Issuu on Google+

PUB

AGÊNCIA COMERCIAL PICO • 28721006

hojemacau MOP$10

PUB

Ter para ler

DIRECTOR CARLOS MORAIS JOSÉ • QUINTA-FEIRA 22 DE SETEMBRO DE 2011 • ANO XI • Nº 2459

TEMPO POUCO NUBLADO MIN 23 MAX 30 HUMIDADE 45-80% • CÂMBIOS EURO 11.0 BAHT 0.3 YUAN 1.3

Bill Chou, académico da UMAC

É IMPOSSÍVEL TER DEMOCRACIA EM MACAU

Relatório internacional

COMPANHIAS BARATAS PODEM SALVAR AEROPORTO • ÚLTIMA

• PÁGINAS 4 E 5

AMANHÃ

h

RAZÕES PARA LER O HOJE MACAU

Empresários de Zhuhai descobriram como transformar detritos em óleo para restaurantes

Banco Alimentar

NOVA GESTÃO E BENEFÍCIOS ALARGADOS • PÁGINA 7

Sair do esgoto para a mesa Macau está em estado de alerta depois de autoridades de Zhuhai terem descoberto um esquema lucrativo para “fabricar” óleo alimentar a base de esgoto. Empresários começaram a captar gorduras directamente dos canais da cidade e, através de um processo químico, transformavam-nas em óleo, que era vendido ao preço da chuva aos restaurantes. > PÁGINA 6

O HOJE muda de casa

O Hoje Macau estará, a partir de domingo, numa nova morada:

Calçada de Santo Agostinho, n.º 19, Centro Comercial Nam Yue, 6.º andar A, Macau Os contactos telefónicos mantêm-se: +853 2875 2401 (linha geral) e +853 2875 2405 (fax)


QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

2 IMPORTAÇÃO DE GALINHAS DOS EUA COM TAXAS LEGAIS O governo chinês reiterou ontem que as tarifas impostas em 2010 à importação de galinhas dos Estados Unidos são legais, depois dos EUA terem apresentado um protesto na Organização Mundial do Comércio alegando que Pequim violou regras do comércio internacional. Numa nota publicada ontem no site oficial do ministério do Comércio, o governo chinês refere “acreditar que as medidas de compensação e de anti-dumping tomadas para as galinhas importadas dos Estados Unidos estão de acordo com a normas da Organização Mundial do Comércio”. O caso é um dos vários protestos apresentados pelas autoridades americanas na Organização Mundial do Comércio contra a China e que incluem também queixas sobre as tarifas para produtos de aço e subsídios aos equipamentos de energia eólica. SONAE SIERRA CHEGA À CHINA A Sonae Sierra, empresa do grupo Sonae especializada na construção e gestão de centros comerciais, acaba de aterrar na China para estudar oportunidades de negócio. Para já, a atenção está focalizada na prestação de serviços. “Há 15 dias que temos na China três ‘top executive’”, anunciou ontem Fernando Guedes de Oliveira, presidente executivo da Sonae Sierra. Concentrada, por agora, em angariar negócios na prestação de serviços a terceiros, a missão da empresa do grupo Sonae poderá evoluir, mais tarde, para a promoção directa de centros comerciais no imenso território chinês. “Se não fosse a crise mundial, a qual, para mim, começou em 2007, já estaríamos na China”, garantiu Edmundo Figueiredo, administrador da Sonae Sierra, durante um almoço com jornalistas, ontem, no Porto. Proprietária de 49 centros comerciais em Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, Grécia, Roménia e Brasil, a Sonae Sierra revelou que a Colômbia, onde já presta serviços a terceiros, está na linha da frente do investimento directo da empresa. JORNALISTA MORTO POR “ROUBO”, DIZ POLÍCIA CHINESA A polícia chinesa revelou ontem que a morte de um jornalista, encontrado sem vida na sua casa em Luoyang, província de Henan, teve origem num caso de roubo e não está relacionado com uma investigação que desenvolvia. Li Xiang apareceu morto domingo na sua casa de onde foi roubado o computador portátil e estava a investigar um caso de reciclagem óleo alimentar. De acordo com vários relatos feitos na Internet, o jornalista esfaqueado pelo menos uma dezena de vezes, mas a polícia garante que o caso está relacionado com roubo e que dois suspeitos já foram detidos. O último post de Li Xiang no seu blogue foi um link para uma notícia de uma agência noticiosa em que abordava um caso de uma alegada que produzia ilegalmente óleo alimentar reciclado e que era denominado “óleo de sarjeta”.

ACTUAL China começa campanha de vacinação

Surto de pólio em Xinjiang Maria João Belchior info@hojemacau.com.mo

É

a primeira vez desde 1999 que um surto coloca as autoridades em alerta. A descoberta de crianças com poliomielite em Xinjiang, uma doença também conhecida como pólio, foi confirmada no início deste mês e nesta terça-feira a Organização Mundial de Saúde alertou para o risco de um surto. Até ao momento, há dados de sete crianças infectadas na província que faz fronteira com o Afeganistão e o Paquistão. Ainformação disponível aponta para a possibilidade da contaminação ter vindo do vizinho Paquistão, onde a doença continua

a ser endémica. De acordo com a OMS, o tipo de vírus detectado agora na China é da mesma estirpe do que existe no Paquistão. Dados da OMS confirmam a existência de 84 casos no Paquistão até dia 13 de Setembro. A China ainda não tem núme-

ros oficiais sobre quantas pessoas poderão estar infectadas na província de Xinjiang onde o surto apareceu na prefeitura de Hotan. Além das medidas de segurança para quem viaja, e do controlo mais apertado na fronteira com o Paquistão, foi anunciada uma

CHINA “ESTÁ A COMPRAR A EUROPA”, ALERTA ESTUDO EUROPEU

Os últimos já são os primeiros “O

UTRORA um grande mas distante parceiro comercial, a China também é agora um poderoso actor dentro da própria Europa”, afirma o estudo, assinado por três investigadores do European Council on Foreign Relations (ECFR). A Europa não é uma fonte de matérias-

ACIDENTE NO RIO

-primas, mas “possui tecnologias avançadas que interessam à China” e, além disso, “necessita de dinheiro a curto prazo”, o que a China parece possuir em grande quantidade. Há cinco anos - salienta o estudo - o investimento chinês na Europa somava 1300 milhões de dólares: em 2011, aquisições de

Um restaurante flutuante capotou depois de colidir com outro navio no rio de Jialing, na província de Chongqing na China. O acidente deu-se depois de os cabos do restaurante se terem partido devido às correntes fortes do rio. O barco acabou por se afundar mas todas as 11 pessoas a bordo conseguiram atirar-se à água, tendo sido salvas depois.

campanha de vacinação para grupos de risco. Água e alimentos contaminados, assim como falta de condições de higiene, são os rastilhos para o espalhar do vírus que ataca sobretudo crianças. O vírus transmite-se facilmente e a única forma de prevenção é a vacina. Na China o último caso de crianças infectadas remonta a 1994. O Ministério da Saúde está a começar uma campanha de vacinação que deve chegar a 3,8 milhões de crianças com menos de quinze anos que residam na área onde o surto foi identificado inicialmente. A campanha vai estender-se a todas as crianças com menos de cinco anos que vivam em Xinjiang.

empresas chinesas em Espanha, Hungria e Noruega excederam, cada uma delas, aquele montante, salienta. Entretanto, um fabricante automóvel chinês, a Gelly, sediado em Hangzhou, leste da China, comprou a Volvo e empresas chinesas de transportes “estão a comprar, alugar ou a gerir portos, aeroportos e bases logísticas através do continente europeu”, exemplifica o estudo. Os autores do estudo - François Godement, Jonas Parello-Plesner e Alice Richard - defendem, contudo, que a Europa “não deve recorrer ao proteccionismo”, mas reclamar “reciprocidade”. “A Gelly pode comprar a Volvo, mas a Volvo não poderia comprar a Gelly”, observou Jonas Parello-Plesner num encontro com jornalistas e diplomatas na Embaixada da Dinamarca em Pequim, promovido pelo FCCC (Foreign Correspondente Club of China). O estudo alerta que “enquanto competem uns com os outros para atrair investimentos chineses, os países europeus reduzem a capacidade de negociar colectivamente o recíproco acesso aos mercados chineses”. “Os europeus não devem culpar a China por aproveitar a oportunidade para expandir a sua influencia dentro da Europa (...) Devem, antes, unir-se para que as empresas europeias possam competir na China da mesma maneira que as companhias chineses competem na Europa”, preconiza o estudo. Em 2010, a China tornou-se a segunda maior economia do mundo, ultrapassando o Japão, e as suas reservas em divisas atingiram em Junho passado cerca de 3,2 biliões de dólares, mais 30,3% que um ano antes. Criado em 2007, o European Council on Foreign Relations assume-se como “o primeiro think-tank pan-europeu” e a sua direcção inclui, entre outros, Javier Solana, Emma Bonino Joschka Fischer e Timothy Garton Ash.


Os meios financeiros sempre foram escassos pela impossibilidade de um país pequeno como Portugal não poder dispensar verbas extraordinárias para um local onde a população representava uma percentagem ínfima do todo nacional. Mas um dia o mundo mudou e a “pérola” quis ser diamante. Era o início da delapidação total… Carlos M. Cordeiro, P. 15

QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

3

China não salva a América Latina a longo prazo, diz Banco Mundial

Sem força para ser tábua de salvação

O

S crescentes vínculos da América Latina com a China podem fortalecer a região contra as crises económicas no mundo desenvolvido, mas não são a salvação para os desafios a longo prazo, informou o Banco Mundial. A China, que há apenas 15 anos era uma força económica marginal na região, tornou-se agora o maior parceiro comercial de vários países, inclusivamente o gigante regional Brasil, além de um voraz consumidor das matérias-primas latino-americanas. A crescente influência do país asiático alimentou a esperança de que a América Latina será capaz de tirar partido desses fluxos comerciais e de investimentos, ascendendo economicamente e escapando à

sina do “rendimento médio” que já assolou tantos países. Mas o Banco Mundial informou em relatório que havia poucos sinais de que a influência chinesa por si só seria capaz de motivar um salto na América Latina, da mesma forma que o domínio dos Estados Unidos ao longo de várias décadas não serviu para retirar a região da pobreza. “A China não é uma bala de prata”, disse o economista-chefe da instituição para a América Latina e o Caribe, Augusto de la Torre, ao apresentar o relatório numa entrevista colectiva, em Washington, que também foi transmitida pela internet. “Ela não deve ser vista com um cinturão salva-vidas. É uma

oportunidade para que a região tire proveito ou não.” Um modelo como a China poderia transformar a região é a experiência dos “Tigres Asiáticos”, que seguiram o Japão até o status de economias desenvolvidas, na década de 1980. Mas o banco informou não haver sinais claros de que a presença chinesa na América Latina está a ser acompanhada pela difusão tecnológica e pelo crescimento de produtividade que ajudou a erguer parte da Ásia a um novo paradigma económico. Grande parte da América Latina ainda é prejudicada pela má educação, pela infra-estrutura frágil e pela falta de inovação, o que também ajuda a explicar as suas dificuldades para se beneficiar

PUB

ORGANIZAÇÃO QUE PROMOVE DIREITOS DOS TRABALHADORES CANCELA CONFERÊNCIA EM PEQUIM

Pressão move montanhas U

MA organização que promove e defende os direitos dos trabalhadores na China, a “China Labour Bulletin” (CLB), com sede em Hong Kong, cancelou uma conferência em Pequim devido a pressões do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros. Salientando que o documento não continha material “excepcionalmente inovador” sobre o movimento dos trabalhadores na China, Geoffrey Crothall, director de comunicação do CLB explicou, em declarações à agência EFE, que a conferência acabou por ser cancelada por pressão política. “Aconferência iria analisar

o desenvolvimento e tendências do movimento operário na China, um resumo da situação nestes últimos três anos”, disse o mesmo responsável ao salientar que o relatório destaca “tendências encorajadoras” quanto à capacidade dos trabalhadores chineses organizarem greves e de negociarem aumentos de salários com os seus empregadores. Nada “excepcionalmente inovador” e “nenhuma razão objectiva” para que o ministério dos Negócios Estrangeiros se tenha “oposto com tanta força”, considerou Geoffrey Crothall ao salientar que apenas a data – Outubro – poderá

ter causado susceptibilidade em Pequim por ser próxima da reunião anual do partido. O mesmo responsável garantiu que a pressão foi exercida sobre o Clube de Correspondentes Estrangeiros – que organizava o evento – e, por isso, foi decidido suspender a apresentação que terá agora lugar em Hong Kong, território chinês com autonomia administrativa, financeira e judicial como Região Administrativa Especial da China. O relatório será publicado em Hong Kong a 11 de Outubro na página electrónica da CLB e não estará acessível a partir do continente chinês.

das relações económicas com os Estados Unidos, segundo o banco. “No mínimo, o facto da relação da América Latina e Caribe com a China ser dependente das exportações levanta uma óbvia bandeira vermelha de que, ao invés de ser uma bênção, isso pode acabar por

ser uma maldição para o crescimento”, aponta o estudo. De la Torre citou Venezuela e Equador como exemplos de países que estabeleceram fortes relações com a China através da venda de petróleo, mas que não conseguiram até agora beneficiar muito em termos de crescimento. O Banco Mundial estima que o crescimento médio na região, que foi de 6% em 2010, irá ficar em 4,5% neste ano e em 4% em 2012. De la Torre disse, no entanto, que essa cifra dissimula uma desigualdade nos índices de crescimento entre países como Brasil, México e Peru, que cumpriram as metas inflacionárias e agora têm margem para fazer reduções nos juros, e economias mais fracas da América Central e Caribe.


QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

4

POLÍTICA

Entrevista | Bill Chou, professor de Ciência Política na Universidade de Macau

“As pessoas não estão motivadas para Joana Freitas

joana.freitas@hojemacau.com.mo

O

que significa “reforma política”? No Ocidente, reforma política prende-se normalmente com a reestruturação do sistema político, de forma a conseguir distribuição de poderes. Por exemplo, passar de sistema não democrático para democrático incita à mudança na estrutura do poder, passando-o das mãos de algumas pessoas para a mão de pessoas ‘comuns’. Podemos dizer que é uma reforma da administração, de forma a melhorar a sua eficiência. Mas no caso da China, reforma política tem uma conotação diferente no que diz respeito à redistribuição do poder político. Não é tão comum, nem tem o mesmo sentido que nos países ocidentais. Não há nada relacionado com a redistribuição do poder político. Em Macau, é necessária a reforma política semelhante à do Ocidente? Sim. Macau precisa de uma reforma política porque, por

“O Governo Central é a parte mais importante a ser consultada neste caso particular, porque a reforma implica mais distribuição do poder às pessoas comuns. Isso é o tipo de coisas que o Governo chinês não quer ver, porque aos olhos dos líderes chineses mais distribuição implica menos controlo do Governo Central nestes Governos locais”

agora, parece que muito do poder está concentrado nas mãos de poucas pessoas, enquanto o comum dos cidadãos não tem palavra nos assuntos afectos ao seu bem-estar. O público espera que o Governo possa corresponder às suas expectativas e isso exige algumas alterações na estrutura política. Aqui, os cidadãos não estão muito satisfeitos com o desempenho político, o que se denota cada vez mais, em especial depois do escândalo com Ao Man Long [ex-secretário para as obras públicas acusado de corrupção]. Depois disso, não vi grandes alterações no sistema político, pelo menos que evocassem uma redistribuição de poderes. Como pode ser distribuído esse poder político? Uma das formas é introduzir mais deputados eleitos na Assembleia Legislativa (AL). O facto de existirem tão poucos não permite que as pessoas tenham uma maioridade representativa na AL, que se façam leis que reflictam os seus desejos. Além disso, os nomeados não são muito assertivos no seu papel de supervisionar o Governo, o que leva a não haja pressão suficiente sobre o Governo para que este tenha de melhorar a sua performance. Muitos dos problemas que agora acontecem devem-se à pressão desadequada dos deputados sobre o Executivo. Quando Chui Sai On foi eleito prometeu instaurar uma reforma política. Agora, voltou atrás e afirma que a sociedade não é suficientemente madura para tal. Isto é verdade? Isso são as afirmações que, normalmente, os líderes chineses costumam fazer aos órgãos de comunicação social ocidentais quando questionados sobre porque é que a China não desenvolve uma democracia. Eu considero que Chui Sai On citou essa afirmação, seguiu essa ‘regra’ dos líderes chineses.

GONÇALO LOBO PINHEIRO

Em Macau, não há nenhuma democracia. Quem o diz é Bill Chou, especialista em reforma política. Em entrevista ao Hoje Macau, o académico explica porque se espera tanto para a implementação de uma reforma e afirma que esta é impossível no território, a menos que a economia de Macau comece a perder receitas. Bill Chou utiliza o “factor China” e o “factor falta de motivação dos cidadãos” para justificar porque Macau nunca vai ser mais democrático

Na verdade não há indicadores que meçam a maturidade dos cidadãos. Há, isso sim, indicadores internacionais que prevêem se uma sociedade pode atingir mais ou menos sucesso com a democracia, tendo em conta os níveis de educação dos seus cidadãos. A mim parece-me que o grau de educação escolar das pessoas de Macau não é, no geral, baixo. Por isso, não tenho a certeza porque se utiliza essa justificação. Além de que a maturidade vem da prática. Se as pessoas não tiverem hipótese de praticar uma democracia, então não têm como melhorar a sua capacidade em participar nela. Por exemplo, escolhendo mais deputados para a AL?

Exacto. Participar em eleições e debates, melhorar as suas capacidades nas mobilizações em massa, elaborar uma agenda política, saber identificar os assuntos mais e menos importantes ajuda. Praticando a sua forma de se expressarem e estruturarem a sua opinião, sabendo como pressionar o Governo, escrevendo cartas aos editores dos jornais ou em blogs, saber como organizar manifestações... Isso não é atingido com as auscultações públicas? Nós podemos ver que o Governo selecciona a agenda política consoante aquilo que pretende, pelo que a maioria das pessoas não pode escolher aquilo em que

ser consultada. Mesmo utilizando a auscultação pública, nunca se sabe como usa o Governo essas opiniões. O Executivo simplesmente dá a oportunidade às pessoas de participarem e falarem, mas não há um sistema para que o Governo siga realmente essas opiniões. A pressão esteve em ele consultar o público, não em ouvi-lo. O que falta para que esses resultados sejam úteis? O sistema da auscultação pública não pode tornar-se efectivo sozinho. Tem de estar a par com outras regras, que ajudem a que a perspectiva dos cidadãos seja canalizada para o sistema político. Voltamos às eleições, à liberdade de expressão e liberdade de


INFLAÇÃO ATINGIU 4,89% EM AGOSTO

QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

A inflação em Macau foi de 4,89 por cento em Agosto, uma subida em relação aos 4,59 pontos de Julho. De acordo com os Serviços de Estatística e Censos, em Agosto o índice de preços no consumidor aumentou 6,15% em comparação com o valor de há um ano. Os maiores aumentos foram registados nos transportes, nas refeições adquiridas fora de casa, na gasolina e na joalharia em ouro.

5

pedir mais democracia” imprensa. Agora, sem eleições, sem verdadeira democracia, o Governo simplesmente ignora as opiniões públicas e não há forma do público forçar o Executivo a fazer ou não determinadas coisas. A auscultação pública é útil desde que haja outros meios democráticos. Falou na liberdade de imprensa. Considera que os média não têm suficiente liberdade em Macau? Neste momento não há qualquer forma de controlar a liberdade dos média. Mas podemos ver sensacionalismo. Não posso falar dos órgãos de comunicação social portugueses, porque infelizmente não os consigo ler, mas entre os média chineses é comum. Há diversas formas que podem afectar a liberdade de imprensa. A primeira razão prende-se com a difamação: é crime acusar os oficiais dos serviços públicos, logo isso põe os repórteres de pé atrás em investigarem com grandes detalhes alguma acusação e exporem ao público qualquer assunto relacionado com isso. Muitos dos directores dos média estão ligados a organizações do Governo, de Macau ou da China. Mas há mais: a rentabilidade dos média não depende da quantidade de jornais que eles vendem, depende de quantos anúncios de publicidade do Governo eles têm. O Executivo pode não pôr anúncios num jornal que não gosta e, assim, ‘controla’ a sua rentabilidade. Claro que eu não tenho factos que provem que isto realmente acontece, mas há mecanismos que o Governo pode utilizar para desencorajar os média a reportarem algumas notícias em particular. O Executivo influenciou a linha editorial da TDM - depois dos protestos do 1 de Maio 2007 foram enviadas pessoas para supervisionar as notícias. Portanto, há formas para controlar os média, apesar de se quererem ou não utilizá-las. O Executivo fala na necessidade de consenso entre a sociedade. Isto é preciso ou é uma forma de atrasar as coisas? Pode ser uma forma de atrasar as coisas. O consenso é importante, porque o território é pequeno. Já no tempo da administração portuguesa se

procurava este consenso na sociedade, em assuntos que exigiam grandes decisões da parte do Governo. Tem o seu valor, porque as pessoas aqui conhecem-se, são amigos ou familiares, estão relacionadas. É difícil ofender as opiniões das outras pessoas quando as relações inter-pessoais são muito próximas. Eu concordo que isto seja compreensível, não que seja bom. Pode ser uma forma de atrasar decisões políticas. Naquilo que o Governo quer muito que seja implementado, não quer realmente saber do consenso –na elaboração da Lei da Segurança de Estado, em 2009, foi preciso menos de um ano para que a lei entrasse em vigor. Noutras leis, como a Lei do Erro Médico, está a demorar-se mais de dez anos e não há previsões para entrar em vigor. O que podemos concluir quando vemos decisões tomadas rapidamente e outras que demoram anos? Aí vemos estes problema do consenso. Há decisões tomadas em períodos de tempo muito curtos, o Governo tem essa capacidade, enquanto outras não. O consenso ou é utilizado como desculpa ou, às vezes, isso acontece apenas por causa de

interesses de pessoas importantes. O Governo deveria dar uma explicação para se perceber porque é que algumas decisões levam muito tempo e outras não. E como poderemos saber se todas as pessoas estão em consenso? Consenso depende de um factor: não pode ser entre todas as pessoas. De forma a desenvolver um consenso, é impossível que todas as pessoas possam participar. Há políticas particulares que interessam a um determinado grupo. Mas os inquéritos podem ser uma forma de perceber se há consenso. Algumas vezes surgiram esse tipo de inquéritos aqui no território? A Universidade de São José (USJ) fez já um inquérito sobre a reforma política. Mais de metade consideraram importante haver eleições directas do Chefe do Executivo, mas parece que este relatório não foi muito coberto pelos média. Mas, ainda assim, o Governo tem todos os meios para perceber as intenções do público em querer uma democracia. O Governo de Macau não pode tomar as decisões por si no que toca à reforma política, se ela deve ou não ser implementada. O Governo Central está

“É impossível fiarmo-nos apenas no Governo para implementar a reforma democrática, já que esta é, normalmente, implementada de baixo para cima da pirâmide administrativa, ou seja, é o público quem tem de exigir a democracia”

envolvido nesta decisão sobre a reforma política? É a parte mais importante a ser consultada neste caso particular, porque a reforma implica mais distribuição do poder às pessoas comuns. Isso é o tipo de coisas que o Governo chinês não quer ver, porque aos olhos dos líderes chineses mais distribuição implica menos controlo do Governo Central nestes Governos locais. O factor ‘China’ é dos mais importantes para se implementar ou não a reforma política em Macau. A Lei Básica prevê a reforma política mas não a esclarece e diz que o Governo Central é quem tem a última palavra sobre qualquer decisão sobre esta reforma. O Governo Central pode dizer que uma determinada decisão pode afectar a relação entre Macau e continente e intervir nessas decisões. Se tivermos em conta a política da China, podemos ver que os seus líderes não apreciam democracia. Podemos dizer que vivemos numa democracia? Se considerarmos o factor ‘China’, a resposta é não. E as pessoas aqui também não pretendem muito mais democracia. Querem que o Governo seja mais consultivo, que responda mais aos seus desejos, que tenha credibilidade. Mas não estão realmente empenhados em serem eles a articular esses desejos. É impossível fiarmo-nos apenas no Governo para implementar a reforma democrática, já que esta é, normalmente, implementada de baixo para cima da pirâmide administrativa, ou seja, é o público quem tem de exigir a democracia. Não consigo imaginar isso entre a população local, a organização de manifestações ou movimentos sociais para exigir mais democracia. As pessoas de Macau não estão realmente motivadas para pedir uma democracia. A reforma pode ser implementada no futuro? É impossível ser implementada. As pessoas não estão com vontade para isso e o Governo Central não quer introduzir mais democracia. A Lei Básica não especifica o tipo de democracia que deve ser introduzida em

Macau. Não vejo, por isso, razões para mais democracia. A menos que aconteça uma coisa: se a economia de Macau começar a diminuir de repente, o Governo fique sem dinheiro e isso cause descontentamento no público e não haja dinheiro para dar às pessoas, então pode haver uma oportunidade para pedir mais democracia. Mas Macau ficar sem dinheiro também não é algo provável. As pessoas aqui vão estar sob as influências do Governo chinês, isso atrasa a reforma democrática. O facto de o Governo apoiar financeiramente as pessoas impede que elas queiram mais democracia? Sim. Depois do Governo dar dinheiro, as pessoas sentem que receberam incentivos para não participarem em protestos em massa. Este tipo de manifestações são muito poderosas, já que o Governo Central avalia muitas vezes o desempenho e competência dos Governos locais através desse indicador. Não sei se isso acontece com o de Macau, mas a realidade é que o Governo do território é muito sensível ao número de protestos que acontecem e ao número de pessoas que os integram. Por isso, sim, dar dinheiro é uma forma efectiva de afastar as pessoas das ruas. Por isso o anúncio deste ano da segunda ronda de apoio pecuniário antes de Maio? Sim. O 1.º de Maio é um dia muito importante e sensível. Essa foi uma das razões. Ainda assim, pode não ser uma forma completamente bem sucedida já que muita gente que recebe esse apoio foi para as ruas. O ‘um país, dois sistemas’ interfere com a reforma política? O Governo Central nunca prometeu autorizar mais democracia. Essa política prendese apenas à autonomia local, que Macau tem. Não podemos ser tão ‘naïf’s’ e pensar que Macau tem autoridade suficiente para que o Governo Central não interfira em tudo. Não há qualquer tipo de jurisdição que o impeça de interferir. A reforma política é… Muito importante para Macau. Há determinadas medidas para fazer o Governo mais aberto, mas é preciso a reestruturação do poder político e a transferência desse poder. Mas isso não acredito que seja possível. Pelo factor China, factor economia e factor falta de motivação da população.


QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

6

Novo escândalo alimentar na China deixa Macau de sobreaviso

Virginia Leung

virginia.leung@hojemacau.com.mo

E

NRIQUECER à custa da saúde pública não é novidade na China Continental. O epicentro da mais recente polémica está no óleo de cozinha. Empresários sinistros descobriram que era possível captar gorduras directamente dos esgotos e, através de um processo de purificação, conseguir um óleo suficientemente “bom” para ser vendido como óleo de cozinha a restaurantes, ao preço da chuva. Em Macau, a única garantia dada aos consumidores pelos organismos competentes é a de que não foi encontrada até ao momento qualquer anormalidade na cadeia de importação e distribuição de óleo alimentar. No mínimo asquerosa é a vertente que alguns empresários chi-

O

incidente do polícia que impediu um jornalista de tirar uma fotografia na via pública, que fez a manchete da edição de ontem do Hoje Macau, é um sintoma de que o Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) está a prestar uma formação deficiente aos seus agentes, consideram o deputado da Assembleia Legislativa (AL) Au Kam San e o professor da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST) Tam Chi Keung. O resultado, atestam, é que os profissionais encarregados de aplicar a lei são os primeiros a desconhecer o que ela diz e são incapazes de a interpretar de forma desejável. Para o deputado pró-democrata Au Kam San, citado pelo jornal “Va Kio”,

SOCIEDADE

Mais óleos que barriga neses resolveram dar ao conceito de reciclagem: recolher das canalizações que saem de restaurantes a matéria gorda deitada fora, o chamado “óleo de lavagem”, para depois, através de um processo de aquecimento e filtragem, transformar esses resíduos em óleo “limpo” e revendê-lo como óleo de cozinha aos restaurantes a preços ridiculamente baixos. A náusea provocada por essa ideia será o menor dos perigos para a saúde pública que a prática encerra. De facto, esses óleos reciclados são ricos em aflatoxinas, que estão entre as substâncias

mais cancerígenas conhecidas, sendo, para se ter uma ideia, cem vezes mais venenosas do que o trióxido de arsénio, substância que é proibida. Em Macau, a equipa técnica do Grupo de Coordenação sobre a segurança dos produtos alimentares, citada pelo jornal “Ou Mun”, garante ter tido uma atenção especial à situação verificada do lado de lá da fronteira, tendo já analisado o mercado de vendas de óleos de cozinha junto dos agentes a actuar no território. A autoridade garante não ter encontrado em toda a cadeia de importação

e distribuição qualquer vestígio de prática suspeita. O Grupo de Coordenação observou que muitos residentes locais podem consumir esse tipo de óleo quando vão a Zhuhai fazer compras. Por isso, foi reforçada a inspecção e será estabelecido um mecanismo de comunicação com a China Continental, que permita a ambas as partes acompanhar de perto os acontecimentos relevantes. A autoridade lembra os empresários locais que é obrigatório assegurar a segurança de produtos alimentares importados e que devem comprar apenas a

DEPUTADO E ESTUDIOSO CRITICAM FORMAÇÃO DOS AGENTES DA PSP

Lei é chinês para polícias no episódio recente não se trata apenas de determinar se o agente envolvido praticou ou não abuso de poder. É preciso ir mais a fundo e apurar responsabilidades entre as mais altas autoridades dentro do CPSP, por não estarem a desempenhar correctamente o seu papel para impedir que casos semelhantes voltem a ocorrer. O CPSP, defende, deveria tomar medidas para aumentar o conhecimento da lei por parte dos seus agentes, ou pelo menos ter orientações mais claras para o pessoal da linha da frente. “Este é um problema muito sério”,

considera. “Se o pessoal que aplica a lei não tem o conhecimento adequado, como pode aplicar a lei correctamente?” Por sua vez, Tam Chi Keung esclareceu que, com excepção das acções confidenciais das autoridades policiais, os cidadãos têm todo o direito de fotografar os agentes na via pública, o que está garantido no direito dos residentes a exercer vigilância sobre situações de aplicação da lei. De acordo com a Lei de Imprensa, sublinha o professor-assistente da MUST, os jornalistas podem foto-

fornecedores com boa reputação. A população, por sua vez, é aconselhada a escolher com cuidado os produtos que compra. Os vários casos noticiados na China Continental reforçam a seriedade do alerta: há gente a captar os “óleos de lavagem” e a transformá-los em óleo de cozinha para vender a restaurantes (incluindo alguns de luxo), a preços bem tentadores. Os números assustam: as estimativas são de que 10% dos estabelecimentos de restauração na China estão a usar esse tipo de óleo perigoso e super barato.

grafar situações em que os agentes da autoridade estejam a actuar e o facto de um polícia considerar isso uma obstrução ao seu trabalho é uma má interpretação da lei. Para o especialista, nem sequer é preciso ser-se jornalista para ter o direito a tirar fotos em zonas públicas. “Um polícia alegar que está em serviço para proibir as pessoas de o fotografarem é ridículo” e só ocorre porque as autoridades policiais não proporcionam aos seus agentes a formação necessária para que tenham conhecimentos jurídicos. As mais altas autoridades dentro da polícia, sublinha, costumam “fechar os olhos” aos comportamentos ilegais e irracionais dos seus subordinados. – V.L.


GRIPE COLECTIVA EM DUAS ESCOLAS

QUINTA-FEIRA 22.9.2011

Casos de infecção colectiva de gripe no ensino pré-escolar primário de duas escolas, foram descobertos na segunda e na terça-feira. O resultado preliminar evidencia que uma parte dos doentes infectados numa das escolas foi causada pelo vírus da gripe A. A Escola Santa Maria Mazzarello e a Escola Secundária Pui Ching foram as afectadas. Na primeira foram infectados três docentes e 46 alunos com as idades entre os 3 e 5 anos, Na outra escola foram infectados sete alunos. Os sintomas gripais são febre, tosse, corrimento nasal, infecção da garganta.

www.hojemacau.com.mo

7

Banco Alimentar é agora responsabilidade da Caritas de Macau

Nova gestão e mais benefícios Lia Coelho

lia.coelho@hojemacau.com.mo

C

RIADO em Julho 2009, o Programa de Apoio Alimentar de Curto Prazo está agora sob alçada da Caritas pelos próximos dois anos. O Instituto de Acção Social (IAS) passou ontem a gestão do Banco Alimentar à instituição de solidariedade social, com a assinatura de um protocolo de cooperação sobre o serviço. O armazém Meng Leong Fong, situado nas instalações da Caritas, entra em funcionamento na próxima segunda-feira, representando “o início de uma nova fase”, como afirmou Iong Kong Io, presidente do IAS. A escolha da instituição recaiu sobre a Caritas, por ter provas dadas e uma vasta experiência no serviço social em Macau. A entrega a uma organização sem fins lucrativos foi ponderada pelo IAS, com o objectivo de alargar a rede de apoio comunitário e atender a mais famílias com baixos rendimentos e que não tenham condições de receber subsídios. De acordo com os números avançados por Iong, está previsto o apoio a cerca de 6000 beneficiários e disponível um fundo de 10 milhões de patacas - que inclui as despesas de arranque do armazém alimentar –, mas que pode vir a ser aumentando, caso se justifique. Paul Pun, secretário-geral das Caritas, disse que este apoio do Governo pode não ser suficiente. Para tal, o IAS tem definido um plano de promoção para angariar mais donativos (em géneros ou pecuniários). Os pedidos para as pessoas que careçam de recorrer ao serviço estão mais facilitados, que nos anos anteriores, adiantou o responsável do IAS. Desde o início do

Banco Alimentar já foi prestada ajuda a 2172 pessoas, num total de 1128 pedidos aceites. Cada solicitação tem um prazo máximo de apreciação de três dias, “mas se o caso for urgente avaliação é acelerada”, referiu uma responsável pelo serviço. Em caso de reprovação, a pessoa pode pedir recurso. Curto prazo é sinónimo de seis semanas de apoio alimentar, que pode ser prorrogado pelo mesmo período dependendo da avaliação do caso. Mais tarde os beneficiários são encaminhadaos para as entidades competentes, dependendo do apoio que necessitem. A Caritas terá ainda de apresentar relatórios regulamente ao IAS (mensal, semestral

e anual), bem como um relatório de pessoal, referindo quem e qual a função exercida no Banco Alimentar. Neste momento, a instituição de serviço social está em fase de recrutamento de voluntários e de angariação de fundos e de alimentos. Alguns dos alimentos oferecidos são arroz, massas, enlatados, frutas e bolachas. As crianças com idade inferior a um ano têm direito a leite em pó. Aos utentes com dificuldades de locomoção é disponibilizado um apoio domiciliário. O “Serviço de Apoio Alimentar de Curto Prazo” foi constituído como uma forma de chegar aos mais carenciados e proporcionar-lhes bens alimentícios de primeira necessidade. Passados dois anos, e com um aumento contínuo do preço dos produtos e da taxa de inflação, o número de pessoas desfavorecidas vai crescendo. O Governo considera estar no dever de prestar a ajuda necessária. “Apesar do desenvolvimento rápido de Macau, existem muitas pessoas carenciadas. É responsabilidade do Governo e de outras entidades competentes dar um bem-estar à população que precisa”, declarou Paul Pun.

Rendimento total por família com direito ao Banco Alimentar NÚMERO DE ELEMENTOS VALOR TOTAL (PATACAS) 1 4500 2 7560 3 10.280 4 12.240 5 13.930 6 14.900 7 15.760 Mais de 8 16.510

PEREIRA COUTINHO PEDE SINDICÂNCIA AOS SERVIÇOS DE SAÚDE

Passar o hospital a pente fino O

deputado da Assembleia Legislativa (AL) José Pereira Coutinho redigiu uma interpelação pedindo ao Governo que determine a “cessação dos vários abusos de poderes públicos que acontecem todos os dias nos Serviços de Saúde (SS) e determinar o pagamento de horas extraordinárias”, bem como “ordenar uma sindicância para apuramento geral do funcionamento dos SS”. “Ao longo dos anos foram desvendados vários escândalos

dentro dos SS por isso é altura do Governo fazer alguma coisa para acabar com o compadrio e as influências”, disse Pereira Coutinho ao Hoje Macau. O rol de queixas são muitos mas, desta vez, o deputado dá mais ênfase, na sua interpelação, que os SS “têm vindo sistematicamente a explorar os enfermeiros no pagamento das horas extraordinárias principalmente quando destacados no regime de turnos”.

Os enfermeiros queixaram-se no Gabinete de Atendimento aos Cidadãos da Associação dos Trabalhadores da Função Pública de Macau (ATFPM) que as horas extraordinárias executadas nos dias de descanso bem como os feriados “têm sido abusivamente pagos pelo coeficiente 1,5 em vez de serem pagos pelo coeficiente 2”, o que para Pereira Coutinho é “manifestamente ilegal”. “Muitos enfermeiros já

alertaram os SS das ilegalidades e dos abusos de poder de que estes têm ignorado o regime de trabalho extraordinário previsto no Estatuto dos Trabalhadores da Função Pública de Macau (ETFPM)”, referiu o deputado. Para Pereira Coutinho, a situação é clara e “todo o tempo de trabalho que exceda a duração normal dos turnos devem ser compensados nos termos legais constantes no ETFPM”. – G.L.P.

