Issuu on Google+

Instituto de

Estudos Avanテァados da Universidade de Sテ」o Paulo POLO RIBEIRテグ PRETO

Relatテウrio de atividades 2013


EXPEDIENTE Universidade de São Paulo Reitor

João Grandino Rodas Vice-Reitor

Hélio Nogueira da Cruz

Campus de Ribeirão Preto Prefeito do Campus

Osvaldo Luiz Bezzon

Instituto de Estudos Avançados Diretor

Martin Grossmann Vice-Diretor

Luiz Roberto Giorgetti de Britto

Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto Coordenador

Rudinei Toneto Junior Vice-Coordenador

André Lucirton Costa


ÍNDICE 4 - Epilepsias: do mito aos tratamentos 5 - Cronologias do crime organizado em São Paulo 6 - Cérebro e música e a música do cérebro 7 - Controvérsias e convergências em neurociências e arte 8 - Conceitos da impressão 3D e suas aplicações na área médica 9 - PIMESP 10 - Uma janela para o cérebro: o olfato nas doenças neurodegenerativas 11 - O Plano Nacional de Pós-Graduação 12 - Sistemas complexos: aleatoriedade, emergência e universalidade 14 - O efeito Raman em nanoestruturas 15 - Materiais nanoestruturados multifuncionais a base de Carbono 16 - Métodos de pesquisa mistos e revisões de pesquisa mistas 17 - Origem e evolução dos buracos negros 18 - Sistema de escolha do Reitor e Vice-Reitor na USP 19 - Aplicação de ressonância magnética em biofísica e ciência dos materiais 20 - 60 anos do DNA 22 - O estado da física médica em Israel 23 - Biodiversidade e vida selvagem em Portugal 24 - Educando para inovação e aprendizagem independente 26 - Projetos e programas apoiados pela FAPESP 27 - Os desafios da biotecnologia na área de saúde humana 28 - Newroscience 2013 30 - Métodos de datação para arqueologia e paleoantropologia 31 - Gestão da comunicação em situações de crise na saúde 32 - IV Colóquio Internacional de Gerontologia 34 - Dynamics, transport and control in complex networks 35 - Nanotecnologia e saúde


Simpósio "Epilepsias: do Mito aos Tratamentos"

O evento contou com a Coordenação do professor Norberto Garcia-Cairasco da Faculdade de Medicina da USP Ribeirão Preto (FMRP-USP) e da professora Maria Carolina Doretto da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Presidente da Federação

Brasileira

de

Epilepsia

(EPIBRASIL) e abordou a questão da epilepsia tendo como foco os benefícios às pessoas afligidas por essa doença. Os especialistas das áreas básicas e clínicas debateram a existência dos mitos associados à doença e discutiram os critérios de diagnóstico e tratamento clínico. Foram enfatizados também os projetos e as experiências que tratam de políticas públicas para o atendimento digno e de qualidade das pessoas com epilepsia na Rede Pública de Saúde do Brasil.

14 4

O evento contou com também com a participação do Dr. Jaime Fandiño Franky, Neurocirurgião e Professor universitário na Colômbia, que relataou a experiência desse país, o primeiro do mundo que teve aprovada uma Lei Nacional de proteção aos indivíduos com Epilepsia. Concluindo as apresentações, o Professor Dr. Carlos Silvado da Universidade Federal do Paraná (UFPR) apresentou propostas para a reestruturação do atendimento das Epilepsias refratárias. O simpósio teve o apoio da Federação Brasileira de Epilepsia (EPIBRASIL), Liga Brasileira de Epilepsia (LBE) Laboratório de Neurofisiologia e Neuroetologia Experimental (FMRP-USP), Programa de Pós-Graduação em Fisiologia (FMRPUSP), Programa de Pós-Graduação em Neurologia/Neurociências (FMRP-USP), PROEX/CAPES, FAPESP/CINAPCE.


Cronologias do Crime Organizado em São Paulo: regulação da morte, controle da vida

A Palestra foi realizada pelo professor

internacional

Sérgio Adorno, que apresentou o Núcleo

antecedentes históricos, enraizamento do

de Estudos da Violência da Universidade

crime na sociedade e o papel das políticas

de

públicas penitenciárias.

São

Paulo

(NEV)

e

analisou

a

e

contexto

brasileiro,

emergência da criminalidade organizada

Sobre Sergio Adorno, Graduado em

nas prisões e os ataques realizados pelo

Ciências Sociais pela Universidade de São

Primeiro Comando da Capital (PCC) de maio a agosto de 2006.

Paulo, Doutorado em Sociologia pela Universidade

de

São

Paulo,

Pós-

O NEV é um dos Núcleos de Apoio a

Doutorado pelo Centre de Recherches

Pesquisa da Universidade de São Paulo e

Sociologiques

desde 1987 desenvolve pesquisas e forma

Institutions

pesquisadores, tendo como uma de suas

Atualmente é Diretor e Professor Titular

principais características a abordagem

em Sociologia da FFLCH - Faculdade de

interdisciplinar na discussão das relações

Filosofia, Letras e Ciências Humanas da

entre violência, democracia e diretos

Universidade de São Paulo, Coordenador

humanos.

