Issuu on Google+

PUB

AGÊNCIA COMERCIAL PICO • 28721006

PUB

MOP$10

DIRECTOR CARLOS MORAIS JOSÉ • QUARTA-FEIRA 7 DE MARÇO DE 2012 • ANO XI • Nº 2565

Ter para ler

TEMPO PERÍODOS DE CHUVA MIN 20 MAX 25 HUMIDADE 85-98% • CÂMBIOS EURO 10.5 BAHT 0.2 YUAN 1.2

Site CasinoLeaks Macau ameaça revelar documentos com ligações perigosas

BOBBY MCFERRIN

Cantor que dispensa instrumentos encheu sala em Macau CENTRAIS

REOLIAN COM GOVERNO À PERNA

Condutores de autocarros foram suspensos PÁGINA 5

RITUAL NO TERRITÓRIO

Dar toucinho ao tigre para morder nos inimigos PÁGINA 15

Provas de crime prometidas O site – patrocinado por um sindicato de trabalhadores do Nevada (EUA) - tem feito acusações graves sobre o mundo do jogo na RAEM, envolvendo crime organizado, políticos e casinos. O Hoje Macau contactou-o, pedindo provas do que é alegado. Os autores do site garantem ter documentos a sustentar o que dizem. Mais: vão pô-los on line “no final desta semana ou no início da próxima”. PÁGINA 3


2

política

quarta-feira 7.3.2012

www.hojemacau.com.mo

Chefe do Executivo e secretário do Comité de Guangdong em sintonia

A amizade está a dar frutos

Cultura em fermentação O representante de Macau na Assembleia Popular Nacional, Leong Wa, disse ao jornal Ou Mun que a indústria cultural em Macau ainda está ainda num estado de fermentação e que de momento não consegue acompanhar as tendências mundiais, salientando no entanto, a riqueza histórica, patrimonial e multicultural desta pequena cidade. Segundo Leong Wa, se estes valores forem devidamente apoiados pelos governos local e central, Macau pode ser um caso de sucesso nas indústrias culturais nos próximos três a cinco anos. A referência no relatório do governo central para um desenvolvimento activo das actividades culturais deve, segundo Leong Wa, servir de incentivo para que Macau faça crescer a sua indústria cultural, diversificando assim o seu desenvolvimento económico. - V.L.

Representantes de Macau gostaram de ouvir Wen Jiabao

Muito orgulhosos com a atenção recebida

O

representante de Macau na Assembleia Nacional Popular da China, Lei Pui Sam, comentou as declarações do primeiro ministro Wen Jiabao sobre o desenvolvimento de Macau como um “Centro mundial de Turismo e Lazer”, dizendo estas devem merecer toda a atenção da população, para que no futuro os residentes possam dar a sua opinião sobre a construção da sociedade no território. Outro dos representantes de Macau, Chio Nhan Ieng, destacou a referência ao aprofundamento da cooperação regional, afirmando que Macau deveria aproveitar a sua posição privilegiada para diversificar o seu desenvolvimento económico.  Lei Pui Sam disse que a menção de Macau no relatório

do governo central significa que o território da RAEM é parte integrante da estratégia nacional, acrescentando que o governo estabelece a sua política para as regiões de acordo com os desenvolvimentos das

mesmas. Lei Pui Sam sublinhou ainda que a referência no relatório a uma política de desenvolvimento económico em Macau deveria merecer toda a atenção da sociedade macaense. - V.L.

Virginia Leung

virginia.leung@hojemacau.com.mo

O

Chefe do Executivo, Fernando Chui Sai On, e o Secretário do Comité de Guangdong do Partido Comunista Chinês, Wang Yang, mostraram-se satisfeitos com os progressos nas relações entre as duas regiões após a assinatura do Acordo de Cooperação Guangdong Macau. Wang Yang declarou que o desenvolvimento da Universidade de Macau decorre sem problemas, assim como a construção da ponte Zhuhai-Hong Kong-Macau, a questão das Portas do Cerco e o Metro entre Guangdong e Zhuhai. Chui Sai On saudou a abertura de um novo canal de ligação entre Guangdong e Macau, que pode aliviar a pressão nas Portas do Cerco e contribuir para o desenvolvimento sustentado da região, salientando que a sociedade de Macau está a dar muita atenção à questão do horário daquele posto fronteiriço. Estas medidas são muito importantes para o desenvolvimento de Macau, bem como para a questão do tráfico, disse o Chefe do Executivo. O Chefe de Gabinete do Executivo, Tam Chon Weng, acrescentou que os dirigentes também abordaram o desenvolvimento das relações com os países lusófonos, tendo o Governo de Guangdong manifestado o desejo de atrair mais negócios de países lusófonos através de Macau e do Parque Industrial de Biotecnologia da Ilha da Montanha.

UNIÃO DE TRÊS REGIÕES

A província de Guangdong também deseja usar a Ilha da Lapa como uma plataforma entre Guangdong e Macau, promovendo viagens de iates e cruzeiros, estando a ser estudados os possíveis locais para a execução deste plano, que terá depois de ser aprovado por comissões responsáveis por estas matérias.Entretanto, em declarações ao jornal Ou Mun, o Secretário Municipal do Comité Central do Partido Comunista, Li Jia, mostrou-se satisfeito com os desenvolvimentos da Ilha da Montanha e da construção da ponte Zhuhai-Hong Kong-Macau, afirmando que o primeiro ministro Wen Jiabao manifestou interesse em acelerar os projectos. Li Jia sublinhou que a construção da ponte é uma obra de grande envergadura de união de três regiões, mostrando-se, no entanto, confiante na sua conclusão em 2016.


quarta-feira 7.3.2012

política

www.hojemacau.com.mo

3

CasinoLeaks promete apresentar documentos em breve

Vamos ver as provas? Joana Freitas

joana.freitas@hojemacau.com.mo

A

CasinoLeaks Macau adiantou que vai pôr on line documentos que provam as acusações que têm sido feitas no site, assim como outros com assuntos ainda não referidos. A página  www.casinoleaks-macau.com foi lançada esta semana, tendo como mentor Jeff Fiedler (ver caixa) para “trazer mais transparência

face aos negócios do jogo em Macau”. Ontem, um dos administradores do site disse ao Hoje Macau que “alguns” dos documentos que suportam certas acusações vão ser lançados “no final desta semana ou no início da próxima”. Recorde-se que a CasinoLeaks acusou dois deputados de terem ligações a grupos de crime organizado, nomeadamente à seita 14K. O site alega haver falta de

transparência e pormenores sobre os homens e mulheres por trás da grande força do jogo em Macau, as salas VIP. A promessa de mais revelações ao longo dos próximos tempos é bem visível no site, que se baseia, contudo em textos escritos anonimamente, sem qualquer tipo de prova. Segundo dizem os autores do site, isso vai acabar. “Nós recolhemos milhares de registos de empresas de Hong Kong, Macau, Singapura, Filipinas e outras jurisdições.

Porquê o envolvimento de um sindicato de engenheiros? A pergunta é inevitável: como se conjuga o sindicato de engenheiros com a indústria de casinos? A justificação encontra-se no site da CasinoLeaks. “A União do Sindicato Internacional de Engenheiros Operacionais tem mais de mil membros no Nevada que trabalham

para operadoras de jogo. Consequentemente, a segurança e a integridade do jogo e das suas instituições no Nevada estão intimamente relacionadas com os salários dos nossos membros, horas e condições de trabalho. Como várias empresas do Nevada começaram a estabelecer

operações de casinos em Macau, o seu sucesso ou fracasso no exterior podem afectar os nossos membros. Temos acompanhado com crescente alarme os relatos sobre a actividade de alegado crime organizado, incluindo lavagem de dinheiro, na indústria do jogo de Macau.”

Estamos a terminar o processo de estabelecer a nossa plataforma no site, para onde vamos enviar os documentos e vamos começar por colocar os primeiros documentos correspondentes aos nossos posts anteriores.” O site está sediado nos Estados Unidos, mas, como se percebe, tem Macau como alvo bastante claro. O futuro dirá se os seus autores querem mesmo abrir uma guerra ou ficarão pelos tiros de pólvora seca.

Quem é o homem por trás da CasinoLeaks?

C

HAMA-SE Jeffrey Fiedler, ou Jeff Fiedler, e é um dos actuais comissário da Comissão de Revisão de Economia e Segurança dos Estados Unidos-China. Renomeado, pela quarta vez, para este cargo por Nancy Pelosi, presidente da câmara dos Representantes dos EUA, Fiedler exerce o mandato até 2013. A comissão foi criada em 2000 para investigar e avaliar as implicações na segurança que a relação EUA-China pode trazer à política norte-americana. É também o director do departamento de Projectos Especiais e Iniciativas do Sindicato Internacional de Engenheiros Operacionais, cuja sede é em Washington. Este sindicato tem entre os seus membros engenheiros ligados aos casinos de Las Vegas. Veterano de guerra do Vietname, onde combateu em 1967, Fiedler tem experiência em assuntos relacionados com a China. Foi comissário no Conselho sobre as Relações Estrangeiras, uma entidade sediada em Nova Iorque voltada para a política internacional. Em 1992, foi co-fundador de uma organização não lucrativa que se dedicou a estudar os campos de trabalho forçado no continente. O presidente da fundação foi preso na China e Fiedler lançou uma campanha para a sua libertação. Participou em palestras no continente, bem como em grupos de estudo. Sobre a China, Fiedler foi destacado para falar em canais como CNN, CNBC, NBC, CBS e ABC. A política chinesa, direitos humanos, trabalho infantil e comércio internacional são o seu forte. Jeff Fiedler é casado e tem dois filhos. É formado

em Ciência Política e reside actualmente em Virginia, nos EUA. O homem por trás da CasinoLeaks garante não querer ser o novo Julian Assange, fundador da Wikileaks. Em entrevista ao jornal Macau Daily Times, Fiedler afirma querer provar que a indústria do jogo de Macau não é impermeável e diz mesmo que as provas estão à vista. “É só uma pessoa querer obter a informação que já existe e lê-la cuidadosamente”, afirma ao jornal. Com a publicação destes documentos, diz, quer evitar que a indústria de jogo de Las Vegas desça aos padrões da de Macau, que afirma ser pouco transparente. O envolvimento do sindicato tem uma explicação, assim como a actuação da CasinoLeaks em Macau. “O sindicato está preocupado com o envolvimento das tríades no jogo de Macau, que conta com uma forte presença de empresas norte-americanas.” Fiedler disse ainda que a divulgação destes documentos não vai afectar as relações da China com os EUA e não se mostra confiante numa reacção dos operadores e Governo de Macau face às acusações. “Temos uma baixa expectativa dos operadores de jogo e das autoridades reguladoras do jogo. Afinal, o jogo foi o que tornou a maioria deles ricos.” A finalizar, acusa Pequim de saber o que se passa em Macau. “Os maiores problemas vão surgir quando se perceber quem são os beneficiários das salas VIP. Alguém acredita seriamente que Pequim permitiria tanto lucro em Macau sem tirar uma quantia significativa para si?”


4

publicidade

www.hojemacau.com.mo

quarta-feira 7.3.2012


quarta-feira 7.3.2012

sociedade

www.hojemacau.com.mo

5

Deputado quer contrato público O deputado Paul Chan Wai Chi defendeu ontem em interpelação escrita que o Governo deveria publicar o contrato da Reolian, para que o público tenha conhecimento dos padrões de qualidade do serviço, requisitos, responsabilidades e penalizações. Chan Wai Chi disse ainda que os residentes não têm ideia de como o Governo deveria penalizar as operadoras de autocarros. V.L.

de 82 anos, afirmou no Facebook que a idosa sofreu uma amputação das pernas. “A minha sogra já viveu muito e agora devido a erros humanos tem de lidar com uma amputação. Espero que a Reolian tenha mais fiscalização para que não ocorram mais acidentes que firam outros residentes.”

REOLIAN PROMETE AJUDAR VÍTIMAS

Andreia Sofia Silva

andreia.silva@hojemacau.com.mo

P

ARA o Governo, “não é aceitável o facto de ocorrerem recentemente acidentes de viação com os autocarros da Reolian”. Por isso, resolveu colocar 18 inspectores na estrada a analisar o comportamento dos condutores. A iniciativa da Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) começou ontem, depois de ambas as partes terem tido uma “reunião de urgência”, onde foram relembradas medidas adicionais de segurança e de formação de condutores. “Desde o acidente que pedimos à Reolian para reforçar a formação, especialmente no que diz respeito às atitudes dos condutores e às ferramentas de condução e segurança”, disse Lou Ngai Wa,

Condutores envolvidos nos acidentes estão suspensos

Governo aperta Reolian

Os acidentes que têm envolvido autocarros da Reolian levaram a Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego a inspeccionar o serviço da empresa. Esta garante ter reforçado a formação chefe da Divisão de Gestão de Transportes da DSAT. Depois do acidente ocorrido esta segunda-feira, que envolveu uma idosa de 82 anos, a Reolian já entregou o relatório preliminar, estando o caso a ser alvo de investigação criminal. “O relatório foi imediatamente entregue e temos e aguardar a intervenção da polícia.

