IOV&VOCÊ Edição 87

Page 1

87

&

Mar/Abr 2021 Ano 18

Informativo do Instituto de Oncologia do Vale

IOV CELEBRA 12 ANOS DE ACREDITAÇÃO DA

ONA COM RECERTIFICAÇÃO

No dia 8 de março, as unidades de quimioterapia de São José dos Campos e Taubaté do IOV passaram uma visita virtual da ONA (Organização Nacional de Acreditação), na qual os auditores confirmaram que as práticas e melhorias que vêm sendo realizadas estão de acordo com os padrões da Acreditação com Excelência. Com isso, a equipe do IOV pôde celebrar a manutenção da Acreditação, conquistada pela primeira vez há 12 anos. “Para obter e manter a Acreditação, nós temos comprovado a cada auditoria que temos uma estratégia clara, robusta e atuamos de forma eficiente, visando à manutenção de boas práticas, segurança e bem-estar dos pacientes e colaboradores”, explica a gerente de Lean Office do IOV, Stela Maris Antunes Coelho. Ter a Acreditação ONA com Excelência, o mais alto nível do sistema nacional de avaliação e certificação da qualidade de serviços de saúde, é uma garantia de segurança e qualidade tanto para pacientes como também para colaboradores.

Para obter e manter a Acreditação, nós temos comprovado a cada auditoria que temos uma estratégia clara, robusta e atuamos de forma eficiente, visando à manutenção de boas práticas, segurança e bem-estar dos pacientes e colaboradores”


Há 12 anos, o Instituto de Oncologia do Vale conquistou sua primeira certificação de qualidade, a Acreditação da ONA em nível Pleno. Iniciamos nossa jornada pelo segundo nível desta certificação nacional de segurança e qualidade da área da saúde e, desde então, continuamos nossa busca por aperfeiçoamento e novos desafios. A experiência em gestão de processos de segurança e qualidade assistencial que adquirimos com a Acreditação Plena nos levou a alcançar o nível mais alto da ONA, a Acreditação com Excelência, e a almejar certificações internacionais e específicas da área de oncologia. Avançamos no atendimento de requisitos de governança e boas práticas assistenciais internacionais e conquistamos a Certificação Canadense. Atualmente denominada

EDITORIA

NOSSA JORNADA EM BUSCA DO RECONHECIMENTO DA QUALIDADE DO IOV

de Qmentum, ela é aplicada em mais de 30 países, orienta e monitora os padrões de alta performance em qualidade e segurança, utilizando critérios com validação mundial. Ainda na busca de excelência, nos dedicamos ainda mais e conquistamos a certificação Quality Oncology Practice Initiative (QOPI), que é concedida pela Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) e reconhece as melhores práticas oncológicas realizadas tanto em âmbito nacional quanto internacional. Fizemos tudo isso e continuamos dedicados em manter cada um destes processos e certificação pelos nossos pacientes e por cada pessoa impactada por nosso trabalho, pois reconhecemos o quão importante é a qualidade assistencial e a segurança dos processos no combate ao câncer.

Stela Maris Antunes Coelho Gerente de Lean Office do IOV

EQUIPE

COLABORADORES SÃO PRESENTEADOS COM

OVOS DE PÁSCOA

Celebrar momentos especiais, que geram bons sentimentos e alegria é essencial para o bem-estar emocional e psicológico. Pensando nisso, o Instituto de Oncologia do Vale presenteou todos os colaboradores com ovos de Páscoa. “Esta foi uma forma de fazer um mimo para todos nossos profissionais que não medem esforços para oferecer o melhor atendimento aos pacientes. Todos ficaram muito felizes com esse carinho”, disse a site manager do IOV, Leonídia Altoé.

