Page 1


Como tudo comeรงou...


Sampa Caetano Veloso

Alguma coisa acontece no meu coração Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi Da dura poesia concreta de tuas esquinas Da deselegância discreta de tuas meninas Ainda não havia para mim Rita Lee A tua mais completa tradução Alguma coisa acontece no meu coração Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto É que Narciso acha feio o que não é espelho E quem vende outro sonho feliz de cidade E à mente apavora o que ainda não é mesmo velho Nada do que não era antes quando não somos mutantes Aprende depressa a chamar-te de realidade Porque és o avesso do avesso do avesso do avesso E foste um difícil começo Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas Afasto o que não conheço Da força da grana que ergue e destrói coisas belas Da feia fumaça que sobe, apagando as estrelas Eu vejo surgir teus poetas de campos, espaços Tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva Pan-Américas de Áfricas utópicas, túmulo do samba Mais possível novo quilombo de Zumbi E os novos baianos passeiam na tua garoa E novos baianos te podem curtir numa boa


Oi, um pouco de poesia Arte de amar  Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.

 A alma é que estraga o amor.   Só em Deus ela pode encontrar satisfação,   Não noutra alma.   Só em Deus - ou fora do mundo.   As almas são icomunicáveis.   Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.   Poruque os corpos se entendem, mas as almas não.                                                                                       Manuel Bandeira


Respondo com poesia então... :-) Uma que eu adoro... Amor é quando é concedido participar um pouco mais. Amor é a grande desilusão de tudo mais. Amor é finalmente a pobreza. Amor é não ter inclusive amor. É a desilusão do que se pensava que era amor. Amor não é prêmio por isso não envaidece. Clarice Lispector

Beijo


Oi , adorei as poesias, são muito belas. Pra certas coisas eu sô muito tímido, então prefiro te escrever. Não se preucupe às veses brigo com o pessoal do teatro por e-mail pq acho mais fácil, coisas de Matheus, hehehehe, mas não é de forma nenhuma uma briga q quero propor a vc. Na verdade vc qr namorar comigo? Nossa, tô me sentindo muito idiota, hehehehehe, mas é isso. Beijo Obs: Segundo o orkut esse recado é privado, bem espero q seja mesmo.


“E a minha alma alegra-se com seu sorriso, um sorriso amplo e humano, como o aplauso de uma multidão”

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário. Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.  Se achar que precisa voltar, volte!  Se perceber que precisa seguir, siga!  Se estiver tudo errado, comece novamente.  Se estiver tudo certo, continue. Se sentir saudades, mate-a.  Se perder um amor, não se perca!  Se o achar, segure-o! Fernando Pessoa


Olha... gosta de algum?? não tenho experiência com teatros hehe http://www.domtotal.com/agenda/categoria.php?ageEveTipId=5

beijoo


Linda, estas peças do site domtotal são espetáculos comerciais que pouco tem haver com a real arte teatral de suscitar críticas e relexões. Beijo


Gostei muito dos novos poemas. Beijo

Esta poesia eu gosto muito. É um alerta para as almas permanecerem ensolaradas.   Rondó dos cavalinhos Os cavalinhos correndo, E nós, cavalões, comendo... Tua beleza, Esmeralda, Ababou me enlouquecendo. Os cavalinhos correndo, E nós, cavalões, comendo... O Sol tão claro lá fora, E em minhalma - anoitecendo!   Os cavalinhos correndo, E nós, cavalões, comendo... Alfonso Reyes partindo, E tanta gente ficando...   Os cavalinhos correndo, E nós, cavalões, comendo... A Itália falando grosso, A Europa se avacalhando...   Os cavalinhos correndo, E nós, cavalões, comendo...


Lindo, que nossas almas sempre permaneçam ensolaradas então... Adoro poesia nova... E te adoro! Beijos


Madrigal Melancólica O que eu adoro em ti Não é sua beleza A beleza é em nós que existe A beleza é um conceito E a beleza é triste Não é triste em si Mas pelo que há nela De fragilidade e incerteza O que eu adoro em ti Não é a tua inteligência Mas é o espírito sutil Tão ágil e tão luminoso Ave solta no céu matinal da montanha Nem é tua ciência Do coração dos homens e das coisas O que eu adoro em ti Não é a tua graça musical Sucessiva e renovada a cada momento Graça aérea como teu próprio momento Graça que perturba e que satisfaz O que eu adoro em ti Não é a mãe que já perdi E nem meu pai O que eu adoro em tua natureza Não é o profundo instinto matinal Em teu flanco aberto como uma ferida Nem a tua pureza. Nem a tua impureza O que adoro em ti lastima-me e consola-me O que eu adoro em ti é A VIDA !!! Manuel Bandeira

Bom trabalho! Beijos! Beijos! Beijos!


