Page 1

01 | Automação | Julho 2016

A fonte de informação em automação industrial

STEUTE EXPANSÃO DA LINHA “WIRELESS EX”

15

NORD NOVAS ENGRENAGENS HELICOIDAIS CÔNICAS DE DUAS FASES COM TORQUE DE SAÍDA DE 50 NM

17 SISTEMAS DE VISÃO: TECNOLOGIA DE PONTA EM UM MERCADO CRESCENTE

4

O ACURO® AX65 DA HENGSTLER É O ENCODER ABSOLUTO À PROVA DE EXPLOSÃO MAIS COMPACTO DO MERCADO

22


01 | Automação | Julho 2016

A fonte de informação em automação industrial

BALLUFF

4

8 COGNEX

9 PEPPERL +FUCHS

OMRON

10

KEYENCE

14

13 ARC INFORMATIQUE

STEUTE

15

NORD

17

16

STAHL

SOFTING

HMS

18

19

20

HENGSTLER

DORNER

STEUTE

22

24

25

www.revista-automacao.com


Encontre todas as novidades em: www.revista-automacao.com

A fonte de informação em automação industrial

01 | Automação | Julho 2016

3


PANORAMA DO MERCADO

SISTEMAS DE VISÃO: TECNOLOGIA DE PONTA EM UM MERCADO CRESCENTE Eles são como “olhos” que supervisionam, detectam e enviam informações críticas, comunicando os resultados para sistemas de controle e monitoramento, e, dessa forma, colaborando para a eliminação de erros e desvios em processos de produção. Trata-se dos sistemas de visão, que são uma ferramenta importante para as indústrias que procuram melhorar a qualidade de seus produtos e aumentar sua produtividade, utilizando-se de uma tecnologia de automação de última geração.

U

ma das principais capacidades dos sistemas de visão é a inspeção on-line, pela qual podem realizar tarefas complexas e repetitivas em alta velocidade e com alto grau de precisão e consistência de informações. Ao mesmo tempo, têm sido utilizados em robótica como, por exemplo, na orientação de robôs autônomos no ambiente industrial.

MAIS INFORMAÇÕES

Um estudo da IndustryARC – empresa fornecedora de relatórios de pesquisa de mercado, serviços de consultoria sob encomenda, dados analíticos e análises industriais – avaliou que de 2014 a 2020 o mercado mundial de sistemas de visão e seus componentes deverá registrar uma taxa de crescimento anual de 12,6%, com receita total de US$ 8,6 bilhões em 2020. As indústrias automotivas e farmacêuticas são as grandes consumidoras de sistemas de visão no Brasil. Do outro lado, os fornecedores estão aptos a oferecer sistemas para um sem número de aplicações e em diversos campos da indústria.“Os Sistemas de Visão Keyence, devido às diferentes ferramentas

01 | Automação | Julho 2016

4

COGNEX página 9


KEYENCE página14

OMRON página 10 BALLUFF página 8

PEPPERL+FUCHS página 13

MAIS INFORMAÇÕES 01 | Automação | Julho 2016

5


PANORAMA DO MERCADO

Imagem: Stuart Miles - FreeDigitalPhotos.net

Pela experiência de Miguel Vicente, Supervisor Técnico Pepperl+Fuchs Brasil, as principais características que os clientes esperam das soluções oferecidas pela empresa são, principalmente, precisão, estabilidade e facilidade na integração com os sistemas de controle existentes. “As definições do tipo de câmera e lente a serem utilizadas na concepção do projeto, bem como o tipo de iluminação, são essenciais para a alta performance esperada pelos clientes”, comenta Vicente. Vale destacar que a maioria dos projetos da empresa envolve tarefas de medição e inspeções complexas, nas quais a alta resolução dos sistemas de visão é um fator determinante.

que possui, como, por exemplo, medição, detecção de arranhões, detecção de manchas, leitura de códigos 1D e 2D, reconhecimento de caracteres, se torna um equipamento de alta versatilidade quando o assunto é inspeção visual de peças. Considerando essa possibilidade de inspeções que é capaz de realizar, o sistema está apto a atender diferentes tipos de indústrias, tais como: automotiva, alimentícia, higiene pessoal, metalúrgica, entre outras. É necessário verificar cada aplicação individualmente, mas é possível atuar em todos os tipos de indústria”, explica Bruno Kim, Supervisor de Marketing de Produto da Keyence Brasil. Ele acentua que um dos fatores envolvidos na concepção do Sistema de Visão Keyence é a facilidade com que qualquer pessoa pode operá-lo. “Um simples treinamento provido por nós e pronto, o usuário já tem capacidade de usar o sistema”, garante.

MAIS INFORMAÇÕES

Contudo, podem existir requisitos específicos para cada segmento que tradicionalmente utiliza sistemas de visão. Segundo Edgard Almeida, Gerente de Vendas da Cognex no Brasil, as demandas se diferenciam de acordo com o mercado. “Podemos citar dois exemplos. O primeiro é o mercado automotivo, que possui demandas voltadas para a inspeção de 100% da produção, identificação do primeiro defeito em processos intermediários, padronização e controle estatístico dos processos, e iniciativas de ganho de produtividade e rastreabilidade. E o segundo é o de alimentos que, por sua vez, possui demandas voltadas para garantia da segurança do produto, como a certificação de que uma embalagem está corretamente fechada, que o lote e data de validade estão corretos, que a embalagem realmente condiz com o produto embalado, etc.”, aponta Almeida. Confiabilidade, robustez, e alto desempenho, além de um suporte de pós-vendas especializado, são as prioridades dos clientes quando optam pelos sistemas da Cognex. A Pepperl+Fuchs possui uma divisão chamada VMT, especialista em soluções customizadas com Sistemas de Visão, com foco nas indústrias automotiva e farmacêutica, e ainda aplicações nas áreas de embalagens e logística. 01 | Automação | Julho 2016