EXPEDIENTE Responsável Técnico: Dr. Carlos Flávio Turci – CRM 27.301 / Diretoria: Dr. Adriano Diniz B. Mendes, Dr. Carlos Flávio Turci, Dr. Carlos Frederico Pinto e Dr. Marcelo Taborda | Comunicação e MKT IOV: Fabiano Gaspar Vieira | IOV & Você circula junto aos pacientes, familiares, área médica e profissionais da saúde. Correspondências devem ser enviadas sob o título “Jornal IOV & Você” para: Rua Major Antônio Domingues, 472 – SJC – 12.245-750. Tel.: (12) 3924-9055. E-mail:iov@iov.med.br *Registrado no cartório de registro de notas e documentos sob o número 171517 | Produção: Comunikação Consultoria - Tel.: (12) 98156-6744 - www.comunikacao.com.br – Coordenação de Jornalismo e Edição: Areta Braga – Jornalista Responsável: Areta Braga - MTb 38.005 – Redação: Areta Braga e Natália Mitie Fotos: Arquivo/ Divulgação – Diagramação: Adriano Augusto – Revisão: Flávia Gavioli – Gráfica: Copcentro – Tiragem: 600 exemplares.

2


RADIOTERAPIA

EQUIPE ESPECIALIZADA,

ALTA TECNOLOGIA E HUMANIZAÇÃO A SERVIÇO DA RADIOTERAPIA Para oferecer um serviço de radioterapia de alta qualidade no Vale do Paraíba, o Instituto de Oncologia do Vale vem investindo em tecnologia e na formação de uma equipe altamente qualificada e pronta para acompanhar cada etapa do tratamento. “Toda a nossa equipe desde a portaria, passando pela recepção, enfermagem, equipe técnica, físicos-médicos e médicos radiooncologistas são altamente especializados e adotam protocolos de atendimento para garantir segurança e atendimento humanizado aos nossos pacientes”, afirma o médico rádio-oncologista

Dr. Carlos de Oliveira Lopes. Diariamente, a equipe da radioterapia realiza um round, uma reunião na qual são repassadas as principais informações sobre como será o dia. Além disso, em todo atendimento, os dados e informações do paciente são checadas a cada etapa, garantindo que não ocorram falhas. “Todas as situações que ocorrem nas clínicas são tratadas, todos os elogios e eventuais reclamações são checados e repassados à equipe para que possamos sempre melhorar”, explica Dr. Carlos. Além disso, a equipe do Cuidado Coordenado acolhe e acompanha

o paciente durante todo o tratamento, orientando e oferecendo suporte, principalmente, no controle da dor e dos efeitos colaterais, proporcionando apoio e antecipando as suas necessidades. “Não adianta ter os melhores equipamentos se o paciente não se sente acolhido. Aqui as preocupações dele são nossas e oferecemos todo o suporte técnico e emocional”, conclui Dr. Carlos. Como fruto de todo esse investimento e dedicação, a radioterapia do IOV foi a primeira do Vale do Paraíba a conquistar o nível Diamante da certificação Qmentum Internacional.

Não adianta ter os melhores equipamentos se o paciente não se sente acolhido. Aqui as preocupações dele são nossas e oferecemos todo o suporte técnico e emocional

“ 3


RELATÓRIOS DE SEGURANÇA

SEGURANÇA DO PACIENTE NO GRUPO IOV SENTINELA POR PROCEDIMENTOS DE RADIOTERAPIA 2020/2021

EVENTO SENTINELA 1,00000

A classificação de causas de um possível erro é denominada Evento Sentinela que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), é um incidente inesperado e indesejável 0,80000 associado aos cuidados ou serviços prestados ao paciente que atingiu o cliente ou paciente. O incidente ocorre durante o processo de recebimento de serviços de saúde. 0,60000