Científico

Os estudos do professor Adorno no âmbito

Violência - USP, Presidente da ANDHEP-

do NEV debatem a organização criminal

Associação Nacional de Direitos Humanos

dentro

- Pesquisa e Pós-Graduação.

de

quatro

eixos:

cenário

sur

Pénales,

do

Núcleo

le

Droit

CESDIP,

de

et

les

França.

Estudos

da


Cérebro e Música e a Música do Cérebro

Na semana de 11 a 17 de março ocorreu a Semana do Cérebro (Brain Awareness Week), uma campanha global coordenada pela Dana Alliance for Brain Initiatives e a European Dana Alliance for the Brain para divulgar os benefícios dos estudos do cérebro. Dentro desta proposta, o Instituto de Estudos Avançados da USP, Polo Ribeirão Preto, desenvolveu duas atividades com a coordenação do professor Norberto Garcia Cairasco da Faculdade de Medicina da USP Ribeirão Preto (FMRP-USP). No dia 11 de março aconteceu a palestra “Cérebro e música e a música do cérebro” que foi apresentada pelo professor Sérgio Mascarenhas, Coordenador de projetos do IEA Polo São Carlos. O evento abordou a musicoterapia e a complexidade do cérebro em relação à percepção musical.

14 6

O professor também apresentou novos aspectos das pesquisas sobre pressão intracraniana, sugerindo uma nova fronteira entre neurociências e suas relações com o ruído, o resultado de suas composições foi demonstrado utilizando frequências cerebrais, processo que ele denominou de BioMúsica. Sérgio Mascarenhas, Professor Emérito do Instituto de Física da USP-São Carlos, Membro da Academia Brasileira de Ciências, da Academia de Ciências do Estado de São Paulo, Third World Academy of Sciences, Academia de Ciências da América Latina, Pesquisador Emérito do CNPq, Comendador da Ordem Nacional do Mérito Cientifico (Grã Cruz), Prêmio Conrado Wessell Ciências. Atual Coordenador de Projetos do Instituto de Estudos Avançados da USP, Polo São Carlos.


Controvérsias e Convergências em Neurociência e Arte

A segunda atividade da Semana do Cérebro foi a mesa redonda “Controvérsias e convergências em Neurociência e Arte”, realizada no dia 15 de março com as participações do professor Norberto Garcia Cairasco e do Professor Eduardo Henrique Kickhöfel da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). A mesa redonda proporcionou um diálogo entre um neurocientista e um estudioso do Renascimento Italiano que debateram as relações interdisciplinares entre “Arte” e “Ciência”. Segundo Kickhöfel, em uma sociedade cada vez mais complexa, as fronteiras disciplinares fazem cada vez menos sentido e os recentes projetos em torno da arquitetura cerebral (Connectome) sugerem pensar cada vez mais em termos de relações, sejam entre sensibilidade e

razão, ciências humanas e ciências naturais, e em uma gama imensa de atividades humanas.


Conceitos da impressão 3D e suas aplicações na área médica

O workshop foi apresentado por Jorge Vicente Lopes da Silva, Chefe da Divisão de Tecnologias Tridimensionais do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI) e sua equipe de pesquisadores, Pedro Yoshito Noritomi, Rodrigo Alvarenga Rezende, Paulo Inforçatti Neto e Paulo Henrique Junqueira Amorim. Jorge Vicente explicou os objetivos de sua Divisão, que se destina à pesquisa, d e s e nvo l v i m e n t o e a p l i c a ç ã o d e tecnologias 3D em diversas áreas do conhecimento, oferecendo suporte à indústria, área médica e projetos de pesquisa universitários, sendo que desde 1997 já foram realizados mais de cinco mil serviços de prototipagem e 2.300 casos de planejamento cirúrgico. O pesquisador também relatou suas atividades, experiências e projetos dentro de seis grandes áreas: Conceitos básicos da impressão 3D; Impressoras 3D de

14 8

baixo custo e plataformas de hardware e software abertos; Modelagem e soluções específicas ao paciente; Aplicações da impressão 3D com ênfase na área médica; Biofabricação e seus conceitos; Tecnologias 3D virtuais integradas em ambiente de impressão 3D. Durante o evento a equipe do CTI mostrou na prática o processo de impressão 3D e apresentou ao público os protótipos produzidos. O workshop foi realizado em parceria com o Centro de Informática da USP Ribeirão Preto (CIRP).


Marcos Santos

PIMESP: Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista

O professor Carlos Vogt analisou os principais pontos do Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista (PIMESP), que tem como objetivo promover o equilíbrio entre os percentuais de participação sócio-étnica na população do Estado e as matrículas no ensino superior público paulista. As metas do PIMESP são ter ao menos 50% das matrículas em cada curso e em cada turno com alunos que cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas, sendo que, dentro destes o percentual de pretos, pardos e indígenas deverá ser, também no mínimo, aquele verificado pelo IBGE no Censo Demográfico de 2010 (35%). As metas deverão ser atingidas ao longo de três anos, a partir de 2014. Vogt explicou que se tomarmos como base o número de matriculados no ensino

superior público paulistano no ano de 2012, para se atingirem as metas aqui especificadas, são necessários mais 4.520 estudantes oriundos de escolas públicas, sendo 2.543 destes autodeclarados pretos, pardos e indígenas.

Sobre Carlos Vogt, Pós-graduado em teoria da literatura e literatura comparada pela Universidade de São Paulo, mestre em linguística geral e estilística do francês, pela Universidade de Besançon, na França, e doutor em ciências pela Universidade Estadual de Campinas.