Este caso já passou para a polícia para investigar quais são os culpados, se são os condutores ou não.” Para já, a licença de operação da empresa não está posta em causa, mas a Reolian pode sofrer multas até MOP 50 mil. A decisão será tomada depois da análise do relatório. “Vamos ver se foi um problema de gestão ou de serviço,

Doenças cardiovasculares marcam Dia da Mulher “Coração... a quanto obrigas” é uma palestra que vai levar dois especialistas de doenças cardiovasculares ao Clube Recreativo, Desportivo, Cultural e de Apoio Social do C&C, no dia 8 de Março às 18h30. Este debate servirá para enfatizar alguns problemas que se relacionam com o coração. Mário Évora, presidente da Associação de Cardiologia de Macau, e José Lima, médico cardiologista no Centro Hospitalar Conde de São Januário, têm no programa um conjunto de medidas para melhorar a qualidade e longevidade da vida. Pretende-se também que as pessoas despertem para uma realidade cada vez mais crescente e de maior importância, como explica José Lima. “Morrem cerca de 17,5 milhões de pessoas, ou seja, morre uma pessoa a cada segundo, vítima de doenças cardiovasculares.” - R.M.R

e se há necessidade de aplicar uma multa”, explicou Lou Ngai Wa. Para já, os condutores envolvidos nos acidentes encontram-se suspensos desde o início desta semana. “Até que o relatório seja publicado e as responsabilidades sejam apuradas, os condutores têm o seu trabalho suspenso.” Elaine Lam, nora da vítima

O responsável da DSAT não tem dúvidas: houve tempo para ensinar os condutores. “Antes de Agosto do ano passado que o Governo deu tempo suficiente à empresa para formar os seus condutores.” Cédric Rigaud, director-geral da Reolian, garantiu ao Hoje Macau que tudo está a ser feito para resolver este problema. “Propusemos ao Governo ter uma formação adicional, e já começámos em Fevereiro. Toda a equipa está a ter uma nova formação. A empresa tem prioridade na segurança, e situações como as que têm ocorrido não podem ser aceites.” Cédric Rigaud falou do problema do trânsito, mas não esqueceu a pouca experiência de quem conduz os autocarros da empresa. “Recrutámos condutores que não têm muita experiência e temos que ter cuidados extra com os nossos funcionários. Vamos dar mais formação e temos novas medidas de gestão.” Relativamente às famílias dos envolvidos nos acidentes, o responsável adiantou que “já estão a ser tomadas algumas medidas para ajudar”.

Macau cresce nos estudos

Há mais alunos a frequentar o ensino superior e o ensino especial em Macau. Segundo dados ontem publicados pelos Serviços de Estatísticas e Censos (DSEC), os estudantes universitários eram 24.156 no final do ano lectivo de 2010/2011, mais 8,4% face a 2009/2010. A maioria - 69,8% - eram residentes. Houve mais de cinco mil finalistas no ensino superior, sendo que a maioria frequentou cursos de ciências empresariais (38,8%) e 21,8% cursos de serviços pessoais. Também o ensino infantil viu chegar mais alunos – cerca de 10.900, um aumento de 9,8% -, ao contrário do ensino primário e secundário, que tiveram menos 9,6% alunos, no total. O ensino especial tinha 558 alunos, um acréscimo de 8,3%, em comparação com o ano lectivo anterior. Este tipo de ensino foi ministrado em oito das106 instituições que existem em Macau. Este ano, matricularam-se 27.346 alunos no ensino superior e 70.479 alunos nos ensinos infantil, primário e secundário.


6

nacional

quarta-feira 7.3.2012

www.hojemacau.com.mo

Ministro dos Negócios Estrangeiros da China aborda temas em destaque na conjuntura mundial

De Pequim para o Mundo

N

UMA conferência de imprensa organizada ontem no âmbito da sessão anual da Assembleia Nacional Popular chinesa, o ministro chinês dos Negócios Estrangeiros, Yang Jiechi, abordou algumas das questões que estão na ordem do dia no plano mundial. Armamento nuclear no Médio Oriente, relações entre China e Europa, cooperação com EUA e próxima cimeira dos BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) foram alguns dos temas em foco na conferência de imprensa dada pelo ministro. Ao abordar a questão nuclear, Yang Jiechi manifestou-se “contra o fabrico e posse de armas nucleares por qualquer país do Médio Oriente, incluindo o Irão”, mas rejeitou a imposição de sanções a Teerão. O contencioso com o Irão acerca do seu programa nuclear “deve ser resolvido através do diálogo e não por confrontação, por meios pacíficos e não através de sanções”, disse Yang Jiechi na conferência de imprensa realizada no Grande Palácio do Povo, em Pequim. “A China opõe-se à imposição de sanções unilaterais e acho que a maioria dos países tem a mesma posição.” Realçou, contudo, que “todos os países, desde que cumpram as suas responsabilidades e obrigações, têm direito ao uso pacífico da energia nuclear”.

Morte de seis chineses no Congo O ministério dos Negócios Estrangeiros chinês decidiu convocar ontem um diplomata da República do Congo para reunir “com carácter de urgência”, na sequência da morte de seis chineses nas explosões ocorridas em Brazzaville, durante o último fim de semana. Na convocatória, o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Xie Hangsheng, solicita ao responsável da embaixada do Congo em Pequim, Felix Ngoma, para que aplique “todas as medidas necessárias” para responder aos feridos e de modo a que seja protegida “a segurança das organizações, empresas e pessoal de nacionalidade chinesa”.

“um importante motor da recuperação económica global”, mas que “continua a ser um país em vias de desenvolvimento”. “A China tem ainda um longo caminho a percorrer antes de conseguir alcançar a modernização.” Yang realçou que “a economia global está a recuperar lentamente” e que “os desafios suscitados pela alterações climáticas, as questões enérgicas e a segurança alimentar permanecem em evidência”.

Estados Unidos e a União Europeia defendem a imposição de sanções políticas e económicas ao Irão, incluindo o embargo às importações de petróleo, acusando o governo de Teerão de falta de transparência acerca do seu programa nuclear.

INVESTIR NA EUROPA

Quanto às relações com o continente europeu, o ministro reafirmou a continuação da política de investimento do governo chinês na Europa. A China “continuará a investir”, reafirmando a “confiança na capacidade da União Europeia para ultrapassar as dificuldades”. “Através dos nossos meios, sempre apoiámos os esforços da União Europeia para estabilizar a situação financeira e continuaremos a investir nos países europeus para alcançar vantagens mútuas”, disse Yang Jiechi, acrescentando que as relações China-União Europeia “têm um brilhante futuro”. “Apesar das dificuldades actuais, acreditamos que a União Europeia tem a capacidade e a sabedoria para as ultrapassar, resolver a questão da dívidas e alcançar novos progressos no processo de desenvolvimento.” A União Europeia é o maior mercado das exportações chinesas e o principal fornecedor de tecnologia à China. No relatório apresentado na segunda-feira à Assembleia Nacional Popular, o primeiro-ministro, Wen Jiabao, disse que o investimento chinês fora da China está “numa fase de acelerado desenvolvimento” e prometeu “aliviar as restrições” em vigor. Num recado para Washington, o ministro Yang Jiechi, pediu que os Estados Unidos tratem de forma cautelosa e adequada os assuntos relacionados com os interesses fundamentais da China, como as questões de Taiwan e do Tibete.

BRIC-A-BRAC

EUA NA MIRA

A fim de desenvolver as relações sino-norte-americanas, os dois países devem seguir os princípios estipulados nos três comunicados conjuntos entre os dois países e na declaração conjunta China-EUA, além de respeitar os interesses essenciais e as principais preocupações um do outro, disse Yang. O ministro salientou no entanto, que embora haja divergências e desacordos entre a China e os Estados Unidos, o relacionamento bilateral tem registado, de uma maneira geral, mais avanços do que recuos. Yang sugeriu que os dois países

Yang Jiechi

trabalhem juntos para aumentar a confiança estratégica mútua, eliminar as barreiras e as perturbações e abrir novas perspectivas para que possam desenvolver uma interacção sadia com benefícios mútuos. “A China e os Estados Unidos têm mais interesses a convergir na região da Ásia-Pacífico do que em qualquer outra parte do mundo...

esperamos para ver e saudamos um papel construtivo dos EUA na região, ao mesmo tempo que desejamos Washington possa respeitar os interesses e as preocupações dos chineses.” Numa referência ao crescente papel do gigante asiático na economia mundial, Yang Jiechi afirmou que a China tornou-se

Sobre a futura cimeira dos BRIC, o ministro chinês dos negócios estrangeiros declarou que a China espera que se possam encontrar novas forças para a recuperação económica mundial, para ajudar a aumentar a confiança. Na 4ª Cimeira dos BRIC, que será realizada em Nova Deli no final deste mês, a China espera promover um desempenho mais construtivo nos assuntos internacionais e no alívio da tensão regional com o objectivo de manter a estabilidade mundial, disse Yang. A China também espera fortalecer a cooperação entre os membros dos BRIC, nas áreas económica e financeira, a fim de beneficiar as populações destes países e do resto do mundo, acrescentou. “A tendência para a paz e o desenvolvimento está a ganhar ímpeto à medida que o Mundo é cada vez mais interdependente, mas continuamos a sentir os efeitos da crise financeira internacional.” Yang Jiechi defendeu “uma ordem mundial mais justa e equitativa” e disse que, devido ao “rápido desenvolvimento das economias emergentes”, nomeadamente dos BRIC “as mudanças (no sistema internacional) ocorrerão mais depressa”. “Na próxima década, a tendência para um mundo multipolar será mais clara.” A economia chinesa cresceu em média 9,9% ao ano ao longo das ultimas três décadas, sendo hoje a segunda maior do Mundo, a seguir à dos Estados Unidos, mas o seu Produto Interno Bruto per capita ainda é inferior a 6.000 dólares, menos do que em Cabo Verde, por exemplo. Na conferência de imprensa, organizada no âmbito da sessão anual da Assembleia Nacional Popular, o ministro dos Negócios Estrangeiros chinês manifestou-se confiante no “desenvolvimento pacífico da China”, afirmando que, “no conjunto, as oportunidades excedem os desafios”. A reunião da Assembleia Nacional Popular chinesa decorre até 14 de Março, com cerca de 3.000 delegados.


quarta-feira 7.3.2012

nacional

www.hojemacau.com.mo

Japão quer cortar em 40% novos contratos na função pública

Petróleo do Rio

Reforma administrativa

O

governo do Japão confirmou ontem que pretende reduzir a contratação de novos funcionários para 2013 em mais de 40% face aos níveis de 2009, informou a agência Kyodo. O gesto tem como objectivo mostrar o compromisso do Governo com o corte do gasto público e a disciplina fiscal, numa altura em que o primeiro-ministro, Yoshihiko Noda, procura aprovação para um plano controverso que prevê o aumento dos impostos e uma reforma no seio da administração. O corte alinha-se com o compromisso com o qual o Partido Democrático do Japão chegou ao Governo, em 2009, ao prometer baixar os custos que os funcionários representam para os cofres do Estado em cerca de 20%. Neste sentido, estabeleceu que no ano fiscal de 2011 - que termina este mês - o limite de contratações de novos funcio-

nários seria de pouco mais de 5.000, contra os mais de 8.500 do ano de 2009, de acordo com dados da agência Kyodo. No entanto, para o ano fiscal 2012, o limite de novos empregados elevou-se a mais de 6.300, a fim de gerir o desafio

da reconstrução, na sequência do sismo seguido de tsunami de 11 de Março do ano passado.

OPÇÕES DIFÍCEIS

Uma reunião ministerial sobre a reforma administrativa confirmou ontem que para o ano fiscal

referente a 2013 o objectivo é que as novas contratações sejam inferiores a 5.000, patamar que traduz um corte na ordem dos 40% relativamente a 2009. O corte do lado das despesas públicas é um dos maiores desafios do Japão, que detém a maior dívida pública do mundo industrializado, de cerca do dobro do seu Produto Interno Bruto. A catástrofe de 11 de Março agravou as contas públicas da terceira economia mundial, que neste exercício se viu obrigada a passar mais de quatro orçamentos suplementares para a reconstrução, avaliados em cerca de MOP 2 biliões. Para sanar na medida do possível a situação dos cofres públicos, Noda embarcou numa reforma administrativa e fiscal - que a oposição contesta - e que contempla, entre outros, o aumento do imposto sobre o consumo de cinco para dez por cento em 2015.

