Issuu on Google+


02|03 Um Instituto Internacional de Investigação Biomédica An International Biomedical Research Institute

A ciência é uma obra coletiva, que pretende compreender o mundo. O trabalho desenvolvido no IGC tem contribuído significantemente para o avanço internacional da ciência. A educação, em particular a educação científica, é o mais seguro de todos os investimentos para um mundo melhor. Nesta área, o IGC também já deu o seu contributo; em 1969, introduziu a educação pós-graduada em Portugal e gerações de estudantes iniciaram no IGC o seu compromisso com a ciência. Ao longo dos últimos 17 anos, o IGC tem sido responsável por vários programas de doutoramento que são hoje conhecidos em todo o mundo e usados como exemplo de inovação e excelência.

O Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) celebra, em 2011, 50 anos desde a sua criação pelo Conselho de Administração da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), a 19 de julho de 1961. Para nós, cientistas, esta é uma excelente ocasião para celebrar, uma vez que o instituto permitiu as maiores contribuições da Fundação para a ciência, um dos seus fins estatutários.

É minha convicção que, para além das publicações e teses de doutoramento, a mais importante contribuição do IGC para a ciência em Portugal, nos anos recentes, está relacionada com uma nova dinâmica que este instituto introduziu na comunidade científica e nas instituições locais. O IGC promoveu alteração e mobilidade, estabeleceu uma autonomia científica e financeira completa dos jovens investigadores e responsabilizou as instituições no que respeita aos equipamentos e serviços de apoio científico. Durante muitos anos, o IGC foi essencialmente o único local em todo o país onde cientistas dedicados a tempo inteiro à ciência conduziam a sua investigação em completa autonomia para o bem da ciência. Muitos departamentos de universidades e instituições em Portugal acolhem atualmente cientistas que são alumni do IGC, para além das centenas de estudantes educados sob a responsabilidade do IGC que estão agora a trabalhar em locais espalhados por todo o país. Tudo isto contribuiu, particularmente nos últimos 10 anos, para uma dramática alteração na ciência em Portugal. Gostaria de pensar que o exemplo do IGC contribuiu para esta evolução. Professor António Coutinho Diretor


Science is a collective enterprise that aims to understand the world. The work carried out at the IGC has significantly contributed to the progress of science worldwide. Education, particularly if science-based, is the safest of all investments for a better world. Also here, the IGC has given its contribution: in 1969, it introduced graduate education in Portugal, and generations of students started their commitment to science here. Throughout the last 17 years, the IGC has been responsible for a handful of graduate programmes that are today known all over the world, and often used as example of innovation and excellence.

It is my conviction, however, that beyond publications and doctoral theses, the most important contribution of the IGC to Portuguese science in recent times relates to the new dynamics that the institute introduced into the local scientific community and institutions. The IGC has promoted turnover and mobility in the community, established full scientific and financial autonomy of young investigators, as well as the responsibilities of institutions in terms of facilities and services. For many years, the IGC was essentially the only place in the whole country where fully dedicated scientists conducted research autonomously, for the sake of science. Moreover, many a science department at various Universities and research institutions in Portugal are now home to IGC alumni, besides the hundreds educated by the IGC, now working across the country and abroad. All this has led to a dramatic change over the last 10 years in Portugal. I would like to think that the IGC example contributed to that evolution. Professor António Coutinho Director

03|

In 2011, the Institito Gulbenkian de Ciência (IGC) celebrates 50 years, since its foundation by the Board of Trustees of the Calouste Gulbenkian Foundation (FCG) on July 19, 1961. For us, scientists, this is a good reason to celebrate, as the Institute facilitated the major contributions of the Foundation to science, one of its four statutory goals.


04|05 Um centro internacional de excelência nas ciências Biomédicas An international centre of excellence in Biomedical sciences

CIÊNCIA IGC Em 2010 e 2011, o IGC foi classificado como uma das 10 melho-res Instituições Internacionais para doutorados trabalharem (fora dos EUA), no inquérito Anual da Revista Internacional The Scientist-Faculty of 1000. In 2010 and 2011 the IGC was ranked as one of the Top 10 international institutions to work for post-docs (non-USA), in the annual survey of The Scientist-Faculty of 1000.

O Presidente da República Portuguesa agraciou o Instituto Gulbenkian de Ciência por ocasião do 50º aniversário da instituição, com o título de Membro Honorário da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada. On its 50th anniversary, the President of the Portuguese Republic awarded to the IGC the title of Honorary Member of the Military Order of Sant’Iago da Espada.


The IGC is an international biomedical research and graduate training institute, dedicated to promoting multidisciplinary science of excellence and a new generation of scientific leaders.

O IGC é um instituto internacional de investigação biomédica e de ensino pós-graduado dedicado à promoção da ciência de excelência e multidisciplinar e à formação de uma nova geração de líderes científicos.

The IGC was set up by the Calouste Gulbenkian Foundation, in Portugal, in July 1961. The institute is part of the Oeiras Campus, home to several other basic and applied research centres in biology, biotechnology and chemistry, including the Associated Laboratory made up of the IGC, the Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB), the Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (IBET) and the Chronic Diseases Research Centre (CEDOC).

Criado pela Fundação Calouste Gulbenkian, em Portugal, em julho de 1961, o instituto faz parte do Campus de Oeiras, que acolhe vários centros de investigação fundamental e aplicada em Biologia, Biotecnologia e Química, incluindo o Laboratório Associado constituído pelo IGC, pelo Instituto de Tecnologia Química e Biológica da Universidade Nova de Lisboa (ITQB), pelo Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (IBET) e pelo Centro de Estudos de Doenças Crónicas (CEDOC).

The town of Oeiras, where the institute is located, is just 20km from Lisbon, on the coastline. The IGC is within walking distance from the beach, and there is easy public transport access to Lisbon. The IGC’s parent organisation, the Calouste Gulbenkian Foundation in Lisbon, hosts both leading arts exhibitions, as well as a world class concert season.

O município de Oeiras, onde o IGC se situa, está localizado na margem do rio Tejo, a apenas 20 km de distância de Lisboa. Muito perto da praia, tem excelentes acessos públicos para Lisboa e toda a Costa do Estoril. A Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, tem a decorrer uma variedade de exposições de arte e de concertos internacionais de música.


06|07 As Nossas Missões Our Missions

“Quando cheguei ao IGC senti-me como se estivesse num campo de férias científico. Este instituto tem a possibilidade de adquirir equipamento muito caro e faculta-nos um espaço laboratorial que atrai não só portugueses como também estrangeiros para fazer investigação de alta qualidade.” “When I came to the IGC I felt like I was at a science summer camp. This institute created a situation where we have access to very expensive research equipment and also to laboratory space that attracts not only researchers from Portugal but also from abroad to do high-quality research.”

Lars Jansen Investigador holandês que se juntou ao IGC, em 2008, para coordenar o Laboratório de Mecanismos Epigenéticos. A Dutch scientist who joined the IGC in 2008 to coordinate the Epigenetic Mechanisms Laboratory.

O IGC funciona como instituição de acolhimento e ”porta de entrada” em Portugal para investigadores e clínicos, nacionais e estrangeiros, com vista a criar e a reforçar o desenvolvimento de programas de investigação de excelência e a fortalecer a comunidade científica, em Portugal e no estrangeiro. The IGC operates as a host institution that provides an “entrance hall” into Portugal for national and international researchers and clinicians, with the goal of setting up and developing research programmes of excellence and strengthening the scientific community, in Portugal and abroad.


MISSÕES

MISSIONS

1.

Identificar, educar e incubar novos líderes científicos, disponibilizando serviços de ponta e total autonomia científica e financeira, no desenvolvimento dos seus projetos; To identify, educate and incubate new research leaders, providing state-of-the-art facilities and full financial and intellectual autonomy to pursue research projects;

2.

Exportar líderes científicos para outros institutos de investigação ou universidades, em Portugal e no estrangeiro; To export new scientific leaders to other research centres and academia, in Portugal and abroad.

3. 4.

Desenvolver programas internacionais de ensino pós-graduado; To provide international graduate teaching and training programmes;

Promover a cultura científica e a difusão dos valores da ciência na sociedade, bem como a participação ativa da sociedade na investigação científica, através do diálogo direto com o público. To promote a science-based culture and the values of science in society, as well as the active participation of society in scientific research, through engagement with different communities and stakeholders.


08|09 IGC em números IGC in numbers

483 Alumni Alumni

43

Grupos de investigação Research Groups

94

Estudantes de Doutoramento PhD Students

40

Técnicos/ Licenciados Technicians/Graduates

90

Investigadores Doutorados Post-docs

15

Administrativos Administrative staff

Alemanha Germany Angola Argentina Austrália Áustria Austria Brasil Brazil Bulgária Bulgaria Colômbia Colombia Cuba Dinamarca Denmark Espanha Spain EUA USA França France Grécia Greece Holanda Netherlands Índia India Inglaterra England Israel Itália Italy Japão Japan Líbano Lebanon Lituânia Lithuania Luxemburgo Luxembourg México Mexico Polónia Poland Portugal Roménia Romania Sérvia Serbia Suécia Sweden Suíça Switzerland Turquia Turkey Australia


31

Nacionalidades Nationalities


10|11

Fundação Calouste Gulbenkian Calouste Gulbenkian Foundation Conselho de Administração Board of Trustees

Emílio Rui Vilar

Presidente/ President

Diogo de Lucena; Eduardo Marçal Grilo; Isabel Mota; Martin Essayan; Teresa Gouveia Administradores/ Trustees

André Gonçalves Pereira; Artur Santos Silva; Eduardo Lourenço Administradores não executivos/ Non-executive Trustees

A Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) é uma instituição portuguesa privada, criada em 1956 por vontade testamentária do seu fundador Calouste Sarkis Gulbenkian. A FCG desenvolve uma vasta atividade em Portugal e no estrangeiro, no âmbito dos seus fins estatutários que são a caridade, a arte, a educação e a ciência. The Calouste Gulbenkian Foundation is a Portuguese private institution of general public utility established by a clause in Calouste Sarkis Gulbenkian’s will, in 1956. The statutory goals of the Foundation are charity, arts, education and science.