Uma janela para o cérebro: o olfato nas doenças neurodegenerativas

A professora do Sanger Institute, Gabriela Gurria, demonstrou a importância dos biomarcadores de doenças neurodegenerativas que possibilitam identificar alterações neuropatológicas iniciais, sendo assim críticos para o desenvolvimento de um novo tratamento. Segundo Gurria, encontrar formas de detectar a doença antes mesmo do aparecimento dos sintomas clínicos pode ajudar o tratamento antes que ocorra um dano cerebral irreversível ou o declínio mental. Considerando que doenças como Alzheimer ou Parkinson podem ter causado graves danos cerebrais em pacientes que já estão apresentando os sintomas clínicos característicos, é fundamental analisar a disfunção olfativa como um sintoma precoce bem característico das doenças neurodegenerativas.

14 10

O evento foi uma realização do Instituto de Estudos Avançados da USP, Polo Ribeirão Preto e Polo São Carlos, e contou com o apoio do Sanger Institute, Organização Pan-Americana da Saúde e FAPESP. Sobre Gabriela Gurria, Licenciatura em física pela National Autonomous University of Mexico (UNAM) em 1994, PhD em Neurociência pelo St. John’s College, University of Cambridge em 2.000, Pós-Doutorado no Wellcome Trust Sanger Institute (2013).


O Plano Nacional de Pós-Graduação

O palestrante foi o Prof. Jorge Almeida Guimarães, Presidente da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) que abordou os objetivos e princípios do Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG) 2011-2020. O PNGP, que tem como fundamento definir novas diretrizes, estratégias e metas para dar continuidade e avançar nas propostas para política de pós-graduação e pesquisa no Brasil, foi formulado a partir de pesquisas e sugestões da comunidade acadêmica e da própria sociedade, consultando associações científicas, universidades e especialistas de diferentes áreas do conhecimento e do ensino. O Plano está organizado em cinco eixos, sendo eles: a expansão do Sistema Nacional de Pós-Graduação; A criação de uma nova agenda nacional de pesquisa; O aperfeiçoamento da avaliação; A

multidisciplinaridade entre as principais características da pós-graduação; O apoio à educação básica e a outros níveis e modalidades de ensino, destacando-se o ensino médio. Sobre Jorge Almeida Guimarães, Pesquisador Sênior do CNPq. Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Molecular) pela Escola Paulista de Medicina-UNIFESP. Percorreu toda a carreira universitária atuando como professor na UFRRJ, UNIFESP, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-SP, na UNICAMP, UFF e UFRJ. Recebeu o Título de Professor Emérito da UFRJ em 1999. Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).


Simpósio "Sistemas Complexos: Aleatoriedade, Emergência e Universalidade"

O Simpósio foi uma iniciativa do IEA-RP

críticos, inicialmente concentrada nos

em conjunto com o Departamento de

chamados sistemas de spins através de

Física (DF) da Faculdade de Filosofia,

diversas

Ciências, e Letras da USP Ribeirão Preto

renormalização

(FFCLRP-USP), e contou com uma série de

invariância conforme e simulações Monte

palestras que apresentaram as recentes

Carlo com grupo de renormalização.

contribuições de muitos pesquisadores na física estatística. Diversos

14 12

técnicas

como

grupo

de

fenomenológico,

Também foi contemplado o estudo de fenômenos fora do equilíbrio, conhecido

palestrantes

a

como simulações em tempos curtos ou

procura por universalidade em sistemas

simulações Monte Carlo dependentes do

físicos, que foi e tem sido uma aspiração

tempo,

de

a

brilhantemente por uma série de físicos

caracterização dessa universalidade pelo

brasileiros, destacando-se o prof. J. R

cálculo de parâmetros e expoentes

Drugowich, que contribuiu de maneira

muitos

físicos

debateram

estatísticos,

e

que

tem

sido

explorada


singular para o desenvolvimento de tais técnicas,

sendo

o

homenageado

do

evento. Ressaltou-se que tais contribuições motivaram uma geração de jovens pesquisadores a explorar a aplicação desses métodos da Mecânica Estatística, além da criação de novos, no entendimento do comportamento emergente e das transições de fase existentes, não apenas nos tradicionais sistemas de spins, mas também em novas aplicações biologicamente motivadas, passando pelos sistemas socioeconômicos, redes complexas, dentre outras.


O Efeito Raman em Nanoestruturas

14

O professor Carlos Trallero Giner exibiu

quando

seus estudos utilizando o Efeito Raman ou

estáticas após o choque, ou inelástico,

“Espalhamento

quando

Raman”,

fenômeno

as

moléculas

acontece

o

permanecem

movimento

dos

predito teoricamente pelo físico austríaco

átomos da molécula.

Adolf

demonstrado

O evento teve o apoio do Departamento

experimentalmente em 1928 pelo físico

de Física (DF) da Faculdade de Filosofia,

Chandrasekhara Venkata Raman.

Ciências e Letras da USP Ribeirão Preto

Trallero explicou que o Efeito Raman é o

(FFCLRP-USP).

fenômeno da dispersão de luz inelástica e

Sobre Carlos Trallero Giner, Graduado

de radiação ultravioleta verificada pelo

em Física pela Universidade de Havana,

método

da

Mestre em Ciências pela Universidade de

estrutura molecular de um composto,

Havana, Doutor em Física Teórica e

denominado espetroscopia.

