Issuu on Google+

semanal

ICESP www.icesp.org.br | semanal@icesp.org.br

Dia da Mulher

10 de março | ano 6, edição 218

Cotidiano

Aconteceu Exame internacional é aplicado para residentes do ICESP O exame é uma ferramenta valiosa para os diretores e professores do programa de residência avaliarem o conhecimento dos formandos, ajudando a estabelecer a consistência dos padrões educacionais e a mapear as dificuldades individuais. Além disso, a prova estimula a leitura e a discussão. No total, são 200 questões que abrangem 11 áreas de conhecimento. Os 21 participantes tiveram cinco horas para completar a prova. Os resultados podem

Divulgação

Os residentes do segundo e terceiro ano do programa de residência médica em Cancerologia Clínica foram submetidos a um importante exame de avaliação da ASCO (American Society of Clinical Oncology). A prova foi aplicada no Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês, sendo supervisionada pelo Professor Paulo Hoff, diretor geral do ICESP, e pelo Dr. Daniel Saragiotto, médico coordenador da residência.

ser comparados com as pontuações de outros centros formadores de diversos países.

Nutricionistas promovem “gincana da saúde” para incentivar o consumo de água É muito comum ouvir relatos de pessoas que saem pela manhã para trabalhar e ao voltarem para casa à noite se dão conta que não ingeriram ao menos um copo de água durante todo dia. O que muitos se esquecem é que a deficiência constante desse líquido precioso no nosso corpo pode colocar em risco a nossa saúde. Pensando nisso, as nutricionistas Letícia de Marco Lima e Danielle de Souza Pereira tiveram a iniciativa de elaborar uma espécie de gincana, onde os colaboradores anotam em um mural a quantidade de água ingerida e, com base nessa pontuação, recebem um squeeze como prêmio pelo consumo adequado. A brincadeira serve como alerta para a necessidade de beber a quantidade correta de água por dia.

Na última terça-feira (4), a recepção da Qui-

No verão, quando a média de temperatura ultrapassa os 30ºC, as necessidades são ainda maiores e é importante que todos fiquem atentos para repor as perdas de líquidos que ocorrem nesse período.

mioterapia preparou um “baile de carnaval” com direito a muitos adereços coloridos e músicas típicas. Além de trabalharem com mais leveza neste dia, os colaboradores ainda alegraram o dia dos pacientes e acompanhantes que passaram pelo setor. Semanal ICESP | 1 |


Dia da Mulher

Parabéns, Mulher! Rosemeire Pereira: gerente, coordenadora, psicóloga e mulher

Presença feminina no corpo de Bombeiros

Divulgação

que está fazendo e passa credibilidade como profissional não vai ter diferença de trabalhar num ambiente mais misto. Basta ter comprometimento e tratar as pessoas de igual para igual”, conta. Além de gerente, ela ainda é coordenadora do Comitê de Sustentabilidade e está sempre envolvida em projetos variados. Assim como todas as mulheres, Rose não para. Nos últimos anos ganhou prêmios para o ICESP, como o “Projeto Reciclarte” que levou premiações no Amigo do Meio Ambiente por três anos seguidos, além de virar finalista do “Prêmio Mario Covas” ano passado e entrar para o ranking no Benchmarking 2013.

Voluntárias homenageiam mulheres do ICESP Divulgação

Marilene Cruz Silva, bombeiro civil feminino há três anos no ICESP é a prova que mulheres também são destaque nessa profissão. Aos 37 anos, ela conta que atuar nessa área sempre foi um sonho pelo fato de querer ajudar as pessoas. Com o apoio e incentivo da família, ela encontrou na corporação uma forma de se sentir realizada pessoal e profissionalmente. Apesar de exercer um trabalho predominantemente masculino, Marilene conta que não sofre preconceito e que sempre foi bem recebida e respeitada no ICESP. “As mulheres precisam perseguir seus sonhos, mesmo que seja numa profissão mais masculina. Nós estamos conquistando nosso espaço e, se sonhamos em fazer algo, devemos ir à luta e mostrar que merecemos estar ali”, diz. Assim como Marilene, cada vez mais mulheres vêm alcançando o reconhecimento e a admiração da sociedade e, por isso, ninguém mais imagina o corpo de bombeiros e tantos outros setores sem a competência e – por que não dizer – o charme feminino.