6

Com tamanha versatilidade, os sistemas de visão ganham cada vez mais espaço. Cesar Mingione, Gerente de Marketing da Balluff Controles Elétricos acredita que em praticamente todas as indústrias é possível haver crescimento na utilização de sistemas de visão. E por diferentes motivos. “Na automotiva, para melhor controle de qualidade e rastreabilidade; na farmacêutica, para rastreabilidade produtiva; e em logística, papel e celulose, por downsizing de componentes”, pontua Mingione. A empresa tem como alvo para este mercado as indústrias automotiva e farmacêutica. No ponto de vista do Gerente de Marketing, em regra geral, a indústria metalmecânica se preocupa mais com a robustez da solução, enquanto que a alimentícia e a farmacêutica atentam mais para a não contaminação. A Omron possui registros de aplicações tanto em sistemas de visão quanto em sensores de visão. De acordo com Edicley Machado, Gerente de Marketing da Divisão de Automação Industrial, sensor de visão é para aplicações menos complexas e de baixo custo, como, por exemplo, presença/ausência de peças. “Já o sistema de visão é um produto com processamento mais robusto, com mais recursos e ferramentas de inspeção, porém, tem custo superior aos sensores de visão”, avisa. Machado avalia que os clientes procuram garantir a integridade do seu produto final com inspeção de 100% das peças, por isso buscam marcas globais aptas a oferecerem produtos e soluções integrados. “As pressões de novas regulações de qualidade e controle de produção forçam as empresas a buscarem soluções integradas que conectem as informações do chão de fábrica aos níveis gerências e de planejamento”, conclui. Nos últimos anos os sistemas de visão têm agregado melhorias consideráveis, como os avanços em processamento de imagem, o reconhecimento de objetos e de movimento, entre outras. Essas evoluções conduzirão o mercado a novas oportunidades na indústria, ao oferecer detecção estável, precisa e eficiente, que deve ser implementada em muitas aplicações e, dessa forma, promover economia de custos e aumento de qualidade. Sílvia Bruin Pereira - Editora – REVISTA AUTOMAÇÃO


PANORAMA DO MERCADO

SENSOR DE VISÃO UNIVERSAL BVS-E BALLUFF: IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE EM UM ÚNICO PRODUTO

Fabricado pela Balluff com a mais avançada tecnologia em identificação e análise de imagens, o Sensor de Visão Universal BVS-E tem como principal função fazer a comparação da peça perfeita, registrada como “padrão”, com as demais que estão sendo fabricadas para detectar a peça “não conforme”, influenciando diretamente na qualidade do produto acabado, elevando a produtividade e gerando economia.

O

Sensor BVS-E analisa uma ampla variedade de itens no produto: códigos de barras, QR Code, Datamatrix, ferramentas de brilho, contraste, posição, dimensão, comparação de padrão, verificação de caracteres, contorno de peças e análise de imagem com giro de 360°, atendendo em um único produto as exigências das Normas ISO.

MAIS INFORMAÇÕES

O Sensor BVS Universal permite uma ampla variedade de aplicações: detecção de posição de peças em 360°, reposicionamento de peças, controle de qualidade de peças, controle de falta de partes e peças, encaixe correto, contagem de peças, contatos, formas, leitura rápida de código de barras e código de matriz de dados e posicionamento, inspeções de largura de códigos. É possível instalar o Sensor de Visão BVS em linhas de produção novas ou nas já existentes, que necessitam de inspeção visual, em indústrias que vão desde a produção de joias, até a de um veículo.

01 | Automação | Julho 2016

8

Tem interface RS232 & Ethernet TCP/IP para emissão dos dados dos códigos, inspeção de comutação via RS232, ferramenta padrão e contorno 360°, inspeção e contagem de contorno, 2 saídas digitais e uma saída opcional. Os Sensores de Visão BVS da Balluff, indicados quando necessárias diversas funções simultâneas de monitoramento ou em alternância rápida, oferecem instalação, configuração e operação simples e autoexplicativa; e verificação constante da cadeia de caracteres. www.balluff.com.br


PANORAMA DO MERCADO

NOVA TECNOLOGIA DE RECURSO DE LOCALIZAÇÃO DA COGNEX OFERECE PERFORMANCE E VELOCIDADE INCOMPARÁVEIS

A Cognex Corporation, líder mundial em visão mecânica, introduz a tecnologia de recurso de localização PatMax RedLine™, que reinventa a ferramenta de correspondência de padrão PatMax®, líder de mercado, ao maximizar velocidade e desempenho.

D

isponível na versão mais recente do software Cognex® In-Sight Explorer™ 5.1, a tecnologia PatMax RedLine é otimizada para funcionar com esses três novos sistemas de visão In-Sight®: - In-Sight 5705, o sistema de visão autônomo de 5MP mais rápido do mundo, para inspeção confiável em linhas de produção de alta velocidade. - In-Sight 8405, o menor sistema de visão autônomo de 5MP do mundo, ideal em aplicações que requerem uma câmera leve ou têm espaço de montagem limitado. - In-Sight 5705C, o único sistema de visão de cor autônomo de 5MP do mundo, que aborda até mesmo as aplicações mais desafiadoras com ferramentas avançadas e filtros de imagem a cores de 24 bits reais.

