Issuu on Google+

PUB

AGÊNCIA COMERCIAL PICO • 28721006

hojemacau MOP$10

PUB

DIRECTOR CARLOS MORAIS JOSÉ • TERÇA-FEIRA 21 DE JUNHO DE 2011 • ANO X • Nº 2393

TEMPO POUCO NEBULADO MIN 22 MAX 33 HUMIDADE 55-95% • CÂMBIOS EURO 11.4 BAHT 0.3 YUAN 1.2

Indústrias culturais Ung Vai Meng anuncia medidas

Acção directa Numa resposta a uma interpelação do deputado Pereira Coutinho, o presidente do Instituto Cultural anunciou que até ao fim deste mês vão ser implementadas medidas reais de estímulo às indústrias culturais. E são mais que muitas . > PÁGINA 5

GOVERNO REGULAMENTA ENSINO PARTICULAR NÃO-SUPERIOR

vida

Trânsito

MACAU, ODISSEIA NAS ESTRADAS • PÁGINA 6

• PÁGINA 4

Chui Sai On Fukushima

ABERTAS AS PORTAS DO INFERNO • CENTRAIS

CHEFE ESCUTA, POVO AGRADECE • ÚLTIMA


TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

2

China vai cortar nos impostos para recuperar mercado

Joana Freitas

joana.freitas@hojemacau.com.mo

O

continente chinês está já situado como o segundo maior mercado de bens de luxo no mundo, mas pretende ver mantida ou subir essa posição. Segundo a imprensa chinesa de segunda-feira, a China pretende, em breve, cortar nos impostos colocados na importação de mercadorias de luxo, de forma a encorajar os comerciantes locais mais ricos a comprarem cosméticos, relógios e bebidas alcoólicas mais caras. Na China, a taxa de imposto sob os cosméticos está actualmente situada nos 50%, à frente dos 30% de taxa cobrados sob os relógios e material de joalharia. Estas percentagens têm desviado a atenção dos compradores mais ricos do continente

Venha a nós o vosso luxo para comprarem nas lojas de Hong Kong, Paris e Londres. Esta é uma tendência que muitos ministérios do Governo Central pretendem ver alterada, escreve o Business Herald. Segundo a publicação, citando fontes não-identificadas, o Ministério das Finanças chinês poderá revelar um sistema fiscal renovado antes do feriado do Dia Nacional da China, em Outubro, de forma a que os consumidores possam comprar marcas de luxo no seu próprio país perante a chegada das épocas festivas do Natal e Ano Novo. Esta tentativa em fazer

O

presidente do Conselho Nacional de Transição (CNT) da Líbia, Mahmoud Jibril, vai deslocar-se na terça-feira à China para uma visita de dois dias, anunciou ontem o porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros, Hong Lei. Ainda que a China não tenha reconhecido oficialmente o Conselho Nacional de Transição - braço político dos rebeldes - como Governo legítimo daquele país, Pequim tem mantido há algumas semanas contactos com membros da oposição

ACTUAL

com que os compradores chineses mais ricos consumam produtos na China põe-se lado a lado com o plano de

Pequim em aumentar radicalmente o consumo doméstico e reduzir a dependência da China nas exportações do

estrangeiro, de forma a que o continente expanda ainda mais a sua economia, já a segunda maior do mundo. Se esta alteração for avante, os impostos sobre os cosméticos, leite em pó, relógios, malas, roupas e sapatos podem ser reduzidos ou mesmo eliminados totalmente, cita ainda o jornal chinês. Os fabricantes dos bens de luxo e os funcionários do departamento das finanças e comércio do Governo Central têm levado a cabo reuniões de forma a discutir o novo modelo de impostos da China, acrescentou o jornal China Daily.

PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE TRANSIÇÃO LÍBIO VISITA A CHINA

Novos amigos no horizonte ao regime de Muammar Kadhafi, nomeadamente através do seu embaixador no Qatar, Zhang Zhiliang. Nações como a França, Reino Unido, Itália, Alemanha ou Espanha reconheceram o CTN como o único governo legítimo da Líbia, enquanto que países como os Estados Unidos ou a Rússia iniciaram contactos

“informais” com a oposição. A China foi um dos países do Conselho de Segurança das Nações Unidas que se absteve de votar a favor da resolução da ONU que autorizou o uso da força contra o regime de Kadhafi. No início do mês de Junho, o continente recebeu um enviado de Kadhafi, o ministro líbio dos Negócios

COREIAS | SUL PREPARADO PARA ATAQUES DO NORTE NO DIA EM QUE ATACA AVIÃO CIVIL

Erros meus, má fortuna, resposta ardente O

comando norte-americano na Coreia do Sul disse ontem que a Coreia do Norte poderá lançar novos ataques contra o Sul, mas garantiu que Seul e Washington estão melhor preparados para responder à ameaça. “Embora o regime de Kim Jong-II tenha manifestado a vontade de continuar a prosseguir o seu objectivo, estou convencido de que a aliança entre a Coreia do Sul e os EUA está preparada”, declarou o general Walter

Sharp, que comanda mais de 28 mil soldados americanos estacionados na Coreia do Sul. “A nossa estratégia de resposta às provocações e as nossas manobras militares conjuntas são mais fortes que nunca. No ano passado trabalhámos muito para desenvolver um plano de reacção às provocações que são adaptadas a diferentes tipos de conflitos”, acrescentou o responsável no âmbito de um fórum sobre segurança.

No mesmo dia em que commando norte-americano fez estas declarações, o Exército da Coreia do Sul pediu desculpa por dois militares destacados na zona fronteiriça com a Coreia do Norte terem aberto fogo por erro contra um avião comercial. Os soldados terão confundido o aparelho com uma aeronave norte-coreana.“O Exército pede desculpas à população por ter causado preocupações devido ao incidente”, disse ontem

Actualmente, devido às altas taxas de importação, os preços de mais de uma dezena de marcas de relógios, malas, roupas, bebidas e aparelhos electrónicos de luxo são mais caros 45% no continente do que em Hong Kong, mais 51% do que nos EUA e mais caros 72% do que em França, mostrou um estudo Ministério do Comércio da China. É neste último país que os turistas chineses se colocam na posição dianteira dos consumidores estrangeiros com a compra de mais de 650 milhões de euros em itens de Duty Free só no ano passado. Segundo o jornal, o grupo de investimentos CLSA prevê que a China se torne o maior mercado de bens de luxo do mundo até 2020, uma vez que a classe média do continente emerge cada vez mais para um estatuto financeiro elevado.

Estrangeiros, Abdul Ati Al-Obeidi, dias depois de ter anunciado contactos com os rebeldes. Antes do conflito naquele país do norte de África, a China levou a cabo aquela que foi considerada a maior evacuação de civis no estrangeiro, tendo feito regressar cerca de 36 mil nacionais que trabalhavam em solo líbio. O cessar-fogo é visto como “prioridade absoluta” para a China que possui significativos interesses económicos na Líbia.

o porta-voz do Estado Maior, o coronel Lee Bung-woo. As autoridades sul-coreanas não adoptaram medidas disciplinares contra os dois militares contra a aeronave da companhia sul-coreana Asiana, com 119 passageiros a bordo, sem terem causado, porém, qualquer dano.Pelo contrário, o Exército disse que os militares, que se encontravam na ilha de Gyodong, actuaram de acordo com as regras para realizarem disparos de advertência contra um avião que consideraram inimigo, mas garantiram que o treino dos soldados será reforçado para que distingam melhor os aviões civis e se previnam incidentes semelhantes.


Em Macau resistem, praticamente periclitantes, bairros antigos com História, que só aparente e efemericamente são mais ou menos agradáveis de frequentar. E que deviam ser efectivamente acarinhados, tornando aqueles espaços verdadeiramente atractivos regional e internacionalmente, bairros recuperados e confortáveis para além das fachadas, com coerência e bom gosto, 365 dias por ano. Helder Fernando P.15

TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

3

Mísseis e embarcações enchem o mar do Sul; marchas anti-China no Vietname

Resposta à moda de Pequim

A

imprensa chinesa anunciou pelo menos três recentes manobras militares nas suas águas territoriais, onde estão incluídos testes de mísseis, perante a crescente disputa com o Vietname e as Filipinas pela soberania de ilhas do mar do sul da China. As notícias dos órgãos de comunicação chineses dão ainda conta de protestos “anti-China” no Vietname, pelo terceiro domingo consecutivo, e de planos das Filipinas em enviar o seu maior navio de guerra para as águas do sul do continente, avança o jornal South China Morning Post. Segundo o Diário do Exército de Libertação Popular de domingo, um navio do exército foi enviado para águas não-específicas antes de ter procedido a um exercício de limpeza de minas, no início do mês. A reportagem do diário indica ainda que uma equipa de 12 pessoas terá detonado duas

das minas que foram implantadas nas águas durante o exercício. Uma outra notícia, desta vez no jornal de Pequim Mirror, avança ainda que um corpo da marinha utilizou um veículo anfíbio para disparar mísseis anti-tanque contra alvos predestinados para tal num exercício na áreas costeiras montanhosas de Guangdong. Também o “Diário da Juventude da

China” relatou disparos de ensaio por parte de navios equipados com mísseis entre outras manobras em áreas não especificadas no mar. Antes destes, o Exército de Libertação Chinês fez parte de, pelo menos, outros seis exercícios militares, incluindo desembarques nas praias de Hainão, escreve o jornal de Hong Kong Ta Kung Pao. A agência de notícias chinesa Xinhua descreve ainda que o Haixun 31, o mais avançado barco patrulha da marinha, chegou a Singapura. O barco terá deixado Guangdong a 15 de Junho e fica em Singapura até sexta-feira. De acordo com analistas citados pelo South China Morning Post, estes acreditam que a sua rota, que passou pelo mar do Sul da China, pretende advertir os vizinhos do sul sobre a busca de soberania do continente, perante a escalada de tensões em torno das ilhas de Spratly e Paracel. O presidente da Asso-

MULHER DO DISSIDENTE HU JIA LEVADA PELAS AUTORIDADES À SAÍDA DE UM VOO PARA SHENZEN

Mais perto do marido... A

mulher do dissidente chinês Hu Jia, que deveria ter sido libertado no domingo, desapareceu e está alegadamente sob a custódia das autoridades chinesas, refere a edição de ontem do jornal Oriental Daily de Hong Kong. Zeng Jinyan terá embarcado no domingo em Pequim num voo para Shenzhen, no sul da China, mas não terá saído do avião com os outros passageiros. Segundo o Oriental Daily que cita fontes não identificadas, Zeng “terá sido provavelmente levada pelas autoridades chinesas”. Hu Jia, um dos dissidentes chineses mais conhecidos por defender causas ambientais e doentes de SIDA, tem 37 anos e deveria ter sido libertado no domingo depois de cumprir uma pena de três anos e meio alegadamente por “subversão”. Vários opositores do governo chinês e defensores dos direitos humanos recentemente libertados foram colocados em prisão domiciliária,

muitas vezes com as respectivas famílias, o que levou a mulher de Hu Jia a deixar a capital em Abril, com a filha para ir viver para Shenzhen, disse a própria recentemente à agência France Press (AFP). A polícia chinesa alertou que seria pouco provável que Hu Jia pudesse desfrutar de uma “vida normal” após a sua libertação, deixando entender que o mesmo teria a sua liberdade limitada. Zeng disse também à AFP que as autoridades chinesas tentaram expulsá-la e à filha da casa onde residiam no sul do país. “Creio que nada de bom vá acontecer [depois da libertação de Hu Jia]”, confessou ao considerar que “pouco poderá fazer para evitar a detenção” e que pretendia regressar a Pequim para receber o seu marido. Hu Jia foi galardoado com o Prémio Sakharov 2008 do Parlamento Europeu para a liberdade de pensamento.

ciação Militar Internacional em Macau, Wong Dong, disse ao diário de Hong Kong South China Morning Post que “apesar destes exercícios do Exército de Libertação poderem ser de rotina, em pequena escala e nem mesmo terem como alvo as regiões vizinhas, as autoridades chinesas terem escolhido tornar público tantas operações militares em tão pouco tempo, só demonstra que querem enviar um sinal de aviso em como estão em condições de enfrentar acções das Filipinas e do Vietname, em caso de disputa territorial”.

“ABAIXO A CHINA!”

Ontem, mais de 300 vietnaPUB

mitas protestaram à porta da embaixada chinesa em Hanoi e marcharam pelas ruas gritando “abaixo a China” e exigindo que o continente se mantivesse fora do território vietnamita, ao que chamam de Mar do Este. “Lutaremos pelo nosso país, se a nação necessitar de nós”, disse Nguyen Manh Ha, um estudante de 20 anos citado pelo SCMP. “Não só eu, mas todas as pessoas do Vietname morrerão para proteger o território”. Um outro manifestante que lutou contra a China, em 1979, Nguyen Long, de 82 anos, acredita que “aqueles dentro da embaixada nos ouvem a gritar abaixo com a China”.

