Page 1

Fabiano Gasperin

FARROUPILHA

|

ANO XI

| EDIÇÃO 555

| 14 DE SETEMBRO DE 2018 |

Sinta-se em casa

R$ 3,00

Airbnb aponta Farroupilha como a 2ª cidade mais hospitaleira do País, sendo a única do Rio Grande do Sul a figurar entre os 10 municípios com melhor colocação na pesquisa Editoria de Cidade, página 12, e Editorial

MATÉRIA ESPECIAL

As melhores no IDEB

INSIDE

Semana Farroupilha

Desempenho das escolas com Período de culto às tradições boas notas em Farroupilha gaúchas segue até o dia 23 Páginas 2 a 5 Capa e página 3

INSIDE

EDUCAÇÃO

Arte local para Miami Os 20 anos do Senac

Obra de Rosamaria fará parte Atividades e Show de Talentos de coletiva que abre na terça integram programação festiva Páginas 8 e 9 Página 14


2

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

RANKING 2017

As lições das escolas que superaram a Instituições com as melhores médias de Farroupilha listam ações que impulsionaram as boas avaliações no Índice Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br

O

trabalho é levado muito a sério diariamente, não há exceção: direção, professores, pais e alunos estão engajados no propósito comum que é oferecer o melhor da educação. É assim na Escola Municipal Santa Cruz, de Nova Milano, no 4º Distrito, uma instituição que tem 94 anos de história e que passou a figurar entre as 20 melhores escolas do País a partir do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). A escola Santa Cruz tem a nota 8.4 nas séries iniciais sendo a melhor avaliação do Estado e 7.6 nas finais que a coloca em 2º lugar no Rio Grande do Sul. Um orgulho para Farroupilha que tem, num comparativo entre as instituições da Rede Municipal, a 4ª e 5ª melhores notas entre os educandários gaúchos. “É o comprometimento de todos os envolvidos no processo: direção,

professores, pais e alunos olhando na mesma direção em busca de uma educação de qualidade”, considera a diretora Flávia Zanfeliz Zangalli. A tríade pais, alunos, professores tem relação direta na Santa Cruz, talvez esse seja um dos segredos mais valiosos: formar alunos além do Português e da Matemática, mas com comprometimento, zelosos com suas origens e princípios, com os valores do estudo, o olhar para o próximo e com o sentido de pertencimento à comunidade. São esses diferenciais que fazem a Santa Cruz deslanchar ano após ano não somente no IDEB, mas nos projetos que se propõe a concretizar. Com relação à rede pública de ensino em Farroupilha, o 2º lugar nas séries iniciais ficou com a Escola Estadual Carlos Fetter que obteve a média 8 e é a 1ª da Rede Estadual. A diretora Ronise Lúcia Gottardi Aimi, considera que o resultado satisfatório se deve ao trabalho desempenhado por toda equipe, tentando aliar a educação cognitiva à formação integral dos alunos.

Liderança mantida e o avanço grandioso Alunos da Santa Cruz são os destaques e os da João Grendene melhoraram performance


3

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

média no IDEB e se tornaram referência Fotos: Divulgação

de de Desenvolvimento Desenvolvimento da da Educação Educação Básica Básica que que mede, mede, aa cada cada dois dois anos, anos, oo desempenho desempenho dos dos educandários educandários do do País País

Posições destaques Turma da escola Carlos Fetter, que é 1º lugar na Rede Estadual de Farroupilha (acima) e alunos do IFRS, instituição da Rede Federal que tem média bem acima das nacionais e estaduais

“Fazendo sempre o melhor, é o pacote completo: boa formação, além da educação como cidadãos”, complementa a diretora. Uma boa história de superação é a da Escola Municipal João Grendene, do bairro 1º de Maio, com as médias, em 2015, que a colocava em penúltima e última posições da Rede Municipal, nos anos iniciais e finais. O salto, a partir das avaliações de 2017, projetou a escola para 4ª colocação nas séries iniciais e 3ª nas finais, num universo de 14 escolas avaliadas nos 8º e 9º anos e 15 nas de 4º e 5º ano. A diretora Vanderleia Franceschet Rapkiewicz aponta que a melhora no desempenho é pontuada por ações conjuntas voltadas a conscientizar as diferentes esferas da comunidade escolar sobre a importância do estudo, oferecendo condições de enfrentamento das dificuldades e buscando o comprometimento de todos com as atividades escolares. Também foram desenvolvidas ações de busca ativa, para impedir a evasão escolar, oferecido apoio pedagógico

para evitar a reprovação, ações de valorização dos alunos, recuperação da autoestima e apoio das famílias. Outro destaque vai para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRS) que obteve 7, sendo a 2ª melhor nota do Rio Grande Sul entre turmas do Ensino Médio. Desempenho disparado entre as avaliações de Farroupilha nesta mesma categoria e, se comparada às médias nacionais, que é de 3.8 e a estadual de 3.7, evidencia ainda mais o trabalho da instituição. “Estamos muito felizes com o resultado que obtivemos no IDEB relativo ao Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio. Este resultado se deve especialmente ao comprometimento que os docentes e técnicos administrativos têm com o curso. Temos uma ótima equipe de trabalho, motivada em auxiliar o aluno na sua construção do conhecimento, oferecendo assim uma educação pública, gratuita e de excelente qualidade”, reforça Leandro Lumbieri, diretor do IFRS Farroupilha.


4

RANKING 2017

Evolução das escolas públicas no IDEB

P

ara entender um pouco mais sobre a avaliação do IDEB, acompanhe o desempenho das instituições que obtiveram as melhores notas em Farroupilha nas Redes Municipal e Estadual, nas séries iniciais e finais, neste processo que acontece a cada dois anos. Nos gráficos ao lado estão as médias obtidas em 2009, 2011, 2013, 2015 e 2017. Já o pontilhado marca a meta projetada pelo Ministério da Educação para cada escola que, em alguns casos, são superadas e em outras instituições não são atingidas. O IDEB foi criado em 2007 e reúne, num único indicador, os resultados de dois conceitos importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações. É calculado

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Rede Municipal Séries Iniciais

Rede Municipal Séries Finais

N. S. Medianeira: 6,3 em 2017. Anos anteriores sem avaliação. N. S. Caravaggio: 6 em 2017. Anos anteriores sem avaliação.


5

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Rede Estadual Séries Iniciais

Rede Estadual Séries Finais

Carlos Fetter: 5,9 em 2017. Anos anteriores sem avaliação. Rui Lorenzi: 4,7 em 2017. Anos anteriores sem avaliação.

a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e as médias de desempenho nas avaliações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), por meio do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e Prova Brasil. A proposta do IDEB é, por meio de suas avalições, possibilitar um enfoque pedagógico e traçar metas relativas à qualidade educacional. Também é importante por ser condutor no planejamento de políticas públicas, sendo uma importante ferramenta para acompanhamento das metas do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), que busca um sistema de ensino de qualidade comparável a dos Países desenvolvidos. Neste contexto, o IDEB traça uma importante marca para as escolas possibilitando que os indicadores avancem conforme a melhora no ensino de cada rede. Complementando os gráficos ao lado, no Ensino Médio o IDEB avaliou apenas duas escolas da Rede Estadual das cinco de Farroupilha que oferecem a modalidade: a São Pio X, que obteve a média 4.9, e a Júlio Mangoni, que foi avaliada com 4.5. Nas demais o número de participantes foi insuficiente no SAEB. Já na Rede Federal, a única instituição de Farroupilha é o Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRS), que obteve a nota 7.


6

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Democracia brasileira: Leonardo Pantaleão *

O

embrião, como se sabe, corresponde ao estágio inicial do desenvolvimento de um organismo. Nas plantas, é uma parte da semente; nos animais, é o produto das primeiras modificações do óvulo fecundado, que dará origem a um novo indivíduo. A democracia no Brasil, em que pese ter início nos idos do século XX, após a Ditadura Militar, período marcado por forte repressão estatal que, sobretudo, alijava os cidadãos de exercerem, em sua ‘plenitude’, o denominado livre-arbítrio, ainda pode ser assim considerada. No País, em apertada síntese, foram aproximados 30 (trinta) anos de luta para se alcançar a igualdade de direitos que foi concebida, sobretudo, com a implementação de uma nova Carta Política. A Constituição Federal de 1988, nesse prisma, contempla a liberdade de direitos, a igualdade social, liberdade de voto e de expressão, e, ainda, um sistema de eleições livres. Incríveis ideais!!! Por outro lado, o que talvez não se esperava, era que a modificação da cultura de um povo até então oprimido fosse encontrar maior obstáculo do que a própria alteração legislativa em seu mais alto grau. O lamentável atentado ocorrido em desfavor do presidenciável Jair Bolsonaro, em Minas Gerais, corrobora o estágio inicial de um organismo político obtido com grande intrepidez pela sociedade brasileira. A intolerância, o discurso de ódio, a liberdade de voto e de expressão sendo contidas por atos de extremada violência moral e física, repre-

sentam inegável retrocesso a esse regime político em que a soberania e o poder são exercidos pelo povo, através do sufrágio universal. Cumpre-nos, neste momento de ‘luto democrático’, analisar, sob a égide jurídica vigente, se tal ato representa ou não um ‘crime político’. Nesta etapa, caro leitor, não se pretende aprofundar, por escapar ao escopo presente, a correção técnica de tal terminologia, ou seja, se a referência a expressão “crime” adequa-se ou não a tal espécie de infração. Sigamos. A Constituição Federal de 1988 prevê, na parte inicial da regra do art. 109, IV, a competência da Justiça Comum Federal para o processo e julgamento dos crimes políticos. Para Nelson Hungria, um dos maiores juristas que o País conheceu, tais infrações se caracterizam pela conduta que “ofende ou expõe a perigo de ofensa, exclusivamente, a ordem política em sentido amplo ou a ordem político social (compreensiva não apenas das condições existenciais e o regime governamental do Estado e dos direitos políticos dos cidadãos, senão também, nas suas bases fundamentais, a organização social, sobre a qual se ergue a ordem política em sentido estrito), e cujo autor, além disso, tem por escopo esse mesmo resultado específico ou assume o risco de seu advento”.


7

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

um eterno embrião Imagem: Reprodução

Em adição, de acordo com a teoria subjetiva, a existência de crime político não decorre apenas pela adequação da conduta a um tipo penal previsto no ordenamento como tal, mas exige, ainda, um especial fim de agir (dolo específico), consubstanciado na intenção específica do agente em ofender a ordem política. O texto constitucional, apesar de a eles fazer referência, não conceitua ‘crime político’. Da mesma forma, também não há um conceito na legislação infraconstitucional. Insta salientar que a jurisprudência tem considerado que somente há crime político quando presentes os pressupostos do art. 2º da Lei nº 7.170/83 (Lei de Segurança Nacional), citados abaixo. Art. 2º – Quando o fato estiver também previsto como crime no Código Penal, no Código Penal Militar ou em leis especiais, levar-se-ão em conta, para a aplicação desta Lei: I – a motivação e os objetivos do agente; II – a lesão real ou potencial aos bens jurídicos mencionados no artigo anterior. Por meio do art. 2º, II, deve-se consultar e interpretar o art. 1º do aludido texto legislativo, o que conduz à compreensão de que os crimes políticos, para serem assim considerados, devem colocar em risco a

integridade territorial e a soberania nacional, o regime representativo e democrático, a Federação e o Estado de Direito e a pessoa dos chefes dos Poderes da União. De toda sorte, percebe-se que, diversamente do que se pode concluir primariamente, crime político não é qualquer crime cometido contra um político. Deve, sobretudo, lesar ou ofertar risco de lesão aos bens jurídicos indicados acima. Para configurá-lo, é imprescindível a motivação política ou que a conduta tenha por desiderato colocar em perigo a segurança do Estado, do governo ou do sistema político vigente, além de atos que prejudiquem os interesses do Estado. Evidentemente, pelos aspectos acima deduzidos, o delito ora objeto de comento não se enquadra a condutas desse jaez, afastando sua conotação política strictu sensu, no âmbito da Lei de Segurança Nacional. Trata-se, em verdade, de crime comum, de natureza hedionda, motivado pelo consectário natural da imaturidade política que ainda possui contornos preponderantes na sociedade brasileira. Perde, mais uma vez, com isso, o Brasil! * Advogado, professor de Direito Penal e Processo Penal


8

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

História traduzida na realidade Nesta semana, a Airbnb, plataforma de busca de meios de hospedagem, elegeu, com base nas classificações de usuários a seus anfitriões, nos últimos 12 meses, as 10 cidades mais hospitaleiras do Brasil. Na avaliação, Farroupilha ocupa a vice-liderança nacional (veja matéria na Editoria de Cidade, página 12). Independente do recorte não ser

muito grande, a escolha reflete um pouco da própria história do município, pregressa até mesmo à sua emancipação política. Foi aqui que os imigrantes italianos se estabeleceram, um fluxo imigratório que, 100 anos depois, se transformou em um migratório, com a sedimentação do município como uma potência do Setor Secundário a partir da implanta-

ção do pioneiro Distrito Industrial. Claro que a avaliação trata de compartilhamento de meios de hospedagem, mas é impossível dissociar a classificação da constituição histórica farroupilhense. Essa cultura de hospitalidade está enraizada, é uma marca entre as muitas que a cidade possui. Não resta dúvida que o título pode e deve ser bem explorado.