ça, Central de Monitoramento, Estacionamento, Guarda Volumes, Central de Expedição, Ascensoristas e Controle de Acessos. Com cinco anos de casa, ela administra mais de 200 colaboradores e prestadores de serviço, sendo cerca de 90% desse grupo composto por homens. Sua história no ICESP começou na Engenharia Predial, onde atuou por três anos. Rose explica que “caiu de paraquedas” no setor, mas hoje se sente realizada e se dá muito bem no que faz. “Nunca imaginei que fosse me adaptar numa área mais masculinizada. Eu gosto muito do que faço. Vivo o ICESP todos os dias”, comenta. Segundo ela, os outros profissionais do grupo encaram com naturalidade o fato de encontrarem uma mulher como gerente do setor. “O preconceito quase não existe, aqui no Instituto sou muito respeitada. Se você mostra conhecimento do

Divulgação

Rosemeire Pereira é uma das poucas mulheres entre os setores predominantemente masculinos do ICESP. Como gerente de Administração Predial, Rose é um braço importante dentro da Diretoria de Engenharia Clínica e Infraestrutura (DECI). Ela trabalha com as equipes de Seguran-

Na sexta-feira (7), o grupo de voluntárias do ICESP se dedicou à iniciativa de providenciar centenas de botões de rosas de tecido. As flores foram entregues às pacientes e acompanhantes. Em um gesto de carinho elas percorreram todos os andares do Instituto para distribuir o mimo. “Acredito que durante a vida temos que lidar com muitas perdas e, nesse momento delicado das pacientes, ges-

tos simples como este representam um ganho de apoio, de ternura, e ajudam a renovar as esperanças dessas mulheres que vivenciam o tratamento oncológico”, diz Oli Muniti, coordenadora das voluntárias do ICESP. No Dia Internacional da Mulher (8), o setor de Nutrição e Dietética também prestou uma homenageou distribuindo chocolates feitos com muito carinho. Semanal ICESP | 2 |


Cotidiano

Programe-se Reflexões e oficinas com Walmir Cedotti A partir desse mês, o instituto lançará o programa “Há vida no ICESP”. Com a contribuição do psicanalista Walmir Cedotti, os encontros vão abordar conceitos, reflexões e oficinas de artes a fim de capacitar os

profissionais a lidarem com os processos de terminalidade e finitude  relacionadas às atividades de cuidados oncológicos. Para fazer parte fale com sua chefia até o dia 21 de março. Mas fique

Treinamento: Metodologia PDCA

Joint na “Oficina Cata-vento”

Atenção, colaborador: o próximo treinamento de Metodologia PDCA acontece nessa quarta-feira (12), a partir das 15 horas, no Auditório (6º andar). Aproveite a chance de aprimorar seus conhecimentos.

Agenda Março 12

Curso de Sensibilização Artística

14

Roda de Conversa (Dra. Marisa Madi)

A “Oficina Cata-vento” começa nesta segunda (10). Idealizada pela coordenadora de Farmácia, Priscila Yamada, a oficina tem como intuito reiterar as seis metas da Joint Commission de forma lúdica e divertida. Os encontros, ministrados pelo volunta-

ligado, as turmas serão fechadas com o número máximo de 15 pessoas. A programação para a participação das equipes será realizada pelos gestores.

riado, serão realizados todos os dias da semana às 10 horas. A exceção se dá apenas às quintas-feiras, nas quais as atividades ocorrerão às 13h30. Para participar basta comparecer à Sala das Voluntárias, que fica no 3° andar.

Banco de idiomas melhora a comunicação com estrangeiros Alinhado com as recomendações da Joint Comission International, o ICESP busca implementar práticas que garantam o respeito, a diversidade, a privacidade, as crenças e os valores dos pacientes. Assim, para tornar possível a comunicação com pacientes ou acompanhantes não falantes da

língua portuguesa que chegam ao ICESP, será instituído um  banco de idiomas dos colaboradores, para acioná-los, caso necessário, como intérpretes. Os colaboradores que dominam algum idioma estrangeiro devem preencher o formulário eletrônico, disponibilizado na Intranet.