Outras Palavras Caetano Veloso

Nada dessa cica de palavra triste em mim na boca Travo, trava mãe e papai, alma buena, dicha louca Neca desse sono de nunca jamais nem never more Sim, dizer que sim pra Cilu, pra Dedé, pra Dadi e Dó Crista do desejo o destino deslinda-se em beleza: Outras palavras Tudo seu azul, tudo céu, tudo azul e furta-cor Tudo meu amor, tudo mel, tudo amor e ouro e sol Na televisão, na palavra, no átimo, no chão Quero essa mulher solamente pra mim, mais, muito mais Rima, pra que faz tanto, mas tudo dor, amor e gozo: Outras palavras Nem vem que não tem, vem que tem coração, tamanho trem Como na palavra, palavra, a palavra estou em mim E fora de mim quando você parece que não dá Você diz que diz em silêncio o que eu não desejo ouvir Tem me feito muito infeliz mas agora minha filha: Outras palavras Quase João, Gil, Ben, muito bem mas barroco como eu Cérebro, máquina, palavras, sentidos, corações Hiperestesia, Buarque, voilá, tu sais de cor Tinjo-me romântico mas sou vadio computador Só que sofri tanto que grita porém daqui pra a frente: Outras palavras Parafins, gatins, alphaluz, sexonhei da guerrapaz Ouraxé, palávoras, driz, okê, cris, espacial Projeitinho, imanso, ciumortevida, vivavid Lambetelho, frúturo, orgasmaravalha-me Logun Homenina nel paraís de felicidadania: Outras palavras


Eu só quero um amor Que acabe o meu sofrer Um xodó prá mim Do meu jeito assim Que alegre o meu viver... Que falta eu sinto de um bem Que falta me faz um xodó Mas como eu não tenho ninguém Eu levo a vida assim tão só...

Eu Só Quero Um Xodó Que falta eu sinto de um bem Que falta me faz um xodó Mas como eu não tenho ninguém Eu levo a vida assim tão só...

Eu só quero um amor Que acabe o meu sofrer Um xodó prá mim Do meu jeito assim Que alegre o meu viver... Mas... Eu só quero um amor Que acabe o meu sofrer Um xodó prá mim Do meu jeito assim Que alegre o meu viver...


Qui Nem Jiló Elba Ramalho Composição: (Luiz Gonzaga / Humberto Teixeira)

Se a gente lembra só por lembrar Do amor que a gente um dia perdeu Saudade inté que assim é bom Pro cabra se convencer Que é feliz sem saber Pois não sofreu Porém, se a gente vive a sonhar Com alguém que se deseja rever Saudade intonce aí é ruim Eu tiro isso por mim Que vivo doido a sofrer Ai, quem me dera voltar Pros braços do meu xodó Saudade assim faz doer Amarga que nem jiló Mas ninguém pode dizer Que vivo triste a chorar Saudade, meu remédio é cantar Saudade, meu remédio é cantar

Temporal de Amor Leonardo Composição: Cecilio Nena

Chuva no telhado Vento no portão E eu aqui nesta solidão Fecho a janela Tá frio o nosso quarto E eu aqui sem o seu abraço Doido pra sentir seu cheiro Doido pra sentir seu gosto Louco pra deixar seu beijo Matar a saudade esse meu desejo Vê se não demora muito Coração tá reclamando Traga logo o teu carinho Tô aqui sozinho Tô te esperando Quando você chegar Tira essa roupa molhada Quero ser a toalha E o seu cobertor Quando você chegar Manda a saudade sair Vai trovejar, vai cair Um temporal de amor


Time After Time Cindy Lauper

Lying in my bed I hear the clock tick and think of you Caught up in circles Confusion is nothing new Flash back warm night, almost left behind Suitcase of memories Time after Sometime you pictured me I’m walking too far ahead You’re calling to me I can’t hear what you’ve said Then you said, “Go slow, I fall behind” The second hand unwinds CHORUS: If you’re lost you can look And you will find me, time after time If you fall I will catch you I’ ll be waiting, time after time If you’re lost you can look And you will find me, time after time If you fall I will catch you I’ ll be waiting, time after time

After my picture fades And darkness has turned to grey Watching through windows You’re wondering if I’m OK Secrets stolen from deep inside The drum beats out of time CHORUS: You said, “Go slow, I fall behind” The second hand unwinds CHORUS: Time after time ...