MAIS INFORMAÇÕES

A correspondência de padrões representa o primeiro passo crítico na maioria das aplicações de visão mecânica. Como as ferramentas anteriores impõem certas limitações de velocidade, muitas aplicações recorrem às câmeras de baixa resolução para acompanhar as linhas de produção. A tecnologia PatMax RedLine tem desempenho mais veloz em sistemas de visão de alta resolução, eliminando a troca entre velocidade e performance e permitindo aos clientes

aumentarem a resolução e ganhar precisão sem sacrificar a velocidade. “Nossos clientes nos disseram que possuem uma necessidade crescente em inspeção de cor e visualização de defeitos muito pequenos, mesmo em um campo de visão grande”, afirma Joerg Kuechen, Vice-Presidente e Gerente de Negócios da Unidade de Produtos de Visão da Cognex. “Algoritmos de correspondência de padrões convencionais são muito lentos para estas aplicações de alta resolução, mas agora com a correspondência de padrão incrivelmente rápida da tecnologia PatMax RedLine nossos clientes não precisam comprometer a performance”. Como em todos os sistemas de visão In-Sight, estes modelos de 5MP são convenientemente configurados com o software In-Sight Explorer. A visão da planilha do InSight Explorer oferece configuração robusta e eficiente do sistema, e processamento dos dados de visão da aplicação. Uma paleta de ferramentas de visão do tipo pegar-e-soltar e a ferramenta de propriedades de planilha tornam a aplicação ainda mais intuitiva. Os novos sistemas de visão também empregam JavaScript para simplificar tarefas de visão complexas e de dados intensivos. www.cognex.com 01 | Automação | Julho 2016

9


PANORAMA DO MERCADO

OMRON LANÇA NOVO SISTEMA DE VISÃO COMPACTO E DE ALTA PERFORMANCE O FH Lite é um Sistema de Visão que se aplica em situações onde um sensor de visão não é capaz de trazer resultados confiáveis e que exigem performances superiores.

E

ste é mais um avanço que a empresa tem para oferecer soluções que atendem às exigências do mercado, o qual tem se tornado cada vez mais desafiador quando se trata de manter produtividade, confiabilidade nos resultados de inspeção e absorção de variações que ocorrem durante a produção (variação do produto, posicionamento, iluminação ambiente, etc.). “A Omron é uma empresa dedicada em agregar valor à solução, visando trazer benefícios para o processo produtivo dos clientes. Um Sistema de Visão não pode se tornar gargalo na produção, por isso temos um hardware capaz de trabalhar em altas velocidades, mesmo quando consideramos as variações do processo, e também temos um software que possui ferramentas com algoritmos avançados, que nos possibilita trabalhar com as mais complexas aplicações”, diz Renato Osaki, Especialista de Sistemas de Visão da Omron. “Na atualidade, a maior parte dos clientes prezam por fazer o mínimo de alteração possível na máquina quando partem para uma solução que envolve Sistema de Visão. O desejo deles é que nossa solução se adeque às suas realidades, sem precisar de muitas modificações e sem prejudicar a produtividade. Por isso nos reinventamos a cada dia para atender a essas expectativas”. Mas como o Sistema de Visão da Omron atinge altas performances? O principal motivo está relacionado com o processamento interno da CPU. A CPU do Sistema de Visão da Omron possui processador Dual Core, o qual permite o processamento simultâneo das informações vindas das câmeras e do Software. Isso se torna ainda melhor quando trabalhamos com câmeras de alta velocidade, que fazem com que o tempo de captura da imagem seja desprezado na aplicação. Outro fator importante são as ferramentas de inspeção que são capazes de ignorar variações de cor, formato, foco, background, iluminação, etc. Isso tudo pode ser ajustado dentro do software de acordo com as necessidades e exigências dos clientes.

MAIS INFORMAÇÕES

Além da preocupação em oferecer a melhor solução, a Omron quer cada vez mais manter-se inserida nas tendências e buscar novos mercados. Em épocas de crise, parte das empresas investe em automatizar seus processos, e isso abre grandes oportunidades para Sistemas de Visão, onde o trabalho de inspeção manual passa a ser feito por câmeras. E tratando-se de tendências, a indústria farmacêutica é um grande impulsionador para a utilização de Sistemas 01 | Automação | Julho 2016

10

de Visão graças ao tema Rastreabilidade, que consiste em disponibilizar toda informação do processo de fabricação dentro de códigos de barras e códigos 2D gravados nas embalagens. Nesse caso, as câmeras são utilizadas para fazer a leitura dos códigos e enviar as informações para o controle do Governo. Com este novo produto da Omron, essa leitura pode ser feita facilmente e ser disponibilizada para os softwares de gerenciamento através da porta de comunicação Ethernet/IP já incorporada ao hardware, atingindo, assim, os níveis mais altos da pirâmide da Automação. www.industrial.omron.com.br


ANTRIEB

DER

■ Confiável ■ Versátil ■ Global

NORD DRIVESYSTEMS: ■ Alta gama de potência ■ Soluções completas e flexíveis ■ Sistemas de alta eficiência

DerAntrieb.com NORD Drivesystems BRASIL LTDA. Matriz Brasil Rua Dr. Moacyr Antonio de Moraes, 127 Pq. Sto Agostinho Guarulhos, SP 07140-285 +55 11 24 02 - 88 55 info.br@nord.com Member of the NORD DRIVESYSTEMS Group The

Gear Unit

The

Motor

The

Drive Electronic

■ Rolamentos reforçados ■ Alta proteção contra corrosão

■ Alta eficiência ■ Padrões globais

■ Design compacto ■ Fácil instalação

■ Alta relação de potência x peso

■ Para todas condições de operação

■ Classe de proteção até IP 69K


PANORAMA DO MERCADO

SENSORES DE VISÃO PARA APLICAÇÕES ESPECIAIS VMT PEPPERL+FUCHS

A Pepperl+Fuchs conta com uma linha de sensores de visão industrial para aplicações especiais.