Joint em Destaque

Semanal ICESP | 3 |


Gourmet

Pera Colaboração: Jane Lopes de Souza, nutricionista do ICESP

como opção para lanches intermediários a refeições. Entre seus benefícios estão: o auxílio na formação de colágeno, responsável pela estrutura e reparação dos tecidos, especialmente pele e músculos; o combate aos radicais livres no organismo, já que atua como antioxidante; a formação e manutenção dos ossos e a regulação do sistema de coagulação do sangue. Além disso, as fibras alimentares encontradas na pera fresca, especialmente em sua casca, são importantes para o bom funcionamento do intestino. Elas diminuem o risco de câncer do cólon e ajudam a controlar o colesterol, atuando na prevenção de doenças cardiovasculares. No momento da aquisição, devem-

-se preferir as peras mais firmes, pois podem ser armazenadas por mais tempo. Além disso, a pele deve ser lisa e sem perfurações. A pera pode ser utilizada para fazer geléias, compotas, tortas, cremes, sobremesas, além de ser consumida in natura. Reprodução

A pera é o fruto de uma árvore que pertence à mesma família da macieira. A fruta possui inúmeras variedades, que se diferenciam em forma, tamanho, cor, consistência, sabor, aroma e casca. No Brasil, as mais conhecidas são: a pera d’água, a Williams e a portuguesa, comumente a mais cara. O valor nutritivo da pera depende do seu grau de maturação. Quando muito maduro, o fruto perde parte do valor de seus nutrientes e, se verde, torna-se indigesto. Em geral, trata-se de um alimento rico em fibras, vitaminas A, C, B1, B2 e B3, além de sódio, potássio, fósforo, enxofre, magnésio, cobre e ferro. Por ser pouco calórica, já que cada 100 gramas possui em média 63 calorias e 2,3 gramas de fibras, pode servir

Flan de pera Modo de preparo

• 4 peras sem casca e sem sementes, picadas • Meia xícara (chá) de adoçante culinário • 2 envelopes de gelatina em pó sem sabor (24g) • 1 lata de creme de leite

1. Em uma panela misture a pera, o adoçante e uma xícara (chá) de água, e cozinhe em fogo baixo por cerca de 15 minutos (ou até que a fruta esteja macia). 2. Retire do fogo e espere esfriar. Deixe reservado. 3. Junte à gelatina dez colheres (sopa) de água e leve ao fogo, em banho-maria, para dissolver. 4. Bata no liquidificador a pera , a gelatina dissolvida e o creme de leite, até formar um creme homogêneo. 5. Despeje em uma fôrma com furo central (19 cm de diâmetro), molhada e leve para gelar por, no mínimo, 4 horas. Desenforme e sirva a seguir.

Você tem dúvidas sobre alimentação? Encaminhe-as para nós, pelo e-mail semanal@icesp.org.br.

Reprodução

Ingredientes

Semanal ICESP | 4 |


Bem-estar

Cuide-se Energia e vitalidade durante o dia

Além da natureza Colaboração: Walmir Cedotti, psicanalista e consultor de pessoas do ICESP.

Não é segredo que em tempos de agendas atribuladas,  acordar bem-disposto é cada vez mais importante. Mas este é um objetivo que pode ser conquistado: adaptando alimentação, exercícios físicos e hábitos, as manhãs podem dar a arrancada de energia que precisamos para o dia.  Reprodução

Alongamento ao acordar Depois de acordar, invista em um bom alongamento. Espreguiçar-se, levar as pernas à barriga e estender os braços para as laterais são movimentos que podem ajudar. 

ro d u ç ã o Rep

Autora: Ken Grimwood Editora: Gutenberg

Diretores: Steve McQueen (II) País/Ano: 2013/EUA

ro d u ç ã o

Revivente Jeff é um jornalista de rádio de 43 anos, que está preso em um casamento ruim e um emprego sem futuro. Ao sentir uma forte dor no peito, morre instantaneamente. Momentos depois, ele acorda com 18 anos novamente.

12 anos de escravidão Solomon Northup é um escravo liberto, que vive em paz ao lado da esposa e filhos. Um dia, após aceitar um trabalho que o leva a outra cidade, ele é sequestrado e vendido. Ao longo de doze anos ele passa por dois senhores, Ford e Edwin, que, cada um à sua maneira, exploram seus serviços.

Rep

Divirta-se

R e pro dução

Reprodução

Cardápio energético Tome um bom café da manhã. A primeira refeição deve ser balanceada com proteínas, carboidratos e fibras para gerar energia. O ideal é comer alimentos com baixo índice glicêmico.