“Na última década, sob a liderança de António Coutinho, o IGC evoluiu para um dos mais estimulantes institutos de investigação na Europa. É único com o seu grupo de jovens cientistas ativamente dedicados à investigação numa grande variedade de temas da biologia básica moderna e, tendo um espaço relativamente pequeno, permite um ambiente estimulante e interativo. O IGC tem também contribuído substancialmente para a projecção da ciência portuguesa a nível internacional. Sendo cientista há muito tempo, sinto-me um afortunado por poder, nos últimos anos da minha vida, estar associado ao IGC e assistir ao seu crescimento e desenvolvimento.” “Over the past decade under the leadership of Antonio Coutinho, the IGC has evolved into one of the most exciting institutes in Europe. It is unique with its large cohort of young scientists actively engaged in research over a wide range of modern basic biology subjects and is still relatively small providing a stimulating, interactive environment. The IGC has also been working significantly for Portuguese science on the international scene. I have been in science a long time and I feel fortunate to have been associated with the IGC in the last years of my life and to have watched it grow and develop.”

Sydney Brenner The Salk Institute, EUA/USA Prémio Nobel de Fisiologia/ Medicina em 2002 Nobel Laureate for Physiology/ Medicine in 2002


Instituto Gulbenkian de Ciência

Sydney Brenner

The Salk Institute, EUA/ USA Presidente/ Chairman

11|

Instituto Gulbenkian de Ciência António Coutinho

Richard Axel

José Mário Leite

Jean-Pierre Changeux

Jocelyne Demengeot

Jonathan Howard

Diretor/ Director

Diretor Adjunto/ Deputy Director Adjunta do Diretor para os Assuntos Científicos/ Deputy to the Director for scientific affairs

Columbia University, EUA/ USA

Pasteur Institute, França/ France University of Cologne, Alemanha/ Germany

Nicole Le Douarin

Conselho Científico

Academie des Sciences, França/ France

Scientific Advisory Board

Ginés Morata

O Conselho Científico internacional do IGC orienta o progresso científico, os programas de ensino pós-graduado e o recrutamento e desempenho dos grupos de investigação. Aconselha também a Administração da Fundação Calouste Gulbenkian em aspetos relevantes para a missão do IGC. The IGC International Scientific Advisory Board oversees the scientific progress, graduate programmes, recruitment and overall performance of staff and research groups. The Scientific Advisory Board also advises the Board of the Calouste Gulbenkian Foundation on all matters of relevance to the mission of the institute.

Universidad Autónoma de Madrid, Espanha/ Spain

Martin Raff

University College London, RU/ UK

David Sabatini

New York University, EUA/ USA

Terrence Sejnowsky

The Salk Institute, EUA/ USA

Kai Simons

Max Planck Institute for Molecular Cell Biology and Genetics, Dresden, Alemanha/ Germany

Susumu Tonegawa

Massachusetts Institute of Technology, EUA/ USA

“O IGC é um instituto excecional, não só pela alta qualidade da sua investigação mas também pela extraordinária diversidade da ciência que aí se realiza. Não conheço outro instituto com as mesmas dimensões, que chegue próximo desta diversidade. O IGC foi, e continua a ser, um marco de investigação biomédica portuguesa, tanto em Portugal como no resto do mundo. Pertenço ao Conselho Científico do IGC desde a sua formação e tem sido um privilégio observar o instituto crescer e dar frutos, sobre a liderança inspiradora de António Coutinho.” “The IGC is a truly remarkable institute, not only for the high quality of its research, but also for the amazing diversity of the science that is done there. I don’t know of any other institute of comparable size that comes close to matching this diversity. The IGC has been, and continues to be a a beacon of Portuguese biomedical science, in Portugal and abroad. I belong to the IGC Scientific Advisory Board since it was formed, and it has been a privilege to watch the institute grow and flourish under António Coutinho’s inspirational leadership.” Martin Raff

University College London, RU/ UK


12|13 Uma Visão Científica Multidisciplinar A Multidisciplinary Approach to Science

AREAS ÁREAS de RESEARCH

INVESTIGAÇÃO Grupos de Investigação Research Groups Biofísica Celular e do Desenvolvimento

Desenvolvimento em Mosca

Cell Biophysics and Development

Coordenador/ Principal Investigator

Coordenador/ Principal Investigator

Rui Martinho rmartinho@igc.gulbenkian.pt

José Feijó jfeijo@igc.gulbenkian.pt

A nossa investigação, centrada no organismo, foca-se nas seguintes áreas: Our research is organism centred and hypothesis driven, encompassing the following areas:

Bioinformática; Bioinformatics; Biologia Celular, Ciclo Celular e Reparação de ADN com implicações na investigação e tratamento do cancro e de outras doenças; Cell Biology, Cell Cycle and DNA Repair with implications in research and treatment

Biologia Evolutiva; Evolutionary Biology; Biologia Teórica; Theoretical Biology; Genética de doenças complexas: malária, diabetes Tipo I, lúpus; Genetics of complex diseases: malaria, diabetes Type I, lupus; Inflamação, Imunologia e Doenças Auto-imunes; Inflammation, Immunity and Auto-immune Diseases; Interações patogénio-hospedeiro; Host-pathogens interactions; Neurobiologia do Comportamento. of cancer and other diseases;

Behavioural Neuroscience.

Biologia Evolutiva Evolutionary Biology Coordenadora/ Principal Investigator

Isabel Gordo igordo@igc.gulbenkian.pt

Early Fly Development

Desenvolvimento, Evolução e Ambiente Development, Evolution and the Environment Coordenadora/ Principal Investigator

Christen Mirth christen@igc.gulbenkian.pt

Biologia Quantitativa do Organismo

Dinâmica da Actina

Quantitative Organism Biology

Actin Dynamics

Coordenador/ Principal Investigator

Coordenadora/ Principal Investigator

Jorge Carneiro jcarneir@igc.gulbenkian.pt

Florence Janody fjanody@igc.gulbenkian.pt

Biologia Molecular Vegetal

Dinâmica de Sistemas

Plant Molecular Biology

Collective Dynamics

Coordenadora/ Principal Investigator

Coordenadora/ Principal Investigator

Paula Duque duquep@igc.gulbenkian.pt

Gabriela Gomes ggomes@igc.gulbenkian.pt

Comportamento e Metabolismo*

Epigenética e Soma

Behaviour and Metabolism* Coordenador/ Principal Investigator

Carlos Ribeiro cribeiro@igc.gulbenkian.pt

Epigenetics and Soma Coordenador/ Principal Investigator

Vasco Barreto vbarreto@igc.gulbenkian.pt


Interações Ácidos Nucleicos Proteínas

Evolution and Development

Protein-Nucleic Acids Interactions

Coordenador/ Principal Investigator

Coordenador/ Principal Investigator

Élio Sucena esucena@igc.gulbenkian.pt

Alekos Athanasiadis alekos@igc.gulbenkian.pt

Fisiologia de Linfócitos Lymphocyte Physiology

Interações Hospedeiro Microorganismo

Coordenadora/ Principal Investigator

Host-Microorganism Interactions

Jocelyne Demengeot jocelyne@igc.gulbenkian.pt

Coordenador/ Principal Investigator

Genética de Doenças Disease Genetics Coordenador/ Principal Investigator

Carlos Penha Gonçalves cpenha@igc.gulbenkian.pt

Luis Teixeira lteixeira@igc.gulbenkian.pt

Mecanismos Epigenéticos Epigenetic Mechanisms Coordenador/ Principal Investigator

Lars Jansen ljansen@igc.gulbenkian.pt

Genética de Populações e da Conservação

Meiose e Desenvolvimento

Population and Conservation Genetics

Coordenador/ Principal Investigator

Coordenador/ Principal Investigator

Lounès Chikhi chikhi@igc.gulbenkian.pt

Genética Evolutiva Evolutionary Genetics Coordenador/ Principal Investigator

Henrique Teotónio teotonio@igc.gulbenkian.pt

Genómica Computacional Computational Genomics Coordenador/ Principal Investigator

José Pereira Leal jleal@igc.gulbenkian.pt

Grupo de Comportamento Inato* Innate Behaviour*

Meiosis and Development Vítor Barbosa vbarbosa@igc.gulbenkian.pt

Neurobiologia da Ação* Neurobiology of Action* Coordenador/ Principal Investigator

Rui Costa ruicosta@igc.gulbenkian.pt

Neurobiologia de Comportamento* Behavioural Neuroscience* Coordenadora/ Principal Investigator

Marta Moita moita@igc.gulbenkian.pt

Neurobiologia Molecular Molecular Neurobiology Coordenador/ Principal Investigator

