Page 1

São Carlos, Outubro de 2010 – ano II – número 7 - distribuição gratuita - www.interativo.com.br

XOU VIXE E PROJETO PAPO INTERATIVO MARCAM SEMESTRE NO COLÉGIO INTERATIVO! Matéria e anti-matéria? Física e química trabalham juntas para desvendar os mistérios do Universo, num tema pra lá de curioso. Explorado pelo escritor Dan Brown, no livro Anjos e Demônios, o assunto é pauta da crônica de Reginaldo Nanni.

ESPAÇO VESTIBULAR

Conheça um jogo específico para vestibulandos e preparese para a Fuvest, Unesp, Unicamp e para o ENEM, brincando. E mais: Conheça a história do maior escritor brasileiro de todos os tempos, Machado de Assis.

CONTABILIDADE

conheça o que é essa profissão tão importante e como trabalha um profissional tão requisitado por pequenas, médias e grandes empresas numa entrevista com Alexandre Valverde.

CINEMANIA

Brasil, década de 50, nascia um ritmo tipicamente brasileiro, numa mistura de samba e jazz. Saiba tudo sobre a Bossa Nova no documentário Coisa mais Linda, tema do Cine Interativo de novembro. E mais: África do Sul, 1994. Recém-eleito Diretora do Interativo Araraquara, Any Marise presidente, Nelson Mandela busca no esporte visita a IX Interafec, acompanhada pelo esposo branco a unificação racial do país. Show de e a Coordenadora do E.A.D. Lia Mucheroni interpretação de Morgan Freeman no tocante Invictus.

NOVIDADE

Com o aquecimento global, uma população que sofre diretamente é a dos pinguins bonitinhos, divertidos, mas muito inteligentes, essas aves nos surpreendem. Sob a batuta da professora Claudia Küll, alunos do Colégio Interativo pesquisam e dão uma aula sobre essa ave que não voa na matéria, “Você sabe o que são Pinguins?”

The Book is on the Table “Na seção The book is on the table desta edição, você vai conhecer a história do nosso amigo, o Tremendão, Erasmo Carlos. É a autobiografia, Minha Fama de Mau, que passeia pela vida de um dos maiores ídolos da música nacional. Da infância humilde até o ápice com a Jovem Guarda, da parceria com Roberto Carlos até as vaias no Rock in Rio, 1985.

Israelenses conseguem eliminar células de HIV sem atingir as células saudáveis!. Leia mais na página 7

No Fala Galera!

Deste mês, Marina Nascimento expõe toda a dúvida do ser adolescente na hora de escolher a profissão. E mais...Letícia Prequero destaca a semelhança da Terra com um átomo. Página 10


Folha Interativo - ANO II

REFLEXÃO

EDITORIAL

O EXEMPLO QUE VEM DE CIMA! Por Glauco Keller Villas Boas

Quando tinha quinze anos de idade, em 1990, a seleção brasileira fazia uma pífia campanha na Copa de 1990. Com volantes e zagueiros e sem criatividade nenhuma éramos eliminados da Copa da Itália ainda nas oitavas de final. Meus ídolos, pasmem, eram os jogadores da seleção de Seniors, que mais tarde se tornaria Masters: Cafuringa, Edu, Rivelino, Lola entre outros. Em São Carlos, ia ao Luizão para ver o Edu Bala, em fim de carreira, driblar os laterais adversários. O craque que encanta as crianças e os jovens, hoje, se chama Neymar. O exemplo que a garotada quer seguir é um menino talentoso e sem medo, mas rebelde e arrogante. Sinto-me preocupado, pois Neymar é o protótipo perfeito do novo Edmundo, do novo Serginho Chulapa e, ainda mais perigoso, do novo Garrincha. A importância da família e da educação na vida do jovem se mostra em cada atitude de Neymar, boa ou ruim. E esse é um exemplo que devemos trazer para dentro de nossas casas. Muitos dizem que o sucesso lhe subiu à cabeça. Pergunto: será que nossos filhos também não se sentem, às vezes, pequenos Neymares? E veemente a necessidade de família e escola andarem juntos, dialogarem, participarem de projetos unificados e atentarem para o fato de que o aluno hoje é outro, de que o filho, hoje, é outro. Que tal os pais trocarem a reportagem sensacionalista por um jogo de Ludo com os filhos. Que tal trocarem a novela diária que obriga a todos a ficarem em silêncio por um bom papo sobre DSTs? Que tal uma boa leitura juntamente com o filho ou um site/vídeo legal por semana? Ou será que estamos isolados em uma bolha e o exemplo do craque que vem de cima não irá jamais nos atingir? Como professor, confesso que tenho medo de, de repente, me tornar um Dorival Júnior.

O URSO E OS DOIS VIAJANTES Dois homens estavam viajando juntos, quando um urso repentinamente se encontrou com eles em seu caminho. Um deles, sem pestanejar, subiu rapidamente em uma árvore e escondeu-se nos galhos. O outro, vendo que seria atacado, caiu no chão, e quando o urso se aproximou e começou a cheirá-lo passando seu enorme focinho por todo o seu rosto, prendeu a respiração, e fingiuse morto tanto quanto podia. O urso para ao lado do homem e, por não querer tocar um corpo morto, desvia-se e vai embora. Algum tempo depois, o outro viajante desce da árvore e, ironicamente, pergunta ao amigo o que era o urso tinha sussurrado em seu ouvido. “Ele me deu este conselho,” respondeu seu companheiro. “Nunca viaje com um amigo que lhe abandona na primeira aproximação do perigo.” O infortúnio testa a sinceridade dos amigos!

Folha Interativo Mantenedores: Pedro Marcelo Batista (Sebá) Luis Antonio Pereira dos Santos (Anta) Pedro Walter Pinto Ferraz (Bacia) Diretora: Cleide Darezzo Martins de França

ÍNDICE: 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18.

Editorial – Pág 02. Reflexão – Pág 02. O que você sabe sobre os pinguins – Pág 03. Tv de plasma e LCD são as mesmas coisas? – Pág 05. Jeito Saktista de ser – Pág 05. Contabilidade – Pág 06. The Bool on the table – Pág 06. Cinemania – Pág 07. É nois na foto – Pág 08 e 09. Fala Galera: O que você vai ser quando crescer? – Pág 10 Fala Galera: O átomo e o universo – Pág 10 Login - dicas de informática– Pág 11. E se fez a luz – Pág 12. Sites Legais – Pág 12 Xou vixe – Pág 13 Mundo 3D – Pág 13 Espaço vestibular – Pág 14. Papo Interativo – Pág 14.