Matemática pela Academia de Ciência da

O estudo do efeito identificou que se um

União

feixe de luz monocromática atravessar

Ciências,

moléculas

Academia de Ciência da União Soviética. É

G.

S.

Smekal

físico

de

de

e

determinação

uma

substância

Soviética, Física titular

Pós-Doutorado e da

Matemática Universidade

em pela

transparente, parte da sua radiação será

professor

de

dispersa. Essa dispersão ou espalhamento

Havana e diretor do Centro Latino-

pode ocorrer de dois modos, elástico,

Americano de Física.


Materias nanoestruturados multifuncionais à base de carbono

O professor Alan Dalton expôs seus

eletrônico, resistência à fratura, e uma

estudos sobre os nanomateriais à base de

área de superfície duas vezes maior que a

carbono,

dos nanotubos de carbono.

que

elementos-chave

são

considerados

na

nanotecnologia,

sendo que suas aplicações abrangem diversas áreas, como, por exemplo, a engenharia mecânica, a nanoeletrônica e a biomedicina.

apresentar uma técnica de baixo custo que possibilita fabricar grandes matrizes periódicas de nanotubos de carbono e grafeno utilizando modelos coloidais auto-

O professor relatou que devido a suas excelentes

Neste contexto, Dalton aproveitou para

propriedades

físicas

organizados.

e

químicas, a pesquisa no campo dos

Sobre Alan Dalton, Bacharel e Doutor

materiais à base de carbono foi dominada

em Ciência dos Materiais pelo Trinity

pelos nanotubos de carbono.

College Dublin, trabalhou como Fellow no

No entanto, desde a recente descoberta do grafeno, foi reconhecido que este

Instituto de Tecnologia de Dublin, foi cientista

visitante

na

Honeywell

grandes

Technologies, ingressou no Instituto de

obstáculos que foram encontrados na

Tecnologia da Universidade do Texas,

utilização dos nanotubos de Carbono, pois

atualmente é professor na University of

ele tem grande capacidade de transporte

Surrey.

poderia

superar

alguns

dos


Métodos de pesquisa mistos e revisões de literatura mistas

Nesta

palestra

a

professora

Maria

o

potencial

de

colaboração

Cristiane Barbosa Galvão da Faculdade de

internacional para desenvolvimento de

Medicina da USP Ribeirão Preto (FMRP-

projetos de pesquisa, doutorados e de

USP) sistematizou os principais conceitos,

pós-doutorados.

desenhos de pesquisa e critérios de

Sobre

avaliação relacionados à produção de

Galvão, Bacharel em Biblioteconomia e

pesquisas empregando métodos mistos e revisões de literatura mistas. Cristiane

demonstrou

métodos

permitem

capacidade

de

como

esses

aumentar

investigação

a

científica

de revisores experientes para atuação em

Maria

Cristiane

Barbosa

Documentação pela Universidade de São Paulo,

nacional e internacional e a massa crítica

Mestre

em

Ciências

da

Comunicação pela Universidade de São Paulo, Doutora em Ciência da Informação pela

Universidade

Doutorado

pela

de

Brasília,

McGill

Pós-

University

agências de fomento e em periódicos

(Canadá). Atualmente é Professora e

nacionais e internacionais.

pesquisadora em dedicação exclusiva na

A

professora

importância

14 16

reforçar

destacou

dessa

também

metodologia

a

para

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.


Origem e Evolução dos Buracos Negros

O palestrante João Evangelista Steiner, docente do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP (IAG-USP) realizou uma revisão histórica e conceitual sobre a ideia de buraco negro, bem com sobre as evidências da existência desses objetos celestes no Universo. Segundo Steiner, os buracos negros possuem enormes quantidades de massa comprimidas em um espaço reduzido, gerando assim um campo gravitacional capaz de atrair até a luz. A maioria destes se forma a partir dos restos de uma grande estrela quando morre, sendo que buracos negros ainda maiores podem surgir de colisões estelares.

O professor salientou que, com as últimas pesquisas, está crescendo a convicção de que os buracos negros tiveram e continuam tendo importante papel na formação e evolução das galáxias. A palestra também contemplou os resultados recentes sobre a descoberta de sistemas duplos e triplos de buracos negros no centro de determinadas galáxias. Sobre João Evangelista Steiner, possui graduação em Física pelo Instituto de Física USP, mestrado em Astronomia pela Universidade de São Paulo e doutorado em Astronomia pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP.


Sistema de escolha do Reitor e Vice-Reitor na USP

O debate teve como coordenador o

Carlos pela Universidade de São Paulo,

professor Oswaldo Baffa, Coordenador do

doutorado

IEA, Polo Ribeirão Preto, e o palestrante

University, pós-doutorado pela University

foi o professor do Instituto de Física da

of California System e pós-doutorado pelo

USP São Carlos (IFSC) Luiz Nunes de

Ohio

Oliveira,

professor titular da Universidade de São

representante

da

categoria

docente dos Professores Titulares no Conselho

Universitário

da

USP,

que

explicou o processo e os procedimentos envolvidos no sistema de escolha do Reitor

e

Vice-Reitor,

apresentando

importantes propostas que estão sendo debatidas dentro deste tema. Sobre Luiz Nunes de Oliveira, possui graduação em Física pela Universidade de São Paulo, mestrado em Física em São

14 18

Paulo.