REOLIAN FICA SEM COMBUSTÍVEL NAS HORAS DE TRABALHO Depois de um mês de Agosto negro para a Reolian com vários autocarros a ficarem sem combustível durante as suas viagens, na semana passada a carreira 50 teve de parar para reabastecer com passageiros a bordo. Um comunicado da Reolian, divulgado ontem, assegura que o caso foi investigado internamente e assumiu que se tratou “claramente” de um erro humano. “O procedimento interno da empresa não foi devidamente respeitado”, pode ler-se. O procedimento da empresa contempla que “só se houver alguma emergência e o autocarro tiver que parar, todas as outras paragens só podem ser feitas nos pontos de paragem ou no terminal”. Os motoristas também sabem que quando ocorre algum problema esse deve ser “rapidamente” transmitido ao Centro de Controlo de Operações e, quanto à segurança dos passageiros, os motoristas “devem aconselhar os mesmos a permanecer dentro do autocarro e aguardarem pelo veículo de substituição”. “Um documento interno foi redigido para assegurar que todos os motoristas cumpram à risca o procedimento da empresa”, revelou a empresa de transportes. Esta situação tem sido recorrente. De acordo com a Reolian, vários autocarros ficaram sem combustível durante o mês de Agosto. A empresa lamenta o sucedido e toma como “crítico” o problema dos reabastecimentos. “A nossa frota está programada para ter reabastecimentos à noite ou no início das manhãs. Contudo, há um problema que ainda procuramos solução. Somos o único operador de transporte público que não tem tanque de combustível privado”, relembrou a Reolian, acrescentando que “procuram soluções para resolver esse assunto”. - G.L.P. CENTRO DE ARBITRAGEM QUER EVITAR PROCESSOS EM TRIBUNAL Em funcionamento desde Junho, o Conselho do Centro de Arbitragem de Administração Predial está ainda em fase de definir legislação e como agir na mediação de conflitos entre proprietários e condóminos. O objectivo do organismo é “evitar que os casos de conflito cheguem a tribunal, fazendo uma mediação entre as duas partes”, sublinhou Tam Kuong Man, presidente do Instituto de Habitação (IH), ontem, depois da primeira reunião de trabalho à porta fechada. Três meses depois de entrar em acção, o centro de arbitragem teve em mão quatro casos – três foram solucionados “através do diálogo”, frisou o responsável do IH, e um está ainda em processo, à espera de uma resolução. Em consulta estão 31 casos de litígo predial, revelou Tam. Estas situações prendem-se, na sua maioria, com a reparação de edifícios ou com desentendimentos em reuniões de condóminos. O tempo máximo dado pelo Centro de Arbitragem Predial é de seis meses. “Se não for possível um consenso, os casos podem seguir para os bancos dos tribunais”, informou ainda o presidente do IH. Contudo, o centro foi criado para evitar os processos judicias, assim sendo, os membros tentam sempre chegar a uma “conciliação pacífica”. Gabriel Tong, membro do Conselho, referiu que a legislação existe, mas que nem sempre é fácil por em prática, sendo ainda necessário uma clarificação de competências e informar melhor os residentes. O organismo conta agora com 23 novas áreas de competência. - L.C.


vida

QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

8

AQUECIMENTO DO MAR NA EUROPA AUMENTA NÚMERO DE PEIXES

Mudanças climáticas mostram benefícios Planeta em números

3a6 O

aquecimento do mar causado pelas mudanças climáticas pode ser benéfico para algumas espécies de peixes e negativo para outras. É isso que mostra um trabalho publicado nesta sexta-feira na revista “Current Biology”. Cientistas britânicos analisaram a evolução da população de peixes no nordeste do oceano Atlântico (na Europa), a partir de uma revisão de onze estudos publicados. Os dados mostram que pelo menos 72% das espécies da região sofreram alterações populacionais significativas. Dessas, três em cada quatro tiveram aumento

meses é quanto a natureza demora a reciclar o papel

da sua quantidade com o aquecimento nas últimas três décadas. As outras tiveram redução. “As espécies do sul, adaptadas às águas quentes, estão a ajustar-se melhor do que os peixes que habitam o norte”, disse Stephen Simpson, da Universidade de Bristol, no Reino Unido. Um exemplo é o bacalhau, peixe amante do frio: a sua população caiu para metade nas últimas três décadas. O nordeste do Atlântico, que reúne cerca de 100 milhões de peixes, segundo estimativas, tem sido descrito como um “caldeirão das mudanças climáticas”. Isso porque as elevações de temperatura na região podem chegar quatro vezes acima às da média mundial. De acordo com Simpson, a temperatura das águas tem grande influência na maturação dos ovos dos peixes, no crescimento e na sobrevivência das larvas e na manutenção do fitoplâncton - camada de algas que é base da alimentação de muitas espécies.

A

CARACÓIS GIGANTES INVADEM MIAMI

A cidade de Miami está a braços com uma praga de caracóis gigantes. O animal, de origem af ser humano. Alimenta-se de cerca de 500 tipos de plantas, danifica estruturas de gesso e segr nos homens. Pode ter 20 cm de largura e dez de diâmetro. A sua esperança média de vida é d ninhada o que equivale a 1200 ovos por ano. Esta invasão pode estar relacionada com um cas

nova edição do “Times Atlas” está a ser criticada pelos peritos em glaciologia. O mapa da Gronelândia mostra uma ilha com menos 15% de cobertura de gelo do que a área existente no mapa de 1999, uma informação que os peritos dizem não ter sustentação científica. A polémica começou com a publicação da 13.ª edição, a 15 de Setembro, de um dos mais importantes atlas do mundo, que recebeu vários prémios. A nova versão vem com actualizações na geografia política mundial como o novo país, Sudão do Sul, ou com o aparecimento na Gronelândia da ilha Uunartoq Qeqertaq, que deixou de estar ligada à massa continental principal pelo gelo. Estas são apenas duas das 7000 mudanças do novo atlas. Mas, segundo o jornal “The Guardian”, o comunicado que publicitava o atlas anunciava que o mapa da Gronelândia mostrava ainda a diminuição de 15 por cento da área de gelo que cobria a ilha, comparado com a área coberta por gelo que existia na edição de 1999 do mapa. Um efeito claro das alterações climáticas. Mas vários especialistas em glaciologia do mundo disseram que esta diminuição não tinha base científica. “As alterações climáticas são reais e a cobertura de gelo na Gronelândia está a diminuir. Mas estas alegações não são apoiadas pela ciência”, disse

Novo atlas da “Times” cri

Há mais gelo

citado pela BBC News Graham Cogley, da Universidade de Trent, no Canadá. Cagley foi o especialista que pôs a campainha a tocar no caso do Himalaiagate ao dizer que o Painel Internacional para as Alterações Climáticas (IPCC, sigla em inglês) estava errado quando sugeria que os gelos glaciares dos Himalaias iam desaparecer por volta de 2035, algo que foi depois confirmado com um pedido de desculpas por parte do IPCC. “Na sequência do Himalaiagate, nós, glaciologistas, estamos

hipersensíveis para q erro egrégio que venha d ridades”, disse Cogley. O Scott Polar Resea titute, que pertence à U dade de Cambridge, Ing e dedica-se à investiga pólos, publicou um com apoiado por vários in dores que também con declarações do atlas. “O de gelo contido na Gron é de 2,9 milhões de quiló cúbicos, e a perda de g ano é de 200 quilóme bicos, o que está na or

FÓSSIL APRESENTA PUZZLE DE CA

Click ecológico

Um novo “Austral A

UM ESTRANHO ANFÍBIO DA NICARÁGUA • A rã-de-olhosvermelhos (“Agalychnis callidryas”) é uma habitante natural da reserva selvagem Montibell, na Nicarágua. O anfíbio é nativo de matas tropicais, mais especificamente na parte que compreende a América Central. Carnívoros, alimentamse de pequenos insectos como moscas e mariposas. Invertebrados também fazem parte da sua dieta.

aventura humana poderá ter começado com o “Australopithecus sediba”, que pode ser o antepassado do “Homo erectus”, o mais antigo representante do género humano reconhecido pelos cientistas. O ponto de partida para esta afirmação são dois fósseis com 1,9 milhões de anos encontrados numa gruta na África do Sul e que são agora descritos pormenorizadamente em cinco artigos na revista “Science”. “Os fósseis mostram um cérebro surpreendentemente avançado mas pequeno, uma mão muito evoluída com um longo polegar como o dos humanos, uma pélvis moderna mas um pé e um tornozelo nunca vistos em nenhum hominino [os humanos e todos os seus antepassados evolutivos]”, descreve Lee Berger, da Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo, o coordenador da equipa internacional que estudou os esqueletos fossilizados de um jovem de 10 a 13 anos e de uma fêmea de 20 a 30 anos de “Australopithecus sediba”.

Os fós em 2010, e esqueleto pouco freq tirar uma informaçã Datam de humana, e esclareced Os es “Science” “Australo tinham an Neandert do crânio dimensõe Com e tistas defe sediba” é aproxima caracterís cérebro fa para ser o


QUINTA-FEIRA 22.9.2011

fricana, é altamente nocivo para a natureza e para o grega uma bactéria mortal que pode originar meningite de nove anos. Podem produzir cerca de 400 ovos por so de contrabando.

www.hojemacau.com.mo

9

iticado por tirar gelo à Gronelândia

o neste país

qualquer de auto-

arch InsUniversiglaterra, ação dos municado nvestigantesta as O volume nelândia lómetros gelo por etros cúrdem de

[uma perda] de 0,1 por cento ao longo de 12 anos”, pode-se ler no comunicado. Nesta segunda-feira, uma porta-voz do “Times Atlas” respondeu a estas acusações e ajudou a explicar a situação. “Somos o melhor no que fazemos. Estamos confiantes da informação que usámos e da cartografia. Usámos informação disponibilizada pela US Snow and Ice Data Centre (NSDIC, sigla em inglês) em Boulder, Colorado. Eles usaram técnicas de radar para medir o gelo permanente”, explicou citada pelo “The Guarduian”. Entretanto, o NSDIC já enviou um comunicado. O NSIDC distribui “informação e imagens sobre a Gronelândia. O “Times Atlas” fez a sua própria interpretação da informação que foi independente do aconselhamento do NSDIC”, lê-se no comunicado, e acrescenta que apesar da quantidade de gelo naquela ilha estar a diminuir, a perda é muito menor do que a que consta no atlas. O investigador português Gonçalo Vieira, especialista em paleoglaciologia da Universidade de Lisboa, explicou ao Público que o mais provável é ter existido

uma interpretação errada do gráfico do NSDIC por parte dos técnicos do “Times Atlas”. O mapa do NSDIC muito parecido com mapa produzido pelo atlas tem a camada principal de gelo da ilha, mas “há uma série de glaciares marginais que não estão considerados no mapa”. “O que se passa é que não houve uma filtragem por parte do técnico entre a fonte e a informação que realmente constava na fonte”, disse o investigador ao Público, acrescentando que no futuro “deveria pelo menos haver uma errata”. Nesta terça-feira, a HarperCollins, os editores do atlas, admitiram que o número de 15% que vinha no comunicado era enganador, e não tinha sido confirmado por peritos, mas que este dado não foi destacado no próprio livro, refere uma notícia no “Guardian”.Alguns cientistas temem que este engano leve o público a menosprezar a perda real do gelo que está a acontecer na Gronelândia. Mas, Gonçalo Vieira argumenta que este erro não foi feito por instituições científicas e “mostra que a comunidade científica está alerta, reagiu ao erro”.

ARACTERÍSTICAS DE PRIMATA E DE HUMANO

lopithecus”?

sseis, descritos pela primeira vez estão muito bem conservados e os os bastante completos — o que é quente, e os cientistas conseguem a quantidade inacreditável de ão de um osso ou de um dente. e um período crucial na evolução e do qual existem poucos fósseis dores. studos publicados agora na ” debruçam-se sobre as mãos do opithecus sediba” — antes, só se nalisado com precisão mãos de tal —, os pés, a pélvis e o interior o, para ter uma ideia das suas es e forma. esta análise detalhada, os cienendem que o “Australopithecus é uma espécie de transição, já a ar-se dos humanos. “As muitas sticas avançadas no corpo e no azem dele o melhor candidato o antepassado do nosso género,

o género ‘Homo’, mais do que anteriores descobertas, como o ‘Homo habilis’”, diz Berger, num comunicado da sua universidade. Mas o mais interessante desta descoberta pode nem ser a reviravolta na árvore evolutiva humana, defendida pela equipa de Berger, sublinham alguns paleoantropólogos conceituados. “Estes artigos são dos mais interessantes publicados nos últimos anos. Mas não pelos motivos que os seus autores julgam”, comentou ao “New York Times” Bernard Wood, da Universidade George Washington. Ver a evolução em acção é o mais interessante. Ian Tattersal, do the Museu Americano de História Natural (Nova Iorque), comentou que os fósseis mostram “que a evolução fazia muitas experiências naquela altura”, em declarações ao mesmo jornal. “O género ‘Homo’ surgiu desta fermentação evolutiva.”

PUB


QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

10

CULTURA

“LA Times” elogia trabalho do realizador português

O estranho caso de Manoel de Oliveira

P

OR ocasião da edição em DVD nos Estados Unidos do filme O estranho caso de Angélica, o jornal norte-americano “LATimes” elogiou a vitalidade e a singularidade da obra do realizador Manoel de Oliveira, ele próprio “um caso estranho”. A três meses de completar 103 anos, Manoel de Oliveira “começou ainda no tempo do cinema mudo e tem uma trajectória incomparável”. “O mais notável” não é tanto a produtividade, mas sobretudo o facto de grande parte da sua obra “continuar viva e singular”, escreveu o diário de Los Angeles na edição de domingo. Como realizador, Manoel de Olivei-

ra demonstra uma liberdade de quem existe quase há tanto tempo como o próprio cinema: “É a encarnação de um século de cinema”, sublinha o diário, recordando o enredo de O estranho caso de Angélica e a história por detrás da produção. O filme, protagonizado por Ricardo Trêpa e que teve estreia comercial este ano em Portugal, é o retomar de um projecto antigo de Manoel de Oliveira, com mais de 50 anos. O realizador tinha o projecto pronto, mas não chegou a concretizá-lo na altura do Estado Novo. Depois da revolução de Abril de 1974, Manoel de Oliveira recuperou o tempo perdido, de vários anos sem

filmar, escreveu o jornal, e desde então tem produzido com bastante regularidade, sobretudo a partir dos anos 1990. A crítica do “LA Times”, a propósito da edição de O estranho caso de Angélica em DVD, surge numa altura em que Manoel de Oliveira se prepara para rodar em Paris um novo filme, O Gebo e a Sombra, a partir de uma peça de teatro de Raúl Brandão, e com os actores Ricardo Trêpa, Michel Piccoli e Ludivine Clerc. Esta semana, a 19 de Setembro, assinalaram-se os 80 anos da estreia no cinema, em Lisboa, do primeiro filme de Manoel de Oliveira, Douro, Faina Fluvial.

