Issuu on Google+


06

MENSAGEM DO PRESIDENTE DA ITF MESSAGE FROM ITF PRESIDENT

08

MENSAGEM DO PRESIDENTE DA BNP PARIBAS MESSAGE FROM BNP PARIBAS PRESIDENT

10

MENSAGEM DO PRESIDENTE DA CBT

12 PROGRAMA OFICIAL COPA DAVIS BY BNP PARIBAS PRESIDENTE Jorge Lacerda DIRETOR EXECUTIVO Roberto Burigo DIRETORA DE MARKETING Erika Santos COORDENADOR DE MARKETING Mariana Villa-Bôas DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO Juliana Pamplona ASSESSOR DE IMPRENSA Rubens Lisboa imprensa@cbtenis.com.br IMPRESSÃO Gráfica São José

MENSAGEM DO PRESIDENTE DA CONFEDERAÇÃO RUSSA DE TÊNIS MESSAGE FROM PRESIDENT OF THE RUSSIAN TENNIS FEDERATION

14

UMA EXPERIÊNCIA COMPARTILHADA A SHARED EXPERIENCE

18

PROGRAMAÇÃO | CHAVES

20

EQUIPE BRASILEIRA

24

EQUIPE RUSSA

26

HARMONIA TÊNIS CLUBE

28

CBT, FEDERAÇÕES E CORREIOS

30

ÍDOLOS BRASILEIROS

32

PROMESSAS

DIREÇÃO DE ARTE E PRODUÇÃO Revista InterArq R. Floriano Peixoto, 1084, sala 11 (17) 3211.9860 e 3235.1821 www.comore.com.br

36

REALIZAÇÃO

40

ESPORTE PARA TODA A VIDA

38

TENNIS XPRESS O TÊNIS NA REGIÃO

44

PROMESSAS REGIONAIS

48

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

52

ONDE SE HOSPEDAR, COMER E COMPRAR

4

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


MENSAGEM DO PRESIDENTE DA ITF

MENSAGEM DO PRESIDENTE DA ITF

Francesco Ricci Bitti É com grande prazer que o recebemos em São José do Rio Preto para este playoff do Grupo Mundial da Copa Davis por BNP Paribas, entre Brasil e Rússia. Neste ano, a Copa Davis comemora a sua 100ª Final e, apesar de o jogo ter se modificado bastante ao longo desse tempo, a competição ainda promove os valores do seu fundador, Dwight Davis, que quis cultivar as relações esportivas entre os países em todo o mundo. Pelo 17º ano consecutivo, mais de 120 nações estão participando do que segue sendo a maior competição anual de equipes no mundo dos esportes. Em 2011, 520 jogadores representando 121 países em torno do globo participaram da Copa Davis. A Espanha manteve suas mãos no troféu, conquistando o terceiro título em quatro anos com a vitória de Rafael Nadal sobre Juan Martin del Potro na quarta partida decisiva. No ano passado, a competição continuou garantindo o seu apelo global, com a transmissão da Copa Davis pela televisão em mais de 180 países, enquanto que a internet continuou provando o seu papel como o portal perfeito para uma competição de alcance mundial. Os sites oficiais da Copa Davis, DavisCup.com e CopaDavis.com, registraram mais de 17 milhões de acessos e mais de 350.000 pessoas visitaram

o site de transmissões ao vivo pelo link DavisCup.tv. Quase 600.000 espectadores participaram de 81 jogos em 2011, incluindo um público total de 75.000 pessoas ao longo dos três dias das finais em Sevilha. A Copa Davis é a única competição que dá aos jogadores a oportunidade de representar os seus países e 27 dos 30 principais jogadores masculinos aceitaram o desafio em 2011, incluindo nove entre os top 10. Que tantos entre os melhores jogadores tenham se comprometido com uma competição que não é obrigatória, é um fato que mostra o quanto suas recompensas são altas, apesar dos sacrifícios. Quero estender meu agradecimento ao banco BNP Paribas, que chegou ao seu 11º ano de patrocínio do evento, e quero expressar o quanto estamos orgulhosos de termos acordado com o banco o seu patrocínio até 2016. Meus agradecimentos também vão para os nossos patrocinadores internacionais, HP, Rolex, Hugo Boss, Adecco e NH Hoteles, e à nossa parceira internacional Wilson. Por fim, quero reconhecer aqui o trabalho do Comitê da Copa Davis e de todas as pessoas que participaram da organização dessa rodada, agradecendo também aos jogadores, aos capitães e aos fãs. Desejo a todos vocês um final de semana agradável e de sucesso.

Message from Francesco Ricci Bitti, President, International Tennis Federation. It gives me great pleasure to welcome you to Sao Jose do Rio Preto for this Davis Cup by BNP Paribas World Group playoff between Brazil and Russia. This year Davis Cup celebrates its 100th Final and while the game might have changed dramatically in that time the competition still carries the values of its founder, Dwight Davis, who wanted to nurture sporting relations between countries all over the world. For the 17th consecutive year, more than 120 nations are taking part in what remains the largest annual team competition in sport. In 2011, 520 players representing 121 countries across the globe took part in Davis Cup. Spain maintained its stranglehold on the trophy with a third title in four years after Rafael Nadal overcame Juan Martin del Potro to win the decisive fourth rubber. Last year, the competition continued to prove it has a global appeal, with television broadcasting Davis Cup in over 180 countries, while the internet continued to prove itself the perfect portal for a competition with a worldwide reach. The official Davis Cup websites, DavisCup.

com and CopaDavis.com, recorded over 17 million page views and more than 350,000 people visited the live streaming site on DavisCup. tv. Almost 600,000 spectators attended 81 ties in 2011, including a total attendance of 75,000 across the three days of the final in Seville. Davis Cup is the only competition that gives the players the opportunity to represent their country and 27 of the top 30 men rose to the challenge in 2011, including nine of the top 10. That so many of the best players commit to a competition which isn’t mandatory shows that although it can mean sacrifice, the rewards are high. I would like to extend my gratitude to BNP Paribas, who completed its 11th year of title sponsorship, and say how proud we are to have secured the bank as our title sponsor until 2016. My thanks go also to our international sponsors HP, Rolex, Hugo Boss, Adecco and NH Hoteles, and our international partner Wilson. Finally I would like to recognise the Davis Cup Committee and all those people who have worked on the organisation of this tie, and thank the players, captains and fans.I wish all of you an enjoyable and successful weekend.

6

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


MENSAGEM DO PRESIDENTE DO BNP PARIBAS

MENSAGEM DO PRESIDENTE DO BNP PARIBAS BNP PARIBAS E TÊNIS: UMA HISTÓRIA DE AMOR Como em toda história de amor, a relação entre BNP Paribas e o tênis começou por acaso: em 1973, a Federação Francesa de Tênis chamou o BNP Paribas para financiar a construção dos camarotes de quadra central em Roland Garros. Em troca, a marca apareceria nas placas de publicidade ao fundo da quadra. Ao longo dos anos, o relacionamento foi crescendo, em grande parte devido aos muitos valores que o grupo compartilha com o tênis: valores como desempenho, elegância e fair play. O tênis é também um meio ideal de comunicação: como uma disciplina universal que confere personalidade à marca e transmite valores emocionais, embora, sobretudo, seja uma marca familiar dentro de um cenário cada dia mais internacional. Nossa relação com este esporte tem crescido ao longo do tempo, atingindo proporções globais. A assinatura da parceria com a ITF, em 2001, fez do BNP Paribas o patrocinador oficial da lendária Copa Davis, significando uma etapa decisiva na evolução deste relacionamento da marca com o tênis. Ao mesmo tempo, o BNP Paribas tornouse líder europeu de serviços financeiros a nível mundial. O BNP Paribas (www.bnpparibas.com) é um dos bancos com melhor rating do mundo, com presença em mais de 80 países e mais de 200 mil funcionários, incluindo 160 mil na Europa. O BNP Paribas mantém posições de destaque em suas três principais atividades: Retail Banking, Investiment Solutions e Corporate & Investiment Banking.

BNP PARIBAS, “NÓS SOMOS TÊNIS” Como principal patrocinador de tênis do mundo, o BNP Paribas está presente nas principais competições, entre elas, Roland Garros, Copa Davis por BNP Paribas, Fed Cup por BNP Paribas, 5 torneios Masters 1000 (BNP Paribas Open em Indian Wells, o BNP Paribas Masters em Paris, o Internazionali BNL d’Italia em Roma, Montecarlo Rolex Masters e o Shanghay Rolex Masters), o TEB BNP Paribas WTA Championships e o NEC Wheelchair Tennis Tour. Graças a todos estes torneios, a marca conta com presença destacada nos meios de comunicação, oferecendo a seus clientes e potenciais clientes em todo o mundo a oportunidade de presenciar uma variedade de importantes eventos esportivos. O BNP Paribas participa ativamente da promoção do tênis com o apoio de várias associações nacionais, 2 mil clubes, 550 torneios amadores e programas educacionais e sociais em todo o mundo. Como o principal patrocinador de competições juvenis e universitárias, o BNP Paribas também apoia o talento jovem e, mediante compromisso com a sociedade, que é parte integrante de suas atividades bancárias, ajuda organizações beneficentes e projetos sociais relacionados ao tênis. Através do site wearetennis.com continuamos reafirmando nossa atividade de patrocínio a partir de conteúdo exclusivo sobre torneios, informações de bastidores e ingressos para que nossos visitantes consigam bons lugares nos torneios profissionais. Diariamente, facilitamos o acesso a todos os nossos clientes em mais de 80 países, proporcionando o que o tênis tem de melhor a oferecer. Estamos orgulhosos por apresentar a Copa Davis com o patrocínio do BNP Paribas. Boa sorte para ambas as equipes e aproveite este evento!