State

em

Física

University,

pela

Cornell

Atualmente

é


Aplicação da ressonância magnética em Biofísica e Ciência dos Materiais

A conferência abordou o desenvolvimento

processo

recente

relativos

da

ressonância

magnética

de ao

determinação Vanádio

de

sinais

utilizando

a

eletro-nuclear

e

eletrônica aplicada à biofísica e ciência de

ressonância

materiais.

também abordou a espectroscopia 2D de

O evento foi coordenado pelo professor

ressonância paramagnética eletrônica.

Antonio Costa, docente da Faculdade de

Prisner discorreu, dentro da biofísica,

Filosofia Ciências e Letras da USP Ribeirão

sobre

Preto (FFLCRP) e contou com a palestra

magnética eletrônica em preencher a

dos professores Peter Dinse, Universidade

lacuna existente entra a cristalografia de

Livre de Berlim, e Thomas Prisner da Universidade de Frankfurt.

a

importância

dos

biomoléculas

demonstrou

ressonância

atuando como métodos para a obtenção de

Dinse

da

raios X e a ressonância magnética nuclear,

Abordando o tema pela óptica da ciência materiais,

dupla

o

informações

estruturais

com

resolução

sobre

as

atômica.


60 anos do DNA: retrospectivas e perspectivas da pesquisa em Genômica no Brasil

O simpósio, organizado pelo Instituto de Estudos Avançados da USP, Polo Ribeirão Preto, em conjunto com o Departamento de Genética da Faculdade de Medicina da USP Ribeirão Preto, visa marcar os 60 anos da publicação do artigo de James Watson e Francis Crick que descreve a estrutura do DNA.

14 20

O evento contou com a presença de cientistas renomados que contribuíram para a pesquisa e o desenvolvimento da Genética Molecular e da Genômica no Brasil em diversas áreas do conhecimento. A programação foi dividida em dois blocos de atividades, no período da manhã foi


realizada

uma

pesquisas

e

retrospectiva

projetos

das

envolvendo

áreas da saúde apresentaram alguns

a

avanços e projetos que estão sendo

Genômica no Brasil, enquanto que no

estudados e desenvolvidos no cenário

bloco da tarde palestrantes de diversas

brasileiro.


O estado da Física Médica em Israel: pesquisa, educação e indústria

O evento foi uma parceria do Instituto de

empregando

Estudos Avançados da USP, Polo Ribeirão

trabalhadores.

Preto e o Departamento de Física da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP Ribeirão Preto.

aproximadamente

6.500

Esta indústria tem criado um aumento da demanda por físicos e engenheiros que são capazes de planejar e desenvolver

A palestra foi apresentada no dia 20 de

sistemas de diagnóstico e dispositivos de

junho no salão de eventos do Centro de

imagens médicas.

Informática da USP Ribeirão Preto (CIRP)

Entretanto, Krutman considera que as

e tratou da pesquisa e o desenvolvimento

normas do Ministério da Saúde de Israel

na área de física médica e engenharia, nas

ainda são obsoletas, sendo que não há

universidades, institutos governamentais,

quaisquer

hospitais e indústrias em Israel.

médico estar presente em hospitais e

requisitos

para

um

físico

postos de saúde. Segundo o pesquisador Yanai Krutman (Rabin Medical Center), em Israel, cerca de duzentas empresas estão envolvidas

14 22

Sobre

Yanai

Krutman,

Bacharel

e

Mestre pela Universidade de São Paulo, Doutor pela Universidade de Ben-Gurion

na pesquisa e desenvolvimento para a

de Israel, pesquisador do Davidoff Centro

indústria médica e de biotecnologia,

de Câncer do Hospital Beilinson em Israel.


Biodiversidade e Vida Selvagem em Portugal: perspectivas de pesquisa

O professor Carlos Manoel apresentou um panorama global sobre o estado da vida selvagem em Portugal e as linhas de pesquisa que estão sendo desenvolvidas na Unidade de Vida Selvagem do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro. Na palestra foi exposto como Portugal é, na Europa, repositório de uma fauna rica e diversa. O seu contexto mediterrânico e atlântico possibilita a comunhão de espécies com grandes diferenças ecológicas, comportamentais e em grau de conservação. Segundo Manoel, enquanto algumas espécies como os mangustos (Herpestes ichneumon), se tornaram bastante comuns, chegando mesmo a ser controladas através da caça, outras, como o l i n c e - i b é r i c o ( Ly n x p a r d i n u s ) , encontram-se numa situação latente de

pré-extinção, havendo hoje em dia numerosos esforços de conservação para tentar devolver esta espécie aos seus habitats históricos. Associada a esta grande diversidade faunística está uma forte e dinâmica linha de pesquisa científica, fundamental para a implementação de programas de conservação e gestão mais sustentados e adequados à realidade do país. O evento foi uma realização do Instituto de Estudos Avançados da USP, Polo Ribeirão Preto e do Departamento de Biologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP Ribeirão Preto. Sobre Carlos Monel Fonseca, Licenciatura em Biologia pela Universidade de Coimbra, Mestrado em Ecologia pela Universidade de Coimbra, Doutorado em Biologia pela Universidade de Aveiro.