Coordenadora/ Principal Investigator

Diogo Castro dscastro@igc.gulbenkian.pt

Maria Luísa Vasconcelos vasconcelos@igc.gulbenkian.pt

Organogénese

Infeção e Imunidade Infections & Immunity Coordenador/ Principal Investigator

Michael Parkhouse parkhous@igc.gulbenkian.pt

Inflamação Inflammation Coordenador/ Principal Investigator

Miguel Soares mpsoares@igc.gulbenkian.pt

Organogenesis Coordenador/ Principal Investigator

Joaquin Leon jleon@igc.gulbenkian.pt

13|

Evolução e Desenvolvimento


14|15 Uma Visão Científica Multidisciplinar A Multidisciplinary Approach to Science

Padronização e Morfogénese

Sistemas Neuronais*

Patterning and Morphogenesis

Systems Neuroscience*

Coordenador/ Principal Investigator

Coordenador/ Principal Investigator

Moises Mallo mallo@igc.gulbenkian.pt

Zachary Mainen zmainen@igc.gulbenkian.pt

Regulação do Ciclo Celular Cell Cycle Regulation

Telómeros e Estabilidade Genómica

Coordenadora/ Principal Investigator

Telomeres and Genome Stability

Mónica Bettencourt Dias mdias@igc.gulbenkian.pt

Coordenador/ Principal Investigator

Sinalização de Stress em Plantas

Miguel Ferreira mgferreira@igc.gulbenkian.pt

Plant Stress Signalling

Variação: Desenvolvimento e Seleção

Coordenadora/ Principal Investigator

Variation: Development and Selection

Elena Baena González ebaena@igc.gulbenkian.pt

Coordenadora/ Principal Investigator

Sinalização em Bactérias

Patrícia Beldade pbeldade@igc.gulbenkian.pt

Bacterial Signalling Coordenadora/ Principal Investigator

Karina Xavier kxavier@igc.gulbenkian.pt

Sistemas Adaptativos Complexos e Biologia Computacional Complex Adaptive Systems and Computational Biology Coordenador/ Principal Investigator

Luís Rocha rocha@igc.gulbenkian.pt

* Estes grupos pertencem ao Programa Champalimaud de Neurociências no IGC

* These groups belong to the Champalimaud Neuroscience Programme at the IGC


Investigadores Independentes Research Fellows Pequenos grupos de investigação coordenados por investigadores seniores sob responsabilidade de António Coutinho, Diretor do IGC. Research fellows are senior researchers who have set up independent research programmes under responsibility of António Coutinho, IGC Director.

Biofísica e genética da Morfogénese

Imunorregulação

Biophysics and Genetics of Morphogenesis

Coordenador/ Principal Investigator

Coordenadora/ Principal Investigator

Immune Regulation Carlos Tadokoro ctadokoro@igc.gulbenkian.pt

Filipa Alves filipaalves@igc.gulbenkian.pt

Laboratório de Neuroetologia*

Dopamina na Aprendizagem de Tarefas Motoras*

Neuroethology lab*

Dopamine in Action Learning* Coordenador/ Principal Investigator

Coordenadora/ Principal Investigator

Susana Lima slima@igc.gulbenkian.pt

Joe Paton jpaton@igc.gulbenkian.pt

Lúpus e Repertórios Imunes Autoreactivos

Estrutura Neuronal e Função*

Lupus and Autoreactive Immune Repertoires

Neuronal Structure and Function*

Coordenador/ Principal Investigator

Coordenadora/ Principal Investigator

Inbal Israely iisraely@igc.gulbenkian.pt

Constantin Fesel cfesel@igc.gulbenkian.pt

Modelação de Redes

Genómica das Plantas

Network Modelling

Plant Genomics

Coordenadora/ Principal Investigator

Coordenador/ Principal Investigator

Jörg Becker jbecker@igc.gulbenkian.pt

Claudine Chaouiya chaouiya@igc.gulbenkian.pt

* Estes grupos pertencem ao Programa Champalimaud de Neurociências no IGC

* These groups belong to the Champalimaud Neuroscience Programme at the IGC


16|17 As nossas Plataformas Tecnológicas Our Facilities and Services

PLATAFORMAS

TECNOLÓGICAS FACILITIES AND SERVICES O IGC está preparado para o futuro com equipamento de ponta combinado com serviços internos extremamente eficientes, tornando-o competitivo a nível mundial. The IGC is resourced for the future with state-of-the art equipment combined with dedicated in-house facilities, making it competitive across the world.

Todos os nossos serviços e equipamentos são geridos por pessoal experiente e altamente qualificado, são de uso comum a todos os cientistas e abertos a utilizadores externos. All our common services and equipments are run by highly qualified and experienced support staff, are freely accessible to all IGC researchers and are also open to external users.

Colaborações e estruturas de investigação Collaborations and Research structures Trabalhamos com várias organizações nacionais e internacionais para assegurar a ciência de excelência desenvolvida pelos nossos cientistas. We work with a number of national and international organisations to ensure the best quality science developed by our researchers.

Laboratório Associado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Ministry of Science, Technology and Higher Education Associated Laboratory

Collaboratorium FLAD em Biologia Computacional FLAD Computational Biology Collaboratorium

European Mouse Mutant Archive (EMMA) Infrafrontier


17| “A ciência dos dias de hoje requer equipamento de ponta. À medida que vamos descobrindo mais segredos da Natureza, os desafios tecnológicos aumentam exponencialmente. Para acompanhar estes progressos, os cientistas precisam de estar equipados com instrumentos altamente sofisticados. Mais do que nunca, os institutos de investigação, como o IGC, necessitam de instrumentação muito avançada tecnologicamente, que custa milhões de euros. Lado a lado, a tecnologia e a ciência abraçam o futuro.” “Today’s science demands state-of-the-art equipment. As we dig deeper into Nature’s secrets, the technical challenges become overwhelming. To face these challenges, scientists must be equipped with highly sophisticated instruments. More than ever research institutes, such as the IGC, need to provide technologically advanced instrumentation that costs several million Euros. Hand in hand, technology and science embrace the future.” Rui Gardner Doutorado, Coordenador do Serviço de Separação de Células PhD, Head of the Flow Assisted Cell Sorting Facility

Os nossos serviços incluem: Our services include:

Biblioteca; Library; Biotério; Animal facilities; Cul-tura de células e de tecidos; Cell and tissue culture; Expressão Genética; Gene Expression; Histologia; Histology; Informática; Dedicated in-house data centre; Microscopia; Microscopy; Separação de células; Cell sorting; Sequenciação de ADN e Genotipagem. DNA sequencing & genotyping.


18|19 Avanços Científicos Scientific Achievements

Avanços

CIENTÍFICOS SCIENTIFIC ACHIEVEMENTS

como a anemia falciforme protege contra a malÁria how sickle hemoglobin protects against malAria

Foi desvendado no IGC o mecanismo pelo qual a mutação responsável pela anemia falciforme confere proteção contra a malária. Estes resultados abrem caminho a novas abordagens terapêuticas contra esta doença. The molecular mechanism whereby sickle cell hemoglobin confers survival advantage against malaria was identified at the IGC. These findings open the way to new therapeutic interventions against this disease. Trabalho publicado na revista científica Cell, abril de 2011 Published in the journal Cell, April 2011 Cell, vol.145 (3), 398-409

Reprodução em Plantas utiliza mecanismos comuns ao nosso cérebro Plant Reproduction uses similar mechanisms TO our brain

Os grãos de pólen (que contêm os gâmetas masculinos) comunicam com o pistilo (órgão sexual feminino) através de um mecanismo molecular que também ocorre no sistema nervoso de animais. Este estudo não só revela um novo mecanismo subjacente à reprodução em plantas como abre portas para uma nova linha de investigação sobre a conservação de vias de comunicação entre células em plantas e em animais. Pollen grains (that contains the plant male gametes) communicate with the pistil (their female counterpart) using a mechanism commonly observed in the nervous system of animals. This study not only reveals a new mechanism which underlies reproduction in plants but also opens an exciting new line of research of how cell-cell communication is conserved between cells in plants and in animals. Trabalho publicado na revista científica Science, abril de 2011 Published in the journal Science, April 2011 Science, vol. 33, 6028, 434-437


Unusual suspect holds the secret for new approach to treat severe sepsis

Este estudo mostrou que o grupo heme, libertado pelos glóbulos vermelhos durante uma infeção, é responsável pela perda de funções dos órgãos dando origem à sépsis grave. Além disso, foi também descoberta uma forma eficaz de neutralizar o efeito tóxico do grupo heme através de uma molécula que existe naturalmente no organismo, a hemopexina. Estas descobertas poderão conduzir a uma nova estratégia de tratamento da sépsis grave. This study showed that the free heme group, released from red blood cells during infection, is the cause of organ failure, leading to the lethal outcome of severe sepsis. Moreover, the toxic effect of free heme group can be overcome by hemopexin, a naturally occurring molecule that neutralises free heme group. These findings open the door to new ways of monitoring and eventually treating severe sepsis. Trabalho publicado na revista científica Science Translational Medicine, setembro de 2010 Published in the journal Science Translational Medicine, September 2010 Sci Transl Med, Vol. 2 (51), 51-71

Porque razão os cromossomas não atam os atacadores? Why do chromosomes never tie their shoelaces?