PUB

ANÚNCIO HM-2ª vez 22-09-11 Execução Ordinária

CV3-11-0008-CEO

HM-1ª VEZ 22-09-11 Acção Ordinária

3º Juízo Cível

- EXEQUENTE: UN, LONG WAI, residente na Avenida de Demétrio Cinatti, 3, Edifício Tin Nga Wan, 2º F em Macau.--------------------------- EXECUTADO: CHEONG IO KA, com última residência conhecida na Rua de Inácio Baptista, 8, Edifício Ka Mei Fa Un, 3º G em Macau, ora ausente em parte incerta.------------------------------------------------*** FAZ-SE SABER QUE, por este Secção, correm éditos de TRINTA DIAS, contados da segunda e última publicação do anúncio, citando o executado acima identificado, para no prazo de VINTE DIAS, decorrido que seja os dos éditos, deduzir oposição, pagar ao exequente a quantia de MOP$ 159.753,00 (cento e cinquenta e nove mil seiscentas e cinquenta e três patacas), acrescida de juros vencidos e vincendos até efectivo pagamento e custas, ou nomear bens à penhora, sob pena de ser devolvido ao exequente o direito de nomeação de bens à penhora (artº.720º C.P.C.M.), pelos fundamentos constantes da petição inicial que se encontra à disposição do citando nesta Secção, prosseguindo os autos com o Ministério Público – artº 49º do Código de Processo Civil de Macau.--------------------------------------------------- A intervenção do citando nos autos implica a constituição de advogado – artº 74º do Código Processo Civil de Macau.-----------------RAEM, 12 de Setembro de 2011

ANÚNCIO CV2-11-0037-CAO

2º Juízo Cível

AUTORA: ASSOCIAÇÃO DE PIEDADE E DE BENEFICÊNCIA “HÓNG-CHAN-KUAN-MIO”/“HONG KONG MIO”, com sede em Macau, na Rua de Sacadura Cabral, n.º 68, r/c. RÉUS: (i) IEONG WENG KUONG; (ii) SOCIEDADE DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO TRUST BENEVOLENT LIMITADA; (iii) HERDEIROS INCERTOS DE POU TAI VO; e (iv) DEMAIS INTERESSADOS INCERTOS. Correm éditos de TRINTA DIAS, contados a partir da segunda e última publicação do respectivo anúncio, citando HERDEIROS INCERTOS DE POU TAI VO, de nacionalidade chinesa, residente que foi em Macau em lugar que se desconhece; e DEMAIS INTERESSADOS INCERTOS para, no prazo de TRINTA DIAS, findo o dos éditos, contestarem, querendo, a presente Acção Ordinária, na qual a Autora formula os seguintes pedidos: a) seja declarado, para todos os efeitos legais, nomeadamente de registo que o prédio com os n.ºs 6 e 8 da Travessa do Pagode, com a área total de 185 m2, identificado nas plantas cadastrais juntas como docs. n.ºs 5 e 6 se encontra duplicadamente descrito na Conservatória do Registo Predial uma vez que se encontra descrito simultaneamente sob os n.ºs 698 e 1471; b) seja ordenada a prática de todos os actos de registo necessários ao cumprimento do disposto nos artigos 25.º, 77.º, 78.º e 79.º do Código do Registo Predial e que são nomeadamente os seguintes: (i) transcrição para descrição n.º 698 da cota de referência em vigor na descrição n.º 1471, relativa à inscrição n.º 13866, a fls. 435 do livro F43K de domínio directo a favor do Território de Macau; (ii) averbamento na descrição n.º 1471 da sua inutilização, com a indicação de que persiste relativamente ao imóvel a descrição n.º 698; (iii) averbamento na descrição n.º 698 da duplicação verificada, com a menção de que ficou inutilizada a descrição n.º 1471; (iv) actualização da descrição n.º 698, de acordo com as plantas cadastrais juntas como docs, n.ºs 5 e 6, no que se refere à respectiva numeração policial (n.ºs 6 e 8 da Travessa do Pagode); área (185 m2), composição (terreno para construção) e confrontações (NE – Travessa do Pagode n.º 4A (n.º 13367) e Rua Cinco de Outubro n.º 119D; SE – Travessa do Pagode; SW – Rua do Pagode n.ºs 11-11A (n.º 11259), n.ºs 13-13B (n.º 11260) e Travessa do Pagode n.º 10 (n.º 2867) e NW – Rua Cinco de Outubro n.ºs 121-123, Rua do Pagode n.ºs 9-9B (n.º 11478) e Rua Cinco de Outubro n.º 119D (Templo de Hong Kun); c) seja declarado que as parcelas A e B identificadas na planta cadastral junta como doc. n.º 6 e que respeitam à parte do Prédio com o n.º 8 da Travessa do Pagode não fazem parte da descrição nº 2867 e como tal ser ordenada a prática de todos os actos de registo necessários ao cumprimento do disposto no artigo 35.º do Código do Registo Predial, nomeadamente a eliminação da menção existente na descrição n.º 2867 ao n.º 8 da Travessa do Pagode; e d) a Autora seja declarada, para todos os efeitos legais, nomeadamente de registo, como a única titular do domínio útil do prédio com os n.ºs 6 e 8 da Travessa do Pagode (descrito sob os n.ºs 698 e 1471), com a área de 185 m2, identificado nas plantas cadastrais juntas como docs. n.ºs 5 e 6 e que tem as seguintes confrontações: - NE – Travessa do Pagode n.º 4A (n.º 13367) e Rua Cinco de Outubro n.º 119D; - SE – Travessa do Pagode; - SW – Rua do Pagode n.ºs 11-11A (n.º 11259), n.ºs 13-13B (n.º 11260) e Travessa do Pagode n.º 10 (n.º 2867); - NW – Rua Cinco de Outubro n.ºs 121-123, Rua do Pagode n.ºs 9-9B (n.º 11478) e Rua Cinco de Outubro n.º 119D (Templo de Hong Kun). Tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta secretaria à disposição dos citandos e, ainda que é obrigatória a constituição de advogado (art.º 74.º do C.P.C.M.), caso contestem. Em 12 de Setembro de 2011 na RAEM.

****

LONDRES | ÚLTIMO QUADRO DE LUCIAN FREUD

O assistente e o seu cão U

MA colecção com mais de 100 retratos do pintor Lucian Freud, que morreu a 20 de Julho, vai ser exposta na National Portrait Gallery, em Londres, a partir de Fevereiro de 2012. A retrospectiva, que já estava a ser preparada em conjunto com o artista, apresenta ainda um inédito, a sua última obra. Um grande retrato nu e inacabado do seu assistente e amigo próximo, David Dawson, junto do seu cão, vai ser exposto pela primeira vez. À Reuters, Sarah Howgate, curadora da exposição, explicou que o quadro estava a ser pintado por Lucian Freud pouco antes de morrer, acabando depois por ter sido deixado no seu estúdio. Howgate disse que a galeria tinha proposto ao artista, um dos grandes nomes da arte contemporânea, a preparação de uma exposição para o ano dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. O artista, que terá aceitado a proposta de imediato, planeou assim toda a exposição e quais os trabalhos que queria ver expostos, escolhendo mais de 100 trabalhos seus, que integram colecções não só privadas como de museus de todo o mundo. “Como qualquer artista, ele estava muito entusiasmado com o seu último trabalho que estava a pintar. Ele começava cada pintura como se fosse a sua primeira. Ele queria que fosse uma visão

única, diferente da última”, contou à Reuters a curadora da exposição, que partilhou os últimos meses com Lucian Freud. A exposição “Lucian Freud Portraits”, disponível ao público de 9 de Fevereiro a 27 de Maio de 2012, percorrerá o percurso do artista, desde os começos da década de 1940, até aos dias de hoje. Entre os quadros expostos, vão estar retratos de família e amigos de Freud, incluindo da mãe, da mulher, da amante, dos artistas companheiros Frank Auerbach, Francis Bacon and David Hockney, e Sue Tilley, imortalizados numa série de pinturas nos anos 1990. O quadro “Benefits Supervisor Sleeping” (1995), que em 2008 deu que falar quando foi comprado num leilão da Christie’s por 33,6 milhões de dólares, um recorde para um artista vivo, também viajará até Londres. “A National Portrait Gallery está encantada por apresentar tantos retratos criados por um dos maiores artistas dos nossos tempos”, escreveu em comunicado Sandy Nairne, directora da galeria londrina. O pintor Lucian Freud morreu no dia 20 de Julho aos 88 anos, em Londres. Neto do fundador da psicanálise, Lucian emigrou, com a família, da Alemanha para Inglaterra no início dos anos 30 para fugir ao regime nazi, tendo adquirido naturalidade britânica em 1939.


MORREU O PINTOR JÚLIO RESENDE

QUINTA-FEIRA 22.9.2011

O pintor Júlio Resende morreu ontem, em Valbom, Gondomar, aos 93 anos. Júlio Resende, nascido no Porto a 23 de Outubro de 1917, frequentou as Escolas de Belas-Artes do Porto e de Paris, tendo iniciado a sua actividade artística como ilustrador em semanários infantis e na imprensa diária ainda quando era jovem. Em 1946, ano em que apresentou a sua primeira exposição em Lisboa, José Resende obteve uma bolsa de estudo no estrangeiro do “Instituo Para a Alta Cultura”, tendo sido nesta sua passagem pela Europa, em especial por Paris e Madrid, onde teve contacto com as obras de Picasso e Goya, que Júlio Resende despertou para a pintura abstraccionista.

www.hojemacau.com.mo

11

Irlanda | Vendas em leilão pretendem ajudar endividamento de bancos irlandeses

Dólar de Warhol para resolver crise

O

conhecido quadro de Andy Warhol com o símbolo do dólar faz parte da colecção de arte que vai a leilão para ajudar nos problemas financeiros da Irlanda. O leilão, que está a cargo da Christie’s, junta cerca de 14 peças de arte avaliadas em 2,8 milhões de dólares. A agência irlandesa de gestão dos activos (na sigla original NAMA), criada o ano passado com o intuito de resolver alguns

dos problemas financeiros dos bancos irlandeses, está a vender inúmeros objectos penhorados durante a crise imobiliária e financeira daquele país, como forma de recuperar 31 mil milhões de euros de dívida. Entre os bens colocados à venda, encontram-se helicópteros, jactos privados e hotéis de cinco estrelas. No campo da arte, encontram-se obras como “Dollar Sign”, de Andy Warhol, “Man Doing Ac-

counts”, de Jack Butler Yeats, irmão do poeta irlandês W.B. Yeats, e “Ace Airport” do também artista pop Alex Katz. Segundo a Christie’s, a obra concebida por Warhol está avaliada entre 300 mil e 440 mil euros e pertencia a um dos devedores da NAMA, que terá oferecido cooperação na sua venda. Apesar de a agência de leilões não ter identificado a identidade dos coleccionadores, os órgãos de comunicação irlandeses suge-

rem que grande parte das peças pertenceria a Derek Quinlan, antigo proprietário de muitos hotéis luxuosos de Londres, como por exemplo o Savoy, que terá entrado em falência na crise imobiliária de 2008. O leilão vai ser dividido em duas sessões, uma em Nova Iorque, a 9 de Novembro, e a segunda em Londres, a 17 de Novembro. O quadro de Andy Warhol vai à praça no leilão de Nova Iorque.

DISNEY QUER CRIAR ATRACÇÕES INSPIRADAS EM ‘AVATAR’

Parques temáticos inspirados em filmes A

Walt Disney Co. planeia criar brinquedos e atracções nos seus parques temáticos baseados no “Avatar”, filme de sucesso de 2009, disseram executivos da empresa. O primeiro será construído no Walt Disney World, no Estado da Flórida, e provavelmente inaugurado por volta de 2017. A Disney informou que construirá as atracções sob contratos de exclusividade de longo prazo com a Twentieth Century Fox, distribuidora do “Avatar”, e com a produtora do filme, Lightstorm Entertainment, do director James Cameron. A Fox é de propriedade da

çar a fase de desenvolvimento deste projecto”. Os brinquedos e atracções serão criados por projectistas da Walt Disney em colaboração com Cameron. Cameron disse que as atracções provavelmente incluirão recriações de ambientes do “Avatar”, e possivelmente de duas continuações de filme, com estreias planeadas para 2014 e 2015. Assistindo a exibições de “Avatar”, Cameron afirmou que “as cenas de que as pessoas mais gostavam não eram as mais óbvias, como as grandes batalhas”. Em vez disso, disse ele, as

News Corp., também controladora do The Wall Street Journal. A construção, numa área do Reino Animal do Disney World, deve começar no início de 2013 e incluir brinquedos, atracções e restaurantes temáticos. O projecto poderá custar cerca de 400 milhões de dólares americanos, segundo uma fonte ligada ao projecto. Os planos não estão totalmente finalizados, disseram os executivos. Numa conferência de imprensa na terça-feira, o presidente do conselho da Disney Parks and Resorts, Thomas Staggs, disse “estar apenas a come-

favoritas eram “as criaturas a aprender a voar e a floresta à noite. A impressão que tivemos foi que as pessoas simplesmente gostam de estar nesse mundo”. O director-presidente da Disney, Robert Iger, disse que a empresa provavelmente vai incluir atracções do “Avatar” nos seus outros parques temáticos no mundo todo, mas acrescentou que ainda não há planos concretos. Actualmente os parques da Disney incluem atracções baseadas em filmes de outros estúdios, inclusive “Guerra nas estrelas” e “Indiana Jones”.