A petrolífera chinesa Sinopec, uma das maiores da Ásia, informou que foram realizadas prospecções no poço brasileiro do Pão de Açúcar, recentemente descoberto numa operação conjunta com a espanhola Repsol. Denominado Pão de Açúcar e situado a 195 quilómetros ao largo do estado do Rio de Janeiro e a 2.800 metros de profundidade, o novo poço terá uma produção diária de 5.000 barris de petróleo e 810.000 metros cúbicos de gás, adiantou a empresa chinesa, ao precisar que as prospecções decorreram entre 08 de Agosto e 10 de Janeiro. O poço está localizado junto das reservas de Seat e Gávea, sendo a última considerada como uma das dez maiores descobertas no mundo em 2011. A jointventure Repsol Sinopec Brasil é detida em 60% pela espanhola Repsol e 40% pela chinesa Sinopec, tendo sido criada no final de 2010 para colaborar nos projectos de exploração e produção no Brasil.

Mercadoscontinuam em queda

Os mercados asiáticos voltaram a fechar em campo negativo esta terça-feira. Tal como na véspera, as bolsas da região sofreram com as declarações de Pequim, que traçou como meta um crescimento económico de 7,5% em 2012, depois de definir uma meta de 8% nos últimos oito anos. Foi o caso da Bolsa de Hong Kong, onde os investidores ignoraram os dados económicos dos EUA, acima das expectativas face à desaceleração do crescimento económico na China. O Hang Seng perdeu 459,06 pontos, ou 2,2%, e encerrou nos 20.806,25 pontos, a maior queda percentual do ano e o pior encerramento desde 10 de Fevereiro.

PUB

ANÚNCIO HM-2ª vez 07-03-12 Acção de Interdição n.º CV2-12-0039-CPE 2º Juízo Cível Requerente: Ministério Público. Requerido: Fong Chan Wai, solteiro, maior, filho de Fong Chun Cheong e de Leong Choi Peng, residente em Macau, na Estrada Marginal da Ilha Verde, Habilitação Social da Ilha Verde, edf. Cheng Chun Lao, 3º andar K. *** FAZ SABER que foi distribuída ao 2º Juízo Cível do Tribunal Judicial de Base de R.A.E.M., a Acção acima mencionada, contra Fong Chan Wai, para o efeito de ser declarada a sua interdição por surdez-mudez e anomalia psíquica. Macau, aos 22 de Fevereiro de 2012. *****

ANÚNCIO

HM-1ª VEZ Execução de Sentença sub a forma Sumária n.º

07-03-2012 CV1-10-0033-CES

ANÚNCIO

號1º Juízo Cível

Exequente: YEUNG MUK LOI, residente em Hong Kong, 馬 鞍 山 利 安 村 利 華 樓 3009號 .---------------------------------------------------------------Executado: HONG JINDE e LIU HUICHUN, ambos residência conhecida em Macau, 宋玉生廣場258號建興龍廣場17樓K座, ora ausente em parte incerta.-* FAZ-SE SABER que pelo 1º Juízo Cível do Tribunal Judicial de Base da R.A.E.M., correm éditos de TRINTADIAS, contados a partir da segunda e última publicação do respectivo anúncio, notificando os seguintes COMPROPRIETÁRIOS dos bens abaixo identificados:--------3) Wong Ka Kit, residente em Macau, na Avenida do Conselheiro Ferreira de Almeida, nº 56, 5º andar C, Ed. Fok Lu,--------------------------------------------------------4) Ho Lai Fong, residente em Macau, na Travessa dos Currais, Ed. Macau, Bloco C, 3º andar E.----------------------------------------------------------------------------------------Conforme o douto despacho de 10/12/2010, proferido nos presentes autos, foi ordenada a PENHORA de tais bens, para garantia e pagamento da quantia exequenda de MOP$4.685.464,00 (Quatro Milhões, Seiscentas e Oitenta e Cinco Mil, Quatrocentas e Sessenta e Quatro Patacas), acrescida dos juros legais.-------------------------------------------DIREITO -----1/164 AVOS de que são titulares os executados HONG JINDE e LIU HUICHUN, supra identificados, sobre a fracção autónoma designada por “AMR/C”, destinada a estabelecimento, composta por R/C, 1º e 2º andares, do Edf. Lok Yeung Fa Yuen, bl. 3 e 4, Lei Cheong Kuok e Lei Wo Kuok, sito em Macau, na Rua do Comandante João Belo, no. 361, descrita na Conservatória do Registo Predial de Macau, sob o n.º 21911 a fls. 97 do Livro B106, inscrita na matriz sob o n.º 073136, estabelecimento n.º 70.--------------------Os notificandos ficam expressamente advertidos de que o referido direito fica penhorado e á ordem deste processo e Juízo, bem como de que podem, no prazo de DEZ DIAS, fazer as declarações que tiverem por convenientes quanto ao direito dos executados e ao modo de o tornar efectivo-Art.750º, nº 1 e 2, do C.P.C.M..----------------------------------R.A.E.M., aos 22 de Fevereiro de 2012 ***

7

HM-1ª VEZ Execução de Sentença sub a forma Sumária n.º

07-03-2012 CV1-10-0033-CES

號1º Juízo Cível

Exequente: YEUNG MUK LOI, residente em Hong Kong, 馬鞍山利安村利華樓3009號.---Executado: HONG JINDE e LIU HUICHUN, ambos residência conhecida em Macau, 宋玉生廣場258號建興龍廣場17樓K座, ora ausente em parte incerta.--------------------* FAZ-SE SABER que pelo 1º Juízo Cível do Tribunal Judicial de Base da R.A.E.M., correm éditos de TRINTA DIAS, contados a partir da segunda e última publicação do respectivo anúncio, notificando os seguintes COMPROPRIETÁRIOS dos bens abaixo identificados:---------3) Fan Guochen, residente em Macau, na Rua do General Ivens Ferraz, Ed. Lok Ieong Fa Un, 7º andar X, Bloco 4,------------------------------------------------------------------------4) Weng Xiuhong, residente em Macau, na Rua Sul do Patane, Ed. Lok Ieong Garden, Bloco 2, Lei Tak Kok, nº 406, 12-T,---------------------------------------------------------------------Conforme o douto despacho de 10/12/2010, proferido nos presentes autos, foi ordenada a PENHORA de tais bens, para garantia e pagamento da quantia exequenda de MOP$4.685.464,00 (Quatro Milhões, Seiscentas e Oitenta e Cinco Mil, Quatrocentas e Sessenta e Quatro Patacas), acrescida dos juros legais.------------------------------------------DIREITO -----1/164 AVOS de que são titulares os executados HONG JINDE e LIU HUICHUN, supra identificados, sobre a fracção autónoma designada por “UR/C”, destinada a estabelecimento, composta por R/C, 1º e 2º andares, do Edf. Lok Yeung Fa Yuen, bl. 1 e 2, Edf. Lei Hong Kuok e Lei Tai Kuok, sito em Macau, na Rua do Comandante João Belo, no. 361, descrita na Conservatória do Registo Predial de Macau, sob o n.º 21912 a fls. 97v. do Livro B106, inscrita na matriz sob o n.º 073091, estabelecimento n.º 74.-----------------------------------Os notificandos ficam expressamente advertidos de que o referido direito fica penhorado e á ordem deste processo e Juízo, bem como de que podem, no prazo de DEZ DIAS, fazer as declarações que tiverem por convenientes quanto ao direito dos executados e ao modo de o tornar efectivo-Art.750º, nº 1 e 2, do C.P.C.M..-------------------------------------------R.A.E.M., aos 22 de Fevereiro de 2012 ***


publicidade

8

www.hojemacau.com.mo

ANÚNCIO [N.º61/2012] Para os devidos efeitos, vimos por este meio notificar os representantes dos agregados familiares seleccionados da lista de espera de habitação económica abaixos mencionados: N.º do boletim de candidatura 109014 *91603 92118 93826 102679 106004

Nome

N.º do boletim de candidatura 90676 91824 93339 97334 *104527 106367

112221 118500 126527

LAM SOK PENG *MAK KUAN WENG LOK KUAN WA LAO CHEOK HIN CHIN SOK IN CHEONG FEI IN RAIMUNDO DA CONCEICAO NOGUEIRA LAM WENG IAN CHEOK IAT WA CARLOS CHAN KA MENG

127312

CHAN WENG IAN VIVIANA

127910

82210 102027 52220 102150 117739 75325 116327 *126234 *52905 114756 117881 98794 *84826 115027 72873 92655 87910 107696 86927

TAM KAM KONG UN LAI LAI LEONG HO IEONG CHEANG KUN TIN CHEONG TEK HOI CHON LAN CHEUNG CHEOK KENG *CHOI CHI CHONG *FONG WAI CHEONG CHEANG MAN CHON KUAN IOK CHI WONG SI WAI *WONG KUAN IENG LEI IN HENG WONG MEI CHAN HO KUAI CHUN KWONG PO WAH CHAN KIN I LOU SAI HENG

114495 92718 97504 76074 104461 52292 117262 89593 87256 *88656 *74523 80382 97805 126197 57002 92656 82445 117919 95054

106567

Nome LEI KA MAN NG SOK HAN CHAN CHON WENG CHONG HOI I *MAK SI KEI WONG WAI KEI

109962

LAO TENG

*114775 119306 126940

*IEONG MAN FAI AO WENG TONG WONG CHAN CHONG PATRICIA MICAELA MAGALHAES DE SOUSA NG IOK LIN LEI U MEI WONG CHEOK WA VONG IOK TENG LEONG IOK LENG WONG KUAI KENG CHAN KUAI I IEONG CHI FAI CHEONG LAI HA *FU SU IN *LEONG U TENG MA WENG MAN CELINA LEI SIO KUN KOK WENG HONG LEONG SI HIN TAM SAO HANG U KA WA NG WENG IO LEI CHI I

De acordo com os termos do artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 26/95/M, de 26 de Junho, o Instituto de Habitação (IH) informa os representantes dos agregados familiares acima referidos, através de ofícios, para se dirigirem pessoalmente ao IH, sita na Travessa Norte do Patane, n.º 102, Ilha Verde, Macau (perto da Escola Primária Luso-Chinesa do Bairro Norte), no dia 23 de Março de 2012, às horas fixadas nos respectivos ofícios, para escolha das fracções de habitação económica disponíveis de T2 na zona de Taipa. Nessa altura, os agregados familiares da lista de espera acima referidos devem apresentar os documentos comprovativos (originais e cópias) abaixo mencionados, para efectuar a nova verificação dos requisitos da candidatura da aquisição de habitação económica. Caso as respectivas informações afectem os actuais requisitos da aquisição de fracção ou existirem mudança da composição dos agregados familiares acima referidos, este Instituto irá suspender, imediatamente, o procedimento da escolha de habitação económica: 1. Documentos de identificação de todos os elementos do agregado familiar e os seus cônjuges (caso houver) registados no boletim de candidatura de habitação económica. 2. Prova de casamento (aplicável aos indivíduos casados. Caso tenha entregue ao IH, nos últimos três meses, não é necessário a entregar de novo.) 3. Boletim de candidatura dos dados dos agregados familiares de habitação económica devidamente preenchidos e assinados. De acordo com os termos do n.º 2 do artigo 13.º do decreto-lei acima referido, com as alterações introduzidas pelo Regulamento Administrativo n.º 25/2002, caso os agregados familiares da lista de espera acima referidos não tenham comparecido no IH, no dia e horas fixados, e apresentado os documentos acima referidos, para escolha de habitação ou não pretendam adquirir nenhuma das fracções de habitação económica disponíveis no momento podem optar entre, por motivo não justificado, implica a perda do direito de escolha e passagem automática para o último lugar da lista geral; ou após a apreciação dos dados apresentados, verifique que não reunirem com os requisitos da candidatura, os agregados familiares seleccionados serão excluídos na lista geral. * Em caso da 2.ª convocação, os agregados familiares seleccionados que não tenham comparecido no IH, no dia e horas fixados, e apresentado os documentos acima referidos, para escolha de habitação ou não pretendam adquirir nenhuma das fracções de habitação económica disponíveis no momento podem optar entre, serão excluídos na lista geral, de acordo com os termos das alínea a) do artigo 14.º do decreto-lei acima referido, com as alterações introduzidas pelo Regulamento Administrativo n.º 25/2002 e alínea 2 do n.º 5 do artigo 60.º da Lei n.º 10/2011. No intuito de proporcionar os agregados familiares seleccionados para terem mais conhecimentos sobre as informações das fracções de habitação económica disponíveis, o IH juntamente os ofícios enviará em anexo o catálogo com descrições das fracções para venda, tabela dos preços, rácio bonificado, pontos de observação, informações sobre a fracção de modelo. Caso os agregados familiares seleccionados não tenham recebidos os ofícios remetidos pelo IH, até sete dias antes da data fixada, poderão dirigir-se ao IH sito na Travessa Norte do Patane n.º 102, Ilha Verde, Macau) ou consultar através do telefone n.º 2859 4875, durante o horário de expediente.