Nos últimos anos, o município tem atuado de forma muito incisiva na questão que envolve o turismo e a oferta de novas atrações vem a fortalecer a avaliação da Airbnb. Para uma Farroupilha que avança a passos largos na questão turística, a classificação contribuiu e muito para essa sedimentação. Demorou, mas felizmente parece um caminho sem volta.

OPINIÃO

Mudança de rota no uso do plástico Gleriani Ferreira * Quem nasceu antes da década de 80 lembra que só tínhamos refrigerantes em garrafas de vidro. O Etileno Tereftalato, conhecido pela sigla em inglês PET, chegou no Brasil em 1988, sendo inicialmente utilizado apenas pela indústria têxtil. Em 1993, chegou à indústria de embalagens e revolucionou a produção e consumo de diversos produtos. Parecia que tínhamos encontrado a solução para todos os problemas: uma embalagem leve, com alta capacidade volumétrica, perfeita manutenção da segurança em todas as etapas (envase, empacotamento, distribuição e utilização final pelo consumidor), além de economizar água por dispensar a lavagem de cascos vazios. Mas o rumo desta história começou a ser alterado com o crescimento de pesquisas, campanhas e alertas

sobre o aquecimento global e as comprovações de que o planeta está chegando ao limite. No Fórum Econômico Mundial de Davos, ocorrido em 2016, a ONU alertou que, se não tomarmos medidas imediatas, os oceanos terão mais plásticos do que peixes em 2050. Os estudos também apontam que, todos os anos, mais de 8 milhões de toneladas de plásticos acabam nos oceanos. Na internet constam vídeos comoventes produzidos após a necropsia em tartarugas, peixes e outras espécies mortas pela ingestão de lixo plástico. O material é prejudicial mesmo em decomposição, pois transformam-se em micropartículas consumidas pelos peixes que, por sua vez, são consumidos pelos homens. O que fazer? Um caminho é repensar os modelos atuais de embalagens, que frequentemente possuem camadas e mais camadas de papel e plástico até que, finalmente, o consumidor aces-

Índice

Editorial

Matéria Especial....................................... Páginas 2 a 5 Editorial e Opinião.................................. Página 8 Economia ..................................................... Página 10 Cidade .......................................................... Páginas 11 e 12 Política ....................................................... Página 13 Educação..................................................... Página 14 Esporte........................................................ Página 15

Inside

Especial ....................................................... Capa Cinemas ........................................................ Página 2 Tradicionalismo ....................................... Página 3 Gustavo Pimentel ..................................... Página 4 Agenda ......................................................... Página 4 Gastronomia .............................................. Página 5 Guilherme Macalossi .............................. Página 5 Social ........................................................... Páginas 6 e 7 Egui Baldasso............................................ Página 8 Pintura ........................................................ Páginas 8 e 9 Lauro Edson Da Cás ................................. Página 9 Sétima Arte................................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ................................................. Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 12 páginas 13ª Seleção de Vinhos .......................... 12 páginas

se o produto que realmente será utilizado. Grandes indústrias e varejistas têm divulgado planos para eliminar o plástico de único uso nos próximos anos. No entanto, a queda no preço do petróleo favorece o barateamento do plástico e desestimula o esforço da reciclagem. No Brasil ainda temos o desafio de convencer os governos a desonerar a indústria de reciclagem que, no que se refere ao plástico, tem tributação duplicada já que os impostos incidem sobre o plástico e depois sobre o plástico reciclado. Nesse sentido, também é hora de seguir os Países que já oferecem impostos menores para produtos que foram constituídos com menor uso de recursos naturais ou oferecem maior eficiência energética. Contudo, ainda caberá ao consumidor eliminar hábitos automáticos como descartar materiais plásticos após um único uso. Qual o problema em reabastecer uma garrafinha com água ou alguma

Redação - redacao@jornalinformante.com.br Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial-comercial@jornalinformante.com.br Camila de Lima Alves camila@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br Rafaella Anhaia Alvarenga comercial3@jornalinformante.com.br

Anúncios-anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro-financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

outra bebida e carregá-la para o trabalho ou escola? Que tal reaproveitar os potes de sorvete para guardar alimentos no freezer? E o que você diz sobre a real necessidade de utilizar canudinhos plásticos sendo que você é adulto e não está com nenhuma limitação física? Nos Estados Unidos, são consumidos 500 milhões de canudinhos plásticos por dia. Trata-se de um produto com vida útil de aproximadamente quatro minutos, fabricado com materiais não-biodegradáveis que levam até 200 anos para se decompor. Se no passado não tínhamos conhecimento dos danos ambientais, agora temos e essa consciência nos obriga uma mudança de rota. * Professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie Alphaville, especialista em Rastreabilidade de Cadeias Produtivas

Assinaturas-assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


10

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Direto ao Público

Tramontina aproximando consumidores Nova loja localizada em Carlos Barbosa, possibilita contato direto dos clientes com universo de mais de 10 mil itens da marca Divulgação

A

primeira loja com o conceito T Factory Store da Tramontina está aproximando clientes da marca em Carlos Barbosa, cidade que foi ponto inicial da marca há 107 anos. São mais de 10 mil itens entre móveis, ferramentas, materiais elétricos, cozinhas profissionais, eletros, veículos utilitários, além de utensílios e equipamentos para cozinha que podem ser conferidos. “Mais do que um tradicional showroom, a T Factory Store, em Carlos Barbora, recria a experiência de compra de quem visita a cidade, apresentando produtos das 10 fábricas da Tramontina Brasil, ao alcance da mão”, explica Clovis Tramontina, presidente do Conselho de Administração da empresa. A loja, assim como a de Farroupilha, oferece serviços exclusivos e possui maior diversidade de produtos do que as demais lojas da empresa. Os produtos estão divididos pelos segmentos da marca: mobiliar, servir, equipar, festejar, preparar, temático, cortar, reparar, divertir e aproveitar, representando a produção das 10 fábricas Tramontina. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 9h às 18h30min; sábados, das 9h às 17h30min; e domingo e feriados sob consulta. A T Factory Store fica localizada na rua Maurício Cardoso, 193, em Carlos Barbosa.

Produtos ao alcance da mão A finalidade da T Factory Store é oferecer os mais de 10 mil produtos, produzidos pelas 10 fábricas da empresa, diretamente para o consumidor

Finanças Temperos da Serra se dedicando ao segmento empresarial

O atendimento do Restaurante Temperos da Serra ao cliente final foi encerrado no dia 31 de agosto, na rua 13 de Maio, 296. O Temperos agora está se dedicando em tempo integral ao serviço de refeições empresariais, atendimento que já era realizado juntamente como o atendimento ao cliente final. No mês de outubro a empresa estará em novo endereço, na Papa João XXlll, 1128, onde irão entregar o serviço das refeições empresariais. O Restaurante Temperos da Serra agora será exclusivamente Temperos da Serra Refeições Empresariais.


11

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

AvALiAndo MetAs

Visita especial para o Rotary Clubes de Farroupilha receberam governador do Distrito 4700

O

Rotary Club Farroupilha e o Rotary Club Farroupilha Nova Vicenza, receberam na quinta o governador 2018/2019 do Distrito Rotário 4700, Nelço Angelo Tesser. Ele foi recepcionado no Marco Rotário, localizado na Avenida Santa Rita, e seguiu para visita ao prefeito Claiton Gonçalves e algumas das associações apoiadas pelo Rotary. “Todo governador em cada ano Rotário visita todos os clubes do Distrito. O 4700 possui 54 clubes, sendo dois em Farroupilha. Nessa visita fazemos uma avaliação de como estão as metas, as ati-

Yasmin Signori Andrade

Linha de frente da solidariedade Governador assistente José Emanueli Júnior, Lúcia Chiele Piccoli, presidente do Rotay Nova Vicenza, recepcionando Sônia Tesser e Nelço, ao lado de Arcelino Bottin, vice presidente do Rotary Club Farroupilha

vidades e o que os Clubes estão fazendo para sociedade. Também aproveitamos que a governadoria apresente e discuta as metas do Distrito

Obituário

Alguém quer me adotar? Tatá esteve nas ruas, foi resgatada e espera por uma família. Será doada, castrada e vacinada. Tem um ano e é de porte médio. Contato pelo fone 999.515.440 (WhatsApp). Importante: ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes.

ONG dos Peludos

6 de setembro * Natalino Bertolo Santin, 74 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal (CPM); * Maximiliano Kubiak, 85 anos. Sepultamento CPM. 7 de setembro * Iracema Lopes Ferreira, 63 anos. Sepultamento no CPM; * Marize Pratti Berlaver, 75 anos. Sepultamento no CPM. 8 de setembro * Paulo Ricardo Brambilla, 58 anos. Sepultamento no Cemitério da comunidade de Nova Milano. 11 de setembro * Primo Breda, 87 anos. Sepultamento no Cemitério do bairro Nova Vicenza. 12 de setembro * Eva Julia dos Santos, 65 anos. Sepultamento no Cemitério do bairro Nova Vicenza. 13 de setembro * Leonora Santina Brum Silveira, 73 anos. Memorial Crematório São Jose de Caxias do Sul; * Osmar de Sá, 68 anos. Sepultamento no Cemitério Jardim da Paz, em Forqueta.

e do Rotary Internacional”, aponta o governador. O Rotary hoje está presente em 219 Países apoiando ações em prol da comunidade.


12

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

PESQUISA

Hospitalidade: Farroupilha é 2ª do Brasil Site de reserva de hospedagem Airbnb destaca os destinos com melhores avaliações no País

F

arroupilha não é apenas uma bela cidade, Capital do Moscatel e Berço da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul, agora passa a ser um dos municípios mais hospitaleiros do Brasil. O resultado foi divulgado pelo serviço online comunitário Airbnb, que coloca Farroupilha como a 2ª cidade mais hospitaleira de todo o País. “Eu acredito que a boa colocação se deve principalmente a uma consciência que a população está tendo

com relação ao novo momento do turismo em Farroupilha. Para que a gente possa crescer nesse setor precisa muito mais do que atrativos e estrutura física, precisa ter hospitalidade”, considera Francis Casali, secretário municipal de Turismo e Cultura. A classificação foi obtida pela plataforma Airbnb a partir das avaliações cinco estrelas creditadas por seus usuários aos anfitriões nos últimos 12 meses. Farroupilha também é a única cidade do Rio Grande do Sul que integra a lista, sendo outras três da região Sul do País,

duas de São Paulo e as demais dos Estados de Sergipe, Ceará, Minas Gerais e Rio de Janeiro. “A hospitalidade aqui da Serra é uma característica, mas com o desenvolvimento de ações no turismo isso se aflora. Com certeza é uma maneira de incentivar que o turismo se desenvolva cada vez mais”, reforça Francis. A proposta do site de reserva é democratizar o turismo por todo o País, possibilitando a abertura de portas para receber hóspedes, ampliando ainda o número de acomodações e facilitando o acesso a destinos.

Top 10 das cidades mais hospitaleiras do Brasil

1) Tubarão (SC) 2) Farroupilha (RS) 3) Pinhais (PR) 4) Socorro (SP) 5) Guarapuava (PR) 6) Canindé de São Francisco (SE) 7) Amontoada (CE) 8) Cambuí (MG) 9) Franca (SP) 10) Cachoeiras de Macacu (RJ)

Esquina O 36º Batalhão de Polícia Militar de Farroupilha deu início a um novo serviço nesta semana. É a Patrulha Maria da Penha, que tem como objetivo executar ações do Programa de Prevenção à Violência Doméstica e Familiar por meio de visitas regulares às mulheres vitimizadas. A guarnição policial militar executará ações a partir do deferimento da medida protetiva de urgência pelo Poder Judiciário. A quantidade de visitas varia de acordo com a gravidade do caso e tempo de vigência da medida expedida. Outro objetivo é a aproximação com a comunidade, disponibilizando mais um serviço de proteção.

