já no primeiro semestre de 2016. As aulas ocorrem tanto no ITA quanto na Unifesp. Mestrado Profissional em Segurança de Aviação e Aeronavegabilidade (MP-Safety), em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC) Este programa foi aprovado em 2015 e oferece aulas na UFC, em Fortaleza. O curso visa áreas do conhecimento relacionadas à Segurança de Aviação, Aeronavegabilidade Continuada, Tecnologia da Informação e Energia Renováveis. O programa de pós-graduação do ITA contempla matriculados em diferentes categorias de alunos, sendo elas: alunos especiais, que são aqueles que dedicam tempo parcial ao curso; disciplina isolada; mestrado profissional, entre eles um da Embraer; e alunos regulares de mestrado e doutorado.

GRUPOS DE TRABALHO DA PÓS-GRADUAÇÃO

• Novos conceitos aeronáuticos.

Os grupos de trabalho da pósgraduação do ITA utilizam das seguintes linhas prioritárias de pesquisa:

• Manufatura, automação, produção e gestão da inovação.

• Engenharia de transporte aéreo.

• Sistemas autônomos e sistemas embarcados. • Propulsão aeroespacial e energia sustentável. • Materiais avançados, materiais multifuncionais e estruturas aeroespaciais.

LATO SENSU E EXTENSÃO Especialização em Segurança de Aviação e Aeronavegabilidade Continuada – SJCampos Especialização em Segurança de Aviação e Aeronavegabilidade Continuada – ABRAPAC/SP (Associação Brasileira de Pilotos da Aviação Civil) Especialização em Análise de Ambiente Eletromagnético Extensão em Engenharia de Armamento Aéreo Aperfeiçoamento em Gestão Escolar com Ênfase em Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação – Prefeitura Municipal de São José dos Campos Aperfeiçoamento em Formação de Professores em Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação – Prefeitura Municipal de São José dos Campos

• Nanotecnologia e engenharia de superfície, • Comando e controle, guerra eletrônica e cyber-security. • Engenharia de sistemas e engenharia logística. • Ciência e engenharia espacial. EVENTOS ACADÊMICOS 17 eventos no ITA, incluindo palestras e workshops.


24 6

REALIZAÇÕES 2016

Projetos de Pesquisa com Apoio de Órgãos de Fomento (Capes, Fapesp, CNPq) RESPONSÁVEL

TÍTULO

Alessandro V. M. De Oliveira

Avaliação empírica dos impactos competitivos de regras regulatórias de redistribuição de slots em aeroportos

Alessandro V. M. De Oliveira

Taxação de emissões de gases de companhias aéreas: modelagem econométrica para investigar seus potenciais efeitos sobre o transporte aéreo brasileiro

Alexis Fabricio Tinoco Salazar

Redes lineares e circunferenciais de antenas de microfita com apontamento do feixe principal e controle dos lóbulos secundários

André Valdetaro G. Cavalieri

Controle de pacotes de onda em jatos e de sua radiação sonora

Argemiro Soares da Silva Sobrinho

Construção e caracterização de acelerômetros Mems Saw com filme fino de ALN depositado por plasma

Armando Zeferino Milioni

Continuação e aprofundamento das pesquisas em análise de envoltória de dados e aplicações de composição de especialistas locais em neuropsicologia

Benedito Carlos de Oliveira Maciel

Modelagem, simulação e controle de veículos aéreos não tripulados flexíveis

Bogos Nubar Sismanoglu

Divulgação de experimentos de física, material didático e ciências através da internet

Brett Vern Carlson

Cálculos computacionalmente intensivos de física nuclear

Cairo Lucio Nascimento Junior

Aplicação de técnicas de inteligência computacional e de análise de big data em um experimento com sistemas multi-agentes na área de finanças

Carlos Alberto Alonso Sanches

Resoluções paralelas de problemas intratáveis em processos industriais

Carlos Henrique Costa Ribeiro

Algoritmos para manutenção de conectividade e eficiência de comunicação em redes AD-ROC de sistemas multi-robô

Cristiane Aparecida Martins

Combustão assistida a plasma em regime rico em combustível

Davi Antônio dos Santos

Controle de formação em posição de multicópteros

Davi Antônio dos Santos

Determinação de atitude de multicópteros usando medidas vetoriais obtidas de uma câmera

David Fernandes

Especificação e projeto de sistema de telemetria e telecomando para satélites universitários

Denise Stefanoni Combinato

Nós e os nossos nós: uma proposta interdisciplinar para o ensino médio através da literatura e audiovisual

Domingos Alves Rade

Concepção e projeto multidisciplinar de aeronaves de geometria adaptativa empregando materiais inteligentes

Douglas Marcel Gonçalves Leite

Produção de filmes e heteroestruturas à base de gan pela técnica de sputerring reativo para aplicações em dispositivos saw

Elder Moreira Hemerly

Simuladores avançados de voo

Erico Luiz Rempel

Campos magnéticos e dínamos em plasmas espaciais e astrofísicos II

Ezio Castejon Garcia

Laboratório de controle térmico para aplicações aeroespaciais

Francisco B. Correto Machado

Estudo de estados eletrônicos em hidrocarbonetos aromáticos policíclicos e suas propriedades eletrônicas como modelos de estruturas de grafeno