Questionado sobre se o envio do navio almirante filipino para o mar do Sul da China pudesse alimentar confrontos, Eduardo Oban, o chefe das operações militares das Filipinas, disse não querer atingir esse ponto e assegurou que “o navio ficaria confinado aos limites” e que não se aventuraria em águas internacionais. Eduardo Oban acrescentou que “o que quer que os conflitos possam fazer surgir”, está “confiante de que possa ser resolvido de forma pacífica e diplomata”. De qualquer maneira, garante o responsável as águas ao largo das Filipinas numa extensão de 200 milhas verão também a sua segurança reforçada. - J.F.


TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

4

POLÍTICA

Governo avança com regulamentação para ensino particular não superior

Caracol quase a chegar à meta

Até ao final do mês é apreciada na Assembleia Legislativa a proposta de lei relativa ao Quadro Geral do Pessoal Docente das Escolas Particulares de Ensino Não Superior. Depois de uma discussão que se arrasta há mais de dez anos, os professores do privado vêem os seus direitos e deveres detalhadamente regulamentados. Joana Freitas

ou inferiores aos professores do nível de ensino gerido, no caso dos membros da equipa de administração. Para o pessoal que ocupa estes cargos é ainda obrigatório a frequência de reciclagens profissionais reconhecidas pela Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ), de forma a “que estes possuam a capacidade profissional necessária para a direcção e desenvolvimento escolar”, salientou Leong Heng Teng.

joana.freitas@hojemacau.com.mo

V

AI definir regime de carreiras, horários, remunerações e requisitos a cumprir, ao mesmo tempo que assegura regalias e garantias. O projecto de lei do Quadro Geral do Pessoal Docente das Escolas Particulares de Ensino Não Superior foi ontem apresentado por Leong Heng Teng, porta-voz do Conselho Executivo. Se aprovada na Assembleia Legislativa, e depois da entrada em vigor, a proposta de lei vai trazer aos professores um aumento das exigências académicas para que possam leccionar. Assim, os docentes do ensino infantil e primário devem estar habilitados, no mínimo, com o bacharelato ou equivalente, enquanto aos do ensino secundário é exigido o grau de licenciatura. A formação pedagógica dos docentes é outro dos requisitos exigidos pelo Governo da RAEM. Também o desenvolvimento profissional dos docentes é objectivo da Administração, estando explícito na proposta de lei que este um dos três requisitos para a mudança de nível de carreira após o início das funções. Os professores têm de efectuar um mínimo de 30 horas anuais de formação.

“D

EFINIR um regime de remuneração razoável” é mais um dos objectivos definidos pelo projecto de lei relativo ao Quadro Geral do Pessoal Docente das Escolas Particulares de Ensino Não Superior, a ser submetido na Assembleia Legislativa até ao final do mês. Para que isso seja assegurado as escolas de ensino particular não superior têm de manter “uma diferença adequada dos salários base”, cujo valor da diferença terá de se situar num mínimo de 1,3% entre os que leccionam no mesmo nível

MENOS CARGA HORÁRIA

O novo projecto de lei cria também seis níveis de carreira, do nível um ao seis. Após iniciarem funções os professores necessitam de cerca de 20 a 30 anos para atingirem o grau mais alto, competindo à escola avaliar o desempenho e o desenvolvimento profissional do docente.

No entanto, para que “seja reconhecido o valor profissional do professor e de forma a atraí-lo a dedicar-se por mais tempo à educação”, salienta o porta-voz do Conselho Executivo, foi ainda criado um mecanismo de antecipação de mudança de nível e reconhecimento do “professor distinto”.

No novo diploma nem a equipa de gestão da escola fica de fora. Agora ao director da instituição de ensino e aos membros da equipa de administração é-lhes exigido que as habilitações académicas não sejam inferiores aos dos docentes que leccionam na entidade, no caso do director,

Com a entrada em vigor do regulamento, os professores do ensino particular vão deixar de ser sobrecarregados a nível de horário de ensino. Desde 1996, que o tempo da componente lectiva dos docentes do território é superior a outras regiões, situando-se entre os 800 e os 1200 minutos por semana – cerca de 20 a 30 tempos de aula. Agora, prevê-se que estes períodos sejam reduzidos para 18 a 20 tempos de aula para os profissionais do ensino primário e para 16 a 18 para os do ensino secundário ou especial. A ideia do Executivo, explica o porta voz do Conselho, é que os docentes ganhem mais tempo para não só se auto-desenvolverem a nível profissional como para que

EXECUTIVO QUER ASSEGURAR REMUNERAÇÕES E GARANTIAS DOS PROFESSORES

Dar mais para elevar a qualidade de ensino, mas com nível de carreiras diferentes, e tendo em conta experiência e antiguidade. A cada ano escolar deve ainda ser garantido que a contribuição da entidade para o fundo de previdência e as despesas com a remuneração dos professores seja igual ou superior a 70% das receitas fixas da escola. Ao nível da saúde, todos

os profissionais do ensino têm acesso a cuidados médicos gratuitos nas instituições públicas, sendo ainda mantido esse acesso até aos 65 anos para aqueles que cessem funções e que coleccionem pelo menos 25 anos de carreira nas escolas do território.

SUBSÍDIOS SUBSTITUÍDOS

O ano lectivo passado o

salário dos professores do jardim-de-infância ao secundário rondavam uma média mensal de 15 mil a 19.600 patacas, excluindo quaisquer subsídios. Após a entrada em vigor do projecto de lei o Governo vai renomear o “subsídio directo” para “subsídio de desenvolvimento profissional”, sendo de 1.8% a diferença entre o valor

mais baixo e mais alto a distribuir. O despacho para definir os subsídios de desenvolvimento profissional não tem ainda nem data nem valor previsto, sabendo-se apenas que estes são atribuídos consoante o nível de docência e antiguidade. Lou Pak Sang, subdirector da DSEJ, alerta, no entanto, que este subsídio, que

vem substituir os subsídios directo e de antiguidade anteriores que atingiam até 4520 patacas, “foi inicialmente distribuído nos anos 80 e numa altura em que os docentes auferiam salários inferiores”. O responsável acredita que este apoio financeiro “deixou de ter a função que tinha”, ou seja “assegurar a qualidade mínima de vida”. Lou Pak Sang diz apenas que o Governo vai ter em conta os factores sociais e da inflação como referência para atribuir o montante do novo subsídio. - J.F.


CHINA DÁ DINHEIRO E RESIDÊNCIA POR DENUNCIA DE MANIFESTANTES

As autoridades do Sul da China terão supostamente oferecido recompensas em dinheiro e residência aos trabalhadores migrantes que divulguem informações que levem à prisão dos envolvidos em três dias de tumultos, em Xintang. A violência naquele distrito de Guangzhou - coração industrial do país - começou a 10 de Junho, depois de rumores de que a polícia teria espancado num vendedor ambulante até a morte e maltratado a sua esposa grávida. Num anúncio publicado na primeira página do Daily Zengcheng, a polícia anunciou uma recompensa de 5.000 a 10.000 yuan para quem denuncie os manifestantes. Além do prémio em dinheiro, a polícia também ofereceu aos informantes o título de “cidadão justo bom” e o prémio adicional de “trabalhador migrante excelente”, bem como a residência local.

também prestem mais atenção às necessidades dos alunos. Entre o extenso projecto, que alberga mais de 12 capítulos e de 60 artigos, estão ainda regulados direitos como a segurança na actividade profissional , o exercer de autonomia pedagógica, a apresentação de opiniões relativas a educação à DSEJ, entre outros. Desde o primeiro Estatuto do Pessoal Docente em Exercício Efectivo de Funções nas instituições educativas particulares, datado de 1996, que está definido que os direitos e deveres do pessoal docente deste tipo de ensino é objecto de diploma próprio. A discussão em torno desta matéria remonta já a 1994, altura em que o então Conselho da Educação apresentou uma proposta sobre estas regulações. Em 1996 foi aprovado o decreto e criado um grupo de trabalho responsável pela análise da proposta, apresentada em 1999. Sem que tenha conseguido atingir algum consenso, o projecto de lei foi-se arrastando, tendo em 2001 conseguido integrar-se esta matéria no Conselho da Educação. Em 2006, o Governo decidiu lançar de imediato a apreciação da proposta e 2008 e 2009 foram períodos de auscultações públicas. “Depois de quase 20 anos de discussão reflectem-se nesta proposta os resultados de discussão sobre esta matéria”, conclui Leong Heng Teng. Para o porta-voz do Conselho Executivo, “as novas regulamentações vão trazer benefícios no que diz respeito ao desenvolvimento a longo prazo do ensino não superior da RAEM”. Se comparado ao de 1996, assegura Leong Heng Teng, “este projecto de lei está mais detalhado no que toca aos direitos e deveres dos professores”. A proposta vai ser finalmente submetida para análise da AL até ao final do mês.

PROJECTO DE LEI CRIA “CONSELHO PROFISSIONAL DO CORPO DOCENTE”

É constituído por 13 pessoas, entre dirigentes escolares, membros de associações educativas, personalidades de reconhecido mérito educacional, professores e representantes da DSEJ e vai ser, por exemplo, quem define as normas de verificação do número de horas em actividades do pessoal docente. Entre outras funções, este Conselho está ainda encarregue de analisar as impugnações aos professores de alunos e encarregados de educação e é quem ainda procede à apreciação do “professor distinto” e quem aprecia o pedido de antecipação de mudança de nível junto da DSEJ, algo que passa a ser possível com a proposta de lei. Este grupo foi criado “tendo em conta experiências de outros países e regiões”, salientou Leong Heng Teng.

Indústrias culturais | Governo responde

Luz ao fundo do túnel Governo começa este mês a implementar as prometidas medidas de estímulo ao desenvolvimento das indústrias culturais e criativas. A notícia veio na resposta a uma interpelação de Pereira Coutinho, que ficou satisfeito com o que leu Filipa Queiroz

filipa.queiroz@hojemacau.com.mo

É

Ung Vai Meng, presidente do Instituto Cultural (IC), quem assina a resposta à interpelação que José Pereira Coutinho enviou ao Governo em Abril sobre as medidas de investimento nas indústrias culturais e criativas prometidas nas últimas Linhas de Acção Governativa (LAG). Coutinho disse que havia muito pouco a ser feito, nomeadamente no que toca à formação. Inclusivamente foi buscar exemplos do estrangeiro para fundamentar a sua teoria de que o sector é o “segmento industrial ‘emergente’ a nível internacional”. Ung Vai Meng respondeu com medidas a curto, médio e longo prazo, que começam a ver a luz do dia já este mês. Coutinho ficou satisfeito.

NA PRÁTICA

O Executivo diz que “prestará todo o apoio necessário à abertura de cursos por parte de instituições de ensino, empresas e associações da sociedade civil” na área das indústrias culturais e criativas. Diz que numa primeira fase vai articular as indústrias e a cultura e estabelecer “planos de formação orientados para os jovens locais”, incluindo o incentivo a que os mesmos “optem por fazer os estudos universitários [nessa área] no estrangeiro”. Mas o presidente do IC faz a ressalva: “A formação de quadros é uma tarefa de longo pra-

zo e os profissionais que trabalham nas indústrias culturais e criativas devem adquirir conhecimentos transdisciplinares”. Ung Vai Meng explica no documento que o Governo da RAEM estabeleceu planos, estratégias e metas de formação profissional a curto, médio e longo prazo. Na lista das curtas avança com o incentivo às instituições de ensino e sociedade civil na abertura de cursos de formação e aprendizagem que ajudem os jovens a enriquecer os conhecimentos, e “proporcionem condições para a transformação intelectual”. O primeiro será implementado já este mês. “O Governo vai implementar um “Programa de Formação de Recursos Humanos na Gestão da Cultura e das Artes” a ter início em Junho do corrente ano”, lê-se no documento. Trata-se de uma iniciativa co-organizado pelo IC e o Instituto de Formação Turística, que visará formar pessoal especializado em gestão e operação das artes e conferirá um Certificado de Administração das Artes aos

participantes. O previsto é que a iniciativa se estenda através da disponibilização de subsídios a projectos de actividades culturais anuais e subsídios de formação a candidatos recomendados pelas associações culturais locais. O objectivo é disponibilizar mais oportunidade de emprego aos trabalhadores locais dos sectores cultural e artístico, bem como contribuir para a criação de um banco de gestores artísticos locais e permitir o constante acompanhamento e previsão de tendências do desenvolvimento dos recursos humanos. Tudo isto “tendo em consideração o ainda instável e pouco expressivo mercado cultural artístico local e a falta de gestores nestas áreas”, admite o Ung Vai Meng.

