Page 1

84

&

Set/Out 2020 Ano 17

Informativo do Instituto de Oncologia do Vale

IOV RECEBE AUDITORIA VIRTUAL DE MANUTENÇÃO DA ONA IOV, Stela Maris Antunes Coelho, essa auditoria foi diferente por ser virtual, mas o resultado foi um sucesso como de costume e garantiu a manutenção da Acreditação com Excelência. “O desenho proposto para a auditoria foi diferente, o foco foi mais estratégico e recebemos um feedback muito positivo com relação ao nosso sistema de gestão. Segundo os auditores, nossa estratégia clara e robusta, garante a operação eficiente e a manutenção das boas práticas”, disse.

O desenho proposto para a auditoria foi diferente, o foco foi mais estratégico e recebemos um feedback muito positivo com relação ao nosso sistema de gestão.

As unidades de quimioterapia de São José dos Campos e Taubaté do IOV receberam, em uma visita virtual, os auditores da ONA (Organização Nacional de Acreditação). Durante a auditoria, eles afirmaram que as práticas e melhorias que vêm sendo realizadas pela equipe do IOV estão de acordo com os padrões da Acreditação ONA com Excelência, que é um sistema nacional de avaliação e certificação da qualidade de serviços de saúde. Segundo a gerente de Lean Office do


EDITORIA

CONECTADOS À NOSSA MISSÃO E VISÃO A manutenção da Acreditação com Excelência, o constante investimento em tecnologia, novos protocolos de tratamentos e treinamento de equipe são exemplos de como o Instituto de Oncologia do Vale, após 25 anos de história, continua conectado à sua missão de reduzir o impacto da doença na vida das pessoas e à visão de ser protagonista global na luta contra o câncer. Nestes últimos anos, o IOV evoluiu muito, adotou novas formas de gestão, conquistou certificações, ganhou projeção internacional devido ao foco na segurança do paciente e aplicação da

mentalidade Lean, mas nunca deixou de lado o mais importante, as pessoas. Crescemos e evoluímos sem nunca esquecer a humanização, a atenção e o cuidado com nossos colaboradores, que muitas vezes dedicaram anos de suas vidas para a empresa se tornar o que é hoje e continuar em evolução, e com os pacientes que precisam de um atendimento e olhar integral para vencer a luta contra o câncer. Estamos prontos e entusiasmados para os próximos anos que estão por vir, pois acreditamos que eles serão cheios de desafios e conquistas na luta em favor da prevenção contra o câncer.

Dr. Henrique Zanoni Fernandes Diretor clínico do Instituto de Oncologia do Vale

LEAN

DIRETOR-EXECUTIVO DO IOV PARTICIPOU DE CONFERÊNCIA ONLINE COM AS

PRINCIPAIS LIDERANÇAS LEAN DE DIFERENTES SETORES DA ECONOMIA O diretor do Instituto de Oncologia do Vale, Dr. Carlos Frederico Pinto, foi um dos palestrantes da conferência Virtual Lean Learning Experience 2020 (VLX). Promovida pelo Lean Institute Interprise, de 28 de setembro a 2 de outubro, o evento teve o objetivo de reunir as principais vozes da gestão enxuta, setores de manufatura, cadeia de suprimentos, saúde e educação para compartilhar experiências. Dr. Frederico participou como convidado da segunda das quatro trilhas de conhecimento cujo tema foi “Desenvolvendo a Lean Enterprise: Lessons in Leadership”.