O Presidente, Tam Kuong Man 6 de Março de 2012

quarta-feira 7.3.2012


quarta-feira 7.3.2012

região

www.hojemacau.com.mo

9

Xavier do Amaral, candidato às eleições presidenciais de Timor-Leste, morre aos 78 anos

Apoio será transferido para outro candidato

O

candidato presidencial de Timor-Leste Francisco Xavier do Amaral morreu ontem no Hospital de Díli, informou à agência Lusa uma fonte familiar. Nascido em 1973 em Turiscai, Same, no distrito de Manufai, Francisco Xavier do Amaral era o mais novo de seis filhos e morreu de doença prolongada, após ter sido internado a semana passada no hospital de Díli. A doença já tinha levado o parlamento timorense a reunir-se de emergência a semana passada para alterar a lei eleitoral para o presidente da república, que previa a marcação de uma nova data para as eleições por incapacidade ou morte de algum candidato. O antigo presidente de Timor-Leste tinha 78 anos e foi quem proclamou a independência a 28 de Novembro de 1975, refugiando-se passado nove dias na montanha, após a invasão da Indonésia. “A Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente decreta e eu proclamo unilateralmente a independência”, disse Francisco Xavier do Amaral há quase 37 anos. Mais tarde casou-se e teve dois filhos, que viu morrer na luta pela restauração da independência do país. Acusado de traição pelos seus companheiros, foi capturado em 1978 pelos militares indonésios e

mantido com termo de residência durante 22 anos na Indonésia. Depois da restauração da independência, a 20 de Maio de 2002, o ex-Presidente regressou a Timor-Leste e, apesar de reabilitado pela Fretilin, decide refundar o seu próprio partido, a ASDT.

TEMPOS DE PERDA

Nas eleições parlamentares de 2007, apresentou-se a escrutínio juntamente com o Partido Social Democrata conseguindo, ambos os partidos, 11 lugares no parlamento. Com a morte de Francisco Xavier

do Amaral e de João Carrascalão, em Fevereiro, o conselho de estado de Timor-Leste, órgão consultivo do Presidente timorense, perde dois elementos em menos de um mês. O representante da candidatura de Francisco Xavier do Amaral às eleições presidenciais disse que vão apoiar outro candidato, mas ainda não sabem quem. “Estamos a pensar em dar um voto de confiança, mas ainda não decidimos a que candidato”, afirmou Arlindo Marçal. Dezenas de pessoas concentravam-se ontem de manhã no hospital Guido Valadares.

Na enfermaria da unidade de cuidados intensivos, permanecia uma forte componente policial, que será responsável pelo acompanhamento do corpo para o exterior.

LUTO NACIONAL

O governo de Timor-Leste decretou entretanto luto nacional até quinta-feira, segundo um comunicado do conselho de ministros. “O governo decretou luto nacional em todo o território nacional, em sinal de pesar pela morte do Proclamador da Independência, senhor Francisco Xavier

Reforço da segurança atómica vai dominar cimeira de Seul

Impedir o terrorismo nuclear

O

ministro dos Negócios Estrangeiros sul-coreano disse ontem que o reforço da segurança nuclear global, depois do desastre de Fukushima, irá dominar a maior cimeira sobre este tema, que decorrerá em Seul no final do mês. Kim Sung-hwan disse que o acidente de Fukushima evidenciou a vulnerabilidade das centrais nucleares e a extensão dos danos que podem ser causados por um ataque terrorista. “Como foi visto no acidente nuclear de Fukushima, o medo da exposição às radiações causa preocupações significativas e duradouras sociais e culturais. Um impacto semelhante pode ser antecipado no caso de um ataque terrorista a uma instalação nuclear.”

Kim acrescentou que a cimeira de segurança nuclear, a 26 e 27 de Março, vai ajudar os líderes mundiais a desenvolver medidas para impedir tais desastres. A cimeira será a maior alguma vez organizada pela Coreia do Sul, tendo os organizadores afirmado que estarão presentes 40 chefes de estado ou de governo, incluindo o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. O encontro de Seul, que se segue ao de Washington em 2010, vai centrar-se nas formas de preservar material atómico em todo o mundo e impedir actos de terrorismo nuclear. A Coreia do Norte afirmou que a cimeira não passa de uma “encenação burlesca” para justificar um ataque atómico.

do Amaral”, refere o documento divulgado à imprensa. Segundo a nota, o “período de Luto Nacional tem início de imediato e termina às 18.00 horas do dia 8 de Março (quinta-feira) e durante o mesmo a Bandeira Nacional deverá ser mantida a meio mastro ou meia adriça”. O documento do conselho de ministros adianta que foi criada uma comissão para organizar as cerimónias fúnebres. “É dever do Estado prestar-lhe as honras fúnebres adequadas a uma alta individualidade do Estado timorense, por forma a relembrar e reflectir a vida de uma pessoa que teve uma acção tão significativa na independência do país”, sublinha o governo. O Conselho de Ministros apresentou também o voto de condolências a todo o país, em particular à família enlutada e aos militantes do partido Associação Social Democrata Timorense. O secretário-geral do Congresso da Reconstrução de Timor-Leste (CNRT), Dionísio Babo, também lamentou a morte de Francisco Xavier do Amaral, em declarações à Lusa. “Lamentamos muito. É um dos fundadores deste país. Timor-Leste perdeu um grande homem que deu a vida pelo país e que teve a coragem de proclamar a independência.”

Sismo nas Filipinas

Um sismo de magnitude 5,3 na escala de Richter abalou ontem a ilha de Masbate, no leste do arquipélago, causando danos em vários edifícios, sem haver, para já registo de vítimas. O Instituto Filipino de Vulcanologia e Sismologia salientou que o tremor foi sentido em Masbete com uma intensidade equivalente a seis, tendo provocado danos em alguns edifícios e estradas, segundo a Cruz Vermelha. O abalo causou pânico entre a população, que saiu à rua mal sentiu os edifícios a abanar. Sete minutos após o sismo foi registada uma réplica de magnitude 3,7 na escala de Richter.

Substituído responsável por bombardeamento à Coreia do Sul

O general norte-coreano Kim Kyok-sik, considerado responsável pelo bombardeamento à ilha de Yeonpyong, em 2010, que custou a vida a quatro sul-coreanos, foi substituído nos comandos da sua unidade, informou ontem a imprensa da Coreia do Norte. Kim Kyok-sik dirigia desde Fevereiro de 2009 o quarto corpo do Exército Popular da Coreia, unidade estacionada na primeira linha da frente da disputada fronteira marítima que separa as duas Coreias, onde o Norte e o Sul se têm envolvido em diversos conflitos nos últimos anos. O jornal Rodong Sinmun reproduziu no domingo fortes declarações do general em que este prometia aplicar “um devastador castigo” para os “traidores”, em referência ao Governo da Coreia do Sul, segundo um despacho da agência Efe.


10

música

quarta-feir

www.hojemacau.com.mo

GONÇALO LOBO PINHEIRO

Bobby McFerrin en

O cantor

Conhecido pelo sucesso “D à música vai além de uma mostrou a sua capacidade Andreia Sofia Silva

andreia.silva@hojemacau.com.mo

E

M qualquer top das maiores músicas da década de 80, a sua canção está lá. “Don’t worry, be happy” levou Bobby McFerrin ao estrelato, e ainda hoje permanece no ouvido de muitas pessoas. Contudo, o músico confessou ontem, horas antes do seu espectáculo no Centro Cultural de Macau (CCM), que está cansado do seu próprio êxito. “Não é pelo facto de não gostar da música, mas a verdade é que já a cantei demasiadas vezes”. “Bobby McFerrin Solo” foi, assim, um espectáculo que foi além do previsível sucesso de vendas, onde o músico mostrou, perante uma plateia lotada, as suas capacidades de improviso. Sem banda ou coros, Bobby McFerrin usou o microfone, a voz e o bater das suas mãos para criar sons e ritmos. “As minhas primeiras canções são sempre de improviso. Acredito que, se temos de correr riscos, temos de os correr no início, se não nunca os iremos fazer. Não tenho grandes regras a impor a mim mesmo, mas gosto da maneira como


ra 7.3.2012

www.hojemacau.com.mo

música

11

ncheu o Centro Cultural de Macau

que não queria ser estrela

Don’t worry, be happy”, Bobby McFerrin mostrou ontem que a sua ligação a simples canção. Com casa cheia, o músico esteve sozinho em palco onde e de improviso o faço. Não sou compositor, mas cantor. Escrevo no palco”. Bobby McFerrin confessou que estar em Macau lhe traz felicidade. “Estou feliz por estar aqui, muito mais do que vocês imaginam. Estar aqui neste palco é algo intimo, calmo, é maravilhoso”.

“SOU UM HOMEM FELIZ”

“Don’t worry be happy” foi lançado em 1988, sendo uma faixa integrante do álbum “Simple Pleasures”. Na altura, o músico não imaginava o que viria a seguir. “Não tinha ideia nenhuma do sucesso que isto poderia ter. Canto esta canção há muito tempo”. Hoje, vale a pena continuar a cantá-la. “É verdade que na vida temos alguns problemas e que temos de os enfrentar. Esquecemos muitas das coisas do nosso mundo quando temos medo de algo. Somos desafiados por tirar partido de nós próprios e dos nossos corações. A mensagem aplica-se a qualquer altura”. Apesar de experimentar diversos géneros musicais, que comportam o blues, a música clássica ou o jazz, bem como muitas formas de cantar, Bobby McFerrin corre o risco de ser apelidado de um músico “One Hit

Wonder”, com apenas um grande sucesso nas tabelas de vendas. Mas isso não o preocupa. “Não quero saber. Não penso nisso. Tive uma canção que foi um êxito, tudo bem, fico feliz com isso. Eu tenho um único objectivo, que é ser um trabalhador de música. Não quero ser uma celebridade, um One Hit Wonder, alguém famoso ou algo disso. Quero apenas trabalhar e sustentar a minha família, só isso. Não entrei nesta área para ganhar Grammys ou para ser uma estrela. Adoro o que faço. Sou um homem feliz.” O seu sucesso dos anos 80 é feito de palavras e mensagens, mas Bobby McFerrin optou por retirá-las nos seus improvisos, que considera serem a melhor forma de transmitir ao público o que sente. “Escolhi esta forma de cantar sem palavras por várias razões. Uma delas é o facto da minha técnica ser mais fluida, onde posso cantar sem usar palavras. Outra razão é o facto de eu poder criar outras histórias.”

O LIVRO DE POESIA

Muitos antes da música se tornar numa forma de vida, Bobby McFerrin passou por momentos de análise.

“Não tinha nenhum modelo, e levou algum tempo a convencer-me que havia algo melhor que eu podia fazer no palco como cantor. Levei algum tempo a tomar uma decisão. Depois demorei mais seis anos a cantar e a praticar a minha técnica antes de fazer isto. Depois, não restaram mais dúvidas de que podia ser bem sucedido a fazer isto”. Contudo, assumiu que o seu sucesso depende também de quem trabalhar consigo. São “pessoas brilhantes e criativas que têm ajudado a construir a minha carreira”. O cantor que já trabalhou com a cantora Maria João, que faz dupla com Mário Laginha, acredita que um dia vai escrever um livro de poesia. “Quando andava na escola secundária, pensei que poderia ensinar inglês. Tenho a ideia de que um dia irei escrever um livro de poesia, porque penso que será uma forma de me colocar a mim mesmo nas palavras e criar uma relação com elas no livro”. Apesar disso, o homem que lê a bíblia todos os dias não passa sem o poder dos sons. “A música tem um grande potencial ao nível das emoções. Quando sinto as minhas emoções a balançarem, canto.”

Um cantor multifacetado

Muito antes de lançar o álbum “Simple Pleasures”, que o lançou para o estrelato, Bobby Mcferrin já tinha mostrado a sua capacidade como artista a solo no disco de 1984, “The Voice”. O vencedor de 10 Grammy’s lançou, um ano depois, “Spontaneous Inventions”, onde participou o actor Robbie Williams. “Medicine Music”, “Circlesongs”, “Beyond Words” e “VOCAbuLarieS” mostram ainda a apetência de McFerrin por diversos estilos musicais e várias formas de cantar a uma só voz.