Divulgação

Patrulha Maria da Penha implantada em Farroupilha

Guarnição Policial Novo serviço da Brigada Militar já está atendendo em Farroupilha


13

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

DEMANDAS COMUNS

Saúde e segurança, as pautas da reunião do Parlamento Regional Encontro deste mês aconteceu na quarta à tarde, no Legislativo de Veranópolis, e também tratou de outros temas a apresentação das reivindicações do Parlamento junto à Secretaria Estadual de Saúde, solicitando a ampliação dos atendimentos de alta complexidade na região. O hospital referência na área é o caxiense Pompéia, mas está longe de atender a demanda necessária. Conforme levantamento feito pelo grupo, são mais de 2,4 mil cirurgias na Serra na fila de espera. Na sequência, também foram abordados outros temas, como a necessidade de avanço da área de internet no

interior e as condições dos veículos escolares em cada cidade. Cada Câmara ficou de verificar as questões no âmbito municipal para, no futuro, realizar um quadro comparativo de toda a Serra. Por sugestão do vereador caxiense Alberto Meneguzzi, o Parlamento convidará, para a reunião do próximo mês, os comandantes da Brigada Militar da região para tratar de questões que envolvem a segurança pública, entre elas, a que diz respeito ao cercamento eletrônico.

Gabriel Venzon

R

eunião mensal e itinerante das Câmaras de Vereadores da Serra Gaúcha, o encontro de setembro do Parlamento Regional aconteceu no Poder Legislativo de Veranópolis e tratou diversos temas, como telecomunicações, segurança e transporte escolar. A Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton esteve representada pelo vereador Aldir Toffanin. Pauta principal do encontro, a reunião foi aberta com

Foco em outubro Encontro ocorrido na quarta à tarde, em Veranópolis, deixou questão da segurança como a pauta para o próximo mês


14

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

ANIVERSÁRIO

Palestras celebram os 20 anos do Senac Mundo do trabalho, marketing pessoal, moda, visagismo e Show de Talentos integram atividades da próxima semana

P

ara comemorar as duas décadas de atuação em Farroupilha, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) promove ações abertas à comunidade na próxima semana. O ponto alto da programação será o Show de Talentos dos alunos, na quarta, às 19h. A proposta é reunir os atendidos da instituição, profissionais e comunidade oferecendo mais oportunidades de formação e também de lazer. As atividades serão realizadas na instituição

(República, 617). O valor do ingresso é um litro de leite que será doado ao Hospital Beneficente São Carlos. Interessados em participar podem inscrever-se pelo site www.senacrs.com.br. “Nesses 20 anos o Senac capacitou inúmeras pessoas para o mercado de trabalho através da aprendizagem comercial, cursos de formação inicial e continuada, cursos nas áreas da beleza, informática, gestão e negócios, idiomas, comunicação, em palestras, ações socioeducativas, feira de oportunidades e serviços gratuitos”, considera a diretora Evandra Scottá.

Programação Segunda * 13h30min: Ação socioeducativa: orientação profissional para o mundo do trabalho, com Magna de Oliveira * 19h30min: Visagismo, com Mariglê Prestes * 19h30min: Cursos técnicos EAD: foco no mercado de atuação, com Carol Terra Terça

* 10h: Ação Socioeducativa: orientação profissional para o mundo do trabalho, com Magna de Oliveira * 13h30min: Ação socioeducativa: Marketing pessoal, com Liliana Cambruzzi * 19h30min: Workshop: Moda e Estilo, com Roberta Lima Quarta * 19h: Show de Talentos com alunos da escola

Festival Afro na Escola Nossa Senhora das Graças

A comunidade de Linha Palmeiro, no 1º Distrito, estará em festa neste sábado, a partir das 9h, com a 3ª edição do Festival Afro que acontece na Escola Municipal Nossa Senhora das Graças. A temática é “Tributo aos artistas”, envolvendo os 74 alunos da instituição, da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental. Haverá apresentações de dança, música, participação do Grupo Maracatu dos Bugres, de Caxias do Sul e aula de Capoeira com o Mestre Berimbá. O evento é gratuito e aberto à comunidade.

Adroir Fotógrafo

Aprovação Juliano em Lima

Diretor do Departamento da Juventude, o professor Juliano Luiz Baumgarten (foto ao lado) participa, de segunda a quarta da próxima semana, em Lima, no Peru, do 14º Encontro Ibero Americano da Sociedade Civil, que debate, entre muitos temas, pautas relacionadas aos jovens e à política. O evento será sediado na Universidade do Pacífico.


15

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

MENINAS EM QUADRA

Citadino Feminino é retomado 2ª rodada da competição municipal ocorre neste sábado, a partir das 19h, no Ginásio de Esportes do Colégio de Lourdes te, um duelo entre duas equipes que triunfaram na rodada inicial. O 1º de Maio/ Clip Gráfica Expressa encara a Valente Futsal/Máquinas Sazi, valendo a liderança da competição municipal. A disputa é organizada pela Liga Farroupilhense de Futsal e, na 1ª fase, todas jogam contra todas em turno único, habilitando à semifinal as quatro primeiras após as cinco rodadas. Os ingressos para acompanhar as partidas custam R$ 3,00 o feminino e R$ 5,00 o masculino.

Ramon Cardoso

D

epois do recesso do feriadão de Independência, o Citadino de Futsal Feminino segue neste sábado, a partir das 19h, no Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes (CNSL), com a realização da 2ª rodada. Derrotadas por goleada na rodada de abertura, a Chape e a Hórus/Mercadão dos Óculos se enfrentam no primeiro embate da noite. Na sequência, a Juventus Futsal Feminino, que goleou na estreia, mede forças com a Alvorada/Lancheria GNV/ Lulu Acessórios, que perdeu na 1ª rodada. No encerramento da noi-

Disputa que segue A Juventus (de uniforme roxo e rosa) goleou a Hórus/ Mercadão dos Óculos na estreia: equipes voltam à quadra na noite deste sábado

Preliminar Situação constrangedora

Embora a direção da Sociedade Esportiva, Recreativa e Cultural (SERC) Brasil tenha se explicado, por meio de uma nota, sobre os fatos que resultaram no cancelamento da partida do Gauchão Feminino, no último domingo, no início da tarde, no duelo contra o time de Ijuí, no Estádio das Castanheiras, é inconcebível que não se tenha providenciado uma ambulância em substituição à que não compareceu ao local conforme havia sido inicialmente estipulado. O clube agiu com desídia ao não contar com um Plano B em caso de não comparecimento do serviço contratado, que foi feito pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude. Embora incomum é um episódio que pode acontecer, como de fato aconteceu.

Situação constrangedora II

Sem o serviço, a arbitragem não autorizou o início do duelo, esperou por 30 minutos regulamentares e mais os 30 minutos extras. O Resgate Voluntário compareceu após o chamamento emergencial, mas com dois minutos além da hora de espera. A direção do Brasil solicitou e a arbitragem foi sensível à realização do duelo, mas o time adversário, respaldado no regulamento da competição, negou-se a ir a campo. O caso foi parar no Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), onde o Departamento Jurídico fará a defesa. Na nota, assinada pelo presidente Elenir Bonetto, a diretoria desculpou-se com torcedores, sócios, atletas, funcionários e imprensa que estava cobrindo a partida.

Muito para ser melhorado

O que fica do episódio é uma mancha que prejudica o futebol feminino. O Gauchão da categoria tem toda semana jogos desmarcados, remarcados e equipes que se deslocam para enfrentamentos com o número mínimo de atletas para entrar em campo, sem uma reserva sequer. Não é só falta de dinheiro que explica a situação, falta profissionalismo e boa vontade para que o esporte tenha um mínimo de reconhecimento. As dificuldades de quem atua na área são imensas e não fazer o básico, neste contexto, tem um peso ainda maior. Até o fechamento desta edição, o Brasil Feminino ainda não sabia se iria a campo ou não no fim de semana. A FGF criou o estadual, mas o trata de maneira varzeana.


INSIDE

Milanesas, 25 anos Arquivo Jornal Informante

O Clube de Mães que se dedica a causas filantrópicas e sociais vai comemorar a emblemática data no sábado com o Jantar do Risoto Página 5

ESPECIAL

Padrão de excelência ratificado 13ª Seleção de Vinhos de Farroupilha iguala número de ouros do ano passado e entrega 60 prêmios aos melhores da vitivinícola Caderno


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

DIRETRIZES DE POLÍTICAS PÚBLICAS

Protocolo para tratamento da obesidade Ministério da Saúde elabora documento para aprimorar atendimento clínico na atenção básica e especializada do SUS população e usuários do SUS. Neste contexto, o Protocolo confere segurança e efetividade clínica, de modo organizado e acessível aos profissionais da área. “A participação de todos é importante neste momento, pois os usuários do sistema serão os beneficiados com atendimentos qualificados, recomendações adequadas e uma conduta terapêutica assertiva”, considera Michele Lessa, coordenadora geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a obesidade e o sobrepeso quase triplicaram desde 1975. Em 2016 mais de 1,9 bilhão de adultos com mais de 18 anos apresentavam excesso de peso. Destes, mais de 650 milhões eram obesos. No Brasil, dados da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas, levantados em 2017, apontam que 1 a cada 5 brasileiros estão obesos e que mais da metade da população das Capitais brasileiras está com excesso de peso.

Divulgação

U

m dos problemas de saúde que vem se agravando cada vez mais é a obesidade e o sobrepeso, afetando milhões de brasileiros e parte considerável da população mundial. Para fazer frente a essa situação, o Ministério da Saúde, numa parceria com a sociedade civil, profissionais da área e população, trabalha na formulação do primeiro Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas. O objetivo é que o Protocolo reúna recomendações para assistência à saúde de usuários adultos portadores de sobrepeso e obesidade, atendidos na atenção básica e especializada do Sistema Único de Saúde (SUS). O documento é instrumento para prevenção e controle, sendo fundamental que os profissionais desenvolvam suas práticas com base nas melhores evidências científicas disponíveis. O material está sendo organizado com informações levantadas junto a especialistas de saúde e também por meio de dados obtidos junto à

Normativas para uma conduta terapêutica assertiva Protocolo deve reunir informações para orientar profissionais e população com medidas preventivas e de controle

Alimentação saudável para controle do peso

O Ministério da Saúde adotou internacionalmente metas para frear o crescimento do excesso de peso e obesidade no País. O compromisso é de deter o aumento dessas taxas na população adulta até 2019 por meio de políticas intersetoriais de saúde, segurança alimentar e nutricional. Entre as metas está reduzir o consumo regular de refrigerante e suco artificial em pelo menos 30% da população adulta e ampliar no mínimo 17,8% o percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças. Outra ação para promoção da saúde foi a publicação do Guia Alimentar para a População Brasileira, documento referenciado mundialmente com recomendações sobre nutrição e consumo de alimentos in natura ou minimamente processados. Consulte o documento na íntegra em www.portalms.saude.gov.br.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Bronzeamento a jato Adeline Stein *

O

calor está chegando e quem que não quer ficar com a pele bronzeada? Nós mulheres sempre queremos aquele tom dourado e agora podemos ter isso em pouco tempo e sem precisar passar horas expostas ao sol. Saiba que o bronzeamento a jato pode ser seu grande aliado nessa missão, garantindo a cor dos sonhos de forma segura e confiável. Trata-se de um spray autobronzeador que esguicha uma substância líquida em todo o corpo e reage com a melanina da pele, estimulando a epiderme a fixar a coloração. A aplicação dura em cerca de uma hora, o produto é aplicado em todo o corpo uniformemente e no rosto também é aplicado, mas em menor quantidade. A técnica é tão segura que pode ser aplicada em todos os tipos de pele, tem risco zero de câncer e não provoca o envelhecimento precoce. Também é indicada para mulheres que sofrem de sensibilidade ao sol, portadoras de alguma doença de pele ou qualquer outro problema que não permite que se exponham ao sol. Além de oferecer um bronzeado sem riscos à saúde, disfarça imperfeições da pele como estrias, celulites e manchas. O sol emite vários tipos de radiação, entre elas a ultravioleta A (UVA) e a B (UVB). Os raios solares não causam apenas problemas na estética, mas a saúde também é prejudicada. Pode acumular danos pré-cancerígenos e, com o passar do tempo, gerar um câncer de pele. Aliás, somente peles saudáveis conseguem a cor do verão, por isso o cuidado com a pele e com a alimentação de uma maneira geral é fundamental. Na maior parte do ano temos dias ensolarados, pois o Brasil é um País de clima tropical. A pele bronzeada expressa a ideia de algo saudável, bonito e atraente. Para muitas pessoas, no entanto, ficar bronzeada(o) é difícil, principalmente por falta de tempo. O bronzeamento solar demanda tempo de exposição prolongado e câmaras de bronzeamento necessitam de várias sessões. Além disso, promovem em maior ou menor grau, o envelhecimento cutâneo, e um risco maior para desenvolvimento do câncer de pele. O bronzeamento a jato é um procedimento rápido, no qual o produto é aplicado com uma pistola conectada a um compressor. Ele age apenas na camada mais externa da pele (onde o princípio ativo, a diclassroxiacetona, DHA, encontra a queratina e, juntos, produzem uma substância de tom marrom-dourado, a melanoclassina). Por isso, não oferece o risco de câncer nem de envelhecimento precoce das máquinas de bronzeamento artificial. Qual é o produto utilizado? O produto é a base de DHA (dihidroxiacetona), um açúcar simples de três