Coordenadora Pedagógica Vânia Eliza Geraldo Editor Glauco Keller Villas Boas Colaboradores desta edição Reginaldo Nanni Sabrina Mazo D´Affonseca Prof. Pedro Marcelo Batista Profa. Cláudia Roberta Kull Marina Nascimento Letícia Prequero Marcelo Luiz Calegaro Contato: www.interativo.com.br

Interativo: Rua Major José Inácio, 1661 Tel. 33075005 - Tel. 33721019 Sugestões Se você tem sugestões ou críticas sob matérias, textos, formato ou ideias para as próximas edições do Jornal Folha Interativo, escreva para nós. glauco@interativo.com.br

Página 2


Folha Interativo - ANO II

“O QUE VOCÊ SABE SOBRE PINGUINS?” Por Professora Cláudia Küll e alunos do 7º ano do Colégio Interativo

Os pinguins são animais muito curiosos. Classificados dentro da classe das Aves chamam a atenção, pois suas características se diferenciam das características gerais dos organismos deste grupo. Por exemplo, os pinguins não voam, são fiéis aos seus companheiros de acasalamento; algumas espécies sobrevivem nos lugares mais frios do planeta; entre muitas outras... Ficou curioso? Os alunos do 7º ano do Colégio Interativo também ficaram! Eles se dividiram em grupos e cada um pesquisou uma característica dos pinguins. Leia abaixo o texto que eles fizeram para você. Reprodução (Grupo – Gabriel R. Villari, Tainá Cavallaro e Thaís F. da Costa) Há espécies de pinguins cujos pares reprodutores acasalam para toda a vida enquanto que outros o fazem apenas durante uma época de reprodução. Normalmente, os progenitores cooperam nos cuidados com os ovos e com os juvenis. A forma do ninho varia, segundo a espécie de pinguim: alguns cavam uma pequena fossa, outros constroem o ninho com pedras e outros utilizam uma dobra de pele que possuem ventralmente para cobrir o ovo. Normalmente, o macho fica com o ovo e mantém-no quente, e a fêmea dirigese para o mar com vista a encontrar alimento. Quando no seu regresso, o filhote terá alimento e então os papéis invertem-se: a fêmea fica em terra e o macho vai à procura de alimento.

estão em terra, inversamente, a plumagem se ajusta junto à pele quando a ave está na água, provocando impermeabilização da pele e da camada de plumagem adjacente. A limpeza das penas é vital para garantir o correto isolamento e para manter a plumagem oleosa e repelente da água. Alimentação (Grupo – Miguel C. Fragalli, Luis Felipe Beraldo e Vinícius Shimizu) Mesmo os pinguins sendo grandes nadadores, no mar é onde estão os maiores perigos para sua vida. A principal fonte de alimentação para os pinguins é o krill, um crustáceo pequenino que mede de 1 a 2 centímetros de comprimento, e que serve de alimento para muitos outros animais além dos pinguins. Além desta fonte, também se alimentam de peixes, plânctons, cefalópodes, moluscos, crustáceos, entre outros. Eles são ativos e rápidos para alcançar suas presas, o bico é robusto e comprido, adaptado para apanhar e reter crustáceos. Seus maiores predadores são: -Foca leopardo, - Baleia orca, -Tubarão , - Petrel gigante (ave),

Krill, fonte de allimentação dos pinguins No pólo sul, o pinguim imperador faz parte de uma teia alimentar muito importante para a manutenção da vida. Veja um exemplo ao lado:

Temperatura Corpórea (Grupo – Allan G. Ferreira, Filipe S. Chinaglia, Gabriel Z. Stefani e Leonardo Z. Fagian) Os pinguins são animais homeotérmicos e endotérmicos, o que significa dizer que produzem seu próprio calor corporal e possuem estratégias para manter essa temperatura corporal, que é de 39°C. Eles se mantêm com temperatura constante, graças à camada de gordura corporal. Possuem também ajuda das penas que isolam o calor. As penas proporcionam de 80 a 90%de isolamento térmico. O pinguim tem cerca de 100 penas a cobrir 6,5 cm2, sendo a espécie de ave com a maior densidade de penas. Os músculos permitem que as penas permaneçam eretas quando as aves

Locais onde vivem (Grupo – Isabela C. Ribeiro, Ana Luisa A. Silva e Gabriel E. Vasconcelos) Os pinguins não vivem apenas na Antártida. Diferentes tipos de pinguins, como o Litlle pinguim, vivem na Nova Zelândia. Alguns vivem na América do sul, em lugares como Peru, Argentina, Chile e nas ilhas Galápagos. Nenhum pinguim vive na América do norte.

LEIA E ASSSINE O MELHOR 16 - 3373-7373 Página 3


Folha Interativo - ANO II Aquecimento Global (Grupo – Mirajade B. Pizani, Mariana L. Lopes e Carolina M.Pereira)

são usados como um leme para se guiar na água. Eles nadam a 40 quilômetros por hora de velocidade. Mergulham a 530 metros de profundidade, portanto precisam prender a respiração por um tempo de até 20 minutos. Os pinguins nadam em grupo, já que seu predador (a foca leopardo) pode estar escondido de baixo da superfície da água. Essa estratégia facilita a sobrevivência, já que é melhor ter vários olhos para olhar um predador do que um só, não concorda? Curiosidades (Grupo – Giovana V. Suquisaqui, Sarah C. L. Ferraz e Júlia M. Moreti)

Os maiores pinguins do mundo podem ser levados à extinção ao final deste século, pois o aquecimento global dificulta muito sua sobrevivência. A população de pinguins antárticos sofreu uma forte redução devido ao aquecimento global, que destrói os locais dos ninhos e as fontes de alimentos. Conforme o aquecimento global aumenta, a península Antártica se aquece a um ritmo cinco vezes superior ao da média mundial, afetando quatro espécies de pinguins - o imperador (maior do mundo), o papua, o barbicha e o adélia. Pinguins imperiais são os únicos que aguentam temperaturas mais baixas, se a temperatura aumentar o corpo desses pinguins, que está acostumado a temperaturas muito baixas, não vai aguentar, causando assim mortes de muitos pinguins. O calor obriga os pinguins a criarem seus filhotes em camadas de gelo cada vez mais finas que se rompem mais cedo. Segundo o estudo de Pesquisadores do Instituto Multidisciplinar Hubert Curien, ligado ao Centro Nacional de Pesquisa Científica da França, publicado pelo “PNAS”, o aquecimento do planeta afeta negativamente a procriação e a sobrevivência dos pinguins adultos. O aumento da temperatura dos mares afeta não só a oferta de alimentos perto da colônia de pinguins como interfere no processo de acasalamento das aves. O relatório, feito pelo WWF, intitulado “Pinguins Antárticos e a Mudança Climática”, diz que o gelo marinho cobre hoje uma área de 40 por cento inferior a de 26 anos atrás na costa oeste da península Antártica, o que provoca uma redução na oferta de krill (pequeno crustáceo que é a base da alimentação dos pingüins papua e barbicha). O que será desses animais sem seus alimentos? A resposta parece obvia.

Os pinguins podem nadar até 40 km por hora, e podem mergulhar até 530 metros. A altura dele é de geralmente por volta de 1 metro. Seu peso varia de 15 a 35 kg e eles vivem em média de 30 a 35 anos. As cores da pena dos pinguins servem de camuflagem: no ventre é mais claro, para que se algum predador estiver olhando por cima da água não os enxergarem. No dorso é mais escuro, pois se algum predador na água vê-los de cima não os enxergarem. Os pingüins só permitem a aproximação se estiverem muito fracos e atacam instintivamente os olhos das pessoas. Existem 18 espécies de pinguins, algumas delas são: Pinguim africano, Pinguim azul, Pinguim imperador, Pinguim rei, entre outros. Os primeiros pinguins apareceram no registro geológico do Eocénico. Muitas populações de pinguins foram reduzidas devido a atividade humana. Até os anos 80 ainda havia registro de consumo de pinguins por humanos, bem como o uso de suas peles para fazer luvas e bolsas.

Gostou das informações? Quer aprender mais sobre os pinguins? O grupo deixa aqui uma boa dica: assista ao documentário “A marcha dos pinguins”, do diretor Luc Jacquet, você vai adorar!