A MÉDIO PRAZO

O Governo quer ampliar e aperfeiçoar os cursos conferentes de diplomas relativos às indústrias culturais e criativas e alargar o número de cursos de ensino superior especializados em administração

TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

5 das artes, nomeadamente aproveitando o curso de bacharelato em Gestão do Património Cultural aberto há alguns anos. O Executivo compromete-se a “aumentar o investimento de recursos dirigidos à aprendizagem profissional, atribuindo bolsas e subsídios para propinas aos alunos de bacharelato, licenciatura e pós-graduação “no sentido de incentivar a optarem por uma profissionalização nestes sectores”. Mais uma injecção de capital que, a longo prazo, terá como alvo a faixa etária do ensino primário. “Tendo como referência as experiências de outras regiões”, e concordando com Coutinho, “irá orientar a sua acção para o sector do ensino primário, proporcionando aos alunos locais, desde muito cedo, uma atmosfera educativa e inspiradora da sua criatividade no campo das artes e da cultura”, com a tónica no desenvolvimento sustentado e sólido do novo sector. Pereira Coutinho comentou ao Hoje Macau que “já não é mau o facto de o Governo ter uma direcção por forma a incentivar os jovens a dedicarem-se a essas artes”. “Penso que o novo presidente do Instituto Cultural é uma das pessoas mais responsáveis, e como é do ramo percebe o alcance das perguntas”, continuou o deputado, sublinhando que Ung Vai Meng é uma mais valia no que toca a esta matéria. Quanto às acusações de passividade relativamente aos recém-criados Departamento de Promoção das Indústrias Culturais e Criativas e Conselho para as Indústrias Culturais, que Pereira Coutinho alegou na interpelação que enviou ao Governo em Abril, Ung Vai Meng retrucou que o Conselho “tem ouvido as várias opiniões de todos os sectores da sociedade através de diferentes maneiras e canais” e tem “compreendido as dificuldades existentes nestas indústrias e assumindo o papel de ponte de comunicação e plataforma de comunicação”. O presidente do IC adianta que foram estabelecidos três grupos de trabalho especializados para desenvolver e promover o planeamento de recursos e a cooperação regional, através da análise, discussão e levantamento de opiniões, que resultam em relatórios entregues ao Executivo. Entre esses trabalhos estará um estudo de definição e classificação das indústrias culturais de Macau.


TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

6

SOCIEDADE

Trânsito | Primeiros meses do ano não revelam melhorias

Ano 2011, odisseia rodoviária Gonçalo Lobo Pinheiro glp@hojemacau.com.mo

C

ONFORME o Hoje Macau deu a conhecer na passada quinta-feira, durante de 2010, 397 pessoas foram atropeladas em Macau e dessas 276 foram atingidas quando estavam a atravessar uma passadeira. Dados novos, disponibilizados pelo Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) ao nosso jornal, revelam que dessas 276 pessoas duas acabaram por morrer e houve um número, não identificado, de feridos com gravidade média a acentuada. No entanto, a maior parte dos atropelamentos não deixa qualquer mazela no lesado, o que não desculpabiliza a falta de respeito rodoviário.

Este ano, os números também caminham para bater recordes. De Janeiro a Maio, já ocorreram 170 atropelamentos, sendo que desses, 142 foram em passadeiras, tendo já resultado num saldo de um morto e diversos feridos. “É um número muito grande em cinco meses”, desabafou fonte do CPSP.

CARTA NA FARINHA AMPARO

Mas nem só de peões e passadeiras vivem os problemas rodoviários de Macau. Se dermos uma voltinha aos dados, relativos a 2010, disponibilizados pelo CPSP podemos ver que, no geral, os condutores do território não são os melhores do mundo e, numa terra com cerca de 550 mil habitantes, comparando o número de infracções (detectadas) ao Regulamento do Código da Estrada e à Lei do

Trânsito Rodoviário – 404410 -, podemos ter uma noção clara de como se conduz em Macau. Também, durante o ano passado, ocorreram 13155 acidentes de viação de onde resultaram dez mortos e 4997 feridos – 306 graves ou muito graves com necessidade a internamento hospitalar. As infracções são variadas e podem ir do excesso de velocidade ao não uso de cinto de segurança passando pela condução com luzes apagadas. Na verdade, em 2010, das 346537 multas passadas aos condutores e peões, o recorde está reservado às multas por não pagamento de estacionamento – 60156. Logo a seguir vem o excesso de velocidade. Talvez por influência indirecta do Grande Prémio de Macau, os condutores, quais Fittipaldis, abusam na velocidade que imprimem aos seus veículos.

Só no ano passado, as autoridades passaram 11678 multas por excesso de velocidade. Das outras multas aplicadas, 4214 por não obediência a sinal de trânsito, 1041 foram por condução com luzes apagadas, 2394 por conduzir sem documentos do veículo, 1576 por ultrapassagem em traço contínuo, 863 por não dar prioridade, 1216 por não usarem cinto de segurança, 1550 por excesso de álcool ou 448 por uso de telemóvel. Em 2010, os cofres públicos engordaram 105.774.803,00 patacas em multas e, nos primeiros meses deste ano, o ganho já vai em 10.520.834,00.

A PARTIR DOS PEQUENINOS

Procurámos saber junto da Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) o que é que pode ser feito para minimizar este tipo de situações e para melhorar, no global, o tipo de condução que se faz em Macau. “Realizamos várias actividades para divulgar entre a população conhecimentos certos de segurança rodoviária”, respondeu a assessoria de imprensa daquele organismo.

rodoviária” e actividades interactivas de sensibilização rodoviária nas escolas”, explicou a DSAT. O objectivo é que a futura geração possa, desde criança, ter uma atitude positiva em relação ao cumprimento das regras de trânsito, assim como, conhecer bem os conceitos de segurança rodoviária. “É de esperar que, a partir dos pequeninos, passo a passo, sejam criadas na sociedade boas práticas de segurança rodoviária.” A DSAT lembrou, igualmente, que tem procedido à instalação de dispositivos de contagem decrescente e sonoros aos semáforos bem como sistemas para detectar veículos que não parem ao sinal vermelho ou estejam com excesso de velocidade, entre outros sistemas. “Fazemos o nosso trabalho e esperamos que os utentes das vias púbicas cumpram, por sua própria iniciativa, as regras de trânsito.”

LISBOA E MACAU, UM MAU EXEMPLO

Se fizermos um exercício comparativo com Lisboa, a capital de Portugal, podemos ter dados curiosos. Com o decorrer dos anos a cidade tem vindo a perder habitantes por isso Lisboa tem actualmente cerca de 570 mil habitantes (2,08 milhões de habitantes incluindo todo o distrito). Não muito longe em termos de número de habitantes, Macau tem sete vezes mais o número de atropelamentos – 397 contra 56.

CONSELHO CONS. DO TRÂNSITO COM LAU SI IO NA PRESIDÊNCIA

O regulamento administrativo do Conselho Consultivo do Trânsito (CCT) foi ontem publicado em Boletim Oficial (BO). A grande novidade prende-se com a nomeação do secretário para os Transportes e Obras Públicas, Lau Si Io, para a liderança de uma equipa fixa com dez elementos das mais diversas áreas e serviços do Executivo da RAEM. No entanto, o elenco fixo será ainda coadjuvado por diversas personalidades da franja social de Macau que poderá ir até 21 elementos, a designar por despacho do Chefe do Executivo”. As competências do CCT sugerem a emissão de pareceres sobre todos os assuntos respeitantes “aos transportes terrestres, ordenamento viário, gestão de veículos e optimização das infra-estruturas rodoviárias e pedonais, que lhe forem submetidos pelo Governo da RAEM” numa tentativa clara de “assessorar o Governo”.

Estas iniciativas visam alterar, segundo a DSAT, os maus hábitos de condução e os conceitos errados das regras de trânsito, que os utentes das vias públicas tenham. “Este é um trabalho a longo prazo. Para além da Campanha de Sensibilização Rodoviária, que se realiza anualmente, a DSAT, através do Centro de Informação da Segurança Rodoviária, já realizou programas de formação de “embaixadores de segurança

No entanto Lisboa fica a ganhar com o número de mortes por atropelamento, seis. No âmbito das multas é ela por ela. Macau empata com Lisboa no número de multas por estacionamento, perde nas multas por excesso de velocidade e excesso de álcool, mas ganha nas multas por não cedência de passagem em passadeiras, na condução com luzes apagadas e condução sem documentos.


ROTULAGENS ERRADAS EM FRASCOS DE VITAMINAS ORIGINAM RECOLHA

De acordo com a notificação dos Serviços de Saúde de Hong Kong, há a suspeita de que as rotulagens de duas vitaminas - a “Vitamin B-6 Tab 50mg” e a “Natural E-200 Cap” - foram confundidas por uma empresa de distribuição por grosso de medicamentos da região vizinha, aquando da recolocação da rotulagem. De acordo com as informações disponíveis, apenas a importação de uma destas duas vitaminas, “Natural E-200 Cap”, fabricada por Natural Wealth Nutrition Corp dos Estados Unidos da América, foi autorizada pelos Serviços de Saúde para o mercado de Macau. Os Serviços de Saúde solicitaram às farmácias, às drogarias e às firmas de importação e exportação deste medicamento a recolha no mercado do produto em causa, apelando, em simultâneo, à população para não o consumir.

Taxa de utilização da Internet em Macau supera os dois terços

O clique nosso de cada dia Virginia Leung

Virginia.leung@hojemacau.com.mo

A

Internet tem-se tornado cada vez mais um bem indispensável para a vida diária dos cidadãos e um importante canal para que estes possam exprimir as suas opiniões. De acordo com o relatório de um estudo da Associação de Estudo Internet de Macau (AEIM), a taxa de acesso à rede é já de 70%. “O Governo tem de prestar mais atenção à opinião pública veiculada através da Internet para perceber de forma sistemática os apelos do público”, considera Angus Cheong, presidente da AEIM. O “Relatório do Índice de Opinião Pública Total de Macau 2011” indica que a taxa de acesso para os residentes locais já atingiu 70%, ou seja, mais de dois terços da população. O índice composto no relatório do estudo indica ter havido uma grande preocupação do público em relação a assuntos como

o “Relatório das Linhas de Acção Governativa 2010/2011” – que motivou as mais discutidas entradas em fóruns online – e outros temas da actualidade com implicações sociais, como a “Presumível acção de recrutamento encenada da Galaxy”, as “Manifestações do 1º. de Maio” ou as “Reformas na TDM”, entre outros. Entre os assuntos que parecem estar na origem das maiores preocupações por parte dos cibernautas, estão os problemas relacionados com a habitação (sobretudo sobre a habitação económica), ameaças económicas (inflação), emprego (trabalho clandestino e taxa de desemprego), estabilidade social e políticas sociais. As conclusões do relatório referem que os residentes dão enorme atenção às políticas sociais, e atestam haver alguma interacção entre a Internet, os outros meios de comunicação e os cidadãos, com uma diferenciação entre os utilizadores da Net e os cidadãos que não têm

acesso à rede e que, segundo Angus Cheong, não podem ser ignorados, pelo que os diferentes canais não se substituem mutuamente.

Na opinião do responsável da AEIM, é importante que a opinião dos cidadãos expressa através da Internet ou dos média seja levada

TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

7 em conta, para uma compreensão abrangente das tendências em toda a sociedade de Macau. “A Internet tem-se tornado um factor indispensável no nosso quotidiano e a fronteira entre a vida nos espaços online e offline está cada vez mais difusa”, considera Angus Cheong. “Por isso, seja no âmbito da vida privada, seja na abordagem de assuntos sociais, a Internet está a tornar-se uma importante plataforma para o público manifestar opinião”, acrescenta, sublinhando que uma vez que um canal se torna um meio público, o Governo não lhe pode poupar atenção. Pontos-chave a reter nas tendências reveladas pelo relatório: a Internet tem um enorme impacte e a popularização do seu uso está a crescer depressa. Por outro lado, a Internet proporciona uma plataforma para divulgação de notícias em tempo real e um canal para que os utilizadores possam emitir as suas opiniões directamente. Através da Internet, os cidadãos podem mesmo interagir com os média tradicionais a respeito de coisas que estejam a acontecer na sociedade. É também uma forma, destaca Angus Cheong, de incentivar o público a participar nas questões sociais e apurar os pontos de vista da classe social.