8

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS

Baudouin Prot Message from, Baudouin Prot, Chairman of BNP Paribas. BNP Paribas and tennis, a love story Like all love stories, the relationship between BNP Paribas and tennis has its roots in anecdote: in 1973, the French Tennis Federation called upon BNP Paribas to finance the building of boxes on centre court at Roland Garros. In exchange, the brand appeared on the baseline tarpaulins in the stadium. Over the years, the relationship blossomed, largely due to the many values that the Group shares with tennis, values like performance, elegance and fair play. Tennis is also an ideal means of communication: as a universal discipline it attributes traits of character to the brand and conveys emotional values, but above all, represents a familiar marker in an increasingly international landscape. Our relationship with this sport has grown over time reaching global proportions mirroring BNP Paribas’s international development. The signing of the partnership with the ITF in 2001, making BNP Paribas the title sponsor of the legendary Davis Cup, was an important step in this evolution. In the same time, BNP Paribas has become a leading European provider of financial services on a worldwide scale. BNP Paribas (www.bnpparibas.com) is one of the best rated banks in the world*, with a presence in more than 80 countries and more than 200,000 employees, including 160,000 in Europe. It ranks highly in its three core activities: Retail Banking, Investment Solutions and Corporate & Investment Banking. BNP Paribas, “We are Tennis” As the world’s leading tennis sponsor, BNP Paribas supports many of the major competitions, including Roland Garros, Davis Cup and Fed Cup by BNP Paribas, 5 ATP Masters 1000 tournaments (the BNP Paribas Open in Indian Wells, the BNP Paribas Masters in Paris, the Internazionali BNL d’Italia in Rome, Monte Carlo Rolex Masters & Shanghai Rolex Masters), the TEB BNP Paribas WTA Championships and the NEC Wheelchair Tennis Tour. The brand thus benefits from an outstanding media showcase and is also able to offer its clients and prospective clients throughout the world the chance to witness a variety of outstanding sporting events. Through its support of several national tennis associations, 2000 clubs, 550 amateur tournaments and educational and social programmes around the world, BNP Paribas is actively involved in the promotion of tennis and in encouraging people from all walks of life to take part in the sport. As the main sponsor of competitions for juniors and university students, BNP Paribas also demonstrates the extent to which it supports young talent. By assisting charitable organisations and social projects related to tennis, the Group strengthens its commitment to the social awareness which forms an integral part of its banking activities. Our digital sponsorship activity continues to strengthen too with our tennis website wearetennis.com, a home to exclusive tournament content, behind the scenes information and ticket competitions enabling even more fans to get the best seats at professional tournaments. Every day we give all of our clients in more than 80 countries around the world, access to the best that tennis has to offer. We are proud to present to you Davis Cup by BNP Paribas. Good luck to both teams and enjoy this entertainment!


MENSAGEM DO PRESIDENTE DA CBT

MENSAGEM DO PRESIDENTE DA CBT

Jorge Lacerda

O tênis brasileiro tem mais uma vez a satisfação de realizar um confronto da Copa Davis por BNP Paribas em um playoff valendo vaga para o retorno ao Grupo Mundial depois de 10 anos, com a transição de gerações até a formação de um novo grupo que tem grandes chances de vitória, jogando em casa contra o forte time da Rússia. Entre os dias 14 e 16 de setembro, a cidade de São José do Rio Preto e o Harmonia Tênis Clube mais uma vez abrem suas portas para o nosso tênis. Após a grande festa organizada pelo público rio-pretense, mais uma vez nossos tenistas contam com o apoio das arquibancadas e com o clima da cidade que respira tênis. Agradecemos a São José do Rio Preto por novamente nos receber de braços abertos e também ao Harmonia Tênis Clube por toda a dedicação e a estrutura proporcionados ao tênis, com o desejo de realizar o confronto manifestado pelo presidente Aimar Matarazzo Ribeiro, desde o momento em que foi definido que teríamos o direito de escolher a sede. Esperamos poder retribuir todo o carinho e apoio da torcida com uma vitória diante dos russos. No ano passado, o nosso time chegou muito perto de retornar ao Grupo Mundial jogando fora de casa. A Rússia não é um adversário fácil. Eles já foram bicampeões da Copa Davis por BNP Paribas e contam com um grande trabalho do capitão Shamil Tarpishev e de tenistas que estão frequentemente alcançando grandes resultados. Contando com a experiência do capitão João Zwetsch na Copa Davis por BNP Paribas, estamos confiantes de que desta vez a merecida volta à elite na maior competição por equipes do tênis mundial tem tudo para acontecer, na nossa casa, com a nossa torcida e os nossos melhores jogadores. Estes seis últimos anos participando sempre dos playoffs nos serviram para a formação de um time forte, consistente e que certamente tem condições de atuar entre os melhores do mundo. Esperamos mais uma vez a casa cheia e que todos tenham um grande fim de semana com um alto nível de tênis e, de preferência, com a volta do Brasil ao lugar que lhe é de merecimento, o Grupo Mundial da Copa Davis por BNP Paribas.

10

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


MENSAGEM DO PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO RUSSA DE TÊNIS

MENSAGEM DO PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO RUSSA DE TÊNIS

Shamil Tarpischev

Queridos amigos! Sejam cordialmente bem-vindos ao Playoff do Grupo Mundial da Copa Davis entre Brasil e Rússia Exatamente um ano atrás nossos jogadores se confrontaram nos Playoffs em Kazan. Naquela época os russos defenderam o direito de jogar o Grupo Mundial da Copa Davis. Então agora nosso destino no torneio colocou ambas as equipes juntas novamente. Desta vez a equipe russa vai encontrar um desafio muito maior e jogaremos fora de casa nas quadras de um time forte e respeitável que está ansioso para conseguir a revanche de sua derrota no ano passado. O resultado da equipe brasileira que alcançou os Playoffs do Grupo Mundial pelo segundo ano consecutivo merece respeito. Eu não tenho dúvidas de que neste ano testemunharemos uma disputa não menos emocionante e difícil que um ano atrás. Eu desejo aos tenistas a melhor sorte e que possam entreter os fãs de tênis em três dias inesquecíveis. Message from, Shamil Tarpischev, President of the Russian Tennis federation, Captain of Team Russia Dear friends! A hearty welcome to the Davis Cup World Group play-off Brazil vs Russia. Exactly one year ago our tennis players squared off in the play-offs in Kazan. Back then the Russians defended their right to play in Davis Cup major league. So now our tournament destiny brings both teams together again. This time around the Russian team will face a much bigger challenge as we are to play away on the courts of a strong and worthy opponent eager to avenge his last year’s defeat. The result of the Brazilian team which has reached the World Group play-off finals for the second consecutive year deserves respect. I have no doubt this year we will witness a no less thrilling and uncompromising fight than one year ago. I wish to the tennis players the best of luck and may the tennis fans enjoy three days of unforgettable tennis.

12

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


Uma experiência compartilhada A shared experience

O PÚBLICO EM TODO O MUNDO Há uma ligação especial entre os torcedores e jogadores que estão erguendo suas bandeiras e a Copa Davis possui um público que vai muito além do estádio.

A EQUIPE

A MULTIDÃO NO ESTÁDIO

A oportunidade de compartilhar o sucesso da Copa Davis com os companheiros de equipe e o país faz com que os jogadores deixem de lado metas individuais em busca de um dos maiores prêmios do esporte mundial. Em 2011, as equipes de Espanha e Argentina fizeram justamente isso quando sacrificaram tudo para lutar pelo título da Copa Davis em Sevilha, na Espanha.

Composto por 16 nações, o Grupo Mundial é o pináculo de um evento que contou com a participação de 121 países em 2011.

Uma equipe pode ser maior do que a soma dos talentos individuais, porque motiva e gera uma sensação de união. Este é o coração da Copa Davis e o que faz da competição única no tênis. No centro da equipe, o capitão dá outra dimensão à Copa Davis. Nove dos dez melhores tenistas do mundo competiram na Copa Davis em 2011 e um total de 520 tenistas jogaram em mais de 60 países, desde a elite do Grupo Mundial até os 13 grupos em três zonas geográficas. O evento testa um jogador como nada igual no tênis e frequentemente, proporciona momentos decisivos nas carreiras daqueles que fazem parte. Que muitos dos melhores jogadores se comprometem com uma competição que não é obrigatória, mostra o quanto pode significar o sacrifício, as recompensas são grandes.

14

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS

Quase 600 mil pessoas compareceram aos 81 confrontos da Copa Davis em todo o mundo em 2011. As equipes de Espanha e Argentina competiram na final de 2011 e compartilharam a experiência de 72 mil pessoas que lotaram o Estádio Olímpico de Sevilha para os três dias do evento. O formato único da Copa Davis com jogos em casa e fora proporciona uma oportunidade rara em alguns países para os torcedores assistirem aos seus jogadores em ação ao vivo. Para o jogador, isso oferece algo diferente e mágico no tênis. Cada jogador pode desfrutar de uma vitória fora de casa, quando o público está apoiando o seu oponente, ainda mais quando está competindo por uma equipe e representando o seu país. Da mesma forma, a alternância de partidas em casa e fora de casa dá aos jogadores a rara oportunidade de vivenciar a extraordinária alegria de vencer um confronto pela equipe e o país em frente a seus impressionados torcedores.

O duelo decisivo entre Rafael Nadal e Juan Martin del Potro em Sevilha foi a partida mais assistida de Copa Davis na Espanha na história da competição. Metade da população espanhola assistiu à final ao longo do fim de semana, com uma audiência que alcançou 6,2 milhões quando Nadal ganhou o ponto da vitória. A internet é um recurso perfeito para a competição com o alcance global da Copa Davis. Com a transmissão do placar ao vivo, os recursos exclusivos, comentários ao vivo por rádio, as atualizações game a game, fotos, vídeos e relatórios de áudio os fãs podem ficar realmente envolvidos. Os sites oficiais, DavisCup.com e CopaDavis.com, registraram um aumento de 56% de visitas em relação ao ano anterior. Durante a final, CopaDavis.com sozinho apresentou um impressionante aumento de 1200% no número de visitantes únicos ao site comparado à final de 2010.