carbonos. É preparado pela fermentaçã Este produto é prejudicial à pele? Não. O DHA é usado em preparaçõe autorizado pelo FDA (Food and Drugs Ad os produtos cosméticos e alimentícios n ro Anvisa (Agência Nacional de Vigilânci seguro, não tóxico e sem qualquer risco em utilizá-lo por longos períodos e não é Quanto tempo uma sessão de bron Uma aplicação de corpo inteiro dura minutos para a aplicação e 15 para um Quando notarei os resultados? Inicialmente já há um resultado, por ras depois de sua sessão. A cor continu Sempre notarei resultados imediat Dependendo de seu tipo de pele, voc tos. Se sua pele é muito clara, você nota é mais escuro, você pode não notar qua Quanto tempo devo esperar depois para tomar banho ou fazer qualque Recomendamos esperar pelo men para tomar banho ou fazer qualquer solução permaneça na sua pele por m mais escuro. O calor e a transpiração p não esperar este tempo. Quanto tempo o bronzeado durará? Seu bronzeado deve durar aproxima seu tipo de pele e da hidratação. Depen tará depois da aplicação, pois há fatores to (facilitam a saída do produto da pele) O que reduz o tempo de resultado? para conservar o bronzeado? Tudo que esfolia a pele reduz o tem ser de imersão e não devem ser muito palmente aquecida) e vários banhos ao depilar ou descolorir os pelos após a uti Depois da aplicação, o produto pod Geralmente não mancha, mas pode e sabão. Orientamos, no entanto, trazer leves, largas e de cor escura. Posso tomar sol?


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

o e seus benefícios

Divulgação

ão do glicerol.

es cosméticas há mais de 30 anos e é dministration), órgão que controla todos nos Estados Unidos e pelo órgão brasileiia Sanitária). O DHA é um princípio ativo o de efeito colateral. Não há problemas é absorvido no corpo. nzeamento a jato dura? a aproximadamente uma hora, sendo 45 ma secagem inicial.

rém nota-se melhor dentro de 2 a 3 houará a escurecer até 8 horas. tos? cê pode ou não notar resultados imediaará algum resultado, se seu tom de pele alquer cor imediatamente. s da sessão de bronzeamento er atividade física? nos 6 a 8 horas depois de sua sessão atividade física. Isto permitirá que a mais tempo, resultando num bronzeado podem alterar seus resultados se você

? adamente 7 a 10 dias, dependendo de nderá também de como você se compors que reduzem o tempo de bronzeamen). ? Quais orientações

mpo do resultado. Os banhos não devem o quentes. Evitar sauna, piscina (princio dia. Nunca utilizar óleo no corpo, não ilização do produto. de manchar a roupa? sujá-la. Neste caso é só lavar com água r um biquíni ou calcinha velhos, roupas

O bronzeamento não interfere nos banhos de sol. No entanto, mesmo com a pele bronzeada, nunca deixe de usar protetor solar. Além disso, evite o sol entre 11h e 15h. Se estiver na praia nesse horário, procure uma sombra, use chapéu e camiseta. O bronzeamento pode ser feito em casos de doenças da pigmentação, como por exemplo no vitiligo? Sim, pois promove efeito camuflador, com ótimos resultados em doenças que cursam com hipopigmentação. No caso do vitiligo a DHA é considerada uma modalidade de tratamento prática e bem aceita pelos pacientes, pois não interfere na síntese de melanina, mas promove uma pigmentação cutânea na pele. Existem casos de reação alérgica? Desde que o produto foi criado nunca houve registro de ocorrência de reações alérgicas. Pode ser aplicado também no rosto? Pode sim, desde que tomado alguns cuidados, como: fechar os olhos para que o produto não entre em contato com os olhos, a pulverização deve ser feita com uma maior distância e pulverizar menos vezes que o corpo. Como no corpo, deve-se fazer esfoliação antes do bronzeamento. * Micropigmentadora e Designer de Cílios Mais informações pelo fone (54) 3035-3577


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

opinião

Assunto complexo e que necessita ser debatido: o suicídio. Você sabe o que é a campanha Setembro Amarelo? Marian Martins *

O

Setembro Amarelo é uma campanha que foi criada com o intuito de informar as pessoas sobre o suicídio, uma situação normalmente motivada pela depressão: um transtorno psiquiátrico, que apresenta sintomas como tristeza prolongada, perda de interesse, baixa energia, entre outros. Infelizmente, para muitos, o suicídio ainda não é visto como um problema de saúde pública, mas uma espécie de fraqueza de conduta ou personalidade. Mesmo com tantos casos notórios, crescentes a cada ano, ainda existe uma expressiva barreira para falar sobre o problema. A vontade de acabar com a

própria vida é provocada pela falta absoluta de perspectiva e uma enorme sensação de desamparo e angústia e, na maioria dos casos, gerada por um quadro de transtorno mental tratável, como depressão ou transtorno bipolar afetivo. Existem alguns sinais de alerta que podem ser identificados por familiares e amigos: desinteresse pelas atividades que sempre foram prazerosas, sentimento de inutilidade e de culpa, cansaço extremo, irritabilidade, dificuldade de concentração e de tomar decisões e, até mesmo, falta de higiene com o próprio corpo. Existem alguns alertas sobre o comportamento suicida. * Há um mito de que pessoas que falam em suicídio só o fazem para chamar a atenção e não pretendem,

de fato, terminar com suas vidas. Algumas das frases mais comuns são: “não aguento mais”, “eu queria sumir” e “eu quero morrer”; * Mudanças repentinas na vida podem ser traumáticas quando não estamos preparados para elas. Uma pessoa fragilizada por uma depressão ou outro problema psíquico dificilmente terá condições de encarar uma mudança inesperada, como perder um emprego que considerava muito importante; * Drogas e depressão: para cada suicídio, há entre 10 e 20 tentativas; * Quase 100% das pessoas que se suicidaram enfrentavam algum problema. “Depressão e consumo de álcool e drogas são responsáveis pelo maior número de mortes no mundo inteiro”, afirma o psiquiatra Jair Segal;

* A depressão severa continua sendo a maior causa de suicídio. Ficar atento quando a pessoa demonstra zero interesse na vida ou nos outros é fundamental; * A simulação de melhora é comum em diversos casos de suicídio, então, se uma pessoa que normalmente é deprimida parecer subitamente alegre, é importante acompanhá-la para garantir que ela não tentará o suicídio. Depressão é uma doença e deve ser tratada. Assim como transtorno bipolar, psicoses e dependências químicas. Não adie o tratamento. * Psicóloga clínica do Centro Integrado de Saúde Vitta Clean Caxias (CRP RS 07/10386 – CRP PR 08IS/335)


Social

Quem foi notícia na sociedade farroupilhense e as atrações para este final de semana na Coluna de Valéria Vettorazzi Páginas centrais

Inside

Sétima Arte

A meteórica consolidação do jovem e talentoso cineasta uruguaio Fede Alvarez: uma referência absoluta no Terror Páginas 10 e 11

Tradição

Para prestigiar a cultura gaúcha Concurso Artístico Farroupilha Bem Gaúcha e Acampamento Farrapo, que integram a Semana Farroupilha, pretendem passar as tradições de geração em geração desta sexta até o dia 23, no Largo Carlos Fetter cio ao modo de vida gaúcho nestes Países que vivem no Sul da América Latina. A união dos povos, da cultura e costumes das três pátrias que compartilham da mesma identidade será demonstrada por meio das músicas, poesias, vestimentas e gastronomia no tradicional concurso. “Esse evento é fundamental para manutenção da tradição gaúcha, para passar de geração em geração a questão dos cultos às tradições. Especificamente o Farroupilha Bem Gaúcha tem um cunho educacional, levando para dentro das escolas, através dos concursos de dança, de declamação, de música e instrumental, toda a cultura tradicionalista. As escolas se organizam e participam de uma competição escolar, dentro do Acampamento Farrapo, durante a semana”, explica Francis Casali, secretário de Turismo e Cultura do município. Foram 148 inscrições de alunos para participar do Concurso Artístico nas diferentes categorias. Segue na página 3

Arquivo Jornal Informante

A

Semana Farroupilha é um momento especial de culto às tradições gaúchas, que envolve praticamente toda a população do Estado. Em Farroupilha, a Semana e o Acampamento Farrapo acontecem junto com um concurso voltado às escolas, o “Farroupilha Bem Gaúcha”. Esta é a 6ª edição das competições de danças, declamações e músicas que envolve crianças e adultos. O evento acontece desta sexta até o dia 23 no Largo Carlos Fetter, com entrada gratuita, mas o visitante pode contribuir com um quilo de alimento não perecível. A programação completa dos 10 dias de evento, envolvendo shows, palestras, jogos e o tradicional concurso artístico, pode ser conferida na página 3. “Argentina, Brasil e Uruguai: Três pátrias gaúchas e uma só tradição” é tema que conduz o 6º Farroupilha Bem Gaúcha, mostrando assim que a miscigenação de imigrantes europeus e nativos indígenas deram iní-

Levando tradição para as escolas Os concursos encantam as crianças que participam e adultos que assistem as apresentações

Programe-se O que: Semana Farroupilha Quando: desta sexta até o dia 23 Onde: Largo Carlos Fetter Quanto: entrada franca, sendo indicado colaborar com um quilo de alimento não perecível


Inside

2

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Cinemas Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas

Imagem: Reprodução

GNC 1: Crô em Família - às 14h30min (com legenda descritiva), 16h20min, 18h40min e 21h GNC 2: O Candidato Honesto 2 - às 13h40min (com legenda descritiva), 16h, 19h10min e 21h20min GNC 3: Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas (dublado) - às 13h10min, 15h15min e 19h25min GNC 3: Alfa (dublado) - às 17h20min e 21h45min GNC 4: O Predador - às 14h e 19h (dublado), 16h30min (legendado) e 21h30min (legendado e em 3d) GNC 5: A Freira - às 13h20min, 17h40min e 22h (dublado), 15h30min e 19h50min (legendado) GNC 6: Wheely: Velozes e Divertidos (dublado) - às 14h10min GNC 6: Alfa (dublado) - às 16h10min GNC 6: A Freira - às 18h50min (dublado) e 21h10min (legendado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 22,00 e R$ 28,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos A Freira - às 13h, 14h, 15h30min, 16h30min, 17h45min, 18h40min, 20h e 21h (dublado) e 22h (legendado) Alfa (dublado e em 3d) - às 17h e 21h40min Crô em Família - às 13h, 15h15min, 17h15min, 19h30min e 21h25min O Candidato Honesto 2 - às 14h, 16h15min, 18h25min e 20h40min O Predador - às 13h30min, 16h e 19h (dublado e em 3d), 22h (legendado e em 3d) Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas (dublado) - às 13h, 15h e 19h20min (legendado) Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Egon Schiele: A Morte e a Donzela - sexta a domingo, às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Estreia do fim de semana O diretor americano Shane Black, que participou como ator em “O Predador”, é o responsável pelo remake do clássico de ação oitentista


Inside

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

3

Tradicionalismo

P

ara o Concurso Artístico Farroupilha Bem Gaúcha foram registradas 148 inscrições: 44 para intérprete vocal, 67 para declamação, 20 para instrumental, 11 para danças tradiciona-

listas e seis na modalidade chula. São estudantes da rede municipal, estadual e particular que vão se apresentar nas manhãs e tardes desta sexta e de segunda a quarta, onde serão entregues as premiações. A abertura oficial

da Semana Farroupilha, acontece nesta sexta, às 18h, com a chegada da Chama Crioula. A entrada é franca para todas as apresentações, shows e palestras, porém, é indicado colaborar com um quilo de alimento não perecível.