Educando para inovação e aprendizagem independente

Nesta palestra o professor Ronaldo Mota

Foram exploradas as conexões entre três

debateu a educação em um mundo onde

i m p o r t a n t e s

t e m a s

as habilidades associadas com inovação e

contemporaneidade:

aprendizagem,

o uso de tecnologias digitais estão ficando

tecnologia e inovação e suas relações in

cada

situ

vez

mais

relevantes

e

determinantes.

casos

de

tecnologias

de

aprendizagem em ação no Brasil e na

Segundo Mota, explorar metodologias

Inglaterra.

educacionais compatíveis com este novo

O professor explanou que educação e

cenário é uma estratégia central para um

inovação

desenvolvimento

conectadas e explorar esses vínculos deve

econômico

e

social

sustentável. O

professor

ser aprensetou

também

as

conexões entre educação e inovação no mundo contemporâneo, introduzindo a aprendizagem independente como uma metodologia

capaz

de

expectativas decorrentes.

14 24

em

d a

atender

às

estão

ingrediente

qualquer

profundamente

imprescindível

proposta

de

de

mudança

educacional. Além disso, em todos os níveis

educacionais,

digitais

as

tecnologias

representam

elementos

indispensáveis ao processo educacional. No

ensino

superior,

a

formação

de


profissionais definitivamente,

atualizados estratégica

para

é,

Sobre Ronaldo Mota: Pesquisador do

as

CNPq

economias competitivas globalmente. Monta ponderou que profissionais com pouca

escolaridade,

g e ra l m e n t e ,

desenvolvem atividades manuais simples, sendo quase impossível a adaptação a técnicas e processos de produção mais

na

área

educacional

Física,

consultor

Professor

Titular

aposentado da Universidade Federal de Santa Maria. Bacharel em Física na Universidade de São Paulo, Mestre na Universidade Federal da Bahia, Doutor na Universidade Federal de Pernambuco e Pós-Doutor

sofisticados.

e

de

na

University

of

British

Columbia-Canadá e na University of UtahO professor concluiu a apresentação

EUA e condecorado pelo Presidente da

afirmando que a formação de cidadãos

República

aptos

promovido à Classe Comendador Grã-

a

desempenharem

tarefas

como

Comendador

e

complexas e dispostos a enfrentarem os

Cruz

desafios

desconhecidas

Científico. Foi Secretário Nacional de

demandas, fazendo intenso e consciente

Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

uso de tecnologias inovadoras, é o que se

do Ministério da Ciência, Tecnologia e

deseja de uma educação contemporânea.

Inovação.

das

novas

e

da

Ordem

Nacional

do

Mérito


Produção e relevância dos projetos e programas apoiados pela FAPESP

A pesquisa no Estado de São Paulo foi o

pedido de pesquisa, em geral, é de 50%,

tema debatido pelo professor Hernan

porém ainda é um desafios a gestão dos

Chaimovich,

grandes projetos científicos.

que

iniciou

a

palestra

informando que São Paulo investe quase 1,7% do PIB estadual em pesquisa, sendo que,

aproximadamente,

60%

desse

investimento é privado. Chaimovich

apresentou

Universidad de Chile, Doutor em Ciências Biológicas, Universidade de São Paulo (USP). Professor Titular do Instituto de

dados

que

Química da USP. Chefe do Departamento

mostram que em relação à quantidade de

de Bioquímica do Instituto de Química da

papers publicados, o Brasil ocupa o 13º

USP, Pró-Reitor de Pesquisa da USP,

lugar no ranking mundial, porém no

Diretor

critério de impacto, o Brasil cai para a 40ª

Sociedade Brasileira de Bioquímica e

posição, sendo um problema que precisa

Biologia Molecular, Vice-Presidente da

ser debatido.

Academia Brasileira de Ciências, Vice-

O professor destacou também que a FAPESP é uma das poucas organizaçõs no mundo que a taxa de sucesso de um

14 26

Sobre Hernan Chaimovich: Bioquímico,

do

IQUSP,

Presidente

da

Presidente do International Council for Science, Presidente da InterAmerican Network of Academies of Science.


Os desafios da biotecnologia na área de saúde humana no Brasil

A palestra foi apresentada por José

Politécnica da Universidade de São Paulo

Fernando Perez, Diretor Presidente e

(1967), bacharel (1967) e mestre (1969)

idealizador

da

em Física pela Universidade de São Paulo

empresa

que

Receptabiopharma, no

(1969) e doutor pela Escola Politécnica de

desenvolvimento e teste de moléculas

Zurique (1973). Foi professor titular do

biológicas

Departamento de Física Matemática do

com

trabalha

potencial

eficácia

na

terapia do câncer.

Instituto de Física da USP e Diretor

Perez abordou como, dentro de sua linha de

atividades,

a

Receptabiopharma

investe em pesquisa e testes clínicos com anticorpos

monoclonais

e

peptídeos,

visando oferecer aos pacientes novas alternativas de tratamento de câncer que sejam mais eficazes e com menos efeitos

Científico da Fundação de Amparo à Pesquisa

do

engenheiro

Fernando eletrônico

Perez:

pela

É

Escola

São

Paulo

Academia Brasileira de Ciências e da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS). Comendador e Grã-Cruz da Ordem do Mérito Científico e

Presidente José

de

(FAPESP) de 1993 a 2005. Membro da

Tecnológico.

colaterais do que as existentes. Sobre

Estado

Atualmente da

Recepta

é

Diretor

Biophama,

empresa de biotecnologia na área de saúde humana.