Anatomia (Grupo – M.Júlia M. Akassaka, Gabriel A. Maximiano e Giulia M. de Simone) Pinguins são muito adaptados à vida marinha. As asas vestigiais são inúteis para voo no ar, mas na água são muito ágeis. Na terra, os pinguins usam a cauda e as asas para manter o equilíbrio na postura ereta (que se mantém erguido). Todos os pinguins possuem uma coloração por contraste para camuflagem (vistos ventralmente a cor branca confunde-se com a superfície refletiva da água, visto dorsalmente a plumagem preta os torna menos visíveis na água). Possuem, também, uma camada isolante que ajuda a conservar o calor corporal na água gelada antártica. O Pinguim-imperador possui a maior massa corporal de todos os pinguins, o que reduz ainda mais a área relativa e a perda de calor. Eles também são capazes de controlar o fluxo de sangue para as extremidades, reduzindo a quantidade de sangue que esfria evitando, assim, as extremidades de congelar. Eles, frequentemente, agrupam-se para conservar o calor e fazem rotação de posições para que cada pinguim disponha de um tempo no centro do bolsão de calor. Eles podem ingerir água salgada porque as glândulas supraorbitais filtram o excesso de sal da corrente sanguínea. O sal é excretado em um fluido concentrado pelas passagens nasais. Locomoção (Grupo: Pedro M. Colloca, Marcela V. B. Chinaglia e Gabriela G. Guimarães) As asas são muito duras, por isso são chamadas flippers.Os pinguins são aves que não voam mas, sua asas são usadas para nadar. Seu corpo também o auxilia muito na hora de nadar, pois possui um formato de torpedo e por isso ele corta muito facilmente a água. Seus pés e calda em toco Página 4

Fontes de pesquisa: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pinguim http://www.faunabrasil.com.br/sistema/modules/news/article.php?storyid=1457 http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,aquecimento-global-pode-extinguirpinguins-imperiais,313372,0.htm http://www1.folha.uol.com.br/folha/ambiente/ult10007u371815.shtml http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2008/02/12/aquecimento_global_ ameaca_sobrevivencia_de_pinguins_reis_na_antartida_1188020.html. http://translate.google.com.br/transalate?hl=ptBR&langpair=en%Cpt&=u=http://animals.howstuffworks.com/birds/penguininfo2.htm http://rpgtibia.the-up.com/off-topic-f7/curiosidades-sobre-pinguins-t1313.htm http://ciencia.hsw.uol.com.br/pinguim6.htm http://iguinho.ig.com.br/canalnatureza/pinguim.html para determinados elementos que são tão naturais nas nossas vidas que nunca, sequer, vamos atrás de saber a sua origem. Muitos preconceitos, por exemplo, podem ser facilmente explicados buscando as origens de fábulas e contos que escutamos quando criança. Fiquem ligados! Dica de filme: Os Irmãos Grimm (2005)


Folha Interativo - ANO II

TV DE PLASMA E LCD SÃO A MESMA COISA?

JEITO SKATISTA DE SER

Em termos de qualidade e nitidez de imagem, sem dúvida as TVs com tela de LED são as melhores atualmente seguidas pelas TVs de plasma e as de LCD. O menor consumo das TVs de LED é devido ao tipo de iluminação do painel gerador de imagens (que também é do tipo LCD). No caso desses dispositivos a iluminação é feita por leds, enquanto que no caso das TVs de LCD este processo é efetuado por uma lâmpada de mercúrio. No caso das telas de plasma, a imagem é gerada a partir da ionização de gases nobres por um elevado campo elétrico o que acarreta num alto consumo de energia (para mais detalhes veja http:// www. comprafacil.blog.br/plasma-lcd-ou-led/). Com relação às outras questões, Full HD é um termo relacionado com a resolução da TV. As TVs convencionais de tubo têm uma resolução máxima de 480 a 525 linhas, enquanto que as novas TVs podem reproduzir filmes e programas com resoluções de 720 (HDTV) a 1080 (Full HD) linhas (maiores detalhes http://www.comprafacil.blog.br/o-quesignifica-hd-ready-e-full-hd/). HDMI é um acrônimo para High-Definition Multimidia Interface (Interface Multimídia de Alta Definição). O HDMI é um sistema de conexão capaz de transmitir áudio e video através de um único cabo, ao invés do que acontecia anteriormente, onde cada tipo de transmissão possuía cabos e entradas exclusivas nos aparelhos. Este sistema é totalmente digital, e pode ser usado, por exemplo, para conectar um aparelho de reprodução de Blu-Ray, um videogame ou até mesmo um reprodutor de DVD a uma televisão que possua a mesma entrada. Os resultados serão belíssimas imagens de alta qualidade e definição, num padrão bem superior do que quando da utilização de um sistema analógico de conexão.

Nascido na década de 1960 como alternativa ao surfe, o skate é considerado por muitos mais do que um simples esporte. É um estilo de vida que influencia a música, a arte, o design e até a moda, por mais que muitos de seus adeptos insistam em negar essa relação. A atitude transgressora de seus adeptos fez com que o esporte ultrapassasse barreiras e fosse logo incorporado ao estila de vida dos jovens, exercendo grande influência em seu comportamento. Na moda, a maneira de o skatista se vestir traduz até seu estilo sobre o carrinho. Embora isso não seja uma regra, observa-se que, de acordo com o estilo do skatista, as manobras também são diferentes. O Gangster usa roupas largas e domina manobras técnicas e de solo. O Dagger usa roupas apertadas e se atira em Gaps e corrimões grandes e extensos. O Rasta é uma mistura leve dos dois, não tem um estilo de manobras definido. A influência do skate na moda é tão grande que, na última edição da SPFW (São Paulo Fashion Week) maior evento de moda do Brasil, realizada em junho deste ano, ele virou até tema de exposição, sendo representado por itens como tênis, símbolo dessa cultura, e a calça stretch – que todo mundo usa – mas que surgiu em função da necessidade de maior elasticidade na prática desse esporte. Uma das mais singulares expressões artísticas urbanas, o grafitismo ou o grafite também faz parte do estilo de vida skatistas. Turbinar o carrinho com pinturas diferentes é uma arte muito particular de quem curte esse esporte. É muito raro que o skate de um praticante não um quê de sua personalidade. O skate também inspirou o surgimento de bandas como Blink 182 e The Offspring, que se destacam no estilo skate/punk. E como não poderia deixar de ser, o esporte também teve influência direta na linguagem, especialmente na dos adolescentes praticantes, já que, assim como o surfe, ele possui um vocabulário próprio. E tem brasileiro na área

Por Marcelo Luiz Calegaro Instituto de Química de São Carlos - IQSC/USP

Sandro Dias, o Mineirinho, é um ícone brasileiro do skate que, em 22 de carreira, coleciona títulos nos mais variados campeonatos internacionais. Conhecido como o rei da manobra 540 graus, Sandro obteve notoriedade por ser o primeiro skatista da história a acertar a manobra 900 graus em uma volta de competição. (adaptado de FISK – Fique por dentro, ano 10 – ago/set)