Programação completa da Semana Farroupilha Sexta 8h: Início do Concurso Artístico modalidade Instrumental 13h30min: Continuação modalidade Instrumental 18h: Abertura Oficial com a chegada da Chama Crioula 19h: Show com Leandro Ávila e Grupo Entre Céus e Bastos: “Três Pátrias, Um Só Gaúcho” 20h30min: Show com Grupo Herança Fandangueira Sábado 9h: Início dos Jogos Campeiros 14h30min: Palestra com Rogério Bastos, com o tema “Tropeirismo” 16h: Show com Diurian Matani 19h: Show com Grupo Herdeiros do Pampa 21h: Show com Grupo Quero-Quero Domingo 9h: Jogos Campeiros 14h: Palestra com Liliane Pappen, com o tema “Chimarrão” 15h30min: Show com Grupo Gurizada da Serra 18h: Show com João Chagas Leite e Grupo 19h30min: Show com Grupo Estradero Segunda 8h30min: Início do Concurso Artístico modalidade Intérprete Vocal 13h30min: Continuação modalidade Intérprete Vocal 17h: Festival Gaúcho de Cinema 18h30min: Sessão Solene da Câmara de Vereadores entrega da Medalha Mérito Farroupilha 20h30min: Show com Grupo Bolicho Terça 8h30min: Início do Concurso Artístico modalidade Declamação 13h30min: Continuação modalidade Declamação. 18h: Festival Gaúcho de Cinema 19h30min: Show com Fábio Soares 20h30min: Show com Grupo Sangue Gaudério

Quarta 8h30min: Início das apresentações modalidade Danças Tradicionalistas 13h30min: Apresentações modalidade Chula 14h: Continuação modalidade Danças Tradicionalistas 15h: Entrega de premiação aos vencedores do Concurso Artístico Farroupilha Bem Gaúcha 19h30min: Show com Lúcio Yanel 21h: Show com Walther Morais (baile oficial) Quinta 10h: Missa Crioula 13h30min: Show com Lucas Contini 15h: Teatro Adulto com Mulita 16h30min: Show com Anderson Oliveira 18h: Show com Cristiano Quevedo e Grupo 20h: Show com Alexandre Batisti e Grupo Paiol Sexta, dia 21 18h30min: Grupo de teatro Luz e Cena com o espetáculo, “Mas Bah, Como Meu Rio Grande é Grande” 20h: Show com Grupo Canteriando 21h30min: Show com Grupo Chasque Sábado, dia 22 13h30min: Torneio de Truco Cego (trio) 14h30min: Show com Grupo Seresteiros (baile da terceira idade) 18h: Show com Grupo Fortchê 20h30min: Show com Machado e Marcelo do Tchê Domingo, dia 23 13h30min: Show com Lucas Contini 14h30min: Apresentação de Dança Tradicionalistas com CTGs Aldeia Farroupilha, Chilenas de Prata, Rancho de Gaudérios e Ronda Charrua 18h: Show com César Oliveira e Rogério Melo 19h30min: Encerramento com a extinção da Chama Crioula 20h: Show com Grupo Eco das Coxilhas


Inside

4

Gustavo Pimentel

gustavospimentel@yahoo.com.br

Nos últimos dias estive visitando o Ceará, Estado em que morei por quase 10 anos. Já retornei algumas vezes para visitar amigos e em todas as vezes não consigo não ficar impressionado com o milagre econômico daquele Estado. Pequenos povoados se tornam cidades em um estalar de dedos. Cidades se tornam verdadeiras metrópoles. Avenidas são criadas, prédios surgem da noite para o dia, viadutos, pontes, infraestrutura, hospitais referência, universidades, centros de ensino em tempo integral, entre outras. Eu até brinco que por lá o famoso slogan dos 50 anos em 5 do JK é seguido à risca. Grande parte das rodovias está em perfeito estado, sem um buraco sequer. Ah, esqueci de um pequeno detalhe: não existe pedágio! Todas as obras são bancadas pelo próprio Estado. Embora a violência seja de fato um grande problema, as polícias são muito bem equipadas e estruturadas, com camionetes novas, helicópteros e armamentos pesados. Tudo isso não chegou a ser uma surpresa para mim, que já conheço o Estado e sei como as coisas funcionam por lá. Mas, ainda assim, como bom gaúcho, não tenho como ver tudo isso e não sentir uma pontinha de inveja ao lembrar do nosso Estado (como um todo, incluídos os municípios) abandonado, sem a menor infraestrutura para escoar a produção e com salários de servidores públicos sendo parcelados mês a mês. Logo nós, que por anos puxamos a frente do desenvolvimento do País. Logo nós, tão agraciados pelo clima e pelo solo, com tantas indústrias fortes e pujantes... parece injusto e é até difícil de explicar como chegamos a esse ponto. Eu não culpo diretamente os governantes pelo nosso caos, não mesmo. Acredito que grande parte do problema esteja no tão falado pacto federativo. Não tenho dúvidas que as primeiras metas do próximo Presidente da República devam ser a revisão do atual pacto federativo e a promoção de algumas reformas, como a tributária e a previdenciária, por exemplo. Para quem não sabe, pacto federativo é um conjunto de mecanismos que possibilitam que a União exerça um grande controle sobre os Estados e Municípios. Esse controle é feito, principalmente, pela arrecadação e distribuição de valores oriundos dos tributos. Para se ter uma ideia, de cada R$ 100 arrecadados, quase 70% ficam com a União, 20% com os Estados e pouco mais de 10% com os Municípios. Sem sombra de dúvidas, seria preferível que cada Estado e Município ficassem com a integralidade (ou quase isso) da sua arrecadação, podendo geri-la livremente. A União deveria intervir somente naqueles Estados ou Municípios com graves problemas sociais ou econômicos, somente para complementar a sua receita. Com isso, evitaríamos que o Governo Federal promovesse o desenvolvimento apenas das regiões em que possui mais votos em detrimento de outras. * Advogado

Agenda

Divulgação

O futuro do Rio Grande do Sul passa pela revisão do pacto federativo

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

SEXTA Yellow Plate e The Rolling Tongues República Beer (República, 445, subsolo), às 23h Spring Party, Festa Sertaneja com Gle Loirinha Favorita Beer Store (Ernesto Fetter, 18), às 22h

SÁBADO Carlos Capslock, showcase com Tessuto e Shadow Movement Muinho Club (Marechal Floriano Peixoto, 190), às 23h59min Vem na Peghada do Boteco Boteco do Chá (Rômulo Noro, 555), às 23h30min Carol Soul Rock, Saturday Rock Favorita Beer Store (Ernesto Fetter, 18), às 22h

12º Baile da AFEI Clube do Comércio (Coronel Pena de Moraes, 500), às 23h30min 4º Chopp Fest de Casais do Santa Rita Clube Santa Rita (Vêneto, 233), às 21h

DOMINGO Domingueira no Tabernas Tabernas Black Pub (Marechal Deodoro da Fonseca, 612-B), às 15h


FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Inside

Gastronomia

Grupo vai realizar o 20º Jantar do Risoto para comemorar a data neste sábado

O

Guilherme Macalossi cisperter@hotmail.com

Clube de Mães As Milanesas celebra 25 anos de dedicação e filantropia Clube de Mães As Milanesas iniciou suas atividades em 28 de agosto de 1993, com a mentora Geni Maggero. O objetivo principal era proporcionar capacitação para mulheres que gostariam de exercer funções de casa e como cidadãs no geral, por meio de troca de experiências e aquisição de conhecimentos. O tradicional Jantar do Risoto, que está em sua 20ª edição, servirá como comemoração dos 25 anos da Associação. A animação do evento será realizada pelo Trio Dejota. Os ingressos estão sendo comercializados por R$ 45,00 e podem ser adquiridos com Maria Bampi, pelo fone 996.028.824 ou Silvana Trost, pelo fone 996.338.421. O Jantar acontece no Salão Paroquial de Nova Milano (Avenida Monsenhor Agazzi, 45, no 4º Distrito). Atualmente o Clube é formado por 32 integrantes e tem função filantrópica. As voluntárias auxiliam a Liga de Prevenção e Combate ao Câncer de Farroupilha, as Voluntárias da Saúde, o Projeto Mão Amiga, a Escola Municipal Santa

5

Programe-se O que: 20º Jantar do Risoto Quando: sábado, às 20h Onde: Salão Paroquial de Nova Milano (Avenida Monsenhor Agazzi, 45) Quanto: R$ 45,00

Cardápio Risoto, galeto, carne de porco, churrasco, abóbora caramelada, salada de ovos, saladas diversas, pão, sobremesa e cafezinho. Cruz, a Igreja de Nova Milano, além de outras causas sociais. “São 25 anos de amizade, companheirismo, múltiplas alegrias, trabalhos e ajudas oferecidadas”, lembra Maria, presidente do Clube. As Milanesas proporcionam sempre um evento no terceiro sábado do mês: “El Dì Del Pan e Dei Grostoli”. O grupo também está sempre presente em eventos do município, como o Entrai e a Expo Farroupilha.

O “clima de ódio” virou o culpado conveniente para todos os crimes Marina Silva esteve na Bahia, onde comentou a disputa eleitoral e o tom das campanhas. Criticou aquilo que chama de “discurso da violência”. A candidata da Rede também fez uma referência ao ataque a Jair Bolsonaro. Para ela, “a melhor forma de se sentir seguro é não incitando o ódio”. Em outras palavras: não dê motivos para ser esfaqueado. É possível imaginar a frase de Marina para outras situações. Basta trocar as palavras: “a melhor forma de não ser estuprada é não usando roupas decotadas”, “a melhor forma de não ser furtado é não andando com o celular na mão”, “a melhor forma de não ter a propriedade invadida é morando de aluguel”. Posto do modo como ela faz, o autor do crime sempre é a vítima, que apenas sofre as consequências de seus próprios atos e escolhas. Trata-se de uma inversão pérfida que se tornou comum em nossos dias. Para além disso, se examinada em seu sentido estrito, a declaração de Marina não tem o menor amparo histórico. Abundam casos de pacifistas vítimas de violência. Martin Luther King, Mahatma Gandhi e John Lennon foram assassinados mesmo sendo defensores da paz. O próprio Papa João Paulo II foi alvo de um atentado. Até onde se sabe, o líder religioso jamais fez sinal de armas com as mãos. Mesmo assim, isso não impediu que um criminoso atirasse contra ele. Agora tudo parece ser motivado pelo ódio. Em seu discurso, Marina Silva fez questão de citar o assassinato da vereadora Marielle Franco e os tiros disparados contra a caravana de Lula como fatos decorrentes de uma mesma origem. Uma análise individual de cada um deles deixa patente que não existe relação entre os três. Segundo o que se sabe, e ainda não há uma conclusão do caso, Marielle foi assassinada a mando das milícias que se instalaram no Rio de Janeiro. Sua morte, portanto, é fruto do crime organizado – e não da polarização política. Quanto aos tiros na caravana de Lula, jamais se chegou a um autor. O que se sabe é que os disparos se deram em local ermo e a uma altura que não representava risco aos ocupantes do veículo atingido, de modo que não seja possível aferir que inimigos ou adversários do ex-presidente estariam por trás do ocorrido. Já o caso da facada, trata-se do único em que a ação se deu em local público, com autor preso, e cuja esfera de sua atuação era a militância política, inclusive com passagens por partidos. Casos objetivos devem ser analisados objetivamente e sem a distorção retórica da narrativa. Até aqui, falou-se muito do clima político do país e pouco do autor do crime praticado contra Bolsonaro. Ainda que seu nome tenha se tornado público, a culpa do esfaqueamento parece recair em uma abstração e não em Adélio Bispo de Souza. A punhalada não foi desferida por um sentimento que paira no ar, mas por um indivíduo. * Redator e radialista


Tiago Guerra

N

Mascaradas

este sábado acontece o 2º Baile de Máscaras organizado pelo Núcleo da Mulher Empreendedora da CICS. O ingresso, que dá direito a jantar e baile, está à venda na entidade, e o evento movimenta as dependências do Restaurante Parque dos Pinheiros a partir das 20h.

Giovana Balzan festejou a passagem dos seus 15 anos no sábado, no espaço Villa Festas e Eventos. A profissional Aline Barbosa Alves assinou o cerimonial e a decoração da festa

Retrô

Nesta sexta o Bulls prepara uma festa para evidenciar os hits que já foram sucesso do sertanejo universitário nas casas do estilo em Caxias do Sul. Para animar o Retrô Bulls, sobe ao palco a dupla Mateus e Fabiano e rola a discotecagem dos DJ’s Nóia, Rafael Palandi, Luciano Lancini e Lilo Lorandi.