12

vida

quarta-feira 7.3.2012

www.hojemacau.com.mo

Centro de Pesquisas de Espécies Raras na reserva de Shennongjia

Macaco dourado sob maior protecção O

S macacos dourados da China vão obter maior protecção. As autoridades nacionais aprovaram um Centro de Pesquisa de Espécies Raras no final de Fevereiro. Irá ser construído na Reserva Natural de Shennongja, na província central de Hubei, disse Qian Yuankun, chefe do departamento distrital que administra a reserva. Qian, deputado do Congresso Nacional do Povo (CNP), que está em Pequim a participar na sessão anual do CNP, afirmou que o centro de pesquisa e protecção da vida animal é o segundo do país, depois do Centro de Pesquisa e Protecção de Panda Gigantes, na reserva de Wolong, no sudoeste da província de Sichuan. “A criação do centro de apoio ao macaco dourado vai atrair mais apoio financeiro e elevar a pesquisa e estudo sobre a proteção do animal.” Afirmou também que as autoridades científicas da China já aprovaram um programa de 30 milhões de yuan para a pesquisa e protecção dos macacos dourados de Shennongja. “O centro vai

promover também cooperação internacional neste campo.”

TESOURO NACIONAL

Os macacos dourados da Shennongja, que vivem em largas florestas, de altitudes entre os 1.680 e os 3.000 metros, estão muito perto da extinção. Os animais foram vistos pela primeira vez em Shennongja em 1960. A primeira pesquisa sobre os macacos dourados, em 1980, revelou que 501 primatas viviam na área. O macaco é uma sub-espécie do macaco dourado Chuan, na província de Sichuan, um dos três tipos de macacos dourados que podem ser encontrados na China. Em defesa de “um tesouro de estado” da China, tal como os pandas gigantes, os macacos dourados estão sob protecção especial do estado. Esta espécie vive na província de Sichuan e também no noroeste das províncias de Shaanxi e Gansu. Localizada no noroeste das montanhas na província de Hubei, a reserva de Shennongjia possui uma floresta natural rica em recursos e espécies animais.

Sabia que... ... uma barata pode sobreviver nove dias

sem a sua cabeça até morrer de fome?

China prepara sonda lunar mais avançada

Chang’e-3 será lançada em 2013

A

terceira sonda lunar da China, Chang’e-3, será lançada no próximo ano, fazendo uma paragem na lua, assim como explorações lunares, segundo o construtor do aparelho. As diferenças relativamente às duas sondas anteriores passam por pernas que suportam o veículo espacial na aterragem, de acordo com Ye Peijian, comandante-chefe da sonda da Academia do Tecnologia Especial da China. A sonda levará um veículo de exploração espacial e outros instrumentos para levantamentos no solo lunar, como condições de vida, avaliação e observações espaciais, disse Ye, membro da autoridade chinesa com poder político sobre esta matéria.

Ye fez saber que o veículo de 100 kg, o primeiro do género na China, é desenhado para operar na lua por mais de três meses consecutivos. “Deve ser capaz de evitar largas crateras e subir pequenas.” Será instalado um sistema de navegação e reconhecimento avançado e ainda um sistema de telecomunicações, que permitirá que os cientistas controlem o veículo a partir da Terra. Além disso, o veículo terá de suportar a noite lunar, gelada e prolongada, em sete dias solares, podendo ver as temperaturas caírem abaixo dos 170º. Para resolver o problema, Ye disse que desenharam asas solares que podem estender-se para recolher a luz solar durante o dia e proteger o equipamento à noite.

“Fizemos avanços em todos estes domínios”, disse Ye, prevendo o lançamento da sonda em 2013.

PROJECTO AMBICIOSO

O lançamento da Chang’e-3 e, no futuro, da Chang’e-4, faz parte da segunda etapa, de três fases dos projectos da China de sonda lunar em órbita, desembarque e retorno. A China lançou a Chang’e-1 em 2007 e em 2010 a Chang’e-2. A primeira sonda recolheu uma grande quantidade de dados científicos e um mapa completo da lua, enquanto a segunda criou um mapa de alta resolução e uma imagem de alta definição de Sinus Iridium, uma planície de lava que forma uma extensão a noroeste da região Imbrium Mare.


quarta-feira 7.3.2012

vida

www.hojemacau.com.mo

13

Montanhas de entulho no Japão após tragédia nuclear

Resíduos eliminados só depois de 2014

D

EPOIS do terramoto e tsunami que devastaram o Japão no ano passado, um dos principais desafios da reconstrução do país tem sido lidar com o entulho deixado no rasto da tragédia. As autoridades conseguiram limpar as ruas e restabelecer as condições mínimas de vida da população nos centros urbanos das províncias mais afectadas, as de Iwate, Miyagi e Fukushima. Segundo uma estimativa divulgada pelo governo, essas províncias produziram um total de 23 milhões de toneladas de entulho, e, até ao momento, foram processados apenas 5% do material recolhido. O entulho foi aglomerado em parques, campos de basebol, pátios de escolas destruídas e outros espaços públicos. Carros e barcos destruídos também esperam um fim. O resíduo gerado em Iwate, por exemplo, equivale a 11 anos de lixo produzido pela província. Já Miyagi tem um total de entulho equivalente a 19 anos. Para piorar o cenário, outras províncias recusam-se a receber o material, com medo de que o entulho possa estar contaminado com resíduos da central nuclear de

A

Fukushima. Por enquanto, apenas Tóquio e Yamagata estão a colaborar. No Japão, grande parte do lixo é reciclada ou incinerada, em centros de processamento. O país também exporta alguns dejectos para outros países asiáticos. Mas, no caso do entulho acumulado na região nordeste do país, o medo da contaminação nuclear tem anulado qualquer tipo de ajuda. Segundo cálculos do governo japonês, a eliminação total de todo o resíduo gerado pelo tsunami deve-se estender até Março de 2014.

S espécies tropicais estão em maior risco de extinção até 2100, se as temperaturas médias do planeta aumentarem 3.5ºC. Este é o resultado do estudo científico norte-americano publicado na revista Biological Conservation Journal, que estima estarem em perigo entre 600 a 900 aves. O estudo, coordenado por Cagan Sekercioglu, biólogo na Universidade do Utah, concluiu que as aves mais afectadas serão aquelas que vivem em zonas montanhosas tropicais, nas florestas perto da costa, onde já ocupam um território muito limitado, e as que não têm acesso a territórios com altitudes mais elevadas. “Em alguns modelos, a perda de habitat pode aumentar as extinções causadas pelas alterações climáticas em 50%”, escrevem os autores no artigo. Os investigadores estimam que 89% das extinções irão acontecer nos trópicos. “A percepção das pessoas é que a maioria das aves é migradora e que, por isso, as

“Mas será extremamente difícil cumprir essa meta se o processo continuar a este ritmo tão lento”, criticou o ministro do meio ambiente, Goshi Hosono.

A RECUPERAÇÃO

Reconstruir as cidades tem sido o maior desafio do governo japonês após a tragédia. A partir deste mês, os cofres públicos começam a libertar a primeira tranche de subsídios para as sete províncias e 59 municípios directamente afectados pelo terremoto/tsunami. São mais de 24 mil milhões de patacas

que devem ser aplicados na deslocação de famílias para áreas mais elevadas e reconstrução de prédios públicos,

como escolas, postos de saúde e portos. No entanto, essa reconstrução caminha em ritmo muito lento. Ainda assim,

as autoridades conseguiram limpar as ruas e restabelecer as condições mínimas de vida da população.

Mapa interactivo da Greenpeace com centrais nucleares Mais de 400 centrais nucleares estão operacionais em todo o mundo. A Greenpeace acredita que há uma grande possibilidade de qualquer pessoa ser afectada directamente por um desastre nuclear, como o que aconteceu em Fukushima em Março do ano passado. A organização ambiental desenvolveu um mapa interactivo que mostra a que distância as pessoas estão de reactores nucleares. Segundo a Greenpeace, centenas de milhões de pessoas vivem em áreas que podem ser altamente contaminadas por estas centrais nucleares. Em 60 anos de história, houve sucessivos acidentes,

grandes ou pequenos. Como os conhecidos casos de Chernobyl e Three Mile Island, mas também outros casos que puseram populações bem perto do desastre. Na Suécia, em 2006, a planta nuclear de Forsmark chegou bem perto de um colapso de proporções potencialmente graves quando o sistema de apoio parou após um apagão. Há apenas algumas semanas, o responsável pela Fukushima Daini – a “irmã” do reactor que explodiu no ano passado – admitiu que a planta estava “próximo do colapso” nas horas após o sismo e o tsunami, mas foi colocada em segurança a tempo.

Alterações climáticas põem espécies tropicais em risco

Fim de século traz extinção de 900 aves alterações climáticas não são um problema”, disse Sekercioglu, citado pela BBC. “Mas a verdade é que a maioria das espécies do planeta são extremamente sedentárias.” Para sobreviver a temperaturas mais elevadas, as aves terão de se adaptar fisiologicamente e escapar para zonas de floresta húmida mais elevadas. Vão recuando para o cimo das montanhas, onde têm de competir com povoações humanas, notou o investigador.

É PRECISO AGIR

“Já sabemos que muitas espécies de aves tropicais não são muito boas a dispersar para outros territórios”, notou Mike Crosby, da Birdlife International para a Ásia. “Por isso, este será um grande problema

no futuro se os climas adequados para elas se deslocarem centenas de quilómetros. Algumas aves não serão capazes de mudar os seus territórios suficientemente rápido.” Os autores do estudo acreditam que “as áreas protegidas serão mais importantes do que nunca, mas devem ser desenhadas tendo em consideração as alterações climáticas”. Ainda assim, salientam, no espaço de um século 92% das áreas protegidas actuais correm o risco de se tornarem climaticamente desadequadas. Na Europa também. “Temos de nos preparar para começar a medir as temperaturas, a precipitação e monitorizar o que se passa com os animais nas áreas protegidas, para que consigamos dar uma resposta adequada.”


14

publicidade

www.hojemacau.com.mo

quarta-feira 7.3.2012


quarta-feira 7.3.2012

cultura

www.hojemacau.com.mo

15

打小人Tá siu yân Bater na pequena gente

Um ritual de vingança e mau-olhado Na segunda-feira passada, um estranho ritual foi repetido pelas ruas de Macau. Inclui um tigre e uma fatia de toucinho, entre outros objectos mágicos. Objectivo: fazer mal a alguém. José Simões Morais info@hojemacau.com.mo

N

O dia 5 de Março, caminhando por Macau, no cruzamento entre as ruas da Palha, de S. Paulo e Travessa dos Algibebes, vemos um conjunto de pessoas agachadas em frente ao nicho de Sek Kom Tong (石 敢当) (a Pedra que se atreve a tomar a defesa contra as influências malignas). Olhando com mais atenção aos gestos dessas pessoas, a maioria de idade avançada, reparamos como denominador comum todas terem um papel com a figura de um tigre pintado. Se umas alimentavam o tigre, batendo-lhe com uma fatia de toucinho, outras escreviam algo numa folha, enquanto outras colocavam incenso e um par de velas vermelhas (lap choc) no incensório (heóng lou). Anteriormente tínhamos visto tal procedimento realizado noutros nichos de Sek Kom Tong espalhados pela cidade mas, nesse dia, parecia haver uma intenção que não descortinávamos. Sabíamos ser o tigre, um animal que conseguia repelir os demónios contra os quais os deuses domésticos se mostravam ineficazes e a sua protecção

era importante. Ficámos a saber que essas pessoas escreviam o nome de quem lhes causava problemas, ou de quem se queriam vingar e depois de alimentar o tigre com o toucinho, pediam-lhe ajuda para que os seus desejos de fazer mal fossem conduzidos até ao alvo. A escolha do nicho de Sek Kom Tong é devido a esta divindade se encontrar em lugares com mau fong soi, logo um local onde se concentram muitos espíritos malignos e assim propício para as pessoas que desejam mal a alguém terem mais sucesso na realização dos seus intentos. Já a tarde ia no fim e ao passarmos às 19 horas e 15 minutos pela rua da Figueira achamos estranho a porta do templo de Pau Kong estar ainda aberta e com luz, quando o templo normalmente fecha às 18 horas. Chamou-nos também atenção a grande movimentação de pessoas, umas a entrar e outras a sair do templo, o que nos levou a associar ao que durante a tarde vimos em frente ao nicho de Sek Kom Tong. Fomos consultar o calendário lunar a ver se havia alguma festividade que nos tivesse escapado, mas nada constava. De repente lembrámo-nos

que passara um mês desde que se celebrara a Festa da Primavera, o Ano Novo do calendário solar chinês. Pelos 24 termos solares do Calendário do Agricultor, o dia 6 de Março, por vezes o dia 5 como aconteceu este ano,