Página 5


Folha Interativo - ANO II

CONTABILIDADE Números, números e mais números. Será que é esta a rotina do profissional da contabilidade. Com a crescente abertura de novas e microempresas, um profissional está cada vez mais valorizado, o contabilista ou, simplesmente, o contador. Mas afinal, para que serve e como trabalha um contador? Para responder a essa questão, o jornal Folha Interativo conversou com um profissional da área, Alexandre Valverde. F.I. O que é exatamente a contabilidade? Contabilidade é a ciência que tem como objeto de estudo o patrimônio das entidades, seus fenômenos e variações, tanto no aspecto quantitativo quanto no qualitativo, registrando os fatos e atos de natureza econômicofinanceira que o afetam e estudando suas consequências na dinâmica financeira. Esta é uma definição mais acadêmica, mas eu particularmente prefiro dizer que a Contabilidade é uma importante ferramenta gerencial e de tomada de decisões, que estuda e registra os fatos (econômicos e financeiros) ocorridos na empresa. F.I. Quais as funções de um contador? O Contador é o profissional legalmente habilitado, para realizar a contabilização dos documentos. O mercado competitivo não aceita indecisões, o profissional moderno tem que ter iniciativa, coragem, ética, visão de futuro, habilidade de negociação, agilidade, segurança para resolver os problemas que surgem, capacidade de aprender a lidar com mudanças, ideias de melhoria, flexibilidade, capacidade de inovar e criar, sobretudo na sua área de atuação, interagir e estudar as realidades políticas, sociais e financeiras, saber orientar as empresas para o melhor caminho de forma que elas sobrevivam aos fortes abalos gerados pela globalização da economia, o poder de manipular conhecimentos é o ponto chave das grandes decisões. F.I. Por que uma empresa precisa de um contador? De um de confiança? Uma empresa precisa de um contador, justamente pelo fato de ser ele o profissional tecnicamente capaz de realizar este serviço(contabilidade) que é exigido pela legislação comercial vigente, o fato dele ser de onfiança também é imprescindível, pois muitas vezes ele terá conhecimento de toda movimentação financeira da empresa, bem como dos fornecedores, clientes e processos internos da empresa. F.I. Qual a formação ideal para um contador? O contador deverá pelo menos ser Bacharel em Ciências Contábeis, podendo ter especialização na área de auditoria, controladoria e tributária. Sem esquecer dos cursos e palestras para atualização e desenvolvimento profissional. F.I. Há ramificações na profissão? Empresas públicas, privadas, por exemplo? As empresas públicas, prefeituras e autarquias, também se utilizam dos serviços dos contadores, bem como as particulares. F.I. Qual a maior satisfação, os bons e maus momentos de um contador? A maior satisfação de um Contador é poder ajudar a empresa a tomar boas decisões, bons momentos são aqueles que passamos com os funcionários e clientes que ao longo do tempo se tornam amigos. Os maus momentos são aqueles em que temos que cumprir prazos, ficamos até tarde da noite trabalhando e longe do convívio da família. F.I.Qual a principal característica que um bom contador precisa ter? Ser um profissional bem informado e com conhecimento em varias áreas de atuação. F.I. Fale um pouquinho da história do Escritório Valverde, os trabalhos que presta, etc. Bom, meu escritório iniciou-se em meados de 1969, com meu pai como Página 6

um escritório individual. Em 1993, passou a ser uma sociedade entre meu pai, eu e meus irmãos. Hoje, temos um quadro de cinco funcionários, e quatro sócios, sendo que três sócios são contadores, e um técnico em contabilidade. Atendemos cerca de 90 clientes dos mais variados ramos de atividades, comércio, indústria e prestadores de serviços. Na área Fiscal, Dep. Pessoal e Contábil, realizando todas as rotinas exigidas pela legislação em vigor. Também prestamos serviços para o ECAD, Escritório Central de Arrecadação e Distribuição dos direitos autorais, em São Carlos, Araraquara e mais 12 cidade da Região.

THE BOOK IS ON THE TABLE! Minha Fama de Mau

Minha Fama de Mau é um passeio pela infância, adolescência e idade adulta de um dos mais aclamados ídolos da música brasileira, Erasmo Esteves, ou melhor, Erasmo Carlos, o Tremendão. Da infância pobre no Rio de Janeiro, até se tornar ídolo das tardes de domingo junto com seu parceiro Roberto Carlos, com a Jovem Guarda, a narrativa simples de Erasmo lembra a simplicidade e leveza de sua música. O livro, escrito pelo próprio Erasmo, é um relato, imparcial e totalmente autobiográfico de seus acertos e erros, de suas alegrias e tristezas e permite ao leitor, conhecer um pouco mais do Brasil das décadas de 60 e 70, enveredar pela disputa entre a Jovem Guarda, considerada alienada, e a MPB, politizada. Erasmo põe o dedo na ferida ao falar de drogas, paixões e narra histórias hilárias de Gil, Caetano, Chico, Roberto e Tim Maia, com destaque especial para seu medo da calvície e para o episódio em que foi vaiado no Rock in Rio. Minha Fama de Mau Erasmo Carlos Objetiva, 360 páginas Preço: R$ 30,00


Folha Interativo - ANO II

CINEMANIA Coisa mais linda: Histórias e casos da Bossa Nova Brasil, 2005 Direção: Paulo Thiago Duração: 120 minutos O filme mostra um painel histórico, musical e informativo sobre o nascimento da Bossa Nova, nos anos 50. O movimento musical atingiu o ápice em 1962, quando se internacionalizou definitivamente em um concerto do Carnegie Hall (Nova York). Apresentando entrevistas e apresentações exclusivas de Roberto Menescal, Carlos Lyra, João Donato, Alaíde Costa, Johnny Alf, Kay Lira, Leny Andrade, Chris Delano, Joyce, Sergio Ricardo, Billy Blanco - todos os remanescentes vivos da época e alguns seguidores atuais -, Coisa Mais Linda contêm imagens de arquivo de shows, apresentações internacionais, assim como de artistas estrangeiros que participaram deste movimento na época. Imperdível!

NOTÍCIA! ISRAELENSES ELIMINAM CÉLULAS COM HIV SEM ATINGIR AS SAUDÁVEIS DA FRANCE PRESSE, EM JERUSALÉM para FOLHA DE S.PAULO (07/09/2010)

Cientistas israelenses anunciaram que conseguiram destruir em laboratório células infectadas pelo vírus da Aids sem afetar as células saudáveis, informa o jornal “Haaretz”. Os cientistas, da Universidade Hebraica de Jerusalém, destacaram que criaram um tratamento à base de peptídios (polímeros de aminoácidos) que provocam a autodestruição das células infectadas pelo vírus HIV. Até o momento, as terapias de combate à Aids tentam matar o vírus presente nas células, com o risco de um retorno da infecção se o tratamento for interrompido ou se o vírus se tornar imune. O cientista Abraham Loyter explicou ao “Haaretz” que, ao fim de duas semanas, as células tratadas não reapareceram, “pelo que se pode chegar à conclusão de que foram destruídas”. Em um artigo publicado na edição de 19 de agosto da revista científica britânica ‘Aids Research and Therapy’, a equipe israelense, composta por Aviad Levin, Zvi Hayouka, Assaf Friedler e Abraham Loyter, afirma que as pesquisas podem “resultar por fim em uma nova terapia geral” contra a Aids.

IMAGENS DO CINEMA

Invictus EUA, 2009 Duração: 133 minutos Direção: Clint Eastwood Na África do Sul pós-apartheid, o presidente Nelson Mandela acaba de ser eleito. Pensando em superar antigas questões raciais do país, decide motivar brancos e negros para vencer a próxima copa mundial de rúgbi, algo impensável naquele momento. O problema é que o esporte é praticado por brancos e, por isso, há resistência da maioria negra. Mandela é interpretado, brilhantemente, por Morgan Freeman e Matt Damon completa este elenco de astros. A direção é de Clint Eastwood que, aos oitenta anos, demonstra toda leveza e emoção que o caracterizaram como diretor.

Em 1982, o então novato diretor Steven Spielberg chocava o mundo contando a história da amizade entre uma criança e um extraterrestre. A história iria transpor as décadas e as telas e o boneco da criatura extraterrestre viraria febre entre as crianças do mundo todo e a imagem acima seria imortalizada como uma das mais bonitas do cinema. Nela, o menino tenta salvar a vida de seu amigo extraterrestre levando-o de volta para casa. O filme ganharia o Oscar, em 1983.