Francisco B. Correto Machado

High-level quantum chemical investigations of defect structures in model graphene systems (Sprint 3/2014)

Geilson Loureiro

Início da indústria brasileira de pico-satélites universitários


REALIZAÇÕES 2016

25 7

Gilberto Petraconi Filho

Jato de plasma plano com escoamento supersônico para processamento de materiais cerâmicos utilizados em sistemas de proteção térmica de dispositivos aeroespaciais

Gilberto Petraconi Filho

Tecnologia de plasmas para fins energéticos: conversão de carvão em gás de síntese, reforma do co2 e tratamento do alcatrão

Gilberto Petraconi Filho

Desenvolvimento de um reator híbrido de descarga tipo corona e de barreira dielétrica para modificação das propriedades superficiais em substratos têxteis

Gilmar Patrocinio Thim

Efeito da funcionalidade de CNTS com alcanos de diversos tamanhos nas propriedades do nanocompósito (CNT/PEAD)

Gilmar Patrocinio Thim

Reação de sonodegradação catalisada pelo nanocompósito grafeno/ti02

João Luiz Filgueiras de Azevedo

Instituto nacional de tecnologias espaciais

Josiel Urbaninho de Arruda

Formação e capacitação de recursos humanos na área de sensores para imageamento na faixa de terahertz

Luis Gonzaga Trabasso

Simulador de vôo com plataforma robótica de movimento (SIVOR)

Luiz Carlos Sandoval Goes

A mobilidade como elemento motivador para formação de engenheiros mecânicos, elétricos e mecatrônicos

Luiz Claudio Pardini

Obtenção de aerogel de carbono para proteções térmicas

Manuel Máximo B. M. De Oliveira

Matéria superdensa no universo

Marisa Roberto

Estudo de transporte de partículas em plasmas de fusão e modelagem de plasmas para estudo de deposição e corrosão

Marisa Roberto

Transporte de linhas de campo magnético e de partículas em tokamaks e modelagem de plasmas para estudo de deposição e corrosão

Marisa Roberto

Aplicações de plasmas em fusão controlada e modelagem em plasmas frios

Osamu Saotome

Projeto de pesquisa e desenvolvimento de uma plataforma aero-suportada para pesquisa e projeto de sistemas eletrônicos aplicados ao computador de bordo e ao controle de atitude do satélite

Pedro Teixeira Lacava

Uso racional de biocombustíveis em motogeradores

Rafael Thiago Luiz Ferreira

Projeto hierárquico de compostos para produção por impressão tridimensional

Roberto Kawakami H. Galvão

Monitoramento e controle de sistemas dinâmicos sujeitos a falhas

Rodnei Bertazolli

Desenvolvimento de uma microsonda de corrosão para monitorar os efeitos da microsoldagem a laser nas propriedades das ligas TI-NB-XSN e NI-TI

Rodrigo Arnaldo Scarpel

Mineração de dados aplicada a detecção precoce de atrasos por congestionamento em aeroportos brasileiros

Rubens Junqueira Magalhães Afonso

Desenvolvimento e implementação de algoritmos de caminhada para robôs humanoides

Sergio Frascino Muller De Almeida

Estruturas aeronáuticas de materiais compósitos

Tobias Frederico

Métodos para resolução de equações de relatividade no espaço minkwoski com aplicações em física hadrônica, nuclear e matéria condensada

Wayne Leonardo Silva de Paula

Aspectos não perturbativos de teoria quântica de campos: aplicação ao grafeno e à física de hádrons

Wilson Cabral de Sousa Jr

Coast@br - mudanças climáticas: vulnerabilidade e risco em regiões costeiras brasileiras


26

REALIZAÇÕES 2016

OUTROS PROJETOS

PE Safety - Curso de Especialização em Segurança de Aviação e Aeronavegabilidade Continuada - Turma Rio de Janeiro PETROBRAS ROBÓTICA - Automação da Construção e Montagem de Reservatórios Industriais de Grande Porte Simulações e Análises EMBRAER - Estruturas metálicas COURSERA - Plataforma de hospedagem de cursos on-line da Coursera PETROBRAS - Mapeamento de Competências - Sistema para Mapeamento de Competências Tecnológicas PE Safety - Curso de Especialização em Segurança de Aviação e Aeronavegabilidade Continuada - Turma 1 SP (ABRAPAC) ITA MP - Mestrado Profissionalizante em Engenharia Aeronáutica e Mecânica (MP-EAM) SAC ESTUDO - Apoio Técnico para a Realização de Estudos e Análises do Setor Aeroportuário Brasileiro SENAI Brasília Turma II - Mestrado Profissionalizante em Produção SIVOR - Simulador de Voo com Plataforma Robótica de Movimento (Reinserção) PE Safety - Disciplina AS-179 Human Factor in Aviation Safety RIOGALEÃO - Conceituação e Dimensionamento de Barreira de Contenção de Aeronaves para Viaduto V 5 do Aeroporto do Galeão Boeing University Relations - Aeroelasticidade Experimental na Graduação em Engenharia no ITA AVIBRAS - Estudo para o Carregamento de Propelente de Motor de Grande Porte Aplicável ao VLM GRU AIRPORTS - Estudo da capacidade potencial do sistema de pistas do Aeroporto Internacional de Guarulhos contemplando cenários operacionais e físicos alternativos SCBTGA - Desenvolvimento de sistemas de combustão para uso de biocombustíveis em turbinas a gás aeronáuticas CEPROS - Desenvolvimento de tecnologias em sistemas de injeção para propulsores líquidos AME ASA - Automação da montagem estrutural de asas DOBRAITA - Elaboração de projetos executivos e diagnósticos das redes existentes SIKORSKY - Criação de um laboratório de asas rotativas e um simulador de voo para helicópteros no ITA PE SAFETY - Turma TAM PRÉ-SAL - Sistemas de monitoramento e rastreamento de embarcações na área do Pré-sal com posicionamento relativo e absoluto


