INOV in-the-loop #3

Page 1

in-the-loop #03 mai-ago 2021

Emergência e Proteção Civil

INOV - Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores Inovação


#

Neste número

Emergência e Proteção Civil

CICLOPE

ResNetDetect

2 / in -the - loop

Uma perspetiva sobre o percurso do INOV no desenvolvimento de um sistema de videovigilância florestal. P4

Sistema de deteção de incêndios rurais e florestais e apoio à decisão. P8

Deteção Automática Precoce de Incêndios Florestais através de Redes Neuronais de Aprendizagem. P12


#03 FASTER

Destaques mai-ago

Tecnologias avançadas de primeiros socorros para resposta de emergência segura e eficaz. P13

Destaques da atividade do INOV e resultados obtidos. P14

in -th e - loop / 3


Emergência e

Sistema de videogilância florestal

A origem do CICLOPE remonta a 1994 com a assinatura do protocolo com o Instituto da Conservação da Natureza – Parque Nacional Peneda-Gerês, que resultou, em 1998, na operacionalização da primeira prova de conceito na utilização de tecnologias para vigilância remota de grandes áreas com foco no apoio à deteção e combate de incêndios florestais no Parque. Nos anos seguintes fizeram-se estudos de implementação, projetos de demonstração e instalações piloto que conduziram à conceção

4 / in -the - loop

da arquitetura base do sistema CICLOPE, permitindo ao INOV, em 2001, operacionalizar o primeiro sistema do género no Parque Natural da Arrábida e Reserva Natural do Estuário do Sado e, depois, no Parque Natural do Litoral Norte (Esposende). Demonstrada a mais valia da solução no apoio à vigilância de áreas protegidas, foi natural o reconhecimento da sua relevância no apoio às operações de deteção e combate a incêndios rurais e florestais na generalidade do território.


e Proteção Civil 24

M€ em contratos

Centros de Controlo

24

104

Dados 2001-2020

7,5 Contratos

Torres de videovigilância

Em 2004, o CICLOPE foi utilizado pela primeira vez no Centro de Comando e Operações de Santarém, permitindo aos operacionais do Serviço de Proteção Civil atestarem a ferramenta, apesar da reduzida área coberta. Entre 2004-07, graças a um conjunto de projetos de demonstração tecnológica, alargou-se a cobertura do sistema com instalações em Lisboa, Porto, Leiria e Castelo Branco.

assegurando a reparação e manutenção da totalidade das instalações CICLOPE existentes à data no território nacional.

Em 2013, a Autoridade Nacional de Proteção Civil reconhece a relevância da ferramenta,

Desde 2016, graças ao financiamento do quadro comunitário que agora termina, foram celebrados contratos com várias Comunidades Intermunicipais quadruplicando o número de torres e assegurando a cobertura de grandes territórios, mesmo em distritos que não tinham qualquer contacto direto com o sistema, como o da Guarda, Viseu, Coimbra e Bragança.

in -th e - loop / 5


Emergência e

Sistema de videogilância florestal

20

33,3%

3Mha

Território nacional coberto em 2020.

Área nacional monitorizada em 2020.

42,6% contratado até 2022.

3,8Mha previstos em 2022.

Torres de

Centros de

videovigilância

Controlo

15

10

5

0 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020

6 / in -the - loop


e Proteção Civil Clientes e Parceiros 2001-2020 • Portucel • Instituto da Conservação da Natureza (ICN) – Parque Natural da Arrábida e Reserva Natural do

Europa

Estuário do Sado

• ICN - Parque Natural do Litoral Norte • COTEC Portugal - Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) em Santarém • COTEC Portugal - ANPC no Porto • Fundo Florestal Permanente – Associação de Municípios do Oeste • Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro - ANPC de Castelo Branco • Município de Idanha a Nova • Município de Castelo Branco • AlgoSystem - Chios/Grécia • SferiaCom - Roma/Itália • Município de Idanha a Nova • Município de Vila de Rei • Município de Oleiros • Município da Sertã • Município de Oleiros • Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo • Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo • Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa • Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes • Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria • Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela Cobertura nacional • Área Metropolitana do Porto CICLOPE em 2022

o

Área monitorizada Torres

in -th e - loop / 7


O CICLOPE é um sistema de monitorização de incêndios florestais com deteção automática de incêndios emergentes e alerta instantâneo de primeira resposta. O sistema apoia a tomada de decisões na gestão de incêndios florestais, permitindo uma alocação eficiente de recursos durante o combate a incêndios.

• Informação oportuna e fiável no combate a incêndios rurais A deteção automática e adaptativa de focos de incêndio permite identificar colunas de fumo, pontos quentes ou chamas, durante o dia ou noite, mesmo sob condições mais adversas como neblina. A monitorização remota, com informação em tempo real baseada em streaming de vídeo georreferenciado, fornece às forças de combate a incêndios notificações oportunas com localização exata dos incidentes.

• Tecnologia inovadora na deteção de incêndios Um sistema de vigilância em tempo real oferece um conjunto de possibilidades integradas, em que a conectividade (IoT) integra veículos aéreos não tripulados (UAV), Analítica Aumentada (AA), Inteligência Artificial (IA), possibilitando às forças de combate gerir simultaneamente várias ocorrências, apoiando na alocação eficiente de recursos.

• Deteção de incêndios florestais e apoio à decisão no combate Sistema de monitorização remota de incêndios florestais/rurais com deteção automática de focos emergentes e permitindo uma primeira resposta rápida e adequada. Suporte à tomada de decisão na gestão de incêndios florestais, auxiliando na alocação eficiente de recursos durante o combate.