é conhecido por Jingzhe, (o acordar dos insectos). E logo nos surge a razão da escolha deste dia. Como os insectos são os propagadores de doenças, é um excelente momento para ser realizado tão desprezível acto de vingança,

ou de solucionar o problema através de magia negra. Associámos então isto ao que sabemos sobre o templo de Pau Kong. Este pagode encontra-se numa zona de mau fong soi onde, durante séculos, nesses terrenos estiveram muitos cadáveres mal enterrados. E também por estar ao lado de um hospital, o Kiang Wu, onde muita gente sofre e morre, o que lhe dá uma má energia, encontrando-se ainda a lavandaria do Hospital em frente à entrada do templo. Jaime de Inso diz ser este pagode “especialmente usado muitas vezes por pessoas que desejam fazer mal a alguém e, por isso, levam os nomes, idades ou quaisquer indicações acerca das vítimas, escritos em papéis, sós ou acompanhados de objectos diferentes, como fotografias, bonecos, etc., conforme o mal que desejam fazer, e que se metem dentro de pequenos boiões colocados atrás das paredes ocultos.” A realização deste ritual ganha força se for feito num local de confluência de más energias, já que os maus espíritos potencializam o efeito e é por isso que poucos são os templos que aceitam que neles se façam tais actos. Estacerimóniaéconhecida em cantonense por Tá siu yân, que significa para tá=bater, siu=pequena, yân=pessoa e conjugando num sentido lato significa, bater a quem nos causa problemas ou, deitar fora o problema. Nota: neste texto foram usados os termos em cantonense

Sementes de Ai Weiwei regressam a Londres A instalação de sementes de girassol criada pelo artista chinês Weiwei foi comprada pelo museu britânico Tate Modern. A galeria de arte adquiriu oito milhões de peças que vão cobrir o chão do Turbine Hall, por ocasião da exposição temporária “Sunflower Seeds”. No total, o projecto do artista chinês contém 100 milhões de peças e já tinha estado em exposição no mesmo local em Outubro de 2010 e Maio de 2011. Embora o valor da compra não tenha sido revelado, sabe-se que contou com o apoio do Conselho Internacional da Tate e do Fundo de Arte Britânico. Recorde-se que 100 mil sementes já tinham sido leiloadas na Sotheby’s de Londres por 414 mil euros. As peças são trabalhadas à mão e foram produzidas utilizando os métodos tradicionais da cidade de Jingdezhen, que produzia porcelana para a corte imperial. Aquela que já é considerada a maior compra da Tate Modern, pelo número de peças, pesa, no total, cerca de dez toneladas. As 100 milhões de sementes de girassol levaram dois anos a ser feitas, sendo que Weiwei contou com a ajuda de muitos colaboradores, que fizeram 60 mil réplicas cada um. O artista chinês fez apenas três.

PUB

Primeira revista Macau do ano nas bancas A primeira revista Macau deste ano, em língua portuguesa, já está nas bancas. Neste número, as reportagens estendemse a Dongguan, na China, onde existe uma comunidade brasileira com mais de 3500 pessoas. Chegaram para trabalhar na indústria do sapato numa altura em que os seus empregos migraram para Guangdong. Agora, passaram de empregados a empresários. No mesmo número, pode ainda ler sobre o samba, os treinadores de futebol e os jogadores da bola que chegaram também à China, desta vez à capital. A Macau leva-o ainda a uma livraria de Taipé (Taiwan), aberta 24 horas, ao Centro Cultural de Matalana, em Moçambique e pelos segredos do I Ching, uma obra milenar que tem pautado a cultura chinesa. A versão do diário de viagem do cineasta Miguel Gonçalves Mendes (José e Pilar), que esteve em Macau recentemente, é também um dos pontos fortes da revista do Gabinete de Comunicação Social, produzida e distribuída pela Delta Edições.

CONVOCATÓRIA Nos termos e para os efeitos do artigo 14º dos Estatutos, é por este meio convocada a Assembleia Geral Ordinária da TRANSMAC - TRANSPORTES URBANOS DE MACAU, S.A.R.L., matriculada na Conservatória dos Registos Comercial e de Bens Móveis de Macau sob o n.º 3053, a fls. 164 do livro C-8, para se reunir no dia 30 de Março de 2012, pelas 12 horas 30 minutos, na respectiva sede social, sita na Estrada Marginal da Ilha Verde, n.º 2, r/c, com a seguinte ordem de trabalhos: 1.

Discussão e deliberação sobre o relatório, balanço e contas e o parecer do Conselho Fiscal, referentes ao exercício findo em 31 de Dezembro de 2011;

2.

Resolução de outros assuntos de interesse da sociedade.

Macau, aos 29 de Fevereiro de 2012 A Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Liu Hei Wan


16

desporto

Mourinho no Chelsea só... com Cristiano Ronaldo

A revelação é feita pelo jornal ‘Daily Express’. José Mourinho terá informado Roman Abramovich que apenas aceitará regressar ao Chelsea se o clube inglês contratar Cristiano Ronaldo ao Real Madrid. A pretensão do treinador português afigurase de difícil concretização, desde logo pelo valor astronómico da cláusula de rescisão de CR7 com os merengues, fixada em 1000 milhões de euros. Noticia a mesma fonte que Mourinho terá exigido um salário anual de 14,5 milhões para voltar a Stamford Bridge. Em Inglaterra, porém, diz-se que é Pep Guardiola o favorito de Roman Abramovich para assumir o comando técnico do novo Chelsea. Joachim Low, selecionador da Alemanha, está igualmente bem cotado.

Depois de Cristiano Ronaldo... Quinaz, do Desp. Aves

Depois da ligação com o internacional português Cristiano Ronaldo, a modelo espanhola Nereida Gallardo tem um relacionamento amoroso com o avançado Gonçalo Quinaz, do Aves, da Liga Orangina, segundo revelou o Corriere dello Sport. Nereida conheceu o avançado durante a presença no Salão Erótico do Porto através de uma amiga da namorada de um colega de equipa de Quinaz. A modelo espanhola já assistiu, inclusive, a jogos do Aves. Nereida Gallardo esteve nas bancadas durante o AvesMoreirense. A relação entre Nereida e Quinaz já foi motivo de falatório na Vila das Aves.

quarta-feira 7.3.2012

www.hojemacau.com.mo

Atletas de Macau conquistam 22 medalhas em Hong Kong

O futuro é de ouro no wushu Marco Carvalho info@hojemacau.com.mo

S

EIS medalhas de ouro, dez de prata e seis de bronze. A participação dos atletas do território na 10ª edição do Festival Internacional de Wushu da vizinha Região Administrativa Especial de Hong Kong dificilmente poderia ter sido mais proveitosa para a delegação que representou Macau no evento. O certame teve a antiga colónia britânica como palco na semana passada e reuniu entusiastas das artes marciais oriundos de mais de duas dezenas de países e territórios. As cores da RAEM estiveram representadas por 23 jovens atletas, que competiram com a camisola do Centro de Educação para as Artes Marciais, uma colectividade que é também conhecida pela designação de Academia Shao Lin de Macau. A prova - uma das competições mundiais de maior nomeada - pautou a estreia de uma grande

parte dos representantes do território em eventos de índole internacional e os responsáveis pelo Centro de Educação para as Artes Marciais dificilmente poderiam ter exigido mais às jovens promessas do wushu do território. Com idades compreendidas entre os cinco e os dezassete anos, os atletas de Macau competiram em modalidades como o wushu

de demonstração, o qigong ou o taekwondo, conquistando um total de vinte e duas medalhas, seis das quais de ouro. Foi, como seria de esperar, nas disciplinas de wushu taolu que a delegação do território conseguiu obter melhores resultados, com a conquista de medalhas nos certames de taijiquan, de changquan, de nandao e de nangun.

PUB

Villas Boas reuniu com a Roma

ANÚNCIO HM-2ª vez 07-03-12 Acção de Interdição n.º CV2-12-0031-CPE 2º Juízo Cível Requerente: O MINISTÉRIO PÚBLICO. Requerido: IAO SOI FONG. *** O MERETÍSSIMO JUIZ DO 2º JUÍZO CÍVEL DO TRIBUNAL JUDICIAL DE BASE DA R.A.E.M.: FAZ SABER que foi distribuída ao 2º Juízo Cível do Tribunal Judicial de Base de R.A.E.M., a Acção acima mencionada, contra IAO SOI FONG, solteiro, nascido em 22/04/1955, filho dos Iao Cheong On e Wong Mou Kio, titular do BIRM nº.7291948(3), residente em Macau, na Rua Dois, Bairro da Areia Preta, n.º 65, 2º andar “AD2”, para o efeito de ser declarada a sua interdição por anomalia psíquica. Macau, aos 21 de Fevereiro de 2012. *****

Depois do brilharete na vizinha RAEHK, os atletas do Centro de Educação para as Artes Marciais deverão competir em pelo menos dois torneios no Continente, antes de estagiarem, no início do Verão, na mais conceituada academia de artes marciais do mundo, a do Templo de Shaolin. A 10ª edição do Festival Internacional de Wushu de Hong Kong juntou na vizinha Região Adminitrativa Especial mais de nove centenas de equipas, oriundas dos quatro cantos do mundo. O evento foi disputado por quase oito mil atletas, com idades compreendidas entre os quatro e os 83 anos. A prova, que se disputou nas instalações da Asia World-Expo, paredes meias com o Aeroporto Internacional de Chep Lap Kok, foi apadrinhada pelo actor Zhao Wenzhuo, visto por muitos como o sucessor de Jacky Chan e de Jet Li nas lides do cinema de acção com características vincadamente chinesas.

Mancini aconselhou, mas Balotelli não acatou

“Não me vou casar assim tão depressa”

O

conselho de Roberto Mancini caiu em saco roto, pois Mario Balotelli garante que o casamento não faz parte dos seus planos de curto prazo. O treinador do Manchester City apontou esse caminho ao pupilo como forma de encontrar estabilidade para se poder manter no topo quando for mais velho. “Este ano já levo 14 golos e um par de grandes penalidades marcadas e a intensidade

e esforço que coloco nos treinos em nada se pode comparar com a temporada passada. Percebi como funcionam certas coisas e cresci”, afirmou o italiano ao jornal “La Gazzetta dello Sport”. “Não me vou casar assim tão depressa. Quando encontrar a pessoa certa, talvez. A Raffaella [Fico] foi a melhor coisa que me aconteceu. Dá-me paz de espírito e compreende-me quando me meto em

confusões”, acrescentou, deixando depois implícito que a namorada não gostou da recente visita que fez a um clube de “striptease”: “Só posso dizer que eu ficaria furioso se ela fosse a clube de ‘strip’ masculinos com as amigas.” “Mas eu não fiz nada de mal lá, apesar de ser errado sair dois dias antes de um jogo. Ainda não sei o valor da multa, tenho de falar com Mancini”, acrescentou.

André Villas Boas reuniu-se com o director desportivo da Roma há cerca de um mês, segundo noticia o portal Goal. No encontro, que terá ocorrido em Londres, Franco Baldini confrontou o treinador português com a possibilidade de assumir o comando técnico da equipa da capital italiana. A resposta, porém, terá sido negativa. Acontece que Villas Boas é, agora, um treinador livre e a Roma poderá tentar antecipar-se à concorrência e garantir, desde já, a contratação do técnico luso para o lugar ocupado actualmente por Luis Enrique. Diz a mesma fonte que o treinador espanhol tem já um pré-acordo com o presidente do Barcelona, Sandro Rosell, para orientar a principal equipa catalã se Pep Guardiola deixar o Camp Nou.


quarta-feira 7.3.2012

[ ] Cinema

futilidades

www.hojemacau.com.mo

17

Cineteatro | PUB I LOVE HONG KONG 2012 [B] FALADO EM CANTONÊS Um filme de: Gai Chung Com: Eric Tsang, Teresa Mo 19.30

SALA 1

SALA 3

CONTRABAND [C]

Um filme de: Baltasar Kormákur Com: Mark Wahlberg, Kate Beckinsale, Ben Foster, Giovanni Ribisi 1430, 16.30, 19.30, 21.30

WAR HORSE [B]

Um filme de: Steven Spielberg Com: Jeremy Irvine, Emily Watson, David Thewlis 14.15, 16.45, 21.00

JOURNEY 2: THE MYSTERIOUS ISLAND [3D] [B]

SALA 2

CHRONICLE [C]

Aqui há gato

Um filme de: Brad Peyton Com: Vanessa Hudgens, Dwayne Johnson 19.15

Um filme de: Josh Trank Com: Dane Dehaan, Michael kelly 14.130 16.00, 17.45, 21.30

SOLUÇÕES DO PROBLEMA

Su doku [ ] Cruzadas

HORIZONTAIS: 1-Não estendida. 2-Campo semeado de cereais. Iam abaixo. 3-Reabilitado. 4-Antes-de-Cristo (abrev.). Rio costeiro de França que desagua no mar do Norte. Bário (s.q.). Escândio (s.q.). 5-Três (Pref.). Senhora (Bras.). Dá queda. 6-Cantor ambulante entre os antigos gregos. Ribanceira. 7-Teatro para vários géneros de representações. 8-Povoação de categoria superior a aldeia. Refresco feito com bicarbonato de soda e ácido tartárico com água açucarada. 9-Adiciono. Textualmente. No tempo de. 10-Aqui. Fazem soar um instrumento musical. Sua (Arc.). 11-Realizamos o casamento. VERTICAIS: 1-Grande bráctea que envolve e protege a espiga das plantas espadices (Bot.). Animal ruminante. 2-Grespa, encarapinhada. 3-Dessa terra. Imagem ou estátua de falsa divindade. 4-Orladura. Espanto, chamada (Interj.). Tua (Arc.). 5-Reentrâncias das costas marítimas e lacustres. Afastados da conviência social. 6-Arte clínica, medicina. 7-Termina, conclui. Caminho (abrev.) 8-Gratuita. Dignatário etíope. Multidão, queixal (Prov.). 9-Preceptor de crianças ilustres. Alto, topo (pl.). 10-Dia de descanso, entre os Judeus (pl.). 11-Emagrece extraordinarimente. Porver ade aba.