FEIRA DE RECRUTAMENTO COM MUITAS OPORTUNIDADES, NEM SEMPRE ATRACTIVAS

COREANO ACUSADO DE MATAR MULHER NO NOVA CITY FOI SOLTO PELAS AUTORIDADES

Arranja-me um emprego

Falta de provas dá liberdade temporária

T

ODOS os anos, durante o período das férias de Verão, com início em Junho, os jovens acabadinhos de formar nas universidades fora de Macau vão gradualmente regressando a casa para começar a procurar trabalho. Uma feira de emprego teve lugar no hotel Starworld no domingo passado, com as empresas participantes a tentarem recrutar os mais de cem recém-licenciados que ali apareceram. “Havia várias oportunidades de emprego, tais como as oferecidas pelos casinos, mas é difícil encontrar empregos compatíveis ou o emprego ideal”, comentou Lei, uma recém-formada, que confessou ter já enviado currículos para várias organizações e feito candidaturas online

a vagas em casinos, mas ainda não tinha recebido qualquer resposta. Mio, outra recém-licenciada pela Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST), tenta ser realista e não eleva demasiado a fasquia das suas expectativas. “Não tenho experiência num emprego a tempo inteiro, mas gostaria de trabalhar num escritório no meu primeiro emprego”, afirmou, revelando estar a contar com um salário mensal situado entre as oito e as nove mil patacas, tendo em conta que estava ainda em fase de aprendizagem. Tem-se assistido a uma alteração nas tendências e a atitude dos jovens adultos de hoje é diferente daquela que tinham os do passado, considera Davis

KC Fong, professor da Universidade de Macau. “Para os jovens adultos, como definir o emprego ideal?”, questiona o académico, filosofando sobre a complexidade da coisa. “É difícil defini-lo e alcançá-lo. No entanto, creio que os jovens deveriam tentar agarrar oportunidades que lhes pareçam adequadas e, através do trabalho, encontrarão o seu lugar na sociedade. Com a experiência das tentativas, aprenderão a perceber o que significa para eles o ‘emprego ideal’”, explica Fong, lembrando o tempo em que as pessoas procuravam um trabalho para toda a vida. Hoje em dia, observa, os jovens muito raramente procuram um trabalho para a vida inteira. - V.L.

O

suspeito do homicídio de uma mulher coreana no empreendimento Nova City, na Taipa, foi ontem libertado por falta de provas. Segundo um comunicado da Polícia Judiciária, enviado ontem às redacções, o responsável pelo processo entendeu que, apesar de “existir motivo e tempo para o suspeito cometer o crime”, não é possível confirmar a identidade do autor devido à “existência de factos contraditórios”. O caso remonta ao início de Junho, quando uma mulher coreana foi encontrada morta por estrangulamento com uma toalha e ferida na cabeça, indicando ter sido eventualmente torturada. A vítima terá sido encontrada com as mãos e pés atados com fios telefónicos. Na altura, um homem também coreano foi detido no âmbito da investigação de homicídio levada a cabo pelo PJ. Amulher, de nome Kang e com 45 anos vivia com outros dois coreanos no apartamento, de onde terão sido roubados 700 mil dólares de Hong Kong em dinheiro. Todos os pertences da vítima terão também desaparecido.

Após investigação, a PJ concluiu que o assalto ocorreu depois de os dois companheiros de casa da vítima terem viajado para a Coreia. O alerta terá chegado quando estes tentaram contactar a amiga. Não conseguindo, pediram ajuda a outros dois amigos que, com o porteiro, abriram a porta do apartamento. De acordo com os dados recolhidos pela PJ no local, a tese mais forte aponta para um crime de roubo e assassinato ocorrido na sequência de o presumível homicida saber que Kang trabalhava com grandes quantias de dinheiro num casino do território. No dia 10 de Junho, a PJ efectuou a detenção de um homem desempregado, de 32 anos, também coreano, que desde cedo nunca cooperou com a PJ. Ontem, o suspeito foi libertado “temporariamente”por falta de provas mas foram-lhe aplicadas medidas de coacção. O suspeito tem de se apresentar de dez em dez dias às autoridades, foi obrigado a entregar os documentos e está proibido de se ausentar do território. O caso continua a ser investigado. - J.F.


vida

TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

8

A

luta para conter o acidente nuclear da central japonesa de Fukushima entrou nesta sexta-feira numa nova fase, com o início da descontaminação de enormes quantidades de água radioactiva acumulada nos edifícios dos reactores. O material resulta da própria tentativa de arrefecer os reactores, depois do sistema normal de refrigeração ter entrado em colapso com o sismo e tsunami de 11 de Março no Japão. Neste momento, há cerca de 110 mil toneladas de água radioactiva acumuladas na base dos edifícios dos reactores nucleares. A unidade de descontaminação que ontem entrou em funções deverá tratar 1200 toneladas por dia. Com os níveis de radiação reduzidos, a água será utilizada no sistema normal de arrefecimento, que a Tepco – empresa que opera a central de Fukushima – conta estabilizar dentro de um mês. Com isso, a empresa espera conseguir, até Janeiro, o encerramento “a frio” dos reactores – ou seja, manter a sua temperatura a um nível que permita que a água de arrefecimento não ultrapasse os 100 graus Celsius.

DESCOBERTA UMA DAS MAIO

Investigadores anunciaram ter descoberto o maior aglomera 22ºC, os cinco conjuntos de cavernas espalham-se por uma Os investigadores afirmam que apenas uma em cada 10 mil antes de derreter novamente. As fortes correntes de vento so

Água começa a ser tratada à volta dos reactores de Fukushima

Praga radioactiva não larga Japão

O tratamento da água radioactiva é um alívio para a Tepco, que estava a enfrentar dificuldades em armazenar o material contaminado. Uma parte – com baixos níveis de radioactivida-

de – chegou a ser despejada no mar. Este novo passo, no entanto, está longe de representar o fim dos problemas de Fukushima, palco do pior acidente nuclear desde Chernobyl,

em 1986. Além da água, será preciso armazenar e posteriormente tratar lamas radioactivas. A resolução do problema da água deverá, porém, facilitar o trabalho no

Click ecológico ESPINHOS VENENOSOS E OLHOS ESBUGALHADOS

• O peixe-escorpião pode ser feio, mas é barato, sustentável e tem um sabor fantástico. Pescadores de pequena escala, ameaçados pela pesca industrial, reuniram-se por quatro dias em Génova para dar a conhecer aos consumidores viciados em atum e salmão, um outro peixe, não tão comum, mas que pode substituir espécies em risco elevado de extinção. O peixe-escorpião foi um deles, e fez parte da campanha “alimento bom, limpo e justo “, um movimento que pretendeu minimizar os danos causados às espécies marinhas mais capturadas e dar um incentivo à pesca sustentável.

interior dos edifícios dos reactores, em zonas de difícil acesso aos funcionários que combatem os efeitos do acidente. Numa medida paralela, a Tepco está a iniciar a construção de enormes estruturas metálicas que irão envolver os edifícios dos reactores danificados, e sobre as quais será aplicada uma cobertura para reduzir a fuga de material radioactivo. Não será um “sarcófago” – tal como a estrutura de betão construída sobre Chernobyl – mas também envolverá por completo os reactores. O trabalho de montagem está a decorrer fora do perímetro da central, e as estruturas metálicas poderão começar a ser instaladas à volta dos reactores 3 e 4 no final de Junho, segundo um comunicado da Tepco.

SEGUNDA DE RISCO

Na madrugada de segunda-feira a Tepco abriu as portas do edifício que alberga o reactor 2 para reduzir a humidade que se concentra nessa infraestrutura. Segundo a cadeia de televisão japonesa NHK, a operação

Planeta em números

78%


ORES CAVERNAS DE GELO NA CHINA

TERÇA-FEIRA 21.6.2011

ado de cavernas de gelo da China nas montanhas da província de Shanxi, no norte do país. Com temperaturas exteriores beirando os a área de 35 quilómetros quadrados. A vegetação verdejante contrasta com estalactites e estalagmites de gelo no interior das grutas. l cavernas da China tem gelo. A água nas cavernas começa a congelar em Março e o gelo atinge a sua espessura máxima em Maio, opram para a montanha o ar gelado, com cerca de 2ºC. As autoridades chinesas pretendem transformar a área em atracção turística.

%

iniciou-se ao início da madrugada no Japão e prolongou-se por mais de oito horas para evitar o movimento de poeira radioactiva, já que a Tepco utiliza há mais de uma semana um filtro para a descontaminação do local. O objectivo da abertura das portas é reduzir a humidade de 99 por cento no edifício que alberga o reactor 2 para que os técnicos possam lá entrar para medirem os níveis de radiação e ajustarem os equipamentos de medição. A Tepco também planeia injectar nitrogénio nessa unidade para evitar uma explosão como a que danificou os reactores 1 e 3 depois do terramoto e tsunami de 11 de Março. Um representante da Tepco citado pela NHK explicou que a abertura das portas, que implicou a libertação de vapor com baixa radioactividade, apenas teve impacto nas imediações da central. Hoje a Tepco vai procurar reduzir os níveis elevados de radiação detectados no fim de semana no edifício do reactor 4, que se encontrava parado no dia do sismo para uma inspecção de rotina. Segundo os técnicos, a radiação provém de uma piscina do andar superior utilizado para armazenar grandes peças de equipamento contaminado e onde se está a injectar água para reduzir as emissões. Os operários também prosseguem os esforços para reactivar o sistema vital de reciclagem de água contaminada, paralisado no fim-de-semana apenas cinco horas após ter entrado em funcionamento por um dos seus componentes ter alcançado o nível máximo de césio radioactivo que podia absorver. Com este sistema, fundamental para que a Tepco arrefeça com êxito os reactores 1,2 e 3, pretende-se descontaminar mais de 110 mil toneladas de água radioactiva acumuladas na central para que sejam depois utilizadas na refrigeração. A Tepco prevê conseguir arrefecer os reactores em Janeiro de 2012 e nessa altura dar por concluída a crise nuclear gerada pelo sismo de 11 de Março.

é a percentagem de europeus que faz reciclagem

www.hojemacau.com.mo

9

RANKING INDICA PAÍSES MAIS EXPOSTOS A CATÁSTROFES NATURAIS

Relatório explica catástrofes A

S desprotegidas ilhas Vanuatu e Tonga, localizadas no Pacífico, são as duas regiões mais expostos ao risco de acidentes naturais trazidos pelas mudanças do clima. As Filipinas ocupam o terceiro lugar como o país com risco mais elevado. Os dados constam no novo Relatório de Risco Mundial, um índice criado pelo Instituto do Meio Ambiente e Segurança Humana da Universidade das Nações Unidas. O estudo analisou 173 países e considerou aspectos ambientais e humanos, como exposição a catástrofes naturais provocadas pelo clima e vulnerabilidade social. O índice avaliou também os factores económicos, assim como aspectos governamentais, todos considerados decisivos para evitar que um evento natural, como terramoto ou cheia, se transforme numa catástrofe. Na outra ponta da escala, a ilha de Malta e o Qatar aparecem como locais menos expostos ao perigo. Numa escala de cinco níveis

que vai de risco “muito elevado” (grau 5) a “muito baixo” (grau 1), a situação no Brasil é tida como de pouco perigo - grau 4. Já os demais países da América Latina foram classificados como nações que

oferecem risco “muito elevado” ou “elevado”.

ASPECTO HUMANO

O ranking do Relatório de Risco Mundial foi feito com base numa

combinação de diferentes itens avaliados. Primeiramente, considera-se o quão expostos estão os países a uma ameaça natural: terramotos, tornados, inundações, seca e elevação do nível do mar. Depois, estuda-se ao nível das infra-estruturas oferecida pelo país e, por fim, a estrutura governamental, assim como o serviço médico, a organização social e o sistema de alerta contra catástrofes. Também a capacidade de adaptação é tida em conta, sendo contabilizada a dedicação à pesquisa, o nível de formação escolar dos países e a protecção climática. Dois acontecimentos recentes ilustram bem a avaliação feita no relatório. O Japão, por exemplo, é um país bastante exposto a riscos de acidentes naturais numa comparação global. Abalado por um dos terramotos mais violentos da história, o país registou 28 mil mortos, enquanto que, no Haiti, local que sofreu uma catástrofe semelhante, o número de vítimas chegou a 220 mil. “Essa diferença na dimensão dos efeitos catastróficos de tais eventos naturais revelam os diferentes tipos de vulnerabilidade dos países, que é um importante item considerado no índice”, diz o relatório. No ranking, o risco no Haiti é considerado “muito elevado” e no Japão “alto”.

“SEMENTES” NO MAR DERAM VIDA AOS OCEANOS DEPOIS DA MORTE DOS DINOSSAUROS

Da escuridão para o fitoplâncton O

asteróide que bateu na Terra há 65 milhões de anos e dizimou os dinossauros também matou as plantas ao tapar o Sol com a poeira que lançou no ar. Mas quando o pó assentou, as sementes que germinavam no solo puderam crescer. No mar, algo semelhante pode ter acontecido no fitoplâncton, a base dos ecossistemas marinhos que fornece metade do oxigénio à Terra. O princípio ficou demonstrado por uma equipa da Universidade da Copenhaga que germinou indivíduos adormecidos há 100 anos. O estudo foi publicado em Maio na Nature Communications. “A germinação dá-se numa questão de dias, mesmo ao fim de um século de dormência [o fitoplâncton] acorda e sai da portinha”, disse por telefone ao jornal Público Sofia Ribeiro, investigadora portuguesa e a primeira autora do artigo. A equipa estudou uma espécie de dinoflagelados, um dos vários grupos de espécies que compõem o fitoplâncton. Apesar de ser microscópico, este grande grupo que existe nos oceanos é responsável pela base da alimentação marinha e ao utilizar o Sol para se alimentar através da fotossíntese, como as plantas terrestres, produz oxigénio. O cometa que atingiu a Terra no final do período Cretácico e que foi responsável por uma extinção de massa, também teve impacto nos oceanos. Através do histórico fóssil, sabe-se que o fitoplâncton foi afectado pela mesma falta

de Sol que matou as plantas terrestres. Mas não de igual modo entre espécies costeiras como o caso dos dinoflagelados e espécies que vivem no meio do oceano. “O fitoplâncton não costeiro foi quase completamente dizimado, o que sugerimos é que este fitoplâncton não produziu estados de dormência e por isso não sobreviveu à escuridão”, disse a cientista. A equipa foi buscar estes quistos a sedimentos de um fiorde na Suécia. Retiraram quistos que tinham ficado retidos no fiorde até há 150 anos e colocaram em culturas com nutrientes, luz e a uma temperatura de 15 graus celsius. Os quistos mais velhos que germinaram pertenciam à camada com uma idade entre os 75 e 99 anos.