NEWroscience 2013 Epilepsias na vida real

O Grupo de Estudos “Reflexões em

comunidade científica do campo das

Neurociência

C o n t e m p o r â n e a ”,

neurociências com especial enfoque

coordenado pelo Prof. Norberto Garcia-

nas Epilepsias, sua complexidade e

Cairasco,

comorbidades, contemplando também

realizou

Sy m p o s i u m

o

International

N E Wr o s c i e n c e

Epilepsies:

2013:

a participação de alunos de graduação,

and

pós-graduação e de profissionais da

Complexity

Comorbidities.

área da Saúde, das humanidades, artes

Este simpósio foi a quarta edição, a segunda

internacional,

sequência

de

eventos

de

uma

que

são

engenharias, e demais interessados pelo assunto.

realizados a cada cinco anos, desde

O objetivo do simpósio foi de promover

1998,

a discussão aberta e livre sobre os

pelo

Neurofisiologia

Laboratório e

de

Neuroetologia

temas

tratados

com

grandes

Experimental da Faculdade de Medicina

especialistas de cada área, os quais

da USP Ribeirão Preto.

estiveram presentes durante todos os

O público do evento foi composto pela a

14 28

plásticas, ciências da computação e

dias do evento, facilitando o contato


direto entre os palestrantes e o público alvo.

Este esforço ajudou a aproximar a ciência da sociedade, permitindo que pacientes

O NEWroscience 2013 contou com 22 palestrantes nacionais e internacionais de reconhecido destaque na pesquisa em Neurociências,

Epileptologia

e

comorbidades psiquiátricas.

com

epilepsia

e

familiares

possam

apresentassem seus relatos e reflexões, além de se informarem sobre esta complexa alteração neurológica. A mesa redonda foi coordenada por Maria Carolina Doretto, graduada em Farmácia

As Epilepsias na vida real

e Bioquímica pela Faculdade de Farmácia O simpósio viabilizou também a mesa

e Odontologia de Ribeirão Preto, da

redonda “As Epilepsias na vida real”, que

Universidade de São Paulo (USP), onde

foi gratuita e aberta a todo o público. O

também

objetivo desta atividade foi abordar diferentes

aspectos

das

epilepsias,

através de uma discussão democrática entre

p r o fi s s i o n a i s ,

pacientes com epilepsia.

fa m i l i a r e s

e

realizou

seu

Mestrado

e

Doutorado em Fisiologia. Desenvolve pesquisa

em

diferentes

linhas

envolvendo a Epilepsia, como também atua nas causas sociais da Epilepsia, apresentando grande experiência na área.


Métodos de datação para arqueologia e paleoantropologia

A professora Anne Skinner apresentou

Esta técnica pode detectar também

os

na

sinais de aquecimento, essa aplicação

interface entre a química e outras duas

permitiu o estudo de ossos queimados

disciplinas, geologia e arqueologia.

originários

trabalhos

que

desenvolve

Dentro dessas atividades está um novo modo para determinar a idade dos materiais

utilizando

a

ressonância

magnética eletrônica (ESR na sigla em

da

África

do

Sul.

As

evidências mostraram que eles foram aquecidos em uma fogueira há 1,5 milhão

de

anos

representando

o

primeiro uso do fogo por hominídeos.

inglês).

14 30

Skinner demonstrou que utilizando a

Sobre Anne Skinner: Docente do

ESR é possível olhar para os danos

Departamento de Química do Williams

radioativos

por

College (USA), ministra os cursos:

radioisótopos no próprio material e

Conceitos de química, Conceitos de

nos seus arredores, sendo que quanto

química em laboratório e Aplicação do

mais tempo o material ficou enterrado,

método científico em Arqueologia e

maior deverá ser o dano encontrado.

Paleoantropologia.

causados


Gestão da comunicação em situações de crise em instituições de saúde

Manuel Ángel Calvo-Calvo, especialista

crise, evitando danos à imagem da

em comunicação social e saúde, explicou

entidade.

como

elas

Embasado em fatos reais, o pesquisador

públicas ou privadas, podem utilizar as

também analisou as possibilidades de

diversas “ferramentas” da comunicação

administração

para gerir e até prever situações de crise

esquematizando as estruturas básicas

envolvendo a imagem institucional.

para

Segundo Manuel, a qualquer momento,

eficiente nas instituições.

um

Sobre

as

organizações,

evento

inesperado

negativo, pode

sejam

repentino

acontecer

gestão

Manuel

várias de

Ángel

situações,

comunicação

Calvo-Calvo:

uma

Formado em Enfermagem pela Escola de

unidade de saúde, causando uma crise

Enfermagem da Cruz Vermelha de Sevilha

que afeta a imagem e a reputação da

e Doutor pela Universidade de Sevilla,

instituição.

com

Em situações de crise, a organização deve

Faculdade de Medicina da Universidade de

reagir

tentando

Sevilha, especialista em enfermagem de

consertar o que causou a crise e se

cuidados médico-cirúrgicos e formado em

comunicando

Jornalismo pela Escola de Comunicação

imediatamente,

(funcionários

com

da

seus

instituição,

em

e

uma

em

públicos mídia

e

sociedade). Esta reação ajuda a conter a

Diploma

em

Neurologia

da Universidade de Sevilha.

pela


IV Colóquio Internacional de Gerontologia

O Colóquio Internacional de Gerontologia

- The Health and Life Sciences University

contou com a participação de especialistas

Hall/Tirol

de diferentes áreas de conhecimento para

realizada no Oxford Institute of Population

discutir as mais recentes práticas e

Ageing na Universidade de Oxford, e a 4ª

saberes no campo da atenção ao sujeito

versão ocorreu no Brasil, no Campus de

que envelhece.