8 / in -the - loop


in -th e - loop / 9


O CICLOPE é um sistema modular e escalável, projetado para operar em qualquer local e dimensão territorial, composto por dois elementos principais:

• Torres de vigilância e aquisição de dados • Centros de Controlo e Gestão Com uma área coberta superior a 3 milhões de hectares em Portugal, o CICLOPE afirma-se como o maior e mais fiável sistema ao serviço do apoio à decisão operacional no combate aos incêndios rurais/florestais.

10 / i n-the - loop


in -th e - loop / 11


Deteção Automática Precoce de Incêndios Florestais através de Redes Neuronais de Aprendizagem

O projeto ResNetDetect tem por objetivo o desenvolvimento de um sistema de deteção automática precoce de incêndios florestais utilizando redes neuronais de aprendizagem residual.

Designação: ResNetDetect - Deteção Automática Precoce de Incêndios Florestais Utilizando Redes Neuronais de Aprendizagem

As redes a desenvolver deverão apresentar uma excelente capacidade de deteção de plumas de fumo em imagens recolhidas nos comprimentos de onda da luz visível devido a duas razões principais:

PCIF/MPG/0051/2018 Área Científica Principal Meteorologia, previsão e gestão do risco, incluindo deteção de ignições e otimização

• As redes neuronais serão profundas e a sua arquitetura será escolhida entre várias possíveis e otimizada para a tarefa em questão

de alertas precoces e desenvolvimento de sistemas de observação inteligente Investimento global: € 299 775,00

• O treino das redes será efetuado recorrendo a imagens criadas usando avançadas Redes Geradoras Adversariais e um elevado número de imagens reais recolhidas com o sistema CICLOPE ao longo de vários anos.

12 / i n-the - loop

Instituições participantes: INOV, INESC-ID e Comunidade Intermunicial da região de Leiria (CIMRL)


Tecnologias avançadas de primeiros socorros para resposta de emergência segura e eficaz

O projeto FASTER aborda os desafios associados à proteção de socorristas em ambientes perigosos, ao mesmo tempo que melhora as suas capacidades de resposta em termos de consciencialização situacional e comunicação.

Designação:

O projeto FASTER examina o impacto e o papel que os socorristas podem ter em casos de desastres, considerando todo o ciclo de vida de preparação e resposta a emergências, incluindo planeamento, suporte logístico, manutenção e diagnóstico, treino e gestão. Desta forma, prevê aumentar a capacidade da União Europeia na resposta a emergências.

Programa: H2020-EU.3.7.5. - Increase Euro-

FASTER - First responder Advanced technologies for Safe and efficienT Emergency Response

pe's resilience to crises and disasters Tópico: SU-DRS02-2018-2019-2020 - Technologies for first responders Data de início: 1 maio 2019 Data de conclusão: 30 abril 2022

Uma das ferramentas desenvolvidas no projeto FASTER é a Estação Meteorológica Local para ajudar os socorristas em missão no campo a ajustar as operações às condições climáticas: temperatura, umidade e velocidade e direção do vento..

Investimento global: € 7 315 375 Financiamento UE: € 6 999 750 Coordenação:

Para mais informação, visite o site https://www.faster-project. eu/

ETHNIKO KENTRO EREVNAS KAI TECHNOLOGIKIS ANAPTYXIS Participantes: 22

Projeto cofinanciado pelo programa H2020 da União Europeia sob o contrato n.º 833507.

in -th e - loop / 13


Destaques

ENSURESEC completa arquitetura de sistema para segurança de comércio eletrónico Após 10 meses do início do projeto ENSURESEC – End-to-end Security of the Digital Single Market’s E-commerce and Delivery Service Ecosystem, coordenado pelo INOV, os parceiros concluíram a definição da arquitetura da plataforma – o segundo marco no desenvolvimento de um solução ciberfísica para proteger transações eletrónicas. A equipa responsável pela plataforma integrada analisou os requisitos sociais, de privacidade, éticos e legais, bem como as melhores práticas para o seu cumprimento no desenvolvimento de uma plataforma segura em conformidade com a legislação aplicável.

14 / i n-the - loop


mai-ago 2021 www.inov.pt

Ciclope – Videovigilância para incêndios rurais em Coimbra e Viseu Foi apresentado em Cantanhede o sistema de videovigilância para prevenção de incêndios rurais na região de Coimbra e Viseu. A iniciativa das Comunidades Intermunicipais da região de Coimbra e Viseu Dão Lafões prevê a instalação de 37 torres de videovigilância – 20 em zonas florestais de Coimbra e 17 na região de Viseu, até ao verão de 2022. A primeira fase de instalação do sistema Ciclope nestas regiões foi concluída em abril de 2021 com a implementação de dois centros de controlo em Coimbra e dois centros em Viseu e a instalação de três novas torres em cada uma das regiões.

in -th e - loop / 15


in-the-loop #03 mai-ago 2021

INOV - Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores Inovação Sede em Lisboa Rua Alves Redol, 9 1000-029 Lisboa www.inov.pt

Leiria Morro do Lena Alto do Vieiro, C 2411-901 Leiria

Aveiro Rua da Boavista (AIDA) ZI Taboeira - Alagoas 3800-115 Aveiro

Financiado por

REPÚBLICA PORTUGUESA Centro Interface