Foi elucidado um paradoxo com que os cientistas se deparam desde a descoberta dos telómeros (as pontas protetoras dos cromossomas): como é que os telómeros evitam que nas células os cromossomas se unam uns aos outros, assegurando deste modo a correcta distribuição de material genético durante a divisão celular. Estes resultados irão fornecer pistas importantes para a compreensão do envelhecimento celular e do cancro, e para futuras intervenções terapêuticas. A paradox that has puzzled scientists since the discovery of telomeres (the protective tips of chromosomes) was solved: how telomeres protect chromosomes from joining together, thus ensuring that chromosomes are properly distributed during cell division. This study provides insight into the initial stages of tumourigenesis, ageing and the development of future therapeutic interventions. Trabalho publicado na revista científica Nature, setembro de 2010 Published in the journal Nature, September 2010 Nature, Vol. 467, 228-232

Identificados os primeiros genes que conferem suscetibilidade à malária cerebral em crianças Angolanas the first genes for susceptibility to cerebral malaria in Angolan children

Uma equipa internacional de investigadores, liderada por um cientista do IGC, identificou, em crianças angolanas, os primeiros fatores genéticos associados ao risco de desenvolvimento da malária cerebral, uma manifestação grave da malária. An international team of researchers, lead by an IGC scientist, identified the first genetic risk factors in Angolan children, for the development of cerebral malaria, a severe manifestation of malaria infection. Trabalho publicado na revista científica Plos One, junho de 2010 Published in the journal Plos One, June 2010 PLoS ONE 5(6): e11141

19|

Suspeito improvável guarda o segredo de nova abordagem para tratar a sépsis grave


20|21 Avanços Científicos Scientific Achievements

Surpresas no PROCESSO DE FORMAÇÃO DE COSTELAS New insights into PROCESS OF MAKING RIBS

Investigadores do IGC identificaram vários genes envolvidos na determinação do número de costelas em vertebrados e demonstraram que, no embrião, a produção de costelas e dos músculos associados está sob o controlo de um mecanismo genético único e minuciosamente coordenado. Researchers from the IGC identified a balancing act between genes in determining the number of ribs in vertebrates, and showed that the production of both ribs and their associated muscles in the embryo is under the control of a single and coordinated genetic mechanism. Trabalho publicado na revista científica Developmental Cell, abril de 2010 Published in the journal Developmental Cell, April 2010

RESISTÊNCIA A ANTIBIÓTICOS RESISTANCE TO ANTIBIOTICS

O efeito nefasto sobre uma bactéria, provocado pela resistência a um antibiótico pode ser suprimido pela aquisição de uma nova resistência a um outro antibiótico, tornando a bactéria multi-resistente. Este trabalho tem implicações diretas na evolução de bactérias multi-resistentes e na escolha do tipo de antibiótico a ser administrado para combater infeções bacterianas. The deleterious effect felt by bacteria, caused by resistance to an antibiotic can be overcome by acquiring a new resistance, to a different antibiotic, thus making the bacteria multi-resistant. These findings have direct implications in tackling the problem of multi-resistant bacteria and, subsequently, in the choice of the antibiotic administrated to patients. Trabalho publicado na revista científica PLOS Genetics, julho de 2009 Published in the journal PLOS Genetics, July 2009 PLoS Genet 5(7): e1000578

Developmental Cell, Vol. 18 (4), 655-661

TÉCNICA INOVADORA Pioneering Technique

Proteção natural contra formas graves de malária naturally-occurring protection against severe malaria

Cientistas do IGC desenvolveram, pela primeira vez, uma técnica para isolar com sucesso os constituintes dos grãos de pólen da planta Arabidopsis thaliana. Scientists at the IGC developed, for the first time, a technique to isolate sperm cells in the pollen grain of the model plant Arabidopsis thaliana.

A descoberta de um fármaco anti-oxidante que oferece proteção contra formas mortais de malária tem implicações diretas no tratamento desta doença devastadora, uma das principais causas de mortalidade a nível mundial, causada pelo parasita Plasmodium.

Trabalho publicado na revista científica Cell, fevereiro de 2009 Published in the journal Cell, February 2009

The identification of an anti-oxidant drug that protects against the development of deadly forms of malaria has direct implications for the treatment of this devastating disease, caused by the parasite Plasmodium and one of the main causes of death worldwide.

Evolução reversível em tempo real

Trabalho publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), setembro de 2009 Published in the journal Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), September 2009 PNAS vol. 106, 37, 15837-15842

Cell, Vol. 136 (3), 461-472

Reverse evolution in real-time

Uma equipa do IGC fez o tempo voltar atrás para moscas-da-fruta e revelou mecanismos básicos de evolução ao recrear o processo de seleção natural em tempo real no laboratório (em vez de se basear em registos fósseis ou na comparação de populações naturais existentes). Este estudo forneceu a primeira evidência quantitativa do processo de seleção natural. A team from the IGC turned back the clock on evolution in fruit fly to provide key insights into basic mechanisms of evolution, recreating natural selection in real-time, in the laboratory (rather than based on inferences from fossil records or from comparing existing natural populations). This study provided the first quantitative evidence for natural selection. Trabalho publicado na revista científica Nature Genetics, janeiro de 2009 Published in the journal Nature Genetics, January 2009 Nature Genetics 41, 251 – 257


How do cells count?

Investigadores do IGC elucidaram um velho mistério da biologia celular, oferecendo novas pistas para a compreensão de anomalias existentes no cancro. O estudo desvenda o mistério do controlo do número de centrossomas nas células, estruturas que regulam o esqueleto e a multiplicação das células e que estão frequentemente alteradas em casos de cancro. IGC researchers provided insights into an old mystery in cell biology and offered up new clues to understanding cancer. They unravelled the mystery of how cells count the number of centrosomes, the structures that regulate the cell’s skeleton, control the multiplication of cells, and are often altered in cancer.

21|

como contam as células?

Trabalho publicado na revista científica Current Biology, dezembro de 2008 Published in the journal Current Biology, December de 2008 Current Biology, Vol. 19 (1), 43-49

Publicações em revistas científicas Publications in scientific journals Os cientistas do IGC publicam o seu trabalho em revistas científicas internacionais de liderança, o que demonstra a sua competitividade, a qualidade da sua investigação e o seu impacto na comunidade científica e na sociedade em geral. IGC scientists publish their work in leading international scientific journals, underscoring their competitiveness, the quality of research and its impact on the scientific community and on society.

Desde 1998, data em que o IGC se tornou uma instituição de acolhimento: Since 1998, when the IGC became a host institution:

1,000

Investigadores do IGC publicaram mais de IGC scientists have published over 1,000 scientific papers...

artigos científicos...

17,000

que foram já citados cerca de vezes por cientistas de todo o mundo... that have been cited around 17,000 times by scientists across the world....

16

em média cada publicação do IGC tem sido citada vezes noutras publicações. so each publication has been cited, on average, 16 times in other publications.


22|23 Educação e Treino Pós-Graduado Internacional no IGC Education and International Graduate Training at the IGC

ENSINO PÓS-GRADUADO GRADUATE TRAINING

O IGC tem uma longa tradição no ensino internacional pós-graduado. Os primeiros cursos pós-graduados em Portugal foram realizados no IGC, em 1969. The IGC has a longstanding tradition in international graduate training. The first graduate training courses in Portugal were held at the IGC, in 1969.

O ensino pós-graduado internacional no IGC tem sido, ao longo dos anos, um dos nossos fortes compromissos e permite aos nossos estudantes adquirirem aptidões para se tornarem líderes da próxima geração de investigadores biomédicos e clínicos. International graduate training at the IGC has been one of our major commitments and provides our students skills to become leaders in the next generation of biomedical researchers and clinicians.

Em 2010 In 2010

04

Programas de Doutoramento PhD Programmes

209

Apresentações internacionais pelos investigadores do IGC Presentations by IGC researchers at international meeting

186 Seminários Seminars

02

Encontros Científicos Scientific Meetings


The Gulbenkian Training Programme in Bioinformatics (GTPB) (since 1999) O objectivo deste programa é criar novas competências e independência no uso de ferramentas bioinformáticas. Aims at providing skills and independent usage capabilities on tools in bioinformatics.

Em 2011 In 2011

Escola de Verão Volkswagen-Gulbenkian em Biologia Genómica e Evolução Volkswagen-Gulbenkian Summer School on Genome Biology and Evolution Iniciativa conjunta da Fundação Volkswagen (Alemanha) e da Fundação Calouste Gulbenkian, inserido no Campus Europeu de Excelência (ECE). Joint initiative of the Volkswagen Foundation (Germany) and the Calouste Gulbenkian Foundation, as part of the European Campus of Excellence (ECE).

“As aulas são únicas e uma grande vantagem no início deste programa. Permitiram-me conhecer colegas e aprender com as suas diferentes formações. São também uma forma brilhante de conhecer todas as pes-soas do instituto, de nos integrarmos e de apreciarmos o fantástico e único ambiente de trabalho que o instituto nos oferece.” “The classes are unique and a great advantage at the beginning of the programme. It enabled me to meet fellow students and get to know their background. The classes are a brilliant way to meet everyone at the institute, and are just as important in integrating yourself within the institute and fully appreciating the wonderful and unique working environment offered here” Elizabeth Ball Estudante inglesa licenciada em Biomedicina e atualmente estudante do programa de Doutoramento em Ciências Biomédicas Integrativas do IGC. English Biomedical Science graduate, and currently a student of the PhD Programme in Integrative Biomedical Sciences, at the IGC.

23|

Programa Gulbenkian de Treino em Bioinformática (desde 1999)


24|25 Educação e Treino Pós-Graduado Internacional no IGC

Education and International Graduate Trainning Training at the IGC

2.