PUB

AVISO CONCURSO PÚBLICO N.º 33/P/2011

Faz-se público que, por despacho do Ex.mo Senhor Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, de 2 de Setembro de 2011, se encontra aberto o Concurso Público para «Fornecimento e Instalação de Uma Sistema de Ultrasonografia Intravascular aos Serviços de Saúde», cujo Programa do Concurso e o Caderno de Encargos encontram à disposição dos interessados desde o dia 21 de Setembro de 2011, todos os dias úteis, das 9,00 às 13,00 horas e das 14,30 às 17,30 horas, na Divisão de Aprovisionamento e Economato sita na Cave 1 do Centro Hospitalar Conde de S. Januário, onde serão prestados esclarecimentos relativos ao concurso, estando os interessados sujeitos ao pagamento do custo das respectivas fotocópias ou ainda mediante a transferência gratuita de ficheiros pela internet no website dos S.S. (www.ssm.gov.mo). As propostas serão entregues na Secção de Expediente Geral destes Serviços, situada no r/c do Centro Hospitalar Conde de São

Januário e o respectivo prazo de entrega termina às 17,45 horas do dia 24 de Outubro de 2011. O acto público deste concurso terá lugar no dia 25 de Outubro de 2011, pelas 10,00 horas, na sala do « Auditório » situada no r/c do Edifício da Administração dos Serviços de Saúde junto ao C.H.C.S.J. A admissão a concurso depende da prestação de uma caução provisória no valor de $24, 000,00 (vinte e quatro mil patacas) a favor dos Serviços de Saúde, mediante depósito, em numerário ou em cheque, na Secção de Tesouraria destes Serviços ou através da Garantia Bancária/Seguro-Caução de valor equivalente. Serviços de Saúde, aos 14 de Setembro de 2011 O Director dos Serviços, Lei Chin Ion

AVISO CONCURSO PÚBLICO N.º 34/P/2011 Faz-se público que, por despacho do Ex.mo Senhor Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, de 2 de Setembro de 2011, se encontra aberto o Concurso Público para «Fornecimento e Instalação de Uma Máquina Automática para Técnicas de Imunohistoquímica e Hibridização “In Situ” aos Serviços de Saúde», cujo Programa do Concurso e o Caderno de Encargos encontram à disposição dos interessados desde o dia 21 de Setembro de 2011, todos os dias úteis, das 9,00 às 13,00 horas e das 14,30 às 17,30 horas, na Divisão de Aprovisionamento e Economato sita na Cave 1 do Centro Hospitalar Conde de S. Januário, onde serão prestados esclarecimentos relativos ao concurso, estando os interessados sujeitos ao pagamento do custo das respectivas fotocópias ou ainda mediante a transferência gratuita de ficheiros pela internet no website dos S.S. (www.ssm.gov.mo). As propostas serão entregues na Secção de Expediente Geral destes Serviços, situada no r/c do Centro Hospitalar Conde de São

Januário e o respectivo prazo de entrega termina às 17,45 horas do dia 19 de Outubro de 2011. O acto público deste concurso terá lugar no dia 20 de Outubro de 2011, pelas 10,00 horas, na sala do «Museu» situada no r/c do Edifício da Administração dos Serviços de Saúde junto ao C.H.C.S.J. A admissão a concurso depende da prestação de uma caução provisória no valor de $36 000,00 (trinta e seis mil patacas) a favor dos Serviços de Saúde, mediante depósito, em numerário ou em cheque, na Secção de Tesouraria destes Serviços ou através da Garantia Bancária/Seguro-Caução de valor equivalente. Serviços de Saúde, aos 14 de Setembro de 2011 O Director dos Serviços, Lei Chin Ion


QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

12

DESPORTO

Os melhores jogadores reúnem-se em Macau

A nata do badminton Gonçalo Lobo Pinheiro glp@hojemacau.com.mo

U

MA raqueta, um volante e muita ambição. Será isso que os melhores jogadores do mundo de badminton trarão a Macau para participarem no Kumpoo Macau Open, a ter lugar de 29 de Novembro a 4 de Dezembro no CotaiArena, no Venetian. É esperada a nata da modalidade num torneio que já recebeu a inscrição de 25 países e regiões, bem como 400 jogadores só no ano passado.

Com a chancela da Federação Mundial de Badminton (BWF), a fasquia eleva-se este ano para delírio dos fãs deste desporto. Quem se deslocar ao Cotai pode ver em acção nomes consagrados como Lee Chong Wei da Malásia, Lee Hyun-il e Lee Yong Dae da Coreia do Sul, Boonsak Ponsana da Tailândia, entre muitos outros. O torneio de Macau já é considerado de alto gabarito internacional desde 2006 e este ano é um evento de nível 3 para a BWF. O bolo total de prémios cifra-se em 1,6 milhões de patacas que serão devidamente divididas pelos

cinco tipos de competições: masculinos e femininos singulares, masculinos e femininos pares e ainda pares mistos. O prazo de inscrições de atletas finda no dia 1 de Novembro e os sorteios das competições serão da responsabilidade da BWF e ocorrerão duas semanas depois. Para dar renome maior ao torneio foram convidados a árbitra Charlotte Ackermann dos EUA e o árbitro adjunto Ronny De Vos da Bélgica. Quem quiser comprar ingressos para o evento pode fazê-lo a partir de hoje no Sands Macau e nas bilheteiras do CotaiArena.

Lee Chong Wei

F1 | VETTEL PODERÁ SER O MAIS JOVEM BICAMPEÃO MUNDIAL

PAULO SOUSA INVESTIGADO POR ALEGADA AGRESSÃO

A fazer história

Confusão na Hungria

S

EBASTIAN Vettel poderá tornar-se no bicampeão mais jovem de sempre da Fórmula 1 este fim-de-semana em caso de vitória de alguns resultados favoráveis no Grande Prémio de Singapura, que se disputa entre 23 e 25 de Setembro. O piloto alemão, de 24 anos, poderá revalidar o título conquista na época transacta, caso consiga conquistar o próximo grande prémio e, a seu favor, haja uma conjugação de resultados nos seus mais directos perseguidores. Denominam-se directos na classificação, pois a

pontuação há muito que tem afastado as dúvidas sobre a previsível conquista do germânico. O espanhol Fernando Alonso, piloto da Renault que ocupa a segunda posição na tabela, está a 112 pontos do alemão. A emoção estará reservada, portanto, para a luta pelo segundo lugar, pois a vantagem de Alonso para o terceiro classificado, partilhado por Jenson Button e Mark Webber, é de apenas cinco pontos. Alguma dela ainda poderá ser atribuída à corrida em si. As previsões apontam para que nos três dias de competi-

ção ocorra alguma chuva no circuito de Marina Bay, como o site oficial da Fórmula 1 faz questão de destacar. “It’s not over until it’s over – Só acaba quando estiver acabado”, frisou Vettel, citado pelo “Daily Telegraph”, amenizando as expectativas que se têm gerado na antevisão do grande prémio. “É errado planear algo antes que aconteça, tenho que ir um passo de cada vez”, reforçou. Além da possível revalidação do título mundial, Sebastian Vettel poderá alcançar em Singapura a sua nova vitória da época em grandes prémios.

A

polícia de Bicske está a investigar o ex-internacional português e actual treinador de futebol dos húngaros do Videoton, Paulo Sousa, por, alegadamente, ter agredido com uma cabeçada um jornalista, noticia a imprensa húngara. As investigações sobre Sousa, que treina o Videoton desde Junho deste ano, foram abertas depois de na semana passada o treinador ter agredido, num jogo particular, o jornalista

Bence Borbola, do diário desportivo Nemzeti Sport. De acordo com o diário, o português, que jogava na equipa de treinadores contra a equipa de redactores, deu uma cabeçada no jornalista, que teve de levar três pontos. Sousa classificou então o episódio como um “acidente”, enquanto que a organização de jornalistas desportivos (MSUSZ) expressou oficialmente a sua “preocupação” pelo

incidente, qualificando-o de “inaceitável”. Sousa foi internacional por 51 vezes e, em 1996, ganhou a Liga dos Campeões com os italianos da Juventus, para no ano seguinte sagrar-se campeão europeu ao serviço dos alemães do Borussia de Dortmund. O Videoton, com sede em Székesfehérvár, ao sul de Budapeste, ocupa o sexto lugar da primeira divisão húngara com 14 pontos, em nove jornadas.

PORTUGAL ENTRA NO TOP-5 DO RANKING DA FIFA

Jogar como os grandes A

selecção portuguesa de futebol subiu três lugares no ranking da Federação Internacional de Futebol (FIFA) publicado ontem, que volta a ser liderado pela Espanha. Portugal ultrapassou a Inglaterra, Brasil e Itália e é apenas superado pelo Uruguai (4.º), Alemanha (3.º), Holanda (2.º) e Espanha (1.º). Os espanhóis, que há um mês tinham perdido a liderança, voltaram a topo do ranking destronando os holandeses.

Top-10 do ranking da FIFA 1. Espanha (+1)

6. Itália (+1)

2. Holanda (-1)

7. Brasil (-1)

3. Alemanha

8. Inglaterra (-4)

4. Uruguai (+1)

9. Croácia (+1)

5. Portugal (+3)

10. Argentina (-1)


[f]utilidades Cineteatro | PUB

SALA 1

[ ] Cinema

QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

13

SALA 3

LOVE IN SPACE [B] FALADO EM PUTONGHUA Um filme de: Wing Shya, Tony Chan Com: Aaron Kwok, Rene Liu, Eason Chan 14.30, 16.30, 19.30, 21.30 SALA 2

ONE DAY [B] Um filme de: Lone Scherfig Com: Emma Morley, Jim Sturgess, Patricia Clarkson 14.30, 16.30, 19.30, 21.30

THE WHISTLEBLOWER [C] Um filme de: Larysa Kondracki Com: Rachel Weisz, Vanessa Redgrave 14.30, 16.30, 21.30

RISE OF THE PLANET OF THE APES [B] Um filme de: Rupert Wyatt Com: James Franco, Freida Pinto, John Lithgow 19.30

SOLUÇÕES DO PROBLEMA HORIZONTAIS: 1-SC. SOPAS. GA. 2-AIN. ROL. PAI. 3-DER. L. MAT. 4-L. MOVEL. SUS. 5-UL. SENIL. NA. 6-LOCAL. DOTAI. 7-AC. LACAI. TA. 8-SUA. RUIRA. M. 9-TIA. B. OBI. 10-GOA. RAS. AAR. 11-ER. RISOS. ME. VERTICAIS: 1-SA. LULAS. GE. 2-CID. LOVUTOR. 3-NEM. C. AIA. 4-S. ROSAL. A. R. 5-OR. VELAR. RI. 6-POLEN. CUBAS. 7-AL. LIDAI. SO. 8-S. M. LOIRO. S. 9-PAS. T. ABA. 10-GARUNAR. IAM. 11-AI. SAIAM. RE.

REGRAS |

Insira algarismos nos quadrados de forma a que cada linha, coluna e caixa de 3X3 contenha os dígitos de 1 a 9 sem repetição SOLUÇÃO DO PROBLEMA DO DIA ANTERIOR

Su doku [ ] Cruzadas

HORIZONTAIS: 1-Escândio (s.q.). Criadas de servir, sopeiras (Pop.). Gálio (s.q.). 2-Departamento de França. Ementa lista. Progenitor. 3-Conceder. Matemática (abrev.). 4-Que pode ser movido. Coragem!. 5-Povoação da Beira Litoral. Referente à velhice. Nela. 6-Pertencente ou relativo a determinado lugar. Beneficiai (Fig.). 7-Actínio (s.q.). Revesti de laca. Deus-Sol, no antigo Egipto. 8-Vossa. Caira, desabara. 9-Irmã dos pais. Rio da Rússia. 10-Antiga possessão portuguesa na India. Pano de Arrás. Rio da Suíça. 11-Também (Arc.). Escárnios, zombarias. Voz do carneiro ou do cordeiro. VERTICAIS: 1-Sociedade Anónima (abrev.). Molusco cefalópode (pl.). Nome de letra. 2-Guerreito valente. Profissional de telecomunicação que transmite programas de rádio ou de televisão. 3-Também não. Criada de companhia. 4-Canteiro de rosas. 5-Profissão (Suf.). Interessar-se com vigilante zelo. Troça. 6-Pó fecundante vegetal. Balseiros, dornas. 7-O mais (Ant.). Trabalhai com afã. Desirmanado. 8-Que é da cor do ouro. 9-Utensílio com uma parte larga e achatada e um cabo (pl.). Cada um das duas partes que pendem da cintura da sobrecasaca, fraque, etc.. 10-Larapiar. Figuravam. 11-Queixume. Tirem-se donde estavam. Traseira.