Estas células, depois de saírem da casca, continuaram a dividir-se. “Estudámos a que velocidade é que uma célula se divide em duas, as de há um século dividem-se à mesma velocidade das mais recentes.” De acordo com o artigo, o tempo de escuridão total que se seguiu ao impacto do asteróide foi de nove meses. Mas durante uma década, a luz que chegava à superfície terrestre seria metade da normal. Neste sentido, “um banco de sementes no mar é tão ou mais importante do que o banco de sementes em terra”, disse Sofia Ribeiro. “Os produtores no oceano podem facilmente desaparecer e faz sentido que haja um banco de sementes microscópico.”


TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

ANTÓNIO FALCÃO | BLOOMLAND.CN

10

CULTURA

Embaixador Amante da Rosa fala sobre relações China-África

Uma questão de complementaridade Antes de fechar o seu capítulo diplomático no território, o secretário-geral adjunto do Fórum Macau faz um apanhado sobre o novo modelo de cooperação nas relações China-África Filipa Queiroz

filipa.queiroz@hojemacau.com.mo

O

embaixador Manuel Amante da Rosa está de despedida do território, mas antes quis voltar a colocar África na ordem do dia. A assinalar tardiamente (devido a problemas de agenda) o dia nacional daquele país, assinalado no passado dia 25 de Maio, o secretário-geral adjunto do Fórum para as Relações Económicas e Comerciais entre a China e os Países de Língua Portuguesa vai fazer uma apresentação pública amanhã sobre “As relações China-África – Um novo modelo de cooperação” nas instalações da firma C&C Advogados.

“Será uma tentativa de formalizar um novo modelo de cooperação que vai despontando a nível nacional e que tem muitas premissas da cooperação Sul-Sul”, explicou ao Hoje Macau o embaixador Amante da Rosa. Um modelo amplo que está a ser desenvolvido pela China interagindo dentro de um formato de “complementaridade” que “vai desde o próprio fluxo comercial até à infra-estruturação dos países africanos onde a China já tem um certo ‘know-how’, que obteve a fazer essas transformações nos últimos 30 anos a nível doméstico”, continuou o diplomata. Amante da Rosa sublinhou que dentro do âmbito da cooperação Sul-Sul os efeitos que resultam do comércio e do fluxo financeiro entre África e a China “permitem que se fale de uma estabilidade no preço das matérias primas” e também, por parte de África, de uma capacidade de “previsão das receitas que têm estado a aumentar paulatinamente permitindo que a África deixe um ciclo de instabilidade que tinha”. O diplomata recordou que neste momento o único país verdadeiramente instável do continente africano é a Líbia, uma vez que os outros são conflitos em vias de resolução - “digamos que não estão nas primeiras páginas dos jornais como antigamente

estavam seis, sete ou oito conflitos em África”, sustentou e embaixador, acrescentando que o nível de crescimento da África tem estado na ordem dos 5%, e no próximo ano o Banco Mundial prevê que ultrapasse os 5,5%. “Há toda uma série de questões que fazem com que a África seja o parceiro estratégico da China, e que a China leve isso em perfeitas condições, porque também depende muito das matérias-primas de que necessita para o seu próprio desenvolvimento e consumo doméstico.” Apesar de se negar a usar o termo “interdependência” o diplomata admite que a relação com África “ainda não é tão equilibrada quanto gostaria mas caminha para lá”. “Se nós imaginarmos que a China é praticamente responsável por 25% a 30% do crescimento mundial, e se imaginarmos o volume negocial que existe com potencialidades de crescimento entre a China e África, acabamos por ver que, apesar de ter uma participação mínima no comércio internacional, África acaba por ter uma importância muito maior no mercado da China”, assegurou Amante da Rosa. O diplomata garante que as perspectivas são de crescimento e que Macau tem um papel importante a desempenhar, protagonizando a célebre “plataforma do

relacionamento da China com os países de língua portuguesa”. “O Fórum Macau é uma experiência única e ímpar. Nós debatemo-nos com alguns problemas em termos de afirmação e de ocupação do espaço que deveria haver, mas sabemos que isso não se faz de um dia para o outro”, comentou o representante de Cabo Verde. Amante da Rosa garantiu, no entanto, que o facto de a China ter avançado com o investimento de mil milhões de dólares para o desenvolvimento da cooperação com os países de língua portuguesa “já dá a dimensão do que a China pretende” – um “facto inusitado” quer pelo crescimento, quer pela disparidade geográfica que existe entre a China e todos esse países que estão nos quatro continentes, e ainda pela própria assimetria que existe a nível dos países de língua portuguesa, e entre eles e a China. “O simples facto de termos uma organização estratégica como é o Fórum, e de estarmos todos os dias a tentar fazer algo de novo, e a tentar consolidar o plano de acção, já é algo de bastante positivo”, rematou.

NA HORA DA DESPEDIDA

Manuel Amante da Rosa termina as suas funções como secretário-geral adjunto do Fórum no próximo dia 1 de Julho, deixando Macau

depois de três anos no território. A mudança deve-se ao processo de rotação normal e previsto nos estatutos da instituição. O embaixador será substituído pelo seu homólogo guineense Marcelo Almeida, que já se encontra na RAEM. O diplomata cabo-verdiano vai regressar ao ministério dos Negócios Estrangeiros do seu país e aguardar novas directivas, mas confessa que o território deixará saudades. “Fiz muitos amigos em Macau, deixo muitas pessoas por quem tenho muito apreço. O trabalho foi gratificante, quando faço um balanço. Abriu-me novos horizontes, além da própria compreensão do que é a China e de como é que a RAEM se move dentro deste espaço estratégico que é a Ásia. Foi muito interessante.” A palestra de amanhã está marcada para as 18h30 e será direccionada a pessoas ligadas ao comércio, empresas, estudantes especialmente vocacionados para a investigação mas também, ressalva o palestrante, “o cidadão comum que tenha interesse em descortinar as razões para esse entendimento entre a China e África que se faz de uma forma tão dinâmica e causa apreensões a outros países que tradicionalmente negociavam com África e perdem paulatinamente espaço”.


NOVO LIVRO DE JOAQUIM MAGALHÃES DE CASTRO

O escritor e fotógrafo Joaquim Magalhães de Castro está em Macau para apresentar o seu mais recente livro “No Mundo das Maravilhas - Viagem ao Património de Origem Portuguesa, do Uruguai a Omã.” A obra documenta as viagens do autor à descoberta do património deixado pelos portugueses mundo fora, da América do Sul ao Golfo Pérsico, desde o início da expansão maritime. Património manifestado através de costumes, tradições, gastronomia, arquitectura ou expressões linguísticas. A sessão de lançamento do livro vai ter lugar na Livraria Portuguesa no dia 21 (terça-feira), às 18h30, e contará com a intervenção da historiadora Maria de Deus Manso, que dissertará sobre as questões do Património e da Lusofonia.

TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

11

“Filha Rebelde” | Rosas acusa julgamento de criar “uma espécie de intimidação”

Silva Pais, o assassino

O

historiador Fernando Rosas afirmou que o julgamento, a decorrer, sobre a peça “A Filha Rebelde”, cria “uma espécie de intimidação” ao que são “as conclusões inquestionáveis da investigação”, relativamente à morte do general Humberto Delgado. “O sentido puro e simples é tentar criar aqui uma espécie de intimidação relativamente aquelas que são as conclusões inquestionáveis da investigação”, disse à Lusa o ex-deputado do Bloco de Esquerda. O historiador, autor entre outros, de “O Estado Novo nos Anos 30”, afirmou que “há evidência empírica e documental” relativamente às responsabilidades do último director da PIDE-DGS, na morte de Humberto Delgado. Silva Pais, segundo Rosas, só não foi condenado em tribunal “por ter morrido antes da sentença ser proferida”. Os sobrinhos do último director da PIDE, Fernando Silva Pais – Carlos Alberto Silva Pais e Berta Silva Pais Ribeiro – apresentaram queixa contra dois ex-directores do Teatro Nacional D. Maria II e a dramaturga Margarida Fonseca Santos, por alegados crimes de “ofensa à memória de pessoas falecidas” e “difamação”. “O que se está a tentar é silenciar a investigação que já há e a que se tem vindo a fazer sobre as violências e os

abusos cometidos por aquela polícia política”, sublinhou o investigador. Fernando Rosas considerou ainda, estar em causa a liberdade de expressão pendendo sobre a cabeça de cada investigador uma “espada de Dâmocles”. “Se não se pode acusar um determinado inspector da polícia de ter praticado tortura ou de ter sido autor moral ou material de um assassínio, de repente qualquer investigador que chega a essa conclusão nos seus trabalhos não a pode publicar porque pode ser objecto de um processo em tribunal, significa que a partir de aqui cada investigação tem sempre sobre si uma espada de Dâmocles”, disse. “Deste modo - prosseguiu - cada bandido, cada PIDE, cada trucidário, cada bandido sente-se animado por uma sentença imprudente a perseguir os investigadores”. Referindo-se à peça em causa, e à queixa dos sobrinhos do major Silva Pais, Fernando Rosas foi claro: “A família não tem uma sombra de razão”. Autor de vários estudos sobre o Estado Novo como “Salazarismo e Fomento Económico”, Rosas, disse que “o processo do general Humberto Delgado apesar de todas as suas imperfeições e até das benevolências extraordinárias que se demonstrou relativamente aos assassinos da polícia política, provou de uma ma-

neira inquestionável, relativamente ao major Silva Pais, que foi o autor moral da operação”.

FOI ELE, SIM SENHOR

Fernando Rosas disse à Lusa que foi Silva Pais, quem ordenou e autorizou a operação que levou à morte do general Humberto Delgado, em Fevereiro de 1965. “Foi ele [Eduardo Silva Pais] quem ordenou e autorizou a operação que visava prender o general Humberto Delgado e que acabou no seu assassínio”, disse o coordenador do livro “Portugal e a Guerra Civil de Espanha”. Fernando Rosas afirmou que Silva Pais “foi totalmente conivente com o encobrimento que posteriormente a polícia fez à eliminação de todas as provas [do assassínio de Humberto Delgado], como a destruição do automóvel”. “Só depois do 25 de Abril [de 1974] é que uma investigação séria e completa o demonstrou e foram condenados em tribunal por isso”. “Há suficiente evidência empírica recolhida para saber que ele [Silva Pais] teve conhecimento e autorizou a operação, a sancionou e agiu ativamente no sentido do seu encobrimento posterior. Devia ter sido o primeiro a responder”, salientou. “O facto de ter morrido antes da sentença não elimina as

responsabilidades que teve em vida e que estão perfeitamente estabelecidas quer pela investigação policial quer pela investigação histórica”, rematou. No 2.º Juízo Criminal do Tribunal de Lisboa decorre um julgamento em que são arguidos Carlos Fragateiro e José Manuel Castanheira, ex-directores do Teatro Nacional D. Maria II, e a autora do texto dramatúrgico, Margarida Fonseca Santos. A peça “A Filha Rebelde”, baseia-se na obra homónima dos jornalistas José Pedro Castanheira e Valdemar Cruz, sobre a vida de Annie Silva Pais, filha do último director da PIDE. Em causa está uma queixa apresentada pelos sobrinhos do último diretor da PIDE, Fernando Silva Pais – Carlos Alberto Silva Pais e Berta

Silva Pais Ribeiro – por alegados crimes de “ofensa à memória de pessoas falecidas” e “difamação”. Para Fernando Rosas “é perfeitamente legítimo aos investigadores e aos autores falarem, sobre pena de que estaríamos a encobrir um dos principais responsáveis do assassinato do general Humberto Delgado”. O resultado do julgamento “pode ser gravíssimo para a liberdade de expressão e de investigação”, considerou o investigador que todavia, confia na justiça. “A justiça saberá dar a este caso a resolução que ele deve ter”, vaticinou. Apróxima sessão do julgamento está marcada para quarta-feira, no Tribunal em Lisboa.