News

No último sábado as sócias Marli Waliszewski Pegoraro e Bruna Spagnol abriram as portas de seu novo empreendimento, a loja de roupas infantis Bambolê Kids. O espaço está localizado na Galeria Merlin. Cristiano de Oliveira

Ramon Cardoso

Patrícia Lopes fo pagode de dom

Presidente da Afavin, João Carlos Taffarel brinda o sucesso de mais uma Seleção de Vinhos ao lado da filha, Natália Sanches Taffarel

William Garcia curtiu a véspera de feriado na festa que animou o Boteco do Chá

Vanessa Treviso conquistou o diploma no curso d de semana e recebeu o carinho de seus pais, Ir mano Vinicius na festa que ocupou o espaço


Arquivo Pessoal

Janine Gonçalves

oi presença confirmada no mingo do Boteco Antonielle

Daniela De Rocco

Ana Paula Scariot e Guilherme Pereira curtiram recentes férias pelo Peru, onde passaram pelas cidades de Cusco e Lima. Na foto, visitam o Cerro de Colores

Fábio Campos

de Administração no final raci e Neuri Treviso, e do o do Clube 1º de Maio

A fofa Lívia e seu mano Bernardo celebraram seus aniversários juntos no sábado, com os pais André e Karina Maggioni, na Ticabum Festas

Fique por Dentro Prost

A 4ª edição do Chopp Fest de Casais promete agitar o tradicional e nonagenário Clube Santa Rita (Vêneto, 233) na noite deste sábado, a partir das 21h. Ainda há ingressos à disposição, que estão à venda por R$ 180,00 (para o casal associado) e R$ 200,00 (para o não associado). Informações pelo fone 3261-1376 ou WhatsApp 996.598.548.

Cores

O DJ Francisco Bortolossi segue as atividades da Colours e confirmou nesta semana mais uma edição da festa. O evento acontece no próximo dia 6 e traz como parceiro o clube paulistano D-EDGE. Os ingressos já estão à venda.


Inside

8

Egui Baldasso e.baldasso@gmail.com

Gente simples salva o mundo Eu sou um apaixonado por gente simples. Sabe aquelas que não medem esforços para, dentro daquilo que podem, fazer de tudo pra te agradar, te fazer sentir em casa? Então. É esse tipo de gente que me encanta, e salva o mundo. Pessoas que não se importam com o que você tem ou faz. Se é de alguma família importante ou se o carro com que apareceu é grande o suficiente. Eles nem querem saber seu sobrenome. O Egui, João ou Juliana basta pra que a conversa nunca mais tenha um sujeito oculto. E, se tivesse aparecido a pé, era até melhor que teriam ido te buscar. Aliás, me desculpem os nascidos ou moradores de grandes centros, mas quanto mais para dentro de um Estado, mais gente assim nós esbarramos. Eu sei que a simplicidade independe da geografia. Não canso de esbarrar nela em cada canto de Porto Alegre ou outras Capitais pelas quais as vezes me aventuro. Mas não há nada nesse planeta como o sorriso pacato e acolhedor do interior. “Mais um bife, Egui?”. “Pega outra cervejinha pra ele”. “Amanhã almoça conosco?”. “Não quer mesmo posar mais uma noite? Sai amanhã cedinho”. “Mas e quem que tá lá com o Egui? Não pode deixá-lo sozinho”. “Já tomou café? Quer água? E um mate?”. Sem forçar, com naturalidade, as gentilezas se empilham e já antecipam a próxima. Te tratam com cordialidade. Não como visita, mas como alguém dali, de casa. Súbito, você é mais um filho da família. Um novo grande amigo. Gente simples faz tão bem pra alma que nem gente é. É algo logo acima do humano. Alguma coisa a ver com ternura, talvez. Uma forma que Deus encontrou para nos tocar e dizer: o mundo não precisa de tanto. Calma, desacelera. E trate os outros com mais leveza, mais paciência. Olhando no olho, prestando atenção. Deixa o celular de lado e fica só com a vontade de demonstrar afeto. Depois de tanto caminhar, ando desconfiado que é ali que mora a paz que tanto procuramos. Não na correria desenfreada que nos leva a um salário por mês, nem nas tão sonhadas e caras férias ou no grande sonho que nos faz acordar todos os dias. Talvez o segredo esteja em aprender com os mais simples que a vida pode ter tudo isso. Carreira consolidada, viagens e lugares incríveis. Aquele carro que te faz brilhar os olhos. Mas nada substitui a cordialidade de abraçar o outro como um dos seus. O esmero em mostrar que pode contar, e deve chamar. A entrega ao próximo, simples. E o preço que cobram pela lição de vida? Prometer que vai voltar. “Logo, agora que sabe o caminho”. * Jornalista e escritor

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Pintura

Arte de Rosamaria Obra da artista farroupilhense estará na Arte & Design Gallery, em Miami, em exposição que inicia na próxima terça

T

er o trabalho reconhecido internacionalmente é um sonho para qualquer artista e, para Rosamaria Feltrin, está sendo uma realidade. A artista plástica enviou uma de suas obras para a Arte & Design Gallery, em Miami, para fazer parte de uma coletiva de arte. A exposição “International Contemporary Art Galery”, que inicia na próxima terça, às 19h30min, conta também com obras de outros artistas brasileiros. A obra de Rosamaria selecionada pela curadoria do evento foi a arte “Abstrato”, trabalho impressionista que vem se destacando nos últimos dois anos entre galerias de arte, críticos e profissionais como arquitetos e design de interiores. “Venho com uma pincelada muito forte dentro dessa pintura e percebo que o que encanta as pessoas é a nuance das cores. Minha paleta de cores é imensa, quando começo a trabalhar sobre a tela branca elas vão se miscigenando. Quando observa a arte, o olho perde a certeza daquela cor, fica algo indefinido, que impressiona”, descreve a artista. O grande inspirador da pintora farroupilhense é Monet. Segundo Rosamaria, quando esteve no atelier de Claude Monet, em Giverny, a mesma se definiu como artista impressionista, porém, trabalhando dentro do abstrato. Em outubro, outras duas obras assinadas pela artista viajam, desta vez, para a Europa, em uma exposição do Salão de Arte Contemporânea de Paris, que acontece no icônico Museu do Louvre.

As obras já foram enviadas para a galeria e a exposição inicia 18 de outubro. “Estou vivendo um momento muito importante dentro da minha arte com estes convites internacionais. Estou muito feliz por ter meu trabalho sendo reconhecido no exterior e também no Brasil, onde tenho vários trabalhos expostos”, declara Rosamaria, sobre a honra de ter suas obras selecionadas para exposições de tamanha visibilidade.


FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Inside

9

Lauro Edson Da Cás

Pintura

ldacas@hotmail.com

para o mundo

Aí se diz que a solidão é a grande ameaça... Divulgação

Arte Abstrata Obra impressionista que será exposta em Miami: Rosamaria descreve o trabalho como sua maior paixão dentro das artes

Sobre a artista

Rosamaria vem de uma escola impressionista e define esse estilo como o mais maravilhoso que já viu. A artista tem formação em História e História da Arte, possui ainda cursos de especialização em arte, restauração e arte sacra. Domina a técnica de acrílico sobre tela e participou de diversas exposições individuais e coletivas.

Setembro Amarelo, mês dedicado à conscientização da própria população sobre comportamento suicida, bem como, de orientação para o tratamento adequado dos transtornos mentais, na qual resumem os 96,8% de casos de morte por suicídio. De fato, não convém brigarmos por azul ou vermelho, pois o amarelo é sinal de alerta, mesmo! As redes sociais são fomentadoras das relações sociais. Então, o que significa ter 5000 amigos ou ainda, fazer 500 amigos num dia? Para quem é ‘vidrado’ em Facebook (para não dizer, viciado), talvez, o auge disso tudo é conseguir, em menos tempo e período, muito mais amigos do que o sujeito do lado. Mas será que o conceito de amigo é o mesmo que nós encontramos em dicionários ou nas mais belas experiências de vida de cada um? Que atualmente os conceitos estão sempre se modificando conforme a sociedade vai se desenvolvendo, isso não é absurdo algum. De fato, de tantas mudanças conceituais ou não, será que alguma coisa crucial não foi perdida? Evidentemente que convivemos com aquela imagem de que tudo o que era sólido virou líquido (Zygmunt Bauman). O que era certo passou a ser questionado, aquilo que nos dava segurança agora nos traz preocupação e desconfiança. Para tanto, aquelas habilidades sociais que são (ou eram?) importantes para qualquer interação humana, foram perdidas. E o pior, a sociedade está nos conduzindo para uma nova relação que ‘desiste fácil’ das relações. Por exemplo, só nestes últimos dias, quantos amigos você deletou? Ademais, com quantos destes você manteve conversa antes que o deletasse? Se na realidade virtual acontece isso, na ficção de nossa realidade, não? Qualquer semelhança é apenas mera coincidência? Bauman tem escritos propondo reflexões das nossas vidas e sobre as consequências desta facilidade que temos em deletar relações, ou seja, a solidão e a sensação de se sentir abandonado (hoje são os grandes medos nestes tempos de completa individualização). A rede de tempos de outrora significava laços de amizades, laços de grupos de escola, de CTG, de escoteiros, de futebol, entre outros. Você nasce numa comunidade e, então, a comunidade precede você. De outro lado, ao falar em rede, tudo se modifica, pois os princípios de ‘estar em rede’, são dois: o conectar e o desconectar. Diferente da comunidade, a rede é muito mais atrativa, pois a facilidade de desconectar é absurdamente fácil. No frente a frente ou no olho no olho, as coisas são complicadas e caso se rompe tal amizade, isso pode ser traumatizante para ambos ou para uma das partes. Responda, então, será que os laços humanos são uma mistura de bênção e maldição? Enfim, como não se preocupar com a realidade que nos assola no sentido de tantas desilusões que podem levar ao suicídio? É de se espantar com a atitude de quem deletou os 500 ou mais da sua rede social... * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Sétima Arte

No Cinema, mais popular Aos 40 anos, jovem diretor uruguaio Fede Alvarez se consolida como um dos talentos da nova safra do Terror, dos banhos de sangue aos psicológicos

Q

uando o clássico “A Morte do Demônio”, de 1981, do americano Sam Raimi, teve seu remake anunciado, o trabalho caiu nas mãos do jovem cineasta uruguaio Fede Alvarez, um diretor até então desconhecido do grande público. A nova versão não decepcionou, custou US$ 17 milhões, faturou US$ 97 milhões e abriu portas para Alvarez na Sétima Arte. Se a refilmagem foi no melhor estilo slasher, o cineasta quis mostrar que tinha condição de também trabalhar com um terror mais psicológico. Foi o que fez com “O Homem nas Trevas”. Lançado há dois anos, ele foi ainda mais lucrativo, tendo custado US$ 10 milhões e faturado US$ 92 milhões. Alvarez criou um ambiente de tensão surreal, poucas vezes visto no Cinema. Um trio de jovens amigos pratica pequenos furtos em residências. Money (Daniel Zovatto) é um delinquente por excelência; sua namorada Rocky (Jane Levy) perdeu o rumo quando seu pai abandonou a família e quer deixar a casa com sua irmã caçula, onde vive sob a égide da mãe alcoólatra, rumo à Califórnia; já Alex (Dylan Minnette), ao mesmo tempo em que deseja Rocky, busca grana suficiente para pagar sua faculdade de Direito e dar um destino à sua vida. Eles vivem na periferia de uma Detroit falida. A cidade americana, outrora uma das mais ricas dos Estados

Unidos e berço da indústria automobilística do País, entrou com um pedido de concordata em 2013 por conta das dívidas que ultrapassavam os US$ 15 bilhões e perdeu cerca de 300 mil habitantes nos últimos 25 anos. Esse êxodo criou bairros praticamente fantasmas na metrópole. Periferias que ostentavam mansões de endinheirados foram deixadas para trás e viraram áreas degradadas, infestadas por gangues e onde sequer a Polícia entra. E um dos desses locais vira alvo do trio. Alex conta com informações privilegiadas para os furtos e Money recebe a dica de que um veterano da Guerra do Iraque, interpretado por Stephen Lang, que recebeu uma indenização milionária, reside sozinho em um desses bairros abandonados. É a chance de conseguirem a grana suficiente para deixarem Detroit para trás. Ao vasculharem o bairro para verificar se ele é mesmo desabitado, ainda percebem que o morador é cego por conta de um ferimento de granada no conflito. Ou seja, a chance de lograrem êxito na investida é enorme. Quer dizer, isso é o que parece à primeira vista. Ciente de que vive em uma cidade extremamente violenta e que sua deficiência é um ponto fraco, o militar tem uma residência meticulosamente planejada para deixá-lo mais seguro, isso sem falar no treinamento que teve no Exército. Quando Money, Rocky e Alex decidem invadir a residência para praticar o roubo, as coisas não saem exatamente como haviam

planejado. Porém, não é somente o trio que tem algo a esconder. O veterano, da mesma forma, guarda um segredo terrível e sabe que não pode deixar que ele seja revelado. Alvarez cria uma atmosfera claustrofóbica, sombria e tensa ao extremo. Aquele tipo de filme que o medo paralisa, que desconcerta o espec-

tador, colocando-o na condição dos protagonistas ao viverem situações extremas. Em dados momentos, lembra e muito “O Quarto do Pânico”, de David Fincher. A casa, com seus ambientes secretos, remete à residência de Buffalo Bill em “O Silêncio dos Inocentes”. Exceção feita uma passagem no final, em que o diretor


FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Inside

11

Sétima Arte

que Suárez e Cavani Gordon Timpen/Sony Pictures

Nem tão fácil assim Money (Daniel Zovatto), Rocky (Jane Levy) e Alex (Dylan Minnette) tentam a investida criminosa que pode mudar suas vidas: e, de fato, ela muda mesmo

Material de apoio

Em pouco mais de 16 minutos, tópicos abordam questões do filme, que vão do elenco à assombrada residência onde a trama se desenrola. Há também a opção de conferir as cenas excluídas e assistir à obra comentada por Alvarez, Sayagues e Lang.