REALIZAÇÕES 2016

NOVAER - Ensaios estruturais estáticos de uma aeronave em material compósito SPOT - 2 RP - Net STIRP - Soluções tecnológicas integradas envolvendo reconhecimento de padrões ITA MP IEM - Projeto de desenvolvimento científico e tecnológico da IEM Fundação EZUTE - Identificação do instrumento contratual de suporte EMBRAER E-WORKS - Ambiente alternativo e inovador PETROBRAS/ITA/NÚCLEO DE COMPUTAÇÃO - Implantação de núcleo de computação científica nas instalações do Laboratório de Computação em Fenômenos de Transporte LCFT/ITA visando a capacitação do instituto para realização de pesquisas/testes/estudos FÍSICA EM VOO - Estudos avançados em física do voo COMPÓSITOS - Aplicação de compósitos em asa alongada SENAI BRASILIA TURMA III - Mestrado profissionalizante em Produção LAEROMAT - Centro de caracterização de Materiais LABMAT - Laboratório de síntese, caracterização e simulação computacional de Materiais PE SAFETY - TURMA 11 – São José dos Campos ITA MP IEA - Projeto de desenvolvimento científico e tecnológico da IEA ITA MP IEE - Projeto de desenvolvimento científico e tecnológico da IEE Jonhson & Johnson - Mulheres em STEM 2017 Transbordamento da abordagem de desenvolvimento integrado de produtos no setor automotivo: aplicação no desenvolvimento da cadeia de fabricação e análise de engrenagens e virabrequins STAMPS - Soluções tecnológicas aplicáveis à mídias e produtos em saúde AKAER - Desenvolvimento tecnológico, qualificação tecnológica e implantação de unidade fabril ITA CCR - Ecodriving BR PEUGEOT - Estudo conceitual de um motor avançado a etanol

27


28

REALIZAÇÕES 2016

DESTAQUES 2016


REALIZAÇÕES 2016

29

SIMULADOR DE VOO COM PLATAFORMA ROBÓTICA DE MOVIMENTO (SIVOR) Este é um projeto de pesquisa cooperativa entre o ITA e a Embraer, com apoio da Fapesp. Seu objetivo é desenvolver um ambiente de simulação de aeronaves realista de modo a otimizar o ciclo de desenvolvimento do produto, deslocando a curva de aprendizagem para as fases preliminares do projeto. Assim, qualquer modificação ou intervenção no projeto inicial de uma aeronave pode ser realizada com menor custo e em menor intervalo de tempo. Outra proposta do SIVOR é otimizar o processo de desenvolvimento de leis de controle fly-by-wire, permitindo que o piloto teste e avalie este sistema sem necessidade de um protótipo da aeronave. Além da redução de custos e de tempo no projeto da aeronave, a pesquisa ainda propicia treinamento de pilotos em um ambiente de alta fidelidade na execução de manobras de ensaio de voo, consideradas de alto risco durante a campanha de ensaio em voo. SATÉLITE UNIVERSITÁRIO - ITASAT O nanossatélite ITASAT é um dos projetos de grande destaque do ITA. Este satélite educacional utiliza o conceito cubesat, padrão reduzido baseado em cubos e utilizado, principalmente, para pesquisa. Possui 6U, o que o torna ainda mais complexo, e a previsão é que seja colocado em órbita baixa (cerca de 400km de altitude) com quatro cargas úteis com cinco experimentos, sendo eles de coleta de dados ambientais, validação de GPS para verificação de posição de satélites, placas de sensores, câmara comercial de baixa resolução para imageamento terrestre e link de comunicação segura. Seu lançamento, ainda sem data confirmada, está previsto para acontecer na Base Aérea de Vandenberg, na Califórnia, Estados Unidos, pela SpaceX. O lançador é o Falcon 9, que levará um satélite de grande porte e mais 80 cubesats, sendo apenas três no padrão 6U; um deles é o ITASAT. O conhecimento gerado pelo desenvolvimento deste projeto eleva o ITA a um novo patamar de competência no ensino de engenharia aeroespacial, podendo colaborar com outros projetos nacionais, incluindo os de defesa. AUTOMAÇÃO DA MONTAGEM ESTRUTURAL DE ASAS Por meio deste projeto, a Divisão de Mecânica-Aeronáutica pretende desenvolver um processo de automação robotizada para furação e instalação de prendedores na montagem de estruturas aeronáuticas, tais como junção de fuselagens. Entre os objetivos específicos do projeto, estão: a implementação de um ambiente laboratorial para a realização do processo de automação da montagem estrutural de aeronaves; projeção, construção e teste de um sistema automático para nivelamento e alinhamento de fuselagens; a projeção, construção e teste de um sistema robótico cooperativo para furação e inserção de prendedores em fuselagens aeronáuticas; integração e testes dos sistemas; e a formação e capacitação de recursos humanos na área de automação industrial aeronáutica.