PEÇAS USADAS EM HOLLYWOOD LEILOADAS NOS EUA

Indumentárias milionárias D

E todas as peças a estrela foi o célebre vestido esvoaçante que Marilyn Monroe imortalizou no filme “O pecado mora ao lado” arrecadado por 36,5 milhões de patacas naquele que foi dos mais importantes leilões de sempre na área do cinema . Já tínhamos anunciado o leilão, pois o resultado superou em muito as expectativas. A culpa foi do vestido cor de marfim que Marilyn Monroe usou no filme “O pecado mora ao lado”, de 1955, leiloado no sábado por 4,6 milhões de dólares (cerca de 36,5 milhões de patacas). O evento foi realizado

em Los Angeles pela Profiles in History, que já tinha classificado o vestido como “o mais famoso da história do cinema”, afinal muitos se lembrarão da famosa cena em que Marilyn Monroe, de sorriso rasgado, procura segurá-lo enquanto este esvoaça e deixa ver as suas pernas. A actriz estava sobre um respiradouro do metro de Nova Iorque e o vento soprava o seu vestido, que agora integrava uma colecção que a actriz Debbie Reynolds, de “Serenata à Chuva”, juntou ao longo de 40 anos. Reynolds, 79 anos, tinha previsto juntar tudo num

museu, o que nunca veio a concretizar-se. No sábado, a actriz rompeu em lágrimas quando viu os vários objectos serem leiloados, contou o Daily Telegraph. Na colecção estava também outra indumentária que Marylin usou no filme “Os Homens Preferem as Loiras”, um vestido vermelho com lantejoulas que foi leiloado por nove milhões de patacas, e um outro vestido que rendeu três milhões. O leilão integrava 3500 vestidos, 20 mil fotografias, cartazes e objectos relacionados com a indústria discográfica. Inicialmente a

leiloeira Profiles in History terá esperado que a venda do vestido de Marilyn alcançasse os 16 milhões de patacas, mas essa expectativa foi largamente superada por um comprador anónimo que fez a licitação por telefone. Foram igualmente leiloados um chapéu de Charlie Chaplin (860 mil patacas) e um fato usado por Gary Cooper (430 mil patacas). Uma das surpresas da noite foi o valor alcançado por um vestido usado por Judy Garland em “O Feiticeiro de Oz”, que atingiu os 1,5 milhões de patacas, valor dez vezes superior ao esperado. Este foi um dos leilões mais importantes na área do cinema, desde a liquidação do acervo dos estúdios Metro GoldwynMayer e Fox, nos anos 1970.


TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

12 BENFICA DENIS STRACQUALURSI APONTADO À LUZ O argentino Denis Stracqualursi é o último jogador a ser apontado pela imprensa desportiva como possível reforço do Benfica. O avançado do Tigre, equipa dos arredores de Buenos Aires, apontou 11 golos no torneio Clausura e 22 no total da temporada, tendo chamado a atenção dos responsáveis encarnados. O jogador, de 23 anos, destaca-se pelo seu poderio físico (1,90m e 87 kg) e é pretendido por vários emblemas europeus, sendo o Nápoles o principal interessado na sua contratação. Denis tem um preço de mercado a rondar os oito milhões de euros, com o passe a estar dividido em partes iguais por um fundo de investimento e pelos argentinos do Tigre. SPORTING GODINHO LOPES EM ANGOLA PARA FINANCIAR SAD Godinho Lopes vai a Angola durante uma semana para estabelecer conversações com potenciais investidores no Sporting. O presidente do Sporting procura parceiros/ investidores para a SAD leonina e para o Fundo de jogadores que pretende criar. O dirigente tenciona não só aproveitar o prestígio do Sporting naquele país africano como também a prosperidade de muitos empresários que estão atentos a oportunidades de negócio em clubes de futebol. A internacionalização das escolas Academia Sporting - franchising que o clube de Alvalade está a expandir pelo Mundo - também será objecto de negociações. O Sporting vai instalar uma Academia em Angola. MANUEL SÉRGIO COLABORA COM JORGE JESUS O professor Manuel Sérgio revelou que Jorge Jesus pretende a sua colaboração no Benfica e os primeiros passos nesse sentido já foram dados. “Sou amigo do Jorge Jesus e ele já me disse que gostaria que fosse uma espécie de seu consultor”, começou por dizer Manuel Sérgio, em declarações prestadas à Antena 1. O professor, catedrático na área do desporto, explicou ainda que, depois do convite de Jorge Jesus, já teve contacto com o presidente e com outros dirigentes do clube. “Disse-lhes que o Benfica deveria criar um departamento de inteligência competitiva”, revelou. CAVACO SILVA CONGRATULA MEDALHADOS NO CAMPEONATO DA EUROPA DE CANOAGEM O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, congratulou, esta segundafeira, os cinco atletas portugueses que arrecadaram medalhas durante o Campeonato de Europa de Canoagem. “O feito alcançado por estes atletas honra o desporto nacional, pelo que deve merecer elogio o alto nível desportivo demonstrado, confirmado pelos títulos obtidos neste Campeonato Europeu de Canoagem, em Belgrado”, afirmou Cavaco Silva, no «site» da presidência da República.

DESPORTO Ogier bate Loeb na Acrópole por 10,5 segundos

Os deuses devem estar loucos

D

EPOIS de ter terminado o segundo dia do Rali da Grécia com pouco mais de dois segundos de vantagem para Sebastien Loeb, da Citroen, o também francês e segundo piloto da marca do “double chevron” Sebastian Ogier, acabou este domingo por levar a melhor no duelo directo com o seu companheiro de equipa, com quem ainda alternou na liderança do Rali da Acrópole, e a quem acabou por vencer com uma vantagem de 10,5 segundos. Na terceira posição, depois de ter rodado durante grande parte da prova em quarto, terminou o finlandês Mikko Hirvonen, da Ford, que na última etapa levou a melhor sobre Petter Soberg, o primeiro comandante da prova, e que viria a concluir o rali grego na quarta posição, fora do pódio. Depois desta que foi a sétima prova do Campeonato do Mundo de Ralis, Sebastien Loeb continua na frente do Mundial, agora com 17 pontos de vantagem sobre Hirvonen, mas com a distância para o terceiro classificação, Ogier, a passar de 30 para 22 pontos. No quarto posto do Mundial continua o finlandês Jari-Mati Latvala, da Ford, com 76 pontos, apenas mais três que o norueguês Petter Solberg. Aliás, relativamente a

na perseguição aos homens da frente, o seu companheiro Loeb, mas também o finlandês Mikko Hirvonen. Refira-se que o último dia do Rali da Grécia foi particularmente positivo para Ogier que, não só pôde festejar o triunfo no rali, como venceu ainda a Power Stage, a última especial, que atribui três pontos ao vencedor (Ogier), dois ao segundo (Loeb) e um ao terceiro (Hirvonen).

BERNARDO SOUSA NO PÓDIO DO SWRC

Solberg, foi, sem dúvida, o grande animador desta prova grega, ele que começou por surgir na liderança após o primeiro dia, e que acabou por pagar a factura de ter sido o primeiro piloto na estrada na segunda etapa.

No final deste Rali da Acrópole, também apelidado de Rali dos Deuses, a sétima prova do Mundial, Ogier pôde festejar a terceira vitória na temporada, depois de Portugal e da Jordânia, triunfos que o colocam

Atentos ao que se passou no Rali da Grécia, os portugueses amantes do automobilismo e dos ralis acompanharam a prova de Armindo Araújo e Bernardo Sousa, os dois pilotos lusos que alinharam à partida do Rali da Acrópole. Relativamente ao primeiro, ao volante de um Mini JCW WRC, foi obrigado a abandonar ainda no sábado, durante a segunda etapa, devido a uma falha eléctrica no Mini. Já o segundo, depois de ter andado no “top ten”, acabou a prova na 11ª posição da geral, garantindo o segundo lugar na classificação do SWRC, campeonato para os carros S2000, subindo por isso ao pódio na prova grega no seu campeonato como era, afinal, o primeiro objectivo do piloto madeirense.

FÁBIO COENTRÃO É PARA FECHAR ANTES DE DIA 27

Na Luz com pensamento em Madrid A

contratação de Fábio Coentrão pelo Real Madrid deverá ficar fechada antes de dia 27, segunda-feira, dia em que o lateral terá de apresentar-se na Luz. Como o Diário de Notícias (DN) avançou em primeira mão, o Benfica estipulou condições para a cedência do lateral que contemplavam 25 milhões de euros, o passe do central Garay e ainda o empréstimo de Drenthe. Neste momento os merengues estão mais próximo de satisfazer as pretensões do clube da Luz. Ainda assim, o próprio jogador confirmou ontem que, até agora, tem ordem para se apresentar dia 27. “Tenho contrato até 2016 e sempre disse que amo o Benfica. Nos últimos três anos aprendi a ser do Benfica e vou continuar a sê-lo. Dia 27 volto ao trabalho”, salientou. O que tem adiado a concretização do ne-

gócio é o facto dos merengues pretenderem baixar de 25 para 22 milhões o valor a pagar em dinheiro. Tudo porque, como já fizeram ver ao clube da Luz, têm propostas de venda para Garay e Drenthe, os jogadores que Jorge Jesus pretende ver no Benfica. O Real tenta ainda incluir o médio Sarabia, em detrimento de ou Garay ou Drenthe. Certo é que os encarnados pretendem encerrar o quanto antes este capítulo para avançarem depois para o substituto de Coentrão, com o argentino Ansaldi à cabeça. Entretanto, o presidente do Almeria, Alfonso Garcia, confirmou ontem o interesse do Benfica em Piatti, informação essa avançada pelo DN a 28 de Maio. “Não posso mentir, o Benfica está interessado, mas não é o único”, disse.


[f]utilidades Cineteatro | PUB

[ ] Cinema

TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

13

SALA 2

SUPER 8 [C] Um filme de: J. J. Abrams Com: Elle Fanning, Kyle Chandler, Ron Eldard 14.30, 16.30, 19.30, 21.30

SALA 1

SALA 3

Um filme de: Martin Campbell Com: Ryan Reynolds, Blake Lively, Peter Sarsgaard 14.30, 16.30, 19.30, 21.30

Um filme de: Matthew Vaughn Com: Michael Fassbender, James McAvoy 14.30, 16.45, 19.15, 21.30

GREEN LANTERN [B]

X-MEN FIRST CLASS [B]

VERTICAIS: 1-Indígenas do Norte do Brasil. Parte ou face interior do pão. 2-Estimula. Segunda cava ou lavra. 3-Gritos de dor. Torino. 4-Toscano. Princípio odorífero da violetas e da íris. 5-Diz-se de flor cujos pistilos e estames se convertem em pétalas. Aí. 6-Casta de uva de Azeitão. Gastar com o uso, pôr fio. 7-Arma branca, larga e curta. Monumento megalítico. 8-Cirurgia sem perda de substância. Elemento de origem grega que significa ideia. 9-... capo, loc. musical. Fazer subir, levantar. 10-Que significa sobre, depois. Antiga medida de capacidade. Elemento de origem grega que significa ódio. 11-Nunca. Elemento de origem grega que significa sangue.

SOLUÇÕES DO PROBLEMA HORIZONTAIS: 1-XAUTER. EDEN. 2-AUIU. UACAPU. 3-PASSEADO. IN. 4-EL. CULAPE. C. 5-RITON. GELFA. 6-UAU. UCA. EIS. 7-S. RICO. IVA. 8-VIROTADA. H. 9-LIMO. INERME. 10-AM. NHATO. IM. 11-RAREIRA. ESO. VERTICAIS: 1-XAPERUS. LAR. 2-AVALIA. VIMA. 3-UIS. TURIM. R. 4-TUSCO IRONE. 5-E. EUNUCO. HI. 6-RUAL. COTIAR. 7-ADAGA. ANTA. 8-ECOPE. IDEO. 9-DA. ELEVAR. E. 10-EPI. FIA. MIS. 11-NUNCAS. HEMO.

REGRAS |

Insira algarismos nos quadrados de forma a que cada linha, coluna e caixa de 3X3 contenha os dígitos de 1 a 9 sem repetição SOLUÇÃO DO PROBLEMA DO DIA ANTERIOR

Su doku [ ] Cruzadas

HORIZONTAIS: 1-Muçulmano que guia os viandantes nos desertos da Arábia. Paraíso terreal, de que fala a Bíblia. 2-Espécie de camarão do Tocantins. Árvore silvestre, de madeira duríssima, impenetrável à serra. 3-Vinho com os pés. Símbolo químico de índio. 4-Pron. ant., ele. Susto. 5-Ritão. Pastagem, acto de pastar. 6-É incrível!! Género de plantas gramíneas. Aqui está. 7-Que tem muitos bens. Imposto. 8-Ferimento feito com virote. 9-Planta de fam. das algas. Que não está armado. 10-Símbolo químico de amerício. Que tem proeminente a maxila inferior. Prefixo usado em lugar de in. 11-Raleira. Elemento de origem grega que significa dentro.