EXPEDIENTE Responsável Técnico: Dr. Carlos Flávio Turci – CRM 27.301 / Diretoria: Dr. Adriano Diniz B. Mendes, Dr. Carlos Flávio Turci, Dr. Carlos Frederico Pinto e Dr. Marcelo Taborda | Comunicação e MKT IOV: Fabiano Gaspar Vieira | IOV & Você circula junto aos pacientes, familiares, área médica e profissionais da saúde. Correspondências devem ser enviadas sob o título “Jornal IOV & Você” para: Rua Major Antônio Domingues, 472 – SJC – 12.245-750. Tel.: (12) 3924-9055. E-mail:iov@iov.med.br *Registrado no cartório de registro de notas e documentos sob o número 171517 | Produção: Comunikação Consultoria - Tel.: (12) 98156-6744 - www.comunikacao.com.br – Coordenação de Jornalismo e Edição: Areta Braga – Jornalista Responsável: Areta Braga - MTb 38.005 – Redação: Areta Braga e Natália Mitie Fotos: Arquivo/ Divulgação – Diagramação: Adriano Augusto – Revisão: Flávia Gavioli – Gráfica: Copcentro – Tiragem: 600 exemplares.

2


INTERNACIONAL

RESULTADOS DO CUIDADO COORDENADO SÃO APRESENTADOS EM CONGRESSO DA ASCO

O diretor clínico do Instituto de Oncologia do Vale, Dr. Henrique Zanoni Fernandes, apresentou um trabalho no ASCO Quality Care Symposium (Simpósio de Qualidade Assistencial da Associação Americana de Oncologia Clínica) sobre a rotina e os resultados da equipe de Cuidado Coordenado. O estudo demonstrou como a implantação do cuidado coordenado e o melhor controle da dor e dos efeitos colaterais reduziram em até 75% as idas dos pacientes do IOV ao pronto atendimento. “A apresentação destacou como é feito o trabalho do Cuidado Coordenado, os resultados e os principais benefícios que são a maior segurança do paciente, principalmente, neste momento de pandemia em que uma ida ao hospital pode representar um risco para o paciente oncológico, bem como a redução dos custos com a assistência médica e hospitalar”, disse. Participaram da elaboração do trabalho o diretor-executivo do IOV,

Dr. Carlos Frederico Pinto, a médica oncologista Dra. Fernanda Navarro Loiola, a gerente de Lean Office, Stela Maris Coelho, e as enfermeiras Michele Felix e Laura Gomes. O ASCO Quality Care Symposium é realizado, anualmente, nos Estados Unidos. Em 2020, o Simpósio foi realizado on-line devido à pandemia da Covid-19.

TREINAMENTO

EQUIPE DE ENFERMAGEM Visando o conforto e bem-estar dos pacientes, a equipe de enfermagem da unidade de Taubaté do Instituto de Oncologia do Vale participou de um treinamento sobre a utilização do VeinViewer, um aparelho que possibilita avaliar e escolher um acesso venoso seguro para o paciente.

REALIZA TREINAMENTO COM EQUIPAMENTO QUE GARANTE MAIS SEGURANÇA NA PUNÇÃO VENOSA

Segundo a coordenadora de enfermagem do IOV Taubaté, Aline Maciel, no tratamento oncológico, o acesso venoso do paciente torna-se

mais frágil devido às características dos medicamentos utilizados e das múltiplas punções e o VeinViewer traz mais segurança durante o atendimento. “Ele ajuda a evitar os danos às estruturas internas dos vasos, garantindo o conforto do paciente”, afirma. O equipamento, que emite uma frequência quase infravermelha (NIR), sem efeito colateral, e permite visualização das veias com até 10mm de profundidade e uma precisão de 97%, já está disponível para utilização nas unidades de Taubaté e São José dos Campos do IOV.