[Tele]visão www.macaucabletv.com TDM 13:00 13:30 14:30 19:00 19:30 20:25 20:30 21:00 22:10 22:40 22:58 23:00 23:35 00:05 00:30

TDM News - Repetição Jornal das 24h RTPi DIRECTO Música Movimento (Repetição) Amanhecer Acontecimentos Históricos Telejornal Jornal da Tarde da RTPi JK Amor Atrás das Grades Acontecimentos Históricos TDM News Ásia Global Green Matters (Ecomundo) RTPi DIRECTO

STAR SPORTS 31 14:00 Max Power 2011/12 14:50 FIA Wtcc 2011 - Inside Wtcc 15:20 Rugby World Cup 2011-Match Day Highlights 15:50 (LIVE) Rugby World Cup 2011 South Africa vs. Namibia 18:00 FA Classics 1991/92 FA Cup Semfinal Liverpool vs. Portsmouth 19:00 Inside Grand Prix 2011 19:30 Engine Block 2011 20:00 V8 Supercars Championship 2011-Highlights 21:00 (LIVE) Score Tonight 21:30 FINA Aquatics World 2011 21:40 (LIVE) 2011 Opening Night - Nokia CLT20

INFORMAÇÃO TDM

RTPi 82 14:00 Telejornal Madeira 14:30 A Verde e a Cores 15:00 O Humor e a Cidade 15:30 Especial Saúde 16:00 Bom Dia Portugal 17:00 Quem Quer Ser Milionário – Alta Pressão 18:00 Resistirei 18:45 Kampung Portugis, O Bairro Português 19:15 Luís de Matos – Mistérios 20:00 Jornal Da Tarde 21:15 O Preço Certo 22:00 Pai à Força 23:00 Portugal no Coração TVB PEARL 83 06:00 Bloomberg West 07:00 First Up 07:30 NBC Nightly News 08:00 Putonghua E-News 08:30 ETV 10:30 Inside the Stock Exchange 11:00 Market Update 11:30 Inside the Stock Exchange 11:32 Market Update 12:00 Inside the Stock Exchange 12:02 Market Update 12:30 Inside the Stock Exchange 12:35 Market Update 13:00 CCTV News - LIVE 14:00 Market Update 14:40 Inside the Stock Exchange 14:43 Market Update 15:58 Inside the Stock Exchange 16:00 Angelo Rules 16:30 Chuggington (II) 16:55 Chuggington Badge Quest 17:00 Escape from Scorpion Island 17:30 Me & My Monsters 18:00 Putonghua News 18:10 Putonghua Financial Bulletin 18:15 Putonghua Weather Report 18:20 Financial Report 18:30 FIFA Football World 19:00 Rich Mate Poor Mate II 19:30 News At Seven-Thirty 19:50 Weather Report 19:55 Earth Live 20:00 State of Style 20:30 Medium 21:30 Dolce Vita 22:00 Lonely Planet’s the Odyssey 22:30 Marketplace 22:35 The Good Wife 23:30 The CEO Connection 23:35 World Market Update 23:40 News Roundup 23:55 Earth Live 00:00 Brothers & Sisters 00:55 Heston’s Feast 01:50 European Art at the MET 02:00 Bloomberg Television 05:00 TVBS News 05:30 CCTV News ESPN 30 12:30 15:00 15:30 18:30 19:30 20:00 20:30 21:00 22:00 22:30

Ettu European Champions League Men FINA Aquatics World 2011 MLB Regular Season 2011 Washington Nationals vs. Philadelphia Phillies (Delay) Baseball Tonight International 2011 (LIVE) Sportscenter Asia Total Rugby 2011 Simply The Best Beach Soccer Worldwide Miami Cup 2011 Spain vs. USA Sportscenter Asia Rugby World Cup 2011 South Africa vs. Namibia

STAR MOVIES 40 11:40 Aliens In The Attic 13:10 The Net 15:05 Unrivaled 16:50 The Incredibles 18:50 In The Line Of Fire 21:00 Pillars Of The Earth 22:45 Knowing 00:50 Centurion HBO 41 12:00 13:45 15:45 17:25 19:30 22:00 23:35

American Outlaws Blue Crush Clifford The Goonies Sleepers Frozen Resident Evil

CINEMAX 42 12:45 14:45 16:00 17:30 19:00 20:30 22:00 23:35

The International Simon Sez The Beast From 20,000 Fathoms Horror Of Dracula Kinjite Killer: A Journal Of Murder The Warriors Gunfighter’S Moon

MGM 43 12:45 14:15 16:00 17:30 19:15 21:00 23:00 00:30

Solomon & Sheba Neon City Alphabet City UHF Lisa Crooked Hearts Once Bitten Sleepover

DISCOVERY CHANNEL 50 13:00 Mythbusters 14:00 Freedom Rising 15:00 Miracle Detectives 16:00 River Monsters 17:00 Dirty Jobs 18:00 How Its Made 18:30 How Do They Do It? 19:00 Kidnap & Rescue 20:00 Deadliest Catch 21:00 Auction Hunters 21:30 First Time Filmmakers Vietnam

(MCTV 55) Biography Channel 17:00 FLIP THIS HOUSE

22:00 23:00 00:00

Mega Moves Mega Builders Auction Hunters

NATIONAL GEOGRAPHIC CHANNEL 51 13:00 The Bombing of Germany 14:00 Lonely Planet 15:00 Perfect Weapon 16:00 Is It Real? 17:00 21st Century Shark 18:00 Dangerous Encounters With Brady Barr 19:00 Seconds From Disaster 20:00 D-Day: Men And Machines 21:00 Earth Overhaul 22:00 Mega Factories 23:00 The Known Universe 00:00 Earth Overhaul ANIMAL PLANET 52 13:00 Dark Days In Monkey City 13:30 Echo And The Elephants Of Amboseli 14:00 Wild Poland 15:00 Daniel And Our Cats 16:00 Nature’s Deadliest 17:00 Going Ape 18:00 Meerkat Manor 19:00 The Jeff Corwin Experience 20:00 Dark Days In Monkey City 20:30 Fooled By Nature 21:00 Mouse: A Secret Life 22:00 Animal Witness 23:00 Going Ape 00:00 Meerkat Manor HISTORY CHANNEL 54 13:00 Modern Marvels 14:00 The Real Face Of Jesus? 16:00 The Kennedys 18:00 Modern Marvels 19:00 UFO Hunters 20:00 Mega Disasters 21:00 The Kennedys 23:00 Swamp People 00:00 Pawn Stars BIOGRAPHY CHANNEL 55 13:00 I Survived 14:00 Hoarders 15:00 Child of Our Time: 2001 17:00 Flip This House 18:00 Sell This House 18:30 Billy The Exterminator 19:00 Hoarders 20:00 Storage Wars 21:00 Private Chefs Of Beverly Hills 22:00 Trauma: Life In The E.R. 23:00 Hoarders 00:00 I Survived AXN 62 12:15 13:05 14:00 14:55 15:50 16:40 17:30 18:20 19:15 20:10 21:05 22:00 22:55 23:50 00:45

CSI: Ny The Guardian Masters Of Illusion The Amazing Race CSI: Ny Ncis: Los Angeles Leverage CSI: Crime Scene Investigation CSI: Miami Wipeout Leverage The Challenger Muaythai CSI: Crime Scene Investigation The Challenger Muaythai CSI: Crime Scene Investigation

STAR WORLD 63 12:10 The Bachelorette 13:05 Hell’s Kitchen 14:00 America’s Next Top Model 14:55 Raising Hope 15:25 iTunes Festival 2011 16:20 Ugly Betty 17:15 Got To Dance UK 18:10 The Bachelorette 19:05 How I Met Your Mother 19:30 Traffic Light 20:00 Switched At Birth 20:55 The Gates 21:50 Glee 22:45 The Bachelorette 23:40 How I Met Your Mother 00:05 Switched At Birth Informação Macau Cable TV


QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

14

OPINIÃO f ol h a sol t a Gonçalo Alvim*

Espaços não projectados

V

IVER em sociedade sem regras não seria possível. E quanto mais limitado é o espaço por número de habitantes, mais precisas e exigentes têm de ser as regras, para que a liberdade de cada um não colida com a liberdade dos outros. Não é possível fugir desta realidade, embora isso obrigue a vários constrangimentos. Quem tenha vivido os seus primeiros anos no campo ou em espaços com grande largueza de movimentos, como África, terá por certo sentido dificuldades em adaptar-se a meios mais urbanizados, onde os códigos de comportamento são diferentes, as regras a respeitar mais apertadas e a vivência social mais exigente. Se analisarmos o estereótipo do ‘menino do campo’ e do ‘menino da cidade’ podemos identificar algumas diferenças padrão. Eu diria que o menino do campo será mais desembaraçado no meio natural, mais independente, mais espontâneo, mais imaginativo e terá um hábito mais regular de conviver fora de casa. Pelo contrário, o menino da cidade será mais acomodado, prefere actividades caseiras – ou apenas no seu quarto – e conhecerá melhor os limites e riscos do mundo exterior. Por certo, haverá entre eles algumas diferenças de feitios como resultado das diferenças de meios em que

vivem e, consequentemente, das distintas liberdades que lhes são proporcionadas e regras que lhes são impostas. Nesta procura de um desenvolvimento mais completo dos mais novos, nomeadamente por parte dos pais, surgem sempre dúvidas relativamente á linha de separação entre as regras que devem respeitar e as liberdades que podem ter. Evidentemente, quem cresça numa cidade não pode deixar de aprender os códigos que lhe são inerentes, para assim poder socializar e ser feliz; e é escusado ensinar ao menino do campo os comportamentos da cidade, que ali não se aplicam. Mas qual a melhor forma de preparar a criança para o mundo em que vive? Como ultrapassar os obstáculos que um meio específico, como a cidade ou o campo, criam na sua formação? Dado que vivemos numa cidade, exponho este exemplo estereotipado, que não será estranho à maioria das pessoas: O menino da cidade vai passear com a mãe. Ela leva-o pela mão para que não seja atropelado. Ensina-lhe o significado do sinal com o boneco verde e adverte-o a olhar sempre para os dois sentidos da rua antes de atravessar. Manda-o ficar sossegado no café e proíbe-o de mexer em alguma coisa na loja, para não partir. Só pode olhar. Leva-o

Quando em Macau me deparo com alguns dos jovens e percebo as suas atitudes, as suas preferências, a sua forma de estar, pergunto-me até que ponto seriam hoje pessoas diferentes se tivessem tido uma infância mais rural, mais livre, mais ligada a espaços ‘não projectados’. Seriam elas pessoas mais sólidas, mais preparadas para o mundo em que vivem, com diferentes perspectivas do que é importante na vida? depois ao Parque Infantil e fica ali sentada, a olhar para ele, espreitando de vez em quando o relógio para não se atrasarem. O menino brinca naquele espaço super-seguro, repetindo as brincadeiras que tantos outros meninos já fizeram porque foi para isso que aqueles brinquedos se construíram. Tudo muito urbano e civilizado. Sabe que a mãe olha para ele e de vez em quando faz uma

graça, para chamar a atenção. Depois voltam para casa, com a mãe satisfeita porque o filho já brincou ‘lá fora’. Se lhe sobrar tempo e energias, ainda joga com o filho um jogo, ensinando-lhe as regras; mas se tiver ainda de fazer o jantar ou precisar de tempo para si, põe-no a ver os bonecos na televisão, para estar mais sossegado. Depois, é hora de ir dormir, que ele precisa de descansar. No dia seguinte, tem ir para a escola, com ela. Como é evidente por este exemplo, as liberdades de uma criança na cidade são muito limitadas e, de certa forma, alguma coisa se perde no potencial enriquecimento da sua personalidade. Vem tudo isto a propósito da dicotomia entre ‘espaços projectados’ e ‘espaços não projectados’, que tem sido objecto de estudo por parte de alguns especialistas da área de sociologia urbana. O Parque Infantil urbano é um exemplo de um ‘espaço projectado’ para um uso específico: a brincadeira da criança com uma certa idade. Mas para o seu completo desenvolvimento, entendem os referidos especialistas, as crianças precisam também de conviver e desenvolver as suas brincadeiras em espaços ‘não projectados’, como aqueles que o menino do campo tem em abundância. Nos espaços ‘não projectados’, como os espaços abandonados, as reservas de espaços verdes, etc., as crianças têm a liberdade de brincar de uma forma anónima e desenvolverem a sua imaginação na criação de novas actividades. Ali podem partir paus e atirar pedras sem serem por isso recriminadas, permitindo-lhes dessa forma saudável soltarem-se do olhar recriminador das diferentes autoridades a que diariamente estão submetidos. E estas acções, consideradas vandalismo em meio urbano, serão muito importantes para o desenvolvimento mais completo da sua personalidade. Quando em Macau me deparo com alguns dos jovens e percebo as suas atitudes, as suas preferências, a sua forma de estar, pergunto-me até que ponto seriam hoje pessoas diferentes se tivessem tido uma infância mais rural, mais livre, mais ligada a espaços ‘não projectados’. Seriam elas pessoas mais sólidas, mais preparadas para o mundo em que vivem, com diferentes perspectivas do que é importante na vida? Teriam mais imaginação e vontade para mudar as coisas quando estas não lhes correm de feição ou quando lhes surgem imprevistos? Sentiriam alguns menos necessidade de se ‘soltarem’ das amarras de autoridade através de formas negativas? Acredito que sim. *Arquitecto Paisagista, Mestre em Engenharia Urbana folhasolta.ga@gmail.com


Ciclone

Não há mais ditaduras para ninguém, só a dos americanos é que convém. Por Fernando