Programa de Doutoramento em Biologia Computacional (PDBC) PhD Programme in Computational Biology (PDBC) Responsável/Head

Jorge Carneiro

O PDBC é um programa pós-graduado piloto que pretende criar uma massa crítica de investigadores em biologia computacional, que serão os futuros líderes nesta área.

Estão a decorrer atualmente no IGC 4 programas de Doutoramento There are currently 4 PhD programmes running at the IGC

1.

Programa de Doutoramento em Ciências Biomédicas Integrativas (PIBS) PhD Programme in Integrative Biomedical Sciences (PIBS) Responsável/Head

Thiago Carvalho

• Financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e pela Fundação Calouste Gulbenkian (FCG); • Seleciona até 12 estudantes por ano; • Concede bolsas de estudo para 4 anos. Os estudantes realizam quatro meses de cursos em módulos com formato tutorial, a cargo de cientistas do IGC e de convidados internacionais de conceituadas instituições científicas. É também atribuído aos estudantes um período de tempo para a elaboração dos seus projectos de investigação, que serão realizados, no IGC, durante os restantes 3 anos financiados. • Supported by the Portuguese Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) and the Calouste Gulbenkian Foundation (FCG); • Admits up to 12 students per year; • Offers 4-year PhD fellowships (by FCT). Students receive four months of graduate courses, by both IGC faculty and international invited guest lecturers from prestigious scientific institutions. Students are given time to design their research programmes, to be undertaken at the IGC, for the ensuing 3 years.

Este programa funciona em estreita interação com o Collaboratorium FLAD em Biologia Computacional. É promovido pela FCT, pela Siemens Portugal SA e pela Fundação Calouste Gulbenkian. O PDBC foi lançado em 2005 e planeado para educar 4 gerações de 12 estudantes por ano. É um programa de quatro anos divididos num ano de entrada, constituído por cursos em full-time, workshops e projetos sobre aspetos fundamentais da biologia computacional do ponto de vista biológico, computacional, matemático, químico e físico, seguido por 3 anos de treino em investigação num laboratório, reconhecido internacionalmente, em qualquer parte do mundo, incluindo Portugal. As admissões para este programa já terminaram e todos os 41 estudantes estão a desenvolver os seus projetos de investigação em laboratórios internacionais. Financiamento: Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), Portugal Siemens Portugal SA, Portugal Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), Portugal Fundação PT, Portugal Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), Portugal Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), Portugal The PDBC is a pilot graduate programme that aims to create a critical mass of researchers in computational biology, who will be the future leaders in the field. This programme operates in close association with its twin initiative, the Computational Biology Collaboratorium. It is supported by the Portuguese Ministry for Science and Technology, the Calouste Gulbenkian Foundation and Siemens Portugal SA. The PDBC was launched in 2005, has a defined lifespan and was planned to educate four generations of 12 students per year. Education is organised as a fouryear programme divided into a year of full-time courses, workshops and projects, covering the main aspects of computational biology from the biological, computational, mathematical, chemical and physical points of view, and three years of research training in a recognised laboratory anywhere in the world, including Portugal. Admissions to the PDBC are closed and all 41 students are carrying out their research training in international laboratories. Funding: Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), Portugal Siemens Portugal, SA, Portugal Calouste Gulbenkain Foundation (FCG), Portugal PT Foundation, Portugal Luso-American Development Foundation (FLAD), Portugal Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), Portugal


Programa para Investigação Médica Avançada -Programa de Doutoramento para Médicos Programme for Advanced Medical Research - Doctoral Programme for Physicians Responsável/Head Leonor Parreira (Destacada para o Ministério da Educação e Ciência/ on leave) António Coutinho (Director Interino/ Acting Head)

• Financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), Fundação Champalimaud (FC), Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e pelo Ministério da Saúde; • Admite 10 vagas por ano a tempo inteiro (especialistas e internos) ou em regime parcial (internos); • Os estudantes têm 6 meses de cursos pós-graduados, lecionados por professores internacionais, seguidos pelo desenvolvimento da tese de doutoramento em instituições nacionais ou internacionais; • Os cursos pós-graduados têm lugar em conceituados institutos de investigação biomédica portugueses: Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC); Instituto de Medicina Molecular (IMM)/ Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa; IPATIMUP, Porto; Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Nova de Lisboa; Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. • Supported by the Gulbenkian Foundation (FCG), Champalimaud Foundation (FC), the Ministry of Health and the Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT); • Admits 10 students per year, either on full time-basis (specialists and interns), or on a part-time basis (interns); • Students receive six months’ graduate courses by an international faculty, followed by doctoral thesis work at national or international institutions; • Graduate courses take place at leading Portuguese biomedical research institutions: Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC); Instituto de Medicina Molecular (IMM)/Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa; IPATIMUP, Porto; Faculdade de Ciência Médicas, Universidade Nova de Lisboa; Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

4.

Programa Gulbenkian-Champalimaud de Doutoramento em Neurociências* International Neuroscience Doctoral Programme (INDP)* Responsável/Head

Zachary Mainen

• Financiado pela Fundação Champalimaud (FC) e pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT); • São selecionados 10 alunos por ano; • Concede bolsa de estudo para 4 anos; • No fim do primeiro ano de cursos pós-graduados, os estudantes escolhem, com acompanhamento da universidade e do Diretor do programa, um laboratório para desenvolverem a tese de doutoramento. * Durante 2011 este programa vai mudar-se para o Centro para o Desconhecido, da Fundação Champalimaud. • Supported by Champalimaud Foundation (FC) and Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT); • Admits 10 students per year; • Fully supported with a four years fellowship; • At the end of the first year of graduate courses, students choose a thesis laboratory guided by faculty and the programme Director. * During 2011 this programme will move to the new Champalimaud Centre for the Unknown.

25|

3.


26|27 Alumni do IGC IGC Alumni

ALUMNI Antigos Estudantes do IGC

FORMER STUDENTS AT THE IGC

Os programas de doutoramento do IGC são a continuação de um grande investimento na educação graduada que está a decorrer desde 1993. The IGC PhD Programmes are the continuation of a strong investment in graduate education that dates back to 1993.

Depois de terminarem o seu doutoramento, os estudantes do IGC, nacionais e estrangeiros, juntam-se a uma prestigiada rede de mais de 480 antigos estudantes, distribuídos por alguns dos melhores institutos de investigação mundiais, companhias e outras organizações relacionadas com a ciência. Dos 101 alumni do Programa de Doutoramento em Biologia e Medicina (PGDBM), que terminou em 2004, 69 regressaram a Portugal. Nos últimos 5 anos, os antigos estudantes que regressaram angariaram para o país quase 20 milhões de Euros em investimento estrangeiro (através de projetos de investigação e empresas de biotecnologia), o que ultrapassa largamente o investimento total no programa. After graduating at the IGC, our students, Portuguese or foreign, join a noteworthy alumni network of more than 480, spread out across world-leading research centres, companies and other science-related organisations. Of the 101 alumni from the PhD Programme in Biology and Medicine (PGDBM), which ended in 2004, 69 returned to Portugal and, in the last five years, have raised almost 20 million Euros in foreign investment (in research funds and biotechnology companies)-which largely exceeds the total investment made in the programme.

“O PGDBM transformou a matemática que era na bióloga que sou; transformou a lisboeta que era na cidadã do mundo que sou e permitiu-me trabalhar ao lado das mentes mais brilhantes. Atualmente faço investigação na área da obesidade, na Universidade Rockefeller.” “The PGDBM changed me from a mathematician to the biologist that I am today, from a Lisbon citizen to the world citizen I am now and gave me the opportunity to work alongside the greatest minds in the world. At the moment I am doing research in obesity, at Rockefeller University.” Ana Domingos Foi membro do 7º ano do PGDBM, em 1999. Desenvolveu a sua tese de doutoramento na Rockefeller University, em Nova Iorque, e é atualmente pós-doutorada na mesma universidade. Was a member of the 7th PGDBM, in 1999. Ana developed her PhD thesis at the Rockefeller University in New York and is now a pos-doctoral fellow at the same university.


“Foi fantástico ter sido estudante de doutoramento do PGDBM. O primeiro ano académico abriu os meus olhos para a beleza das questões científicas que esperam por uma resposta e, durante o desenvolvimento da minha tese no estrangeiro, senti-me sempre apoiado pela rede de professores e colegas deste programa. Os programas de doutoramento do IGC têm formado gerações de cientistas de sucesso e esta deve ter sido mesmo a mais importante contribuição para o crescimento das ciências biológicas em Portugal no novo milénio. Os programas foram-se adaptando e evoluindo mas, se fosse possível, concorreria mais uma vez para o tornar a fazer. Quando é o próximo concurso para estudantes de doutoramento no IGC?” “It was great to be a PhD student in the PGDBM. The first academic year opened my eyes to many beautiful scientific questions waiting for an answer, and during my thesis work I always felt the support of a network of teachers and colleagues. IGC PhD programmes have shaped generations of successful scientists and may well be the most important contribution to the flourishing of biosciences in Portugal in the new millennium. The programmes have evolved and adapted but if I could I would apply again. When is the next call for PhD students at the IGC?” António Jacinto Começou em 1993, no primeiro ano do PGDBM. Obteve o seu Doutoramento em Biologia do Desen-volvimento e Genética pela Universidade de Londres, em 1999, e continuou os seus estudos de pós-doutoramento na University College London. Em 2002 começou o seu grupo de investigação no IGC e, em 2004, tornou-se responsável por um laboratório no Instituto de Medicina Molecular (IMM), em Lisboa. Em 2011 mudou-se para o Centro de Estudos de Doenças Crónicas (CEDOC), em Oeiras. António Jacinto started as a student of the 1st year of the PGDBM, in 1993. He obtained a PhD in Developmental Biology and Genetics from the University of London in 1999 and pursued his post-doctoral studies at University College London. In 2002 António Jacinto set up his research group at the IGC and in 2004 became a group leader at the Institute of Molecular Medicine (IMM), in Lisbon. In 2011 he moved to the Chronic Diseases Research Centre (CEDOC), in Oeiras.