Tanto a ciência quanto a teologia buscaram ao longo da história, e buscam ainda hoje, experiências que possam arremessá-las para um patamar mais alto de conhecimento. Já ouvimos a expressão “Milagres da ciência” e, em outra esfera, a expressão a “ciência de Deus”. Isto nos aponta a necessidade de dar nome para episódios que extrapolam as leis naturais. Muitos acontecimentos, tanto na ciência acadêmica e secular como na ciência teológica, comprovam a existência de milagres. Mas o maior milagre se dá fora dos laboratórios, dos templos e santuários, ele acontece dentro das pessoas, no lugar onde reside a alma. É por meio de estudos sobre o homem e suas relações com o entorno que avançaremos para o autoconhecimento. O que necessitamos para saltarmos de um nível de percepção da realidade para outro onde podemos vê-la desde o alto, é experimentar em nosso coração o milagre de perdoar plenamente, de sermos capazes de doar o nosso melhor, de fazer o que tem que ser feito sem ter que aparecer na foto e ainda assim nos alegrarmos pela oportunidade de servir.  Alguém um dia deu a sua vida para que muitos seguissem o seu exemplo. A isto se pode chamar verdadeiramente de milagre de amar.

A Madrinha Embriagada Adaptando o espetáculo da Broadway, Miguel Falabella dirige o musical A Madrinha Embriagada. A comédia faz um passeio pela década de 1920, época em que a peça da história era estreada. Em cartaz no Teatro Sesi, a entrada é gratuita. Onde: Teatro Sesi. Avenida Paulista, 1313 Contato: Tel.: (11) 3146-7405.

Semanal ICESP | 5 |


Giro 10 segunda-feira Médicos residentes Desempenho dos alunos de medicina nas provas bienais será considerado na seleção para residência

11 terça-feira Novos planetas Nasa anuncia aumento de 70% no número de planetas fora do Sistema Solar

12 quarta-feira

Pesquisadores usam gordura para reconstruir orelhas Publicado em: UOL Notícias

médicos têm como objetivo tratar condições congênitas como a microtia, na qual o paciente apresenta uma má formação ou ausência total da orelha. Caso os testes de segurança tenham resultados positivos, depois de pronta, a cartilagem moldada poderá ser implantada sob a pele com apenas uma cirurgia, reduzindo riscos e o estresse do paciente.

Twittes

Quiz

São Paulo ganha a primeira Delegacia dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Brasil

Quantas rosas as voluntárias distribuí-ram no dia Internacional da Mulher??

Reprodução

Um experimento conduzido por médicos do hospital Great Ormond Street, em Londres, está desenvolvendo um método para reconstruir partes do rosto com células-tronco obtidas a partir de amostras de gordura retiradas do próprio paciente. A equipe já conseguiu criar em laboratório cartilagem no molde de orelhas. Os

Educação em queda Região rural tem, em média, oito escolas fechadas por dia em todo o país

13 quinta-feira Acabou a folia Com início de entrega no dia 06, envio do IR será feito em menos tempo

14 sexta-feira Mais barato Pesquisa aponta queda de São Paulo e Rio no ranking mundial de cidades mais caras para se viver

15 sábado Prevenção do HPV A partir do dia 10, Ministério da Saúde inicia vacinação contra HPV em meninas de 11 a 13 anos

16 domingo Raiva é inimiga Risco de enfarte e AVC cresce nas duas primeiras horas após uma “explosão” de raiva

Governo de S. Paulo @governosp 6 fev

Pesquisador destaca resultados positivos de vacina anti-HIV desenvolvida pela USP #SaúdeSP

a) 400 b) 430 c) 415 Resposta o Quiz anterior: Alternativa : B) ICESP em cena

Governo de S. Paulo @governosp 6 fev

Fonte: Folha

Semanal ICESP é uma publicação produzida pelo Centro de Comunicação Institucional do ICESP | Jornalistas responsáveis: Thaís Mirotti e Victor Ramos Reportagem: Fernanda Geppert, Karla Correia, Kethylin Pinheiro, Luna Rodrigues e Raquel Tomacelli | Projeto Gráfico: Vivian Kuwajima e Victor Duro Diagramação: Beatriz Alonso, Tatiane Lopez e Victor Duro | Assessora de Marketing: Mariane Ribeiro | Gerência: Mônika Torihara Kinshoku

Semanal ICESP | 6 |


Semanal ICESP (10 de março)