Sensores para o posicionamento preciso de sistemas transelevadores e sensores complexos para inspeção de folhas são alguns exemplos. A VMT, uma empresa do grupo Pepperl+Fuchs, desenvolve soluções especiais e customizadas em visão industrial especialmente para o setor automotivo. As soluções completas da VMT incluem sistemas de medição 2D e 3D para correção de trajeto de robôs, inspeção da montagem de componentes eletrônicos, soluções para área de paletização e até mesmo controle online da posição de robôs, conhecido como “best-fit”. www.pepperl-fuchs.com.br

MAIS INFORMAÇÕES 01 | Automação | Julho 2016

13


PANORAMA DO MERCADO

SISTEMA DE VISÃO DE ALTA VELOCIDADE E ALTA CAPACIDADE SÉRIE CV-X200/X100 KEYENCE

Três recursos para apoiar o padrão global: - Algoritmos de última geração que podem ser utilizados por qualquer pessoa. - São asseguradas a configuração rápida e a operação em longo prazo. - É possível selecionar a melhor combinação entre uma ampla variedade de produtos. Para que se tenha um processamento de imagens estável e de longo prazo, não é necessário apenas “um alto desempenho de inspeção”, mas também é extremamente importante que “todos” possam efetuar a “configuração inicial”, “operação” e “manutenção”.

MAIS INFORMAÇÕES

Com base na experiência acumulada da Keyence ao longo dos anos, projetamos a Série CV-X de forma que esses fatores importantes sejam “funções” que podem ser manuseadas por qualquer pessoa. A versão 3.0 oferece um desempenho de solução de problemas ainda maior com o acréscimo de câmeras de 21 megapixels, um controlador de alta velocidade e alta capacidade e suporte à medição de formatos 3D.

01 | Automação | Julho 2016

14

Além disso, a versão 3.2 oferece a função LumiTraxTM, que integra a câmera, a iluminação e a inspeção. Isso possibilita a criação das condições ideais de inspeção em alta velocidade. Mesmo com todas essas funções, a facilidade de uso permanece a mesma. A fim de fornecer uma ampla variedade de opções apropriadas a todos os desafios e de assegurar a operação estável em todos os locais de produção, a Série CV continuará a evoluir. www.keyence.com.br


NOVIDADE

EXPANSÃO DA LINHA “WIRELESS EX”

Fins de curso wireless e sensores indutivos para ambientes explosivos.

N

a SPS IPC Drives, a divisão de negócios do “Extreme” da steute demonstrou o novo dispositivo da sua linha “Wireless Ex”. Os dispositivos se comunicam através de um protocolo wireless e foram desenvolvidos especialmente para utilização em ambientes explosivos (zonas Ex 1 e 2 para gás; e zonas Ex 21 e 22 para pó). Todos eles têm as devidas aprovações.

MAIS INFORMAÇÕES

O dispositivo de posição wireless Ex RF 96, que apresenta um design fino e retangular, monitora as posições de, por exemplo, ferramentas e peças de trabalho em zonas explosivas, enviando um sinal para um receptor wireless. Este receptor pode ser instalado fora da zona explosiva em um gabinete de controle, simplificando a instalação. Os sensores indutivos wireless da série Ex RF IS apresentam um design cilíndrico e diâmetros M 12, M 18 e M 30. Em combinação com o transmissor universal wireless Ex RF 96 ST, torna-os adequados para a transmissão, sendo que a unidade de transmissão também os abastece com a energia necessária. Ambas as séries adquirem a energia necessária para transmitir um protocolo wireless através de uma bateria de longa vida. Isto significa que podem dispensar completamente os cabos e podem ser montados de forma flexível, mesmo em movimento, ou em componentes de difícil acesso de máquinas e instalações industriais.

Tanto o Ex RF 96 como o transmissor universal estão equipados com baterias de lítio especiais protegidas contra explosões, que podem ser alteradas dentro de zonas Ex 1/2 e 21/22. A bateria dentro do transmissor universal wireless, em combinação com o sensor indutivo“Wireless Ex”, pode alcançar uma vida útil de aproximadamente mil dias em seis operações de comutação por minuto. Para o dispositivo de posição“Wireless Ex” a vida útil da bateria, de aproximadamente mil dias pode ser alcançado a uma taxa de comutação de 1 x por segundo. A durabilidade mecânica do interruptor de posição também atende aos padrões de “extremo”: mais de um milhão de ciclos de comutação. O alcance do sinal wireless é de, no máximo, 450 m em ambientes externos e até 40 m em internos. A tecnologia “Wireless Ex”, desenvolvida pela steute, cria condições adicionais durante a construção de plantas protegidas contra explosão. Ela também minimiza tanto a mão de obra, como os custos na instalação do dispositivo em ambientes explosivos. As aplicações típicas para o novo dispositivo Ex da steute podem ser em máquinas e plantas, mas também dispositivos de manipulação e sistemas de transporte utilizados em ambientes explosivos ou áreas classificadas. www.steute.com.br 01 | Automação | Julho 2016

15


NOVIDADE

PCVUE É RELACIONADO PELA BTL PARA B-AWS

O PcVue, o SCADA do portfolio da PcVue Solutions, mantém garantida a interoperabilidade e os sistemas abertos através de implementações certificadas de padrões abertos. Já certificado pela DNVGL (anteriormente Kema) para seu driver IEC 61850 e relacionado pela BTL para o seu perfil BACnet Operator Workstation (B-OWS), o PcVue foi agora reconhecido como uma BACnet Advanced Workstation (B-AWS) compatível pelo BACnet Testing Laboratory.