[Tele]visão TDM 13:01 13:30 14:45 16:40 18:20 19:00 19:30 20:30 21:00 21:30 22:15 23:00 23:45 00:40 01:10

TDM News - Repetição Jornal das 24h RTPi DIRECTO Liga dos Campeões 2011/2012: SL Benfica - FC Zenit St. Petersburg (Repetição) Lost Sr.4 (Perdidos Sr.4) TDM Entrevista (Repetição) Amanhecer Telejornal Montra do Lilau Brothers and Sisters (Irmãos e Irmãs) Passione TDM News 1º Programa DocTV CPLP: Moçambique \”Timbila e Marimba Chope\” Telejornal (Repetição) RTPi DIRECTO INFORMAÇÃO TDM

RTPi 82 14:00 Telejornal Madeira 14:30 Com Ciência 15:00 A Conversa dos Outros 15:30 U24 16:00 Bom Dia Portugal 17:00 O Elo Mais Fraco 17:45 Resistirei 18:30 Trio D’Ataque 20:00 Jornal Da Tarde 21:15 O Preço Certo 22:00 Portugal no Coração ESPN 30 13:00 13:30 15:30 17:30 19:30 20:00 20:30 21:00 22:00 22:30

Spirit Of London AFC Champions League 2012 Gamba Osaka vs. Pohang Steelers US Open 9-Ball C’ship 2011 Winter X Games Aspen (LIVE) Sportscenter Asia 2012 Chang World of Football The Football Review Mundialito De Clubes - Beach Soccer Corinthians vs. Seattle Sounders Sportscenter Asia 2012 AFC Champions League 2012 Jeonbuk Hyundai Motors vs. Guangzhou Evergrande

STAR SPORTS 31 13:00 Game 13:30 Golf Focus 2012 14:00 2011/12 Australia Ironwoman Champs 15:00 BMW Malaysian Open 2012 - Final 16:25 FIM Snowcross World Championship 2012 17:25 The S-League Show 17:55 (LIVE) AFC Champions League 2012 Jeonbuk Hyundai Motors vs. Guangzhou Evergrande 20:00 (LIVE) Asean Basketball League 2012 Singapore Slingers vs. Saigon Heat 22:00 Mobil 1 The Grid 2012 22:30 Smash 2012 23:00 FA Cup 2011/12 Birmingham City vs. Chelsea

FOX MOVIES 40 12:10 Father Of The Bride Part Ii 14:00 The Bone Collector 16:00 The Road 17:55 Unstoppable 19:35 Vampires Suck 21:00 Just Married 22:40 Cars 00:40 Vampires Suck HBO 41 12:00 14:00 16:15 19:00 20:35 22:00 23:20 00:20

White Chicks Xxx Scent Of A Woman Held Up Yogi Bear Green Lantern Luck Planes, Trains & Automobiles

CINEMAX 42 12:30 14:30 16:00 17:15 19:00 20:30 22:00 23:20 00:50

G.I. Joe Xiii I Married A Monster From Outer Space Land Raiders Critters 3 Cyborg The Goods The Uninvited Critters 4

HORIZONTAIS: 1-E. DOBRADA. E. 2-SEARA. CAIAM. 3-P. ILIBADO. A. 4-AC. AA. BA. SC. 5-TRI. SIA. CAI. 6-AEDO. A. RIBA. 7-POLITEAMA. 8-VILA. R. SODA. 9-ADO. SIC. SOB. 10-CA. TOCAM. SA. 11-A. CASAMOS. R. VERTICAIS: 1-ESPATA. VACA. 2-E. CREPIDA. 3-DAI. IDOLO. C. 4-ORLA. OLA. TA. 5-BAIAS. I. SOS. 6-R. B. IATRICA. 7-ACABA. F. CAM. 8-DADA. RAS. MO. 9-AIO. CIMOS. S. 10-A. SABADOS. 11-EMACIA. ABAR

À VENDA NA LIVRARIA PORTUGUESA A IMORTALIDADE • Milan Kundera

O sexto romance de Milan Kundera emerge a partir de um gesto casual de uma mulher para o seu instrutor de natação, um gesto que cria uma personagem no espírito de um escritor chamado Kundera. Tal como a Emma de Flaubert, ou a Anna de Tolstói, a Agnès de Kundera torna-se num objeto de fascínio, de indefinida nostalgia. A partir dessa personagem nasce um romance… um gesto da imaginação que personifica e articula o supremo domínio de Kundera sobre o romance e a sua finalidade: explorar a fundo os grandes temas da existência.

REGRAS |

Insira algarismos nos quadrados de forma a que cada linha, coluna e caixa de 3X3 contenha os dígitos de 1 a 9 sem repetição SOLUÇÃO DO PROBLEMA DO DIA ANTERIOR

NEWBORN - 10 DIAS NO KOSOVO • Amadora BD 2011 - Prémio Juventude / Prémio Melhor Desenho de Autor Português de Ricardo Cabral

“O Kosovo do Ricardo não é o mesmo país que encontramos nas notícias e nos títulos dos principais órgãos de comunicação ou nos relatórios e telegramas diplomáticos de Bruxelas, Nova Iorque, Moscovo e Washington. Munido de lápis e câmara fotográfica, Ricardo vê para lá da superficialidade do estereótipo político, e capta a vida linda que as pessoas comuns levam no seu dia-a-dia.” RUA DE S. DOMINGOS 16-18 • TEL: +853 28566442 | 28515915 • FAX: +853 28378014 • MAIL@LIVRARIAPORTUGUESA.NET

O PROBLEMA É A HUMIDADE Ontem passei o dia inquieto. Terrível que me senti. Tinha comichões, só me apetecia saltar e chatear aqui o pessoal. Até arranhei a porta fechada do escritório dos editores. Mas aí tive desculpa, porque eles estavam a fazer um belo manjar de sushi. Acho que o problema disto tudo é a humidade. Aliás, o problema é sempre a humidade, não é? E Macau está a entrar nesse problema de forma bem aprofundada. Ora 98% de humidade num dia, ora o Governo a meter água no outro. Ora, a percentagem da humidade desce para 92%, ora as operadoras de autocarros metem ainda mais água. Definitivamente, o problema de Macau é a humidade. Aquela que se faz sentir nas belas casas de Macau, com as suas construções de primeira categoria. A que se faz sentir nas ruas, que dificulta a respiração. Depois, a água que se mete na Assembleia quando se fazem aprovações de leis, que vêm quase sempre com defeitos e obrigam a revisões de dois em dois anos. A água é um problema em Macau e não é só a que escorre pelas paredes ou deixa as escadas dos prédios escorregadias. É quando a salinidade é alta, por exemplo. Não nos deixam beber água das torneiras de casa, mas as do Governo nunca fecham quando toca a patrocinar mais gastos em obras públicas sem qualquer revisão. Às vezes há casos específicos, onde a água é rara, mas lá vai sendo problema. Quando a imprensa mete água, por exemplo. Ou quando a humidade é tanta que as bocas das pessoas “deslizam” e lá vêm ondas de coisas parvas. E agora, a enxurrada que aí vem, sobre as operadoras de jogo em Macau? E ainda me dizem que o problema de Macau não é a humidade? Desculpem, mas o problema de Macau é a humidade. Aliás, o problema é sempre da humidade.

Pu Yi


18

opinião

quarta-feira 7.3.2012

www.hojemacau.com.mo

Correia Marques

a paliçada

Memória é futuro Deixai-me chorar mais e beber mais, perseguir doidamente os meus ideais, e ter fé e sonhar...encher a alma.

E

Camilo Pessanha, Caminho III.

LA, a estátua dele, de Camilo Pessanha estava ali, logo do lado esquerdo de quem vem da Praça da República e entra no Parque de Santa Cruz, vulgarmente mais conhecido por Jardim da Sereia, em Coimbra. E, no ano passado ainda lá estava que Coimbra, como cidade antiga, com história e de cultura que é, preza-se em lembrar e honrar os seus filhos mais ilustres e, sobremaneira, os seus poetas. Nos meus tempos de estudante no Liceu Normal D. João III, lá mais acima na Avenida D. Afonso Henriques, o Jardim da Sereia era o meu desembocadouro na Praça da República onde apanhava o autocarro de regresso a casa, muitas vezes após uns pontapés na bola no Campo de Santa Cruz com a complacência do saudoso senhor Freixo, responsável pelo campo, ex-futebolista do Lusitano de Évora e da Académica, e pai de três filhos que representaram com galhardia as cores da “Briosa”: o Zé Freixo, o mais velho, que foi, durante um ano letivo, meu colega de turma; o Gregório, o do meio; e o caçula de quem, na voragem do tempo, já não

recordo o nome. Velhos tempos de liceu estes. Tempos de disciplina rígida mas também de irreverência criativa própria da juventude. Como exemplo, recordo aquele episódio de um colega de turma num exercício escrito com uma professora de matemática conhecida pelas suas elevadas exigência e competência. De nenhum deles (ele suponho ainda vivo e ela, por força da idade, inexoravelmente já falecida) revelo os nomes em respeito pelo direito à imagem, o qual deve prevalecer para além da morte como manda a lei civil e dita a honra dos homens. Isto apesar de o episódio nada ter de degradante. Assim, em resposta a um determinado teste de matemática (na altura acho que se chamava exercício escrito) de cinco perguntas, o C. respondeu às quatro primeiras com um bem desenhado “Não sei” e à última com um sugestivo “Não tive tempo”. Claro que para além do natural zero foi premiado com uma falta disciplinar. E, naquele tempo colecionar três faltas disicplinares significava a expulsão do ensino oficial. Mas o risco valeu a pena. Ainda hoje nos divertimos quando recordamos este e outros episódios do género. Ao sair do Parque eu sempre cruzava o olhar - premonitoriamente cruzando os destinos? - com aquela estátua do poeta barbudo

Ao sair do Parque eu sempre cruzava o olhar - premonitoriamente cruzando os destinos? - com aquela estátua do poeta barbudo de quem apenas conhecia, por obrigação curricular, a “Clepsidra” (aliás mais tarde nome adotado por um bar de referência para as gentes do “contra”, ao lado das Escadas Monumentais) e de cuja vida apenas sabia que o poeta nascera em Coimbra e, ferido de males de amor, rumara a Macau. de quem apenas conhecia, por obrigação curricular, a “Clepsidra” (aliás mais tarde nome adotado por um bar de referência para as gentes do “contra”, ao lado das Escadas Monumentais) e de cuja vida apenas sabia que o poeta nascera em Coimbra e, ferido de males de amor, rumara a Macau. Mais tarde, aqui nesta Cidade do Santo Nome de Deus de Macau, onde ele também já tem uma rua com o seu nome, vim a conhecer melhor a sua vida e a sua obra, quer como

poeta, quer como professor, quer como juiz, através da escrita de Celina Veiga de Oliveira. Aliás acho que se o episódio que relatei tivesse acontecido com o professor Camilo Pessanha ele, pelo menos para dentro de si, teria tido vontade de rir. Afinal não foi ele também e à sua maneira um trangressor da ordem social estabelecida? E vem tudo isto a propósito de uma notícia que, faz uns dias, passou no Telejornal da RTP, em nota de rodapé, dando conta de que a Câmara Municipal de Coimbra vai atribuir a uma rua, na Freguesia de Santo António dos Olivais, o nome de Camilo Pessanha. Fiquei feliz por verificar que, numa cidade com a história única como é Coimbra, se vai honrar (nestes tempos onde só o material parece contar) a memória de um dos seus filhos ilustres com laços indeléveis a esta terra onde vivo. E em Macau. Para quando a atribuição do nome de uma rua ou de uma praça a um dos mais ilustres filhos da terra, Henrique de Senna Fernandes? Se não for antes, não se esqueçam aqueles que decidem de reservar uma vaga nos futuros arruamentos dos novos aterros a construir. Acho que ninguém da comunidade chinesa iria levar a mal. E os lusitanos (com “o”) acho que iam gostar do merecido gesto. É preciso ter fé, encher a alma, como o poeta.