28|29 Inovação e Transferência de Tecnologia Innovation and Technology Transfer

INOVAÇÃO/

TECNOLOGIA INNOVATION/ TECHNOLOGY

O IGC pretende facilitar a comunicação entre os investigadores e a indústria, maximizando o impacto social da investigação produzida no instituto. Providenciamos aconselhamento e apoio a investigadores e administradores nas áreas de propriedade intelectual, desenvolvimento de negócio e análise de mercados.

The IGC aims to facilitate interactions between researchers and industry, and maximize the impact of the institute on society. We provide advice and guidance for researchers and administrators in the areas of intellectual property management, business development and market analysis.

Esforçamo-nos por identificar as melhores tecnologias e invenções com aplicação comercial, obter proteção de propriedade intelectual, negociar licenças e atrair patrocínios industriais para investigação académica.

We strive to identify the best inventions and ideas with commercial potential, obtain appropriate intellectual property protection, negotiate licenses and attract sponsored research agreements.


“Gene Express Lda. was set up in 2004 with the aim of providing expert services for research and diagnostics based on Affymetrix high-density DNA array (GeneChip) technology. For the establishment of Gene Express, the support of the IGC and of Taguspark (Oeiras) was essential.” Jörg Becker Coordenador do Serviço de Expressão Genética no IGC Head of the Gene Expression Facility at the IGC

Investigadores do IGC têm estado envolvidos na criação de diversas empresas start-up: IGC researchers have links to several start-ups:

Acellera Therapeutics

http://www.acelleratherapeutics.com

Alfama

http://www.alfama.com.pt

BioAlvo

http://www.bioalvo.com

Gene Express

http://www.gene-express.de

Thelial technologies

http://www.techportugal.com/detail.php?id=258

Views of Science

http://www.viewsofscience.com

29|

“A Gene Express, Lda. foi fundada em 2004 com o objetivo de fornecer serviços especializados para investigação e desenvolvimento baseados na tecnologia de Affymetrix high-density DNA array (GeneChip). O apoio do IGC e do Taguspark (Oeiras) foi essencial para o estabelecimento desta empresa.”


30|31 Financiamento Funding

FINANCIAMENTO

FUNDING

A Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) financia as infraestruturas e plataformas tecnológicas de ponta do IGC.

The Calouste Gulbenkian Foundation supports the state-of-the-art equipment and services available at the IGC.

Cada grupo do IGC é responsável por assegurar o financiamento dos seus projetos de investigação. Os investigadores são apoiados pela Equipa de Financiamentos em Ciência, na identificação das oportunidades mais apropriadas, de forma a maximizarem os financiamentos públicos e privados disponíveis em vários programas nacionais e internacionais.

Each IGC research group is responsible for ensuring funding for their research projects and group members. Researchers are supported by the Research Funding Affairs Team in identifying the best-suited funding opportunities, in order to maximize available government and private funding, from various national and international programmes.

O IGC desenvolve também iniciativas de angariação de fundos com o setor privado e o público em geral, com o objetivo de aumentar o financiamento da ciência.

Fundraising initiatives with the private sector and the general public have also been developed at the IGC to increase science funding.

Orçamento e Fontes de Financiamento do IGC em 2010 IGC Budget and Funding Sources in 2010

17,1M€ Orçamento Total Total budget

6,8M€

Externo Público (FCT, UE, IEFP, Câmara Municipal de Oeiras) External Public (Local, National and International funding agencies)

5,1M€

Próprio (Fundação Calouste Gulbenkian) Internal (Fundação Calouste Gulbenkian)

5,2M€

Externo Privado (Fundações, empresas, outros) External Private (Foundations, charities, business, others)


31|

O orçamento total disponível ao instituto é atualmente aproximadamente 3 vezes maior do que o de há 10 anos atrás devido a um aumento significativo do financiamento externo obtido através de concursos competitivos, nacionais e internacionais. The total budget of the institute is now roughly three times higher than 10 years ago due to increased external funding obtained through competitive national and international calls.

Despesas do IGC em 2010 IGC expenditure in 2010

17,1M€

Orçamento Total Total budget

7,7M€

Operação (novos equipamentos, custos de serviços , etc) Operations (new equipment, facilities costs, etc.)

1,9M€

Manutenção (manutenção e renovação dos edifícios) Infrastructure (Building maintenance and refurbishments)

7,5M€

Pessoas (Investigadores e pessoal de apoio) Personnel (Staff and researchers)


32|33 Financiamento Funding

Fontes de Financiamento Externo External Funding sources A investigação e os salários dos cientistas no IGC têm sido financiados por diversas fontes externas privadas e públicas, através de projetos, prémios e outras formas de financiamento: Research and careers at the IGC have been funded by different private and public external sources through grants, prizes, fellowships and other forms of funding:

Financiamento Público Public Funding

Câmara Municipal de Oeiras Oeiras City Council Portugal

Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) Portugal

IEFP, Instituto de Emprego e Formação Profissional IEFP Training Programme Portugal

Laboratório Associado ITQB ITQB Associated Laboratory Portugal

Programa Operacional Sociedade do Conhecimento (POSC) Portugal

Centre National de la Recherche Scientifique França France

Institut National de la Santé et de la Recherche Médicale (INSERM) França France

Conselho Europeu de Investigação European Research Council (ERC) Europa Europe

European Molecular Biology Organisation (EMBO) Europa Europe

Programa Quadro de ID&T da Comissão Europeia/ Programas Pessoas, Cooperação, Capacidades e Ideias

European Commission Framework Programme/ People, Cooperation, Capacities and Ideas Europa Europe

National Multiple Sclerosis Society EUA USA

Agência de Financiamento Angolana Angolan Funding Agency Angola

Protocolos de Cooperação Bilateral e Científica Bilateral and Scientific Cooperation Protocols Portugal (FCT) - Espanha Spain (CSIC) Portugal (FCT) - Tunísia Tunisia (MESICT) Portugal (FCT) - Brasil Brazil (CAPES) Portugal (FCT) - França France (Pessoa) Portugal (FCT) - Argentina (MINCyT) Portugal (FCT) - Reino Unido United Kingdom (British Council)


Financiamento Privado

Financiamento Público-Privado

Private Funding

Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) Portugal

Associação Viver a Ciência Portugal

Crioestaminal-Saúde e Tecnologia, SA/ Associação Viver a Ciência

GlaxoSmithKline Portugal

Octapharma Portugal

Pfizer Portugal

Siemens

Portugal

Portugal

Everything is New

Fondation pour la Recherche Médicale (FRM) -Fondation BNP Paribas(F.S.)

Portugal

Fundação Astra Zeneca Astra Zeneca Foundation Portugal

Fundação Bial Bial Foundation Portugal

França France

Association for International Cancer Research Reino Unido UK

Wellcome Trust Reino Unido UK

Fundação Calouste Gulbenkian Calouste Gulbenkian Foundation Portugal

Fundação Champalimaud Champalimaud Foundation Portugal

Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) Luso-American Development Foundation (FLAD) Portugal

Human Frontier Science Programme (HFSP) Europa Europe

Advancement of Research for Myopathies EUA USA

Philip Morris EUA USA

Public-Private Funding

Embaixada do Canadá em Portugal/ Núcleo Regional Sul-Liga Portuguesa Contra o Cancro (NRS-LPCC) Canadian Embassy/Núcleo Regional Sul-Liga Portuguesa Contra o Cancro (NRS-LPCC) Portugal

L’Oreal Portugal


34|35 Financiamento de Projetos e Prémios Científicos Project Grants and Scientific Prizes

FINANCIAMENTO DE PROJETOS E PRÉMIOS

PROJECT GRANTS AND PRIZES

“Com este financiamento inicial da Fundação Bill & Melinda Gates iremos testar uma possível forma de bloquear a infecção pelo parasita que causa a malária. O que descobrirmos poderá servir de base a novas terapias mais acessíveis para combater os efeitos graves que a infeção com Plasmodium provoca em crianças. Esperamos poder concretizar estas aplicações durante a segunda fase de financiamento.” ‘This initial funding provided by the Bill & Melinda Gates Foundation will allow us to put our hypothesis of an alternative form to block malaria infection to the test. Our findings may allow the development of affordable therapeutic approaches to prevent the often lethal outcomes of Plasmodium infection in young children, possibly during the second period of the grant.” Miguel Soares Coordenador do Laboratório de Inflamação do IGC, premiado pela Fundação Bill & Melinda Gates, no âmbito do programa Grand Challenges Exploration. Principal Investigator of the Inflammation Laboratory at the IGC, awarded with a Grand Challenges Exploration Grant of the Bill & Melinda Gates Foundation.


do

CIENTISTAS Instituto Gulbenkian de Ciência

ENTRE OS

jovens

CIENTÍFICOS

mais

LÍDERES

Promissores Da

Europa

IGC researchers have established themselves amongst the most talented young group leaders in Europe.