[Tele]visão www.macaucabletv.com TDM 13:00 13:20 14:30 19:00 19:30 20:25 20:30 21:00 22:15 22:58 23:00 23:30 00:00 00:45 01:15

TDM News - Repetição Jornal das 24h RTPi DIRECTO TDM Desporto (Repetição) Ganância Acontecimentos Históricos Telejornal Jornal da Tarde da RTPi Viver a Vida Acontecimentos Históricos TDM News Montra do Lilau Portugueses pelo Mundo Telejornal (Repetição) RTPi DIRECTO

22:00 22:30 23:00 23:30

INFORMAÇÃO TDM

RTPi 82 14:00 Telejornal Madeira 14:30 Gostos e Sabores 15:00 Magazine Canadá Contacto 15:30 30 Minutos 16:00 Bom Dia Portugal 17:00 Quem Quer Ser Milionário – Alta Pressão 17:45 Resistirei 18:30 A Alma E A Gente 19:00 Documentário – As Voltas 20:00 Jornal Da Tarde 21:15 O Preço Certo 22:00 Magazine Canadá Contacto 22:30 Recantos 23:00 Portugal No Coração TVB PEARL 83 06:00 Bloomberg West 07:00 First Up 07:30 NBC Nightly News 08:00 Putonghua E-News 08:30 ETV 10:30 Inside the Stock Exchange 11:00 Market Update 11:30 Inside the Stock Exchange 11:32 Market Update 12:00 Inside the Stock Exchange 12:02 Market Update 12:30 Inside the Stock Exchange 12:35 Market Update 13:00 CCTV News - LIVE 14:00 Market Update 14:40 Inside the Stock Exchange 14:43 Market Update 15:58 Inside the Stock Exchange 16:00 ZingZillas 16:30 Mr Moon 17:00 The Penguins of Madagascar 17:30 Design Squad Nation 18:00 Putonghua News 18:10 Putonghua Financial Bulletin 18:15 Putonghua Weather Report 18:20 Financial Report 18:30 Football Asia 19:00 The Works 19:30 News At Seven-Thirty 19:50 Weather Report 19:55 Earth Live 20:00 World Kitchen 20:25 Portraits Self-portraits 20:30 Desperate Housewives 21:30 Human Planet 22:35 Human Planet Behind the Lens 22:45 Market Place 22:50 Chase 23:45 The CEO Connection and World Market Update 23:50 News Roundup 00:05 Earth Live 00:10 Whitechapel 01:10 The Pearl Report 01:40 Transworld Sport 02:35 European Art at the MET 03:00 Bloomberg Television 05:00 TVBS News 05:30 CCTV News ESPN 30 13:00 14:30 15:30 16:00 19:00 19:30 20:00 20:30 21:00

Swatch TTR World Snowboard Tour 2010/11 Cape To Cape Mtb 2010 World of Gymnastics 2011 MLB Regular Season 2011 New York Yankees vs. Cincinnati Reds (Delay) Baseball Tonight International 2011 (LIVE) Sportscenter Asia World of Gymnastics 2011 FINA Aquatics World 2011 KIA X Games Asia 2011

Sportscenter Asia Baseball Tonight International 2011 World of Gymnastics 2011 FINA Aquatics World 2011

STAR SPORTS 31 10:00 (Delay) FIM Mx2 World Motocross Championship 2011 11:00 The Championships, Wimbledon 2011 1st Round 16:00 International Motosport News 2011 17:00 Intercontinental Rally Challenge 2011 - Magazine 17:30 Golf Focus 2011 18:00 The Championships, Wimbledon 2011 Daily Highlights 19:00 (LIVE) The Championships, Wimbledon 2011 1st Round STAR MOVIES 40 11:50 Furry Vengeance 13:25 Vip Access: X-Men 13:55 Die Hard 16:10 Old Dogs 17:45 Post Grad 19:20 The Princess And The Frog 21:00 The Proposal 22:50 Amelia 00:45 Fantastic Mr. Fox HBO 41 13:00 15:15 17:00 19:00 21:00 23:00 00:45

Bugsy We’Re No Angels Citizen Cohn Misery Red Dragon Year One Destiny Turns On The Radio

CINEMAX 42 12:00 14:30 16:45 18:30 20:15 22:00 00:00

Battle Of The Bulge State Of Play Merrill’s Marauders Faith Of My Fathers The Dogs Of War Sheena Clive Barker’s Lord Of Illusions

MGM CHANNEL 43 11:30 Red Dawn 13:30 The Cutting Edge 15:15 Benny & Joon 17:00 The Resurrected 18:45 Thief 21:00 If It’s Tuesday It Still Must Be Belgium 22:45 Fight for Life 00:30 Nypd Mounted DISCOVERY CHANNEL 50 13:00 Mythbusters - James Bond Special 14:00 Man Vs. Wild 5 - Georgia/ Eastern Europe 15:00 Beyond Survival With Les Stroud 16:00 Gold Rush: Alaska 17:00 Dirty Jobs - Mud Mineral Excavator 18:00 Factory Made 18:30 How Do They Do It? 19:00 Rampage! - Weather Rampage 20:00 Lost Tapes 2 21:00 I Was Bitten 22:00 I Shouldn’t Be Alive 4 23:00 Moments of Impact

(MCTV 55) Biography Channel 17:00 CHILD OF OUR TIME: 2000

00:00

I Was Bitten

NATIONAL GEOGRAPHIC CHANNEL 51 12:30 Megastructures - The Canton Tower 13:25 Food Lover’s Guide To The Planet 14:20 Lonely Planet: Roads Less Travelled 15:15 Dog Whisperer 17:05 Megastructures - SMART Tunnel 18:00 Mummy Road Show 18:30 More Amazing Moments 19:00 Crash Science - Airplanes 20:00 Megastructures - The Canton Tower 21:00 Monster Fish - Ancient Beast 22:00 Shark Men - Looking For Ladies 23:00 Air Crash Investigation 00:00 Seconds From Disaster ANIMAL PLANET 52 13:00 Corwin’s Quest - The Puma’s Prowess 14:00 Animal Cops Miami - Thirst For Life 15:00 Wild Recon - Border War 16:00 Taking On Tyson 17:00 Weird Creatures With Nick Baker 18:00 Animal Cops Philadelphia - Cat Killer 19:00 Groomer Has It - Chow Time 20:00 Corwin’s Quest - The Falcon’s Swoop 21:00 Wild Recon - Bitten 22:00 Night 23:00 Weird Creatures With Nick Baker 00:00 Corwin’s Quest - The Falcon’s Swoop HISTORY CHANNEL 54 13:00 Modern Marvels 14:00 Remembering The Battle Of Manila 16:00 Pawn Stars 17:00 American Pickers 18:00 The Universe 19:00 Modern Marvels 20:00 History’s Hot Spots 21:00 Greatest Tank Battles 22:00 Battleplan 23:00 Kimjongilia 00:00 Brad Meltzer’s Decoded BIOGRAPHY CHANNEL 55 13:00 Intervention 14:00 Obsessed 15:00 Airline USA 16:00 Duran Duran 17:00 Child of Our Time: 2000 18:00 Intervention 19:00 Sell This House 19:30 Rescue Mediums 20:00 Celebrity Ghost Stories 21:00 Farrah Fawcett 22:00 Heavy 23:00 Intervention 00:00 Obsessed AXN 62 12:15 13:05 14:00 14:50 15:40 16:30 17:25 18:15 19:10 20:05 20:35 21:05 22:00 22:55 23:50 00:45

Csi: Crime Scene Investigation Ncis: Los Angeles Wipeout Numb3Rs Csi: Crime Scene Investigation Hawaii Five-O Csi: Crime Scene Investigation Top Chef Hawaii Five-0 Criss Angel Mindfreak Sony Style Tv Magazine Csi: Crime Scene Investigation Csi: Ny House Csi: Ny House

STAR WORLD 63 12:10 MasterChef Australia 13:05 Rules of Engagement 13:35 Cougar Town 15:25 90210 16:20 Desperate Housewives 17:15 Got To Dance UK 18:10 How I Met Your Mother 18:40 MasterChef Australia 19:35 Melissa & Joey 20:00 Parenthood 21:50 90210 22:45 MasterChef Australia 23:10 DC Cupcakes 23:40 Melissa & Joey 00:05 Parenthood Informação Macau Cable TV


TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

14

OPINIÃO ed i t or i a l Carlos Morais José

Sobre uma notícia Levantaram-se algumas

vozes iradas contra o teor e a forma da notícia da agressão a Gina Rangel. Pois dizem alguns que o último parágrafo, que dava conta de outros casos ocorridos contra “estrangeiros”, não é verdade. Ora cada um tem as suas fontes, com a credibilidade que merecem e, no nosso caso, várias pessoas nos relataram casos em que o insulto ao “estrangeiro” surge com demasiada facilidade em bocas que só recentemente falam em Macau. Ignorar estes factos é esconder a cabeça na areia. Isso não fazemos. Caberá aos leitores julgar

PUB

quem fala verdade e quem não o faz. Por opção ou missão. Contudo, o que estava em causa na notícia não era a questão étnica – o Hoje Macau nunca a coloca porque não acredita nela – sobretudo porque imediatamente uma outra se sobrepõe, independentemente das etnias, das origens e das culturas: o facto de se tratar de uma agressão selvática a uma senhora de 59 anos. Afinal, que sociedade é esta em que tal pode ocorrer e se considera normal? Devemos olhar para o lado e considerar que nada tem a ver connosco? Quando o género e a idade das

O que estava em causa na notícia não era a questão étnica – o Hoje Macau nunca a coloca porque não acredita nela – sobretudo porque imediatamente uma outra se sobrepõe, independentemente das etnias, das origens e das culturas: o facto de se tratar de uma agressão selvática a uma senhora de 59 anos

pessoas não inspira um mínimo de respeito e condiciona os comportamentos, não será verdade que atingimos os limites da selva? Estas são as fundamentais preocupações do nosso artigo de sexta-feira que, aliás, teve um bom acolhimento pela grande generalidade do público. Quanto à forma, nomeadamente a publicação da fotografia em que se exibiam as feridas provocadas pela agressão, esperamos que tenha realizado eficazmente a sua missão: chocar os leitores ao dar-lhes a ver a dimensão concreta do facto, como nos chocou a nós. Pelos vistos resultou.


veneno

Há pessoas que só estraem de tudo aquilo em que tocam; outros, mal. Padre Manuel Teixeira [1912-2003]

TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

15 à f l or d a p el e Helder Fernando

Revolta e paixão I Em Macau, pedindo pelas ruas, há minorias em trágico estado de pobreza. Aparentemente, essas minorias não entram nas estatísticas do feérico “desenvolvimento económico” do território e, o mais provável, nas operações de sensos. Também em Macau sobrevivem com imensa dificuldade e particular ajuda alheia, minorias hoje anónimas outrora populares, e ainda outras minorias de antigas e ilustres famílias macaenses, da mesma forma com enormes dificuldades. Em Macau resistem, praticamente periclitantes, bairros antigos com História, que só aparente e efemericamente são mais ou menos agradáveis de frequentar. E que deviam ser efectivamente acarinhados, tornando aqueles espaços verdadeiramente atractivos regional e internacionalmente, bairros recuperados e confortáveis para além das fachadas, com coerência e bom gosto, 365 dias por ano. O que não falta por cá é gente com ideias, talento e orçamentos para realizar coisas. Vontade é que parece escassa. Estranhamente? II Pelo menos na versão em língua portuguesa, é simpático o nome do mais recente projecto destinado ao desenvolvimento económico de milionários: “Jardins de Lisboa”. Nos tempos do “senhor governador” não se faria melhor para agradar à principal figura do casarão cor-de rosa da Praia Grande. Foi pensando em quantos residentes permanentes da RAEM que aquele projecto delapidador foi concebido? Assim vai, toda engalanada, a marcha do internacionalismo especulador imobiliário! III Olha-se para aquela foto do rosto violentamente agredido de Gina Rangel, publicada sexta-feira neste jornal, e sentimos arrepios. Imediatamente ficamos solidários com a vítima, mesmo desconhecendo ainda todos os contornos do acto cobarde. Entre outras esperanças, a de que o resultado da investigação se saiba com rapidez e decorra com justiça e transparência; para não termos de questionar sobre quantos dias, semanas, meses ou anos faltam para ser pública a conclusão. E, por entre várias interrogações que se podem colocar a pretexto deste criminoso

caso, fica aqui uma: A agredida, depois de espancada é ameaçada de morte em frente a um agente da autoridade em serviço, e o agressor não recebe imediata voz de prisão? Se assim foi, o que terá levado o policial a não agir? IV No dia de hoje, há 63 anos, era apresentado pela primeira vez, pela Columbia Records, no célebre Hotel Waldorf-Astoria em Nova Iorque, perante a estupefacção geral, o primeiro disco LP (Long Playing) da história dos registos de som e da reprodução musical. Iniciava-se a época do vinil, um material do tipo plástico de cloreto de polivinila, muito mais maleável, leve e resistente a choques do que os discos do modelo anterior, normalmente só com um tema musical de cada lado. Ficava para trás, aquele disco pesadão e quebradiço em goma-laca que girava, na reprodução, a uma velocidade de 78 rotações por minuto. Até 1948 foi o melhor, ou realmente o único meio mais eficaz de armazenamento de áudio. Enquanto que o LP, registando vários temas em cada face (musicais, discursos e outros sons pretendidos), passou a oferecer