30

REALIZAÇÕES 2016

LABORATÓRIOS

O ITA conta com cerca de 60 laboratórios acadêmicos, com objetivo de oferecer apoio didático às disciplinas do curso de graduação. Além desses, há também 18 laboratórios de pesquisas, que visam apoiar as atividades de pesquisa e de desenvolvimento de projetos e, geralmente, têm caráter multidisciplinar. São eles:

1. Laboratório de Plasmas e Processos (LAB-PP);

10. Laboratório de Máquinas Ferramenta (LAB-MF);

2. Laboratório de Computação Científica Avançada e Modelamento (LAB-CCAM);

11. Laboratório de Processamento e Caracterização de Materiais (LABPCM);

3. Laboratório de Pesquisa em Educação Científica e Tecnológica (LABPECT);

12. Laboratório de Computação em Fenômenos de Transporte (LCFT);

4. Laboratório de Engenharia Aeronáutica – Prof Kwei Lien Feng (LABFENG); 5. Laboratório de Estruturas Aeroespaciais – Elefante Branco (LAB-EST); 6. Laboratório de Combustão, Propulsão e Energia (LAB-CPE); 7. Laboratório de Novos Conceitos Aeronáuticos (LAB-NCA); 8. Laboratório de Sistemas Aeroespaciais (LAB-SIS);

13. Laboratório de Engenharia Logística (AEROLOG-LAB); 14. Laboratório de Guerra Eletrônica (LAB-GE); 15. Laboratório de Ensino e Pesquisa (LAB-CIVIL); 16. Laboratório de Aprendizagem e Interação (LAB-AI); 17. Laboratório de Sistemas Computacionais Autônomos (LAB-SCA); 18. Laboratório de Big Data, Semântica e C2 (LAB- BSC2);

9. Centro de Competência e Manufatura (CCM);

No ano de 2016 foram inauguradas instalações de 3 laboratórios: LCFT - LABORATÓRIO DE COMPUTAÇÃO EM FENÔMENOS DE TRANSPORTE O laboratório de computação em fenômenos de transporte é voltado à pesquisas de visualização e simulação virtual, dedicando-se à análise de escoamentos e transferência de calor e massa. As pesquisas básicas e aplicadas são desenvolvidas associadas às teses de mestrado e doutorado, além de pesquisas em pós-doutoramento e iniciação científica. O laboratório tem as seguintes áreas de atuação: • • •

Tecnologia CFD (Computational Fluid Dynamics) aplicado a Projeto de Componentes e Sistemas Térmicos e Hidráulicos Petróleo e Gás Meio Ambiente


REALIZAÇÕES 2016

31

NOVAS INSTALAÇÕES DO CCM - CENTRO DE COMPETÊNCIA EM MANUFATURA Este laboratório está previsto na estrutura do ITA por meio do regimento interno e fica subordinado à divisão de engenharia mecânica. O centro de competência em manufatura com o seu laboratório multidisciplinar desenvolve pesquisas e soluções na área de manufatura e é especialista em todas as etapas do ciclo de vida de produto. Além de realizar pesquisas voltadas para o desenvolvimento da indústria, fomentando a inovação na área de manufatura. Em conjunto com empresas parceiras, o CCM desenvolve produtos e soluções nas áreas de: • • • • •

Processos de Fabricação (Usinagem, Manufatura Aditiva) Automação (Robótica, Mecatrônica, Controle) Metrologia Manufatura Digital (Otimização da fábrica e redução de custos) Análise Estrutural

Além disso, são empregados conceitos para aumento da eficiência e qualidade, tais como Desenvolvimento Integrado de Produto (DIP) e Manufatura Enxuta (Lean Manufacturing).

LPP - LABORATÓRIO DE PLASMAS E PROCESSOS Ao todo, quatros laboratórios formam o LPP: Laboratório de Plasmas Frios; Laboratório de Plasmas Térmicos; Laboratório de Nanotecnologia; e Laboratório de Caracterização de Materiais. As atividades de pesquisa do grupo têm o caráter multidisciplinar próprio de um setor de P&D conhecido atualmente como Tecnologia de Plasmas. As principais linhas de pesquisa do LPP são: • • • • •

Desenvolvimento de reatores e processos a plasma frio e tochas de plasma; Gaseificação de resíduos visando à geração de energia; Produção e estudo de materiais nanoestruturados em forma de pós, géis e filmes; Produção de filmes finos e tratamento de superfícies de materiais metálicos, poliméricos e cerâmicos para aplicações em microeletrônica, aeroespacial, médica e odontológica; Desenvolvimento de sensores e microdispositivos.