36|37 Financiamento de Projetos e Prémios Científicos Project Grants and Scientific Prizes

Nos últimos 5 anos os investigadores do IGC obtiveram, através de concursos altamente competitivos a várias entidades, prémios e outros financiamentos para os seus projetos de investigação: In the last five years IGC researchers have secured prizes and other types of funding for their research projects, through a range of competitive funding calls:

Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) 140

European Molecular Biology Organisation (EMBO) 3

Financiamentos de Projetos Project Grants

Financiamentos de Projetos de Instalação EMBO Installation Project Grants

Programa Quadro de ID&T da União Europeia

1

European Commission Framework Programme

26 Financiamentos de Ações Marie Curie, Programa Pessoas Marie Curie Grants, People Programme

4 Financiamentos de Projetos, Programa Cooperação Project Grants, Cooperation Programme

2 Financiamentos de Projetos, Programa Capacidades Project Grants, Capacities Programme

Prémio EMBO Young Investigator EMBO Young Investigator Award

Pfizer 7 Prémios Pfizer em Investigação Básica Pfizer Basic Research Prizes

2 Prémios Pfizer de Investigação Clínica Pfizer Clinical Research Prizes

Human Frontiers Science Programme (HFSP) 2

Conselho Europeu de Investigação

Financiamentos de Projetos Project Grants

European Research Council (ERC)

Harvard Medical School-Portugal 2

4 Financiamentos de Projetos, Investigadores em Início de Carreira Starting Independent Project Grants

1 Financiamentos de Projetos, Investigadores Avançados Advanced Investigator Project Grants

Financiamentos de Projetos Colaborativos em Investigação Aplicada e Clínica Collaborative Projects in Translational and Clinical Research

Fundação Bill & Melinda Gates 1 Financiamento de Projeto Grand Challenges Exploration Grant


“It is a great honour. It is a huge recognition of my research group’s work, and also of the increasing international excellence of scientific research in Portugal.” Mónica Dias Coordenadora do Laboratório de Regulação do Ciclo Celular do IGC, esteve entre os 17 jovens selecionados pela European Molecular Biology Organisation (EMBO) e recebeu também um financiamento do Conselho Europeu de Investigação. Principal Investigator of the Cell Cycle Regulation Laboratory at the IGC, one of the 17 Young Investigators selected by the European Molecular Biology Organisation (EMBO) and also awarded a prestigious ERC Starting Independent Project Grant.

Foram atribuídos aos investigadores do IGC muitos outros financiamentos e prémios, nacionais e internacionais: Melhores práticas em comunicar ciência ao público; Medalha de Mérito Municipal Grau Ouro Câmara Municipal de Oeiras a António Coutinho (2009), José Feijó e Miguel Godinho Ferreira (2011); Prémio NEDAI de Investigação em Autoimunidade (2005-2008). The IGC research community has come away with many other national and international grants and prizes: Best practices in communicating with the public; Oeiras City Council Gold Medal to António Coutinho (2009), José Feijó and Miguel Godinho Ferreira (2011); NEDAI Prize in Auto-immunity research (20052008).

37|

“É uma grande honra. É um enorme reconhecimento do trabalho do meu grupo de investigação e de um aumento da excelência internacional da investigação científica em Portugal.”


38|39 Ciência na Sociedade Science in Society

COMUNICAÇÃO DE

CIÊNCIA

E

RELAÇÕES EXTERNAS

SCIENCE COMMUNICATION AND OUTREACH O IGC desenvolve um programa de comunicação de ciência e relações externas com dois objetivos principais: • Divulgar e promover, a nível nacional e internacional, a investigação científica de topo realizada no IGC; • Promover o envolvimento do público na ciência.

The IGC runs a dedicated in-house science communication and outreach programme, with two main goals: • To raise the profile of IGC research, both nationally and internationally; • To promote public engagement in science.


Algumas das nossas actividades: Some of our activities: Actividades e projetos com escolas; Science-related outreach activities and projects with schools;

Participação em eventos públicos (Darwin Extravaganza e Festival do 250º aniversário de Oeiras);

Ferramentas educativas para alunos e professores;

Public events (Darwin Extravaganza and Oeiras 250th Anniversary Festival);

Education resources for students and teachers;

Gripenet, uma plataforma online para a monitorização da gripe que tem a participação do público;

Apoio a projetos dos currículos escolares; Support for school science projects;

Estágios de verão no IGC para alunos do ensino secundário e de licenciatura; Summer projects for secondary-school and undergraduate students;

Workshops e palestras para professores; Workshops and seminars for teachers;

Gripenet, an online platform for monitoring influenza, with public participation;

Atividades de Arte e Ciência com a participação de artistas residentes e exposições no IGC; Science and Arts activities with resident artists, scientist-artist exchanges and exhibitions.

Workshops de formação em comunicação de ciência para cientistas; Science communication training workshops for scientists;

A Noite dos Investigadores - projecto financiado pela União Europeia; European Researchers’ Night-funded by the European Commission;

O Dia Aberto do IGC; The IGC Open Day;

“Gostei muito do Dia Aberto do IGC porque através de experiências simples consegui aprender muita coisa.” “I very much enjoyed the IGC Open Day, because the experiments taught me many new things” Ana Rita, 15, Oeiras 

O IGC recebeu o prémio Seeds of Science Communication pela revista Ciência Hoje e venceu o concurso internacional Ciencia en Acción na categoria de Material Didático. The IGC was awarded with the Seeds of Science Communication Prize, by the online science news magazine Ciência Hoje (Portugal) and won the international competition Ciencia en Acción in the Teaching Resources category.

“Parabéns pelo Dia Aberto! Obrigado pela grande disponibilidade dos cientistas em explicar todos os fenómenos aqui apresentados.” “Congratulations for the Open Day! Many thanks to the scientists for their friendliness in explaining everything we saw here. Luís, 34, Madeira 


40|41 Ciência na Sociedade Science in Society

IGC

NOS

MEDIA IGC IN THE MEDIA

O IGC pretende atingir uma audiência mais vasta através da divulgação da sua ciência nos meios de comunicação social (jornais, rádio, televisão e online). São enviados regularmente para agências e jornalistas individuais, nacionais e internacionais, comunicados de imprensa sobre descobertas científicas, prémios e ações de comunicação de ciência e de angariação de fundos. As notícias do IGC têm sido divulgados de uma forma crescente ao longo dos anos pelos vários meios de comunicação social.

IGC aims to reach a wider audience through print, broadcast and online media. We regularly send press releases related to scientific discoveries, awards, science communication and fundraising activities, to national and international news agencies and individual journalists. News about the IGC are becoming a regular feature in the different media channels.


In 2010

411

Artigos em televisão, rádio, imprensa em papel e notícias online Articles on television, radio, print and online news

263

Meios de Comunicação Portugueses Portuguese Media

148

Meios de Comunicação Internacionais International Media

41|

Em 2010


42|43 Ciência na Sociedade Science in Society

ANGARIAÇÃO DE

FUNDOS

NA SOCIEDADE

O envolvimento da sociedade no financiamento da investigação biomédica tem sido crucial para o progresso do conhecimento e para o seu impacto no bem estar e no desenvolvimento económico.

RAISING FUNDS IN SOCIETY

The involvement of society in biomedical research funding has been crucial for progress in knowledge and any real impact on the well-being and the economic development of societies.

Desenvolvemos iniciativas de angariação de fundos com o objetivo de promover a interação entre a comunidade científica, o setor privado e o público em geral, e de aumentar o financiamento da investigação biomédica em Portugal.

We develop fundraising initiatives with the aim of promoting interactions between the scientific community, the private sector and the general public, and of increasing funding for biomedical research in Portugal.

“A bolsa Optimus Alive!Oeiras-IGC permitiu-me iniciar uma carreira científica na minha área de interesse e divulgar a minha investigação.”

“Estou muito agradecido por esta oportunidade, por ser um desafio, por ser prestigiante e por trazer a ciência para mais perto do público em geral!”

“The OptimusAlive!Oeiras-IGC fellowship allowed me to start a research career in my area of interest and to communicate my research to the public.“

“I am very grateful for this opportunity. It is a challenging and prestigious way of bringing science to the public.”

Alexandre Leitão

Francisco Freixo

Vencedor da bolsa OptimusAlive!Oeiras-IGC 2009, em Biodiversidade, Genética e Evolução Winner of 2009 OptimusAlive!Oeiras-IGC fellowship in Biodiversity, Genetics and Evolution

Vencedor da bolsa OptimusAlive!Oeiras-IGC 2010 em Malária Winner of 2010 OptimusAlive!Oeiras-IGC fellowship in Malaria


Parceria IGC - Everything is New • Teve início em 2007; • Financiamento pela Everything is New, promotora do festival de música e arte OptimusAlive!Oeiras, de duas bolsas de investigação científica por ano para recém-licenciados; • Presença do IGC no festival OptimusAlive!Oeiras.

“Solidários até à Medula” Maratona televisiva de angariação de fundos organizada pela Associação Portuguesa contra a Leucemia (APCL) em colaboração com o IGC e com o canal televisivo nacional RTP1. Incluiu também os seguintes eventos: • Participação de cientistas no “Mexa-se na Marginal”, um evento desportivo organizado todos os anos pela Câmara Municipal de Oeiras; • O jogo de futebol “Sporting Solidário” entre cientistas de diferentes instituições e celebridades, organizado pelo Sporting Clube de Portugal.