QUINTA-FEIRA 22.9.2011 www.hojemacau.com.mo

15 d a est r el a Carlos M. Cordeiro

A culpa é do faroleiro N

AS águas territoriais portuguesas existe uma ilha paradisíaca, visitada anualmente por milhares de nacionais e estrangeiros. A atracção principal é a sua beleza natural e até há quem lhe chame a “pérola do Atlântico”. De ilha praticamente deserta foi sendo povoada por alguns algarvios, alentejanos e transmontanos. Edificaram as suas casas, abriram algumas estradas e ajudaram ao desenvolvimento regional da forma que foi sendo possível. Os meios financeiros sempre foram escassos pela impossibilidade de um país pequeno como Portugal não poder dispensar verbas extraordinárias para um local onde a população representava uma percentagem ínfima do todo nacional. Mas um dia o mundo mudou e a “pérola” quis ser diamante. Era o início da delapidação total… Com a instituição de um regime pseudo democrático na ilha, um jovem ali nascido, licenciado em Direito ao fim de dez anos, de fácil provérbio e de oportunismo inteligente, rapidamente se transformou em “dono” da ilha e ilhéus adjacentes. A partir daí, um amigo construiu uma rua, outro amigo construiu um hotel, outro amigo construiu uma auto estrada, outro amigo construiu uma igreja e a procissão saiu do adro. As ruas encheram-se de automóveis e os carrinhos de mão começaram a levar os turistas pela rampa abaixo. Até um teleférico caiu do céu. O mesmo aconteceu a uma marina que custou dezenas de milhões e que continua vazia de embarcações. Na ilha a retórica passou a ser lei. Ou me apoias ou nunca serás nada. Os sacerdotes católicos foram os mais culpados do desmando. No púlpito apregoaram a necessidade de votar no soba da ilha para que as obras nas igrejas fossem pagas pelo orçamento nacional. Os dinheiros públicos foram correndo pelos rios abaixo, qual temporal devastador. Ao longo de muitos anos ainda alguém se atreveu a acusar que algo iria mal no reino do eu quero, posso e mando. Um continental que desejasse trabalhar na ilha era logo escorraçado e enfiado no primeiro avião. Os clubes de futebol eram fi-

Na ilha a retórica passou a ser lei. Ou me apoias ou nunca serás nada. Os sacerdotes católicos foram os mais culpados do desmando. No púlpito apregoaram a necessidade de votar no soba da ilha para que as obras nas igrejas fossem pagas pelo orçamento nacional. Os dinheiros públicos foram correndo pelos rios abaixo, qual temporal devastador nanciados com o dinheiro de todos os portugueses. Um jornal privado ainda é totalmente pago pelo erário público. Mas a ilha tem um off shore que serve de máquina de lavar e de mata-borrão e, isso, justifica tudo. Durante décadas presidentes da República, primeiros-ministros, deputados e apêndices bateram cabeça ao dono da ilha e fingiram que o rochedo emanado do mar nunca iria ao fundo. De repente, quando o todo nacional se sacrificava para que o país não entrasse em falência absoluta, eis que, vem a público a verdade nua e crua. O dono da ilha vai nu e o escândalo bateu forte internacionalmente. O buraco financeiro é um buracão sem fim. O Instituto Nacional de Estatística e o Banco de Portugal divulgaram que houve encargos na ilha no valor de milhares de milhões de euros que não foram nem pagos nem reportados. 1,7 mil milhões em despesas omitidas durante seis anos. As campainhas tocaram a rebate e a indignação é geral. O chefe do Estado reuniu-se de emergência com o primeiro-ministro. Os ministros da mesma cor política do dono da ilha estão perplexos e nada sabem o que dizer. O pagode quer o afastamento do soba abusador e financiador de forças ocultas. O futuro da ilha é muito sombrio. Sombrio? Obviamente, porque estamos a falar da ilha Berlenga e onde a culpa de tudo isto é do faroleiro. É que ele esqueceu-se que a luz do farol quando “nasce” é para todos.

Propriedade Fábrica de Notícias, Lda Director Carlos Morais José Editor Vanessa Amaro Redacção Gonçalo Lobo Pinheiro; Joana Freitas; Lia Coelho; Rodrigo de Matos; Virginia Leung Colaboradores António Falcão; Carlos M. Cordeiro; Carlos Picassinos; José Manuel Simões; Marco Carvalho; Maria João Belchior (Pequim); Rui Cascais; Sérgio Fonseca Colunistas Arnaldo Gonçalves; Boi Luxo; Correia Marques; Gilberto Lopes; Hélder Fernando; Jorge Rodrigues Simão; José I. Duarte, José Pereira Coutinho, Marinho de Bastos; Paul Chan Wai Chi; Pedro Correia Cartoonista Steph Grafismo Catarina Lau; Paulo Borges Ilustração Rui Rasquinho Agências Lusa; Xinhua Fotografia António Falcão, Gonçalo Lobo Pinheiro; António Mil-Homens; Lusa; GCS; Xinhua Secretária de redacção e Publicidade Laurentina Silva (publicidade@hojemacau.com.mo) Assistente de marketing Vincent Vong Impressão Tipografia Welfare Morada Av. Dr. Rodrigo Rodrigues nº 600 E, Centro Comercial First Nacional, 14º andar, Sala 1407 – Macau Telefone 28752401 Fax 28752405 e-mail info@hojemacau.com.mo Sítio www.hojemacau.com.mo


QUINTA-FEIRA 22.9.2011

EUA PLANO PARA ELIMINAR EXÉRCITO BRITÂNICO Detalhes de um espantoso plano militar norte-americano para atacar e destruir a maior parte do exército britânico, em 1930, foram revelados pela primeira vez num documentário do Channel 5. Segundo explica o “Daily Mail”, em 1930, apenas a nove anos do início da Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos da América elaboraram planos específicos para a eliminação do exército britânico no Canadá e no Atlântico Norte, juntamente com a destruição da capacidade comercial inglesa, com o objectivo de fazer vergar o Reino Unido. Primeiramente, uma operação militar sem paralelo, com a assinatura do lendário general Douglas MacArthur, seria lançada como prelúdio de uma invasão do Canadá, que incluia bombardeamentos aéreos massivos das zonas industriais do país e o uso de armas químicas. INSÓLITO ANTIQUÁRIO DIZ QUE NICOLAS CAGE É UM VAMPIRO Um antiquário norte-americano, proprietário de uma fotografia de 1870, afirma ter provas que a pessoa na imagem é Nicolas Cage e acusa o actor de ser um vampiro. Jack Mörd, de Seattle, colocou a imagem à venda no eBay, por um milhão de dólares, e acredita que o actor não tem 47 anos, mas sim que é um vampiro imortal. O antiquário afirma que “Nicolas Cage morrerá com 70, ou 80 anos, mas irá “renascer” mais novo e noutro local do mundo para começar uma outra vida.” Segundo o jornal britânico “The Sun”, Jack Mörd acrescenta ainda que “a foto não é falsa, nem manipulada”, e foi tirada em Bristol, no Tenessee, representando um homem que viveu no tempo da Guerra Civil Americana. Verdade ou não, as semelhanças são extraordinárias.

ca rtoon

FILIPINAS ATENTADO EM KARAOKE MATA CINCO Pelo menos cinco pessoas morreram e outras sete ficaram feridas na sequência de uma explosão de uma granada de mão no interior de um karaoke no norte das Filipinas. As autoridades indicaram que dois dos suspeitos, que seguiam num motociclo e que ainda não foram identificados, lançaram o dispositivo para o interior do bar durante a noite de terça-feira na cidade de La Paz, 200 quilómetros a norte de Manila. Para já, desconhece-se o motivo do ataque, estando as autoridades a interrogar o proprietário do estabelecimento. Os ajustes de contas são uma prática habitual nas Filipinas, onde as disputas políticas se resolvem a tiro, especialmente nas zonas mais pobres do país.

www.hojemacau.com.mo

PÓQUER ONLINE MAIOR EMPRESA DO MUNDO ACUSADA DE FRAUDE A empresa Full Tilt Poker, uma das maiores empresas de póquer online do mundo, é acusada de ter desviado mais de 440 milhões de dólares dos seus apostadores. As autoridades americanas acusam a Full Tilt Poker de usar depósitos de jogadores para pagar a membros da empresa, sem nunca ter devolvido o dinheiro aos apostadores. “Na realidade, a Full Tilt Poker não tinha como manter fundos suficientes para devolver as apostas aos jogadores e, além disso, a companhia usava a verba para pagar aos membros do conselho e proprietários do site num total de mais de 440 milhões de dólares desde abril de 2007”, disse o procurador Preet Bharara, do tribunal federal de Nova Iorque, em comunicado.

Companhias ‘low cost’ podem estabilizar Aeroporto

A resposta da China a Las Vegas Gonçalo Lobo Pinheiro glp@hojemacau.com.mo

O

relatório do CAPA – Centro para a Aviação, divulgado ontem, augura bom futuro para o Aeroporto Internacional de Macau, depois de, desde 2007, ter vindo a funcionar sob o estigma de um impasse estratégico, político e operacional provocado pelo colapso da Viva Macau e da diminuição do número de passageiros e carga. Contudo para o CAPA, o futuro parece ser de “estabilização e crescimento moderado” com as companhias aéreas de ‘low cost’ a verem em Macau uma forte oportunidade de negócio. O relatório aponta interesses que surgem do norte da Ásia, bem como da Coreia do Sul e do Japão. A fixação de companhias de

baixos preços, como a Jetstar, a Air Asia ou a Tiger Airways, também tem ajudado neste consecutivo crescimento dos últimos meses e colocam Macau como plataforma importante para os seus negócios, muito por culpa do jogo que prolifera pelo território e da intenção do Governo de colocar Macau como um centro de lazer e turismo. O Centro para a Aviação prevê que ao Aeroporto Internacional de Macau possam chegar, até ao fim deste ano, um total de 4,2 milhões de passageiros. Contudo, o tráfego

de Taiwan para Macau reduziu 20% nos últimos 20 meses. Em sentido contrário estão as viagens de e para a China, cuja capacidade aumentou consideravelmente. O terramoto no Japão afectou o tráfego daquele país para Macau, contudo as companhias aéreas ‘low cost’ japonesas já revelaram interesse para investir seriamente no mercado da RAEM. O documento revela ainda que 36% da capacidade de voo de e para Macau é da responsabilidade da Air Macau, que obteve o maior lucro de sempre durante o ano de 2010. Apesar disso a Air Asia, com 26% da capacidade de voo, tem crescido muito como operadora no território, sendo a maior ‘low cost’ a operar para o Aeroporto Internacional de Macau. O número de voos entre Macau e as Filipinas também cresceu 14% no último ano.

DEPUTADO DE HONG KONG DETIDO POR MANIFESTAÇÃO

Desordem pública e danos materiais Joana Freitas

joana.freitas@hojemacau.com.mo

L

EUNG Kwok-hung, deputado da Liga Social Democrata de Hong Kong, foi detido ontem de manhã pelas autoridades da RAEHK, acusado de manifestação ilegal e danos materiais, avançou a página do canal RTHK. O deputado, conhecido pela alcunha de “Cabelo Comprido”, terá invadido uma conferência no Museu de Ciência, onde fez uma manifestação contra o

Governo e atirou alguns objectos contra os presentes. No início deste mês, Leung Kwok-hung invadiu de forma barulhenta o local onde estava a ser realizado um fórum, em manifestação contra a eleição para os cargos vagos da Assembleia Legislativa. “Tenham vergonha na perseguição política”, disse o deputado. Seguranças ficaram feridos e as portas do Museu ficaram danificadas, mas Leung Kwok-hung e outros cinco suspeitos já se declararam inocentes em tribunal, tendo saído sob fiança. Enfrentam agora uma análise pré-julgamento a 14 de Outubro.

EUA HOMOSSEXUAIS JÁ PODEM ENTRAR NAS FORÇAS ARMADAS A lei que admite homossexuais nas fileiras das Forças Armadas norte-americanas entrou em vigor ontem, um “dia histórico” segundo o secretário da Defesa, Leon Panetta. Com a revogação da anterior lei, de 1993, os militares homossexuais e lésbicas já não têm que esconder a sua orientação sexual. “Trata-se de homens e mulheres que colocam a sua vida em jogo para defender o país e isso é que importa”, lembrou Leon Panetta. Para que a nova lei entrasse em vigor, mais de 90% dos militares norte-americanos receberam ‘lições’ de tolerância. ROMÉNIA CAIXÕES ‘LOW COST’ FAZEM SUCESSO A crise mundial afecta todos os países e todas as áreas da vida - incluindo a morte. Na Roménia, por exemplo, há muitos que dizem que os tempos estão tão maus que já nem sequer se pode morrer. Mas há quem aproveite o momento para criar negócio: o dos caixões a baixo preço. A ideia surgiu na Transilvânia, região conhecida por ser o berço do Conde Drakul, popularizado como o vampiro Drácula. O gestor Ilie Troanca começou a produzir caixões ‘low cost’, peças simples e sem decorações, que vende por cerca de 100 euros. Esta oportunidade de negócio ganha relevância num país onde os hábitos são profundamente tradicionalistas - pouca gente é cremada - e tem uma população envelhecida. O negócio está em expansão e até contribui para reduzir o desemprego.


Hoje Macau 22 SET 2011 #2459