Página 7


Folha Interativo - ANO II

É NÓIS NA FOTO A FORMATURA SE APROXIMA E AS TURMAS DO TERCEIRO COLEGIAL E DO NONO ANO CRIAM BRINCADEIRAS PARA PODEREM SE LEMBRAR DA ESCOLA NO FUTURO. DESSA VEZ, ELES RESOLVERAM SE VESTIR DE CRIANÇAS. VEJA COMO FICOU!

Página 8


Folha Interativo - ANO II

I N T E R A F E C

IX INTERAFEC FOI UM SUCESSO. FORAM MAIS DE 25 GRUPOS APRESENTANDO TEMAS VARIADOS

Pรกgina 9


Folha Interativo - ANO II

QUE VOCÊ QUER SER QUANDO CRESCER?

• Por Marina Nascimento

Esta pergunta assombra-nos desde quando éramos crianças. Naquela época respondíamos coisas como: médico, bombeiro, professora, veterinária, policial e mais algumas profissões admiradas, não só porcrianças, mas também pela sociedade e que são facilmente reconhecidas. Porém, esta questão volta a nos perseguir quando nos deparamos com a escolha do curso universitário e é nesta hora que realmente vemos o peso dessa decisão para nossa vida. Alguns já determinaram sua profissão desde pequenos, outros só decidem na hora de preencher a inscrição do vestibular e outros estão na universidade e ainda não têm certeza da carreira a qual querem seguir.Na hora da escolha, muitos fatores interferem, tais como, a família que pressiona, a ambição econômica do indivíduo, a influência de amigos, as matérias escolares que mais gosta, os professores que tornam suas disciplinas atraentes, etc. Porém, será que estamos psicologicamente maduros e preparados para fazer tal escolha? Será que, se pudéssemos fazê-la mais tarde, ou se tivéssemos um contato maior com os campi universitários ou com os profissionais atuantes, muitos cursos seriam menos abandonados ou trocados pelos graduandos? Vemos, hoje, a necessidade de um acompanhamento prévio dos estudantes na questão da orientação vocacional. Isso não deve ser deixado para última hora, isto é, somente no terceiro ano do Ensino Médio, pois a pressão do vestibular já é grande o suficiente para nos enlouquecer; não precisamos de mais um fardo como este para carregar. Nós estamos pedindo por socorro! Agora que encaramos essa nova realidade, não sabemos como lidar com ela. É como se tivéssemos que desarmar uma bomba sem nenhuma instrução, sem nenhuma base, já que nosso pouco contato com a realidade profissional não é suficiente para determinar nossas escolhas. O grito, ainda silencioso, dos primeiros colegiais deve ser atendido antes que se torne ensurdecedor! Pois, mesmo sendo tão novos, é melhor ter três anos para refletir, do que apenas um ano ou ter, simplesmente, os dias de inscrição dos vestibulares para escolher a carreira profissional. a autora é aluna do terceiro ano do colégio Interativo de São Carlos.

O ÁTOMO E O UNIVERSO

Por Letícia Prequero

As moléculas são partes muito pequenas que compõem os materiais e para estudá-las, os cientistas precisam da ajuda dos microscópios. Mas as moléculas são formadas por partes ainda menores chamadas átomos. Esses são formados por duas partes: a eletrosfera, onde se encontram os elétrons, partículas de carga negativa; e o núcleo, onde encontramos os prótons, partículas de carga positiva, e os nêutrons, partículas sem cargas. Apesar de seu tamanho microscópico, os átomos possuem uma grande importância: tudo o que conhecemos hoje é formado de átomos, inclusive o universo. O universo e o átomo podem ser comparados entre si: a Terra gira em torno de Sol, que nos fornece o calor para que haja vida. Os elétrons giram em torno do núcleo do átomo. Diferentes composições atômicas formam diferentes materiais. No universo encontramos planetas, estrelas etc., mas só descobriu-se vida em nosso planeta, o que é algo extraordinário. A Terra divide-se em três camadas: a crosta terrestre, onde vivemos, o manto, onde se localiza o magma, e o núcleo, que é o centro do planeta. Aqui encontramos uma das maiores riquezas para a vida: a água no estado líquido. O diamante, por exemplo, é formado por restos orgânicos em decomposição e seu processo ocorre entre a crosta e o manto graças à grande pressão e a elevada temperatura. Sua formação é uma espécie de reciclagem ambiental. A vida em outros planetas, pelo que sabemos até o momento, é inexistente, pois uns são muito quentes e outros extremamente gelados, não possuem água no estado liquido e muitos são gasosos. Os planetas rochosos têm maior capacidade para que haja vida, pois neles encontramos matéria no estado sólido. Futuramente nossa galáxia se chocará com outra, pois tudo no universo está em constante movimento. Se compararmos nosso planeta a um átomo, o núcleo é rodeado por seus elétrons, assim como nós rodeamos nosso planeta. Devemos pensar que nós (e tudo o que existe) somos formados de átomos, sendo que sem eles nada existiria. • A autora é aluna do nono ano do ensino fundamental do colégio Interativo São Carlos e faz parte do Projeto interdisciplinar: o átomo e o Universo de orientação dos Professores Rocky (Ciências) e Mara (Língua Portuguesa).

CAMISETERIA

SPORTS UNIFORMES ESPORTIVOS VOCÊ CONHECE A CAMISETERIA? A CAMISETERIA É UMA EMPRESA FABRICANTE CAMISETAS PARA USO DIÁRIO, PROPAGANDA E UNIFORMES ESPORTIVOS DE EXCELENTE QUALIDADE. A CAMISETERIA TEM FABRICAÇÃO PRÓPRIA QUE ATENTA PARA OS DETALHES, COMO LOGOTIPOS, NUMERAÇÃO DE CAMISETAS, COSTURA E AS CORES E FORMAS DAS GRANDES EQUIPES DO MUNDO. O TIME DOS MESTRES DA BOLA DO COLÉGIO INTERATIVO VESTE UNIFORME DA LARANJA MECÂNICA PRODUZIDO PELA CAMISETERIA E O ULTIMATE FUTEBOL CLUBE, FORMADO PELOS ALUNOS DO CURSINHO TAMBÉM. CONHEÇA VOCÊ TAMBÉM A QUALIDADE DAS CAMISETAS E UNIFORMES DA CAMISETERIA!

RUA SEBASTIÃO SAMPAIO OSÓRIO, 974 – PARQUE PARAÍSO – SÃO CARLOS – SP – TELEFONE - 34110271 Página 10


Folha Interativo - ANO II

LOGIN INPE COMPRA UM SUPER COMPUTADOR PARA PREVER O CLIMA. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) recebeu nesse dia 04 de outubro o novo supercomputador que será usado para previsão meteorológica e ambiental. O equipamento foi comprado por 23 milhões de dólares (cerca de 39 milhões de reais) da empresa Cray Inc., nos Estados Unidos. A velocidade efetiva estipulada no edital para a aquisição do sistema era de aproximadamente 15 TFlops, ou seja, 15 trilhões de operações aritméticas por segundo. Durante o teste para o aceite do sistema, realizados em junho, a máquina atingiu velocidade efetiva de 16,6 TFlops, o que o coloca entre os Top500 do planeta. O supercomputador desembarcou no aeroporto de São José dos Campos vindo de Chipewa Falls, Wisconsin, Estados Unidos, onde está localizada a fábrica da Cray Inc. No total, foram necessários 84 volumes e sete caminhões para transportar o conjunto. Adquirido com recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), o equipamento irá ampliar em mais de 50 vezes a capacidade de processamento no INPE. Entre outros, o supercomputador vai permitir gerar previsões de tempo mais confiáveis, com maior prazo de antecedência e de melhor qualidade, ampliando o nível de detalhamento para 5 km na América do Sul e 20 km para todo o globo. Será possível ainda prever ainda eventos extremos com boa confiabilidade, como chuvas intensas, secas, geadas, ondas de calor, entre outros. A nova máquina também será fundamental para o desenvolvimento e implementação do Modelo Brasileiro do Sistema Climático Global, que incorporará todos os elementos do sistema terrestre (atmosfera, oceanos, criosfera, vegetação, ciclos biogeoquímicos etc.). Com montagem prevista para duas semanas, o computador será instalado no Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), do INPE, em Cachoeira Paulista. As operações devem começar em 2011.