Produtos de angariação de fundos do IGC • “Calendário Ciência” do IGC, uma parceria com o jornal Público e a empresa Bayer; • “Coleção Ciência” do IGC, uma parceria com a empresa de porcelana Vista Alegre. The IGC - Everything is New Partnership • Started in 2007; • Sponsorship by Everything is New, promoter of the music and arts OptimusAlive! Oeiras festival, of two research fellowships per year for young graduates; • IGC presence at OptimusAlive!Oeiras.

“Solidários até à Medula” A TV fundraising marathon organised in collaboration with Associação Portuguesa contra a Leucemia (APCL) and the national broadcaster RTP1. It also included the following events: • Participation of scientists in “Mexa-se na Marginal”, a sports event organised by the Oeiras Council; • “Sporting Solidário” football match between scientists from different scientific institutions and celebrities, organised by Sporting Clube de Portugal.

IGC Fundraising Products • IGC “Science Calendar”, a partnership with Público newspaper; • IGC “Science Collection”, a partnership with the porcelain manufacturer Vista Alegre.


42|43 Parceiros e Patrocinadores Partners and Sponsors

A Ciência pretende compreender o mundo e a nós próprios através da derivação racional das leis da Natureza, sabendo que tal conhecimento objetivo contribuirá para um mundo melhor e para a resolução dos problemas da Humanidade. Em Biologia, uma das aplicações é proporcionar à Ciência bases para a Medicina, melhorando assim a qualidade do serviço de saúde. As últimas décadas da Biologia acarretaram com elas um enorme e rápido progresso, proveniente essencialmente de uma análise detalhada de componentes. Apesar disso, ainda muito tem que ser feito para percebermos as propriedades de todos os organismos, a sua organização, a forma de funcionamento e de evolução, de tal maneira que estes estudos tenham utilidade imediata para a Medicina.

Professor António Coutinho, Diretor Director

It is the goal of Science to understand the world and ourselves, through rational derivation of natural laws. Such rational knowledge will contribute to a better world, helping in the solution of all sorts of problems of Mankind. One of Biology´s applied aims is to provide a scientific basis for Medicine, thus improving the quality of healthcare. The last decades in Biology have brought about an astounding pace of progress, essentially derived from detailed component analyses. Yet, much has to be done in order to approach the properties of whole organisms, their organisation, function and evolution, in ways that may be immediately useful for Medicine.


PATROCINADORES do IGC IGC PARTNERS AND SPONSORS

2010/2011

45|

PARCEIROS E

Estamos extremamente gratos a todos os parceiros e patrocinadores que têm apoiado, financeiramente ou em bens, a investigação científica, a educação e os eventos de comunicação de ciência do IGC: We are extremely grateful to all the partners and sponsors that have supported IGC scientific research, education, science communication and outreach activities, either financially or in kind:

Academia Siemens Alfagene Alpha Centauri Alto Patrocínio de Sua Excelência O Presidente da República Associação de Beneficiários de Lezíria Grande e Vila Franca de Xira AJISM Associação Portuguesa contra a Leucemia (APCL) Associação Viver a Ciência (VaC) Bar Frágil Bayer Bio-Rad BIOBASE Biognóstica BIOPORTUGAL Câmara Municipal de Bragança Câmara Municipal de Évora Câmara Municipal de Lisboa Câmara Municipal de Oeiras Câmara Municipal de Olhão Câmara Municipal de Sesimbra Câmara Municipal do Porto Casa das Ciências Castanheira CBD Centro de Informação Europeia Jaques Delors Ciclone Ciência Viva Clara.net Clarkemodet Cooking Lab Criatividade e Inovação Ano Europeu 2009 CV DEFESA DELTA Dias de Sousa ENFIM ESMAE/Politécnico do Porto European Campus of Excellence European Comission Everything is New FCCN FDTI Flores do Seu Desejo FNAC Frilabo Fundação Champalimaud Fundação da Juventude Fundação Luso-Americana Fundação PT Grupo TAPER ILLC IMM ITQB INEB Inescid Lisboa IPJ ISDB IZASA Leica Lisboa Fórum Máfia Medicwave National Geographic Channel Natura Algarve NzyTech OptimusAlive!Oeiras09 Parlamento Europeu Pavilhão do Conhecimento Pedras Portugal Telecom (PT) Público Ria Shopping Olhão Roche RTP1 RTP2 SAPO SATA Science4You SIC K Siemens SA Sociedade Portuguesa de Biologia do Desenvolvimento Sporting Clube de Portugal Super Bock Take the Wind TOTALIS THERMOScientific TMB UMIC Unicer Universidade de Aveiro Universidade de Lisboa Universidade do Porto Vitalis Volkswagen Foundation Werfen Group ZEISS.


46|47

COMO

COLABORAR GETTING INVOLVED

O apoio de pessoas individuais, empresas e outros parceiros permitem-nos continuar a realizar investigação científica de ponta no IGC. Support from individuals, trusts, companies and other partners make it possible for us to continue our groundbreaking scientific research at the IGC.

O SEU CONTRIBUTO PODE FAZER A DIFERENÇA! FORMAS DE APOIAR O IGC: Your support can make the difference! WAYS TO SUPPORT THE IGC:

• Faça um donativo monetário;

• Patrocine o Dia Aberto do IGC;

• Make a donation;

• Sponsor the IGC Open day;

• Patrocine um estudante;

• Organize com a nossa ajuda o seu evento de angariação de fundos para o IGC (uma festa com os seus amigos, camihadas ou outros eventos desportivos, etc.);

• Sponsor a student;

• Patrocine um equipamento científico; • Sponsor scientific equipment;

• Organise your own event with our help to raise money for IGC (a party with your friends, a walk or other sport event, etc.);

• Participe num dos nossos eventos de angariação de fundos;

• Adquira os nossos produtos de angariação de fundos. • Buy our fundraising products.

• Take part in one of our fundraising events;

Para mais informações sobre como apoiar o IGC: For more information on how you can get involved: O IGC encontra-se ao abrigo da Lei do Mecenato Científico IGC is under Scientific Sponsorship Law

Por favor telefone para o 214 464 677

Esta lei confere benefícios fiscais a indivíduos ou empresas que façam donativos monetários ou em bens para a ciência. This law provides tax benefits for science-related donations by both individuals and companies.

Ou envie-nos um email para:

Please call 00 351 214 464 677 Or send us an e-mail to:

colabore@igc.gulbenkian.pt supportus@igc.gulbenkian.pt (Maria João Leão)


Contacts: Direção

Morada

DIRECTION

Address

Greta Martins

Rua da Quinta Grande, 6 2780-156 Oeiras Portugal

Assistente do Diretor/ Assistant to the Director

gmartins@igc.gulbenkian.pt

Comunicação de Ciência e Relações Externas Science Communication and Outreach

Ana Godinho Coordenadora/ Head

agodinho@igc.gulbenkian.pt

Parcerias e Filantropia FUNDRAISING

Maria João Leão Coordenadora/ Head

mjleao@igc.gulbenkian.pt

Programas de Doutoramento

Telefone Telephone

+351 21 4407900

Fax +351 21 4407970

E-mail

47|

Contactos:

info@igc.gulbenkian.pt

WEBSITE http://www.igc.gulbenkian.pt

Facebook http://www.facebook.com /InstitutoGulbenkianCiencia

PhD programmes

Thiago Carvalho (PIBS)

tcarvalho@igc.gulbenkian.pt

Manuela Cordeiro (PFMA)

mcordeir@igc.gulbenkian.pt

Twitter http://twitter.com/IGCiencia

Youtube http://www.youtube.com/user/ IGCiencia

Zachary Mainen (INDP)

zmainen@igc.gulbenkian.pt

Jorge Carneiro (PDBC)

jcarneir@igc.gulbenkian.pt

Coordenação Project management

Ana Godinho Maria João Leão Fotografia Photography

Designways Filipa Marta Maria João Leão Roberto Keller Layout e Design Designways Impressão Printing

Textype

A Brochura do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) está também disponível para Download no website do IGC: The IGC Brochure is also available to download from the IGC website at: www.igc.gulbenkian.pt. Se pretender receber uma cópia desta brochura em papel contacte: If you would like to receive a print copy of this brochure, please contact: Ana Godinho Science Communication and Outreach Instituto Gulbenkian de Ciência Rua da Quinta Grande, 6 2781-156 Oeiras Portugal E-mail: info@igc.gulbenkian.pt

Esta é uma publicação de acesso livre, podendo, com exceção das imagens e ilustrações, o seu conteúdo, ser reproduzido sem cobrança em qualquer formato ou meio de comunicação nas seguintes condições: o conteúdo não pode ser usado em contexto que leve a interpretações erradas, o IGC deve ser sempre mencionado como autor original e o título do documento deve ser sempre especificado. This is an open access publication, and with the exception of images and illustrations, the content may, unless otherwise stated, be reproduced free of charge in any format or medium, subject to the following conditions: content must not be used in a misleading context, the IGC must be credited as the original author and the title of the document specified in the attribution. Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (2011). Publicado pelo Instituto Gulbenkian de Ciência, 2011 © Direitos de Autor da Fundação Calouste Gulbenkian, 2011 First published by the Instituto Gulbenkian de Ciência, 2011 © Copyright Fundação Calouste Gulbenkian 2011



IGC Brochure/ Brochura do IGC