Imagem: Reprodução

exagera um pouco, a maior parte da trama é plausível, algo que é difícil de encontrar em filmes do gênero. Evidente que numa perspectiva atual, clássicos como “Sexta-Feira 13”, “Halloween” e “A Hora do Pesadelo” parecem um tanto quanto surreais e justamente por conta disso que o mérito do cineasta uruguaio é maior.

Ele faz um Terror crível, com uma boa dose de sustos e perturbador ao extremo, sempre deixando algo pelo caminho para ser utilizado no futuro, mostrando que o roteiro, feito em parceria com o conterrâneo Rodo Sayagues (com quem havia trabalhado também em A Morte do Demônio, assim como a atriz Jane Levy) é perspicaz. Uma pena que o Cinema Brasileiro não tenha o mesmo destaque. Exceção feita a José Padilha, ninguém no País consegue projeção similar a Alvarez. Temos talentos como o paulista Fernando Coimbra, de “O Lobo Atrás da Porta”, e o pernambucano J.C. Feyer, de “O Rastro”, produções recentes que abordam a temática do suspense/terror de forma muito apropriada, mas é raro ver o surgimento de cineastas na área em escala global, imagina então em território nacional. Até a tradução do original, “Don’t Breathe”, para a versão brasileira, não ficou lá essas coisas. Alvarez confirmou recentemente que a sequência de O Homem nas Trevas será lançada no próximo ano e terá novamente Stephen Lang no elenco. O produtor Sam Raimi, em entrevista, leu o roteiro e aprovou. Um aval importante. Certamente uma nova obra para ser admirada, assistida e que reforçará ainda mais a condição do diretor uruguaio como principal referência no segmento.

Título original Don’t Breathe Título traduzido O Homem nas Trevas Direção Fede Alvarez Roteiro Fede Alvarez Rodo Sayagues Gênero Terror Duração 88 minutos País Estados Unidos Uruguai Ano de produção 2016 Estúdio Screen Gems Stage 6 Ghost House Pictures Distribuição Sony Pictures


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

É importante elaborar os sentimentos que vêm lhe trazendo grandes transformações emocionais. A mudança é profunda e necessária para o seu aprimoramento pessoal e profissional. É uma semana para soltar, arrumar as gavetas, doar e retirar da sua vida aquilo que não cabe mais. É favorável mexer com investimentos e recursos guardados.

Touro - 21/04 a 20/05

O relacionamento está aberto e a pessoa passa por crescimento e por uma fase excelente de oportunidades. É uma semana importante para expressar o que sente e o que espera do futuro. É necessário elaborar as ideias e retirar as expectativas depositadas no outro. Há superação de obstáculos e reconstrução do vínculo.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

O trabalho passa por crescimento e excelentes oportunidades. É importante avaliar o cenário para não deixar a oportunidade simplesmente passar. Você está mais focado e determinado em seus propósitos. É necessário expressar o que sente e avaliar ideias que podem tirá-lo do seu foco. Experiências com parentes o deixam mais vulnerável.

Câncer - 21/06 a 20/07

Desenvolver a autoconfiança e seguir mais pleno no namoro e na troca com filhos é necessário e viável. O céu lhe traz força para superar os desafios e seguir firme para vivenciar experiências com plenitude. É importantíssimo expressar o que sente e avaliar ideias que podem deixá-lo mais vulnerável.

Leão - 21/07 a 22/08

Você se sente mais confiante para conduzir experiências em família ou para resolver assuntos que envolvem o imóvel. É necessário ser forte e transformar os sentimentos existentes. Você encontra forças para superar e seguir adiante. Elabore novas ideias com o seu dinheiro e cure as inseguranças. O passado pode ser uma sombra negativa. Seja forte e transforme seus valores.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Está mais confiante para conduzir ideias e expressar o que pensa de uma forma profunda. Está disposto a superar os desafios nas relações com pessoas do convívio e seguir em frente. É importante se expressar com uma pessoa de sua confiança ou com o cônjuge, para integrar ideias e varrer as expectativas que prejudicam a experiência.

Libra - 23/09 a 22/10

Está confiante para seguir em frente com os investimentos ou planejamento financeiros. Há foco e determinação para superar os desafios. Sente-se mais seguro para avaliar as ideias no silêncio ou receber algum tipo de orientação com reserva. É necessário expressar os sentimentos para retirar as expectativas que prejudicam o campo emocional.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Você está em condições de perceber a sua força para transformar as experiências à sua volta. A sua postura é testada para guiar experiências com amigos e projetos nos quais esteja envolvido. É importante expressar o que sente com amigos ou no campo afetivo. Retire com sabedoria e entendimento as expectativas e cure-se.

Sagitário - 22/11 a 21/12

É possível elaborar ideias profundas para conduzir a experiência com maior sabedoria. Você se sente mais seguro para realizar movimentos na carreira e para se expressar da melhor forma. O cenário indica que a sua expressão segue em destaque e que é preciso avaliar as palavras e os sentimentos que bloqueiam a fluidez dos fatos. Retire as expectativas para não se frustrar mais.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Os projetos seguem em crescimento e com excelentes oportunidades. Você está mais consciente do seu papel no grupo e encontra força para superar os obstáculos. O céu indica que é necessário expressar os sentimentos com pessoas próximas em quem você confia. Use as palavras para curar as relações que o deixam vulnerável.

Aquário - 21/01 a 19/02

Os caminhos profissionais são ampliados e tudo está aberto. Você se sente mais forte e seguro para superar os obstáculos e seguir em frente. O trabalho emocional e o autoconhecimento são essenciais para conquistar o sucesso que almeja. O céu indica que a comunicação é importante para avaliar de uma forma estratégica os próximos passos. Não acumule expectativas.

Peixes - 20/02 a 20/03

Os estudos e o campo filosófico são essenciais para o seu autodesenvolvimento. Você se sente mais forte para seguir em frente transformando ideias e padrões limitantes para o seu crescimento. É essencial desenvolver a sua fé. O céu indica a importância de expressar os sentimentos e ideias com uma pessoa especial ou com o cônjuge. Cure os sentimentos e não carregue mais expectativas.

Inside

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018


FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Vende-se casa no Bairro Imigrante com 2 pavimentos, 3 quartos em cada pavimento, 2 vagas de garagem, cercada com grades, portões eletrônicos, alarme, câmera, espera para gás e água quente. Tel. (54) 9.96864860. ALUGO PAVILHÃO de 600m² no loteamento América, entrada para a Linha São Miguel, perto da Multi Nova. Altura interna de 8 metros, sem colunas. Amplo espaço para estacionamento. Tratar: (54) 3268-0522. VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de compras. Valor R$ 650.000,00. F. 9 9118.1642.


2

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018


FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

3

ALUGUEL DE SALA COMERCIAL. Negociamos valores! Localizada no bairro São Luiz, com 168m². Fones: 9 9951.3583 / 3268-1062. OPORTUNIDADE para Investimento! VENDO 4 terrenos de Cooperativa já com área comprada R$ 110.000,00 (pelos quatro) F.: 9 9118.1642. VENDO CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, ao lado da Igreja. (A mesma já está alugada através de imobiliária pelos valores de R$ 1.500,00 por mês). R$ 250.000,00 Tratar: (54) 9 9118 1642. VENDO TERRENO, localização central em Arroio do Sal a duas quadras do mar. F. 9 9118.1642.


4

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018


13ª Seleção de Vinhos de Farroupilha

Parte integrante da Edição 555. Não pode ser vendido separadamente

14 de setembro de 2018

Com recorde de ouros mantido,

Seleção de Vinhos de Farroupilha reafirma a excelência do setor

Ramon Cardoso

Assim como no ano passado foram 49 medalhas douradas e a celebração dos premiados da 13ª edição do concurso foi com brinde que enalteceu a qualidade dos espumantes, vinhos e sucos elaborados na Capital Nacional do Moscatel


2

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

FOCO NA EXCELÊNCIA

De Farroupilha para o mundo, a tradição ligada à terra e à história Seleção de Vinhos teve papel fundamental na consolidação e desenvolvimento da cadeia vitivinícola do município mais essa qualidade, especialmente com a inclusão de novas tecnologias para a elaboração de um melhor produto final”, salientou João Carlos Taffarel, presidente da Associação Farroupilhense dos Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados (Afavin), reforçando que a união dos produtores é fundamental para esse crescimento conjunto. “Este concurso é o reconhecimento ao trabalho e uma forma de valorização desse importante segmento econômico que muito nos orgulha”, frisou Ricardo Bicca Ferrari, secretário de Desenvolvimento Rural. Promoção conjunta da Afavin com a Prefeitura, a Seleção teve sua

Fotos: Ramon Cardoso

A

entrega dos prêmios da 13ª Seleção de Vinhos de Farroupilha abriu os trabalhos do feriadão da Independência no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi. Assim como na edição passada, o concurso registrou um recorde de ouros, 49, além de nove medalhas de prata e as duas Distinções Especiais Moscatel Premium (veja mais na página 10). “A Seleção nasceu pela busca da qualidade, que gerou um reconhecimento regional, nacional e internacional da produção vitivinícola farroupilhense. Nosso desafio é o de preservar e melhorar ainda

Afavin e Prefeitura Parceria consolidada nas manifestações de Taffarel, Ferrari e Claiton, fato que reforça a importância do setor

edição inaugural realizada em 2006 e viu, ao longo de 13 concursos, o crescimento contínuo e progressivo da qualidade da produção farroupilhense, que é reconhecida internacionalmente. “A conquista vai além do

prêmio. Ela agrega um valor de algo muito importante, o valor do status da família ligada à terra, das famílias que usaram a experiência do Velho Continente para introduzir essa cultura aqui e a Seleção de Vinhos vem contar essa

nova história, uma história que conta com a mesma essência de trabalho, família, fé e inovação”, ressaltou o prefeito Claiton Gonçalves, antes do início da premiação que ratificou a excelência da produção vitivinícola local.


4

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

DISTINÇÃO ESPECIAL

Vinhos Tonini e Casa Perini levam a cobiçada medalha Moscatel Premium Vinícolas conquistam os principais prêmios de uma noite que celebrou a excelência do setor vitivinícola farroupilhense uma ótima qualidade, um padrão alto, mas foi uma surpresa ter recebido a Distinção Especial, fato que mostra que estamos no caminho certo”, ressalta Fernanda Tonini, sócia-proprietária e enóloga da Vinhos Tonini. Foi a primeira vez que a vinícola conquistou a outorga no concurso. “Para toda a equipe da Perini essa distinção não solidifica somente o produto, que foi eleito, ano passado, o 5º melhor vinho do mundo, mas o moscatel de Farroupilha. É fruto do trabalho de todos. É muito gratificante receber o prêmio, mas também de mostrar que esse é um produto genuinamente farroupilhense, típico de nossa cidade. E o evento deste ano, pela quantidade de ouros entregues, mostra bem a evolução do concurso ao longo de sua história”, salientou Leandro Santini, enólogo da Casa Perini.