32

REALIZAÇÕES 2016

RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

Ao longo de 2016, o ITA firmou inúmeras parcerias, realizou encontros, participou de eventos e missões nacionais e internacionais, além de cooperações, acordos técnicos e arranjos acadêmicos. Firmados ou vigentes em 2016:

NACIONAIS Universidade de Taubaté – Unitau e CTA/ITA Faculdade de Tecnologia de São José dos Campos – Fatec/SJC Faculdade de Ciências Médicas de São José dos Campos – FCM/SJC Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais – CEFET/MG Escola de Economia de São Paulo – EESP Universidade Estadual de Goiás – UEG Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR Instituto de Logística da Aeronáutica – ILA Universidade Estadual do Maranhã0 – UEMA Universidade Federal do Ceará – UFC Instituto de Controle do Espaço Aéreo – ICEA Instituto de Aeronáutica e Espaço Aéreo – EAE/DCTA Instituto de Estudos Avançados – IEAv/DCTA Universidade Federal de São Paulo – Unifesp Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – IFSP BBM Investimentos/BBM Banco Enactus Worldwide Senai Cimatec


REALIZAÇÕES 2016

INTERNACIONAIS Universidade Técnica de Hamburgo, Alemanha Berlin University of Technology, Alemanha RWTH Aachen University, Alemanha Space Research and Technology Institute, Bulgária McGill University, Canadá Carleton University, Canadá University of Michigan, EUA Georgia Institute of Technology, EUA L´Ecole Nationale de l´Aviation Civile, França Institut National des Sciences Appliquées de Lyon, França École Polytechnique, França Ecole Nationale Superieure de Mecanique Et D´aerotechnique, França Ecole Nationale des Ponts et Chaussés, França Thales Alenia Space, França ISAE, França Delft University of Technology, Holanda Universidade de Twente, Holanda International Center for Relativistic Astrophysics Network, Itália Shizuoka Institute of Science and Technology, Japão Air Force Institute of Technology, Nigéria Universidade da Beira Interior, Portugal Instituto Superior Técnico de Lisboa, Portugal KTH Royal Institute of Technology, Suécia Luleá University of Technology, Suécia Linköping University, Suécia

33

INTERNACIONALIZAÇÃO VISITANTES 292 visitantes estrangeiros

Destaque para a Suécia com 71 visitantes, os Estados Unidos da América com 57 e a França com 53. Ao todo, 24 nacionalidades visitaram o ITA. COURSERA – CAPACITAÇÃO A DISTÂNCIA O ITA também oferece programas de cursos integrados à distância, por meio da plataforma Coursera. Somente em 2016, o programa Programação Java e Desenvolvimento Ágil, contabilizou 25.256 alunos inscritos, alcançando 74 países. E, o programa Controle Dinâmico de Sistemas obteve o total de contabilizou 22.904 alunos inscritos.


34

REALIZAÇÕES 2016

EX TEN SÃO


REALIZAÇÕES 2016

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ANÁLISE DE AMBIENTE ELETROMAGNÉTICO (CEAA) Este curso de pós-graduação lato sensu oferecido pelo ITA atende à demanda do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR) e conta com apoio técnico do Instituto de Aplicações Operacionais (IAOp). Tem por objetivo formar especialistas capacitados a analisarem metodologias e tecnologias empregadas na interação de equipamentos e, sistemas com o ambiente eletromagnético. O ITA, em parceria com o COMGAR, já formou 128 especialistas em análise de ambiente eletromagnético. Esta é a décima oitava turma, com 14 militares do Comando da Aeronáutica.

CURSO DE EXTENSÃO EM ENGENHARIA DE ARMAMENTO AÉREO (CEEAA) O CEEAA é um curso oferecido pelo ITA com apoio da Divisão de Sistemas de Defesa do Instituto de Aeronáutica e Espaço e, visa uma formação ampla de aplicação de tópicos de Engenharia em sistemas de armamento aéreo. Sua grade curricular contempla assuntos como Armamentos e Munições Aéreas, Explosivos, Engenharia de Sistemas, Controle de Sistemas Automáticos, Aerodinâmica de Mísseis, Radar, Sensores, Atuadores, Motor Foguete, Pesquisa Operacional e Simulação de Mísseis. Desde a primeira turma, em 1977, foram formados 144 especialistas. A turma de 2016 é composta por quatro oficiais da Força Aérea Brasileira.

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SEGURANÇA DE AVIAÇÃO E AERONAVEGABILIDADE CONTINUADA (CESAAC) (PE-SAFETY) O PE-Safety, em nível de pós-graduação Lato Sensu, iniciou-se em 2004, numa cooperação entre o ITA e organizações militares do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial e, ainda, órgãos e empresas do setor aeronáutico. O curso visa à integração de competências existentes em engenharia aeronáutica, confiabilidade e segurança de sistemas de aeronaves, gerenciamento de crises e planejamento de contingências, negócios em aviação, certificação

35

aeronáutica, medicina aeroespacial, responsabilidade civil e aspectos legais e segurança de aviação. O PE Safety formou, até o momento, 535 especialistas. Esta é primeira turma do curso na Associação Brasileira de Pilotos da Aviação Civil - ABRAPAC com 36 formandos, entre eles 31 civis e cinco militares da ativa.

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE GESTÃO ESCOLAR COM ÊNFASE EM TECNOLOGIAS DIGITAIS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Este curso atende à necessidade de formação continuada dos profissionais da Educação de Ensino Fundamental e visa propiciar análises e reflexões do sistema escolar, sobre práticas escolares nos aspectos administrativos, técnicos, políticos, legais e pedagógicos, bem como oferecer uma perspectiva de uso de novas tecnologias em sala de aula. O curso é destinado aos gestores das escolas públicas municipais da rede de ensino de São José dos Campos, tendo como objetivo formar educadores para atuação competente na gestão educacional e escolar, subsidiar a sua formação profissional como gestor educador, capacitá-lo para analisar as políticas educacionais e sobre e estimular a pesquisa frente aos problemas da gestão escolar. Esta é a primeira turma, do curso de Gestão Escolar, com 16 formandos.

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM TECNOLOGIAS DIGITAIS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Este curso é destinado a professores das escolas públicas municipais da rede de ensino de São José dos Campos, que tem por objetivo formar educadores para atuarem com uso da tecnologia digital em sala de aula. Esta iniciativa, além de atender à necessidade de formação continuada dos profissionais da Educação, proporciona a difusão dessas tecnologias na educação, motivando os professores a lidarem com as novas tecnologias da informação em sua prática pedagógica. Esta é a primeira turma do curso de formação de professores com 43 formandos.


36

REALIZAÇÕES 2016

ADMINISTRAÇÃO Garante o apoio administrativo, logístico e operacional aos demais setores do ITA, além de planejar, dirigir, coordenar e controlar as atividades de administração de pessoal civil e militar.


REALIZAÇÕES 2016

37

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

EFETIVO Civil: 141 Civil (docentes): 136, sendo 7 de origem internacional Militares: 78, sendo 15 instrutores

CAPACITAÇÃO 53 missões no exterior e 2 pós-doutorados Foram 60 servidores civis e 12 militares que passaram por cursos e treinamentos

FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS Compras: 3 funcionários Almoxarifado: 3 funcionários Registro: 5 funcionários Recolhimento de receita: 1 funcionário

AÇÕES COM PÚBLICO INTERNO • Café com Reitor • Dia da Mulher • Aniversário do ITA • Dia do Professor • Dia da Qualidade de Vida


38

REALIZAÇÕES 2016

INFRAESTRUTURA O ITA oferece uma infraestrutura completa e de ponta para atender a todas as demandas exigidas pela hélice tripla – Governo, Universidade e Indústria.

BIBLIOTECA EM NÚMEROS

Acervo Técnico-Científico Especializado

BIBLIOTECA

1.012.245, sendo Coleção eletrônica: 751.239 Coleção física: 261.006

A biblioteca do ITA tem vasto acervo técnico-científico especializado em ciência e tecnologia, atendendo as necessidades de alunos e professores. Foi por meio dela que, em 1950, criou-se a Divisão de Informação e Documentação do ITA.

Biblioteca digital

Por ser o mais completo, atualizado e único do país especializado na área aeroespacial, o acervo Bibliográfico do ITA é considerado referência nacional e vem garantindo a evolução contínua de alto nível e de excelência do ensino, da pesquisa e do desenvolvimento tecnológico gerado em prol da Soberania Nacional.

Pesquisas Online

A biblioteca também é pioneira no Brasil na instalação de um avançado sistema de Arquivos Deslizantes Eletroeletrônicos. Esta tecnologia otimiza o acesso às publicações e ainda disponibiliza à comunidade, conteúdos de 1950 a 1980 de suma necessidade para o desenvolvimento da pesquisa de ponta.

Publicações: 5.964 Acessos: 226.792

364.851, sendo Portal de Periódicos CAPES: 257.800 Sophia Biblioteca: 42.051 Bases de Dados Internas: 65.000 Produção Técnico-Científico do ITA 322

AUDITÓRIOS Utilização dos auditórios B e Lacaz Neto: 218 dias de uso dos auditórios 305 eventos recebidos por ambos os auditórios

Circulação/Empréstimos de Material Bibliográfico 16.814 Frequência de usuários em 2016 25.344, sendo Mensal: 2.112 Diária: 96


REALIZAÇÕES 2016

39

OBRAS

FINALIZADAS

EM ANDAMENTO

Sala 2007 (IEI)

Sala 2124 (IEI)

ca para implantação do Laboratório de Bioengenharia

Sala 2105 (IEI)

(IEE)

Sala 2105 – Continuação (IEI)

Retirada de um Pilar da Sala de Aula do Mestrado Pro-

Acompanhamento da situação estrutural da Ala Zero – Fase 2

fissional em Produção MPEP (IEI)

Prédio da Ala Zero – Fase 2

Adequação da Infraestrutura do Banco de Teste de Inje-

Reforma do Telhado do Prédio do Departamento de

tores de Motor Foguete a Propelente Líquido do Labora-

Química da Divisão de Ciências Fundamentais (IEFQ/

tório de Propulsão do ITA (IEA)

IEF)

Construção do Laboratório de Tecnologia de Foguetes

(IEA) •

Reforma do Prédio da Divisão de Engenharia Eletrôni-

Construção do Laboratório de Tecnologia de Foguetes -

(IEM) •

Continuação (IEA) •

Retirada do bambuzal (CCM - IEM)

Reforma da Sala de Aula do Mestrado Profissional em Produção - MPEP (ITA/SENAI) – (IEI)

Colocação de piso externo do Laboratório do CCM Reforma do Laboratório de Aerodinâmica da Divisão de Engenharia Aeronáutica (FENG)/(EIA)

Construção do Laboratório de Tecnologia em Sistemas de Injeção para Propulsores Líquidos (IEA)

Contratação de Projeto de “Retrofit” do Prédio do Departamento de Física (IEFF/IEF) para utilização por parte do Laboratório de Sistemas Espaciais da Divisão de Eng. Aeronáutica (LSE/IEA)


40

REALIZAÇÕES 2016

EXPANITA Apoio à expansão das atividades de graduação, pós-graduação, pesquisa e inovação do ITA

As obras de expansão do ITA estão em andamento. O projeto começou com a construção do prédio da Divisão de Ciências Fundamentais, a primeira de uma série de ampliações planejadas para dobrar o número de alunos nos cursos de graduação e aumentar em 50% as vagas de Mestrado e de Doutorado. O edifício terá área de cerca de 16 mil m² com soluções sustentáveis, como aproveitamento da água da chuva e utilização de ventilação e iluminação naturais. O projeto arquitetônico foi pensado para manter o alinhamento com as primeiras construções, concebidas por Oscar Niemeyer, ainda na década de 1940. Os ambientes de salas de aula e de laboratórios foram planejados para ter flexibilidade e atender a diversas funcionalidades. O ITA também deve


REALIZAÇÕES 2016

receber novas moradias, um auditório de 1.200 lugares, uma biblioteca para 320 mil volumes e alojamentos para graduandos e pós-graduandos. Em 2016, além do apoio técnico para acompanhamento das obras do novo prédio da Divisão de Ciências Fundamentais, houve a continuação dos serviços prestados por pesquisadores para apoio em pesquisa de novas metodologias e análise de melhores práticas de modelos de ensino de engenharia, além do apoio técnico para acompanhamento das obras do novo prédio da Divisão de Ciências Fundamentais, suporte na montagem da sala do ITA no Parque Tecnológico, reforço e adaptação de diversos laboratórios. Com relação a cooperações e parcerias, em outubro de 2016 foram assinados o Acordo de Intercâmbio de Estudantes e o Memorando de Entendimento com a RWTH Aachen University na Alemanha, para intercâmbio de estudantes e docentes, estabelecimento de projetos de pesquisa de interesse comum, intercâmbio de publicações acadêmicas e relatórios. Além disso, em dezembro de 2016, foi assinado o Memo-

41

rando de Entendimento com o SENAI CIMATEC, com o objetivo de estabelecer ações que viabilizem a realização de Pesquisa e Desenvolvimento relacionados a Nanoantenas, Energia Solar, Geração de Energias Sustentáveis, Redes Inteligentes, Logística no Desenvolvimento de Sistemas Complexos e outras áreas mutuamente acordadas. Outra cooperação realizada foi o Acordo de Cotutela em novembro, com a Sapienza Universitá di Roma (Itália), visando a cooperação científica entre italianos e estrangeiros pesquisadores, por meio de mobilidade de candidatos de Doutorado. Houve também uma visita do prof. Dr. Ernesto Marujo, pró-reitor de Extensão e Cooperação à Shizuoka Institute of Science and Technology (SIST) e a Universidade de Tokai, cuja parceria consiste em apoiar as pesquisas com testes realizados no Japão e o desenvolvimento de cursos voltados para engenharia, especialmente a engenharia mecânica e a engenharia aeronáutica. 


42

REALIZAÇÕES 2016

OUTRAS CONTRIBUIÇÕES

FAB (FORÇA AÉREA BRASILEIRA) O ITA oferece recursos humanos qualificados para a FAB. O laboratório de Guerra Eletrônica (LAB-GE), por exemplo, foi criado no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) em 2001 com o objetivo de fomentar o ensino e a pesquisa em áreas de interesse da Defesa, mais especificamente na área de Guerra Eletrônica, bem como prestar apoio de infraestrutura ao Curso de Especialização em Análise de Ambiente Eletromagnético (CEAAE) e ao Programa de Pós-graduação em Aplicações Operacionais (PPGAO). O LAB-GE tem por objetivo viabilizar soluções de ensino e pesquisa em Guerra Eletrônica, por meio da implementação, adaptação e manutenção da infraestrutura de laboratórios, bem como prestar assessoria técnico-científica em assuntos relacionados com suas linhas de pesquisa, verifica se os requisitos negociados em aeronaves, são os que estão sendo entregues.

NÚMERO DE MILITARES FORMADOS NO ITA EM 2016 Graduação: 31 Pós-graduação (CEAAE, CEAA e Abrapac): 23 Mestrado: 17 Doutorado: 1

ITA AMPLIA PARTICIPAÇÃO FEMININA NA ÁREA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA No Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), as alunas somam 10% do total das turmas e em algumas aulas, apenas uma mulher participa. Pensando em ampliar a participação feminina nessa área de formação, a empresa Johnson & Johnson criou o projeto STEM2D, que tem como principal objetivo incentivar o ingresso de mulheres em cursos das seguintes áreas: Ciências, Tecnologia, Engenharia, Matemática, Manufatura e Design. O projeto seleciona universidades parceiras em todo o mundo e desenvolve ações que incentivam mulheres a desenvolver conhecimento nessas áreas.