Em Macau, pedindo pelas ruas, há minorias em trágico estado de pobreza. Aparentemente, essas minorias não entram nas estatísticas do feérico “desenvolvimento económico” do território e, o mais provável, nas operações de sensos. melhor qualidade sonora, embalagem com capa e contracapa usualmente vistosa e com informação sobre o conteúdo. No seu conjunto, o disco de 30 cm de diâmetro e respectiva capa, era e é um objecto artístico ainda hoje - ou novamente hoje - de culto. Região rica é região sem pobreza - às escâncaras ou envergonhadamente escondida. Passando por cima das etapas do cilindro de cera, nas últimas décadas do século IXX, e dos pequenos e médios discos de 76, 79 e 80 rotações, nos inícios do século XX, até se optar pelas bolachas pretas de 78 rotações por minuto, depois os chamados álbuns LP

e, por fim mas não no fim, comercializado a partir de 1982, a criação dos CD (compact disc), prometendo e praticando maior capacidade, maior clareza sonora, muito mais resistência e durabilidade. Lembro-me de em 1983 o Compact Disc ser apresentado pela primeira vez em Macau. Foi no Hotel Royal, então estabelecimento muito finório, ainda cheirando a novo, onde se montou uma impressionante linha de áudio topo de gama, da Philips, tal como os CDs que foram oferecidos aos poucos jornalistas presentes. A mim calhou-me uma reunião de temas de Puccini; seguindo-se uma corrida à procura duma loja que vendesse leitores de CD. Trazer à memória o nascimento do “compact disc” - que por um destes dias também passará à história - foi um pretexto, como qualquer outro, para lembrar a importância dos sons de que gostamos nas nossas vidas, da música nomeadamente. Como nos podíamos lembrar, individual ou colectivamente, da importância dos computadores ou da matemática, ou de uma praia, ou de um olhar, ou de um jantar ou de uma voz, ou de um inesquecível grito de revolta ou de paixão na vida de cada um de nós.

Propriedade Fábrica de Notícias, Lda Director Carlos Morais José Editor Vanessa Amaro Redacção Filipa Queiroz; Gonçalo Lobo Pinheiro; Joana Freitas; Patrícia Ferreira, Rodrigo de Matos; Virginia Leung Colaboradores António Falcão; Carlos Picassinos; José Manuel Simões; Marco Carvalho; Maria João Belchior (Pequim); Rui Cascais; Sérgio Fonseca Colunistas Arnaldo Gonçalves; Boi Luxo; Correia Marques; Gilberto Lopes; Hélder Fernando; João Miguel Barros, Jorge Rodrigues Simão; José I. Duarte, José Pereira Coutinho, Luís Sá Cunha, Marinho de Bastos; Paul Chan Wai Chi; Pedro Correia Cartoonista Steph Grafismo Catarina Lau; Paulo Borges Ilustração Rui Rasquinho Agências Lusa; Xinhua Fotografia António Falcão, Gonçalo Lobo Pinheiro; António Mil-Homens; Lusa; GCS; Xinhua Secretária de redacção e Publicidade Laurentina Silva (publicidade@hojemacau.com.mo) Assistente de marketing Vincent Vong Impressão Tipografia Welfare Morada Av. Dr. Rodrigo Rodrigues nº 600 E, Centro Comercial First Nacional, 14º andar, Sala 1407 – Macau Telefone 28752401 Fax 28752405 e-mail info@hojemacau.com.mo Sítio www.hojemacau.com.mo


cartoon

TERÇA-FEIRA 21.6.2011 www.hojemacau.com.mo

por Steff

VILLAS-BOAS O MAIS CARO DE SEMPRE A transferência de André Villas-Boas para o Chelsea será a mais cara de sempre no que diz respeito à contratação de treinadores de futebol, ultrapassando os dois movimentos “milionários” anteriores, com outro português como protagonista: José Mourinho. Os 15 milhões de euros que o Chelsea se preparara para “desembolsar” de modo a contar com o treinador portista no comando dos “blues” são a maior verba de sempre envolvendo técnicos de futebol. A confirmar-se a decisão do clube administrado pelo russo Roman Abramovich, a verba que o FC Porto obriga a pagar por Villas-Boas ultrapassa os oito milhões de euros que o Real Madrid pagou por José Mourinho ao Inter de Milão, em Junho de 2010. AVIÃO ATERRA APÓS EMBATE COM GAIVOTAS Um avião da SATA Internacional com 104 passageiros que deveria fazer ontem a ligação entre a Madeira e Copenhaga foi obrigado a abortar a descolagem devido ao embate com um bando de gaivotas num dos reatores, informou a transportadora. Um responsável da SATA relatou à Lusa que o avião “quando estava na fase de descolagem, com os motores no máximo, embateu com um bando de gaivotas, com os pássaros a entrarem no reactor”, o que obrigou ao regresso da aeronave à pista. O portavoz informou que, “devido à perícia do comandante, o avião conseguiu regressar à pista, tendo aterrado com toda a segurança no aeroporto do Funchal”. ANGLICANOS AUTORIZAM BISPOS HOMOSSEXUAIS A Igreja anglicana de Inglaterra prepara-se para autorizar que sacerdotes homossexuais sejam ordenados bispos, segundo um documento publicado esta segunda-feira para traçar as directrizes do próximo sínodo da Igreja em Julho. O documento, que tem como título «Escolher bispos, a lei sobre a igualdade de 2010», insiste no facto de que a orientação sexual não deve ser levado em consideração na promoção de um clérigo ao cargo de bispo. Mas o texto recomenda que a hierarquia da Igreja tenha a possibilidade de bloquear uma nomeação caso esta «provoque divisão e desunião na diocese» envolvida. A Igreja depois que Jeffrey John, sacerdote solteiro e homossexual casado com outro religioso, foi obrigado a renunciar ao arcebispado de Reading em 2003.

E-DITADOR TUNISINO BEN ALI JULAGADO À REVELIA

Chui Sai On toma o pulso à realidade social

Ouvidor na Praia Grande

O

Chefe do Executivo quis falar com diversas personalidades de Macau e endereçou um convite para ouvir as opiniões sobre o desenvolvimento de Macau bem como da acção governativa do Executivo liderado por Fernando Chui Sai On. De deputados a ex-deputados, de académicos a economistas, de lideres associativos a empresários. Chui Sai On reuniu-se ontem, na sede do Governo, com mais de dez personalidades de diversos quadrantes e tomou o pulso à realidade social de Macau. “O Chefe do Executivo ouviu e deu as suas opiniões. No global fiquei muito satisfeito com os seus comentários. Espero que estas reuniões sejam mais frequentes”, revelou o deputado José Pereira Coutinho à saída do encontro. Segundo Pereira Coutinho, as várias personalidades convidadas levantaram as mais diversas questões mas, por uma questão de ética, o deputado da Assembleia Legislativa (AL) apenas falou das suas pretensões. “Fiz um convite individual

para o Chefe do Executivo preparar as LAG 2012 e abordei a questão da democracia. Apelei aos avanços que têm de ser feitos na AL e no próprio Executivo”, revelou Pereira Coutinho. O deputado deu a conhecer a Chui Sai On todos os seus pontos de vista, muitos deles autênticas batalhas de plenário. Pereira Coutinho pediu responsabilidade aos titulares dos principais cargos e a remodelação e redistribuição dos diversos pelouros que compõem o Governo da RAEM. “Há sobreposição de competências em demasia”, defende o deputado. A questão da Lei das Terras também foi abordada por Pereira Coutinho. O deputado acha que a apresentação da lei está muito atrasada e pretende transparência na mudança da finalidade da mesma. “É preciso ter em conta as questões de índole ambiental. Edifícios muito grandes têm de ver o seu processo de licenciamento abordado cautelosamente.”

O também presidente da Associação dos Trabalhadores da Função Pública de Macau (ATFPM) sugeriu o alargamento dos concursos públicos para “evitar que ganhem sempre os mesmos” e pediu muita transparência nos processos de nomeações. “São sempre os mesmos a serem nomeados. Há tachos para todos e quem fala de mais é logo calado com cargos de responsabilidade em diversas entidades”, acusou. Regulamentação individual dos contratos da função pública e fundo de pensões também mereceram destaque mas a questão que mais fervor levantou foi a TDM. “Surgiram queixas vindas de trabalhadores do canal chinês acerca de perseguição. Segundo sei, há editores na prateleira e outros que caem de pára-quedas em cargos altos da televisão”, denuncia o deputado que também lamenta o facto de a TDM chinesa ter retirado do ar o tempo de antena reservado às interpelações dos deputados. “É um revés em matéria de transparência.”

SONDAGEM | CHEFE DO EXECUTIVO RECUPERA ALGUMA POPULARIDADE

Um governo Chui generis A

popularidade do actual Chefe do Executivo de Macau, Fernando Chui Sai On, recuperou de algum do desgaste provocado pela governação. De acordo com os resultados de um estudo de satisfação dos residentes, a população de Macau em geral está mais satisfeita com o desempenho do Governo. A Associação de Nova Visão de Macau (ANVM), organizadora do inquérito, interpreta o aumento na popularidade do Governo Chui como resultado da implementação do imposto especial de selo para a revenda de habitação e da segunda distribuição de cheques de apoio pecuniário do ano. No estudo de opinião da ANVM, foi utilizado um sistema de entrevistas por telefone nos dias 12 e 13 deste mês, tendo sido inquiridos com sucesso 1072 residentes locais com mais de 18 anos. Cerca de 57% dos entrevistados disseram não ter “nada a apontar” em relação ao desempenho do Governo no último semestre. Cerca de 21% afirmaram-se mesmo satisfeitos, enquanto 14%

revelaram estar insatisfeitos. Em posições extremas estiveram relativamente poucas pessoas, sendo mais as avaliações muito negativas (4%) do que as muito positivas (1%), enquanto 3% disseram não fazer a mínima ideia sobre o assunto. No semestre anterior, sublinha a ANVM os cidadãos satisfeitos eram apenas 0,93% mais do que os insatisfeitos, mas desta vez, as avaliações positivas foram 3,64% superiores às negativas, o que reflecte um aumento na avaliação positiva do desempenho geral do Executivo. Os autores do estudo explicam que essa tendência de aumento de apoio público é natural logo após o Governo ter obedecido a alguns dos apelos da população. Quanto ao Chefe do Executivo em pessoa, a popularidade de Chui Sai On também aumentou para 53,92 pontos – uma subida ligeira em relação aos 53,4 do semestre passado, mas ainda comparativamente longe da pontuação alcançada no ano passado: 58,6.

MOÇAMBIQUE NOVO PARTIDO “DO NORTE” O Partido Humanitário de Moçambique (PAHUMO), uma nova formação política originária das províncias nortenhas de Cabo Delgado, Nampula e Niassa, quer participar nas eleições autárquicas de 2013 e gerais de 2014, para acabar com as assimetrias regionais. A intenção foi manifestada hoje por Cornélio Quivela, líder do partido, à margem da cerimónia oficial do içar da bandeira do PAHUMO, que marcou o início das actividades políticas após a sua aprovação pelo Ministério da Justiça. Quivela, antigo deputado da RENAMO, defendeu que o PAHUMO já é “uma alternativa democrática no país”. De acordo com o político, o seu partido guia-se pelos princípios de liberdade de expressão, paz e espírito humanitário, sendo a pessoa humana o alvo das suas actuações. B. BRITÂNICA E GOOGLE DIGITALIZAM LIVROS A Biblioteca Britânica e o Google anunciaram esta segunda-feira uma parceria para digitalizar 250 mil livros do acervo da biblioteca. Os artigos que serão digitalizados não possuem restrições relativas a direitos de autor. Os títulos, que abrangem um total de 40 milhões de páginas, datadas de 1700 a 1870, foram seleccionados pela Biblioteca Britânica e digitalizados pelo Google, que irá arcar com todos os custos do processo. Entre os primeiros itens a ser digitalizados estão panfletos feministas a respeito da rainha Maria Antonieta, de 1791, um documento sobre o primeiro submarino movido por um motor de combustão, de 1858, e um texto que oferece um relato detalhado de um hipopótamo empalhado do príncipe de Orange, de 1775. Uma vez digitalizados, os textos poderão ser consultados na íntegra, baixados e lidos através do programa Google Books. A parceria com o Google é o mais recente acordo firmado pela Biblioteca Britânica com entidades privadas para digitalizar a colecção da biblioteca. REAL MADRID NÃO GOSTOU DO PEDIDO DE AUMENTO O Real Madrid ficou insatisfeito com o pedido de aumento de Di Maria. O argentino deverá ser repreendido por José Mourinho. O português não gosta que assuntos internos do clube sejam comentados em público, como fez Di Maria, que pediu uma revisão salarial na concentração da selecção argentina. Refira-se que o ex-benfiquista é dos jogadores mais mal pagos do plantel, recebendo 2 milhões de euros por temporada.


Hoje Macau 21 JUN 2011 #2391