Distinção Especial Moscatel Premium Vinho Branco Fino Seco Moscato Giallo Tanque 01, da Vinhos Tonini Espumante Moscatel Casa Perini Lote 1417, da Casa Perini Ramon Cardoso

O

anúncio de que a 13ª Seleção de Vinhos, logo no início da cerimônia de premiação, havia concedido 49 medalhas de ouro, igualando o recorde do ano passado, já indicava a manutenção de um patamar de excelência atingido pela produção vitivinícola local. Porém, o que aumentou a expectativa entre as vinícolas era, sem sombra de dúvida, a conquista da Distinção Especial Moscatel Premium, uma outorga que reconhece o município como o principal produtor de uvas moscato do País, conferindo-lhe o título de Capital Nacional do Moscatel. Quem celebrou a conquista da cobiçada medalha (a nota mais alta dentro dos prêmios moscato) foi a Vinhos Tonini e a Casa Perini. “Todos os produtos estavam que participaram da Seleção estavam com

Distinção Especial Moscatel Premium Presidente da Afavin, João Carlos Taffarel, e o prefeito Claiton Gonçalves repassam principais prêmios da noite para Francesca Pastori (Casa Perini) e Fernanda Tonini (Vinhos Tonini)


5

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Fotos: Ramon Cardoso

Espumante Moscatel Ouro Cave Del Vêneto, da Adega Chesini Branco Monte Paschoal 2017, da Basso Vinhos e Espumantes Casa Perini Lote 1426, da Casa Perini Castellamare, da Cooperativa Vinícola São João Castellamare Rosé, da Cooperativa Vinícola São João

Espumante Moscatel Taffarel, presidente da Afavin, Rafael Basso (Basso Vinhos e Espumantes), Ricardo Chesini (Adega Chesini), Benildo Perini (Casa Perini), Darci Possa (Cooperativa Vinícola São João) e o prefeito Claiton

Espumante Brut Charmat Ouro Rosé Monte Paschoal Lote 050/2018, da Basso Vinhos e Espumantes Prosecco Casa Perini, da Casa Perini Castellamare Rosé, da Cooperativa Vinícola São João San Diego Rosé, da Cooperativa Vinícola São João Cappelletti Rosé, da Vinhos Cappelletti Antonio Augusto Colombo, da Vinícola Colombo Espumante Brut Charmat Rosane Cappelletti, vice-presidente da Afavin, Diogo Possa (Cooperativa Vinícola São João), Luciana Callegari (Basso Vinhos e Espumantes), Diana Dickel (Vinhos Cappelletti), Bruna Porto Balen (Casa Perini) e Antonio Augusto Colombo (Vinícola Colombo)


Fotos: Ramon Cardoso

6

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Espumante Brut Champenoise

Vinho Frisante Moscatel

Ouro Cave Antiga Chardonnay, da Cave Antiga Vitivinícola Casa Perini Tradicional, da Casa Perini

Ouro Rosé Suave Moscato Monte Paschoal, da Basso Vinhos e Espumantes Prata Branco Suave Moscato Perini Macaw Tropical, da Casa Perini

Espumante Brut Champenoise Rosane Cappelletti (vice-presidente da Afavin), Natália Sanches Taffarel (Cave Antiga Vitivinícola), Marcelo Boreli (Casa Perini) e Roque Severgnini (secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda)

Vinho Branco Fino Seco (exceto moscatéis) Ouro Chardonnay Casa Perini 2018, da Casa Perini Riesling Castellamare, da Cooperativa Vinícola São João Prata Chardonnay Monte Paschoal Reserva 2016, da Basso Vinhos e Espumantes

Vinho Branco Fino Seco (exceto moscatéis) Ricardo Bicca Ferrari (secretário de Desenvolvimento Rural), Edemar Basso (Basso Vinhos e Espumantes), Leandro Bianchi Santini (Casa Perini), Sidnei Comiotto (Cooperativa Vinícola São João) e Rafael Marchetto (1º tesoureiro da Afavin)

Vinho Frisante Moscatel João Carlos Taffarel (presidente da Afavin), Francesca Pastori (Casa Perini), Danieli Leites (Basso Vinhos e Espumantes) e Claiton Gonçalves (prefeito municipal)

Vinho Branco de Mesa Suave Ouro Del Grano Gold (garrafão de 4,6 l), da Basso Vinhos e Espumantes Jota Pe Tradicional, da Casa Perini

Vinho Branco de Mesa Suave Ricardo Chesini (1º secretário da Afavin), Adrivan Cumerlato (Basso Vinhos e Espumantes), Marcelo Boreli (Casa Perini) e Francis Casali (secretário de Turismo e Cultura)


7

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Fotos: Ramon Cardoso

Vinho Branco Fino Seco Moscatel Tranquilo a Granel Ouro Moscato Tanque F01, da Adega Chesini Moscato, da Basso Vinhos e Espumantes Moscato R2 Tanque 218, da Casa Perini Moscato Tanque 07, da Vinhos Tonini Vinho Branco Fino Seco Moscatel Tranquilo a Granel Taffarel, Wilmar Chesini (Adega Chesini), Fernando Tonini (Vinhos Tonini), Marcos Vian (Basso Vinhos e Espumantes), Leandro Bianchi Santini (Casa Perini) e Claiton

Vinho Branco Fino Seco Moscatel Tranquilo Engarrafado Ouro Moscato Giallo Castellamare, da Cooperativa Vinícola São João Moscato Giallo Cappelletti, da Vinhos Cappelletti Moscato Giallo Don Giusepp, da Vinhos Don Giusepp Moscato João Tonini, da Vinhos Tonini Vinho Branco Fino Seco Moscatel Tranquilo Engarrafado Taffarel, Anselmo e Edson Antônio Cembrani (Vinhos Don Giusepp), Renor Moroni (Cooperativa Vinícola São João), Natalino Tonini (Vinhos Tonini), Rosane Cappelletti (Vinhos Cappelletti) e Claiton


8

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Vinho Branco de Mesa Seco

Ouro Bordô Del Grano Gold, da Basso Vinhos e Espumantes San Diego (garrafão de 4,6 l), da Cooperativa Vinícola São João Bordô Cappelletti, da Vinhos Cappelletti Cappelletti, da Vinhos Cappelletti

Ouro Lorena Adega Chesini, da Adega Chesini Niágara San Diego (garrafão de 4,6 l), da Cooperativa Vinícola São João Niágara Tonini, da Vinhos Tonini

Fotos: Ramon Cardoso

Vinho Tinto de Mesa Suave

Vinho Tinto de Mesa Suave Ismar Pasini (Cooperativa Vinícola São João), Ricardo Chesini (1º secretário da Afavin), Francis Casali (secretário de Turismo e Cultura), Martinez Perotti Cappelletti e Marcos Cappelletti (Vinhos Cappelletti) e Geovani Orio (Basso Vinhos e Espumantes)

Suco de Uva Ouro Tinto Integral Del Grano Gold, da Basso Vinhos e Espumantes Tinto Integral Monte Paschoal, da Basso Vinhos e Espumantes Branco Integral Perini 100% Uvas Moscato, da Casa Perini Tinto Integral Jota Pe, da Casa Perini Tinto Integral San Diego, da Cooperativa Vinícola São João Tinto Integral Don Giusepp, da Vinhos Don Giusepp Tinto Integral Don Guilherme, da Vinícola Colombo Suco de Uva Chesini, Anselmo e Edson Antônio Cembrani (Vinhos Don Giusepp), Fabiano Demoliner (Cooperativa Vinícola São João), Carla Galvão (Basso Vinhos e Espumantes), Francesca Pastori (Casa Perini), Rosane Tomazini Colombo (Vinícola Colombo) e Francis

Vinho Branco de Mesa Seco Francis, Fernanda Tonini (Vinhos Tonini), Leonarda Dellalibera (Adega Chesini), Valderiz Pozza (Cooperativa Vinícola São João) e Chesini


9

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Vinho Tinto Fino Seco Ouro Cabernet Sauvignon Monte Paschoal Dedicato 2013, da Basso Vinhos e Espumantes Tannat Monte Paschoal Virtus 2017, da Basso Vinhos e Espumantes Cabernet Sauvignon Casa Perini Fração Única 2015, da Casa Perini Merlot Casa Perini Fração Única 2015, da Casa Perini Cabernet Sauvignon Castellamare 2015, da Cooperativa Vinícola São João Merlot Castellamare 2015, da Cooperativa Vinícola São João

Prata Cabernet Sauvignon Adega Chesini, da Adega Chesini Merlot Adega Chesini 2016, da Adega Chesini Marselan Cave Antiga 2017, da Cave Antiga Vitivinícola Cabernet Sauvignon Cappelletti, da Vinhos Cappelletti Carmenère Don Giusepp, da Vinhos Don Giusepp Tempranillo Don Giusepp, da Vinhos Don Giusepp

Ramon Cardoso

Vinho Tinto Fino Seco Magnos Basso (Basso Vinhos e Espumantes), Daniel Cappelletti (Vinhos Cappelletti), Carla Chesini Fraporti (Adega Chesini), Jorge Feil (Adega Chesini), José Luiz Dors (Cave Antiga Vitivinícola), Dalila e Bárbara Cembrani (Vinhos Don Giusepp), Leandro Bianchi Santini (Casa Perini) e Claudir Lazzari (Cooperativa Vinícola São João), recebem distinções das mãos de Ricardo Bicca Ferrari (secretário de Desenvolvimento Rural) e Rafael Marchetto (1º tesoureiro da Afavin)


10

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

Ramon Cardoso

Vinho Tinto de Mesa Seco Ouro Bordô Don Giusepp, da Vinhos Don Giusepp João Tonini, da Vinhos Tonini João Tonini (garrafão de 4,6 l), da Vinhos Tonini Prata Bordô Cappelletti, da Vinhos Cappelletti

Vinho Tinto de Mesa Seco Francis Casali (secretário de Turismo e Cultura), Natalino e Fernando Tonini (Vinhos Tonini), Daniel Cappelletti (Vinhos Cappelletti), Dalila, a pequena Bárbara e Anselmo Cembrani (Vinhos Don Giusepp) e Ricardo Chesini, (1º secretário da Afavin)

Noite dourada marca a 13ª Seleção

E

m 2017, a Seleção de Vinhos de Farroupilha ficou marcada pela quebra do recorde de ouros no concurso. Foram 49, superando com sobra os 37 da 10ª edição, de 2015, até então a que tinha registrado o maior número de medalhas douradas. A Seleção deste ano igualou o recorde, além de conferir mais nove medalhas de prata e as duas da Distinção Especial Moscatel Premium.

Afora o fato de igualar o número de ouros, a Seleção deste ano registrou 60 outorgas, sendo a terceira mais premiada da história, superada apenas pelas edições de 2015 (10ª edição) e 2017 (12ª edição), que conferiram 62 prêmios. Com esta edição, o número de amostras inscritas superou os 2 mil cadastros, os prêmios a barreira dos 700 e os ouros, muito provavelmente, ultrapassarão os 400 na próxima edição do evento. Veja o balanço ao lado.

Geral das 13 edições Total de amostras inscritas: 2073 Total de prêmios concedidos: 722 Total de medalhas de ouro: 369 Total de medalhas de prata: 313 Total de medalhas de bronze: 8 Total de menções honrosas: 8 Total de distinções especiais: 24


11

FARROUPILHA, 14 DE SETEMBRO DE 2018

PARCEIROS DO EVENTO

Os que contribuem para o sucesso Fotos: Ramon Cardoso

Patrocinadores

Agrimar e Sotrima, Amazon Group, BiotecSul, Facchin Import&Export, Guaresi Tombadores Hidráulicos, Irmãos Luvison, Tramontina, Vêneto Mercantil e Verallia Embalagens.

Apoiadores

Associação dos Engenheiros Agrônomos da Encosta Superior do Nordeste, Confraria Feminina do Vinho e do Espumante de Farroupilha, Embrapa Uva e Vinho, Escritório Municipal da Emater/RS – Ascar, Instituto Brasileiro do Vinho, Laboratório de Referência Enológica – Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (Campus Bento Gonçalves), Juntos Para Competir (Farsul/Senar/Sebrae), Seminário Apostólico Nossa Senhora de Caravaggio; Sindicato dos Trabalhadores e Agricultores Familiares de Farroupilha e UCS Campus Farroupilha.

Avaliadores

Anderson Felten (Apromontes), Anderson Schmitz (Amazon Group), Angela Rossi Marcon (Unipampa), Cristhian Ferrari Ambrosi (Cave Antiga), Darci Dani (Agavi), Éder Caldart (Lavin), Fabiano Demoliner (Cooperativa Vinícola São João), Fernanda Tonini (Vinícola Tonini), Firmino Splendor (convidado Afavin), Gabriel Tavares (Prefeitura de Farroupilha), Hélio Buffon (Amazon Group), Iolanda Marques Trujillo (Confraria Feminina), Irineo Dall Agnol (Embrapa), Juliana Toniolo Rossatto (Asprovinho), Laercio Spadari (Vêneto Mercantil), Leandro Bianchi Santini (Vinícola Perini), Luciano Manfroi (IFRS), Luciano Vian (Biotecsul), Magnos Basso (Basso Vinhos e Espumantes), Nelson Randon (Labran), Plínio Manosso (Laren), Ricardo Chesini (Adega Chesini), Samuel Cervi (ABE), Sandra Valduga Dutra (convidada Afavin), Sérgio de Costa (Aviga) e Silverio Salvati (Caminhos de Pedra).


Edição 555  
Edição 555  
Advertisement