quarta-feira 7.3.2012

opinião

www.hojemacau.com.mo

Vanessa Amaro

19

discurso directo

Sem tecto nem pátria I AOS MONTES É MAIS GOSTOSO Os jovens de Macau que não têm famílias de bem não saem da cepa torta. Dizem-se encurralados num labirinto em que nunca conseguem encontrar a saída para a independência – leia-se comprar uma casa e juntar os trapinhos com o namorado de há décadas. Enquanto que a mediana do rendimento mensal da população empregada não ultrapassa as 12 mil patacas, segundo dados oficiais, o preço do metro quadrado no território vai para bem longe disso. Em 2011, o preço médio de um metrozinho quadrado subiu 33,6%, o que significa que acabou o ano a custar 41.433 patacas. Um jovem que ganhe 12 mil patacas por mês só tem capacidade de comprar 3,5 metros quadrados ao fim de um ano – o que não dá nem para a casa de banho. Mas se decidir mudar-se para o centro de Lisboa, a coisa parece mais acessível: o salário de um ano já dá para 58 metros quadrados, tomando por base o preço médio do metro quadrado em Lisboa, que no ano passado rondou as 25 mil patacas. E, então, o que faz um jovem que só consegue comprar meia casa de banho em Macau, ao fim de um ano a dar no duro? Há duas opções. Fica a viver com os pais por pelo menos 20 anos da sua vida de trabalho - sem gastar um único avo consegue juntar quase 3 milhões de patacas e pode então comprar uma sala, um quarto, uma casa de banho e, com sorte, uma cozinha com janela. A segunda hipótese é alugar um T1 e dividi-lo com mais nove familiares do namorado ou amigos. A segunda opção é a que mais tem seduzido miúdos e graúdos, residentes ou importados. Na semana passada, vi um T1 a desfazer-se num prédio antigo, sem elevador, sem luzes na escada. O senhorio

queria 5000 dólares de Hong Kong sem hipótese de negociação. “Quer, quer. Se não quer, gente não falta.” O apartamento estava prontinho a ser habitado por 10 pessoas. Estavam empilhados três beliches na sala e mais dois no quarto. Para quem quer tanto criar um ninho com a sua metade da laranja – e mais outras frutas ao cesto – é o negócio perfeito. É que nem todos são filhos de deputados com negócios a sugar os cofres públicos.

II EU NÃO SOU CHINÊS. EU SOU DE MACAU Se há coisa que os jovens nascidos em Macau odeiam é serem chamados de chineses. Quando se aponta o dedo a muitas más maneiras das pessoas que circulam pelo território, os que nasceram cá passam-se. “Chineses são aqueles que vêm do Continente, atravessam a rua onde lhes dá na gana, espalham o lixo por todo lado e furam filas nas praças de táxi e nas paragens de autocarro”, disseram-me uns estudantes. “Mas a China é a vossa pátria, não é?”, perguntei-lhes. A resposta saiu em coro: “Nããããão. Isso é na teoria. Na prática, somos uma pátria por nós mesmos.” Na abertura de mais uma Conferência Consultiva do Povo Chinês, esta semana, o presidente do organismo, Jiang Qinglin, frisou que é necessário cultivar mais o sentido de patriotismo nos jovens que vivem nas regiões administrativas especiais. “Vamos alargar a base de contactos com as organizações sociais e representantes das duas regiões e participar mais no desenvolvimento saudável dos seus jovens. Vamos cultivar mais as forças sociais de cada região, que amam a pátria e a sua região.” Enquanto que em Hong Kong os confli-

Um jovem que ganhe 12 mil patacas por mês só tem capacidade de comprar 3,5 metros quadrados ao fim de um ano – o que não dá nem para a casa de banho. Mas se decidir mudar-se para o centro de Lisboa, a coisa parece mais acessível: o salário de um ano já dá para 58 metros quadrados, tomando por base o preço médio do metro quadrado em Lisboa, que no ano passado rondou as 25 mil patacas tos com visitantes do Continente têm sido óbvios nos últimos tempos – especialmente contra grávidas chinesas e trabalhadores não residentes -, em Macau manifestações anti-pessoas-do-outro-lado-da-fronteira ainda não se fazem sentir. Mas começa a borbulhar, começa a dar sinais de que está prestes a chegar aos 100ºC. Os jovens nascidos em Macau dizem estar completamente contra os idosos que fazem barulho todo o santo dia no Leal Senado. A manifestação pela reunião familiar tem-se prolongado por meses sem nenhuma solução à vista – o Governo da RAEM diz que não pode autorizar a residência no território de cidadãos chineses só porque eles têm cá os pais em idade avançada e passa a bola para Pequim. Apesar de pouco se identificarem com os chineses do Continente, os jovens têm na ponta da língua uma maneira bastante à Pequim de resolver o assunto. “Macau não pode acolher os milhares de filhos e netos desses chineses. O melhor é esses idosos voltarem para a China. Se não quiserem, mandem um tanque de guerra para o Senado para resolver de vez o problema.” Sim, sim, eu sou de Macau.

Propriedade Fábrica de Notícias, Lda Director Carlos Morais José Editores Nuno G. Pereira; Gonçalo Lobo Pinheiro Redacção Andreia Sofia Silva; Joana Freitas; José C. Mendes; Virginia Leung; Rita Marques Ramos (estagiária) Colaboradores António Falcão; António Graça de Abreu; Carlos Picassinos; Hugo Pinto; José Simões Morais; Marco Carvalho; Maria João Belchior (Pequim); Michel Reis; Rui Cascais; Sérgio Fonseca; Tiago Quadros Colunistas Arnaldo Gonçalves; Boi Luxo; Carlos M. Cordeiro; Correia Marques; Gonçalo Alvim; Helder Fernando; Jorge Rodrigues Simão; José I. Duarte, José Pereira Coutinho, Marinho de Bastos; Paul Chan Wai Chi; Pedro Correia; Peng Zhonglian; Vanessa Amaro Cartoonista Steph Grafismo Catarina Lau; Paulo Borges Ilustração Rui Rasquinho Agências Lusa; Xinhua Fotografia António Falcão, Gonçalo Lobo Pinheiro; Lusa; GCS; Xinhua Secretária de redacção e Publicidade Madalena da Silva (publicidade@hojemacau.com.mo) Assistente de marketing Vincent Vong Impressão Tipografia Welfare Morada Calçada de Santo Agostinho, n.º 19, Centro Comercial Nam Yue, 6.º andar A, Macau Telefone 28752401 Fax 28752405 e-mail info@hojemacau.com.mo Sítio www.hojemacau.com.mo


quarta-feira 7.3.2012

www.hojemacau.com.mo

c a r t o on Egipto Deputado esconde operação plástica ao nariz

SUPER-TERÇA-FEIRA

por Steff

Síria Vídeo mostra tortura de doentes

Um vídeo revela imagens de tortura de doentes em Homs, Síria. Um funcionário do hospital militar de Homs terá conseguido filmar o que considerou “câmara de tortura”. Um homem, em carne viva, acorrentado aparece nas imagens que foram transmitidas ontem pelo Channel 4, canal britânico. Segundo aquela televisão britânica não foi possível confirmar de forma independente o resultado do vídeo, dadas as restrições.

A operação plástica que um deputado salafista egípcio fez ao nariz fê-lo ser demitido. Anwar al-Balkimy começou por dizer que tinha sido roubado e agredido, mas o cirurgião plástico contou a verdade. A operação é proibida pela doutrina religiosa do salafismo. O deputado acabou por confirmar que tinha feito a operação, mas realçou que foi na sequência das agressões. O partido em comunicado disse que Balkimy era livre para demitir-se.

EUA 50 mil ficheiros roubados à Sony

 O catálogo discográfico de Michael Jackson, que inclui todos os álbuns e trabalhos do músico, entre eles músicas inéditas, foi roubado por hackers à editora Sony Music. O roubo aconteceu já em Abril do ano passado mas só agora foi dado a conhecer. Os piratas informáticos roubaram cerca de 50 mil ficheiros de música, de outros artistas, como Leonard Cohen, Paul Simon ou Foo Fighters.

Globo Mulheres mais poderosas

Foram dadas a conhecer as mulheres mais poderosas do mundo pela revista Newsweek. Marie Colvi, jornalista norteamericana morta nos bombardeamentos na Síria, Dilma Rousseff, Hillary Clinton, Angelina Jolie e Aung San Suu Kyi são alguns dos nomes destacados. O dia da mulher celebra-se na quinta-feira e a Newsweek elaborou uma lista de 150 personalidades. Um dos nomes surpreendentes foi também o de Pilar Manjón, presidente da Associação das Vítimas do 11 de Março.

França Transportes condicionados por queda de neve

Fortes nevões no Norte da França cortaram esta segunda-feira linhas de transporte de electricidade, deixando 140 mil pessoas sem energia, atrasaram comboios de alta velocidade e encerraram um aeroporto durante umas horas na segunda-feira. Os comboios de e para Lille sofreram grandes atrasos, no início e ao fim da tarde. Nas áreas de Douai, Lens, Hazebrouck e Bethune, no norte, a empresa de electricidade, está a procurar reparar as linhas.

Terra Erupção solar bloqueia sinais da China

Animals Australia apela ao Governo para parar

Não à exportação de galgos de corrida

A

Animals Australia, associação de defesa dos direitos dos animais, condena a exportação de galgos para Macau, dizendo que os mesmos enfrentam uma “sentença de morte”. O jornal australiano The Age publicou um artigo onde diz que o grupo está a apelar ao Governo australiano a proibição da exportação dos galgos para o território, a maioria para correr no canídromo e viver em condições de grande crueldade. De acordo com a publicação, em 2010, 280 galgos foram trazidos para Macau. A directora da campanha, Lyn White, diz que o próprio chefe do departamento de controlo animal do Governo de Macau, Choi U Fai, descreveu a situação dos galgos como terrível e confirmou que cada cão importado daAustrália não sobrevive mais do que 3 anos. White afirmou ainda que “em 2010, 383 cães foram mortos na pista, mais de um por dia, e 322 no ano anterior”.

Ciclone

Os relatos são claros, os animais são mantidos em gaiolas minúsculas, não têm direito a exercício regular e são mortos se em 5 corridas consecutivas não conseguirem terminar entre os 3 primeiros lugares. O ministro da agricultura australiano, Joe Ludwig, respondeu à associação Animals Australia, que “para já o Governo só tem o poder de garantir que os cães estão em forma e são saudáveis para serem exportados mas que

de facto é uma falha não regular ou fiscalizar o propósito final da exportação”. A Animals Australia diz que o grande problema é que as regras de exportação de animais vivos como o gado não se aplicam aos galgos, que são considerados animais de companhia ou corrida e exportados em menor número. Ainda no ano passado, um grupo de associações de defesa dos direitos dos animais entregou uma carta ao Governo australiano a pedir o fim da exportação de galgos para o canídromo de Macau com o apoio da ANIMA, sociedade protectora dos animais do território. Os grupos condenam o abate dos cães que deixam de correr na pista, cerca de 400 por ano. As apostas nas corridas de galgos renderam MOP 297 milhões por ano, apesar de tudo, menos 13% do que no ano anterior.

Filhos e negócios têm uma coisa em comum: ao serem feitos por nós, ficam mais ao nosso jeito. POR FERNANDO

Na segunda-feira ocorreu uma violenta erupção solar com direcção à Terra tendo atingido a escala X, a de maior nível. A radiação causou o bloqueio dos sinais de rádio na Austrália, China e Índia. Segundo a NASA, esta explosão está ligada a uma mancha solar cuja rotação conduziu-a para a superfície do sol voltada para a Terra. A composição do campo magnético esteve na origem de uma actividade geomagnética, libertando numerosas “chamas” durante o fim-de-semana.

Escócia Aranha venenosa em bananas

Os empregados de um supermercado em Edimburgo, na Escócia, encontraram num cacho de bananas uma aranha venenosa. A descoberta foi divulgada pela Sociedade escocesa para a Prevenção da Crueldade contra os Animais, que identificaram a espécie como armadeira, ou aranha-debananeira. Segundo a mesma fonte, a aranha, com dez centímetros de patas, encontrava-se num cacho que veio da Colômbia. Segundo os especialistas, a aranha encontrada não tem um veneno mortal mas possui níveis elevados de serotonina.

Fotógrafo condenado a pedir desculpas no Facebook

Um fotógrafo de Hamilton, no estado norte-americano do Ohio, foi condenado a pedir desculpa à ex-mulher na sua página pessoal do Facebook, durante 30 dias consecutivos. Ou isso, ou cumpre uma pena de cadeia de 60 dias e paga uma multa de 379 euros. O fotógrafo tinha uma ordem de restrição que o impedia de chegar perto da ex-mulher, mas mencionou-a na legenda de uma fotografia publicada na rede social. Elizabeth apresentou queixa e o tribunal condenou-o.


Hoje Macau 7 MAR 2012 #2566