O LEGADO Existe um jogador a mais que faz parte da Copa Davis: a história. Cento e treze anos depois de sua primeira edição, prosseguem os ideais de promover a compreensão internacional, representando seu país e valorizando o trabalho em equipe, e ainda assim, apenas 13 países ganharam o troféu Saladeira de Prata.


Na Copa Davis por BNP Paribas você nunca está sozinho. Seja você um jogador ou um torcedor, sempre há pessoas com quem compartilhar: a equipe, o público, ou milhões assistindo pela televisão ou pela internet. In Davis Cup by BNP Paribas you’re never alone. Whether you’re a player or a fan, there are always people to share it with: the team, the crowd, or the millions watching on television and the internet.

THE WORLDWIDE AUDIENCE There is a special connection between fans and players who are flying their flag, and Davis Cup enjoys an audience far beyond the stadium.

THE TEAM

THE STADIUM CROWD

The chance to share Davis Cup success with teammates and country persuades players to put aside personal goals in pursuit of one of the biggest prizes in world sport. In 2011, the teams from Spain and Argentina did just that as they sacrificed everything to battle for the title of Davis Cup champion in Seville.

The 16-nation World Group is just the pinnacle of an event in which 121 countries took part in 2011.

A team can be greater than the sum of individual talents, because it motivates and generates a sense of togetherness. It is the heart of Davis Cup, and what makes the competition unique in tennis. At the centre of the team, the captain gives Davis Cup another dimension. Nine of the top ten men competed in Davis Cup in 2011, and a total of 520 men played in over 60 countries, from the elite World Group down through 13 groups in three geographical zones. The event tests a player like nothing else in tennis, and often provides career-defining moments for those who take part. That so many of the best players commit to a competition which isn’t mandatory shows that although it can mean sacrifice, the rewards are high.

Almost 600,000 people attended the 81 Davis Cup ties held around the world in 2011. The Spanish and Argentinean teams competing in the 2011 Final shared the experience with the 72,000 people who packed into Seville’s Estadio Olimpico for the three days of the event. Davis Cup’s unique home-and-away format provides a rare chance in some countries for fans to see their players in live action. For the player, it offers something different and magical in tennis. Every player relishes winning a match away from home, when the crowd is cheering their opponent, even more so when competing on a team and representing their country. Equally, home-and-away provides the rare chance for players to experience the extraordinary highs of winning a tie for team and country in front of their ecstatic home fans.

The deciding rubber between Rafael Nadal and Juan Martin del Potro in Seville was the most watched Davis Cup match in Spain in competition history. Half of the Spanish population tuned into the final over the course of the weekend, with viewership peaking at 6.2 million when Nadal sealed the winning point. The internet is a perfect fit for a competition with the global reach of Davis Cup. With live scoring, exclusive features, live radio commentary, game-by-game updates, photos, videos and audio reports, fans can get truly involved. The official websites, DavisCup.com and CopaDavis.com, recorded a 56% increase in page views on the previous year. During the final, CopaDavis.com alone showed a remarkable 1200% increase on the number of unique visitors to the site compared to the 2010 final.

THE LEGACY There is another player with a share in Davis Cup: its history. One hundred and thirteen years after it was founded, the ideals of fostering international understanding, representing your country and valuing teamwork remain, and still only 13 countries have won the silver punch bowl trophy. BRASIL X RÚSSIA

15


A Copa Davis é um prêmio cobiçado. Ninguém vence sozinho, todos comemoram juntos. Davis Cup is a coveted prize. No-one wins it alone; everyone celebrates together.

16

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


PROGRAMAÇÃO | CHAVES

PROGRAMAÇÃO 11 a 16 de setembro 2012

O confronto entre Brasil e Rússia pelo Playoff do Grupo Mundial da Copa Davis será disputado em quadra de saibro descoberta e com iluminação devido ao horário dos jogos, com início marcado para 15h (de Brasília) nos três dias. A arena montada no Harmonia Tênis Clube tem capacidade para 5 mil pessoas incluindo público pagante, convidados e staff. O Harmonia Tênis Clube fica localizado na Avenida Anísio Haddad, sem número, em São José do Rio Preto, no estado de São Paulo.

11

12h – Entrevista coletiva das equipes de Brasil e Rússia. Na sequência, o presidente da Confederação Brasileira de Tênis, Jorge Lacerda, e o presidente do Harmonia Tênis Clube, Aimar Matarazzo, vão atender a imprensa.

12

20h – Jantar oficial do confronto com as delegações de Brasil e Rússia.

13

12h – Sorteio da ordem das partidas para o confronto no Harmonia Tênis Clube. Na sequência, as duas equipes darão entrevista coletiva também no clube.

14

14h45 – Cerimônia de abertura do confronto com as duas equipes na quadra de jogos. 15h – Início das partidas de simples no primeiro dia do confronto

15

8h30 às 12h - 5º Encontro Nacional de Tênis “Conquistando Novos Territórios” 15h – Partida de duplas do confronto

16

8h30 às 12h - 5º Encontro Nacional de Tênis “Conquistando Novos Territórios” 15h – Realização das duas últimas partidas de simples do confronto

CHAVES DOS CONFRONTOS COPA DAVIS BY BNP PARIBAS

CONFRONTOS DOS PLAYOFFS DO GRUPO MUNDIAL 2012 CONFRONTOS DOS PLAYOFFS 14 a 16 de setembro Promovidos ao Grupo Mundial 2013

1

(S)CAZAQUISTÃO

UZBEQUISTÃO

2 3

(S)

(S)

(S)

9

(S)

11

(S)

12 11

(S)

(S)

12

18

1ª RODADA 12 a 14 de fevereiro

2

SEMIFINAIS 14 a 16 de setembro FINAL 16 a 18 de novembro

C

C*

RÚSSIA

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS

(S)

(S)

(S)

C

(S)

SUÍÇA

9

ITÁLIA REPÚBLICA TCHECA

(S)

ITÁLIA

C

11 12

SUÍÇA

(S)

(S) = cabeça de chave C = escolha de sede * = escolha de sede decidida por sorteio

12

(S)

4-1

3-2

*

C

4-1

EUA 3-2

C

C

EUA 5-0

REPÚBLICA TCHECA

C

4-1

PAÍS CAMPEÃO

REPÚBLICA TCHECA 4-1

C

JAPÃO

C*

SÉRVIA 4-1

CROÁCIA

CROÁCIA

ARGENTINA

C

ESPANHA

ÁUSTRIA

FRANÇA C*

SÉRVIA

ALEMANHA

11 C

C

SUÉCIA (S)

*

5-0

EUA

8

12

ESPANHA C

FRANÇA CANADÁ

6 7

C*

RÚSSIA ÁUSTRIA

4 5

ESPANHA

CAZAQUISTÃO

11

BRASIL

HOLANDA

3

10

CHILE

12 11

1

CANADÁ

ÁFRICA DO SUL

10

C*

SUÉCIA BÉLGICA

8

GRUPO MUNDIAL 2012

QUARTAS DE FINAL 6 a 8 de abril

ISRAEL JAPÃO

6 7

ALEMANHA

C

4 AUSTRÁLIA

4 5

C*

3-2

ARGENTINA

C C

ARGENTINA 4-1

4-1

C


EQUIPE BRASILEIRA

A NOSSA VEZ BRASIL

A Copa Davis por BNP Paribas é uma paixão do tênis brasileiro, que neste ano completa 80 anos de sua primeira participação na maior competição por equipes do tênis mundial na busca pela volta ao Grupo Mundial pela primeira vez após a Era Gustavo Kuerten. A torcida brasileira tem motivos para acreditar nesta grande conquista depois de 10 anos fora da elite, pois conta com um forte grupo de atletas e o fator casa a favor. Com mais de 70 atletas tendo participado da Copa Davis, o Time Correios Brasil tem um histórico de 147 confrontos disputados em um total de 64 anos na competição. A equipe brasileira tem como melhor resultado as semifinais alcançadas em 1992, com Luiz Mattar, Cassio Motta, Jaime Oncins e Fernando Roese, e 2000, com Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni, Jaime Oncins e André Sá. A equipe brasileira chegou ao Playoff da Copa Davis nos últimos seis anos e conseguiu consolidar um bom grupo de jogadores que chegou muito perto de retornar ao Grupo Mundial nos últimos dois anos, ambos atuando fora de casa. Em 2010, a equipe brasileira chegou a abrir 2 a 0 contra a Índia, mas não conseguiu a vitória atuando na casa da equipe

indiana. No ano passado, diante da forte equipe russa, o time comandado pelo capitão João Zwetsch chegou a ter 2 a 1 de vantagem no confronto e viu Thomaz Bellucci estar a um ponto de garantir a vitória, mas o russo Mikhail Youzhny teve uma grande atuação e evitou a vitória brasileira. Em abril deste ano a equipe brasileira mais uma vez venceu o Zonal Americano I diante da Colômbia, em São José do Rio Preto, com grandes atuações dos tenistas e o apoio da torcida que ainda não tinha visto de perto o Brasil na Copa Davis. A vitória garantiu nova chance de jogar o Playoff e após a definição da Rússia como adversária e São José do Rio Preto mais uma vez se comprometeu a realizar uma grande festa em prol do tênis, conquistando o direito de sediar o confronto de 14 a 16 de setembro, no calor do interior paulista e com um público ainda maior para a busca pela vitória. Acompanham a equipe brasileira os tenistas profissionais Augusto Laranja, Bruno Sant’Anna e Gabriel Friedrich, além dos juvenis Gabriel Hocevar, Marcelo Tebet Filho, Marcelo Zormann e Rafael Matos, que fazem a preparação para o Mundial de 16 anos em São José do Rio Preto.