3


RELATÓRIOS DE SEGURANÇA

SEGURANÇA DO PACIENTE NO GRUPO IOV EVENTO SENTINELA EVENTO SENTINELA EVENTO SENTINELA

A classificação de causas de um possível erro é denominada Evento Sentinela que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), é um incidente inesperado e indesejável A classificação de de um erro é édenominada Evento Sentinela que, acordo com a a Aassociado classificação de causas causas de um possível possível erro denominada Evento Sentinela que,de de acordo com aos cuidados ou serviços prestados que atingiu o cliente ou paciente. O incidente Organização Mundial da (OMS), inesperado e indesejável associado aosaos cuidados ou ou Organização Mundial daSaúde Saúde (OMS),ééum umincidente incidente inesperado e indesejável associado cuidados ocorre durante o processo de que recebimento serviços de saúde.O incidente serviços prestados ao paciente atingiu o de cliente ou paciente. ocorre durante o processo de

serviços prestados ao paciente que atingiu o cliente ou paciente. O incidente ocorre durante o processo de recebimento recebimento de de serviços serviçosde desaúde. saúde.

SENTINELA POR APLICAÇÕES DE RADIOTERAPIA 2019/2020 SENTINELA POR APLICAÇÕES DE RADIOTERAPIA 2019/2020 1,00000 1,00000 0,80000 0,80000 0,60000 0,60000 0,40000 0,40000 0,20000 0,20000 0,00000 0,00000

SENTINELA POR APLICAÇÕES DE RADIOTERAPIA 2019/2020

0,00046 0,00046

0 0,00018 0,00011 0 0 0 0,00000 0 0 0 0,00018 0,00011 0 0 0 0 0,00000 0 0 set/19 out/19 nov/19 dez/19 jan/20 fev/20 mar/20 abr/20 mai/20 jun/20 jul/20 ago/20 set/20 out/20 set/19 out/19 nov/19 dez/19 jan/20 fev/20 mar/20 abr/20 mai/20 jun/20 jul/20 ago/20 set/20 out/20 0 0

0,00000 0,00014 0,00000 0,00014

0

SENTINELA POR PROCEDIMENTOS DE QUIMIOTERAPIA 2019/2020 SENTINELA POR PROCEDIMENTOS DE QUIMIOTERAPIA 2019/2020 SENTINELA POR PROCEDIMENTOS DE QUIMIOTERAPIA 2019/2020 1,00000 1,00000 0,80000

0,80000 0,60000 0,60000 0,40000 0,40000 0,20000 0,00000 0,20000

0,00000

0,00240 0,00274 0,00295 0,00251 0,00220 0,00265 0,00437

0,00240 0,00193 0 0 0 0 0,00240 0,00240 0,00274 0,00295 0,00251 0,00220 0,00265 0,00437 0,00193 0 0 0 0 0,00254 set/19 out/19 nov/19 dez/19 jan/20 fev/20 mar/20 abr/20 mai/20 jun/20 jul/20 ago/20 set/20 out/20

0,00254

set/19

out/19 nov/19 dez/19 jan/20

fev/20 mar/20 abr/20 mai/20 jun/20

jul/20

ago/20 set/20

LEGENDA: Observamos nosográficos o índice de Eventos Sentinelas Observamos nos gráficos que índice deque Eventos Sentinelas está próximo de 0. está próximo de 0. LEGENDA: Observamos nos gráficos que o índice de Eventos Sentinelas está próximo de 0.

4

out/20


LINHA DO TEMPO COVID-19

Durante a pandemia da Covid-19, o Instituto de Oncologia do Vale adotou uma série de medidas para garantir a segurança de pacientes e colaboradores. Relembre na nossa linha do tempo as primeiras ações realizadas com foco nos pacientes:

LINHA DO TEMPO | AÇÃO PACIENTES

LINHA DO TEMPO | AÇÃO PACIENTES

LINHA DO TEMPO | AÇÃO PACIENTES

LINHA DO TEMPO | AÇÃO PAC

5


RADIOTERAPIA

IOV ADOTA PROTOCOLO QUE AGILIZA O TRATAMENTO RADIOTERÁPICO DE

PACIENTES DE MAMA PROTOCOLO É RECONHECIDO MUNDIALMENTE E CONFERE AGILIDADE E SEGURANÇA AO TRATAMENTO DE CÂNCER DE MAMA Sempre inovando, a equipe de radioterapia do Instituto de Oncologia do Vale está adotando um novo protocolo para o tratamento de câncer de mama, que reduz o número de sessões de radioterapia, garantindo os mesmos resultados. Segundo a site manager do Grupo IOV, Leonídia Altoé, o hipofracionamento está disponível para pacientes que estão fazendo o tratamento de mama em 3D. “Adotamos o hipofracionamento