INTERAFEC SUPREENDE E INOVAÇÕES SÃO SUCESSO!

Nos últimos dias 07 e 08 de outubro, o colégio Interativo realizou mais uma INTERAFEC – a feira de conhecimentos do colégio. Sucesso de público e com participação de pais, alunos e estudantes de outras escolas, a INTERAFEC que chegou, em 2010, a sua nona edição inovou em sua estrutura para os alunos do ensino médio. Após reuniões e muito planejamento, verificou-se a necessidade de participação maior dos visitantes. Desta forma, e já preparando os alunos para os futuros congressos universitários, ficou estabelecido que seriam criados painéis de apresentação dos temas pré-selecionados e que os alunos deveriam oferecer oficinas aos visitantes. O resultado não poderia ser outro: muitos elogios e envolvimento de todos. Já os alunos do ensino fundamental, além de apresentarem seus estantes, participaram também das oficinas oferecidas pelo ensino médio. Parabéns aos organizadores, em especial aos professores Deivid e Thalita, aos alunos, pais de alunos, funcionários e mantenedores que fizeram a INTERAFEC acontecer. Veja as fotos!

Página 11


Folha Interativo - ANO II

E SE FEZ A LUZ ! Por Reginaldo Nanni

No início, tudo era o caos. Primeiro criou Deus o Céu e a Terra. A Terra era vazia e sem forma. O Espírito de Deus pairava sobre as águas. E Deus disse: - Haja Luz! Notando, no entanto, que nada acontecera o desapontado Criador deu um longo suspiro, e resmungou distraído: - Haja paciência! Um de seus Arcanjos então constrangido com o que ocorrera, cochichouLhe algo nos ouvidos... - Ah, sim. Claro! Haja, antes, matéria e antimatéria! E depois repetiu animado: - Haja Luz! E um aberto sorriso iluminou Sua face. A adulteração das primeiras palavras do Livro do Gênesis feita acima, que descreve de maneira poética o momento da Criação, serve para enfatizar, de forma bem humorada, o que intuímos a respeito da estrutura básica do Universo nos seus primórdios: a matéria (lembrando que luz tem um comportamento dual: comporta-se ora como onda, ora como matéria, partícula) ... e a antimatéria, é claro! Uma das perguntas mais recorrentes feitas pela humanidade é de onde vem tudo o que existe. Inúmeras religiões ofereceram, ao longo da saga humana, diversas respostas, desde a ação divina - resposta familiar no Ocidente -, até a origem de tudo a partir do nada absoluto, como certos povos do Oriente acreditam. Assim, que respostas temos hoje sobre a origem da matéria? Essa pergunta, como não poderia deixar de ser, também ocupa um lugar central na cosmologia moderna, parte da física que estuda a origem e a evolução do Universo. Prova como a ciência faz partes dos questionamentos mais profundos do homem.

quantidade de matéria quanto de antimatéria, então o Universo seria apenas uma imensidão de radiação! Mas inúmeras observações astronômicas confirmam que a antimatéria é praticamente inexistente no Universo. Algo deve ter ocorrido durante a sua história, de modo a selecionar o excesso de matéria sobre antimatéria. Entender por que existe mais partícula do que antipartícula talvez seja mais fácil do que procurar saber qual é a origem de tudo. O modelo mais aceito é que, quando o Universo tinha em torno de um trilionésimo de segundo de existência, logo após o Big Bang, passou por um processo drástico. Nessa fase, matéria e antimatéria coexistiam na mesma proporção. Quando uma partícula encontrava sua antipartícula correspondente, as duas se aniquilavam. Depois de passar por um período de expansão muito rápida, o Universo esfriou com mais intensidade. Uma pequena parte da matéria sobreviveu a esse processo de aniquilação. A pequena parte da matéria que me refiro é a que conhecemos hoje, isto é, a que forma todo o Universo conhecido (bilhões de galáxias, com bilhões de estrelas, com planetas e todo o resto), donde nós humanos nos originamos, daquela mínima fração de matéria que sobreviveu no início do Universo. Atualmente, novos experimentos tentam responder a uma outra questão inevitável e que a espécie humana ainda não tem resposta: o que aconteceu com a antimatéria do Universo? Experiências que começam agora no acelerador LHC do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (CERN) buscam novas fontes para seu estudo. Se o leitor interessou-se pelo tema, sugiro a instigante obra de ficção de Dan Brown, “Anjos e Demônios”, recentemente transformado em filme, que trata dos eternos conflitos entre Ciência e Religião, com direção de Ron Howard, e que assisti dias atrás, motivando-me a escrever este texto. A origem do Universo inspirou incontáveis mitos de criação no passado e inspira muita ciência no presente. Ambos têm limitações, o que não tira em nada sua beleza e importância.

Nota do autor: Sugiro também a todos que assitam ao filme Ponto de Mutação, baseado na obra Mindwalk, do físico austríaco Fritjof Capra. Reginaldo Nanni Licenciado em Ciências Exatas – habil. Química e Física Universidade de São Paulo – USP – São Carlos

SITES LEGAIS

Navegar é preciso, viver não é preciso! Assim falou o poeta português Fernando Pessoa, popularizado na voz do cantor Caetano Veloso. Pois bem, é navegando que se aprende, hoje em dia. Ousamos dizer que voltamos aos tempos das grandes navegações. E na onda de preservar o meio ambiente, as dicas desta edição trazem alguns sites de entidades internacionais de preservação. Então, vamos lá! É só clicar e aprender! Segundo a física que descreve o comportamento das partículas elementares, toda matéria (ou partícula como queiram) tem uma companheira antimatéria. O que difere uma da outra é a carga elétrica, que é oposta. Por exemplo, a antipartícula do elétron, que tem carga negativa, é o pósitron, que tem carga positiva. Contudo, não vemos carros ou pessoas feitas de antimatéria. Ainda bem, pois quando matéria se encontra com antimatéria, ambas se desintegram em radiação eletromagnética. Por vezes, se existisse tanto Página 12

World Wide Fund For Nature - WWF www.panda.org Greenpeace International www.greenpeace.org. Friends of Earth www.foei.org Canadian Environmental Network www.cen.web.net National Geographic Magazine www.nationalgeographic.com


Folha Interativo - ANO II

XOU VIXE ARRASA!

LAPTOPS 3D, CÂMERAS 3D, VIDEOGAMES 3D... A NOVA TECNOLOGIA JÁ BATE À SUA PORTA! O conteúdo tridimensional está prestes a invadir a sala de sua casa. Só falta você recepcioná-lo.

ACONTECEU EM AGOSTO, NA OFICINA CULTURAL REGIONAL “SÉRGIO BUARQUE DE HOLANDA”, MAIS UMA EDIÇÃO DO XOU VIXE. Marco da cidade de São Carlos, na década de setenta, na luta contra a ditadura e na divulgação artístico-cultural da cidade, o espetáculo que reúne dança, música, teatro e exposições de artistas amadores da cidade, encontra-se na sua nona edição desde que voltou a ser realizado pelo Colégio Interativo de São Carlos. A ideia é permitir aos alunos do colégio que apresentem peças de teatro, música e dança de forma lúdica e tem rendido frutos, afirma Pedro Marcelo Baptista, o Sebá, mantenedor do colégio. Em suas sete primeiras edições, o Xou Vixe aconteceu nas dependências do colégio, mas uma parceria bem sucedida com a Oficina Cultural propiciou que o Xou se expandisse e tivesse alunos de outros colégios e, além do envolvimento da sociedade são-carlense em geral. De acordo com o professor Glauco Keller Villas Boas, um dos organizadores do projeto, a diretora da Oficina Cultural Regional “Sérgio Buarque de Holanda” Maria Inez Cornicelli Botta percebeu a grandeza do projeto e abraçou junto ao colégio a ideia de realizar um show de talentos juvenis. Estava plantada a semente. Antonio de Almeida Junior, o Itapê, primeiro professor a organizar o Xou ainda na USP, na década de setenta e, hoje, professor de literatura do Colégio, destaca que é importante ressaltar o amadorismo e a forma lúdica como as artes são trabalhadas e apresentadas no Xou. Este ano, o homenageado do Xou foi o cartunista Glauco Villas Boas, que fez, junto com seu irmão e também cartunista Pelicano, as charges da primeira edição da revista Vixe que deu início à primeira apresentação na USP. Durante o espetáculo, imagens destas charges e ilustrações dos artistas foram projetas para que os jovens pudessem conhecer o início do trabalho dos cartunistas.

O mundo em três dimensões já invadiu as telonas dos cinemas com filmes e animações campeões de bilheteria. As televisões com tecnologia 3D já chegaram ao mercado brasileiro. O preço ainda é salgado, mas a expectativa é de que logo o valor diminua, assim como os aparelhos com tela LCD e Plasma. E já que a promessa é grande, a aposta, agora, é produzir conteúdo tridimensional para você assistir sentadinho no sofá. Já pensou ver um filme ou então um jogo de futebol em três dimensões? Pois é, essa possibilidade está chegando! Empresas que fabricam câmeras já desenvolvem tecnologias para filmar em três dimensões. Tá vendo essas duas câmeras no tripé? Bom, essa estrutura consegue captar imagens em 3D. Ela já foi utilizada para transmitir alguns eventos importantes, como aconteceu no Carnaval e na Copa do Mundo deste ano. Esta câmera também gera material em três dimensões, mas com outra técnica. Ela tem duas lentes, e a imagem captada é combinada com um software próprio. Por enquanto, ela não é voltada para uso doméstico, até porque o preço de cerca de 70 mil reais não é para qualquer um. E que tal jogar videogame em 3D? Os usuários de Playstation 3 já podem aproveitar. Basta fazer uma atualização para o console e comprar jogos queforam convertidos de 2 para 3D... ah, e é claro que você também vai precisar de uma televisão que comporte essa tecnologia. O Olhar Digital brincou um pouco com essa novidade e a experiência foi bem legal. Apesar dos movimentos intensos do game, o jogador não sente nenhum mal-estar. Os gráficos estão bem definidos, e o sombreado das imagens é quase imperceptível. A brincadeira vale a pena! E aí, você já está se preparando para receber todas essas novidades? Se quiser saber tudo o que acontece nesse mundo 3D, acesse olhardigital. com.br e clique nesta matéria. Lá você vai descobrir, por exemplo, como são feitos os filmes e animações em três dimensões. Corre lá e boa diversão! fonte: www.olhardigital.com.br

ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE VALVERDE O ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE VALVERDE É UMA EMPRESA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS QUE ESTÁ PRONTA PARA AUXILIAR AS EMPRESAS NO CRESCIMENTO E FORTALECIMENTO ADMINISTRATIVO, FINANCEIRO, TRIBUTÁRIO E CONTÁBIL ATRAVÉS DO EMPENHO TOTAL E NECESSÁRIO À BUSCA DA QUALIDADE, UTILIZANDO-SE DE SISTEMAS E PROFISSIONAIS DE ALTO NÍVEL. RUA GENERAL OSÓRIO, 817 – SALA 103 – TEL. 33714183 Página 13


Folha Interativo - ANO II

ESPAÇO VESTIBULAR QUEM FOI MACHADO DE ASSIS

JOAQUIM MARIA MACHADO DE ASSIS DE ASSIS (1839-1908)

Machado de Assis nasceu no Rio de Janeiro, filho de um pintor e de uma mulher portuguesa. Quando criança, recebeu pouca educação formal e aprendeu Francês com um padeiro que era seu vizinho. Machado trabalhou como aprendiz de tipógrafo na Imprensa nacional, no Rio de Janeiro e, mais tarde, foi vendedor e corretor ortográfico de uma livraria. Durante esses anos, começou a escrever suas estórias, seus poemas e romances. Em seguida, Machado começou a ganhar fama como poeta e, aos vinte e poucos anos, no final da década de 1860, ele já se tornara um famoso e bem-sucedido homem das letras do Brasil. Machado é, justamente, considerado, o maior escritor brasileiro de todos os tempos. O autor escreveu nove romances, oito coleções de contos, quatro volumes de poesia, treze peças e inúmeros ensaios críticos. O escritor, com frequência, satirizava os valores e comportamento da classe-média brasileira. Machado de Assis foi um astuto observador da mente humana e revelou em seus romances, o lado negro das pessoas, percebendo as nuances e favorecimentos que formavam as relações de classe no Brasil, em especial, no Rio de Janeiro, futura capital da república. Junto de outros autores de seu período, Machado apresentou uma preocupação reformista, mas sua visão aprofundava-se de ironia e ceticismo. Seu romance mais famoso, Dom Casmurro, é maravilhosamente bem-humorado e sinistro. Nele, Machado cria uma história que provoca dúvidas insolúveis na mente do leitor. Não é à toa que ele é considerado o maior autor brasileiro de todos os tempos e Capitu, sua mais fascinante heroína. Como Mona Lisa, dizem os críticos literários, muito está escondido atrás de seu soberbo retrato. Caso você nunca tenha ouvido falar do autor, o que é bem difícil, se você é brasileiro, faça um favor a si mesmo, procure-o e surpreenda-se. (Adaptado e traduzido www.kirjasto.sci.fi/machado) *tradução Glauco Keller Villas Boas