JOÃO ZWETSCH | CAPITÃO O gaúcho João Zwetsch, de 43 anos, está em sua terceira temporada como capitão do Brasil na Copa Davis por BNP Paribas depois de anos de dedicação ao país como auxiliar-técnico e técnico da equipe nacional e conseguiu consolidar uma base para a equipe brasileira na competição, chegando cada vez mais perto do Grupo Mundial. João Zwetsch é um treinador bem sucedido no tênis brasileiro, tendo levado tenistas como Flávio Saretta e Thomaz Bellucci ao top 50 do ranking mundial da ATP, além de também ter trabalhado com atletas como Ricardo Mello, André Ghem e Guilherme Clezar, com quem viaja atualmente no circuito. Na Copa Davis o trabalho de Zwetsch como capitão começou no confronto com o Uruguai pelo Zonal Americano I em 2010, quando o Brasil atuou em Bauru. Desde então ocorreram dois confrontos de Grupo Mundial e O Brasil teve que viajar ao exterior em ambas as oportunidades. Sua comissão técnica é formada pelo técnico Daniel Melo, o preparador físico Eduardo Faria e os fisioterapeutas Paulo Roberto Santos e Otavio Kiefer, além do chefe de delegação Paulo Moriguti.

20

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


Foto: Marcelo Ruschel/POA Press

João Luis Swetch agradecendo a torcida na vitória sobre a Colômbia em São José do Rio Preto no primeiro semestre

BRASIL X RÚSSIA

21


EQUIPE BRASILEIRA

THOMAZ BELLUCCI

ROGERIO DUTRA SILVA

Paulista de Tietê, o canhoto Thomaz Bellucci volta a viver um grande momento após a conquista de mais um título ATP 250 no saibro em Gstaad, na Suíça, e chega ao confronto com a Rússia como o principal atleta da equipe brasileira em seu 11º confronto na Copa Davis por BNP Paribas. Vitórias diante de tenistas renomados como David Ferrer, Janko Tipsarevic, Jurgen Melzer, Mikhail Youzhny e Juan Carlos Ferrero na temporada mostraram o amadurecimento do tenista brasileiro, que se acostumou a fazer grandes partidas diante de tenistas top e chega embalado para o confronto com a Rússia diante de um desempenho de 13 vitórias nas últimas 14 partidas disputadas no saibro. Bellucci é o tenista da equipe brasileira com mais tempo de Copa Davis. Desde a estreia em 2007 diante da Áustria, ele esteve em todos os confrontos do Brasil e alcançou a marca de 12 vitórias e sete derrotas na competição. Depois de um grande desempenho diante dos russos no ano passado, ele mais uma vez entra como número 1 do Brasil para a volta à elite.

Filho de ex-tenista e irmão de tenista, Rogerio Dutra Silva tem o esporte no sangue e é conhecido pela determinação exibida em quadra. O paulista vive atualmente o auge de sua carreira com a entrada pela primeira vez no top 100 do ranking mundial e vitórias expressivas no circuito ATP. Integrante do Projeto Olímpico Rio Tênis 2016, Rogerinho (como é apelidado no circuito) começou a temporada atuando em torneios Challenger e tem conquistado resultados importantes na ATP. Em Kitzbuhel, obteve a maior vitória na carreira diante do letão Ernests Gulbis, 67º do mundo. Em Hamburgo, chegou à sua primeira final de ATP nas duplas, ficando com o vice-campeonato ao lado do espanhol Daniel Muñoz de la Nava. A estreia de Rogerinho na Copa Davis ocorreu diante do Uruguai pelo Zonal Americano I de 2011, quando o paulista venceu suas duas partidas disputadas contra Marcel Felder e Martin Cuevas sem perder sets no saibro de Montevidéu.

Nascimento: Tietê, 30/12/1987 (24 anos) Profissional desde 2005 Canhoto, 1,88 m, 82 kg Ranking atual de simples: 40º (20/08/2012) Melhor ranking de simples: 21º (26/07/2010) Ranking atual de duplas: 188º (20/08/2012) Melhor ranking de duplas: 115º (12/05/2008) Técnico: Daniel Orsanic

Nascimento: São Paulo, 03/02/1984 (28 anos) Profissional desde 2001 Destro, 1,78 m, 73 kg Ranking atual de simples: 112º (20/08/2012) Melhor ranking de simples: 95º (30/07/2012) Ranking atual de duplas: 153º (20/08/2012) Melhor ranking de duplas: 142º (17/08/2009) Técnico: Andres Schneiter

22

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


Fotos: Marcelo Ruschel/POA Press

MARCELO MELO Após começar a temporada em troca de parceiros, Marcelo Melo conseguiu se acertar ao lado do croata Ivan Dodig e faz uma ótima temporada na briga por uma vaga no ATP Finals. Os bons resultados no circuito ATP se refletem em outras competições e com isso ele se credencia mais uma vez para defender o Brasil na Copa Davis. Marcelo Melo atuou nos Jogos Olímpicos pela segunda vez na carreira em Londres e formou parceria com Bruno Soares na campanha que se tornou a melhor de uma dupla brasileira com as quartas de final alcançadas nos jogos. Na Copa Davis, o mineiro atuou em todos os Playoffs disputados pelo Brasil desde 2008 e tem o total de oito confrontos, com sete vitórias e duas derrotas. Nascimento: Belo Horizonte, 23/09/1983 (28 anos) Profissional desde 1998 Destro, 2,03 m, 87 kg Ranking atual de simples: Melhor ranking de simples: 273º (21/11/2005) Ranking atual de duplas: 22º (20/08/2012) Melhor ranking de duplas: 18º (02/02/2009) Técnico: Daniel Melo

BRUNO SOARES Titular de duplas do Brasil em todos os confrontos de Copa Davis desde 2010, diante do Uruguai, o mineiro Bruno Soares tem mais uma oportunidade de atuar em casa pela competição depois da atuação que classificou como uma das melhores de sua carreira diante da Colômbia em abril, no Harmonia Tênis Clube. Bruno Soares vem embalado pela campanha nos Jogos Olímpicos de Londres, ao lado de Marcelo Melo, quando alcançou as quartas de final, melhor resultado de uma dupla brasileira. Campeão do Brasil Open em fevereiro, em São Paulo, e vice-campeão em Bastad, ele conta com o saibro para vencer mais uma vez a partida de duplas contra a Rússia Soares já foi número 14 do ranking mundial de duplas da ATP e tem seis títulos conquistados na carreira, quatro deles no saibro, o mesmo piso do confronto em São José do Rio Preto. Nascimento: Belo Horizonte, 27/02/1982 (30 anos) Profissional desde 2001 Destro, 1,80 m, 77 kg Ranking atual de simples: Melhor ranking de simples: 221º (22/03/2004) Ranking atual de duplas: 28º (20/08/2012) Melhor ranking de duplas: 14º (04/05/2009) Técnico: Márcio Torres

BRASIL X RÚSSIA

23


EQUIPE RUSSA

RÚSSIA

Uma das equipes mais fortes na história recente da Copa Davis por BNP Paribas, a Rússia esteve fora do Grupo Mundial apenas em seu primeiro ano de participação, em 1992. Neste ano, o país europeu completa 19 anos na elite da maior competição por equipes do tênis mundial e tem dois títulos conquistados, em 2002 e 2006. Entre 1962 e 1991, o país competiu na competição como União Soviética, jogando por 47 anos, sendo 25 pelo Grupo Mundial. O tenista russo com o maior número de participações é Alex Metreveli, que atuou em 38 confrontos em 14 anos, com o total de 80 vitórias e 25 derrotas. Após contar com fortes gerações, com atletas que foram número 1 do mundo, como Yevgeny Kafelnikov e Marat Safin, a equipe russa comandada pelo

capitão Shamil Tarpischev mantém alguns remanescentes das duas conquistas da Saladeira de Prata, a taça da Davis. O time russo venceu o Brasil no Playoff da Copa Davis por BNP Paribas, no ano passado, por 3 a 2 no confronto realizado em Kazan, contando com os tenistas Mikhail Youzhny, Dmitry Tursunov, Igor Andreev e Igor Kunitsyn. Shamil Tarpischev é o capitão da Rússia na Copa Davis por BNP Paribas desde 1974 (na então União Soviética) e esteve nos dois títulos conquistados pelo país, além de um vice-campeonato. Atualmente, o país conta com 10 tenistas entre os 200 melhores do mundo, com atletas como Mikhail Youzhny, Nikolay Davydenko, Alex Bogomolov Jr., Igor Andreev, Igor Kunitsyn e Dmitry Tursunov.

SHAMIL TARPISCHEV | CAPITÃO O moscovita Shamil Tarpischev, de 64 anos, é atualmente o presidente da Federação Russa de Tênis e já trabalha pelo esporte de seu país há 38 anos como capitão na Copa Davis por BNP Paribas, com uma interrupção entre 1992 e 1996, quando voltou, e segue até hoje no cargo. Além de comandar o seu país na Copa Davis, Shamil Tarpischev lidera o time feminino russo como capitão na Fed Cup por BNP Paribas, torneio feminino por equipes da ITF realizado nos mesmos moldes da Copa Davis. Ele foi o único capitão na história do tênis a vencer tanto a Copa Davis, em 2002 e 2006, como a Fed Cup, com os títulos de 2004, 2005, 2007 e 2008. Apaixonado mais até pelo futebol do que pelo tênis, ele é torcedor declarado do Spartak Moscow. Tarpischev é pai de dois filhos, Amir, que é o atual diretor da Kremlin Cup, torneio ATP disputado em Moscou, e Philipp.

24

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


Fotos: Marcelo Ruschel/POA Press, Rodrigo Acedo/Foto Arena e Divulgação

ALEX BOGOMOLOV JR.

IGOR ANDREEV

Nascido em Moscou, na Rússia, Alex Bogomolov Jr é filho do extreinador homônimo da União Soviética e neto de um campeão olímpico de handebol. O tenista se mudou para os Estados Unidos em 1992, aos 9 anos. Até o ano passado, competia pela bandeira dos Estados Unidos, mas conseguiu sua elegibilidade para atuar pela Rússia. Foi 33º de simples da ATP no ano passado e 62º de duplas neste ano, tendo como único título o ATP de Atlanta em 2011 nas duplas. Sem jamais ter atuado pelos Estados Unidos na Copa Davis, Alex Bogomolov Jr fez sua estreia na competição este ano.