O

B-AWS permite o acesso do operador a sistemas de vários fornecedores através de uma estação de trabalho comum. A BACnet Advanced Workstation pode ser usada para executar e operar um sistema BACnet, incluindo a modificação de configuração do dispositivo. Todas as áreas de interoperabilidade estão cobertas, incluindo o compartilhamento de dados, alarme e notificação de eventos, tendências, registro de eventos e programação.

MAIS INFORMAÇÕES

A lista BTL atesta a conformidade de um produto com a norma BACnet, ela é um requisito de referência exigido em muitas especificações, a fim de ser qualificado para licitar em um projeto. Ele garante a proprietários de ativos e gerentes de instalações que invistam em uma plataforma aberta versátil que atenda às suas necessidades atuais e futuras.

01 | Automação | Julho 2016

16

Com suas marcas, o PcVue foi envolvido na comunidade BACnet por muitos anos, é parte do BIG-CA, do BIG-UE e das associações BACnet internacionais. As listas de produtos oficiais BTL estão disponíveis aqui.


NOVIDADE

NOVAS ENGRENAGENS HELICOIDAIS CÔNICAS DE DUAS FASES COM TORQUE DE SAÍDA DE 50 NM

A série de engrenagens helicoidais cônicas, agora disponível para torques entre 50 Nm e 660 Nm, garante um ajuste altamente eficiente da velocidade em várias aplicações.

A NORD DRIVESYSTEMS expande sua mais recente série de engrenagens helicoidais cônicas de dois estágios compacta, acrescentando um novo tamanho menor do que a série atual para torques de saída de até 50 Nm.

D

essa forma, a linha de engrenagens sem-fim já disponível para cargas pequenas é agora complementada com unidades helicoidais cônicas altamente eficientes. Graças a exigentes padrões de qualidade aplicados à fabricação, as unidades de engrenagens são altamente robustas e suportam forças intensas no eixo de saída. A tolerância a sobrecargas em curto período é de 275%, o que permite tempo suficiente para que a proteção do motor seja ativada. Normalmente, bloqueios mecânicos não provocam danos, mas o acionamento pode ser iniciado novamente de imediato sem que seja necessário interromper o serviço. As novas unidades estão disponíveis para relações de redução entre 3,58 a 61,88.

Todas as versões apresentam uma densidade de potência muito elevada, o que garante confiabilidade robusta e fácil manuseio. Por padrão, as engrenagens suportam operação de reversão. A NORD configura motores, sistemas eletrônicos para acionamentos, acessórios, gaxetas e lubrificantes em função das necessidades dos clientes para todas as indústrias. Uma das opções, por exemplo, é o robusto tratamento de proteção contra corrosão - NSD TupH - aplicado nas carcaças. www.nord.com

MAIS INFORMAÇÕES

Essas unidades trazem um novo tamanho para a série existente, que agora inclui seis tamanhos com torques de saída de até 660 Nm. A NORD fornece as unidades de engrenagens helicoidais cônicas de dois estágios com eixos ocos e sólidos, simples ou duplos, para montagem em flanges ou bases e em designs abertos ou fechados.

01 | Automação | Julho 2016

17


NOVIDADE

LUMINÁRIAS LINEARES EXLUX DA R. STAHL: A MAIS RECENTE TECNOLOGIA DE ILUMINAÇÃO COM INSTALAÇÃO TESTADA E COMPROVADA

Com as luminárias lineares da série EXLUX 6002/6402 da R. STAHL, as modernizações de iluminação eficientes em termos energéticos são muito simples.

Apesar do seu aspeto familiar devido ao design de instalação testado e comprovado, as luminárias lineares das séries 6002 e 6402 da R. STAHL usam a mais recente tecnologia de LED no seu interior. Adequados para instalação no teto, utilização como luzes suspensas ou montagem em postes, estes dispositivos à prova de explosão asseguram uma iluminação geral especialmente eficiente em termos energéticos nas zonas 1, 21, 2 e 22.

O

seu formato convencional permite mudar de luminárias lineares tradicionais com lâmpadas fluorescentes para fontes de luz LED de uma forma especialmente simples. Em termos fotométricos, uma luminária de 52 W é completamente equivalente a duas lâmpadas fluorescentes de 36 W convencionais. No entanto, até 100.000 horas de funcionamento são sinônimo de um tempo de vida útil muito superior, tal como um elevado fluxo luminoso de até 5800 lm e uma excelente eficiência de iluminação bastante superior a 100 lm por W.

MAIS INFORMAÇÕES

Além disso, graças à sua caixa GRP estreita e de baixo perfil, o peso das luzes é pelo menos um terço inferior ao peso dos produtos da concorrência disponíveis na mesma categoria. Os modelos da série 6002 incluem um tipo de proteção “segurança aumentada” (Ex e), enquanto as luminárias da série 6402 são do tipo “não acendível” (Ex nA). Destacados pelo seu design IP66/IP67 muito robusto, os produtos podem ser usados em temperaturas ambientais de -30 °C a +55 °C. Ambas as séries dispõem de versões padrão 28 W 01 | Automação | Julho 2016

18

ou 52 W muito econômicas. Estão disponíveis com ou sem difusores com comprimentos de 700 mm e 1310 mm. A atual campanha de soluções de iluminação da R. STAHL inclui informação instrutiva sobre todos os benefícios cruciais da iluminação LED em comparação com as luzes convencionais. O website da campanha, www.stahl-explorers.com, não inclui apenas informação básica sobre a tecnologia LED e as mais recentes inovações em termos de soluções de iluminação, mas também uma série de pequenos vídeos repletos de ação que demonstram o funcionamento das luminárias em condições verdadeiramente extremas. www.r-stahl.com


NOVIDADE

IMPLEMENTAÇÃO RÁPIDA E FÁCIL DE DISPOSITIVOS DE CAMPO FOUNDATION FIELDBUS E PROFIBUS PA

Implementação rápida e fácil de dispositivos de campo Foundation Fieldbus e Profibus PA.