All You Need Is Love The Beatles Composição: John Lennon & Paul McCartney

Love, love, love Love, love, love Love, love, love There’s nothing you can do that can’t be done Nothing you can sing that can’t be sung Nothing you can say, but you can learn how the play the game It’s easy There’s nothing you can make that can’t be made No one you can save that can’t be saved Nothing you can do, but you can learn how to be you in time It’s easy All you need is love All you need is love All you need is love, love Love is all you need Love, love, love Love, love, love Love, love, love All you need is love All you need is love All you need is love, love Love is all you need There’s nothing you can know that isn’t known Nothing you can see that isn’t shown Nowhere you can be that isn’t where you’re meant to be It’s easy

All you need is love All you need is love All you need is love, love Love is all you need All you need is love All you need is love All you need is love, love Love is all you need Love is all you need Love is all you need Love is all you need Love is all you need Love is all you need (She loves you yeah, yeah, yeah!)


Vamos Fugir Skank Composição: Arnolpho Lima Filho / Gilberto Gil

Vamos fugir! Deste lugar Baby! Vamos fugir Tô cansado de esperar Que você me carregue... Vamos fugir! Pr’outro lugar Baby! Vamos fugir Pr’onde quer que você vá Que você me carregue... Pois diga que irá Irajá, Irajá Prá onde eu só veja você Você veja a mim só Marajó, Marajó Qualquer outro lugar comum Outro lugar qualquer... Guaporé, Guaporé Qualquer outro lugar ao sol Outro lugar ao sul Céu azul, Céu azul Onde haja só meu corpo nu Junto ao seu corpo nu... Vamos fugir! Pr’outro lugar Baby! Vamos fugir Pr’onde haja um tobogã Onde a gente escorregue... Vamos fugir! Deste lugar Baby! Vamos fugir

Tô cansado de esperar Que você me carregue... Pois diga que irá Irajá, Irajá Prá onde eu só veja você Você veja a mim só Marajó, Marajó Qualquer outro lugar comum Outro lugar qualquer... Guaporé, Guaporé Qualquer outro lugar ao sol Outro lugar ao sul Céu azul, Céu azul Onde haja só meu corpo nu Junto ao teu corpo nu... Vamos fugir! Pr’outro lugar Baby! Vamos fugir Pr’onde haja um tobogã Onde a gente escorregue... Tô cansado de esperar Que você me carregue Todo dia de manhã Flores que a gente regue... Uma banda de maçã Outra banda de reggae... Todo dia de manhã Flores que a gente regue... oooo ... ooo .. Uma banda de maçã Outra banda de reggae...


Stand By Me Ben E. King

When the night has come And the land is dark And the moon is the only light we’ ll see No I won’t be afraid, No I won’t be afraid Just as long as you stand, stand by me Refrão: So darling, darling Stand by me, oh, stand by me Oh stand, stand by me, Stand by me If the sky that we look upon Should tumble and fall Or the mountains should crumble to the sea I won’t cry, I won’t cry No I won’t shed a tear Just as long as you stand, stand by me Refrão Whenever you’re in trouble, won’t you stand by me Oh stand by me, oh won’t you stand now? stand by me

Carinhoso Marisa Monte Composição: Pixinguinha

Meu coração, não sei por que Bate feliz quando te vê E os meus olhos ficam sorrindo E pelas ruas vão te seguindo Mas mesmo assim Foges de mim Ah se tu soubesses como sou tão carinhosa E o muito, muito que te quero E como é sincero o meu amor Eu sei que tu não fugirias mais de mim Vem, vem, vem, vem Vem sentir o calor dos lábios meus a procura dos teus Vem matar essa paixão que me devora o coração E só assim então serei feliz Bem feliz Ah se tu soubesses como sou tão carinhosa E o muito, muito que te quero E como é sincero o meu amor Eu sei que tu não fugirias mais de mim Vem, vem, vem, vem Vem sentir o calor dos lábios meus a procura dos teus Vem matar essa paixão que me devora o coração E só assim então serei feliz Bem feliz


Oi! Só passei aqui pra te dar oi mesmo, hehehehe, tá meio tarde.  Beijos, linda

Bom dia lindo!!!!!!!!!! Beijossssss


O amor sabe como explorar o desconhecido

O amor sabe como por de lado todas as seguranças

O amor sabe desbravar o desconhecido e não-mapeado

O amor é coragem

CONFIE NO AMOR Osho


Presente  

croqui caderno

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you