Começou no tênis aos 7 anos em Moscou esse mudou aos 15 anos para Valência, na Espanha, onde viveu por muitos anos e conseguiu se adaptar bem ao saibro, seu piso favorito e onde conquistou seus melhores resultados. Andreev foi top 20 de simples e top 60 de duplas, com três títulos de simples em 2005 e um de duplas em 2004. Sua estreia na Copa Davis aconteceu em 2004 e 14 confrontos já foram disputados pelo tenista. Esteve no confronto com o Brasil no ano passado e foi superado por Thomaz Bellucci.

Nascimento: Moscou, 23/04/1983 (29 anos) Profissional desde 2002 Destro, 1,78 m, 75 kg Ranking atual de simples: 73º (20/08/2012) Melhor ranking de simples: 33º (31/10/2011) Ranking atual de duplas: 119º (20/08/2012) Melhor ranking de duplas: 62º (16/04/2012) Técnico: Yoav Schab

Nascimento: Moscou, 14/07/1983 (29 anos) Profissional desde 2002 Destro, 1,85 m, 80 kg Ranking atual de simples: 97º (20/08/2012) Melhor ranking de simples: 18º (03/11/2008) Ranking atual de duplas: 511º (20/08/2012) Melhor ranking de duplas: 59º (18/07/2005) Técnico: Francisco Fogues

ANDREY KUZNETSOV

EVGENY DONSKOY

Começou no tênis aos 6 anos por influência do pai Alexander Kuznetsov, que é o seu treinador até hoje. O jovem tenista russo vem de uma família ligada ao esporte, pois sua mãe é preparadora física e o irmão Alexey é treinador de tênis. Kuznetsov se destacou como juvenil e conquistou em 2009 o título do torneio juvenil de Wimbledon. O saibro escolhido pelo Brasil é um de seus pisos favoritos, com seus quatro títulos profissionais da carreira vencidos nesta superfície, como o Challenger de Napoli neste ano. Ele faz sua estreia na Copa Davis.

Aos 22 anos o tenista se destaca entre os dez melhores de seu país e faz neste ano a melhor temporada da carreira com três títulos e um vice-campeonato em torneios Challenger, sendo um deles no saibro em Meknes, no Marrocos. Donskoy, que treina na Espanha, jamais atuou em um confronto de Copa Davis e faz a sua estreia diante do Brasil. Ele tem um bom desempenho nas duplas em challengers, tendo conquistado o título em Genebra ao lado de Igor Andreev em 2011, além das duas finais alcançadas com Andrey Kuznetsov este ano.

Nascimento: Tula, 22/02/1991 (21 anos) Profissional desde 2004 Destro, 1,85 m, 71 kg Ranking atual de simples: 127º (27/08/2012) Melhor ranking de simples: 124º (06/08/2012) Ranking atual de duplas: 327º (27/08/2012) Melhor ranking de duplas: 252º (18/06/2012) Técnico: Alexander Kuznetsov

Nascimento: Moscou, 09/05/1990 (22 anos) Profissional desde 2007 Destro, 1,85 m Ranking atual de simples: 119º (27/08/2012) Melhor ranking de simples: 119º (27/08/2012) Ranking atual de duplas: 165º (27/08/2012) Melhor ranking de duplas: 165º (27/08/2012) Técnico: David Lopez e Gonzalo Sanchez

BRASIL X RÚSSIA

25


Foto: Marcelo Ruschel/POA Press

HARMONIA TÊNIS CLUBE

HARMONIA TÊNIS CLUBE A casa do Brasil nesta disputa

O Harmonia Tênis Clube foi eleito novamente como sede da Copa Davis em Rio Preto. Para receber o torneio, a agremiação se estruturou para abrigar cerca de cinco mil pessoas. As arquibancadas foram planejadas de maneira estratégica para privilegiar a visão dos jogos. No total, são mil metros quadrados de área coberta e um complexo para alimentação e stands composto por 1,2 mil metros quadrados. O projeto é de idealização da Zanovelo Eventos. O clube já sediou a primeira etapa do torneio, em abril, com a disputa entre Brasil e Colômbia em busca de uma vaga para o playoff do Grupo Mundial.

HISTÓRIA Fundado há 37 anos, o Harmonia disponibiliza o maior número de quadras de tênis por associados da região. São 11, sendo 10 de saibro e uma de piso rápido. Além da estrutura esportiva, a agremiação possui também uma academia com os mais modernos equipamentos; três piscinas – uma semiolímpica, uma aquecida para biribol e uma infantil; salas de sauna a vapor e para fisioterapia, além de um salão com capacidade para 600 pessoas. Atualmente, o clube é presidido por Aimar Matarazzo Ribeiro, que também é vice-presidente eleito da Federação Paulista de Tênis.

26

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


CBT, FEDERAÇÕES E OS CORREIOS

Foto: Rodrigo Acedo/Foto Arena

Jorge Lacerda com o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, Gustavo Kuerten e Graziela Cavaggioni, chefe do Departamento de Comunicação Estratégica dos Correios

CBT, FEDERAÇÕES E CORREIOS Desenvolvimento do tênis nacional

A Confederação Brasileira de Tênis é formada por 26 federações estaduais e com o patrocínio dos Correios vem trabalhando para fortalecer o tênis em cada região desde a base até a categoria Seniors, além de também trabalhar no desenvolvimento do Tênis em Cadeira de Rodas e no Beach Tennis, modalidade que vem crescendo bastante no Brasil e no mundo. A parceria com os Correios é o que viabiliza a realização do Circuito Nacional Correios Infanto Juvenil, único circuito infanto-juvenil que passa por todas as regiões do país e tem neste ano etapas nos estados de São Paulo, Piauí, Manaus, Paraná e Rio de Janeiro, além do Distrito Federal. O calendário profissional de torneios no Brasil também vem crescendo com a realização neste ano de 12 torneios Challenger e o Challenger Finals, 28 torneios Future e 14 torneios ITF feminino, que somados ao ATP de São Paulo, o Brasil Open, chegam a 56 eventos profissionais de tênis no país.

28

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS

Não apenas com torneios se resume o calendário nacional, que ainda tem uma série de Cursos Nacionais de Arbitragem para formação de novos árbitros e troca de informações promovidos pelo árbitro e diretor de Arbitragem da CBT, Ricardo Reis, além dos Workshops e Cursos de Capacitação de Professores e Treinadores, realizados sob direção de Cesar Kist, diretor de Capacitação da CBT e membro do Comitê de Treinadores da Federação Internacional de Tênis (ITF). Com apoio de Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins, a CBT segue no trabalho de fortalecimento do tênis nacional na gestão do presidente Jorge Lacerda e do vicepresidente Jesus Tajra.


Foto: Bem Solomon/Tennis Hall of Fame

ÍDOLOS BRASILEIROS

GUSTAVO KUERTEN ÍDOLO DENTRO E FORA DAS QUADRAS

Levado ao tênis pelo pai Aldo Kuerten, que morreu em uma quadra de tênis, o catarinense Gustavo Kuerten atingiu no tênis algumas marcas que talvez nem mesmo o seu maior incentivador teria imaginado e entrou para o Hall dos maiores ídolos do esporte brasileiro na história, além de se fazer reconhecido entre as jogadores mais importantes do tênis por suas vitórias mágicas no saibro e também pelas ações do lado de fora das quadras. Com um espírito de luta exemplar e a base na mãe Alice Kuerten e no treinador Larri Passos, Guga conquistou o país e passou a ser reconhecido como um ídolo nacional talvez comparado apenas a Pelé e Ayrtron Senna, voltando a fazer mais felizes os domingos dos torcedores brasileiros, que voltaram seus olhos ao tênis. As conquistas de três Roland Garros, a Masters Cup de Lisboa a o número 1 do mundo marcaram o tênis do Brasil como antes de Guga e depois de Guga. O interesse em saber o que era saibro, as dúvidas sobre a contagem de pontos de um game (15, 30 e 40), o tie-break e o backhand passaram a fazer parte do vocabulário brasileiro. Guga passou 43 semanas na liderança do ranking mundial, a 13ª melhor marca da história da ATP, superando nomes como o romeno Ilie Nastase, o

30

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS

alemão Boris Becker e o sueco Mats Wilander. No total, foram 20 títulos conquistados e o título de “Rei do Saibro” veio com as conquistas dos Masters Series de Hamburgo, Monte Carlo e Roma, além de Roland Garros. Na Copa Davis, sua estreia aconteceu em 1996 e desde então foram 23 confrontos durante 11 anos defendendo o Brasil e igualando a melhor campanha do país em 2000, ao lado de Fernando Meligeni, Jaime Oncins e André Sá, com a semifinal alcançada. Ao lado de Carlos Kirmayr e atrás apenas de Thomaz Koch e Edison Mandarino, Guga tem o terceiro maior número de vitórias do Brasil, com o total de 34. Fora de quadra, Guga é símbolo de um grande trabalho social com o Instituto Guga Kuerten, que já beneficiou mais de 32 mil pessoas em 139 municípios de Santa Catarina. O ídolo brasileiro foi reconhecido como grande humanitário neste ano ao ser incluído no Hall da Fama Internacional do Tênis em Newport, sendo apenas o segundo do país na seleta lista. O ‘Manezinho da Ilha’ mais uma vez dá a sua força ao Time Correios Brasil diante da Rússia na Copa Davis por BNP Paribas no Harmonia Tênis Clube em São José do Rio Preto com lugar já marcado na torcida. O espírito vencedor de Guga só tem a ajudar a equipe brasileira na busca pela vitória.


Foto: Marcelo Ruschel/POA Press

PROMESSAS

Promessa do tênis brasileiro, Gabriel Hocevar acompanhará a seleção durante a Copa Davis

COLHENDO FRUTOS NA BASE Enquanto o time profissional do Brasil briga por um lugar entre os melhores do mundo na Copa Davis, o trabalho de base do tênis no país vem sendo realizado com sucesso passando pelas categorias 12, 14, 16 e 18 anos, com resultados que superam países já tradicionais na formação do tênis, reflexo do investimento dos Correios e do trabalho de formação da Confederação Brasileira de Tênis. Após o confronto entre Brasil e Rússia pela Copa Davis, as equipes brasileiras da categoria 16 anos competem na busca pelo título mundial em Barcelona, na Espanha, pela Juniors Davis Cup entre os dias 25 e 30 de setembro. Os tenistas Gabriel Hocevar, Marcelo Tebet Filho, Marcelo Zormann e Rafael Matos acompanham os profissionais da Copa Davis. O time feminino de 16 anos do Brasil vai ao Mundial com as tenistas Beatriz Haddad Maia, Carolina Meligeni Alves e Ingrid Guimarães. Bia vem de boas campanhas em torneios profissionais e se destacou em Roland Garros ao chegar à final de duplas juvenis.

32

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS

Beatriz Haddad Maia e Laura Pigossi se colocaram entre as 20 primeiras do ranking ITF Juniors, que neste ano teve Thiago Monteiro como número 2 e atualmente conta com os brasileiros Gabriel Friedrich, Hugo Dojas e Pedro Dumont no top 100. Em agosto, o Brasil teve grandes resultados internacionais. No Mundial de 14 anos, a equipe com Antonioni Fasano, Lucas Koelle e Orlando Luz ficou em quarto depois de vencer Alemanha e Austrália. Na categoria 12 anos, o time com Bruno Pessoa e Igor Gimenez foi quinto na Coupe Le Blanc após bater a França e o time feminino com Aike Theilacker e Luiza Braghini foi sétimo. Na transição para o profissional, os tenistas Bruno Sant’Anna, Guilherme Clezar, João Pedro Sorgi e Thiago Monteiro, do Projeto Rio 2016, se destacam na ATP. Os quatro atingiram neste ano o melhor ranking. Sant’Anna virou 438º aos 18 anos, mesma idade de Sorgi ao ser 468º e Monteiro ao alcançar o 461º lugar. Clezar conquistou seu primeiro challenger aos 19 anos e chegou a 218º do mundo.


Foto: Rodrigo Acedo/Foto Arena

ESPORTE PARA TODA A VIDA

ESPORTE PARA TODA A VIDA Um dos projetos da CBT lançados em 2012 e que vem dando resultados significativos para a modalidade tênis no Brasil é o projeto de massificação. “O objetivo do projeto é contribuir para o crescimento da prática do tênis no País”, explica Jorge Lacerda. A primeira fase do projeto, de fornecer o primeiro contato de pessoas ao esporte tênis, contou com a organização de algumas ações nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Uma delas foi a montagem de um espaço temático para a divulgação do tênis no Píer Mauá, durante a semana da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio +20. O local recebeu uma quadra de minitênis com 10x5m, montada em piso emborrachado para evitar qualquer lesão ou desconforto durante a atividade. Uma equipe de monitores da CBT incentivou os visitantes do evento, de qualquer idade, a experimentarem uma partida de mini-tênis, uma disputa de 5 pontos entre dois competidores. O primeiro a atingir 5 pontos ganhava uma camisa oficial da torcida dos Correios no tênis. “Tendo o primeiro acesso ao esporte, mesmo que brincando, as pessoas veem que o tênis não é tão difícil”, explica César Kist, diretor de Desenvolvimento da CBT. As bolas utilizadas neste tipo de ação são mais leves e macias, além das raquetes serem menores. A montagem de espaços similares ao da Rio+20 foi realizado também em shoppings

34

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS

da capital paulista, no espaço em frente à sede dos Correios na capital federal, além da estação de metrô CorinthiansItaquera e outra no Minhocão, durante a Virada Esportiva 2012, onde o público teve a possibilidade de se aproximar do esporte tênis. As seis quadras montadas no Minhocão receberam um fluxo grande de pessoas interessadas no tênis, que foram instruídas pelos monitores da CBT, além do artista global Luigi Baricelli e do tenista profissional Ricardo Mello. Luigi, que é apaixonado e praticante deste esporte, ensinou suas jogadas ao público presente. “É uma modalidade que desenvolve as partes física e mental, além da motivação e ética. A meninada aprende a brincar e a curtir o tênis”, disse o ator. Durante a coletiva de imprensa que apresentou o tenista Gustavo Kuerten como novo patrocinado dos Correios, no prédio histórico da entidade, no centro de São Paulo, também aconteceu uma ação de massificação, com a disponibilização dessas quadras, que seguem o programa Play & Stay da Federação Internacional de Tênis (ITF). “Queremos estimular cada vez mais o crescimento da base de nossa pirâmide de praticantes amadores, estes que entendem que podem fazer do tênis a sua atividade física periódica, servindo de exemplo para a grande fatia sedentária brasileira”, enfatiza o presidente da CBT.


TENNIS XPRESS

TENNIS XPRESS Com o objetivo de aumentar o número de praticantes de tênis em todo o mundo, a Federação Internacional de Tênis (ITF) criou o programa Tennis Xpress, que dá suporte à campanha Tennis Play and Stay, facilitando o aprendizado para quem nunca praticou tênis. Com o uso das bolas vermelha, laranja e verde, mais lentas que o modelo convencional amarelo utilizado em competições juvenis e profissionais, o Tennis Xpress dá uma introdução dinâmica e ativa para adultos iniciantes e tema a recomendação da ITF como melhor maneira de aprendizado do tênis, fazendo com que os movimentos do jogo sejam assimilados mais rapidamente. As bolas mais lentas proporcionam uma maior quantidade de trocas de bolas em quadra, o aprimoramento de táticas e o desenvolvimento mais rápido de técnicas fundamentais para a prática do tênis. A ITF aprovou em 2012 que a bola verde

36

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS

seja utilizada em competições por um período experimental de dois anos, exceto em eventos profissionais. A ideia é que em apenas seis aulas de 90 minutos cada o aprendiz já esteja conseguindo fazer os movimentos para então poder aprimorar sua técnica ou mesmo para as partidas por lazer em busca de uma atividade saudável, social e educativa. O Tennis Xpress é ideal para os pais que não têm experiência com o tênis, mas que têm filhos participando de torneios Tennis 10’s, realizados a partir do programa para crianças de até 10 anos da ITF. Na busca pelo fortalecimento da divulgação deste grande programa no Brasil, o Departamento de Capacitação da Confederação Brasileira de Tênis vai realizar, dentro do 5º Encontro Nacional de Professores, a apresentação do programa nos dias 15 e 16 de setembro em São José do Rio Preto, durante o confronto entre Brasil e Rússia pela Copa Davis.


O TÊNIS NA REGIÃO

O TÊNIS NA REGIÃO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Atualmente, a região de São José do Rio Preto se destaca no mundo tênis pela qualidade e estrutura de suas equipes, que vêm criando uma ótima safra de tenistas, seja com jogadores já formados e com pontuação na ATP, como é o caso da equipe do Harmonia Tênis Clube, quanto na formação de novos talentos, como a do Clube Monte Líbano/Usina Colombo/ Açúcar Caravelas.

HARMONIA TÊNIS CLUBE

Marcelo Zorman

Henrique El Assal

38

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS

Treinada pela equipe do ex-tenista Edvaldo de Oliveira, a equipe do Harmonia Tênis Clube conta com tenistas já consagrados, como é o caso de Thiago Alves, que já foi 88º tenista do ranking mundial em 2009 e é bi-campeão do aberto de São Paulo, e com atletas em franco crescimento, como Marcelo Zorman, Augusto Laranja, Vinicius Ono, Idio Escobar, Mateus Alves, Victor Hugo Anunciação e Henrique El Assal. Zorman, por exemplo, sagrou-se campeão no último Banana Bowl na categoria 16 anos e vice da Copa Gerdau e já conquistou seus primeiros pontos na ATP, assim como Vinicius Ono. Com uma estrutura com 12 quadras, nutricionista, fisioterapeuta, preparador físico, entre outros, o Harmonia é referência hoje para o Brasil, tanto com sua equipe, quanto na organização de torneios e eventos. Vinicius Ono


Fotos: Divulgação Harmonia Tênis Clube/João Pires

Thiago Alves

BRASIL X RÚSSIA

39


O TÊNIS NA REGIÃO

CLUBE MONTE LÍBANO/USINA COLOMBO/ AÇÚCAR CARAVELAS Utilizando a Lei Paulista de Incentivo ao Esporte e patrocinada pela Usina Colombo/Açúcar Caravelas, a equipe do Clube Monte Líbano tem objetivo de formar e preparar novos atletas com uma estrutura profissional e multidisciplinar. Em seu quadro, a equipe oferece técnico, auxiliar técnico, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo, coordenador técnico, auxiliar de execução e monitores, além de avaliações médicas e clínicas com renomados profissionais. É formada por 12 atletas de até 17 anos, que recebem todo material necessário (do tênis a raquete) e estrutura para participação em torneios (inscrição, hospedagem, alimentação e transporte). Hoje, seu destaque é Júlia Gomyde, criada nas 14 quadras do clube (duas cobertas) e que tem seu currículo títulos como Banana Bowl e já disputa torneios Future com seus apenas 15 anos. Guilherme de Freitas Coco

40

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


PROMESSAS REGIONAIS

AUGUSTO LARANJA Aos 20 anos, Augusto Laranja é um tenista com uma carreira promissora. Dono de uma poderosa direita, conquistou seu primeiro ponto na ATP aos 16 anos e já tem na bagagem uma final de Future, La Paz 2011. Atleta do Harmonia Tênis Clube, onde começou a bater suas primeiras bolas, conta com os patrocínios dos Correios, Adidas, Head e Kirchibaum. Conheça um pouco mais sobre este jovem talento. Fale um pouco sobre sua carreira? Comecei a jogar com 8 anos no Harmonia Tênis Clube e fiz meu primeiro ponto na ATP aos 16. Você destaca algum golpe no seu jogo que faz a diferença? Gosto de jogar pegando mais firme com a minha direita.

Fotos: Divulgação Harmonia Tênis Clube/João Pires

Na época de juvenil, viaja-se muito e algumas fases da adolescência ficam de lado. Qual conselho você daria para os atletas que estão passando por isso? Não é certeza que, abrindo mão de muitas coisas que você gosta de fazer, você irá conseguir chegar aonde quer. A única certeza é que, se você não abrir mão, não vai alcançar os seus objetivos. Então, cabe a cada um parar e pensar se vale a pena ou não pagar o preço. Quais são as suas conquistas que mais trazem recordações? Final de simples do Future de La Paz 2011 e final de dupla no Challenger de Caldas Novas 2012. Você se espelha em algum jogador? Por quê? Gosto muito do Federer e Nadal. O Nadal, pela energia e intensidade que ele coloca no jogo e, o Federer, pela maneira que ele faz o tênis parecer tão simples. O Guga também, por ser brasileiro e ter chegado onde todos nós sonhamos. Encerrando a nossa entrevista, na sua ótica, o que o Brasil precisa para ter novos Gugas? Mais investimentos. Nos últimos anos melhorou bastante, mas ainda é preciso mais para que possamos sonhar em termos novos Gugas.

42

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


CURSOS DE FÉRIAS EM JANEIRO E JULHO 2013 Estados Unidos, Canadá, Inglaterra Suíça, França, Austrália e Nova Zelândia

CURSOS NO EXTERIOR INTERCÂMBIO CULTURAL VIAGENS CORPORATIVAS VIAGENS E TURISMO


PROMESSAS REGIONAIS

JÚLIA GOMIDE Com apenas 15 anos, a rio-pretense Júlia Mansano Gomide já tem dois títulos do Banana Bowl (12 e 14 anos), um título brasileiro e várias convocações para defender o Brasil, inclusive para o Mundial sub 15 na Espanha, onde foi vice-campeã da Nations Cup com a equipe brasileira. Com um sólido jogo de base e muita garra, é destaque da equipe do Clube Monte Líbano/

Usina Colombo/Açúcar Caravelas. Também é a atleta da equipe do Instituto do Tênis/Itaú. Júlia sonha em um dia participar dos principais torneios. Para isso, treina com afinco e hoje conta com os patrocínios da Usina Colombo, Açúcar Caravelas, Instituto do Tênis/Itaú, Colégio Objetivo Rio Preto e Babolat. Conheça um pouco mais desta jovem promessa nesta breve entrevista. Em que idade você descobriu o tênis? Aos 5 anos, no Clube Monte Líbano. Quais são os pontos fortes do seu jogo? A direita e a garra, porém ainda tenho que melhorar muito todos os golpes para que possa passar pela transição e evoluir no ranking do circuito profissional. Para ser uma tenista de destaque, é preciso abrir mão de muitas coisas. Vale a pena e o que mais sente falta? Sim. Tive e vou ter que abrir mão de muitas coisas, principalmente na parte social, tais como festas, aniversários e outros. Valeu e vale a pena pois consegui conquistar muitas coisas neste período e espero conquistar ainda mais. Quais são os seus principais títulos? Copa Gerdau, Banana Bowl, Circuito Credicard e convocação para o Sul-americano em Pereira, na Colômbia, na categoria 12 anos. Circuito Unimed, Banana Bowl e convocação para o Sul-americano em Medelín, na Colômbia, na categoria 14 anos. Convocação para o Mundial em Barcelona, na Espanha, na categoria 15 anos. Quem são seus ídolos e o que mais você admira neles? Roger Federer, Guga, Rafael Nadal, Maria Sharapova. O que mais admiro neles é o talento e a força de vontade que tiveram para chegar onde chegaram. Para finalizar, o que você acha que precisa melhorar para termos um tênis feminino forte no Brasil? Melhorar os apoios e patrocínios para que possamos viabilizar mais torneios e treinamentos em âmbito nacional e internacional. Um aumento de intercâmbio entre os centros de treinamentos nacionais e internacionais também seria muito importante.

44

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


Foto: Sete Light Fotos

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

48

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Com infraestrutura de um grande centro e as facilidades do interior, a maior cidade do Noroeste paulista é considerada a segunda melhor do Brasil para se morar

São José do Rio Preto, a maior cidade da “Região dos Grandes Lagos”, que engloba 96 municípios e quase 2 milhões de pessoas, é o principal centro desta rica e bela região e um exemplo da força dos polos regionais que despontam distantes das grandes capitais. Há tempos, Rio Preto, como é chamada pelos moradores, está entre as cidades brasileiras com melhor qualidade de vida. Localizado no Noroeste paulista, o município, fundado em 1852, fica a 452 km de São Paulo e tem uma economia bem diversificada, com indústrias, comércio, prestação de serviços e agronegócios. A renda per capita acima da média nacional e a infraestrutura com um dos melhores centros médico-hospitalar do Brasil, ótimas instituições de ensino e

diversas opções de lazer, atrai cada vez mais profissionais e grandes empresas à cidade. Nos últimos cinco anos, a população cresceu 5,6% e, de acordo com dados da Conjuntura Econômica, os rio-pretenses devem gastar mais de R$ 8 bilhões em consumo de bens e serviços no ano de em 2012. Rio Preto detém a segunda posição no “Ranking com as 100 melhores cidades do Brasil para se morar”, elaborado pela Firjan - Federação das Indústrias do Rio de Janeiro. A escolha foi pautada em um levantamento de dados, que comparou informações sobre educação, saúde, renda e emprego (geração e salários médios de empregos formais) de todos os municípios do país.

BRASIL X RÚSSIA

49


Foto: Ricardo Boni

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

Sempre ensolarada e com temperatura média anual de 23,6°C, a cidade se ergue sobre o Aquífero Guarani, uma das maiores reservas subterrâneas de água doce do mundo, e é refrescada por uma bacia hidrográfica generosa, composta pelo Rio Preto e seus córregos, cachoeiras e afluentes. O Parque da Represa Municipal, com seus três lagos, é considerado um cartão postal, com animais silvestres (famílias de capivaras vivem soltas lá), vegetação diversificada, pistas de caminhada e ciclismo, além de equipamentos de ginástica. Culturalmente, São José do Rio Preto é conhecida por sediar o FIT – Festival Internacional de Teatro, que traz artistas e companhias de todo o mundo para a cidade. As apresentações em teatros, praças e ruas são sempre a preços populares ou gratuitas. Outros eventos anuais são o “Janeiro Brasileiro da Comédia”, com espetáculos teatrais voltados à arte de rir, o “Carna Rio Preto”, a famosa micareta da cidade, a “Expo Rio Preto”, feira agropecuária, o BoomRioPretoDesign, fórum internacional de arquitetura, design e arte, e o “Rio Preto Country Bulls”, com shows e rodeios.

A CIDADE EM NÚMEROS Foto: Thais Zinner Daud

Habitantes: 408.258 (IBGE 2010) Área: 431,3 km² População Masculina: 196.016 População Feminina: 212.242 Altitude média: 489 metros Produto Interno Bruto (PIB) 2009: R$ 8 bilhões Índice de Desenvolvimento Humano (escala de 0 a1): 0834 PIB per capta: R$18.776 Frota: 308.106 veículos

50

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


ROTEIRO_ ONDE FICAR

HOTEL MICHELANGELO PLAZA INN O Michelangelo Plazza Inn faz parte da maior rede de hotéis brasileira, a Allia Hotels, fruto da aliança das principais redes de hotéis regionais do país: Bristol Hotels e Plaza Inn. Localizado entre as cidades de São José do Rio Preto e Cedral, conta com 84 amplos apartamentos, wireless free nas áreas sociais, room service 24 horas, disponibilidade para pouso de helicóptero, sauna, campo de futebol, fitness center, mesas de jogos, piscina, tv a cabo, bussines center, entre outros. R. Vilibaldo Urias Gomes, 400, Estância Jockey Club KM 432, Rod. Washington Luiz, (17) 4009. 9900 www.plazainn.com.br, www.alliahotels.com.br

HOTEL QUALITY SAINT PAUL Localizado em área privilegiada, o Quality Saint Paul By Atlantica é constituído por 96 apartamentos de alto padrão, equipados com TV 32’, frigobar, ar condicionado, mesa de trabalho com conexão a Internet banda larga, room service 24 horas, janelas com isolamento acústico etc. Na gastronomia, oferece o restaurante Grand Père, de padrão internacional, e o Vince Lounge Bar. O Centro de Convenções do hotel comporta 220 pessoas em ambientes diferentes em um único andar. Av. José Munia, 5200, Nova Redentora, (17) 3216.9000 www.atlanticahotels.com.br

GRAN RIO HOTEL Localizado no coração da cidade, o Gran Rio apresenta 65 acomodações entre apartamentos e suítes, área de lazer com piscina, Spa, sauna, fitness center e salão de jogos, business center, conexão wireless gratuita em todo o hotel, estacionamento com manobrista, room service 24 horas e café da manhã cortesia.

R. XV de Novembro, 3150, Centro, (17) 3211.5100, www.granrio.com.br

52

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


ROTEIRO_ ONDE COMER

FLOR DE SAL

cozinha de bistrô Sob o comando do chef Tiago Caparroz, o restaurante traz releituras dos clássicos e de receitas dos tradicionais bistrôs franceses. O ambiente é aconchegante e os pratos têm sabores sofisticados e visual elaborado. O menu traz robalo marinado com açafrão, pato confit, risotos e maravilhosos sorvetes artesanais.

R. Generosa Bastos, 3135, Redentora, (17) 3121. 6500 www.flordesalbistro.com

BARBECUE

carnes premium

Com dois espaços na cidade, o Barbecue apresenta receitas com suculentos cortes de carnes especiais, como o Angus Beef, o Kobe Beef e o Cordeiro Prime. O restaurante do Plaza Shopping, o Barbecue Steak & Wine House, traz, também, uma adega com os melhores rótulos nacionais e importados de vinhos. Já no Barbecue Churrasco Gourmet, o cliente pode saborear uma autêntica Parrilla Argentina e ainda levar para preparar em casa as carnes premium. Av. Romeu Strazzi, 1925, (17) 3216.1717 Plaza Avenida Shopping, (17) 3216.1722, www.barbecuegourmet.com.br

BIGORNA pizzas

Conhecida pelas suas pizzas maravilhosas, acompanhamentos saborosos e ambiente inusitado e acolhedor, a Pizzaria do Bigorna prima pela qualidade de seus pratos e serviços. Entre as especialidades da casa, estão pizzas como a “A tal”, com miolo de alcachofra, e a “Catarina”, com mussarela de búfala fresca, queijo tipo brie e geleia de pimenta artesanal. Av. da Saudade, 3624, Vila Santa Cruz, (17) 3211.4422 www.pizzariadobigorna.com.br

54

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


ROTEIRO_ ONDE COMER

MIRAI

japanese cuisine Sushis, sashimis, missô, lula recheada com shimeji e teppan de salmão são algumas das iguarias do restaurante Mirai, especializado em culinária japonesa. Com atmosfera Oriental e diferentes tipos de ambientes, o local é ponto de encontro dos descolados e adeptos da boa gastronomia. R. Cila, 3251A, Redentora, (17) 3212.9251, www.mirairestaurante.com.br

ZAFFERANO CREATIVE CUISINE cozinha contemporânea

O menu do Zafferano traduz a experiência do chef Enrico Cêntola, formado na Le Cordon Bleu, de Londres, e com passagens em restaurantes italianos e japoneses contemporâneos. Os pratos de sabores únicos revelam essa deliciosa combinação de receitas da Itália com influência francesa e oriental. O espaço do restaurante é dividido em duas áreas, com uma arquitetura moderna e elegante. R. Antônio de Godoy, 4305, Redentora, (17) 3234.2288

BAMBINA

cozinha internacional O “bacalhau do Bambina” é famoso em todo o interior de São Paulo. Com mais de quatro décadas de tradição, o restaurante sofisticado atrai diferentes gerações ávidas por saborear as receitas trazidas pelo português Augusto Pires da Silva. O cardápio de almoço e jantar também traz: “badejo na cumbuca com frutos do mar”, “paella marinara”, “polvo provençal”, “camarão ao champanhe”, massas, carnes e saladas. R. Raul Silva, 281, Redentora, (17) 3231.0031 www.bambinarestaurante.com.br

56

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


Projeto: Decorador Augusto Bianco e Engenheiro Marcelo Goveia de AraĂşjo

porcelanato - metais - brichstone - techlan - mĂĄrmores - onix - solidus Av. Presidente Castelo Branco, 1045 - sala 1 - RibeirĂŁo Preto - SP Fax: (16) 3629.7353 - Entregamos em todo Brasil - brich@brich.com.br

www.brich.com.br (16) 3629.3666


ROTEIRO_ BARES

FREI CANECO choperia

A casa é destaque com o chope servido com excelência, desde a temperatura dos copos, refrigeração dos barris, cremagem do colarinho, até o uso de um aparelho importado da Alemanha específico para a higienização de copos de chope. No cardápio, há delícias como o bolinho de arroz carreteiro, o mini-acarajé e o famoso Arancini di riso, um bolinho de arroz de risoto recheado com carne, queijo, funghi, ervilha e especiarias. R. Pernambuco, 3489, Redentora, (17) 3212.8013 - www.freicaneco.com.br

BODEGA TAPAS & VINHOS bar

Ambientação retrô e uma seleção de porções servidas como tapas preparadas ao vivo pelas mãos de um renomado chef fazem deste novo bar de São José do Rio Preto um local gostoso e exclusivo. O menu de dar água na boca dos frequentadores conta com pratos como o camarão no bafo com champanhe e polvo na páprica, entre outros. Os rótulos de vinhos são outro diferencial da casa. Av. da Saudade, 3624, Vila Santa Cruz, (17) 3211.4422

BOEMIA BUTIQUIM bar

O Boemia oferece um ambiente com música, cervejas Premium geladas e delícias como os espetos de picanha, o carneiro com tempero a base de vinho e as linguiças cuiabanas, além do inconfundível escondidinho em três sabores (carne seca, camarão e frango). O Boemia Butiquim recebeu, em 2009, da Real Academia da Cerveja (Ambev), o prêmio de segundo melhor bar do interior do estado de São Paulo para se beber cerveja. R. Saldanha Marinho, 2223, Boa Vista, (17) 3212.9076 www.boemiabutiquim.com.br

58

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


APRECIE COM MODERAÇÃO

as cervejas mais apreciadas no mundo, inclusive as nossas, em um mesmo lugar. VENHA CONFERIR!

souveniers | canecas | coolers | vinhos | whiskies | vodkas | cervejas | refrigerantes

O SUCESSO DA SUA FESTA PASSA POR AQUI.

17

3227 8000 3227 8080 8080 - Av. JosÉ Munia, 4800 - Nova redentora - s.j. rio preto/sp Horário de funcionamento da Loja de Segunda a Sábado das 08:00 as 18:00 Serv-Festa 24 horas

/confraria.conebel ESTACIONAMENTO ESTACIONAMENTO

DELIVERY DELIVERY

/confraria.conebel


ROTEIRO_ ONDE COMPRAR

VIA VESTI

moda feminina A Via Vesti é uma multimarcas de moda e acessórios femininos. Com grife própria, a loja é referência de conforto e elegância para mulheres de negócios, que gostam de peças clássicas de alfaiataria, como terninhos, vestidos tubinhos e camisas. Com estacionamento próprio e equipe especializada para ajudar na montagem de looks para o dia a dia, a loja atende de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h e, aos sábados, das 9h às 13h. R. Antonio de Godoy,4455, Redentora, (17) 3121.9336, www.viavesti.cm.br

COSTANTINI joalheria

As joias da Costantini seduzem o olhar com seu brilho e design exclusivo, com estilo e fabricação própria. A sofisticação da loja começa com seu décor intimista e atendimento impecável. Além das peças em ouro e pedras preciosas, a Costantini é a representante exclusiva da Rolex para Rio Preto e região. Também oferece grifes renomadas, como Montblanc e Hamilton. Na foto, bracelete em ouro branco, amarelo e rosa. Av. Brigadeiro Faria Lima, 6363, Riopreto Shopping, loja 25, (17) 3304.8700 www.costantinijoalheria.com.br

GREGORY moda

As criações da coleção Verão 2013 da Gregory trazem os looks Moderno, inspirado na mulher chique e moderna; o Afro Pop, que vem com o estilo pin-up e shape étnico; Lady Cuba, onde a sensualidade é o foco; e Lady Sugar, marcando a mulher romântica com design dos anos 1950, com tons doces e delicados. A marca aposta tanto na estamparia quanto nas peças lisas. Av. José Munia, 4775, Plaza Avenida Shopping, (17) 3355.0304 www.gregory.com.br

60

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


ROTEIRO_ SAÚDE

DR. MARCO PAOLO CERALDI fisioterapeuta desportivo

Educador físico, fisioterapeuta e pós-graduado em fisioterapia desportiva pela Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva - SONAFE, Marco Paolo Ceraldi, tem grande experiência em tratamentos e prevenção de lesões esportivas diretamente relacionadas ao tênis, destacandose no uso de técnicas de bandagens neuromusculares, exercícios de estabilização e fortalecimento muscular específico para o esporte. É o fisioterapeuta da equipe do Harmonia Tênis Clube de Rio Preto e atuou como o fisioterapeuta da Equipe Colombiana no confronto contra o Brasil. FisioUp – R. Antônio de Godoy, 4293, Redentora (17) 3121.8441, (17) 9142.1118, marco_paolo@terra.com.br

PET-CT VOTUPORANGA diagnóstico por imagem

Toda a região conta agora com o PET-CT, a mais avançada técnica de diagnóstico por imagem. O exame de alta precisão e não-invasivo, que une os recursos diagnósticos da Medicina Nuclear com os da Radiologia, torna o caminho mais seguro para a avaliação médica sobre as doenças do coração, câncer e alterações neurológicas. Realizado pela parceria Togni Medicina Nuclear e Imagem & Diagnóstico, o exame de PET-CT feito na Santa Casa de Votuporanga é laudado simultaneamente por um médico nuclear e por um radiologista, oferecendo mais precisão ao diagnóstico. R. Minas Gerais, 3051, Santa Elisa, Votuporanga, (17) 3405.9149 www.petctvotuporanga.com.br

62

COPA DAVIS BY BNP BARIBAS


A força da sua empresa com a

excelência

da nossa impressão

5an5os Gráfica e Editora

Altíssima tecnologia em materiais gráficos Rua Coronel Spínola de Castro, 3322, Centro - Fone/Fax: 17 3122-9800 - CEP: 15015-500 São José do Rio Preto - SP - Brasil - E-mail: graficasaojose@graficasaojose.com.br


IMPRESSA, NA WEB OU NO TABLET. A INTERARQ DO SEU JEITO. BOA LEITURA!

Para publicar o seu projeto ou produzir sua revista, envie material para avaliação para redacao@comore.com.br


nossas edições estão disponíveis nas lojas da

www.comore .com.br

/InterArq

17

@interarq

3211.9860 e 3235.1821


ESPAÇO DE AUTÓGRAFOS

s o f a r g ó t u A

c o m o re @ c o m o re . c o m . b r

66 COPA DAVIS BY BNP BARIBAS WWW.COMORE.COM.BR

PARTICIPE 17

3211.9860


FECHADO | MASTERS



Catalogo Oficial Copa Davis BNP