Como destaque de produto na feira mundial de negócios embarcados em Nuremberg, Alemanha, a Softing apresentou a próxima geração de seu módulo de comunicação de sucesso commModule PD (Sucessor do Fieldbus Kit FBK-2), para a integração de Foundation Fieldbus™ e funcionalidade Profibus PA em dispositivos de campo.

O

Usando este módulo como parte do produto commKit FFeasy / PAeasy substitui-se o projeto de desenvolvimento complexo anteriormente exigido por uma abordagem simples e rápida de implementação. Ao integrar o commModule PD, a física do bus já está preparada para a conexão de Foundation Fieldbus H1 e Profibus PA. Uma extensa biblioteca de Função e Blocos Transdutores está disponível para integração imediata eliminando a de outra forma necessária programação de software. Os usuários não precisam de conhecimento especial de Foundation Fieldbus ou de Profibus PA e se beneficiam de um tempo rápido ao mercado. www.tekinfo.link/r24b2911105

MAIS INFORMAÇÕES

commModule PD é o sucessor do comprovado Fieldbus Kit FBK-2 da Softing. Ele não requer conhecimento especial em programação ou fieldbus especial, o que torna a implementação de fieldbus rápida e fácil, e tem uma pegada ainda menor em comparação com o FBK-2. O módulo oferece maior flexibilidade e desempenho usando um microcontrolador de 32 bits com significativamente mais memória (RAM e ROM). A funcionalidade do controlador fieldbus é implementada em software, o que reduz o consumo de energia (cativo) do módulo em cerca de 25% em comparação com a solução FBK-2. Além disso, o commModule PD permite a montagem automática (SMD - Surface Mounted Devices), reduzindo desse modo significativamente os custos de fabricação e manipulação.

01 | Automação | Julho 2016

19


NOVIDADE

PARTICIPAÇÃO NO MERCADO DAS REDES INDUSTRIAIS EM 2016 DE ACORDO COM A HMS

Anders Hansson, diretor de marketing, HMS Industrial Networks.

A Ethernet Industrial está crescendo mais rápido do que nunca e representa atualmente 38% do mercado. As redes EtherNet/IP estão em primeiro lugar na Ethernet Industrial em nível global, seguidas pela PROFINET.

N

o entanto, as redes fieldbus clássicas continuam dominado o mundo fragmentado das redes industriais com 58% e a PROFIBUS continua sendo a rede industrial mais amplamente usada. Além disso, a Internet das Coisas está implementando tecnologias sem fio, agora incluídas no gráfico pela primeira vez. Fieldbus vs. Ethernet industrial e tecnologias sem fio A estimativa da HMS para 2016 baseou-se no número de novos nós instalados em 2015 no âmbito da Automação de Fábricas. A estimativa se baseia em vários estudos de mercado e nas estatísticas de vendas da própria HMS.

MAIS INFORMAÇÕES

Na qualidade de fornecedor independente de produtos e serviços para comunicação industrial e para a Internet das Coisas, a HMS tem um conhecimento considerável do mercado de redes industriais. A seguir, apresentamos algumas das tendências previstas pela HMS para 2016 no setor da comunicação industrial.

A utilização de fieldbus continua crescendo Analisando a instalação de novos nós para automação de fábricas em nível global, as redes fieldbus continuam sendo o tipo mais utilizado com 58% do mercado. A utilização de fieldbus continua crescendo cerca de 7% por ano, pois os usuários procuram simplicidade, tradição e confiabilidade. A rede fieldbus dominante é a PROFIBUS (17% do total do mercado mundial, incluindo a Ethernet industrial), seguida pela Modbus (7%) e CC-Link (6%). A Ethernet Industrial está crescendo mais rápido do que nunca De acordo com a HMS, a Ethernet Industrial está crescendo mais rápido do que em anos anteriores e tem uma maior participação no mercado. Com uma taxa de crescimento de 20%, a Ethernet representa atualmente 38% do mercado global, em comparação com 34% no ano passado. A EtherNet/IP é a rede Ethernet número 1 com 9%, seguida pela PROFINET (8%). As seguintes são a EtherCAT, ModbusTCP e Ethernet POWERLINK. “Constatamos evidências de uma transição acelerada para a Ethernet industrial no que diz respeito a novos nós

01 | Automação | Julho 2016

20


NOVIDADE

instalados”, declara Anders Hansson, diretor de marketing da HMS. “No entanto, a automação industrial é um mercado conservador e levará algum tempo até que a Ethernet industrial ultrapasse as redes fieldbus.” As redes sem fio estão chegando Pela primeira vez, as tecnologias sem fio estão contempladas no gráfico com 4% do mercado mundial das redes industriais. A tecnologia WLAN é a mais popular, seguida pela tecnologia Bluetooth. “Nós encaramos a Internet das Coisas como um ótimo impulsionador das tecnologias sem fio”, afirma Anders Hansson. “As tecnologias sem fio permitem o desenvolvimento de novas arquiteturas de automação e está sendo cada vez mais considerada para a conectividade e controle de máquinas, incluindo soluções BOYD (Bring Your Own Device - Traga seu próprio dispositivo) através de tablets ou smartphones.”