Ribeirão Preto da USP, promovido pela

O

colóquio

teve

um

caráter

multidisciplinar, sendo reconhecido como uma

plataforma

para

novos

a

edição

foi

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP)

e

pelo

Instituto

de

Estudos

Avançados (IEA).

conhecimentos e práticas, com foco em

O

modelos

Gerontologia teve como temas principais

replicáveis

para

ajudar

as

IV

Colóquio

trabalho com adultos mais velhos.

América Latina (AL), a economia do

de

Gerontologia

da

Akdeniz University na Turquia no ano de 2010, o segundo foi desenvolvido na UMIT

demográficas

de

as

Departamento

tendências

Internacional

pessoas a serem mais eficazes em seu

Este evento teve como primeiro local o

14 32

(Áustria),

para

a

envelhecimento e os sistemas de políticas públicas e financiamento dos sistemas sociais,

os

aspectos

socioeconômicos

da

culturais

população

e

que


envelhece na AL, o marketing para idosos,

internacionais e nacionais de diferentes

o envelhecimento ativo e saudável, os

áreas do conhecimento, tendo como

direitos e aspectos judiciais que envolvem

característica

o idoso, o cuidado à saúde e a tecnologia

interdisciplinaridade.

do cuidado. O

evento

principal

a

Houve também espaço para a divulgação teve

palestrantes

a e

participação

de

conferencistas

de trabalhos científicos resultados de pesquisa de intervenção com idosos.


II Workshop and School on Dynamics, Transport and Control in Complex Networks

O II ComplexNet – Workshop and School

várias

on Dynamics, Transport and Control in

Engenharia, até Sociologia e Economia.

Complex Networks – teve como objetivo levar

aos

alunos

graduação,

de

pós-graduação,

pós-doutorandos

e

pesquisadores interessados uma visão sistêmica

da

área,

multidisciplinar,

contemplando fundamentos e aplicações.

encontro

minicursos, painéis,

desde

Neurociência

também palestras

que

fundamentos

contou

com

temáticas

apresentaram da

e

e os

auto-organização

dinâmica em redes complexas gerais e sua

aplicações

em

década, o enfoque de rede entre agentes

neurônios, sistema Terra, complexidade,

dinâmicos com topologias complexas tem

robôs autônomos móveis, sistemas de

se tornado uma metodologia poderosa e

distribuição de energia.

envolvendo

um

número

muito elevado de agentes que interagem entre si. Esse enfoque vem sendo utilizado em

O

workshop

foi

interação

que

envolvem

elaborados,

lasers,

sistemas

Relatou-se que ao longo da última

eficaz a ser usada para entender sistemas

14 34

O

áreas,

organizado

entre

pelos

professores Antônio Carlos Roque da Silva Filho (USP), Elbert E. N. Macau (INPE), Gilvan Sampaio (INPE) e Marcos G. Quiles (UNIFESP).


Nanotecnologia e saúde

O simpósio reuniu pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) e professores de vários setores da USP, que apresentaram os projetos que estão sendo desenvolvidos nas Unidades de Pesquisa e debateram as possibilidades e contribuições que a nanotecnologia oferece para a área da saúde. O evento foi aberto pelos Diretores das Unidades do Campus e o Vice-Presidente de Pesquisa da FIOCRUZ, Dr. Rodrigo Stabeli, que relatou a experiência e as perspectivas da Fundação em relação à nanotecnologia.

perspectivas de criação de spin-off voltadas para a área de medicamentos. Fechando a programação da manhã, o professor Fernando Cunha (FMRP-USP) apresentou as contribuições que a Fa c u l d a d e v e m d a n d o p a ra o desenvolvimento da nanotecnologia aplicada à saúde e o pesquisador Helvécio Rocha (FIOCRUZ) discorreu sobre a FioNano.

Iniciando as palestras, o professor Cláudio Tedesco explicou suas pesquisas na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP-USP).

No período da tarde, o professor Eduardo Cicconi (FFCLRP-USP) abordou as atividades em inovação tecnológica relacionadas ao Parque Tecnológico e o professor Pietro Ciancaglini (FFCLRP-USP) tratou dos Proteolipossomos e suas as aplicações nanobiotecnológicas na saúde.

Dando continuidade ao simpósio, a professora Maria Vitória Bentley (FCFRPUSP) apresentou o Centro Integrado de Nanobiotecnologia e o professor Norberto Lopes (FCFRP-USP) explorou as

As palestras foram encerradas com a apresentação do pesquisador Marco Krieger (FIOCRUZ) e, então, houve espaço para o debate entre os pesquisadores e o público.


Instituto de Estudos Avanรงados Polo Ribeirรฃo Preto / USP Av. Bandeirantes, 3900 (CIRP Bloco A) (16)3602-0368 iea.rp@usp.br www.iea.rp.usp.br


IEA-RP - Relatório de atividades 2013