com base em estudos mundiais que validam essa prática. Ele consiste em dividir a dose de radiação estabelecida para o tratamento em menos dias, aumentando a quantidade aplicada ao campo de tratamento”, explica. Entre os benefícios do hipofracionamento estão a redução do deslocamento do paciente, algo extremamente importante neste momento de pandemia de Covid-19, o menor tempo de tratamento e a possibilidade de ampliar o número de

pessoas atendidas em um curto período. “É possível reduzir um tratamento que seria de 30 dias úteis para 20 dias, o que é muito representativo em um tratamento oncológico”, afirma Leonídia. Antes de iniciar o tratamento de cada paciente, os radioterapeutas avaliam o caso para se certificarem de que há a indicação de realizar hipofracionamento. Sempre que há essa possibilidade, o protocolo é adotado, garantindo segurança e agilidade.

TREINAMENTO

TÉCNICOS EM RADIOTERAPIA PARTICIPAM DE CURSO DE ATUALIZAÇÃO ONLINE

O IOV sabe da importância de capacitar seus funcionários e valoriza o desenvolvimento de cada um, por isso, realiza todos os anos o curso para atualização dos técnicos em radioterapia. “O objetivo do curso é a reciclagem e o aproveitamento foi muito bom, eles puderam relembrar conceitos importantes que são utilizados no nosso dia a dia, além de reforçar a importância de manter a qualidade de assistência”, explica Sheila Viana, VSM

do fluxo da assistência. Com todos os cuidados em tempos de Covid-19, medidas preventivas e de distanciamento social, ao todo participaram 25 profissionais, entre técnicos, físicos e equipe da enfermagem. “Entendemos a importância de continuar capacitando nossa equipe mesmo em meio à pandemia, por isso, tomamos todos os cuidados para garantir a segurança e bem-estar dos participantes”, ressalta.

6


TREINAMENTO

EQUIPE ASSISTENCIAL

PARTICIPA DE TREINAMENTO SOBRE CUIDADOS PALIATIVOS

Para ajudar a estabelecer a rotina do Consultório de Cuidados Paliativos, alinhar o conhecimento e oferecer cada vez mais conforto aos pacientes, toda a equipe assistencial participou de um treinamento sobre cuidados paliativos. Realizado pela médica oncologista pós-graduada em cuidados paliativos, Dra. Cristiane Dias Bittencourt, que está coordenando a implantação do novo consultório, o treinamento abordou a importância dos cuidados paliativos,

como eles podem proporcionar um melhor manejo dos sintomas, ajudar a preservar a autonomia do paciente, bem como aumentar o bem-estar, a qualidade e a expectativa de vida. “Os cuidados paliativos ainda são um tabu e precisamos mudar essa cultura. Quando falamos nisso devemos pensar em acolhimento, proteção e envolvimento. Sempre há algo que pode ser feito pelos nossos pacientes e é assim que toda a equipe do IOV pensa”, afirma a especialista.

Sobre o Consultório de Cuidados Paliativos O Consultório de Cuidados Paliativos iniciou atendimentos em outubro. Pacientes com câncer estágio IV e/ou com muitos sintomas, podem ser encaminhados pelo seu médico assistente, ter indicação através do cuidado coordenado ou mesmo solicitar este atendimento. De acordo com a Dra. Cristiane, que também está coordenando a implantação do Consultório de Cuidados Paliativos, todos os pacientes que têm uma doença incurável podem e devem receber cuidados paliativos para uma melhor qualidade de vida.