Cada vez estão se conectando mais dispositivos “Os números apresentados representam nossa visão consolidada, levando em consideração análises de colegas desse setor industrial, nossas próprias estatísticas de vendas e a percepção geral do mercado”, declara Anders Hansson. “É interessante ver que a Ethernet industrial está crescendo rapidamente e que as tecnologias sem fio estão se firmando no mercado. Completamente evidente, contudo, é o fato de o mercado de redes permanecer fragmentado, pois os clientes continuam procurando conectividade com redes fieldbus, Ethernet industriais e sem fio. Resumindo, os dispositivos industriais estão ficando cada vez mais conectados, impulsionados por tendências como a Internet das Coisas Industrial e a Indústria 4.0. Com o nosso lema de longa data ''Conectando Dispositivos'', a HMS está bem preparada para crescer com essas tendências.” www.hms-networks.com MAIS INFORMAÇÕES

Fatos regionais Na Europa e no Oriente Médio, a PROFIBUS é a rede dominante, enquanto a PROFINET registra a taxa de crescimento mais rápido. As seguintes são a EtherCAT, Modbus-TCP e POWERLINK. O mercado dos EUA é dominado pelas redes CIP onde a EtherNet/IP está ultrapassando a DeviceNet em termos de participação no mercado. Na Ásia, nenhuma rede se destaca como a verdadeira líder de mercado, mas as PROFIBUS, PROFINET, Ethernet/IP, Modbus e CC-Link são muito usadas. A EtherCAT continua se

estabelecendo como rede importante e se verificam sinais precoces da adoção da CC-Link IE Field.

01 | Automação | Julho 2016

21


NOVIDADE

O ACURO® AX65 DA HENGSTLER É O ENCODER ABSOLUTO À PROVA DE EXPLOSÃO MAIS COMPACTO DO MERCADO

O AX65 distingue-se pelas suas dimensões reduzidas. Apenas dois parafusos são necessários para fixar a caixa de terminais.

Com 70 mm de profundidade e 59 mm de diâmetro, metade do tamanho dos encoders convencionais à prova de explosão, o novo codificador ACURO® AX65 da Hengstler é extremamente útil para engenheiros de sistemas que procuram soluções compactas. Além disso, o fato de que o dispositivo pode ser substituído independentemente do cabo, a presença de menos parafusos na cobertura e a possibilidade de configuração em rede (menos cabos) fazem do AX65 uma proposta atrativa para clientes que procuram reduzir o custo total de propriedade (TCO).

E MAIS INFORMAÇÕES

ntre as diversas características, a certificação internacional de resistência a explosões (tanto ATEX como IECEx para a indústria de mineração, gás e poeira) torna o AX65 ideal para os mercados globais que incluem plataformas de petróleo e gás, minas e fábricas de produtos químicos. Além disso, a equipe de design da Hengstler garantiu também que o AX65 seja igualmente excepcional em ambientes expostos permanentemente à água salgada (graças ao uso de invólucros em aço inoxidável aptos para aplicações marítimas), e a resistência a impactos de 2000 m/s² e a capacidade de carga do veio axial/radial de 300 N possibilitam um elevado número de aplicações, como em linhas de produção de laqueação, sistemas de enchimento e de engarrafamento, misturadoras e silos.

01 | Automação | Julho 2016

22

Apesar de seu tamanho, não foi realizada quase nenhuma concessão no desempenho do AX65. A unidade foi sujeita a vastos testes em instalações de clientes específicos, particularmente daqueles em que houve falhas dos encoders anteriores devido a uma falta de robustez. As aplicações de teste em clientes típicos incluíram a transmissão de posição precisa e confiável em gruas, guinchos e outros tipos de equipamento de transporte de material em sistemas de exploração de petróleo offshore e onshore. Importante também é o fato do codificador poder funcionar com temperaturas ambiente até -40°C. Não foram reportados problemas relacionados com falha de robustez no encoder AX65 durante os testes com duração de três anos. Uma vez que o encoder não possui nenhum disco (a leitura é realizada magneticamente), o AX65 é


NOVIDADE

Os usuários podem optar por interfaces SSI ou CANopen.

especialmente resistente ao choque (200 G) e a vibrações (30 G). O uso de tecnologia magnética, tanto para a leitura de volta única como para a nova tecnologia eletrônica multivoltas do encoder, torna o AX65 extremamente confiável em ambientes operacionais muito exigentes.

contra poeiras, água e corrosão. Outras inovações úteis no design incluem uma classificação de carga do veio que reduz a necessidade de módulos de carga e a opção de interface SSI ou CANopen, o que permite economizar nos custos de cabeamento ao possibilitar uma configuração em rede.

O novo sistema multi-voltas é totalmente autossuficiente (sem bateria) e não possui partes de contato nem engrenagens para assegurar zero desgaste e uma longa vida útil. De fato, o TCO reduzido é uma característica especial do AX65. Por exemplo, não só o codificador pode ser instalado de maneira fácil e rápida devido ao sistema de conexão rápida flexível, como também, em caso de manutenção, o codificador completo pode ser substituído independentemente do cabo. Isso representa uma vantagem significativa, visto que muitas plataformas usam cabos com 40 m ou mais de comprimento. Esses cabos são pesados e complexos, e precisam ser instalados em tubagem. Por esse motivo, substituir o cabo e o codificador pode ser extremamente difícil e caro se não puderem ser substituídos individualmente.