POR PROCEDIMENTOS DE RADIOTERAPIA SENTINELA PORSENTINELA PROCEDIMENTOS DE RADIOTERAPIA 2020/2021 2020/2021 0,40000

1,00000 0,20000 0,80000 0,00000 0,60000

0

0

0,00018

0

mar/20 abr/20 mai/20 jun/20

0,00000 jul/20

0

0

0

0

0,00020 0,00012 0,00000 0,00033

ago/20 set/20 out/20 nov/20 dez/20 jan/21

0

fev/21 mar/21 abr/21

0,40000 0,20000 0,00000

0

0

0,00018

0

mar/20 abr/20 mai/20 jun/20

0,00000 jul/20

0

0

0

0

0,00020 0,00012 0,00000 0,00033

ago/20 set/20 out/20 nov/20 dez/20 jan/21

0

fev/21 mar/21 abr/21

SENTINELA POR APLICAÇÕES DE QUIMIOTERAPIA SENTINELA POR APLICAÇÕES DE QUIMIOTERAPIA 2020/2021 2020/2021 1,00000 0,80000 0,60000 0,40000 1,00000 0,20000 0,80000 0,00000 0,60000

SENTINELA POR APLICAÇÕES DE QUIMIOTERAPIA 2020/2021 0,00265 0,00437

0

0,00193

mar/20 abr/20 mai/20 jun/20

0 jul/20

0,00240

0

0

0,00181

0

0,00244 0,00415

ago/20 set/20 out/20 nov/20 dez/20 jan/21

0

0

fev/21 mar/21 abr/21

Observamos nos gráficos que o índice de Eventos Sentinelas está próximo de 0. 0,40000

0,20000 0,00000

0,00265 0,00437

0

0,00193

0

0,00240

0

0

0,00181

0

0,00244 0,00415

0 4

0


LINHA DO TEMPO COVID-19

Durante a pandemia da Covid-19, o Instituto de Oncologia do Vale adotou medidas preventivas para garantir a segurança de pacientes e colaboradores. Relembre na nossa linha do tempo algumas ações realizadas: LINHA DO TEMPO | AÇÃO COLABORADORES

LINHA DO TEMPO | AÇÃO COLABORADORES

LINHA DO TEMPO | AÇÃO COLABORADORES

LINHA DO TEMPO | AÇÃO COLABORADORES

LINHA DO TEMPO | AÇÃO COLABORADORES

5


MULHER

TÊM MULHERES NECESSIDADES NUTRICIONAIS Uma alimentação saudável composta, principalmente, por alimentos in natura ou minimamente processados é a recomendação do Guia Alimentar para a População Brasileira (2014), mas cada indivíduo tem necessidades diárias específicas, com destaque para as mulheres. “Uma avaliação nutricional é necessária para personalizar a dieta, pois as necessidades variam conforme o sexo, idade, peso, atividade físicas, rotina e hábito alimentar ou em casos de doenças pré-existentes”, explica a nutricionista do IOV, Isadora Ferreira. As mulheres, por exemplo, têm necessidade diferentes em cada fase da vida e o acompanhamento nutricional é ideal para ajustá-las. “Mulheres idosas, por exemplo,

ESPECÍFICAS

precisam adequar as necessidades de consumo de proteína (frango, peixe, carne vermelha, ovos, leite e derivados e leguminosas) devido a perda de massa muscular mais acentuada nesse período. E mulheres em menopausa precisam ajustar as necessidades de cálcio”, ressalta Isadora. De acordo com a nutricionista, dietas restritivas ou da moda devem ser evitadas, pois além de não promoverem reeducação alimentar, tornam-se difíceis de serem mantidas a longo prazo em razão da monotonia e as privações exigidas. “Vários estudos mostram que 90% das pessoas que começam uma dieta restritiva vão fracassar. As consequências

são, muitas vezes, frustrações, altos índices de episódios de compulsões alimentares e retorno ao peso inicial, senão um ganho ainda maior devido a diminuição do metabolismo corporal”, alerta a profissional. Para promover uma perda ou até mesmo ganho saudável de peso é essencial contar com um acompanhamento nutricional, no qual, serão analisadas individualmente as necessidades, hábitos alimentares e estratégias para atingir esses objetivos.

CIRURGIÃO ONCOLÓGICO REFORÇA A IMPORTÂNCIA DA AUTOPERCEPÇÃO E DO CUIDADO COM A

SAÚDE DA MULHER As mulheres ocupam diversos espaços na sociedade e neste esforço para exercer diversos papéis, muitas vezes acabam se esquecendo de si mesmas. Por isso, é preciso lembrar sobre a importância do autocuidado, da autopercepção e do amor-próprio, na prevenção e o tratamento dos cânceres mais comuns entre as mulheres. “A melhor forma de prevenir o câncer e uma série de outras doenças é focar no bem-estar físico e emocional, bem como no combate ao estresse. A prática regular de atividades físicas, manter uma alimentação balanceada, não fumar e ter momentos de descanso e lazer são essenciais”, afirma o cirurgião oncológico Dr. Matheus Rodrigues Duque. De acordo com o médico, um bom exemplo é a prevenção e combate ao câncer de mama, pois conhecer o próprio corpo, sempre reservar um tempo para o autoexame e para visitas de

rotina ao ginecologista ou mastologista são atitudes essenciais para o diagnóstico precoce do tumor que, excetuando-se o câncer de pele, é o mais comum entre as mulheres de todo o mundo. “A mulher que conhece seu corpo, em especial sua mama no dia a dia, sabe quando algo não está ‘normal’ e tem maior chance de identificar alguma alteração precocemente e ter um prognóstico melhor”, explica. As visitas regulares ao ginecologista e o autocuidado também são muito importantes para a prevenção do câncer de colo de útero, o quarto mais comum entre as mulheres. Em 90% dos casos esse tumor é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano (HPV) que provoca alterações celulares que podem evoluir para o câncer. Essas modificações podem ser facilmente descobertas no exame preventivo

conhecido como Papanicolau. Além disso, existe ainda a possibilidade de iniciar a prevenção na pré-adolescência, por meio da vacinação contra o HPV. A vacina tetravalente contra o HPV para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos, foi implementada pelo Ministério da Saúde no calendário vacinal e protege contra os tipos 6, 11, 16 e 18 do HPV. Os dois primeiros causam verrugas genitais e os dois últimos são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer do colo do útero. O câncer de endométrio também pode ser evitado com a adoção de um estilo de vida saudável e do autocuidado. Mais comum em mulheres que já entraram na menopausa, ele tem como principais fatores de risco a predisposição genética, o excesso de gordura corporal, o diabetes mellitus e uma alimentação rica em produtos processados e ultraprocessados.

6


ONCOLOGIA CIRÚRGICA

ACOMPANHAMENTO COM CIRURGIÃO ONCOLÓGICO É PARTE FUNDAMENTAL DO

TRATAMENTO DE CÂNCER Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica, mais de 80% dos pacientes com câncer passarão por algum procedimento cirúrgico ao longo do tratamento, por isso, é necessário o acompanhamento de um cirurgião especializado. Além de ser o responsável pela remoção do tumor por meio de técnicas cirúrgicas adequadas, o cirurgião oncológico também tem um papel muito importante no seguimento oncológico em conjunto com a equipe multiprofissional. “Após a conclusão do tratamento,

devem ser realizadas consultas periódicas de acompanhamento para avaliar a resposta ao tratamento e detectar precocemente uma possível recidiva”, explica cirurgião oncológico Dr. Luiz Guilherme Macera. O tempo de duração do acompanhamento pós-tratamento varia de acordo com o perfil de cada paciente e o tipo de tumor, mas ele não deve ser deixado de lado, pois embora o tratamento em uma fase inicial do câncer seja eficaz na maior parte dos casos, ainda assim não é excluída a hipótese de a doença voltar.

QUALIDADE DE VIDA

PARQUE VICENTINA 97 ANOS COM ARANHA CELEBRA NOVAS DEMANDAS No ano em que está completando 97 anos, celebrados em 27 de abril, o Parque Vicentina Aranha iniciou um novo ciclo guiado pelos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável estipulados pela ONU, com o intuito de atender demandas da população em pautas como sustentabilidade, inclusão e solidariedade. No novo período, ele continua contando com o patrocínio e apoio do Instituto de Oncologia do Vale para a realização dos eventos culturais, ambientais e de saúde. “O momento que atravessamos é de empatia e preocupação com o futuro, por isso a importância de contarmos com parceiros como o IOV, que há quase 10 anos apoia os projetos do parque, acredita na importância desse espaço para a qualidade de vida das pessoas e nos ajuda na preservação desse patrimônio histórico

e ambiental”, afirma Aldo Zonzini Filho, diretor executivo da Associação para o Fomento da Arte e da Cultura, que administra o espaço.

7


CAMPANHAS

DIA MUNDIAL VOCÊ É MAIS FORTE DA SAÚDE DO QUE PENSA! Por meio de uma campanha digital no Dia Mundial da Saúde (7 de abril), o Instituto de Oncologia do Vale alertou sobre a importância da saúde mental e emocional. “Com todos os desafios que estamos vivendo devido ao combate à pandemia da Covid-19 e ao distanciamento social, precisamos, cada vez mais, buscar o equilíbrio emocional e mental, por isso pensamos em focar na questão da força interior, na resiliência e na criatividade neste Dia Mundial da Saúde”, afirma a psicóloga do IOV, Ana Eliza Ramalho Sakakibara. Para a profissional, quando somos surpreendidos com a adversidade, muitas vezes ficamos paralisados e vulneráveis, mas é possível transpor a

situação e ainda sair fortalecido. As dicas da especialista para manter o bem-estar emocional e psicológico neste Dia Mundial da Saúde é aceitar a realidade e focar no momento presente. “Ficar o tempo todo pensando que gostaríamos que a situação fosse diferente não ajuda. É importante focar naquilo que se pode fazer agora e viver o hoje, mantendo sua vida o mais alinhada possível com o que você deseja, dentro daquilo que a realidade permite”, orienta. Aproveitar cada momento vivenciando-o profundamente, sem ficar se preocupando excessivamente com o futuro é muito importante, além disso vale adotar práticas e atividades que tragam prazer, relaxamento e ajudem a reduzir a ansiedade.

CAMPANHA RESSALTA IMPORTÂNCIA DA FORÇA INTERIOR NO

COMBATE À DOENÇA

Foto: Divulgação

No Dia Mundial de Combate ao Câncer, comemorado em 8 de abril, o Instituto de Oncologia do Vale promoveu uma campanha com posts, texto e divulgação para a imprensa com o tema “Tempos difíceis fazem pessoas fortes”. Para muitos, uma mudança radical no estilo de vida depois de

descobrir um câncer pode gerar frutos positivos e revelar uma força até então desconhecida. Esse foi o caso da artista plástica Natali de Paula que, em 2015, quando tinha 30 anos, descobriu um câncer de mama. “Na época, eu me sentia no auge da carreira. Apesar do susto de descobrir o câncer, do medo de morrer e todas as coisas que vêm no pacote do tratamento, minha vida se transformou. Me redescobri com um dom que nem eu sabia que tinha e conheci pessoas incríveis. Hoje, a arte que foi meu hobby para superar a doença virou uma profissão que não me vejo mais sem”, conta. Segundo a psicóloga do IOV, Ana Eliza Sakakibara, o paciente oncológico vivencia vários momentos de luto com a perda da saúde, de papéis sociais que exercia na família e no trabalho, bem como com as mudanças do corpo, mas

com apoio multidisciplinar ele pode encontrar o equilíbrio e seguir. “As dificuldades e os sofrimentos proporcionam momentos de reflexão. Aprendemos com eles e nos tornamos mais resilientes e até mesmo ficamos mais fortes”, afirma. Foi exatamente o que aconteceu com a Natali. “Perdi os dois seios, ganhei papéis céu de oportunidades e uma nova perspectiva de vida com qualidade, alegria e muitas realizações. Não foi fácil passar por tudo, quimioterapia, radioterapia, mastectomia bilateral, inúmeras sessões de fisioterapia e todas as incertezas, perdas de amigas, de destino, mas creio que minha vida foi reescrita para que eu pudesse levar esperança e o exemplo de que tudo passa. Graças a Deus estou aqui para falar o quanto sou grata e feliz por uma nova vida, que mudou para melhor em tudo”, conclui.

8