O ITA a única instituição eleita no hemisfério sul e participa da iniciativa com 24 alunas. Ao todo, foram selecionadas noves universidades pelo mundo, sendo outras seis nos Estados Unidos, uma na Irlanda e uma no Japão. O projeto atua em duas frentes, uma para o desenvolvimento técnico das alunas de graduação e outra para a participação dessas alunas em palestras, oficinas e uma feira de ciências, que está prevista para acontecer em outubro e tem como público-alvo os estudantes do ensino fundamental e médio.


REALIZAÇÕES 2016

IMPACTO NA CIÊNCIA As pesquisas em ciências fundamentais, como física e química, não necessariamente estão relacionadas a uma aplicação imediata, como no caso da engenharia. Contudo, são seus desdobramentos que geram novos conceitos e bases que resultam, por sua vez, em novas tecnologias. A formação sólida do ITA está diretamente relacionada ao forte ensino nas ciências fundamentais, que proporcionam um alicerce de conhecimento essencial para a engenharia, uma vez que as tecnologias podem evoluir, mas as bases cientificas se mantêm. O ITA tem uma área de concentração de mestrado e doutorado em física, bem como muitas pesquisas na área. Isso contribui tanto na formação de nossos engenheiros, quanto na construção de um conhecimento que fundamentam novas descobertas, propiciando o ambiente adequado para criação de novas tecnologias. INTERAÇÃO COM A INDÚSTRIA O ITA interage com dezenas de universidades, institutos de pesquisa e empresas nacionais e internacionais, por meio de acordos de cooperação em ensino e pesquisa, convênios de intercâmbio e relacionamentos profissionais entre docentes e pesquisadores. Além disso, os acordos propiciam uma rede de intercâmbio de pesquisadores e docentes, realizando pesquisas conjuntas e oportunidades, mantendo o ITA em posição de destaque na sua relevância nos projetos de pesquisas. Dentre os spins-off do ITA, os destaques em 2016 foram: ALTAVE No ano de 2011, dois engenheiros recém-formados pelo ITA criaram a Altave, dentro da INCUBAERO (incubadora do Departamento de Ciência e tecnologia Aeroespacial). A empresa aeroespacial desenvolve veículos mais leves que o ar, com foco na criação de produtos e serviços inovadores, envolvendo múltiplas aplicações. Em 2016, a ALTAVE ganhou notoriedade internacionalmente em decorrência de seu sucesso na implantação de quatro

43

balões de monitoramento persistente de grandes áreas nos Jogos Olímpicos RIO 2016. A ALTAVE hoje é fabricante sem similar nacional de aeróstatos cativos para monitoramento e radiocomunicações, detendo certificado de exclusividade pela ABIMDE (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança), tanto para venda dos sistemas como para prestação de serviços. BACK4APP Atualmente instalada no Vale do Silício (EUA), a empresa Back4app foi criada por três iteanos formados na em Engenharia da Computação e Engenharia Aeronáutica dentro do ITA. O Back4app é uma ferramenta que torna o desenvolvimento de softwares mais rápidos e eficientes. Milhares de desenvolvedores ao redor do mundo já migraram para o Back4app e começaram a recomendar a empresa. A plataforma conta como mais de 7 milhões de dispositivos conectados, processa diariamente mais de 2 milhões de requisições em sua infraestrutura e está entre as mais visadas empresas de tecnologia do mundo. QUERO BOLSA Três engenheiros de computação do ITA criaram um negócio que atacasse o entrave financeiro para o ensino superior: o portal Quero Bolsa. A startup brasileira mostra bolsas oferecidas por universidades particulares de todo o país e já chamou a atenção de uma das maiores aceleradoras do mundo: a Y Combinator, do Vale do Silício. Todos os meses, dois milhões de estudantes acessam o site – e 70 mil deles já usaram o serviço. Segundo a plataforma, 730 universidades brasileiras estão no Quero Bolsa. Os descontos variam de 5 a 75% da mensalidade, dependendo do curso, do turno e da faculdade. O Quero Bolsa se monetiza por meio de um acordo com as faculdades: a primeira mensalidade paga pelo estudante irá para a plataforma. Para as instituições, a plataforma funciona como uma espécie de marketplace do ensino.


44

REALIZAÇÕES 2016


REALIZAÇÕES 2016

Assessoria de Comunicação Social Tenente Raquel Caratti Piani (chefia) Sargento Jeferson de Abreu Silva Sargento R1 Paulo Roberto de Oliveira comunicacao@ita.br Texto, criação e design final KMS Comunicação Produção Gráfica Allcor Gráfica 300 exemplares

45


46

REALIZAÇÕES 2016

APOIO

Instituto Tecnológico de Aeronáutica Praça Marechal Eduardo Gomes, 50 – Vila das Acácias CEP: 12.228-900 - São José dos Campos - SP

www.ita.br


REALIZAÇÕES 2016

47

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA ITA

Realizações do ITA 2016  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you