Os cuidados paliativos ainda são um tabu e precisamos mudar essa cultura. Quando falamos nisto devemos pensar em acolhimento, proteção e envolvimento.”

OFICINAS

OFICINA DE QUALIDADE DE VIDA ADOTA NOVO MODELO

PARA GARANTIR SEGURANÇA DURANTE PANDEMIA Visando o bem-estar dos pacientes neste novo cenário da pandemia e distanciamento social, a equipe multiprofissional do Instituto de Oncologia do Vale realizou as Oficinas de Qualidade de Vida em formato virtual.” Elas agora estão acontecendo no ambiente digital, via plataforma Zoom. O primeiro encontro foi realizado em setembro e abordou sobre o emocional. Segundo a psicóloga da equipe multiprofissional do IOV, Ana Eliza Sakakibara, cuidar do conforto emocional é essencial neste momento. “Na oficina falamos sobre a autoestima, visando um melhor manejo e equilíbrio das emoções diante da atual situação.

É muito importante não se cobrar excessivamente e ter flexibilidade”, contou. Já a segunda oficina realizada neste novo formato teve como tema a nutrição. “Além de falar sobre a alimentação durante o tratamento do câncer também abordamos algumas medidas que devem ser adotadas em tempos de pandemia”, explicou a nutricionista do IOV, Isadora Silva. Organizadas pela equipe multiprofissional do Instituto de Oncologia do Vale, as oficinas são exclusivas para pacientes e familiares e para participar é preciso se inscrever na recepção do IOV. Acompanhe a divulgação das próximas edições em nossas redes sociais.

7


OUTUBRO ROSA

OUTUBRO ROSA FOI MARCADO PELO ENVOLVIMENTO DE TODA EQUIPE, INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO O Outubro Rosa é muito importante para lembrar as mulheres sobre o risco de câncer de mama, por isso, o Instituto de Oncologia do Vale realizou e participou de uma série de ações que fazem parte da campanha. A médica oncologista do IOV, Dra. Fernanda Navarro Loiola e o cirurgião oncológico, Dr. Matheus Rodrigues Duque, realizaram como parte da programação da Mostra #VicentinaNaSuaCasa, do Parque Vicentina Aranha, um bate-papo on-line sobre “câncer de mama”. Já a médica oncologista do IOV, Dra. Évelin Marotta, uniu-se ao médico mastologista Dr. André Girard, em uma live especial sobre o câncer de mama que abordou os mitos, as verdades, as formas de prevenção e o tratamento. “A parceria do IOV atendendo de pronto o nosso convite para esta live, apenas ressalta o trabalho já conhecido e respeitado que é realizado durante tantos anos. Agradeço a Dra. Évelin por sua contribuição e o IOV por todo o suporte e divulgação. Graças a isso, foi possível cumprir o nosso maior objetivo que era levar informação de qualidade

e importante para o tratamento de pacientes com câncer”, disse Dr. André. Para o mastologista, a conscientização dos cuidados secundários no combate ao câncer de mama deve ser frequente e contínuo, assim como os exames e a consulta com o médico mastologista. “As mulheres precisam se cuidar e serem acompanhadas o ano todo, tendo uma mamografia de base após os 35 anos e, anualmente, após os 40, sempre sendo avaliada pelo mastologista. Em caso de diagnóstico de câncer, a oncologia e a mastologia são especialidades que se complementam e contribuem para o sucesso do tratamento da paciente”, reforçou. Além disso, o IOV participou ainda de entrevistas para a TV Vanguarda, TV Novo Tempo, TV Aparecida e para a Rádio 99 FM de Taubaté sobre a prevenção e o combate ao câncer de mama, foram criadas campanhas para as redes sociais, realizadas palestras on-line e toda a nossa equipe se vestiu de rosa no Pink Day, tudo para levar informação e lembrar sobre a importância da prevenção.

8


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.