Página 14

JOGO PARA VESTIBULANDOS Agência Fapesp 17/8/2010 Por Alex Sander Alcântara

Agência FAPESP – Uma das justificativas para a utilização de jogos educativos em atividades escolares é que eles podem oferecer maior motivação aos alunos. Mas, por outro lado, uma das principais críticas feitas pelos educadores é que essa motivação está associada, em muitos casos, à realização de atividades desvinculadas dos conteúdos ministrados em sala de aula. Pesquisadores do Centro Multidisciplinar para o Desenvolvimento de Materiais Cerâmicos (CMDMC) – um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) da FAPESP – e do Instituto Nacional de Ciência dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN), também apoiado pela Fundação e pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, vêm conseguindo equilibrar essa equação. O grupo, que é coordenado por Elson Longo, professor do Instituto de Química da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e coordenador do CMDMC e do INCTMN, acabou de lançar o Ludo Educativo, um videogame on-line que trabalha conteúdos de quatro disciplinas do ensino médio: química, física, matemática e biologia. Baseado no clássico jogo indiano Pachisi, o Ludo Educativo funciona como uma espécie de “simulado” para pré-vestibulandos. A ideia é fazer com que o jogador chegue até o final do tabuleiro respondendo corretamente às questões que aparecem no percurso. “Além de trabalhar os conteúdos transmitidos em sala de aula, nosso maior objetivo é montar um banco de dados sobre o perfil dos alunos do ensino médio tanto da escola pública quanto privada. Vamos poder saber, entre outros aspectos, que disciplinas os alunos gostam mais, por exemplo”, disse Longo à Agência FAPESP , Segundo ele, a longo prazo a meta é que os dados sobre desempenho dos alunos possam municiar políticas publicas das secretarias municipais e estaduais não só do Estado de São Paulo, mas de todo o país. “Todo aluno que entra no site para jogar pela primeira vez precisa fazer um cadastro inicial com nome, série e escola – identificando se ela é pública ou privada – , entre outras informações. Em breve, poderemos ter um perfil do estudante atual do ensino médio não só de São Paulo, mas também das principais cidades do país, incluindo médias de acertos, entre outros aspectos”, explica Longo. Segundo ele, as questões seguem os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio. “Os conteúdos de química, física, biologia e matemática são os mesmos ministrados em qualquer escola pública ou privada. O jogo funciona como um ótimo simulado para quem está prestando o vestibular”, diz. O grupo irá incluir nos próximos meses as disciplinas de história e geografia. “Estamos estudando também a possibilidade de se incluir as disciplinas de inglês e português. Mas em relação à língua portuguesa, talvez tenhamos de esperar um pouco mais, devido às mudanças ortográficas ocorridas recentemente”, conta Longo. O jogo demorou seis meses para ser finalizado. Produzido pela empresa Aptor Software, parceira do grupo, o jogo foi desenvolvido originalmente, entre o final de 2008 e início de 2009, por Manoel Guerreiro, licenciado em Química pela Unesp. “Essa primeira matriz, no entanto, apresentava alguns problemas. O jogador precisava fazer download e tinha dificuldades para instalar o programa no computador de casa. Quando errava a questão, não havia como saber qual era a certa. Além disso, as questões ficavam restritas


Folha Interativo - ANO II à área de química”, disse à Agência FAPESP Thiago Jabur, pesquisador do INCTMN e coordenador da área de computação do Ludo Educativo. Segundo Jabur, as modificações foram incorporadas por sugestões das próprias escolas onde os testes foram feitos. “Antes não havia ranking de pontuação. Também melhoramos a parte visual, tornando os personagens mais atraentes”, diz. De acordo com ele, o sistema foi pensado para não haver memorização das respostas e das questões. São 2 mil questões, 500 para cada disciplina. “O sistema alterna as questões e as respostas de tal forma que a probabilidade de o jogador deparar com a mesma questão é mínima. Ainda assim, se ele tiver de responder à mesma questão, a resposta não será idêntica”, afirma. Para aumentar a interação , o jogo permite que o participante comente as questões. “O objetivo é criar uma maior interação com o jogador-aluno. Caso haja necessidade, podemos modificar ou mesmo retirar a questão do jogo”, disse Jabur. O Ludo Educativo é subdividido em quatro versões, com personagens e imagens diferentes. A cada novo jogo são sorteadas novas perguntas. Para iniciar, o jogador clica em um dado que indicará quantas casas irá andar. “Quando o personagem para em uma casa em amarelo surge uma questão na tela com cinco alternativas. Caso responda corretamente, serão acrescentados cinco pontos. Se errar, perde um ponto e retrocede o mesmo número de casas que avançou na última jogada”, explica. Ao final de cada mês, os cinco alunos de escolas públicas e particulares que mais pontuarem receberão uma coleção de DVDs da série Nanoart, produzida pelo CMDMC e pelo INCTMN. Em dezembro, os ganhadores dos DVDs concorrerão a uma viagem ainda a ser definida. Publicação dos resultados Lançado no dia 10 de agosto, o jogo teve a adesão de mais de 1.800 usuários já nos três primeiros dias. O Ludo é o terceiro jogo desenvolvido pelo grupo, segundo Longo. Na página CMDMC, estão os links dos jogos mais acessados. “Esse projeto vem continuar o sucesso que obtivemos com o Chemical Sudoku, um jogo para ensino da tabela periódica e com o Quebra-Cabeça de Nanotecnologia, em que o jogador deve montar partes de imagens nanométricas", explica Longo. "Esse dois anteriores, somados, tiveram mais de 100 mil acessos, em várias partes do mundo”, afirma. Segundo Jabur, o ponto forte do jogo é ter uma relação direta com os conteúdos ministrados em sala de aula. “É um jogo que não tem um papel lúdico apenas. Tem um compromisso com a aprendizagem. Os jogos são um ótimo complemento às atividades que já realizamos com escolas”, afirma. O grupo tem a intenção de desenvolver novos jogos para os alunos do ensino fundamental e da educação infantil, de acordo com o pesquisador. “Como somos um centro multidisciplinar de materiais, já estamos criando um jogo para crianças de 5 a 7 anos com o tema da sustentabilidade”, antecipa Jabur. Outra novidade, segundo Jabur, é que o grupo está pesquisando inserir o jogo em redes sociais. “Já existem alguns jogos em redes sociais, mas o nosso será um dos primeiros na área de educação”, indica Jabur, que também é professor na área de computação na Universidade Federal de Goiás. De acordo com Jabur, o jogo servirá também para gerar conhecimento na área de informática da educação. “Vamos submeter o jogo e os resultados em congressos de computação. Os jogos anteriores foram muito bem aceitos na comunidade de pesquisa. A ideia é também evoluir na área de jogos interativos na web”, diz Jabur. Segundo Longo, o objetivo maior do centro, além do desenvolvimento de pesquisas, é a popularização da ciência. “Essa é a nossa filosofia. Os jogos que desenvolvemos têm por objetivo democratizar o conhecimento científico”, reforça. Para jogar: www.ludoeducativo.com.br Mais informações: www.cmdmc.com.br/

PAPO INTERATIVO DISCUTE BULLYING PALESTRANTE APRESENTA NOÇÕES, VERDADES E MITOS SOBRE O ASSUNTO. Teve início no último dia 16 de setembro o projeto Papo Interativo. Concebido a partir de discussões e ideias propostas no planejamento 2010 do colégio Interativo São Carlos, o projeto visa apresentar palestrantes que irão discutir os mais variados temas, sejam eles acadêmicos ou simplesmente atualidades. Numa parceria com a Rádio Universitária e a Livraria Sideral, o tema de abertura do projeto foi Bullying, um assunto tão histórico quanto atual e que, nos últimos anos, tem sido assunto de crescentes pesquisas acadêmicas. A palestrante, Ana Carina Stelko Pereira, psicóloga, mestre em Educação Especial e doutoranda em psicologia, apresentou dados, gráficos e sugestões de como lidar com o problema. Professores, funcionários, pais e alunos estiveram presentes no evento que contou com a participação do público que emitiu opinião e tirou dúvidas. A palestrando, ao ser perguntada sobre a repercussão da palestra que contou com ampla cobertura da imprensa são-carlense, destacou a importância de projetos que visem discutir e problematizar situações para que soluções sejam encontradas. Pedro Marcelo Batista, o Sebá, mantenedor do colégio Interativo afirmou que a participação dos alunos foi maciça e o grande número de perguntas à palestrante demonstrou o interesse pelo assunto e a capacidade crítica dos alunos do colégio.

Marechal Deodoro, 2270 – 33710114 – email: fisksaocarlos@terra.com.br Página 15


Jornal Interativo 3bimestre  

Jornal do Colégio Interativo de São Carlos

Advertisement