Por fim, não importa quão exigente ou desafiante é a aplicação, o compacto e rentável AX65 é uma garantia de segurança e confiabilidade e representa uma evolução na seleção, implementação e manutenção de encoders à prova de explosão. www.hengstler.de

MAIS INFORMAÇÕES

Outra inovação de design que facilita a manutenção é o uso de apenas dois parafusos na caixa de terminais desse dispositivo com grau de proteção IP66/IP67. A Hengstler sabe que muitos encoders equivalentes usam seis ou mesmo oito parafusos e a proteção contra corrosão insuficiente torna essas unidades muito difíceis de instalar. O AX65 possui parafusos especiais aglutinados para proteção 01 | Automação | Julho 2016

23


NOVIDADE

DORNER ANUNCIA AQUISIÇÃO DA FLEXMOVE®

A Dorner Holding Corp., controladora de Dorner Mfg., anunciou a aquisição da empresa baseada em Penang, Malásia, FlexMove®, líder na fabricação de esteiras transportadoras flexíveis para indústrias de alimentos, bebidas, automotiva, eletrônica, entre outras.

A

Dorner Mfg. é uma empresa líder em design, aplicações, fabricação e integração de sistemas de transporte industriais e sanitários de precisão. A adição da FlexMove expande a cobertura geográfica da Dorner Holding Corp. e complementa os produtos e as capacidades existentes na linha da Dorner Mfg. A FlexMove antecipa que a aquisição pela Dorner vai suprir os clientes com a oferta de uma plataforma abrangente de esteiras transportadoras para acomodar praticamente qualquer aplicação de manuseio de materiais.

“A Dorner Mfg. é uma marca reconhecida globalmente em esteiras transportadoras de baixo perfil, e estamos ansiosos para nos juntarmos à família Dorner Holding,” BL OOI, CEO da FlexMove. A Dorner Mfg. espera que a integração com a FlexMove seja benéfica, especialmente para os clientes dos mercados europeu e asiático. “Estamos muito animados por ter uma empresa se juntando a nós cujos pontos de vista sobre a qualidade e entrega do produto estão alinhados com a Dorner,” disse Terry Schadeberg, presidente e CEO da Dorner Mfg. “As capacidades da FlexMove nos permitirão servir a nossa base de clientes internacionais com maior eficiência.”

MAIS INFORMAÇÕES

A aquisição permitirá que a Dorner Mfg. continue a sua estratégia de expansão internacional. No início deste ano, a empresa nomeou Dan Nasato para o cargo de VicePresidente de Desenvolvimento Internacional, e Edmundo De la Rosa como Gerente de Vendas Internacional - América Latina. www.dornerconveyors.com 01 | Automação | Julho 2016

24


NOVIDADE

TRANSFERÊNCIA CONTÍNUA DE INFORMAÇÕES DO NÍVEL DE CAMPO PARA PLATAFORMAS DE TI

Wireless otimiza o fluxo de materiais.

E

ste ano, a divisão de negócios steute “Wireless” expôs pela primeira vez na LogiMAT. A steute desenvolve e fabrica uma ampla gama de dispositivos de chaveamento que se comunicam por rádio em vez de cabos. Isto torna a sua instalação fácil e significa que os componentes que são frequentemente susceptíveis a desgaste, como transportadores de cabo e anéis deslizantes, possam ser eliminados. A comunicação entre o dispositivo e a unidade receptora é feita por um protocolo wireless extraordinariamente estável e ainda de baixa energia, na banda de onda 868/915 MHz universalmente acessível.

Na LogiMAT, a steute apresentou uma nova rede wireless que elimina a conexão anterior ponto-a-ponto entre

Os especialistas em redes sem fio da steute acreditam que a sWave.NET representa o próximo passo lógico para a integração de dispositivos ao cenário industrial. Soluções personalizadas de rede, com os seus próprios servidores de aplicações e interfaces para estruturas de TI da empresa, proporcionam novas possibilidades de informação e troca de dados além de projetos individuais - dentro de uma variedade de diferentes ramos e aplicações para a tecnologia de fluxo de materiais e logística.

MAIS INFORMAÇÕES

Uma aplicação típica para dispositivos wireless na tecnologia de fluxo de materiais é um comutador wireless para abrir e fechar portões rolantes de uma empilhadeira. Outro exemplo são os dispositivos de posição e sensores sem fio, usados para detectar a existência ou remoção de recipientes em sistemas “kanban wireless” criados para fornecer peças para estações de trabalho de montagem. Dispositivos wireless também são usados para a comunicação entre os sistemas de veículo guiado automatizado (Automated Guided Vehicle - AGV) e seus arredores, por exemplo, para controlar portas de ação rápida e outros portões.

dispositivos wireless e unidades de avaliação. Em vez disso, os pontos de acesso recém-desenvolvidos, que funcionam de forma semelhante a um roteador, recebem os sinais dos dispositivos wireless, os unem e os transmitem a um ou mais servidores de aplicativos, por exemplo, via Internet ou Wi-Fi. Este servidor contém um banco de dados, fornecido pela steute, que recolhe todas as informações no nível do campo, e as transmite diretamente ou através de middleware para a plataforma de TI do cliente (ERP, PDA, CMS, IMS...) e, se necessário, também via web para sistemas de TI múltiplosite ou para nuvem. Isto garante uma comunicação contínua a partir dispositivos individuais no almoxarifado, no comissionamento ou em plantas de produção até ao alto nível hierárquico de TI da empresa.

www.steute.com.br 01 | Automação | Julho 2016

25

Profile for Induportals Media Publishing

Automaçao #1  

A Revista Automação é a fonte de informação em automação, fornecendo visões gerais de mercado, estudos de caso e lançamentos de novos produt...

Automaçao #1  

A Revista Automação é a fonte de informação em automação, fornecendo visões gerais de mercado, estudos de caso e lançamentos de novos produt...

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded